Page 1

www.revistavitti.com.br Edição 139 - Ano 12 Julho, 2017 Foto: Alessandra Damas

Saúde

Dr. Érico fala sobre Lipoaspiração

Indicações e Cuidados

Esporte Circuito Adventure Camp está de volta

Gastronomia Thiago Benini

Do sonho ao sucesso

Capa e Entrevista

Wagner Rosa

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA VENDA PROIBIDA Vale do Paraíba e Litoral Norte Julho, 2017

Diretor da Wagalume Marketing Consciente fala sobre os 10 anos de atividade da agência que está por trás das marcas de sucesso de Campos do Jordão

revistavitti.com.br | Vitti | 1


2 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2017


Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 3


4 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2017


Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 5


Índice

Julho 2017 | Edição 139 | Ano 12

Economia

Orçamento público não é igual ao privado.................. 22

Negócios

Os Escândalos de Corrupção...................................... 24

Perfil

Thiago Benini e suas massas artesanais..........................26

Saúde

Lipoaspiração é segura?.....................................................44

Gastronomia

Bolo Pamonha Cremoso......................................................49

Meio Ambiente

Reflorestamento em S. Francisco Xavier..........................52

Tribos de Taubaté

Dito Velório................................................................... 58

Esporte

Mercado

Dez anos da agência Wagalume.................................10

Wagner Rosa, diretor da Wagalume Marketing Consciente fala dos 10 anos de atividades e sucesso de uma das agências de comunicação mais inovadoras de toda a região.

Paratletas taubateanos na Alemanha.......................... 67

Esporte e Ação

Circuito Adventure Cap................................................ 68

Pets

Dicas de Cuidados para o Inverno.............................. 70

Editorial

Nossa Edição de Inverno

O

inverno chegou com tudo, trazendo um frio para nenhum fã da estação gelada botar defeito. Noites e madrugadas geladas, manhãs preguiçosas e dias ensolarados com clima bem ameno. Para quem gosta de botar aquele casaco elegante, ou ficar debaixo das cobertas, tempo ideal, não é? Para nós, foi mais um mês de dedicação para construir mais esta edição da Revista Vitti. Um dos destaques desta edição é a reportagem que fizemos com o jovem Thiago Benini, um chef de cozinha de Taubaté que transformou o sonho de ter seu próprio negócio em uma loja de massas artesanais que tem fei6 | Vitti | revistavitti.com.br

to muito sucesso. Histórias como a dele merecem ser contadas, traçando o perfil de um jovem que transformou um sonho de adolescência em uma realidade digna de aplausos. Nesta edição você também confere uma seleção especial de artigos e matérias muito boas. Temos assuntos de saúde, pets, esportes, bem estar, economia, política, moda, arquitetura, decoração, estilo, cultura, e muito mais. Você com certeza vai se deliciar com as páginas a seguir. Nossas colunas sociais seguem brilhando com fotos e fatos do que de melhor aconteceu nos eventos espalhados pelo Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira. Esperamos que você, caro amigo leitor, goste do material que tem em suas

mãos a partir de agora, e tenha momentos de relaxamento e satisfação em ler o conteúdo que selecionamos para esta edição. Boa leitura, abraços. Marcela Vitti

Marcela Vitti Diretora “Eu te louvarei, Senhor, de todo o meu coração; contarei todas as tuas maravilhas. Em ti me alegrarei e salvarei de prazer; cantarei louvores ao teu nome, ó Altíssimo.” SALMO9:1-2

Julho, 2017


Diretora: Marcela Vitti Assistente: Isaura Silva Diagramação e Criação: Bruno Moura Jornalista Responsável: Danielle Martins da Silva - MTB: 37796 Foto da Capa: Wagner Rosa, diretor da Wagalume Marketing Consciente (Foto: Alessandra Damas) Repórter Fotográfico: Monicuee Alvez Colunistas: São José dos Campos: Gilberto Freitas - Caçapava: Jéssica Denz Taubaté: Amanda Ayello, Isaura Silva e José Luiz (Luizinho) - Aparecida: Ligia Ballot - Guaratinguetá: Benê Carvalho. Colaboradores: ADILSON PELOGGIA, JULIANA BUENO, PEDRO PAULO ZAHLUTH BASTOS, FABIANA FERREIRA, ARCIONE VIAGI, ÉRICO PAMPADO DI SANTIS, ALESSANDRA GABRIEL E JOSÉ DINIZ JÚNIOR. DIRETORA COMERCIAL: Marcela Vitti (12) 98122-3000 - marcela@revistavitti.com.br SÃO JOSÉ DOS CAMPOS / TAUBATÉ / PINDA / UBATUBA: Isaura Silva (12) 98270-0019 - isaurasilva@revistavitti.com.br SÃO JOSÉ DOS CAMPOS / TAUBATÉ / UBATUBA: Marcela Vitti (12) 98122-3000 - marcela@revistavitti.com.br GUARATINGUETÁ / APARECIDA / LORENA: Benê Carvalho (12) 98270-0069 - benecarvalho@revistavitti.com.br DISTRIBUIÇÃO: Rodrigo Melo Gratuita e dirigida às cidades de Taubaté, Quiririm, São José dos Campos, Caçapava, Pindamonhangaba, Tremembé, Guaratinguetá, Lorena, Cruzeiro, Campos do Jordão, Santo Antônio do Pinhal e Ubatuba Impresso no parque gráfico da Resolução Gráfica Ltda. ATENDIMENTO AO CLIENTE: (12) 3632-3060 / (12) 98270-0018 - Rua dos Operários, 118 - Taubaté - SP Os artigos, matérias, opiniões e anúncios aqui publicados são de inteira responsabilidade de seus idealizadores, e não refletem necessariamente a opinião da Revista Vitti. Os conteúdos veiculados nos anúncios publicitários são de inteira responsabilidade dos anunciantes. É proibida a reprodução total ou parcial da revista sem autorização da Revista Vitti.

Cartas “Mais uma vez maravilhosas as matérias e fotos desse Especial de Arquitetura e Decoração da Vitti. Acompanho a revista há vários anos e sempre me chama a atenção o bom gosto e a valorização dos profissionais dessa área por vocês. Parabéns pelo trabalho.” Drianna Mattos, via Facebook “Show, show, show!!! Demais a edição deste mês da Vitti. Adoro a revista, sou fã das colunas sociais. Vocês são demais, estão super de parabéns pela edição. Já garanti a minha. Abraços a todos.” Janaína Skyla, via Facebook

“Sempre acompanho a revista e gosto de saber o que pensam os colunistas sobre assuntos mais, digamos, espinhosos. Concordando ou não, gosto de ver a pluralidade de opiniões em uma revista de renome como a Vitti. Vocês estão de parabéns por abrir sempre espaço para reflexões, críticas e informações. O papel da mídia é esse, de fazer pensar, e não manipular o pensamento coletivo. Abraços a todos da equipe de redação.” Julião Neto, por e-mail

CAPA

Junho, 2017

“Elegância Top essa edição de junho da Revista Vitti. Arquitetura + Decoração e Olegário de Sá na capa. Sucesso demais! ” Roger Ignácio, via Facebook

CORREIO VITTI

Fale conosco: opine, critique e dê sugestões. Escreva para: redacao@revistavitti.com.br Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 7


Nossa equipe

Equipe

ISAURA SILVA

BENÊ CARVALHO

BRUNO MOURA

MONICUEE ALVEZ

Assistente, Vendas e Colunista

Diagramação e Criação

Vendas e Colunista Guará

RODRIGO MELO Distribuidor

Fotógrafa

Colunistas

AMANDA AYELLO Taubaté

Taubaté

GILBERTO FREITAS

ANNA DENNZ

FABIANA FERREIRA

LIGIA BALLOT

São José dos Campos

Esporte

8 | Vitti | revistavitti.com.br

JOSÉ LUIZ

Caçapava

Aparecida

Julho, 2017


Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 9


Mercado

A jovem equipe Wagalume

DEZ ANOS DA AGÊNCIA WAGALUME BRANDING, MARKETING CONSCIENTE E MEGATRENDS. CONHEÇA ESSES CONCEITOS E UM POUCO DO TRABALHO DA EMPRESA QUE ESTÁ POR TRÁS DAS MARCAS QUE ESTÃO DOMINANDO O MERCADO DE CAMPOS DO JORDÃO Os principais mercados de comunicação, marketing e publicidade no Brasil estão localizados hoje no coração das principais metrópoles do país. Centros como São Paulo e Rio de Janeiro, monopolizaram um cenário que é marcado, diariamente, por avanços tecnológicos, teóricos e estruturais. Porém, longe desses centros, onde a natureza é a principal atração, há um grupo de jovens que está vivenciando conceitos e tendências globais, ajustando-os para a realidade local e modificando a forma na qual as empresas se relacionam com o marketing. Sim, no alto da Serra da Mantiqueira, a agência Wagalume Marketing Consciente lidera um trabalho de vanguarda, que vêm apresentando resultados interessantes e inovadores para a nossa região. Em seu escritório, na tradicional Vila 10 | Vitti | revistavitti.com.br

Abernéssia, Wagner Rosa, diretor criativo da agência recebeu a equipe da Revista Vitti para uma conversa sobre as ideias que estão surgindo na montanha, sobre marketing consciente e, principalmente, sobre os diferenciais dessa empresa que vêm transformando o mercado de Campos do Jordão na ultima década. “Nas grandes cidades, a vida está ‘presa’, literalmente, dentro de caixas, da casa para o carro, do carro para o escritório, e então para o lazer, que é shopping, outra caixa. Aqui, na Mantiqueira, a ideia de qualidade de vida está atrelada ao contato direto com a natureza, é quase uma simbiose. A inspiração nesse contexto nos leva muitas vezes a caminhos mais simples e criativos. Aqui, estamos meio que fora dessas ‘caixas’, por esse motivo afirmamos que somos inspirados pela natureza”, explica o sorridente Wagner.

Com 10 anos de história, a empresa busca atualizar-se, cotidianamente, com os principais debates em torno das novas formas de consumo e caminhos sustentáveis. Embora sejam temas considerados de vanguarda, a Wagalume está apenas alinhada com os conceitos que estão em pauta no exterior, como ficou evidente nos últimos premiados do Festival de Cannes. Considerado o “Oscar” da criatividade, Cannes está para os criativos, como Milão e Paris estão para os estilistas. Em 2017, os principais cases premiados se destacaram pelo engajamento social, sustentabilidade e economia compartilhada. Um dos mais festejados foi a campanha Fearless Girl (Garota destemida), em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, que simplesmente colocou a estátua de uma menina como se estivesse Julho, 2017


enfrentando o touro de bronze (Charging Bull), situado no distrito financeiro de Wall Street. O case gerou bilhões de comentários e compartilhamentos nas redes sociais. “Consegue ver como a indústria da comunicação mudou? O público nos pauta e ele passou a ser a mídia. As marcas sem propósito vão sofrer nesse novo mundo”, explica Wagner. Desde quando iniciou no mercado como uma empresa focada na produção de publicações customizadas, aos poucos, a agência foi se reinventando e se especializando em branding, no mundo digital, no design e no neuromarketing para chegar ao modelo de marketing consciente 360 graus. Considerada por seus clientes como uma empresa full service, em função de resolver todos as suas necessidades, a Wagalume possui na sensibilidade e no carinho da produção de cada peça uma das marcas da agência, que se inspira em um conceito ainda novo no Brasil, o marketing consciente. “Para nós, o marketing consciente está intimamente ligado ao nosso propósito, com uma aproximação

entre as ideias de capitalismo consciente e consumo consciente. Não podemos ser extremistas em questões ambientais, nem hipócritas de pensar sustentabilidade apenas como uma embalagem. Nosso trabalho está exatamente aí, para encontrar soluções e ajudar nossos parceiros nessa virada de chave”, define o criativo. “De maneira muito simplista, seria dizer que fazemos marketing de baixo custo e alto engajamento.”

"Precisamos nos permitir momentos de ócio e silêncio" Um bom exemplo desse cenário é a relação da empresa com o chef de cozinha Nelson Gonçalves Júnior. Líder do movimento Slow Food na Mantiqueira, Nelson encontrou na Wagalume uma empresa com ideais semelhantes, cujos propósitos auxiliaram na relação e no

trabalho com a agência. “É uma empresa com a capacidade de enxergar o macro, enxergar além do empreendimento como empresa. A Wagalume nos fez entender a agência como parte do processo, como agentes das mesmas circunstâncias”, detalha o chef, que colocou todas as suas empresas sob os cuidados da Wagalume. “Além, claro, da incrível capacidade de entender o mercado, principalmente, o regional. Para nós, o valor empregado na agência não é custo, é investimento.” Mas, para ser consciente precisa acima de tudo ser criativo, um bom exemplo é o case da Microcervejaria Caras de Malte, inaugurada em 2016. Com uma identidade visual e um storytelling fantástico, a agência desenvolveu tudo, desde o conceito, nome, rótulos e comunicação visual. “O trabalho da Wagalume nos surpreende pela criatividade e pelo cuidado, colocando o cliente no centro do projeto, incorporando suas ideias e opiniões. Além da amizade que construímos ao longo de tantos anos”, opina José Carlos Carvalho, sócio-proprietário das empresas Sabor Chocolate, Mercado São Bento e Caras de Malte, todas clientes da agência.

Em um trabalho completo de storytelling, a Wagalume construiu, desde a ideia inicial, passando pelo naming, posicionamento, design e identidade visual para a Microcervejaria Caras de Malte, buscando uma diferenciação dentro do concorrido mercado de cervejarias artesanais do estado.

Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 11


Mercado

Todo esse cuidado com cada detalhe é o que faz da Wagalume a principal agência da cidade e uma das empresas mais promissoras da região. “Nosso trabalho está focado na produção de experiências, queremos oferecer ao cliente que se relaciona com aquela marca algo que vá além da relação comercial”, frisa Rosa. Outra referência regional que procurou a Wagalume para desenvolver projetos especiais é a Jair Pinheiro Paisagismo, uma das principais empresas do setor na região. “A Wagalume foi essencial para realizar o desafio que tínhamos. Foi surpreendente ver como eles colocaram seus ideais em harmonia e respeito com o espírito da empresa. E você consegue sentir isso em cada peça, em tudo que foi feito”, explica o engenheiro agrônomo Jair Pinheiro. “O grau de detalhamento e da capacidade de penetrar no estudo dos temas foi marcante, sem falar na forma de apresentação do trabalho.” Com resultados como esses, qual seria o segredo por trás de tantas marcas de sucesso? “Acho que não tem segredo. É o resultado de muito trabalho, com foco em qualidade total. O que propomos é que cada cliente construa sua empresa como uma casa, com alicerces e colunas

sólidas, belos acabamentos, uma decoração caprichada e que, acima de tudo, seja uma casa durável”, resume. Mas, se estão no centro das tendências, porque permanecer no interior do estado? O próprio Wagner responde.

"sustentabilidade é muito mais que ecologia. Todas as nossas atitudes geram impacto. É uma questão de ética na essência do termo" “Primeiro porque somos caipiras e caipira gosta de estar perto do mato [risos]. É sério, acho que estar na Mantiqueira é o nosso combustível. Sem falar do luxo que é viver em uma das oito áreas que foram consideradas insubstituíveis no planeta. A nossa região [Serra, Vale e Litoral] é tão linda e interessante quanto a Nova

Zelândia”, define o designer. “Isso não significa que não temos um ritmo de trabalho grande, temos sim. Mas oferecemos uma jornada reduzida para o time, porque é importante que as pessoas não vivam só no trabalho.” Ao atingir a marca dos 10 anos, a empresa não para de expandir seus horizontes. Com projetos por toda a região, São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro e até em Miami, a Wagalume pretende, cada vez mais, conhecer novos mercados e fazer novos negócios com gente antenada, de cabeça aberta, que entende que o futuro se construi hoje. Destaque no layout: “Precisamos nos permitir momentos de ócio e de silêncio” Destaque no layout: “Sustentabilidade é muito mais que ecologia. Todas as nossas atitudes geram impacto. É uma questão de ética na essência do termo“

A

proveitando a oportunidade, já que a empresa está intimamente ligada com o que há vanguarda no assunto, quais seriam as tendências que os empresários têm que se concentrar para os próximos anos? “Consideramos em nossos projetos algumas tendências comportamentais importantes para os próximos anos:

A Wagalume possui uma tradição nas publicações customizadas, o que não se alterou mesmo com dez anos de fundação. O “DNA editorial” hoje, atende pelo nome de Livrarte, um selo editorial próprio, especializado em publicações de livros de arte. A editora publica biografias personalizadas, além de livros para empresas, como o mais recente dedicado aos 30 anos da Choperia Baden Baden. “O conceito por trás da Livrarte é a possibilidade de eternizar histórias, poder preservar a memória de uma família, de um momento ou mesmo guardar de maneira única uma viagem, uma reunião de família, etc”, detalha Wagner.

12 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2017


6 Design (inspiracional, funcional, como ferramenta de interface) 7 Urbanização (ambientes abertos, mais saudáveis e humanos) 8 Qualidade de vida (cuidar do corpo, mente e espírito) 9 Economia compartilhada (ações como Uber e Airbnb) 10 Experiências genuínas (queremos vivenciar momentos únicos)

1 Empoderamento (consumidores na liderança dos processos) 2 Digital (redes sociais, realidade virtual, internet das coisas) 3 No gender (igualdade de direitos e sem separação por gênero) 4 Nômade urbano (coworking, home office, mobilidade) 5 Sustentabilidade (a questão ambiental vivenciada no dia a dia)

NAMEN

UT

OS

SERV

RELACIO

OD

WEB

PR

IÇOS

A nova sensação da temporada de inverno, o Iceland, o primeiro bar de gelo de Campos do Jordão, possui o desenvolvimento da Wagalume. Um trabalho completo de branding, comunicação, marketing e desenvolvimento de fornecedores para realizar um trabalho complexo, um bom exemplo do conceito full service 360 graus aplicado na prática.

TO

UNIFORME

LING

NIC AÇ

MAI

ÃO

P DV MU

CE

MÍDIA V E N DA S

MARCA SAC

RE

N GA A OP PR IGN DES

CO

IDENTIDADE VISUAL ORES D A R BO COLA

DA

ÃO

Julho, 2017

Afinal o que é Branding? “É uma atividade estratégica para a conceituação de marcas. Vai muito além do design do logotipo ou da identidade visual. O mercado está tão parelho, que a marca é o diferencial na escolha entre adquirir o produto ‘x’ ao invés de ‘y’. Tudo Começa com pesquisas, a partir disso desenvolvemos o posicionamento e o propósito da marca, o nome da empresa ou produto, a experiência de marca, a solução de design que irá embalar todos esses conceitos e por fim a estratégia de comunicação que levará essa mensagem para o público. Parece que é apenas um conceito filosófico, mas não, funciona na prática, como ferramenta para gerar valor e diferenciação.” esclarece Wagner.

revistavitti.com.br | Vitti | 13


Social São José dos Campos

Contabilidade Valparaiba

Fotos: Monicuee Alvez

No dia 22 de Junho a Contabilidade Valparaiba de Taubaté foi homenageada em São José dos Campos, por ser a mais tradicional da RM do Vale do Paraíba, fundada em 26/10/1920. O evento foi realizado na UNIP, por ocasião da Convenção Regional de Contabilidade. A homenageada foi representada pelos Diretores Dirceu Ortiz Gomes e Marília Cristina Ortiz Gomes.

Sr. Dirceu, Sandra, Elaine, Rejane e Lobato

Vera, Sr. Dirceu e Cristina

Valmir, Sr. Dirceu, Gildo e Klaus

Cristina, Adilson, Sr. Dirceu, Denise e Gildo 14 | Vitti | revistavitti.com.br

Sr. Maia e Sr. Dirceu Julho, 2017


Seja dono de um quarto de hotel. invistapinda.com.br

• 77 quartos Ibis

• 112 quartos Ibis Budget

• Localizado a 200 m da rotatória João do Pulo e a 2 minutos da Rod. Presidente Dutra

• Apartamento padrão com A/C central, TV LCD, conforto acústico e de luminosidade

• Áreas comuns com o novo conceito mundial Ibis

• Áreas sociais, lobby, loja de conveniência e estacionamento

• Restaurante e estacionamento • Entregue equipado e decorado • Com Sweet Bed by Ibis

• Entregue equipado e decorado • A 200 m da rotatória João do Pulo, em ótima localização em Pinda

Compre um quarto de hotel do Ibis Pinda e troque inquilinos por hóspedes Pindamonhangaba vai ganhar um complexo hoteleiro da rede Accor com as bandeiras Ibis e Ibis Budget, na melhor localidade da cidade. O empreendimento supre a carência hoteleira da região e a boa notícia é que você pode comprar um quarto de hotel e trocar inquilinos por hóspedes durante o ano inteiro. Além da valorização patrimonial, como qualquer imóvel, o investidor ainda recebe um percentual dos lucros operacionais do empreendimento.

somada aos lucros de outros serviços oferecidos pelo hotel (lavanderia, restaurante, café da manhã, serviço de quarto, locação de salão de eventos, entre outros). Se o seu quarto ficar desocupado, o lucro será o mesmo. Neste modelo de investimento os lucros gerais mensais do empreendimento são divididos de forma proporcional aos proprietários das unidades. O proprietário não precisa se preocupar com a manutenção do seu quarto, ela é realizada per periodicamente pela administradora do empreendimento que também administra o recebimento dos clientes, diminuindo o risco de inadimplência.

A localização privilegiada do complexo Ibis Pinda também contribui para a garantia de um bom negócio. Ele está sendo erguido no eixo Rio-São Paulo, entre Taubaté e Aparecida, no centro da chamada “espinha dorsal” de Pinda, que é representada pela rotatória João do Pulo, no entroncamento da principal avenida da cidade e no anel viário. Com acessos rápidos, o hotel está a 3 minutos da Rodovia Presidente Dutra, 4 minutos do Centro, 3 minutos do Shopping e a 12 mi minutos do Distrito Industrial Moreira César. O empreendimento também será beneficiado pelo turismo da região. As principais cidades turísticas da região são Aparecida, que recebe anualmente mais de 12 milhões de pessoas e Campos do Jordão, que recebe anualmente milhares de turistas.

A CREDIBILIDADE IBIS A marca Ibis pertence à rede francesa Accor Hotels, uma das maiores empresas de operação hoteleira do mundo e líder de mercado na Europa. São mais de 4.200 hotéis e 500 mil quartos no mundo. Ela é reconhecida como a maior operadora hoteleira do Brasil, com 278 hotéis. No país a rede Accor opera com as bandeiras Ibis, Ibis Styles, Ibis Budget, Novotel, Mercure, Sofitel, Mama Shelter, MGallery e Pullman. Até 2020 a empresa espera operar com 400 hotéis no Brasil. De Dentre os principais fundamentos da marca Ibis está a garantia de acomodação e serviço de qualidade numa localização premium e com preço acessível. Os hotéis são modernos e bem equipados. Mundialmente a rede Ibis conquistou uma reputação de hospedagens com excelentes serviços a preços muito competitivos. O padrão de qualidade das instalações e dos serviços são os mesmos em Paris ou em Pindamonhangaba.

COMO COMPRAR UM QUARTO? Investir em condo-hotel é como comprar um apartamento. O imóvel é adquirido com escritura e registro em matrícula. Quando o empreendimento entrar em funcionamento o dono do quarto já começará a receber uma quantia equivalente aos lucros operacionais do hotel. A rentabilidade vem da hospedagem de todos os quartos

• Próximo ao Centro • Próximo ao Distrito Industrial • Cidades da região têm fácil acesso pela Rod. Presidente Dutra

eccoinc.com.br vendas@eccoinc.com.br

Incorporadora e Construtora:

Investimento:

Av. Nossa Senhora do Bom Sucesso nº 3.125

Ligue: (12) 3642.8226 Inteligência em Lançamentos Imobiliários:

Vendas:

www.mondeluz.com.br

Julho, 2017

Memorial de Incorporação do Empreendimento - Registro R1, em 27 de maio de 2014, na Matrícula 56.316 do Registro de Imóveis e Anexos da Comarca de Pindamonhangaba. Alvará de Construção n. 479/2014, emitido pela Prefeitura Municipal de Pindamonhangaba. Consulte condições no site.

revistavitti.com.br | Vitti | 15


Vitti Acontece

Jacqueline, Viktor, Celso e Felippo A família Ferraz ampliando os negócios em São José dos Campos, no Aquarius, a Cantina da Nena.

Dheminho e Padre Leandro

Procissão na rua principal de Quiririm

No dia 25 de junho Quiririm recebeu a Relíquia de Santo Antonio di Padová. Encontro de Mulheres no Armazém 82: Cristina, Denise, Cláudia, Ana Paula, Edna, Maria Antonieta, Regina, Isabel e Yeda

Os amigos Tania e Ivan Guinsburg, Wilson e Claudia Lins, Angela e Bruno Tadeucci, Antonio Costi e Liliane Costi curtindo a festa Good Times, em Taubaté.

Família Bastos: Thomas, Bia, Dona Julinha, Lola e Murilo

No dia 21 de junho foi inaugurado o Auditório Julia Bastos, no Colégio Jardim das Nações. O espaço era um grande sonho de Dona Julinha, fundadora do Colégio.

Chefe Ronaldo Cintra e Dulce participaram da 6ª Amostra Vivere Arte & Decoração, em Campos do Jordão.

Loja - Costa Cabral, 525 - Centro Tremembé SP

facebook.com/COUTOCOFFEECAFES 16 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2017


Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 17


Vitti Acontece

Luana, Larissa, Alessandra e Ucha

Luana comemorou seus 14 anos com a família na linda cidade de Nova Iorque.

Irene comemorou seu anivesário em grande estilo, em Portugal.

Beatriz, Diniz, Lucas e Tatau Diniz cantando parabéns para seu neto Lucas, e em seu colo a neta Beatriz, em Taubaté Leila Tauil Kallop prestigiando a inauguração do Auditório Julia Bastos, com o marido, filhos e a mãe, Lucia Tauil, em Taubaté.

Silvia Montesi, Waleska Gama Freitas, Marina Ayello, Andrea Murao, Tininha Frade e Claudia Carneiro Bastos curtiram festa junina na Fazenda Fortaleza, em Taubaté.

18 | Vitti | revistavitti.com.br

Família Pucci curtindo férias em Orlando, EUA.

Julho, 2017


Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 19


Maicon Douglas

Vitti Acontece

Edgar e Cleber

Ale Olivera, Carlos Resende, Jhonathan Buchile e Bruno Duque na inauguração da Tattooclin.

Cecília (Diretora Regional de Marketing) e Pavan (Diretor)

Marcela Vitti, Prefeito de Pindamonhangaba Dr. Isael e Alfredo Kobbaz

Carolina Lara, Ricardo Mineli e Roberto Migotto em almoço no La Petite Maison, em Miami - Flórida.

Coquetel de apresentação das boas oportunidades do setor imobiliário de Pinda: Ibis, Balboa e Wonder. Com a presença do Prefeito Dr. Isael

Henri Castelli e Junior Pacheco

Sheila Carvalho, Junior Pacheco e o cantor Tony Salles

Junior Pacheco muito feliz de estar fazendo projeto de decoração de interiores das celebridades. 20 | Vitti | revistavitti.com.br

Fernando Ferrari e Dani se divertindo com as filhas Helena e Lara nos parques da Disney, em Orlando - Flórida.

Julho, 2017


Social São Paulo

Greenk Tech Show 2017

Fotos: Divulgação

Aconteceu entre os dias 23 e 25 de junho, em São Paulo, o Greenk Tech Show, maior evento de tecnologia e sustentabilidade do Brasil. O encontro reuniu um grande público apaixonado por tecnologia, e um dos motes da feira foi sobre a importância do descarte correto do lixo eletrônico que produzimos.

Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 21


Economia

Comparar orçamento público e orçamento doméstico é uma falácia Por Pedro Paulo Zahluth Bastos

O

s defensores da austeridade fiscal alegam que a mesma lógica doméstica vale para o governo, que deve buscar o orçamento equilibrado principalmente quando suas receitas diminuem para evitar que a dívida pública assuma uma trajetória explosiva. No último mês de maio, dados preliminares indicam uma nova queda da arrecadação tributária e uma frustração da expectativa de receita fiscal anunciada anteriormente. O governo não deveria dobrar o esforço no corte de gasto? O argumento a favor da austeridade tem vários problemas empíricos, ou seja, suas propostas não tiveram sucesso prático em nenhum lugar do mundo, inclusive no Brasil. Isso ocorre por causa dos sérios problemas teóricos, pois não consegue entender o motivo de o orçamento público e a economia como um todo serem diferentes do orçamento familiar ou de uma empresa isolada. Em 2015, Joaquim Levy cortou o gasto público porque a receita caía e, com isso, a dívida pública poderia aumentar não só em valores absolutos, mas em relação ao total da renda nacional, que também costuma aumentar, às vezes mais rapidamente que a dívida, às vezes menos. Mas em vez de reduzir a parcela da dívida pública no PIB, Levy a entregou muito maior do que a recebeu, mesmo cortando o gasto em 3%, pois empurrou o PIB para uma queda de 3,8%, enquanto disparavam os índices que corrigem a dívida sob

22 | Vitti | revistavitti.com.br

responsabilidade do Banco Central. Levy não é um caso isolado. No mundo inteiro, a expectativa dos que propõem a austeridade quando a arrecadação tributária freia ou cai, é que o corte do gasto público não terá um efeito negativo sobre o crescimento econômico. Alega-se inclusive que a austeridade pode ter um efeito positivo sobre o crescimento, porque a recuperação da credibilidade junto aos credores da dívida pública animaria os investidores a voltar a investir. Nos manuais de macroeconomia “ortodoxa”, o argumento é que a redução do pedaço do bolo apropriado pelo governo aumenta o pedaço do bolo apropriado pelo setor privado. Se isso não acontecer diretamente, ocorreria indiretamente: o corte do gasto público diminuiria a destinação da poupança privada para a dívida pública, liberando-a para o investimento com a queda da taxa de juros. A teoria é simples, de fácil entendimento e errada. Testes empíricos mostraram que a austeridade reduziu o bolo em todo o lugar do mundo. Como se sabe, o FMI (Fundo Monetário Internacional) sempre defendeu a austeridade entre os países que recorriam a seus empréstimos. Mais recentemente, recomendou-a também a países que incorressem em déficits fiscais e até recessões, alegando que melhoraria o resultado fiscal e em seguida o crescimento. Hoje em dia, pesquisadores do Fundo admitem que a austeridade prejudica o crescimento e a relação dívida pública/PIB. Assim, o FMI e os austeros enfim reconhecem a diferença essencial entre o

orçamento público e o familiar: enquanto um corte na despesa doméstica não afeta a receita da família por ser insignificante macroeconomicamente, a austeridade fiscal aumenta a relação dívida pública/ PIB por prejudicar o PIB e consequentemente a receita fiscal. Melhor seria prevenir do que remediar, recorrendo a iniciativas que os controladores do Fundo (principalmente os EUA) não podem admitir por motivos políticos e ideológicos conservadores: controle da mobilidade internacional de capitais, juros baixos, limites à especulação financeira, políticas de renda e sociais para inibir a desigualdade e estimular o consumo dos trabalhadores e de bens públicos. Desta forma, o principal obstáculo a uma boa gestão da economia capitalista não é cognitivo, é político. O medo dos ricos e seus economistas é que a extensão do planejamento democrático para garantir o alto crescimento (e os grandes lucros resultantes) restrinja a autonomia empresarial e estimule cidadãos a querer mais autonomia no mundo do trabalho e ampliação do tempo livre. Como escrevia o economista polonês Michal Kalecki já em 1943, a minoria que controla a riqueza apoia a austeridade contra o pleno emprego e o gasto público por apreciar “mais a ‘disciplina nas fábricas’ e a ‘estabilidade política’ do que os lucros”. Ou não? Pedro Paulo Zahluth Bastos é economista e professor associado do Instituto de Economia da Unicamp

Julho, 2017


Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 23


negócios

Uma reflexão sobre os constantes escândalos de corrupção

T

Por Arcione Viagi

enho quase 55 anos e trabalho desde os 14, vivi várias experiências boas e ruins durante minha trajetória profissional. Nunca tive dificuldade de acordar ainda de madrugada para ir trabalhar e nem reclamei de terminar minha jornada depois das 22 horas, praticamente todos os dias. Fui criado para aceitar que o resultado aparece para quem trabalha e considero que sou vencedor nesse quesito. Nem longe de ser considerado rico, mas tenho uma vida tranquila e livre. Em minhas aulas e palestras destaco sempre que o principal objetivo que precisamos perseguir deve ser a “liberdade”. Palavra nobre que no meu entender deve ser interpretada como sendo o “livre arbítrio”, poder decidir o que é melhor para cada um na nossa breve passagem pela vida efetivamente conhecida de cada um. O que sempre me motivou para ser honesto, acima de tudo, foi inclusive influenciado por essa palavra, ou seja, eu quero ter a liberdade de expressar minhas opiniões sem medo de ser questio-

24 | Vitti | revistavitti.com.br

nado por ter sido desonesto. Não quero ser escravo de ninguém, nem por cumplicidade nem por dependência financeira. E consegui isso sempre, até mesmo quando fui demitido depois de 10 anos como executivo do grupo Votorantim. Porém, tudo isso ficou pequeno e voltei a ter a sensação de impotência em relação ao absurdo imposto por um sistema de governo falido e travestido de democracia, onde o poder político domina a verdade, a decência, a moral e a ética. Fico envergonhado de ser incapaz de atuar diretamente na mudança dessa realidade. Não é possível que esse seja o país que desejamos deixar para nossos descendentes. Com que moral podemos esperar que nossos fi lhos e alunos respeitem normas impostas para viver em sociedade se os representantes maiores do poder que deveriam garantir o bem comum, não têm moral para enfrentar a sociedade e apresentar justificativas plausíveis para sua manutenção inclusive com direito a vida. Um poder totalmente corrupto e revestido de uma hipocrisia sem tamanho usa de um discurso vazio para justificar a sua manutenção no poder. A estabilidade econômica!

O Brasil tem recursos e riquezas disponíveis na forma de dinheiro para ser uma das maiores senão a maior potência econômica mundial. Em outros textos já destaquei isso, citando exemplo de minha atuação na prefeitura de Taubaté. Porém, faltam homens e mulheres decentes para administrar essa riqueza. Para todos os lados que olhamos vemos pessoas que só pensam em si próprias e capazes de fazer qualquer coisa para enriquecer. Não se contentam em ter uma vida saudável, precisam ser verdadeiros marajás ou reis do mundo moderno. E pior, sem contribuir com nada efetivo para que a sociedade se desenvolva. Em minha opinião, vivemos em um ambiente podre que precisa ser limpo sob pena de que muitas gerações sejam ainda mais afetadas e que nos transformemos a cada dia em representantes da pior corja de bandidos, e vistos com restrições em todas as partes do mundo por participarmos ou por sermos coniventes com aquilo que acontece à luz do dia e aos nossos olhos. Arcione Viagi é consultor empresarial. vitalconsultoria@gmail.com Julho, 2017


Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 25


Perfil

Thiago Benini

Do sonho de ter seu próprio negócio à paixão pelas massas

E

Por Ronaldo Casarin

m meados de 2012, Thiago Benini, aos 19 anos, fazia as primeiras vendas de massas italianas fabricadas de forma artesanal por ele em sua casa, em Taubaté. Influenciado pela descendência italiana de sua família, fabricar manualmente as massas e os deliciosos recheios se tornou o caminho seguro que este jovem empreendedor encontrou para realizar seu maior sonho: ter seu próprio negócio e ter sucesso. Natural de São José dos Campos, Thiago mudou-se com a família para Taubaté em 2003. Desde pequeno, superou barreiras que a vida lhe impôs. Primeiro uma má formação congênita, que segundos os médicos, poderia ter afetado a mobilidade e a fala. “Hoje, com 24 anos não tenho sequelas, levo uma vida totalmente normal. Foram muitos anos de tratamento e graças a Deus superei.”, comenta Thiago, ainda tímido por conceder sua primeira entrevista à reportagem da Revista Vitti. Depois, a morte trágica do pai em um acidente de automóvel, quando Thiago tinha apenas 10 anos. 26 | Vitti | revistavitti.com.br

Desde seus 14 anos, Thiago cultivou um gosto peculiar por histórias de pessoas que começaram do zero e construíram seu próprio negócio. “Isso sempre me fascinou. Eu falava para minha mãe que queria abrir alguma coisa, crescer e ter sucesso. Ela lembrava de um ensinamento de meu avô, Carlos Celso: ‘para chegar ao que nós queremos é preciso sonhar, traçar os planos e agir, sempre com dignidade e honestidade, nunca tirando proveito de ninguém’. Assim, tudo o que a gente quiser na vida pode se tornar realidade.”, comenta. Da família também veio a inspiração para escolher as massas como ferramenta de trabalho, já que o bisavô materno aos domingos fazia massa para o almoço da família. “Eu gostava dessa história e apostei nisso. As primeiras vezes que fiz as massas foram para a família, e depois passei a produzir para vender. Quem me apoiou muito desde o começo foi minha avó materna Flory, que me presentou com a minha primeira máquina de fabricar talharim e sempre acreditou em mim.”, conta Thiago.

Por trabalhar em casa e morar em um condomínio, houve dificuldade em expandir as vendas. “Mas o boca a boca foi forte e o volume de clientes cresceu bastante”, diz. Em dado momento, a produção caseira era grande, e conviver com todo o aparato e mais 7 freezers na sala de casa se tornou inviável. Foi quando Thiago decidiu que era hora de abrir a loja. No ponto localizado na famosa Av. Itália, em Taubaté, ele estruturou uma fábrica moderna para a produção das massas, mas sem perder o espírito e o processo artesanal, que segundo Thiago é o diferencial de seus pratos. “Ao longo desses anos fui criando receitas de massas e recheios. Hoje temos 50 tipos de massas prontas e 150 tipos de formatos e recheios. Temos muitos tipos de recheios, para diversas ocasiões. Desde um almoço ou jantar do cotidiano, até produção encomendada para eventos ou festas”, explica. Sentado ao lado de sua mãe, Tânia, ele falou sobre sua história de alegria em cozinhar, que resultou na realização do seu sonho e da importância da família nessa caminhada de sucesso e satisfação. Julho, 2017


Gabriel e Thiago, parceiros desde a infância no sonho que se tornou realidade

Vitti - Quando você não está trabalhando, quais são seus hobbies? T.B. - Gosto muito de ficar com a família. O ingrediente maior para a realização desse sonho foi minha família. Minha mãe é um dos pilares da minha vida, e me ajuda em tudo. Meu tio Luis Roberto morava em Caraguatatuba, e se mudou para Taubaté para nos ajudar com a loja. Meu outro tio, Luis Henrique, foi quem me ajudou a ingressar no primeiro curso de massas que fiz. E meu irmão Gabriel, que desde nossa infância dividia esse sonho comigo, também trabalha conosco na administração da loja. Essa união familiar me dá muita força. Vitti - A criação da loja foi um ponto de mudança e crescimento da sua proposta. Você acreditava que tudo daria certo nessa sua caminhada? T.B. - Sim, sempre acreditei no sucesso e trabalhei para isso. Não posso dizer que foi uma surpresa, pois me dediquei muito para que as pessoas gostassem do que eu faço. Além de ser apaixonado por cozinhar, me deixa muito feliz a Benini Massas ser reconhecida, admirada e elogiada pelas pessoas que compram conosco.

Fotos: Monicuee Alvez

"O segredo para tudo dar certo é fazer com amor. Tenho meus segredos, minhas receitas, claro, todo chef tem. Mas ter a satisfação de cozinhar é o primordial." Vitti - Você passou por uma situação inusitada na adolescência que te marcou e serviu como uma espécie de marco para você começar sua carreira na gastronomia. Como foi isso? T.B. - Nasci com uma má formação congênita, e quando tinha 15 anos iniciei um tratamento e o medicamento me causava lentidão, isso durou um tempo até o médico ajustar a dosagem ideal. Com isso, passei a ter alguma dificuldade na escola, tinha que me esforçar muito para acompanhar as aulas. Um dia, uma professora me disse: “nossa, Thiago, desse jeito nem Deus vai te ajudar”, pois ela achou que eu estava muito atrasado em relação aos outros colegas de sala. Isso foi um duro golpe para mim, me senti um derrotado, Julho, 2017

imagine, a adolescência é uma época complicada e ela me fala isso. Conversei com minha mãe e ela sabiamente me orientou a usar essa crítica como incentivo. Uma das coisas que me ajudou a superar esse ocorrido foi um vídeo do empresário Abílio Diniz, que dizia, entre outras coisas, que para aprender não dependemos só de bons professores, mas também de nós mesmos. Vendo aquele vídeo captei a mensagem que casava muito com o que havia ocorrido. Usei isso como trampolim para focar em coisas boas e construir meu futuro. Escrevi até uma carta para o Abílio Diniz comentando o ocorrido comigo. Fiquei muito feliz porque ele leu a minha carta, e recebi um telefonema do escritório dele agradecendo pela carta e tudo mais.

Vitti - Você demonstra satisfação e alegria com a fabricação das massas. Qual o segredo para essa felicidade com seu trabalho? T.B. - O segredo para tudo dar certo é fazer com amor. Parece frase pronta, mas é isso mesmo. Fazer com satisfação. Tenho meus segredos, minhas receitas, claro, todo chef tem. Mas ter a satisfação de cozinhar é o primordial. E valorizo muito a equipe de pessoas que trabalha comigo. Sem eles, nada disso funcionaria, agradeço demais empenho de todos os colaboradores da Benini. Vitti - Você tem uma história curta, mas de sucesso. Hoje, aos 24 anos, qual a mensagem que você deixa para quem quer começar seu próprio negócio? T.B. - A mensagem é a que o meu avô Carlos Celso deixou: é preciso sonhar, traçar os planos, e agir. Sempre com dignidade e honestidade, nunca tirando proveito de ninguém. Creio que essa receita, se seguida à risca, vai resultar em um delicioso final feliz. Vale para tudo na vida. revistavitti.com.br | Vitti | 27


28 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2017


Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 29


Social Taubaté

Whats up!

Os noivos Camila e Daniel

Fotos: Diego Migotto

Por Amanda Ayello amandaayello@gmail.com

O Espaço Verde foi o cenário de um casamento maravilhoso da Camila Marys e Daniel Maraccini, uma festa com uma energia incrível e uma cerimônia emocionante.

Dayanne Costa, Nathalia Bonafé e Maitê Neves

Beatriz, Camila, Daniel, Natacha e André

A proprietária do Look Bar Fanny Sene e Juliana Peloggia No dia 27 de maio no Tangaroa Hall foi dia de festa da Agência Brime. André Fleming organizou uma super estrutura no local, decoração maravilhosa e Djs super tops.

30 | Vitti | revistavitti.com.br

Novo conceito de salão de beleza fast beauty chega em Taubaté. A inauguração do Look Bar foi uma delícia, um novo estilo de salão para atendimento prático e rápido com bons drinks. Julho, 2017


Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 31


Social Taubaté

Viver!

Por Isaura Silva isaurasilva@revistavitti.com.br

Inaugurada no dia 20 de junho as novas instalações do Laboratório Oswaldo Cruz de Campos do Jordão, no Centro Comercial AMC - Vila Abernésia. Gilberto Freitas

No dia 1º de julho aconteceu a abertura da 6ª Mostra da Vivere Arte e Decoração em Campos do Jordão, tendo como responsáveis pelo projeto interno o arquiteto Gustavo Martins e o projeto externo pela arquiteta paisagista Catê Poli.

Gilberto Freitas

Gustavo Martins, Carmem Alvim, Bruno e Catê Poli

Monica, Nilcéia, Patricia, Alexandre, Luciana, Tomoko, Mario Guisard e Priscila Dia 27 de junho aconteceu um happy hour com comidinhas típicas juninas no Rio Branco Mall em São José dos Campos. 32 | Vitti | revistavitti.com.br

O pequeno Otávio comemorou o seu aniversário de 7 anos com uma bela festa ao lado de seus familiares.

Silvana Agostini curtindo dias de descanso no Canadá.

Marina, Carol, Rose, Otávio, Sr. Otávio Alves, Karina e Sabrina

A Startup Sanergya, representando a Unitau e composta pelos alunos de mestrado Eng. Fabrício Miguel Farinassi e Enga. Rafaela Ribeiro Cunha, ambos orientados pelo mentor científico Prof. Dr. Ederaldo Godoy Jr. e pelo mentor de empreendedorismo de novos negócios Prof. Dr. Arcione Ferreira Viagi, venceu a etapa brasileira do Prêmio Internacional G-BIB. Julho, 2017


Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 33


Social Taubaté

Flash

Por José Luiz de Almeida luizinho-cafe@hotmail.com facebook.com/luizinholanches

Maria do Socorro, Juliana Ain e Marcia Miranda

Um amor só, minha filha Vitória Braz foi só carinho com a irmã Vallentina Braz na festa junina do colégio Idesa.

A noiva Marcia Mirando com os sobrinhos e filho da aniversariante A querida Juliana Ain assoprou mais uma velinha, no último mês rodeada de amigos e familiares num arraiá pra lá de bom no restaurante Santa Figueira.

Família linda em dia de passeio. Papais babões Alexandre Ferri e Fabiana Catherino com os gêmeos René e Théo.

Esse mês foi repleto de aniversários, Ana Bueno foi presenteada pelo seu amor Alessandro com um delicioso jantar e um bolinho surpresa, muito sucesso! Meu grande amigo André Guedes comemorou seu meio século de vida, junto de amigos, parentes e, claro, sua amada Alice Guedes. Muita saúde e luz no seu caminho! 34 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2017


Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 35


Social Caçapava

Caleidoscópio

Glam - Anfitriãs da Clínica DELLUXE, as doutoras Keila Seabra e Luciana Souza em brinde com as diretoras do Diamond VIP Club Anna Dennz e Marilda Serrano, pelo sucesso do evento que teve como convidado especial o irreverente e ousado estilista Walerio Araujo, que assinará a camiseta oficial do aquilatado grupo feminino.

Por Anna Dennz annadennz@hotmail.com

Selado - A empresária Karina Rotband e o estilista Walério Araújo em flash session na Clínica DELLUXE durante encontro do Diamond VIP Club. Tim-Tim - Outro grande empreendimento da Construtora Gazola entregue com as melhores notas e referências do setor. Atilio Gazola e sua esposa Maria Eugênia comemoram mais este grande feito em Caçapava, batizado pelo nome de Vilagio Jatai.

Piazzola - Nunca imaginaria que a peça musical por ele produzida com o título de Libertango, seria também o nome de um dos melhores endereços no Brasil da culinária argentina e, comandado pela espetacular família Serodio: Jorges (pai e filho), Maria Lucia e Thiago, na serrana Campos do Jordão. Salud!

36 | Vitti | revistavitti.com.br

Sweet Hour - Em raro momento de pausa, a empresária Carla Lessa, proprietária da Torteria Haguanaboka no Taubaté Shopping, com mil motivos para sorrir e comemorar o sucesso dos negócios com o marido Nilton e os filhos Guilherme e Rafael.

Constelação - A beleza e a elegância do modelo Bruno Santos e da grande dama da sociedade taubateana, Cidinha Consorte, durante requintado brunch no Hotel Frontenac. Julho, 2017


Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 37


Social São José dos Campos

Atitude News

Por Gilberto Freitas gilfreitasff@hotmail.com

Alessandra Bittencourt, Larissa Iglesias e Elaine Almeida no comando da festa Patio in Love, em São José dos Campos.

Alex Bonilha, Leandro Moraes e Mahely Oliveira inauguraram novo escritório de Arquitetura, agora, em São José dos Campos.

Cleber Gandin com Celia Moscardi coordenando a 6ª Feijoada Solidária.

Felipe Rudiner, Carlos Eduardo Bigarella, Luciene Rocha, Luiza Jimenes, Fabio Jimenes e Vanderson Ramos.

João Paulo Cordoba e Kika Fornari juntinhos, na festa dos solteiros do Bar do Coronel.

Nancy Rabello comemorou o lançamento da sua coleção Outono/ Inverno no CenterVale Shopping, em São José dos Campos.

38 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2017


Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 39


Social Aparecida

Abalou

A linda Lívia Haber arrasando em sua festa de 15 anos!!! Parabénsss muitas felicidades sempre! Erasmo Ballot

Marcia Ribas

Parabéns a toda a equipe que fez o evento que aconteceu no Ecomapp Hotel.

Renata e Andrea

Felipe Silva Fotografia

Por Ligia Ballot liballot@hotmail.com

A apresentadora do programa Kombina da Rede Aparecida, Bete Ribeiro foi recebida pelo cantor Daniel em sua casa para uma entrevista pra lá de especial. Ivonete Angelico e José Arildo curtindo o som da Alanis Morissette, à espera de sua Alanis. 40 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2017


20 anos de parceria, trazendo o melhor do entretenimento para o Vale do Paraiba.

Julho, 2017

Only Entretenimentos Ltda (12) 3672 1820 - 99797 8884

revistavitti.com.br | Vitti | 41


Social Guará

Guará em Pauta

Por Benê Carvalho benecarvalho@revistavitti.com.br No último mês de maio o estimado Sr. José Claro comemorou seus 80 anos entre familiares e amigos num lindo almoço no Hotel 7 lagos.

Sr. José Ivone, Giselda, José Fernando, José Carlos, Lucia, Ricardo, Maria Augusta, Marina, Lucas, Luisa e Fernanda Ana Fernades

Momento família muito bem retratado com meus amigos Thais, Renato e as lindinhas Helena e Luíza.

As artistas plásticas, lindas e talentosas na exposição no Map Hotel em Aparecida: Heloisa, Maria Elena e Solange Ricarte e a proprietária Ana Vieira. No dia 6 de junho.

A encantadora Tereza comemorando seu 3º aniversário numa festa com tema de princesa no dia 20 de junho.

A graciosa Maria Eduarda na comemoração dos seus 2 aninhos com o tema de Bailarina. 42 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2017


Odontologia BICHECTOMIA

MENTOPLASTIA

FEMINIZAÇÃO FACIAL

Harmonização Facial

A

Por Dr. Luiz Marcelo Galvão

preocupação com o bem estar físico e com a aparência é cada vez mais evidente na sociedade. Pessoas que estão em busca do sucesso pessoal, profissional e social, tendem também a procurar por uma melhor aparência por meio de procedimentos estéticos e rejuvenescedores. O que faz com que achemos alguns rostos mais bonitos que outros? Mesmo que gosto seja uma questão subjetiva e pessoal, existe uma resposta para essa pergunta baseada em estudos de estruturas ósseas e tecidos moles que se relacionam e formam um rosto harmônico. A Harmonização Facial é descrita como um conjunto de procedimentos estéticos que têm por objetivo harmonizar a face proporcionando resultado estético e funcional. Dentro deste conjunto de procedimentos a odontologia atua relacionando os dentes de maneira estética e funcional com a boca e com a face, por meio de procedimento como lentes de contato, clareamento dental, preenchimento labial, utilização de toxina botulínica, bichectomia, mentoplastia, cirurgia ortognática entre outros inúmeros procedimentos. Com esses recursos é possível conseguir uma estética facial mais natural e jovem, como atenuação de rugas, aumento de lábios, preenchimentos de sulcos faciais e lábios, diminuição de sorriso gengival, afinamento do rosto, Julho, 2017

dentre outros. A atuação da odontologia na harmonização facial contempla essas expectativas uma vez que interfere diretamente na arquitetura da face. A maior parte dos procedimentos são realizados com anestesia local. Após os procedimentos o paciente pode voltar às atividades habituais em poucos dias. Toxina Botulínica: A aplicação de toxina botulínica (Botox - nome comercial) é utilizado para melhorias na estética facial auxiliando no tratamento de sorrisos que expõem muito a gengiva, podendo ser um método auxiliar no tratamento de bruxismo (ranger dos dentes) e utilizado também para sorrisos assimétricos, minimização de rugas entre outras indicações específicas de cada caso. Preenchimentos com ácido hialurônico: É um procedimento com aplicação segura e bons resultados, auxiliando em diversos aspectos dos contornos faciais, como no preenchimento de lábios, devolvendo seu contorno quando perdido, atuando na melhoria do sorriso como um todo, nas expressões faciais "carregadas", como o "bigode chinês", que pode ser mais acentuado em algumas pessoas causando incômodo. Clareamento dental: Procedimento realizado com auxilio de laser para otimização dos resultados e proporcionando um sorriso mais branco e em harmonia com a estética facial. Bichectomia: A Bichectomia é o procedimento para

BOTOX CIRURGIA ORTOGNÁTICA

Saiba mais em: www.drluizmarcelo.com.br

remoção da gordura da bochecha, tornando a região mais fina e o rosto mais atraente, com pós-operatório rápido e que traz excelentes resultados. Uma de suas principais indicações é para pessoas que mordem a bochecha com frequência. Lipo de papada (queixo duplo): O procedimento tem sua atuação sobre a gordura na região submentoniana que cria um aspecto de “queixo duplo” ou “papo”. Com a aplicação de substância que atua na degradação de gorduras o procedimento é realizado em consultório e sem a necessidade de cirurgia para a remoção da gordura. Dr. Luiz Marcelo A. Galvão Nunes é Cirurgião Buco Maxilo Facial CRO - 94162 revistavitti.com.br | Vitti | 43


saúde

Lipoaspiração

é uma cirurgia segura? Por Dr. Érico Pampado Di Santis

N

o mês passado, tive a honra de palestrar em dois momentos durante o 29º Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica. Nas duas ocasiões, falei sobre lipoaspiração. Em ambas as ocasiões, procurei alertar meus colegas sobre a segurança e o risco de morte nas lipoaspirações tradicionais. É um assunto pesado e muito difícil de abordar. Nos congressos médicos procuramos mostrar os avanços da medicina, os bons resultados que a ciência nos proporciona, mas não podemos nos cegar perante esta situação: a lipoaspiração é a cirurgia que mais mata no Brasil. Essa informação, inclusive, foi veiculada no programa Bem-Estar, da Rede Globo de televisão no ano passado. A lipoaspiração é uma cirurgia de interesse estético e que não tem finalidade de emagrecimento. É uma cirurgia eletiva, ou seja, é agendada, programada, nos dá a chance de fazer todas as avaliações prévias possíveis como exames de sangue, avaliações cardiológicas, orientações ao paciente em relação aos medicamentos que ele pode ou não usar na cirurgia, entre tantas 44 | Vitti | revistavitti.com.br

outras orientações que devem ser realizadas antes de uma cirurgia eletiva. Ao contrário, uma cirurgia de urgência, como para retirada de um apêndice inflamado, por exemplo, não nos dá tempo para esse preparo, exigindo um procedimento de emergência, pois o paciente apresenta risco de morrer se continuar com o problema. Existem ainda as cirurgias que são eletivas, mas que podem se transformar em cirurgias de urgência, como, por exemplo, uma hérnia. É totalmente eletiva, pode ter preparo, orientações, planejamento, no entanto, se a hérnia encarcerar, o procedimento torna-se uma cirurgia de urgência (portanto, hérnia diagnosticada deve ser operada). A chance de morrer em uma cirurgia eletiva é de 1 morte para cada 100.000 cirurgias. Este índice de risco na lipoaspiração, segundo um dos estudos mais citados e respeitados, sobe para 19. Isso mesmo, a cada 100.000 lipoaspirações realizadas, estima-se que haja 19 mortes. Por que uma cirurgia eletiva, em pacientes saudáveis e geralmente jovens, leva tanto ao óbito? Essa é uma questão muito séria sobre a qual tenho estudado muito nos últimos anos. Muitas causas são citadas e muitas maneiras de pre-

venção disponibilizadas. O que temos certeza é que a lipoaspiração, seja por qualquer técnica empregada, deve ter boa indicação. A indicação para lipoaspiração é a remoção de gordura localizada que prejudica o contorno corporal. Não deve tratar a obesidade. Paciente fora do seu peso ideal deve emagrecer e depois de um tempo de acompanhamento, quando “sobrar” gordura em alguma parte do corpo e essa, lhe traz desconforto estético, pode ser tratada, por exemplo, com a lipoaspiração. Sim, a lipoaspiração deve ser indicada para pequenos volumes de gordura. Aquela frase que diz: “tão pouco, precisa de lipoaspiração?”, deve ser levada em conta. A cirurgia é para esses casos e não para grandes quantidades. Sou fã dessa cirurgia, acho que traz resultados incríveis. Resgata a autoestima e melhora a qualidade de vida dos pacientes que se incomodam com as gorduras localizadas. Mas precisamos saber com certeza e com dados científicos confiáveis os riscos, as causas que levam ao óbito e assim reconhecendo-os, podemos prevení-los. Dr. Érico Pampado Di Santis é médico Dermatologista. CRM: 96546/RQE: 21582 Julho, 2017


NÃO EXISTE DATA LIMITE

para viver bem. Saúde auditiva é fundamental para uma vida plena. E para manter sua audição em dia, você conta com a Audibel, que oferece a tecnologia mais avançada e o melhor atendimento, com toda a atenção, cuidado e respeito que você merece.

RUA QUINZE DE NOVEMBRO, 301 - CENTRO - TAUBATÉ TEL. (12) 3264-5794 WWW.AUDIBEL.COM.BR Julho, 2017

Ouvir bem é viver bem. revistavitti.com.br | Vitti | 45


Bem estar

Acesso à consciência

N

Por Alessandra Gabriel

esta edição compartilho com vocês a mais nova técnica que estamos aplicando no Spa Luz e Vida: Barra de Access Consciousness. Tudo o que criamos, inventamos, aceitamos como verdade ou que de alguma forma estamos usando e que limita nosso potencial criativo e realizador pode ser limpo ou desprogramado facilmente recebendo sessões de Access Bars®. Em outras palavras, ter as Barras aplicadas é o mesmo que aos poucos apagar tudo aquilo que não somos e que nos faz perder energia, permitindo vivermos a partir de nossa essência. As Barras são 32 pontos em lugares específicos em nossa cabeça que representam exatamente os locais onde armazenamos a energia eletromagnética correspondente aos mais variados assuntos e pontos de vista que cristalizam e solidificam nossa realidade, sejam conscientes ou inconscientes. Todas as programações que criam e sustentam nossos pensamentos, idéias, crenças limitantes, traumas emoções e julgamentos manifestam os bloqueios e dificuldades em nosso dia a dia estão armazenados no cérebro, como limitação para a prosperidade, o amor e a felicidade. Receber sessões de Barras é uma maneira eficaz de “esvaziar” programações negativas e liberar limitações. Limpando tudo aquilo que não somos, aos poucos retomamos o contato com nossa essência, assim, todas as possibilidades do universo se abrem para nós. A partir deste contato, escolher o que queremos viver em nossa vida não depende mais de programações e não está mais sujeito às reações 46 | Vitti | revistavitti.com.br

pré-programadas. A pura consciência não rejeita nada, não cria barreiras, não julga, não limita, ela é “Una” com tudo o que há. Seria esse o momento de destruir todas as programações mentais que compramos de outras pessoas e nos retém numa vida restritiva de infinitas possibilidades? Seria esse o momento de desapegar-se de traumas e desordens de toda ordem? O que diz a neurociência sobre as Barras de Access Consciousness? O neurocientista Dr. Jeffrey L. Fannin analisou e mapeou, através de eletroencefalogramas, o comportamento das ondas cerebrais antes e depois da aplicação das Barras de Access. Ele afirmou: “Foi algo jamais visto em mais de 16 anos de carreira”. Dr. Fannin explica que o tálamo é a parte do cérebro que regula todas as frequências. Acima dele existe a porta talâmica, onde estão as células reticulares, que se conectam a outras células que crescem para fora do cérebro e terminam no chakra da coroa, que se comunica diretamente com o campo quântico de informações presentes no universo. “É a nossa antena!”, resume. Concluiu que com a mente funcionando em baixa frequência, após a aplicação das Barras de Access, é possível receber de forma mais livre as frequências do Campo Quântico do universo – algo bem parecido com o estado meditativo. “Estas informações entram pelo cérebro através da porta talâmica e todas as frequências se distribuem ali, convertendo-se em ressonância. E as células do corpo ressoam com essa mesma vibração. Ser capaz de fundir essa energia e uni-la, é absolutamente possível com este processo”, explica. “A habilidade de aproveitar essa

energia e começar a trabalhar com ela dentro de si não é uma mágica da ciência. Mas é a ciência ajudando a mostrar o que está acontecendo e como acontece o fluxo dessa energia dentro de um indivíduo”. Ainda observou que uma sessão de barras equivale a 20 horas de meditação. Access Bars é um processo incrivelmente nutritivo e de relaxamento profundo que atua em todos os aspectos que estamos dispostos a mudar. É uma forma de estarmos bem, tranquilos, conscientes e prontos para descobrir a cada momento de nossas vidas tudo de bom que está disponível para nós. As Barras de Access™ são eficazes para todos, não depende da fé de quem recebe. Não são necessárias outras práticas ou energias envolvidas. Até crianças podem receber e também praticar (sempre acompanhada dos pais). Com amor próprio, foco e comprometimento, toda transformação é possível e realizável, as Barras são uma ótima contribuição para isso. Mesmo que a pessoa não tenha tanta sensibilidade ou percepção do que ocorre energeticamente consigo mesma, após uma sessão todos se sentem em paz e com maior silêncio interior, no mínimo como se tivessem recebido uma maravilhosa massagem na cabeça. A técnica é aplicada por uma terapeuta altamente qualificada, Milca Rodrigues. O mantra de Access é: Tudo vem a mim com facilidade, alegria e glória! O que mais é possível que nunca consideramos? Alessandra Cristina Gabriel Prazeres Terapeuta Ayurvédica - ABRA-RJ 399 SPA LUZ E VIDA Fone: 12 98811-8266 Tremembé - SP Julho, 2017


Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 47


Social Taubaté

Aniversário Regina

Fotos: Divulgação

Regina Migotto comemorou seu aniversário com seus amigos e familiares, onde preparou uma linda mesa floral repleta de delícias feitas por Lena e Isabel.

1

Renata, Márcia, Claudia, Lena, Regina, Isabel e Giovanna

Henrique, Regina e Julia 19:42

Natália, Vanessa, Juliana, Eliane, Regina, Luiza, Viviane, Teresinha e Benê

14/06/17

vmp8.com

Silvio, Regina, Henrique, Vivi e Paulo AF_LAB-0152-17 - ANÚNCIO REVISTA VITTI--21x14cm.pdf

Marlene, Luciana, Celinha, Ana Maria, Regina, Celia e Lucia

48 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2017


Gastronomia

A história e o tempero da culinária sertaneja

G

Da Redação

alinha de festa, cozido de carne verde com pirão, bolo de pamonha… Alguma dessas receitas é familiar para você? Se não são, agora podem ser! Elas fazem parte da cozinha tradicional do sertão e são tema do livro “Gastronomia Sertaneja – Receitas que contam histórias”, da escritora Ana Rita Dantas Suassuna. Além de contar com quitutes que trazem o tempero do sertão nordestino, o livro de

Ana Rita é um verdadeiro registro geográfico e temporal. As receitas datam no período entre 1930 e 1950, antes da modernidade invadir as cozinhas. “São receitas variadas, de fácil elaboração. Usam ingredientes locais na quase totalidade; refletem uma comida simples e autêntica, como o próprio sertanejo. Estão apresentadas na forma como eram preparadas no âmbito familiar” explica no livro a autora. Sem tecnologias e sem ingredientes modernos. Culinária verdadeira e com alma.

Bolo Pamonha Cremoso

Ingredientes • 3 copos (médios) de milho verde • 2 copos (médios) de açúcar • 2 copos (médios) de leite • 3 ovos inteiros • 2 colheres (sopa) de farinha de trigo • 1 colher (sopa) de margarina • 1 colher (sopa) de fermento em pó • 3 colheres (sopa) de coco ralado (opcional) Preparo: Coloque o milho no liquidificador e bata junto com o leite e ovos. Depois de bem batido, acrescente os demais ingredientes e bata até misturar e formar uma massa homogênea. Coloque em uma forma de buraco no meio, untada e farinhada. Asse por 60 minutos, em forno pré-aquecido a 180º. Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 49


Fotos: Divulgação

Arquitetura

Com pouco espaço, otimizar as funções de armários e prateleiras é o caminho

Ousada e colorida

Projeto clássico, com referências ao ambiente rural

Cozinhas Funcionais Planejadas Ideias com diferentes tamanhos e cores para você se inspirar

E

Da Redação

la nem sempre foi o ambiente preferido da casa, mas vem ganhado cada vez mais destaque no quesito decoração, afinal uma cozinha bem planejada pode inspirar qualquer um a virar chef - nem que seja só para família. Selecionamos alguns projetos que podem ajudar na sua próxima reforma deste ambiente tão importante da casa. Coloridas, ousadas, sofisticadas, rústicas,

50 | Vitti | revistavitti.com.br

elegantes, modernas, enfim, os estilos variam bastante. Mas todas têm em comum o fato de serem bem funcionais, ou seja, utilizam bem os espaços, o que beneficia apartamentos ou casas menores. Desde os desenhos para cozinhas compactas, até para ambientes conjugados – com sala e cozinha, por exemplo, as possibilidades são muitas, e claro que um bom arquiteto de interiores vai ser o seu parceiro ideal para acertar no melhor projeto para a sua casa. Inspire-se.

Compacta e funcional

Julho, 2017


Campos do Jordão - SP

Om a mpHoteis no os l d vo do e Jo rdã o

Ca

Rua Joaquim Pinto Seabra, 170 – Vila Everest

(12) 3663-3654 3663-3611 3663-3638

PREMIUM reservas@daninncampos.com.br

Dan Inn São José dos Campos (12) 3941-8588 Julho, 2017

Dan Inn Cambui Campinas (19) 3612-9300

Dan Inn Sorocaba (15) 3412-5100

Dan Inn Planalto São Paulo (11) 3311-7311 revistavitti.com.br | Vitti | 51


Foto: Tommaso Protti (reprodução The Guardian)

Meio Ambiente

Nadando

Contra

a Corrente

Agricultor dedicou três décadas para recuperar floresta derrubada em sua propriedade no distrito de São Francisco Xavier

A

Da Redação

preservação do meio ambiente não era tema comum de conversas ou de abordagens da mídia muitos anos atrás. Mas Antônio Vicente sempre insistia no assunto com os amigos, no distrito de São Francisco Xavier, em São José dos Campos. Ele achava um pecado derrubar a vegetação daquelas montanhas da Serra da Mantiqueira para formar pasto para o gado, como era costume na época. Por isso, fez exatamente o contrário de seus conterrâneos agricultores: durante três décadas, se dedicou a recuperar o que foi destruído pelo antigo dono de sua propriedade de 31 hectares. Hoje, aos 84 anos de idade, este comerciante aposentado, natural de Jacareí, ficou famoso por conta de uma reportagem que foi veiculada no site da BBC, contando a sua “maluquice” de comprar um sítio para plantar a sua própria floresta três décadas atrás. “Quando comecei a plantar, as pessoas me diziam: 'você não viverá para comer as frutas, porque 52 | Vitti | revistavitti.com.br

essas árvores vão demorar 20 anos para crescer'", disse à reportagem. “Eu respondia: 'Vou plantar essas sementes, porque alguém plantou as que estou comendo agora. Vou plantá-las para que outros possam comê-las’.” Na propriedade adquirida por ele em 1973, hoje funciona sua pousada, que tem como principal atrativo justamente a exuberante mata, nascentes e animais que habitam o local. Na época, o governo militar oferecia facilidades de crédito para investimentos em tecnologia agrícola, com o objetivo de impulsionar a agricultura. Mas sua ideia era exatamente a oposta. Criado em uma família numerosa de agricultores, ele via com preocupação como a expansão dos campos destruía as fauna e flora locais, e como a falta de árvores afetava os recursos hídricos. “Quando era criança, os agricultores cortavam as árvores para criar pastagens e pelo carvão. A água secou e nunca voltou”, explica. "Pensei comigo: 'a água é o bem mais valioso, ninguém fabrica água e a população não para de crescer. O que vai acontecer? Ficaremos sem água.". Por

isso, a reabilitação de 32 nascentes no sítio (quando comprou a propriedade, apenas uma nascente estava “viva”) é o seu maior chamego. Seu Antônio gosta de contar que, no entorno das minas, só plantou árvores com raízes pouco profundas, para não esgotar a água. A estação das chuvas era época de trabalho redobrado, para retirar o mato que se alastrava nas nascentes. Com o replantio, muitos animais reapareceram. “Há tucanos, todo tipo de aves, pacas, esquilos, lagartos, gambás e, inclusive, javalis”, disse. “Temos também uma onça pequena e uma jaguatirica, que come todas as galinhas”, conta em tom de bom humor. Vicente nadava contra a corrente: durante os últimos 30 anos, em que se dedicou a reflorestar sua propriedade, cerca de 183 mil hectares de mata atlântica no Estado de São Paulo foram desflorestados para dar lugar à agricultura. Segundo a Fundação Mata Atlântica SOS e o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), a mata atlântica cobria originalmente 69% do Estado de São Paulo. Hoje, a proporção caiu para 14%. Julho, 2017


Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 53


Decoração

Jardins

Ideias e tendências para elaborar o seu espaço verde e florido

C

Da Redação

ostumamos dizer informalmente que “a nossa vida é uma correria” e excessivamente concentrados em nossos trabalhos, nos sobra pouquíssimo tempo para as atividades de lazer, tal como passar meia hora que seja em um jardim, relaxando através do silêncio e da contemplação da natureza. Em muitas cidades ao redor do mundo, existe até o hábito já de algum tempo em cultivar os jardins verticais, com a intenção de quebrar um pouco aquele ar de tensão criado pelo trânsito, a quantidade enorme de prédios em si, a poluição, a sensação de sufoco, etc. Talvez você não tenha se dado conta, seja porque prefere algum outro tipo de lazer ou porque na sua cidade o cuidado com os mesmos são insuficientes ou inexistentes, mas jardins são uma excelente alternativa quando buscamos relaxamento e, por isso, tem sido a opção 54 | Vitti | revistavitti.com.br

para muita gente, seja em suas casas, apartamentos ou até escritórios. Mas quem opta em ter um jardim, geralmente se depara com uma questão principal: como posso decorá-lo? Aqui seguem algumas dicas de tendência para esse ano, que podem ser um guia de ideias para compor o seu espaço verde. Plantas naturais Embora esse seja o item mais obvio dessa lista, a escolha das plantas depende muito do local onde o jardim será construído, ou seja, plantas mais resistentes em lugares com sombra, certamente não servirão em um jardim aberto, que recebe muita luz. Estampas As estampas são uma excelente opção para o mobiliário (cadeiras, estofados, mesas laterais, etc.) e seus acessórios. Decks de madeira Em combinação com as plantas e o mobiliário, decks de madeira criam

um charme completamente diferente na decoração de jardins, além de aumentar a sensação de aconchego. Lâmpadas de LED As lâmpadas de LED já são as preferidas em nosso país por muita gente, seja para uso doméstico, comercial ou residencial. Na decoração de jardins, podem ser usadas em conjunto com os decks de madeira. Além de incrementar ainda mais o charme do deck, lâmpadas de LED são bem mais econômicas, duram muito mais tempo e ainda são menos prejudiciais às plantas. Pedras As pedras nunca perdem espaço na decoração de jardins. São geralmente em combinação com as plantas, areia e grama, para a criação de áreas de destaque. Atualmente, em muitas situações, arquitetos e decoradores estão preferindo o uso das pedras artificiais decorativas, por causa da importância das mesmas na preservação do meio ambiente e, consequentemente, na sustentabilidade. Julho, 2017


Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 55


Ambiente construído

Gestão de Riscos em Shoppings Centers

A

Por Adilson Peloggia

grande demanda por informações sobre a gestão de riscos envolvendo pessoas e o ambiente construido, a aplicabilidade das técnicas de análise de riscos consernentes à fase de projeto, e da importância dos acidentes ocorridos, as instituições tem que se moldar aos novos cenários apresentados pelo ambiente construído, que está cada vez mais empenhado em obter uma resposta confiável e responsável. Em décadas passadas, as plantas envolvendo grande circulação de pessoas, por serem pequenas, facilitavam a evacuação rápida, tornando as operações de risco mais flexíveis. Hoje, com o aumento da densidade populacional, de estruturas construídas e as tecnologias aplicadas com velocidade cada vez maior, fizeram com que fosse mudada a postura em relação à segurança patrimonial e às perdas de vidas humanas em locais de grande concentração de pessoas. Deve existir uma estreita relação entre edificações, incêndios e explosões formando um sistema bastante complexo, dificultando o entendimento e a quantificação. Devido à persistência desta complexidade é genérico que os critérios de segurança atribuídos para a sociedade sejam aplicados através da legislação vigente. As normas regulamentadoras, a

56 | Vitti | revistavitti.com.br

portaria número 3214 de 08/06/1978, as normas do corpo de bombeiros e as normas brasileiras são documentos tais que a segurança contra incêndios e explosões devem ser incorporadas no projeto de edificações em geral (Duarte at all, 1998). Na atual conjuntura, a sociedade está sensibilizada com referência aos incêndios e explosões com o potencial de causar danos ao meio ambiente, acrescenta-se a isso muitas vezes as implicações morais. A explosão ocorrida no shopping center de Osasco (SP), foi provocada por alterações no projeto original, deixando evidente que é inaceitável as consequências resultantes de uma explosão em locais de uso público. Torna-se necessário a urgência no desenvolvimento de uma metodologia para o gerenciamento dos riscos de incêndios, voltados para as edificações, sobretudo se considerarmos que os códigos e normas relativas a incêndios e explosões são praticamente inexistentes na nossa legislação. A experiência tem nos demonstrado que a implantação de um programa de gerenciamento dos riscos de incêndio envolve diferentes tipos de informações. Deve sempre ser considerado um grande esforço para constituição de uma infra-estrutura e as edificações necessárias tem mostrado deficiências em todos os setores da sociedade: segurança, saúde, educação, instrução, manutenção, conservação ambiental, etc.

Podemos dizer que a legislação está sempre atrasada em relação à necessidade da sociedade, isso nem sempre é verdade, pois em muitos casos ela é capaz de atuar de maneira a provocar mudanças nos procedimentos errados arraigados na sociedade. No Brasil muitos deixam para Deus a total responsabilidade pelas tragédias por eles deflagradas, o que é uma prática nefasta. O ótimo deveria ser considerado, contando com a possibilidade de uma minimização das ocorrências de tragédias por meio de uma legislação aplicada adequadamente. Temos que considerar a probabilidade, bem como a ação impactante em se tornar um elemento na priorização das nossas ações dentro do gerenciamento de riscos. As possibilidades de um evento ocorrer em um cenário, devem ser analizadas, pois influenciam nas nossas decisões quanto à identificação dos riscos. Dentro deste contexto, o gerenciamento dos riscos é uma tentativa de minimizar ou até mesmo eliminar os efeitos negativos de alguns riscos indesejáveis. Depois que os riscos forem identificados, teremos condições de decidir em qual nível poderemos controlá-los em função dos recursos disponíveis e daquilo que consideramos aceitável. Prof. Dr. Adilson Peloggia é Consultor Ambiental Contato: adilsonpeloggia1@gmail.com Julho, 2017


Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 57


Tribos de Taubaté

Dito Velório

P

Por José Diniz Júnior Imagem: Vincent Van Gogh/1890

rosseguindo com os tipos exóticos que fazem essa antiga Aldeias dos Índios Guaianás ser um prato cheio para quem escreve, peço-lhe que sente-se pois lá vem história. O Dito era (pois já subiu a rua Humaitá) um sujeito dos mais simples. Sempre com um bonezinho que lhe davam, roupas conseguidas com não sei quem, era mais um invisível na vida. Mas tinha um hobby dos mais tétricos. Leia a seguir. Toda essa indumentária da prateleira de baixo, ele abandonava quando ficava sabendo da morte de alguém da prateleira de cima. Então, era preciso vestir sua roupa de herói. Sabia que seu terno escuro, sua gravata e camisa branca, estavam preparados. Era vestir, fazer cara chorosa e passar a noite velando alguém que não modificara uma vírgula sequer na vida dele, comendo e bebendo tudo que os parentes levavam. Tinha catalogado na mente os maiores sepultamentos da cidade, até da região. Citava o do industrial Félix Guisard como o maior que já se vira em Taubaté. Até comparava com o do deputado Roberto Cardoso Alves em Guaratinguetá, onde compareceu, naturalmente. Uma ocasião, a família do morto, sabendo de sua fama de urubu, impediu-o de segurar uma das alças no esquife, ao que Dito respondeu indignado: "Enfia esse defunto no c....". Na esquina da rua Dr. Pedro Costa por um certo tempo um amigo dele montou uma funerária. Nem preciso dizer que era naquele endereço que Dito Velória passava as horas, aguardando (se me permite o leitor) "uma boa notícia", ou seja, a morte de alguém. Até que esse mesmo amigo resolveu pregar-lhe

58 | Vitti | revistavitti.com.br

uma peça. Num dia qualquer pediu-lhe que fosse comprar a garrafa de refrigerante para adoçar o lanche da noite. Enquanto isso o amigo atravessou a rua e comprou na Drogaria Fiel do Roberto Antunes um poderoso tranquilizante tarja preta. O resultado você já sabe. Dito Velório bebeu e desmaiou. Então era fazer a segunda parte do espetáculo. Colocá-lo dentro de um caixão no centro da

Funerária, cercá-lo com velas e flores, deixar o show continuar. Quando o "tarja preta" terminou o efeito e nosso herói acordou, ouviu-se um grito de pavor e um corpo se estatelando no chão, seguido de palavrões que nenhum morto ousaria proferir. A Funerária não funcionou por muito tempo, mas por lá nunca mais Dito Velório bateu ponto.

Julho, 2017


Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 59


Moda

Um Toque de

Elegância

Flor na lapela é acessório clássico no look do noivo. Saiba como escolher e as alternativas para o enfeite

D

Da Redação

etalhe discreto, mas de impacto, a flor na lapela é um jeito de distinguir noivo, pais de noivos e padrinhos do resto dos convidados. A florzinha não tem regras fixas de uso, mas separamos algumas dicas para acertar no enfeite da lapela. A história da flor da lapela vem do século XIX, quando o príncipe Albert foi casar com a rainha Vitória. Ele ganhou um pequeno ramalhete da noiva e não sabendo onde colocá-las, fez um corte com um canivete na lapela e enfiou as flores ali. Todos acharam a ideia linda e começaram a copiar. Tanto que os paletós desde muito tempo passaram a ser confeccionados já com uma abertura para essa finalidade. Se o seu casamento for de dia, opte por flores claras, como cravos ou um mini copo-de-leite. Já à noite, as minirosas são uma ótima opção. O lugar certo de colocar o enfeite é sempre do lado esquerdo da lapela do fraque, terno ou smoking. Muitos tipos de paletós masculinos têm uma abertura no topo da lapela do lado esquerdo, onde a flor pode ser colocada. Alguns ternos já 60 | Vitti | revistavitti.com.br

têm o caseado na lapela, que mantém o caule da flor. Caso não tenha, a alternativa é deixar as florzinhas presas com alfinetes. Não existe uma regra absoluta que tudo precise ser igual, mas sempre é preciso lembrar de harmonizar o figurino do noivo com o ambiente como um todo. Outra detalhe que se torna muito elegante no noivo é um lenço no bolso do paletó. Não existe um padrão para usar os lenços, assim como muitas formas de dobrá-lo. O noivo deve usá-lo da forma como melhor se identificar. Basicamente, se for colocar a flor na lapela, o lenço deve ser bem discreto, colocado no bolso sempre do lado esquerdo. Julho, 2017


lançamentos

&

Som

Vídeo Da Redação

Avenida Brasil

Globo Marcas – DVD (2017)

E

ntre março e outubro de 2012, a Rede Globo exibiu aquela que, talvez, seja a última novela que realmente alcançou popularidade massiva. Com audiência recorde, boa parte do país parava às 21h para assistir Avenida Brasil, novela escrita por João Emanuel Carneiro e com direção de Amora Mautner e José Luiz Villamarim. A atriz Adriana Esteves ganhou o papel da vida dela ao interpretar Carminha, a carreirista que ilude o jogador de futebol Tufão (Murilo Benício) e joga Nina, a filha dele, em um lixão. Ela só não contava que, anos mais tarde, a

já crescida garota (Débora Falabella) retornaria para se vingar. O roteiro não é nada inovador, já que há dezenas de séries e novelas que se apoiam em argumentos parecidos. Mas Avenida Brasil foi exibida quando comentar obras audiovisuais nas redes sociais começava a se tornar um hábito, e era debatida em tempo real. O aspecto cinematográfico da direção, os diálogos mais ágeis que os de costume e o elenco afiado transformaram a novela em um verdadeiro fenômeno. Quem sente saudade pode rever tudo em DVD neste box com 12 discos.

Elis

Paris Filmes – DVD (2017)

C

hega ao público em formato DVD esta cinebiografia de Elis Regina, onde a atriz Andreia Horta dá o sangue no papel da icônica cantora que mudou os parâmetros da MPB e nos deixou precocemente em 1982, aos 32 anos. Mesmo com as duas horas que o diretor Hugo Prata teve à sua disposição para contar a história de Elis, elas não foram suficientes para colocar na tela uma vida tão intensa, polêmica e complexa quanto a da “Pimentinha”, como

era chamada no circulo musical nacional. A primeira parte do filme, detalhando o começo e a consagração dela, acerta no tom. No entanto, quando o longa avança para os anos finais da vida de Elis, a narrativa se torna confusa, sem mostrar para o telespectador quais foram os demônios que tomaram conta da cantora e causaram o fim da vida dela. O que seria a chance de passar a limpo para as novas gerações a ascensão e morte de um ícone, se torna um tributo em que acaba faltando algumas peças.

O Homem Que Odiava as Mulheres Classicline – DVD (2017)

O

ator Tony Curtis abraça o desagradável nesse clássico thriller psicológico de 1968 dirigido por Richard Fleischer. O ator vive o serial killer Albert DeSalvo, o infame Estrangulador de Boston, um homem com dupla personalidade que aterrorizou a cidade durante o início dos anos 1960 - foram atribuídos a ele os assassinatos de 13 mulheres. A obra ficou marcada pela atmosfera ríspida da investigação. As cenas de Julho, 2017

violência explícita provocam mais um clima de mal-estar do que de suspense. O diretor divide a tela, mostrando em um lado a vítima, e no outro o criminoso preparando o bote. No terceiro ato, a linguagem é mais ousada, com Fleischer tentando penetrar na psique de DeSalvo, mostrando-o assolado por um distúrbio mental. Curtis está sensacional na pele desse homem encarcerado dentro da própria mente. revistavitti.com.br | Vitti | 61


Reflexão

Sobre a energia quântica: Mestres e mentores de outras dimensões

N

Por Juliana Bueno

o último dia 30 de abril, participei de uma maravilhosa palestra em São Paulo sobre os Arcturianos (seres ultraplanetarios, de outra dimensão), desenvolvida pelo professor Horacio Frazão, um mestre, um ser muito especial, uma alma repleta de sabedoria e Luz. Além disso, Horacio é também uma pessoa profundamente humana, carismático, com um incrível senso de humor. O evento estava lotado. Percebi o quanto as pessoas se envolvem, acreditam e esperam todo o tipo de possíveis milagres por meio do contato e do aprendizado com nossos irmãos iluminados e misericordiosos que são os Arcturianos. Mas, como disse o próprio Horacio em algum momento da palestra: "eles querem nos ajudar a mudar o nível da consciência, e assim evoluir, galgar um enorme degrau de evolução espiritual. Mas, ao mesmo tempo, devo dizer a vocês”, ressaltou, “que uma grande maioria da humanidade terrestre não está preparada ainda para esta transformação.”. Então, como é que ela vai acontecer? Eu pergunto. Sim, ela está acontecendo, de todas as formas possíveis, com seus efeitos diferentes para uns e para outros. E eu pergunto agora aqui para você: mu-

62 | Vitti | revistavitti.com.br

dar a consciência, aprender a pensar, evoluir, conquistar o equilíbrio psíquicoemocional, é fácil? Vale a pena um mergulho profundo em nós mesmos: "será que estou preparado para este contato? Para desenvolver e aplicar na minha vida pessoal estes ensinamentos, estas orientações e técnicas de cura dos Arcturianos?". É claro que é fundamental acreditar na existencia deles. Para se informar melhor, se houver interesse, acesse: www. curaheliografica.com.br. De muitas maneiras este conhecimento ou “reconhecimento” pode acontecer. Mas ter um contato e estar realmente preparado para receber o auxilio destes irmãos das estrelas é uma questão na qual precisamos refletir bastante. Consta que eles são muito mais evoluidos do que nós, vivem num nivel vibratório que sequer podemos imaginar. Precisamos, portanto, nos preparar para que esta distância vibratória possa ser superada um dia. Perguntas e respostas são muitas. Aconselho para todos os interessados neste importante tema que leiam os livros de Joshua David Stone, em especial, "Manual da Ascensao Cósmica", "Psicologia da Alma" e ainda "Misterios Ocultos" (todos lançados pela editora Pensamento). Eu li estes livros há cerca de 15 anos aproximadamente, e aos poucos estou tentando me preparar em todos os níveis nesta minha

encarnação na Terra para uma proximidade, para vivenciar o auxílio incrível que podem dar, para mim mesma e acima de tudo para toda a humanidade. Aconselho também a leitura do meu mais recente livro "Passageiros da Nave Terra" (Editora BesouroBox). Nele, é possível entender o estágio tão conturbado em que ainda vivemos na Terra, em nossas vidas pessoais, na família especialmente, e em todo o planeta. Pode então acontecer uma conscientização autêntica sobre tudo isso no nosso microcosmos. Estas colocações que estão no livro certamente conseguem ajudar mostrando o cotidiano de nossas existências, detalhes e significados de nossas vidas aqui na Terra, com nossas paixões, medos, vaidades, tentando sempre reconstruir os caminhos, corrigir os erros, reparar os enganos. Mas, sinceramente, a jornada ainda é muito longa para cada um de nós. A leitura de um bom livro sobre este tema pode realmente ajudar. Acredito nisso, por isso mesmo estou sempre lendo e escrevendo muito. Juliana Bueno é jornalista e escritora, especialista em temas espiritualistas e comportamentais. Seus mais recentes livro são “Dores Ocultas” e “Passageiros da Nave Terra”. (Besouro Box). Contato: julianabuenorbio@terra.com.br Julho, 2017


Turismo

Circuitos rurais são ótima opção para passeios no inverno Região do Vale do Paraíba e Serra da Mantiqueira oferecem lindas paisagens

U

Da redação

m carro de boi chorando, lento em seu percurso, cheiro da terra, um café no bule, um pedaço de bolo acabado de sair do forno a lenha, uma moda de viola uma festa ao cair da noite no coreto da praça. Só quem se deixa transportar para esta maravilha de nossas terras caipiras, pode sentir o quanto sua alma pode se elevar e seu espírito sossegar. São muitas as estradas que nos levam às coisas boas do campo e creiam que a iniciativa é sempre compensadora. História, Hotéis Fazenda de todos os estilos, Fazendas Históricas, Turismo Rural pedagógico, agroturismo, muitas são as opções sadias e reconfortantes. O Turismo Rural é sem dúvida um mundo de oportunidades, para quem explora e para quem visita. Nesta vida

Julho, 2017

agitada dos grandes centros, a alma por vezes nos pede paz, tranquilidade, e nosso espírito quer reflexão e meditação. É ai que o caminho se abre para um contato intimo e direto com as coisas da terra. O Vale do Paraíba Paulista guarda um acervo histórico e cultural de raízes marcadamente rurais, herdado de importantes ciclos econômicos do inicio da colonização, como o ciclo do café, ciclo este que teve importante papel, no desenvolvimento da região e de todo o hoje Cone Leste Paulista. Aliado a este importante legado, juntam-se propriedades típicas rurais, como a pecuária de leite da região de Guaratinguetá e as fazendas históricas de Taubaté, Pindamonhangaba, Caçapava, Cunha, Paraibuna, São Luíz do Paraitinga, Redenção da Serra, Lorena, Cachoeira Paulista e muitas outras na maioria das cidades que compõem esta região. Outros aspectos que justificam o valor

do Turismo Rural no Vale do Paraíba é a natureza pródiga, misturando paisagens, formando extensas áreas planas, ladeando o "Rio Paraíba do Sul", tendo de um lado a Serra da Mantiqueira e do outro a Serra do Mar, trechos de matas exuberantes, cachoeiras, estradas bucólicas que nos levam a paraísos nunca por nós antes imaginados, riachos sinuosos de água límpida e cristalina e a um povo que faz questão de manter suas culturas e tradições. Por isso, pegar a estrada, entrar em cidades, por vezes não tão faladas ou até mesmo distantes da Rodovia Presidente Dutra, poderá nos trazer gratas surpresas e fi nais de semana inesquecíveis. Aventure-se. Conheça, Cunha, São Bento do Sapucaí, Paraibuna, Silveiras, Cachoeira Paulista, descubra o interior do Vale do Paraíba Paulista e creia, será a viagem mais grata de recordar de sua vida. Fonte: gazetavaleparaibana.com revistavitti.com.br | Vitti | 63


Cultura

de histórias, teatros e terão uma participação artística especial, em um coral com 1.000 vozes junto com o cantor Toquinho no show de encerramento. O público geral também poderá participar das atividades infantis, além das mesas de debate, saraus, teatro, música e dança. Haverá também 12 estandes de editoras em exposição.

O Saci será tema da Feira de Literatura Infantil de Taubaté Evento acontecerá de 11 a 17 de setembro na Avenida do Povo

O

Da Redação

tema geral da FLIT 2017 é “O Saci – Ética e Cidadania na Literatura Infantil”, que vai ser explorado nas mesas de debate, na formação de professores, contação de histórias, saraus e demais atividades que serão desenvolvidas. A FLIT vai acontecer de 11 a 17 de setembro, na Avenida do Povo, tradicional espaço de movimentações culturais da cidade de Taubaté. Em 1921 o escritor Monteiro Lobato lançou o livro “O Saci” e nele apresentou este personagem folclórico para a turma do Sítio do Picapau Amarelo. O menino travesso de uma perna só mostrou para Pedrinho e Narizinho os segredos da floresta e várias lendas do Folclore Brasileiro. O tema escolhido segue o que estabelece a Década Internacional de Afrodescendentes, proposta pela Unesco

64 | Vitti | revistavitti.com.br

(Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), que vai de 2015 a 2024, com o tema “Afrodescendentes: reconhecimento, justiça e desenvolvimento”. De acordo com a Unesco, o principal objetivo da Década Internacional consiste em promover o respeito, a proteção e a realização de todos os direitos humanos e liberdades fundamentais de afrodescendentes, como reconhecidos na Declaração Universal dos Direitos Humanos. A FLIT 2017 faz parte da Quinzena Literária Caminhos de Lobato, que será realizada nas cidades de Monteiro Lobato e Taubaté, em parceria com a Secretaria de Cultura do Governo do Estado de São Paulo. Em Taubaté a Feira tem como objetivo consolidar a cidade como a Capital da Literatura Infantil. Haverá formação para os professores da Rede Municipal de Ensino, com palestras e debates. Os alunos da rede pública e particular participarão de contação

Monteiro Lobato era especialista em Sacis Lobato era um verdadeiro expert em Sacis. Desde criança, quando ouvia as histórias do personagem na fazenda de seu pai, o moleque de uma perna só rondava sua cabeça. Tanto que, em 1916, ele já refletia sobre a ausência do folclore nacional no nosso dia a dia e escreveu na “Revista do Brasil”: “Pelos canteiros de grama inglesa há figurinhas de anões germânicos, gnomos do Reno, a sobraçarem garrafas de ‘beer’. Por que tais niebelungices, mudas à nossa alma, e não sacys-serêrês, caaporas, mães d’água, e mais duendes criados pela imaginação popular?”. No ano seguinte, ele lançou uma pesquisa no vespertino do jornal “O Estado de S. Paulo” sobre o Saci, que foi um estrondoso sucesso entre os leitores, muitos dos quais passaram a enviar causos para o jornal de encontros com o personagem ou lendas que ouviram na família. Em 1918, Lobato selecionou 74 desses depoimentos e os reuniu no livro “O Sacy-Perêrê: Resultado de um Inquérito”. O rico material serviu de base para a primeira edição de “O Saci”, com a turma do Sítio do Picapau Amarelo, lançada em 1921. O sucesso do livro infantojuvenil foi tanto que, até 1944, a história tinha vendido 60 mil exemplares, que ajudaram a espalhar o personagem do folclore ainda mais pelo Brasil. Julho, 2017


Livros

DicaS De Leitura

Sinatra – O Chefão James Kaplan Cia. das Letras 1176 páginas

Q

uando James Kaplan publicou “Frank: a voz”, o primeiro volume de seu projeto sobre um dos personagens centrais da cultura popular do século XX, os admiradores do artista norte-americano sabiam que estavam diante de um empreendimento majestoso. Com a prosa rica e viciante de Kaplan, a história da ascensão de Frank Sinatra (1915-1998) para a fama apresentava uma série de outros enredos: o nascimento da cultura de massas, a vida boêmia nos cassinos e nightclubs, o apogeu do rádio, o culto à celebridade. Este segundo volume captura o artista a partir da metade dos anos 1950, quando começou a se dividir entre os estúdios de gravação e os sets de fi lmagem, chegando até os anos da maturidade – quando os lapsos de memória no meio de uma canção pareciam anunciar seus melancólicos dias finais. Este livro é peça importante e indispensável para quem é fã de Sinatra, pesquisadores e fãs de música popular e seus personagens icônicos.

Julho, 2017

Da Redação

Grande Sertão: Veredas (edição Comemorativa) João Guimarães Rosa Nova Fronteira 496 páginas

A

Nova Fronteira traz ao público esta nova edição em capa dura de “Grande sertão: veredas”. Livro fundamental na literatura brasileira, o romance de João Guimarães Rosa, publicado em 1956, foi escolhido por várias associações internacionais como um dos 100 maiores livros da literatura universal do século XX. Nesta obra de Guimarães Rosa, o sertão é visto e vivido de uma maneira subjetiva e profunda, e não apenas como uma paisagem a ser descrita, ou como uma série de costumes que parecem pitorescos. Sua visão resulta de um processo de integração total entre o autor e a temática, e dessa integração a linguagem é o reflexo principal. Para contar o sertão, Guimarães Rosa utiliza-se do idioma do próprio sertão, falado por Riobaldo em sua extensa e perturbadora narrativa. Encontramos em ´Grande Sertão-Veredas´ dimensões universais da condição humana - o amor, a morte, o sofrimento, o ódio, a alegria - retratadas através das lembranças do jagunço em suas aventuras no sertão mítico, e de seu amor impossível por Diadorim.

My Take On Me – A-Ha Morten Harket Faro Editorial 288 páginas

N

o Reino da Noruega, Morten Harket é considerado o maior artista da história do país escandinavo. E o A-ha, claro, a maior banda. Também, pudera: em 30 anos de carreira, o trio de pop-rock vendeu mais de 80 milhões de discos no mundo todo, boa parte em lojas brasileiras. Quando o cantor pisou pela primeira vez no Brasil, em 1989, a banda já havia emplacado hits como Take on Me, Hunting High and Low e You Are The One. Em 1991, tocou no Maracanã para 200 mil pessoas na segunda edição Rock in Rio e entrou para o Guinness Book. “O som quente que veio do frio”, foi como descreveu a imprensa nacional na época. Neste livro você vai saber como um garoto de subúrbio, que sofria bullying na escola, virou o frontman do grupo que fez sucesso mundial com o synthpop romântico e marcou a cena musical da década de 1980. O jovem que era conhecido por sonhar acordado na Noruega mudou para a Inglaterra e virou realidade: Morten Harket, umas das vozes mais respeitadas e invejadas do meio artístico, revela aqui mais que sua arte.

revistavitti.com.br | Vitti | 65


Automóveis

Reaquecimento do mercado automotivo reflete em aumento da produção de indústrias do Vale do Paraíba

E

Da Redação

ntre as tantas instabilidades de natureza política e econômica que caracterizaram o ano de 2016, o setor automotivo brasileiro, entre as demais áreas da cadeia produtiva, viu-se às voltas com um cenário de grandes incertezas e adversidades, aquém da eficiência performática de anos anteriores. Contudo, a movimentação deste mercado viveu momentos relevantes para a retomada de seu crescimento com iniciativas do governo brasileiro em negociações que abrangeram todo o circuito latino-americano, em especial, com a Argentina – principal destino de nossas exportações – para um acordo comercial de longo prazo. Após três anos de consecutivas quedas, o primeiro semestre de 2017 sinalizou uma recuperação nas vendas e aumento na produção de automóveis no Brasil. Isso reflete diretamente na economia do Vale do Paraíba, onde estão instaladas unidades das maiores montadoras do país.

66 | Vitti | revistavitti.com.br

De acordo com dados divulgados pela Anfavea (Associação Nacional das Montadoras), foram licenciados só no mês de março, por exemplo, 189.149 veículos, um aumento de 5,5% em relação ao mesmo mês de 2016. O cálculo inclui carros de passeio, comerciais leves, caminhões e ônibus. A última vez que as vendas de um mês específico foram superiores ao do ano anterior, havia sido em fevereiro de 2014. A produção de automóveis no país já vinha registrando um leve crescimento, por conta de alguns acordos de exportação. Também segundo a Anfavea, no mesmo mês de março a produção registrou 234.746 unidades fabricadas, aumento de 18,1% em relação ao mesmo período do ano passado. “Foram exportados 172.693 veículos no trimestre, é a melhor da história para o setor, com alta de 69,7% em relação a 2016. As empresas colocaram seus executivos para viajar e apresentar seus produtos”, disse Antônio Megale, presidente da Anfavea. De acordo com Megale, mesmo com um possível aumento de vendas internas,

a indústria nacional tem capacidade de atender a alta demanda de exportações. A principal responsável pelas exportações de carros brasileiros é a Volkswagen, que abocanha 27,8% do que é vendido para fora do Brasil. A empresa registrou um crescimento de 102% em exportações se comparando o mesmo período de 2016. Os principais mercados atendidos pela montadora que tem uma planta na cidade de Taubaté são a Argentina e o México. O resultado representa um alento à montadora de origem alemã, que enfrentou um 2016 de pouca produção, demissões e considerável perda de espaço no mercado interno brasileiro. “Apesar da manutenção das incertezas econômicas, decorrentes do caos político completo que se instalou no país, acreditamos que a curva de queda no acumulado deverá arrefecer para que possamos ter um crescimento moderado até o final de 2016”, afirmou em um comunicado Alarico Assumpção Júnior, presidente da Fenabrave (entidade que representa as distribuidoras de veículos). Julho, 2017


Esporte

Kaian, André, Júlio e o treinador Guto Nascimento

Foto: Divulgação

Principal destaque foi o André Rocha, que quebrou Recordes Mundiais no Arremesso de Peso e no Lançamento do Disco

O

Da Redação

saldo da participação da equipe de Paratletismo de Taubaté no Berlin Open Parathletics Grand Prix, disputado em junho na capital da Alemanha, foi excelente. Pela primeira vez na história, a cidade enviou uma delegação para a disputa de um meeting fora do Brasil. Dos três atletas que compuseram o time, apenas o multicampeão André Rocha já havia competido internacionalmente. Junto dele, Júlio César Leite e Kaian Silva embarcaram para o Velho Continente com a expectativa de disputar um GP de alto nível. O resultado foi muito bom, com saldo de 7 medalhas conquistadas em 7 provas disputadas - foram 5 ouros, uma prata e um bronze. O grande destaque da campanha ficou mais uma vez com o arremessador André Rocha. O paratleta de 40 anos disputou pela terceira vez o Grand Prix de Berlim, e foi um dos destaques de todo o meerting. André disputou a prova do Arremesso de Peso (classe F52), e não decepcionou. Venceu com 11,60m e cravou o novo Recorde Mundial da prova. Embalado com a conquista no Arremesso de Peso, André chegou à pista do estádio Friedrich Ludwig Jahn Sports Park, em Berlim, no dia seguinte com foco total no LanJulho, 2017

çamento do Disco. André esteve muito bem e em sua melhor tentativa lançou o disco de 1kg à distância de 23,24m. Vitória na prova, e novamente Recorde Mundial quebrado. "Mais uma vez me sinto abençoado por tudo ter dado certo. Vinha treinando muito forte visando esse GP e principalmente no Disco, prova em que estou classificado para o Mundial, queria uma marca expressiva. E consegui. Estou feliz demais com esse ouro e mais esse recorde quebrado, só que eu quero mais. Minha cabeça já está em Londres, não vejo a hora de entrar naquele Estádio Olímpico. Tenho confiança de que chegarei ao Mundial 'voando', é a hora de trazer esse ouro para o Brasil.", comentou André. Apesar de ser um dos mais experientes atletas do time de Taubaté, Júlio César Leite (classe F56) nunca havia disputado uma competição fora do Brasil. Em Berlim, o paratleta encarou três provas: Arremesso de Peso, Lançamento de Disco e Lançamento de Dardo. E subiu ao pódio nas três, trazendo uma medalha de cada cor. No Arremesso de Peso, apesar do nervosismo da estreia, conquistou a medalha de prata com 7,77m. No dia seguinte, teve jornada dupla. Primeiro, no Lançamento do Disco encarou adversários europeus muito fortes, e conquistou a medalha de bronze, com 21,95m. Já feliz com duas medalhas

garantidas, mas sonhando com um ouro, ele partiu para o Lançamento do Dardo. Mas o cansaço não foi impedimento para que ele fizesse uma ótima prova, conquistando o ouro com a marca de 23,11m. Também em sua primeira competição internacional, o taubateano Kaian Silva (classe T38/F38) teve de superar o nervosismo da estreia e de estar muito longe de casa para conquistar duas medalhas de ouro. Primeiro ele encarou os 100m rasos, onde fez o tempo de 13.40s. Pouco tempo depois, ele disputou a prova do Salto em Distância, onde também foi soberano na classe F38, e levou o ouro com a marca de 5,06m. Para o treinador Guto Nascimento, que acompanhou os atletas na Alemanha, a experiência de levar uma equipe a este que é um dos mais respeitados e tradicionais meetings internacionais do paratletismo, foi muito bem sucedida. "Embarcamos de volta para Brasil com a mala repleta de boas histórias e muitas medalhas. Representamos de maneira digna nossa cidade e o Brasil em Berlim. O saldo mostra que esses atletas se dedicam de corpo e alma ao que fazem. Estou muito orgulhoso deles, e esperamos continuar podendo contar com o apoio de patrocinadores para novas disputas em meetings fora do Brasil", frisou o treinador. revistavitti.com.br | Vitti | 67


Fotos: Divulgação

Esporte

Por Fabiana Ferreira fabycanoagem@hotmail.com www.luzcameraesporteacao.blogspot.com

Luz, Câmera, Esporte e Ação

O Circuito Adventure Camp está de volta

A

cidade de Brotas, no interior paulista, recebeu nos dias 1 e 2 de julho uma das etapas do Adventure Camp, famoso evento de corrida de aventura que movimentou a cidade com muitos atletas e espectadores. A Corrida de Aventura trata-se de uma competição, feita em equipes, que envolve orientação (navegação com mapa e bússola), trekking, canoagem, mountain bike e técnicas verticais. E Brotas, que já havia sediado esse evento em anos anteriores, foi novamente escolhida para receber atletas de diversas categorias que deram o sangue para conquistar suas vitórias. O Circuito Adventure Camp é feito para iniciantes, amadores e profissionais da corrida de aventura, sejam eles crianças, adolescentes ou adultos. No primeiro dia de cada evento, os organizadores realizam a escola de aventura (aulas teóricas e práticas). A competição, realizada por uma vasta gama de atletas que vai desde os profissionais aos iniciantes que nunca praticaram esporte, acontece no segundo dia. Essa mistura deixa o evento com um toque de estreia e outro de prova profissional simultaneamente. Na escola de aventura, atletas profissio68 | Vitti | revistavitti.com.br

nais e especialistas na área compartilham seus conhecimentos nas modalidades: Mountain Bike, Trekking, Canoagem, Orientação, Vertical e Adventure Kids. Projeto “Na trilha Certa” Paralelamente ao Adventure Camp, o “Adventure Club”, organizador do evento, também levou a Brotas esse grandioso projeto. Este aborda atividades de esporte de aventura, voltado a adolescentes entre

14 e 16 anos de escolas públicas e adultos, geralmente os moradores das cidades sedes. A intenção é a de executar mais uma vez o projeto, levando a inclusão do esporte para o público jovem de Brotas, estimulando a prática esportiva. A segunda etapa acontece dias 07 e 08 de outubro em Mogi das Cruzes (SP). Para saber mais, acesse: adventurecamp.com.br Aventure-se! Julho, 2017


Fotos: Patrick Chiara

Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 69


Pets

Confi ra 7 dicas de cuidados com seu animal de estimação no inverno

D

Da Redação

oenças respiratórias, osteoarticulares e oculares podem atingir mais os animais no período do inverno, época em que também eles sentem os efeitos da queda de temperatura e da diminuição na unidade do ar. Para que a saúde dos bichinhos não seja afetada, veja abaixo seis dicas – que valem para cães, mas também para gatos. 1- Abrigo: casinhas, cobertas e roupas são itens essenciais nesse período, para proteger os pets do vento e da chuva. Cães magros e de pelo curto são os que mais sentem frio. Já raças como Chow Chow e São Bernardo não precisam de roupa, mas é importante deixar cobertores e abrigos à disposição. Para os passeios, o ideal seria sair em períodos do dia em que a temperatura esteja mais amena. 2- Apetite: o animal pode ter mais apeti-

70 | Vitti | revistavitti.com.br

te e comer mais em dias frios. Mas a orientação é dosar a quantidade. A ingestão de ração industrializada em excesso pode levar ao aumento de peso de forma rápida, assim como o exagero na comida caseira. 3- Exercícios: apesar do aumento de apetite, os animais tendem a mostrar menos disposição para atividades físicas no frio. É importante estimular brincadeiras que façam o pet gastar energia acumulada em casa; os passeios, se possível, também devem incluir brincadeiras e corridas. 4- Vacinas: pneumonias bacterianas também são mais comuns no inverno, para cães e gatos. Por isso, vacinas devem estar em dia. Além disso, o dono deve evitar locais com muitos animais durante os passeios, devido à aglomeração e proliferação de bactérias. No tempo frio, é comum o contágio da traqueobronquite infecciosa canina, conhecida também como tosse dos canis – doença que se espalha rápido e é delicada para filhotes e cães idosos.

5- Banhos: a frequência de banhos deve ser diminuída, e eles devem ocorrer em dias com temperatura amena. A água deve ser morna, e a secagem deve ser total. 6- Escovação: os animais tendem a se lamber mais no frio. No caso dos gatos, a ingestão de rolos pode formar bolas no estômago e levar à constipação intestinal. Já no caso dos cães, o principal problema é a formação de nós, que podem causar lesões na pele. 7- Hibernação: o comportamento do animal pode mudar nos dias muito frios. Ele pode ficar mais letárgico e sonolento, e é preciso ter cuidado especial com répteis. “Eles não têm controle de temperatura corporal, portanto sua temperatura é bem próxima à do ambiente. Caso não tenham aquecedores específicos para a espécie, hibernação poderá ocorrer principalmente nos cágados, tartarugas e jabutis. Muitos proprietários confundem a hibernação com o óbito do animal.

Julho, 2017


Julho, 2017

revistavitti.com.br | Vitti | 71


72 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2017

Revista Vitti, Julho 2017 Edição n139  

Nesta edição entrevistamos Wagner Rosa, diretor da Wagalume Marketing Consciente, que fala sobre os 10 anos de atividade da agência que está...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you