Page 1

Capa Jana Correia

www.revistavitti.com.br Edição 120 - Ano 10 Dezembro, 2015 Foto capa: Monicuee Alvez

lavia Alonso Ayala

Entrevista

José Antônio Saud Empresário de Taubaté fala de sua história de vida e dos anos dedicados à educação

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA VENDA PROIBIDA Vale do Paraíba, Litoral Norte e Sul de Minas Dezembro, 2015

Em clima de festa, desejamos aos nossos leitores e parceiros um Feliz Natal e brindamos ao 2016 que se aproxima

revistavitti.com.br | Vitti | 1


2 | Vitti | revistavitti.com.br

Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 3


Índice

Índice

Dezembro 2015 | Edição 120 | Ano 10

SAÚDE

A polêmica da fosfoetanolamina ................................24

ECONOMIA

Mantendo-se na crista da onda...................................26

NEGÓCIOS

Inversão de Valores..............................................................28

PONTO DE VISTA

Ubatuba: Celebrando a História ....................................36

DECORAÇÃO

Prepare sua casa para o Natal ....................................66

Divulgação

MÚSICA

Leonardo Vinhas ..........................................................70

PERSONAGEM

Augusto Arid ...............................................................74

ESPORTE

ENTREVISTA

José Antônio Saud ................................................. 10

Empresário taubateano fala de sua vida e do longo trabalho à frente do Colégio Idesa.

Corridas e Aquathlon Ubatuba....................................80

HISTÓRIA

S.J. dos Campos terá Arquivo Histórico online..........82

DIRETORA: Marcela Vitti ASSISTENTE: Isaura Silva DIAGRAMAÇÃO E CRIAÇÃO: Bruno Moura JORNALISTA RESPONSÁVEL: Ronaldo Casarin - MTB 52246 REVISÃO: Ronaldo Casarin FOTO DA CAPA: Jana Correia (Foto: Monicuee Alvez / Produção: Juliana Peloggia) REPÓRTER FOTOGRÁFICO: Monicuee Alvez COLUNISTAS: São José dos Campos: Gilberto Freitas e Marilda Serrano - Caçapava: Anna Dennz Taubaté: Socorro Pinto e José Luiz (Luizinho) - Aparecida: Ligia Ballot - Guaratinguetá: Benê Carvalho. COLABORADORES: FABIANA FERREIRA, ERICO PAMPADO DI SANTIS, RAFAEL FERRO, JULIANA BUENO, ARCIONE VIAGI, FELIPE GUARNIERI, CARLOS MARCONDES, GILMAR SILVA E ADILSON PELOGGIA. DIRETORA COMERCIAL: Marcela Vitti (12) 98122-3000 / 7812 4527 / 90*1463 - marcela@revistavitti.com.br SÃO JOSÉ DOS CAMPOS / TAUBATÉ / PINDA / UBATUBA: Isaura Silva (12) 98819-3081 - financeiro@revistavitti.com.br SÃO JOSÉ DOS CAMPOS / TAUBATÉ / UBATUBA: Marcela Vitti (12) 98122-3000 / 7812-4527 / 90*1463 - marcela@revistavitti.com.br GUARATINGUETÁ / APARECIDA / LORENA: Benê Carvalho (12) 98133-2984 - benecarvalho@revistavitti.com.br SUL DE MINAS: Luigi Scianni (12) 9781-5623 - luigiscianni@gmail.com DISTRIBUIÇÃO: Rodrigo Melo Gratuita e dirigida às cidades de Taubaté, Quiririm, São José dos Campos, Caçapava, Pindamonhangaba, Guaratinguetá, Lorena, Campos do Jordão, Santo Antônio do Pinhal, Tremembé, Cruzeiro, Ubatuba e Sul de Minas Impresso no parque gráfico da Resolução Gráfica Ltda. ATENDIMENTO AO CLIENTE: (12) 3632-3060 / 7812-4525 / 90*1462 - Rua dos Operários, 118 - Taubaté - SP Os artigos, matérias, opiniões e anúncios aqui publicados são de inteira responsabilidade de seus idealizadores, e não refletem necessariamente a opinião da Revista Vitti. É proibida a reprodução total ou parcial da revista sem autorização da Revista Vitti.

4 | Vitti | revistavitti.com.br

Dezembro, 2015


Editorial

Mensagem de Fim de Ano

A

Revista Vitti, nestes mais de 10 anos de atividades, carrega a responsabilidade de levar ao nosso grande público leitor os fatos, opiniões e interpretações do que de mais importante acontece em nossa vida local. Buscamos sempre cumprir esta missão com responsabilidade e capricho, cobrindo todo o Vale do Paraíba, Litoral Norte, Serra da Mantiqueira e Sul de Minas com o melhor conteúdo em entretenimento, informação, opinião e eventos sociais. Encerramos mais um ano de trabalho com a certeza de que nossa proposta está sendo cumprida. Cairia numa mesmice sem necessidade se neste editorial fossem usados termos repetitivos e banais que rechearam a imprensa e as redes sociais (uma espécie de mídia paralela, que ganha cada vez mais força e relevância) para fazer um balanço deste ano. “Crise”, a palavra mais repetida em 2015. Não falaremos dela. Falaremos sim do fim de mais um ano de muito trabalho, que prepara um 2016 que promete ser bem movimentado e produtivo.

Cartas “Gratidão aos amigos Claudia e Luis! Foi uma honra fazer parte do Cerimonial desta festa. Momento tão especial na vida da nossa 'pequena' Raffa. E também por Julia estar entre as quinze amigas que dançaram e fazem parte da vida dela. Que orgulho!” Carmen Cândido, via Facebook, sobre o social Rafa XV – Um Sonho de Festa (ed. 119, novembro 2015)

Depois das incertezas de 2015, nós devemos olhar para frente, vislumbrar no futuro novos caminhos, novas metas, novos planos e buscar as realizações que tanto sonhamos. O começo deste caminho pode ser neste fi m de ano, em que reunimos familiares e amigos para celebrar as Festas. O Natal é aquele momento especial, em que a espiritualidade toma conta dos nossos lares. É uma época propícia à reflexão, como forma de tentar endireitar alguns rumos que tomamos, seja no âmbito familiar, seja na área profissional. Estar junto de quem nós amamos é uma forma de se aproximar deste estado de espírito alegre e motivado. É nesta edição derradeira de 2015 que agradeço, em nome de toda a nossa equipe, aos nossos parceiros, anunciantes, distribuidores, aos porteiros e funcionários de condomínios e edifícios comerciais que recebem a Vitti e a fazem chegar até as mãos dos nossos leitores ao longo de todo o ano. Um agradecimento sempre especial aos jornaleiros que nos ajudam na vasta distribuição da Revista Vitti a um enorme público em toda a região. Vocês todos fazem parte do nosso trabalho.

“Adorei esta abordagem que vocês deram aos produtores de alimentos orgânicos. Apesar de serem mais caros, trazem benefícios para a nossa saúde que não têm preço. Parabéns pela reportagem,e continuem sempre incentivando a vida saudável. Abraços!” Marcelo Minello, via e-mail

Por fim, deixo a mensagem de que o Natal é um tempo de benevolência, perdão, generosidade e alegria. A única época no calendário em que homens e mulheres parecem, de comum acordo, abrir livremente seus corações. Enfeite a árvore da sua vida com guirlandas de gratidão. Na hora dos presentes, em cada caixinha embrulhe um pedacinho de amor, carinho, ternura, reconciliação e perdão. Feliz Natal, e que 2016 seja maravilhoso para todos nós.

Marcela Vitti Diretora “Eu te louvarei, Senhor, de todo o meu coração; contarei todas as tuas maravilhas. Em ti me alegrarei e salvarei de prazer; cantarei louvores ao teu nome, ó Altíssimo.” SALMO9:1-2

CAPA

Novembro 2015

“Que foto maravilhosa esta da capa de novembro. Parabéns!” Enira Freitas, via Facebook

CORREIO VITTI

Fale conosco: opine, critique e dê sugestões. Escreva para: redacao@revistavitti.com.br Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 5


Nossa equipe

ISAURA SILVA

ASSISTENTE E VENDAS

BENÊ CARVALHO

VENDAS COLUNISTA GUARÁ

RONALDO CASARIN

MONICUEE

RODRIGO MELO

EDITOR

BRUNO MOURA

DIAGRAMAÇÃO E CRIAÇÃO

FOTÓGRAFA

DISTRIBUIDOR

JOSÉ LUIZ

SOCORRO PINTO

ANNA DENNZ

COLUNISTA TAUBATÉ

COLUNISTA TAUBATÉ

GILBERTO FREITAS

COLUNISTA CAÇAPAVA

LIGIA BALLOT

MARIANA JUNQUEIRA

COLUNISTA SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

COLUNISTA APARECIDA

COLUNISTA SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

FABIANA FERREIRA

COLUNISTA DE ESPORTE

GUILHERME MARTINI COLUNISTA

CAMPOS DO JORDÃO

6 | Vitti | revistavitti.com.br

Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 7


8 | Vitti | revistavitti.com.br

Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 9


Entrevista

Divulgação

N

Por Ronaldo Casarin

ascido na pequena e bucólica Natividade da Serra, em 1939, José Antônio Saud hoje fala com carinho e afeto da infância e juventude. “Quando tinha uns 12 anos de idade, saia pelas ruas de Natividade empurrando meu carrinho de mão para vender pinhão, alface, laranja e jabuticaba, e ganhar meu dinheirinho”, diz. Hoje, aos 76 anos, empresário bem sucedido, ele relembra sua trajetória com satisfação de ter escolhido os caminhos corretos, e cultiva o sentimento de realização pessoal. Se hoje o nome e de José Antônio Saud é sinônimo de sucesso como empresário, isso deve-se ao precoce início na vida de trabalhador. Do início vendendo frutas e verduras, até o sucesso como empresário, foram muitos anos de trabalho, vivências e foco nos objetivos. Sem nunca ter cursado uma faculdade, sua formação veio do período em que foi aluno do próprio Ginásio Diocesano Santo Antônio, que posteriormente teria seu nome alterado para Instituto, e se tornaria o Colégio IDESA, hoje dirigido por ele próprio. Em entrevista à Revista Vitti, o proprietário do Colégio IDESA, e empreendedor à frente de diversos outros negócios na região, contou um pouco sobre sua vida e sobre seu envolvimento com a educação, dirigindo uma das mais tradicionais escolas de Taubaté.

José Antônio Saud Vitti - O senhor já trabalhou com diversos tipos de negócio, em variados ramos, mas tem seu nome naturalmente ligado à educação por conta do IDESA. Como esta área se tornou parte da sua vida profissional e familiar? José Antônio Saud - Realmente, trabalhei muito a vida toda. Já fui vendedor de remédios, vendedor de perfumaria, hoje sou construtor, enfim, posso afirmar que sou um negociante nato. Desde que conheci minha esposa Neuza, há 53 anos, comecei a viver ativamente a área da educação, já que ela foi professora. Com o tempo vieram meus fi lhos e noras, que também são professores. Esse dia-a-dia com muitos professores na minha vida fez com que o assunto que mais vinha à tona na minha casa fosse “escola”. 10 | Vitti | revistavitti.com.br

Vitti - Como aconteceu de o senhor acabar por adquirir o Instituto Diocesano Santo Antônio, e transformá-lo em Colégio IDESA? J.A.S. - Minha nora, Claudia, estava com um projeto de formar uma escola de Educação Infantil. Então, um dia em 1990, no começo do ano, estávamos passando alguns dias em Ubatuba e o padre Vanzela nos fez uma visita. Conversamos sobre diversos assuntos e o tema envolvendo o IDESA acabou surgindo. A escola era, até então, administrada pela Igreja Católica, mas pelas dificuldades econômicas que o Brasil passava na época, com os planos econômicos e trocas consecutivas de moedas, ele confirmou que o colégio estava em situação financeira deplorável. No entanto, padre

Vanzela afirmava que com um bom administrador, tinha certeza que a escola iria se reestruturar e daria certo. Ainda segundo padre Vanzela, o IDESA já havia sido oferecido para muitos padres e outras pessoas, mas realmente ninguém se interessou. Conversei bastante com todos da minha família, ponderamos a oportunidade e resolvemos então jogar alto. Aceitamos a proposta e adquirimos a escola. E graças a Deus deu certo. Vitti - Como foram os primeiros passos para remodelar a escola? J.A.S. - Um primeiro passo importante foi quando contratamos um ótimo Diretor Pedagógico, o Sr. Santana, que já era aposentado, mas conhecia tudo de gestão escolar. Ele foi peça importante Dezembro, 2015


Jeep® é marca registrada da FCA US LLC. CAC 0800 7037 150.

NOVA JEEP EM TAUBATÉ.

propagandailimitada

Pedestre, use sua faixa.

VOCÊ VAI VER CADA VEZ MAIS ESTA MARCA.

Av. Charles Schnneider, 1915 Pq. Sr. do Bonfim, Taubaté- SP (12) 3625.2555 Dezembro, 2015

www.jeepcolorado.com.br revistavitti.com.br | Vitti | 11


nos primeiros anos, pois conseguiu colocar em ordem toda a parte pedagógica do colégio. Enquanto isso, nós começamos a tomar conta da parte disciplinar, reorganizar a rotina dos alunos, enfi m, outros detalhes do bom funcionamento da escola. E tudo deu certo, pois como já disse, Deus é que nos colocou neste lugar e sempre, até hoje, guia nossos passos. Vitti - O senhor demonstra que o trabalho na gestão escolar é baseado muito em valores. Quais são estes valores que foram, e ainda são, aplicados no IDESA? J.A.S. - Nossos valores serão sempre aqueles que fortaleçam nossos jovens na busca de um mundo mais justo, fraterno e solidário. Um dos pilares do método de ensino no IDESA é com foco na formação moral e cívica dos alunos. Quando sou questionado do motivo de mantermos esses pilares, digo que a formação moral e cívica cultuada e praticada em nosso colégio, com certeza, dará aos meninos e meninas um alicerce para construir um mundo mais justo e solidário para todos.

Vitti - O Colégio IDESA está passando por uma mudança e vai adotar o sistema Anglo de ensino. Você pode nos adiantar mais sobre essa mudança? J.A.S. - Nosso colégio adotava os livros didáticos da Editora Saraiva. A mesma foi adquirida pelo Sistema Anglo. Assim, migramos para este sistema com a certeza de que, com qualquer sistema de ensino, nosso corpo docente objetivará, com especial atenção, a formação integral de nossos jovens. Vitti - O senhor, além de dirigir o Colégio IDESA, tem diversas outras atividades como empresário. Quais são? J.A.S. - Além do IDESA, temos uma construtora civil, um posto de gasolina,

um hotel, uma fi rma de eventos. E tem um projeto que considero como o mais importante e que ainda vamos realizar, será no bairro Maracaibo, em Taubaté, e que atenderá as pessoas mais carentes. Trabalharemos em conjunto com o pároco de lá, o padre Edgar. É um projeto como o que fizemos no Projeto Esperança. Esta será uma enorme realização, pois sabemos que Deus está no comando. Vitti - O senhor hoje é reconhecido como empresário bem sucedido e homem preocupado em ajudar pessoas e defender princípios nas áreas em que atua. Se sente realizado? J.A.S. - Sinto-me realizado sim, e digo ainda que enquanto eu tiver saúde, quero continuar essa missão em diversas frentes. Aproveitando este espaço para falar a tantas pessoas, gostaria de dizer a todos que não tenham medo de enfrentar os desafios, coloquem Deus na frente e todos serão vencedores.

Nossos valores serão sempre aqueles que fortaleçam nossos jovens na busca de um mundo mais justo, fraterno e solidário.

” Divulgação

Vitti - O que mais lhe dá satisfação nesses tantos anos de gestão à frente do Colégio IDESA? J.A.S. - Minha satisfação vem da certeza que tenho de que “não devemos aceitar os atos violentos como coisa natural. Nada deve parecer impossível de mudar”. E é nesta certeza e fé que pauto nossa administração.

Vitti - Um dos pontos que os colégios particulares precisam equilibrar em seus métodos de trabalho é como formar o aluno para o vestibular sem deixar de formá-lo como cidadão. Como o senhor encara este assunto? É possível preparar os jovens do ensino médio para os vestibulares, e ao mesmo tempo não torná-los meros “robôs”? J.A.S. - Estas duas formações são inerentes para nossa administração. Nossos jovens buscam formação de caráter, de regras e princípios éticos. De mãos dadas com nosso corpo docente, procuramos alcançar e conseguimos, estes dois lados essenciais para o sucesso como pessoa e como profissional.

Registro do antigo Instituto Diocesano Santo Antônio, hoje Colégio Idesa

12 | Vitti | revistavitti.com.br

Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 13


14 | Vitti | revistavitti.com.br

Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 15


Vitti Acontece

Dr. Paulo, Izabel, Marisa, Regina, Dr. José Roberto, Dra. Carol, Dr. Guilherme, D. Cidinha, Ana Carolina e Dra. Fabiana

Fotos: Gilberto Freitas

Roberto Migotto, Ana Paula Pizzigatti, Herica Pizzigatti e Marcelo Orlean

Dr. José Roberto e Dickson Fonseca

Vivien Anselmo

Presidente da SBOE, Dr. José Roberto Moura

A Villa Cores, loja de revestimento e decoração de São José dos Campos, recebeu no dia 16 de novembro o evento Estúdio Orlean abrindo a 1ª Semana Polo de Tendências. Palestra de Marcelo Orlean, sócio-diretor da marca e mesa redonda com o arquiteto Roberto Migotto e Sergio Zobaran.

Renato, Fernada, Maria Silvia, Jarbas, Silvia Regina e Jarbas Junior

No dia 4 de novembro aconteceu o lançamento do livro Receita de Família, do Jarbas Afonso Neves, na Galeria Mirian Badaró, em Taubaté.

Paulo Charaba organizador do evento e equipe Sunpeak no sorteio do relógio que o Lucas Vinicius ganhou

Fotos: Monicuee Alvez

Roberto Migotto, Andrea Murao, Fernanda De Santis e Gustavo Martins

Em comemoração aos seus 22 anos de fundação, a Sociedade Brasileira de Odontologia Estética realizou, pela primeira vez em Maceió, o mais importante Congresso Mundial de Odontologia Estética. O 21º Encontro Anual da SBOE, aconteceu de 11 a 14 de novembro, no Ritz Lagoa da Anta.

Lucas, Maria Silvia e Jarbas Junior

Fotos: Monicuee Alvez

Milton Geia, primeiro cliente da padaria, há 63 anos, e Jarbas 16 | Vitti | revistavitti.com.br

O BMX Super Spine 2015 aconteceu no Via Vale Garden Shopping nos dias 31 e 1º de novembro. O evento teve a presença do venezuelano Daniel Dhers, cinco vezes medalha de ouro nos X Games. Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 17


Vitti Acontece Coquetel na loja Aroma, em Taubaté.

Helena, Ariadne Esteves, Solange, Claudia e Rosana Campeonato de tênis em Campos do Jordão.

O cantor Renato Vianna (esquerda), do The Voice 2015, fez apresentação inédita no Gato Seco no dia 22 de novembro e recebeu a visita de Léo Chaves e Twyla Correia, ex-participantes do programa.

Syrléia Brito, Angela Ricci e Marcelo Faria Família linda, Marcelo Barbosa Lima, sua esposa Gi Ribeiro e as criancas, Carlos Eduardo e Maria Fernanda, no TCC em Taubaté.

Torcedores de Taubaté no jogo Corinthians x São Paulo

Vladmir ex-jogador do Corinthians, Ucha e Paulão no clássico entre Corinthians x São Paulo, na Arena Corinthians. Karina Estética recebeu o certificado de melhor empresa em seu ramo de atividade de 2015, reconhecido pelo Jornal de Negócios de Ubatuba.

18 | Vitti | revistavitti.com.br

Paulo Guino encerrou sua carreira de Executivo na Volkswagen, após 49 anos. Em sua despedida, recebeu uma árvore plantada com seu nome para perpetuar todos seus ensinamentos e dedicacão ao longo de todos os anos de carreira. Parabéns e sucesso!

Dezembro, 2015


NESTE NATAL, DÊ MOMENTOS QUE VALEM MUITO. DÊ UM VALE-VIAGEM CVC. Vale-Viagem CVC. Você escolhe o valor e quem ganha escolhe o que quiser. São centenas de opções de troca: roteiros, hotéis, aluguel de carro ou parte de uma viagem maior.

A PARTIR DE R$ 200 E EM ATÉ 10X SEM JUROS.* Compre em uma das mais de 950 lojas CVC ou em www.valeviagemcvc.com.br

PORQUE NA CVC É ASSIM: MOMENTOS QUE VALEM MUITO CUSTAM POUCO.

CVC Praça da CTI | Via Vale Garden Shopping | Taubaté Shopping 3624-2655 3683-1122 3411-5000 *O parcelamento em 10x sem juros (0+10) é válido para compras no cartão de crédito, sujeito a aprovação. Consulte outras opções de parcelamento. Imagens meramente ilustrativas. Valor mínimo: R$ 200 ou 10x sem juros (0+10) de R$ 20,00 no cartão de crédito.

Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 19


Social Taubaté

Patricia Jóias

FOTOS: MONICUEE ALVEZ

Aconteceu no dia 5 de novembro o coquetel de inauguração da Patricia Jóias em nova loja no Via Vale Garden Shopping, agora no piso superior e com uma nova proposta para seus clientes. Patricia Jóias Outlet e também com bijuterias finas.

Rosangela, Patricia, Malu, Claudia, Olga, Lavínia, Heliete, Claudia, Parê, Alexandra e Aline

Aline, Malu, Patricia e Carla

Veridiana, Alexandra e Patricia

Isaura, Claudia, Rosangela, Olga, Claudia, Socorro, Andrea, Silvana, Patricia, Heliete, Lavínia e Lais

Lucas, Fernandez e Paulo

Malu e Regina

Maria Inês, Maria Fernanda, Veridiana, Alexandra, Alexandra, Patricia, Parê, Silvana e Malu

Patricia e Andrea de Paula

Malu, Parê, Patricia e Patricia Machado

Parê, Claudia, Lavínia e Heliete

Olga, Lavinia, Claudia, Claudia e Heliete 20 | Vitti | revistavitti.com.br

Dezembro, 2015


A marca Galinha Pintadinha® é propriedade da Bromélia Produções e licenciada pela Bastidores Eventos.

Prepare-se para uma AVENTURA inesquecível.

Brincadeiras

Pintura

Jogos

Fotos

De 28 de novembro a 6 de janeiro. Segunda a sábado: das 10h às 22h. O parque de brincadeiras é gratuito. Roda-Gigante: R$10,00 Domingos e feriados: das 11h às 22h. Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 21


Bernardo Ceccantini

Literatura

Lançamento do livro

Sobreviventes do verão de Guilherme Tauil Jovem escritor taubateano lança livro que reflete o espírito urbano da nova geração de cronistas do Brasil

H

Por Ronaldo Casarin

istoricamente o Brasil produziu cronistas de primeira grandeza, que transitaram entre a imprensa diária ou semanal e os livros com naturalidade. Tanto que até hoje os veículos de mídia impressa reservam em suas páginas um espaço para os cronistas. Seguindo esta tradição do cronista de jornal que também figura nas páginas dos livros, o taubateano Guilherme Tauil, de 22 anos, lançou no último mês o livro “Sobreviventes do Verão”. A obra é um compilado de 35 crônicas assinadas por ele e que foram publicadas na imprensa de Taubaté. “O tema da crônica é sempre muito amplo, o resultado da coletânea é uma miscelânea de assuntos, mas é um livro leve, acho até que um pouco engra22 | Vitti | revistavitti.com.br

çado. Mas há momentos tristes, também, assim como textos mais poéticos, sobretudo quando trabalho com a memória”, disse Guilherme. Ivan Angelo, cronista renomado e que ficou incumbido de escrever o prefácio do livro de Tauil, resume um pouco do que é este trabalho: “São muitas as boas sacadas de Guilherme Tauil, e esse é o melhor ponto de partida para qualquer crônica. Isso, junto com um bom manejo da língua, os sinais de costumeira visita aos clássicos, a observação antenada do mundo ao redor e muita sensibilidade para falar sobre pessoas. Qualidades que estão presentes, por exemplo, em ‘A mulher maquiada’, talvez a mais perfeita das crônicas desta coletânea. Guilherme flagra a mulher frente ao espelho, maquiando-se, face, olhos, boca, e acompanha com olhar atento cada passo da minu-

ciosa transformação, não apenas externa, mas paralelamente interna. Um momento perfeito de um cronista a caminho”. Sobreviventes do Verão é o primeiro lançamento da editora Zepelim, que foi criada com a meta de se tornar um reduto das crônicas e dos cronistas, já que o gênero acaba sendo misturado com os contos, por exemplo, e perde um pouco da sua característica própria. A editora aposta no livro de Guilherme Tauil para alavancar de vez o espaço exclusivo da crônica nacional no mercado de livros, resgatando a boa literatura, aquela que agrada os leitores mais exigentes e ao mesmo tempo é acessível para a nova. Seguindo a tradição da crônica brasileira, Sobreviventes do Verão traz uma abordagem da vida urbana, construindo cenários do cotidiano enquanto histórias e situações simples se tornam passagens líricas. Dezembro, 2015


Feras

que formam

Feras

Matricule-se já!

Av. Granadeiro Guimarães, 46, Centro - Taubaté/SP (12) 3621-2874 - www.idesa.com.br Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 23


Saúde

Grupo de trabalho vai estudar eficácia da fosfoetanolamina no combate ao câncer Por Maiana Diniz/Agência Brasil

O

ministro da Saúde, Marcelo Castro, afirmou no final de outubro que o ministério vai criar um grupo de trabalho para analisar a eficácia e a segurança da fosfoetanolamina na cura de casos de câncer. “Vamos financiar e colocar os laboratórios públicos a disposição dos pesquisadores para chegarmos o quanto antes a um parecer final sobre essa substância”. A fosfoetanolamina foi sintetizada pela equipe de pesquisadores chefiada por Gilberto Chierice, do Instituto de Química da Universidade de São Paulo, em São Carlos, há cerca de 20 anos, e ficou conhecida nas redes sociais como “pilula do câncer”, pela suposta capacidade de destruir tumores malignos. O problema é que a substância não passou oficialmente pelas etapas de pesquisa exigidas pela legislação, que prevê uma série de estudos antes de um medicamento ser usado por seres humanos. Segundo o ministro, os donos da patente concordaram, durante audiência pública realizada no Senado, em cumprir 24 | Vitti | revistavitti.com.br

as exigências científicas para determinar a eficácia da droga, e vão participar do grupo composto por representantes do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Para a realização dos estudos clínicos, os pesquisadores terão o apoio do Instituto Nacional do Câncer e da Fiocruz. “Nós estamos torcendo para que essa substância tenha efetividade, e que seja segura, mas temos a preocupação de que esse tensionamento todo que foi criado e que está na sociedade, leve pessoas a abandonarem tratamentos comprovadamente eficientes para se aventurarem com uma droga que não cumpriu os protocolos científicos.”, alertou o Ministro. Marcelo Castro explicou que as exigências do Brasil para a liberação de medicamentos estão de acordo com os protocolos definidos pela Organização Mundial de Saúde, praticados no mundo inteiro. Esse método científico incluiu testes em células e em cobaias antes de ensaios clínicos em humanos. Para ressaltar a importância dos testes, o ministro citou dois medicamentos, a anti-inflamatório Viox e o tranquili-

zante Talidomida, que apresentaram problemas após a comercialização. “Medicamento é coisa importante e séria. Estou dando o exemplo de duas drogas que obedeceram todas as exigências científicas e, mesmo assim, trouxeram graves problemas para a população. Imagine uma droga que nunca foi testada”, disse. Por algum tempo, cápsulas de fosfoetanolamina sintética foram fornecidas, de graça, em São Carlos, mas a USP proibiu a produção e distribuição porque o medicamento não é registrado na Anvisa. Desde então, pacientes que tinham conhecimento dos estudos têm entrado na Justiça para obter a substância. No início de outubro, o Supremo Tribunal Federal liberou o acesso à fosfoetanolamina a um paciente do Rio de Janeiro que estava na fase terminal da doença. Desde então, a demanda pela substância não para de aumentar. “Nós vamos dar todo o suporte necessário para fazer os ensaios clínicos e chegar a um veredicto sobre essa substância. Não podemos ficar na situação que estamos hoje, agravada por decisões judiciais”, afirmou o ministro. Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 25


Economia

Mantendo-se na crista da onda Cenário de juros altos pode garantir um alto rendimento para investidores até 2050

O

Por Felipe Guarnieri

esporte é assim, feito de vitórias e derrotas. E a gente tem que passar por cima dessa má-fase.”, disse Gabriel Medina, campeão mundial de surfe. Os ciclos de alta e baixa que acompanham o mundo dos esportes, de certa forma acompanham a economia. A análise histórica de qualquer dado econômico mostra que longe de ser linear, o seu comportamento segue um ciclo de picos e vales com uma importante diferença: se o governo está fazendo tudo certo (estipulando regras de atuação adequadas e previsíveis, controlando a inflação, gastando menos do que arrecada e defendendo a moeda) o próximo pico/ vale será num patamar superior aos anteriores, numa tendência de alta. Estamos desde 2008/2009 vivendo um ciclo de destruição de fundamentos básicos da economia. A destruição do tripé macroeconômico que prevê responsabilidade fiscal, câmbio flutuante e metas de inflação, que, criado pelo governo FHC, foi mantido pelo governo Lula 1, relaxado no Lula 2 e completamente abandonado pelos governos Dilma 1 e Dilma 2. Só na Região Metropolitana do Vale do Paraíba, 17 mil pessoas perderam os seus empregos em 2015, com efeitos devastadores na vida das famílias e um efeito catastrófico na economia regional. Menos emprego, menos renda, menos gastos no comércio impactando até quem não perdeu o emprego. Inflação mais alta, empobrecimento da população com um efeito perverso: se a inflação destrói o poder de compra de todos, principalmente

26 | Vitti | revistavitti.com.br

dos mais pobres, ela ajuda o governo a diminuir a sua dívida não indexada que fica menor. Ligando os pontos, o governo acaba usando a inflação para se financiar a custo de quem é pobre. É o famoso “imposto inflacionário”. Este é o cenário, o país amarga ao mesmo tempo uma onda de desemprego, recessão, inflação alta e juros altos. Juros altos, aliás, são péssimos para a economia e para quem precisa de crédito, mas são excelentes para quem tem dinheiro na mão e pode investir. Saber diferenciar picos e vales cíclicos da economia de inversões de tendências é crucial para aproveitar este momento de juros altos. Você pode pensar, “ok, mas se há ciclos na economia e alguma hora a tendência pode se reverter com redução na taxa de juros, estes juros altos que eu consigo aplicando meu dinheiro podem acabar”. Sim, o raciocínio está certo, mas a grande questão é que ele acaba para novos investidores que estarão aplicando seu dinheiro lá na frente. Quem conseguir investir hoje travando a posição vai conseguir permanecer na “crista da onda” dos rendimentos altos por vários anos mesmo quando esta onda abaixar. Olhando as opções de investimento no Tesouro Direto (www.tesourodireto. gov.br) é possível investir a partir de R$ 100,00 em títulos do Tesouro Nacional que oferecem rentabilidade de 6,80% acima da inflação até o ano de 2050 (olha só que ótima opção para aposentadoria). Só neste ano, quem aplicou seu dinheiro nesta opção vai ter um rendimento de quase 17%. Se você acredita no Brasil e que alguma hora um governo mais responsável entrará no poder, este investi-

mento que te garante o poder de compra e ainda te dá 6,80% de juros ao ano é excelente. Em países desenvolvidos dificilmente você consegue investir seu dinheiro em opções livres de risco (como os títulos públicos) que paguem mais do que 1% ao ano acima da inflação. Alguns CDBs de bancos pequenos estão pagando até 122% do rendimento do CDI, e algumas letras de crédito pagam 18,6% de juros anuais. Nestes casos o risco é maior e é sempre bom observar a aplicação do limite de R$ 250.000 que o FGC te reembolsa caso o banco quebre. Apesar do cenário sombrio que tracei no início do artigo, acho que há esperanças sim. Um candidato liberal acabou de vencer as eleições na Argentina, escrevo sem saber o resultado das eleições legislativas na Venezuela, mas tudo indica que a oposição ao bolivaniarismo também vai ganhar. Mesmo com atuação ainda limitada, o ministro da Fazenda brasileiro é PhD pela Universidade de Chicago, escola de claro viés liberal. Tudo isso pode estar apontando para uma ainda tímida guinada à direita para a economia, o mesmo tipo de guinada iniciada com a adoção do Plano Real em 1994 que trouxe prosperidade e conquistas sociais para o país nos próximos 15 anos seguintes. Feliz Natal e até o próximo ano! Felipe Guarnieri é administrador de empresas, executivo financeiro e especialista em finanças. Contato: felipe.guarnieri@gmail.com Este texto não é uma recomendação de investimentos. Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 27


Negócios

Inversão de Valores

O

Por Arcione Viagi

principal aspecto da vida em minha opinião é a produção como base de nossa sobrevivência, ou seja, sempre terá alguém produzindo, direta ou indiretamente, alguma riqueza para garantir nossa sobrevivência. Quando nascemos, foram nossos pais, que assumiram essa responsabilidade, buscando os meios para nos sustentar. Sendo sustentação, nesse caso, a manutenção da vida com qualidade ao longo do tempo, dando alimentação, formação cultural, religiosa, escolar, social e cívica, entre outras, para garantir que a família prospere em um ciclo de vida saudável. Se formos negligentes ou perdulários hoje, poderemos ter esse objetivo prejudicado no futuro pela falta de recursos, princípios e valores nos diversos momentos da vida. Porém, até mesmo a busca pelo sustento da família tem um caráter diverso no que tange a geração de riqueza porque nem todas as atividades geram riqueza diretamente e algumas nem sequer geram, porém, para a família o trabalho realizado pelos pais é a fonte de recursos. Em linhas gerais, tudo gira em torno do dinheiro, por mais independente que pensemos ser, na hora da verdade alguém tem que suprir nossas necessidades se nós mesmos não suprimos. Mas, isso é somente uma parte pequena do problema, o principal é o desconhecimento de onde parte a geração da riqueza (econômica) que mantêm todas

28 | Vitti | revistavitti.com.br

as outras. Nosso atraso colonial e acomodação atual se dão em parte pela disponibilidade de recursos naturais que nosso rico e amado país teve e tem, ou seja, uma forma de obter riqueza é extraindo do ambiente e vendendo para quem deseja ou precisa porque não tem nenhum recurso, no próprio país ou fora. É a política extrativista que sempre esteve presente no acomodado Brasil. Outra forma de gerar riqueza é pela produção de produtos, serviços e conhecimento que sejam necessários para alguém. Ou seja, precisamos produzir o que outros necessitam para vender e obter os recursos necessários para comprar o que nós precisamos. Essa necessidade é incontestável porque a vida moderna é repleta de necessidades que não podemos suprir somente com produção própria. Para muitos itens precisamos de alguém produzindo em grandes quantidades para atender muitas pessoas. E como consequência, precisamos de dinheiro para comprá-los. Em geral, existem atividades que geram riqueza, outras que não geram riqueza, mas que são imprescindíveis. E o pior é que existem outras que não geram nenhuma riqueza e nem mesmo são necessárias, são criadas pela burocracia, pela incompetência ou dentre várias razões, para dar o que fazer para alguém, um excluído pela ignorância, um “amigo” ou um “eleitor”. Por isso vivemos hoje a inversão de valores. O sonho de todos sempre será conseguir uma atividade que lhe dê ganho suficiente para ter independência e poder

assumir responsabilidades, porém, a falta de uma política pública equilibrada vem fazendo com que a realização desse sonho esteja condicionada a fazer algo sem ligação alguma com a produção de riqueza, que é à base da sobrevivência de uma pessoa ou de uma nação. O modelo de governo em que se definem impostos e taxas sobre tudo, acumula todos os recursos auferidos em um caixa comum para depois distribuí-los de acordo com as prioridades voltadas ao bem comum, tem uma falha. O homem! Aquele que deveria cuidar dos recursos coletivos com respeito e honestidade. Quando falta esclarecimento e impera a ignorância, (falta de conhecimento, sabedoria e instrução) o homem utiliza os recursos para obter vantagens pessoais de forma direta, pela apropriação, ou indireta pela má gestão. E quando a população perde o poder de punir exemplarmente quem faz uso indevido do poder delegado e da gestão dos recursos públicos, sai de cena o medo que limita todas as nossas ações e deixa um terreno fértil para a inversão de valores. A produção de riqueza deixa de ser prioridade, passando a valer a “bárbara lei tirânica” do mais forte e privilegiado se aproveitando da ignorância coletiva. A consequência é a destruição dos valores da sociedade, criando campo fértil para revoluções e guerras civis. Qual será o nosso limite? Arcione Viagi é consultor empresarial. Contato: vitalconsultoria@gmail.com Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 29


Social R.M. do Vale do Paraíba

Advale Condomínios e ATO Condomínios FOTOS: MONICUEE ALVEZ / GILBERTO FREITAS

No dia 26 de novembro Síndicos do Vale do Paraíba foram homenageados em uma mega festa que reuniu mais de 900 pessoas no Espaço Cassiano Ricardo, em São José dos Campos. As empresas Advale Condomínios e ATO Condomínios brindaram com seus clientes e equipes mais um ano de realizações e sucesso na administração condominial.

30 | Vitti | revistavitti.com.br

Dezembro, 2015


NÓS PREPARAMOS EMPRESÁRIOS QUE FAZEM A DIFERENÇA NO MUNDO!

0 0 5 2.

São José dos Campos Mogi das Cruzes Curitiba São Paulo INFORMAÇÕES PARA NOVOS GRUPOS www.mbmbs.com.br 12 3307.6004 | Nextel ID: 84*69017 Av. Alfredo Ignácio Nogueira Penido, 335 - sala 1402 - Jd . Aquarius - São José dos Campos - SP Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 31


Social Taubaté

Taubaté Chopp - Ashby

FOTOS: LUIZINHO

No dia 26 de novembro aconteceu o evento de inauguração da Taubaté Chopp, distribuidora oficial Ashby. O espaço traz a mais nova opção de Chopp em sua residência.

Adriana, Wilber, Telma e Alexandre Proprietários Ashby

Alexandre, Two eMiguel

Telma, Alexandre, Rafael, Wilber, Maria e Gerson

Rafael (Sup. Ashby), Alexandre (Proprietário), Wilber (Proprietário), Edson (Vice Prefeito)

Julio, Gerson, Telma, Adriana, Helena, Luciana, Bernadeth, Larissinha e Joice

Alexandre com Larissa

Wilson e Bernadeth

Sérgio Matos com esposa e Wilber

Sócios com as recepcionistas

Alexandre e amigos

Nilson, Guarnieri, Robério, Santana e Wilson

Washington e Guarnieri

32 | Vitti | revistavitti.com.br

Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 33


Social Taubaté

Portobello Shop

FOTOS: MONICUEE ALVEZ

Claudia Takai, diretora da franquia Portobello Shop Taubaté, realizou o Worshop com o tema Marketing Digital na Arquitetura e Engenharia, com o blogueiro Armindo Ferreira, buscando a melhoria contínua e sempre trazendo temas atuais para os profissionais da região. Portobello Shop Taubaté, apaixonados por Design!

Daniel, Livia e Marcos

34 | Vitti | revistavitti.com.br

Armindo Ferreira e Claudia Takai

Carol Villaça, Sueli, Gabriel e Jairo

Lilly Lopes e Patrícia Rufalo

Brinde da equipe Portobello e Armindo Ferreira

Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 35


Ponto de vista

Ubatuba

Celebrando a História

U

Por Carlos Marcondes

m dos municípios mais ricos em história, da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte, é Ubatuba que, aliás, foi elevada de Vila a Distrito em 1554 e, em 1637 (portanto há 378 anos), tornou-se oficialmente município. Neste longo período, esta encantadora estância viveu momentos de grande apogeu a outros de desilusão e fracasso. Houve um período em que sua população diminuiu abruptamente em 2.000 pessoas, por conta da desistência da construção da Estrada de Ferro que seria entre Taubaté e Ubatuba. Durante o século XVII, a produção agrícola cresceu e a Baía de Ubatuba se transformou no mais movimentado Porto da Capitania de São Vicente. Entretanto, em 1787, Bernardo José de Lorena – governador da Capitania de São Paulo, determinou que “toda e qualquer exportação só poderia ser feita pelo Porto de Santos e diretamente ao Reino”. Essa ordem causou a primeira decadência do município. Porém, em 1798, Melo de Castro (sucessor de Bernardo) averiguou a razão das queixas dos habitantes do litoral e concedeu novamente a liberdade de comércio e livre exportação.

36 | Vitti | revistavitti.com.br

Com a chegada da família real ao Brasil, D. João VI abriu os portos brasileiros ao comércio estrangeiro e beneficiou diretamente o Porto de Ubatuba, por onde se exportava o café. Nesse período áureo, entraram pelo Porto 70 mil escravos. Muitos consulados estrangeiros se instalaram na cidade para o serviço de vistos. Houve um período em que 600 navios transatlânticos entravam anualmente no porto. Ubatuba figurava entre os municípios de maior renda da Província. Até a primeira máquina de tecelagem do Estado de São Paulo foi importada, por Ubatuba, a Taubaté. Uma tentativa de construir uma ferrovia de Taubaté a Ubatuba foi iniciada; os trilhos chegaram a ser importados da Inglaterra, porém, o presidente Floriano Peixoto inviabilizou a iniciativa, por pressão de outros portos brasileiros. Enfim, a História é cíclica desde os primórdios. Cabe-nos lutar, no presente, para que o futuro seja alentador, mas quer me parecer que os governantes são obtusos, insistem em não enxergar além do próprio umbigo. Por exemplo: como se explica até hoje, em momentos de pico, quem viaja pela Rio-Santos ficar até quatro horas parado no trecho da Praia Grande em Ubatuba? Como explicar que você viaja por toda a Europa em barcos

rápidos e confortáveis entre as cidades e, por aqui, não existam linhas regulares pelo mar entre Santos, Caraguatatuba, São Sebastião, Ubatuba etc. Como explicar aos milhares de turistas que visitam Ubatuba as razões de a cidade estar tão mal tratada? Quem sabe as futuras gerações possam oferecer estas respostas. É ver para crer. Carlos Marcondes é jornalista e advogado. Contato: cmcomunicacoes@gmail.com

Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 37


Saúde

Volumização facial em busca do rejuvenescimento

Por Dr. Érico Pampado Di Santis

S

em dúvidas, hoje um dos assuntos mais abordados nos congressos de dermatologia, quando o tema é cosmiatria, é a volumização. É fácil entender: um bebê tem o rosto todo cheio e o idoso perde volume e adquire algumas concavidades indesejadas na face. Nosso rosto, enquanto jovem, é um triângulo invertido, ou seja, a base é uma linha imaginária entre as nossas têmporas, e o ápice do triangulo lá no queixo. Com as perdas de volume a tendência deste triângulo é inverter. O predomínio fica na mandíbula e o afinamento acontece nas têmporas. A volumização é isso. Preencher as áreas que se perderam ou que as que diminuíram. Sou defensor de dois preenchedores: ácido hialurônico e gordura. Nas laterais do rosto os pontos de preenchimento para volumização são os arcos malares e as têmporas. Por vezes na frente da orelha, na região um pouco abaixo dela. Este tipo de preenchimento por distensão gera um lift (levantamento) suave. Nas porções anteriores da face pode ser feita a projeção com volume: do queixo, da região frontal, dos lábios e do nariz. Todo este procedimento deve ser realizado de maneira muito cautelosa. Com muita harmonia com o restante do rosto. Pequenas quantidades são recomendadas, pois é melhor realizar reaplicações do que a dissolução do produto por enzimas. É melhor colocar menos produto e se necessário completar, do que ter de tirar. Além de ser um processo, os preenchedores definitivos não permitem essa tarefa. Esta é mais uma maneira de se buscar

38 | Vitti | revistavitti.com.br

o rejuvenescimento facial. A boa indicação a avaliação do seu dermatologista as possíveis associações com outros preenchimentos são maneiras de atingi-lo. Em minha opinião, o nome seria reestruturação facial e não volumização, por dois motivos: pelo neologismo, não encontrei esta palavra nos dicionários consultados e não

gosto do efeito volume do preenchimento, criar novas bocas, bochechas, etc. Perde a naturalidade cria-se uma “neo face” e nem sempre harmoniosa e bonita. Dr. Érico Pampado Di Santis é médico Dermatologista. CRM: 96546 / RQE: 21582

Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 39


Saúde

Hora do Sono

D

Por Dra. Paola di Napoli

esde que nasce, o bebê tem um ritmo próprio de sono que é diferente da rotina de crianças maiores, que por sua vez, também é diferente com relação aos adultos. No adultos o organismo é regulado por um ritmo interno de periodicidade de 24 horas, o que determina que a gente fique mais acordado de dia e mais sonolento à noite, este ritmo é denominado ritmo circadiano (que significa "cerca de um dia"). Porém, até os quatro meses de idade, o bebê tem um ritmo diferente, afinal, ele passou nove meses na barriga da mamãe, e lá não existe dia e nem noite. O bebê pequeno dorme tanto de dia quanto a noite. Assim, entre o primeiro e o quarto mês, o bebê vai se adaptando progressivamente à luz e fazendo um sono mais longo quando é noite. Na verdade o bebê não nasce sabendo dormir, ele segue um ritmo próprio que vai se modificando com o tempo. Ele vai aprender o que lhe for mostrado como rotina. Rotina é a palavra chave para as crianças. Ela é fundamental para o aprendizado do sono, ou seja, a hora de dormir e a hora de acordar. Manter a rotina todos os dias, até quando não estiver em casa é fundamental. Ela vai disciplinar seu filho a hora de dormir inclusive quando estiver num ambiente estranho, como a casa de

40 | Vitti | revistavitti.com.br

algum parente, por exemplo. Com o tempo, a criança vai crescendo e vai sendo inserida em atividades sociais com ritmos e horários próprios (berçário, creche, escolinha). Isso torna necessário ter uma "agenda específica" em termos de refeições, banho, estudo, lazer e também a hora de dormir. Com a vida agitada hoje em dia, dormir bem está cada vez mais difícil. Ora são os programas da TV, tablets ou até os pais que estabelecem uma rotina para que a criança vá dormir mais tarde, porque eles chegam tarde do trabalho e querem passar algum tempo com o filho. Porém, quando os pequenos dormem mal, eles não ficam como a gente, com ritmo lento no outro dia. Eles ficam elétricos e podem ter problemas de comportamento. Eles se tornam irritados, ansiosos, desatentos e mais "hiperativos". Assim, estabelecer uma rotina saudável de sono é muito importante para o desenvolvimento físico, emocional e psíquico das crianças e o pediatra sempre deve ajudar os pais a encontrarem uma rotina individualizada para cada criança e sua família. Sempre que as mães me questionam sobre o sono dos seus fi lhos dizendo que os pequenos "não dormem bem", além de uma consulta minuciosa dos hábitos e alimentação da criança e da família, dou-lhes algumas dicas que são muito úteis: -Estabeleça um horário e não permita

que a criança durma apenas quando sentir vontade. Jamais permita que a soneca dure a tarde inteira, para que o sono noturno não seja prejudicado. -Cuidado com a alimentação. Alguns alimentos são estimulantes e outros são inapropriados para o consumo a noite, já que promovem uma digestão mais lenta ou podem agitar a criança. -O banho é uma boa estratégia para acalmar os pequenos antes de dormir. A água é um tranquilizante natural, e a criança ainda fica limpinha e quentinha para ir para a cama. Mas existem aquelas que ficam excitadas demais no banho, e acabam se acelerando. Se for o caso do seu filho, dê o banho mais cedo e invista em atividades mais calmas perto da hora de dormir. - Use a leitura ou a canção de ninar como ‘amiga do soninho’. Busque contar uma historia que seja calma, sem muitas aventuras e que tranquilizem a emoção do seu fi lho, pois o momento que antecede o sono deve ser relaxante. -Colocar para dormir com televisão ligada, DVD ou tablet não são atitudes recomendáveis. Dra. Paola di Napoli é Médica Pediatra CRM: 128405 Rua Ângelo Firmo, 50 - Centro Taubaté-SP (12) 3632-8042 Contato: drapaola.pediatra@gmail.com

Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 41


Saúde

M

amas femininas bem delineadas, simétricas e voluptuosas não apenas são consideradas como símbolo de beleza e feminilidade, mas também são elementos importantes na manutenção da autoestima da mulher. A cada ano, um número crescente de mulheres procuram o cirurgião plástico para aumentar o volume ou melhorar o contorno de suas mamas. A cirurgia para aumento mamário, também conhecida como mamoplastia de aumento, é hoje um dos procedimentos mais realizados dentro da cirurgia plástica. No ano de 2013, de acordo com a International Society of Aesthetic Surgery, foram realizadas 1,7 milhões de mamoplastias de aumento ao redor do mundo. Os avanços nas técnicas para a cirurgia de aumento mamário permitem ao cirurgião plástico atingir os resultados desejados pelos pacientes de maneira mais segura e previsível. A mamoplastia de aumento pode ser uma solução para mamas pequenas, flácidas ou assimétricas, assim como pode restituir o volume perdido após a gestação, a amamentação, ou a perda de peso. O aumento do tamanho e da projeção das mamas visa melhorar o equilíbrio do corpo feminino, componente importante da autoes-

Mamoplastia

Um dos procedimentos mais realizados no mundo pode ser a solução para mamas pequenas, assimétricas e para restituir o volume perdido após gestação, amamentação, ou perda de peso

42 | Vitti | revistavitti.com.br

Dezembro, 2015


Atualmente existem diversos tipos de implantes mamários disponíveis no mercado brasileiro, conferindo ao cirurgião uma ampla gama de opções para obtenção do resultado desejado.

tima e da autoconfiança da mulher. Atualmente existem diversos tipos de implantes mamários disponíveis no mercado brasileiro, conferindo ao cirurgião uma ampla gama de opções para obtenção do resultado desejado. Eles podem variar quanto ao tamanho (volume), formato (redondo ou anatômico), perfi l (baixo, moderado, alto e extra alto) e tipo de superfície (lisa ou rugosa). A escolha da prótese adequada é fundamental também para a segurança do procedimento. Deverão ser utilizadas somente próteses aprovadas pela ANVISA, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, órgão nacional responsável pelos testes de qualidade e segurança desses produtos. Sabemos que as próteses modernas são feitas de silicone com maior coesividade, o que reduz o risco de ruptura e vazamentos. No entanto, como qualquer implante sintético utilizado no corpo humano, eles não são feitos para durar por toda a vida. Os implantes podem ser posicionados

DR. JERONIMO FORTES - CRM 24371 Otorrinolaringologia Cirurgia Plástica Facial

abaixo da glândula mamária ou abaixo do músculo peitoral. A cicatriz poderá ser posicionada na borda inferior da aréola, no sulco inframamário ou na região da axila. Cabe ao cirurgião plástico explicar e discutir com o seu paciente todos os fatores acima mencionados. Dessa forma, o planejamento cirúrgico deverá ser realizado baseando-se em fatores como o exame físico do paciente, as preferências pessoais do paciente e a experiência do cirurgião. O Food and Drug Administration- FDA, órgão americano responsável pela regulamentação de diversos assuntos relacionados à saúde, listou nove perguntas importantes que todos os pacientes interessados neste procedimento deverão fazer ao seu cirurgião na hora de planejar a sua cirurgia: 1- Qual o tempo previsto de recuperação? 2- Precisarei de auxílio para desempenhar tarefas normais em casa por quanto tempo? 3- Qual a duração estimada da cirurgia? 4- Há necessidade de procedimentos secundários associados à mamoplastia de aumento? 5- Qual a possibilidade de contrair uma infecção após a cirurgia plástica? 6- Quais são os riscos envolvidos na anestesia?

DR. FELIPE FORTES - CRM 104318 Otorrinolaringologia Cirurgia Plástica Facial

7- O que devo fazer para reduzir os riscos de complicação em curto e longo prazo? 8- Onde ficará a cicatriz do procedimento? 9- Por quanto tempo sentirei dor após a cirurgia plástica? Hoje em dia, a cirurgia para aumento das mamas apresenta menos riscos e mais opções. É importante escolher um cirurgião plástico com treinamento específico em mama, otimizando as chances de alcançar o resultado desejado. Na Clínica Fortes, o Dr. Fernando Fortes, cirurgião plástico formado pela Faculdade de Medicina da USP e com subespecialização em cirurgia estética e reconstrutora da mama no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, avalia cada paciente individualmente para apresentar quais as melhores opções de prótese para cada caso e quais os procedimentos que podem ou precisam ser associados na busca do melhor resultado estético. Enfim, a mamoplastia de aumento pode melhorar muito a imagem feminina, permitindo sentir-se mais natural com o seu próprio corpo, mas cada paciente deve e precisa ser avaliado individualmente sempre na busca pelo melhor resultado com máxima segurança.

DR. FERNANDO FORTES CRM 124948 Cirurgia Plástica

www.clinicafortes.com.br (12) 3922-4422/3923-5133 Rua Eng. Prudente Meireles de Morais, 847, Vila Adyana, São José dos Campos-SP

Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 43


Social Taubaté

Socorro in Foco Foto: Agora Vale

Por Socorro Pinto helpkoka@hotmail.com

Judith Fernandes, Andrea Gonçalves, Ellen Diniz e equipe

Dani Lanfranchi e Patrícia Lanfranchi

A queridíssima amiga Dani aproveitou o seu aniversário para reunir amigas numa maravilhosa festa, tudo isso acompanhada dos mimos da mãe, sogra e o carinho da prima Patrícia.

Aconteceu uma das festas mais aguardadas do ano, a Casa de Noel, que reuniu pessoas ilustres e celebridades. Não faltou também, glamour e solidariedade graças ao sucesso deste evento tão grandioso, idealizado por Judith e Andrea. Parabéns a toda equipe em especial a Ellen pelo seu grande empenho e dedicação.

Melissa Pradieé, Reinaldo Cabral, Silvio Sanzone e Ivonete Sanzone

Regina Maria e Edna Andrade e amigas

Parabéns a Silvio Sanzone pelo maravilhoso e merecido título de Cidadão Taubateano. Empresários como você são extremamente importantes para a nossa cidade. Amigos marcaram presenças neste grande dia. Sucesso!

Em momento de muita alegria e descontração as queridas Regina e Edna comemoraram mais um aniversário ao lado das amigas. Parabéns!

Nicolas, José Beneton, Jacqueline e Nadine Beneton Beneton recebeu em sua casa amigos para uma delicioso churrasco em comemoração ao seu aniversário. Não faltou animação. 44 | Vitti | revistavitti.com.br

Paulo Fernandez e Sônia M. Motta Fernandez O empresário Paulo celebrou com muita alegria idade nova, sempre acompanhado da sua eterna musa, amiga e bela Sônia. Muitas felicidades! Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 45


Social Taubaté

Flash

Por José Luiz de Almeida luizinho-cafe@hotmail.com facebook.com/luizinholanches

Vitória, Hannah, Vallentina e este colunista

Minha Tiaminho completou 5 anos de vida, como passou rápido, desejo tudo de melhor na sua vida, obrigada por de dar a honra de ser o pai de uma menina tão especial! Te Amo

Relembrando os bons tempos eu, Carlos Eduardo e André Negrini em Taubaté. 46 | Vitti | revistavitti.com.br

Pâmela Terra e Marina Ayello

Things We Love - Arte, Moda e Música evento que reuniu muita gente bonita na galeria Mirian Badaró.

Alessandra Cozzi, Mirian Badaró e Jana Correia

No Ultimo dia 24 a querida Vanessa Consorte se casou com Bruno César Filho, na foto com os pais da noiva Ersilio Roncon e Regina Consorte. Felicidades ao casal Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 47


Social Caçapava

Por Anna Dennz annadennz@hotmail.com Fernando Weikamp

Caleidoscópio

Silas Duarte, Andrea Costa, Simone Camillo e Marcelo Cerqueira Sucesso Internacional - Um Bassi já é bom, dois Bassi's, melhor ainda! Os fotográfos caçapavenses Glauber e Karina Bassi durante sessão com a modelo e ex-BBB Ariadna Arantes para campanha publicitária de produtos de beleza, realizada no Studio Matriz, em Milão. Show - A anfitriã Roberta Maia Garcia com casal amigo, Cirurgião Plástico Dr. Renato Perali e Luciana Peralli, durante o Mega Fashion Show no lançamento da coleção verão 2016 da Gamaia Esportes. A atração musical do evento ficou por conta do grupo Ultraje a Rigor e na passarela, entre tantos, Kelly Key e o modelo Jonas Sulzbach.

Os guris do Boteco na TV, Mello Junior e Grilo, não perderam a oportunidade de entrevistar a musa da noite de lançamento, a cantora e modelo Kelly Key, deixando os telespectadores com cara de "Baba baby, baba". 48 | Vitti | revistavitti.com.br

Solidariedade - A obra "Exuberância" assinada por quinze membros do grupo CineArt&Wine e direção técnica do artista plástico Joarez Filho, ficou com Silas Duarte e Andrea Costa, os contemplados da noite festiva no restaurante Jardim, em São José dos Campos. A ação arrecadou R$ 5.000,00, revertidos 100% para a ANVICA Associação Nova Visão de Caçapava.

"Simbora". No dia 12 de novembro a empresária Juliana Barros ladeada por Deza Nieli, Thais Gonçalves e os amigos Rodrigo Meirelles e o festejado cirurgião-dentista Jimmy Lisboa, comemorou sua nova casa, a Life Premium - Corretora de Seguros, em Caçapava.

O apresentador Abel Freitas feliz com mais um sucesso coordenado por ele e sua equipe no lançamento Mega Fashion Show Gamaia. Ao lado do empresário Willian Roglles, o estilista Rafael Menezes e os modelos do casting WR Michael Douglas e Miguel Pimentel. Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 49


nutrição

ALIMENTOS SAZONAIS

Dezembro

de

Por Cristiane Vilarta tualmente, é possível comprar qualquer produto em todas as época do ano. Tanto pela facilidade de comercialização dentro e fora do país como o uso de novas tecnologias no campo que permitem produzir mesmo em condições adversas. No entanto, a sazonalidade, que é o período em que o alimento tem maior produção, é um fator importante para levar em consideração. Frutas, verduras, legumes e grãos da época crescem e amadurecem no tempo certo, sem precisar de hormônios e outros aditivos químicos, como agrotóxicos. Por isso, o sabor é mais apurado e eles são mais nutritivos, cheios de vitaminas e minerais. Os alimentos fora da estação perdem seu cheiro característico, são mais secos e pobres em nutrientes. Portanto, comprar e consumir alimentos sazonais é uma atitude ecologicamente correta. Além de mais saudável e seguro, é mais econômico devido a sua maior oferta no mercado.

Aproveite os alimentos do mês que inicia o verão: Frutas: abacaxi, acerola, ameixa, amora, coco-verde, figo, framboesa, graviola, laranja pera, lichia, limão taiti, maçã fuji, manga, maracujá doce, melancia, melão amarelo, nectarina, pêssego, romã, tâmara, uva italia, uva rubi, uva niagara; Oleaginosas: amêndoa, castaha e nozes; Legumes: berinjela japonesa, cenoura, cogumelo, maxixe, pimentão (verde, amarelo e vermelho), tomate caqui, tomate salada, vagem, alho poró, brócolis, aspargo, erva-doce, cebola, nabo, palmito, rabanete, salsão, cebolinha; Folhas: endivia, rucula, mostarda, folha de uva, couve-de-bruxelas, hortelã, salsa, coentro, manjericão.

RECEITA DO VINAGRETE DE ROMÃ Ingredientes 1 romã; 1/3 xícara de azeite extra virgem; 1 colher (sopa) de água; 1 colher (café) de melado de cana; 1 limão; Sal do Himalaia a gosto Modo de preparo Corte a romã ao meio e, com a ajuda de um espremedor de laranjas, esprema as metades. Extraia todo o suco que conseguir. Misture com os demais ingredientes. Acresente mais carocinhos da romã

DICAS REFRESCANTES Sucos: • Água de coco com abacaxi e hortelã • Suco de limão com framboesa Saladas: • Endívia, maçã e nozes • Rúcula, erva-doce, tomate, laranja e mostarda • Folhas da estação com vinagrete de romã

Cristiane Vilarta - Graduada em Nutrição pela PUC Campinas. Especialista em Bioquímica, Fisiologia, Treinamento e Nutrição Desportiva pela UNICAMP com estágio na Unidade de Reabilitação Cardiovascular e Fisiologia do Exercício no INCOR. Mestre em ciências da saúde pela Faculdade de Medicina da USP. cristianevilarta@gmail.com

Rua Venezuela, 71 - Jd. das Nações - Taubaté tel.: (12) 3635.1001 - (12) 3622.3048 50 | Vitti | revistavitti.com.br

Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 51


Social São José dos Campos

Atitude News

Por Gilberto Freitas gilfreitasff@hotmail.com

Bruna Siqueira, Helena Mauad e Marilia Veneziani no Sábado do Guten Bier, em São José dos Campos

Cris Goes e William Poletto na 3ª Mostra de Arte Beneficente do Atelie Cris Goes.

Lucimeiry Pimenta Sacilotti recebeu Ursula Moraes Sacilotti e Alexandra Cedotte no lançamento da parceria da + Depil & + Olhar, em São José dos Campos.

Ramon Sousa, Gisle Requena, Carlos Sousa e Juliana Veloso Inauguraram o Lounge Hair Salão.

Rogério e João Paulo Cordoba comemoraram mais uma Festa do Chopp do Bar do Coronel.

Vanderlei e Celia Moscardi comemoraram com a famíla os 20 anos da Conexão FGV.

52 | Vitti | revistavitti.com.br

Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 53


Social SĂŁo JosĂŠ dos Campos

Luxo

Por Mariana Junqueira macjpm@hotmail.com

O arquiteto Roberto Migotto em evento na Villa Cores.

Sempre bela, a arquiteta Luciana Valladares, prestigia evento na Villa Cores.

Danilo e Mariana recebem convidados em sua charmosa loja Casa Decorada.

Carla FabrĂ­cia Domiciano em evento do Polo Vale Decor.

A designer de Interiores, Vanessa Coutinho, comemorou o retorno aos trabalhos em evento na Illuminare.

Andrea Murao, esbanja simpatia em evento na Casa Decorada.

54 | Vitti | revistavitti.com.br

Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 55


Gastronomia

Fim de Ano

Muito mais que espumantes

T

Por Rafael Ferro

odas as festas de fim de ano são, em sua maioria, acompanhadas de numerosa quantidade de bebidas alcoólicas. Apesar das consequências do consumo excessivo, elas possuem um papel importante e ajudam a completar o momento de descontração e socialização, quando ingeridas com moderação. Podemos notar a presença da cerveja, dos espumantes e destilados em geral, como whisky, por exemplo. Normalmente elas são consumidas de forma separada, mas também é possível usá-las para elaborar um delicioso coquetel e garantir uma experiência gastronômica diferenciada para você ou para os convidados da sua festa. Os coquetéis que indicarei são de fácil produção e utilizam ingredientes que normalmente já estão incluídos nas festas de final de ano. Um brinde e boas festas! Beba com moderação.

Spr i t z

Tendência para os próximos verões europeus, talvez outros países também reconheçam o potencial refrescante deste coquetel e o adote para acompanhar os dias de calor intenso.

- Gelo - 1 rodela de laranja - 60 mL de Prosecco/Espumante Brut - 40 mL de Bitter (Campari ou Aperol) - 20 mL de Água com Gás Em uma taça de vinho coloque o gelo e a rodela de laranja. Em seguida coloque o espumante e o bitter. Para finalizar um pouco de água com gás para deixar o coquetel mais refrescante.

56 | Vitti | revistavitti.com.br

p e l u J l a y o R No Royal Julep o gosto do Whisky se destaca. O sabor da hortelã aparece bem suave, porém é essencial para o coquetel, criando aromas e sabores harmônicos e complexos. - 30 mL de Whisky - 10g de Açúcar - 3 talos de hortelã fresco - Espumante Brut Na coqueteleira, macere a hortelã com açúcar e 15mL do Whisky. Coe para uma taça Flute. Adicione o restante do Whisky. Complete com Espumante gelado.

Be l l i n i

O Bellini também é um coquetel refrescante muito apreciado em países mais quentes ou no verão europeu, por quem gosta de espumante. Ele foi criado por um famoso bartender, Giuseppe Cipriani, do Harry’s New York Bar em Veneza, Itália, entre as décadas de 30 e 40. - 25 mL de Suco de Pêssego (de preferência polpa) - 90 mL de Espumante Brut/ Prosecco Coloque o suco de pêssego em uma taça Flute e complete com o espumante.

Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 57


Social Aparecida

Por Ligia Ballot liballot@hotmail.com

João Ataide

Aparecida

Marion Brasil e Claudia Braga: parceria perfeita! O coquetel de lançamento da coleção verão da Arezzo foi um sucesso. Erasmo Ballot

Não tem nada mais puro nesse mundo que amor de irmãos. Beatriz e Theo parceirinhos lindos.

Erasmo Ballot

Rita, Sérgio, Amaury e Lucia Helena curtindo ensaio da mangueira. Que delícia!

Tamires Diniz arrasando na campanha da nova coleção Boho Chic Ligia Ballot Acessórios.

Banda Madame Café arrasando no evento Pop Fiction que fizeram no restaurante Sabor da Serra, em Guaratinguetá. 58 | Vitti | revistavitti.com.br

Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 59


Saúde

Conhecendo os Procedimentos Minimamente Invasivos

U

Por Dr. Mauro Frazili

ma das funções da mídia, e certamente a mais importante, é a informação, a qual está diretamente ligada à formação do conhecimento. Nesta matéria, quero que conheçam os Procedimentos Minimamente Invasivos. Tais procedimentos são realizados por médicos, em consultórios infra estruturados, sem dor, apenas sob o efeito de anestesia local quando necessário, sem risco algum à saúde, e com resultados surpreendentes. Resultados esses que nos mostram melhora na aparência mesmo com o passar dos anos. As rugas de expressão, os “pés de galinha”, as papadas, que tanto incomodam, hoje são tratados com Toxína Botulínica, Ácido Hialurônico, Vitamina C e tan-

60 | Vitti | revistavitti.com.br

tos outros avanços, quase que diários, da Medicina Estética. Trabalhando o relaxar e/ou o enrijecer da musculatura, o medir dos arcos do supercílio, o desenhar a circunferência dos olhos, com uma percepção aguçada e artística da face. Nessa linha de correção, pode-se trabalhar, também, os quadrantes das “maçãs do rosto”, os ângulos da mandíbula, e os formatos do nariz e do “queixo”. A bioplastia chega para moldar a região peitoral e glútea. Estrias e celulites são eliminadas com os inúmeros recursos do ultrassom e das massagens. A aplicação de laser retira os pelos e as tatuagens. Espinhas, flacidez e manchas, são cuidadas com cosmiatria, máscaras, mesoterapia e radiofrequência, além da manutenção de estímulos para produção de colágeno e elastina; recursos utilizados para dar vida e luz à pele.

Para a realização dos Procedimentos Minimamente Invasivos, deve haver sempre, uma equipe multidisciplinar, para sua orientação e seu acompanhamento, formada por profissionais da saúde das áreas da Medicina, Enfermagem, Nutrição, Fisioterapia e Estética. O saber traz em si a consciência de que viver, conviver e reviver, com saúde, companhia e disposição, favorece a reflexão sobre o amanhã. Seja protagonista do seu existir, no cuidado, na satisfação e no encantamento, e saiba que tudo sobre o que falei aqui, é acessível e está ao seu alcance. Será gratificante ver você por aqui. Dr. Mauro Frazili - CRM 63791 Cirurgia Plástica e Medicina Estética Av. Ministro Urbano Marcondes, 400 Vila Paraíba - Guaratinguetá Tel: (12) 3126-3560 Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 61


Social Guará

Guará em Pauta

Por Benê Carvalho benecarvalho@revistavitti.com.br Rogean Costa prestigiou mais um belo evento assinado pela dupla Salete Guimarães e eu... Benê Carvalho. Estamos “fazendo festas” por aí!

Kátia Arantes

Um “click” espontâneo: mãe e filha em um dia comum não tem preço. Lysie Luchessi Branca e a encantadora Fiorella.

Daniel Santos

A família Andrade Cossi registrou um momento feliz do batizado da pequena princesa Alice no dia 25 de outrubro. Na foto também estão os pais Mariana e Carlos Henrique Yuki Gomes.

Rafael, Edinho e Daniel Diogo comemoram o sucesso do tradicional Posto Santa Rita e para atender melhor ainda os clientes e amigos inauguraram 2D Posto e Conveniência, um excelente local para sentar com os amigos. A queridíssima Yvette Kalil Vilella Leite chegou aos 90 anos com o sorriso e carisma de sempre. Registro minha homenagem a essa dama e ícone da cidade.

62 | Vitti | revistavitti.com.br

Com muito sucesso e amigos, Tom Maia lançou mais um livro: “DEZ HISTÓRIAS”. Publicado pela Editora O Lince, reúne contos do artista por vários momentos de sua história. Foi no museu Frei Galvão, no dia 07 de novembro. Dezembro, 2015


Social Guaratinguetá

Vista Verde

FOTOS: KATIA ARANTES

No dia 21 de novembro aconteceu a inauguração da Loja Vista Verde, um novo conceito de moda ecológica e sustentável. Abaixo alguns clicks do dia!

Claudia e Viviane Tito

Dezembro, 2015

Família

Poliana e Claudia

Mayza Santos

Claudia, Bianca, Kelly, Raquel com Maria Julia e Priscila

Carla, Claudia e Cris

Fernanda com a Thais, Kelly, Wilson e Mauricio

Família

Sandra Boffi

Roberta, Claudia, Valéria e Vanessa Proprietárias das Lojas no Best Center

Claudia e Débora Stockl revistavitti.com.br | Vitti | 63


Social Campos do Jordão

Campos Acontece

Por Guilherme Martini gdmartinineto@gmail.com Simpósio de Paliativos e Crônicos 2015 realizado nos dias 2, 3 e 4 de outubro no Hotel Recanto São Cristovão, em Campos do Jordão.

Dr. Marco Aurélio Janaudis, Secretário Geral da SOBRAMFA, Dr. Marcelo Rozenfeld Levites, Diretor da SOBRAMFA, Dr. José Luiz Toro da Silva, Presidente do IBDSS - Instituto Brasileiro de Direito da Saúde Suplementar e Valdir Pereira Ventura, CEO do Grupo São Cristóvão.

Maria Josenilda Medeiros Mariano, Supervisora do São Cristovão Saúde, Carolina Assunção Sanchez Monteiro, Coordenadora de Cuidados Paliativos, Helia Hirose, Supervisora do São Cristovão Saúde, Adriano Soares, Administrador do Recanto São Cristovão e Paulete Nicolino de Freitas Ventura, Gerente do São Cristovão Saúde.

Dr. Carlos Larsson com o seu livro Tratado de Medicina Externa, em manhã de palestra e autógrafos.

Elisabete Simbuco, Luiz Padovan, Dr. Luiz Lucarts e Dr. Carlos Larsson O Casal Andrea e Talarico passeando em Campos do Jordão e degustando um vinho tinto Amansado dao Los Medonzitos no Shopping Cadij. 1ª Cavalgada de Campos do Jordão com concentração, saída e chegada ao Centro de Turismo Equestre de Campos do Jordão realizada no dia 25 de outubro. Cavaleiras e Cavaleiros prestigiando o Evento com Destaque para Elaine de Marco, Márcio, Toninho e Ricardo Castelfrenchi. Ao fundo no palanque o amigo e locutor Sydnei Silva. 64 | Vitti | revistavitti.com.br

Dezembro, 2015


Por que?

Por que Vemaguet? Ambiente, bebidas, comidas e funcionários sensacionais. Sempre um prazer tocar no VEMAGUET67 e porder fazer parte de tudo isso! (GORDO) Por que o Vemaguet proporciona o encontro entre um ambiente agradável, tempero ideal e a música de primeira qualidade. (DIEGO LUZ)

Direito: Adriano Mad, Ligia, Mauro Geralis, Willian, Lay Sla. Depois de gastar as energias pedalando o dia inteiro, o melhor lugar para repor as energias com alto astral e com pessoas de bem com a vida é o Vemaguet 67. (MAURO)

Direita para esquerda: Wagner, Paulo de Tarso, Daniel, Carlos Fernandes, Lucena - Secretário de Turismo do Estado de SP, Gisleine e Rita

Confraria do Vinho

Flavia Costa e Ana Carla

Vemaguet67, ambiente descontraído, com atendimento, boa música, local ideal para um happy hour... Renata Abrantes, Izabel Zoffoli, Alessandra Reynard Claudinéia Almeida e Olga

Rodolfo, Vicente, Santiago Mayra, Lilian e Bia Dezembro, 2015

Vemaguet por que está localizado no coração da minha querida cidade Campos do Jordão. Ambiente agradável, música de qualidade e um cardápio que vale a pena apreciar! Além de um excelente atendimento. Um local para pessoas de excelente gosto!

Fernando hernandez Comida delícia, bebida perfeita, ambiente aconchegante e animado ao mesmo tempo e sem dúvida, sempre cheio de gente de bem! Ah, o preço é mais do que justo! Recomendo!

Rua Dr. Djalma Forjaz, 140 12 3663 2498 - 12 3663 3239

NETTO e BIANCA

Por que é a melhor combinação de entretenimento e gastronomia de Campos do Jordão.

Willian, Jane e Jade Cassiano, Agnes, Juliana,Viviane, Bruna

revistavitti.com.br | Vitti | 65


Decoração

Inspire-se e prepare sua casa para a Noite de Natal

O

Da Redação

ano já está chegando ao fim e a dúvida está surgindo na cabeça de muita gente: “Afinal, como decorar a casa para o Natal?”. Por outro lado, outra parte das pessoas nem sequer pensam na decoração natalina, pois acham que apenas montar uma árvore já está de bom tamanho. Por que não decidir impressionar os familiares com uma decoração mais bem planejada? Confira algumas dicas: A mesa de Natal Na mesa é onde os familiares e amigos se reúnem para o melhor da noite, a ceia. Para fazer deste momento algo mágico, feliz e inesquecível, comece escolhendo a toalha certa. Algumas já vêm estampadas com temas natalinos. Se você prefere algo mais sóbrio, pode casar toalhas vermelhas e brancas, funciona muito bem. Os guardanapos também dão um toque muito especial à mesa decorada. Dê preferência para os feitos de pano, casando com as cores da toalha da mesa. Lojas especializadas oferecem jogos de guardanapos exclusivos para a ceia natalina. A louça, se for as que trazem motivos de Natal, vai acabar sendo usada apenas nesta ocasião. Porém, vale muito a pena comprar. Pratos de vários tamanhos fazem toda a diferença na decoração da mesa.

66 | Vitti | revistavitti.com.br

As velas também dão um toque final de classe na sua decoração. Use as velas, de preferência vermelhas, com um lindo candelabro e pronto, sua mesa já está linda e preparada para o natal. Qual árvore de natal escolher? Não se engane ao pensar que toda árvore de Natal é igual, pois existem muitas opções no mercado. Além da árvore de natal clássica, aquele verde em formato de pinheiro, há também a branca, que é adotada por muita gente. Escolha aquela que melhor combinar com a decoração da sua sala de estar. Capriche nos enfeites e espalhe os presentes ao pé da árvore. Pronto, sua casa está preparada para uma inesquecível noite de Natal. Boas festas!

Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 67


Ambiente Construído

Desertificação de áreas no território brasileiro

A

Por Adilson Peloggia

grande preocupação dos cientistas e pesquisadores é o iminente aparecimento de áreas no território brasileiro com características de terras áridas, ou seja, desertos. Ao contrário do que parece, a água presente nessas áreas migram para outras localidades, fazendo com que a superfície não tenha acesso a esse líquido. Karl Marx citou que “É um paradoxo a Terra se mover em torno do Sol e a composição química da água ser constituída por dois gases altamente inflamáveis. A verdade científica é sempre um paradoxo, se julgada pela experiência cotidiana que se agarra à aparência efêmera das coisas”. É equivocado dizermos que a água está acabando, pois, a água do mundo nunca irá acabar, tendo em vista que o ciclo da água - ou ciclo hidrológico - é fechado, ou seja, não se perde água, e muito menos se ganha água para o planeta. Portanto, podemos afirmar que o volume de água existente hoje na Terra é o mesmo volume existente há milhões de anos, e que será o mesmo daqui a milhões de anos, e sempre. A grande questão está na qualidade da água. Podemos afirmar que a água potável, de qualidade, está em um volume cada vez menor devido às ações negativas do homem nas bacias hidrográficas. A ocorrência da desertificação no Brasil concentra-se nas regiões Nordeste, Centro Oeste, Sudeste e Sul, onde recebe a deno68 | Vitti | revistavitti.com.br

minação de arenização. A desertificação é o fenômeno de diminuição da umidade em solos arenosos e o empobrecimento da fertilidade, localizados em regiões de clima subúmido, árido e semiárido. Ela pode ser causada tanto por ações naturais, como mudanças climáticas periódicas, quanto pela ação humana. Ele atinge uma área total de 2,3 milhões de km², cerca de 30% do território mapeado, envolvendo localidades já desertificadas e áreas com elevado risco e suscetibilidade. Entre as ações danosas, podemos citar as queimadas e os desmatamentos, bem como a prática da monocultura (sem a rotação de culturas nos solos), entre outros. Na região Nordeste do Brasil, estima-se que cerca de 230 mil km² já estejam desertificados, uma área superior a do estado do Ceará, que já se encontram fortemente degradadas e inférteis, tornando o plantio impossível. O estado do Piauí já possui 71% do seu espaço agrário tomado pela infertilidade de seus solos. As populações que habitam a região Sul e parte do Sudeste do Brasil, praticamente tiveram de se mudar para outras regiões do país em busca de melhores solos ou de condições de vida favoráveis. Os produtores mais ricos se deslocaram, em maior parte, para a região do Centro-oeste brasileiro, onde já se verifica um princípio de desertificação/arenização. Os efeitos da desertificação são muito graves e variados, além de afetarem o meio ambiente, a economia e a so-

ciedade em geral. Os prejuízos ambientais causados pela desertificação são as erosões, que por se tornarem cada vez maiores e mais frequentes, inferem na pobreza dos solos, tornando-os inférteis, a diminuição ou o desaparecimento das vegetações e dos animais, e a ocorrência de desastres hídricos, devastação de matas ciliares, entre outros. Os prejuízos sociais apresentados pela ocorrência da desertificação acontecem quando esse fenômeno atinge locais de moradias de pessoas ou áreas que seriam utilizadas para plantar e produzir alimentos. Os prejuízos econômicos se devem à desvalorização das terras desertificadas, à improdutividade agrícola dos solos e à perda de espaço para as práticas econômicas, que terão de ser desenvolvidas em outros locais, causando mais desmatamento e mais prejuízos ambientais. A erosão, por exemplo, é uma das modificações do solo mais preocupantes. Esse processo consiste no deslocamento de solo pela ação das chuvas, dos rios ou dos ventos, em que as partículas do solo são arrastadas para as áreas mais baixas do terreno, sendo aceleradas pela ação do homem, através das queimadas, desmatamento, técnicas agrícolas inadequadas, mineração, expansão das áreas urbanas e impermeabilização do solo. Prof. Dr Adilson Peloggia é Especialista em Ciências do Ambiente Contato: peloggia.adilson@gmail.com Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 69


Daniela Toviansky

Música

Leonardo Vinhas, produtor do tributo “Caleidoscópio”

O mundo Reverencia os Paralamas do Sucesso Produtor taubateano é um dos idealizadores do projeto

D

Por Ronaldo Casarin

entre a infinidades de artistas que fincaram seu nome na história da música brasileira, uma delas ganhou notoriedade levando o rock a um patamar diferente. Os Paralamas do Sucesso contam mais de 30 anos de carreira, e um sucesso que começou com o primeiro hit “Vital e Sua Moto”. Herbert Vianna, Bi Ribeiro, João Barone e os músicos que fielmente os acompanham já estiveram em palcos de todas as capitais brasileiras e de muitos países, especialmente na América Latina. Posto na mesa tais fatos, dois produtores culturais resolveram reunir artistas independentes de diversas partes do planeta para homenagear os Paralamas. O

70 | Vitti | revistavitti.com.br

jornalista taubateano Leonardo Vinhas é um dos idealizadores do projeto, e firmou parceria com o colombiano Andrés Correa, músico e escritor, para tornar o plano uma realidade. “Caleidoscópio”, parceria entre o site Scream&Yell e a Fundación Barrio Colombia, é um disco que já esclarece sua intenção em seu subtítulo: Um Tributo Iberoamericano aos Paralamas. “No disco, 21 artistas de 12 países diferentes regravam, em releituras pessoais, 18 canções dos Paralamas, em português, espanhol e até inglês”, explica Leonardo Vinhas. Participam do álbum bandas e solistas de diversas estéticas e histórias, como os peruanos Bareto, a chilena Dadalú, Molina y Los Cósmicos (Uruguai), Finlandia (Brasil/Argentina), TV Rural (Portugal),

Lestics (Brasil) e Ulises Hadjis (Venezuela). Todos estes artistas têm ganhado repercussão internacional com seus trabalhos independentes. “Caleidoscópio”, que tem capa assinada por Bruno Honda Leite, foi lançado no fim de novembro em versão digital e está disponível para download gratuito pelo site Scream&Yell (www.screamyell.com.br). Este é o 6º tributo oferecido pelo site. Os anteriores foram “Ainda Somos os Mesmos” (homenagem a Belchior), “Espelho Retrovisor” (Engenheiros do Hawaii), “Mil Tom” (a Milton Nascimento”, “Projeto Visto” (uma troca musical entre brasileiros e portugueses) e “Somos Todos Latinos” (com 16 artistas independentes brasileiros regravando temas do cancioneiro pop e rock dos países de idioma espanhol).

Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 71


72 | Vitti | revistavitti.com.br

Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 73


Ronaldo Casarin

Personagem

Augusto Arid:

Músico completa 60 anos de carreira planejando novos discos e um livro de memórias

A

Por Ronaldo Casarin

os 70 anos, o músico e multi-instrumentista taubateano Augusto Arid esbanja vitalidade. Gravando e lançando discos, se apresentando regularmente, e sempre com ótimas histórias na ponta da língua, ele é uma figura muito querida no meio musical. Trabalhou com uma lista enorme de artistas da MPB, como Nana Cymmi, Fafá de Belém, Wando, Cauby Peixoto, Dorival Caymmi, Johnny Alf, Nelson Gonçalves, Sivuca e Chico Buarque. Sua carreira começou como baterista, e ampliou sua atuação para a percussão, tendo conhecimento em instrumentos como pandeiro, cuíca e berimbau. Depois tornou-se pianista e já lançou 6 CDs solo, em que explora inúmeras possibilidades da musicalidade brasileira. Batemos um papo com o músico, que falou de sua vida e do que ainda está por realizar. Como você começou a trabalhar como músico? A.A - Meu irmão Walter era músico e tinha uma banda de baile, chamada “Ritmos OK”. Comecei com 11 anos nessa banda, tocando bateria e percussão. O primeiro baile que nós tocamos foi no Circulo Militar, em Pindamonhangaba. No meio do baile estourou uma briga generalizada, voava copo, garrafa, foi feio, acabou com o baile. Eu tinha só 11 anos, e quando cheguei em casa perguntei pro meu irmão: “Vai ser toda vez assim?” (risos).

74 | Vitti | revistavitti.com.br

Como foi a experiência de ter vencido no programa do Chacrinha? Foi ali que as portas do mundo musical se abriram? A.A. - Vi na televisão que o programa do Chacrinha estava promovendo o concurso “O melhor músico do Brasil”. Resolvi me inscrever, tocando bateria. Fui lá, toquei a música “Apito do Samba”, fui ganhando as etapas e venci o concurso. No júri estava o músico Pedrinho Mattar, renomado pianista de São Paulo, que gostou de mim e me chamou para tocar com ele. Acabei gravando e me apresentando com Pedrinho por 35 anos, foi uma bela amizade e parceria. Infelizmente ele faleceu em 2007. Depois que comecei a trabalhar com ele que tive a oportunidade de gravar e me apresentar com tantos grandes artistas brasileiros. Você trabalhou com Nana Caymmi, e diz ter sido uma das artistas que mais te marcou na carreira. Por que? A.A. - Eu tinha gravado com o Sivuca, e meu nome correu a boca do pessoal no Rio de Janeiro. Semanas depois, recebi uma ligação me convidando para substituir com urgência o percussionista da banda de Nana Caymmi e Rosinha de Valença. Na mesma hora peguei minha bateria, fui ao encontro delas e partimos para o local do show. Sem ensaio, sem nada, me virei usando a experiência e me saí muito bem. Quando acabou o show, Claudio Nucci, na época marido da Nana, veio falar comigo e dizer que ela havia gostado de mim e me convidou para entrar em turnê. Fiquei três

Augusto Arid na bateria em show realizado no SESC Taubaté

Divulgação/SESC Taubaté

Minha Música, Minha Vida

anos com ela, me dei muito bem com Nana e com toda a família Caymmi. Como foi o período em que você tocou no exterior? A.A. - Certa vez substituí um baterista num restaurante no Rio de Janeiro, e dias depois o dono do conjunto me convidou para ir à França. O grupo iria tocar numa festa dum príncipe árabe, milionário do petróleo. Fomos para o sul da França, e tocamos numa festa grandiosa, numa mansão muito luxuosa de frente para o mar. Lá se apresentaram ainda a Beth Carvalho e uma orquestra de 700 músicos. Foi uma experiência inesquecível. Depois tive a chance de me apresentar em diversos países, como Suíça, Áustria, Bolívia, Alemanha e no Caribe. Com 70 anos de idade, completando 60 anos de carreira, quais são seus planos daqui para frente? A.A. - Continuar tocando no Grande Hotel, e em breve fazer outros shows. Me apresentei no SESC Taubaté em novembro, tocando jazz e bossa-nova, e foi uma noite muito boa. Quero seguir gravando meus discos, fazendo shows, e tenho planos de escrever um livro com minhas memórias, contando muitas histórias que vivenciei. Vai se chamar “Minha Música, Minha Vida”, afinal, devo tudo a ela. Dezembro, 2015


anuncio_uph_dezembro.pdf

1

26/11/2015

15:05:25

Férias de Verão é no Ubatuba Palace Hotel! Jantar a com músic ao vivo.

É tempo de relaxar e aproveitar! 01 Criança, até 10 anos, é cortesia por Apto (acompanhado dos pais)

C

Diárias com Café da Manhã e Jantar - Sauna à Vapor Salão de Jogos - Massagem (opcional) - Wifi Piscinas Aquecidas - Estacionamento Fechado Fitness Center - Bicicleta para Passeio Salão de Convenções - Recreação Infantil Hidroginástica - Dança de salão

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

www.ubatubapalace.com.br reservas@ubatubapalace.com.br facebook.com/ubatubapalace

Dezembro, 2015

Rua Cel. Domiciano, 500 Centro - Ubatuba SP - Litoral Norte

12 3832 4500 revistavitti.com.br | Vitti | 75


Reflexão

Natal na “crise” uma chance para grandes transformações

E

Por Juliana Bueno

ste ano, o Natal e o Réveillon podem ter celebrações diferentes para uma grande parte dos brasileiros. Para mim, especialmente, talvez para você... Parece que finalmente vamos descobrir e vivenciar o verdadeiro sentido desta festa cristã. E também aproveitar as comemorações do Ano Novo, para nos unirmos numa maravilhosa energia de Amor e Luz para todos, para toda esta humanidade envolvida em tantos dramas, conflitos e guerras. Sem tanto consumismo, sem tantas guloseimas, nem vestidos ou camisas brancas com rendas de todos os tipos, como está na moda... Vamos usar talvez a mesma roupa do ano passado, que por sinal está ótima, praticamente nova e continua na moda. Vamos lembrar com muito mais profundidade e autêntica compaixão daqueles que passam dificuldades profundas, e sentem fome durante 76 | Vitti | revistavitti.com.br

uma boa parte do dia, inclusive nestes dias de almoços e ceias comemorativas. E se realmente lembrarmos deles, com uma compaixão diferente, buscando caminhos práticos, vamos descobrir a maneira ideal de amenizar estas dificuldades aonde e como for possível. Brinquedos, roupas, alimentos, presentes variados, ainda que “baratinhos”, vão surgir, como uma maneira realmente concreta de alegrar as crianças. São elas que mais sofrem, e que menos compreendem estes momentos estranhos onde alguns comemoram com tanto luxo e abundancia e outros continuam isolados, abandonados, comendo o pouquinho de sempre, e não ganhando nada, absolutamente nada, quase sempre. O verdadeiro amor, bondade atuante e a compaixão envolvente e realizadora poderão então se desenvolver de uma maneira especial, talvez como nunca antes acontecera. E ao lado destes sentimentos e do nosso esforço para realizar de fato algo de

bom e útil nestas festas, vai surgir também a oração mais verdadeira, brotando espontaneamente em muitos e muitos corações. Os pedidos por nós mesmos, nossos familiares, nosso Brasil que precisa tanto, e por toda a humanidade da Terra, poderão ser mais consistentes, envolvidos na energia transformadora do verdadeiro amor e do autêntico desejo de ajudar, consolar e construir. Pense um pouco agora em tudo isso que nos aguarda em mais um Natal nesta nossa existência na Terra. No meio de todas as nossas dificuldades atuais, se prepare para crescer, para enriquecer seu mundo interior, iluminar sua alma, construir a paz, a alegria e a gratidão no seu “microcosmos”. E este será, certamente, o melhor presente que você vai dar a si mesmo. Juliana Bueno é jornalista e escritora, especializada em temas espiritualistas e comportamentais. Contato: julianabuenorbio@uol.com.br Dezembro, 2015


TEM HOHOHO PRA TODO MUNDO COM MUITO MAIS HAHAHA.

TAUBATÉ SHOPPING 12 3413.4988 Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 77


78 | Vitti | revistavitti.com.br

Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 79


Esporte

Luz, Câmera, Esporte e Ação

Por Fabiana Ferreira fabycanoagem@hotmail.com www.luzcameraesporteacao.blogspot.com

O Rei da Montanha de volta a Sabaúna

E

m mais uma etapa, o circuito O Rei da Montanha, reuniu mais de 700 atletas novamente ao charmoso distrito de Sabaúna, em Mogi das Cruzes. Com provas de 3 km, 7 km, 14 km e 21 km, o trail run marca e finaliza o ano de 2015 levando a experiência de sair do asfalto para muitos praticantes da corrida. Aqui a aventura começa quando termina o asfalto! Fique de olho no calendário 2016: www.oreidamontanha.com.br

AQUATHLON - Etapa Ubatumirim

A

segunda etapa do Circuito Aquathlon Ubatuba aconteceu na praia de Ubatumirim e reuniu atletas multisport da natação e corrida. Foram 2,5 km de corrida, seguidos de 1 km de natação e mais 2,5 km de corrida, solo ou revezamento. Uma prova rápida que exigiu preparo físico, fôlego, resistência e muita superação, pois reúne duas modalidades, o que aumenta o grau de dificuldade para todos ao atletas. Parabéns a todos os atletas pela determinação, e por fazer de um dia cinza e chuvoso um domingo inesquecível em Ubatuba. 80 | Vitti | revistavitti.com.br

Dezembro, 2015


A Ultra mais roceira do Brasil

A

Ultra na Roça, prova organizada pelo paraquedista Gui Pádua levou amigos e atletas para Cássia (MG). Na sua segunda etapa, foram 50 km solo ou em duplas entre as cidades de Pratápolis e Cássia, passando por diversos terrenos como trilho de trem, rios, estrada de terra, single track, pastos, curral, morro acima e aquele visual charmoso das terras de Minas Gerais. Mais do que uma ultramaratona, Gui reúne amigos e amantes do trail run! Fotos: Fabiana Ferreira

Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 81


Divulgação

História

Vista aérea de São José dos Campos na década de 1960

U

Da Redação

ma parceria entre a Fundação Cultural Cassiano Ricardo, a Univap (Universidade do Vale do Paraíba) e a Câmara Municipal de São José dos Campos vai trazer ao público a partir deste mês de dezembro um site que resgata mais de 200 anos de história da cidade de São José dos Campos. O portal será um canal onde estarão disponíveis fotos, documentos e arquivos que abrangem o período de 1803 até os dias atuais. Boa parte dos documentos digitalizados é constituída de manuscritos do século 19 que se encontram no Arquivo Público do município, vinculado ao trabalho da Fundação Cultural Cassiano Ricardo. A nova página vai oferecer a metodologia de pesquisa dos arquivos, a cronologia do município, um acervo iconográfico com fotografias e mapas históricos, a

82 | Vitti | revistavitti.com.br

relação dos documentos divididos entre públicos e privados, os artigos desenvolvidos pelo Núcleo e, inclusive, os sete volumes da Coleção História e Cidade, que contam os fatos que vão desde a sua fundação à atualidade. O resgate dos acontecimentos foi obtido através do Núcleo de Pesquisa Pró-memória, desenvolvido pelo laboratório de Pesquisa e documentação histórica da Univap, que, através da coordenação das professoras Maria Aparecida Papali e Valéria Zanetti, executou o trabalho para disponibilizar este precioso acervo. “A digitalização desses documentos é feita em uma supermáquina de cópias que temos aqui em nosso laboratório, que custa em torno de 150 mil reais, angariados por financiamento da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). Além dos equipamentos especializados, o programa Pró-memó-

ria conta com estagiários do curso de História, que trabalham no tratamento desses documentos. Essa prática auxilia a formação desses estudantes e também a pesquisa da Universidade”, revela a professora Papali. A professora Valéria Zanetti ressalta ainda que o Pró-memória tem conseguido reunir fontes impressas relevantes sobre a história do município desde a fundação, passando pelas fases que marcaram a história da cidade e que a forma como se propôs o Pró-Memória, com a parceria do poder público e da Universidade, tem sido referência no Brasil, sobretudo por reforçar a identidade local e regional. A professora também destacou o acervo oral que tem reunido informações sobre a fase sanatorial da cidade, fruto do Projeto recém aprovado pela Fapesp, que lhe permitiu criar o Laboratório Cidade e Memória, na Univap.

Dezembro, 2015


Dezembro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 83


84 | Vitti | revistavitti.com.br

Dezembro, 2015

Revista Vitti, dezembro 2015 Edição n120  

Nesta edição, entrevistamos José Antônio Saud. Empresário de Taubaté fala de sua história de vida e dos anos dedicados à educação. Confira t...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you