Page 1


04 05 <para começar

42

14 Nesta Edição

24

08 Entrevista

Conversamos com o empresário, ex-secretário de Estado e atual Presidente da SC-Par, Paulo Cesar da Costa, popular “Costinha”.

14 Reportagem - Especial

Castração, coleta e voluntariado. A situação de Lages diante dos animais de rua e domésticos.

20 Garota Visão

40 Cultura

24 Destaque Empresarial

42 Tecnologia

30 Feijoada da Serra

48 Beleza

36 Pecuária

58 Esporte

A dentista Juliani Tibolla posou especialmente para as lentes de Gugu Garcia.

Conheça a história da empresa lageana IOB, que produz brinquedos educativos com madeira de reflorestamento.

Veja alguns cliques da festa que movimentou a Serra Catarinense.

Carne de alta qualidade e com produção local terá fornecimento contínuo na cidade de Lages.

revista visão

20

08

Os gaúchos conhecem muito bem, mas você sabe o que é estar “pilchado”?

Uma lista de alguns apps super úteis para seu smartphone.

Conheça alguns hábitos que destroem seus cabelos e saiba como se prevenir.

Victor Luiz Ramos, o colecionador de títulos no levantamento de peso.


carta ao leitor>

58

Incentivando os bons valores

A partir Nossa Capa

Tema

Sanidade Animal • Foto

Fotolia Quem resiste ao olhar carente de um cachorro ou de um gatinho? No entanto, quem opta por ter um animal doméstico assume uma grande responsabilidade, inclusive com a sociedade.

Nossa Gente

Diretor Geral Gugu Garcia Diretor de Redação Loreno Siega - Reg. Prof. 2691/165v-PR Repórter Liana Fernandes Gerência Eder Pitz de Lima Direção de Arte Chelbim Michel Poletto Morales Thiago Córdova Ilustração André Paes Assinaturas Luiz Wolff Comercial Erivelton Velho | Suely Miyake Administrativo Edmara Muniz Distribuição Robinson Marcelino Tiragem 3.000 exemplares

Fale Conosco

Redação Rua Dr. Walmor Ribeiro, 115 Coral CEP 88.523-060 Lages/SC 49 3223.4723 www.revistavisao.com.br | blog.revistavisao.com.br www.facebook.com/revistavisao | www.twitter.com/revistavisao contato@revistavisao.com.br

Não é permitida a reprodução parcial ou total das reportagens, entrevistas, artigos e imagens sem prévia autorização por escrito do editor. A Revista Visão não se responsabiliza pelos conceitos e opiniões emitidos nos artigos assinados.

desta edição, a Revista Visão inaugura uma série de anúncios numa campanha educativa e de conscientização para que as pessoas sejam incentivadas a dar mais importância a alguns valores fundamentais. Afinal, nem mesmo numa sociedade tão veloz e competitiva como a que estamos vivendo, não se pode deixar de cultivar as amizades, a solidariedade, a honestidade, a verdade, o caráter, a lealdade, a fidelidade, entre tantos outros. Para começar, vamos dar destaque ao caráter, tão em falta em nossos dias (veja na página 19). Com relação a nosso conteúdo editorial, quem maltrata os animais, muitas vezes indefesos, geralmente não se gosta e também vai maltratar as pessoas à sua volta. Por isso, quem decide ter um bicho em casa deve antes aprender a gostar e a cuidar bem dos animais. Mas, quem são os responsáveis pelos bichinhos abandonados que vivem pelas ruas? Qual a postura que os moradores devem ter? Qual o papel da prefeitura municipal? E o que realmente o Centro de Zoonoses faz com esses animais? O entrevistado deste mês é uma figura bastante conhecida na cidade de Lages: o empresário, ex-secretário de Estado e atual Presidente da SC-Par, Paulo Cesar da Costa, popular “Costinha”. Ele lidera os lageanos junto ao Governo de Santa Catarina e também na iniciativa privada. Costinha foi por diversas vezes o intermediário entre grandes investimentos trazidos para a cidade, como a Sinotruk, a Âncora, a Flex Contact Center, entre outros. Ele contará a você, amigo(a) leitor(a), quais as boas perspectivas que estão para acontecer em termos de atração e incentivos à empresas e geração de empregos. Você sabe qual é, na visão dos tradicionalistas, o verdadeiro traje gaúcho? É importante saber disso, pois as pessoas que estiverem vestidas desta forma terão desconto de 50% na entrada da 25ª. Festa Nacional do Pinhão. Por este motivo a Revista Visão buscou a informação e traz mais detalhes. O Destaque Empresarial deste mês é com Denis Iob, à frente de uma empresa especializada em brinquedos pedagógicos de madeira. Conheça como a organização ganhou forma e hoje atende e comercializa seus produtos para todo o Brasil. No esporte contaremos a trajetória do jovem atleta, Victor Luiz Ramos, que foi campeão mundial de supino e pretende trazer mais títulos para a cidade. Tudo isso e muito mais você vai acompanhar a partir de agora na Revista Visão. Ótima leitura. A Redação Revista Visão

revista visão

04 05


Foto do mês

Foto Elisandra Pandini

06 07 <leitor online

Nossa homenagem ao Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), que completou 15 anos.

facebook.com.br/revistavisao Trazer esses shows é até feio para uma festa que se diz a melhor do Estado... Ingresso caro, show mixurucas e gastronomia cara (feita para turista burro gastar). A Festa do Pinhão deixou de ser do lageano há anos. A estrutura nunca foi modificada, nem sequer melhorada. Os preços são verdadeiras ‘facadas’ no bolso de quem mora na cidade. Enfim, eu não piso nessa festa nem a pau... Augusto Carbonera (Sobre os shows da Festa do Pinhão)

Esperamos que seja cumprida dentro dos prazos, sem desvios. Por que a placa mostrando que é uma obra do governo do Estado é bem grande e bonita. A obra tem que fazer jus. Naiana Niski (Sobre a reforma do Colégio Rosa)

www.revistavisao.com.br

O novo Papa, Francisco, é argentino O novo Papa da Igreja Católica é o Cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio, 76 anos. Francisco, como ele escolheu ser chamado, apareceu no balcão central da Basílica de São Pedro às 20h14min. (16h14 de Brasília) do dia 13 de março. Falando em italiano, se dirigiu aos fiéis reunidos na Praça São Pedro. Vestido inteiramente de branco, ele apareceu cerca de 1h20min. depois da fumaça branca que anunciou sua escolha. “Irmãs e irmãos, boa noite”, foram as primeiras palavras de Bergoglio como Papa. “Parece que os cardeais foram buscar o novo pontífice no fim do mundo”, disse na sequência, em referência a seu país. Desde que assumiu o mais alto posto da Igreja Católica, em Roma, Francisco tem dado diversas demonstrações de humildade, carisma e simpatia. Ele assumiu o nome Francisco porque deseja, como fez em vida, mostrar humildade e estar principalmente a serviço dos mais necessitados (como fez São Francisco de Assis). Publicada em 13/03/13 revista visão

curtir amigos twitter RT

siga-nos: @revistavisao

blog.revistavisao.com.br

facebook

Acesse nossa revista on-line! Este é um benefício exclusivo para você leitor! Para ver a edição deste mês on-line, basta digitar: Usuário: assinante Senha desta edição: meupet

rápidas senha www online blog região notícias enquete opinião escolha

O que você está achando dos novos vereadores de Lages?

84+12+4A Resultado / Fevereiro

Abaixo das expectativas 85,71% Dentro das expectativas 11,43% Acima das expectativas 2,86% Vote acessando blog.revistavisao.com.br


editorial>

Boas notícias para os lageanos e serranos

Depois

de um longo “purgatório”, de anos a fio sempre em “compasso de espera”, parece que finalmente há boas notícias à vista para a população de Lages e da Serra Catarinense. Algumas notícias já são realidade. Outras, têm grandes chances de acontecer no médio prazo. E outras, ainda, se constituem em boas possibilidades. Confiram algumas destas “manchetes”: 1) As obras das vias marginais na BR-282 em Lages estão em ritmo frenético e devem ser concluídas neste ano, tornando o trânsito e os acessos à cidade muito mais “civilizados” e oportunizando a vários bairros uma grande valorização imobiliária; 2) A Avenida Ponte Grande está para começar – com investimentos de R$ 57 milhões (a fundo perdido do Governo Federal), beneficiando 13 diferentes bairros – talvez a obra pública em nível municipal mais importante de nossa história; 3) A unidade local da Ambev é a 3ª. melhor da América Latina. Emprega 520 pessoas e será ampliada (abrindo pelo menos 140 novos empregos); 4) O SENAI está sendo ampliado e anda “lotado” de alunos; 5) A GTS do Brasil está ampliando sua atual fábrica (no bairro São Paulo), construindo uma nova unidade (no terreno da antiga Santur) e em vias de concluir uma terceira unidade (na saída para São Joaquim, às margens da BR-282); 6) A Vossko do Brasil vai abrir mais uma linha de produção (gerando pelo menos 100 novos empregos); 7) A Sinotruk do Brasil começa em breve a terraplanagem para a montagem de uma grande indústria de caminhões; 8) A construção do prédio central do Orion Parque será licitada nos próximos dias; 9) A NDDigital vai implantar uma nova unidade (junto ao Parque Orion); 10) As obras para implantação do Big, um grande supermercado do grupo Walmart, já começaram;

Algumas notícias já são realidade. Outras, têm grandes chances

de acontecer no médio prazo.

Loreno Siega Diretor de Redação

11) A empresa Bella Janela – que fabrica cortinas para todo o Brasil – poderá gerar até 500 empregos em Lages (querem comprar as instalações da antiga Madeireira Battistella); 12) A Âncora Sistemas de Fixação está começando a implantar uma unidade na cidade; 13) A Disauto vai construir uma nova e grande unidade no bairro São Paulo; 14) As obras de revitalização do Colégio Rosa, finalmente começaram; 15) Em breve sai a licitação para a construção da nova ala do Hospital Tereza Ramos (uma obra de quase R$ 60 milhões); 16) Dentro de alguns dias começam as obras de implantação da rede elétrica subterrânea em toda a região central da cidade; 17) A Polpa de Madeiras também anunciou que vai ampliar sua fábrica; 18) O aeroporto de Lages deve voltar a operar com voos regulares dentro de poucos dias; 19) As obras do aeroporto regional em Correia Pinto estão em sua fase final; 20) A cidade terá um novo kartódromo e um novo conjunto residencial com 400 novos apartamentos (Residencial “Quinta das Neves”); 21) Diversas rodovias estaduais da região serão restauradas e melhoradas; 22) A Zanoello – que produz troféus e medalhas para o mundo todo – também deverá ser ampliada; 23) A construção civil em Lages está a todo vapor (dezenas de edifícios residenciais e alguns comerciais estão sendo construídos ao mesmo tempo). Embora a gente saiba que alguns destes projetos ainda vão demorar um bom tempo até serem consolidados, são sinais inequívocos de que Lages já não é mais a mesma. Não é à toa que há várias pessoas de fora vindo comprar imóveis por aqui. E não é à toa que quem se aligeirar vai aproveitar esses bons ventos que se avizinham para crescer. Uma pena que os dois projetos de shopping anunciados tenham “parado no tempo” e não deem sinal visível de que irão realmente acontecer. E que algumas instituições de ensino superior, que poderiam aproveitar esses bons ventos, vivam em disputas veladas entre si ou resolvendo eternamente seus problemas internos. revista visão

06 07


08 09

Paulo Cesar da Costa revista vis達o

PRESIDENTE DA SC PARCERIAS


entrevista> 08 09

“SOU UM COLABORADOR DO GOVERNADOR” Texto Loreno Siega • Fotos Gugu Garcia

POUCOS LAGEANOS TÊM A EXPERIÊNCIA, O PREPARO E O CONHECIMENTO QUE PAULO CESAR DA COSTA – NOSSO “COSTINHA” – REÚNE PARA CONTINUAR NOS LIDERANDO JUNTO AO GOVERNO DE SANTA CATARINA E TAMBÉM NA INICIATIVA PRIVADA.

Fruto

disso e de seu inegável empenho em sempre ajudar Lages e a Serra Catarinense – acima de qualquer interesse particular (até porque ele é um homem bem resolvido financeiramente há muito tempo) – talvez esteja conseguindo, sem muitos holofotes e com grande dose de paciência e trabalho de formiguinha, resultados espetaculares. Afinal, se hoje a Sinotruk já tem um terreno para se instalar na cidade, devemos boa parte disso a ele; se o Orion Parque já tem dinheiro na conta para começar a ser implantado, da mesma forma; se temos perspectivas de receber uma fábrica de pequenas aeronaves em Lages, Costinha esteve e está envolvido, entre tantos outros projetos. Nesta entrevista, Costinha fala de seu compromisso em ajudar o Governador Raimundo Colombo a acelerar o desenvolvimento da região, das inúmeras perspectivas econômicas projetadas e em vias de acontecer. E até fala de política. Enfim, ele nos traz várias boas notícias. Acompanhe.

Costinha, gostaríamos que fizesse uma breve apresentação para nossos leitores sobre sua família, formação, cargos que ocupou, etc. Nasci em Lages e tenho 55 anos. Sou empresário do ramo florestal. Tenho graduação em Administração de Empresas (FGV, em São Paulo). E fiz especialização em Finanças. Sou casado com Katia Miola da Costa e temos uma filha, Andressa. Na vida pública, ocupei vários cargos: Presidente da Comissão Municipal de Esportes (19831988); Vereador de Lages por três legislaturas seguidas (1983-1996); Presidente da Câmara por dois mandatos (1991-1994). Em dezembro de 1992, na condição de presidente da Câmara, assumi por um mês como Prefeito (final do 1º. Mandato de Raimundo Colombo na Prefeitura). No Governo do Estado, fui Secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável do Governo Leonel Pavan (maio a dezembro de 2010); Secretário de Assuntos Estratégicos do Governo Raimundo Colombo (janeiro de 2011 a dezembro de 2012). E atualmente ocupo o cargo de Presidente da SC-Par (desde abril de 2011). O senhor também ocupou vários cargos em entidades da iniciativa privada... Quais foram? Sim, na condição de empresário fui representante de Santa Catarina na Comissão de Exportação de Madeiras (CCEM); Presidente da ACIL por dois mandatos (1999-2003); Conselheiro do IEL-FIESC; Conselheiro em vários mandatos e ocupo a Vice-Presidência do Banco da Família; Vice-Presidente da Facisc e do Sindimadeira. O que é e o que faz a SC-Par no Governo do Estado?

A decisão do governador Colombo de criar um novo polo aeronáutico e de defesa em Santa Catarina foi histórica”.

A empresa é um dos braços econômicos do Governo de Santa Catarina, responsável pelas participações societárias do governo em empresas que sejam consideradas estratégicas para o Estado. É também a responsável pela coordenação no Estado das Parcerias Público-Privadas (PPP). revista visão


10 11 Por dois anos esteve à frente da Secretaria de Estado para Assuntos Estratégicos. Por que deixou esta importante secretaria?

Acredito que ainda durante este governo

Durante algum tempo estávamos acumulando a Secretaria com a Presidência da SC-Par. Na medida em que as atribuições da empresa foram se avolumando, o governador Colombo entendeu que nosso trabalho deveria ser focado na SC-Par. Sou um colaborador do governador, comprometido em ajudá-lo a fazer um governo realizador, transparente e inovador, cuja missão é de governar para as pessoas. Tenho ainda outro grande desafio, que é ajudar Lages e a região da Serra Catarinense a acelerar seu processo de desenvolvimento. E tenho a convicção que estamos passo a passo conquistando.

inaugurado e operando voos comerciais

Que projetos a Secretaria de Assuntos Estratégicos articulou e/ou levou adiante em seu período e que têm relação direta com o desenvolvimento de Lages e da Serra Catarinense? Uma das prioridades foi a atração de novos investimentos, bem como a criação de políticas públicas de incentivos à região e a consolidação das empresas já estabelecidas. Na área de novos investimentos, estivemos diretamente envolvidos na atração da Choco Leite e Flex Contact (ambas já implantadas e gerando muitos empregos); Âncora Sistemas de Fixação, Sinotruk do Brasil, Novaer Craft, Star Light Leds e Ekomposit do Brasil S.A. (todas a serem implantadas). Além destas, podemos citar a empresa BR Forest, que já manifestou interesse publicamente em vir para cá. E há diversas outras empresas interessadas ou em negociação com a região, que por acordo de confidencialidade, temos de manter em sigilo por enquanto. O senhor também teve participação no apoio a várias empresas locais que serão ampliadas. Quais foram essas empresas? Essa é e sempre será uma política importante do Governo Colombo: incentivar as atuais empresas para que cresçam e gerem mais empregos. Neste sentido, estivemos envolvidos e dando apoio às seguintes empresas: Madeireira Olímpio, GTS do Brasil, Mill Serras; Cefram Madeiras; SuperFrut e RT Transportes. Algumas dessas empresas, como é o caso da GTS do Brasil, já estão sendo ampliadas. E outras receberam terreno e incentivos para seus projetos de expansão. revista visão

estaremos com o aeroporto regional importantes para toda a região serrana”.

E no setor das políticas públicas? Poderia detalhar alguns projetos? Eu cito o incentivo ao setor da Indústria Madeireira, através do crédito presumido de ICMS; o incentivo ao setor de tecnologia e inovação, através do apoio ao Orion Parque (Master Plan e liberação de R$ 5 milhões para a construção de sua infraestrutura); recursos que possibilitaram a implantação do Laboratório de Tecnologia e Inovação em Eficiência Hidro Energética e Saneamento da Uniplac (Latiens) e a expansão do Midilages. Também em outra área estratégica para a região, trabalhamos junto com a Secretaria da Agricultura no Programa de investimento na melhoria da Pecuária de Corte, com o aporte de R$ 80 milhões em 2012 para o setor (embora o total dos recursos não tenha sido utilizado pela insuficiência de projetos), com juros subsidiados pelo governo. Trabalhamos também na viabilização de recursos para obras de infraestrutura na região, como o aeroporto regional de Correia Pinto, a reforma do aeroporto de Lages e as obras de recuperação das rodovias estaduais e novas rodovias que já estão em andamento ou que em breve começarão a ser implantadas. Em que estágio estão as articulações para a instalação da Sinotruk na cidade? Corremos algum risco de perder esse investimento? As negociações com a empresa Sinotruk do Brasil já ultrapassam o período de um ano. Foram duas viagens à China, inúmeras reuniões de trabalho em Florianópolis, Lages, São Paulo, Brasília, enfim um desafio à altura da importância que terá a empresa para a região. Somos otimistas quanto à avaliação do projeto. Liberamos recursos da SC-Par para a compra do terreno, vencemos a barreira da liberação da área, conseguimos montar um pacote de incentivos fiscais significativos e atraentes. Enfim, cumprimos com nossa parte no Protocolo de Intenções assinado com a empresa, Governo de SC e Prefeitura Municipal de Lages. Por parte da empresa está sendo desen-

volvido o Projeto de Engenharia, adequando-o à nova área já disponibilizada. Esperamos que nas próximas semanas possamos ter as definições necessárias para que a etapa da terraplanagem possa ser iniciada. E a Novaer Craft (fábrica de pequenas aeronaves)? Quando se instalará em Lages e onde ficará a fábrica? A previsão no Plano de Negócios da Novaer é o início da implantação da planta industrial em janeiro de 2014. Certamente, para que isto aconteça, alguns passos deverão começar a serem implementados antes disso. Os estudos ainda estão acontecendo e não podemos precisar exatamente onde será efetivamente localizada. Temos acompanhado muito de perto o projeto, como membro do Conselho de Administração da empresa. E podemos adiantar que se trata de um dos maiores desafios para Santa Catarina atrair investimento desta importância tecnológica e estratégica. Sem dúvida, a decisão do governador Raimundo Colombo de criar um novo polo aeronáutico e de defesa em Santa Catarina foi histórica. Qual a sua participação no projeto de implantação do Orion Parque? Por que está tão demorado? Participamos desde o início do Projeto do Parque. Como Secretário da SDS do governo anterior, liberamos recursos para o Master Plan do parque. Como Secretário de Assuntos Estratégicos deste governo, atuamos juntamente com o presidente da Fapesc, Sérgio Gargioni, com Secretário da SDS Paulo Bornhausen, ACIL e outras forças de nossa comunidade junto ao governador para ser o primeiro parque tecnológico do interior do Estado a receber investimento para sua infraestrutura (e liberamos R$ 5 milhões para as obras iniciais). A demora é fruto da burocracia, de prioridades discutíveis, que atrasam as realizações que na sua essência deveriam ser simples, de baixo custo, mais alinhadas com a dificuldade crescente dos investimentos do setor público.


10 11

Em que medida a SC-Par pode e vai contribuir com projetos estratégicos para Lages e a Serra Catarinense? Os Projetos do PISC (Parque da Inovação da Serra Catarinense) onde a Sinotruk deverá ser a empresa âncora, a Novaer Craft e o da Star Light Leds são exemplos de como a SC-Par tem sido e será fundamental na contribuição para se acelerar o desenvolvimento de Lages e região. Temos ainda um projeto inovador de eficiência energética, que será implementado pela SC Ambiental, uma subsidiária da SC-Par, que já foi apresentado ao Prefeito Elizeu Mattos e sua equipe e, que se concretizado, transformará Lages na primeira cidade do Brasil com iluminação 100% com a tecnologia led. Será um avanço sob o aspecto ambiental, de economia energética e de qualidade da prestação de serviços. Qual sua avaliação sobre a vinda do gás natural à região? A vinda do gás para a região será uma realidade no futuro. A velocidade com que os investimentos irão acontecer, porém, dependerá do mercado e das condições da empresa SC Gás, que ultimamente tem sido presidida por pessoas ligadas à nossa região. Todos fizeram e vêm fazendo a sua parte, avançando na medida do possível a rede, que fatalmente chegará à Serra Catarinense nos próximos anos. Termos o gás natural na matriz energética é bem relevante. Mas não está sendo óbice para atrairmos investimentos para a região. Há um compromisso do nosso governador e da empresa que quando houver necessidade do gás, ele será fornecido temporariamente por via rodoviária.

uma condição de fazer um bom governo. No último pleito entendemos que nosso grupo de apoiadores não conseguiria construir esta base. Além de que, como secretário de estado, por princípio de ordem pessoal, devíamos fidelidade ao projeto do governador. E ele optou por uma candidatura natural de seu partido. Em política nunca podemos dizer que estamos fora de qualquer projeto. Mas hoje defendo que se busque uma renovação, de pessoas, de método de trabalho e de atuação política. Dentro do que defendemos, estamos nas próximas eleições mais para sermos apoiador do que candidato. Acredita que ainda no atual mandato do Governo Colombo conseguiremos ver o aeroporto regional de Correia Pinto operando? Acredito que ainda durante este governo estaremos com o aeroporto regional inaugurado e operando voos comerciais importantes para toda a região serrana, planalto central do estado e Alto Vale do Itajaí. O importante é que este governo priorizou a conclusão da obra e nos próximos meses teremos sua inauguração.

Para finalizar, uma palavra sobre Lages. Como vê as perspectivas de crescimento sob essa nova administração? Lages é uma cidade maravilhosa, onde nascemos, criamos nossa família e nos realizamos profissionalmente. É uma terra de pessoas simples, determinadas e hospitaleiras. Carece de cultura empreendedora. Mas tem um ambiente favorável a investimentos, amplo potencial para o desenvolvimento do setor do agronegócio, posição logística estratégica, disponibilidade de mão de obra pronta para ser qualificada, bom clima, boa infraestrutura educacional e de segurança pública e farta disponibilidade de energia. Vemos Lages, portanto, com grande potencial de crescimento em diversos setores. Depende somente da construção de um ambiente favorável para atrair os investimentos, tanto internos quanto os externos. Temos sido parceiros do prefeito Elizeu Mattos e queremos ajudá-lo a fazer uma administração realizadora, eficiente e eficaz. Esta é nossa vontade e a do nosso governador.

Há quem afirme que o senhor tem o preparo e o perfil para ser prefeito de Lages. Não quis concorrer no último pleito por que razões? Essa possibilidade ainda existe nas próximas eleições? Sempre deixei claro meu compromisso com Lages e a região serrana. Foi por esta razão que aceitamos o desafio de colaborar com os governos de Leonel Pavan e agora de Raimundo Colombo. Estamos há mais de dois anos com este firme propósito: buscando colaborar dentro das nossas limitações. A candidatura a prefeito é uma grande honra a todos que amam a sua terra. Mas ela depende da construção de uma unidade política que possa buscar, além da vitória nas urnas, sobretudo revista visão


Foto Gugu Garcia

12 13

Por

Suely Miyake

“ A gente

ama não é a pessoa que fala bonito. É a pessoa que escuta bonito. A fala só é bonita quando ela nasce de uma longa e silenciosa escuta. É na escuta que o amor começa. E é na não-escuta que ele termina”.

Foto Gugu Garcia

A jovem farmacêuticaTatiane de Liz, com projetos inovadores para seu empreendimento, a Farmácia Líder Farma

Foto Gugu Garcia

Rubem Alves - Jornalista e Escritor brasileiro

Foto Gugu Garcia

Camila Suppi está organizando com muito cuidado e carinho seu grande dia com Ricardo dos Santos Moura

Luisa Medeiros e seu marido Eloi Daltora de Souza Junior não param de paparicar Davi Medeiros Daltora de Souza, que logo estará nos braços dos pais orgulhosos revista visão

Grasi e Ed em ensaio fotográfico para lá de descontraído! Ambos administram a Escola Camden Idiomas em Correia Pinto


Foto Gugu Garcia

Foto Gugu Garcia Foto Gugu Garcia

Eduardo Antunes Rodrigues e Rubia Fontana têm motivos de sobra para estar sempre ao lado das filhas, Eduarda e Rafaela. As meninas esbanjam felicidade e alegria

Foto Gugu Garcia

Parabéns Julia Pires de Liz! Ela acaba de completar seu primeiro aninho

Foto Gugu Garcia

A felicidade estampada nos olhares de Elaine Camargo Rosa Montovani e Bruno Montovani

A paixão por animais de Sandra Traverso e de José Cristani vai além do CAV, local onde eles atuam diariamente como professores. Até seu filho Antônio Traverso Cristani, já demonstra carinho pelos bichos. Toda a família aguarda o pequeno Pedro Traverso Cristani

Michele Silva Ramos de Oliveira, Fábio Oliveira e a filha Isadora estão rindo à toa. A família está ansiosa à espera do pequeno Felipe

revista visão


14 15 <reportagem

Texto e Fotos

Liana Fernandes

OS ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO SÃO OS COMPANHEIROS DE MUITA GENTE, POIS INTERAGEM COM O HOMEM, DE QUEM RECEBEM E OFERECEM ATENÇÃO, CARINHO E UMA LONGA LISTA DE BENEFÍCIOS – FÍSICOS, EMOCIONAIS E SOCIAIS. PORÉM, É PRECISO TER UMA GUARDA RESPONSÁVEL. ESTUDOS MOSTRAM QUE NO BRASIL, EXISTE UM CÃO PARA CADA CINCO HABITANTES – APROXIMADAMENTE 10% DELES EM ESTADO DE ABANDONO. ESSES ANIMAIS PADECERÃO DE FOME, FRIO, DOENÇAS E UMA SÉRIE DE OUTRAS CRUELDADES, TUDO PORQUE ALGUÉM NÃO CUMPRIU SUA PARTE NESTA RELAÇÃO. MAS AFINAL, DE QUEM É A CULPA? DO DONO IRRESPONSÁVEL OU DO PODER PÚBLICO QUE NÃO FISCALIZA E NEM TEM PROGRAMAS DE CONSCIENTIZAÇÃO A RESPEITO DO ASSUNTO?

revista visão

Preto (topo), Lepe (esq.) e Bah (abaixo) Eles aguardam um novo lar


14 15

O cão

é o melhor amigo do homem. A frase pode até já estar “batida”, mas ela exprime a realidade. A relação do ser humano com os animais de estimação, em sua grande maioria cães e gatos, são reconhecidos como um dos mais estreitos vínculos entre espécies na natureza. Porém, ao trazer esses animais para o convívio, as pessoas precisam assumir compromissos. A castração é um dos cuidados que os donos de animais de estimação devem ter, pois previne a proliferação da espécie e o possível abandono da prole. A estimativa é que em Lages existam cerca de 90 mil cães e gatos, somando-se os animais domésticos e os considerados sem dono (que vivem errantes pela cidade).

Cada animal produz em média 200 gramas de dejetos por dia. Isso já é suficiente para justificar o trabalho de castração, especialmente dos cães e gatos errantes, impedindo que se reproduzam. Quanto à possibilidade de castrar animais domésticos, que vivem junto dos donos, Aracelli diz que mediante a apresentação do cartão bolsa família e para os voluntários das ONGs será disponibilizada a castração gratuita também. As castrações serão feitas mediante cadastramento. A situação dos animais nas ruas, sejam eles

12 FILHOTES

66 FILHOTES

ANOS

ANOS

ANOS

ANO

1 2 3 4 5

“Teremos um trailer adaptado para irmos até a comunidade e fazer a castração itinerante. Vamos trabalhar em conjunto com as agentes de saúde, pois elas sabem onde estão as situações mais problemáticas da cidade. E teremos profissionais qualificados para o trabalho”, informa Aracelli. No futuro, a pretensão é implantar uma unidade fixa de castração. “Mas como a maioria da população que não faz a castração é carente, nós vamos levar o serviço até eles”, diz.

ANOS

UM CASAL DE CÃES PODE GERAR EM 5 ANOS

*

*co m d u as cri a s po r an o, d e 2 a 8 fi l hotes po r cr i a

Pode até parecer que a população canina esteja em maior quantidade na cidade. Mas na verdade são os felinos que dominam. As cadelas têm ciclos de gestação de seis em seis meses, enquanto as gatas a cada três meses (veja o infográfico abaixo). E para que haja um maior controle do número destes animais, o Conselho Municipal do Meio Ambiente (Condema) e a Secretaria do Meio Ambiente criaram a Gerência de Proteção Animal. De acordo com a gerente do programa, a bióloga Aracelli Hammann, o objetivo é trabalhar na raiz do problema: fazer um efetivo

controle na natalidade desses pets. Para isso, foi criado dentro da gerência o projeto UMEES (Unidade Móvel de Esterilização, Educação e Saúde), que é o popular castramóvel. Será o segundo do estado (o primeiro foi implantado em Biguaçu).

382

FILHOTES

2.201

FILHOTES

12.680

**

FILHOTES

* * p ara g ato s o s val o res d eve m se r d o b rad o s revista visão


Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) Controle de larvas de Aedes aegypti (dengue)

E o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ)?

Controle de Pragas e Infestações

É comum ver cães abandonados na cidade

Aracelli Hammann gerente de proteção animal

revista visão

domiciliados ou não, é uma grande preocupação para a atual administração. Segundo dados do CAV/Udesc, esta é uma questão de saúde pública: 75% dos casos de viroses registrados no município são provenientes do contato com os dejetos dos animais domésticos. Animais serão recolhidos? A Gerência de Proteção Animal não irá fazer o recolhimento dos animais de rua. “Esse tipo de trabalho é feito há mais ou menos 20 anos e as coisas estão do jeito que estão. Nós vamos fazer o controle populacional. Não adianta eu recolher 10 e ter mil nascendo”, argumenta Aracelli. Além da castração, a Gerência também encabeçará o “cão comunitário”, que será uma ação focada nos animais de rua tratados e cuidados por mais de uma pessoa. Por exemplo: cães de rua que são cuidados por vários moradores. Esses cães receberão benefício da castração e ficarão sob responsabilidade da comunidade. “Queremos que a comunidade esteja engajada conosco e tenha consciência dos seus deveres e direitos também. Vai ter fiscalização, notificação e multa para maus tratos. Queremos que a população tenha consciência dos cuidados que devem ser dados para esses animais”, informa Aracelli.

O CCZ é erroneamente conhecido pela população como “carrocinha”. Presume-se que o local serve exclusivamente para recolhimento de cachorros, quando na verdade, não é essa a função do lugar, que é combater, prevenir e conscientizar sobre as zoonoses, que são doenças que podem ser transmitidas dos animais para os seres humanos. O coordenador do CCZ, o biólogo Bruno Hartmann, destaca que o cachorro não é o único centro do trabalho deles, há também os pombos, o mosquito da dengue, a infestação de escorpião, os ratos, os morcegos, as aranhas peçonhentas, entre outros. O CCZ funciona há sete anos em Lages e desde a sua fundação, a comunidade pensa de maneira errada a respeito do lugar. Bruno diz que espera que neste mandato as pessoas tirem essa visão distorcida. “Se porventura tiver algum cão com sintoma de raiva, nós vamos averiguar e tirar o animal do convívio com as pessoas para fazer pesquisa, além de examinar o local onde ele foi encontrado e se algum outro animal da região pode estar contaminado. Cachorros atropelados nós recolhemos e cães muito doentes também, só isso. Não é mais aqui que são feitas as castrações e nem é aqui que os deixamos para adoção”, informa Bruno. De acordo com o Secretário do Meio Ambiente, Mushue Dayan Hampel Vieira, o prefeito Elizeu Mattos, tendo a visão correta do que realmente é o CCZ, afirmou ainda na sua campanha que mudaria esse quadro. “Ele foi procurado pelas ONGs que pediam para que a nossa administração atendesse esses animais. Ele assumiu o compromisso, criando a Gerência de Proteção Animal, que já é uma realidade”, destaca Hampel.


16 17

ONGs Em Lages são pelo menos duas as instituições beneficentes que trabalham em prol do bem estar de cães e gatos. São elas a ALPA (Associação Lageana de Proteção Animal) e o grupo ALMA – Mãos que Amparam. As duas organizações têm por objetivo unir voluntários e protetores que cuidem de animais vítimas de maus tratos e abandono, para que quando reabilitados, possam ser doados a pessoas que buscam ter um animal de estimação. A ALPA atua na cidade desde 2005. E o grupo ALMA começou no ano de 2012. As instituições promovem feiras, “cãominhadas” (caminhadas de cachorros) e campanhas de conscientização sobre maus tratos e abandono de animais. E agora ambas terão o auxílio do poder público, que através da Gerência de Proteção Animal ajudará na castração e com os alimentos necessários para os pets, além de realizar grandes feiras de doações. “Com a ajuda da prefeitura será mais fácil. Antes quem corria atrás dos remédios éramos nós e nem sempre conseguíamos”, comenta a voluntária e tesoureira da ALPA, Cristina Graebin. Como funciona o voluntariado São voluntárias as pessoas que se disponibilizam a cuidar dos animais para que sejam posteriormente doados. A ONG ALPA conta com a ajuda de 15 a 20 voluntários. Segundo Cristina, para uma cidade do tamanho de Lages é muito pouco. Cada voluntário teria que ter um número máximo de dois bichos, principalmente quando a pessoa já possui animais em casa. “Infelizmente nós temos voluntários que excedem essa quantidade e acabam causando problemas para eles mesmos. Gostaríamos de conseguir dividir mais esses animais, porém não há voluntários”, comenta. A quantidade de animais disponíveis para adoção na ALPA gira em torno de 40. “Sem dúvida esse número pode ser bem maior se juntarmos com as pessoas que fazem o trabalho de forma independente. Além do mais, quando é adotado um animal da casa de um voluntário, ele imediatamente substitui por outro para cuidar, até que o mesmo seja adotado. Então o ‘giro’ é muito grande”, conta Cristina. Amigo temporário Duque, Rarley e Ozzy nunca estão sozinhos, sempre há um amigo temporário para “brincar”, já que Cristina é voluntária e pela casa dela já passaram mais de 12 cães. Há três meses a cachorrinha Cindy chegou, ela tem 2 aninhos e é extrovertida e hiperativa. Adora brincar e está sempre correndo pelo pátio. Já está castrada e aguarda um lar. “Eu a trouxe de uma protetora que já tinha muitos cães”, contou Cristina.

Cristina Graebin, Cindy (no colo) e João

revista visão


18 19

Além de Cindy, na casa de Cristina também mora o João, de 14 anos. “A história deste cão é comovente. Há cinco anos ele foi deixado no CAV para ser eutanasiado (morto) porque estava velho. O CAV, vendo o tamanho dele, percebeu que ele seria um bom doador de sangue. Ele ficou por três anos sendo doador. Só que eles precisaram doá-lo. Então, acharam uma pessoa. Mas essa pessoa não cuidou. Foi parar na casa de outra, que não tinha condições nem de comer quem dirá de cuidar de um cachorro desse porte. O cachorro João come cerca de um quilo de ração por dia. Então eu me propus a pegá-lo. Já faz dois anos que ele está comigo. Em função da idade, ele acabou desenvolvendo um problema nos rins e precisa comer ração especial. João é um cachorro dócil, querido, e era o protagonista da “Cão Terapia”, onde o cão serve de ajudante para as crianças se desenvolverem melhor. Ele é um cão guerreiro e se for doado terá que ser para alguém que dê bastante atenção a ele”, relata.

CÃES PARA

ADOÇÃO

ela tinha esse hábito, passaram a deixar os animais na frente ou até dentro do pátio da casa dela. “Em 2002, em apenas um mês, jogaram 43 filhotes no meu cercado. Você consegue imaginar? A prefeitura chegou a me notificar por isso. Não digo que não tive culpa por tê-los recolhido, mas se eu não o fizesse o que ia ser desses pobres animais? Como muitos já estavam doentes, foram morrendo. E outros eu consegui doar”, conta. Maria reconhece que excedeu a cota e que precisa urgentemente doar os animais. “Eu acredito que as pessoas têm que ter uma posse responsável. E eu não convido ninguém para fazer uma loucura dessas. Eles nunca estão limpos e minha casa nunca está limpa também. O canil pelo menos, eu sempre lavo. Mas é desgastante. Não posso deixar eles sozinhos, não posso sair de casa. O que compensa é a alegria em tê-los. Mas eu sei que não tenho condições e nem estrutura para mantê-los aqui”, desabafa. O local onde os cães ficam é amplo, mas Maria ganha apenas uma aposentadoria, apesar da ONG ALPA ajudar com ração e outros auxílios, a aposentada não tem condições financeiras (e até físicas) para manter tantos animais. Ela diz que vai ficar apenas com os cachorros que ela cuida há mais tempo, que são a Garota, com 15 anos, o Toby, a Alma e o Camões (nome dado porque foi encontrado na Avenida Luiz de Camões), com 5 anos e a Nina, que tem 4 (todos são castrados).

Maria Clara cuida de 20 cães Cristina é o tipo de voluntária consciente. Já Maria Clara cuida de 20 cães e mais alguns gatos. Desses, 15 estão para doação. A professora aposentada, que prefere não revelar onde mora, diz que há 16 anos recolhe cães para fazer doação. Segundo ela, no começo era ela quem recolhia. Mas com o passar do tempo, as pessoas sabendo que

Se você quer ser voluntário, ligue para a ALPA 49 9972-2363 ou para a ALMA 49 8828-4984 revista visão

revista visão


20 21 <garota visão

Beleza exuberante

Ela tem

um lindo par de olhos esverdeados e um sorriso encantador. É assim que podemos descrever a nossa Garota Visão deste mês. A dentista Juliani Tibolla é quem estampa as páginas mais belas da revista. Ela é natural de David Canabarro, no Rio Grande do Sul e veio para Lages estudar em 2007. Na terra serrana ela conheceu o namorado, Giovani Mello (também dentista). E os dois abriram um consultório odontológico. Hoje ela faz especialização em Ortodontia e diz que foi justamente esta área que a fez querer ser dentista. “Usei aparelho durante um tempo e quando tirei e vi o resultado não tive dúvidas da profissão que gostaria de seguir”, conta. A jovem de 1,67 metros diz que seu hobby é viajar. As fotos foram feitas na Estação Experimental da Epagri, no Morro do Posto, em Lages. Confira o ensaio completo no site www.revistavisao.com.br revista visão


20 21

FICHA TÉCNICA MODELO FIGURINO

| Juliani Tibolla | Gabriela Rosa - 49 3225.5971

ACESSÓRIOS SAPATOS

| Gabriela Rosa - 49 3225.5971

| Atualle Calçados - 49 3224.9071

CABELO & MAKE UP LOCAÇÃO

| Isadora Costa - 49 9905.1785

| Estação Experimental Epagri

FOTOGRAFIA

| Gugu Garcia - 49 3222.5864

ENSAIO COMPLETO

| revistavisao.com.br

revista visão


22 23 <arquitetura

STUDIO METROS ABRE AS PORTAS EM GRANDE ESTILO Texto Débora Puel • Fotos Gugu Garcia

LAGES GANHOU UMA NOVA OPÇÃO PARA DECORAÇÃO DE INTERIORES. A STUDIO METROS, DAS ARQUITETAS MARIA FERNANDA GEVAERD E BIANCA RIBEIRO, É A REVENDEDORA OFICIAL NA SERRA DAS CORTINAS E PERSIANAS HUNTER DOUGLAS LUXAFLEX. PROFISSIONAIS DO SETOR, IMPRENSA E FORNECEDORES PRESTIGIARAM O LANÇAMENTO, QUE OCORREU NO DIA 26 DE MARÇO.

O novo

espaço comercializa produtos de marcas nacionais e importados com alta qualidade, tecnologia e preocupação ambiental, como é o caso da Tapeçaria Italiana. Em se tratando de alta tecnologia, o destaque são as cortinas e persianas motorizadas da Hunter Douglas Luxaflex, que permitem o manuseio remoto. Outros diferenciais da Hunter Douglas são os tecidos cortados a laser e o tratamento antiestático. A Studio Metros revende marcas importadas de papel de parede como

revista visão

JVN, Select Paper, Vtop e Decobela. As profissionais decidiram investir no ramo por acreditarem que o mercado serrano da arquitetura está cada vez mais exigente e em expansão. No piso superior do espaço também vai funcionar o escritório Metros e Metros Arquitetura. O casarão antigo, localizado na Rua Aristiliano Ramos, 174, foi inteiro reformado pelas profissionais e aberto para a visitação dos convidados durante a inauguração. O horário de funcionamento da Studio Metros é de segunda a sexta-feira (das 9 às 12 e das 13h30min às 19 horas) e aos sábados (das 9 às 12 horas).

Arquitetas e empresárias Bianca Ribeiro e Maria Fernanda Gevaerd

“Lages passa a contar com o que há de melhor no mundo nessa área de cortinas e persianas”. Fábio Mattioli Gonçalves, diretor da Hunter Douglas Luxaflex em Santa Catarina e Paraná


24 25

Quando

ingressou na faculdade, em 1998, e depois se formou em Fisioterapia, em 2004, o jovem Denis Henrique Pauletti Iob, hoje com 32 anos, não imaginava que pouco tempo depois o destino faria com que tivesse de deixar o exercício da profissão para se tornar empresário. “Larguei da Fisioterapia para estar mais próximo do negócio da família, que estava me exigindo mais. E, mesmo que um dia eu volte a essa profissão, não me arrependo e estou muito feliz e realizado como empresário”, declarou. Denis hoje é o principal executivo da empresa IOB Arte Pinus – uma empresa lageana que se tornou referência nacional na produção de brinquedos e jogos pedagógicos em madeira de pinus. Em 2012, a empresa comercializou praticamente em todo o território nacional algo próximo a 2 milhões de unidades. “Quando começamos, em 2001, nossa empresa só fabricava prendedores de roupa em madeira. A partir de 2004, quando lançamos os jogos e brinquedos pedagógicos, a empresa começou a mudar seu foco. Naquele momento, os jogos representavam apenas 5% de nosso faturamento. Hoje, têm uma participação de pelo menos 60% e os prendedores de roupa deixaram de ser o carro-chefe da empresa”, declarou.

Aposentadoria dos pais Texto e fotos

Loreno Siega

DUÇÃO DE BRIN O PR A N S O D IALIZA EIRA DE “SOMOS ESPEC GICOS EM MAD Ó G A D PE S O G CÍQUEDOS E JO ÓRIA, O RACIO EM M A M LA U M PINUS QUE ESTI S CRIANÇÃO VISUAL DA EP C R PE A E O IS IOB, NIO LÓGIC 6 ANOS”. – DEN A 3 E TR EN E D ÇAS COM IDA DA EMPRESA. O V TI U EC EX L A PRINCIP

Depois que virou empresário, Denis fez especialização em Controladoria e Gestão Tributária e MBA em Gestão Empresarial pela FGV. Ele conta que os pais, Frederico Iob e dona Clorinda Maria Iob, nasceram no interior de Caxias do Sul (RS). “Meu pai é engenheiro e trabalhou em várias empresas grandes. Uma delas foi fábrica de pisos Eliane, de Criciúma, onde eu e minha irmã nascemos”, contou. “Depois de Criciúma, a família veio morar na Serra Catarinense, pois o pai mudou e ingressou na Klabin, onde trabalhou muitos anos e acabou se aposentando”, acrescentou Denis. Denis diz que quando seu pai parou de trabalhar como engenheiro, não queria ficar sem atividade produtiva, e comprou uma fábrica de prendedores de roupa localizada próximo à empresa Minusa. “No começo, ele e minha mãe (também aposentada) administravam e tocavam a fábrica. Ficaram alguns anos produzindo apenas prendedores de roupa”, contou Denis. “Nesta época eu tinha acabado de me formar em Fisioterapia e comecei a trabalhar em Otacílio Costa e Palmeira”, explicou.

O “insight” para o novo produto

Frederico Iob, dona Clorinda Maria Iob e Denis Henrique Pauletti Iob revista visão

“Certo dia, numa brinquedoteca da prefeitura de Palmeira, me deparei com alguns brinquedos feitos em madeira. Então pensei que podíamos inovar na empresa em Lages e passar a produzir aquele tipo de produto. Dias depois, comendo um lanche, notei que veio embalado numa caixinha de papelão, produzida pela Grafpress, uma gráfica de Taió. Fiz contato com eles e desafiei o dono daquela gráfica a me fornecer alguns moldes de brinquedos que poderíamos fabricar as peças em madeira. Inicialmente, me passaram quatro diferentes modelos. Nós faríamos as peças em madei-


destaque empresarial> 24 25 ra e eles imprimiriam os desenhos e a parte gráfica, que são colados sobre os modelos”, contou Denis.

“Uma nova história na minha vida” Pronto. A ideia de Denis estava materializada. Agora só faltava um item fundamental e essencial na vida de qualquer empresário: tomar a decisão, investir na ideia e não ter medo de correr riscos. “Na época não tinha carro próprio. E estava com praticamente todo o dinheiro guardado para comprar meu primeiro veículo usado. Fiz as contas e se partisse para a produção dos modelos de brinquedos gastaria todo aquele dinheiro. Embora com algum medo, não tive dúvida. Investi na ideia. Em apenas dois meses, para minha surpresa, vendemos todas as peças. E assim começou uma nova história para a fábrica do meu pai e também na minha vida”, admitiu Denis. Atualmente, a IOB Arte Pinus produz em torno de 130 modelos diferentes de brinquedos e jogos pedagógicos em madeira para crianças de 3 a 6 anos de idade. “Vendemos em lojas especializadas de brinquedos e principalmente em bazares. Temos clientes em praticamente todos os estados e regiões do Brasil. Como os preços desses produtos são muito baixos (os modelos mais caros custam menos de R$ 15,00) e a qualidade é excelente, as vendas são muito boas. Alguns brinquedos fui eu mesmo que concebi. Outros foram criados ou desenvolvidos por um publicitário da Grafpress. E outros são

desenvolvidos a partir de ideias e sugestões de amigos e pedagogos”, contou Denis.

Mão de obra de presidiários A matéria-prima dos produtos feitos pela IOB são refugos de madeireiras ou serrarias que trabalham com pinus. “São restos das madeireiras. Mas material de ótima qualidade”, fez questão de salientar o jovem empresário. “Nós padronizamos essas madeiras em quatro diferentes bitolas de corte. Assim, nosso processo produtivo ficou bem mais eficiente”, falou Denis. “Aqui na empresa nós produzimos as peças e moldes em madeira. A montagem final e acabamento dos jogos são feitas, via de regra, por presidiários. Utilizamos mão de obra de três diferentes presídios (Campos Novos, Joaçaba, São Joaquim) e de uma penitenciária (São Cristóvão do Sul)”, explicou Denis. “Alguns desses detentos trabalham recebendo salário (outros recebem por produtividade) e também têm parte de sua pena reduzida. E a maior parte ganha por produtividade”, contou. Denis conta que atualmente a IOB utiliza o serviço de pelo menos 200 detentos. Na sede da empresa, próxima a Cooperplan, na Cidade Alta, são atualmente 35 empregos diretos. “Meu pai e minha mãe continuam com papel importantíssimo na empresa”, contou Denis. “O pai foca mais na produção e no setor de RH. A mãe cuida mais da parte financeira. E eu me dedico mais às

vendas, logística de produção, compra de insumos e na parte do gerenciamento do negócio”, explicou Denis. “Na verdade, nos apoiamos em tudo. Se for necessário, cada um de nós pode assumir a função do outro e tocar adiante a empresa”, acrescentou.

“Aprender com os erros” Atualmente, a IOB Arte Pinus funciona em uma área de 2.100 m² de área construída, em quatro diferentes barracões. “Estamos ampliando a empresa em mais 800 m². E para este ano pretendemos crescer pelo menos 20%”, disse. “É da natureza do empresário arriscar. Eu mesmo, apesar do fator sorte e vislumbre que tive no início, já errei muitas vezes em minhas decisões. Mas acertei também outras vezes, bem mais do que os erros. É assim que os negócios vão adiante. O importante é estar sempre antenado e aprender com os erros”, comentou. No período de 18 a 22 de março a IOB participou oficialmente de sua 1ª feira em nível nacional – a “Feira Brasil 1 a 99” – nos pavilhões da Expo Center Norte – em São Paulo. “Temos muita expectativa a partir deste evento. Não é diretamente o nosso foco. Mas também vendemos muito para esse tipo de lojas de R$ 1,99”, contou Denis. “Se der certo, nossa meta no médio prazo é participar também da ABRIN, maior feira e exposição de brinquedos do Brasil, que se realiza também na Expo Center Norte (SP) sempre nos meses de abril”, finalizou.

revista visão


26 27 <autoconhecimento

Uma nova realidade

Hoje graças ao Autoconhecimento, vivo uma vida com sentido, valor e amor. Consegui em pouco tempo a Autoliderança de minha vida pessoal, profissional, familiar e social. A Autoliderança é um processo de desenvolvimento pessoal que busca integrar as diversas áreas da vida, numa constante melhoria contínua rumo à excelência. O Autoconhecimento é a raiz da árvore da Autoliderança, conforme o programa de desenvolvimento pessoal criado por Suryavan Solar, tal qual ensina a Escola de Liderança de Condor Blanco. O autoconhecimento são as raízes da árvore da vida. Logo, quanto maiores, abundantes e profundas forem, melhores serão os frutos, ou seja, nossos resultados.

Sem Autoconhecimento não tenho identidade própria! Não sou ninguém! Não existo! Sou apenas mais um sobrevivente ao dia-a-dia, à rotina, cheio de preocupações, fobias, doenças, carências, distúrbios e complexos, que se esconde atrás do orgulho e arrogância, com um peito estofado encarando os outros com uma cara feia. O único jeito de me tornar alguém nessas condições é fazer algo fantástico! Talvez seja por isso que a maioria das pessoas perdem suas vidas na corrida maluca pela fama e pelo sucesso, querendo ser artistas de novela, jogador de futebol, políticos, diretores, CEOS, mega-bilionários da bolsa, cientistas renomados, etc. E aí se vai mais uma vida... Terminará cansado, estressado, sem saúde, sem família, triste e carente, culpando aos outros por sua falta de sorte.

Quanto mais me conhecer, quanto mais navegar por esse universo inconsciente, mais me libertarei! Quanto mais profundo for, mais luz encontrarei e essa luz transmutará minha ignorância, queimará toda a negatividade e consciência de miséria que carrego em meu subconsciente e energizará meu ser para evoluir até se fundir ao criador.

Nosso planeta, a natureza e a população mundial sofrem hoje a consequência dessa falta de Autoconhecimento. Gerações e gerações inconscientes e ignorantes à realidade do funcionamento da alma, do ser, do psiquismo, do espírito, da vida e do universo. Aqueles poucos enviados a levar consciência e luz foram mortos e crucificados brutalmente e suas palavras distorcidas para a manipulação geral da massa/sociedade.

Sem Autoconhecimento eu não existo! Sou apenas a projeção da mente coletiva com todas as crenças, preconceitos e padrões pré-determinados, antiquados e retrógrados oriundos da idade dos primatas. Faço parte da massa de gente que anda perdida pelo mundo, robotizados e hipnotizados pelo supérfluo e externo.

O Autoconhecimento é buscar em si a felicidade, harmonia, satisfação e realização pessoal. Autoconhecimento é um processo pessoal, silencioso, motivador e divertido. É transcender todas as suas crenças e preconceitos que te prendem na infelicidade, na doença e na miséria material, emocional, intelectual e espiritual.”

Atendimento somente com hora marcada em Lages e em Florianópolis.

Contato: 49 9925 7262 felipe@felipeterapeuta.com www.felipeterapeuta.com

Lages

Rua Correia Pinto, 638 - 2º piso, Centro - Lages-SC

Florianópolis Mudança de endereço, por favor ligue e agende. revista visão

Terapeuta – CRT 47535, Formado em Terapia de Vidas Passadas pelo Instituto Holus. Engenheiro Industrial pela Universidade do Planalto Catarinense. Certificado em Autoliderança e Projeto de Vida, Liderança de Equipes e Líder Empreendedor Integral pela Organização Internacional Condor Blanco.

Se

você se identificou com esse relato, te convido a se conhecer! Como terapeuta vivencio diariamente o processo de Autoconhecimento, te apoiarei a encontrar a “luz mágica” que vai mudar sua vida. Infinitos benefícios você irá ter, como por exemplo: saber sua missão, seus talentos, fortalezas, aumentar sua saúde, prosperidade, felicidade, sabedoria, autonomia emocional, mental e espiritual. Terá poder para ser quem realmente é! Livre de máscaras e crenças limitantes. Será livre e feliz, ou seja, vai viver e respirar no presente e no agora. Sem depressão pelo passado e sem ansiedade pelo futuro que ainda não chegou. Ferramentas utilizadas

Regressão Consciente Terapia de Vidas Passadas Captação Psíquica

Essas terapias mudaram minha vida e quero mudar a sua! Tome uma decisão comprometida e entre em ação, agende uma conversa, vamos nos conhecer!


40 anos estimulando o pensar para saber escolher

VIVÊNCIAS E CONVIVÊNCIAS E

ntre o ensinar e o aprender, a escola é também responsável por promover o amadurecimento do aluno o que acontece em função das vivências e convivências. São as oportunidades criadas para o “educar a si mesmo” e permitir ao aluno articular o conhecimento nas diferentes relações. A intersecção dos saberes e as experiências no cotidiano possibilitam a construção dos conceitos e a capacidade de relacioná-los com a realidade, de fazer uma leitura adequada do mundo e a consequente inserção social. “Um dos motivos pelo qual o aluno não faz articulações é porque a sociedade, hoje, pouco conversa e pouco lê. Os pais ficam horas no Facebook, na frente da televisão, ou vão para o shopping comprar, deixando a criança sozinha, sem propósitos de diálogo, e, geralmente, com brinquedos eletrônicos. Por isso é uma sociedade que pouco pensa. É importante pensar sobre a vida, conversar. Sem dúvida alguma, o êxito de uma criança - do ponto de vista de ela se tornar uma pessoa sábia, conhecedora, com uma inserção social consciente - tem a ver com uma boa escola que ensine e uma família que eduque”, diz Isabel Parolin, psicopedagoga e escritora. Escola e família passam a ser estimuladoras de linguagens, perscrutando problemas, construindo argumentos e gerando conceitos na busca por elevar a condição humana. Um esforço constante para nos fazermos melhores e com um senso crítico presente. É preciso olhar ao redor, aguçar a percepção, estranhando-nos com aquilo que antes nos parecia trivial, para nos darmos conta de que não sabemos, e indagarmos sobre o sentido de todas as coisas. Foi com esta linguagem que estimulamos nossos alunos em um recente trabalho pelo Dia Internacional da Mulher, conduzindo-os à reflexões sobre o papel da mulher na sociedade atual. Espaços de discussão permitiram que cada um manifestasse sua opinião (e atitudes pessoais), dizeres e fazeres do seu entorno, como a sociedade vem lidando com as questões da mulher, instigando-os para que construíssem o seu próprio conceito. O nível de amadurecimento revelado surpreende. E comprova a importância desses espaços.

O QUE AJUDA A AMADURECER?

Os alunos entenderam o significado e foi assim que se expressaram: • Yuri C. Peixer – 6 Ano A “Bom, tudo começou na Rússia, onde aconteceu de queimarem as mulheres dentro de uma fábrica. Até os dias atuais as mulheres continuam a ser violentadas, discriminadas, etc. A importância de comemorar o Dia Internacional da mulher é conscientizar a sociedade que nós não precisamos ser idênticos para termos direitos iguais. • Caio M. Camargo – 6º Ano A “A importância do Dia da Mulher nos dias de hoje é a sociedade lembrar que apesar de ela ser discriminada e injustiçada, nós somos todos iguais e temos os mesmos direitos”. • Gabriel Portal – 5º Ano A “Porque elas trabalham igual aos homens, mas não ganham igualmente”. • Diego Carvalho– 6º Ano A “Na atualidade a celebração do Dia Internacional da Mulher é para conscientizar e igualar os direitos”.

• Paola Derossi – 6º Ano A “Esse dia 8 de Março serve para a gente pensar em como a mulher batalha pelos seus direitos”.

Construindo juntos. Dia internacional da Mulher. É para pensar!

• Vitoria Cifuentes – 8º Ano B “...temos que ter estes dias para conscientizar as futuras gerações de que não há diferença entre o homem e a mulher”. • Caetano Letti – 8º Ano B “A mulher hoje não precisa mais só ajudar filhos e arrumar a casa. Ela está em cargos importantes na sociedade. Mulheres que estão no exército e cargos até acima dos homens, mas ainda há um preconceito e isso deve ser mudado”. Se quisermos que haja uma verdadeira mudança de paradigma em relação ao desempenho da mulher na sociedade moderna, precisamos nos voltar à criança e iniciar a construção de um novo conceito para que uma nova estrutura social se manifeste em atitudes de respeito pelas gerações futuras. A cultura está enraizada e é necessário ainda mais para uma mudança efetiva. Provocar mais envolvimento da família, mesmo porque se espera das famílias que cumpram o seu papel de formadoras do sujeito, assim como se espera da escola que cumpra o papel de ensinar e provocar as aprendizagens necessárias na missão de prepará-los para intervir em seus meios sociais. Porém, é bom lembrar, que tanto na família como na escola e na sociedade o exemplo é fundamental. Quando isso não acontece, o discurso fica vazio.


Feijoada da Serra cresce a cada ano

Fotos Gugu Garcia, Loreno Siega e Thiago Córdova / Cris Menegon / SJ online

CERCA DE 3 MIL PESSOAS, A GRANDE MAIORIA JOVENS, DE VÁRIAS CIDADES DA REGIÃO E DE SANTA CATARINA, ESTIVERAM NA CHÁCARA BATTISTELLA, NO DOMINGO (17/03). ELES PARTICIPARAM DA 9ª. EDIÇÃO DA FEIJOADA DA SERRA. ALÉM DA GASTRONOMIA, O EVENTO TEVE COMO ATRATIVOS VÁRIOS DJS E BOA MÚSICA, O ENCONTRO ENTRE AMIGOS E PRINCIPALMENTE, UM CLIMA DE ALEGRIA E ALTO ASTRAL.

Assim

como nas edições anteriores, diversas autoridades vieram prestigiar a 9ª Feijoada da Serra e saíram satisfeitos com a organização e o porte do evento. Os estandes dos patrocinadores ficaram lotados de pessoas para comprar ou conhecer os vários produtos. Os artistas convidados neste ano, Caetano Zonardo e Ricardo Machhi, atenderam seus fãs, tirando fotos e dando total atenção a todos. Os passeios de helicóptero foram uma das principais atrações da festa, com muitas pessoas aproveitando para

revista visão

ver a cidade de cima, o que é pouco comum. A Escola de Samba Aliança, campeã do Carnaval de Joaçaba, marcou presença. Assim como a banda Projeto Samba House; a dupla Sertaneja Billy Jhow & Fabiano e o pop Show com a Banda Interprise, que finalizou os shows do evento. A promotora do evento, Vanusa Córdova, da Multiplik Eventos, fez questão de frisar que todo ano a festa tem que superar as expectativas. “No ano que vem vamos comemorar os 10 anos da Feijoada da Serra. Aguardem, pois será um grande presente para a cidade de Lages e região” finalizou.


30 31

revista vis達o


32 33 <infovisão

América vence campeonato

Lançado o Projeto Nascentes do Futuro II Na data em que se comemorou o Dia Mundial da Água, 22 de março, a Amures e o Ministério Público de Santa Catarina lançaram o Projeto Nascentes do Futuro, Etapa II. A ação prevê recuperar 14 nascentes de água com diagnóstico da tipologia vegetal na área limítrofe de rios e córregos, obtenção de imagens de satélite de alta resolução e capacitar professores e alunos. Os recursos para investimento no projeto são de R$ 459.175,68 e foram canalizados junto ao Fundo para Reconstituição de Bens Lesados, do Ministério Público Estadual. Em dois anos, o Nascentes do Futuro Etapa II pretende recuperar e mapear uma área estimada de 420 hectares nas margens de rios. O presidente da Amures, Edilson José de Souza, antecipou que será delimitada uma faixa de 30 metros nas margens de rios e córregos que deságuam nas bacias que abastecem as populações dos municípios, onde serão executadas as ações de recuperação.

Tecnologia chega a escolas rurais de Urubici O Programa Escola Ativa (hoje Pronacampo), criado pelo Ministério da Educação, envolveu 4 escolas do campo com turmas multisseriadas de Urubici. Teve início em 2011 com a formação de professores de sala de aula, tendo como objetivo fornecer subsídios teóricos e metodológicos para a organização do trabalho pedagógico, com foco voltado à realidade da Educação do Campo. No Ano de 2013 a Secretária de Educação, Patrícia de Souza Rodrigues, juntamente com a Diretora de Ensino, Andréa Salvador Rodrigues e a pedagoga Flávia R. Wrobleski Vieira fizeram a entrega de notebooks, um para cada aluno, nas escolas multisseriadas das localidades de Vacas Gordas, São José e Baiano. Lançado ano passado, o Programa Nacional de Educação do Campo tem o objetivo de atender escolas rurais e quilombolas com ações em quatro eixos: gestão e práticas pedagógicas; formação de professores; educação de jovens e adultos e educação profissional e tecnológica.

revista visão

A final do Campeonato Amador de Lages, temporada 2012/2013, aconteceu no domingo (17/03). O time do América se consagrou campeão e recebeu o Troféu Elizeu Mattos, em homenagem ao prefeito, que apoiou a competição. O superintendente da Fundação Municipal de Esportes (FME), Armando Mello Júnior, entregou o troféu à equipe campeã. O campo do Pisani ficou lotado de torcedores que assistiram uma disputa acirrada, mas o empate em 0x0com o Ki-Bola foi suficiente para o América conquistar o campeonato, já que na primeira partida da final havia vencido por 4x1.

Um novo kartódromo para Lages A prefeitura de Lages, o Kart Club e o grupo CR7, de Blumenau (SC), firmaram parceria na noite da quinta-feira (21/03). Pelo termo de compromisso, a construtora blumenauense, para tomar posse do terreno onde hoje está instalada a pista de kart, no bairro Universitário (que tem área de 20 mil metros quadrados), vai construir um moderno kartódromo, próximo à fábrica da Ambev, numa área de 53 mil m². A pista será de padrão internacional, com 1,1 quilômetro e 8 metros de largura. Já no terreno onde está hoje o Kart, a CR7 edificará o conjunto habitacional “Quinta das Neves”, com quatro torres e 400 apartamentos. O residencial estará localizado na Rua Marechal Gama D’Eça, com área total construída de aproximadamente 35 mil metros quadrados. De acordo com o empresário Cristian Rocha, presidente da CR7, durante a construção dos prédios serão gerados cerca de 150 empregos diretos e outros 300 indiretos. “A partir do início dos trabalhos vamos concluir a obra em 36 meses”, garante.


Semasa vai investir R$ 8 milhões em ações emergenciais A Secretaria de Águas e Saneamento (Semasa) trabalha para acabar com a falta de água em Lages. A primeira medida será tomada com cunho emergencial para minimizar o problema até o próximo verão. Trata-se do investimento de R$ 8 milhões na aquisição de geradores de energia, remodelação da estação de tratamento (aumentando sua capacidade de produção de 50 milhões de litros/dia para 59 milhões de litros/dia), melhoramento e construção de reservatórios e a implantação de busters (bombas de pressão) junto à tubulação, para levar água às partes altas do município. A previsão é que até outubro as ações sejam concluídas e postas em prática, como orienta o prefeito Elizeu Mattos.

Lageano conquista vitória brasileira no rally mundial Reinaldo Varela e o lageano Gustavo Gugelmin escreveram uma nova página na história do automobilismo nacional ao conquistarem a primeira vitória do Brasil em provas do rally mundial Italian Baja 2013. A dupla do Divino Fogão Rally Team foi a melhor entre as 69 inscritas na etapa de abertura da Copa do Mundo da FIA para Rally Cross Country, disputada no final de semana do dia 16 de março em uma cidade italiana situada próximo à fronteira com a Áustria. A competição marcou também a primeira vez em vários aspectos na carreira de Varela e Gugelmin, atuais campeões mundiais na categoria T2: primeira apresentação na categoria T1 (a mais competitiva e importante da modalidade), primeira corrida com assistência da equipe belga Overdrive e primeira prova em que Varela utilizou um veículo equipado com câmbio sequencial.

32 33

Comissão acompanhará a execução da Av. Ponte Grande

Uma comissão foi formada, na quarta-feira (20/03), para fazer o acompanhamento e fiscalização das obras de construção da Avenida Ponte Grande (em Lages). Os integrantes do grupo são representantes das Secretarias da Habitação, Infraestrutura, Planejamento e Assistência Social, Caixa Econômica Federal e as empresas responsáveis pela execução da obra. O grupo, coordenado pelo secretário do Planejamento, Jorge Raineski, irá acompanhar todo o processo, desde a captação de recursos até a finalização, conforme determinação do prefeito Elizeu Mattos. “A comissão deverá se reunir a cada dois ou três dias para verificar todas as demandas e pendências, a fim de evitar que recursos escapem de nossas mãos”, afirmou o prefeito. A empresa Prosul, que fará o projeto técnico social, comprometeu-se em um prazo de dez dias a instalar um escritório junto ao canteiro de obras da empresa Sulcatarinense, que construirá a avenida. A estrutura será montada no bairro Caça e Tiro, com técnicos da empresa e equipamentos voltados exclusivamente para a obra.

Polícia ambiental encontra abate ilegal em Anita A Polícia Militar Ambiental (PMA), de Lages, se deslocou na terça-feira (19/03), até a localidade de Colônia Pacheco, interior do município de Anita Garibaldi, a fim de realizar fiscalização num frigorífico. No local foi constatado que a empresa estava exercendo as atividades de abate de bovinos sem licença ambiental. Diante da situação, foi realizado vistoria a fim de verificar a situação do tratamento dos efluentes da empresa, sendo constatado algumas falhas no sistema. No entanto, devido o abate de animais já ter sido concluído, foi informado aos funcionários, antes de iniciar novas atividades, que será necessário que o proprietário apresente a Licença Ambiental de Operação (LAO) na Polícia Ambiental de Lages.

revista visão


34 35

UHE Garibaldi: geração de energia à vista A Unidade Geradora de energia da UHE Garibaldi já começou a ser montada. Na semana do dia 11 de março, dois importantes componentes da primeira unidade foram acoplados e montados de forma definitiva: rotor da turbina e o eixo da unidade. A montagem dos geradores de energia, que corresponde à área de eletromecânica da obra, está em ritmo acelerado e a estrutura já está tomando forma. Segundo o engenheiro eletromecânico Osvaldo Jodar, responsável pela montagem do gerador de energia, a construção da unidade geradora N° 1 está na reta final. As frentes de trabalho nas unidades 2 e 3 também estão com o cronograma avançado. A unidade N° 2 está na fase de início de montagens eletromecânico dos componentes desmontáveis e a Nº 3 na fase final de concreto da caixa espiral e poço de turbina. As três turbinas possuem dimensões idênticas.

Desmatamento de 187 araucárias no Cerrito

notícias atualizadas diariamente no blog b l o g . r e v i s t a v i s a o . c o m . b r

A Polícia Militar Ambiental (PMA) de Lages encontrou na segunda-feira (11/03), na localidade de Campina Dorgelo, interior de São José do Cerrito, um desmatamento de 187 araucárias. A polícia chegou até o local através de denúncia anônima e encontrou as toras das árvores jogadas em duas propriedades. Em uma área de 0,10 hectares, foram encontradas 13 araucárias e em outra área vizinha, de 2,6 hectares, foram localizadas 174 toras de pinheiro brasileiro ou como é mais conhecida, a araucária. Os proprietários das duas áreas são irmãos e foram notificados através de um auto de infração ambiental. Eles responderão processo criminal e ambiental devido ao corte ilegal de espécie nativa.

Uniplac completou 54 anos

No dia 14 de março a UNIPLAC completou 54 anos de história. Nestes últimos anos, novos laboratórios foram construídos, ampliados e equipados, como o laboratório LATIENS, o Laboratório Escola de Biomedicina, o Laboratório de Educação Física e Fisioterapia, entre outros. São mais de 70 laboratórios, que complementam as aulas em sala de aula. Além dos mais de 27 mil m² de área construída no Campus de Lages, a UNIPLAC atua também com um campus em São Joaquim e com uma unidade fora de Sede, em Bom Retiro. Além disto, a UNIPLAC conta com mais de 15 mil alunos já formados e atualmente com mais de quatro mil alunos cursando os níveis de ensino – graduação, especialização ou mestrado. São mais de 500 profissionais inseridos no mercado por ano, mais de 1500 projetos de extensão oferecidos, com 100 mil pessoas beneficiadas por estes projetos. Mais de 40% dos alunos matriculados têm benefício em alguma das modalidades de bolsas de estudo oferecidas pela UNIPLAC, próprias e em parcerias com o Governo Estadual e Federal.

Fundação entregou 14 cadeiras de rodas para lageanos

Mulheres de Urupema comemoram seu dia Sábado (09/03), no Clube 3 de Maio, aconteceu o tradicional Baile da Mulher em Urupema, evento que encerra anualmente as atividades alusivas ao Dia Internacional da Mulher no município. Anos 60 foi o ritmo e a fantasia escolhidos pela organização do evento para a comemoração, numa noite onde os homens ficaram em casa cuidando das crianças e a mulherada caiu na folia, num evento exclusivo para o público feminino. Segundo a Assistente Social Marineuza Fertig Pereira, o baile mais uma vez foi um sucesso, superando as expectativas de público. Ela destacou ainda que as mulheres se sentiram a vontade no evento preparado só para elas. revista visão

Na quinta-feira (07/03), o presidente da Fundação Nova Vida, Joaquim Lemos, e o secretário de Desenvolvimento Regional de Lages, Jurandi Agustini, entregaram mais 14 cadeiras de roda para moradores de Lages. Quatro delas foram fabricadas sob medida para adolescentes impossibilitados de andar. E as outras dez serão destinadas aos idosos do Asilo Vicentino, localizado no bairro Brusque. A Fundação Nova Vida é uma instituição pública de direito privado, sem fins lucrativos, com sede em Florianópolis. Seu objetivo é promover e apoiar projetos sociais direcionados ao amparo das famílias catarinenses.


36 37 <pecuária

LAGEANO PODERÁ COMPRAR CARNE

BOVINA DIFERENCIADA CARNE BOVINA DE ANIMAIS CRIADOS NA REGIÃO COMEÇA A SER VENDIDA EM UM ÚNICO LOCAL INICIALMENTE. A DISPONIBILIDADE DA PRODUÇÃO SERÁ DE APENAS MIL QUILOS POR SEMANA PARA COMERCIALIZAÇÃO NAS SEXTAS-FEIRAS E SÁBADOS.

Consumidores

de Lages terão oportunidade de adquirir carne com alto padrão de qualidade, produzida de acordo com os três pilares da sustentabilidade: ambientalmente correta; socialmente justa e economicamente viável. O produto está sendo comercializado desde o final de março exclusivamente no supermercado Mezzalira, na Rua 7 de Setembro, próximo à Secretaria Municipal da Saúde. É o início do projeto denominado “Produção Integrada dos Campos das Tropas”, que agrega 14 produtores de oito diferentes municípios da região da Amures. Conforme explica a coordenadora do projeto, a médica veterinária Caroline Ribeiro, hoje não há onde comprar este tipo de carne em Lages, com a qualidade serrana e a marca da garantia. O diferencial ocorre também na ação dos produtores, que

revista visão

controlam a criação, a recria, a terminação e o abate, deixando a comercialização para um parceiro do ramo. Para que o produto não falte, será seguido um cronograma para não pecar no fornecimento. Serão abatidos inicialmente apenas cinco animais por semana, totalizando cerca de mil quilos de carne limpa, com a comercialização feita somente nas sextas-feiras e sábados. Os produtores sabem que o número de abates ainda é pequeno. Mas seguem a mesma tendência de grandes cooperativas do Paraná e Rio Grande do Sul, que começaram exatamente com o mesmo volume. “A resposta do consumidor é que vai ditar o crescimento da produção. Começaremos com pouco, mas com a garantia de oferta”, justifica Caroline. Ela salienta ainda que a carne será totalmente livre de agrotóxicos e antibióticos, respeitando o prazo de carência de produtos usados nos animais,

como é o caso do vermífugo, ou seja, a carne estará livre de qualquer tipo de resíduo medicamentoso. “A forma de produção e a qualidade da carne justifica também o preço diferenciado”, complementa a coordenadora do projeto. Os animais a serem abatidos são exclusivos de raças britânicas, conhecidas pela qualidade diferenciada da carne, e todos precoces, com apenas 24 meses de vida. Porém, nesses primeiros meses, os lotes para o abate serão de até 18 meses. Por fim, Caroline lembra que inicialmente a carne não será vendida já embalada, mas o consumidor será orientado na hora da procura. O diferencial será comprovado na hora com aplicação da identificação da marca Campos das Tropas. “Entre nós costumamos dizer que em boi de primeira não tem carne de segunda. Depende da forma do uso de cada parte”, conclui Caroline.


38 39 <publieditorial

Quer mais dinamismo

para sua empresa?

A HSI AUTOMAÇÃO COMERCIAL ESTÁ SEMPRE À FRENTE DAS NOVIDADES DO MERCADO, COM GRANDE EXPERIÊNCIA NA ÁREA DE INFORMATIZAÇÃO E AUTOMAÇÃO. DESDE 2001 VEM CONQUISTANDO A CONFIANÇA DE SEUS CLIENTES POR TODO O ESTADO, VISANDO SEMPRE OTIMIZAR PROCESSOS E CUSTOS. TRABALHA COM UMA VISÃO COMERCIAL CONSULTIVA, OFERECENDO SEMPRE A MELHOR SOLUÇÃO E AUXILIANDO SEUS CLIENTES EM SUAS DECISÕES. SOFTWARES E SISTEMAS DE GESTÃO, ATENTOS ÀS NOVIDADES DA LEGISLAÇÃO E ÀS FREQUENTES MUDANÇAS FISCAIS, FAZEM DA EMPRESA UMA PARCERIA SEGURA E CONFIÁVEL. OFERECE AINDA TODA LINHA DE PRODUTOS COM TECNOLOGIA FOCADA NAS MAIS DIVERSAS ÁREAS COMO SUPERMERCADO, VAREJO, INDÚSTRIA, TRANSPORTES, ALÉM DE ASSISTÊNCIA E SUPORTE TÉCNICO ESPECIALIZADO. Texto e Fotos

Liana Fernandes

Venda e assistência técnica autorizada:

revista visão

AUTOMATIZE JÁ! A HSI

é muito mais que uma empresa de automação, pois oferece aos clientes um conjunto completo de soluções, desde equipamentos necessários para atender as novas obrigações fiscais, até suporte, instalação, comercialização de aplicativos gerenciais e assistência técnica autorizada na linha de equipamentos que representa. Ela trabalha com clientes de Lages e de outros municípios de Santa Catarina. Os fundadores e sócios, Eduardo de Souza e Flávio Pereira, sempre acreditaram no negócio e hoje a empresa é referência em automação comercial da região. “Estamos sempre atentos às necessidades do mercado. Por isso temos os mais modernos produtos para oferecer aos nossos clientes”, diz Eduardo. Além dos equipamentos e softwares de ponta, a empresa disponibiliza a seus clientes, profissionais habilitados a fim de oferecer a melhor qualidade nos serviços prestados. “Estamos sempre em busca do aperfeiçoamento e primamos pela capacitação da nossa equipe. Por isso, nossos técnicos são treinados e credenciados para efetuar os serviços de instalação e assistência ao cliente”, conta o empresário. De acordo com Eduardo, “A empresa possui centenas de clientes automatizados em diversos segmentos. Um dos principais é o ramo gastronômico, onde atendemos restaurantes, bares, casas noturnas, pizzarias e franquias como Bob’s, Subway, Grão Espresso, Quiosque da Brahma entre outras. De acordo com o ramo da empresa, atuamos com determinado sistema, que compreende: transportes (CT-e), gastronomia, indústria e varejo em geral, e conforme o regime de apuração de impostos do cliente (Simples, Lucro Real ou Lucro Presumido) podemos orientar de forma consultiva a integração para o PAF-ECF , Sped Fiscal, Sped Pis Cofins”.


38 39

Produtos e serviços A HSI oferece uma gama de produtos direcionados para soluções em automação comercial, tais como: impressoras fiscais, balanças, leitores de códigos de barra, gavetas de caixa, microterminais, novos modelos de CPU, fornecimento de bobinas e solução de TEF (cartão de crédito via internet). É uma máquina que aceita todos os cartões, com o melhor custo benefício do mercado, alta performance e todas suas transações são feitas de forma ágil, muito mais rapidez, segurança e dispensando o uso do telefone, pois são feitas via internet.

Vantagens

Fundadores e sócios, Flávio Pereira e Eduardo de Souza

O diferencial em escolher a HSI para informatizar o seu negócio é que o cliente recebe tudo o que precisa de uma única empresa. Muitas pessoas deixam de informatizar por achar caro ou em função dos cupons fiscais, que implicam em valores altos de impostos no final do mês. “Mas isso é mito. As vantagens em informatizar o negócio vão muito além desses receios”, destaca Eduardo. Com a informatização o cliente fica a par sobre tudo que entra (estoque) e tudo que sai (é vendido) da sua empresa. Além de verificar com precisão se a empresa está lucrando ou não. “Em vez de ficar verificando pelas notas de papel, ou por planilha, tudo é feito com poucos cliques”, finaliza Eduardo.

Entre em contato e solicite uma visita de nossos consultores

49 3223-4366 - 49 3223-6636 Rua Humberto de Campos, 386 Sagrado - Lages SC

revista visão


40 41

O verdadeiro traje gaúcho Texto Liana Fernandes

A PILCHA, VESTIMENTA HISTÓRICA E TRADICIONAL DO GAÚCHO, SERÁ O TRAJE OFICIAL DA 25ª FESTA NACIONAL DO PINHÃO. A PESSOA QUE ESTIVER VESTINDO A INDUMENTÁRIA PAGARÁ MEIA ENTRADA. A ATITUDE VISA VALORIZAR MAIS O TRADICIONALISMO NO EVENTO. SERÁ QUE TODOS SABEM O QUE É ESTAR PILCHADO(A)?

Conforme

os ditames e as diretrizes traçadas pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho de Santa Catarina (MTG-SC), o traje masculino oficial do peão é o conjunto que compreende: camisa de botão (manga longa), bombacha, botas ou alpargatas, lenço e guaiaca/tirador. “O chapéu ou a boina é opcional”, informa Orides Luiz Pompeo, Presidente do MTG-SC. O traje histórico feminino, confeccionado com tecidos estampados e/ou lisos, é composto por: saia e blusa de manga, ou saia e casaquinho, ou vestido, saia de armação, bombachinha, meias e sapatilhas. “A maquiagem da prenda é discreta enquanto os cabelos devem estar semipresos ou em tranças, enfeitados com flores naturais ou artificiais, sem brilhos. A flor no cabelo é opcional e a blusa não pode ter decote”, destaca Orides. O patrono do CTG Barbicacho Colorado, Mário Arruda, destaca todos os adereços citados por Orides e acrescenta ao traje masculino o chiripá (usado no lugar da bombacha) e a espora (opcional), além da camisa com cadarço. Sabendo desses detalhes a Revista Visão explica como usar cada adereço, na definição que foi repassada pelos dois tradicionalistas.

revista visão

A prendA Saia e blusa ou saia e casaquinho Saia barra no peito do pé, godê ou em panos. Cor mais escura que a blusa. Blusa com as mangas longas e justas aos ombros, com babadinhos (sem exageros) nos punhos, decote pequeno em “V”, sem expor os ombros e os seios. Casaquinho (usar com a camisa por baixo): as mangas longas e justas aos ombros, abotoado na frente, com gola (sem exageros), com ou sem debrum. Tecido liso e mais encorpado, sem usar enfeites dourados, prateados, pinturas a óleo e demais tintas e purpurinas, bordados, tendo o cuidado de escolher cores harmoniosas e lisas, esquecendo as cores berrantes, cítricas.

Vestido Inteiro e cintura baixa, com barra da saia no peito do pé; corte godê ou em panos. Mangas longas, justas aos ombros, punhos com babadinhos ou rendas nos punhos. Decote pequeno em “V”, sem expor os ombros e os seios. Enfeites de rendas, sem exageros. Tecidos estampados, mais pesados como brocado, tafetá, gorgorão.

Saia de armação Leve e discreta, na cor branca. Se tiver babados, estes devem concentrar-se no rodado da saia, evitando-se o excesso de armação.

Bombachinhas De cor branca, de tecido leve, com enfeites de rendas discretas, abaixo do joelho, cujo comprimento deverá ser sempre mais curto que o vestido.

Meias e sapatos As meias devem ser de cor branca, bege e longa o suficiente para não permitir a nudez das pernas. Os sapatos, nas cores preto, marrom ou bege ou botinhas preta ou marrom escuro com cadarços da cor da botinha.


cultura> 40 41

O peãO Chiripá Sua característica é, em traços gerais, uma fralda grande, tendo seu transpasse lateral da frente para trás. Fixa-se na cintura por guaiacas.

Faixa ou lenço Faixa de lã, com 10 a 12 cm de largura, sem bordado. O uso do lenço é universal. Na parte funcional emprega-se para secar o rosto, proteger a cabeça contra o calor e o sereno. Hoje a peça é tida mais como ornamento. A cor vermelha sempre foi a mais apreciada, mas são muito usados os lenços de cor branca, azul, verde, carijó, etc.

Camisa Tecido de algodão ou linho. Padrão liso, com gola ampla ou de padre (corte da época) com mangas longas, sem cava e punho estreito amarrado com cadarços ou ajustado com botão, fechada na frente, estando aberta até a altura do peito, fechada por cadarços ou botões e sem rendas.

Colete ou jaleco (opcional) Tecido encorpado com uma só ordem de botões, sem ou com gola pequena, de um só tecido e cor (sóbria), abotoado na frente com uma única carreira de botões, sem fivela de ajuste.

Guaiaca (cinto) Lisa, com uma ou duas fivelas, bolsos em número de um a três.

Bombacha Peça larga em toda a perna, menos no tornozelo onde tem um botão. A bombacha atual tem no máximo 4 pregas, dispostas na parte da frente e também na parte de trás. Os buchos nas laterais não ultrapassam a 4 dedos.

Ceroulas É usada pelo peão quando ele veste o chiripá. Normalmente de algodão, com ou sem macramé, sem franjas se usadas por dentro da bota, com franjas se usadas por fora da bota, cujo comprimento não deverá passar a altura do início do calcanhar para não pisar na franja.

Bota ou alpargata Couro liso, modelo tradicional na cor preta, marrom escuro, ou marrom avermelhado. Estilos conforme a região. Vedado o uso de botas brancas. A alpargata é um calçado do tipo tênis, feita em brim ou lona, com solado de corda ou borracha, pode ser usado no lugar da bota. revista visão


42 43 <tecnologia

aplicativos para turbinar Shazam Gratuito - iOS e Android

VOCÊ ESTÁ USANDO TODO POTENCIAL DO SEU SMARTPHONE? PROVAVELMENTE NÃO. NORMALMENTE OS USUÁRIOS UTILIZAM APENAS METADE DO REAL POTENCIAL DE SEUS APARELHOS. CONHEÇA 8 APLICATIVOS ÚTEIS PARA ANDROID E IPHONE QUE AJUDARÃO A OTIMIZAR O SEU TEMPO E SUA VIDA.

miCoach Gratuito - IOS Disponível em vários idiomas, inclusive em português, o miCoach é um software cheio de recursos oferecido pela Adidas. Com ele, dá para controlar com facilidade o seu histórico de exercícios físicos, seja no smartphone ou no computador. Basta criar uma conta que esses dados estarão disponíveis online. No endereço micoach.com, o usuário escolhe o seu objetivo (desenvolver força e flexibilidade, perder peso ou correr uma prova de cinco quilômetros, entre outros). O serviço gera uma programação, com distâncias e tempos, que passa a estar disponível em seu celular. Se você vai correr, por exemplo, basta selecionar a atividade no celular e iniciar o seu treino sugerido para o dia que, com a ajuda do recurso de GPS, ele automaticamente identifica quantos quilômetros foram percorridos, velocidade, ruas pelas quais passou e calorias queimadas. E informa esses dados por voz, durante o exercício. Terminado o treino, é só sincronizar, via Wi-Fi, os dados com os servidores da Adidas. revista visão

Nunca mais passe o desespero de não saber o nome de uma música que tanto gosta. Com o Shazam e com conexão à internet nas mãos, você descobre tudo na hora. O aplicativo descobre todas as informações que você desconhece sobre uma música qualquer que escuta no rádio, na TV, num filme ou na rua. Você abre o programa enquanto toca a melodia e... Shazam! Em poucos segundos, a tela do celular aparece recheada de dados sobre a música que o Shazam acabou de escutar. Título da canção, nome do artista, álbum, gênero e até links para clipes relacionados no YouTube. Apesar de estar em inglês, o Shazam reconhece músicas em qualquer idioma. O reconhecimento não é 100% confiável, mas encontra resultados certeiros na maioria das vezes. Quanto mais específico for o trecho que o Shazam escuta da música, maiores as chances de trazer informações corretas.

Qual Operadora? Gratuito - Android Descubra a operadora de qualquer número celular ou fixo do Brasil, inclusive portados! Atualize sua agenda com rótulos que informam a operadora de cada número. Muito útil para quem possui benefícios ao ligar para números da própria operadora.


42 43

seu tempo e seu Google Drive Gratuito - iOS e Android O app permite o armazenamento de todo o tipo de arquivo na nuvem e ainda facilita o compartilhamento de documentos e planilhas com outros usuários. Também é possível sincronizar o que está armazenado, inclusive as edições feitas ao documento, com smartphones e desktops. Várias pessoas podem acessar um arquivo e editá-lo, o que facilita a colaboração de todos da equipe na elaboração do documento. E é possível editar um arquivo diretamente no celular. Os ajustes são então incorporados ao documento online e visível para quem o usuário quiser compartilhar.

Locale Gratuito - Android O Locale permite que você defina preferências automáticas para o seu celular, de acordo com o local onde o usuário está. Se, por exemplo, você costuma esquecer de desligar a campainha do seu aparelho ao chegar ao escritório, use este aplicativo para mudá-la para o modo “vibrar” automaticamente, assim que você se aproximar do escritório. Ou coloque o celular no modo silencioso sempre que estiver próximo a um cinema. É simples, mas inteligente.

smartphone

Glympse Gratuito - iOS e Android Tem reuniões fora da empresa com clientes e líderes de empresas? Então você não pode deixar de ter o Glympse. O app utiliza o sistema de geolocalização de seu aparelho para compartilhar o local com quem você quiser. O sistema é simples e não precisa de cadastro. Ele pode te ajudar a saber onde está acontecendo a reunião e ter menos chances de errar o endereço.

Evernote Gratuito versão simples – Android e iOS Você simplesmente não pode falar sobre aplicativos que aumentem sua produtividade, atenção e organização sem mencionar o Evernote. Nele, você pode anotar ideias e criar listas de tarefas, além de ser fácil de usá-lo. Ele também pode organizar e fazer um clipping (coleta) de artigos e notícias enquanto você navega na internet.

Flipboard Gratuito – Android e iOS Whatsapp Gratuito - iOS e Android O Whatsapp é um aplicativo que permite mandar SMS de graça. Ele usa a internet 3G ou Wifi para trocar mensagens entre celulares que tenham o programa instalado. Apesar de ter começado como uma alternativa gratuita aos torpedos, o app ganhou mais recursos e hoje conta com chat em grupo e envio de imagens, vídeos e sons. Tudo isso usando o número do celular, o que o diferencia dos outros softwares de mensagens para celular.

Buscar e selecionar notícias diárias, como os jornais, revistas e sites da sua área de atuação, pode ser demorado. Maximize sua atualização diária de notícias e minimize seu tempo de busca baixando o Flipboard. Ele cria uma lista personalizada de matérias mais compartilhadas dos seus meios de comunicação favoritos. Então, se você trabalha em uma indústria, pode optar por notícias sobre o setor, por exemplo.

Google - Play

Apple - Store

Outra coisa legal é que a compatibilidade com vários SO possibilita que você troque mensagens de graça com praticamente qualquer amigo que tenha um smartphone. revista visão


44 45 <decoração

DE FORA PARA

DENTRO DE CASA Também

ao bolso e ao ESTÁ COMPROVADO QUE planeta, econoO SOL EM DOSES MODEmizando eletricidade e seguindo princípios sustentáveis. Além disso, recursos como RADAS FAZ MUITO BEM peles de vidro, janelas de mansarda, bay À SAÚDE. INVESTIR EM windows, entre outros, dão charme e sofisticação ao lar. Conheça os principais recursos UMA ILUMINAÇÃO NAarquitetônicos que valorizam a luz natural. TURAL PARA A CASA, Peles de Vidro PORTANTO, TRAZ GRANDES VANTASão grandes paredes de vidro. Estas peles tem amplo uso nos edifícios comerciais enGENS AO NOSSO vidraçados. Nestes prédios, alguns vidros poBEM-ESTAR. dem ser janelas, aproveitando também para ventilação. Mas como tudo na vida, o amplo uso do vidro tem suas vantagens e desvantagens. Durante o inverno, as peles de vidro tornam o ambiente em que estão instaladas uma estufa natural. Porém, no verão, exigem um ar-condicionado mais potente. É necessária uma proteção para que entre a claridade, mas não o sol direto.

O vidro deve ser temperado ou laminado – proteções que filtram os raios solares e conferem maior resistência, filtram o calor e ajudam a evitar danos aos móveis e estofados. Pode ser transparente, fumê, verde ou azul, e ainda os espelhados, que durante o dia conferem maior discrição, já que não permitem visibilidade de fora para dentro. Lembrando que à noite qualquer vidro é transparente em ambos os sentidos. Para resguardar a privacidade, cortinas ou persianas resolvem.

Brises É um quebra-sol. Este elemento é utilizado na parte exterior da construção e permite o controle da incidência de luz solar. Mais encontrado em forma de lâminas de alumínio, que podem ser móveis ou não, o brise pode ser também de ferro, madeira ou concreto. Além de ser um elemento moderno, por conferir uma estética diferenciada, é importante para a climatização. Seu uso reduz a necessidade e potência do ar-condicionado, controlando o consumo de energia. revista visão

Tijolo de Vidro A grande vantagem do tijolo de vidro é que, além de permitir a iluminação, ele dá segurança. É feito de um vidro laminado e temperado, material que revela a sinuosidade dos objetos, mas não dá transparência. Pode ser aplicado internamente, como grandes paredes de vidro em escadarias, valorizando-as, em divisórias entre banheira e box, ou nos ambientes externos, como em fachadas.

Janelas de Mansarda São utilizadas para aproveitar o espaço do telhado para um sótão. As vantagens das janelas de mansarda, além de dar charme e toque europeu à construção, traz iluminação e ventilação natural ao ambiente.

Bay Windows São janelas salientes, projetadas para fora da construção, inspiradas na arquitetura vitoriana. Nos espaços onde são instaladas criam a ilusão de amplitude por aumentar a entrada de luz natural.

Iluminação Zenital Quando se fala em iluminação zenital refere-se a todo tipo de iluminação que vem de cima – zênite, que significa o ponto mais elevado que se pode atingir. Surgiu como alternativa para locais amplos, onde janelas não são suficientes para fornecer luz natural. Há vários tipos de iluminação zenital. Os mais usados em residências (para o último piso) ou apartamentos (exclusividade das coberturas) são teto solar, claraboias e poços de luz.

Policarbonato O policarbonato é outro material, além do vidro, que proporciona transparência. Basicamente utilizado para coberturas, e não para fechamentos verticais. Utilizado basicamente em coberturas de áreas externas, como por exemplo, na área de um deque, como proteção de um portão, e teto de piscinas térmicas. Pode ser aplicado também em interiores, como na cobertura de um jardim de inverno ou até sobre a sala de jantar ou estar.


44 45

Claraboia Costuma ser mais estreita que um teto solar. Deve-se ter cautela quanto à questão térmica, pois essas podem promover um aumento desagradável da temperatura do ambiente construído.

pridas. Cria-se um ambiente externo dentro da casa, com plantas, o que facilita a captação de luz. A intenção é não cobrir o local para favorecer a ventilação e abastecimento natural para a vegetação. Portas de vidro fecham este ambiente verticalmente.

Teto solar

Brises

Há dois tipos de instalação de teto solar: janelas de vidro no telhado e coletor solar para aquecimento de água. Apesar de ter uma instalação dispendiosa, o uso de placas de captação do sol, combinadas com reservatório térmico (Boiler) são exemplo de arquitetura sustentável, que significa grande economia de eletricidade.

Jardim Interno Alternativa muito interessante para casas/terrenos que não possuam um recuo lateral ou que sejam muito com-

Claraboia

Janelas de mansarda

Iluminação Zenital

Jardim Interno

Bay windows revista visão


46 47

revista vis達o


gastronomia> 46 47

PRATO TÍPICO DA CULINÁRIA ITALIANA, O RISOTO NÃO DEMOROU A CONQUISTAR A MESA E O PALADAR BRASILEIROS. UMA COMIDA SABOROSA E PERFEITA PARA REUNIR OS AMIGOS E SABOREAR ESSA TENTAÇÃO MEDITERRÂNEA.

Os arrozes

tradicionais no Brasil não são ideais para o preparo deste prato, que tem na cremosidade seu maior diferencial. O arroz italiano (arbóreo), mais curto e arredondado, é o único capaz de proporcionar a textura correta para o risoto, liberando o amido durante todo o tempo de cozimento. Para quem apenas conhece esta delícia das cantinas italianas, preparamos uma receita com o passo-a-passo para você fazer esse belíssimo risoto que leva legumes saborosos e muito sabor para você fazer em casa.

Azeite, 1 colher (sopa) Manteiga, 100g Cebola grande, 1 unidade Alho poró, 2 unidades (fatiadas) Arroz arbóreo, 500 g Vinho branco seco, 100 ml Caldo de legumes, 1 ½ litro Aspargos, 1 maço grande Queijo parmesão fresco, 200 g (ralado) Pimenta-do-reino, a gosto Ervilha fresca, 100g (já cozida) Manjericão para finalizar

Preparo Para preparar o caldo você precisa adicionar 4 cubos de caldo de legumes à quantidade de água indicada na receita (ou prepare-o a seu gosto). Mantenha-o sempre bem aquecido. Em outra panela, refogue a cebola picada no azeite e na metade da manteiga e então acrescente o alho poró finamente fatiado. Refogue bem e acrescente o arroz mexendo por uns 3 minutos até ficar com aspecto brilhante usando sempre fogo médio. Adicione o vinho branco.

Continue sempre mexendo e quando o arroz absorver o vinho branco, coloque o caldo de legumes aos poucos e à medida que for secando vá adicionando mais. Faça o processo por 15 minutos. Mexa durante todo o cozimento e constantemente para o arroz soltar seu amido. Ao final, acrescente os aspargos cortados e as ervilhas, cozinhe por mais 2 minutos e então finalize com o queijo parmesão ralado, a manteiga restante, a pimenta do reino, o manjericão fatiado e lascas finas de parmesão para decorar.

revista visão

Rendimento: 4 a 5 porções

Ingredientes


48 49 <beleza

6 hábitos que

destroem

seus

cabelos

É DIFÍCIL ENCONTRAR UMA MULHER FELIZ COM O PRÓPRIO CABELO. PONTAS DUPLAS, RAIZ OLEOSA, FIOS QUEBRADIÇOS, CORTE COM VOLUME, CAIMENTO SEM GRAÇA. MAS NADA DE FICAR CULPANDO A GENÉTICA PELA SUA INSATISFAÇÃO.

Em geral,

as pessoas sabem como cuidar do cabelo. Mas, no dia-a-dia, atropelam as recomendações e depois sofrem. Saiba quais os hábitos que destroem os fios e aprenda como se livrar deles. 1 Deixar condicionador no cabelo O cabelo fica macio e escorre pelo pente debaixo do chuveiro, e você sonha em manter aquela sensação. Mas não pense que deixar o creme no cabelo é a melhor maneira de conseguir isso. Os condicionadores abrem as escamas dos fios. Mas deixar o produto depois do banho é péssimo, porque as escamas não se fecham, o cabelo fica elástico e acaba se quebrando. 2 Prender os fios molhados Fazer isso uma vez ou outra não tem problema nenhum. Mas achar que vai domar o volume dos fios dando um bom nó, não é a melhor opção. Manter o couro cabeludo molhado por muito tempo faz juntar fungos e criar caspa, além de enfraquecer a raiz e provocar a queda. 3 Chapinha no cabelo molhado Este é um daqueles pecados capitais. A gravidade é tanta que dá para sentir os efeitos na mesma hora. Os fios são profundamente agredidos. Além de queimados, eles se quebram. O único jeito de consertar é cortando.

revista visão

4 Ficar mais de três meses sem cortar A não ser que seu cabelo demore muito para crescer, este é o tempo médio de duração de um corte. Passada essa fase, as pontas começam a abrir e os fios quebram-se com facilidade. Os arrepiados aumentam o volume e os fios fracos começam a cair. 5 Desembaraçar com escovas maleáveis demais As cerdas moles são de manuseio mais difícil, além de quebrarem os fios. Por isso, os especialistas recomendam um pente com dentes bem largos e firmes ou uma escova do tipo raquete, mais resistente. 6 Esquecer as hidratações A hidratação tem a capacidade de dar leveza e nutrir os cabelos, recuperando a maciez, o brilho e o aspecto saudável deles. Em função do grande uso dos produtos químicos, os fios tendem a ficar danificados. A função da hidratação é de reverter isso. Mesmo os fios oleosos merecem hidratações, feitas com produtos específicos.


50 51 <automotivo


ENQUANTO UNS VEEM SUCATA, OUTROS ENXERGAM POSSIBILIDADES DECORATIVAS. PARA OS AMANTES DO MUNDO AUTOMOTIVO NÃO FALTAM MOTIVOS PARA TRAZER O CARRO PARA DENTRO DE CASA. NEM QUE SEJA EM PARTES.

Cama, mesa,

cadeira, poltrona... A inventividade humana é ilimitada quando se trata de levar para dentro de casa um pedaço de objeto que desperta paixão no mundo inteiro: o automóvel. É uma forma que as pessoas encontraram para tirá-lo da garagem e mantê-lo ainda mais perto do convívio diário. Alguns itens desse criativo mobiliário utilizam poucas peças ou detalhes, caso do sofá cujos braços são paralamas de Fusca e das pias feitas com a carcaça de uma transmissão ou com um pneu. Outros usam carros quase inteiros, como a escrivaninha baseada no Mini Copper ou a cama que é a caçamba de uma pick-up Ford F1. Há ainda aqueles móveis apenas inspirados em automóveis, mas que não usam peças de verdade. Mas a criatividade não se limita apenas às residências. Veja só o barzinho cujo tema é a Kombi e o restaurante com mesinhas automotivas. Algumas criações são ainda mais fora do convencional, como a lareira-cabine de caminhão, a churrasqueira-BMW, a cama-Fusca de cabeça para baixo suspenso no ar e a mesa de sinuca-Mustang. Você que curte automóveis e é jeitoso com trabalhos manuais, ficam aí essas fontes de inspiração. Mãos à obra!


52 53 <vida e saúde

Cuide da sua

Beleza exterior

BEBER MUITA ÁGUA, PRATICAR EXERCÍCIOS E MANTER UMA ROTINA SAUDÁVEL DE ALIMENTAÇÃO É UMA RECEITA DE SUCESSO PARA A SAÚDE E A ESTÉTICA. PORÉM, É CERTO QUE EXISTEM MUITOS TRATAMENTOS DE BELEZA QUE AUXILIAM O BOM FUNCIONAMENTO DO CORPO, ALÉM DE FAVORECER PARA UMA APARÊNCIA MELHOR.

Regiane

Campos, massoterepeuta e esteticista facial e corporal, proprietária da Estética Bem Me Quero Bem, oferece diversos serviços que ajudam as mulheres a ficarem mais belas e em forma. A massagem estética modeladora é a mais solicitada pelas clientes. Ela diminui os focos de acumulação de gordura, provocando um aumento da tonificação muscular e a remodelação corporal. A massagem estética é redutora e modeladora, permitindo acabar com o acumulado de gordura em determinadas zonas do corpo, bem como melhorar o estado da pele. Assim deve fazer massagem estética quem: tem celulite (ancas), excesso de gordura abdominal, pretende tonificar os seus músculos (faz poucos exercícios físicos), melhorar as suas medidas (principalmente nas ancas), combater pequenos focos de gordura localizada ou prevenir o aparecimento de estrias.


52 53

Uso do gesso De acordo com Regiane, ao se fazer a massagem estética modeladora, normalmente é usado o gesso (Lipo Escultura Gessada). É um adereço a mais na hora da massagem. “O gesso ajuda a drenar e modelar com mais rapidez. Ele é um complemento da massagem e dá resultados ainda melhores”, destaca. Ainda em conjunto com a massagem, pode ser feito a Argiloterapia (quando não há o uso do gesso), que ajuda no combate às estrias e às gorduras localizadas, além de desintoxicar a pele. A Drenagem Linfática Manual também é um método utilizado por Regiane. A técnica limpa toxinas (evitando a formação de nódulos), elimina líquidos (inchaço) e oxigena a pele em curto prazo. E para aquelas pessoas que querem “desestressar”, podem optar pela Massagem Relaxante.

ainda oferece: permanente e tintura de cílios, design e tintura de sobrancelhas, limpeza de pele, depilação, maquiagem social, máscaras corporais, hidratação corporal, banho de lua (doura pelos) e bronzeamento artificial (em spray). Uma das novidades que tem mexido com a cabeça das mulheres é o permanente de cílios, pois permite que eles fiquem viradinhos e ainda dá de pintá-los. “Parece que a mulher sempre está com rímel. Essa é uma técnica estrangeira e está cada vez mais caindo no gosto das minhas clientes”, conta Regiane.

Para ficar bela Se o problema não forem as gordurinhas indesejadas, e sim a vaidade, Regiane

Regiane Campos

Formada em Educação Física e tem cursos nas áreas: massoterapeuta e estética fácil e corporal. Há 3 anos trabalha com estética feminina.

Estética Bem Me Quero Bem

Atendimento de segunda a sexta-feira, com hora marcada. End.: Av. Caldas Júnior, 204 - Santa Helena - Lages SC. Fone 49 9992.0433 - esteticabemmequerobem@hotmail.com


54 55


54 55


58 59 <esporte

CAMPEÃO MUNDIAL Texto e Fotos

Liana Fernandes

UM COLECIONADOR DE TÍTULOS. É ASSIM QUE PODE SER CHAMADO VICTOR LUIZ RAMOS MEDEIROS. O JOVEM DE 21 ANOS É O REPRESENTANTE DE LAGES EM CAMPEONATOS DE LEVANTAMENTO DE PESO NA MODALIDADE SUPINO. ELE É NATURAL DE CRICIÚMA, MAS DESDE CRIANÇA MOROU NA CIDADE SERRANA E VESTE COM ORGULHO A CAMISA AZUL, AMARELA E VERDE.

DE SUPINO O atleta

compete há dois anos e já soma mais de 10 vitórias. A mais emblemática delas foi ao final do ano passado, no Campeonato Mundial de Peso (Global Powerlifting Alliance - GPA), disputado entre os dias 29 de novembro a 02 de dezembro, na cidade de Córdoba (Vila Maria), na Argentina. Victor competiu na categoria Supino Junior (de 20 a 24 anos, até 90 kg) e foi consagrado campeão, erguendo 150 kg. Participaram daquele campeonato cerca de 300 atletas de 11 países, sendo os destaques vindos Estados Unidos, Finlândia e Austrália. O treinador e proprietário da Academia Copa Fitness, Dione Gonçalves, conta que o campeão enfrentou dificuldades no país vizinho. “Íamos viajar juntos. Mas acabei não conseguindo embarcar. Então ele foi sozinho com apenas R$ 200,00 no bolso e uma vontade imensa de participar. Ele chegou a emagrecer. Mas sempre que ligava para mim e para o pai dele nós o incentivávamos”, relembra. Mesmo enfrentando dificuldades o atleta conseguiu trazer para Lages o título. Dione conta que a expectativa deles era conseguir ficar entre os cinco primeiros. E que foi uma surpresa quando Victor ficou com o primeiro lugar. “Para nós o fato de participar de um campeonato mundial já era bom, para trazer maior bagagem ao atleta. Com esse título ele passou a fazer parte da seleção brasileira de levantamento de peso”, conta.

Apoios O atleta é quem custeia a maioria das viagens, principalmente as fora do país. E os títulos não dão a ele nenhuma quantia em dinheiro, apenas prestígio e a experiência. Por isso ele precisa angariar patrocínios para conseguir participar dessas competições. Um grande aliado dele é o pai, João Luiz Medeiros. Além de incentivo, o pai ajuda nas despesas com alimentação e viagens. Os suplementos alimentares são custeados pela empresa Vida Natural. E como Victor não pretende competir apenas por hobby, ele está cursando faculdade de Educação Física e dá aulas como preparador físico na academia de Dione. “Fico 24 horas em função, treino com Dione seis vezes por semana durante duas horas. E quando estou em casa, cuido da alimentação e descanso. Sigo à risca as orientações do meu treinador”, destaca Victor. revista visão

Perspectivas para 2013 Agora Victor está na pré-temporada. Por isso os treinos não estão fortes, apenas trabalhando a resistência. Dia 13 de abril começa o Campeonato Catarinense e o atleta vai participar. Mas o foco principal será o Campeonato Mundial nos Estados Unidos (WABDL – provavelmente no final deste ano), que está um grau acima do campeonato em que Victor foi campeão (GPA). “Não quero que ele force muito nos campeonatos nacionais para ir com todo gás para o mundial. Neste, esperamos como no do ano passado ficar entre os cinco primeiros. Victor tem capacidade de sobra de faturar mais um título. Estamos esperançosos”, destaca Dione.


58 59

Dione Gonçalves, Victor Luiz Ramos e João Luiz Medeiros

Títulos 1º lugar na categoria Tenn II (17 a 19 anos), até 90 kg no Campeonato Catarinense de Levantamento de Peso (WBDL), em Lages, dia 16/04/2011. Peso erguido: 130 kg. 2º lugar na categoria supino Teen II no 9º Campeonato Catarinense de Supino (IPF), em Ilhota (SC), dia 14/05/2011. Ergueu 130 kg. 1º lugar nas categorias supino e supino repetição categoria Teen II no 3º Campeonato Catarinense de Power Lifting (100% RAW), em Palhoça (SC), dia 09/07/2011. 1º lugar no Campeonato Brasileiro de Levantamento de Peso (WEBDL), em Pelotas (RS), dia 13/08/2011. 2º lugar Campeonato Sulamericano de levantamento de peso (WBDL), setembro de 2011. 1º lugar Campeonato Brasileiro e Pré-Mundial, em Caxias do Sul (RS), dia 22/10/2011. 1º lugar Copa SC de Powerlifting (IPF), em Blumenau, dezembro de 2011. 1º lugar categoria Junior (20 a 24 anos) no 6º Campeonato Catarinense de Supino (IPF), maio 2012 em Mafra (SC). 1º lugar Campeonato Brasileiro de Supino, dia 11/08/2012 em Veranóplis (RS). 2º lugar Campeonato Sulamericano de Supino em Três Coroas (RS), dia 22/09/2012. 1º lugar Campeonato Mundial de Levantamento de peso (GPA), de 29/11 a 02/12/2012 em Córdoba (Vila Maria), Argentina. Categoria Supino Junior (20 a 24 anos) até 90 kg. Peso erguido: 150 kg.

revista visão


60 61 <culturarte Por

Marco Cordeiro • marco@revistavisao.com.br

O morno será repelido

Pessoas

do bem, essas do coração leve, com senso de justiça, torcem pelo touro. Independente do grau de instrução, da formação acadêmica e do número de diplomas na parede, a bondade interior é algo que vem de nós mesmos, daquilo que Saramago diz ser “o cerne de nossas almas”, sem conseguirmos explicar por completo o que queremos e o que deixamos de querer. Quando falo sobre torcer pelo touro, tem uma conotação um pouco diferente do que ficou famoso nos últimos tempos. Num palanque político é normal ouvirmos essa analogia como crítica aos que torcem contra os que venceram eleições. Apesar de ser atroz, nunca conheci um candidato derrotado que torcesse a favor de quem venceu, em nenhuma esfera, do síndico aqui do prédio, ao Presidente da República. Humano normal e hipocrisias à parte, é assim mesmo. Quem venceu irá contar com um grupo que dirá “amém” para tudo e outro que irá encontrar entraves e defeitos até na mais simples das ações. O terceiro grupo, o pior deles, é formado pelos “isentos”, que não se posicionam, que “respeitam” as decisões e estão sem opinião formada naquele momento e por não ter uma estratégia, são parte da estratégia de alguém. Se você pensa que se omitir é menos prejudicial, que não terá responsabilidade sobre o resultado, vive num mundo de ficção, uma utopia, pois só lá existem os isentos. Nossa vida é formada por decisões todos os minutos, da quadra que vamos caminhar, do que comer, beber, vestir, ou seja, tudo. Quem decide não decidir, toma a decisão que decidam por ele e é tão culpado quanto os que decidem. Olavo de

revista visão

Carvalho, um pensador dos mais corrosivos da atualidade, quando perguntado sobre o que arderia no mármore do inferno, não teve dúvida, decretou que o “morno” tem lugar garantido ao lado de Asmodeus. Então, voltando ao nosso touro, lá do início, se você pensa que o toureiro é um dom divino, que é assim mesmo, que o touro é um animal ensandecido, com ânsia de matar, perceba que dos dois, um mata, com desculpa que está fazendo esporte, que está dando espetáculo. O outro luta apenas pela sua vida, acuado, sem saber que faz parte de um ritual, cuja razão é entreter uma massa disforme, que vibra com a morte e chama de catástrofe quando algo sai “errado” para o toureiro, sem se dar contar que dos dois na arena, um luta por vaidade, outro pela vida. Como sempre, Marco Cordeiro, você questionando o que de “concreto” existe na sociedade. É, pode ser, mas como reitero que nada é isento, escolher um dos lados é uma obrigação e como penso que alegar não escolher é decidir pelo lado mais forte (muito chique isso, pertencer aos “vencedores”, torna o espectador a parte boa da maçã) vou aqui, ao estilo Cervantes e o “Dom Quixote”, travando pequenas lutas diárias contra o moinho. É divertido e desafiador remar contra a maré. Tem um preço, menor do que o omisso paga, isso garanto. E você, torce pelo touro ou pelo toureiro? Vamos, nada de muralismos! Lembre o que arderá no Inferno...


62 63 <panorama Por

Paulo Ramos Derengoski • jornalista e escritor derengoski@revistavisao.com.br

O Ceará Grande

Verdes

mares! Verdes mares do Ceará: até suas espumas são verdes como estrelas verdes que do verde nascem e no verde se perdem... Ainda nas asas do 737 da Varig, que se prepara para aterrissar no aeroporto de Fortaleza, eu vejo do alto tuas verdes ondas. Verdes como a esmeralda: profundas e misteriosas como nossos abismos interiores... Longas e brancas são as praias do Ceará, protegidas por dunas multicoloridas, que parecem mudar de reflexo a cada instante, à medida em que a bola de fogo do Sol – sempre fervendo naqueles trópicos – vai rolando pelo céu. Percorri as praias iluminadas do Ceará, de Fortaleza até Aracati – sempre na direção do velho Rio Grande do Norte. Nas margens da “Estrada do Caju”, vi as rendeiras trabalhando com preciosidade seus bilros e suas tranças, enquanto à noite pescadores – e pescadoras – saracoteavam na “Dança do Coco”: transas e atabaques... Desci até a incrível praia psicodélica do Morro Branco, perto de Beberibe, já onde naveguei na jangada de Dona Janaina, que me contou histórias de peixes fantásticos e fosforescentes – de dentes afiados e olhos paralisantes – de barbatanas envenenadas e línguas penetrantes: os mesmos que talvez Chico da Silva recriou em seus trabalhos geniais. De Morro Branco segui para Aracati em direção às maiores e mais belas dunas do Nordeste. A cidade possui construções notáveis e antiquíssimas – como a Matriz de N. S. do Rosário e o Sobrado do Velho Barão de Aracati – com suas fachadas revestidas de finíssimos azulejos portugueses, ouropeis, florões e pratas...

revista visão

Permaneci alguns dias salgando o corpo (que ele merece) na Praia do Fortim; fazendo a cabeça com a deliciosa cachaça azulada da região; levando um papo com os magrinhos da Praça da Canoa Quebrada (tudo gente fina) – e nadando nos mares sempre fortes de Majorlândia – utilizando boia de cortiça e pé-de-pato, já que não sou mais leão para enfrentar um mar aberto daqueles... Os hotéis por ali são razoáveis, mas chega a ser até covardia descrever para o paladar dos sulistas os pratos à base de peixes que comi à beira-mar cearense, especialmente no Imperial-Othon. Eram conchas recheadas com caviar, mariscos ao molho de alcaparras, ostras ao curry, casquinhas de caranguejo, camarões-gigantes na manteiga, mexilhões cozidos no vinho branco – e até um delicioso prato que ajudei a inventar na hora e que os garçons chamaram “Filé de peixe à Derengoski”. Uma posta de cação grelhada só no limão e sal grosso, depois coberta com fininhas fatias de aliche (para ficar picante), acompanhada de pirão d’água... Mas o Ceará não é só praia, cachaça e lagosta. Os coqueirais e os cajueiros que vemos ao longo das estradas já são hoje explorados comercialmente. E logo atrás das dunas imensas começam as densas matas de carnaúbas, de onde muitos “inventores” ainda têm a esperança de tirar óleo combustível para substituir o maldito petróleo dos xeiques árabes. Só mais para dentro é que começa mesmo o Sertão – as terras negras – ali onde as chuvas são nada, onde o calor é tudo. Onde predomina o xique-xique, a macambira, o umbu, o cactos e a miséria: o território malsinado da seca.


64 65 <curiosidades Por

Almirante Soares Filho • comerciante e ensaísta almirante@revistavisao.com.br

Você Sabia? Rios e localidades serranas já eram conhecidos pelos nomes atuais Os topônimos da região praticamente não mudaram desde que nestas paragens surgiram os primeiros colonizadores, ou mesmo antes, quando por aqui transitaram tropeiros do Rio Grande de São Pedro a São Paulo e vice-versa. Há nomes de locais que não sofreram qualquer alteração desde aqueles tempos recuados. A Estrada dos Conventos construída em 1730 por Francisco de Souza Faria. Ao penetrar no atual município de Bom Jardim da Serra, a famosa estrada tropeira passava pelo lugar chamado “Tijucas”, que ainda hoje conserva o nome de Fazenda Tijucas. Perto de Lages a estrada passava pelo lugar denominado “Tributos”, atual Morro dos Tributos. A Estância do Pinheirinho teve sua fundação como estabelecimento pecuário em 1655, há mais de cem anos antes de Correia Pinto haver iniciado a construção do povoado. O Rio Pelotas já tinha esse nome bem antes de haver sido expedida ordem para fundação do povoado. Da mesma forma, os rios Caveiras e Canoas. Com efeito, ao atestar a fundação de Lages, o próprio Morgado de Mateus mencionou a mudança do povoado de Taipas (Cajuru) para o “Rio das Canoas” e finalmente o assentamento do povoado “sobre o Rio das Caveiras”. O próprio rio ou arroio Carahá, que atravessa grande parte da cidade, já tinha esta denominação há muito tempo. Talvez desde a fundação do povoado. Escrituras públicas do início do século 19 já mencionavam confrontações com o Rio Carahá. Gado Bovino Crioulo Lageano – orgulho catarinense • O gado Crioulo Lageano dominou o campo nativo do sul do Brasil até o início do século revista visão

20, quando começaram a serem introduzidas as primeiras raças europeias na região. A partir de então, o material genético do Crioulo Lageano foi preservado pelos criadores de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. • O bovino Crioulo Lageano, por muito tempo, foi o principal esteio da bovinocultura do Planalto Catarinense e nos Campos de Cima da Serra no Rio Grande do Sul. A origem do Gado Crioulo na América Latina, possivelmente, é dos antigos bovinos hamíticos, caracterizados por longos chifres, domesticados no Egito há mais de 4000 anos. • A raça Crioula Lageana é reconhecida oficialmente desde 2008 pela portaria 1048 do Ministério da Agricultura e concedida à Associação Brasileira de Criadores da Raça Crioulo Lageana (ABCCL) com sede em Lages, fundada em 2004. Com isso, foi possível o trabalho de registro genealógico de animais da raça em todo o território nacional, além de possibilitar a participação em Feiras e Exposições Oficiais. Existem mais de 3 mil animais espalhados por SC, RS, MS, PR, SP, MG e Goiás. • O lageano Nelson Camargo é o maior criador da raça no Brasil, com cerca de 300 animais. Como herança da família, ele cria a raça há mais de 60 anos. PROERD – 15 anos Assim com o CONSEG – Programa Polícia Comunitária, Lages também foi pioneira em Santa Catarina com a implantação do PROERD (Programa de Educação e Resistência as Drogas) que está comemorando seus 15 anos. Nossos parabéns à Polícia Militar de Santa Catarina.


66 67 <visões do ozóide

Por

Ozóide • Alienígena, intelectual e olheiro ozoide@revistavisao.com.br

A burrice da burocracia Quem de vocês ao menos uma vez na vida não se irritou com o excesso de burocracia em determinado órgão público (quase sempre)? Mas, alguém de vocês saberia me explicar melhor o que significa essa bela palavrinha? Fomos pesquisar no “amansa burro” mais famoso da atualidade, nosso socorro mais imediato, pai de “todas ou quase todas as nossas dúvidas existenciais”, o famoso Google. E eis que encontramos a seguinte definição para o termo ou situação: “Podemos definir burocracia como um excesso de procedimentos que uma pessoa ou empresa deve tomar para

obter algo. Geralmente, é resultado de uma falta de eficiência por parte dos órgãos governamentais. A burocracia dificulta a criação de empresas e o funcionamento da economia. Outro problema é que, num mercado internacional disputado, a burocracia brasileira torna o produto nacional mais caro e menos competitivo (neste caso a burocracia é apenas mais um dos vários itens que integram o chamado custo Brasil, que tem ainda deficiências na infraestrutura de transportes, telecomunicações, má qualidade da mão-de-obra, lerdeza nos trâmites da justiça, etc).” E então, viram como a tal da burocracia é burra? Morte já para essa insana e perversa!

Na prática, a burocracia representa... - Demora excessiva para o início e término de obras públicas... (nosso aeroporto regional em Correia Pinto, por exemplo); - Exigências absurdas de documentos e “papelada” sem fim para procedimentos muitas vezes simples; - Desculpa esfarrapada para quem não quer fazer determinada ação para “não se incomodar mais tarde” (os governos, via de regra, utilizam muito esse subterfúgio quando não querem tomar determinada atitude ou providência); - Espera irritante por parte da população por serviços e procedimentos que nunca acontecem.

Queda de braço entre Elizeu e Manfrói O atual Interventor da Uniplac, Walter Manfrói, diz que o cargo pertence ao Judiciário. E só o juiz responsável pela questão poderá substituir a pessoa que está com essa atribuição (no caso, o próprio Manfrói). Já o prefeito Elizeu Mattos, e seu grupo político,

FIQUE DE

OLHO! revista visão

entendem que essa pessoa precisa ter trânsito livre e facilitado com os atuais integrantes da administração, o que Manfrói não teria. Por isso mesmo, Elizeu solicitou por escrito ao juiz a substituição de Manfrói. Vamos ver quando isso vai acontecer.

Esse espaço também é para você leitor. Alguma coisa está errada na sua rua? Na sua cidade? Com as lideranças políticas? Denuncie! Envie um e-mail para: ozoide@revistavisao.com.br


66 67

Fizemos questão de receber o governador pela porta da frente da Prefeitura, mesmo num sábado. Aqui ele passou muito tempo como prefeito. E sabe exatamente o quanto Lages precisa e conta com o apoio do Governo do Estado”. Prefeito Elizeu Mattos, no sábado, dia 09/03, quando recebeu o governador Raimundo Colombo na Prefeitura pela primeira vez desde que assumiu o cargo em 01/01/2013.

Quem decide não decidir, toma a decisão que decidam por ele e é tão culpado quanto os que decidem.” Marco Cordeiro – Colunista

Rodovia que liga Lages a Tubarão, passando por São Joaquim e pela Serra do Rio do Rastro, é a campeã entre todas as rodovias estaduais em número de acidentes; Boulevard Shopping deveria ser entregue em 08 de março de 2013. Obra ainda está nas fundações. E nem sinal de que efetivamente sejam retomadas, apesar de nossa torcida; Polícia Civil ainda não descobriu a autoria dos assassinatos ocorridos na região: um casal de idosos no bairro Santa Clara (em Lages) e duas mulheres (mãe e filha), em Campo Belo do Sul; Vândalos atearam fogo em armário e livros da Escola Estadual Frei Nicodemos, no bairro Petrópolis; Paralisação indefinida das obras da Av. Duque de Caxias, em Lages, e absoluta falta de manutenção; Início das obras de implantação da fiação subterrânea no centro de Lages; Cliente da agência CEF de Lages foi constrangido ao ser impedido de entrar pela porta giratória. O “vivente” chegou a ficar só de cuecas.

Eu só deixarei este cargo quando o Ministério Público e o Judiciário assim determinarem. Não fui nomeado Interventor da Uniplac para agradar, ao contrário, foi para ajudar a encontrar soluções para os graves problemas que assolavam a instituição”. Walter Manfrói – Contador – Ex-secretário de Finanças de Lages e Interventor da Uniplac, em coletiva, no dia 06/03/2013

Unidade da Ambev de Lages ficou em 3º. Lugar num ranking interno de desempenho entre as 48 unidades da companhia na América Latina; Campanha “Tô Junto” para o lageano voltar a valorizar o seu time, o glorioso Inter de Lages; Governador Colombo visitando o prefeito de Lages e anunciando diversos apoios à sua cidade. Vereadores João Chagas (PSC), Marião (PP) e Gerson Omar (PMDB) são três das gratas surpresas da Câmara de Lages nesta nova legislatura; Setor da construção civil continua “bombando” na cidade. Há investidores externos comprando apartamentos em Lages com vistas ao “futuro promissor da cidade”; Governo do Estado anunciando que investirá na ampliação e melhoria da saúde em Lages (nova ala no HTR e ampliação do HNSP); Benjamin Schutz, da Semasa, disse na Câmara que problemas de falta de abastecimento de água em Lages têm data para acabar: até novembro deste ano.

revista visão


68 69 <passatempo

(DEZ)AFIO Embora sejam muitos semelhantes, estas duas imagens apresentam 10 pequenas diferenças. Tente encontrá-las. Boa sorte!

Helicóptero na Feijoada da Serra possibilitou a alguns participantes do evento a conhecerem Lages do alto

Resultado da edição 83

revista visão


Revista Visão - Abril 2013 - Edição #84  

Responsabilidade Animal

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you