__MAIN_TEXT__

Page 1

editorial.indd 6

06/11/2019 00:07:30


editorial.indd 6

06/11/2019 00:09:42


EDITORIAL

A REVISTA TÊXTIL é uma publicação da

R. da Silva Haydu & Cia. Ltda. Inscr. Est.: 104.888.210.114 CNPJ/MF: 60.941.143/0001-20 MTB: 0065072/SP

Diretor-Presidente: Ricardo Haydu Diretora de Redação: Clementina “Vivi” Haydu Jornalista: Renata Martorelli Designer: Carlos C. Tartaglioni Foto da capa: Arquivo Representantes Comerciais Europa: International Communications Inc. Andre Jamar 21 rue Renkin: 4800: Verviers: Belgium Tel/Phone: + 32 87 22 53 85 / Fax: + 32 87 23 03 29 e-mail: andrejamar@aol.com Ásia (Asian): Buildwell Int. Co., Ltd. Nº 120, Huludun, 2nd St., Fongyuan, Taichung Hsien: Taiwan 42086: R.O.C. Tel/Phone: + 886 4 2512 3015 / Fax: + 886 4 2512 2372 Coréia (Korea): Jes Media International 6th Fl., Donghye-Bldg.: 47-16, Myungil-Dong Kandong: Gu: Seoul 134-070 Tel./Phone: + (822) 481-3411/3 / Fax: + (822) 481-3414 Correspondente na Argentina: Ecodesul Av. Corrientes, 3849: Piso 14° OF. A. Buenos Aires: Argentina Tel/Phone: (541) 49-2154 / Fax: (541) 866-1742 Órgão Oficial das entidades

Órgão de divulgação das entidades Abint: Associação Brasileira das Ind. de NãoTecidos e Tecidos Técnicos; Núcleo Setorial de Informação do SENAI/CETIQT; Redação/Administração Rua Albuquerque Lins, 867 8º andar - Santa Cecília São Paulo/SP - Brasil - CEP 01230-001 Tel/Phone: +55 (11) 3661.5500 E-mail: revistatextil@revistatextil.com.br Site: www.revistatextil.com.br Publicação bimestral com circulação dirigida às fiações, tecelagens, malharias, beneficiadoras, confecções nacionais e internacionais, universidades e escolas técnicas. Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem, necessariamente, a filosofia da revista. A reprodução total ou parcial dos artigos desta revista depende de prévia autorização da Editora. Redação Releases, comentários sobre o conteúdo editorial, sugestões e críticas a matérias. Pedidos de informação relacionados às matérias e à localização de reportagens: e-mail: revistatextil@revistatextil.com.br Publicidade Anuncie na REVISTA TÊXTIL e fale diretamente com o público leitor mais qualificado do setor têxtil no Brasil e no mundo: e-mail: revistatextil@revistatextil.com.br

NOVOS ARES, NOVO ESPAÇO Novos ares sempre trazem novos pensamentos. Estamos em um novo espaço para continuar levando para vocês o que sempre levamos durante esses 88 anos de Revista Têxtil: conteúdo, confiança, informação e direção. E pensando no novo, nesta edição falaremos sobre tecnologia com reportagens especiais sobre a Techtextil e a Texprocess, e sobre o maior evento têxtil do mundo, a ITMA 2019. Nas matérias você irá conferir os últimos lançamentos em tecnologias para o setor têxtil e poderá pensar em soluções em produção e negócios para a sua empresa. Outro destaque que trazemos é sobre a produção têxtil e de moda nordestina. O Nordeste é a segunda região mais importante para a produção têxtil no Brasil, contando com 50 municípios, sendo que 20 deles estão localizados no Ceará, estado que também é o primeiro no ranking em produção de denim e fios. Dentro desse cenário, trazemos uma reportagem especial sobre o Ceará, que recebeu os eventos Dragão Fashion Brasil Festival, Maquintex e Ceará Fashion Trade, que movimentaram os negócios na região. A 7ª edição da GOTEX Show, que aconteceu em setembro, em São Paulo, destacou os tecidos 100% algodão, fios e fibras de diversas gramaturas, viscose de alta qualidade e novas soluções sustentáveis para a indústria têxtil. Trazemos os detalhes do evento nessa edição. Até a próxima e Boa leitura,

Assinaturas Para renovação e outros serviços, escreva para: e-mail: revistatextil@revistatextil.com.br

Revista Têxtil #762 I 03

editorial.indd 3

05/11/2019 23:02:08


SUMÁRIO

ABIT

06

O PRIORITÁRIO DESAFIO DE RESGATE DO EMPREGO

MERCADO

10

A FORÇA DO NORDESTE BRASILEIRO

TECNOLOGIA

18

TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

INOVAÇÃO

34

GOTEX SHOW 2019

38 42

TRANSFORMAÇÃO FOI UMA DAS APOSTAS DA COLOMBIAMODA 2019 SHANGHAITEX 2019

EVENTO

44

FEBRATEX SUMMIT ACONTECE EM BLUMENAU

NOTÍCIAS

45 45 45 45 46 46

RIETER FECHA CONTRATO COM EGITO PROTEXT REPRESENTA ROTORCRAFT REDUÇÃO DE NÍVEIS DE UREIA E NITROGÊNIO AMONIACAL NO DIGITAL  58ª DORNBIRN-GFC KAZZO AGILIZA MODELAGEM COM O MODARIS® EXPERT DA LECTRA INSPIRAMAIS COMEMORA 10 ANOS

MUNDO

04 I Revista Têxtil #762

editorial.indd 4

05/11/2019 23:02:09


editorial.indd 5

05/11/2019 23:02:10


ABIT

O PRIORITÁRIO DESAFIO DE

RESGATE DO EMPREGO FERNANDO VALENTE PIMENTEL Presidente da ABIT

A

indústria têxtil e de confecção, apesar das dificuldades enfrentadas por todas as empresas, do nível de atividade ainda letárgico e do recuo do PIB nacional, fechou o primeiro semestre com saldo positivo de 11.941 postos de trabalho, ante 893 em igual período de 2018. No geral da economia, o superávit acumulado é de 521.542 nos últimos 12 meses. Os dados evidenciam um grande esforço dos setores produtivos para não agravar o desemprego, em meio a um persistente cenário de dificuldades. Os dados são importantes, mas, considerado o elevado número de desempregados, ou seja, mais de 12 milhões de brasileiros, a criação de vagas está aquém do necessário para que ocorra uma redução expressiva nesse grave déficit social. Teríamos de estar gerando pelo menos o dobro de empregos formais para irmos, paulatinamente, normalizando a situação. O desemprego elevado, além de desestruturar a vida de milhões de pessoas, agravar a concentração de renda e os problemas sociais, retroalimenta a crise, pois atinge de modo contundente o consumo. Num efeito em cascata, reduz-se a produção, como se observa nos números da indústria divulgados pelo IBGE: nos quatro trimestres terminados em junho de 2019, o setor teve retração de 0,1% em relação aos quatro trimestres imediatamente anteriores. Outro grave efeito colateral do desemprego é a perda de talentos. Já estamos enfrentando esse problema ao longo da duradoura crise de nossa economia. Em 2018, mais de 21 mil pessoas deixaram oficialmente o

Brasil e entregaram à Receita Federal a declaração definitiva de saída do País. Também é preciso considerar que o desemprego ocorre no Brasil num momento de profundas mudanças na estrutura do trabalho, suscitadas pelo impacto tecnológico inerente à chamada Quarta Revolução Industrial. Assim, não será suficiente resgatar os postos de trabalho perdidos no cenário de retração econômica. Muitos desses empregos somente poderão ser repostos caso os trabalhadores estejam devidamente capacitados a atividades permeadas por novas atribuições e inovação. Portanto, é imenso o desafio relativo à recuperação do mercado de trabalho no Brasil. Para vencê-lo, será necessária uma combinação de fatores, como o crescimento sustentado do PIB em patamares mais elevados, que passa pela conclusão da reforma da Previdência, realização da tributária e políticas públicas eficazes na área econômica; formação e capacitação adequada dos recursos humanos, que começa com a qualidade da educação, uma prioridade historicamente relegada em nosso país; desburocratização; segurança jurídica; e aumento das exportações. São graves os danos que a prolongada crise causou no mercado de trabalho, danificando sua espinha dorsal. Por isso, será decisivo oferecer oportunidades de capacitação e emprego aos jovens e aos brasileiros desempregados. Esta é uma tarefa imediata, pois, ao lado dos demais fatores, também é crucial para a recuperação de nossa economia. RT

06 I Revista Têxtil #762

ABIT2.indd 6

05/11/2019 23:05:50


ABIT2.indd 7

05/11/2019 23:05:51


ABIT2.indd 8

05/11/2019 23:05:52


ABIT2.indd 9

05/11/2019 23:05:53


MERCADO

A FORÇA DO

NORDESTE BRASILEIRO Setor têxtil do Ceará tem mais de 120 anos de história RENATA MARTORELLI E DHÁFINE MAZZA

S

egundo dados divulgados pelo Observatório da Indústria do Sistema FIEC com apoio do Sinditêxtil, atualmente o Ceará emprega mais de 12,8 mil trabalhadores no setor têxtil. Em 2018 as vendas externas do setor no Ceará chegaram a US$ 35.289.845. O Nordeste conta com mais de 50 municípios envolvidos na produção têxtil, tendo grande participação no crescimento do setor no Brasil, sendo a segunda maior região em importância, perdendo apenas para o Sudeste. Entre os 50 municípios, 20 estão situados no Ceará, que é destaque nos ramos do algodão e do artesanato, além de lançar grandes tendências na moda. Apesar da leve queda de 7,3%, em comparação à 2017, as vendas externas do setor têxtil cearense em 2018 apresentaram um valor alto, contabilizado em US$ 35,1 milhões.  Dentro desse cenário, o Ceará recebe grandes eventos do setor têxtil e de moda nacionais, que ditam tendências, lançam tecnologias e mostram novos caminhos para a produção brasileira.

CEARÁ FASHION TRADE O Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza, recebeu o Ceará Fashion Trade 2019 (CFT), que contou com empresas atacadistas e de pronta entrega dos setores de moda feminina, masculina, infantil, moda íntima, praia, fitness, surfwear,

10 I Revista Têxtil #762

nordeste.indd 10

jeanswear, calçados e bolsas, serviços, acessórios, têxtil e aviamentos; que tiveram a oportunidade de promover suas coleções junto aos compradores de lojas multimarcas, magazines, lojas especializadas e redes atacadistas. As estratégias para driblar os desafios e inovar nos setores têxtil e de confecção foram debatidas no painel de abertura do CFT, que contou com a participação do diretor industrial da Guararapes, Jairo Amorim; do presidente do Sindroupas, Lélio Matias; do secretário-chefe da Casa Civil do Estado do Ceará, Élcio Batista; do assessor da diretoria do Senai CETIQT, Marcelo Ramos; do presidente do Sinditêxtil-CE, Rafael Cabral; do superintendente de Políticas Industriais e Econômicas da Abit, Renato Jardim; e do diretor regional do Senai Ceará, Paulo André Holanda.  Na ocasião, Élcio Batista lembrou a tradição do Ceará nos setores têxtil e de confecção e listou o que considera os três principais desafios para que essas atividades avancem no Estado: inovação, sustentabilidade e igualdade, por meio da distribuição das riquezas produzidas. “Temos uma tradição muito forte desse setor e dessa indústria no Ceará. Em vários momentos da nossa história, fomos uma grande referência no Brasil e também fora do País. Hoje, continuamos liderando esse setor, temos uma participação muito importante, e Fotos: Divulgação(Ceará Fashion Trade); Roberta Braga e Chico Gomes(DFB); Marcelo Rolim(Maquintex e Signs Nordeste)

05/11/2019 23:02:38


MERCADO

o governo quer continuar apoiando”, destacou o secretário-chefe da Casa Civil do Estado do Ceará. “O evento serve para pensarmos como podemos apoiar ainda mais esse setor e transformar a economia cearense a partir da moda. Essa indústria é muito potente, dinâmica, com um potencial muito grande para se renovar permanentemente, incorporando tecnologia. É isso que a gente quer no nosso Estado”, acrescentou Élcio Batista, lembrando a capilaridade do setor no Ceará, onde pequenos e médios empreendimentos distribuídos em diferentes cidades do Interior. O primeiro dia do Ceará Fashion Trade (CFT) também contou com a realização do concurso Ceará Moda Contemporânea, cujo tema foi “Sustentabilidade é moda no Ceará”. Na ocasião, oito finalistas apresentaram as peças criadas para o concurso, que levaram para a passarela do CFT uma mistura moderna de cores, elementos regionais e referência à sustentabilidade.  O vencedor foi o estilista Esron Candeia, que apresentou a coleção “Fragile Blue”, inspirada na obra do artista britânico Ian Berry: “Secret Garden”, uma instalação feita com o último denim produzido nos Estados Unidos. A coleção foi pensada para ser feita, principalmente, por processos artesanais e confeccionada com rejeitos industriais. De acordo com Esron, “a coleção vem trazer ao sentido o apelo por um olhar

mais sensível para a relação delicada e desgastada entre a moda e a natureza, através da irônica reutilização do jeans”. O concurso “Ceará Moda Contemporânea” é uma realização do SindRoupas e do Sinditêxtil. Esta edição contou com o apoio das empresas Delfa, Unitextil, Jangadeiro, Vicunha, Pemalex, Haco, Santana e Pena, que disponibilizaram matérias-primas e insumos para os finalistas utilizarem em suas coleções.

DRAGÃO FASHION BRASIL As areias da Praia de Iracema, um dos principais cartões-postais de Fortaleza (CE), foram palco da 20ª edição do Dragão Fashion Brasil, o DFB Festival em uma megaestrutura com mais de 27 mil metros quadrados batizada de “Cidade autoral”, em alusão à essência do evento, que é considerado o maior encontro de moda autoral da América Latina. As duas décadas do DFB Festival também marcaram o início de um novo ciclo, que promete um evento ainda maior, com a inclusão da indústria e o fortalecimento do turismo de negócios no Ceará, movimento que conta com forte apoio do Governo do Estado e da Prefeitura de Fortaleza. Para o criador do DFB Festival, Claudio Silveira, a 20ª edição do evento representou a realização de um Revista Têxtil #762 I 11

nordeste.indd 11

05/11/2019 23:02:41


MERCADO

Wagner Kallieno

Baba

Silvania de Deus

ESC

Jangadeiro Textil

sonho e marcou o início de uma nova fase. “Foram 20 anos de luta para ser reconhecido com respeito pelo País, sabendo que a gente tem uma cultura diferente, apostando no autoral, coisa que ninguém fez no restante do Brasil, e acreditando que isso ia acontecer. É um sonho realizado. Estou muito feliz”, declarou Silveira, mostrando uma empolgação ainda maior ao falar sobre os planos para o DFB Festival de 2020. De acordo com ele, o Governo do Ceará já sinalizou um apoio ainda maior para a próxima edição do evento, o que transformará a “Cidade autoral” em uma “Metrópole autoral”. “No próximo ano, nós teremos um espaço bem maior e incluiremos a indústria. Acho que está faltando a gente fortalecer a indústria. Esse ciclo de 20 anos acabou, de uma certa forma. Agora, eu tenho que vir com uma nova proposta, com um novo movimento, com mais inclusão, não só da diversidade, mas da cidade. Acredito que, na nossa metrópole, teremos que ter a indústria, além dos nichos que já temos, e fortalecer também o turismo”, afirmou.

12 I Revista Têxtil #762

nordeste.indd 12

05/11/2019 23:02:46


MERCADO

Gisela Franck

David Lee

Vencedor do Concurso

Durante os quatro dias de DFB Festival, cujo tema deste ano foi “Vai dar praia”, foram realizadas 125 atividades gratuitas para o público cearense, incluindo 36 desfiles, oito palestras, a apresentação de quatro balés locais e 18 shows que ocorreram em dois palcos diferentes, com atrações como Marcelo Jeneci e a banda Melim. O evento contou ainda com 60 expositores de diversos estados brasileiros, dando oportunidade para que o público comprasse roupas e acessórios diretamente dos produtores. A atualização profissional também teve lugar de destaque na 20ª edição do DFB Festival. No Dragão Pensando Moda (DPM), ciclo de formação promovido pelo Senac, em parceria com o DFB, o público assistiu, gratuitamente, a talk shows, mesas redondas e workshops que debateram desde o perfil do consumidor de moda até a sustentabilidade no setor. O DPM deste ano reuniu nomes como o consultor e estilista Dudu Bertholini; o diretor criativo da Animale, Vitorino Campos; o criador da label sustentável Ahlma (Gru-

Marju

Jeferson Ribeiro

Revista Têxtil #762 I 13

nordeste.indd 13

05/11/2019 23:02:51


MERCADO

Homem de Sapato

Rota Jeri

Matias

Cariri Visceral

Água de Coco

po Reserva), André Carvalhal; o criador do seminário Homem Brasileiro, Mario Queiroz; e o diretor de marketing e exportação Água de Coco, Renato Thomaz, entre outros. Segundo Claudio Silveira, a realização do DFB Festival 2019 gerou mais de 1.500 empregos diretos e envolveu um investimento de aproximadamente R$ 3,5 milhões, principalmente em infraestrutura. Ele ressaltou o apoio do poder público para a realização da edição deste ano e disse que a única exigência recebida foi «abrir as portas» do DFB para o público. «O resultado foi maravilhoso», frisou. Para o secretário- chefe da Casa Civil do Governo do Estado do Ceará, Élcio Batista, o DFB mostra o sucesso de um modelo que inclui poder público, iniciativa privada e entidades de personalidade mista. “Esse modelo pode ir além. É baseado nas pessoas, no investimento em jovens talentosos que apresentam sua música, criações e negócios. Toda sociedade que deu

14 I Revista Têxtil #762

nordeste.indd 14

05/11/2019 23:02:55


MERCADO

Rend+í

certo foi porque investiu em pessoas. É por isso que este evento é um símbolo para o nosso País, não só para o nosso Estado”, disse. A 20ª edição do DFB Festival também premiou os jovens talentos da moda brasileira, reconhecidos por meio do “Concurso dos Novos”. Mais de 150 trabalhos se inscreveram no concurso, mas apenas oito deles – oriundos de seis estados – foram selecionados e apresentaram suas criações nas passarelas do DFB Festival 2019. Os trabalhos selecionados foram das instituições de ensino Centro Universitário Ateneu (CE); Centro Universitário Fanor Wyden (CE); Universidade de Fortaleza – Unifor (CE); Faculdade Santa Marcelina (SP); Universidade da Amazônia – Unama (PA); Universidade Federal do Piauí (PI); Universidade Tecnológica Federal do Paraná (PR); e Universidade Veiga de Almeida (RJ). Com uma coleção inspirada na Ilha de Marajó, a UTFPR garantiu o primeiro lugar no “Concurso dos No-

vos” e levou para casa o Troféu DFB 2019 e o prêmio de R$ 10 mil. O segundo lugar ficou com a Unama. Já a Unifor ocupou a terceira posição.

MAQUINTEX E SIGNS NORDESTE Entre os dias 10 e 13 de setembro, o Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza, foi palco das feiras Maquintex e Signs Nordeste 2019, que juntas receberam 8,5 mil visitantes e compartilharam conhecimento, inovação e tecnologia para a indústria têxtil e de comunicação visual. Estiveram presentes na Maquintex 2019 empresas como Andrade Máquinas, Audaces, Barudan, Elastan, Galileu, Sell-Mac e Silmaq, com máquinas que permitem corte automático de tecido, estampa imediata e secagem instantânea. Já na Signs Nordeste, estiveram presentes empresas como Qualygraf, Epson ABC, Mimaki, Abude Signs, Sign Tech By Xixiro, Imprimax, Potisigns, Alltak e 3M.

Revista Têxtil #762 I 15

nordeste.indd 15

05/11/2019 23:02:56


MERCADO

Devido ao sucesso desta edição, o Febratex Group já confirmou a próxima  realização  da feira, entre  os dias 14 e 16 de setembro de 2021. A grande novidade é que agora a Signs  passará a ser  intitulada de “Signs Norte-Nordeste”, devido à grande presença de público do Norte do país. O Fórum de Informações Maquintex contou com 30 palestras e painéis que contemplaram temas relevantes para profissionais e empreendedores da indústria têxtil. Foram compartilhadas experiências e pesquisas sobre inovações tecnológicas no mercado da moda, além de estudos sobre sustentabilidade, design, gestão, branding, planejamento e consumo.  Em paralelo, durante a programação da Signs Nordeste, a Sindgráfica-CE realizou a 3ª edição da Semana de Tecnologia Gráfica, em parceria com a FIEC e o Sebrae, com uma série de palestras sobre vendas, sustentabilidade e inovação em serigrafia, impressão e comunicação visual. O debate sobre consumo consciente, economia compartilhada e sustentabilidade foi um dos propósitos da Maquintex, que abordou temas relacionados à sustentabilidade na moda, além de trazer cases de sucesso e inovações no segmento. No dia 10 de setembro, o debate iniciou com a professora e mestre da Universidade Federal do Rio Grande

do Norte (UFRN), Christiane Siqueira de Azevedo, com a palestra “Produção de Biopolímero para Diversas Aplicações na Indústria Têxtil”, que mostrou uma rota simples para a obtenção da quitosana, biopolímero natural que tem uma variedade de usos para a indústria têxtil, bem como sua aplicação em processos e produtos da indústria têxtil. Já a palestra ministrada pela professora e doutora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Luciani Paola Barros, teve como tema “Biotecnologia Aplicada a Materiais Têxteis”, e falou sobre o uso de enzimas na indústria têxtil e materiais nanométricos, obtidos por rotas biotecnológicas com propriedades diferenciadas, que poderão ser utilizados para diminuir o impacto ambiental da disposição final dos resíduos. No dia 11, a palestra “A sustentabilidade da moda jeans na Indústria 4.0”, realizada pela professora da Uniateneu, Daniele Caldas em parceria com Paulo Rabelo, mediada por outra docente da instituição, Karine Façanha, abordou como as novas tecnologias existentes e já encaixadas no modelo da indústria 4.0 podem tornar os processos dessa cadeia mais sustentáveis, especialmente da produção de jeanswear. Também foram discutidos o papel do designer para tornar os processos mais sustentáveis e as novas tecnologias. Além disso, aconteceu o desfile de coleção “Cápsula de moda jeans” de-

16 I Revista Têxtil #762

nordeste.indd 16

05/11/2019 23:02:57


MERCADO

senvolvida com recursos dessa tecnologia pela equipe do curso Design de Moda da UniAteneu. No mesmo dia, o membro da Câmara Setorial da Moda do Ceará, Paulo Rabelo, falou sobre “O Jeans Sustentável” a convite do SINDIROUPAS-CE. Na ocasião, o palestrante abordou sobre sustentabilidade nas lavanderias industriais; os pilares da sustentabilidade; novos processos utilizando 80% a menos de água, e a conscientização do consumidor final na sustentabilidade. No último dia da feira, o Fórum de Informações da Maquintex foi aberto para discussões relacionadas à sustentabilidade. A palestra da editora de conteúdo da Use Fashion, Raquel Leão, falou sobre “Cases de Sustentabilidade na Moda”, explicando como a sustentabilidade tem sido trabalhada no universo da moda através dos conceitos de circularidade, valorização do local e de coletividade. A diretora de conteúdo da Fashion Ideas, Patrícia Souza, falou sobre “Um olhar sobre a sustentabilidade como diferencial criativo”, debatendo sobre os diversos modos de pensar a sustentabilidade por um viés criativo, mostrando a importância desse recurso para o mercado de moda e para a busca de um produto mais original. O tema “Soluções Locais para Moda Sustentável Upycling” foi o tema abordado pelo mestre em moda e

professor da Universidade de Fortaleza e Centro Universitário Farias Brito, Ricardo Bessa, a convite da Tendere. Também organizada pela Tendere, aconteceu a palestra “Soluções Locais para Moda Sustentável – Aspectos Socioculturais da Sustentabilidade”, ministrada pela professora associada e da Universidade Federal de Fortaleza e PhD em Engenharia Têxtil, Araguacy Filgueiras. Especializada em maquinário, insumos e consultoria para impressão digital, a Global Química & Moda (GQM) promoveu no dia 10 de setembro o encontro “Imprima, Inove e Impressione”, que proporcionou uma experiência de aprendizagem e networking. A palestra teve a mediação do gerente de Marketing e Inteligência de Mercado da GQM, Felipe Simeoni, e debateu sobre os dados do mercado de impressão, tendências, principais produtos e insumos para o setor, boas práticas e inovações para quem busca ampliar a atuação com impressão digital. PH Oliveira, professor de Sublimação | PHD Sublimação e profissional da sublimação em pequenos formatos desde 2007, juntamente com a especialista, Iara Valentim, consultora na Global Química & Moda, com mais de 20 anos na área de liderança aplicando técnicas de Coaching e PNL para equipes comerciais,  destacaram as novidades do segmento durante o encontro. RT   Revista Têxtil #762 I 17

nordeste.indd 17

05/11/2019 23:02:59


TECNOLOGIA

TECNOLOGIA E INOVAÇÃO ITMA Barcelona, Techtextil e Texprocess mostraram as principais tecnologias do mercado têxtil ANTONIO CESAR CORRADI E REINALDO APARECIDO ROZZATTI (ITMA) VIVI HAYDU E RENATA MARTORELLI (TECHTEXTIL E TEXPROCESS)

A

tecnologia têxtil está passando por grandes mudanças guiadas pela Indústria 4.0 e pela sustentabilidade. Para se manter competitivo no mercado a palavra de ordem é inovação. A evolução tecnológica do mercado têxtil é um diferencial nos negócios. Soluções de baixo impacto ambiental em toda a cadeia produtiva têxtil estão contando com investimentos permanentes, graças às novas demandas mundiais, com o objetivo de agregar valor ao produto, reduzir os impactos ambientais e reduzir os custos de produção. Diante de tantas mudanças no mercado, grandes eventos do setor têxtil acontecem anualmente em todo o mundo. A ITMA Barcelona, a Techtextil e a Texprocess são ditadoras de tendências mercadológicas, de inovação, de tecnologia, de soluções e sustentabilidade para a cadeia têxtil.

ITMA BARCELONA 2019 Com o tema ‘Inovando o Mundo dos Têxteis’, a 18ª edição da ITMA, a maior exposição de tecnologia para têxteis e vestuário do mundo, registrou novos recordes para o evento, que ocorre a cada quatro anos desde 1951. Com o lançamento de produtos e tecnologias inovadoras, incluindo aqueles que potencializam a Internet das Coisas (IoT), a ITMA 2019 reuniu 1.717

18 I Revista Têxtil #762

tecnologia.indd 18

expositores de 45 países e atraiu mais de 105.000 visitantes de 137 países. Entre os cinco principais países de onde os visitantes vieram estavam Espanha (11%), Itália (10%), Índia (8%), Turquia e Alemanha (7%); seguidos de França, Estados Unidos, Portugal, Brasil, Paquistão, China e Reino Unido. Fritz P. Mayer, presidente do CEMATEX, Comitê Europeu dos Fabricantes de Máquinas Têxteis, proprietário da ITMA e da ITMA ASIA, afirmou que a transformação digital da cadeia de valor de fabricação têxtil e de roupas, e a preocupação da indústria com a sustentabilidade, guiaram os interesses dos visitantes na ITMA 2019. “Apesar das tensões comerciais que impactam o ambiente de negócios, tivemos grande participação nesta edição. Os expositores também ficaram impressionados com a presença de visitantes, especialmente dos segmentos de moda e esportivo”.

LOCAL DA INOVAÇÃO Muitas tecnologias foram lançadas da ITMA 2019, em Barcelona, na Espanha, desde preparação para fiação, tecelagem plana e de malha, produtos químicos sustentáveis, sistemas para fabricação de roupas de última geração, processos de alta tecnologia para nãoFotos: Divulgação

05/11/2019 23:05:15


TECNOLOGIA

-tecidos, até grande variedade de soluções em automação geridas por softwares. A feira esteve tomada por novidades em tecnologias têxteis, com conceitos da indústria 4.0 e foco em sustentabilidade, com propostas que abrangem desde as fibras até o vestuário, englobando toda a cadeia produtiva têxtil e de vestuário. O Grupo Truetzschler, por exemplo, mostrou tecnologias inteligentes para a preparação da fiação, com uma máquina que possibilita uma maior precisão e uma redução do espaço da carda. “Isto nos permite melhorar, de forma mensurável, a utilização de matéria-prima e a produtividade dos nossos clientes, conseguindo ao mesmo tempo uma qualidade elevada e consistente”, afirma Dirk Burger, CEO da companhia alemã. Na ITMA 2019, a Rieter apresentou inovações para os quatro processos de fiação estabelecidos no mercado – anel, compacta, rotor e jato de ar. Estas inovações são projetadas para reduzir o consumo de matérias-primas, custos em energia e mão de obra, e ao mesmo tempo, aumentar a produtividade e a qualidade do fio exigido em cada caso. Com base nas respostas da indústria têxtil ao redor do mundo, a Saurer redesenhou suas ações, passando a oferecer todas as soluções de fiação. O sistema de

gerenciamento de filatório, desenvolvido pela empresa, permite que os clientes obtenham uma visão geral e detalhada de suas operações, facilitando a otimização do processo. A nova máquina de texturização eAFK Evo da Oerlikon Barmag, revelada a clientes selecionados, provou ser um avanço na fabricação de fios. Isto foi evidenciado pela norte-americana Unifi Manufacturing, uma das empresas líderes na produção de fios têxteis. A Karl Mayer, que na ITMA ASIA 2018 lançou a sua marca digital KM.ON, nesta edição apresentou uma nova ferramenta digital que combina um sistema de PDA com um sistema de senhas para gerir as interrupções na produção de forma eficiente. Líder na produção de máquinas circulares para malharia, a Mayer & Cie (MCT), apresentou o tear MJ 3.2 E, especializado em mesh e body mapping (mapeamento corporal), desenvolvido para o segmento esportivo e athleisure [esporte + lazer]. Equipado com jacquard eletrônico, a nova máquina é baseada no conceito 3 em 1. A Carmelo Comercial apresentou-se na ITMA, junto as suas representadas: Lonati, Santoni, Jumberca, Tecnopea, Flainox, entre outras, todas referências em Máquinas e Equipamentos de Alta Tecnologia para a

Revista Têxtil #762 I 19

tecnologia.indd 19

05/11/2019 23:05:15


TECNOLOGIA

Karl Mayer

Indústria Têxtil e com forte participação no Brasil. As empresas lançaram as últimas novidades em tecnologia seamless, sendo a principal detentora da tecnologia de roupas sem costura do mundo. Especialista no desenvolvimento e produção de agulhas para malharia, confecção e preparação à tecelagem, a fabricante alemã Groz-Beckert apresentou seu mix de produtos para o segmento de malharia. A novidade foi a agulha de aplicação especial SAN™ SF, desenvolvida para máquinas circulares de grande diâmetro. A empresa também apresentou seu desenvolvimento: um sistema de qualidade e gestão do ciclo de vida para as agulhas, que permite fazer mais facilmente auditorias e implementar medidas de manutenção preditiva, ao mesmo tempo que reduz o consumo de agulhas em até 10%. A moda é um segmento em constante mudança, e os fabricantes de têxteis têm de fornecer, todos os anos, opções inovadoras para atender diferentes estilos para a produção de coleções. Estas tendências têxteis em constante mudança forçam os produtores de tecidos a otimizar o seu estilo rapidamente e a modificar seus produtos. Como um fornecedor de renome de soluções de automação inovadoras, a Stäubli oferece sistemas e máquinas de preparação de tecidos que minimizam os tempos ociosos e maximizam o processamento cons-

tante e confiável do tecimento, aumentando a produtividade e a qualidade da produção. A Stäubli apresentou a sua tecnologia exclusiva: Active Warp Control (AWC), que foi desenvolvida em conexão com a linha de produtos de máquinas de remeter automáticas SAFIR e que está em constante expansão. O sistema de gestão de repetição de fios AWC, faz a identificação e manuseamento 100% controlado dos fios de tecimento, de modo a alcançar a mais elevada qualidade e fiabilidade no processo. Respondendo às exigências de flexibilidade e alto desempenho nas fabricações de tecidos a Stäubli apresentou seu novo mecanismo de excêntrico S1792, que tem até 10 alavancas projetadas para alto desempenho em teares de jato de ar. Com uma gama completa de mecanismos de excêntricos, maquinetas rotativas e componentes de sistema que garantem uma eficácia e fiabilidade incríveis; dando às fábricas a máxima flexibilidade para tecer tecidos simples, material com padrão, tecidos pesados e técnicos, tecidos de dupla face, veludo e tapetes, a Stäubli apresentou também, mecanismo de excêntrico série S1300, S1600 e S1700 para todos os tipos de sistemas de inserção de trama. Além disso, trouxe a série de maquineta rotativa S2600, S3000 e S3200, todas com design robusto e alto desempenho para alta velocidade.

20 I Revista Têxtil #762

tecnologia.indd 20

05/11/2019 23:05:17


TECNOLOGIA Groz-Beckert

Um dos expositores que ficou satisfeito com a qualidade da visitação foi Johan Verstraete, vice-presidente do setor de Máquinas de Tecelagem da Picanol. “De modo geral, tivemos um bom evento. Nós chegamos com baixas expectativas, mas elas foram consideravelmente superadas pelos resultados obtidos. Apesar de não termos tido um grande número de visitantes, a qualidade da visitação foi muito alta. Tivemos muitas conversas e negociações, contrariando o dito sentimento negativo do mercado”. A Dornier, por outro lado, lançou o novo tear de pinças P2, que permite uma maior produtividade, reduzida manutenção e uma maior flexibilidade e fiabilidade. O tear pode ser adaptado para processar diferentes tipos de fios, para vestuário, têxteis-lar, têxteis técnicos e compósitos de elevada qualidade. A empresa contou ainda com a exibição de um tear a jato de ar encapsulado, que possibilita a criação de zonas climáticas controláveis individualmente, Stäubli Revista Têxtil #762 I 21

tecnologia.indd 21

05/11/2019 23:05:20


TECNOLOGIA

ITEMA

ou seja, cada tear pode trabalhar com as suas próprias condições climáticas, ajustadas para serem ideais ao processo de produção em curso, independentemente do calor e da umidade no resto da fábrica. Já empresa indiana focada em inovação, a Rabatex, desenvolveu tecnologia inovadora de preparação da tecelagem, com urdidora automática de alta velocidade para uma gama de fios entre 5 e 500 Tex; urdidora seccional com avançado software de gestão de dados; uma máquina de bobinagem/acabamento que oferece 4, 8, 12 e 16 configurações de fusos; além de uma máquina de limpeza de pentes ultrasónica. Fundada por Kurt Brückner em 1949 como uma pequena oficina fabricante de sistemas de ar condicionado e secadores para indústria têxtil e de papel, a Brückner tem sido, ao longo destes 70 anos, parceira das empresas que realizam secagem, revestimento e acabamento de materiais flexíveis, tecidos, não-tecidos, carpetes, entre outros. Os expositores da ITMA 2019 estão cada vez mais entrando no campo da tecnologia para têxteis técnicos, com um grande mercado sendo a conversão de fibras de vidro e carbono em reforços para compósitos.

Esses compósitos podem incorporar tecidos, fitas ou prepregs unidirecionais, bem como não-tecidos e mantas de fibra longa, incluindo compósitos para aeroespacial, automóveis e transporte público. Trata-se da principal tendência do setor de mobilidade que atualmente tem um impacto significativo na cadeia de suprimentos de fibras e têxteis e abordam a questão dos resíduos, a fim de reduzir o custo geral dos compósitos de fibra de carbono e o crescimento acima da média das tecnologias baseadas em termoplásticos para a indústria.

PESQUISAS E PROJETOS A Vandewiele, fabricante de máquinas de tecer com sede na Bélgica, participou de vários projetos de pesquisa recentes para desenvolver a próxima geração de máquinas têxteis para compósitos. Foi um parceiro de tecnologia fundamental, por exemplo, no projeto 3D Lighttrans de 7,8 milhões de euros, que levou à introdução de novos reforços têxteis 3D complexos e econômicos para compósitos termoplásticos, incluindo uma porta traseira do Fiat 500L e um

22 I Revista Têxtil #762

tecnologia.indd 22

05/11/2019 23:05:20


TECNOLOGIA

poço de roda sobressalente para Bentley, desenvolvidos no centro de projetos do Instituto de Máquinas Têxteis (ITM) da TU Dresden com máquina de tecelagem Vandewiele VSi42 Versatile Smart Innovator. O desenvolvimento de combinações novas e práticas de fibras naturais e de alto desempenho, como linho, cânhamo e viscose, com carbono, vidro ou poliamida em tecidos multicamadas, está sendo realizado em um tear de tecelagem com duas lâminas e na Vandewiele Jacquard acessório - o único do tipo na Europa.

NOVOS NEGÓCIOS Enquanto isso, a líder italiana em máquinas de tecelagem ITEMA lançou uma nova empresa, a Itematech, dedicada à tecnologia de tecidos técnicos. Isso se segue à aquisição, pela empresa, do know-how da PTMT (anteriormente Panter), especialista neste campo. A Autefa também está atualmente concluindo a instalação de uma quarta linha de produção em seu centro técnico em Linz, na Áustria, dedicada à produção de não-tecidos à base de carbono e outras fibras avançadas para compósitos, como parte de um investimento

de € 3,5 milhões. Isso segue desenvolvimentos bem sucedidos com parceiros, como o especialista em componentes aeroespaciais FACC.

PRÉ-FORMAS DE MALHA Um outro novo negócio está sendo estabelecido pelo fabricante suíço de máquinas de tricotar Steiger, que apresentou a nova máquina de tricotar compacta 3.130, projetada especificamente para tecidos técnicos. A Steiger vem obtendo recentemente grande sucesso no campo de pré-formas de malha para compósitos, e outros projetos. Em parceria com o ITM da TU Dresden, por exemplo, desenvolveu com sucesso peças de caminhão moldadas para a Volvo. Dois projetos impressionantes foram apresentados na Suíça: o desenvolvimento de cascas de malha 3D para apoiar uma estrutura de concreto de cinco toneladas como parte do premiado projeto KnitCandela, e o desenvolvimento da Steiger do design de peças de compósitos para o cockpit e as capas dos assentos do Solar Stratos, o primeiro avião solar comercial de dois lugares do mundo.

Revista Têxtil #762 I 23

tecnologia.indd 23

05/11/2019 23:05:20


TECNOLOGIA

Epson

SUSTENTABILIDADE PREMIADA Para discutir as inovações e o mercado, a ITMA 2019 contou com diversos fóruns dedicados a temas como matérias-primas inovadoras e tecnologia de produção, inovação estratégica do negócio através da automação e digitalização e produção sustentável de têxteis e vestuário na economia circular. Estes fóruns fizeram parte da chamada Speakers Platform, que integra o ITMA Innovation Lab, uma iniciativa lançada para promover a excelência na inovação na indústria têxtil e vestuário. “É crucial para a indústria mundial têxtil, de vestuário e de moda colaborarem e partilharem perspectivas e as melhores práticas”, justifica Fritz Mayer, presidente da Cematex (Comité Europeu de Produtores de Maquinário Têxtil), organizadora da ITMA: “à medida que o mundo pende para a Indústria 4.0 e lida com os desafios de sustentabilidade, gostaríamos de oferecer a ITMA como uma plataforma inclusiva para todos os envolvidos, para convergir e trabalhar em conjunto, e responder aos desafios que enfrentamos no mundo de hoje em rápida evolução. Como tal, convidamos não-expositores, assim como expositores da ITMA, para darmos um maior dinamismo à plataforma”, acrescentou. Além da inovação e da indústria 4.0, a ITMA 2019 deu igualmente destaque à sustentabilidade, uma área

que esteve no centro da última edição, realizada em 2015, em Milão. Como parte deste compromisso, foram entregues os Prêmios de Excelência Industrial ITMA e os Prêmios de Excelência em Pesquisa & Inovação, este último direcionado para estudantes das instituições de ensino presentes na feira de tecnologia. Nos Prêmios de Excelência Industrial ITMA, foram três nomeados: a Candiani SpA, por um tecido denim feito a partir matérias-primas recicladas e regeneradas; a Levi Strauss & Co, com o FLX Customisation Studio, que permite que o consumidor personalize na loja um jeans em menos de duas horas; e a VF Corporation, pela utilização do sistema de acabamento de vestuário Tonello nas marcas de denim Wrangler e Lee. O prêmio dedicado aos estudantes teve igualmente três finalistas: Mathias Zidda, do Institut Für Textiltechnik da Universidade RWTH Aachen, pelo desenvolvimento de um equipamento de entrelaçamento rotacional 3D com engrenagem; Pamela Massaccessi, da Universidade de Buenos Aires, por uma embalagem reutilizável para alimentos; e Sarika Sunil Borikar, do Instituto Têxtil e de Engenharia da DKTE Society, pela tese sobre uma abordagem mais ecológica dos lenços higiénicos. Alguns eventos paralelos na ITMA atraíram mais de 1.000 participantes. Entre eles o ITMA-EDANA Nonwovens Forum [Fórum de Não-Tecidos ITMA-EDANA];

24 I Revista Têxtil #762

tecnologia.indd 24

05/11/2019 23:05:20


TECNOLOGIA Textile Colourant and Chemical Leaders Forum [Fórum de Líderes em Corantes e Produtos Químicos Têxteis], Better Cotton Initiative Seminar [Seminário de Iniciativas para Aprimoramento do Algodão], European Digital Textile Conference [Conferência Europeia Têxtil Digital] Tex-Summit Global, Planet Textiles, SAC & ZDHC Manufacturer Forum [Fórum de Fabricantes SAC e ZDHC] e Texmeeting by Texfor. Charles Beauduin, presidente da ITMA Services, que organizou a feira, disse: “Estamos muito satisfeitos que a ITMA seja uma plataforma global de colaboração e compartilhamento de ideias, para tornar a indústria têxtil e de vestuário mais competitiva, diante da transformação digital em curso, que nos desafia a criar soluções de última geração para futuros negócios.” Alex Zucchi, presidente da ACIMIT, também compartilha desta visão. “Esta edição de Barcelona consolidou a ITMA como a principal plataforma B2B na indústria têxtil. As muitas inovações vistas aqui, especialmente no campo da sustentabilidade e da digitalização, aumentaram o interesse dos visitantes”.

IMPRESSÕES Paolo Milini, presidente e diretor executivo da MS Printing Solutions, disse: “Ficamos muito satisfeitos com a feira. Os resultados positivos desta ITMA foram possíveis graças ao grande número de visitantes que vieram ao nosso estande. Tivemos, em média, 600 contatos por dia, vindos de mais de 90 países!”. Lançado como um setor específico na ITMA 2019, o Setor de Impressão e Tinta Digital cresceu 40% em comparação com a edição de 2015, revelando novos expositores e consolidando os já existentes no mercado. No Hall 3, onde os fabricantes de impressão estavam localizados, estiveram presentes as empresas EFI, HP e Konica Minolta. A Konica Minolta adquiriu uma empresa de impressão têxtil, a Verga, em 2015, e apresentou o Nassenger SP-1, uma impressora têxtil de passagem única. Estavam também presentes a Epson e Maki. A Epson com a impressora de sublimação de tinta SureColor SC-F6000, que é a primeira impressora de sublimação de tinta na qual todos os componentes são provenientes da Epson.

Revista Têxtil #762 I 25

tecnologia.indd 25

05/11/2019 23:05:21


TECNOLOGIA

Monforts

A EFI Regianni demonstrou seu mais novo produto, o BOLT, uma impressora a jato de tinta de passagem única, considerada a primeira solução digital têxtil capaz de produzir impressões de alta qualidade a velocidades de produção de até 90 metros lineares (295 pés lineares) por minuto. No mundo da impressão têxtil, o analógico ainda representa 95% do mercado. A oportunidade demonstrada no Hall 3 para impressoras têxteis digitais, é de longe, a coisa mais significativa apresentada no evento. A HP apresentou sua linha de três impressoras de sublimação a jato de tinta STITCH, incluindo a STITCH S300, STITCH S500 e a STITCH S1000. Essas impressoras representam o objetivo da HP de construir uma linha abrangente de produtos para toda a gama do mercado de impressão têxtil. A impressão digital tem um grande potencial para crescimento e deverá em breve mudar o mercado varejista sendo uma grande aposta para a próxima ITMA. A Monforts apresentou na ITMA 2019, um novo processo de tingimento de fios, baseado no já conhecido sistema Econtrol® para tecidos. O tingimento de fio multicor – CYD integra novas funções no processo de preparação à tecelagem – fiação, urdimento direto, montagem do urdume, engomagem e tingimento – visando aumentar a qualidade, flexibilidade, rentabilidade e produtividade das tinturarias de denim. A X-Rite anunciou mais um lançamento na ITMA 2019, trata-se do i1 Pro 3 Plus, uma solução de medição espectral para gerenciamento de cores que oferece

recursos ampliados para processos em que a cor se torna um elemento crítico, além da nova versão do Color iMatch, que tem a capacidade exclusiva de processar de modo inteligente os dados de cores de acordo com as características do processo, ajudando os fornecedores de têxteis a reduzir tempo e criar um ciclo de fabricação sustentável. A Archroma lançou as mais recentes inovações para tingimento têxtil. A empresa apresentou um amplo portfólio de corantes e produtos químicos com o objetivo de aumentar a sustentabilidade e inovação ao longo de toda a cadeia produtiva têxtil, da fibra ao acabamento. A Sensient Imaging Technologies, subsidiária da Sensient Technologies Corporation, destacou seu comprometimento com um futuro mais seguro e sustentável para a indústria têxtil, apresentando novas tecnologias digitais de jatos de tinta. Na ITMA 2019, o estande da SPGPrints® teve um lugar de destaque, onde se pode encontrar tudo o que se precisa em soluções para impressão. A SPGPrints® atende desde impressão convencional ou digital até equipamentos de gravação de cilindros. A empresa apresentou suas máquinas e os consumíveis que ajudam a produzir com a melhor qualidade e com o menor custo. A empresa sueca Imogo, especialista em tecnologias de processamento têxtil, com design impecável, apresentou sua nova tecnologia de tingimento por pulverização Dye-Max. Ainda na etapa de protótipo, com uma primeira linha de escala completa sob construção

26 I Revista Têxtil #762

tecnologia.indd 26

05/11/2019 23:05:21


TECNOLOGIA e com demonstração programada para este ano, o DyeMax promete eliminar o uso de água limpa, energia e produtos químicos em até 90%, comparado aos sistemas de tingimento a jato convencionais. Os membros da VDMA - Textile Machinery Association (Associação de Máquinas Têxteis da Alemanha) ficaram satisfeitos com a visitação. Regina Brückner, diretora executiva do Brückner Group e presidente da Associação, entusiasmou-se: “Uma pesquisa da VDMA durante a ITMA 2019 mostrou que quase 90% de nossas associadas expositoras consideraram a quantidade e a qualidade de visitantes como ‘boa’ ou ‘muito boa’”. A ITMA é tradicionalmente a vitrine onde os fabricantes de máquinas têxteis e de confecção de todo o mundo têm a oportunidade de apresentar suas inovações, com uma grande presença dos expositores italianos. Segundo a ACIMIT, a Itália foi a número 1 em superfície ocupada, esforço recompensado pelo prêmio de etiqueta verde, projeto de tecnologias sustentáveis.

TECHTEXTIL E TEXPROCESS 2019 Durante a Techtextil e a Texprocess 2019, realizadas entre os dias 14 e 17 de maio de 2019, em Frankfurt, na Alemanha, as indústrias têxtil e de vestuário, mesmo em tempos difíceis, inspiraram um clima positivo. Com um total de 1.818 expositores de 59 países e cerca de 47 mil visitantes profissionais de 116 países, as duas maiores edições da Techtextil e da Texprocess tornaram novamente o Centro de Feiras e Exposições de Frankfurt numa grande plataforma internacional. “A Techtextil e a Texprocess reuniram o mundo dos têxteis e suas áreas de aplicação em Frankfurt. As feiras tiveram, em particular, três aspectos principais: um número maior de tomadores de decisão, níveis mais altos de participação internacional e um maior grau de satisfação entre os expositores. Tanto os expositores quanto os visitantes estavam extremamente bem preparados e aproveitaram ativamente o que estava sendo oferecido nas duas feiras, a fim de impulsionar seus negócios de maneira concentrada”, afirmou Detlef Braun, membro do Conselho Executivo da Messe Frankfurt. A Techtextil contou com uma forte presença de fornecedores de tecidos para vestuário funcional e de tecidos inteligentes com iluminação, aquecimento e funcionalidade sensorial, indicados para roupas esportivas, moda e workwear. Com esses produtos, empre-

Revista Têxtil #762 I 27

tecnologia.indd 27

05/11/2019 23:05:21


TECNOLOGIA

Nilit

Porcher

sas como Schoeller, Freudenberg, RUDOLF e Lenzing atraíram designers, gerentes de produto e compradores interessados nas novidades. A Texprocess tratou de soluções digitais para o setor - desde linhas de produção totalmente em rede na forma de micro-fábricas até colaboração em nuvem entre designers, desenvolvedores de produtos, fabricantes e varejistas, além das fronteiras nacionais. As próximas edições das feiras acontecem de 4 a 7 de maio de 2021.

FÓRUM TEXPROCESS: EXPERTISE PARA A INDÚSTRIA Digitalização e sustentabilidade foram os assuntos dominantes no Fórum Texprocess. A sustentabilidade é

a força da inovação, processamento têxtil interconectado, comércio eletrônico e os próximos passos na direção da Indústria 4.0. No dia 14 de maio, a Messe Frankfurt levou para Frankfurt uma ramificação da conferência Fashionsustain, que faz parte do Neonyt, um centro de eventos especializado em moda sustentável da Berliner Fashion Week. O formato inovador da conferência adicionou inovações têxteis pioneiras e sustentáveis ​​ao diálogo e usou efeitos sinérgicos no setor para revolucionar processos e fluxos de produção. A questão ‘Sustentabilidade é a chave para inovações têxteis?’ foi discutida em mesas-redondas com a Lenzing, a Perpetual Global e a Procalçado SA. A fabricante de fibras Lenzing, a fabricante de máquinas de bordar Santoni e a fabricante de componentes de calçados Procalçado S.A. apresentaram um roadshow de inovação, ‘O futuro da fabricação de calçados ecoconscientes’, apoiado pela Rede Texpertise, da Messe Frankfurt. Ele ilustrou a fabricação sustentável de calçados e mostrou como uma revolução na sustentabilidade da indústria da moda e têxtil pode se tornar realidade hoje.

28 I Revista Têxtil #762

tecnologia.indd 28

05/11/2019 23:05:22


TECNOLOGIA

Truetzschler

Os assuntos selecionados pela DTB - Dialogue Textile Apparel para o fórum nos dias 15 e 16 de maio destacaram as partes da cadeia de processos têxteis mais afetadas pela digitalização. Com a presidência de Holger Knapp, CEO da editora Deutscher Fachverlag, e de Hans-Peter Hiemer, da B4B Solutions, foi debatida a transformação digital dos negócios da moda. Em seguida foi realizado um painel de discussão intitulado ‘Mãos velhas, jovens imprudentes - como obter o melhor da sua equipe com o 3D!’, com o professor Michael Ernst da Universidade Niederrhein da Alemanha, com o Dr. Andreas Seidl da Human Solutions e outros especialistas. A Lectra discutiu maneiras de criar moda sob demanda, a Sys-Pro analisou as soluções omni-channel e a Avalution GmbH os avatares no desenvolvimento digital de vestuário. Em sua contribuição, o Hohenstein Testing Institute considerou se os protótipos virtuais também são adequados para produtos de revenda, enquanto a WKS Textilveredlungs GmbH perguntou como a garantia de qualidade pode ser combinada com prazos mais curtos. No painel de discussão organizado pela Rede Mundial de Informação Têxtil (WTiN), realizado no dia 17 de maio, a Coloreel, vencedora do Prêmio Texprocess In-

novation 2017, apresentou sua revolucionária tecnologia de coloração de fios; o Instituto Alemão de Pesquisa em Têxteis e Fibras, Denkendorf, falou sobre micro-fábricas na indústria têxtil; a KSL discutiu sobre robôs na costura; e a WTiN analisou a influência da Amazon no investimento de patentes e no futuro.

TEXPROCESS INNOVATION AWARDS 2019 O Texprocess Innovation Award 2019, voltado para desenvolvimentos tecnológicos no campo do processamento têxtil, contou com quatro vencedores. Na categoria ‹Nova tecnologia›, o júri ficou impressionado com o novo sistema de costura M-TYPE DELTA, fabricado pela Dürkopp Adler AG. O premiado conceito de costura industrial pode ser integrado a uma linha de produção de costura totalmente digitalizada para interiores de automóveis, estofados para casa, artigos de couro e tecidos técnicos. Usando soluções digitais ao máximo, a máquina orienta o operador e aumenta continuamente suas funções e conhecimento. O segundo prêmio na categoria ‘Nova tecnologia’ foi para a Vetron Typical Europe GmbH pelo Vetron Viper, um sistema de costura ultraleve feito com

Revista Têxtil #762 I 29

tecnologia.indd 29

05/11/2019 23:05:24


TECNOLOGIA

Andritz

componentes de carbono. O sistema pesa um total de seis quilos, incluindo o corpo de fios e o motor de acionamento, o que significa que um robô industrial menor e mais econômico pode ser usado no processo de costura. Entre os vencedores do prêmio na categoria ‘Novo processo’ está a Assyst GmbH com um processo de inovação em 3D. A empresa desenvolveu um auxílio virtual para a tomada de decisões para todos os envolvidos no processo, desde designers na fase criativa, passando por desenvolvedores de produtos no estágio de ajuste virtual, até a equipe de vendas com uma apresentação em 3D na loja. Além disso, a tecnologia fornece uma experiência de produto completamente nova para clientes B2B e B2C. O segundo prêmio nesta categoria foi para a Lectra por sua tecnologia de moda sob demanda, a primeira solução completa para personalizar a moda. A solução turnkey automatiza a produção sob demanda para que as empresas possam processar vários pedidos individuais ao mesmo tempo, incluindo roupas individualizadas.

TECHTEXTIL INNOVATION AWARDS 2019 Durante a cerimônia de abertura da Techtextil, Feira Internacional de Têxteis Técnicos e Não-Tecidos,

sete empresas receberam o renomado Techtextil Innovation Awards para produtos têxteis. Na categoria ‘Sustentabilidade’, inaugurada nesta edição da feira, o prêmio foi concedido a um grupo de trabalho composto por Comfil (Dinamarca), Chemosvit Fibrochem (Eslováquia), Instituto Fraunhofer de Tecnologia Química ICT (Alemanha), Universidade Técnica da Dinamarca e Centexbel (Bélgica), pelo BIO4SELF, compósitos poliméricos auto-reforçados de base biológica completa, baseados em fibras de PLA. Esses compósitos podem ser utilizados nas áreas de fabricação de automóveis, indústria de esportes e tecnologia médica. Além disso, eles contribuem para as metas de desenvolvimento sustentável definidas pelas Nações Unidas, promovendo a transição para uma economia verde inclusiva. O segundo prémio na categoria sustentabilidade foi para a PICASSO, uma joint venture de parceiros portugueses do projeto para o desenvolvimento de um processo de coloração e funcionalização de peças de vestuário à base de extratos naturais de resíduos e / ou espécies de cogumelos e plantas, bem como de enzimas. Os parceiros do projeto são o Center for Nanotechnology and Smart Materials (CeNTI), a empresa têxtil sustentável Tintex, a produtora de especiarias e ervas Ervital, a empresa de biotecnologia Bioinvitro Biotecnologia e o centro de tecnologia têxtil CITEVE. O júri internacional ficou impressionado com dois projetos na categoria ‘Nova tecnologia’: Robert Bosch GmbH e H. Stoll AG receberam o prêmio Techtextil Innovation Award por uma luva de sensor de malha. A luva 3D de malha plana sem costura é feita de fio sensor e oferece ao usuário funções sensoriais e de controle em todos os dedos, para controle de movimento em relação a aplicações ou reabilitação aumentada, e de realidade virtual para fins médicos. A luva oferece o mesmo nível de conforto de uso que uma luva convencional. O segundo prêmio desta categoria foi para o Northwest Textile Research Center, da Alemanha, por seu projeto ‘Textile Mining’, um têxtil funcional que permite, por exemplo, empresas da indústria de metal reciclar e recuperar metais nobres, como ouro, platina e paládio, de águas residuais industriais. Outros parceiros do projeto: Kayser Filtertech, Setex-Textilveredlung, Cornelsen Umwelttechnologie, Unimicron Germany e Wieland Edelmetalle, todos da Alemanha.

30 I Revista Têxtil #762

tecnologia.indd 30

05/11/2019 23:05:25


TECNOLOGIA Na categoria ‘Novo Aplicativo’, o Instituto Alemão de Pesquisa em Têxteis e Fibras Denkendorf (DITF) desenvolveu uma bobina de carga indutiva que economiza espaço para veículos híbridos e elétricos. A parceira da DITF neste projeto é a Robert Bosch GmbH. O segundo prêmio nesta categoria foi atribuído ao casaco inteligente e seguro E-Caption 2.0, desenvolvido pela Universidade da Beira Interior de Portugal. O casaco foi desenvolvido principalmente para proteger os trabalhadores do excesso de sinais de radiofrequência ao subir nas antenas, cujo número está crescendo em todo o mundo com a crescente expansão da telefonia móvel e da Internet. A proteção é fornecida por um sistema têxtil que coleta energia e é conectado a LEDs que indicam quando o nível de radiação excede o recomendado pela União Europeia. O parceiro do projeto é o Instituto de Telecomunicações de Aveiro. Na categoria ‘Novo material’, o Techtextil Innovation Award 2019 foi atribuído à empresa de processamento de cortiça Sedacor, de Portugal, pelo CORK-A-TEX, um novo fio de cortiça. Anteriormente, os têxteis à base de cortiça para vestuário ou têxteis para o lar eram relativamente rígidos. O novo fio de cortiça é um produto flexível feito de material natural e, portanto, oferece oportunidades adicionais de design para a indústria da moda e decoração de interiores.

ESTRUTURAS TÊXTEIS PARA NOVOS EDIFÍCIOS Oito projetos foram premiados no concurso “Estruturas Têxteis para Novos Edifícios”. Pela 15ª vez, a competição de jovens talentos da Techtextil honrou abordagens inovadoras e soluções no mundo da construção têxtil. “Estamos satisfeitos por, juntamente com a associação internacional TensiNet, podermos novamente patrocinar estudantes que apresentaram trabalhos de alta qualidade. A apresentação desses prêmios durante a Techtextil também oferece a jovens estudantes e profissionais no início de suas carreiras a chance de entrar em contato com outras universidades, a indústria de tecnologia têxtil e de construção”, explica Michael Jänecke, diretor de desenvolvimento de têxteis técnicos e processamento têxtil da Messe Frankfurt. Os trabalhos apresentados abrangeram uma ampla gama de serviços e se concentraram, entre outras coisas, em aplicações de materiais, projetos de cons-

trução, conceitos de utilização e soluções ambientais, bem como conceitos de montagem e construção.

A CIDADE DO FUTURO Até 2050, quase 70% da população mundial estará vivendo em regiões urbanas, metrópoles e megacidades, de acordo com as Nações Unidas. Isso coloca novos desafios para construção, conceitos de mobilidade e serviços de saúde, bem como a busca pela moda inteligente e roupas funcionais. Com o tema “Vida Urbana - Cidade do Futuro”, a Techtextil e a Texprocess dedicaram uma área temática à vida na cidade do futuro. No centro das atenções desta vez estiveram os Países Baixos. Com o apoio da Creative Holland, uma iniciativa das indústrias criativas holandesas, uma área de apresentação especial examinou o papel que os têxteis e os compostos têxteis podem desempenhar no futuro das cidades e destacou uma série de exemplos notáveis ​​de inovações têxteis urbanas da Holanda. Com curadoria do Stijlinstituut Amsterdam e implementação da holandesa Refunc, “Urban Living - Cidade do Futuro” provou a experiência da Holanda em fornecer respostas aos desafios atuais, sociais e globais associados à megatendência da urbanização. Estiveram presentes os pioneiros do upcycling Denim; institutos de pesquisa, como a equipe Hyperloop, da Universidade Técnica de Delft (TU Delft); contribuições da Next Nature Network; além de representantes independentes da cena criativa holandesa, como a arquiteta têxtil Samira Boon.

DESTAQUES EM TECNOLOGIAS As empresas expositoras das duas feiras apostaram em tecnologia e sustentabilidade para levar ao mercado têxtil soluções inteligentes. A Karl Mayer expôs produtos de malha de urdidura com um desempenho que está abrindo novos caminhos de negócios: artigos com condutividade elétrica integrada e modelagem do novo TEXTILE MAKERSPACE da empresa, uma solução têxtil altamente eficiente para a proteção de edifícios e uma geração nova de tecidos espaçadores com malha de urdidura. Outro destaque foi a máquina para colagem de não tecidos, RACOP 2-NW, que processa tramas fibrosas para não tecidos colados, que ao contrário dos não tecidos quimicamente ligados, os colados são elásticos e volumosos.

Revista Têxtil #762 I 31

tecnologia.indd 31

05/11/2019 23:05:25


TECNOLOGIA A Autefa Solutions apresentou seu portfólio de linhas de punção com agulha cruzada cardadas, tecnologia de formação de banda aerodinâmica, spunlace e linhas de ligação térmica. As linhas da Autefa Solutions cobrem as necessidades do mercado altamente competitivo de não-tecidos. A Uster destacou os sistemas de inspeção de tecidos automatizados USTER® EVS, que controla a qualidade, independentemente das complexidades das etapas de fabricação. O controle inicial com o USTER® EVS Q-BAR elimina a necessidade de inspeção manual após a produção. O USTER® EVS FABRIQ VISION garante monitoramento confiável com o controle automatizado durante a inspeção intermediária e final. A capacidade do sistema de capturar falhas visíveis com uma taxa comprovada e consistentemente alta de detecção de defeitos - e sua classificação de tecido otimizada protegem o produtor do risco de reivindicações prejudiciais. Os tecidos tingidos apresentam o desafio extra específico de uniformidade de cores. O USTER® EVS FABRIQ SHADE tem a solução, monitorando a variação de tonalidade em linha em praticamente qualquer processo em que a cor é crítica, sem a necessidade de cortar amostras de tecido para testes de laboratório. Já o módulo do software de otimização de corte do USTER® EVS FABRIQ VISION e USTER® EVS FABRIQ SHADE otimiza o rendimento do tecido por classe, de acordo com as configurações. O sistema funciona marcando quaisquer defeitos no tecido durante a inspeção. A Porcher Industries, líder em soluções técnicas têxteis e compostos termoplásticos, apresentou a mais recente tecnologia de radome termoplástico 5G desenvolvida em parceria com a Meggitt: o premiado tecido FLAMLINE não combustível, além de um tecido ultraleve reciclado para o mercado de roupas esportivas ao ar livre. A Nilit, líder mundial no mercado de nylon 6.6, apresentou seu portfólio de fibras para aplicações técnicas na Techtextil. “As fibras e fios de nylon Nilit Premium 6.6 são especialmente desenvolvidos para agregar aos tecidos leveza, resistência e longa durabilidade, entre outros benefícios específicos para cada tipo de aplicação”, afirma Sagee Aran, Head Global de Marketing da Nilit. “Seja em tecidos ultra-duráveis para uniformes de trabalho, paraquedas, tecidos utilizados nos barcos à vela,

cintos industriais anti-desgaste, ou até mesmo Nilit® Innergy - para ativação da criculação sanguínea e geração de raios infravermelhos longos em aplicações médicas”. A Schoeller Technologies AG, unidade de negócios de tecnologias da Schoeller Textil AG, destacou sua nova tecnologia de acabamento NanoSphere® Plus. O efeito desse novo desenvolvimento é a proteção contra impressões digitais e manchas gordurosas, já que os têxteis estão equipados com um acabamento para reduzir o efeito capilar nas fibras do tecido. R​resíduos de sebo e sujeiras que são frequentemente liberados por impressões digitais são menos absorvidas pelo tecido e podem ser facilmente removidas. A Groz-Beckert, fornecedora mundial de agulhas para máquinas industriais, exibiu seu portfólio de produtos e serviços nas áreas de tricô, tecelagem, feltragem, cardagem e costura na Techtextil. Entre os destaques está a expansão do portfólio de produtos, incluindo agulhas revestidas, agulhas adicionais na versão patenteada litespeed® plus e novos componentes do sistema, que foram desenvolvidos em estreita cooperação com os fabricantes de máquina. Outro destaque foi o modelo de impressão 3D da linha de agulhas de fibra de grampo (SVL). Já para a indústria tradicional de não-tecidos, a agulha de feltragem GEBECON® da Groz-Beckert oferece uma melhor qualidade da superfície do produto final. O International Technology Group ANDRITZ apresentou suas inovadoras soluções de produção têxteis e de não-tecidos. A calandra teXcal Raconip TT tem como alvo principal clientes com experiência na fabricação de tecidos técnicos com os mais altos padrões de qualidade, por exemplo, roupas esportivas e de trabalho, tecido para velas, tecidos de paraquedas ou materiais de embalagem. A ANDRITZ também destacou o processamento de fibras de vidro com a tecnologia Wetlaid. A fornecedora de linhas de produção completas, a Truetzschler Nonwovens oferece máquinas, serviços e know-how, desde a implementação de ideias de produtos até a capacitação de novos negócios. O foco da empresa no evento esteve nas soluções para o processamento de materiais ecológicos. As fibras de algodão - tanto o algodão virgem quanto as alças - são uma excelente matéria-prima para lenços de alta qualidade. Os cartões aleatórios e airlay da Truetzschler são configurados especialmente para lidar com comprimentos variáveis de ​​

32 I Revista Têxtil #762

tecnologia.indd 32

05/11/2019 23:05:26


TECNOLOGIA

Dornier

fibra e um alto conteúdo de fibra curta. Os cartões NCR e NCA formam, de maneira confiável e eficiente, mantas para o tipo de toalhetes de algodão macio procurados em mercados premium em todo o mundo. Outro foco são os toalhetes de deposição úmida e com spunlaced (WLS) totalmente biodegradáveis. A Voith e a Truetzschler foram um passo além dos toalhetes laváveis e ​​ mostraram materiais à base de celulose e liocélula com força suficiente para competir com os toalhetes convencionais das misturas de poliéster e viscose. O fabricante de máquinas Dornier apresentou as mais recentes soluções inspiradas na sustentabilidade “The Green Machine”, com soluções abrangentes em tecnologias sustentáveis ​​para a fabricação de roupas, têxteis para o lar e tecidos técnicos. Dessa forma, a Dornier busca uma abordagem que é aplicada sistematicamente a todos os aspectos tecnológicos, desde a máquina até o tecido, incluindo o produto acabado. Consequentemente, nos últimos anos, houve uma melhoria constante na qualidade do filtro: com a última geração de máquinas P2, uma força de impacto de palheta de até 50 kN e, particularmente, a geometria do galpão otimizada para tecidos técnicos é combinada para produzir tecidos de filtro de ar e água de alta densidade. A Oerlikon exibiu aplicações de fibras químicas feitas de poliéster e polipropileno, um único fio de poliéster, por exemplo, parece discreto, mas processado

em um tecido especial com espessura, as fibras de alta resistência e alta tenacidade ancoram as plataformas de petróleo flutuantes nas águas. Essas cordas de amarração de um quilômetro de comprimento suportam uma carga de ruptura de mais de 1.000 toneladas e desempenham sua tarefa melhor que o aço. Por décadas, a Oerlikon Barmag oferece soluções especiais para a produção dos chamados fios industriais (IDY) personalizados para clientes em todo o mundo. Os produtos têxteis para o dia-a-dia da empresa também atendem a altas demandas, como a fabricação de cintos de segurança para automóveis. Sua construção especial de tecido, feita de fios de PET sem fiapos, é estável e elástica para proteger ocupantes do veículo em caso de colisão. Esses precursores de poliéster são extremamente resistentes a rasgos. Entre os destaques apresentados pela Archroma está o EarthColors®, gama de corantes feitos a partir de resíduos naturais não comestíveis da agricultura e indústria de ervas; e o índigo mais puro, Denisol® Pure Indigo, um índigo líquido sintético pré-reduzido sem anilina. Na Techtextil, a Archroma apresentou 10 sistemas de soluções e 4 inovações e realizou uma “Sessão de Inovação” para apresentar pela primeira vez o Appretan® NTR, um novo aglutinante baseado na natureza. Vivi Haydu, nossa editora, foi convida pelo evento. RT Revista Têxtil #762 I 33

tecnologia.indd 33

05/11/2019 23:05:26


INOVAÇÃO

GOTEX SHOW 2019 Evento reuniu empresas nacionais e internacionais e destacou a sustentabilidade como tema RENATA MARTORELLI

A

7ª edição da GOTEX Show, feira voltada ao setor têxtil, aconteceu de 10 a 12 de setembro, no Expo Center Norte, em São Paulo. Durante os três dias do evento foram apresentadas inovações, tendências e lançamentos em fibras, fios, tecidos, aviamentos, moda casa e vestuário. Nesta edição o público contou com uma programação diária de palestras com temas como sustentabilidade, tendências, marketing digital, e-commerce e novos rumos do comércio. A programação foi gratuita e aberta a todos os visitantes da feira, e recebeu grandes nomes do setor têxtil nacional, como o estilista Alexandre Herchcovitch, eu participou do Talk Show sobre sustentabilidade na moda; e a diretora do bureau de tendências Fashion Snoops, Camila Toledo, que falou sobre as confirmações para o inverno 2020 na moda feminina e fez um preview sobre o verão 2020/2021 em moda casa e moda feminina. As macrotendências para o verão 2020/2021 revelam três inspirações: o Folk, inspirado na natureza e no country, com mistura de tecidos, referências dos anos 1970, franjas e maxidresses; a Moda Executiva, que traz de volta a alfaiataria com toques modernos, cintura alta, e os tecidos algodão e suede; e o Romantismo, alegre, com detalhes em rendas, maxi florais e grande profusão de cores.

34 I Revista Têxtil #762

GOTEX.indd 34

No dia 11 de setembro, Angélica Marangoni, diretora de pesquisa e desenvolvimento têxtil na Tendenza del Tessuto, falou sobre a conscientização da moda em relação à sustentabilidade, apresentando soluções que o mercado oferece, como o algodão orgânico e o poliéster reciclado. Segundo Henrique Reis, Relações Internacionais da GOTEX, a feira é uma plataforma que reúne um público profissional e que promove a geração de negócios. “Se analisarmos o evento hoje, já não podemos considera-lo apenas como uma plataforma comercial, pois, além de promover negócios, a GOTEX tem se empenhado cada vez mais em trazer informação e conteúdo de qualidade por meio das palestras, que visam atualizar o público profissional com temas bem atuais. Este ano focamos em sustentabilidade”.

AÇÕES INTERNACIONAIS No dia 10 de setembro aconteceu o Encontro Índia Brasil Têxtil 2019, promovido pela Synthetic & Rayon Textiles Export Promotion Council (SRTEPC) e organizado pela Hotmarketing, que contou com uma rodada de negócios para aproximar empresários do setor têxtil brasileiro de fornecedores de fios, fibras, tecidos, vestuário, bordados, tricôs e insumos têxteis para móveis e decoração indianos. Ao todo Fotos: Divulgação

05/11/2019 23:07:16


INOVAÇÃO

15 indústrias indianas realizaram reuniões com empresas brasileiras. Pela primeira a Bolívia esteve presente no evento. O estande boliviano contou com 25 empresas, que apresentaram suas confecções para compradores nacionais e internacionais, além de realizar encontros de negócios. A ação contou com o apoio da Federação de Residentes Bolivianos no Brasil (FRABB).

MULHERES EMPRESÁRIAS A Organização Brasileira das Mulheres Empresárias (OBME), representante no Brasil da Femmes Chefs D”Entreprises Mondiales (FCEM), participou pela primeira vez da GOTEX atendendo empresárias e auxiliando na troca de experiências. A FCEM viabiliza há mais de 70 anos o contato entre empresárias do mundo todo, empoderando mulheres para se tornarem protagonistas no mercado de trabalho e assumirem cargos de liderança.

SUSTENTABILIDADE: FIBRA DE ISOLAMENTO TÉRMICO Mesmo com os esforços da indústria de vestuário em encontrar soluções sustentáveis, pesquisas recentes revelaram que 80% das roupas de inverno ainda trazem plumas em sua composição, devido à falta de Revista Têxtil #762 I 35

GOTEX.indd 35

05/11/2019 23:07:18


INOVAÇÃO

solução sintética que forneça a mesma aparência, textura e conforto térmico. Dentro desse contexto, a Thermore®, empresa italiana do segmento de manta e isolamento térmico para vestuário, apresentou a fibra Ecodown®, única alternativa à pluma 100% sustentável e resistente. O Ecodown® é o primeiro produto sintético do mercado feito a partir de fibras 100% recicladas de garrafas PET pós-consumo, o que permite a reutilização de um número considerável de garrafas que seriam descartadas como lixo em aterros sanitários. O novo isolante térmico 100% reciclado não requer restrições especiais para costuras ou tecidos, e pode ser lavado em lavadoras tradicionais ou em lavagens a seco. O produto traz uma grande variedade de pesos e espessuras, em 10 variações, atendendo as exigências do mercado. A 8ª edição da GOTEX Show acontece em setembro de 2020, em São Paulo. RT

36 I Revista Têxtil #762

GOTEX.indd 36

05/11/2019 23:07:20


GOTEX.indd 37

05/11/2019 23:07:21


MUNDO

TRANSFORMAÇÃO FOI UMA DAS APOSTAS DA

COLOMBIAMODA 2019 30ª edição do evento apostou nos desafios e tecnologias da Quarta Revolução Industrial para o setor da moda RENATA MARTORELLI

A

Colombiamoda 2019 aconteceu em paralelo com outro evento, a feira Textiles2. Juntos os dois eventos receberam 11.800 compradores, sendo 12% internacionais e 88% nacionais, que se conectaram com 475 marcas da Colombiamoda e 106 da Textiles2. A Inexmoda, juntamente com sua feira Colombiamoda, conseguiu cumprir seu objetivo de preparar o Sistema de Moda como um dos motores da Quarta Revolução Industrial. Em cenários de reflexão e desenvolvimento, o setor conheceu em primeira mão os desafios que devem ser enfrentados, além de novas dinâmicas e tecnologias de negócios para enfrentar os desafios do mercado. “Na Inexmoda, estamos constantemente pesquisando e conhecendo as novas tendências que marcam o futuro. Estamos convencidos da necessidade de transformação, que nos desafiou a projetar uma Colombiamoda com novos formatos, que foi um sucesso e será nosso compromisso de longo prazo. Com certeza, continuaremos a evoluir nossas plataformas ano após ano, com base em diferentes formatos e apostas que respondem às necessidades do mercado atual e futuro”, revelou Carlos Eduardo Botero Hoyos, CEO da Inexmoda.

38 I Revista Têxtil #762

colombia.indd 38

AÇÕES ESPECIAIS E RESULTADOS POSITIVOS Um dos espaços da Colombiamoda 2019 foi o Inexmoda Concept Market, um formato de loja multimarca, onde os visitantes viveram experiências diferenciadas e adquiriram edições especiais de produtos de marcas como FILA, Naf Naf, Celio e Totto. Outro destaque foi a Colombiamoda Digital, onde as marcas reforçaram suas lojas virtuais e ativaram suas estratégias digitais. Esta amostra foi complementada pela Indústria 4.0, com inovações e ferramentas para transformação digital, através de painéis e discussões em torno do negócio da moda. “Aproveitando esse cenário, o Mercado Livre promoveu experiências para os consumidores, nas quais a tecnologia lhes permitia entender seus gostos e estilos de moda. Nosso objetivo é potencializar o tráfego gerado por um cenário como a Colombiamoda para ativar nosso modelo de negócio digital”, afirmou Juan Camilo Pachón, gerente de mercado do Mercado Livre. Compradores especializados também puderam conhecer um novo espaço chamado Colombiamoda Empreendedora, um projeto da Inexmoda, que funciona como um instituto organizador para o empreendedorismo colombiano. Fotos: Inexmoda

05/11/2019 23:06:52


MUNDO

TALENTO E CRIATIVIDADE NA FASHION WEEK COLOMBIANA Mais de 50 desfiles estiveram em evidência nas passarelas do evento. A importância do design colombiano, reconhecido por sua criatividade, talento, empreendedorismo e projeção internacional, continua a fortalecer a posição da Colômbia na moda latino-americana. Além disso, a Inexmoda, em sua constante busca por novos designers, contou com dois espaços responsáveis ​​por exaltar as novas propostas. Um deles foi o Unique-Seal of Author, um projeto realizado entre a Inexmoda, ProColombia e FedEx, onde designers colombianos com produtos que atendem às necessidades do mercado internacional se reuniram com compradores especializados. A Vogue Talents Corner também proporcionou uma exposição comercial em que os designers colombianos refletiram a paixão, a criatividade e a exclusividade em seus designs. “Atualmente, o design do autor colombiano está passando por um boom nos mercados internacionais; os designers deste país oferecem muita criatividade, inspiração e elementos únicos que não são encontrados em outras partes do mundo”, comentou María Fernanda Rodriguez, compradora especializada da Boho Hunter, dos Estados Unidos. Revista Têxtil #762 I 39

colombia.indd 39

05/11/2019 23:06:53


MUNDO

ESCREVENDO O FUTURO DO NEGÓCIO DA MODA A Inexmoda tem como objetivo transformar o futuro do Sistema de Moda. Nesta edição do evento, três espaços levaram conhecimento para a cadeia produtiva. O Pavilhão de Conhecimento Inexmoda-UPB reuniu especialistas nacionais e internacionais para discutir o futuro dos negócios da moda. Esse espaço criado há oito anos em parceria com a Universidade Pontificia Bolivariana, contou com 17 conferências e 12 oficinas, que também foram transmitidas para 6.000 pessoas via streaming, graças ao canal oficial da Feira Telemedellín. O Fórum de Tendências, responsável por compartilhar conhecimentos sobre estilos de vida para a temporada outono-inverno 2019/2020, recebeu 16 conferências que atualizaram os visitantes da feira. Já o Fórum Prospectivo, uma novidade para esta edição do Colombiamoda 2019, permitiu que 900 visitantes tivessem contato com inteligência artificial, realidade mista e computação em nuvem, graças à Microsoft, que uniu essas experiências com criatividade e tecnologia.

PAVILHÃO DE CONHECIMENTO INEXMODA-UPB: QUARTA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL O Pavilhão do Conhecimento Inexmoda-UPB contou com a presença de grandes personalidades, como o designer Kenzo Takada; o presidente da Microsoft na Colômbia, Marco Casarín; o fundador da Raddar, Camilo Herrera; e de Ada Gómez Jolly, diretora de desenvolvimento e tendências da plataforma Fashion Snoops na América Latina. Na 30ª edição da Colombiamoda, os espaços de conhecimento da Inexmoda convidaram o setor da moda a enfrentar os desafios da Quarta Revolução Industrial. A agenda começou conectando conhecimento sobre como as marcas e os modelos de negócios evoluem, com base no comportamento do consumidor. A palestra “Fashionistas da Quarta Revolução Industrial”, realizada pelo Gerente Geral da Microsoft na Colômbia desde 2015, Marco Casarín, abordou a tecnologia como aliada em busca de competitividade. O palestrante convidou o Sistema de Moda a seguir a mudança como um roteiro

40 I Revista Têxtil #762

colombia.indd 40

05/11/2019 23:06:56


MUNDO para a transformação digital. “Esta é uma indústria que está crescendo, permitindo criatividade e liberdade de expressão em todos os níveis, você transforma experiências e pessoas, eu chamaria de democracia perfeita, porque permite a inclusão absoluta de cada um dos talentos e suas formas de se manifestar”, explicou Casarín. O fundador da Raddar, Camilo Herrera, participou da conferência “O consumidor colombiano 30 anos depois”, contando sobre o início da Colombiamoda, há 30 anos. “Quando a feira começou, era difícil imaginar como seria a indústria da moda, todas as peças de vestuário, a moda, os canais, os preços e as marcas vistas hoje. Hoje, após três décadas de avanços em economia, inovação e moda, surge a questão: qual a diferença entre o mercado hoje e como será nos próximos 30 anos?”. O especialista terminou com o convite: ficar um passo à frente das mudanças, através da revolução digital do mercado. Já o famoso designer Kenzo Takada participou da palestra “Transcategoria, extensão da marca a outras indústrias e categorias de produtos”, com moderação de Felipe Espinosa, diretor de criação do 3cero2. Kenzo, que foi o primeiro estilista japonês a começar a desenhar roupas e um dos primeiros a lançar uma coleção comercial, falou sobre seu início na moda, sua carreira como designer, experiências na indústria e sua visita à cidade de Medellín, para a Feira Colombiamoda 2019. Além disso, a diretora de desenvolvimento e tendências da plataforma Fashion Snoops na América Latina, Ada Gómez Jolly, apresentou em sua conferência “Macro Colors 2020 e sua metodologia” as principais cores de 2020 aplicáveis a ​​ qualquer indústria criativa, como vestuário, calçados, acessórios e moda casa.

PARCERIA DE SUCESSO E DESENVOLVIMENTO O Ministério do Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Medellín também esteve presente na Colombiamoda 2019, por meio dos projetos Epic: Desafio da Inovação e Cadeias Produtivas Formais. Os projetos do governo realizados pela Inexmoda, juntamente com seus diferentes aliados, tiveram um papel de liderança durante os três dias da feira. “É de nossa responsabilidade orientar e apoiar o desenvolvimento sustentável e competitivo das empresas do Sistema de Moda. Juntamente com nossos parceiros, trabalhamos juntos pela transformação dos negócios, por meio de programas

e projetos que desta vez nos acompanharam na Feira”, acrescentou Carlos Eduardo Botero Hoyos, presidente executivo da Inexmoda. O Colômbia Transforma Moda foi o compromisso com a produtividade e competitividade do Ministério do Comércio, Indústria e Turismo da Colômbia, juntamente com a Inexmoda, onde 250 empresas do Sistema de Moda de 9 departamentos do país tiveram a oportunidade de reestruturar seus modelos de negócios para desenvolver produtos com maior valor agregado e, assim, ter uma indústria mais competitiva e projetada nacional e internacionalmente. O programa levou 10 empresas para um estande comercial na feira, além de realizar três visitas guiadas ao evento com as empresas participantes do programa. Por outro lado, o programa Epic: Innovation Challenge, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Medellín, trabalha com 55 empreendedores e está comprometido com o desenvolvimento, talento e empreendedorismo do Sistema de Moda de Medellin. Esses empreendedores que sonham em dinamizar, fortalecer e transformar seus negócios em empresas mais inovadoras, competitivas e sustentáveis, tiveram a oportunidade de participar da feira através de 10 estandes, localizados de acordo com seu produto e mercado. O Ministério do Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Medellín também esteve presente trabalhando em conjunto com o Instituto, no programa Cadeias Produtivas Formais, com o objetivo de promover relações estratégicas entre empresas âncoras e fornecedoras. RT

Revista Têxtil #762 I 41

colombia.indd 41

05/11/2019 23:06:58


MUNDO

SHANGHAITEX 2019 A exposição internacional da indústria têxtil na China chega à sua 19ª edição RENATA MARTORELLI

A

ShanghaiTex 2019 acontece entre os dias 25 e 28 de novembro de 2019, no Shanghai New International Expo Centre, em Xangai, na China. A Rieter estará presente com as suas marcas e levará o que tem de mais tecnológico para a ShanghaiTex 2019 no Hall E1, estande A30. A SSM irá apresentar no evento soluções para enrolamento de pacotes e alta consistência da embalagem, e uma ampla gama de produtos têxteis. O enrolador de precisão PWX é uma resposta rápida às tendências do mercado, combinada à alta eficiência, e oferece benefícios para enrolamento de embalagens, de fios de fibras filamentosas e descontínuas, com ou sem lubrificação. Já na plataforma XENO, a SSM apresenta o primeiro e único sistema auto-regulador de contrapressão no mundo: preciforce ™. Além disso, a próxima geração do blade winding powerblade ™ será introduzida para a plataforma XENO. A Suessen apresentará os novos dispositivos de compactação para alta flexibilidade, novos braços de pesagem e componentes de fiação de rotor premium para um fio de qualidade. O COMPACTeasy é o novo dispositivo de compactação mecânica disponível como unidade de plug-in / plug-off para qualquer tipo de máquina de fiação de anéis e adequado para as mais comuns aplicações como algodão, fibras artificiais e

42 I Revista Têxtil #762

shanhai.indd 42

Suessen

misturas. Já o novo EliTe é um sistema versátil de fiação compacta com componentes inovadores, e o novo braço de pesagem superior HP 4080 para armações mecânicas oferece um novo design para configurações fáceis e estabilidade aprimorada. Em relação às peças premium, o novo SOLIDRING B 188 para máquinas de fiação de rotores conta com um formato de dente de sabre mais curto e mais agressivo para melhor abertura da fibra e qualidade do fio. A Bräcker irá destacar o novo viajante CARBO para anéis de máquinas de fiação, que foi especialmente desenvolvido para giradores de fibras artificiais, com nova tecnologia de revestimento que melhora as propriedades de deslizamento, resultando em uma vida útil até 50% maior e menor período de amaciamento. Além disso, a Bräcker exibirá seu conhecido portfólio de produtos de alta qualidade que atende às crescentes demandas no mercado têxtil, como velocidades mais altas e produtividade. A Graf apresentará na ShanghaiTex três novidades para o mercado têxtil. A MULTISHARP, a liga exclusiva resistente ao desgaste para cartões, aumenta a vida útil de revestimentos metálicos para cartões no cilindro em até 30%. Além disso, a manutenção pode ser minimizada, fornecendo ciclos de serviço mais longos e menos paradas não planejadas. Já o rendimento da matéria-priFotos: Divulgação

06/11/2019 20:48:52


MUNDO

Graf

ma pode ser aumentado sem comprometer a qualidade, graças ao ajuste contínuo da altura da nova série de pentes. O ajuste contínuo e exato do espaço entre o alicate e o pente circular em cada cabeça de pentear individual oferece aos clientes um novo nível de utilização de matéria-prima. Com o gerenciamento de roupas de cartão, os custos gerais de investimento podem ser reduzidos, com base na minimização das despesas operacionais, inclusive na otimização geral da eficácia do equipamento. A Graf estará no Hall E1, estande A30, com foco em fiação e no estande C35 com foco em não tecidos. Já a Novibra irá apresentar o eixo de economia de energia LENA, projetado para as mais altas velocidades e menor consumo de energia. É o único eixo do mercado com cais de 17,5 mm e economia de diâmetro e energia de até 6%. A nova geração de coroas de aperto CROCOdoff e CROCOdoff Forte funcionam automaticamente dependendo da velocidade do eixo. As principais vantagens são reduções significativas nos custos de manutenção. RT

SSM

Revista Têxtil #762 I 43

shanhai.indd 43

06/11/2019 20:48:58


EVENTO

FEBRATEX SUMMIT ACONTECE EM BLUMENAU VIVI HAYDU E RENATA MARTORELLI

O

Febratex Group, em parceria com o Citeve (Centro Tecnológico da Indústria Têxtil e do Vestuário de Portugal), irá realizar nos dias 6 e 7 de novembro de 2019, em Blumenau, Santa Catarina, o Febratex Summit. O evento faz parte das ações da empresa, que participou da iTechStyle Summit 2019, em Portugal, em uma missão com empresários brasileiros, que puderam conhecer de perto todo o desenvolvimento do país. O Febratex Summit será um fórum de conhecimento que reunirá os principais líderes do mercado têxtil nacional e internacional, com o propósito de promover o conhecimento, apresentar tecnologias, indicar caminhos para a digitalização da indústria têxtil brasileira e torná-la ainda mais competitiva no mercado globalizado. O Febratex Summit vai apresentar cases de sucesso divididos em três trilhas de conteúdo: Inovação, Business e Sustentabilidade, com palestras, painéis e exposição de startups com soluções para o setor têxtil. Com mais de 25 convidados renomados da área têxtil, sendo dez internacionais, os participantes terão a oportunidade de conhecer novas ideias e modelos de negócio, ter contato com tecnologia e conhecimento científico na era da digitalização. O evento reunirá grandes nomes como Francesco Mar-

chi, Textile Expert; Ana Tavares, da Tintex; Paulo Vaz, da Associação Têxtil e Vestuário de Portugal; Manuel Pizarro e Vasco Pizarro, da Pizarro S.A; Miguel Pedrosa, da Pedrosa & Rodrigues SA; comendador José Manuel Ferreira, da Valerius Group; Braz Costa, da Citeve; e Stéphan Verin, da UP-TEX. A mudança geracional e a inovação da Pizarro S.A., líder em acabamentos para o setor, serão temas abordados na Febratex Summit. Essa mudança já vem sendo implantada nos últimos 15 anos, quando os irmãos Ricardo, Vasco e Margarida Pizarro, deram início às atividades dentro da organização. No Febratex Summit serão abordadas estratégias e métodos que auxiliam as empresas neste processo. O diretor geral da Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP) e vice-presidente do Conselho de Administração da Associação Seletiva de Moda, Paulo Vaz, um dos palestrantes do Febratex Summit, sugere: “O ‘lifestyle’ brasileiro associado à beleza, ao desporto e à natureza, que pode diferenciar positivamente os produtos e é um patrimônio, uma marca por desenvolver; e o segundo, a sustentabilidade, conjugada com o fato de o Brasil ter no seu território a Amazônia e o Pantanal, entre outras reservas, que podem legitimar ainda mais a indústria na sua ligação à proteção ambiental e à economia circular. RT

44 I Revista Têxtil #762

Febratex Summit.indd 44

05/11/2019 23:06:09


NOTÍCIAS RIETER FECHA CONTRATO COM EGITO O contrato compreende a entrega de sistemas compactos e de fixação de anéis para os próximos dois anos. Este pedido faz parte de um abrangente programa de modernização da indústria têxtil egípcia. Esses sete projetos envolvem um total de 180 milhões de francos suíços. Os contratos foram assinados na ITMA, em Barcelona, ​​na Espanha, pelo Dr. Ahmed Moustafa Mohamed, Presidente da Cotton & Textile Industries Holding Company, e pelo Dr. Norbert Klapper, CEO da Rieter. “Gostaríamos de agradecer aos nossos parceiros de negócios egípcios pela confiança que depositaram na Rieter nos concedendo este contrato. A Rieter tem sido a parceira dos egípcios na indústria de fiação por décadas”, comemora Klapper.

PROTEXT REPRESENTA ROTORCRAFT A Protext é a nova representante da Rotorcraft no Brasil. A parceria tem como objetivo unir a qualidade dos produtos Protext à tecnologia Rotorcraft de compactação de fios. Os manchões e rolinhos Protext possuem alta resistência a abrasão e excelente controle de fibras, e junto à tecnologia Rotorcraft proporcionarão melhor qualidade dos fios, aumento da resistência, redução das imperfeições com melhor uniformidade de massa, além de ganho de produtividade e ótimo custo benefício.

REDUÇÃO DE NÍVEIS DE UREIA E NITROGÊNIO AMONIACAL NO DIGITAL  A  Global Química & Moda (GQM) traz para o Brasil um novo produto químico auxiliar: o Global Print BU, voltado para o processo de pré-impressão. Entre as vantagens do lançamento estão quesitos sustentáveis, como a redução considerável na quantidade de ureia utilizada na pasta base e redução dos níveis de nitrogênio amoniacal gerados nos efluentes. “Outra vantagem desse agente é que ele reduz a incidência de ´replique´ no tecido, os indesejáveis respingos, o que é essencial para garantir mais qualidade no resultado final”, diz o gerente de contas da Global Química & Moda, Márcio Wesley H. Faria. Fotos: Divulgação

noticias.indd 45

58ª DORNBIRN-GFC A 58ª edição do Dornbirn-GFC recebeu mais de 100 palestrantes internacionais da indústria e da pesquisa, que apresentaram suas últimas inovações e tendências da indústria global de fibras e têxteis entre os dias 11 e 13 de setembro de 2019, na Áustria. Neste ano, o maior congresso de inovação em fibra do mundo contou com mais de 700 participantes de mais de 30 países, principalmente da Ásia e da Turquia. Como um aprimoramento inovador adicional do Congresso, o Startup Days ocorreu pela primeira vez este ano. Em cooperação com a PricewaterhouseCoopers (PwC), mais de 20 startups tiveram a possibilidade de apresentar suas inovações em um espaço personalizado na área do congresso. Com o lema “Venha ver onde as startups encontram indústria, pesquisa e marcas”, os jovens empreendedores tiveram a possibilidade de participar das palestras de especialistas e de apresentar suas inovações no evento. Outro destaque foi o projeto vencedor do Prêmio Paul Schlack / Wilhelm Albrecht 2019, selecionado por um júri de especialistas em pesquisa e desenvolvimento. Já o 4º Fórum de Jovens Cientistas, sob a liderança da Syngroup Consulting, recebeu cerca de 15 jovens pesquisadores, que discutiram a questão “Quo vadis in research: Startups, Economia Circular, Smart Textiles Novos Desafios no Processo Tradicional de Inovação”. Revista Têxtil #762 I 45

27/10/2019 17:13:52


NOTÍCIAS KAZZO AGILIZA MODELAGEM COM O MODARIS® EXPERT DA LECTRA A Kazzo, especialista na fabricação de jeans, escolheu o Modaris® Expert V8R2, a versão mais recente da solução de modelagem, gradação e prototipagem 2D/3D da Lectra, para ganhar velocidade no desenvolvimento de seus produtos. “Conheço muitos softwares de modelagem, pois trabalho com modelagem há mais de 40 anos, e ao conhecer o Modaris Expert da Lectra, entendi que era a melhor solução” afirma Donizeth Silva de Matos, Líder de modelagem na Kazzo e responsável pelo projeto. A empresa está hoje na fase de transição para o Modaris Expert produzindo com 3 modelistas entre 8 a 12 desenvolvimentos sobre as bases. A expectativa é de dobrar este número uma vez que a ferramenta esteja completamente implementada. Além do investimento no Modaris Expert, a empresa também decidiu incorporar a solução de encaixe automático Diamino, que permite uma economia muito relevante, tornando o retorno sobre o investimento fácil de mensurar.

INSPIRAMAIS COMEMORA 10 ANOS A 20ª edição do Inspiramais será realizada nos dias 14 e 15 de janeiro de 2020. Para esta edição o tema que será usado por toda indústria será Sincronia: a sincronia que traz a interpretação e reinterpretação de conceitos, que contém o antigo e o novo, que se misturam. Uma reflexão de quem somos nós mesmos e as camadas que nos constroem. O tema foi inspirado no Renascimento com os “humanistas”, intelectuais que se preocupavam com o homem a partir de vários pontos de vista; e na Inteligência Artificial, conectividade, as redes, o futuro é agora, evolução das ciências – medicina, computação e a busca incessante por respostas tornam o homem atual um questionador sem limites. Além da Assintecal, o Inspiramais conta com a promoção da Associação Brasileira de Indústria Têxtil e Confecção (ABIT), Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil)  e  apoio  de algumas das principais entidades setoriais do país, como ABEST, ABIACAV, Abicalçados,In-Mod, IBGM, Instituto By Brasil (IBB), ABVTEX, Francal, Ápice, Abimóvele Guia Jeans Wear.

46 I Revista Têxtil #762

noticias.indd 46

27/10/2019 17:13:53


editorial.indd 6

06/11/2019 00:12:05


editorial.indd 6

06/11/2019 00:14:21

Profile for Revista Textil

Revista Têxtil - Edição Especial Dupla - 762 763  

Revista Têxtil - Edição Especial Dupla - 762 763  

Advertisement