Page 1


editorial.indd 4

14/03/2018 03:09:38


EDITORIAL O BRASIL É DESTAQUE A REVISTA TÊXTIL é uma publicação da

R. da Silva Haydu & Cia. Ltda. Inscr. Est.: 104.888.210.114 CNPJ/MF: 60.941.143/0001-20 MTB: 0065072/SP

Diretor-Presidente: Ricardo Haydu Diretora de Redação: Clementina “Vivi” Haydu Jornalismo: Priscilla Gonçalves Designer: Carlos C. Tartaglioni Foto da capa: Arquivo Representantes Comerciais Europa: International Communications Inc. Andre Jamar 21 rue Renkin: 4800: Verviers: Belgium Tel/Phone: + 32 87 22 53 85 / Fax: + 32 87 23 03 29 e-mail: andrejamar@aol.com Ásia (Asian): Buildwell Int. Co., Ltd. Nº 120, Huludun, 2nd St., Fongyuan, Taichung Hsien: Taiwan 42086: R.O.C. Tel/Phone: + 886 4 2512 3015 / Fax: + 886 4 2512 2372 Coréia (Korea): Jes Media International 6th Fl., Donghye-Bldg.: 47-16, Myungil-Dong Kandong: Gu: Seoul 134-070 Tel./Phone: + (822) 481-3411/3 / Fax: + (822) 481-3414 Correspondente na Argentina: Ecodesul Av. Corrientes, 3849: Piso 14° OF. A. Buenos Aires: Argentina Tel/Phone: (541) 49-2154 / Fax: (541) 866-1742 Órgão Oficial das entidades

Órgão de divulgação das entidades Abint: Associação Brasileira das Ind. de NãoTecidos e Tecidos Técnicos; Núcleo Setorial de Informação do SENAI/CETIQT; Redação/Administração Rua Albuquerque Lins, 1151 2º andar: Santa Cecília Cep 01230-001: São Paulo: SP: Brasil Tel/Phone: +55-11-3661-5500 E-mail: revistatextil@revistatextil.com.br Site: www.revistatextil.com.br Publicação bimestral com circulação dirigida às fiações, tecelagens, malharias, beneficiadoras, confecções nacionais e internacionais, universidades e escolas técnicas. Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem, necessariamente, a filosofia da revista. A reprodução total ou parcial dos artigos desta revista depende de prévia autorização da Editora. Redação Releases, comentários sobre o conteúdo editorial, sugestões e críticas a matérias. Pedidos de informação relacionados às matérias e à localização de reportagens: e-mail: redacao@revistatextil.com.br Publicidade Anuncie na REVISTA TÊXTIL e fale diretamente com o público leitor mais qualificado do setor têxtil no Brasil e no mundo: e-mail: revistatextil@revistatextil.com.br

O ano de 2018 iniciou com grandes expectativas e com uma série de eventos, e a primeira edição do ano da Revista Têxtil chega em um momento importante para a indústria. Com a recente renovação do Tratado do Mercosul, as tarifas de importação dos setores têxtil, automotivo e siderúrgico foram reduzidas a zero e isso contribui cada vez mais para fortificar os laços entre Brasil e Colômbia. E por falar em Brasil, nosso país foi o principal convidado da Colombiatex das Americas 2018 e desembarcou na cidade de Medellín com um time de 40 empresas coordenadas pela Abit, Abimaq e Assintecal em parceria com a APEX-Brasil, para discutir as inovações do mercado. A nossa editora Vivi Haydu foi convidada pela organização do evento para cobrir todos os detalhes que aconteceram por lá. A feira não só apresentou novidades do têxtil/confecção como também movimentou a cidade de Medellín, gerando um lucro de US$12 milhões e ocupação de quase 87% da rede hoteleira. Confira também todos os detalhes da 41ª edição da FENIN, uma das mais importantes feiras de negócios da indústria da moda no país. O empresário Júlio Viana, idealizador do evento, comemorou o sucesso desta edição com um time dos melhores expositores, compradores e lojistas dos mais qualificados do setor. A Inspiramais premiou empresas que desenvolveram os melhores materiais nos quesitos design e inovação. Os vencedores foram eleitos por um grupo de jurados composto por profissionais da área da moda, além do segmento têxtil e de confecção. Nesta edição o Inspiramais anunciou acordo de cooperação com a Abimóvel ampliando a sua atuação para a indústria do mobiliário , e deixa de usar a nomenclatura Pimavera/Verão, Outono/Inverno e passam a ser Edição I e Edição II. Estaremos também na ExpoPrint Latin America 2018, o maior evento de impressão das Américas, que apresentará novos processos e tecnologias do setor digital. A Revista Textil participa do evento e estará fazendo a cobertura para nossa próxima edição. Boa leitura!

Assinaturas Para renovação e outros serviços, escreva para: e-mail: revistatextil@revistatextil.com.br

Revista Têxtil #753 I 01

editorial.indd 1

16/03/2018 00:15:13


SUMÁRIO

04

AMÉRICA LATINA

COLOMBIATEX DAS AMÉRICAS 2018 É DO BRASIL!

ABTT

16

CONTEXMOD: 6º CONGRESSO CIENTÍFICO TÊXTIL E DE MODA

ABIT

18

OS DUPLOS ÔNUS DOS JUROS ALTOS PARA OS BRASILEIROS

20

PREVIEW

22

NEGÓCIOS

24

SUSTENTABILIDADE

EXPOPRINT LATIN AMERICA 2018 DISCUTE NOVOS PROCESSOS E TECNOLOGIAS

FENIN COMEMORA TRAJETÓRIA DE SUCESSO NA INDÚSTRIA DA MODA

INSPIRAMAIS 2018: MODA E SUSTENTABILIDADE CRIAM FORTES LAÇOS PARA O FUTURO

02 I Revista Têxtil #753

editorial.indd 2

16/03/2018 00:15:17


EDITORIAL

Revista Têxtil #753 I 03

editorial.indd 3

16/03/2018 00:15:18


AMÉRICA LATINA

COLOMBIATEX

por

PRISCILLA GONÇALVES e VIVI HAYDU

DAS AMÉRICAS 2018 É DO BRASIL! Revista Têxtil acompanhou uma das principais feiras do setor na América Latina, que homenageou o Brasil e discutiu oportunidades de negócios entre empreendedores brasileiros e colombianos

N

os dias 25 e 26 de janeiro de 2018, a cidade de Medéllin recebeu a Colombiatex das Américas 2018, uma das principais feiras do setor têxtil na América Latina que apresentou as maiores novidades em produtos têxteis, insumos, máquinas e produtos químicos para confecções. O evento consolidou-se como o centro de negócios do setor no continente americano não só pela quantidade, mas também pela qualidade dos seus expositores. A nossa editora, Vivi Haydu, foi convidada para o evento e acompanhou todos os detalhes. A Inexmoda, instituto que conhece, liga e transforma o Sistema Moda da América Latina, comemora neste ano 30 edições e vem reafirmando seu compromisso com a indústria ano após ano e apresentando um balanço positivo em expectativas de negócios A abertura da Colombiatex 2018 contou com a participação do vice-ministro de Comércio, Indústria e Turismo, Daniel Areias; o governador de Antioquia, Luís

04 I Revista Têxtil #753

colombiatex.indd 4

Pérez e o prefeito de Medellín, Frederico Gutiérez que destacaram novidades e informações da Indústria Têxtil e Confecção do país. O prefeito de Medellín, Federico Gutiérrez Zuluaga, destacou a presença de 579 expositores e de 16.000 compradores, nacionais e internacionais, gerando para cidade um lucro de US $ 12 milhões e ocupação de 87% da rede hoteleira. No período do evento, estiveram na região 6.582 pessoas, 18% a mais que no ano anterior, sendo 3086 estrangeiros e 3496 colombianos. O Vice-Ministro de Desenvolvimento de Negócios, Daniel Ángel Arango, anunciou a fixação de limites a fim de evitar que os preços dos têxteis e fios sofram queda brusca. Para isso, os importadores deveriam pagar uma taxa adicional como previsto no Decreto 2.218 de 27 de dezembro de 2017. Em novembro de 2017, o Ministério do Comércio havia prorrogado para dois anos a taxa de 40% para ves-

Fotos: Divulgação

16/03/2018 00:12:43


AMÉRICA LATINA

tuário, quando os preços de importação permaneciam os mesmos ou menos de 10 dólares por quilo. Quando ultrapassarem este preço, a tarifa será 15%. “Isso foi um pedido reiterado da indústria têxtil, no processo de combinação de políticas públicas, em particular, da política de desenvolvimento produtivo com participação de empresários. A luta deste Governo contra o contrabando é frontal e permanente”, explicou

NOVIDADES DA 30ª EDIÇAO DA COLOMBIATEX Com uma visão prospectiva de negócio, a 30ª edição da Colombiatex das Américas, os participantes, expositores, compradores puderam vivenciar as tendências na indústria do têxtil-vestuário que ajudarão a gerar empresas mais competitivas e produtivas em 2018. As novidades da feira destinam-se a informar aos participantes maneiras diferentes para atender as necessidades dos empresários e, portanto, reinventar-se a cada dia neste mundo dinâmico.

BRASIL E COLÔMBIA CONSOLIDAM RELAÇÕES A Colombiatex 2018 teve o Brasil como país homenageado e especialistas discutiram as boas práticas da indústria têxtil e de confecção e as oportunidades de negócios entre os empreendedores brasileiros e colombianos. No diálogo “Brasil Colômbia oportunidades e perspectivas futuras”, participaram o diretor executivo do programa Texbrasil e presidente emérito da Abit, Rafael Cervone; Ilse Guimarães, superintendente da Assintecal; Marcos Lichtblau, presidente da Câmara de Máquinas e

Acessórios para a Indústria Têxtil e de Vestuário Setorial - CSMAT - Abimaq; Bertha Gadelha Abreu, Primeira Secretária diplomatica agregada do setor econômico-comercial, de turismo e questões agrícolas; Juliana Villegas, vice-presidente de Exportação ProColombia; e Carlos Eduardo Botero Hoyos, CEO da Inexmoda. Com a recente renovação do tratado do Mercosul que reduziu a zero as tarifas de importação dos setores têxtil, automotivo e siderúrgico, Brasil e Colômbia constroem laços cada vez mais fortes. Segundo o Ministério da Indústria, Comércio, Exterior e Serviços (MDIC), o comércio entre os países aumentou 27% no primeiro semestre de 2017 comparado ao mesmo período em 2016. O mercado colombiano tem 40 milhões de consumidores, enquanto o Brasil tem 200 milhões. Durante o diálogo, os palestrantes apresentaram as oportunidades de comércio, enfatizando pontos importantes que devem ser trabalhados pelas marcas como é o caso da sustentabilidade. A delegação do Brasil na Colombiatex foi composta por 40 empresas, lideradas pela Associação Brasileira da Indústria de Têxteis e Vestuário (Abit) e com participações da Associação Brasileira das Indústrias de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) com nove empresas; Associação Brasileira de Empresas Componentes para Couro, Calçados e Manufaturas (Assintecal) e apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Os expositores apresentaram uma variedade de produtos, suprimentos e máquinas para o setor de têxtil/vestuário. Como novidade, a indústria de calçados e artefatos de couro estará presente pela primeira vez na feira, Revista Têxtil #753 I 05

colombiatex.indd 5

16/03/2018 00:12:46


AMÉRICA LATINA mostrando inovação em design e tecnologia “Não se anda descalço e com roupa ou com roupa e descalço. É um momento de integração. Moda é um estilo de vida e hoje, a questão da sustentabilidade está cada vez mais presente. Pede-se que as empresas tenham um propósito maior do que simplesmente fazer roupa”, destacou Ilse Guimarães, superintendente da Assintecal.

Palestras no Pavilhão do Conhecimento UPB Inexmoda como a da ‘macrotendências Outono-Inverno 18/19’ responsável pelo laboratório de pesquisa e inovação da Inexmoda; e outra sobre ‘projeções de tendências de moda primavera-verão 2019’ por Inexmoda-Fashion Snoops; foram conhecimento adicionais que se somarem ao eixo da moda da Colombiatex das Américas.

INEXMODA E FASHION SNOOPS APOSTAM NA PESQUISA DE TENDÊNCIAS

ABRA OS OLHOS PARA O CONHECIMENTO

Inexmoda e a reconhecida plataforma norte-americana em previsão de tendências, Fashion Snoops, se uniram em uma poderosa aliança e lançaram seu trabalho conjunto no âmbito da 30ª edição do evento. A experiência da Inexmoda no mercado Latino e o poder de investigação e a ampla cobertura em informação de tendências que oferece o Fashion Snoops incrementaram o conhecimento de todos os atores do Sistema Moda. O método de pesquisa e a estrutura de criação e inspiração com que tem a plataforma tem sido o ponto mais atraente para o público. “Por outro lado, conhecer quais são as macrotendências do ano e como elas acabam conectadas a um produto, de acordo com os comportamentos e movimentos culturais que estão impactando o consumidor, é uma informação que ajuda a criar desenvolvimentos bem sucedidos”. Diz Sebastian Diez, diretor de marketing da Inexmoda. O formato do Fórum de Tendências, que é dividido por categoria de produto, permite que os visitantes identifiquem facilmente os produtos que necessitam para desenvolver suas coleções, encontrando de maneira ágil o estande onde se encontra o produto que lhes interessa ou que se adequa a suas necessidades. No total foram apresentados em torno de 1700 tecidos e 59 em denim, de países como a Colômbia, Índia, Turquia, Brasil, Espanha, Japão, entre outros. “Colombiatex das Américas abre a agenda de negócios da América Latina para que a indústria conheça quais são as tendências e insumos que devem ser incluídos nas coleções para a primeira temporada de moda, neste caso de primavera – verão 2018. Uma plataforma de negociação que promove negócios, atualiza conhecimentos e tendências para o sistema de moda” disse Maite Cantero, coordenadora do laboratório de pesquisa e inovação da Inexmoda.

Com programação composta por 22 conferências e 10 oficinas dinâmicas com entrada gratuita e transmissão via streaming, o Pavilhão de Conhecimento Inexmoda abriu as portas para estudantes, empresários e apaixonados por moda, oferecendo o conhecimento necessário para entender as diferentes faces do segmento. “Com o lema “Abrir os Olhos”, o pavilhão chega para mostrar que apesar do cenário difícil da economia e da crise que o país enfrenta, é preciso estar atento em tudo que acontece ao nosso redor para que saibamos identificar as boas oportunidades”, disse o coordenador do pavilhão, William Cruz. É abrir os olhos para novas dinâmicas, processos e focar-se em temas que geram repercussão no segmento de moda como modelo de negócio, marca, comunicação e marketing, sustentabilidade e tecnologia. Cada tópico é discutido por diferentes ângulos e pontos de vista a fim de mostrar ao público outros tipos de pensamento e inovações. “O que buscamos desde Inexmoda e a UPB, foi fazer uma agenda acadêmica muito nutrida em informação de valor para os espectadores”. Cada uma das conferências ou oficinas fornecem aos empresários a oportunidade de repensar seus negócios para se tornar mais fortes e competir num mercado que evolui muito rápido. Queremos que as pessoas se perguntem sobre alguns temas inexplorados por muitos”, explica Luz Adriana Naranjo, diretora de transformação da Inexmoda.

SOLUÇÕES INTELIGENTES EM CADA PASSO DA CADEIA Máquinas com tecnologia de ponta e inovação recria a Fábrica Inteligente por InSolutions com todos os processos da cadeia, desde a concepção até o produto acabado, dirigindo cada passo com os mais recentes recursos tecnológicos, demonstrando competitividade, e melhoria em tempo e qualidade. Isto não só é projetado para aperfeiçoar o processo de design criativo, mas também para acelerar o desen-

06 I Revista Têxtil #753

colombiatex.indd 6

16/03/2018 00:12:47


AMÉRICA LATINA volvimento de produtos dentro das empresas. De fato, os modelos de negócios que se movem na dinâmica do fast fashion encontraram neste espaço a melhor ferramenta para economizar tempo e dinheiro.

CRIATIVIDADE VOLTADA PARA O NEGÓCIO Cerca de 30 artistas gráficos e visuais exibiram as últimas tendências na ilustração têxtil e transformam sua criatividade em negócio pois tiveram a possibilidade de vender seus projetos, por meio de negociação, com os compradores interessados. Estúdio Agite Artextil e Inexmoda, fazem realidade deste espaço, dando a oportunidade às empresas do Sistema Moda para encontrar diferentes opções quando se pensa em design para suas empresas abrindo mais o espectro para as tendências globais

EXPOSITORES BRASILEIROS Nove fabricantes brasileiros de máquinas e acessórios têxteis fizeram parte da 30º da Colombiatex, em Medéllin, na Colômbia. A participação dessas empresas foi organizada pelo Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações

e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ). O Pavilhão Brasil contou com fabricantes do Programa BMS e de outros dois projetos voltados para exportações, estabelecidos junto à Apex-Brasil e entidades setoriais: o Texbrasil, programa da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (ABIT); e o By Brasil, da Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal). Participaram desta edição as empresas: Audaces Automação e Informática Industrial ltda; Avanço S/A. Indústria e Comércio de Máquinas; Castilho Máquinas Têxteis ltda; Comelato Roncato 7 Cia. ltda; Delta Ind. Com. Equipamentos Industriais ltda; Inarmeg Iind. Artefatos de Metais Gutz ltda; Sociotec Ind. e Com. de Maq. e Equip. ltda; VirtuaLoom Soluções em Tecnologia ltda e Weko América Latina Equip. Ind. ltda. “Das sete empresas presentes na edição 2017, seis retornam para edição 2018, o que reflete a confiança no evento e a segurança no interesse do mercado latino-americano em nossas máquinas e acessórios”, explica a responsável pela Divisão de Mercado Externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes. Para a executiva, o Brasil tem sido referência no setor de

Revista Têxtil #753 I 07

colombiatex.indd 7

16/03/2018 00:12:51


AMÉRICA LATINA máquinas e acessórios voltados para a indústria têxtil na América Latina pela qualidade, tecnologia e competitividade apresentadas. “Até novembro de 2017, o mercado latino-americano absorveu 43% das exportações brasileiras do setor, cerca de US$ 22 milhões em importações”. Em 2016, nossas exportações para esse mercado atingiram US$ 25,8 milhões em vendas, representando 46% das exportações brasileiras do setor”, completou.

AVANÇO/ORIZIO “É a 15º edição que participamos da Colombiatex e recebemos muitos mais visitantes, lembrando que não é uma feira específica de máquinas têxteis como é o nosso setor, mas um evento focado também para moda e confecção. O resultado nos surpreendeu” comenta Silvio Alves de Paiva. “Nós divulgamos a máquina de alta velocidade para produção de meia malha e a Interlock com mais alimentadores também para aumento de produção” completa o executivo.

DELTA EQUIPAMENTOS “Com a retomada da alta da produção as empresas de confecção confundem a perda de processo com erro de processo, e um volume muito grande de matéria-prima é perdida por falta de informação. De maneira geral as empresas se preocupam com as medidas das peças prontas/costuradas, porém não analisam a causa raiz das variáveis em sua matéria-prima. Informações básicas do produto (matéria-prima) são indispensáveis para um planejamento/programação de enfesto e corte em uma con-

fecção, evitando o desperdício” comenta Fabio Kreutzfeld, sobre a participação da empresa na Colombiatex 2018

WEKO A empresa, que participa da Colombiatex há 5 anos, destacou as inovações nos processos da empresa. O Gerente Geral da Weko América Latina, Benjamin Ziel falou sobre a a participação da marca: “Nas primeiras edições, nós tínhamos equipamentos que eram usados em processos um pouco diferentes do dia a dia do têxtil. Por isso, foi um pouco mais complicado firmarmos a marca, porque nós realmente tínhamos que convencer o cliente de que o nosso produto era bom e funcionava. Para a empresa a participação é muito importante por se tratar de um pais que gera moda.

VIRTUALOOM O Diretor de Operações da Virtualoom, Pedro Henrique Ucchikawa, ouviu relatos de empresários que sofreram grandes impactos no setor têxtil em 2017, perdendo quase 200 mil postos de trabalho. “Vamos trabalhar e continuar acreditando no que fazemos. O Brasil não deve nada a nenhum país em termos de produto e tecnologia, temos grandes profissionais e empresários. Vamos apostar e aguardar”, lembrou.

SPGPRINTS O foco da empresa, líder mundial em soluções integradas para os mercados têxteis, é o mercado digital com tintas digitais para estamparia têxtil, máquinas e serviços.

08 I Revista Têxtil #753

colombiatex.indd 8

16/03/2018 00:12:57


AMÉRICA LATINA Nós também trabalhamos os produtos para estamparia convencional que representa um número expressivo no mercado, e estamos presentes em todas as edições do evento. “Como sempre a Colombiatex nos surpreende pela dimensão, organização e qualidade de público. Esse ano não foi diferente e estamos ainda mais entusiasmados, afinal o Brasil foi o país convidado. É uma ótima oportunidade de estarmos presentes em uma feira que recebe muitos clientes com ótimas oportunidades de negócio”, comenta a representante da marca, Simone Lourenço.

LECTRA “A Lectra alcançou um resultado muito positivo nesta edição. Tivemos uma boa afluência de visitantes de vários países como Equador, Argentina, Peru, Brasil, além da Colômbia. O país é um mercado muito interessante para nós e muitas vezes fica em segundo lugar no ranking da América Latina, em competição ferrenha com a Argentina”, declara a empresa. Nesta edição expusemos uma Vector iQ80 que chamou muita atenção. É uma máquina de corte com capacidade de cortar enfestos de 8cm de altura (até 100 capas de denim por exemplo) e que possui a tecnologia eclipse, que permite corte continuo e que aumenta a produtividade em 10%. Esta tecnologia é mais uma exclusividade Lectra. Apresentamos também todas as soluções Lectra pois somos o fornecedor mais completo para a indústria da moda na América do Sul e isso é sem dúvida um

diferencial. Somos os únicos na região a oferecer desde os softwares de desenvolvimento de produto como por exemplo modelagem e design, à máquina de corte, a PLM, plataforma de gestão de ciclo de vida do produto, entre outros. “A Lectra alcançou um resultado muito positivo nesta edição. Tivemos uma boa afluência de visitantes de vários países como Equador, Argentina, Peru, Brasil, além da Colômbia. O país é um mercado muito interessante para nós e muitas vezes fica em segundo lugar no ranking da América Latina, em competição ferrenha com a Argentina”, finalizou Patricia Costa -Diretora de Marketing da América do Sul

LYCRA® A Columbiatex também recebeu a marca LYCRA®,um dos destaques do evento com 12 desfiles que fizeram um tributo aos 60 anos que a marca completa em 2018. Na cerimônia de abertura do evento, a marca foi homenageada pelo 60º aniversário por meio do vice-presidente executivo de Apparel da INVISTA, Max Wiesendanger. Além de destacar a importância histórica da marca no desenvolvimento de tecidos para roupas íntimas, roupas de banho, esportivas e denim, diversas novidades foram apresentadas no evento. Entre elas a tecnologia DualFX®, desenvolvida especialmente para os tecidos denim que permite um alto índice de stretch e recuperação, mais conforto, com melhor retenção da forma e baixo índice de encolhimento, devido à combinação do fio LYCRA® com o fio LYCRA® T400®.

Revista Têxtil #753 I 09

colombiatex.indd 9

16/03/2018 00:13:01


AMÉRICA LATINA NILIT

SEIS ANOS CONSECUTIVOS DE DENIM DAY

A empresa, fabricante mundial de fibras têxteis de nylon ou poliamida 6.6, apresentou na Colombiatex 2018, a sua nova marca Sensil® para moda e vestuário. A ideia surgiu após extensos estudos de mercado sobre mudanças no setor de varejo, ideias, hábitos e atitudes do consumidor, além de seguir tendências mundiais da moda. A Sensil® oferece uma gama de produtos especiais de alto desempenho como Sensil® Breeze, que reduz a temperatura corporal mantendo o usuário fresco, e Sensil® Innergy, enriquecido com um mineral que reflete o calor do corpo para energizar as células. Em parceria com a Nilit, a Vicunha Têxtil, líder mundial na produção de sarja e denim, nasceu uma coleção de produtos para o jeanswear, feita com fibras especiais de nylon que reduzem a temperatura corporal (Sensil® Breeze), um benefício bacteriostático (Sensil® BodyFresh) e o gerenciamento de umidade (Sensil® Aquarius).

Denim Day, uma homenagem, onde os visitantes comemoram este tecido usando vestimentas deste material. O denim teve uma longa trajetória na indústria Têxtil-Confecção, convertendo -se em um tecido que a cada vez mais tem maior relevância por seu poder de transformação e versatilidade, se voltando em uma peça imprescindível no closet dos consumidores. O denim recebeu grande destaque no evento e as grandes empresas do setor apresentaram muitas novidades.

LENZING A Lenzing chega a Colombiatex 2018 tratando de um tema que está cada vez mais forte nas empresas do setor de moda e têxtil: a sustentabilidade. A maior produtora mundial de fibras de viscose, com sede na Aústria, lança o padrão EcoVero, tecnologia de identificação para incentivar varejistas e marcas de moda a adotar medidas mais sustentáveis com os seus consumidores. Para isso, a empresa investe consideravelmente em processos de produção eco-responsáveis durante a fabricação de fibras de viscose e mantém a transparência quanto as práticas de aquisição de matéria-prima. As fibras são extraídas da madeira, vindas de plantios de florestas sustentáveis e devidamente certificada pela EU Ecolabel (Selo Ecológico da União Europeia)- considerado padrão ambiental líder do mundo.

CREORA A Creora comemora o seu primeiro ano como expositor da Colombiatex já que em 2017, a empresa participou do evento ao lado da Corbeta, um dos seus maiores distribuidores. “O evento é uma ponte importante, principalmente para o mercado americano e traz uma gama de empresas diferentes como produtores de denim, malharias circulares, que podem gerar bons negócios futuramente”, comenta o Gerente de Vendas, Carlos Fernandes.

VICUNHA A empresa apresentou o que há de mais inovador em denins e sarjas, com artigos de elevado desempenho e produtos que reforçam seu DNA sustentável, como a linha Eco Recycle, desenvolvida sob o conceito de desperdício zero, e Ever White, com cobertura especial que repele líquidos e evita lavagens excessivas. O destaque ficou por conta da linha Ripell Color, composta por brins com acabamento exclusivo e High Technology, criada com fibras funcionais da Nilit®Fibers. Os artigos de alta performance da linha Perfect Fit, com tecnologia T400 (DUO CORE), que garantem que o jeans mantenha sua forma, também chamaram a atenção durante o evento. “Nesta coleção, apostamos muito na tecnologia para garantir conforto, flexibilidade e funcionalidade ao jeanswear. E temos recebido uma grande aceitação dos nossos clientes tanto no Brasil quanto em outros países”, explica Francisco Gonzalez, coordenador de marketing da Vicunha Têxtil.

JEANOLOGIA A empresa espanhola especializada em desenvolvimento de tecnologias sustentáveis, apresentou a lavanderia Laundry 5.Zero, primeira fábrica de acabamento que garante zero vazamentos e zero poluição. O sistema é pioneiro no setor têxtil e abre espaço para que o mercado colombiano seja mais competitivo, além de oferecer um produto que alinha inovação e sustentabilidade. O produto combina laser, ozônio, eflow e H2Zero - primeiro sistema de reciclagem de água que elimina permanentemente da indústria de acabamento têxtil o permanganato de potássio, pedra-pomes, cloro e descargas – assim como os processos de lixar e grinding.

10 I Revista Têxtil #753

colombiatex.indd 10

16/03/2018 00:13:02


AMÉRICA LATINA Segundo o gerente da Jeanologia na América Latina, Jesus Blay, a lavanderia 5.Zero “permitirá a indústria têxtil uma economia notável de produtos químicos, energia e até 85% de água”, destacou.

fogo e arco elétrico para uniformes profissionais - despertaram a atenção daqueles que visitaram o estande da marca. Além disso, o look da Cedro fez parte do desfile da Abit e foi bem aplaudido pelo público.

CEDRO TEXTIL

SANTANA TEXTILES

A empresa desembarcou na Colombiatex para apresentar ao mercado latino-americano seus últimos lançamentos em jeanswear e workwear como a coleção “Nação”, nova linha de elastizados e baixo encolhimento de trama. “O jeans mais demandado pelo mercado latino-americano é premium, com alto potencial de strech, por isso acreditamos que a Nação será um sucesso em geração de negócios. Dos 13 produtos da coleção, 11 são Elastic e Super Elastic, ideais para a confecção de peças cada vez mais confortáveis e que modelam o corpo”, explica Alessandra Leonel, gerente de exportações jeanswear da Cedro Textil, que representou a marca na feira. Os modelos super elastizados da coleção Nação como o Ultra e o Duo Advanced e a linha Cedro FR – que oferece resistência permanente ao calor por irradiação,

Já a Santana Textiles apresentou os lançamentos de sua coleção Summer 18/19, com 47 itens, divididos entre denins rígidos e elastizados, nas cores Baby Blue, Blue, Black Blue, Black e Especial. Os denins elastizados possuem stretch que vão de 25% até 55%, oferecendo alto conforto e elasticidade aos tecidos. As novidades da coleção são o Santorini – artigo elastizado de 8oz que oferece conforto e cor diferenciada pelo tingimento baby blue; o Azurro- com 8oz de gramatura, 2% de elastano e fundo escuro; Grace Drakcom 9,5oz e construção sarja 3x1, diminui o consumo de água, produtos químicos e tempo de máquina. O Pollux Black foi um dos mais pedidos em diversas regiões do país, porque oferece gramatura de 8oz e composição com elastano, que garantem extremo conforto e é

Revista Têxtil #753 I 11

colombiatex.indd 11

16/03/2018 00:13:02


AMÉRICA LATINA ideal para lavagens mais escuras. Já o Nero é um tecido elastizado preto super intenso com características de brim quando amaciado e ganha variações de cores do denim nas lavagens mais agressivas podendo chegar ao cinza.

COVOLAN A Covolan Indústria Têxtil atua no setor de tecelagem para o mercado da moda, com foco principal para a produção de Denim. É a única empresa brasileira do setor têxtil que possui Certificação Internacional STeP (Sustainable Textile Production), selo concedido pela OEKO-TEX para empresas que empregam a sustentabilidade em seus processos de produção. Em 2018, a Covolan acumula sete participações na Colombiatex e colhe os frutos desta caminhada de trabalho e sucesso: “É muito importante participar desta feira, porque ela repercute como uma vitrine de negócios. A Covolan investe alto em comércio exterior e exportação e a repercussão do evento proporciona a solidificação da marca no mercado e fidelização dos clientes que já nos identificam no pavilhão com mais facilidade” segundo Allan dos Anjos – Gerente de Exportação.

HUDTELFA A Hudtelfa apresentou novidades na Colombiatex 2018 como a Coleção Femme, tecido de viscose com índigo que segue as principais tendências da moda. O destaque desta edição são os tecidos listrados e xadrez da coleção Fio Tinto. A coleção apresenta opções clássicas e contemporâneas e tecidos que preservam o conforto e o movimento. As viscoses predominam na linha de produtos com toque sedoso e baixo encolhimento. Outra novidade da marca são os tecidos da coleção Hudtelfa Índigo que trazem os conceitos clássicos do denim com bases leves a partir de 3,54 oz/yd, com fios diferenciados e com bases mais pesadas indicadas para calças, bermudas, shorts e saias. A Hudtelfa também se prepara para lançar uma coleção especial de sarjas e gabardinis intitulada Premium Hudtelfa by Juliano Renault, desenvolvida e produzida especialmente por Juliano Renault para a marca. Diante de tantas novidades, a Hudtelfa comemora a participação em mais uma edição da Colombiatex e segue confiante no mercado têxtil após a recente re-

12 I Revista Têxtil #753

colombiatex.indd 12

16/03/2018 00:13:07


AMÉRICA LATINA novação do tratado do Mercosul que reduziu a zero as tarifas de importação do setor. “Muitos clientes colombianos conheciam os nossos diferenciais e se interessavam para fechar negócio, mas o principal entrave era o imposto da importação, agora, a Hudtelfa tem chances de fechar grandes parcerias”, destacou a representante da empresa Aline Nóbrega.

SANTANENSE A Santanense inspirou-se na exuberância das flores para criar sua coleção Verão 2019. Com base no conceito Garden, a marca utilizou de referência vários editoriais de moda apresentados no Brasil e em outras partes do mundo. Entre os artigos que tiveram a maior aceitação na Colombiatex, está a linha de tecidos elastizados para atender várias opções de peso e elasticidades diferenciadas. Os destaques desta coleção são os tecidos Extreme Power Belize (Lycra® Beauty) e Ávila (Lycra® Xtra Life) , que são de alta elasticidade com alta recuperação e no caso de Belize de máximo conforto.

GERANDO NEGÓCIOS A Colombiatex das Américas reuniu a 579 expositores no evento, 60% nacionais (346) principalmente de Antioquia, Cundinamarca e Valle Del Cauca com uma participação respectiva de 50%, 40% e 4%; e 40% internacionais principalmente do Brasil, Índia e Espanha, com uma participação respectiva de 21%, 19% e 10%. Compareceram aproxidamente 14 mil compradores de mais de 60 países (87% compradores nacionais, 13% internacionais), destacando o interesse comercial de Antioquia, Cundinamarca e Valle Del Cauca a nível nacional com uma participação respectiva de 69%, 13% e 4%; e a nível internacional Equador, México e USA com uma participação respectiva de 28%, 10% e 8%. USD 356 Milhões em oportunidades de negócios, foi o fechamento total das projeções certificado pela firma pesquisadora Invamer, deixando uma positiva sensação de início do ano para o Sistema Moda, depois das dificuldades de 2017. Destes negócios, 36% projeta seus investimentos

SANTISTA A coleção Summer 2018 da Santista Jeanswear é baseada em mobilidade, conforto e sustentabilidade. Seus dois principais lançamentos são o Dui Bi-Stretch, que oferece elasticidade nos dois sentidos do tecido e o UpCycle Denim, primeiro denim feito com fibras recicladas com zero resíduo de algodão e redução de insumos. Um dos destaques da marca é a parceria com a Lycra® Beauty, tecnologia da renomada Lycra® que valoriza as curvas e suaviza a silhueta, proporcionando maior conforto e unindo bem-estar e beleza. A coleção foi dividida em três temas inspiradores: Retrô Resort, True Blue e Street Bling.

CANATIBA A Canatiba chega na Colombiatex com foco especialmente voltado para a principal matéria prima para fabricação do denim: o algodão. O produto recebe cuidados especiais desde a fiação, tingimento até acabamento. Para que o produto conserve o seu brilho natural, a Canatiba utilizou as tecnologias Duo Core, no fio DualFX da Invista presente nas plataformas Lycra® Xtra Life e Lycra® Beauty – asseguram produtos com alta elasticidade. E a tecnologia Xtra Flex que traz o conforto pela flexibilidade das quatro direções do tecido.

Revista Têxtil #753 I 13

colombiatex.indd 13

16/03/2018 00:13:07


AMÉRICA LATINA em compra de têxteis, 28% de maquinário, 19% de insumos, 10% de fibras e 7% em outros. Dos 331 compradores internacionais de 24 países, que foram convidados pelo ProColombia no evento, 136 compareceram pela primeira vez, 70 compradores de 17 países participam na Roda de Negócios, na qual cumprirão com mais de 300 visitas durante dois dias com 90 expositores nacionais de 8 setores, destacou a vice-presidente de Exportações de ProColombia, Juliana Villegas Restrepo “Esta Indústria é uma aposta muito importante para ProColombia para aumentar as exportações não mineiro-energéticas” “Tenho o prazer de comunicar o sucesso de Colombiatex das Américas, no meio de um início de ano desafiador para a Indústria pelas dificuldades enfrentadas em 2017. Durante estes três dias sentimos nos pavilhões o otimismo, bons ambientes de negócios e um aumento expressivo de visitantes destacando uma indústria dinâmica, que está preparada para receber novas oportunidades”, afirmou Carlos Eduardo Botero Hoyos, presidente executivo de Inexmoda.

BALANÇO FINAL Segundo dados da assessoria de imprensa do evento, a Colombiatex 2018 recebeu 22.653 pessoas de mais de 60 países, um aumento de 3% em relação a 2017. Nesta edição foi possível conhecer as últimas novidades em tecidos, insumos, equipamentos, maquinário para indústria de moda, calçado, couro e moda para o lar, além de participar de conferências e fóruns de debate organizados pelo evento. Participaram desta edição, 28 empresas têxteis brasileiras, todas elas filiadas a Texbrasil (Programa de Internacionalização da Indústria Têxtil e de Moda Brasileira), que apresentaram lançamentos durante os três dias de evento, fechando negócios no valor de USD 12,7 milhões com expectativas de negócios para os próximos 12 meses de USD 18,7 milhões. Segundo o diretor executivo do Texbrasil, Rafael Cervone, um dos maiores pontos positivos desta edição foi o acordo de exportação de tarifa zero entre Brasil e Colômbia, em vigor desde janeiro deste ano. “A entrada do novo acordo entre Mercosul e Colômbia abriu muitas possibilidades que incentivam o crescimento de ambos os mercados têxteis e, nesta edição, conseguimos aproveitar cada uma delas”, disse. RT

14 I Revista Têxtil #753

colombiatex.indd 14

16/03/2018 00:13:12


AMÉRICA LATINA

Revista Têxtil #753 I 15

colombiatex.indd 15

16/03/2018 00:13:13


ABTT

CONTEXMOD:

6º CONGRESSO CIENTÍFICO TÊXTIL E DE MODA por

O

6° Congresso Cientifico de Têxtil e Moda, mais uma atividade da ABTT, pretende firmar-se como novo espaço de discussão e difusão científica numa área do conhecimento que está se consolidando nas Universidades brasileiras. Nos últimos anos foram criados programas de pós-graduação, com intenção de formar pesquisadores sobre essa temática tão promissora em geração de novos conhecimentos. O objetivo é integrar Universidades, Associações Científicas, Profissionais e de Empresas, fundamental para que o Brasil enfrente o desafio da inovação que se impõe na atualidade. O evento supre a necessidade dos pesquisadores da área, de ter um novo veículo científico para apresentar e discutir pesquisas, criando assim uma massa crítica fundamental para o desenvolvimento dos segmentos Têxtil e Moda, através de suas diversas vertentes: Gestão, Tecnologia e Moda. Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público, proporcionando maior democratização do mesmo. O método de avaliação é o “double blind revue”. O CONTEXMOD contribuiu para a formação de novos profissionais e pesquisadores e incentivou parcerias de cunho científico e tecnológico. Com isso, a partir da 3ª edição, foram criadas reuniões anuais do Fórum das Instituições de Ensino Têxtil – (FIET), com representantes de todos os IES. Eles ofereceram cursos para discutir as diretrizes nacionais e os parâmetros de avaliação, que regem a supervisão das IES, feita pelo MEC. A proposta de enquadramento da área do conhecimento, na atual classificação feita pela CAPES, está inserido na Engenharia Química no ENADE. Neste ano a sede do evento será o Centro Universitário de Brusque - UNIFEBE (http://www.unifebe.

PROF. DR. MAURÍCIO DE CAMPOS ARAÚJO

PRESIDENTE DO 6° CONTEXMOD

PROCURAMOS FAZER UMA INTERAÇÃO ENTRE OS GRUPOS DE PESQUISAS DAS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS COM O SETOR PRODUTIVO DA INDÚSTRIA DE TÊXTIL E MODA

edu.br/site/) de Brusque/SC, polo importante da indústria têxtil brasileira. Pretendemos atrair a as empresas das regiões para discussão dos resultados das pesquisas. Neste congresso procuramos fazer uma interação entre os grupos de pesquisas das universidades brasileiras com o setor produtivo da indústria de Têxtil e Moda. Assim, pesquisadores poderão apresentar os seus trabalhos para todo o setor com extensa programação de atividades ao lado das principais empresas da área, favorecendo um ambiente para negociação de futuras parcerias em pesquisa científica. Com isso, cria-se uma cultura científica e de inovação nas empresas de um setor muito tradicional, que normalmente importa tecnologia e estilo para os seus produtos e negócios. O evento acontece entre os dias 18 e 21 de junho RT 2018. Todos estão convidados a participar.

16 I Revista Têxtil #753

abtt.indd 16

15/03/2018 01:29:07


ABTT

Revista Têxtil #753 I 17

abtt.indd 17

15/03/2018 01:29:08


ABIT

OS DUPLOS ÔNUS DOS

JUROS ALTOS PARA OS BRASILEIROS por

A

decisão do Copom de reduzir a Selic para 6,75%, menor taxa desde 1999, quando foi implantado o regime de metas da inflação, é positiva, mas mantém os juros brasileiros entre os mais elevados do mundo. Ademais, pela 11ª vez, esta redução ainda não chegou com a mesma intensidade às taxas e spreads praticados pelo sistema financeiro junto aos tomadores finais, principalmente no caso das pessoas jurídicas. Além disso, o volume de crédito total da economia terminou em dezembro de 2017 com queda real de 0,6%, quando comparado ao mesmo período em 2016. Os efeitos da Selic elevada na economia brasileira são muito pesados: só em 2017, o setor público pagou R$ 400,8 bilhões em juros (União, R$ 341 bilhões; estados e municípios, R$ 59,9 bilhões) e as empresas e famílias, R$ 789,9 bilhões, quase o dobro. A taxa média foi de 25,6%, ante inflação inferior a 3%. É um absurdo para quem precisou de crédito para investir, constituir capital de giro, adquirir algum bem ou qualquer outra finalidade. Os juros elevados apenam duplamente a sociedade: de um lado, onerando demasiadamente o “preço” do dinheiro, que reflete na perda de competitividade das empresas perante a concorrência internacional; e, de outro, no consumo de recursos orçamentários do setor público, em detrimento de áreas prioritárias. A verdade é que a questão dos juros elevados não vem de hoje e tem sido um problema histórico que limita a capacidade de crescimento da economia nacional. Agora, temos uma oportunidade talvez única de fazer reformas (começando pela previdenciária) que diminuam a dependência do Estado brasileiro na tomada de empréstimos para financiar seus gastos e, com isso, liberar mais recursos para as empresas e famílias, com a potencial consequência de redução de juros e spreads.

FERNANDO VALENTE PIMENTEL*

O FATO É QUE O CUSTO DO CAPITAL NO BRASIL, SEM SOLUÇÕES MALFADADAS DE HETERODOXIA, EXIGE UMA FORÇA TAREFA ESPECIAL DAS NOSSAS AUTORIDADES E ECONOMISTAS PARA DESATAR ESSE NÓ

Além disso, novas tecnologias estão surgindo, o que poderá suscitar maior concorrência dentro do oligopolizado sistema financeiro nacional, acarretando em custos de crédito mais próximos dos níveis internacionais. São necessárias, ainda, reformas no sistema, com menores níveis de compulsórios, por exemplo, liberando, assim, mais capital para a produção. O fato é que o custo do capital no Brasil, sem soluções malfadadas de heterodoxia, exige uma força tarefa especial das nossas autoridades e economistas para desatar esse nó que drena recursos e energia da sociedade e inibe, dentre outros fatores, o aumento do RT potencial de crescimento de nosso país.

* Fernando Valente Pimentel é presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit).

18 I Revista Têxtil #753

abit.indd 18

15/03/2018 01:30:27


PREVIEW

Revista Têxtil #753 I 19

abit.indd 19

15/03/2018 01:30:28


PREVIEW

EXPOPRINT LATIN AMERICA 2018 DISCUTE NOVOS PROCESSOS E TECNOLOGIAS Realizada pela Afeigraf, feira acontece entre os dias 20 e 24 de março no Expo Center Norte, em São Paulo por

E

ntre os dias 20 e 24 de março, acontece nos Pavilhões Azul e Branco do Expo Center Norte, em São Paulo, a ExpoPrint Latin America, maior evento de impressão das Américas. Realizada pela Afeigraf (Associação dos Agentes de Fornecedores de Equipamentos e Insumos para a Indústria Gráfica), a feira acontece paralelamente com a ConverExpo Latin America e o Congresso Internacional da Indústria de Conversão de Flexíveis, Corrugados e Rótulos, promovida pela Abflexo/FTA-Brasil (Associação Brasileira Técnica de Flexografia) são organizadas pela APS Marketing de Eventos. Segundo informações da assessoria da ExpoPrint, o número de visitantes pré-cadastrados para a edição 2018 supera em 28% o público alcançado na edição passada. O diretor da APS Marketing de Eventos, Ismael Guarnelli, destaca a importância do evento. “A ExpoPrint é fruto de um incansável trabalho de quatro anos para levar à indústria a melhor e maior feira de impressão da nossa região. Os números positivos alcançados até então atestam que o nosso mercado está consciente de que é preciso buscar novos processos e tecnologias para seguir atendendo às demandas de seus clientes. E a ExpoPrint vai oferecer subsídios para esta mudança, com os melhores for-

PRISCILLA GONÇALVES

necedores de produtos e serviços do mercado, além de uma programação educacional focada no que é de fato relevante”.

O QUE ESPERAR DA EXPOPRINT LATIN AMERICA 2018? A ExpoPrint apresentará soluções que englobam toda a cadeia de produção do material impresso desde softwares que agilizam o processo de produção até programas para adaptar as empresas aos conceitos atuais da Indústria 4.0. Além disso, a feira contará com impressoras de todos os tamanhos e modelos produzindo ao vivo para que os empresários possam conhecer a qualidade de cada uma e assim, avaliar e investir naquela que se encaixa melhor nas necessidades da empresa. Com o lema, “Se é impressão, é ExpoPrint!”, a feira atinge todos os segmentos da indústria de impressão e oferece aos visitantes as melhores oportunidades para agilizar seus negócios e investir em outros nichos da indústria. Além do mercado de comunicação visual a impressão digital, será plenamente atendida pela ExpoPrint. Prova disso é que mais de 80% dos expositores da FESPA Brasil, importante feira deste mercado, está com participação confirmada.

20 I Revista Têxtil #753

expo.indd 20

16/03/2018 00:14:24


PREVIEW Será possível ver a flexibilidade, agilidade e qualidade da impressão para o mercado de sinalização e têxtil. Mais um segmento que será representado na ExpoPrint é o de impressão promocional, mostrando como as gráficas podem oferecer a seus clientes materiais de divulgação criativos e cativantes, especialmente usando das tecnologias presentes na indústria hoje, como a impressão por dados variáveis, a pressão das Américas. O diretor de Negócios, sócio da Ampla e Presidente da CSMEG – Câmara Setorial da Indústria de Máquinas e Equipamentos Gráficos da Abimaq, Ricardo Augusto Lie, destaca a importância do evento: “A ExpoPrint é a grande vitrine da indústria gráfica na América Latina, por isso a participação da Ampla é estratégica. Temos grande expectativa de mostrar, em primeira mão, aos industriais gráficos – que hoje buscam diversificação na impressão comercial e promocional - as nossas soluções em impressão de grandes formatos”.

AS INICIATIVAS EDUCACIONAIS DA EXPOPRINT A ExpoPrint tem a missão de compartilhar conhecimento com o mercado de impressão, por isso realizará iniciativas importantes para ampliar a experiência dos empresários do setor, debater o mercado e seus caminhos, mostrando como a tecnologia pode impactar os negócios.

PROGRAME-SE Congressos de Impressão Gráfica: Tecnologias disruptivas, empreendedorismo e gestão estarão na pauta, que traz profissionais e temas para que o gestor possa otimizar sua empresa, entender as revoluções pelas quais a sociedade passa e debater assuntos fundamentais para se destacar no mercado e ampliar seus negócios. Congresso Internacional de Impressão Digital: Em sua quinta edição o congresso vai apresentar um conteúdo atual sobre o lado técnico do processo de

produção. Seus pilares contemplam soluções para o profissional estar preparado para enfrentar os desafios do mercado de cabeça erguida. Digital Textile Conference: Um dia inteiro dedicado à impressão digital têxtil estará na ExpoPrint, apresentando um panorama do segmento, com o compartilhamento de conhecimento por especialistas em estamparia digital, com tendências, conceitos, mercado, produtos e novas ideias Projeto Impressões Literárias – Antologias de Poesias, Contos e Crônicas: anunciou uma edição especial de lançamento no evento em parceria com a APS Marketing Eventos, Canon do Brasil, Grupo Editorial Scortecci e Bignardi Papeis com o intuito de revelar novos talentos, promover a leitura e valorizar a mídia impressa através da tecnologia de impressão digital. Núcleo Gráfico do Senai juntou-se ao evento para promover o aprendizado na indústria gráfica, através de palestras com novidades de impressão e Indústria 4.0. Ilha da Sublimação é uma parceria ExpoPrint /FESPA/ComunidadeWEB O espaço com showroom, palestras e workshops concentrados em mostrar técnicas eficientes para a produção de materiais de qualidade e uma infinidade de produtos que podem ser feitos através desta técnica, que se caracteriza por sua acessibilidade e infinitas possibilidades. A ExpoPrint também conta com o maior campeonato de envelopamento automotivo, o CAMBEA 8. A oitava edição do encontro traz novidades para os participantes como o CAMBEA FAST e sua missão de envelopar o capô de um carro no menor tempo possível e o CAMBEA Lab, atração com grandes especialistas do setor como Justin Pate, que ensinou novas técnicas de envelopamento. A Revista Textil estará presente nos eventos e fará a RT cobertura completa para a próxima edição. Fotos: Divulgação

Revista Têxtil #753 I 21

expo.indd 21

16/03/2018 00:14:24


NEGÓCIOS

FENIN COMEMORA TRAJETÓRIA DE SUCESSO NA INDÚSTRIA DA MODA Espírito empreendedor do idealizador Júlio Viana, atrai expositores de todos os cantos do país

D

esde 1997, a FENIN vem construindo uma sólida reputação como uma das mais importantes feiras de negócios da indústria da moda no país, seja no lançamento moda Primavera/Verão ou Outono/Inverno, rompendo assim barreiras, crises econômicas e políticas. O empresário Júlio Viana comemora 41 edições do evento com um séquito dos melhores expositores em vários segmentos do setor, compradores e lojistas dos mais qualificados para conferir os lançamentos de cada cliente. A mais antiga feira do grupo EXPOVEST, a FENIN Fashion Inverno Rio Grande do Sul 2018, comemorou 22 edições no final de Janeiro, em Gramado, na Serra Gaúcha, uma semana após a realização da FENIN Fashion Inverno SP, na capital paulista. Tais eventos de lançamentos de moda aconteceram num prazo recorde de 15 dias resumindo não só o espírito empreendedor do idealizador, mas reforçando a parceria e comprometimento com o setor

por

PRISCILLA GONÇALVES

e com todos os envolvidos focados na recuperação da economia. De 14 a 17 de janeiro, aconteceu no Pavilhão de Exposições do Anhembi Norte/Sul a FENIN Inverno São Paulo, evento que reuniu aproximadamente durante os quatro dias 16 mil visitantes, entre compradores de 26 estados nacionais, e compradores internacionais vindos de 13 países , que conferiram as propostas da moda inverno de 300 expositores que representavam cerca de 1.500 marcas, entre confecções de moda feminina, masculina, infanto-juvenil. Já na FENIN Inverno Gramado celebrou sua 22ª edição de 23 a 26 de Janeiro, no Pavilhão Serra Park, em Gramado, na Serra Gaúcha, com a presença de grandes marcas de todo o país, para apresentar seus lançamentos para o Outono/Inverno 2018. Para comemorar o sucesso das edições São Paulo e Gramado, JúlioViana anunciou a grande novidade para suas feiras de Verão: Em Junho, antes da Copa (19 a 21), FENIN FASHION VERÃO aterrissa RT em Balneário Camboriú (SC).

Fotos: Divulgação

22 I Revista Têxtil #753

fenin.indd 22

16/03/2018 00:15:02


Revista TĂŞxtil #753 I 23

fenin.indd 23

16/03/2018 00:15:03


TECNOLOGIA

INSPIRAMAIS 2018:

MODA E SUSTENTABILIDADE CRIAM FORTES LAÇOS PARA O FUTURO Empresas aprendem técnicas sustentáveis para melhorar seus processos produtivos

O

Inspiramais – Salão de Design e Inovação de Materiais – aconteceu nos dias 16 e 17 de janeiro de 2018, no Centro de Eventos Pró-Magno, em São Paulo, com o intuito de reunir representantes dos principais polos produtivos de calçados, confecções, couro, têxtil, artefatos, joias e moveis e apresentar o novos produtos. O evento é promovido pela Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal) – ByBrasil Components and Chemicals –, ABIT – Texbrasil –, CICB, Brazilian Leather, SEBRAE e apoio Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos). Exposições, workshops e outras ações mostraram novidades em tecidos, componentes, couro e aviamentos para o Verão 2019. O Inspiramais é o único evento do gênero na América Latina que destaca questões

24 I Revista Têxtil #753

inspira+.indd 24

por

PRISCILLA GONÇALVES

contemporâneas ligadas à sustentabilidade nos processos produtivos e no comportamento de consumo para que empresários e profissionais de toda a cadeia sejam incentivados a utilizar materiais e técnicas sustentáveis. Resistência foi o tema inspirador para o Verão 2019 que pode ser apreciado no Projeto Conexão Inspiramais e durante a palestra ministrada pelo coordenador do Núcleo de Design da Assintecal, Walter Rodrigues. Outros projetos expostos durante o Salão anteciparam o Inverno 2019, como o Preview do Couro, + Estampa e Referências Brasileiras. Essa edição premiou os ganhadores do Troféu Transformadores – prêmio direcionado às empresas que desenvolveram os materiais que mais se destacaram pelo design e inovação. Os vencedores foram eleitos por um grupo de jurados composto por profissionais da área da moda além do segmento têxtil e de confecção.

Fotos: Divulgação

16/03/2018 00:14:39


GLOBAL QUÍMICA & MODA E EPSON: PATROCINADORAS E EXPOSITORAS DO INSPIMAIS A Global Química & Moda, referência na área de distribuição de produtos e serviços para estamparia também participou do Fórum de Inspirações e trouxe para exposição estampas feitas com tintas e maquinários exclusivos para o segmento, além de novidades como foil e glitter, que serão apresentados e aplicados de acordo com as tendências do verão 2019. “O evento é estratégico para a marca porque reúne diversos clientes e prospects, especialmente do segmento calçadista. Por isso, mostramos todas as oportunidades que a impressão digital traz para a área e como se tornou uma aliada importante para quem quer explorar tendências com qualidade”, explica o gerente de Marketing e Inteligência de Mercado da GQM, Felipe Simeoni. A Epson multinacional japonesa, apresentou a Impressora Epson SureColor F9370, lançamento desenvolvido especialmente para sublimação e com velocidade de impressão de até 105 m²/h.

ABVTEX PROMOVEU A MODA SUSTENTÁVEL DURANTE O INSPIRAMAIS A ABVTEX promoveu o “Espaço da Sustentabilidade”, oportunidade de conhecimento para empresas que buscam soluções inovadoras em iniciativas e materiais sustentáveis no mercado de moda brasileiro, valorizando todos os processos da cadeia produtiva desde selo de origem, processo e transparência de ações. Três palestras de varejistas associados e uma palestra sobre o Laboratório da Moda Sustentável foram apre-

sentadas ao público com a participação da Gerente Sênior de Comunicação e Sustentabilidade da C&A, Rozalia Del Gaudio; Daniel Philipi Knop, responsável pela comunicação da FHH - Fundação Hermann Hering (Cia.Hering); Vinicios Malfatti, Gerente Sênior de Sustentabilidade da Lojas Renner; e associações como Abit (Associação Brasileira da Indústria e Confecção), OIT (Organização Internacional do Trabalho), Instituto C&A e Instituto Reos. “Esta oportunidade que a Assintecal nos proporcionou, reforça o papel da ABVTEX como uma associação catalisadora de agentes de transformação e promotora do diálogo entre toda a cadeia de valor da moda. Acreditamos que as melhores práticas devem ser divulgadas e multiplicadas. Por isso, queremos destacar as iniciativas inspiradoras e, principalmente, revelar os avanços do varejo de moda na promoção da sustentabilidade”, destaca Edmundo Lima, diretor executivo da entidade que é reconhecida por suas iniciativas em prol do compliance, fornecimento responsável e uso do trabalho digno, por meio do Programa ABVTEX. O Espaço Sustentabilidade foi um dos principais destaques do evento com propostas que visavam não só a inovação sustentável, mas também, tecnológico, empresarial e de design com identidade brasileira, além de fortalecer a competitividade no mercado interno e externo. Fios biodegradáveis para o desenvolvimento do vestuário; bolsas e sapatos que após três anos de descarte se decompõem; etiquetas digitais com tecnologia de realidade aumentada; planta de confecção 4.0 onde a roupa fica pronta em 30 minutos; e estamparia com inspiração e desenvolvimento 100% Revista Têxtil #753 I 25

inspira+.indd 25

16/03/2018 00:14:39


SUSTENTABILIDADE brasileiro, fizeram parte da gama de novidades apresentadas pelo evento. A designer do núcleo de pesquisa da Assintecal e curadora da mostra do Espaço Sustentabilidade, Flávia Vanelli, falou sobre as propostas apresentadas. “Esse foi um espaço de empresas protagonistas que entenderam, principalmente, que a sustentabilidade é o próximo nível na busca de competitividade e qualidade no mercado. É um processo natural de quem está tentando elevar o seu produto com mais valor agregado. O Espaço foi formado por dois selos: o Origem Sustentável e o CSCB, Certificação de Sustentabilidade do Couro Brasileiro”, explicou. Quem passou pelo Espaço de Sustentabilidade, pôde conferir o fio da Rhodia – o Amni Soul Eco - o primeiro fio de poliamida biodegradável do mundo assim como o fio Stahl Evo (Piñatex®), desenvolvido com a fibra do abacaxi pela Stahl. Já a Cofrag trouxe tecidos biodegradáveis, destinados ao mercado de confecção e calçados e a ITM apresentou o seu Ecofio com aparas de algodão com certificação OEKO-TEX® e certificação de energia renovável.

PROJETO REFERÊNCIAS BRASILEIRAS Sob coordenação do estilista Jefferson de Assis, a 13ª edição do Projeto Referências Brasileiras, apresentado durante o Inspiramais, traz um alinhamento da cultura artística brasileira aos temas do Preview do Couro e discute alquimia e a relação en-

tre forma e função dos objetos, apoiado nos termos Atômico e Dinâmico. Lygia Clark, Ferreira Gullar, Hélio Oiticica, Aluisio carvão, Lygia Pape, Reynaldo Jardim servem de referência para todo o projeto – forma e função no papel da sensibilidade, expressão e subjetividade. “Buscamos por meio do trabalho de Helio Oiticica, por exemplo, trabalhar no Referências Brasileiras a geometria como consequência de sua funcionalidade. Um modelo de metal, por exemplo, poderá servir de salto ou enfeite, dependendo da maneira como é posicionado e construído”, contou Jefferson de Assis.

CONFECÇÃO 4.0 DO SENAI CETQT. O projeto marca a integração entre os espaços virtual e físico, conectando consumidor, produtos, máquinas, softwares, sistemas produtivos e a cadeia de suprimentos e distribuição. Criado pelo SenaiCetiqt, com apoio da Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção), o protótipo foi inaugurado durante a Convenção de Moda Internacional Apparel Federation (IAF), que aconteceu no Rio de Janeiro, em outubro de 2017. O objetivo era demonstrar como esta nova indústria funcionaria com determinadas operações sendo implantadas no setor.

RODADA DE NEGÓCIOS Importadores e empresários da Europa, Ásia e América Latina conferiam o lançamento de mais de 900 materiais, entre eles componentes, tecidos, estampas,

26 I Revista Têxtil #753

inspira+.indd 26

16/03/2018 00:14:41


SUSTENTABILIDADE sintéticos, couros, saltos, enfeites, aviamentos e outros itens como matérias primas para a indústria de calçados, confecções, componentes, móveis e joias. Foram realizadas rodadas de negócios, que geraram USD 3,5 milhões de negócios imediatos e a estimativa é que os números ainda dobrem a médio e longo prazo. Entre as ações comerciais, o destaque ficou por conta do Projeto Comprador - realizado pela Assintecal com o projeto By Brasil Components and Chemicals, em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) – com 30 compradores das principais empresas de moda da Índia, México, Colômbia, Argentina, Peru, Equador e China para negociar com o setor de componentes. O comprador da índia, Gomit Jain, falou sobre suas impressões do evento. “Esse projeto traz uma enorme oportunidade de negócios e estou impressionado com a quantidade de materiais e a diversidade de produtos e informações. A Índia é um país com várias culturas e é muito bom fazer negócios aqui, pois visualizamos, em um

só espaço, muitas possibilidades para suprir as mais variadas demandas para nossos produtos. Encontrei no Inspiramais muita tecnologia, design e a possibilidade de unir inovação e diversidade. Uma grata surpresa”, destacou.

MODA ATEMPORAL – O QUE VEM POR AÍ As próximas edições do Inspiramais não devem ficar presas a nomenclatura de estações, segundo o coordenador do Núcleo de Design da Assintecal, Walter Rodrigues. O objetivo é deixar de lado os nomes Inverno e Verão para que os produtos não tenham data de validade. O Inspiramais será anual e as pessoas poderão usar os produtos por quanto tempo quiserem. “Esta é uma modificação importante, porque a moda começa no Inspiramais. Estamos projetando a moda do futuro e por isso enxergamos que não precisamos mais colocar carimbo de Inverno e Verão, ainda mais em um país que temos todas as estações o ano inteiro. Teremos uma moda muito mais conectada com

Revista Têxtil #753 I 27

inspira+.indd 27

16/03/2018 00:14:42


SUSTENTABILIDADE uma percepção maior de que o produto vai permanecer por mais tempo nas coleções de marcas que produzem insumos de moda”, declarou Rodrigues. O Inspiramais também antecipou o tema da edição 2019- II, que aponta o conceito de Alquimia e seus desdobramentos: Dinâmico e Atômico, apresentados nos projetos Preview do Couro, Referências Brasileiras, e o projeto + Estampa. O Preview do Couro apontou para edição 2019-II lançamentos como o curtume RhomaPelles, que levou ao desenvolvimento do couro verniz. Entre as peles bovinas, um dos destaques foi a coleção desenvolvida pelo Curtume Natur, inspirada em referências de Walt Disney. Além disso, tons pastéis, terrosos e efeito metalizado predominaram nas peças.

ABIMÓVEL No ultimo dia do evento durante a coletiva de imprensa foi anunciado o acordo de cooperação com a Abimóvel e o Conexão Inspiramais. A parceria de peso fechada se integra diretamente ao projeto, que passa a ser um reforço às ações da associação idealizadora do evento, que visam conec-

tar a pesquisa realizada pelo Núcleo de Design Assintecal, coordenada por Walter Rodrigues, e as empresas de mobiliários associadas a Abimóvel, em vários polos brasileiros. “Os caminhos na busca de informações para o desenvolvimento de produtos com identidade brasileira estão baseadas no olhar contínuo do comportamento do consumidor e isso abrange todas as àreas o que denomina-se estilo de vida”, explica o próprio Walter Rodrigues. Para Ilse Guimaraes, superintendente da Assintecal, a integração dos setores é fundamental para o desenvolvimento e construção de produtos com características 100% nacional, seja na indústria têxtil e de confecção, no setor calçadista, joias, acessórios e, agora, no setor moveleiro – todos cada vez mais próximos na troca de informações e referências. “Não existe mais um segmento, mas um estilo de vida e é isso que estamos buscando. Queremos o melhor para vários setores brasileiros”, explicou Ilse Guimarães, que participou da assinatura do acordo de cooperação entre ambas as entidades. A próxima edição do do evento acontece dias 17 e 18 de julho de 2018, no Centro de Eventos Pró-Magno. RT

28 I Revista Têxtil #753

inspira+.indd 28

16/03/2018 00:14:43


editorial.indd 4

14/03/2018 03:10:18


editorial.indd 4

14/03/2018 03:11:12

Revista Têxtil 753  

Cobertura da Colombiatex 2018 e muito mais

Revista Têxtil 753  

Cobertura da Colombiatex 2018 e muito mais

Advertisement