Page 1


INFORME PUBLICITÁRIO

Ginástica cerebral é para todos: performance e saúde para viver bem Pioneira no mercado, o SUPERA melhora a atenção, o raciocínio, a memória, a criatividade e a autoestima, habilidades essenciais para uma vida ativa, saudável e feliz. Ginástica cerebral é para todas as idades

mento do ensino, sobretudo para quem vai prestar Enem, Vestibular e Concurso Público. Adultos: O maior benefício da ginástica cerebral para este público é o desenvolvimento de memória operacional, necessária para o bom cumprimento dos afazeres do dia a dia. A prática também melhora o raciocínio, criatividade e visão lateral, importantes para a resolução de problemas complexos e a manutenção do foco para atingir objetivos. Idosos: A expectativa de vida aumentou, mas de nada adianta chegar aos 90 sem independência e saúde

Em todas as partes do mundo, especialistas enfatizam a importância dos cuidados com a saúde do cérebro, como forma de manter-se ativo, independente e saudável. O SUPERA é uma rede de escolas pioneira no ramo de ginástica cerebral.

mental. Com cérebro ativo, é possível rados para aprender coisas novas, gerir manter-se jovem, trabalhando, viajandesafios, trabalhar em equipe, praticar do, empreendendo e comemorando esportes, planejar e lidar com as mudan- novas conquistas. A ginástica cerebral ças do século 21. promove bem-estar e longevidade. No SUPERA, crianças, jovens, adul-

O SUPERA tem uma rede de 300

tos e idosos aprendem sobre o funciona- escolas espalhadas por todo território mento do cérebro, tomam consciência brasileiro e, em breve, deve estrear em

so promove o desenvolvimento de ha-

de seu potencial, descobrem novas ha- países como EUA, Austrália e México. bilidades, praticam o ábaco, usam jogos Ao todo, a rede já treinou mais de 100

bilidades cognitivas e socioemocionais,

e participam de dinâmicas de grupo. A mil pessoas em 12 anos, com a missão

entregando a seus alunos mais perfor-

ginástica cerebral pode e deve ser prati- de levá-las a experimentar a emoção de

mance, saúde e qualidade de vida.

cada em todas as idades:

Com uma metodologia exclusiva, o cur-

A ginástica cerebral melhora aten-

pensar e agir de forma inovadora, de-

Público infanto-juvenil: O SUPERA senvolvendo o potencial do cérebro.

ção, raciocínio, memória e criativida-

contribui significativamente para o de-

de. Com essas habilidades, os alunos

sempenho escolar, comportamento e demonstrativa gratuita na unidade SU-

se tornam mais seguros e mais prepa-

formação ética do aluno. É um comple- PERA mais próxima!

Para saber mais, agende uma aula


TAXAS A PARTIR DE CDI + 0,39% A.M.

CARÊNCIA DE ATÉ 180 DIAS PARA A 1ª PARCEL A

PRAZO DE ATÉ 120 MESES


al atenção aos aspectos bioRevista Saúde Edição 12 | Maio . 2018 | Florianópolis.SC sociais envolvidos na gênese rnos, o programa assistencial Dr. Ademar José de Dr. Alberto Ambrogini ade do cliente, oferece condiOliveira Paes Junior Urologista ça papéis sociais e tenha resRadiologia e Diagnóstico por Imagem CRM/SC 9665 | RQE 4224 CRM/SC 9205 | RQE 5284 ndo com a equipe multidisciEquipe do ambiente. As unidades de A equipe é interdisciplinar e alia farmacoterapia e Checkup Executivo Baía Sul três programas de tratamenClínica Imagem Rua Menino Deus, 63 (sala 101) R. Menino Deus, 63ambientoterapia. - Centro, As Unidades têm ados intensivos, ressocializaCentro um coordenador Florianópolis - SC Baíapsiquiatra, Sul Medical Center médico e cada paciente dispõe de médico 48 3229-7777 48 3037-2736 clínico, psicólogo, assistente social para atendimento ção à família também fazem individual e em grupo, além de Dr. educador físico, farDr. Aldo Takano Alvaro Steckert Filho Cirurgia do Aparelhomacêutico, Digestivo Cirurgia Geral | Coloproctologia enapêutico para ajudar na comterapeuta ocupacional, nutricionista, CRM/SC 15057 | RQE 13136 CRM/SC 18816 | RQE 14018 | RQE dos seus agravos, com objefermeiros e técnicos de enfermagem envolvidos na 14828 Usuy Clínica Médica imento, auxiliando-a e orienassistência Rua Sebastião Laurentino Silva, 126, direta durante toda a internação. Córrego Grande - Florianópolis Gastro Medical Center s ferramentas e recursos que 48 3953-6700 Avenida Osvaldo Rodrigues Clínica Integrada – Climama Cabral, 1570 - Sala 302 - Centro – ara implementar melhor con-

Guia médico

Rua Madalena Barbi, 125, Centro Florianópolis 48 3322-0000

Dr. Aristoteu V. Stadler Psiquiatria CRM/SC 2352 | RQE 9118

Instituto São José Rua Antônio Ferreira, 113 - Centro São José/SC 48 3247-1188 | 48 99146-7066

Dr. Aristeu V. Stadler

Dr. Breno Calgaro de

Diretor Técnico – CRM 2352 Carvalho

Ortopedia e Traumatologia CRM/SC 8783 | RQE 4708 | TEOT 9115 Ortoclini Rua Irmã Benwarda 128 – Centro Florianópolis 48 3224-7466 | 48 98821-7500 Centro de Tratamento Ortopédico Rua Cap. Amaro de Seixas Ribeiro, 58, Santa Mônica, 88035-300, Florianópolis - SC. 48 3364-0800 | 48 3364-0807

Dr. Carlos Alberto Atherinos Pierri Ortopedia e Traumatologia Desportiva Videoartroscopia e Cirurgia do Joelho CRM/SC 7941 | RQE 4367 TEOT 8293 | ISAKOS 70146 | AAOS 822121

CORE – Centro de Ortopedia e Reabilitação Rua Dom Joaquim, 885 (sala 601/602) – Centro Celso Ramos Medical Center 48 3229-4000

12

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

Florianópolis/SC 48 3030-2930

Para Dr. mais informações sobre Antonio Ivo Moritz Neto nossos serviços, programas Urologista CRM 12503 | RQE 8697 equipe e terapêuticos, instalações acesse www.institutosj.com.br Urologistas Associados

RuaAv.Antônio 113 Osmar Cunha, Ferreira, 415 - Centro Ultralitho Centro Médico Centro – São José/SC 48 2108-8888 Recepção: (48) 3247.1188 Dra.eCamilla Moreira Pillar (48) 99146.7066 Cirurgiã Plástica E-mail: contato@institutosj.com.br CRM/SC: 23111 | RQE 13917

Clínica Pillar Avenida Trompowsky 346, sala 501 Centro, Florianópolis - SC 48 3371-5119 | 48 98829-1753

Dr. Carlos Alberto Pierri Ortopedia e Traumatologia Ortopedia Infantil CRM/SC 1472 | RQE 19 | TEOT 4391

Ortoclini Clínica de Ortopedia e Traumatologia Rua Irmã Benwarda, 128 Centro Florianópolis - SC 48 3224-7466


Guia médico

Revista Saúde Edição 12 | Maio . 2018 | Florianópolis.SC

Dr. Charles Kondageski Neurocirurgião

Dra. Cristiane Moro Roos Glavam

CRM/SC 17000 | RQE 8847

Cancerologia CRM/SC 7159 | RQE: 3912

Clinica Neuron Rua Menino Deus, 63, sala 419 - Baia Sul Medical Center - Centro 48 3224-0843

Viver Clínica Médica Rua Angelo La Porta, 64 - Centro 48 3324-1100

Dr. Cristiano Torres Bortoluzzi

Dr. Daniel Codonho

Cirurgia Vascular e Endovascular / Angiorradiologia

CRM/SC: 7812 | RQE: 8635 | RQE 4308

CORIS Medicina Avançada Rua Menino Deus, 63 - Sala 504 - Bloco A - Baia Sul Medical Center - Centro Florianópolis-SC 48 3322-1043

Dr. Daniel Ishikawa Cirurgia Vascular | Angiorradiologia e Cirurgia Endovascular CRM/SC 17157 | RQE 12221 | RQE 12550

CORIS Medicina Avançada Rua Menino Deus, 63 - Sala 504 - Bloco A - Baia Sul Medical Center - Centro Florianópolis-SC 48 3322-1043

Dra. Dariana Carla Maggi

Ortopedia e Traumatologia CRM/SC 12141 | RQE 7508 Centro Médico Florianópolis Rua Presidente Coutinho, 579 – Sala 304 – Centro – Florianópolis - SC 48 3224-7387 | 48 99112-1339 Ortoclini: Clínica de Ortopedia e Traumatologia R. Irmã Benwarda, 128 Centro - Florianópolis - SC 48 3224-7466

Dr. Darci Duarte Lopes Junior Ortopedia e Traumatologia CRM/SC 14222 | RQE 7159

Ortoclini Clínica de Ortopedia e Traumatologia Rua Irmã Benwarda, 128 - Centro 48 3224-7466 / 99652-2021

Gastroenterologia | Hepatologia

Dr. Dimitri Cardoso Dimatos

CRM/SC 18045 | RQE 13268 | RQE 15299

Cirurgia Plástica CRM/SC 13001 | RQE 9972

Gastro Medical Center Avenida Osvaldo Rodrigues Cabral, 1570 - Sala 302 - Centro – Florianópolis/SC 48 3030-2930

Clínica Cardoso Dimatos Rua Menino Deus, 63 - (Sala 211/212) – 2º Andar - Centro - Baía Sul Medical Center 48 3223-2002 / 99991-2002

Dr. Diogo Rath Fingerl Barbosa

Dr. Eduardo Porto Ribeiro

Ortopedia e Traumatologia CRM/SC 9510 | RQE 6184

CRM 9023 | RQE 6024

Clínica da Coluna Florianópolis Rua Santos Dumont, 182, 6º Andar (Sala 608) - Centro Life Medical Tower 48 3024-2424

Urologista

Urologistas Associados Av. Osmar Cunha, 415 - Centro Ultralitho Centro Médico 48 2108-8888 rsaude.com.br | Maio . 2018 | Revista Saúde

13


Guia médico

Revista Saúde Edição 12 | Maio . 2018 | Florianópolis.SC

Dr. Eduardo Zanella Cordeiro Cirurgia Geral | Cirurgia Oncológica

Dr. Fabrício Valandro Rech Cirurgia Geral CRM/SC 20833 | RQE 12004

CRM/SC 10957 | RQE 7558 | RQE 7559 Gastro Medical Center Avenida Osvaldo Rodrigues Cabral, 1570 - Sala 302 - Centro – Florianópolis/SC 48 3030-2930

Instituto de Medicina Hiperbárica Av. Hercílio Luz, 1302 - Centro Hospital Dr. Carlos Corrêa 48 3037-4817

Dra. Fernanda Augustini Rigon

Dra. Fernanda Günther Ramos

Clínica Médica | Endocrinologia e Metabologia

Clínica Médica | Gastroenterologia

CRM/18516 | RQE 14550 | RQE 14551 Rua Menino Deus, 63. Sala 414 Centro – Florianópolis - Hospital Baía Sul 48 3223-4268 | 48 99900-9556 Clínica Saúde Santa Mônica Av. Madre Benvenuta, 1377 - Trindade, Florianópolis - SC 48 3879-1377

Dr. Fernando Merlos Clínica médica | terapia intensiva CRM/SC 21056 | RQE 14440

CRM/SC 10715 | RQE 7045 | RQE 7044 Gastro Medical Center Avenida Osvaldo Rodrigues Cabral, 1570 - Sala 302 - Centro – Florianópolis/SC 48 3030-2930

Dr. Flávio José Fernandes Lima Urologista CRM/SC 10530 | RQE 5628

Instituto de Medicina Hiperbárica

Avenida Hercílio Luz,1302 - Centro – Florianópolis 48 3037-4817

Dra. Franciani de Oliveira Basso

Dra. Gabriela Didoné Dantas

Dermatologista

Endocrinologia Pediátrica

CRM/SC: 12797 | RQE 9297

CRM/SC 9524 | RQE 6431 | RQE 11221

Clínica Pillar Avenida Trompowsky 346, sala 501 Centro, Florianópolis - SC 48 3371-5119 | 48 98829-1753

Dra. Geane Garlet Ginecologia e Obstetricia | Endoscopia Ginecológica

14

Urologistas Associados Av. Osmar Cunha, 415 - Centro Ultralitho Centro Médico 48 2108-8888

Avenida Mauro Ramos, 1450 - Sala 503 - Edificio Platinum Tower - Centro - Florianópolis/SC 48 3024-5312

Dr. Gilberto do Nascimento Galego Cirurgia Vascular e Endovascular / Angiorradiologia

CRM/SC 18565 | RQE 10369

CRM/SC: 4874 | RQE: 10553 | RQE 2985

Clínica Otma Rua Bocaiuva 2468 - Shopping Beiramar Piso L4 sala 9 - Centro Florianópolis - SC 48 3028-6862 | 3025-4444

CORIS Medicina Avançada Rua Menino Deus, 63 - Sala 504 - Bloco A - Baia Sul Medical Center - Centro Florianópolis-SC 48 3322-1043

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br


Revista Saúde Tratando, orientando, Edição 12 | Maio . 2018 | Florianópolis.SC litando e ressocializando

Guia médico

paço de 17 mil m² de muito ver- Dr. Guilherme Pradi Adam Dr. Gustavo Cerqueira e Silva % de construção horizontal, vista Radiologia e Diagnóstico por Imagem CRM/SC 11732 | RQE 5861 Acupuntura mar, ambiente ao mesmo tempo CRM/SC 15339 | RQE 8127 e acolhedor, o Instituto São José , a cada dia, um ambiente te- NEO – Núcleo de Especialidades Akus Centro de Acupuntura Médica o que favorece a melhora dos Ortopédicas Av. Mauro Ramos, Koerich Beiramar Rua São Jorge, 234 A - Centro, . As unidades de internação são Office - Sala 213 - Florianópolis/SC Florianópolis Além de dedicar especial atenção aos aspectos bio48 3228-3229 48 3225-0008 adas em áreas específicas para lógicos, psicológicos e sociais envolvidos na gênese o de Psiquiatria e para o Serviço Dr. Gustavo Sartorato Dra. Inês Costa de Sá assistencial e evolução dos transtornos, o programa endência Química, como acomo- Médico Dermatologista preserva a individualidade do cliente, oferece condiCRM/SC 12506 CRM/SC 6301 | RQE 1587 privativas e semiprivativas, atenções para que ele exerça papéis sociais e tenha resdos os transtornos mentais e de CMC - Centro de Medicina Capilar Medclin ponsabilidades, interagindo com a equipe multidisciAv. Osmar Cunha,106 - Sala 901 Centro Avenida Trompowsky, 291 tamento do adulto. Há também Florianópolis Salas 801 e 802 - Torre 1 - Medical plinar na organização do ambiente. As unidades de 48 3304-7306 | 3304-7296 | 98802-1771 ório com três consultórios, salas Tower - Trompowsky Corporate internação contam comDermavitae três programas de tratamenCentro - Florianópolis - SC ra e estacionamento. 48 3333-2804 | 99993-5301 Rua Prof Hermínio Jacques , 122 -ressocializaCentro to específico para cuidados intensivos, www.centrodemedicinacapilar.com.br 48 3207-2140 ção e reabilitação. entes contam com espaço gour-

ês quadras de esportes, acade- Dr. José Eduardo Moritz ra ginástica, área destinada à Urologista CRM 13885 | RQE 11610 ocupacional, oficinas terapêuideoteca, biblioteca, pista para adas e salas para lazer e grupoSão oferecidas atividades de Urologistas Associados Av. Osmar Cunha, 415 - Centro operativos e de reflexão, práti- Ultralitho Centro Médico 48 2108-8888 oga, biodança, meditação, alono, relaxamento e palestras psi- Dra. Juliana Stradiotto Steckert acionais e informativas.

Dra. Josy Sasaki

A atenção e a orientação à família também fazem Dermatologista CRM/SC 14625 | RQE 12663ajudar na comparte do Programa Terapêutico para preensão da doença e dos seus agravos, com objetivo de amenizar o sofrimento, auxiliando-a e orientando-a sobre possíveis ferramentas e recursos que podem ser utilizados para implementar Rua Santos Dummont, 182. Centromelhor conLife Medical Tower - Sala 903 vívio familiar. 48 3307-6636 | 48 99856-0491 Dr. Júlio Cesar Gonçalves Psiquiatria CRM/SC 0638 | RQE 789

Cirurgia Geral | Coloproctologia CRM/SC 11782 | RQE 6639 | RQE 8080 Gastro Medical Center Avenida Osvaldo Rodrigues Cabral, 1570 - Sala 302 - Centro – Florianópolis/SC 48 3030-2930

Dra. Kazue Harada Ribeiro Ginecologia CRM/SC 2035 | RQE 301

Instituto São José Rua Antônio Ferreira, 113 - Centro São José/SC 48 3247-1188 | 48 99146-7066

Dr. Júlio Cesar Gonçalves

Dr. Aristeu V. Stadler

Dr. Leonardo Medrado Diretor Geral – CRM 0638 Diretor Técnico – CRM 2352 Brito

RQE 9014 | 300

Neurocirurgião CRM/SC 22105 | RQE 12965

Clinifert Centro de Reprodução Humana Rua Dom Joaquim, 779 - Centro 48 3224-9117

Core – Centro de Ortopedia e Reabilitação Rua Dom Joaquim, 885 – sala 601/602 – Centro Celso Ramos Medical Center 48 3229-4000 rsaude.com.br | Maio . 2018 | Revista Saúde

15


Guia médico

Revista Saúde Edição 12 | Maio . 2018 | Florianópolis.SC

Dr. Luciano Rodrigues Schmidt Cirurgia Vascular e Angiologia

Dra. Luísa Guedes Ginecologista e Obstetra | Endoscopia Ginecológica

CRM/SC 7832 | RQE 5116 | RQE 5087

CRM/SC 11703 | RQE 7022

CORIS Medicina Avançada Rua Menino Deus, 63 - Sala 504 - Bloco A - Baia Sul Medical Center - Centro Florianópolis-SC 48 3322-1043

Clínica Otma Rua Bocaiuva 2468 - Shopping Beiramar Piso L4 sala 9 - Centro Florianópolis - SC 48 3028-6862 | 3025-4444

Dr. Márcio Hiroshi Ikeda Urologista CRM/SC 6404 | RQE 2975

Urologistas Associados Av. Osmar Cunha, 415 - Centro Ultralitho Centro Médico 48 2108-8888

Dr. Marcos Braun COLOPROCTOLOGISTA CRM/SC 12352 | RQE 15252 Rua Bocaúva 2468 - piso L4 Beiramar Shopping - Centro Florianópolis 48 3025-4444 Rua Sebastião Laurentino da Silva 126 Córrego Grande – Florianópolis – SC 48 3953-6700 Av. Mauro Ramos 1670 – Centro Florianópolis SC 48 3228-3303

Dr. Márcio Papaleo de Souza Ortopedia e Traumatologia CRM/SC: 5996 | RQE: 6095 Clínica da Coluna Florianópolis Rua Santos Dumont, 182, 6º Andar (sala 608) - Centro Life Medical Center 48 3024-2424

Dra. Maria Alice Gayotto de Borba Ginecologia e Obstetrícia CRM/SC 20113| RQE 15064

Clínica Santé Rua Padre Lourenço Rodrigues de Andrade, 241, Santo Antônio de Lisboa - Florianópolis - SC 48 3371-1000 | 48 98811-7697

Dra. Maria Cecília de Lucena Araujo Baptista

Dra. Mariana Barbato

Cancerologia Clínica

CRM/SC 10877 | RQE 6741

DERMATOLOGIA

CRM/SC 15594 | RQE 12358

Viver Clínica Médica Rua Angêlo La Porta, 64 Centro Florianópolis-SC 48 3324-1100

Clínica Barbato Rua Ferreira Lima, 238 – 6º Andar Centro – Florianópolis 48 3223-6891 | 48 99933-7000 | 48 99829-4645

Dra. Marília Bastos Quirino Brasil

Dra. Marisa dos Santos Feiten

Oftalmologia CRM/SC 10634 | RQE 4855

MÉDICA

Centro da Visão Clínica e Cirurgia Rua Madalena Barbi, 234 - Centro 48 3028-2930 16

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

CRM/SC 14674

Instituto de Perícias Médicas Medforense Rua Menino Deus, nº 63, Sala 301, Centro - Florianópolis - SC (48) 3207-7307


Revista Saúde Edição 12 | Maio . 2018 | Florianópolis.SC

Dr. Marlus Tavares Gerber COLOPROCTOLOGIA CRM/SC 15893 | RQE 13723 Usuy Clínica Médica Rua Sebastião Laurentino da Silva, 126 Córrego Grande - Florianópolis 48 3953-6700 Clínica Ciência Caetano Silveira de Matos, 2631, Centro, Palhoça 48 3878-6000

Guia médico Dra. Mila Harada Ribeiro Cerqueira Ginecologia CRM/SC 15255 | RQE 7600

Clinifert Centro de Reprodução Humana Rua Dom Joaquim, 779 - Centro 48 3224-9117

Cirurgia Geral

Dra. Nathalia Tavares Gomes

CRM/SC 15661 | RQE 11512

Ginecologia e Obstetrícia

Dr. Mohamed Najmeddine

CRM/SC 15640 | RQE 10668

Clínica OrienteMED Rua Almirante Dorval Melchíades de Souza, 588 - Centro - Florianópolis 48 3333-3311 | 48 98425-1111

Clínica Santé Rua Padre Lourenço Rodrigues de Andrade, 241, Santo Antônio de Lisboa - Florianópolis - SC 48 3371-1000 | 48 98811-7697

Dr. Nicholas Kruel

Dr. Nicolau Kruel

Cirurgia Geral

Cirurgião do Aparelho Digestivo

CRM/SC 15636 | RQE 10718

CRM/SC 951 | RQE 6279

CEMAD Mauro Ramos , 1670 - centroFlorianopolis 48 3228-3303

Hospital da UNIMED Rua Manoel Loureiro, 1909, Barreiros São José

Clínica OrienteMED Rua Dorval Melchiades de Souza, 588 centro - Florianopolis 48 3333-3311 | 48 98425-1111

Clínica OrienteMED Rua Dorval Melchiades de Souza, 588 centro - Florianopolis 48 3333-3311 | 48 98425-1111

Dr. Pierre Galvagni Silveira

Dra. Priscila Gabriella Cararo

Cirurgia Vascular e Endovascular / Angiorradiologia

CRM/SC: 4089 | RQE: 10592

CORIS Medicina Avançada Rua Menino Deus, 63 - Sala 504 - Bloco A - Baia Sul Medical Center - Centro Florianópolis-SC 48 3322-1043

Médica Infectologista CRM/SC 17290 | RQE 12590

Instituto de Medicina Hiperbárica Avenida Hercílio Luz,1302 - Centro – Florianópolis 48 3037-4817

rsaude.com.br | Maio . 2018 | Revista Saúde

17


Guia médico

Revista Saúde Edição 12 | Maio . 2018 | Florianópolis.SC

Dr. Rafael Balsini Barreto

Dr. Rafael Narciso Franklin

Oncologista Clínico

Cirurgia Vascular e Endovascular / Angiorradiologia

CRM/SC 17376 | RQE 14798

CRM/SC: 14617 | RQE 7488 | RQE 7962

Clínica Soma Rua Menino Deus, 63 - Ed. Baía Sul Medical Center - 2º andar (sala 209) Centro 48 3223-6072

CORIS Medicina Avançada Rua Menino Deus, 63 - Sala 504 - Bloco A - Baia Sul Medical Center - Centro Florianópolis-SC 48 3322-1043

Dr. Rafael S. Giordani

Dr. Raphael S. Remor de Oliveira

Oftalmologia CRM/SC 14665 | RQE 7513

Ortopedia e Traumatologia Cirurgia do pé e tornozelo CRM/SC 11728 RQE 8092

Núcleo Integrado de Oftalmologia Av. Mauro Ramos, 1970 sala 208. Ed. Koerich Beira Mar Office 48 3012-4512 | 48 4141-3005 99161-6688

NEO – Núcleo de Especialidades Ortopédicas Av. Mauro Ramos, Koerich Beiramar Office - Sala 213 - Florianópolis/SC 48 3228-3229

Dr. Roberto Ruiz

Dr. Rodrigo Baretta

Médico do Trabalho | Clínica Médica

Cirurgia Geral | Cirurgia Oncológica

CRM/SC 9388 | RQE 267 | RQE 3985

CRM/SC 10946 | RQE 8674 | RQE 8675

Essencial Care Florianópolis 48 99822 7582 e-mail: florianopolis@essencialcare.com.br

Gastro Medical Center Avenida Osvaldo Rodrigues Cabral, 1570 - Sala 302 - Centro – Florianópolis/SC 48 3030-2930

Dr. Sérgio Rubem Porto

Dr. Silvio Feiber Filho

Urologista

Cirurgia Geral | Cirurgia do Aparelho Digestivo | Endoscopia

CRM/SC 804 | RQE 3613

CRM/SC 7843 | RQE 3544 | RQE 6243 | RQE 7371

Urologistas Associados Av. Osmar Cunha, 415 - Centro Ultralitho Centro Médico 48 2108-8888

18

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

Gastro Medical Center Avenida Osvaldo Rodrigues Cabral, 1570 - Sala 302 - Centro – Florianópolis/SC 48 3030-2930


Revista Saúde Edição 12 | Maio . 2018 | Florianópolis.SC

Guia médico

Dra. Solange Emanuelle Volpato

Dra. Tatiana Barbosa

Clínica Médica

CRM/SC 8214 | RQE 12989

Ginecologia e Obstetrícia

CRM/SC 15086 | RQE 9087 Gastro Medical Center Avenida Osvaldo Rodrigues Cabral, 1570 - Sala 302 - Centro – Florianópolis/SC 48 3030-2930

By Laser Rua Ferreira Lima, 238 1º andar (Goeldner Executive) Centro – Florianópolis 48 99824-1768

Dra. Vanessa Cassina Zanato

Dra. Vanessa Miroski Gerente

Médica Psiquiatra

Oftalmologista

CRM/SC 15462 | RQE 8800

CRM/SC 10420 | RQE 6792

Vitaclass Coworking Saúde Rua Eurico Hosterno, 300 - Santa Mônica - Florianópolis - SC 48 4009-2920 | 48 99831-7006

Oftalmocenter Clínica de Olhos Rua Sidney Nocetti, 62 - Sala 306 Agronomica - Florianópolis/SC 48 3222-4645 | 48 3879-2105

Dr. Waldemar de Souza Júnior

Dr. Wuilker Knoner Campos

Ortopedia e Traumatologia CRM/SC 5204 | RQE 3464

Neurocirurgião

Clínica da Coluna Florianópolis Rua Santos Dumont, 182, 6º Andar (sala 608) - Centro Life Medical Tower 48 3024-2424

CRM/SC 12148 | RQE 9242

Clinica Neuron Rua Menino Deus, 63, sala 419 - Baia Sul Medical Center - Centro 48 3224-0843

Dr. Zaffer Maito Ortopedia e Traumatologia CRM/SC 9525 | RQE 10508

Clínica da Coluna Florianópolis Rua Santos Dumont, 182, 6º Andar (Sala 608) - Centro Life Medical Tower 48 3024-2424

rsaude.com.br | Maio . 2018 | Revista Saúde

19


Índice 28 30 32 34

Rejuvenesça pelo sorriso Dr. Daniel Malta

Vacinas em situações especiais Influenza 2018 Dra. Marilene Salette Momm

Dr. Nicholas Kruel Dr. Nicolau Kruel

70

Dra. Fernanda Augustini Rigon

38

Qual a diferença do Plano Assistencial para o Plano de Saúde?

72

Dra. Cristiana Capelari

Ginecolaser e Ginecoestética

44

Infiltrações no Tratamento da Lombociatalgia

Dra. Greicy Henrique Heckler

Clínica da Coluna

Livrar-se definitivamente dos óculos para longe e perto é possível, inclusive com idade avançada Dr. Rafael S. Giordani

52

Deformidades Cranianas

56

Câncer do Aparelho Digestivo

Dr. Charles Kondageski

Dr. Marlus Tavares Gerber

Imunoterapia: um grande avanço na luta contra o Câncer Dra. Maria Cecília de Lucena Araujo Baptista

78

Enucleação da Próstata

84 86 88

Reprodução assistida ajuda mulheres na menopausa a engravidar

90

Crescimento na Infância O que realmente importa?

Dra. Vanessa Cassina Zanato

Dr. Darci Duarte Lopes Junior

Dra. Gabriela Didoné Dantas

Dra. Mari Abreu / Dr. Ernani Carioni Filho / Dra. Fabiana Pereira Vecchio Rebelo

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

96

50

56

66

72

Dr. Alberto Ambrogini

Esportes em pacientes com Prótese de Quadril Dr. Daniel Codonho

Aparelhos Ortodônticos Invisíveis Marcela Berretta Rau

Valorize sua saúde Priorize sua noite de sono Kenko Patto

Como você dormiu hoje? Dra. Fernanda Morais Silva Dr. Marcos Chaves de Souza

ESPECIAL CAPA Cirurgia Minimamente Invasiva e Laser Avanços na Cirurgia de Hemorroidas, Fístula Anal, Fissura e Cisto Pilonidal. Dr. Marcos Braun

94

40

Dra. Luísa Guedes Dra. Geane Garlet

Fratura peri protético em Joelho

80

30

Fique atenta: pode ser endometriose!

76

Dr. Aldo Takano

Sedentarismo

20

Abscesso e Fístula Anorretais

Fobia Social

Dra. Kazue Harada Ribeiro

62

Dr. Gustavo Sartorato

Dra. Tatiana Barbosa

42

60

Transplante de barba como é realizado?

74

Mais Saúde

RONCO: saiba os riscos e como a Fonoaudiologia pode ajudar

58

68

Pré-Diabetes: vivendo no limite

36

50

66

Cirurgia Bariátrica

Odontologia Estética Clareamento Dental a Laser

40

Revista Saúde Edição 12 | Maio . 2018 | Florianópolis.SC

Implantes Dentários Premium Rodrigo Granato

MD CODES: Saiba mais sobre esta técnica que está revolucionando o universo da estética Dr. Dimitri Cardoso Dimatos

84 96


Índice

Revista Saúde Edição 12 | Maio . 2018 | Florianópolis.SC

is New em 2018? 100 What Dr. Carlos Alberto Atherinos Pierri Dor Lombar: um desafio global

101 Dr. Ismael Ramos Gomes Junior

132 Blefaroplastia Dra. Vanessa Miroski Gerente Zoster 134 Herpes Dra. Priscila Gabriella Cararo Dores causadas pelo estresse?

Temporada de laser

102 Dra. Mariana Barbato

102 106

108

116

104

Tratamento do TDAH de forma natural Ângela Cherubini

Zeferino Ghisoni / José 136 Beatriz Augusto Domingues / Helen Cristye Perina Padilha

138

Roziliane Oesterreich de Freitas

106

Pré-Natal Odontológico: Check-up Preventivo Digital Gestante

108

A importância de evitar o declínio funcional no idoso

110

Empreendedorismo: chave do sucesso, seja qual for o ramo de atividade

Adesiva do Ombro 146 Capsulite Dr. Breno Calgaro de Carvalho

Andressa Aline Moreira

147 vertebral

Dr. Rafael Fonseca de Andrade

Dr. Fernando Merlos

em Radioterapia 140 Hipofracionamento Radioterapia São Sebastião

142

Maria Alice Gayotto de Borba 112 Dra. Dra. Nathalia Tavares Gomes

130 114

A tecnologia trazendo mais um aliado na luta contra o glaucoma: a angiotomografia

Estabilização dinâmica da coluna Dr. Leonardo Medrado Brito

148

Nevos Melanocíticos e Melanoma

118 Dra. Inês Costa de Sá

138 150

Restaurações estéticas - lentes de

120 contato e facetas dentais

152

122 Dra. Camilla Moreira Pillar 126

Propaganda e publicidade em Medicina: existem regras!

130

Novos Tratamentos em Câncer de Pulmão

155

A valoração do dano corporal póstraumático Dra. Marisa dos Santos Feiten

Novos pensamentos, aceitação e ação na psicoterapia cognitivocomportamental Fabiane Braun Burger

Implantes Dentários com sedação e

156 cirurgia guiada sem incisão(cortes) Dr. Frederico Becker

Teacrine-disposição, concentração e

158 performance

Dra. Vanessa Mara Lodi

Erial Lopes de Haro

Dr. Rafael Balsini Barreto

Dr. Roberto Ruiz

Clínica e o Pé Diabético 154 Podiatria Nicole Guidi Valverde

Dra. Marceli Vieira Martins

Quando optar pelo Facelift

Primeiros socorros dentro casa: algumas reflexões

Doloroso 150 Quadril Dr. Carlos Alberto Atherinos Pierri

Dra. Marília Bastos Quirino Brasil

Urinária 116 Incontinência Urologistas Associados

Fim da papada! Quimiolipólise é a nova arma contra o acúmulo de gordura no queixo Dra. Josy Sasaki

Começando bem, termina melhor!

120

Ao longo da vida, a depressão pode surgir nos momentos mais inesperados

160

Exercício e depressão: uma prática simples e segura no manejo dos sintomas Suzana Dallanhol

rsaude.com.br | Maio . 2018 | Revista Saúde

21


Expediente

Revista Saúde Edição 12 | Maio . 2018 | Florianópolis.SC

REVISTA TRIMESTRAL Maio/2018 | ANO 03 | Nº 12 | Florianópolis.SC Editora Lopes e Rampani Ltda - CNPJ 07.986.256/0001-69 Franquia de Florianópolis/SC - Paulo Victor Frasson Cordeiro - ME CNPJ 22.556.241/0001-54 ESCRITÓRIOS Umuarama (sede): Rua Paulo Pedrosa de Alencar, 4291 - Ed. Manhattan Garden - CEP: 87501-270 | Centro | Tel.: 44 3622-8270 e-mail: revistasaude@sempresaude.com.br - Maringá: Av. Humaitá, 452 - Centro Empresarial Dalla Costa - Sala 303 CEP: 87014-200 | Zona 4 | Tel.: 44 3346-4050 - e-mail: artemaringa@sempresaude.com.br COLABORADORES LAYOUT E DIAGRAMAÇÃO: Alison Henrique, André Silva, Bruno Assunção, Dyego Bortoli, Jean Carlos, Marcio Garcia, João Paulo Zequin, Thiago Mantovani CORREÇÃO ORTOGRÁFICA: Professora Vera Lúcia Pimentel Maia Ribeiro JORNALISTA RESPONSÁVEL: Caio Henrique dos Santos Rosa - 0011175/PR CIRCULAÇÃO: Florianópolis FRANQUIAS Apucarana/Arapongas-PR - Leandro Henrique | Paula Renatha Pontim - comercial@sempresaude.com.br - 43. 99611-5553 | 43. 99611-5563 - Araçatuba/Bauru-SP - Anderson Hernandes | Carol Lopes - aracatuba@sempresaude.com.br - 18. 99740-2777 | 18. 99813-7777 - Boa Vista-RR - Julio Graziani Carlos - boavista@sempresaude.com.br - 95. 99169-4071 - Campina Grande-PB - Everton Barros | Victor Lima - campinagrande@sempresaude.com.br - 83. 99988-0372 | 83. 99988-0429 - Campo Mourão-PR - Rafael Morimoto - rafael@sempresaude.com.br 44. 99911-8081 | 44. 98811-6206 - Chapecó-SC - Fábio Bortolone - chapeco@sempresaude.com.br - 49. 99916-5719 - Cianorte-PR - Paulo Paixão | Andreia Gabriel - cianorte@sempresaude.com.br - 44. 99922-0310 | 44. 3346-4050 - Criciúma-SC - José Carlos Junqueira Alvarenga | Sandra Alvarenga - criciuma@sempresaude.com.br - 48. 99912-5253 | 48. 99914-0810 - Cuiabá-MT - Márcio Costa - cuiaba@sempresaude. com.br - 66. 99683-1899 - Florianópolis-SC - Paulo Victor Frasson Cordeiro - floripa@sempresaude.com.br - 48. 99133-3334 | 48. 998512244 - Foz do Iguaçu -PR - Rosana Segovia - rosana@sempresaude.com.br - 45. 99991-2500 - Goiânia-GO - Tiago de Souza Brito | Josiane Vicentim - goiania@sempresaude.com.br - 62. 99649-2036 | 62. 98326-2003 - João Pessoa-PB - José Adriano Danhoni Neves | Ednéia Tenório - joaopessoa@sempresaude.com.br - 83. 98750-7070 | 83. 98812-7080 - Joinville-SC - Ana Paula de Campos | Bruno Bellio - joinville@ sempresaude.com.br - 47. 99930-6364 | 47. 99930-7637 - Londrina-PR - Leandro Henrique | Paula Renatha Pontim - londrina@sempresaude. com.br - 43. 99611-5553 | 43. 99611-5563 - Macaé/Rio das Ostras-RJ - Andreia Garcia | Paulo Cesar Ceranto - macae@sempresaude.com. br - 22. 98847-5455 | 22. 98842-9166 - Maringá-PR - Paulo Paixão | Andreia Gabriel - paulopaixao@sempresaude.com.br - 44. 99922-0310 | 44. 3346-4050 - Natal-RN - Dirceu Filho - natal@sempresaude.com.br - 83. 98788-7070 - Palmas/Araguaína-TO - Fábio Lima - palmas@ sempresaude.com.br - 63. 98503-9960 | 44. 99829-0245 - Paranavaí-PR - Paulo Paixão | Andreia Gabriel - paranavai@sempresaude.com.br - 44. 99922-0310 | 44. 3346-4050 - Ponta Grossa-PR - Sérgio Oliveira | Mara Megda - pontagrossa@sempresaude.com.br - 42. 99987-8180 | 42. 98418-1290 - Porto Velho-RO - Arthur Marandola - portovelho@sempresaude.com.br - 69. 99366-1466 | 69. 99366-1470 - Ribeirão Preto-SP - Eduardo Borges - ribeirao@sempresaude.com.br - 16. 99711-7770 - Rio Verde-GO - Marcelo Piai | Verônica Venâncio - rioverde@ sempresaude.com.br - 64. 99625-8105 | 64. 99625-8305 - Rondonópolis-MT - Marcio Costa | Fernanda Lima - rondonopolis@sempresaude. com.br - 66. 99683-1899 | 66. 98139-7824 - São José dos Campos-SP - Marcelo Piai | Verônica Venâncio - sjcampos@sempresaude.com. br - 12. 99625.8005 | 12. 99625-1005 - São José do Rio Preto-SP - Renato Dias Renovato | Kelly Renovato - riopreto@sempresaude.com. br - 17. 99669-1700 | 17. 99669-7771 - Sinop/Sorriso/Lucas do Rio Verde-MT - Emerson do Carmo | Luiz Carlos Rampani - rampani@ sempresaude.com.br - 66. 99994-2442 | 66. 99659-7210 - Uberlândia-MG - Wander Marcio Rosada - uberlandia@sempresaude.com.br - 34. 99990-2479 | 34. 99967-1225 - Umuarama-PR - Ueslei Rampani | Marcelo Adriano - revistasaude@sempresaude.com.br - 44. 98407-0698 | 44. 99941-9930 | 44. 3622-8270

NOSSA CAPA Cirurgia Minimamente Invasiva e Laser Avanços na Cirurgia de Hemorroidas, Fístula Anal, Fissura e Cisto Pilonidal. Dr. Marcos Braun - CRM/SC 12352 Coloproctologista - RQE 15252

Foto Capa Stúdio A3 Fotografias

DIREÇÃO GERAL

Marcelo Adriano Lopes da Silva

FRANQUEADO DESTA UNIDADE

Ueslei Dias Rampani

Paulo Victor F. Cordeiro Diretor

ENTRE EM CONTATO PARA MATÉRIAS E ANÚNCIOS Você também pode ler esta edição pelo aplicativo: REVISTA SAÚDE OFICIAL

Paulo Victor F. Cordeiro | 48 99133 3334 e-mail: floripa@sempresaude.com.br

www.rsaude.com.br

22

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

Facebook/revistasaudeflorianopolis Instagram/revistasaudeflorianopolis


Editorial

Revista Saúde Edição 12 | Maio . 2018 | Florianópolis.SC

A MULTIPLATAFORMA REVISTA SAÚDE É O MAIOR VEÍCULO SOBRE SAÚDE DE SANTA CATARINA.

Em 2015 trouxemos de forma definiti-

Pessoa, Boa Vista e Palmas.

dos Profissionais Médicos e demais

va a Revista Saúde® para o Estado de

A Revista Saúde® segue um padrão

Profissionais da área da Saúde, com

Santa Catarina.

na formatação de seu conteúdo, que

os contatos para que os pacientes

No estado estamos presentes na gran-

geralmente é escrito pelos próprios

possam agendar suas consultas.

de Florianópolis, Joinville, Chapecó,

profissionais da Saúde, sempre se-

O portal rsaude.com.br possui mais

Criciúma, Tubarão e neste segundo

guindo as orientações dos órgãos e

de 16 mil acessos mensais nas ci-

semestre de 2018, estaremos inaugu-

conselhos de classe de cada profis-

dades em que atua, e justamente

rando mais uma base na cidade de Bal-

sional da Saúde.

através deste modelo híbrido com

neário Camboriú e Itajaí.

Através de um modelo exclusivo e

um portal ultramoderno com guia de

A franquia de Florianópolis é uma das

único de multiplataformas, a Revista

profissionais da saúde sempre atu-

maiores franquias do conglomerado

Saúde® leva o conteúdo de cada edi-

alizado e mantendo um trabalho de

Revista Saúde®, que é a maior rede

ção através de quatro grandes pilares

alta qualidade no impresso é que a

de franquias do Brasil de divulgação

de divulgação:

Revista Saúde se tornou o maior ve-

para profissionais da área da Saúde. Com uma história de pioneirismo, empreendedorismo e foco na área de Saúde, a Revista Saúde® completa 14 anos neste ano de 2018, e está presente em mais de 40 cidades pelo Brasil, em 11 estados brasileiros e em grandes Capitais como é o caso de Cuiabá, Goiânia, Florianópolis, João 24

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

1º Portal www.rsaude.com.br – todo conteúdo fica disponível no portal da

ículo sobre Saúde de Florianópolis e região.

Revista Saúde®, que tem altíssima

2º Revista Impressa – alto padrão

compatibilidade com o Google, pro-

de impressão e padronização a nível

porcionando ranqueamento orgânico

nacional, seguindo as orientações

para nossos clientes da área da saú-

e regras dos órgãos e conselhos de

de. O portal rsaude.com.br propor-

classe dos profissionais da Saúde. A

ciona destaque para as matérias de

distribuição é feita através por fun-

cunho científico e trazendo um Guia

cionários da empresa e com mailing


Editorial

Revista Saúde Edição 12 | Maio . 2018 | Florianópolis.SC

exclusivo direcionado ao público

filhas Júlia e Beatriz, razões do meu

alvo.

viver, pelo carinho e compreensão

3º Facebook/Instagram Revista Saúde Florianópolis – usamos as mídias sociais amplamente na divulgação dos profissionais que estão presentes nas edições da Revista Saúde. Impulsionamos todo conteúdo de cada edição através de perfis pré-definidos com o objetivo de alcançar o maior número de pessoas, mantendo o foco no resultado dos nossos clientes, gerando o maior número possível de leads no portal rsaude.com.br.

de cada amigo/a leitor, fica aqui um abraço carinhoso da grande família REVISTA SAÚDE! E sem esquecer de um obrigado mais que especial, a todos os profissionais que até aqui estiveram conosco, investindo seu tempo e conhecimento, trazendo mais informação, inovação, avanços e acima de tudo cuidado com nossos cidadãos. Obrigado Grande Florianópolis, por assim nos acolher com tanto amor e carinho!

4º Aplicativo Revista Saúde® Oficial

Amamos nossa cidade, amamos o

– um aplicativo exclusivo da Revista

que fazemos, amamos ser.…REVISTA

Saúde®, onde nossos leitores pode-

SAÚDE FLORIANÓPOLIS

rão ter as três últimas edições na íntegra em seus smartphones. E nesta versão as matérias dos profissionais também estão presentes e também o Guia Médico e demais Profissionais da Saúde. Nosso aplicativo pode ser encontra-

Paulo Victor Frasson Cordeiro Diretor Comercial das Franquias da Grande

do facilmente no rodapé de nosso

Florianópolis, Balneário

site, e está disponível para Google

Camboriú e Itajaí.

Play e App Store. A Revista Saúde® é uma marca patenteada e registrada, garantindo exclusividade em seu conteúdo, impressão e divulgação dos profissionais da Saúde com a credibilidade e seriedade que está categoria merece. Fica aqui nossa gratidão nestes 3 anos de sucesso, ao nossos colaboradores, fornecedores e clientes. Acima de tudo gratidão a Deus por nos capacitar e nos honrar, sendo sérios naquilo que fazemos, a minha esposa e pilar, Kauana Diniz as minhas


Rejuvenesça pelo sorriso Clareamento dental é um ótimo tratamento. Dentes brancos denotam não somente saúde, mas também jovialidade. No entanto, clarear os dentes de pacientes de meia idade ou idosos pode não atingir os resultados esperados. Por isso nestes casos indicamos clareamento dental + laminados cerâmicos - conhecidos como facetas ou lentes de contato dental.

O tempo não somente desgasta e enruga a pele. Os dentes também sofrem. O esmalte é diariamente envelhecido por abrasão, erodido por agentes ácidos e trincado por movimentos para-funcionais como o bruxismo. Ao ser desgastado o esmalte perde o brilho e fica opaco. É comum o dente perder a sua forma original. O esmalte desgastado deixa evidenciar a dentina (tecido dentário logo abaixo). O problema é que a dentina é amarelada, difícil de ser clareada. Por isso somente o tratamento clareador pode frustar pacientes de meia idade ou idosos. Para rejuvenescer pacientes deste tipo, temos que ir mais além. Clareamento dental + laminados cerâmicos na forma de lentes de contato dental, facetas, coroas sobre dentes ou implantes, inlays, onlays e overlays, pode ser o ideal. No caso clínico deste artigo o rejuvenescimento do sorriso foi realizado com clareamento dental + laminados cerâmicos na forma de lentes de contato dental, facetas, onlays e overlays. Apesar de branco, o sorriso mostra-

DR. DANIEL MALTA

do parece ser natural. Para alcançar este resultado, um estudo prévio foi realizado. Na fotografia com o fundo preto observe a delicadeza dos laminados cerâmicos - feitos à mão, no Brasil, com cerâmicas importadas de Liechtenstein. Observe a cor, efeitos ópticos, formato, textura e posição dos dentes. Um trabalho como este pode ser realizado em apenas três sessões com intervalo de 15 dias cada. A paciente também passou por procedimentos de cirurgia plástica e dermatologia, com Médicos especialistas, para rejuvenescimento da pele. Anos atrás, durante uma palestra em um congresso, o Dr. Ivo Pitanguy deu a seguinte declaração: “Antes de fazer qualquer intervenção na face, solicito que o paciente vá a um Dentista para avaliar a estética Dentária antes da minha cirurgia. Faço isso para que o paciente já rejuvenesça pelo sorriso. Dentes faltando e feios, chamam mais a atenção que uma pele lisinha e sem rugas...” Ivo Pitanguy - Cirurgião-Plástico (19262016).

- CRO SC 12467

ESPECIALISTA, MESTRE E DOUTOR EM DENTÍSTICA

• Graduado em Odontologia pela Universidade Federal de Alagoas em 2003. Especialista (2005) e Mestre (2007) em Dentística pela tradicional Faculdade de Odontologia de Araraquara da Universidade Estadual Paulista. Por um ano (2010-2011) foi Professor Visitante na Universidade do Sul da Califórnia, em Los Angeles, Estados Unidos da América; • Tornou-se Doutor em Odontologia no renomado Grupo de Dentística da Universidade Federal de Santa Catarina em 2012, onde lecionou até o primeiro semestre de 2014 como Professor Substituto; • Paralelamente ao exercício da docência iniciou sua atividade em consultório particular, dedicado a Odontologia Estética, na Trindade Odontologia e no Centro Odontológico Continente, Florianópolis - SC; • Membro da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética desde 2014, já publicou inúmeros artigos de caráter clínico e científico em periódicos nacionais e internacionais; • Ministra cursos e palestras em congressos e associações de classe desde 2004; • CEO do BrushClub - O primeiro clube de assinatura de escovas de dentes do País.

28

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br


Vacinas em situações especiais

Influenza 2018 A influenza ou gripe é uma infecção viral aguda que atinge o sistema respiratório.

A sua distribuição é universal. De acordo com a OMS em cada ano são acometidos 5 a 10% dos adultos, 20 a 30 % das crianças e ocorrem entre 250000 a 500000 mortes. É estimado que 1,2 bilhão de pessoas apresentam risco elevado para complicações da doença. Nos EUA, no início do inverno, já ocorreram 47 mil casos de gripe, o dobro do número de casos de 2017, abrangendo 49 dos 50 estados americanos. Neste período morreram 20 crianças, sendo que 80% delas não estavam imunizadas. O vírus responsável por esta epidemia é o H3N2, subtipo do influenza A. Costuma ter altos índices de transmissibilidade que ocorrem pelas secreções respiratórias de pessoas contaminadas no ato de tossir, falar, espirrar ou pelas mãos contaminadas. Diferente dos resfriados que são mais leves, o quadro clínico da influenza costuma ser mais grave. Em geral ocorre febre alta, entre 39 a 40 graus, calafrios, dor de garganta, tosse, mialgias, mal-estar e cansaço. Este quadro pode ser autolimitado e ocorrer recuperação em 1 a 2 semanas ou pode levar ao desenvolvimento de complicações. As mais temidas são pneumonia viral ou bacteriana, síndrome da angústia respiratória e até mesmo o óbito. Pessoas de todas idades são suscetíveis a esta infecção, mas alguns grupos têm maior risco como crianças abaixo de 5 anos, idosos, gestantes e puérperas, pessoas com patologias 30

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

crônicas (diabetes, cardiopatias, doenças pulmonares, síndrome de Down, obesos, imunodeprimidos). Existem 3 tipos de vírus que ocasionam influenza: são os tipos A, B e C e cada um possui um subtipo. Os grupos A (H1N1 e H3N2) e B são responsáveis pelas epidemias sazonais e estão em constante mutação. Formas de prevenção da influenza Usar lenços descartáveis, evitar tossir nas mãos - pois estas são veículos de transmissão, lavar as mãos com água e sabão e usar papel toalha, evitar contato com outras pessoas quando gripado, evitar aglomerações, adotar hábitos saudáveis, manter os ambientes ventilados e não compartilhar objetos de uso pessoal.

Vacinação A vacinação contra influenza é uma das medidas mais efetivas para a prevenção da influenza grave e de suas complicações. As vacinas diferem quanto à sua composição (tipo e quantidade de antígenos, conservantes, adjuvantes) e as indicações mudam de acordo com a faixa etária. Segundo recomendação da OMS para o hemisfério sul em 2018, cada dose deverá conter Myxovírus influenzae inativados, fragmentados e purificados correspondente aos antígenos hemaglutinina (HA). As vacinas trivalentes contêm antígenos purificados de duas cepas do tipo A (H1N1 e H3N2) e uma cepa do tipo B. Serão utilizadas na Campanha do Ministério da Saúde 2018.


As vacinas quadrivalentes (ou tetravalentes) contêm antígenos purificados de duas cepas do tipo A (H1N1 e H3N2) e duas cepas tipo B, proporcionando maior abrangência. Foram licenciadas baseadas em estudos de imunogenicidade e segurança. Como as trivalentes, são inativadas e não possuem adjuvantes em sua composição. As vacinas influenza disponíveis em nosso país são todas inativadas, portanto incapazes de provocar doença, sendo que as estratégias de vacinação têm contribuído para redução da mortalidade em portadores de doenças crônicas, redução das hospitalizações por pneumonia e redução de 39 a 75% da mortalidade global. A ampliação da vacinação em crianças diminui a carga da doença nos grupos vacinados e na comunidade pois as crianças são os principais transmissores. As vacinas podem ser administradas na mesma ocasião de outras vacinas ou medicamentos, sempre com seringas e locais diferentes. Os efeitos adversos mais comuns ocorrem no local da aplicação: dor local, endurecimento e vermelhidão que podem durar até 48 horas. Manifestações sistêmicas são mais raras, mas benignas: febre, dores musculares e mal-estar. Esquema de Doses: 1. Para crianças de 6m a 9 anos de idade: duas doses na primeira vez em que forem vacinadas ( primovacinação ), com intervalo de 1 mês e revacinação anual.

2. Para crianças maiores de 9 anos, adolescentes, adultos e idosos : dose única anual 3. Para menores de 3 anos a dose é de 0,25 ml e para os maiores é de 0,5 ml ( de acordo com o fabricante ) Contraindicações da vacina: • Menores de 6 m de idade; • História de reação anafilática prévia ou alergia grave relacionada ao ovo de galinha e seus derivados, ocorrendo nas primeiras 2 h após a aplicação; • (urticária, sibilos ,laringoespasmo, edema de lábios , hipotensão e choque ); • Doenças febris agudas moderadas ou graves; • História prévia de S Guillian Barré. Grupos de risco que devem receber a vacina do ministério da saúde: 1. Indivíduos acima de 60 anos; 2. Crianças entre 6m a 5 anos incompletos; 3. Gestantes em qualquer idade gestacional; 4. Puérperas até 45 dias pós parto; 5. Povos indígenas a partir de 6 m; 6. Portadores de doenças crônicas não transmissíveis e condições clinicas especiais, como portadores de hiv; 7. Jovens entre 12 a 21 anos sob medidas sócio educativas; 8. População privada de liberdade; 9. Funcionários do sistema prisional; 10. Professores da rede pública e privada; 11. Trabalhadores da área de saúde.

DRA. MARILENE SALETTE MOMM

- CRM/SC 3331 PEDIATRIA - RQE 2862

• Responsável Técnica da Imunizar Vacinas.

rsaude.com.br | Maio . 2018 | Revista Saúde

31


Cirurgia Bariátrica Podemos definir a obesidade como uma doença crônica, caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal, que traz prejuízos à saúde da pessoa. Doenças como diabetes, hipertensão arterial, hiperlipidemia, doenças articulares, apneia do sono, insuficiência respiratória e cardíaca, têm elevada prevalência entre os obesos e o controle dessas doenças necessariamente envolve a perda do excesso de peso. Pessoas com excesso de peso têm risco de desenvolver diabetes três vezes superior ao de pessoas com peso normal Com a redução do peso corporal, é possível aliviar a carga sobre a estrutura óssea, suavizar as dores e minimizar a incidência de problemas articulares mais sérios. A indicação da cirurgia bariátrica segue algumas regras, como o cálculo do IMC (Índice de Massa Corpórea) do paciente, usando a fórmula IMC=Peso (Kg) / altura² (m²), indica-se nos seguintes casos: • IMC 30 kg/m2 a 35 kg/m2, primeira faixa para obesidade com diabetes tipo 2 * • IMC 35 e 39,9, desde tenha alguma das 21 comorbidades (hipertensão arterial, diabetes melito, apneia do sono, colesterol e/ou triglicerídeos elevados e problemas articulares) • IMC > de 40, independente de comorbidades. * O Conselho Federal de Medicina divulgou uma resolução em que reconhece a cirurgia metabólica como um tratamento para pacientes com diabetes tipo 2, com Índice de Massa Corporal (IMC) entre 30 kg/m2 e 34,9 kg/m2, primeira faixa para obesidade. E as cirurgias indicadas são a Sleeve Gástrico e Bypass gástrico

A Cirurgia O paciente deve fazer uma série de exames antes da cirurgia, bem como acompanhamento com a equipe multidisciplinar visando dar tranquilidade e segurança na cirurgia e no pós-operatório precoce, evitando complicações cirúrgicas. As cirurgias realizadas são por videolaparoscopia, ficando internado em média dois dias. A Cirurgia de Sleeve ou Gastrectomia Vertical consiste na remoção da grande curvatura do estômago deixando o reservatório novo com formato tubular e alongado de volume entre 150 e 200ml. O paciente perde peso por ingerir menor quantidade de alimentos e também por ter um efeito hormonal associado (diminuição do hormônio Grelina-que aumenta a fome, e é produzido em maior quantidade nesta região do estômago que é retirada). É um procedimento realizado há mais de 20 anos, tem boa eficácia sobre o controle da hipertensão e doenças dos lipídeos (colesterol e triglicerídeos).

Sleeve

CRM/SC: 15636

CRM/SC 951

CIRURGIÃO GERAL - RQE: 10718

CIRURGIÃO DO APARELHO DIGESTIVO RQE: 6279

• Formado em medicina pela Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC); • Cirurgião geral no Hospital Regional João de Freitas - Paraná; • Fellow video cirurgia do aparelho digestivo - Hospital da Cruz Vermelha - Curitiba, Paraná; • Membro titular especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM). • Membro adjunto do Colégio Brasileiro de Cirurgiões (ACBC); • Membro titular do Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestivo (TCBCD). Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

By Pass

DR. NICOLAU KRUEL

DR. NICHOLAS KRUEL

32

O Bypass gástrico é a técnica bariátrica mais praticada no Brasil, correspondendo a 75% das cirurgias realizadas. O paciente submetido à cirurgia perde de 70% a 80% do excesso de peso inicial. Nesse procedimento misto, é feito o grampeamento de parte do estômago e um desvio do intestino inicial, que promove o aumento de hormônios que dão saciedade e diminuem a fome. Essa somatória entre menor ingestão de alimentos e aumento da saciedade é o que leva ao emagrecimento, além de controlar o diabetes e outras doenças, como a hipertensão arterial.

CIRURGIÃO BARIÁTRICO - RQE: 15691 • Formado em medicina pela Fundação Universidade Federal de Ciência da Saúde de Porto Alegre; • Doutorado em medicina Clínica Cirúrgica Ribeirão Preto - SP pela Universidade de São Paulo; • Pós-Doutorado na Universidade da Califórnia - São Francisco (UCSF); • Professor Associado da Universidade Federal de Santa Catarina; • Professor de cirurgia na UNISUL; • Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica; • Mestre do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Pré-Diabetes: vivendo no limite Pré-diabetes, como o próprio nome sugere, é a condição que precede o diagnóstico de Diabetes Mellitus, um estado intermediário entre a pessoa saudável e aquela com a doença já estabelecida. Algo como uma última chance dada pelo organismo para que mudemos os hábitos.

Causa espanto a quantidade de pessoas que desconhecem sua existência e, principalmente suas possíveis e iminentes consequências. Pessoas com glicose acima do normal parecem ignorar o fato de que, com diagnóstico de Diabetes Mellitus, aumentam os riscos de infarto, acidente vascular cerebral (AVC), doença renal, doenças oculares, amputações e até de alguns tumores. Atualmente, cerca de 425 milhões de pessoas no mundo possuem diabetes. No Brasil esse contexto é igualmente alarmante: cerca de 15 milhões de brasileiros convivem com a doença e o mais preocupante é que esses números vêm aumentando de maneira exponencial. Não à toa o diabetes é considerado o mal do século. Pense no pré-diabetes como o disparar de um alarme do corpo para o risco de desenvolver esse mal (aqui falo apenas no diabetes tipo 2). O grande problema é que esse alarme é silencioso (assintomático) e a maioria das pessoas que se encontram nessa linha tênue não faz ideia dos riscos que correm. Sendo mais precisa, 9 em cada 10 pré-diabéticos não sabem ter esta condição. O diagnóstico é feito com base em exames laboratoriais que devem fazer parte da rotina de todos os pacientes com 45 anos ou mais, ou nos mais jovens que apresentarem: sobrepeso ou obesidade, história familiar de diabetes, história de doença cardiovascular,

hipertensão arterial, síndrome dos ovários policísticos, sedentarismo, entre outros fatores de risco. O ganho de peso, o sedentarismo, tendência genética e má alimentação são todas possíveis causas de pré-diabetes, sendo que, o excesso de peso costuma ser o fator mais relevante. A boa notícia é que é possível, com medidas não farmacológicas e, em algumas situações, o uso de medicamentos, prevenir a evolução para o diabetes e suas complicações. As mudanças de estilo de vida são o pilar do tratamento. A atividade física regular associada a alimentação equilibrada são, muitas vezes, capazes de reduzir o risco de desenvolver a doença. Nos pacientes que apresentam sobrepeso ou obesidade, uma redução em torno de 7% do peso corporal já leva a uma melhora metabólica importante. Com o uso de medicação de forma associada, quando indicada, também é possível evitar a progressão para o diabetes em muitos casos. Portanto, você que se encontra vivendo no limite entre a glicemia normal e o diabetes, ainda tem a possibilidade de: ou entender o pré-diabetes como uma oportunidade de mudança e aproveitá-la; ou ignorar o aviso, continuar com os mesmos hábitos e possivelmente, cedo ou tarde, integrar as estatísticas que mais crescem no país e no mundo.

DRA. FERNANDA AUGUSTINI RIGON

- CRM/SC 18516

CLÍNICA MÉDICA - RQE 14550 ENDOCRINOLOGIA E METABOLOGIA - RQE 14551

34

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Odontologia Estética Clareamento Dental a Laser A procura pela estética dental e facial aumenta a cada dia, dentes brancos tornam o sorriso mais atraente e rejuvenescem a face.

Consulta Inicial

• Técnica segura;

Consite em um tratamento realizado após um minuncioso diagnóstico que irá mapear todas as necessidades de saúde bucal do paciente, através de um planejamento. É de fundamental importância que seja realizado profilaxia dentária pré realização do clareamento dental para que o gel clareador consiga penetrar na estrutura dentária com facilidade e eficácia.

• Altamente controlada;

Técnica É a utilização do gel clareador peróxido de hidrogêncio associada a luz laser LED e infravermelha. Sendo que a LED irá acelerar o procedimento e a infravermelha que é de fundamental importância para diminuir a hipersensibilidade dentinária. É realizado uma barreira gengival como proteção, muito indicado este tipo de clareamento em pacientes com recessão gengival e desgaste no esmalte do dente, pois com a barreira conseguimos proteger este desgaste diminuindo ainda mais a sensibilidade, algo que o clareamento caseiro nos limita.

Vantagens do clareamento a laser • Redução do tempo de tratamento; • Resultados satisfatórios em 1 ou 2 sessões; DRA. CRISTIANA CAPELARI

• Integralmente supervisionada; • Menor sensibilidade.

Menor Sensibilidade A sensibilidade dentinária pode ser muito bem controlada através da luz infravermelha aplicada durante a sessão de clareamento a laser. Regiões onde já existe essa sensibilidade, realizamos a laserterapia para diminuir ou eliminar a hipersensibilidade dentinária.

Recomendações durante e Pós Tratamento • Evitar alimentos com corantes; • Evitar fumo; • Evitar dieta ácida entre outros; • Evitar alimentos com corantes colocar ao lado Ex: café, vinho, coca-cola. O clareamento Dental a laser não é definitivo, sendo necessário a realização de manutenções, o mínimo de tempo que se deve ter entre as manutenções são de 2 anos.

- CRO 10888/SC

CIRURGIÃ DENTISTA

• Ortodontia preventiva, interceptativa e corretiva; • Ortodontia autoligavel; • Dentistica restauradora e estética; • Clareamento dental a laser; • Laserterapia; • Toxina botulínica (botox); • Preenchimento facial; • Profilaxia dental.

48 3324.0034 | 99618.7848 Av. Prefeito Osmar Cunha, 416, Sala 306 Ed. Koerich Empresarial Rio Branco - Centro - Florianópolis www.dracristianacapelari.com | capelaricris@gmail.com dracristianacapelari @dracristiana 36

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br


INFORME PUBLICITÁRIO

Qual a diferença do Plano Assistencial para o Plano de Saúde? Diante da inovação, todos os setores buscam novos caminhos sustentáveis com vistas a manter a qualidade nos serviços e produto!

Como é o caso dos Planos Assistenciais, que caminha neste seguimento, qualidade no serviço prestado com um bom preço que cabe em seu bolso! Onde não há a necessidade de assumir uma alta mensalidade para ter acesso a consultas, exames e dentistas de qualidade. Porém, ainda há muitas dúvidas quanto às diferenças entre Plano de Saúde e Plano Assistencial, e nesta matéria iremos abordar alguns pontos: Plano de Saúde, como todos já conhecem, são operadoras que oferecem a seus associados acessos às consultas, exames, internação, cirurgias e atendimentos emergenciais. Em contrapartida, o associado de um Plano de Saúde desembolsa uma mensalidade individual e, na maioria dos casos, paga-se um valor de cooparticipação quando utiliza seus serviços. Os Planos Assistenciais reúnem uma carta de convênio contendo médicos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, psicólogos, nutricionistas, odontólogos, clínicas de diagnóstico por imagem, laboratório de análises clínicas, etc.. Nesta modalidade é ofertada a medicina preventiva e seguros de vida, excluindo coberturas hospitalares, cirurgias e emergencias. Onde, o associado irá pagar uma mensalidade familiar reduzida (valor médio de R$ 41,00) para ter acesso à rede conveniada.

Balneario Camboriú Av. do Estado Dalmo Vieira, 1690, (Anexo ao ION), Ariribá

(47) 3261-4050 | (47) 99190-5533 Florianópolis Rua: Felipe Schmidt, 515, (Pórtico Centro Comercial), Centro

(48) 3365-6700 | (48) 99917-7573 Joinville Rua: Itajaí, 299, (Em frente ao laboratório Municipal), Centro

(47) 3402-2000 | (47) 99153-0174 www.institutomaissaude.com.br 38

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

Os Planos Assistenciais são uma opção para quem não quer ter um compromisso financeiro relativamente alto, onde se pode pagar uma mensalidade acessível e paga-se um valor reduzido quando precisar de atendimento de saúde com qualidade! Onde não há carência e fidelidade! Os Planos Assistenciais se destacam pela rapidez de agendamento de procedimentos da saúde e desburocratização para se associar! O intuito desta matéria não é a mercantilização da saúde, mas mostrar a nossos leitores que há outras maneiras de cuidar bem da sua saúde! Coloque na ponta do lápis, e escolha aquilo que for ideal para seu bolso e sua saúde!


Ginecolaser e Ginecoestética Apresentamos à Ginecologia Estética, uma nova subespecialidade da Ginecologia que fornece soluções para melhorar a funcionalidade e a estética da área vulvar e vaginal.

Apresentamos nesta edção a Unidade de Ginecologia Estética da Dra. Tatiana Barbosa, ginecologista com pós-graduação em dermatologia e uma grande experiência na área de laser e estética em geral. O que é a ginecologia estética? Nos últimos anos, o número de mulheres que exigem soluções funcionais e estéticas para várias condições nas áreas íntimas aumentou. Em resposta a esta demanda nasce a Gineco-estética ou Ginecologia Estética, uma subespecialidade da Ginecologia que permite correção e rejuvenescimento funcional e estético da área vulvovaginal. Para quem estão indicados Os tratamentos Ginecoestéticos? A partir dos 30 anos, você pode ver as primeiras alterações naturais na área genital feminina, portanto, as pacientes que podem se beneficiar de Ginecoestética têm entre 30 e 75 anos, ou seja, de mulheres jovens a mulheres maduras antes, durante e após a menopausa. Mulheres antes e após a menopausa A idade média de início da menopausa é aos 50 anos. Hoje, a mulher de 50 anos é e se sente jovem, livre de preconceitos, e não quer abandonar sua vida sexual. Durante a menopausa, há uma redução na produção de estrogênios, que geralmente é acompanhada de atrofia da mucosa e de secura vaginal e vulvar, dois fatores que tornam difícil para o casal ter relações sexuais. Além disso, a perda de estrogênio e outros fatores, como partos anteriores, podem desencadear sintomas de incontinência urinária leve e moderada (graus I e II). A menopausa e outras condições podem levar a uma secura, flacidez, hiperpigmentação e sintomas urinários. Tais condições podem ser modernamente abordadas com os tratamentos Ginecoestéticos

DRA. TATIANA BARBOSA - CRM/SC 8214 GINECOLOGIA - RQE 12989

40

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19

A solução: laser de CO2 Dra. Tatiana Barbosa, que incorporou em seu equipamento técnico o Smart Xide2 V2 LR, um laser de CO2 fracionado projetado especificamente para este tipo de aplicação ginecológica. Sua peça MonaLisa Touch® tensiona e tonifica os tecidos da mucosa vaginal, estimulando a produção de colágeno. Vantagens da utilização do LASER CO2 para os problemas Gineco-estéticos. • Minimamente invasivo. • É realizado de forma ambulatorial, sem hospitalização; • Não são necessárias incisões ou pontos; • Não requer anestesia; • não necessita de afastamento das atividades habituais. Técnica de rejuvenescimento vaginal MonaLisa Touch® Como o Tratamento com Laser de CO2 age? A energia do laser estimula a formação de colágeno, que por sua vez melhora a membrana mucosa que cobre as paredes da vagina e facilita a hidratação e recuperação dos tecidos vulvares e vaginais. Outros aplicações da gineco-estética Além disso, a Ginecologia Estética oferece outros tratamentos para melhorar a qualidade de vida dos pacientes e a estética da área íntima: • Labioplastia de redução e Labioplastia de aumento; • Lifting de grandes lábios; • Preenchimentos com ácido hialurônico; • Redução do capuz clitoriano; • Tratamento de flacidez e secura vaginal; • Tratamento da incontinência urinária leve a moderada; • Eliminação de verrugas e lesões na área genital (HPV); • Tratamento de lesões benignas e pré-malignas em vulva, vagina e colo uterino.


RONCO: saiba os riscos e como a Fonoaudiologia pode ajudar Roncar é um sintoma comum para muitos e este ruído perturbador pode ser nocivo para quem produz. Provocado pelo relaxamento e vibração de componentes da faringe e boca quando o ar passa nessa região, gradativamente, pode ocorrer a flacidez muscular e o ronco se tornar mais frequente e intenso. Aparentemente inofensivo, o ronco pode ser um sinal de Síndrome da Apneia e Hipopneia Obstrutiva do Sono (SAHOS), que consiste em episódios repetitivos de colapso da via respiratória por obstrução total ou parcial desta durante o sono, fazendo pausas de dez segundos ou mais na respiração. Possibilita a sobrecarga do sistema cardíaco, hipertensão arterial, isquemia de órgãos como coração e cérebro, queda do rendimento intelectual, da memória e da atenção, sonolência diurna, irritabilidade, cansaço constante, dor de cabeça, rouquidão, disfunção sexual, boca seca, dor e espasmos na laringe, mau-humor entre outros. Como possíveis causas da SAHOS estão: anatomia e função do palato mole, úvula, língua, lábios e parede lateral da faringe; idade avançada; medicamentos; maxila pequena; tumores; obesidade; desvio de septo nasal; aumento de adenoide e/ou amígdalas; deformidades craniofaciais; rinite alérgica entre outros. A síndrome pode se manifestar em

crianças, porém as estimativas apontam prevalência em adultos e idosos, do sexo masculino. Nas mulheres, o índice eleva a partir da menopausa, fase na qual tendem ao aumento do peso corporal e a diminuição do tônus muscular. Nos casos de ronco ou SAHOS de intensidade leve a moderada, uma eficaz opção de tratamento é a Fonoaudiologia, promovendo resultados a curto prazo. A terapia miofuncional faz diminuir a quantidade e duração das pausas respiratórias. Realiza-se uma avaliação criteriosa, análise de exames específicos e a interação diagnóstica. Se a causa do ronco exigir cirurgia, a Fonoaudiologia é importante no pré e pós-operatório, sendo facilitadora da recuperação ao atuar na função neuromuscular. Outros recursos comumente

DRA. GREICY HENRIQUE HECKLER

recomendados são a máscara CPAP (Continuous Positive Airway Pressure) e aparatos ortodônticos, para os quais a terapia potencializa os seus efeitos. O tratamento fonoaudiológico atua na tensão, mobilidade e resistência do grupo muscular envolvido na produção do ronco. Adequa força, postura e diâmetro das estruturas de vias aéreas superiores. Desenvolve-se exercícios funcionais e proprioceptivos, mudança de hábitos e utiliza equipamentos que agem no suporte respiratório. A clínica da Dra. Greicy Heckler oferece também recursos diferenciais como a laserterapia estimuladora da resposta motora e neurossensorial, além da terapia por corrente elétrica intervindo, diretamente, no potencial de ação da fibra muscular.

- CRFa3 8750

FONOAUDIÓLOGA

• Especialista em Linguagem; • Pós-Graduada em Voz; • Pós-Graduada em Motricidade Orofacial; • Formação em Neuroaudiologia (Processamento Auditivo); • Formação em Eletroterapia, Laserterapia e Taping Neuromuscular.

R. Dom Jaime Câmara, 179 – Ed. Regency Tower - Sala 301 – Centro – Florianópolis – SC

48 3224 0000 | 9 9675 9229 42

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br


A CARIMARC uni alma, sentimento, agulha e tecido para produzir produtos de excelĂŞncia aos nossos clientes.

carimarc.com.br

@carimarcalfaiataria


Infiltrações no Tratamento da Lombociatalgia

Bloqueio do ramo medial guiado por tomografia

Infiltração transforaminal guiada por radioscopia

DR. ZAFFER MAITO

44

As infiltrações ou bloqueios da coluna são procedimentos realizados para o tratamento de dor lombar ou ciática e para localização de focos de dor como auxiliares no diagnóstico. A aplicação dos medicamentos é feita através de uma ou mais agulhas dependendo do objetivo a ser atingido. Os medicamentos mais utilizados são anestésicos e corticoides, muitas vezes utilizados em conjunto. Os bloqueios mais comuns são o transforaminal e o do ramo medial. O bloqueio transforaminal é feito de forma oblíqua no chamado triângulo de segurança. Utilizamos, principalmente quando desejamos aplicar medicamentos nas raízes do nervo ciático, sobre hérnias ou outras compressões. O bloqueio do ramo medial é utilizado para o tratamento da dor lombar de origem facetária. As facetas são articulações na região posterior da coluna e, muitas vezes, são o gerador da dor.

As infiltrações da coluna são importantes auxiliares no tratamento não operatório da dor. Uma avaliação clínica criteriosa com seu médico é fundamental para definir o melhor tipo para cada paciente.

CRM/SC 9525 | RQE 10508

DR. DIOGO RATH FINGERL BARBOSA

DR. MÁRCIO PAPALEO DE SOUZA

ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA

DR. WALDEMAR DE SOUZA JÚNIOR

CRM/SC 9510 | RQE 6184

CRM/SC 5996 | RQE 6095

CRM/SC 5204 | RQE 3464

ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA

ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA

ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Produtos para cuidados de peles sensíveis devem possuir características especiais Cosméticos são substâncias, misturas ou formulações usadas para melhorar ou para proteger a aparência ou o odor do corpo humano.

No passado, os cosméticos tinham como principal objetivo, disfarçar defeitos �ísicos, sujeira e mau-cheiro. Nos anos 90, surgiram os cosmecêuticos, produtos que têm funções mais complexas do que somente a limpeza ou o embelezamento. Os cosmecêuticos são também chamados de dermocosméticos, cosméticos funcionais ou também cosméticos de desempenho.

Tratam-se de formulações de uso pessoal que atuam bene�icamente sobre o organismo, causando modi�icações positivas e duráveis na saúde da pele, mucosas e couro cabeludo. Cosmecêuticos não são considerados medicamentos nem cosméticos. São produtos intermediários.

No momento atual, as pesquisas em cosmecêuticos avançam na direção da manipulação genética para melhorar a estética. E, para manter a saúde de peles sensíveis ou reativas, os produtos para os cuidados diários, devem atender as necessidades básicas de hidratação e proteção, porém, sem pôr em risco ou agredir a pele através dos seus componentes ou da sua composição �inal.

Os produtos das linhas Sumred® e Sumred Regenèr® se enquadram perfeitamente no conceito de cosmecêuticos, pois foram especialmente preparados para manter ou melhorar a saúde da pele. Uma das atividades mais importantes é a hidratação efetiva, que permanece em nível ideal por mais de 8 horas na pele, proporcionando �lexibilidade e conforto no local onde é aplicado. Portanto, com 2 a 3 aplicações diárias, a hidratação por meio de substancias higroscópicas está garantida por 24 horas.

Para não agredir a pele, as formulações dos produtos Sumred Regenèr® são isentos de diversos componentes comuns aos cosméticos encontrados no mercado brasileiro,

Por Gerson Appel, diretor da Sumred®

como as fragrâncias, que tem a �inalidade de deixar o produto e a pele com um cheirinho agradável, porém pode ser um ingrediente que venha desencadear reações de irritação às peles mais sensíveis.

Os produtos Sumred® também são isentos de corantes e pigmentos, que não tem qualquer função a não ser agradar visualmente o consumidor. Da mesma forma os produtos também não contém álcool, que normalmente desidratam a pele e nem parabenos, conservantes que podem causar reações alérgicas ao serem utilizados.

Um grande diferencial dos produtos da linha Sumred Regenèr®, é o pH, ou índice de acidez, que �ica em torno de 5,5, isto é, na faixa do pH �isiológico, que é geralmente muito bem tolerado e traz conforto à pele. A pele dos idosos, assim como patologias como eczemas e dermatite atópica tem seu pH naturalmente elevado para uma faixa superior a 7,0 e que associado com o ressecamento ou falta de hidratação idela, causa coceira e desconforto à pele.

Os sabonetes líquidos da Sumred®, assim como os hidratantes, mantém seu pH na faixa de 5,5, portanto, indicados para peles sensíveis, atuando perfeitamente na limpeza da pele, sem agressão. Em contrapartida, a maioria dos sabonetes em barra possuem em média, um pH na faixa de 8,0 a 12,0, isto é, extremamente alcalino e muito irritante para as peles sensíveis.

Em resumo, os produtos Sumred Regenèr® são hidratantes ideais para manutenção e cuidados de peles especiais, como as sensíveis, reativas, pele de idosos, de paciente em tratamento de câncer, pele de diabéticos, pacientes acamados ou hospitalizados, e também para pessoas com pele normal, na rotina diária de cuidados como higienização, hidratação antes da aplicação do �iltro solar, no pós-barba, pós-depilação, como hidratante/nutritivo durante o dia ou à noite, como calmante da pele após exposição ao sol, vento, poluição, frio e baixa umidade do ar.Também são excelentes calmantes após procedimentos dermatológicos estéticos como peeling, laser, microagulhamento, micropigmentação e também na tatuagem.


Linha Sumred Regenèr

®

Indicados na prevenção DE:

IndicadoS nos cuidados da pele em:

Acne Assaduras Pés diabéticos Dermatite Atópica Úlceras por pressão

Peles de pacientes com câncer Procedimentos estéticos Fotoenvelhecimento Picadas de insetos Rosácea

Sumred - Cuidando de Peles Especiais www.sumred.com.br | (48) 3029-6606

/SumredCuidandodePelesEspeciais

@Sumred_PelesEspeciais

Cosmético marca própria Dermus


O melhor amigo do seu filho é o Matricule seu filho na Maple Bear: uma escola bilíngue de verdade, com metodologia canadense. Aqui, seu filho desenvolve a paixão pelo aprendizado, e se prepara para uma vida de sucesso no Brasil e no exterior.

aprendizado.

O QUE SEUS FILHOS APRENDEM AQUI, ELES LEVAM PARA TODA VIDA.

AGENDE UMA VISITA

www.maplebear.com.br

Maple Bear Canadian School Florianópolis Rua Antônio Gomes, 55 - Balneário Estreito 48 3012-1255 | florianopolis@maplebear.com.br MATRÍCULAS ABERTAS.


Livrar-se definitivamente dos óculos para longe e perto é possível, inclusive com idade avançada Técnica moderna de cirurgia de catarata aliada ao uso de materiais ultra-tecnológicos é capaz de eliminar a necessidade do uso de óculos.

A Presbiopia ou “vista cansada”, na linguagem popular, acontece quando a lente natural que possuímos desde o nascimento torna-se mais rígida com o passar dos anos, perdendo, assim, sua flexibilidade e capacidade de focar, o que na medicina chamamos de “acomodação”. A acomodação depende da habilidade de nossa lente natural modificar sua forma, possibilitando que objetos próximos sejam focados pelo sistema ópitco natural, o que propicia a capacidade de leitura. A maioria das pessoas desenvolvem o início da presbiopia por volta de 40 anos de idade, sendo que este processo torna-se gradativamente pior com o avanço da idade. A partir daí começa a necessidade de “esticar o braço para ler” e a busca pelos ócu-

los torna-se inevitável. Além disso, esta mesma lente natural começa a tornar-se mais opaca, o que chamamos de catarata. Estima-se que mais de um bilhão de pessoas no mundo são présbitas e este número aumenta conjuntamente com os casos de catarata conforme a população de idade mais avançada cresce em quase todos os Países. A abordagem convencional para este problema é a prescrição de óculos pelo médico oftalmologista. Nos casos de catarata a abordagem é a extração do cristalino (nome da lente natural que possuímos em nossos olhos) concomitante ao implante de lente intraocular, que é uma prótese oftalmológica substituinte da lente natural (cristalino) extraída pelo cirurgião oftalmologista. Esta abordagem convencional nao é isenta de problemas como amplitude limitada de foco para perto (leitura), diminuição do contraste, “glare” (tipo de embaçamento), halos (em torno de objetos ou lâmpadas ), distorção óptica, aberrações, campo de visão limitado e “imagens-fantasmas”.

DR. RAFAEL S. GIORDANI

Porém, atualmente , com o avanço da indústria de materiais, possuímos produtos de maior tecnologia. O tipo e a qualidade da lente intraocular a ser implantada em cada caso deve ser discutida com o seu médico. A maioria de meus pacientes tem solicitado o implante de lentes intraoculares de última geração, as chamadas lentes intraoculares multifocais trifocais, que possuem foco de longe, perto e intermediário. Diferente das lentes intraoculares convencionais, que quase invariavelmente requerem o uso de óculos após a cirurgia, as lentes “premium” multifocais de alta tecnologia tornam os pacientes mais independentes dos óculos para leitura e direção de veículos, com qualidade de visão similar àquela que possuíam quando mais jovens.

Quais são os diferentes tipos de catarata? • Relacionada à idade: neste grupo encontramos cerca de 90% dos casos. • Catarata Congênita: Alguns bebês nascem com o problema ou o desenvolvem durante a infância; normalmente acomete os dois olhos. • Catarata Secundária: Desenvolvem-se em pessoas com problemas de saúde, como Diabetes e em casos de uso de determinados medicamentos como corticosteroides, tratamentos que envolvam radiação... • Catarata Traumática: Ocorrem rapidamente após um trauma (batida no olho) ou anos após o episódio.

- CRM/SC: 14665

OFTALMOLOGIA - RQE 7513 • Graduação em Medicina na Faculdade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre - Rio Grande do Sul • Pós-Graduação em Medicina com Especialização em Oftalmologia (CBO) e Associação Médica Brasileira (AMB) Universidade Federal Fluminense - Rio de Janeiro • Especialização em Cirurgia de Catarata, Refrativa a Laser e Córnea pela Universidade Federal do Paraná - UFPR Hospital de Olhos do Paraná - Curitiba - PR

50

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Responsável Técnico Médico: Dr. Rafael S. Giordani - CRM/SC 14665 - RQE 7513


Deformidades Cranianas O crânio tem a função primordial de proteção ao cérebro, além de permitir o crescimento encefálico durante a fase de desenvolvimento infantil. As deformidades cranianas podem ser congênitas ou adquiridas. Dentre as congênitas, a causa mais frequente é a craniossinostose, que se traduz pela fusão prematura de uma ou mais suturas cranianas, deformando o crânio como consequência. As causas não são bem definidas, apesar de se saber que muitos casos são associados a fatores genéticos. A realização do diagnóstico precoce é fundamental, pois os casos com indicação devem ser operados preferencialmente entre o 4⁰ e 9⁰ mês de vida na maioria dos casos. O pediatra é o primeiro médico que realiza a suspeita diagnóstica, e quanto mais cedo encaminhar ao neurocirurgião para avaliação, maiores são as chances de sucesso no tratamento. Sem a realização da cirurgia, pode haver comprometimento do desenvolvimento cerebral, além da persistência e piora da estética, podendo trazer sérias consequências psicológicas à criança afetada. O diagnóstico da craniossinostose é clínico, mas deve ser complementado com a tomografia computadorizada de crânio com reconstrução óssea tridimensional, que também auxilia no planejamento do tratamento. Aliando técnica, tecnologia e senso estético, excelentes resultados funcionais e morfológicos podem ser obtidos, possibilitando à criança melhor aceitação social pela recuperação da simetria craniana. Quando indicado, os casos são operados em conjunto com um cirurgião craniofacial.

DR CHARLES KONDAGESKI

A plagiocefalia posterior posicional é a deformidade adquirida mais frequente. Diferentemente das craniossinostoses congênitas, esta alteração é posicional, isto é, decorrente da posição viciosa e persistente da cabeça do bebê sobre um dos lados da parte posterior da cabeça. Como não há envolvimento das suturas, as cirurgias não estão indicadas, e seu prognóstico tende a ser excelente quando o tratamento é iniciado precocemente. Nestes casos, o tratamento envolve o reposicionamento do bebê para o lado contrário ao da deformidade, sendo que mudanças na posição do berço podem ajudar neste sentido. Menos frequentemente, quando estas medidas não surtem o efeito necessário, e nos casos mais severos, o uso de órteses (capacetes) pode estar indicado.

Em soma, as deformidades cranianas apresentam muito bom prognóstico quando reconhecidas e tratadas precocemente, sendo fundamental a comunicação entre a família, o pediatra e o neurocirurgião para a obtenção dos resultados esperados.

- CRM/SC 17000

NEUROCIRURGIA - RQE 8847

• Neurocirurgião com especialização em Neurocirurgia Pediátrica; • Hospital Necker Enfants Malades, Paris, França; • Great Ormond Street Hospital, Londres, Reino Unido.

52

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


INFORME PUBLICITÁRIO

Valorização do Profissional Contábil. No Ano de 2018, sentiremos

Individual), mudança de protoco-

os grandes impactos das diversas

los de ICMS, mudança da legis-

mudanças que vem sendo decla-

lação de ISS, implementação de

radas e planejadas pelo Governo

declaração mensal para pessoas

nos últimos anos. Ano em que

jurídicas e físicas que recebem

passa a vigorar efetivamente di-

em espécie valores igual ou supe-

versas

eletrônicas

rior a R$ 30.000,00 denominada

que afetam tanto o universo da

de DME. Além da “mudança da

pessoa jurídica assim como da

CLT” através da grande reforma

pessoa física.

trabalhista, entre outras tantas.

declarações

Dentre as mudanças mais ex-

Enfim são diversas novidades

pressivas com impacto neste ano,

que todos os dias temos informa-

temos o projeto SPED do Gover-

ções, além dos diversos projetos

no Federal, uma grande inovação

ainda em andamento. A atualiza-

em cruzamento de dados, muitas

ção do Profissional Contábil, que

vezes online e em tempo real,

já era necessária continuamente,

que engloba as nomeclaturas CT-

passa a ser diária para acompa-

e, ECD, ECF, EFD Contribuições,

nhar com zelo e responsabilida-

EFD ICMS IPI, EDF-Reinf, e-Fi-

de todas essas mudanças dando

nanceira, eSocial, MDF-e, NFC-e,

segurança ao seu cliente. E ainda

NF-e e NFS-e. Temos a mudança

precisa estar acompanhando de

do sistema de tributação do Sim-

perto os tipos de tecnologias que

ples Nacional, mudanças também

vem a agregar agilidade e segu-

para o MEI (Microempreendedor

rança ao nosso serviço.

JULIANA PAULA GANDOLFI DA SILVA MADEIRA

- CRC SC-031784/O-1

• Contadora Formada pela IES - Instituto de Ensino Superior da Grande Florianópolis ; • Pós-Graduada em Análise Tributária pela UNIVALI; • Membro Voluntário da Comissão de Educação do SESCON GF ; • Contadora Voluntária Sebrae/SC.

• Contabilidade de Condomínios • Setor Legal • Contabilidade • Setor Fiscal • Departamento Pessoal • Terceirização de Departamento Financeiro • Carnê Leão • Livro Caixa • Pessoa Física.

Avenida Santa Catarina, 1080, Sala 01, Estreito, Florianópólis/SC | (48) 3380-0188 / 99163-0110 contato@gandolfisilvacontabilidade.com.br | www.gandolfisilvacontabilidade.com.br

Você tem dúvidas sobre o que e como precisa declarar? Esta iniciando sua empresa e precisa de orientação? Procure um Profissional Contábil para maiores esclarecimentos. Nossa equipe pode ajudar você.


Câncer do Aparelho Digestivo Grande parte dos casos de câncer em seres humanos ocorre no aparelho digestivo. Ele pode ocorrer em qualquer órgão desse aparelho e necessita de cuidados multidisciplinares. Envolve, na imensa maioria das vezes, o tratamento cirúrgico e pode necessitar de quimio e/ou radioterapia. O tratamento cirúrgico consiste na retirada regrada do órgão no todo ou em parte - respeitando sua devida vascularização e drenagem linfática, obedecendo aos princípios oncológicos de cirurgia - e na reconstrução ou substituição do órgão retirado para restabelecer a função perdida. Os tumores mais comuns do aparelho digestivo são os do estômago e colorretal (do intestino grosso), mas podem ocorrer no fígado, pâncreas, esôfago, vesícula biliar, baço, ou seja, em qualquer órgão abdominal. A detecção precoce reduz sua mortalidade, bem como a detecção de lesões pré-cancerígenas, como no caso do câncer colorretal, por exemplo. Em muitos casos, o câncer colorretal começa como um pólipo benigno que, com o tempo, se não retirado, se torna maligno. Devido à gravidade destes tumores malignos no aparelho digestivo, fatores de risco como tabagismo, alcoolismo, obesidade e má alimentação devem ser evitados.

A prevenção ainda é o melhor tratamento para os tumores e o tratamento quando iniciado nas fases iniciais da doença apresenta bons índices de cura, ao contrário dos tumores em fase avançada, onde a chance de cura é mais restrita.

Exames comuns como ultrassonografia, endoscopia digestiva alta e colonoscopia podem ajudar na detecção desses tumores, e o médico especialista saberá indicar a melhor forma de prevenção ou de tratamento em cada caso.

DR. ALDO TAKANO

- CRM/SC: 15057

CIRURGIÃO DO APARELHO DIGESTIVO - RQE 13136 • • • • •

56

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

Graduação em Medicina pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC; Residência Médica em Cirurgia do Aparelho Digestivo - Hospital Santa Marcelina – SP; Fellowship - Transplante e Cirurgia do Fígado - Hospital Israelita Albert Einstein; Mestre em Ciências da Saúde - Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein; Membro Titular Especialista do Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva.

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Reprodução assistida ajuda mulheres na menopausa a engravidar ção os embriões são transferidos para o útero da receptora, após preparo do seu útero com hormônios. ALGUMAS CONSIDERAÇÕES: É cada vez mais comum encontrarmos mulheres que adiaram o sonho de ser mãe por razões profissionais ou sociais. Toda mulher tem o direito de escolher a melhor idade para ter um filho, mas é importante levar em consideração sua saúde. O tratamentop da infertilidade não é indicado para casos em que a mulher apresente doenças graves ou com grande potencial MENOPAUSA

gachos(calorões), alteração da libido,

de complicações durante a gestação

A menopausa é o período da vida da

ressecamento vaginal, etc. Ela ocorre

como a diabetes e hipertensão arte-

mulher no qual seus folículos ovaria-

geralmente entre 45 e 55 anos. Quan-

rial mal controlados, doenças cardía-

nos chegam ao fim e o ciclo menstrual

do acontece antes dos 40 anos é defi-

cas graves e alterações renais impor-

se interrompe. Caracteriza-se pela au-

nida como menopausa precoce.

tantes.

sência de menstruação por 12 meses

TRATAMENTO PARA ENGRAVIDAR

Além disso, de acordo com as no-

consecutivos, comumente, associada

Se a mulher deseja gestar, uma alter-

vas regras do Conselho Federal de

com sintomas vasomotores, como fo-

nativa é recorrer a técnicas de Repro-

Medicina, qualquer tratamento em re-

dução Assistida como a Fertilização in

produção humana só é permitido para

Vitro (FIV), utilizando óvulos de doa-

mulheres com até 50 anos de idade.

doras jovens. Neste caso, os óvulos da

Quando a mulher tiver ultrapassado

doadora anônima são fertilizados com

esta idade, deve ser solicitada autori-

os espermatozoides do marido da mu-

zação ao Conselho Regional de Medi-

lher que irá receber. Após a fertiliza-

cina para realização do procedimento.

DRA. KAZUE HARADA RIBEIRO

- CRM/SC 2035

GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA / REPRODUÇÃO HUMANA - RQE 300/301/9014

58

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Crescimento na Infância O que realmente importa?

Os pais costumam se preocupar muito com o crescimento dos filhos, e a baixa estatura hoje é uma queixa muito frequente nos consultórios de endocrinologia pediátrica.

O crescimento de uma criança é um processo contínuo que resulta de uma interação complexa de fatores genéticos, hormonais e fatores ambientais como alimentação, atividade física e sono. Este processo inicia na gestação e termina no final da puberdade com o fechamento das epífises ósseas. Durante esse processo vários fatores podem contribuir para que a criança tenha problemas de crescimento, resultando numa baixa estatura na vida adulta, abaixo do seu potencial genético, caso não seja diagnosticada e tratada corretamente. O acompanhamento freqüente da criança e a utilização dos gráficos de crescimento é fundamental pois permitem a identificação de distúrbios do padrão normal de crescimento em fases precoces da infância. Uma alimentação equilibrada favorece o crescimento, sendo importante oferecer diariamente alimentos dos quatro grupos fundamentais da pirâmide alimentar: proteínas, vitaminas e minerais, carboidratos e lipídeos. A ingestão adequada de cálcio na infância é fundamental para a formação de massa óssea e prevenção de osteoporose no futuro.

DRA. GABRIELA DIDONÉ DANTAS ENDOCRINOLOGIA PEDIÁTRICA - RQE 6431

60

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19

É importante ter uma rotina bem definida de horários para refeições e lanches, evitando pular refeições, particularmente a primeira do dia. O café da manhã completo tem significativa influência sobre o rendimento escolar. Crianças desnutridas ou com seletividade alimentar extrema costumam ter atraso no crescimento. O tempo de Sono e a sua qualidade são muitos importantes. A criança deve dormir um número mínimo de horas de acordo com sua idade, de preferência na sua própria cama, com ambiente escuro, sem barulho e com temperatura adequada, favorecendo, assim, a liberação do hormônio de crescimento. A atividade Física também é muito importante, principalmente de baixo impacto (para poupar as articulações), como por exemplo, a natação, pois quando realizada de forma regular pode ajudar no crescimento. Já as atividades físicas de alto impacto quando realizadas em excesso podem prejudicar pois podem danificar a cartilagem de crescimento. A Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda para crianças e adolescentes a prática diária de atividade física moderada durante 60 minutos, lembrando sempre do caráter lúdico que deve caracterizar as atividades físicas destinadas para crianças. Devemos reduzir o tempo dedicado a atividades sedentárias (televisão, videogames, tabletes e celulares) para no máximo 2 horas ao dia. Além dos fatores ambientais é importante que as causas hormonais como a deficiência de hormônio de crescimento, hipotireoidismo, alem de síndromes genéticas, doença celíaca, doenças renais e pulmonares entre muitas outras causas, sejam descartadas. O uso de hormônio de crescimento conhecido também como GH (Growth hormone) possue indicações específicas e têm se mostrado seguro e efetivo, quando indicado corretamente.

- CRM/SC 9524


Sedentarismo O sedentarismo é um dos grandes problemas de saúde pública na sociedade moderna, sobretudo quando considerado que cerca de 70% da população adulta não atinge os níveis mínimos recomendados de atividade física. Infelizmente, a tendência ao sedentarismo aumenta no mundo e já é considerado como um dos mais sérios agravos para a saúde de corpo e mente. O indivíduo que não dispõe de uma carga regular de atividade física, de preferência moderada, não está tão equilibrado, físico e mentalmente, como poderia. Estudos vêm demonstrando grande associação entre estilo de vida ativo, menor probabilidade de morte e maior qualidade de vida. Os males provocados pelo sedentarismo superam, em muito as eventuais complicações decorrentes da prática de exercícios físicos. Ao sedentarismo e à alimentação inadequada, relaciona-se a uma série de doenças crônico-degenerativas. Pesquisas têm comprovado que indivíduos fisicamente ativos e uma alimentação saudável, tendem a apresentar menor incidência da maioria dessas doenças. Isto se explica por uma série de benefícios fisiológicos e psicológicos, decorrentes de uma

62

prática regular de atividade física e de uma dieta saudável. O ônus sócioeconômico da inatividade física é alarmante: estimativas sugerem que os custos relacionados ao tratamento de doenças e condições possivelmente evitadas pela prática regular de exercício físico e uma dieta equilibrada, são da ordem de um trilhão de dólares por ano, apenas nos Estados Unidos. A prática monitorada da mesma, definitivamente contribui para saúde pública, com grande

Enumeram-se abaixo algumas das principais doenças comprovadamente combatidas pela prática monitorada de atividade física regular:

economia em gastos relacionados a

1. Obesidade;

tratamentos médicos e internações

2. Diabetes Melitus Tipo II;

hospitalares. Além da atividade físi-

3. Doença Vascular Periférica;

ca o acompanhamento nutricional e psicológico, constituem os alicerces da maioria dos programas de saúde preventiva. Obviamente, existem alguns riscos

4. Acidente Vascular Encefálico; 5. Hipertensão Arterial Sistêmica; 6. Doença Aterosclerótica Coronariana; 7. Artrose;

geralmente relacionados ao sistema

8. Osteoporose;

cardiovascular e musculoesqueléti-

9. Câncer de Cólon;

co. Porém, estes podem ser preve-

10. Câncer de Pulmão;

nidos através de testes e avaliações simples, realizados por profissionais habilitados. Além disso, os estudos

11. Câncer de Próstata; 12. Ansiedade;

epidemiológicos vêm demonstrando

13. Depressão.

que a relação de riscos envolvendo o

Portanto, quem ainda não ingressou em um programa supervisionado por profissionais da saúde, deve procurar fazê-lo o mais breve possível!

sedentarismo é extremamente maior que os relacionados à prática de atividade física.

DR. ERNANI CARIONI FILHO

DRA. MARI ABREU

PSICÓLOGO CLÍNICO

NUTRICIONISTA CLÍNICA

DRA. FABIANA PEREIRA VECCHIO REBELO

CRP/SC 6725

CRN/SC 1707

FISIOLOGISTA - CREF/SC 1187

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br


®

DIRETOR TÉCNICO MÉDICO DR. GUSTAVO SARTORATO - CRM/SC 12506


Transplante de barba como é realizado?

Uma condição enfrentada por muitos homens é a insuficiência de barba ou a falta dela. Hoje, porém, é possível resolver a questão com transplante, semelhante ao capilar.

Como surgiu o transplante de barba O transplante de barba é um dos resultados da evolução do implante capilar que surgiu na década de 80 como uma solução para a calvície. Com o passar do tempo e o aprimoramento da técnica, tornou-se possível realizar o procedimento em outras áreas do corpo, como o rosto. Hoje, o transplante de barba é o segundo tipo de implante mais procurado por homens. Por isso, com este texto, você vai entender como funciona a cirurgia, suas indicações e principais vantagens. A cirurgia Existem algumas técnicas de transplante de barba realizadas no Brasil. A primeira, mais utilizada por ser moderna e segura, é conhecida como técnica sem cicatriz linear ou FUE (Follicular Unit Extraction) e consiste na extração de folículos da área doadora que serão transplantados para outra região. Essa técnica é pouco invasiva pois não é necessário realizar um corte na área doadora, apenas pequenos orifícios de onde são extraídas as unidades foliculares. Também é possível utilizar

o FUE robótico para fazer as perfurações no couro cabeludo e escolher os melhores locais para extração dos pelos. Porém os custos aumentam quando se fala em transplante robótico. Outro tipo de implante é o FUT (Follicular Unit Transplantation), o mais invasivo, que se caracteriza por retirar a área doadora com bisturi (o que deixa uma cicatriz) para transplantar para a área receptora. Os fios que serão implantados podem ser retirados da nuca (caso o paciente não possua nenhum pelo facial) ou da área inferior do queixo (se a barba apenas possuir falhas). Dependendo da quantidade de fios a serem implantados, podem ser necessárias duas sessões, especialmente para aqueles que não têm pelos no rosto. Recuperação do paciente Após os primeiros 30 dias, não se assuste se os pelos começarem a cair, pois isso faz parte do processo. Depois que os fios caírem, outros crescerão e estarão fixados definitivamente no rosto. O paciente deve evitar a exposição solar no primeiro mês após a cirurgia. Quem pode fazer o transplante de barba O transplante de barba pode ser feito em todos os homens, mesmo os que nunca tiveram um fio de barba durante toda a vida. Contudo, como no implante capilar, só é possível realizar o procedimento naqueles que possuem uma boa área doadora de pelos. Já no caso de correções devido à falhas na barba não é necessário que a área doadora apresente abundante densidade. Além disso, pacientes com histórico de má cicatrização, quelóide, alergias e outras complicações, devem

consultar um dermatologista antes de optar pelo implante. Vantagens do transplante de barba A principal vantagem do transplante de barba é a sua eficiência, pois garante uma barba bonita e com aspecto natural. Após o crescimento dos fios implantados, o homem estará livre para usar a barba como quiser, inclusive para raspar com lâmina. A técnica pode ser utilizada também para a implantação de bigode.

DR. GUSTAVO SARTORATO - CRM/SC 12506 - MÉDICO 66

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19

Você não precisa se preocupar com dores ou desconforto durante a cirurgia. O procedimento é praticamente indolor, já que o paciente é anestesiado e sedado. No pós-operatório podem ser utilizados medicamentos analgésicos para aliviar qualquer incômodo.


Abscesso e Fístula Anorretais Os processos infecciosos que ocorrem ao redor do ânus e do canal anal são descritos desde os tempos de Hipócrates, o Pai da Medicina, 400 anos a.C., na Grécia Antiga. Essas infecções são bastante frequentes e atingem mais comumente homens entre 30 e 40 anos. Os principais sintomas, são: dor, inchaço, endurecimento, vermelhidão, desconforto para evacuar e, raramente, febre. Quando essas coleções de pus estão circunscritas sob a pele ou mais profundamente localizadas entre os músculos da região, são chamadas de abscessos perianais (fase aguda) e ao serem abertas espontaneamente ou por cirurgia para a drenagem do pus, formam-se as fístulas perianais (fase crônica), que nada mais são do que o trajeto que comunica o orifício interno (dentro do canal anal) ao orifício externo (na pele próxima ao ânus). A evolução de abscesso para fístula ocorre em metade dos casos. Essa infecção se deve em 80-90% das vezes ao entupimento do orifício de saída de uma das 8 a 14 pequenas bolsas que existem dentro do canal anal, chamadas glândulas anais, que liberam o muco no momento da evacuação com o objetivo de lubrificar e facilitar a saída das fezes. Outras causas menos comuns dos abscessos e fístulas, são: câncer de reto e canal anal, doença de Crohn, doenças sexualmente transmissíveis, HIV, diabetes, imunossupressão, uso de corticoides, rádio e quimioterapia, trauma local, corpos estranhos e cirurgias proctológicas ou ginecológicas.

DR. MARLUS TAVARES GERBER

O diagnóstico é essencialmente clínico, através da história clínica detalhada e exame físico geral e local cuidadoso. Se após o tratamento inicial que consiste na drenagem cirúrgica do pus, o quadro persistir e evoluir para uma fístula, o paciente deverá ter acompanhamento médico com especialista. Na dúvida diagnóstica ou recidiva, alguns exames poderão ser realizados, como os de laboratório, endoscópicos e imagem (tomografia e ressonância magnética) que além de elucidar a doença, podem auxiliar na elaboração do planejamento cirúrgico. Em virtude da complexidade e múltiplas formas de apresentação clínica desta doença, eventualmente serão necessários vários tratamentos cirúrgicos, com colocação de pequenos drenos e reparos, os chamados “setons” ou “sedenhos” sempre com a intenção de controlar os processos infecciosos, respeitando a musculatura esfincteriana, com o objetivo de evitar a incontinência anal (perda involuntária de gases e fezes). Como mensagem final, lembre-se: ao sentir dor ou tumefação (aumento de volume) na região ao redor do ânus, nem sempre o tratamento com banhos de assento, anti-inflamatórios, analgésicos e antibióticos pode ser suficiente. O abscesso anal é uma urgência médica cujo tratamento não deve ser postergado e a fístula anorretal impacta consideravelmente a qualidade de vida do paciente, necessitando de avaliação e cirurgia, preferencialmente com um proctologista.

- CRM/SC 15893

COLOPROCTOLOGIA - RQE 13723

• Graduação em Medicina - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); • Residência Médica em Coloproctologia - Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (HC/UFPR); • Médico do Serviço de Coloproctologia do Hospital Universitário (HU/UFSC); • Membro Filiado da Sociedade Brasileira de Coloproctologia; • Membro Efetivo do Grupo de Estudos da Doença Inflamatória Intestinal do Brasil (GEDIIB).

68

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Imunoterapia: um grande avanço na luta contra o Câncer Recentemente, evidências mostraram que o nosso sistema imunológico está envolvido no controle e progressão dos tumores. No entanto, as células cancerígenas desenvolvem uma série de mecanismos para escapar do reconhecimento e eliminação do câncer pelas nossas células de defesa. Diante destas descobertas, surgiram então abordagens terapêuticas para superar a supressão imunológica gerada pelos tumores. Esse tratamento inovador que promove a estimulação do sistema imune é conhecido como Imunoterapia. Atualmente, ainda existem poucas drogas aprovadas para uso oncológico no Brasil com essa finalidade. Câncer de pulmão e melanoma são alguns exemplos de tumores que respondem bem a este tipo de medicação e seu uso já está consolidado. Os estudos seguem promissores e rapidamente as medicações estão sendo testadas e aprovadas para os diversos tipos de neoplasias.

Nos grandes centros de pesqui-

muitos anos, algo jamais visto previa-

sa, nos últimos anos, vários pacien-

mente). Outro ponto positivo são os

tes com diferentes tipos de tumores

efeitos colaterais do tratamento, que

tiveram acesso a estas medicações

apesar de existirem, costumam ser

também. Inicialmente, muitos deles, não respondiam mais aos tratamentos convencionais de quimioterapia e radioterapia. Recentemente, a imunoterapia tem sido indicada como tratamento de primeira linha, por ter se provado eficaz, não apenas como alternativa após falência de outras opções terapêuticas. Entre as vantagens do tratamento está o tipo de resposta, que tipica-

mais brandos e bem tolerados quando comparados a clássica quimioterapia. Algumas desvantagens destas drogas são: o custo, que é extremamente elevado, e o fato de não serem uma alternativa que possa ser amplamente utilizada para todos os tipos de tumores. Estudos avançam para que possamos saber o perfil ideal do paciente que tem indicação destas medicações.

mente é duradoura, com relatos de

Em oncologia, a medicina personaliza-

pacientes que apresentaram sobre-

da deve ser a regra e é necessária ava-

vidas longas (nos estudos com mela-

liação extremamente detalhada para

noma alguns pacientes viveram por

definir a melhor opção terapêutica.

DRA. MARIA CECÍLIA DE LUCENA ARAUJO - CRM/SC 15594 CANCEROLOGIA CLÍNICA – RQE 12358

• Graduação em Medicina pela Univali; • Residência em Medicina Interna pela UFSC; • Especialização em Cancerologia Clínica pelo CEPON; • Membro do corpo clínico e da equipe de pesquisa clínica no CEPON; • Membro da Sociedade Americana de Oncologia Clinica (ASCO); • Médica cancerologista da Viver Clínica Médica.

70

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Fique atenta: pode ser endometriose! A endometriose é uma doença benigna que atinge aproximadamente 15 % das mulheres em período fértil no Brasil. Ela é causada quando o tecido endometrial, que normalmente se encontra somente dentro do útero, está localizado em alguma outra parte do corpo, mais comumente na pelve, no tecido peritoneal, na região atrás do útero ou próximo aos ovários. Nesses casos, a cada período menstrual ocorre então uma ativação e inflamação dos focos endometriais que estão fora do seu local habitual, sendo que as principais queixas são cólicas fortes durante a menstruação, dor na relação sexual e infertilidade. Sintomas que pioram a qualidade de vida da mulher e no quadro das cólicas menstruais têm o agravante de serem geralmente progressivas. Ou seja, a cada novo ciclo a dor vai ficando mais intensa. Antigamente era considerado normal quando uma menina se queixava de cólicas fortíssimas. Até mesmo em situações em que era obrigada a sair da sala de aula ou, até mesmo, nem ir à escola de tanta dor. Porém, com o aprofundamento dos estudos e métodos diagnósticos, hoje se vê que estas meninas podem ter endometriose. A doença pode se manifestar de maneira leve ou formas mais graves, na qual pode atingir outros órgãos como intestino e bexiga, podendo causar dor para evacuar, sangramento nas fezes ou sintomas de cistite. Mas

DRA. LUÍSA GUEDES

CRM/SC 18565 | RQE 10369

GINECOLOGISTA E OBSTETRA | ENDOSCOPIA GINECOLÓGICA

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

O tratamento vai depender principalmente dos sintomas que se apresentam, podendo ser desde medicamentos como anticoncepcional, diu, hormônios ou cirúrgico com a extração dos focos de endometriose por videolaparoscopia. Mas, o mais importante é: se tens ou conheces alguém que sofre de cólicas, tem dor na relação ou dificuldade para engravidar, procure ajuda médica especializada para o diagnóstico e tratamentos corretos e precoces, que fazem toda a diferença.

DRA. GEANE GARLET

CRM/SC 11703 | RQE 7022

72

é muito comum ela ser totalmente assintomática e a descoberta só vem quando a mulher vai fazer algum exame ou cirurgia por outra causa. Ou ainda, quando tenta engravidar e encontra dificuldade. A suspeita do diagnóstico começa por meio da história que a paciente conta no consultório e do exame físico, sendo que a confirmação só é possível após a realização de exames especializados como ultrassom específico, ressonância magnética ou videolaparoscopia.

GINECOLOGISTA E OBSTETRA | ENDOSCOPIA GINECOLÓGICA MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Fobia Social A Fobia social, também chama-

contrar-se com o sexo oposto). Fobia

da transtorno de ansiedade social,

social costuma estar associada à bai-

caracteriza-se por extremo descon-

xa autoestima e ao medo de críticas.

forto, ansiedade e medo ao se expor

Ela pode apresentar-se por meio de

a diferentes situações sociais. Os in-

sintomas físicos, tais como rubor, tre-

divíduos com fobia social têm uma

mores das mãos, náuseas ou urgência

sensação intensa de insegurança ao

para urinar.

desempenhar qualquer tipo de ativi-

O transtorno de ansiedade social

dade em público, pois há o temor do

atinge homens e mulheres, com um

julgamento e da reprovação das ou-

leve predomínio no sexo feminino e,

tras pessoas. Na tentativa de evitar as

geralmente começa na infância ou iní-

sensações desagradáveis, os fóbicos

cio da adolescência. Estimativas brasi-

sociais procuram isolar-se, criando im-

leiras realizadas pelo Grupo de Fobia

portantes dificuldades em obter uma

Social do Programa de Transtornos de

vida social. O medo e a ansiedade são

Ansiedade do Hospital de Clínicas de

desproporcionais à ameaça real apre-

Porto Alegre (HCPA), indicam que o

sentada pela situação social, de modo

problema atinge cerca de 13% da po-

que atividades ou situações corriquei-

pulação brasileira. Em números abso-

ras da vida em sociedade, como andar,

lutos, seriam cerca de 26 milhões de

comer, falar ou mesmo escrever em

brasileiros atingidos pelo problema.

O tratamento da Fobia Social varia de acordo com cada caso, mas geralmente consiste no uso de medicamentos (antidepressivos, ansiolíticos) associado à psicoterapia.

público passam a ser desafios. Pode-se dividir o transtorno de ansiedade social em dois tipos principais: o generalizado ou difuso (quando a pessoa teme quase todas as situações sociais fora do círculo familiar) e o restrito ou delimitado (restringem-se a comer ou falar em público ou en-

VANESSA CASSINA ZANATO

- CRM/SC 15462

MÉDICA PSIQUIATRA - RQE 8800

74

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Fratura peri protético em Joelho A complexidade destas fraturas e

As fraturas de fêmur distal após

os defeitos ósseos apresentados im-

ATJ são as mais estudadas na litera-

plicam a osteossíntese e/ou revisão

tura, devido a sua incidência (0,3 a

dos sistemas de artroplastia e a apli-

7,8%)e importância clínica , conforme

cação de aloenxertos ósseos, sendo

a classificação HC Curitiba das fratu-

necessário procedimentos definidos.

ras periprotéticas femorais após ar-

A combinação de redução da consistência óssea local com pacientes

Tipo 1 Prótese femoral fixa, bom

de idade avançada tem provocado

estoque ósseo a) Fratura estável b)

aumento no número de fraturas peri-

Fratura instável;

protéticas do joelho, que representam um difícil problema a ser solucionado pelo ortopedista. As fraturas podem acometer os três ossos tratados pela ATJ, ou seja, patela, tíbia ou fêmur.

O aumento da longevidade e o número crescente de artroplastias primárias e de revisão do joelho induz um aumento das fraturas periprotética.

troplastia total do joelho:

Fraturas de patela: o tratamento deve ser selecionado levando-se em conta os achados de exame físico. Caso o aparelho extensor esteja ín-

Tipo 2 Fratura + falha da prótese por soltura asséptica ou instabilidade, com bom estoque ósseo; Tipo 3 Fratura + falha da prótese, estoque ósseo ruim; Tipo 4 Fratura no nível da extremidade da haste intramedular de revisão;

tegro e com alinhamento adequado e

Sendo que cada classificação ne-

componente patelar fixo ao osso no

cessita de um tipo de cirurgia especí-

exame radiográfico, deve ser orienta-

fica.

do tratamento conservador, com imobilização para alívio dos sintomas por seis semanas, se não a necessidade de uma cirurgia. Fraturas periprotéticas da tíbia são raras; conforme relatado por Healy, de 1970 até 1992. De acordo com a natureza do defeito, se este for cavitário, utiliza-se tecido ósseo moído para preenchimento, e se for segmentar (envolvendo parte significativa da

Fratura periprotética é muito importante ao médico que se dedicar a fazer a Prótese.

cortical tibial) é empregado tecido ósseo estrutural, geralmente obtido da tíbia proximal de um doador cadáver. DR. DARCI DUARTE LOPES JUNIOR ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA - RQE 7159

• Membro SBCJ/SBOT/ AAOS

76

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19

- CRM/SC 14222


Enucleação da Próstata Técnica minimamente invasiva e sem corte remove a parte central da próstata liberando mais espaço para a passagem da urina. Uma técnica recente de cirurgia da próstata tem atraído os holofotes quando o assunto é o crescimento benigno da próstata, também conhecido como HPB: a Enucleação Endoscópica Nesta modalidade consegue-se, acessando a uretra, remover toda a região central da próstata que comprime a uretra levando a dificuldade para urinar. Esta técnica difere das demais cirurgias para HPB pela possibilidade

Dentre as vantagens da Enucleação pode-se ressaltar: • melhora imediata do fluxo urinário • menor tempo de internação e de sondagem • baixos riscos de complicação • eficaz para todos os tamanhos de próstata, em especial, para as próstatas grandes. • possibilidade de encaminhar o tecido para exame patológico • risco muito baixo de incontinência • não causa impotência sexual (disfunção erétil).

alternar as técnicas durante o procedimento. As atuais formas de tratamento oferecem diferentes soluções para cada caso se adequando às necessidades de cada paciente de acordo com o tamanho da próstata, tipo de anatomia e sua condição clínica. Ressecção Bipolar • a próstata é raspada de dentro para fora até desobstruir a uretra

de se retirar maior quantidade de tecido obstrutivo sendo indicada para

ter novo crescimento da próstata e

Vaporização • o plasma (gás condutor de energia) transforma o tecido prostático em vapor desobstruindo o canal da uretra

nova dificuldade para urinar.

Enucleação

pacientes com próstatas grandes ou para pacientes mais jovens que apresentariam ,no futuro, maior chance de

• o tecido prostático que ocupa a uretra é descolado da cápsula e removido pela uretra resultando em uma ampla cavidade por onde passará a urina

O procedimento, que pode ser realizado através da utilização da tecnologia de plasma ou laser, consiste em descolar o tecido da próstata de sua cápsula. No mesmo momento que se descola o tecido prostático é feita a coagulação dos vasos resultando em um amplo espaço para a saída da urina com um mínimo de sangramento. No passado a enucleação somente era possível com a cirurgia aberta. Com este novo avanço consegue-se obter os excelentes resultados da cirurgia aberta com menor agressividade A enucleação, quando realizada pela técnica do plasma, também possibilita a realização da ressecção ou vaporização da próstata ou ainda DR ALBERTO AMBROGINI

Com o envelhecimento populacional, o crescimento benigno da próstata vem afetando um número crescente de homens e o atraso no diagnóstico e tratamento pode resultar em problemas em outros órgãos, como a bexiga e rim. Técnicas mais eficazes e com menor agressividade tem sido fundamentais para o pronto e adequado tratamento desta condição contribuindo para desmistificar as cirurgias da próstata.

- CRM/SC 9665 - CRM/SP 85154

UROLOGIA CLINICA E CIRÚRGICA / ANDROLOGIA - RQE 4224

• Graduação pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo; • Título de Especialista em Urologia pela Sociedade Brasileira de Urologia; • Membro da European Association of Urology; • Membro da American Urological Association; • Integrante do Corpo Clínico do Hospital Baía Sul, Hospital de Caridade e Hospital Israelita Albert Einstein.

78

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Esportes em pacientes com Prótese de Quadril A artroplastia do quadril, ou seja, a colocação de prótese no quadril é um procedimento comum e frequentemente realizada em pacientes com artrose do quadril avançada (desgaste do quadril). É considerada uma cirurgia com índice elevado de satisfação dos pacientes. O objetivo da cirurgia é o alívio da dor e o retorno a prática das atividades diárias, porém é muito frequente o retorno as atividades esportivas associadamente, principalmente nos pacientes jovens (abaixo dos 60 anos de idade). A melhora dos materiais das próteses, que ocorreu nos últimos 30 anos, principalmente com a utilização de superfícies em cerâmica, tem permitido a realização da cirurgia em pacientes cada vez mais jovens e com maior demanda esportiva. Nos Estados Unidos a incidência de artroplastia do quadril em pacientes abaixo dos 60 anos de idade chega a 50 % dos casos. A cerâmica é um material inerte e muito resitente ao desgaste, sendo que estudos mostram durabilidade elevada.

As atividades esportivas ao lado geralmente são permitidas pela maioria dos especialistas, porém cada caso deve ser individualizado e autorizado pelo médico assistente:

• Caminhadas; • Bicicleta estática ou dinâmica; • Natação; • Pilates; • Tênnis em duplas; • Musculacão, sem leg press e sem agachamento acima de 90 graus de flexão do quadril; • Boliche; • Cavalgadas; • Elíptico; • Ginástica aeróbica de baixo impacto; • Danças; • Escadas (subir ou descer);

Atividades Proibidas pela maioria dos especialistas:

• Artes Marciais • Esportes de contato (futebol, basquete) • Squash • Snowboarding • Tênnis simples

DR. DANIEL CODONHO - CRM/SC 12141 ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA - TEOT 11473 | RQE 7508

• Pós-graduação em Cirurgia do Quadril pelo INTO/RJ; • Título de especialista em Ortopedia e Traumatologia pela SBOT; • Título de especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia do Quadril; • Membro internacional da AANA (Sociedade Norte Americana de Artroscopia); • Membro da equipe de transplante ósseo do Hospital de Caridade/SC.

80

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Conheça nosso mix de produtos:

Solicite uma visita dos nossos consultores. Iremos até você.

Rua Paulino Pedro Hermes . nº 2970 Floresta • São José/SC • CEP 88110-694


Estilo e design em iluminação


Aparelhos Ortodônticos Invisíveis Uma opção mais estética e saudável aos aparelhos convencionais Sem bráquetes, fios ou borrachinhas, eles reposicionam seus dentes em menos tempo e com muito mais eficiência, sem comprometer o seu sorriso.

O tratamento Em torno de 12 placas transparentes. Utilizando a mais moderna tecnologia, combinamos modelos digitais e planejamentos computadorizados para executar com precisão o melhor e mais rápido tratamento feito sob medida para você. Indicado para pequenas correções ortodônticas. Com os Ortho Aligners é possível corrigir uma grande variedade de problemas ortodônticos, como dentes espaçados, girados ou desalinhados, garantindo a você um sorriso perfeito. Com o uso constante dos Ortho Aligners, uma sequência de 12 placas transparentes que são substituídas a cada 15 dias, seus dentes estarão alinhados em, aproximadamente, 6 meses.

Os Ortho Aligners são perfeitos para quem precisa falar em público, para quem trabalha com a própria imagem e para quem quer. DRA. MARCELA BERRETTA RAU - CRO 11001/SC • CIRURGIÃ-DENTISTA • ESPECIALISTA EM ORTODONTIA • APARELHOS PARA APNEIA DO SONO

84

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

Florianópolis | SC: Rua Menino Deus, 63 Sala 103, Baia Sul Medical Center.

Rua Emílio Blum, 131 Sala 901, Bloco A, Hantei Office Building.

(48) 3222-0110

(48) 3028-3024

Antônio Carlos | SC: Rua João Antônio Besen, 420.

(48) 3272-0429


DEFENDEMOS SEU DIREITO EM TODO LUGAR. Especializada no atendimento a empresas, a Gouvêa dos Reis Advogados atua tanto em âmbito judicial quanto preven�vo, através de assessoria e consultoria jurídica. A diretriz primordial é esgotar as estratégias negociais, visando preservar recursos e evitar desgastes desnecessários. E para oferecer atendimento jurídico completo, desenvolvemos a�vidades nas áreas Cível, Trabalhista, Tributária, Previdenciária e de Relações Governamentais. A Gouvêa dos Reis Advogados é especializada em um novo conceito de soluções jurídicas, atuando sobre diversas áreas mul�disciplinares do direito há 51 anos. Os alicerces de excelência e sofis�cação em serviços sobre os quais a empresa se estrutura, torna sua atuação líder dentre os escritórios de advocacia do país.

www.gdr.adv.br Travessa Carreirão, n° 78 - Centro CEP: 88015-540 - Florianópolis - SC Fone: (+55.48) 3222-9696

Moema, nº300, sala 48 - São Paulo –SP CEP: 04077-020 Fone: (+55.11) 3230-3151


Valorize sua saúde Priorize sua noite de sono

O sono exerce uma função primordial no equilíbrio e restauração do corpo e da mente, nenhuma outra atividade traz tantos benefícios à saúde quanto dormir bem. É durante o sono que ocorre o descanso e o reparo do corpo físico, assim como a consolidação e renovação da nossa capacidade mental. Essa relação é tão íntima com nosso desenvolvimento que crianças necessitam de mais horas de sono do que idosos, pois estão em um processo intenso de desenvolvimento corporal e intelectual. A privação total ou parcial do sono provoca uma alteração na liberação de hormônios essenciais para o organismo, o que ocasiona um desequilíbrio que proporcionará o aumento dos níveis de estresse, gerando a médio e longo prazo sérios prejuízos à saúde física e mental. É durante o sono que ocorre o processo de limpeza do cérebro, o que faz com que nossa capacidade cognitiva seja otimizada. Estudos comprovam que quem dorme mal apresenta queda de rendimento intelectual como: dificuldade de memorização e racio86

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

cínio lógico, falta de concentração e foco, aumento de distrações e, consequentemente, perda de aprendizado e produtividade. Além do cuidado com nosso desenvolvimento intelectual é necessário uma atenção específica para com o nosso eixo de sustentação, a coluna vertebral. O número de pessoas que sofrem com dores na coluna vem aumentando exponencialmente nas últimas décadas, reflexo de uma vida agitada com muita cobrança e desafios. Na adolescência e durante a formação acadêmica, são horas nos livros, celulares, tablets e computadores. Quando adultos, a rotina de trabalho, compromissos e família. Pequenas práticas diárias poderiam evitar tais problemas, como tirar alguns minutos para alongar-se, seja no intervalo do trabalho, à noite ou mesmo quando acorda. Entretanto, requer uma disciplina apurada. E se pudéssemos resolver isso dormindo? Baseado no renomado sistema japonês a Kenko Patto do Brasil há 34 anos dedica tempo e investimento para desenvolver com Exclusividade

Colchões Terapêuticos que atendam todos os biótipos. Produtos cientificamente projetados para acomodar o corpo sem comprimir os ossos, as articulações e os vasos sanguíneos, além de manter a sua coluna alinhada, proporcionando um cuidado único com a postura. Dentre os modelos existentes o Colchão Kenko Patto Wave (Patenteado com Fabricação Exclusiva) chama a atenção. Sua estrutura ondulada induz o alongamento da coluna e descomprime as vértebras, assim libera e preserva as terminações nervosas. Alivia a dor lombar ocasionada por possíveis achatamentos nos discos da coluna ou lesões como: hérnias e desgastes. Aliados a essa estrutura singular são aplicados os pontos magnéticos que atuarão no sistema circulatório central e periférico, mantendo-os em pleno funcionamento, o que auxilia na prevenção de infartos e derrames, e reduz as dores nas pernas ocasionadas por má circulação. Também presentes nos colchões estão os Benefícios do Infravermelho Longo PHOTON ION que atuam diretamente na parte hídrica do corpo estimulando a desintoxicação do organismo. Geram resultados positivos nas articulações, melhora a mobilidade e reduz as dores sejam essas nos ombros, pescoço, quadril, joelho ou tornozelo. Além de melhorar a oxigenação do cérebro que refletirá em ativos como aumento da concentração, absorção de conteúdo e aprendizado. Decidir cuidar da forma como sua família dorme faz toda a diferença. Cuide da sua saúde e de seus filhos sem que eles percebam. Invista literalmente no crescimento deles.


Como você dormiu hoje? Cada vez é maior o número de pessoas que procuram a fisioterapia com doenças relacionadas aos distúrbios do sono. Estresse, insônia, fadiga física e mental, problemas de circulação sanguínea, irritabilidade ou hipersensibilidade, depressão, tensão ou dores musculares e até mesmo enxaqueca têm aparecido frequentemente nos pacientes. Essencial para uma vida saudável, o sono melhora a qualidade de vida e aumenta a longevidade. O desempenho físico e mental está diretamente ligado a uma boa noite de sono. Perturbações no sono acarretam alterações significativas no organismo que deixa de cumprir tarefas importantes que vão desde a diminuição da coordenação motora; prejuízos na capacidade de raciocínio até a produção de substâncias que interferem no relaxamento, crescimento e vitalidade das pessoas. Algumas funções do Sono: • Restauração: A reserva de substâncias químicas que regulam o funcionamento do organismo é restabelecida durante o sono, para que o organismo volte para as condições em que iniciou o dia. • Termorregulação: A privação do sono diminui a capacidade de regular a temperatura corporal. • Consolidação da memória e aprendizado: Toda a informação que recebemos ao longo do dia é analisada e consolidada na memória. • Repouso para o organismo: Os processos metabólicos do corpo baixam, para que os sistemas descansem. Hormônios são influenciados e estimulados. Os músculos do corpo relaxam o que contribui diretamente para a reposição de energia, recuperação de lesões e eliminação de dores.

Um dos hormônios mais estimulados durante o sono é o IGH ou hormônio do crescimento. Importante na recuperação de tecidos musculares e no reforço da imunidade, esse hormônio evita flacidez muscular e garante melhor vigor físico. Para manter o corpo ereto ao longo de um dia inteiro, os músculos posturais não descansam e precisam de uma resistência extra que pode ser comprometida caso a pessoa não consiga dormir adequadamente e relaxar, o que normalmente pode desencadear dores nas costas. Cada indivíduo tem uma posição preferida para dormir. Em termos gerais, a posição mais indicada é a de lado ou de barriga para cima. A posição de lado exige dois travesseiros: um para a cabeça com altura suficiente para alinhar o pescoço com a coluna dorsal em diante; e o outro entre os joelhos que devem estar semiflexionados para melhor posicionar os quadris. A posição de barriga para cima também necessita de dois travesseiros,

DR. MARCOS CHAVES DE SOUZA FISIOTERAPEUTA - CREFITO 10/56397-F

DRA. FERNANDA MORAIS SILVA FISIOTERAPEUTA - CREFITO 10/183166-F

Rua Prof. João José Cabral, 358 Balneário, Florianópolis - SC (48) 3348-7458 | (48) 99121-6874 88

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

um baixo ou médio para apoiar a cabeça preenchendo o espaço entre a cervical e a nuca a fim de manter a curvatura natural da coluna e outro abaixo dos joelhos semiflexionados a fim de melhor estabilizar a posição da coluna lombossacra. Evite posição de bruços, ela cria compensações e desalinhamentos do corpo. O ser humano dorme em média um terço da vida, por isso, é imprescindível escolher um colchão adequado. Frequentemente somos perguntados se o colchão deve ser duro ou mole. Respondemos que isso é uma escolha pessoal, mas que tem alguns pontos importantes a se considerar. Um colchão muito macio pode até ter um bom conforto inicial, porém por não sustentar o alinhamento da coluna faz com que os músculos envolvidos não relaxem e tenham dores. Já um colchão muito duro além do desconforto pela dureza também não deixará a musculatura descansar pois não alinha adequadamente a coluna e produz pontos de pressão responsáveis pelo aparecimento de dores diversas. O interessante é quando se consegue unir diferentes densidades em um só colchão, a chamada densidade progressiva. Nela se tem camadas duras e macias combinadas de forma a proporcionar um conforto com alinhamento postural. Assim, de modo geral o colchão além de conforto deve ter a função de sustentar todo o peso de modo uniforme a fim de que possa evitar pontos de pressão ou desvios posturais. Um bom programa fisioterapêutico, baseia-se nas atividades de vida diária, na rotina de trabalho, na prática de atividade física e também deve considerar a qualidade do sono com as possíveis dores relacionadas a isso. • • • • • • • • •

Fisioterapia Ortopédica Neurológica Respiratória Geriátrica Pilates RPG Acupuntura Atendimentos Domiciliares Uroginecologia

CREFITO E-376-SC


Cirurgia Minimamente Invasiva e Laser Avanços na Cirurgia de Hemorroidas, Fístula Anal, Fissura e Cisto Pilonidal.

Com o avanço tecnológico e desenvolvimento de novas técnicas e materiais, houve um grande avanço na medicina, propiciando o surgimento da cirurgia minimamente invasiva para o tratamento de diversas doenças. São procedimentos que tratam o paciente com menos trauma e mais conforto.

90

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

A coloproctologia também apresentou grandes avanços nos últimos anos. Houve uma melhora na técnica e no resultado do tratamento de hemorroidas, fístula anal, fissura e cisto pilonidal. Surgiram procedimentos mais eficazes e efetivos que podem ser realizados com alta no mesmo dia. Causam menor trauma cirúrgico, diminuindo a dor e risco de complicações no pós-operatório; e, propiciam uma recuperação mais rápida com retorno precoce ao trabalho. Dentre eles destacam-se o THD para hemorroidas e o laser para cirurgia de fístula anal (Filac), fissura anal e cisto pilonidal. THD (Desarterialização Hemorroidária Transanal) O THD é um procedimento cirúrgico minimamente invasivo, indicado para tratamento das hemorroidas e do prolapso mucoso do canal anal. Com o uso de um anuscópio (aparelho que permite a visualização da parte interna do ânus) e um aparelho de Doppler (sonar que identifica o fluxo de sangue), o cirurgião é capaz de identificar as artérias da região anal, e suturá-las (amarrá-las). Essa cirurgia diminui o fluxo nos vasos sanguíneos e nas hemorroidas e as reposiciona em seu local anatômico, sem a necessidade de corte.

Fig.1: Hemorroidas Fig. 2: Desarterialização Hemorroidária Transanal

É uma técnica que causa menos dor no pós-operatório e é ambulato-

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19

rial, o paciente recebe alta no mesmo dia. Geralmente, os pacientes retornam às suas atividades normais em 3 a 5 dias. Esforço e atividades físicas devem ser evitados por cerca de 30 dias. FILAC (Cirurgia a Laser da Fístula Anal) A fístula anal é um trajeto anormal (“túnel”) que comunica a região interna do canal anal e a pele da região externa, ânus. Geralmente, é causada por um abcesso (acúmulo de pus que se forma sob a pele) ou por inflamações no canal anal. O tratamento da fístula anal é sempre um desafio para o cirurgião. A cirurgia tradicional exige a retirada do trajeto da fístula (fistulectomia), podendo necessitar de corte parcial dos músculos (esfíncteres) que são responsáveis pelo controle das fezes e gases produzidos no intestino. Uma das complicações mais temidas é a incontinência fecal, ou seja, a incapacidade de segurar e controlar as fezes ou gases. Atualmente, tem-se desenvolvido novas técnicas que não comprometem o esfínter anal; privilegiando-se procedimentos que preservam a continência e a qualidade de vida do paciente. Dentre elas, a cirurgia com laser (FiLaC® - Fistula Tract Laser Closure) é considerada como uma técnica realmente eficaz, graças à possibilidade de tratamento com a preservação dos tecidos adjacentes à fistula, em especial o esfíncter interno. O procedimento é realizado através de uma fibra endoradial (de 360 graus), com um laser na ponta, que atua por efeito fototérmico, no tecido de forma homogênea, destruindo o trajeto da fístula e causando o seu fechamento.


O cisto pilonidal pode ser tratado com laser de forma eficaz e com poucas repercussões pós-operatórias. A operação consiste na limpeza e curetagem do cisto e aplicação do laser no cisto e suas ramificações.

Fig. Aplicação do laser na fistula anal A fibra é introduzida desde a região da pele do ânus (orifício externo) por todo o trajeto da fístula até a sua origem no orifício interno do canal anal. A partir daí ela é retirada com o acionamento do laser, cauterizando, vaporizando e causando o fechamento da fístula, fazendo com que haja uma reparação tecidual sem lesão da musculatura que controla a continência fecal. Assim o trauma cirúrgico é menor, causando menos dor e desconforto na ferida pós-operatória, além de reduzir o risco de lesões do esfíncter. Vantagens do laser: precisão de corte e coagulação, preservação da continência, cicatriz e trauma cirúrgico menor, pós-operatório mais curto com rápido retorno à vida normal. É um tratamento que minimiza consideravelmente as possíveis complicações em comparação com o tratamento convencional. Laser na Fissura Anal As fissuras são feridas no ânus (pequena úlcera linear ou corte na borda do canal anal) que surgem em função de trauma local ou aumento da pressão (hipertonia) do esfíncter anal. Geralmente, responde bem ao tratamento clínico (pomadas tópicas, fibras e analgesia). Os casos sem melhora e as fissuras que demoram em cicatrizar podem necessitar de cirurgia. A cirurgia convencional consiste na retirada da fissura por corte (fissurectomia) e em alguns casos na secção parcial do esfíncter interno do ânus (esfincterotomia).

Fig. Aplicação do laser na fissura anal O laser propicia um procedimento mais preciso e delicado, através da vaporização do leito da fissura, levando à ativação do colágeno adjacente com uma cicatrização melhor da ferida e menor sangramento. Laser no Cisto Pilonidal O cisto pilonidal é uma inflamação na pele e tecido subcutâneo que acontece acima do ânus, entre as nádegas, devido a presença de pêlos no local.

Fig. Cisto Pilonidal com pêlos no seu interior O cisto pilonidal é classicamente operado através de uma incisão entre os glúteos, que retira inteiramente o cisto e a pele próxima. A ferida normalmente é grande, e demora de 45 a 60 dias para cicatrizar, necessitando curativos diários no local, durante este período.

Vantagens do laser: procedimento mais delicado, coagulação imediata e precisa, melhor aspecto estético e cicatrização mais rápida, diminuindo a necessidade de curativos diários por longo período no pós-operatório.

Fig. Aplicação do laser na cirurgia do cisto pilonidal DR. MARCOS BRAUN - CRM/SC: 12.352 COLOPROCTOLOGISTA - RQE 15.252

• Formado em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1997); • Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital de Clínicas de Porto Alegre (1998-1999); • Residência Médica em Coloproctologia no Hospital de Clínicas de Porto Alegre (2000-2001); • Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Coloproctologia (2006). MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19

rsaude.com.br | Maio . 2018 | Revista Saúde

91


Implantes Dentários Premium Os segredos para uma cicatrização mais rápida

A falta de dentes e o uso de algum tipo de prótese dentária ou dentadura ainda são situações que atrapalham a vida de muitas pessoas. Seja por dificuldade de mastigação ou por motivos estéticos os cuidados com a dentição e o sorriso são muito importantes. Para tratar estes problemas os implantes dentários são a melhor opção para recuperar dentes perdidos e trocar as dentaduras móveis por dentes fixos novamente. Estes implantes, a grosso modo, são pequenos parafusos de Titânio que substituem as raízes dos dentes perdidos, instalados diretamente no osso através de uma pequena cirurgia, para dar suporte aos novos dentes fixos. A técnica para colocar os implantes existe há mais de 50 anos, e desde então vem sendo atualizada e aprimorada para trazer mais benefícios e segurança para os pacientes. Quando foram criados, existia apenas um modelo de implante, para tratar somente a falta dos dentes inferiores. Naquela época os implantes eram instalados e precisavam ficar, obrigatoriamente, 6 meses em repouso para cicatrizar antes de se colocar os dentes fixos sobre eles. Nos últimos anos, devido ao esforço das indústrias em aprimorar seus produtos através de muita pesquisa

científica, surgiram novos modelos de implantes que dentre outros benefícios permitem que ocorra uma cicatrização mais rápida destes implantes, reduzindo significativamente o tempo de tratamento. Estas linhas de produtos diferenciados geralmente são definidas como Premium, presentes tanto nos sistemas de implantes nacionais quanto nos importados. São exemplos destes aprimoramentos as modificações na superfície dos implantes e o próprio desenho (formato) do parafuso. Com relação aos tratamentos na superfície do implante, estas consistem em produzir micro rugosidades e adicionar nano partículas que melhoram a relação com os líquidos do corpo e facilitam a aceitação pelo organismo. Já as mudanças na forma do parafuso de implante são aquelas relacionadas ao desenho das suas roscas, a técnica de instalação e ao seu formato em geral. A soma dessas características novas permite uma melhor estabilidade do implante no momento de sua instalação, melhor afinidade do implante com os tecidos vivos do organismo e em última instância uma cicatrização mais rápida do implante no osso. Para os pacientes, tudo isso se traduz em menor tempo de tratamento, podendo diminuir dos tradicionais 6 meses de cicatrização dos implantes para algo em torno de 30 a 45 dias. Em algumas situações pode-se inclusive lançar mão da técnica de carga imediata, onde o implante é instalado

e o dente fixo preparado em até 72 horas. Existem casos, entretanto, que este tempo de espera não deveria ser muito reduzido, como nos casos que necessitem enxertos ósseos, pessoas que fumam, que apresentem certas doenças ou tomam certos medicamentos. Mesmo nesses casos mais complexos o uso de implantes mais modernos aumenta as chances de sucesso diminuindo as possibilidades de qualquer complicação. Lembrando que cada pessoa tem sua história e os tratamentos devem ser individualizados para cada situação.

Imagem de pesquisa científica mostrando o tecido ósseo(rosa) cicatrizando em harmonia e em grande quantidade junto a um Implante(preto).

Imagem microscópica de uma moderna superfície de implante, texturizada com nanopartículas.

RODRIGO GRANATO - CRO/SC: 6903 CIRURGIÃO DENTISTA

• Especialista em cirurgia Bucomaxilofacial • Especialista, Mestre e doutor em implantondia • Membro titular do colégio Brasileiro de Cirurgia e traumatologia Bucomaxilofacial - CBCTBMF

3Odontologia: Rua Emilio Blum -131 – Sala 401-A

48 3223-2564 94

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br


MD CODES

Saiba mais sobre esta técnica que está revolucionando o universo da estética A cirurgia plástica sempre buscou retomar os traços de jovialidade que se perde ao longo da vida. Rejuvenescimento, aparência mais leve, natural e harmoniosa é o que as pessoas procuram. São vários os tratamentos que têm este objetivo, porém cada um deles possui indicações diferentes. Entre este leque de opções, uma das grandes novidades do universo da medicina é o Medical Codes (Códigos Médicos), conhecido como MD Codes. O que é o MD Codes? O MD Codes é uma técnica que consiste em um mapeamento da face por meio de pontos estratégicos através de uma aplicação controlada de ácido hialurônico (substância que temos em nossa pele que serve para dar volume e hidratar) em áreas específicas. É necessário muito conhecimento da anatomia para detectar quais os pontos estratégicos, já que cada rosto tem um formato distinto, flacidez em pontos diferentes, perda

de volume de gordura em áreas específicas e menor ou maior estrutura óssea. Onde pode ser aplicado? Ele, primeiramente, busca retomar o volume perdido da face em sua estrutura. É importante frisar que a escolha dos pontos de aplicação varia de pessoa para pessoa e apenas pode ser detectado através de um médico de sua confiança. Para quem é indicado? É indicado para pacientes predispostos ao envelhecimento precoce da pele, bem como o envelhecimento natural, causado pela ação do tempo. Não se pode afirmar qual a idade ideal. Ele apenas não pode ser realizado em gestantes, lactentes e pessoas alérgicas a algum dos componentes da fórmula. Qual o tempo de duração? A duração deste procedimento depende do produto utilizado, da região tratada e de características individuais do paciente. De modo geral, o tratamento dura mais de dois anos. Porém, mesmo após esse período, é possível observar uma melhora sustentada das regiões, já que o produto estimula a produção de colágeno. No consultório trabalhamos apenas com a linha Júvederm da Allergan, fabricante do Botox e essa linha desenvolvida pelo criador da técnica.

Como o tratamento possui um resultado natural pois repõe o volume perdido com a idade, é minimamente invasivo e realizado apenas sob anestesia local, este tratamento vem ganhando cada vez mais espaço entre os procedimentos mais realizados pelos cirurgiões plásticos.

DR. DIMITRI CARDOSO DIMATOS - CRM/SC: 13001 CIRURGIÃO PLÁSTICO - RQE: 9972

• Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

96

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Responsável Técnico Médico: Dr. Dimitri Cardoso Dimatos - CRM/SC: 13001


A qualidade e a excelência como diferencial Atingir em maio a respeitável marca de 50 anos de bons serviços à população de Santa Catarina é motivo de muito orgulho para o Instituto São José, que tem como ideal promover a qualidade de vida, e como missão assistir em saúde, com equipe interdisciplinar, a partir de valores científicos, éticos e humanos, utilizando conceito biopsicosocial, em ambiente terapêutico estruturado.

Tratando, orientando, reabilitando e ressocializando

Um lugar para recomeçar Atendendo todos os transtornos mentais do adulto e as dependências químicas com internação integral, ambulatórios, consultórios e programas de atenção à comunidade, o Instituto São José trabalha para desenvolver o lado sadio do paciente, tendo-o como elemento ativo no tratamento, fazendo com que participe, socialize e possa voltar para o convívio familiar e profissional melhor consigo mesmo.

Num espaço de 17 mil m² de muito verde, 90% de construção horizontal, vista para o mar, ambiente ao mesmo tempo amplo e acolhedor, o Instituto São José constrói, a cada dia, um ambiente terapêutico que favorece a melhora dos clientes. As unidades de internação são organizadas em áreas específicas para o Serviço de Psiquiatria e para o Serviço de Dependência Química, como acomodações privativas e semiprivativas, atende a todos os transtornos mentais e de comportamento do adulto. Há também ambulatório com três consultórios, salas de espera e estacionamento. Os pacientes contam com espaço gourmet, três quadras de esportes, academia para ginástica, área destinada à terapia ocupacional, oficinas terapêuticas, videoteca, biblioteca, pista para caminhadas e salas para lazer e grupoterapia. São oferecidas atividades de grupos operativos e de reflexão, práticas de ioga, biodança, meditação, alongamento, relaxamento e palestras psicoeducacionais e informativas.


Convênios Centro ativo de tratamento, de orientação à família e compromisso com a qualidade de vida, o Instituto São José atende por diversos convênios: Aemflo/ CDL, Agemed, Assefaz, Base Aérea, Bradesco Saúde, CapeSaúde, Cardesc, Cassi, Clinipam, Daidellein do Brasil, Eletrosul, Elosaúde, Fusex, Geap, Marinha, Mediservice, Postal Saúde, Saúde Caixa, SC Saúde, Saudesc, Sidesc, SOS Vida, Unimed e Vitaserv.

Além de dedicar especial atenção aos aspectos biológicos, psicológicos e sociais envolvidos na gênese e evolução dos transtornos, o programa assistencial preserva a individualidade do cliente, oferece condições para que ele exerça papéis sociais e tenha responsabilidades, interagindo com a equipe multidisciplinar na organização do ambiente. As unidades de internação contam com três programas de tratamento específico para cuidados intensivos, ressocialização e reabilitação. A atenção e a orientação à família também fazem parte do Programa Terapêutico para ajudar na compreensão da doença e dos seus agravos, com objetivo de amenizar o sofrimento, auxiliando-a e orientando-a sobre possíveis ferramentas e recursos que podem ser utilizados para implementar melhor convívio familiar.

Equipe A equipe é interdisciplinar e alia farmacoterapia e ambientoterapia. As Unidades têm um coordenador e cada paciente dispõe de médico psiquiatra, médico clínico, psicólogo, assistente social para atendimento individual e em grupo, além de educador físico, farmacêutico, terapeuta ocupacional, nutricionista, enfermeiros e técnicos de enfermagem envolvidos na assistência direta durante toda a internação.

Para mais informações sobre nossos serviços, programas terapêuticos, equipe e instalações acesse www.institutosj.com.br

Dr. Júlio Cesar Gonçalves

Dr. Aristeu V. Stadler

Diretor Geral – CRM 0638

Diretor Técnico – CRM 2352

Rua Antônio Ferreira, 113 Centro – São José/SC Recepção: (48) 3247.1188 e (48) 99146.7066 E-mail: contato@institutosj.com.br


What is New em 2018?

Todos os anos, participamos do Congresso da Academia Americana de Ortopedia. Realizamos diversos cursos e discutimos os principais avanços nas cirurgias de joelho, assim como no processo de reabilitação dos membros inferiores. Este ano, o Congresso foi realizado na cidade de New Orleans, no estado da Louisiana (EUA).

Compartilharei aqui as novidades que

vasculares e com as condições da pele

considerei mais relevantes relativas à rea-

são essenciais para se poder operar. A

bilitação das disfunções do joelho, dentre

literatura sugere maior sucesso nas re-

elas:

construções – procedimento onde uti-

• Lesões meniscais: tentar SEMPRE pre-

lizam-se enxertos a partir de tendões;

servar e manter a funcionalidade do me-

comparativamente às reparações - pro-

nisco, diminuindo a importância com a

cedimento onde os tecidos lesionados

faixa etária (mesmo em pacientes acima

são costurados (sutura);

de 60 anos), e sim, com a qualidade do

• As lesões de cartilagem têm causas

tecido. Sendo assim, a sutura meniscal

multifatoriais, não se podendo avaliar

deve ser o procedimento cirúrgico de

isoladamente. Deve-se avaliar os gestos

preferência. Nos casos onde a retirada

funcionais e alinhamento dos membros

de uma parte do menisco (meniscecto-

inferiores. Nas lesões menores, a opção

mia) é necessária, deve-se pensar em

melhor indicada é a realização de micro-

transplante meniscal ou na utilização de

fraturas associada ou não à fatores bio-

um menisco artificial;

lógicos, tais como o PRP, PRFM, BMAC

• As lesões do ligamento cruzado anterior

e células tronco. Nas lesões maiores, a

têm indicação cirúrgica, mesmo em pa-

opção de mosaicoplastia, transplantes

cientes com idade acima de 60 anos. A

osteocondrais e implante de membra-

reconstrução anatômica deste ligamen-

nas associado aos recursos biológicos

to deve ser a técnica de preferência.

são os procedimentos de preferência. O

A reconstrução do ligamento previne

sucesso para o retorno às atividades ha-

as lesões meniscais e condrais futuras,

bituais e esportivas são cada vez maio-

evitando assim a rápida degeneração

res. Cada método tem o seu tempo de

articular;

recuperação e abordagem fisioterapêu-

• Para os pacientes submetidos à recons-

tica específica;

trução do ligamento cruzado anterior,

• Aumento considerável do uso de fatores

os critérios da Academia Americana

biológicos para as lesões musculares, li-

para retorno ao esporte incluem o exa-

gamentares, ósseas e na cartilagem. Re-

me físico, avaliação isocinética, testes

sultados bastante favoráveis, com alta

funcionais específicos (p. ex., Y balance,

resolutividade e menor agressividade

Hop test) e análise cinemática de gestos

nos procedimentos;

funcionais (p. ex. agachamentos, desci-

Os principais palestrantes e debate-

da de degraus e saltos) e da caminhada.

dores do Congresso da Academia Ameri-

A performance nestes testes permite

cana de Ortopedia (2018) foram: Brian J

identificar se o paciente está ou não

Cole, MD; Andreas H Gomoll, MD; Eric J

preparado para retornar à prática espor-

Strauss, MD; Darren L Johnson, MD; Brian

tiva. Porém, o tempo estimado e indica-

Noehre, PT; Scott A Rodeo, MD; Brian T

do para o retorno ao esporte é de, no

Feeley, MD; Harvey E Smith, MD; Jack

mínimo, 9 meses após a cirurgia. A libe-

Farr II, MD; Elizabeth A Arendt, MD; Da-

ração, antes deste tempo, incide numa

vid Dejour, MD; Thomas M DeBerardi-

maior chance de re-ruptura do ligamen-

no, MD; Gregory C Fanelli, MD; Bruce A

to em médio prazo.

Levy, MD; Michael J Stuart, MD; Robert F

• As lesões multiligamentares (vários ligamentos) do joelho têm indicação de tratamento cirúrgico precoce. Cuidados

LaPrade, MD; Robert G Marx, MD; Mark Muller, MD. MD = médico ; PT = fisioterapeuta

DR. CARLOS ALBERTO ATHERINOS PIERRI

CRM/SC 7941

ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA DESPORTIVA - RQE: 4367 VIDEOARTROSCOPIA E CIRURGIA DO JOELHO - TEOT 8293 | ISAKOS 70146 / AAOS 822121

100

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Dor Lombar: um desafio global Dor lombar é um dos principais problemas de saúde da atualidade e vem se tornando cada vez pior. Isso ocorre principalmente devido ao aumento do número de indivíduos, juntamente com o aumento da expectativa de vida da população. A dor lombar afeta cerca de 80% dos indivíduos em algum momento da vida, podendo levar à limitação e ao afastamento do trabalho, repercutindo em impacto econômico individual, familiar, industrial e governamental. Aproximadamente 11,9% da população mundial apresenta dor lombar, causando uma grande demanda aos serviços de saúde. No entanto, menos de 60% das pessoas que apresentam dor lombar procuram por um tratamento. Apesar da grande prevalência de dor lombar na população, em muitos casos não é possível realizar um diagnóstico específico sobre as possíveis causas desses sintomas, sendo cerca de 90% dos casos classificados utilizado o termo “dor lombar inespecífica”. Alguns fatores como idade, fatores biopsicossociais, satisfação no trabalho, obesidade, sedentarismo, status socioeconômico e tabagismo têm papel importante no desenvolvimento da dor lombar. Grande parte dos episódios de dor lombar são agudos, tendo sua resolução em menos de 4 semanas; entretanto, alguns casos podem se tornar crônicos, persistindo por mais de 12 semanas no paciente. Na maioria dos casos, para determinar o tratamento de dor lombar é importante consultar um profissional fisioterapeuta qualificado, que irá re-

alizar uma avaliação adequada, considerando a etiologia e a duração dos sintomas, além de verificar a presença de lesão nervosa. Algumas das formas de tratamento são por meio de técnicas manipulativas, técnicas de terapia manual, terapia cognitiva funcional e exercícios supervisionados. A terapia cognitiva funcional objetiva identificar e modificar pensamentos e comportamentos danosos do paciente, buscando sempre a diminuição de sintomas dolorosos associada à melhora da capacidade física e funcional. As técnicas manipulativas e de terapia manual também buscam o alívio do sintomas e os exercícios são essenciais para a melhora da funcionalidade e da qualidade de vida do paciente. Existem algumas informações relacionadas à dor lombar que devem ser desmitificadas, como o repouso absoluto, o tamanho do dano tecidual relacionado à dor e a interpretação de exames de imagem. Primeiramente, é importante ressaltar que o repouso absoluto em casos de dor lombar não é sempre o mais indicado para a melhora dos sintomas. Em alguns casos, indica-se apenas um repouso relativo, com cautela em atividades que requerem maior esforço e evitando atividades que provoquem sintomas dolorosos nos pacientes. Além disso, é importante informar que a dor não está diretamente relacionada com o tamanho do dano tecidual. Estudos recentes verificaram a ausência de causalidade entre achados em exames de imagem e sintomas dolorosos; ou seja, pacientes podem apresentar

DR. ISMAEL RAMOS GOMES JUNIOR

lesões sem apresentar sintomas e vice-versa. Portanto, é essencial que os achados dos exames de imagem sejam sempre contextualizados, de acordo com a apresentação clínica do paciente. Em suma, todo paciente deve ser avaliado por um profissional qualificado, considerando sempre os principais objetivos e necessidades do paciente, avaliando suas limitações e trabalhando para a melhor abordagem de tratamento. É importante que o terapeuta informe o paciente sobre as causas, os possíveis prognósticos e a efetividade do tratamento para dor lombar, desfazendo qualquer tipo de conceito errôneo que possa ser prejudicial ao indivíduo. Todas as pessoas que sofrem com dor lombar devem buscar um tratamento adequado para diminuir o impacto desse sintoma doloroso, tanto no contexto individual, quanto no contexto global. Dependendo da história de vida do indivíduo, fatores sociais podem não ser modificáveis, mas sua contribuição para a dor deve ser discutida com o indivíduo para aumentar a compreensão de seu papel. Colaboração: Dra. Luiza Raulino de Oliveira

FISIOTERAPEUTA - CREFITO 249963-F

• Formação em Educação da Dor - Austrália; • Pós-graduanda em Osteopatia e Terapia manual - IDOT.

CREFITO 120706-F FISIOTERAPEUTA

• Mestrando em Ciências do Movimento Humano - UDESC; • Especialista em Fisioterapia Ortopédica e Traumatológica - PUCPR; • Especialista em Fisioterapia Esportiva - SONAFE; • Formação em Terapia Manual: Mulligan, Maitland, Osteopatia; • Formação em Bandagem Elástica Funcional - Kinesio Taping; • Formação em Musculação Terapêutica; • Formação em Dry Needling; • Avaliação Isocinética - Biodex Advanced Training System 4 - USA;

FISIOTERAPIA DO ESPORTE

Centro de Reabilitação e Fisioterapia do Esporte Florianópolis | SC 48 3024-2900 | www.cerfe.com.br Rua Dom Joaquim, 885 (Andar P) – Sala 02 Celso Ramos Medical Center – Centro – Florianópolis rsaude.com.br | Maio . 2018 | Revista Saúde

101


Temporada de laser O frio se aproxima e, nesta época, é possível correr atrás dos prejuízos deixados pelo verão. Eliminar manchas, rugas, vasos da face, estrias, cicatrizes e olheiras já é possível usando as tecnologias mais modernas.

Melasma Manchou a pele no verão? Existe um laser aprovado para melasma que associado ao tratamento tópico e em cápsulas auxiliam no clareamento das manchas. O protocolo de tratamento consiste em 10 sessões semanais ou quinzenais. O laser utilizado é um Q swiched laser de 1064 nm (Spectra laser toning), esse laser atua em nanosegundos, quebrando o pigmento sem agredir muito a epiderme. Portanto evita o tão temido efeito rebote que ocorre nas pacientes com melasma que recorrem a tratamentos muito agressivos.

Sardas As manchas causadas pelo sol: sardas e melanoses, se beneficiam com o uso da luz pulsada. Com uma única sessão já é possível notar a melhora. Formam-se casquinhas no local das manchas que caem com o tempo, clareando as lesões. A técnica pode ser realizada no rosto, pescoço colo e mãos. A luz também estimula a produção de colágeno e clareia os vasos.

Rugas

very” é utilizada após a realização do laser, esta técnica consiste em colocar ativos na pele logo após o procedimento, com isso, conseguimos a penetração do produto na derme. O microagulhamento com radiofrequência também atua nas linhas finas fazendo um efeito de preenchimento das linhas finas através do estímulo de colágeno.

Estrias e Cicatrizes As estrias vermelhas e brancas melhoram com sessões de laser Erbium fracionado, melhorando a textura da pele e reduzindo as lesões. Devem ser realizadas no mínimo 3 sessões. Em estrias vermelhas pode ser útil a associação com a luz pulsada. O microagulhamento também é muito interessante no tratamento das estrias já que estimula colágeno e melhora a qualidade da pele.

Novidade: Total Lift Quer um efeito lift sem cirurgia? Isso já é possível associando vários tipos de laser e tratando a pele em três dimensões. Realizamos 4 tecnologias, no mesmo dia ou em dias diferentes. O laser fracio-

nado que melhora a epiderme, o microagulhamento com radiofrequência que além de melhorar pigmentação da pele e textura, é excelente estimulador de colágeno. Já para atuar na musculatura da face utilizamos o ultrassom microfocado que faz pontos de coagulação nas camadas mais profundas contribuindo para melhora importante da flacidez. Para finalizar, realizamos um laser intraoral, isso mesmo, dentro da boca (região da mucosa), para contribuir para o efeito lift sem precisar do centro cirúrgico. É importante que cada paciente seja avaliado individualmente, já que dependendo da tonalidade da pele (fototipo), alguns lasers podem ser contraindicados. A escolha do profissional é de extrema importância, pois o laser, como qualquer outro procedimento, não está isento de complicações. Muitas vezes, um preparo da pele previamente ao procedimento é necessário, portanto o ideal é logo procurar seu médico para aproveitar a estação mais fria para ter a pele que sempre sonhou.

Alguns tipos de tecnologias podem ser utilizadas para amenizar as rugas. O laser fracionado Erbium ou CO2 so tratamentos que através de pequenas fissuras na derme estimulam a formação de colágeno, reduzindo os sulcos além de clarear a pele. Uma técnica chamada “drug deli-

DRA. MARIANA BARBATO

- CRM/SC 10877

DERMATOLOGIA - RQE 6741

• Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD); • Mestre em Medicina: Ciências Médicas pela UFRGS; • Doutora em Dermatologia pela USP.

102

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Tratamento do TDAH de forma natural O diagnóstico deve ser realizado por uma equipe interdisciplinar. A avaliação neuropsicológica tem contribuído e possibilitado uma melhor compreensão das importantes alterações do funcionamento cerebral, avaliando funções cognitivas e emocionais do indivíduo para o auxílio no diagnóstico.

Dificuldade em manter a concentração, perceber maior esforço para cumprir tarefas na escola e/ou trabalho, não conseguir aguardar a sua vez para falar, podendo gerar dificuldades de relacionamento interpessoal, perder objetos com frequência, inquietação física constante, estes são alguns dos sintomas do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH). O TDAH é um transtorno neurobiológico, tem início na infância e pode prosseguir para a vida adulta. É caracterizado por três formas de surgimento: 1) com predomínio desatento; 2) com predomínio hiperativo/impulsivo; e 3) a combinação das duas primeiras manifestações citadas. Pesquisas indicam que a hereditariedade e questões psicossociais podem estar correlacionadas no entendimento da origem do TDAH, que atualmente acomete cerca de 5% a 6% da população no Brasil.

ÂNGELA CHERUBINI

Neurofeedback O Neurofeedback, também conhecido como Neuromodulação Autorregulatória, é uma técnica de alta tecnologia, não invasiva, que consiste na mensuração da atividade eletroencefalográfica (EEG) em tempo real, dessa forma é possível identificar padrões disfuncionais que podem estar constituindo determinados comportamentos. O treinamento com o Neurofeedback vem crescendo de forma exponencial, com excepcionais resultados no tratamento de diversos transtornos como déficit de atenção e hiperatividade, pânico, depressão, ansiedade, dislexia, discalculia, bruxismo, insônia, autismo, entre outros. Além de atuar em situações que exijam maior concentração, performance cerebral, controle emocional e relaxamento. Tratamento do Neurofeedback para o TDAH As funções executivas fazem parte do domínio cognitivo que permite ao indivíduo ter habilidades necessárias para o planejamento de ações, execução de tarefas e solução de problemas em seu cotidiano de forma bem-sucedida. Determinadas regiões do cérebro, principalmente a região frontal, estão mais ativadas para o desenvolvimento de tais habilidades. Conforme evidências científicas, no cérebro com TDAH, as regiões que devem estar mais ativadas estão lenificadas. O treinamento com Neurofeedback atua de forma global no cérebro, estimulando ou inibindo faixas de frequências cerebrais, identificadas através de uma entrevista e avaliação inicial de maneira individualizada. Sendo assim, o indivíduo percebe gradativamente uma melhor resposta nas suas ações diárias, na sua capacidade de organização interna, melhorando significativamente sua qualidade de vida.

- CRP 12/14208

PSICÓLOGA

• Neuropsicóloga – Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de São Paulo - HC.FMUSP; • Especialista em Terapia Cognitivo-Comportamental – Instituto Catarinense de Terapia Cognitiva – ICTC; • Neurofeedback/Biofeedback – Brain Trainer.

Rua Presidente Coutinho, 311 – Ed. Saint James – Sala 508 – Centro – Florianópolis – SC

(48) 99910-8510 104

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br


Pré-Natal Odontológico: Check-up Preventivo Digital Gestante Com a evolução na medicina preventiva diagnóstica, conseguimos atuar e prevenir o que, na maioria das vezes, torna o tratamento ou procedimento mais rápido e com menores sequelas.

Na gestante, as alterações bucais devem ser monitoradas periodicamente, a fim de evitar que possam interferir no desenvolvimento do bebê. A Odontologia evoluiu muito no quesito preventivo e hoje dispomos de tecnologia e programas de assistência, como o pré-natal odontológico, que visa acompanhar e atuar, assim como o médico obstetra, em qualquer modificação do padrão bucal que possam interferir ou atrapalhar o correto desenvolvimento do feto. Recomenda-se que a gestante procure um cirurgião-dentista que realize o pré-natal odontológico, assim que descobrir que está grávida. Normalmente o cirurgião-dentista, irá apresentar na primeira consulta um cronograma de exames (como o check-up preventivo odontológico) e manutenções a cada trimestre, visando o bem-estar da gestante e do bebê. O objetivo principal é alertar a gestante e seus familiares dos cuidados durante a gestação e após o nascimento para que, mamãe e bebê, desfrutem desse momento importante na vida da mulher, e esse deve ser um momento tranquilo, prazeroso e saudável. Gestantes devem ser orientadas sobre a importância da saúde bucal, cuidados com a correta higienização, riscos aumentados de cárie, gengivite, dieta correta, evitando alimentos com muito açúcar que também podem levar ao diabetes gestacional. Explicar sempre que o paladar do bebê é formado pelo hábitos e dieta da gestante e isso por si só, já vale um acompanhamento com uma

profissional da nutrição que indicará uma dieta ideal para esse período. Devem ser orientados os familiares (pai, avós, cuidadores, babás) que terão os primeiros contatos com o recém-nascido na questão de não assoprar a comida ou provar alimentos antes de oferecer à criança, pois esses atos contaminam o alimento com a saliva do adulto e podem levar à cárie inicial na criança. A gestante tem que ter total atenção com aumento de volume da gengiva, sangramentos, entre outras infecções que podem causar prejuízos à gestação. Essas alterações bucais podem levar a partos prematuros, nascimento de bebês com baixo peso. A placa bacteriana deve ser removida sempre, pois ela é a principal causadora dos problemas bucais. Outras orientações, no último trimestre gestacional, serão sobre a chupeta, mamadeira, importância do aleitamento materno para o desenvolvimento correto da musculatura facial e óssea, higiene bucal desde o primeiro dia de vida, higiene dos rebordos gengivais (mesmo não tendo dentes), orientar os pais para a primeira visita ao odontopediatra após o nascimento do bebê. No mês de maio, ocorre uma campanha nacional alertando a população sobre a importância do pré-natal odontológico. Dentistas de todo Brasil, estão empenhados em alertar e divulgar essa nobre causa. Participe você também, alerte uma gestante da importância de visitar um dentista nessa fase da vida!

DR. RAFAEL FONSECA DE ANDRADE

- CRO/SC 6915

CIRURGIÃO-DENTISTA | CLÍNICO GERAL PREVENTIVO

• Graduado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); • Especialista em Prótese Dentária e Reabilitação Oral pela ABO/SC.

106

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br


A importância de evitar o declínio funcional no idoso O envelhecimento da população é um processo natural de qualquer sociedade, mas não basta por si só. Viver mais é importante desde que se consiga agregar qualidade aos anos adicionais de vida. Sabendo-se que o declínio da capacidade funcional aumenta com a idade, todos os esforços devem ser direcionados no sentido de prevenir a dependência física e de retardá-la o máximo possível, para que o idoso possa viver por mais tempo e com mais qualidade de vida. O envelhecimento é marcado por um decréscimo das capacidades motoras, redução da força, flexibilidade, velocidade, dificultando a realização das atividades diárias e a manutenção de um estilo de vida saudável. Ocorrem alterações fisiológicas durante esse período que podem diminuir a capacidade funcional, comprometendo a saúde e qualidade de vida do idoso. Essas alterações acontecem: ao nível do sistema cardiovascular; no sistema respiratório com a diminuição da capacidade vital, da frequência e do volume respiratório; no sistema nervoso central e periférico, onde a reação se torna mais lenta e a velocidade de condução nervosa declina e; no sistema músculoesquelético pelo declínio da potência muscular, não só pelo avanço da idade, mas pela falta de uso e diminuição da taxa metabólica basal.

DR. FERNANDO MERLOS - CRM/SC 21056 CLÍNICA MÉDICA | TERAPIA INTENSIVA - RQE 14440

108

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19

Podemos pensar que o paciente já possui estas alterações quando temos um paciente com dificuldade de marcha, dificuldade ou lentificação no levantar e começar a andar, na perda de peso ( pelo menos 3 kg em 1 ano). Além de estarem relacionados em pacientes com perda da sua capacidade funcional caracterizada pela avaliação da independência dos idosos e pela capacidade de realizar atividades de vida diária (AVDs), que incluem comer, vestir, tomar banho, locomover e toalete, e atividades instrumentais de vida diária (AIVDs), tais como comprar mantimentos, preparar a refeição, realizar trabalho doméstico, deslocar- -se a lugares distantes, gerenciar medicamentos, gerenciar finanças, e usar um telefone. Precisamos entender que a falta de reserva fisiológica dificulta qualquer recuperação e reabilitação após quadros de piora aguda, principalmente, relacionados à internação hospitalar. além disso, a dependência constitui fator de risco significativo para a mortalidade na população idosa, mais relevante do que as próprias doenças que levam a ela. Sabendo que o declínio funcional além de aumentar o grau de dependência aumenta a mortalidade precisamos acompanhá-lo o precocemente evitando a evolução para a queda funcional e cognitiva.


INFORME PUBLICITÁRIO

Empreendedorismo: chave do sucesso, seja qual for o ramo de atividade

Ela é jovem, dedicada e com os olhos voltados para o futuro. O espírito empreendedor de Andressa Moreira fez com que ela iniciasse uma trajetória no setor bussines, lhe rendendo resultados positivos. É salutar destacar que o empreendedor possui a habilidade de visualizar soluções até 92% a mais do que a pessoa que não nasceu com esse talento. Infelizmente, identificar e trabalhar essas habilidades nem sempre é possível.

Nascida em uma família de funcionários públicos, onde o empreendedor era classificado pessoa com alto poder aquisitivo, demorou para que Andressa descobrisse ser essa a sua aptidão. Ainda menina decidiu cursar administração de empresas, mas, como não foi incentivada a seguir esse caminho, acabou por se apaixonar pela área de estética. “Hoje, agradeço e amo a carreira que segui, mas, entendo que quero muito mais do que estar numa cabine atuando como esteticista”, endossa. Transitando com muita confiança nos ramos da beleza e empreendedorismo Andressa atua no seguimento e além disso é líder de um Grupo de mentores denominado MENTORING ESTÉTICA, o qual oferece experiências mediante palestras gratuitas, que mensalmente acontecem na UNIVALI. “Assim como eu, existem muitos médicos,

dentistas, farmacêuticos, fisioterapeutas que gostariam de se desconectar da assistência técnica e se tornar empreendedores de sucesso”. Neste contexto, é preciso ter a consciência de que ao aventurar-se em diversos ramos de atuação, disciplina é matéria de ordem, a ponto de conciliar todas as atividades e ainda arranjar tempo para relaxar. Andressa divide suas atividades da seguinte forma: 10 dias por mês atua presencialmente, outros 10 ela trabalha home office. “Os outros 10, consigo descansar”, comemora. Outro conceito decisivo é que empreender de forma leve é entender que a sua qualidade de vida é o mais importante. “Quando eu atuava presencialmente em clínica ou centro de estética, trabalhava de segunda a sexta das 09 às 22h. Hoje, como uso estratégia para conseguir gerir todos os negócios, moro na praia, uso veículo alternativo (uber, ônibus executivo ou até mesmo ônibus convencional), e tenho tempo para família, amigos e lazer. Confiante no futuro e certa de que escolheu o caminho mais coerente para sua realidade, Andressa aconselha que: “Se você possui habilidades para fazer a diferença nesse mercado, busque modelos que conseguiram crescer perante a crise. Estude, se formalize. Participe de congressos da área, mas vá também para eventos na área do empreendedorismo. Saía da caixa. Esse é o primeiro passo”.

ANDRESSA ALINE MOREIRA • Cursando a Graduação de Empreendedorismo para UNICESUMAR; • Master Coach pelo Grupo Vanessa Tobias; • Mentora de empreendedorismo & beleza.

48 99918-2680 mentoringestetica@gmail.com

110

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br


Começando bem, termina melhor! Faz parte da vida, escolher, mais do que isto, estar o mais consciente possível das escolhas a fazer. Tudo, porém, vai depender da possibilidade e disponibilidade prática e dos recursos acessíveis diante das escolhas a serem realizadas. Depois, é colher os frutos consequentes! Poderíamos estar falando de uma infinidade de assuntos importantes e decisivos da vida, onde sempre é necessário fazer escolhas, mas, aqui, nos referimos à obstetrícia. A contar do início da nossa carreira, assistimos milhares de nascimentos, desde a condição mais básica até o mais sofisticado atendimento disponível no nosso entorno; do bebê até a parturiente, o pai, os círculos de relações mais íntimos e cotidianos. O fato é que as coisas mudam, decorrendo nas escolhas, antes, durante e depois, modificando a colheita do que foi plantado. Ninguém pode resolver sozinho os problemas do mundo, mas é escolha de cada um fazer o seu melhor onde está! Assim, onde estivermos, vamos fazer nossa parte, algo melhor daquilo que é a rotina habitual, como tributo e alimento ao nosso amor à profissão em cada momento do encontro mamãe e bebê. Como consequência, estamos criando um processo de nascimento, que não seja diferente apenas porque é humanizado, mas, também, porque é assistido por diferentes profissionais que se completam ao invés de concorrerem. Não podemos afirmar que o modelo de assistência até há pouco utilizado fosse ruim, porém, acreditamos que o aumento da informação e da modernização da assistência à gestação, parto e puerpério é um diferencial. Precisamos nos despir de conceitos pré-formados, ou preconceitos e nos encorajarmos na promoção do máximo de conhecimento à paciente e sua família, para que haja certeza nas escolhas para o processo de nascimento do bebê que está por chegar.

Neste aspecto, também é preciso considerar a mãe, o pai, a família e entorno, sobretudo, a tecnologia de suporte no presente para um futuro que chega a cada dia, sendo o que justifica as diferenças; seja na condição inicial física, emocional, social e profissional da mãe, do pai e todos os demais envolvidos, assim como nas mesmas condições ao final da gestação. Dia a dia as possibilidades se multiplicam e procuramos o caminho mais seguro, oferecendo o melhor nos “fundamentos” de uma gestação, do parto, do desenvolvimento do bebê e do seu ambiente familiar, com todas as ferramentas que possibilitem antecipadamente o bom começo para terminar melhor. De certa forma, tudo se baseia em bem nutrir a todos os fatores primordiais elencados como biológicos, sociais e profissionais da mãe, respeitando suas prioridades específicas conscientemente assumidas diante das suas possibilidades. No nosso acompanhamento, falamos de teorias com embasamento científico, porém, já termos vivido a maternidade como ela é, nos dá propriedade para ir além. Desta forma, prevemos algumas demandas inesperadas que exigem assistência imediata. Sabendo ser mais fácil resolver as questões quando já as prevíamos, cabe ao pré-natal formar uma rede de apoio gerando segurança e conhecimento à gestante/recém-mãe. Assim, asseguramos um bom começo para um melhor final. Elencamos alguns exemplos de assistências paralelas que julgamos importantes e que fazem do nosso pré-natal uma assistência mais completa e multidisciplinar: • Nutrição Materno Infantil: essencial para a boa evolução da gestação, desenvolvimento fetal e do recém-nascido, amamentação adequada, promovendo saúde à mãe e bebê, para o resto de sua vida. • Atividade física: prática muito importante, na ausência de contra-indicações,

DRA. NATHALIA TAVARES GOMES

DRA. MARIA ALICE GAYOTTO DE BORBA CRM/SC 20.113

CRM/SC 15.640

GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA

GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA

RQE 15.064

RQE 10.668

• Graduação em Medicina Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL); • Residência em Ginecologia e Obstetrícia - Hospital Regional de São José - Homero de Miranda Gomes; • Médica do Serviço de Ginecologia e Obstetrícia do Ilha Hospital e Maternidade; • Médica do Serviço de Ginecologia e Obstetrícia da Clínica Santa Helena.

112

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

que proporciona bem-estar físico e mental e contribui para o preparo para o parto e bom controle de peso; • Fisioterapia pélvica: adequação perineal ao parto que fornece consciência corporal, facilitando o nascimento com redução de possíveis consequências. Igualmente importante no período puerperal na reabilitação pós-parto com reflexos na melhora da vida sexual. • Assistência pediátrica: a escolha deve ser ainda na gestação (consulta pré-natal), a fim de estabelecer um bom vínculo para o acompanhamento de puericultura; • Enfermagem Obstétrica: assistência que contribui sobremaneira na preparação para o parto, assistência ao trabalho de parto, amamentação e cuidados com o recém nascido; • Doula: assistência ao parto com enfoque em suporte físico e emocional baseado em técnicas alternativas não farmacológicas e alívio da dor, como massagens e relaxamento, auxiliando no empoderamento feminino; • Apoio psicológico: especializado em pais e filhos e acompanhamento pós nascimento para antecipar, tratar e corrigir aspectos impactantes, com enfoque na consciência de que as famílias precisam dispor de um bom começo para serem melhores em todos os aspectos; • Terapias integrativas: técnicas alternativas para melhorar e fortalecer o vínculo da mãe com o bebê, como por exemplo naturologia, acupuntura, Shantala. Temos fé na dedicação e no estudo, no bem querer e suporte, dentro de nossas possibilidades, a todos com quem construímos nossas vidas consolidando fundamentos preenchidos por bons começos terminando melhor a cada e todos os dias no futuro que fazemos hoje. Tem que mudar o fim!

• Graduação em Medicina - Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL); • Residência em Ginecologia e Obstetrícia Maternidade Carmela Dutra; • Médica do Serviço e Chefe da Residência de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital Regional de São José - Homero de Miranda Gomes; • Médica do Serviço de Ginecologia e Obstetrícia do Ilha Hospital e Maternidade; • Professora da Graduação em Medicina da Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL). MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Responsável Técnico Médico: Dra. Nathalia Tavares Gomes – CRM/SC 15640 - RQE 10668


A tecnologia trazendo mais um aliado na luta contra o glaucoma: a angiotomografia O glaucoma é uma doença do ner-

sofre diminuição de espessura quan-

vo óptico crônica e progressiva, geral-

do há glaucoma. Avalia também as

mente associada ao aumento da pres-

características do disco óptico, iden-

são intraocular, que se caracteriza por

tificando de forma tridimensional as

alterações da cabeça do nervo óptico

alterações. Com isso o diagnóstico

e camada de fibras nervosas da retina,

pode ser feito antes que haja altera-

causando, na maioria das vezes, o sur-

ção da função do nervo, o que é fun-

gimento de defeitos característicos

damental para o diagnóstico precoce.

do campo de visão, podendo levar à cegueira. Apesar da gravidade, seu diagnóstico nem sempre é simples e muitas vezes é tardio, já que no início não causa sintomas. O paciente procura atendimento quando a doença está em estágio avançado de evolução. Para identificar e estadiar a doença são feitas avaliações estruturais e funcionais do nervo óptico. As avaliações da função são realizadas principalmente através do exame de campo visual (ou perimetria computadoriza-

Nas últimas décadas, a tecnologia voltada para a tomografia tem evoluído consideravelmente, tanto para estudo do glaucoma como de outras doenças oculares, e recentemente o estudo tomográfico ocular também passou a permitir a avaliação da circulação sanguínea, neste caso sendo denominado de angiotomografia ou angioOCT A angioOCT permite a avaliação da circulação sanguínea na retina e no disco óptico sem a utilização de con-

da), enquanto que as avaliações da

trastes injetáveis na veia, o que é mais

estrutura do nervo óptico são feitas a

seguro, mais rápido e confortável para

partir de retinografia e tomografia de

o paciente. Com essas vantagens, tem

coerência óptica.

possibilitado investigações clínicas

A tomografia de coerência óptica

inéditas e trazido novos entendimen-

(OCT) avalia detalhadamente a cama-

tos relacionados aos mecanismos da

da de fibras nervosas de retina, que

doença.

DRA. MARÍLIA BASTOS QUIRINO BRASIL

CRM/SC 10634

MÉDICA OFTALMOLOGISTA - RQE4855

• Especialista em Oftalmologia • Membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia • Mestrado em Medicina/Oftalmologia – Universidade de São Paulo • Doutorado em Medicina/Oftalmologia – Universidade de São Paulo.

114

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Incontinência Urinária Perder urina involuntariamente não é normal da idade e tem tratamento! A incontinência urinária é definida por qualquer perda involuntária de urina pela uretra. É um problema extremamente prevalente, presente em cerca de 25% das mulheres, chegando a 40% após os 80 anos. A prevalência nos homens é menor, mas também aumenta com a idade. Várias pessoas, sobretudo mulheres, convivem com a incontinência urinária sem buscar auxílio médico. Algumas aprendem a conviver, acostumam-se com a utilização de protetores, e em casos leves de perdas mais esporádicas acreditam não valer a pena tratar. Outras estão muito incomodadas, mas sentem vergonha ou tem medo do tratamento. De qualquer forma, o impacto social deste problema tende a ser enorme: limitação para a prática de atividades físicas e sociais, isolamento social, má qualidade do sono, depressão. Nas últimas décadas, houve enormes avanços médicos científicos no entendimento e no tratamento da incontinência urinária, e é raro hoje haver um indivíduo incontinente que não possa ser ajudado. Em linhas gerais, há dois tipos distintos de incontinência urinária: - Incontinência urinária de esforço: a perda é relacionada ao aumento da pressão abdominal determinada por exercício (p. ex., tosse, espirro, pulo, riso, caminhada). É determinada por uma falha nos mecanismos de fechamento da uretra (deficiência esfincteriana intrínseca e hipermobilidade com perda do suporte colágeno suburetral). A intensidade pode variar desde a perda de gotas aos grandes esforços até a perda total aos mínimos esforços. Obesidade e tabagismo estão relacionados entre os fatores de risco em mulheres. Cirurgias pélvicas mais extensas, lesões neurológicas sacrais, e nos homens,

as cirurgias de próstata, estão também entre os fatores de risco. - Incontinência urinária de urgência: a perda é acompanhada ou imediatamente precedida de um súbito desejo de urinar (urgência miccional). É determinada pela contração involuntária da musculatura da bexiga (detrusor), o que provoca a sensação de apuro e, dependendo da situação, de perda, que costuma ser grande, fazendo com que o indivíduo se urine. Está associada ao envelhecimento, a diversos distúrbios neurológicos centrais (p. ex. Parkinson, Alzheimer, AVC) e periféricos (p. ex. lesões neurológicas traumáticas, hérnias de disco, diabetes) e em homens, à obstrução urinária infravesical por hiperplasia prostática benigna. É possível ter as duas condições simultaneamente, em diversas proporções, situação denominada incontinência urinária mista. Neste caso, pode ser necessário tratar ambas as condições. O diagnóstico do tipo de incontinência costuma ser clínico, baseado na história e no exame físico. Em alguns casos, há necessidade de confirmação diagnóstica com exames específicos, como diário miccional, laboratório, ultrassonografia, uretrocistografia, cistoscopia e estudo urodinâmico. A incontinência urinária de esforço pode ser tratada com técnicas específicas de fisioterapia, cujo objetivo é o reforço da musculatura do assoalho pélvico. Mulheres com perdas urinárias mais discretas e homens em reabilitação pós-operatória precoce (pós prostatectomia radical) são os principais candidatos. No geral, o tratamento cirúrgico costuma ser mais eficaz, com resultados consistentes e duradouros. A cirurgia mais utilizada em mulheres é o implante do sling (rede) sintético na uretra média. É um procedimento minimamente invasivo, usualmente rápido e de recuperação tranquila, com índice de cura de aproximadamente 85%. Complicações como sangramento, extrusão da tela para a vagina ou bexiga e dispareunia (dor para ter relação sexual) podem ocorrer, mas são bastante raras. Em homens o tratamento cirúrgico da incontinência de esforço envolve o implante de um sling masculino, em casos leves, e do esfíncter artificial, nas perdas moderadas a severas, com excelentes índices de melhora e cura.

Para a incontinência de urgência, são tratamentos de primeira linha as terapias comportamentais, tais como, treinamento vesical, estratégias de controle da bexiga e controle da ingesta de líquidos. Dentre as estratégias fisioterápicas, pode-se realizar treinamento da musculatura do assoalho pélvico e eletroestimulação de terminais nervosos sensitivos específicos, como o tibial posterior. A terapia medicamentosa embora considerada de segunda linha costuma ser usada precocemente, por ser bastante eficaz. Existem duas classes de medicamentos específicos para o controle da bexiga hiperativa: os antimuscarínicos e um beta-3-agonista, com índices de melhora clínica de 70%. Em casos refratários, pode-se realizar tratamento endoscópico urinário com injeção de toxina botulínica na musculatura da bexiga ou ainda implantar um eletrodo na medula sacral ligado a um gerador de impulsos elétricos capaz de neuromodular o controle vesical. Em homens com obstrução infra-vesical pela próstata, pode ser necessário tratamento medicamentoso ou cirúrgico para hiperplasia prostática benigna. Todos estes tratamentos estão acessíveis e, quando bem indicados têm o potencial de melhorar, em muito, a qualidade de vida dos portadores de incontinência urinária.

DR. EDUARDO PORTO RIBEIRO - CRM/SC 9023 UROLOGISTA - RQE 6024

116

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Nevos Melanocíticos e Melanoma Os nevos (sinais ou pintas) são pequenas manchas ou saliências na pele que podem variar desde o marrom ao negro, muito frequentes, e que podem estar presentes desde o nascimento ou surgirem durante a vida.

Os nevos podem ter diversos as-

Basicamente os aspectos a serem

pectos clínicos, podendo variar de cor,

observados são:

tamanho, relevo, ter pelos ou não,.

A - DE ASSIMETRIA;

Geralmente são simétricos, regula-

B - DE BORDOS REGULARES OU

res, de cor uniforme e, durante a vida,

ASSIMÉTRICOS;

também podem ocorrer mudanças

C - DE COR VARIANDO DE MAR-

com diferentes padrões de evolução,

ROM AO NEGRO;

sem representar, necessariamente,

D - DE DIÂMETRO.

risco de malignização. Existem diversos tipos de nevos melanociticos, e alguns apresentam um potencial maior de malignização, como os nevos displásicos, que são lesões, geralmente de formato assimétrico, irregulares, variando de cor e tamanho, que muitas vezes, por apre-

Hoje em dia, o exame destas lesões

sentarem estas cararacterísticas, tra-

é realizado com o DERMATOSCÓPIO,

zem dificuldade de diagnóstico.

QUE É UM PEQUENO APARELHO

O MELANOMA É UM CÂNCER DE PELE MUITO MALIGNO,

ACOPLADO A UMA LENTE DE AU-

,que

MENTO com LUZ, QUE PERMITE AO

pode se manifestar como uma man-

MÉDICO DERMATOLOGISTA UMA

cha de pele , assimétrica, com bordas

AVALIAÇÃO DETALHADA DE CADA

irregulares, podendo ser negra ou

LESÃO que, além de serem observa-

multicolorida, com relevo ou não e

dos estes critérios do ABCD, há a ava-

que apresenta crescimento. Se detec-

liação de diversos outros parâmetros ,

tado precocemente, pode apresentar

sendo um EXCELENTE meio diagnós-

um índice de cura de 100%.

tico, permitindo uma diferenciação entre lesões benignas e malignas. Sempre que um SINAL OU PINTA, existente ou não, apresentar qualquer alteração no seu aspecto, cor, tamanho, deve-se procurar um DERMATOLOGISTA!

DRA. INÊS COSTA DE SÁ

- CRM/SC 6301

DERMATOLOGISTA - RQE 1587

• Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

118

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Restaurações estéticas - lentes de contato e facetas dentais Proporcionando belos sorrisos com o mínimo de intervenção e o máximo de previsibilidade Você já se imaginou com um sorriso de cinema? Atualmente, são muitas as opções de tratamento para melhorar o seu sorriso. A Odontologia tem evoluído bastante e proporcionado ótimos resultados aliando boas técnicas, bons materiais e uso de tecnologia, facilitando e possibilitando diferentes protocolos de tratamento de acordo com a necessidade de cada paciente. Os motivos pelos quais se julga necessário reparar um ou mais dentes para que se obtenha um sorriso bonito e harmônico, são de fundamental importância para a decisão do protocolo de tratamento. Possíveis causas de um sorriso desarmônico Algumas das alterações descritas abaixo, são fatores comuns que desfavorecem a beleza do sorriso: 1. Múltiplas restaurações insatisfatórias; 2. Alteração de cor (dentes amarelados ou escuros); 3. Alteração de forma (dentes curtos, estreitos, pequenos); 4. Alteração de posição (dentes um pouco torcidos, inclinados, apinhados); 5. Espaços entre os dentes (diastemas); 6. Fratura dental, Estes e demais fatores são avaliados em consulta de diagnóstico para que então seja feito o planejamento

individualizado de cada paciente. Planejamento e previsibilidade do caso – escaneamento bucal e imagens em 3d Como comentado anteriormente, a tecnologia tem favorecido aos pacientes por permitir maior previsibilidade final do tratamento, facilidades de execução e planejamento. Somos a primeira clínica de Florianópolis a adquirir um Scanner Intraoral iTero Element. Este aparelho dispensa a etapa de moldagem, aquele procedimento que utiliza uma “massa” para copiar os dentes. Através do escaneamento temos a cópia e imagem imediata dos dentes na tela, possibilitando a execução rápida de planejamento e tratamento do paciente, sem desconforto e previsibilidade do seu caso final. Assim que aprovado o projeto dos novos dentes em 3D no computador, é feito primeiramente uma prova de dentes provisórios na boca do paciente, para depois de testados e aprovados serem confeccionados os definitivos dentro de poucos dias. Assim, garantimos uma maior previsibilidade final do resultado ao paciente, com estética e função otimizadas. Restaurações estéticas Clareamento Dental - Alterando a cor de todos os dentes deixando o sorriso mais iluminado, até mesmo naqueles casos onde possui apenas um ou dois dentes mais escurecidos destacando-se dos demais. Resinas Composta - Outras transformações do sorriso ocorrem por meio de restaurações estéticas em Resina Composta ajustando ângulos fraturados, alinhamento do rebordo incisal (pontinha do dente), fechamento de espaços, restaurações parciais e outros desalinhos dentais. DRA MARCELI VIEIRA MARTINS

Cerâmica – Lentes de Contato ou Facetas em Cerâmica promovem transformações estéticas e são indicadas e muito bem aceitas para casos em que se deseja alterar a forma, tamanho e posição dental, este tipo de restauração modifica toda a parte anterior dos dentes deixando o conjunto dental mais harmônico, imitando de forma muito semelhante os dentes naturais.

- CRO-SC 10774

ODONTOLOGIA

• Doutora, Mestra e Especialista em Dentística pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC • Graduada em Odontologia pela Universidade do Sul de Santa Catarina- UNISUL (Campus Tubarão) • Professora do Curso de Odontologia nas disciplinas de Dentística, Estética Dental e Estágio Clínico Supervisionado II na Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL (Campus Pedra Branca/ Palhoça)

120

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br


Quando optar pelo Facelift Facelift é a cirurgia plástica do rejuvenescimento facial. Tecnicamente conhecida como Ritidoplastia, o objetivo da cirurgia é tratar a flacidez da pele e tecidos de sustentação profundos da face e pescoço, eliminando inclusive a indesejada papada. Podemos também tratar o excesso de pele nas pálpebras assim como o excesso de gordura, rejuvenescendo a face como um todo.

Mas como saber quando devo realizar esse procedimento? Primeiramente você deve ser avaliada por um cirurgião plástico e nesta consulta devem ser considerados os anseios e expectativas que envolvem esse tipo de cirurgia, para que o cirurgião trace um plano de tratamento rejuvenescedor global, levando em consideração todas as possibilidades terapêuticas existentes na atualidade, sejam cirúrgicas ou não. Então o lifting facial elimina todas as rugas? Não exatamente, pois o procedimento trata a sustentação e a flacidez, o que certamente levará a uma face rejuvenescida, mas a qualidade da pele não é tratada. Neste ponto é importante ressaltar a relevância de procedimentos ancilares como a toxina botulínica, o peeling e o laser. Outra ferramenta poderosa para o embelezamento facial é a Lipoenxertia, onde se retira gordura de um local, área doadora, para preencher áreas onde houve reabsorção na face. Todos os procedimentos devem ser considerados para se obter bons resultados para o rejuvenescimento facial. Uma dúvida muito comum sobre essa cirurgia é quanto tempo dura o resultado. Sabe-se que o resultado cirúrgico não interrompe o processo evolutivo do envelhecimento, portanto os efeitos da ritidoplastia não são definitivos e a duração está intimamente relacionada com a genética e estilo de vida do paciente.

A ritidoplastia deixa cicatrizes? Como todo procedimento cirúrgico, o lifting facial deixa cicatrizes, porém geralmente delicadas e esteticamente bem aceitas. Vale lembrar que essa cirurgia deve ser realizada apenas por cirurgiões plásticos membros da SBCP, de preferência com treinamento específico na área, com alto nível de senso estético, conhecimento anatômico e destreza.

DRA. CAMILLA MOREIRA PILLAR CIRURGIÃ PLÁSTICA | CRM/SC: 23111 - RQE: 13917

• Especialista em Cirurgia Plástica pela SBCP; • Especialista em Cirurgia Geral pelo MEC; • Título de especialista em Cirurgia Plástica pela AMB; • Graduada em Medicina pela UGF-RJ em 2003; • Residência médica em Cirurgia Geral pela Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro; • Residência médica em Cirurgia Plástica pela Clínica Fluminense – Serviço do Dr. Ronaldo Pontes.

122

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Propaganda e publicidade em Medicina: existem regras! Em que pese os vocábulos publicidade e propaganda não significarem rigorosamente a mesma coisa, para fins legais e éticos, especialmente com relação ao tema aqui proposto, devemos entendê-los como o ato de comunicação ao público, qualquer que seja o meio de divulgação, de atividade profissional de iniciativa, participação e/ou anuência do médico. O regramento legal vem insculpido no Código de Defesa do Consumidor. De início convém destacar que é direito inalienável do consumidor (paciente) a proteção contra a publicidade enganosa e abusiva, bem como a utilização de métodos comerciais coercitivos ou cláusulas abusivas ou até mesmo impostas no fornecimento do produto ou serviço. A publicidade é enganosa quando induz o consumidor a erro, ou seja, quando apresenta um produto ou serviço com qualidades que efetivamente não possui. Corolário deste princípio basilar é o direito à informação, igualmente previsto no Código de Defesa do Consumidor, além das implicações éticas. Deve o consumidor, por qualquer que seja a forma de divulgação do serviço médico, estar satisfatoriamente esclarecido a respeito dos detalhes da futura contratação, até mesmo para que possa exercer o direito de escolha. Como visto linhas acima, os direitos

básicos do consumidor são regulados pelo próprio Código de Defesa do Consumidor, Lei Federal 8.078/90, de 11 de setembro de 1990, cabendo ao Conselho Federal de Medicina, no uso das atribuições legais, estabelecer os critérios específicos e norteadores da propaganda e publicidade em Medicina, conceituando os anúncios, a divulgação de assuntos médicos, o sensacionalismo e a autopromoção. A matéria restou amplamente esquadrinhada através da Resolução CFM nº 1.974/2011, publicada no Diário Oficial da União de 19 de agosto de 2011. Esta norma legal entrará em vigor 180 (cento e oitenta) dias após a publicação oficial. Importante registrar que a citada Resolução, além dos 16 (artigos), inovou e trouxe em seu bojo o Manual da CODAME (Comissão de Divulgação de Assuntos Médico) que, de forma minuciosa, define os critérios gerais de publicidade e propaganda de profissional individual, de empresas/estabelecimento de serviços médi-

ERIAL LOPES DE HARO - OAB/SC 21.167 DIREITO MÉDICO

126

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

cos particulares e oferecidos pelo Sistema Único de Saúde, critérios específicos para material impresso de caráter institucional (receituários, formulários, guias, etc.) e critérios específicos para publicidade e propaganda em TV, rádio e internet. Tais medidas, legais e éticas, são de observância obrigatória não só ao médico profissional individual, como também às clínicas, hospitais, casas de saúde, entidades de prestação de assistência médica ou ainda qualquer outra instituição de saúde. Estes apontamentos têm apenas o propósito de ressaltar que toda e qualquer divulgação de assuntos médicos, em especial os relativos à propaganda e publicidade, aí incluídas as modernas redes sociais, devem seguir rigorosamente às disposições do Código de Defesa do Consumidor e, igualmente, aos termos da Resolução CFM nº 1.974/2011.


A MM Arquitetura Conectada conta com uma equipe especializada em projetos para área da saúde com experiência de quase 20 anos em projetos e construções. Apresenta soluções sempre buscando otimizar espaços, promovendo o foco do negócio, na tentativa de viabilizar tecnicamente as soluções e minimizar custos.


Novos Tratamentos em Câncer de Pulmão A pesquisa em busca de novos tratamentos e do entendimento do funcionamento dos tumores sempre motivou cientistas, e, especialmente nos últimos anos, para os pesquisadores de tumores de pulmão, o trabalho está rendendo muitos frutos. Por muitas décadas, o tratamento do câncer de pulmão se fundamentou em três pilares: cirurgia, radioterapia e quimioterapia. Hoje, podemos contar com mais duas modalidades terapêuticas: imunoterapia e terapia-alvo. Sem dúvidas, a atual menina dos olhos da oncologia é a imunoterapia. Em 1909, Paul Ehrlich (prêmio Nobel de medicina 1908) já postulava sobre o papel do sistema imune no combate ao câncer, e os primeiros experimentos a comprovar isso vieram na década de 50. No entanto, a primeira imunoterapia moderna para tumores sólidos foi aprovada há apenas 7 anos, e para tumores de pulmão em 2015. É no tipo de tumor pulmonar mais comum em estágios avançados ou metastáticos, o carcinoma de células não pequenas, que compreende cerca de 85% do total dos casos, que a imunoterapia tem seu papel principal. Ainda que ela não possa substituir a quimioterapia em todos os casos, quando bem indicada, ela traz certas vantagens que muito interessam aos pacientes como menos efeitos colaterais e maior eficácia.

A terapia-alvo, a outra modalidade de tratamento mais atual, age também de maneira diferente da imunoterapia ou da quimioterapia tradicional. Ela tem este nome porque costumam ser medicamentos em comprimidos ou anticorpos injetáveis que se dirigem a alvos específicos na célula tumoral responsáveis pela sua reprodução, sobrevivência e crescimento. As vantagens são as mesmas: menos efeitos colaterais e maior eficácia. Em abril deste ano, foi aprovado no Brasil, uma nova indicação para um medicamento já comercializado no país para pacientes com uma mutação específica chamada translocação do gene ROS1. Essa nova indicação soma-se às outras duas opcões de terapia-alvo para pacientes com mutações nos genes EGFR e ALK. Com o avanço das pesquisas espera-se que em breve novos alvos e remédios surjam.

Ao associarmos as novas técnicas diagnósticas às biópsias dos tumores avançados de pulmão, hoje pode-se chegar a tratar cerca de 30% dos pacientes com imunoterapia ou terapiaalvo como primeira opção, sendo que há menos de 15 anos nada disso poderia ser oferecido. Com os avanços da tecnologia, dos medicamentos e no cuidado ao paciente conseguimos cada vez mais utilizarmos tratamentos menos tóxicos e mais efetivos que resultam em mais tempo e qualidade de vida.

DR. RAFAEL BALSINI BARRETO - CRM/SC 17376 ONCOLOGISTA CLÍNICO - RQE 14798

• Oncologista Clínico na Clínica SOMA; • Oncologista Clínico no CEPON Com Ênfase em Tumores de Pulmão e do Trato Gastrointestinal; • Graduado em medicina pela Universidade Federal de Santa Catarina; • Residência em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP; • Residência em Oncologia Clínica pelo Instituto do Câncer do Estado de São Paulo / ICESP-USP.

130

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Blefaroplastia As pálpebras são as regiões que mostram mais precocemente os sinais do envelhecimento na face. São muito comuns as queixas de sensação de peso nas pálpebras, olhar cansado ou triste, olhos inchados e menores, e, em muitas mulheres a queixa de que a maquiagem borra facilmente ou não aparece. Com a blefaroplastia, é possível remover o excesso de pele, as bolsas de gordura proeminentes e reposicionar as pálpebras quando necessário, devolvendo um aspecto mais jovial ao rosto. Dentre as cirurgias plásticas da face, a blefaroplastia é a mais frequentemente realizada. Porém, existem muitas dúvidas em relação a este procedimento, que serão discutidas a seguir.

Dúvidas mais comuns sobre a blefaroplastia: Existe uma idade ideal para a blefaroplastia? Não existe uma idade ideal para a cirurgia. A indicação da cirurgia depende da queixa estética e/ou funcional do paciente e da avaliação médica. O médico especialista irá observar se há excesso ou flacidez da pele e protrusão de bolsas de gordura. Também irá avaliar a posição das pálpebras superiores e inferiores, se existem sinais de desinserção muscular e frouxidão ligamentar. Além disso, por meio do exame oftalmológico o médico poderá observar sinais de olho seco ou outras doenças oftalmológicas que possam contraindicar a cirurgia.

Como é a recuperação pós-operatória? Se forem seguidas as orientações médicas corretamente, a recuperação costuma ser tranquila. Nos primeiros dias após a cirurgia ocorre edema e algumas equimoses nas pálpebras. É importante fazer repouso, especialmente nas primeiras 72 horas. Outras medidas envolvem realizar compressas geladas, usar corretamente os medicamentos prescritos pelo médico e dormir com a cabeceira elevada. Os pontos são retirados após 5 a 7 dias. Em geral, atividades físicas leves estão liberadas após 15 dias e exercícios mais intensos após 30 dias. Onde ficam as cicatrizes? Nas pálpebras superiores, a cicatriz fica localizada no sulco palpebral superior, a dobra natural da pálpebra. Quando os olhos estão abertos, as cicatrizes ficam “escondidas”. Nos casos em que o excesso de pele é mais pronunciado, a incisão é prolongada lateralmente e pode ficar mais visível nas primeiras semanas. Entretanto, a pele das pálpebras é muito fina, o que proporciona cicatrizes com ótimo aspecto, quase imperceptíveis. Nas pálpebras inferiores, a cicatriz fica rente aos cílios inferiores e é pouco visível. Nos casos em que se corrige somente as bolsas palpebrais (técnica transconjuntival), sem remover o excesso de pele, não há cicatrizes nas pálpebras inferiores. Inicialmente as cicatrizes tendem a ser mais avermelhadas, mas com seu amadurecimento ao longo de alguns meses, elas adquirem um bom aspecto. A blefaroplastia corrige as rugas periorbitais (“pés de galinha”)? Em geral não. Quando existe um grande excesso de pele, a blefaroplastia pode atenuar ou reduzir as rugas nas pálpebras inferiores e região lateral dos olhos. Porém, a remoção do excesso de pele e bolsas de gordura não modifica a contração muscular, que leva às rugas dinâmicas (“rugas de expressão”). Neste caso, um boa indica-

ção é a aplicação de toxina botulínica após a cirurgia. Qual o tipo de anestesia realizada? A blefaroplastia é realizada na maioria das vezes com anestesia local e sedação. Depois da cirurgia o paciente fica em observação por um período e geralmente é liberado no mesmo dia. Vai para casa com os olhos abertos, sem nenhum tipo de curativo oclusivo. Quanto tempo demora até se obter o resultado definitivo? O tempo até o resultado definitivo varia conforme a complexidade da cirurgia. Em geral é após o 3o mês, sendo que até o sexto mês ainda podem ocorrer alterações. Por quanto tempo persiste o resultado da blefaroplastia? O resultado da cirurgia persiste por um longo tempo, que é variável de pessoa para pessoa. Assim como o envelhecimento, depende de vários fatores, como estilo de vida, exposição ao sol, tabagismo, alimentação, genética, tipo de pele, entre outros.

DRA. VANESSA MIROSKI GERENTE - CRM/SC 10420 OFTALMOLOGISTA - RQE 6792

• Graduação em Medicina pela UFSC; • Residência Médica em Oftalmologia pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp); • Fellowship em Plástica Ocular e Glaucoma pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp); • Doutorado em Ciências Visuais pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

132

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Herpes Zoster

O que é Herpes Zoster? A Herpes Zoster (HZ), conhecido também como cobreiro, é uma doença infecciosa causada pelo vírus da varicela-zoster.

Como posso pegar H. Zoster? Esse é o mesmo vírus que causa catapora, portanto todas as pessoas que já tiveram catapora têm risco de apresentar Herpes Zoster, pois o vírus fica incubado num nervo, depois que provocou catapora. Cerca de 20% das pessoas podem ter herpes-zóster em algum momento da vida. Quais os sintomas? Os primeiros sintomas são um pouco de formigamento e dor no lugar onde vão aparecer as lesões, sente-se um aumento da sensibilidade na região. Após 2 a 3 dias, começa a aparecer vermelhidão no local afetado e só então eclodem as bolinhas com água, ou seja, as vesículas contendo o vírus. Essas lesões são muito dolorosas e muitas vezes apresentam coceira importante associada. Salvo exceções, atingem uma faixa de pele em um lado só do corpo, o que é característica da doença. Como faço o diagnóstico? O diagnóstico da herpes-zóster é obtido através de exame clínico, que avalia os sintomas e o aspecto da lesão. Como faço o tratamento? O tratamento se faz com uso de antiviral por um período de 7 a 10 dias, de forma geral. Por ser uma doença viral, ela é autolimitada, ou seja, mesmo sem tratamento, as lesões irão regredir, no entanto o tratamento é fundamental para evitar complicações como surdez, cegueira e principalmente dor relacionada à neuralgia pós-herpética Quais as complicações relacionadas ao doença? A principal complicação é a neuralgia pós-herpética, que ocorre prin-

cipalmente em idosos. A condição é dolorosa causando limitação nas atividades de vida diária. Além disso, a herpes-zóster pode deixar sequelas, que vão desde simples cicatrizes até outras mais graves, como cegueira e surdez a depender do nervo atingido. Existe alguma forma de prevenção? Manter uma imunidade adequada é a principal forma de evitar o Herpes Zoster. Ter uma vida saudável, com hábitos de vida regrados, controle adequado do estresse e ansiedade são algumas medidas que podem auxiliar na prevenção do aparecimento da doença. A vacina contra o H.Zoster existe na rede privada e está indicada para pessoas com mais de 50 anos, no entanto tem eficácia média de apenas 70%. Posso passar Herpes Zoster para as pessoas que convivem comigo? Embora seja causado pelo mesmo vírus que a varicela, o herpes-zóster não é transmitido por via respiratória, a doença pode ser transmitida através do contato, porque o vírus está ativo dentro das lesões vesiculares. A medidas fundamental é tomar cuidado com a manipulação da ferida. Manter as mãos sempre limpas com água e sabão ou álcool em gel 70% e no período em que tiver a presença de lesões bolhosas separar toalhas e objetos pessoais que entram em contato com a lesão é muito importante. A Herpes Zoster é a mesma que atinge o lábio e a região genital? A Herpes simples e genital são causadas pelo vírus da herpes, mas de famílias diferentes da família do Herpes Zoster.

DRA. PRISCILA GABRIELLA CARARO

- CRM/SC: 17290

MÉDICA INFECTOLOGISTA - 12590

• Médica Formada pela Universidade do Vale do Itajaí em 2011, Especialista em Infectologia; • Fellowship no Hospital Charité de Berlin/Alemanha com Foco em Tratamento de Infecção em Prótese óssea; • Residência em Infectologia e Integrante da Equipe SCIH do Imperial Hospital de Caridade; • -Médica pelo Instituto de Medicina Hiperbárica; • Chefia de clinica médica do Imperial Hospital de Caridade

134

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Dores causadas pelo estresse? A liberação dos hormônios, como o cortisol e adrenocorticotrópicos, causados pelo estresse, faz com que nossa percepção de dor aumente, podendo gerar espasmos musculares devido às tensões nos músculos. O Brasil é o segundo país no ranking dos mais estressados, perdendo apenas para o Japão, dados coletados pela International Stress Management Association (ISMA). As dores mais comuns apontadas nessa situação são nas regiões do pescoço, ombros e coluna, principalmente na região lombar.

O estresse é uma reação do organismo, de forma física e/ou mental a uma situação ameaçadora. Os estressores ou agentes estressantes, são as causas externas, enquanto que o estresse é a resposta do corpo humano aos estressores.

SINTOMAS MAIS COMUNS: • Sudorese excessiva; • Dores articulares e musculares; • Ranger os dentes (bruxismo); • Arritmia cardíaca; • Doenças de pele (psoríase); • Dores no estômago (gastrite e úlceras); • Prejuízo no desempenho sexual; • Perda de memória momentânea; PREVENÇÃO E TRATAMENTO: Exercícios físicos e terapias complementares, são fortes aliados para o combate ao estresse. Exercícios físicos induzem a produção de endorfinas e serotoninas, substâncias essas responsáveis por atenuar a sensibilidade a dor e proporcionar uma sensação de relaxamento e prazer, aliviando as tensões do dia a dia, diminuindo a ansiedade, além de melhorar a qualidade do sono em alguns casos. Existem diversas técnicas manipulativas e instrumentais que auxiliam na redu-

ção das tensões neuromusculares e pontos-gatilhos, por exemplo as liberações miofasciais, muito utilizados atualmente dentro de treinamentos personalizados através do acompanhamento de um Personal Trainer. Algumas terapias, como a Cromopuntura e Reiki auxiliam no alívio destas dores e de todos os outros sintomas do estresse. A Cromopuntura é feita por meio de aplicação de luz colorida em determinados pontos da acupuntura no corpo, sendo que cada ponto recebe a luz por aproximadamente 30 segundos. A pele recebe as informações e os estímulos contidos em cada cor de luz, que serão utilizadas de acordo com a necessidade do paciente, e o organismo deste as envia ao Sistema Nervoso Central para que este coordene os órgãos de maneira correta, restabelecendo o equilíbrio do paciente. Trata-se de uma terapia completamente indolor, muito eficaz e que traz inúmeros benefícios, desde a primeira sessão. O Reiki, por sua vez, é uma terapia de imposição de mãos extremamente relaxante. O terapeuta deixa suas mãos impostas por 3 minutos em cada ponto do corpo do receptor que necessite do tratamento que, nesta terapia, é feito de modo integral, aliando mente, corpo e espírito em um só momento. O Reiki utiliza a energia abundante já existente no Universo para trazer tranquilidade, aliviar de imediato dores, tensões, esgotamento físico e emocional, curar e restabelecer qualquer tipo de desequilíbrio, trazendo diversos benefícios à saúde.

BEATRIZ ZEFERINO GHISONI - ABRANA 100291 NATURÓLOGA

• Naturologia Aplicada - Grau Superior - Formada pela Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL; • Especializada em Cromopuntura e Mestre em Reiki.

Rua Emílio Blum, 131 - Sala 408 B, Centro - Florianópolis | Telefone: 98426-0133 JOSÉ AUGUSTO DOMINGUES - CREF: 10990 - G/SC PERSONAL TRAINER

• Bacharel em Educação Física e Esportes; • Especializações: Fisiologia do Exercício Aplicada a Prescrição de Treinamento; • Reabilitação de Lesões e Doenças Musculoesqueléticas. • Sócio-Proprietário da DO4LIFE - Treinamentos Personalizados.

Telefone: (48) 99916-7871 HELEN CRISTYE PERINA PADILHA - CREF: 13273 G/SC PERSONAL TRAINER

• Licenciatura Plena em Educação Física; • Especializações: Morfofisiologia aplicada a reabilitação osteoarticular e neurológica; • Sócio Proprietária da DO4LIFE - Treinamentos Personalizados.

Telefone: 48 99905-6080

www.beaghisoni.com | www.do4life.com.br | 136

beaghisoni @do4lifeoficial

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

Beatriz Ghisoni Do4life


Ao longo da vida, a depressão pode surgir nos momentos mais inesperados “Quando tudo parecia estar bem”, disse certa vez um analisante que foi surpreendido por um evento depressivo no momento auge de sua vida. Com a clareza de quem viveu essa experiência, não conseguia entender porque entrou em depressão depois de ter resolvido quase todos os seus problemas, o esforço por criar seus filhos, o fato de conciliar-se com a separação no seu casamento e já se sentir conformado com a morte de seus pais. A depressão atinge pessoas diferentes em circunstâncias diversas, e isso é tão verdade que mesmo aquelas que frequentam academias, festas, lugares públicos, que trabalham, ou seja, que não vivem isoladas, estejam protegidas da solidão devastadora do sofrimento depressivo. Cada um se deprime a sua maneira, ao modo singular de seus recursos psíquicos de enfrentamento, ou não. Muitos atravessam uma depressão e saem do outro lado, reconstruindo suas vidas; muitos outros sofrem graves impactos no corpo e paralisam suas vidas, cada vez mais distantes do que um dia foram seus sonhos ou planos. Sigmund Freud reconhecia a capacidade de amar e trabalhar como

a síntese da saúde mental. Porém, mesmo aqueles que têm um trabalho e conseguem cuidar da família que formou não estão salvos de sofrimentos psíquicos que iniciam com uma depressão. Amar e trabalhar podem não ser o suficiente para mudar a vida sem sentido de que se queixam os depressivos. Acrescentaria à prerrogativa de Freud algo que não é necessariamente trabalho, nem amor, mas que estabelece entre estes uma relação muito própria. Se na vida não é suficiente trabalhar e amar, é preciso criar. Esse ato de criar algo numa vida esgotada pela depressão é que chamo de florescência. Algo no espaço e no tempo do sujeito precisa nascer como florescência, e não se trata de suturar a cisão com gotas de sentido a cada sessão de análise. Se trata-se, sim, de escuta de um desejo de

vida já de tempos abandonada ou não construída. Um outro que não nasceu na primeira vez(do nascimento), que pode ser recuperado pela riqueza do trabalho subjetivo, ao preço de que o sujeito, em análise, suporte recriar algo do simbólico sobre as formações imaginárias, que sustente uma invenção que lhe sirva de esteio para tomar pulso de sua vida, e não o deixe aquém do que ele(o analisante) pode. “A depressão é a imperfeição no amor”, declarou certa vez um escritor. Isso vai além do sentido do amor romântico (mesmo que como vamos amar “o outro” ao longo da vida amorosa revele algo de como o amor em nós se concebeu), a relação com a depressão expressa do que bem ou mal nos constitui, desde o início de nossas vidas. Sobre isso tratarei noutro momento.

ROZILIANE OESTERREICH DE FREITAS FILÓSOFA E PSICANALISTA

• Doutora em Psicologia Clínica/Psicanálise pela PUC/SP.

Atende em consultório particular Edifício Koerich Empresarial Rua Osmar Cunha, 416 - sala 304

48 99998-8267 138

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br


Hipofracionamento em Radioterapia A radioterapia, quando administrada a pacientes portadores de tumores/cânceres, na maioria das vezes, tem a dose prescrita dividida em vários dias de tratamento.

DR. ERNANI LANGE DE S. THIAGO CRM/SC 819

CANCEROLOGIA CLÍNICA - RQE: 4438 RADIOTERAPIA - RQE: 4149

DR. ARNO LOTAR CORDOVA JUNIOR CRM/SC 6963

RADIOTERAPIA - RQE: 9571

DR. CARLOS GENESIO B. LIMA JUNIOR CRM/SC 14673 RADIOTERAPIA - RQE: 9575

DRA. CRISTIANE ALMEIDA CRM/SC 20815

RADIOTERAPIA - RQE: 11996

140

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

Cada dia de tratamento corresponde ao que se convencionou chamar de fração de dose de radiação e o fracionamento convencional consiste em cinco frações semanais, de segunda a sexta-feiras. Os tratamentos duram de menos de 1 semana até 9 semanas, em geral, a depender da situação clínica. Visando a reduzir a inconveniência ao paciente de necessidade de comparecimento à clínica de radioterapia durante número tão grande de semanas, sempre se buscou a possibilidade de prescrição da dose de radiação em menos tempo. Com menor número de frações, o fracionamento é chamado hipofracionamento. A biologia de alguns tumores permite que sejam tratados os pacientes com menor número de frações, em 3-5 semanas, fato descoberto nas últimas décadas. Com efeito, vários estudos internacionais bem conduzidos atestaram a similaridade dos resultados do tratamento hipofracionado dos tumores de mama iniciais e de próstata, popularizando o hipofracionamento nestas condições clínicas. Outrossim, há outra modalidade de casos em que o hipofracionamento se impôs. O avanço das técnicas de

radiação propiciou tratamentos bem mais rápidos, às vezes até com fração única. A Radioterapia São Sebastião realiza tratamentos com fração única, uma especialidade denominada Radiocirurgia, notadamente desde que introduziu a técnica de Radioterapia Guiada por Imagem. Há ainda a possibilidade de tratamentos curtos com 3, 5, 10, 15 frações, sempre na dependência do caso clínico em questão. O maior entendimento da evolução dos tumores, bem como o surgimento de técnicas de radiação mais refinadas propiciaram o aparecimento de estudos clínicos evidenciando resultados melhores que no passado com a prescrição de tratamentos hipofracionados para situações antes não abordadas usualmente com radioterapia, como tumores metastáticos (disseminados), geralmente com uma técnica hipofracionada conhecida como Radioterapia Estereotáxica Fracionada Corporal. A escolha da técnica e do fracionamento dá-se sempre após consideração de fatores como estádio do tumor, estado clínico do paciente, tratamento indicado conforme evidência na literatura mais atualizada, entre outros.


Fim da papada! Quimiolipólise é a nova arma contra o acúmulo de gordura no queixo

Para muita gente o passar dos anos vem acompanhado de um acúmulo de gordura em locais difíceis de eliminar. O pescoço é um desses pontos. A boa notícia é que a famosa papada tem tratamento e não precisa ser cirúrgico. O que a Dermatologia Estética chama de “queixo duplo” é reversível na maioria dos casos. Geralmente, o acúmulo de gordura no pescoço acontece em homens e mulheres

acima dos 30 anos. A principais causas são: peso, idade e genética. Não existem genes que desenvolvem a papada, mas o queixo duplo vem como um traço físico de uma família. Existem ainda aquelas pessoas que, pelo formato do rosto ou do queixo, já apresentam essa característica física. Outras pessoas, com o aumento de alguns quilos podem, também, acumular gordura na região do queixo. Mesmo com uma dieta e a redução do sobrepeso, pode ocorrer casos onde a papada permanece. Já a medida que envelhecemos, perdemos a força e a elasticidade da pele. Essa perda faz com que a flacidez fique maior e aumente a aparência de caída da pele. Tratamento A Quimiolipólise é uma opção para tratar e eliminar a gordura. O tratamento é feito com ácido desoxicólico que pode ajudar a trazer de volta a harmonia para a face, deixando-a mais fina e bonita. A aplicação é simples e com resultados bem mais rápidos. O paciente nem sequer precisa interromper as suas atividades e não há necessidade de internação ou cortes. O nosso corpo já produz o ácido desoxicólico, que é uma enzina derivada da bílis. Em nosso organismo, esse ácido ajuda a emulsificar a gordura, fazendo com que as células gordurosas sejam quebradas e eliminadas pela corrente sanguínea. Quando aplicado como tratamento para a papada, o ácido desoxicólico fará basicamente a mesma ação. Ele ajuda a emulsificar, ou seja, ele vai derreter a gordura para que ela seja eliminada naturalmente pelo seu corpo. Pesquisa Recentemente, a Academia Americana de Dermatologia publicou uma pesquisa feita com mais de cem pessoas nos Estados Unidos que receberam as injeções de ácido desoxicólico no queixo. Doze semanas após o final do tratamento, os médicos relataram que 87%

DRA. JOSY SASAKI

dos pacientes alcançaram uma melhora na redução da gordura. Os especialistas acreditam que o ácido desoxicólico será uma arma eficiente no tratamento da gordura da face, uma vez que essa área é difícil de ser tratada. Indicações e Resultados O médico deve analisar qual a área da papada que tem mais gordura e marcará os pontos de aplicação. A aplicação do ácido desoxicólico para a papada só deve ser feita em pacientes que tenham gordura nessa região. Pessoas com flacidez apenas não são candidatos apropriados para o procedimento. O ácido desoxicólico não elimina a pele, apenas a gordura. Após a aplicação o ácido desoxicólico causará uma produção maior do colágeno, além da emulsificação da gordura, fazendo com que ela seja eliminada naturalmente pelo corpo. Com essa combinação a papada diminui bastante. É também o médico quem determinará a quantidade de aplicações e o intervalo entre elas. Geralmente, entre uma sessão e outra há um período de 15 dias, para que as primeiras mudanças possam ser observadas e corrigidas no retorno. As injeções são leves, aplicadas no subcutâneo. Não há dores fortes e os resultados são bastante positivos e perceptíveis de 15 a 30 dias a partir da primeira sessão. Em média são indicadas seis aplicações para alcançar uma boa resposta do tratamento, mas somente o médico pode fazer essa avaliação. Após a última sessão o paciente ainda pode ver melhoras por até 2 meses.

- CRM/SC: 14625

DERMATOLOGISTA - RQE 12663

• Membro Especialista da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD); • Membro da Academia Americana de Dermatologia (AAD); • Membro da Sociedade Brasileira de Restauração Capilar; • Mestranda pela Escola Paulista de Medicina – Unifesp.

142

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


CAPSULITE ADESIVA DO OMBRO A capsulite adesiva também conhecida popularmente como ombro congelado, é uma doença que causa inflamação na cáp-

3ª fase - Fase de Descongelamento (dura de 9 a 15 meses): ocorre ganho gradativo da amplitude de movimento.

sula articular do ombro e gera dor seguida de limitação dos movimentos do ombro.

É uma inflamação de origem neurogênica, ou seja, é causada por hiperatividade do nervo supra escapular- o qual libera nas suas terminações nervosas substâncias inflamatórias chamadas de citocinas.

Não se sabe o motivo real da doença, porem existem fatores que predispõem o seu aparecimento: stress, diabetes mellitus, hipotireoidismo, derrames cerebrais (AVC), outras doenças do ombro como rupturas tendinosas, cirurgias, dentre outras causas. A doença começa com um desconforto na região do ombro, que vai evoluindo para uma dor crônica e limitante. É dividida em 3 fases : 1ª fase - Fase Dolorosa (dura de 2 a 9 meses): ocorre devido ao processo inflamatório. 2ª fase - Fase de Congelamento (dura de 4 a 12 meses ):

Portanto: Hiperatividade do nervo

Gera

Inflamação e dor

Gera

Aderencias (rigidez)

característica prevalente é rigidez articular, ocorre devido as

Tratamento

aderências causadas na cápsula articular provocadas pela infla-

Faz-se necessário agir nos 3 pontos da cadeia de eventos

mação da fase anterior.

Hiperatividade do nervo Inflamação e dor

bloqueios anestésicos no nervo medicamentos anti-inflamatorios e analgésicos

Aderências (rigidez) –

fisioterapia e/ou hidroterapia

Apesar de ser uma doença que tem cura espontânea mesmo sem tratamento, o ciclo demora em média 2 anos e é muito incapacitante. Portanto deve ser tratada por profissional especializado , a fim de aliviar os sintomas e abreviar sua duração.

DR. BRENO CALGARO DE CARVALHO

- CRM/SC 8783

ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA - RQE 4708 - TEOT 9115

• Membro Titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia • Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Ombro

146

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


INFORME PUBLICITÁRIO

Estabilização dinâmica da coluna vertebral Como alternativa das cirurgias de fixação da coluna vertebral, os procedimentos de estabilização dinâmica, estão ganhando espaço e reconhecimento. Nos casos selecionados em que o paciente possui hérnia de disco e compressão neural com sobrecarga na coluna (sem que este tenha perdido a mobilidade), os procedimentos de Estailização Interespinhosa e transpedicular da coluna vertebral são uma alternativa na manutenção do balance normal da coluna, diminuindo a chance do aparecimento de doença discal nos níveis adjacentes e estabilizando a sobrecarga dos elementos posteriores da coluna. Procedimento muito usado em pacientes jovens e esportistas, a Estabilização Dinâmica interespinhosa vem sendo amplamente utilizada por cirurgiões de coluna no mundo inteiro a mais de 15 anos. Um dos desenvolvedores da técnica, Dr. Gilles G. Dubois, médico francês, chefe do Hospital Universitário de Toulouse na França, com mais de 200 livros e artigos publicados sobre o tema, a pedido do Dr. Leonardo Medrado Brito neurocirurgião da coluna da Clínica CORE em Florianópolis, esteve presente para a realização de uma cirurgia ao vivo no

Hospital da Unimed da nossa cidade. O evento contou com a presença de diversos médicos, que puderam ter um pouco mais de contato com a técnica, tirando suas dúvidas e entendendo um pouco mais sobre a sua indicação e dos seus resultados. O neurocirurgião, Dr. Leonardo, já realiza este procedimento a mais de 7 anos com mais de 400 casos já realizados, é um dos defensores da técnica no Brasil, tendo inclusive já palestrado sobre o tema em alguns dos importantes congressos da area. A Clínica CORE localizada no Edifício Celso Ramos Medical Center, onde o Dr. Leonardo realiza os seus atendimentos, trouxe pela primeira vez à Florianópolis o Dr. Gilles G. Dubois e promote, para os próximos meses, dar sequência ao seu projeto de integração do conhecimento médico trazendo mais convidados estrangeiros à nossa cidade.

DR. LEONARDO MEDRADO BRITO

COBERTURA FOTOGRÁFICA DO ENCONTRO CIENTÍFICO

- CRM/SC 22105

NEUROCIRURGIÃO - RQE 12965

• Residência Médica em Cirurgia da Coluna Vertebral • Fellowship Detroit Medical Center - USA MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19

rsaude.com.br | Maio . 2018 | Revista Saúde

147


Primeiros socorros dentro casa: algumas reflexões Este artigo tem o desafio de resumir um livro em algumas linhas... por ai já se nota como o tema dos primeiros socorros deve merecer nossa atenção e em especial, tempo para formação. Mas podemos colaborar com alguns conceitos básicos para que as pessoas que convivem ou cuidam de outras no domicílio possam dar um apoio qualificado a alguém que passar por situações de urgência ou emergência dentro de casa.

Em primeiro lugar, é importante que dentro da mesma casa, todos saibam como está a saúde e o tratamento médico de cada membro do grupo familiar. Ou seja, se a avó tem diabetes e usa insulina, se o filho mais velho tem asma mas não usa a medicação indicada pelo médico, se a esposa sempre teve boa saúde. Em segundo lugar, para realmente ajudar alguém frente a uma situação de emergência, mantenha a calma. Eu sei que é simples escrever isso, mas você sabe que na hora do apuro a coisa é totalmente diferente... mas faça um exercício mental e imagine como você se comportaria frente a tal situação. Isto já te ajudaria a se preparar melhor. Depois, mentalize que você pode manter a calma na hora, e deixar para depois o tempo de “ficar nervoso”. Em terceiro, não tenha dúvidas: ligue para o SAMU (192), que foi criado pelo governo federal em 2003, e conta com profissionais qualificados para poder ajudar, pois além do atendente eles dispõem de médicos 24 horas ao telefone. Por isso, é importante os passos 1 e 2, por que todas as informações que você repassar nessa hora, pode ser a diferença entre a vida e a morte! Grave este número: 192.

DR. ROBERTO RUIZ - CRM/SC 9388 MÉDICO DO TRABALHO - RQE 267 CLÍNICA MÉDICA - RQE 3985

• Médico com residência em medicina interna (PUC-SP) • Mestrado em medicina preventiva e social (Unicamp)

148

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


Quadril Doloroso O quadril doloroso na infância e adolescência é uma enfermidade que necessita de um diagnóstico precoce, em que o profissional deve estar atento para a sua existência e ciente das manobras a serem utilizadas para a correta investigação. O diagnóstico precoce ainda na maternidade, através das “Manobras de Ortolani”, realizadas pelo pediatra, determina o tratamento conservador com uso do “Suspensório de Pavlik”, propiciando a estes pequenos pacientes num curto espaço de tempo a restauração da anatomia normal da articulação. Frente às diversas patologias que acometem o quadril, a investigação de antecedentes pessoais e familiares durante a anamnese é de fundamental importância. Atentar para a idade, raça e possível trauma que é impres-

nas coxas, região glútea e por vezes

seis anos onde o indivíduo apresenta

cindível para o diagnóstico.

diferença no comprimento dos mem-

marcha claudicante. Todas essas pato-

As principais patologias que aco-

bros inferiores; A Síndrome da criança

logias constituem causas frequentes

metem o quadril obedecem geralmen-

Espancada, desde os primeiros dias de

de Quadril Doloroso.

te uma ordem cronológica: A Displa-

vida; A Coxa Vara Congênita, presente

Os exames complementares que

sia Congênita do Quadril observa-se

no nascimento cujos sintomas apare-

podem auxiliar ao diagnóstico são:

ao nascimento, onde a mãe pode

cem apenas após o início da marcha.

Radiografia, Ultrassonografia, Cintilo-

observar uma assimetria dos sulcos

Em crianças menos de dois anos, há

grafia, Ressonância Magnética e labo-

a possibilidade do surgimento das Pio

ratoriais.

artrites, que são infecções bacteria-

O diagnóstico precoce e conduta

nas ou virais; a partir desta idade a

terapêutica adequada para cada etio-

Sinovite Transitória do Quadril, que é

logia do Quadril Doloroso constituem

uma inflamação por diversas causas.

juntos, passos fundamentais para ob-

Mais tarde a enfermidade de Legg-

tenção de uma articulação estável,

-Calvé-Perthes (necrose da cabeça do

congruente móvel, indolor que permi-

fêmur). Finalmente a Epifisioliose Pro-

tirá a criança andar sem restrição de

ximal do Fêmur, dos nove aos dezes-

movimento.

DR. CARLOS ALBERTO PIERRI

- CRM/SC 1472

ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA - ORTOPEDIA INFANTIL - RQE-19 - TOT 4391

150

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19


A valoração do dano corporal pós-traumático

Quando uma pessoa sofre um acidente pessoal, seja no trabalho (denominado evento infortunístico ou sinistro laboral), acidente doméstico, praticando esportes, acidente de trânsito (grande volume de casos), ou ainda, vítima de violência urbana, a lesão corporal, que pode ser desde um trauma corporal superficial (escoriações, contusões, feridas contusas), até mesmo uma fratura óssea (fechada ou exposta), como também uma luxação (perda das relações articulares), assim como uma lesão de estruturas internas (craniana, torácica ou abdominal),

haverá a necessidade de um atendimento médico, seguido de um tratamento, dependendo da dimensão de cada caso. Haverá um período de tratamento médico, associado ou não a um período de tratamento complementar fisioterápico, até a consolidação médico legal da lesão traumática, que significa que não haverá outro procedimento terapêutico que possa modificar o estado atual do lesionado. A evolução pós-traumática pode ser com melhoras, resultando em sequela permanente de pequena repercussão, ou ainda evoluir para recuperação anatomofuncional, sem sequelas definitivas, denominada restitutio ad integrum. Por outro lado, a lesão traumática pode evoluir com agravamentos ou complicações imediatas ou tardias, com sequelas pós-traumáticas mais avançadas, como uma imobilidade permanente de uma articulação (anquilose), até a necessidade de uma

DRA. MARISA DOS SANTOS FEITEN • Presidente da ABMLPM/SC.

152

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 12 A 19

amputação de dedo, parte de um membro ou de todo um membro. Podem resultar sequelas neurológicas de um traumatismo cranioencefálico ou de uma secção raquimedular, levando à paraplegia ou tetraplegia, até mesmo comprometimento da fala, do paladar (anosmia) ou da cognição. Cabe ao médico perito habilitado em VDC (Valoração do Dano Corporal) avaliar cada caso, tanto na esfera administrativa (quando se pede o pagamento de cobertura de uma apólice) ou na esfera judicial, quando não houve o pagamento do valor segurado, proporcional às sequelas definitivas, ou quando o segurado entende que o valor pago foi aquém do pretendido. As repercussões dos traumas corporais podem comprometer atividades genéricas (do dia a dia), para atividades de lazer e, principalmente, para o labor. Os conceitos de “invalidez” e de “incapacidade” geram celeuma no meio leigo e também na esfera jurídica, sendo competência do médico (a) perito (a) estabelecer para o juiz, primeiramente o nexo causal (relação de causa/efeito), entre as lesões corporais ocorridas em determinado sinistro, as lesões corporais resultantes e eventuais sequelas pós-traumáticas permanentes e suas repercussões laborativas, tomando-se por base sempre o estado anterior da pessoa. É atribuição também do perito médico definir possível repercussão extrapatrimonial, como “quantum doloris”, perda de uma chance, prejuízo de afirmação pessoal e o tão em voga “dano estético”, transformando em percentuais, segundo os baremos ou tabelas, que se somam ao “dano moral”.

- CRM/SC 14674


Oferecemos atendimento especializado, com alto padrão de qualidade e eficiência, zelo e discrição. Tratamentos inovadores com produtos e equipamentos de alta tecnologia.

TRATAMENTOS Radiofrequência

Dermaroller / Microagulhamento

Decapagem de LED

Peeling de Cristal

Hidratação das Mãos

Peeling de Diamante

Limpeza de Pele Manual

Peeling Herbal (Alemão)

Limpeza de Pele Sem Dor

Aplicação de Vitamina C

Hidratação Veneno da Cobra

Derma Lifting


Podiatria Clínica e o Pé Diabético Pacientes com Diabetes Mellitus, principalmente aqueles com controle glicêmico inadequado, estão sob maior risco de desenvolver complicações micro e macrovasculares.

Os pés são frequentemente afetados pelo Diabetes. O Pé Diabético é uma complicação crônica da doença, geralmente ocorrendo como consequência de Doença Vascular Periférica ou de Neuropatia Periférica. A Neuropatia Periférica altera a atividade normal dos nervos, resultando em diminuição da sensibilidade dos pés - o paciente não consegue perceber alterações de temperatura, de vibração, de pressão e, em casos mais graves, não sente dor. Esta perda de sensibilidade deixa os pés vulneráveis ao aparecimento de lesões, que podem progredir e formar úlceras, tornando o tratamento mais complexo. As úlceras (também conhecidas como mal perfurante plantar) são uma das complicações mais comuns no Pé Diabético. Qualquer pequeno fragmento lacerante ou cortante, pregos e/ou o próprio uso de calçados inadequados pode servir de gatilho para o início de uma lesão. Estas lesões requerem avaliação cuidadosa e terapêutica adequada, com realização de limpeza e uso de coberturas especiais que interajam com cada estágio da evolução cicatricial da ferida, visando

prevenir o aparecimento de infecções e o desenvolvimento de quadros clínicos mais graves. Outro tratamento muito utilizado neste caso é a Laserterapia, um recurso coadjuvante que atua acelerando o processo de cicatrização através do estímulo da microcirculação, da analgesia, do efeito bioestimulante, aumentando o metabolismo celular e reduzindo a resposta inflamatória. Assim, este método possibilita ao paciente uma recuperação mais rápida e um retorno mais breve às suas atividades habituais. A Podiatria Clínica é uma especialidade da Enfermagem que atua tanto no tratamento quanto na prevenção de problemas relacionados à saúde dos pés de pacientes diabéticos, idosos e qualquer pessoa que possua algum comprometimento na estrutura e funcionalidade dos pés. A atuação do Enfermeiro Podiatra consiste basicamente em: 1. Consulta de enfermagem, na qual é realizada a avaliação de risco para lesões, diminuição da sensibilidade e problemas circulatórios nas pernas e nos pés, utilizando-se os procedimentos recomendados pela Sociedade Brasileira de Diabetes e o Ministério da Saúde; 2. Tratamento de feridas; 3. Avaliação completa dos pés e da pisada;

4. Corte correto das unhas – simples ou encravada e com fungos; 5. Correção de deformidades nas unhas; 6. Desbaste de calos e calosidades; 7. Educação para a saúde; 8. Orientações gerais de cuidados com os pés e calçados, etc. Diante do exposto, apesar dos tratamentos disponíveis, a prevenção ainda é a melhor recomendação para evitar as complicações crônicas no paciente diabético. Estes cuidados podem ser realizados tanto em domicílio, quanto em hospitais, lar de idosos ou consultório.

NICOLE GUIDI VALVERDE - COREN SC 199.644 • MBA em Gestão e Auditoria em Sistema de Saúde; • Enfermeira Podiatra; • Laserterapeuta; • Pós-Graduanda em Estomaterapia.

Atendimento: (48) 99945.7334 154

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br


Novos pensamentos, aceitação e ação na psicoterapia cognitivo-comportamental A experiência de estados de humor alterados, como tristeza, ansiedade, raiva, vergonha, culpa, medo, entre outros, indica a presença de algum pensamento geralmente negativo diretamente relacionado aos mesmos. Portanto, é fundamental reconhecer os seus pensamentos e aprender a lidar com eles, pois isso pode ajudá-lo em muitas áreas da sua vida.

Isso não significa que a forma como pensamos está errada, porém há uma grande chance de estarmos distorcendo negativamente a situação vivenciada. As mesmas situações podem levar a pensamentos e estados de humor distintos, dependendo da maneira como cada pessoa interpreta a situação, uma vez que existe uma íntima relação entre pensamentos, emoções, reações físicas e comportamentos, os quais geram um ciclo de novos pensamentos, geralmente distorcidos. Existe também, uma relação entre pensamentos e ambiente, na qual as experiências na vida de cada pessoa, podem modificar os estados de humor e as suas crenças individuais. Será que você sabe identificar e nomear suas emoções? A pergunta que você pode estar se fazendo… “Isso significa que o pensamento positivo é a solução? Será que mudar a forma de pensar é o único modo de nos sentirmos melhor?” A Terapia Cognitivo-Comportamental tem como uma de suas premissas educar o paciente acerca de seus pensamentos, suas emoções e as relações diretas entre si, as quais geram determinados comportamentos. É uma abordagem focada no problema, com metas claras, na busca de evidências de que o pensamento negativo ou ansioso possa ser ou não verdadeiro. Sendo assim, orienta o

FABIANE BRAUN BURGER

paciente a se perguntar se existe algum mal-entendido sobre a situação, se existe algum aspecto positivo que ele possa estar ignorando e se existe alguma forma alternativa de pensar a respeito. Ao longo do processo da psicoterapia, é muito importante, que o paciente aprenda a responder sobre o que estava passando na sua mente instantes antes de começar a se sentir alterado. Quais imagens e lembranças ele tem da situação? O que isso significa sobre ele, sobre os outros, sobre a vida e sobre o futuro? E ainda, sobre o que as outras pessoas podem sentir e pensar a respeito dele? Quando nos sentimos tristes e deprimidos, temos uma forte tendência a autocrítica e a pensamentos negativos. Outras vezes, também temos pensamentos ansiosos e nos sentimos subestimados a lidar com eles, nos fazendo perguntas do tipo “E se?... E se eu tiver um ataque de pânico? E se eu desmaiar e não conseguir respirar? Qual s eria a pior coisa que poderia acontecer? Vários estudos têm referido que estados de humor alterados podem estar associados ao desencadeamento das mais variadas patologias e que a psicoterapia resulta em diversos benefícios, desde a redução de problemas sociais, emocionais e comportamentais, alteração das condições físicas e melhoria na qualidade de vida geral.

- CRP 12/07183 PSICOLOGIA

• Psicóloga pela PUC – Paraná. • Especialista em Terapia Cognitivo-comportamental ICTC e USP. • Certificada pela Federação Brasileira de Terapias Cognitivas. • Neuropsicologia Clínica.

Rua Felipe Schmidt, 515 sala 704 – Centro – Florianópolis – SC | 48 99105 9593 fabianebraunburger@gmail.com rsaude.com.br | Maio . 2018 | Revista Saúde

155


Implantes Dentários com sedação e cirurgia guiada sem incisão(cortes) Muitas pessoas fogem de tratamentos

o pós-operatório muito mais confortável

dentários por medo da dor. O método tra-

e seguro para os pacientes, com menos

dicional de implante dentário é realizado

inchaço, menos dor e com uma cicatriza-

com o paciente anestesiado, para que ele

ção muito mais rápida. Ressalta-se que a

não sinta dor durante o processo, pois nes-

anestesia aplicada é suficiente para tornar

se tipo de implante é feita a abertura dos

a cirurgia tranquila e indolor. Todo o pro-

tecidos gengivais para que o tecido ósseo

cedimento será realizado com conforto e

seja exposto para a realização da fresa-

segurança, reafirmando o compromisso

gem. O procedimento é seguro, mas re-

de cuidar do sorriso dos pacientes sempre

quer suturas e os tecidos bucais demoram

com o uso das melhores e mais modernas

um tempo para cicatrizar completamente.

técnicas.

Já a cirurgia guiada, também chamada de

Sedação

implante dentário sem cortes, é uma técnica inovadora que possibilita o implante com muito mais conforto e rapidez. O implante dentário sem cortes é um procedimento altamente moderno que substitui a cirurgia convencional com eficiência e precisão, já que se utiliza a tecnologia da imagem tridimensional (3D). O cirurgião-dentista planejará o implante dentário de forma virtual, podendo escolher a posição e a inclinação ideal, além dos locais

Técnica indicada para pacientes com odontofobia ou para cirurgias mais longas. Fazer Implantes e outros tratamentos odontológicos dormindo – sob sedação – é uma realidade. A sedação permite que um paciente fique extremamente relaxado durante um tratamento, enquanto que o

Especialmente indicado para pessoas que tem grande ansiedade ao ir ao consultório odontológico, medos, fobias (odontofóbicos). Em geral, realizase um grande número de procedimentos na Implant Clinic.

dentista realiza os procedimentos. A sedação também permite que se utilize muito menos anestésicos do que o normal.

que serão perfurados. Tudo isso será feito sem precisar acessar a gengiva do paciente. Como a técnica não demanda cortes, suturas e pontos, não há que se falar em procedimentos dolorosos. Sem a necessidade de cortes na gengiva e, consequentemente, sangramento e suturas, o tempo da cirurgia é bastante reduzido, bem como

DR. FREDERICO BECKER

- CRO/SC 8127

ESPECIALISTA EM IMPLANTODONTIA

• Advanced Implant Dentistry - UF Universidade da Florida; • Especialista em Implantodontia - ABO; • Pós-Graduando em Cirurgia e Traumatologia Buco Maxilo Facial.

156

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br


Teacrine-disposição, concentração e performance Você conhece a Teacrina? Ao realizarmos a prática de exercícios físicos, nosso organismo passa a consumir nutrientes disponíveis no corpo para que o desempenho da função seja satisfatória. E é nesse momento que a suplementação adequada faz toda a diferença, isso porque determinados suplementos vem ganhando mais notoriedade por causa dos seus resultados no corpo dos atletas, alguns possuem a função de potencializar o rendimento esportivo, é o caso da teacrina. Como funciona? A Teacrina estimula as vias principais (dopaminérgico e adenosinérgico), que por sua vez reage com um aumento de energia sem causar danos como irritabilidade, permitindo assim um melhor desempenho físico e mental. Mas, isso não é similar ao efeito da cafeína? Para que a cafeína faça efeito, ao consumir a primeira dose, em um segundo momento é necessário uma quantidade cada vez maior para que ela mantenha a sua eficácia, diferente da teacrine que garante efeito igual sem a necessidade de se consumir mais e mais, a partir de momento em que se insere o ingrediente no organismo.

Benefícios da Teacrina: Reduz o estresse; Melhora a concentração e o foco; Aumenta a energia física e mental; Melhora o humor; Promove energia, sem causar nervosismo, irritabilidade ou efeitos indesejados da cafeína.

DRA. VANESSA MARA LODI

Indicações e aplicações A Teacrina garante uma maior concentração, além de aumento na disposição, humor e potencializa a energia durante a prática de exercícios físicos. Sendo assim, atletas dos mais variados segmentos podem fazer uso, uma vez que a mesma possui certificações que garantem a sua não interferência em exames antidoping, podendo assim ser aplicada também em cápsulas ou shakes. Dica da Super Nutri: consuma 200mg de Teacrina 30 minutos prétreino.

- CRN 102310

NUTRICIONISTA ESPORTIVA

• Graduada em Nutrição (URI CAMPUS DE ERECHIM/RS); • Pós-Graduada em Nutrição Esportiva pela Universidade Gama Filho (UGF); • Pós-Graduada em Nutrição Clínica Funcional (UCS-VP); • Consultora técnica da linha de suplementação Macrophytus; • Pós-Graduada em Fitoterapia Integrativa (IUCAP).

158

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br


Exercício e depressão: uma prática simples e segura no manejo dos sintomas

Há algum tempo o exercício tem sido estudado por seus efeitos que vão além dos físicos.

Os efeitos do hábito de exercitar-se não são restritos às adaptações teciduais dos músculos, ossos e tendões, nem somente melhoram a força e outras capacidades motoras. Há um crescimento das investigações científicas sobre efeitos na cognição, memória e transtornos mentais. Os efeitos do exercício em sintomas da depressão têm sido animadores, apesar de ainda não conclusivos. Portanto, para pacientes deprimidos, é fundamental o acompanhamento de profissionais especializados que indicarão o caminho a seguir de acordo com a individualidade de cada paciente. Adicionalmente, com certeza, a maior parte das pessoas se beneficiará com um estilo de vida ativo. Mas, diante da ausência de motivação, um dos sintomas clássicos da depressão, como ter ânimo para exercitar-se? Se você pensa em exercícios somente como algo extenuante, cansativo e que envolve um grande dispêndio de energia, você está enganado. As atividades moderadas mostram-se efetivas na redução dos sintomas da depressão, quando executadas com regularidade. Portanto, esqueça a necessidade de passar longos períodos sob grande esforço. Comprometa-se em praticar vinte minutos duas vezes por semana. Esse tempo é suficiente para começar a gerar adaptações. Só isso. Mas é importante atingir essa meta. E perceber que você é capaz. Escolha um ambiente amigável, onde você se sinta bem. Aos poucos, será possível aumentar esse tempo e experimentar outros movimentos, outras possibilidades. Começar a fazer SUZANA DALLANHOL ESPECIALISTA EM FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO; MESTRE EM PSICOLOGIA; DIRETORA DA ACADEMIA BETTER YOU.

160

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

exercício não significa começar a fazer coisas complicadas ou levantar muitos pesos. Comece como você começou qualquer outra atividade na sua vida: de forma simples e despretensiosa, mas comprometa-se em cumprir as metas. Quando estabelecemos metas realistas e objetivos atingíveis fica mais fácil perceber que somos capazes. Logo nas primeiras sessões será perceptível a sensação de bem-estar. Continue, mas sem exigir-se além do que estabeleceu para si. Naturalmente, você se sentirá apto a incrementar seu treino. Opa, já estará percebendo que se trata de um treino! Também na área do exercício, há profissionais capacitados para orientar seu avanço de forma gradual e segura. As academias são ambientes planejados para receber pessoas com diferentes características. Nem pense que todos os seus frequentadores já sabem exatamente o que fazer. Não é verdade. Todos ali estão se esforçando para melhorar, independente do estágio em que estejam. E muitos são iniciantes e estão buscando saúde e bem-estar enquanto percebem as transformações que esse estilo de vida lhes proporciona. A depressão é uma doença que precisa ser manejada e esse manejo pode incluir medicamentos e psicoterapia. Praticar exercícios regularmente é um caminho seguro e pode ser uma adição eficaz ao tratamento, além de comprovadamente eficiente na prevenção dos sintomas. E depende de você dar os primeiros passos ou retomar o estilo de vida ativo. Exercitar-se é simples!


AJUSTE O TREINO AO SEU TEMPO

VESTIÁRIO COMPLETO COM PISO AQUECIDO

EQUIPE CAPACITADA

AULAS DE CURTA DURAÇÃO

MODALIDADES ESTACIONAMENTO VARIADAS* COM ACESSO DIRETO À ACADEMIA

*BIKRAM HOT YOGA - POWER BALLET - FUNCIONAL - PILATES SOLO - STRONG BY ZUMBA BOXE - RUNNING CLASS /academiabetteryou

@betteryouacademia

www.betteryou.com.br Rua Padre Roma, 409 - Centro - Florianópolis (48) 3222-6644 contato@betteryou.com.br


#curtas |

Revista Saúde Maio . 2018 Florianópolis . SC

VIAGEM À EUROPA Dr. Isamel, proprietário da clínica CERFE, Centro de Reabilitação e Fisioterapia do Esporte, ao lado de sua esposa, Maria Luiza estiveram, em março, pela Europa e aproveitaram para passar pela linda Paris. (Torre Eiffel).

HOW TO DO A nutricionista Vanessa Mara Lodi, participou do How To Do, (um evento de marketing para atualizar os conhecimentos) realizados uma vez por ano no Brasil. Juntamente com o idealizador do evento Luciano Rezende.

BMW ULTIMATE EXPERIENCE O Diretor da Revista Saúde Florianópolis e Balneário Camboriú / Itajaí, Paulo Victor Cordeiro, ao lado do presidente da rede Top Car, (CEO) Taka Iwasaki, e do gerente geral de marketing Flávio Porto, neste mega evento, o BMW Ultimate Experience, que aconteceu no mês de abril no Kartódromo Internacional do Beto Carrero World, executado pelo parceiro da Revista Saúde, BMW TOP CAR.

No mesmo evento, ao lado de Marlon Silva, do departamento de marketing da BMW Top Car. Desde de 2016, Santa Catarina recebe o BMW Ultimate Experience, porém nessa edição os fãs da marca aproveitaram durante dois dias a oportunidade de pilotar os modelos esportivos incríveis da BMW. Além disso, a programação era para toda a família, com o espaço BMW Kids, Bike, lifestyle e espaço beleza. Os carros disponíveis para Test Drive eram o BMW M3, BMW M2, BMW M140i, BMW M240i, BMW X3 M40i, BMW X5 M, BMW X6 M, BMW 540i, BMW 750Li, BMW i8 e MINI Countryman JCW.

BMW ULTIMATE EXPERIENCE

#estounocurtasdasaúde

164

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br


Revista Saúde Maio . 2018 Florianópolis . SC

RIO DE JANEIRO Aconteceu, nos dias 06 e 07 de abril no Rio de Janeiro, o Ovarian Stimulation Strategies: Maximizing efficiency in ART. A Dra. Kazue, da Clinifert Clínica de Reprodução Humana, participou deste evento de altíssima qualidade, que contou com grandes nomes da área de reprodução humana.

DR.RAFAEL NARCISO FRANKLIN RECEBE PREMIAÇÃO INTERNACIONAL Dr. Rafael Narciso Franklin ao lado do Dr.Pierre Galvagni Silveira, recebe, o Prêmio Edward B. Dietrhrich/ cICE 2018 -1º Lugar.

| #curtas

CURSO Dra. Marceli Vieira Martins, participou em abril de um curso sobre Odontologia Digital, chamado de DSD (Digital Smile Design), onde todo o planejamento do novo sorriso do paciente é planejado e executado digitalmente e em 3D.

SAINT LOUIS UNIVERSITY - EUA O ortodontista Guilherme Thiesen estava entre um grupo seleto de convidados no Invisalign Forum, que aconteceu no início de maio, na Saint Louis University - EUA. Essa técnica de tratamento ortodôntico com aparelhos removíveis transparentes revolucionou o mundo e trouxe uma nova forma de tratar os problemas de posicionamentos dentários irregulares.

#estounocurtasdasaúde rsaude.com.br | Maio . 2018 | Revista Saúde

165


SUA IMAGEM É A CEREJA DO BOLO

ACESSE:

www.studioA3.com.br

Fotos Empresariais e Corporativas Fotos de Família, Newborn, Bebê, Criança, 15 anos, Mulher, Homem, Casal e Pet Fotos para Casamento, Aniversários e Eventos Corporativos

ORÇAMENTO: (48) 3223 8838 e 3206 3501 Avenida Madre Benvenuta, 1490 . Sobreloja . Santa Mônica . Florianópolis


#social |

Revista Saúde Maio . 2018 Florianópolis . SC

ACM – 81 ANOS DE HISTÓRIA PARA CELEBRAR Neste 28 de abril, a Associação Catarinense de Medicina completou 81 anos de atuação. A comemoração foi marcada com muita integração entre os dirigentes regionais da entidade, que se reuniram, de 27 a 29 de abril, para avaliar e definir metas a fim de ampliar a representatividade dos médicos catarinenses. 170

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br


Revista Saúde Maio . 2018 Florianópolis . SC

| #social

CASAMENTO No dia 18/11/2017, os doutores Fernando Merlos e Priscila Gabriela Cararo selaram sua união em um lindo casamento, que aconteceu na Igreja Paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição, na Lagoa da Conceição. Após a cerimonia, os noivos receberam familiares e amigos em uma grande festa no LIC (Lagoa Iate Clube). rsaude.com.br | Maio . 2018 | Revista Saúde

171


#social |

172

Revista Saúde Maio . 2018 Florianópolis . SC

CLÍNICA BUTIQUE DANIEL MALTA ODONTOLOGIA ESTÉTICA É INAUGURADA EM FLORIANÓPOLIS. A clínica foi inaugurada oficialmente no dia 21 de março. Participaram do evento, clientes, amigos e parentes do #casaldentistafloripa, Dr. Daniel e Fernanda Malta. Convidados ilustres como o Prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro e seus pais, marcaram presença no acontecimento. A Clínica Daniel Malta Odontologia Estética inova ao criar uma estrutura semelhante ao de uma butique de luxo no hall de serviços do super moderno SC401 Square Corporate. O trabalho do casal de dentistas já é conhecido na cidade pela qualidade dos serviços prestados. Veja mais em www.danielmalta.com.br. Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br


Revista Saúde Maio . 2018 Florianópolis . SC

| #social

rsaude.com.br | Maio . 2018 | Revista Saúde

173


Guia de profissionais ACUPUNTURA Dr. Gustavo Cerqueira e Silva Akus Centro de Acupuntura Médica Rua São Jorge, 234 A - Centro, Florianópolis 48 3225-0008 CANCEROLOGIA Dr. Ernani Lange de S. Thiago Radioterapia São Sebastião Rua Bocaiúva, 72 - Largo São Sebastião - Florianópolis - SC 48 3222-7966 Dra. Maria Cecília de Lucena Araujo Baptista Viver Clínica Médica Rua Angelo La Porta, 64 - Centro Florianópolis-SC 48 3324-1100 CIRURGIA BARIÁTRICA Dr. Nicolau Kruel Hospital da UNIMED Rua Almirante Dorval Melchíades de Souza, 588 Centro - Florianópolis 48 3333-3311 | 48 98425-1111 CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO Dr. Aldo Takano Usuy Clinica Médica Rua Sebastião Laurentino Silva, 126, Córrego Grande - Florianópolis 48 3953-6700 Clínica Integrada – Climama Rua Madalena Barbi, 125, Centro - Florianópolis 48 3322-0000 CIRURGIA GERAL Dr. Nicholas Kruel CEMAD Rua Almirante Dorval Melchíades de Souza, 588 Centro - Florianópolis 48 3333-3311 | 48 98425-1111 Dr. Mohamed Najmeddine Clínica OrienteMED Rua Almirante Dorval Melchíades de Souza, 588 Centro - Florianópolis 48 3333-3311 | 48 98425-1111 CIRURGIA ONCOLÓGICA Dr. Rodrigo Baretta Gastro Medical Center Avenida Osvaldo Rodrigues Cabral, 1570 - Sala 302 Centro – Florianópolis/SC 48 3030-2930 Dr. Silvio Feiber Filho Gastro Medical Center Avenida Osvaldo Rodrigues Cabral, 1570 - Sala 302 Centro – Florianópolis/SC 48 3030-2930 CIRURGIA PLÁSTICA Dra. Camilla Moreira Pillar Clínica Pillar Avenida Trompowsky 346, sala 501 - Centro, Florianópolis - SC 48 3371-5119 | 48 98829-1753 Dr. Dimitri Cardoso Dimatos Clínica Cardoso Dimatos Rua Menino Deus, 63 (Sala 211/212) - Centro - Baía Sul Medical Center 48 3223-2002 | 48 99991-2002

174

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

Revista Saúde Edição 12 | Maio . 2018 | Florianópolis.SC CIRURGIA VASCULAR Dr. Cristiano Torres Bortoluzzi CORIS Medicina Avançada Rua Menino Deus, 63 - Sala 504 - Bloco A - Baia Sul Medical Center - Centro - Florianópolis-SC 48 3322-1043 Dr. Daniel Ishikawa CORIS Medicina Avançada Rua Menino Deus, 63 - Sala 504 - Bloco A - Baia Sul Medical Center - Centro - Florianópolis-SC 48 3322-1043 Dr. Luciano Rodrigues Schmidt CORIS Medicina Avançada Rua Menino Deus, 63 - Sala 504 - Bloco A - Baia Sul Medical Center - Centro - Florianópolis-SC 48 3322-1043 Dr. Pierre Galvagni Silveira CORIS Medicina Avançada Rua Menino Deus, 63 - Sala 504 - Bloco A - Baia Sul Medical Center - Centro - Florianópolis-SC 48 3322-1043 Dr. Gilberto do Nascimento Galego CORIS Medicina Avançada Rua Menino Deus, 63 - Sala 504 - Bloco A - Baia Sul Medical Center - Centro - Florianópolis-SC 48 3322-1043 Dr. Rafael Narciso Franklin CORIS Medicina Avançada Rua Menino Deus, 63 - Sala 504 - Bloco A - Baia Sul Medical Center - Centro - Florianópolis-SC 48 3322-1043 Dr. Pierre Galvagni Silveira CORIS Medicina Avançada Rua Menino Deus, 63 - Sala 504 - Bloco A - Baia Sul Medical Center - Centro - Florianópolis-SC 48 3322-1043 CLÍNICA MÉDICA Dr. Fernando Merlos Instituto de Medicina Hiperbárica Av. Hercílio Luz, 1302 - Centro - Hospital Dr. Carlos Corrêa Florianópolis 48 3037-4817 Dr. Roberto Ruiz Essencial Care Florianópolis 48 99822 7582 e-mail: florianopolis@essencialcare.com.br Dra Solange Emanuelle Volpato Gastro Medical Center Avenida Osvaldo Rodrigues Cabral, 1570 - Sala 302 Centro – Florianópolis/SC 48 3030-2930 COLOPROCTOLOGIA Dra. Juliana Stradiotto Steckert Gastro Medical Center Avenida Osvaldo Rodrigues Cabral, 1570 - Sala 302 Centro – Florianópolis/SC 48 3030-2930 COLOPROCTOLOGIA Dr. Alvaro Steckert Filho Gastro Medical Center Avenida Osvaldo Rodrigues Cabral, 1570 - Sala 302 Centro – Florianópolis/SC 48 3030-2930

COLOPROCTOLOGIA Dr. Marlus Tavares Gerber Usuy Clínica Médica Rua Sebastião Laurentino da Silva, 126, Córrego Grande, Florianópolis – SC 48 3953-6700 Clínica Ciência: Rua Caetano Silveira de Matos, 2631, Centro, Palhoça - SC 48 3878-6000 Dr. Marcos Braun Rua Bocaiúva, 2468 – 6º Andar, Piso L4 Beiramar Shopping 48 3025-4444 Rua Sebastião Laurentino da Silva, 126 Córrego Grande – Florianópolis – SC 48 3953-6700 Av. Mauro Ramos 1670 – Centro Florianópolis SC 48 3228-3303 DERMATOLOGIA Dra. Inês Costa de Sá Medclin Av. Osmar Cunha,106 - Sala 901 Centro Florianópolis 48 3304-7306 | 3304-7296 | 98802-1771 Dermavitae Rua Prof Hermínio Jacques , 122 - Centro 48 3207-2140 Dra. Josy Sasaki Josy Sasaki Dermatologia Avançada Rua Santos Dumont,182 – Sala 903 - Centro - Florianópolis - SC 48 3307-6636 | 48 99856-0491 Dra. Mariana Barbato Clínica Barbato Rua Ferreira Lima, 238, 6 andar – Florianópolis -SC 48 3223-6891 | 48 99933-7000 | 48 99829-4645 ENDOCRINOLOGIA PEDIÁTRICA Dra. Gabriela Didoné Dantas Avenida Mauro Ramos, 1450 - Sala 503 - Edificio Platinum Tower - Centro - Florianópolis/SC 48 3024-5312 ENDOCRINOLOGIA E METABOLOGIA Dra. Fernanda Augustini Rigon Rua Menino Deus, 63. Sala 414 Centro – Florianópolis Hospital Baía Sul 48 3223-4268 | 48 99900-9556 Clínica Saúde Santa Mônica Av. Madre Benvenuta, 1377 - Trindade, Florianópolis - SC 48 3879-1377 GASTROENTEROLOGIA Dra. Dariana Carla Maggi Gastro Medical Center Avenida Osvaldo Rodrigues Cabral, 1570 - Sala 302 Centro – Florianópolis/SC 48 3030-2930 Dr. Eduardo Zanella Cordeiro Gastro Medical Center Avenida Osvaldo Rodrigues Cabral, 1570 - Sala 302 Centro – Florianópolis/SC 48 3030-2930 Dra. Fernanda Günther Ramos Gastro Medical Center Avenida Osvaldo Rodrigues Cabral, 1570 - Sala 302 Centro – Florianópolis/SC 48 3030-2930 GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA Dra. Geane Garlet Clínica Otma Rua Bocaiuva 2468 - Shopping Beiramar Piso L4 sala 9 - Centro - Florianópolis - SC 48 3028-6862 | 3025-4444


Guia de profissionais

Revista Saúde Edição 12 | Maio . 2018 | Florianópolis.SC GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA Dra. Kazue Harada Ribeiro Clinifert Rua Dom Joaquim, 779 - Centro – Florianópolis -SC 48 3224-9117 Dra. Luísa Guedes

NEUROCICURGIA Dr. Leonardo Medrado Brito Core – Centro de Ortopedia e Reabilitação Rua Dom Joaquim, 885 – sala 601/602 – Centro Celso Ramos Medical Center 48 3229-4000

Dra. Marília B. Q. Brasil Centro da Visão Clínica e Cirurgia Rua Madalena Barbi, 234 – Centro – Florianópolis – SC 48 3028-2930

Dra. Mila Harada Ribeiro Cerqueira

Dra. Vanessa Miroski Gerente Oftalmocenter Clínica de Olhos Rua Sidney Nocetti, 62 - Sala 306 - Agronomica Florianópolis/SC 48 3222-4645 | 48 3879-2105

Dra. Maria Alice Gayotto de Borba Clínica Sante Rua Padre Lourenço Rodrigues de Andrade, 241, Santo Antônio de Lisboa - Florianópolis - SC 48 3371-1000 | 48 98811-7697 GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA Dra. Nathalia Tavares Gomes Clínica Sante Rua Padre Lourenço Rodrigues de Andrade, 241, Santo Antônio de Lisboa - Florianópolis - SC 48 3371-1000 | 48 98811-7697 Dra. Tatiana Barbosa By Laser Rua Ferreira Lima, 238 1º andar (Goeldner Executive) Centro - Florianópolis 48 99824-1768 INFECTOLOGIA Dra. Priscila Gabriella Cararo Instituto de Medicina Hiperbárica Av. Hercílio Luz, 1302 - Centro - Hospital Dr. Carlos Corrêa - Florianópolis - SC 48 3037-4817 MEDICINA

Dr. Gustavo Sartorato CMC - Centro de Medicina Capilar Avenida Trompowsky, 291 Salas 801 e 802 - Torre 1 - Medical Tower Trompowsky Corporate Centro - Florianópolis - SC www.centrodemedicinacapilar.com.br 48 3333-2804 | 99993-5301 NEUROLOGIA Dr. Alfredo Gandur Dacach Filho Clínica Otma Rua Bocaiuva, 2468 – Piso L4 (sala 09) – Centro Beiramar Shopping 48 3025-4444 / 3028-6862 Dr. Wuilker Knoner Campos Neuron Instituto de Neurocirurgia Rua Menino Deus, 63 (sala 419) - Centro - Baía Sul Medical Center 48 3224-0843 NEUROCICURGIA Dr. Charles Kondageski Neuron Instituto de Neurocirurgia Rua Menino Deus, 63 (sala 419) - Centro - Baía Sul Medical Center 48 3224-0843

Dr. Waldemar de Souza Júnior Clínica da Coluna Florianópolis Rua Santos Dumont, 182, sala 608 – Centro – Florianópolis - SC 48 3024-2424

OFTALMOLOGIA

Clínica Otma Rua Bocaiuva 2468 - Shopping Beiramar Piso L4 sala 9 - Centro - Florianópolis - SC 48 3028-6862 | 3025-4444

Clinifert Rua Dom Joaquim, 779 – Centro – Florianópolis – SC 48 3224-9117

ORTOPEDIA/TRAUMATOLOGIA

ONCOLOGIA CLÍNICA Dra. Aline da Rocha Lino Clínica Soma Rua Menino Deus, 63 – Ed. Baía Sul – Sala 209 – Centro – Florianópolis – SC 48 3223-6072 Dr. Rafael Balsini Barreto Clínica Soma Rua Menino Deus, 63 – Ed. Baía Sul – Sala 209 – Centro – Florianópolis – SC 48 3223-6072 Dr. Rafael S. Giordani Núcleo integrado de Oftalmologia Av. Mauro Ramos, 1970 – Sala 208 – Centro – Florianópolis – SC 48 3012-4512 | 48 99161-6688 ORTOPEDIA/TRAUMATOLOGIA Dr. Breno Calgaro de Carvalho Ortoclini Clínica de Ortopedia e Traumatologia Rua Irmã Benwarda, 128 – Centro – Florianópolis – SC 48 3224-7466 | 48 98821-7500 Centro de Tratamento Ortopédico Rua Cap. Amaro de Seixas Ribeiro 58 – Santa Mônica – Florianópolis – SC 48 3364-0800 Dr. Carlos Alberto Atherinos Pierri CORE – Centro de Ortopedia e Reabilitação Rua Dom Joaquim, 885 (Sala 601/602) – Centro Celso Ramos Medical Center 48 3229-4000 Dr. Darci Duarte Lopes Junior Ortoclini Clínica de Ortopedia e Traumatologia Rua Irmã Benwarda, 128 - Centro 48 3224-7466 / 99652-2021 Dr. Daniel Codonho Centro Médico Florianópolis Rua Presidente Coutinho, 579 - Centro - Florianópolis - SC - Sala 304 48 3224-7387 | 48 99112-1339 Ortoclini: Clínica de Ortopedia e Traumatologia R. Irmã Benwarda, 128 - Centro - Florianópolis - SC 48 3224-7466 Dr. Diogo Rath Fingeri Barbosa Clínica da Coluna Florianópolis Rua Santos Dumont, 182, sala 608 – Centro – Florianópolis - SC 48 3024-2424 Dr. Raphael S. Remor de Oliveira NEO – Núcleo de Especialidades Ortopédicas Av. Mauro Ramos, Koerich Beiramar Office - Sala 213 Florianópolis/SC 48 3228-3229

Dr. Zaffer Maito Clínica da Coluna Florianópolis Rua Santos Dumont, 182, sala 608 – Centro – Florianópolis - SC 48 3024-2424 Dr. Márcio Papaleo de Souza Clínica da Coluna Florianópolis Rua Santos Dumont, 182, sala 608 – Centro – Florianópolis - SC 48 3024-2424 PERÍCIA MÉDICA Dra. Marisa dos Santos Feiten Instituto de Perícias Médicas - Medforense Rua Menino Deus, nº 63, Sala 301, Centro - Florianópolis - SC (48) 3207-7307 PSIQUIATRIA Dr. Aristoteu V. Stadler Instituto São José Rua Antônio Ferreira, 113 - Centro - São José/SC 48 3247-1188 | 48 99146-7066 Dr. Júlio Cesar Gonçalves Instituto São José Rua Antônio Ferreira, 113 - Centro - São José/SC 48 3247-1188 | 48 99146-7066 Vanessa Cassina Zanato Vitaclass Coworking Saúde Rua Eurico Hosterno, 300 - Santa Mônica - Florianópolis - SC 48 4009-2920 | 48 99831-7006 RADIOTERAPIA Dr. Arno Lotar Cordova Junior Radioterapia São Sebastião Rua Bocaiúva, 72 - Largo São Sebastião - Florianópolis - SC 48 3222-7966 Dr. Carlos Genesio B. Lima Junior Radioterapia São Sebastião Rua Bocaiúva, 72 - Largo São Sebastião - Florianópolis - SC 48 3222-7966 Dra. Cristiane Almeida Radioterapia São Sebastião Rua Bocaiúva, 72 - Largo São Sebastião - Florianópolis - SC 48 3222-7966 RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM Dr. Guilherme Pradi Adam NEO – Núcleo de Especialidades Ortopédicas Av. Mauro Ramos, Koerich Beiramar Office - Sala 213 Florianópolis/SC 48 3228-3229 UROLOGIA Dr. Alberto Ambrogini Checkup Executivo Baía Sul Rua Menino Deus, 63 (sala 101) – Centro - Baía Sul Medical Center 48 3037-2736 rsaude.com.br | Maio . 2018 | Revista Saúde

175


Guia de profissionais UROLOGIA Dr. Antonio Ivo Moritz Neto Urologistas Associados Av. Osmar Cunha, 415, Ultralito Centro Médico – Centro Florianópolis – SC 48 2108-8888 Dr. Eduardo Porto Ribeiro Urologistas Associados Av. Osmar Cunha, 415, Ultralito Centro Médico – Centro Florianópolis – SC 48 2108-8888 Dr. Flávio José Fernandes Lima Urologistas Associados Av. Osmar Cunha, 415, Ultralito Centro Médico – Centro Florianópolis – SC 48 2108-8888 Dr. José Eduardo Moritz Urologistas Associados Av. Osmar Cunha, 415, Ultralito Centro Médico – Centro Florianópolis – SC 48 2108-8888 Dr. Márcio Hiroshi Ikeda Urologistas Associados Av. Osmar Cunha, 415, Ultralito Centro Médico – Centro Florianópolis – SC 48 2108-8888 Dr. Sérgio Rubem Porto Urologistas Associados Av. Osmar Cunha, 415, Ultralito Centro Médico – Centro Florianópolis – SC 48 2108-8888 CIRURGIA BUCOMAXILO FACIAL Dr. Rodrigo Granato 3Odontologia: Rua Emilio Blum -131 – Sala 401-A 48 3223-2564 CONSULTOR HOSPITALAR José Luiz De Los Santos Rua José Bonifácio, 157- Canto – Florianópolis 48 3244-3071 | 99960-4438 ESTÉTICA FACIAL Analucia Miltersteiner Rua Prof. Hemínio Jacques – 122 – Sala – 02 48 99923-1132 Luciana Miltersteiner Rua Prof. Hemínio Jacques – 122 – Sala – 02 48 99965-5405 FARMACÊUTICO Gerson Appel Dermus Farmácia de Manipulação e Homeopatia Rua Conselheiro Mafra, 546 – Centro – Florianópolis 48 3027-7700 FISIOLOGISTA Fabiana Pereira Vecchio Rebelo Baia Sul Medical Center R. Menino Deus, 63, Sala 101 - Centro 48 3037-2736 FISIOTERAPIA Dra. Fernanda Morais Silva Corpore Sano Rua Professor João José Cabral, 358 – Balneário – Florianópolis – SC 48 3348-7458

176

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

Revista Saúde Edição 12 | Maio . 2018 | Florianópolis.SC

FISIOTERAPIA Dr. Marcos Chaves de Souza Corpore Sano Rua Professor João José Cabral, 358 – Balneário – Florianópolis – SC 48 3348-7458 FISIOTERAPIA ESPORTIVA Dr. Ismael Ramos Gomes Junior Cerfe Rua Dom Joaquim, 885 (Andar P) - Sala 02 - Centro Celso Ramos Medical Center 48 3024-2900 FONOAUDIOLOGIA Fga. Karina Fogaça Rua Dr. Heitor Blum, 310 Ed. Vitória Offfice – Sala 704 – Estreito – Florianópolis – Sc 48 99963-0066 Dra. Greicy Henrique Heckler R. Dom Jaime Câmara, 179 – Ed. Regency Tower - Sala 301 – Centro – Florianópolis – SC 48 3224-0000 | 99675-9229 IMPLANTODONTIA Dr. Frederico Becker Implant Clinic Rua Fúlvio Aducci, 1214 - Sl 108 - Estreito Florianópolis - SC implantclinicflorianopolis@gmail.com 48 3018-1523 | 48 99178-2767 Rua Crispin Mira, 11 - Centro - Florianópolis/SC 48 3223-2153 NATURÓLOGA Beatriz Zeferino Ghisoni Beatriz Ghisni Rua Emílio Blum, 131 - Sala 408 B, Centro - Florianópolis | 48 98426-0133 NUTRIÇÃO Caroline Faé Gastro Medical Center Avenida Osvaldo Rodrigues Cabral, 1570 - Sala 302 Centro – Florianópolis/SC 48 3030-2930 Dra. Mari Abreu Baia Sul Medical Center R. Menino Deus, 63, Sala 101 - Centro 48 3037-2736 Dra. Vanessa Mara Lodi Centro Executivo Imperatriz Rua General Liberato Bittencourt 1885, sala 308 Bairro Estreito (Localizado no coração do Estreito) 48 3091-5310 | 48 99601-5310 ODONTOLOGIA Dr. Daniel Malta Daniel Malta Odontologia Rod. José Carlos Daux 5500 – loja 12A SC 401 SQUARE CORPORATE 48 4042-9676 | 48 99907-0595 Dr. Rafael Fonseca de Andrade Boulevard Odontologia Integrada Rua Emílio Blum, 131, Bloco B - Sala 1001 - Centro Florianópolis - Sc. 48 3025-4065 | 98444-0088

ODONTOLOGIA Marcela Berretta Rau Florianópolis | SC: Rua Menino Deus, 63 Sala 103, Baia Sul Medical Center. 48 3222-0110 Rua Emílio Blum, 131 Sala 901, Bloco A, Hantei Office Building. 48 3028-3024 Antônio Carlos | SC: Rua João Antônio Besen, 420. 48 3272-0429 ODONTOLOGIA ESTÉTICA Dra Marceli Vieira Martins Clínica Guilherme Thiesen Ed. Blue Diamond Business - Rua Idalina Pereira dos Santos 67, Sala 1106 - Agronômica, Florianópolis - SC 48 3024-2008 | 48 99967-2008 ORTODONTIA Dra. Cristiana Capelari Av. Prefeito Osmar Cunha, 416, Sala 306 Ed. Koerich Empresarial Rio Branco - Centro - Florianópolis 48 3324.0034 | 99618.7848 Dr. Guilherme Thiesen Clínica Guilherme Thiesen Ed. Blue Diamond Business - Rua Idalina Pereira dos Santos 67, Sala 1106 - Agronômica, Florianópolis - SC 48 3024-2008 | 48 99967-2008 PERSONAL TRAINER Helen Cristye Perina Padilha Beatriz Ghisni Rua Emílio Blum, 131 - Sala 408 B, Centro - Florianópolis | 48 99905 6080 José Augusto Dominguesi Beatriz Ghisni Rua Emílio Blum, 131 - Sala 408 B, Centro - Florianópolis | 48 99916-7871 PSICOLOGIA Ângela Cherubini Local de Atendimento Rua Presidente Coutinho, 311 – Ed. Saint James – Sala 508 – Centro – Florianópolis – SC 48 99910-8510 Cintia Salum Gastro Medical Center Avenida Osvaldo Rodrigues Cabral, 1570 - Sala 302 Centro – Florianópolis/SC 48 3030-2930 Dr. Ernani Carioni Filho Baia Sul Medical Center R. Menino Deus, 63, Sala 101 - Centro 48 3037-2736 Fabiane Braun Burger Rua Felipe Schmidt, 515 sala 704 – Centro – Florianópolis - SC 48 99105 9593 PSICANALISTA Roziliane Oesterreich de Freitas Edifício Koerich Empresarial Rio Branco Rua Osmar Cunha, 416 - Sala 304 48 99998-8267


Ginástica para o Cérebro na Grande Florianópolis

O Método Supera trabalha com atividades que fortalecem as conexões neuronais e mantêm o cérebro ágil e forte, melhorando o desempenho na escola, alavancando a carreira e garantindo mais qualidade de vida a pessoas de todas as idades.

O Método Supera Ginástica para o Cérebro tem ajudado pessoas de todas as idades a encararem os desafios de perda da memória, falta de concentração, falta de foco no trabalho e dificuldade de reter informações nos estudos (quer seja na escola ou na preparação para um concurso). O método Supera atende crianças a partir dos 6 anos, sendo indicado para todas as faixas etárias e muitos médicos, advogados, empresários, professores, engenheiros, entre outros profissionais, procuram o método para desenvolver suas potencialidades. “Cada atividade que desenvolvemos aqui no Método Supera estimula uma região do cérebro e desenvolve uma habilidade diferente. Os alunos, principalmente as crianças, aprendem a ter disciplina e foco, além de respei-

tar os colegas no trabalho em equipe. O ábaco treina o cérebro para manter a concentração por um período prolongado, além de exercitar a capacidade de se fazer cálculos mentalmente”, comenta a educadora da escola Supera. O Supera não pode ser considerado reforço escolar porque o foco não é em conteúdo e, sim, em desenvolver a capacidade de aprendizagem. Os alunos melhoram em vários aspectos, como concentração, rapidez de raciocínio, confiança e autoestima. Segundo a gestora pedagógica, o método também vai ao encontro do que o mercado de trabalho busca, ou seja, pessoas que desenvolvam a capacidade de pensar e de resolver problemas de forma inovadora. “A consciência da população sobre a importância dos cuidados com a saúde do cérebro está aumentando. As pessoas querem ser produtivas e envelhecer com o cérebro ativo, aprendendo e se relacionando bem com a família e os amigos”, afirma a educadora, acrescentando que a ginástica cerebral evita as perdas cognitivas e pode retardar sintomas de doenças como o Alzheimer, uma doença triste e preocupante que, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), afeta 14,5 milhões de brasileiros com mais de 60 anos. A Região de grande Florianópolis conta com três unidades SUPERA, localizadas na cidade de Florianópolis nos bairros Centro e Estreito e na cidade de São José, no bairro Campinas. Procure a escola mais próxima, agende uma aula demonstrativa gratuita e permita-se experimentar a emoção de pensar e agir de forma inovadora, desenvolvendo o potencial do cérebro e impulsionando uma forma incrível de viver


INFORME PUBLICITÁRIO

MINI Top Car inova com canal no Youtube e se aproxima ainda mais de seu público alvo. Com o propósito de auxiliar no processo de decisão do cliente, a MINI Top Car divulga seus carros no canal TV Top Car no Youtube, onde são apresentados detalhes do produto, experiências e comparativos. O formato contemporâneo de abordagem auxilia no processo de decisão de compra pelo cliente, seja escolhendo a marca, o modelo ou mesmo a versão do carro, o que lhe motiva a conhecer o produto e até fazer o test drive. Para a executiva de vendas da empresa, Debora Sell, a ferramenta facilita a vida do comprador, que busca várias fontes de informação. “O nosso canal do Youtube exerce o papel de marketing de conteúdo para abastecer o cliente nesse processo”, reforça, lembrando ainda que o Youtube é uma ótima ferramenta para apresen-

178

Revista Saúde | Maio . 2018 | rsaude.com.br

tar um produto ou algum diferencial que a maioria ainda não conhece. Debora lembra que o mix de ações digitais da MINI Top Car contempla também redes sociais, como: linkedin, facebook, instagram. A empresa está inclusive no Google Street View, que oferece um passeio virtual onde é possível adentrar à loja e até mesmo em um dos carros com apenas alguns clicks ou touchs. Tais alternativas de contato com o seu público alvo vêm ao encontro da tecnologia da marca BMW. “Quando fazemos uma entrega técnica e detalhamos todas as funções do carro, percebemos que, às vezes, o cliente não absorve tudo o que estamos apresentando. Em nosso canal, temos inclusive, alguns tutoriais de toda essa parte tecnológica. Isso serve para

consultas posteriores, pois às vezes na entrega técnica, ele está tão ansioso pelo carro novo que não consegue gravar todas as funções”, comenta a executiva de vendas. Estratégia O sucesso do canal TV Top Car se dá, acima de tudo, pelo profissionalismo com o qual é coordenado. Toda a concepção conceitual do vídeo é sempre muito bem pensada: desde o título, conteúdo, cenário. O resultado de tanto empenho se comprova com as métricas de análise de acessos da plataforma Youtube, que contabilizam mais de dois milhões e meio de visualizações.

Debora Sell Executiva de Vendas MINI Top Car


O SUV DA MINI.

NOVO MINI COUNTRYMAN. A MINI cria desde suas origens, os melhores carros para as necessidades urbanas. O Novo MINI Countryman é o carro perfeito para quem tem família e gosta de espaço, com seu porta-malas de 450 litros, espaço para 5 passageiros e mais de 4 metros de comprimento.

Motor 1.5 e 2.0 TwinPower Turbo

Faróis Direcionais Full Lead

5 Assentos e Bancos Traseiros Rebatíveis

VISITE NOSSA CONCESSIONÁRIA E FAÇA UM TEST-DRIVE:

minitopcar.com.br

Florianópolis (48) 3029-4111 Blumenau (47) 3036-2979 Baln. Camboriú (47) 3228-5111 Criciúma (48) 2101-8965

Siga-nos nas redes sociais:

/welcometothetop

Trânsito seguro: eu faço a diferença.

/tvtopcar

4,30 Metros de Comprimento e Porta Malas de 450l


Revista Saúde Florianópolis - Edição 12 - 05/2018  
Revista Saúde Florianópolis - Edição 12 - 05/2018