Page 1

Capa | Nova Trupe ano XIV | novembro de 2012


DESDE 1999

ÍNDICE

ano XIV nº 152 novembro 2012

Nova Trupe (PE)

CAPA Mercado imobiliário se rende às plataformas digitais e investe em aplicativos para celular e internet. 19

revista de comunicação e marketing NE

RECIFE•SALVADOR•FORTALEZA•NATAL JOÃO PESSOA•MACEIÓ•TERESINA ARACAJU•SÃO LUÍS • SÃO PAULO A Revista PRONEWS é uma publicação mensal de Walter Lins Pinheiro Junior Editora - ME Empresarial Tacaruna - Av. Governador Agamenon Magalhães, 3341, Sls. 205/206. Torreão. CEP: 50.070-160. Fones: (81) 3426.6144 / 3034.6144 :: EDITOR Walter Lins Jr. walter@revistapronews.com.br :: REDAÇÃO Luciana Torreão - subeditora, Ivelise Buarque e Matheus Torreão redacao@revistapronews.com.br

ENTREVISTA Na entrevista deste mês, Rodrigo Duguay fala sobre novas mídias, gamificação e jogos digitais, entre outros temas. 14

:: COLABORADORES Anderson Lima e Marina Barbosa :: PRODUTOR GRÁFICO Bruno Regis producao@revistapronews.com.br :: DEPTº FINANCEIRO Nise Lins :: ASSINATURAS 81 3426.6144 / 3034.6144 producao@revistapronews.com.br

A VEZ DO CLIENTE Uma história de empreendedorismo que contribuiu para o desenvolvimento do Pólo do Agreste. 24

GIRO 6 GIRO BRASIL 8 FICHA TÉCNICA 10 E 34 DE OLHO NA CAMPANHA 26 NA WEB 28 VITRINE 34 CLICK 37 EU RECOMENDO 40 Todo mês uma agência diferente produz a capa da Revista PRONEWS. Participe pelo e-mail: redacao@revistapronews.com.br 04

:: REPRESENTANTES COMERCIAIS NS&A - CE - Aldamir Amaral (85 3264.0406/ 0576) - nsace@nsaonline.com.br RD Produções e Eventos - Ricardo Douglas (SE - 79 3044.7013/9972.2214) rdproducoes@infonet.com.br Omega Mídia - Renato (SP - 11 8403.0330) renato@omegamidia.com.br :: DISTRIBUIÇÃO LogResolve (PE - 81 2123.1455) Jornal Correio - Rede Bahia (BA - 71 3203.1812) Sistema Verdes Mares (CE - 85 3266.9902) www.verdesmares.com.br Omega Mídia - Renato (SP - 11 8403.0330) renato@omegamidia.com.br :: DADOS TÉCNICOS Impressão: Gráfica FacForm (81 3339.6566) grafica@facform.com.br Tiragem: 7.000 exemplares Formato: 22x30cm Tipologia: Humanist 521 BT Papel: Couché brilho 150g/m² Número de páginas: 40

As matérias assinadas por nossos colaboradores não representam, necessariamente, a opinião da revista.

WWW.REVISTAPRONEWS.COM.BR


GIRO DIA DO BISCOITO Todas as coisas que a gente gosta merecem uma data só pra elas. A Vitarella preparou uma festa para celebrar o Dia do Biscoito. Foi um dia inteiro de atividades nas redes sociais onde todos concorreram a prêmios e participaram de brincadeiras surpresas. A criação e o desenvolvimento da ação levam a assinatura da Ampla Comunicação e a parceria do blog Garotas Estúpidas. Quem seguia a @Vitarella_ no Twitter concorria a kits de biscoitos e pendrives exclusivos, respondendo às perguntas do quiz que foram postadas ao longo do dia. No Instagram, quem postou fotos com a hashtag #DiadoBiscoito também ganhou biscoitos. Os autores das fotos mais criativas ganharam kit especial Vitarella e pendrive exclusivo.

INCENTIVO A DOAÇÕES A Hipercard realiza mais uma vez sua campanha de sensibilização para doações à AACD -Associação de Assistência à Criança Deficiente. Nesse ano, em que o tema foco é o talento das crianças, o objetivo é receber mais doações e propiciar um aumento nos números de consultas e terapias. Esta ação é realizada anualmente, desde 2006, e já se tornou tradicional entre os clientes Hipercard. Este ano a campanha, assinada pela DPZ Propaganda, conta com a participação da cantora Daniela Mercury e dos atores Juan Alba e Angelo Antônio. MOURA CONQUISTA PRÊMIO SESI A Baterias Moura conquistou pela segunda vez o 15º Prêmio Sesi Qualidad e n o Tr a b a l h o (PSQT), na área Desenvolvimento Socioambiental. A empresa conquistou o 06

prêmio, na categoria grandes empresas, com o Programa Tareco e Mariola. Criado há 13 anos, tem o objetivo de prestar assistência social aos moradores de Belo Jardim (PE), cidade onde foi fundada a Moura, por meio de trabalhos voltados ao meio ambiente, educação e arte. Hoje, o Programa beneficia direta e indiretamente mais de 20 mil pessoas e abraça oito projetos: Associação dos Recicladores e Artesãos, Centro de Artesanato Tareco & Mariola, Qualidade Total na Educação, Projeto Miniempresa Junior Achievement, Projeto Semear, Coral Moura, Orquestra Viva e Estado de Arte. GUIA DA EDUCAÇÃO PE 2012 A Abril Mídia e a MultiRevistas Publicidade lançaram o Guia da Educação PE 2012, especial publicitário da Veja Suplementos Regionais, do Grupo Abril. O conteúdo editorial é da Executiva Press. Esta é a nona edição do Guia encartado na Revista Veja e circula para todo o estado de Pernambuco. O projeto regionalizado e segmentado desenvolvido pela MultiRevistas transformou-se em modelo para publicações semelhantes em outros estados do país. São 31 matérias sobre a educação em Pernambuco. NOVIDADES NO NÚCLEO DIGITAL VIAMÍDIA A agência Viamídia (BA) tem uma operação de destaque na área de comunicação digital. Para reforçar a equipe de mídias sociais foi contratada Danielle Barreto, que iniciou sua carreira no marketing da Unijorge e acumula passagens por agências como Plena Propaganda, Nuve Quanta Gente e DMI Interactive. A Viamídia já administra perfis nas redes sociais com cerca de 10.000 assinantes. Essa é mais uma área da comunicação que Viamídia atua, seguindo a filosofia de ser uma agência full service. DOIS COMUNICAÇÃO CRIA NOVO VISUAL DA VANITY A Dois Comunicação (PE) é a agência responsável pela comunicação visual da Vanity, clínica inédita que abre investindo no conceito de saúde e estética integrada para promover uma vida mais saudável. A Vanity aposta também comercialização de produtos exclusivos beleza e vestuário da marca, além da venda de cosméticos.


PESQUISADORES DE MODA E CONSUMO CRIAM ACERVO DIGITAL Depois de dois anos de especulações sobre a criação de um espaço de pesquisa interativo para os interessados em estudos relacionados, sobretudo, ao curso de Design, os professores da Universidade Federal de Pernambuco Charles Leite e Ana Paula de Miranda lançaram a página do Grupo de Estudo Consumo de Moda, o G-COMO. Com o envolvimento de graduandos que vão além do campus de Caruaru e de professores-colaboradores que saem das fronteiras da UFPE, o site reúne estudos, notícias e uma agenda para interessados em moda e consumo. O grupo, que começou estudando o consumo de acessórios de moda e da moda masculina, hoje já reúne cinco linhas de pesquisa que analisam desde a influência das divas pops na cultura de massa até os aparatos comunicativos que as marcas usam para construir suas narrativas. Para contribuir em seus projetos, a equipe conta com profissionais de antropologia, sociologia do consumo, administração e estudantes de cursos como Design e Publicidade. Entre equipe e colaboradores, o grupo conta com cerca de 30 pessoas que usam o acervo digital para um intercâmbio mais direto e interativo de conhecimento. Segundo Charles Leite, um dos coordenadores do G-COMO, a presença dos colaboradores enriquece o processo. “Temos professores-colaboradores da Paraíba e Suíça, por exemplo, que possibilitam fazer uma análise comparativa do consumo em lugares diversos”.

Pethrus Tibúrcio |

A fim de compartilhar os resultados de suas linhas de pesquisa, professores e estudantes da UFPE lançam o G-COMO

Amilcar Bezerra, Ana Paula de Miranda, Teresa Lopes e Charles Leite

O objetivo do site é compartilhar com outros profissionais, estudantes e interessados o material produzido a partir dos estudos do grupo a partir de um meio que facilite a saída do conhecimento apenas da academia e traga ex-alunos e outras universidades para colaborarem com as pesquisas e ações estratégicas do G-COM. Para Charles Leite, o site interfere, inclusive, na preparação e nas perspectivas dos alunos para o mercado de trabalho. Ele diz que o projeto ajuda a consolidar o estudante enquanto pesquisador a partir do momento em que ele passa a produzir conhecimento e o professor fica, muitas vezes, apenas como moderador do processo. Segundo Leite, é sensível a transformação do estudante quando se foge um pouco do modelo tradicional de troca de conhecimento da universidade. “É perceptível que estes estudantes saem muito mais próximos do mercado de trabalho, formando-se muito mais 'empregáveis', com características e habilidades que possibilitam sua inserção”.

O site reúne estudos, notícias e uma agenda para interessados em moda e consumo

07


GIRO BRASIL segmento de hortifrutigranjeiros do Brasil.

ACREDITE NA MAGIA Acredite na magia do Natal. Esta é a mensagem de Natal de Coca-Cola Brasil em 2012. O resgate da crença no espírito do Natal, assim como acreditávamos quando éramos crianças, dos sonhos de infância, da expectativa de escrever para o Papai Noel e ter seu pedido atendido. A campanha pretende emocionar o Brasil e mobilizar a população em torno da magia desta festa marcada por sentimentos tão nobres como o amor, a solidariedade, a alegria e o otimismo. O filme para TV tem versões para internet de 4'30” e 60”. Criado pela Ogilvy & Mather Brasil, Papai Noel no filme resgata o espírito do Natal em adultos ao realizar os pedidos das cartinhas enviadas ao Bom Velhinho que não haviam chegado ao seu destino. MAIS DE 8 MILHÕES DE FÃS Na liderança e segundo lugar, respectivamente, desde o início do ano, Guaraná Antarctica e Skol foram as primeiras páginas comerciais no Facebook do Brasil a ultrapassar oito milhões de fãs. Disputando a primeira colocação há pelo menos dez meses, as duas empresas têm 522.337 likes entre elas (8.832.658 contra 8.310.321), e juntas, possuem quase um terço dos usuários da rede social no País. O levantamento foi realizado pelo GraphMonitor, ferramenta de gestão de páginas na rede social desenvolvida pela Dito, empresa especializada em soluções de engajamento no Facebook. MUNDO DOS SABORES A Alface Americana é a nova estrela da rede Hortifruti. Com uma cartola na “cabeça”, a hortaliça sai direto do campo para a campanha Mundo dos Sabores lançada nas praças do Rio de Janeiro e Espírito Santo. O Mundo dos Sabores tem como tema frutas, verduras e legumes de todas as nacionalidades. A ação, criada pela MP Publicidade, conta com peças em 3D e inclui mídia exterior, PDV, comerciais na TV, anúncios, spots e material para internet e redes sociais. Inclui ainda folder com curiosidades e dicas de receitas para preparar a alface. A Hortifruti é líder varejista no 08

G1 LANÇA EDITORIA DE TURISMO E VIAGEM O G1 está com uma novidade para quem gosta de fazer as malas e visitar lugares diferentes. O site lança a editoria 'Turismo e Viagem', que reúne dicas sobre acomodação, programas e destinos nacionais e internacionais. Nela, além de notícias e vídeos, o internauta encontra informações sobre serviços ao viajante, como tirar passaporte e vistos. Comandada pelo editor Dennis Barbosa, a nova editoria também abre espaço para histórias, fotos, vídeos e dicas dos próprios leitores, que podem ser enviadas através do 'VC no G1'. Conheça o G1 Turismo e Viagem em http://g1.globo.com/turismo-e-viagem/.

MELHOR CRÉDITO NO MARKETING BEST A campanha “Caixa Melhor Crédito”, assinada pela agência nova/sb, está entre as vencedoras do prêmio Marketing Best 2012. A premiação, que está em sua 25ª edição e é realizada pela Editora Referência, tem como objetivo promover e difundir as empresas que mais se destacam no planejamento e execução das estratégias de marketing de seus produtos e/ou serviços. O case da Caixa foi desenvolvido em abril deste ano, quando o Governo Federal anunciou uma série de medidas visando promover a economia brasileira. Entre essas medidas estava a redução das taxas de juros do mercado. SERVIÇOS EXCLUSIVOS Em nova campanha, em rede nacional, o Itaú Uniclass apresenta cinco serviços exclusivos que oferece a seus clientes: Gerentes Dedicados, Consultoria de Investimentos, Maiores Limites de Crédito, Caixas Exclusivos e Gerentes por Telefone. A campanha, assinada pela DPZ, traz como recurso criativo utilizar números (de 1 a 5) no lugar de letras na descrição de cada um dos serviços. Tudo resumido pelo conceito: “Itaú Uniclass. 5 serviços exclusivos somados para você”. A campanha mostra didaticamente o diferencial do Itaú Uniclass. A campanha é composta por filme de 30” para TV e cinema, spot de rádio e anúncio para revistas e jornais, entre outras peças.


Apresentação do professor George Washington

SIN COMUNICAÇÃO PROMOVE LANÇAMENTO DO UBS Toda ação publicitária para ter sucesso necessita, antes de tudo, que a mensagem promocional chegue ao seu público-alvo, que ela seja compreendida e que estimule os receptores a tomarem uma ação. Essas características ficaram bem representadas no lançamento do “Unipê Business School” (UBS), programa que permite ao aluno universitário a "mobilidade acadêmica", ou seja, a possibilidade de ter dois cursos de graduação e pós-graduação em menos tempo, além de contato direto com o setor empresarial, ainda dentro da universidade. A solenidade de lançamento ocorreu no auditório do Espaço Cultural do Centro Universitário de João Pessoa (Unipê), na capital. Cerca de 50 convidados, entre empresários paraibanos, representantes de veículos de comunicação, instituições de ensino, entidades estatais, entre outras autoridades estiveram presentes. Para o lançamento, a agência de publicidade e propaganda Sin Comunicação elaborou o evento denominado “Network Show”. Este evento foi criado para chamar a atenção dos presentes, convidados antecipadamente para assistir a uma apresentação do consultor inglês Teddy Hunter que, na verdade, era o ator pernambucano Rodrigo Riszla. Por cerca de 40 minutos, ele fez uma apresentação em inglês, com a ajuda de uma tradutora, sobre gestão de negócios e traçou o perfil de um profissional perfeito, mas ainda inexistente no mercado. Ao final da palestra, e na língua portuguesa, ele revelou a sua identidade ao público e explicou que esse perfil de profissional só estará disponível às empresas daqui a cinco anos, quando a primeira turma do Programa “Unipê Business School” concluir o curso. A ação preparada pela Sin Comuni-

cação surpreendeu a todos e arrancou aplausos e risadas dos convidados. “Só tenho uma palavra para definir a ação, que é competência. A Sin Comunicação e o Unipê estão de parabéns. Eu fiquei encantando. Achei muito inteligente, muito criativa, e fundamentalmente bem produzida. Todos caímos na pegadinha. Eu cheguei aqui achando que Teddy Hunter era um consultor internacional e na verdade não era. Mas, a gente se divertiu bastante e acabamos impactados pela mensagem transmitida”, comentou o publicitário e presidente da Associação Brasileira de Agências de Publicidade da Paraíba (AbapPB), Max Leal. O sucesso da apresentação foi comemorado pela reitora do Unipê, professora Ana Flávia Pereira e pelo assessor de Planejamento da Reitoria do Unipê, que desenvolveu o projeto do “Business School”, professor George Washington Melo. “Foi algo diferente de tudo que já vimos. O que a Sin fez foi mudar completamente o script das apresentações convencionais, surpreendendo a todos que estiveram no evento. Embora fosse uma encenação, o ator convidado apresentou um conteúdo real sobre aquilo que o mercado exige. Então, para introduzir a apresentação do Unipê bussiness School, a peça caiu como uma luva”, frisou George Washington. Quem também comemorou o sucesso da ação foi o diretor-presidente da Sin Comunicação, Ruy Dantas, que destacou o empenho da equipe na concretização desse trabalho. “Conseguimos quebrar paradigmas. Oferecemos um produto que ainda não existe no mercado, falamos de um assunto um tanto complicado e tivemos a perspicácia de tornar isso algo muito simples. Todos que estiveram aqui saíram entendendo a proposta do Unipê”, disse. 09


FICHA TÉCNICA CAMPANHA DE NATAL DA RM EXPRESS Bom humor e clima de festa na campanha de Natal da RM Express, criada pela Aporte Comunicação. Agora, o ator Marcelino Dias faz as vezes de um divertido dublê de Papai Noel. As peças são filme para TV, spot para rádio, site, outdoors (lonados) e tablóides. Agência: Aporte (PE) Cliente: RM Express Atendimento: Frederico Franz Planejamento: Ângelo de Mello Diretor de Arte: Otávio Rego Redatora: Ana Braga Produção: Eduardo Miranda Mídia: Ana Paula Alcântara Aprovação: Isabella Ferreira

VIVA E EVOLUA Criada pela Duplo A Comunicação (PE), a nova campanha institucional da Viva Saúde exalta a qualidade dos serviços prestados pelo plano de saúde e enfatiza sua constante evolução. As peças revelam um novo e promissor momento para a Viva Saúde, com o mote: Viva. Evolua. As peças incluem um filme, spot de rádio, anúncios nos principais jornais, painéis de metrô e backbus. Todo o conteúdo foi trabalhado em um conceito humanizado, fazendo uma analogia à evolução do plano com momentos simples e memoráveis do cotidiano. Agência: Duplo A Comunicação e Marketing (PE) Cliente: Viva Saúde Atendimento: Alexandre Almeida Direção de Arte: Daniel Gomes e Ítalo Almeida Redação: Antonio Albuquerque Produção: Isabely Cavalcanti Mídia: Neiry Almeida

BELEZA DE PRESENTE Já é Natal na Fiolaser. À medida que o natal se aproxima, cresce a expectativa das marcas em relação ao aumento nas vendas. Para impulsionar esse aumento e atrair mais clientes a Fiolaser lançou a campanha"Dê Beleza de presente", que apresenta sugestões de presente para o natal. Para a divulgação, a Viamídia criou outdoors simples e duplo com cores em tons pasteis e laranja, divulgando os serviços com os preços para o período. Agência: Viamídia Publicidade (BA) Cliente: Fiolaser Diretor de Atendimento: Americo Neto Atendimento: Ellen Garabini Direção de Criação: Neca Boullousa Criação: Flávio Cezar e Rodrigo Oliveira Mídia: Alan Abreu Aprovação: Juliana Albuquerque, Vanessa Duarte e Perla Lemos.


HOMENAGEM AOS DOADORES DE SANGUE Com o conceito “Você tem orgulho de ser doador de sangue. A gente tem orgulho de você”, a Dois Comunicação criou a campanha para valorizar e homenagear os doadores de sangue do Hemope. A Dois, como agência solidária do Hemope, está fazendo também um trabalho de captação de apoios de veículos, gráficas e outras empresas que estão aderindo voluntariamente a esta campanha. O mix de peças criadas pela agência inclui spot para rádios, cartazes – com participação de quatro doadores do Hemope – anúncio em jornais, outbus, móbiles, sinalização, camisas, adesivos, chaveiros, entre outras ações. Agência: Dois Comunicação (PE) Cliente: Hemope Direção de Criação: Filipe Cavalcanti Direção de Arte: Rian Lins e Paula Santos Redação: Gilvan Barbosa Mídia: Mirella Silva Produção Gráfica: Yuri Laurentino Atendimento: Orlando Mindêlo e Mara França Aprovação: Divaldo Sampaio e Seabra Neto

PERINI RIOMAR Para marcar sua chegada no Recife, a Perini lançou seu primeiro comercial de TV. Assinado pela agência baiana Única, o vídeo apresenta a estrutura completa, o atendimento diferenciado, as delícias e a variedade de produtos do primeiro supermercado gourmet do Nordeste, no RioMar Shopping. Em sua loja de 2.000 metros quadrados, a Perini conta com café, rotisseria, padaria, frios, adega, hortifruti fresquinhos, além de artigos de higiene, perfumaria, limpeza e bazar. Tudo para oferecer maior praticidade e comodidade para que o pernambucano redescubra o prazer em fazer compras para o dia a dia e também produtos gourmet, despertando o chef que há em cada um. Agência: Agência Única (BA) Cliente: Perini Executiva de Atendimento: Julianna Trindade Supervisora de Atendimento: Adriana Cortizo Diretor de Criação: João Dude Redator: Ricardo Longo e João Dude Diretor de Arte: Rafael Gomez Aprovação: Eduardo Maia e Aline Oliveira da Silva

A MELHOR PELOS EX-ALUNOS Já está no ar a campanha para o Vestibular 2013 da Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS), criada pela BlackNinja. A divulgação inclui anúncio para impressos e em portais, spot para rádio, filme para TV, frontlight, backbus e redes sociais. Além de divulgar o vestibular, a campanha visa consolidar a imagem da FPS de melhor faculdade particular do Norte/ Nordeste, resultado obtido no Enade em 2011. Um dos destaques da campanha são os filmes para TV e para Internet, com depoimentos de alunos e ex-alunos da instituição. Agência: Blackninja (PE) Cliente: FPS - Faculdade Pernambucana de Saúde Atendimento: Vinicius Cruz Diretor de Criação: Lenilson Lima Diretor de Arte: Bertone Balduíno, Gustavo Fonseca Redator: Ian Thomé Arte Final: Bruno Azevedo, Geraldo Jr. Produtor Gráfico: Durval Sanches Mídia: Melissa Fernandes e Camilla Gomes Aprovação: Viviane Teobaldo 11


A Internet não é algo novo, mas sua evolução traz sempre coisas novas e as inovações proporcionadas pelas mídias sociais é uma delas. Quem aposta nesta estratégia tem condições de realizar uma campanha de comunicação com alta cobertura e visibilidade, além de acessar um veículo que ainda permite melhor segmentação para maior assertividade do target, otimização da demanda e investimento. A jornalista e especialista em marketing, Maíra Passos (PE), apostou nas possibilidades que as ferramentas publicitárias das redes sociais oferecem e se deu bem. “Os principais benefícios com o uso dos links patrocinados foi o aumento da visualização das páginas eletrônicas, clicadas por clientes em potenciais. Como já sou de comunicação, acredito que é mais fácil entender as ferramentas e direcionar para o público certo. Confesso que, na primeira vez no Google, eu tive que 'cutucar' por mais tempo para entender. Mas, é muito prático e rápido colocar a campanha no ar”, comenta a profissional que há três anos montou o seu próprio e homônimo negócio de assessoria. Há uma variedade de formatos que prometem retorno garantido para quem investe em links patrocinados. Basicamente, este é um formato de anúncio publicitário veiculado na internet que oferece um link para o usuário e representa atualmente uma das formas mais ágeis de se anunciar e gerar visi-

Paulo Romão |

Ivelise Buarque |

UMA NOVA ROUPAGEM PARA A PROPAGANDA ONLINE tantes no comércio eletrônico. Neste caso, pode-se fazer entre outras coisas criar e veicular campanhas de links patrocinados no Google, ou no Facebook, e em outras ferramentas de busca, como o Bing e o Yahoo, onde se pode manter uma verba, mesmo que pequena, para estas campanhas. “Os links patrocinados estão muito em voga por conta da velocidade de retorno. É uma estratégia indicada para quem quer lançar produtos novos, fazer promoções e sorteios com retorno rápido e instantâneo. Existem links patrocinados em várias plataformas: Adwords (Google), Facebook Ads (Facebook), Bing Ads (Bing), Youtube Ads (Youtube, que é rede de display do Google), entre outros. O Adsense funciona numa rede de websites e Blogs que estão cadastrados e cujos donos desses espaços são remunerados pelo espaço que disponibilizam para propaganda”, diz Ludmilla Veloso, consultora de Marketing Digital da Martpet (PE). Quando falamos da publicidade online, podemos fazer uma ligação direta com os links patrocinados, afinal, a rede de anúncios do Google é a maior do mundo com um alcance global de 90% dos usuários. “O Google é o maior buscador do mundo com cerca de 456 milhões de visitantes únicos por mês, e 2,5 bilhões de visualizações de páginas por dia. Sua rede de display, que consiste nos parceiros do Google (Adsense) que ganham dinheiro promovendo as propagandas do Google é a maior plataforma de publicidade online. Além do grande alcance da plataforma de publicidade do Google, existe uma serie de formatos e possibilidades de publicações. São elas: Rede de pesquisas, Rede de display do Google, Youtube, Google places e Google Mobile”, comenta Natanael Oliveira da Nordeste SEO (CE). Segundo Natanael, as campanhas de links patrocinados não só permitem ao anunciante um total controle sobre os seus custos, mensurando os resultados e segmentando seu público como permitem administração do seu posicionamento e possibilitam um maior retorno sobre o investimento (ROI) com cerca de cerca de 30 a 40% dos cliques. Segundo Maíra Passos, como os investimentos em links patrocinados são mais flexíveis, dando para utilizar mesmo com pouco investimento, ela decidiu experimentar a ferramenta. A mesma já indicava a ferramenta para seus clienMaíra Passos, jornalista e especialista em marketing (PE)

12


Sandra Turchi, Marketin Digital e E-commerce (SP)

tes, mas, na verdade, o que a levou a anunciar pela primeira vez, se deu após receber os cupons promocionais. “Recebi crédito do Google e do Facebook na mesma semana! Para testar e ver o que rendia melhor, iniciei primeiro campanha da assessoria, linkando para o site. No período que anunciei experimentalmente, aumentou cerca de 60% a visualização do site, além de ter recebido mais contatos diretamente do site www.mairacp.com (lá do formulário de contatos)”. E Maíra diz que 90% das mensagens foi de gente que já conhecia o mercado e queria orçar os serviços da assessoria para sua empresa. Não era perguntando o que era o serviço. Isso porque, como assessoria de comunicação não é serviço mais 'popular', aposta mais na ferramenta quem já conhece. “Então, eram pessoas que queriam pesquisar 'assessoria de imprensa recife'. Achei super direcionado e funcional. Já no Facebook, coloquei link patrocinado da fan page da assessoria, que era recente. Eu testei sem promoção, só o anúncio normal. Recebi novas curtidas no período de campanha e o 'alcance' lá no gráfico subiu 400%!”, lembra a jornalista (PE). Naturalmente, a mídia na internet é algo muito novo e muda a todo momento, e para muitos especialistas os anúncios online são uma plataforma até mais amadurecida para a convencional mídia social. E, por outro lado, é um serviço que ainda não é explorado como poderia pelas agências de publicidade. Temos um vasto mercado para isso, mas faltam especialistas, e o modelo de negócio é bem parecido com a propaganda convencional. Programar micro-anúncios em redes sociais como o Youtube e o Facebook, por exemplo, é um campo de atuação muito interessante e que acredito já integra e deve integrar cada vez mais o portfólio das agências, pois, dependendo do tipo de cliente e da estratégia vai conseguir agregar bastante no escopo dos resultados dos anunciantes. “Ainda falta no nosso mercado regional empresas especializadas e que ofereçam bons serviços em áreas como: marketing em mídias sociais, comportamento do consumidor e inteligência digital, geração de conteúdo transmídia, integração analitycs com e-commerce, mobile marketing, relações públicas digitais, advergames, social games, direito digital, entre outras”, pontua Fábio Albuquerque, coordenador do MBA em Marketing Digital da Faculdade Estácio Idez e gerente de marketing da TV Tambaú (PB). A escolha se baseia na definição dos objetivos da cam-

panha, do público alvo, nos hábitos de consumo e no investimento disponível. “Para cada um dos meios definidos, a agência pode contar com ferramentas que permitem o acompanhamento dos resultados e indicadores e com isso realizar a gestão. A vantagem da utilização dessas ferramentas é a otimização da campanha e a rentabilização do investimento realizado. É possível identificar, por exemplo, o veículo, formato e linha criativa que geraram o melhor resultado, que pode ser uma melhor conversão com o menor custo ou a maior visibilidade com o menor custo, no caso de mídia display”, diz a especialista em Marketing Digital e E-commerce, Sandra Turchi (SP). Falando mais especificamente da publicidade paga realizada com a utilização do botão “Promover” do Facebook, lançado em maio deste ano, permite a marca aumentar o alcance da divulgação dos posts que forem definidos como estrategicamente importantes. “Isso porque os posts com o título “Sponsored” (Patrocinado) aparecerão no feed de notícias (formato newsfeed), não na barra lateral como os anúncios convencionais são vistos hoje”, destaca Turchi. 13


ENTREVISTA

Anderson Lima |

JOGADA CERTEIRA Graduado em Publicidade e Propaganda e mestre em Comunicação, Rodrigo Duguay já soma duas décadas de experiência, tendo passado pelo Bandepe, onde iniciou aos 16 anos de idade, além da Rede Globo Nordeste, Universidade Federal de Pernambuco e, entre outros nomes, pela agência Creatto, na qual foi diretor de Planejamento por oito anos. Também atuou como consultor do Governo do Estado de Pernambuco, sendo atualmente professor do curso de jogos digitais e coordenador do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade Católica de Pernambuco, estando ainda à frente de dois novos projetos empresariais. Um deles responde pelo nome de Kokku Games, uma empresa focada em tecnologia para o desenvolvimento de jogos e aplicativos baseados em gamificação. O outro é a Dantian Brand Marketing, voltada ao planejamento de estratégias de construção e exposição de marcas e inteligência de mercado. Como bom mestre que é, tira sua inspiração dos próprios alunos. “Especialmente, daqueles grandes talentos que a gente, como professor, apenas observa e tem como papel deixar eles se desenvolverem, pois já têm quase tudo o que precisam para serem geniais”, afirma. “No final das contas, o que me inspira são as pessoas. Porque propaganda não é sobre marcas e produtos – é sobre pessoas e como elas se sentem”, completa Duguay, que tem jogado muito videogame (“Para unir o útil ao agradável”), mas que também curte uma boa conversa e sair com os amigos. “Sou um cara inquieto, que faz muitas coisas ao mesmo tempo. Mas, antes de tudo, um empreendedor que adora propaganda”, finaliza. Na entrevista a seguir, Rodrigo Duguay fala sobre a relação da publicidade com as novas mídias, gamificação e jogos digitais, entre outros temas. REVISTA PRONEWS – O controle remoto é um grande adversário dos comerciais exibidos em televisão, e mesmo em transmissões via Youtube – por exemplo, é possível pular a publicidade após um prazo estipulado de tempo. Estamos entrando em um momento em que as pessoas estão cada vez menos abertas ao consumo de publicidade? RODRIGO DUGUAY – Com certeza. Passamos mais de cinquenta anos bitolados em empurrar publicidade para um público que não queria necessariamente vê-la. Com o excesso de mídia e publicidade, as pessoas estão cada vez mais refratárias à publicidade, mas em particular ao anúncio chato, ruim. A gente ainda vê gente discutindo peças legais, campanhas engraçadas. Mas o problema é que agora, quando mais precisamos delas, estamos 14

produzindo campanhas cada vez mais quadradas e sem graça. Os clientes estão mais receosos e as agências são pressionadas para não fugir do padrão esperado. Para driblar isto precisaremos mudar muito, rápido, de forma a reconquistar o público com peças pertinentes e cativantes. Não vai poder ser diferente. RPN – Você atua na graduação de Jogos Digitais da Universidade Católica de Pernambuco e na de Publicidade e Propaganda da Unicap, Universo e FBV. No que diz respeito às novas mídias, que caminhos as agências devem trilhar para conquistar a atenção dos consumidores? RODRIGO – Bem, atuar no meio acadêmico me deu uma vantagem em relação a ser exclusivamente de agência: a gente pode parar para estudar uma série de temas que nunca tem tempo na correria que é a rotina de um publicitário. A primeira coisa que eu destaco é que, apesar de gostar muito dos novos meios, não sou nenhum cavaleiro do apocalipse – eu acredito que as mídias tradicionais vão conviver muito bem com as novas mídias e que elas estão longe de acabar. Elas vão se reinventar e permanecer firmes e fortes. Aliás, dificilmente consegue entender as novas mídias quem não compreendeu primeiro as tradicionais. Elas são a base da indústria que participamos e têm métricas e efeitos muito específicos. Fazendo esta consideração, acredito que poucas agências, no entanto, estão se preparando para viver num mundo onde a publicidade de TV pode ser deletada, onde o jornal e o rádio serão prioritariamente digitais e a Internet se consolidará como fonte importante de renda para seus negócios. A questão aqui é pensar a publicidade como negócio – conquistar a atenção é controlar o negócio e o resultado das campanhas do cliente. Estamos numa era onde a audiência tem cedido espaço para a atenção. Atenção é uma commodity mais importante para o publicitário hoje e só se conquista isso com conteúdo relevante. A publicidade precisa ser encantadora e relevante ao mesmo tempo para conquistar a atenção de seus targets. RPN – E quanto aos jogos digitais? Como tornar a marca relevante nesse tipo de plataforma? RODRIGO – Putz... Este assunto dava para ficar falando três dias e ainda assim ter assunto. Os jogos digitais se tornaram hoje a


indústria do entretenimento mais rentável do mundo. Não em números absolutos ainda, pois o cinema tem um calendário que faz estes produtos renderem por mais tempo: TV paga, blu-ray, TV aberta, licenciamentos... Mas em particular por que as pessoas têm jogado cada vez mais e os canais de acesso aos jogos digitais são inúmeros, estão em todo lugar. No celular, na TV, nos consoles... Em qualquer coisa que rode a web. E ainda temos a gamificação, que transporta o universo lúdico dos jogos para suportes que não são necessariamente jogos. Temos basicamente dois caminhos. O primeiro e bem conhecido é o dos advergames – que é excelente, mas exige outras mídias para divulgar e levar público até o jogo desenvolvido exclusivamente para aquela marca. E o do IGA (In-Game Advertise), que permite anunciar diretamente em jogos que já têm audiência estabelecida, seja nos consoles, seja em suportes móveis e web tradicional. No entanto, a maioria dos anunciantes só quer colocar publicidade estática neste meio – banners, mídia cenográfica em jogos de esporte e ação, pop-ups. Isso funciona de forma disruptiva, como a publicidade tradicional e desagradam ao consumidor. O bom IGA se mescla à narrativa, como o placement de TV (que aqui no Brasil nos acostumamos a chamar de merchandising). Aliás, acho que a gente tem feito poucas ações de merchandising bem feitas, pouco agressivas. Vejo o jogo como um suporte de futuro porque é rentável, tem métricas claras e objetivas e, se bem feito, não tem como ter dispersão da atenção. E atenção é a mercadoria mais cara que temos para a publicidade hoje, não a audiência absoluta. RPN – Você também está à frente de um projeto empresarial focado em tecnologia para o desenvolvimento de jogos e aplicativos baseados em gamificação, a Kokku Games – convidada a expor no SBGames 2012, maior simpósio de games da América Latina. Em que patamar Pernambuco se encontra em termos de jogos digitais? RODRIGO – Pernambuco é um mercado emergente em jogos digitais, que tem se destacado na produção de advergames e jogos para plataformas mobile e web. Mas, por enquanto, somos um nascedouro de talentos – criamos ele e deixamos desenvolver em outros mercados. Temos empresas boas como a Joystreet, Jynx, Playlore e o próprio CESAR, com uma série de projetos incríveis. No

entanto, precisamos dar um salto de investimentos e de mercado. A criação do curso da Unicap, pioneiro do nordeste, foi um caminho excelente, mas é preciso fortalecer as iniciativas locais para que estas empresas desenvolvam sua expertise ao máximo e ganhem competitividade internacional – não para exportar talentos, mas para gerar um ecossistema de negócios consistente aqui mesmo. RPN – A Kokku está instalada no bairro de Santo Amaro, a um pulo do maior cemitério público do Recife. Pode-se dizer que esse vizinho ilustre foi a inspiração para o game Garoto Vivo na Vila Cemitério? RODRIGO – Na verdade, estar em Santo Amaro é só coincidência. A história deste game é muito curiosa: foi questão de estar no local certo, no momento certo. Em 2011, o embrião do que seria a Dantian estava dando consultoria para empresas da área de game e eu estava estudando o crescimento dos jogos sociais como negócio. A temática de cemitério apareceu, pois era diferente na época de todas as coisas fofinhas que existiam neste cenário: fazendinhas, bichinhos, cidades... Daí surgiu o nosso jogo social – o Villa Cemitério, na época, ainda visando o Orkut. Neste processo montamos um plano de negócios e tentamos vender IGA na Editora Abril durante a fase de desenvolvimento do jogo. A Abril, por sua vez, iria lançar em 2012 uma série de revistas infantis do grupo Recreio, entre elas a Garoto Vivo. O projeto era interessante e a Abril queria, originalmente, comprar o jogo. Eu estava vendo muita coisa sobre transmídia e fizemos uma proposta que na época parecia absurda: fundir os dois universos e levar nossas personagens para os quadrinhos e vice-versa. Durante o processo de negociações montamos uma espécie de joint venture, que foi bem trabalhoso, pois tivemos que refazer o jogo e a Abril teve que reestruturar o universo da revistinha. Finalmente podemos dizer que esta fusão está completa: já estamos nos testes finais do game social para o facebook e a revista está no seu quinto número. É sem dúvida a maior vitrine da Kokku Games e a oportunidade que faltava para eu entrar neste mercado. E teremos uma excelente estratégia de lançamento toda desenvolvida pela Dantian. No fim das contas as duas empresas terminaram surgindo de um mesmo ponto em comum. 15


NOVAS ALTERNATIVAS PARA O JORNAL IMPRESSO Josi Marinho | Thatiane Teixeira | TCC Revista Lide

Numa época em que se pensa que o jornal impresso está condenado ao fim, a produção de reportagens especiais é tida como uma alternativa para reverter esse quadro Para muitos estudiosos, o fim do jornal impresso já é uma certeza. Para outros, assim como aconteceu com diferentes meios na história da imprensa, como o rádio e a TV, os periódicos irão se adaptar às novas mídias e às preferências do público. Diante da perda de espaço por causa da instantaneidade da informação oferecida pela internet, especialmente pelas novas mídias, a forma de se fazer jornal está sendo repensada e as reportagens especiais conquistaram um lugar de destaque dentro da dinâmica do jornal diário. Os veículos de comunicação passaram a fazer uso desse recurso de forma sistemática para aprofundar os conteúdos e reconquistar os leitores. O jornalismo interpretativo passou a ser usado no Brasil a partir de 1950, período da profissionalização dos jornais por meio da inserção de novas tecnologias. Os periódicos buscaram diferenciar seus conteúdos em relação aos demais veículos, especialmente com a chegada da TV, e tiveram grande influência do movimento norte-americano New Journalism. O objetivo era utilizar nos métodos de apuração e de redação todos os recursos disponíveis, como novos direcionamentos, maior número de personagens, descrição detalhada, ligação com um contexto mais amplo, humanização, entre outros. A proposta era apresentar, além do relato da informação, a interpretação do fato.

A imprensa pernambucana tem se destacado no cenário jornalístico brasileiro pela crescente produção de reportagens especiais e pela conquista de premiações nacionais. Com esse reconhecimento, o desafio dos jornalistas é apresentar temas e apuração aprofundados, com abordagem diferenciada e um volume maior de informações e análises. O aumento de espaço para essas produções contrasta com a situação dos grandes jornais. O alto custo com viagens e apuração longa e a retirada de pelo menos um repórter e um fotografo da cobertura do dia a dia são alguns dos desafios que muitos veículos enfrentam para publicar um assunto em mais de dez páginas e sem anúncio. O jornalista Vandeck Santiago trabalha exclusivamente com cadernos especiais no Diario de Pernambuco há dez anos. Com quase 30 anos de carreira, sua experiência lhe permite afirmar que “da mesma forma que tivemos uma cena musical, com o manguebeat, da mesma forma que temos uma cena cinematográfica, com diretores daqui produzindo filmes para o mercado nacional, dessa mesma forma nós temos hoje uma cena jornalística em Pernambuco”. Ele observa que não existe na história da reportagem brasileira o registro do que está sendo ou foi produzido fora do eixo Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, a exemplo das revistas Cruzeiro e Realidade. O jornalista defende que essa “cena” corresponde às reportagens especiais publicadas pelo Diario de Pernambuco (DP) e pelo Jornal do Commercio (JC), sistematicamente, desde 2004, e que tem conquistado os principais prêmios jornalísticos do país. “O que nós estamos fazendo aqui em relação à produção dessas publicações é o capítulo regional que faltava na história da reportagem brasileira”, comenta. De acordo com Vandeck, o DP consolidou a cultura do caderno especial em Pernambuco através da publicação do Para Vandeck Santiago a concorrência entre o JC e o DP impulsiona novos investimentos

16


caderno de sua autoria “Francisco Julião, as Ligas e o Golpe Militar de 64”, publicado em 2004 para registrar os 40 anos do Golpe Militar de 1964. A iniciativa lhe rendeu a categoria regional do Prêmio Esso Regional Nordeste de Jornalismo e o Cristina Tavares e posteriormente virou livro. Ele lembra que antes o JC já publicava esse material, mas não na grandeza alcançada pela produção atual dos dois jornais. A partir de então, passaram a destinar um investimento maior devido à concorrência que passou a existir entre ambos. O profissional enfatiza ainda que, desde essa época, as reportagens produzidas no Estado estão frequentemente entre as finalistas ou vencedoras de prêmios nacionais, como o Esso e o Embratel, diferentemente do que ocorria há dez anos. “São conquistas obtidas em disputas com os grandes veículos em nível nacional, com jurados que não são daqui, que não têm ligação com as empresas daqui e que na maioria dos casos só conhecem o jornal de nome”, justifica. Esse reconhecimento, além das premiações, traz como contribuição a valorização dos trabalhos vencedores e aumenta o padrão de exigência, levando as empresas a investirem mais nas produções e nos profissionais à frente dos projetos. “Para concorrer em um prêmio nacional, é preciso estar com um padrão de nível nacional. Você precisa de uma apuração mais aprofundada, de um bom projeto gráfico, produção fotográfica, bom texto e outros aspectos que elevam o padrão da reportagem”, ressalta. Vandeck elenca ainda algumas características que contribuem para as produções locais conquistarem os prêmios em relação aos demais veículos: caráter autoral, produção sistemática, condições de trabalho e publicação, variedade temática, engajamento social, entrevista com os principais especialistas no assunto (independentemente de onde eles estejam) e amplitude geográfica. “Pernambuco tem uma produção de qualidade nacional sendo feita de maneira inédita no país, com característica regional, mas sem ser provinciana, o que representa um avanço no que se fez até agora”, conclui. O jornalista lembra que a produção de um caderno especial exige o levantamento através de pesquisas e entrevistas com especialistas sobre o tema, pré-produção para elencar os lugares necessários para as entrevistas e os possíveis personagens, desdobramentos, sintonia e diálogo entre o grupo de trabalho, além de exigir uma equipe de arte e o direcionamento sob nova perspectiva.

primeira vez, desde a criação do prêmio em 1956, a um veículo de comunicação do Norte/ Nordeste. A jornalista decidiu produzir um caderno especial para registrar o centenário de morte do escritor Euclides da Cunha. A ideia principal era fazer um material diferente do que já havia sido publicado anteriormente sobre o assunto e o título do livro “Os Sertões” foi que norteou a pauta. Com o objetivo de retratar o Sertão além dos estereótipos relacionados à fome, à seca ou ao vaqueiro, Fabiana, acompanhada pelo fotógrafo Alexandre Severo e pelo motorista Reginaldo Alves, viajou 4.713 quilômetros de estradas e visitou mais de 15 municípios nos estados de Pernambuco, Ceará, Bahia e Alagoas. Por meio da história de personagens marcantes como a travesti Lohanne, a vaqueira Soneide, o condenado por tráfico André e o padre Sizo, a jornalista apresenta personagens peculiares do local e faz uma releitura atual da região imortalizada por Euclides da Cunha. “Lá estão os fortes, os míticos, os magros, os sedentos, os ingênuos, os brutos, os desconfiados, os puros”, afirma a escritora em um trecho da reportagem. Fabiana Moraes é autora de outros projetos premiados

BASTIDORES - Com o projeto “Os Sertões”, a repórter especial do JC, Fabiana Moraes, venceu a categoria nacional do Prêmio Esso de Jornalismo em 2009 e garantiu o título pela 17


Para produzir o material, Fabiana inicialmente fez várias pesquisas e entrevistou especialistas que tinham o Sertão como objeto de estudo. Esse levantamento de informações foi importante tanto para conhecer melhor a temática quanto para estruturar as pautas. Ela conta que os personagens foram surgindo no decorrer das entrevistas já nas cidades visitadas. “Tivemos sorte porque essa é uma região onde todo mundo lhe acolhe. No inicio estavam desconfiados, mas com o passar do tempo todos estavam disponíveis para colaborar”, comenta. A jornalista conta que a maior dificuldade encontrada foi de ordem técnica: não era possível imprimir as 24 páginas do caderno no padrão CMYC, já que a impressão na gráfica do JC só permitia que ao menos quatro páginas fossem impressas em P&B. A autora lembra que isso seria dar maior importância a um personagem em relação aos demais. A solução encontrada foi imprimir o material três vezes e organizar o caderno manualmente. O convite da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) para transformar a publicação em um livro reportagem, em 2010, surgiu por causa da repercussão do Prêmio Esso de Jornalismo. Como já havia sido divulgado a versão online do caderno no site do JC, a proposta foi de voltar para a maioria das cidades visitadas, rever os personagens, encontrar novos entrevistados e acrescentar textos inéditos à obra. Para a jornalista, retornar ao Sertão quase que um ano depois foi uma experiência nova e isso trouxe um novo sabor ao trabalho. Ela não conseguiu restaurar o contato com todos os personagens - alguns morreram, outros mudaram de cidade ou de número de telefone. Com alguns foi mais fácil porque ela manteve contato e outros ela optou por não procurar. O projeto conta ainda com textos do jornalista Schne-

ider Carpeggiani, do professor de geografia cultural da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Caio Maciel e do pesquisador da Fundação Joaquim Nabuco Maurício Antunes. Inclui ainda fotografias inéditas de Heudes Régis. Além de jornalista, Fabiana é doutora em Sociologia pela UFPE. Conquistou seu primeiro prêmio em 2000, como repórter revelação pela Comissão Europeia de Turismo. Em 2007, foi a vez do Prêmio Esso Regional Nordeste pela série “A vida mambembe”, uma publicação sobre os bastidores da vida dos integrantes de circo em Pernambuco. O livro retrata os personagens característicos do Sertão além dos estereótipos

Especializado em Direito da Comunicação, com ênfase no Direito de Imagem, Direito Autoral, Direito Trabalhista, Administração de Passivo e Recuperação de Créditos Rua Francisco Alves, 105 Sl 101, Ilha do Leite, Recife-PE. Fone: (81) 30387310

18


CAPA

O MERCADO IMOBILIÁRIO NA PONTA DO DEDO Em 2009, um case clássico de redes sociais balançou o mundo do marketing imobiliário. Era feita a primeira venda pelo Twitter de um apartamento de R$ 500 milhões. A ousadia partira da construtora Tecnisa (SP), que teve a ideia de lançar uma promoção exclusiva para usuários de redes sociais fornecendo um link que era direcionando a uma página no site para gerar cadastro. A partir desse fato, velhos paradigmas foram quebrados e nunca mais o mercado de imóveis foi o mesmo. Hoje, a internet e redes sociais são a principal fonte de pesquisa e informação dos interessados em adquirir um imóvel. Diante das evidências, especialistas apontam que esse é um dos setores responsáveis por altos índices do crescimento econômico brasileiro. Portanto, quem faz uso somente de meros anúncios nos classificados e montagem de simples estandes de vendas, está fadado à obsolescência e perda de oportunidades. Outro estudo do Google destaca que 84% dos pesquisados adquiriram um imóvel pela internet nos últimos seis meses. E, no Brasil, uma média de 30% das buscas na internet começam pelo Google. Já nos EUA e Europa, cerca de 85% das vendas de imóveis também se originam na internet. Afinal, Jussara Pettini Freire, Mart Pet (PE)

a internet é o meio bem mais cômodo para se buscar dados sobre tudo. Tanto é que, os empresários, executivos e investidores utilizam a web como sua principal fonte de informação e já chegam ao ponto de vendas com todos os subsídios para fechar contrato. Isso economiza tempo e gera rapidez e objetividade no atendimento e prestação de serviço num estande, por exemplo. Vale lembrar que “tempo é dinheiro”. Apesar de acreditar que o mercado imobiliário é um grande case de convergência, Jussara Pettini Freire, sócia diretora da Martpet Comunicação (PE), diz que não há fórmula mágica, mesmo que o comprador diga que encontrou o imóvel na internet, ele foi impactado por outros meios. “Ou ele já reconhecia a marca da construtora ou já tinha passado em frente ao local. A venda, propriamente dita, ainda carece de seres inteligentes que lhe convençam que é melhor comprar o apartamento do 28º andar porque a vista é mais bonita, mesmo pagando muito mais. Ou pagando muito menos porque percebeu que você tem medo de elevador e merece morar no primeiro andar”, observa. Diante de tantas confirmações, agregar serviços é a palavra de ordem, antes de tudo. É importante pensar no branding, no marketing promocional e digital, no on e off – tudo ao mesmo tempo e agregado. E vale tudo: estar bem localizado nas buscas do Google – Search Engine Optimization (SEO), bem como o uso dos links patrocinados; utilização de aplicativos mobile; e estratégias em hotsites e blogs imobiliários, ente tantas outras estratégias. DENTRO DA REDE – Por falar em blog imobiliário, uma das primeiras empresas do Nordeste a fazer uso deste recurso para atrair interessados em tendências de decoração e arquitetura imobiliária foi a Pernambuco Construtora, com o blog Fazendo Sala. A jornalista Daniela Gusmão, editora do blog Fazendo Sala, diz no editorial do blog que trata-se de um espaço em que são trocadas ideias e dicas sobre decoração, tendências, gastronomia, além de manter os internautas informados sobre os últimos eventos, ações e lançamentos da incorporadora com conteúdo exclusivo para leitores e clientes”. 19

Luciana Torreão |

Empresas do setor imobiliário quebram paradigmas e se rendem às plataformas digitais


São oito redes sociais que funcionam de forma conjunta, no Facebook e Twitter da Eduardo Feitosa onde são postadas dicas de decoração, notícias do mercado e produtos comercializados, explica o gerente de marketing da imobiliária, Rogério Angelim

A página é visualmente muito atraente, bem visitada e comentada por quem tem interesse no assunto e, no início deu muito o que falar. As dicas são bem interessantes e moderninhas. A Imobiliária Eduardo Feitosa também se reinventou no meio virtual. A empresa vem explorando o marketing digital imobiliário e consolidando sua marca entre seus usuários. Entre as estratégias principais, presença maciça nas redes sociais, blog, chats virtuais no Facebook e site e planejamento em SEO. Segundo o gerente de marketing da Eduardo Feitosa, Rogério Angelim, utilizar o espaço virtual é aproveitar todo um potencial de futuros clientes. "Nós sabemos que muitos dos nossos clientes estão sempre na internet, seja no trabalho ou em casa. Por isso, investimos sempre nas ferramentas online para vendermos nossos produtos", explica. Com oito redes sociais que funcionam de forma conjunta, no Facebook e Twitter da Eduardo Feitosa também são postadas dicas de decoração, notícias do mercado e produtos comercializados. Por fim, o blog da Imobiliária é prático e funciona como se fosse uma revista eletrônica. Por lá é possível ter acesso às principais notícias que saíram na mídia sobre a marca, além de dicas de decoração e bem estar. “No blog fazemos links para as paginas internas do site para aumentar o page rank do nosso site. São várias aplicações que vão criando pontuação para um melhor posicionamento do web site no ranking de resultados nos buscadores”, completa Rogério Angelim. TRADICIONAL X MODERNO – A diretora da Mart Pet, Jussara Freire, aponta que os sites de busca estão cada vez mais apurados, os sites das imobiliárias cada vez mais profissionais e tudo isso colaborando para dar o máximo de dados, fotos, mapas, etc, para informar aos interessados em possuir um imóvel. “A publicidade dita convencional tem comprovado que valoriza a marca, o produto e aumenta o índice de velocidade de vendas. Ela, além de informar, tem que seduzir, criar expectativa positiva para o imóvel, para as marcas da construtora e das imobiliárias. Os eventos para corretores, as ações promocionais, criam o barulho, o desejo de vender, de ir atrás 20

do cliente. E tem outras ações que criam o desejo de comprar para aqueles que nem foram quiçá buscar o imóvel na internet, como merchandisig em novelas”. A Alphaville recebeu o prêmio Top de Marketing da ADVBPE pela campanha Alphaville Pernambuco e o primeiro reality para corretores do Brasil, produzida pela Martpet. Dirigido aos agentes de vendas, e não para o consumidor. A ação levou 12 corretores aos empreendimentos da Alphaville de cinco regiões do Brasil, com a missão de identificarem todos os pilares do conceito da empresa, que já conta com mais de 72 empreendimentos. Toda a campanha foi filmada por uma equipe profissional e a Martpet também criou um blog em que eram publicadas fotos e depoimentos. Os 12 corretores participantes do projeto tinham ainda uma missão: multiplicar informações com seus colegas de imobiliária e mostrá-los como seria viver no Alphaville Pernambuco. O sucesso da ação foi comprovado no dia a dia das vendas, quando todos os lotes disponibilizados foram vendidos. “O destaque foi a inovação do projeto”, explica Leopoldo Albuquerque, presidente da ADVB-PE (Associação dos Dirigentes de Marketing do Brasil – seção Pernambuco). “O case foi um sucesso porque envolveu agentes de vendas que, bastante imbuídos do projeto, se sentiram mais motivados a vender. A publicidade utiliza o que é de mais moderno em técnicas de estratégia e marketing”, finaliza o presidente. Em suma, o diretor da Atma+Bianchi (PE), Giuliano Bianchi, afirma que deve haver inteligência na montagem da estratégia, talento na concepção criativa e planejamento de mídia eficaz. O objetivo é seduzir os públicos que possuem desejo de adquirir um bem durável que está no topo da lista de seus sonhos. “Para cada tipo de empreendimento um modelo customizado de comunicação. Dizer que tudo se resolve anunciando na internet, ou só com promoção, ou anunciando, exclusivamente, na novela das nove é uma afirmação equivocada. Atingir o tal do consumidor no seu dia a dia é apontar para ele onde estiver e como estiver. No sofá em frente à TV, no carro vendo a mídia exterior, ouvindo rádio, no computador, celular, cinema, estádio, lendo, passeando, trabalhando, em todo lugar, a todo tempo. É chegar nele, chamar atenção dele e conquistar seu interesse”. Giuliano chama a atenção para o fato de que imóvel, raramente, é uma compra feita por impulso. Ele explica que a comunicação provocará o interesse do potencial comprador,


transformaram em commodities e a oferta é maior que a procura. QualiO blog Fazendo Sala dade e preço não são mais os únicos é editado pela jornalista Daniela Gusmão diferenciais na hora da escolha. “As relações entre os clientes e as incorporadoras e construtoras passaram a exigir modelos mais elaborados do que os tradicionais. Dentre as ferramentas de marketing, as que usamos mais são: pesquisa de mercado; criação de hot site, investimento em e ele se mobilizará, provavelmente irá visitar o local do estandes de vendas (cada vez mais vistosos); divulgação do empreendimento, será abordado por um corretor e, se tudo empreendimento nas mídias tradicionais como jornal, televiisso o motivar, ele fechará negócio. “É normal que os veículos são, revistas – principalmente as de perfil feminino – já que as e detentores das ferramentas de comunicação com os consumesmas são responsáveis por 90% da decisão de compra –, midores valorizem a importância dos meios que eles ofereradio, outdoor; marketing viral”. Só no ano de 2010, a Bando cem. Mas é improvável que um só resolva tudo. Está cada vez de Criação foi responsável pelo lançamento de mais de 20 mais complexo atrair, seduzir e conquistar o consumidor. diferentes tipos empreendimentos imobiliários. Cabe a quem trabalha com esse arsenal de recursos saber O VP de Planejamento e Criação da MV2 Comunicamontar a receita desse bolo. Com nenhum ingrediente demação (PE), Elmo do Val, acredita que o sucesso de vendas no is, nem de menos. Não é optar entre propaganda on ou off. É mercado imobiliário é fundamentado em dois pontos princifazer propaganda boa ao invés de ruim. Seja on e/ou off”. pais: o argumento maior de venda e estratégia da exposição. E Com o reaquecimento crescente do mercado imobidaí, cada caso é um caso, de acordo com o perfil do produto. liário, onde a procura era maior que a oferta, a maioria das “É necessário entender bem o maior atributo do empreendiincorporadoras e construtoras apoiavam-se no tripé anúncio mento, assim como o seu ponto mais fraco, criando argumende jornal, panfleto distribuídos em sinais de trânsito e sinalizatos criativos que possam diferenciá-lo e não cair no comum. ção de obra. Poucos traziam estratégias inovadoras para o Junto a isso, a utilização de meios e ações que exponham o setor. O diretor de Criação da Agência Bando de Criação empreendimento de forma adequada ao público, onde, hoje, (CE), Giácomo Brayner, pondera que agora estamos vivendo o meio digital e todas as suas ferramentas têm papel fundaum novo tempo no mercado imobiliário, onde produtos se mental”. Ele diz ainda que outros fatores são importantes neste contexto, e devem ser trabalhados em paralelo, como a credibilidade/imagem do construtor e a motivação da equipe de vendas. APLICATIVOS – O mercado imobiliário, assim como todo e qualquer outro setor, deve utilizar-se dos mais variados mecanismos de alcance para fortalecimento da marca e superação de metas de vendas. O diretor de Criação da Nova Trupe (PE), Stanley Araújo, avalia que um dos esforços de comunicação que deve aumentar nos próximos anos é o uso do smartphone como meio essencial de relacionamento com o cliente. Ele diz que são 20 milhões de usuários de smartphones no Brasil, com características inusitadas divulgadas em maio deste ano pelo Google. Entre os dados, ele destaca que 73% dos usuários de smartphones não saem de casa sem o dispositivo; 50% pesquisam em seus smartphones todos os dias; 75% assistem a vídeos no smartphone e 88% acessam redes Giuliano Bianchi, Atma+Bianchi (PE)

21


Giácomo Brayner, Bando de Criação (CE)

sociais; 31% levam o smartphone junto quando saem às compras intencionalmente para comparar preços e se informar sobre produtos; 66% fazem compras pelo celular pelo menos uma vez por mês. Stanley ressalta que já existem perspectivas divulgadas na revista Pequenas Empresas Grandes Negócios, de novembro, de que em 2016 o número de usuários de smartphones no país ultrapasse a quantidade de 60 milhões, o que torna o uso deste meio necessário por grandes marcas, que procuram estreitar relacionamentos com seus “seguidores”. “Através de aplicativos, essas marcas conseguem estar lado a lado com o consumidor, trabalhando tanto notícias que intensificam a essência e o posicionamento da marca, quanto a divulgação de seus produtos e serviços, de forma dinâmica, rápida e eficaz”. Seguindo a tendência mobile, a Rio Ave (PE) vem investindo forte em tecnologia e acaba de lançar seu novo portal e um aplicativo para celular – versão exclusivamente para Iphone. O site e aplicativo foram desenvolvidos pela empresa 4 Dimensão. Tanto o site quanto o aplicativo trazem muito mais interatividade com o internauta. “A grande aposta do novo site é a utilização das imagens dos empreendimentos em grande escala. Na seção institucional da página vemos itens abordados como a sustentabilidade nos empreendimentos, a história da Ilha do Leite e seu desenvolvimento através das obras da Rio Ave”, explica o gerente de Marketing da Rio Ave, Valdenio Melo. Ele informa ainda que no novo site 22

as pessoas poderão ver os arredores da obra através do Google Street View. Já o aplicativo para Iphone da construtora está disponibilizado na Apple Store gratuitamente. A empresa é a primeira construtora da região a possuir um app para iOS voltado à venda de imóveis diretamente pelo celular. Através desta ferramenta o usuário poderá acompanhar os estágios da obra, as imagens de perspectiva do empreendimento. A grande aposta do aplicativo está na realidade aumentada que permite ao usuário uma experiência em um ambiente 3D e 360 graus. “Quando o dispositivo móvel é girado, a imagem também gira dando uma sensação de que a pessoa está dentro do ambiente”, enfatiza Valdenio Melo. O Aplicativo além de permitir a visualização das plantas do empreendimento, ainda possui um serviço de geolocalização que permite ao usuário verificar em tempo real onde existe um Rio Ave mais próximo. O aplicativo permite ainda a busca de empreendimentos por bairros. “A Rio Ave viu a necessidade de investir pesado em tecnologia, principalmente na tecnologia mobile, pois identificamos que o perfil do consumidor de nossos produtos são usuários das novas tecnologias e normalmente fecham negócios a partir de seus smartphones. Se hoje recebemos e-mails, nos socializamos pelas redes sociais tudo através do celular por que não conhecer melhor um empreendimento através do mesmo?”, acrescenta Valdenio. A imobiliária Eduardo Feitosa lançou, recentemente, o aplicativo “Corretor Online”, voltado para o atendimento de clientes via Facebook. A ferramenta permite que um chat online seja aberto na própria fan page da empresa. Ao acessar o aplicativo, o usuário tem de escolher entre dois perfis de imóveis: os com valores acima de R$ 120mil e os que fazem parte do Minha Casa Minha Vida. Depois é só se identificar e dar início à conversa. Além do Facebook, o bate papo virtual também pode ser realizado diretamente no site oficial da imobiliária. Rio Ave (PE) vem investindo forte em tecnologia e acaba de lançar seu novo portal e um aplicativo para celular


Adriana Sanches, diretora de Marketing da Lopes Imobiliária (SP),

Outra novidade do setor imobiliário é o uso da tecnologia da digitalização de documentos utilizada por trás dos estandes de vendas de imóveis. O executivo de vendas do segmento de Novos Negócios da Acesso Digital (SP), Tiago Musachi, ressalta que o mercado imobiliário entra em um novo ciclo. Os indicadores mostram um cenário diferente dos anos de glória, exigindo das empresas uma atenção especial para suas operações. Fazer mais com menos somente é possível com eficiência operacional. “A busca por se manter competitivo é inevitável. Ser rápido, flexível, eficaz e reduzir custos, são diferenciais encontrados pelas empresas que já trabalham com a tecnologia de digitalização de documentos, o Safe-Doc”. Tiago esclarece que a partir desta tecnologia, o ato da venda é realizada de forma ágil e moderna, pois a captação de documentos é feita via digitalização distribuída (estandes, prévenda), a análises de documentos e de crédito é feita em tempo real e de forma centralizada. “Desta forma, tornam reais as possibilidades de uma operação enxuta sem a necessidade de pessoas administrativas nos lançamentos, uma gestão mais próxima devido a centralização e relatórios on-line de gestão, uma atuação muito mais rápida sobre a venda do imóvel evitando que o mesmo fique bloqueado por muito tempo e a segurança no tráfego de informações, uma preocupação eminente”. A tecnologia de digitalização de documentos contribui ainda com a preservação do meio ambiente. Com ela, é possível diminuir bruscamente os custos com malotes, cópias e guarda física. “Já do ponto de vista do consumidor, vivemos a era da tecnologia como facilitadora de tudo no nosso cotidiano, principalmente para assuntos que envolvem trabalhos burocráticos. Consumidores muito mais conscientes também enxergam com bons olhos a preocupação das empresas na redução do consumo de papel. Em muito casos, os mesmos enviam seus documentos já digitalizados, e com toda certeza gostariam que continuassem em meio eletrônico transitando de forma segura”. Entre os clientes do segmento imobiliário, da Acesso Digital, que já utilizam a solução está: Cyrela, Credipronto (join-venture da Lopes com o Itaú), Rossi e MPD, entre outros. A Lopes Imobiliária – empresa de intermediação e consultoria de lançamentos imobiliários presente em todo o Brasil criou ferramentas para aumentar as possibilidades de interação dos internautas. São duas novidades: o botão Comprei! no site da empresa, que possibilita ao usuário compartilhar a conquista da aquisição de um imóvel em seu mural no

Facebook, e o aplicativo Seja Meu Vizinho!, no qual o cliente pode convidar seus amigos da rede social para serem seus vizinhos. O foco é que os compradores convidem pessoas para morarem no mesmo empreendimento que eles. Uma mensagem será postada no mural do futuro vizinho e ele poderá acessar a plataforma para saber mais informações. “Acreditamos no potencial dessas duas ferramentas e achamos que serão muito utilizadas pelos nossos clientes. Afinal, a compra de um imóvel é uma grande conquista, carregada de emoção”, explica a diretora de Marketing da empresa (SP), Adriana Sanches. No intuito de estimular e organizar trocas, empréstimos e o uso comunitário de produtos, a construtora Tecnisa lança o “Consumo Colaborativo”, seu novo aplicativo para o Facebook. A novidade faz parte da estratégia de crowdsourcing da companhia e mostra como todos podem se favorecer com o compartilhamento de objetos que não são utilizados com frequência, como uma furadeira, uma carteira de festa ou um livro já lido. Além do app, a Tecnisa desenvolve uma série de ações, como Bike Sharing, Car Sharing e Caronetas, para otimizar o uso de recursos e contribuir para um mundo mais sustentável. “A ação é uma extensão de outras práticas da companhia. A ideia é disseminar ainda mais o conceito de consumo colaborativo e incentivar as pessoas a compartilhar. Uma iniciativa que beneficia quem troca ou empresta objetos, cria uma sociedade mais unida e poupa os recursos do planeta. Nos empreendimentos da Tecnisa, já disponibilizamos para uso comum dos moradores furadeira, escada e outras ferramentas”, afirma Patrícia Paes, gerente de marketing da Tecnisa (SP). 23


Guilherme Paiva |

A VEZ DO CLIENTE

24

Quando exploramos situações do cotidiano, sempre temos em mente a criação de anúncios que sejam criativos sem desrespeitar a imagem dos nossos consumidores.


A segunda maior potência do setor cervejeiro do país, o Grupo Petrópolis, construirá nova fábrica no nordeste, desta vez na cidade de Itapissuma, em Pernambuco. A empresa que produz as cervejas Crystal, Lokal, Itaipava, Black Princess, Petra e Weltenburger, o energético TNT Energy Drink e as vodcas Premium Blue Spirit Unique e Blue Spirit Ice, terá sua segunda unidade na região: já em julho fora anunciada uma planta em Alagoinhas, na Bahia. Ambas fazem parte do plano de expansão que tem como objetivo fazer o empreendimento presente em todo o território nacional até 2020 e consolidar a vice-liderança no setor. Fundada há 18 anos, na cidade de Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro, o Grupo Petrópolis é atualmente uma das maiores empresas do setor cervejeiro no país. De acordo com Douglas Costa, diretor de mercado do Grupo Petrópolis, a construção de uma de uma fábrica em Pernambuco é estratégica para o posicionamento geográfico da empresa. “O estado está localizado no epicentro do Nordeste e a cidade de Itapíssuma, onde será a unidade, também está próxima a capitais importantes. De Itapissuma para Recife, por exemplo, são menos de 50 km. Além disso, há o Porto de Suape, que está sendo avaliado em possíveis estratégias de acesso a matérias-primas e exportação”, avalia. Para Douglas, o Nordeste é a região do país que tem o maior potencial de crescimento e a mais favorecida pela estabilidade econômica, tendo registrado, nos últimos anos, um aumento no consumo de cerveja acima da média nacional. As novas plantas motivarão também a abertura de 41 novas revendas do Grupo Petrópolis no Nordeste – doze em Pernambuco, cinco em Alagoas, sete na Paraíba, seis no Rio Grande do Norte e onze no Ceará. “É um grande mercado capaz de sustentar duas fábricas sem problemas”, acredita. O executivo também enfatiza que a Petrópolis, atualmente, é a única cervejaria de grande porte com capital inteiramente brasileiro. “É importante que empresas nacionais também estejam presentes nesse processo de crescimento de uma região fundamental para o desenvolvimento socioeconômico do Brasil. Agora estamos fortes o suficiente para colaborar também no mercado nordestino”, afirma. O investimento será de R$600 milhões e estima-se que os empregos diretos devam saltar dos 474 na construção e fases subsequentes para mais de mil assim que a unidade de produção e o centro de distribuição estiverem operando em plena capacidade. Para difusão de suas marcas na região, o grupo já tem metas e ações de publicidade planejadas desde o início do ano. “Estamos analisando as características dos consumidores nordestinos para desenvolver ações direcionadas a eles. Cada

região tem sua particularidade e levamos isso em consideração para atingirmos os objetivos com as divulgações”, conta Douglas. Atualmente, o Grupo Petrópolis trabalha em parceria com a agência Young & Rubicam e tem R$162 milhões de sua verba anual destinados ao marketing. Tudo isto, segundo o diretor de mercado, fugindo dos elementos apelativos nas propagandas, uma vez que, se tratando de cerveja, há frequentemente o patrulhamento ideológico em torno da questão “mulher-objeto” e de abordagens lúdicas que poderiam influenciar crianças prematuramente. “Na condição de grande empresa brasileira, a maior companhia nacional de bebidas, somos conscientes da nossa responsabilidade e preferimos optar por campanhas criativas que chamam a atenção para a qualidade do produto. Quando exploramos situações do cotidiano, sempre temos em mente a criação de anúncios que sejam criativos sem desrespeitar a imagem dos nossos consumidores”, fez questão de esclarecer. E se na publicidade o Grupo Petrópolis opta pelo politicamente correto, o mesmo podemos dizer quando o assunto é sustentabilidade e responsabilidade social. O Projeto AMA (www.projetoama.com.br), programa socioambiental do Grupo Petrópolis, é desenvolvido nas cidades de Petrópolis (RJ), Teresópolis (RJ), Boituva (SP) e Rondonópolis (MT), e logo terá seus benefícios estendidos para Alagoinhas (BA) e Itapissuma (PE). Dentre as ações da iniciativa, está o plantio de 1,1 milhão de árvores e um programa de educação ambiental para mais de duas mil crianças em escolas públicas das cidades onde as fábricas estão instaladas. O grupo também promove diversas ações internas comandadas pelo departamento de Recursos Humanos que estimulam o crescimento do funcionário dentro da empresa, seja com programas de treinamento e com oportunidades de novas vagas ou com a valorização financeira por meritocracia. “Apesar de atuar em um mercado agressivo, temos como filosofia interna o respeito e a valorização dos nossos trabalhadores”, finalizou Douglas. A Petrópolis deve priorizar a distribuição de seus dois carros-chefe: a Itaipava, marca mais consumida em capitais e regiões metropolitanas – sendo bem recebida inclusive em lugares onde ainda é pouco distribuída, como é o caso do próprio nordeste – e a Crystal, grande trunfo da empresa em cidades do interior e no Centro-Oeste do país. O grupo vai instalar suas unidades fabris justamente nos locais onde já atuam seus concorrentes: há 15 anos a Schincariol trouxe a empresa para Alagoinhas e a Ambev chegou à Itapissuma neste ano.

25

Matheus Torreão |

GRUPO PETRÓPOLIS AMPLIA ATUAÇÃO NO NORDESTE


DE OLHO NA CAMPANHA

CHACRINHA E RIVELINO NA INTERNET A Volkswagen do Brasil lançou no Youtube o primeiro teaser do filme publicitário do Fusca. Criada pela AlmapBBDO, a ação tem como objetivo gerar curiosidade e grande expectativa do público para o lançamento da campanha publicitária do modelo. Seguindo os principais atributos do Fusca como inovação, diversão e irreverência, os teasers, pelo caráter inusitado, devem mobilizar os internautas e se tornarem “virais” nas redes sociais. Tratamse de dois filmes: o “Rivellino” e o “Chacrinha”. Em “Rivellino”, são utilizadas imagens de uma entrevista do jogador quando ele conquistou o título de tricampeão mundial, e faz divertidas referências ao Fusca de 2012. Dentro desta mesma linha, o segundo filme teaser, o “Chacrinha”, mostra imagens do saudoso velho guerreiro trazendo um recado bem humorado para o pessoal do futuro.

PROTAGONISTAS DA HISTÓRIA

26

A campanha “Protagonistas da Minha História”, da Nextel, já ultrapassou a marca de 10 milhões de views. Resultado obtido por meio de uma estratégia que combinou a história profissional do protagonista com sua ligação familiar estabelecendo conexão emocional entre ele e os internautas. O vídeo do Ricardinho obteve estes resultados em dois meses, o que comprova o sucesso da ação e da interação da marca com as pessoas. A campanha online permitiu que o internauta vivenciasse a verdade da história dele e sua rede. O maior objetivo da campanha foi mostrar em primeiro plano a rede do Ricardinho. A campanha on-line tem como centro uma homenagem que o jogador fez para sua família, representando essa rede de pessoas que o apoiou quando ele mais precisou e que transformou a sua história. O grande diferencial da campanha foi criar, a partir do conceito offline, um vídeo exclusivo para a web de alto impacto, o que ajudou a engajar o usuário por mais tempo.


Companheiro de milhões de brasileiros, o rádio comra com menos intensidade, também têm destaque marcas dos pletou 90 anos no Brasil sem perder a forma. O meio ainda é setores de cultura, lazer, esporte e turismo, alimentação, um dos mais eficazes na hora de levar informações de forma serviços ao consumidor e telefonia. rápida e acessível para grande parte da população e tem inovado suas estratégias para não perder esse posto. Canais AM e FM, emissoras segmentadas e rádios online são algumas das novas ferramentas dos veículos de radiodifusão, que também têm se destacado como grande meio publicitário. São jingles e spots que não saem da cabeça dos ouvintes e levam as marcas para todos os lugares, durante todo o dia. A criatividade dos publicitários nas ondas radiofônicas é tanta que os investimentos no meio não param de crescer. Segundo dados do Ibope Media, no Recife, esse índice aumentou 19% no primeiro semestre de 2012 em relação ao mesmo período do ano passado, passando de R$ 21,4 milhões para R$ 25,6 milhões. Esses números foram revelados pela diretora de filiais Giovana Alcantara, diretora do Ibope Media Brasil do Ibope Media, Giovana Alcantara, durante encontro A pesquisa do Ibope ainda revela que o rádio divide com profissionais de agências de publicidade e de veículos de com a TV o posto de meio de comunicação com maior peneradiodifusão do Recife. A ocasião marcou o aniversário do tração social. Mas o instituto cita alguns fatores que reafirmam meio no Brasil com a apresentação “90 anos de Rádio... o poder de divulgação das ondas de radiodifusão, como: “baiOntem, hoje, amanhã”. Os dados são resultado de pesquisa xo custo de mídia, velocidade de produção de peças publicitáque analisa a quantidade de investimentos publicitários nos rias, papel importante na prestação de serviços, capacidade diversos meios de comunicação nos últimos cinco anos. de acompanhar o consumidor ao longo do dia e em diversos De acordo com o Ibope, o crescimento no investiespaços e estimular o imaginário dos ouvintes”. mento publicitário em rádio no Recife foi impulsionado, sobretudo, pelo setor (44%) PROGRAMAS OUVINTES – No Recife, 79% das de comércio e varejo, que representa MAIS OUVIDOS pessoas entrevistadas pelo Ibope quase 22% de todo o investimento no tinham ouvido rádio na semana anterior meio. Seguindo essa tendência, entre as à pesquisa, índice de penetração maior empresas privadas que mais anuncia(36%) que a média nacional (75%). Entre os ram na rádio no primeiro semestre de principais motivos que levam os reci2012, destacam-se Supermercados (27%) fenses a ouvir rádio, estão sua capacidaBombreço, Esposende Calçados, Tinde de entretenimento e informação. Já tas Iquine, e a recordista Pitu, indústria entre os programas mais ouvidos, estão de bebidas. noticiários locais (44%) e nacionais Apesar disso, as campanhas (36%) e programas religiosos (27%). públicas ainda lideram o ranking das Em relação ao ano passado, cresceram principais categorias de anunciantes do os ouvintes de plataformas alternativas Recife e o setor de serviços públicos e de rádio, como internet e celular, e tamsociais cresceu mais de 80% no primeibém o tempo de consumo das emissoro semestre de 2012 em relação ao NOTICIÁRIOS NOTICIÁRIOS PROGRAMAS ras AM. LOCAIS NACIONAIS RELIGIOSOS mesmo período do ano passado. Embo27

Marina Barbosa |

ALTOS INVESTIMENTOS NAS ONDAS DO RÁDIO


NA WEB WWW.MULHERESEVOLUIDAS.COM.BR A Bombril reformulou seu site e criou a revista digital “Mulheres Evoluídas”(), que reúne matérias com temas desenvolvidos para a mulher contemporânea. Com linguagem inovadora e conteúdos semanais relevantes, a revista digital chega totalmente alinhada às expectativas das consumidoras. O layout do portal é moderno e dinâmico, com mecanismos de navegação ágil e fácil e uma apresentação superfeminina. A revista digital apresenta em sua página inicial dicas sobre moda, beleza, saúde, culinária, carreira, decoração, além de sugestões de viagens e agenda cultural com sugestões de passeios divertidos, que agregam lazer e conhecimento.

WWW.LILUTETEIA.BLOGSPOT.COM O Blog Lilu Tetéia foi criado há cerca de um ano e meio pela publicitária e jornalista Taciana Antunes – da Mart Pet como espaço para suas escrevinhações sobre os mais variados assuntos. Taciana atua como publicitária no mercado pernambucano há mais de dez anos. O seu eterno gosto pela escrita encontrou espaço garantido na Internet, através do Blog. Na pauta da Lilu surgem desde sua paixão pelo futebol até as mais profundas reflexões existenciais. O blog também já foi palco para denúncias como a que foi veiculada no recente post “O poder das redes sociais”. O espaço está aberto às sugestões dos seus leitores e seguidores.


PLANO B LEVA O 4º PRÊMIO MÍDIA-BUS DE CRIAÇÃO Momentos de grande expectativa marcaram o 4º Prêmio Mídia-Bus de Criação, na Arcádia Boa Viagem. O evento, idealizado pela Rota Mídia Exterior e Mídia Bus em parceria com as empresas Linha Digital e Propaganda Diomnibus, premiou a Agência Plano B Comunicação (PE) com o Grand Prix com a peça da XIII Fenearte criada pelos sócios Mateus Asfora e Toni Ferreira. O presidente da Rota Mídia, Wilson Guimarães, afirma que o prêmio já se consolidou no mercado publicitário com o crescimento, cada vez maior, do número de inscrições que, este ano, chegou a 362 peças inscritas por 135 agências. “O Prêmio Mídia-Bus de Criação é, sem dúvida, um grande incentivo para os criativos do mercado do Nordeste que são motivados a pensar em uma mídia específica para ônibus, que em muito se diferencia das demais mídias existentes. Por isso, o nosso compromisso é com o desenvolvimento desse setor promovendo, para o próximo ano, a quinta edição do prêmio”, afirma. A noite reuniu o mercado publicitário de Recife e agências vencedoras das praças Salvador, João Pessoa, Natal, Fortaleza e Maceió. Com 91 peças inscritas, as 30 agências de Recife conheceram e aplaudiram as vencedoras de cada categoria que também concorreram para campeã regional. Pelas mãos do diretor comercial da Rota Mídia, Ângelo Borella, foi entregue o certificado para o primeiro lugar da categoria Institucional com a Agência Merkate com a peça “Keep calm” realizada para a Cultura Inglesa. O diretor da Rota, Bruno Guimarães, entregou à Agência Plano B Comunicação o certificado de primeiro lugar, categoria Promocional, pela campanha XIII Fenearte. Já na categoria Social/Governo a grande campeã foi a Agência Dois Comunicação (PE) com a peça produzida para TV Jaboatão,

recebendo o certificado do diretor da Rota Túlio Guimarães. A melhor campanha publicitária regional, escolhida entre os primeiros lugares de cada categoria, foi conhecida pelo público através das mãos do presidente da Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap-PE), Ângelo Melo, que entregou o troféu, idealizado pelo artista plástico Ricardo Cavani Rosas, à Agência Plano B Comunicação pela engenhosa e criativa peça da Fenearte. O momento mais esperado pelos criativos veio com a revelação do vencedor do Grand Prix, que foi disputado entre as agências: Mix Comunicação, de João Pessoa; Executiva Propaganda, de Natal; Propeg, de Salvador; Jangada Publicidade, de Fortaleza; AsMarias, de Maceió; e Plano B Comunicação, de Recife. Com o envelope lacrado, o diretor de mídia da Ampla, Nilson Samico, o gerente de Marketing da ASA, Wagner Mendes, o diretor de Redação da Rpress Comunicação, Seabra Neto, e a diretora de Marketing da Rota, Tatiana Guimarães, fizeram a contagem das pontuações das seis peças concorrentes. O anúncio da grande vencedora da noite foi realizado através do presidente da Rota, Wilson Guimarães. “Antes de entregar o troféu eu gostaria de agradecer a todos os presentes por prestigiarem nosso evento assim como a toda a equipe da Rota, todos os nossos parceiros, meus filhos e os funcionários”, conclui. Um dos autores da peça vencedora, Mateus Asfora, também deixou suas palavras para o público presente. “Eu queria agradecer a toda a equipe do Plano B Comunicação pela dedicação, ao nosso cliente por confiar em nosso trabalho e, também, a Rota pela parceria e premiação”, afirmou. Além do troféu e do certificado, os criativos, mídia e atendimento que assinaram a peça, ganharam um Macbook.

Luiz Gonzaga |

A Agência Plano B Comunicação (PE) levou Grand Prix com a peça da XIII Fenearte

29


FICHA TÉCNICA NATAL DOS SONHOS A Urbana Comunicação preparou uma campanha especial para divulgar a ação "Natal do Sonhos River Shopping", que irá premiar clientes com 50 mil em vales-compra neste final de ano. Nas peças também será explorado o tema da decoração de Natal que vem inspirada na fábrica de brinquedos do Papai Noel que traz, num só ambiente, três elementos simbólicos do período: uma bela árvore, um espaço aconchegante para que o Noel receba as crianças e, por fim, um curioso espaço onde ficam os ajudantes do bom velhinho. A campanha é composta de comercial de TV, jingle para rádio, anúncio de jornal e peças internas. Agência: Urbana Comunicação (PE) Cliente: River Shopping Atendimento: Gustavo Tigre, Nadja Tigre e Silvia Barros Criação: Gustavo Tigre e Rafaela Menezes Produção: Gildemária Melo Mídia: Margarida Cabral Aprovação: Eliária Reis e Márcio Santos QUALIDADE ACADÊMICA Os principais diferenciais oferecidos pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) a seus alunos é o mote da comunicação da campanha do Vestibular 2013.1. A estratégia desenvolvida pela ZYB eleva a campanha para além do foco puramente comercial, enfatizando o ensino sempre pautado na qualidade e tradição e a excelência na formação de profissionais que levam a visão humanitária das salas de aula para todas as áreas da vida, independentemente de sua formação. Com o conceito “Qualidade acadêmica que visa à excelência humana”, a campanha já está nas ruas e engloba diversas mídias: TV, rádio, jornal, mídia exterior (outdoor e outbus) e mídias digitais. O filme foi captado e produzido pela ZQuatro Studio. Agência: ZYB (PE) Cliente: Unicap Diretor de Atendimento: Bruno Andrade Coordenador de Atendimento: Juliano Rossetini Planejamento: Leo Ferreira Direção de Criação: André Amorim, Felipe Oliveira e Yoran Jr. Criação: André Amorim, Clarice Freire e Monielle Souza Mídia: Paula Galvão Produção: Edilza Lima e Teresa Padilha RTVC: Ricardo Arruda Núcleo Digital: Clarice Freire e Leo Ferreira FERRARI DE NATAL Quem não gostaria de voltar a ser criança e transformar os sonhos mais loucos em realidade? Foi pensando nisso que o Shopping Iguatemi preparou a maior promoção de todos os tempos, e ao invés de sortear carros convencionais, o shopping vai dar uma Ferrari Califórnia 4.3 GT conversível e vermelha. Acampanha de divulgação foi criada pela agência Ideia 3 e já está sendo veiculada na mídia. Para divulgar o natal do shopping foi criada campanha publicitária que conta com filme para TV, anúncios para mídia impressa, outdoors, busdoors, spot para rádio, fachada, painel de led e peças de mall. O filme desenvolvido pela agência, passa a ideia do mote da campanha de transformar os sonhos mais loucos em realidade, através de uma criança que abre os seus presentes de Natal em casa e solta a imaginação. Agência: Ideia 3 (BA) Cliente: Shopping Iguatemi Atendimento: Mayara Rezende e Julie Setenta Diretora de Atendimento: Renata Schubach Direção de Criação e Redação: Wilton Oliveira Diretor de Arte: Jan Hlavnicka Diretora de Mídia: Ana Maria Almeida Mídia: Eva Figueiredo e Marcus Gomes Produção Gráfica: Vilma Palma e Thais Leite RTVC: Lívia Utsch Aprovação: Tchesco Pessoa 10 3


SONHO DE CONSUMO Transformar o sonho de consumo de muita gente em realidade. A campanha Promoção Natal Salvador Norte Shopping, criada pela Morya Comunicação (BA), traz peças para TV, spot para rádio, outdoor, busdoo, panfletos, além de display, banners e adesivos para vitrines. A ação vai até o dia 06 de janeiro de 2013 e sorteará três automóveis Pajero TR4 e 10 Ipads no dia 07 de janeiro de 2013. A cada R$ 200,00 (duzentos reais) em compras, o cliente ganhará 01 (um) cupom. Não há limite de trocas, portanto, quanto mais cupons, mais chances de ganhar. O posto de troca de cupons está instalado no Piso L2 e a urna no piso L1, em frente às Lojas Americanas. Agência: Morya Comunicação (BA) Cliente: Salvador Norte Shopping Atendimento: Emília Medina e Letícia Martins Planejamento: Isabela Silveira e Marcelo Yamauti Criação: Edmond Midlej, Gabriela Martinez, Ivo Adams e Davi Caramelo Mídia: Rosana Ramos e Catarina Maciel Produção Gráfica e RTVC: Fernanda Mayoral, Eriana Simões e Yasmina Sestelo Aprovação: Michele Ribeiro

O NATAL DO CORAÇÃO O gesto popular do S2 continua a estrelar as campanhas publicitárias do Shopping Boa Vista. A de natal, assinada pela Mart Pet vem com o tema “O Natal da cidade está no nosso coração”. Nas peças gráficas e no VT, atores aparecem em momentos de confraternização fazendo o símbolo do coração com o Papai Noel. A campanha é composta de comercial de TV, jingle para rádio, anúncio de jornal, outdoor, backbus e peças internas. A decoração de Natal do Boa Vista presta uma homenagem ao Recife. Agência: Mart Pet (PE) Cliente: Shopping Boa Vista Atendimento: Felipe Pacheco Planejamento: Julia Travassos Direção de Criação: Diego Curvêlo e Edison Martins Redação: Diego Curvêlo e Leonardo Farache Direção de Arte: Igor Fagundes e Marcelo Luna Mídia: Ana Paula Takata e Isis Andrade Produção: Sandra Torreão e Camila Oliveira Aprovação: Tarcia Galvão e José Luiz Muniz

JUNTOS SE APRENDE O FUTURO Está aberto o período de matrículas para o ano letivo 2013 do Colégio Saber Viver. Para divulgar, o Gruponove (PE) fez campanha com o conceito Juntos se Aprende o Futuro. Os próprios alunos da escola foram escolhidos como personagens principais e criadores da campanha. A ação aborda os temas segurança, trânsito, transporte coletivo, desemprego, saúde e educação. Foi solicitado aos estudantes do Saber Viver que elaborassem soluções que pudessem resolver esses problemas reais existentes na cidade. O resultado está estampado na campanha que engloba backbus, outdoors, frontlights, encartes, cintas em jornais e merchandising em shopping. Agência: Gruponove (PE) Cliente: Colégio Saber Viver Diretor de Atendimento: Giovanni Di Carlli Planejamento/Atendimento: Fernanda Navarro e Karen Lacerda Diretor de Planejamento: Eduardo Breckenfeld Mídia: Maríllia pontes Direção de Criação: Gustavo Rêgo e Aliwton Carvalho Criação: Lusenalto Andrade e Hans Liesen Produção: Tita de Paula Aprovação: Rodrigo Ayres e Carmen Ayres 31


O MARKETING DA NOTORIEDADE ONLINE Ivelise Buarque |

O novo conceito mostra que há mais do que 15 minutos de fama nas estratégias para ganhar uma boa fama na internet Para alguns, Luiza do Canadá ganhou celebridade, quando na verdade é apenas um meme na rede, ao contrário da sua homônima dos bons drinks: a Marilac, que conquistou brilho no sol de Barcelona e vive, um pouco, do status que conquistou. Mas, o mais importante é que a era da conectividade e do compartilhamento, o conceito profetizado por Andy Warhol na década de 60 ("um dia, todos terão direito a 15 minutos de fama") caiu por terra. Neste admirável mundo novo, a ideia dos 15 minutos de fama já foi ultrapassado e a imagem de celebridade não está mais restrita à televisão. O momento em que vivemos hoje comprova isto dentro de uma nova proposta de notoriedade: a webcelebridade. “O internauta é guiado pela paixão. As redes sociais também são canais movidos a paixão, seja paixão por comédia ou tragédia. A ordem de comando na web é 'afrouxem suas gravatas, pois é hora de compartilhar'. Contamos nos dedos quantas pessoas são obrigadas a acompanhar o facebook, um vlog, ou 'twittar'. Todos se conectam por paixão para relaxar ou esquecer. A paixão é o ingrediente primordial da fórmula mágica do sucesso de webcelebridades”, diz Sérgio Rosa, diretor de planejamento digital da Giacometti Comunicação – agência presente em várias capitais brasileiras. E, esta pode ser a pura verdade. O desejo de relaxar é a força motriz do processo e a paixão é o que guia o saldo final do trabalho como aconteceu com o ator carioca Felipe Neto, que alcançou o sucesso com o canal Não Faz Sentido – no Youtube, que tem mais de um milhão de inscritos e cerca de 145 milhões de visualizações. Para ele, que começou no teatro na adolescência e trilhou o caminho do humor aliado à análise crítica na internet, o sucesso é resultado de timing com muita dedicação e ausência de medo, além de pouca vergonha na cara. Apesar de não seguir um planejamento estratégico definido, o objetivo era ver onde esta sua ideia iria dar, ao contrário do que se sucedeu com a Parafernália (com mais de 700 mil inscritos no Youtube), uma empresa criada com metas específicas e com uma série de estratégias de promoção e divulgação para se atingir os objetivos. Mas, pode parece que este trabalho é fácil, mas não. Como ocorre em qualquer projeto novo e incerto a proposta do artista teve seus percalços. 32

Contudo, os resultados deste sucesso hoje é uma carga horária de 30 horas por dia para conciliar a vida de empresário, roteirista e ator que ainda lhe possibilitou a experiência em TV com o programa "Até que Faz Sentido" – no Multishow. Este lhe deu mais experiência e maturidade, ajudando-o a entender como funciona a mente do consumidor em diferentes mídias. O resto não interessa ao artista. “Webcelebridade é um termo raso e superficial que não condiz com as pessoas que se dedicam tanto para criar um material interessante na web. Essas pessoas não são webcelebridades, são artistas de internet. Quando você vê um artista de rua, se ele aparecer no Fantástico, você o chamará de streetcelebridade? Acho que não caberia. De todo modo, há muita gente que obteve somente 15 minutos de fama na web, mas quem realmente se dedica de corpo e alma atinge muito mais que isso”. Esta tendência da realização de uma coisa que se gosta sem pretensão alguma é o que tem pautado esses ditos “webcelebridades”, como Rodrigo Fernandes, do Jacaré Banguela, blog humorístico criado em 2004, que ganhou notoriedade com o vídeo da Daniela Cicarelli na praia de Cadiz, na Espanha (2006). Criado para zoar com um amigo, a proposta do blog começou sem nenhum planejamento e hoje é um grande sucesso na rede. Com mais de 100 mil curtidores no facebook e mais de 85 mil inscritos no youtube, o Jacaré Banguela é pautado pelo interesse de fazer humor sarcástico que seja apreciada pelo público, apenas por amor. E isto realmente é difícil. “Os principais desafios enfrentados no começo de tudo foram justamente a atualização diária. Até hoje isso é difícil. Pra você ver, agora estou respondendo a uma entrevista e não estou atualizando o blog. A diferença é que no começo de tudo ninguém queria entrevistar a gente, mesmo que implorássemos (sério!). E agora que o Jacaré Banguela tem este público, o trabalho ficou mais complicado porque eu tenho que fazer mais gente se divertir com o que eu escrevo. O volume de pessoas aumentando, me deixa mais feliz por ver o trabalho dando certo”, ressalta Fernandes, que em seu stand up diz que uma wecelebridade é como o personagem principal de uma novela da Record que ninguém na rua conhece porque nunca viu na vida.


E no que diz respeito a eles, o sucesso realmente acontece por acaso. Paulo Cezar Goulart de Siqueira, mais conhecido como PC Siqueira, criou um canal no Youtube em fevereiro de 2010, para falar do seu cotidiano e contar algumas histórias só por distração. E a ideia despretensiosa acabou se tornando num vlog com mais de 120 milhões de acessos e um grande desafio: manter o canal com updates semanais, devido a outros compromissos. Como a proporção que seu canal alcançou foi além do que pretendia, o conceito de webcelebridade é totalmente deslocado de sua realidade. “Não sei o que é ser webcelebridade. Talvez ser um usuário de internet que produz conteúdo que as pessoas te cobram para ver. Não vejo muita diferença de ser famoso na internet ou na TV, são somente públicos um pouco diferentes. Sobre os 15 minutos de fama, eu acredito que há uma diferença fundamental entre simplesmente gravar um vídeo sem querer onde te pegam fazendo algo constrangedor e viraliza durante as próximas semanas, e fazer conteúdo periódico e construir sua base de audiência. Já estou ha quase três anos nisso, para números de internet, isso é uma eternidade”, comenta PC. ESTRATÉGIAS ALTERNATIVAS - Na opinião do blogueiro bluminense, Marcelo Cidral, criador de “Como eu me sinto quando” – inspirado no conceito das tumblrs do exterior, ser reconhecido do nada na rua é uma coisa que realmente não chama a atenção deles, pois estão muito focados no trabalho que fazem e na ideia da realização. Para a proposta iniciada em abril deste ano, o maior desafio era fidelizar o público que amou o blog desde o princípio e, ao mesmo tempo, atrair novos fãs. “Eu não fiz nenhuma divulgação extensa, minha sorte foi retratar situações que são facilmente identificáveis pro chamado 'público ditador de tendências', como pessoas que trabalham com comunicação e jovens. Outro fator importante foi o fato do tumblr possuir bastante conteúdo gay, sendo esse público bastante pioneiro Thiago Pereira, ou Cleycianne: DJ e blogueiro

Paulo Cezar Goulart de Siqueira, PC Siqueira

quando o assunto é tendências online. Tive a sorte também de ter amigos que trabalham com social media ou que já são uma espécie de webcelebrity e que amaram o blog e ajudaram a divulgá-lo nas redes sociais. Mas não foi nada planejado não! Com o passar das semanas, pensei em estratégias pra variar o conteúdo e atingir outros públicos, como democratizar a linguagem, por exemplo”, lembra Cidral, que hoje detém mais de 115 milhões de visualizações de página e sete milhões de visitantes únicos. Apoio externo também ajudou bastante a blogueira Thatu Nunes, autora do Manual das Encalhadas (com mais de cinco mil seguidores no Twitter). Ela que também é conhecida no Twitter como a @DraDoAmor (25 mil seguidores), teve apoio do amigo jornalista Antonio Oviedo e, posteriormente, do seu agente Murilo Oliveira (responsável pela profissionalização remunerada), tornou-se popular nas redes pelo seu papo direto e a linguagem que usa nas redes. O trabalho iniciado em fevereiro de 2010 começou como uma diversão para ironizar com quatro amigas. E depois, tornou-se uma maneira de se distrair e colocar muito do que guardava para fora, aliando o conteúdo do Twitter como forma de divulgar o blog. Neste processo, que não contou com nenhuma estratégia planejada pela blogueira, ela aprendeu a entender e se adaptar às exigências de cada ferramenta. “Fui percebendo como cada usuário se comporta em cada ferramenta. Por exemplo: no Twitter, o segredo não é dizer o que as pessoas querem ouvir e, sim, o que elas gostariam de dizer, mas não tem coragem. Assim, viram RTs. No Facebook, vale o mesmo que pro Twitter, mas somado ao que elas querem ouvir e não foram em busca de procura específica. O blog, sim, é sua voz! É onde você fala aos que realmente buscarem saber o 'seu' ponto de vista sobre aquilo, de forma mais detalhista”, ressalta ela que ultrapassou os desafios pessoais da atividade e, posteriormente, a de adequar a rotina de mãe, filha, irmã mais velha, amiga à rotina de blogueira, tuiteira e palestrante. Como não consegue se ver como celebridade, 33


acredita que a fama é apenas uma oportunidade para novas conquistas. Mas, por acaso ou orientado, o projeto bem planejado pode trazer bons e curiosos resultados como descobriu o blogueiro Thiago Pereira, ou Cleycianne – Uma serva do Senhor no mundo da internet, como era conhecido durante muito tempo. Em busca de novas ideias para o seu antigo blog ("Solta o Frango"), teve a ideia de criar uma religiosa fanática que comentasse o cotidiano das celebridades, na brincadeira. Para isto, pegou uma personagem do Twitter que tinha e a substituiu por esta personagem absurda que todos passaram a acessar. “Esse perfil tinha mil seguidores, comecei a lançar no twitter links do blog com aqueles textos absurdos e foi viralizando, muito rápido até! No primeiro dia, o blog já tinha 20 mil visitas e o perfil da Cleycianne no Twitter tinha quatro mil seguidores (o que era bastante para a época, 2009). Creio que o blog chegou onde chegou por ser algo diferente de tudo aquilo que acontece na internet. Cleycianne tem história, bordões e uma maneira muito peculiar de ver a vida. A complexidade da personagem foi, para mim, a grande responsável pelo sucesso do blog”, diz o mentor - que viveu com sua identidade em segredo por um ano – e hoje vive de blogs (Cleycianne, Celebridades com Limão no Yahoo) e, com a fama, também como DJ. “Pra mim Webcelebridade é aquela pessoa que só é conhecida na internet, redes sociais, seja ela personagem ou real. Fato que os 15 minutos de fama existem! Mas depois disso só se mantém que realmente é criativo, se renova e não tem medo de ousar”, pontua. NOS BASTIDORES DA REDE – A vida dessas webcelebriRodrigo Fernandes, do Jacaré Banguela, blog humorístico criado em 2004

34

Felipe Neto, vlogueiro

dades é com certeza bastante exaustiva e para administrar a agenda hoje para atividades extras (entrevistas, palestras, eventos, etc), elas são muitas vezes agenciadas por empresas que se especializaram em trabalhar com esses profissionais. Este foi o começo da IFruit (SP), fundada em fevereiro deste ano por Murilo Oliveira, que há dois anos trabalha neste segmento. Especializada em agenciamento e gestão comercial de blogs/vlogs/web-celebridades, a empresa apostou na oportunidade deste mercado pouco profissionalizado em agenciamento comercial e se tornou uma das principais empresas da área. Do trabalho iniciado com os primeiros agenciados (Jovem Nerd, Papo de Homem e Casal Sem Vergonha), hoje conta com casting com Felipe Neto, Não Intendo, Paramaker; Manual do Mundo; Mari Graciolli; Chico Rezende; Moda para Homens, entre outros. “Nosso trabalho é vender publicidade/mídia em nossos canais agenciados, além de vender a imagem dos mesmos. Toda ação publicitária, seja publieditorial, vídeo patrocinado, tweet patrocinado, presença em eventos e etc, é a iFruit que vende para eles. Esse trabalho também inclui a venda de publicidade das redes sociais de algumas celebridades da TV também”, pontua Oliveira. Outra que apostou neste cenário foi a IQ Casting Agencia, cujo trabalho nasceu inicialmente com celebridades off-line e depois integrou destaques da rede. A empresa trabalha com a proposta de reconhecer e buscar oportunidades para o seu elenco a partir de critérios estabelecidos para os trabalhos que possam render para a imagem e os objetivos dos seus agenciados, entre os quais estão PC Siqueira, Tessália, Rosana Hermann, Leandro Santos/ Mussum Alive, Murilo Gun, Marcelo Adnet, etc. “O conceito de webcelebridade ou mesmo de celebridade é viciado pelo mercado de fofocas do entretenimento. Celebridades são pessoas que trabalham com comunicação, usam sua imagem ou seu talento para dar força a uma ideia, interpretação ou conceitos”, comenta Ricardo Grandi, diretor da Iq.


APLICATIVO GRATUITO REÚNE PRINCIPAIS CENTROS DE COMPRAS DO PAÍS Uma pesquisa feita pela Associação Brasileira de Shopping Centers acaba de revelar que 65% dos brasileiros frequentam os shoppings pelo menos uma vez por semana e ficam, em média, uma hora e 13 minutos. Além disso, o número de centros de compras no Brasil é de 441. Número este que deverá subir para 460 até o final do ano. Serão mais de 500 shoppings em todo o país, o que ainda se torna pouco comparado com os 60.000 que existem nos Estados Unidos. É um mercado em crescimento. Cerca de 85% dos shoppings já existentes irão passar por um processo de expansão, antes da Copa. Tudo isso e mais o aumento do poder aquisitivo do brasileiro, juntamente com a ascensão de milhares de pessoas para camadas sociais mais elevadas financeiramente, irão contribuir para o mercado de shoppings crescer de forma avassaladora, com o faturamento de R$ 108 bilhões em 2011 e um tráfego de pessoas por mês de 376 milhões. Pensando em atender a este mercado e visando facilitar a busca pela informação nesse ambiente de compras tão frequentado, acaba de ser lançado o aplicativo gratuito Tô no Shopping, que traz shoppings, lojas e serviços de grandes centros de compras de todo o País. O aplicativo está dispo-

nível para smartphones, iOS e Android. De forma prática, o usuário encontra informações de 276 shoppings, além das lojas e informações sobre eventos, cinemas, notícias e promoções dos shoppings que possuem perfil plus. Na sua estréia, o Tô no Shopping ficou em primeiro lugar na categoria catálogo e entre os 30 mais baixados do Brasil e hoje já soma mais de 20 mil downloads. “Trata-se da maior rede mobile de shoppings do país, com previsão para 100.000 usuários até o fim de dezembro”, destaca Stanley Araújo, diretor de Operações do Aplicativo. O produto também pode ser utilizado para se comunicar com o Serviço de Atendimento ao Cliente do Shopping. Através do aplicativo, o shopping pode produzir, armazenar e fazer a gerência do seu conteúdo. Já o cliente, poderá ter acesso a um serviço autônomo, móvel e com maior alcance possível, como por exemplo, ligar para shoppings e lojas diretamente do aplicativo ou mesmo enviar um e-mail direto do aplicativo para a loja de sua preferência. Em breve mais shoppings estarão autorizando o compartilhamento de informações, deixando o aplicativo cada vez mais dinâmico e informativo.


O que os publicitários de Manhattan criavam era lei para os norte americanos e, consequentemente, para todo o resto do mundo

SMOKE GETS IN YOUR EYES Amândio Cardoso | amandio@agenciacirco.com.br

(SAUDADE DO TEMPO QUE FUMAR FAZIA BEM) Don Draper abre a porta de sua sala, na Sterlling Cooper, senta-se em sua poltrona de couro marrom, de costas para a câmera, acende um Lucky Strike, estende o braço, por traz da poltrona e sobe a fumaça da ponta do seu cigarro. Pano rápido. Vemos agora Don entrando no quarto de sua casa, meia luz, apenas o abajur ligado, onde a sua esposa deitada na cama, já de camisola, o espera para dormir, fumando, claro, um Camel. Mad Man, 1962, anos dourados da publicidade que se fazia na 5th Avenue, Manhattan, New Yorke City. Vendo o ator John Hamm que interpreta o bem sucedido e charmoso diretor de criação, surge a nostalgia de uma época onde a publicidade nadava em doses de Whiskys, Vodkas e baforadas de cigarros. Fica a real impressão de que fumar era o máximo, e até fazia bem. Era o que se acreditava mesmo. Mais que isso, anúncios diziam: “More Doctors smoke Camels than any other cigarette”. Médicos eram modelos em anúncios, apareciam fumando e receitando cigarros para melhorar o hálito, a irritação na garganta e os pulmões (acreditem). Era frequente ver atletas de beisebol, atores de Hollywood fazendo apologias ao cigarro, em outdoors, anúncios de jornal e revistas. O mais incrível: usavam até crianças e bebês para vender Marlboro. Não havia limites para seduzir aos encantos do cigarro. A publicidade estava no seu auge em todos os sentidos. O que os publicitários de Manhattan criavam era lei para os norte americanos e, consequentemente, para todo o resto do mundo. Vivíamos sob uma nuvem de fantasia e faz de conta, 36

um mundo de mentirinhas, irreal. O American Way of Life era feito de slogans irresponsáveis, onde a força do capitalismo ascendente se escrevia num país protagonista, pós segunda guerra mundial, e que ditava os costumes e hábitos de consumo. Fumar era cool. Viviam todos dentro de um seriado televisivo (e acho que isso não mudou), onde a bolha publicitária conduzia a acreditar que tudo era possível na América de John Kennedy. O que fascina nisso tudo é o poder, a sedução, o dito “glamour”. E, em tempos de tanto desemprego e incertezas do futuro do império Yankee, o resgate de um período que se foi, para os norte americanos, é o que talvez tenha levado a Matthew Weiner, criador da genial série de sucesso Mad Man, a trazer de volta tudo isso. E o cigarro é o símbolo maior do “American Dream”. Um sonho que se acabou, mesmo. Se foi na fumaça que saiu pela janela do 25˚andar de alguma agência de publicidade novaiorquina. Se apagou com a realidade da era digital. Foi pisoteado pelo mau gosto do excesso que o consumo produz de forma fugaz e desenfreada. A realidade é que faz bem a saúde. A realidade hoje nos diz para ter bons hábitos alimentares, não fumar, não beber, correr, ouvir mp3 de Lady Gaga e assistir lutas de UFC pelo computador. Fumar? Não faz bem. Fumar é bom apenas para recordar John Coltrane, The Platters, Alfred Hitchcock, Cadillacs, abotoaduras de ouro, máquinas de escrever, ternos em corte skinny e, claro, anúncios antigos de cigarro.


CLICK

Quantas vidas, quantas despedidas, quantos amores, quantos dissabores, quantos risos, quantas lágrimas, quantos aniversários, quantos casamentos, quantas histórias essa peça de décadas atrás muitas vezes esquecida num canto escuro do armário não presenciou? A câmera captura a emoção, imortaliza o momento, conta histórias atrás das imagens que ficam gravadas nos filmes, hoje tão raros. O futuro desta companheira de batalhas, como as que Robert Capa eternizou, companheira de momentos únicos como Bresson eternizou, merece a dignidade de simplesmente continuar trabalhando, continuar em ação, continuar. Fotografia feita com suor e lágrimas, fotografia feita com cálculos, fotografia pensada, fotografia que tinha a emoção e o frio na barriga de só saber depois como ficou a foto, como ficou a exposição à luz, como o momento foi desenhado na película. Saudades de um tempo que vale a pena ser preservado.

Câmera: NIKON D90 Abertura: F/5.6 Tempo: 1/2500 ISO: 200 Distância Focal: 105mm

Reginaldo Guimarães | reginaldo.olinda@gmail.com

MUITOS CLIQUES DE HISTÓRIA


EU RECOMENDO A ARTE DAS VENDAS - A ESTRATÉGIA DE SUN TZU PARA AS VENDAS, Gary Gagliardi, 192 Páginas, Editora MBooks. Nesta obra as idéias universais de Sun Tzu são adaptadas diretamente à nossa forma moderna de guerra – a concorrência na área de vendas. A Arte das Vendas transforma os conceitos de Sun Tzu em lições sobre a maneira de lidar com clientes, concorrentes e situações de venda. A Arte da Guerra, A Arte de Vendas vão lhe trazer inspirações, motivação e apresentar novas abordagens para vencer a batalha travada diariamente no mercado, independente do êxito que você já tenha alcançado na área de vendas. Gary Gagliardi é um premiado autor de livros sobre estratégia nos negócios e reconhecidamente o maior expert e conhecedor da filosofia e conceitos do texto A Arte da Guerra, de Sun Tzu. Gagliard é fundador de um networking internacional para treinamento em estratégia, que ele gerencia através de suas empresas ScienceOfStrategy.com e SeminarsOnStrategy.com. Gary Gagliard vive com a esposa em Seattle. ESTRATÉGIAS DE MARKETING DIGITAL E ECOMMERCE, de Sandra Turchi, 224 páginas, Editora Atlas Com mais de 20 anos de experiência como profissional de marketing, a autora apresenta nesta obra diversas Estratégias de Marketing digital e e-commerce, através da exposição de artigos, pesquisas e casos, tanto de grandes empresas multinacionais, como de Médias e Pequenas empresas nacionais. Tudo isso somado à experiência da autora junto ao mundo digital resulta em um livro de leitura acessível e aplicação imediata. O foco da publicação é oferecer suporte para estudiosos, profissionais de marketing, administradores ou publicitários interessados em maior conhecimento sobre o e-commerce e o Marketing Digital. Assim como poderá servir de leitura complementar para cursos universitários ou não, voltados para Marketing, Administração, marketing digital, redes sociais, estratégias de marketing integrado, comércio eletrônico e marketing de varejo. A METÁFORA DO TEMPO, de Marco Antônio Furtado, 192 páginas, Editora Qualitymark. Este livro aborda a importância da correta gestão do tempo, tanto no campo profissional quanto no pessoal. Com a quantidade e a velocidade das informações recebidas atualmente, cria-se uma grande turbulência na vida cotidiana e poucos são os que sabem realmente conciliar seus compromissos e cumpri-los dentro dos prazos e, de forma saudável, desfrutar de lazer e descanso. Com A Metáfora do Tempo, o leitor descobrirá “o que é o tempo”, como priorizar, planejar e agendar compromissos; aprenderá a dizer “não”, delegar tarefas, a realizar reuniões realmente produtivas, além de várias outras formas de desenvolver a produtividade e a efetividade, aumentando suas realizações. Este livro convida seu leitor a gerenciar sua atuação no tempo e a viver com mais sucesso e plenitude, tornando-se, portanto, indispensável a todo aquele que almeje desenvolver sua carreira, sem esquecer-se de ponderá-la com sua vida pessoal. MARKETING TRENDS 2013, de Francisco Alberto MADIA de Souza, 224 páginas, Editora MBooks. Este livro revela as mais importantes tendências de marketing para os próximos anos. É o resultado de um trabalho sistemático e permanente do corpo de consultores do Madiamundomarketing, mapeando, rastreando, organizando e analisando informações, com o objetivo de identificar as mais importantes tendências do marketing e dos negócios para os próximos anos. Tais tendências estão baseadas nas movimentações e performances empresariais e sempre ilustradas, neste livro, através de cases essenciais e relevantes para todas as empresas em atuação no Brasil, assim como para o ensino das melhores práticas do marketing nas Escolas e Universidades. Seu conteúdo conta com a colaboração inestimável de todos os alunos do MBA em Marketing da Madia Marketing School, no processo de discussão, validação e seleção dessas tendências. 38


Revista pronews 152  

Edição de novembro de 2012