Issuu on Google+

www.revistaplanetaagua.com.br TM

Planeta Agua Ano X - 128 - Novembro/2014 - 12,00


4

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


www.revistaplanetaagua.com.br

Nov/2014

5


ENTREVISTA EXPEDIENTE Revista Planeta Água Publicação mensal da Versátil Consultoria em Direito e Comunicação Social Rua Benjamin Constant, 2018 - Centro Anápolis - Goiás - Brasil - 75 043 010 (62) 3311-3489 / 3706-8000 / 9151 0193

Odilon Alves

http://issuu.com/revistaplanetaagua/docs/pa-127

Diretor Geral Odilon Alves Rosa DRT-GO: 0860/86 - OAB-GO: 12.754 odilonagua@gmail.com Diretora Executiva Ana de Morais Rosa DRT-GO: 01789/04 anamoraisagua@gmail.com Correspondentes Dijan de Barros Rosa (MS) djbarros@terra.com.br Dijane Christina de Barros Rosa Costa (MS) dijane@pop.com.br Aurélio Rezende Campos Rosa (Europa) aureliorezenderosa@gmail.com Leila Morais - Lagoa da Prata - (MG) (37) 3262-1606 lduartemorais@yahoo.com.br Colaboradores Regina Célia Baptista Pinheiro Daniel Carvalho Luis Monteiro - Biola - Orlando Silva (Baiano) - Pimenta Voadora - Anderson Amaral - Julia de Morais Alves Rosa - Sofia de Morais Alves Rosa Paulo Giovani Pontos de venda e distribuição (Revistarias e outros) Anápolis Magazine Anapolino (Rua Manoel D’Abadia) Rua Sócrates Diniz (ao lado do restaurante Chão Goiano) Praça Badia Daher Praça James Fanstone Rua Engenheiro Portela (ao lado dos Correios) Praça Americano do Brasil Vila Jaiara (em frente ao SESI) Goiânia Palácio do Governo Planalmira Lanchonete Trilha dos Pireneus Corumbá de Goiás Lanchonete Bica D’Água Pirenópolis Coco Nutri (Trevo de saída para o Morro dos Pireneus) Banca Rodoviária - Pousadas - CAT Restaurante Tempero do Rosário Goianésia Pireneus Restaurante Tiragem: 3.000 exemplares Impressão: Ellite Gráfica - (62) 3548-2224 As opiniões e pontos de vista emitidos nas reportagens e artigos assinados são da inteira e total responsabilidade de seus autores

6

Nov/2014

O

Um mundo melhor

avanço desenfreado da violência em todo o mundo não se deve, apenas, ao tráfico e uso de drogas e armas, à desagregação familiar, à menoridade da maioria dos bandidos ou à falta de investimentos maciços e corretos em educação. Não se deve também tamanha violência, contrapontuando com a passividade da população diante das maiores barbáries - filmadas e postadas nas redes sociais e veiculadas pela televisão - tão somente às más gestões governamentais ou à roubalheira impune dos corruptos que dilapidam o patrimônio público e, quando pegos com a boca na botija, vão cumprir pena em casa, no aconchego de seus lares. A violência que ceifa milhares de vidas todos os anos - somente no Brasil foram quase 60 mil homicídios em 2012 não se deve também e tão somente à deficiência do aparato policial (condições de trabalho, remuneração e preparo profissional). Esta violência que nos ronda o tempo todo, seja em casa, no trabalho, na escola ou até mesmo na porta da igreja, se deve também às gritantes diferenças sociais e, acima de tudo, à falta de Deus nos corações e nos lares

das famílias desagregadas que d’Ele só se lembram quando estão sofrendo as consequências de um sistema pautado na insensibilidade, no individualismo e no materialismo exacerbado. Uma maior tributação sobre as grandes fortunas em todo o mundo, tão discutida mas jamais colocada em prática seria, talvez, mais uma valiosíssima e oportuna contribuição para uma melhor distribuição da riqueza do planeta, hoje detida, em grande parte, por uma minoria. Para se ter uma ideia, somente o grupo dos 85 mais ricos do mundo tem riqueza igual à dos 3,5 bilhões mais pobres. Segundo pesquisa da Oxfam International, os 85 bilionários acumulam fortuna de US$ 1,7 trilhão. Somando-se os esforços por uma educação que realmente eduque, uma mais justa distribuição da riqueza do planeta, um sistema governamental transparente e competente, um conjunto de leis adequado à nova realidade mundial para realmente punir quem infringir, uma reagregação familiar e uma busca mais frequente da presença de Deus na vida das pessoas, poderíamos alimentar alguma esperança por um mundo melhor. Caso contrário... www.revistaplanetaagua.com.br


SUMÁRIO

08

01

ENTREVISTA

A anapolina Janete Vaz, co-fundadora e presidente do Conselho de Administração do Grupo Sabin, fala sobre o início, a trajetória, o sucesso alcançado e os novos objetivos do maior laboratório de análises clínicas do Centro-Oeste.

CAPA

Um novo conceito em empreendimentos imobiliários chega a Anápolis e muda totalmente a realidade do mercado P - 52-53

14

ENERGIA LIMPA

Recife sai na frente no compartilhamento de carros elétricos

31

MEDICINA

Primeira craniotomia com paciente acordada é realizada no HEG

60

SUSTENTABILIDADE

Rua das pedras Estilo colonial que persiste em Pirenópolis

102

17. PLANETA ÁGUA Conheça as soluções para a crise da água em três grandes cidades 25. IMÓVEIS Casas na Flórida custam menos que em São Paulo 27. ADVOCACIA OAB-Goiás, Subseção Anápolis, entrega credenciais a novos advogados e estagiários 47. UNIÃO Ministro da CGU pede demissão 48. PAIS E FILHOS Saiba mais sobre a guarda compartilhada 55. PARCERIA Marconi e Rolembeg discutem transporte do Entorno do Distrito Federal 71. RETROSPECTIVA Huana e Santa Casa: Balanço positivo de 2014 75. TELEVISÃO ‘Forever’ terá temporada completa 81. DOCUMENTOS Nova regra para emissão de passaporte facilita viagem de menores 87. ÁSIA Panasonic inaugura cidade inteligente no Japão 90. PLANETA TERRA Carta escrita no ano de 2070 98. ORGÂNICOS Alimentação consciente e vida saudável 101. FUTEBOL Brasil vence a Argentina e é tetra campeão no futebol de cegos

SEÇÕES

ELETRÔNICOS

Quase acidente causado por drone acende alerta na aviação civil inglesa

www.revistaplanetaagua.com.br

04. EDITORIAL 08. ENTREVISTA 12. GOTÍCULAS 36. LEITOR

39. CIDADE SUSTENTÁVEL 40. PERISCÓPIO 50. PLANETINHA 95. GASTRONOMIA Nov/2014

7


ENTREVISTA JANETE VAZ

“A aquisição do Laboratório Quaglia marcou a entrada do Sabin no mercado paulista”

8

J

anete Vaz, co-fundadora e presidente do Conselho de Administração do Grupo Sabin é farmacêutica bioquímica graduada pela Universidade Federal de Goiás e pós-graduada em Gestão Empresarial pelo INPG/Universidade Castelo Branco (RJ), com MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Dom

Cabral (FDC). Janete é presidente do Comitê de Saúde da Câmara Americana de Comércio do Distrito Federal (AMCHAM), membro do Conselho de Administração da Universidade de Brasília (UNB) e conselheira consultiva da Junior Achievement (Programa de Empreendedorismo de Jovens

nas escolas). Janete Vaz e sua sócia, Sandra Soares Costa, implantaram no Laboratório Sabin o sistema integrado de gestão da qualidade responsável por resultados que garantiram à empresa o reconhecimento nacional e internacional. Janete Vaz, solícitamente, nos concedeu esta entrevista.

Tudo começou em Brasília. Mas, antes disso, você residiu em Anápolis? Sim. Anápolis é minha cidade natal. Vim para Brasília em 1980, mas a minha essência foi construída em Anápolis, com a influência dos meus pais na maneira de como conduzir um negócio e de como cuidar das pessoas. Eu olho para os colaboradores como uma família, como pessoas que precisam ser valorizadas e cuidadas, isto aprendi com minha mãe, mas a visão empreendedora de fazer negócios foi com meu grande guru, meu pai. Um fazendeiro, homem do campo acostumado a enfrentar as mudanças, desafios e surpresas da natureza, passou ensinamentos de como escolher a boa semente, plantar no tempo certo. Com ele aprendi também a fazer negócios,

respeitando e não aproveitando a falta de conhecimento dos pequenos. Um dos ensinamentos dele que aplico sempre é “quem não sabe administrar o pouco não saberá administrar o muito”.

Como se deu a transição da atividade de bioquímica para a de uma empresária ousada e bem sucedida? Com o diploma de Bioquímica pela Universidade Federal de Goiás nas mãos, saí da minha cidade natal, Anápolis (GO) em 1980, para seguir carreira na capital federal, mas com o sonho de abrir o próprio negócio. Após trabalhar em alguns laboratórios particulares e públicos, conheci uma colega de profissão que se tornou minha grande amiga, Sandra Soares Costa. Além da amizade, conquistei uma sócia, que compartilhou comigo o sonho de empreendedorismo e, em 1984, fundamos o Laboratório Sabin de Análises Clínicas. Hoje, após 30 anos, conquistamos mais de 2.000 colaboradores e 138 unidades no DF e

Nov/2014

“Com o diploma de Bioquímica pela Universidade Federal de Goiás nas mãos, saí da minha cidade natal, Anápolis (GO) em 1980, para seguir carreira na capital federal, mas com o sonho de abrir o próprio negócio”

www.revistaplanetaagua.com.br


em sete estados do Brasil. Como sempre foi nossa premissa praticar ações sociais nas comunidades, decidimos criar, em 2005, o Instituto Sabin, uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) para promover a qualidade de vida da comunidade nas áreas da saúde, educação, cultura, lazer, esporte, pesquisa e meio-ambiente. Atualmente, vivemos um momento de consolidação nacional da empresa. Agora, o novo e maior desafio é levar nossa cultura organizacional, nossa filosofia, nosso conhecimento, nosso modelo de gestão e nosso parque tecnológico para as unidades recéminauguradas fora do Distrito Federal. Como você avalia a presença de uma sócia em todo o processo de consolidação do Sabin como o maior laboratório de sua região? Nós, mulheres, como já é sabido, temos multifuncionalidade. Temos a capacidade de ir além das fronteiras, enxergar a floresta e cuidar dos pequenos detalhes que fazem a grande diferença. Sandra e eu sempre aproveitamos as dificuldades enfrentadas no dia a dia como oportunidades de melhoria, oportunidades de conhecimento e mudanças. Também praticamos os três “pês”: paciência, persistência e perseverança. Nós somos diferentes, nos completamos e uma dá apoio e segurança à outra. Assim, enfrentamos os grandes desafios ou as pequenas tarefas cotidianas com vontade de vencer e conquistar nossas metas e sonhos. Vamos juntas, sempre acreditando que podemos ir além. Que segredos você poderia nos revelar sobre a fórmula de sucesso do Sabin? O segredo do sucesso é a valorização do fator humano. Orientamos o profissional em seu desenvolvimento e oferecemos participação nos resultados. Tudo para que ele se sinta reconhecido e atuante dentro da empresa. Investimos em clima organizacional e política atrativa de benefícios e meritocracia.Além disso, proporcionamos um ambiente de parceria onde confiança e transparência são os pilares de todas as relações. Acreditamos no crescimento pessoal e profissional dos colaboradores para que tenham condições de contribuir na realização da missão da empresa www.revistaplanetaagua.com.br

enquanto caminham em busca da autorrealização. Nós procuramos também identificar potenciais, desenvolvê-los, desafiá-los, reconhecêlos e recompensá-los

“O segredo do sucesso é a valorização do fator humano. Orientamos o profissional em seu desenvolvimento e oferecemos participação nos resultados. Tudo para que ele se sinta reconhecido e atuante dentro da empresa e investimos em clima organizacional, política atrativa de benefícios e meritocracia” Como se deu a expansão para outros mercados? Foi uma necessidade do próprio mercado ou houve um planejamento visando ganhar mais espaço em nível nacional? Em 2012, com a assessoria da Fundação Dom Cabral, por meio da Parceria para o Crescimento Sustentável (PCS), decidimos que era o momento de apostar em um projeto ousado. Expandir o serviço de análises clínicas, reconhecido pela excelência no atendimento, qualidade laboratorial e inovação tecnológica oferecido no Distrito Federal e Entorno, Barreiras (BA) e Anápolis (GO), para outras regiões do Brasil. Esse processo de expansão nacional iniciou com os crescimentos orgânicos - ampliação da operação em Brasília (DF) - seguidos da abertura de unidades em Manaus (AM) e aquisições em Uberaba (MG), Palmas (TO), Salvador (BA) e Belém (PA). Recentemente, em novembro de 2014, o laboratório chegou a São José dos Campos (SP). A concorrência com gigantes do setor começa a se configurar como uma realidade atual. Como o Sabin enfrenta mais esse desafio? O Laboratório Sabin acompanha os avanços tecnológicos do mercado internacional e busca ferramentas

para melhoria e otimização dos fluxos de trabalho, processos e comodidade para os clientes. Os grandes diferenciais para enfrentar a concorrência são os investimentos em gestão de pessoas e inovação que, atrelados à tecnologia, garantem a excelência nos serviços prestados. O Sabin adquiriu um grande laboratório de São Paulo. De que forma isso contribui para seu projeto de crescimento? Novas aquisições podem vir por aí? Após as quatro aquisições feitas em 2012, usamos o ano passado para consolidar a empresa e agora retomamos o crescimento orgânico e por aquisições. A aquisição do Laboratório Quaglia marcou a entrada do Sabin no mercado paulista, um dos principais do país. Queremos expandir ainda mais a nossa presença na região Sudeste. Fala-se no meio que gigantes do setor querem adquirir o Sabin. Isso poderia acontecer a curto prazo ou não está em seus planos? Não está em nossos planos. Qual tem sido a política de expansão do Sabin no que tange a Goiás e, mais especificamente, à sua cidade natal, Anápolis? No mês de novembro inauguramos a quinta unidade do Laboratório Sabin na região. Investimos cerca de R$ 1 milhão na abertura de duas unidades localizadas nos bairros Jaiara e Jundiaí, unidade esta que comporta o novo Núcleo Técnico Operacional (NTO), a área responsável pelo processamento dos exames laboratoriais. Com essas cinco unidades em operação na cidade, elevamos a capacidade de atendimento em 100% e atingimos a média de 15 mil clientes por mês. Além disso, aumentamos em 50% o quadro de colaboradores. Janete, deixe uma mensagem de final de ano para os anapolinos e também para todos os brasileiros. Num dos mais decisivos momentos de nossa história, desejamos, além de saúde, paz e felicidade, que as forças dominantes, a sociedade civil organizada e o povo brasileiro se unam em torno de um só objetivo: transformar o Brasil - que tem potencial para tal - numa das melhores nações do mundo para se viver. Nov/2014

9


10

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


GOTÍCULAS

Cidade francesa proíbe publicidade nas ruas

P

ela primeira vez na Europa, uma cidade, Grenoble, no sudeste da França, decidiu proibir os cartazes publicitários em suas ruas, para substituí-los por árvores. A decisão foi tomada pelo prefeito ecologista Eric Piolle, que governa desde março essa cidade de 160 mil habitantes situada aos pés dos Alpes. Entre janeiro e abril de 2015, 326 cartazes publicitários serão retirados por seu fabricante, a empresa francesa JCDecaux. No total, 2 mil metros quadrados de publicidade desaparecerão das ruas da cidade. Em seu lugar, a prefeitura prometeu plantar 50 árvores. O único precedente no mundo foi a cidade brasileira de São Paulo que, em 2007, decidiu proibir os cartazes publicitários onipresentes em seus muros. No entanto, em 2012 São Paulo reintroduziu a publicidade em seu espaço público, assinando com a JCDecaux um contrato para a instalação de mil relógios que dão aos habitantes a hora, a temperatura, a qualidade do ar e informações municipais.

Os homens mais alto e mais baixo do mundo

Morre em Campo Grande o poeta Manoel de Barros

O

C

handra Bahadur Dangi, do Nepal, o menor homem do mundo, é visto ao lado do maior homem do mundo, o turco Sultan Kosen, em Londres, em 13 de novembro de 2014. Um chega aos 2,51 metros, o outro não passa dos 54,6 centímetros. O evento, organizado pelo livro Guiness dos recordes por ocasião da décima edição do “Dia dos Recordes”, ocorreu num jardim perto do parlamento de Westminster, em Londres, onde os dois homens tomaram chá na maior tranquilidade. “Estou contente por ter conhecido o maior homem do mundo. Estava curioso para saber como era o meu extremo oposto”, declarou Bahadur Dangi, já com 75 anos, vestido em trajes típicos de sua terra natal. “Eu me perguntava até em que altura da minha perna ele conseguiria chegar”, contou Sultan Kösen, 32 anos, afirmando que seu tamanho lhe causa problemas de saúde. “Tenho problemas com meus joelhos e, quando fico muito tempo de pé, me canso demais”, disse Kösen, que na ocasião trajava um elegante terno escuro e gravata vermelha.

12

Nov/2014

poeta Manoel de Barros morreu no dia 13/11, aos 97 anos, em Campo Grande (MS). Ele ficou internado por duas semanas no Proncor, período em que passou por uma cirurgia no intestino. O hospital não divulgou as causas da morte. Um dos principais poetas brasileiros, Manoel de Barros nasceu em 1916, em Cuiabá (MT). O poeta garantia viver uma nova ascensão para a infância. Um estado de espírito tão forte que, em 2003, estreou na prosa justamente com um livro em que iniciava a trilogia sobre sua vida. E, como se tratava de Manoel de Barros, não era um retrato fiel, mas um relato puramente personalizado. Assim, depois de Memórias Inventadas - A Infância, ele lançou Memórias Inventadas - A Segunda Infância. A linguagem continuava artesanalmente construída, sem se ater a convenções gramaticais ou sociais, mas sempre em busca da simplicidade. “Porque me abasteço na infância e minha palavra é Bem-de-Raiz e bebe na fonte do ser”, escreveu Barros. O primeiro poema nasceu quando ele estava com 19 anos e a estreia literária de fato aconteceu com Poemas Concebidos sem Pecado (1937). Na década de 1960, voltou para Campo Grande, onde passou a viver como criador de gado, sem nunca deixar de trabalhar incansavelmente em seus versos. Longe dos grandes centros, demorou para ser reconhecido como grande poeta, mesmo publicando diversos livros. Foi somente na década de 1980, quando foi elogiado por Millôr Fernandes, é que Manoel de Barros tornou-se conhecido no eixo Rio-São Paulo. Em 1987, ganhou o prêmio Jabuti por O Guardador de Águas e, em 2002, O Fazedor de Amanhecer, livro infantojuvenil do poeta, foi eleito a melhor obra de ficção do ano anterior. Estimulado, ele combinava suas descobertas, entortando-as. “Para não cansar, a linguagem não pode ser comum, tradicional, senão cansa. É preciso entortá-la um pouco”, explicava ele, que deixou frases lapidares como “As coisas que não existem são as mais bonitas”. www.revistaplanetaagua.com.br


Amor à vida

A quase centenária professora de yoga, Tao Porchon Lynch, prova ao mundo que a idade é apenas um número. Aos 96 anos, ela mantém hábitos regrados e uma alimentação saudável. Todos os dias acorda às 5h e logo inicia sua rotina de exercícios e de aulas de yoga, que ministra num estúdio em Westchester County, subúrbio de Nova York. Aulas estas que lhe renderam o título de professora de yoga mais velha do mundo. “Enquanto respirar, ensinarei yoga. Depois, voarei para outro planeta”, resume ela ao New York Post, sobre a importância da meditação na sua vida. Indiana naturalizada americana, filha de pai francês e mãe nascida na Índia, Tao pratica yoga há mais de 70 anos. Durante 56 deles, ensinou pessoas a ultrapassarem seus limites de flexibilidade. “Nada é impossível. Não deixe ninguém lhe dizer que você está ficando velho”, diz. A senhorinha de aparência saudável e feliz teve uma vida de glamour. Foi modelo, dançarina e atriz (contratada pelos estúdios MGM, trabalhou em filmes como “A última vez que vi Paris”, com Elizabeth Taylor). Na década de 1940 e 50, escreveu roteiros e documentários feitos nos anos 60 e 70. E, com orgulho, conta que chegou a marchar ao lado do líder indiano Gandhi, por duas vezes. Ela atribui sua longevidade à prática de exercícios para o corpo e para mente. E revela que a dieta vegetariana e equilibrada é

Em cima do lance

E

m cima do lance, informativo semanal já em sua 29ª edição, é o resultado do esforço, do trabalho e da visão dos dedicados Orivaldo Souza, o Quarentinha e Roger Fernaz, dois apaixonados por Anápolis e pelo esporte com enorme contribuição para o futebol amador de local e da região. Parabéns pela brilhante iniciativa, saúde e sucesso!

A

Recentemente Tao Porchon-Lynch aderiu também à dança de salão com seu parceiro Vard Margaryn, 70 anos mais novo que ela

um dos segredos de sua saúde. “Eu não como por comer. Não se deve comer em grandes quantidades, precisamos estar em contato com a natureza e os frutos da vida. isso nos manterá saudáveis. Todas as manhãs me levanto e não penso no que eu vou fazer hoje, amanhã ou no que eu fiz ontem. Para mim, hoje será sempre o melhor dia da minha vida”. Em 2012, Tao Lynch foi reconhecida, oficialmente, no Guinness Book of World Records como a professora de yoga mais velha do mundo.

FIEG no Encontro Nacional da Indústria

A

FIEG - Regional Anápolis, através de seu presidente, Wilson de Oliveira, esteve presente na edição de 2014 do Encontro Nacional da Indústria (ENAI), que reuniu em Brasília cerca de 1,8 mil empresários de todas as partes do País, capitaneados pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Durante o evento, foi divulgada a Carta da Indústria 2014, documento que apresenta as propostas construídas pelo setor durante os dois dias do Encontro Nacional da Indústria.

Consumo sustentável

plicar aos consumidores noções para a prática de um consumo sustentável. Este é o principal objetivo da II Feira de Consumo Sustentável de Anápolis, realizada pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor – Procon, de 11 a 14/12, na Praça Dom Emanuel, no Bairro Jundiaí. O evento também integrou o cronograma do programa Natal de Luz 2014. No roteiro, exposições de atitudes sustentáveis, a exemplo do artesanato, recolhimento de lixo eletrônico e resíduos de óleo de cozinha. Contou também com estandes para informação, palestras, oficinas, praça de alimentação, atrações artísticas e musicais em sua programação, com destaque para o encerramento, no domingo, 14, com um grandioso show de Almir Sater (foto).

www.revistaplanetaagua.com.br

Nov/2014

13


ENERGIA LIMPA

Importados da China os carros acomodam até duas pessoas

Recife sai na frente no compartilhamento de carros elétricos E

m outubro de 2012, a Planeta Água testou quatro carros elétricos e um híbrido na Europa, numa reportagem inédita para o Brasil produzida pelo engenheiro eletricista e correspondente da revista no continente europeu, Aurélio Rezende Campos Rosa, em parceria com o diretor geral da revista, Odilon Alves. Num período de 15 dias foram testados quatro diferentes marcas de carros elétricos e um híbrido: Roadster (Tesla Motors), IOn (Peugeot), Kangoo (Renault), Leaf (Nissan/Renault) e o híbrido Prius (Toyota) com nossa editoria concluindo que “o caminho da sustentabilidade do planeta passa, inevitavelmente, pelos veículos elétricos”. Nesse mesmo período, nossa reportagem conheceu o sistema Autolib, em Paris, capital francesa, pelo qual frotas de pequenos carros elétricos ficam à disposição da população em diferentes pontos da cidade estacionados ao lado de estações de recarga das baterias dos charmos e ágeis veículos (edição 104 - Outubro 2012). No Brasil Agora, dois anos depois da inédita reportagem, um sistema de compartilhamento de carros elétricos, o car sharing, chega ao Brasil. A capital pernambucana acaba de lançar um ousado projeto que permite alugar carros sustentáveis por determinado intervalo de tempo agendando pelo celular. A ideia é uma das saídas encontradas por países como França, Estados Unidos e China para o problema da alta emissão de gases poluentes por veículos automotivos. O primeiro mês servirá como teste. Por isso, apenas 20 pessoas previamente escolhidas utilizarão os veículos sustentáveis nesse período, que vão ficar disponíveis em três estações de compartilhamento. O número de usuários deve crescer gradualmente nos dois próximos meses e, em março, o projeto será aberto ao público através do aplicativo para celular do Porto Leve. O dispositivo já oferece o aluguel de bicicletas por meio de uma parceria das empresas Porto Digital e Serttel, que também são responsáveis pela implantação do car sharing. Daqui a três meses, o sistema também vai ganhar três novas estações de compartilhamento. “Esperamos que, com a consolidação da ideia, o poder público veja seu valor e resolva

14

Nov/2014

expandi-la, como aconteceu com o aluguel de bicicletas que hoje já tem mais de 70 estações”, explica o diretor do Porto Digital, Francisco Saboya, destacando que a função da empresa é testar tecnologias que contribuam com os maiores desafios urbanos da atualidade: mobilidade, sustentabilidade e segurança. Por isso, cabe ao poder público ou a outra empresa privada ampliá-las. Já a Serttel fica responsável pelo desenvolvimento e operação do sistema. Seguindo os exemplos que têm dado certo no exterior, o projeto pernambucano oferece o aluguel de carros elétricos por até meia hora a usuários cadastrados no aplicativo para celular do Porto Leve. Assim como as bicicletas de aluguel, os carros podem ser retirados e entregues em qualquer estação do programa. A única recomendação é que sejam preferencialmente utilizados por mais de uma pessoa ao mesmo tempo, reduzindo, assim, a quantidade de automóveis nas ruas. A recomendação é sentida inclusive no preço. Para utilizar o sistema, é preciso pagar uma mensalidade no valor de R$ 30, além de uma taxa extra para cada corrida. Se o usuário não oferecer carona, essa taxa é de R$ 20. Caso dê carona através do aplicativo para outro usuário do programa, o valor é dividido entre os dois usuários. Se o motorista oferecer a carona e mesmo assim nenhum interessado se manifestar nos 15 minutos de tolerância, também paga R$ 10. Ainda é preciso pagar uma taxa extra caso o motorista ultrapasse os 30 minutos permitidos para a utilização do veículo. Por cada minuto adicional será cobrado R$ 0,75. Energia limpa “É uma forma de incentivar o compartilhamento do veículo para diminuir a quantidade de carros nas ruas e, assim, contribuir com a preservação ambiental”, afirma o diretor de tecnologia da Serttel, Alberto Van Drumen. Na Europa, cada exemplar do car sharing retira entre seis e nove veículos tradicionais das ruas. A experiência também mostra que, comparado a um carro particular, os veículos sustentáveis gastam 4,5 vezes menos em cada quilômetro rodado. Alimentados por energia limpa, ainda evitam a utilização de combustíveis fósseis e contribuem para a redução da poluição atmosférica. Para solicitar o veículo, basta entrar no aplicativo do Porto Leve e escolher a opção do car sharing. A aplicativo mostra as estações do projeto e o usuário precisa indicar a estação de origem para que o sistema verifique se há carros disponíveis naquele local. Também será preciso informar o destino, para garantir que haja vaga quando for devolver o carro. Cada estação conta com duas vagas exclusivas para os veículos sustentáveis.

Em 2012, a Planeta Água fotografou o www.revistaplanetaagua.com.br Autolib francês em Paris


(62) 3324 9796


INDÚSTRIA

PLANETA ÁGUA

Conheça as soluções para a crise da água em três grandes cidades A

crise da água no Sudeste brasileiro, que afeta milhões de pessoas, desperta discussões sobre mudanças climáticas, consumo, investimentos e alternativas de abastecimento. Diversas cidades do mundo também enfrentam ou enfrentaram desafios semelhantes, envolvendo seca, desperdício e excesso de consumo. A experiência delas pode servir de lição para São Paulo e as demais cidades brasileiras que sofrem com a falta d’água? Pequim: desvio A China está entre os 13 países listados pela ONU com grave falta d’água: com 21% da população mundial, o país tem apenas 6% da água potável do planeta. Cerca de 400 cidades do país enfrentam obstáculos de abastecimento e Pequim é uma delas: com uma população crescente, a capital já consome mais água do que tem disponível em seus reservatórios. Além disso, diversos rios chineses secaram recentemente em decorrência de secas prolongadas, crescimento populacional, poluição e expansão industrial. Para enfrentar a questão, a companhia de água de Pequim está apostando em um projeto multibilionário para redirecionar rios, o Projeto de Desvio de Água Sul-Norte, cuja primeira etapa deve ser concluída neste ano. O objetivo é mover bilhões de metros cúbicos de água do sul ao norte (mais árido) anualmente ao longo de uma distância superior à que separa o Oiapoque do Chuí (extremos do Brasil), a um custo que deve superar os US$ 60 bilhões para a construção de 2,5 mil km de canais.

É viável em SP? O governador paulista, Geraldo Alckmin, propôs uma obra de transposição para interligar o Sistema Cantareira à bacia do rio Paraíba do Sul - proposta polêmica, já que este último é a principal fonte de abastecimento do Estado do Rio de Janeiro, mas vista como “viável” pela Agência Nacional de Águas (ANA). O custo estimado é de R$ 500 milhões. No entanto, para Marussia Whately, consultora em recurso hídricos do ISA (Instituto Socioambiental), São Paulo estaria avançando sobre outras fontes de água sem cuidar da água que tem disponível atualmente. “Vamos investir em grandes obras antes de pensar na gestão das perdas de água, no consumo e na degradação das fontes de água atuais?”, questiona. Perth (Austrália): dessalinização Perth é a “cidade mais seca” entre as metrópoles da Austrália. Segundo a presidente da Western Australia Water Corporation, Sue Murphy, as mudanças climáticas ocorreram mais rápido e antes do que era esperado no oeste do país. “Nos últimos 15 anos, a água de nossos reservatórios foi reduzida para um sexto do que havia antes”, disse. A cidade construiu duas grandes estações para remover o sal da água coletada no Oceano Índico e torná-la potável. Hoje, Perth obtém metade de sua água potável a partir do mar. Mas os ambientalistas criticam o processo por ser caro e demandar muita energia. Os moradores sentiram o impacto em suas contas de água, que dobraram de valor

nos últimos anos. A cidade também está fazendo experimentos com o sistema Gnangara, sua maior fonte hídrica subterrânea. Por uma década, Perth injetou nos aquíferos subterrâneos a água que foi usada pela população, já tratada. A água é filtrada naturalmente pelo solo arenoso e depois extraída para ser consumida pela população ou usada na irrigação agrícola. O teste foi considerado bem-sucedido, e um programa oficial foi estabelecido – sua meta é obter desta forma 7 bilhões de litros por ano. Nova York: proteção de mananciais Uma das maiores cidades do mundo, Nova York iniciou nos anos 1990 um amplo programa de proteção aos mananciais de água, para prevenir a poluição nessas nascentes e, assim, evitar gastos volumosos com tratamento ou busca de novas fontes de abastecimento. O projeto incluiu aquisição de terras pelo governo nas nascentes de água, com o objetivo de proteger sua vegetação e garantir que os lençóis freáticos continuassem a ser alimentados; assistência financeira a comunidades rurais nessa região em troca de cuidados com o meio ambiente; e mitigação da poluição nos mananciais. Com isso, a cidade conseguiu ampliar em décadas a vida útil de seus mananciais. O programa também envolveu campanhas pela redução do consumo. Dados oficiais apontam que o consumo per capita da cidade era de 204,1 galões de água por dia em 1991 e caiu para 125,8 galões/dia em 2009.

Nova York iniciou nos anos 1990 um amplo programa de proteção aos mananciais de água para prevenir a poluição de nascentes e hoje é modelo para o mundo em preservação do mais precioso líquido da Terra

www.revistaplanetaagua.com.br

Nov/2014

17


LEGISLATIVO

T

Presidente eleito do Legislativo defende bandeira ambiental

ratamento e destinação correta do lixo é bandeira defendida pelo vereador Lisieux José Borges, eleito presidente do Legislativo anapolino para o biênio 2015/2016, em pleito realizado no dia 10 de dezembro. O cuidado com o meio ambiente, a conservação do solo, o descarte correto do lixo, a reciclagem, a inclusão social de catadores e, principalmente, a qualidade de vida da população são os pontos defendidos pelo Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PMGIRS) que começou a ser debatido em Anápolis através de uma solicitação do vereador Lisieux José Borges (PT). Por sua iniciativa foi realizada audiência pública na Câmara

18

Nov/2014

Municipal de Anápolis, no início de seu mandato, mais precisamente em 2013, para destrinchar e analisar os artigos da Lei Federal 12.305/10. O documento trata da Política Nacional de Resíduos Sólidos, fundamental para garantir aos municípios acesso aos recursos da União a serem investidos em saneamento e ações de meio ambiente em todo o Brasil. Anápolis sai na frente A formatação do Plano Municipal é a última etapa de um longo e criterioso processo que vem sendo construído na cidade. “Precisávamos cuidar do Aterro Sanitário, da documentação do local e das certificações necessárias e

retirar os catadores que ainda estavam atuando ali de uma forma totalmente insalubre e perigosa e, ainda, buscar uma solução para ampliar a coleta seletiva em toda a cidade de Anápolis. Cada uma destas questões foram solucionadas de forma a possibilitar que o município saísse na frente de outras cidades goianas nesses quesitos”, explicou o vereador Lisieux José Borges. Como representante da Câmara Municipal no Conselho Municipal de Meio Ambiente e no Conselho da Cidade (Concidade), o petista participou das várias reuniões para discutir todas as ações necessárias para que o Plano de Resíduos Sólidos pudesse ser concretizado.

www.revistaplanetaagua.com.br


HISTÓRIA

Memorial James Fanstone resgata história do fundador do Hospital Evangélico Goiano A vida e a obra do fundador do HEG estão retratadas em documentos, quadros, objetos e fotos no Memorial

I

nteressados em conhecer o Memorial James Fanstone, que fica logo na entrada principal do Hospital Evangélico Goiano, situado na Praça James Fanstone, Anápolis (GO), ficarão a par da história da medicina no Estado de Goiás a partir da vida do fundador do Hospital. O memorial expõe fotos da construção do HEG, títulos e condecorações de James Fanstone e sua jornada como estudante de Medicina na Universidade de Londres, além de registros marcantes da história da Medicina em Goiás. Também é mostrada, por meio de fotos, a participação do Dr. James na I Guerra Mundial. Como capitão médico, ele serviu em trincheiras e frentes de batalha na França e Bélgica. Atuou durante um ano no “Exército de Ocupação”, na Alemanha e recebeu três medalhas de campanha.

20

Nov/2014

Novas gerações “Para o Hospital, a importância deste Memorial está diretamente ligada ao resgate histórico, à capacidade de manter viva a história e também à tarefa de valorizar a vida e a obra do fundador de um hospital que tem muito a ver com Anápolis e com o estado de Goiás. O Memorial James Fanstone tem um caráter histórico, mas também didático ao poder contribuir para que as novas gerações entrem em contato com documentos, fotos e registros e, dessa forma, entender quem foi o Dr. James Fanstone. Pelo fato de que tais informações poderão ser repassadas de geração em geração e que nós temos que preservar o Memorial”, disse o diretor administrativo do HEG, Joseval dos Reis Brito.

www.revistaplanetaagua.com.br


www.revistaplanetaagua.com.br

Nov/2014

21


22

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


IMÓVEIS

Casas na Flórida custam menos que em São Paulo Casas na Flórida custam metade do preço de apartamentos em São Paulo. A diferença tem motivado a alta procura de brasileiros por imóveis nos Estados Unidos

www.revistaplanetaagua.com.br

O

preço dos imóveis em São Paulo subiu 188,2% de janeiro de 2008 a outubro de 2013, de acordo com o Índice Fipe-Zap. Atualmente, o preço médio do metro quadrado na capital paulista está em R$ 7.631, chegando a R$ 13.499 na Vila Nova Conceição (bairro mais caro da cidade de São Paulo) em outubro deste ano. Nos Estados Unidos, no entanto, o preço dos imóveis está mais em conta. Há casas nas cidades de Orlando e Miami, no Estado da Flórida, com metro quadrado por R$ 3.631,82, menos da metade da média em São Paulo. A diferença tem motivado a procura de brasileiros por imóveis residenciais nos Estados Unidos. Essa procura cresceu 42% no primeiro semestre deste ano na comparação com o mesmo período de 2012, de acordo com a administradora imobiliária Lello, que desde 2012 comercializa empreendimentos nas duas cidades da Flórida em parceria com a consultoria Faccin Investments.

Nov/2014

25


26

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


ADVOCACIA

OAB-GOIÁS ENTREGA CREDENCIAIS AOS NOVOS ADVOGADOS E ESTAGIÁRIOS EM ANÁPOLIS

N

o dia 25/11, a OAB-GO realizou mais uma sessão solene em Anápolis para entrega de credenciais a 21 novos advogados e 01 estagiária. A solenidade aconteceu no salão de eventos do Centro de Cultura, Esporte e Lazer (CEL) da OAB em Anápolis e foi capitaneada pelo vice-presidente da Seção de Goiás, Sebastião Macalé Caciano Cassimiro, reunindo vários advogados, amigos e familiares. Também estiveram presentes os diretores da Subseção, Antônio Heli de Oliveira, presidente; Adriana Vasconcelos Siqueira Freitas, vice-presidente; Maurício

Moreira Santos, tesoureiro e José Eustáquio Rosa Cardoso, vice-presidente da Comissão de Eventos Sociais, além do secretário geral adjunto da Caixa de Assistência dos Advogados de Goiás, Valdivino Clarindo Lima e do Juiz do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB-GO, Luiz Rodrigues da Silva. Discursou em nome dos compromissandos, o advogado Daniel Marcus Bandeira. O juramento foi conduzido pela advogada Adriele Barbosa da Silva Resplande. Em nome da OAB, falou o secretário adjunto da OAB-Anápolis, Jorge Henrique Elias.

A chegada de um novo ano nos traz o benefício da reflexão e renova nossa determinação para continuarmos lutando por mais realizações. Juntos, temos a certeza de que poderemos superar qualquer desasfio. A você e à sua família nossos mais fraternos votos de um Natal repleto de alegrias e um Ano Novo de prosperidade e paz. Ordem dos Advogados do Brasil - Subseção Anápolis

Antônio Heli de Oliveira - presidente Adriana Vasconcelos S. Freitas - vice-presidente Maurício Moreira Santos - Tesoureiro Eliana Macedo de Faria Pacheco - secretária geral Jorge Henrique Elias - Secretário adjunto

www.revistaplanetaagua.com.br

Nov/2014

27


MERCADO CLIMA DE TRABALHO

28

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


REFLEXテグ

www.revistaplanetaagua.com.br

Nov/2014

29


PERFIL

30

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


MEDICINA

Primeira craniotomia com paciente acordada é realizada no HEG Técnica utilizada, com tecnologia de ponta, teve como objetivo evitar riscos de perda da fala pela paciente. Apoio e estrutura do HEG foram fundamentais para o sucesso da cirurgia

O

s renomados médicos neurocirurgiões do grupo NEUROMED, Alessandro F. Cardoso e Chrystiano F. Cardoso, realizaram no Hospital Evangélico Goiano (HEG) a primeira ‘Craniotomia com o paciente acordado’. O procedimento foi feito no dia 02 de dezembro e se tornou um marco na história do HEG, instituição hospitalar conceituada que busca, a cada dia, ampliar a oferta de procedimentos, técnicas e inovações aos seus pacientes.

Cavernoma Para a cirurgia no crânio da paciente, foi utilizada uma anestesia especial, que permitiu mantê-la acordada e conversando durante o procedimento. De acordo com o neurocirurgião Alessandro, a paciente possuía uma lesão cerebral chamada ‘Cavernoma’ (má-formação vascular), situada na região do cérebro que coordena a fala. De acordo com o relato do Grupo NEUROMED, ‘para retirada da lesão, sem risco de que a paciente acordasse sem a fala, seria necessário o uso dessa técnica, onde a paciente é mantida acordada; e, no momento da ressecção da lesão, são feitos testes com a Neurofisiologista e, após identificação da área responsável pela fala, a cirurgia é continuada sem riscos para a paciente’. De acordo com o médico nefrologista do HEG, Stanley James Fanstone Pina, “o Hospital Evangélico Goiano vem se preparando, se modificando e se estruturando a cada dia que passa para a nova medicina, que é uma medicina muito mais globalizada e que utiliza de todos os meios para a melhora do paciente. O HEG tem promovido uma evolução gradual se seus processos, com uma infraestrutura que consegue atender a todas as necessidades do paciente”. “O paciente não precisa mais sair de Anápolis para realizar alguns tipos de procedimentos, como os neurocirúrgicos. O Hospital Evangélico tem o mesmo nível de excelência de centros médicos das grandes metrópoles. Nossa equipe, infraestrutura e equipamentos garantem este atendimento aos pacientes. As áreas técnicas e médicas do HEG vêm se aprimorando a cada dia que passa. Fazemos treinamentos em grandes centros e reproduzimos no município o conhecimento adquirido”, concluiu Stanley Fanstone. A técnica De acordo com os especialistas que realizaram a cirurgia, a técnica nunca havia sido utilizada em Anápolis. Conforme informaram, até pouco tempo atrás, não seria possível imaginar www.revistaplanetaagua.com.br

Cérebro já preparado e equipe médica iniciando a cirurgia (fotos: arquivo pessoal)

a realização uma cirurgia no cérebro com o paciente acordado. Segundo o neurocirurgião Alessandro Cardoso, houve grande planejamento. “Isso só foi possível após preparo de toda a equipe. Nós cirurgiões fizemos todo o planejamento e execução da cirurgia, com grande ajuda da anestesia realizada pelo médico anestesista Carlos Leônidas Chaves, e da monitorização neurofisiológica realizada pela médica neurologista Andreya F. Cardoso, que veio de São Paulo exclusivamente para esta cirurgia”, pontuou. Parceria O grupo NEUROMED reforça que o procedimento só foi possível devido ao apoio de todos os parceiros, como o Hospital Evangélico Goiano que, através da enfermagem do centro cirúrgico (Enf. Amanda e colaboradoras), criou infraestrutura para a realização do procedimento. Além disso, houve grande preparo da equipe de Anestesia, com o empenho do anestesista Carlos Leônidas Chaves, que utilizou novos materiais e medicações para que a paciente estivesse sempre acordada, sem sentir dor. Além dos irmãos Neurocirurgiões, Alessandro e Chrystiano Cardoso, o Grupo NEUROMED possui em sua equipe a médica e irmã dos especialistas, a neurologista Andreya F. Cardoso, residente em São Paulo. Quando necessário, Andreya vem a Anápolis realizar a monitorização Neurofisiológica para a equipe. Neste tipo de trabalho, durante a cirurgia, a neurologista monitora a função neurológica e realiza os testes que ajudam a identificar a região do cérebro necessária para uma abordagem segura. Assim, os médicos neurocirurgiões Alessandro e Chrystiano reforçam o trabalho de qualidade feito nos últimos quatro anos, com apoio de fortes parceiros, como o Hospital Evangélico Goiano. Este empenho está transformando a cidade de Anápolis num centro de referência em neurocirurgia e cirurgia de coluna no estado. Sempre com foco na busca de novas tecnologias e conhecimento para realização de cirurgias inovadoras, o Grupo NEUROMED e o Hospital Evangélico Goiano seguem seu trabalho e anunciam para 2015 a ampliação dos serviços nestas áreas médicas. “Esse foi somente um exemplo do trabalho diferenciado que estamos querendo fazer em Anápolis. Em 2015, chegaremos com novas surpresas. Estamos adquirindo novos materiais, ampliando nosso trabalho em Anápolis e Goiânia e agregando valor com outros membros e parceiros. Anápolis ainda vai ouvir falar muito de nossa equipe”, concluiu Alessandro. Nov/2014

31


BIOMA

Cerrado

À espera do fim A PEC 504/2010, que transforma o Cerrado, o segundo maior bioma brasileiro e também a Caatinga em patrimônio nacional, continua emperrada na Câmara dos Deputados

A

Monocultura No campo da produção agrícola, os cultivos mais expressivos são as chamadas monoculturas de soja, eucalipto, cana-de-açúcar e também o cultivo do algodão. Esses sistemas produtivos estão pautados em um único modelo tecnológico que, além de desmatar grandes extensões de vegetação nativa e gerar poucos empregos, utiliza grandes quantidades de insumos químicos, o que levou o Brasil ao posto de maior consumidor de agrotóxicos do mundo. Carvão Outra séria ameaça ao Cerrado é a produção de carvão vegetal. Na última década, o consumo aumentou mais de 50%, atendendo, de maneira mais intensa, à crescente demanda do setor siderúrgico. A nova “solução verde” anunciada é a substituição do carvão do Cerrado pelo carvão de eucalipto, que é outra ameaça ao bioma. No ano de 2010, a área plantada de pinus e eucalipto no Brasil era de mais de 6,5 milhões de hectares, área maior que as dos estados do Rio de Janeiro e de Sergipe somadas. Por serem árvores de crescimento rápido, de ciclo curto e que são plantadas em elevada densidade,

32

Nov/2014

FOTO: PLANETA ÁGUA

pecuária extensiva é uma das principais causas do desmatamento no Cerrado. Sua expansão vem ocorrendo ao longo de décadas com base no desmatamento de novas áreas, quadro agravado pela baixa tecnologia empregada na bovinicultura, causando baixíssima produtividade: em média, uma cabeça de gado por hectare. Diante da total ausência de manejo das pastagens, o bioma tem hoje 4,2 milhões de hectares de pastagens degradadas, o que equivale a 10% da terra utilizada para pecuária no Cerrado.

há grande consumo de água, o que frequentemente leva ao secamento de corpos d´água, causando prejuízos à qualidade do solo e à biodiversidade. Outro grave problema é que as grandes monoculturas de eucalipto dificultam o acesso pelas comunidades aos chamados recursos naturais essenciais a sua sobrevivência. Preservação Da perspectiva de preservação da biodiversidade, o Cerrado conta com pouquíssimas áreas protegidas por meio das unidades de conservação: cerca de 8% da área do bioma (UCs estaduais e federais). Desse total, entretanto, 2/3 referem-se a áreas de proteção ambiental (APA), instrumento que determina poucas limitações de uso e que conta com praticamente nenhuma fiscalização.

www.revistaplanetaagua.com.br


FOTO: PLANETA Ă GUA

www.revistaplanetaagua.com.br

Nov/2014

33


34

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


COMPORTAMENTO

www.revistaplanetaagua.com.br

Nov/2014

35


LEITOR

AMIGO SECRETO ECOLÓGICO N

o dia 30/10/2014 os alunos da terceira série do Colégio Auxilium participaram de um amigo secreto ecológico. Essa dinâmica consiste em presentear o amigo sorteado com uma muda de árvore que ele possa cuidar, pois acreditamos ser necessário o plantio de mais árvores e que, com essa iniciativa, possamos contagiar outras pessoas, inclusive outras séries da escola. Essa ideia foi totalmente diferente e os alunos ficaram muito animados com as escolhas das mudas. Quando foram revelar quem era seu amigo sustentável, surgiu uma oportunidade para cada um criar uma relação de consciência com o meio ambiente. Esperamos assim que

36

Nov/2014

o ato de plantar árvores seja uma atividade de lazer para as crianças e adolescentes em busca de um futuro mais limpo. A diversão que envolveu toda a turma durante o processo de sorteio do amigo oculto até o revelação foi impressionante, além do fato de todos entenderem que para um futuro com menos poluição é preciso mais árvores. Com um simples ato como esse, podemos mudar o rumo da sociedade, fazendo uma grande corrente que envolva toda a humanidade em prol afirmaçãode uma consciência ambiental. (Alunas da 3ª série do Ensino Médio do Colégio Auxilium, Anápolis (GO), Lara Francielle e Isabella Mendes)

www.revistaplanetaagua.com.br


1. 2. 3. 4. 5.

Vendedores tecnicamente qualificados;

Várias opções de pagamento; Diversidade de Produtos; Últimas tendências do mercado; Pronta entrega.

Corte de chapas Projetos do mobiliário Afiação de ferramentas

Nossos produtos!

Toda linha de produtos para fabricação de móveis e materiais para construção civil, como: portas, portais, fechaduras, madeirites, ferragens e ferramentas.

Av. Brasil Norte, 715 Cidade Jardim - 75.080-240 Anápolis-GO

ENTRE EM CONTATO CONOSCO

(62) 3311-1600

www.compensadosanapolis.com.br


CIDADE SUSTENTÁVEL

A CASA INTELIGENTE – Parte II

AS VANTAGENS DO USO DA AUTOMAÇÃO E DA DOMÓTICA NAS RESIDÊNCIAS

N

esta segunda parte da matéria sobre as vantagens do uso e da automação e da domótica nas residências em Anápolis e em Goiás, convidamos o Engenheiro Eletrotécnico Miguel José Gamboa Soares da Eurodomótica, Tutor dos Sistemas KNX, que esclareceu sobre a aplicação da automação e da domótica para assegurar e permitir de forma simples a integração às aplicações, dentre outras:

função da iluminação natural com vista á otimização do conforto visual e do consumo energético. • O sistema informa o estado da instalação, quer em termos dos níveis de iluminação, quer em termos do estado de funcionamento, relatando falhas e avarias de equipamentos, permitindo assim uma gestão mais eficaz das instalações.

• Comando e regulação da iluminação, local e central; • Controle local e central de todo o tipo de persianas motorizadas; • Controle da climatização: aquecimento, ventilação e AVAC; • Comando local e centralizado por Botões de pressão totalmente parametrizáveis; comandos manuais ou de parede de infravermelhos ou de rádiofrequência; detectores de movimento e de presença; por intermédio de paineis tácteis e/ou Web-servers; todo tipo de sensores físicos de interiores e exterior: luminosidade, temperatura, vento, pluviosidade, etc... • Gestão de cargas para controle de potência consumida.

O mercado brasileiro tem hoje uma grande variedade de produtos e soluções proprietárias, tal como acontecia há 20 anos na Europa. Embora ainda com pouca expressão face à dimensão do país, é também muito pouco especializado o que é motivado por uma fraca capacitação dos técnicos e das soluções. O Brasil tal como na Europa, motivado pelo forte crescimento da sua classe média, tem aumentado fortemente suas necessidades de energia, tendo já ocorrido vários “apagões” em diferentes áreas do país. Assim, a automação e a domótica apresentam-se como uma excelente solução para a redução dos consumos de energia, não só nos grandes edifícios de serviços, mas também no mercado residencial, onde para além do conforto e segurança de utilização, permite reduzir significativamente os consumos de energia, tornando residências e edifícios muito mais eficientes. Assim, os novos projetos de residências em Anápolis poderiam já contar com o projeto de automação onde poderiam ser realizadas todas estas soluções de conforto ambiental e de eficiência energética para aumentar ainda mais a sustentabilidade da residência, ainda mais se ela já contar com o conforto ambiental e a eficiência energética de forma natural.

Quando se pensa em automatizar uma residência em Anápolis, por exemplo, existem hoje em dia soluções para todo tipo de aplicações: desde o controle de iluminação, passando pelo controle de persianas e venezianas, controle do sistemas de aquecimento, ventilação e ar condicionado, sistemas de rega, sistemas de segurança contra intrusão, incêndio, fugas de gás, contagem e gestão de energia, entre muitas outras aplicações com comando local ou à distância seja por telefone ou por internet com sistemas de visualização e supervisão mais complexos ou mais simples. Os sistemas modernos de controle da iluminação precisam realizar mais do que simplesmente ligar e desligar a iluminação. A iluminação é hoje um dos principais fatores de conforto numa residência, integrado num conceito de gestão energética de um sistema de gestão da habitação. A indústria da iluminação desenvolveu um sistema Standard de gestão de iluminação que responde às mais exigentes especificações das residências e as principais vantagens são: • Para além do comando simples de ligar e desligar a iluminação, permite realizar variação de iluminação, pré-aviso de extinção e realização de cenários; • O controle de nível de iluminação sobre os planos de trabalho em

www.revistaplanetaagua.com.br

RENATO DE MELO ROCHA Doutorando da Universidade de Brasília (UnB), em “Edifícios com qualidade ambiental e eficiência energética” Professor de Construção Sustentável do Instituto de Pós-graduação-IPOG Coordenador geral do REARQ Coletivo arquitetonico. arqrenatorocha@gmail.com (62) 9290 1757 e 8253 0257

Nov/2014

39


Periscópio Ana de Morais Rosa Cida Braga, aniversariante do dia 08/12, foi cumprimentada por familiares e amigos. Parabéns! Gabriella Vellasco Marques, acadêmica de Direito da UniEvangélica, filha de Renata Firmo de Vellasco e Otamar Marques. Sucesso!

Prefeito de Pirenópolis, Nivaldo Mello, com profissionais da área de educação a quem agradece pela valiosa colaboração Giselle Silveira, administradora de empresas, anivesaria no dia 18/12. Ao lado dos filhos gêmeos, Marcelo e Gustavo, traz felicidade para a mamãe e vovó, Iraídes Moreira, empresária, que no dia 04/12 completou mais um ano de vida. Parabéns, sucesso e muita paz!

40

Nov/2014

Na Igreja Rosa Mística, em Goiânia, foi celebrado o fim e o início de uma longa caminhada. Parabéns, Janaína Lopes, militante no caminho do Bem é da Paz, que serão semeados em sua jornada jornalística/publicitária.

Empresário Nacim Hajjar (Goiás Atacado) e sua esposa Sandra, presenças marcantes na sociedade goiana www.revistaplanetaagua.com.br


Open House Gospel, evento realizado no dia pela Segunda Igreja Batista de Anápolis nas dependências da Broker’s House foi marcado por muita alegria, muita música e muita diversão sincronizadas com a ministração da Palavra de Deus. Belo exemplo de harmonia e fraternidade. (Fotos: Felipe Leite)

“Meus alunos se despedem do Colégio Militar para galgar montanhas mais altas. Sinto-me entristecido e honrado como aquele pai que vê o filho empreender viagem para voltar vitorioso. Desejos-lhes muitas medalhas porque a vida costuma condecorar os fortes, os bravos, os honestos, os vencedores...”. Trecho do depoimento de despedida do Comandante e Diretor do Colégio da Polícia Militar do Estado de Goiás - Polivalente Gabriel Issa, Ten Cel PM Elisboa Moreira Belo, gravado para a posteridade no convite de formatura dos concluintes do segundo grau 2014. Entre os homenageados estão o advogado e empresário Baltazar José dos Santos, o Comandante Geral da PMGO, Cel PM Silvio Benedito Alves, o Comandante da CEPM, Cel PM Júlio César da Mota Fernandes e a Subsecretária Regional de Educação, Sonja Maria Lacerda. Saúde, felicidade e sucesso aos vencedores! www.revistaplanetaagua.com.br

Nov/2014

41


REGISTRO

Assembleia Festiva no Lions Clube Anápolis Altruísta

F

oi realizado no Restaurante Nobre do Hotel Itamaraty, na noite de 27 de novembro, a Assembleia Festiva de Fundação, Entrega da Carta Constitutiva e Posse da Primeira Diretoria Ano Leonístico 2014-2015, do Lions Clube Anápolis Altruísta. O ato de criação desse novo e dinâmico Clube de Serviços foi prestigiado pelos Companheiros: Isaías Costa Dias, Governador do Distrito LB-2 (conjunto de Clubes de Goiás e Tocantins), e sua CaL Maria do Carmo Costa Dias; Vilmar Batista da Silva, Governador AL 2013-2014; Padre Emanuel do Bonfim Rodrigues de Souza, Presidente da Divisão E3 do DLB-2; Alessandro Tiago Lemos Vaz, Presidente do Lions Clube de Goiânia “Helen Keller” à época do início das tarefas pertinentes à criação do Lions Clube Anápolis Altruísta; Companheiras Leão do “Helen Keller” Mara Célia de Souza Lemos Vaz, Madrinha e Orientadora do novo Clube e Sônia Amélia da Cunha, atual Presidente. A Assembléia Festiva de Fundação foi prestigiada pela honrosa presença de William Leyser O’Dwyer – Secretário de Estado da Indústria e Comércio e Cônsul Honorário da

42

Nov/2014

República Federal da Alemanha na Região Centro-Oeste e sua esposa, Anne Lotte O’Dwyer. Usando a palavra, o Sr. William O’Dwyer destacou os relevantes trabalhos que o Presidente Tauny Mendes tem prestado à cidade de Anápolis em várias áreas, sendo digno, portanto, de nosso respeito e admiração e já antecipando que, por presidi-lo, o Clube será mais um de seus empreendimentos de sucesso. William O’Dwyer finalizou dizendo que “toda cidade deveria ter um Tauny Mendes”. OS LEÕES - QUEM SÃO? Os Leões autênticos são voluntários abnegados que servem, de maneira desinteressada a suas comunidades, atendendo às necessidades humanas das mesmas; fomentam a paz e promovem a compreensão mundial através dos Lions Clubes, hoje em 208 países, através da Associação Internacional de Lions Clubes, com sede em Oak Brook, Estado de Illinois, nos Estados Unidos da América do Norte, sempre agindo e trabalhando em benefício dos mais necessitados. www.revistaplanetaagua.com.br


Empossada a diretoria para o biênio 2014-2015 E

stá assim constituída e empossada a primeira Diretoria do Lions Clube Anápolis Altruísta, que desenvolverá suas tarefas até 10 de julho de 2015. Presidente: CL Tauny Mendes; 1º Vice-Presidente: CL José Olímpio Alves de Morais; 2º Vice-Presidente: CL Marcos Vinícius Garcia; 3º Vice-Presidente: CaL Natalina Fernandes da Cunha; Secretária: CaL Inêz de Fátima Silva Curado; Tesoureiro: CL Clodoaldo Dias dos Santos; Diretor de Associados: CL Jean Paulo Mendes Alves; Diretora de Cerimonial: CaL Natalina Fernandes da Cunha; Diretor Cultural: CL Roberto Brenner; Diretor Animador: CL Carlos Salvador Lemos; Diretor de Patrimônio: CL Marcos Vinícius Garcia; Orador: CL Jesus Fernandes Abrenhosa; Vogal por 01 Ano AL: 2014-2015: CL Átila Régulo Costa e Silva; Vogal por 02 anos ALs: 2014-2015 e 2015-2016: CL Geraldo Varlei de Miranda; Assessora Especial da Presidência: CaL Maria Waglan Sousa Naves; Assessora de Artes: CaL Aparecida Ramos Lino; CaL Ana Cláudia Luiza de Freitas Mendes – Consultora www.revistaplanetaagua.com.br

de Modas/Rosa Choc Moda Feminina; CaL Aparecida Ramos Lino - Diretora e Professora da Escola Municipal de Dança; DM Iracema Marquezan Lemos - Artesã; CL Delion Machado da Silva – Representante de Vendas; DM Bernadet Dias Vieira Silva – Enfermeira; DM Teldimaria Lopes Rodrigues – Professora, Teóloga, Pedagoga e Pós-graduada em Metodologia do Ensino Superior; DM Maurízia Aparecida Nogueira Abrenhosa – Economista; CL João Batista Sindrone – Artista Plástico e Escultor; CaL Lindaura Pereira Sindrone - Do lar; CaL Ketlley Mayara Martins Silva – Contadora/Hospital Doma; CaL Márcia Carneiro da Fontoura – Funcionária Pública Estadual na área de Saúde; SR. Reginaldo Abdalla Ferreira – Comerciante; DM Paulina Ikumi Donomai - Pastora evangélica; CaL Maria Francisca Corredeira do Carmo – Comerciante; CL Renato Ernesto Plafoni – Comerciante do ramo de madeira; DM Maria Grazzia Scandiurra in Plafoni – Do lar; CL Rogério Valadares Almeida Rêgo - Administrador de Empresas/ Hospital Doma. Nov/2014

43


INFORME ESPECIAL

SESI JAIARA NOS JOGOS DA PRIMAVERA EM ANÁPOLIS

O

SESI Jaiara participou, com a delegação de atletas nas modalidades de Karatê, Judô, Futsal e Natação, dos Jogos da Primavera em Anápolis no último dia 23 de novembro, e conquistou resultados arrasadores. No Judô foram 11 medalhas de ouro, 05 de prata e 04 de bronze, totalizando de 20 medalhas, além do título de campeão geral no masculino e vice campeão geral no feminino.

Professor Crystian Carlo Mendes com os alunos

N

o Karatê os atletas conquistaram 10 medalhas de ouro, 03 de prata e 02 de bronze, totalizando de 15 medalhas

Professor Luiz Eduardo Pereira de Freitas com os alunos

No Futsal o SESI foi campeão na categoria sub 14 masculino

N

Professor Sérgio de Paula Gomes com os alunos

44

Nov/2014

a natação o atleta João Vitor Pereira dos Santos Liberal conquistou 03 medalhas de ouro nas provas de crawl, costas e peito, categoria petz 11 anos. Rafael de Castro Miranda conquistou 02 medalhas de ouro nas provas de peito e costa e 01 medalha de prata na prova de crawl, categoria Infantil 1, totalizando 06 medalhas. www.revistaplanetaagua.com.br


PROJETO UM PASSEIO POR GOIÁS

Cavalhadinha de Jaraguá com os nossos alunos.

A

figura do mascarado foi o mascote do projeto, representando as Cavalhadas de Pirenópolis, Jaraguá e Corumbá de Goiás. Durante o desenvolvimento das ações os participantes foram agraciados com a presença da Cavalhadinha de Jaraguá

O

ponto alto do projeto aconteceu no dia 14 de novembro com as apresentações dos trabalhos desenvolvidos pelos alunos durante o ano letivo. Diversas atividades foram trabalhadas, tais como: confecção de uma colcha de retalho com poemas da poetisa anapolina Marly Braga; estudos dos aspectos econômicos, políticos, culturais, religiosos e culturais; portfólio dos pontos turísticos de Goiás, pintura em tela, desenhos livres, confecção de painéis, dobradura, decoração de porta retrato; trabalhos manuais, paródias e apresentação cultural com dança, música, teatro, declamação de poesias e muita alegria.

www.revistaplanetaagua.com.br

Nov/2014

45


o, seja t i s n â r et mas d a junto com r o n s e ra a enh Cump e e gentil. T boas festas s az nt prude ília e amigo de saúde, p o m sua fa Novo replet o um An de! da e felici

20 Km/h


UNIÃO

Ministro da CGU pede demissão O

ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Jorge Hage, entregou à presidente Dilma Rousseff carta na qual pede demissão do cargo. Responsável pelo combate à corrupção na administração federal, Hage é um dos remanescentes do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010). Ao final de uma cerimônia organizada, em Brasília em homenagem ao Dia Internacional de Combate à Corrupção, celebrado em 09/11, Hage disse que decidiu deixar o Executivo por avaliar que já deu sua contribuição ao serviço público.

Corte no orçamento Em seu discurso, Jorge Hage lembrou que, em 2014, houve um grande corte orçamentário na CGU e disse ser preciso “elevar” o nível de investimentos do Estado em órgãos de controle. “Realmente houve um corte grande de despesas. A Controladoria já tinha historicamente um orçamento pequeno. Nós representamos um peso ínfimo no orçamento federal, sobretudo se comparado com o que se evita em desperdício e desvios. Então o que sustento é que é preciso, numa

www.revistaplanetaagua.com.br

nova fase, no futuro, elevar o nível de investimento nos órgãos de controle e ampliar o sistema de controle”, disse Hage. Em setembro, em plena campanha eleitoral, o chefe da Controladoria-Geral da União já havia ressaltado que a redução de R$ 7,3 milhões no orçamento do órgão, em relação a 2013, havia gerado uma situação de “penúria orçamentária” na pasta. O ministro voltou a criticar o atual déficit de auditores na CGU e observou que, desde 2008, o órgão de fiscalização perdeu 300 auditores. Questionado sobre as principais conquistas que a CGU teve durante a sua passagem como ministro, Hage afirmou que, atualmente, o órgão consegue “antecipar as condutas ilícitas nas licitações” com a criação do setor “Observartório da despesa pública”. Esta divisão da CGU cruza bancos de dados de setores governamentais. O ministro lamentou o fato de empresas estatais não terem aderido à análise desses dados. “Elas têm sistemas próprios de licitação como é o caso da Petrobras e, não utilizando os sistemas corporativos do governo, elas ficam fora do alcance dessas atividades”, lamentou o ministro demissionário.

Nov/2014

47


PAIS E FILHOS

Saiba mais sobre a guarda compartilhada Texto muda a atual redação do Código Civil que tem induzido juízes a decretar guarda compartilhada apenas nos casos em que há boas relações entre os pais

O

Senado aprovou, no dia 26/11, projeto de lei que assegura a guarda compartilhada de filhos de pais divorciados, mesmo que não haja acordo entre as partes. A matéria foi apreciada pela Casa em regime de urgência e enviada ao Palácio do Planalto para sanção presidencial. O texto muda a atual redação do Código Civil, que tem induzido juízes a decretar guarda compartilhada apenas nos casos em que há boas relações entre os pais após o fim do casamento. Com a aprovação, esse tipo de decisão se estende a casos de separações conflituosas. O projeto prevê também a necessidade de divisão equilibrada do tempo de convivência dos filhos com cada um dos pais. Além disso, estabelece multa para escolas e estabelecimentos que se negarem a dar informações sobre o filho a qualquer um dos pais. Ainda segundo o projeto, serão necessárias autorizações dos

48

Nov/2014

dois pais nos casos dos filhos menores de idade mudar de município ou viajar ao exterior. Comemoração A aprovação foi comemorada pelo presidente da Associação de Pais e Mães Separados, Analdino Paulino. “Foi uma vitória fantástica, nós estamos há 12 anos lutando pela guarda compartilhada. Existem 20 milhões de crianças e adolescentes filhos de pais separados, que serão beneficiados com a lei que vai atender justamente os casais que não têm acordo para garantir que as crianças tenham convivência com os dois lados”, disse Paulino. O projeto prevê dois casos em que a guarda compartilhada não será adotada: em caso de o juiz avaliar que um dos pais não esteja apto para cuidar do filho, ou nos casos em que um deles manifeste desejo de não obter guarda.

www.revistaplanetaagua.com.br


Cidadãos do amanhã Alunos, pais e professores integraram-se numa só corrente de emoção na solenidade de formatura das turmas do Ensino Fundamental do Colégio Couto Magalhães em Anápolis (GO), na noite de 10 de dezembro no ginásio de esportes da escola. Parabéns à equipe do Couto, aos pais e, principalmente, aos futuros cidadãos brasileiros pela boa formação e preparação correta que lhes permitirão assumir postos chaves da nação num amanhã não muito distante.

www.revistaplanetaagua.com.br

Nov/2014

49


Arthur Araújo Matos veio ao mundo no dia 12/11 para alegria de Alessandra Thaís da Silva Araújo e Amilton Junior Morais Matos. Que Deus abençoe!

Arthur, Heloisa e Rebeca, filhos de Flávia e Atavir Cândido Moreira. Parabéns, saúde e felicidade para toda a família!

Natália, 4 aninhos e Gabriela, 6, iluminam o lar do casal Nélio Pimpão (engenheiro civil) e Karla Natal Pimpão (psicóloga). Também pudera... Com tanta beleza!

A meiga e cativante Heloísa Fernanda completou 6 aninhos no dia 04/12 e foi abraçada com carinho e emoção pela mamãe Leandra Miranda. Que Deus as guie e ilumine!

3324-2207 50

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


A russa Kristina Pimenova, eleita a criança mais linda do mundo, tem nove anos de idade e já e vive cercada por grandes números: suas contas no Facebook e Instagram somadas já contam com mais de 2 milhões de seguidores, isso sem contar com os outros “milhões” que a garota ganha com campanhas publicitárias que vem realizando pelo mundo afora. Filha da exmodelo Glikeriya Shirokova com o ex-jogador de futebol Ruslan Pimenov, que participou da Copa do Mundo de 2002 pela seleção russa, ela desfila desde os três anos e já foi capa da revista Vogue Bambini – publicação da Vogue Itália dedicada as crianças – além de fazer parte de campanhas para a Benetton e Roberto Cavalli.

Isadora, 7 aninhos e Teodora, 2 aninhos, enchem de luz e felicidade o lar dos papais Edineide Nonato Corrêa e Benedito Teodoro Corrêa. Que Deus os continue iluminando! Luciana Pina, professora do Colégio São Francisco de Assis com sua querida aluna Sofia de Morais Alves Rosa e toda a turma na despedida de 2014 do 3º ano

www.revistaplanetaagua.com.br

Nov/2014

51


CAPA

52

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


www.revistaplanetaagua.com.br

Nov/2014

53


54

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


PARCERIA

Marconi e Rollemberg discutem transporte do Entorno do DF U

m conjunto de medidas emergenciais, combinadas com soluções de curto e médio prazos foi apresentado no dia 12/11 pelos governadores de Goiás, Marconi Perillo, e o eleito de Brasília, Rodrigo Rollemberg, ao diretor da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Jorge Luiz Macedo Bastos, para solucionar o problema do transporte coletivo no Entorno de Brasília. Na reunião, além de sugerirem a criação de um consórcio de transportes envolvendo a União e os dois estados, Marconi e Rollemberg buscaram informações do diretor da ANTT a respeito das ações que o órgão desenvolve visando a melhoria do

sistema público de transporte na região. Os dois governadores foram informados que em dezembro o órgão vai convidá-los para conhecer os projetos de viabilidade técnica para construção de uma linha de trem de passageiros entre Brasília e Goiânia, além do aproveitamento de uma linha férrea, entre Luziânia e Brasília, para transporte de passageiros. Contrapartida O diretor da ANTT informou que, como medida emergencial, a ideia é criar um corredor exclusivo para circulação de ônibus na BR-040, que deverá atender à demanda de passageiros que se deslocam dos municípios do Entorno

Sul para a Capital federal. A medida não traria prejuízos para construção do BRT, em fase de licitação. Na audiência, Marconi Perillo sugeriu que na modelagem de concessão pública das rodovias federais 020 e 070 esteja prevista a construção de BRTs, exclusivos para o transporte de passageiros no Entorno. O diretor da ANTT gostou da ideia, por entender que é uma “proposta viável”. “Eu vou tratar isso com a presidente Dilma Rousseff”, disse o governador de Goiás. Marconi disse também que o governo de Goiás está disposto a aportar recursos, em forma de contrapartida com o governo federal, para resolver a demanda por transportes dos municípios do Entorno.

Pimenta Voadora Fotos e vídeos aéreos

62 3099 3203 . 9622 4871 www.revistaplanetaagua.com.br

Nov/2014

55


SINDICALISMO

Presidente do SITTRA participa de Fórum dos trabalhadores que se reuniu com o governador Marconi Perillo Governador Marconi Perillo e Adair Rodrigues, “O Arrojado”. Chegando ao seu quarto mandato, Marconi lembrou que Adair o apoiou em todos os pleitos que disputou, inclusive para deputado estadual em 1990. O governador agradeceu o amigo Arrojado e renovou sua confiança no trabalho do sindicalista em Anápolis

E

Adair Rodrigues falou da importância do sindicato para o trabalhadores e lembrou como eram tratados antes os sindicalistas em Goiás

m reunião prestigiada no Palácio das Esmeraldas em Goiânia, o governador do estado de Goiás, Marconi Perillo, recebeu diversas lideranças sindicais capitaneados pelo Fórum Permanente de Trabalhadores para o Desenvolvimento de Goiás, que é coordenado pelo presidente da FETTRANSPORTE Jaime Bueno Aguiar. O presidente do SITTRA, Adair Rodrigues, “O Arrojado”, e demais diretores do sindicato participaram do encontro que reuniu representantes de federações e de sindicatos que fazem parte do Fórum. Adair Rodrigues foi uma das lideranças convidadas a falar no evento, quando parabenizou o governo pelo diálogo com os trabalhadores. “É importante termos um governador que ouve e responde de imediato as demandas apresentadas por nós. Isso é muito importante para o trabalhador”, disse. Em sua fala o governador Marconi Perrilo parabenizou a presença de todos, e fez uma deferência especial para Adair Rodrigues. De forma carinhosa, o governador lembrou de sua primeira eleição

para deputado estadual, naquela época um nome ainda desconhecido, quando foi apoiado por Adair e fez questão de agradecer a lealdade demonstrada pelo líder sindical de Anápolis. O coordenador do Fórum, Jaime Bueno, foi um dos mais incisivos e objetivos durante sua fala na reunião. Defendendo os trabalhadores do transporte, Bueno avaliou como relevante a atenção dispensada pelo governador ao trabalho

do Fórum. “Acreditamos que essa proximidade com o gestor estadual tem facilitado o diálogo e feito com que o governador conheça melhor a realidade de cada setor que compõe o Fórum, além do que, Marconi vem demonstrando estar comprometido com cada demanda apresentada”, avaliou o presidente da FETTRANSPORTE, que seguirá o trabalho do Fórum Permanente de Trabalhadores para o Desenvolvimento de Goiás.

Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Município de Anápolis - SITTRA Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Município de Anápolis - SITTRA Av. Paranapanema Q-27-A L-10 Jardim América 62 3314-1955 / 3314-1991 sittra@brturbo.com.br Adair Rodrigues, “O Arrojado” Presidente

56

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


ASSOCIATIVISMO

AABRA comemora o mês das crianças

AABRA, Rotary Anápolis Oeste e Casa da amizade fizeram dia especial para as crianças

E

m comemoração especial ao mês das crianças (Outubro), a Associação dos Arrojados do Brasil (AABRA), realizou diversas ações para os alunos da entidade. Foram organizadas partidas de futebol; apresentações culturais, com a dança country; apoio a eventos de vários bairros voltados para as crianças de Anápolis, enfim, uma série de atividades para homenagear a criançada no seu mês. O dia especial para os alunos que praticam Futebol, Capoeira e dança Country na AABRA, aconteceu no dia 11 de outubro, na sede provisória da entidade e contou com a parceria do Rotary Club Anápolis Oeste e da Casa da Amizade, ligada ao mesmo clube. Rotarianos e senhoras da Casa da Amizade distribuíram brin-

A iniciativa da AABRA contou com o deciso apoio do Rotary Club

quedos, pipoca, algodão doce, picolés e muitas balas para as crianças. O evento teve palestra de orientação sobre os malefícios do uso de drogas e álcool, proferida pelo Sargento Borba, que é professor de Capoeira da entidade e pelo soldado Vinicius, membro do PROERD. O objetivo foi chamar a atenção sobre para os perigos que as crianças e adolescentes correm com o uso das substâncias entorpecentes. Ao final do evento, foram sorteados vários prêmios, entre eles, quatro bicicletas que foram entregues na hora para os sortudos. Um dia de muita alegria e emoção para todos fechando um mês especial de ações da Associação dos Arrojados do Brasil.

Os alunos ganharam brinquedos, bicicletas e guloseimas

Associação dos Arrojados do Brasil Associação dos Arrojados do Brasil Av. Paranapanema Q-27-A L-10 - Jardim América (Fundos/sede provisória) - Anápolis - Goiás 62 3314-0253 Presidente interino: João Admir da Rocha Patrono: Adair Rodrigues, “O Arrojado” cowboysarrojados@hotmail.com www.cowboysarrojados.com.br

www.revistaplanetaagua.com.br

Nov/2014

57


CONFRATERNIZAÇÃO

O exemplo que vem de Minas

A

família Bernardes e Vidal, de grande tradição no Centro-Oeste de Minas Gerais (região de João Pinheiro), reuniu seus mais de uma centena de bisavós, avós, pais, filhos e netos para comemorar, com grande alegria e gratidão a Deus, os 79 anos de Maria dos Santos Pereira, a Dona Santa. A ela e a essa grandiosa e maravilhosa família, parabéns pelo belíssimo exemplo de união, fraternidade, amor e paz e um feliz 2014.

www.revistaplanetaagua.com.br

Nov/2014

59


SUSTENTABILIDADE

Ruas de pedras

Estilo colonial que persiste em Pirenópolis Prefeitura da cidade histórica investe em modelo sustentável de revestimento nas vias públicas

U

m dos principais desafios de um gestor municipal é equilibrar as finanças públicas, de modo que cumpra com suas responsabilidades fiscais e, ao mesmo tempo, garanta investimentos para o município. Em Pirenópolis (GO), o prefeito Nivaldo Melo viu no resgate de um modelo típico de pavimentação local uma forma de aliar infraestrutura, geração de emprego - aproveitando a mão de obra local - e sustentabilidade. Trata-se do ladrilhamento das ruas com pedras de quartzito, também conhecidas como pé-de-moleque ou pedras de Pirenópolis. A cidade, que há pouco completou 287 anos, já têm algumas ruas com esse tipo de revestimento no Centro Histórico e, durante sua gestão, Nivaldo levou esse modelo para outros bairros.

60

Nov/2014

Rayanne Barbosa: “Com as pedrinhas acabou o barro e a poeira”

www.revistaplanetaagua.com.br


Jovelino Gomes: “Daqui tiro o sustento da família”

Diretor de obras, Inácio Rosicler, Nivaldo Melo e a moradora Anair Oliveira

Dona Narcísia: “Foi preciso um prefeito como Nivaldo”

Para o prefeito, a escolha do calçamento das ruas com as pedras é a forma mais viável quando se leva em conta a relação custo-benefício. “Primeiramente adquirimos as pedras em Pirenópolis, a mão-de-obra contratada para execução do serviço também é daqui, esses dois fatores fomentam a economia local. Outro ponto importantíssimo é que essas pedras, além de garantir um revestimento permanente, desde que não aja intervenção de terceiros, também é uma obra sustentável, visto que permite a permeabilização das águas das chuvas”, esclareceu.

lham no calçamento das ruas, entre eles, Jovelino Gomes, que já trabalha há 42 anos com pedras. “É um trabalho duro, mas é gratificante saber que estamos melhorando a infraestrutura da nossa cidade. Faço esse trabalho a vida inteira e foi graças a ele que criei meus filhos e me sustento até hoje”, contou.

Sustentabilidade Quem também está de acordo com o prefeito é a microempreendedora individual, Carolina Leão, que atua no ramo de hotelaria em Pirenópolis. Segundo ela, esse tipo de revestimento deveria se tornar padrão em toda a cidade. “O ideal para a cidade é que a pavimentação das ruas seja feita com a pé-de-moleque; além de movimentar dinheiro na cidade, esse calçamento evita buracos e desmoronamentos precoces; diminui acidentes, pois reduz a velocidade de automotores e a durabilidade é bem maior que a do asfalto. Quero parabenizar ao prefeito Nivaldo Melo pela iniciativa de fazer este tipo de obra, e sugiro que se estabeleça em nosso Plano Diretor que o calçamento de toda a cidade deverá ser substituído por este, quando necessário a reforma, e que possíveis novos loteamentos também sigam este padrão”, sugeriu. Segundo o diretor de obras do município, Inácio Rosicler, somente este ano, foram calçados 5.314 m² de ruas nos Bairro do Bonfim e São Francisco, Vila Mutirão, Setor Meia Ponte, Passagem Funda e Setor Central. Cerca de 20 homens trabawww.revistaplanetaagua.com.br

Opinião pública Na Vila Mutirão, a moradora Anair Oliveira fez questão de parabenizar o prefeito Nivaldo Melo em uma de suas vistorias à obra. “Esperamos muitos anos por um prefeito que olhasse por nós e o Nivaldo, mais que um bom prefeito é um amigo da nossa comunidade”, disse. Outra moradora que parabenizou o trabalho realizado na Vila foi Dona Narcísia: “Já passei muita peleja aqui com a poeira e com o barro, agora é um serviço que vai durar a vida inteira, precisou de um prefeito como Nivaldo para fazer isso pela gente”. Rayanne Barbosa mora com a família há 3 anos no Setor Meia Ponte, contou que a maior dificuldade era o acesso à casa dela. “Aqui quando chovia carro não chegava, se descia não subia mais até secar o barro, mas com as pedrinhas, agora, resolveu tudo”, contou. Foi pensando na Dona Narcísia, na Anair, na Rayanne e em outras centenas de pessoas e famílias, que o prefeito Nivaldo Melo tem investido na infraestrutura de Pirenópolis e também dos povoados. “Nossa equipe trabalha para tornar Pirenópolis um lugar cada vez melhor para se viver. Estamos atentos às necessidades da comunidade e nos preparando para novos desafios”, afirmou. Nov/2014

61


62

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


PERFIL

RECURSOS HÍDRICOS

Sonja Maria Lacerda Sonja Maria Lacerda é natural de Jaraguá (GO). Filha de Aldo Lacerda e Ana Siqueira Lacerda é casada com Allan Caster de Oliveira, mãe de Thiago Lacerda Ataídes e Gabriella Lacerda Ataídes e avó de Henrique Lacerda Ataídes Gonçalves. Família – “A família é tudo na vida. Que as famílias tenham as qualidades da rocha, isto é, que as famílias tenham resistência, firmeza, estabilidade e durabilidade. Quem nos dá tudo isso? Jesus Cristo. Escolaridade – Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal do Paraná e Pós-graduada em Educação Inclusiva pela Universidade Castelo Branco (RJ). Profissão - “Sou Professora. Atuei em diferentes setores da educação, desde a sala de aula, como professora da

educação básica e de ensino universitário, passei também pela direção, vice-direção, secretária geral, coordenação escolar, pedagoga da equipe multiprofissional, diretora do núcleo pedagógico e, atualmente sou Subsecretária Regional de Educação de Anápolis. Paixões - A vida, em sua plenitude. Livros - Desvendando o Arco - Íris, de Richard Dawis e Educação: O desafio de Mudar, de Thiago Peixoto. Filmes - Uma Linda Mulher Música - Várias, mas cita a seguintes: É preciso saber viver - Titãs. É isso aí com Ana Carolina e Seu Jorge. Apenas um rapaz latino-americano, Belchior.

Neste Natal o meu maior desejo é que nossos corações estejam plenos de esperança e que nossas almas nos movam sempre em direção ao bem comum. www.revistaplanetaagua.com.br

Nov/2014

63


TURISMO

64

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


IGREJA

INVOCAÇÃO A MARIAMA

Missa dos Quilombos, D. Helder Câmara (Novembro/1981) Nosso registro pelo Dia Nacional da Consciência Negra (20/11) Mariama, Nossa Senhora, Mãe de Cristo e Mãe dos homens! Mariama, Mãe dos homens de todas as raças, De todas as cores, de todos os cantos da Terra. Pede ao teu Filho que esta festa não termine aqui. A marcha final vai ser linda de viver. Mas é importante, Mariama, que a Igreja de teu Filho não fique em palavra, não fique em aplauso. O importante é que a CNBB, a Conferência dos Bispos, embarque de cheio na causa dos negros como entrou de cheio na Pastoral da Terra e na Pastoral dos Índios. Não basta pedir perdão pelos erros de ontem. É preciso acertar o passo hoje, sem ligar ao que disserem. Claro que dirão, Mariama, que é politica, que é subversão, que é comunismo. É Evangelho de Cristo, Mariama! Mariama, Mãe querida! Problema de negro acaba se ligando com todos os grandes problemas humanos, com todos os absurdos contra a humanidade, com todas as injustiças e opressões. Mariama, que se acabe, mas se acabe mesmo, a maldita fabricação de armas: o mundo precisa fabricar é Paz. Basta de injustiça: de uns sem saber o que fazer com tanta terra e milhões sem um palmo de terra onde morar. Basta de uns tendo de vomitar pra poder comer mais

www.revistaplanetaagua.com.br

e 50 milhões morrendo de fome num ano só. Basta de uns com empresas se derramando pelo mundo todo e milhões sem um canto onde ganhar o pão de cada dia. Mariama, Nossa Senhora, Mãe querida, nem precisa ir tão longe, como no teu hino; nem precisa que os ricos saiam de mãos vazias e os pobres de mãos cheias. Nem pobre nem rico! Nada de escravo de hoje ser senhor de escravos amanhã. Basta de escravos! Um mundo sem senhor e sem escravos, Um mundo de irmãos! De irmãos não só de nome e de mentira. De irmãos de verdade, Mariama.

Nov/2014

65


MÚSICA

Em Brasília, ex-Beatle empolgou os fãs que lotaram o Mané Garrincha

Paul McCartney: turnê e vídeo game

F

azendo jus à pontualidade britânica, o cantor internacional Paul McCartney realizou mais uma bem sucedida turnê pelo Brasil. ‘Out There’ foi visto por centenas de milhares de fãs do ex-Beatle que falou em português em diversos momentos das apresentações em várias capitais brasileiras. Em Brasília, no Estádio Nacional Mané Garrincha, o ponto alto do espetáculo foi o início de ‘Blackbird’, quando o teto desceu e uma parte móvel do palco subiu, erguendo o ídolo. Entre uma canção e outra, o ex-Beatle usou e abusou de expressões em português. Desde palavras curtas, como ‘obrigado’ e ‘boa noite’, até gírias e frases mais elaboradas, como quando dedicou a música ‘Here today’ para o antigo parceiro John Lennon. “Essa é para o meu querido chapa John”, falou Paul, emocionando o público. Além de prestar homenagem a John Lennon, Paul dedicou o sucesso ‘Something’ ao excompanheiro George Harrison e tocou ‘Let me roll it’ como um tributo a Jimmy Hendrix. A atual esposa do cantor, Nancy, foi lembrada com a música ‘My valentine’. Não houve menção ao ex-baterista dos Beatles Ringo Star. Vídeo game Paul gravou um clipe para eternizar sua participação na produção do game Destiny, compondo um dos temas do game, chamado Hope for the Future. O clipe mistura imagens de McCartney cantando com diversas cenas de dentro do jogo. Destiny foi desenvolvido pela Bungie, criadores da série Halo, e lançado em setembro deste ano. O game acaba de receber sua primeira expansão, chamada “The Dark Below”. Assista o clipe: https://www.youtube.com/watch?v=163_C5UVU-I

Paul está no game Destiny com Hope for the Future

66

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


PRODUÇÃO

Visitas a cachaçarias preparam o setor para implantação do APL da Cachaça Goiás V

isando à implantação do Arranjo Produtivo Local da Cachaça Goiás, a direção do Instituto Tecnológico do Estado de Goiás (ITEGO/Anápolis) está realizando uma série de visitas aos alambiques e cachaçarias do Estado. O objetivo é conhecer a estrutura desses empreendimentos e difundir a ideia do APL e da consequente certificação gratuita do produto pelo ITEGO. No último mês de outubro, a diretora Marla Silva Correia e a química responsável pelo laboratório do ITEGO, professora Elida Cristina Silva, acompanhadas de assessores, estiveram em Caldas Novas, onde visitaram a Cachaçaria Vale das Águas Quentes, de propriedade de José Afonso Maiochi e Isabela Lopes de Moraes. Os proprietários contam que a cachaçaria existe há 21 anos e que produz quatro tipos de cachaça – Barril 12, Senior, Ouro e Prata – e também licores com 11 sabores, como banana, jabuticaba, pequi, entre outros. Para quem não consome bebida alcoólica, a empresa produz três tipos de sorvetes: queijo, chocolate com pequi e rapadura. Os proprietários dizem que obedecem aos padrões ambientais sustentáveis, que envolvem desde o plantio da cana, fermentação, destilação até o envelhecimento do produto. “Como temos preocupação com o meio ambiente, optamos por trabalhar com a produção orgânica”, diz Isabela. José Afonso e Isabela dizem que o produto mais caro da cachaçaria, a Barril 12, foi premiada em 2007, em Turim na Itália, em uma feira mundial de bebidas, e em 2009 ficou em segundo lugar. Eles salientam que a primeira vez que sua cachaça chegou ao exterior foi em

2005, num evento de degustação realizada na Embaixada brasileira em Paris. A ideia era abrir as portas do m ercado externo, o que ainda não aconteceu pelo fato da produção ainda ser insuficiente. Anualmente são produzidos 60 mil litros de cachaça que são vendidos na loja instalada na cidade de Caldas Novas. Na empresa estão estocados atualmente 200 tonéis, cada um com capacidade de 200 litros de cachaça. Há também dois barris de dez mil litros de capacidade e um de inox de 60 mil litros.

As visitas terão sequência em 2015, afirma Marla Silva

Alma Gêmea

C

ontinuando o trabalho de conhecimento das estruturas dos alambiques goianos e de levar informações sobre a certificação da cachaça artesanal produzida em Goiás, a equipe do Itego Anápolis esteve também na Cachaça Alma Gêmea, produzida na Fazenda Ouro Verde, em Planaltina de Goiás, de propriedade de José Antônio Pires Gonçalves, um coronel aposentado do Exército. Após se aposentar, na década de 90, José Antônio resolveu produzir cachaça no cerrado goiano. Ele se debruçou sobre revistas e livros, aprendeu sozinho a técnica de produzir a bebida e buscou incansavelmente a qualidade do produto. O processo de fabricação obtém três tipos de cachaça: a cabeça, que fica acima de 58º de teor alcoólico; o coração, entre 38 e 58º, é considerada a melhor; e a cauda, abaixo de 38º. O produtor explica que, após vários testes, degustações e experiências, escolheu a graduação de 42% (42 partes de álcool etílico para 58 partes de água) como a ideal, por sua semelhança com os melhores destilados existentes e mais consumidos no mundo, como uísque, a vodca e o gin. “Só engarrafamos 80% da cachaça produzida (coração). A cabeça (10%) e a cauda (10%) são descartadas. Preservamos apenas a parte nobre da destilação”, diz. A produção teve início em 2004 e quando viu que havia alcançado uma cachaça de boa qualidade, o produtor, em 2009, inscreveu suas

cachaças em um concurso internacional de degustação, nos Estados Unidos, conquistando a medalha de prata no San Francisco Spirits Competition. No mesmo ano recebeu também a medalha de prata no Concurso Mundial de Bruxelas. Outros quatro prêmios foram conquistados pela Alma Gêmea. A produção anual máxima foi estipulada pelo produtor em 30 mil litros por ano. Atualmente estão estocados na fazenda 16 mil litros de cachaça em barris de carvalho e de amburana.

Equipe do Itego Anápolis visita Cachaça Alma Gêmea

Outras visitas

C

ambéba, Cachaça Doministro e Cachaça Cana Brava, em Alexânia; e Pirenopolina, em Pirenópolis, foram outros alambiques visitados pela equipe do Itego. De acordo com a diretora do Itego, Marla Silva Correia, as visitas servem para fazer uma radiografia da estrutura dos alambiques goianos. “Estamos visitando os alambiques para conhecer suas estruturas e contribuir para a melhoria da qualidade da cachaça artesanal produzida em Goiás dentro do Arranjo Produtivo Local da www.revistaplanetaagua.com.br

Cachaça Goiás”, destaca Marla. Paralelo às visitas, o Itego se estrutura para atender à demanda adquirindo equipamentos para o laboratório de análises do produto goiano. A aquisição já está em fase final de licitação. A certificação da cachaça será feita gratuitamente pela Instituição. A diretora explica que a Instituição seguirá um padrão de análise e o alambique que não atender às exigências terá um prazo para se adequar e colocar no mercado uma cachaça de qualidade comprovada. Nov/2014

67


ENSINO

Comenda Professora Nadyr de Souza Andrade A busca pela valorização da Educação e sua utilização como ferramenta de transformação da sociedade é também o lema da atual gestão do CPMG Anápolis I

E

ste lema concretiza-se nos resultados obtidos por nossos alunos, ano após ano, quer seja nos vestibulares, concursos militares e os mais variados certames, quer nas avaliações de nível estadual e nacional, sendo a mais recente conquista o 1º lugar no IDEB do Estado de Goiás, por dois períodos avaliativos consecutivos. Como prova do reconhecimento pela exitosa gestão desta Unidade Escolar, a Câmara Municipal de Anápolis, em sessão solene realizada no Teatro Municipal no dia 07 de novembro de 2014, concedeu a Comenda “Professora Nadyr de Souza Andrade” ao Coronel Edmilson Pereira de Araújo – Comandante e Diretor do Colégio da Policia Militar de Goiás Anápolis I Dr. Cezar Toledo.

Medalha de bronze no Jogos Escolares da Juventude foi conquistada pelos estudantes do CPMG César Toledo de Anápolis

A

equipe de Basquetebol do Estado de Goiás conquistou a medalha de bronze na fase coletiva dos Jogos Escolares da Juventude trazendo o título de terceiro melhor time do Brasil na categoria 15 a 17 anos em sua categoria, a terceira divisão. A competição organizada anualmente pelo Comitê Olímpico Brasil (COB) é conhecida por revelar talentos esportivos para o esporte brasileiro e, nesta edição, em João Pessoa (PB), reuniu estudantes de 1.300 escolas de todos os estados brasileiros na disputa de 13 modalidades esportivas, chegando a um número de 4.600 participantes. A equipe é formada por alunos do CPMG César Toledo de Anápolis, que conquistaram a oportunidade de representar Goiás após se tornarem campeões dos Jogos Estudantis do Estado em 2014, em competição organizada pela Superintendência de Desporto Educacional da Secretaria de estado da Educação (Seduc). Ao longo da competição, a união, conjunto e garra da equipe, a liderança efetiva do treinador e professor Alisson Figueiredo Nunes e o ótimo desempenho dos estudantes Thiago Castro e Igor, que se tornaram cestinhas das partidas que disputaram, foram o diferencial que levou Goiás a conquista do 3º lugar do País em sua categoria.

N

Confiram os nomes dos estudantes atletas goianos medalha de bronze:

Daniel Mendonça de Oliveira, Danilo Vidal Costa, Igor Matheus Oliveira Carvalho Sanches, João Victor da Silva Guerra, Marcos Antonio Borges Siqueira, Matheus Hendrick de Souza Alves Ribeiro, Matheus Vinicius da Silva Luiz, Pedro Henrique Ribeiro Silva Martins, Thiago Pedro Bento de Castro, William Oliveira da Costa. Treinador: Alisson Figueiredo Nunes.

Jogos da primavera 2014

este ano foi realizado A 43ª edição dos jogos da primavera, entre os meses de setembro e novembro. O Colégio da Polícia Militar de Goiás – Unidade Dr. Cezar Toledo se sagrou mais uma vez campeão geral do certame, repetindo os feitos de 2008, 2009, 2011, 2012 e 2013, se tornando hexa campeão. Atualmente os jogos constam das seguintes modalidades: Atletismo, basquete, capoeira, concurso da rainha, futsal, handebol, judô, karatê, natação, tênis de mesa, voleibol e xadrez. Nosso colégio figurou em todas as modalidades disputadas, marcando pontos em dez delas, com destaque para o atletismo que onde fomos campeões no masculino e no feminino e no voleibol, chegando a cinco finais. Podemos destacar que o nosso sucesso esportivo se dá devido a uma série de fatores, desde a direção que fomenta e oferece condições para competirmos, contamos com um quadro de professores dedicados e extremamente competentes e por fim nossos alunos/atletas competem com afinco, defendendo nossas cores com honra e entrega incontestável.

www.revistaplanetaagua.com.br

OBMEP

O

Colégio da Polícia Militar Dr. Cézar Toledo parabeniza os alunos pela brilhante participação na OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas). Confiram os nomes dos mesmos:

Medalha de Prata: Iago Soares Borges Santos João Pedro Toledo Fernandes Pedro Garcia

Medalha de Bronze: Jean Kairo Crispim Alexandre Pereira dos Santos Jonas Luiz de Carvalho Larissa de Azevedo Passos Amanda Costa da Cunha Nov/2014

69


LITERATURA CORPO

ALBA empossa diretoria

N

o dia 11/11 foi empossada a diretoria da ALBA - Academia de Letras do Brasil - Seccional Anápolis, em solenidade realizada no salão nobre do Instituto Federal de Goiás. Após a leitura do compromisso dos acadêmicos e a palavra final do presidente nacional da ALB, Mário Carbajal, já durante o coquetel, registramos as seguintes presenças no evento (da direita para esquerda): juiz e escritor Abílio Volney Aires Neto, muito aplaudido orador que falou pela Seccional de Anápolis e discorreu tão bem em seu discurso que já está na lista de Mário Carabajal como seu possível futuro sucessor; Ridamar Batista, presidente da ALBA; escritor David P. Rocha e sua esposa, a escritora e professora Ana Maria Rocha; presidente da ALB nacional, Mário Carbajal e o escritor Omar Fabiano Batista.

Câncer: saiba seus direitos

O

jornalista e publicitário José Arthur Pereira da Silva lançou, no dia de 10/10, o livro “Vem com a gente, vamos vencer o câncer!”, segundo ele mesmo diz, um livro simples, mas que trata de uma coisa séria chamada câncer. “Nele, eu conto a história do meu filho, faço alguns questionamentos sobre os tratamentos e repasso todos os direitos que tem uma pessoa com câncer e que talvez os desconheça. Acredite, o livro apesar de simples, é o resultado de quase 20 anos de pesquisa e dedicação à causa”, revela José Arthur Pereira da Silva. (Contato: arthurmidiart@hotmail.com)

Juiz e escritor Abílio Volney Aires Neto, Ridamar Batista, presidente da ALBA, escritor David P. Rocha e sua esposa, a escritora e professora Ana Maria Rocha, presidente da ALB nacional, Mário e o escritor Omar (da direita para esquerda), na solenidade de criação da entidade no município e posse solene dos novos acadêmicos da Academia de Letras do Brasil, seccional Anápolis.

70

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


RETROSPECTIVA

HUANA e SANTA CASA: BALANÇO POSITIVO DE 2014 A Santa Casa de Misericórdia e o Hospital de Urgências de Anápolis Doutor Henrique Santillo (HUAna), receberam diversas ações voltadas ao paciente, acompanhante, visitante e colaborador de ambas as instituições. As atividades foram realizadas pela equipe da assessoria de qualidade, com apoio de organizações da sociedade civil e religiosa.

Mulheres Para as mulheres foi reservada uma surpresa especial, com o Projeto Sons do Coração, onde os artistas regionais Roberto Brenner, Marcos Sotter e Giovani Tronconi apresentaram canções populares trazendo emoção e consolo a quem se encontra em situação de vulnerabilidade, por conta da doença. Outro marcante evento foi o Dia da Beleza, com café da manhã e palestras motivacionais. Também ocorreu a abordagem da temática do tráfico humano e a lida com pacientes vítimas de violência doméstica. Saúde Na Semana da Saúde, que aconteceu de 7 a 14 de abril, foram disponibilizados durante os horários de visita às enfermarias e Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) testes de glicemia e aferição de pressão arterial, ginástica laboral e palestras, voltadas aos parentes e amigos dos pacientes internados que estavam de passagem pela unidade hospitalar. A Semana da Enfermagem, promovida em maio, foi um momento dedicado à valorização e capacitação profissional, com atrações culturais, cursos, palestras, simulações de situações emergenciais e cafés da manhã comemorativos. Páscoa Durante a celebração da Páscoa, uma lembrança cristã de vida nova, ressurreição e alegria, o HUAna recebeu a doação de um voluntário, com 400 ovos de chocolate, que foram entregues aos acompanhantes dos pacientes. Mamães No dia das mães, as colaboradoras da Santa Casa de Misericórdia receberam um vídeo documental em sua homenagem. No HUAna, as mães receberam um mimo especial e uma festa. Festa junina As duas unidades celebraram em junho, as festas juninas com arraiás, contando com comidas típicas e muita alegria. Aleitamento e pais Agosto, na Semana do Aleitamento Materno, a Santa Casa de Misericórdia promoveu uma mobilização formativa com os funcionários e social, por meio de matérias instrutivas na mídia. Nesse mesmo mês, as unidades celebraram o Dia dos pais, com homenagens aos colaboradores. Doação de sangue Em setembro, o Hemocentro goiano, em parceria com a FASA promoveu um dia de captação de bolsas de sangue para aumentar o estoque. Na ocasião estiveram presentes a Banda da Polícia Militar; políticos e a sociedade civil, arrecadando 40 bolsas. Outubro Rosa A Outubro Rosa, campanha que dá visibilidade à importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama, aconteceu durante todo o mês, com destaque para a mobilização que ao longo do dia 24, no Brasil Park Shopping, sensibilizou as mulheres sobre essa questão, além das atividades internas realizadas pelas unidades. Novembro Azul Novembro foi a vez dos homens serem sensibilizados pela campanha Novembro Azul, que alertou para a incidência do câncer de próstata. Nesse mês também aconteceu a Sipat do HUAna, que abordou a temática da Educação e Promoção à Saúde. www.revistaplanetaagua.com.br

Nov/2014

71


CABELOS

72

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


MUNDO

Tom volta a Ipanema P

ara marcar os vinte anos da morte do cantor e compositor Antônio Carlos Brasileiros de Almeida Jobim, o Tom Jobim, foi inaugurada no início de dezembro estátua em sua homenagem, na orla de Ipanema, Rio de Janeiro (RJ). Com a presença de familiares e do sexteto Terra Brasilis, o evento reuniu fãs e amigos do maestro, que morreu em 8 de dezembro de 1994, em Nova York, vítima de uma parada cardíaca enquanto lutava contra um câncer. A estátua do compositor foi criada pela escultora Christina Motta, que também é a criadora da escultura da atriz fracesa Brigitte Bardot, em Búzios. Christina, que também esteve presente na cerimônia, fez a peça inteiramente em bronze, que ilustra o cantor com seu violão no ombro e pesa o equivalente a 200 quilos. A obra ainda traz uma placa com o trecho “Minha alma canta / Vejo o Rio de Janeiro” da canção “Samba do Avião”, uma das músicas mais famosas de Tom Jobim que foi criado em Ipanema, bairro que serviu de inspiração para suas canções. Entre seus parceiros de composições destaca-se o poeta Vinicius de Moraes, com quem construiu uma sólida amizade, rendendo diversos clássicos de nossa música popular. Tornou-se ícone da Bossa Nova, levando o ritmo a ser conhecido em todo o mundo. Ele, inclusive, fez uma parceria com o cantor americano Frank Sinatra.

COP 20

Nova frustração A

COP 20 - Conferência da ONU sobre mudanças climáticas, chegou ao seu último dia, 12/12, sem que os países reunidos tivessem obtido consenso sobre o “rascunho zero” de um novo acordo global para conter as mudanças climáticas. O debate ficou ainda mais acalorado depois da divulgação inesperada de um novo texto para discussão por volta das 22h30 do dia anterior, fato que causou barulho nos corredores da conferência, que aconteceu em Lima, no Peru. Ministros do grupo Basic, composto por Brasil, Índia, China e África do Sul, convocaram uma reunião de urgência

www.revistaplanetaagua.com.br

para discutir o documento, chamado de “Rascunho da decisão da COP”. Os países não concordaram que, depois de os negociadores ficarem dez dias debruçados em vários textos, surgisse um, de surpresa, para ser aprovado como o resultado da cúpula. Negociadores brasileiros confirmaram que Izabella Teixeira, ministra do Meio Ambiente do Brasil, e representantes dos outros governos do Basic se reuniram ainda de noite com o presidente da COP 20, o peruano Manuel Pulgar Vidal, para mostrar seu posicionamento. Esse tipo de articulação tenta evitar que o processo diplomático seja afetado

negativamente por conversas paralelas, que deixam algumas partes de fora - o que colocou em xeque, por exemplo, a conferência do Clima de Copenhague, em 2009, lembrada por muitos como um sinônimo de fracasso. Na época, um texto paralelo foi apresentado quase no final do encontro e causou indignação. Agora, como num replay a Conferência para mudanças climáticas chega a lugar algum, numa demonstração de que não há uma grande preocupação quanto aos comprovados danos provocados pela emissão de gases de efeito estufa na atmosfera que se intensifica de forma vertiginosa. Lamentável. Nov/2014

73


TELEVISÃO

‘Forever’ terá temporada completa M

ais uma série que estreou na Fall Season com número reduzido de episódios ganha uma temporada completa. A rede ABC aprovou a produção de uma temporada completa de Forever, que terá vinte e dois episódios.Esta é a terceira série da ABC, e a décima da rede aberta americana, a conseguir sua primeira temporada completa desde a estreia da Fall Season em setembro. Maldição eterna Criada por Matthew Miller (Chuck), a série segue a linha de Maldição Eterna/

www.revistaplanetaagua.com.br

Forever Knight e de New Amsterdam. A história em que se baseou o autor de Forever acompanha a vida do Dr. Henry Morgan (Ioan Gruffudd, de Ringer), um homem de mais de 200 anos de idade que trabalha todos os dias no movimentado necrotério de Nova Iorque, onde tenta, freneticamente, descobrir uma forma de acabar com sua própria imortalidade. A primeira temporada vem registrando a média de 5.77 milhões de telespectadores ao vivo nos Estados Unidos, com 1.33% do público alvo ao vivo. No Brasil, Forever é exibida pelo canal Warner.

Séries completas As séries da Fall Season que já conquistaram a primeira temporada são The Flash e Jane the Virgin, do CW; Gotham, da Fox; How To Get Away With Murder e Black-Ish, da ABC; Madam Secretary, NCIS: New Orleans, Stalker e Scorpion, da CBS. Marry Me ganhou uma encomenda que leva a primeira temporada a um total de 18 episódios. Ainda não está claro se a NBC irá considerar a encomenda de novos episódios, ou se a série fechará sua primeira temporada com um número reduzido de episódios.

Nov/2014

75


MEIO AMBIENTE

RJ tem índice de poluição duas vezes maior que o recomendado

D

ia 29/10, o Instituto Saúde e Sustentabilidade (ISS) apresentou pesquisa inédita sobre a poluição atmosférica no estado do Rio de Janeiro, em evento realizado na Amil, na Barra da Tijuca, para especialistas em saúde e em meio ambiente. O estudo concluiu que os índices do estado ultrapassam em duas vezes o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o que contrasta com a metodologia adotada no Brasil pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), que considera aceitáveis os padrões de poluição aos quais o cidadão fluminense está exposto.

Estudo O estudo aponta 36.194 mortes e 65.102 internações na rede pública de saúde devido à poluição, sendo 14 mortes por dia em todo o estado – representando um gasto público de R$ 82 milhões. “Esses números poderiam ter sido evitados se o controle dos níveis de poluição não ficasse limitado aos índices observados no estado, mas, sim, aos indicados pela OMS, que mostram que a qualidade do ar tem se mantido em patamares críticos”, explica a Dra. Evangelina Vormittag, diretora-presidente do ISS.

As mais poluídas As cidades de Duque de Caxias, Itaboraí, Nova Iguaçu, Macuco, Resende e Porto Real figuram entre as mais poluídas. Já aquelas com maior risco de morte são: Macuco, Duque de Caxias, Itaboraí, Barra Mansa e a capital, por apresentarem fatores populacionais, como maior número de crianças e idosos, mais sensíveis aos efeitos da poluição. Em 2011, o número de mortes atribuídas à poluição no estado do Rio foi cerca de uma vez e meia maior que os óbitos por acidentes de trânsito (3.044), quase três vezes maior que as mortes por câncer de mama (1.905) ou decorrentes da AIDS (1.792) e quase sete vezes maior que falecimentos por câncer de próstata (712). Em todo o Rio de Janeiro, o nível de poluição por material particulado 2,5 (MP2,5), um dos poluentes mais relevantes do ponto de vista da saúde, está elevado para todos os anos avaliados. A região metropolitana apresenta os maiores níveis, até mesmo acima da média do estado. A diretora de Sustentabilidade da Amil, Odete Freitas, reforça que o desenvolvimento de doenças em razão da exposição à poluição requer atenção dos setores público e privado de saúde.

Controle de gastos é a marca da gestão atual A gestão atual da Câmara Municipal de Anápolis encerra seu mandato no dia 31 de dezembro próximo com a marca do controle de gastos. O dinheiro público que chega mensalmente do Poder Execu�vo para custeio do Legisla�vo, o chamado duodécimo, vem sendo u�lizado de forma transparente e com o máximo de economia, uma determinação do presidente Luiz Lacerda (PT).

GARANTIA DE POSSE PARA CONCURSADOS Ainda no primeiro ano de mandato do presidente Luiz Lacerda, foram empossados servidores que passaram em concurso público realizado pela Câmara Municipal em setembro de 2012. Novos efe�vos foram chamados neste ano de 2014, valorizando o profissional de carreira.

Comissão garante licitações com agilidade e transparência Para dar mais transparência aos gastos e compras efetuados pela Câmara Municipal, a presidência mantém uma comissão que segue à risca a lei 8666/93. A comissão é formada por duas advogadas, o Departamento nto de Compras, o Administra�vo e a Controladoria. É o próprio setor que faz todo o processo, incluindo a produção dos editais de licitação. Segundo a advogada Thais Soares de Oliveira, a eficácia da equipe é devido ao conhecimento técnico dos envolvidos.

Construção da nova sede em bom ritmo A construção da nova sede da Câmara Municipal segue em bom ritmo. A obra representa um marco para a história do Poder Legisla�vo da cidade, e é considerada pelo presidente Luiz Lacerda (PT) como o principal legado que será deixado pela atual Mesa Diretora. A ordem de serviço para a obra foi dada em 15 de maio, em um evento em parceria com a Prefeitura de Anápolis. Orçada em R$ 17 milhões, a nova sede tem previsão contratual de conclusão em dois anos. A empresa responsável pelos serviços projeta que no ritmo atual, esse prazo pode ser antecipado para 14 meses.

Acompanhe as sessões Segunda, terça e quarta-feira, das 15h às 18h Televisão: Canal Anápolis (Canal 5 da Net) Rádio: Manchester 590 AM TV Câmara: www.camaraanapolis.go.gov.br

Leia mais em www.camaraanapolis.go.gov.br

76

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


DESMATAMENTO

Imazon aponta alta de 467% no desmate da Amazônia

O

levantamento, embora não-oficial de desmatamento feito pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), de Belém, apontou nova alta na devastação da floresta amazônica em relação ao ano passado. O SAD, como se chama esse monitoramento independente, detectou na menos que 244 km² de desmatamento na Amazônia Legal em outubro de 2014. Tal resultado representou um aumento de 467% em relação a outubro de 2013, quando o desmatamento somou 43 km². O Imazon destacou que, por causa da cobertura de nuvens no período pesquisado, foi possível monitorar 72% da área florestal na Amazônia Legal enquanto que em outubro de 2013 o

www.revistaplanetaagua.com.br

monitoramento cobriu uma área bem menor, cerrca de 69% do território. Estados Em outubro de 2014, o desmatamento se concentrou em Rondônia (27%), Mato Grosso (23%), seguido pelo Pará (22%) e Amazonas (13%), com menor ocorrência em Roraima (9%), Acre (5%) e Amapá (1%). As florestas degradadas (parcialmente destruidas) na Amazônia Legal somaram 468 quilômetros quadrados em outubro de 2014. Em relação a outubro de 2013 houve um aumento de 1.070%, quando a degradação florestal somou 40 quilômetros quadrados. O SAD do Imazon já havia indicado aumento de 191% em agosto e

setembro de 2014, em relação ao mesmo bimestre de 2013. Em termos absolutos, naqueles meses, a alta foi de 288 km² para 838 km². INPE O levantamento do Imazon é paralelo ao realizado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, que utiliza o sistema Deter cujo dado mais recente foi divulgado em setembro com números referentes aos meses de junho e julho, e também indicava aumento de 195% no desmate na comparação entre os dois meses de 2013 e 2014. As informações são utilizadas pelo Ministério do Meio Ambiente para controlar a devastação do bioma. A pasta não quis comentar os dados levantados pelo Imazon.

Nov/2014

77


ASSISTÊNCIA MÉDICA ENERGIA PONTO DE ELÉTRICA VISTA

78

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


EQUINOS

Novos cursos na Universidade do Cavalo A

Universidade do Cavalo, com sede em Sorocaba (SP), foi fundada em 1997, a partir da ideia de ser um local onde as pessoas pudessem buscar, levar, trocar, compartilhar conhecimento sobre cavalos em experiências agradáveis e únicas. A UC oferece cursos e programas livres em diversas áreas da equinocultura. É uma universidade corporativa, no sentido de que abrange o universo do cavalo como um todo, através de cursos rápidos, cursos de média duração. A UC, portanto, não é uma universidade formal. O nome Universidade do Cavalo vem de Universo do Cavalo, no sentido de sermos absolutamente dedicados somente aos cavalos elaborando soluções de conhecimento para todo o mercado. Há 18 anos a UC elabora programas visando dar conhecimento prático e teórico às pessoas, com conteúdos

www.revistaplanetaagua.com.br

apostilados, com alta carga de matérias e disciplinas diversas, formatadas por grandes nomes do mercado nacional e mundial. As atividades da UC foram iniciadas com programas de 2 ou 3 dias.

se pudesse avançar para programas mais ousados de 5 a 15 dias, até se chegar nos dias de hoje, com programas customizados em tempo e conteúdo, com duração de 2 dias até os de 5 anos.

O Americano Troy Flaharty ministra curso na UC e Robson Silveira aprende na prática como o domador da campeã mundial de balisa e três tambores inicia os potros para serem futuros campeões

Com os passar do tempo, a experiência e know how neste trabalho fez com que

Equinocultura Dentre os tantos temas oferecidos, o Curso Superior

de Gestão em Equinocultura é um especial. Através de um modelo de parceria já consagrado no Brasil e no mundo, que visa potencializar forças entre empresas e instituições de ensino, a UC e a UNISO – Universidade de Sorocaba – realizam este curso em conjunto. É um curso reconhecido pelo MEC, mas pela UNISO. A detentora do curso é a UNISO. A UC é o recurso especializado em cavalos para aulas práticas, palestras, visitas técnicas, conteúdo didático especializado e tudo o que se refere ao tema “Cavalo”. O aluno se forma pela UNISO – Universidade de Sorocaba, e recebe o diploma de uma das mais conceituadas instituições de ensino do Brasil, com mais de 60 anos de tradição. Os Gestores em Equinocultura estão espalhados pelos maiores haras do Brasil, grandes centros equestres, maneges e ranchos.

Nov/2014

79


MUNICÍPIO

Prefeito de Anápolis participa de reunião em Brasília e de comemoração natalina na prefeitura No encontro organizado pelos parlamentares discutiram-se questões relacionadas a emendas orçamentárias. Em Anápolis, o prefeito e a primeira dama enalteceram o espírito natalino

A

tendendo a convite da bancada de Goiás no Congresso Nacional, o prefeito de Anápolis (GO), João Gomes, participou no dia 11/10, de reunião organizada pelos parlamentares para discutir questões relacionadas a emendas orçamentárias que devem ser encaminhadas para o próximo ano. Em Anápolis, dois dias depois, João Gomes e a primeria dama, Lucimar Gomes, reuniram-se com servidores para lembrar o espírito natalino.

Na pauta do encontro em Brasília, realizado no plenário 13 do Anexo 2 da Câmara dos Deputados, os recursos que os 17 deputados e três senadores que representam Goiás destinam todos os anos a entidades e iniciativas de caráter social. Os responsáveis por estas instituições estavam presentes para apresentar suas demandas. O prefeito João Gomes manifestou aos deputados, no momento em que lhe foi concedida a palavra, sua gratidão

O prefeito João Gomes e a primeira dama, Lucimar Gomes, com a equipe do gabinete

v

e reconhecimento pelo trabalho que realizam para garantir melhorias importantes nos municípios, entre eles Anápolis, e para ajudar as entidades sociais. Ele destacou que obras importantes da cidade resultam de recursos destinados pelos deputados para esse fim. Como funciona O deputado que ocupa o cargo de coordenador da bancada parlamentar de Goiás no Congresso Nacional, deputado Jovair Arantes, explicou aos presentes como funciona a destinação de recursos as instituições cadastradas. Já há alguns anos eles – os parlamentares – decidiram fazer uma ação conjunta para beneficiar um número maior de entidades. Dessa forma, cada um deles retira um milhão de reais da verba de R$ 6 milhões a que têm direito para realização de emendas individuais e, com o montante de R$ 20 milhões resultante dessa união, fazem a distribuição dos recursos. “Assim, conseguimos alcançar uma parcela maior da população”, destacou.

JC Prottis - Arte em couro

Conforto e saúde para seus pés 62 8449 9849

62 8550 8599

Pontos de venda: Anashopping - Anápolis (GO) - Feira da Torre - Brasília (DF)

80

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


DOCUMENTOS

Pela regra anterior era necessário apresentar uma autorização com assinatura reconhecida em cartório dos responsáveis pelo menor

Nova regra para emissão de passaporte facilita viagem de menores

A

papelada necessária para viajar com filho menor de idade ficou menor. Desde 24/11, quem emitir passaporte para o filho poderá incluir no próprio documento uma autorização de viagem para a criança. Pela regra anterior, para viajar desacompanhado ou com apenas um dos pais, era necessário apresentar uma autorização com assinatura reconhecida em cartório dos responsáveis pelo menor. A partir de agora, os pais poderão incluir dois tipos de autorização no passaporte: para viajar com apenas um dos genitores ou desacompanhado. Quem não quiser, não precisa incluir essa autorização automática no passaporte. Nesse caso, prevalecerá a regra anterior: menores só podem viajar acompanhados dos dois pais. Para viajar com apenas um dos

anu ncio_unique_21X14cm_cena rio1 1

www.revistaplanetaagua.com.br

pais, terá precisará de autorização com firma reconhecida em cartório. Segundo a PF, a autorização automática requerida na emissão do passaporte também constará nos sistemas da corporação. Outra mudança foi a inclusão do campo filiação no passaporte. Ou seja, haverá o nome dos dois genitores. Em caso de relação homoafetiva, eles serão identificados por genitor 1 e genitor 2. Aviso Quem nunca precisou viajar às pressas e se deparou com um passaporte vencido? Para facilitar a vida dos esquecidinhos, a PF passará a enviar um aviso automático por e-mail quando o passaporte estiver a 8 meses do vencimento.

11.09.12 09:58:08

Nov/2014

81


REINO UNIDO LEGISLAÇÃO

A

A nova Lei Antifumo

nova Lei Antifumo entrou em vigor em novembro em todo o país e muda as regras para fumantes e estabelecimentos que vendem cigarros e similares. A lei foi aprovada em 2011, mas só recebeu regulamentação este ano. As novas regras valem para cigarros, cigarrilhas, charutos cachimbos e narguilés. Veja a seguir o que muda com a nova legislação: Proibido fumar A nova lei proíbe fumar em locais fechados, mesmo que seja só parcialmente. Isso quer dizer que não é permitido fumar em locais limitados apenas por uma parede ou um toldo, por exemplo. A regra permite fumar

82

Nov/2014

somente ao ar livre ou em casa. Exceção para tabacarias, locais onde ocorrem cultos religiosos que usam o fumo, áreas abertas de estádios de futebol, dentre outros. Fim dos fumódromos A lei também extingue os fumódromos, espaços destinados especificamente ao uso de cigarros em empresas, boates e restaurantes. Também fica vetado o fumo em locais de uso comum em condomínios, teatros, hotéis, etc. Fim da propaganda Pelo novo texto, fica proibida a propaganda comercial de cigarros, o que vale inclusive para cartazes em pontos de venda. No entanto, os produtos ainda

podem ser exibidos, desde que sejam acompanhados por mensagens sobre os riscos do uso de cigarro. Danos do cigarro Agora, as embalagens de cigarro terão mais espaço para as mensagens sobre seus malefícios à saúde. Essas mensagens devem ocupar toda a parte traseira da embalagem e uma de suas laterais. A partir de 2016, o aviso também deverá ocupar 30% da parte da frente da embalagem. Multa mais pesada A multa para estabelecimentos que descumprirem as regras da nova lei também ficou mais salgada: ela agora vai de R$ 2 mil até R$ 1,5 milhão.

www.revistaplanetaagua.com.br


ESTÉTICA

Esmalte que dura 20 dias é ideal para viagens

O

que você acha de viajar e ficar até três semanas com as unhas feitas? Esse sonho de muitas mulheres já é possível com a técnica de esmaltação em gel. O segredo é o uso de um esmalte especial à base de gel, que não sai, não descasca e mantém o brilho como se a pessoa tivesse acabado de sair da manicure. É ideal para o verão, pois não estraga com o mar ou com o cloro. O produto é passado nas unhas normalmente após a retirada da cutícula. Depois, é preciso secá-lo em uma cabine UV.

www.revistaplanetaagua.com.br

A técnica é indicada para ocasiões especiais, como uma viagem. “O esmalte em gel, se usado constantemente, pode estragar a unha. Por isso, a recomendação é que ele seja usado em ocasiões pontuais, como uma viagem longa ou um período de muito trabalho, que a pessoa saiba que não vai conseguir ir à manicure semanalmente”, aconselha Valéria Vecchi, sócia do Diamond Nails Spa, especializado em unhas, mãos e pés. Além disso, o esmalte deve ser retirado por profissional com um produto específico, para não estragar a unha.

Nov/2014

83


AUTOMOBILISMO

Felipe Nasr diz se inspirar em Ayrton Senna Felipe Nasr, 22 anos, novo integrante de equipe Sauber par a atemporada de 2015

L

uíz Felipe de Oliveira Nasr, mais conhecido como Felipe Nasr (Brasília, 21 de agosto de 1992) é um automobilista brasileiro que reacende a esperança de todos nós pela conquista do primeiro lugar na competição automobilística mais disputada do mundo, a Fórmula 1. Com apenas 7 anos, quando começou a disputar as primeiras provas de kart, Felipe Nasr já sabia que seu futuro seria nas pistas, ao som do ronco dos motores. Desde então, o piloto brasiliense de origem libanesa, colecionou feitos e podios pelas diferentes categorias que correu.

O desafio mais instigante de sua carreira, no entanto, chega agora. Nars acaba de assinar contrato com a Sauber e promete fazer a bandeira nacional se destacar na temporada 2015 da Fórmula 1. Nasr iniciou sua carreira no kart aos sete anos na equipe Dibo Racing onde conquistou todos seus títulos no kart. Venceu o campeonato brasiliense cinco vezes consecutivas entre 2000 e 2004. Em 2001 e 2002, foi vice-campeão brasileiro. Em 2004, campeão da Copa Brasil. Em 2005, campeão do Centro-Oeste. Em 2006, campeão brasileiro. Em 2007, bicampeão da Copa

Brasil e campeão do Sudam. Em 22 de fevereiro deste ano, foi contratado como piloto de testes da equipe Williams. Sua estreia em treinos oficiais foi no GP do Bahrein. Em novembro de 2014, o piloto foi anunciado como titular da equipe Sauber para a temporada de 2015, tendo como companheiro de equipe o sueco Marcus Ericsson. “A paixão pela velocidade nasceu comigo. Sempre admirei Ayrton Sena, sei da responsabilidade de estrear como piloto titular da F1 e tenho muito orgulho de levar o nome do Brasil pelo mundo “, festeja Felipe.

sem contar com o brasileiro Susie Wolff substitui Felipe Nasr Agora Felipe Nasr, que correrá pela Sauber na temporada de 2015 da

Susie Wolff, a nova piloto de teste oficial da equipe inglesa Williams

84

Nov/2014

Fórmula 1, a Williams anunciou no final deste mês que promoveu Susie Wolff a piloto de teste oficial da equipe inglesa. Com isso, a britânica aumentou as suas chances de se tornar a primeira mulher a figurar no grid de uma corrida da categoria desde 1976, quando a italiana Lella Lombardi conseguiu este feito. A promoção de Wolff aconteceu depois de ela já ter feito história nesta temporada ao participar de dois treinos livres de sexta-feira em duas provas da Fórmula 1. Um no GP da Inglaterra, em Silverstone, e outro no GP da Alemanha, em Hockenheim, pois há duas décadas uma mulher não figurava em um final de semana de corrida dentro da pista na categoria mais importante do automobilismo mundial. Caso Bottas ou Massa não possam participar de uma corrida na próxima temporada, a britânica de 31 anos de idade poderá ter a chance de alinhar no grid pela Williams. www.revistaplanetaagua.com.br


REGISTRO

Recordista de GPs na Fórmula 1, veterano de 42 anos larga na pole, escapa da pista em mancha de óleo, mas mostra calma para assegurar a taça em Curitiba, Paraná

Rubinho, campeão da Stock, quebra jejum de 23 anos

F

oram 23 anos de espera desde o título da Fórmula 3 inglesa em 2001. Mas neste dia 30/11, domingo, na decisão da Stock Car em Curitiba (PR), Rubens Barrichello finalmente soltou da garganta o grito de “É campeão!”. E as quase duas décadas na Fórmula 1, que proporcionaram esse longo jejum, ajudaram Rubinho a ter experiência e calma para assegurar o título da principal categoria do automobilismo nacional.

www.revistaplanetaagua.com.br

Força da família A vitória na corrida ficou com um “intruso”, Daniel Serra, que não tinha mais chances no campeonato. Maior ameaça ao título de Barrichello, Átila Abreu terminou a corrida em segundo e acabou com o vicecampeonato. Rubinho cruzou a linha de chegada em terceiro, garantiu um lugar no pódio e, mais do que isso, o título de 2014 da Stock Car, para delírio dos filhos Fernando e Eduardo,

da esposa Silvana e da equipe Full Time. No pódio, não poderia faltar a tradicional sambadinha. Eram oito concorrentes ao título: Barrichello, Átila Abreu, Thiago Camilo, Julio Campos, Antonio Pizzonia, Sergio Jimenez, Cacá Bueno e Allam Khodair – os três primeiros com mais chances. Líder do campeonato e largando da pole, Rubinho precisava de no máximo um quarto lugar para assegurar a taça.

Nov/2014

85


TECNOLOGIA

Dez tendências da tecnologia na educação C

omo transformar os investimentos (muitas vezes altos) em tecnologia em ideias que de fato melhorem o desempenho e aprendizado dos alunos? Não há consenso sobre o assunto e muitos estudos ainda não encontraram correlações diretas entre uso da tecnologia e melhor aprendizado. Mas observadores acreditam que se internet, tablets, computadores, aplicativos e outras plataformas forem usadas para estimular a imaginação dos alunos e amparar o trabalho do professor, com objetivos claros, podem ter impactos positivos. A partir do debate e da opinião de especialistas, foram levantadas dez tendências relacionadas ao uso da tecnologia em sala de aula e experiências de seu uso na prática. Agregar valor ao trabalho do professor em vez de substituí-lo Em vez de recursos tecnológicos que tentem substituir o professor ou que apenas digitalizem tarefas de memorização (como taboada) – iniciativas de pouco efeito prático e que podem até atrapalhar o rendimento - é muito mais produtivo pensar em como a tecnologia pode ajudar o trabalho do professor. Melhorar processos, sem precisar mudálos radicalmente A tecnologia não precisa necessariamente revolucionar a aula: pode ser usada para ajudar professores e alunos a trabalhar conteúdos mais abstratos, por exemplo, ou facilitar o aprendizado.

86

Nov/2014

A tecnologia pode ajudar alunos a visualizar gráficos matemáticos e experimentos científicos No ensino de ciências e de exatas é onde estão a maioria das experiências bem-sucedidas de avanço com a tecnologia, justamente porque fica mais fácil para que alunos visualizem conceitos, transformem números e equações em gráficos digitais e vejam o resultado de seus experimentos. Aplicativos como o gratuito Geogebra (www.geogebra.org) também têm ajudado professores a ensinar geometria no ensino médio Estudo com 125 estudantes das 7ª e 8ª séries na Colômbia concluiu que recursos tecnológicos nesse tipo de atividade aumentou em 81% a capacidade dos estudantes em interpretar e utilizar gráficos. Tablets estão ganhando o espaço de laptops e desktops Documento da Unesco vê o tablet individual – seja comprado pelos pais ou emprestado pelo poder público – como uma tendência de médio prazo na educação. Pensar na internet além dos sites de buscas e das redes sociais Muitos professores já notaram que tarefas tradicionais muitas vezes são resolvidas pelos alunos com buscas pouco criteriosas na internet e o velho “CtrlC+CtrlV” (os comandos de computador de copiar e colar).padlet. com/features), já usado por alunos da rede pública brasileira, ajudam estudantes e

professores a construir projetos online em conjunto. Fazer conexões com o mundo real Se facilitar a conexão da sala de aula com o mundo exterior, a tecnologia pode ter um papel crucial no ensino. E há cada vez mais exemplos disso. Nos EUA, estudantes dos anos finais do ensino fundamental criaram seu próprio anuário escolar digital e um tour virtual de um museu local, para Estimular criação, cooperação e interação Estudantes aprendem mais quando usam a tecnologia para criar novos conteúdos por si mesmos em vez de serem meros receptores, aponta o documento da Unesco. Pensar em novas formas de avaliar os alunos Games (acima, do da Clickideia) podem ajudar alunos ao dialogar com a realidade e a história locais Customização e personalização Algumas plataformas online permitem que o conteúdo seja personalizado pela região (atividades ligadas à história e ao costume locais, por exemplo) e até mesmo a cada aluno, de acordo com seus pontos fortes e fracos. Planejamento é chave O uso da tecnologia será mais eficaz se for não aleatório, mas planejado, com objetivos claros de qual impacto pode ter no ensino.

www.revistaplanetaagua.com.br


ÁSIA

Panasonic inaugura cidade inteligente no Japão

Fujisawa terá veículos elétricos e casas com energia solar. Moradores poderão amortizar financiamento imobiliário

L

ocalizada na região leste do Japão, a cerca de 50km de Tóquio, a nova cidade de Fujisawa foi construída em um terreno de 180 mil metros quadrados – quase 25 Maracanãs. A área já abrigou uma fábrica de televisores, ventiladores e geladeiras da Panasonic. Até 2018, três mil pessoas devem habitar Fujisawa, inaugurada no dia 1º de dezembro. A praça é o principal marco da cidade, onde são fornecidos serviços e oficinas interativas aos moradores. As casas funcionam a base de energia solar. O uso de carros ou bicicleta elétricos será incentivado. Eles poderão ser compartilhados ou alugados com hora marcada e as reservas podem ser feitas através da televisão, na própria residência do morador. Custo A Panasonic liderou o projeto, cedendo o terreno e arcando com 50% dos investimentos necessários para a construção da cidade. Outras sete empresas japonesas e uma norteamericana também participaram da construção de Fujisawa, que tem custo estimado de R$1,3 bilhões. Tudo foi pensando para que os moradores tenham um estilo de vida sem desperdício. As novas soluções tecnológicas e a arquitetura sustentável utilizadas na cidade visam cumprir uma meta de redução de 70% na emissão de CO2, um dos gases responsáveis pelo

www.revistaplanetaagua.com.br

aquecimento global, e de economia de 30% no consumo de água. Fontes renováveis de energia serão responsáveis por 30% do abastecimento da nova cidade. Painéis solares instalados nos telhados das casas garantem a energia necessária para os moradores. As sobras são armazenadas em baterias. Em tempo real, o morador pode acompanhar o que é gerado, consumido e armazenado. É possível saber também quais equipamentos estão consumindo mais energia. Quem consumir menos será recompensado. Isso porque os moradores que pouparem mais energia ou que emitirem menor quantidade de gases poluentes ganharão pontos que poderão ser usados para amortizar o financiamento de suas casas. Arquitetura A arquitetura das casas e dos prédios comerciais favorece ainda maior utilização da iluminação e ventilação natural. Toda a iluminação das ruas é feita com lâmpadas de baixo consumo, que possuem detecção de presença, ou seja, iluminam mais áreas que estão sendo utilizadas. O design da cidade também foi feito para que o vento circule melhor e as casas recebam mais iluminação natural, uma fileira de casas tem certa distância da outra para proporcionar isso. As ruas possuem distinção. Algumas

são exclusivas para carros e bicicletas e outras são apenas para pedestres, ampliando a segurança para que crianças circulem. Há centros de cuidados médicos para idosos, espaço para recreação infantil e para realização de eventos à disposição de todos. Smart PanaHome Desde 1959, a Panasonic está no ramo de casas pré-fabricadas e, a partir de 2012, produz a série “Smart PanaHome”, que proporcionam maior economia de energia. As casas em Fujisawa possuem até 163m² e custam em torno de US$ 550 mil. Fora da cidade inteligente, uma residência com tamanho similar e sem o conceito Smart sai por cerca de US$500 mil. A cidade inteira funciona de forma inteligente, consumindo menos recursos naturais. Não é um projeto do futuro. É do presente. Todas as tecnologias e produtos que estão em Fujisawa já estão disponíveis no mercado e a empresa assumiu o compromisso de continuar desenvolvendo produtos que contribuam para um estilo de vida mais sustentável não só para a nova cidade, mas para o mundo todo. A empresa quis criar um projeto replicável, inicialmente apenas para outras regiões do Japão. A evolução e gestão da cidade estarão baseadas na implantação constante de sistemas inovadores e do compartilhamento dos objetivos pelos moradores. Nov/2014

87


A Papelaria RiSK continua investindo alto na realização de cursos de Decoupage e Scrapbook. Em seu equipadíssimo e muito bem montado ateliê, situado na Avenida São Francisco, Bairro Jundiaí, em Anápolis (GO), a Ritz continua inovando a cada novo curso e extendendo o conhecimento dessas apaixonantes práticas manuais a centenas de pessoas todos os anos. Descubra o Decoupage. Apaixone-se pelo Scrapbook.

Venha para a RiSK


PLANETA TERRA

Carta escrita no ano de 2070 Documento extraído da revista biográfica “Crónicas de los Tiempos” de abril de 2002

E

stamos no ano de 2070. Acabo de completar os 50 anos, mas a minha aparência é de alguém com 85. Tenho sérios problemas renais porque bebo pouquíssima água. Creio, sinceramente, que me resta pouco tempo. Hoje sou uma das pessoas mais idosas nesta sociedade. Recordo-me de quando tinha cinco anos e tudo era muito diferente. Havia muitas árvores nos parques, as casas eram ornadas com bonitos jardins e eu podia desfrutar de um banho de chuveiro por cerca de uma hora. Agora usamos toalhas em azeite mineral para limpar a pele. Antes todas as mulheres mostravam a sua formosa cabeleira. Agora devemos rapar a cabeça para a manter limpa sem água. Antes, meu pai lavava o carro com a água que saía de uma mangueira ligada a uma torneira. Hoje as crianças não acreditam que a água era utilizada dessa forma. Recordo que havia muitos anúncios que diziam “cuide da água”, só que ninguém ligava; pensávamos que a água jamais iria acabar. Agora, todos os rios, barragens, lagoas e mananciais aquíferos estão irreversivelmente contaminados ou esgotados. Antes, a quantidade de água indicada como ideal para beber era oito copos por dia. Hoje só posso beber meio copo. A roupa é descartável, o que aumenta demasiadamente a quantidade de lixo; tivemos que voltar a usar as fossas sépticas

90

Nov/2014

como no século passado porque as redes de coleta de esgoto estão entupidas pelo lixo e por falta de água. A aparência da população é horrorosa: corpos desfalecidos, enrugados pela desidratação, cheios de chagas na pele provocadas pelos raios ultravioletas pois já não mais existe a camada de ozônio que os filtrava na atmosfera. Imensos desertos constituem a paisagem que nos rodeia por todos os lados. As infecções gastrointestinais e as enfermidades da pele e das vias urinárias são as principais causas de morte. A indústria está paralisada e o desemprego é dramático. As fábricas dessalinizadoras são a principal fonte de emprego e pagam com água potável em vez de salário. Os roubos por um balde de água são comuns nas ruas desertas. A comida é 80% sintética e pela ressiquidade da pele uma jovem de 20 anos parece ter 40. Os cientistas investigam, mas não há solução possível. Não se pode fabricar água e o oxigênio também está degradado por total falta de árvores, o que diminuiu

www.revistaplanetaagua.com.br


o coeficiente intelectual das novas gerações. Alterou-se a morfologia dos espermatozóides de muitos indivíduos, como consequência, há milhares de meninos apresentando insuficiências, mutações e deformações. O governo cobra pelo ar que respiramos limitando o consumo: 137 m3 por dia por habitante. As pessoas que não podem pagar são retiradas das “zonas ventiladas”, que estão dotadas de gigantescos pulmões mecânicos que funcionam com energia solar e que não são de boa qualidade, mas pode-se respirar. A expectativa de vida média agora é de 35 anos. Em alguns países ficaram manchas de vegetação com o seu respectivo rio que é fortemente vigiado pelo exército. A água tornou-se um tesouro muito cobiçado, mais ainda do que o ouro ou os diamantes. Não há arvores porque quase nunca chove, e quando chega a registrarse uma precipitação, é de chuva ácida; as estações do ano têm sido severamente transformadas pelos testes atômicos e pelos resíduos da indústria contaminante do século XX. Advertia-se

www.revistaplanetaagua.com.br

que havia que se cuidar do meio ambiente e ninguém levou isso a sério ou sequer deu ouvidos. Quando minha filha me pede que conte de como era o planeta quando eu era jovem, descrevo o quão belo eram os bosques, falo da chuva, das flores, do agradável que era tomar banho e poder pescar nos rios e barragens, beber toda a água que quisesse e o quão saudáveis eram as pessoas. Ela perguntame: “Papai! Por que acabou a água?”. Sinto um nó na garganta. Não posso deixar de sentir-me culpado, porque pertenço à geração que destruiu o meio ambiente ou, simplesmente, não levou em conta tantos avisos. Agora, quando tudo está perdido, os nossos filhos pagam um preço alto e, sinceramente, creio que a vida na Terra já não será possível dentro de muito pouco tempo porque a destruição do meio ambiente chegou a um ponto irreversível. Como gostaria de voltar atrás e fazer com que toda a humanidade compreendesse isto quando ainda podíamos fazer algo para salvar o nosso Planeta Terra!

Nov/2014

91


ESTADO

Parceria promove Jaraguá Natal de luzes em Goianésia

Na noite de 08/12, Goianésia ficou mais bonita com a iluminação especial para as festividades de fim de ano. O Prefeito Jalles Fontoura e sua equipe inauguraram as luzes de Natal, dando à cidade um clima festivo. A surpresa feita pela Secretaria de Infraestrutura é uma belíssima árvore de luz, que flutuará ao centro da Lagoa Princesa do Vale. Boas festas Goianésia!

O trabalho em parceria da Prefeitura de Jaraguá, com a Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg/Senai), através da Secretaria de Indústria e Comércio, ganhou destaque na Revista do Sistema FIEG de circulação estadual. A matéria traz depoimentos de lideranças políticas e empresariais de Jaraguá. Confira alguns trechos da reportagem: “Conhecida como a ‘capital das confecções’, a cidade de Jaraguá, na região central de Coiás, a 124 quilômetros de Goiânia, consolida-se como um dos maiores polos de vestiário do Centro-Oeste. (...) Presente em Jaraguá desde 1989, o Senai realiza na cidade diversas ações de formação profissional que dão sustentação ao crescimento do setor. (...) ‘A cidade cresce cada dia mais e o Senai está sempre atento às demandas do segmento’, revela Nelson Rodrigues, presidente da Associação Comercial e Industrial de Jaraguá. ‘Nesses mais de 20 anos de atuação, o Senai contribuiu muito com o desenvolvimento da cidade ao promover a geração de emprego e renda’, disse o prefeito Ival Avelar”.

Recorde em Cocalzinho Ponte sobre o Rio São Jerônimo, próximo ao Distrito de Edilândia, município de Cocalzinho (GO), foi substituída em tempo recorde. Em apenas três dias de interdição o que antes era um transtorno, passou a ser comodidade e segurança para os fazendeiros e usuários que trafegam pela estrada da região do Buriti do Sardinha, próximo a Edilândia. O prefeito Alair Ribeiro, acompanhado do secretário de obras, Reginaldo Machado e dos vereadores Alessandro Otoni e Edivalmir Santana “Medeiros” acompanharam a finalização da obra.

Assistência técnica em Ceres

C

eres é contemplada com o serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural, através de um edital de chamada pública do Ministério do Desenvolvimento Agrário, beneficiando agricultores e familiares por um período de três anos. O objetivo da ação é consolidar e ampliar os processos de agroecologia para promover o desenvolvimento local.De acordo com o gerente de Desenvolvimento Agrário, Eder Moisés Leite Santos, a assistência aos produtores de Ceres deve começar no início de 2015. Eder Leite reuniu-se com o gerente de Relações Institucionais, Salvador Braga, com a assessora de Gabinete, Alana Mesquita, e com representantes do Instituto Desenvolver, executor da ação (foto), para discutir detalhes da aplicação da chamada que prevê a prestação de serviços como reuniões, cursos, palestras, visitas de acompanhamento às propriedades, diagnósticos de propriedade e planejamento e elaboração de projetos de estruturação produtiva das propriedades.

92

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


REGISTRO

O adeus a Roberto Bolaños, criador de Chaves Comediante morreu aos 85 anos no México

C

riador dos seriados “Chaves” e “Chapolin”, Roberto Gomez Bolaños morreu aos 85 anos no dia 28/11 no México. A causa da morte, ocorrida às 14h30 (horário do México) em Cancún, não foi confirmada. Bolanõs foi humorista, escritor, ator, produtor de cinema, televisão e teatro. Roberto Bolaños tirou seu apelido do dramaturgo William Shakespeare, cujo diminutivo em Espanhol era “Chespirito”. Há alguns anos, ele se mudou para Cancún, no México, junto com a mulher Florinda Meza, a Dona Florinda da série. Edgar Vivar, que interpretou o Senhor Barriga, falou à Televisa: “Estou em estado de choque. Não pensei que me fosse afetar tanto. Meu telefone não para de tocar. Um abraço compartilhado com milhões de pessoas do mundo. Vou lembrar dele sempre com sorriso e com ânimo. Temos que agradecer a Deus. Seu bom humor é a maior lembrança.” Já Ruben Aguirre, que interpretou o Professor Girafales, disse à Televisa que Bolanõs “foi um bom companheiro, amigo, irmão e um dos melhores escritores dos últimos tempos no México”.

www.revistaplanetaagua.com.br

Nov/2014

93


Dica para o seu Natal Pernil ao Molho de Maracujá Pernil ao Molho de Maracujá é uma deliciosa e sofisticada receita para momentos especiais como as ceias natal e de fim de ano. Um pernil cheio de sabor marinado e cozido com champanhe e bacon, assado com um molho feito com suco de maracujá, mostarda e manteiga, glaçado com mel e geleia de limão. Fica uma carne bem macia e suculenta. RENDIMENTO: 10 pessoas TEMPO DE PREPARO: 46 min TEMPO DE COZIMENTO: 2 h PRONTO EM: 2 h 46 min INGREDIENTES 3 kg de pernil 8 dentes de alho amassados 2 cebolas raladas 1/4 ramo de alecim 1/4 ramo de sala 1/4 ramo de manjericão 5 folhas de louro Suco de 2 limões 500 ml de champanhe 1 litro de caldo de bacon Sal Pimenta preta em grãos levemente amassados 400 ml de suco de maracujá concentrado 2 colheres de sopa de mostarda 2 colheres de sopa de molho de soja 2 colheres de sopa de molho inglês 1/2 xícara de mel 1/2 xícara de geleia de limão 1 xícara de manteiga

94

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


GASTRONOMIA

PREPARO Tempere o pernil com sal, pimenta, cebola e limão. Regue com o champanhe e o caldo de bacon. Deixe descansar na geladeira por 12 horas. Leve o pernil ao fogo com a marinada, o alecrim, a salsa, o manjericão e as

www.revistaplanetaagua.com.br

folhas de louro. Cozinhe por 1 hora ou até o caldo secar. Coloque o pernil em uma assadeira untada. Misture o suco de maracujá com a mostarda, o molho de soja, o molho inglês, o mel, a geleia e a manteiga. Misture

bem até ficar bem homogêneo. Fatie superficialmente e finalmente o pernil. Pincele bem o pernil com o molho por toda a superfície. Leve ao forno pré-aquecido a 230°C por 1 hora ou até dourar.

Nov/2014

95


96

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


www.revistaplanetaagua.com.br

Nov/2014

97


ORGÂNICOS

ALIMENTAÇÃO CONSCIENTE, VIDA SAUDÁVEL A

A criança aprende a comer e a pensar sobre os alimentos por meio da experiência e do exemplo dos pais

alimentação consciente tem relação direta com a forma de produção orgânica, com hábitos alimentares saudáveis e de consumo responsável. Busca mais do que uma alimentação isenta de aditivos químicos, pois procura observar técnicas de plantio sustentáveis, realçando o problema dos agrotóxicos, dos produtos transgênicos e das radiações ionizantes. Observa com atenção os rótulos de produtos industrializados, preocupa-se com a forma de conservação dos alimentos, enfatiza a importância da hora das refeições e da criatividade na elaboração do prato. Em suma, a alimentação consciente preocupa-se com o alimento desde sua produção até o momento de ser consumido. Nesse sentido, alguns pontos podem ser destacados: Alimentação consciente Procure saber a origem do alimento

que está sendo levado à mesa. A diversificação de alimentos é uma estratégia interessante. Além de facilitar a ingestão de diferentes nutrientes, possibilita diminuir riscos de contaminações, exercita a criatividade visual e acrescenta novos sabores à dieta. Sempre que puder, evite os alimentos industrializados e embutidos. A quantidade de corantes e conservantes artificiais é usualmente exagerada. Alimentos altamente refinados também devem ser evitados, pois o refinamento normalmente é realizado por processos químicos ou físicos. Portanto, quando comprar açúcar, por exemplo, dê preferência para o mascavo ou o cristalizado. No caso do sal, prefira o sal marinho. No caso de óleos utilizados na cozinha, se puder, evite os refinados e prefira os óleos virgens extraídos a frio por métodos físicos. De todos os óleos de origem vegetal, o mais saudável é o

azeite de oliva (extravirgem). Prefira a cocção a vapor, na qual o alimento mantém todas as características nutricionais, conservando o sabor, cor e consistência, pois não necessita de água para o preparo e não entra em contato com gorduras vegetal ou animal. Cozinhar é mais do que o simples preparo dos alimentos, é um momento de interação e prazer. A hora das refeições deve ser a mais agradável possível. As preocupações e discussões tensas não devem ter lugar à mesa e sim um espírito de alegria e gratidão. Assim, a digestão será melhor. Coma devagar e dê mais atenção ao seu alimento. A criança aprende a comer e a pensar sobre os alimentos por meio da experiência e do exemplo dos pais e de outros adultos. Hábitos alimentares aprendidos quando criança ditarão em grande parte o que se comerá na vida adulta.

O QUE É ALIMENTO ORGÂNICO?

T

rata-se do alimento produzido por meio de sistemas que não utilizam agrotóxicos (inseticidas, herbicidas, fungicidas, nematicidas) e outros insumos artificiais tóxicos (adubos químicos altamente solúveis), organismos geneticamente modificados – OGM / transgênicos ou radiações ionizantes. Esses elementos são excluídos do processo de produção, transformação, armazenamento e transporte, privilegiando a preservação da saúde do homem, dos animais e

98

Nov/2014

do meio ambiente, com respeito ao trabalho humano. Considera-se produto da agricultura orgânica, seja in natura ou processado, todo aquele obtido através dos princípios e normas específicas da produção agropecuária ou industrial orgânica. Para um alimento processado ser considerado orgânico e receber o selo de qualidade, é preciso que contenha pelo menos 95% de ingredientes orgânicos. Como saber se o produto é orgânico? www.revistaplanetaagua.com.br


Existem instituições certificadoras e associações que são responsáveis pelo acompanhamento e fiscalização da produção. Cerca de 20 certificadoras atuam no Brasil. A certificação é um processo de inspeção das propriedades agrícolas, realizado com periodicidade que varia de dois a seis meses, para verificar se o alimento orgânico está sendo cultivado e processado de acordo com as normas de produção orgânica. O foco da inspeção não é o produto, mas a terra e o processo de produção. Assim, uma

vez credenciada, a propriedade pode gerar vários produtos certificados, que irão receber um selo de qualidade. Em que a preparação do alimento orgânico é diferente? Produtos orgânicos processados devem respeitar as normas estabelecidas em lei. Por exemplo, para fazer um suco de uva orgânico, o transformador deve encontrar frutas que foram produzidas de forma orgânica e não utilizar nenhum tipo de corante ou conservante no processamento.

Até mesmo o transporte deve ser separado do similar convencional. O mercado de alimentos orgânicos é um dos que mais crescem em âmbito mundial, em torno de 10% a 20% ao ano, comparandose ao crescimento da indústria da informática; A maioria dos governos da Europa já divulgou sua intenção de converter entre 10% e 20% da área agrícola para a produção orgânica. O Brasil é um dos países onde mais cresce a produção orgânica, entre 20% e 40% ao ano.

RESPEITO À NATUREZA

A

s práticas utilizadas nas propriedades orgânicas apontam para o convívio inteligente com a natureza, tendo em conta os seguintes princípios: - Respeito ao ciclo das estações do ano e às características da região; Solo tratado como um organismo vivo; - Proteção e diversificação da fauna e da flora; - Colheita de vegetais na época de maturação, sem processos de indução artificial; - Rotação e consorciação de culturas; - Uso de adubos orgânicos e reciclagem de materiais na propriedade; - Tratamentos naturais contra pragas e doenças dos vegetais; - Plantas invasoras manejadas sem herbicidas; - Acesso dos animais a pastagens, em piquetes abertos; - Alimentação orgânica e uso de práticas terapêuticas para animais.

www.revistaplanetaagua.com.br

Nov/2014

99


100

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


FUTEBOL

A

Brasil vence a Argentina e é tetracampeão mundial no futebol de cegos

seleção brasileira de futebol de cegos (futebol de 5) conquistou no final de deste mês de novembro o seu quarto título mundial. Em Tóquio, no Japão, o time jogou a final da competição contra a arquirrival Argentina e venceu por 1 a 0, com gol de Jefinho no início do segundo tempo da prorrogação. Pouco antes, na decisão do terceiro lugar, a Espanha derrotou a China nos pênaltis, por 2 a 0, depois de também empatarem por 0 a 0 no tempo normal. Invencibilidade Há sete anos, jogadores brasileiros não sabem o que é perder uma competi-

www.revistaplanetaagua.com.br

ção da modalidade. Tricampeã paralímpica (Atenas-2004, Pequim-2008 e Londres-2012) e, agora, tetracampeã mundial, a equipe conseguiu cumprir o segundo objetivo rumo aos Jogos do Rio-2016. No ano passado, sagrou-se pentacampeã da Copa América. Neste ano, veio o tetracampeonato mundial. Em 2015, a meta é conquistar, pela terceira vez, o título dos Jogos Parapan-Americanos. O Brasil foi ouro no Pan do Rio, em 2007, e em Guadalajara-2011. Além do Brasil, apenas a Argentina carregou a taça de campeã em um Mundial. Os hermanos ficaram com o título nas edições de 2002 e de 2006,

realizadas, respectivamente, no Rio de Janeiro e em Buenos Aires. Já os brasileiros venceram nos Mundiais de Campinas-1998, Jerez-2000, Hereford-2010 e Tóquio-2014 - as duas equipes se enfrentaram em três destas decisões, além do encontro de hoje: 1998, 2000 e 2006. O Mundial em Tóquio começou no dia 16 e reuniu 12 seleções (Japão, França, Paraguai, Marrocos, Brasil, Turquia, China, Colômbia, Argentina, Espanha, Coreia do Sul e Alemanha). Pela primeira vez, a competição organizada pela Federação Internacional de Esportes para Deficientes Visuais (IBSA, na sigla em inglês) foi realizada em um país asiático.

Nov/2014

101


ELETRÔNICOS

Quase-acidente causado por drone acende alerta na Aviação Civil inglesa

O

s drones têm se tornado cada vez mais comuns no mundo inteiro, mas um ‘quase-acidente’ provocado por um deles na Inglaterra reacendeu a discussão sobre a necessidade de uma legislação mais rígida e apropriada para esse tipo de veículo aéreo. A Autoridade da Aviação Civil inglesa (CAA, na sigla em inglês) confirmou no final deste mês que foi um drone o responsável por quase causar um acidente com um Airbus A320 que se aproximava do aeroporto de Heathrow, em Londres, para pousar em 22 de julho deste ano. O piloto do avião relatou ter visto um “drone com estilo de helicóptero” quando estava a pouco mais de 200 metros do chão enquanto se aproximava da pista de pouso do Heathrow às 14h16 daquele dia. A CAA não divulgou a companhia aérea do Airbus, nem quão perto o drone chegou do avião, que tem capacidade para levar 180 pessoas. No relatório que veio a público agora, porém, a Aviação Civil inglesa classificou o acidente como “A”, com sério risco de colisão – a classificação mais alta pelos critérios da entidade. Investigadores não conseguiram identificar o drone, que não aparecia no radar de controle do tráfego aéreo e desapareceu depois de cruzar com o avião. Em maio, o piloto de um ATR 72 turbo-prop relatou ter visto um drone a apenas 24 metros de distância enquanto ele se aproximava do aeroporto de Southend, também em Londres, a uma altura de 458 metros. Alerta de acidente Os incidentes levaram a uma advertência da Associação Britânica de Pilotos

102

Nov/2014

(Balpa), que fez um alerta. Segundo a entidade, o rápido aumento no número de drones operados por entusiastas amadores agora representa um “risco real” para aviões comerciais. O secretário-geral da associação, Jim McAuslan, disse que drones poderiam causar uma repetição da “experiência do Rio Hudson”, quando um avião foi forçado a pousar na água em Nova York em 2009, depois que pássaros foram sugados para seus motores. “O risco de um objeto de 10 quilos atingir um avião é real, e os pilotos estão muito preocupados com isso”, disse McAuslan. As vendas de drones têm aumentado bastante recentemente. No Reino Unido, cerca de 1.000 a 2.000 drones são vendidos todo mês. Em geral, equipamentos como esse podem custar apenas £ 35 (R$ 142) por um modelo pequeno – os modelos mais avançados, capazes de carregar uma câmera de alta definição e de voar a 70 km/h podem custar quase £ 3.000 (R$ 12.000). Apesar de serem cada vez mais populares, os drones raramente são operados por pessoas que tenham passado por cursos de treinamento sobre como utilizá-los. Apenas um pequeno número de pessoas são treinadas para operar o objeto. Drones não podem ser operados a uma altura maior que 400 metros ou 500 metros do operador, e eles não devem ficar a uma distância menor do que 50 metros de pessoas, veículos ou edifícios. Existem zonas de exclusão ao redor de aeroportos e que impedem a aproximação de drones pesando mais que sete quilogramas. McAuslan disse que há uma necessidade urgente de regras mais rígidas antes que

Drone quase se chocou com Airbus que pousava em Heathrow veículos de carga não tripulados muito maiores – potencialmente do tamanho de um Boeing 737 – dominem o céu. Sem bateria, drone despencou em meio à platéia de rodeio nos Estados Unidos, durante um evento no Virginia Motorsportes Park, na cidade de Petersburg, Enquanto as pessoas ainda andavam pelas arquibancadas, o equipamento sobrevoava a arena, fazendo as ibagens com a ajuda do comandante Hamilton. De repente, a aeronave despencou em cima de algumas pessoas, cinco delas foram atendidas no local e sofreram apenas ferimentos leves e superficiais. “Foi um erro do piloto”, declarou Rob Dickens, chefe da organização do The Great Bull Run, que é como se chama o rodeio. Acontece que a bateria morreu no meio do voo, e o piloto deveria ter conferido este pequeno e inofensivo detalhe. Por ter sido uma falha humana, eles vão continuar a usar drones em seus eventos.

Preparo é garantia de manobras mais seguras www.revistaplanetaagua.com.br


, s e r o s s e f o r p a n s r e e r d o o h l m e m a . i s g s o o l O t s o e d n o o t h e m s e r o l a v e

Anápolis: Rua Cel. Antônio Crispim, nº 207 Jundiaí - (62) 3327-0065

Abadiânia: Praça da Feira Qd 17 Lt 01 S/N Prolongamento 2 - (62) 9991-1418

Desconto de 30% para alunos novatos! Além de professores especializados e material didático interativo, as crianças também participam de jogos, brincadeiras e atividades que vão garantir o aprendizado do idioma de um jeito lúdico e inesquecível.

"Start children off on the way they should go, and even when they are old they will not turn from it.” Provérbios 22:6

Aulas divertidas, estimulantes e participativas.


104

Nov/2014

www.revistaplanetaagua.com.br


PLANETA ÁGUA - 128 - NOV 2014