__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

www.pack.com.br

176

ANO•14 A B R I L

2 0 1 2 R$ 15,00

EMBALAGEM

TECNOLOGIA

DESIGN

INOVAÇÃO

ESPECIAL EMBALAGENS METÁLICAS As inovações da indústria brasileira de latas de aço para atender o pulsante mercado de tintas imobiliárias

ENTREVISTA Emira Nicolas Kezh e Regina Sales Rodrigues, sócias-diretoras do Club de Pesquisa, destacam a importância da Pesquisa Pack Destaque de Preferência para o mercado de embalagem

O BOM DESIGN VENDE MAIS As empresas que entenderem a importância do seu valor na estratégia de marketing para canais de vendas serão mais competitivas

Capa Pack 176 Final.indd 1

23/04/2012 19:28:17


2

Editora Banas

2 CAPA CERVIFLAN.indd 2

20/04/2012 23:28:58


carta ao leitor

OS OLHOS COMPRAM PRIMEIRO

C

om a atual competitividade nas gôndolas, a qualidade virou uma commodity e o design de embalagem ganhou uma importância enorme, pois se tornou um diferencial que atrai a preferência do consumidor. Milhares são os atrativos para ganhar o consumidor pelo design de embalagem. Despertar o desejo, estimular a compra por impulso, informar e conectar o consumidor com a marca. O design de embalagem é um espaço aberto para a inovação e as empresas que entenderem a importância do seu significado na estratégia de marketing para canais de vendas terão maior vantagem competitiva no mercado. Esse é o assunto da matéria de capa desta edição. Este mês, a revista PACK entrevistou Emira Nicolas Kezh e Regina Sales Rodrigues, sócias-diretoras do Club de Pesquisa, que destacaram o valor da pesquisa e a importância do trabalho realizado pelo instituto para a evolução da Pesquisa Pack Destaque de Preferência, que este ano, chega à sua sétima edição. “A Pesquisa é uma ferramenta primordial para a empresa traçar estratégias mercadológicas. Hoje, quem são os líderes? São aqueles que conseguem capitalizar para si os atributos mais importantes da categoria da indústria de embalagem”, afirma Emira. Para atender o aquecido mercado brasileiro de construção civil, a indústria de latas de aço evoluiu e continua investindo forte em suas linhas de produção e em novas soluções de fechamento e formatos para atender as necessidades desse mercado. Leia a matéria completa no especial sobre embalagens metálicas. A customização de garrafas de vidro para o mercado de luxo é o assunto do especial embalagem de vidro. A revista PACK viajou a convite da Verallia a Paris, na França, onde a empresa inaugurou um centro de inovação e design, para a sua linha premium Selective-Line, que já está disponível no Brasil. Axel Guilloteau, diretor da linha Selective-Line, enxerga o mercado brasileiro de cachaça, como um potencial negócio para as garrafas sofisticadas.

176_Carta ao Leitor Anuncio.indd 3

Também realizamos uma reportagem especial sobre as inovações tecnológicas da indústria do plástico apresentadas, durante a NPE 2012, em abril, em Orlando, nos Estados Unidos. Saiba mais na cobertura completa na página 35. Até a próxima edição.

MARGARET HAYASAKI

EDITORA-CHEFE

| margaret.hayasaki@banas.com.br

20/04/2012 23:30:05


176

sumário

A N O • 1 4 A B R I L

Foto: Leandro Andrade

2012 14 ENTREVISTA Emira Nicolas Kezh e Regina Sales Rodrigues, falam sobre o valor da pesquisa e a importância do trabalho realizado pelo Club de Pesquisa para a evolução da Pesquisa Pack Destaque de Preferência

14

22 MATÉRIA DE CAPA

ENTREVISTA

“A Pesquisa Pack Destaque de Preferência tem potencial para crescer”

28 ESPECIAL EMBALAGEM METÁLICA O objetivo é atender a expansão da indústria brasileira de tintas imobiliárias que responde por 95% dos negócios do segmento

34 ESPECIAL EMBALAGEM DE VIDRO

EMBALAGEM TECNOLOGIA DESIGN INOVAÇÃO

Milhares são os atrativos para fisgar o consumidor pelo design. Despertar o desejo, informar e conectar o consumidor com a marca

Com a inauguração do centro de criação e inovação Creativ´Lab, da Verallia, em Paris, na França, para a linha de embalagens de vidro Selective-Line, que também chega ao Brasil, o objetivo é estar um passo à frente das expectativas do mercado

36 ESPECIAL NPE 26% dos visitantes e 40% do total dos expositores da NPE 2012 são provenientes de fora dos Estados Unidos

42 SUSTENTABILIDADE Um papel para rótulo mais leve que permite reduzir até 7% o uso de material

Foto: iStockphoto

22

MATÉRIA DE CAPA

28

ESPECIAL EMBALAGEM METÁLICA

Inovações de impacto para o setor de tintas

SEÇÕES 6

AGENDA

7

PACK ONLINE

8

ATUALIDADES

Fotos: Divulgação

Os olhos compram primeiro

13 POR DENTRO DAS LEIS 18 VANGUARDA

Foto: Divulgação

20 LANÇAMENTOS INTERNACIONAIS 42 SUSTENTABILIDADE 44 DIRETO DA GÔNDOLA 46 NOTAS TÉCNICAS

4

EDITORA BANAS

176_Índice de matérias.indd 4

23/04/2012 17:39:04


Editora Banas

5 GS1.indd 5

5

20/04/2012 23:31:52


agenda

63 anos

EM DESTAQUE Em 2012, a Expo Pack México, que vai reunir mais de 900 expositores em uma área de 16 mil m2, deve receber mais de 25 mil compradores profissionais de mais de 20 países.

EMBALAGEM | TECNOLOGIA | DESIGN | INOVAÇÃO Fundador: Geraldo Banas (1913 – 1999) Publisher: Cristina Banas Editora: Elizabetha Banas (1923 – 2007) Editora-chefe: Margaret Hayasaki – margaret.hayasaki@banas.com.br Assessora Técnica: Assunta Camilo (FuturePack) – assunta@futurepack.com.br Revisão: Nazaré Baracho

Foto: Expopack México

FEIRAS NO BRASIL

Consultoria Técnica: Guilherme Sergio Maradine Secretária: Sandra Gomes – sandra.gomes@banas.com.br Projeto gráfico: Editora Banas Produção: Luciano Tavares de Lima (gerente) – producao@banas.com.br

DATA

FEIRA

LOCAL

ORGANIZAÇÃO

De 12 a 15 de junho de 2012

Fispal Tecnologia – Feira Internacional de Embalagens, Processos e Logística para as Indústrias de Alimentos e Bebidas

Pavilhão de Exposições do Anhembi, São Paulo (SP)

BTS Informa Tel.: (11) 3598-7800 www.fispaltecnologia.com.br

De 25 a 28 de junho de 2012

Fispal FoodService – Feira Internacional de Produtos e Serviços para Alimentação Fora do Lar

Expo Center Norte, São Paulo (SP)

BTS Informa Tel.: (11) 3598-7800 www.fispalfoodservice.com.br

De 25 a 28 de junho de 2012

Sial – Salão Internacional de Alimentação para a América Latina

Expo Center Norte, São Paulo (SP)

BTS Informa Tel.: (11) 3598-7800 www.sial-group.com

Dias 14 e 15 de agosto de 2012

Congresso Brasileiro de Embalagem

Centro Fecomercio de Eventos, São Paulo (SP)

Designer: Ana Claudia Martins – ana.martins@banas.com.br Capa: Ana Claudia Martins – ana.martins@banas.com.br

CONSELHO EDITORIAL Assis Garcia – diretor do Centro de Tecnologia de Embalagem – CETEA; Eduardo Yugue – gerente de embalagens da Nestlé; Geraldo Cardoso Guitti – presidente da Refrigerantes Convenção; Iorley Lisboa – gerente de embalagens do Wal-mart; João Batista Ferreira – CEO da J2B Innovation to Business; Lincoln Seragini – diretor – presidente da Seragini Farné; Luis Madi – diretor - geral do ITAL - Instituto de tecnologia de Alimentos; Nivaldo Ferreira Lima – gerente de compras do McDonald´s Brasil

DEPARTAMENTO DE VENDAS Executivos de Negócios – São Paulo Rajah Chahine Tel.: (11) 3500-1900 – rajah@pack.com.br Cláudio Alves Freire

Associação Brasileira de Embalagem Tel.: (11) 3082-9722 www.abre.org.br

Tel.: (11) 3500-1900 – claudio.alves@banas.com.br

Rio de Janeiro Art Comunicação S/C Ltda. Contato: Francisco Neves Rua Des. João Claudino Oliveira e Cruz, 50 – cj. 607 – CEP 22793-071 – Rio de Janeiro-RJ Tels.: (21) 2269-7760 – (11) 9943-5530 – Fax: (21) 3899-1274 – banasrj@uol.com.br

Rio Grande do Sul Interface Comunicação e Propaganda Ltda. Contato: Vera Anjos

FEIRAS NO EXTERIOR DATA

FEIRA

Av. Taquara, 193 – Cj. 406 – CEP 90460-210 – Porto Alegre-RS Tel./Fax: (51) 3330–2878 – banassul@terra.com.br

LOCAL

ORGANIZAÇÃO

De 3 a 16 de maio de 2012

Drupa – Feira Internacional da Indústria Gráfica

Düsseldorf Fairgrounds, Alemanha

Messe Düsseldorf GmbH Tel.: +49 (0) 2114560-01 www.drupa.com

De 15 a 18 de maio de 2012

Hispack – Salão Internacional de Embalagem

Gran Via Venue, Barcelona, Espanha

Fira de Barcelona Tel.: +34932332000 www.hispack.com

Dias 16 e 17 de maio de 2012

Luxe Pack New York – Feira Internacional de Embalagem de Luxo

São Paulo – Interior Aqueropita Intermediações de Negócios Ltda. Contato: Aparecida A. Stefani Tel.: (16) 3413-2336 – Cel.: (11) 9647-0044 – Fax: (11) 3500-1935 – aparecida.stefani@banas.com.br

REPRESENTANTE INTERNACIONAL Argentina 15 de Noviembre 2547 – C1261 AAO – Capital Federal – Republica Argentina

Altman Building & Metropolitan Pavilion, Nova Iorque, Estados Unidos

Idice SAS Tel.: +33 (0) 474734233 www.luxepacknewyork.com

Tel.: (54-11) 4943-8500 – Fax y Mensajes: (54-11) 4943-8540 www.edigarnet.com

ACORDO DE COOPERAÇÃO Phone: +1 312/2221010 – www.packworld.com

Cartas&E-mails Pack 174 – PLASTIVIDA Gostei muito da entrevista com o Miguel Bahiense Neto, presidente da Plastivida, sobre o banimento das sacolas plásticas. Realmente, o que vamos fazer com os parachoques e os computadores usados. Foi um tema que me contestaram. Já não estou mais sozinho. Geraldo Cardoso Guitti Kotta Empreendimentos São Paulo - SP

ERRAMOS Ao contrário do que foi publicado, na seção notas técnicas, edição 174, página 44, a razão social correta é Unipac Indústria e Comércio. Telefone (11) 4166-4260, unipac@unipac.com.br

Rua Edward Joseph, 122 – 11º andar – Edifício Passarelli Jardim Suzana – São Paulo-SP – CEP 05709-020 CNPJ 60.432.796/0001-83 – I.E. 104.259.747.116, C.C.M. 1.249.632-4 TELEFONE (11) 3500-1900 Impressão: IBEP Gráfica Circulação nacional: Tiragem – 10 000 exemplares Periodicidade: mensal Assinatura: Anual (Brasil) = R$ 97,00 • Nº Avulso = R$ 15,00

ABRIL 2012 PACK – EMBALAGEM | TECNOLOGIA | DESIGN | INOVAÇÃO é uma publicação mensal da Editora Banas Ltda. A PACK é dirigida aos profissionais que ocupam cargos técnicos, de direção, gerência e supervisão em empresas fornecedoras, convertedoras e usuárias de embalagens, bem como prestadores de serviços relacionados à logística, design e todos os processos relacionados a indústrias de embalagem.

E

IO

B

2008

IV P R Ê M

DA

END.

Rua Edward Joseph, 122 – 11º andar – Edifício Passarelli São Paulo-SP – CEP 05709-020

B2

A

D

IA

T

A

R

O

6

11 3500-1921 | FAX 11 3500-1935

D E M ÍD IA S E G M

TA

EG

TELEFONE

EC

C AT

PARA SE CORRESPONDER COM A REDAÇÃO E-MAIL redacao@banas.com.br

AT

N

Filiada à

AN

No gráfico Consumo x Reciclagem de Materiais, do especial Austrália, publicado na edição 174, o número correto do consumo de total de vidro é 1.053.808 e não 153.808.

RE

V I S TA S E G M

EN

É permitida a divulgação das informações contidas na revista desde que citada a fonte. PACK reserva-se o direito de publicar somente informações que considerar relevantes e do interesse dos leitores da revista.

EDITORA BANAS

176_Agenda_Cartas_Expediente.indd 6

23/04/2012 18:17:20


www.pack.com.br

nline

POR TATIANA GOMES | tatiana.gomes@banas.com.br

O SITE DA PACK TRAZ NOTICIÁRIO ATUALIZADO DIARIAMENTE, ARTIGOS EXCLUSIVOS E TUDO SOBRE O MERCADO DE EMBALAGEM. MAIS: VÍDEOS, FOTOS E A VERSÃO DIGITAL NA ÍNTEGRA DA EDIÇÃO DO MÊS, ALÉM DAS ANTERIORES! [CONEXÃO WEB ] as mais lidas no pack.com.br

[ENQUETE ]

O Programa Brastemp Viva! recolheu mais de 136 toneladas de resíduos descartados que foram encaminhadas para empresas ou entidades de reciclagem para destinação final correta, o que corresponde a 70,73% do que foi entregue.

Quem realiza o design de embalagem na sua empresa?

1 2 3 4 5 +

RESULTADO MARÇO/2012

20,00%

Profissionais de design de embalagem - (80,00%)

Programa Brastemp Viva! recolheu mais de 136 toneladas de embalagens em 2011

80,00%

Departamento de marketing - (20,00%)

Meta para 2012 é conseguir retorno de 80% das embalagens entregues.

Agência de design de embalagem - (0,00%) Departamento de arte dos fornecedores de embalagem - (0,00%)

Plástico verde é usado em sacolas plásticas

Começou neste mês a ser usado em sacolinhas plásticas nas lojas gaúchas da rede Zaffari e Bourbon.

NESTE MÊS Interaja! Confira a enquete do mês e vote na home do site!

Conceito de “pureza total” influencia projetos de embalagem

O conceito parte de um design minimalista e de um produto puro.

Onde achar? http://www.pack.com.br

Sustentabilidade: C-Pack é referência como empresa ecologicamente correta Para que houvesse integração e cooperação ao tema entre os 400 colaboradores, a empresa implantou a campanha “Menos é Mais.

Sunnyvale e Domino Sul marcam presença na Vinotech 2012

Destaques ficam por conta de embaladora de bancada a vácuo equipada com bombas Busch e codificadora Inkjet de alta resolução da Foxjet.

Linha de adesivos aquosos da Artecola terá embalagens ecológicas

Confira a lista das dez notícias mais acessadas no site e as leia na íntegra! Fonte: Google Analytics* Período de 19/3/12 a 19/4/12 Onde achar? http://www.pack.com.br/maisnoticias.aspx

Com uma sólida política ambiental, que prioriza a geração de valor sustentado em práticas ambientais, o Grupo Artecola, de Campo Bom/RS, está desenvolvendo uma série de alterações nas embalagens e rótulos de seus produtos. Todos serão alinhados aos mesmos princípios de Inovação e Sustentabilidade aplicados no desenvolvimento de adesivos e laminados.

[DESTAQUES] @EditoraBanas REDES SOCIAIS

facebook.com/editorabanas

Interação e conteúdo informativo em tempo real

Casa Rex é uma das vencedoras do 2012 Rebrand 100 Global Awards

Dúvidas sobre o mercado?

O projeto de redesign desenvolvido pela Casa Rex para a marca de cremes dentais Zhong Hua acaba de ser nomeado como um dos melhores trabalhos de redesenho de marca pelo REBRAND 100® Global Awards. Esta é a terceira vez que a casa de design é selecionada na competição.

Nossos consultores esclarecem os mais diversos temas do setor. Envie sua pergunta e leia as respostas para nossos internautas no Blog da Pack. E-mail guru@pack.com.br PERGUNTE, ELE RESPONDE!

O NEWSLETTER QUINZENAL DA INDÚSTRIA

Toda quinzena, a newsletter entrega no seu e-mail as notícias mais importantes da indústria de embalagens. Cadastre-se no site! Acesse! www.banas.com.br/banasinforma

Fotos: Divulgação

Interaja com a Editora Banas e atualize-se com as últimas informações do mercado industrial e de embalagem.

Onde achar? http://www.pack.com.br/blog

EDITORA BANAS

176_Pack_online.indd 7

7

21/04/2012 12:39:44


Foto: Divulgação

atualidades

Visual fresquinho Para se adequar ao paladar dos apreciadores de cervejas tipo pilsen e atrair novos consumidores no ponto de venda, a Cerveja Guitt’s ganhou uma nova fórmula mais equilibrada e um rótulo com novas cores - vermelho, amarelo e branco - produzido pela Gráfica Rami e Litografia Bandeirantes. Como na embalagem anterior, o novo rótulo também traz a imagem da águia do brasão da família Guitti, fundadora da cervejaria. A ave, que segura em suas garras as principais matérias-primas da bebida (o malte e o lúpulo), representa força, garra e determinação. A cerveja está disponível em embalagens de 600 ml fornecidas pela Verallia e Vidroporto e lata de alumínio de 350 ml produzida pela Latapack Ball.

Cores modernas e vibrantes Foto: Divulgação

O creme hidratante mãos e o creme hidratante rachaduras, da Mohda Cosméticos, chegam ao mercado em novas embalagens desenvolvidas pela agência Olimayer Comunicação Timeless. Saem as embalagens brancas e rótulos coloridos e entram bisnagas com cores vibrantes e modernas, que destacam sua presença no ponto de venda. “A consumidora Mohda já conhece a qualidade dos nossos produtos e agora poderá identificá-los com mais facilidade diante da gôndola”, afirma Pedro Goulart, diretor comercial da empresa. As bisnagas de polietileno de alta e baixa densidade e as tampas de polipropileno são produzidas pela Globoplast.

Foto: Divulgação

Guitts, tel.: 0800-7710008.

Foto: Divulgação

Mohda Cosméticos, tel.: (11) 2746-7942.

Inspiradas no frasco de perfume As embalagens PET dos limpadores perfumados Uau, da Ingleza, ganharam uma nova roupagem assinada pela agência Spice Design. O design remete ao frasco de perfume e os seis aromas foram inspirados em fragrâncias internacionais. O rótulo autoadesivo, com impressão em offset, apresenta texturas suaves e sofisticação que realçam o diferencial do produto. Para atender esse novo posicionamento da marca, a Uau foi redesenhada, evidenciando seu brilho e deixando-a com maior legibilidade, mais moderna, feminina e dinâmica. Spice Design, tel.: (11) 2977-2203.

8

176_Atualidades.indd 8

Editora Banas

20/04/2012 23:38:10


Foto: Divulgação

maIor vIsIbIlIdade no ponto de venda a linha de pães funcionais Energia Vittale, da Emulzint, está de cara nova. antes, encontrados em sacos impressos, agora os pães são apresentados em embalagens plásticas transparentes, que possibilitam ao consumidor ver o produto, que está comprando, além disso, ela ganhou etiquetas adesivas com as informações nutricionais e o conceito do produto. Com isso, a empresa ganhou em agilidade, espaço no estoque, economia em termos de gestão de estoque e maior flexibilidade no caso de alteração nas informações contidas na embalagem. Com o novo design, houve a uniformização da linha que conquistou maior visibilidade no ponto de venda e uma melhor comunicação dos benefícios do produto. as etiquetas adesivas foram produzidas pela indemetal Gráficos. Indemetal Gráficos, tel.: (11) 4013-6644.

pote eXclusIvo A manteiga light, da catarinense Tirol, ganhou uma embalagem exclusiva produzida pela Design Inverso. Ela adota o mesmo pote da linha de doces de leite da empresa, que é um formato exclusivo da marca. Utiliza o rótulo termoencolhível que dá maior qualidade à impressão e a cor azul que já é característica em produtos light. Outro requisito solicitado foi o destaque para os benefícios do produto, que, com a imagem e as informações, demonstram a qualidade e os diferenciais da manteiga light.

a Multdia, uma das principais empresas de alimentos infantis do país, apresenta os novos produtos da marca nutrilar: mingaus de arroz, aveia e arroz e farinha de cereais. desenhadas pela speranzini design, as embalagens apresentam ilustrações lúdicas que fazem parte do universo infantil e cores vibrantes. além de informações sobre os benefícios desses alimentos, as embalagens dão instruções sobre o preparo e são utilizadas como mídia ao apresentar outros produtos de sua linha. as embalagens foram produzidas pela Felinto em modelos tipo almofada com 200g.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

IlustraÇÕes lÚdIcas

Speranzini Design, tel.: (11) 5685-8555.

Design Inverso, tel.: (47) 3028-7767.

Editora Banas

176_Atualidades.indd 9

9

20/04/2012 23:38:21


notícias

a

demanda mundial de embalagem asséptica deve crescer 9,1% ao ano, movimentando Us$ 35.8 bilhões em 2015. Esse crescimento será conduzido pelo aumento do número de aplicações, custo e os benefícios de conveniência associados à embalagem asséptica, especialmente, em termos de armazenamento e transporte em temperatura ambiente. segundo o estudo da Freedonia, um forte crescimento desse mercado é esperado em países em desenvolvimento, onde a falta de infraestrutura da cadeia de fornecimento a frio continuará alimentando a demanda por produtos embalados assepticamente. o segmento de bebidas vai continuar a representar mais da metade do mercado global de embalagens assépticas. Essa demanda será beneficiada pelo crescimento da produção e pela expansão das aplicações em função das vantagens de custo e sustentabilidade, especialmente a capacidade do leite e outras bebidas perecíveis de serem transportadas em caminhões sem refrigeração e armazenadas em temperatura ambiente. os ganhos no mercado de alimentos serão impulsionados pela expansão das aplicações em alimentos líquidos, pequenos pedaços e bombeáveis,

frequentemente por meio da substituição de latas de metal e potes de vidro. Já a demanda por embalagens assépticas no mercado de farmacêuticos será puxada pela preferência por unidose e outros medicamentos convenientes combinados com o aumento da disponibilidade e consumo de medicamentos à base de biotecnologia, que requerem o uso de embalagens assépticas para prevenir a contaminação e garantir a esterilidade do produto. os Estados Unidos responderam por apenas 15% do mercado mundial de embalagens assépticas em 2010, mas representou um terço do mercado de embalagens assépticas farmacêuticas. os ganhos no País vão refletir nos requerimentos para o envase asséptico de produtos farmacêuticos líquidos. a expansão mais rápida no mercado de embalagens assépticas será vista na Ásia, especialmente, na Índia e na China. Entre 2010 e 2015, a China sozinha vai responder por 28% do faturamento mundial. a américa Central e a américa do sul também vão experimentar crescimento. o Brasil, em particular, vai continuar expandindo a uma taxa de dois dígitos anuais, puxado pelo crescimento no mercado de bebidas e a expansão das aplicações farmacêuticas e de alimentos.

DEMANDA DO MERCADO MUNDIAL DE EMBALAGEM ASSÉPTICA (US$ MILHÕES) DEMANDA DE EMBALAGEM ASSÉPTICA

14.390

ÁSIA/ PACÍFICO

4.230

AMÉRICA CENTRAL E SUL

1.190 2.000 3.390

EUROPA ORIENTAL ÁFRICA/ ORIENTE MÉDIO 0

Fonte: Freedonia

10

176_Atualidades.indd 10

8.3% 6.2%

4.180 5.640 7.430

EUROPA OCIDENTAL

9.1%

35.800 10.3%

2.800 4.570 6.800

AMÉRICA DO NORTE

10.0%

23.200

5.7% 13.2%

7.880

13.420 10.9% 11.1%

1.060 1.640 2.510

9.1%

930 1.470 2.250

9.6%

5000 10000

11.2%

8.9% 8.9% 15000 20000 25000 30000 35000 40000

2005

CRESCIMENTO ANUAL

2010 2015

2010-2015

2005-2010

Vaivém do mercado Foto: Divulgação

Mercado mundial de embalagem asséptica vai movimentar US$ 36 bilhões em 2015

CRAMA DESIGN ESTRATÉGICO ANUNCIA REESTRUTUAÇÃO

a Crama design Estratégico reestrutura sua operação. a empresa, que continua sob o comando da dupla ricardo Leite e theiza Conte Paiva, passa a contar com sete novos sócios: ana Cotta/ gerente de criação; daniel Pan/ gerente de design; Fernando Pegorer/gerente de contas; Helena Guedes/gerente de criação; João augusto Fernandes/ gerente financeiro; Luciara rocha Gomes/gerente de planejamento e atendimento e Paula damazio/ gerente de comunicação estratégica. a reestruturação incluiu, ainda, a contratação de thaís Fonseca, para assumir a liderança da unidade CramasP. a executiva irá responder pelo atendimento de avon, diageo, Braskem e HsM Educação. ELEITA NOVA DIRETORIA EXECUTIVA DA ABIA

as questões setoriais da indústria de alimentos serão geridas por mais dois anos pelo atual presidente da associação Brasileira das indústrias da alimentação (abia), Edmundo Klotz. Com 79 membros, a diretoria executiva da abia é formada pelo presidente, por 11 vice-presidentes, 29 diretores e 38 conselheiros. Para conferir a lista completa da nova gestão da entidade, acesse o site www.abia.org.br. SUNNYVALE ANUNCIA DOIS NOVOS EXECUTIVOS

a sunnyvale, distribuidora de equipamentos para codificação industrial, inspeção e controle de qualidade, embalagens, injetoras e paletização, anuncia João roberto alves como o novo gerente de produto da companhia e raphael Moskas como novo supervisor de vendas da área de codificação.

Editora Banas

20/04/2012 23:38:27


entrevista

Marco A. Schmitt, diretor de negócios da Box Print

Qual foi o investimento feito pela Box Print na construção da nova planta fabril? O investimento foi de aproximadamente R$ 42 milhões. A nova planta fabril terá 12 mil m2. Com isso, a área total da fábrica será de 42 mil m2. Nessa primeira fase, a capacidade de produção será ampliada em 40%.

A Box Print investiu em novas tecnologias? Que benefícios essas novas tecnologias vão trazer para os clientes? Investimos na aquisição de cinco novos equipamentos: off-set híbrida, da Alemanha, e corte vinco e de fechamento de cartuchos com braile em linha, da Bobst Brasil. Com esses novos investimentos, vamos conseguir agilizar o set-up e o prazo de entrega, aumentar a produtividade e ter um resultado final de acabamento diferenciado, criando mais valor para os produtos de nossos clientes.

Foto: Divulgação

Com a inauguração da nova planta fabril, em junho deste ano, em Campo Bom (RS), a Box Print vai expandir a sua atuação? O objetivo é expandir a atuação da companhia, principalmente, no mercado farmacêutico e alimentício. A meta é crescer 15% nesses segmentos, em 2012, e até 2015, chegar a 30% ante 2012.

Qual é a expectativa de crescimento para 2012? A expectativa de crescimento do grupo Box Print é de 15 %.

Editora Banas

176_Atualidades.indd 11

11

20/04/2012 23:38:33


notícias

manroland sheetfed

foca no mercado de embalagens

d

epois de passar pelo processo de insolvência no final de 2011, a manroland, fabricante alemã de impressoras offset planas e rotativas, foi adquirida por dois grupos, como parte de sua estratégia de divisão da empresa. a divisão de planas foi vendida para o Grupo Langley e a divisão de rotativas para o Grupo L. Possehl & Co.mbH, criando duas unidades independentes: a manroland sheetfed e a manroland web systems GmbH. o valor da transação não foi revelado. nessa nova fase de reestruturação, a companhia também enxugou o número de funcionários em todas as suas operações, que totalizava 5 mil, para metade. apoiada na reputação da marca manroland que tem mais de 160 anos de história, a companhia acredita na sua retomada de crescimento nos negócios de impressoras offset. “os clientes terão um parceiro bem mais estável com ferramentas ideias para as demandas inerentes ao novo modelo de negócio da indústria gráfica. nos dedicamos a ajudar nossos clientes a tornarem seus negócios preparados para o futuro. Por isso, trabalhamos de encontro às tendências, tanto no desenvolvimento de produtos, bem como na prestação de serviços diferenciados”, afirma alfred rothlaender, presidente da manroland sheetfed. nuno Costa, presidente da manroland sheetfed no Brasil, acredita que o setor de planas tem um potencial muito grande de crescimento. “o nosso foco é o mercado de embalagens que experimenta expansão, com o bom momento econômico do Brasil e

12

176_Atualidades.indd 12

o aumento do consumo pela população”, explica o executivo. segundo ele, é nesse segmento que a companhia vai entregar mais valor agregado aos clientes, com tecnologias diferenciadas, como a offset plana roland 708 LV, com in Line Folier indexed, que contempla uma unidade de verniz em linha para impressões sofisticadas. “Esse novo dispositivo indexed reduz o consumo de economia até 55% em consumo de foil, com uma alimentação intermitente”, explica ricardo raimundo, diretor de serviços da manroland sheetfed. Essa máquina foi apresentada durante a última edição da Expoprint, em 2010, em são Paulo, mas agora a novidade é a incorporação desse dispositivo, que atende a demanda por sustentabilidade. “no Brasil, dois

Foto: Divulgação

A expectativa é crescer mais de 10% nesse negócio e para isso a companhia aposta em novas soluções para entregar mais valor agregado à indústria gráfica

Nuno Costa, presidente da manroland sheetfed no Brasil

Já temos vários projetos em andamento, muitos na área de embalagem, que podem ser fechados na Drupa equipamentos foram vendidos para uma gráfica em Curitiba e outra em são Paulo. o próximo passo é colocar esse dispositivo nessas máquinas”, diz raimundo. a roland 700 é o carro-chefe da manroland sheetfed, que tem como grandes clientes da indústria de embalagem a Brasilgráfica e a ibratec. “o nosso objetivo é crescer mais de 10% no mercado de embalagem”, revela Costa.

reforçando o seu novo posicionamento no mercado gráfico, a manroland sheetfed estará presente na maior feira de impressão do mundo, a drupa, que acontece de 3 a 16 de maio, em dusseldorf, na alemanha, com um estande de 2 mil m2 e enfoque especial no mercado de embalagem. “Já temos vários projetos em andamento, muitos na área de embalagem, que podem ser fechados na drupa”, comemora o presidente da empresa.

Editora Banas

20/04/2012 23:38:35


por dentro das leis

Projeto obriga empresas a informar sobre descarte de embalagens Tramita na Câmara dos Deputados Federais o projeto de lei 3409/12, do deputado Junji Abe (PSD-SP), que obriga as indústrias a imprimir no rótulo dos produtos comercializados, no País, informações sobre a forma de descarte ou retorno de suas embalagens ou do próprio bem vendido. Pela proposta, esses dados devem ser impressos em caracteres com tamanho e destaque idênticos ou maiores que os utilizados para indicar a composição e as instruções de uso do artigo. Segundo a Agência de Notícias da Câmara, empresas que descumprirem as determinações ficarão sujeitas às penas previstas na lei de crimes ambientais (9.605/98). Também são previstas as seguintes penas restritivas de direitos: suspensão de registro, licença ou autorização; - cancelamento de registro, licença ou autorização; perda ou restrição de incentivos e benefícios fiscais; perda ou suspensão da participação em linhas de financiamento em estabelecimentos oficiais de crédito; e proibição de contratar com a administração pública, pelo período de até três anos. O projeto foi enviado para análise conclusiva das comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio; de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Novo manual para rotulagem dos medicamentos do Ministério da Saúde A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou o novo manual de Identidade visual de medicamentos para o Ministério da Saúde. A resolução RDC 21/2012, publicada no Diário Oficial da União, define que todos os medicamentos adquiridos pelo Ministério da Saúde para distribuição no SUS seguirão o novo padrão visual em suas embalagens. Entre as novidades da nova rotulagem, está a valorização do nome do princípio ativo do medicamento em relação ao nome comercial, de forma a estimular os profissionais médicos a utilizar o nome técnico dos produtos. O destaque ao nome do princípio ativo também visa a facilitar a identificação dos medicamentos, prevenindo erros na entrega ou uso destes produtos. A nova padronização é mais moderna e atualiza a norma que estava em vigor desde 2002. Além da nova proposta da arte gráfica, inspirada na bandeira nacional, as novas embalagens, entregues por meio de programas do Ministério, estarão de acordo com as normas já existentes para os demais medicamentos disponíveis no mercado. O novo manual reforça a proibição de venda do produto em todas as embalagens, blisters, ampolas, cartelas, frascos, entre outros. O objetivo é possibilitar a imediata identificação da origem dos medicamentos disponibilizados pelo Ministério da Saúde. Todos os rótulos trarão informações essenciais para garantir o uso correto dos produtos, como via de administração do medicamento, forma de conservação e restrição de uso, entre outros. No último dia 29 de março, começou a contar o prazo de 180 dias para os produtores alterarem as embalagens dos medicamentos. A adequação das novas embalagens será verificada pela Anvisa durante o processo de renovação de registro e análise de pós-registro.

Editora Banas

176_Por Dentro das Leis.indd 13

13

20/04/2012 23:40:00


Foto: Leandro Andrade

entrevista

Informações que geram resultados Acompanhando a evolução da marca na Pesquisa Pack Destaque de Preferência, os fornecedores da indústria de embalagem podem traçar estratégias mercadológicas para atender as necessidades do mercado

V

MARGARET HAYASAKI

eteranas no universo da pesquisa, a publicitária Emira nicolas Kezh e a socióloga regina sales rodrigues, sóciasdiretoras do Club de Pesquisa, criado em 1976, se orgulham de ter acompanhado, nesses anos de atuação, importantes lançamentos no mercado brasileiro. Um deles é o papel reciclado reciclato da suzano. “acompanhamos o projeto desde a concepção do produto até a avaliação da embalagem”, revela Emira. “E o produto foi um sucesso pela sua inovação. na época de lançamento do reciclato não era tão simples para uma empresa ou consumidor aceitar um papel que não era totalmente branco”, acrescenta. Hoje os grandes lançamentos são apoiados por pesquisa. “É fundamental saber o que o consumidor está esperando de um produto ou categoria. a pesquisa é uma forma de a empresa se aproximar do consumidor”, explica. Entre os atuais clientes do Club de Pesquisa, estão Editora Banas, Escola superior de Propaganda e Marketing (EsPM), Caterpillar, atlas schindler, Vale do rio do doce e odebrecht. Em entrevista à revista PACK, Emira nicolas Kezh e regina sales rodrigues falam sobre o valor da pesquisa e a importância do trabalho realizado pelo Club de Pesquisa para a evolução da Pesquisa Pack destaque de Preferência, que, este ano, chega à sua sétima edição. PACK: O mercado já entendeu o valor de uma pesquisa? EMIRA: aparentemente, a pesquisa pode ter um custo alto, mas é muito barata ao considerarmos todo o composto mercadológico. a pesquisa ajuda a minimizar os riscos e a maximizar os investimentos. a empresa pode desenhar e formatar o seu produto, de acordo com as expectativas e necessidades do mercado. REGINA: se a empresa vai fazer o lançamento do produto, a pesquisa existe para reduzir a margem de risco na hora de tomar uma decisão. isso é a

14

176_Entrevista.indd 14

alma da pesquisa. as empresas ainda estão usando pesquisa menos do que deveriam e atribuindo valor menor do que ela tem. são milhões para investir num produto novo. no entanto, no momento de investir em pesquisa, as empresas economizam porque não percebem o valor da informação. no entanto, a tendência é que esse panorama melhore até porque hoje todas as empresas estão contratando profissionais de planejamento e está se formando toda uma geração de planejadores, uma juventude que fez MBa, que está prestando assessoria para as empresas. EMIRA: Fizemos a avaliação de um empreendimento para uma construtora. Ela fez a apresentação do produto e o seu conceito e o valor do metro quadrado para a Club de Pesquisa. o cliente pensou no valor de r$ 5 mil o metro quadrado. apresentamos o conceito e o valor para o público-alvo, que avaliou o valor do metro quadrado em r$ 6 mil. a construtora que tinha mais de 150 unidades ganhou mil reais por metro quadrado. Com a pesquisa, ela lucrou, no mínimo, r$ 9 milhões. a pesquisa gera resultado. Às vezes, a

Editora Banas

23/04/2012 16:50:50


Editora Banas

176_Entrevista.indd 15

15

23/04/2012 16:50:57


Foto: Leandro Andrade

entrevista

empresa não enxerga os detalhes, pois está há muito tempo no mercado. PACK: O que está faltando para as pequenas e médias empresas investirem em pesquisa? EMIRA: as multinacionais investem muito em pesquisa. não fazem nada sem pesquisa. as médias empresas também estão entendendo o valor da pesquisa. Já as pequenas empresas ainda estão engatinhando. É uma questão de oportunidade e conhecimento da ferramenta. Quem conhece se torna rapidamente um usuário de pesquisa. além disso, um bom instituto de pesquisa faz a diferença porque a informação é acessível para todos. Hoje, vivemos uma fase de democratização da informação e o que o bom analista faz? a maneira que ele vai tratar a informação é um diferencial. Esse é o grande mérito da pesquisa numa época de democratização da informação. E, depois, como o cliente vai usar a informação que ele tem. a pesquisa não é um trabalho solitário. É uma interação entre o instituto, o consumidor e o cliente. PACK: O Club de Pesquisa realiza também pesquisa de embalagem. Como você vê a importância da embalagem no ponto de venda? REGINA: a embalagem tem importância para o consumidor. Ela tem um peso na escolha da marca. dependendo da categoria, essa importância é igual ou superior ao produto. a importância da embalagem não está somente no visual. É muito mais do que isso. o consumidor quer uma embalagem que transmita confiança na forma como ela armazena e conserva o produto. isso é fundamental para toda a cadeia de produção de embalagem, desde o fabricante da caixa de papelão até o fabricante do material que garante a resistência. nós acompanhamos algumas mudanças de embalagem, como por exemplo, a embalagem cartonada asséptica, que revolucionou a forma de preservar os produtos, que não precisavam mais ser acondicionados na geladeira. tem também o exemplo do café. todas as embalagens a vácuo, até o lançamento do café União, apresentavam um saquinho a vácuo e uma caixinha

16

176_Entrevista.indd 16

secundária. o café União lançou um saquinho a vácuo sem a caixinha. nós fizemos o teste da embalagem no Brasil e isso teve uma influência espetacular. o café União conseguiu fazer uma embalagem que aliou a tradição da marca que os consumidores valorizavam com a modernidade de ser uma embalagem diferente. Ela era tradicional e inovadora. PACK: O consumidor vê a embalagem na gôndola, mas não sabe que existe uma enorme cadeia produtiva por trás? R E G I N A : Ele não sabe, mas percebe a importância da embalagem com o uso no seu dia a dia. isso valoriza alguns fornecedores de embalagem premiados na

Emira Nicolas Kezh, sócia-diretora do Club de Pesquisa

Hoje quem são os líderes? São aqueles que conseguem capitalizar para si os atributos mais importantes da categoria Pesquisa Pack destaque de Preferência que não são responsáveis pelo visual da embalagem, mas, por exemplo, pela durabilidade e produção. É muito interessante valorizar a importância da embalagem para o consumidor. Ele não está sempre pensando nela. Ele pensa na hora que está vendo e depois se ela incomoda. Por exemplo, se a tampa não fecha direito. EMIRA: nós estamos fazendo a avaliação de um produto que tem três embalagens diferentes: vidro, caixinha e enlatado, para saber qual é a preferida do consumidor. E como ele acondiciona cada um deles. se ele tira o produto da lata. Às vezes, para o cliente não compensa manter todas as embalagens, por isso as pesquisas podem avaliar qual

se adequa mais ao gosto dos consumidores. regionalmente, a preferência também pode ser diferente. PACK: Qual é a importância da pesquisa Pack Destaque de Preferência para o mercado de embalagem? EMIRA: a pesquisa Pack destaque de Preferência é quantitativa, na qual se tem um retrato das opiniões do mercado, mas o diferencial dela é que os fornecedores de embalagem podem fazer o acompanhamento da evolução dos resultados. É muito raro ter uma série histórica de um determinado tema. nós já estamos no sexto ano. a pesquisa permite ver a cadeia de valor de cada categoria. Por exemplo, na categoria de adesivos, o que é mais importante é a capacidade adesiva.

Editora Banas

23/04/2012 16:51:11


Em outras categorias, como máquinas de embalagens, o que é mais importante é a assistência técnica. Essa compreensão do que o mercado ou seu cliente espera da sua categoria é um dado superimportante. A pesquisa é uma ferramenta primordial para a empresa traçar estratégias mercadológicas. Hoje, quem são os líderes? São aqueles que conseguem capitalizar para si os atributos mais importantes da categoria. Quando a empresa entende quais são os atributos mais relevantes para a categoria, ela investe para atender o mercado e tentar se sobressair em relação a esses atributos. A pesquisa Pack Destaque de Preferência é um termômetro de desempenho de cada uma das empresas participantes. PACK: Em sua opinião, qual é o papel da pesquisa quantitativa para qualificar os fornecedores de embalagem? EMIRA: Ela dá um retrato desse mercado e de toda a categoria produtiva. Como está a relação dos fabricantes com os leitores da Pack que são os consumidores.

atributos servem para a empresa se posicionar e ver o que o mercado está valorizando. PACK: O que significa estar sempre entre os primeiros colocados como fornecedores de embalagem? EMIRA: São empresas que têm a imagem consolidada e conseguiram fidelidade dos seus clientes, com qualidade de atendimento e bons produtos. Elas estão conseguindo manter a fidelidade. Isso é o sonho de muita gente. PACK: Para onde a pesquisa Pack Destaque de Preferência ainda pode crescer? EMIRA: Desde o começo, quando o Club de Pesquisa abraçou o projeto da pesquisa Pack Destaque de Preferência com o objetivo de realizar a análise do desempenho de cada fornecedor de embalagem em relação às principais razões de preferência da categoria. Por exemplo, na categoria de injetoras, na qual os principais atributos de

preferência são facilidade de operação e prazo de entrega, seria possível avaliar o desempenho de cada fabricante de injetoras em relação a esses atributos. Mas, para isso, é preciso aumentar a amostra da pesquisa. É extremamente importante que, cada vez mais profissionais respondam a pesquisa, para qualificar os fornecedores de embalagem. A pesquisa Pack Destaque de Preferência evoluiu bastante nesses últimos seis anos. A amostra cresceu e o número de respondentes também, mas ainda tem um potencial enorme para expandir. REGINA: O Club de Pesquisa realiza esse cruzamento dos atributos por marcas, por exemplo, na categoria de leites. Quais são as credenciais que não podem faltar para os fabricantes que atuam nessa categoria? Como a marca está atendendo? Se ela está na mesma cor, ela está atendendo perfeitamente os consumidores. A marca é superior à expectativa? E assim a gente percebe a performance de cada marca.

PACK: É possível extrair da pesquisa quantitativa inputs qualitativos? EMIRA: Sim. As razões de preferência qualificam os fornecedores de embalagem e refletem a cadeia de valores das categorias. A pesquisa Pack Destaque de Preferência vai um pouco além de uma pesquisa quantitativa de preferência. Há algumas categorias, nas quais existe uma paridade tecnológica, então a qualidade de atendimento e os aspectos de preferência comerciais têm um peso maior na preferência do fornecedor de embalagem. Enquanto em outros segmentos, como máquinas de embalagem, a tecnologia tem maior relevância, por isso os atributos técnicos são mais fortes. PACK: Como o mercado de embalagem pode utilizar da melhor forma as informações da pesquisa Pack Destaque de Preferência? REGINA: Quando a empresa conhece os atributos mais importantes, ela pode usar na sua comunicação externa, bem como na própria comunicação com o cliente para valorizar a premiação conquistada e os principais atributos da sua categoria. Esses Editora Banas

176_Entrevista.indd 17

17

23/04/2012 16:51:19


Foto: Divulgação

vanguarda

Shape original Além do design único, a embalagem ajuda a controlar a quantidade de pó usada na maquiagem do rosto, e o método de aplicação garante fácil manuseio e limpeza dos dedos que nunca entram em contato com o pó

U

Design único garante diferenciação no ponto de venda

Da Redação

m novo conceito de uso e de embalagem inova a categoria de maquiagem para o rosto. Essa é a promessa da companhia francesa Albéa, fabricante de embalagens para cosméticos, perfumes, cuidados para pele e higiene pessoal, que atualizou a famosa linha Eureka™ concept, apresentando uma embalagem com um shape totalmente original, com um método de aplicação único, especialmente desenhado para maquiagem da pele. Graças ao lançamento dessa linha de produto, a Albéa agora oferece múltiplas soluções de embalagem para maquiagem em pó compacto e solto. Além de seu design atípico, que garante diferenciação do produto no ponto de venda, o aplicador da linha Eureka™ oferece às consumidoras uso totalmente ergonômico, facilitando a aplicação diária. O manuseio e a pega são fáceis e práticos, sendo perfeitos para recriar a famosa técnica do tapping utilizado por maquiadores profissionais para uniformizar o tom da pele. A aplicação do pó com o Eureka™ é fácil, garantindo máxima limpeza e higiene dos dedos, que nunca entram em contato com o pó. Essa embalagem também ajuda a controlar melhor a quantidade de pó usada na maquiagem. A Albeá desenvolveu embalagens para cinco produtos da linha Eureka™. As três primeiras embalagens são ideais para pós que garantem efeitos, como matificado, mineral, bronzeado e iridescente. A embalagem completa (esponja e peneira) ajuda a controlar a quantidade de pó solto dispensado e prevenir o desperdício. Em contraste com os tradicionais dispensadores de pó que contêm uma esponja

18

176_vanguarda.indd 18

plana, as duas embalagens para pó compacto e seus inovadores aplicadores permitem fácil manuseio e utilização de toda a superfície da esponja com a técnica do tapping para obter os resultados de maquiagem feitos por maquiadores profissionais. Com essa linha, a Albéa prova seu poder de inovação e sua capacidade para ampliar os conceitos originais e testados pelas consumidoras. A companhia, com sede na França, emprega 9500 funcionários e opera com plantas fabris em 13 países na Europa, nas Américas e na Ásia. No Brasil, a empresa conta com duas fábricas, em Mogi das Cruzes (SP), e em Suape (PE).

INFORMAÇÕES ALBÉA GROUP Tel.: +33 (0) 181931987 | www.albea-group.com

Editora Banas

20/04/2012 23:41:11


Editora Banas

19 IBEMA.indd 19

19

20/04/2012 23:42:23


Foto: Divulgação

lançamentos internacionais

Foto: Divulgação

Acabamento sofisticado

Sensação de força e poder Forte, autêntica e não-convencional, a fragrância masculina Strellson Loaded, da Strellson Sportswear, foi feita para heróis modernos, com classe e estilo. O frasco também é singular, elegante e cheio de uma dose concentrada de força. Sempre ao seu alcance, a embalagem é a companhia ideal para rebeldes urbanos. O acabamento metálico frio realça o design masculino. O relevo vermelho e o metal escovado transmitem a sensação de força e poder. Purista, o design arrojado do frasco foi criado pelo renomado estúdio de design Peter Schmidt. Strellson Sportswear, www.strellson-fragrances.com

Aplicação dos produtos em camadas finas, efeito refrescante e massagens fáceis. Essas demandas são atendidas pelos roll-ons em várias formas de embalagens. A Neopac está um passo à frente. Ela ampliou a linha Rollerball, incluindo pedras preciosas naturais e esferas de cerâmica, que ajudam a valorizar uma marca de cosméticos. Além de enfatizar os ingredientes naturais e conferir à embalagem um acabamento de alta qualidade e particularmente sofisticado. A Neopac oferece uma ampla linha de roll-ons que inclui esferas de quartzo cristalizado, aventurina, quartzo rosa, água marinha, cerâmica preta e branca, aço e plástico.

Longa vida de prateleira Fabricante italiana de castanhas, a Murano SpA substituiu a embalagem metálica pela embalagem plástica SuperLock da RPC Superfos. Uma boa decisão, disse Francesco Eboli, gerente de compras da empresa. Vida de prateleira mais longa, excelentes cores e janela de transparência. Esses são alguns dos benefícios destacados pelo executivo. A SuperLock pode ser perfeitamente empilhada, otimizando a capacidade de estoque. Além disso, barreiras de proteção estão em todas as superfícies da embalagem combinadas com uma membrana de selagem que garante a longa vida de prateleira das castanhas.

Foto: Divulgação

Neopac, tel.: +41 (0) 317701111.

RPC Superfos, tel.: +45 59111270.

20

Editora Banas

176_Lançamentos Internacionais.indd 20

20/04/2012 23:45:01


Foto: Divulgação

Visual distinto A nova linha anti-idade da Yves Saint Laurent, Forever Youth Liberator contém um complexo chamado Glycanactif™, que garante uma pele mais jovem. A Gerresheimer produziu três potes dos cremes e os três flacons de vidro para soro, nos tamanhos de 15, 30 e 50 ml. A subsidiária belga da Gerresheimer, em Momignies, foi a responsável pelo acabamento em fogo que confere aos seis potes e aos flacons um visual distinto e brilhante. Os potes e os flacons se diferenciam pela tecnologia de spray. Uma camada simples de alumínio sobre a camada pink foi selecionada para os três potes de creme, enquanto as embalagens se caracterizam pelo revestimento marrom e as iniciais de Yves Saint Laurent que conferem um detalhe sofisticado. As iniciais YSL e o nome da linha, Forever Youth Liberator foram serigrafados nos potes e flacons. Gerresheimer, tel.: +49926991162.

Foto: Divulgação

Sede on-the-go Elegante, dobrável e leve, a embalagem reutilizável da Element, da Vapur, foi feita sob medida para a vida em movimento. A Vapur Element Anti-Bottle apresenta nova silhueta e tampa de boca larga Supercap, com design patenteado, que garante facilidade de uso e consumo da bebida. Quando a embalagem fica vazia, basta o consumidor dobrar e guardar. Sua composição de três camadas de náilon livres de BPA e polietileno antimicrobiano permite que ela seja congelada e lavada na máquina de lavar louças. A Element está disponível em 7 litros e 1 litro. Vapur, tel.: 888-834-8544.

Editora Banas

176_Lançamentos Internacionais.indd 21

21

20/04/2012 23:45:09


Foto: iStockphoto

matéria de capa

O bom design vende mais Milhares são os atrativos para fisgar o consumidor pelo design. Despertar o desejo, informar e conectar o consumidor com a marca

HÁ QUANTO TEMPO SUA EMPRESA ATUA COM DESIGN DE EMBALAGEM? 5 A 10 ANOS

40.90%

10 A 15 ANOS

MAIS DE 15 ANOS

27.30% 31.80%

Fonte: ABRE – Associação Brasileira de Embalagem

22

Editora Banas

176_Materia de capa.indd 22

23/04/2012 18:12:47


P MARGARET HAYASAKI

ara dar ao consumidor exatamente o que ele procura quando seu olhar se dirige para o produto nas gôndolas, é preciso que a comunicação na embalagem seja cada vez mais clara, organizada e direta, pois ao menor sinal de qualquer dificuldade, outro estímulo roubará a sua atenção. daí a importância do papel do design de embalagem como uma ferramenta estratégica de comunicação para valorizar o produto e destacar a marca no ponto de venda.

Hoje, a concorrência no ponto de venda disputa a atenção dos consumidores de forma acirrada, qualquer falha na comunicação visual compromete frações preciosas na venda. “desta forma, o design passa a ser uma importante ferramenta no diálogo que se trava em frente às gôndolas”, afirma rita de Cássia Mola ardezzoni, sóciafundadora da r1234 art design. o design da embalagem afeta o interesse do consumidor se tornando um elo fundamental na escolha e decisão de compra, fazendo promessas na tentativa de ganhar confiança e credibilidade. “a responsabilidade do design não se limita a ser claro, criativo e bonito, é necessário agregar valores de entendimento intuitivo e motivador. neste sentido, são estes valores que vão provocar o desejo de compra para experimentação e descobrir se o produto escolhido cumpre com satisfação sua real necessidade”, explica rita.

Editora Banas

176_Materia de capa.indd 23

23

23/04/2012 18:12:52


Com a tecnologia cada vez mais barata acarretando oferta crescente de produtos equiparados em qualidade, o que gera menor fidelidade às marcas, o design passou a ter papel de protagonista para a decisão de compra. “Compramos baseados em três fatores fundamentais: conhecimento da marca, preço e design. Vamos imaginar uma situação bastante radical. o que acontece se não conheço a marca e, por consequência, não associo nada àquele logo estampado sobre o produto diante dos meus olhos? neste momento o design é o maior fator influenciador de minhas escolhas”, explica ricardo Leite, diretor de criação da Crama design Estratégico. Gustavo Piqueira, proprietário da Casa rex, acredita que, no final das contas, todos querem passar uma mensagem ao seu público e querem que seus produtos sejam vistos. “não acredito, porém, que o design em si já é um diferenciador. acredito, e isso é algo que seguimos dentro da Casa rex, que hoje, não é mais suficiente apenas ser adequado. Um bom projeto de design tem que trazer algo a mais”, afirma.

Foto: Divulgação

o Brasil é um país muito grande com diferenças regionais enormes e cada qual deve ter uma linguagem e apresentação compatível com seu público. as facilidades de comunicação, o fortalecimento do setor de terceiristas e o comércio exterior aumentaram ainda mais a disponibilidade de tantas marcas e produtos, muitos dos quais não fazem qualquer sentido aos consumidores. “É de fundamental importância que as empresas saibam

Embalagem virou referência no mercado para comercialização de clareadores dentais 24

Foto: Divulgação

matéria de capa

Marcos Sebben, diretor da Design Inverso

É preciso projetar embalagens mais objetivas, que apresentem uma hierarquia de informações planejada compreender essas diferenças para atender os consumidores, seja em relação aos produtos e também aos pontos de venda, cada qual com suas características e potencialidades”, acentua Maurício speranzini, diretor da speranzini design. Ele acrescenta: “o design irá oferecer as empresas muito mais que atratividade em sua aparência e experiência de consumo, vai sim ajudar a empresa a refletir sobre suas práticas, objetivos, potencialidade, enxergar o mercado e suas tendências, pois no dia a dia acabam ficando camufladas e precisam de foco.” a condução de todo este cenário, fundamentando bem o projeto, conhecendo o mercado, seus concorrentes,

a realidade da empresa e viabilidade de suas operações, trabalhando com o desenvolvimento junto a fornecedores, certamente trará grandes benefícios e resultados para as empresas.”

OS OLHOS COMPRAM PRIMEIRO o sucesso de um produto depende das reações que ele desperta no consumidor. “É importante lembrar que decisões de ordem racional e emocional influenciam o momento da compra. o design precisa despertar interesse nas duas questões integrando a visão estratégica e a visão criativa, e, ao mesmo tempo, possibilitar o conforto de estar transitando dentro de um universo conhecido, pois o excesso de surpresas gera a rejeição pelo desconhecido”, afirma a sóciafundadora da r1234 art design. “Essa é a comunicação ideal, aquela que o consumidor se sente atraído, desafiado pela experimentação e ao mesmo tempo seguro de que está se aliando ao confiável, eficiente e, portanto, a melhor escolha”, acrescenta. Para Marcos sebben, diretor da design inverso, é preciso projetar embalagens

Editora Banas

176_Materia de capa.indd 24

23/04/2012 18:13:01


“Os olhos compram primeiro, porém somos adeptos da adoção de uma fórmula mágica, que tem dado sempre muito resultado: brilho e verdade. Isso porque o brilho seduz, deslumbra, rompe a inércia, mas é a verdade que nos aprisiona”, opina Gian Franco Rocchiccioli, CEO da Sart Dreamaker. Ele continua: “Esse raciocínio simples, porém profundo, nos mostra que temos que ter brilho o suficiente para atrair o olhar do consumidor, mas este brilho deve estar muito alinhado à verdade de cada produto.” As pessoas associam a embalagem com seu produto, se é boa e interessante, seu produto também deve ser, isto é, dar oportunidade para as pessoas na experimentação e manter um diferencial que justifique sua escolha e que seja mais atraente que outras. “A melhor combinação será através de um projeto bem fundamentado que conheça bem a empresa, o trade, consumidores para oferecer o resultado final adequado para este público”, explica Speranzini. Segundo ele, cada caso é um caso diferente, não é e nunca será um projeto massificado e que pode servir para qualquer empresa.

CASES DE SUCESSO Um case de sucesso da Speranzini Design é o da Coco do Vale. A agência assinou o projeto de design das embalagens cartonadas para um novo produto: a água de coco. Pouco tempo depois de sua introdução no mercado, a companhia conseguiu colocar seu produto no exigente mercado norteamericano nas versões tradicional e saborizadas com blend de frutas (açaí e romã, abacaxi, pêssego e manga), além de exportar outras marcas, o que aju-

Fotos: Divulgação

mais objetivas, que apresentem uma hierarquia de informações planejada e que auxiliem o consumidor a perceber os benefícios verdadeiros em uma fração de segundos. “Devemos nos preocupar com a experiência que ela deixará ao consumidor após o uso e manuseio. Devemos sempre lembrar que não dissociamos a embalagem do produto”, enfatiza.

Mudança na embalagem gerou um aumento de 30% no volume de vendas

Sucesso: projeto gráfico foi estendido para vários formatos da linha Neve

dou a empresa a ter um acréscimo de 53% no faturamento no primeiro ano para totalizar 100% em dois anos.

foi muito grande e alavancou a marca em âmbito ncional e internacional perante os dentistas”, comemora Sebben.

O exemplo da Sart Dreamaker é a mudança da embalagem da batata palha de Fritex, que foi absorvida no portfolio de Visconti.Na época, essa simples mudança gerou um aumentou de 30% no volume de vendas. Outro case de sucesso foi o reposicionamento da marca Palate, que chegou a crescer 300%, em alguns itens de sua linha.

Um ótimo exemplo de case assinado pela B+G é o Neve Naturaly

A Design Inverso cita o case do clareador dental WhiteClass, da FGM, no qual foi desenvolvida uma embalagem que virou referência no mercado para a comercialização de clareadores dentais. “O sucesso Editora Banas

176_Materia de capa.indd 25

25

23/04/2012 18:13:05


Foto: Divulgação

matéria de capa

DO TOTAL FATURADO PELA EMPRESA, QUANTO REPRESENTOU DESIGN DE EMBALAGEM? ATÉ 10%

ENTRE 11 E 25%

ENTRE 51 E 75%

ACIMA DE 76%

18.18% 27.27%

ENTRE 26 E 50%

9.09%

18.18% 27.27%

FATURAMENTO 2010 VS 2009 CRESCEU ATÉ 10%

CRESCEU DE 11 A 25%

MANTEVE-SE ESTÁVEL

REDUZIU DE 11 A 25%

21.10%

CRESCEU DE 26 A 50%

15.80%

15.80%

31.60%

15.80%

ENTRE OS PROJETOS TOTAIS DA EMPRESA, QUAIS FORAM AS ÁREAS DE ATUAÇÃO ATENDIDAS? DESIGN DE EMBALAGEM

IDENTIDADE INST. OU PRODUTO

DESIGN ESTRUTURAL

WEB DESIGN

DESIGN GRÁFICO

OUTROS

PONTO DE VENDA

3.45%

13.46%

13.74% 9.88%

15.71%

32.66% 11.99%

Fonte: ABRE – Associação Brasileira de Embalagem

26

Compacto. “a ideia teve como ponto de partida duas premissas: a necessidade do consumidor em estocar e transportar o maior número de rolos sem ocupar muito espaço, e o compromisso de sustentablidade da Kimberly Clark”, informa rodrigo Costabeber, sócio e diretor da B+G. “o projeto gráfico da B+G, feito em parceria com o pessoal de desenvolvimento de embalagem da Kimberly, foi um sucesso tão grande, que já se estende para vários formatos da linha neve”, comemora. Um bom exemplo de projeto desenvolvido recentemente pela Casa rex, a convite da Unilever da China, foi o redesenho da marca chinesa de cremes dentais Zhong Hua, bastante tradicional e familiar dentro do mercado local. o intuito era modernizar a identidade visual da marca e estendê-la para o portfolio de produtos e materiais de ponto de venda. “Para modernizar Zhong Hua, adequamos a marca aos códigos visuais da categoria no mercado chinês. o design desse mercado em geral tem um apelo visual bastante particular, tomado principalmente por exageros de tratamentos de luz e brilhos e do acabamento tridimensional. assim, criamos uma tridimensionalidade, com cantos arredondados, e usamos luzes e efeitos metálicos para dar à marca uma imagem mais contemporânea e atual”, revela Piqueira. Um case de sucesso da r1234 foi o reposicionamento das embalagens da marca Kopenhagen. a marca, segundo rita, precisava retrabalhar seus ícones gráficos, reforçando seus valores,

O desenvolvimento do projeto se inspirou no mercado de luxo

rejuvenescendo sua imagem e assumindo seu posicionamento premium. o desenvolvimento do projeto se inspirou no mercado luxo. dourados e vermelhos são os colors code principais. definiu-se um padrão gráfico exclusivo que aparece em todas as embalagens, registrando o dna gráfico de qualidade e cuidado. Películas foscas foram combinadas com hot stamping dourados e vernizes brilhantes, imprimindo texturas acetinadas de agradável sofisticação ao toque. “no projeto, cada detalhe foi intencional na preocupação de transmitir em cada embalagem, como no todo, os reais valores dos conhecidos chocolates Kopenhagen”, afirma rita. o design é um espaço aberto para inovação. as empresas que entenderem a importância do seu significado na estratégia de marketing para canais de vendas terão maior vantagem competitiva.

INFORMAÇÕES B+G tel.: (11) 5090-1460 |www.bmaisg.com.br CASA REX tel.: (11) 3862-7770 | www.casarex.com CRAMA DESIGN tel.: (21) 2512-8555 | www.crama.com.br DESIGN INVERSO tel.: (47) 3028-7767 | www.designinverso.com.br R1234 ART DESIGN tel.: (11) 3168-1012 | www.r1234.com.br SART DREAMAKER tel.: (11) 3044-4074 | www.sart.com.br SPERANZINI DESIGN tel.: (11) 5685-6266 | www.speranzini.com.br

Editora Banas

176_Materia de capa.indd 26

23/04/2012 18:13:16


Foto: Divulgação

publieditorial

Foto: Divulgação

COIM COMEMORA CINQUENTENÁRIO No Brasil, a companhia reafirma o seu compromisso com o cliente na excelência da qualidade de seus produtos e serviços

A

COIM Brasil, parte do grupo mundial COIM Group com sede em Milão, Itália, completa em 2012, 50 anos de atividades em âmbito mundial. É um momento único para uma empresa que aposta nas pessoas e clientes como foco de seu potencial e crescimento.

Atuando há 15 anos em diversos segmentos no Brasil, com destaque para a produção local de adesivos e selantes para laminação de embalagens flexíveis. Neste mercado, a COIM Brasil é líder absoluta na América Latina, para qual fornece adesivos de tecnologia de ponta, com solvente e sem solvente, para os mais representativos e importantes convertedores. Os produtos fabricados no Brasil são exportados para os quatro continentes, em especial, para os países da América Latina, além da Europa, Ásia e EUA. Com um mercado competitivo e constantes atribulações econômicas mundiais, a empresa aposta na excelência da qualidade de produtos e serviços. Para manter-se na liderança de seu segmento, o investimento em pesquisa de desenvolvimento é permanente, com o objetivo de fornecer inovações em produtos e serviços aos clientes. A qualidade é diretamente atrelada ao treinamento de seu corpo técnico. “A equipe técnica da COIM é formada por especialistas com ampla experiência na fabricação de embalagens flexíveis, o que nos permite entender em detalhes o segmento e desenvolver soluções práticas e inovadoras para todo o mercado”, diz José Paulo Victorio, diretor-presidente da COIM Brasil. No segmento de adesivos sem solventes, a empresa foca em alguns pontos cruciais: maior produtividade, melhor aparência das embalagens laminadas (bem como cura rápida) e a preocupação com a responsabilidade por meio de ações sustentáveis, norte de seus novos produtos. Exemplo disso é o novo catalisador patenteado mundialmente – CA 5558. Já no segmento de adesivos com solventes, a busca é por inovações de altíssima performance que permitam fazer o uso de um único produto para todo o parque de laminações. “São, portanto, produtos de altíssima performance que atendem desde mercados básicos até laminados destinados ao segmento de esterilização, por exemplo”, completa Victorio, enfatizando que esta produção é local e, portanto, a custos bastante competitivos. Priorizando a qualidade como diferencial, os produtos COIM são desenvolvidos e avaliados em laboratórios de ponta, em Vinhedo (São Paulo), West Deport (USA), Offanengo (Itália) e Singapura. 27

José Paulo Victorio, diretor-presidente da COIM Brasil

NOVIDADES E PERSPECTIVAS A COIM Brasil anuncia ao mercado, com inauguração em abril de 2012, o start up de dois novos reatores, exatamente para o segmento de adesivos com e sem solvente. Vanguarda, a empresa completa seu cinquentenário ao lado de seus verdadeiros parceiros, seus clientes. “Em 2012, será um prazer receber clientes e amigos em nossos estandes na Fispal Tecnologia e na Drupa”, anuncia o diretorpresidente da empresa, quanto aos eventos que a COIM Brasil marcará presença este ano. “Acreditamos firmemente no Brasil, no seu mercado interno e em todas as oportunidades de um país ainda novato”, atenta o Victorio. A COIM enxerga a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, que serão realizadas no país, como pontual oportunidade de negócios. “Sem dúvida, esses eventos colocarão o país ainda mais na vitrine do cenário mundial, atraindo investimentos, movimentando mercados e gerando crescimento”, finaliza.

EDITORA BANAS

176_Publieditorial Coim.indd 27

20/04/2012 23:47:37


Foto: iStockphoto

especial embalagens metálicas

4500

1000

PIB PER CAPITA (US$)

Fonte: Abeaço

JAPÁO

EUA

EUROPA OCIDENTAL

BRASIL

7,9%

RÚSSIA

CHINA

ÍNDIA

2008

2007

0

2005 2006

500 2004

-5.2%

-1,7%

2003

2008

2007

2005 2006

2004

2003

20.000

2002

10.000

2001

5.000

2000

0 2.000

-1.7%

1999

100

28

1500

1000 500

CHINA

2000

1500

1998

150

2500

2002

ÍNDIA

3000

2001

MÉXICO

X

2000

2000

BRASIL

200

-2.4%

2500

1997

250

ALEMANHA

13,2%

1999

3000

ESPANHA

300

4000 3500

1996

350

-0.2%

4000 3500

ITÁLIA

1995-2008

4500

1998

FRANÇA

AUSTRÁLIA

CAGR

5000

1995-2008

1995

GASTO COM EMBALAGEM PER CAPTA (US$)

HOLANDA

400

MERCADOS DOS BRICS

CAGR

1997

JAPÃO

450

MERCADOS DESENVOLVIDOS 5000

1996

EUA

500

DESEMPENHO DO CONSUMO DE FM (MIL/T) (MERCADOS DESENVOLVIDOS X BRIC’S)

1995

BRASIL E O CONSUMO DE FM NO MUNDO (CONSUMO DE EMBALAGENS POR NAÇÃO)

3,0%

BRASIL

Fonte: Abeaço

Editora Banas

176_Embalagens Embalagens Metalicas.indd 28

23/04/2012 17:20:54


Setor de latas de aço não para de investir O objetivo é atender a expansão da indústria brasileira de tintas imobiliárias que responde por 95% dos negócios do segmento

C

om o mercado brasileiro da construção civil aquecido, a indústria de tintas imobiliárias também segue crescendo a todo vapor. os grandes números dão conta da importância desse negócio. Esse segmento responde por 80% do volume total produzido pelo setor de tintas (1,398 bilhão de litros) e 63% do seu faturamento (Us$ 4,5 bilhões), segundo dados da associação Brasileira dos Fabricantes de tintas (abrafati).

na carona dessa expansão do setor de tintas imobiliárias, a indústria de embalagens de aço também colhe bons frutos. não à toa, 95% do mercado de tintas imobiliárias é acondicionado em latas de aço, segundo a associação Brasileira da Embalagem de aço (abeaço). tamanha importância desse negócio exige inovação contínua da indústria brasileira de embalagens de aço. Uma das empresas que estão na vanguarda é a Brasilata, que, desde a década de 90, trabalha com foco na inovação que agrega valor à embalagem de aço, especialmente para tintas e produtos químicos. segundo José Maria Granço, diretor da divisão química da Brasilata, as equipes das quatro unidades da companhia atuam de forma integrada para apresentar soluções inovadoras que valorizam as marcas dos clientes. “as embalagens metálicas oferecem maior resistência nos pontos de abastecimento e na armazenagem, e assim garantem movimentação mais segura nos locais de revenda. os sistemas de abertura produzidos pela Brasilata facilitam ainda o total aproveitamento do produto e permitem envase rápido nas fábricas”, afirma o executivo.

Editora Banas

176_Embalagens Embalagens Metalicas.indd 29

29

23/04/2012 17:20:58


Foto: Divulgação

Segundo Granço, o mercado de tintas e produtos químicos demanda fechamentos mais amigáveis e novos formatos. “Como a Brasilata atua dedicada à inovação e à qualidade, a nossa equipe desenvolve um minucioso trabalho de pré e pós-venda para detectar as necessidades dos clientes de modo a fornecer soluções inovadoras”, informa. Ele destaca a nova lata TOp (Total Opening) que facilita a abertura e o uso do produto sem desperdício para atender o mercado de tintas imobiliárias e sua versão Top Gun para o segmento de tintas automotivas.

Foto: Divulgação

especial embalagens metálicas

José Maria Granço, diretor da divisão química da Brasilata

maior, que facilitou o manuseio dos pintores. “O mercado também evoluiu na questão de segurança, desenvolvendo latas soldadas, o que garantiu hermeticidade”, diz. Em 2012, a companhia está trabalhando para apresentar algumas novidades, focando na eficiência de produção com custo reduzido.

Foto: Divulgação

Lata TOp, da Brasilata,

30

Nos últimos dez facilita a abertura anos, a indústria de embalagens metálicas evoluiu muito no segmento de tintas e vernizes, acompanhando as exigências do mercado. Reinaldo dos Santos, coordenador de negócios da Prada, destaca as embalagens com fechamentos inovadores, como a lata de 18 litros, com tampa de 210 mm, para massas e texturas, com abertura

Apesar da tradição do segmento de tintas no Brasil, a indústria de embalagens tem se preocupado em buscar novos horizontes, ampliando seu espectro de atuação nesse setor. “Com o crescimento da pintura, como elemento de decoração, a conveniência, que envolve praticidade, transporte e design, ganhou peso significativo”, ressalta Jean Lozargo, diretor técnico da Cerviflan. Ele continua: “A empresa foi a primeira a desenvolver uma embalagem para aplicação direta dos produtos, uma lata-bandeja, que ganhou o prêmio The can of the year. Também lançou latas autoempilháveis para facilitar o armazenamento nas lojas e em casa.” O executivo destaca outras inova-

Jean Lozargo, diretor técnico da Cerviflan

ções recentes da Cerviflan para o mercado de tintas imobiliárias: a inclusão do necked-in (autoempilhamento) na embalagem de 1/16 e a redução da solda na de 18 litros. “Com a presença do novo item – um suporte colocado na parte inferior da lata – o armazenamento torna-se mais fácil não só na loja, mas na casa do consumidor. Outra vantagem é a diminuição do desperdício”, ressalta Lozargo. A redução do espaço de solda na lata de 18 litros favoreceu, segundo ele, principalmente, os apelos de marketing para melhor e maior exposição do rótulo do produto sem a interferência da solda. A lata de aço é plenamente adaptada para toda a cadeia de tintas. “Gosto sempre de ressaltar que ela é a grande responsável por suportar o crescimento do segmento tinteiro em todo o Brasil ao longo de sua história”, destaca Adriano Marson, gerente comercial da CMP. Segundo o executivo, somente uma embalagem com a resistência do aço pode proporcionar remessas a longas distâncias. Além disso, por acondicionar produtos químicos,

Editora Banas

176_Embalagens Embalagens Metalicas.indd 30

23/04/2012 17:21:07


a CMP trabalha essencialmente com eletrossolda o que a capacita desenvolver novos formatos de latas de aço para o mercado de tintas. recentemente, a empresa lançou uma embalagem para 3,6l de massas e texturas sem o anel superior de travamento da tampa para proporcionar maior praticidade ao consumidor final ao utilizar o produto em sua totalidade. “a ideia, que era uma antiga reivindicação dos pintores, foi muito bem-aceita. Estávamos atentos a essa necessidade e conseguimos desenvolver o projeto com um grande parceiro da região Centro- oeste”, revela Marson. a aro também investiu para atender o mercado de tintas imobiliárias. a empresa adquiriu uma linha de impressão quadricolor em UV, que permite a impressão de quatro cores ao mesmo tempo e elimina a queima excessiva de gases na atmosfera, além de garantir qualidade superior de reprodução de imagens. “também investimos na aquisição de linhas para produção de latas de ¼ de galão com neck e solda eletrônica”, revela Luiz Carlos Covelo, diretor-comercial da aro.

NOVOS APORTES EM 2012 Em 2011, a Brasilata investiu r$ 15 milhões na ampliação das linhas de produção e na modernização do setor de litografia. “Podemos destacar a instalação de uma nova impressora quadricolor e uma nova linha para a produção da lata ¼ de galão”, revela Granço. “Este ano, a empresa está instalando uma nova linha para a lata galão, que

Foto: Divulgação

ela não é inflamável. “isso num futuro muito próximo representará menores despesas com seguro no armazenamento e no transporte”, explica.

Luiz Carlos Covelo, diretor-comercial da Aro.

Investimos na aquisição de linhas para produção de latas de 1/4 de galão com neck e solda eletrônica deve entrar em funcionamento, no segundo semestre”, adianta. “2012 deverá ser um ano difícil como foi o ano passado. acreditamos que o crescimento do negócio de tintas imobiliárias não deverá superar o índice de 3%”, analisa o diretor. nos próximos anos, a Prada vai focalizar seus investimentos, principalmente, em custos para atender as exigências do mercado de tintas. segundo o coordenador de negócios, a companhia está planejando concretizar alguns investimentos. Entre eles, estão conjunto de montagem e estamparia para latas de aerossóis, com aumento de capacidade na ordem de 40%; adequação completa de estamparia e linha de montagem para baldes de 18, 20 e 24 litros; atualização tecnológica e Editora Banas

176_Embalagens Embalagens Metalicas.indd 31

31

23/04/2012 17:21:15


especial embalagens metálicas

FATURAMENTO DO SETOR DE TINTAS (US$ MILHÕES) ANO

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

2002

2001

2000

Imobiliária

2.865

2.470

1.936

1.983

1.448

1.206

1.110

888

792

672

837

910

Repintura

355

310

246

262

223

191

180

139

119

101

128

140

Ind. Automotiva

309

270

204

221

171

152

135

107

79

67

90

90

Ind. Geral

965

850

648

727

600

501

455

366

330

280

350

380

4.503

3.900

3.033

3.193

2.442

2.050

1.880

1.500

1.320

1.120

1.405

1.520

TOTAL Fonte: Abrafati

adequação completa de estamparia e linha de montagem para latas de 18 litros com aumento de capacidade; atualização tecnológica e adequação completa de estamparia e linha de montagem para latas de 1/1 galão soldado; e aumento de capacidade com alta tecnologia no setor de litografia com aquisição de duas envernizadeiras e uma nova linha de litografia com tecnologia U.V. “a Prada tem como objetivo um crescimento de dois pontos percentuais acima do PiB para 2012, ou seja, algo em torno de 6% a 8% sobre o total vendido em 2011”, revela santos. nos últimos cinco anos, a Cerviflan investiu o equivalente a 11 milhões de euros na aquisição de novos equipamentos e expansão da capacidade produtiva. Em 2012, mais 5 milhões de euros serão destinados

à compra de novas máquinas”, antecipa Lozargo. Covelo conta que há vários projetos ativos na aro, mas todos esbarram no custo da embalagem. “a embalagem ainda é vista pelos clientes como uma commodity e não se pode inovar sem aumento de custos. temos uma embalagem perfeita para utilização por pintores, desenhada e projetada pela óptica deles, mas que tem custo superior a embalagem convencional, pelo custo de implantação do projeto e pela embalagem em si que tem mais componentes que a embalagem tradicional, portanto, acaba se tornando inviável”, lamenta o diretor-comercial. no negócio de latas para produtos químicos, tintas e vernizes, a aro projeta um crescimento de 5% em

2012. “acreditamos nisto porque nossos clientes já observaram e comprovaram que o importante é o atendimento e o cumprimento da palavra empenhada”, afirma Covelo. no último ano, a CMP adquiriu uma moderna impressora quadricolor. “Com uma única entrada de máquina, faremos a maioria dos rótulos impressos. além disso, está chegando uma nova linha de 18 litros”, afirma Marson. “a empresa também investiu na construção da nova unidade fabril, em Cajamar (sP), que colocará a CMP em um novo patamar. Hoje, a exigência por qualidade é enorme e os controles internos são inúmeros. Pensando nisso, a companhia iniciou este projeto, há mais de três anos, e a previsão de finalização é para 2012.”

Foto: Divulgação

o mercado de tintas e vernizes projeta crescimento de 2% este ano, entretanto a CMP espera crescer 12% dentro do segmento. “Enxergamos diversas oportunidades não exploradas que pretendemos atuar”, avisa o gerente comercial. (M.H.)

INFORMAÇÕES ARO tel.: (11) 2412-7207 | www.aro.com.br BRASILATA tel.: (11) 3871-8500 | www.brasilata.com.br CERVIFLAN tel.: (11) 3787-7666 | www.cerviflan.com.br CMP tel.: (11) 2799-7900 | www.cmp.ind.br

Linha de latas produzidas pela CMP 32

PRADA tel.: (11) 5682-1000 | www.prada.com.br

Editora Banas

176_Embalagens Embalagens Metalicas.indd 32

23/04/2012 17:21:22


Editora Banas

33 BRASILATA.indd 33

33

21/04/2012 00:10:38


Fotos: Divulgação

especial embalagens de vidro

Customização para o mercado de luxo Com a inauguração do centro de criação e inovação Creativ´Lab, da Verallia, em Paris, na França, para a linha de embalagens de vidro Selective-Line, o objetivo é estar um passo à frente das expectativas do mercado

34

V

isando a atender a crescente demanda por potes e garrafas de vidro diferenciadas, a francesa Verallia, multinacional que tem planta industrial, em São Paulo, desenvolveu a linha de embalagens Selective-Line destinada para atender nichos de mercado superpremium e ultrapremium, como bebidas destiladas, vinho e champanhe, bebidas nãoalcóolicas e água e azeite de oliva. No Brasil, a companhia vislumbra o segmento de cachaça, como um forte potencial de negócio para a linha Selective-Line. Essa é a opinião de Axel Guilloteau, diretor da linha Selective. Apostando nesse mercado, a companhia anunciou, em março último, a inauguração do centro de criação e inovação Creativ´Lab para a linha Selective-Line, na cidade de Pont-Sainte-Maxence, em Paris, na França. O centro de criação e inovação vai funcionar na planta de decoração da Saga Décor, sua parceira integrada, que tem capacidade para decorar 50 milhões de garrafas ao ano. A outra parceira da Verallia é a Euroverlux, na Polônia, que tem capacidade para decorar 25 milhões de garrafas ao ano.

Editora Banas

176_Especial_Embalagens de Vidro.indd 34

20/04/2012 23:56:01


Escutamos os nossos clientes e trabalhamos localmente para definir a melhor solução de embalagem

o objetivo, segundo Guilloteau, é trabalhar em parceria com os clientes locais e internacionais através de sua presença global – 47 países - para desenhar e desenvolver potes e garrafas, com formatos inovadores, novas cores e decorações que destacam e agregam valor ao produto. “Escutamos os nossos clientes e trabalhamos localmente para definir a melhor solução de embalagem. Esse é o nosso modelo de negócio que combina força e proximidade”, afirma Jerôme Fessard, CEo da Verallia. o Creativ´Lab é equipado com um moderno sistema de comunicação de dados, que permite compartilhar desenhos ou projetos entre várias plantas industriais, em tempo real, para garantir um rápido desenvolvimento de novos produtos. “o cliente pode se conectar com os engenheiros da Verallia por meio de um link de vídeo para gerenciar as alterações no projeto

da embalagem”, afirma Guilloteau. segundo ele, a área de decoração é equipada com sistema Cad e projeção na tela, que permite a produção de um protótipo de decoração no mesmo dia. a ideia é oferecer modelos e decorações de acordo com as expectativas dos clientes. a linha selective-Line está disponível em estoque, em tamanhos de 50 ml a 1,75 ml. sob encomenda, as embalagens podem ser produzidas nas versões de 500ml, 700ml e 750ml. Vários tipos de decoração podem ser realizados nas garrafas, como serigrafia, metalização, hot-stamping, flocking, relevo interno e externo, efeito submersão, entre outros. Guilloteau destaca o efeito de decoração saticoat, processo exclusivo da saga décor, que pulveriza as embalagens de vidro com esmalte em pó. “os efeitos de decoração de submersão, flocking e laser são

realizados por outro parceiro da Verallia”, afirma o executivo. as garrafas customizadas da linha selective-Line já foram desenvolvidas para marcas premium, como a água mineral Evian, vodka Mamont, champanhe Belle Epoque, entre outros produtos. Por enquanto, as embalagens ainda serão produzidas na França, mas o objetivo da Verallia, no futuro, é ter produção local em outras plantas industriais da companhia. no Brasil, a linha selective-Line também já está disponível para atender o mercado de bebidas sofisticadas. (M.H.)

INFORMAÇÕES VERALLIA tel.: (11) 2246-7214 | www.verallia.com.br

Editora Banas

176_Especial_Embalagens de Vidro.indd 35

35

20/04/2012 23:56:14


Foto: Divulgação

especial npe

36

Editora Banas

176_Especial_NPE.indd 36

22/04/2012 20:29:09


A mais internacional das edições NPE 2012 EM NÚMEROS

1933 55.359 19.283 87.326 M2 EXPOSITORES

VISITANTES DE

26% dos visitantes e 40% do total dos expositores da NPE 2012 são provenientes de fora dos Estados Unidos

COMPANHIAS

DE ÁREA DE EXPOSIÇÃO

Fonte: SPI

s

ucesso é a palavra que sintetiza a nPE 2012 – feira internacional de plásticos, realizada de 1º a 5 de abril, em orlando, na Flórida, nos Estados Unidos. Cenário desse importante evento, o País tem uma indústria plástica imponente, que emprega aproximadamente 1 milhão de trabalhadores e movimenta mais de Us$ 341 bilhões de vendas anuais.

Este ano, o evento superou, em tamanho, a última edição, realizada em 2009, em Chicago, nos Estados Unidos, além de ter atraído visitantes internacionais, mais do que em qualquer outra edição, segundo a sPi: the Plastics industry trade association que promove a nPE a cada três anos. depois de quatro décadas, em Chicago, a nPE ganhou novo centro de exposição, que reuniu 1933 expositores, mais do que nas três edições anteriores da feira. o espaço ocupado pelos expositores foi de 87.326 m2, 23% maior ante 2009, que sofreu o impacto da recessão econômica. o número de visitantes cresceu 26%, totalizando 55.359 profissionais do setor plástico, que representaram 19.283 companhias, contra 18.600, em 2009. do total de visitantes recebidos pela nPE, em 2012, 26% é proveniente de fora dos Estados Unidos, um substancial aumento em comparação com qualquer edição anterior. Um terço desses visitantes é proveniente da américa Latina, comprovando a expectativa da sPi, de que o novo local poderia atrair mais profissionais da região. Editora Banas

176_Especial_NPE.indd 37

37

22/04/2012 20:29:18


A NPE 2012 também estabeleceu um novo recorde de participação internacional de expositores de fora dos Estados Unidos – aproximadamente 750 ou 40% do total. A China participou com maior número de expositores, pouco mais de 300, ou 16% do total. A Ásia e o Oriente Médio responderam por 8% dos expositores e a Europa, 10%. O Canadá participou com 72 expositores, o segundo maior em número de expositores, depois da China. Os 28 expositores do México e da América do Sul representaram o maior contingente da América Latina. O Brasil foi representado pela Braskem, maior fabricante brasileira de resinas plásticas, que patrocinou o pavilhão de sustentabilidade. Apesar de positivas, as estatísticas não traduzem todo o sucesso alcançado pela NPE 2012, segundo William R. (Bill) Carteaux, presidente e CEO da SPI. “Muito mais equipamentos de processamento de plásticos, operando na feira, em relação a 2009, muito mais profissionais participando das conferências, e um programa maior de eventos especiais”, diz Carteaux. “Além das atrações do novo local de exposição e o estímulo de uma economia melhor, outro importante fator que contribuiu para aumentar a participação na NPE 2012 foi a inovação desenhada pela SPI que garantiu aos expositores maior retorno 38

Automação no processo de in-mold labeling da Wittmann

de seu investimento na feira”, afirma Gene Sanders, vice-presidente sênior de conferências e eventos da SPI. Ele continua: “Uma característica totalmente nova na NPE 2012 foi a realização do pré-evento Super Domingo, que incluiu eventos sociais e networking, além de uma noite de gala, com destaque para a palestra de Jon Juntsman Jr”.

INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS Fabricante de injetoras, a alemã Arburg, com escritório no Brasil, apresentou a aplicação do in-mold labeling na injetora híbrida Allrounder Hidrive. Com uma unidade de injeção configurada para alta performance, a máquina, em operação na NPE, estava rotulando dois baldes de polipropileno (PP) de 1 litro, que já saiam da injetora com as alças montadas. Segundo Kai Wender, diretor-geral da Arburg Brasil, esse é o diferencial da tecnologia, e a aplicação tem muito potencial para crescer no Brasil. Ele destaca a altíssima produtividade da máquina, com duas cavidades, que pode produzir até 36 mil embalagens/dia. “O Brasil é um mercado importante para os negócios da Arburg. Nos últimos 10 anos, dobrou a demanda por máquinas de alta tecnologia no País”, afirma o executivo. Em 2012, a expectativa da Arburg é crescer 12% no Brasil.

O processo de in-mold labeling também foi apresentado na TM Xpress 160, uma versão híbrida da Wittmann Battenfeld, durante a NPE. Potes de manteiga com capacidade de 125 gramas e espessura de parede de 0.35 mm foram produzidos em polipropileno em moldes de duas cavidades. De acordo com Marcos Cardenal, engenheiro de vendas da Battenfeld do Brasil, a tecnologia apresenta um sofisticado controle de qualidade em todo o processo por meio de uma inspeção ótica. “A inserção do rótulo e a retirada das peças são feitas por um robô da Wittmann em apenas 2.8 segundos, aumentando a produtividade”, destaca. Ele continua: “A demanda de IML está crescendo, mas ainda falta volume.” Uma característica dessa aplicação é a nova linha modular IML que aumenta a performance e o sistema de controle CNC8 integrado, que oferece várias vantagens. A integração permite operação direta por meio da máquina de injeção, o que Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

especial npe

Balde com alça sai montado da injetora

Editora Banas

176_Especial_NPE.indd 38

22/04/2012 20:29:23


Editora Banas

176_Especial_NPE.indd 39

39

22/04/2012 20:29:29


Foto: Divulgação

especial npe

Injetora híbrida de tampas de alta produtividade

A recente fusão dos negócios da Krauss Maffei com a Netstal, a companhia ampliou o seu portfolio de soluções para atender o mercado. Segundo Klaus Jell, presidente da Krauss Maffei do Brasil, o objetivo é oferecer a máquina ideal para cada produto dos clientes. Ele ressaltou a injetora híbrida MX650-4300 para injeção de tampas, de alta produtividade, que opera com 48 cavidades e ciclos de 13 segundos. A tecnologia é indicada para alta cavitação e moldes pesados, além de oferecer ciclo de secagem rápido e excelente performance de plastificação. “No Brasil, o mercado de embalagem ainda não é o negócio mais importante para a companhia. Hoje, a indústria de automóvel é muito forte”, revela o presidente. No entanto, ele acredita que, no futuro, o setor de embalagem vai crescer e ter mais importância. “Há espaço para crescer no Brasil no segmento de máquinas de embalagem, de alta produtividade, para garantir maior competitividade”, analisa Jell. A sustentabilidade é outra preocupação da companhia no desenvolvimento de todas as máquinas. “Um desafio importante é a economia de energia. Hoje, todas as nossas máquinas podem oferecer uma redução de 40% a 60% de energia, dependendo do tipo de embalagem”, garante. 40

Com eficiência energética para produção de embalagens de parede fina e alta velocidade de injeção para produtos de consumo, a injetora Milacron PowerPak, totalmente elétrica, opera com ciclos de 5 segundos, produzindo 144 mil peças/dia. Hercules Piazzo, gerente comercial da Milacron no Brasil, afirma que a redução de consumo de energia pode chegar a 65%, enquanto nas tecnologias híbridas o índice é de 20%. Outro diferencial da injetora elétrica é a repetibilidade, o que significa mais precisão e redução de refugos. “A tendência do mercado é adotar a injetora elétrica. No Brasil, a empresa já vendeu 400 máquinas elétricas, a maioria para aplicação no segmento de embalagem, que responde por 40% dos negócios”, revela o gerente comercial. O principal mercado para injetoras é o de embalagens de alimentos e cosméticos. “O mercado de embalagem experimenta expansão, há alguns anos, e a expectativa para

A novidade da Husky é uma evolução do sistema de produção de tampas. Trata-se da injetora HyCAP™, com sistema de injeção totalmente integrado, que garante alta produtividade e facilidade de uso. A tecnologia demandou dois anos de desenvolvimento. Segundo Evandro Cazarro, diretor para América do Sul da Husky do Brasil, a companhia investe anualmente 3% do seu faturamento global em pesquisa e desenvolvimento. “O objetivo é sempre se reinventar e se superar”, afirma. Com a aquisição, em 2011, da austríaca KTW, fabricante de moldes para tampas, a Husky agora oferece um sistema completo de injeção, que inclui máquina, molde, câmara quente, controlador de temperatura e software de processo e produtividade. Segundo Paulo Carmo, gerente de negócios de embalagem da Husky do Brasil, essa integração permite oferecer ao mercado de tampas um grau de performance diferenciado. “Com essa tecnologia é possível extrair o máximo de cada passo do processo de produção para processar e injetar a tampa”, explica Carmo.

Foto: Divulgação

possibilita reduzir o tempo de intervenção substancialmente, utilizando a função remoção inteligente.

2012, é que seja um bom ano, já que há projetos globais de nossos clientes, que incluem o Brasil”, revela Piazzo. Ele não revela a empresa, mas diz que se trata de tampas para o segmento cosmético.

Injetora elétrica oferece eficiência energética

Editora Banas

176_Especial_NPE.indd 40

22/04/2012 20:29:35


No Brasil, segundo Carmo, há dois principais focos para a nova tecnologia: tampas para bebidas e tampas especiais de duas peças, com duas cores, para mercado de cosméticos para diferenciação dos produtos. “A KTW domina há muito tempo a tecnologia para fabricação de tampas especiais. Estamos ampliando as oportunidades de mercado e presença na Unilever e Procter & Gamble”, afirma. Outra inovação, resultado do know how da Husky e da KTW, é um novo sistema de tampa para bebidas que vai combater o sistema de compressão. “Essa tecnologia de injeção com conceito diferenciado vai mudar o modelo econômico de injetar tampas”, acentua Cazarro. Na NPE, a Kiefel apresentou a termoformadora KTR 6L Speed para copos de bebidas, iogurtes, copos com tampas snap-on, que opera com capacidade de 125 mil copos/ hora. Durante o evento, a máquina estava trabalhando com copos de polipropileno (PP). Segundo Alexander Donabauer, gerente de vendas para área de embalagem da Kiefel, a máquina oferece alta qualidade, excelente produtividade e custo mínimo. “Além disso, apresenta um sistema inovador de empilhamento vertical desenvolvido pela Kiefel”, afirma. Ele continua: “O Brasil é um importante mercado para essa tecnologia, pois o segmento de copos é um negócio em potencial.”

SUSTENTABILIDADE A Symphony Environmental USA, representada pela RES Brasil no mercado brasileiro, estreou na NPE 2012, visando a reforçar o posiciona-

Foto: Divulgação

“Nós já tínhamos o domínio de todo o processo para atender o mercado de preformas de PET, faltava replicar esse sucesso no segmento de tampas”, acrescenta Cazarro.

Millad NX™ 8000 permite que o polipropileno seja processado em temperaturas mais baixas

mento sustentável do plástico oxibiodegradável. Eduardo Van Roost, diretor da RES Brasil, afirma que a polêmica sobre a sustentabilidade do oxibiodegrável existe por falta de conhecimento. Segundo ele, quem enxerga valor e conhece a documentação do aditivo D2W, desmistifica a polêmica. Prova disso é o crescimento do uso do material em todo o mundo. “Hoje 96 países utilizam o aditivo D2W. Por exemplo, 60% da embalagem de arroz, na China, é produzida com esse material. A demanda deve crescer ainda mais com a nova legislação nos países dos Emirados Árabes, que obriga a comercialização de vários produtos em embalagens oxibiodegradáveis, como sacos de lixo, embalagens de proteção, filmes shrink, filmes stretch, entre outros”, revela. Essa legislação nos Emirados Árabes, segundo ele, que já era o maior mercado de D2W, agora vai crescer ainda mais, além disso, todos os países que exportam produtos para a região terão que se adequar à norma. No Brasil, o mercado de D2W começou com sacolas e foi se expandindo para outros segmentos, como tampas, frascos e embalagens de alimentos. “Ainda há um potencial enorme para crescer no País. Hoje, existem 350 convertedores usando o D2W”, finaliza.

A tecnologia da Milliken contribui para aprimorar a sustentabilidade embalagens de diversas formas. O agente clarificador Millad NX™ 8000 permite que o polipropileno seja processado em temperaturas significativamente mais baixas, entre 190º a 200ºC, uma redução de até 40ºC. “Nossos avançados aditivos são uma resposta à demanda dos fabricantes, end-users, varejistas e consumidores para melhorar a sustentabilidade de embalagens plásticas, enquanto mantém o apelo visual, performance e custo-benefício”, afirma Jean Hall, gerente de negócios da Milliken. Quer conhecer mais novidades do mundo plástico? Em 2015, a NPE será mais uma vez realizada no Orange County Convention Center, em Orlando, na Flórida, no período de 22 a 26 de março. (M.H.)

INFORMAÇÕES NPE tel.: +17032596132 | www.npe.org

Editora Banas

176_Especial_NPE.indd 41

41

22/04/2012 20:29:44


Foto: Divulgação

Ecopoint™ permite aos fabricantes fornecer mais rótulos por transporte

Menos é mais Um papel para rótulo mais leve que permite reduzir até 7% o uso de material e otimizar a performance de alimentação contínua

P

ara atender a demanda pela redução do uso de materiais, a americana newPage Corporation anunciou a introdução do EcoPoint™ de 65 gsm, um novo papel para rótulo, resistente à umidade, que oferece vantagens ambientais e de performance para indústria de água mineral, sucos e refrigerantes. a novidade oferece uma notável redução de consumo de recursos para a indústria de bebidas, de até 7% no uso de papel para rótulo, quando comparado com papel para rótulos tradicionais de 70 gsm. além disso, o novo papel foi desenhado para otimizar a performance em operações de alimentação contínua, bem como em máquinas de rotulagem cut-and- stack.

42

engarrafamento”, afirma Ed Buehler, gerente-geral de papéis especiais da newPage. o EcoPoint™ apresenta certificação FsC – Conselho de Gestão Florestal (BV-CoC-953662), sFi (iniciativa de Gestão sustentável de Florestas sustentáveis) e PEFC ( Pr o g r a m a d e Va l i d a ç ã o d e Certificação Florestal).

Como um papel para rótulo leve, o EcoPoint™ permite aos fabricantes de rótulos a capacidade de fornecer mais rótulos por transporte para indústria de bebidas, reduzindo efetivamente a frequência de transporte e armazenamento de produtos acabados. a produtividade da linha de engarrafamento também é maior, bem como mais rótulos podem ser estocados no equipamento de rotulagem, resultando em engarrafamento contínuo, com poucas mudanças.

além do novo papel, a linha de papéis para rótulos da newPage para mercados de bebidas incluem o duraPoint™, ProPoint™ e o LithoPoint™. a empresa também produz papéis especiais para embalagens flexíveis, técnicas e aplicações de rotulagem sensíveis à pressão.

“Marcas de bebidas globais estão em busca de novas soluções para reduzir o consumo de material de rótulo, sem comprometer a qualidade e a performance de

NewPage Corporation, tel.: (715) 345-5046.

Editora Banas

176_Sustentabilidade.indd 42

23/04/2012 17:36:06


pack | sustentabilidade

Maior resistência e leveza Foto: Divulgação

Nova tecnologia de metal da Ball Corporation permite utilizar alumínio reciclado na produção de aerossol

U

ma tecnologia de metal avançada permite o uso de alumínio reciclado na produção de embalagem aerossol de alumínio extrudado. Essa é a novidade da Ball Corporation. A liga de metal oferece maior resistência e permite ter uma embalagem mais leve sem afetar a integridade da embalagem. A tecnologia desenvolvida pela companhia vai possibilitar ter uma embalagem 10% mais leve do que o esperado no futuro. Atualmente, quase todos os aerossóis de alumínio extrudado são feitos de discos de alumínio virgem. Esses discos de metal são extrudados por impacto para produzir aerossóis para diversos produtos, como protetores solares, aromatizadores de ambiente, desodorantes, entre outros. “Nossos discos ReAl™ irão melhorar a pegada de carbono, além de aumentar a popularidade da embalagem de alumínio extrudado e permitir reduzir o volume de metal na embalagem”, afirma Raymond J. Seabrook, diretor de operações globais de embalagem da Ball Corporation. Segundo ele, esse avanço foi concluído depois de meses de colaboração entre os experts em tecnologia de metal no mundo e o time de inovação. “Isso vai trazer valor agregado para toda a cadeia de valor, com o uso do alumínio reciclado em nossos processos de produção de discos para uma embalagem de alumínio extrudado mais leve. Estamos entusiasmados ao apresentar ao mercado essa nova solução para os nossos clientes de todo o mundo em poucos meses”, afirma. Inicialmente, a Ball vai começar a produzir a embalagem com discos ReAl, na Europa. Essa tecnologia já foi patenteada pela companhia.

Solução inovadora estará disponível em âmbito global em poucos meses

Ball Corporation, www.ball.com

BREVES Fórum Papel cartão Sustentável lança website

Plástico verde é usado em sacolas plásticas

SGD Brasil participa do projeto GHC Protocol

Fórum Papel cartão Sustentável, espaço recém-criado para o diálogo entre os elos da cadeia de produção, consumo e reciclagem de papel cartão em prol da sustentabilidade, coloca no ar seu website www.papelcartao.org.br para compartilhar informações e promover as melhores práticas relacionadas à fabricação do produto. Promovido pelas empresas Ibema, Klabin, MD Papéis, Papirus e Suzano Papel e Celulose, com a coordenação administrativa da Associação Brasileira de Papel e Celulose (Bracelpa), o Fórum – assim como seu site – pretende reunir e disseminar discussões sobre a aplicação e diferenciais do papel cartão.

O plástico verde da Braskem, produzido a partir de matéria-prima renovável, começou neste mês a ser usado em sacolinhas plásticas nas lojas gaúchas da rede Zaffari e Bourbon. A iniciativa é pioneira no setor supermercadista brasileiro e resultado da permanente busca da empresa por parceiros e fornecedores que utilizem fontes renováveis de energia. As sacolas verdes possuem a mesma resistência e capacidade de acondicionamento das sacolas de plástico tradicional e exibem o selo “I’m green™”, identificação internacional da utilização do polietileno verde produzido pela Braskem.

A SGD Brasil é a primeira indústria de vidros do Brasil a participar do projeto GHG Protocol, realizado pelo Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas. O inventário tem como objetivo contabilizar as fontes de emissões de gases de efeito estufa (GEE) associadas às operações diretas e indiretas da empresa. O GHG Protocol é uma metodologia internacional de quantificação e gerenciamento de emissões de gases de efeito estufa, desenvolvida nos Estados Unidos, em 1998, pelo World Resources Institute (WRI).

Editora Banas

176_Sustentabilidade.indd 43

43

23/04/2012 17:36:13


Foto: Divulgação

direto da gôndola

Com o aval do sucesso do produto principal Foto: Divulgação

Uma marca pode ampliar a sua linha de produtos para outras categorias. É uma excelente estratégia para o crescimento rápido e seguro

por exemplo, todos os produtos podem ser vendidos juntos, além de se fazerem conhecidos.

Assunta Napolitano Camilo*

S

empre que uma empresa desenvolve uma marca de sucesso, é quase natural que ela cresça e estenda linhas e produtos para outros segmentos. Esse tipo de estratégia precisa ser acompanhado para que os novos produtos não destruam o bom posicionamento obtido pela primeira linha. É importante também analisar onde cabe ou como as outras linhas poderão transferir o prestígio e a força da marca. Essa é a estratégia que chamamos de guarda-chuva. Normalmente, a marca guarda-chuva protege e dá força aos produtos de uma empresa por meio da associação direta que o consumidor faz dela com os produtos que consome. Ela é percebida como um aval, uma garantia de que aquele produto, tal como o outro ou a outra linha também são bons. Nesse caso, existe uma marca corporativa que dá nome aos demais produtos ou endossa as submarcas às outras linhas, ou no caso, as novas categorias de produtos. As vantagens consistem basicamente na extensão dos atributos percebidos da marca principal ou mãe para as linhas de produtos a um custo menor. Numa única campanha ou anúncio, 44

176_Artigo.indd 44

Divulgar um produto com uma marca já firme leva menos tempo e dinheiro e, portanto, quando já há um produto ou linha indo bem no mercado, lançar uma nova linha dentro do mesmo guarda-chuva pode ser um negócio garantido com altos índices de assertividade. Essa é uma estratégia bem consolidada por empresas de grandes marcas, como Sadia, Nestlé, entre outras. Há oito anos, nascia a Vult, inicialmente com produtos para maquiagem. Em pouco tempo, a marca ficou conhecida pela força da imagem do maquiador, cabeleireiro e estilista, Duda Molinos. As embalagens seguiam a tendência menos é mais, sempre bem clean e básicas na cor preta, como Mac e contém 1g. Eram todas standards de mercado e a personalidade é conferida pela aplicação da imagem da borboleta em relevo no próprio produto. Com posicionamento para o dia a dia, os produtos eram relativamente mais acessíveis e com boa distribuição, o que resultou, em pouco tempo, no seu crescimento de mercado. Depois, a marca foi se diversificando, melhorando os produtos, as embalagens, a comunicação, o design até chegar às linhas atuais. Na sequência, a Vult apresentou uma linha para o corpo e outra para adolescentes, a Vulteen®, dando sinais de que estava realizando um trabalho coeso em busca de progressão, tanto no seu mercado quanto na

evolução de seus produtos. Aliás, a categoria teen não para de crescer. Recentemente, a empresa lançou a linha Hair, estendendo o sucesso da maquiagem com itens completos para os cabelos. A linha conta com xampu, condicionador, máscara, leave in etc. Além de uma sublinha para homens, que vem crescendo muito. O posicionamento agora é um pouco superior. A marca desenvolveu frascos próprios em parceria com a Megaplast, com decoração em serigrafia e design que alonga o produto, deixando-o muito elegante. Além de borboletas em relevo (identidade da marca) em duas cores por versão: uma delas sempre o cinza escuro referencial da marca e que poderia inclusive ser mais destacado. O uso da mesma tampa para o xampu e o condicionador também foi uma proposta muito inteligente. Ela apresenta cores vibrantes e transparentes, conferindo um ar de sofisticação e inovação à marca. O destaque é para o condicionador que é embalado numa frasnaga, diferenciando-o dos demais produtos e das demais marcas desse segmento, que normalmente usam bisnagas ou frascos. O caminho do sucesso pode ser escrito assim: fazer bem, embalar melhor e, ainda, consolidar, estender a marca, crescer, melhorar e assim por diante. Embalagem melhor pode fazer a sua marca e o mundo melhor! *Assunta Napolitano Camilo é diretora do Instituto de Embalagens e da consultoria Futurepack

Editora Banas

21/04/2012 00:02:56


Editora Banas

45 INSTITUTO.indd 45

45

21/04/2012 01:02:28


notas técnicas

BOBINAS DE PLÁSTICO BOLHA As bobinas de plástico bolha são produzidas através da coextrusão do polietileno (PE) com aditivos especiais para embalagens dos produtos que necessitam de proteção contra choques, impactos, riscos e rupturas. São reutilizáveis e recicláveis, inodoros e atóxicos, além de isolantes térmicos. Oferecem transparência de 75% e barreira contra umidade, poeiras e vapores. ATCO Plásticos Ltda. Tel.: (19) 3826-8500 | atco@atco.com.br CONTROLADOR DE PESO Aplicado em empacotadoras volumétricas de caneca ou gaveta, o controlador de peso DWa Check 5P oferece simples operação e pode ser programado pelo operador por um sistema de perguntas e respostas. Possui um display em português com linguagem simples, memória de dados, chave de acesso à programação e saída RS 485. Pesa 100% dos pacotes e corrige automaticamente o peso. DWA Indústria Eletrônica Ltda. Tel.: (47) 3383-3000 vendas@dwa.ind.br

TERMOREGULADOR O termoregulador quente/frio TMQF Touch, da Refrisat, apresenta sistema de refrigeração e aquecimento em um único gabinete. Com isso, atende dois pontos de consumo com temperaturas diferentes adequadas a cada processo. Utiliza água como meio circulante e possui uma saída com temperatura controlada de 5ºC a 25ºC e outra de 5ºC a 90ºC. Possui um controlador com indicador de operações e falhas, interativo com alarme sonoro e visual, controle de temperatura estável e independente para cada ciclo, controlador de nível automático para proteção das resistências e sistema de controle de baixa histerese, impedindo altas variações de temperatura. SANTANA Refrigeração e Instrumentação Ltda. Tel.: (11) 2423-5900 | refrisat@refrisat.com.br

SELADORA AUTOMÁTICA COM TÚNEL ACOPLADO

TRANSPORTADOR DE GARRAFAS O transportador de garrafas, da Arbras, possui estrutura, laterais e pés de inox ou aço carbono pintado, guias laterais reguláveis, altura regulável e pés injetados. A esteira pode ser utilizada para transportar caixas de papelão, fardos de garrafas PET, caixas plásticas, peças e sacos.

Excelente para o trabalho contínuo, a seladora automática EPET SLA5000 opera com filmes termoencolhíveis infestados/dobrados, como poliolefínico, PE, PVC. Ela é construída em aço carbono com pintura epóxi, sensores e controladores digitais e sistema de controle CLP. Sua produção pode chegar até 35 embalagens/minuto. EPET do Brasil. Tel.: (11) 2076-0021 www.epet.ind.br

ARBRAS Máquinas para Engarrafadores Ltda. Tel.: (54) 3289-8800 www.arbras.com.br

46

Editora Banas

176_Notas Técnicas.indd 46

23/04/2012 16:53:39


Editora Banas

47 BTS.indd 47

47

21/04/2012 00:42:43


EDIÇÃO ESPECIAL PACK - FISPAL TECNOLOGIA

1=1000 Preparamos uma promoção especial para os anunciantes da edição de junho da Pack - A Revista de Negócios do Mercado de Embalagem, com circulação na Fispal Tecnologia. Anuncie no formato página e ganhe 1000 reprints do seu anúncio.

E mais: para o verso do reprint preparamos três modelos para serem personalizados: • Informações de produtos em destaque; • Informações sobre sua empresa; • Entrevista do executivo por jornalista da revista Pack. Formato A4 Impressão em Papel Couchê Na frente, espaço para seu anúncio de página publicado na edição de junho da revista Pack

No verso, conteúdo especial sobre sua empresa, produto ou entrevista com o executivo

APROVEITE ESSA OPORTUNIDADE! CONSULTE NOSSA EQUIPE COMERCIAL SOBRE AS CONDIÇÕES ESPECIAIS PARA ANUNCIAR

@EditoraBanas facebook.com/editorabanas

MAIS INFORMAÇÕES

(11) 3500-1910 | publicidade@editorab2b.com.br | www.pack.com.br EDITORA BANAS

49 BANAS.indd 49

49

21/04/2012 02:15:12


painel de negócios

embalagens, máquinas, equipamentos e acessórios

ANUNCIE AQUI! PAINEL DE NEGÓCIOS

LIGUE OU ENVIE EM E-MAIL

(11) 3500-1910

publicidade@banas.com.br

Interação e conteúdo informativo em tempo real

REDES SOCIAIS

Interaja com a Editora Banas e atualize-se com as últimas informações do mercado industrial e de embalagem.

@EditoraBanas Siga a Editora Banas no Twitter e faça parte de um universo de informações simultâneas de qualidade Diariamente são postadas notícias importantes do mercado industrial e de embalagem, que abrange novidades, lançamentos, economia, eventos e mercado internacional.

facebook.com/editorabanas Curta a Editora Banas no Facebook Tenha acesso a informações do mercado industrial e de embalagem, incluindo um conteúdo editorial de utilidade para o público destes segmentos. Abrange, imagens, vídeos e notícias.

MAIS INFORMAÇÕES:

(11) 3500-1910 publicidade@editorab2b.com.br

176 Painel de Negocios.indd 49

21/04/2012 00:46:21


índice de anunciantes página

empresa

site

página

empresa

site

13 . ........... ABEAÇO...........................................www.abeaco.org.br

19 e 49..... IBEMA..............................................www.ibema.com.br

3ª Capa .... ABRE.....................................................www.abre.org.br

45 e 50 .... INSTITUTO DE EMBALAGENS......................................... ...............................................www.institutodeembalagens.com.br

33 . ........... BRASILATA...................................www.brasilata.com.br

2ª Capa .... CERVIFLAN.................................. www.cerviflan.com.br

49 . ........... INTERTEC............................ www.intertecequip.com.br 49 . ........... MOLTEC.......................................... www.moltec.com.br 21 ............. NEO ALUMÍNIO......................www.neoaluminio.com.br

4ª Capa..... DIXIE TOGA................................. www.dixietoga.com.br 39 . ........... ROLAND.......................................www.rolanddg.com.br 31 ............. ELTROMAT...........................................www.eltromat.de

47 ............. FISPAL TECNOLOGIA....... www.fispaltecnologia.com.br

50

17.............. SALAZAR................. www.salazarcomponentes.com.br 46.............. STRAPET........................................ www.strapet.com.br

5 ............... GS1......................................................... www.gs1br.org

3................ TECNOSHOES......................... www.tecnoshoes.com.br

11 . ........... HAVER BRASIL........................www.haverbrasil.com.br

25 . ........... TRANSERG.................................. www.transerg.com.br

Editora Banas

176_Indice de Anunciantes.indd 50

21/04/2012 18:45:56


Editora Banas

3 CAPA ABRE.indd 51

51

21/04/2012 00:19:42


52

Editora Banas

4CAPA DIXIE TOGA.indd 52

21/04/2012 00:11:35

Profile for Revista Pack

Revista Pack 176 - Abril 2012  

As empresas que entenderem a importância do seu valor na estratégia de marketing para canais de vendas serão mais competitivas

Revista Pack 176 - Abril 2012  

As empresas que entenderem a importância do seu valor na estratégia de marketing para canais de vendas serão mais competitivas

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded