__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

www.pack.com.br

226

ANO•17

2 0 1 8

R$ 15,00

EMBALAGEM

TECNOLOGIA

DESIGN

INOVAÇÃO

REPORTAGEM

Aumenta busca por tecnologias mais sofisticadas ENTREVISTA

3D EDI No / ÇÃ va Im O s F pr 2 ro es 27 nt sã ei o ra s

CEO da WNutritional, Daniel Feferbaum, conta como gerar valor por meio da embalagem


carta ao leitor

Todos ganham com inovações!

A

produção de uma embalagem exige conhecimentos específicos para ser bem projetada e garantir a preservação do produto e a sua distribuição no varejo. É a embalagem que permite que os mais diferentes produtos sejam acessados por milhares de pessoas ao redor do planeta. O que está por trás disso? A tecnologia de embalagem tem um papel fundamental. Hoje, com um mercado altamente competitivo, a busca por soluções inovadoras com alta tecnologia e extrema eficiência é ainda mais vital para seguir entregando embalagens cada vez melhores que atendam as demandas e expectativas não só dos consumidores, mas também do varejo. Todos ganham com as inovações tecnológicas. Um bom exemplo disso é o conceito da Indústria 4.0 ou 4a Revolução Industrial que vai impactar o setor industrial. Quem sair na frente vai aumentar a sua competitividade por meio de tecnologias digitais. A fabricante de máquinas de embalagens Multivac saiu na frente ao desenvolver uma nova linha de termoformadas que atende à crescente demanda por soluções inteligentes dentro do conceito da Indústria 4.0.

A nova tecnologia de termoformadoras facilita a operação da máquina e aumenta o uptime, ou seja, expande a produtividade da operação da indústria de alimentos. “Também vai garantir um processo mais seguro de embalagem e garantir a rastreabilidade”, destaca Michael Teschner, diretorgeral da Multivac no Brasil. Outro assunto desta edição é uma solução inovadora de embalagem para o varejo. A Predilecta, um dos maiores produtores de alimentos do país, enxergou uma excelente oportunidade de lançar a sua embalagem display para o produto que é carro-chefe da empresa: o molho de tomate. As caixas utilizadas para transporte dos molhos podem ser transformadas em displays para as gôndolas nos supermercados, permitindo economia de 45% de espaço para exposição da mesma quantidade de produtos. “Isso representa colocar 33% mais produtos dentro de um mesmo espaço e ainda gera uma economia de tempo no abastecimento de em média 20% mais rápida”, afirma Kleber Mendonça, coordenador de marketing da Predilecta. Além disso, os displays podem ser empilhados, gerando praticidade no ponto de venda. Até a próxima edição.

Margaret Hayasaki editora chefe

margaret.hayasaki@gmail.com


226

sumário

A N O • 1 7

2018

Foto: Divulgação

10

10 Entrevista Foto: Divulgação

22

REPORTAGEM Cresce demanda por máquinas de embalagens mais sofisticadas

O CEO da WNutritional, Daniel Feferbaum enfatiza que as embalagens se tornaram um item de extrema importância para os consumidores no processo de decisão de compra

22 Reportagem O tamanho do mercado global de máquinas de embalagem foi avaliado em US$ 39.647 milhões em 2016 e deverá atingir US $ 62.063 milhões até 2023

28 Display

Caixa que vira display, desenvolvida para o molho de tomate da Predilecta permite economia de 45% de espaço na gôndola e gera uma economia de tempo no abastecimento do produto em média 20% mais rápida

32

TENDÊNCIAS

Os desafios e as oportunidades para as marcas

Foto: Divulgação

32 Tendências Um estudo sobre as tendências globais de embalagens para 2018 elaborado pela Mintel apresenta os desafios e as oportunidades que irão impactar os fabricantes, as marcas, e os varejistas no mercado de embalagem

SEÇÕES 6 Agenda

36 Design de embalagem

8 Pack online

40 SUSTENTABILIDADE

14 Notícias

42 notas técnicas

15 Vaivém do mercado

46 Leitura

16 Atualidades

48 Direto da gôndola

20 Vanguarda

4

Editora B2B

INOVAÇÃO

EMBALAGEM TECNOLOGIA DESIGN

Entrevista A embalagem como um item estratégico na gôndola


agenda feiras no brasil Data

Feira

Local

CONTATO

24 a 27 de abril de 2018

Envase Brasil

Parque de Eventos – Bento Gonçalves – Rio Grande do Sul

www.envasebrasil.com.br

22 a 24 de maio de 2018

FCE Cosmetique

São Paulo Expo – São Paulo

www.fcecosmetique.com.br

22 a 24 de maio de 2018

FCE Pharma

São Paulo Expo – São Paulo

www.fcepharma.com.br

12 a 15 de junho de 2018

Fispal Food Service

Expo Center Norte – São Paulo

www.fispalfoodservice.com.br

26 a 29 de junho de 2018

Fispal Tecnologia

São Paulo Expo – São Paulo

www.fispaltecnologia.com.br

07 a 09 de agosto de 2018

Anutec Brazil

Expo Trade Expo Center – Curitiba – Paraná

www.anutecbrazil.com.br

21 a 23 de agosto de 2018

Innovapack

Transamérica Expo Center – São Paulo

www.innovapackexpo.com/pt/

EMBALAGEM | TECNOLOGIA | DESIGN | INOVAÇÃO

PUBLISHER: Fernando Lopes EDITORA CHEFE: Margaret Hayasaki margaret.hayasaki@gmail.com ASSESSORA TÉCNICA: Assunta Napolitano Camilo (FuturePack) assunta@futurepack.com.br REVISÃO: Nazaré Baracho PROJETO GRÁFICO: Editora B2B PRODUÇÃO: Luciano Tavares de Lima (gerente) produção@banas.com.br DESIGNER: Ana Claudia Martins editoracaopack@gmail.com CAPA: Ana Claudia Martins

CONSELHO EDITORIAL Assunta Camilo Napolitano, diretora da FuturePack e do Instituto de Embalagens – Eduardo Tadashi Yugue, gerente de embalagens da Nestlé Brasil – Geraldo Cardoso Guitti, diretor do Conselho Administrativo da Refrigerantes Convenção – Iorley Correia Lisboa, gerente P&D e Inovação de Embalagens – Marcas Exclusivas do Walmart Brasil – João Batista Ferreira, CEO da J2B Innovation to Business – Lincoln Seragini, presidente da Seragini Design – e Luis Fernando Madi, Diretor Geral do Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL)

COMERCIAL Rajah Chahine rajahchahine14@gmail.com Tel.: (11) 3722-0956

feiras no EXTERIOR Data

Feira

Local

CONTATO

29 de maio a 01 de junho de 2018

IPACK IMA Processing & Packaging

Fieramilano – Milão - Itália

www.ipack-ima.com

05 a 08 de junho de 2018

EXPO PACK México

EXPO Santa Fé México – Cidade do México - México

www.expopack.com.mx

02 a 05 de outubro de 2018

Tokyo Pack

Tokyo International Packaging Exhibition – Tóquio - Japão

www.tokyo-pack.jp/en/

Nilton Feitosa nilton.feitosa@nvcon.com.br Executivos de Negócios – São Paulo – Interior Aqueropita Intermediações de Negócios Ltda. Contato: Aparecida A. Stefani Tel.: (16) 3413-2336 – Cel.: (11) 9647-0044 aparecida.stefani@banas.com.br Paraná e Santa Catarina DGS Representação Comercial. Contato: Douglas Garcia da Silva Tel.: (41) 3082-4070 – (41) 8898-8686 dgsrepresentacoes@gmail.com Rio de Janeiro Art Comunicação S/C Ltda. Contato: Francisco Neves Rua Des. João Claudino Oliveira e Cruz, 50 – cj. 607 – CEP 22793-071 – Rio de Janeiro-RJ Tels.: (21) 2269-7760 – (11) 9943-5530 – Fax: (21) 3899-1274 banasrj@uol.com.br

REPRESENTANTE INTERNACIONAL

Cartas&E-mails A Revista Pack quer conhecer a opinião dos nossos leitores. Sua opinião é muito importante para a contínua melhoria da qualidade editorial. Escreva para nós, opinando sobre as entrevistas, reportagens e os artigos. Critique ou dê sugestões de pautas.

ARGENTINA 15 de Noviembre 2547 – C1261 AAO – Capital Federal – Republica Argentina Tel.: (54-11) 4943-8500 – Fax y Mensajes: (54-11) 4943-8540 www.edigarnet.com

Rua dos Três Irmãos, 771 Jardim Progredior – São Paulo-SP – CEP 05615-190 CNPJ 07.570.587/0001-13 – I.E. 149.349.995-116 NOVO TELEFONE: (11) 3722-0956

IMPRESSÃO: Grafilar CIRCULAÇÃO NACIONAL: Tiragem – 10 000 exemplares PERIODICIDADE: ANUAL Nº Avulso: R$ 15,00 PACK – EMBALAGEM | TECNOLOGIA | DESIGN | INOVAÇÃO

AT

EC

D E M ÍD IA S E G

M

E

TA

DA

Editora B2B

D

O

6

IA

T

A

EG

R

A

B2

C AT

B

2008

Filiada à

N

novo TELEFONE: (11) 3722-0956

AN

Rua dos Três Irmãos, 771 Jardim Progredior – São Paulo-SP – CEP 05615-190

IO

E-mail redacao@pack.com.br

IV P R Ê M

PARA SE CORRESPONDER COM A REDAÇÃO

end.

é uma publicação mensal da Editora B2B.

A Pack é dirigida aos profissionais que ocupam cargos técnicos, de direção, gerência e supervisão em empresas fornecedoras, convertedoras e usuárias de embalagens, bem como prestadores de serviços relacionados à logística, design e todos os processos relacionados a indústrias de embalagem.

RE

V I S TA S E G M

É permitida a divulgação das informações contidas na revista desde que citada a fonte. PACK reserva-se o direito de publicar somente informações que considerar relevantes e do interesse dos leitores da revista.

EN


@EditoraB2B

nline

/packrevista

www.pack.com.br Por TATIANA GOMES | tatiana.gomes@banas.com.br

O site da Pack traz noticiário atualizado diariamente, artigos exclusivos e tudo sobre o mercado de embalagem. Mais: vídeos, fotos e a versão digital na íntegra da edição do mês, além das anteriores!

Congraf embala o Ovo Dreams Petit Gateau Luan Santana da Cacau Show

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Perfetto cria açaí de corte

A Perfetto apresenta Purple Power Açaí de Corte. A novidade segue o conceito “corte e sirva” criado pela fabricante para a linha de sorvetes BigRoll. O objetivo é tornar ainda mais prático e gostoso o consumo de açaí.

Ovo Dreams Petit Gateau é o lançamento que traz o Luan Santana na embalagem.

Onde achar? https://www.pack.com.br/copia-economia-1

Onde achar? http://www.pack.com.br/ e http://www.radarindustrial.com.br

Foto: Divulgação

Chocolateria curitibana lança linha especial para Páscoa

[Conexão web ] as mais lidas no pack.com.br

1 2 3 4 5

Jane Walker é a versão feminina de Johnny Walker

Johnnie Walker lança no mercado sua versão feminina do logotipo icônico, numa tentativa de atrair um maior número de mulheres para o uísque escocês e também reconhecer um impulso mais amplo para a igualdade de gênero.

Chocolateria curitibana lança linha especial para Páscoa

Intitulada “Do Cacau ao Chocolate”, a linha deste ano traz os mais de 10 anos de história da chocolateria criada pelas irmãs Bibiana e Carolina Schneider.

“Embalagem combo para fast food” é criada para quem se alimenta na rua

Explorar sabores e texturas de um fruto tão especial como o cacau, é a proposta da Cuore di Cacao para a Páscoa 2018. Intitulada “Do Cacau ao Chocolate”, a linha deste ano traz toda a excelência dos mais de 10 anos de história da chocolateria criada pelas irmãs Bibiana e Carolina Schneider.

Toda quinzena, a newsletter entrega no seu e-mail as notícias mais importantes da indústria de embalagens. Cadastre-se no site! Acesse! www.banas.com.br/banasinforma

8

Editora B2B

Del Valle 100% Origens marca estreia da embalagem de vidro em sucos da Coca-Cola Brasil Del Valle 100% Origens é a primeira bebida da empresa criada dentro de uma metodologia, liderada pela recém-criada área de transformação digital, que acelera o processo de desenvolvimento de produtos.

Braskem se torna fornecedora de Plástico Verde para o Grupo LEGO

Onde achar? https://www.pack.com.br/

O NEWSLETTER QUINZENAL DA INDÚSTRIA

Carlos Eduardo dos Santos, afiliado à Associação Nacional dos Inventores (ANI), criou a “embalagem combo para fast food” para dar mais mobilidade e conforto para esses consumidores.

A Braskem passa a fornecer para o Grupo LEGO o Plástico Verde I’m green™, certificado mundialmente e produzido a partir de cana-deaçúcar. Já em 2018, o Plástico Verde passa a integrar os elementos ‘botânicos’ como árvores, arbustos e folhas das linhas da empresa dinamarquesa, conhecida por seus blocos de montar.

Confira a lista das 10 notícias mais acessadas no site e as leia na íntegra! Fonte: Google Analytics * Período de 22/12/2017 a 15/03/18 Onde achar? http://www.pack.com.br/empresas


entrevista

A EMBALAGEM COMO UM ITEM ESTRATÉGICO NA GÔNDOLA A embalagem da linha de sucos funcionais Life Mix da WNutritional ganhou cores vibrantes e detalhes metalizados que chamam a atenção do consumidor por causa do design sofisticado

Foto: Divulgação

Cada vez mais surgem novos produtos nas gôndolas, acirrando a concorrência, por isso, investimos em um diferencial no layout das embalagens, que agora tem cores vibrantes e detalhes metalizados que chamam a atenção do consumidor por causa do design sofisticado

10

Editora B2B


A

embalagem deixou de ser um mero coadjuvante de um produto e se tornou um item estratégico para atrair a atenção do consumidor nas gôndolas dos supermercados. Na teoria pode parecer fácil, mas, e na prática, como destacar um item nas prateleiras em meio a inúmeras opções de marcas e sabores? Tendo esse desafio à frente, a WNutritional investiu na sofisticação das caixinhas da linha de sucos funcionais Life Mix, que chega ao mercado representando a evolução das bebidas Luminus Life. Esse novo conceito é resultado de uma ação estratégica de construção de uma nova marca, com embalagens que refletem a singularidade das bebidas, com layout moderno, cores vibrantes e detalhes metalizados.

Daniel Feferbaum, fundador e CEO da WNutritional

A linha Life Mix é o novo conceito da WNutritional para as bebidas funcionais. A fórmula original foi ajustada para deixar o produto ainda mais equilibrado. Mas não se preocupe, os benefícios nutricionais, o sabor leve e refrescante, que conquistaram rapidamente o paladar dos brasileiros, continuam presentes! As bebidas, formuladas por médicos e nutricionistas, têm poucas calorias e são fabricadas sem adição de açúcares nem conservantes, e ainda possuem nutrientes adicionados como vitaminas C e D, cálcio, fibras e ácido fólico para ajudar a suprir a demanda diária de nutrientes essenciais para o dia a dia. Além disso, estão disponíveis nos sabores laranja, pêssego, manga e uva com cranberry, nas versões de 1 litro e 200 ml. As informações da tabela nutricional trazem linguagem icônica com ilustrações para facilitar a identificação dos

Editora B2B

11


entrevista

Foto: Divulgação

A A10 Ideias que Transformam é a responsável pelo layout das novas embalagens de Life Mix

nutrientes presentes na bebida e ajudar o consumidor a entender os benefícios, privilegiando a funcionalidade de um produto premium. O verde foi escolhido para ser color code da marca, e é a cor predominante por estar associada à saudabilidade. Essa tonalidade também foi aplicada na logomarca em formato de folha que traz a marca Life Mix. Para realçar e dar maior visibilidade a alguns detalhes da embalagem, deixando-a mais dinâmica, alguns símbolos foram metalizados. Além disso, outro objetivo é destacar os principais atributos da bebida, por isso foram destacados o termo “funcional”, a tabela de nutrientes adicionados e o logotipo, que ainda traz um espectro de cores no entorno, abrangendo as cores magenta, roxo, vermelho, azul-turquesa, amarelo, verde-lima e azul-índigo. O CEO da WNutritional, Daniel Feferbaum enfatiza que as embalagens se tornaram um item de extrema importância para os consumidores no processo de decisão de compra. “Cada vez mais surgem novos produtos nas gôndolas, acirrando a concorrência, por isso, investimos em um diferencial no layout das embalagens, que agora tem cores vibrantes e detalhes metalizados que chamam a atenção do consumidor por causa do design sofisticado.” Segundo ele, as embalagens antigas não valorizavam os atributos presentes e os consumidores também não entendiam o valor agregado nas bebidas funcionais. “Agora, estamos transmitindo de modo efetivo as mensagens que queremos que é oferecer saúde à população por meio de uma bebida saudável, 12

Editora B2B

saborosa e de qualidade, e assim contribuir para uma alimentação equilibrada”, destaca. Revista Pack: Quando o redesign da embalagem da linha de bebidas funcionais Life Mix começou a ser feito? Quem é a agência de design responsável pelo novo layout? DANIEL FEFERBAUM: A elaboração do novo design das embalagens Life Mix começou em dezembro de 2016 em conjunto com a agência A10 Ideias que Transformam, responsável pelo layout. Pack: Descreva os elementos gráficos da nova embalagem da linha de bebidas funcionais Life Mix e por que foram selecionados? FEFERBAUM: A nova embalagem foi desenvolvida com o intuito de colocar o produto na categoria de funcionais e tirá-lo da categoria de sucos convencionais. Para isso, estabelecemos que a cor predominante na embalagem deveria ser o verde, pois é uma cor que transmite ao mesmo tempo seriedade e saudabilidade. Além disso, a fruta deveria figurar como elemento coadjuvante e não como principal, para isso diminuímos as frutas das embalagens e destacamos o funcional e os nutrientes essenciais adicionados ao produto. Por último, utilizamos um color code que lembra a categoria de vitaminas no entorno da logomarca e da palavra funcional. Resolvemos também deixar a embalagem mais premium ao colocar alguns detalhes metalizados na embalagem. Pack: Como os elementos gráficos refletem o posicionamento de saudabilidade da marca?

As embalagens se tornaram um item de extrema importância para os consumidores no processo de decisão de compra FEFERBAUM: O logo em forma de folha, a cor da embalagem verde, os ícones utilizados para representar as funções dos produtos são elementos que refletem os elementos de saudabilidade. Pack: Como a pesquisa feita com os consumidores da marca ajudou no processo de elaboração do novo layout da embalagem? FEFERBAUM: No início de 2017, encomendamos uma pesquisa para saber a percepção dos consumidores com relação à marca, embalagem e às informações disponibilizadas. Identificamos que havia um ruído na comunicação, pois os atributos de nossas bebidas funcionais não eram compreendidos devidamente, por isso optamos em fazer um reposicionamento no mercado da marca Luminus Life, que passou a se chamar Life Mix, termo que já existia na antiga marca e era o símbolo que abrangia os nutrientes adicionados ao produto e os consumidores o confundiam como se fosse a marca do produto. Por isso, o estudo ajudou na construção de um novo posicionamento da marca, a disponibilizar as informações deixando-as mais atrativas e de fácil entendimento para que as pessoas compreendam o valor agregado às bebidas funcionais Life Mix. Pack: Qual é a expectativa da WNutritional com o redesign das embalagens da linha de bebidas funcionais Life Mix? Já é possível sentir o impacto da nova embalagem no ponto de venda? FEFERBAUM: Acreditamos no potencial de crescimento do segmento de bebidas funcionais no Brasil, por isso


decidimos investir na sofisticação das embalagens, que tem sido um instrumento para destacar os produtos na gôndola diante da diversidade de opções que o consumidor encontra nos supermercados. O lançamento do produto foi recente, em setembro de 2017, e, em meados de outubro, as bebidas chegaram aos pontos de vendas, por isso ainda estamos trabalhando no reposicionamento da marca no mercado. Estamos tendo um retorno positivo dos consumidores e nossa expectativa é de que essa mudança gere um aumento de 100% nas vendas. Pack: O novo design da embalagem tem áreas metalizadas localizadas. Como foi o processo de desenvolvimento desta solução? FEFERBAUM: Essa etapa do projeto foi o que mais demandou tempo, pois tivemos que realizar diversos testes nas embalagens até chegar ao resultado que idealizamos. Nossa maior dificuldade foi imprimir com

qualidade esse efeito metalizado nas embalagens para que realmente ficasse atrativo para os consumidores. Pack: Por que a WNutritional escolheu as embalagens cartonadas para a sua linha de bebidas funcionais Life Mix? Há intenção de utilizar outros formatos de embalagens? FEFERBAUM: A escolha das embalagens cartonadas não foi por acaso, pois priorizamos usar um material de qualidade e tecnológico, que preserve os nutrientes adicionados às bebidas, o sabor e o aroma, já que nossos sucos não têm conservantes. As embalagens da Tetra Pak, fabricante das embalagens cartonadas, são formadas por seis camadas intercaladas de papel, plástico e alumínio, e essa tecnologia é essencial para preservar os benefícios agregados às bebidas, por isso, não pretendemos utilizar outro formato de embalagem, além de ser uma solução sustentável. Pack: A sustentabilidade é um

tema-chave na agenda das empresas. Essa questão também foi pensada na escolha do tipo de embalagem para a linha de bebidas funcionais Life Mix? FEFERBAUM: As embalagens cartonadas são totalmente recicláveis e utilizam matéria-prima de fontes certificadas e renováveis. O plástico é proveniente da cana-de-açúcar, por isso é 100% reciclável e biodegradável, além disso, o papel tem certificação de manejo sustentável. Todos esses atributos foram decisivos na escolha do melhor tipo de embalagem para nossas bebidas funcionais. Pack: A rotulagem ambiental está presente nas embalagens da linha Life Mix? Todas as embalagens das bebidas Life Mix possuem o selo de manejo florestal Forest Stewardship Council (FSC) e também a indicação de que são recicláveis, para o descarte seletivo.   Legenda: Daniel Feferbaum, fundador e CEO da WNutritional Legenda:


notícias

Foto: iStock

TRANSFORMADOR DE PLÁSTICO QUER INICIATIVAS QUE O AJUDEM A VENDER MAIS

O

transformador de plástico no Brasil busca por iniciativas que o ajudem a vender mais (59,4%) e acredita que inovação em produtos (49,3%) é o caminho para o crescimento. É o que mostra o estudo de mercado encomendado pelo PICPlast, Plano de Incentivo à Cadeia do Plástico, uma iniciativa setorial da ABIPLAST e da Braskem. Para 59,4% desta amostra, abrir novos mercados é a prioridade. A pesquisa revelou ainda o perfil destes empresários: homens (78,1%), com mais de 35 anos (82,3%) e com escolaridade superior à graduação (86,7%), que conduzem empresas familiares (70,1%), com 50 a 500 funcionários (61,5%), localizadas no estado de São Paulo (46,8%). O estudo também mostra a participação de diferentes áreas da transformação. Os produtos plásticos são obtidos a partir da fusão das matérias-primas e sua conformação em moldes ou matrizes. 55,8% dos respondentes pertencem ao segmento de extrusão de filmes, 31,7% são do ramo de injeção, e 20,5% da área de extrusão sopro. A pesquisa traz também a participação do setor da reciclagem dos materiais plásticos (9%) onde há a fabricação de grãos que retorna-

14

Editora B2B

rão à cadeia produtiva na forma de novos produtos plásticos evitando a extração de novos recursos naturais e aplicando o contexto da economia circular. As empresas ouvidas produzem os mais diferentes tipos de produtos, principalmente embalagens para alimentos e bebidas ou tampas (37,4%). Bobinas (29,5%), produtos para agronegócios (22,3%), construção civil (18,7%) e embalagens para cosméticos (15,1%) também aparecem com grande relevância entre os itens produzidos. Investir em renovação tecnológica, principalmente na área de processos e equipamentos, é o desejo de 38,5% dos empresários. O mercado e a concorrência são considerados os principais desafios para o crescimento para cerca de 30% dos entrevistados. Os empreendedores da indústria do plástico têm interesse em iniciativas voltadas à eficiência operacional, comprovado pelos percentuais altos daqueles que querem reduzir perdas (67,7%) e aumentar o controle de qualidade (61,2%). Para atender a estas demandas, o PICPlast realiza, ao longo do ano, uma série de ações que visa beneficiar os atuantes do setor. Desde 2013 já foram investidos cerca de R$ 15 milhões em iniciativas direcionadas aos transformadores. São projetos que auxiliam desde o pensamento com foco em inovação até gestão financeira e controle de qualidade.


Vaivém do mercado

notícias

BEMIS INSTALA FORMADORA DE POUCHES PARA VEGETAIS EM UNIDADE DA PREDILECTA

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Nova liderança na Tetra Pak

Máquina in house deve quintuplicar a produtividade de embalagens para vegetais para 6 milhões de pouches por mês

B

emis, uma das maiores fabricantes de embalagens do mundo, instala formadora de pouches Totani na unidade de Patos de Minas da Predilecta, em Minas Gerais. O equipamento entrou em operação no mês de novembro e deve quintuplicar a produtividade de embalagens para vegetais para 6 milhões de pouches por mês. Além dos vegetais, os pouches também poderão ser utilizados para molhos, atomatados, condimentos e pratos prontos. “Apostamos sempre em inovação dentro de nosso segmento, e para mantermos a  liderança na produção de atomatados e vegetais, é de grande importância termos tecnologia dentro de nossa fábrica, para garantir o sucesso de nosso planejamento de expansão dentro do mercado de vegetais em embalagem pouch, desta forma garantimos maior controle, facilidade logística, além de geração de emprego qualificada para o município de Patos de Minas”, afirma Bruno Trevizaneli, diretor da Predilecta. A Predilecta é cliente da Bemis há mais de 10 anos e contou com a multinacional de embalagens em todo o processo de substituição de latas por pouches, seguindo a demanda do mercado por embalagens mais modernas, sustentáveis e com maior eficiência logística. “Temos acompanhado o crescimento do mercado de alimentos, oferecendo soluções inovadoras customizadas para atender às necessidades de nossos clientes. Para implementarmos a produção de embalagens in-house na Predilecta contratamos e treinamos catorze funcionários para a nova operação”, afirma Manoel Padula, diretor de Operações da Bemis para a América Latina.

Monica Pieratti é a nova líder de marketing da área de processamento da Tetra Pak Américas. A executiva chega com o desafio de desenvolver produtos e serviços que tornem a indústria alimentícia mais competitiva, além de fomentar a inovação, alta performance e eficiência dos fabricantes de alimentos e bebidas. Na companhia desde 2001, a executiva já atuou no escritório de Modena, na Itália, como gerente global de Marketing, e, em 2011, foi transferida para a filial da empresa em Lima, no Peru, no cargo de gerente de marketing e produto. Em 2014, voltou ao Brasil para assumir a posição de gerente de portfolio, na qual permaneceu até fevereiro deste ano. Formada em Marketing pela Universidade Luterana da Califórnia, Monica também acumula passagens por Colgate-Palmolive e Coca-Cola.

Electro Plastic anuncia nova contratação Adelmo Gueiros é o novo consultor técnico comercial da Electro Plastic. O profissional vai auxiliar no desenvolvimento de novos produtos e vai estreitar o relacionamento com as principais instituições públicas e privadas que difundem tecnologia para o setor do agronegócio, além de manter contato com órgãos de pesquisa responsáveis pelo desenvolvimento de novas tecnologias, conduzindo testes oficiais. É a segunda vez que Gueiros, que tem vasto conhecimento do setor de agronegócio, faz parte da equipe de colaboradores da Electro Plastic. Em sua primeira passagem, o executivo trabalhou por 30 anos na empresa, ocupando o cargo de Gerente do Sistema de Qualidade e Desenvolvimento e Pesquisa. O retorno do profissional agregará valor e trará novos conhecimentos à companhia.


atualidades

Foto: Divulgação

A Panco traz uma deliciosa combinação de tradição e sabor para as comemorações da Páscoa: o Pane di Pasqua, cuja receita é baseada no original Pão de Páscoa italiano, que se espalhou pelo mundo e já se incorporou às festividades como uma alternativa deliciosa para este momento de união das famílias. A grande novidade deste ano é o sabor brigadeiro, que se juntou aos tradicionais frutas cristalizadas e gotas sabor chocolate. As embalagens foram renovadas pela Team Créatif, como parte do processo de rejuvenescimento e evolução no posicionamento da marca iniciado no ano passado. Modernas e atraentes, elas são perfeitas para presentear familiares e amigos.

16

Editora B2B

Embalagem clean e leve A Superbom, empresa alimentícia especializada na fabricação de produtos saudáveis, amplia o extenso portfolio com o lançamento da Granola Superbom. Composto por aveia integral, frutas secas, coco, amêndoas e mel, o produto está disponível em embalagens de 500g e 1 kg. Desenvolvido pela agência interna da Superbom, o conceito de design gráfico da embalagem explora um visual clean e leve para se destacar diante dos concorrentes na gôndola. O primeiro diferencial da embalagem é a sua cor verdeazulada vibrante, além de destacar os ingredientes mais nobres na lateral esquerda do painel frontal, reforçando os atributos de saudabilidade dos produtos da marca. Por esse motivo, a marca também destacou os benefícios do produto na lateral direita e no verso da embalagem. A tipografia foi escolhida com o objetivo de transmitir leveza. O fornecedor da embalagem é a Anca Plast S.A.

Foto: Divulgação

Perfeitas para presentear


atualidades

Foto: Divulgação

Cara nova: a cor verde está mais predominante

Lançado em 2001 pela Yakult do Brasil como opção de leite fermentado para o público adulto, o Yakult 40 está com nova embalagem. Com a mudança, a cor verde característica está ainda mais predominante no rótulo do frasco e no pacote de seis unidades, seguindo a mesma linguagem das outras duas versões comercializadas pela empresa: Leite Fermentado Yakult (vermelho) e Yakult 40 light (azul). O objetivo da empresa com esta uniformização é facilitar ainda mais a identificação dos três tipos de Leite Fermentado Yakult pelos consumidores nos pontos de venda. “Queremos movimentar a venda do Yakult 40 com a renovação da imagem do produto, que era a mesma há nove anos”, afirma o vice-presidente da filial brasileira da Yakult, Atsushi Nemoto.  O Yakult 40, que possui 40 bilhões de Lactobacillus caseiShirota, foi o primeiro leite fementado lançado no Brasil com foco nos idosos e no consumidor adulto que leva uma vida agitada, convive com estresse e toma medicamentos com mais frequência.  Já o Yakult 40 light, lançado em 2016, é mais voltado ao consumidor jovem ou com estilo de vida moderno e que se preocupa com um consumo menor de calorias. O produto apresenta apenas 30 calorias por frasco. O primeiro Leite Fermentado Yakult, lançado pela empresa no Brasil em 1968, é direcionado a toda a família.

Foto: Divulgação

A Grings Alimentos Saudáveis não para de inovar e amplia o portfolio para proporcionar cada vez mais produtos saborosos, práticos e nutritivos. Os mais recentes lançamentos da empresa são os Mini Cookies em embalagens de monoporção de 30 g. Essa deliciosa novidade conta com oito sabores diferentes, divididas em duas versões: Integral Zero Açúcar, adoçados com o edulcorante 100% natural stevia, (sabores frutas cítricas, berries, castanhas, capuccino) e Granola (sabores castanhas, banana e mel, baunilha com gotas de chocolate e café, cacau e laranja). As novas embalagens foram desenvolvidas pela Catenacom para acompanhar o perfil dos novos consumidores. Com cores mais vibrantes e elementos mais atuais, as embalagens ganham vivacidade no ponto de venda por meio de uma nova hierarquia que ressalta a qualidade dos produtos produzidos pela Grings Alimentos de forma mais intuitiva e moderna. O layout também proporciona maior destaque às embalagens no ponto de venda e ressalta a qualidade dos

Foto: Divulgação

Porção única

produtos por meio de seu appetite appeal, com o intuito de estimular o shopper (comprador) para fazer a sua escolha. O fornecedor da embalagem é a Rio Plastic.

Editora B2B

17


atualidades

Linha OQ é envasada em garrafas de vidro e

Foto: Divulgação

não exige refrigeração

De olho no potencial de mercado das regiões Sul e Sudeste do País, a fabricante de alimentos OQ Bebidas Saudáveis apostou na diversificação de sua linha de bebidas. A marca acaba de lançar a água de coco OQ, um produto 100% natural, sem adição de açúcares ou conservadores, rico em sais minerais e com baixo teor calórico. A variedade chega ao mercado em garrafas da Owens Illinois (O-I), líder mundial na fabricação de embalagens de vidro, nas versões 300ml, 500ml e 1litro. O grande diferencial da água de coco OQ é sua capacidade de ser mantida em temperatura ambiente,

18

Editora B2B

isto é, não exige refrigeração. A bebida pode ser encontrada diretamente nas prateleiras de supermercados e mercearias, dispensando o uso de geladeira para manter o produto em boas condições. “Sabemos que os consumidores estão cada vez mais atentos à procedência, qualidade e aos benefícios dos alimentos que são levados para dentro de casa. Por isso, investimos muitas horas para desenvolver um processo de produção diferenciado, que mantém as características da água de coco in natura, preservando o sabor e frescor do coco verde, um produto 100% natural”, diz Sydney Tavares, gerente nacional de Vendas da OQ Bebidas Saudáveis. O porta-voz conta que a equipe de desenvolvimento de produtos da marca levou mais de um ano realizando pesquisas e testes para chegar ao melhor resultado. “Há todo um cuidado desde a colheita até o envasamento. Percebemos, por exemplo, que o coco não deve ter contato direto com o solo, assim evitando qualquer contaminação. Nossas frutas passam, então, por um processo rigoroso de assepsia antes de entrar na linha de extração”, explica. A preocupação com a saudabilidade se estendeu à embalagem. O vidro não foi escolhido apenas com o objetivo de valorizar a linha, mas de preservar a qualidade e as características da bebida envasada sem qualquer tipo de alteração, ainda que passe por mudanças de temperatura. Pensando nisso, a empresa contou com a expertise da O-I para o fornecimento das garrafas. “Percebemos que há uma preocupação da marca em mostrar ao consumidor que o produto a ser adquirido é realmente de qualidade e que não inclui ingredientes que possam prejudicar a saúde”, diz

Gustavo Costa, gerente de Contas Especiais da O-I. Para além do conceito da marca de oferecer “saúde na garrafa”, a nova integrante da linha OQ leva inovação às gôndolas, além de trazer benefícios para quem vende e para quem compra. “O fato de a bebida dispensar armazenagem refrigerada é um diferencial que beneficia o consumidor, pois ele poderá levar para casa uma bebida natural e com shelf life de até seis meses; beneficia também o varejista, que economiza em equipamentos e energia para manter os produtos na gôndola”, explica Costa. Ele conta também que alimentos à base de coco compõem um nicho importante a ser explorado, principalmente em regiões onde o cultivo da fruta não é tão intenso. O produto foi pensado justamente para abastecer o mercado Sul e Sudeste, onde a oferta de água de coco natural é mais restrita. O objetivo é que o produto possa ser encontrado não apenas nas prateleiras dos supermercados mas também em bares e restaurantes. Por enquanto, a água de coco OQ está disponível aos consumidores na cidade de Recife (PE), em mercearias como Casa dos Frios e Greenmix, e na loja do site da marca: oqfazbem. com.HYPERLINK “http://oqfazbem. com.br/”br. A previsão é que até o início do segundo semestre o produto chegue a outras regiões. As demais opções de bebidas da linha OQ estão disponíveis em todo o país, em redes como Pão de Açúcar, Wallmart e Carrefour. É possível encontrar os sucos de uva integral, além de quatro opções de águas de coco com fruta, nas versões cranberry, uva, maracujá e frutas tropicais (maracujá, manga e abacaxi), que podem também ser consumidas como repositores.


atualidades

A Sorvetes Jundiá acaba de lançar a nova embalagem de seu já conhecido picolé Napolitano – 3 em 1. O novo invólucro ganhou comunicação mais moderna e colorida, seguindo a mesma linha do mais novo lançamento da marca, o Cioccolato, outro picolé 3 em 1. Na embalagem do Napolitano, os desenhos de morangos, cacau e pote de leite se destacam, assim como no Cioccolato, o grande destaque é a árvore que dá origem ao cacau, além do próprio fruto, o cacau - já que o picolé possui três sabores de chocolate.

Fotos: Divulgação

Praticidade e conveniência

Fotos: Divulgação

Mais moderna e colorida

A Coca-Cola Brasil aposta no sabor das frutas cítricas para refrescar os brasileiros em sua nova linha de bebidas. Del Valle Fresh chega para o verão em dois sabores: limão e laranja. Ideal para dar aquela pausa refrescante em todos os momentos do dia, Fresh faz parte da família Del Valle e traz praticidade e leveza como suas principais características. O novo produto será vendido em garrafas PET de 1,5 litros e também em embalagens individuais de 200/250ml e de 400ml, que proporcionam maior conveniência para o consumo fora de casa. “Del Valle Fresh é uma alternativa para quem busca o sabor de Del Valle em uma bebida leve, sem abrir mão de qualidade. Escolhemos as frutas consideradas mais refrescantes, o que faz com que se adeque a várias ocasiões, especialmente aquelas que representam uma pausa na rotina intensa do dia a dia”, explica Pedro Abondanza, gerente de marketing da Coca-Cola Brasil para a marca Del Valle.

Editora B2B

19


vanguarda Foto:s Divulgação

QUANDO O DIFERENCIAL VEM DAS EMBALAGENS DE TRANSPORTE Os sistemas de transporte personalizados e reutilizáveis da ARENA podem gerar economias consideráveis nos custos de transporte e armazenamento

Assunta Napolitano Camilo*

R

aramente lemos artigos sobre embalagens de transporte, porém neste campo há inúmeras possibilidades de aumentar a competitividade. Principalmente num país continental como o Brasil, com pontos de consumo e produção distantes. Sistemas de transporte personalizados e reutilizáveis, como os fornecidos pela ARENA, empresa líder nos mercados americano, canadense e mexicano, podem gerar economias consideráveis nos custos de transporte e armazenamento intermediário de matérias-primas ou produtos finais como pós, líquidos, géis e pastas. Além de garantir segurança dos funcionários e alimentar ou de não contaminação de produtos quando for o caso. Trata-se de contêineres plásticos desmontáveis com sacos grandes internos (bags ou liners) conhecidos no mercado internacional como Intermediate Bulks Containers (IBC’s). Todos os aspectos na concepção, desenvolvimento e implementação de sistemas de embalagens de transporte reutilizáveis são considerados para se obter uma solução ótima para cada caso. Por meio de design e engenharia integrados para materiais e fabricação, é possível focar na melhoria de eficiência e na sustentabilidade da embalagem. E, ao mesmo tempo, gerar redução de custo para todos os envolvidos. Exemplo disso é a aliança estratégica entre a Arena e a GE Plastics para o desenvolvimento de um termoplástico especial, de alto desempenho, que garante vida útil dos contêineres de 20 anos. Além disso, o material tem peso menor, o que permite ter contêineres de maior capacidade (1250 litros contra os normais de 1000 litros) e reduzir o custo do frete, já que pesam apenas 79 quilos. O sistema é desenhado para ser ergonômico, fácil e rápido de montar (apenas 20 segundos). Quando desmontados, os contêineres retornáveis ficam compactados de forma que permitem transportar mais de 180 embalagens. Outra considerável economia de frete e espaço. Os sacos internos, bags ou liners são reconhecidos pelos profissionais de embalagens como os mais inovadores e fáceis de usar no mercado. Podem ser de diferentes materiais ou estruturas a fim de atender as necessidades dos clientes. Têm certificações e podem ser irradiados quando necessário ou aplicações específicas. O sistema Arena Drop-In Cassette Liner Systems (modo especial de dobrar o bag com suporte de papelão ondulado) reduz o tempo de montagem, eliminando

a preparação extra, que consome mão de obra. Uma das patentes da ARENA é uma bomba pneumática simples que facilita a remoção do produto no momento do esvaziamento. O que garante redução de perdas de material. O palete é integrado e as lanças de empilhadeira podem entrar por qualquer lado. Os LINERS fornecidos pela Arena Products satisfazem as aprovações de agências apropriadas. Todos os requisitos do FDA são respeitados e​​ os bags acabados atendem os padrões Kosher, Interstate Milk Shipping (IMS) e USDA. O Sistema de Gestão de Segurança Alimentar tem o certificado ISO22000:2005 e cGMP e design são certificados para PAS223: 2011 para fabricação e fornecimento de embalagens de alimentos. Além disso, uma variedade de tamanhos de acessórios, estilos e cores pode ser encomendada para atender aos requisitos de cada empresa. Ainda contam com serviço e infraestrutura de gerenciamento de ativos e logística para todos os produtos. Combinar inovação e serviço é realmente uma proposta de VANGUARDA que mostra que

Embalagem melhor promove um mundo melhor. Sempre!

*Assunta Napolitano Camilo: Diretora da FuturePack – Consultoria de Embalagens e do Instituto de Embalagens – Ensino & Pesquisa. Articulista, professora e palestrante internacional de embalagens. Recebeu diversos prêmios, entre eles o de Profissional do Ano e o de Melhor Embalagem do Ano. Coordenadora dos livros: Embalagens Flexíveis; Embalagens de Papelcartão; Guia de embalagens para produtos orgânicos; Embalagens: Design, Materiais, Processos, Máquinas & Sustentabilidade, entre outros. Diretora do Kit de Referências de Embalagens e da coleção Better Packaging. Better World.

20

Editora B2B


Foto: Divulgação

matéria especial de capa | FCE|Pharma máquinas e FCE de embalagens Cosmetique

CRESCE DEMANDA POR MÁQUINAS DE EMBALAGENS MAIS SOFISTICADAS As máquinas de embalar são o segundo segmento de crescimento mais rápido na indústria global de máquinas de embalagem

22

Editora B2B


matéria de capa | máquinas de embalagens

A termoformadora X-Line da Multivac acaba de conquistar o Gold InternationalFoodtec Award 2018 por sua tecnologia inovadora

O

tamanho do mercado global de máquinas de embalagem foi avaliado em US$ 39.647 milhões em 2016 e deverá atingir US $ 62.063 milhões até 2023, crescendo em um CAGR de 6,7% de 2017 a 2023, segundo estudo da Allied Market Research. O segmento de máquinas de envase respondeu pela maior participação em 2016 e provavelmente permanecerá dominante durante o período de previsão. A demanda de máquinas de embalagem é, em grande parte, impulsionada pela crescente procura por bens de consumo, pelo aumento da adoção de máquinas de embalagem automatizadas e pelo desenvolvimento de máquinas que oferecem eficiência energética. Máquinas modernas e automáticas de embalagem são usadas em diferentes estágios e asseguram maior produtividade. O outro fator chave que impulsiona o mercado global de máquinas de embalagem é a crescente demanda de robôs pelas várias indústrias de usuários finais. As máquinas de embalagem desempenham um papel vital na garantia da segurança do produto em toda a cadeia de abastecimento. As máquinas de embalagem utilizadas no segmento farmacêutico ajudam a manter a estabilidade dos medicamentos e mantêm a sua vida útil. A IMA S.p.A. e a Robert Bosch GmbH são os principais fabricantes de equipamentos de embalagem farmacêutica. As máquinas de embalagem do tipo blister, as máquinas de contagem, as máquinas de enchimento e selagem de tubos, máquinas de cartão, máquinas de embalagem e rotulagem são as mais utilizadas no mercado de farmacêuticos.

Assim, espera-se um crescimento notável até 2023 do segmento de máquinas de embalagem de produtos farmacêuticos. Além disso, espera-se que a crescente demanda por embalagens atraentes e inovadoras na indústria de alimentos e cosméticos reforce a demanda por máquinas de embalagem. As indústrias de usuários finais estão migrando cada vez mais para o uso de equipamentos sofisticados, integrados e padronizados para cumprir os padrões ambientais e reduzir o desperdício de embalagens. Espera-se que a indústria global de alimentos e bebidas cresça a uma taxa notável ao longo do período de previsão. A maior parte dessa demanda é esperada dos países emergentes devido ao aumento da renda

Editora B2B

23


matéria especial de capa | FCE|Pharma máquinas e FCE de embalagens Cosmetique do consumidor, ao aumento de alimentos embalados prontos para o consumo e à melhoria dos padrões de vida. Isso aumentou a demanda de alimentos embalados em todo o mundo, o que, por sua vez, oferece lucrativas oportunidades de mercado para o mercado de máquinas de embalagem. A indústria de usuários finais de crescimento mais rápido para o mercado de máquinas de embalagem é o segmento da indústria de cosméticos, que deverá expandir em um CAGR de 7,9%, totalizando US$ 3,274 milhões em 2023.

Machinery Company e Harland Machine Systems Ltd.

A Ásia-Pacífico respondeu pela maior participação no setor global de máquinas de embalagem em 2016 e o seu domínio deve ser mantido durante todo o período de previsão devido à existência de uma grande variedade de fabricantes de produtos alimentares e bebidas e produtos de cuidados pessoais na região. Prevê-se que a região cresça a uma taxa maior no futuro próximo em função da alta taxa de crescimento econômico e grande demanda nos mercados emergentes da China e da Índia.

Alta tecnologia para cápsulas de café

A América do Norte e a Europa estão entre os mercados mais maduros para máquinas de embalagem, pois estas regiões desenvolvidas contam com a presença de um grande número de players que operam no mercado. O foco dos principais players é a expansão das suas operações de negócios nos países emergentes, adotando várias estratégias, como aquisições e contratos/ acordos. Os principais players neste estudo são Adelphi Packaging Machinery, Aetna Group, B & H Labelling Systems, BarryWehmiller Companies, Inc., Bosch Packaging Machinery, Bradman Lake Group, CKD G r o u p , C o e s i a S p A , Fu j i

O consumo de café em cápsula veio para ficar. Há vários tipos de cafés, sabores e misturas para atender todos os paladares. De olho nesse mercado que vem crescendo no Brasil, a Optima, fabricante de máquinas de embalagem, identificou, logo no início, a tendência de dose única no mercado de café. A sua experiência em máquinas de embalagem para o segmento alimentício ajudou no desenvolvimento das linhas CFR e CFL de dosadoras de cápsulas de café. Segundo Michael Siebmann, supervisor de vendas Consumer da Optima, a empresa também possui experiência em dose única de chá e produtos concentrados líquidos. Para preservar o aroma e o sabor do café, a máquina conta com alta tecnologia, como a selagem hermética das cápsulas de alumínio e das cápsulas plásticas com barreira. Além disso, a dosagem do café é feita em ambiente controlado, com redução da concentração de oxigênio (até <0,1%) e injeção de nitrogênio para evitar a oxidação e perda de qualidade do café. A tecnologia da Optima pode ser desenvolvida de acordo com

Foto: Divulgação

As máquinas de embalar são o segundo segmento de crescimento mais rápido na indústria global de máquinas de embalagem. A maioria do crescimento no mercado deverá ser testemunhada pelas regiões emergentes da Ásia-Pacífico e África. Fatores como o aumento da demanda de alimentos e bebidas frescos, bens domésticos e de cuidados pessoais e indústrias farmacêuticas, e o crescimento do setor de varejo impulsionaram o mercado global de máquinas de embalagem. No entanto, as máquinas de rotulagem provavelmente mostrarão um crescimento notável durante o período de previsão devido ao aumento da demanda por embalagens personalizadas e regulamentações

governamentais que exigem rótulos nos produtos.

24

Editora B2B


matéria de capa | máquinas de embalagens

Atualmente, a Optima entende que o setor de cápsulas de café como um mercado crescente em todo o mundo. “Nos países em desenvolvimento, como o Brasil e a região da América Latina, existe um potencial de crescimento muito grande para os próximos anos”, afirma Siebmann.

Foto: Divulgação

Em sua sede na Alemanha, a Optima Consumer possui um departamento dedicado exclusivamente para máquinas e linhas completas para produtos dose única/cápsulas.

Optima CFR: dosadora de cápsulas de café atende diversos tipos e formatos já disponíveis no mercado

a cápsula do cliente, atendendo diversos tipos e formatos já disponíveis no mercado. “Também é possível adequar a máquina para outros tipos de cápsulas, até mesmo biodegradáveis. A capacidade de produção atende desde pequenos lotes até alta produção”, destaca Siebmann sobre a versatilidade e flexibilidade do equipamento.

Oportunidades e desafios O mercado de dose única no Brasil e LATAM está ainda no começo. Além das máquinas de embalagem de alta qualidade oferecidas pela Optima, a embalagem (cápsula, filme de selagem) e os equipamentos periféricos (moinho) desempenham um fator decisivo para o sucesso no negócio de monodose de café.

“Somente se todo o processo de industrialização dos fabricantes de cápsulas - desde a torrefação, o triturado, o transporte, até o processo de dosagem e selagem da cápsula – tiverem alta qualidade consistentemente, o usuário final também pode esperar um produto final de alta qualidade – o café expresso extraído em uma xícara”, opina Siebmann. Ele continua: “A garantia de qualidade que acompanha o processo é indispensável (controle de moagem, conteúdo residual de oxigênio na cápsula, teste de estanqueidade da cápsula, tempo de extração do café, teste de paladar). Com muitos anos de experiência no processo de dosagem de cápsulas, a Optima oferece um serviço de consultoria para o cliente”.

“A subsidiária brasileira em Vinhedo (SP) também está investindo fortemente em marketing, vendas e serviços locais. O serviço de pós-vendas e fornecimento de peças de reposição para o mercado latino-americano é 100% realizado pela Optima do Brasil”, finaliza. A companhia possui uma experiência de mais de 150 máquinas de cápsulas instaladas no mundo inteiro.

Soluções customizadas de ensacamento A Haver & Boecker possui equipamentos e soluções de ensacamento para diversos tipos de produtos, sólidos à granel, líquidos e pastosos, com capacidades de produção de até 6 mil sacos/ hora e diversas embalagens, como por exemplo, sacos valvulados ou boca aberta de papel, polietileno, polipropileno, ráfia ou PE aluminizado. “Contamos com especialistas em todas as áreas preparados para oferecer soluções completas e personalizadas para diversos segmentos de mercados como cimento, materiais de construção, alimentos, química e mineração”, afirma Leandro Vieira,

Editora B2B

25


especialista em ensacamento da Haver & Boecker. Os equipamentos com sistema de pesagem Haver MEC4 garantem uma linha de produção consistente, precisão de pesagem e sacos entregues ao cliente sem erros.

Foto: Divulgação

matéria especial de capa | FCE|Pharma máquinas e FCE de embalagens Cosmetique

A automação também está presente nas máquinas da Haver & Boecker, garantindo o controle minucioso da produção. Além disso, segundo ele, também há o suporte remoto em tempo integral que propicia a solução contínua dos problemas e o suporte ao ciclo de vida necessário para uma produção ininterrupta. “Os componentes do HAVER Automation Quattro oferecem a combinação exclusiva de conhecimentos de produção e recursos de automação de processos que permite o controle dos rápidos ciclos de sua produção”, informa Vieira. Não basta alta tecnologia, o equipamento também tem que atender a demanda crescente por soluções mais sustentáveis. Os sistemas de selagem das ensacadeiras reduzem significativamente a emanação de pó para o meio ambiente, garantindo um local limpo e seguro para o funcionário. “Além de evitar a poluição, reduzir os gastos energéticos com sistemas para limpeza deste pó, também garantem embalagens mais limpas e compactas, o que reduz a perda de produto”, destaca Vieira.

Desafios A Haver & Boecker vende soluções customizadas, por isso, segundo Vieira, o maior desafio da empresa é entender a necessidade do cliente e o mercado que abrange seus produtos. “Por isso cada projeto é específico para atender a demanda do cliente, tornando cada solução personalizada e customizada”.

26

Editora B2B

IOF-1: ensacadeira da Haver & Boecker para produtos granulados e sacos do tipo boca aberta

Por exemplo, recentemente, a empresa desenvolveu dois projetos para a ensacadeira IOF-1, uma máquina automática totalmente modular, que começou a ser fabricada no Brasil, em 2017. “Nosso maior desafio nesses projetos, foi desenvolver uma máquina automática que atendesse embalagens que antes utilizavam aplicação manual”, revela o especialista em ensacamento.

Além disso, a companhia Haver conta com diversas soluções para atender todo sistema de despacho do cliente, soluções para processamento, armazenagem, mistura, envase, ensacamento, paletização, carregamento automático e automação.

“As oportunidades estão em diversas áreas, desde a instalação de novas plantas para novos produtos onde a experiência e grande gama de equipamentos Haver & Boecker contribuem para uma melhor solução que atenda o cliente até em modernizações de equipamentos visando uma maior performance e eficiência do sistema”, destaca.

A termoformadora X-Line da Multivac acaba de conquistar o Gold InternationalFoodtec Award 2018 por sua tecnologia inovadora que foi desenvolvida em resposta à crescente demanda de soluções mais inteligentes dentro do conceito da Indústria 4.0. “Queremos aproveitar esta nova tecnologia para gerar mais benefícios

Inovação premiada utiliza o conceito Indústria 4.0


matéria de capa | máquinas de embalagens

para os nossos clientes”, afirma Michael Teschner, diretor-geral da Multivac. A X-Line possui um nível de controle de sensor nunca antes alcançado, o Multi Sensor Control, que captura todas as partes relevantes do processo e, constantemente, uma ampla gama de valores, por exemplo, dados da formação, evacuação e vedação. “Todos os estágios do processo são coordenados, enquanto as discrepâncias relacionadas ao produto e ao sistema são automaticamente compensadas, e, mesmo as configurações incorretas, feitas por operadores, são detectadas e exibidas de forma independente”, explica. A tecnologia inovadora incorpora funções inteligentes para operação e manutenção das máquinas. Além

disso, as máquinas são equipadas com uma série de sensores adicionais que controlam não só o status do equipamento a cada instante, mas também são capazes de informar, por exemplo, se um rolamento precisa ser trocado por desgaste, antes de a máquina parar e a produção seja interrompida de forma indesejável ou não planejada. “As máquinas da Multivac, que já têm um down time muito pequeno, agora com esta tecnologia irão oferecer uma eficiência ainda maior”, ressalta Teschner.

qual é o material de embalagem que está usando e qual é o produto que ele quer embalar“, afirma o diretor-geral.

A Multivac tem quase 50 anos de know-how na área de processo de termoformagem. E este know-how poderá ser acessado pela X-line com o Pack Pilot que permite buscar automaticamente a melhor configuração para o processo. “O operador precisa somente saber

A nova tecnologia facilita a operação da máquina e aumenta o uptime, ou seja, aumenta a produtividade da operação da indústria de alimentos. “Também vai garantir um processo mais seguro de embalagem e garantir a rastreabilidade”, conclui.

A interface do usuário intuitiva HMI 3 Multi-Touch é equivalente à lógica operacional dos dispositivos móveis atuais. “Ela permite que os processos operacionais sejam controlados de forma ainda mais fácil e confiável e pode ser configurada individualmente para um operador específico. Isso inclui diferentes direitos de acesso e idiomas operacionais”, destaca.


Foto: Divulgação

display

A nova embalagem display tem capacidade para armazenar 32 unidades

AGILIDADE NA REPOSIÇÃO DO PRODUTO NO PONTO DE VENDA Caixa que vira display, desenvolvida para o molho de tomate da Predilecta, permite economia de 45% de espaço na gôndola e gera uma economia de tempo no abastecimento do produto em média 20% mais rápida

28

Editora B2B


O

crescimento global do mercado de embalagens prontas para o varejo será constante, cerca de 4% ao ano, no período de 2016 a 2021, atingindo 38,7 milhões de toneladas de papel e materiais plásticos e um valor de US$ 82 bilhões em 2021, de acordo a Smithers Pira. “As curtas tiragens de impressão de embalagens são vistas como um fator-chave para impulsionar o mercado de embalagens prontas para varejo à medida que mais varejistas e donos de marcas buscam o marketing promocional para aumentar as vendas. Essas promoções resultam em uma demanda imprevisível de embalagens em geral - incluindo as embalagens prontas para o varejo - criando uma resposta rápida aos pedidos”, avalia Stephen Harrod, consultor e autor do estudo da Smithers Pira. A América do Norte e a Europa Ocidental cederão a participação de mercado para a região da Ásia-Pacífico durante o período de previsão. A adoção tardia da embalagem pronta para o varejo na América do Norte significa que ainda existe um crescimento razoável nesta região, enquanto que no mercado mais maduro, como na Europa Ocidental, a demanda está mais branda. As regiões da Ásia-Pacífico e África experimentam uma expansão mais rápida, com ambos desfrutando de crescimento anual médio de mais de 6% de 2016 a 2021. A tonelagem incremental real do material gerado em cada região durante este período mostra uma imagem ligeiramente diferente. Quase metade do volume é originário da Ásia-Pacífico e mais um de terço dos mercados emergentes como a Europa Oriental e a América do Sul e Central. A mudança das demandas de embalagens prontas para o varejo tem contribuído para o desenvolvimento de impressoras digitais de alta qualidade, de alta velocidade, e de grande formato para embalagens de papelão pós-impressão, muitas das quais foram reveladas na Drupa, em junho de 2016, a feira internacional de tecnologia de impressão. Esses desenvolvimentos se prestam à produção de embalagens prontas para o varejo, muitos dos quais exigem tiragens mais curtas e trocas mais rápidas. No Brasil, ainda é incomum ver esse tipo de embalagem no ponto de venda. Mas, a Predilecta, um dos maiores produtores de alimentos do país, enxergou essa oportunidade ao lançar a sua embalagem pronta para o varejo para o produto que é carro chefe da empresa: o molho de tomate. As caixas utilizadas para transporte dos molhos podem ser transformadas em displays para as gôndolas nos supermercados, permitindo economia de 45% de espaço para exposição da mesma quantidade de produtos. “Isso representa colocar 33% mais produtos dentro de um mesmo espaço e ainda gera uma economia de tempo no abastecimento de em média 20% mais rápida”, afirma Kleber Mendonça, coordenador de marketing da Predilecta. Além disso, os displays podem ser empilhados, gerando praticidade no ponto de venda. As caixas utilizadas para transporte dos molhos de tomate já apresentam a explicação de como serem transformadas em display. “Os testes realizados pela equipe de desenvolvimento de embalagens da empresa mostram que a mesma quantidade de molho exposta sem o pack ocupa 36cm de

Foto: Divulgação

display

Kleber Mendonça, coordenador de marketing da Predilecta

prateleira, ao passo que, com ele, são apenas 20cm. Pensando em um momento no qual os espaços são bastante disputados, é um ganho muito grande. Além disso, há a possibilidade de empilhamento, que resolve a questão das embalagens de molho de forma geral, já que elas são bastante maleáveis ”, informa Tulio Rodrigues, marketing do Grupo. Dentro de todos os processos que o produto passa, com certeza, a logística e armazenamento são cruciais. “Conseguir a melhor relação estrutura da caixa versus custo-benefício garantiu que conseguíssemos entregar mais produtos em um mesmo espaço com mesmo preço unitário. Não adiantaria criar uma caixa complexa, que só falta falar, se no final ela não chegar intacta no PDV (ponto de venda) e garanta a integridade do produto e seja atrativa comercialmente”, ressalta Mendonça.

Editora B2B

29


Foto: Divulgação

display

Conseguir a melhor relação estrutura da caixa versus custo-benefício garantiu que conseguíssemos entregar mais produtos em um mesmo espaço com mesmo preço unitário Processo de desenvolvimento Desde o início, a proposta da marca era criar uma solução de embalagem que proporcionasse maior agilidade no ponto de venda, ainda mais quando se trata de um produto de alto giro, no qual o reabastecimento é constante e, muitas vezes, é feito pelo próprio funcionário da loja, que possui pouco tempo para atender a tantas marcas presentes na loja. “Por isso, buscamos trabalhar um layout de fácil identificação, com cor característica e que trouxesse, na própria caixa, as instruções para montagem do display, facilitando sua abertura e montagem por qualquer pessoa. Conseguimos também criar na própria caixa uma cantoneira com a logomarca e slogan destacados, tudo em um só display”, afirma

30

Editora B2B

Kleber Mendonça, coordenador de marketing da Predilecta. “Trabalhar em um projeto como este faz com que você se abstraia de tudo o que tem em mente. Algo que estamos falando insistentemente em nosso núcleo de inovação dentro da Predilecta é pensar e agir de forma disruptiva, é trazer as melhores experiências para criar algo novo dentro de um processo que é considerado maduro e estagnado”, ressalta. Acertar o melhor custo-benefício para o projeto final foi o maior desafio no desenvolvimento da embalagem display. “Tivemos várias idéias, protótipos, testes e mais testes, mas o projeto final não poderia gerar um repasse de custo no produto final. Chegamos a fazer alguns pilotos, mas toda inovação deve não apenas ser inovadora por si só, mas também ela

precisa ser benéfica ao processo de produção, a cadeia logística, a área comercial e, principalmente, a seu propósito final, que era entregar mais produtos com mesmo espaço sem onerar no preço do produto”, explica Mendonça. O papel do fornecedor da embalagem display no desenvolvimento da embalagem ideal para o ponto de venda foi fundamental para a Predilecta. “A proximidade com os nossos principais fornecedores foi essencial, tanto na criação do conceito e pesquisas realizado pela agência ésMarca, quanto no total suporte de infraestrutura e desenvolvimento prestado pela Klabin, para o sucesso do projeto.” Maior eficiência na exposição, armazenamento e estoque A embalagem display vai facilitar a exposição do produto na gôndola. “Os ganhos finais alcançados com a caixa display surpreendeu a todos. Criamos uma caixa que facilita a exposição, uma vez que o empilhamento de stand-up pouch era algo impossível e delimitava nosso espaço em gôndola, entre outros aspectos”, salienta Mendonça. A nova embalagem display tem capacidade para armazenar 32 embalagens. “Neste primeiro momento, entendemos que o melhor formato é um tamanho único. Estamos acompanhando o desempenho para possíveis expansões de utilização”. Ele finaliza: “Esta embalagem está disponível para comercialização em todo o mercado nacional e para exportação. Buscamos criar uma solução que atendesse de forma eficiente todos os setores, desde o pequeno varejista, que vai ter agilidade para abastecer sua prateleira, até o atacarejo, que vai poder empilhar e fazer pontos extras sem ter que tirar o produto da caixa.”


especial | tendências globais de embalagens

OS DESAFIOS E AS OPORTUNIDADES PARA AS MARCAS 32

Editora B2B


Foto: Divulgação

especial | tendências globais de embalagens

U

m estudo sobre as tendências globais de embalagens para 2018, elaborado pela Mintel, apresenta os desafios e as oportunidades que irão impactar os fabricantes, as marcas e os varejistas no mercado de embalagem.

“As cinco tendências – Packaged Planet, rEpackge, Clean Label 2.0, Sea Change e rEnavigate - abrangem temas mais amplos no que tangem à preservação do planeta, automação, estética, sustentabilidade e confiança, proporcionando uma visão completa do setor global de embalagens em 2018”, afirma David Luttenberger, diretor global de embalagem da Mintel.

1. Packaged Planet A atual cultura descartável evoluirá para uma outra cultura que entende e abraça o papel da embalagem como primordial para reduzir o desperdício global de alimentos e produtos. Por muito tempo, os consumidores consideraram a embalagem, muitas vezes, desnecessária, e em última análise, apenas como um desperdício, já que é descartada. Mas, esse equívoco está mudando. O foco no desenvolvimento de embalagens inovadoras que prolongam o frescor dos alimentos, conservam os ingredientes e garantem a entrega segura está beneficiando, cada vez mais, os consumidores em escala global. Na verdade, 50% dos consumidores americanos concordam que a embalagem correta pode ajudar a reduzir o desperdício de alimentos. Em um cenário, no qual 56% dos brasileiros estão tentando reduzir ativamente o desperdício de comida em casa, os convertedores devem ressaltar os benefícios da embalagem e não simplesmente destacar a tecnologia e os seus materiais. E os donos de marcas de produtos alimentícios também precisam também trazer esses diferenciais na embalagem visando à percepção de valor pelos consumidores. A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) estima que 1,3 bilhão de tonelada de comida é desperdiçada globalmente a cada ano. Na Europa e na América do Norte, os consumidores jogam fora entre 95 e 115 kg de comida por pessoa. Com consumidores preocupados com o tamanho deste desperdício de alimentos e o custo disso no seu bolso, eles estão agora buscando ativamente soluções. No Canadá, 61% dos consumidores de fruta e vegetais afirmam estar interessados em embalagens que mantêm os alimentos mais frescos. Isso indica a importância desta questão em todo o mundo. As marcas precisam atuar urgentemente, explorando a comunicação na embalagem, com informações sobre os atributos da embalagem, que pode aumentar a vida de prateleira do alimento e fornecer um consumo seguro de produtos para consumidores que vivem em regiões do mundo em desenvolvimento e que não têm acesso aos alimentos.

Editora B2B

33


especial | tendências globais de embalagens

Cada vez mais os consumidores têm feito compras on-line, por isso as embalagens desempenham um papel fundamental para as marcas e para a experiência de compra das pessoas. Grande parte da conversa entre marcas, convertedores e designers de embalagens sobre compras on-line e o comércio eletrônico está atualmente focado e conduzido pela Amazon. Livre das restrições da cadeia de fornecimento das gigantes do varejo, a Amazon está trabalhando para minimizar “touches” na cadeia de suprimentos e maximizar a experiência dos consumidores da marca e otimizar o SKU de embalagens (mantendo unidades em estoque). As compras on-line estão se difundindo em todo o mundo e o modelo está próximo de ser onipresente em mercados como o Reino Unido, onde 91% dos consumidores afirmam que fazem compras on-line. A conveniência é a chave para a grande popularidade do comércio on-line, já que mais da metade dos consumidores chineses entre 20 e 49 anos que fazem compras on-line afirmam que é mais rápido (53%) e economiza tempo (51%). Agora é hora de as marcas que atuam no ambiente on-line considerarem como as embalagens podem aliviar e/ou, senão, eliminar a frustração do consumidor com a sobre-embalagem. As vendas globais do comércio eletrônico devem atingir US$ 4 trilhões até 2020, representando quase 15% das vendas totais do varejo, de acordo com o eMarketer. Por isso, as marcas

34

Editora B2B

devem considerar a importância da embalagem quando entrarem no concorrido varejo on-line e comércio eletrônico. Uma embalagem que entrega os produtos com segurança por meio do comércio eletrônico até a cadeia de abastecimento é apenas parte da equação, com oportunidades de otimização de material e melhorias com relação à sustentabilidade. A chave do sucesso nas compras on-line é a conveniência, mas os consumidores esperam mais de suas marcas favoritas. Ao desenvolver a embalagem para o varejo on-line, as marcas têm que se preocupar em concebê-la pensando em toda a cadeia logística e, especialmente, na experiência de compra dos consumidores ao abrir a embalagem em casa. A embalagem do comércio eletrônico deve refletir as expectativas de compra dos consumidores com a sua marca na loja física.

3.Clean Label 2.0 Visando designs de embalagens que iluminam a decisão de compra dos consumidores, as marcas rejeitarão abordagens que possam deixar os consumidores mais confusos do que informados. Embora os consumidores estejam mais informados eles podem rejeitar marcas que trazem informações confusas, o que os leva a questionar a procedência, a autenticidade, e a transparência. 39% dos consumidores franceses afirmam que há excesso de informações nas embalagens de alimentos e bebidas, e isso pode dificultar a confiança na marca. Toda embalagem deve emocionar os consumidores no ponto de venda. As marcas de produtos

Foto: Divulgação

2.rEpackage

de massa, muitas vezes, têm medo de sair do status de design de uma categoria enquanto as marcas artesanais costumam ir além e se tornam candidatas ao carrinho dos consumidores. O princípio do design “essencialista” separa o suficiente e apenas o suficiente do que é essencial para que os consumidores se decidam por uma compra segura. Os consumidores são mais propensos a escolher marcas que apresentam informações sucintas e fáceis de entender. A embalagem que explora uma comunicação que elimina o excesso de informação e elementos de design ajuda os consumidores a ter o foco nos benefícios do produto ou na funcionalidade da embalagem. Ou seja, ela promove um maior engajamento dos consumidores com a marca. Com uma vitrine repleta de produtos nas gôndolas, a próxima geração de rótulos das marcas deve trazer um design limpo para fornecer um momento de calma e clareza para os consumidores.

4. Sea Change A embalagem de plástico à deriva nos oceanos do mundo se


especial | tendências globais de embalagens

O uso de material de embalagem proveniente de resíduos do mar é a maior questão da agenda sustentável, mas não é uma solução em si mesmo. Reduzir a probabilidade de ter resíduos de embalagem no mar é, em primeiro lugar, oferecer maior potencial para reduzir o impacto de embalagens plásticas no ambiente oceânico. O comprometimento com o uso de conteúdo reciclado em todas as embalagens pode ajudar a economia circular, reduzindo o plástico oceânico e assegurando uma rota eficiente para que a embalagem do consumidor retorne ao fabricante. Marcas como a Coca-Cola estão liderando a iniciativa quando anunciou, em 2017, que aumentaria em 50% o volume de plástico reciclado nas suas garrafas até 2020. Isto está alinhado com consumidores ecoconscientes, como os 36% dos australianos que preferem produtos vendidos em embalagens amigas do meio ambiente. Segundo a Fundação Ellen MacArthur, até 2050, haverá mais plástico no mar do que peixe. Com grupos de lobistas apontando o dedo para a embalagem, as marcas estão bem na linha de fogo. As preocupações com o descarte seguro de embalagens irão aumentar cada vez mais a percepção dos consumidores sobre os diferentes tipos de embalagens e devem impactar em suas decisões de compra.

Apenas comunicar que a marca está trabalhando para uma solução vai aumentar a crescente barreira para a compra. Coletar resíduos de plástico do mar para reciclar e utilizá-los na produção de novas embalagens pode aumentar a consciência do consumidor, mas não resolverá o problema. Para manter o plástico fora do mar, é necessário um esforço renovado em torno da economia circular para garantir o uso valioso do material de embalagem.

ganhar a lealdade entre os consumidores da geração Millennial. Com os consumidores mais jovens evitando visitar algumas áreas dos supermercados, a embalagem tem um papel fundamental para atender às suas necessidades e desejos e comunicá-los no ponto de venda. Embalagens produzidas com materiais transparentes podem criar um sentimento de abertura e confiança, bem como de alinhamento com os interesses dos consumidores Millennials que buscam alimentos mais frescos e saudáveis.

5.rEnavigate Marcas serão vistas em embalagens com formatos contemporâneos para revigorar os corredores centrais das lojas menos transitadas por consumidores mais jovens. Os hábitos dos consumidores estão mudando tanto em frequência de compras e de como eles transitam pela loja. As grandes visitas semanais aos supermercados estão sendo substituídas por visitas mais frequentes e menores. Os jovens consumidores estão cada vez mais visitando os corredores de produtos refrigerados e frescos e dando as costas para a área de processados, ofertas ambientadas e congeladas no centro da loja. Um terço dos consumidores americanos (34%) com idade entre 18 e 34 anos fazem compras de alimentos mais frequentemente em comparação com 62% dos consumidores com igual ou superior a 55 anos. Os supermercados estão lutando para renovar o layout da loja para atender o estilo de compras dos consumidores mais jovens. Agora é o tempo para que as marcas respondam e alavanquem a embalagem para atualizar a experiência no centro da loja e

O design contemporâneo, a reciclagem ou formatos únicos também podem atrair os consumidores mais jovens. Os alimentos comercializados em temperatura ambiente são provavelmente mais associados aos

Foto: Divulgação

tornará o catalisador para que as marcas repensem a embalagem em um contexto que os consumidores possam compreender e agir.

atributos de economia de tempo, conveniência, e bom valor. A embalagem pode fortalecer esses ativos que as compras feitas no centro da loja sejam tão atraentes quanto o crescente perímetro para consumidores mais jovens.

Editora B2B

35


design de embalagem

Dadinho resgatou a imagem retrô da perua Kombi para desenvolver a embalagem presenteável de Família Dadinho Sortida

EMBALAGEM CHEIA DE ESTILO

P

resente na memória afetiva de muitos consumidores, Dadinho é o sabor da infância que está guardado no coração e na mente de muitos deles. Inspirada nessa experiência de sensações e sentidos, a marca apostou no formato de Kombi para a sua embalagem, que traz toda a família de produtos Dadinho. “Buscamos resgatar uma imagem retrô de um veículo que também tenha sido muito utilizado na distribuição de doces, entre outros produtos, e o design “tipo Perua” foi o escolhido”, explica Paschoal Delmatto, diretor comercial da Dadinho.

A caixa ‘Família Dadinho Sortida’ (180g) traz um produto de cada categoria em uma embalagem cheia de estilo. Dessa forma, fica mais fácil para quem já é fã de Dadinho conhecer todos os novos produtos lançados nos últimos tempos. Nela, é possível encontrar bombons sortidos (bola 18g e wafer 9g), minibiscoito wafer (26g), creme de amendoim (28g) e dadinhos (6g cada).

36

Editora B2B

Os elementos gráficos remetem ao design da embalagem do Dadinho associado à identificação do veículo tipo Perua. “Trabalhamos a marca ‘Família Dadinho’ para reforçar a divulgação da ampliação das linhas de produtos sobre a mesma marca. Esse conceito será abordado em vários pontos de contato com a cadeia e o consumidor como feiras, brindes etc”, afirma Delmatto. “As cores vermelha e amarela também foram exploradas como identidade dessa comunicação


Foto: Divulgação

design de embalagem

adequação do design de um carro com características de “tipo Perua” a uma faca viável e com segurança foi o principal desafio para o desenvolvimento da embalagem presenteável. “Isto aliado a todas as necessidades de informação do produto e técnica que uma embalagem deve conter”, acrescenta. O fabricante da embalagem também teve um papel importante para a execução desta embalagem. “A Nilpel colaborou com a adequação da faca ao design, adequação de custo e praticidade na produção”, acrescenta. De acordo com avaliação da marca, o mercado de ‘caixas presenteáveis’ tem sido crescente e a embalagem diferenciada no formado de furgão (Kombi) é bastante atrativa para pessoas de qualquer idade. As novas embalagens estarão disponíveis a partir de fevereiro e também serão encontradas na loja virtual recém-inaugurada.  www.lojadadinho.com.br História: A marca Dadinho, lançada em 1954, desenvolveu sua primeira embalagem inspirada na comemoração do IV centenário da cidade de São Paulo. Hoje, o produto, à base de amendoim, é uma das guloseimas mais vendidas, ultrapassando fronteiras e décadas.  O nome foi criado pelos próprios consumidores devido ao seu formato em cubo. Foi um dos primeiros produtos nacionais a utilizar papel metalizado na embalagem, sendo uma novidade para a época.

O design da embalagem presenteável é assinado pelo Grupo Faz

trazendo atratividade para a exposição da embalagem”, acrescenta Delmatto. O design da embalagem é assinado pelo Grupo Faz, que há 15 anos participa de todos os processos e definições estratégicas de Dadinho. “Nossa expectativa com o novo design de embalagem presenteável é atender a demanda por itens que agregam chocolate, um presente inovador e a experimentação dos produtos da Família Dadinho”, salienta Delamatto. Segundo o diretor comercial, a

Drivers para o desenvolvimento da embalagem presenteável  Uma caixa sortida com design atrativo e com identidade ao conceito da marca  Formato ideal para exposição em qualquer ponto de venda  Composição ideal de produtos para apresentar a diversidade atual sobre a marca Dadinho e gerar experimentação  Composição ideal para um custo-benefício reconhecível pelo consumidor  Design atrativo que se caracterize também como embalagem presente

DADINHO        www.dadinhooriginal.com.br | INSTAGRAM: @oficialdadinho    FACEBOOK: www.facebook.com.br/oficialdadinho

Editora B2B

37


Por um mundo sem resíduos Coca-Cola assume compromisso global de coletar e reciclar 100% de suas embalagens até 2030

A

40

Editora B2B

Alliance). A Coca-Cola vai realizar, ainda, ações com novos parceiros em níveis regionais e locais, e planeja trabalhar com clientes-chaves para motivar consumidores a reciclar mais embalagens. Aqui no Brasil, a empresa vai chegar ao fim de cinco anos (2016-2020) com investimento de R$1,6 bilhão para garantir a entrega desse objetivo, com ações em três frentes: design, coleta e parceria. Hoje, a Coca-Cola Brasil já garante a destinação correta para 51% das embalagens produzidas e trabalha para chegar a 66% até 2020. Em 2016, esse percentual era de 36%. Esse avanço se deu graças ao aumento de participação de embalagens retornáveis, uso de resina reciclada para a confecção de novas garrafas (Bottle to Bottle) e apoio a mais de 200 cooperativas de reciclagem em todo o país. Hoje, a Coca-Cola Brasil já garante a destinação correta para 51% das embalagens produzidas e trabalha para chegar a 66% até 2020

Foto: Divulgação

The Coca-Cola Company anunciou sua nova política de embalagens, com um objetivo ambicioso: ajudar a coletar e reciclar 100% das embalagens que coloca no mercado, até 2030. Esse objetivo é o ponto central da nova visão da companhia sobre um Mundo Sem Resíduos. O Sistema Coca-Cola pretende direcionar um investimento de longo prazo, que inclui um trabalho em curso para tornar as embalagens 100% recicláveis. Isso começa com a compreensão de que os recipientes de comida e bebida são parte importante da vida moderna das pessoas, mas que há muito mais a ser feito para reduzir os resíduos de embalagem em escala global. “O mundo tem um problema de embalagem — e, como todas as empresas, nós temos a responsabilidade de ajudar a resolver isso”, disse James Quincey, presidente e CEO da The Coca-Cola Company. “Por meio da nossa visão sobre um Mundo Sem Resíduos, estamos investindo no nosso planeta e na nossa embalagem para ajudar a deixar esse problema no passado.” A The Coca-Cola Company vai trabalhar para alcançar essas metas com a ajuda de diversos parceiros globais: Ellen MacArthur Foundation, com a iniciativa New Plastics Economy, The Ocean Conservancy/ Trash Free Seas Alliance e World Wildlife Fund (The Cascading Materials Vision and Bioplastic Feedstock


pack | sustentabilidade

DESIGN Redesenho - A empresa busca, continuamente, a redução da quantidade de insumos utilizados. De 2008 a 2016, reduziu, em média, a gramatura das embalagens PET em 20%. A Coca-Cola Brasil aumentou também o uso de matéria-prima reciclada nas embalagens produzidas. Mais de 60% da composição de novas latas de alumínio e de garrafas de vidro são provenientes de embalagens recicladas. Juntas, representam 31% do volume de material colocado no mercado, anualmente. E 35% das embalagens PET também já são compostas por resina reciclada. Reúso - Hoje, cerca de 20% do portfólio é composto por embalagens retornáveis (RefPET e vidro). Esse formato oferece ao consumidor uma opção mais acessível e sustentável, uma vez que cada garrafa é reutilizada até 25 vezes, e não gera resíduos ao final de seu ciclo de uso.

RECICLAGEM E PARCERIA

Desde 2008, a empresa investe em cooperativas de catadores de materiais recicláveis, tanto em infraestrutura quanto em metodologia e gestão, em linha com o que prevê o Acordo Setorial de Embalagens, assinado em 2015. Em 2017, a Coca-Cola Brasil anunciou sua nova plataforma em reciclagem, o Reciclar pelo Brasil. Em parceria com seu principal concorrente, passou a coinvestir de forma mais eficiente e gerando um aumento de até 25% nos aportes recebidos por elas. Coordenado pela Associação Nacional dos Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis (ANCAT), o programa Reciclar pelo Brasil impacta, inicialmente, 110 cooperativas e 5 mil famílias. Ao todo, a empresa apoia 200 cooperativas. A meta é ampliar essa aliança já em 2018, com outras indústrias parceiras.

Foto: Divulgação

“Os números mostram que temos trabalhado de forma consistente, o que nos dá confiança e estímulo para alcançarmos, aqui no Brasil, o objetivo de termos 100% das nossas embalagens destinadas corretamente em 2030. Temos que fazer isso porque é o certo e é o que as pessoas esperam de uma empresa líder como a nossa.” afirma Henrique Braun, presidente da Coca-Cola Brasil. Como parte da visão de crescimento consciente, a empresa está investindo em infraestrutura, entre ampliação de linhas de retornáveis, equipamentos de fábrica, compra de vasilhames e engajamento do consumidor, e também em cooperativas de reciclagem. Do total de R$ 1,6 bilhão previsto entre 2016 e 2020, R$ 1,2 bilhão representa o investimento de hoje até 2020. Entre as iniciativas da empresa, as ações de reúso de embalagens estão voltadas para o objetivo de dobrar, em cinco anos (2016-2020), a participação de retornáveis no portfólio, chegando a 30%. Na frente de redesenho, atualmente, as garrafas de plástico têm cerca de 20% menos peso do que as produzidas há 10 anos. E, desde 2008, a Coca-Cola Brasil investe continuamente na capacitação de cooperativas de reciclagem e em iniciativas de inclusão dos catadores. A estratégia de embalagens sustentáveis no Brasil conta com uma visão completa da cadeia produtiva. Na lógica da chamada economia circular, nenhum componente de um produto deve ser encarado como resíduo. As embalagens são desenvolvidas considerando todo seu ciclo de vida e são 100% reaproveitáveis, ou seja, podem e devem voltar ao ciclo industrial. Frentes de atuação para o compromisso “Mundo sem Resíduos”

Editora B2B

41


notas técnicas

AGENTES DE PURGA Reduzir o tempo parado de equipamentos e da mão de obra ao fazer uma troca de cor ou de material, é o objetivo primordial dos agentes de purga. Com o uso constante, eles diminuem o refugo decorrente das trocas, seja de cor, seja de material, de maneira que possibilitam gerar economia de custos. O equipamento de moldagem por injeção pode ser limpo com materiais in-house ou virgens, mas são necessários muito material e bastante tempo para efetuar a transição com eficácia. Os agentes de purga da Chem-Trend, contudo, são até 20 vezes mais eficientes do que outras soluções existentes quando for necessário realizar a troca de cor ou de material. Portanto, é um resultado obtido pela eficiência operacional com custos baixos para os processadores de termoplásticos. CHEM-TREND Brasil Tel.: (19) 3881-8211 | www.chemtrend.com

42

Editora B2B

Foto: Divulgação

ROBÔ Um produto que não só atende à demanda de robotização e automação dos tradicionais campos de atuação, o automobilístico e o de máquinas industriais, como também diversos outros, como o eletrodoméstico, eletrônico, alimentício, químico etc. é o robô MZ07 da Nachi. Ele consegue suprir as necessidades de um processo de produção que precisa utilizar robôs compactos para execução de tarefas de usinagem, transporte de pequenos objetos, montagem, embalagem e encaixotamento. É um equipamento que oferece aumento de produtividade devido ao desempenho, uma vez que possui um corpo leve e rígido, capaz de oferecer velocidade de operação, com um aumento de 37% em comparação com os modelos anteriores. Além disso, ocupa área de instalação compacta, mas pode suportar carga de até 7 kg. O corpo oco simplifica a colocação de fios e cabos, reduzindo significativamente o risco de ocorrer interferência com equipamento periférico. NACHI Brasil Ltda. Tel.: (11) 3284-9844 | www.nachi.com.br

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

BIOPLÁSTICO PARA EMBALAGENS O Ecovio® é um tipo de plástico, fabricado pela Basf, formado por polímeros biodegradáveis e compostáveis. É um bioplástico que pode ser aplicado tanto em embalagens quanto na agricultura. Ele oferece desempenho bastante elevado. Na formulação, há conteúdo de fontes renováveis. Permite ser processado em equipamentos convencionais de moldagem de polietileno, além de possibilitar a impressão nele e ainda utilizar o processo de soldagem. Os termoplásticos amorfos da linha Ultrason® são indicados para diversas aplicações. Eles são transparentes e têm resistência térmica elevada e isolamento elétrico, possuem alta resistência mecânica e excelentes comportamentos ao fogo, entre tantas outras propriedades. BASF S.A. Tel.: (11) 2039-2273 | www.basf.com


notas técnicas DISPOSITIVO PARA BIG BAG

Foto: Divulgação

A Movequip apresenta a evolução do dispositivo de big bag da série MV que conta com um sistema automático de liberação, no empilhamento ou carregamento, porém sem a intervenção humana nessa etapa. Ele é produzido em perfis laminados e a pintura, feita com esmalte sintético e na cor amarela Munsell. Para haver agilização no processo de reposicionamento, a liberação das alças é realizada de forma setorial, no caso de ocorrência de falhas operacionais. O dispositivo permite acionamento bem-seguro controlado por meio de PLC e executado por controle remoto ou botoeira. No painel, há componentes elétricos para adequações de segurança. Para garantir segurança operacional existe sinalização visual do acionamento das travas das alças dos big bags. O coletor central de energia permite preservar a liberdade de giro do dispositivo. MOVEQUIP Soluções Técnicas Tel.: (16) 2137-8440 | www.movequip.com.br

TINTAS PARA CODIFICAÇÃO E IMPRESSÃO DE EMBALAGENS As tintas Merk Free da Markem-Imaje são soluções ecológicas capazes de aumentar a segurança dos funcionários e oferecer desempenho no quesito aderência, contraste, resistência, tempo menor de secagem etc. Aplicáveis em diversos substratos, elas atendem ao mercado de codificação, impressão de embalagens de bebidas e de alimentos. As tintas premium EB 599, têm mais aderência, resistência à condensação, umidade em vidro e metal, possibilitando durabilidade maior da codificação em embalagens que transitam por ambientes úmidos. As FB 680, por sua vez, oferecem às embalagens alimentícias alto contraste e maior legibilidade das informações necessárias ao consumidor final, como data de validade, lote de fabricação, códigos Datamatrix etc. MARKEM-IMAJE Identificação de Produtos Ltda. Tel.: (11) 3305-9455 | www.markem-imaje.com.br

44

Editora B2B

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

LEITOR DE CÓDIGOS O aparelho possui resolução de 1,7 megapixel, 40 Hz de frequência de troca de imagem, iluminação por led - high-power-led integrada, teclas de funções, auxílio do alvo para laser, sinal de feedback ótico e acústico, algoritmos de descodificação inteligentes e rápidos etc. Ele é projetado para exercer a função de leitor de códigos 1D, 2D e, diretamente marcados, para executar à máxima velocidade. Ele possui sensor de matriz CMOS, com resolução de 1.600 x 1.088 pixels e foco ajustável. O leitor utiliza porta serial RS-232, RS-422, USB 2.0, ethernet TCP/IP, FTP (transferência de imagens), EtherNet/IP, Profinet (opcional por meio de módulo de barramento de campo externo CDF600-2), TCP/IP, EtherNet/IP, Profinet etc. É um equipamento que pode ser aplicado, por exemplo, na seleção manual de pacotes em processos de carregamento e descarregamento. SICK Solução em Sensores Ltda. Tel.: (11) 3215-4900 | www.sick.com.br


LEITURA Primeiro livro global de design quer inspirar novos projetos em vidro

A edição traz um acervo de informações sobre os projetos desenvolvidos pelas equipes de design da O-I nos últimos anos e mostra a experiência da marca no segmento de embalagens. São briefings, arquivos piloto e trocas de ideias com clientes e agências de diversos países onde a empresa está presente. Mais do que inspiração, os projetos ilustram as características culturais que influenciam na escolha do formato e design das embalagens pelo mundo. O material também apresenta tendências mercadológicas da indústria de alimentos e bebidas. “O livro é mais do que uma seleção de belas fotos, ele relata a narrativa de imagem das marcas e traz dados de consumo dos últimos anos, como o crescimento da categoria artesanal, a ‘premiunização’ e a oferta

Foto:Divulgação

A Owens Illinois (O-I), fabricante de embalagens de vidro, acaba de lançar o Livro Global de Design, uma publicação especial que pretende inspirar designers, agências e marcas que buscam novas ideias em vidro para embalagens de alimentos e bebidas. São mais de 100 tipos de embalagens que ilustram a beleza, cor, forma, versatilidade e diferenciação que o material pode agregar a um produto.

de produtos para hidratação saudável”, diz Marie-Laure Susset, líder de comunicação de marketing da O-I Europa. Para Yolanda Fernández, que liderou o projeto do livro e é especialista em comunicações e marketing da O-I Europa, o resultado foi excelente. “É muito emocionante ver tantas grandes marcas representadas página após página. Estamos gratos pela cooperação de todas as empresas cujos produtos foram apresentados nessa edição”, conclui. O Livro Global de Design está sendo distribuído aos clientes da O-I e às principais agências de design em todo o mundo.

INFORMAÇÕES: Pedidos adicionais para uma cópia podem ser feitos pelo e-mail info@o-i.com.

Inovação na Embalagem é tema de livro de Fabio Mestriner Foto:Divulgação

O consultor da fabricante de papelcartão Ibema, Fabio Mestriner lança mais um livro: Inovação na Embalagem. A obra apresenta uma nova metodologia e traz um roteiro detalhado para inovar nas embalagens de forma segura, eficaz e consistente. Segundo Fabio Mestriner, o livro conta a experiência de 10 anos do workshop de inovação na embalagem, ministrado em todo o Brasil e exterior. “A intenção é compartilhar um método simples, validado em estudos de campo, pesquisas acadêmicas, aplicações práticas e que dá resultado real de geração de valor ao produto”, explica. A metodologia, que foi apresentada em 2017, na feira Pack Expo Las Vegas, e já passou a ser aplicada em companhias dos Estados Unidos, gerou uma importante patente para uma empresa multinacional. O

método foi tema de workshops feitos, também, no México, Peru, na Colômbia e Argentina. O livro é destinado aos profissionais desenvolvedores de embalagem, designers, professores e estudantes que passam a contar com um passo a passo para a criação de embalagens que influenciam na percepção de valor do consumidor. Além de consultor da Ibema, Fabio Mestriner é designer, professor e escritor. É autor de três livros didáticos sobre design e gestão estratégica de embalagem, adotados por mais de 30 universidades no país. Foi presidente da ABRE (Associação Brasileira de Embalagem) e representante do Brasil na WPO World Packaging Organization (2002 - 2006). Atualmente, Fabio também é professor do curso de pós-graduação em Engenharia de Embalagem no Instituto Mauá de Tecnologia.

46

Editora B2B


Foto: Leandro Andrade

direto da gôndola

PANQUEX INOVA AO OPTAR POR UMA BISNAGA Foto: FuturePack

Embalagem oferece boa visibilidade na gôndola e praticidade para os consumidores prepararem a sua panqueca

Assunta Napolitano Camilo*

P

anquex é uma massa líquida de panqueca que une sabor e praticidade. É uma empresa nova e inovadora que se desenvolveu em cima da necessidade de ter uma massa líquida de panqueca pronta e em duas versões: normal e integral para atender os consumidores preocupados com dieta e saúde. Após dois anos de muita pesquisa e desenvolvimento, chega ao mercado brasileiro um produto exclusivo, inovador e de qualidade para atender o consumidor que quer novidade e praticidade. A panqueca líquida é acondicionada em dois tipos de embalagens: galões para o food service, ou grandes consumidores, e em bisnagas para consumidores domésticos. As bisnagas de 420 g de produtos são grandes, o que garante um bom frontal e uma boa visibilidade na gôndola. Apesar disso, a empresa criou uma embalagem multipack de papel cartão com duas panquecas para ter ainda mais espaço de gôndola e contar sua proposta no verso do multipack. O produto tem um shelf-life de três meses. A bisnaga plástica tem tampa abre-fácil com lacre de alumínio para proteção contra contaminação e vazamentos. A forma de usar é bastante intuitiva e, mesmo assim, está

bem explicada por meio de ícones no verso das bisnagas. No exterior, o hábito de preparar panquecas pela manhã ou tarde é maior. Pode ser que, a partir de uma embalagem melhor, os consumidores brasileiros adiram a este hábito. Lá fora também há muitas aplicações para produtos culinários comercializados em bisnagas, como molhos e extratos de tomates, maioneses, cremes de queijo, temperos, entre tantos outros. A estrutura da bisnaga pode ser plástica, laminada ou de alumínio dependendo da necessidade. Pela praticidade e competitividade, a bisnaga é um dos tipos de embalagens que mais crescem em vários mercados e segmentos. Se tiver interesse, sugiro a leitura do capítulo bisnagas do novo livro do Instituto de Embalagens: Embalagem melhor. Mundo melhor. Bisnaga pode ser uma embalagem melhor e promover um mundo melhor!

Se quiser mais informações e fotos dos produtos, é possível obtê-las no site: www.clubedaembalagem.com.br *Assunta Napolitano Camilo: Diretora da FuturePack – Consultoria de Embalagens e do Instituto de Embalagens – Ensino & Pesquisa. Articulista, professora e palestrante internacional de embalagens. Recebeu diversos prêmios, entre eles o de Profissional do Ano e o de Melhor Embalagem do Ano. Coordenadora dos livros: Embalagens Flexíveis; Embalagens de Papelcartão; Guia de embalagens para produtos orgânicos; Embalagens: Design, Materiais, Processos, Máquinas & Sustentabilidade, entre outros. Diretora do Kit de Referências de Embalagens e da coleção Better Packaging. Better World.

48

Editora B2B


o maior portal de busca de produtos e serviços industriais

+ de 14.000 EMPRESAS cadastradas

+ de 120.000 produtos

+ de 5.900 visualizações / dia

a conexão entre expositores e compradores.

ACESSE O RADAR www.radarindustrial.com.br

CADASTRE SEUS PRODUTOS, GRATUITAMENTE

RECEBA SOLICITAÇÕES DE COTAÇÕES POR E-MAIL DE CLIENTES EM POTENCIAL


índice de anunciantes página

empresa

site

47.............. FISPAL TECNOLOGIA.......................................................................................................................... www.fispaltecnologia.com.br 13.............. HAVER & BOECKER...................................................................................................................................www.haverbrasil.com.br 9 e 27........ INSTITUTO DE EMBALAGENS................................................................................................www.institutodeembalagens.com.br 21.............. MULTIVAC................................................................................................................................................................ br.multivac.com 7................ OPTIMA..........................................................................................................................................www.optima-packaging.com/cfr 5................ PERFOR ............................................................................................................................................................. www.perfor.com.br 4ª Capa..... SIG COMBIBLOC........................................................................................................................ www.sigdedentroparafora.com.br 2ª Capa .... TETRA PAK..................................................................................................................................... www.cuidedomeufuturo.com.br

EDIÇÃO 227

3D / IMPRESSÃO Novas Fronteiras APROVEITE AS CONDIÇÕES COMERCIAIS ESPECIAIS PARA ANUNCIAR RESERVE SEU ESPAÇO, LIGUE: (11) 3722-0956


Profile for Revista Pack

Revista Pack digital 226  

Pack Revista de Negócios do mercado de embalagens. Máquinas, equipamentos, produtos e serviços do setor industrial. Novidades e lançamentos...

Revista Pack digital 226  

Pack Revista de Negócios do mercado de embalagens. Máquinas, equipamentos, produtos e serviços do setor industrial. Novidades e lançamentos...

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded