__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

www.pack.com.br

168

ANO•13 A G O S T O

2 0 1 1 R$ 15,00

EMBALAGEM

TECNOLOGIA

DESIGN

INOVAÇÃO

ENTREVISTA Luiz Kajibata Gaeta, sócioproprietário do Clube Amostra Grátis, conta como o novo modelo de pesquisa de opinião promove acertos e facilita a comunicação com o público-alvo das marcas

ESPECIAL EMBALAGENS METÁLICAS A indústria de embalagens de aço investe em tecnologias de impressão para aumentar a diferenciação da marca no ponto de venda

CONSUMIDORES Produtos que atendem necessidades cada vez mais específicas e as embalagens precisam comunicar de forma clara os benefícios

168_Capa.indd 1

02/08/2011 17:18:03


168_2CAPA_PRADA.indd 2

04/08/2011 17:33:18


carta ao leitor CARTA AO LEITOR

NICHOS CADA VEZ MAIS ESPECÍFICOS

O

consumidor sempre é o centro das atenções dos desenvolvimentos feitos pela indústria. E, cada vez mais, essa indústria está desenvolvendo produtos específicos para atender necessidades de nichos específicos de consumidores. Hoje o sobrepeso da população brasileira associado ao sedentarismo é uma das causas para a diabetes, que já é considerada uma das doenças que mais mata pessoas no País. Por isso, é crescente o maior número de lançamentos de produtos diet e light nas prateleiras das gôndolas dos supermercados. Mas, esses produtos também vêm atender a demanda de consumidores da geração saúde. Em São Paulo, segundo o estudo Retratos do Varejo 2010, da Associação Paulista dos Supermercados (Apas), revela que essa categoria lidera, com 97,3%, a atuação do varejo em trabalhá-la de maneira exclusiva e diferenciada, ou seja, com área reservada especialmente para esses produtos. Os produtos para dietas especiais também se destacam, com 50,7%. Em diferentes segmentos é possível ver esse movimento de personalização dos produtos para atrair os consumidores e

atingi-los de forma mais eficiente. O objetivo é que eles se identifiquem com esses produtos e os adotem em seu estilo de vida. Mas, para isso, a embalagem cumpre um importante papel de comunicar os benefícios e facilitar a escolha dos produtos nas gôndolas dos supermercados, que têm espaços reduzidos, e, cada vez mais, repletas de similares. A clareza nas informações é essencial para ter apelo de venda e sucesso nas prateleiras. Esse é o assunto da matéria de capa desta edição. Ainda falando sobre varejo, Assunta Napolitano Camilo assina um artigo sobre marcas próprias mundo afora. Como as varejistas internacionais cresceram nesse negócio, diversificando a linha de produtos, e a importância da embalagem para o posicionamento desses produtos. O especial sobre embalagem metálica trata sobre os investimentos em novos formatos, tecnologia de impressão e os recursos visuais disponíveis para garantir a diferenciação da marca no ponto de venda. Conheça alguns cases de sucesso dos fabricantes do setor. Em setembro, a revista Pack prepara uma edição especial sobre sustentabilidade. Aguarde. Até a próxima edição.

MARGARET HAYASAKI

EDITORA-CHEFE

168_Carta ao Leitor.indd 3

| margaret.hayasaki@banas.com.br

1/8/2011 17:50:27


168

sumário

A N O • 1 3

MATÉRIAS 16

A G O S T O

2011

ENTREVISTA

Luiz Kajibata Gaeta, sócio-proprietário do Clube Amostra Grátis, conta como nasceu o conceito da loja de teste de produtos, onde a moeda de valor é a opinião dos consumidores

16

ENTREVISTA

Foto: Piti Reali

24

É crescente a preocupação da indústria em atender necessidades, cada vez mais, específicas dos consumidores. E a embalagem cumpre o importante papel de comunicar esses benefícios

30

Foto: iStockphoto

Novos produtos para atender necessidades específicas

ESPECIAL EMBALAGENS METÁLICAS

A indústria brasileira de embalagens de aço investe em tecnologias de impressão para oferecer novos efeitos visuais e aumentar a diferenciação da marca diante de tantos iguais

24

MATÉRIA DE CAPA

MATÉRIA DE CAPA

EMBALAGEM TECNOLOGIA DESIGN INOVAÇÃO

“Já tivemos mais de 500 cases de mudanças de produtos”

34

ESPECIAL MARCAS PRÓPRIAS

Como está a questão das marcas próprias no mundo? É bom ou ruim para o consumidor? E para a indústria? É só para supermercados?

30

ESPECIAL EMBALAGENS METÁLICAS

Investimento em tecnologia e efeitos visuais

6

AGENDA

7

PACK ONLINE

8

ATUALIDADES

14 POR DENTRO DAS LEIS

Fotos: Divulgação

SEÇÕES

20 VANGUARDA 22 LANÇAMENTOS INTERNACIONAIS

Foto: iStockphoto

38 NOTAS TÉCNICAS

4

EDITORA BANAS

168_Índice de matérias.indd 4

1/8/2011 17:52:18


168_5_BRAGA.INDD 5

02/08/2011 18:41:14


agenda

62 anos

EM DESTAQUE Foto: Tecnocarne

De 23 a 25 de agosto, as atenções de uma das indústrias mais fortes do País estarão voltadas para o Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo. Chega à capital paulista a 10ª edição da TecnoCarne, a maior feira da América Latina no ano voltada para negócios e tecnologia de processamento do segmento de carnes.

FEIRAS NO BRASIL DATA

FEIRA

LOCAL

ORGANIZAÇÃO

De 23 a 25 de agosto de 2011

Tecnocarne – Feira Internacional de Tecnologia para Indústria da Carne

Centro de Exposições Imigrantes (SP)

Brazil Trade Shows Tel.: (11) 3598-7800 www.tecnocarne.com.br

De 23 a 26 de agosto de 2011

Embala Nordeste – Feira Nacional de Embalagens

Centro de Convenções de Pernambuco, Recife (PE)

Greenfield Business Promotion Tel.: (81) 3343-1101 www.greenfield-brm.com

Dias 1º e 2 de setembro de 2011

Congresso Internacional de Flexografia

De 14 a 16 de setembro de 2011

Congresso LatinoAmericano de Aerossóis

De 20 a 23 de setembro de 2011

EMBALAGEM | TECNOLOGIA | DESIGN | INOVAÇÃO Fundador: Geraldo Banas (1913 – 1999) Publisher: Cristina Banas Editora: Elizabetha Banas (1923 – 2007) Editora-chefe: Margaret Hayasaki – margaret.hayasaki@banas.com.br Assessora Técnica: Assunta Camilo (FuturePack) – assunta@futurepack.com.br Revisão: Nazaré Baracho Consultoria Técnica: Guilherme Sergio Maradine Secretária: Sandra Gomes – sandra.gomes@banas.com.br Projeto gráfico: Editora Banas Produção: Luciano Tavares de Lima (gerente) – producao@banas.com.br Designer: Ana Claudia Martins – ana.martins@banas.com.br Capa: Ana Claudia Martins – ana.martins@banas.com.br

CONSELHO EDITORIAL Assis Garcia – diretor do Centro de Tecnologia de Embalagem – CETEA; Eduardo Yugue – gerente de embalagens da Nestlé; Geraldo Cardoso Guitti – presidente da Refrigerantes Convenção; Iorley Lisboa – gerente de embalagens do Wal-mart; João Batista Ferreira – CEO da J2B Innovation to Business; Lincoln Seragini – diretor – presidente da Seragini Farné; Luis Madi – diretor - geral do ITAL - Instituto de tecnologia de Alimentos; Nivaldo Ferreira Lima – gerente de compras do McDonald´s Brasil

DEPARTAMENTO DE VENDAS Executivos de Negócios – São Paulo

Fecomércio, São Paulo (SP)

Casa Grande Hotel Resort & Spa, Guarujá (SP)

Reed Exhibitions Alcantara Machado Tel.: (11) 3060-5001 www.conferenciaflexo.com.br Abas Tel.: (11) 5505-1663 www.as.org.br/congresso

Rajah Chahine Tel.: (11) 3500-1900 – rajah@pack.com.br

Belo Horizonte M Lage Vendas e Representações. Contato: Marcio Lage Av. Raja Gabaglia, 4000 – sl. 207 – CEP 30494-310 – Belo Horizonte-MG Tel.: (31) 2127-3854 - (31) 9612-8028 – publimg@banas.com.br

Rio de Janeiro Art Comunicação S/C Ltda. Contato: Francisco Neves Rua Des. João Claudino Oliveira e Cruz, 50 – cj. 607 – CEP 22793-071 – Rio de Janeiro-RJ Tels.: (21) 2269-7760 – (11) 9943-5530 – Fax: (21) 3899-1274 – banasrj@uol.com.br

Rio Grande do Sul

Ambiental Expo – Feira Internacional de Equipamentos, Produtos, Serviços e Tecnologias Ambientais

Pavilhão Azul do Expo Center Norte, São Paulo (SP)

Reed Exhibitions Alcantara Machado Tel.: (11) 3060-5001 www.ambientalexpo.com.br

Interface Comunicação e Propaganda Ltda. Contato: Vera Anjos Av. Taquara, 193 – Cj. 406 – CEP 90460-210 – Porto Alegre-RS Tel./Fax: (51) 3330–2878 – banassul@terra.com.br

Paraná e Santa Catarina Print Technology Representações Comerciais Ltda. Contato: Gilberto Kugnharski/Marilisa da Rocha Av. Luiz Xavier, 68 – 11ªand. – cj. 1118 – CEP 80020-020 – Curitiba-PR Tel. (41) 9942-2569 – gilberto@banas.com.br / marilisa@banas.com.br

São Paulo – Interior

FEIRAS NO EXTERIOR DATA

FEIRA

LOCAL

ORGANIZAÇÃO

De 20 a 23 de setembro de 2011

Envase Alimentek

Centro Costa Salgueiro, Buenos Aires, Argentina

Instituto Argentino Del Envase Tel.: (54-11) 4957-0350 www.envase.org

De 26 a 28 de setembro de 2011

Pack Expo Las Vegas – Feira Internacional de Embalagem e Processos

Las Vegas Convention Center, Las Vegas, Estados Unidos

PMMI Tel.: (703) 243-8555 www.packexpo.com

De 8 a 12 de outubro de 2011

Anuga – Feira Internacional de Alimentos

Koelnmesse, Colônia, Alemanha

Koelnmesse GmbH Tel.: +49 (0) 1805204220 www.anuga.com

De 8 a 11 de novembro de 2011

Andina-Pack – Feira Internacional de Embalagem

Aqueropita Intermediações de Negócios Ltda. Contato: Aparecida A. Stefani Tel.: (16) 3413-2336 – Cel.: (11) 9647-0044 – Fax: (11) 3500-1935 – aparecida.stefani@banas.com.br

REPRESENTANTE INTERNACIONAL Argentina 15 de Noviembre 2547 – C1261 AAO – Capital Federal – Republica Argentina Tel.: (54-11) 4943-8500 – Fax y Mensajes: (54-11) 4943-8540 www.edigarnet.com

ACORDO DE COOPERAÇÃO

Bogotá, Colômbia

PAFYC Tel.: +57-1-5200155 www.andinapack.com

Phone: +1 312/2221010 – www.packworld.com

Rua Edward Joseph, 122 – 11º andar – Edifício Passarelli Jardim Suzana – São Paulo-SP – CEP 05709-020 CNPJ 60.432.796/0001-83 – I.E. 104.259.747.116, C.C.M. 1.249.632-4 NOVO TELEFONE (11) 3500-1900 Impressão: IBEP Gráfica Circulação nacional: Tiragem – 10 000 exemplares Periodicidade: mensal Assinatura: Anual (Brasil) = R$ 97,00 • Nº Avulso = R$ 15,00

Cartas&E-mails A revista Pack quer conhecer a opinião dos nossos leitores. Sua opinião é muito importante para a contínua melhoria da qualidade editorial. Escreva para nós, opinando sobre as entrevistas, reportagens e os artigos.

AGOSTO 2011 PACK – EMBALAGEM | TECNOLOGIA | DESIGN | INOVAÇÃO é uma publicação mensal da Editora Banas Ltda. A PACK é dirigida aos profissionais que ocupam cargos técnicos, de direção, gerência e supervisão em empresas fornecedoras, convertedoras e usuárias de embalagens, bem como prestadores de serviços relacionados à logística, design e todos os processos relacionados a indústrias de embalagem.

E

IO

B

2008

IV P R Ê M

DA

END.

Rua Edward Joseph, 122 – 11º andar – Edifício Passarelli São Paulo-SP – CEP 05709-020

B2

A

D

IA

T

A

R

O

6

11 3500-1925 | FAX 11 3500-1935

D E M ÍD IA S E G M

TA

EG

TELEFONE

EC

C AT

PARA SE CORRESPONDER COM A REDAÇÃO E-MAIL redacao@banas.com.br

AT

N

Filiada à

AN

Critique ou dê sugestões de pautas.

RE

V I S TA S E G M

EN

É permitida a divulgação das informações contidas na revista desde que citada a fonte. PACK reserva-se o direito de publicar somente informações que considerar relevantes e do interesse dos leitores da revista.

EDITORA BANAS

168_Agenda_Cartas_Expediente.indd 6

1/8/2011 17:52:49


Siga no @EditoraBanas

nline

www.pack.com.br

POR TATIANA GOMES | tatiana.gomes@banas.com.br

O SITE DA PACK TRAZ NOTICIÁRIO ATUALIZADO DIARIAMENTE, ARTIGOS EXCLUSIVOS E TUDO SOBRE O MERCADO DE EMBALAGEM. MAIS: VÍDEOS, FOTOS E A VERSÃO DIGITAL NA ÍNTEGRA DA EDIÇÃO DO MÊS, ALÉM DAS ANTERIORES! [CONEXÃO WEB ] as mais lidas no pack.com.br

[ENQUETE ]

Em 2007 começaram a surgir os sites de compras coletivas no Brasil. E cada vez mais esta forma de comércio tem crescido.

Em que área da sua empresa atuam os responsáveis por embalagem?

1 2 3 4

Marketing – (40,00%)

Compras coletivas movimentarão R$ 14 bi neste ano

RESULTADO JULHO/2011

40,00%

Compras – (20,00%)

Sites segmentados são os mais procurados.

Embalagem – ( 20,00% )

Facilidade e preservação ambiental marcam lançamentos da Baumgarten Gráfica

Qualidade – (20,00% )

20,00%

20,00%

20,00%

Desenvolvimento de produto - (0,00%)

Empresa acaba de lançar três novos tipos de bandejas termoformadas em cartão.

Reckitt Benckiser lança produto mais sustentável em projeto com Walmart

NESTE MÊS Interaja! Confira a enquete do mês e vote na home do site!

Veja Perfumes Sensações é um dos 13 produtos do projeto Sustentabilidade de Ponta a Ponta.

Onde achar? http://www.pack.com.br

Dow e Mitsui criam plataforma para a produção de biopolímeros para atender os mercados de produtos de higiene, médicos e de embalagens

A joint venture no Brasil vem ao encontro da estratégia da Dow para crescer em mercados de produtos especiais de alto valor e em economias emergentes.

5 +

Indústria Farmacêutica registra 10% de crescimento nas vendas em 2011

Rexam lança primeiras latas do Brasil com verniz fosco

A CPhI, evento de insumos para a indústria farmacêutica,promoverá um amplo debate sobre os caminhos da indústria farmacêutica.

A novidade, que será utilizada nas latas da linha Schweppes, da Coca-Cola, confere um aspecto premium ao rótulo e dá a impressão de que a lata está sempre gelada, além de proporcionar uma sensação diferente ao toque e permitir uma melhor leitura da marca na gôndola, por não refletir a luz, como acontece com a lata com o verniz comum.

Confira a lista das dez notícias mais acessadas no site e as leia na íntegra! Fonte: Google Analytics* Período de 28/6/11 a 26/7/11 Onde achar? http://www.pack.com.br/maisnoticias.aspx

[DESTAQUES]

Iogurtes naturais da Tirol ganham novas embalagens, desenvolvidas pela Design Inverso

Os anúncios desta edição acompanhados dos ícones  têm informações extras no www.radarindustrial.com.br. Lá você encontra mais detalhes dos produtos, especificações técnicas e informações da empresa anunciante. Acesse! www.radarindustrial.com.br

Dúvidas sobre o mercado?

PERGUNTE, ELE RESPONDE!

O NEWSLETTER SEMANAL DA INDÚSTRIA

Toda semana, a newsletter entrega no seu e-mail as notícias mais importantes da indústria de embalagens. Cadastre-se no site! Acesse! www.banas.com.br/banasinforma

Foto: Divulgação

Nossos consultores esclarecem os mais diversos temas do setor. Envie sua pergunta e leia as respostas para nossos internautas no Blog da Pack. E-mail guru@pack.com.br

Os potes plásticos de 200 gramas foram atualizados, levando em conta o destaque para as massas de cores, que irão diferenciá-los nos pontos de venda. Além dos sabores já conhecidos de Iogurte Desnatado Natural e Iogurte Desnatado com Mel, a empresa de laticínios também incorporou uma nova opção: Iogurte Integral Laranja, Cenoura e Mel. Onde achar? http://www.pack.com.br/blog

EDITORA BANAS

168_Pack_online.indd 7

7

1/8/2011 17:53:08


atualidades

Foto: Divulgação

Reforçando a filosofia da Nestlé de entregar mais nutrição, saúde e bem-estar aos consumidores, a linha Meu Instante Maggi chega ao ponto de venda de cara nova. “O redesign foi baseado em pesquisas que levaram a um novo posicionamento do produto, trazendo-o mais para o universo dos snacks saudáveis”, pontua Luís Bartolomei, diretor-executivo da B+G designers. Ele explica que a nova identidade, inédita na categoria, apresenta uma linguagem moderna e descontraída na qual as informações surgem como recados que costumam ser deixados em todos os cantos da casa ou do trabalho, criando uma relação emocional com os consumidores que procuram fazer refeições balanceadas, unindo nutrição e sabor. A B+G designers, que trabalha com a marca Maggi desde 1996, responde também pelas novas identidades das linhas de Sopas Claras, Cremes, Sopão e Temperos. B+G Designers, tel.: (11) 5090-1460.

Maior percepção

Foto: Divulgação

de sabor

8

168_Atualidades.indd 8

A linha de iogurtes Activia, da Danone, chega ao ponto de venda de cara nova para facilitar ao consumidor a busca e a identificação dos produtos. As mudanças valorizam muito mais a diferenciação entre os vários sabores e também entre as linhas light e regular, além de destacar novidades e edições especiais na gôndola, como a nova linha Cereais. Segundo Mathieu Reverte, diretor da Team Creatif, agência responsável pela reformulação, a sensação de movimento das frutas e dos ingredientes - agora mais presentes, frescos e “reais” nas novas embalagens - despertam ainda mais o desejo de degustação dos produtos. “Você come com os olhos”. Respeitando o desafio de manter o reconhecido “paredão verde”, que marca a presença de Activia no ponto de venda, o novo design é apresentado de forma mais clara e unificada e o layout é aplicado em toda bandeja, ou seja, as quatro unidades do produto compõem uma única imagem, aumentando a visibilidade da marca e o destaque aos sabores. O pote é fornecido pela Bemis, a luva de papel cartão pela MeadWestvaco e o selo de alumínio pela Bemis e Emsur (Mixpaper).

Foto: Divulgação

Linguagem moderna e descontraída

Sem desperdícios O personagem Anjinho, da Turma da Mônica, é o protagonista da linha Huggies Turma da Mônica Cacheados, da Kimberly-Clark, composta por xampu, condicionador e antifrizz. O xampu e o condicionador trazem a exclusiva válvula de silicone, que controla a vazão, evitando desperdícios. Ela permite que a mãe manuseie o produto com apenas uma mão e apoie o frasco aberto sem que vaze, uma vez que o produto só sai quando pressionado com as mãos. O antifrizz é comercializado no formato spray, o que facilita a aplicação nos cabelos. Para que a consumidora encontre mais facilmente os produtos na gôndola, as embalagens possuem cores e nomes destacados para cada versão, facilitando a leitura. O frasco de polipropileno (PP), com efeito soft touch, foi produzido pela Globalpack e a válvula de silicone pela Aptar. Já o rótulo autoadesivo, com impressão em flexografia, pela Uniflexo. O design do rótulo foi desenvolvido pela Oz Design. Kimberly-Clark, tel.: 0800-7095599.

Danone, tel.: 0800-7017561.

Editora Banas

1/8/2011 17:53:48


Foto: Divulgação

Fácil manuseio e aplicação Dando continuidade ao processo de inovação e renovação no design de seus produtos, a Leite de Rosas aposta em nova embalagem para o hidratante corporal. Além da inversão de cores (o frasco passa a ser rosa e as letras estampadas em branco), o novo formato facilita o manuseio e a aplicação do creme, cuja  fórmula, que contém a consagrada fragrância  de  rosas brancas e está  gravada na memória afetiva das brasileiras, permanece a mesma. “Dois terços da população associam a cor rosa à embalagem de Leite de Rosas, o que facilita a diferenciação e visibilidade do produto para as consumidoras no ponto de venda”, explica Ana Lavaquial, gerente de marketing da empresa. A embalagem de polietileno de alta densidade (PEAD) e a tampa de polipropileno (PP) foram produzidas pela Zeviplast e decoradas com rótulo autoadesivo. O design da embalagem é assinado pela Modo Design. Leite de Rosas, tel.: 0800-7043646.

Foto: Divulgação

A nova versão da linha Keep Cooler, o Keep ICE, da Vinícola Aurora, é um produto inovador à base de vodca feita de uvas. A bebida chega ao mercado em uma garrafa de vidro de 250ml, atraente e competitiva na gôndola. A embalagem de vidro é fornecida pela Owens-Illinois e a tampa, pela Mecesa. Ela é decorada com rótulo autoadesivo produzido em papel metalizado 70 gramas, com acabamento em verniz UV, e impresso em offset pela Gráfica Embanor. O design do rótulo foi desenvolvido pela Bendito Design.

Viagem pelo mundo dos sabores

Cooperativa Vínicola Aurora, tel.: 0800-7014555.

Inspirada na temática festa A Richester, marca de massas e biscoitos da M. Dias Branco, lança dois novos sabores da linha de biscoito Tortinha Amori, destinado ao público jovem: Tortinha Festa Beijinho Amori e Tortinha Festa Brigadeiro Amori. As embalagens de 250 gramas dos biscoitos apresentam a nova tipografia e os corações em percepção 3D que conferem um toque especial e um ar moderno e descontraído. O layout desenvolvido internamente pela área de criação e marketing da empresa foi inspirado na temática festa, com o uso de balões como referência aos principais momentos de alegria dos brasileiros. A embalagem de polipropileno biorientado (BOPP) foi impressa em rotogravura pela Converplast. Richester, tel.: 0800-7025509.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Sede de novidade

A linha de sopas Sabores do Mundo, da Lual Alimentos, permite uma verdadeira viagem gastronômica por seis sabores e seis nacionalidades: Sopa Alemã (Creme de batata com sabor de bacon), Sopa Brasileira (Mandioquinha com Carne Seca), Sopa Espanhola (Queijo com Tomate e Manjericão), Sopa Mexicana (Carne com Milho e um toque de Pimenta), Sopa Portuguesa (Caldo Verde), Sopa Suíça (Creme de Queijo). Em uma pesquisa, os consumidores apontaram que lual remete à alegria, encontro de amigos, descontração e festa. Na criação das embalagens, todos esses quesitos foram determinantes: a toalha xadrez traz o clima caseiro, o uso de cores vibrantes, e a grafia das palavras utiliza letras que parecem feitas à mão. Também foi utilizada a imagem de uma caneca de sopa com a fumaça tomando conta do ambiente. O projeto gráfico é assinado pela B2 Creative e a embalagem foi produzida pela Converplast. Lual Alimentos, tel: 0800-7707230.

Editora Banas

168_Atualidades.indd 9

9

1/8/2011 17:54:07


notícias

Demanda mundial de embalagem de medicamentos vai chegar a US$ 62 bilhões em 2015

a

vai exigir embalagens especiais. o crescimento da demanda na Europa ocidental irá refletir na melhoria dos padrões governamentais requeridos para embalagens do tipo unidose, com alta barreira e antifalsificação de muitos tipos de medicamentos. Com base em sua ampla gama de fabricantes de medicamentos de marca e genéricos, o Japão continuará sendo um grande consumidor de diversos tipos de embalagens, tampas e acessórios relacionados. no entanto, o País vai experimentar oportunidades de crescimento abaixo da média, já que os fabricantes de medicamentos vão buscar embalagens mais eficientes para compensar a pressão dos preços. a demanda mundial de embalagem primária de medicamentos vai crescer 5,6% ao ano, atingindo cerca de Us$ 39 bilhões em 2015. o crescimento mais rápido é identificado para seringas e frascos pré-envasados com a expansão das aplicações de biotecnologia, como a introdução de novas terapias injetáveis. as embalagens plásticas seguem como as mais utilizadas para medicamentos orais distribuídos a granel e em volumes de doses prescritas DEMANDA MUNDIAL DE EMBALAGEM DE para o varejo e farPRODUTOS FARMACÊUTICOS mácias. Elas também (US$ MILHÕES) vão continuar a dominar as aplicações 70.000 de medicamentos 2010 2015 2005 comercializadas em 60.000 comprimidos e em 50.000 cápsulas com 50 40.000 ou mais. 30.000 o blister compreende o segundo maior 20.000 grupo de vendas de 10.000 embalagens primá0 rias, já que é uma emDEMANDA AMÉRICA EUROPA ÁSIA OUTRAS balagem fácil de ser MUNDIAL DO NORTE OCIDENTAL PACÍFICO REGIÕES adaptada para uma 7.6% 6.7% dose e formatos de 6.4% 6.2% 5.8% 5.6% testes clínicos com 5.5% 5.1% 5.1% 5.1% rótulo expandido, alta visibilidade e carac2005-2010 2010-2015 terísticas de controle e rastreabilidade.

10

168_Atualidades.indd 10

6.670

4.820

3.349

10.850 14.630

7.951

18.660

14.520

11.070

21.740

16.990

13.230

61.700

47.180

CRESCIMENTO ANUAL

35.600

Fonte: Freedonia

demanda mundial de embalagens de produtos farmacêuticos vai crescer 5,5% ao ano, atingindo Us$ 62 bilhões em 2015. refletindo a extensa operação e as diversas indústrias de medicamentos, os países desenvolvidos da Europa ocidental, dos Estados Unidos e do Japão irão responder por mais de 70% desse volume. Entretanto, a China vai ter oportunidade de crescimento mais rápido em função da acelerada expansão da capacidade de produção de medicamentos e o amplo programa de incentivo do governo desenhado para aprimorar a qualidade e a integridade dos remédios produzidos nacionalmente. Entre as maiores economias em desenvolvimento, Índia e Brasil também vão evoluir no mercado de embalagem de medicamentos. Essas e outras tendências são apresentadas no estudo desenvolvido pelo Grupo Freedonia. os Estados Unidos seguem como os maiores consumidores de embalagens de medicamentos. o avanço do setor de farmacêutico no País com a introdução de novas terapias sofisticadas

Vaivém do mercado ADRIANA RECCO É A NOVA GERENTE DE COMUNICAÇÃO CORPORATIVA DA HENKEL

a Henkel, fabricante das marcas Loctite super Bonder, Pritt, Cascola, Bonderite, Liofol e schwarzkopf, anuncia adriana recco como a nova gerente de comunicação corporativa, que será responsável pela comunicação interna e externa da empresa no Brasil. a executiva se reportará funcionalmente à Maria salceda, diretora de comunicação corporativa da Henkel américa Latina, locada no México, e trabalhará em estreita parceria com Julio Muñoz Kampff, presidente da Henkel Mercosul. além disso, a profissional representará a área de comunicação no comitê executivo da empresa.

ANTONIO TEIXEIRA É ELEITO PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE EMBALAGEM (IPA)

antonio teixeira, diretor-executivo da Brasilata, fabricante de embalagens de aço, acaba de ser eleito presidente da associação internacional de Embalagem (iPa). Ele vai substituir Hans Jordi, diretor-executivo da suíça Hoffmann neopac, que se aposentou. teixeira foi eleito durante uma recente assembleia geral, realizada em rimini, na itália. HUSKY NOMEIA SU TAYLOR VICEPRESIDENTE DE RECURSOS HUMANOS E DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL

a Husky injection Molding systems acaba de anunciar su taylor para o cargo de vice-presidente de recursos humanos e desenvolvimento organizacional. a executiva tem mais de 19 anos de experiência em cargos de liderança na área de recursos humanos em companhias, como nortel e Xerox. Ela ingressou na Husky em 2009, e desde então, vem desempenhando um papel fundamental no desenvolvimento da companhia na função de recursos humanos. OWENS-ILLINOIS TEM NOVO VICEPRESIDENTE SÊNIOR E DIRETOR DE RECURSOS HUMANOS

a owens-illinois, fabricante de embalagens de vidro, nomeou Paul Jarrell para o cargo de vice-presidente sênior e diretor de recursos humanos. o executivo vai substituir steve Malia, que se aposentou. Ele sera responsável pela função de liderança global de recursos humanos, desenvolvendo e captando profissionais estratégicos capazes de realizar as metas de negócios da empresa. também vai cumprir um papel secundário na expansão das operações na Ásia Pacífico e na américa Latina.

Editora Banas

1/8/2011 17:54:09


Foto: Divulgação

notícias

Capacidade ampliada na decoração de embalagens de vidro de perfumes e cosméticos

Foto: Divulgação

Wheaton adquire operações de cosméticos da Plastclean Empresa investe R$ 25 milhões para atender o mercado brasileiro de decoração de embalagens de vidro

C

om aporte de R$ 25 milhões, o Grupo Wheaton Brasil, grande fabricante de frascos de vidros para os setores de cosmético e de perfumaria do país, acaba de adquirir as operações de cosméticos da Plastclean para atender a demanda crescente do mercado brasileiro de decoração em embalagens de vidro. Segundo Renato Massara, diretor-comercial e de marketing da Wheaton Brasil, somente no primeiro semestre deste ano, a Wheaton obteve crescimento de 25% em relação ao mesmo período de 2010. “Em agosto, já começamos a entregar as encomendas para o Natal. Estamos trabalhando em três turnos em função da demanda aquecida”, afirma o executivo. Essa expansão é atribuída também à chegada de muitas empresas multinacionais do setor de cosméticos no Brasil, que estão investindo com operações no País. Um exemplo disso, segundo Massara, é a multinacional grega Korus, empresa da Johnson & Johnson, para a qual a Wheaton já está fornecendo frascos de vidro de perfumes. Com a aquisição da Plastclean e a compra de um equipamento alemão de silkscreen e hot-stamping, que deve chegar ao

Brasil em setembro, a Wheaton dobrará a capacidade de pintura em vidros e fará 20% mais aplicações em silk screen, atingindo 6 milhões de aplicações em pintura/mês, 25 milhões de aplicações em silkscreen/mês e quase 100 mil aplicações em hot-stamping/dia. “Esse mercado exige inovação sempre e esses investimentos irão permitir ganhar tempo no desenvolvimento de produtos”, destaca Massara. O processo de pintura em vidro, segundo ele, é o que experimenta maior crescimento, em média, 30% ao ano. “No entanto, é o processo de silkscreen que ainda tem maior representatividade. O hot-stamping tem potencial para crescer, pois agrega valor ao produto, com diferenciais, como a aplicação holográfica em 3D”. Para atender a essa demanda, a Wheaton tem a colaboração de 1100 funcionários em seu time de decoração de vidros. A empresa também manteve os funcionários da Plastclean, que passará a operar em três turnos a partir desse mês. Durante o primeiro ano, a Plastclean continuará operando suas instalações atuais, mas em médio prazo, a ideia é unificar as operações das plantas fabris.

Renato Massara, diretor comercial e de marketing da Wheaton Brasil

A nova máquina de silkscreen comporta a aplicação desse processo de decoração de embalagens de vidro em formatos mais complexos, recurso fundamental para atender as inovações do segmento de perfumaria. “Hoje, a Wheaton lança seis novos formatos de embalagens/mês”, destaca Massara. A Wheaton tem expectativa de fechar o ano de 2011 com crescimento de 20% e previsão de faturamento bruto na ordem de R$ 500 milhões. Para 2012, o crescimento projetado é de 15%.

Editora Banas

168_Atualidades.indd 11

11

1/8/2011 17:54:12


entrevista

Davis Bruscagin de Assis Junior, Foto: Divulgação

gerente da fábrica de embalagens de Araçatuba da MWV Rigesa

Qual foi o valor do investimento feito na nova fábrica da M, em Araçatuba? Em Araçatuba (SP), fizemos um investimento na ordem de 11 milhões de dólares em equipamentos. Não tivemos investimentos em prédios, visto que a construção foi feita no modelo Built to Suit. A nova unidade, que tem 27 mil m² de construção, conta com 60 colaboradores, e a perspectiva é que até 2014 esse número seja de 250, um crescimento de mais de 250%.

No interior de São Paulo e do Paraná, a fábrica de Araçatuba vai atender empresas de quais segmentos de mercado? A MWV Rigesa de Araçatuba está preparada para atender uma vasta gama de clientes, mas podemos destacar o segmento de alimentos, higiene e limpeza, frigorificados, fiação/têxteis, móveis, cerâmica, metalúrgica, frutas, cigarros, calçados e folhas para cartonagem. A nova operação já teve a sua primeira produção, composta por 17.600 caixas tipo “lap colado”, com impressão em duas cores e para embalar panelas de alumínio. Além disso, a empresa já atendeu a três pedidos, totalizando quase 19 mil m² de embalagens produzidas. Com essa nova fábrica, a Rigesa pretende abrir novos mercados na região? Quais? A construção da unidade de Araçatuba tem como principal objetivo sustentar o crescimento de nossos atuais clientes. Entretanto, como toda empresa de embalagens, a MWV Rigesa atua em diversos segmentos de mercado e, evidentemente, temos estratégias de crescimento de participação dentro dos mesmos.

Como foi escolhida a cidade de Araçatuba para a construção da nova fábrica? Dentre as cidades pré-selecionadas, Araçatuba foi escolhida em função da boa infraestrutura em hospitais, escolas, rede hoteleira, bem como na disponibilidade de mão de obra qualificada. A proximidade com alguns de nossos mais importantes clientes, bem como a facilidade de escoamento da produção, também foram decisivas para a escolha de Araçatuba.

12

168_Atualidades.indd 12

Editora Banas

1/8/2011 17:54:17


168_13_CROMEX.INDD 13

1/8/2011 17:54:39


por dentro das leis

ABNT lança norma internacional sobre gestão da energia A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) acaba de lançar a ABNT NBR ISO 50001:2011 – Sistemas de Gestão da Energia – Requisitos com orientações para uso. A norma é uma adoção da ISO 50001:2011– Energy management systems - Requeriments with guidance for use, publicada dia 15 de junho, pela International Organization for Standardization (ISO) e países membros, incluindo o Brasil, em meio à expectativa de vir a promover um impacto positivo sobre cerca de 60% do uso de energia no mundo. A ABNT NBR ISO 50001:2011 especifica requistos para implementação e manutenção de um sistema de gestão da energia, com o propósito de habilitar organizações de todos os portes a buscarem a melhoria contínua de seu desempenho energético. Alberto Fossa, coordenador da comissão de estudo especial de gestão e economia de energia (ABNT/CEE-116) e chefe da delegação brasileira na ISO, explica os principais focos da norma. “O desempenho está baseado em três pontos específicos: uso (aspecto qualitativo da energia, que inclui também o comportamento humano, entre outros); quantidade (aspecto quantitativo da energia, envolvendo o consumo e sua redução); e eficiência energética (aspecto tecnológico e vinculado ao balanço entre os recursos energéticos despendidos e os resultados obtidos num determinado processo)”. Outro objetivo é garantir disponibilidade de suprimento de energia, aumentando a competitividade e contribuindo para reduzir o impacto das mudanças climáticas. A melhoria contínua do desempenho energético resultará na diminuição do consumo global de energia.

Foto: iStockphoto

A norma recomenda às organizações vários procedimentos como, por exemplo, adoção de critérios de eficiência na compra de equipamentos, estruturação e cuidados adicionais na operação e manutenção de equipamentos, conscientização e treinamento sobre os aspectos vinculados ao uso adequado da energia.

Lei determina uso de canudos embalados para proteger consumidor A Lei 9644 do vereador Claudemir Justi (PSDB), da Câmara Municipal de Sorocaba (SP) obriga restaurantes, bares, lanchonetes, barracas e ambulantes autorizados pela Prefeitura a fornecerem canudos de plástico individuais e hermeticamente embalados aos consumidores. A nova lei prevê multa de R$ 200 pelo descumprimento da determinação, valor que dobra em caso de reincidência. O objetivo da proposta é evitar possíveis contaminações. “O manuseio inadequado de canudos pode representar risco à saúde da população. A medida irá evitar que os canudos plásticos sejam reutilizados, expostos a insetos ou manuseados por outras pessoas”, afirma Justi.

14

Editora Banas

168_Por Dentro das Leis.indd 14

1/8/2011 17:55:02


168_15_COGNEX.INDD 15

1/8/2011 17:55:25


entrevista

É uma forma mais moderna de coletar informações Margaret Hayasaki

D

iferente do modelo tradicional de pesquisas de opinião, o Clube Amostra Grátis introduziu um novo modelo que permite aos consumidores ter uma experiência real com os produtos antes mesmo de seus lançamentos ou avaliar produtos que já estão no mercado. Os consumidores, que se tornam membros da loja, depois do pagamento de uma taxa anual, escolhem os produtos que desejam testar. Eles podem avaliar novos produtos todos os meses, mas, em contrapartida, têm que responder a pesquisa de opinião. Desde o início de suas atividades, o Clube Amostra Grátis já teve mais de 500 cases de mudanças de produtos em função dos testes. “As pesquisas de opinião têm sido feitas da mesma maneira, nos últimos 100 anos. O Clube Amostra Grátis traz uma forma mais moderna de coletar informações, e os custos são menores”, explica Luiz Kajibata Gaeta, sócio-proprietário do Clube Amostra Grátis. Em entrevista à revista Pack, o executivo conta como o novo modelo de pesquisa de opinião promove acertos e facilita a comunicação com o público-alvo das marcas.

PACK: Como nasceu o conceito do Clube Amostra Grátis? GAETA: Nos inspiramos em um modelo de loja que já existe, há três anos, no Japão, na Europa e nos Estados Unidos. Diferente do conceito adotado no exterior, onde há uma pesquisa superficial e publicidade no ponto de venda, o Clube Amostra Grátis, em São Paulo, a primeira da América Latina, promove a experimentação do produto sem o uso de publicidade para não induzir os consumidores a escolher um ou outro produto, além de gerar informação mais aprofundada para uso pelas indústrias de produtos de consumo. Os consumidores membros do Clube Amostra Grátis testam produtos que ainda vão ser lançados e produtos que já estão no mercado. Eles recebem um login e uma senha para responder a pesquisa de opinião sobre o produto no site da loja, e as informações são utilizadas pelos fabricantes para aprimorar o produto. Essa pesquisa é feita a quatro mãos, ou seja, em parceria com a indústria. São gerados diferentes questionários para diferentes perfis de consumidores, como é o caso do heavy user de um produto, que tem informação mais relevante do que outro que utiliza o produto somente uma vez por semana, por exemplo. Essa pesquisa é respondida de forma espontânea, pois eles não são cobrados para respondê-la. No entanto, se eles desejam testar novos produtos no Clube Amostra Grátis, eles precisam responder a pesquisa. Outro ponto bastante importante é que possível fazer o cruzamento de informações de produtos concorrentes. No início, a gente não tinha certeza se o Brasil ia pedir mais experimentação ou mais qualidade de pesquisa. No segundo mês, já estava muito claro que a indústria precisava de informação. 16

168_Entrevista.indd 16

PACK: Quais são os aspectos abordados na pesquisa de opinião sobre os produtos? GAETA: É muito específico para cada indústria. Por exemplo, a indústria lança um produto que não deu certo nas prateleiras. Então, o questionário vai tentar identificar as razões para isso. Será que foi o sabor, a embalagem, o tamanho da embalagem, entre outros aspectos. Se esse produto teve um grau de rejeição grande, ele não pode nem voltar para o mercado. Ele tem que ser modificado. PACK: E o perfil dos membros do Clube Amostra Grátis? GAETA: Hoje, estamos muito focados no público B e C. O público B, como grau de inovação porque tem acesso a muita informação de outros concorrentes. E o C em função do maior poder de consumo. Por isso, nós não escolhemos um local C para a instalação da loja, pois teríamos maior dificuldade da entrada do público B. E, nós sabemos que o público C está sempre se aproximando do B. Atualmente, temos um banco de dados bastante eficiente nessa linha BC. É um público composto por 65% de mulheres e 35% de homens, dos quais 80%, com idades entre 20 e 50 anos. Contamos com uma média de 14 mil associados, dos quais, oito mil visitam regularmente o Clube Amostra Grátis. Hoje, o que a gente tem são pessoas que visitam a loja e se associam porque gostaram do modelo ou por meio da propaganda boca a boca

Editora Banas

1/8/2011 17:56:08


Foto: Piti Reali

O Clube Amostra Grátis nasceu há pouco mais de um ano com o objetivo de promover a experimentação de produtos que serão lançados ou produtos que já estão no mercado. A moeda de valor da loja é a opinião dos consumidores, que é utilizada pela indústria para aprimorar os seus produtos

Editora Banas

168_Entrevista.indd 17

17

1/8/2011 17:56:14


entrevista

feita por outros participantes que já frequentam o Clube Amostra Grátis. PACK: Há uma meta para expandir o número de membros? GAETA: Não nos preocupa tanto a quantidade de associados. Depois de mais de um ano dentro do modelo, nós sabemos que a qualidade das respostas e a qualidade do perfil dos associados são mais relevantes que a quantidade, principalmente, quando se trata de inovação e melhoria de produto. Então, traduzindo isso, a nossa meta é uma média de 540 pesquisas/produto. Dessa forma, conseguimos obter maior qualidade de resposta. Mas, já tivemos 2500 pesquisas/produto.

GAETA: 30% dos produtos testados pelos associados do Clube Amostra Grátis são lançamentos e 70% que já estão no mercado. PACK: Desde o começo, o Clube Amostra Grátis testa lançamentos e produtos que já estão no mercado?

GAETA: Só com lançamentos de produtos, o Clube Amostra Grátis não existiria. A indústria não faz a quantidade de lançamentos necessária para a gente fazer testes. Para a indústria, tão necessário quanto o lançamento é saber quando ela tem que modificar um produto que já está no mercado. Outro fator importante é a experimentação do produto, pois há muitos produtos nos supermercados que os consumidores PACK: Esse conceito do Clube Amostra visualizam nas prateleiras, mas não exGrátis será expandido? perimentam. Talvez, se eles pudessem GAETA: Sim. Depois que a gente enexperimentar poderiam voltar a consutender e firmar esse modelo na área mir. A gente sabe que esse modelo deu de trade e produto, a ideia é expandir certo justamente porque as indústrias o conceito para as regiões Nordeste e multinacionais e de pequenos e médios Sul do Brasil. portes estão testando mais produtos. A nossa preocupação era não ser um PACK: Quem são as empresas que modismo. E, agora, com o laboratório estão testando produtos no Clube de trade (uma simulação real de um Amostra Grátis? supermercado), que será inaugurado GAETA: A grande empresa este mês, o objemultinacional já particitivo é descobrir o Nós tivemos pou muito mais do Clube que leva o consuAmostra Grátis em relação às mais de 500 midor a comprar pequenas e médias. No iníuma marca em decases de cio, a gente tinha 20% de trimento de outra, pequenas e médias e 80% de mudanças ou seja, entender grandes empresas multinao seu comportade produtos cionais. Hoje, essa fatia está mento no ponto de equilibrada (50% pequenas venda. Dessa forma, o Clue médias e 50% grandes). Isso é uma be Amostra Grátis oferece para tendência, já que o Brasil, como um a indústria duas soluções que se País emergente, tem que investir em complementam. Os consumidores que informação. As pequenas e médias já frequentam o Clube Amostra Grátis empresas vão investir, cada vez mais, em para testar produtos serão convidados pesquisa de opinião, compreendendo o a experimentar o laboratório de trade valor de melhorar o rótulo e a embalapara opinar sobre o ponto de venda. gem, ou ainda, do desenvolvimento de PACK: Dos produtos testados pelos um produto diferenciado, pois elas têm associados do Clube Amostra Grátis, uma taxa de conversão melhor. Isso é quantos resultaram em mudanças? uma obrigação da indústria, mas só será possível com o amadurecimento GAETA: Nós tivemos mais de 500 cases da indústria, o amadurecimento dos de mudanças de produtos em função profissionais, dos equipamentos, e do dos testes feitos pelos associados do nível de formação. Clube Amostra Grátis. São vários tipos de mudanças, por exemplo, um PACK: Hoje as empresas testam mais gargalo na distribuição do produto. Os lançamentos ou produtos que estão consumidores aprovaram o produto, no mercado? 18

168_Entrevista.indd 18

mas não o encontravam no mercado para comprar. PACK: Há muitas mudanças envolvendo embalagem? GAETA: Sim. Num primeiro momento, a embalagem é muito importante para a escolha do produto pelos consumidores. Mas, ao mesmo tempo, ela pode ter um efeito negativo, pois, às vezes, ela é bastante atrativa, mas o produto não tem qualidade. Hoje a concorrência nos supermercados é acirrada em diversas linhas de produtos, por isso, é importante fazer um produto de qualidade, com uma embalagem de qualidade. É preciso se cercar de muita informação. Por exemplo, já tivemos um produto no Clube da Amostra Grátis que não acreditávamos que iria bem porque a embalagem e a comunicação eram ruins, mas 75% das pessoas que testaram o produto queriam comprá-lo, pois ele era bom. O que essa indústria tem que fazer? Mudar a embalagem. Como também já tivemos outros casos em que o produto era ruim, mas a embalagem era boa. O que acontece? O consumidor compra o produto, mas não volta a consumir. Para a indústria isso não serve. Para ela, é bom vender o produto sempre.

Editora Banas

1/8/2011 17:56:26


Fotos: Piti Reali

PACK: Atualmente, quantas marcas estão testando os seus produtos? GAETA: Hoje tem bastante. Aproximadamente 500 marcas de produtos, desde roupas para crianças até serviços. Novos produtos devem ser testados, como o lançamento de uma inovadora bebida, sem similar no mercado brasileiro. PACK: Há categorias de produtos que são mais testadas em detrimento de outras? GAETA: Temos um modelo bastante diferente. Os associados têm que levar produtos de preços baratos, médios e caros. Isso foi feito para permitir o teste de qualquer produto da indústria, desde um produto de 1 real até 50 reais. Como o nosso maior público é feminino, os produtos de higiene e beleza, naturalmente, são os mais testados. Mas, isso também depende de faixa etária e classe social. Tudo isso influencia na escolha.

PACK: Quais são os desafios nesse novo modelo de experiência de consumo? GAETA: Os desafios estão sempre presentes. Mas, no momento, o maior desafio é fazer a implementação do laboratório de trade e continuar mostrando os resultados para a indústria. Aprendemos muito nesse período de pouco mais de um ano do Clube da Amostra Grátis. O sucesso vai vir com o tempo e o amadurecimento da indústria de querer testar mais produtos e ter informação de qualidade. Ainda é muito cedo para falar de resultado no Brasil. As multinacionais sabem que ter informação é muito importante para desenvolver um produto ou inovar. Já as pequenas indústrias ainda estão aprendendo e precisam entender a importância de disputar o seu consumidor. Esse é um grande desafio: fazê-las investir mais em pesquisa de opinião.

Editora Banas

168_Entrevista.indd 19

19

1/8/2011 17:56:38


vanguarda

Reckitt Benckiser lança produto

mais sustentável O Veja Perfumes Sensações é um dos 13 produtos participantes do projeto Sustentabilidade de Ponta a Ponta, do Walmart. Foi desenvolvida uma versão PET de dois litros que usa menos 47% de material por litro de produto quando comparado com a embalagem de 500 ml

A

Reckitt Benckiser (RB), empresa global líder nos segmentos de limpeza doméstica, cuidados pessoais e com a saúde e detentora das marcas Veja, Vanish, Bom Ar Airwick e Dettol, entre outras, estreia no programa “Sustentabilidade de Ponta a Ponta”, idealizado pelo Walmart, com o produto Veja Perfumes Sensações. Foi desenvolvida uma versão PET de dois litros, que usa menos 47% de material por litro de produto quando comparado com a embalagem de 500 ml. Segundo Márcia D. Bolé, diretora de pesquisa e desenvolvimento da Reckitt Benckiser para a América Latina, até o início do projeto Ponta a Ponta, a empresa tinha aprovado nas embalagens PET de Veja Perfumes Sensações, a utilização de até 70% de material reciclado pós-consumo, e com o projeto, a utilização de 100%. “Acreditamos que é de enorme importância o uso de PET reciclado pós-consumo, pois, com maior utilização, fortaleceremos a demanda da cadeia de reciclagem, gerando mais empregos e reduzindo o impacto ambiental”, destaca. O uso da resina PET reciclada pós-consumo, segundo ela, traz desafios para acondicionar o produto químico. “As características do material reciclado pós-consumo devem garantir que a embalagem tenha o mesmo desempenho de uma feita com resina virgem em aspectos, como amassamento, envase e transporte”, afirma. Além disso, foram reduzidos 7% do polipropileno (PP) da tampa e 6% da gramatura do rótulo, que foi impresso com tinta à base de soja. “Fizemos o desenvolvimento de um novo molde para a tampa, no qual se conseguiu aperfeiçoar a distribuição do material no molde de injeção, mantendo as mesmas características técnicas e de funcionalidade da tampa atual”, explica. A escolha do uso da tinta de soja e a redução da gramatura se deram em parceria com o fornecedor de rótulos. “O fornecedor estava totalmente engajado conosco em buscar soluções criativas sustentáveis. Desenvolvemos um material alternativo com menor gramatura, cujo maior desafio foi a adequação desse rótulo à velocidade de nossas linhas de rotulagem, e trouxemos a tecnologia da tinta à base de soja, até então, em utilização em países, como EUA. A tinta gera menos resíduos ao meio ambiente durante o processo de fabricação dos rótulos”, argumenta Márcia. Outros aspectos do projeto que valem ser ressaltados são que foi obtida redução de uma hora no tempo de fabricação do Veja Perfumes Sensações, com o desenvolvimento de 20

168_vanguarda.indd 20

Foto: Divulgação

DA REDAÇÃO

Rótulo comunica as melhorias ambientais do produto

uma nova fórmula e redução de energia no sopro das embalagens. Para isso, o fornecedor trocou o equipamento antigo por um mais novo. Além de menor consumo de papelão (aba) nas bandejas de transporte das embalagens vazias do fornecedor até a fábrica da Reckitt Benckiser e substituição na fábrica das lâmpadas convencionais pelas de LED e de um compressor com menor gasto de energia. “Toda a melhoria na cadeia produtiva do Veja Perfumes Sensações contribuiu para a redução de emissão de gás carbono, seja por meio da diminuição do número de entrega de materiais, ou pela redução de materiais e melhorias de processo, que resultaram na redução total de 451 kg de CO2 equivalente por ano”, revela Márcia. Um projeto de sustentabilidade não deve somente se basear na cadeia produtiva, mas em todo o ciclo de vida do produto. “Por isso, o envolvimento

EDITORA BANAS

1/8/2011 17:57:03


de embalagem envolvidos na criação de um novo produto devem ter, desde o princípio, a mesma consciência e mesmo compromisso sustentável, para que ele já nasça otimizado, assim como na versão 2l de Veja Perfumes Sensações”, explica Márcia.

METAS AMBIENTAIS

A Reckitt Benckiser possui diversos programas ambientalmente responsáCLAREZA SOBRE OS veis, que visam a minimizar ou eliminar BENEFÍCIOS AMBIENTAIS impactos causados pelo cotidiano e NO RÓTULO pelos processos necessários da produção fabril, entre eles: a redução de emissão de A Reckitt Benckiser possui um programa Carbono (CO2); utilização de produtos chamado “Nossa Casa Nosso Planeta”, recicláveis e processos de reciclagem; que foi lançado no ações que resultam em economia Brasil, em 2009, de energia (junto ao consumidor e O consumidor com o intuito de e redução de utilicomunicar e engaexerce um papel internamente); zação de embalagens. jar os consumidores fundamental Através do programa Carbon20, para que adotem lançado em 2007, a empresa deixou hábitos mais consna cadeia de de emitir mais de três milhões de cientes de consuconsumo toneladas de CO2. “Esse resultado mo de produtos de representa uma redução de 11% no limpeza. No rótulo, impacto do Carbono na vida útil de seus o “espaço verde”, intitulado Nossa Casa, produtos. A meta é chegar a 20% em Nosso Planeta, comunica as melhorias 2020, o que pode ser comparado a retiambientais do produto, incluindo os rada de um milhão de carros das ruas”, ícones de cada material de embalagem revela Márcia. “A companhia foi uma das para a reciclagem e dicas de consumo primeiras protagonistas dessa abordaconsciente. “O consumidor exerce gem ampla de redução de carbono. Em um papel fundamental na cadeia de parceria com consultores e especialistas, consumo, desde a escolha do produto a Reckitt Benckiser estabeleceu uma até sua destinação final. Os designers

168_vanguarda.indd 21

Foto: Divulgação

de nossos fornecedores foi essencial para o desenvolvimento do projeto de Veja Perfumes Sensações. “Com a nossa parceria foi possível rever o processo de fabricação das embalagens e propor melhorias conjuntas, visando a redução de consumo de energia, água e combustível, engajando todos na busca por oportunidades mais sustentáveis”, diz a diretora de pesquisa e desenvolvimento.

Márcia D. Bolé, diretora de pesquisa e desenvolvimento da Reckitt Benckiser para a América Latina

metodologia independente para analisar a vida útil total de seus produtos e vem desenvolvendo atividades dentro de sua própria cadeia de suprimentos e fábricas, e também com seus consumidores, para provocar uma mudança de comportamento e a adoção de redução de carbono diariamente”, esclarece.

INFORMAÇÕES RECKITT BENCKISER tel.: (11) 3783-7000 | www.rb.com/br

1/8/2011 17:57:06


lançamentos internacionais

O universo da maquiagem está abrindo cada vez mais para o sleeve, um material que é especialmente adaptado para esses produtos e pode conferir um toque de luxo e glamour. A Sleever International oferece uma nova solução tecnológica para o mundo da maquiagem e suas embalagens. A cor é luz e sensação de vários sentimentos e percepções. Com Sleever Makeup é possível despertar todos os sentidos das consumidoras, com efeitos especiais, como iridescente e opalescente; dourados, prateados, cobres e matte ou brilhante. Essa tecnologia com 3D também cria novos efeitos de materiais, oferecendo uma nova dimensão sensorial (efeitos de superfície e táteis); metal, madeira, pedra, pele, couro etc. O Sleever Makeup confere um efeito premium ao produto, respondendo aos requerimentos de colecionadores que buscam grande reatividade e rápida implementação no mercado. Sleever International, tel.: 33 (0) 169747576.

Posicionamento natural A M&H Plastics trabalhou com a Seavite no relançamento da linha de produtos orgânicos à base de alga para cabelos e pele. Os cosméticos são embalados em embalagens tubulares de polietileno de alta densidade (PEAD) de 500ml e 250ml, pote de 250ml e tubos de 75ml e 250ml. As embalagens foram impressas in-house pela M&H Plastics e as cores selecionadas (macias) dão o tom do posicionamento natural da marca. “A M&H nos ajudou a desenvolver embalagens que traduzem a essência da marca em um estilo distinto”, afirma Kaye Mulrooney, da Seavite. M&H Plastics, tel.: +44 (0) 1502715518.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Um toque de luxo e glamour

A RPC Containers Oakham lançou a Supertainer. Trata-se de um balde plástico para tintas que entrega menor pegada de carbono e melhora as possibilidades de decoração, enquanto mantém as mesmas dimensões para logística e armazenamento na prateleira. “Nosso balde plástico de laterais retas é produzido há mais de 30 anos, mas Supertainer é a próxima geração”, explica Brian Edwards, gerente técnico da RPC Oakham. “A principal mudança foi a redução do uso de material da embalagem combinada com os avanços da resistência dos polímeros para cumprir as metas de sustentabilidade.” A nova embalagem foi testada por 18 meses para garantir a sua performance, e a RPC Oakham realizou investimento na linha de produção. Também adquiriu um novo equipamento desenvolvido especialmente para o sistema de decoração in mold label de alta qualidade e rótulos autoadesivos. RPC Oakham, tel.: +44 (0) 1572723771.

22

Foto: Divulgação

Funcionalidade e apelo visual

Editora Banas

168_Lançamentos Internacionais.indd 22

1/8/2011 17:57:35


Moderno e ousado

Foto: Divulgação

a la beyoncé A nova fragrância da cantora Beyoncé, Beyoncé Pulse, lançada pela Coty Beauty, traz notas cítricas e de florais gourmant, com um toque especial de sua flor favorita, a orquídea. O coração do perfume é a sedutora orquídea Bluebird, conhecida por sua forma curvilínea e pela sua cor azul-índigo e pelo cheiro encantador. Esse conceito foi traduzido para o frasco de vidro de Beyoncé Pulse, fazendo uma afirmação visual. “Estou muito orgulhosa da embalagem de Pulse”, diz Beyoncé. “Queria fazer algo completamente fora da caixa e moderno, por isso criamos um frasco up side down facetado que destaca o líquido azul. A tampa cromada foi inspirada em minhas roupas para intro-duzir a moda fashion no design.” Coty Beauty, tel.: 212-4794300.

Editora Banas

168_Lançamentos Internacionais.indd 23

23

1/8/2011 17:57:40


Foto: iStockphoto

matéria de capa

A vez dos produtos

específicos É crescente a preocupação da indústria em atender necessidades, cada vez mais, específicas dos consumidores. E a embalagem cumpre o importante papel de comunicar esses benefícios

ÁREAS RESERVADAS PARA CATEGORIAS E PRODUTOS NOS SUPERMERCADOS PAULISTAS PRODUTOS DIET/LIGHT

97,3

PRODUTOS INFANTIS

89,0

PRODUTOS PARA DIETAS ESPECIAIS

50,7

PRODUTOS DE BELEZA PARA DIFERENTES ETNIAS

46,6

PRODUTOS ORGÂNICOS

43,8

PRODUTOS ALIMENTÍCIOS PARA DIFERENTES ETNIAS/CULTURAS/RELIGIÕES

43,8

PRODUTOS GOURMET

38,4

Fonte: Apas/Retratos do Varejo 2010/Nielsen/Kantar WorldPanel/GfK

24

Editora Banas

168_materia de capa.indd 24

1/8/2011 17:58:20


MARGARET HAYASAKI

o

relacionamento com os consumidores no ponto de venda mudou. Hoje, a principal preocupação da indústria de produtos de consumo, no Brasil, é desenvolver produtos específicos que atendam todas as suas necessidades. o objetivo é atingir MARGARET HAYASAKI de forma mais eficiente os consumidores e, claro, ganhar mercados ainda não explorados. diante desse novo cenário no mundo do varejo, a indústria de produtos de consumo se movimenta ao criar diferenciais em categorias básicas, como por exemplo, balas e doces. atenta às necessidades de consumidores que têm restrição ao consumo de açúcar em função da diabetes e a demanda crescente da população que busca uma alimentação sem açúcar, a santa Helena ingressou no mercado de produtos diet, em 2009, com o lançamento da Paçoquita diet. segundo João Lise, gerente de produto da santa Helena, o produto foi muito bem-aceito porque a empresa teve o cuidado de criar uma paçoca sem adição de açúcar, que realmente tivesse um sabor tão bom quanto o feito com açúcar. “inspirados nesse sucesso, nós resolvemos apostar ainda mais nesse segmento, com o lançamento das balas diet mastigáveis para crianças e adultos”, revela o executivo. “Cada vez mais percebemos novos nichos de consumidores que apresentam características e necessidades muito específicas. Essa tendência tem se fortalecido, nos últimos tempos, e cabe às empresas ficarem mais atentas para desenvolver produtos e serviços praticamente personalizados para atender aos novos mercados.” a Lightsweet também aposta na crescente demanda por produtos, cada vez mais, específicos e particulares. Para atender as necessidades do público que busca a boa forma e o peso ideal, a empresa desenvolveu a linha de produtos Magro, que inclui produtos, como adoçante dietético, achocolatado light, açúcar light, cappucino com zero açúcar e refresco em pó com zero açúcar. “o mercado é receptivo a essas linhas de produtos diet e light devido à maior conscientização dos consumidores quanto aos cuidados

Editora Banas

168_materia de capa.indd 25

25

1/8/2011 17:58:25


Foto: Divulgação

26

No mercado de laticínios, o Latícinios Bela Vista, detentora da marca Piracanjuba, também segmentou o seu mercado de atuação para atender nichos cada vez mais específicos de consumidores. Segundo Lisiane Guimarães da Silva Campos, coordenadora de marketing da empresa, é crescente o mercado single – pessoas solteiras, famílias monoparentais, pessoas separadas -; é crescente o mercado da terceira idade; e é crescente o público de pessoas que se preocupam com a saúde e o bem-estar. “Temos produtos específicos para pessoas que moram sozinhas, não é Eduardo Campanella, gerente de marketing uma embalagem grande para ser conda marca Seda sumida por uma família. Temos produtos enriquecidos com cálcio, que são da Saúde (OMS). Então, o brasileiro direcionados para pessoas mais idosas bebe menos leite, substituindo o leite que precisam repor esse elemento ou pelo chá ou pelo suco, por exemplo. “A evitar uma deficiência. E oferecemos Piracanjuba diversifica visando a atenprodutos direcionados para pessoas der públicos específicos. Por exemplo, que buscam uma diea mulher que ta rica em nutrientes O Brasil é certamente tem um intese que seja equilibrada, tino que não livres de gorduras”, o País com maior funciona bem, afirma. “Sendo asim, miscelânea de formatos, vai consumir temos planos para o Piracanjuba ampliar os produtos cores, comprimento Fibras, a pessoa direcionados para e condição que tem déficit públicos específicos. de cálcio vai usar o Dieta +. Com Quando lançamos a campanha “Pirao Piracanjuba Quinoa e Linhaça, o canjuba Viva Bem”, mostramos uma consumidor vai ingerir dois cereais preocupação com a saúde do consucompletos que contribuem para a midor”, acrescenta. manutenção da boa saúde”, revela O crescimento desses públicos espeLisiane. “As crianças vão consumir o cíficos é crescente. As empresas que Crescer, que é rico em cálcio, auxilia não se adequarem vão ficar de fora o crescimento saudável e ajuda no do mercado. Nos EUA, há uma onda desenvolvimento da memória. de reduzir o sódio nos alimentos e Por meio da diversificação, os isso também está chegando ao produtos da Piracanjuba Brasil. E o consumir quer algo suprem e completam exclusivo para ele, algo que a alimentação diária. seja direcionado especificaTem um leite para cada mente para ele e saudável. pessoa da família”, No Brasil, há um dos mais baidiz a coordenadora xos índices de consumo de leide marketing. te per capita. E a quantidade Toda área da embalagem consumida não atinge a quanfoi utilizada para comunicar os benefícios tidade mínima recomendada do produto pela Organização Mundial

Foto: Divulgação

com a alimentação”, diz Julio Bassetti, gerente comercial da empresa.

Foto: Divulgação

matéria de capa

João Lise, gerente de produto da Santa Helena

No segmento de produtos de higiene pessoal, a Unilever, dona da marca Seda, diversificou para atender as diferentes necessidades da mulher brasileira que possui os mais variados tipos de cabelos. Eduardo Campanella, gerente de marketing da marca Seda, afirma que o Brasil é certamente o País com maior miscelânea de formatos, cores, comprimento e condição. “Em pesquisas realizadas pela Unilever, identificamos que 34% possuem cabelo ondulado, 37% liso, e o restante entre cacheado e crespo. Atualmente, a procura por produtos que reparam os cabelos danificados cresceu muito, isso porque cada vez mais mulheres fazem tratamentos químicos, como alisamento e tintura”, diz. A penetração desses produtos nos lares brasileiros é de 92,4% para os xampus e 79,1% para os condicionadores, segundo dados da kantar wordpanel W&C. A preocupação da Unilever é atender sempre às necessidades das consumidoras com relação aos tipos de cabelos, hábitos de consumo e a sofisticação do mercado. “Atualmente, elas vão ao ponto de venda, certas de que irão encontrar um produto adequado ao seu tipo de cabelo e suas necessidades. Trabalhando com um portfolio extenso, conseguimos

Editora Banas

168_materia de capa.indd 26

1/8/2011 17:58:36


Editora Banas

168_materia de capa.indd 27

27

1/8/2011 17:58:41


matéria de capa

atingir um leque maior de pessoas”, ressalta Campanella. Ela acrescenta: “A companhia realiza diversas pesquisas constantemente que visam ao entendimento profundo das necessidades e dos desejos dos consumidores brasileiros, acompanhando de perto a movimentação do mercado e seus hábitos. Podemos dizer que cada linha lançada pela marca é uma antecipação desses desejos.”

A EMBALAGEM COMUNICA OS BENEFÍCIOS, FACILITANDO A ESCOLHA NO PDV

Fotos: Divulgação

Com espaços pequenos nas gôndolas e tantos produtos parecidos, comunicar os benefícios nas embalagens facilita a escolha dos consumidores no ponto de venda. Mas, os produtos específicos têm ganhado espaços dedicados, como é o caso dos produtos diet e light. 97,3% dos supermercados, segundo a pesquisa Retratos do Varejo 2010, encomendada pela Associação Paulista dos Supermercados (Apas) têm áreas especialmente re s e r v a d a s p a r a essa categoria. Lise, gerente de produto da Santa Helena, afirma que nas embalagens de Paçoquita Diet e Frutto Diet, as principais características dos produtos: diet e sem adição de açúcar, ganharam destaque, em tamanho bem visível, e em locais de fácil visibilidade. “É no PDV que se concretiza a decisão de compra do consumidor. Por essa razão, é muito importante desenvolver embalagens atraentes e que realmente transmitam os conceitos que os produtos querem passar no interior, de saúde, sabor e qualidade.”

28

Os recursos gráficos no desenvolvimento das embalagens da linha de produtos saudáveis Magro da Lightsweet são essenciais para o posicionamento de seus produtos. “Destacamos o logotipo para facilitar a identificação do consumidor. A utilização da cor branca denota leveza e nobreza,

de xampus, uma parceria de longo prazo com sete experts de destaque na indústria de beleza e da moda. Chamada de “Seda Cocriações”, a campanha desenvolvida para comunicar as mudanças de fórmula e embalagem da marca foi veiculada em todo o país. Vindos dos principais centros mundiais da moda – Nova Iorque, Londres, Paris, Assim também é na embaBenefícios ganharam Tóquio, Los Angeles e São lagem do leite Piracanjuba destaque na embalagem Paulo – os cabeleireiros foram com fibras, recém-lançado escolhidos por suas especialidades, no mercado. O painel principal traz visão global e tecnologias inovadoo desenho de um relógio que remete ras. “As embalagens informam de ao bom funcionamento do intestino. forma clara as informações sobre os O relógio mostra que o consumo do especialistas e as novas formulações produto vai ajudar o trânsito intestique eles ajudaram a co-criar”, revela nal. “Além disso, a silhueta do corpo Campanella, gerente de marketing de uma mulher remete à dieta para da marca. perder peso e equilibrar o organismo

ressaltando esse conceito nas gôndolas”, afirma Bassetti, gerente comercial da empresa. “Os produtos diet são claramente identificados pela inscrição “Zero açúcar” que é a terminologia utilizada atualmente em que o consumidor tem o melhor entendimento da característica do produto.”

de forma saudável. O desenho do trigo mostra que o produto é rico em fibras”, afirma Lisiane, coordenadora de marketing. Para comunicar todos os diferenciais do novo produto, toda a área da embalagem foi utilizada, inclusive, os boxes laterais, que trazem diCores diferenciadas cas de atividades identificam cada para ajudar a manter uma das variantes vida saudável. Há também as tabelas nutricionais e informações diferenciadas. “A informação de que há zero gordura no produto é apresentada com um splash. Todos os mecanismos são para mostrar para o consumidor os benefícios que estão dentro da embalagem”, ressalta Lisiane. Ela continua: “Ao sinalizar os benefícios, atraímos o consumidor. Já colocar na caixinha todas as informações e o consumidor entender que o produto é feito para ele, também atrai.” Em 2009, a Seda iniciou seu reposicionamento e apresentou pela primeira vez, na história do segmento

Além de mais modernas e fáceis de manusear, a embalagem de Seda se destaca por suas cores e formato diferenciado. “Os co-criadores da marca nos ajudaram a desenvolver uma embalagem que tem representatividade na decisão de compra, transmitindo de forma clara os benefícios oferecidos pelo produto. As embalagens também contam com cores diferenciadas que identificam cada uma das variantes da marca, facilitando a busca da consumidora no momento da compra”, informa. Com nichos cada vez mais específicos de consumidores e produtos também específicos, as embalagens são veículos extremamente essenciais para comunicar os benefícios dessas novas categorias. E, principalmente, para que os consumidores se identifiquem com esses novos produtos, que podem ser adotados no seu estilo de vida. INFORMAÇÕES LIGHTSWEET tel.: (44) 3232-8182 | www.lowsugar.com.br LATÍCINIOS BELA VISTA tel.: 0800-7221718 | www.piracanjuba.com.br SANTA HELENA tel.: 0800-7273008 | www.santahelena.com UNILEVER tel.: 0800-7074471| www.seda.com.br

Editora Banas

168_materia de capa.indd 28

1/8/2011 17:58:55


168_29_IBEMA.INDD 29

1/8/2011 18:00:06


Foto: iStockphoto

especial embalagens metálicas

Diferencial para a marca no ponto de venda A indústria brasileira de embalagens de aço investe em tecnologias de impressão para oferecer novos efeitos visuais e aumentar a diferenciação da marca diante de tantos iguais

30

Editora Banas

168_Especial Metalicos.indd 30

1/8/2011 18:00:32


Foto: Divulgação

C

om tantos produtos similares nas gôndolas com benefícios iguais, o desafio é se diferenciar. Para isso, a embalagem é a melhor ferramenta para se relacionar com os consumidores. Por sua versatilidade e possibilidade de utilizar diferentes recursos gráficos e formatos distintos, a embalagem de aço promove um excelente diferencial para a marca no ponto de venda. Nos últimos anos, o setor investiu bastante em tecnologia de impressão e decoração de latas de aço, no Brasil, e no mundo. “Por aqui, uma inovação recente foi feita pela Litografia Valença, que patenteou mundialmente a tecnologia de impressão 3D e texturizada. A embalagem apresenta enorme destaque tanto visual quanto sensorial ao toque. Mundialmente, podemos destacar a impressão da lata que imita porcelana e a litografia fosforescente”, revela Thais Fagury, gerente-executiva da Associação Brasileira da Embalagem de Aço (Abeaço). A embalagem de um produto é um grande atrativo ao consumidor. É a apresentação do produto, o seu cartão de visitas. “No aspecto de diferenciação no PDV, realizamos investimentos em desenvolvimento de tintas e vernizes com nossos fornecedores, aliando performance, controle de processo e alta qualidade litográfica”, afirma Fábio Rohr, diretor-presidente da Rimet. Os investimentos em tecnologia estão fazendo a diferença. A Cerviflan também apostou em equipamentos de última geração, por exemplo, uma impressora bicolor para tintas UV, além de realizar rigoroso processo para impressão e decoração. Aumentar o apelo de venda e a competitividade dos produtos na acirrada disputa pela preferência do consumidor, a embalagem tem que falar com os consumidores. Ciente disso, a Meister realiza constantes investimentos no desenvolvimento de novas formas de relevo em seus produtos, criando diferenciais únicos de textura e aparência. “Também estudamos constantemente inovações possíveis em tecnologias de impressão e no desenvolvimento de decorações”, diz. A excelência da indústria brasileira de embalagem de aço atravessou fronteiras. “Nos orgulhamos de ter conquistado o segundo lugar no prêmio da revista britânica Canmaker, com a lata flores e borboletas pela decoração e qualidade de impressão. Para esse ano, esperamos conquistar o primeiro lugar com nossa lata Nostalgia”, afirma Guilherme Meister, gerente comercial e marketing da Meister.

Lata da Meister conquistou prêmio da revista britânica Canmaker

Editora Banas

168_Especial Metalicos.indd 31

31

1/8/2011 18:00:34


Formatos distintos: maior visibilidade

Foto: Divulgação

Graças à evolução do setor, as embalagens de aço podem incorporar cada vez mais recursos e efeitos visuais. E as empresas seguem investindo constantemente. A CMP vai receber, ainda este ano, uma impressora quatro cores, com secagem UV de última geração, que vai entrar em operação em 2012. “Teremos a impressora mais moderna do mercado, com condições de oferecer melhor qualidade em impressão litográfica. As possibilidades de cores serão infinitas”, ressalta Adriano Marson, gerente comercial da CMP.

Foto: Divulgação

especial embalagens metálicas

Adriano Marson, gerente comercial da CMP

Foto: Divulgação

Para aumentar a visibilidade na gôndola e a capacidade de atrair a atenção dos consumidores na pratebalagem, tornando-a personalizada, leira, a indústria de embalagem de diferenciada que, sem dúvida, aço aposta em novas tecnologias e agrega valor ao produto comerciaformatos distintos. Thais, gerente lizado”, acrescenta. executiva da Abeaço, destaca o desenvolvimento da Máquinas Vicente Lozargo Filho, diretorMoreno, que, em 2007, lançou a presidente da Cerviflan, afirma máquina expansora automática que o acesso à Stretch Machine tecnologia para 2ª Geração, que A CMP vai receber, formatos e repossibilitou a falevos em emainda este ano, uma bricação de latas de balagens metáimpressora quatro cores, licas é relativaformas atrativas e em grande escala. com secagem UV de mente simples,

32

No Brasil, segune o Brasil, com última geração do Rohr, diretorsua criatividade, presidente da Rimet, a tecnoloconsegue se adaptar com facilidade. gia para uso de novos formatos “O grande entrave, no entanto, é o é relativamente nova e está em mercado consumidor (envasadoevolução.“Na Europa e nos Estados res). Devido à baixa produUnidos, é uma tecnologia que está tividade, as embalagens em uso, há algum tempo, e inclucom formatos/relevos sive, já em fase de otimização dos (shape) têm custo custos em função dos altos volumes elevado, o que acanegociados e da grande penetração ba comprometendo no mercado”, explica. “O mercado sua aceitação pelas é dinâmico e nossos clientes estão indústrias”, lamenta. buscando, cada vez mais, soluções “Novos métodos meem embalagens que possam persolhoram essa relação, nalizar e destacar seus produtos. A mas as latas com forRimet oferece a lata com tecnologia matos/relevos serão de expansão, processo em que se sempre consideradas pode definir um shape para a emembalagens especiais,

Thais Fagury, gerente-executiva da Abeaço

com custos diferenciados, em função da baixa produtividade em relação às latas padrões.” Para Marson, gerente comercial da CMP, as indústrias estão cada vez mais abertas aos novos projetos, e o consumidor, acima de tudo, reconhece que a embalagem de aço enobrece o produto, trazendo um valor agregado maior ao produto envasado. “Toda dona de casa adora guardar as latas de formatos diferentes, pois elas servem para acondicionar outros produtos graças à sua durabilidade e beleza”, ressalta o executivo.

Versatilidade A versatilidade do aço pode ainda permitir explorar outros aspectos nas embalagens para potencializar a diferenciação da marca no PDV. Thais, da Abeaço, afirma que é possível explorar a composição, com materiais holográficos, como fez a Glenfiddich, com janelas formadas por Galão da CMP: maior praticidade e fácil fechamento

Editora Banas

168_Especial Metalicos.indd 32

1/8/2011 18:00:43


Foto: Divulgação

materiais transparentes nas embalagens e trabalhar com recortes nos corpos das embalagens para biscoitos e chocolates, que podem ser reutilizadas como castiçais. “Há também a  composição de embalagens, formando um quebra-cabeça como feito pela Veuve Clicquot, a litografia aveludada e fosca.”

Foto: Divulgação

Na opinião de Lozargo Filho, da Cerviflan, há muito a explorar, começando pelos diferentes acabamentos na decoração externa, como fosco, acetinado, texturizado. “Graças ao substrato aço, todos podem receber tintas especiais. Pode-se explorar ainda o fator híbrido, associando o aço a outros materiais para melhor selagem (sistema peel-off). Além Fabio Rohr, diretor-presidente da Rimet disso, é possível otimizar o uso de laminado PET nos fundos de aerossóis; nesse Inicialmente, a embalagem seria caso, a proteção do aço nos toucadores é ainda destinada somente para feijoada. O maior”, destaca. Ele cita projeto acabou se tornando uma linha um case de sucesso nas gôndolas. “Realizamos de pratos prontos um trabalho para um Atuando no mercado de embalagens de nossos clientes, que promocionais, a Meister vê nelas substituiu o rótulo de papel pela excelentes instrumentos de lemlitografia. As vendas desse produto brança de marca. “ Temos vários aumentaram quatro vezes.” exemplos, como a lata porta-chás Outro exemplo da capacidade de dicom dobradiças. É um orgulho ver ferenciação da embalanossas embalagens no saguão princigem de aço no PDV pal do aeroporto de Congonhas, em é o case da Rimet. São Paulo, por exemplo, ou sobre a No início desse mesa de grandes hotéis e restauranano, a empresa tes. É um marketing gratuito para a produziu uma empresa fabricante dos chás”, ressalta nova embalagem Meister. (M.H.) expandida para o Grupo Marfrig. “Inicialmente, a embalagem seria Embalagem destinada ao acondiexpandida INFORMAÇÕES da Rimet cionamento somente de ABEAÇO desenvolvida para tel.: (11) 3842-9512 |www.abeaco.org.br feijoada. A aceitação foi o Grupo Marfrig CERVIFLAN muito boa. Tanto que tel.: (11) 3787-7666 | www.cerviflan.com.br foram lançados cinco novos produtos. CMP O projeto acabou se tornando uma tel.: (11) 2799-7900 | www.cmp.ind.br linha de pratos prontos para consumo MEISTER tel.: (47) 3433-3133 | www.meister.com.br e já foram comercializadas mais de RIMET 1 milhão de embalagens”, revela tel.: (11) 2877-5000 | www.rimet.com.br Rohr, diretor-presidente da Rimet. Editora Banas

168_Especial Metalicos.indd 33

33

1/8/2011 18:00:47


Marcas próprias mundo afora

a

Foto: Divulgação

especial marcas próprias

Embalagens bem cuidadas do supermercado holandês Albert Heijn

Foto: Divlugação

ASSUNTA NAPOLITANO CAMILO* história da utilização de marcas próprias no Brasil começou muito depois de outros países e como alternativa para atender apenas as classes d e E. Para se ter uma ideia, no início, existiam apenas embalagens brancas, com texto em preto, apresentando o produto. Conseguem imaginar?

o panorama no Brasil atualmente é muito melhor, porém, ainda concentrado nas grandes redes de supermercados e para as categorias de alimentos e bebidas. Já há marcas próprias em produtos pessoais, em roupas, mas ainda é pouco expressivo. o grupo Pão de açúcar® iniciou o processo no Brasil e está na frente até hoje em termos de posicionamento, número de itens etc. a taeq® se descolou da marca própria em certa medida, apresentando-se como produto saudável, e tendo até mesmo sublinhas, como light, diet, orgânico. destaca-se o cuidado da marca com a sustentabilidade nas embalagens. Há muito tempo, a linguagem braille é utilizada na embalagem de papel cartão reciclado; com menor peso, sempre que possível; com identificação ambiental impecável; orientação muito educativa quanto ao descarte; programas integrados para a promoção da reciclagem das embalagens; e incentivo para a devolução de embalagens não utilizadas no momento da compra. outra ação relevante da rede varejista foi o

34

Editora Banas

168_Artigo_Assunta_Marcas_Proprias.indd 34

1/8/2011 18:01:41


Como está a questão das marcas próprias no mundo? É bom ou ruim para o consumidor? E para a indústria? É só para supermercados?

O panorama no Brasil atualmente é muito melhor, porém, ainda concentrado nas grandes redes de supermercados e para as categorias de alimentos e bebidas

programa das sacolinhas coloridas para incentivar a coleta seletiva. Ela saiu na frente ao oferecer sacolas retornáveis e a disponibilizar caixas de papelão para os consumidores que assim preferissem. Essas atitudes e esse posicionamento cuidadosos renderam à marca uma imagem respeitada. O criterioso cuidado com o design da embalagem fortaleceu muito a marca para atingir o sucesso atual e a credenciou para participar também na categoria de produtos pessoais. Fato praticamente isolado no mercado nacional. O grupo Carrefour® mantém duas marcas próprias: a de baixo preço e a linha Viver®, mais bem posicionada, porém restrita aos produtos alimentícios e bebidas. Porém, na França, é diferente. Há muitos produtos e, ainda, há uma marca premium: a Reflets de France®, que estreou em 1997. Trata-se de uma linha exclusiva de produtos regionais, como a mostarda Dijon ou o patê da Alsácia. Hoje, são mais de 300 produtos de quase 150

produtores que fazem parte de um dos cases mais famosos de sucesso de marcas próprias do mundo. A Sainsbury® é um varejista inglês, que em meados dos anos 1990, tornou-se a primeira rede de supermercados do Reino Unido a ter mais de 50% do seu volume de negócios em marca própria. Porém, a sua estratégia foi focalizar em produtos com menor preço possível, baseando-se nas ofertas oferecidas pela indústria, ou seja, aproveitando os excessos de capacidade, sem cuidar da marca como fim. O resultado disso é que hoje ela enfrenta problemas. A rede Tesco®, outra cadeia inglesa, adotou uma estratégia diferente. Ela realizou uma seleção melhor de seus produtos, saindo das commodities. Ela segmentou e criou sublinhas, dando aos seus clientes o que eles queriam: preço bom e diversidade. A grande diferença é que a escolha dos produtos era feita pelo varejista e não pela indústria. Hoje, a marca Tesco® está presente

em muitos países do Leste Europeu e do Ocidente. Ela criou uma linha de produtos orgânicos, uma linha infantil e, talvez, a mais impressionante, a Tesco Finest®. Essa submarca começou nas categorias de refeições prontas e de alimentos refrigerados, nas quais o varejista tem uma vantagem natural (esses produtos são difíceis de preparar e distribuir). O preço excepcional e a qualidade foram bem recebidos pelo consumidor final maior. Também ficou evidente que a Tesco Finest® era uma proposta abrangente e poderia ser expandida para outras categorias. Mas, em vez de tentar dominar o mundo, a Tesco® selecionou áreas específicas, onde poderia agregar valor, por exemplo, as latas de cookies, que se tornam presentes. Aliás, os produtos sazonais são um forte da linha. Outra consideração relevante: a marca apostou em design e já levou muitos prêmios internacionais. Destaque para a sacola de juta, opção oferecida como sacola retornável, que se tornou um hit na Inglaterra.

Editora Banas

168_Artigo_Assunta_Marcas_Proprias.indd 35

35

1/8/2011 18:01:43


Fotos: Divulgação

especial marcas próprias

Marca premium do Carrefour, na França

Snacks em stand up pouch

Extensa linha de produtos da drogaria alemã Dm

Sacola retornável de juta da rede inglesa Tesco

Produto de higiene pessoal da rede holandesa Kruidvat Diversidade de produtos do supermercado alemão real

Qualidade de impressão na embalagem de prato pronto 36

A drogaria alemã Dm® (Drogarie Markt) também oferece aos seus consumidores a sua marca própria, uma extensa linha, que contempla desde um simples sabonete até produtos anti-idade e de cuidados para pele, além de de produtos pessoais e linha masculina. Além de toda essa diversidade, a drogaria mantém produtos relacionados ao bem-estar, como chás, óleos e cremes para massagens, desodoriza dores de ambientes, entre outros produtos.

lojas HEMA®, muito similar às propostas das nossas “Lojas Americanas®”, usa sua marca para uma ampla lista de produtos, inclusive, maquiagem e produtos pessoais. A Rede Kruidvat ® também vende produtos pessoais, como xampu e afins com sua marca.

Redes varejistas da África do Sul, como a Checkers ® ou Pik n Pay®, também mantêm Linha duas ou três linhas de promasculina dutos, os sem nome ou sem da Dm marca. Aliás, “No Name”(que No país vizinho, na Holanda, a rede virou marca da rede Pik n Pay® na de supermercados Albert Heijn® e as África do Sul) apresenta produtos lojas de conveniências “AH to go®” commodities ou mais simples de mantêm vastíssima linha de produmenor preço e uma segunda marca tos de alimentos e bebidas, pet food, que tem a estratégia da empresa. produtos de limpeza e, até mesmo Normalmente, os custos desses proem temperos, que é um segmento dutos são menores, já que não têm o pequeno, eles estão presentes, e com custo de divulgação ou “marketing”, embalagens bem cuidadas. assim geram uma margem melhor para a empresa e podem contribuir As redes varejistas holandesas invespara fidelizar clientes. tem em marcas próprias. A rede de

Fotos: Divlugação

Na Alemanha, não é diferente. O grande destaque é, sem dúvida, tamanho do grupo Metro®. Embora a sua estreia no mercado de marca própria seja recente, o supermercado Real® mantém as marcas: TIP®, real quality® e suas derivações. A TIP® é dedicada aos menores preços e a real quality® é um grande guarda-chuva, ou seja, o cliente pode fazer a compra de mês, comprando apenas produtos da marca. O sortimento é praticamente completo, com produtos de higiene, limpeza, alimentos e bebidas, pratos prontos refinados, snacks, sobremesas, cafés, até pet food para pássaros, gatos e cachorros! A marca comporta ainda uma linha de produtos premium, a real Premium®, com produtos e embalagens mais sofisticadas e a linha de produtos orgânicos.

Editora Banas

168_Artigo_Assunta_Marcas_Proprias.indd 36

1/8/2011 18:01:56


Na Argentina, o mesmo acontece nos supermercados. O curioso é a forte presença de marcas próprias em redes de drogarias. O melhor exemplo é a rede Farmacity, que tem uma linha de produtos higiênicos, como lenços de papel, bastonetes, curativos e produtos de higiene pessoal.

Afinal, as marcas próprias são boas ou ruins para o mercado? A resposta sempre depende de como as marcas próprias são conduzidas. Pode ser muito interessante para a indústria atender as redes de supermercados, e com isso reduzir custos, ganhar escala e musculatura para investir num segundo momento em divulgação, embalagens melhores, e assim conquistar seu espaço no mercado. Muitas indústrias trilharam esse caminho. Elas começaram atendendo apenas supermercados e, hoje, têm suas marcas consolidadas. Para o supermercado, trabalhando bem as marcas próprias, ele aumenta sua margem e consolida sua imagem e se fortalece perante seus clientes. Os consumidores ganham na medida em que passam a ter mais opções de escolha, de preços e variedade a seu alcance. Com planejamento, bom senso e pensando em longo prazo, todos podem ganhar muito, e por muito tempo! Sucesso para todos!

*Assunta Napolitano Camilo é diretora do Instituto de Embalagens e da consultoria FuturePack.

Editora Banas

168_Artigo_Assunta_Marcas_Proprias.indd 37

37

1/8/2011 18:02:00


notas técnicas

MÁQUINA AUTOMÁTICA DE SELAGEM LATERAL A máquina automática de selagem lateral SC 205, da Ulma Packaging, é indicada para filmes retráteis e não retráteis. Com versatilidade e facilidade de set-up, o equipamento permite uma rápida adaptação aos diferentes produtos a serem embalados. Os pacotes com selagem lateral evitam as costuras na parte superior e inferior, conseguindo um produto com uma ótima apresentação, com ou sem encolhimento do filme. Controlada mediante PC industrial, a SC205 incorpora um sistema de comunicação ágil e simples pela tela touch screen que informa constantemente a situação da máquina e dos parâmetros de controle. Opera com capacidade de produção de até 85 ciclos/min. ULMA PACKAGING Ltda. Tel.: (11) 4063-1143 | www.ulmapackaging.com.br

SISTEMA DE APLICAÇÃO DE FILME AUTOADESIVO A Avery Dennison Corporation apresenta um sistema de aplicação de rótulos que possibilita aos designers criar embalagens cada vez mais complexas e atraentes para os consumidores. O Curve Appeal™ é um sistema específico para rótulos produzidos de filme Fasson Curvy™. A principal vantagem é a rotulagem de embalagens com formatos complexos, especialmente, curvas, que não podem ser rotuladas pelos processos convencionais. O Fasson Curvy™ combina o visual wrap around com os recursos gráficos atraentes do autoadesivo. Ele garante até 30% mais espaço para a rotulagem primária que os sistemas atuais para rótulos planos por reduzir a necessidade de uma estrutura de rótulo de duas camadas, além de possibilitar painéis traseiros maiores e comportar mais informações sobre o produto ou vários idiomas. A nova tecnologia de aplicação permite ainda que os convertedores que utilizam o filme Fasson Curvy™ produzam rótulos de grandes formatos e de design exclusivo com qualidade superior. O equipamento de aplicação linear é fabricado sob a licença da Harland Machine Systems Ltd. AVERY DENNISON do Brasil Ltda. Tel.: (19) 3876-7789 | www.fasson.com.br

LEITOR DE CÓDIGO DE BARRAS O DataMan 500 da Cognex é um leitor de código de barras avançado que combina as vantagens dos leitores baseados em imagem com a facilidade de uso e o custo dos scanners a laser para operações postais, encomendas e classificação de embalagens. Entre suas vantagens estão a taxa de aquisição de imagens de até 1000 quadros/segundo, leitura dos códigos de barra 1D e 2D com a tecnologia de leitura de códigos IDmax®, analisa imagens ao vivo ou posteriormente com a transferência automática de imagem de FTP, boa qualidade óptica e baixo consumo de energia. COGNEX Corporation. Tel.: (11) 3246-0166 | www.cognex.com

RESINA PLÁSTICA Visando atender o mercado de filmes laminados de alta performance utilizados nos processos de empacotamento automático de alta velocidade, a Braskem lança a resina Flexus 9212XP. Entre as principais vantagens estão elevada resistência à perfuração e ao impacto, baixa temperatura de selagem, excelente hot tack e maior estabilidade de CoF (Coeficiente de fricção cinético) após laminação, transporte e armazenamento das bobinas. O CoF é uma propriedade muito importante para a cadeia de filmes flexíveis, pois é uma medida utilizada como indicativo da facilidade de deslizamento do filme nas linhas de extrusão, impressão, laminação e, principalmente, nas máquinas de empacotamento automático. BRASKEM S/A. Tel.: (11) 3576-9999 | www.braskem.com.br 38

Editora Banas

168_Notas Técnicas.indd 38

1/8/2011 18:02:34


168_39_ESPECIFICA.INDD 39

1/8/2011 18:02:54


informe publicitário

HIPERCONECTIVIDADE E OUTRAS TENDÊNCIAS TRANSFORMAM CONSUMIDORES

É

fato que o consumidor brasileiro não é mais o mesmo. Mas o que realmente mudou e ainda deve mudar com essa constante mobilidade que tem impulsionado e transformado o consumo brasileiro? Atualmente, além das influências que a mídia, o ponto de venda e o mundo digital exercem, os consumidores estão expostos a um bombardeio de informações e se munem delas constantemente para tomar suas decisões de compra e consumo. Estão mais conscientes, exigentes, ávidos por inovação e dispostos a experimentar, portanto, são menos previsíveis e fiéis nos seus diversos relacionamentos, inclusive com produtos e marcas. Alguns, inclusive, mostram resistência contra a comercialização presente no mundo de hoje. Procuram marcas confiáveis, transparentes e que oferecem mais informações sobre suas características, benefícios e promessas em geral. Além disso, os consumidores têm usado a força da internet e das mídias sociais, como canais para criticar as marcas que não cumprem suas promessas, sejam elas explícitas, por meio de comunicação ou implícitas, pela simples participação em uma categoria de produtos. Atuar na era da hiperconectividade é um dos principais desafios colocados para as empresas. Hoje, já existe uma geração de pessoas que vivem naturalmente a vida digital e passa grande parte do seu tempo no universo virtual, sendo essa sua janela para o mundo. Há que se destacar o crescimento de comunidades virtuais e o surgimento vertiginoso dos sites de compras coletivas. Uma tendência bastante forte no Brasil, os sites de compras coletivas têm impulsionado as pequenas e médias empresas, são usados como estratégia de marketing e tornaram-se mais uma opção entre os diversos canais de compras disponíveis para os consumidores. Com todo esse contexto, ignorar a força da embalagem para alavancar a presença e incentivar a conexão dos consumidores com as marcas por meio da internet é no mínimo ingênuo. No contexto da comunicação, a embalagem deve ser considerada como uma forma de conexão

40

da marca com seu público-alvo, uma vez que expõe as suas mensagens a milhões de consumidores e potenciais consumidores a cada minuto nos mais diferentes pontos de contato em que se encontra, sejam nos pontos de vendas ou nos momentos de uso dos produtos. Um estudo da GfK, realizado recentemente para o núcleo de estudos da embalagem da ESPM, mostrou que 51% das empresas brasileiras estampam em suas embalagens meios para convidar o consumidor aos seus respectivos canais digitais de comunicação. Sem dúvida, essa abrangência ainda é muito baixa e há enormes oportunidades de diferenciação para as marcas que utilizarem esse canal de conexão com os consumidores, otimizando investimentos nessa área. Outro ponto que deve ser levado em consideração é a importância que a sustentabilidade tem conquistado na vida das pessoas. Estimulados por uma tendência favorável ao consumo consciente, os consumidores começam a exigir que as marcas sejam solidárias e responsáveis com o meio ambiente. O marketing do verde está deixando de ser uma opção e passa a ser uma obrigação, da qual os consumidores – e principalmente os mais jovens - não abrem mão. Se antes a “consciência verde” estava apenas no consumo de alimentos saudáveis, hoje passou a ter um papel mais amplo: de reforçar o natural, a preocupação ecológica e o cuidado pela natureza. Portanto, é certo que produtos sustentáveis e que funcionem como ícones ecológicos ganharão status e distinção. Assim como terão maior apelo junto ao consumidor os produtos associados ao bem-estar e ao rejuvenescimento. Estamos vivendo mais, tendo menos filhos e a sociedade está envelhecendo. O IBGE estima que em 2020, o Brasil terá 29,3 milhões de pessoas com mais de 50 anos, com renda total de R$ 25 bilhões. Como parte dessa transição demográfica pelo qual o Brasil tem passado e que seguirá pelas próximas quatro décadas, os consumidores vão valorizar cada vez mais

a juventude, a saudabilidade e a busca por um ideal de beleza. Além disso, há a mobilidade social, que, ligada a aspirações da moda e fruto da crescente acessibilidade da classe média aos produtos e às marcas de luxo, faz surgir o que chamamos de “premiumisação”. As marcas renovam e diferenciam os seus produtos para agradar os consumidores que buscam “o melhor do melhor” e disponibilizam a eles a versão Premium de diversas categorias. Diante desse cenário de constantes e intensas transformações e de hiperconectividade, é fundamental que as empresas estejam cada vez mais preparadas para criar inovadoras e diferenciadas formas de atrair e estreitar relacionamento com clientes e potenciais consumidores. E, principalmente, de utilizar a força da internet a seu favor. Em todo esse contexto e seja qual for a estratégia utilizada, a embalagem assume um papel de importância vital para os produtos de consumo, uma vez que ela é a última fronteira no contato com os consumidores. Uma embalagem bem desenvolvida, alinhada e integrada à estratégia da marca pode acelerar em muitas vezes o seu reconhecimento e consequente sucesso junto ao público-alvo.

Foto: Divulgação

PAULO CARRAMENHA*

* Paulo Carramenha é diretor-presidente da GfK CR Brasil, vice-presidente da ABEP e professor do Núcleo de Estudos da Embalagem da ESPM.

EDITORA BANAS

168_ESPM_Informe Publicitário.indd 40

1/8/2011 18:03:10


painel de negรณcios

embalagens, mรกquinas, equipamentos e acessรณrios

ANUNCIE AQUI! PAINEL DE NEGร“CIOS

168_Painel de Negรณcios.indd 41

LIGUE OU ENVIE EM E-MAIL

(11) 3500-1910

publicidade@banas.com.br

02/08/2011 14:20:47


índice de anunciantes página

empresa

site

14.............. ABEAÇO...........................................www.abeaco.org.br

página

empresa

site

41 e 42..... INSTITUTO DE .................. EMBALAGENS ....www.institutodeembalagens.com.br

3ª Capa..... ABRE . ..................................................www.abre.org.br 41.............. INTERTEC ........................... www.intertecequip.com.br 38.............. ARBRAS...........................................www.arbras.com.br

4ª Capa.......METALGRÁFICA RENNER.www.metalgraficarenner.com.br

3................ ARO....................................................... www.aro.com.br

41.............. MOLTEC.......................................... www.moltec.com.br

5................ BRAGA..............................................www.braga.com.br

27.............. MWV RIGESA................................... www.rigesa.com.br

15.............. COGNEX.................................. www.cognex.com/plusid 13.............. CROMEX........................................ www.cromex.com.br

23.............. NEO ALUMÍNIO......................www.neoaluminio.com.br 19.............. PAKTECH.................................... www.paktech-opi.com 2ª Capa..... PRADA..............................................www.prada.com.br

39.............. ESPECÍFICA...............................www.especifica.com.br 21.............. HAVER BRASIL........................www.haverbrasil.com.br

42

12.............. SALAZAR................. www.salazarcomponentes.com.br 37.............. SELOVAC . .....................................www.selovac.com.br

29.............. IBEMA..............................................www.ibema.com.br

33.............. STRAPET........................................ www.strapet.com.br

41.............. IGARATIBA...................................www.igaratiba.com.br

33.............. TRANSERG.................................. www.transerg.com.br

Editora Banas

168_Indice de Anunciantes.indd 42

1/8/2011 18:16:28


168_3CAPA_ABRE.indd 43

1/8/2011 18:05:33


168_4CAPA_RENNER.indd 44

1/8/2011 18:05:56

Profile for Revista Pack

Revista Pack 168 - Agosto 2011  

Produtos que atendem necessidades específicas e as embalagens que comunicam de forma clara os benefícios

Revista Pack 168 - Agosto 2011  

Produtos que atendem necessidades específicas e as embalagens que comunicam de forma clara os benefícios

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded