__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

www.pack.com.br

167

ANO•13 J U L H O

2 0 1 1

R$ 15,00

EMBALAGEM

TECNOLOGIA

DESIGN

INOVAÇÃO

ESPECIAL FISPAL TECNOLOGIA Sustentabilidade e novas experiências de consumo são foco da Fispal Tecnologia

ENTREVISTA Barbara Kern, vice-presidente da RR Perfumes, revela que há várias marcas que querem vir para o Brasil, mas não existe distribuição

VAREJO ONLINE

O hábito das compras virtuais tem aumentado cada vez mais. No ano passado, foram realizados 40 milhões de pedidos. Há oportunidades para a indústria de embalagem desenvolver novas soluções para esse mercado

capa.indd 1

1/7/2011 19:59:22


167_2CAPA_COGNEX.indd 2

1/7/2011 13:58:52


carta ao leitor CARTA AO LEITOR

VAREJO ONLINE CRESCE A PASSOS LARGOS

A

internet se tornou tão indispensável no nosso dia a dia que é impossível pensar o mundo sem ela. Antes era inimaginável se comunicar com alguém que está distante a quilômetros, em outro país ou continente, se não fosse por telefone ou carta. Hoje a internet permite essa conexão com o mundo e com milhares de pessoas ao mesmo tempo. Essa tecnologia estabeleceu uma nova fronteira de comunicação, de relacionamento e de negócios. Milhões de pessoas utilizam a internet diariamente nas residências, nas lan houses ou nos escritórios. Muita gente sobrevive de internet, trabalha, estuda e investe tempo para tornar cada vez mais interativa e participativa a web. E o varejo online é resultado dessa inovadora plataforma tecnológica que oferece espaço ilimitado para vender produtos. A diversificação de produtos e a facilidade de fazer compras a qualquer hora do dia, sete dias por semana, 24 horas por dia, são fatores imperativos no aumento do hábito de compras virtuais. Cada vez mais, esse ambiente eletrônico está atraindo novos consumidores. Esse ano, segundo o e-bit, somente nos primeiros seis meses, 4 milhões de pessoas farão sua primeira

compra virtual, somando assim 27 milhões de e-consumidores que fizeram, ao menos, uma compra online até hoje. O varejo online está crescendo a passos largos. No ano passado, o setor faturou R$ 14,8 bilhões e realizou mais de 40 milhões de pedidos. Diante de tanto volume, há uma oportunidade enorme para a indústria de embalagens inovar e atender aos requisitos de proteção e sustentabilidade.Esse é o assunto da matéria de capa desse mês. Grande usuária de embalagens, a dinâmica indústria de alimentos e bebidas está sempre demandando novas soluções. A Fispal Tecnologia 2011, que recebeu 64 mil visitantes qualificados, apresentou novidades em embalagens e tecnologias focadas em sustentabilidade e conveniência. Um bom exemplo sustentável foi apresentado pela SIG Combibloc, que inovou ao trazer para a feira uma embalagem cartonada asséptica sem alumínio para leites. A nova embalagem já é utilizada na Alemanha. Leia mais na página 30. Nesta edição, entrevistamos Barbara Kern, vice-presidente da RR Perfumes, que falou sobre o mercado de perfumes importados no Brasil e as tendências desse universo movido pelas emoções. Até a próxima edição.

MARGARET HAYASAKI

EDITORA-CHEFE

167_Carta ao Leitor.indd 3

| margaret.hayasaki@banas.com.br

1/7/2011 13:59:10


167

sumário

A N O • 1 3

16

MATÉRIAS

ENTREVISTA

16

“O consumidor brasileiro gosta de experimentar novidades”

ENTREVISTA

Foto: Piti Reali

30

Referência para o setor de alimentos e de bebidas, a Fispal Tecnologia reuniu, esse ano, mais de duas mil marcas expositoras

42

ESPECIAL INTERPACK

A cada edição, a Interpack apresenta tendências que têm se confirmado

Varejo online faturou R$ 14,8 bilhões em 2010

Foto: iStockphoto

ESPECIAL FISPAL TECNOLOGIA

EMBALAGEM TECNOLOGIA DESIGN INOVAÇÃO

MATÉRIA DE CAPA

O hábito de fazer compras no ambiente eletrônico tem aumentado cada vez mais e impulsionado a expansão do varejo online, que teve mais de 40 milhões de pedidos, em 2010. Uma grande oportunidade para o desenvolvimento do setor de embalagem

MATÉRIA DE CAPA

2011

O mercado de perfumes importados no Brasil por Barbara Kern, vice-presidente da RR Perfumes

24

24

J U L H O

30

6

AGENDA

7

PACK ONLINE

As novidades para a indústria de alimentos e de bebidas

8

ATUALIDADES

ESPECIAL FISPAL TECNOLOGIA

14 POR DENTRO DAS LEIS

Fotos: Divulgação

SEÇÕES

20 VANGUARDA 22 LANÇAMENTOS INTERNACIONAIS

Foto: Divulgação

46 NOTAS TÉCNICAS

4

EDITORA BANAS

167_Índice de matérias.indd 4

1/7/2011 20:00:19


167_5_EMBALA.indd 5

1/7/2011 14:00:42


agenda

62 anos

EM DESTAQUE Foto: Divulgação

A 31ª edição da Anuga – Feira Internacional de Alimentos – que será realizada de 8 a 12 de outubro de 2011, em Côlonia, na Alemanha, deve atrair mais uma vez, aproximadamente 6500 fornecedores de 100 países. A organização estima que o evento irá receber 150 mil compradores internacionais.

FEIRAS NO BRASIL DATA

FEIRA

LOCAL

ORGANIZAÇÃO

De 16 a 19 de agosto de 2011

Plastech Brasil – Feira de Tecnologias para Termoplásticos e Termofixos, Moldes e Equipamentos

Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, RS

Simplás Tel.: (54) 3228-1251 www.plastechbrasil.com.br

De 23 a 26 de agosto de 2011

Embala Nordeste – Feira Nacional de Embalagens

Centro de Convenções de Pernambuco, Recife (PE)

Greenfield Business Promotion Tel.: (81) 3343-1101 www.greenfield-brm.com

De 14 a 16 de setembro de 2011

Congresso LatinoAmericano de Aerossóis

Casa Grande Hotel Resort & Spa, Guarujá (SP)

Abas Tel.: (11) 5505-1663 www.as.org.br/congresso

EMBALAGEM | TECNOLOGIA | DESIGN | INOVAÇÃO Fundador: Geraldo Banas (1913 – 1999) Publisher: Cristina Banas Editora: Elizabetha Banas (1923 – 2007) Editora-chefe: Margaret Hayasaki – margaret.hayasaki@banas.com.br Assessora Técnica: Assunta Camilo (FuturePack) – assunta@futurepack.com.br Revisão: Nazaré Baracho Consultoria Técnica: Guilherme Sergio Maradine Secretária: Sandra Gomes – sandra.gomes@banas.com.br Projeto gráfico: Editora Banas Produção: Luciano Tavares de Lima (gerente) – producao@banas.com.br Designer: Ana Claudia Martins – ana.martins@banas.com.br Capa: Ana Claudia Martins – ana.martins@banas.com.br

CONSELHO EDITORIAL André Vilhena – Diretor CEMPRE – Compromisso Empresarial para Reciclagem; Assis Garcia – Diretor do Centro de Tecnologia de Embalagem – CETEA; Eduardo Yugue – Gerente de embalagens da Nestlé; Geraldo Cardoso Guitti – Presidente da Refrigerantes Convenção; Lincoln Seragini – Diretor – presidente da Seragini Farné; João Batista Ferreira – CEO da J2B Innovation to Business, Luiz Belloli Neto – Presidente da Câmara setorial de máquinas para a indústria alimentícia, farmacêutica e refrigeração industrial da Abimaq – Luis Madi – Diretor - geral do ITAL - Instituto de tecnologia de Alimentos

DEPARTAMENTO DE VENDAS Executivos de Negócios – São Paulo João Domingues Tel.: (11) 3500-1900 – publicidade@banas.com.br

Belo Horizonte

De 20 a 23 de setembro de 2011

Ambiental Expo – Feira Internacional de Equipamentos, Produtos, Serviços e Tecnologias Ambientais

Pavilhão Azul do Expo Center Norte, São Paulo (SP)

Reed Exhibitions Alcantara Machado Tel.: (11) 3060-5001 www.ambientalexpo.com.br

De 27 a 29 de setembro de 2011

Exposucata – Feira e Congresso Internacional de Negócios da Indústria da Reciclagem

Centro de Exposições Imigrantes, São Paulo (SP)

Revista Reciclagem Moderna Tel.: (11) 5535-6695 www.exposucata.com.br

M Lage Vendas e Representações. Contato: Marcio Lage Av. Raja Gabaglia, 4000 – sl. 207 – CEP 30494-310 – Belo Horizonte-MG Tel.: (31) 2127-3854 - (31) 9612-8028 – publimg@banas.com.br

Rio de Janeiro Art Comunicação S/C Ltda. Contato: Francisco Neves Rua Des. João Claudino Oliveira e Cruz, 50 – cj. 607 – CEP 22793-071 – Rio de Janeiro-RJ Tels.: (21) 2269-7760 – (11) 9943-5530 – Fax: (21) 3899-1274 – banasrj@uol.com.br

Rio Grande do Sul Interface Comunicação e Propaganda Ltda. Contato: Vera Anjos Av. Taquara, 193 – Cj. 406 – CEP 90460-210 – Porto Alegre-RS Tel./Fax: (51) 3330–2878 – banassul@terra.com.br

Paraná e Santa Catarina Print Technology Representações Comerciais Ltda. Contato: Gilberto Kugnharski/Marilisa da Rocha Av. Luiz Xavier, 68 – 11ªand. – cj. 1118 – CEP 80020-020 – Curitiba-PR Tel. (41) 9942-2569 – gilberto@banas.com.br / marilisa@banas.com.br

FEIRAS NO EXTERIOR DATA

FEIRA

LOCAL

ORGANIZAÇÃO

De 20 a 23 de setembro de 2011

Envase Alimentek

Centro Costa Salgueiro, Buenos Aires, Argentina

Instituto Argentino Del Envase Tel.: (54-11) 4957-0350 www.envase.org

De 26 a 28 de setembro de 2011

Pack Expo Las Vegas – Feira Internacional de Embalagem e Processos

Las Vegas Convention Center, Las Vegas, Estados Unidos

PMMI Tel.: (703) 243-8555 www.packexpo.com

De 8 a 12 de outubro de 2011

Anuga – Feira Internacional de Alimentos

Koelnmesse, Colônia, Alemanha

Koelnmesse GmbH Tel.: +49 (0) 1805204220 www.anuga.com

De 8 a 11 de novembro de 2011

Andina-Pack – Feira Internacional de Embalagem

São Paulo – Interior Aqueropita Intermediações de Negócios Ltda. Contato: Aparecida A. Stefani Tel.: (16) 3413-2336 – Cel.: (11) 9647-0044 – Fax: (11) 3500-1935 – aparecida.stefani@banas.com.br

REPRESENTANTE INTERNACIONAL

Bogotá, Colômbia

PAFYC Tel.: +57-1-5200155 www.andinapack.com

Argentina 15 de Noviembre 2547 – C1261 AAO – Capital Federal – Republica Argentina Tel.: (54-11) 4943-8500 – Fax y Mensajes: (54-11) 4943-8540 www.edigarnet.com

ACORDO DE COOPERAÇÃO Phone: +1 312/2221010 – www.packworld.com

Rua Edward Joseph, 122 – 11º andar – Edifício Passarelli Jardim Suzana – São Paulo-SP – CEP 05709-020 CNPJ 60.432.796/0001-83 – I.E. 104.259.747.116, C.C.M. 1.249.632-4 NOVO TELEFONE (11) 3500-1900 Impressão: IBEP Gráfica Circulação nacional: Tiragem – 10 000 exemplares

Cartas&E-mails

Periodicidade: mensal Assinatura: Anual (Brasil) = R$ 97,00 • Nº Avulso = R$ 15,00

A revista Pack quer conhecer a opinião dos nossos leitores. Sua opinião é muito importante para a contínua melhoria da qualidade editorial. Escreva para nós, opinando sobre as entrevistas, reportagens e artigos.

JULHO 2011 PACK – EMBALAGEM | TECNOLOGIA | DESIGN | INOVAÇÃO é uma publicação mensal da Editora Banas Ltda. A PACK é dirigida aos profissionais que ocupam cargos técnicos, de direção, gerência e supervisão em empresas fornecedoras, convertedoras e usuárias de embalagens, bem como prestadores de serviços relacionados à logística, design e todos os processos relacionados a indústrias de embalagem.

E

IO

B

2008

IV P R Ê M

DA

END.

Rua Edward Joseph, 122 – 11º andar – Edifício Passarelli São Paulo-SP – CEP 05709-020

B2

A

D

IA

T

A

R

O

6

11 3500-1925 | FAX 11 3500-1935

D E M ÍD IA S E G M

TA

EG

TELEFONE

EC

C AT

PARA SE CORRESPONDER COM A REDAÇÃO E-MAIL redacao@banas.com.br

AT

N

Filiada à

AN

Critique ou dê sugestões de pautas.

RE

V I S TA S E G M

EN

É permitida a divulgação das informações contidas na revista desde que citada a fonte. PACK reserva-se o direito de publicar somente informações que considerar relevantes e do interesse dos leitores da revista.

EDITORA BANAS

167_Agenda_Cartas_Expediente.indd 6

06/07/2011 13:20:15


Siga no @EditoraBanas

nline

www.pack.com.br

POR TATIANA GOMES | tatiana.gomes@banas.com.br

O SITE DA PACK TRAZ NOTICIÁRIO ATUALIZADO DIARIAMENTE, ARTIGOS EXCLUSIVOS E TUDO SOBRE O MERCADO DE EMBALAGEM. MAIS: VÍDEOS, FOTOS E A VERSÃO DIGITAL NA ÍNTEGRA DA EDIÇÃO DO MÊS, ALÉM DAS ANTERIORES! [CONEXÃO WEB ] as mais lidas no pack.com.br

[ENQUETE ]

Um novo produto, desenvolvido pelo BNDES, dará maior agilidade operacional ao financiamento às exportações brasileiras de máquinas, equipamentos e demais itens de maior valor agregado, mediante à concessão de linha de crédito a bancos no exterior.

Na sua opinião, a embalagem é importante na construção da marca?

1 2 3 4 5 +

RESULTADO JUNHO/2011

Muito importante - (100,00%)

100,00%

Pouco importante - (0,00%)

Nova linha de crédito para exportar máquinas e equipamentos

Não é importante – (0,00%)

BNDES poderá financiar importadores de bens de capital brasileiros nos mercados da Argentina, do Chile e do Paraguai, em até US$ 200 milhões

NESTE MÊS Interaja! Confira a enquete do mês e vote na home do site!

Público gay masculino ganha site de compras coletivas exclusivo - Gothan For Man

Poderoso nicho consumista, público gay chama a atenção do mercado corporativo no Brasil

Onde achar? http://www.pack.com.br

Heineken Brasil comemora um ano de operação no país

Empresa obteve um aumento de volume acima de 14% já em 2010

Lual Alimentos aposta no food service e lança linha Pratik Chef

Os investimentos da Lual reforçam a representatividade da companhia no estado de São Paulo

Empresa reforça o comprometimento com a sustentabilidade e o incentivo à educação

Confira a lista das dez notícias mais acessadas no site e as leia na íntegra! Fonte: Google Analytics* Período de 30/5/11 a 28/6/11 Onde achar? http://www.pack.com.br/maisnoticias.aspx

[DESTAQUES] Os anúncios desta edição acompanhados dos ícones  têm informações extras no www.radarindustrial.com.br. Lá você encontra mais detalhes dos produtos, especificações técnicas e informações da empresa anunciante. Acesse! www.radarindustrial.com.br

Dúvidas sobre o mercado?

Nossos consultores esclarecem os mais diversos temas do setor. Envie sua pergunta e leia as respostas para nossos internautas no Blog da Pack. E-mail guru@pack.com.br PERGUNTE, ELE RESPONDE!

O NEWSLETTER SEMANAL DA INDÚSTRIA

Toda semana, a newsletter entrega no seu e-mail as notícias mais importantes da indústria de embalagens. Cadastre-se no site! Acesse! www.banas.com.br/banasinforma

Foto: Divulgação

Suzano Papel e Celulose faz parceria com Editora Abril em publicação do Planeta Sustentável

Nova Schin lança lata temática para os festejos de São João Especialmente para a data dos festejos de São João, a cerveja Nova Schin “vestiu” suas latinhas de 350 ml com estampas de xilogravura de cordel alusivas à cultura nordestina, enfatizando o tema São João, Cervejão.

Vidroporto lança embalagem de vidro de 670 ml para cachaça Atendendo a solicitação dos produtores de Cachaça, a Vidroporto lançou uma embalagem de vidro de 670 ml, com características exclusivas para o segmento dessa bebida 100% brasileira. Onde achar? http://www.pack.com.br/blog

EDITORA BANAS

167_Pack_online.indd 7

7

1/7/2011 14:01:59


atualidades

Conveniência Chega ao mercado brasileiro o gbag, um saco plástico desenvolvido na China exclusivamente para a produção caseira de gelo. Em duas versões, o gbag garante a qualidade do gelo, pois não absorve odores ou gases do freezer. “A ideia da marca gbag nasceu da curiosidade por produtos que facilitam o dia a dia das pessoas, compreendendo o mercado e antecipando as necessidades do consumidor”, diz Luiz Serra, sócio da empresa. Com um investimento de pouco mais de R$ 1 milhão, a empresa inicia sua atuação no País com dois modelos: para os cubos de gelo normais e de gelo para uísque, que são maiores. “Como já acontece na Europa e em outros países, acreditamos que o consumidor se beneficiará das facilidades que o gbag oferece, pois, além do seu fácil manuseio, oferece higiene, praticidade e ainda evita o desperdício.” A versão “gelo normal” conta com uma exclusiva válvula de refluxo que torna o fechamento automático. Já o de uísque, por suportar o dobro da quantidade, possui o fecho manual (nó). O gbag de polietileno de baixa densidade é 100% reciclável. A caixa secundária é produzida em papelão ondulado.

Maior transparência As embalagens da linha de granolas da Vitao foram reformuladas. Além de mais bonitas, ela estão mais modernas e agora, graças à ampliação da sua área transparente, o consumidor pode ver melhor o produto. Outra novidade é a chegada de um novo ingrediente, exclusivo da marca, para incrementar ainda mais a receita, o Vitao Flakes, composto por um mix de quatro cereais e soja. As primeiras granolas a chegar ao mercado são a Granola Tradicional Light e a Granola Tradicional Original, na versão de 1 kg. Na sequência virão outros dois sabores, Cacau & Coco e Grãos & Sementes e as opções em 250 gramas. As novas embalagens possuem estrutura em PET + BOPP e foram confeccionadas pela Camargo Cia. de Embalagens de Tietê, São Paulo. Já a criação é da agência BLU Design e Comunicação, de Curitiba. Vitao, tel.: 0800-7226510.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

e praticidade

Gbag, tel.: (11) 2369-1935.

Posicionamento

Foto: Divulgação

ecologicamente correto

8

167_Atualidades.indd 8

Um novo conceito em produtos de limpeza chega ao mercado brasileiro para ganhar espaço no carrinho de compras dos consumidores. Amazon H2O, uma linha de produtos sustentáveis do início ao fim, é a novidade da GTex Brasil, empresa do segmento de higiene e limpeza. Entre os produtos, estão os novos lava-louça, sabão em pó, sabão em barra e amaciante Amazon H2O. A linha apresenta formulação 100% biodegradável e à base de babaçu, um produto natural. Além disso, possui embalagens fabricadas com até 85% menos plástico. A linha de amaciante concentrado é apresentada em embalagem PET produzida pela Neopet, com tampa de polipropileno (PP) e rótulo autoadesivo em papel couchê, com impressão em flexografia, pela Indexflex. O refil do amaciante concentrado é apresentado em embalagem do tipo stand-up pouch feita de polietileno de baixa densidade (PEBD), com impressão em flexografia, pela CBS Elos. E sabão de coco é embalado em um cartucho de papel cartão com selo FSC e impressão offset, pela Gráfica Romiti. O design das novas embalagens foi desenvolvido pela agência Benchmark Design Total com o objetivo de reforçar o posicionamento ecologicamente correto dos produtos. Em algumas praças do Brasil, quem compra os produtos ganha uma ecobag personalizada Amazon H2O, acompanhada de um cartão feito de papel semente e uma fita verde, símbolo do movimento ‘De Bem com o Planeta’, apoiado pela GTex Brasil. GTex Brasil, tel.: Amazon H2O, tel.: 0800-0212372.

Editora Banas

1/7/2011 14:03:27


As embalagens da linha de biscoitos para cães e gatos Procão do Grupo Windauto está de cara nova. Os biscoitos agora são armazenados em caixas de material totalmente reciclado. Com o novo formato, é possível demonstrar de forma objetiva todos os diferenciais do produto, com os benefícios e as informações estampados em toda a embalagem. Além disso, há uma abertura que facilita a visualização da qualidade do biscoito. Este novo formato torna-se mais atrativo para o consumidor na gôndola do supermercado ou no pet shop. “Na embalagem antiga, tínhamos apenas o contra-rótulo para trabalhar as informações do produto. Procuramos a reformulação para apresentar mais detalhes aos nossos clientes, além de ser uma tendência no mercado PET”, afirma Rodrigo Barros Boaventura, diretor do Grupo Windauto.

Foto: Divulgação

Cara nova

Foto: Divulgação

Grupo Windauto, tel.: (19) 3746-7171.

Glitter confere um Com a criação do design gráfico do rótulo, assinada pela Indústria da Imagem, o azeite espanhol extravirgem monovarietal, produzido pela cooperativa de azeites Hojiblanca, ganhou um design diferenciado. De acordo com Fabrízio Libânio, diretor de criação da Indústria da Imagem, a empresa utilizou o conceito de conservação de azeites em garrafas de vidro verde. “Escolhemos um frasco desta cor cujo nome é Dama, que é mais “acinturado” e de fácil manuseio. Nele, aplicamos o rótulo termoencolhível com imagens de uma colheita para enfatizar ao público que se trata de um produto diferenciado, oriundo de uma cooperativa que tem colheita própria.” Além disso, Libânio acrescenta que o rótulo termoencolhível foi escolhido em função da garrafa, pois ele oferece melhor aproveitamento de toda a sua superfície. “Vale a pena ressaltar que esse tipo de rótulo é uma novidade neste segmento no Brasil.” A impressão do rótulo foi feita pela Sinel, de Barcelona, Espanha. No Brasil, a cooperativa Hojiblanca é representada pela Sandéleh Alimentos.

toque especial Para as adolescentes, o conceito de moda representa muito mais do que as novas tendências desfiladas nas passarelas. É uma forma de demonstrarem toda a sua personalidade e estilo, e, para isso, elas adoram criar seus próprios looks e acessórios. E foi por entender a atitude dessas meninas que a Unilever desenvolveu o antitranspirante Rexona Teens Beauty – para dar toda a proteção que elas precisam para que só seu estilo chame atenção. Assim, como as produções das adolescentes, Rexona Teens Beauty tem um toque especial: os rollons e a tampa dos aerossóis vêm com glitter. Em uma pesquisa realizada pela Unilever no Brasil, 89% das entrevistadas consideram as embalagens muito atrativas e oito em cada dez têm intenção positiva de compra em relação ao produto. Rexona, tel.: 0800-7077512.

Arte exclusiva A vodca Smirnoff® apresenta para o público brasileiro uma garrafa que já é sucesso em diversos países. A novidade ficará disponível por tempo limitado, até que suas unidades se esgotem nas gôndolas. Com uma arte exclusiva desenvolvida pelo time global, a garrafa de vidro conta com um design estilizado da águia, que é símbolo da marca – desenho que remete à época em que a vodca era degustada pela monarquia russa. “A ideia de lançar a edição limitada é proporcionar uma inovação ao consumidor da bebida, assim como comunicar a essência da marca, que é transformar o comum em extraordinário”, afirma Sergio Giorgetti, gerente de marketing de Smirnoff®, da Diageo Brasil. Diageo Brasil, tel.: (11) 3897-2000.

Sandéleh Alimentos, tel.: (15) 3336-8660.

Editora Banas

167_Atualidades.indd 9

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Design diferenciado

9

1/7/2011 14:03:46


notícias

Demanda de embalagens de carne, aves e frutos do mar, nos Estados Unidos, vai superar US$ 9 bilhões

Vaivém do mercado

n

a schneider Electric, especialista global na gestão de energia, anuncia seus novos vice-presidentes: Marcos Matias e Edgard Franco, que já fazem parte do quadro de executivos da companhia, assumirão novos desafios para atender às demandas de crescimento da empresa na américa Latina e no Brasil. Matias assumiu o cargo de vice-presidente Buildings Business américa Latina, tendo como principal objetivo o desenvolvimento dos negócios de Buildings Management system (BMs) e segurança. Para a vice-presidência Buildings Business Brasil, assume Edgard Franco, dando continuidade ao crescimento da unidade de negócio.

CRESCIMENTO ANUAL

10

167_Atualidades.indd 10

465

405

332

3.705

3.090

2.415

5.010

4.425

3.553

9.180

7.920

6.300

Fonte: Freedonia

as embalagens rígidas vão ter um ganho menor em relação às embalagens flexíveis, refletindo a maturidade nos segmentos de caixas de papelão ondulado e os poucos avanços das latas metálicas. Entretanto, as embalagens plásticas e as bandejas vão experimentar crescimento robusto. o mercado de embalagens plásticas vai crescer em função do aumento da demanda de pratos prontos de carnes e aves em supermercados e outros lojas de varejo, como resultado da preferência dos consumidores por alimentos convenientes que requerem pouca ou nenhuma preparação. a demanda de bandejas vai ser puxada pelo crescente uso de embalagens prontas para exposição que frequentemente empregam mais espuma ou bandejas de barreiras mais rígidas. Já a demanda de acessórios de embalagem será beneficiada pelas regulações requeridas sobre informações nutricionais e rótulos do país de origem em uma variedade de itens, como carnes e aves. as aplicações na categoria de carnes vão continuar respondendo pela maior participação na demanda de embalagem, como resultado do status da carne vermelha, que é prato principal no segmento de foodservice e a crescente presença das embalagens prontas de carnes para exposição DEMANDA DE EMBALAGENS DE CARNES, AVES em varejo. EntretanE FRUTOS DO MAR NOS ESTADOS UNIDOS to, o crescimento da (US$ MILHÕES) demanda em aplica10.000 ções de carnes não vai 2010 2015 2005 9.000 superar os segmentos 8.000 de aves e frutos do 7.000 mar devido à maior 6.000 conscientização dos 5.000 consumidores sobre 4.000 os níveis de gordura 3.000 e colesterol da carne 2.000 vermelha. Embora, as 1.000 aplicações no setor de 0 frutos do mar devam EMBALAGEM DEMANDA DE ACESSÓRIOS DE EMBALAGEM representar a menor FLEXÍVEL EMBALAGEM EMBALAGEM RÍGIDA participação na de5.1% 4.7% manda de embalagens, 4.5% 4.1% os ganhos vão superar 3.7% 3.0% 2.8% 2.5% os segmentos de aves e de carne, como re2005-2010 2010-2015 sultado dos benefícios saudáveis percebidos.

Foto: Divulgação

os Estados Unidos, a demanda de embalagem de carne, aves e frutos do mar vai crescer 3% ao ano, alcançando Us$ 9.2 bilhões em 2015. os ganhos serão alimentados pela expansão da produção de carnes, aves e frutos do mar no mercado interno, bem como o aumento das oportunidades de exportação para países, como Japão e Chile. a demanda de embalagem também será estimulada pelo maior interesse dos varejistas pela embalagem pronta para exposição na gôndola que permite reduzir custos nas lojas. Esses dados são do estudo feito pela Freedonia Group inc. o crescimento da demanda de embalagem flexível vai continuar a superar a embalagem rígida. os ganhos serão suportados pelas oportunidades para filmes de alta barreira e pouches. a demanda de filmes de alta barreira será beneficiada pelo ambiente favorável para a embalagem pronta para exposição, que requer materiais de alto valor agregado para prolongar a vida de prateleira e proteger o alimento durante o transporte e manuseio. Já a demanda de pouches será conduzida pela penetração do retortable pouch em tradicionais aplicações que utilizam latas.

SCHNEIDER ELECTRIC ANUNCIA NOVA ESTRUTURA DE COMANDO PARA AMÉRICA LATINA E BRASIL

RICARDO BLANCAS É O NOVO GERENTE BRASIL DA DATAMAX-O´NEIL

Entre as metas arrojadas que ricardo Blancas traz à datamax-o´neil, a ampliação, consolidação e reconhecimento da marca em todo território brasileiro é a mais relevante, devendo atuar tanto no desenvolvimento de negócios com seus produtos em cliente finais, quanto na gestão dos canais de vendas. alinhado à estratégia da companhia e apoiado por produtos de alta qualidade e confiabilidade, Blancas estará à frente de iniciativas como gestão e desenvolvimento do canal de vendas, da estratégia da área comercial para o Brasil e assessoria à área de marketing para o atendimento das metas estabelecidas pela organização.” PAOLO BARILLA ASSUME A PRESIDÊNCIA DA IPACK-IMA 2012

Paolo Barilla, vice-presidente da empresa de massas que leva o seu sobrenome e presidente da associação italiana de Massas e indústrias de Massas (aidepi) acaba de ser nomeado para presidir a próxima edição da ipack-ima, marcada para o período de 28 de fevereiro a 3 de março de 2012, no pavilhão Fiera Milano, em Milão, na itália. MIKE SCHMITT É NOMEADO PRESIDENTE DA AMCOR RIGID PLASTICS

Bill Long, presidente da amcor rigid Plastics, anunciou sua decisão de se aposentar da amcor. Mike schmitt foi nomeado para assumir o cargo a partir deste mês. o executivo se juntou à amcor por meio da aquisição da alcan Packaging onde ele foi presidente da divisão de negócios de farmacêuticos para o mundo e alimentos para américas. nos últimos 18 meses, schmitt ocupou o cargo de vicepresidente sênior e gerente-geral da amcor rigid Plastics para américa do norte.

Editora Banas

1/7/2011 14:03:48


Foto: Divulgação

notícias

Capacidade 100% tomada para atender os atuais clientes

SIG Combibloc inaugura primeira planta fabril no Brasil

C

om o objetivo de se internacionalizar e crescer em países emergentes, a SIG Combibloc, fabricante de embalagens cartonadas assépticas e máquinas de envase para alimentos e bebidas, inaugura sua primeira fábrica no Brasil, na cidade de Campo Largo, no Paraná, já com capacidade - de 1 bilhão de embalagens/ano - 100% tomada. Segundo Rolf Stangl, CEO da SIG Combibloc, o Brasil é um dos mercados mais promissores no consumo de embalagens longa vida para bebidas lácteas. “Com a fábrica, esperamos crescer consideravelmente em participação no País e chegar aos níveis da Europa, onde temos participação entre 25% a 55%”, afirma. No ano passado, segundo Ricardo Rodriguez, diretor-presidente da SIG Combibloc América do Sul, a operação brasileira cresceu aproximadamente 60%. Numa segunda fase, a planta fabril ocupará uma área total de 130 mil m2,

e vai duplicar a capacidade produção de embalagens cartonadas assépticas, em dois anos. O empreendimento terá investimentos totais de 90 milhões de euros. Nesse primeiro momento, de acordo com Stangl, o papel cartão fornecido pela Stora Enso ainda continuará sendo importado da fábrica da companhia, na Alemanha, mas impresso no Brasil. “Um fornecedor local de cartão já está em processo de qualificação”, despista. A fábrica é equipada com máquinas de rotogravura e de corte e vinco, além de sistemas de dobra e selagem e de sleeves, importadas da Alemanha. Para operar as máquinas e garantir o padrão de qualidade global, 50% dos funcionários foram expatriados para a Alemanha, por um período de cinco meses, onde passaram por um treinamento. A produção inicial da planta fabril será focada nas embalagens de tamanhos médios de 500ml a 1100ml e pequenos de

Foto: Divulgação

Para fazer frente à sua expansão no País, a empresa está investindo 90 milhões de euros. A nova fábrica, em Campo Largo, no Paraná, parte com capacidade de 1 bilhão de embalagens/ano, mas em dois anos, ela será duplicada

Rolf Stangl, CEO da SIG Combibloc

125ml a 350ml. Em unidades, a América do Sul comercializou mais de 15 bilhões de unidades em 2010, sendo 62% das embalagens de tamanho médio e 38% de tamanho pequeno.

Editora Banas

167_Atualidades.indd 11

11

1/7/2011 14:04:02


notícias

PakTech anuncia construção

de fábrica em São Paulo

Multinacional norte-americana vai investir US$ 25 milhões no empreendimento que deve ser inaugurado até o final deste ano

F

Foto: Divulgação

A previsão para a inauguração da nova fábrica, segundo ele, deve ser ainda para este ano. O principal mercado-alvo da PakTech é a indústria de bebida, como cerveja e refrigerante, que pode utilizar os agrupadores para latas, garrafas PET e garrafas de vidro. No Brasil, a multinacional já está em negociação com companhias do setor, mas ainda não pode revelar quem são elas. “Neste começo, estamos apostando nas grandes cervejarias e no segmento de lojas de conveniência, que são mais sensíveis para conhecer um novo produto”, revela Santoro. “Até o final do ano, os nossos agrupadores já devem estar no mercado brasileiro”, acrescenta. Todo o portfolio de agrupadores será produzido no Brasil. Nos Estados Unidos, os agrupadores de latas, lançados há um ano pela PakTech, representam o maior potencial de mercado. Segundo Borg, o

12

167_Atualidades.indd 12

Foto: Divulgação

abricante norte-americana de agrupadores de embalagens multipack, a PakTech anuncia investimentos de até US$ 25 milhões na construção de uma planta fabril, no Estado de São Paulo, que terá capacidade anual inicial de 60 milhões de agrupadores. Tarcisio Santoro, gerente-geral da PakTech Brasil, revela que o local ainda não está definido, mas a empresa está estudando a instalação da fábrica em Jundiaí e região pela excelente malha rodoviária e a proximidade com o fornecedor de máquinas injetoras. “É a primeira planta fabril na América do Sul e o Brasil foi escolhido por ser um País em franco desenvolvimento e muito importante para os negócios da empresa”, afirma Jim Borg, presidente da PakTech. Da esquerda para a direita: Tarcisio Santoro, gerente-geral da PakTech Brasil e Jim Borg, presidente da PakTech

crescimento dessa solução de embalagem é puxado pela expansão das microcervejarias no País. “No ano passado, nós produzimos 15 bilhões de agrupadores para atender as 75 microcervejarias. É um crescimento muito rápido”, diz. “Os agrupadores agregam valor para o produto, pois são fáceis de transportar pelos consumidores, mas também permitem reduzir os cu s tos , já que dispensam a necessidade do uso da chapa de papelão no palete, pois os agrupadores Agrupadores de latas: maior potencial de mercado

permitem fácil encaixe para empilhamento das multipacks.” Por aqui, a empresa também aposta no sucesso dos agrupadores para latas de cervejas, mas para volumes de 269 ml. Santoro explica: “O design para 10 latas slim oferece maior conveniência para os consumidores, já que pode ser facilmente armazenado na geladeira, além de ser um formato de consumo rápido.”

INFORMAÇÕES Paktech Brasil tel.: (11) 4581-6491 | www.paktech-opi.com

Editora Banas

1/7/2011 14:04:05


entrevista

Ted Lithgow, Phd e diretor científico da divisão de negócios da divisão de saúde da MWV

A redução de custos em toda a cadeia de abastecimento para o paciente é sempre importante, mas como a MWV combina economia com embalagens sofisticadas? Primeiro, há um forte argumento. O custo da embalagem representa uma pequena proporção no custo total do produto. Não tenho como mensurar em números. Por exemplo, para um grande fabricante de um novo medicamento ou de um medicamento que ainda não tem patente, o custo de abastecimento por mês, em qualquer lugar, é de US$ 60 a US$ 200. E o custo de uma embalagem será menos de US$ 0,50. Além disso, a embalagem ajuda a ter menos internações hospitalares desnecessárias. Além disso, há um retorno inegável sobre investimento para os pacientes e os custos gerais de saúde nacional. Mas como você convence os fabricantes de que o investimento adicional em materiais de embalagem e máquinas para embalagens é economicamente viável? Do ponto de vista dos fabricantes, qualquer redução de custos é sempre bem-vinda. Mas, o mais importante é que o maior investimento em embalagens tem mostrado que isso aumenta a adesão dos pacientes para uma melhor saúde pública. A grande adesão dos pacientes conduz a significativos retornos no investimento. Há casos de negócios similares que podem ser feitos para os varejistas, especialmente, embalagens que tendem a reduzir o tempo de preparação pelo farmacêutico, permitindo gastar maior tempo no atendimento ao paciente. Pode dar um exemplo concreto de como uma embalagem pode ajudar na adesão dos pacientes a um medicamento? Uma vez que o esquecimento é o principal motivo para a não adesão aos medicamentos, é possível desenvolver um elemento na embalagem para ajudar os pacientes a se lembrarem de tomar o medicamento. Desenvolvemos um calendário no estilo blister que serve

Foto: Divulgação

Jim Butschli

como uma embalagem refil de medicamento para lembrar os pacientes a tomar o remédio. Ela tem um lembrete impresso perto da última dose. A embalagem pode ser desenhada corretamente para uso amigável pelos idosos, à prova de crianças, fornecer informações, e uso conveniente, especialmente, quando os pacientes têm que tomar vários medicamentos. Há mais de 35 milhões de americanos que tomam de 3 ou mais medicamentos por dia. Quando os pacientes recebem informações apropriadas e orientações dos médicos e farmacêuticos e, além disso, eles estão engajados para tomar os medicamentos, com embalagens bem desenhadas, tudo isso, têm um efeito fundamental para aumentar a adesão aos medicamentos. *Texto extraído da revista Packaging World

Editora Banas

167_Atualidades.indd 13

13

1/7/2011 14:04:09


por dentro das leis

Câmara Municipal de Campo Grande (MS) institui Política Municipal de Resíduos Sólidos A Câmara Municipal de Campo Grande (MS) acaba de aprovar o projeto de lei nº 7.014/11, que institui a Política Municipal de Resíduos Sólidos, de autoria do Executivo Municipal. O texto estabelece diretrizes para a Política Municipal de Resíduos Sólidos, e dispõe de princípios, instrumentos e objetivos que favoreçam a sua execução. Entre as metas estão a proteção da saúde pública e da qualidade ambiental, estímulo à adoção de padrões sustentáveis de produção e consumo de bens e serviços, adoção, desenvolvimento e aprimoramento de tecnologias limpas como forma de minimizar impactos ambientais, redução do volume e da periculosidade dos resíduos perigosos; incentivo à indústria da reciclagem, tendo em vista fomentar o uso de matérias-primas e insumos derivados de materiais recicláveis e reciclados, gestão integrada de resíduos sólidos, articulação entre as diferentes esferas do Poder Público. Visando a melhor efetivação do cumprimento da lei, o serviço de limpeza urbana e de manejo de resíduos sólidos urbanos será composto pelas seguintes atividades: coleta, transbordo e transporte do lixo doméstico e do lixo originário da varrição e limpeza de logradouros e vias públicas; triagem para fins de reuso ou reciclagem, de tratamento, inclusive por compostagem, e de disposição final do lixo doméstico e do lixo originário da varrição e limpeza de logradouros e vias públicas; varrição, capina e poda de árvores em vias e logradouros públicos e outros eventuais serviços pertinentes à limpeza pública urbana dentre outros.

Câmara Municipal de São José do Rio Preto aprova emenda de lei das sacolinhas plásticas A Câmara Municipal de São José do Rio Preto (SP) aprovou a propositura do vereador Jorge Abdanur (PSDB), autor da lei que prevê o fim das sacolas plásticas e sacos de lixo, do mesmo material, de circulação no mercado rio-pretense no dia 13 de julho deste ano. O projeto aprovado trata de uma emenda da mesma lei, concedendo mais prazo para o cumprimento da proposta. Se promulgada, passa a valer a data limite de 13 de setembro para distribuição de sacolinhas plásticas e 13 de julho de 2012 para a comercialização de sacos de lixo em comércio e supermercados.

14

Foto: iStockphoto

A execução da atividade de limpeza urbana caberá ao órgão ou entidade municipais competentes a ser definido, em regulamento, por meio próprio ou mediante concessão, permissão ou contratação de terceiros, na forma da lei.

Sacolas retornáveis devem ser higienizadas Requerimento encaminhado pelo presidente da Câmara Municipal de Curitiba (PR), vereador João Cláudio Derosso sugere à prefeitura estudos para a realização de campanha informativa sobre a importância da higienização de sacolas retornáveis. O parlamentar sugere uma ação conjunta entre a Secretaria Municipal de Saúde, a Associação Comercial do Paraná e a Associação Paranaense dos Supermer-cados. “Cabe às autoridades municipais incentivar, através de campanha elucidativa, sobre os benefícios para o meio ambiente do uso das sacolas feitas de material retornável como lona, algodão e pano, ao invés das sacolas plásticas descartáveis. Também cabe às autoridades alertarem para os cuidados que a população deve ter na higienização e conservação destas sacolas de pano”, justificou o parlamentar. Ele citou uma pesquisa feita pelo Departamento de Solo, Água e Ciências Ambientais da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, que encontrou bactérias que são uma ameaça à saúde pública. Foram coletadas amostras de 84 sacolas retornáveis e, em 50% delas, foram encontradas bactérias como a Staphylococcus aureus e Escherichia coli. A ingestão do alimento contaminado com Staphylococcus aureus pode causar náuseas, vômitos, dores abdominais e diarreia. A Escherichia pode causar gastroenterites agudas, principalmente em recém-nascidos e crianças de até dois anos de idade. No entanto, a pesquisa da Universidade do Arizona orienta que estas bactérias podem ser eliminadas através de uma limpeza periódica, utilizando água e sabão pelo menos uma vez por semana.

Editora Banas

167_Por Dentro das Leis.indd 14

1/7/2011 14:04:52


Nova base de cálculo para pagamento de

ICMS de bebidas

A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) de Alagoas divulgou a base de cálculo para pagamento do ICMS de bebidas, como cervejas, chopes, refrigerantes e produtos isotônicos e energéticos. As tabelas valem para fins de substituição tributária e antecipação do imposto pela entrada em vendas realizadas em território alagoano. Os preços variam entre R$ 0,50 e R$ 39,97, dependendo do tipo e do volume da mercadoria, e foram estabelecidos de acordo com pesquisas de mercado contratadas pelos próprios contribuintes.

Finanças aprova novas regras para certificar origem de importados A Comissão de Finanças e Tributação aprovou, em junho último, substitutivo do Senado à proposta que estabelece critérios para determinar de forma mais clara a origem (nacionalidade) de produtos importados. O texto dos senadores modificou o Projeto de Lei 4801/01, do Executivo, aprovado pela Câmara em 2006. Segundo a Agência de Notícias da Câmara dos Deputados Federais, a proposta tem como objetivo combater práticas comerciais lesivas como o dumping. Um dos mecanismos é a mudança nas regras para controle dos certificados de origem, que atestam oficialmente a procedência da mercadoria importada e especificam as normas de origem negociadas e estabelecidas em acordos comerciais internacionais. O texto aprovado exige, por exemplo, a comprovação da origem real do produto para regulamentar os certificados de importação. Esses documentos impedem, por exemplo, que os importadores “maquiem” a origem das mercadorias por meio da chamada triangulação. Essa prática ocorre quando um produto importado de um país passa por outro, onde há redução ou isenção tarifária, e entra no Brasil como se fosse originário desse último, com preços mais baixos.

As amostragens consideram os segmentos de autosserviço (hipermercados e supermercado), mercado frio (bares, restaurantes e lojas de conveniência) e mercado tradicional (mercearias e minimercados), e, assim como das outras vezes, foram realizadas pelas instituições GFK e Finkshapp. Antes de aprovadas, todas as cotações foram discutidas em reunião com técnicos da Fazenda. Apesar da modificação nos preços, as alíquotas do imposto continuam as mesmas: 25% para bebidas alcoólicas e 17% para refrigerantes. A vigência dos novos valores começou em junho, conforme portaria da Superintendência da Receita Estadual publicada no Diário Oficial. A próxima reunião sobre o assunto está marcada para novembro.

167_Por Dentro das Leis.indd 15

1/7/2011 14:04:53


Foto: Piti Reali

entrevista

16

167_Entrevista.indd 16

Editora Banas

03/07/2011 00:10:44


Foto: Piti Reali

O consumidor brasileiro gosta de experimentar novidades

Margaret Hayasaki

Mas ao mesmo tempo, ele aprecia perfumes clássicos, como o perfume alemão Joop, que tem, no Brasil, o segundo maior mercado

P

ara muitos comprar um perfume de uma grande marca é adquirir um pedaço do mundo do luxo e da elegância. Mas, a essência da fragrância é o mundo das emoções. Ela é a melhor tradução do sentimento. Ela transcende o corpo, deixando um rastro da marca pessoal das pessoas por onde elas passam. Isso é o que o perfume representa para Barbara Kern, vice-presidente da RR Perfumes, distribuidora de mais de 60 marcas de perfumes no Brasil. “Cada marca tem uma personalidade. Cada marca quer ser percebida pelo consumidor de uma determinada maneira internacionalmente. E cabe a gente no Brasil distribuir essa marca, porém adaptando ao nosso mercado”, afirma. Segundo ela, o brasileiro gosta de ser atendido de uma maneira diferente do estrangeiro. “Nós gostamos de serviço, carinho e atenção. Lá fora, os consumidores não falam mais. Eles entram na loja e pegam o produto sozinho, pois já conhecem o produto. Aqui, os brasileiros não conhecem tanto, por isso, queremos nos aprofundar mais”, explica. O perfume na vida de Barbara vai muito além das emoções. Ela revisita a história dos perfumes importados no Brasil e conta em entrevista à revista Pack como esse mercado evoluiu e continua fascinando os brasileiros. “A gente vive num negócio que é preciso contar história”, afirma. PACK: A RR Perfumes atua no mercado brasileiro desde 1990. Na sua visão, como o mercado de perfumes importados evoluiu no Brasil? BARBARA: O Brasil foi um mercado fechado de 1974 a 1990, por isso, Editora Banas

167_Entrevista.indd 17

17

03/07/2011 00:10:50


entrevista

na época, todas as grandes marcas de perfumes eram produzidas localmente - Chanel, Azarro, Paco Rabanne, Christian Dior e Givenchy. Somente os óleos essenciais eram importados. Ao longo desse período, o brasileiro se acostumou a esse tipo de fragrância. Em 1990, quando abriu o mercado, o brasileiro começou efetivamente a ter acesso às marcas e aos produtos lançados lá fora, sempre com delay de seis meses por causa do processo de importação. Hoje, o brasileiro viaja mais para o exterior, por isso tem mais contato com esse universo dos perfumes importados. Ainda há poucas marcas por aqui. Em qualquer loja, seja nos Estados Unidos ou na Europa, a oferta de marcas de perfumes é muito maior. PACK: Qual é o potencial desse mercado no Brasil? BARBARA: Temos muito para crescer. Lá fora há muitas marcas novas não só de perfumes, mas também de cosméticos em geral que não existem aqui no Brasil. O fechamento do mercado e a alta carga tributária limitaram a entrada de novos produtos no País. Hoje, o Brasil trabalha com aproximadamente 150 marcas. Existem várias categorias de marcas que querem vir para o Brasil, mas não têm distribuição. O setor está começando a criar novas categorias de distribuição, como o canal farmacêutico. A primeira rede que efetivamente começou a entender que existia uma oportunidade de distribuição para produtos de luxo, como perfumes, foi a Drogaria Onofre. Outras drogarias também estão seguindo o seu exemplo. Já é possível ver marcas de perfume LifeStyle, que têm preços mais acessíveis, nas prateleiras desse canal. Isso é mudança recente, de cinco anos para cá, que já está transformando a cara do varejo brasileiro de perfumes. Esse novo canal promove maior acessibilidade aos consumidores e eles começam a entender que têm mais opções. PACK: O varejo pode ter um papel importante na expansão desse mercado? 18

167_Entrevista.indd 18

BARBARA: Com certeza. No entanto, existem dois grandes desafios dentro dessa categoria de perfumes. Um é a acessibilidade. E outro é affordability. Uma coisa é você ter acesso porque o consumidor tem o preço apropriado e o outro é a acessibilidade. O desafio é conseguir chegar com produto certo, com preço certo pelo canal certo. Mas, ao mesmo tempo, é preciso ter marcas que sejam muito mais desejadas pela nova classe C para conseguir chegar efetivamente numa distribuição. Por isso, no Brasil, as marcas de perfumes de celebridades fazem sucesso. O perfume feminino Gabriela Sabatini, que é comercializado no País desde 1994, é líder de categoria até hoje. A celebridade cria uma conexão As perfumarias diferente com o consumidor respondem por do perfume. 60% a 70% das E, cada vez mais, vejo que vendas e o há uma grande canal internet oportunidade de negócios representa 15% nessa categoria, que vem crescendo a uma taxa de dois dígitos, pois o consumidor admira quem alcançou o sucesso com suas próprias pernas. PACK: Hoje qual é o principal canal de vendas de perfumes importados distribuídos pela RR Perfumes? BARBARA: As perfumarias respondem por 60% a 70% das vendas, e o canal internet vem crescendo, representando 15% das vendas. Em seguida, a loja de departamento, 10%. O restante, fármaco e multimarcas (lojas de roupas). PACK: O consumidor brasileiro está em busca de novas experiências olfativas? BARBARA: O consumidor brasileiro gosta de experimentar novidades, independentemente da categoria de perfumes, se é luxo ou não. Ao mesmo tempo, ele gosta de perfumes clássicos, como o perfume alemão Joop (segundo maior mercado é o Brasil), que é comercializado no País desde 1992.

PACK: As mulheres ainda são a s m a i o re s c o n s u m i d o ra s d e perfumes? BARBARA: Sim. As vendas de perfumes femininos representam 60% dos negócios, enquanto os perfumes masculinos, 40%. No Brasil, há muitas mulheres que gostam de usar perfumes masculinos no dia a dia, pois cada vez mais, as fragrâncias usam notas e elementos mais florais. PACK: E os novos lançamentos de perfumes? BARBARA: Acabamos de lançar o perfume Attimo, da Ferragamo, que traz uma nova proposta dentro do universo da marca, sem perder a elegância e o luxo. Outra novidade é o perfume masculino Bang, do estilista Marc Jacobs, completamente inovador e diferente, para homens ousados. Também estamos trazendo a fragrância feminina CK Beauty, que foi inspirada na mulher elegante e mais moderna. E também a fragrância feminina Chloé, que foi

Editora Banas

03/07/2011 00:11:12


Fotos: Piti Reali

Depois dos anos 80, dois produtos fizeram uma grande mudança e revolucionaram o universo da perfumaria o perfume. Ao mesmo tempo, as marcas resgataram embalagens com tons de dourado para dar o toque de sofisticação. Trocou-se a quantidade pela qualidade. PACK: A embalagem também evoluiu com a indústria de perfumes? BARBARA: Sim, com certeza. Na categoria de fragrâncias importadas, de Prestígio e Luxo, é onde se vê os maiores investimentos em desenvolvimento de embalagem, desde frascos e embalagens secundárias. Existe uma preocupação de traduzir o conceito do estilista ou do espírito da marca na embalagem. Por exemplo, a embalagem da fragrância masculina Bang, de Marc Jacobs, é superinovadora. O formato foi inspirado no som e na forma da batida de um martelo sobre uma placa metálica.

totalmente repaginada e está mais luxuosa. Inspirado na moda, o frasco de vidro canelado, com acabamento em prata polida, confere um toque de joia. O toque final é dado com uma fita dourada, reafirmando o glamour da marca. Esses são alguns dos lançamentos já feitos, mas mais novidades devem chegar ao mercado durante o ano. PACK: Como é o volume de lançamentos de novos perfumes? BARBARA: Antes da crise econômica, o volume de lançamentos de perfumes no mundo era bem maior, em média de 900 a 1000 por ano. Hoje são feitos 600 lançamentos de perfumes no mundo. Mas, também agora já não se fazem mais edições limitadas que não tinham vida nem sustentação. Algumas marcas também mudaram sua postura no mercado. Elas optaram por desenvolver produtos mais elaborados, investindo em frascos diferentes, um cartucho mais elaborado, valorizando o consumidor que vai comprar

PACK: Para onde caminham as tendências no mercado de perfumes? BARBARA: Ao estudar o comportamento sociológico de determinadas fases, você começa a ver que as fragrâncias contam a história da humanidade. Depois da Segunda Guerra Mundial, existiam poucos perfumes, por exemplo, o Chanel Número 5, de 1921. Depois da Segunda Guerra Mundial, o mercado ganhou perfumes mais fechados, com notas amadeiradas, como Miss Dioro, de 1947. Naquela época, a mulher era dona de casa. Nos finais dos anos 50 e 60, começaram a surgir fragrâncias um pouco mais românticas e florais. Na década de 70, na época dos hippies e da mulher mais livre, foi a vez dos perfumes florais e frutais. Na década de 80/90, quando a mulher efetivamente começa a se posicionar e ir para o mercado de trabalho, surgiram os perfumes mais fortes, como Opium, Poison e Lou Lou. Depois dos anos 90, as fragrâncias começaram a resgatar

alguns valores, com produtos mais elaborados e que os consumidores têm a percepção de valor pela embalagem ou pelo perfume. Essa é uma tendência muito clara daqui para frente. PACK: Há um divisor de águas no universo da perfumaria? BARBARA: Depois dos anos 80, dois produtos fizeram uma grande mudança e revolucionaram o universo da perfumaria por caminhos completamente opostos. Um foi a fragrância CK One, que foi revolucionária ao chegar ao mercado em um volume de 100 ml com preço de 50 ml para ser compartilhado com toda a família (pai, mãe, irmão, avô, neta). Esse produto podia ser usado com spray ou sem spray e o frasco era embalado em um cartucho de papel reciclado, algo que ninguém havia feito. Pela primeira vez, uma marca de qualidade permitiu o acesso ao produto pelos consumidores. Ela criou displays onde os consumidores podiam manusear o produto, pois até então, os perfumes ficavam atrás do balcão. A marca comunicou: eu sou uma marca mais cara, mas eu posso ser tocada. A outra revolução foi a fragrância Angel, de Thierry Mugler, que resgatou a alta perfumaria, o luxo, a exclusividade e criou a primeira família olfativa frutal gustativa, ou seja, sem nenhuma flor na composição. A marca introduziu a fragrância de manga com algodão doce. A diferenciação também estava no formato de estrela da embalagem e na cor azul angelical. Além disso, a marca introduziu o primeiro perfume com refil. PACK: Qual é a perspectiva de crescimento para 2011? BARBARA: A nossa expectativa é crescer em torno de 12% a 15% em 2011. Editora Editora Banas Banas

167_Entrevista.indd 19

19

03/07/2011 00:11:24


Foto: Divulgação

vanguarda

Conveniência em dobro Emergent Technologies e Plastic Technologies se uniram para desenvolver uma embalagem PET com dois compartimentos para venda de produtos combinados Da Redação

A

Emergent Technologies, LLC, se juntou à Plastic Technologies, Inc. (PTI) para comercializar a primeira embalagem PET com dois compartimentos, chamada de Smiler™. “A força motriz que está por trás deste conceito é o de oferecer à indústria de produtos de consumo uma oportunidade única de atuar no segmento de single-serve para dois produtos combinados, como leite e cookies, em uma embalagem portátil”, explica Bill Weber, presidente e gerente-geral da Emergent. “Toda a vez que nós apresentamos o conceito, as pessoas sorriem e, assim, surgiu a marca.” Menos de 20% de todos os americanos utilizam regularmente as máquinas de vendas automáticas porque eles não gostam de custos extras e calorias que tipicamente vem com produtos vendidos em tamanhos grandes. Nossa pesquisa mostrou, entretanto, que um número considerável de consumidores gostou da ideia e da funcionalidade de consumir menos bebida ou snacks por um custo menor que dois produtos em tamanho normal.” A tecnologia proprietária Smiler™ possibilita que garrafas e/ou embalagens sejam sopradas em diferentes tamanhos e formatos. Maior, o compartimento superior acondiciona o líquido, enquanto o fundo embala um produto, como o snack. Além disso, ambos os compartimentos podem ser utilizados para produtos secos e/ou itens não alimentícios. O segundo compartimento ou o fundo foi desenhado, com a base para cima, que forma uma pequena cavidade, na qual uma parte do copo selado a quente, contendo produtos sólidos, granulados ou em pó, que podem ser inseridos e mantidos por fricção. A abertura da base pode ser fechada, utilizando vários métodos de selagem a quente ou materiais de

20

167_vanguarda.indd 20

pressão sensitiva. O compartimento superior depende de uma terminação tradicional e tampa. Depois uma longa pesquisa, sobretudo, sobre o aumento da taxa de obesidade para porções controladas de alimentos funcionais para consumo de alimentos on-the-go, a Emergent enxergou na embalagem de duplo compartimento uma solução para ajudar a atender as múltiplas necessidades dos consumidores. Entretanto, eles precisavam de um parceiro com expertise em tecnologia para transformar sua visão em uma embalagem comercialmente viável. Foi quando a empresa se voltou para a PTI, um líder global em preformas e desenvolvimento de embalagem. “Passamos muito Segundo compartimento: fundo desenhado com a base para cima

Editora Banas

1/7/2011 14:06:37


A expectativa é uma ampla variedade de aplicações para o conceito de Smiler embalagens, bem como efeito potencial negativo na cadeia de reciclagem”, diz Steele. “A chave foi determinar a relação ideal entre as cavidades inferior e superior junto com o diâmetro do gargalo.” As embalagens foram produzidas com sucesso para eventos promocionais, mas Emergent e PTI agora querem levar o conceito para a atenção dos donos de marcas. A primeira comercialização da garrafa em formato de bola foi usada pela Universidade de Ohio Wesleyan para a comemoração da assinatura da lenda do jogador de beisebol Jackie Robinson por Branch Rickey (OWU’ 04) do Brooklyn Dodgers. “A expectativa é uma ampla variedade de aplicações para o conceito de Smiler™. Entre elas, a venda combi-

nadas de lanches e bebidas, pós-jogos esportivos, ferramenta de arrecadação de fundos e outros produtos promocionais, para promover saúde e bem-estar, e, até mesmo, em causas humanitárias”, afirma Weber. “Por exemplo, você pode inserir o fornecimento de duas semanas de comprimidos de água purificada na cavidade do fundo da embalagem para um eventual desastre da natureza. A cavidade superior pode ser usada para coletar água disponível localmente”, completa.

INFORMAÇÕES EMERGENT TECHNOLOGIES LLC tel.: 612-518-8825 | www.emergent-technologies-us.com Plastic Technologies Inc. tel.: +14198675400 | www.plastictechnologies.com

Produtos combinados para atender diferentes necessidades dos consumidores

tempo em busca de soluções para levar adiante o projeto do design do PET e superar os limites de transformação para além do que já havia sido feito. O maior desafio foi como fazer uma base com cavidade profunda o bastante para acondicionar o segundo produto. Nós realizamos vários testes, por mais de um ano, para nos certificarmos de que os elementos de design e o processo de sopro iriam atender os objetivos de performance”, afirma Scott Steele, vice-presidente da PTI. Por exemplo, a profundidade da cavidade na base causou um problema: a garrafa ficou pendurada no molde. Por isso, uma peça adicional de hardware foi desenhada para extrair positivamente a garrafa do molde. “O objetivo do nosso trabalho era desenvolver um PET monocamada. Nós não queríamos misturar aditivos para conseguir os atributos de performance porque isso poderia ter um impacto negativo nos preços das

167_vanguarda.indd 21

1/7/2011 14:06:39


lançamentos internacionais

Para maior apelo visual dos produtos na prateleira, a Crown speciality Packaging Europe, uma unidade de negócios da Crown Holdings, inc, lançou uma nova tecnologia de holografia. Pela primeira vez em uma embalagem metálica, a tecnologia permite estampar imagens holográficas diretamente nas latas, ajudando a indústria de consumo a capturar a atenção do consumidor e minimizar o risco de falsificação do produto. “o efeito holográfico é uma ferramenta perfeita para as marcas que estão buscando destaque no ponto de venda”, afirma Matt twiss, diretor de vendas de produtos de consumo para a Europa da Crown speciality Packaging. a tecnologia holográfica utiliza a difração da luz de um desenho sobre a lata para criar uma imagem tridimensional que muda constantemente a sua posição e a cor. Com vários tipos de desenhos de hologramas e a possibilidade de usar a combinação deles em uma embalagem, os donos de marcas podem criar inúmeras latas únicas, ideais para promoções e displays. a nova tecnologia também ajuda a proteger a marca contra falsificação. “a Crown utiliza um design especial que é muito difícil de reproduzir devido à complexidade e sofisticação”, acrescenta Matt. Crown Speciality Packaging Europe, tel.: +1 (215) 698-5100.

Foto: Divulgação

hoLografia direto na Lata

um novo ConCeito na Categoria

22

Pela primeira vez na história do Prêmio Hélio Prestige, a associação ProHélio, que é responsável há mais de 20 anos pela promoção da impressão em rotogravura, concedeu o prêmio super Prestige Prize para a sleever international por seu trabalho com Christian audigier´s na decoração da garrafa da vodka 58. Essa criação não somente conquistou o primeiro lugar na categoria técnica, mas também recebeu voto unânime na categoria gráfico. algo que nunca havia acontecido desde a criação da competição. o know-how da sleever international permitiu a Christian audigier reproduzir seu design muito particular, inspirado no seu mundo bling bling e nas tatuagens, rompendo completamente com as criações tradicionalmente utilizadas no mercado de bebidas alcoólicas. Para a garrafa da vodka 58, a sleever international utilizou um filme de PEt si-PEttG/050 que oferece qualidade de transparência e brilho. Para a riqueza dos elementos gráficos foram utilizados quatro cilindros que traduzem a graduação do sombreamento, da força e intensidade das áreas pretas, dois cilindros brancos para reproduzir os contrastes, dois cilindros metálicos para conseguir o efeito espelho e qualidades de prata, além de dois vernizes para efeitos especiais.

efeito metÁLiCo Para o novo produto Tulip, a fabricante grega de tintas Berling escolheu um inovador rótulo com cores brilhantes e efeitos metálicos. A solução de embalagem feita em in mold label (IML) é da Superfos que foi selecionada para diferenciar as novas cores de sua linha de produtos. O mercado reagiu positivamente à nova embalagem com decoração colorida e a marca é um grande sucesso de vendas da Berling. Thalia Konstantinidi, gerente de marketing da Berling, explica: “Nós decidimos usar a embalagem da Superfos, principalmente, porque gostamos do formato e do efeito metálico do rótulo. Ele tem um efeito visual maravilhoso e é muito diferente das embalagens utilizadas pelos nossos concorrentes. Além disso, a tinta pode ser posicionada como um produto Premium graças à embalagem.” Superfos, tel.: +4559111110.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

de BeBidas aLCoÓLiCas

Sleever International, tel.: 33(0) 169747576.

Editora Banas

167_Lançamentos Internacionais.indd 22

03/07/2011 00:16:24


Mais uma vez a Tequila Avión está fazendo ações ousadas, pois continua redefinindo e estabelecendo o padrão da categoria ultrapremium de tequila. A companhia acaba de lançar uma série de novos tamanhos de garrafas – 50 ml, 375 ml e 1,75 ml, além do atual volume de 750 ml - para satisfazer a demanda de mercado. “Os pedidos para os novos tamanhos superaram todas as nossas expectativas antes mesmo dos produtos chegarem ao mercado. Esses volumes são perfeitos para consumo em churrascos, festas e para presentear”, afirma Ken Austin, presidente e fundador da Avión. Cada garrafa permanece fiel à tradição da marca no seu design e na qualidade premium. As versões de 50 ml e de 375 ml são réplicas da assinatura prata e das expressões Reposado e Añejo. As novas embalagens, com exceção da versão de 50 ml, continuam sendo impressas com um número e escritas à mão, além de uma autenticação da destilaria

Foto: Divulgação

Tequila Avion´s Master. Tequila Avión, www.tequilaavion.com

Foto: Divulgação

Tradição em novas doses

Perfume on the go Agora levar seu perfume favorito para qualquer lugar não é mais problema. A Travalo é um perfume recarregável e um atomizador de colônia perfeito para sua viagem. A embalagem do tamanho de um dedo foi projetada para o reabastecimento do produto em segundos. Com o sistema de válvula pump, patenteado pela Genie-S, que evita vazamento, a marca permite que o perfume seja transportado na bagagem de mão, na bolsa, na sacola de ginástica. O mais recente modelo, o Travalo Excel acondiciona 30% mais fragrância (65 sprays) e é produzido em alumínio. A embalagem é reciclável e o material é leve, além de apresentar uma janela transparente para medir o nível de perfume disponível. Os bicos da embalagem são removíveis. Para usar, remova o bico do perfume, coloque a embalagem Travalo no topo e a válvula reabastece o perfume de acordo com a necessidade dos consumidores. Travalo, tel.: 703-906-0904.

Editora Banas

167_Lançamentos Internacionais.indd 23

23

03/07/2011 00:16:30


matéria de capa

Crescimento exponencial

24

FATURAMENTO

TÍQUETE MÉDIO

CATEGORIA DE PRODUTO DE DESTAQUE NA DATA E PARTICIPAÇÃO DE VOLUME PEDIDOS

DIA DAS MÃES 25/04/2010 A 09/05/2010

DIA DOS NAMORADOS

29/05/2010 A 12/06/2010

DIA DOS PAIS 27/05/2010 A 07/08/2010

DIA DAS CRIANÇAS

28/09/2010 A 11/10/2010

R$ 370,00

40%

ELETRÔDOMÉSTICOS - 12%

R$ 364,00

ELETRÔNICOS - 7%

615 MILHÕES

INFORM[ATICA - 13%

R$ 363,00

520 MILHÕES

R$ 400,00

SAÚDE, BELEZA E MEDICAMENTO - 12%

600 MILHÕES

R$ 380,00

625 MILHÕES

36% 18%

2.2 BILHÕES

52% 42%

ELETRODOMÉSTICOS - 15%

Foto: iStockphoto

% CRESCIMENTO NOMINAL EM RELAÇÃO A 2009

RAIO-X DAS DATAS COMEMORATIVAS - 2010

NATAL 15/11/2010 A 23/12/2010

Fonte: e-bit Informação (www.ebitempresa.com.br)

Editora Banas

167_materia de capa.indd 24

1/7/2011 19:57:44


O hábito de fazer compras no ambiente eletrônico tem aumentado cada vez mais e impulsionado a expansão do varejo online, que teve mais de 40 milhões de pedidos, em 2010. Uma grande oportunidade para o desenvolvimento do setor de embalagem MARGARET HAYASAKI

a

indústria de comércio eletrônico do Brasil vem se desenvolvendo rapidamente, como resultado do aumento do número de pessoas, que compram produtos e serviços pela internet. Cada vez mais o comércio eletrônico arrebanha mais e-shoppers. Hoje, eles têm acesso a um grande volume de informação na web e, além disso, podem tirar proveito das redes sociais e das opiniões de outros consumidores para a decisão de compra no ambiente eletrônico. os números comprovam a expansão do hábito de compras online. a e-bit estima que, somente nos primeiros seis meses de 2011, 4 milhões de pessoas farão sua primeira compra virtual, somando assim 27 milhões de e-consumidores que fizeram, ao menos, uma compra online até hoje (veja gráfico). Marcílio d’amico Pousada, diretor-presidente da saraiva.com.br, afirma que o número de pessoas que fazem compras na loja virtual da empresa é maior que a média de compras registradas na internet. “nossas pesquisas indicam que os consumidores ainda buscam realizar suas compras em sites com credibilidade e segurança e a saraiva transmite tudo isso. afinal, são 97 anos de história”, argumenta. além disso, a saraiva. com.br possui benefícios importantes, como o saraiva Plus. “É um programa de fidelidade que traz uma grande conveniência aos clientes, já que suas compras revertem em pontos que podem ser usados como descontos em produtos, tanto na loja virtual quanto na rede de lojas da saraiva”, acrescenta. o crescimento do número de consumidores do Fnac.com.br é forte e contínuo, acompanhando taxas de 2 dígitos de crescimento do faturamento.” acreditamos que alguns fatores são responsáveis por isso, como a maior difusão do acesso à internet , inclusive, em dispositivos móveis e o crescimento da confiança na segurança desse canal de vendas. além disso, contribuem positivamente a comodidade, a praticidade e a maior variedade de produtos”, afirma Fábio Pereira, diretor do Fnac.com.br. Esse fenômeno das compras virtuais também é sentido nos negócios da livrariacultura. com.br. segundo sergio Herz, presidente-executivo da Livraria Cultura, o número de consumidores que fazem compras online na loja virtual da empresa cresce, em média, 15% ao ano. “Conveniência, facilidade de compra, segurança e o fato de mais gente ter computador com internet em casa são fatores que têm ajudado a aumentar

Editora Banas

167_materia de capa.indd 25

25

1/7/2011 19:57:48


matéria de capa

na loja virtual da Ultrafarma.com.br, o número de consumidores também vem aumentando constantemente. segundo Marcos José Menezes dos santos, gerente de ti da Ultrafarma. com.br, os preços baixos e as entregas realizadas no prazo são os principais motivos que fazem o consumidor comprar no site. além da busca por um atendimento rápido e eficiente.

Fotos: Divulgação

Foto: Marcia Minillo

o hábito de compra online”, explica o executivo.

PRODUTOS MAIS CONSUMIDOS Cd´s, dVd´s e livros já foram as categorias mais vendidas nas lojas virtuais. no entanto, com a popularização dos MP3 players e consequente compartilhamento de músicas aliados à pirataria, o mercado fonográfico tradicional perdeu força. segundo Pedro Guasti, diretor-geral da e-bit, hoje as pessoas de menor renda já fazem sua primeira compra na internet, adquirindo produtos de maior valor agregado, como computadores, geladeiras e televisores. “os prazos mais elásticos

Sergio Herz, presidente-executivo da Livraria Cultura

EVOLUÇÃO DO FATURAMENTO DO COMÉRCIO ELETRÔNICO BRASILEIRO (EM BILHÕES DE R$) 2006

de pagamento fazem com que esse consumidor possa adquirir produtos de maior valor agregado. além disso, o consumidor tem uma enorme fonte de informação de outros usuários que já compraram pelo canal e tiveram uma boa experiência. antes, era comum comprar um produto de valor mais baixo, já que, se tivesse algum tipo de problema, o prejuízo seria pequeno”, explica.

4,4

2007

o comércio eletrônico acompanha a sazonalidade do varejo tradicional. “no ano passado, as cinco datas comemorativas - dia das Mães, dia dos namorados, dia dos Pais, dias Crianças e natal - foram responsáveis por grande parte da movimentação do faturamento do varejo online, representando aproximadamente r$ 4,5 bilhões do bolo total do ano de r$ 14,8 bilhões”, informa Guasti.

6,3

2008

8,2

2009

10,6

2010

14,8

Fonte: e-bit Informação (www.ebitempresa.com.br)

EVOLUÇÃO DE E-CONSUMIDORES (EM MILHÕES) 2006

7,0

2007 2008

9,5 3,2

Fotos: Divulgação

2009

26

2010

Fonte: e-bit Informação (www.ebitempresa.com.br)

17,6 23,0

Pousada, da saraiva.com. br, afirma que a loja virtual é líder na venda de livros pela internet, resultado da reconhecida

Marcos José Menezes dos Santos, gerentede TI da Ultrafarma.com.br

imagem da saraiva e da força com que a empresa atua nos segmentos de livros didáticos e universitários. “Possuímos um dos maiores catálogos de Cds, dVds, Blu-rays, games e software do mercado. E competimos de igual para igual nas áreas de informática, eletrônicos, eletroportáteis, telefonia, brinquedos e artigos de papelaria”, afirma. no Fnac.com.br, os livros respondem pelo maior volume de vendas da loja virtuai, seguida dos discos (Cds e dVds) e equipamentos de vídeo e informática. Já na Ultrafarma.com. br, segundo santos, os consumidores buscam desde remédios a produtos de beleza e higiene. “Mas nada comparada a procura por medicamentos, o carro-chefe das vendas”, diz.

EVOLUÇÃO DO COMÉRCIO ELETRÔNICO outro fator que puxa a evolução das compras virtuais é que o varejista online não tem limitação de espaço de prateleira e não necessita replicar estoques em várias lojas. Há muito espaço para diversificar. atentos às novas tecnologias e mudanças de comportamento e desejo dos consumidores brasileiros, a saraiva.com.br, em 2009, passou a oferecer, no Brasil, o serviço

Editora Banas

167_materia de capa.indd 26

1/7/2011 19:57:58


Editora Banas

167_materia de capa.indd 27

27

1/7/2011 19:58:03


de aluguel e compra de filmes digitais começa a ganhar importância na pauta dos varejistas virtuais. “todos querem pela internet, com o saraiva digital. repetir o sucesso da amazon em ofere“no ano passado, lançamos o saraiva cer produtos personalizados aos seus digital reader, uma plataforma que clientes. o social Commerce é outra permite a venda e leitura de Livros tendência para o setor com a maior digitais (e-books) em várias plataadesão às redes sociais”, revela Guasti, formas (PC, iPad, iPhone, android)”, da e-bit. “Vimos revela Pousada. “E, no último ano, no começo desse Precisamos melhorar o verdadeira a n o, e n t r a m o s manuseio dos produtos e uma explosão de sites com a operação do entregar com qualidade de compras cosaraiva Viagens, letivas e portais que oferece pacoaos consumidores, específicos para tes turísticos, hoeconomizando divulgação de téis e passagens ofertas. o saveaéreas, a preços matéria-prima Me tem pouco competitivos, para mais de seis meses de vida e já é líder os mais visitados destinos do Brasil e do segmento”, acrescenta. do exterior através da internet. Hoje, aproximadamente 35% das vendas O PAPEL DA INDÚSTRIA da saraiva acontecem por meio do DA EMBALAGEM site”, acrescenta. a integridade do produto é uma o crescimento da loja Fnac.com.br é questão importante para a reputação maior do que o crescimento das lojas da marca e a confiança do consumifísicas no Brasil. “Já chegou a crescer dor que faz compras no ambiente mais de 100% ao ano e hoje cresce a eletrônico. Guasti, da e-bit, enxerga taxas contínuas na ordem de 30%”, uma excelente oportunidade para o afirma Pereira. setor de embalagens desenvolver proo comércio eletrônico da livrariadutos específicos para o e-commerce. cultura.com é estratégico e essencial “Precisamos melhorar o manuseio dos para a empresa, respondendo por produtos e entregar com qualidade 20% do faturamento. “Esse ano, serão aos consumidores, economizando lançados novos produtos para comermatéria-prima, com materiais mais cialização no ambiente eletrônico que seguros e adequados às necessidaainda não posso revelar. a expectativa des do setor. nos Estados Unidos, de crescimento, em 2011, é de 15%”, temos embalagens específicas para o afirma Herz. e-commerce e isso deverá ser uma tendência para o Brasil. afinal já temos E as oportunidades de negócios no massa crítica no mercado brasileiro ambiente eletrônico para seguir crescom mais de 40 milhões de pedidos cendo são inúmeras. Uma tendência realizados em 2010”, afirma. clara é o Behaviral targeting que

NOVOS E-CONSUMIDORES (EM MILHÕES)

2007 2008

2,5 3,7

2009 2010 Fonte: e-bit Informação (www.ebitempresa.com.br)

28

4,4 5,4

Foto: Divulgação

matéria de capa

Pedro Guasti, diretor-geral da e-bit

santos, da Ultrafarma.com.br, afirma que a logística de armazenamento e entrega são um desafio para empresa. “Existem embalagens que dificultam o processo de separação e entrega, principalmente, as que são feitas de vidro.” Ele continua: “Já existem estudos na Ultrafarma que buscam a melhor produção de embalagens, com o mínimo impacto possível ao ambiente, e assim garantir a integridade dos produtos. Por ser um problema antagônico, isso pode levar algum um tempo para ser concluído”, acredita o executivo.

Pousada, da saraiva.com.br, afirma que os clientes da loja virtual são exigentes no que diz respeito às embalagens. “Um produto mal embalado, que não o protege de intempéries ou simplesmente de sujeira é tão ruim como qualquer CATEGORIA DE PRODUTOS MAIS VENDIDOS – 2010 outro serviço mal (EM VOLUME DE PEDIDOS) prestado. a saraiva 1º ELETRODOMÉSTICOS busca as melhores 2º LIVROS E ASSINATURAS práticas do mercado DE REVISTAS E JORNAIS e trabalha com par3º SAÚDE, BELEZA, E MEDICAMENTOS ceiros que possam 4º INFORMÁTICA oferecer a melhor ex5º ELETRÔNICOS periência aos nossos Fonte: e-bit Informação (www.ebitempresa.com.br) clientes. o crescimento do mercado de

Editora Banas

167_materia de capa.indd 28

1/7/2011 19:58:10


comércio eletrônico no Brasil exige de todos eficiência em todas as etapas do processo de compra”, explica. “Já temos algumas iniciativas ligadas à redução de sacolas plásticas nas lojas por meio do estímulo e venda de sacolas retornáveis. Outras ações serão desenvolvidas ao longo deste ano de 2011”, revela o presidente. A indústria, segundo Pereira, do Fnac. com.br, tem sido uma grande parceira na otimização do processo logístico, seja no planejamento de entregas e reposição, seja na pesquisa de soluções de embalagem que facilitam o transporte, o estoque e até mesmo a movimentação por parte do cliente. “Muitas dessas soluções são ecologicamente corretas, com o uso cada vez menor de material a ser descartado. A cada dia, surgem avanços nas embalagens com objetivo de proteger o produto no transporte”, afirma. Com o crescimento exponencial do comércio eletrônico, o desafio da indústria de embalagem será, cada vez mais, reduzir o uso de recursos, garantindo a proteção dos produtos embalados. Essa demanda só vai crescer, principalmente, agora com a Política Nacional de Resíduos Sólidos que foi sancionada, no ano passado, pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O cerco está se fechando para atender a demanda de sustentabilidade. É preciso gerar menos resíduos e/ou recursos de fontes renováveis.

INFORMAÇÕES E-BIT tel.: (11) 3047-4999 | www.ebit.com.br FNAC tel.: (11) 4003-9595 | www.fnac.com.br LIVRARIA CULTURA tel.: (11) 3170-4033 | www.livrariacultura.com.br LIVRARIA SARAIVA tel.: (11) 3933-4000 | www.livrariasaraiva.com.br ULTRAFARMA tel.: (11) 5079-6100 | www.ultrafarma.com.br

Editora Banas

167_materia de capa.indd 29

29

1/7/2011 19:58:15


Foto: Divulgação

especial fispal tecnologia

Palco de novidades e tendências Referência para o setor de alimentos e de bebidas, a Fispal Tecnologia reuniu, este ano, mais de duas mil marcas expositoras

P

rincipal usuária de embalagens, a indústria de alimentos e de bebidas impõe desafios para o setor inovar e atender as novas demandas de consumo, sustentabilidade e de custo. Na 27ª edição da Fispal Tecnologia, realizada de 7 a 10 de junho, no pavilhão de exposições do Anhembi, em São Paulo, a indústria de embalagem apresentou as suas novas soluções de embalagem. O evento contou com a presença de mais de duas mil marcas expositoras e 64 mil visitantes qualificados.

A sustentabilidade, mais uma vez, é prioridade na pauta de desenvolvimentos da indústria de embalagem de alimentos e de bebidas. A SIG Combibloc apresentou a embalagem cartonada asséptica EcoPlus, com selo FSC, que foi lançada, há seis meses, pela alemã Milch-Union Hocheifel eG (MUH), uma das maiores produtoras de lácteos longa vida da Europa. O seu diferencial está na sua estrutura que contém mais de 80% de fibra de madeira e não utiliza alumínio, o que facilita a separação dos materiais para reciclagem. Esse material foi substituído por uma camada ultrafina de poliamida que age 30

Editora Banas

167_Especial Fispal.indd 30

03/07/2011 01:33:03


como barreira para proteger contra a perda de sabor e a contaminação por odores externos.

Visitantes estrangeiros de 14 países África do Sul, Argentina, China, Estados Unidos, Espanha, Holanda, Itália, Peru, Suíça, Polônia, Taiwan, Turquia, Malásia e Canadá

Há também duas camadas finas, internas e externas, de polietileno, que funcionam, respectivamente, como barreira a líquido e proteção à umidade. Outro grande apelo verde da embalagem EcoPlus é que ela reduz em 28% a emissão de CO2 quando comparada a uma embalagem convencional de 1 litro do mesmo formato. Segundo Luciana Galvão, gerente de marketing da SIG Combibloc, a empresa trabalha em duas frentes, uma delas, é na redução de emissão de CO2, e a outra, é na maximização do uso de recursos renováveis. “O próximo passo da EcoPlus, que já está em desenvolvimento, é uma tampa, com características diferentes para cortar o plástico, que será também mais leve”, afirma. Segundo ela, a nova embalagem tem grande apelo ambiental. “Muitos clientes e não clientes estiveram

Foto: Divulgação

Ecoplus da SIG Combibloc: embalagem cartonada asséptica sem alumínio

em nosso estande, conhecendo a nova embalagem. No Brasil, o crescimento do apelo ecológico está ganhando uma velocidade muito rápida. Claro que isso também está associado à política nacional de resíduos sólidos, que está fazendo com que a indústria se movimente para muito além do básico”, finaliza. A indústria de tampas de bebidas também está se movimentando para reduzir o uso de materiais e, consequentemente, os custos de produção. A CSI Closures desenvolveu uma tampa de PEAD (polietileno de alta densidade), com short high, para o mercado de água mineral sem gás e com gás. Segundo Noelia Francioli, a tampa permite reduzir em até 27% o uso de material e será utilizada pela CocaCola, a partir de julho. “O mercado de água mineral representa 25% do nosso negócio no Brasil, cuja planta fabril produz 520 milhões de tampas por mês”, revela. “O carrochefe é a tampa extra lok mini, que responde por 50% das vendas. Todo mundo está migrando para a tampa mini, pois ela tem um custo menor e gera menos resíduos”, conclui. Quem também está de olho nesse mercado de água mineral com gás e sem gás é a Garboni que desenvolveu uma tampa de PP (polipropileno), com short high, que pesa 1.6 gramas e permite reduzir em até 36% o uso de matéria-prima. Ela já é utilizada, há um ano, pela Nestlé Waters. Mas, segundo Daniel Pereira de Souza, representante comercial da Garboni, o objetivo é ampliar a participação desse perfil de tampa no mercado de água mineral. “Ela está em testes em várias Editora Banas

167_Especial Fispal.indd 31

31

03/07/2011 01:33:09


especial fispal tecnologia

Tampa short high da Garboni permite reduzir em até 36% o uso de matéria-prima

empresas do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e na região Nordeste. No segundo semestre, a ideia é expandir a sua aplicação para o mercado de refrigerantes”, revela. Hoje, a Garboni produz 150 milhões de tampas/mês, das quais 50 milhões são as novas tampas de PP, com short high, para água mineral.

Novas experiências de consumo

Fotos: Divulgação

No campo das novas experiência de consumo, a Tetra Pak apresentou a Tetra Prisma 330 DreamCap™, uma embalagem ideal para consumo de bebida em movimento, com um formato exclusivo, que proporciona facilidade no ato de pegar. A tampa DreamCap™ foi projetada a partir de pesquisas com consumidores em diversos mercados de forma a proporcionar uma marcante experiência para quem bebe diretamente na embalagem.

32

Eduardo Eisler, vice-presidente de estratégia de negócios da Tetra Pak, conta que o objetivo da pesquisa foi entender a sua atitude e comportamento dos consumidores e como eles consomem a bebida. “Para isso, foi colocada uma microcâmera na boca deles para entender o fluxo do líquido.” Daí nasceu a tampa DreamCap™, que apresenta maior abertura (26 mm) e altura que permitem o adequa-

do posicionamento dos lábios e o controle do volume de líquido. “A nova tampa está em teste de mercado, na Arábia Saudita, para produtos, como o capuccino gelado.” As inovações não param. Até o final de 2012, a Tetra Pak vai lançar mais sete inovações no mercado nacional. Buscando novas formas de se relacionar com os consumidores, a indústria de alimentos investe em soluções diferenciadas de embalagem para promover a interação com a marca. Segundo Fábio Mardiression, gerente de marketing da Converplast, essa é demanda do mercado. Ele cita um exemplo: “Nós desenvolvemos stickers colecionáveis para crianças, com efeito de tinta fosforescente. Esses adesivos podem ser impressos com dados variáveis que os consumidores utilizam para participar de promoções via SMS, por exemplo.” Outro recurso b a s t a n t e u t i l z a d o, s e g u n d o o executivo, é a realidade aumentada nas embalagens de salgadinhos e chocolates. “Investimos pesado, nos últimos três anos, em tecno-logias de processo, impressão e gravação, para oferecer essas soluções diferenciadas aos nossos clientes”, acrescenta.

As novidades do setor de embalagens de aço Nova experiência tátil e visual nas embalagens de aço. Depois de quase um ano de desenvolvimento, a Litografia Valença lança as latas de aço, com efeito 3D e texturizadas. Segundo Mauricio Brasil, presiTampa DreamCap da Tetra Pak: uma nova experiência de consumo

dente da empresa, os efeitos podem ser realizados em locais determinados, não necessariamente na lata inteira. “As possibilidades de texturas são infinitas e cabe aos profissionais de marketing usar a imaginação.” “Para oferecer essa nova tecnologia, nós investimos na reformulação da concepção da impressora offset”, conta ele sem revelar números. A expectativa é de um acréscimo de 30% nas vendas, em 2011, com os novos produtos”, diz. A novidade vai chegar primeiro no mercado de tintas, que já está testando a tecnologia 3D e texturização. Já a Meister, também fabricante de embalagens de aço, continua forte em seu negócio de latas promocionais, cujo principal apelo é o reuso. A marca continua seu relacionamento com os consumidores, mesmo depois do consumo do produto pelo cliente. Ela está presente no dia a dia das pessoas. Guilherme Meister, gerente de marketing da Meister, conta que, cada vez mais, novos mercados têm explorado as latas de aço para ações promocionais. Como é o caso da categoria de barrinhas de cereais. Recentemente, a Nutrimental lançou uma lata para seis barrinhas de cereais, numa promoção especial, para gerar fidelidade e aumentar o volume de vendas dos produtos. O mercado corporativo também lançou mão da lata de aço para presentear fornecedores e clientes. Um bom exemplo disso, conta Meister, é a Nestlé, que, ao completar 90 anos, encomendou uma lata para acondicionar 1 kg de bombons especialidades Nestlé para oferecer como brinde. Outra novidade, conta ele, é a linha de latas florais (rosas e dálias) decoradas para presentes. “Antes, a gente trabalhava somente com as cores prata, dourado

Editora Banas

167_Especial Fispal.indd 32

03/07/2011 01:33:26


Foto: Divulgação

além de ser ecologicamente correta. Willy Borst, diretor-comercial da Selovac, conta Já a novidade da Rimet que o consumo de nasceu da necessidade energia é 70% mede um cliente que tinha nor. “O mercado de processo de esterilização termoformadoras em auto-clave contínuo. cresce 40% ao ano”, A empresa desenvolveu revela. Outro lançalatas de aço expandidas mento da empresa levemente cônicas, com é a termosseladora diâmetro de 70 cm, e emIlpra para produtos pilháveis que preservam a líquidos e sólidos que arte litográfica com uma Lata cônica da Rimet: superfície plana e reduzem facilidade de empilhamento opera com bandejas, o tempo de pro-cessamende qualquer formato, t o, o f e r e c e n d o, a s s i m , m a i s com atmosfera modificada. “Esse agilidade na produção. Segundo mercado ainda é pequeno, pois as Fábio Rohr, diretor-presidente da empresas ainda estão absorvendo empresa, o formato cônico que esse conceito.” O mercado de alipermite o empilhamento vai otimentos, segundo Borst, responde por mizar o espaço na gôndola dos su37% dos negócios da Selovac. “Este permercados, além de garantir um ano, a expectativa é crescer 44%, já excelente efeito visual. “A primeira que a indústria de alimentos está empresa a utilizar a lata cônica será a aquecida”, diz. Bonduelle e deve chegar ao ponto de Segurança alimentar é imperativa no venda, em agosto”, revela o executisetor. A Brapenta apresenta o detector vo. Essa embalagem é a primeira lata de metais Quattro que apresenta uma expandida com espessura de 0,15 nova eletrônica e maior sensibilidade, milímetros para produtos processaatendendo as normas HACCP e ISO dos. “Estamos testando a espessura 22000. Sebastián Izarra, diretor-code 0,14 milímetros. Mas o próximo mercial da empresa, conta que toda a passo do projeto é agregar a tamnova eletrônica atende a norma europa de abertura fácil”, conta. Por peia ROHS, e a base dos detectores é enquanto, a produção de latas cônide poliuretano biodegradável. cas é limitada, variando entre 1 a 3 milhões de embalagens por mês. Na área de soluções dedicadas ao segmento de máquinas para embalaMais produtividade gens, a Schneider Electric apresentou e performance o conceito Machine Struxure™ que auxilia os fabricantes a projetaPara atender o mercado de frios e rem máquinas e instalações mais fatiados, a novidade da Selovac é a eficientes e econômicas, enquantermoformadora da marca italiana to maximizam a performance. Ilpra, que é fabricada e montada no Essa solução pode ser aplicada em Brasil pela empresa. Com tecnologia máquinas de baixa até altíssima e-mec., o principal diferencial da complexidade. Segundo Igor Guardimáquina é que ela não utiliza ar comprimido, tornando-a 20% mais rápida, no, Solutions OEM, o principal apelo e colorida. É um mercado pequeno, mas é uma i m p o r t a n t e f re n t e d e negócios”, afirma.

é a otimização do tempo de projeto da máquina em até 50%, ou seja, chega ao mercado em seis meses. “Com essa solução é possível customizar uma máquina, ajudando os parceiros a serem mais eficientes e reduzindo os custos em até 50%”, afirma. Além disso, segundo ele, há maior ganho de produtividade, economia de matériaprima, menores perdas de material de embalagem, maior eficiência, inclusive, energética de até 30%, mas isso depende de cada máquina em função dos ciclos diferentes. “Para o usuário final, o ideal é que a máquina ofereça 100% de eficiência e, com a nova solução, é possível aumentar a vida útil em até 30%”, revela. Com um mercado tão pujante como o de alimentos e de bebidas, as inovações não podem parar. Com organização da Informa Group, que acaba de adquirir a Brazil Trade Shows, a próxima edição da Fispal Tecnologia já está confirmada para 12 a 15 de junho de 2012, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo. (M.H.)

INFORMAÇÕES BRAPENTA tel.: (11) 5641-3410 | www.brapenta.com.br CSI CLOSURES tel.: (11) 4134-2500 | www.csiclosures.com GARBONI tel.: (24) 2244-3300 | www.garboni.com.br LITOGRAFIA VALENÇA tel.: (21) 2599-2000 | www.lvalenca.com.br MEISTER tel.: (47) 3433-3133 | www.meister.com.br RIMET tel.: (11) 2877-5000 | www.rimet.com.br SCHNEIDER ELECTRIC Tel.: (11) 3468-5791 | www.schneider-electric.com.br SELOVAC tel.: (11) 5643-5599 | www.selovac.com.br SIG COMBIBLOC tel.: (11) 3028-6744 | www.sig.biz/brasil TETRA PAK tel.: (11) 5501-3200 | www.tetrapak.com.br

Editora Banas

167_Especial Fispal.indd 33

33

03/07/2011 01:33:32


Foco no cliente

Foto: Divulgação

BAUMGARTEN

Publieditorial

Com essa estratégia, a Baumgarten desenvolve soluções inovadoras em rótulos e bandejas termoformadas visando a atender as necessidades do mercado

U

ma das maiores e mais importantes indústrias gráficas da América Latina, a catarinense Baumgarten Gráfica, que iniciou produzindo o primeiro jornal do Vale do Itajaí, completou neste ano de 2011, 130 anos de história e know how em impressão. Hoje, com uma equipe qualificada de mais de 350 funcionários e maquinário de alta tecnologia, vê o mercado gráfico com otimismo: depois de altos investimentos em 2010 na ampliação e unificação do parque gráfico, e aquisição das mais novas tecnologias do segmento, a perspectiva é forte crescimento em 2011. Segundo Ronaldo Baumgarten Jr., presidente da empresa, a principal estratégia é manter o foco no cliente. “É dessa maneira que garantimos nossa competitividade e relevância no mercado. Além disso, focamos a manutenção de nosso alto padrão de serviço, agilidade, plena competitividade, crescimento constante e acelerado. Esse alto padrão que alcançamos é reconhecido por nossos clientes através da confiança que depositam em nossa empresa.” aponta. Em sua nova configuração física, a Baumgarten apostou em consolidar as cinco unidades de negócio em um só parque gráfico, processo que foi finalizado em 31 de dezembro 2010 com a conclusão da ampliação do parque gráfico, transferência de todas as unidades de negócio para a mesma planta e aquisição de novas tecnologias gráficas adicionando, à grande capacidade para grandes volumes, a possibilidade de pequenas tiragens. “A Baumgarten apresenta flexibilidade tanto para grandes como pequenos volumes”, afirma Baumgarten Jr.

Soluções inovadoras Na Fispal Tecnologia, a Baumgarten apresentou novidades em rótulos desenvolvidas em parceria com a Avery Dennison. O Shrink PS é um rótulo autoadesivo impresso em filme encolhível que pode ser aplicado diretamente em sacos encolhíveis para alimentos embutidos e defumados, ou seja, que não passam pelo processo de pasteurização. Segundo Baumgarten Jr., o rótulo pode ser impresso nos sistemas offset, flexografia e digital e o principal 34

diferencial da solução é um visual mais bonito e maior valor agregado ao produto, já que o rótulo se conforma e encolhe de acordo com a bolsa, sem rugas e se adequando perfeitamente ao produto. “Outro benefício é a inexistência da necessidade de rotulagem, muitas vezes manual, no final do processo produtivo e/ ou de embalagem.” Já os rótulos transparentes de PP com liner de PET proporcionam maior transparência e são ideais para aplicação em embalagens de vidro de alimentos que geralmente utilizam rótulos de papel que escondem os produtos. “Esses rótulos conferem um aspecto diferenciado aos produtos e permitem que a frescura dos alimentos brilhe através dos frascos, potencializando o efeito positivo sobre os consumidores”, afirma o executivo. “Com essa nova solução, nós queremos mostrar que as inovações não são complicadas. Ela já é bastante utilizada no setor de cosméticos, mas queremos expandir o seu uso no segmento de alimentos”, acrescenta. O roll fed shrink é uma nova tecnologia que experimenta rápido crescimento em todo o mundo. É uma nova versão de decoração similar aos rótulos termoencolhíveis e roll labels, mas que apresenta vantagens como maior eficiência operacional e melhor apelo visual sem grandes investimentos. “Essa solução pode utilizar os mesmos equipamentos de rotulagem destinados a roll labes com a vantagem de fácil reciclagem. O termoencolhível Polyphane é facilmente separado do PET, já que é um material menos denso que a água”, explica Baumgarten Jr. “Com relação aos rótulos termoencolhíveis, o roll fed shrink surge como mais uma alternativa de decoração. Seu custo final é inferior ao termoencolhível, mas com a ressalva

Bandejas sem cartuchos para pratos prontos

de que não possui a mesma capacidade de encolhimento, portanto, é importante verificar os ângulos do frasco. Imprimimos em offset e digital”, acrescenta. Outra novidade da Baumgarten são alguns tipos especiais de bandejas termoformadas em cartão. Um dos lançamentos é a “bandeja sem cartucho”, ou seja, ela dispensa o uso de caixa/cartucho, para utilização nos segmentos de pratos prontos congelados e resfriados. Produzida com material resistente, ela propicia uma grande diminuição do impacto ambiental da embalagem, por reduzir em torno de 50% o material do conjunto, além de ser resistente à umidade. Segundo o presidente da empresa, a bandeja permite o empilhamento de até oito embalagens com produto envasado. “O segredo da resistência está no papel cartão combinado a técnicas de produção desenvolvidas pela Baumgarten”. As tampas são impressas em offset e a bandeja em flexografia. Outro lançamento é a “bandeja com divisória”, que permite acondicionar produtos diferentes na mesma embalagem, atendendo as necessidades do mercado de alimentos sólidos prontos. “A embalagem já está no mercado de alimentos prontos com a marca Tah na Mesa, de São Paulo”, revela o executivo.  A outra novidade é a “tampa com picote” para bandejas, que proporciona facilidade ao abrir a bandeja com alimentos quentes, ideal para uso em companhias aéreas, por exemplo.   INFORMAÇÕES BAUMGARTEN GRÁFICA Tel.: (47) 3321-6666 | www.baumgarten.com.br

Editora Banas

167_30_31_BAUMGARTEN.indd 34

1/7/2011 14:11:11


167_30_31_BAUMGARTEN.indd 35

06/07/2011 12:42:00


FINEPACK

Publieditorial

Finepack viabiliza projetos para diferentes necessidades Foto: Divulgação

Com várias ferramentas e tecnologias de ponta aplicadas em todo o processo produtivo, a Finepack atende diferentes perfis de clientes

Aquisição recente: sistema completo de impressão em rotogravura Heliostar SL

N

os próximos meses, a Finepack vai completar 20 anos, 18, dos quais, dedicados ao negócio de impressão em flexografia e como prestadora de serviços (mão de obra de impressão e laminação). Porém, em 2010, além da aquisição do sistema de impressão em rotogravura, a empresa mudou sua estratégia comercial, iniciando também a prática de venda de produtos. Durante todos esses anos, a Finepack teve, como característica marcante, a excelência em qualidade e a ousadia em muitos momentos de ser ou estar entre os pioneiros em trazer e praticar importantes investimentos em tecnologia de ponta para o Brasil. Paralelamente, a empresa sempre investiu na melhoria contínua de seus processos, por isso incorporou a certificação ISO 9001:2008, adotando também boas práticas de fabricação, com foco, principalmente, nos mercados alimentício, farmacêutico e higiene pessoal.

A aquisição mais recente da Finepack é um sistema completo de impressão em rotogravura. Trata-se da impressora Heliostar SL, da alemã Windmoeller & Hoelscher, com 9 cores e possibilidade de aplicar “cold seal” registrado em linha. Essa impressora de altíssima qualidade de impressão tem como diferencial o sistema de registro, totalmente automatizado, pelas câmeras em cada unidade, além do sistema Easy Sinc, que permite o set-up 36

em tempo recorde e baixo desperdício de material. A impressora Heliostar SL inicia a operação praticamente registrada, e nas variações de velocidade não altera a condição do registro. Um fator importante na estratégia da Finepack no processo de rotogravura é trabalhar sem o armazenamento dos cilindros gravados. Com a utilização da tecnologia de “camisas” na gravação dos cilindros, é possível combinar trabalhos e alterá-los a cada pedido. Dessa forma, é possível compor, a cada pedido, itens com tiragens menores, rodando conjugado para viabilizar projetos até então inviáveis em rotogravura. Isso foi possível após a aquisição de uma linha completa de galvano, incluindo uma máquina de tirar provas Heaford e gravadora eletromecânica Hell, operando em um setor, totalmente controlado, e climatizado, que consolidou a realidade de aplicar o gerenciamento de cores GMG por meio da ciência da espectrofotometria, uma inovação no Brasil, em rotogravura. Com esse sistema de gerenciamento de cores, além de conseguir trabalhar com menores números de cores especiais “pantones” devido à simulação precisa do “gamut” de reprodução na cromia CMYK, tem-se ainda uma prova certificada por um espectro com muita agilidade. No processo de flexografia, a Finepack continua com força total, trabalhando com extrema qualidade e eficácia em

seus impressos. Essa qualidade também é resultado da verticalização dos processos, com gravação dos clichês fornecidos pela Finetech, clicheria do grupo focada em tecnologia, a única clicheria da América Latina que disponibiliza a tecnologia Laser Direct Engraving LDE)), ou seja, gravação direta a laser, da austríaca Stork Prints. Essa tecnologia permite o controle total na formação do ponto com o objetivo de personalizar na melhor condição para atender diferentes necessidades, por exemplo, maior densidade de cor e melhor suavidade em seus degradês. Ela pode ser aplicada em placas de polímeros e composto de borrachas e também em sleeves, eliminando, assim, uma dificuldade da flexografia relacionada às emendas em impressão contínua. Entre os produtos oferecidos pela Finepack, estão ainda os filmes laminados em substratos diversos, produzidos em laminadoras de alto desempenho, com a utilização de adesivos com ou sem solventes. Com todas essas ferramentas e tecnologias de ponta, aplicadas em todo o processo produtivo, a Finepack desenvolve e atende diferentes perfis de clientes, viabilizando projetos para diferentes necessidades.

INFORMAÇÕES FINEPACK Tel.: (11) 4496-8800 | www.finepack.com.br

Editora Banas

167_36_37_Finepack.indd 36

03/07/2011 18:32:15


167_36_37_Finepack.indd 37

03/07/2011 18:32:20


167_38_BRFilms.indd 38

06/07/2011 13:10:40


167_39_REVISTA_DIGITAL.indd 39

03/07/2011 01:15:17


167_40-41_ANTILHAS.indd 40

03/07/2011 00:35:42


167_40-41_ANTILHAS.indd 41

03/07/2011 00:36:00


especial interpack

Os “5 S” da Interpack 2011 A cada edição, a maior e mais internacional feira de embalagens apresenta tendências que têm se confirmado e são aplicadas na sequência do evento mundo afora e aqui não deve ser diferente

a

ASSUNTA NAPOLITANO CAMILO* interpack 2011, já com 53 anos, se consolida como a maior e mais importante feira internacional de embalagens.Essa edição foi um das mais bem-sucedidas. Foi visitada por mais de 166 mil visitantes e reuniu 2.700 expositores de 60 países distribuídos nos 19 pavilhões do espaço de feiras de düsseldorf. os visitantes puderam confirmar a importância de cinco temas: save Food, sofisticação; segurança, saúde e sustentabilidade.

SaVe food

o lançamento do projeto save Food que visa a combater a perda de alimentos no mundo, organizado pela Messe düsseldorf, em cooperação com a organização de alimentação e agricultura (Fao) das nações Unidas, reuniu mais de 300 congressistas de todo o mundo, de todos os elos da cadeia de valor alimentar, desde produtores e da indústria de embalagens até os varejistas e representantes da política, as organizações da sociedade e não-governamentais. Como sobre esse programa falamos na edição anterior, abordaremos seus desdobramentos e iniciativas que teremos aqui no Brasil oportunamente.

42

Editora Banas

167_Artigo_Assunta.indd 42

03/07/2011 00:23:25


Fotos: Divulgação

Sofisticação

Rótulos in mold label para peças injetadas com alta qualidade impressão

A sofisticação em várias apresentações como nos processos de decoração: rótulos in mould label (IML) para peças injetadas, com janelas especiais, rótulos IML de papel cartão ou papel como a Alfa®, com altíssima qualidade de impressão. A Superfos® apresentou novamente potes e baldes com rótulos ainda mais

bem impressos, metalizados e tampas com abertura fácil. A chinesa Zhongya® trouxe potes termoformados em poliestireno (PS) com IML para iogurtes, com espessura baixa e muita precisão. A Van Dam® não deixou por menos. Ela provou que a impressão por dry off set ainda tem espaço na decoração, com copos impressos com tinta metalizada e belas frutas. Rótulos termoencolhíveis como os da Sleever® com possibilidade de texturas diversas: pedra,

Embalagens metálicas com formatos especiais

tecidos, entre outras. A Cricket ® (isqueiros) criou coleções com decoração baseada nessa novidade, que tem até tinta especial para brilhar em luz negra! Essa edição da feira marcou também a volta das embalagens metálicas à exposição. Num espaço dedicado a elas, o Metal Embalagem Plaza apresentou muita qualidade, formatos especiais, janelas com plásticos ou vidro, impressões

Editora Banas

167_Artigo_Assunta.indd 43

43

03/07/2011 00:23:32


Fotos: Divulgação

especial interpack

diferenciadas e relevos espetaculares. Um dos destaques eram as garrafas de alumínio, como a da edição especial para a Coca-Cola®, do estilista Karl Lagerfeld. As latas de alumínio impressas com tecnologia digital de alta qualidade vieram para provar que escala de impressão não é mais um limitante. Para garrafas metálicas e de vidro, a Crown Cork® do Japão apresentou novamente as tampas MAXI-P ®, agora com possibilidade de mais cores e inserto de plástico para facilitar a abertura. A Ball ® apresentou a lata impressa com tinta termocrômica para avisar o consumidor que a temperatura está adequada. Um brinde de sofisticação. Em termos de aplicações, destaque para a lata de aço espanhola (embora pareça uma garrafa), muito elegante para azeite, e a latinha dinamarquesa para preservativos da Durex® com impressão sofisticada e discrição. A lata para decoração japonesa que imita uma “Matrioska ou Babuska” embala o produto e vira objeto de decoração! A Heidelberg®, tradicional indústria de máquinas gráficas, estreou na Interpack, trazendo máquinas compactas e a opção de impressão digital de olho no crescente mercado de média e pequena escala. A HP® montou na área externa da feira um pavilhão que simulava um supermercado, com todos os produtos decorados com impressão digital: embalagens flexíveis em diferentes estruturas, rótulos, tubos, bisnagas, cartuchos, garrafas e latas. A julgar pelas proporções do supermercado, com certeza, essa opção de decoração deve continuar a crescer.

44

As bisnagas que a cada dia têm suas aplicações ampliadas também buscam diferenciação. A UFLEX® apresentou o “flexitube”®, primeiro tubo holográfico. A bisnaga com decoração primorosa da VOGUE® é uma extravagância!.

Segurança e Saúde Muitas vezes essas duas propostas se confundem, por isso reunimos as propostas juntas. A Rexam® apresentou as embalagens “twist”® com um sistema para recravar perfumes que permite, após o uso, a separação dos acessórios (válvulas) para reciclagem. Porém, a tampa não pode ser recravada novamente, evitando assim a possibilidade de refilamento indevido. (aqui temos um dos S de sustentabilidade e segurança). Embalagem twist com sistema para recravar perfumes que permite separar os acessórios

Outro lançamento da empresa são as embalagens de remédios que avisam com alarme sonoro o horário de ingerir o comprimido. A Multivac ® mostrou um novo conceito de máquinas de alta pressão (HPP) para aumentar a segurança do processamento dos alimentos. Aliás, lá na Alemanha, já é obrigatório que produtos, como embutidos, tenham uma embalagem barreira, não só a tripa, como ainda é muito comum por aqui. Mais saúde e segurança para os consumidores. A Wipak® mostrou uma possibilidade de reduzir erros na compra. Ela lançou embalagens que

falam por meio da inserção de um pequeno chip, que depois é “lido” por uma “caneta”. Essa caneta fica à disposição dos consumidores nos carrinhos de compra ou nas prateleiras dos supermercados. A ideia é diminuir a quantidade de informações a serem impressas na embalagem e tornar as embalagens mais “amigas” dos compradores. Em relação às amostras, a Sarong® divulgou a linha unidose em tiras produzidas por termoformação. Essa opção é muito competitiva para uso como amostras ou dose única de medicamentos ou alimentos de forma muito segura e higiênica, portanto, saudável. A Mespack® oferece opção para essa aplicação em embalagem flexível pequena com um bico (tampa) prático e econômico, portanto, muito atraente para os emergentes.

Sustentabilidade A questão sustentabilidade dominou o pavilhão dedicado aos materiais, o de número nove. Lá, em cada estande, os expositores tentavam mostrar que seu produto era mais sustentável do que o outro, ou que tinha alguma vantagem em relação aos demais nesse quesito. As inovações estavam presentes em todos os sentidos: menores espessuras, menor peso específico, menor quantidade de material; substituição de algum material para tornar a solução monomaterial; maior uso de material de fonte renovável, ou material reciclado Embalagem que fala. reutilizável, ou Basta o consumidor mais facilmente usar uma caneta

Editora Banas

167_Artigo_Assunta.indd 44

03/07/2011 00:23:36


reciclável ou menor gasto de água ou energia para ser obtido. A nova proposta da CCL Label licenciada para a Krones® fez sucesso em função da economia de 40% de redução na pegada de carbono. Os rótulos de PE – chamados de Super Strech Sleever - são esticados para entrar e depois soltos para o ajuste na embalagem em vez de entrar folgado para depois serem encolhidos por calor. O mesmo conceito foi utilizado pelas grandes máquinas unitizadoras, em vez de unitizar envolvendo num filme esticável, os paletes são “vestidos” por grandes sacos esticados por dentro, que depois da saída dos garfos que esticam o saco ou tubo, se ajustam ao palete montado. A KHS® apresentou uma nova forma de empacotar os multipacks de 6 ou 12 latinhas, “desconfigurando” os pacotes, antes regulares, para diminuir o deslizamento entre eles e aumentar a segurança do transporte e reduzir a necessidade de filmes extras. A Sipa® apresentou a Bottleless®, um trocadilho para sua nova garrafa de menor peso total. A tampa é mínima e a sensação, realmente, é de que não há garrafa.

Fotos: Divulgação

A Wipak® apresentou a embalagem para bandejas de frios: a parte de baixo em papel cartão resinado e o filme superior de plástico laminado com ppel, porém com janela. Um show! A Plasticum ® apresentou a Clube®, uma bisnaga com tampa acoplada, produzida num mesmo processo. A tampa é injetada e moldada no corpo da bisnaga, ganhando uma etapa, portanto, tornado-a mais competitiva. A empresa alega que usa 40% menos material. Aliás, outra ino-

vação das bisnagas é que elas podem ter a linguagem braille no corpo da bisnaga. Excelente desenvolvimento para muitos deficientes visuais. A Paper Machinery Company PMC® mostrou novos copos de papel. Muitos com janelas transparentes, atendendo a necessidade cada vez maior de visualização do produto. A Rexam® apresentou os frascos com sistemas de propulsão) sem uso de gases propelentes, a linha NEA airless. A Starlinger® aposta na crescente demanda por sacolas retornáveis econômicas. Ela apresentou a nova máquina com alta capacidade de produção. A sacola retornável Frascos tem menor peso, com com sistema excelente capacidade de propulsão para compras. Em relação às embalagens flexíveis, sem dúvida, a maior estrela foram os “bricks pouchs” ou garrafas de embalagens flexíveis, assépticas ou não, lançadas na feira Pack Expo, em Chicago, em novembro do ano passado. Elas atraíram muitos interessados numa alternativa clara às embalagens cartonadas: menos material e, portanto, mais leves. Essas garrafas tinham propostas em vários estandes: Bosch®, Volpak®, ACMA®. A Huhtamaki® continua apostando na Cyclero®, a lata flexível.

Pote do iogurte Activia desenvolvido com 93% de plástico renovável

de fonte renovável e tem na tampa a inscrição: Esse iogurte tem um pote amigo do meio ambiente, que foi produzido com 93% de material de recursos renováveis. A WWF estampa também a tampa, apoiando a iniciativa. É claro que cada tipo de embalagem procure novas aplicações ou novas alternativas para competir, o que faz do estudo das embalagens um desafio constante e dinâmico, absolutamente apaixonante. Aqui, cada movimento precisa ser pensado, e rápido, pois cada vez mais é necessário alimentar mais pessoas, ganhar mais mercados, sermos mais competitivos. O desafio exige monitoramente constante do conhecimento disponível e da criatividade de cada um. Pensar fora do quadrado é cada vez mais indispensável. Sucesso depende de trabalho focado e atento. * Assunta Napolitano Camilo é diretora do Instituto de Embalagens e da consultoria FuturePack

A Danone ® lançou e distribuiu na Interpack o iogurte Activia ®. O pote foi desenvolvido com plástico Bisnaga com tampa acoplada utiliza 40% menos material

Editora Banas

167_Artigo_Assunta.indd 45

45

03/07/2011 00:23:44


notas técnicas

SISTEMA DE PESAGEM DINÂMICO Projetado para ambientes industriais, o sistema de pesagem dinâmico Módulo Check 5PLD da DWA oferece simples programação e operação. Possui display em português, memória de dados, autozero e autotara a cada pacote, chave de segurança de acesso à programação, saída RS 485, memória automática para 30 faixas de peso. Permite coleta de dados por meio de rede de comunicação e controlar o ciclo automático da empacotadora via CLP. Além de executar até oito tarefas simultaneamente. Entre os seus benefícios estão: diminui o desperdício de produtos nos pacotes; aumento na lucratividade; elimina o risco de erro humano na produção; grande durabilidade; evita que produtos fora do padrão continuem no processo produtivo; maior velocidade no sistema de pesagem etc. DWA Indústria Eletrônica Ltda. Tel.: (47) 3383-3000 | www.dwa.ind.br

FITAS PARA FLEXOGRAFIA Indispensáveis para esse método de impressão, as fitas para flexografia 3M, comercializadas pela Vick são constituídas à base de espuma de polietileno com adesivo acrílico, mostrando ser excelentes para fixações de clichês de fotopolímeros. Possuem boa uniformidade de espessura, alta absorção das irregularidades do sistema de impressão, resistência às vibrações dos cilindros na impressão em alta velocidade, além de um liner com superfície lisa que uniformiza a camada adesiva, melhorando a adesão da fita. Estão disponíveis em diferentes espessuras e densidades para fixação de clichês em cilindros de impressão ou camisas rígidas ou flexíveis. VICK Com. Plásticos e Isolantes Ltda. Tel.: (11) 3871-7888 | www.vick.com.br

RECUPERADOR DE TUBETES

AGENTE CLAREADOR DE PP

Os danos durante a estocagem e o transporte, muitas vezes, não podem ser evitados, mas com os recuperadores de tubetes Mark I e Mark II da Tidland, bobinas com tubetes de diâmetro interno de 70, 76, 100, 120 e 150 mm podem se recuperadas. Projetados para restaurar o diâmetro interno dos tubetes e permitir a montagem dos eixos pneumáticos, o Mark I gera até 10,150 psi de pressão e pode ser utilizado em tubetes de até 1,8 m de comprimento. No Mark II sua bomba hidráulica acoplada fornece até 9000 psi de pressão e as cunhas expansivas exercem força de 4 toneladas no diâmetro interno do tubete. Os recuperadores de tubetes são portáteis e não necessitam de fornecimento externo de energia. TIDLAND Industrial do Brasil Ltda. Tel.: (11) 3959-0990 | www.tidland.com.br

A Milliken lança o agente clareador de PP Millad ® da série NX8000 que minimiza custos de energia e fornece uma excelente visão óptica para aplicação em embalagens. Pode ser aplicado em produtos produzidos a partir de moldagem por injeção, moldagem por sopro de extrusão e moldagem por sopro de injeção. Pode ser processado a temperaturas baixas, reduzindo o consumo de energia em 15% a 20% e, em alguns casos, mais de 30%. Um moldador por injeção processando o PP a 240ºC-260ºC pode trabalhar a 200ºC se estiver usando um composto que contém o NX8000 Millad.

SELADORA EM L AUTOMÁTICA Compacta, a seladora em L automática EPET LA-5000 otimiza o espaço fabril. Possui IHM colorido de 5.7” touch screen e controle de CLP, além de regulagem separada de temperatura, velocidades ajustáveis, contador de peças e flexibilidade de agrupar pacotes únicos ou múltiplos. Possibilita escolha do sensor fotocélula vertical ou horizontal que pode ser adequado ao tamanho de diversos produtos e espessuras. Conta ainda com desligamento automático das funções quando o túnel opera abaixo de 70ºC. A seladora opera com capacidade de produção média de 600 a 1800 pacotes/hora. EPET do Brasil Soluções em Equipamentos para Packaging Ltda. Tel.: (11) 2076-0021 | www.epet.ind.br

46

MILLIKEN Serviços Ltda. Tel.: (11) 3043-7170 lachem@milliken.com

Editora Banas

167_Notas Técnicas.indd 46

1/7/2011 14:14:57


167_47_ANUGA.indd 47

1/7/2011 14:15:26


artigo

O SUPERMERCADO DO FUTURO NO PRESENTE! A palavra de ordem é convergência, e o astro da vez são as novas gerações de celulares. É o supermercado integrado com o Mobile!

R

ealizamos no último dia 18 de maio, a nossa última visita aos laboratórios de pesquisas do grupo Metro® e também ao supermercado do futuro, modelo de pesquisa para testar novas tecnologias e aplicações para avaliar a aderência junto ao consumidor. O laboratório do grupo Metro® iniciou suas atividades, em 2003, da junção de esforços da SAP, IBM e Intel. O RFID é a grande aposta. Hoje, o laboratório está investindo em chip de silício e desenvolvendo placa para serem impressas com boa leitura (interpretação) em qualquer situação. A diferença entre os chips e as etiquetas é que são passivos, enquanto os que são usados em celulares são ativos. A redução de custos nas etiquetas tem sido constante e importante. Atualmente, os chips podem ser aplicados em rolhas de vinhos, como exemplo de uso para embalagens. Entre outros usos, estão maratonas, Copa do Mundo de Futebol, hospitais, cassinos, estações de esqui etc. Na cadeia de supermercados do grupo Metro® (Real®, Kaufhof®), as etiquetas inteligentes já são utilizadas em 40% dos paletes, com a adesão de 5 a 10 % dos fornecedores. Esse ano, a intenção é atingir 1 milhão de itens com RFID. Aproximadamente 400 instalações do grupo Metro®, na Alemanha e na França, já há portais para leitura do código RFID. Entre outros números 48

impressionantes: aumento de vendas de 70% nos supermercados onde a tecnologia é aplicada. Embora, ainda seja um grande investimento, só para se ter uma ideia, esses supermercados chegam a ter 196 funcionários em vez de 140, pois os consumidores ainda demandam assistência para utilizar alguns aplicativos. A grande novidade é a integração com o celular. Os antecessores, os pequenos computadores PSA (personal shop assistent, ou assistentes pessoais de compra), registravam as compras, além de mostrar a lista de compra média do cliente, as promoções etc. O celular é o MAS (mobile shopping assistent ou celular assistente de compras). O celular tem uma câmera 3.2 para ler os barcodes e os códigos 2D. Só é preciso baixar um aplicativo ou caso o cliente prefira, é só pegar um aparelho “emprestado” no próprio supermercado. Resultado: 20% mais clientes e 15% mais lucros! A experiência de compra tornou-se assim mais agradável, mais rápida, e com maior privacidade. Esses são os pilares que sustentam as iniciativas. A saída pode ser feita pelo próprio cliente sozinho, debitando no seu cartão de crédito em dinheiro. Se preferir, o consumidor pode fazer o pagamento de forma assistida ou só. Ele sempre pode decidir. Com o celular, o cliente Supermercado Real utiliza o celular como assistente de compras

pode saber qualquer coisa sobre o produto: prazo de validade, preço, garantia, aplicação, novidades relacionadas, entre outras informações. Ao ler o código de um vinho, é possível saber a região de origem da bebida, harmonização com pratos, receitas etc. Na gôndola de importados: notícias sobre o país de origem, receitas, programas para download etc. Na geladeira de fatiados: as bandejas de frios ou carnes com RFID estão sempre novinhas, pois os funcionários só preparam mais, se a quantidade chegar ao mínimo histórico. Resultado: clientes satisfeitos e redução de perdas desses itens para o supermercado. É esse ganha-ganha que contribui para o fortalecimento da relação com o cliente. Credibilidade e fidelidade andam juntas. A expectativa é que as experiências cheguem logo ao país!

Foto: Divulgação

ASSUNTA NAPOLITANO CAMILO*

*Assunta Napolitano Camilo é diretora da FuturePack e do Instituto de Embalagens.

EDITORA BANAS

167_Artigo_Assunta.indd 48

1/7/2011 14:15:52


painel de negócios

embalagens, máquinas, equipamentos e acessórios

ANUNCIE AQUI! PAINEL DE NEGÓCIOS LIGUE OU ENVIE EM E-MAIL

(11) 3500-1910

publicidade@banas.com.br

6

a

pesquisa destaque de preferência >

OS MELHORES FORNECEDORES DO MERCADO DE EMBALAGEM

2011

VOTE, QUALIFIQUE SEU FORNECEDOR E

CONCORRA A 8 CARRINHOS DE FERRAMENTAS. No período de 21 de junho a 21 de agosto, todas as pesquisas enviadas, participarão do sorteio semanal de 1 carrinho de ferramentas. Somente as pesquisas com preenchimento completo serão válidas para o sorteio. PARTICIPE!

www.pack.com.br

SORTEIO DE 1 CARRINHO

POR SEMANA

Confira os resultados dos ganhadores semanalmente no Blog e site da Revista Pack.

MAIS INFORMAÇÕES: Siga no @EditoraBanas

167_Painel de Negócios.indd 49

www.pack.com.br/blog

www.pack.com.br

www.pack.com.br/blog

(11) 3500-1910 publicidade@banas.com.br

1/7/2011 14:16:29


índice de anunciantes página

empresa

site

página

empresa

site

3ª Capa..... ABRE . ..................................................www.abre.org.br

49.............. IGARATIBA...................................www.igaratiba.com.br

41.............. ANTILHAS ....................................www.antilhas.com.br

27 e 42..... INSTITUTO DE .................. EMBALAGENS ....www.institutodeembalagens.com.br

47.............. ANUGA................................................. www.anuga.com 49.............. INTERTEC ........................... www.intertecequip.com.br 35.............. BAUMGARTEN.......................www.baumgarten.com.br 23.............. NEO ALUMINIO......................www.neoaluminio.com.br 15.............. BP FILMES................................... www.bpfilmes.com.br 4ª Capa..... MWV RIGESA................................... www.rigesa.com.br 38.............. BR FILMS........................................ www.brfilms.com.br

2ª Capa..... COGNEX . ............................... www.cognex.com/plusid

50

29.............. SELOVAC . .....................................www.selovac.com.br 13.............. STRAPET........................................ www.strapet.com.br

5................ EMBALA.................................www.expoembala.com.br

21.............. TECHNOPACK.........................www.technopack.com.br

37.............. FINEPACK ................................... www.finepack.com.br

13.............. TRANSERG.................................. www.transerg.com.br

Editora Banas

167_Indice de Anunciantes.indd 50

1/7/2011 20:02:03


167_3CAPA_ABRE.indd 51

1/7/2011 14:17:16


167_4CAPA_RIGESA.indd 52

1/7/2011 14:17:51

Profile for Revista Pack

Revista Pack 167 - Julho 2011  

Varejo Online. O hábito das compras virtuais tem aumentado cada vez mais

Revista Pack 167 - Julho 2011  

Varejo Online. O hábito das compras virtuais tem aumentado cada vez mais

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded