__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

www.pack.com.br

187

ANO•15 M A R Ç O

2 0 1 3

R$ 15,00

EMBALAGEM

TECNOLOGIA

DESIGN

INOVAÇÃO

ENTREVISTA Um século da marca de chocolates remontam à história de seus produtos e à importância da tradição e da inovação

ESPECIAL DUPONT

UNIVERSO PET CRESCIMENTO E SOFISTICAÇÃO Pack 187 - Capa.indd 1

RÓ TU E D LO I E S S, E Ç Ã IS TIQ O TE U D AU MA ETA E TO DE S A MA R AU B R TIZ OTU TO- I L AD LA AD AS GE ES M IVA S

Brasileiro convidado para integrar júri do 25º prêmio DuPont para inovação em embalagem

13/3/2013 14:57:28


ACESSE O CONTEÚDO DA REVISTA PACK NA INTERNET E ATUALIZE-SE DAS NOVIDADES DO MERCADO DE EMBAL AGEM pack.com.br Todos os meses a Revista Pack Digital está disponível no site da Pack. Acesse a edição atual e também as anteriores.

LEIA AS MATÉRIAS

Leia na Revista Pack Digital matérias sobre o mercado de embalagem e fique atualizado sobre as novidades.

BUSQUE PRODUTOS POR PALAVRA-CHAVE

A Revista Pack Digital permite a busca de produtos e fornecedores por palavra-chave.

@EditoraBanas facebook.com/editorabanas

pack digital.indd 2

MAIS INFORMAÇÕES

publicidade@editorab2b.com.br

13/03/2013 23:00:58


carta ao leitor

Foto: Leandro Andrade

A BUSCA DOS DIFERENCIAIS

D

ois atributos que devem estar na linha de frente das estratégias de mercado das embalagens são tradição e inovação, que, por princípio, indicam antagonismo, mas que na realidade e se bem equilibrados vêm ser sinônimos de sucesso. Para esta edição e com este enfoque a Revista Pack entrevistou a empresa que traz a marca de chocolates Lacta e possui uma trajetória de um século que se mescla com a história pessoal de milhões de brasileiros. Em nossa matéria de capa trazemos o mundo dos animais de estimação que ganhou nos últimos anos ares de sofisticação e luxo, o que tem gerado grande dinamismo no setor em geral, com atenção especial aos cuidados veterinários e a aquisição de produtos pets de comprovada qualidade. O que faz do Brasil o segundo maior mercado mundial de Pet em faturamento e o quarto maior do mundo em população total de animais de estimação, sendo que em número de cães e gatos ocupa o segundo lugar no ranking. Nesta edição o leitor encontrará mais entrevistas como a concedida por Antonio Carlos Dantas Cabral, coordenador do curso de especialização em Engenharia de Embalagem do Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia, que foi convidado para integrar o júri do 25º Prêmio DuPont de Inovação em Embalagens, uma comprovação do reconhecimento internacional para o nosso país. Em mais um ano acontece em São Paulo o grande encontro entre executivos da área de embalagem a ExpoEmbala 2013 com o tema: a mesma embalagem, inúmeras possibilidades. Para aproximarmos mais ainda os participantes dos organizadores, trazemos entrevista feita com Luiz Fernando Pereira, sócio da Greenfield e um dos idealizadores do evento. A Revista Pack tem conversado e a conhecido mais a fundo a história de empreendedores e pesquisadores que incessantemente buscam diferenciais para suas

187_Carta ao Leitor.indd 3

ações. Em nossa seção de Sustentabilidade publicamos matéria sobre a criação de um órgão que orienta sobre os plásticos biodegradáveis e certifica os materiais - o Instituto de Incentivo e Desenvolvimento de Embalagens Ambientais, Inovação e Sustentabilidade - Instituto IDEAIS, formado por engenheiros, cientistas e pesquisadores que atuam principalmente para explicar a natureza, as aplicações e normas a respeito dos tipos de plásticos e das soluções ambientalmente sustentáveis. Nesta edição inauguramos a seção Pack Leitura, um espaço dedicado à sugestões de livros técnicos voltados ao setor de embalagem com entrevista de autores, além de indicações de especialistas para o leitor saber mais do que acontece no mercado. Nós da PACK estaremos sempre buscando o que mais tem de relevante para o nosso leitor! Ótima leitura! Até a próxima edição!

CIBELE AMARAL EDITORA-CHEFE redacao@pack.com.br

10/03/2013 14:08:50


187

sumário

A N O • 1 5 M A R Ç O

Foto: Leandro Andrade

2013

8

26

MATÉRIA DE CAPA Mercado brasileiro de Pet - Crescimento e sofisticação

ENTREVISTA Os cem anos da marca de chocolates remontam à história de seus produtos e à importância da tradição e da inovação.

26 32 34 38 42

38

ESPECIAL EXPOEMBALA Feira de Embalagem do Brasil ExpoEmbala 2013 traz o tema: a mesma embalagem, inúmeras possibilidades

44

MATÉRIA DE CAPA Brasil, o segundo maior mercado mundial de Pet em faturamento e o quarto do mundo em população total de animais de estimação ESPECIAL EVERTIS Empresa com tecnologia europeia que fabrica soluções a partir de produtos recicláveis e reprocessáveis para filmes PET ESPECIAL DUPONT Brasileiro convidado para integrar júri do 25º prêmio DuPont para inovação em embalagem ESPECIAL EXPOEMBALA Feira de Embalagem do Brasil ExpoEmbala 2013 traz o tema: a mesma embalagem, inúmeras possibilidades PACK LEITURA Nova seção sobre livros técnicos voltados ao setor de embalagem e entrevista com Fábio Mestriner, autor do livro Gestão Estratégica de Embalagem SUSTENTABILIDADE Instituto busca facilitar o esclarecimento sobre os plásticos biodegradáveis e orientar sobre soluções ambientalmente sustentáveis

SEÇÕES 6

AGENDA

7

PACK ONLINE

Fotos: Divulgação

Foto: iStockphoto

8

INOVAÇÃO

EMBALAGEM TECNOLOGIA DESIGN

ENTREVISTA A trajetória de um século que se mescla com a história pessoal de milhões de brasileiros

13 POR DENTRO DAS LEIS 14 ATUALIDADES 22 VANGUARDA Foto: Divulgação

24 LANÇAMENTOS INTERNACIONAIS 42 PACK LEITURA 44 SUSTENTABILIDADE 50 DIRETO DA GÔNDOLA 51 PAINEL DE NOVIDADES EXPOEMBALA 56 NOTAS TÉCNICAS 4

EDITORA B2B

187_Índice de matérias.indd 4

18/03/2013 21:03:30


5 Evertis.indd 5

13/3/2013 15:03:38


agenda

Foto:CeMAT

EM DESTAQUE CeMAT South America – Feira Internacional que reúne todos os segmentos de movimentação de materiais, logística e intralogística destacando as últimas novidades desses setores. ExpoEmbala – Feira de Embalagem, focada 100% na cadeia de embalagem com presença de empresas do setor, rodada de negócios nacionais e internacionais.

EMBALAGEM | TECNOLOGIA | DESIGN | INOVAÇÃO Publisher: Fernando Lopes Editora-chefe: Cibele Amaral Assessora Técnica: Assunta Camilo (FuturePack) assunta@futurepack.com.br Revisão: Nazaré Baracho Secretária: Sandra Gomes Projeto gráfico: Editora B2B Produção: Luciano Tavares de Lima (gerente)

FEIRAS NO BRASIL

Designer: Ana Claudia Martins Capa: Ana Claudia Martins

DATA

FEIRA

LOCAL

ORGANIZAÇÃO

De 19 a 22 de março de 2013

CeMAT SOUTH AMERICA – Feira Internacional de Movimentação de Materiais e Logística

Centro de Exposições Imigrantes em São Paulo – SP

Hannover Fairs Sulamérica Tel.: (11) 3521-8000 www.hanover.com.br

De 2 a 5 de abril de 2013

ExpoEmbala – Feira de Embalagem

Centro de Exposições Imigrantes, São Paulo (SP)

Clarion Events e Greenfield Business Promotion Tel.: (11) 3893-1300 www.expoembala.com.br

De 14 a 16 de maio de 2013

FCE Pharma/ FCE Cosmetique – Exposição Internacional de Tecnologia para a Indústria Farmacêutica e Cosmética

Transamérica Expo Center, São Paulo (SP)

NürnbergMesse Brasil Tel.: (11) 3205-5000 www.fcepharma.com.br

Feiplastic – Feira Internacional do Plástico Embalagens plásticas sopradas e termoformadas

Pavilhão de Exposições do Anhembi (SP)

Foto da Capa: Divulgação

CONSELHO EDITORIAL Assis Garcia – diretor do Centro de Tecnologia de Embalagem – CETEA; Eduardo Yugue – gerente de embalagens da Nestlé; Geraldo Cardoso Guitti – presidente da Refrigerantes Convenção; Iorley Lisboa – gerente de embalagens do Wal-mart; João Batista Ferreira

De 20 a 24 de maio de 2013

Ferreira Lima – gerente de compras do McDonald´s Brasil

Gerente Comercial Salete Pukar – salete@pack.com.br Tel.: (11) 3500-1909

Executivos de Negócios – Rio de Janeiro

Reed Exhibition Alcantara Machado Tel.: (11) 3060-5000 www.feiplastic.com.br

Art Comunicação S/C Ltda. Contato: Francisco Neves Rua Des. João Claudino Oliveira e Cruz, 50 – cj. 607 – CEP 22793-071 – Rio de Janeiro-RJ Tels.: (21) 2269-7760 – (11) 9943-5530 – Fax: (21) 3899-1274 – banasrj@uol.com.br

Rio Grande do Sul Interface Comunicação e Propaganda Ltda. Contato: Vera Anjos Av. Taquara, 193 – Cj. 406 – CEP 90460-210 – Porto Alegre-RS

FEIRAS NO EXTERIOR

Tel./Fax: (51) 3330–2878 – banassul@terra.com.br

DATA

FEIRA

LOCAL

ORGANIZAÇÃO

De 17 a 20 de março de 2013

Pro 2 Pac – Feira para Indústria de embalagens para alimentos e bebidas

Excel London, Londres, Inglaterra

Montgomery Exhibitions Ltd. Santander (Espanha) Tel.: +44 (0) 20 7886-3100 www.montex.co.uk

De 8 a 11 de

Gulf Print & Pack Feira de Embalagem – Maquinário de embalagem, tecnologia e produtos

Airport Expo Dubai Dubai, Emirados Árabes Unidos (EAU)

Tarsus Group Limited Tel.: +44 (0) 20 8846-2700 www.tarsus.com

abril de 2013

– CEO da J2B Innovation to Business; Lincoln Seragini – diretor – presidente da Seragini Farné; Luis Madi – diretor - geral do ITAL - Instituto de tecnologia de Alimentos; Nivaldo

São Paulo – Interior Aqueropita Intermediações de Negócios Ltda. Contato: Aparecida A. Stefani Tel.: (16) 3413-2336 – Cel.: (11) 9647-0044 – Fax: (11) 3500-1935 aparecida.stefani@banas.com.br

REPRESENTANTE INTERNACIONAL Argentina 15 de Noviembre 2547 – C1261 AAO – Capital Federal – Republica Argentina

De 7 a 11 de maio de 2013

Converflex 2013 – Impressão e Gráfica packaging Edição Embalagens Máquinas de Impressão Máquinas Industriais Máquinas para Embalagem

Fiera Milano Milão, Italia

De 14 a 16 de maio de 2013

Packex – Logística, Packing Embalagem

Toronto Congress Centre, Toronto, Canadá

Fiera Milano Tel.: +39 0249977428/7582 www.fieramilano.it

Tel.: (54-11) 4943-8500 – Fax y Mensajes: (54-11) 4943-8540 www.edigarnet.com

ACORDO DE COOPERAÇÃO Phone: +1 312/2221010 – www.packworld.com

UBM Canon Tel.: 310-445-4200 www.ubmcanon.com

Rua dos Três Irmãos, 771 Jardim Progredior – São Paulo-SP – CEP 05615-190 CNPJ 07.570.587/0001-13 – I.E. 149.349.995-116 TELEFONE (11) 3500-1900

Cartas&E-mails

Circulação nacional: Tiragem – 10 000 exemplares

EDIÇÃO 184 - ESPECIAL 7ª PESQUISA PACK DESTAQUE DE PREFERÊNCIA A Colacril e a RR Etiquetas, que hoje compõem o Grupo CCRR, se relacionam com a Revista Pack há muitos anos e confirma sua excelente qualidade editorial e sua importância para o segmento, já que circula em um ambiente de grande interesse comercial e institucional para nossas empresas. E a Pesquisa Pack Destaque de Preferência, publicada na edição de dezembro, apresenta ao mercado um material muito rico e importante para balizar a tomada de decisões estratégicas. A Editora Banas está de parabéns pela publicação. Reinaldo Rodrigues Diretoria Comercial e Marketing, Grupo CCRR

Periodicidade: mensal Assinatura: Anual (Brasil) = R$ 180,00 • Nº Avulso = R$ 15,00

MARÇO 2013 PACK – EMBALAGEM | TECNOLOGIA | DESIGN | INOVAÇÃO é uma publicação mensal da Editora B2B. A PACK é dirigida aos profissionais que ocupam cargos técnicos, de direção, gerência e supervisão em empresas fornecedoras, convertedoras e usuárias de embalagens, bem como prestadores de serviços relacionados à logística, design e todos os processos relacionados a indústrias de embalagem.

EC

D E M ÍD IA S E G

M

E

B

2008

IV P R Ê M

DA

IO

TA

AN

AT

N

Filiada à

B2 A IA

D

O

R

T

A

EG

11 3500-1921 | FAX 11 3500-1935

Rua dos Três Irmãos, 771 Jardim Progredior – São Paulo-SP – CEP 05615-190

C AT

TELEFONE

END.

PARA SE CORRESPONDER COM A REDAÇÃO E-MAIL redacao@editorab2b.com.br

RE

V I S TA S E G M

EN

É permitida a divulgação das informações contidas na revista desde que citada a fonte. PACK reserva-se o direito de publicar somente informações que considerar relevantes e do interesse dos leitores da revista.

6

PB

EDITORA B2B

187_Agenda_Cartas_Expediente.indd 6 EDITORA BANAS

18/03/2013 20:49:29


@EditoraBanas

nline

facebook.com/editorabanas

www.pack.com.br

POR TATIANA GOMES | tatiana.gomes@banas.com.br

O SITE DA PACK TRAZ NOTICIÁRIO ATUALIZADO DIARIAMENTE, ARTIGOS EXCLUSIVOS E TUDO SOBRE O MERCADO DE EMBALAGEM. MAIS: VÍDEOS, FOTOS E A VERSÃO DIGITAL NA ÍNTEGRA DA EDIÇÃO DO MÊS, ALÉM DAS ANTERIORES!

Foto: Divulgação

Cachaça, mel, limão e flocos de ouro

A Jofer Embalagens desenvolveu e produziu para a páscoa Lacta 2013, caixas-displays que auxiliam tanto no armazenamento, como no transporte e visibilidade dos ovos no ponto de venda. As embalagens foram criadas para proteger desde a fábrica até o encontro do produto com o consumidor. Em formato de caixa coletiva com ilustração, possui acabamentos diferenciados que possibilitam sua transformação em display-expositor.

Foto: Divulgação

Jofer Embalagens desenvolve caixa que se transforma em display-expositor no ponto de venda

É lançado no Brasil o primeiro licor fino de cachaça com flocos de ouro. ALORD 79 é uma combinação de cachaça, mel e casca de limão e ainda traz em sua composição ouro 23 quilates, puro e comestível. A criação da marca partiu da proposta de usar o elemento químico da tabela periódica número 79, o ouro, a fim de inovar em um mercado tradicional como é o da cachaça brasileira. Onde achar? http://www.pack.com.br/blog

[CONEXÃO WEB ] as mais lidas no pack.com.br [ENQUETE ]

RESULTADO MARÇO/2013

10,00%

Como avalia o design das embalagens brasileiras? Criativo (50%)

40,00%

Inovador (40%) Tem muito a aperfeiçoar (10,00%)

50,00%

Pouco criativo (0,00%)

NESTE MÊS Interaja! Confira a enquete do mês e vote na home do site! Onde achar? http://www.pack.com.br

[DESTAQUES] Dúvidas sobre o mercado?

Nossos consultores esclarecem os mais diversos temas do setor. Envie sua pergunta e leia as respostas para nossos internautas no Blog da Pack. PERGUNTE, ELE RESPONDE!

E-mail guru@pack.com.br

O NEWSLETTER QUINZENAL DA INDÚSTRIA

Toda quinzena, a newsletter entrega no seu e-mail as notícias mais importantes da indústria de embalagens. Cadastre-se no site! Acesse! www.banas.com.br/banasinforma

1 2 3 4 5

Solução ecológica é finalista do Prêmio Nacional de Inovação

Solução concorre na categoria gestão da inovação para substituir o óleo diesel utilizado nos processos da indústria extrativista, no Rio Grande do Sul.

quantiQ fecha parceria com Ajinomoto

A quantiQ passa a ser a distribuidora oficial Ajinomoto.

Bombas de combate a incêndio Grundfos equiparão maior fábrica de celulose do mundo Nova unidade da Suzano Papel e Celulose entrará em operação no final de 2013.

Sunnyvale é destaque em ranking do setor de embalagens

Nesta edição da Revista Pack, a empresa ficou com a 1ª colocação nas categorias Detector de Metais, Seladoras e Túnel de Encolhimento.

Coca-Cola oferece acesso grátis à internet ao patrocinar pontos da rede Oi WiFi

Serão diversos pontos de acesso à Internet por tecnologia wifi gratuitos em várias cidades do Brasil.

Confira a lista das dez notícias mais acessadas no site e as leia na íntegra! Fonte: Google Analytics* Período de 31/01/13 a 5/3/13 Onde achar? http://www.pack.com.br/maisnoticias.aspx

EDITORA B2B

187_Pack_online.indd 7

7

13/3/2013 15:04:22 EDITORA BANAS


Foto: Leandro Andrade

entrevista

Os cem anos da marca de chocolates remontam à história de seus produtos e à importância da tradição e da inovação 8

Editora B2B

187 Entrevista.indd 8

10/03/2013 14:14:19


t

CIBELE AMARAL tradição e inovação: garantia de sucesso. Esta é a definição de uma valorosa trajetória de cem anos que se mescla com a história pessoal de milhões de brasileiros. o centenário comemorado no ano passado é a história da Lacta, tradicional fábrica de chocolates, fundada em 1912, quando o cônsul suíço achilles izella criou a Societè anonyme de Chocolats Suisse, assumindo a responsabilidade de oferecer aos brasileiros produtos com qualidade de importados. Missão comprovada até os dias de hoje por seus milhões de consumidores. a marca desde o início conquistou lugar de destaque. Em 1917, ano em que seu registro foi concedido, já apareceu estampada no primeiro anúncio luminoso instalado na cidade de São Paulo. No decorrer das décadas e paralelamente ao desenrolar da história do país, a marca garantiu um constante crescimento no mercado nacional. Em 1996 foi adquirida pela Kraft Foods, que em 2012 dividiu-se em duas companhias independentes e passou a ser Mondelèz international, a nova denominação da divisão global que já nasceu com operação em 80 países, para chocolates, biscoitos, balas, doces e bebidas em pó e Kraft Foods - nome utilizado para a divisão de mercearia, alimentos processados, como queijos, embutidos e massas, com atuação nos Estados Unidos. Em comemoração ao marco histórico, a empresa preparou uma exposição memorável sobre “Chocolate, uma delícia de história” e o livro “Lacta 100 anos, muito prazer”, com a história do produto no contexto mundial. o leitor encontra na edição o trajeto do chocolate desde os primórdios de seu uso entre o povo olmeca-civilização pré-colombiana da época de 1.500 a 400 a.C., passando por sua chegada ao Brasil em forma de “bebida da nobreza”, pelas primeiras sementes de cacau trazidas em 1727 pelo militar Francisco de Melo Palheta até os dias de hoje. a obra de edição limitada teve sua renda doada à instituição Make-a-Wish e está disponibilizada on-line pelo site da marca. a marca Lacta tem atravessado gerações com produtos que encabeçam a lista dos mais vendidos, como o bombom Sonho de Valsa que traz a imagem dos eternos enamorados, o chocolate diamante Negro, apelido dado a Leônidas da Silva, artilheiro da Copa do Mundo - lançados em 1938, o Bis, uma das paixões do brasileiro, lançado em 1942, e o Laka, o primeiro chocolate branco no país, em 1962. Em entrevista à REVISTA PACK, Lilian reis, gerente de marketing da Lacta, fala sobre o significado do centenário para uma marca, com produtos aprovados por diferentes gerações e a importância da embalagem para a garantia em um mercado tão competitivo.

e o

Editora B2B

187 Entrevista.indd 9

9

10/03/2013 14:14:41


Fotos: Leandro Andrade

entrevista

PACK: Como se define a aprovação dos chocolates Lacta por muitas gerações, formadas por pessoas que vivem e viveram em épocas diferentes com exigências diferentes? LILIAN REIS: Quando falamos de Lacta, estamos falando sobre algo de grande valor para a empresa, isto é, o preservar a essência dos produtos. São produtos que atravessam gerações e fazem sucesso desde que foram lançados. O que preservamos em prol do consumidor é a identidade da marca e do visual do produto. Mesmo nesta filosofia da preservar os produtos e as embalagens têm se atualizado. Na nossa exposição sobre os 100 anos da marca LACTA em 2012, pudemos ver as embalagens e todo o histórico, por exemplo, do Sonho de Valsa, as mudanças mesmo que pequenas foram importantes e é desta maneira que nos adaptamos ao nosso consumidor, não perdemos a referência das gerações que nasceram e conheceram o bombom desde cedo, mas, mesmo com esta preservação, a empresa não deixa de inovar apostando em tecnologias. De novidade temos as embalagens de tabletes, a embalagem abre e fecha, a embalagem selada do Sonho de Valsa, que inclusive saiu na Revista PACK Destaque de Preferência, como embalagem premiada. Temos como prioridade oferecer um produto com qualidade, produzido som novas tecnologias, para conservar suas características como a maciez e crocância. Em 2012 conquistamos 100 mil novos pontos de venda, e chegamos a cada dia em lugares menores e é muito importante a preservação do produto independente da loja onde esteja sendo comprado. PACK: A preferência dos produtos Lacta colabora de alguma forma para o vínculo entre gerações? LILIAN REIS: Temos pesquisas muito profundas junto ao consumidor que registraram uma infinidade de experiências. Estamos sempre em contato com o consumidor e é muito

10

curioso o número de histórias em que os nossos produtos estão diretamente presentes. É a mãe contando a primeira vez que deu chocolate para o filho ou o primeiro ovo de Páscoa presenteado pelo pai. São histórias que provam que os nossos produtos estiveram inseridos no cotidiano das pessoas. O ato de saborear um Sonho de Valsa traz à lembrança o namorado, o pedido de casamento, cenas que aconteceram tendo como gancho o bombom. O produto Lacta certamente faz parte da história de gerações. PAC K : Q u a n t o s p ro d u t o s a Lacta apresenta no mercado atualmente? LILIAN REIS: Temos a marca Bis, Sonho de Valsa, Diamante Negro, Laka e o chocolate aerado Bubbly - presente do centenário da Lacta, além dos doze tabletes e suas diversificações. Entre os produtos, estão o tablete Ao leite, Cookie, Avelã, Milka ao leite, Delice, Shot, Meio Amargo e branco, Crocante, Coco Tostado, Amaro, Toblerone, Ouro Branco, Amandita, Caixa Grandes Sucessos, Confeti, Lancy. São produtos que chamamos de marca ‘guarda-chuva’ que estão consolidados e muitos em primeiro lugar nos seus segmentos. Além dos presenteáveis com embalagens criadas especialmente para cada perfil. PACK: Como a Lacta está no ranking nacional e mundial? LILIAN REIS: A LACTA é uma marca 100% brasileira, por isso que atendemos tanto as necessidades do consumidor. São produtos pensados e fabricados de acordo com o gosto e o paladar brasileiro. Dentro do mercado, a Mondelèz é líder praticamente em todos os segmentos que atua, sendo a número um de tabletes, tendo o Bis como o chocolate mais vendido, o Sonho de Valsa como bombom mais vendido. É de fato uma história de sucesso. PACK: A Lacta vende em média quantos ovos na Páscoa? Quantos

Editora B2B

187 Entrevista.indd 10

10/03/2013 14:15:01


produtos são pensados para esta data? Qual a importância de um personagem como o coelho Pascoal para a identificação de uma marca? LILIAN REIS: A Lacta possui seis das 10 maiores marcas em vendas no período da Páscoa, com forte participação no segmento infantil e novidades de formato e sabor. Neste ano enchemos os pontos de venda com 28 milhões e em 2012 foram 27 milhões. Foi um crescimento de um milhão de ovos Lacta a mais no mercado. O mesmo critério que utilizamos para todos os produtos é aplicado para as embalagens de Páscoa; é uma busca constante de inovação. O mercado de embalagem oferece constantemente novidades o que faz com que nossos ovos estejam sempre surpreendendo positivamente o consumidor. Estamos no 16º ano de liderança consecutiva no mercado de Páscoa. Serão 63 produtos diferentes, sendo 13 lançamentos criados especialmente para esta temporada. Foi renovada

187 Entrevista.indd 11

toda a identidade visual do portfolio, o que vai ajudar o consumidor a visualizar os atributos dos produtos, como cascas recheadas, e brindes, e também investimos nas embalagens dos produtos presenteáveis. Novamente teremos como mascote o Coelhinho Pascoal presente nas embalagens infantis. Há sete anos mantemos a parceria com a Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) e parte das vendas dos produtos Ovo de Páscoa ao leite e coelho de chocolate ao leite Pascoal é revertida em prol das crianças da entidade. PACK: Quais são os produtos c a r ro s - c h e f e s d a e m p re s a ? Qual explicação? LILIAN REIS: É difícil falar de um só carro-chefe, porque não dá para temos somente um em destaque. Eu não consigo colocar Lacta na frente de Bis, do Sonho de Valsa ou do Diamante Negro, mas eu posso colocar todas essas marcas na frente das vendas. Bis é o chocolate

mais vendido no Brasil, o Sonho de Valsa, o bombom mais vendido do Brasil. Os tabletes Lacta são líderes de mercado com 38% de market share. A empresa sempre realiza um trabalho constante junto ao consumidor. Esforçamo-nos para, ao mesmo tempo, manter uma tradição, mas também ser uma marca jovem, uma marca que olha para frente. O posicionamento da marca Lacta trazido em suas campanhas “Sinta-se Vivo” e “Entregue-se” traduz toda esta juventude que está dentro de cada um. PACK: Os cem anos da Lacta comprovam a importância da tradição nas fórmulas de seus produtos? LILIAN REIS: Isso é fundamental para a Lacta. Do mesmo jeito que acontece com as embalagens, acontece com as fórmulas. É importante mantermos uma tradição das fórmulas. Os chocolates daqui são um pouco mais doces, diferente do paladar europeu, não devemos trazer fórmulas de fora. Somos uma

14/03/2013 23:04:58


Foto: Leandro Andrade

entrevista

ouvimos o consumidor e o que é crucial: trabalhamos em cima da sua necessidade. Buscamos sempre oferecer produtos de qualidade. Nossa empresa atua também com o ambiente social, os projetos sociais, a comunidade. PACK: Como se dá a interatividade entre a Lacta e o consumidor?

A embalagem é parte do processo de consumo, na hora em que você pensa em comer um bombom, você pega o bombom, abre, ouve o barulho da embalagem. São todos estes detalhes que constroem uma memória afetiva por trás deste produto empresa global, possuímos a área de desenvolvimento muito forte dos produtos para melhoria de fórmulas. Mas é importante que estas fórmulas respeitem a preferência brasileira. Uma mudança drástica nunca seria pensada para um produto tão bemaceito e que está há tantos anos no mercado. PACK: A tradição da embalagem tem sido um pilar importante para seu sucesso para a marca como as embalagens do Sonho de Valsa, Diamante Negro e Bis? LILIAN REIS: Sem dúvida nenhuma, a embalagem é parte do processo de consumo, na hora em que você pensa em comer um bombom, você pega o bombom na gôndola, abre, ouve o barulho da embalagem, são estes detalhes que constroem uma memória afetiva por trás do produto, é a relação que você tem com o produto, desde a hora que o escolhe até o momento de consumo. É fundamental a identificação do produto iniciando-se pela embalagem. PACK: O perfil do brasileiro tem relação com o sucesso da empresa no mercado? 12

PB

LILIAN REIS: a empresa se adapta ao perfil do brasileiro e oferece produtos que atendam o seu gosto. Estamos adaptados ao perfil do brasileiro e é por isso que constantemente nossas pesquisas de mercado são destinadas principalmente para entender e trazer melhorias. PACK: Há características próprias no mercado nacional? LILIAN REIS: Há sim características próprias. as fórmulas são adaptadas. o chocolate de outros países traz diferenças; os tamanhos de mercado de cada segmento, como o chocolate ao leite, o branco, o amargo - o tamanho destes mercados são diferentes no Brasil, até a nossa variedade, o nosso portfolio, a nossa variedade de produtos dentro de cada uma dessas plataformas varia também de país para país. PAC K : Q u a l d i f e re n c i a l d a empresa? LILIAN REIS: o nosso grande diferencial é uma marca comercializada somente para o Brasil que está há cem anos com o consumidor e que de fato entende o que ele quer.

LILIAN REIS: as informações vêm por todos os lados. Somos atuantes na plataforma digital, uma maneira fácil de se comunicar, que traz a possibilidade das duas vias - levar nossa mensagem e muito mais importante, receber as mensagens. Lacta é a maior marca de chocolate do Facebook, temos em nossa página mais de cinco milhões e meio de pessoas, que interagem conosco diariamente, com comentários e dicas sobre produtos. Procuramos antecipar as novidades para essas pessoas que estão por perto de nós, falar de lançamentos, campanhas, conhecer suas histórias. além do canal interativo, temos o serviço de e-mail e o serviço ao cliente. o meio digital é o mais fácil para nos comunicarmos em real time. Quando um lançamento é feito numa fanpage, conseguimos o resultado imediato, o que é muito rico e produtivo para a empresa. PACK: Quais as perspectivas da empresa para o ano de 2013 no mercado nacional e internacional? LILIAN REIS: Neste ano de 2013 teremos mais novidades por aí. o mercado de chocolates deve estar em movimento incessante com novidades. Hoje, pensando na importância que a embalagem tem, é importante buscarmos parceiros. Estamos falando cada vez mais de parcerias, que tanto trazem as novidades, como atendem as nossas demandas. Como foi com o nosso Bubbly, com embalagem alegre e diferenciada. a embalagem ajuda para o diferencial de seu produto na gôndola, como a embalagem com brilho, a selada, entre muitas outras. os recursos trazidos pelos fornecedores antecipam as tendências e oferecem melhorias com resultados positivos. a relação produto-embalagem é de fundamental importância.

Editora B2B

187 Entrevista.indd 12 Editora BaNaS

10/03/2013 14:15:12


Foto: iStockphoto

por dentro das leis

Novas normas para bares e restaurantes de bh No Diário Oficial do Município de Belo Horizonte, foi publi-cada a Lei 10.605, proposta pelo ex-vereador Alberto Rodrigues (PV), que determina a necessidade de embalagem descartável para o acondicionamento de sal, açúcar, canudos e palitos de dente servidos aos clientes em bares, restaurantes, lanchonetes, hotéis e estabelecimentos similares, com vistas a evitar contaminações. Na prática, passa a ser proibido o uso de saleiros e açucareiros, que deverão ser substituídos por sachês; além disso, cada canudo ou palito de dente deverá estar embalado individualmente para que possa ser disponibilizado ao cliente nas mesas e nos balcões.

Lei de rotulagem imposta aos produtores de hortaliças e frutas Recentemente, a nova lei de rotulagem, imposta aos produtores de hortaliças e frutas pelas agências municipais, estaduais e federais de Vigilância Sanitária e órgãos responsáveis pela segurança do alimento, prevê necessárias mudanças nas embalagens de produtos agrícolas. De acordo com a lei, o rótulo a ser aplicado pode ser somente um carimbo, desde que legível e que contenha todos os dados necessários para a identificação precisa da origem e das características do produto. Com a nova regra, será possível a verificação de irregularidades e compatibilidade com a nota fiscal e a identificação nas caixas.

187_Por Dentro das Leis.indd 13

14/03/2013 00:01:19


Foto: Divulgação

atualidades

Identidade visual

O sucesso da garrafa retrô do refrigerante Itubaína trouxe a sensação de nostalgia da infância e foi impulsionada por redes sociais, por meio de fotos postadas por famosos e pessoas de classes mais altas. Esta fórmula reconquistou os consumidores entre 25 e 35 anos por conta da lembrança da infância, e gerou novos fãs por causa do design moderno. Atualmente, a embalagem é uma garrafa de long neck, de 355 mililitros que, segundo Piccirello, “tem uma visão mais premium, conquistando as classes A e B”.

Foto: Divulgação

Visual retrô

A Vitalin Alimentos está com identidade visual nova. Desenvolvida pela Design Inverso, a nova marca, construída com uma tipografia modificada, tem seu símbolo formado a partir da justaposição de círculos, a fim lembrar uma semente voadora que se espalha pelo país e ajuda os consumidores a fazer escolhas mais saudáveis. A linha ganhou submarcas e novas embalagens. A submarca Vitalin Orgânico é identificada pela cor verde. Já a submarca Vitalin Integral tem a predominância dos tons de marrom. Design Inverso, tel.: +55 (47) 3028-7767

Foto: Divulgação

Brasil Kirin, tel.: 0800-771-0123

Linha para confeitaria A Linha Harald Melken Unique, coleção de chocolates, produzida no Brasil voltada para chefs e confeiteiros, apresenta embalagens de 1 kg, 500g e 400g em gotas, barras, grânulos e pó, com sistema stand up pouche, nas versões ao leite, amargo, meio amargo, branco, extrafino. Nas embalagens, desenvolvidas pela Agência Team Creatif, são impressas as coordenadas geográficas identificando fazendas da Bahia e da região amazônica do Pará, localidades de procedência do cacau utilizado na produção. As empresas Celocorte e Vibelplast produzem as embalagens linha gotas e barras e a linha granulé e pó, respectivamente. Harald, tel.: (11) 4156-9003

14

Editora B2B

187_Atualidades.indd 14

13/3/2013 16:07:47


Com pilares na sustentabilidade a Faber-Castell possui produtos e embalagens confeccionados a partir de madeira reflorestada e certificada como o Ecolápis sustentável, materiais recarregáveis como as lapiseiras e os marcadores para quadro branco com refil para evitar o descarte desnecessário e produtos que usam Plástico Verde em sua estrutura como a borracha ecológica e o Ecoestojo. A linha Canetinhas Ponta Vai e Vem, também está disponível com nova embalagem ecológica. Seu portfolio inclui: EcoLápis de cor e de grafite, giz de cera, tintas escolares, canetinhas hidrográficas, apontadores, marcadores, borrachas, canetas, lapiseiras, kits criativos, produtos artísticos, instrumentos e acessórios de luxo para a escrita.

Fotos: Divulgação

Material escolar sustentável

Efeitos holográficos A Gillette acrescentou um efeito holográfico avançado na parte de papelão da embalagem do aparelho de barbear Fusion ProGlide sem o uso de laminação metalizada. Isso foi realizado com um processo da Diamond Packaging, que combinou o revestimento metálico MiraFoil, da Henkel, com uma nova tecnologia holográfica. O produto, com impacto ambiental positivo, chegou recentemente ao mercado brasileiro. A nova embalagem, produzida no México, conta com o revestimento MiraFoil para maior destaque.

Bebida gelada A 3corações lança o Cappuccino Pronto para Beber voltado para o público jovem e desenvolvido para ser consumido gelado nos sabores Classic, Light e Chocolate. Em desenvolvimento há um ano, o Cappuccino Pronto para Beber é produzido na fábrica da 3corações em Minas Gerais e envasado pela GlobalFruit. A embalagem cartonada asséptica Tetra Prisma de 187 mililitros é produzida pela Tetra Pak, com design da Pande.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Faber-Castell, tel.: 0800-701-7068

3 corações, tel.: 0800-031-3033

Henkel, tel.:0800-704-2334

Editora B2B

187_Atualidades.indd 15

15

13/3/2013 16:07:53


Segurança e higiene Creamy é a novidade da Bauducco no mercado de biscoitos recheados. O lançamento é oferecido em dois sabores: Creamy Chocolate e Creamy Duplo Chocolate. As embalagens são assinadas pela Design Absoluto. Ambas as opções são vendidas em embalagens de 96 gramas com sistema flow packs, confeccionadas pela Inapel.“O mercado vem recebendo bem os produtos mais diferenciados”, afirma Thais Ruas, gerente de produto da Bauducco.

Foto: Divulgação

atualidades

Nova versão A cerveja Ravache Gold, da divisão de cervejas Guitt’s da Refrigerantes Convenção, antes disponível em garrafas de vidro de 600 ml, em embalagens “one way”, agora tem a versão com 300 ml. Com ingredientes especiais e sem aditivos em sua formulação, possui cor dourada e brilho, que justifica o nome “Gold”. A empresa dispõe da cerveja Guitt’s Pilsen em garrafa de vidro 600 ml retornável e lata 350 ml, Guitt’s Malzbier, em garrafa de vidro 600 ml retornável e long neck 355 ml, como a Cerveja Extra Escura Forte, além dos Chopp Guitt´s Claro e Escuro envasados em barris de 10, 15, 20, 30 e 50 litros.

A Docile, produtora de pastilhas e balas de goma, apresenta as Embalagens Especiais Docile que serão usadas estrategicamente em datas importantes. Com formatos inéditos e ilustrações temáticas da Fescher Neoilustração, as embalagens possuem desenhos, corte especial e cores vibrantes. Com concepção da agência Braind, têm como fornecedor a Converplast. Para a Páscoa o apelo é o Coelhinho da Docile, em quatro opções: DociGummies Festa, DociGummies Amoras, Pastille e Docigoma frutas. Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Formato inédito

Foto: Divulgação

Inapel, tel.: (11) 2462-8800

Docile, tel:: +55 (51) 3726-2600

Refrigerantes Convenção, tel.: 0800-77-1008

16

Editora B2B

187_Atualidades.indd 16

13/3/2013 16:08:01


Imagem renovada Os novos rótulos e embalagens da cola Pritt Tenaz, da multinacional Henkel, estão mais coloridos, com apresentações temáticas para agradar ao público infanto-juvenil. A cola líquida branca não tóxica e livre de solvente é lavável, indicada para diversas aplicações. Outra opção é a cola em bastão Pritt, disponível em três tamanhos: pequeno (10g), médio (20g) e grande (40g). Entre os novos produtos da empresa, se destacam a cola transparente e multiuso Pritt Hobby e o Micro Holly ultrapequeno, que não ocupa espaço no estojo.

Foto: Divulgação

Henkel, tel.:0800-704-2334

Foto: Divulgação

Vidroporto, tel.: (19) 3589-3199  

Temáticas e coloridas

Foto: Divulgação

A tradicional indústria de bebidas Distillerie Stock, visando uma renovação na imagem de seu produto St. Remy, desenvolveu uma nova embalagem de vidro em conjunto com  o fabricante Vidroporto, tornando o produto mais elegante e com imagem mais jovem.

Novas cores As embalagens dos produtos Condor da linha Pintura Imobiliária estão com novo visual. São 50 embalagens, produzidas em filme de PE (polietilenos), desenvolvidas pela catarinense Design Inverso para produtos das linhas de pintura com a logomarca mais visível. As cores adotadas estão de acordo com os produtos, que também mudaram e passaram a ser na cor verde, criando uma identidade exclusiva para a marca Condor. A empresa há 80 anos fabrica também escovas para cabelo e pincéis para pintura artística. Design Inverso, tel.: +55 (47) 3028-7767

Editora B2B

187_Atualidades.indd 17

17

13/3/2013 16:08:28


notícias

Os fabricantes nacionais podem obter receitas próximas a r$ 48 bilhões neste ano superando o faturamento do ano anterior PrOdUÇÃO FÍsica e ValOr de PrOdUÇÃO POr seTOr a indústria de embalagem de plástico obteve em 2012 o melhor desempenho em produção física (aumento de 0,44%), seguida pela indústria de embalagens de papel, papelão e cartão (retração de 0,97%), e metal (retração de 1,13%). o valor da produção atingiu 46,9 bilhões de reais em 2012. a participação por setor neste faturamento foi de 37,8% dos materiais plásticos, seguido pelo setor de papelão ondulado com 18,75% e de metálicos com 16,79%.

VALOR DA PRODUÇÃO TÊXTEIS

2.033.335 4,33%

VIDRO

MADEIRA 1.261.282 2,68%

PAPEL

2.921.223 6,22%

MATERIAL PLÁSTICO

METÁLICAS 7.889.494 16,79%

PRODUÇÃO FÍSICA

(% EM RELAÇÃO A IGUAL PERÍODO DO ANO ANTERIOR) PESO

2011

2012

TOTAL

100,0

1,46

-1,19

madeira

1,82

5,40

-10,20

Papel, papelão e cartão

33,16

2,51

-0,97

Plástico

29,74

-1,99

0,44

Vidro

8,71

5,16

-5,69

metal

26,58

2,43

-1,13

Peso: Valor médio da produção 98-00. Fonte: IBGE Elaboração: FGV

PAPELÃO ONDULADO 8.807.395 18,75%

CARTOLINA E PAPEL CARTÃO 4.463.409 9,50%

VALOR DA PRODUÇÃO:

R$ 46.985.014

pOSIÇÃO 2012

Fonte: IBGE - PIA - Produto (UL) - 2010 Elaboração: FGV

iBema Tem nOVO direTOr cOmercial

Jorge Luis Grandi, administrador de empresas, formado pela Universidade de Caxias do Sul – UCS – e pós-graduado em Marketing internacional pela Fundação Getúlio Vargas – FGV, assumiu a diretoria comercial da companhia ibema. Será responsável pela gestão comercial da equipe de vendas e pela ponte estratégia de todos os clientes. o executivo tem um vasto currículo na área comercial, sendo que sua última ocupação foi de executivo por 15 anos da multinacional chilena Masisa. “

Editora B2B

187_Atualidades.indd 18

ivulgação

18

17.423.492 37,08%

a Heineken, após a aquisição da asia Pacific Breweries, faz mudanças em seu quadro de executivos, que inclui a liderança da empresa no Brasil. didier debrosse, presidente regional da Europa ocidental, assume a posição de diretor-gerente da empresa no Brasil. Stefan orlowski, que era diretor-gerente da Heineken no reino Unido, volta ao comitê executivo para substituir John Nicolson, como presidente das américas. Já o presidente da asia Pacific Breweries, roland Pirmez mantém esse título e acumula a função de presidente da Heineken na região Ásia-Pacífico. theo de rond, que atualmente está nessa função, será diretor executivo de parcerias, em amsterdã.

José ramón Martínez assume, em 2013, a diretoria geral da CocaCola FEMSa Brasil. o executivo está há mais de 25 anos no sistema Coca-Cola. Presidiu operações da Femsa na Venezuela, foi diretor de assuntos corporativos no México e diretor de planejamento Sudamérica.

Fonte: Abre Associação Brasileira de Embalagem / Fundação Getúlio Vargas /IBRE

2.185.384 4,65%

HeineKen Tem nOVO direTOr-gerenTe nO Brasil

cOca-cOla Femsa TrOca seU cOmandO nO Brasil

Foto: Divulgação

a

s perspectivas da indústria de embalagem para 2013, segundo o Estudo Macroeconômico da Embalagem, feito pela Fundação Getúlio Vargas a pedido da associação Brasileira de Embalagem (abre), devem apresentar um crescimento. Segundo Salomão Quadros, coordenador de análises econômicas do instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas e do Estudo, apesar de um começo com incertezas, com a inflação em avanço e uma a retração da confiança do consumidor, a produção de embalagem pode crescer até 2% neste ano. Este crescimento deve ser maior no primeiro semestre de 2013, beneficiado pela base de comparação fraca do início de 2012. “a safra de grãos e os incentivos à construção podem aumentar a demanda por embalagens”, aponta Quadros. a perspectiva é que os fabricantes brasileiros tenham receitas próximas a r$ 48 bilhões neste ano, acima dos r$ 46,1 bilhões gerados em 2012.

Vaivém do mercado Foto: Divulgação

O crescimento da produção brasileira de embalagens pode crescer até 2% em 2013

13/3/2013 16:08:35


artigo

Mercado de embalagem inteligente pode saltar para US$ 1,45 bilhão em 10 anos Uma nova pesquisa sugere que eletrônica impressa é tecnologia-chave para o rápido crescimento do mercado de embalagens inteligentes até 2023.

3%

anne Marie Mohan

a

tecnologia-chave para a eletrônica no mercado de embalagens — eletrônica impressa — está prestes a reduzir os custos da produção de embalagens inteligentes em 99%. isso segundo uma pesquisa recente, “Embalagens inteligentes chegam ao mercado: fortalecimento de marcas com a eletrônica 20132023" do idtechEx. o estudo observa que a eletrônica e a elétrica já são utilizadas da fabricação de embalagens, em produtos como garrafas de rum que piscam, caixas de pizza falantes e até mesmo aerossóis que emitem eletronicamente uma carga de inseticida que persegue os insetos. Já existem medicamentos que registram a data e a quantidade da dose tomada e enviam avisos ao paciente. a decoração mutável de telefones também já chegou ao mercado. Mas esta é apenas a fase de aquecimento. a tecnologia-chave que permite isso tudo é a eletrônica impressa, que reduzirá os custos em até 99%. Por conta disso, diversas marcas líderes de mercado montaram equipes multidisciplinares para trabalhar no desenvolvimento do novo papel eletrônico ultrafino, a ser adotado na sua produção em grande escala de embalagens. isso proporcionará inúmeros benefícios aos consumidores e fará com que a concorrência pareça meio desgastada. trata-se de merchandising moderno – progredindo

DEMANDA GLOBAL PARA DISPOSITIVOS DE EMBALAGEM ELETRÔNICA INTELIGENTE

muito além da impressão estática – e de ofertas muito melhores aos consumidores. o idtech estima que a demanda global para os dispositivos de embalagem eletrônica inteligente está no auge e crescerá com rapidez até alcançar US$ 1,45 bilhão em 2023. o mercado de embalagens eletrônicas (ou e-packaging, em inglês) continuará focado principalmente nos bens de consumo embalados, atingindo a marca de 14,5 bilhões de unidades com funcionalidade eletrônica em 2023. o estudo observa que o e-packaging vai ao encontro da necessidade de as marcas se reconectarem com o consumidor, ou enfrentarem a extinção. isto se aplica, até mesmo, a pequenas marcas varejistas. Como a população mundial está envelhecendo, a tecnologia pode ajudar a atender a demanda por instrumentos descartáveis de testes médicos e por dispositivos de entrega de medicamentos. além disso, a embalagem eletrônica é também uma resposta ao fato de um terço dos consumidores terem dificuldade de ler instruções impressas com letras cada vez menores.

PrinciPais PrOPUlsOres dO crescimenTO rÁPidO de acordo com o estudo, o rápido crescimento do e-packaging será impulsionado por testes que, neste momento, vêm sendo

12%

6%

37%

12% 28%

1% BRILHO E DECALQUE ROLAGEM E VIRADA DE PÁGINA ÁUDIO E TEMPORIZAÇÃO STATUS OUTROS CPG SAÚDE OUTRO* Fonte: IDTech

realizados por empresas de CGP e por rápidos desenvolvimentos técnicos realizados por inúmeras organizações, muitas delas acadêmicas, que trabalham com eletrônica impressa. os seis principais fatores que impulsionam o rápido crescimento das embalagens eletrônicas inteligentes são: • O envelhecimento da população; • Os consumidores estão mais exigentes; • Os consumidores estão mais saudáveis; • Os estilos de vida estão mudando; • A legislação está mais rígida; • Preocupação com o crime e o novo terrorismo. Texto extraído da revista Packaging World

Editora B2B

187_Atualidades.indd 19

19

13/3/2013 16:08:38


Foto: Optima

notícias

Crescimento contínuo para fabricante de máquinas de embalagem O faturamento da empresa saltou de 220 para 240 milhões de euros

A

fabricante de máquinas de embalagem Optima (Schwäbisch Hall, Alemanha), com o balanço de 2012, comprova novamente um crescimento positivo. O faturamento consolidado da empresa saltou de 220 para 240 milhões de euros, um crescimento de cerca de 9%. Como também aumentou o quadro de funcionários que passou de 1.500 para 1.700 profissionais e em 80% a cota de exportação. O atual CEO da empresa, Hans Bühler afirmou que “de acordo com todas as previsões, o crescimento continuará durante 2013.” Um argumento a favor desta premissa é a utilização da capacidade acima da média em todas as quatro divisões: Pharma, Nonwovens, Consumer e Life Science. As quatro divisões da empresa: Pharma, Nonwovens, Consumer e Life Science estão com utilização da

20

capacidade acima da média. “Os pedidos que estamos recebendo para novos projetos também é uma razão para a perspectiva otimista”, acrescenta Bühler. Em 2012, a Optima estabeleceu duas subsidiárias internacionais na Índia e Malásia. Com outras filiais no Japão, Coreia do Sul e China, atualmente o grupo possui presença de mercado na região asiática. A Optima está presente em todo o mundo, com suas subsidiárias próprias em 11 países.

Tecnologia garantia de crescimento A parte das oportunidades no mercado global, a experiência no desenvolvimento tecnológico em diversos campos de nossos negócios são o principal fator do crescimento. Um desenvolvimento de destaque é o controle robotizado para a manipulação de produtos

líquidos farmacêuticos. Em outros segmentos, configurações personalizadas, como as convertedoras modularizadas que proporcionam liberdade na troca de produtos e processos de embalagem. No ano passado, foram realizados investimentos na construção do novo e equipado centro de treinamento para os 125 aprendizes e estudantes da Dual Academy (DH), na Optima em Schwäbisch Hall. 2012 também marcou a celebração dos 90 anos da Optima, incluindo a publicação do livro de 150 páginas que conta a história da empresa.

INFORMAÇÕES Optima tel.: +55 (19) 3886-9807

Editora B2B

187_Atualidades.indd 20

13/3/2013 16:08:41


notícias

Instituto de Embalagens realiza workshop sobre inovação

S

abendo da importância da inovação para a competitividade e sobrevivência das marcas e dos produtos e entendendo a presença da embalagem neste universo, o Instituto de Embalagens apresenta as técnicas e metodologias necessárias para aplicar inovação nas embalagens e garantir a consolidação da marca e do produto no ponto de venda. O workshop sobre Inovação acontece nos dias 20 e 21 de março de 2013 no GS1 em São Paulo, e conta com a participação de executivos para ministrar palestras com os assuntos que fazem parte do cenário a fim de promover as inovações que garantem a boa atuação dos produtos nas gôndolas. Os assuntos em destaque no workshop são sobre metodologia e técnicas de inovação, oportunidades e competitividade da indústria, possibilidades de mudança e adaptações em processos ou na própria embalagem. Para melhor compreensão dos temas abordados estão programadas análises de cases e dinâmicas em grupo que convida os participantes a aplicar a metodologia nos projetos propostos em sala. Além das análises e dinâmicas, o workshop também terá palestras

187_Atualidades.indd 21

com temas sobre o mercado, informações sobre as cinco principais tendências de consumo e do varejo, a importância da inovação na competitividade da indústria brasileira e algumas iniciativas que estão dando certo. Assunta Camilo, Celso Negrão, Eduardo Eisler da Tetra Pak e José Ricardo Roriz da FIESP vão comandar o time de palestrantes. Os patrocinadores do workshop sobre Inovação são a FuturePack, Novelis, Tetra Pak, Clariant, Henkel e o apoio do Sindiplast e Abiplast.

Sobre o Instituto de Embalagens

O Instituto de Embalagens – Ensino & Pesquisa tem o objetivo de levar conhecimento para o setor, visando o seu avanço e crescimento. Seu trabalho consiste na coordenação e realização de cursos, encontros, treinamentos, publicações técnicas e, sobretudo, no desenvolvimento de todas as categorias de materiais, valorizando cada um individualmente e destacando os seus pontos positivos de aplicação na concepção de embalagens tecnicamente mais adequadas. Em sua história já realizou 44 cursos de embalagens, 57 eventos, atingindo mais de 4550 profissionais, promovendo sua crença: Embalagem melhor. Mundo melhor!

13/3/2013 16:08:43


Foto: Divulgação

vanguarda

A criatividade das embalagens de Pets (Animais domésticos) Cada vez mais o mercado de Pets usa da criatividade nas embalagens para conquistar os bichinhos e encantar os donos de animais de estimação. Marcas importantes da área de cosmético estão expandindo seus negócios e conquistando novos mercados

22

Assunta Napolitano Camilo*

A

companhando a edição da capa que destaca o crescimento consolidado do mercado de Pet, trouxemos para a coluna Vanguarda alguns exemplos interessantes que comprovam essa tendência. Trata-se de um mercado promissor que também entende a necessidade da criatividade e está desenvolvendo embalagens para o mundo animal. Algumas empresas de cosméticos estão dedicando pesquisa e tecnologia para produzir produtos de Pets e oferecem isso em embalagens encantadoras para o mundo animal. As novidades são diversas bem similares às fortes campanhas para atrair um público humano com produtos de cosméticos. Nos destaques encontramos linhas completas de produtos para cachorro e gatos, todos em embalagens coloridas, ricas em detalhes que se familiarizam com acessórios do mundo dos bichos. São tampas em formato de osso, cores vibrantes e rótulos impressos com a imagem dos animais que caracterizam os produtos. Nas linhas é possível comprar xampus, condicionadores, produtos especiais para cães e gatos respeitando o tipo de pele e “pelo” de cada animal, e produtos que trazem em suas composições ingredientes especiais.

Editora B2B

187_vanguarda.indd 22

13/3/2013 16:01:34


Segundo o site Canil Van Dog’s, por exemplo, marcas reconhecidas mundialmente já estão comercializando seus produtos e ampliando sua área de atuação para oferecer produtos de beleza especificamente para animais. É um verdadeiro tratamento de luxo que os donos pagam para seus animais de estim a ç ã o. O s c u t o s s ã o b e m parecidos com os tratamentos estéticos tradicionais. Os produtos da “Pet Head”, comercializados no exterior, são coloridos e parecidos com os tubos de produtos “Bed Head” A marca top Paul Mitchell conta com a linha “John Paul Pet” que inclui xampu e condicionador com PH neutro para cães e gatos, além de lenços umedecidos para higiene de olhos, patas e focinho com fórmulas para peles sensíveis, hidratantes e especiais de filhotes. É comum encontrar ingredientes como aveia e óleos essenciais.

187_vanguarda.indd 23

Para quem gosta da ideia de usar o mesmo rótulo dos cabelos e nos pelos dos animais, a marca Bed Head também desenvolveu produtos para o segmento. Com a mesma linguagem visual irreverente usada nas embalagens, a linha “Pet Head” conta com xampus, condicionadores e sprays para o melhor amigo. Roupas e perfumes também estão sendo desenvolvidos. No Brasil, a marca Granado tem opções de produtos para animais. Além de uma versão pet do tradicional sabonete de glicerina, são comercializados xampus, condicionador com silicone e colônia. Além de produtos cosméticos para o reino animal, alguns serviços já são destaque nesse segmento. Em São Paulo já é possível encontrar empresas que oferecem manicure, hidratação, tratamentos para pelos que lembram os de cabelos com tonalização dos fios e chapinha para garantir um visual liso.

Apesar da novidade e da diversidade de produtos e serviços, os especialistas recomendam sobre a importância de se buscar informações sobre a procedência dos produtos e não exagerar na dose. Afinal, bicho gosta também depende do seu estilo próprio de vida.

Fonte: Site Canil Van Dog’s Edição / Redação: Instituto de Embalagens

*Assunta Napolitano Camilo: Diretora da FuturePack - Consultoria de Embalagens e do Instituto de Embalagens - Ensino & Pesquisa. Profissional de embalagens há 30 anos. Pesquisa feiras e PDVs do mundo desde 1986. Articulista, professora e palestrante internacional de embalagens. Coordenadora dos livros: Embalagens Flexíveis; Embalagens de Papelcartão; Guia de embalagens para produtos orgânicos; Embalagens: Design, Materiais, Processos, Máquinas & Sustentabilidade. Coordenadora do kit de referências de embalagens. Membro do Conselho Científico-Tecnológico do ITEHPEC.

13/3/2013 16:01:40


lançamentos internacionais

Foto: Divulgação

Simplicidade e A embalagem da bebida nutricional Rumble foi criada pela empresa de design Coletivo para reverter a tendência de poluição visual, com escolha por uma aparência clean, obtida através de gráficos minimalistas, inspiradoras e um formato de garrafa única de alumínio. A embalagem trouxe uma aparência natural, confiável e acessível. A linha Rumble de dois sabores com embalagem em AlumiTek® garrafa reciclável, com estampas nas cores preto e branco de um personagem desenhado a mão, com os braços levantados para o céu segurando a lata de bebida com aparência feliz e energizada.

Foto: Flickr McDonald’s

www.mondaycollective.com

Foto: Divulgação

funcionalidade

Pacote flexível Kraft Foods lançou um pacote mais conveni-ente e sustentável para suas oito variedades de salada para o ambiente foodservice. O pacote de SIM é uma bolsa stand-up com alças duplas na parte superior e inferior e um fecho com tampa de rosca rígida que substitui o tradicional recipiente rígido de plástico. Por conveniência e facilidade de manuseio, a nova embalagem oferece alças duplas na parte superior. O pacote reduz gotejamento e menos espaço de armazenamento é necessário para o produto. Kraft Foods Group, tel.: 1-877-535-5666

Redesign da embalagem Uma nova geração de embalagens do McDonald’s chega às lojas em todo o mundo. Pioneira em incluir informações nutricionais em suas embalagens, o McDonald’s teve uma nova ideia para trabalhar o redesign completo de suas sacolas e copos: a inclusão de QR Codes com ainda mais informações sobre seus produtos. Para trabalhar nas mudanças do design de suas embalagens a marca foi atrás da Global Advisory Council, grupo de consultores e profissionais de nutrição e saúde infantil. Os textos serão traduzidos para 18 idiomas. As novas embalagens estarão presentes nos mais de 34 mil pontos de venda que a rede mantém em 119 países. Mc Donald’s, tel.: 4196-9800

24

Editora B2B

187_Lançamentos Internacionais.indd 24

13/3/2013 15:05:57


Fechamento inovador Velcro Industries faz parceria com Produtos Pet Paragon, uma empresa com sede na Holanda, para incorporar tecnologia de fechamento de velcro Press-Lok em produtos para cães, sem glúten à base de plantas, 100% natural, Whimzees®. ajuda a remover o tártaro e a placa bacteriana, é de fácil digestão e rico em fibras. Devido à sua superfície plana, Whimzees® embalagem pode ser armazenada ou pressionada em prateleiras, ou ser suspensa pelo seu orifício triangular em pontos de venda. Velcro, tel.: (800) 225-0180

Embalagens para nova Honest Fizz, uma linha de refrigerantes adoçados naturalmente da Honest Tea, usam fotos de produtos que transmitem diversão e efervescência. Os refrigerantes são frutados, divertidos e efervescentes. Lançados em lojas de alimentos naturais, HONEST Fizz pode ser encontrado em quatro sabores: orgânico Root Beer, limão Limey, Orange Pop, Professor Fizz. As novas opções são apresentadas em latas de alumínio de 335 ml. Honest Tea, tel.: (800) 865-4736

187_Lançamentos Internacionais.indd 25

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Estampas divertidas

13/3/2013 15:05:59


matĂŠria de capa

Bom pra cachorro No Brasil o mercado de Pet faturou R$ 12,2 bilhĂľes, sendo que desse total o segmento de Pet Food representou 69%

26

Editora B2B

187_Materia de Capa.indd 26

14/03/2013 00:04:28


Foto: iStockphoto

o

ZULMIRA FELÍCIO

cachorro é o melhor amigo do homem. Há gerações essa frase popular se confirma com exemplos reais desde o cão-guia (os olhos do dono), aos bichinhos de companhia e até mesmo os vira-latas, ou rafeiros (cães e gatos sem raça definida), companheiros fiéis aos seus donos mesmo que sejam moradores de rua. tal afinidade faz com que o Brasil seja o segundo maior mercado mundial de Pet em faturamento (movimentando r$ 12,2 bilhões, em 2011, e previsão de fechar o ano passado com r$ 13,6 bilhões) e o quarto maior do mundo em população total de animais de estimação, sendo que, em número de cães e gatos, ocupa o segundo lugar no ranking. Pode-se afirmar sem sombra de erro, que os seres humanos e os animais têm uma relação forte. Hoje a convivência está fortalecida por conta do fenômeno chamado de humanização. “Essa proximidade faz

Editora B2B

187_Materia de Capa.indd 27

27

14/03/2013 00:04:31


Thomaz Caspary, consultor de empresas e diretor da Printconsult

com que o dono do bichinho se preocupe, cada vez mais, com sua saúde e longevidade. Esse comportamento tem provocado grande dinamismo no setor em geral, com atenção especial aos cuidados veterinários e a aquisição de alimentos de comprovada qualidade”, acrescenta Thomaz Caspary, consultor de empresas e diretor da Printconsult. O mercado brasileiro de Pet representa atualmente quase 1% do Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todas as riquezas produzidas no País. De acordo com José Edson Galvão de França, presidente executivo da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), antiga Anfalpet,  do total faturado somente o segmento de Pet Food representou 69% e a representa-

28

tividade do segmento deve continuar mantendo-se em destaque. O segmento de Pet Care ficou em 7%. Realmente, nos últimos anos, o segmento de alimentos para animais de estimação no País vem apresentando expressivo crescimento em volume de vendas, com ênfase às rações para cães e gatos. Diante dessa constatação é previsível que o mesmo deve acontecer com relação ao mercado de embalagens, em parte devido à crescente conscientização acerca da importância de procedimentos de produção, transporte e estocagem. Esse  processos seguem níveis de exigências parecidos  com  os da indústria de alimentos para utilização  humana. Neste sentido, o consultor e também engenheiro gráfico, Caspary afirma que em  se tratando do segmento de Pet Food  a embalagem passa a ser tão importante quanto o produto em si, pois sua função consiste em garantir  a qualidade organoléptica e microbiológica do produto.

Visual atrativo Aliar tecnologia e praticidade para a manutenção da qualidade do produto, por meio de um visual atrativo e competitivo, figura entre os objetivos dos fabricantes de embalagens para o setor. Primordialmente, há vasta gama de embalagens para alimentos de cães, gatos, aves, roedores e peixes,

Foto: Izilda França

Foto: Divulgação

matéria de capa

José Edson Galvão de França, presidente executivo da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet)

dependendo do conteúdo e das proteções requeridas com relação à umidade, oxidação, durabilidade (shelf-life), odores internos e externos, transporte e armazenamento e, ainda, contra estouro, luz, rasgo etc. “O setor de Pet Food destacase com agressividade, representando 85% das vendas”, salienta Marcella Medeiros, coordenadora de Marketing da Procão, fabricante de ampla linha de produtos Pet, tanto para o segmento Food quanto Care (banho a seco, deo colônia, shampoos, condicionadores, educadores sanitários, desinfetantes etc). Há 7 anos, a Procão vem investindo na marca “acompanhando de perto o fenômeno humanização dos animais domésticos e a busca de alimentos

Editora B2B

187_Materia de Capa.indd 28

14/03/2013 00:04:36


As embalagens para alimentos de animais vêm ganhando cada vez mais espaço no Brasil e respondem por 90% do que é fabricado. Essas embalagens podem ser em forma de bolsas de papel, flexíveis, a vácuo e stand-up. Há, ainda, os sacos

Foto: Divulgação

funcionais. Assim sendo, a empresa visa à inovação de produtos e o trade dress (embalagem) dos snacks, a partir do feedback da pesquisa que realizamos junto ao shopper da categoria. Para o desenvolvimento das embalagens e dos rótulos da Procão, temos uma equipe interna e o apoio externo de fornecedores, seguindo as tendências de mercado, ou seja, produzimos embalagens pouch, ziplock (que confere praticidade e mantém os os snacks de bacon e biscoitos sortidos bem fresquinhos), recicláveis, com estampas de animais e leitura dinâmica de informações,” exemplifica a coordenadora.

Marcella Medeiros, coordenadora de Marketing da Procão

herméticos e a vácuo; potes plásticos e metálicos e frascos plásticos. Importante destacar que “apesar de não ser exclusiva para Pet Food, a indústria gráfica também vem colhendo os bons frutos da expansão do setor” aponta o engenheiro gráfico Cáspary.

Praticidade nas embalagens pouch e ziplock

187_Materia de Capa.indd 29

14/03/2013 00:04:40


matéria de capa Os especialistas em embalagens preocupam-se em oferecer soluções, de modo que os fabricantes possam entregar seus produtos nas condições adequadas, retendo o frescor da ração por um período maior de tempo. Dessa forma, a instalação de zíperes em alguns casos age como uma barreira à umidade e à gordura, protegendo o produto de fatores e contaminantes externos.

persiste a competitividade de produtos estrangeiros que já chegam embalados no mercado interno.

Impostos e matériasprimas Para a Abinpet, os impostos incidentes sobre o setor limitam o desenvolvimento das empresas e o adequado acesso da população brasileira aos produtos industrializados. Sendo esta, portanto, uma das batalhas lideradas pela associação junto do governo federal, em prol de uma diminuição dos tributos.

Foto: Divulgação

Apesar de o Pet Food abocanhar uma vasta fatia de mercado, as embalagens para Pet Care (produtos de beleza, medicamentos, pesticidas e similares) exigem igual atenção dos fabricantes. “Já a linha dos lúdicos, na sua maioria, é importada de países orientais em função do custo”, destaca Caspary. Nesse ponto

Alex Schilickmann, gerente Comercial de Vendas da Incoplast

30

Além disso, outras dificuldades enfrentadas pelos segmentos de Pet Food e Pet Care incidem sobre a compra de matéria-prima e os frequentes aumentos de preço, principalmente verificados no ano passado. “Neste sentido, temos muita dificuldade em repassá-los aos clientes”, questiona Alex Schilickmann, gerente Comercial de Vendas da Incoplast, empresa do Grupo Copobras no mercado de embalagens há mais de 40 anos. Para o setor de Pet, a Incoplast produz diversos tipos e tamanhos, como stand-up pouchs para snacks e biscoitos, embalagens laminadas, metalizadas, sacos e bobinas para até 40kg, com aplicação de válvulas, zíper, fundo colado e alças, além da Incobox, uma embalagem exclusiva e moderna, pouco encontrada no mercado mundial, que é um diferencial de apresentação no ponto de venda (PDV).

Para o gerente Comercial de Vendas da Incoplast, outro aspecto técnico que difere a empresa em sua área de atuação refere-se aos avanços na área de impressão, com bom nível de qualidade de rotogravura imprimindo em flexografia, graças à preparação dos arquivos na pré-impressão, impressoras modernas e processos bem controlados. O resultado é um produto final que aumenta a atratividade no PDV. Para atingir tal meta, a empresa investiu na área de impressão, modernizando o parque fabril. Schilickmann acredita que mercado Pet está passando por muitas mudanças,  sendo que o consumidor final começa a entender que o alimento balanceado representa o que há de melhor para seu animal de estimação. Por isso, os fabricantes de alimentos estão se especializando e desenvolvendo novos produtos, “como o Premium e super Premium que proporcionam benefícios aos animais, como brilho nos pelos e diminuição dos odores. Temos conhecimento, ainda, de que há grande número de animais domésticos alimentados com restos de comida, justamente por isso, acreditamos que o mercado de alimento balanceado tem muito a crescer”, pondera. Multipackaging da América Latina, com sete mil funcionários e plantas no Brasil, na Argentina, no Chile, Uruguai e México, a Dixie Toga atua nos segmentos de embalagens rígidas, flexíveis, laminadas

Editora B2B

187_Materia de Capa.indd 30

14/03/2013 00:04:45


Foto: Renato Marques

Utilizamos a nossa tecnologia de estruturas flexíveis para produzir pouche e sacos para todos os volumes Muito mais do que um convertedor de embalagens, a dixie toga orgulha-se de sua dedicação no desenvolvimento estratégico de materiais. assim sendo, as embalagens possuem propriedades diversas para atender diferentes necessidades dos produtos, tais como: umidade (evita proliferação de ácaros e mantém maciez e crocância), odor

(evita atração de insetos e roedores), luz (evita degradação dos nutrientes), oxigênio (evita oxidação das gorduras e aumenta shelf life) e gordura (evita perda de palatabilidade do alimento). “além do mais, a empresa está sempre atenta aos lançamentos mundiais, trazendo este conhecimento e as novidades na área para o Brasil”, finaliza Luisa duque.

Luisa Duque, especialista de Mercado da Dixie Toga

e rótulos. a empresa mantém forte política em investimentos de equipamentos como novas extrusoras que possibilitam melhoria nos filmes barreira, e máquina formadora de pouches em formatos especiais, como o flat bottom e pouches com zíper. “Utilizamos a nossa tecnologia de estruturas flexíveis para produzir pouches e sacos para todos os volumes, desde 1 kg até acima de 5 kg, tecnologias retortable de pouches e embalagens rígidas para as rações úmidas. Podemos aplicar alguns features para atender as necessidades dos consumidores, como aplicação de zíper, stand-up pouches, flat botton (bag com fundo chato), sacarias industriais com ou sem sanfona, e o empacotamento automático ou manual”, enumera Luisa duque, especialista de Mercado da dixie toga, empresa que possui uma equipe de marketing e inteligência de mercado.

187_Materia de Capa.indd 31

14/03/2013 00:04:55


Foto: Divulgação

especial evertis

Soluções sustentáveis de filmes PET para indústria alimentícia e de bens de consumo Empresa que ultrapassou fronteiras continentais e escolheu há 14 anos o país para expansão de mercado

O

universo corporativo cada vez mais evidencia ações sustentáveis. Um exemplo disso é a Evertis que de forma visionária, há 50 anos, fabrica soluções a partir de produtos recicláveis e reprocessáveis. São filmes PET com tecnologia europeia para embalar produtos da indústria alimentícia e bens de consumo em geral, da indústria cosmética até produtos médicos e farmacêuticos. Pertencente ao grupo IMG, a empresa, originalmente portuguesa, demonstra com o seu nome derivativo do latim vertis, os cuidados que tem com a questão ambiental. Este compromisso exige uma política ambiental, tanto nos processos produtivos quanto na gestão operacional e na cultura organizacional. A empresa chegou ao país há 14 anos em um momento em que assuntos como preservação ambiental ainda não eram maduros no meio empresarial. “O DNA da Evertis é a sustentabilidade. A empresa nasceu para trazer opções sustentáveis de embalagem ao mercado europeu e norte-americano e trouxe ao Brasil este mesmo conceito. A empresa acredita que este é o único caminho possível”, afirma Rafael de Freitas Castilho, CEO da empresa.

32

EDITORA B2B

187_Evertis.indd 32

11/03/2013 13:44:00


PRODUTOS E APLICAÇÕES No portfolio de produtos da Evertis estão filmes rígidos e semirrígidos, mono e multicamadas para embalagens. Sua linha com estruturas moldadas de acordo com a necessidade de cada cliente é feita sem aditivos e com estruturas em PET e PETG rígidos, com e sem barreira para termoformagem de embalagens plásticas, blisters ou chapas. O grupo investe nas suas unidades do Brasil, México e Portugal para a criação de novas resinas à base de PET com o objetivo de oferecer soluções customizadas aos seus clientes. Para o ano de 2013 a empresa lança o UltraFLEX, voltado para soluções de embalagens flexíveis para atender novos mercados da industria alimentícia.

Foto: Divulgação

Rafael de Freitas Castilho, CEO da empresa

A Evertis prevê um crescimento de pelo menos 30% na demanda por embalagens sustentáveis de PET em 2013 “Há uma demanda crescente, do cliente e da cadeia varejista, de embalagens para que, além de proporcionarem uma validade estendida e uma ótima aparência ao produto, sejam recicláveis e cujo “footprint” da cadeia produtiva seja o menor possível. Já percebemos empresas preocupadas com a imagem de seus produtos nos eventos internacionais que o Brasil sediará em 2013/2014 e 2016. Na esteira de mudanças que as empresas farão em seus produtos visando atender a demanda destes eventos, a Evertis prevê um crescimento de pelo menos 30% na demanda por embalagens sustentáveis de PET em 2013 e ainda mais em 2014”, finaliza o diretor. O equilíbrio entre meio ambiente e tecnologia confirma-se pela localização da unidade industrial brasileira em Quatro Barras, instalada dentro da Reserva Ambiental do Rio Irai, responsável pelo abastecimento de água da maior parte da população da região metropolitana de Curitiba.

Fotos: Divulgação

A Evertis ultrapassou fronteiras continentais e escolheu o país para instalar sua primeira filial. Atualmente a multinacional já conta com sedes no México, Argentina, Chile, Uruguai e Estados Unidos. “O grupo vê no Brasil um grande potencial de conversão das embalagens atuais, feitas de plásticos não recicláveis para o PET, material 100% reciclável e que possui transparência, resistência mecânica e estabilidade química. Este movimento de conversão já ocorreu na Europa, EUA e Japão. É a solução que as sociedades, preocupadas com o meio ambiente, acharam para atender a demanda de embalagens pelo mercado”, afirma Castilho. “O consumidor brasileiro adquiriu maior renda e consciência nos últimos anos e está mais exigente no seu consumo. Ele busca produtos melhores na gôndola do supermercado, e as embalagens de PET da empresa são a solução para o crescimento sustentável do consumo”, ele complementa.

INFORMAÇÕES EVERTIS Tel.: (41) 3671-8943 | www.evertis.com.br

EDITORA B2B

187_Evertis.indd 33

33

11/03/2013 13:44:16


entrevista especial | prêmio du pont de inovação

BRASILEIRO CONVIDADO PARA INTEGRAR JÚRI DO 25º PRÊMIO DUPONT PARA INOVAÇÃO EM EMBALAGEM Professor acadêmico e especialista na área compõe o grupo formado por renomados profissionais do setor

A

divisão de embalagens da DuPont lança o Jubileu de Prata do Prêmio DuPont de Inovação em Embalagens, uma das mais tradicionais premiações do setor com júri independente. Inscreveram-se proprietários de marcas, varejistas, designers de embalagem, fabricantes e conversores de várias partes do mundo.

O reconhecimento do mercado brasileiro no universo da embalagem mundial vem novamente através do convite feito pela líder mundial DuPont a um brasileiro. Desta vez a um especialista acadêmico, o profissional Antonio Carlos Dantas Cabral, Coordenador do curso de especialização em Engenharia de Embalagem do Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia. O júri, ao avaliar os inscritos, considerará a excelência em uma ou mais das seguintes categorias: inovação, sustentabilidade e redução de custos e de desperdício. A equipe de avaliadores será presidida por Brian Wagner, do Packaging Hall of Fame e vice-presidente da PTIS (empresa de soluções globais HAVI). Os vencedores do 25º prêmio DuPont para Inovação em Embalagem serão homenageados dia 16 de maio 2013 em evento que será realizado em Wilmington, Delaware (EUA). Além disso, os autores dos projetos vencedores terão a oportunidade de participar de um programa educacional com o júri da premiação, oportunidade para trocar experiências.

PACK: O poder da embalagem se modificou ao longo dos anos. De que forma?

PACK: Como se encontra a embalagem nacional comparativamente à do mundo? O senhor como júri brasileiro convidado para 25º edição do Prêmio DuPont de Inovação em Embalagens percebe um reconhecimento para o país?

ANTONIO CARLOS DANTAS CABRAL: A expressão “poder da embalagem” usada na pergunta é muito forte e traduz o meu ponto de vista sobre ela. A embalagem tem o poder de proteger o seu conteúdo e de se comunicar

ANTONIO CARLOS DANTAS CABRAL: O Brasil, pelo seu tamanho e diversidade cultural, exige competência

A REVISTA PACK, há 16 anos em circulação para toda a cadeia produtiva do setor de embalagens, traz para o leitor uma entrevista com o professor Cabral que, além de especialista, é um apaixonado pela área.

34

com os consumidores, instruindo-os sobre o uso do produto e sobre o descarte responsável. Esse poder deve ser compreendido pelos atores das cadeias produtivas e transformado em valor para todos eles. Muito embora a importância da embalagem tenha crescido aos olhos de muitos desses atores, ela ainda é vista como um coadjuvante sem importância para o resultado final do produto ou mesmo como um item a mais no rol dos custos a cortar. Isso é um erro imperdoável. A embalagem e o produto devem formar um dueto harmonioso, afinado, com personalidade própria que salte aos olhos dos consumidores cada vez mais exigentes. Para atender a essa crescente exigência é preciso oferecer uma vantagem competitiva, alicerçada no “poder da embalagem”, que, em resumo, cresceu e crescerá nos próximos anos.

EDITORA B2B

187_DuPont Entrevista.indd 34

13/3/2013 15:08:08


Foto: Divulgação

EDITORA B2B

187_DuPont Entrevista.indd 35

35

13/3/2013 15:08:11


Logo: Dupont Packaging Awards

entrevista especial | prêmio du pont de inovação

A embalagem brasileira pode ser colocada no mesmo níveldaquelas originárias dos países mais desenvolvidos

técnica e de design dos fabricantes e usuários de embalagem. Por esse motivo, a embalagem brasileira pode ser colocada no mesmo nível daquelas originárias dos países mais desenvolvidos. O nosso custo, por questões estruturais sobejamente conhecidas, não é tão competitivo como deveria ser. Ter um brasileiro participando da 25º edição do Prêmio DuPont de Inovação em Embalagens é uma reconhecimento do trabalho executado pela nossa indústria. Ser eu o convidado é motivo de muita alegria e, por que não dizer, de muito orgulho. PACK: As embalagens mudam a maneira como vivemos ou o poder coletivo conduz às mudanças da embalagem? ANTONIO CARLOS DANTAS CABRAL: Acredito que as duas alternativas são verdadeiras e simultâneas. Sempre digo que a primeira 36

questão a ser respondida no desenvolvimento de uma embalagem (ou de um Sistema Embalagem) é: o que os consumidores desejam? Nesse sentido, posso afirmar que o poder coletivo conduz às mudanças. No entanto, existem vontades não expressadas por eles, seja por falta de palavras, seja porque eles “ainda não as conhecem”. Nesse sentido, se formos capazes de desenvolver um modelo que “desperte” essa vontade, estaremos, de certa forma, mudando a nossa maneira de viver. Esse aparente antagonismo é o alicerce da paixão que move todos aqueles profissionais que trabalham com embalagem a quem chamo de “packaholics”. PACK: Há possibilidade de itens como confiança, encantamento e conscientização se aliarem no momento em que o consumidor escolhe seu produto?

ANTONIO CARLOS DANTAS CABRAL: A confiança se origina nas boas experiências vividas pelos consumidores com uma determinada marca. O encantamento salta aos seus olhos pela embalagem. A conscientização é fruto da educação por eles recebida e pode ser despertada ou aprimorada pela embalagem desde que esta os convide a um diálogo inteligente que se inicie na leitura das chamadas impressas no seu rótulo e os conduza, por exemplo, a consultas específicas nos endereços das empresas na internet e nos serviços telefônicos de atendimento (SAC). Esses três itens citados na pergunta formam, em igual proporção, um amálgama que orienta os processos maduros de compra. PACK: Há características peculiares às embalagens nacionais? ANTONIO CARLOS DANTAS CABRAL: O tamanho e a diversidade do Brasil fazem com que exista uma infinidade de tipos de embalagem no País o que é uma prova insofismável da criatividade brasileira. Essa é a palavra que descreve a principal característica das embalagens nacionais: criatividade.

EDITORA B2B

187_DuPont Entrevista.indd 36

13/3/2013 15:08:14


37 Clarion Expo Embala.indd 37

10/03/2013 14:24:17


Foto: Divulgação

especial expoembala

38

Editora B2B

187_ExpoEmbala.indd 38

13/3/2013 15:10:09


Logo: Expo Embala

EXPO EMBALA REÚNE PROFISSIONAIS DO SETOR DE EMBALAGEM

E

m São Paulo mais um ano acontece o grande encontro dos executivos da área de embalagem. É a Feira de Embalagem do Brasil, ExpoEmbala, um evento totalmente focado no setor para compradores e fornecedores de embalagens. além de produtos e inovações, o programa traz convidados especiais, especialistas, compradores e executivos do Brasil e da américa Latina.

São aproximadamente 8.000 visitantes e 170 expositores que comercializam embalagens, máquinas para embalar, equipamentos para processos, rotulagem e etiquetagem para diversos setores econômicos, como agronegócios, alimentos e bebidas, automotivo, cosméticos, higiene e limpeza, linha branca e marrom, químico, varejo, entre outros. a ExpoEmbala é o resultado da joint venture entre a Clarion Events, multinacional inglesa organizadora de grandes conferências e feiras, e a Greenfield Business Promotion. a REVISTA PACK oferece aos participantes da feira uma entrevista feita com Luiz Fernando Pereira, sócio da Greenfield e um dos idealizadores do evento. PACK: Qual objetivo principal da Expo Embala 2013?

A Feira de Embalagem do Brasil ocorre entre os dias 2 e 5 de abril de 2013, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo

LUIZ FERNANDO PEREIRA: o objetivo principal está no tema: a mesma embalagem, inúmeras possibilidades. atualmente, os principais segmentos de embalagem são alimentos & bebidas e cosméticos. Nosso foco é reunir este público com seus fornecedores, e, principalmente, trazer também outros ramos de atividade que têm grande demanda por embalagem, como: agronegócios, construção civil, linha branca (eletrodomésticos), linha marrom (eletroeletrônicos), brinquedos, artigos de luxo, varejo, farmacêutico, dentre outros. E como uma de feira negócios, a reunião entre compradores e fornecedores é muito importante para a Expo Embala. a satisfação dos expositores após encontrarem seus atuais clientes, e, sobretudo, novos clientes é o mais importante para a organização da feira, Clarion Greenfield.

Editora B2B

187_ExpoEmbala.indd 39

39

13/3/2013 15:10:14


especial expoembala

PACK: Os resultados positivos, trazidos da primeira edição da Expo Embala, garantiram a continuidade do evento. Em confirmação a isso, faça-nos uma comparação entre 2012 e 2013. LUIZ FERNANDO PEREIRA: A Expo Embala surgiu do resultado de uma pesquisa elaborada pela Gfk que mostrou a carência de uma feira totalmente focada em embalagem. Na primeira edição, os expositores que estiveram presentes puderam encontrar um público ávido por novas soluções e novos fornecedores de embalagem.O resultado deste encontro foi que empresas expositoras dos setores de rótulos e etiquetas, cartuchos, máquinas de rotulagem, túnel de encolhimento, seladoras e embalagens rígidas retomaram sua participação também para 2013. PACK: Explique-nos o diferencial do antes e depois de existir uma feira como a Expo Embala. E a lacuna que havia no mercado de um evento para a área. LUIZ FERNANDO PEREIRA: A Expo Embala nasceu da identificação de uma carência muito grande de uma feira 100% focada em embalagem. Hoje, pode-se realmente dizer que o Brasil tem uma feira para o setor de embalagem, seguindo países como França, Estados Unidos, México, Argentina e Colômbia. Este espaço é muito importante, pois oferece aos fornecedores uma nova opção na promoção de negócios especialmente quando o assunto é embalagens ou máquinas para embalar e ao comprador de embalagem, a Expo Embala oferece novidades, lançamentos e novas opções de fornecedores, reunidos em um só local. PACK: De que forma a Expo Embala escolheu seus ‘convidados especiais’? 40

LUIZ FERNANDO PEREIRA: O Programa de Convidados Especiais é o coração da Expo Embala e a grande razão de seu sucesso. A qualificação da visitação da primeira edição foi responsável pela aprovação da mesma pelos expositores. Após uma profunda análise de mercado, verificou-se quem seriam os grandes compradores de embalagem e convidou-se individualmente estes profissionais, que receberam um tratamento personalizado em sua visita à feira. PACK: A Expo Embala traz de sua primeira edição conclusões/aprendizados trazidos para este ano? LUIZ FERNANDO PEREIRA: Claro, sempre. O principal aprendizado é o da perseverança. É um grande desafio fazer uma feira desta proporção em um segmento que conta com empresas que tiveram experiências negativas em outros eventos ou que não têm muito hábito de promoção de negócios, sendo uma grande porcentagem de empresas familiares. A certeza única é que estamos no caminho certo! Com a aprovação de expositores e visitantes, trabalhamos para uma edição maior e mais consolidada para trazer o melhor aos nossos clientes. PACK: As informações, atualizações e participações vivenciadas e adquiridas em feiras como a Expo Embala, pelo profissional – expositor e visitante- da cadeia de embalagem, podem mudar o perfil e a condução de uma empresa? Como? LUIZ FERNANDO PEREIRA: No caso do expositor, ele tem a oportunidade de fazer negócios com compradores qualificados e de empresas que talvez eles demorassem muito

tempo para atingir, fazer benchmark com seus parceiros e concorrentes, ouvir a opinião pessoalmente de seus clientes, e muito mais. Já o visitante, tem como principal benefício encontrar vários fornecedores reunidos em um só espaço, em um período específico de tempo, facilitando assim o conhecimento de novidades e lançamentos. PACK: Qual a sua visão, como responsável pela ExpoEmbala, quanto à evolução do mercado brasileiro de embalagens? O mercado tem se apercebido e caminhado em direção às últimas tendências? LUIZ FERNANDO PEREIRA: Pelo que pudermos perceber durante todo o planejamento e execução da Expo Embala, o mercado brasileiro está sim antenado às últimas tendências no que se refere a embalagens, tanto em materiais quanto em design. PACK: Como a organizadora líder em feiras vê o mercado do setor de embalagens para os próximos anos? LUIZ FERNANDO PEREIRA: O setor de embalagens tem passado por uma evolução constante, mas ainda há muito por fazer. A Expo Embala fez com que o Brasil se igualasse a grandes países no fato de ter uma feira focada em embalagem, porém a aderência das empresas brasileiras à sua própria feira de embalagem tem muito a melhorar. É preciso perceber que hoje as empresas estão cercadas de concorrentes, brigando muitas vezes pelos mesmos clientes e disputando a mesma fatia do mercado. A Expo Embala traz a possibilidade às empresas de conhecer novos ramos de atividade e encontrar novos clientes, auxiliando assim na expansão dos negócios das empresas que apostam nesta ideia.

Editora B2B

187_ExpoEmbala.indd 40

13/3/2013 15:10:16


pesquisa destaque de preferência >

COLACRIL/RR ETIQUETAS

A Colacril e a RR Etiquetas, que hoje compõem o Grupo CCRR, se relacionam com a Revista Pack há muitos anos e confirma sua excelente qualidade editorial e sua importância para o segmento, já que circula em um ambiente de grande interesse comercial e institucional para nossas empresas. E a Pesquisa Pack Destaque de Preferência, publicada na edição de dezembro passado, apresenta ao mercado um material muito rico e importante para balizar a tomada de decisões estratégicas. A Editora está de parabéns pela publicação. Reinaldo Rodrigues, Diretor Comercial e Marketing do Grupo CCRR

DIXIE TOGA

O Prêmio Pack Destaque de Preferência é uma ótima referência no mercado, contribuindo de forma significativa para medir nosso atendimento e a qualidade dos produtos desenvolvidos pela Dixie Toga. Estar entre os melhores fornecedores de embalagens em diversas categorias da pesquisa é motivo de orgulho pois demonstra a confiança dos nossos clientes e inspira nossa capacidade de oferecer soluções eficientes e inovadoras. Nelson Fazenda, presidente da Dixie Toga

AGUARDE A 8ª EDIÇÃO DA PESQUISA.

Visualize a edição especial da Revista Pack Destaque de Preferência dez/2012, acesse: www.pack.com.br

MAIS INFORMAÇÕES

(11) 3500-1910 | publicidade@editorab2b.com.br anuncio pack destaque.indd 41

13/3/2013 17:39:45


LEITURA ANALICE FONSECA BONATTO

Foto: Divulgação

MERCADO DE LIVROS TÉCNICOS NÃO PARA DE CRESCER

O segmento de livros científicos, técnicos e profissionais (CTP) vem crescendo nos últimos anos. O levantamento de 2012 da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE/USP) mostra que esse segmento foi o que mais cresceu em 2011, com aumento de 38% em quantidade de exemplares e de 23% em faturamento em relação a 2010. A área de marketing recebeu maior destaque nos últimos anos e quem quer se aprofundar no assunto encontra muitos títulos. “Em minhas andanças pelas livrarias tenho visto bons livros como o que estou lendo atualmente ‘Marketing - Em Busca do Óbvio’, de Jack Trout, (Editora MBooks, R$ 65, 216 p.)”, diz Catarina Peres, coordenadora de marketing da Verallia. Luciana Pellegrino, diretora-executiva da Abre, indica o livro ‘Compras por Impulso!: Trade Marketing, merchandising e o poder da comunicação e do design no varejo’, de Gilberto Strunck (2AB Editora, R$ 65, 224 p.). Nele, o autor mostra como trabalhar a comunicação das marcas no varejo. Apesar do aumento desse segmento, alguns profissionais do setor de embalagem ainda reclamam de poucas publicações voltadas à área. “Na maioria das vezes o que se encontra são artigos acadêmicos. O mercado internacional é rico em material deste tipo”, observa Dênis Schoeller, gerente comercial, da Schoeller Plast do Brasil. Para ele, ainda há pouco material, por exemplo, voltado para o tema logística reversa. Muito leitores, como Pedro Mora, diretor-geral da Arconvert, têm o hábito de comprar livros da área no exterior, pois preferem as versões originais. Outros ainda se informam por meio de revistas especializadas. “Tenho lido livros de diversos autores, mas não fazem referência a embalagens, leio só revistas que falam a respeito do assunto. Dicas de livros seriam interessantes”, diz Gian P. Bortone, diretor de mercado da Vidroporto.

DICA DO ESPECIALISTA

DESTAQUE

LIVRO INDICADO POR CATARINA PERES,

GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS, O QUE DIZ A LEI

COORDENADORA DE MARKETING

42

VERALLIA

Academia de Liderança - O que é ser um grande líder? Qual é o caminho para se tornar um líder? Para tratar do assunto, Fernando Jucá foge dos modismos e volta-se para conceitos que resistiram ao tempo, como credibilidade e reciprocidade, que organizados em quatro comportamentos essenciais (engajar pessoas, desenvolver talentos, moldar o futuro e entregar resultados) definem a liderança. Para ele, a liderança tem que acontecer todo dia e ser exercida por todos. O autor, que acredita que todos são capazes de ser líderes, mostra que criar uma cultura centrada no desenvolvimento de lideranças provavelmente é uma das principais tarefas do líder. ACADEMIA DE LIDERANÇA: COMO DESENVOLVER SUA CAPACIDADE DE LIDERAR, de Fernando Jucá, com Edilberto Camalionte, Ricardo Jucá e Ruy Bilton. Editora Papirus 7 Mares; 192 p. R$ 42,00

Recém-lançado, o livro “Gestão de Resíduos Sólidos, O que diz a Lei”, do diretor executivo da ABRELPE, Carlos Silva Filho, e do advogado Fabricio Soler, traz uma interpretação didática da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) para melhor compreensão do tema. Segundo o autor, os pontos que ainda causam mais dúvidas são os relacionados à logística reversa, sistema de retorno e recuperação de resíduos sob a responsabilidade principal do setor produtivo, pelo qual os resíduos decorrentes de uma série de produtos colocados no mercado devem ser recolhidos e direcionados a processos adequados de destinação, com preferência para reuso, reciclagem e recuperação. Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

DA

AUTORES: Carlos Silva Filho e Fabrício Soler EDITORA: Editora Trevisan NÚMERO DE PÁGINAS: 242 PREÇO: R$ 42,90

EDITORA B2B

182_Especial_Jovem_Consumidor_Interatividade.indd 42

13/3/2013 15:11:04


pack leitura

ENTREVISTA |FÁBIO MESTRINER

Fotos: Divulgação

No livro Gestão Estratégica de Embalagem, Fábio Mestriner, professor e coordenador do Núcleo de Estudos e Negócios da Embalagem da ESPM, trata da utilização estratégica do sistema de embalagem

O livro é direcionado a pessoas envolvidas direta ou indiretamente nas decisões relativas à embalagem. Como fazer com que entendam a complexidade e importância do sistema de fabricação da embalagem? O livro traz a síntese do Programa de Inteligência de Embalagem que era uma das disciplinas do curso de PósGraduação em Gestão Estratégica de Embalagem ESPM. Ele é voltado para as pessoas que têm a responsabilidade sobre a utilização das embalagens pela empresa. Podem estar no marketing, comercial, produção e assim por diante. O objetivo do livro é aprimorar e ampliar a visão dessas pessoas sobre a utilização estratégica do sistema de embalagem da empresa e fornecer um método prático que elas podem aplicar em seu dia a dia. Você menciona que cerca de 90% dos produtos vendidos em um supermercado não têm apoio de marketing e comunicação, dependendo, para sua sobrevivência, exclusivamente da embalagem. Quais as consequências disso para as empresas que não investem sistematicamente nas embalagens de seus produtos? Essa situação representa uma grande oportunidade para todas as empresas que não dispõem de verba de marketing, pois elas estão em igualdade de condições com a grande maioria de seus

concorrentes. A empresa que se dedica a oferecer a seus produtos uma boa e, se possível, uma ótima embalagem, está investindo naquilo que vai fazer a diferença em 90% dos casos. As que não se importam com embalagem, ficam à mercê daquelas que, além de ter boas embalagens, também dispõem de verbas de marketing para apoiar seus produtos. Não é por outro motivo que a AC Nielsen apresentou dados que demonstram que 75% dos produtos líderes no Brasil são os mais caros e consequentemente os produtos das melhores marcas. O que é imprescindível para que as empresas consigam montar um programa de gestão estratégica do sistema de embalagem? O que é, hoje, considerado uma embalagem de alto desempenho no ponto de venda? A- Design como diferencial competitivo. O design é o aspecto mais valorizado pelos consumidores ao atribuir valor à embalagem. A embalagem precisa ter um design que garanta que ela não seja inferiorizada pelos concorrentes no ponto de venda. A empresa precisa responder com sinceridade a seguinte pergunta: A embalagem do meu produto é melhor, igual ou pior do que as embalagens dos meus concorrentes? Não pode ser pior em hipótese alguma! B- A empresa precisa utilizar suas embalagens como ferramenta de

marketing. No livro Design de Embalagem Curso Avançado, existem 52 ações de marketing catalogadas que utilizam a embalagem como suporte. O custo da embalagem já está embutido no custo do produto e ela representa uma poderosa ferramenta de marketing a custo zero. C- Inovação. A inovação é a forma mais eficiente de apresentar diferencial e de obter a vantagem competitiva no ponto de venda. Inovar no produto é caro e demorado, mas inovar na embalagem é muito possível. A empresa deve contar com o apoio de seus fornecedores da indústria de embalagem para propor coisas novas e diferentes. Lembro que é preciso apenas apresentar algo novo na “categoria” em que o produto concorre e não no planeta Terra! D- Integração da embalagem com a web. Não basta colocar o site junto com o endereço da fábrica. É preciso dar destaque ao site na embalagem e oferecer na embalagem motivos para que ele visite o site. Promoções e ofertas de conteúdo de interesse como dicas e receitas devem ser oferecidas. Atualmente, cada contato com o consumidor é precioso para a empresa, pois é no contato que todas as possibilidades se apresentam. GESTÃO ESTRATÉGICA DE EMBALAGEM, de Fábio Mestriner, Editora Pearson, R$ 71,10, 176 p.

EDITORA B2B

182_Especial_Jovem_Consumidor_Interatividade.indd 43

43

13/3/2013 15:11:08


Foto: Divulgação

As vantagens do sistema de reciclagem de garrafas pet para a reutilização nas indústrias de bebidas e alimentos Como o consumo reduzido de energia, a máxima qualidade do material e menor custo de produção

Q

uando pensamos em equilíbrio ambiental, enxergamos soluções como a reciclagem. É no caminho de soluções que a empresa Krones apresenta o sistema de reciclagem MetaPure. Por meio da planta “bottle-to-bottle”, que recicla eficientemente garrafas PET usadas para que empresas voltem a utilizar o material reciclado nas indústrias de bebidas e alimentos. A planta está composta por módulos de lavagem e descontaminação, além de instalações periféricas. O processo é seguro e garante a máxima qualidade do produto final da reciclagem. As 10 vantagens do sistema de reciclagem B2B da Krones: 1. Flocos de PET de qualidade alimentar A planta de reciclagem de PET MetaPure da Krones produz PET para uso em embalagens de alimentos. Assim, é possível a reutilização de garrafas PET retornáveis para a fabricação de garrafas PET novas, conquistando claras vantagens ecológicas e econômicas. 2. Flocos ou preformas: a escolha do produto final Permite escolher o produto final do processo de reciclagem. A fase de descontaminação para o uso com alimentos se realiza, por princípio,

44

EDITORA B2B

187_Sustentabilidade.indd 44

10/03/2013 14:42:48


Foto: Divulgação

pack | sustentabilidade

podem ser integradas em sistemas de produção já existentes. 5. Consumo reduzido de energia Benefícios para o meio ambiente e redução de custos

apenas com os flocos. Esses flocos podem ser usados na forma em que estão ou transformados em pequenas bolas. Outra aplicação dos flocos é para o uso direto do material no processo de extrusão. 3. Processo reconhecido O sistema de reciclagem de PET da Krones já obteve certificações na Europa e nos Estados Unidos (da FDA, por exemplo) e autorização de empresas de renome mundial para sua aplicação nas indústrias de bebidas e alimentos. 4. Planta compacta Os módulos da planta B2B da Krones foram concebidos como unidades independentes que

Devido ao tratamento suave dos flocos no reator de vácuo a temperaturas inferiores ao ponto de fusão do PET, é possível realizar períodos de tratamento breves, reduzindo o consumo energético. 6. Processos variáveis de seleção prévia Unidades combináveis individualmente na seleção prévia garantem a qualidade do material introduzido no processo de reciclagem, para conceitos de plantas manuais, semiautomáticas e automáticas. 7. Vida útil longa de recursos O tratamento da soda cáustica com o sistema de filtração Parcival e o trajeto da água fresca por uma cascata durante o processo de lavagem permitem uma longa vida útil da soda cáustica e um consumo reduzido de substâncias químicas e de água fresca.

8. Subvencionado pela UE O processo de economia de recursos está de acordo com o programa Eco-Innovation, da União Europeia, que estabelece metas de preservação climática. 9. Krones, fabricante de plantas completas de reciclagem A planta de reciclagem de PET MetaPure da Krones é um sistema homogêneo de um só fabricante, em que os módulos de lavagem e de descontaminação estão ajustados e funcionam gastando pouca energia e tempo. 10. Menor custo de produção Além dos benefícios comprovados para o meio ambiente, avanços tecnológicos da planta de reciclagem em relação a modelos convencionais significam redução de custos operacionais e viabilidade de implementação. Krones do Brasil, tel.: 55 11 4075.9500

EDITORA B2B

187_Sustentabilidade.indd 45

45

10/03/2013 14:42:58


Foto: Divulgação

De acordo com o sistema da logística reversa, mais de 200 mil toneladas de embalagens de agrotóxicos já foram recolhidas O atendimento à legislação nacional tem acompanhado o incremento da atividade agrícola

A

cultura da responsabilidade pós-consumo tem sido um dos grandes desafios para todos os setores. Na última década, mais de 237 mil toneladas de embalagens de agrotóxicos utilizadas nas propriedades rurais brasileiras voltaram para os fabricantes, que reutilizaram ou eliminaram o material, seguindo padrões ambientais definidos em lei. A prática, conhecida como logística reversa, se tornou obrigatória para o setor em 2002. O volume de embalagens recolhidas e corretamente destinadas por agricultores, comerciantes e fabricantes apenas no ano passado, segundo balanço divulgado pelo Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV), superou as 37,7 mil toneladas. O balanço mostra um aumento de 9% em relação ao registro de 2011. Representantes do inpEV, que reúne a indústria fabricante de agrotóxicos instalada no país, salientaram, ao longo de todo o ano passado, que o aumento do volume de embalagens recolhidas reflete o maior uso de agrotóxicos no país, mas também mostra que o atendimento à legislação nacional tem acompanhado o incremento da atividade agrícola. Os estados do Paraná (4,8 mil toneladas), São Paulo (4,5 mil toneladas) e Goiás (4 mil toneladas) foram os estados que mais encaminharam embalagens vazias para a destinação final no ano passado. De acordo com os números do sistema da logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas, conhecido como Sistema Campo Limpo, juntamente com Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Bahia, estados que respondem por 62% do total de embalagens vazias que foram retiradas do campo no Brasil.

46

Apesar de ainda estarem longe do topo da lista, em 2012, os agricultores, fabricantes e comerciantes de Alagoas recolheram 395% mais embalagens do que no ano anterior, passando de 34 para 170 volumes. No Pará, a logística reversa teve um salto de 132%, passando de 63 para 147. E no Rio Grande do Norte, onde foi registrado o terceiro maior crescimento percentual da medida, o volume recolhido passou de 38 para 74, com aumento de 96%. A gestão pós-consumo, prevista em lei, atribui responsabilidades para toda a cadeia produtiva, incluindo agricultores, fabricantes e canais de distribuição e o apoio do Poder Público.

Fonte: Agência Brasil

EDITORA B2B

187_Sustentabilidade.indd 46

10/03/2013 14:43:07


187_Sustentabilidade.indd 47

10/03/2013 14:43:17


pack | sustentabilidade

Criação de instituto de incentivo e desenvolvimento de embalagens ambientais orienta sobre os plásticos biodegradáveis e certifica os materiais

A

estimativa de que um trilhão de sacolas plásticas de uso único seja utilizado por ano em todo o planeta e somente uma parcela pequena de tais sacolas seja reciclada anualmente vêm novamente alertar-nos para a urgência de ações a favor do meio ambiente. Os brasileiros utilizam, por ano, 15 bilhões de sacolas plásticas. O destino de todo esse material e o impacto causado no meio ambiente são temas de discussão no mundo inteiro, devido ao descarte incorreto quanto a sua longa permanência na natureza. Para orientar de forma técnica e especializada o fabricante de embalagem e produtos plásticos, o detentor de tecnologia, as organizações e entidades governamentais, foi criado o Instituto de Incentivo e Desenvolvimento de Embalagens Ambientais, Inovação e Sustentabilidade - Instituto IDEAIS, formado por engenheiros cientistas, pesquisadores, ONG’s e fabricantes de embalagens plásticas degradáveis (hidrobiodegradáveis, oxibiodegradáveis, hidrossolúveis). Desde seu início em 2012, o Instituto apoia pesquisas e desenvolvimento de tecnologias e materiais, contribui para a fiscalização no uso de materiais e tecnologias através de testes e laudos, além de promover a educação ambiental, o consumo consciente, o descarte correto, a reciclagem e atuar junto ao poder público na normatização e na certificação de plásticos degradáveis. “O IDEAIS atua principalmente para explicar a natureza, as aplicações, normas, publicações científicas a respeito dos tipos de plásticos biodegradáveis. Desta forma, tanto a indústria, quanto o consumidor, podem fazer a opção baseada em fatos, em análises de ciclo de vida e correta rotulagem. Evitando falsas informações, confusão entre diversos tipos e comportamentos dos plásticos biodegradáveis, e principalmente estarem amparados em laudos e normas para a correta informação para a sociedade”, explica o engenheiro Fernando Figueiredo, presidente do Instituto, responsável pela introdução no Brasil de sacos plásticos compostáveis em 2002. “Atualmente as informações sobre produtos ambientalmente sustentáveis ainda são nebulosas e queremos exatamente trazer os esclarecimento e a garantia sobre a embalagem a ser fabricada, fornecida ou escolhida”, esclarece o presidente. “As soluções trazidas ao mercado para reduzir o impacto por vezes são falsas e há dúvidas por parte da sociedade, do fabricante e dos governos em como criar novos hábitos e como saber se estão recebendo de fato uma embalagem plástica biodegradável”, alerta Figueiredo.

48

Foto: Divulgação

Órgão busca facilitar o esclarecimento sobre o produto e orientar sobre soluções ambientalmente sustentáveis

Fernando Figueiredo, presidente do Instituto IDEAIS

Entre os principais nomes do instituto, está também Telmo Ojeda, engenheiro químico do Instituto Federal do Rio Grande do Sul, uma das principais autoridades nos estudos sobre a utilização de plásticos degradáveis, com artigos publicados em revistas científicas internacionais. Fazem parte dos membros fundadores a Funverde, a OPA, a EcoSigma e empresas detentoras das tecnologias, materiais e aditivos certificadas. www.i-ideais.org.br info@i-ideais.+ 55 (19) 3327-3524 Fonte: Instituto Ideais/Ascom Instituto Ideais

EDITORA B2B

187_Sustentabilidade.indd 48

10/03/2013 14:43:23


49 Feiplastic Reed.indd 49

10/03/2013 14:44:55


Mais um mercado para os embalageiros: agora o da construção civil

Assunta Napolitano Camilo*

D

esde 2005, o setor da construção civil vem comemorando crescimentos progressivos. Em 2012, esse setor cresceu 4% e a estimativa é de recuperação em 2013, considerando a evolução do PIB brasileiro na mesma medida que o produto interno bruto da construção: entre 3,5% e 4%, segundo dados do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de São Paulo (SindusCon-SP). Programas como o PAC e o Minha Casa Minha Vida, além de contribuir para dois dos maiores sonhos da população: ter a casa própria e conseguir um emprego, são o que têm impulsionado este aumento. De acordo com o ministro Guido Mantega, o setor emprega atualmente 7,7 milhões de pessoas em todo o país. Após a realização do sonho de adquirir o próprio lar, segue a fase dos ajustes, das melhorias, ampliações, da decoração... E com isso redes de material de construção, como Leroy Merlin, C&C,

50

Telhanorte, Okinawa, Dicico, entre tantas outras, crescem em número de lojas e tamanho. O modelo dos antigos depósitos de material para construção agora faz parte do passado, assim como os balcões empoeirados de cimento e areia. Hoje até os tijolos, blocos e a areia possuem algum tipo de embalagem. Antes eram somente os produtos mais nobres que recebiam atenção e investimento em apresentação, agora, todos os itens encontrados no formato autosserviço devem ser facilmente identificados e se “venderem” sozinhos. No novo sistema, a embalagem faz toda a diferença no posicionamento e na competitividade do produto. É um mercado em expansão com produtos caros, porém, muitos, ainda, carentes de boas embalagens que sirvam para proteger, vender e, caso não sejam usados imediatamente, poderão ser armazenados pelo consumidor. A Pincéis Tigre, empresa do grupo Tigre S. A., uma das empresas mais respeitadas e tradicionais de material de construção no Brasil, acaba de apresentar ao mercado uma embalagem inovadora na sua linha de pincéis Mestre.

Foto: Divulgação

Pintou um destaque inovador direto da prateleira!

Foto: Leandro Andrade

direto da gôndola

Os pincéis,que eram embalados ou tinham suas cerdas protegidas por um rótulo termoencolhível que dificultava a leitura, por causa do encolhimento irregular, do código de barras, da simbologia do material utilizado, da marca e da aplicação, ganharam nova versão. A nova proposta é uma luva de papel cartão que apresenta o produto de forma mais elegante. A cor de fundo da luva é alinhada à cor do cabo cinza na luva com quatro faces, trazendo mais informações que incluem dicas ambientais. Houve, ainda, um destaque da marca e da aplicação (funcionalidade) do produto num splash. O efeito foi obtido graças a um recorte de faca que torna o círculo maior do que a face frontal. O contorno amarelo chama a atenção para que o consumidor perceba a trincha que ele mesmo pode tocar. Aliás, este foi mais um atributo que a solução promoveu: a interação do consumidor com o produto. Solução simpática e atraente que, com certeza, promoverá a linha. Embalagem melhor. Mundo melhor! *Assunta Napolitano Camilo é diretora do Instituto de Embalagens e da consultoria FuturePack

Editora B2B

187_Artigo.indd 50

10/03/2013 14:47:22


Foto: Divulgação

PAINEL DE NOVIDADES Compartilhe conosco! Lançamentos de produtos da ExpoEmbala 2013

painel de novidades alteracoes.indd 51

13/3/2013 15:01:00


painel de novidades | expoembala STAND 26 / RUA H EMBALAGENS EM RESINA PET A Ibeplas lança oficialmente a linha de embalagens em resina PET que, a princípio, será composta de onze modelos de potes com capacidades volumétricas que variam de 480ml a 7400ml. A linha está voltada principalmente para os segmentos de suplementação alimentar, nutracêuticos, veterinário e para o acondicionamento de produtos diversos para serem comercializados em redes atacadistas. A proposta é apresentar ao mercado a opção de fornecimento destes itens, com isso, a empresa mostra o seu traço característico, que é o desenvolvimento de produtos dedicados à necessidade dos clientes, agora em resina PET, como já fazia há 16 anos na linha convencional de PEAD (Polietileno de Alta Densidade), PEBD (Polietileno de Baixa Densidade) e PP (Polipropileno), possibilitando quase 600 itens em seu portfolio. IBEPLAS Indústria Brasileira de Embalagens Plásticas Ltda. tel.: (11) 2955-6544 | www.ibleplas.com.br

CHAPAS ALVEOLARES A manufatura de chapas alveolares Plastionda, realizada com equipamentos de corte e vinco, sistema de solda ultrassom e impressão personalizada, torna possível a realização de qualquer projeto de embalagem. Adequando espessuras, gramaturas e cores, a Atco oferece a melhor relação custobenefício, agregando valor aos produtos pela resistência e qualidade das embalagens em todos os setores da sua empresa. As chapas alveolares plastionda são reutilizáveis e retornáveis, resistentes e duráveis, não rasgam, 100% reciclável, atóxicas e inodoras, laváveis e impermeáveis, não obsorvem umidade nem mofo. ATCO Plásticos Ltda. tel.: (19) 3826-8500 | vendas@atco.com.br STAND 28 / RUA J

CIRCUITO INTEGRADO RFID A CEITEC S/A, empresa pública federal vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) que desenvolve e produz circuitos integrados (CIs) para identificação por radiofrequência (RFID) e aplicações específicas, demonstrará seu portfolio de produtos, com destaque para o CTC13001, dispositivo com múltiplas aplicações em logística. O circuito integrado CTC13001 é um dispositivo RFID UHF que pode ser utilizado em diversas aplicações que envolvam a identificação e o rastreamento de itens durante toda a fase de produção. Com 1kbit de memória interna (512bits de memória de usuário) e retenção de 10 anos, o componente pode ser utilizado para controle de estoque e pósfabricação, além da identificação de bagagens aéreas, produtos no varejo e na área da saúde. É um dispositivo RFID passivo que faz o registro eficaz de informações de produtos e processos, podendo ser aplicado, inclusive, em embalagens. Versátil, o CI atende ao padrão EPCglobal Class1 Gen2. Além deste dispositivo, a empresa apresentará o CTC12000, CI RFID de alta frequência (HF) compatível com aplicação para identificação e rastreabilidade de produtos perecíveis, como hemoderivados. Baseado na norma ISO15693, o componente encontra-se em fase de testes. CEITEC S/A. tel.: (51) 3220-9963 | www.ceitec-sa.com STAND 70 / RUA F 52

Editora B2B

painel de novidades alteracoes.indd 52

13/3/2013 15:01:08


STAND 50 / RUA F ADITIVO ANTIMICROBIANO O masterbatch d2p® com tecnologia antimicrobiana foi testado com sucesso contra mais de 50 micro-organismos incluindo bactérias perigosas, como a MRSA, E. coli, Salmonella, Listeria, Pseudomonas e Aspergillus niger. Não existem limites de aplicações para a tecnologia antimicrobiana d2p®. A tecnologia pode ser adicionada em qualquer produto produzido ou revestido com plástico. O aditivo é baseado em nanotecnologia, testado e aprovado pela FDA e a EPA; agrega ao plástico características de ação antimicrobiana, ajuda a prevenir a descoloração e manchas e o desenvolvimento de odores, taxa de adição de 1-2%; compatível com PE, PP, PET, PS, PVC e outros. RES BRASIL. tel.: (19) 3871-5185 | resbrasil@resbrasil.com.br

GRAMPOS AJUSTÁVEIS O grampo ajustável para barra redonda de ½” é injetado em poliamida reforçada com fibra de vidro e redutores de impacto; parafusos internos sempre em padrão de aço inox. É utilizado em fixação para travar a barra de 1/2” na guia lateral de esteiras transportadoras e outros. É aplicado em equipamento como: envasadoras, rotuladoras, esteiras transportadoras de garrafas e outros dispositivos. Entre suas vantagens, ele elimina o uso de componentes metálicos e é um material altamente leve, resistente e de fácil fixação. Apresenta medidas externas de 56x33x24 mm e aplicação central barra chata 1” x 5/16”. VOYATECH Componentes Industriais Ltda. tel.: (11) 2375-0739 | vendas@voyatech.com.br STAND 51 / RUA A

painel de novidades alteracoes.indd 53

13/3/2013 15:01:10


painel de novidades | expoembala

SISTEMA DE GESTÃO O software ERP para fabricantes de caixas e chapas de papelão ondulado, conta com: modelos de caixas e fórmulas de cálculo; cadastro de produtos; cálculos de área e preços um/m/kg; reajustes de preços; solicitação de amostras; orçamentos; pedidos de caixas, chapas, bobinas onduladas e bobinas de papel, com aprovação comercial e financeira; clicheria; ordem de fabricação com ficha de impressão, forma, pallet; programação de máquina e de embarque; conjugação de estoque de chapas e da onduladeira; estoque de chapas, almoxarifado, bobinas de papel; ordem de compra; requisições de material de estoque/compras/; cotação; emissão de NF; controle de faturamento e recebimento de transferência de ICMS e produção, refugo, paradas de máquina, mapas de controle de eficiência e produtividade por máquina; inspeções de processos; RNC; contato de clientes (CRM); escrita fiscal (ICMS, IPI, PIS e Cofins); arquivos fiscais. SOFTBOX Informática Ltda. tel.: (51) 3524-7648 | edi@softboxbrasil.com.br STAND 54 / RUA J

SACOLAS ESTAMPADAS A Agassete Embalagens amplia sua linha de produtos e inova com o lançamento de sacolas estampadas, ornando cores com arte, acreditam que essa combinação de listras com poás continua sendo uma forte tendência para este ano. Buscando soluções para o mercado e seus clientes, a empresa pretende lançar ainda este ano um kit contendo sacola, papel de seda e um tag; são embalagens temáticas e que pretende atender o varejo em datas comemorativas. AGASSETE Comércio e Indústria Ltda. tel.: (11) 4674-8877 | papeis@agassete.com.br STAND 52 / RUA J

EMPACOTADORAS SEMI-AUTOMÁTICAS Na quarta geração de Empacotadoras Semi-automáticas a Abipack apresenta seu modelo BL 1030 G4, agora com pesagem de 1 g a 5 quilos, com 45 programas de memória e com três bobinas vibratórias para maior produtividade. ABIPACK Empactotadora e Seladora Ltda. tel.: (11) 5072-7835 abipack@uol.com.br STAND 11 / RUA A

CAIXAS DOBRÁVEIS A Formatech oferece exclusivamente no Brasil as caixas dobráveis Tarpack, que são 100% recicláveis e reutilizáveis por vários anos e oferecem uma solução ergonômica para armazenamento e transporte de produtos. Sua engenharia de construção proporciona um ajuste completo ao uso intensivo de logística e circuitos rotativos. FORMATECH Comércio de Produtos Termoformados Ltda. tel.: (14) 3888-2270 | www.formatech.com.br STAND 67 / RUA G

54

Editora B2B

painel de novidades alteracoes.indd 54

13/3/2013 15:01:16


55 FCE Pharma.indd 55

10/03/2013 14:50:43


notas técnicas

EMBALAGEM PARA FLUIDO REFRIGERANTE A DuPont lança nova embalagem para Suva® 410A e atende expectativa de clientes no Brasil e no México. DAC de 5 kg foi criado sob medida à demanda de usuários e profissionais para aplicação em cargas reduzidas nos segmentos comercial e industrial; a novidade já chegou à rede de distribuidores. O fluido refrigerante Suva® 410A não degrada a camada de ozônio, e vem sendo amplamente utilizado nos sistemas de refrigeração comercial, além de condicionadores de ar domésticos e nas bombas de calor, entre outros equipamentos, por substituir, em equipamentos novos, com a máxima eficiência o HCFC-22, insumo em processo de eliminação determinado pelo Protocolo de Montreal. DuPont do Brasil S/A. tel.: 0800171715 | www.dupont.com.br

CLP PARA EMBALAGENS FLEXÍVEIS A Ferdata é fabricante de um CLP específico para máquinas de corte e solda de embalagens plásticas flexíveis e sacoleiras. Instalado em conjunto com um servo acionamento em substituição ao freio/embreagem e cremalheira, o equipamento é de fácil operação e programação. FERDATA Automação Indústria e Comércio Ltda. tel.: (11) 97676-0514 | ferdataautomacao@terra.com.br

187_Notas Tecnicas.indd 56

13/03/2013 23:46:26


painel de negócios

embalagens, máquinas, equipamentos e acessórios

Interação e conteúdo informativo em tempo real

REDES SOCIAIS

Interaja com a Editora Banas e atualize-se com as últimas informações do mercado industrial e de embalagem.

@EditoraBanas Siga a Editora Banas no Twitter e faça parte de um universo de informações simultâneas de qualidade Diariamente são postadas notícias importantes do mercado industrial e de embalagem, que abrange novidades, lançamentos, economia, eventos e mercado internacional.

facebook.com/editorabanas Curta a Editora Banas no Facebook Tenha acesso a informações do mercado industrial e de embalagem, incluindo um conteúdo editorial de utilidade para o público destes segmentos. Abrange, imagens, vídeos e notícias.

MAIS INFORMAÇÕES:

(11) 3500-1910 publicidade@editorab2b.com.br

187 Painel de Negocios.indd 57

11/03/2013 13:18:00


índice de anunciantes página

empresa

site

página

empresa

site

3ª Capa..... ABRE.....................................................www.abre.org.br

4ª Capa..... IBEMA..............................................www.ibema.com.br

11.............. ATCO PLÁSTICOS................................ www.atco.com.br

57.............. IGARATIBA...................................www.igaratiba.com.br

2ª Capa..... EVERTIS.......................................... www.evertis.com.br

53, 56 e 58 INSTITUTO DE................................................................ .................. EMBALAGENS.....www.institutodeembalagens.com.br

37.............. EXPO EMBALA.......................www.expoembala.com.br 55.............. FCE PHARMA........................... www.fcepharma.com.br 49.............. FEIPLASTIC................................. www.feiplastic.com.br

57.............. INTERTEC............................ www.intertecequip.com.br 57.............. MOLTEC.......................................... www.moltec.com.br 21.............. NEO ALUMÍNIO......................www.neoaluminio.com.br

47.............. FISPAL TECNOLOGIA....... www.fispaltecnologia.com.br

13.............. RES BRASIL.................................www.resbrasil.com.br

23.............. GUAÇU............................................. www.guacu.com.br

29.............. SALAZAR................. www.salazarcomponentes.com.br

25.............. HAVER BRASIL........................www.haverbrasil.com.br

31.............. TRANSERG.................................. www.transerg.com.br

ERRATA O telefone correto da Avery Dennison é (19) 3876-7600 Edição especial de dezembro/2012, página 102.

PB

187_Indice de Anunciantes.indd 58 Editora Banas

11/03/2013 13:27:29


3capa ABRE.indd 59

10/03/2013 14:52:08


4capa Ibema.indd 60

10/03/2013 14:52:51

Profile for Revista Pack

Revista Pack 187 - Março 2013  

Universo de embalagens para o segmento PET

Revista Pack 187 - Março 2013  

Universo de embalagens para o segmento PET

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded