Issuu on Google+

Lençóis Paulista « Maio de 2014 « R$ 5,00 « Ano 4 « Edição Nº 68 Gente de verdade que faz a história acontecer!

Karen Wantroba

A Garota da Capa Página 23

Dia das Mães

Comércio sorteia joias e vales-compras Página 03

Enem

Inscrições abertas a partir do dia 12 Página 06

Cultura

Ampliação moderniza biblioteca municipal Página 07

Apae

Entidade lança campanha de doação Página 31

Foto: Cíntia Fotografias

Leia + Rogério Giroldo ........................08 Arlete Camargo ........................09 Wagner Paludeto .....................10 Claudemir Moura .....................11 Keila Monteiro..........................12 José Corsino .............................13 Lívia Coneglian.........................16 Márcia Bindi .............................18 Caio Morelli ..............................22 Sylvia Ferreira...........................28 Alessandra Soares ....................29 Heleno da Silva ........................33 Marcelo Ranzani.......................35 Fernanda Moretto ....................36 Luiz Henrique Santana .............38


2

Opinião

REDE DE DISTRIBUIÇÃO GRATUITA Ø Jd. das Nações • Padaria Padoka: Av. Estados Unidos, nº 289 Ø Jd. Nova Lençóis • Padaria Qually: Rua das Araras, nº 481 Ø Núcleo H. L. Zillo • Padaria Padoka: Av. Vereador Dr. Hermínio Jacon, nº 624 • Farmácia Ludovico: Rua Luiz Baptistella, nº 287 • Padaria Padoka: Av. Nações Unidas, nº 117 Ø Pq. Rondon • Padaria Padoka: Rua Momo Tranqüilo, nº 194 • Azulão Supermercados: Rua Luiz Ferreira, nº 168 • Padaria Pão de Mel: Av. Prefeito Jácomo Nicolau Paccola, nº 254 Ø Jd. Júlio Ferrari • Padaria Nativa: Av. Maestro Oliveira Capucho, nº 295 Ø Vila Santa Cecília • ASP: Rua César Giacomini, nº 241 Ø Jd. Cruzeiro • Mercado Avenida: Av. Cruzeiro do Sul, nº 276 Ø Jd. Alvorada • Padaria Alvorada: Rua Bahia, nº 468 Ø Jd. São João • Mercadinho do Rachid: Rua Camilo da Cunha, nº 20 Ø Vila Contente • Mercado Fontes: Rua Rodrigues Alves, nº 241 • Mercado Econômico: Rua Regente Feijó, nº 114 Ø Vila Mamedina • Padaria Nova Sensação: Rua Dr. Gabriel de Oliveira Rocha, nº 397 Ø Jd. Primavera • Mercearia VM: Av. Luiz Boso, nº 110 • Mercearia Primavera: Av. Silvio Boso, nº 95 Ø Cecap e região • Padaria Trigo de Ouro: Rua Henrique Losinskas Alves, nº 554 • Padaria Trigo de Ouro: Av. Procópio Ferreira, nº 557 • Padaria Trigo de Ouro: Rua Bandeira Tribuzi, nº 330 • Ézio Cabeleireiro: Rua Henrique Losinskas Alves, nº 1.298 Ø Jd. Príncipe • Padaria Primícias dos Pães: Rua Luiz Vaz Pinto, nº 451 Ø Jd. Monte Azul • Padaria Nossa Senhora Aparecida: Rua Guaianazes, nº 669 • Azulão Supermercados: Rua Guaianazes, nº 585 Ø Jd. Caju I e II • Padaria Hot Pão: Av. Jácomo Augusto Paccola, nº 76 • Supermercado Placa: Rua Joaquim Gomes Machado, 224 Ø Jd. Bela Vista • Padaria do César: Rua Cel. Joaquim Anselmo Martins, nº 1.756 Ø Jd. Ubirama • Padaria Cantinho do Pão: Rua Marechal Dutra, nº 420 • Quitanda do Forte: Av. Marechal Castello Branco, nº 414 • Padaria Trigal: Av. Pe. Salústio Rodrigues Machado, nº 994 Ø Centro e região • Armazém Supermercado: Av. Pe. Salústio Rodrigues Machado, nº 206 • Padaria Pão & Opção: Av. Brasil, nº 810 • Padaria Art Pão: Rua 7 de Setembro, nº 484 • Revistaria Marquinho Correa: Rua Dr. Antonio Tedesco, nº 663 • Didática Papelaria: Rua Dr. Antonio Tedesco, nº 252 • Cíntia Fotografias: Rua Anita Garibaldi, nº 1.127 • Quitanda Avenida III: Rua Pedro Natálio Lorenzetti, nº 729 • Acilpa: Rua Piedade, nº 161 • Academia Corpo em Movimento: Rua 28 de Abril, nº 249 • Churrascaria Estância Grill: Rua Geraldo Pereira de Barros, nº 1.054 • Farmais: 15 de Novembro, nº 812 • Lençóis Revistas: Rua Ignácio Anselmo, nº 189 • Vivo: Rua Ignácio Anselmo, nº 100 • Chiquinho Sorvetes: Rua 15 de Novembro, nº 534.

Lençóis Paulista Maio de 2014

Editorial

Maio da vitória Conhecido tradicionalmente como o mês das mães e das noivas, maio também é o mês da vitória, em especial às eleitas do concurso Rainha da Facilpa 2014, para também as que não venceram, mas, tiveram, todas, votações expressivas que ajudaram no placar com 400 mil visitas e 200 mil votos. Ao comércio que, pela Acilpa, lança campanha diferenciada para estimular as vendas no dia das mães e belíssima organização da Facilpa e da Agrifam que já se encontra em preparação. Vitoriosas e especiais são também as iniciativas da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais na campanha de arrecadação de fundos permanentes para o seu custeio, com a participação voluntária de toda a sua direção e doadores e também ao SAAE que possibilitará a arrecadação por meio da conta de água. Vitoriosas as iniciativas de todos os enfocados da edição como empresário e empresária do mês, passando pelo jovem empreendedor, como personagem que certamente passou pela formação de muita gente, in-

clusive pelo primeiro emprego. Emprego e carreira também traz informações sobre cursos de formação e até um projeto de lençoense que sistematiza em aplicativo, a carona solidária, com apoio do Governo de SP. Do outro lado do mundo, a novidade em transporte veicular e as aventuras de uma família na Disney. Aventura também foi o investimento de humorista local no stand up comedy e a ousadia de uma bela da melhor idade como miss, afinal, beleza não tem idade! Beleza estética é o destaque de transformação e tem a beleza da vida na história de superação de uma mulher que superou suas enfermidades com sorriso nos lábios. A edição está uma delícia, inclusive em gastronomia com receitas e um local de produção de vinhos, assunto que voltará à mesa e em edição futura. E deliciosamente saudável a leitura nas novas instalações da BMOL, no blog da Escritora de Gaveta e dos alimentos da horta orgânica, cuidados ao coração, infecções e o futebol americano e à dança. Excelente leitura!

Jesus, exemplo perfeito O maior exemplo de solidariedade para com o pobre e o miserável foi dado por Jesus. Ninguém é tão alto, majestoso e glorioso como Ele. E ninguém desceu de seu pedestal tanto quanto Ele. Ele soube ser Deus e homem ao mesmo tempo. O apóstolo Paulo foi um seguidor de Jesus e demonstrou em sua carta ao povo de Coríntios: “Vocês conhecem a graça do nosso Senhor Jesus Cristo que, sendo rico, se fez pobre por amor de vocês, para que por meio de sua pobreza vocês se tornassem ricos” (2 Co. 8.9). E, aos Filipenses: “Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus, que, embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus era algo que devia apegar-se, mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens. E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a si mesmo e foi obediente até a morte, e morte de cruz” (Fp. 2:5/8). A espantosa solidariedade de Jesus com os socialmente marginalizados, os humildes, os famintos e não com os soberbos, corruptos, poderosos e ricos encontramos no Cântico de Maria (Lucas 1:46/56) começou com a eleição de Maria para ser sua mãe, seu nascimento numa estrebaria por falta de lugar numa hospedaria a uma mulher grávida aos 9 meses e, em Belém, Efrata, uma das menores cidades de Judá. Em outra ocasião permitiu que uma mulher pecadora lavasse seus pés com lágrimas e enxugasse com os próprios cabelos (Lucas 7:36/50). Os exemplos de Jesus não podem ser esquecidos ou jogados fora. Ele deve ser o padrão de comportamento e exemplo de todos. Por isso, nos exortou: “Eu lhes dei o exemplo, para que vocês façam como lhes fiz”.(João 13:15). Marcos Ap. de Toledo Advogado, empresário e teólogo

EXPEDIENTE EDITORA RESPONSÁVEL: Gazeta Paulista Empreendimentos Editoriais Ltda. | CNPJ: 01.782.039/0001-70. COMERCIALIZAÇÃO E PRODUÇÃO: Bistrô Serviços de Publicidade Ltda. - ME. Rua 13 de Maio, Nº 1.347, Centro, Lençóis Paulista, CEP: 18683-370, CNPJ: 10.744.028/0001-97. TIRAGEM: 5.000 exemplares. CIRCULAÇÃO: Agudos, Borebi, Lençóis Paulista e Macatuba. DIRETORES: Anderson Prado de Lima e Breno Corrêa Medola. EDITOR E JORNALISTA RESPONSÁVEL: Anderson Prado de Lima (MTB 75.180/SP). DIAGRAMAÇÃO: Breno Corrêa Medola. REVISTA O COMÉRCIO: (14) 3264-8187 e 32636886 | ocomercio@revistaocomercio.com.br | www.revistaocomercio.com.br. Artigos assinados são de responsabilidade de seus autores, portanto, podem corresponder ou não à opinião desta revista.


Acontece

Lençóis Paulista Maio de 2014

3

Acilpa aposta no Dia das Mães “Tem café da manhã na Rua 15” é a forma encontrada de homenagear as mães que passarem pelo centro da cidade durante o sábado, dia 10

A

Associação Comercial e Industrial de Lençóis Paulista – Acilpa oferece, em homenagem ao Dia das Mães, um café a todas as mamães que passarem pelo local instalado na rua 15 de Novembro, área central da cidade e onde está localizada a maioria das lojas e estabelecimentos comerciais. O evento acontece no sábado, dia 10, entre 9 e 13h. Na sexta-feira, 9, o comércio fica aberto até às 22h. Com o tema “Sua mãe é uma jóia rara”, a campanha pretende marcar mais esta

importante promoção para o comércio lençoense, “estimulando os consumidores locais e também que se encontrem na cidade a adquirir os presentes do Dia das Mães em Lençóis Paulista, prestigiando, assim, o nosso comércio”, disse o presidente da Acilpa, Anderson Prado de Lima. Ainda de acordo com o presidente Prado, “quem comprar nas lojas participantes da Campanha do Dia das Mães – e a maioria das lojas estão cadastradas – receberão cupom para participar do sorteio

Acilpa aposta no Dia das Mães para aquecer a economia local; na véspera a entidade promove evento na rua 15 e na sexta o comércio abre até às 22h

de prêmios”. O artigo 3 do regulamento de premiação, prevê que “o participante deverá retirar o(s) cupom(ns) na própria loja aderente onde efetuou a compra, de-

vendo preenchê-lo de forma legível e corretamente com dados pessoais, sendo permitidos apenas os dados de uma pessoa por cupom, quais sejam: nome completo, endereço com-

pleto, telefone e carteira de identidade (RG)”. Além dos dados e para que o cupom seja considerado válido, “o consumidor deverá responder corretamente a seguinte pergun-

ta: “Qual associação fortalece o comercio Lençoense?”, colocando-o(s) na(s) urna(s) de qualquer uma das lojas associadas aderentes até as 18h do dia 11/05/2014”.

Zilor destina mais R$ 160 mil para a construção do Teatro Municipal

A

Zilor destinou mais R$ 160 mil para a construção do Teatro Municipal de Lençóis Paulista por meio da Lei de Incentivo Cultural, chamada Lei Rouanet. Desde 2007, a empresa apoia esta iniciati-

va e já repassou cerca de R$ 2 milhões para a obra. O valor permitirá à Alic (Associação Lençoense de Incentivo à Cultura), responsável pela captação de recursos, dê continuidade na construção da segunda etapa, que compreende

a fase de construção da parte cênica do teatro, climatização, sistema de iluminação, forro, revestimento e pisos externos. Para Júlio Antonio Gonçalves, diretor de finanças da prefeitura e diretor financeiro da Alic, o

recurso será fundamental para o projeto. “Com essa destinação da Zilor e ajuda também de outras empresas, vamos dar um passo importante para a conclusão dessa fase”, destaca Gonçalves. Júlio afirma, ainda,

que a previsão orçamentária para essa etapa é de R$ 2,5 milhões e até o momento já foram investidos R$ 1,7 milhões. “Estamos avançando nas obras. Por isso, contamos muito com a ajuda dos parceiros para entregar esse presente à

comunidade”. O Teatro Municipal de Lençóis Paulista terá aproximadamente 600 lugares e será o centro de um complexo de cultura e lazer em uma área de dois mil metros quadrados.


4

Acontece

Lençóis Paulista Maio de 2014

Sabores da Cidade Assine a Revista O Comércio por um e ganhe três garrafas de vinhos produzidos pela Vinícola Casagrande

A

Revista O Comércio traz uma novidade para Lençóis Paulista: a campanha “Sabores da Cidade”, que vem brindar mais ainda aos leitores da revista e adeptos das delícias de sua cidade, como são os vinhos da Vinícola Casagrande, do bairro rural da Rocinha.

A Revista O Comércio tem edição mensal com 40 páginas que veiculam matérias sobre o comércio, indústria e serviços lençoenses, bem como, o seu empreendedorismo e diversos outros assuntos, além de contar com as edições especiais, o que faz somar ao longo do ano pratica-

mente 22 edições. A campanha funciona através de assinatura anu-

al, com o custo de R$ 99,90 em até 3x sem juros no cartão, dinheiro ou cheque.

Blogueiros P

ara participar do evento, os blogueiros tinham que se inscrever pela internet e foi feita uma seleção onde somente 40 seriam selecionados para participar”, disse ela, destacando que “a condição era a de que os autores deveriam manter seus blogs ativos e com foco em literatura. E foram muitas ins“

crições, mas eu consegui garantir meu lugar no evento”. O sonho da blogueira é o de, um dia, publicar seu livro em uma outra edição desse evento. A autora do blog Escritora de Gaveta, Larissa Souza, comenta que trata-se de espaço que criou para compartilhar seus textos e criações literárias, mas

que, com o passar do tempo, as visualizações começaram a aumentar e hoje compartilha sobre tudo o que faz sua vida melhor e todo seu amor pela escrita. Para Larissa Souza, participar desse encontro em São Paulo foi uma conquista que aconteceu na Avenida Paulista na Livraria Martins Fontes, onde conheceu o trabalho de outros blogueiros e de uma editora, de como é a criação de um livro e pesso-

as que trabalham neste meio. “Tivemos palestras e bate-papos voltados ao meio literário, conversamos sobre nossos livros favoritos, conversamos também com o pessoal da editora Gutenberg e ficamos por dentro de alguns lançamentos literários. Gostei muito da parte da gincana, onde o prêmio para o grupo foi o de que cada um pode escolher livros e eu escolhi o volume um e dois da Paula Pimen-

Durante esse período, o assinante recebe 22 edições em sua casa e no ato

da assinatura, já garante três garrafas de vinho da Vinícola Casagrande. Fotos: arquivo pessoal

Larissa Souza, do blog Escritora de Gaveta, ao lado da também blogueira Bruna Vieira

ta, o Minha vida fora de série”, ressalta. A escritora e blogueira conta que se sentiu realizada em participar do evento e que seu espaço virtual, no ar há oito meses, lhe proporcionou muitas coisas boas como, por exemplo, o fato de ter conhecido pessoalmente a blogueira Bruna Vieira,

que era um de seus sonhos. “Senti que meu trabalho foi reconhecido e quero continuar com ele e mais: quero fazer com que meu blog cresça ainda mais. Ser blogueiro é uma profissão e não só um hobby, algo que exige, além de muita dedicação, responsabilidade e, acima de tudo, muito amor”, conclui.


Acontece

Lençóis Paulista Maio de 2014

5

Rainha da Facilpa 2014 Natália Angélico, Suellen Pinheiro e Fernanda Gosn foram as escolhidas do júri para formar a Corte da Rainha da Facilpa 2014

Fotos: Cíntia Fotografias

Confira mais fotos do evento na página 19 desta edição.

Ponto alto do evento foi a coroação e premiação das eleitas, dentre as 12 candidatas escolhidas por votação eletrônica e popular

E

m sua quarta edição, o concurso Rainha da Facilpa chegou ao final com eleição de rainha, princesa e madrinha, dentre as 12 candidatas da segunda fase. 58 candidatas se inscreveram e se submeteram à votação eletrônica e popular, pela internet. As finalistas da grande final participaram da tradicional cavalgada no dia 27. No dia seguinte, estiveram no desfile cívico em comemoração aos 156 anos de Lençóis Paulista, que aconteceu no dia 28 e, na mesma data, por volta das 20 horas, da escolha final no Espaço Cultural “Cidade do Livro”.

Essa avaliação foi feita pelo do Júri Popular, composto por Ana Lúcia Ranzani, 1ª secretária da Acilpa, Izabel Cristina Campanari Lorenzetti, prefeita da cidade, José Antonio da Silva, vice-presidente da Acilpa, José Ulysses dos Santos, presidente da Associação Rural de Lençóis Paulista e Nilceu Bernardo, diretor de cultura de Lençóis Paulista. O Júri Artístico foi formado por Ana Rita Camargo, Cássia Brosque, Lucas Rodrigues, Luciene Pafetti Terra, Maria Passini, Natália Morelli, Priscila Dal Bem e Regina Mello e o Júri Técnico por profis-

sionais de segmentos da beleza e moda, como as irmãs amazonas Ana Cristina e Ana Paula Zillo, Arlete Machado Camargo, personal beauty, Carolina Ferreira, personal stylist, Cíntia Duarte, fotógrafa, Fabiano Grama, personal stylist, Luiz Carlos Moretto, decorador, Paula Maciel, personal beauty. Além desses jurados, houve as participações das rainhas de edições anteriores, como Daiana Bianzeno (2011), Karol Prandini (2012) e Larissa Garcia (2013) que compuseram o Júri Real. Após três desfiles, os júris avaliaram todas as can-

didatas e escolheram as três que, no conjunto dos quesitos, tiveram melhor desempenho, performance e, em sua opinião, bem representam a Facilpa em sua 37ª edição: Natália Angélico, 18 anos (Rainha), Suellen Pinheiro, 22 anos (Princesa) pelo segundo ano consecutivo e Fernanda Gosn, 16 anos (Madrinha). Pelo regulamento, as eleitas têm como missão divulgar a Facilpa nos âmbitos midiático e social, bem como, representar a beleza lençoense e promover os aspectos de cidadania no que tange à valorização da mulher e do município.

Natália Angélico, Suellen Pinheiro e Fernanda Gosn foram escolhidas Rainha, Princesa e Madrinha da Facilpa 2014


6

Acontece

É preciso ter “insight”! Insight, é uma palavra inglesa que, em português, significa: discernimento, critério, compreensão clara da natureza íntima de uma coisa, segundo o dicionário Aurélio. Atualmente, muito utilizada no empreendedorismo tecnológico ou não, a palavra insight está intimamente ligada às ideias produzidas instantaneamente, como, por exemplo e antigamente, dizia-se “eureca” para quando se tinha uma ideia brilhante. Nos dias de hoje temos os insights. É importante ressaltar que um insight vem de forma inesperada. Portanto, é preciso sensibilidade para entender quando estamos tendo um. Ele pode vir associado ao trabalho, como, por exemplo: na empresa. Você tem um insight de como vender mais, criando um e-commerce (página de vendas pela internet), aumentando assim o faturamento da empresa - sem muita despesa extra. Um insight pode surgir na forma de solidariedade. Você pode ajudar outras pessoas com seu talento. Se você é um profissional de educação física por exemplo, pode criar (voluntariamente) uma caminhada semanal com pessoas idosas para provocar a conscientização da necessidade do exercício físico e, cá entre nós, quanto valor tem um insight como esse, não é mesmo? Isso sem falar dentro de casa, pois, quanta coisa nova pode ser feita a partir do insight. A lâmpada com sensor resolveu meu problema para aquela lâmpada acesa à toa no quarto. Uma ideia simples que economiza energia elétrica, mérito de quem criou o sensor capaz de beneficiar milhares e milhares de pessoas. E assim por diante... Veja os aplicativos para equipamentos eletrônicos, criados diariamente, e que facilitam a nossa vida, nos dando acesso a determinados tipos de conteúdo como notícias, jogos, mapas, localização, dados meteorológicos, áudio e demais tipos. São muitas as novidades criada pelos insights, ainda bem! Silvio Medeiros Contabilista e Educador Financeiro

Lençóis Paulista Maio de 2014

Enem 2014 As inscrições do Exame Nacional do Ensino Médio começam no dia 12 de maio e podem ser feitas até o dia 26

O

Instituto Nacional de Ensino e Pesquisa (INEP) divulga o Enem 2014, Exame Nacional do Ensino Médio, cujas inscrições devem ser procedidas entre os dias 12 e 26 de maio no site do Inep. No fim de 2013, foram divulgadas as datas oficiais da prova de 2014, elas serão aplicadas nos dias oito e nove de novembro, em todo o Brasil. No dia oito de novembro, os candidatos farão as provas de ciências humanas e suas tecnologias e de ciências da natureza e suas tecnologias. No dia nove de novembro, serão realizadas as provas de linguagens, código e suas tecnologias, redação e matemática e suas tecnologias. O MEC, Ministério da Educação, calcula que mais de sete milhões de estudantes deverão se inscre-

ver para as provas que podem garantir acesso à universidades federais e institutos federais de ensino superior. Em 2014, o MEC promete mais rigor na correção da prova de redação e um investimento maior na segurança para evitar possíveis fraudes. O Enem foi criado em 1998 e tem suas notas usadas no processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para o candidato conseguir uma bolsa de estudos pelo Prouni (Programa Universidade para Todos), solicitar os benefícios do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e, obter o certificado de conclusão do ensino médio. No ato da inscrição pelo endereço eletrônico enem. inep.gov.br, o estudante de-

verá informar seu CPF e sua data de nascimento. Após isso, deverá fornecer várias informações pessoais, educacionais e socioeconômicas, inclusive do seu grupo familiar. Além dessas informações, o estudante deverá também, no ato da inscrição, escolher a opção de língua estrangeira(inglês ou espanhol), o local de prova e se necessita de atendimento especial para fazer o exame. O estudante precisa ficar atento às informações que fornecer, pois só é possível

alterá-las até algum tempo após o término do período de inscrições. A taxa de inscrição é de 35 reais e os estudantes que estiverem concluindo o ensino médio em 2014 são isentos do pagamento da taxa de inscrição. Todos os outros candidatos devem pagar a taxa, porém, é possível declarar carência e solicitar isenção no Enem 2014. Para saber mais sobre o exame, acesse: www. enem2014.org.

Cronograma do Enem 2014

• Inscrições: de 12 de maio a 26 de maio • Pagamento da taxa: até 28 de maio • Dias de prova: 8 e 9 de novembro • Gabarito: 12 de novembro • Resultado: janeiro de 2015


Acontece

Lençóis Paulista Maio de 2014

Nova BMOL

7

A Biblioteca Municipal Orígenes Lessa ganhou novas e modernas instalações, com ampliação para o espaço de leitura e também área externa para bate-papo

As novas instalações da BMOL, biblioteca que reverencia o escritor Orígenes Lessa e que é uma das referências de todo o interior paulista

A

cerimônia de reinauguração da BMOL aconteceu no início do mês de abril e foi brindada com as palavras de Haroldo Duclerc Verçosa, sobrinho do primeiro diretor da Biblioteca, Zanderlite Duclerc Verçosa. Além dele, o diretor de cultura Nilceu Bernardo, o presidente da Câmara Munici-

pal Humberto Pita, o vice-prefeito José Antonio Marise e a prefeita Izabel Lorenzetti renderam suas homenagens a esse patrimônio e aos cidadãos. A cerimônia também foi abrilhantada pela presença da Orquestra Municipal de Sopros, regida pelo maestro Marcelo Maganha. A BMOL passou por

uma reforma e teve ampliações com vistas a melhor atender, tendo em vista que recebeu novos computadores e mais livros, além de um espaço especial à pesquisa. Uma cafeteria foi instalada, Dolce Aroma Café, com produtos à disposição de quem queira degustar a tradicional bebi-

da e suas derivações, enquanto aproveita os serviços da biblioteca e procede a uma boa leitura. A Cidade do Livro recebe as novas instalações da BMOL quando comemora os seus156 anos de emancipação política e administrativa e continua conhecida por ter mais livros que habitantes.


8

Empresário do Mês BRECHÓ

Lençóis Paulista Maio de 2014

PIZZAS

Toque de qualidade A

MEDICAMENTOS

TRANSPORTE

os 36 anos, e há mais de uma década no segmento de funilaria e pintura, tempo que lhe deu a necessária experiência, Rogério Grandi Giroldo é empresário que se importa - e muito - com a qualidade e agilidade e isso vale para todos os serviços que a oficina realiza. O serviço de martelinho de ouro é a técnica de desamassar a lataria de um veículo, sem precisar repintar e é realizada com ferramentas especiais que facilitam o acesso à área amassada, bem como, e especialmente, através da habilidade de técnicos bem treinados. “É um serviço rápido, que consigo fazer em um dia, e que é a preferência de muita gente, pois a funilaria e pintura demoram muito mais”, acentua o empresário. Juntamente com Cristiano Lima, seu sócio, Rogério Giroldo também implantou o serviço de funilaria e pintura e, há mais de um ano, têm feito um serviço com excelência. O martelinho de ouro não danifica o carro e, além disso, a pintura permanece original. “Já tive oficinas em Bauru, muitos serviços eu deixei de pegar porque precisava de funilaria. Então, decidi colocar esse serviço aqui também, para que não deixássemos de atender a todos que procuram pelos nossos serviços”, ressalta. Rogério Giroldo conta

Rogério Giroldo é especialista no martelinho de ouro e há mais de dez anos, executa com qualidade e agilidade a restauração de veículos

Rogério Giroldo, um dos pioneiros da técnica do martelinho de ouro em Lençóis Paulista, e que atende a clientes locais e da região

que começar nos serviços de martelinho de ouro foi uma opção do momento, pois era uma época na qual estava desempregado e já trabalhava com o serviço em outro local. Já com o domínio da técnica, fundou então a Giroldo Martelinho de Ouro. O empresário procurou fazer – e ainda faz – cursos para se especializar ca-

da dia mais e, em viagens que faz para trabalhar, acaba sempre trazendo uma nova técnica, sempre para agregar maior qualidade a toda a equipe. “Já viajei para diversos lugares e em todos aprendo uma coisa nova, já estive na Alemanha, Áustria, Itália, Argentina e alguns outros lugares, estava a trabalho, mas, surgia

a oportunidade de aprender técnicas novas e, assim, nunca deixei passar a oportunidade de me aperfeiçoar”, conta o empresário. A oficina atende toda a região, especialmente as cidades de Bauru, Pederneiras, Barra Bonita e Iacanga, além de clientes locais. “Hoje a procura pela técnica do martelinho está maior. Assim, temos muita concorrência e é também por isso que busco sempre que nossa equipe possa oferecer um serviço ágil, de qualidade e para que meus clientes se fidelizem e nos indiquem aos seus conhecidos”, comenta. O empresário diz que a qualidade do serviço está diretamente relacionada ao tipo da avaria na pintura, bem como à dificuldade de acesso até essa. O seu carro pode ficar com a pintura perfeita, mas, para chegar a essa avaliação é preciso que o técnico possa avaliar pessoalmente o veículo. “Procuramos não desperdiçar serviço. Na funilaria, temos que manter a estética do veículo e realizar um polimento geral, de forma que qualquer intervenção se torne imperceptível. Procuramos fazer o melhor para que o cliente saia satisfeito”. Para quem deseja saber mais sobre o serviço da Giroldo Martelinho de Ouro, basta acessar o site www.giroldomartelinho.com.br.


Empresária do Mês

Lençóis Paulista Maio de 2014

Beleza

pura

A

proprietária do salão La Femme é empresária há nove anos e sempre trabalhou no segmento de beleza e estética. Antes de ser dona de seu próprio e bem sucedido negócio, Arlete Machado Camargo recebeu proposta de cuidar da parte de locação de roupas para festas na Realce Noivas, onde trabalhou por muito tempo. Tempos depois, nesse mesmo local, viu a oportunidade de disponibilizar à clientela um salão de beleza. “Depois de um tempo com os dois negócios, precisei escolher um para me dedicar inteiramente, pois eu não conseguia dar conta dos dois ao mesmo tempo. Escolhi ficar apenas com o salão, onde estou até hoje e amo o que faço”, revela. Arlete Camargo comenta também que sempre gostou muito de atender as pessoas e de se relacionar com as clientes. Para ela, é muito bom ver o resultado final de um trabalho. A procura pelo trabalho de excelência do salão aumentava com o tempo

e com a propaganda das clientes, porém, esse não é um trabalho fácil, já que necessita de muito cuidado com o visual de cada cliente. Assim, o objetivo da equipe é o de sempre realizá-lo bem e de forma que a clientela não apenas fique satisfeita, mas, que retorne ao salão e o indique a outras pessoas. “Sempre trabalhei nesse ramo de atendimento ao cliente. Por isso, uso muito as técnicas e os conceitos do relacionamento, procurando repassá-los às funcionárias”, diz a empresária, ressaltando que “o atendimento deve ser o melhor e igual para todas as clientes, independente do poder aquisitivol”, ressalta. Para a empresária, o atendimento é prioritário, fundamental, afinal, é assim que se consegue fidelizar as clientes. Para ela, após oferecer o melhor atendimento, vem a qualidade do serviço, pois mesmo que tenha a melhor qualidade e o pior atendimento, não é possível fidelizar a cliente.

A empresária Arlete Machado Camargo sempre atuou com beleza, mas, focou uma única vertente de negócio onde se destaca a excelência no atendimento

A empresária Arlete Camargo, que optou pelo segmento da estética capilar e que é uma das referências do segmento em toda a região

Esposa de Wanderley Camargo e mãe de três meninas, Vanessa, Carolina e Laura, ela dedica seu tempo ao salão e à família. Ela ressalta que procura fazer o melhor tanto na sua casa, quanto no salão, com a equipe. “Não me considero patroa, pois, um precisa respeitar o outro, independente de quem seja, para que o trabalho dê certo” diz Arlete Camargo, destacando que “assim nos motivamos. E sempre converso com todas as meninas, em especial, depois que volto de algum curso, procuro passar tudo que aprendo para elas, porque também elas ficam qualificadas aos mais diversos serviços”.

O salão La Femme oferece às clientes serviços de penteado, maquiagem, depilação, tratamento capilar, escova progressiva, lipocapilar, manicure, pedicure e design de sobrancelha, dentre outros serviços para a beleza dos cabelos. Mas, além do atendimento e a qualidade dos serviços, conforme diz Arlete Camargo, “é preciso ter promoções constantes. Temos que oferecer aos clientes o que podemos, porém, é preciso coerência nas promoções. Não faço uma super promoção se não puder cumprir. Tenho uma clientela significativa e preciso honrar a sua fidelidade”, finaliza.

9


10

Emprego & Carreira

Lençóis Paulista Maio de 2014

Qualificados e gratuitos Foto: Revista O Comércio

Centro Municipal de Formação Profissional “Prof. Ideval Paccola” oferece diversos cursos gratuitos, com o objetivo de formar profissionais capacitados Foto: Revista O Comércio

Aos 15 anos, ainda menino, e mesmo sem qualquer experiência laboral, mas com muita vontade de trabalhar para conseguir adquirir suas próprias coisas, Wagner Paludeto iniciou-se no mundo do trabalho na Auto Escola e despachante Souza e agradece ao senhor Alfredo Izildo de Souza pela oportunidade, em Agudos. “Agradeço imensamente pela oportunidade, pois, com ele, aprendi a formação de caráter, a ter responsabilidade, a dar valor ao dinheiro e não depender tanto dos meus pais”, destacou Wagner Paludeto. Após um período de três anos nesse primeiro emprego, Wagner Paludeto passou a trabalhar na Circunscrição Regional de Trânsito - Ciretran , também em Agudos. Depois, trabalhou

na Marsicano Indústria de Condutores Elétricos, em uma multinacional em Salto, que fabricava condutores elétricos, fios e cabos, posteriormente, voltando a Agudos, por oito anos, atuou em um escritório de despachante policial, o despachante Silveira. Foi após ser concursado como despachante policial, em 1994, que abriu seu próprio escritório de despachante em Lençóis Paulista. “É muito gratificante ser dono do próprio negócio, em especial, porque já gostava de mexer com documentação de veículos e é o que eu gosto e sei fazer. Hoje, a mesma oportunidade que tive, ofereço aos adolescentes e jovens sem experiência, até para que eles não fiquem sem o que fazer e pelas ruas, ou aprendendo coisa ruim”, finaliza Wagner Paludeto.

Wagner Paludeto é proprietário do Despachante Policial Wagner

O CMFP abre inscrições em todos os semestres, porém, sempre há vagas remanescentes. Basta acionar a secretaria

D

esde 1987, quando foi fundado, e já em 1988 com seus primeiros cursos de mecânica, eletricidade residencial e marcenaria para adolescentes, o Centro Municipal de Formação Profissional “Prefeito Ideval Paccola”- CMFP, os oferece de forma gratuita. No ano de 2002, o espaço utilizado foi doado pela prefeitura ao Senai, através de uma concessão de uso do prédio aprovada pela Câmara dos Vereadores.

Após essa transferência de área para o Senai, o CMFP ganhou uma nova sede em terreno público, nas proximidades da Facilpa, onde se encontra também a sua sede administrativa. Os cursos oferecidos pelo CMFP são arte em tecido, assistente administrativo, biscuit, bordado, costura industrial, crochê, design gráfico, eletricidade residencial e montagem de painéis, inclusão digital, informática básica e informática kids.

Eles oferecem aos inscritos oficinas com máquinas, equipamentos que serão utilizados, ferramentas necessárias, materiais para aulas práticas e teóricas para uso em sala de aula, equipamento de segurança para proteção individual durante as aulas práticas, professores especializados, materiais para uso cotidiano e apostilas e, no final do curso, o aluno recebe o certificado de conclusão de curso. O objetivo dos cursos de iniciação profissional

é disponibilizar aos alunos as condições de desenvolverem aptidões, incentivar o gosto pelo trabalho, o senso de responsabilidade, também oferecer a possibilidade de início ao aprendizado de uma futura profissão. Os cursos também dão condições de encaminhar os alunos para escolas técnicas que colocam os estudantes diretamente no mercado de trabalho, além de complementar sua escolaridade e formação social.


Jovem Empreendedor

Lençóis Paulista Maio de 2014

11

Segurança é prioridade Claudemir Moura é sócio da GásHidro e prioriza a segurança em seus serviços que são oferecidos com total qualidade

A

decisão de investimento no ramo de atividade da empresa aconteceu pelo fato de existirem poucas empresas que trabalhavam com esse segmento, além de os sócios Claudemir Caetano de Moura e André Luiz Minetto receberem o convite para o estabelecimento de parceria com a Nacional Gás Butano, já que buscavam pessoas capazes de realizar o serviço. “Aceitamos a parceira e abraçamos a ideia, fazemos todos os tipos de tubulação e começamos com o gás liquefeito de petróleo, o GLP, mas com o tempo, percebemos que havia a necessidade de ampliar os serviços e começamos a trabalhar também com o gás natural e outros tipos como os laboratoriais e medicinais, ar comprimido e hidrantes”, comenta o jovem empreendedor. Com seis anos de estrada, Claudemir Moura, juntamente com seu sócio comentam que o ponto mais importante de qualquer serviço é a segurança e, depois, mas não desco-

lada, a qualidade, economia e agilidade nos serviços. A GásHidro também faz a instalação de aquecedores a gás. A empresa é a representante da Bosch e tem uma equipe especializada nos serviços. “Todos aqui são altamente treinados, mas, mesmo assim, participam de atualização anual, especialmente no que tange a segurança, porque o gás GLP se apresenta como alto risco à sua saúde”, comenta Claudemir Moura. Em sua avaliação, o crescimento da empresa foi rápido. E pouco mais de um ano já empregava de forma significativa. Hoje, além do quadro funcional, a empresa conta com fiéis parceiros com os quais segue em vários trabalhos. “Temos os clientes, específicos, que nos procuram. Acredito que seja reflexo do nosso trabalho, da qualidade do nosso serviço. Cuidamos de tudo para o cliente, desde o pré-projeto até a finalização do serviço”, ressalta. A empresa GásHidro atende 24 horas por dia,

O jovem empreendedor Claudemir Moura que atende a clientes em raio de 450 Km de Lençóis Paulista e que vê a empresa crescer a cada dia

em todos os dias da semana. Também trabalha com o sistema de prevenção e combate a incêndio, composto de luzes de emergência, alarme, sinalização, porta de gás. “Costumo dizer que antes de ser nossos clientes, são nossos amigos. Procuramos

deixar os clientes seguros, considerando menos a parte comercial e mais a parceria, a amizade. Fazemos tudo dentro das normas. Não pensamos apenas no lado financeiro, mas, sim, no melhor para os clientes e no que pode deixá-los mais satisfeitos”, comenta

Claudemir Moura. A parceria não se dá apenas com empresas do ramo, mas, também com profissionais especializados como engenheiros mecânico, de segurança e civil. “As expectativas nunca acabam. Atendemos clientes em cida-

des em raio de 450 quilômetros. Produzimos também projetos residenciais e esperamos crescer ainda mais. Temos novas ideias e é maravilhoso trabalhar com o que sonhamos. Na verdade, é mesmo gratificante e a realização de um sonho”, finaliza.


12

Campeã de Vendas

Lençóis Paulista Maio de 2014

Simpatia e dedicação Keila Monteiro é vendedora há dez anos e dedica seu tempo na assessoria de vendas aos clientes da Brasil Vidros

A vendedora Keila Monteiro diz que o segredo de boas vendas é conhecer sobre o que se vende e a relação de confiança e de credibilidade

“É preciso atendimento diferenciado. Temos que saber o que o cliente quer, mas, sempre deixá-lo à vontade. O cliente não gosta que fique na cola dele e se for a primeira vez que vem ao estabelecimento, é preciso perguntar seu nome”. Isabela Germino, Papelek.

“Temos que dar atenção aos clientes, bom atendimento, mostrar todas as opções e o deixar à vontade. Devemos estar atentos para saber se ele precisa de alguma coisa, mostrando assim que queremos bem atendê-lo”.

E

entre retornos e idas, a Campeã de Vendas deste mês, Keila Regina dos Santos Monteiro, trabalha com os clientes da Brasil Vidros há oito anos, onde apresenta aos consumidores sua experiência e seu jeito de ser como assessora de vendas. “Procuro ser sempre muito simpática e, ao mesmo tempo, passar toda a competência aos clientes. Gosto da minha profissão, do contato com o público, converso e interajo com os clientes. Isso me ajuda e muito”, comenta a vendedora. Para Keila Monteiro, existem clientes que chegam para comprar, mas, como têm outros problemas, acabam até involuntariamente descarregando sobre o vendedor. Mas é preciso ter jogo de cintura e, com tempo de conversa, é possível entender a situação que a pessoa vive. “A venda aqui não é fácil, vendemos o que a pessoa não vê, não é como vender alguns outros

Fotos: Revista O Comércio

Lúcia Romani, Lojas É D+

produtos. É preciso vender primeiro e depois instalar na casa do cliente para que ele veja o resultado”, ressalta. A vendedora também conta que é preciso conquistar o cliente, conhecer o que está vendendo, além de precisar passar credibilidade. É preciso que o atendimento seja muito bom, dar a certeza da instalação. “Passamos tudo o que deve ser feito aos clientes, como ficará esteticamente. Também é preciso explicar a parte técnica pois, assim, o cliente confia no vendedor e com isso, consegue-se fidelizar o cliente”, avalia. Com o tempo, a vendedora aprendeu que é preciso paciência para trabalhar todos os dias sem envolver

os problemas pessoais, além de entender mais o público atual, que é mais exigente. É preciso mostrar mais as mercadorias e saber especificar os produtos. “Hoje a concorrência é grande, mas, faço cursos para me especializar cada dia mais. Algumas coisas, contudo, só se aprende com o tempo e a experiência do dia a dia, em especial nesse ramo, no qual é preciso especificar muito sobre produto, pois o resultado final demora a sair e é preciso garantir aos clientes que ficará a contento”, ressalta. Casada com Reginaldo Monteiro e mãe de Ana Carolina, de 21 anos, Keila Monteiro comenta também que a vida de mãe e esposa

em nada atrapalha seu desempenho como vendedora. “Além disso, meu trabalho de vendedora também não muda nada em casa, o que acontece no serviço, fica no serviço, não levo meus problemas para a minha casa”. Para a vendedora, a empresa na qual trabalha é familiar, todos se ajudam. “Nossa relação é a melhor possível, pois, somos todos companheiros, procuramos ajudar uns aos outros e ser a verdadeira equipe. É muito bom ver um trabalho feito com a satisfação do cliente, a sensação é a do dever cumprido e por isso, continuo nessa profissão. É um estímulo ver um trabalho feito com sucesso”, conclui.

“Atender ao cliente com muita alegria e ter disposição de oferecer e mostrar todas as variedades que temos na loja, assim o cliente sai satisfeito e volta a nos procurar para uma outra compra”. Andreza Santesso, Esmalteria Imperial.

“Temos que abordar bem o cliente, mas não ficar em cima dele forçando-o a comprar. Eles sabem que estamos à disposição e acabam nos chamando para esclarecer dúvidas”. Joice Amaro, Lojas BBB.

“A simpatia é o principal, além de sempre agradar o cliente e atendê-lo com sorriso no rosto, a venda não pode ser apenas mais um negócio, mas, sim, uma certeza de que o cliente saiu satisfeito e voltará na loja em outras ocasiões”. Camila Cilli, Mamão com Açúcar.


Personagem

Lençóis Paulista Maio de 2014

13

Dedicação ao trabalho

C

om família em Bauru, José Alves Corsino Filho, ingressou na então Força Pública do Estado de São Paulo, hoje Polícia Militar, em março de 1958 e em agosto desse mesmo ano se mudou para Lençóis Paulista, onde continuou na polícia como destacado. “Aqui em Lençóis fui muito bem recebido, graças a Deus, e trabalhei durante 25 anos. Me aposentei como policial”, comenta. Ser militar era um sonho de criança e sempre foi muito feliz em poder concretizar. Durante os anos como militar, 17 deles trabalhou como policial no Fórum local à disposição do juiz e em outubro de 1970, a pedido do então juiz da Comarca, doutor Júlio Bonetti Filho, fundador da legião mirim, foi designado para coordenar a Legião, a frente da qual está até os dias de hoje. Casado com Tereza Vieira Velozo há 19 anos e pai de Washington José Corsino, fruto de seu primei-

Policial militar reformado, José Corsino é instrutor dos adolescentes da Legião Mirim masculina e aos quais aconselha à formação humana e profissional O policial militar reformado José Corsino que é o coordenador da Legião Mirim masculina de Lençóis Paulista e quem orienta os adolescentes à vida pessoal e profissional

ro casamento, José Corsino dedicou toda sua vida ao serviço público. “Uni o útil ao agradável e sempre consegui conciliar minha vida profissional com a pessoal”,

conta o instrutor. Com tantas experiências durante sua vida, José Corsino comenta que a que mais lhe marcou foi esta, haja vista que lhe permite aconse-

lhar e ajudar adolescentes a iniciarem a vida profissional e a construir um futuro. “O número de adolescentes é grande, por isso, me sinto feliz quando vejo que

um deles que passou pela Legião Mirim tenha dado certo e é um bom profissional. Mas fico igualmente triste quando percebo um que não dá certo. Contudo,

procuro sempre aconselhar, orientar o adolescente. É um trabalho gratificante e me faz crescer a cada dia como pessoa”, ressalta. José Corsino também foi chefe do hoje extinto Comissariado de Menor em Lençóis Paulista, além de ser o 1º SGT da PM reformado, que, em 1991, foi agraciado com o título de Cidadão Lençoense. Ele já foi suplente do juiz de paz e, em 2013, foi designado conselheiro titular do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, cargo que ocupa até hoje. “Acredito que o que falta para os adolescentes dos dias de hoje é a orientação, o aconselhamento de todas as partes, de todos os responsáveis por ele. Todos somos responsáveis pelo futuro das crianças e dos adolescentes e, por isso, temos a obrigação e o dever de aconselhá-los para que tenham uma vida digna e honrada”, finaliza.


14

Automercado

Lençóis Paulista Maio de 2014

Ultracompacto

Fotos: divulgação

Fábrica japonesa investe em veículo de passageiro único e movido a eletricidade. Testes foram iniciados no final de abril pelas ruas de Tóquio

U

ma mistura de motocicleta e carro é a proposta do veículo elétrico i-Road, modelo para transporte individual ultracompacto desenvolvido pela Toyota e que desde 24 de abril circula pelas ruas de Tóquio, a capital japonesa, para os testes que pretendem ser base para os ajustes finais do produto, antes de ser disponibilizado ao mercado. Nessa fase, a proposta é a de verificar o comportamento do veículo no dia a dia de um grande centro urbano. A Toyota forneceu dez veículos para cerca de 20 participantes do teste, escolhidos entre o público geral e especialistas do setor. Após a experiência, uma pesquisa será realizada para

verificar a sensação de condução, satisfação do usuário, facilidade de direção em áreas urbanas e impacto sobre as escolhas de destino de cada motorista. Além dos testes nas ruas de Tóquio, o i-Road também passou, no início de março, por provas em vias públicas na cidade de Toyota, marcando sua introdução na rede Ha:Mo (Harmo-

nious Mobility Network), sistema desenvolvido pela Toyota e que integra transportes particular e público. O objetivo de aperfeiçoar a mobilidade urbana, reduzir o estresse causado por engarrafamentos e diminuir emissões de CO2 e consumo de energia. O modelo está disponível em cinco cores. Movido por dois motores elétri-

cos, o pequeno i-Road pesa apenas 300 Kg (sem o motorista), que é também o único ocupante. As dimensões são bem reduzidas: 2,34m de comprimento por 0,87 cm de largura e 1,45m de altura. Com a energia acumulada na bateria de íon-lítio o veículo percorre 50 Km. A velocidade máxima é de 60 Km/h.


Casa & Decoração

Lençóis Paulista Maio de 2014

O interior da casa

15

Alguns projetos implementados em interiores de residências

A designer de interiores da Moretto Materiais para Construção, Andrelina Felipe, oferece dicas para a decoração interna de casa

O

design de interiores é a arte de planejar e arranjar ambientes de acordo com os padrões de estética e funcionalidade. O profissional de design de interiores harmoniza, em um determinado espaço, móveis, objetos e acessórios como cortinas, tapetes, procurando conciliar conforto, praticidade e beleza. “Planejamos cores, materiais, acabamentos e iluminação, utilizando tudo de acordo com o ambiente e adequamos o projeto às necessidades, à personalidade, ao gosto e à disponibilidade financeira do cliente. Costumamos trabalhar como autônomo, mas, podemos atuar também como funcionário de empresas especializadas em decoração e design de interiores ou, ainda, como consultor em lojas de móveis”, comenta a designer de interiores Andrelina Cilli Felipe.

Para este ano, a principal tendência de cor em decoração é a harmonia natural do verde com a tranquilidade do azul. Para a designer, “o tom azul esverdeado possui uma característica suave, tornando-se o novo ‘queridinho’ no mundo do design, porque é uma cor que veio para simbolizar equilíbrio e deve ser combinada com tons neutros e matizes amadeirados, mes-

mo sendo uma nuance tão específica, esse azul esverdeado é versátil e funciona bem em diferentes combinações de cor”. Andrelina Felipe comenta também que a madeira continua a ser um dos materiais favoritos, quando se fala de revestimento. A matéria-prima atemporal confere beleza e elegância em um projeto. “Por nem sempre ser tão ecoló-

gica, outras opções de revestimento, imitando madeira, surgiram no mercado nos últimos anos. Esses produtos garantem o mesmo aconchego que a madeira e aliviam na hora de pensar nos impactos ambientais. Também os acabamentos cerâmicos, vinílicos e até de alumínio, trazem a textura da matéria-prima e, ainda, custam menos”, ressalta a designer. Alguns materiais são muito escolhidos pelos clientes, como os mármores que trazem sofisticação

para ambientes contemporâneos. O cimento, que é um material contemporâneo na arquitetura, um design sustentável. A madeira tem novos formatos e novas possibilidades, em infinitas combinações, sutil, além que que são superfícies suaves e delicadas para a casa toda. As pedras dão riqueza de detalhes de cor e relevo. O porcelanato extrafino traz menos impacto ambiental, mais design, mais tecnologia e maior praticidade. As cores e as texturas multiplicam as

possibilidades para todas as áreas da casa. O estilo retrô traz uma atmosfera elegante e delicada. “Através de um estudo de caso, entendemos a necessidade do cliente e, a partir daí, indicamos o que melhor se encaixa às tais necessidades. E deixamos a liberdade para cada momento e para cada canto da casa. O cliente sempre deve escolher o que é do gosto dele, mas, claro, oferecemos dicas para que eles escolham o que melhor se encaixa em sua casa”, conclui.


16

Viagem & Aventura

Lençóis Paulista Maio de 2014 Fotos: arquivo pessoal

Sonho de criança Lívia Coneglian, Bruno Diegolo, Luciana Congelian e Luís Antonio Coneglian viajaram para Orlando para conhecer os parques de Disney World

E

m setembro de 2013, um sonho de criança se realizou para Lívia Coneglian Diegolo: uma viagem de 13 dias na cidade de Orlando (Estado da Flórida, Estados Unidos) para conhecer os parques da Disney World. Lívia Diegolo comenta também que ela e seu esposo Bruno Diegolo aproveitaram para comemorar o primeiro ano de casamento na companhia de sua mãe Luciana e de seu pai, Luís Antonio. “Sempre gostamos de viajar porque é um ótimo investimento. Então, combinamos que sempre que possível, programaremos viagens assim”, comenta Lívia Coneglian. Para a fa-

mília, a experiência em Orlando foi ótima, a começar pela cidade que consideram linda, de cultura diferente e com ótimos lugares para compras. E como descrevem, é realmente a terra dos sonhos. “Lá, voltamos a ser crianças. É difícil definir a melhor parte da viagem porque, com certeza, para cada uma, a melhor parte não é a mesma”, ressalta. Lívia Coneglian conta também que voltaria para Orlando em todos os anos, se fosse possível. Para a família, a recepção dos norte-americanos foi a melhor possível. Eles não são calorosos, mas todos muito educados, corretos. A cultura e a comi-

da são muito diferentes da nossa. “Vemos mais o fast food, comidas sem tempero e adocicadas. A parte de doces é divina, mas, as refeições de modo geral não agradam o nosso paladar”, conta Lívia Coneglian. O que a família mais se impressionou foi que a cidade é muito limpa. Não se vê pichação pelas ruas. Os prédios são novos, o trânsito é intenso, mas nada caótico. “Sobre trabalho, vimos muitos idosos trabalhando por lá em todos os lugares. As pessoas que trabalham nos parques são encantadoras, todos sorrindo, nos trataram muito bem. A honestidade deles também é destaque. O troco era devolvido centavo por

centavo”, comenta. Para Lívia Coneglian, viajar, realmente, deve ser algo a ser considerado como investimento e não como gasto. E conclui, dizendo que, na casa dela, “deixamos de fazer outras coisas, para poder viajar. As experiências são intensas, pois, conhecemos culturas, lugares e pessoas diferentes, sem contar que estreitamos os laços com as pessoas que viajam conosco. Tivemos momentos inesquecíveis, uma lembrança para a vida toda”, conclui. Registros de momentos da inesquecível viagem para a Disney World, em Orlando (Flórida) nos Estados Unidos


Informática & Tecnologia

17

Carona solidária Lençóis Paulista Maio de 2014

A

tecnologia está presente na maioria dos lugares e coisas, até onde ninguém poderia imaginar, como por exemplo, na locomoção de pessoas por meio de transporte solidário. E foi com o espírito de inovação, solidariedade e sofisticação tecnológica que Karen Langona, nascida em Lençóis Paulista, cidade onde residiu até seus 17 anos, elaborou um projeto que é destaque e chamado carona solidária. A autora é formada em Ciência da Computação pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” - Unesp, Campus de Bauru, mestre e doutora em Engenharia Elétrica pela Universidade de São Paulo - USP campus de São Carlos e São Paulo e MBA pela Universidade de Michigan, nos Estados Unidos. “Minha proposta é a de usar a carona solidária com o suporte da tecnologia e mecanismos de bonificação. A carona solidária (carpooling, rideshare) seria monitorada através do uso de smartphones com esse aplicativo e o método de localização por GPS. O incentivo aos usuários participantes da carona viria através de descon-

tos no IPVA, quando do licenciamento dos veículos”, explica a autora do projeto. Karen Langona comenta também que os participantes da carona solidária, sejam eles motoristas ou passageiros, teriam que instalar gratuitamente o aplicativo em seus smartphones e fazer o cadastro dos veículos que participarão das caronas solidárias. “Durante o tempo no qual o trajeto é compartilhado entre motorista e passageiro, o aplicativo de smartphone juntamente com as coordenadas de GPS garantem que todos estão no mesmo lugar”, ressalta. Os usuários do aplicativo, quando da utilização, acumulam pontuação tanto para o motorista do veículo quanto para os passageiros e essa é revertida em descontos progressivos, aplicados aos valores do IPVA devido dos veículos e a ser apurado quando do licenciamento. A decisão de elaborar esse projeto se deu pelo fato de, atualmente, conviver diariamente com as condições do trânsito da cidade de São Paulo e por entender na prática o quanto a mobilidade urbana está comprometida. “Ficar horas dentro de um carro e vivenciar o

Karen Langona concebeu projeto tecnológico para locomoção das pessoas, e compartilhamento do veículo com incentivo da redução do IPVA a quem participa

Karen Langona é a autora de projeto que alia carona solidária com redução de tráfego, poluição, melhora a mobilidade e, ainda, rende redução de IPVA

comprometimento da mobilidade urbana foram fatores que me ajudaram a pensar no que poderia ser me-

lhorado e o concurso Call to Inovation da Faculdade de Informática e Administração Paulista - FIAP, relacionado com inovação serviu de estímulo para melhor lapidar e expor a ideia”, conta. A autora do projeto que foi contemplado no concurso tem a formação e área de trabalho relacionadas à tec-

nologia e acredita que ela pode contribuir para melhorar a mobilidade urbana em vários aspectos e dimensões como, por exemplo, transporte público. “Meu projeto incentivaria as pessoas a deixarem o carro em casa, contribuindo para com a redução do número de veículos nas ru-

as e, por consequência, oferecer o seu contributo para com a melhoria da mobilidade urbana. A carona solidária permitiria que o motorista que a está concedendo, bem como os passageiros que deixaram seu veículo em casa, também acumulem pontos”, finaliza Karen Langona.


18

Meu Melhor Amigo

Lençóis Paulista Maio de 2014

Queridos felinos Márcia Bindi e seus filhos João Victor e Anna Clara aprenderam a gostar de gatos com seu esposo José Carlos Andreoli

H

á pouco mais de 12 anos, Márcia Cristina Bindi Andreoli teve seu primeiro felino de estimação, que recebeu o nome de Fulano. Além desse, muitos outros gatos passaram pela vida de Márcia e de sua família. “Eu nunca gostei de gato, mas, sim, de cachorro. Mas, depois que tive o Fulano, passei a gostar de gato e aprendi isso com meu esposo e hoje, meus filhos são os mais apaixonados pelos nossos gatos, o Fulano já morreu”, conta Márcia Bindi. Atualmente, Márcia Bindi e sua família têm sete gatos, sendo que, dentre eles, a mais antiga na família está há oito anos, é considerada a mais brava de todos, pois tem ciúme dos gatos mais novos. Além dela, outros seis gatos chegaram até a casa de Márcia Bindi e, nenhum deles foi levado. Apareceram, sozinhos e por livre e espontânea vontade. “O último que peguei veio por um menino que trouxe aqui. Ele chegou e perguntou se queríamos um gato. Era bem pequeno e laranja. Olhei e me apaixonei. Peguei o gato e hoje ele está com três meses,

mas é o mais comilão e já está bem gordo”, comenta. Para Márcia Bindi, a história mais interessante é a de um gato que apareceu e até hoje está com ela. Foi quando estava em uma das edições do Cerco de Jericó e ouvia alguns miados altos, que chegavam a dar eco na igreja e até o padre dizia que o gato estava participando do evento. “Dois dias depois que o cerco tinha terminado, vi o gato no telhado da minha casa, subi e o peguei, estava bem fraco, há muito tempo sem comer. Procurei para ver se tinha o dono e não encontrei, então fiquei com ele. O mais engraçado é que um ano depois, um amigo do meu filho veio aqui em casa, olhou o gato e começou a brincar. Naquele dia, contei a história daquele para ele e então descobrimos que era dele, mas não levou embora. O deixou comigo porque estava bem cuidado”, conta Márcia Bindi, acompanhada da filha, Anna Clara. Anna Clara Andreoli e João Victor Andreolli, dentre todos da família, são os mais apegados aos felinos e fazem tudo pa-

ra eles. “Eles pegam, beijam, abraçam. Eu fico até brava porque mesmo que sejam muito limpos, pois sempre damos banho, são animais e a boca deles não é tão limpa. Não sabemos o que eles comem quando saem, mas, eles gostam e não ligam para isso”, conta a mãe. A família sempre se dedica aos gatos, eles tomam banho de xampú e condicionador. “Não deixo ficarem sujos e procuro sempre ver como estão. Dou banho para que fiquem limpos e cheirosos. As vezes, não encontro alguns deles porque ficam em cima do telhado. Temos dois que falamos que são gêmeos, pois são muito parecidos e um que achávamos que era albino, pois ele nasceu muito branco, mas, agora, ele tem algumas manchas marrom e o consideramos lindo”, comenta. O amor pelos animais é passado de pais para os filhos e, mesmo que, Márcia Bindi sempre tenha gostado mais de cães, aprendeu a amar os felinos e hoje prefere-os aos cachorros. “Gosto mesmo é dos gatos!”, finaliza.

A filha de Márcia Bindi, Anna Clara, é quem faz questão de posar com os queridos felinos da casa


Social

Lençóis Paulista Maio de 2014

19

Fotos: Cíntia Fotografias

A Corte da Rainha da Facilpa 2014 junto com representantes da Associação Rural, Diretoria de Cultura, Cíntia Fotografias e Revista O Comércio

As Rainhas da Facilpa de 2011, 2012 e 2013, Daiana, Larissa e Karol

Marcos e Ana Paula

Rodrigo e Ana Cristina

Ana Rita e Cássia

Carlos e Natália

Naiara e Luciane

Cíntia e Fabrício


20

Bebê Show

Maria Luiza • Idade 1 ano e 7 meses • Mãe Karina Sanchez • Pai Moisés Florêncio • Roupas e acessórios Príncipe Shopping

Lençóis Paulista Maio de 2014


Lençóis Paulista Maio de 2014

Bebê Show

21


22

Mural Artístico

Lençóis Paulista Maio de 2014

Rir é o melhor remédio! Caio Morelli começou por acaso no stand-up, mas, descobriu que poderia estimular a adesão do público a esse estilo de comédia em Lençóis Paulista

F

ormado em Artes Cênicas pela Universidade do Sagrado Coração - USC e criador de um espetáculo de stand-up comedy, Caio Morelli conta que a primeira vez que partici-

pou desse estilo norte-americano de comédia foi quando viajou até Sorocaba e participou de um evento, “onde e durante o qual o microfone ficou aberto para quem dele quisesse fazer uso, ou seja,

Fotos: arquivo pessoal

para ‘abelhudos’ ou iniciantes como no meu caso!” Foi até o palco e se arriscou durante três minutos. Antes, porém, apanhou um ônibus as seis da manhã para ir à Sorocaba e, depois, já na cidade, outros dois coletivos urbanos circulares para chegar até o shopping, por volta das quatro da tarde. “Fiquei esperando até o horário do Comedy Club, as nove da noite. Então, joguei basquete por lá e fiquei gastando dinheiro, porque eu não tinha o que ficar fazendo”, comenta o comediante. “Foi bem difícil o primeiro show, mas continuei. O segundo show foi ainda pior, mas, a terceira apresentação foi a melhor da minha vida. Aprendi com o tempo, ganhei experiência, stand-up não é tão fácil quanto todo o mundo pensa. Se fosse, mais gente estaria nesse segmento por aqui no interior”, ressalta. No Centro-Oeste Paulista são só os comediantes de Lençóis e os comediantes de Sorocaba. Mais ninguém trabalha com isso! Caio Morelli comenta o quanto é bacana as pessoas comentarem, mas, que é muito difícil conseguir manter as pessoas rindo durante meia ou uma hora e, ainda mais, quando o objetivo é um humor limpo, sem humilhar ninguém, sem piadas

O comediante Caio Morelli, que batalha para firmar o estilo de comédia que é sucesso em muitos países, como nos Estados Unidos

clichês, sem baixaria. “Hoje apresentamos com comediantes da TV que são muito mais experientes que nós e, conseguimos, além de produzir o evento, chegar bem próximos a eles. Assim, não ficamos desqualificados. É mais complexo do que todos pensam”, comenta Caio Morelli. O primeiro grupo criado, o Tripa-Tétas, era composto por quatro amigos que se apresentavam pela região, mas, o grande desafio era fazer um show novo todo mês. Então, dois dos integrantes desistiram e apenas ele e Marcus Cirillo continuaram na arte. O desafio de fazer um show novo por mês continuava, mas surgiu a ideia de entrar em conta-

to com comediantes conhecidos através da TV e foi assim que conseguiram trazer o Thiago Carmona duas vezes, o Rogério Vilela do mundo Canibal, Victor Camejo, redator do Danilo Gentilli e o pessoal de Sorocaba que foi quem abriu o espaço para o início. O jovem também criou um canal no Youtube para divulgar seu stand-up e também pela dificuldade de fazer teatro no interior de São

Paulo e, hoje, a internet cresce a cada dia, podendo, assim, expandir seu trabalho e mostrá-lo a qualquer pessoa. “Meu plano é continuar com o vídeo e o stand-up, até que fiquemos reconhecidos. Não procuro dinheiro ou fama, mas, quero ser reconhecido pelo que faço. Quero criar um monólogo, onde falo durante meia hora para as pessoas rirem e mais meia hora para emocionar as pessoas”, finaliza.


Moda & Estilo

Lençóis Paulista Maio de 2014

23

O casamento Tradicionalmente, maio é conhecido como o mês das noivas; para celebrar a ocasião, pela primeira vez desde a criação da editoria Moda & Estilo, a Revista O Comércio promove um casamento em suas páginas

M

aio, definitivamente, é o mês das noivas e, assim, a revista decidiu produzir o ensaio especial sobre casamento. A Garota da Capa, que representa a noiva é Karen Letícia Wantroba, 17 anos, nascida em Itapetininga, mas vive em Lençóis Paulista desde os três anos. Cresceu, como diz, sempre prezando os princípios repassados por sua família, como o de fazer seu próximo feliz e, principalmente, ser feliz, bem como, estar com sua família e seus amigos. Já o jovem que representa o noivo é Anderson Gomes Ramos, 25 anos, nascido em São Bernardo do Campo. Aos cinco anos, mudou para Praia Grande. Já crescido e dono do seu nariz, passou em universidade pública e se mudou para o interior de São Paulo. Atualmente, vive, trabalha e faz amigos aqui em Lençóis Paulista. “Não desisto fácil dos meus sonhos e hoje foco em conseguir passar em uma universidade, sempre fico satisfeita e feliz quando consigo alcançar algum objetivo. Amo shopping, clube, restaurante e ir na igreja. Prefiro músicas que me permitam uma reflexão. Sou orgulhosa, gosto de estar no convívio com as pessoas e tento sempre superar e vencer minhas dificuldades”, comenta Karen Wantroba. “Eu gosto ir para a academia, após o dia de trabalho e sair com meus amigos, curtir minha família. Sou engenheiro agronômo e

escolhi estudar em Botucatu, onde aprendi muito e enfrentei as maiores dificuldades. Sou grato pela oportunidade que recebi da Zilor como estagiário e hoje sou contratado definitivamente. Procuro sempre ter fé em Deus e enfrentar as dificuldades da melhor forma possível. No campo profissional, espero uma estabilidade e, no âmbito geral, prefiro mais ouvir do que falar”, conta Anderson Ramos. Além de Karen Wantroba e Anderson Ramos, o ensaio fotográfico traz dois casais de padrinhos, Matheus Parrela, 21 anos, Jade Brega, 17 anos, André Moretto, 21 anos e Caroline Braga de 18 anos. A produção da noiva, do noivo, das madrinhas, dos padrinhos e das crianças teve a assinatura de uma das mais renomadas empresas do ramo da região, a Mimolé. A empresa, que é pioneira no segmento de aluguel de trajes em Lençóis Paulista, também conta com um ateliê de alta costura, onde ganham vida e forma os vestidos e modelos dos sonhos. O cabelo e maquiagem produzidos para o ensaio também aconteceram nos salões de beleza que estão localizados no espaço interno da Mimolé. O resultado, capturado pelos fotógrafos profissionais dos estúdios Cíntia Fotografia, atestam a competência da equipe liderada pela empresára Benê Naressi, proprietária da Mimolé.


24

Moda & Estilo

Madrinha • Nome Jade Brega • Aniversário 13 de Fevereiro (17 anos)

Padrinho • Nome Matheus Parella • Aniversário 29 de Dezembro (21 anos)

Lençóis Paulista Maio de 2014

Madrinha • Nome Caroline de Fátima Martins da Silva Braga • Aniversário 21 de Novembro (18 anos)

Padrinho • Nome André Moretto de Oliveira • Aniversário 21 de Agosto (21 anos)


Lençóis Paulista Maio de 2014

Moda & Estilo

Noiva • Nome Karen Letícia Wantroba • Aniversário 13 de Fevereiro (17 anos) • Signo Aquário • Mãe Noeli Wantroba • Pai Anderson Wantroba • Profissão Estudante • Filme Um Amor para Recordar • Perfume Euphoria; Calvin Klein • Livro A culpa é das estrelas; John Green • Hobby Conhecer coisas novas • Música Wake me up; Avicii • Prato Churrasco • Viagem dos Sonhos Orlando, EUA

25


26

Moda & Estilo

Noivo • Nome Anderson Gomes Ramos • Aniversário 25 de Novembro (25 anos) • Signo Sagitário • Mãe Sandra Regina G. Ramos • Pai Osmar Dias Ramos • Profissão Engenheiro Agrônomo • Filme O Poderoso Chefão • Perfume Eternity for men; Calvin Klein • Livro Steve Jobs: a biografia; Walter Isaacson • Hobby Musculação • Música Surf Song; Jack Johnson • Prato Arroz, feijão e carne moída • Viagem dos Sonhos Nova Zelândia

• Roupas e acessórios: Mimolé • Cabelo e Maquiagem: Ariana (Mimolé) • Fotografia: Cíntia Fotografias

Lençóis Paulista Maio de 2014


Lençóis Paulista Maio de 2014

Novinha • Nome Lívia Ribeiro da Silva • Idade 2 anos e 7 meses

Novinho • Nome Enzo Rocha Santos • Aniversário 2 anos e 9 meses

Novinho • Nome Henry Rocha Santos • Aniversário 2 anos e 9 meses

Moda & Estilo

27


28

Melhor Idade

Lençóis Paulista Maio de 2014

Miss elegância

Fotos: arquivo pessoal

Com maturidade, garra e muita força de vontade, Sylvia Artioli Ferreira foi eleita miss elegância da Melhor Idade em Lençóis Paulista do ano de 2013

A Miss Elegância 2013 da Melhor Idade, Sylvia Artioli Ferreira, que vive a vida de forma simples, porém intensa, e está cercada de toda a família que adora

N

ascida em uma fazenda na cidade de Macatuba, Sylvia Artioli Ferreira, conta que em sua infância, tudo era muito divertido, que andava a pé cinco quilômetros para ir até a escola. Ao voltar, ajudava a família nos serviços da fazenda, mas, mesmo assim, achava tudo muito gostoso e que tem saudades desse tempo de criança.

Aos 16 anos, Sylvia Ferreira começou a namorar Oswaldo Ferreira e, aos 20 anos, se casou com ele, que estava com 24 anos. “Meu casamento foi o melhor possível. A cerimônia foi em Macatuba e fizemos festa. Criamos nossos filhos juntos e fomos muito felizes”, comenta a miss elegância. Mãe de Oswaldo Junior,

Ana Maria, José Luiz e Silvia, a personagem enfocada desta edição conta que se esforçou muito para dar o melhor aos seus quatro filhos, tendo que trabalhar duro, chegando a carregar lavagem de porco ao sítio da família e cuidar de outras criações de animais. “Sou muito temente a Deus, e por causa d’Ele, nunca me faltou nada. Ele sempre nos ajudou e até

hoje é quem me ajuda a ser forte todos os dias”. Porém, a vida de Sylvia Ferreira também foi muito sofrida, durante dez anos, ela se dedicou inteiramente a cuidar de seu esposo que sofria de Alzheimer e chegou a perder a fala e todos os sentidos, mas, a sua fiel esposa nunca o abandonou e ficou junto dele até o fim, como diz, durante o matri-

mônio, até que a morte os separou. 17 anos viúva, ela vive e se alegra com a presença de seus filhos, crente, sempre, de que Deus “fez as coisas todas certas!” A maior alegria da miss elegância, que recebeu esse título em 2013, durante um concurso da terceira idade, é receber seus filhos, netos e bisnetos em sua casa, para um almoço ou reunião de família e conta também que a eleição de miss elegância reergueu muito sua autoestima e que se tornou

muito mais vaidosa. “Não gosto de ficar trancada em casa, a vida me fez assim, mesmo com os problemas, com a perda do meu esposo, não me deixei abalar e, hoje me alegro muito ao ver meus filhos bem, meus netos se formando, meus bisnetos saudáveis. Mais ainda por não precisar que ninguém faça nada para mim, pois, trabalho em casa e eu mesma arrumo tudo aqui, do meu jeito simples. Eu vivo e sou feliz”, finaliza.


Sorriso

Comportamento

Lençóis Paulista Maio de 2014

29

Alessandra Abujamra Soares, que venceu com fé inabalável e sorriso nos lábios as enfermidades do corpo e da alma

vencedor Vencer o medo, dor e a doença com garra, fé e um enorme sorriso nos lábios. É assim que Alessandra Abujamra Soares supera as adversidades!

E

la teve dois cânceres e duas embolias pulmonares em menos de três anos e superou essas doenças, incrivelmente, com fé, garra e com um bom humor incrível. Dona de uma energia positiva contagiante, Alessandra Abujamra Soares, diz que só não morreu “porque Deus não quis!”. E diz isso não porque seja uma religiosa convicta, mas, porque, acredita que foi uma força superior que a fez vencer as doenças e promoveu o seu resgate. “Meu restauro com Deus”, diz ela sobre essa experiência de praticamente estar do lado de lá e de poder por aqui permanecer. E o mais incrível é que “do nada, de uma vida saudável, alegre e gostosa” se viu

enferma e à beira da morte, não por uma, mas, por quatro vezes e seguidamente. Em outubro de 2010, ela descobriu uma pinta na perna. Foi a um dermatologista. Era um melanoma ínsito, dos mais agressivos, tinha que ser removido porque poderia se espalhar e contaminar o restante do corpo. Fez uma pequena cirurgia e retirou a mancha e tecido de seu entorno. 15 dias depois, teve uma embolia - aliás uma TEP trombo embolia pulmonar. Para se ter uma ideia do que é, basta dizer que para quem nunca havia tido sequer uma gripe e praticava natação (mil metros em todos os dias), depois de acometida pela TEP não conseguia nem andar por

alguns centímetros, por causa do intenso cansaço e da baixa pressão sanguínea e intensa dor nos pulmões. “Não havia posição em que pudesse ficar com menos dor. Respirar era doloroso”, recorda-se, a dor era decorrente do derrame da pleura. No começo da primeira embolia, os médicos acreditavam que era metástase do câncer que teve na perna. Mas, quando ainda se recuperava da primeira ocorrência e da embolia, descobriu em 21 de dezembro de 2011, que tinha um câncer no seio. Fez biópsia, detectou que o tumor era maligno (carcinoma), e teve que retirar ¼ da mama direita. Ficou por isso mais um tempo interna-

da, com o risco de ter que extirpar toda a mama. Sofreu com o tratamento, com a quimioterapia, embora, muito menos do que imaginou e ficou bonita mesmo com a perda dos cabelos. Na sequência, e como se um teste à sua fé inabalável, no dia 15 de janeiro de 2012, teve outra embolia! A vida agitada à qual estava acostumada, de correr pelo campo, brincar com cachorros, de se deitar no feno, conduzir o trator, de trabalhar, foi temporariamente interrompida por causa das enfermidades. Mas o sofrimento, o lado ruim, trouxe o la-

do bom, o de avaliar que a vida vale muito a pena e que é preciso não levar tudo muito a sério. “Aprendi a ser uma pessoa mais boa”, embora nunca tivesse sido má, mas, está agora mais seletiva, não se importando com a pressão do tempo ou de outras questões da vida moderna. “Descobri que o medo é que nos mata. Se você não tem medo, já é algo que ajuda a lutar contra as adversidades”. E ela venceu. Retomou a vida, mesmo tendo ainda acompanhamento médico na Unesp de Botucatu, a cada 15 dias, por onde passa pelas clínicas de hematologia, dermatolo-

gia, mastologia e oncologia. Voltou ao trabalho no campo, a produzir, cultivar e colher feno, a brincar com os cachorros... Emociona-se e emociona a quem ouve a sua história de vitória e ressalta, “vivo o dia e agradeço por vivê-lo, intensamente. Aprendi que não se deve antecipar algo que não existe e que pode não acontecer. E não deixei de seguir o ensinamento do mestre, de orai, vigiai e olhai!”. Ela é mesmo um caso raro, em especial de superação, porque nenhuma sequela ficou. Aliás, ficou uma marca, inconfundível: o sorriso. Saúde!


30

Craque do Mês

Lençóis Paulista Maio de 2014 Fotos: divulgação

Uma das modalidades do futebol americano, o Flag é desenvolvido na região e em Lençóis Paulista. Equipe se dedica para conquistar campeonatos

Go Readers! O nome do time é Lençóis Paulista Readers. Como é conhecida por “cidade do livro”, ficou a referência escolhida pela população, mas, em inglês

L

ençóis Paulista Cidade do Livro, LP Readers, conta com 43 atletas e dois técnicos, em uma modalidade do futebol americano denominada Flag Football - diferente daquelas partidas vistas na TV, pois os atletas não usam protetores de ombros e capacetes, mas, um cinto com duas “flags” (bandeiras) coladas com velcro aos lados do corpo. “Com essa modalidade, ao invés de derrubar o adversário para uma jogada, é necessário apenas retirar uma dessas flags. Nos Estados Unidos, essa modalidade é praticada como forma didática para os iniciantes em futebol americano”, destaca o técnico Murilo Gaspar Pascuotte. A ideia de iniciar um time de flag em Lençóis Paulista surgiu do interesse e

da vontade de ir além do praticado por alguns atletas da região que levavam o esporte nas praças das cidades e, em dado momento, decidiram que era hora de levar o nome de sua cidade e do time para os campeonatos estaduais e, se possível, também nacionais. Para escolher os atletas, os técnicos realizaram seletiva, a “peneira”. “Tinham exercícios físicos para escolher atleta de cada área que procurávamos. Assim, testamos os candidatos em velocidade, agilidade, força e resistência e os resultados foram muito bons. Os participantes se dedicaram muito e pudemos aproveitar vários atletas da seletiva”, comenta o técnico. Para Murilo Gaspar, o time se dedica de forma intensiva aos treinos e a frequência dos atletas é qua-

se sempre de 100%. Como técnico, passa a semana em pesquisa sobre as formas de melhorar o desempenho coletivo e levar aos treinos cronograma de exercícios e tarefas para o dia. Assim, sempre há o momento do ataque ter que treinar separado da defesa. “Vamos participar do campeonato Paulista de Flag, que é dividido em Caipira e Metropólis. Somos os caipiras da modalidade que existe desde 2010 e é disputada pelos times do interior paulista. Neste ano, seremos nós e outros dez times em disputa. Serão o sul e o norte e aquele que passar por todos os times e vencer o caipira, ainda disputará o título de campeão paulista, contra o time que vencer na categoria metrópolis”, explica o técnico. Para o técnico, o pon-

to forte do grupo é a união que, mesmo em pouco tempo treinando junto, cresce a cada dia que passa por causa da energia da equipe. Ela se estrutura de forma surpreendente, devido ao treinamento que acontece uma vez por semana, aos sábados, no campo do Ubirama. “Sempre aconselhamos cada um dos atletas a se proteger do sol, a usar chu-

teira confiável, a se hidratar e a ter uma alimentação leve e nosso preparador físico, o Evandro, é dedicado e comprometido com todo o time e com o físico de cada um. Os atletas são orientados a se cuidar durante a semana toda e, não apenas aos sábados”, comenta. A maior dificuldade da equipe é a manutenção, mas quem quiser partici-

par, é só comparecer aos treinos, munido da cópia do RG, CPF ou CNH, e contribuir com R$ 10 aos treinos. “Estamos cada vez mais fortes e preparados e crescendo cada dia mais. Também estamos abertos para parceiros que queiram investir nos Readers e jogar conosco, melhorando o desenvolvimento do esporte”, conclui.


Voluntários do Bem

Lençóis Paulista Maio de 2014

31

Ser diferente é normal A entidade que atende aos portadores de necessidades especiais, a APAE, lança campanha para ampliar a arrecadação de recursos à sua manutenção

Uma das peças da Campanha “ Ser diferente é normal” que pretende ampliar o volume de arrecadação junto à comunidade e suprir as necessidades da APAE

P

ara além dos voluntários de desde sempre, especialmente seu quadro de diretores e, a frente, por Sônia Aparecida Martins Bento de Oliveira (presidente) e Daniela Gomes Spadotto (diretora executiva), a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – Apae quer e precisa contar com mais doadores voluntários. A entidade quer contar com a colaboração dos cidadãos e, nesse sentido, e com o apoio do SAAE – Serviço Autônomo de Água e Esgoto, será possível a doação que, sendo autorizada, irá compor na conta de água e esgoto, em desconto mensal em montante definido pelo doador. A campanha “Ser diferente é normal”, já ganhou a comunidade em peças de

comunicação como outdoor, veículos de comunicação impressos e eletrônicos, como a internet e a ideia é a de mobilizar o maior número possível de pessoas. Na Câmara Municipal de Vereadores, a campanha foi alvo de discursos em apoio à iniciativa e os vereadores se comprometeram, pessoalmente, em fazer a doação via conta do SAAE. A entidade atende cer-

ca de 200 alunos especiais no aprendizado, bem como, na assistência à patologia e, para tanto, conta com uma equipe multidisciplinar de profissionais de saúde como psicologia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, e um excelente corpo docente, com professores especializados em educação especial. De acordo com a direção da Apae, os primeiros resultados da campanha são al-

vissareiros, porém, é preciso garantir significativo número de doadores. Atualmente, os recursos utilizados para suprir as despesas da entidade provém de doadores pessoas físicas e jurídicas (empresas), prefeitura municipal, eventos como bazares, dentre outros. Os custos são elevados, especialmente em relação a folha de pagamentos, para um quadro funcional ne-

cessário à demanda atual da entidade. A campanha atual deve sensibilizar também as pessoas que já contribuem de há anos, mas, que, ao longo do tempo não atualizou o valor das doações. Os valores propostos à conta de água e esgoto, iniciam-se em R$ 5,00 e chegam a R$ 30, mas, há opção de se colocar de próprio punho um valor maior. As contas do SAAE que

chegam proximamente nas casas dos lençoenses, em alguns bairros neste mês e em outros em meses seguintes, vêm com material de divulgação da campanha e uma autorização que precisa ser preenchida com os dados do titular da conta de água e esgoto, bem como, a autorização para ser assinada e entregue em postos de coleta ou, caso prefira, diretamente no SAAE.


32

Culinária & Gastronomia

Lençóis Paulista Maio de 2014

Vinho artesanal e leitoa Passar a tarde na companhia de pessoas agradáveis que adoram e vivem o campo e ouvir sobre o dia a dia da lida na roça é tão bom quanto o sabor da comida caipira

A

principal produção do sítio Nossa Senhora de Fátima, ou, “Sítio do Português”, como é

mais conhecido, é de uvas de mesa (Moscatel e Niágara) e vinhos de variedades (Isabel e Virgínia) dedica-

das à essa bebida. Sobre o processo de produção do vinho, vamos deixar à época da colhei-

ta e produção, mas, não dá para não adiantar a receita da Dona Dina Vieira da leitoa à caboclinha:

Peixe Assado Rendimento: 4 porções Tempo de preparo: 40 minutos

Ingredientes:

• 2 kg de peixe (Linguado, Pescada, Namorado, Robalo ou Dourado) • Sal e pimenta do reino a gosto • 2 dentes de alho amassados e picados • Caldo de 2 limões • 2 xícaras de chá de vinho branco seco (se quiser) • Cheiro verde picado a gosto • 2 folhas de louro • 4 colheres de sopa de azeite de oliva

Modo de Preparo:

• Deixe o peixe limpo, inteiro, de molho em todos os ingredientes acima (com exceção do azeite) durante 2 horas. • Coloque o peixe em uma assadeira, derrame por cima os temperos no qual ficou marinando, acrescente por cima também o azeite. • Leve para assar em forno moderado por 15 minutos, banhando de vez em quando com os temperos. • Depois, forno quente até dourar bem.

Ingredientes

• 5kg de carne de leitoa cortada em pequenos pedaços; • 75g de tempero por quilo de carne (sal, alho, cebola, salsinha e ervas finas); • 1/2l de suco de limão e 1/2l de água.

Modo de fazer

Deixe a carne no tempero por, no mínimo, 12 horas, mas fica ainda melhor se permanecer por 24 horas.

Acompanhamentos: Tempo de preparo

Escorra o tempero e coloque a carne para coser em uma vasilha com água quente e por cerca de 40 minutos. Escorra a água do cozimento, acrescente óleo em quantidade suficiente para fritar por mais uns 15 minutos, até que apareçam algumas pururucas em alguns pedaços que tenham couro.

Sirva com arroz branco, salada de alface e farofa. Batatas também vão bem, tanto quanto um vinho branco seco. Ademir Elizeu Sebrian Cozinheiro e proprietário do Bichano Pescados


Planeta Sustentável

Lençóis Paulista Maio de 2014

33

Comer da própria horta O senhor Heleno da Silva cultiva em própria horta, legumes e verduras há mais de dez anos porque sabe que comer produtos naturais é melhor à saúde

A

grotóxicos ou defensivos agrícolas, pesticidas, praguicidas ou seja lá quais os nomes dos produtos químicos usados na agricultura, o fato é que para a Organização Mundial da Saúde é toda substância capaz de controlar uma praga, em sentido amplo, e que possa oferecer risco ou incômodo às populações e ao ambiente. Por conta dos agrotóxicos, que comprovadamente não fazem bem à saúde, é que Heleno José da Silva cultiva sua própria horta, sem

usar qualquer produto químico, para não maltratar as plantas e quem as consumir. “Tenho 250 metros de terreno e não o utilizo inteiro, mas tenho variedade como couve, cebolinha, cheiro verde, salsinha, almeirão e diversos outros alimentos”, destaca. O cultivador orgânico diz que procura ficar em sua horta, onde passa as horas de seu dia e pode relembrar seus tempos de atuação na roça em sítios e fazendas, quando foi caseiro. Para ele, a horta é uma atividade excelente e indica a to-

O cultivador orgânico de horta, Heleno da Silva, em ação, ou seja, cuidando de sua paixão: a terra

dos que têm um espaço, para que cultivem uma. Para o senhor Heleno da Silva, comer produtos da própria horta e ainda conseguir ter para a venda, é tudo de bom. “Couve faz muito bem para a saúde, tem muito mal estar que só resolvemos com essa verdura. Sempre indico fazer um suco com água e couve, que fica muito bom e ajuda na saúde”, ressalta.

Heleno da Silva considera a horta o segundo lugar mais importante em sua vida, depois de seu lar. Ele não se cansa de reverenciar esse lugar para onde vai em todos os dias e passa horas, sem perceber que o tempo passou. Para Heleno da Silva, a falta de espaço e de tempo não é mais uma desculpa para desistir de ter a própria horta dentro de casa ou apartamento, por menor que se-

ja, porque “em qualquer cantinho pode-se ter um pé de salsinha, cebolinha, hortelã”. A horta é um local onde se pode cultivar vários tipos de verduras, cheiro verde e legumes, ricos em sais minerais e vitaminas indispensáveis para a saúde. “Podemos plantar tudo em nossa horta, conseguimos até plantar temperos e ervas medicinais. Além de ser uma ótima fonte de alimentos, é um im-

portante local de relaxamento. Tenho contato com a terra, a natureza e o prazer de produzir algo”, ressalta. É preciso lembrar sempre que, mesmo tendo os próprios alimentos, o cuidado é sempre necessário, especialmente com a higiene dos alimentos, mesmo os cultivados em casa. Deve-se, sempre, usar água potável para limpar as verduras e verificar se estão bem limpas.


34

Saúde

Lençóis Paulista Maio de 2014

Bom ao coração? Médicos americanos realizaram estudo que mostra que o “bom” colesterol tem um lado mau e pode aumentar o risco de ataques

A

lipoproteína de alta densidade (HDL na sigla em inglês), ou colesterol bom, normalmente ajuda a manter as artérias limpas e faz bem à saúde do coração. Mas um time de médicos do centro médico acadêmico Cleveland Clinic, no estado de Ohio (Estados Unidos da América), mostrou que o HDL pode se tornar anormal e entupir as artérias. Os médicos que participaram do estudo dizem que as pessoas devem continuar a comer de forma saudável, mas que a história do “bom” colesterol é mais complexa do que se pensava.

Sem garantia

Um dos pesquisadores, o médico Stanley Hazen, disse que o HDL estava sendo modificado nas paredes das artérias. “Nas paredes das artérias o HDL está agindo de forma bastante diferente de como age na circulação. Pode se tornar disfuncional e contribuir para com o desenvolvimento de doenças do coração.” Ele disse , ainda, que “esses dados não mudam a ideia de que devemos comer de forma saudável”, e que as descobertas serão usadas para desenvolver novos testes para o HDL anormal, e, também, para pesquisar medicamentos que ajudem a bloquear sua formação.

Shannon Amoils, um pesquisador da organização de caridade britânica voltada para problemas cardíacos, a British Heart Foundation, disse que “embora tradicionalmente pensemos no HDL como colesterol ‘bom’, a realidade é muito mais complexa.” De acordo com ele, “hoje sabemos que diante de certas condições, o HDL pode se tornar disfuncional e pode ajudar a entupir artérias. Essa interessante pesquisa mostra a exata mudança química que transforma o “bom” colesterol em ‘ruim’”. Para finalizar, o médico da BHF diz que esse conhecimento “pode permitir que cientistas monitorem a doença arterial coronária mais de perto ou até mesmo ataquem o colesterol “ruim” com medicamentos.”

Cenário

20% das crianças e adolescentes brasileiros têm colesterol alto. A lipoproteína de baixa densidade (LDL na sigla em inglês) é “ruim” porque é depositada nas paredes das artérias e causa a formação de placas duras que podem causar entupimentos, resultando em acidentes cardiovasculares (AVC) e infartos. No caso do HDL, ele é um colesterol “bom” porque é enviado para o fígado.


Fala Doutor

Lençóis Paulista Maio de 2014

Visão e experiência O médico Marcelo Ranzani afirma que a função de infectologista exige uma visão ampla sobre todo o organismo, pois trata de várias doenças

F

ormado em escola pública nos primeiro e segundo graus, médico graduado em 1996 pela Fundação Lusíada em Santos (SP), Marcelo Ranzani terminou sua residência médica sobre doenças infecciosas e parasitárias na Faculdade de Medicina de Botucatu (Unesp) no ano de 1999. Em 2004, se tornou mestre em medicina, na modalidade Medicina Tropical, pela Unesp de Botucatu e, durante quase dois anos, se dedicou às aulas e se tornou professor substituto na disciplina de Doenças Tropicais nessa universidade estadual paulista, campus de Botucatu. Além de um vasto currículo estudantil, o médico infectologista também ingressou, no ano de 1999, na Unimed em Lençóis como médico credenciado e, após dois anos, tornou-se cooperado. “Na gestão do Dr. Carlos Orlando Carraro, em 2006, passei a integrar o conselho de administração da Unidade, como conselheiro e fui diretor presidente da cooperativa de 2009 a 2012. Atualmente, exerço o cargo de diretor superintendente da Unimed, além de ser auditor médico”, acrescenta.

O médico infectologista Marcelo Ranzani que atua em Lençóis Paulista e também na Unesp, em Botucatu, onde é professor

No hospital Nossa Senhora da Piedade, durante a gestão do Dr. Francisco Antonio Grillo, em 2003, o médico Marcelo Ranzani ocupou o cargo de chefe de UTI. Em seu histórico profissional, inclusive no quadro funcional do Município e, durante três anos, foi médico clínico geral na Unidade de Saúde Antonio Leão Tocci, atendendo a população dos bairros Cecap e Jardim Primavera. “Aten-

do como médico infectologista no ambulatório de especialidades Doutor Antonio Tedesco desde 2002, e no Hospital Nossa Senhora da Piedade há mais de 12 anos como médico responsável pela Comissão de Infecção Hospitalar”, ressalta. Casado com Lelaine Boso e pai de Caio, de dez anos, o médico Marcelo Ranzani, encontra tempo extenso aos estudos das infectologias ou moléstias infecciosas, doenças que integram uma das

mais amplas especialidades médicas, porque trata dos processos infecciosos em diferentes órgãos e sistemas. “A infectologia não está restrita a apenas um órgão, como pulmão ou coração, mas, sim, em qualquer parte e, por isso, é necessária visão ampla de todo o organismo, já que cuida desde infecções cutâneas, pulmonares, digestivas do sistema nervoso central e periférico, além de outras funções”, comenta o médico. Marcelo Ranzani também ressalta que entre as doenças mais frequentemente atendidas pelo infectologista estão a Aids, tuberculose, dengue, sífilis, hepatites virais, pneumonias, hanseníase, infecções hospitalares, gripe, além de muitas outras doenças. “Devemos ter conhecimento do comportamento dos agentes infecciosos, como vírus, bactérias, fungos, entre outros, além de conhecer como o sistema imunológico do paciente interage com tais infecções, assim, temos como ter maior certeza do diagnóstico e tratamento dos processos infecciosos, tentando minimizar o sofrimento das pessoas com tais doenças”, conclui.

35

O prazer de ser mãe O primeiro espelho do humano é o rosto da mãe, seu olhar, sorriso, um universo de expressões faciais que recebe o pequenino em nosso mundo.O olhar interessado, afetuoso e cheio de significados ampara e fornece a experiência simbólica dos sentimentos de amor e proteção, ao mesmo tempo em que acolhe medos e angústias. Assim, o amparo psíquico da figura materna para com seu bebê é de suma importância para a constituição do eu, sendo a base principal para todos demais relacionamentos do bebê no mundo externo. Tenho a imensa alegria de conhecer mulheres que não só são mães, como desfrutam do imenso prazer deste papel. Não fazem disso um fardo, mas um compromisso com a própria qualidade de vida. Aprenderam que ser mãe é um diálogo delicado e flexível entre dois seres que possuem apenas idades diferentes. O valor que dão à maternidade transforma-se em ações positivas de respeito e cuidado. São mães que gostam de dar de si e se completam com o desabrochar do outro. Mães interessadas que perceberam que compartilhar seu conhecimento é muito mais interessante e prazeroso do que impor regras, simplesmente. Mulheres que se percebem como canais de informações e que se responsabilizam pela tarefa de apresentar o mundo aos filhos. Que valorizam seu papel de mãe, apesar de estarem na dobradiça, isto é, na transição da modernidade para a pós-modernidade, vivenciando muitos pontos de tensão. São mulheres guerreiras e simples, que trabalham, passeiam, estudam e também procuram equilibrar suas necessidades afetivo-sexuais sem colocar em risco a relação de confiança e de respeito com os filhos. E assim, inspirada pelo poema de Khalil Gibran, lembro que, para a abelha, uma flor é fonte de vida. E para a flor, uma abelha é mensageira do amor. E acredito que, em qualquer dia, um abraço bem gostoso é o melhor presente para um amor tão especial. Dra. Salete Cortez Psicóloga clínica, pós graduada e especialista em pânico e depressão.


36

Beleza & Estética

Lençóis Paulista Maio de 2014

TRANSFORMAÇÃO

Outono iluminado

Iluminar é a palavra e tom mágicos para os cabelos nesta estação sóbria do ano. Ilumine-se no outono e se apresente toda radiante

Antes

A

técnica de luzes consiste em clarear mechas muito finas em todo o cabelo, tanto na parte superior quanto inferior. A cor escolhida deve ter de 2 a 3 tons mais claros que a cor predominante do cabelo. É indicado para mudar levemente o visual e quebrar a monotonia de um tom uniforme. As luzes bem feitas se misturam à cor do cabelo dando um aspecto bem natural de clareamento. Porém, é possível

Depois

fazer luzes negativas, quando se pinta mechas finas e mais escuras. O tempo para manutenção deve ser de, no máximo, três meses.

Reflexo

A diferença para as luzes é que nos reflexos são clareadas mechas mais largas, feitas com papel alumínio. O efeito é mais definido, aparecendo mais a mudança. O aconselhável é refazer os reflexos a cada dois ou três meses.

Balaiagem

A diferença dessa técnica para as outras é que não é feita na cabeça inteira. É um clareamento mais superficial. Aplicada apenas na parte superior ou nas têmporas, é indicada para quem deseja um efeito mais leve e quer começar a clarear os cabelos aos poucos. No processo, o cabelereiro puxa mechas fininhas com um pente de dentes largos ou um pincel e passa a tintura a mão livre nos ca-

belos mais curtos. Nos cabelos compridos, pode ter ajuda de papel laminado. O retoque também pode ser feito entre dois e três meses.

Mechas ou luzes californianas

Clareia-se ou colore-se mechas largas. Normalmente, os tons escolhidos contrastam com a cor predominante dos fios, são bem marcadas, feitas em regiões estratégicas para acentuar o rosto.

A técnica californiana imita os cabelos dos surfistas das praias da Califórnia (Estados Unidos). Eles usam parafina nos cabelos para que, em contato com o sol, os clareie - especialmente nas pontas, mais sensíveis. O topo da cabeça fica na cor original e o cabelo vai clareando em degradê ao longo do comprimento. A manutenção para este tipo de mechas pode ser feita mais espaçadamente, entre 4 e 5 meses. Em cabelos

pretos pode-se usar as californianas em tons quentes, como vermelho e marrom acobreado. Em nossa modelo, Fernanda Cristina Moretto, fizemos californianas e finalizamos com uma técnica iluminadora, com um up no corte e para deixar os fios bem hidratados, selante para cabelos loiros . Agora que você já sabe a diferença entre as técnicas, é só escolher a sua iluminada, sair e arrasar.


Beleza & Estética

Lençóis Paulista Maio de 2014

37

Cabelo branco precoce Estresse e alimentação desregrada podem antecipar a chegada dos indesejáveis fios brancos, mas, bons hábitos podem retardar sua aparição

O

s cabelos brancos aos 30 anos pode ser apenas uma coincidência genética, já que a predisposição a ficar grisalho bem antes da idade natural acontece quando essa característica é uma marca registrada da família. O embranquecimento acontece com a morte do melanócito, que é a célula que da cor à pele e ao cabelo e cada ser humano nasce com uma programação celular específica, que determina quando acontece esse processo de embranquecimento. Porém, além desse fator genético, pesquisas recentes apontam que outros fatores aceleram a chegada dos fios brancos, como o estresse, poluição e alimentação desregrada. Mas, para que se retarde a chegada das indesejadas mechas brancas, alguns bons hábitos são adotados como prevenção. Fatores traumáticos, perda de pessoas queridas, doenças na família e separação, podem acelerar o processo, pois com alguns

traumas, as células que dão cor aos fios podem deixar de trabalhar corretamente e morrer, em razão de contínuos ataques contra o DNA. O cortisol, hormônio relacionado do estresse, é uma das substâncias que tornariam o ambiente tóxico para as células. Outra vilã é a oxidação, que acontece naturalmente no organismo quando ele transforma nutrientes em energia para sobreviver e, no meio do caminho, libera os radicais livres, moléculas que em excesso podem danificar as células. A carência de nutrientes como ferro, zinco, cobre, ácido fólico e silício orgânico podem interferir no processo, já que são nutrientes muito importantes na manutenção da integridade dos fios. O ferro está presente nas verduras verde-escuras e no feijão, o zinco pode ser encontrado no gérmen de trigo, o cobre e o ácido fólico no grão-de-bico e o silício orgânico nos grãos integrais e colabora para aumentar a produção de que-

Os cabelos brancos são consequência natural do envelhecimento do ser humano, mas, fatores podem traze-los de forma precoce. Saiba como retardar

ratina, proteína que constrói o cabelo. Para o fim dos brancos, o mais indicado é que antes de partir para a tintura, se tome medidas provisórias quando eles começam a aparecer e para disfarçar os primeiros fios sem cor, é possível recorrer aos tonalizantes menos agressivos e passar às tinturas quando a quantidade deles aumentar, pois a coloração permanente entra em cena quando mais de 50% dos fios estão sem cor. Há também pessoas que preferem apostar nos refle-

xos, que podem funcionar bem dependendo da quantidade e da localização dos fios brancos, mas também não garantem 100% de cobertura, porém as mechas mais claras se misturam aos brancos, disfarçando-os. Para as adeptos da coloração em casa, é recomendado começar pelos tonalizantes que têm menos duração e menos risco, caso a cor escolhida seja a errada, mas também existe a henna, que é outra possibilidade, porém com cobertura e durabilidade menor.

Maquiagens de emergência para cobrir os brancos:

• Black Stick, K. Pro • Cera de fixação que cobre os fios brancos. Para cabelo preto ou castanho escuro. • Caneta de retoque Capilar Ombre Hair, Sephora • O aplicador é idêntico ao de uma máscara de cílios, mas deve ser usado na raiz, para disfarçar os brancos ou no comprimento para criar mechas. • 2 Minute Root Touch Up, Alterna • Com aplicador em forma de pincel e fórmula em gel que seca rápido. São quatro cores. • Shampoo seco Batiste Castanho • Além de diminuir a oleosidade e dar volume aos fios, tinge a raiz. No Brasil, disponível apenas no tom castanho. • Caneta de retoque Pronto Colore, Sephora • Da linha do cabeleireiro italiano, está disponível em oito tonalidades e promete secar rápido. • Root Concealer, Rita Hazan • O spray a seco da marca da colorista famosa nos Estados Unidos está disponível em cinco tonalidades.


38

Entretenimento

Lençóis Paulista Maio de 2014

Formar bailarinos O bailarino e professor Luiz Henrique Santana começou muito jovem na dança e ensina tudo o que aprendeu para seus alunos

O

Foto: arquivo pessoal

ballet clássico é a base para todos os outros estilos de dança, porém, ele não é o mais procurado pelos bailarinos. Mas o professor Luiz Henrique Santana ensina aos seu alunos os fundamentos do ballet clássico e de como ele é importante para quem deseja ter carreira na arte. “Vejo que todas as companhias de dança, independente de seu estilo, procuram sempre um bailarino que tenha noção ou formação em ballet, pois um bailarino com formação em ballet, tem muitas outras possibilidades nessa arte cênica”, avalia o bailarino. Hoje, nas escolas municipais que o professor leciona, consegue atender por volta de 200 alunos, onde mais da metade desses alunos é composta por meninos. Esse dado, porém, não dissipa o persistente preconceito para com os meninos que dançam ballet. De acordo com o professor, não são as crianças que são preconceituosas, mas, sim,

O bailarino e professor Luiz Henrique durante suas aulas de ballet clássico aos alunos, grupo formado em sua maioria por meninos

seus familiares, pais, irmão, amigos mais velhos. “A idade ideal para começar a aprender realmente o ballet clássico é aos seis anos e conseguimos formar um bailarino em oito anos. A procura aumentou muito e vemos isso quando os pais vêm a primeira apresentação dos filhos e passam a admirar a arte, afinal, abordamos o ballet clássico, temas relevantes para a sociedade, ótimas músicas, trabalhamos com o comportamento da criança, com a disciplina e vejo

essas crianças como meus filhos, cuido muito deles”, comenta o professor. Luiz Henrique Santana analisa o crescimento das crianças no ballet e comenta que o resultado é muito rápido, a criança ganha sensibilidade e facilidade de ouvir os mais experientes. “O resultado é apenas positivo, não vejo nenhum ponto negativo no ballet clássico. Mesmo com o preconceito, essa arte ganha cada vez mais bailarinos e tem crescido a cada dia mais”, conclui.

HORÓSCOPO Áries

21/03 a 20/04

É preciso se atentar à vida amorosa, isso inspira comunicação mais do que o costume, momentos de dúvidas surgirão, atente-se e cuidado.

Câncer

21/06 a 20/07

Sua vida profissional enfrentará decisões cruciais que deverão ser feitas obrigatoriamente. A vida exigirá um posicionamento firme.

Libra

21/09 a 20/10

Será preciso fazer esforços para conservar seu território intacto, você terá dificuldades para ser diplomático, mas isso é excelente no momento.

Capricórnio

21/12 a 20/01

Sua vida sentimental será mais simples, mais leve e, acima de tudo, você viverá situações que reforçarão sua autoconfiança e sua capacidade.

Touro

21/04 a 20/05

Os projetos avançarão em harmonia, sua vida financeira promete ser mais emocionante, mais rica financeiramente e com mais contatos.

Leão

21/07 a 20/08

Fonte: internet

Gêmeos

21/05 a 20/06

Seu amor próprio encontrará satisfações em todos os domínios, você não escapará de uma mudança repentina se estiver comprometido.

Virgem

21/08 a 20/09

Você terá tendência a confiar muito rapidamente nas pessoas que vai conhecer, sua vida sentimental passará por uma corrente muito positiva.

Muita paciência pode levá-lo a aceitar algumas coisas vindas de seu parceiro que não lhe convêm. Evite compromissos neste mês, seja mais leve.

Escorpião

Sagitário

Sua vida amorosa se anuncia intensa, cheia de paixão e de sensações fortes. Cuidado para não transformar suas interações em tirania!

É o momento certo para demonstrar sangue frio, você terá possibilidades de mudanças e reorientação em sua vida profissional e pessoal.

21/10 a 20/11

Aquário

21/01 a 20/02

É dando um passo para trás e suas interações que você chegará à melhor ação e a melhores decisões, seja prudente com o dinheiro líquido.

21/11 a 20/12

Peixes

21/02 a 20/03

Ataque diretamente suas preocupações mais altas, você terá grande facilidade para agir sem entrar em estados emocionais negativos.


Len莽贸is Paulista Maio de 2014

Publicidade

39


40

Publicidade

Len莽贸is Paulista Maio de 2014


Revista O Comércio - Maio de 2014