Page 1

9 771980 ISSN 1980-3206

320006 00137

F E V E R E I RO 2 0 1 8 N. 1 3 7

N. 137

É ELA

TAÍS ARAÚJO DIVA, E PRONTO! A TAILÂNDIA É AQUI TEM GENTE DO MUNDO TODO EM BLUMENAU. O MOTIVO? MUDAR DE SEXO

E MAIS: MENTA PARA REFRESCAR, A CASA TIPO INSPIRAÇÃO DE BIA LESSA EM SANTA TERESA, ANTONIO BIVAR E A GUERRA DOS SEXOS EM HOLLYWOOD E A SARRADA DE MC KEVINHO

capa Tais.indd 1 Pasowitch 137.indd 1 Revista Joyce

PÉROLAS NEGRAS POR ONDE ANDAM AS MISSES DO CLUBE RENASCENÇA, NO RIO? MOÇAMBIQUE É HOT UM MERGULHO NO PAÍS AFRICANO PELO OLHAR ESPERTO DA FIGURINISTA JULIA GASTIN

02/02/18 00:04 15/02/2018 12:20:17


Joyce adora

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 2

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

15/02/2018 12:20:19


AB_ZEROCAL_AF_ANUN_TATA_joyce_adora_165x230_1016.pdf

1

10/24/16

3:00 PM

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 3

15/02/2018 12:20:20


Revista Joyce Pasowitch 137.indd 4

15/02/2018 12:20:21


Revista Joyce Pasowitch 137.indd 5

15/02/2018 12:20:22


DIRETORA-GERAL JOYCE PASCOWITCH joyce@glamurama.com EDITORA Thayana Nunes thayana@glamurama.com REPORTAGEM Beatriz Manfredini (estagiária) beatrizm@glamurama.com DIRETORA DE ARTE Emanuela Giobbi manugiobbi@glamurama.com EDITOR DE ARTE David Nefussi davidn@glamurama.com EDITORES DE ARTE ASSISTENTES Jairo Malta jairo@glamurama.com Jefferson Gonçalves Leal jeffersonleal@glamurama.com FOTOGRAFIA Carla Uchôa Bernal carlauchoa@glamurama.com Claudia Fidelis (tratamento de imagem) PRODUÇÃO Meire Marino (gestora) meiremarino@glamurama.com Ana Elisa Meyer (produtora-executiva) anaemeyer@glamurama.com Wildi Celia Melhem (produtora gráfica) celia@glamurama.com Inácio Silva (revisão) Luciana Maria Sanches (checagem) COLABORADORES Adriana Nazarian, Ale de Souza, Aline Vessoni, Antonio Bivar, Bruna Bertolacini, Bruna Guerra, Chico Felitti, Ciça Bueno, Daniel Klajmic, Denise Meira do Amaral, Fernanda Grilo, Giovanna Balzano, Jac Leirner, Joana Brito, Kiki Garavaglia, Matheus Evangelista, Miguel Lebre, Paulo Freitas, Paulo von Poser, Renato Fernandes, Rodrigo Grünfeld, Rodrigo Penna, Rose Luna, Shmuel Lemle, Zô Guimarães

PUBLICIDADE MULTIPLATAFORMA Rafaela F. Pascowitch (gestora) rafaela@glamurama.com GERENTES MULTIPLATAFORMA Kelly Staszewski kelly@glamurama.com Roberta Bozian robertab@glamurama.com EXECUTIVAS MULTIPLATAFORMA Maria Luisa Kanadani marialuisa@glamurama.com Rio de Janeiro: Michelle Licory (MKT e Conteúdo) michelle@glamurama.com

publicidade@glamurama.com tel. (11) 3087-0200 MARKETING

Carol Corrêa (gestora) carolcorrea@glamurama.com Aline Belonha aline@glamurama.com Anabelly Almeida anabelly@glamurama.com Mayara Nogueira mayara@glamurama.com Tânia Belluci tania@glamurama.com

assinaturas@glamurama.com tel. (11) 3061-9548 ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS Clayton Menezes (gestor) clayton@glamurama.com Heberton Gonçalves heberton@glamurama.com Hércules Gomes hercules@glamurama.com Núbia Dias nubia@glamurama.com Renato Vaz renato@glamurama.com DISTRIBUIÇÃO EM BANCAS: Distribuída pela Dinap Ltda. – Distribuidora Nacional de Publicações, Rua Dr. Kenkiti Shimomoto, 1678, CEP 06045-390 – Osasco – SP CTP, IMPRESSÃO E ACABAMENTO: Stilgraf Artes Gráficas e Editora Ltda. REPRESENTANTES DE PUBLICIDADE Belo Horizonte: Norma Catão - tel. (31) 99604-2940 Brasília: Front Comunicação - tel. (61) 3321-9100 Fortaleza: Aurileide Veras - tel. (85) 99981-4764 GLAMURAMA EDITORA LTDA. DIRETORES: Joyce Pascowitch e Ezequiel Dutra CONSELHO CONSULTIVO: Silvio Genesini, Moshe Sendacz e Fábio Dutra Rua Cônego Eugênio Leite, 282, Jardim América, São Paulo, SP CEP 05414-000. Tel. (11) 3087-0200

Expediente 4 Revista Joyce 137.indd Pasowitch 137.indd 6

01/02/18 23:49 15/02/2018 12:20:22

Sumário13


2/18 23:49

NESTE NÚMERO 6 EDITORIAL 8 RADIOGRAFIA 10 PONTO DE VISTA 11 TRÊS PONTINHOS

48

Por Rodrigo Penna

12 14 18 20 22

J.P DESCOBRE J.P ENTREGA MÊS BOM PARA J.P ADORA MULHERES DE 400 TALHERES

A história do concurso Miss Renascença

28

DOUTOR TRANSFORMAÇÃO

O rei da mudança de sexo no Brasil

FOTO ZÔ GUIMARÃES; ILUSTRAÇÃO BRUNA BERTOLACINI

34

A DONA DO BAILE TODO

A quarta capa de Taís Araújo na J.P

46 48

56 64 66 68 73

J.P MODO DE VIDA ESPAÇO VIVO

A casa de Bia Lessa em Santa Teresa, no Rio AVENTAL BEM TEMPERADOS CORPO E ALMA J.P VIAJA POR AÍ

Por Kiki Garavaglia

74

ÁFRICA IN LOCO

76

NOVA YORK

Por Joana Brito

78 J.P FERVE 40 88 CULTURA 90 DE CONVERSA EM CONVERSA

Por Antonio Bivar

28

TAÍS ARAÚJO Foto Daniel Klajmic, styling Rodrigo Grünfeld, beleza Ale de Souza. Capa Clodovil Vintage para Brechó Minha Avó Tinha, body Pat Bo, brinco Prada, anel Amsterdam Sauer

O conteúdo desta revista na versão digital está disponível no SITE +joycepascowitch.com

92

CABALA

93

HORÓSCOPO

94

VIEIRA SOUTO 458

Por Lui TPS

facebook.com/revistajp

95

CORREIOS/ AGRADECIMENTOS ÚLTIMA PÁGINA

@revistajp

96

Revista Joyce Pasowitch Sumário137.indd 5 137.indd 7

Julia Gastin e o melhor de Moçambique

Por Shmuel Lemle Por Ciça Bueno

MC Kevinho ensina sua sarrada

NA REDE:

@revistajp

15/02/2018 12:20:23 02/02/18 16:25


J.P EDITORIAL

A

questão da igualdade, do empoderamento, de tudo que permeia nosso pensamento sobre esses temas é tão forte que, mesmo sem percebermos, esta edição de fevereiro acabou ficando quase uma homenagem. Por quê? Primeiro, Taís Araújo na capa, cheia de atitude, de comprometimento, puro talento. Além de tudo, superbem-humorada. Quem não ama Taís? Quem não acha ela cheia de personalidade, cheia de estilo? Na nossa capa e recheio, ela surge clicada por Daniel Klajmic, com beleza de Ale de Souza e styling de Rodrigo Grünfeld. Só deu ela, claro! Renato Fernandes, nosso repórter especial, por total coincidência, resolveu contar sobre o concurso de beleza Miss Renascença, um cult dos anos 1960 que escolhia as moças negras mais belas do Rio de Janeiro. Elas passaram por todo tipo de preconceito, mas brilharam muito e são lembradas até hoje. Quando escolhemos a viagem do mês, não é que deu Moçambique? África! Desta vez sob o olhar esperto da figurinista e designer de bijoux carioca Julia Gastin. Seria nossa edição uma edição de raiz? De empoderamento? De resgate e reconhecimento? Sem dúvida, sim. Isso faz parte de nossa maneira de ser. Está na nossa alma e no nosso espírito. Não trombeteamos, mas estamos, sim, ligados e espertos. Isso é, sim, uma questão. Mas neste fevereiro temos mais, muito mais: Chico Felitti entrevista o cirurgião plástico que fez de Blumenau, Santa Catarina, a capital brasileira da mudança de sexo. Hello? O Doutor Transformação tem escritório até na rua Oscar Freire, em São Paulo, e em Milão, onde vai gente do mundo todo para se consultar e se submeter aos seus cuidados. A Tailândia que se cuide! Tem também a diretora Bia Lessa abrindo sua casa cheia de bossa e verde em Santa Teresa, no Rio, receitas refrescantes – por favor! – com menta, Antonio Bivar e a polêmica que está marcando uma nova fase em Hollywood, tudo sobre a primeira edição da Folia Glamurama – sucesso total! – e, para finalizar, MC Kevinho, o funkeiro mais famoso do Brasil – e deste Carnaval. Evoé, Momo!

L

P u

glamurama.com

Revista Joyce Pasowitch editorial 137.indd 6 137.indd 8

P

15/02/2018 12:20:26 01/02/18 22:34


02/18 22:34

Lima da Pérsia

Perfume cítrico que deixa uma deliciosa sensação de frescor.

Phebo. O perfume que fica.

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 9

15/02/2018 12:20:27


N

RADIOGRAFIA

O

E

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Equação Explícita (2018) é o mais recente trabalho da artista plástica Jac Leirner. Nele, foram usados vários espelhos de inox, cabos de aço e um bloco de massa de modelar, como uma forma de misturar resíduos de objetos de uso cotidiano de um jeito inovador, característica de muitas de suas obras. Aqui, além de procurar surpreender com as associações inesperadas, ela quer fazer uma alusão à música. Nascida em São Paulo, em 1961, participou das bienais de São Paulo e de Veneza, e tem obras em coleções do Tate Modern, em Londres, e do MoMA, em Nova York. Atualmente, é representada pela Fortes D’Aloia & Gabriel, na qual prepara uma nova exposição para abril.

FOTO DIVULGAÇÃO

JAC LEIRNER

8 J.P FEVEREIRO 2018

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 10 RADIOGRAFIA 137.indd 8

15/02/2018 21:24:24 12:20:29 01/02/2018

Z a q P c


AF_LM_ZEROCAL_ANÚNCIO_JOYCE_165x230mm_05-17.pdf

1

5/10/17

3:52 PM

Novo Zero-Cal Sucralose. O adoçante para quem adora açúcar.

Experimente.

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Zero-Cal Sucralose é um adoçante de origem natural que vem da cana-de-açúcar. Por isso, seu sabor é doce como açúcar.

21:24:24

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 11

15/02/2018 12:20:29


PONTO DE VISTA

O QUE É DIONISÍACO?

“O teatro grego era dedicado ao deus Dionísio, o deus do vinho, das festas, da alegria. Portanto, as festas dionisíacas, como o Carnaval, têm o mesmo cunho de celebração do teatro, onde você pode ser rei, pirata ou jardineira... Pra depois tudo se acabar na quarta-feira.”

FOTO ISTOCKPHOTO.COM

ROSA MAGALHÃES, CARNAVALESCA

Revista Joyce 137.indd Pasowitch 10 137.indd 12 pontodevista

15/02/2018 21:37:24 12:20:30 01/02/2018

Coluna Pe


TRÊS PONTINHOS POR RODRIGO PENNA

SOBRE FÉRIAS Fazer mala é uma “escolha de Sofia” em escala industrial. Mal consigo encarar o short azul que ficou de fora. Estou com a alma dilacerada.

Numa parede de Berlim: “Be careful with each other, so we can be dangerous together!”. Um lugar onde as pessoas vão pra brincar, livres, com gosto, dançar até não sei mais e dar um arrocho gostoso, abraçar os amigos, ficar doido de som, sabores e alegria, pra ver e ser visto com muito capricho, usar roupa ou fantasia que bem lhe convém, largar os preconceitos na entrada, celebrar a identidade, sua cultura e se orgulhar de vê-la tomando o corpo do mundo. Um altar de sensações vivas, preces cheias de balanço, um templo do viver intenso; humanidades, e uma das joias da coroa. Esse é o famoso club Berghain, em Berlim, assim como nossa querida Feira de São Cristóvão, no Rio. O mundo é o desenho do nosso desejo. Onde for. Abandoná-los é como apagar a vela que ilumina a casa. A vida é o que acontece enquanto você está fazendo posts do que aconteceu.

FOTO DIVULGAÇÃO

A maioria do mundo hoje é minoria. A diversidade venceu. Há barulho. Volta não há.

RODRIGO PENNA é ator, diretor, produtor, dj, cronista. o cara vive das ideias. a festa bailinho foi só uma delas. devoto da poesia, ele acredita na arte, como os românticos, porque só a vida não basta

FEVEREIRO 2018 J.P 11

21:37:24

Revista Pasowitch11 137.indd 13 ColunaJoyce Penna.indd

15/02/2018 12:20:30 01/02/18 22:49


J.P DESCOBRE

O

CONCURSO DE MISS que

colocou mulheres negras no mapa da beleza, O MÉDICO que fez de Blumenau a capital brasileira da MUDANÇA DE SEXO, e ela, TAÍS ARAÚJO, toda dourada em sua quarta capa conosco. Venha!

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 14 JPdescobre.indd 12

15/02/2018 00:00:47 12:20:31 02/02/2018

Publi Ótica


J.P INDICA

VEM DAR UM GIRO

Atenção, viajantes: para quem está planejando aproveitar uns dias de descanso nas principais praias e pontos turísticos do Brasil, como São Paulo, Florianópolis, Guarapari, Trancoso, Porto de Galinhas, Ilhabela ou Rio de Janeiro, temos boas notícias. A ÓTICAS CAROL resolveu colocar o pé na estrada e lançou o Carol Summer, uma Kombi estilizada que promete transitar, até o dia 11 de março, por todos esses destinos, levando os óculos mais desejados dos clientes. Será possível encontrar produtos das marcas Ray-Ban, Oakley, Vogue Eyewear, Polo e Ralph Lauren, entre outros acessórios. A Kombi 1974 totalmente preparada ainda oferece, de um jeito prático e divertido, experiências interativas, como um display para compartilhamento de gifs nas redes sociais. Quem prestigiar o espaço poderá, de quebra, usar o wi-fi liberado, além de ter a oportunidade de fazer uma selfie drone – uma daquelas fotos panorâmicas incríveis. Acompanhe tudo pelo INSTAGRAM: @OTICASCAROL.

00:00:47

Revista JoyceCarol.indd Pasowitch 137.indd 15 Publi Óticas 13

15/02/2018 02/02/2018 12:20:31 00:27:03


J.P ENTR EG A JOYCE PASCOWITCH

Um casamento que vai parar Salvador, novos nomes da arte para ficar de olho, os lugares mais descolados de São Paulo e muito mais... lei a m a is descoberta s em gl a mur a m a .com/nota s

BOCA A BOCA

Tem estrela nova no mundo dos quitutes: trata-se do chef uruguaio DIEGO PÉREZ SOSA , que é a atual sensação das festas mais exclusivas com sua técnica de preparação de carnes, legumes, frutas e até sobremesas na lenha, no chão e ao ar livre. Ele aprendeu tudo quando foi braço direito de Francis Mallmann durante cinco anos e, por aqui desde 2015, já conquistou de Vik Muniz a Ana Beatriz Barros, que o levou para servir os convidados do seu casamento em Mykonos, na Grécia.

ARROZ

Depois de ficarem noivos em Aspen e oficializarem o compromisso com uma festa no Haras Larissa, interior de São Paulo, JULIANA CARVALHO, PR da Valentino, e o empresário ANTONIO BORDON se casam em março em Salvador. A cerimônia será na Igreja de São Francisco, no Pelourinho, e a festa no Palácio da Aclamação, antiga casa da bisavó da noiva – detalhe: para 600 convidados. Vai ter uma revoada de amigos paulistanos para a capital baiana e é Juliana e sua mãe, Gracinha Carvalho, que estão cuidando pessoalmente de todos os detalhes, junto com um time de primeira das duas cidades.

TROCA-TROCA

Dança das cadeiras em Nova York. O rabino ELIE ABADIE, que deixou a Edmond J. Safra Synagogue no ano passado, após um embate que foi parar na Justiça com os diretores do espaço – na época, presidido por Lily Safra –, foi acolhido por um grupo de bilionários judeus liderados por Ben Ashkenazy. Agora, ele está tocando a escola Sephardic Academy of Manhattan, que em breve ganha uma nova sede no mesmo bairro.

FOTOS ANDRE LIGEIRO; REPRODUÇÃO

CHUVA DE

14 J.P FEVEREIRO 2018

Revista Joyce137.indd Pasowitch 14 137.indd 16 JP entrega

15/02/2018 12:20:32 01/02/18 23:43

JP entreg


2/18 23:43

BAIANÊS

Cinco coisas que quem visita Salvador não pode deixar de fazer

Visitar a fundação Pierre Verger, no PELOURINHO, e aproveitar para comprar lá os melhores livros sobre orixás. Ah, ao lado fica a loja KATUKA AFRICANIDADES, com tecidos africanos incríveis Mergulhar no mar em frente ao YACHT

CASA DO RIO VERMELHO,

onde moraram Jorge Amado e Zélia Gattai Assistir à missa de terça-feira na IGREJA

CLUBE DA BAHIA

NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO DOS PRETOS

Passar uma tarde no Memorial Mãe Menininha do Gantois, passeio obrigatório para conhecer a história do candomblé

FOTOS ISTOCKPHOTO.COM; MARÍLIA CABRAL/TV GLOBO; REPRODUÇÃO FACEBOOK; DIVULGAÇÃO

Fazer uma visita sem pressa à

ESPLENDOR

Não é apenas o show psicodélico do cantor e compositor DENIS MATTOS que está fazendo barulho: seu figurino é tão inusitado e marcante quanto sua performance no palco. E foi o próprio Dennix, nome artístico do companheiro de Vic Meirelles há 12 anos, que criou tudo com a ajuda do estilista Diego Fávaro, um dos destaques das últimas edições da Casa dos Criadores. Já as botas, outro must have, são de Lucas Regal. Em tempo: o show Cosmic Mind estreou no ano passado no auditório do Masp e começa uma turnê neste mês pelo interior de São Paulo.

FINO TRATO

Olho na atriz JULIA DALAVIA: ela é a nova aposta da Globo. Quem acompanha a novela das 9, O Outro Lado do Paraíso, chegou a se emocionar quando sua personagem, a advogada Adriana, descobriu que Duda (Glória Pires) era sua mãe. Foi um choro só e a performance da moça deu o que falar. Julia tem só 19 anos e já fez três minisséries, todas em papéis de destaque – uma prostituta em Justiça, uma vítima de Aids em Os Dias Eram Assim, além de Maria Tereza na primeira fase de Velho Chico, papel que passou para Camila Pitanga. E tudo isso em menos de três anos.

FEVEREIRO 2018 J.P 15

Revista Joyce137.indd Pasowitch 15 137.indd 17 JP entrega

15/02/2018 12:20:33 02/02/18 14:44


AMULETO

Ferramenta quase obrigatória hoje, o Instagram está revelando uma turma boa de profissionais pelo Brasil. Um exemplo é FLORA NEGRI, fotógrafa recifense que, depois de ser “encontrada” na rede social, virou queridinha de vários artistas cariocas, como Cauã Reymond, Letícia Sabatella, Jesuíta Barbosa, Gabriel Leone, Carla Salle e Isabella Santoni. Ela faz fotos de divulgação de peças, bastidores de filmes, capas de discos e até projetos pessoais. Flora é pupila de Felipe Morozini e tem um olhar quase poético na hora de fotografar.

audiência

Os dois lugares mais legais de São Paulo no momento passam pelo centro: primeiro, a PEIXARIA MITSUGI, na Liberdade. É um clássico do bairro: está lá há 40 anos. Mas depois da morte de seu Mitsugi, quem comanda a casa agora é o peixeiro Antonio Silva e um ex-publicitário, Luis Fernando Santos. Já foi palco de festas da moda, cenário para gravações de clipe e jantares para poucos convidados. Além, é claro, de servir um ótimo sashimi. O outro endereço é a SÉ GALERIA , que fica ao lado da Catedral da Sé. É uma das galerias mais novas a participar de eventos grandes como a SP-Arte e fica em um prédio antigo e amplo. Quem encabeça as exposições, sempre de artistas jovens como Dalton Paula, Gustavo Speridião e Arnaldo de Melo, é a também artista plástica Maria Monteiro e por ali acontecem descoladas festas e vernissages.

ESPELHO MEU

VANDA JACINTHO

NAU

STRUKTURA

VON TRAPP

+eujoyce.com.br | +twitter.com/joycepascowitch @joycepascowitch com thayana nunes e beatriz manfredini

FOTOS REPRODUÇÃO; DIVULGAÇÃO

A loja Pinga, das sócias e amigas CATHARINA TAMBORINDEGUY e Gabriella Paschoal, virou o novo reduto das fashionistas nos Jardins. Fica em um espaço charmoso na rua da Consolação e, por lá, só marcas nacionais e coleções selecionadas a dedo, como a alfaiataria da Von Trapp, os caftãs da linha Aqua, de Alix Duvernoy e Vanda Jacintho – que também faz acessórios – , os biquínis de jacquard da Nau e os cintos de pedras semipreciosas da Struktura.

16 J.P FEVEREIRO 2018

Revista Joyce137.indd Pasowitch 16 137.indd 18 JP entrega

15/02/2018 12:20:34 01/02/18 23:44

Publi Alap


2/18 23:44

J.P INDICA

FOLIA FASHION

Tendência forte neste verão, os tons metalizados, como ouro e prata, invadiram a nova coleção da ALAPHIA, neolabel da paulistana Renata Potomati que tem feito a cabeça da turma fashionista. São saias, t-shirts, quimonos e shorts hipercoloridos em um mix perfeito de tons vibrantes, comprimentos confortáveis, tecidos fluidos e muito brilho. Tem maneira melhor de aproveitar com estilo o clima de festa que o mês pede? +ALAPHIA.COM | @ALAPHIABR | AV. IBIRAPUERA, 2927 - SL. 1507 - MOEMA - SÃO PAULO, SP TEL. (11) 5049-0773 | CONTATO@ALAPHIA.COM

Revista Joyce Pasowitch Publi Alaphia.indd 21 137.indd 19

15/02/2018 02/02/2018 12:20:35 00:32:25


FEVEREIRO é mês bom para...

Correr para o dermatologista para tentar recuperar o estrago das férias – com lasers e tratamentos de ponta, Mônica Aribi é fera no ramo

Começar a colocar em prática as promessas feitas no Réveillon Juntar os amigos para sair nos bloquinhos pós-Carnaval Inovar na ida ao trabalho: que tal fazer caminhos diferentes no trajeto ao escritório? Adotar um cachorro Tomar bastante sol (devidamente protegida) – já que ele estava escondido em dezembro e em boa parte de janeiro na cidade de São Paulo

Aproveitar que o Oscar é só em março e tirar o mês para assistir a todos os filmes desta edição

Fazer uma lista com todos os aniversariantes que você não quer esquecer durante o ano

Chamar as amigas para uma happy hour no Fel, bar do Copan que só serve drinques criados há mais de 100 anos

Escutar Monja Coen no YouTube para reforçar a esperança

Visitar a feira livre da rua Carneiro da Cunha, no bairro da Saúde, considerada uma das melhores da cidade por quem entende do assunto

Tirar uma tarde só para limpar o celular com o que não interessa mais – que tal fazer isso com uma taça de vinho rosé bem gelado?

Se entregar ao pulseirismo incluindo nos dois braços as peças supercoloridas da coleção Color Fantasy da Vivara

Encher a casa de kokedamas, as plantas mais charmosas do momento…

Driblar aquela tristezinha que rola naquele período chato que vai da Quarta-Feira de Cinzas até o Natal…

Passar do ponto e comer dois cachorros-quentes do Hot Pork, nova casa do chef Jefferson Rueda no centro de São Paulo

Fazer alguma coisa errada – pra começar de fato o ano!

Encarar um biquíni de fita isolante na laje – pode ser também na varanda – da sua casa

FOTOS DIVULGAÇÃO

Reler algum livro de Jorge Amado para tentar manter aquele gostinho de Bahia no ar – que tal Tereza Batista Cansada de Guerra?

18 J.P FEVEREIRO 2018

Revista137.indd Joyce Pasowitch 137.indd 20 MBP 18

15/02/2018 12:20:36 02/02/18 14:46

Camarote


FOTOS DIVULGAÇÃO

2/18 14:46

J.P INDICA

ESTREIA NO SAMBÓDROMO

Sempre muito celebrado, o aniversário de São Paulo nunca passa em branco: está em todos os canais de comunicação, ganha destaque em exposições especiais nos museus e muitas atrações em parques e praças. Mas, agora, para comemorar seus 464 anos, a maior cidade do país será homenageada com uma festa a mais: o camarote DA GAROA, que fará sua estreia no Sambódromo durante os três dias dos desfiles das escolas de samba. O espaço terá tudo para celebrar a cidade, desde shows de Durval Lelys e da banda Samba de Santa Clara, além da apresentação do DJ e produtor alemão Claptone, que ganhou pela terceira vez consecutiva como o melhor DJ house do Brasil, assim como a temática paulistana na decoração – espere por lambe-lambes por todos os lados e uma estrutura tecnológica em 3D. E, junto com a bebida gelada, a gastronomia criativa da chef Neka Menna Barreto vai marcar presença com um cardápio que é a cara da cidade: comida de boteco, sandubas e picadinho, e um café da manhã para os foliões mais animados. Ah, e a musa não poderia ser mais especial: a

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 21 Camarote da Garoa.indd 19

modelo e apresentadora CAROLINE BITTENCOURT. Paulistana, ela vai mostrar que tem muito samba no pé. Impossível perder essa festa! PARA MAIS INFORMAÇÕES, ACESSE +CAMAROTEDAGAROA.COM.BR OU SIGA O @DAGAROA NO INSTAGRAM.

15/02/2018 02/02/2018 12:20:36 00:05:54


CONSUMO por ana elisa meyer

EM FEVEREIRO BRINCO

Frattina preço sob consulta

J.P

ADORA

BIQUÍNI

Adriana Degreas R$ 680

LEILA DINIZ

LEILA EM CLIQUE DOS ANOS 1960

Ela foi a primeira brasileira a surgir de biquíni com um barrigão de grávida nas areias de Ipanema. Sem pudor, falava abertamente sobre sexo, comportamento e fidelidade em meio a uma sociedade machista e comandada por um regime militar. A atriz fluminense Leila Diniz, nascida em 1945, morreu cedo, aos 27 anos, mas sua curta trajetória foi marcante o suficiente para ser alçada a símbolo da revolução feminina no país nas décadas de 1960 e início de 1970.

PULSEIRAS

Vivara R$ 390 (cada)

BOLSA

PUFE

Dunelli R$ 1.950

FOTOS DIVULGAÇÃO

Akra Collection R$ 745

20 J.P FEVEREIRO 2018

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 22 JP Adora Fev2018.indd 20

15/02/2018 12:20:37 02/02/18 14:48

JP Adora


2/18 14:48

COMO MARTA NO FILME A MADONA DE CEDRO, DE 1968

POLTRONA

Breton R$ 8.673

CINTO

Hermès preço sob consulta

CAFTÃ

Cia. Marítima R$ 598

CANGA

Água de Coco R$ 229

ABAJUR

SANDÁLIA

Lumini R$ 1.999

Birkenstock R$ 330

FEVEREIRO 2018 J.P 21

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 23 JP Adora Fev2018.indd 21

15/02/2018 12:20:38 01/02/18 23:54


MEMÓRIA

Nos anos 1960, o Clube Renascença quebrou tabus, preconceitos e paradigmas na sociedade carioca com seu concurso de miss. Alçadas ao estrelato, essas belas mulheres marcaram época e são lembradas até hoje por renato fernandes

FOTOS REPRODUÇÃO

Mulheres de 400 talheres

22 J.P FEVEREIRO 2018

Revista Joyce Pasowitch memoria137.indd 22 137.indd 24

15/02/2018 12:20:39 01/02/18 23:53

memoria1


2/18 23:53

I

naugurado em 1951, durante os anos dourados no Brasil, o Renascença surgiu para os negros da classe média do Rio de Janeiro como uma opção de esporte e lazer, já que eles eram proibidos de frequentar os tradicionais clubes da cidade. “Entre os fundadores estavam um grupo de médicos e de comerciantes negros, que não queriam sofrer discriminação em outros espaços”, conta o missólogo e historiador Daslan Melo Lima, um dos maiores estudiosos do tema hoje. O clube ficava no bairro de Andaraí, na zona norte, e as mulheres tiveram papel fundamental em seu desenvolvimento. Eram 19, dos 29

sócios que fundaram o lugar. Foi por essa forte presença feminina que surgiu o concurso de miss do Rena, nome usado na época, e a competição colocou suas participantes em total evidência. A olheira, que selecionava e que preparava as misses, era a cabeleireira Dinah Duarte, dona de um conceituado salão de beleza no Méier. Ao desfilarem suas curvas no maiô Catalina, no Maracanãzinho, para o Miss Guanabara, como se chamava o Estado do Rio de Janeiro, as misses Renascença eram ovacionadas e consagradas. Só dava elas. Relembre aqui, três de suas maiores beldades.

Vera Lúcia Couto dos Santos, Miss Renascença, na capa do disco Carnaval Rio (à esq.) e em ensaio para a revista Manchete. Na pág. ao lado, Esmeralda Barros na revista Amiga

FEVEREIRO 2018 J.P 23

Revista Joyce Pasowitch memoria137.indd 23 137.indd 25

15/02/2018 12:20:39 01/02/18 23:53


MEMÓRIA

Vera Lúcia Couto – Mulata Bossa Nova “Mulata Bossa Nova... Caiu no hully gully... E só dá ela.” Ela quem? Vera Lúcia Couto dos Santos, musa da marchinha carnavalesca composta por João Roberto Kelly e que venceu o Miss Guanabara em 1964. Detalhe, até então, nunca uma negra tinha alcançado esse título. Vera Lúcia venceu e venceu bonito, mas nada por vontade própria, mas sim por insistência do clube Rena que queria porque queria que ela concorresse. Ela recusou por dois anos os convites e o medo de sofrer preconceito era uma das razões. Só depois que teve o apoio do pai, aceitou. Não bastasse, Vera Lúcia foi a primeira miss negra a concorrer ao Miss Brasil. Não ganhou o concurso, mas ficou em segundo lugar e ainda representou o país no Miss Beleza Internacional, em Long Beach, nos Estados Unidos, ficando na terceira colocação. No dia do concurso do Miss Brasil 1964 , enquanto desfilava, ouviu de uma senhora numa mesa: “Sai daí crioula, seu lugar é na cozinha!”. Mas não perdeu a altivez e nem o olhar de ternura. No ano seguinte, durante as comemorações do quarto centenário do Rio, desfilou deslumbrante no carro aberto dando tchauzinho para qualquer tipo de preconceito. Não seguiu a carreira artística e não foi por falta de convites. Preferiu casar e ser mãe de três filhos. Tornou-se funcionária da Riotur e hoje mora em Niterói, mas continua virando o pescoço dos transeuntes quando passa.

Esmeralda Barros – Estrela Internacional No fim da década de 1960, uma “mulata para quatrocentos talheres”, como era conhecida, invade os estúdios da Cinecittà, em Roma. Seu nome? Esmeralda Barros, a moça que perdeu o título de Miss Renascença 1964 para Vera Lúcia Couto. Na

Vera Lúcia Couto foi a primeira negra a concorrer ao Miss Brasil

Esmeralda Barros posando para a revista O Cruzeiro, que a descrevia como: “Na tevê os seus rebolados dão coqueluche em gente grande”. No detalhe, na revista Amiga, já como uma estrela internacional

24 J.P FEVEREIRO 2018

Revista Joyce Pasowitch memoria137.indd 24 137.indd 26

15/02/2018 12:20:40 01/02/18 23:53

memoria1


2/18 23:53

época, houve grande burburinho: todos queriam saber o motivo pelo qual Esmeralda não tinha levado a coroa. E ele era um só: ela já era conhecida do showbiz brasileiro, porque havia atuado em shows de Carlos Machado, o que não era bem-vindo no concurso. “Isso é fato, garotas que sonhavam em ingressar no mundo artístico fugiam do perfil das que concorriam ao concurso de miss”, conta o missólogo Daslan Melo Lima. E Esmeralda tinha tudo e mais um pouco, mas aura de virgem e donzela, isso ela não tinha. Não levou a faixa de Miss Renascença, mas ganhou um convite para atuar na Itália, depois de aparecer em Operação Paraíso, uma produção italiana rodada no Rio de Janeiro, em 1965, com o ator Raf Vallone. No filme, a estonteante Esmeralda aparecia em um comportado biquíni em plena avenida Atlântica. Fato que rendeu a ela uma capa estreladíssima na revista O Cruzeiro. Suas curvas atravessaram o mundo e, em 1968, ela já era o primeiro nome do elenco do longa King of Kong Island, dirigido por Roberto Mauri. Anos depois, no início da década de 1970, era disputada para produções de western spaghetti e filmes de terror, também na Itália.

Nos bastidores teve um tempestuoso romance com o robusto ator Maurizio Arena, a tal ponto de ganharem juntos a capa da revista de fofoca Oggi. Uma suposta tentativa de suicídio por excesso de barbitúricos, pelo gostosão, foi divulgada na época. Estrelou os filmes Um Homem Chamado Django, ao lado de Anthony Steffen, e La Colt Era Il Suo Dio, com Jeff Cameron. Atuou com Mark Damon e Rosalba Neri em O Castelo de Drácula e, depois de consagrada, dividiu os créditos com as superstarlets Barbara Bouchet e Femi Benusse em Finalmente Le Mille e Una Notte, de 1972. Alcançou assim o seleto rol das divas eróticas do cinema italiano. “Esmeralda é o oposto de suas personagens e foi uma grande estrela no cinema. Era cultuada em um tempo diferente de hoje, nos quais as estrelas são medidas por curtidas em mídias sociais”, diz o cineasta Daniel Camargo, expert em bangue-bangue do país europeu. Sua opinião relembra um pouco o que dizia o jornalista brasileiro Ubiratan Lemos: “Seu corpo é um best-seller para um bom gosto internacional”. No dia a dia, Esmeralda era puro charme. Amava marcas como Gucci e Pucci e só usava bota de cano longo verniz. Gastava a sola na

FOTOS REPRODUÇÃO

Esmeralda Barros foi capa da revista O Cruzeiro, em fevereiro de 1966

FEVEREIRO 2018 J.P 25

Revista Joyce Pasowitch memoria137.indd 25 137.indd 27

15/02/2018 12:20:40 01/02/18 23:53


MEMÓRIA

“Garotas que sonhavam em ingressar no mundo artístico fugiam do perfil das que concorriam ao concurso de miss” famosa Via Veneto, em Roma. Meio Barbarella, meio sambista, arrasava ao chegar no Brasil. Participava de coletivas, logo no aeroporto. E em seus contratos na Itália, tinha licença para passar o Carnaval por aqui. Única e absoluta. Em meados dos anos 1970, depois de outro tumultuado romance, agora com um mafioso, volta de vez a morar no Brasil. Linda e madura, é tragada pelas pornochanchadas como O BemDotado - O Homem de Itu, com o ator Nuno Leal Maia. Em 1976, é capa da revista Homem, futura Playboy. Participa de shows de Abelardo Figueiredo na boate O Beco. A carreira começa a desandar no início dos anos 1980, quando atua no filme de baixíssimo orçamento O Castelo das Taras produzido na Boca do Lixo em São Paulo, sob direção de Arlindo Barreto, o Bozo. No longa, no qual vem de diva, enxertaram cenas de sexo explícito. Ela aparece em nu frontal e careca. Outro exemplo é que, em 1985, atua na novela do SBT Uma Esperança no Ar, aparecendo apenas no final dos créditos do elenco, não sendo mais a grande estrela. Passa muitos anos de sua vida residindo numa mansão em Itaipava e outros no prédio dos artistas, no Morro do Vidigal. Muitos pensam que já faleceu, mas não: vive sob cuidados de um ex-namorado dos tempos do Renascença, o produtor Eugenio Fernandes. “Ela requer cui-

Acima, Aizita Nascimento estrelando a capa de O Pasquim como a mulher mais sexy do Brasil; abaixo, desfilando pela escola de samba Mangueira, em foto da revista Manchete

dados e já não tem mais as regalias da fama, muito menos os amigos de então, que sumiram”, entrega Camargo em conversa com a J.P. Hoje, de cabelos brancos, sentada, com movimentos limitados, Esmeralda se divide entre Ipanema ou Sepetiba, onde fica contemplando o mar. Um mar de glórias.

26 J.P FEVEREIRO 2018

Revista Joyce Pasowitch memoria137.indd 26 137.indd 28

15/02/2018 12:20:41 01/02/18 23:53

memoria1


2/18 23:53

FOTOS REPRODUÇÃO

Aizita na revista Manchete (à esq.) e em um especial da revista Fatos & Fotos sobre os filmes que participaram do Festival de Cannes

Aizita Nascimento – Atriz e Apresentadora “Queremos a mulata! Queremos a mulata! Queremos a mulata!” Era o que se ouvia no concurso Miss Rio de Janeiro 1963, num Maracanãzinho lotado, com mais de 25 mil pessoas. A torcida era para ela, mas a bela Aizita Nascimento, inacreditavelmente, ficou em sexto lugar. Para os jornalistas presentes aquele foi o concurso mais emocionante até então, como consta no site Passarela Cultural, de Daslan Melo Lima. O sorriso de Aizita era tão contagiante que o mesmo ganhou até crônica do jornalista e escritor Henrique Pongetti. Ela não venceu, mas ganhou muito mais fama do que Vera Lúcia Maia, filha da cantora Nora Ney, escolhida a miss da vez. No ano seguinte, em 1964, Aizita se lança como cantora e grava um disco compacto pela RCA. Em pouco tempo era requisitada para participar do concurso de beleza As Certinhas do Lalau, organizado pelo jornalista Stanislaw Ponte Preta, e fazer filmes e novelas na rede Globo. Pouco? Nada. Em maio de 1970, depois de um tour pelo Leste Europeu com o conjunto A Brasiliana, Aizita já declarava à revista Fatos & Fotos, na qual era capa: “Eu sou gente, não quero ser estrela, longe de tudo e todos”.

No entanto, brilhou no mesmo ano ao lado de Sandra Bréa na peça de teatro de revista Aqui Ó, no Teatro Poeira, em Ipanema. Dizem até que houve ciumeira entre elas enquanto estavam rodeadas de plumas e paetês. Ao lado de Jardel Filho, ganhou capas de revistas quando atuaram na novela Assim na Terra como no Céu, mas nada marcou tanto sua carreira como quando participou da pornochanchada Como É Boa Nossa Empregada, de 1973, ao lado de Jorge Dória e Carlo Mossy. “Ela era supertalentosa e a primeira a chegar. Jamais deu trabalho à produção. Generosa e sempre alegre, item importante em uma atriz, fazia todos rirem nos bastidores”, relembra para a J.P o galã Carlo Mossy. Em maio de 1974, Aizita é capa de O Pasquim, como sendo a primeira a ganhar o título da mulher mais sexy do Brasil. Anos depois, em 1979, participa, em São Paulo, da novela O Todo Poderoso, da Rede Bandeirantes, e, com ares intelectuais, apresenta o programa Olhar Eletrônico, na TV Cultura. Seu cabelo black power, estilo da ativista Angela Davis, sempre foi uma de suas marcas. Formada em enfermagem pela escola Anna Nery – desde os tempos do Miss Renascença –, um dia Aizita sumiu, não quis mais saber de holofotes e se dedicou à profissão de enfermeira. Evita até hoje entrevistas e, como uma verdadeira musa, deixa o mistério “que fim levou a musa Aizita” no ar. n

FEVEREIRO 2018 J.P 27

Revista Joyce Pasowitch memoria137.indd 27 137.indd 29

15/02/2018 12:20:42 01/02/18 23:53


BLACK MIRROR

DOUTOR transFORMAção Um cirurgião plástico fez de Blumenau, em Santa Catarina, um polo de mudança de sexo para competir com a Tailândia. E está dando certo: em três anos, já são mais de 200 homens virando mulher – e vice-versa por chico felitti

ilustrações bruna bertolacini

28 J.P FEVEREIRO 2018

Revistafeliti Joyce Pasowitch28 137.indd 30 chico 137.indd

15/02/2018 12:20:43 01/02/18 22:26

chico felit


2/18 22:26

J

aneiro é o pior mês do ano para conversar com José Carlos Martins Junior. Como é inverno na Europa, seus clientes migram para o Brasil, e é difícil fazer que o quarentão moreno e barbado pare quieto. Martins Junior é um cirurgião plástico especializado em uma área até então carente de um Ivo Pitanguy: a mudança de sexo. “Aqui já é a Tailândia”, brinca o médico, entre uma consulta e outra, citando o país há 30 anos conhecido como a meca desse tipo de procedimento. Não por muito tempo, se os planos do “Doutor Transformação” vingarem: o médico cuidava de oito casos em janeiro e recebe três novos por dia – cerca de 20% deles vão de fato acabar na mesa de cirurgia, por conta de uma burocracia pesada: o pré-cirúrgico exige dois laudos de psiquiatras e anos de análise. E, por mais que o consultório fique em um prédio envidraçado, de ar futurista, estamos longe de um grande centro. O Doutor Transformação montou sua estrutura em Blumenau, cidade do interior de Santa Catarina que, em 2014,tinha 334 mil habitantes, de acordo com o censo, e que não é exatamente conhecida por sua cena LGBT. Até a virada de 2018, 219 pacientes haviam passado por ali. O Sistema Único de Saúde, que tem cinco hospitais credenciados para fazer cirurgias de transgenitalização pela rede pública, não chega a fazer 50 procedimentos por ano. A Associação de Travestis, Mulheres Transexuais e Homens Trans - LGBT do Estado de São Paulo calcula que a fila de espera por uma cirurgia no serviço público seja de dez anos. Detalhe: a cirurgia de alteração de vagina para pênis ainda não é autorizada na rede pública. Portanto, uma clínica privada é a alternativa para quem tem pressa e dinheiro. Além do consultório e do hospital onde as cirurgias são feitas, em cima de um shopping, Martins Junior criou uma estrutura para atender seu público. O segundo andar da casa da instrumentadora cirúrgica foi transformado em uma espécie de pousada para pacientes, que ficam na cidade de dez dias, no caso de prótese de silicone, a duas semanas, em caso de redesignação sexual. O marido de uma funcionária vai buscar as pacientes no aeroporto de Navegantes em um carro executivo e insufilmado. A mulher do médico, com quem ele está casado há 26 anos, cuida da logística do processo e usa sua formação de psicóloga na tria-

FEVEREIRO 2018 J.P 29

Revista Joyce Pasowitch29 137.indd 31 chico feliti 137.indd

15/02/2018 12:20:43 01/02/18 22:26


BLACK MIRROR

gem de pacientes. “Às vezes ela veta uma ou outra, porque a pessoa não está 100% segura. Para esse tipo de procedimento, é preciso ter a certeza mais absoluta.”

PELO YOUTUBE Tudo começou quase que por engano. Quatro anos atrás, ele postou um vídeo no YouTube de uma cirurgia estética de reconstrução da parte frontal do rosto. Viu nos vídeos indicados pelo site uma raspagem de crânio na Tailândia, para afinar o rosto de uma futura mulher. “Aquilo me pegou. Eu sempre fui apaixonado pela transformação, e nesse momento descobri que havia esse tipo de transformação, que é a mais extrema.” Ligou para a Tailândia pedindo para visitar e ver como era feito o trato. Pediu para fazer uma visita técnica, e teve o pedido recusado. Buscou uma alternativa nos EUA. Em duas semanas estava no Philadelphia Center for Transgender Surgery, clínica comandada por um dos papas da transformação, o doutor Sherman Leis. Voltou do “estágio” apaixonado pela nova área. Ligou para o colega Claudio Eduardo Souza, com quem havia trabalhado em um hospital, e propôs uma parceria. As cirurgias são feitas a quatro mãos. Enquanto um reconstrói o rosto, o

“Não foi fácil. No COMEÇO, OUVIU DE UM COLEGA em tom de deboche: ‘VOCÊ ESTUDOU 18 ANOS DA SUA VIDA PARA OPERAR TRAVECO?’” outro faz o peito. Ou enquanto um faz o peito, o outro se encarrega do baixo ventre. Não foi fácil. No começo da sua guinada profissional, ouviu de um colega, em tom de deboche: “Você estudou 18 anos da sua vida para operar traveco?”. Ele não respondeu, mas o tempo, sim. Depois de personagens trans aparecerem na novela das 9, a resistência se transformou em interesse. “Quando caiu na mídia, os profissionais perceberam que gera dinheiro.” Muito dinheiro, aliás. O Doutor Transformação hoje tem um consultório na rua Oscar Freire, artéria do luxo em São Paulo, e outro em Milão – sua secretária na Itália, Nikita Vieira, foi uma das primeiras que ele operou. Tentou expandir seu mercado para a Bahia. Depois de três meses, só tinha uma consulta marcada. “Não tem jeito, a clientela que tem dinheiro para pagar já está nas maiores cidades do Brasil.”

30 J.P FEVEREIRO 2018

Revistafeliti Joyce Pasowitch30 137.indd 32 chico 137.indd

15/02/2018 12:20:44 01/02/18 22:26

chico felit


2/18 22:26

Ou da Europa. O Doutor Transformação calcula que oito em cada dez pacientes moram fora do Brasil, por mais que quase todos sejam brasileiros radicados na Europa. Muitas delas profissionais do sexo. “Diria que a metade delas se prostitui. Não julgo. A paciente conseguiu ter sua casa, sua dignidade quando conseguiu ganhar dinheiro, depois que começou a se prostituir.” Mas se engana quem pensa que é a única profissão a passar por ali: um guarda rodoviário aposentado, um desembargador, um professor universitário e várias herdeiras integram a gaveta de prontuários da clínica.

“A MINHA É GIVENCHY” Para aumentar ainda mais o número de pacientes, ele investe em um perfil de Instagram e no patrocínio de um concurso de Miss Trans, na Europa. A cirurgia nacional ainda é mais cara do que a asiática, admite o doutor, mas o pacote brasileiro é mais vantajoso. “Somados tradutor e passagens, para quem está na Europa, aqui é mais barato.” Os procedimentos variam de R$ 20 mil, por uma raspagem de testa, até R$ 150 mil, pelo serviço completo. Além do custo-benefício, vai ser necessário vencer a aura que a Tailândia conquistou. Clínicas asiáticas oferecem um catálogo genital, em que a cliente pode escolher. “Você tem desde uma Le Postiche até uma Gucci”, explica a empresária Liège Lins, que fez sua cirurgia no sudeste asiático, 15 anos atrás. “A minha é uma Givenchy, a mais fina de todas!”.

FEVEREIRO 2018 J.P 31

Revista Joyce Pasowitch31 137.indd 33 chico feliti 137.indd

15/02/2018 12:20:44 01/02/18 22:26


BLACK MIRROR

“Um guarda RODOVIÁRIO APOSENTADO, um DESEMBARGADOR, um PROFESSOR universitário e várias HERDEIRAS integram a gaveta de PRONTUÁRIOS da CLÍNICA” Já Martins Junior criou uma técnica de raspagem que chama de contorno facial – não confundir com a maquiagem popularizada por Kim Kardashian, que usa luz e sombra para criar um rosto mais delicado. Na cirurgia, o escalpo é descolado do crânio para que a raspagem seja feita. Lixam-se as órbitas, as maçãs do rosto e o queixo com uma broca que se assemelha à usada na cadeira do dentista – o barulhinho, de causar arrepio na alma, é o mesmo. Depois, a pele é recolocada sobre a cabeça, como uma touca de natação, e costurada. O médico sorri enquanto mostra o vídeo de Anabelle, uma dentista morena deslumbrante, com rosto fino e lábios grossos, se rasgando em elogios por ele. No começo, dava descontos para quem fizesse vídeos elogiando seu trabalho na internet. Hoje, jura, os elogios vêm de graça. Em grupos de Facebook de trans, as resenhas são majoritariamente elogiosas. “Ele é babado!”, comenta uma loira que está de biquíni na sua foto de perfil. “Ele é diferente”, diz outra que lembra Beyoncé em quase todas as fotos. A diferença começa pela decoração do consultório. O doutor coleciona caveiras. Há “calaveras” mexicanas, pintadas em cores vivas, e em cima da mesa fica um crânio cromado, que ele havia acabado de trazer de Paris, onde passou uma temporada atendendo clientes. Já chorou na frente de pacientes. “É um privilégio que tenho e queria que alguns colegas vissem, quando um paciente vem trazido pelo irmão, ou pelos pais. É uma manifestação do amor.” O Doutor Transformação passou por uma metamorfose depois que enveredou para a cirurgia sexual. Perdeu dezenas de quilos e cobriu o torso de tatuagens. O brinco voltou à orelha esquerda, depois de décadas guardado na gaveta. “Trabalhar nessa área me ajudou a ligar o fo-

32 J.P FEVEREIRO 2018

Revistafeliti Joyce Pasowitch32 137.indd 34 chico 137.indd

15/02/2018 12:20:44 01/02/18 22:26

chico felit


2/18 22:26

da-se.” Hoje, a mulher precisa brecar alguns dos seus modelitos de trabalho. “Ela tem de me segurar pra eu não vir de blazer vermelho com flor em cima”, ele ri, vestindo um terno de linho cinza-clarinho sobre uma camisa engomada. Afinal, a beleza é alma do seu negócio. “Não dá para contar quantas vezes ouvi de pacientes: ‘Será que vou ficar bonita, doutor’?”. Ao que ele responde: “Claro que vai. Sempre fica. A beleza é interior”, diz o Doutor Transformação, antes de sair para mais uma cirurgia. n

FEVEREIRO 2018 J.P 33

Revista Joyce Pasowitch33 137.indd 35 chico feliti 137.indd

15/02/2018 12:20:45 01/02/18 22:26


A DONA DO BAILE TODO Realizada como mulher, mãe e esposa, Taís Araújo rejeita o rótulo de estrela. Conta que trabalha de segunda a segunda e que está precisando tirar o pé do acelerador. “Tô querendo férias na Tailândia, sabe?” POR THAYANA NUNES FOTOS DANIEL KL A JMIC ST YLING RODRIGO GRÜNFELD BELEZA ALE DE SOUZA

Revista Joyce34 Pasowitch 137.indd 36 Tais.indd

15/02/2018 12:20:45 01/02/18 23:55

Tais.indd


2/18 23:55

Capa Clodovil Vintage para Brechรณ Minha Avรณ Tinha, brinco Prada, anel Amsterdam Sauer

Revista Joyce35 Pasowitch 137.indd 37 Tais.indd

15/02/2018 12:20:46 01/02/18 23:55


Revista Joyce36 Pasowitch 137.indd 38 Tais.indd

15/02/2018 12:20:47 01/02/18 23:55

Tais.indd


2/18 23:55

FEVEREIRO 2018 J.P 37

Revista Joyce37 Pasowitch 137.indd 39 Tais.indd

15/02/2018 12:20:47 01/02/18 23:55


Body MRTNS Beachwear, plumas Martu, brinco Miu Miu

Revista Joyce38 Pasowitch 137.indd 40 Tais.indd

15/02/2018 12:20:48 01/02/18 23:55

Tais.indd


2/18 23:55

Revista Joyce39 Pasowitch 137.indd 41 Tais.indd

15/02/2018 12:20:49 01/02/18 23:55


40 J.P FEVEREIRO 2018

Revista Joyce Pasowitch Tais.indd 40 137.indd 42

Tais.indd 15/02/2018 12:20:50 01/02/18 23:55


H

á quase três anos, quando chegava para a estreia de O Topo da Montanha, peça que mudaria de vez sua carreira, Taís Araújo ouviu um “divaaaaa!” vindo de um fã. O ano era 2015 e o teatro, o Faap, em São Paulo. Naquele momento, a atriz, que continua zero deslumbrada, logo disse: “Diva? Eu?!!!. Você não sabe como foi minha vida hoje: levantei às seis horas da manhã, gravei durante o dia todo, cheguei correndo para não perder o horário...”. Isso pode parecer mentira na boca de outras atrizes – mas não na de Taís Araújo. Aliás, não dá para duvidar de nada do que vem dela: ela fala com tanta convicção e há tanta paixão em seu discurso que fica impossível pensar que está fazendo cena. Interpretar só no trabalho. Na vida real, Taís é de carne e osso – como você, eu e seu vizinho. Esta é sua quarta capa na J.P e, não à toa, foi nossa primeira. Para este ensaio, que foi fotografado em um domingo de manhã, ela veio direto do Rio, onde está gravando Mister Brau e ensaiando O Topo, que entrou novamente em cartaz. No estúdio, se sentiu em casa: Daniel Klajmic, o fotógrafo, é amigo de longa data, e ela adorou a ideia de posar para nosso baile de Carnaval chic. A gente quer mostrar Taís como ela é: nossa garota dourada, a número 1. Ela ri, se diverte usando uma capa de seda desenhada por Clodovil – o próprio. E brilha! Mas eis que digo a palavra “estrela” no início do nosso papo e ela logo me puxa de volta para a realidade. “Eu acho engraçadíssimo

Capa Clodovil Vintage para Brechó Minha Avó Tinha, body Pat Bo, brinco Prada, anel Amsterdam Sauer

FEVEREIRO 2018 J.P 41

Tais.indd Revista Joyce41 Pasowitch 137.indd 43 01/02/18 23:55

02/02/18 15:46 15/02/2018 12:20:51


42 J.P FEVEREIRO 2018

Revista Joyce42 Pasowitch 137.indd 44 Tais.indd

15/02/2018 12:20:52 01/02/18 23:55

Tais.indd


2/18 23:55

Top Ralph Lauren e calça Yves Saint Laurent para Trash Chic, cinto Lanvin, brinco Ralph Lauren Produção de moda: Carlota Siqueira e Marco Frige Assistente de beleza: Eduardo Prado Assistente de fotografia: Cal Vasques Manicure: Rose Luna

FEVEREIRO 2018 J.P 43

Revista Joyce43 Pasowitch 137.indd 45 Tais.indd

15/02/2018 12:20:52 01/02/18 23:55


Body NK Store, brinco acervo pessoal

44 J.P FEVEREIRO 2018

Revista Joyce44 Pasowitch 137.indd 46 Tais.indd

15/02/2018 12:20:54 01/02/18 23:55

Tais.indd


2/18 23:55

você me chamar assim. Para mim, ser estrela é ter 50 pessoas servindo você! E não é nada disso, já que sou só uma das peças desse jogo: a que está na frente das câmeras. Não me encaixo nesse rótulo”, diz, e solta um sorrisão largo, que vai se repetir durante todo o nosso encontro. Ok, Taís, se você está dizendo... Mas, não tem jeito, porque é exatamente assim, diante de uma estrela, que a gente se sente quando está cara a cara com ela. Afinal, são mais de duas décadas de uma carreira sólida e cheia de conquistas. E, fora televisão, cinema e teatro, Taís está sempre liderando pesquisas e todos os tipos de ranking que a mídia adora inventar: a primeira atriz negra a ser protagonista de uma novela; a mulher mais admirada pelos jovens do Brasil; uma das 100 afrodescendentes mais influentes do mundo. Isso só para falar dos mais recentes, já que em 2009, quando fez sua segunda capa por aqui, ela ia de musa das classes C e D à primeira opção dos publicitários quando o assunto era mercado de luxo. Nos últimos anos,  a dedicação está em Mister Brau, que chega à quarta temporada como um dos programas de mais sucesso da televisão brasileira, além da peça O Topo da Montanha, que já levou mais de 120 mil pessoas ao teatro. Ambos ao lado de seu marido, Lázaro Ramos. É tanto assunto... Mas, antes de continuar, o assessor pede para maneirar nas perguntas relacionadas a ativismo, já que, ano passado, esse tema parece ter colado nela. Ainda mais depois do TEDx, divulgado em novembro. “No Brasil, a cor do meu filho é a cor que faz com que as pessoas mudem de calçada, escondam suas bolsas e blindem seus carros”, dizia ela, em um dos trechos de sua

apresentação que repercutiu no país inteiro.   Tento então perguntar sobre cuidados com a beleza – “nunca fiz nada no rosto, só no corpo” –, compras? – “não sou consumista, sabe por quê? Tenho acesso a tanta coisa no meu trabalho que não preciso ter em casa”. Então, contorno o pedido do assessor e peço a opinião dela sobre temas atuais, como o assédio sexual que vem bombardeando Hollywood, o papel da arte na vida das pessoas... Sorry, Taís, mas o que você fala importa muito e você entrou, sim, para o rol de divas e de estrelas do Brasil e do mundo. Ela discorda de novo: “Eu não sei dar opinião. Acho que, com o Saia Justa [ela deixou a atração no GNT no fim do ano passado], descobri que quero saber mais do que falar. Não sei nada de uma porrada de coisas e estar em um lugar onde você tem que dizer obrigatoriamente o que acha é superdifícil”. Então, tá. Mas que ela é cheia de opinião, isso ela é. E a gente adora.   UM COISA É UMA COISA “Galanteio é galanteio, assédio é assédio. Acho que não tem nem que polemizar. Eu nunca sofri assédio, comigo acontece abuso o tempo inteiro. Este ano, por exemplo, deixei o Lázaro numa rua no Leblon, estacionei o carro e fui andando para encontrá-lo. Passei em frente a um restaurante e um cara colocou  a mão na minha frente e disse: ‘Taís, senta aqui!’, falando alto e mandando em mim. Se ele fez comigo, imagina o que não faz com quem não é conhecido? Não acho que o cara tem que chamar a mulher de gostosa na rua. Acho isso superagressivo.”   ESPELHO, ESPELHO MEU  “Este ano faço 40 anos. Vou escrever um livro. Não tenho medo da velhice, e nunca quis

fazer nada no rosto. Sei que tenho cara de bem mais nova, mas quero personagens mais maduros para colocar minha vivência neles. Não dá para ficar fazendo a novinha o tempo inteiro. Acho que a parada é essa: todo mundo tem que ter oportunidade, sabe? Não dá para ficar focada numa única pessoa. Erika Januza, por exemplo, está acontecendo.” A VOZ DO POVO “O sucesso do Mister Brau tem a ver com muitas coisas: ser uma comédia e discutir temas pesados de maneira leve e um elenco de peso. E tem também a questão estética, as pessoas se identificam com o visual dos personagens. Ali, a arte imita a vida. Tive certeza disso quando pedimos aos figurantes para irem gravar vestindo as próprias roupas: eles chegavam maravilhosos! De onde? De Madureira! A arte tem que passar uma mensagem, nem que seja uma mensagem puramente estética. Por muito tempo quem falava o que era bom ou não era a elite. Hoje, isso mudou, se ampliou. Quando alguém fala: ‘Essa música é ruim’. Eu digo, é ruim para você, porque esse cara arrasta 80 mil pessoas para um show. Estamos numa fase de nos ressocializar. De aprender a viver em sociedade.” DO LADO DE CÁ “Na quarta temporada, Michele, que ficava nos bastidores e era dançarina, vem brilhando e vira uma estrela mundialmente conhecida, enquanto Brau entra em uma crise artística. Com o Lázaro e a Taís isso não rola. Nossas carreiras foram muito prósperas e separadas. Claro que nos últimos três anos a gente teve um salto grande, deu uma virada. Só que calhou da gente virar junto.”  n

FEVEREIRO 2018 J.P 45

Revista Joyce45 Pasowitch 137.indd 47 Tais.indd

15/02/2018 12:20:55 01/02/18 23:56


A Revista Joyce Pasowitch 137.indd 48 JPMDV.indd 46

casa festiva de BIA LESSA, a menta e mais, muito mais

15/02/2018 00:03:12 12:20:55 02/02/2018

Anuncio R


LIQUIDA PRORROGADO

ATÉ 28/02

50% ATÉ

DESCONTO

EM ATÉ

5X

SÃO PAULO | RIO DE JANEIRO | CAMPINAS | SÃO JOSÉ DOS CAMPOS BRETON.COM.BR • @BRETONOFICIAL

00:03:12

Anuncio REVISTAJP LiquidaBreton 165x230mm 10 01 2018.indd 1 Revista Joyce Pasowitch 137.indd 49

11/01/18 15:19 15/02/2018 12:20:55


MODO DE V IDA

espaço vivo Um lar aconchegante para Bia Lessa é onde ela pode estar em contato com a natureza e receber os amigos. O local escolhido? O coração de Santa Teresa por aline vessoni

fotos zô guimarães

48 J.P FEVEREIRO 2018

Revista Joyce Pasowitch Bia Lessa.indd 48 137.indd 50

15/02/2018 12:20:57 02/02/18 00:00

Bia Lessa


2/18 00:00

MODO DE V IDA

Bia Lessa é apaixonada por tudo que vive. Por isso, a casa é cheia de plantas, amigos e bichos. Essa fofura é o Godard

FEVEREIRO 2018 J.P 49

Revista Joyce Pasowitch Bia Lessa.indd 49 137.indd 51

15/02/2018 12:20:58 02/02/18 00:00


À esq., as casinhas são criações de um artista popular de Santa Teresa chamado Gerônimo, que ela utilizou no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. À dir., a biblioteca da diretora

A

diretora de teatro e de cinema Bia Lessa se considera uma pessoa caseira, daquelas que preferem casas a grandes edificações. “Nada contra apartamento, mas eu gosto de estar com os meus pés no chão.” E, quando ela fala de estar com os pés no chão, é no sentido literal: sentindo o frescor da grama ou se esticando para colher uma manga do pé. A vontade latente de ter mais espaço e poder estar em contato com a natureza de forma permanente ganhou força quando suas filhas eram pequenas. “Eu não gostava de ter que acordar e pensar ‘o que vamos fazer hoje ou para onde vamos’ para elas brincarem. Em casa, você vai para o jardim. [A atividade] já está ali.” Para ela, uma porção de experiência simples como sair no quintal após o jantar, observar o céu estrelado ou entender melhor as estações do ano e saber quando o jardim estará florido, fizeram com que ela se bastasse com o seu jardim urbano e abrisse mão de um sítio. Outra exigência é morar em um lugar onde seja possível enxergar o horizonte – mesmo que este seja composto por uma infinidade de prédios, como é o caso de São Paulo. Paulistana, Bia escolheu o Rio de Janeiro para viver e levou um tempo para encontrar seu es-

50 J.P FEVEREIRO 2018

Revista Joyce Pasowitch Bia Lessa.indd 50 137.indd 52

15/02/2018 12:21:01 02/02/18 15:51

Bia Lessa


2/18 15:51

Em sentido horário, o quarto da diretora tem uma janela que ocupa quase toda a parede; o quadro da grande amiga, a atriz Diana Dasha, esposa de Nelson Jacobina; e o jardim com mangueira, laranjeira e bananeira, que, segundo Bia – e comprovado pela chef Roberta Sudbrack – tem as melhores bananas do mundo

FEVEREIRO 2018 J.P 51

Revista Joyce Pasowitch Bia Lessa.indd 51 137.indd 53

15/02/2018 12:21:02 02/02/18 00:00


MODO DE V IDA

Abaixo, o carrossel foi um presente da amiga portuguesa Lúcia Vaz Pato. E o prêmio de melhor longa-metragem no Festival do Rio

paço. “Procurei uns dez anos. Quando entrei aqui e vi essa vista decidi comprar na hora, mesmo ela estando podre.” A morada fica em Santa Teresa, seu bairro preferido no Rio de Janeiro, e ela descreve como “uma pitada suburbana no coração de uma cidade cosmopolita”. O primeiro passo foi chamar a arquiteta Camila Toledo para fazer uma bela reforma. E o resultado foi um dos lugares preferidos da diretora para trabalhar, para receber e até para não fazer nada e apenas contemplar. Um lugar claro, iluminado, como ela mesma definiu, e vivo – pois, além de ser habitada por ela, pela filha mais nova, Clara, os dois cachorros da família e uma imensidão de verde, o lugar está sempre cheio de amigos e familiares. “Essa casa, desse tamanho, só faz sentido porque é compartilhada.” n

52 J.P FEVEREIRO 2018

Revista Joyce Pasowitch Bia Lessa.indd 52 137.indd 54

15/02/2018 12:21:08 02/02/18 00:00


2/18 00:00

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 55

15/02/2018 12:21:11


MODO DE V IDA

Na sala de estar, as poltronas são de artesanato popular. As colchas são protótipos que Bia elaborou para o cenário do show Cartas de Amor, de Maria Bethania

54 J.P FEVEREIRO 2018

Revista Joyce Pasowitch Bia Lessa.indd 54 137.indd 56

15/02/2018 12:21:16 02/02/18 00:00

Publi Nutr


2/18 00:00

J.P INDICA

BELEZA SOFISTICADA

Comemorando 50 anos em 2018 na Austrália, a NUTRIMETICS, marca premium internacional de cosméticos da TUPPERWARE BRANDS, já consolidada em países como Austrália, França e Nova Zelândia, veio para atender as necessidades das mais exigentes consumidoras brasileiras, que buscam por produtos de beleza de alta qualidade. Desde 2015 no país, a marca conta com produtos sofisticados e inovadores para pele, olhos e boca, além de perfumaria feminina e masculina. Sempre antenada, a Nutrimetics traz itens indispensáveis para uma make incrível, com cores intensas, traços precisos e cobertura perfeita, dando um toque refinado à beleza feminina. Os produtos contam com formulações exclusivas, elaboradas com ingredientes rigorosamente selecionados e sem testes de origem animal, além de serem dermatológica e oftalmologicamente testados. Trabalhando globalmente com as maiores e mais tradicionais casas de perfumaria no mundo, a Nutrimetics oferece produtos de altíssima qualidade. Foi, também, uma das primeiras marcas no

mundo a comercializar seus produtos por venda direta, começando lá em 1968. Por aqui, não aconteceu diferente: para adquirir os produtos Nutrimetics é só buscar por uma das inúmeras consultoras espalhadas pelo Brasil inteiro. Quer localizar uma? Entre em: NUTRIMETICS.TUPPERWARE.COM.BR/ QUERO-COMPRAR/

“Tampa com fechamento magnético. Não abre na bolsa!”

HISTÓRIA

Tudo começou em 1961, quando o fundador da marca Mulford Nobbs visitou o Himalaia, atraído pela juventude e longevidade de seu povo. Por lá, descobriu o segredo da população: o óleo extraído da polpa da semente do damasco, que acabou se tornando o ingrediente principal da manteiga hidratante Nutri-Rich Oil, produto icônico da Nutrimetics. Este foi o primeiro item da marca a chegar no Brasil, elaborado com óleo de sementes de mais de 100 damascos, vitamina E e óleo de cenoura, proporcionando alta hidratação e suavidade à pele, especialmente as secas. PARA SABER MAIS: SITE: NUTRIMETICS.TUPPERWARE.COM.BR | INSTAGRAM:@NUTRIMETICSBRASIL | FACEBOOK: /NUTRIMETICSBRASIL

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 57 Publi Nutrimetics.indd 55

15/02/2018 02/02/2018 12:21:17 00:36:11


AV E N TA L

RAMO VERDE Benéfica para a saúde, a menta é o ingrediente essencial para as receitas da estação

C

alor? Ela refresca. Estresse? Ela relaxa. Dor de garganta, inflamação, gripe, má digestão e mau hálito? Ela também pode ajudar. Pertence ao mesmo gênero da hortelã, mas é mais suave, por isso é muito usada em sobremesas, principalmente de chocolate, e dá aquele toque fresh em comidas salgadas e drinques. Essas mil e uma utilidades da menta foram a nossa escolha para trazer todo frescor que o mês pede. Confira aqui os benefícios dessa plantinha em três versões diferentes – e deliciosas! – das usuais.

Revista Joyce Pasowitch Avental 137.indd 56 137.indd 58

FOTO ISTOCKPHOTO.COM

beatriz manfredini fotos giovanna balzano

15/02/2018 12:21:20 01/02/18 21:36

Avental 1


2/18 21:36

DRINQUE HUGO, Benzina INGREDIENTES 45 ml de St.-Germain (licor de flor de sabugueiro) 80 ml de espumante 10 ml de água com gás Menta fresca MODO DE PREPARO Em uma taça de vinho grande, coloque o St.-Germain e a menta. Acrescente cubos de gelo e, em seguida, o espumante e a água com gás. Finalize com mais uma folha de menta para decorar. Sirva em seguida.

FEVEREIRO 2018 J.P 57

Revista Pasowitch AventalJoyce 137.indd 57 137.indd 59

15/02/2018 12:21:21 01/02/18 21:36


58 J.P FEVEREIRO 2018

Revista Joyce Pasowitch Avental 137.indd 58 137.indd 60

15/02/2018 12:21:22 01/02/18 21:36

Avental 1


2/18 21:36

FATIAS DE ATUM CRU COM COULIS DE MENTA E SUAS FOLHAS E LASCAS FINAIS DE MANDIOCA ASSADA, Chef Leo Botto INGREDIENTES 100 g de lombo de atum (cortar em fatias de 1 cm x 4 ou 5 cm) 1 maço pequeno de menta fresca 80 g de mandioca ouro da Mantiqueira (descascada e sem a fibra) ou qualquer outra 40 g de abacate hass ou outro 1 colher de chá de óleo de coco 1 colher de sopa de suco de limão galego 1 colher de sopa de açúcar demerara 1 pitada bem pequena (ponta da colher de café) de pimenta jiquitaia 1 pitada de sal sujo de Guérande 2 colheres de chá de manteiga sem sal 120 ml água MODO DE PREPARO DA MANDIOCA Em uma panela com água até a metade e em fogo alto, coloque

as mandiocas e cozinhe até que elas fiquem bem macias. Com uma escumadeira, retire-as cozidas da panela e coloque numa forma quadrada ou retangular. Amasse as mandiocas até ficarem com uma altura uniforme de 2 cm e reserve na geladeira por três horas. Depois, retire-as e corte em fatias de 5 cm. Unte uma forma com parte da manteiga, coloque as fatias de mandioca e deixe assar por 20 minutos num forno preaquecido a 160 graus, ou até ficarem bem douradas e crocantes. Reserve. MODO DE PREPARO DA COULIS DE MENTA Em uma panela pequena, coloque os 120 ml de água, o açúcar demerara, uma pitada de sal e um quarto do maço de menta fresca em fogo

médio. Reduza pela metade, peneire e reserve. Em um liquidificador, bata a redução de menta, o abacate, o óleo de coco, o limão, a pimenta e o sal. Guarde na geladeira. MODO DE PREPARO DA MENTA SECA Coloque oito folhas de menta em uma forma e leve ao forno a 160 graus. Deixe assar de quatro a cinco minutos até que elas sequem. Reserve e depois separe as folhas para a montagem. MONTAGEM Em um pequeno bowl junte a coulis de menta, a fatia de atum cru, as folhas secas de menta e a lasca de mandioca ouro. Depois, coloque uma pitada de sal sujo de Guérande por cima. Sirva.

FEVEREIRO 2018 J.P 59

Revista Pasowitch AventalJoyce 137.indd 59 137.indd 61

15/02/2018 12:21:23 01/02/18 21:36


Revista Joyce Pasowitch Avental 137.indd 60 137.indd 62

15/02/2018 12:21:25 01/02/18 21:36

Avental 1


2/18 21:36

SALADA DE LENTILHA COM LIMÃO E MENTA, La Peruana INGREDIENTES 240 g de lentilha 140 g de maçã verde 1 limão-siciliano 3 romãs 4 g de capim-santo Folhas de menta a gosto 3 colheres de óleo de avelã ou de canola 1 colher de vinagre de cidra ou de maçã 2 colheres de mel

Revista Pasowitch AventalJoyce 137.indd 61 137.indd 63

10 g de menta Sal e pimenta-do-reino MODO DE PREPARO Coloque a lentilha em uma panela com água fria e deixe cozinhar em fogo baixo por aproximadamente 20 minutos. Depois, peneire e deixe esfriar. Reserve. Retire as camadas fibrosas da base do capim-santo e fatie apenas o seu miolo. Corte a maçã em forma de palito e

esprema o limão-siciliano por cima. Para temperar a salada, misture bem o vinagre e o mel, mexa até homogeneizar completamente e adicione a menta e o óleo de avelã. Finalize com sal e pimenta-do-reino. Junte as lentilhas, a maçã, os grãos de romã e o capim-santo fatiado. Coloque o tempero e misture tudo. Sirva a salada e decore-a com as folhas menores da menta e alguns grãos de romã.

15/02/2018 12:21:25 01/02/18 21:36


MESTRE DOS ARRANJOS

Criatividade e ousadia são as palavras certas para descrever os eventos do decorador e florista VIC MEIRELLES, um dos nomes mais importantes e requisitados do Brasil. Suas festas são originais e cheias de personalidade e, não à toa, ele é conhecido como o nosso mestre dos arranjos. E muito dessa genialidade só seria possível com a parceria certeira da 100% EVENTOS, empresa de locação de móveis das sócias Paola de Picciotto e Flavia de Picciotto Terpins. São mais de 75 mil peças de design exclusivas que só podem ser encontradas por lá. “Lembro quando elas abriram o escritório. Tudo lá é perfeito, elas me ajudam a criar soluções para qualquer ocasião”, diz Vic, que complementa: “É 100% de parceria, de não dor de cabeça, de tempo, de organização. É, sem dúvida, a melhor empresa do país.” Aqui, ele entrega seu segredo: a ambientação de festas e casamentos com móveis pretos. “Com esse tom, as flores e a decoração se destacam e, com a ajuda da iluminação, parecem que estão flutuando!” +CEMPORCENTOEVENTOS.COM.BR | @CEMPORCENTOEVENTOS | TEL. (11) 3604-8039

Vic Meirelles destaca também a cadeira Duomo

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 64 Publi 100 Eventos.indd 62

15/02/2018 00:10:54 12:21:29 02/02/2018

Publi 100 E


J.P INDICA

MESA COM FURO E BACIA DE LACA “É um móvel curinga: com esse furo no meio, consigo colocar flores e até uma árvore na decoração. O bom é que o tampo pode ser bege, branco ou amarelo, cores bem versáteis.”

FOTOS MIGUEL LEBRE; DIVULGAÇÃO

SOFÁ CIPRIANI VELUDO “Esse sofá é moderno e muito aconchegante. É grande e combina com qualquer ambiente.”

POLTRONA TANIA CAMURÇA “Além de ser muito confortável, você senta nessa cadeira e não quer levantar mais! Pode passar quatro horas seguidas sentado em uma festa e tudo bem!”

PUFE AMPULHETA “Peças pretas, como esse pufe, são neutras e posso usar tanto em um casamento moderno como em uma festa mais neutra e clássica.”

00:10:54

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 65 Publi 100 Eventos.indd 63

15/02/2018 02/02/2018 12:21:30 00:11:00


AV E N TA L

Bem Temperados Churrasco chiqueria pura, um restaurante tipo refeitório, o melhor pão de queijo do momento e mais gostosuras por beatr iz m a nfr edini e th aya na n unes

CHURRASCADA

Uma das boas surpresas em Alto de Pinheiros no último ano foi a abertura do restaurante CÓR . Cercado de verde, com uma área externa convidativa e atendimento atencioso, a casa é pedida certa para uma noite agradável. Com a saída da chef Thais Alves (ex-Maní), que criou o menu com consultoria do peruano Renzo Garibaldi, do Osso, de Lima, quem comanda agora a churrasqueira a lenha que fica aberta no salão é Jeovane Godoy. No cardápio, as carnes dry aged e de longa maturação continuam as estrelas – prove o t-bone prime rib! –, mas não deixe de pedir o nhoque de abóbora com ricota e o peixe grelhado na brasa. Antes disso, comece com bolinho de tapioca e acompanhe tudo com um bom vinho – o sommelier Vinícius Conde está pronto para dar as melhores dicas. +CORGASTRONOMIA.COM.BR

4 QUEIJOS

A paulistana Renata Goulart buscou nas suas origens no sul de Minas Gerais a receita do pão de queijo perfeito: o PÃO DI QUEIJO DA MINEIRA . Ele é feito com os queijos meia cura, serra da canastra e minas padrão e vendido por encomenda ou em eventos, onde ela recheia com salmão defumado ou goiabada e doce de leite. O segredo do sucesso? São empanados no queijo parmesão. REFRESCO

FOTOS DIVULGAÇÃO; ARQUIVO PESSOAL

FRESQUINHAS

Fique bem fresh com uma kombucha ou saia da dieta com um pão de queijo delicioso – porque a gente merece!

@PAODIQUEIJODAMINEIRA

Ótima pedida para os dias quentes, o kombucha é bebida ideal: leve, refrescante e com pouquíssimas calorias. Vale experimentar a marca VIH! , feita a partir de um blend de chá preto, verde e mate e disponível em três sabores. @VIHALIMENTOS

64 J.P FEVEREIRO 2018

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 66 Bem Temperados 137.indd 64

15/02/2018 23:39:33 12:21:33 01/02/2018

Bem Temp


MESA PARA DEZ

A chef Gabriela Barretto, que comanda o badalado Chou, em Pinheiros, acaba de abrir no mesmo bairro seu novo restaurante, FUTURO REFEITÓRIO. Como o nome já diz, ali todo mundo se senta em mesas coletivas, como um refeitório de verdade, e o diferencial é o horário: funciona do café da manhã ao jantar, servindo brunch o dia todo. Prove a linguiça inglesa crocante com ovos orgânicos mexidos e o waffle com doce de leite, pasta de avelã e chocolate – os ingredientes são de fabricação própria. @FUTUROREFEITORIO

MUITO ALÉM DO CROISSANT E DO FISH‘N’CHIPS Renato Caleffi, chef do restaurante orgânico Le Manjue, partiu para uma viagem gastronômica por Paris e Londres ao lado do publicitário Alexandre Carvalho em busca de sabores mais leves e saudáveis. O que encontraram por lá? PARIS

“Ótimo custo-benefício é o novo restaurante do estrelado chef Alain Ducasse, o SPOON 2 . A comida prestigia a culinária estrangeira, sobretudo das Américas e da Ásia, em um estilo mais leve, mais fresco e em porções para compartilhar. Uma comida funcional, termogênica e balanceada.”

FOTOS DIVULGAÇÃO; ARQUIVO PESSOAL

“Outra experiência notável foi no recém-inaugurado restaurante grego YAYA , na rue de l’Hippodrome. A comida é toda preparada com azeite orgânico de terroir grego de excelente qualidade. Provamos um dos melhores tzatziki de nossa vida, além de um suculento polvo grelhado.” “Paris é tão cosmopolita que nos apresentou uma das melhores pizzas à moda napolitana, na versão glutenfree, no disputadíssimo BIGLOVE CAFFÈ . Provamos o espaguete com lagosta ao molho de tomates frescos e as pizzas sem glúten.”

23:39:33

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 67 Bem Temperados 137.indd 65

LONDRES

“Em Notting Hill, vá ao FARMACY: oferece comida saudável, orgânica e várias opções plant-based. Provamos o smothie de maca peruana, café, lúcuma, tâmara, óleo de coco e leite de amêndoas, além de sucos alcalinizantes e um excelente veggie burguer com ketchup de goji berry.” “Covent Garden é sempre indispensável, repleto de restaurantes orgânicos, veganos e no melhor estilo raw e crudivorista. No NEAL’S YARD provamos uma cerveja orgânica glúten free deliciosa e uma torta-musse de hibiscos, frutas vermelhas, castanha-de-caju e pera, que deixou lembranças.” “Para o turista de pegada saudável, é fundamental conhecer dois mercados locais e de pequenos produtores: o BOROUGH MARKET e o DAYLESFORD ORGANIC. Se estiver a fim de fazer umas comprinhas orgânicas, vá ao WHOLE FOODS de Piccadilly.”

15/02/2018 01/02/2018 12:21:34 23:39:50


COR PO E A LM A

Uma imersão de beleza e saúde na Serra da Mantiqueira, como cuidar da região do colo e boas-novas made in USA P O R T H AYA N A N U N E S

OFF-LINE

Depois de muita purpurina e bloquinhos mil, nada como uma semana detox para colocar o corpo e a mente no lugar. O RITUAALI CLÍNICA & SPA , em Penedo, na Serra da Mantiqueira, no Rio, oferece uma verdadeira pausa na vida – em todos os aspectos. A meta não é perder peso, mas propor mudanças de hábitos, seguindo os preceitos da medicina do estilo de vida, especialidade americana ainda pouco difundida por aqui, em que a ideia é trilhar um caminho rumo à saúde e à felicidade espiritual. E para quem pensa que vai ficar na piscina o dia todo, engana-se: a agenda é lotada. Os pacientes recebem a programação do dia na noite anterior, que inclue consultas médicas, avaliações nutricionais e psicológicas, refeições veganas, workshop de culinária, tratamentos de desintoxicação com sucos especiais, terapias corporais, atividades físicas como deep running, funcional e muay thai, e banhos de imersão. Ah, dormir e acordar cedo também faz parte dos bons hábitos do lugar, já que ajuda a regular nossos hormônios. Por isso, a primeira atividade começa às 6h30 e o jantar (geralmente uma sopinha) é servido às 18h30. Para ajudar o sono chegar, a internet wi-fi é cortada às 22h. @ORITUAALI | TEL. (24) 3351-9200 (Por Denise Meira do Amaral)

PELÍCULA

Atualize o kit de make-up com os batons líquidos da PHEBO, novidade da linha de maquiagem da marca. Com tons de nude, que vão do rosa suave ao vinho, e efeito matte, eles são a cara da estação. (R$ 58) +GRANADO.COM.BR

Promete virar rotina neste mês usar hidratantes que, além de cuidarem da pele, reforçam o bronze. Afinal, é Carnaval e o verão ainda está aí. A dica é o creme hidratante corporal iluminador INSTANT GODDESS , da Nutrimetics. A textura é bem suave e os ativos são potentes, como o óleo de semente de damasco e a vitamina E. @NUTRIMETICSBRASIL

FOTOS GETTY IMAGES; ISTOCKPHOTO.COM; DIVULGAÇÃO

A COR DO SOL

66 J.P FEVEREIRO 2018

RevistaeJoyce Pasowitch Corpo Alma.indd 66 137.indd 68

15/02/2018 00:33:55 12:21:36 02/02/2018

Corpo e A


CALÇADA DA FAMA

LINDSAY LOHAN acaba de anunciar que lança em breve

uma marca própria de maquiagem. A notícia causou o maior burburinho e, enquanto a novidade não chega, a gente entrega duas outras atrizes que já entraram nessa onda e que a gente adora.

HONEST BEAUTY – JESSICA ALBA

Lançada em 2015, é uma das mais famosas. Possui uma linha para pele e cabelo, tudo feito com ingredientes naturais, mas a maquiagem é o must have. A sensação são os lip crayons, com óleo de coco, e manteiga de murumuru e de karité. +HONESTBEAUTY.COM FLOWER – DREW BARRYMORE

Se não bastassem serem cruelty-free e com preços acessíveis, os produtos da Flowers ainda ganham pontos pela simpatia de Drew como garota-propaganda. Entre máscaras, sombras e blushes, invista nos primers em três tons: para iluminar, corrigir e hidratar. +FLOWERBEAUTY.COM

BOM DIA!

Tem gente que acorda com tudo: faz balé, vai correr, toma um suco verde... E tem a turma que é mais da “preguicinha”: olha o Instagram, faz um café preto e, daí sim, começa o dia. A partir deste mês, J.P quer saber: qual a sua rotina pela manhã? CAMILLA MARINHO, publicitária e sócia do coletivo de moda D.A.M.N Project • Acordo e já respiro fundo. Tenho um ritual de sempre tomar um gole da minha água fluidificada e costumo sempre pedir sabedoria. • Amo tomar café da manhã, então, quando posso, gosto de fazer com calma: preparo o café, penso na vida, leio... • Como sempre três ovos mexidos, frutas com granola e, para beber, café preto bem forte com óleo de coco e água com limão. • Vou a pé ao trabalho e já aproveito para sair com a Pinga, minha cachorra, que passa o dia no escritório comigo. Aí me divido entre vários projetos. É uma correria maluca que quando vejo já são 22h!

DIVULGAÇÃO

PÓS-PRAIA Atenção para quem tem aquela preguiçinha de cuidar da região

do colo, uma das partes do corpo que mais sofre com os efeitos do sol. A dica é investir em cremes e em tratamentos específicos como o SUMMER REPAIR , da dermatologista carioca Christiane Gonzaga. São usados aparelhos de ponta, como o ultrassom Ultraformer III, e promete reduzir rugas e manchas, dar mais firmeza e estimular o colágeno. “É uma região muito esquecida nos cuidados diários. O Summer Repair é superindicado para peles mais amadurecidas e prejudicadas pelo sol, como também em peles jovens como forma de prevenção”, entrega a médica. +CHRISTIANEGONZAGA.COM

FEVEREIRO 2018 J.P 67

00:33:55

Revista Pasowitch Corpo eJoyce Alma.indd 67 137.indd 69

15/02/2018 02/02/2018 12:21:37 16:13:43


J.P VIAJA

O

olhar aguรงado da figurinista JULIA GASTIN sobre MOร‡AMBIQUE, a Roma de KIKI

GARAVAGLIA, novidades do CHILE a BALI... Fui!

MAIS EM GLAMURAMA.COM/PELO-MUNDO

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 70 jpVIAJA.indd 68

15/02/2018 00:04:14 12:21:38 02/02/2018

Publi Nova


J.P INDICA

PRÓXIMA PARADA

Já que o ano só começa de verdade depois do Carnaval, essa é a hora certa para arregaçar as mangas e preparar a wish list de destinos de 2018. Para ajudar nesta missão, a dica é consultar a empresária Carla Palermo, da agência NOVASAFARI: para qualquer local de desejo, cidade, praia ou selva, ela conhece os melhores hotéis, restaurantes e passeios. Quer ter uma experiência inesquecível? Vem! THE LODGE AT KAURI CLIFFS, NOVA ZELÂNDIA

Com clima de casa sofisticada, o Kauri Cliffs lembra uma fazenda à beira-mar. Cercado de florestas, um campo de golfe e o Oceano Pacífico, o lodge possui um spa com lindas vistas para o verde. Viajando com a NovaSafari, é possível curtir um piquenique de queijos e vinhos em uma das praias privativas ou até ter um chef preparando um churrasco de frutos do mar. Divino. AMAN TOKYO, JAPÃO

FOTOS DIVULGAÇÃO

Mais do que um hotel, o Aman Tokyo é um verdadeiro santuário. Localizado nos últimos andares da torre Otemachi, são 84 acomodações equipadas com tecnologia de ponta e com lindas vistas para o Palácio Imperial, jardins e a cidade. É um oásis de tranquilidade e espaços zen no meio de uma das maiores metrópoles do mundo. E em dias de céu claro, é possível ver também o Monte Fuji. SINGITA SABORA TENTED CAMP, ÁFRICA

Para quem está cansado da vida urbana ou quer um contato mais próximo com a natureza, o Singita Sabora Tented Camp é o lugar certo. Fica em uma das melhores regiões para se fazer safári no mundo, no norte da Tanzânia, e o lugar é superexclusivo, com apenas nove tendas de luxo. Por ali, a dica é curtir a piscina com vista para as savanas: não é raro ver os animais passeando. +NOVASAFARI.COM.BR | TEL. (11) 2373-3852 | @NOVASAFARI_BY_CARLAPALERMO | CONTATO@NOVASAFARI.COM.BR

00:04:14

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 71 Publi Nova Safari.indd 69

15/02/2018 02/02/2018 12:21:39 00:29:27


J.P V I A JA

Os segredos de Tel-Aviv para descobrir, dicas veganas direto de Bali, o ano certo para visitar Buenos Aires e mais dicas pelo mundo POR ADRIANA NAZARIAN

Os fashionistas ganharam mais uma parada obrigatória em Florença: trata-se do GUCCI GARDEN, novo espaço comandado pela grife italiana, que mistura galeria de arte, restaurante, loja e um lindo jardim. Comandado por Alessandro Michele, diretor criativo da marca, o projeto expõe itens atuais e históricos da Gucci, além de vender peças exclusivas e objetos de decoração. Mas a estrela da casa promete ser mesmo o Gucci Osteria, restaurante de clássicos italianos comandado por ninguém menos que Massimo Bottura – o risoto de cogumelos e o tortellini parmegiano reggiano estão entre as pedidas.

CASCATA

Boas-novas para os que planejam uma visita às Cataratas do Iguaçu, destino das antigas, mas que tem conquistado cada vez mais viajantes antenados. O AWASI é um hotel-butique com 14 vilas de madeira escondidas no meio da mata, com direito a piscina privada e a chuveirão ao ar livre. Cada uma delas, vale dizer, conta com seu próprio guia e carro 4x4 para desbravar atrações que vão além das cachoeiras – tem passeio de barco por ruínas do século 18, caminhadas pela floresta ao lado de biólogos e visita às tribos locais. +AWASIGUAZU.COM

BURBURINHO

Já faz um tempo que Tel-Aviv virou destino cool. Na lista dos motivos, além de toda a história e visual, novas lojas, restaurantes e hotéis que não param de pipocar por lá, caso do HOTEL THE SETAI . A grande graça é sua localização: um prédio histórico que já fez as vezes de forte durante as Cruzadas e prisão na era otomana. Para completar, tem vista para o porto de Jaffa e a costa do Mediterrâneo. Totalmente repaginado, o local ganhou 120 quartos, rooftop com piscina infinita e visão privilegiada do pôr do sol, e um spa com hamam dos mais originais.

FOTOS ISTOCKPHOTO.COM; DIVULGAÇÃO

DE TUDO UM POUCO

+THESETAIHOTEL.CO.IL

70 J.P FEVEREIRO 2018

Revista Joyce Pasowitch JPviaja_137.indd 70 137.indd 72

15/02/2018 12:21:40 02/02/18 00:42

JPviaja_1


2/18 00:42

Alô, alô 2018 Se existe uma cidade para colocar no

radar em 2018 é BUENOS AIRES e os motivos são muitos. Durante todo o ano, o destino fará parte do novo programa Art Basel Cities, que coloca a vocação artsy da cidade em pauta ao dar apoio para artistas locais, além de oferecer eventos e workshops sobre o assunto. Ao fim do projeto, em setembro, a cidade argentina oferece um programa de artes públicas desenvolvido por Cecilia Alemani, curadora do High Line, em Nova York. Já em outubro, a capital portenha recebe 4 mil jovens atletas de diversos países para o Youth Olympic Games.

DEU FOME

Vale ficar de olho nas novidades gastronômicas de Ubud, região de Bali cada vez mais queridinha entre os desbravadores. O MOKSA é um misto de café e padaria veganos, sustentado por uma fazenda orgânica de permacultura, em sintonia com a vibe saudável do destino. Aberto o dia todo, o local tem boas pedidas como o canelloni de abóbora, o sorvete de coco e a granola feita na casa. A cada 15 dias, a feirinha com música ao vivo que ocorre na casa já virou ponto de encontro entre os locais. +SPICEBALI.COM , MOKSAUBUD.COM

BONECO DE NEVE

Esquiadores de plantão, dica para ter na cabeceira nesta temporada de neve. Lançado recentemente pela Assouline, o novo ASPEN STYLE conta toda a história do destino americano que começou como campo de mineração no século 19 e hoje faz a cabeça dos fãs das baixas temperaturas do Colorado. O destaque fica por conta da introdução, insights e dicas de Aerin Lauder, dona da marca de lifestyle Aerin e uma das habituées mais célebres e fiéis do local. Em tempo: Aerin é neta de Estée Lauder. +ASSOULINE.COM

FEVEREIRO 2018 J.P 71

Revista Joyce Pasowitch JPviaja_137.indd 71 137.indd 73

15/02/2018 12:21:41 02/02/18 00:42


J.P V I A JA

UMA NOITE NO MUSEU

É possível que você passe distraído por esse casarão de 1927 localizado em uma rua tranquila no coração de LASTARRIA , um dos bairros mais descolados de Santiago. Mas vale prestar atenção no hotel-butique de mesmo nome que tem apenas 14 suítes – ampla e iluminada, a número seis é especial. Com proposta intimista, o destino tem um staff poliglota e ultra-atencioso (daqueles que praticamente o acompanha até a farmácia mais próxima), pronto para oferecer as melhores dicas da cidade. Outro ponto alto é a piscina, ótimo refúgio para os quentes dias de verão chileno. Ali, nas espreguiçadeiras cercadas pela sombra das árvores e o barulho dos pássaros, é possível pedir drinques e comidinhas. +LASTARRIAHOTEL.COM

DIA DE PRINCESA No sétimo e oitavo andar do

HÔTEL DE PARIS MONTE-CARLO, famoso por ser o preferido princesa Grace de Mônaco e do príncipe Rainier, está localizada a nova suíte Princess Grace. Com 910 m2, o espaço tem dois andares e é todo decorado com os gostos e preferências pessoais de sua musa inspiradora: há desde memórias, trabalhos literários e poesias favoritas, como as próprias rosas Grace envolvendo o terraço de quase 440 m2 com uma vista incrível para o mar Mediterrâneo. Quem reserva a suíte pode se preparar também para os mimos: há presentes de boas-vindas, open bar e cabines exclusivas nas Thermes Marins Monte-Carlo e no Monte-Carlo Beach. Prepare o bolso: o valor, dependendo da época, pode chegar a 40 mil euros por noite. +HOTELDEPARISMONTECARLO. COM

FOTOS DIVULGAÇÃO

SEGREDO

Quem nunca teve vontade de morar na MUJI? Pois eis que a loja japonesa de cacarecos, roupas e objetos de decoração vai emprestar sua pegada minimal a hotéis. O primeiro endereço que ganha décor da grife fica em Shenzhen, na China. Mais do que um quarto incrível, a ideia é que os espaços sirvam para os hóspedes testarem produtos da marca. Prestes a ser inaugurado, o primeiro HOTEL BY MUJI terá 79 suítes despretensiosas e loja, além da localização estratégica: no centro da cidade, pertinho do transporte público. Nos próximos anos, as cidades de Pequim e Tóquio devem seguir o mesmo caminho.

72 J.P FEVEREIRO 2018

Revista Joyce Pasowitch JPviaja_137.indd 72 137.indd 74

15/02/2018 12:21:41 02/02/18 14:54

ColunaKik


2/18 14:54

POR AÍ POR KIKI GARAVAGLIA

UM CAFÉ NO CENTRO DE ROMA

Memórias da infância em um dos endereços mais icônicos da capital italiana

FOTO ARQUIVO PESSOAL

Quando era pequena, morava em Roma, uma Roma deliciosa sem a multidão de turistas de hoje, e fazíamos compras na tranquila Via dei Condotti. Ali, sempre íamos comer no luxuoso Caffè Greco. Ficava fascinada com a elegância das pessoas: as mulheres tirando suas luvas de pelica para saborear deliciosos docinhos e salgadinhos apresentados em lindas bandejas de prata... Até que, no mês passado, estava na cidade e resolvi entrar no Caffè Greco só de curiosidade. Para minha surpresa, o lugar está igualzinho. Maîtres e garçons impecáveis de black tie e longos aventais, sofás capitonés de veludo vinho, mesinhas redondas de madeira com tampo de mármore... Fiquei encantada! O tempo parou naquele pedaço da Via dei Condotti.

No século 7, gregos e levantinos introduziram uma bebida oriental chamada “stregata” na Europa. Foi um grande sucesso, porque proporcionava uma pausa no dia para qualquer um se deliciar com a bebida, que era superexótica. O famoso Casanova, em seu livro Memórias, comentou que sempre ia à Via dei Condotti para beber uma nova bebida que passaram a chamar de café, num pequeno e elegante recanto, perto da Piazza di Spagna. Em 1779, o “recanto” do Casanova havia se tornado parada obrigatória do pensador Goethe e de seus amigos alemães intelectuais. Mas a época de maior esplendor dessa bebida foi o século 19, quando as mesas eram ocupadas com os mais famosos pintores da época, escultores, músicos e pensadores de toda

a Europa, que passavam tardes e noites no Caffè Greco, como Wagner, Liszt e Mendelssohn. Todos queriam conviver com eles e, assim, foram se juntando príncipes, atrizes famosas dos musicais e do teatro, além de políticos que queriam ser vistos entre essa casta de celebridades. A minha intenção ao entrar no Caffè Greco era recordar minha infância em Roma. E depois de me deliciar com todas as guloseimas refinadas e meus amigos tomarem fortunosos gim tônicas, o maître nos falou para irmos ao famoso salão vermelho. Encontramos estátuas, partituras de músicos, desenhos e quadros, além do livro de visitantes ilustres datado a partir de 1770. Foi uma fascinante aula de vários séculos, num café fascinante de vários séculos! n

viajante insaciável, KIKI GARAVAGLIA já correu o mundo e, no momento, pode estar em londres ou marrakesh. só tem medo de morrer sem antes conhecer dubai

FEVEREIRO 2018 J.P 73

Revista Joyce134.indd Pasowitch73137.indd 75 ColunaKiki

15/02/2018 01/02/2018 12:21:42 22:01:26


J.P VIA JA

ÁFRICA IN LOCO

As viagens de férias da figurinista e designer Julia Gastin são como uma colcha de retalhos de inspirações: a cada carimbo no passaporte, ela coleciona ideias para dar vida às suas criações. O mais novo destino? Moçambique por beatriz manfredini

Julia Gastin não poderia ter escolhido destino melhor para suas férias de verão neste ano. Figurinista da Globo de atrações como o Esquenta!, de Regina Casé, e o mais novo Lazinho com Você, de Lázaro Ramos, a também designer de bijoux viajou com sua trupe de amigos – leia-se Lu Lima, Olivia Camplez e Pedro Igor Alcântara – para Moçambique, na África, atrás de aventuras e, claro, muito inspiração. É que essa carioca é apaixonada por estampas étnicas e artesanato e roda o mundo garimpando peças e ideias que possam compor suas criações. Quando lançou sua marca de acessórios em 2015, por exemplo, foi em Salvador que encontrou os búzios que deram vida a colares, brincos e pulseiras que viraram hit – depois vieram materiais como figa, palha, pedras brasileiras e dentes de javali. “Mesmo quando a viagem tem um propósito de lazer, sempre procuro pesquisar e trazer ideias”, conta. No país africano, ela mergulhou na cultura local e encontrou tecidos para seu mais novo projeto: uma coleção de Carnaval em parceria com a marca Lab Collection, da estilista Monique Argalji. “Quis trazer um Carnaval afro, para sair um pouco dessa onda de bordado, tule e lycra que é moda no Brasil. O item mais legal é um top que pode ser amarrado de três maneiras diferentes.” Julia aterrissou na capital Maputo e seguiu para Ilha de Moçambique, Tenda, Ilha do Ibo e Quirimbas e aqui entrega para a J.P o que encontrou por lá. Vem! n

CULINÁRIA “Na Ilha de Moçambique tem um restaurante lindo, todo feito de bambu, de uma mulher chamada Sara. Lá é tudo simples e tradicional, mas ela é tão incrível que até ganhou um curso para estudar culinária na Itália. A especialidade são comidas feitas com alga. Eu amei o prato sirisiri, que é feito com alga, castanha e frutos do mar.”

MOÇAMBIQUE É COOL “No país não tem ba nner, grandes marcas, nada placa, patrocínio de . É como se tudo fos se antigo. E as cores dos lugare s também são lindas, tem muito rosa nas casas. É intere ssa descascado, afinal, ele nte porque é tudo meio s vivem com o que têm .”

74 J.P FEVEREIRO 2018

Revista Joyce Pasowitch moçambique.indd 74137.indd 76

15/02/2018 12:21:45 01/02/18 21:33

moçambiq


2/18 21:33

FOTOS ARQUIVO PESSOAL; ISTOCKPHOTO.COM

PASSEIOS stei de todos que foi o lugar que mais go uma praia para“Ilha de Moçambique ra pa passeio de barco a estrutura e visitamos. Fizemos um um ram nta mo e rqu so po sso grupo, no o disíaca. Foi maravilho ra pa r ma do o de frutos fizeram um churrasc ira do mar.” be ali na areia mesmo, na

MODA “O que mai s vestem. Ela me impressionou é a fo s veis: mistu fazem combinações rma como as pesso ra as d São três o m xadrez e listras, co e cores inusitadas e se u quatro n in a mesma p m todo o tipo de esta crírodução e fica lindo!” mpa.

COMPRAS “Adoro ir a lugares alternativos buscar referências para a minha marca. Acho que a ideia de viajar para Nova York, Europa e pegar algo que já existe e replicar no Brasil está saturada. Gosto de buscar coisas diferentes. Dessa vez, comprei principalmente pau-preto, um material com o qual fazem miçangas, e muitos tecidos com padronagens, estampas e cores diferentes.”

FEVEREIRO 2018 J.P 75

Revista Joyce Pasowitch moçambique.indd 75137.indd 77

15/02/2018 12:21:46 01/02/18 21:33


NOVA YOR K

Dicas francesas pela cidade, a nova bolsa tiracolo das descoladas e ainda uma exposição de Tarsila do Amaral no MoMA. Demais, né? P O R J OA N A B R I TO

Bon Apetit 2 Já o menu com delícias francesas não é o único atrativo Bon Apetit 1 Um dos restaurantes mais icônicos da cidade

está de volta. LA GOULUE reabre as portas, após oito anos, a poucas quadras de onde funcionou durante três décadas, no Upper East Side. O restaurateur Jean Denoyer criou uma verdadeira réplica do anterior, com décor no estilo art nouveau, e cardápio impecável: com a ajuda do chef Antoine Camin, espere pelos clássicos steak tartar, suflê de queijo, sopa de cebola e risoto com trufas. Daquelas experiências memoráveis.

do LA MERCERIE CAFÉ . Ali, todos os itens estão à venda: dos pratos às mesas e até os arranjos de flores. A ideia é proporcionar uma nova experiência aos clientes, que têm a oportunidade de levar para casa todo o charme do lugar – mas sem deixar a essência de lado, claro. Prove as ótimas opções de frutos do mar com crepe e toda a linha de pâtisserie. Ah, o restaurante fica dentro da ótima loja de decoração Roman and Williams Guild. +LAMERCERIECAFE.COM

+LAGOULUERESTAURANT.COM

SANGUE NOSSO

Não perca a nova exposição do MoMA. Em TARSILA DO AMARAL: INVENTING MODERN ART IN BRAZIL , são mais de 130 obras da brasileira, uma das principais artistas do século 20. Sua obra Abaporu, de 1928, que estará presente na exibição, ficou extremamente conhecida no mundo todo graças à sua influência no movimento antropofágico no Brasil. Em cartaz até 3/6. +MOMA.ORG

Não dá para passar pela cidade e não conhecer a primeira filial da marca francesa SÉZANE . A fundadora e diretora criativa Morgane Sézalory traduz, como ninguém, o je ne sais quoi do estilo feminino da parisiense. Entre as peças, malhas de lã com laços, blusas de rendinha, vestidos estampados e jaquetas de couro. Com estilo descomplicado e preço justo, as blusas e vestidos custam na faixa dos US$ 150. +SEZANE.COM/US

Revista Pasowitch76137.indd 78 ColunaJoyce NY 137.indd

TIRACOLO

Os acessórios da CULT GAIA , da californiana Jasmin Larian, roubaram a cena e viraram item de desejo entre as garotas. Suas charmosas ark bags, bolsas no formato de meia-lua feitas de bambu ou plástico, não têm alça e são carregadas na mão. Além do hit, Jasmin também cria brincos de argolas de tartaruga e vestidos estampados, tudo ultracool. Jessica Alba ama! +CULTGAIA.COM

FOTOS DIVULGAÇÃO

CHIC, CHIC

15/02/2018 01/02/2018 12:21:48 23:58:17

Publi Nom


J.P INDICA

NOVIDADE EM JURERÊ

Esqueça tudo o que conhece sobre comer em um restaurante japonês. No novo NOMA SUSHI, em Jurerê Internacional, a ideia é estimular todos os sentidos. A segunda casa oriental do jovem empresário IVO PIRES faz parte de um grupo de restaurantes requintados, no qual estão inclusos o Amalfi Ristorante e Amalfi Café, em Santo Antônio de Lisboa, que promovem uma grande experiência à beira-mar. O Noma Jurerê oferece um clima descolado e ares de galeria de arte: foi concebido na tonalidade millennial pink e possui uma obra de arte logo na entrada, que emoldura a mesa do DJ – porque ali, a festa, nas sextas, sábados e domingos, vai até altas horas. Também há criações interativas expostas nos corredores – experimente caminhar sobre a tela Peaceful Volcano, de Bela Teixeira – e um deck para quem quer se deliciar com o menu do chef apreciando um cenário ímpar. Todos os detalhes foram pensados para que as experiências sejam muito mais do que uma refeição. E você está convidado para curtir o espaço com seus familiares e amigos! +NOMASUSHI.COM.BR

23:58:17

Publi Noma.indd 19 137.indd 79 Revista Joyce Pasowitch

02/02/2018 12:21:49 00:19:57 15/02/2018


J.P FERVE

A

FOLIA GLAMURAMA marcando o início do CARNAVAL de São Paulo. Vem

que é quente!

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 80 jpFerve.indd 78

15/02/2018 00:01:53 12:21:49 02/02/2018

Festas_13


Foto Bruna Guerra; Paulo Freitas 00:01:53

Revista Joyce Pasowitch Festas_137.indd 79 137.indd 81

Allah-lá-ô, ô ô ô ô ô ô! Chega mais para saber tudo sobre a primeira Folia Glamurama!

15/02/2018 12:21:49 01/02/18 23:51


Bruno Lima

FERVO Kamilla Kaczanowski e Jamelão Netto

Gustavo Gomes, Beto Bovino e Eduardo Horta

A Folia Glamurama balançou a Praça Victor Civita com a turma mais animada de São Paulo. Nosso pré-Carnaval teve música boa, bons drinques e muita curtição! SÃO PAULO, SP

Caroline Carvalho Dayana Pires

DJ Beto Chuquer

Banda Vale o que Vier

Revista Joyce Pasowitch Festas_137.indd 80 137.indd 82

Al

Fotos Bruna Guerra; Paulo Freitas Fotos Bruna Guerra; Paulo Freitas

Débora Bassanezi e Michel Nunes

15/02/2018 12:21:53 02/02/18 15:56

Festas_137


Felipe Rosa

Dani Cabrera e Fabio Rosochansky

Diego Rodrigues

Walério Araújo Rárika Acler e Milton Pilão

ozzi Alessandra C

Fotos Bruna Guerra; Paulo Freitas Fotos Bruna Guerra; Paulo Freitas

J.P INDICA

2/18 15:56

Driely Bennettone

Jang Sin e Dan Cardoso

Quer dar um up na decoração? Aposte na coleção de cerâmicas PELE da artista Evelyn Tannus. São vasos, esculturas de mãos e figas tatuadas com símbolos e grafismos, como se fossem pele de verdade. @dpotobjeto

Revista Joyce Pasowitch Festas_137.indd 81 137.indd 83

15/02/2018 01/02/1812:21:54 23:51


Thais Pfeiffer

Thais Massa e Fernando Cruz

HOT HOT Para quem manteve o samba no pé durante toda a folia, a Cîroc ajudou a refrescar e espantar o calorão no meio da nossa pipoca.

Ana Rossati

SÃO PAULO, SP

Bruno Souza

Maria Toledo e Ana Carolina Oliveira

Ciça Nascimento

Diego Mortatti

Pedro Medeiros

Revista Joyce Pasowitch Festas_137.indd 82 137.indd 84

Martina Figueiredo

15/02/2018 12:21:57 01/02/18 23:51

Festas_13


2/18 23:51

Heloisa Miranda

ESSENCIAL Pit stop na folia para conhecer as novas fragrâncias dos sabonetes da Perfumaria Phebo, Lima da Pérsia e Patchouly. Tinha até drinques inspirados nos cheirinhos.

Lais Demarchi

SÃO PAULO, SP

Fotos Bruna Guerra; Paulo Freitas

Carol Saab

Jenifer Nolivaiko

Grazzi Ferraz

Amanda Griebel

Revista Joyce Pasowitch Festas_137.indd 83 137.indd 85

15/02/2018 12:21:58 01/02/18 23:51


Schynaider Garnero

Izabela Tavares

PÉ DIREITO Carnaval pede conforto, né? Por isso, convidamos a Birkenstock para circular pela nossa festa e mostrar que dá para dançar a noite toda sem se preocupar. SÃO PAULO, SP

Fotos Bruna Guerra; Paulo Freitas

Juliana Barbeiro e João Marcos Calfat

Bloco do Eugênio

Carol Bassi

Claudia Campolina

Mariana Yamamoto

Cecilia Padilha

Revista Joyce Pasowitch Festas_137.indd 84 137.indd 86

15/02/2018 12:22:00 01/02/18 23:51

Festas_13


COPO CHEIO Ana Maria e Gabriela Leonardo

Lolô Ascar

Para fazer a alegria dos festeiros da Folia Glamurama, Tanqueray e Johnnie Walker criaram drinques que são a cara do Carnaval.

Fotos Bruna Guerra; Paulo Freitas

SÃO PAULO, SP

2/18 23:51

Amanda Griebel e Filipe Monteiro

Carol Marra Flaminio Vicentini

Julia de Moraes

Revista Joyce Pasowitch Festas_137.indd 85 137.indd 87

15/02/2018 12:22:01 01/02/18 23:52


CLOSET A Malwee tratou de apresentar sua coleção Alto Verão 2018 para quem passou pela nossa tarde carnavalesca. Nem precisa dizer que todo mundo amou os mimos. Olha só.

Fotos Raphael Prosperi/Divulgação

Lolô Ascar

Carol Marra

SÃO PAULO, SP

Camila Magalhães

Eliza Joenck

Fotos Bruna Guerra; Paulo Freitas

Roberta Bastos

Sandro Barreto

Patricia Roda

Mariane Oliva

Revista Joyce Pasowitch Festas_137.indd 86 137.indd 88

15/02/2018 12:22:03 01/02/18 23:52

Festas_13


Wesley Safadão

Anitta

Fotos Raphael Prosperi/Divulgação

PARTY HARD Os empresários Álvaro Garnero, Fabio Fronterotta e Manuel Tavares de Almeida fizeram a festa e agitaram o Guarujá no fim do ano: Anitta, Wesley Safadão e Alok foram só alguns dos nomes que marcaram presença no burburinho.

sur

ok, Thiago Man

Cesar David, Al e Paulo Veloso

GUARUJÁ, SP

Fotos Bruna Guerra; Paulo Freitas

Fabio Fronterotta, Anitta e Victoria Gordon

Manuel Tavares de Almeida, Cesar David, Fabio Fronterotta e Manuel Tavares de Almeida Filho Jetlag

a

2/18 23:52

Kolombo e Cesar David

Revista Joyce Pasowitch Festas_137.indd 87 137.indd 89

15/02/2018 12:22:04 01/02/18 23:52


CULTUR A Um músico andrógino para conhecer já, livros para acionar o ativista que há dentro de você e as apostas para o Oscar 2018 POR ALINE VESSONI

CINEMA

VERDE-AMARELO Documentário fake

O roteiro de Steven Rogers e a direção de Craig Gillespie encontraram o tom perfeito entre drama, suspense e comédia – dessas que causam um riso nervoso – para retratar a vida da ex-patinadora de gelo Tonya Harding em EU, TONYA . Na década de 1990, a menina que conseguiu superar uma infância pobre e de abusos para se destacar no campeonato mundial, acabou se tornando conhecida ao ser a suspeita de ter quebrado a perna da sua principal concorrente na Olimpíada de 1994. Com cenas que interrompem a ação para que os atores conversem com a câmera – no estilo mockumentary – e a atuação memorável de Margot Robbie (indicada ao Oscar de melhor atriz), o filme é imperdível. No Cinemark, a partir do dia 15/2.

Dois brasileiros estão na lista dos indicados ao Oscar. O diretor CARLOS SALDANHA concorre como melhor animação com O Touro Ferdinando, que conta a história de um touro fora do comum, calmo e delicado que detesta os embates físicos. O produtor RODRIGO TEIXEIRA, por sua vez, está por trás do longa Me Chame Pelo Seu Nome, concorrendo ao prêmio máximo da noite, de melhor filme, ao lado de Dunkirk, Lady Bird: É Hora de Voar, The Post: A Guerra Secreta, A Forma da Água, Três Anúncios para um Crime, Trama Fantasma, O Destino de uma Nação e Corra!

MUDANÇAS À VISTA

Em PANTERA NEGRA é a primeira vez que as telonas vão ver um super-herói negro como protagonista. O filme conta a história de T‘Challa, rei de Wakanda, vivido pelo ator Chadwick Boseman, que, após a morte do pai, volta para casa para ocupar o seu lugar de direito como rei. Além dos belos cenários de uma África futurista, cenas de ação e efeitos especiais, ele aborda temas bem atuais como diversidade, política e igualdade de gênero. Octavia Spencer, atriz de Estrelas Além do Tempo, disse em seu Instagram: ‘‘Acho que vou comprar um cinema lá (no Mississippi) para as comunidades carentes para me certificar que nossas crianças negras possam se ver como super-heróis’’. O elenco tem também Lupita Nyong’o, Daniel Kaluuya e Forest Whitaker e a estreia nos cinemas está marcada também para o dia 15/2.

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 90 cultura.indd 88

15/02/2018 12:22:05 02/02/18 15:59

cultura.ind


2/18 15:59

MÚSICA J.P: Os outros

discos eram diferentes? FC: Não, na verdade eu sempre acabo dizendo a mesma coisa porque é real: fazer um disco é uma experiência muito reveladora de si. A diferença desse disco é que eu o fiz com muito tesão, liberdade, tempo, tranquilidade. Foi um disco que eu só fiz por prazer. Não tinha nem prazo, eu queria me divertir.

AUTOBIOGRÁFICO FILIPE CATTO já dividiu o

palco com Maria Bethânia e Ney Matogrosso, escreveu músicas para vários artistas como Zélia Duncan e é figura certa em trilhas sonoras de novelas da Globo. Com um visual andrógino, faz um mix de tudo: MPB, jazz, bolero, rock... E depois de lançar seu terceiro disco no fim do ano passado, agora parte para uma turnê que ele declara que vai ser “escandalosa e mágica”. Aqui, um papo com o músico que você precisa conhecer.

J.P: Como você definiria seu

novo trabalho?

FC: É difícil, hein (risos). Esse disco

é uma caixinha de pandora que contém tudo, todas as minhas fantasias, todos os meus sonhos, todo o meu combustível criativo. Ele é psicodélico, tem essa dramaticidade, acho que combina muito com a energia que eu tenho. É um disco que diz muito respeito ao meu temperamento, por isso coloquei o nome CATTO. Quer me conhecer, é isso aí.

J.P: Você acha que, com o passar dos anos, o seu visual ficou mais andrógino? FC: Acho que na adolescência fui mais andrógino, as pessoas me chamavam de sapatão na rua (risos). Eu ouvia Placebo, era gótico. Ia pra escola com os olhos pintados, coleira no pescoço. Acredito que a androginia que vem de mim é muito mais existencial e o que eu sinto, não está no meu visual. Eu não uso salto, nem vestidos. Não uso batom, nem maquiagem. Na verdade, quanto mais eu me desmonto, mais andrógino eu fico.

LITERATURA

FOTOS DIVULGAÇÃO

Aqui, os livros que alguns dos líderes mundiais que estiveram reunidos em Davos, no Fórum Econômico Mundial, acreditam que todo mundo tem de ler

Para o cofundador do Wikipedia, Jimmy Wales, o título Your Money or Your Life, de Vicki Robin, fala sobre coisas que realmente importam na vida.

A empreendedora Christie Peacock lidera uma discussão sobre o futuro da produção de comida e aposta em Being Mortal, de Atul Gawande.

A diretora executiva da Oxfam, a ugandense Winnie Byanyima, citou o clássico O Segundo Sexo, da filósofa francesa Simone de Beauvoir.

Karuna Rana, da República de Maurícia, luta contra as mudanças climáticas e propõe Conversas com Deus, de Neale Donald Walsch.

A primeira-ministra da Noruega, Erna Solberg, está muito envolvida com a leitura da novela de ficção científica de cunho feminista, Shikasta, de Doris Lessing.

FEVEREIRO 2018 J.P 89

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 91 cultura.indd 89

15/02/2018 12:22:06 02/02/18 15:59


DE CONVERSA EM CONVERSA POR ANTONIO BIVAR

ASSÉDIO E HIPOCRISIA Para nosso colunista, está declarada mais uma vez a guerra dos sexos: tudo sobre as atuais polêmicas de assédio sexual na indústria do entretenimento

O

tema do assédio sexual contra a mulher foi o mais assuntado mês passado e o que mais ibope rendeu nas redes e na mídia em geral. Do desfile de pretinhos básicos do mulherio no Globo de Ouro, do discurso da Oprah e do sorriso

monolítico de Meryl Streep à resposta francesa de Catherine Deneuve & amigas em carta aberta publicada no Le Monde liberando os homens a não se sentirem tolhidos no sedutor approach aos encantos do eterno feminino... Praticamente não se falou noutra coisa. Na torcida entre as duas facções, parece que Deneuve levou vantagem. Moças gostam de serem abordadas. Depende de como a coisa é feita,

para o bom resultado o approach tem de ter finesse. Os críticos mais céticos viram em ambos os lados do fuzuê um tanto de hipocrisia. Estava declarada a guerra dos sexos como fazia tempo não se via no picadeiro do entretenimento, desde a grega Lisístrata e suas correligionárias. Os homens, crucificados pela tangente hollywoodiana, levantaram a voz em uníssono perguntando: “E as mulheres também não assediam os homens?”. Teve até quem se lembrasse do tempo quando mulher assediava macho e se este não se rendesse ao assédio ela espalhava que ele era viado. De modo que, desde que o mundo é mundo, homens e mulheres se assediam. Nem todos e nem todas, mas uma minoria bastante representativa. Quando a denúncia explode, o caso chega ao noticiário, ganha processo e puxada de tapete de quem estava acostumado a

90 J.P FEVEREIRO 2018

Revista Joyce90Pasowitch 137.indd 92 Bivar.indd

15/02/2018 00:46:46 12:22:07 02/02/2018

Bivar.indd


FOTOS GETTY IMAGES; REPRODUÇÃO

desfilar com segurança e naturalidade no tapete vermelho da fama. Astros de primeiríssima grandeza perdem seus empregos e despencam no ostracismo. No meio da balbúrdia geral tem os que não dramatizam e até brincam em cima e aproveitam, com conhecimento de causa, para lembrar das independentes, mulheres decididamente acima dessas picuinhas de somenos. Da ala das independentes, primeiro me ocorre o nome de uma francesa bem mais esclarecida que Catherine Deneuve, a Jeanne Moreau. Em toda a sua bagagem cinematográfica não teve um filme em que La Moreau não fizesse os homens se arrastarem aos seus pés para, assim que arrastados, levarem um chute nos bagos. Na linha da francesa, mas num sentido mais funk carioca, temos a cantora e dançarina Anitta, cujo mais recente ataque é o hit “Vai Malandra”, recorde de babadas no YouTube. Poderosas e empoderadas, na profusão da independência. Em meio à polêmica que tomou conta da coisa como prato do dia, foi muito lembrado o episódio dos que pretendiam fazer carreira na televisão e que tinham que passar pelo constrangedor teste não do divã freudiano, mas do sofá da sala de ensaio. Ou, num outro contexto, do episódio vivido pela estrela brasileira Norma Bengell quando, em 1972, rodava uma coprodução em Ibiza. O diretor do filme exigia de Norma que ela levasse

para a cama do hotel onde a equipe se hospedava, o filho de Buñuel, seu galã na fita. O diretor exigia esse desempenho de Norma, pra que depois da experiência real ela e o ator ganhassem uma intimidade mais realista frente às câmeras, intimidade que até então o filme não estava demonstrando. Aquilo a atriz não engoliu. Fez mais foi valer sua experiência de guerrilheira brasileira no exílio assumindo liderança e conclamando os figurantes de Le Soleil de Palicorna (o nome do filme) a entrarem em greve e atrasar as filmagens. Desesperado o diretor, arrancando os cabelos, correu à atriz implorando-lhe que parasse com aquilo. Norma engrossou a voz e falou que só parava se o diretor não lhe enchesse mais o saco. Tal se deu e o filme continuou sem mais problemas até ficar pronto e ser lançado no fim do ano na televisão francesa e dinamarquesa. E voltamos à ensolarada e incendiada Califórnia. Hollywood não é nenhuma santa. O Hollywood Babylon de Kenneth Anger é um clássico contando mil histórias de atrizes que tiveram que abrir as pernas para que ricos tycoons patrocinassem filmes por elas estrelados. A gloriosa Gloria Swanson, diva que atravessou a barreira do silencioso pro sonoro, de banhista de Mack Sennett em 1915 ao Crepúsculo dos Deuses em 1950, ainda no tempo do cine-

ma mudo, levou o magnata Kennedy, pai do futuro presidente, a gastar os tubos nos filmes que a faria definitivamente alavancar a carreira de estrela. Kennedy Senior era casado, mas gostava de fazer gênero tendo a grande estrela como amante. E por falar nos Kennedy, ao contrário da vampiresca Gloria, a doce e meiga Marilyn Monroe, a mais sexy de tantas quantas, sem o menor esforço elevou a adrenalina e a testosterona do então presidente da nação que, mesmo casado com a fria e calculista Jackie, não resistiu aos encantos da loira. Depois de meter-se na cama com a estrela, o presidente deu por satisfeita a curiosidade e achou melhor se afastar, antes que a coisa caísse de vez na liga da decência do moralismo repressor. Mas, Marilyn, que no fundo continuava uma Norma Jeane como tantas outras ingênuas até certo ponto, apaixonou-se perdidamente pelo líder da nação querendo repeteco, porque aquilo tinha sido muito bom. Mas o arredio presidente tirou o corpo fora e Marilyn, arrasada, seduzida e abandonada, entregou-se ao sofrimento, ao álcool, aos barbitúricos, e acabou morta, sem que até hoje ficasse esclarecido se foi morta por conveniência, suicídio ou causa normal. n

ANTONIO BIVAR, escritor e dramaturgo, acredita que

devagar e sempre, nesse passo, vai até honolulu

FEVEREIRO 2018 J.P 91

00:46:46

Revista Joyce91Pasowitch 137.indd 93 Bivar.indd

15/02/2018 02/02/2018 12:22:07 00:46:47


CABALA POR SHMUEL LEMLE shmuel@casadakabbalah.com.br

VER A VERDADE

Há muitos anos, em um país distante, os senhores de terra tinham total controle sobre a vida e a morte de seus súditos. Um dia o senhor da terra foi fazer uma longa viagem e os funcionários de seu castelo resolveram pregar uma peça num colega beberrão. Primeiro deixaram uma garrafa de vodca bem à mostra. Quando o beberrão bebeu a garrafa inteira, caiu num sono profundo. Os funcionários o carregaram até a cama do dono da casa onde ele ficou dormindo. Quando acordou, a princípio não entendeu onde estava nem como tinha ido parar ali, mas se deu conta que a cama era bem mais confortável que a sua. Os funcionários da mansão entraram dizendo bom dia e trazendo a ele um café da manhã completo. Tinham todos combinado de fingir que o beberrão era o dono da casa e que o tratariam como se fosse o chefe. “Como quer se vestir hoje, patrão?” “O que deseja para o almoço?”, diziam. O beberrão não entendeu nada e questionou: “O que vocês estão fazendo? Eu não sou o patrão!”. “Claro que é. Todos os dias trazemos café na cama para o senhor e cumprimos sua vontade. Qual a agenda de hoje, senhor?” O beberrão continuou sem entender, mas a cama era realmente confortável e o café da manhã estava delicioso, então ele pensou: “Vai ver sou mesmo o dono da casa, não sei direito como, mas se todos estão me tratando assim deve ser verdade”. Os dias foram passando e ele se acostumou com a ideia de que era de fato o chefe. Até que um dia entrou numa ala da mansão a que só os donos tinham acesso e encontrou uma enorme biblioteca. Acontece que o beberrão era analfabeto. Nessa hora ele pensou: “Com certeza essa biblioteca não é minha, afinal nem sei ler, e os funcionários estão me pregando uma peça”. Mas a situação era bem cômoda e ser servido era maravilhoso. Então veio um segundo pensamento: “Já sei! Ninguém aqui sabe ler, e eu também não sei ler, mas como sou inteligente e rico, comprei essa biblioteca para impressionar os outros”. E assim ele se convenceu a continuar agindo como o dono da casa e dormindo no seu quarto. Até que um mês se passou, o dono da terra chegou e encontrou seu funcionário deitado em sua cama. O castigo foi bem duro. Assim como esse homem, muitas vezes nos enganamos e mentimos para nós mesmos não querendo ver a verdade. Alguma hora a conta chega.

FALAR A VERDADE

Hei

Tav

Nun

visualizar da direita para a esquerda TODA SEMANA, MAIS VÍDEOS COM SHMUEL LEMLE EM YOUTUBE.COM / TVGL AMURAMA

92 J.P FEVEREIRO 2018

Revista 137.indd Joyce Pasowitch 137.indd 94 Cabala 92

15/02/2018 21:42:59 12:22:08 01/02/2018

Horoscopo


HORÓSCOPO POR CIÇA BUENO ILUSTRAÇÕES PAULO VON POSER

AQUÁRIO

A Lua Nova de fevereiro acontecerá no dia 15, às 19h06, horário de verão, em Aquário. Sol, Lua, Mercúrio e Urano, os intelectivos, estão de mãos dadas, prenunciando um ciclo com predomínio do elemento ar: é hora de pensar e escolher, além de se comunicar e negociar. Teremos um eclipse leve e não há com o que se preocupar. Até aqui, 2018 estava bem pragmático e exigente. Agora, o ano nos propõe maior reflexão, planejamento e estratégia, para que possamos fazer boas parcerias. Alguns planetas estão em água, tais como Vênus, Júpiter e Netuno, os mais benéficos, nos convocam a criar, sonhar, amar e nos sensibilizar com a presença dos outros em nossa vida: valorizemos as parcerias e as diferenças! (Veja abaixo as tendências para o seu signo. E, se você conhece o seu signo ascendente, leia o texto relativo ao mesmo também.) ÁRIES (21/3 a 20/4) Lunação incide sobre os seus planos futuros e pode vir a modificá-los. Você estará bem intelectivo e ágil, mas deverá respeitar as opiniões alheias. Não tente impor nada à força. E ouça o que sua alma está tentando lhe contar. TOURO (21/4 a 20/5)

O trio da lunação atua sobre suas relações profissionais e você estará apto a negociar. Saiba que os outros estarão bem persuasivos: não ceda aos seus caprichos. Alguém pode tentar atrapalhar seus projetos futuros: nada tema e continue firme.

GÊMEOS (21/5 a 20/6)

Seu regente está em forte posição, o que indica que você estará perspicaz. Mas não queira ganhar a parada a todo custo: negocie, mas não queira exaurir o outro com seus argumentos. Aceite se a opinião alheia divergir da sua. Profissional em alta.

CÂNCER (21/6 a 22/7)

Lunação aguça alguns assuntos críticos do passado, que retornam e automaticamente se projetam no futuro próximo. Vai ser preciso lidar com eles com inteligência e não se deixar levar pela emoção. Pondere, use seu senso de ética e justiça.

LEÃO (23/7 a 22/8)

Lua Nova agita suas relações afe-

tivas ou com seus clientes. Será que está querendo inaugurar algo por ali? Esqueça um pouco dos problemas domésticos e foque em seus afetos. Ciclo indica ainda boas negociações financeiras.

VIRGEM (23/8 a 22/9)

O ciclo traz seu regente Mercúrio em alta atividade intelectual para que você utilize no dia a dia, otimizando tarefas e seu ambiente profissional. Fique de olho na saúde por causa da ansiedade. Respeite os parceiros, se divergirem de você.

LIBRA (23/9 a 21/10)

Lunação ocorre no setor mais gostoso da vida, elevando o astral, a criatividade e colocando as festas, os encontros e os afetos em foco. É hora de formar grupos, de se divertir e de curtir a vida. Não insista se os outros divergirem de opinião.

Pense, reflita e planeje seus passos futuros, mas tente segurar a ansiedade porque Marte em seu signo pode querer tudo pra ontem. Pondere.

CAPRICÓRNIO (22/12 a 20/1)

Lunação ativa as finanças e sugere que inclua novos assuntos e maneiras para se expandir e ganhar dinheiro. Os planos futuros continuam seguindo firmes, mas seja pragmático na hora de executá-los e respeite as opiniões que não coincidirem com as suas.

AQUÁRIO (21/1 a 19/2) Lunação em seu signo recarrega suas baterias intelectuais do jeitinho que você gosta, com intuição em alta e ritmo frenético. Ótimo! Profissional continua em alta, mas conte com algumas divergências na hora de executar as tarefas.

ESCORPIÃO (22/10 a 21/11)

Ciclo vai ativar as relações domésticas e familiares: é hora de fazer negociações em casa e de mudar de atitude para com os seus, ou de mudar as coisas. Vários planetas agitam positivamente a criatividade e os afetos. Que tal celebrar?

SAGITÁRIO (22/11 a 21/12)

O ciclo é excelente para você pensar naquilo que mais gosta: para onde estou indo e o que eu quero da vida?

PEIXES (20/2 a 20/3) Esse ciclo costuma não ser significativo, a não ser no quesito intuição: considere as informações e prepare os planos futuros para a Lua Nova em seu signo no próximo mês. Seus regentes atraem benefícios para você, mas pondere as divergências.

LEIA AS PREVISÕES SEMANAIS EM GL AMURAMA.COM

FEVEREIRO 2018 J.P 93

21:42:59

Revista Joyce Pasowitch Horoscopo 137.indd 93137.indd 95

15/02/2018 02/02/2018 12:22:08 00:47:57


VIEIRA SOUTO 458 POR LUI TPS

INFLUENCIADORAS IMOBILIÁRIAS turma do “champanhe-foguinho” afastou artistas e locais. A sorte foi que, ao vender os terrenos, os proprietários franceses se livraram dos turistas inconvenientes e de quebra recuperaram dez vezes o valor investido. Mais de cinco décadas depois, não é mais preciso grandes produções cinematográficas para expor novos destinos para o mundo. Numa era de mídias digitais, basta um novo destino cair no Instagram que o turismo da cidade é impulsionado e a paz de muitos termina. No Brasil – um dos principais países das “influenciadoras digitais” –, as praias da Bahia são o melhor exemplo disso. Há dez anos, Trancoso era um refúgio paradisíaco onde se andava o tempo todo descalço e não se trocava as roupas de banho nem para jantar no Quadrado. Bastaram alguns cliques de blogueiras famosas e hoje a região está infestada de homens com vi-

sual de verão Europeu (leiase: camisas de linho e Rolex no pulso) e garotas que juram que estão indo a um desfile de moda, com sete níveis de maquiagem e bolsas Chanel a tira colo. Como elas se equilibram com seus salto altos na grama é um mistério... Espantada, a turma que estava ali há mais tempo começou a fugir pela costa baiana, mas de nada isso adiantou. Até na rústica praia de Caraíva já surgiu uma galera pedindo rosé gelado para tomar na casa dos pescadores. Essa invasão acabou sendo bastante saudável para o mercado imobiliário, que já disparou em todas essas praias. Só uma casa em Trancoso já vale cinco vezes mais do que há dez anos. A questão é saber agora para onde ir, dado que a qualquer momento um único “post” pode tirar a paz nos refúgios mais remotos e afastados. n

carioca, LUI TPS é financista e autor do romance vieira souto 458, ficção sobre a extravagância e a decadência da juventude dourada do rio de janeiro

FOTO DIVULGAÇÃO

Nos anos 1960 era conhecido como “efeito Bardô”. Era só a estrela Brigitte Bardot pisar num balneário que, nos verões seguintes, pessoas no mundo inteiro a seguiam para passar as férias pegando sol nas mesmas areias que a musa. Foi assim de Saint-Tropez a Búzios, no litoral carioca. A pequena comuna na Riviera Francesa antes da passagem de BB era refúgio de artistas à procura de privacidade e parisienses fugindo dos tumultos da metrópole. Mas foi só o destino ser revelado no filme E Deus Criou a Mulher e as praias se transformaram para sempre. Em poucos anos, o número de turistas triplicou e os preços dos imóveis se valorizaram até 1.000%. Hoje, o balneário secreto de Picasso nos anos dourados se transformou num recinto para ostentação de russos e paquistaneses com suas garrafas de champanhe e barcos de 200 pés. Naturalmente, a

FOTOS MAURÍCIO NAHAS; DIVULGAÇÃO;

Do efeito Brigitte Bardot na Riviera Francesa à era dos “posts” no Instagram: quem ganha é o mercado

94 J.P FEVEREIRO 2018

Revista Joyce 137.indd Coluna VieiraPasowitch Souto 137.indd 94 96

15/02/2018 00:50:33 12:22:11 02/02/2018

Correios A


AGRADECIMENTOS

BRUNA BERTOLACINI ilustrou a matéria “Doutor Transformação”

CHICO FELITTI conversou com o médico que está fazendo de Blumenau a capital da mudança de sexo no país

GIOVANNA BALZANO fez os cliques de receitas com a menta, nosso ingrediente do mês no Avental

DANIEL KLAJMIC levantou cedo num domingão para clicar nossa estrela de capa

RENATO FERNANDES E ANTONIO BIVAR estão com a J.P desde o começo e escreveram sobre os tempos de Miss Renascença e o atual escândalo de Hollywood

J.P NAS REDES CARTAS@GLAMURAMA.COM

Bateu a saudade e Deborah Secco relembrou esse clique de fevereiro de 2011 (J.P 53), em um de seus ensaios para a revista. @dedesecco: Foto de @danielaratangy para @revistajp Fez o maior sucesso o clique de Débora Falabella e Murilo Benício na nossa edição de novembro de 2016 (J.P 122). @dullu: As fotos deles ficaram lindas! @classecouro: Foto linda demais! Lindo ensaio anos 1950. Sabrina Sato, nossa estrela de janeiro (J.P 136), não escondeu a animação com o resultado das fotos! @sabrinasato: Foto linda do sensacional @mauricionahas2 para a @revistajp que já está nas bancas. Muito feliz com a capa e a matéria.

FOTOS MAURÍCIO NAHAS; DIVULGAÇÃO; REPRODUÇÃO; ARQUIVO PESSOAL

SABRINA DOMINANDO GERAL

@calabresadani: @sabrinasato Jesus amado! Que LINDAAAAA! @patytosta: Que linda! E que biquíni lindo... Eu quero! @leninhafirmino @sabrinasato é única, não tem igual! Que tiroteio de beleza na timeline. Arrasou! @vaniaribeirorj Que linda! Meu Deussss! Por dentro e por fora! facebook.com/revistajp

ALE DE SOUZA já trabalhou com Taís Araújo várias vezes e fez ela brilhar ainda mais neste mês

MARCAS DO MÊS

Adriana Degreas + ADRIANADEGREAS.COM Água de Coco + AGUADECOCO.COM.BR Akra Collection + PROJETOAKRA.ORG Amsterdam Sauer + AMSTERDAMSAUER.COM.BR Birkenstock + BIRKENSTOCK.COM Brechó Minha Avó Tinha + @MINHAVOTINHA Breton + BRETON.COM.BR Cia. Marítima + CIAMARITIMA.COM.BR Dunelli + DUNELLI.COM.BR Frattina + FRATTINA.COM.BRHermès + HERMES.COM Lanvin + LANVIN.COM Lumini + LUMINI.COM.BR Martu + MARTU.COM.BR Miu Miu+ MIUMIU.COM Mrtns Beachwear + MRTNS.COM.BR NK Store + NKSTORE.COM.BR PatBo + PATBO.COM.BR Prada + PRADA.COM Ralph Lauren + RALPHLAUREN.COM Trash Chic + TRASHCHIC.COM.BR Vivara + VIVARA.COM.BR

Obtenha os endereços e telefones das marcas aqui listadas através do aplicativo gratuito Siter. No aplicativo, basta escanear este código de barras: ISSN 1980-3206 00137

9

@revistajp

771980

320006

@revistajp

FEVEREIRO 2018 J.P 95

00:50:33

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 97 Correios Agradecimentos.indd 95

15/02/2018 12:22:12 01/02/18 22:38


Ú LT I M A PÁ G I N A

MC KEVINHO

Kevin Kawan de Azevedo tem só 19 anos e quase 1 bilhão de visualizações no YouTube. Faz tanto sucesso com seu funk ostentação-sertanejo-axé que conquistou, além do público, famosos como Neymar, Pedro Bial, Claudia Raia e até Lula. Foi ele quem popularizou a sarrada. Não sabe o que é? A gente explica: um dos passos mais famosos do funk, em que se joga as mãos em direção ao quadril, projetando-o para a frente. Aqui, Kevinho conta ser fã de Wesley Safadão, que o nome dele vem do ator Kevin Costner, entre otras cositas mais. Ah, e aproveite para baixar no Spotify “Olha a Explosão”. Vai grudar feito chiclete. por fernanda grilo para o seu nome? MC KEVINHO: Minha mãe era fã do Kevin Costner. Na verdade, ia ser Brian. Sempre fui pequeno, então tudo era no diminutivo. Meu apelido de criança era mosquitinho. J.P: Como é ser o grande destaque deste Carnaval? MK: Sempre sonhei com isso e demorou para a ficha cair. Cantarei em todos os lugares do Brasil em um dia só. J.P: A música da folia deste ano será... MK: “Rabiola”, minha nova música. Mexe a raba, mexe a rabiola... J.P: O funk é machista? MK: Tem assuntos que prefiro não dar opinião. Minha música não fala sobre isso, ela é feita para dançar. J.P: Como surgiu a sarrada? MK: Já existia no funk e eu popularizei. Quando comecei a ver os famosos imitando não acreditei! J.P: O que você considera uma bela sarrada? MK: Cada um tem o seu tipo. As pessoas falam que sou o rei da sarrada, mas na verdade ela é feia demais. J.P: Mania? MK: Antes do show treino a sarrada. J.P: Existe rivalidade no funk? MK: Todo trabalho tem, sempre vai ter e as pessoas gostam de ver essas polêmicas. J.P: Um bordão? MK: “Cê acredita?”. É útil para qualquer assunto. J.P: No que “cê acredita”? E no que cê não acredita? MK: Acredito que tudo é possível e

não acredito em pessoas maldosas. J.P: Como criar um hit? MK: Não tem como dizer, ele vem, é de momento. De repente aparece a melodia, a letra. J.P: E como tratar uma mulher? MK: Bem, tem de ser engraçado como eu. Minha namorada é apaixonada por mim. J.P: Ser bonito é... MK: Ser bem-humorado. J.P: Qualidade que admira em homens e mulheres? MK: Sinceridade, porque mentira tem perna curta, e fidelidade... Agora eu namoro. J.P: Você se acha uma pessoa de sucesso? MK: Tento não pensar nisso pra não me acomodar. Não posso pensar que já faço sucesso, então não preciso fazer mais nada. J.P: A grande extravagância que fez? MK: Tirei dez dias de férias com a família e fui para Jurerê, Riviera de São Lourenço e Campos do Jordão, minha primeira viagem romântica. Nunca imaginei que ia curtir uma lareira em pleno verão. J.P: Qualidade e defeito? MK: Defeito? Não tenho... rs. J.P: O que mudaria em você? MK: Dedo do pé. É muito torto. J.P: Fraqueza de consumo? MK: Roupa, gasto muito, e olha que tenho várias parcerias. J.P: Momento mais brilhante... MK: Quando gravei com o Safadão. Ele me ligou convidando e não esperava. Tremi na base! J.P: Pessoa mais interessante que já conheceu?

MK: Wesley Safadão. J.P: Parcerias dos sonhos? MK: Justin Bieber e Chris Brown. J.P: Quem merece seus likes no

Instagram? MK: Todo mundo da música

e do futebol. J.P: Qual é o maior problema do Brasil? MK: Não sei dizer, estou sem tempo de ver o que está acontecendo. J.P: E o melhor do Brasil? MK: A galera, a vibe do brasileiro. J.P: Maior pesadelo? MK: Sofrer acidente na estrada ou de avião. J.P: Como o Kevinho estará daqui a 20 anos? MK: Já sou empresário, então daqui a um tempo quero continuar cantando, mas em um ritmo menor e não quero ficar preso ao funk. MC está muito ligado ao funk.

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

FOTO DIVULGAÇÃO

J.P: De onde veio a inspiração

96 J.P FEVEREIRO 2018

Revistapag Joyce Pasowitch96 137.indd 98 ultima 137.indd

15/02/2018 12:22:14 01/02/18 22:46


JP_AN_ENGOV_16.5X23_DEZ_2017.pdf

1

12/21/17

10:47 AM

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

FOTO DIVULGAÇÃO

K

2/18 22:46

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 99

15/02/2018 12:22:14


AQUI VOCÊ ESTÁ SEMPRE NO CENTRO DE TUDO  Relaxe com um tratamento de beleza Clarins* em nosso lounge exclusivo. Uma vez a bordo, saboreie um menu criado pelos principais chefs franceses. Tudo isso no conforto de um assento totalmente reclinável.**

BUSINESS CLASS

AIRFRANCE.COM.BR *Partindo de Paris-Charles de Gaulle, Terminal 2E - Halls K, L, M, de Nova York-JFK e de Londres-Heathrow. **Disponível em voos de longa distância no Boeing 777 e no Boeing 787.

Revista Joyce Pasowitch 137.indd 100

15/02/2018 12:22:15

Joyce Pascowitch 137 Fevereiro 2017  

Brilhando tanto quanto - ou mais que - ouro, @taisdeverdade é a estrela da nossa capa de fevereiro. Clicada por @dklaj, fez pose, caras e at...

Joyce Pascowitch 137 Fevereiro 2017  

Brilhando tanto quanto - ou mais que - ouro, @taisdeverdade é a estrela da nossa capa de fevereiro. Clicada por @dklaj, fez pose, caras e at...

Advertisement