Issuu on Google+


EMPREENDEDORISMO 14

Empresário inova no mercado e expande ações da LR Comercial

DECORAÇÃO

ÍNDICE

EVENTO

16

Qual cortina ou persiana deve compor o ambiente

BELEZA 12

Grupo Dijuan inaugura franquia da Marisol no Partage Shopping

21

Dicas e novidades para dar uma melhorada na pele, make e cabelo

18

Panquecaria e Ki Pastel da Liberdade realizam confraternização

50

Baby Hair é uma nova técnica que promete fazer a cabeça das mulheres

24

Cultura Inglesa inaugura nova unidade no Catolé

ESTÉTICA 28

54

Laboratório campinense é o único no Brasil a realizar ensaios de biocompatibilidade em próteses mamarias

JTP comemora 30 anos com festa no restaurante Boi e Brasa

62

Saiba como acabar com a gordura localizada através do método Criolipólise


MODA

TURISMO 30

Campanha primavera/verão 2016 Belle Bijou

CULTURA

46

As belezas e os atrativos naturais da cidade de Areia

52

Colecionismo: um segmento que movimenta milhões por mês

COLEÇÃO 38

Mauro Araújo: Mágico da arte da dança completa trinta anos de palco

SAÚDE

GASTRONOMIA 40

Corrida pode ser uma aliada se feita de forma correta

ETIQUETA

58

Vegetarianismo/Veganismo: Como viver sem carne e com gosto

64

Os filmes mais aguardados

CINEMA 42

Um passo a passo para deixar a mesa perfeita

COMPORTAMENTO

Capa/Modelo: Jéssica Vasconcelos

44

Psicólogo aborda o tema “limites”

Fotografia: Carlos Cajueiro Cenário: Miami


É HORA DE REUNIR E CELEBRAR!

Às portas do Ano Novo, a Revista Eventus apresen-

algumas peças e até coleções inteiras.

ta uma edição repleta de informações preciosas para quem

Com tantos assuntos bacanas e outros que foram

gosta de aproveitar a vida com estilo e leveza. Um bom

guardados para você, não dá para ficar sem conferir. Bons

exemplo deste espírito está numa reportagem de quatro pá-

“Eventus” em 2016 e boa leitura a todos!

ginas sobre a belíssima cidade paraibana de Areia. A cidade oferece opções de lazer e destaca-se como roteiro turístico

Instagram: @revistaeventus

na Paraíba, por ter belezas naturais, patrimônio histórico e

Facebook: /revistaeventus

opções para todos os gostos e bolsos. Para conhecer os prin-

Twitter: @eventusrevista

cipais passeios, as delícias da gastronomia regional, basta fo-

Issuu: /revistaeventus

lhear a revista e começar a viagem por fazendas centenárias,

site: www.revistaeventus.com.br

engenhos, casarões, restaurantes e a famosa Casa do Doce, um verdadeiro templo da iguaria, em pleno brejo paraibano.

O sabor também é assunto uma matéria sobre

como receber convidados vegetarianos e veganos, sem constrangimento. As alternativas para o menu diferenciado são mais simples do que você pensa e vão muito além das saladas.

A arrumação da mesa perfeita para almoços é um

destaque à parte. Em matéria desta edição, você fica por dentro de um passo a passo de como seguir as regras de etiqueta que servem para todas as ocasiões, desde as mais informais até as mais sofisticadas. Leia e não se perca entre talheres e taças.

Ainda no quesito arrumação, temos uma matéria

especial sobre o uso de cortinas e persianas para decorar o ambiente. Antes de escolher é preciso observar aspectos como tamanho, material, temperatura, entre outras características.

Outro texto que dá gosto de ler é sobre uma pai-

xão que vem crescendo e ultrapassa gerações: colecionismo. Além do caráter de entretenimento, o colecionismo se consolida como um mercado crescente, capaz de promover amizades e movimentar valores altos na comercialização de

Jorge Luiz - JORNALISTA

Diretores Executivos: Jorge Luiz Gomes Bezerra Simone de Arruda Pimentel

Editoração e Arte: Nozz Comunicação gruponozz@gmail.com / twitter.com/agencianozz

Jornalista Responsável: Jorge Luiz G. Bezerra 845 DRT/PB

Coordenador de Arte: Danylo Almeida Contatos: 83 98740 1146 / 99650 1430 (Whatsapp)

Colaboradores de Texto: Carlos Leão, Eugênio Felipe, Fernanda Souza, Fernando Almeida, Giovannia Brito, Ligia Coeli, Lydia Soares, Paulo Sarmento, Renata Fabricio, Rafael Lemos e Jorge Luiz

e-mail: revistaeventus@gmail.com / revistaeventus@hotmail.com Impressão: Epgraf – 83 3331 2345

Revisora: Thalyne Keila Colaboradores de Fotografia: Almir Martins, Antonio Ronaldo, Diego Honório Pontes, Elton Fernandes, Francisco Morais, Guilherme Santos, Jan. W., Leonardo Silva Diretora Comercial: Fátima Bezerra

A revista não se responsabiliza pelos textos assinados por seus autores, e anúncios enviados por agências de publicidade ou clientes.

www.revistaeventus.com.br


Evento

GRUPO DIJUAN INAUGURA FRANQUIA DA MARISOL NO PARTAGE SHOPPING

Felipe, Geane, João de Deus, Talita e Ana Luiza

O público infantil campinense conta agora com

contou com a presença de muitas mamães e seus pimpolhos

uma moderníssima loja da badalada franquia Marisol. Reple-

foi servido um buffet recheado de deliciosas guloseimas que

ta de novidades que estão fazendo a cabeça das meninas e

toda criança gosta, com direito a brigadeiros, jujubas, salga-

dos meninos fashions da cidade.

dos, bolo e refrigerantes.

A grife infantil foi inaugurada no último mês de ou-

Nos primeiros dias de funcionamento, o sucesso já

tubro, no Partage Shopping, pelo Grupo Dijuan, que tem a

tem sido grande, e o segredo são as novidades que a fran-

frente o empresário João de Deus, e reuniu amigos, clientes

quia apresenta com belíssimas peças e, sobretudo, a qualida-

e fornecedores.

de dos produtos da marca, que veste a criançada da cabeça

aos pés.

12

Durante o coquetel de apresentação da loja, que

REVISTA EVENTUS


Empreendedorismo

RENAN MARACAJÁ JOVEM EMPRESÁRIO INOVA MERCADO E EXPANDE AÇÕES DA LR COMERCIAL

A ousadia, persistência e determinação nos mos-

tram que é possível aprender valiosas lições de empreendedorismo mesmo com os mais jovens.

Renan Maracajá é um desses exemplos em que o

sucesso do negócio está na observação do mercado. Dono da LR Comercial que atua no ramo de material para escritório, produtos de limpeza e alimentar, a empresa se consolida ao entrar forte no segmento a partir do momento em que o empresário resolveu ser ele próprio o contato comercial.

“Ter um negócio próprio é o desejo de muitos em-

preendedores. Porém, saber se a fórmula do seu empreendimento é a melhor para você no atendimento ao mercado só a vivência vai dizer e o que fiz foi delegar funções burocráticas e administrativas, partindo para descobrir os segredos de um mercado complexo e de clientes cada vez mais exigentes”.

‘’Conversar com quem te procura, ouvir aquele

que deseja negociar diretamente com a direção da empresa, abrevia a espera e imprime agilidade’’ diz Renan Maracajá.

Bacharel em Direito com especialização em Direi-

to Administrativo e Gestão Pública, cedo despertou vocação administrativa, demonstrando incontestável atenção ao público e hoje essa fácil comunicação agiliza a otimização do tempo que também impacta no crescimento empreendedor, pois além de conhecer a LR Comercial de dentro para fora, agora a ver também de fora para dentro, da forma em que ela hoje está no coração do cliente. ‘’Acertar é fácil. É só querer”, diz Renan.


Evento Decoração

CORTINAS E PERSIANAS BELEZA E SOFISTICAÇÃO PARA O AMBIENTE

Quando falamos em decorar, com certeza cortinas

Já a arquiteta Suene Queiroz salienta que alguns

ou persianas são itens indispensáveis, pois ambas dão aquele

modelos de cortinas, dependendo do tecido, são bem volu-

toque final que valoriza o ambiente. Além da estética, elas

mosos. A diferença entre uma de algodão e voil, por exem-

impulsionam a privacidade e impedem a entrada demasiada

plo, pode ser significativa. Nesses casos, o tamanho do am-

de luz, calor e poeira. Para as arquitetas Glória Buriti e Sue-

biente pode definir o tipo do tecido. É importante também

ne Queiroz, é importante observar algumas características

observar a temperatura média do lugar, se precisa refrescar

de cada uma antes de es-

o ambiente, nada melhor

colher qual utilizar, como

do que materiais leves

material, temperatura e

como bambu e palha que

tamanho do ambiente, co-

mantêm a circulação do

res, manutenção, etc.

ar. “Se for preciso aque-

Segundo a arqui-

cer, utilizar as cores quen-

teta Glória Buriti, as persia-

tes e tecidos pesados,

nas são ótimas para janelas

como algodão grosso e

e ambientes pequenos,

napa”, explica.

principalmente se houver

Sobre a questão da

móveis encostados na pa-

luminosidade, serve tan-

rede da abertura. Práticas,

to as cortinas como as

elas garantem leveza e

persianas: materiais mais

modernidade aos espaços,

foscos e grossos que não

valorizam o ambiente ex-

permitem

terno e oferecem regula-

muita luz são indicados

gem de luz. Dependendo

para quartos para propor-

de sua finalidade no pro-

cionar conforto e escu-

entrada

de

ridão. Já os tecidos mais

jeto, a persiana pode ser caracterizada por lâminas verticais ou horizontais, além da

leves e transparentes são indicados para as salas. Optar por

estrutura desenvolvida com tecido, bambu, PVC, madeira ou

cores neutras é uma boa saída para não enjoar e acertar na

alumínio. “Elas oferecem uma maior praticidade com a limpe-

combinação da decoração.

za, pois um pano úmido já é suficiente para retirar a poeira ou

mesmo a própria lavagem com escova no local. Com exceção

lizadas simultaneamente. A mistura dos dois itens dá um

das de tecido, as persianas são recomendadas em lugar das

aspecto moderno e é, ao mesmo tempo, funcional. Usando

cortinas para as pessoas alérgicas”, disse.

ambas, você pode controlar melhor a luminosidade, a entra-

da de vento e não precisa comprar um blackout separada-

Há modelos motorizados, proporcionando muita

Vale salientar que as duas opções podem ser uti-

sofisticação ao ambiente. Inclusive as peças com esses meca-

mente.

nismos para abertura e fechamento têm uma vida útil maior,

já que não sofrem contato e nem acionamento com força e

te terá requinte, sofisticação, luz e estilo em equilíbrio per-

intensidade erradas.

feito para o seu conforto!

As cortinas deixam o ambiente mais clássico e re-

quintado. Existe no mercado uma grande variedade de cores, tecidos e modelos. Elas sujam e acumulam poeira com maior facilidade, mas também podem ser lavadas facilmente na máquina de lavar (dependendo do tecido). É importante darmos preferência as superfícies mais lisas, pois retêm menos poeira. Normalmente as cortinas de tecido são opções mais baratas que as persianas.

16

REVISTA EVENTUS

Seja cortina ou persiana, é certeza que seu ambien-


Evento

PANQUECARIA E KI PASTEL DA LIBERDADE REALIZAM CONFRATERNIZAÇÃO

Francisco Pereira e Cláudia Fonseca, Gentil Pereira e Clarice Bazante, Epitácio e Eliete Pereira

Dando início as festividades de final de ano e come-

A festa foi realizada no restaurante Boi e Brasa e

moração de aniversário de 22 anos de fundação do Ki Pastel

contou com a presença dos funcionários. Foram momentos

da Liberdade que acontece em dezembro, os empresários

de muita festa e descontração entre os presentes, que sabo-

Francisco Pereira e Claudia Fonseca, Gentil Pereira e Clarice

rearam um delicioso coquetel e na sequência o jantar.

Bazante, da Panquecaria e Ki Pastel da Liberdade, como tam-

bém Epitácio e Eliete Pereira, sócios de uma das empresas,

pecáveis, proporcionando aos participantes momentos de

promoveram no último mês de novembro a confraternização

bastante alegria e divertimento, onde o clima amistoso entre

de fim de ano com toda a equipe de colaboradores das res-

funcionários e diretoria foi o destaque desse acontecimento

pectivas empresas.

festivo.

Felipe, Danilo, Miguel, Francisco Filho, Francisco e Claudia

18

REVISTA EVENTUS

A estrutura e a organização do evento estavam im-

Jefferson, Clarice, Gentil Filho, Gentil e Cryslayne


Guilherme, Mateus e Elton

Diversão e alegria foi o ponto alto da noite

A descontração envolveu diretores e funcionários

Cryslayne e Cristoph

Diretores com a equipe de funcionários

Marcos, Clara, Andressa, Edjane, Francisco, Cláudia, Clarice e Gentil

Sayonara e Jefferson

Andreza, Fagner, Jose, Neuza, Rogério, Felipe, Jane, Alcides, Elton e Eliete

Thayse e Sayonara

Momento de descontração

Joab, Boy, Rafael, Deco, Francinaldo e Dedé

Ambiente aconchegante

Cláudia Fonseca e Aparecida Fonseca


Beleza

CONHECIMENTO É PODER

Sombra Quarteto Dailus Color com cores incríveis que possibilitam inúmeras produções desde as básicas até as mais sofisticadas. Alta pigmentação e fixação.

Máscara para Cílios Extra Longo e Curvado Dailus Color para cílios escovados, longos e curvados. Sua escova separa e aumenta os cílios, conferindo

Gloss Labial Up Com Pincel

uma curvatura encorpada com

Dailus Color para lábios

volume. Secagem rápida e não

coloridos e brilhantes. Fórmula

empelota.

não pegajosa.

*Os produtos desta página foram cedidos pela Redepharma.

UMA SELEÇÃO DAS NOVIDADES QUE DÃO AQUELA MELHORADA NA PELE, NO MAKE E NO CABELO


Beleza

Base Líquida SuperStar Maquiagem 24 horas MAYBELLINE tem fórmula Micro-Flex que possibilita fixar a base e acompanhar os movimentos da pele confortavelmente, sem sensação de peso ou rigidez. Livre de óleos e de fragrâncias. Ideal para todos os tipos de pele.

Active C olhos LA ROCHEPOSAY é um corretor dermocosmético das rugas finas e linhas de expressão para a área dos olhos.

Normaderm Gel de Limpeza Profunda VICHY para limpeza facial profunda da pele oleosa ou acneica. Controlando oleosidade e *Os produtos desta página foram cedidos pela Redepharma.

brilho e com ação calmante antiinflamatória. Não resseca e não repuxa a pele.

Água Termal de LA ROCHE-POSAY possui propriedades naturalmente suavizantes e antioxidantes, cientificamente comprovadas. Acalma a pele das agressões diárias.

Spray Reestruturador PRO-HAIR Serum brilho

eficaz para

excepcional

reestruturação

PRO-HAIR é um

dos fios que

protetor que

sofreram

bloqueia os fios

algum dano

contra os danos

por processos

causados por

químicos,

estilizadores

fortalecendo

(secador,

as proteínas

chapinha, baby

estruturais,

liss) e contra a

Queratina,

exposição a sol,

Colágeno e

mar e piscina.

Elastina.

Anthelios AC Fluide Extreme FDS 40 LA ROCHE-POSAY possui alta proteção UVB FPS 40 UVA PPD 25. Dupla ação antibrilho: antioleosidade + antiumidade. Textura fluida ultra leve.


Estética

PRÓTESES MAMÁRIAS LABORATÓRIO DA UFCG É ACREDITADO PELO INMETRO PARA TESTAR Por Carlos Leão

De um projeto de doutorado do campinense

Marcus Vinícius Lia Fook, graduado pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), surgiu o CERTBIO Laboratório de Desenvolvimento e Avaliação de Biomateriais do Nordeste, laboratório público sediado na Universidade Federal de Campina Grande, único em todo o Norte, Centro Oeste e Nordeste, acreditado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), para a realização de ensaios e recém acreditado pelo Inmetro para testar prótese mamária.

O CERTBIO é designado para fazer ensaios,

análises laboratoriais, estudos e pesquisas para avaliar a qualidade dos produtos de uso na área de saúde, além de abranger atividades de pesquisas e desenvolvimento de projetos em materiais e biomateriais.

Mestre em Química pela Universidade Fe-

deral da Paraíba e Doutor em Química pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, o professor doutor Marcus Vinícius Lia Fook dirige o laboratório que pertence a Unidade Acadêmica de Engenharia de Materiais, na linha de ensino e pesquisa e de prestação de serviço. “O CERTBIO é um dos três laboratórios no Brasil credenciados pela ANVISA para a realização de ensaios em Materiais de Uso em Saúde. De acordo com a legislação vigente, somos o único laboratório no Brasil a realizar ensaios de biocompatibilidade em próteses mamárias”, explicou.

A acreditação é um reconhecimento inter-

nacional das atividades realizadas por um laboratório e é um passaporte da excelência das atividades realizadas. Trata-se de uma condicionante para a realização de ensaios fiscais, de monitoramento, credenciamento de empresas e judiciais. Além do credenciamento de próteses mamárias, o laboratório realiza ensaios em próteses ortopédicas e vasculares.

Cerca de 45 pessoas desenvolvem atividades dia-

riamente no laboratório, com participação de pesquisadores de Cuba e da Espanha que estão desenvolvendo pesquisas conjuntas. No total são 120 cadastrados para realizar atividades no CERTBIO.

28

REVISTA EVENTUS


Galeria Comercial do Extra

83 3065.0022

8738.9119

@bellebijoucg


Talento

MAURO ARAÚJO TRINTA ANOS DEDICADOS A ARTE DA DANÇA Por Giovannia Brito

Três décadas dedicada à dança. Assim é a vida do

e o mundo. Em 2003 foi convidado pela cantora Elba Rama-

dançarino Mauro Araújo. O jeito simples, sereno e de voz

lho para ser seu dançarino nos shows. “Elba é uma grande

mansa em nada traduz a magnitude do artista que hipnoti-

cantora e uma excelente pessoa. Com ela tive uma experiên-

za o público ao subir nos palcos. Em passos ritmados, ele se

cia maravilhosa”, lembrou. Ao lado da paraibana, Mauro des-

transforma em um verdadeiro mágico da arte da dança ao

tacou dois grandes momentos que marcaram a sua carreira.

mostrar todo o seu talento. Esse ano, o também coreógra-

Um deles foi participar com Elba do réveillon de Copacabana,

fo e percursionista, completa 30 anos de carreira em plena

no Rio de Janeiro, em 2004. “Lá estavam mais de 2,5 milhões

forma e fazendo planos para outros tantos anos. “Só paro

de pessoas para assistir o show. Foi emocionante está ao seu

quando estiver dentro do caixão”, brinca Mauro.

lado”, afirmou.

Os primeiros passos profissionais foram dados em

Também com a cantora, Mauro recordou outro fato

1985, quando ingressou no grupo Tropeiros da Borborema.

que jamais sairá da sua memória: “Elba foi a primeira brasilei-

Durante dez anos também fez parte do grupo de dança

ra a ser convidada a se apresentar no Festival de Macau, na

Acauã da Serra. Mas, desde os cinco anos que Mauro mos-

China. O show aconteceu em um teatro com três mil pessoas

trava o seu amor pela arte, brincando de dançar ou talvez

e ela cantou durante três horas. Dançamos juntos por vários

anunciando o caminho que já havia escolhido.

momentos, mostrando o gingado do brasileiro, que encan-

tou o público”, lembrou.

Do Tropeiros Mauro partiu para conquistar o Brasil

38

REVISTA EVENTUS


Trabalho com outros cantores

Mas, não foi só com a Flor da Paraíba que Mauro

brou. Esse espetáculo rendeu elogios da crítica e prêmios a

mostrou seu talento. Ele também esteve como dançarino e

Mauro.

coreógrafo de Flávio José, Amazan, das bandas Magníficos,

Mastruz com Leite, Marinês e outros.

a criação e montagem do musical de 100 anos de Luiz Gon-

Dentre os trabalhos importantes do paraibano des-

zaga, com a presença de 300 artistas em cena, entre atores,

taca-se também o seu ingresso na Companhia do dançarino

dançarinos, músicos e cantores. O espetáculo foi apresenta-

Carlinhos de Jesus. “Fui convidado por ele para trabalhar

do no Festival de Inverno de Campina Grande de 2012.

como coreógrafo da parte popular de sua companhia, que

foi uma grande honra”, disse.

balho no Brasil e apresentações em países como França,

O multimídia também tem no seu valioso currículo

Como se não bastasse toda essa riqueza de tra-

No currículo de Mauro Araújo consta também ser

Espanha, Bélgica, Itália, Argentina e China, Mauro também

um dos fundadores da Companhia Livre, do Teatro Severino

desenvolve um trabalho social, como o do Peti de Campina

Cabral, com a qual atua até hoje.

Grande e Alagoa Nova, o grupo da Melhor Idade, e ainda com

Mauro também montou o espetáculo a Festa do

os detentos do Presídio Regional do Serrotão. “Com eles nós

Cangaço em homenagem aos 100 anos de Maria Bonita.

montamos um espetáculo de dança pelo projeto Cultura no

“Nesse trabalho tivemos a participação da cantora e atriz Tâ-

Presídio, que se apresentava dentro do Festival de Inverno”,

nia Alves, que imortalizou o personagem na televisão”, lem-

afirmou.


Saúde

A CORRIDA

PODE SER UMA ALIADA SE FEITA DE FORMA CORRETA Por Renata Fabrício

A corrida é uma das práticas esportivas mais aces-

síveis e tem se popularizado cada vez mais entre as pessoas que procuram hábitos saudáveis. Os benefícios para a saúde não são poucos. Além de prevenir doenças metabólicas e melhorar a respiração e a circulação sanguínea, também pode ser uma poderosa aliada do corpo se combinada com o preparo muscular.

O que a maioria das pessoas não sabe é que a prá-

tica não é tão simples de ser executada. A fisioterapeuta Marina Medeiros destaca que, para iniciar a corrida de rua, o atleta precisa estar atento a medidas simples.

“Por ser de fácil acesso, a maioria das pessoas que

pratica a corrida não têm as devidas precauções para prevenir lesões. Acha que é só colocar qualquer tênis e sair correndo por aí. E não é bem assim. Fatores como obesidade, excesso de treinamento, vestimenta errada, pistas irregulares, método de treinamento inadequado – porque a corrida também precisa ser periodizada, assim como é feita na musculação – podem influenciar no aparecimento de lesões”, alerta a fisoterapeuta.

Preparação muscular também é um fator neces-

sário para evitar lesões, segundo o personal Hugo França. “Antes de iniciar qualquer atividade tem que ser feita uma preparação de movimento. E no caso do corredor é importante conciliar a corrida com trabalhos de fortalecimento muscular, para que não ocorram lesões em joelho, tornozelo e panturrilha. Então, se você quer ter um rendimento melhor e sem lesão, a corrida não é um esporte tão acessível como se pensa”, acredita Hugo.

Tênis mais Adequado

As principais lesões para quem não se atenta aos

cuidados antes da corrida são canelite, tendão de calcâneo, condromalácia patelar e fratura por estresse no tornozelo. Para prevenir problemas, Marina recomenda principalmente o uso de um tênis adequado. “No caso da corrida, pesquisas atuais indicam que o melhor modelo são os chamados tênis minimalistas, sem nenhum tipo de amortecimento, só que para isso é preciso ter um preparo muscular grande e que, além da corrida, seja feito um treino para preparar a musculatura para o impacto causado durante a corrida”, recomenda.

40

REVISTA EVENTUS


Etiqueta

MESA PERFEITA: UM PASSO A PASSO Por Chiara Cavalcante

Existem algumas regras de etiqueta que servem

optar por não usar a toalha, então, usa-se o jogo americano

para todas as ocasiões, desde jantares e almoços mais infor-

ou até mesmo passadeiras (vai depender muito do estilo do

mais até os mais formais e sofisticados.

jantar ou almoço que será servido, se formal ou uma refeição

mais descontraída).

Pode-se ou não usar toalha de mesa? Se você esco-

lher usar a toalha então NÃO use o jogo americano, e se você

Talheres de sobremesa

Sousplat O Sousplat (da língua francesa, cujo significado é prato de baixo) é uma espécie de prato maior que o de refeição e mede cerca de 33 cm de diâmetro, que serve como base para os pratos, que serão substituídos ao longo do almoço ou jantar. Dessa forma, o sousplat cumpre uma das principais regras de etiqueta que é nunca deixar a mesa desguarnecida

Garfo Sousplat

durante a troca de pratos. - O Sousplat apenas deve ser usado em refeições completas, que incluam entrada, prato principal e sobremesa; - Sobremesas nunca devem ser servidas sobre o sousplat! Ao servi-las, eles devem ser retirados da mesa; - Os sousplats já devem estar posicionados à mesa antes dos convidados se sentarem;

Pratos

- Deve ser colocado a 3 cm da borda da mesa. Pratos - Primeiro coloca-se o prato de serviço (onde será servido o prato principal); - Acima dele o de entrada (que pode ser de salada ou de sopa). Garfos - O garfo sempre fica ao lado esquerdo do prato. Facas - A faca fica do lado direito do prato (com a lâmina virada para dentro, ou seja, para o prato). Guardanapos

Colher de sopa (Se for servir sopa como entrada) - Fica do lado direito do prato, ao lado da faca.

Observação: Os talheres devem ser colocados na ordem de utilização; de fora para dentro, ou seja, os talheres mais afastados do prato serão utilizados primeiro.

42

REVISTA EVENTUS


Taça de água

Taça de espumante

Taça de vinho

Colher de sopa

Talheres de sobremesa - Ficam na parte superior do prato. A colher com o cabo para o lado direito, o garfo com o cabo para a esquerda. Taças - Ficam do lado direito acima do prato. Taça de água - Sempre é a maior taça. Taça de vinho tinto - Tem o bojo maior e é ideal para vinho tinto, que é uma bebida que precisa de mais oxigenação para conservar seu sabor e aroma. Taça de espumante - As taças longas e finas chamadas flûte, são ideais para os espumantes, pois seu formato é ideal para conservar as borbulhas. Guardanapos - Sempre de tecido, o guardanapo pode ser dobrado ou colocado em um porta guardanapo. Deve ficar posicionado do lado esquerdo do prato (ao lado do garfo) ou em cima do prato.

REVISTA EVENTUS

43

*Os produtos desta página foram cedidos pela loja Espaço Blanc (www.espacoblanc.com.br).

Faca


Comportamento

IMPONDO LIMITES: O “NÃO” QUE NORTEIA OU, A IMPORTÂNCIA DO “CHÁ DE BÚSSOLA” Por Eugênio Felipe

Há uma expressão popular que nos diz: “Tome um

O curioso é que há uma frase largamente repetida

chá de bússola para se orientar!”. Não há nada mais certo.

entre os pais: “As crianças de hoje em dia são muito difíceis!”.

Quem já viu uma bússola, sabe que no topo desta há uma

letra N, que significa N de norte.

norteadamente fáceis, precisando de um bom chá de bússo-

la.

É este N norteador que faz com que a bússola seja

Na verdade, os pais de hoje em dia é que estão des-

um dos primeiros GPSs da humanidade. Isto é, a partir do momento em que o sujeito sabe onde está o norte, ele saberá ir

(*) Psicoterapeuta psicanalítico.

a todas as direções.

WhatsApp: +55 83 98869.3197

Facebook.com/eugeniofelipe.psicologo

Não é à toa que a palavra NÃO se escreve, em pra-

ticamente todas as línguas, com N de norte! É sabendo dizer NÃO a si e aos outros que nos norteamos na estrada da vida.

É por isto que os pais, orientadores primeiros de

seus filhos, não podem jamais deixar de lhes dar este norte para a vida desde muito cedo: os bebês já demandam limites!

Uma criança comum e saudável que cresce sem os

limites do NÃO, logo apresentará sinais de desorientação ou de falta de limites. “Se oriente, rapaz pela constelação do Cruzeiro do Sul. Se oriente, rapaz pela constatação de que a aranha vive do que tece. Vê se não se esquece. Pela simples razão de que tudo merece consideração” (Gilberto Gil, in ORIENTE)

E a “vida” não perdoa os desorientados. Crianças

sem limites logo serão estigmatizadas e rotuladas como problemáticas e bem cedo terão seus pais chamados à escolinha por situações controvertidas como indisciplina, agressividade, violência, desrespeito, pouca aderência à rotina acadêmica, dificuldades de adequação ao grupo. Os amigos começarão a evitar convidar a criança sem limites para festinhas e outros encontros sociais. Os parentes passarão a evitar fazer ou receber visitas da criança sem limites.

Isto poderá trazer consequências danosas para a

vida do futuro jovem e depois adulto. Desde simples sensações de insegurança e inadequação social, até psicopatologias severas como dificuldades crônicas de desrespeito ao direito do outro (ou até desconhecimento desses direitos!).

Portanto, eis uma das funções parentais básicas

que a maioria dos pais está negligenciando: o norteamento dos filhos através do NÃO que limita.

44

REVISTA EVENTUS

psicologoeugeniofelipe@gmail.com


Turismo

ENCANTOS DO BREJO: ATRATIVOS GASTRONÔMICOS E NATURAIS EM AREIA

CIDADE OFERECE OPÇÕES DE LAZER PARA TODOS OS GOSTOS E SE DESTACA COMO ROTEIRO TURÍSTICO NA PARAÍBA Por Ligia Coeli Fotos: Diego Honório Pontes

Seja para uma viagem rápida de um dia ou um ro-

município de Areia tem hoje uma média de 23 mil habitantes,

teiro para um fim de semana inteiro, quando falamos das be-

de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísti-

lezas naturais do Brejo paraibano, há opções para todos os

ca (IBGE). A cidade é conhecida principalmente por abrigar

gostos e bolsos! A equipe da Revista Eventus foi conferir de

uma grande quantidade de engenhos de cana-de-açúcar. As

pertinho os principais passeios da simpática cidade de Areia

construções e fazendas centenárias fazem parte da história

e mostra para você dicas valiosas para conhecer esse destino

e principalmente da trajetória econômica que marcou o pas-

turístico. E já avisamos aos visitantes: sair de lá sem provar

sado da cidade. Mas, a fabricação de açúcar, rapadura ou ca-

algumas das delícias da gastronomia é um dos maiores peca-

chaça ainda pode ser vista nos engenhos Triunfo, Vaca Brava,

dos! E reserve também um tempo para admirar e fotografar

Cachoeira e Bujarí, localizados nos arredores da cidade. Esses

os casarões antigos. São inúmeras construções do século XIX

são apenas alguns dos locais que ainda mantém viva essa tra-

recheadas de história e encantos para deixar o seu álbum de

dição. A lista, por sorte, ainda é vasta!

recordações ainda mais bonito. Vamos seguir viagem?

Localizado a aproximadamente 140 km da Capital

desembarcar no centro da cidade, fazer um roteiro simples,

João Pessoa, e pouco mais de 49 km de Campina Grande, o

encantador e o melhor: tudo a pé. Caminhar pelas ruas cen-

46

REVISTA EVENTUS

Se o seu tempo de passeio é curto, uma opção é


trais de Areia é ter a certeza de descobrir muitas histórias! Logo na praça central, os visitantes encontrarão o Coreto e o Casarão José Rufino. A construção do século XIX abrigava uma senzala urbana, onde os escravos eram mantidos. A estrutura foi totalmente conservada e entrar nesse prédio é, praticamente, fazer uma viagem no tempo! O lugar chama a atenção por sua imponência: acabamento em madeira maciça, lareira e pedras.

Não muito longe dali está o Teatro Minerva. Inau-

gurado em 1859, o lugar é considerado a primeira casa de espetáculos da Paraíba! E a poucos metros do teatro está a Praça José Américo, um espaço histórico que abriga a rústica Igreja do Rosário e a Escola Estadual, que tem uma arquitetura surpreendente.

O Brejo tem sabor... e é doce!

Imagine a mistura deliciosa entre o típico doce de

leite caseiro, com queijo e goiabada. Essa mistura ganhou o nome de João e Maria e se tornou a pedida perfeita para ser a sobremesa ou o lanche da tarde em um passeio pela região do Brejo. Quer melhor? Uma espécie de crepe de queijo recheado com doce de banana especial, uma receita secreta e super disputada! Esse prato delicioso existe e se chama “Macacada”, e é um dos carros chefes da Casa do Doce, um lugar mágico para os amantes dessa iguaria. Mas, não para por aí: tem ainda as trufas embriagadas (a mistura de chocolate e cachaça) e brigadeiro de colher! Deu água na boca? Acredite, é de ficar mesmo!

Para chegar lá basta ir pela rodovia PB-079, que dá

acesso à cidade de Areia, e seguir até o Loteamento Bola de Neve, pela rota do caminho dos engenhos, nas proximidades do engenho Triunfo. O lugar é rústico e decorado com um capricho que enche os olhos dos visitantes. Em cada espaço é possível ver itens que lembram as antigas casas de sítio.

Potes de barro, canecas, louças, colheres de pau e

eletrodomésticos que são verdadeiras relíquias! Tudo isso unido a um incrível estoque de doces. São mais de 70 sabores produzidos no local. Laranja com cachaça, goiaba, uva e até pimenta fazem parte do rico cardápio da Casa do Doce, com preços que variam de R$ 5,00 a R$ 12,00 os itens são ótimas opções para presentear. O lugar funciona diariamente, inclusive aos domingos, das 08h às 17h. Você também pode agendar a sua visita pelos telefones (83) 98817-6755 e (83)

no centro da cidade também é possível encontrar essas delí-

99956-6693.

cias. Uma dica é conhecer a Sabor da Terra, uma loja que fica

Se você visitou os engenhos e deu uma passadinha

na praça Solon de Lucena. Com prateleiras recheadas dos

na Casa do Doce, perfeito! Caso não, uma dica bacana: é pos-

mais diversos licores, queijos e itens de artesanato, o lugar

sível conhecer o sabor das cachaças, licores e rapaduras do

também é uma espécie de museu de cachaças. Praticamente

Brejo sem precisar ir até a zona rural. Lembra da sugestão de

todas as aguardentes produzidas na região estão expostas e

caminhar pela cidade de Areia? Então, nas lojinhas e vendas

disponíveis para a venda.

REVISTA EVENTUS

47


Ecoturismo na reserva Chã do Jardim

na comunidade da Chã do Jardim, a aproximadamente 9 km da cidade de Areia. Saindo de Campina Grande e seguindo

Que tal fazer um piquenique diferente? Esqueça os

pela rodovia PB-079, é possível ver as placas que sinalizam

parques lotados, o barulho dos carros passando nas ruas, o

esse pequeno paraíso. Na Chã do Jardim é possível conferir

calor excessivo e o estresse! Ao entrar na Mata do Pau Ferro,

também uma feirinha de produtos orgânicos, adquirir polpas

tudo isso parece desaparecer como mágica sob uma densa

de frutas feitas por moradores de lá e ainda participar de

cortina de árvores e sombras. Nesse lugar, onde a natureza

oficinas de artesanato. As visitações são gratuitas, mas em

é prioridade, os visitantes ouvem apenas o canto dos pássa-

caso de levar grandes grupos, recomenda-se fazer um agen-

ros, o roçar das folhas provocado pelo vento e – no período

damento com os guias locais através do telefone (83) 98826-

do Verão – uma sinfonia de cigarras. Mesmo no período mais

8208 ou (83) 9998-2597.

quente do ano é possível embarcar na mata através da Trilha

do Cumbe e se surpreender ao encontrar temperaturas mais

experimentar um pouco da gastronomia do Brejo. No restau-

agradáveis. As folhas que caem da grande quantidade de ár-

rante Vó Maria as refeições regionais custam R$ 15,00 por

vores acabam formando um tapete natural que no inverno

pessoa (buffet livre) e levam ingredientes totalmente orgâni-

pode ser bem escorregadio. A dica é usar roupas confortá-

cos, isso porque a maioria das verduras, frutas e legumes são

veis e, se você não conhece a região, contar com a ajuda de

produzidos na região. E se o sono te pegar depois do almoço

um guia de turismo.

reforçado, não tem problema! O lugar tem um redário onde

os clientes podem descansar um pouquinho antes de pegar

Bateu a curiosidade para conhecer a mata? Então

anota aí: esse espaço marcado por muito verde e trilhas fica

48

REVISTA EVENTUS

Nesse mesmo espaço os visitantes também podem

a estrada para uma nova aventura.


Beleza

BABY HAIR: DE VOLTA ÀS RAÍZES Por Fernanda Souza

Depois das californianas, ombré hair e da febre dos

cabelos ruivos, a nova tendência que deverá fazer a cabeça das mulheres é o baby hair, uma técnica de pintura que tenta resgatar o tom original dos fios. Para obter a cor da infância, em alguns casos basta deixar o cabelo crescer sem qualquer coloração, mas na maioria dos casos é preciso fazer combinações entre tintas para obter o tom mais próximo do antigo.

Com o passar do tempo, a cor do cabelo se trans-

forma, seja por agressores externos naturais, como o vento, o sol e outros fatores, até o uso de tinturas e de química para variadas técnicas de alisamento.

Nos dois casos, o tom da infância é modificado e

para ser obtido novamente é preciso que um profissional realize um estudo de coloração. Recuperar o tom natural do cabelo exige conhecimento profissional em colorimetria para compor um mix de tons e mechas, semelhante aos das crianças.

A tendência vem crescendo entre as famosas do

Sudeste. Apesar disso, a procura de clientes pela técnica ainda é pequena. Em Campina Grande, o salão Chiara Cabeleireiros está se preparando para futuramente aplicar a técnica.

A proprietária Chiara Costa disse que a demanda

ainda não existe, mas ela acredita que a tendência deva ser a favorita das mulheres que valorizam a beleza natural e são mais discretas. De acordo com ela, apesar do loiro ainda ser o favorito das clientes, há muito tempo elas já aderiram as mechas fininhas que quase não marcam e sinalizam um outro padrão.

O baby hair também é uma boa opção para quem

não está disposto a expor o cabelo a mais agressões, ideal para quem não tem cabelo branco e não tem tempo para ir ao salão. A economia na pintura e manutenção das madeixas também são algumas das vantagens.

Para voltar a ter os cabelos da infância, a primeira

dica dos cabeleireiros é levar uma fotografia nítida de quando era criança. O objetivo é que os fios ganhem um tom bem próximo ao da raiz, mas com nuances esfumaçadas que vão conferir aspecto natural aos fios, além de brilho e maciez.

50

REVISTA EVENTUS


Coleção Evento

COLECIONISMO:

UM MERCADO EM CRESCIMENTO MOVIDO POR DEDICAÇÃO E PAIXÃO Por Paulo Sarmento

Os manuais ensinam que colecionismo é a prática

dos processos de troca envolvidos na aquisição, consumo e

que as pessoas têm de guardar, organizar, selecionar, trocar

utilização de mercadorias, serviços, experiências e ideias. “É

e expor diversos itens por categoria, em função de seus in-

através dessa definição que podemos entender o quão gran-

teresses pessoais e de compartilhá-los através de mostras,

de e complexo é o mercado de itens para colecionismo nos

encontros e feiras por todo o mundo.

tempos atuais”.

O desejo em guardar objetos que remetem às lem-

A tarefa do colecionador não é fácil, ele explora

branças da infância, de momentos e lugares inesquecíveis

boa parte de seu tempo para pesquisar, localizar, negociar,

têm levado ao crescimento de adeptos, mantendo viva a es-

comprar, vender, trocar e guardar um produto. Mas, no final,

sência básica do colecionismo que é movida pela paixão.

a recompensa de poder ter em mãos um objeto de desejo

O mercado do colecionismo foi impulsionado prin-

tão sonhado não tem preço. Atualmente, as pessoas cole-

cipalmente nos últimos anos graças às distâncias e barreiras

cionam de tudo: discos, livros, gibis, garrafas, selos, moedas,

quebradas pela Internet, proporcionando assim, um inter-

cédulas, bonecas, relógios, miniaturas de automóveis, balan-

câmbio comercial gigantesco entre pessoas que comercia-

ças, motos, carros, até mesmo aviões entre outra infinidade

lizam objetos raros das mais variadas esferas que se possa

de itens.

imaginar. Esse mercado possui desde botões a aviões de

grande porte e navios.

colecionadores. Na Paraíba o número ainda é modesto, mas

Estima-se que no Brasil haja mais de 5 milhões de

Segundo Mowen Minor, economista e conhecedor

crescente. Há uma estimativa de que o número de coleciona-

do mercado de colecionismo, o comportamento do consumi-

dores ultrapasse 10 mil, isso porque não há um cadastro com

dor é definido como o estudo das unidades compradoras e

dados reais e concretos desses números. Um levantamento

52

REVISTA EVENTUS


vem sendo feito pela Sociedade de Numismática, de João

ram leiloados por mais de 1 milhão de dólares, e o mais caro

Pessoa, que destaca o aumento do interesse pelo assunto

da história, o Action Comics Nº 1, de junho de 1938 atingiu a

em todas as microrregiões do Estado.

soma de US$ 2,1 milhões, cerca de (R$ 8 milhões).

Do sertão ao litoral, há colecionadores de todas

Não importa a idade, classe social, raça ou credo. O

as classes e idades. Para atender a demanda, lojas de depar-

colecionismo é uma arte, um clube de formação de amigos

tamento investem no segmento com alguns itens, além de

e amantes da preservação dos bens e da história. Também

franquias de lojas de brinquedos que começam a se instalar

não importa o objeto de coleção, porque para o colecionador

em algumas cidades.

cada item tem um valor inestimável. Para quem pretende en-

Em Campina Grande, profissionais de diversas áre-

trar no meio, uma boa dica podem ser as miniaturas de car-

as, como médicos, juízes, engenheiros, professores, profis-

ros, cujo valor no mercado vai de itens a partir de quatro reais

sionais liberais entre outros, formam o clube de amantes do

e outros que chegam a milhares de dólares. O importante

colecionismo com compilações incríveis de objetos capazes

é ter o prazer de colecionar algo, com dedicação, esmero, e

de deixar colecionadores de mundo afora com queixo caído

acima de tudo, com alegria. Ser colecionador é dispensar um

diante de suas relíquias. Na Serra da Borborema há um cole-

tempo importante de nossas vidas com algo que traz bem

cionador detentor de uma das maiores coleções do planeta

estar e satisfação.

de miniaturas da famosa marca inglesa, a Matchbox, originalmente criada em 1953 pela extinta Lesney Products, e que atualmente pertence à Mattel.

Os números de algumas coleções são incríveis,

a exemplo do libanês Billy Karam, que tem mais de 30 mil miniaturas, das quais cerca de 9.000 são modelos Porsche, marca da qual Billy é fã. Ele conta que foram os esportivos de Stuttgart que o levaram a ser um colecionador. “Se não posso comprar o grande, então vou comprar 1.000 pequenos“, conta.

Apesar da crise econômica que o país enfrenta e

que reduz o poder de compra dos brasileiros, o mercado de colecionismo como um todo continua em alta. O segmento não ficou imune aos problemas financeiros, mas continua movimentando milhões por mês em encontros e vendas através de feiras e lojas.

O mercado de colecionáveis tem outra prerroga-

tiva importante no que diz respeito ao seu constante crescimento no mercado mundial, é o fato da valorização dos itens. Para se ter uma ideia, tomaremos como exemplo os gibis, ou como são conhecidas, as revistas em quadrinhos. Esses têm alcançado valores astronômicos, são vários que fo-

REVISTA EVENTUS

53


Evento

JTP PUBLICIDADE E MUITAS HISTÓRIAS PARA CONTAR Por Lydia Soares

Os anfitriões Tadeu e Jaira

A JTP Publicidade comemorou 30 anos de existên-

acreditou, incentivou e abriu as portas para o humorista

cia no mercado publicitário paraibano. A agência mais antiga

Shaolin e o Poeta Amazan, mas é claro que com seus talentos

do Estado festejou essa data junto com seus colaboradores,

se tornaram o sucesso nacional de hoje.

amigos, parceiros e fornecedores. Tadeu e Jaira Pereira, que

juntos comandam a agência, receberam seus convidados no

do programa Casa de Reboco, exibido pela televisão Borbo-

dia 26 de novembro no salão de festas do restaurante Boi &

rema há 25 anos. Tadeu fala com muito orgulho de ter sido

Brasa.

pioneiro e ter executado e promovido o primeiro programa

Outra grande contribuição da agência foi a criação

Na década de 80, após longa experiência nos Diá-

ao vivo na televisão aberta paraibana. Apesar de toda a pre-

rios e Emissoras Associados, Tadeu Pereira resolveu enfren-

cariedade de equipamentos e cenários, o programa Casa de

tar novos caminhos e deu início a uma grande jornada no

Reboco na época apresentado pelos poetas Zé Laurentino e

Mercado Publicitário.

Amazan foi um grande sucesso da TV Borborema.

Usando como lema a inovação e o profissionalismo,

Com 30 anos de existência, a agência se reinven-

a JTP Publicidade foi pioneira em grandes eventos,

tou, se modernizou, acompanhando as tendências do mer-

comerciais e programas de televisão que renderam prêmios

cado, e se orgulha de fazer parte da história da publicidade

nos veículos de comunicação mais importantes da Paraíba.

paraibana. Por falar em histórias, a JTP Publicidade tem um

Dentre as suas descobertas e contribuições para o mundo

baú cheio de recordações, experiências, trabalhos de suces-

artístico e cultural do Estado, a agência foi a que primeiro

so e acima de tudo, criatividade e profissionalismo.

54

REVISTA EVENTUS


Polyon Adma, Marilena Mota, Jaira, Lígia, Humberto Carnaúba e Humberto Filho

Abraço emocionado: Zé Laurentino e Tadeu

A equipe da Vitrine Outdoor

Jaira, Marcelo Antunes e Tadeu

Jaira, Rômulo Gouveia e Tadeu

Tadeu, Jaira, Dr. Evaldo Nóbrega e Dra. Wedna

Antônio de Pádua, Jaira e Zaída Lucena

Jaira, Eloisa Olinto, Waguinho e Tadeu

Felipe Mota, Jaira, Tadeu e Rosselio Marinho

Vivian Paula, Tadeu, Jaira Pereira, Fabiana Fernandes e Caio

Jaira, Monalysa Melo, Tadeu e Lydia Soares

A Festa

Tadeu e Lydia com a Equipe do marketing da FIEP: Massilon, Andrey, Laura, Thiago e Marcos


Luiz Alberto Leite, Álvaro Barros, Alexandre Moura, Tadeu e André Agra

A turma da JTP Publicidade. Pura animação

Jaira, Amazan, Yáscara e Tadeu

Arimatéa Sousa e Tadeu

Bartolomeu Uchoa, Tadeu e Humberto Carnaúba

Rogério Freire, Jaira e Tadeu

Tadeu, seu sobrinho (também publicitário) Emerson Saraiva e Jaira

Dr. Luciano Martins, Jaira, Dra. Josinete e Tadeu

Jaira, Izabel Vieira, Monalysa Melo, Lydia Soares e Tadeu

Amazan e Tadeu, abaixo Zé Laurentino e filha

Tadeu, Chênia Brito e Toni Brito


Diego Araújo (departamento de comunicação da FIEP) com esposa e filha ao lado de Tadeu e Jaira

Luíza, Afra, Salete e Tadeu

Lorena, Jairo e Mariana

Luiz Alberto Leite, Salete Leite e Jaira

Tadeu, Luiz Alberto Leite e Rômulo Gouveia

Lula Cabral, Tadeu, Jaira, Mariana e Gilmar Albuquerque

Afra, Geraldo Barbosa e suas netas ao lado de Jaira e Tadeu

Tadeu e Jaira com Eriberto Mendonça, Lisa e família

Jaira, Tadeu, Jorge Luiz, Guilherme Arruda e Altamir

Grandes painéis fizeram parte da decoração da festa, contando um pouco da história da agência

Salão lotado e muita animação


Gastronomia

SEM CARNE, COM GOSTO: RECEBER CONVIDADOS VEGETARIANOS OU VEGANOS É MAIS SIMPLES DO QUE VOCÊ IMAGINA Por Ligia Coeli

“Obrigada, não como carne”, diz educadamente o

rios. “Nossa cultura é muito carnívora. Festas, encontro com

seu convidado, ao que sua avó ou tia perguntam: “Mas nem

os amigos, confraternizações, tudo gira muito em torno do

um peixinho? Nem frango? Tem uma saladinha com presunto

consumo da carne. Encontrar opções sem ingredientes de

ali”. Ih... e começa o constrangimento!

origem animal é bem difícil e às vezes um pouco frustrante,

Como fazer para evitar essas gafes naquelas festas

confesso. Também sou chocólatra, então tive que encontrar

e reuniões feitas em casa? Quais tipos de petiscos devemos

alternativas para substituir o chocolate ao leite ou bolos re-

servir como alternativa para quem tem uma dieta diferente

cheados. O que me motivou foi o despertar da consciência

da maioria dos brasileiros? Sim, uma vida sem carne no prato

de que não temos o direito de tirar a vida de um animal, para

é possível e já é hábito de muita gente. Para começo de con-

satisfazermos nosso paladar”, explica.

versa, o primeiro passo é diferenciar: aquele seu amigo que

deixou de comer carne é vegetariano ou vegano?

a postura vegana recentemente. “Achei que seria difícil, mas

A professora de inglês Paloma Guimarães adotou

Muita gente confunde, mas vamos às explicações

foi fácil me adaptar e logo no começo já senti os benefícios.

super básicas. A dieta vegetariana é aquela onde a carne (ver-

Tinha vontade de ser vegetariana por causa dos animais, mas

melha ou branca, incluindo o peixe!) é tirada da alimentação.

cheguei ao veganismo inicialmente por estar com dificul-

E as razões podem variar, desde questões de saúde até moti-

dade de perder peso. Pesquisei sobre isso e vi que muitas

vos econômicos ou religiosos. Essas pessoas em geral podem

pessoas que tinham perdido peso eram veganas. Aí me per-

continuar comendo queijos ou derivados do leite. Já quan-

guntei ‘porque vegana e não vegetariana?’ Fui ver alguns do-

do o assunto é veganismo, a história muda. Não é só uma

cumentários e vi que a indústria de leite e ovos era tão cruel

postura alimentar, é ética também. Para quem adota esse

quanto a de carne. Todos esses fatores e muita pesquisa me

princípio, são excluídos todos os produtos de origem animal

levaram a decidir pelo veganismo, sem antes passar pelo ve-

da rotina. E isso não só da alimentação, como também do

getarianismo. E foi a melhor escolha que fiz”, comenta ela.

vestuário (no caso de itens de lã ou couro) e até de produtos

de higiene, que muitas vezes são testados em animais. Em

tos no mercado sem ingredientes animais. São salgadinhos,

ambos os casos, o que se recomenda é que você busque um

amendoins, massa para pastel, patê de ervas sem lactose...

nutricionista antes para orientar quais as substituições que

todos esses itens podem te ajudar na hora de montar um car-

são mais favoráveis ao seu organismo. Portanto, nada de die-

dápio variado para a sua festa, e o melhor, com opções para

ta por conta própria, certo?!

todos!

Se você prestar atenção, já existem vários produ-

Paula Praxedes, que trabalha em uma multinacio-

nal brasileira no segmento de Tecnologia da Informação, deixou de comer carne há mais de 10 anos. Para ela, a soja é uma boa opção para substituir a carne, especialmente quando se trata de receitas mais elaboradas. “Dá para temperar de vá-

Dica de quem faz!

rias formas, além de ser uma opção barata. Alguns vegetais

também tem muita proteína, a exemplo do brócolis e espina-

cia de 33 anos nessa área e é dono de um restaurante

fre. Sementes, castanhas e abacate também são meus alia-

vegetariano em Campina Grande, o Govinda. Quando

dos”, comenta. Os vegetais são considerados os “coringas”

o assunto é receber visitas, ele dá algumas dicas. “Eu

na hora de cozinhar. “Eles são os maiores aliados na cozinha,

sempre faço um salpicão vegetariano, risoto, almônde-

na ingestão de fibras, vitaminas e também de proteína. Lem-

gas de legumes e uma salada de grão de bico. Quanto

brando que nem só de salada vive um vegetariano! Dá para

aos petiscos veganos que tal uma tábua de frios com

fazer muitas receitas à base de verduras e legumes, com sa-

castanhas, nozes, frutas secas e azeitona?”, sugere ele.

bores deliciosos”, explica.

Em relação aos doces, ele opta por ideias simples, mas

que agradam. “Compotas e geleias variadas, com fru-

Paula diz que às vezes é difícil socializar em am-

bientes onde os pratos sem carne são tidos como secundá-

58

REVISTA EVENTUS

O cozinheiro Mahanama Dasa tem experiên-

tas regionais de preferência”, disse.


Estética

CRIOLIPÓLISE:

MELHOR MÉTODO PARA ACABAR COM A GORDURA LOCALIZADA Por Fernanda Souza

A variedade dos tratamentos estéticos disponíveis

cos, a criolipólise tem o poder de promover a morte celular,

no mercado muitas vezes mais confunde do que atrai adep-

sem a necessidade de metabolizar ou “queimar” essa gordu-

tos e muitas vezes fazem com que a escolha frustre as expec-

ra, como nos demais tratamentos de eletrolipólise, ultras-

tativas. Para não cair nessa cilada, a leitura de artigos sobre

som e outros existentes no mercado.

o assunto e opinião de pessoas que fizeram o tratamento é fundamental. Atualmente, uma técnica que promete eliminar a gordura localizada vem conquistando as mulheres por

Indicações:

cumprir o que propõe – a criolipólise.

A criolipólise é um tratamento específico para gordura

A técnica é um procedimento não invasivo, sem cor-

localizada e pode ser aplicada nas mais diversas áreas do

tes, sem agulhas ou necessidade de anestesia, que promove

corpo, exceto onde não há um tecido adiposo considerável

a destruição das células de gordura (adipócitos) através do

e na face.

resfriamento controlado. A máquina promove então uma sucção à vácuo da pele entre dois painéis. A pele tracionada

Contraindicações:

é resfriada durante cerca de uma hora a uma temperatura

Sobrepeso ou obesidade;

aproximada de -5°C a -10°C. A gordura é mais sensível ao frio

Doenças metabólicas descompensadas, como diabetes,

que os demais tecidos, logo o dano ocorre especificamente

dislipidemia, síndrome metabólica;

nos adipócitos, poupando a pele e músculos. A fisioterapeu-

Cirurgias há menos de seis meses;

ta Vislaine Karine, da Fino Toque - Clínica de Fisioterapia, Es-

Pacientes com hérnia no local a ser tratado;

tética e Pediatria - explicou que os resultados aparecem até

Pacientes com implantes metálicos;

o quarto mês após a aplicação, sendo que até o 15º dia, as

Doenças cardíacas;

células se encontram no pico da inflamação, para que então

Gestantes;

se inicie a morte celular que pode ocorrer em 120 dias. “É

Alta sensibilidade ao frio;

muito comum ver fotos postadas na internet com 15 dias

Urticária;

após a criolipólise, só que neste tempo as células ainda estão

Prega cutânea menor do que dois cm (medidos pelo adi-

inflamadas. O ideal é esperar até comprovar um resultado

pômetro);

exclusivamente da criolipólise”, disse.

Processos infecciosos;

Neuropatias periféricas;

Uma grande vantagem deste tratamento é o tem-

po mínimo que ocupa de um cliente, pois o mesmo só precisa

Doenças que causam alterações dos fatores de coagula-

retornar à clínica apenas uma ou no máximo três vezes ao

ção, como hemofilia, trombocitopenia, deficiência do Fa-

ano. Além disso, ao contrário de outros tratamentos estéti-

tor V de Leiden, entre outros.

62

REVISTA EVENTUS


Custo médio:

O valor varia muito, vai de acordo com a localização

e região da clínica de estética. Além disso, varia de profissional para profissional, cada médico, fisioterapeuta ou esteticista cobra seu preço, que pode oscilar entre R$ 600,00 a R$ 1.000,00, por área, o que pode ser negociado quando a quantidade de áreas tratadas aumenta em uma única sessão. Alerta - Apenas as máquinas certificadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) podem ser comercializadas e são seguras para a aplicação da criolipólise. É importante lembrar que o aparelho correto custa caro, a locação e as membranas de proteção também. É preciso ter cuidado com preços baixos e também não se deixar enganar com o marketing das empresas que já vendem um “pacote pós-criolipólise”, antes de qualquer resultado.

É preciso prestar bastante atenção com as compli-

cações decorrentes do mau uso do método que podem levar a formação de bolhas, inflamações e cicatrizes definitivas. Os riscos deixam de existir se a criolipólise for feita por um especialista com aparelho e materiais de qualidade e de acordo com os protocolos de segurança estabelecidos.

REVISTA EVENTUS

63


Cinema

OS FILMES MAIS AGUARDADOS Por Fernando Antônio de Almeida

Batman Vs Superman - A Origem da Justiça

Após

os

even-

tos de O Homem de Aço, Superman (Henry Cavill) divide a opinião da população mundial.

Enquanto

muitos

contam com ele como herói e principal salvador, vários outros não concordam com sua permanência no planeta.

Bruce Wayne (Ben

Affleck) está do lado dos inimigos de Clark Kent e decide usar sua força de Batman para enfrentá-lo. Enquanto os dois brigam, porém, uma nova ameaça ganha força. Com Ben Affleck, Henry Cavill, Amy Adams

Cinquenta Tons Mais Escuros Adaptação do segundo livro da trilogia de E. L. James iniciada em Cinquenta Tons de Cinza (2015). Incomodada com os hábitos e atitudes de Christian Grey (Jamie Dornan), Anastasia (Dakota Johnson) decide terminar o relacionamento e focar no desenvolvimento de sua carreira. O desejo, porém, fala mais alto e ela logo volta aos jogos sexuais do conturbado empresário.

A Garota Dinamarquesa

Cinebiografia

de

Lili Elbe (Eddie Redmayne), que nasceu Einar Mogens Wegener e foi a primeira pessoa a se submeter a uma cirurgia de mudança de gênero. Em foco o relacionamento amoroso do pintor dinamarquês

com

Com Jamie Dornan, Dakota Johnson, Luke Grimes

Gerda

(Alicia Vikander) e sua descoberta como mulher. Com Eddie Redmayne, Alicia Vikander, Amber Heard

Capitão América: Guerra Civil

Steve Rogers (Chris Evans) é o atual líder dos Vin-

gadores, super-grupo de heróis formado por Viúva Negra (Scarlett Johansson), Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen), Visão (Paul Bettany), Falcão (Anthony Mackie) e Máquina de Combate (Don Cheadle). O ataque de Ultron fez com que os políticos buscassem algum meio de controlar os super-heróis, já que seus atos afetam toda a humanidade. Tal decisão coloca o Capitão América em rota de colisão com Tony Stark (Robert

Downey

Jr.), o Homem de

A Série Divergente: Convergente

Ferro. Com Chris Evans,

Primeira parte da adapta-

ção cinematográfica do livro “Convergente”, de Veronica Roth, que é o desfecho da série Divergente. Com Shailene Woodley, Theo James, Ansel Elgort

64

REVISTA EVENTUS

Robert

Downey

Jr., Paul Rudd


TOP

20 X-Men: Apocalypse

O ancestral dos

mutantes, En Sabah Nur, retorna

com

planos

de

mergulhar o mundo em um apocalipse para garatir a supremacia. Sequência de “X-Men: Dias de um Futuro Esquecido”. Com James McAvoy, Michael Fassbender, Jennifer Lawrence

Thor 3

Terceira aventura

estrelada por Thor (Chris Hemsworth), focada no ciborgue Ragnarok. Com Chris Hemsworth, Tom Hiddleston, Jaimie Alexander

Lista dos 20 melhores filmes do cinema 1º

Cidadão Kane (Orson Welles)

A Regra do Jogo (Jean Renoir)

Um Corpo Que Cai

8 ½ (Federico Fellini)

2001, uma Odisséia no Espaço (Stanley Kubrick)

O Poderoso Chefão 2 (Francis Ford Coppola)

O Encouraçado Potekim (Sergei Eisenstein)

no, executado por Cruel,

Cantando na Chuva (Stanley Donen)

que poderá trazer decorrên-

O Poderoso Chefão (Francis Ford Coppola)

cias catastróficas para a hu-

10º

Era Uma Vez em Tóquio (Yasujiro Ozu)

manidade. O protagonista,

11º

Os Sete Samurais (Akira Kurosawa)

12º

Rastros de Ódio (John Ford)

13º

A Aventura (Michelangelo Antonioni)

14º

Ladrões de Bicicletas (Vittorio De Sica)

15º

A Paixão de Joana D’Arc (Carl Theodor Dreyer)

16º

Lawrence da Arábia (David Lean)

17º

Touro Indomável (Martin Scorsese)

18º

Acossado (Jean-Luc Godard)

19º

A Doce Vida (Federico Fellini)

20º

Quanto Mais Quente Melhor (Billy Wilder)

Maze Runner - A Cura Mortal

Por trás de uma

perspectiva cura para o Fulgor, Thomas (Dylan O’ Brien) descobrirá um grande pla-

então, decide entregar-se para o Experimento final. Com Dylan O’Brien, Aidan Gillen, Kaya Scodelario

E-mail para indicação de filmes: fernandosezefredo@gmail.com

REVISTA EVENTUS

65


Colaboradores

EQUIPE DINÂMICA

OS GRANDES TALENTOS QUE NOS AJUDARAM A FAZER ESTA EDIÇÃO

1 - Paulo Sarmento é radialista (DRT 4731), assessor político

of Profissional Organizers sediada nos EUA. 7 - Fernando

e graduando do curso de Administração de Empresas da

Antônio de Almeida - Professor de história, filosofia e política.

Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). 2 - Renata Fabrício

Estuda cinema desde os 15 anos, notadamente o cinema

– Repórter do Jornal Correio da Paraíba, formanda pela

americano. 8 - Apaixonada por Campina Grande, a jornalista

Universidade Estadual da Paraíba e blogueira pela rede

Ligia Coeli é formada pela Universidade Estadual da Paraíba

BLOGirls.. 3 - Wellington Jan - Fotógrafo de moda e designer

(UEPB) e tem mestrado em Literatura e Interculturalidade

com experiência internacional na Europa e nos Estados

pela mesma instituição. Atuou como repórter em jornais

Unidos e manager da TEAM (www.agenciateam.com). 4 -

impressos e revistas, foi produtora executiva em televisão e

Thalyne Keila - Professora, graduada em Letras (Habilitação

atualmente trabalha como editora de texto. 9 - Giovannia

em Língua Portuguesa) pela Universidade Estadual da

Brito é jornalista formanda pela Universidade Estadual

Paraíba. 5- Fernanda Souza da Costa - Jornalista, há 14 anos

da Paraíba (UEPB). Trabalha no Jornal Correio da Paraíba

no mercado. Especialista em Educomunicação, atualmente é

e no portal Política Mais Cedo. 10 - Nozz Comunicação

chefe da redação do Jornal do Correio da Paraíba. 6 - Chiara

- Uma agência formada por jovens publicitários

Cavalcanti - Organizadora Profissional qualificada pela OZ!

destacam pela forma como apresentam soluções com muita

Organize, empresa qualificada pela NAPO - The Association

criatividade, ousadia e eficiência.

66

REVISTA EVENTUS

que se



Revista Eventus - Edição 35