Revista DOT 3° edição | DOT#3

Page 1


/// EDITORIAL

Isadora Nascimento

Thaís Chiyo

Karina Schiavolin

Victor Vitti

Lívia Riani


POR VOCÊ. É com imenso prazer que apresentamos a 3ª Edição da Revista Digital DOT. Nesta edição propomos um novo olhar sobre a revista semestral do curso de Design da Faculdade de Administração e Artes de Limeira. E o que pretendemos com isso? É esta pergunta que nos moveu este esse semestre. Através dela decidimos que a revista tinha que representar mais que uma instituição ou os eventos que aconteciam no decorrer do semestre. Nossa proposta ultrapassa os limites sociais, transformamos nossa sede insaciável por Design em alimento para você caro leitor. Nossa intenção é transformar a DOT em um ícone do curso de Design da FAAL, que cada aluno do curso tenha orgulho de compartilhar uma matéria, que ele busque em suas páginas as melhores referências, os melhores conteúdos e que cada vez que diga qual sua escolha em um curso superior tenha orgulho em dizer: SOU DESIGNER, FAÇO DESIGN! Nós da equipe DOT nos dedicamos ao máximo para que possamos atingir nosso objetivo, esperamos que vocês apreciem. Tenha uma deliciosa leitura. Equipe DOT. Diana HIlton

Isabela Amorim



10 Inspira Se alimente com os melhores portfolios de Design.

16 Expira Black Magenta, o que acontece quando acada a facul

22 Soma Como é a vida de um freelancer

28 Soma E agora, gráfica convencional ou rápida?

32 Soma Na real, como funciona esse lance de agência?

34 Culturando Fique por dentro dos eventos mais cults da região.


6


7


8


9


INSPIRA

Gráfico Fábio M. Ragonha Limeira-SP- Brazil. Foi generalista 3D por 7 anos, mas atualmente trabalha na criação de spots para TV, mídias digitais, ilustrações, caracteres e outros projetos independentes. www.fabiomr.com

10


INSPIRA

Gráfico Leme Henrique Americana-SP- Brazil. Iniciou os estudos na FAAL, onde não concluiu. Com a oportunidade de ir para São Paulo e poder desenvolver suas técnicas por lá. www.lemehenrique.com

11


INSPIRA

Produto Redo Design Studio Poland Design de produto www.behance.net/redodesign

12


INSPIRA

Interiores Vasiliy Butenko kyiv, ukraine Design de interiores, produção de design vasiliybutenko.com

13


14


15


EXPIRA

Inspirados e com vontade de inspirar vocês, convidamos o designer formado pela Faal, Renan Berlofa, para falar como é sair da graduação e se lançar no mercado. Assim como vários outros designers, Renan colocou a cara no mundo e decidiu mostrar como pode melhorar o mundo que enxergamos.

Da turma de 2010, em 2012, com apenas 22 anos já possui clientes importantes, faz parcerias e busca sempre o conhecimento.

Normalmente, os recém-formados buscam emprego em agências para adquirir conhecimento e maturidade antes de tomar a decisão de abrir seu próprio Studio de Design.Qual foi o processo de decisão para a abertura do BlackMagenta e por que essa decisão? Foi decidido depois de conhecer o desenvolvimento do trabalho em agências de Publicidade e Propaganda. Apesar de ter sido uma experiência muito boa, o aluno de Design tem uma visão diferente, ele é mais focado no desenvolvimento do trabalho. Porém, não basta apenas ser bom no que faz. Para seu próprio negócio dar certo, você tem que desenvolver técnicas para conseguir se

16

relacionar, vender e prospectar clientes que não têm essa mesma visão.

objetivos de vendas dos clientes com design funcional.

Como você descreve/apresenta o BlackMagenta? Como você se descreve? A ideia de se posicionar como um escritório de Design é, justamente, se apresentar de uma maneira diferente no mercado, já que grande parte das agências foca apenas em publicidade e propaganda. É importante ter a preocupação com um desenvolvimento projetual, respeitando as metodologias e processos para resolução dos problemas que seu cliente deseja resolver, provar que é possível trabalhar publicidade e os

E aí, por que o nome BlackMagenta? O nome busca mostrar o contraste do trabalho desenvolvido. Black, para o design sério com fundamento e funcionalidade. Magenta, para mistura de técnicas que são usadas nos trabalhos, sempre multifuncionais. O mercado de trabalho está preparado para receber profissionais de design? Conscientemente o mercado não sabe a importância do profissional de Design, e como é uma profissão que está crescendo, nosso maior


EXPIRA

Identidade corporativa e campanha de divulgação elaborado para Natortilha.

desafio é fazer com que as pessoas e o mercado entendam o que fazemos, e isso depende de nós mesmos. Após se formar, você se sentiu preparado para enfrentar o mercado de trabalho? Como a faculdade te ajudou? Como eu comecei a trabalhar na área antes de iniciar a faculdade, posso dizer que, para uma necessidade do mercado das agências, eu estava pronto e preparado para a demanda. Porém, não tinha experiência para seguir com um negócio próprio. Eu costumo dizer que nosso trabalho é muito pessoal, muito do que vivemos, lemos, conhecemos. Para um Designer, tudo se transforma em repertório.

Black, para o design sério com fundamento e funcionalidade.

Nova identidade e ilustrações novas, realizadas para a pizzaria Mr. Zezinho.

17


EXPIRA

Design de Embalagem.

Como funcionam as etapas do seu trabalho? Como que o cliente chega até você? Quais serviços você oferece para ele? Na verdade, eu fiz poucas prospecções. Não trabalho forte mídia impressa, sempre trabalhei com o meu nome na internet, “Renan Berlofa”. Quando conhecemos pessoas importantes ou possíveis clientes, é natural a pesquisa de quem é essa pessoa. Isso me ajudou em alguns casos, por meio disso as pessoas passam a conhecer meu trabalho. No mais, são as redes sociais, amizades e conversas de bares (risos). É o caso do meu principal cliente.

Quantas pessoas trabalham no escritório e como funciona o processo multidisciplinar citado no site? Já trabalhei com outras pessoas em conjunto (atendimento, ilustrador, e web). Porém, é um custo muito grande para quem está começando, acaba dividindo muito os valores dos projetos.

18

Design de Embalagem.

Devido a isso, mantenho parcerias com outros estúdios ou freelancers de confiança, reforçando uma troca de trabalhos e reduzindo custos.

natural com seus consumidores e empresas parceiras. Esse Feedback que temos, faz acreditar que foi um projeto bem resolvido e vem tendo grandes resultados.

Qual seu maior desafio com um cliente? Sem dúvidas o maior desafio com um cliente é a primeira reunião. Depois dela, o trabalho começa ser desenvolvido e a cada resultado satisfatório, você fideliza confiança e gera uma cultura do que é o profissional de design gráfico.

O que você não aceitaria como profissional? Para nossa área, o que eu não aceitaria em um profissional de design é aquele que não ama o que faz.

Qual trabalho mais gostou de realizar e por quê? Minha paixão é o desenvolvimento de Marca e Programação visual, então todas minhas marcas são feitas com muito cuidados e atenção. O projeto que eu gosto muito é o da Natortilha, pois foi um projeto que eu vi nascer, desde o sonho que o cliente tinha e até sua concretização. Uma marca que conseguiu se relacionar de uma maneira muito

O que você recomenda para quem está começando na área? A coisa mais importante é traçar os objetivos, um de cada vez. Aproveitar muito a fase da faculdade, os professores, pois é a partir deles que você começa a se formar com um profissional. Seus amigos de classe também são importantes nesse começo, saiba compartilhar ideias e conflitos de maneira saudável. Aprenda a analisar tudo antes de criticar e saiba absorver as críticas de maneira madura, pois precisamos muito delas.


EXPIRA

Trabalho feito com recorte em papel.

Trabalho manual, sendo valorizado na capa.

Ilustração.

19




__________ SOMA

FREELANCER

FREELA

FRILA __________ 22


__________

SOMA

Todo designer é, foi ou será um freelancer um dia. Para alguns a vida de freelancer é uma forma de ganhar experiência, para outros é a maneira encontrada de sobreviver enquanto não conseguem ingressar no mercado. Muitos realizam Jobs nos horários vagos para juntar uma graninha extra e tem aqueles que adotam a prática como filosofia de vida. O fato é que ser um freelancer tem seus prós e contras. Ganhar dinheiro sem horário fixo para trabalhar, sem chefe para olhar com cara feia quando você demora um pouco mais pra voltar do almoço é bacana mas também há pagamentos irregulares e a necessidade de procurar clientes por conta própria. Ser o seu próprio chefe não é fácil. Liberdade de criação exige disciplina, motivação e organização uma vez que você terá de exercer todas as funções para a realização de um projeto. Do atendimento ao cliente, gerenciamento de custos, administração, prazos, criação até a divulgação de seus trabalhos, etc. Se mesmo sabendo de todas essas responsabilidades, ainda sim pensa - ou continua a ser - freelancer, as páginas seguintes lhe darão algumas dicas.

__________ 23


SOMA

01.

Pense bem

Faça um balanço da sua vida pessoal, profissional e de seus objetivos. Ser freelancer pode parecer à salvação de quem está cansado de trabalhar das nove às seis. Contudo, a imprevisibilidade e a solidão na sua rotina podem acabar deixando-o frustrado.

02.

Seja confiante, otimista e diferente Não seja tímido acerca de suas habilidades ou a paixão que sente pela área em que escolheu, mas também não seja arrogante, alimente-se da autoconfiança que seu trabalho passa. E pergunte-se por que um cliente escolheria você em vez de outros freelas. É preciso ter uma visão criativa única para que tenham certeza de que obterão um trabalho diferenciado.

-

03. Tenha um

portfolio

Até que construa um portfólio

24

04.

lembre-se do briefing: Quando concordar em fazer um trabalho, entregue um documento ao cliente em que explica o que irá fazer, quanto tempo vai demorar e quanto esta cobrando por isso. Se os pedidos do cliente crescerem ao longo do projeto, poderá informá-lo, educadamente, sobre cobrança extra. Certifique-se de saber de todas as suas condições de realização e descobrir o que estão pedindo em detalhes. Peça esclarecimentos se necessário.

05.

Planeje sua carreia, liberte sua mente: Ser freelancer não é só ser freelancer. Pergunte-se por que ser um. Ajuste metas para sua carreira. Pense onde gostaria de estar em um, dois ou cinco anos e trabalhe com esse foco. Isso ajudará a espantar o fantasma

da estagnação. E quanto mais você souber, melhor será. Procure aprender sobre disciplinas diferentes da sua, isso ajudará a fazer colaborações de forma eficiente e libertará sua imaginação.

06.

Ame os impressos, crie produtos

: Cartões de visita são essenciais. As pessoas se lembram de você quando o veem. Seja criativo, considere também fazer cartões-postais e um modelo de papel timbrado para situações especiais. Transforme o seu trabalho em um produto. Crie uma estampa de camiseta, um calendário ou um chaveiro a partir de trabalhos pessoais. Mas tome cuidado para não estourar seu orçamento.

07.

Precos... :

Não coloque um preço muito baixo em seus trabalhos. Senão os clientes não o levarão a sério. Também não exagere na dose para não espanta-los. Converse com profissionais que admira, sobre o assunto antes de chegar a um número certo.

~

10 dicas

consistente, pode ser difícil convencer os clientes de que é a pessoa certa. Obtenha o máximo de experiência profissional que puder no mundo real antes de embarcar na odisseia do emprego por conta própria. Faça também um portfólio online, se possível, por meio de seu próprio site. Deixe-o simples, imediato e sempre atualizado. Mostre também seus trabalhos em blogs e sites de exposição como IdeaFixa, Design Flakes, Carbonmade, Behance, Deviantart, seção portfólio da Zupi e Computer arts.


Voce e o chefe

-

08.

-

SOMA

Seja exigente consigo mesmo, mantenha o foco principalmente quando está trabalhando em vários projetos, pois é de extrema importância cumprir os prazos. Se você se distrai facilmente com telefonemas, e-mails e redes sociais programe uma horinha do dia para responder suas mensagens pessoais, mandar contas, correspondências e se desconecte durante o trabalho. E se tem dificuldades em administrar suas contas, contrate um contador, pois ele é essencial na arte de ganhar dinheiro.

Tenha o seu tempo tambem...

-

09.

Distraia-se com coisas boas, assista filmes, ouça músicas, leia livros, revistas e até links de mídias sociais podem ser inspiradores, se quem os recomendar forem profissionais da mesma área que você. Se ficar sozinho em casa, ter um animal de estimação que precisa ser alimentado e levado para passear pode força-lo a estruturar melhor o seu dia. E quando completar algumas tarefas, tire um tempo para descansar, afinal esse é um dos privilégios freelancers.

10.

Seja social, comunique-se, troque ideias

Editora: 2AB Editora Autor: Marca:André Beltrão

sAIBA MAIS

De André Beltrão. 1º livro da coleção “Manual do Freela”. Este primeiro título visa a auxiliar o freelancer e pequeno empresário a entender seus custos, cobrar corretamente pelos serviços, administrar o caixa e negociar (com clientes e fornecedores). DESCRIÇÃO: Neste livro, André Beltrão mostra de maneira divertida, concisa e didática os segredos para a gestão eficiente da carreira do freelancer. São muitas – e fundamentais – as dicas: como alocar os diversos custos fixos e também os variáveis de cada projeto; de que forma calcular juros para parcelamentos; quando dar descontos; qual a hora ideal de abrir uma empresa; dicas para se relacionar com os clientes (inclusive com os difíceis) e como valorizar o seu trabalho e administrar trabalho/vida pessoa, sem dramas. Entre outras questões também imprescindíveis à chamada “carreira solo”, o autor ainda ensina a montar planilhas, aliadas importantes no dia-a-dia do freelancer. Escrito por um designer e com exemplos de casos do dia a dia do profissional da área, o livro será um ótima ferramenta também para outros profissionais de prestação de serviços. O desafio da Gestão financeira é uma realidade de áreas diversas, como arquitetura, engenharia, etc. O livro certamente irá ser muito útil!

Una-se a todas as redes sociais que puder(Facebook/ Twitter) para aumentar a sua critatividade e conhecer outros profissionais. Converse com os clientes que pedirem ideias, cara a cara ou pelo telefone. Detalhes e sentidos podem se perder em um e-mail e uma ideia é melhor divulgada ao vivo. Troque ideias com amigos de faculdade, como são da mesma área, as experiências que ele viveu podem te dar uma luz.

25




SOMA

Gráfica Convencional ou Gráfica Rápida? Sempre que bater aquela dúvida sobre onde imprimir o trabalho finalizado, lembre-se destas dicas e entenda como é funcionamento de ambas as gráficas, quais suas vantagens e desvantagens, além do custo gerado por cada uma. E agora, vai imprimir como?

Agilidade vs Quantidade Quando precisamos de poucas cópias impressas e o quanto antes, é interessante recorrermo às gráficas rápidas. Elas consomem menos tempo de impressão e o custo, neste caso é vantajoso. Uma gráfica rápida utiliza equipamentos digitais para execução dos trabalhos. Pense no processo de impressão que temos em nossos escritórios ou residências. Esse processo digital é igual, só que a impressora é bem maior. Impressoras digitais podem utilizar diversos processos de impressão,

28

como à laser, à jato de tinta, à cera, sendo que, dentre estes, o mais utilizado é a impressão a laser, devido à velocidade ser maior e o custo de impressão menor, com ótima qualidade. A característica comum destas impressoras é a saída de impressão direto do arquivo fornecido. Entenda que, é a partir do arquivo aberto no computador que se dá a saída direta para a impressão. Isso facilita no prazo de produção, porém é bom apenas para pequenas quantidades, principalmente em termos de impressos coloridos, porque para grandes quantidades (acima de 200 ou 250 folhas coloridas) a impressão offset garante um preço melhor.

Na gráfica rápida são quatro cores sendo impressas simultaneamente, em uma única máquina.


SOMA

Na gráfica convencional são várias cores que vão além do CMYK sendo impressas em torres separadas que garantem reprodução fiel da cor planejada e maior durabilidade para o trabalho impresso.

A impressão em uma gráfica convencional é feita em máquinas enormes, que podem trabalhar imprimindo apenas uma cor, duas cores ou até mesmo sete cores, simultaneamente. As etapas que compõem os processos de impressão fazem a grande diferença no prazo de entrega. No processo digital, as etapas são CD ou arquivo direto para impressão. Já na impressão offset, temos CD ou arquivo e fotolito chapa (ou CTP) para ir para a impressora. Lembrando que CTP é um processo que só elimina o fotolito, o restante do processo continua o mesmo, já que algumas pessoas confundem e acham que CTP é um processo de impressão. Outra diferença importante é a relação preço-quantidade. Na im-

pressão digital, não existe quantidade mínima. É possível fazer uma única unidade a preço baixo (deixando de lado a depreciação e custo da máquina) e o preço unitário será o mesmo para uma ou 1.000 impressões Já no processo offset, existem os custos fixos (fotolito, chapa, preparo de máquina) que não variam com a quantidade de impressões, ou seja, para uma ou 50.000, esse custo é o mesmo. Isso significa que, quanto maior o número de impressões iguais, menor o custo unitário da impressão.

LEMBRE-SE: CTP é um processo apenas elimina o fotolito, o restante do processo continua o mesmo.

Portanto, offset ainda é a melhor solução em termos de menor custo para grandes tiragens do mesmo impresso, já que, atualmente, com a evolução dos equipamentos offset, 200 folhas A-3 já são consideradas uma boa relação de custo-benefício.

Fonte: tudibao.com.br/2010/07/o-que-e-grafica-rapida-digital-e-oset.html

29


30 30


31 31


SOMA

Na real,

como que

funciona esse lance

?

de

agência

Quando estamos na faculdade aprendemos um turbilhão de coisas, de rumos que nossa profissão pode nos levar. E de repente chega a hora que temos que dar o ponta pé inicial, seja ele direto na área que desejamos atuar ou não. Entre tantas opções uma delas é seguir carreira de diretor de arte em agências de publicidade, mas para ser diretor precisamos começar como estagiários ou alguma função nada a ver com o design. O que define nosso futuro nessa área é a dedicação, profissionalismo e claro ter nascido para isso, não adianta não podemos negar nosso feeling pessoal. Para liderar uma equipe de designers você precisa entender como que funciona o esquema dentro de uma agência, o que a compõe, o que cada profissional faz exatamente. Lembrando que cada ambiente de trabalho tem seus métodos, aqui trataremos de forma uniforme e esclarecedora.

Hello

Quem faz esse contato é o atendimento, o profissional de atendimento deve ser o único que fala com o cliente, ele que vai as reuniões, ele que faz o briefing é esse o profissional que houve xingo do cliente. Um bom atendimento é aquele que entende muito bem seu cliente e nem sempre aceita tudo, ele também tem que estar do lado da agência , pois às vezes o cliente se comporta como uma criança birrenta e é nessa hora que o atendimento tem ser firme com as melhores decisões para o cliente. 32

Depois de definido quais os problemas que seu cliente quer resolver, o briefing é passado para o planejamento. Aqui que começa o processo criativo, o planner irá definir que tipo material será melhor para seu cliente, quais mídias serão melhores, toda parte de pesquisa, informação do mercado que seu cliente está inserido é trabalho do planejamento descobrir. Ele irá cuidar de toda parte teórica que trarão os melhores resultados.


SOMA

Logo após decidir quais as melhores soluções para seu cliente, o planejamento passa a bola para a mídia. É função do profissional de mídia contratar espaços que serão divulgados os trabalhos que a criação fará sejam eles: anúncios em revistas, jornais, web banners, outdoors e afins. Ele será o contato da agên-

cia com esses meios. No mesmo tempo que a mídia liga e corre atrás das mídias a criação coloca a mão na massa. Lembrando que o Diretor de arte acompanha as reuniões desde que o atendimento lança o briefing, pois quanto mais resolvido, melhor será o resultado, ter dúvidas não é algo positivo, muito pelo contrário.

Agora o Diretor irá reunir toda sua equipe e passará todo o material recebido, claro que um bom diretor já irá direcionar todo o trabalho de modo muito sutil com sua equipe, será feito um brainstorming, se for um material mais denso.

6º CMYK

Depois da arte pronta, mil alterações feitas pelo cliente (isso é algo que acontece com muita frequência, e 99,9% das vezes não será culpa sua). A produção irá definir junto com a criação qual será o melhor papel, gramatura, tipo de impressão e outros detalhes que fazem toda a diferença. Um bom produtor gráfico tem alguns anos de experiência, já trabalhou algum tempo em gráfica e conhece muito bem o processo de impressão. É função do produtor entrar em contato com a gráfica, orçar o material e enviar tudo certinho quando for ser impresso. O departamento de RTVC é a sigla para rádio, televisão e cinema. Este setor irá cuidar da produção, gravação

AGORA SIM, CHEGOU NOSSA HORA! Somos as estrelas, afinal do que adianta todo esse processo se nós não fizermos uma boa arte? Somos tradutores de ideias e pensamentos, psicólogos das formas, das cores e da tipologia utilizada em cada trabalho. Do nosso ladinho estão os redatores, que através de um bom texto liberta nosso incrível poder, juntos somos indestrutíveis.

7º TV

e edição para esse tipo de mídia. Esse tipo de serviço normalmente é terceirizado por uma produtora que receberá o briefing da agência. Bom é isso ae galera, uma agência funciona assim. Espero que tenha esclarecido algumas dúvidas, gerados outras, afinal que graça teria se não fosse nossa curiosidade?

Fontes utilizadas como apoio: http://www.bravapropaganda.com.br/infografico-agencia-publicidade/ http://www.odiario.com/blogs/publistorm/a-estrutura-de-uma-agencia-de-propaganda/

33


CULTURANDO

R U T L CU er Para você não esquerc você de alguns lugares que te! pode ir e curtir bastan Coleção Pirelli /MASP de Fotografia 29/Fev à 8/Jul Local: MAPS/SP masp.art.br

22ª Bienal Internacional do Livro de SP 9 à 19/Ago Local: Anhembi, SP bienaldolivrosp.com.br

IV Bienal Brasileira de Design 2012 19/Set à 31/Out Local: Belo Horizonte, MG minasdesign.mg.gov.br 34

Coleção Itaú de Fotografia Brasileira 1/Jun à 8/Ago Ter à Dom, das 12h às 18h. Local: Centro Cultural Paço Imperial, RJ.

Design Weekend São Paulo 23 à 26/Ago Local: SP designbrasil.org.br

NDesign, BH 15 à 22/Jul Local: Belho Horizonte, MG ndesign.com.br

BOOM Design 2012 22 à 24/Ago Local: SP boomspdesign.co m

.br

Pixel Show 2012 10 e 11/Nov Local: SP pixelshow.com.br


CULTURANDO

O D N RA EM LIMEIRA!

s eventos para o ra de Limeira tem vário A Secretaria da Cultu ntro de tudo o que se o site e fique por de decorrer do ano. Aces está por vir.

26⁄06 27⁄05 12 a 15⁄07 27⁄07 18 a 26⁄08 05⁄09

Cine Cultra Verso e Voz Canta Limeira Cine Cultura Festival Nacional de Teatro Vida Iluminada

culturalimeira.blogspot.com.br

35


36


o conceito store in store (loja com diferentes segmentos de produtos em um mesmo ambiente) a adoroetc tem como objetivo oferecer um mix de produtos cheios de personalidade, musica e muito bom humor. Tudo isso pode ser percebido nos acessórios, camisetas retrôs, em seus objetos para presentear que vão desde fones de ouvido em formato de lego, caveiras... a bonecos dos Beatles, Kiss, etc. Os recém chegados (bebês) também não ficaram de fora: bodies e camisetas com estampas cheias de atitude, fazem parte dos produtos da loja. Chega de tentar explicar/descrever, saia da rotina: acessa lá : www.adoroetc.com/ face: adoroetc, instagram:adoroetc Rua Senador Vergueiro 994 – Centro Acima- Limeira - S.P ;) Fone: (19) 3713-0994

37


38


39