Page 47

ARTE | ALBERTO OLIVEIRA

São fotos ou são pinturas? Esta é a primeira pergunta feita a Alberto Oliveira na entrevista. E não poderia ser diferente, já que esta é a primeira questão que a razão elabora depois que o coração se recupera do impacto de se deparar com a obra do artista plástico paulistano. “Então, eu também convivo com esse dilema”, começa a explicar o quase tímido Alberto e completa, “mas é fotografia e é pintura ao mesmo tempo; eu não consigo definir”. E, pensando melhor, nem deveria. Qualquer tentativa de ‘enquadrar’ suas criações seria mera formalidade diante de obras tão potentes. Alberto Oliveira nasceu em São Paulo em 1976 e conta que desde criança achava que seria pintor. “O mundo acadêmico nunca me atraiu muito. Eu queria colocar a mão na massa. Então, comecei a fazer assistência para pintores e aprendi muito com a aquela galera que estava fervilhando nos anos 80”, relembra. Nesse meio tempo, fez alguns cursos de pintura, só que em um deles, por ironia do destino ou pela falta de vagas mesmo, acabou indo parar em um de linguagem fotográfica. E foi aí que tudo começou.

| EDIÇÃO 13

47

Revista Di Móveis Edição 13 - Fevereiro 2016  

Lifestyle: Joice Pretel transforma os espaços valorizando a originalidade, a suavidade e a delicadeza. Inspirações artísticas: como nas obr...

Advertisement