__MAIN_TEXT__

Page 1

1

Deguste | Maio | 2019


Deguste | Maio | 2019

2


3

Deguste | Maio | 2019


Deguste

Espaço do Leitor Gosto muito das matérias da DEGUSTE. São dicas importantes para quem gosta de circular nos restaurantes e bares de Natal. Parabéns! Márcio Sá - Capim Macio

GASTRONOMIA

Maio de 2019 - ano 15 - edição 166

Sou um grande fã da gastronomia e, através da revista DEGUSTE, tenho sempre ótimas orientações de onde ter sempre uma nova experiência gastronômica. Thiago da Paz Viana de Lima - Cirurgião Dentista Tirol / Natal - RN

8

Simone Silva escreve reportagem para a Deguste na Noruega

A DEGUSTE é um presente que os amantes da culinária recebem todos os meses com os melhores endereços gastronômicos de Natal. Thiago M - Lagoa Nova Natal /RN

10

Leitor premiado

Bocaditos tem novos proprietários

14

Magazzino completa 18 anos em Petrópolis

12 Basílicos volta a abrir para almoço de sexta-feira a domingo 16 Conceito RestoBar é a nova casa da Rua Ângelo Varela 20 Kalaz consolida delivery em Candelária

Impossível não lembrar da Deguste quando se fala em boa gastronomia. Sem dúvida, o melhor referencial de bons restaurantes em todo o nosso estado, seja para turistas ou para os próprios potiguares. Minha família sempre acompanhou o trabalho da revista, e é muito grata por todas as dicas fornecidas, resultado de muita dedicação. Parabéns e continuem com esse excelente trabalho! Raphael Victor Campos Freire Barela - Médico Candelária - Natal/RN

22 Chapellato e Rapadura abrem loja conjunta em Ponta Negra 24 Caroli Douces abre bonita loja em Ponta Negra 26 Don Matias amplia a sua adega de vinhos 42 N Wines instala showroom em Natal Seções

05 Pelos Restaurantes 32 Papo Café 46 Saberes do Vinho

Deguste | Maio | 2019

Nossa Capa

Capa: Costelinha suína ao molho rústico, do Conceito Restô Bar, em Petrópolis

Foto: Lucas Dantas

4

O médico Raphael Victor Campos foi escolhido o leitor do mês da Revista DEGUSTE e, como brinde, recebeu do Magazzino Vinhos & Cozinha, patrocinador desta seção, o vinho tinto português Aldeias da Serra, da região do Dão, entregue pelo consultor do Magazzino, Ênio Rodrigues.


Pelos Restaurantes...

Senac

Luís Benício Tavares Siqueira tbenicio@uol.com.br

aluno premiado representará o Brasil na Rússia

O Senac RN recepcionou Gustavo Almeida, aluno do curso de Garçom, com um café da manhã, no início de abril, no Hotel-Escola Senac Barreira Roxa. O jovem de 19 anos foi selecionado para representar o Brasil na categoria “Serviços de Restaurante”, na Worldskills 2019, considerada a olimpíada mundial das profissões. O evento ocorrerá na cidade russa de Kazan, no mês de agosto. O vice-presidente da Fecomércio, Itamar Manso, destacou a importância do Programa Senac de Gratuidade (PSG), para democratização do acesso ao ensino. “Quando vemos um aluno do nosso PSG, como é o caso do Gustavo, conseguir um nível tal elevado de qualificação, temos a certeza de que estamos no caminho certo na promoção de oportunidades voltadas às pessoas de baixa renda, onde investimos quase 70% de nossa renda compulsória”, afirmou. Sobre a competição na Rússia, Gustavo Almeida destaca que permanece focado e que buscará colocar em prática todos os conhecimentos que adquiriu. “Seguiremos com a preparação e estamos confiantes que iremos fazer bonito em Kazan, mostrando a qualidade do Senac e do povo nordestino”, disse Gustavo Almeida. O potiguar vem se preparando, desde fevereiro de 2018, com acompanhamento da sommelier e

Potiguar representará o Brasil na olimpíada mundial das profissões

especialista do Senac RN, Eliane Soares. Ele passa por uma intensa rotina de preparação, com 8h diárias de dedicação às atividades práticas e estudos teóricos. As provas pelas quais ele já participou testam habilidades técnicas do serviço do garçom, bartender, sommelier e barista, em ambientes que simulam situações reais, com Senac/RN clientes, onde os Direção Regional do Senac/RN competidores precisaram Rua São Tomé, 444 colocar em prática o Cidade Alta - Natal/RN Fone: (84) 4005-1000 conhecimento adquirido Site: www.rn.senac.br ao longo do treinamento.

5

Deguste | Maio | 2019


Da Redação

Matéria na Noruega A jornalista natalense Simone Silva visitou um dos países mais gelados do mundo, a Noruega e, de lá, trouxe uma bela matéria sobre a produção de uma das iguarias mais valorizadas, o bacalhau. A história dessa viagem está nesta edição da Revista DEGUSTE. Natal pipocou de novidades na área gastronômica nos meses de março e abril. Muitos restaurantes criando sessões culinárias sempre com o foco na melhoria do atendimento ao consumidor. Neste aspecto, trazemos as deliciosas notícias dos almoços executivos de dois dos restaurantes mais importantes de Petrópolis, o Basílicos e o Agáricus, duas casas que fazem parte da memória afetiva de muita gente boa de Natal. Os donos lançaram menus especiais com preços excelentes no horário do almoço. Vale a pena conferir!

INAUGURAÇÕES A Rapadura Hamburguer Brasileiro e o Chapellato, duas das marcas mais arejadas da atualidade em Natal, abriram uma loja em parceria em Ponta Negra. Local de gente bacana que gosta de comer bem. O Magazzino Vinhos & Cozinha, delicatessen mais importante de Natal, comemorou 18 anos no dia 6 de abril. A DEGUSTE traz detalhes dessa história e parabeniza a casa pela longevidade. Saboreie a DEGUSTE devagar e com prazer. Tem informações sobre um mundo de Natal, que você só conhece por aqui. Boa leitura e bom apetite!

Washington Rodrigues Diretor de Redação

Luís Benicio T. Siqueira Diretor Executivo

Av. Jaguarari, 4990, Lj 28 - Lagoa Nova - Natal/RN - CEP 59054-500 - Fone: (84) 3234.5566 www.revistadeguste.com - Twitter: @revistadeguste - Facebook: Revista Deguste - Instagram: @revistadeguste Diretor Executivo Luís Benício Tavares Siqueira (84) 99174-5676 benicio@revistadeguste.com

Diretor de Redação Washington Rodrigues (84) 99904-9683 wrrodriguescom@yahoo.com.br

Jornalista Lucas Alencar lucasalencar@revistadeguste.com

Deguste | Maio | 2019

Diretor de Arte Edílson Martins de Araújo edilson.martins1@gmail.com

Comercial (comercial@revistadeguste.com) Nilton Baresi (84) 99607-6810 nilton@revistadeguste.com

Nicolas Rombotis (84) 99907-6444 nicolas@revistadeguste.com

Redação redacao@revistadeguste.com

Revisão Rejane Souza

Fotografia Rogério Vital vitalrogerio1@gmail.com Colaboradores Arthur Coelho Gilvan Passos Ricardo Sousa

Revista Deguste Gastronomia e Turismo é uma publicação mensal da Deguste Comunicação, Assessoria e Marketing Ltda. Tiragem 5 mil exemplares

6


7

Deguste | Maio | 2019


Uma viagem pela Noruega

em busca do bacalhau Texto: Simone Silva

No ano passado, a Noruega exportou para o Brasil 18 mil toneladas de bacalhau, 9.801 do tipo Saithe e 6.620 Gadus Mohua. O país exporta 95% do seu pescado, o que significa que recebemos quase 20%.

A convite da Embaixada da Noruega e do Conselho Norueguês de Pesca, eu e mais cinco jornalistas brasileiros (do Rio, São Paulo e Rio Grande do Sul), além de dois da República Dominicana, viajamos a esse país para entender mais sobre o bacalhau e sua origem, que começa em águas geladas dos mares do círculo Polar Ártico. O reino da Noruega, na região da Escandinávia, é o principal fornecedor de bacalhau para o Brasil. Somos, para eles, o segundo mercado, ficando atrás apenas de Portugal. Para ser considerado bacalhau, ele deve ser da espécie Gadus Morhua, ser seco e salgado. Esse é o legítimo. Há, ainda, o Gadus Macrocephalus, o chamado bacalhau do Pacífico. As outras três espécies são o Zarbo, Ling e Saithe, que podem receber a designação "pescado salgado seco", segundo a nova legislação do Ministério da Agricultura.

PESCARIA O bacalhau é um alimento milenar. Os vikings foram os responsáveis pela sua difusão. Eles começaram a secar ao ar livre e salgar o peixe, possibilitando levá-lo em viagens longas. O objetivo era retirar apenas a água do peixe, preservando as suas proteínas, vitaminas, minerais e permitindo que ele fique fresco por mais tempo. As tradições de produção surgiram nas ilhas Lofoten, Noroeste norueguês. É para esse local que seguem os cardumes na fase adulta. O melhor período de pesca vai de janeiro a março.

FOTOS PEDER OTTO DYBVIK

Jornalistas viajaram à Noruega para escrever sobre um dos principais produtos de exportação desse país, o bacalhau

Deguste | Maio | 2019

8


O Brasil é grande importador do bacalhau da Noruega

O chef Roy Magne, de Ballstad

GASTRONOMIA A cidade de Ålesund, no Oeste da Noruega, é conhecida como a capital mundial do bacalhau. Nela, se encontram as maiores indústrias de transformação, normalmente familiares, e um dos principais portos de exportação. Nas fábricas, o peixe passa pelo beneficiamento e dele tudo se aproveita. É aberto, limpo e salgado. A cabeça segue para a África; a espinha, para a Bacalhau fornece matéria prima para elaboração de pratos no mundo inteiro Ásia; o lombo para o mundo. e Tiago Lopes. A mistura de um norueguês e outro Um privilégio foi a visita ao Lofoten Food Studio, português rende boas surpresas, como um bacalhau do chef Roy Magne, em Ballstad. O grupo foi grelhado ao molho de vinho, e um cerviche de Zarbo. convidados a observar a preparação de várias Nas preparações, esqueça o fogo alto e observe o receitas, que ele executa sozinho. Limpa e prepara tempo mínimo de cozimento. um bacalhau inteiro, grelha vieiras, prepara crabs e É certo de que a viagem à linda Noruega e suas serve muito caviar. paisagens repletas de Fiordes – vales rochosos E na pequena Henningsvær, um dos cinco inundados pelo mar - e temperaturas frias, levamrestaurantes é o Lofotmat, da chef Siv Hilde. Em uma nos à compreensão do porque o bacalhau cozinha que se abre para o salão, ela prepara a skrei, conquistou o mundo. A versatilidade nos pratos é bacalhau fresco, e utiliza receitas e técnicas ímpar. Conhecer melhor toda a indústria em torno aprendidas com a avó. do pescado nos deixa com a certeza de que a Em Ålesund, uma das mais belas cidades origem importa, e bacalhau tem que ser, norueguesas, a pedida foi um cooking show, com obrigatoriamente, da Noruega. almoço na Kippifish Academy, dos chefs Ole Christian 9

Deguste | Maio | 2019


Bocaditos Torta Kinder Bueno

Gisele Soares assumiu a marca Bocaditos

Marca de peso em Natal, a Bocaditos Confeitaria Artesanal está funcionando com nova administração. Há seis meses, a catarinense Gisele Soares e seu esposo assumiram o estabelecimento. Os novos proprietários fizeram questão de manter o conceito e toda a antiga equipe de colaboradores da Bocaditos, que tem como principal característica a produção de doces no estilo europeu. Todo o cardápio continua e apenas novidades pontuais serão oferecidas pouco a pouco, explorando o talento de Gisele. Gisele Soares era uma cliente assídua e fã da confeitaria desde o seu início. Quando soube da oportunidade, ficou animada de imediato para adquirir o negócio. Ela e o marido possuem experiência em outro segmento de A&B. Gisele, no entanto, é uma confeiteira de mão cheia, pois cresceu fazendo doces com a avó, em Santa Catarina, e trabalhou com chocolates personalizados, paixão que só aumentou após um curso na Escola de Confeitaria Diego Lozano. A nova administração tem centrado,

Deguste | Maio | 2019

10

Torta Red Velvet

tem novos proprietários

FOTOS ROGÉRIO VITAL


Cafezinho coado na hora com quiche marguerita

neste momento, em trazer modificações a partir de solicitações antigas dos clientes, como é o caso de começar a aceitar cartões de crédito e abrir aos domingos, além do serviço de delivery diretamente pelo WhatsApp da loja (84 99819-5655) e, em um futuro breve, pelo iFood. O cardápio da Bocaditos é composto de tortas, cookies, cheesecakes, brownies, brigadeiros e salgados. Alguns itens são lançados semanalmente, aguardados ansiosamente pelos clientes, mas tortas como a de ninho com morango, a chocolate New York, a red velvet, a banofee e a cookão de brigadeiro ao leite e branco – as mais pedidas pelo público – ocupam as vitrines da loja todos os dias. O diferencial dos produtos Bocaditos, aponta Gisele Soares, é o uso de insumos de alto padrão e o fato da produção ser artesanal e diária, garantindo frescor. Os salgados também saem diariamente da produção da cozinha da Bocaditos. Além de estarem sempre inovando nas receitas, como foi o incremento da empada de queijo do reino no novo cardápio, há alguns salgados que são carro-chefe, como a quiche, que varia de sabor, e os pães de carne de sol na nata, frango ao creme e salame com cream cheese. Para acompanhar os doces e salgados, a Bocaditos quis inovar trazendo novos cafés, tanto quentes como gelados e assim aumentando ainda mais a sua vasta lista de opções. Destaque para um cafezinho coado na hora, um cappuccino italiano, já que a casa contava com um artesanal, um frappé e affogato feitos com o autêntico gelato italiano, fornecido pela parceria com uma das melhores gelaterias da cidade. E conta também com cafés para os gulosos de doces, que é o caso do mineirinho, feito com doce de leite e paçoca. Tem também com nutella e o de Ovomaltine. Bocaditos O funcionamento Av. Praia de Ponta Negra, 9176 Ponta Negra - Natal/RN da Bocaditos é das 13h às 20h, de terça- Fone: (84) 99819-5655 @bocaditosnatal feira a domingo.

Loja da Bocaditos fica em Ponta Negra

Café mineirinho cremoso com cookão

Café com nutela

Cappuccino italiano com empadas de queijo do reino

Affogato com gelato italiano

11

Frappé com gelato italiano

Deguste | Maio | 2019


Gnocchi alla bolognesa

Basílicos

Spaghetti alla carbonara

Pesci Belle Mugnier

Um dos mais bonitos restaurantes de Natal

volta a abrir para almoço de sexta a domingo

Restaurante de referência no tradicionalíssimo mercado do Tirol/Petrópolis, o Basílicos voltou a abrir no horário do almoço nos dias de sexta-feira, sábado e domingo. A novidade começou no fim de março e passou a ser um atrativo extra para quem gosta de almoçar em lugares elegantes e de boa comida. A empresária Luziara Lopes, dona do Basílicos, conta que a decisão de retornar no horário do almoço foi muito acertada e ganhou força com a criação de um menu especial com pratos executivos. O cliente, agora, tem as duas opções. Pode saborear o cardápio tradicional da casa ou optar pelos pratos exclusivos de preparo mais rápido. O menu executivo custa R$ 37,00 com uma entrada mais um prato principal. Para quem quiser sobremesa, foram disponibilizadas duas opções por R$ 10. Trata-se de dez opções no total, sendo duas escolhas de entrada, Brusqueta ou Salada, e oito opções de pratos principais, entre massas, camarão, peixe e carne. Os pratos mais procurados são o Pesci al Limone e o Scaloppine Alla Parmesão. O horário é do meio dia às 15h. O Almoço do domingo trabalha somente com os pratos do cardápio tradicional da noite. Seguindo a clássica cozinha italiana, o restaurante foi fundado em 1997, antes com o nome de Tibério, mas em 2002, foi rebatizado com o nome de Basílicos, mantendo a tradição de ser um dos mais bem frequentados de Petrópolis. O cardápio do restaurante é um dos mais extensos de Natal, com cerca de 60 opções de todas as especialidades da cozinha italiana.

Deguste | Maio | 2019

12

FOTOS ROGÉRIO VITAL

Luziara criou um cardápio especial para o almoço

Restaurante Basílicos

Av. Rodrigues Alves, 433 Petrópolis - Natal/RN Fones: (84) 3211-0145 | 2020-1332 @restbasilicos


13

Deguste | Maio | 2019


Magazzino

Casal Marcelo Chianca e Verônica Veloso comemora o sucesso do Magazzino

Vinhos & Cozinha completa 18 anos FOTOS ROGÉRIO VITAL

Deguste | Maio | 2019

14

O Magazzino Vinhos & Cozinha completou 18 anos no dia 6 de abril, consolidada como a delicatessen mais importante de Natal. É lá que está uma das primeiras adegas da cidade e de onde saem alguns dos bons vinhos que circulam entre os enófilos natalenses. Fundada pelo casal Marcelo Chianca e Verônica Veloso, o Magazzino foi vetor de várias mudanças e atualizações do mundo gastronômico contemporâneo da cidade. Muita gente boa aprimorou ou começou a gostar e a praticar a enogastronomia de alto padrão sendo cliente e amigo da casa. “Hoje, funcionamos de uma forma muito diferente do projeto inicial. E essa transformação aconteceu gradualmente, de acordo com as transformações do mercado. Cada perfil que tivemos ao longo deste tempo foi o perfil adequado para o momento que o mercado passou”, explica Verônica Veloso. No início, a loja tinha um foco especial na venda dos vinhos e de produtos manufaturados. Hoje, a maior atuação do Magazzino é a sua produção própria, distribuída num leque de opções de encher os olhos. Ao todo são 1.800 itens à venda, entre vinhos e comida, e centenas deles manipulados na própria


delicatessen. O horário do almoço é o pico do movimento. A todo instante chegam pedidos de refeições prontas que são entregues pelo sistema de delivery. Grande parte do público fica no entorno da loja, no perímetro Tirol/Petrópolis. Destaque para alguns pratos que são vendidos congelados, mas que também podem ser consumidos no próprio local ou entregues no delivery. Alguns especiais são o arroz de pato, paella, batata gratinada com camarão e arroz de cordeiro. Ha também a linha regional, com opções de Escondidinhos, Baião de Dois, Paçoca, Cozido de Costela e Galinha Caipira. Outra linha é a de pratos executivos, com frango grelhado, bife grelhado e fusili oriental. A casa também é forte na produção de antepastos para acompanhar torradas e pães especiais de produção própria. As torradinhas fazem muito sucesso nos sabores parmesão, queijodoreino, provolone, calabresa.

T-Bone de Angus, uma das opções de almoço no Magazzino

Uma das maiores adegas de Natal: 300 rótulos diferentes

Magazzino Vinhos & Cozinha Rua Potengi, 576 Petrópolis - Natal/RN Fone: (84) 3212-1477 @sabormagazzino

Mais de 1800 itens estão à venda na delicatessen

15

Deguste | Maio | 2019


FOTO BENÍCIO SIQUEIRA

À frente do consolidado Meu Barraco Boteco Bistrô, as chefs Kize Santos e Juliana Barros inauguraram, em março, um novo estabelecimento gastronômico. É o Conceito Restobar, instalado na badalada Rua Ângelo Varela, no Tirol. O lugar segue a proposta de gastrobar. Trata-se de um conceito em que a gastronomia é evidenciada em um ambiente mais descontraído, típico dos bares. No mesmo ponto do Conceito Restobar, funciona uma barbearia. O lugar pode receber até 100 pessoas – em uma varanda ou salão climatizado – e há também brinquedoteca. Inicialmente, as chefs tiveram a ideia de levar o Meu Barraco Boteco Bistrô para Tirol, quando surgiu essa oportunidade comercial na Ângelo Varela. Todavia elas acabaram optando pelo estabelecimento

Deguste | Maio | 2019

FOTOS LUCAS DANTAS

Conceito Restobar

Kize e Juliana abrem um novo boteco em Natal

16

Novo bar funciona na Rua Deputado Ângelo Varela, próximo à AABB, no Tirol


Polvo do chef

Costelinha suína ao molho rústico

com nome e características próprias. Kize e Juliana convidaram o chef Léo Tavares para criar o cardápio junto com elas. Léo fica no comando diário da cozinha. Os três montaram um cardápio enxuto, porém bem autêntico. Em sua maioria, os pratos levam itens tradicionais de botecos em versão exclusiva dos chefs. Pipoca de Camarão, por exemplo, são camarões cortadinhos em pequenos pedaços empanados em panko temperada, acompanhados de uma maionese de manjericão. A batata ganhou o nome de Tarte Tots. Na versão tradicional, a raiz é servida ralada em bolinhos crocantes. Para os amantes de sanduíches, o Conceito Restobar conta com três opções muito bem feitas. Ainda há seis pratos em tamanhos maiores que podem servir de refeição ou compartilhados na mesa. Destaque para o Cupim Cremoso, a versão de filé com fritas da casa. O frequentador do Conceito Restobar pode, ainda, aguardar por novidades, uma vez que a ideia das chefs é criar pratos sempre que possível. Para acompanhar os pratos, o Conceito oferece cervejas tradicionais e especiais, destilados e drinks exclusivos. O funcionamento da casa é das 17h às 23h, de terça a quinta-feira, e das 17h à meia-noite, às sextas-feiras e sábados.

Hot Dog Italiano

Medalhinhas de conceito

FOTO ROGÉRIO VITAL

Conceito Restobar Rua Ângelo Varela, 1033 Tirol - Natal/RN @conceitorestobar

Ambiente da brinquedoteca para as crianças

17

Deguste | Maio | 2019


FOTOS ROGÉRIO VITAL

Restaurante Caicó abre filial em Petrópolis

Assim como em Neópolis, o novo Caicó no Tirol atende no formato self-service com muitas opções para os clientes

Tradicional em Neópolis, o Restaurante Caicó desembarcou em Petrópolis no mês de abril. A segunda unidade foi aberta na Avenida Campos Sales, quase em frente à Câmara Municipal de Natal. O estabelecimento também atende em sistema self-service, com bufê de saladas, pratos quentes, acompanhamentos e grelhados. Trata-se de cerca de 40 opções diariamente. Aos sábados, o bufê é incrementado com opções regionais. Feijoada completa, carneiro, picado e costela são algumas delas. Tudo isso em uma estrutura com salão climatizado para até 90 pessoas, cerca de 50% maior do que o

Caicó de Neópolis. Proprietária do Caicó, Sayonara Dantas conta que o objetivo é manter o padrão da primeira casa. A comida do restaurante se caracteriza por oferecer um tempero bem caseiro, segundo a empresária. “Para dar a sensação do cliente estar comendo em casa”, explica. Ainda, de acordo com Sayonara, a decisão de abrir um novo Restaurante Caicó surgiu da demanda dos clientes. Muitos não moravam em Neópolis, porém iam almoçar lá e acabavam fazendo esse pedido. A empresária já percebeu que também está conseguindo atingir outro público da cidade. O Restaurante Caicó pertence a Sayonara e sua irmã, Maria Fátima Dantas, que tocou a abertura do primeiro restaurante em meados dos anos 2000. O funcionamento é de segunda a sextafeira, das 11h às 14h30, e aos sábados, domingos e feriados, das 11h às 15h. Restaurante Caicó

Sayonara, de azul, com a equipe do novo Restaurante Caicó da Avenida Campos Sales

Deguste | Maio | 2019

18

Av. Campos Sales, 750 Tirol - Natal/RN Fone: (84) 99986-2512 @caicorestaurante


19

Deguste | Maio | 2019


Kalaz

consolida delivery com serviço diferenciado FOTOS VICTOR BARROSO

Menu executivo permite o sistema de delivery

Grelhados fazem parte do cardápio da casa

Kalaz é muito bem frequentado em Candelária

Restaurante tem estrutura charmosa e abre para almoço

Com sistema self-service, o Kalaz Restaurante é uma das melhores opções gastronômicas no almoço em Candelária. Agora, a casa também vem consolidando seu novo serviço – um menu executivo –, que é oferecido apenas para delivery. Essa foi uma forma que o restaurante encontrou para se adaptar às entregas em domicílio, uma modalidade de comércio que cresce a cada dia. Com pratos custando a partir de R$ 19,90, o menu executivo do Kalaz tem como diferencial a personalização e a variedade de itens. Segundo o proprietário do restaurante, Ricardo Calazans, todos os dias têm novidades. No menu executivo do Kalaz, o cliente monta o prato com uma proteína, um molho e mais quatro acompanhamentos, dentre as 25 opções que o

Deguste | Maio | 2019

restaurante disponibiliza. São seis opções de proteína: contrafilé, frango, frango agridoce, salmão, camarão e pescada amarela. E cinco de molho: madeira, gorgonzola, pomodoro, manjericão e bechamel. A aceitação do serviço é muito boa, de acordo com Ricardo Calazans. Principalmente pela rapidez na entrega. “Fazemos em no máximo 30 minutos”, garante o empresário. Os pedidos são feitos nas plataformas digitais iFood e Uber Eats, de domingo a domingo, das 11h às 15h. Kalaz Restaurante

20

Rua Ataulfo Alves, 1884 Candelária - Natal/RN Fones: (84) 3234-0933 | 99999-9993 @kalazrestaurante Kalaz Restaurante


21

Deguste | Maio | 2019


Chapellato e Rapadura abrem juntos em Ponta Negra

Os casais Tamyris e Ricarado (Chapellato) e Maurício e Dúnia (Rapadura)

Deguste | Maio | 2019

22

Em uma ação inédita em Natal, o Chapelatto Coffee Shop e a hamburgueria Rapadura inauguraram juntos em Ponta Negra. Os estabelecimentos foram abertos em evento para convidados no último dia 24 de abril. Ficam na Rua Cabo de São Roque, na lateral da Casa de Taipa Tapiocaria. É a segunda unidade do Chapelatto na cidade. A primeira fica no Tirol. Já o Rapadura, com essa novidade, chega a três unidades. A hamburgueria tem outro espaço em Ponta Negra, onde tudo começou, e uma unidade em Petrópolis. O empresário Maurício Manzano, que comanda o Rapadura, explica que tem sido uma tendência comercial a abertura de duas marcas em um mesmo endereço. Ele acredita que isso é possível quando as empresas possuem visões semelhantes, como é o caso da Rapadura e do Chapelatto. “Um alinhamento de marcas”, define Dúnia Bernardes, sócia de Maurício. As obras foram tocadas nos últimos seis meses, com projeto assinado pela Duo Arquitetura. A estrutura do Rapadura ocupa um contêiner. Fora dele, há um amplo salão com mesas e bancos no estilo da marca. O Chapelatto, por sua vez, fica em um espaço climatizado para cerca de 25 pessoas. Quem preferir também pode se acomodar na área externa, que é compartilhada com o Rapadura. O Chapelatto abriu há três anos no Tirol e, agora, expande com intuito de atingir o público de outra região. Os próprios clientes da marca faziam essa sugestão frequentemente, de acordo com Ricardo Bezerra, barista e dono do


Cardápio do Chapellato de Ponta Negra terá novidades

Inauguraão no dia 24 de abril foi um sucesso

Loja do Chapellato ficou muito bonita

Chapelatto ao lado da esposa, Tamyris Bezerra. Para o novo espaço, a intenção de Ricardo e Tamyris é oferecer o mesmo cardápio já consolidado no Tirol. Porém, haverá novidades, como mescolattos, que são frappés com o toque da marca, e drinks alcoólicos exclusivos. Cafés especiais extraídos de várias maneiras, bolos e salgados são as boas pedidas no Chapelatto. O Rapadura aproveitou o momento para anunciar itens novos em seu cardápio. Entram um novo sanduíche, o Raparicó, feito com frango, um batido de morango e uma caipirinha elaborados com a cachaça Extrema e uma curiosa “pipoca de feijão verde”. O Raparicó será, em maio, o sanduíche do próximo Rapadura do Bem, uma ação social que reverte para instituições de caridade uma parcela do lucro obtido com a venda do lanche. O Rapadura vai doar os recursos para uma organização ligada ao autismo. A Chapelatto Ponta Negra funciona diariamente, das 15h às 22h; o novo Rapadura, das 18h às 23h.

Raparicó é um dos restaurantes mais famosos do Rapadura

O alto astral da equipe jovem do Chapelatto

Chapelatto e Rapadura

Rua Cabo de São Roque, 8869 (lateral da Casa de Taipa Tapiocaria) Ponta Negra - Natal/RN Fones: (84) 3025-3537 (Chapelatto) | 3219-5798 @chapelatto_coffee | @rapadurahamburguerbrasileiro

Rapadura funciona em um container muito bem instalado

23

Deguste | Maio | 2019


Caroli

FOTOS ROGÉRIO VITAL

Douces

Delícia de morango

abre em Ponta Negra Desde 2012 no mercado, e há quatro anos com uma concorrida loja em Lagoa Seca, a marca Caroli Douces acaba de desembarcar em Ponta Negra. Após nove meses de obras, o estabelecimento inaugurou, em abril, uma bonita e ampla loja na Avenida Praia de Ponta Negra, o principal corredor gastronômico daquele bairro. De acordo com a doceira Carol Melo, fundadora da empresa, a nova unidade é uma aposta no grande fluxo de pessoas que circulam por aquela região diariamente. A localização atrai tanto o morador da zona sul de Natal como os milhares de turistas que a cidade recebe. Os primeiros dias de funcionamento já deram uma boa resposta do público. A casa teve grande movimento em muitas ocasiões e superou as expectativas. “Houve até fila de espera”, conta Marcelo Melo, que administra a marca ao lado de Carol. Com projeto arquitetônico de Cloudinê Lima, a Caroli Douces de Ponta Negra conta com três espaços, sendo um exclusivo para eventos com capacidade para 40 pessoas. No total, a unidade pode receber até 140 pessoas.

Deguste | Maio | 2019

Nova loja conta com três espaços, um deles para eventos

Carol e Marcelo Melo agora possuem duas lojas Caroli Douces

A loja é um marco para Caroli Douces. Toda a produção da doceria, que acontece diariamente, ficará concentrada na unidade, suprindo a demanda do local e do estabelecimento em Lagoa Seca. No cardápio de Ponta Negra, o cliente vai encontrar os mesmos doces consagrados da Caroli Douces de Lagoa Seca. Trata-se de mais 80 itens, entre bolos, tortas, cheesecakes, brownies, sobremesas geladas e outros doces. Só de tortas, feitas

24


Ambiente amplo e bonito atraiu muita gente nos primeiros dias, garantindo o sucesso da casa

Bolo de frutas vermelhas

Bolo de ovomaltini com ninho e morango

artesanalmente, há 20 sabores. A loja ainda oferece alguns salgados. O destaque da loja é sua grande vitrine – de seis metros de extensão –, onde os visitantes podem literalmente “comer com os olhos” antes de fazer suas escolhas. Doces para pontaentrega também seguem em alta. É só pegar e levar, em poucos minutos. Um diferencial de Caroli Douces Ponta Negra é a parte de cafés, que foi incrementada. Além de expresso, essa seção do cardápio passa a ter outras opções, como cappuccinos especiais, chocolate quente e o Café com Borda de Nutella. A Caroli Douces Ponta Negra funciona de domingo a domingo, das 12h às 21h. Caroli Douces Ponta Negra Av. Praia de Ponta Negra, 9060 Ponta Negra - Natal/RN @carolidouces

Avalanche de Oreo

25

Taça Trufada

Deguste | Maio | 2019


FOTOS ROGÉRIO VITAL

Don Matias

amplia sua adega de vinhos

que comanda o restaurante, destaca que a adega permite um trato especial ao vinho, como fazer o controle da temperatura que as garrafas são conservadas, por exemplo. Consultor em vinhos, Gilvan Passos considera fundamental o uso de uma boa adega nos restaurantes, em especial se estiver em um local onde os clientes possam visualizar os vinhos. “Além de valorizar o restaurante esteticamente, estimula o consumo de vinho”, avalia o especialista. Gilvan aponta, também, que uma adega dá credibilidade ao estabelecimento. “O cliente sabe que naquele local o vinho está sendo tratado de uma forma especial”. Don Matias Parrilla

No desejo de conferir ainda mais destaque ao vinho, o restaurante Don Matias Parrilla reformou sua adega. O equipamento foi ampliado e reinaugurado, em abril, com capacidade para mais 100 garrafas, totalizando 380. O estabelecimento aproveitou a ocasião para renovar sua carta de vinhos, que passa a ter cerca de 100 rótulos, entre espumantes, brancos, tintos e digestivos. Foi a primeira mexida substancial na carta desde que o Don Matias foi aberto, no início de 2018. A carta oferece vinhos dos principais países produtores. Há rótulos europeus, de Portugal, Itália, França e Espanha, e sul-americanos, de Brasil, Chile, Argentina e Uruguai, além de sul-africanos. A adega do Don Matias é semelhante a uma vitrine e fica em posição estratégica no salão principal do restaurante, à vista dos clientes. Ela é toda feita de vidro. O empresário José Matias Medeiros de Carvalho,

Adega tem rótulos dos principais países produtores

Deguste | Maio | 2019

Av. Praia de Ponta Negra, 8888 Ponta Negra - Natal/RN Fone: (84) 3322-9800 @donmatiasparrilla Don Matias Parrilla

26

Matias Medeiros de Carvalho investe no vinho de qualidade


27

Deguste | Maio | 2019


Camarão do Tuca fortalece marca após migrar para Capim Macio FOTO ROGÉRIO VITAL

Tuca, o filho Caio Édson e a esposa Edna Bezerra

FOTOS KAMILO MARINHO

Grelhados do Chef

Em 2009, José Germano Filho, o Tuca, transformou o hobby de cozinhar em negócio empresarial. Perto da sua casa, no bairro de Dix-sept Rosado, em Natal, montou o Camarão do Tuca, nome sugerido pelos primeiros clientes, e persistiu. Hoje, quase dez anos depois, o empresário colhe os frutos da iniciativa com um restaurante bem frequentado e elogiado em Capim Macio, na capital potiguar. O bairro da zona sul natalense foi o local escolhido por Tuca, há três anos, quando ele conseguiu fortalecer a marca do restaurante a ponto do antigo local ficar pequeno para o grande fluxo de clientes. Assim, ele migrou a estrutura para um amplo imóvel, o que fez o restaurante ficar ainda mais conhecido e movimentado. Com a casa consolidada, Tuca já toca um projeto para reestruturação do restaurante. Até o final do ano vai criar ambientes climatizados, uma sala de espera e uma brinquedoteca (já em funcionamento). O Camarão do Tuca é uma empresa familiar. A esposa de Tuca, Edna Bezerra, comanda a cozinha junto com ele. O filho, Caio Édson de Lima, que desde os nove anos de idade convive com a operação do restaurante, atualmente toca a parte administrativa. Outros parentes de Tuca também estão na equipe de colaboradores. FOTO ROGÉRIO VITAL

Mar e Mangue com Risoto de Caranguejo

Deguste | Maio | 2019

28

O restaurante tem uma ampla varanda


Pão italiano ao fondue

Camarão ao pesto

O restaurante trabalha com pratos em porções para compartilhar, inclusive as entradas. Nesta seção do cardápio, os destaques ficam por conta do Camarões do Engenho (camarões empanados em farinha de tapioca, servidos na taça com molho de mel de engenho) e pastéis com massa caseira recheados com carne de sol, camarão ou frango. O camarão é o carro-chefe em 11 pratos principais do cardápio. Os mais pedidos são o Camarão Internacional, o Camarão Manguezal e o Camarão ao Pesto, estes dois últimos, criações de Tuca. O cardápio ainda oferece opções com peixes, carnes bovinas e lasanhas. Três sabores de pizza (camarão, filé mignon e carne de sol sertaneja) que

eram sucesso no primeiro Camarão do Tuca permanecem no cardápio. Para fechar as refeições, o Camarão do Tuca dispõe de sobremesas assinadas por Daguia Tortas Finas, parceira do restaurante. O Camarão do Tuca abre de terça-feira a domingo, das 18h às 22h30, para jantar. Aos sábados, domingos e feriados também funciona no horário de almoço, das 11h às 15h. Camarão do Tuca

Rua Prof. Olavo Montenegro, 3017 Capim Macio - Natal/RN Fone: (84) 2030-0448 @camaraodotuca

29

Deguste | Maio | 2019


FOTOS ROGÉRIO VITAL

Canessa & Montanares Uma das mais belas lojas de vinho de Natal

inaugura loja em Petrópolis

A loja de vinhos Canessa & Montanares foi inaugurada em Petrópolis, em meados de abril, e está funcionando, desde essa data, em sistema soft opening. O estabelecimento fica em endereço nobre no bairro, em um ponto comercial na Avenida Hermes da Fonseca. Após 50 dias de obras, a loja foi aberta com uma degustação de vinhos para convidados no dia 17 de abril. O destaque do espaço é uma ampla adega. Há, ainda, uma sala para eventos como cursos, degustações e encontros de confrarias. Há sete anos no mercado, a Canessa & Montanares vive um novo momento de sua trajetória. A abertura dessa loja é fruto da parceria selada recentemente com a importadora Decanter, que poderá distribuir no Rio Grande do Norte uma vasta gama de vinhos. A empresa também ganhou uma nova sócia: Rosângela Lemos se junta aos empresários Luís Montanares e Augusto Montanares na administração. O empresário Luís Montanares destaca que a empresa tem acesso a 1.500 rótulos do portfólio da Decanter. Atualmente a Canessa conta com 250 desses em seu catálogo, mas qualquer vinho Decanter poderá ser encomendado. Luís acredita que, com essa nova loja, a Canessa & Montanares se aproximará mais do consumidor final. O segmento de restaurantes, bares e hotéis dispõem de uma carta de 80 rótulos da bebida com preços diferenciados.

Deguste | Maio | 2019

Canessa & Montanares tem, em sua equipe, o experiente consultor em vinhos Antônio Alves. Profundo conhecedor do portfólio da Decanter, o profissional foi o responsável por selecionar os vinhos que estão à venda na loja. Vinhos argentinos e chilenos são os principais destaques, além de renomados rótulos de Itália e outros países europeus. A loja atende o público de segunda a sexta-feira, das 10h às 19h; aos sábados, das 9h às 13h.

Rosângela Lemos e Luis Montanares são sócios na nova loja

30

Canessa & Montanares Av. Hermes da Fonseca, 506 Petrópolis - Natal/RN Fone: (84) 2020-6482 @canessaemontanares


31

Deguste | Maio | 2019


Papo Café Ricardo Sousa

O cantinho do café riccsb@gmail.com

Muita gente fala que sonha em ter seu cantinho do café em casa. Aquele espaço em um canto de casa com seus métodos de preparo preferidos, organizado. Um ambiente com uma decoração bacana e que seja funcional o suficiente para receber os amigos e proporcionar uma sensação de praticamente estar em uma cafeteria. Porém, diante de tantos métodos, tipos de cafés e utensílios, a dúvida da maioria dos aprecisadores é por onde começar. Vamos ver passo a passo como montar o seu cantinho do café. A primeira coisa, na minha opinião, imprescindível, é ter uma bancadinha, em que você consiga realmente preparar o seu café, sem ter que levar para outro cômodo. Caso exista a possibilidade de ter também uma pia próximo, será perfeito. O segundo passo é se perguntar qual o tipo de café você gosta mais. Café espresso, ou filtrado? No caso do espresso você vai precisar comprar uma máquina para esse fim, e um moinho de café. Preparar café espresso sem moer na hora é possível, no entanto o resultado nunca será tão bom quanto com o moinho. Caso a praticidade seja o principal objetivo, uma máquina de cápsula poderia servir. Já na opção de café filtrado, seria bom começar adquirindo seu método preferido e os filtros para ele. Caso não exista, ainda, uma preferência eu recomendo

Deguste | Maio | 2019

começar pela Hario V60, depois a Aeropress e a prensa francesa. Além disso você vai precisar de uma balança para pesar a água e o café , além de uma chaleira para esquentar a água. Eu particularmente gosto das elétricas, pela velocidade que esquentam a água e praticidade. O moinho para o café coado também é uma ótima aquisição, mas caso você opte em não comprar, procure cafés que tenham uma data de moagem o mais recente possível. Que café comprar, vai depender muito do seu gosto pessoal. Café não é tudo igual, então compre marcas diferentes, pelo menos até conseguir perceber a diferença entre eles. Prove em diversas cafeterias para construir um repertório. Opte pelos cafés especiais, por serem de qualidade excelente e evite os tradicionais. Os detalhes dos cafés especiais estarão descritos no rótulo. Aos poucos você perceberá qual o café será o seu preferido. Você vai precisar também de alguns utensílios, como leiteiras, colheres, polvilhadores, para canela em pó ou cacau, xícaras e pires. Devem ficar sempre à mão. Não faz sentido você ter que ir até a cozinha para buscar os objetos para preparar o café no seu cantinho. Disponha tudo pertinho e prepare o café ali mesmo, para você, ou para os amigos. E, sem esperar, você se tornará um barista!

32


33

Deguste | Maio | 2019


FOTOS ROGÉRIO VITAL

Cocar São mais de 40 combinações de açaí e 36 de pizza, entre salgadas e doces

Açaí e Pizzaria Açaí e pizza caminham juntos e dão certo em São José de Mipibu. São os carros-chefes do Cocar Açaí e Pizzaria, que em março passado completou sete anos de história na Rua 26 de Julho, no Centro. Crescendo a cada ano, o estabelecimento é uma referência na cidade e deverá virar restaurante em 2020. É o que pretende o chef Paulo Vito Xavier, que está à frente do Cocar. Paulo Vito nasceu em São José de Mipibu e cursou psicologia em Natal. Todavia a área gastronômica era a que mais lhe encantava. Por isso, já com o Cocar em funcionamento, ele decidiu se formar em Gastronomia. Com o conhecimento técnico, Paulo Vito começou, então, a incrementar o cardápio do Cocar, que nos primeiros dois anos – ainda quando se chamava Açaí da Tia – se limitava ao produto açaí. Com o Cocar, o chef inseriu sanduíches e depois pizzas. Mais recentemente, também acrescentou opções para o início da noite. A pizza do Cocar tem sua própria identidade. É feita com massa rústica e molho de tomate caseiro. Além disso, muitos sabores surgiram da criatividade do chef. A Baronesa, por exemplo, uma das mais pedidas, leva molho, frango, carne de sol, muçarela, champignon e azeitona. Já a Churrasco do Cocar tem molho, muçarela, contra-filé, calabresa, cebola, pão de alho e cebolinha. O cardápio conta com 36 sabores de pizza, sendo 28 salgadas e 8 doces. Os discos podem ser pedidos em três tamanhos. Os açaís do Cocar chamam atenção pela beleza da montagem. O produto fica disponível em vários tamanhos, entretanto, apenas à la carte. É, dessa forma, que o chef Paulo Vito capricha na apresentação. Trata-se de mais de 40 combinações com açaí. Os sanduíches, que também fazem o maior sucesso, levam hambúrguer caseiro. E, no cardápio, ainda há hot dogs. Inclusive um em versão gigante,

Deguste | Maio | 2019

é referência em São José de Mipibu

com quatro salsichas. As novas opções do cardápio são tapiocas, pães de alho recheados, cuscuz e escondidinhos, além de cervejas especiais. O Cocar funciona de quinta a terça-feira, das 17h às 22h.

O ambiente é rústico e aconchegante

O chef Paulo Víto comanda a casa

34

Cocar Açaí e Pizzaria Rua 26 de Julho, 76 - Centro São José de Mipibu/RN Fone: (84) 99188-6067 @cocar_acai


35

Deguste | Maio | 2019


Gabi

Crav&Canela comemora 15 anos com novo visual

Embalagem especial para comemorar a data de 15 anos da Gabi

O empresário Antônio Eriberto Rego

Deguste | Maio | 2019

36

Em maio de 2004, surgia no mercado potiguar a Gabi Crav&Canela, uma bebida feita à base de cachaça que, aos poucos, conquistou fãs em todo o estado e pelo Brasil afora. Prestes a completar 15 anos, em comemoração à data, a marca está apresentando ao público um novo visual para os seus rótulos. A embalagem foi reestilizada pela empresa Infinita Imagem. Foi a primeira vez, desde a sua criação, que a Gabi Crav&Canela teve seu rótulo modificado. As garrafas com o novo visual já começaram a circular nos pontos de venda parceiros. O proprietário da Gabi, Antônio Eriberto Rego, está entusiasmado com a mudança e acredita que a empresa poderá ganhar novos mercados com a modernização da marca. Produzida em Parnamirim, a Gabi Crav&Canela conta com comercialização em Natal, praias do litoral e interior, disponível em grandes redes de supermercados, distribuidoras e em lojas com produtos para turistas. A marca tem presença em outros estados, como Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. A Gabi Crav&Canela é elaborada com uma receita do próprio Eriberto Rego, que a criou no início dos anos 2000 de forma despretensiosa para reuniões entre amigos. Ela foi aperfeiçoada e, desde 2004, segue a mesma receita. A Gabi é feita à base de cachaça, obtida da destilação fracionada em alambique de cobre, e este processo é o coração da bebida. Os outros ingredientes dão a personalidade à bebida: o puro sumo de limão extraído no mesmo dia em que é colhido, o mel de abelhas composto da florada predominante em marmeleiro, o chá de ervas, o gengibre e as especiarias cravo e canela. De aroma e buquê único e marcante, porém suave e delicado devido à harmonia entre os ingredientes 100% naturais, a cor e o sabor da Gabi são obtidos naturalmente. A bebida é oferecida em garrafas de 700 ml, 500 ml, 275 ml, 170 ml e 50 ml, inclusive com versões para serem compradas como souvenir. Além da tradicional, há uma Gabi Gabi Crav & Canela Crav&Canela Rua Angicos, 70 envelhecida durante Nova Parnamirim - Parnamirim/RN Fones: (84) 3608-5115 | 99407-5127 um ano em barril www.coracaodealambique.com.br de bálsamo.


37

Deguste | Maio | 2019


FOTOS ROGÉRIO VITAL

Agaricus

lança menu executivo no almoço

Boa notícia para quem almoça com frequência em Petrópolis. O Agaricus, um dos mais tradicionais restaurantes à la carte da cidade, lançou um serviço de menu executivo no horário do almoço, de terça a quinta-feira. Pelo novo serviço, o cliente escolhe uma das 8 opções do Menu Executivo de Grelhados e, como acompanhamento, pode se servir à vontade no bufê fixo de guarnições do salão, que possui várias opções de massas, saladas, legumes, entre outros saborosos itens. A ideia é dar aos muitos clientes do Agaricus que frequentam Petrópolis/Tirol uma opção de almoço com maior rapidez por causa da hora de voltar ao trabalho no horário da tarde. A criação do cardápio de Grelhados Executivo não interfere no cardápio tradicional da casa, que continua sendo servido de terça-feira a domingo normalmente. As opções de grelhados são Sobrecoxa de frango, Tilápia, Salmão, Costelinha de porco ao molho barbecue, Contra-filé, Carne de Sol Angus, Escalope de filé e Mini picanha. Os preços variam de R$ 22,90 a R$ 44,90. Nas sextas-feiras, o bufê fixo no salão continua funcionando. Todavia, ele está atrelado à promoção dos Cortes Especiais, que fazem parte do cardápio tradicional do Agaricus. É lá e onde estão alguns dos itens mais pedidos da casa.

Lá no alto, fatias de Mini Picanha. Logo acima, Carne de Sol Angus, grelhados do executivo

Agaricus é um dos restaurantes mais tradicionais de Natal, na Avenida Afonso Pena, em Petrópolis

Deguste | Maio | 2019

38

Agaricus Restaurante Av. Afonso Pena, 529 Petrópolis - Natal/RN Fone: (84) 3211-4796 @agaricusrestaurante


39

Deguste | Maio | 2019


Deguste | Maio | 2019

40


41

Deguste | Maio | 2019


N Wines

abre seu showroom em noite festiva para convidados Em clima de festa grandiosa, a importadora N Wines abriu, oficialmente, no final de março, o showroom em Candelária, na Avenida da Integração. O evento foi prestigiado por clientes da empresa, jornalistas e formadores de opinião da capital potiguar. A N Wines recepcionou os convidados com degustação de vinhos de seu catálogo que é exclusivo de rótulos portugueses - e um impecável bufê de pães, frios e antepastos. Dez rótulos da bebida, representando as regiões produtoras que a empresa trabalha, foram colocados à prova. A inauguração contou com a presença do português Antônio Parente, proprietário da Gilvan Passos, Marcellla Carvalho, Antônio Parente e Milena Nicácio N Wines, que fez questão de vir ao evento. Antônio Parente comanda, em Portugal, a vinícola Quinta de São Sebastião. Foi com ela que o empresário começou a importar vinho para o Brasil, através da Natalgest, empresa criada para esse fim por ele mesmo e que funcionou de 2016 a 2018 tendo Natal como sede. Após selar parceria com outras duas vinícolas portuguesas, a Casa Santa Vitória e Lua Cheia em Vinhas Velhas, das regiões do Alentejo e de Vinhos Verdes, Antônio Parente ampliou o negócio e fundou a N Wines, mantendo Natal como base. Ele explicou que possui negócios na cidade há 25 anos e acredita no local como Mesa de frios colocada à disposição dos convidados ponto para distribuição para outras partes do Brasil, que é de suma importância para o vinho português. Passos, que fica responsável pela capacitação da O empresário ainda informou que a N Wines já equipe de vendas da empresa, bem como das brigadas tem negócios nos estados do Rio de Janeiro, Paraíba dos restaurantes parceiros. O especialista também e Distrito Federal, além do Rio Grande do Norte. viajará pelo país para apresentar os rótulos do O showroom inaugurado vai aproximar a N Wines portfólio N Wines, que são mais de 30 no momento. do chamado consumidor final, de acordo com Milena A loja da N Wines é equipada com uma sala para Nicácio, administradora da empresa. eventos, que a empresa pretende oferecer cursos e A N Wines tem em sua equipe o consultor Gilvan degustações relacionadas ao vinho. N Wines

Av. da Integração, 2179 Candelária - Natal/RN Fone: (84) 2030-0067 @nwinesbr

Inauguração foi prestigiada pelo mercado de Natal

Deguste | Maio | 2019

42


ALMOÇO BASILICO’S:

AOS DOMINGOS.

SEU DIA NÃO SERÁ MAIS O MESMO.

43

Deguste | Maio | 2019


Deguste | Maio | 2019

44


45

Deguste | Maio | 2019


Saberes do Vinho do vinho rosado é sem dúvida a sua maior riqueza. Ele é, efetivamente, o marco zero na escala de harmonização, combinando com pratos muito leves até pratos mais estruturados onde os brancos se sentiriam intimidados, e no outro extremo da escala, combinando com pratos que se inclinam para os tintos, indo até onde alguns tintos seriam desastrosos. Para ser mais preciso quanto as iguarias, os vinhos rosados passeiam bem pelo sushi e sashimi, ovas de pescados em geral, mexilhões, mariscos, caldos e sopas, pescados leves e frutos do mar em geral, chegando a peixes mais calóricos como o salmão e o atum. Além do bacalhau em diversas preparações, adentrando daí em diante na esfera dos tintos, com massas com molhos vermelhos: pomodoro, bolognesa, queijos frescos e de meia cura, carnes brancas: aves e porco, e algumas carnes vermelhas com menos intensidade de sabor. Isso tudo apenas variando a intensidade de cor do vinho rosado, haja visto que, quanto mais contato com as cascas no momento da fermentação, mais extração e mais corpo, e quando menor for o contato, mais leveza e menos cor. Os rosados mais leves, estilo Provence, são perfeitos para se apreciar a céu aberto, em dia de sol com muita luz, e aconselhadíssimos como aperitivo e para as entradas mais leves. Já os rosados mais macerados, são os vinhos de mesa, mais sérios, que combinarão com os pratos de maior estrutura, e entre um extremo e outro das cores possíveis num vinho rosé, são muitas as opções à mesa e as ocasiões para a apreciação.

Gilvan Passos

Instagran: gilvandelospassos

Vinhos Rosados

A Versatilidade Gastronômica dos Antes de falar da versatilidade gastronômica do vinho rosé, cabe esclarecer que “rosé” ou “rosado”, é um estilo ou tipo de vinho que se enquadra na categoria dos vinhos tranquilos. As castas ou variedades de uvas utilizadas para a feitura desses vinhos são essencialmente tintas, de cuja pele (casca), vermelha escura, bordô, vermelho azulada ou mesmo negra, se extrai, por diversos métodos, através de uma curta maceração pelicular, a cor rósea desejada pelo enólogo ou produtor. Depois, cumpre dizer que não se trata de vinhos apenas para as mulheres, como defendem alguns conceitos machistas encorajados por sua leveza e cor pink feminina, porque a função maior do vinho cumpre-se à mesa, e sua melhor percepção depende do contexto da apreciação, sendo esses os critérios mais importantes a considerar. E, por último, cabe chamar atenção para a qualidade desse estilo de vinho que, atualmente, diferentemente dos rosados produzidos no passado, apresentam uma qualidade média muito superior. No entanto, a vasta possibilidade de harmonização

Deguste | Maio | 2019

46


47

Deguste | Maio | 2019


Deguste | Maio | 2019

48

Profile for Revista Deguste

Revista Deguste - Maio 2019  

Confira o que foi destaque na edição de maio de 2019 da Revista Deguste

Revista Deguste - Maio 2019  

Confira o que foi destaque na edição de maio de 2019 da Revista Deguste

Advertisement