Page 1


DEGUSTE • maio • 2013

3


Espaço do Leitor

Cardápio

Deguste

Leitor Premiado

GASTRONOMIA POTIGUAR

Maio de 2013 - ano 9 - edição 94

10 Sushideli completa um ano

A Revista DEGUSTE é uma referência que muito agrada aos amantes da gastronomia potiguar. Parabéns pelo trabalho que encanta a todos. Cláudio M. Santos - Empresário Tirol - Natal/RN O empresário Cláudio M. Santos (à direita na foto) foi escolhido o leitor do mês da revista DEGUSTE e, como brinde, recebeu do consultor Ênio Rodrigues, do Magazzino Vinhos & Cozinha, o rótulo Viu Manent Cabernet Sauvignon 2011, produzido no Chile.

26 O bairro de Capim Macio ganha A Cozinharia

Fico surpresa todos os meses quando pego a DEGUSTE para ler e me deparo com a quantidade de novos restaurantes que estão surgindo em Natal. Márcia Carvalho - Secretária Via e-mail A DEGUSTE apresenta para os seus leitores os melhores roteiros gastronômicos da cidade. É o primeiro guia a qual recorro quando quero apreciar uma culinária especial. Parabéns! Paula Medeiros - Administradora Capim Macio - Natal/RN Grandes momentos a gente vive em grandes lugares. Para escolher um novo lugar que valha à pena em Natal, eu indico a leitura da Deguste, sempre em dia com as novidades gastronômicas da cidade. Andréia Ramos - Jornalista Lagoa Nova - Natal/RN

30 Rock Dog Café reabre na Amintas Barros

08 Produmar abre loja na Rua Chile 12 Fritss se prepara para abrir terceira loja em Natal 14 Chef’s Bistrô contrata Sanylle Faraj 20 O Cruzeiro do Pescador, na Pipa

Nossa Capa Robalo Grelhado , por Sanylle Faraj, do Chef’s Delicatessen Bistrô Foto: Rogério Vital Produção: Benício Siqueira

xx

GUSTE • maio • 2013 4 DECafé Rock Dog reabre na Avenida

22 Matracas abre outra loja no bairro de Capim Macio 28 Começou o Brasil Sabor 2013 38 TrèsChic é o primeiro Nail Bar de Natal Seções 05 Pelos Restaurantes 18 Gastronomia & Letras 32 Meu Roteiro Gastronômico

36 Saberes do Vinho 42 Opinião 50 Folhas de Cuba


Pelos Restaurantes... Luís Benício Tavares Siqueira - tbenicio@uol.com.br

Adega São Cristóvão é distribuidora da Casa Valduga FOTOS ROGÉRIO VITAL

Vinhos da Casa Valduga, reconhecidamente entre os melhores produzidos no Brasil, agora são vendidos em Natal pela Adega São Cristóvão, do empresário Alexandre Santana

O empresário Alexandre Santana, proprietário da Adega São Cristóvão, fechou parceria com a vinícola gaúcha Casa Valduga, uma das mais importantes do Brasil. Agora, o empresário será representante exclusivo da marca em Natal. Mais de 30 rótulos, todos de alto nível, já estão disponíveis para o público natalense, desde o mês de abril. “A gente trabalhou com a Casa Valduga no passado, mas, há três anos, ficamos apenas com a Domno, que é do mesmo grupo, mas atua como importadora. No ano passado, no entanto, a Casa Valduga nos procurou para que fosse feita a representação e, agora em abril, nós iniciamos a distribuição”, declarou Alexandre Santana. A Casa Valduga tem sua produção de espumantes concentrada no método Champenoise, que gera vinhos de maior qualidade. Um deles, que está disponível na Adega São Cristóvão, é o Espumante 130. A história da Casa Valduga começou em 1875, quando a família Valduga chegou ao Brasil vindo da Itália. Hoje, a vinícola é comandada pelos irmãos Erielso, Juarez e João Valduga. Adega São Cristóvão Avenida da Integração, 2179 Candelária - Natal/RN Fone: (84) 4006-6370

5

DEGUSTE • março • 2011

5


Da Redação

Vinho, aventura e novidades Quem gosta de vinho tem motivos para comemorar o mês de maio. A loja Grand Cru, uma das principais de Natal, vai promover uma grande feira com presença de vários produtores, no dia 25 deste mês, no Spaço Guinza, na Via Costeira. Evento que vai reunir realmente os verdadeiros apreciadores da bebida na cidade. Se você quer uma dica diferente de restaurante para incluir em seu roteiro gastronômico, dê uma olhada na reportagem que fala do Cruzeiro do Pescador, na Pipa, uma casa cujo dono é filho de portugueses e que mantém um menu degustação só de pescados e frutos do mar. Outra novidade desta edição da Revista DEGUSTE é a reabertura do Rock Dog Café, na

Avenida Amintas Barros, em Lagoa Nova, um lugar especial da cidade, ótimo para quem gosta de charme, sossego e boa comida. Vale também uma olhada na matéria que trata do novo restaurante de Natal, o A Cozinharia, dos chefs Cacau Wanderley e Gabriel Camilo, que montaram um cardápio interessante em um lugar charmoso. Outras muitas surpresas e dicas gastronômicas você encontra nesta edição da DEGUSTE. Boa leitura e bom apetite!!! FOTO CANINDÉ SOARES

Luís Benicio T. Siqueira Diretor Executivo

Expediente

Deguste

Revista de Gastronomia

Diretor Executivo Luís Benício Tavares Siqueira (84) 9172-6375 benicio@revistadeguste.com Diretor de Redação Washington Rodrigues (84) 9904-9683 wrrodriguescom@yahoo.com.br Jornalista Thyago Macedo thyagomacedo@revistadeguste.com

Av. Jaguarari, 4990, Lj 28 - Lagoa Nova - Natal/RN - CEP 59054-500 Fones (84) 3234.5566 - www.revistadeguste.com Diretor de Arte Edílson Martins de Araújo

Revisão Rejane Souza

Comercial (comercial@revistadeguste.com) Carlos Brumatti - (84) 9688-4020 carlosbrumatti@revistadeguste.com

Fotografia Rogério Vital foto@rogériovital.com.br Canindé Soares fotografia@canindesoares.com

Nicolas Rombotis - (84) 9907-6444 nicolas@revistadeguste.com

www.revistadeguste.com No twitter - @revistadeguste facebook.com/revistadeguste

Os textos assinados não refletem necessariamente a opinião da revista, sendo de inteira responsabilidade de seus autores.

6 DEGUSTE • maio • 2013

Washington Rodrigues Diretor de Redação

Colaboradores Arthur Coelho Gilvan Passos Déborah Massud

Tota Barbosa Paulo Guillén

Revista Deguste Gastronomia Potiguar é uma publicação mensal da Deguste Comunicação, Assessoria e Marketing Ltda. Tiragem 5 mil exemplares


DEGUSTE • junho • 2012

7


Arimar França Filho administra a Produmar

Produmar tem loja para varejo na rua Chile FOTOS THYAGO MACEDO

Uma das principais empresas de exportação de pescados do Rio Grande do Norte, a Produmar abriu uma loja na rua Chile, na Ribeira, para atender ao mercado varejista. Diariamente, a loja dispõe de peixes, camarões e lagostas frescas para chefs de restaurantes, hotéis, donas de casas e todo o público gourmet, que procura pescados de alto nível. Arimar França Filho, que administra a empresa, explica que a qualidade do que é vendido na loja é a mesma dos produtos de exportação. “Posso assegurar que o mesmo padrão de peixe que é exportado é vendido na loja. Temos, na verdade, uma loja da fábrica, o que torna o preço até mais acessível do que em outros estabelecimentos”. A Produmar foi fundada em 1970, pelo empresário Arimar França, já falecido. Atualmente, a empresa é administrada pelos filhos, Arimar Filho e Rayana França, e pela matriarca Juracy França. A Produmar dispõe de 100 produtos diferentes, com vários tipos de peixes, com cortes especiais, bem como lagostas e camarões, e já tem em sua lista de clientes váriosrestaurantes, dentre eles: Mangai,Camarões, Abade, Piazzale e Tapas. Todos os dias produtos frescos saem da Produmar para países da América do Sul, Europa, Estados Unidos e até mesmo Oriente Médio. A empresa dispõe de 45 barcos, entre próprios e terceirizados, realizando pescas em alto mar e compra de camarões de viveiros. Já consolidada no mercado externo, a Produmar também foca no mercado interno, por isso, abriu a loja da rua Chile, no ano passado. O horário de funcionamento é de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h30, e aos sábados, das 8h às 12h. Arimar Filho informa que a loja está atendendo alguns dos principais restaurantes de Natal, como Mangai, Camarões, Abade e Piazzale.

Produmar Nova loja da empresa, na Ribeira, vende produtos frescos direto para os restaurantes

8 DEGUSTE • janeiro • 2013

Rua Chile, 116 Ribeira – Natal/RN Fone: (84) 4006-2030


DEGUSTE • janeiro • 2013

9


Sushideli completa um ano FOTOS ROGÉRIO VITAL

Sushideli começou somente como delivery e, com o sucesso do primeiro ano, virou restaurante e, agora, abre para almoço e jantar

Para comemorar o primeiro ano de funcionamento do Sushideli, cuja data é 14 de maio, os empresários Eduardo Balbinot e Salomé Câmara decidiram abrir o restaurante para almoço, de segunda a sexta-feira, e funcionar também no jantar dos domingos. Quando o Sushideli foi inaugurado, na avenida Amintas Barros, em Lagoa Nova, o espaço era pequeno e apenas servia para que os clientes que fizessem encomendas pudessem esperar na própria loja, caso não quisessem que o pedido fosse entregue em casa. Em março de 2013, porém, a casa passou por uma reforma, foi ampliada e recebeu uma área climatizada com mesas, para que as pessoas comessem no próprio local. O sucesso no atendimento in loco estimulou Eduardo e Salomé a aumentar os horários, mantendo, no entanto, o foco de ser uma empresa especializada em delivery. “Como a gente agora está com as mesas, decidimos abrir no horário do almoço, de segunda-feira a sexta-feira, das 11h às 14h. Teremos todos os pratos do cardápio da noite, com linha de sushis especiais, mas também vamos colocar alguns pratos executivos”, explica Eduardo Balbinot. O novo horário de almoço passa a valer no dia 13 de maio, e também dá aos clientes a possibilidade de acessar o delivery neste horário. No dia 19 de maio, um domingo, a casa começará a funcionar ininterruptamente todos os dias da semana no horário do jantar. “Nós estávamos funcionando de segunda a sábado, das 18h às 23h30, mas as pessoas também pediam que abríssemos aos domingos”, explicam os empresários.

10 DEGUSTE • janeiro • 2013

Salomé e Eduardo comemoram o sucesso da casa com mais trabalho

Sushideli Natal Av. Amintas Barros, 3486 (loja 3) Lagoa Nova – Natal/RN Fone: (84) 3322-2887 Facebook: SushideliNatal Twitter: Sushidelinatal


DEGUSTE • fevereiro • 2013

11


Fritss abre nova loja em Lagoa Nova FOTOS THYAGO MACEDO

Especializada em venda de frango frito, a Fritss se prepara para inaugurar a terceira loja. Abaixo, a empresária Gabriela Melo, que comanda o projeto

12 DEGUSTE • maio • 2013

A venda de frango diferenciado, priorizando a higiene, a segurança alimentar e, principalmente, a praticidade, tem conquistado cada vez mais o público natalense. Foi isso que fez com que a Fritss Best Hot Chicken, empresa especializada nesse serviço, abrisse uma nova loja, desta vez no bairro de Lagoa Nova, na avenida Senador Salgado Filho. A loja inicial da marca funciona na avenida Ayrton Senna, no bairro de Neópolis, inaugurada em junho do ano passado. A empresária Gabriela Melo, que comanda o projeto, conta que o público tem procurado, cada vez mais, pelo frango de rua, porém, além de querer atendimento prático e rápido, os clientes também exigem boas condições de higiene e produto de qualidade. Esse serviço diferenciado é oferecido pela Fritss, que fornece seus produtos em embalagens especiais, bem como dispõe de estufas nas duas lojas para guardar os frangos, respeitando as regras de manuseio de alimentos. E o preço praticado é acessível e dentro dos padrões do mercado. A partir de R$ 18,00. A empresa dispõe dos frangos tradicionais, porém, trabalha com diferenciais como o Frango Croc, que é o filé de peito de frango empanado, que pode ser acompanhado de três tipos de molhos: o rosé, o barbecue e o indiano. Outras possibilidades são o Fritss à passarinho, as Tulipinhas e o Frango Especial, que é recheado com bacon e queijo de coalho. A segunda loja da Fritss abriu no dia 8 de abril e funciona no posto São Luís, na Av. Salgado Filho, um dos mais movimentados de Natal. O espaço, também, dispõe de mesa para os clientes que quiserem degustar os produtos no próprio local. Além disso, a Fritss Best Hot Chicken oferece os serviços de delivery, com entrega em toda Natal. Em breve, de acordo com Gabriela Melo, a empresa abrirá a terceira loja, desta vez, no bairro de Petrópolis. A expectativa é que em três meses o ponto esteja pronto. Aliado a isso, surgirão novidades no cardápio de toda a rede Fritss.

Fritss Best Hot Chicken

Avenida Ayrton Senna

Avenida Salgado Filho Posto São Luís (Ao lado do Habib’s) Lagoa Nova – Natal/RN Fone: (84) 8803-2301

Posto Ipiranga (Próximo à DP de Neópolis) Fone: (84) 8803-2301 Facebook: Fritss


DEGUSTE • abril • 2013

13


Chef Sanylle Faraj assume a cozinha do Chef’s Delicatessen Bistrô FOTOS BENÍCIO SIQUEIRA

Acima, Steak Tartar com creme de aspargos e chips de batata. Abaixo, Robalo grelhado com crosta de alho poró, lâminas de batata em manteiga de ervas e funghi porcini

14 DEGUSTE • maio • 2013

Uma das novidades mais interessantes do mundo gourmet em Natal, nos últimos meses, foi a chegada da chef Sanylle Faraj ao Chef ’s Delicatessen Bistrô, do empresário José Carlos Morais, em Ponta Negra. Apesar de bem jovem, Sanylle é uma chef experiente, com passagens por ambientes importantes da gastronomia potiguar. Além de ter coordenado alguns festivais gastronômicos, ela também foi a chef que criou e inaugurou o cardápio do Guinza do Shoppng Midway e do Piazza Dei Fiori, duas casas respeitadas na cidade. “Sem dúvida, ela tem competência para assumir a cozinha do Chef’s e, principalmente, se encaixa no perfil jovem e contemporâneo da casa”, comemora o empresário José Carlos. Sanylle é formada em Administração, e estudou Cozinha Internacional – CCI, no Senac de Águas Claras, em São Paulo, curso de dois anos e meio. Filha do empresário Wald Faraj, criador do Festival Gastronômico de Martins, Sanylle decidiu ajudar o pai nos festivais e, a partir de 2010, entrou de vez na gastronomia. No grupo Guinza, ela montou e treinou a equipe da unidade do shopping Midway e criou o cardápio do Spaço Guinza, na Via Costeira.


Outra passagem importante do seu currículo é a consultoria para o restaurante da Pousada Pedra Grande, em Monte das Gameleiras. “No início deste ano, estava pensando em continuar apenas fazendo consultoria e não assumir compromisso fixo com nenhum restaurante, mas surgiu o convite de Zé Carlos e me encantei com a proposta da cozinha do Chef’s”, revela Sanylle. “Teremos novidades em cada segmento do cardápio, com pratos novos. Vamos organizar tudo minuciosamente para que, em junho, no aniversário de três anos, podermos apresentar todas as novidades, como já fazemos, tradicionalmente, no Dia dos Namorados”, completa o empresário José Carlos.

A jovem chef Sanylle Faraj comanda, agora, a cozinha de um dos melhores bistrôs de Natal

Chef’s Bistrô Edifício Duna Barcani Av. Engenheiro Roberto Freire, 3112 Ponta Negra – Natal/RN Fone: (84) 3219-0633

DEGUSTE • janeiro • 2013

15


Eventos do Majestic contam com estrutura do restaurante La Brasserie Um dos principais hotéis de Natal, o Best Western Premier Majestic, tem se destacado também na realização de grandes eventos em seus salões. Além de contar com uma elegante arquitetura clássica, a casa dispõe de todos os serviços do restaurante La Brasserie de La Mer, cujo cardápio é assinado pelo chef francês Erick Jacquin. O hotel dispõe de um grande salão com capacidade para aproximadamente 400 pessoas, no entanto, de acordo com Adriana Lima, gerente de eventos, o espaço pode ser dividido em até três salões para encontros mais exclusivos. Ela explica que é possível acomodar reuniões para até cinco pessoas. O empresário Karim Gosson, um dos administradores do hotel e também do restaurante La Brasserie, destaca que os eventos são sempre acompanhados do cardápio conceituado de Erick Jacquin. “Nós temos à disposição dos clientes tanto um menu degustação, com vários pratos do nosso cardápio, como também podemos montar um Buffet para cada evento”, informa. Karim ressalta que essa flexibilidade da equipe do restaurante permite que o hotel receba desde confrarias, amostras de vinhos até reuniões de chefes de estado ou congressos. Outro ponto que agrega ainda mais va-

Bonita e elegante decoração no espaço de eventos do hotel Majestic

lor é que os salões do hotel são completamente equipados com equipamentos modernos de audiovisual, permitindo realização de conferências e palestras, por exemplo. “Sem dúvida, nós conseguimos unir aqui conforto, tecnologia, gastronomia de alto nível e a beleza arquitetônica do prédio, que foi toda desenvolvida pela arquiteta Samara Gosson”, completa Karim. Além do segmento de eventos sociais e coorporativos, o La Brasserie de La Mer ainda tem capacidade para realizar jantares especiais para grupos, com reserva antecipada. La Brasserie de La Mer Hotel Best Western Majestic Av. Eng. Roberto Freire, 8860 Ponta Negra - Natal/RN

Ambientes do La Brasserie acolhem eventos para grupos de 5 a 400 pessoas

16 DEGUSTE • maio • 2013


Borelli promoveu festival da Mangaba FOTOS ROGÉRIO VITAL

Petit Gateau de Mangaba é um dos itens mais interessantes da Borelli

Doceria funciona em uma charmosa casa da Av. Campos Sales

Como já é tradição, a doceria Borelli realizou, no mês de abril, o festival da mangaba, transformando uma das frutas mais típicas do Estado em 30 doces diferentes, que foram servidos aos clientes de sua loja de Petrópolis. Foram expostos pudins, pavês, cheesecakes, bolos e até petit gateau de mangaba, uma marca registrada da casa. A dona da Borelli, Roberta Borelli explica que a mangaba é uma fruta de referência no cardápio da empresa, presente desde o início da casa, há quase 15 anos, sendo o merengue de mangaba uma das sobremesas mais pedidas em toda a história da doceria.

Borelli Tortas Finas Av. Campos Sales, 468 Petrópolis - Natal/RN Fone: (84) 3201-2009 Twitter: @Borelli_Tortas Facebook: Borelli Tortas Finas

DEGUSTE • janeiro • 2013

17


Gastronomia & Letras Déborah Massud - deborahm@livrariasaraiva.com.br

Midway Mall - (84) 3222-4722 Natal Shopping - (84) 3235-8188 www.siciliano.com.br

Muita coisa mudou na culinária mundial nos últimos 15 anos. Por um lado, regras são quebradas, enquanto por outro, é encorajado o consumo de alimentos mais naturais, simples. O cozimento amador é tentado pelo frisson causado quando surgem novos ingredientes, mas há dúvidas de como usá-los na apresentação de seus pratos. Este livro oferece formas elaboradas e refinadas para a apresentação de pratos que permitirão a qualquer cozimento tornar-se um artista em sua própria cozinha. Um guia prático com fotos coloridas e instruções de apresentação de todos os tipos de pratos, desde a escolha da louça até os ingredientes necessários. Com várias dicas e orientações que tornam o trabalho mais fácil e com acabamento profissional. Todos os métodos apresentam indicação de nível de dificuldade, de modo que iniciantes possam começar pelas sugestões de pratos mais fáceis. Um livro que revela o passo a passo das técnicas empregadas por chefs de restaurantes sofisticados. Conhecendo métodos para a paresentação de pratos que realmente funcionem, você poderá obter lindos resultados que irão provocar e estimular o paladar de seus convidados. SEGREDOS DA APRESENTAÇÃO DE PRATOS Editora: MarcoZero Autora: Cara Hobday & Jo Denbury 176 páginas, R$ 69,90

A cura da ressaca talvez seja um dos mistérios que move gerações de cientistas e pinguços ao longo de séculos. Um dos caminhos mais certeiros para a melhora da situação precária em que nos encontramos é nos alimentarmos. Afinal, sem uma comida quentinha e restauradora, medicamento algum faz efeito. Essas e muitas outras dicas, acompanhadas por receitas práticas e causos é o que o leitor encontrará reunidos neste terceiro livro do cineasta Pedro Asbeg, que tem como finalidade máxima da obra é alimentar e curar ao mesmo tempo. Segundo o autor, “a publicação é resultado de alguns anos de uso das mais variadas elaborações alcoólicas, seguidos de inúmeros experimentos gastronômicos contra os males do dia seguinte, além de pesquisas científicas e entrevistas com mestres na arte de vencer a veisalgia - termo médico que descreve a ressaca”. Ao longo de oito divertidos capítulos como Quero minha mãe e O sol há de brilhar mais uma vez, Pedro oferece, com muito bom humor, explicações científicas sobre o que acontece com nosso corpo depois de uns bons drinks, ensinamentos de personalidades como os atores José de Abreu e Malvino Salvador, o craque de futebol, Dr. Sócrates, e o cineasta Walter Carvalho. BEBER, COMER, SOBREVIVER – COZINHANDO DE RESSACA Editora: Memória Visual Autor: Pedro Asbeg 116 páginas, R$ 35,00


DEGUSTE • janeiro • 2013

19


FOTOS BENÍCIO SIQUEIRA

Xxxxxxxxxx

Xxxxxxxxxx

Cruzeiro do Pescador na Pipa

U

Um restaurante com característica intimista e comida de qualidade, na Praia da Pipa, é o Cruzeiro do Pescador, localizado na estrada que dá acesso ao Chapadão. A casa, aberta no ano de 1996, pertence ao empresário e publicitário paulista Daniel Felipe Rios, que veio para o RN em 1995 gerenciar um restaurante, mas se apaixonou e decidiu abrir o próprio negócio. Ao longo desses 17 anos, o restaurante passou por quatro endereços, no entanto, há oito está localizado na rua dos Concrizes, no caminho do Chapadão da Pipa. Daniel Felipe é filho de portugueses e também é fascinado pela cozinha, colocando a mão na massa e preparando os pratos do Cruzeiro do Pescador junto com a equipe. O restaurante tem como foco os frutos do mar, dispondo, por exemplo, de seis pratos com camarão, mais quatro com peixes, além de opções com lula, polvo, ostras e mexilhões. Outras possibilidades são os pratos com carnes, como carneiro e até mesmo carne de coelho, além, é claro de lagostas. Daniel oferece ainda aos clientes a possibilidade de degustar um menu completo, batizado de “Seleção do Mar”, cujo primeiro prato é feito com ostra, camarão e legumes. Já o segundo é servido com lagosta e legumes e, o terceiro, é um peixe aberto, acompanhado de lula, polvo e legumes. Todo esse menu é feito na brasa, em um braseiro montado no próprio salão do restaurante. Outro destaque do cardápio do Cruzeiro do Pescador é a sobremesa especial da casa, o mousse de fruta-pão flambada. O restaurante é pequeno, atendendo aproximadamente 20 pessoas, porém, sobressai-se na ambientação com contornos rústicos, tendo vários elementos decorativos e, inclusive, sendo iluminado com luzes de velas, o que deixa a casa ainda mais aconchegante. A casa abre para almoço e jantar, todos os dias, sendo almoço, das 13h às 17h, e o jantar, das 19h às 22h30. O restaurante também já recebeu indicação do Guia Quatro Rodas. Atualmente, o Cruzeiro do Pescador tem 80% da clientela de turistas, vindos de estados como Brasília, São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Pernambuco. Por isso, Daniel aconselha fazer reserva.

O Cruzeiro do Pescador funciona no caminho do Chapadão

20 DEGUSTE • maio • 2013

Uma das opções é o menu completo, chamado de “Seleção do Mar”

A ambientação é rústica e repleta de elementos exóticos

Daniel Felipe Rios é filho de portugueses e atua como chef de cozinha

Cruzeiro do Pescador Rua dos Concrizes, 01 (Chapadão) Praia da Pipa – Tibau do Sul/RN Fone: (84) 3246-2026 / 9121-6485


DEGUSTE • janeiro • 2013

21


FOTOS ROGÉRIO VITAL

Pizzaria Matraca’s abre nova loja em Capim Macio A pizzaria Matraca’s, que há 13 anos funciona em Neópolis, por trás da igreja católica, abriu uma segunda loja no bairro de Capim Macio, na rua Dr. Alexander Fleming (aquela que começa na lateral do Armazém Pará na Av. Engenheiro Roberto Freire). “Quando começamos em 2000, em Neópolis, trabalhávamos apenas com delivery. Porém, em 2003, o serviço foi ampliado e passamos a atender com mesas. De lá para cá, o movimento só cresceu e o espaço começou a ficar pequeno. Os clientes sempre diziam que deveríamos ampliar a loja ou então abrirmos em outro ponto. Por isso, decidimos lançar a segunda loja da Matraca’s”, revela a empresária Márcia Regina Burda, fundadora da marca, que morava em Cuibá e chegou ao Rio Grande do Norte no ano 2000. A empresária trabalha com o filho Guilherme Caron Burda e com o irmão, Altair da Paixão, e é ela própria que manuseia a massa das pizzas. “É um segredo de família”, diz. A nova loja da Matraca’s é maior do que a matriz, tendo capacidade para aproximadamente 70 pessoas. Outra novidade é o forno especial adquirido para a pizzaria, que foi fabricado em São Paulo e, atendendo aos padrões ecologicamente corretos, ele assa as pizzas mais rápido sem esquentar o ambiente. O cardápio inclui 31 opções de pizzas tradicionais, outras 12 especiais e também sete tipos de pizzas doces. A grande aposta da casa tem sido a pizza de strogonoff, nas versões carne, frango e camarão. “Por aqui esse estilo ainda não é muito conhecido, mas os pedidos dela têm aumentado”, completa Márcia Regina. Márcia Burda criou, há 13 anos, a Pizzaria Matraca’s e, hoje, seu filho, Guilherme Burda, ajuda na administração da nova casa, em Capim Macio

Pizzaria Matraca’s

O ambiente da pizzaria Matraca’s tem uma decoração rústica. Ao lado, o forno que não esquenta o ambiente

22 DEGUSTE • maio • 2013

Rua Dr. Alexander Fleming, 1874 Capim Macio – Natal/RN Fone: (84) 2020-5280 Rua Rondônia, 422 Neópolis – Natal/RN Fone: (84) 3086-0057 (Delivery)


23


Aromas de Café Paulo Guillén - paulo@genotl.com.br

Robusta x arábica Os cafeeiros são plantas tropicais da família das rubiáceas, originárias do continente africano. Das várias espécies existentes, poucas dão bebidas de qualidade para consumo humano e apenas duas são utilizadas em escala comercial: a Coffea Canephora, conhecida como robusta e a Coffea Arábica, conhecida como café arábica. Essas duas espécies são muito diferentes entre si. A Coffea Arábica tem 44 cromossomos (apenas dois a menos que a espécie humana!),é originaria dos planaltos africanos (portanto cultivada em maiores altitudes), produz frutos com teor de cafeína de até 1,4% e 2,0% de açúcares. Já a Coffea canephora tem 22 cromossomos, é originaria das planícies e tem até 4,0% de cafeína e 1,0% de açúcar. Por possuir mais açúcar e menos cafeína (que é uma das responsáveis por produzir o sabor amargo na bebida), um bom café arábico gera bebidas com maior complexidade de sabores, variando conforme as variedades que são plantadas, o local de produção, o solo e o clima. Quer dizer que temos uma verdadeira bebida de “terroir”. O robusta, por sua vez, não vai produzir uma bebida tão complexa, tendo menos doçura natural e, normalmente, mais amargo. E por que é utilizada? Basicamente, por uma questão de preço. O robusta é muito mais produtivo, mais resistente às pragas, podendo ser plantado em menor altitude e, portanto com um custo de produção bem menor. Isto justifica sua produção crescente. A maioria dos lares brasileiros consome os cafés vendidos nos supermercados, nas tradicionais embalagens, tipo

24 DEGUSTE • abril • 2013

almofada, onde o preço é um fator determinante. Para atender esse mercado bastante sensível ao preço, as indústrias utilizam uma grande quantidade de robusta para compor seus blends, além dos arábicas que não passaram na seleção para atender os mercados gourmets. Outro nicho onde as indústrias utilizam muito o robusta é nos cafés solúveis, pois esta espécie produz o dobro de sólidos solúveis, sendo mais rentável, já que normalmente quem utiliza tal método de preparo é por sua praticidade e não pela qualidade da bebida que ele produz. Com o crescimento do consumo de café em nível mundial e seu conseqüente aumento de preço, a produção do robusta vem crescendo rapidamente no Brasil, que já é o segundo maior produtor dessa espécie, perdendo apenas para o Vietnam. Vale apena lembrar que, considerando as duas espécies, os maiores produtores mundiais por ordem são: Brasil, Vietnam e Colômbia. A produção de café no Brasil está cada vez mais profissionalizada, incorporando muita tecnologia e técnicas de gestão empresarial. O robusta era plantado apenas no Espírito Santo e em Rondônia, porém grupos empresarias começam a fazer experimentos muito promissores em Minas Gerais e São Paulo, estados que só produziam arábica. Estamos assistindo muitas iniciativas para melhorar a qualidade do robusta, o que é bem vindo, pois deve influir no café que a maioria dos brasileiros consome. A duas espécies são importantes para o mercado. Quem dá importância, principalmente, para os atributos sensoriais e prefere uma bebida de alta qualidade, deve consumir os 100% arábica Gourmet, mas a grande maioria deve continuar consumindo os blends das duas espécies.


DEGUSTE • fevereiro • 2013

25


Capim Macio ganha A Cozinharia FOTOS ROGÉRIO VITAL

Os chefs de cozinha Cacau Wanderley e Gabriel Camilo, professores do curso universitário de gastronomia, inauguraram, no dia 16 de abril, A Cozinharia, em Capim Macio, com proposta de ser um restaurante com cardápio que inclui itens de cafeteria, comida de boteco e pratos elaborados da culinária internacional. A casa funciona ainda como uma espécie de delicatessen, onde o cliente-gourmet pode comprar ingredientes para criar seus próprios pratos. O restaurante fica na avenida Ismael Pereira da Silva, paralela à Engenheiro Roberto Freire, e abre a partir das 17h, oferecendo bolos, pães e quiches. No começo da noite podem ser solicitados os pratos típicos de boteco, como bolinhos de bacalhau, escondidinhos, bruschettas, camarão crocante e até linguiças artesanais.

26 DEGUSTE • maio • 2013

O cardápio de A Cozinharia varia de acordo com o horário do dia. A parti das 17h, bolos e café


Para o jantar, estão à disposição pratos especiais como camarão ao pomodoro com fettuccine; costela suína com barbecue; cebolas empanadas; risotos e filés. A carta de vinhos tem rótulos da Grand Cru Natal. “O mais legal é que as pessoas podem vir aqui, experimentar todas essas opções de pratos e, se quiserem, levar os ingredientes de todos os nossos pratos para preparar em casa. Tudo que temos no cardápio está disponível para venda, como molhos, pães, antepastos, filés, azeites, ervas, especiarias e até os vinhos”, comenta Cacau Wanderley. A casa também vende kits prontos, como os de risoto. O horário de funcionamento é de terça-feira a sábado, das 17h às 23h.

Decoração delicada e colorida feita para tornar a convivência alto astral

A Cozinharia Rua Ismael Pereira da Silva, 1637 (Loja 1) Capim Macio – Natal/RN Fone: (84) 2020-5432

A Cozinharia fica situada na avenida paralela à Eng. Roberto Freire

Gabriel Camilo e Cacau Wanderley abriram nova casa DEGUSTE • janeiro • 2013

27


Brasil Sabor 2013 já começou

A oitava edição do Brasil Sabor, o maior festival gastronômico do Brasil, começou neste dia 2 de maio em milhares de restaurantes no País. No Rio Grande do Norte, são cerca de 30 restaurantes participantes do evento, que visa a estimular o mercado da alimentação fora do lar. Este ano, o tema do festival é “A comida do lugar em todos os lugares”. E foi lançado em jantar promocional no Camarões do Midway Mall, no dia 29 de abril. Segundo o presidente da Abrasel RN, Max Fonseca, “o Brasil Sabor é uma oportunidade que os restaurantes associados à Abrasel oferecem aos seus clientes a possibilidade de experimentar as novidades que são introduzidas nos cardápios a preço promocional. É uma forma do natalense percorrer o roteiro das melhores casas da cidade, que estão em festa neste mês de maio”. Os restaurantes participantes do Brasil Sabor vão lançar pratos especiais, que terão uma divulgação diferenciada, com banners nas entradas das casas e destaques nos cardápios.

28 DEGUSTE • janeiro • 2013

Max Fonseca, dono do restaurante Galo do Alto e do Bud Bar, ambos em Ponta Negra, é o presidente da Abrasel no Rio Grande do Norte


DEGUSTE • janeiro • 2013

29


FOTOS THYAGO MACEDO

A reabertura do Rock Dog Café

O dono do restaurante, Gerson Barbosa. e o chef Thiago Silva

De olho no público jovem, Rock Dog lançou duas opções de sanduíches

O bistrô Rock Dog Café reabriu suas portas, no mês de março, com mudanças na ambientação e novos pratos no cardápio, que é assinado pelo chef de cozinha Thiago Silva. Segundo o dono do restaurante, empresário e advogado Gerson de Souza Barbosa, devido ao período de veraneio, a casa ficou fechada até o mês de março, quando foram concluídas a nova pintura no salão e a ampliação da estrutura da cozinha, para facilitar o trabalho. Com as mudanças, o cardápio incorporou opções de risotos, pastas, carnes, frango, peixes, camarão, sobremesas e, a grande novidade, sanduíches. “Estamos com dois tipos, o hambúrguer de picanha e o hambúrguer de carne de sol. Os dois são preparados com pão de batata feito no próprio Rock Dog, salada e molho especial”, conta o chef Thiago Silva.

30 DEGUSTE • maio • 2013

No caso do hambúrguer de picanha, que custa R$ 15, ainda vai cebola caramelada e o hambúrguer que é feito com a picanha moída e ingredientes especiais da casa. Já o de carne de sol, é servido, ainda, com queijo de coalho e macaxeira frita. Ele é vendido ao preço de R$ 13. “Nossa ideia é diversificar um pouco mais o perfil dos clientes, atingindo outras faixas etárias, como os mais jovens, que gostam de sanduíches”, frisa Gerson de Souza. Outras novidades do cardápio são o Filé ao molho de pimenta verde, o Salmão ao molho de laranja, e o Peixe Rock Dog Café, que é montado no purê de batata doce com molho de laranja, gengibre e acompanhado de arroz com lâminas de amêndoas. O chef Thiago ressalta ainda a sobremesa Verrine de limão, que é o creme de limão, geleia de frutas vermelhas e suspiros. Algumas entradas também foram acrescentadas, como o couvert e o creme de jerimum. O bistrô Rock Dog Café abre para almoço de quarta-feira a domingo, das 12h às 16h. E à noite, de quinta-feira a sábado, das 19h às 23h. Rock Dog Café Avenida Amintas Barros, 2194 Lagoa Nova - Natal/RN Fone: (84) 8897-1301


DEGUSTE • janeiro • 2013

31


Meu Roteiro Gastronômico

Juíza do Trabalho Maria Rita Manzarra FOTO THYAGO MACEDO

Atual presidente da Associação dos Magistrados do Trabalho da 21ª Região (Amatra 21), a juíza Maria Rita Manzarra de Moura Garcia, é filha de portugueses e já morou em várias cidades brasileiras. Uma de suas paixões é a culinária. “Não só gosto de comer como também adoro cozinhar. Venho de uma família portuguesa na qual todo mundo sabe cozinhar. Então, desde cedo vivencio um ambiente gastronômico”. Os pais de Maria Rita são de Lisboa e Castelo Branco, mas ela nasceu em São Paulo. Maria Rita morou em Portugal, Florianópolis e Fortaleza, onde fez a faculdade de Direito. Já formada, passou no concurso para Procuradora do Estado da Paraíba até que, em 2006, tornou-se juíza do Trabalho no Rio Grande do Norte. No ano passado, foi eleita presidente da Amatra-21. Além das muitas viagens que fez pelo Brasil, ela também conheceu a Rússia, a Ucrânia e Paris, observado muito da gastronomia de cada lugar. Especialista em bacalhau à lagareiro e carré de cordeiro, neste mês de maio ela responde para a DEGUSTE quais são seus restaurantes preferidos em Natal, de acordo com o tipo de comida. Juíza Maria Rita conhece restaurantes de Portugal, Rússia, Ucrânia e França Melhor Restaurante de Cozinha Italiana – Piazzale Itália Melhor Restaurante de Cozinha Portuguesa – Real Clube do Bacalhau Melhor Carta de Vinhos – Abade Melhor Comida Contemporânea – Agaricus Melhor Cozinha Regional – Âncora Caipira Melhor Couvert – Camarões Potiguar Melhor Serviço – Fogo & Chama Melhor Frutos do Mar – Dos Mares Melhor Cozinha Oriental – Temaki Lounge Melhor Pizzaria – Cipó Brasil

32 DEGUSTE • maio • 2013

Melhor Sobremesa – Puerto Madero Melhor Self Service – Mina D´agua Melhor Cafeteria – Di Maria Melhor Sorveteria – Tropical Melhor Sanduíche – Mercearia Melhor Restaurante de Shopping – Camarões Melhor Bar – Dom Vinícius Melhor Restaurante de Carnes – Puerto Madero Melhor Bistrô – Dois Vinho & Gastronomia


(84) 3661-6905 | 9471-8454

DEGUSTE • janeiro • 2013

33


Dos Mares treina garçons FOTOS ROGÉRIO VITAL

Ao longo dos últimos sete meses, o maître Antônio Terceiro Oliveira, que comanda o salão do restaurante Dos Mares, em Ponta Negra, tem realizado cursos para aprimorar o trabalho dos garçons da casa. Em abril, parte do treinamento se referiu ao mundo do vinho. O consultor Antônio Alves, da Vinhedos, foi convidado para uma palestra e promoveu o treinamento de, aproximadamente, 20 garçons, falando sobre as características dos espumantes, vinhos brancos e tintos. “Nós temos feito treinamentos em vários setores, como segurança alimentar e atendimento ao público. Tudo isso faz parte da busca pela excelência dos serviços do restaurante Dos Mares, ainda mais com a chegada da Copa do Mundo, que terá Natal como uma das sedes”, comenta o maître Oliveira. O consultor Antônio Alves organizou o treinamento de vinhos em três momentos. O final foi uma degustação, documentada com fotos da Revista DEGUSTE. “Apesar de ser um curso de iniciação, esse tipo de atividade permite que os garçons adquiram conhecimento teórico e prático, de forma que seu trabalho no dia a dia se torne mais fácil”, destaca Antônio Alves.

Na última parte do curso os garçons participaram de uma degustação

34 DEGUSTE • fevereiro • 2013

O maître Oliveira e o consultor Antônio Alves

Restaurante Dos Mares Rua Francisco Gurgel, 10 Ponta Negra - Natal/RN Fone: (84) 3219-3504

Antônio Alves explica as características de cada vinhos


DEGUSTE • janeiro • 2013

35


Saberes do Vinho Gilvan Passos - gilvanpassosvinhos@gmail.com

Viagem pelos sabores de Natal II

A matéria deste mês aborda sinergias entre a nova Carta de Vinhos e o Cardápio do Restaurante e Pizzaria Mazzano, localizado no bairro de Ponta Negra. O Mazzano é o restaurante natalense donde se tem a visão mais privilegiada da praia de Ponta Negra, visão que em noite de lua cheia é digna de cartão postal. Iniciando pelos vinhos de entrada, com o Espumante “Bossa Brut Nº 1”, um excelente custo/benefício da carta: informal, leve, frutado e fresco, casa perfeitamente bem com boa parte dos antepastos leves da mesa de frios: queijos frescos, embutidos leves, a Bruschetta Tradicional e as pizzas de camarão: Tropical e Máximo. Além do Espaguete e Risoto do Mar. Já com o “Espumante Valduga Reserva Brut”, mais estruturado e complexo, os pratos sugeridos são: Pizzas Quatro Queijos (mais cremoso), Marguerita e Camarão. Há, ainda, as pastas de Frutos do Mar, Salmão Cream Cheese e Peixe à Belle Meunière, este vinho tem tudo para formar um matrimônio perfeito.

84 3202-9364

36 DEGUSTE • janeiro • 2013

Os vinhos brancos da carta Mazzano, farão par perfeito com os pratos à base de frutos do mar, aves e carnes brancas do cardápio. Os mais leves, das castas: Sauvignon Blanc e Chardonnay, por uma questão de estrutura, harmonizarão com pratos igualmente leves: Camarão Tropical, Camarão Internacional, Rondeli de Salmão, Peixe à Belle Meunière e outros do mesmo naipe. Com os brancos de linha Reserva: Leyda Reserva Chardonnay e Amalaya Blend, os pratos podem ter um pouco mais de estrutura: Pizza de Atum, Bacon e Carne de Sol, Marguerita, Quatro Queijos, Frango com Catupiry e Peixe ao Molho de Moqueca são algumas das sugestões. Com os vinhos tintos frutados das castas: Carménère, Cabernet Sauvignon e Malbec, os melhores acompanhamentos serão os embutidos da mesa de frios, as pizzas de embutidos: Calabresa, Toscana, Portuguesa, e os filés mais delicados do cardápio: Parmegiana de Mignon e de Frango. O Pinot Noir Reserva da Leyda ganhará notabilidade com as massas de molho de tomate, e os Vinhos mais estruturados: De Martino Reserva Carmenere, Leyda Single Vineyard Cabernet Sauvignon Belloto, Amalaya Tinto e Luigi Bosca Malbec, farão par perfeito com os filés: Ao Funghi com Crocante de Bacon, Mazzano, Diplomata e Filé Com Risoto de Funghi. Para as sobremesas: Creme de Papaia com Licor de Cassis e Porção de Frutas, o vinho cara-metade será, indiscutivelmente, o Espumante Ponto Nero Moscatel. Já para as sobremesas à base de chocolate: Brawnie e Petit Gateau, dão bom tom a um cálice de vinho do Porto. Vale à pena comprovar essas sugestões. Elas estão embasadas no rigor técnico e empírico.


DEGUSTE • fevereiro • 2013

37


TrèsChic o primeiro Nail Bar de Natal Um conceito já comum em países da Europa e nos Estados Unidos, mas que também começa a surgir nos grandes centros brasileiros, agora está disponível em Natal. No mês de janeiro, as empresárias Elma Braga e Débora Braga, mãe e filha, abriram o TrèsChic, com a proposta de oferecer aos clientes um Nail Bar, um ambiente onde é possível unir beleza, descontração e gastronomia. As duas montaram uma delicatessen, no cruzamento da rua Ceará-Mirim com avenida Rodrigues Alves, no Tirol. Dentro desse espaço funciona o serviço de manicure. “O que a gente quis, na verdade, foi criar um ambiente tranquilo, sem barulho, delicado e com serviço de qualidade, mas, principalmente, com o mesmo preço que é cobrado em outros estabelecimentos”, comenta Elma. A TrèsChic é bar e delicatassen com cardápio de coquetéis, cervejas e vinhos brancos. Há também cafés tradicionais e especiais, como o cappuccino gelado. Além disso, é possível degustar lanches, como tortas, bolos, salgados, sobremesas e verrines.

TrèsChic tem espaço amplo na sua área de cafeteria

38 DEGUSTE • maio • 2013

Elma Braga e filha, Débora, criaram o primeiro Nail Bar de Natal


“A loja foi pensada como um ponto para happy-hour, tanto que funcionamos até às 20h. E outro detalhe é que, aqui, não é um ambiente apenas para mulheres, porque fazer unha não é coisa apenas de mulher. Os homens podem vir para conversar com os amigos, realizar reuniões, fazer as unhas ou até mesmo tomar um drink ou um café enquanto aguardam as esposas se produzirem”, completa Elma Braga. A TrèsChic abre de terça-feira a sábado, das 10h às 20h. O espaço também pode ser reservado para eventos, atendendo até 50 pessoas e disponibilizando todos os produtos do cardápio. A empresária Elma Braga afirma que o conceito de Nail Bar tem tudo para crescer em Natal. Ela, aliás, também foi pioneira, ainda na década de 90, ao lançar a primeira empresa natalense especializada em entregar café da manhã nas casas das pessoas. “Na época, pouca gente oferecia esse serviço, mas crescemos e atendemos durante alguns anos”. TrèsChic Rua Ceará-Mirim, 653 Tirol – Natal/RN Fone: (84) 3212-3291

Cardápio inclui várias opções para lanches e sobremesas em ótimo endereço para happy hour

Rua Ceará-Mirim, 653 - Tirol – Natal/RN Fone: (84) 3212-3291 DEGUSTE • janeiro • 2013

39


FOTOS ROGÉRIO VITAL

2º Grand Tasting será no Spaço Guinza O maior evento de vinhos promovido pela importadora Grand Cru, em várias cidades brasileiras, o Grand Tasting, terá sua edição em Natal realizada neste dia 25 de maio, com a presença de 35 produtores. O evento será no Spaço Guinza, na Via Costeira, das 17h às 22h. Segundo Rodrigo Lima, a participação no Grand Tasting custará R$ 200 por pessoa. Parte desse valor, R$ 100, será revertido em desconto para os clientes que efetuarem compras acima de R$ 500. Já quem fizer compras superiores a R$ 1 mil, terá todo o valor da inscrição, R$ 200, revertido em crédito. No Brasil, o Grand Tasting terá início no dia 13 de maio, com abertura em Curitiba. Depois, o evento passará por Florianópolis, Brasília, Campinas, Belém, São Paulo, Rio de Janeiro e Macaé. No ano passado, a edição Natal foi realizada no mês de agosto, no Hotel Best Western Majestic, em Ponta Negra, e contou com a participação de aproximadamente 100 pessoas. Grand Tasting Local: Spaço Guinza (Via Costeira) Dia: 25/05/2013 Hora: 17h às 22h Valor: R$ 200

Grand Cru Natal Av. Hermes da Fonseca, 506 Petrópolis, Natal-RN Fone: (84) 3201-0589

2013 40 DEGUS GUSTE TE••fevereiro outubro ••2012 40 DE

Produtores que participaram do evento, no ano passado, no La Brasserie de La Mer


DEGUSTE • janeiro • 2013

41


Opinião Arthur Coelho - chef_coelho@ig.com.br

Não dá pra se perder! Conversando com algumas culinaristas, na última edição do Nordeste Culinária, realizada em Maceió, a qual tive a grata satisfação de participar, encontrei algumas personalidades da culinária e da gastronomia tanto do Rio Grande do Norte, quando de outros estados. E numa conversa informal com esses profissionais, um deles, o Chef Álvaro Rodrigues, levantamos a seguinte polêmica e a conversa se estendeu noite a dentro: ONDE ESTÃO AS RECEITAS ORIGINAIS E AS HISTÓRIAS CULINÁRIAS DO POVO POTIGUAR? Esse papo informal com as culinaristas e com outros profissionais acabou por me deixar curioso e preocupado, pois apesar de não ser nordestino, fui adotado por essa terra como sendo a terra do coração, da profissão, dos sonhos, das realizações e da vontade de ver cada vez mais a memória, a história, a cultura culinária e todo seu povo exaltado em sua plenitude. Dessa forma, comecei então a lembrar-me de algumas preparações e fiquei perplexo ao saber, depois de uma breve pesquisa, que além de poucos relatos oficiais, artigos, pesquisas aprofundadas, considerações, registros oficiais, muitas das receitas típicas e originárias dos lares potiguares se perderam ou se perderão, por falta dos registros, das continuidades, do consumo e, principalmente, pelo consumo massificado das invencionices gastronômicas das alimentações industrializadas!

42 DEGUSTE • janeiro • 2013

Pelo que soube que a receita original, por exemplo, da TORTA PRESIDENTE, poderá sumir de vez do mapa, pois suas variações já modificaram por completo a receita original. E também pelo que soube, essa receita se encontra na mão de uma boleira natalense, que já por volta de seus 70 e poucos anos, não terá continuidade de suas produções serem executadas por futuras gerações! Ah Dona Vanusa Veras, não deixe isso se perder, por favor! E por onde andam o grude, o friviado de Méri Help, o escaldaréu, o grolado, a ginga, a tapioca de búzios com mais de 65 anos de existência... Ah meus queridos, vão, aos poucos, se perdendo por esse mundo de meu Deus! Será que precisaremos fazer um movimento mais intenso com as academias e as escolas pra incluir nas grades curriculares a culinária e a gastronomia desse povo tão maravilhoso para que se perpetuem as origens, os costumes, as crenças e tudo mais que envolve a história tão fascinante do Nordeste brasileiro? Torço para que isso aconteça, pois essa identidade cultural, espetacular e tão misteriosa, tem de vir a tona o mais rápido possível, para que todos que aqui aportarem, tenham orgulho de ser brasileiro e nordestino, mesmo que por poucos dias ou por adoção! Assim, peço encarecidamente que, aqueles que conhecerem as histórias, as receitas originais, as preparações antigas, a forma de consumir, de se plantar, de se colher, de cantar e encantar a todos, sejam publicadas em blogs, páginas, redes, cartas, artigos, enfim, de qualquer forma, as tornem públicas, e que as academias e os acadêmicos registrem de forma oficial toda essa linda história do “comer”, do “fazer”, do “apreciar” desse povo nordestino.


DEGUSTE • abril • 2013

43


Pinga Fogo assume o restaurante do Hotel Thermas FOTOS DIVULGAÇÃO

Um dos mais movimentados self- services de Natal, o Pinga Fogo, chegou a Mossoró oficialmente no mês passado, funcionando dentro do Hotel Thermas. Desde setembro de 2012 que a operação vinha sendo montada pelos executivos dos dois empreendimentos, até que no dia 5 de abril ocorreu a inauguração oficial do restaurante. Segundo o empresário Ricardo Salustino, dono do Pinga Fogo, a negociação incluiu não só o antigo restaurante Moinhos, que foi reformado e passou a se chamar Pinga Fogo, mas também toda a parte de alimentos e bebidas do Hotel, incluindo o atendimento aos hóspedes e o serviço no badalado Planeta Água. Para fechar o negócio, Ricardo Salustino contou com a parceria de outros três sócios: Fernando Costa (dono do La Távola) e Sérgio Barros e Armando Jucá (sócios de motéis em Natal e Parnamirim). Com a parceria entre Thermas e Pinga Fogo, o restaurante deixa de ser exclusivamente à la carte e passa a ter à disposição também o bufê de culinária oriental e o self-service que são a marca forte do Pinga Fogo.

Bufê do Pinga Fogo agora está disponível no mercado mossoroense

Restaurante Pinga Fogo no Hotel Thermas Mossoró/RN Fone: (84) 3422-5464

44 DEGUSTE • janeiro • 2013

Fernando do La Távaloa, Washington do Thermas e Ricardo do Pinga Fogo


DEGUSTE • janeiro • 2013

45


Casa de Farinha tem sorvetes Della Frutta O empresário Wilson Júnior representa em Natal a marca Della Fruta

FOTOS ROGÉRIO VITAL

A Casa de Farinha, que funciona como restaurante, padaria e conveniência na Avenida Afonso Pena, agregou à sua lista de produtos os sorvetes e picolés da Della Frutta, cuja fábrica fica em Recife. “A Della Fruta vem crescendo muito no Nordeste, e nós somos os primeiros, aqui em Natal, a trabalhar com seus produtos. Inicialmente, estamos com os sorvetes e picolés na loja da Casa de Farinha, todavia já iniciamos os contatos para que possamos distribuir para outros estabelecimentos, como conveniências, supermercados, padarias, lanchonetes e até escolas”, explica Wilson Júnior. Além das linhas tradicionais, como chocolate, coco, limão, morango e amendoim, a Della Fruta produz sabores diferentes, como o picolé de tapioca. “No entanto, o diferencial são os sorvetes e picolés com 0% de açúcar e gordura, bem como alguns sabores que são feitos sem lactose”, comenta Wilson. “Estamos vendendo essa linha há um mês na Casa de Farinha, e as pessoas, que estão experimentando, se surpreendem com a qualidade. O picolé de cajá, por exemplo, tem apenas 27 calorias, o que é muito pouco.“ Restaurante Casa de Farinha

Os sorvetes e picolés da Della Fruta

46 DEGUSTE • maio • 2013

Avenida Afonso Pena, 811 Petrópolis - Natal/RN Fone: (84) 3221-2280


DEGUSTE • janeiro • 2013

47


Capucci completa dois anos FOTOS THYAGO MACEDO

O restaurante Capucci, especializado em self-service, completa dois anos de atividade neste mês de maio no seu endereço mais novo, do complexo jurídico do bairro de Lagoa Nova, próximo ao Fórum Miguel Seabra Fagundes. As proprietárias do restaurante são as irmãs Maria Augusta Galvão e Graça Ferreira, que começaram no ramo de alimentos e bebidas no ano de1986, quando abriram uma lanchonete no Centro de Natal, no edifício Sisal. “Começamos como lanchonete, e com o movimento crescente, no início da década de 90 abrimos um restaurante tradicional, na rua Jundiaí”, conta Augusta. A partir daí elas investiram no ramo do self-service e hoje possuem dois restaurantes, o de Lagoa Nova e outro na Assembleia Legislativa, onde ganharam, no ano de 2003, a licitação. Na unidade de Lagoa Nova, também funciona uma cafeteria, que abre das 7h30 às 16h30, de segunda-feira a sexta-feira. O almoço está disponível das 11h às 15h. “Nosso diferencial é que a cada dia mudamos os pratos servidos no bufê. Na quinta-feira, por exemplo, nós dispomos de um cardápio bem regional, inclusive, com pernil de carneiro e baião de dois. Já nas sextas-feiras, temos no buffet bacalhau e feijoada, que pode ser acompanhada de caipirinha”, contam. As duas irmãs informam, ainda, que trabalham com serviço de bufê por encomenda, montando os pratos de acordo com o que for solicitado pelos clientes.

48 DEGUSTE • março • 2013

Capucci tem dois restaurantes em Natal, um em Lagoa Nova e outro dentro da Assembleia Legislativa

Graça Ferreira e Maria Augusta começaram no ramo de alimentos e bebidas ainda nos anos 80

Capucci Self-Service Rua Dr. Luiz Felipe Câmara, 1562 Lagoa Nova – Natal/RN Fone: (84) 3231-1522


ANUNCIO GRテ:ICA

DEGUSTE 窶「 maio 窶「 2013

49


Folhas de Cuba Tota Barbosa - totabs@hotmail.com

Winston Churchill e o charuto

U

Um dos maiores líderes políticos da Segunda Guerra Mundial, o primeiro ministro britânico Winston Churchill foi, um dos mais populares e dedicados fumantes de charuto da história, que conseguiu atrelar à sua imagem pública ao apreço pelos charutos. O seu nome estampa centenas de marcas de tabaco pelo mundo. Ele preferia charutos grandes (na maioria das vezes double coronas) com capas-escuras, que costumava fumar só pela metade. Churchill tornou-se um tabagista ainda mais convicto diante da posição antifumo tomada pelo seu inimigo alemão, Adolf Hitler, o qual se utilizava de cartazes em que fumantes tinham suas cabeças esmagadas por botas do exército. Isto é, fazendo campanhas contrárias ao vício. Alguns dizem que ele fumou cerca de 200 mil charutos durante os seus noventa anos de vida. Muitos deles eram fornecidos de graça por empresas como a Hoyo de Monterrey e a Jamaica Tobacco Co. Mas Churchill tinha de brigar com a alfândega britânica para ficar com os charutos que recebia de presente sem pagar impostos. Ele conheceu os Havanas, quando foi a Cuba, em 1895, durante a guerra hispano-americana e mais tarde comprava seus suprimentos de um grande negociante de charutos estabelecido em Londres, e também da Dunhill. A loja registra que o seu primeiro pedido foi feito em 1900 e o último, um mês antes da sua morte. O livro “Charuto de Churchill” (Record) reúne histórias

50 DEGUSTE • janeiro • 2013

curiosas e surpreendentes envolvendo o longo hábito do estadista britânico – que fumou dos 24 aos 90 anos. Ademais, a obra é rica em fatos e lances da vida do ilustre fumante, abordando o progresso do charuto, os presentes com as Marcas preferidas que ele recebia, os seus hábitos tabágicos. Além disso, retrata toda essa realidade com muita naturalidade e humor, nos dando conta da importância dos habanos, e como este se celebrizou a partir do século XIX, graças as marcas que percorreram o mundo inteiro. Certa vez, quando questionado se gostava de charutos cubanos, ele disse: “Sempre carrego Cuba na boca”. A ilha retribuiu essa paixão por seus charutos dando o nome Churchill a um tamanho de charuto produzido por Romeo y Julieta, mas depois também por muitas outras marcas. Em outra ocasião, quando o marechal-de-campo Montgomery lhe disse: “Não bebo. Não fumo. Durmo bastante. É por isso que estou 100 por cento em boas condições físicas e mentais”, Churchill retrucou: “Bebo bastante. Durmo pouco e fumo um charuto atrás do outro. É por isso que estou 200 por cento em boas condições físicas e mentais”. Os charutos criaram a imagem do político, fazendo com que essa imagem de Churchill fosse associada até hoje àquele bem de consumo, deram-lhe o balanço e a forma definitiva com que ele passou à História. E, sem sombra de dúvidas, Winston Churchill é o mais famoso fumante de charutos e o personagem mais célebre da história associado a esse hábito. Finalmente, a obra “Charuto de Churchill” é altamente recomendável por ser um bom livro, pleno de informações, com relatos imperdíveis e de uma leitura estimulante.


DEGUSTE • janeiro • 2013

51


52 DEGUSTE • setembro • 2010

Revista Deguste  

Confira a edição de maio de 2013!

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you