Page 1

s ta

Cenário

Cultura

CENÁRIO MINAS o ism

en ret

to

en

im

r Tu

Rev i

MINAS

t

En

Ano 3 - Edição #16 - Revista Virtual - Abril 2017 Torna-te fã

As redes sociais devem fazer parte do seu planejamento em 2017 Perspectivas para o mercado imobiliário Pag. 11

Santuário do Caraça, um paraíso a duas horas de BH Pag. 34

Entrevista Exclusiva com a atriz Malhação Talita Younan Pag. 37


É MAIS QUE UM AEROPORTO É A SUA MAIS NOVA OPÇÃO DE COMPRAS E LAZER.

www.bh-airport.com.br

+ Gastronomia + Conveniência + Compras + Lazer + Serviços O Aeroporto Internacional de BH está se transformando no seu mais novo ponto de encontro. São lojas de grandes marcas, várias opções de gastronomia, conveniência e serviços.

Venha se surpreender.


Cenário

Cenário Minas Contato: cenarionegocios@gmail.com

Geraldo Félix Jr Jornalista

Felipe J. Jesus Jornalista

Sérgio Steiner

3

Clarice Tatyer Jornalista

Leonardo Horta Jornalista

Priscilla Silvestre Jornalista

Elberty Valadares


Cenário Paisagens bucólicas mineiras

Por Leonardo Horta - Jornalista

4 - Cenário Minas

A famosa e tradicional cidade de Diamantina tem outras belezas além do bicentenário centro histórico e as cachoeiras na zona rural do município. Um dos destaques é charmoso distrito de Extração, popularmente conhecido como Curralinho.

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br


Cenário Curralinho De acordo com moradores, há registros de povoação no local desde o século XVIII. Curralinho foi criado oficialmente em 24 de setembro de 1862, pela lei provincial 1143. A lei estadual número 2, de 14 de setembro de 1891 referendou a criação do distrito diamantinense. Uma nova legislação, outorgada em 1962, mudou o nome para Extração – lei 2764.

De acordo com o censo de 2010, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população local é 628 habitantes.

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br

5 - Cenário Minas


Cenário Editorial Linchamento virtual: Lembre-se, existe lei para ofensas Fui marcado recentemente em uma mensagem de uma Jornalista no Facebook que precisava de um Antropólogo ou Sociólogo para falar sobre o 'linchamento virtual' nas Redes Sociais. Acabei não cedendo a entrevista como Sociólogo por falta de tempo e pelo deadline da repórter estar no fim, mas me interessei pelo assunto assim mesmo. O linchamento virtual pode ser considerado a meu ver uma forma de denegrir, violentar ou mesmo de ofender uma pessoa ao qual nem sempre conhecemos ou temos um contato direto. Seu significado é claro e direto: Assassinato de uma ou mais pessoas cometido por uma multidão com o Esse comportamento desmedido tem se tornado muito comum em 'posts', principalmente se tratando de política, gênero ou religião. No entanto te pergunto: temos realmente bagagem educacional e conhecimento suficiente para denegrirmos um especialista comentarista ou talvez o fato explicitado em uma matéria ou artigo? Nem sempre somos conhecedores de certos temas, mas vejo que muitos brasileiros se atrevem a falar deles como se fossem totais conhecedores e senhores da razão. O linchamento, principalmente em praça pública ficou conhecido em alguns países mais extremistas e aplicado a pessoas que iam contra algum fato ligado a religião ou mesmo a alguma ação de forte repercussão como abuso de autoridade contra incapazes, crianças e idosos. A diferença é que hoje essa situação se reverteu e ao invés de existir muitos massacres em praça pública, somos virtualmente ofendidos com palavras de baixo calão e até ameaçados por pessoas que nem conhecemos. Talvez tenhamos evoluído, já que a prática da violência corporal e os assassinatos diminuíram (como se traduz a palavra linchamento), mas e a dor da alma, o psicológico, como fica?

Entrelinhas e a Lei A pouca leitura e a interpretação através dos títulos em artigos e matérias têm levado muitas pessoas a criarem expectativas a cerca do tema como também ódio e revolta. A mídia colabora para isso, ou a sociedade tem ficado preguiçosa, mas preguiçosa ao ponto de não ler totalmente as informações publicadas? Outro ponto talvez esquecido pela população brasileira é que temos leis. Qualquer atitude não pensada pode ser passível de processo judicial e não é pelo fato de estarmos em um ambiente confortável em nossas casas ou pelos 'móbiles' nas ruas, que não poderemos ser punidos por nossas ações. Todos nós temos um ID em nossos celulares e computadores.

A lei também está na vida virtual e as penas são pesadas para quem desrespeita um cidadão nela. A Calúnia, Artº 138 e a Difamação Artº 139 do Código Penal deixam claro que tais atitudes são crimes e podem ser passíveis de detenção se forem provadas. Em alguns casos a pena pode chegar a uma reclusão de um a três anos, mais uma multa. Por esse motivo, os atos devem ser pensados calculadamente, principalmente quando formos ofender ou difamar uma pessoa desconhecida na web. Se coloque no lugar de uma outra pessoa, essa é a melhor forma de tentar entender a sua dor. Linchamento virtual: Lembrese, existe lei para ofensas e violência na Internet, nunca se esqueça disso.

*Felipe José de Jesus Jornalista, Sociológo e Estudante do Curso de Direito.

6 - Cenário Minas

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br


Cenário Cultura

MINAS

to

tre

En

T

o ism ur

en

im ten

www.cenariominas.com.br

EXPEDIENTE Redação e Administração: Av. prof. Cândido Candido Holanda, 70/405 - São Sao Bento - Belo Horizonte - Minas Gerais CEP: 30.350-340 (31) 3344-5751 / 99126-5236 cenarionegocios@gmail.com cenarionegocios@gmail.com Presidente: Geraldo Félix Félix Júnior de A. Júnior Geraldo - DRT: FENAJ: 9430 JP-MG 9430 JP-MG Fonte: http://www.scrapsdinamicos.com.br/imagens/charge-politica

Jornalista Responsável FelipeJosé Joséde deJesus JesusFelipe FENAJ:15.263-JP-MG Diretor Comercial: Geraldo Junior Geraldo FelixFélix de Alm. Junior Copy Copy Desk: Desk: Sérgio Steiner Sérgio Steiner - MTE 30773 RJ MTE 30773 RJ Site e Programação: Agência Site Líder Filiado a AIN

Filiado a AIN

Filiado: ABRAMÍDIA - MG (Assoc. Brasileira de Midia Filiado: Eletrônica) ABRAMÍDIA - MG (Assoc. Brasileira de Midia Publicação Digital da Editora Eletrônica) Cenário Comunicação Publicação da Editorae Marketing Ltda. Cenario Comunicação e Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem a opinião da Revista Cenário Minas. A Cenário Minas também não se responsabiliza pelo uso de suas informações no site e na Revista.

8 - Cenário Minas

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br


Cenário Os botecos em alta em BH De 14 de Abril a 14 de Maio de 2017, BH recebe a 18ª edição do Comida Di Buteco. O Comida di Buteco é um concurso que tem o objetivo de eleger o melhor boteco, através de votos no tira-gosto, atendimento, higiene e temperatura das bebidas. e outro grande Festival o BOTECAR 2017, começa entre os dias 12 de abril e 13 de maio, com o tema quintais de Minas. Para conquistar o almejado posto, os estabelecimentos apresentarão petiscos inéditos, .

Pitadas

ix

o

d al

l Fé

r e G

Será o fim da Justiça do Trabalho

ainda Câmara de BH

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ao reclamar do excesso de regras para a relação entre patrão e empregado, sugeriu que a Justiça do Trabalho “não deveria nem existir”, acrescentando que a Justiça Federal deveria ser engrossada com toda estrutura (juízes, servidores, e demais penduricalhos) da Justiça do Trabalho.

O vereador Léo Burguês, como líder no governo na Câmara Municipal, prepara os vereadores para a chegada do projeto de reforma administrativa. Será a sua prova de fogo na casa, já que um grupo liderado pelo vereador Gabriel Azevedo (PHS), tem dado muita dor de cabeça na votação de projetos de interesse da prefeitura.

Governo 2018

Esportes na Pampulha

O ex-prefeito Marcio Lacerda (PSB), está buscando uma reaproximação com o governador Fernando Pimentel (PT) via Adalclever Lopes (PMDB). O presidente do legislativo mineiro estaria trabalhando para formar uma grande aliança em 2018 contra o PSDB.

Liberada para esportes náuticos, a lagoa da Pampulha foi considerada um símbolo de modernidade na administração de JK, nos anos 40. A prática de esportes náuticos e pesca atraíam turistas e atletas. De gradada, foram necessários vários anos de ações e investimentos de R$ 30 milhões para recuperar um dos principais cartõespostais da cidade. Mas cuidado: o contato com a água não é recomendado.

Turismo e Carnaval 2018 Após o sucesso do Carnaval em Belo Horizonte, os comerciantes já começam a pensar em 2018. Houve um crescimento na ocupação dos hotéis da cidade de até 60%, segundo o presidente do Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares e Belo Horizonte, Paulo César Pedrosa. Belo Horizonte é o segundo destino mais visitado dos turistas na baixa temporada, seguido pelo Circuito da Canastra e já Ouro Preto, que sempre foi o destino mineiro por excelência, caiu de segundo para quarto lugar. Persona non grata Não convidem para o mesmo evento o prefeito Alexandre Kalil e o vereador Gabriel Azevedo. O relacionamento entre os dois azedou de vez com as tentativas de Gabriel de desmoralizar o vice-prefeito Paulo Lamac. Kalil não atende os telefonemas do vereador e bloqueou o seu número do celular. Durante o processo eleitoral, Gabriel Azevedo gostava de falar que foi o responsável pela candidatura do ex-presidente do Atlético.

Belo Horizonte receberá mais uma edição do Pint of Science Cientistas invadem bares e restaurantes de 10 países, simultaneamente, em um grande evento de divulgação científica de 15 a 17 de maio. As conversas serão sobre os mais diversos temas: biologia, computação, engenharia, estatística, filosofia, física, história, matemática, química, sociologia e muito mais. A programação será disponibilizada no site do evento a partir de 27 de março. O evento é gratuito e o público só p a g a o q u e c o n s u m i r. I n f o r m a ç õ e s : http://www.pintofscience.com.br/ Não perca essa oportunidade de conhecer um pouco mais sobre alguns assuntos instigantes que estão dando o que falar e esclareça suas dúvidas diretamente com quem faz ciência.

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br

9 - Cenário Minas


Cenário

Perspectivas para o mercado imobiliário Bruno Oliva e Eduardo Zylberstajn*

é evidente que após um período de boom, o mercado imobiliário apresentou uma forte reversão de tendência. Essa guinada ocorreu, em boa medida, porque as forças que antes contribuíram para um aumento vertiginoso da demanda por imóveis, vêm operando no sentido contrário durante essa crise. Não só as condições de financiamento se deterioraram, como o mercado de trabalho apresentou acentuada retração. Este movimento, observado no país como um todo, também ocorreu em Belo Horizonte. Por exemplo, a taxa de desemprego oscilava próxima a 6% desde 2012, passou a cerca de 9% em 2015 e a 12% em 2016. Além do efeito direto do desemprego sobre a renda disponível das famílias, também há um impacto negativo sobre a confiança dos trabalhadores que tëm maior receio em assumir grandes gastos ou dívidas. Divulgação

O reflexo dessas condições sobre o mercado pode ser traduzido pelas quedas nas vendas e nos preços reais. Embora a divulgação dos dados de vendas produzidos pela IPEAD (UFGM) tenham sido descontinuados, no primeiro trimestre de 2016 (último período disponível) já era possível perceber essa dinâmica. As vendas no primeiro trimestre de 2016 foram de 422 unidades - 60% do observado no mesmo período de 2015 e 25% com relação aos primeiros três meses de 2010. Em termos reais, os preços de imóveis em Belo Horizonte, de acordo com o Índice FipeZap, caíram 12% (de um pico de R$ 7.005 no final de 2014 para R$ 6.133 em meados de 2016). Preço por m2 (valores reais de fevereiro de 2017 - IPCA) *pesquisadores da FipeZAP

Esta pesquisa envolve levantamento mensal dos dados primários (quanto ao comportamento dos preços e oferta) nos mercados de locação, construção e comercialização exclusivamente no município de Belo Horizonte, bem como sua organização, tabulação (segundo metodologia própria) e análise.

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br

11 - Cenário Minas


Cenário

Entenda a lei que regulamenta a terceirização no País Por Geraldo Félix Júnior - Jornalista

Um dos pontos polêmicos do projeto, que será votado na Câmara, é a liberação de terceirizados para executar atividades-fim da empresa O Projeto de Lei 4330/2004 é uma proposta para regulamentar a terceirização de trabalhadores nas empresas brasileiras. Polêmico, esse projeto corre na Câmara dos Deputados desde 2004 e vem sendo debatido e modificado desde então.

Divulgação

Um dos pontos polêmicos do projeto é a liberação de terceirizados para executar atividades-fim da empresa. Até então, as empresas só podiam terceirizar atividades-meio.

Por exemplo: uma empresa que produz móveis podia até A falta de uma regulamentação causa insegurança jurídica então terceirizar a limpeza e o serviço de alimentação de no mercado de trabalho, pois é comum ver casos em que uma empresa empurra para outra as obrigações trabalhistas seus funcionários, mas não o de montagem da mobília. dos seus contratados. Atualmente, há mais de 16 mil Um dos pontos polêmicos do projeto é a liberação de processos em tramitação no Tribunal Superior do Trabalho terceirizados para executar atividades-fim da empresa. (TST) sobre o tema. Até então, as empresas só podiam terceirizar atividadesmeio. Por exemplo: uma empresa que produz móveis O projeto já passou pela Comissão de Constituição e Justiça podia até então terceirizar a limpeza e o serviço de (CCJ) da Câmara e está para ser votado em plenário. O alimentação de seus funcionários, mas não o de presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou que ‘só vai para outra pauta depois de superada essa’, nem montagem da mobília. que a Câmara fique a semana sem votar nada. Se aprovado, Os empresários alegam que é difícil definir o que é o texto ainda será submetido ao Senado. atividade-fim e o que é atividade-meio, e que é Veja abaixo as mudanças propostas pelo impossível modernizar a atividade econômica sem Projeto de Lei: facilitar a terceirização. Por outro lado, os sindicatos sustentam a argumentação de que a terceirização “precariza as condições de trabalho”, pois abriria a – Não há um marco legal que balize a contratação de possibilidade de contratação de funcionários terceirizados no Brasil. terceirizados para prestação de serviços sem a cobertura – Na falta de normas, usa-se a súmula 331 do TST, que veda da CLT. a contratação de terceirizados para atividades-fim.

Como fica: – O Projeto de Lei 4330 é considerado por empresários como marco regulatório da terceirização – Permite a atuação de terceirizados para atividades-fim, e não somente para atividades-meio, como é hoje – Apenas as empresas especializadas poderão prestar serviço terceirizado – Familiares de empresas contratantes não poderão criar empresa para oferecer serviço terceirizado – As companhias contratantes deverão recolher tudo o que for devido pela empresa terceirizada contratada em impostos e contribuições, como PIS/Cofins, CSLL e FGTS – A responsabilidade das empresas contratantes passa a ser subsidiária: os trabalhadores terceirizados somente poderão cobrar os seus direitos da empresa tomadora de serviços depois de esgotados os bens das empresas que terceirizam. – As empresas contratadas devem pagar 4% do valor do contrato para um seguro que irá abastecer um fundo para pagamento de indenizações trabalhistas.

12 - Cenário Minas

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br


Cenário

Quer empreender em 2017? As redes sociais devem fazer parte do seu planejamento Por Ana Tex

Começar o próprio negócio é um grande desafio para o empreendedor. Mas ele pode ser ainda maior se não estiver atento às tendências de mercado e comportamento do seu público alvo. Quando falamos em tendência, comportamento e evolução, é impossível deixar de lado a força que as redes sociais ganharam nos últimos anos no mundo dos negócios - seja ele qual for. No final das contas, tudo “termina” na sua timeline. Mas porque esperar pelo fim, quando você pode começar algo usando essas redes que conectam mais de 90 milhões de usuários somente Mas como inserir as redes sociais no planejamento do no Brasil? meu negócio? Comece estudando as principais mídias e quais as suas funcionalidades. Procure Alguns dados o farão pensar sobre a importância entender como cada uma funciona e como elas podem dessas novas mídias no planejamento do seu negócio. atingir o público alvo. Um estudo feito pela eMarketer, em 2016, revelou que o Brasil é o país que mais usa as redes sociais na América Com essa transição do social para o comercial, a Latina. Para se ter ideia, em 2014, os brasileiros maioria dessas redes já oferecem ferramentas para somavam 78,1 milhões de usuários (mês). Em 2015, divulgar o seu negócio e até mesmo realizar vendas esse número saltou para 10%, chegando a 86,5 por meio delas. No Facebook, por exemplo, já é milhões. E apenas na metade de 2016, passou a 93,2 possível fazer anúncios, receber ligações de clientes e milhões. até mesmo fazer ofertas com links de compras. Os anúncios podem ser feitos de forma especificadas, de Então, você pode me questionar? “Ana, essas pessoas acordo com o perfil de pessoa que deseja atingir. No realmente ficam conectadas nas redes sociais?” Eu te Instagram, você pode ter o mesmo anúncio veiculado. respondo da seguinte forma: uma boa parcela desses usuários não somente está conectada, como passa Além das funções e ferramentas, há uma série de horas em mídias como Facebook, Instagram, LinkedIn estratégias comerciais que você pode adotar na hora e Whatsapp. de divulgar o seu negócio nas redes sociais. No Turbotex, meu workshop de novas mídias, eu ensino No ranking mundial, o Brasil também é líder no tempo um passo a posso. Me siga nas redes sociais e receba gasto nas redes sociais. A média, segundo o estudo d i c a s g r a t u i t a s ( F a c e b o o k : Digital Future Focus Brazil 2015, é 60% maior que o https://www.facebook.com/anatex, YouTube: resto do mundo. Isso representa um gasto de 650 horas https://www.youtube.com/anapaulatex e Instagram: por mês. https://www.instagram.com/anatex.

Ana Tex é empreendedora, palestrante e consultora em marketing digital com presença constante em grandes eventos do setor, ao lado dos principais especialistas da área. Ana é considerada por muitos a principal autoridade em novas mídias e especialista reconhecida por entender as novas tecnologias e transmiti-las de forma simples, rápida e descomplicada. Ana Tex desenvolve cursos e infoprodutos com foco em aumentar a audiência e o faturamento de empreendedores. A especialista é autora dos cursos: Turbotex, InstaNegócios, VideoTex, PeriscoTex e Whatsapp para Negócios. 14 - Cenário Minas

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br


Cenário Quando a falta de dinheiro bate na porta, o amor sai pela janela

Divulgação

Por Priscila Silvestre

Redes sociais ou falta de dinheiro? Profissionais falam sobre as causas dos aumentos de divórcios

Infidelidade, filhos, desgaste da vida a dois? Sim, esses são alguns dos motivos que podem provocar divórcio, mas nenhum deles supera a falta de dinheiro. De acordo com uma pesquisa promovida pela Kansas State University, dos EUA, esse é o principal motivo de separação conjugal. O estudo realizado com 4,5 mil casais identificou que os assuntos financeiros não só estão no topo das causas que levam à separação, como também resultam em brigas mais intensas e diminuem a satisfação que o casal encontra no relacionamento. Pois bem. Para a psicóloga e consultora do portal Meu Patrocínio, Márcia Mathias, o estudo não traz novidades. “Mensalidade escolar atrasada, aluguel para vencer, a viagem de férias que não foi feita, enfim, é quase inevitável que essas situações não atinjam os relacionamentos. Apesar de parecer simples, a vida a dois requer alguns acordos e o financeiro é um deles, para que haja uma relação saudável é fundamental que as finanças estejam em dia”, aponta. Ela diz ainda que é muito comum receber em seu consultório casais que decidiram se separar por falta de dinheiro ou descontrole nas contas domésticas. Mas seria isso um mal da sociedade moderna? Mathias diz que pode ser apenas falta de ajuste entre os cônjuges. “As pessoas não têm o hábito de falar de dinheiro dentro das relações, tudo é muito cauteloso, talvez por receio de magoar o outro”.

A Terapeuta de Relacionamentos e também consultora do Meu Patrocínio, Regina Vaz, acrescenta também que algumas pessoas vêm o dinheiro como uma coisa suja, de pecado e aqueles que adquiriram em grande quantidade não são pessoas do “bem” e que conquistaram de forma ilícita. “Esses mitos atrapalham a pessoa a querer mais bens financeiros, criando tabu e medo como se fossem mercenários ou pecadores. Casa que falta pão todo mundo briga e ninguém tem razão! Esse ditado antigo mostra que desde os tempos de nossos bisavôs, o problema existe e décadas depois ainda se discute pelo mesmo motivo. O acordo preestabelecido alivia essas angústias e futuros desgastes. O combinado não sai caro”, salienta. Para Jennifer Lobo, CEO do portal Meu Patrocínio, considerado a rede social mais exclusiva do país pela mídia, é justamente aí que mora o erro: a falta de discussão sobre finanças. Ela afirma que seria muito mais fácil se as pessoas conversassem sobre dinheiro antes de manter qualquer relação. “É esperado que ao se envolver com alguém, os objetivos e desejos sejam postos em cheque para que não haja conflitos e falsas expectativas”, opina. Ela pontua ainda que é justamente essa a ideia do site, unir pessoas com os mesmos objetivos e interesses, já que assuntos inerentes às finanças são previamente acordados. Com o conceito muito conhecido nos Estados Unidos e na Europa – 'Sugar Daddy e Sugar Baby', o Meu Patrocínio tem por finalidade aproximar homens maduros e bem sucedidos de mulheres jovens, atraentes, interessantes e ambiciosas. Talvez por se apresentar como uma alternativa às claras, o portal abrigue 21% de divorciados, entre homens e mulheres. Sobre o MeuPatrocínio.com O primeiro e maior site de relacionamento para Sugar Babies e Sugar Daddies do Brasil foi criado em 2015 com objetivo de reunir o estilo de vida 'doce' entre homens maduros, generosos e bem-sucedidos a mulheres jovens, atraentes e inteligentes e ambiciosas para relacionamentos verdadeiros, sempre com transparência, acordos pré-estabelecidos, expectativas alinhadas e benefícios mútuos. Atualmente, o Meu Patrocínio possui quatro vezes mais mulheres que homens cadastrados. Mais informações no www.meupatrocinio.com

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br

15 - Cenário Minas


Cenário Filme "50 Tons Mais Escuros" movimenta sites de relacionamentos Por Priscila Silvestre

Não é novidade o estrondoso sucesso da saga “50 Tons de Cinza”, da autora E.L. James. Os livros da série já venderam mais de 100 milhões de cópias e conquistaram fãs pelo mundo todo. A trilogia ainda rendeu dois filmes, o mais recente, “50 Tons Mais Escuros”, estreou no Brasil no dia 9 de fevereiro. Mas o que chama tanta atenção nesse best-seller? Para Jennifer Lobo, CEO do portal Meu Patrocínio, considerado a rede social mais exclusiva do País pela mídia, a história resgata os contos de fadas, entretanto, nos moldes atuais. “O Christian Grey se tornou o príncipe encantado do mundo moderno e Anastasia Stelle a princesa que tanto deseja encontrar seu companheiro ideal. Ele é o tipo de homem que atrai e encanta todas as mulheres: bonito, inteligente e bem-sucedido”, diz a CEO. No entanto, será que é fácil encontrar um Grey de “carne e osso”? Bem, parece que sim. O site notou na sua base de dados que a ficção está sendo reproduzida na vida real, onde entusiastas do estilo de vida do casal estão se inscrevendo no site. Dos 20 mil novos cadastros realizados somente em janeiro desde ano, 9% das mulheres recémchegadas estão procurando ativamente um “Christian Grey” para ter um relacionamento. Durante a pesquisa realizada, o nome "50 tons de cinza" foi mencionado 512 vezes, “Christian Grey” 1234 e “Anastasia Steel” 109. Após esse resultado, o portal resolveu questionar as cadastradas sobre o que mais lhes atrai no protagonista.

16 - Cenário Minas

Divulgação

Busca por relações como a do Christian Grey e Anastasia Stelle atrai mais de 20 mil novos cadastros para o portal Meu Patrocínio. Com o conceito muito conhecido nos Estados Unidos e na Europa – 'Sugar Daddy e Sugar Baby', o Meu Patrocínio tem por finalidade aproximar homens maduros e bem-sucedidos de mulheres jovens, atraentes, interessantes e ambiciosas. Talvez por se apresentar como uma alternativa às claras, assim como ocorre na relação entre Gray e Anastasia, o portal tem tido crescente procura desde a chamada para a estreia do novo filme da saga “50 Tons de Cinza”.

Ranking das qualidades escolhidas por elas foi o seguinte 1- Ele é generoso e a mima; 2- Ele é bem-sucedido; 3- Eles têm acordos pré-estabelecidos, o que acaba superando as expectativas durante o relacionamento; 4- Ele é sexualmente aventureiro; 5- Ele é um homem bonito.

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br


Cenário

Psicologia: Qual empresa sobrevive sem ela? Por Indicação: Felipe José de Jesus Jornalista

Sou Jornalista, Teólogo e também graduado em Ciências Sociais: Sociologia, mas sempre que escrevo meus textos para colunas ou mesmo artigos para mídias espontâneas, acabo falando sobre comportamento e sem querer sobre o psicológico das pessoas. Sendo assim, minha vontade de fazer Psicologia vem aumentando cada vez mais e por isso, fiz questão de trazer na coluna “Profissões da Revista Cenário”, um pouco sobre esse universo que é indispensável em empresas e até mesmo para a sociedade civil. Veja abaixo como funciona o curso e os lugares que ofertam a modalidade. O curso geralmente é oferecido como Bacharelado e também Licenciatura. Confiram! O psicólogo atua no diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças mentais, de personalidade ou distúrbios emocionais. Este profissional estuda o comportamento humano por meio da análise de suas ideias, valores e emoções. Ele procura identificar padrões de comportamento através da observação e interação direta com os pacientes. O profissional formado em Psicologia pode atuar em diversas áreas. Confira algumas delas: Psicologia Clínica – Atende pacientes individualmente ou em grupo, analisa e trata problemas emocionais. Psicologia Esportiva – Acompanha atletas, preparando-os psicologicamente para competições. Psicologia Hospitalar – Atende pacientes que estão internados em hospitais. Psicologia Educacional – Auxilia alunos, pais e professores quanto a problemas de aprendizagem. Psicomotricidade – Auxilia pacientes na recuperação psicomotora. Psicologia Jurídica – Aplica conhecimentos da psicologia em assuntos relacionados ao Direito. Psicologia Organizacional e do Trabalho – Participa de processos de seleção de funcionários. Orienta sobre carreiras e promove relações saudáveis no ambiente de trabalho. Psicologia da Saúde – Busca a melhoria da saúde física e mental dos pacientes. Orientação Profissional – Auxilia estudantes e profissionais a identificarem seu perfil e tomarem decisões de carreira. Para exercer a profissão, o psicólogo deve possuir diploma de curso superior reconhecido pelo MEC e registro no Conselho Regional de Psicologia. Existe também o Licenciado em Psicologia que pode dar aula e também auxiliar crianças e adolescentes.

Mercado Trabalho: O profissional formado em Psicologia pode atuar em consultórios, hospitais e clínicas. Além das instituições de saúde, um psicólogo pode trabalhar em escolas, organizações públicas e privadas. Uma das áreas de atuação que vem crescendo bastante para este profissional é a Neurociência. O desenvolvimento desta ciência nos últimos anos aumentou da procura por psicólogos para o atendimento de pacientes com distúrbios neurológicos, como demências, transtornos de aprendizagem e dislexia.

Perfil Profissional:

Onde Estudar:

Quem deseja seguir carreira na área de Psicologia deve ter gosto pela leitura e ter boa capacidade de interpretação e análise de textos.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Psicologia: Universidades Privadas: Universidade Estácio de Sá (UNESA) Centro Educ. Anhanguera (ANHANGUERA) Q u e r e r a j u d a r a s p e s s o a s é o u t r a Universidade Norte do Paraná (UNOPAR) característica importante deste profissional. Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br

17 - Cenário Minas


Cenário

Fadiga ocular: hábitos que fazem

bem à saúde dos olhos Por Geraldo Félix Júnior - Jornalista

P assar horas em frente ao computador, assistindo à TV, jogando videogame ou mexendo no smartphone ou tablet são atitudes comuns hoje em dia. Com o avanço da tecnologia, especialmente na informática, os hábitos mudaram. Se por um lado os benefícios deste avanço são enormes, por outro, os riscos à saúde visual devido ao uso excessivo destas tecnologias também são. De acordo com especialistas, entre 70% e 90% da população mundial sente desconfortos visuais após passar horas em frente à tela. Apesar de não ser classificada como patologia pela Medicina, a fadiga ocular já é considerada um problema de saúde, fruto da vida moderna, que atinge cerca de 60% das pessoas com menos de 45 anos no mundo, tanto os usuários de óculos quanto os não usuários. Quando os olhos se concentram num ponto por muito tempo, eles fazem ajustes imperceptíveis e incontroláveis para obter foco. Estes são denominados microflutuações da acomodação visual e são realizados por meio das contrações de um músculo dentro do olho. Como qualquer outro músculo do nosso corpo, ao realizar um esforço contínuo, ocorrem o estresse das funções oculares e cansaço. Desta forma, o olho fica incapaz de promover o foco exato, ocasionando assim os sintomas de fadiga ocular. Entre os sintomas mais comuns da fadiga ocular, podemos destacar os visuais – dificuldade de focagem ou visão turva, alteração ou flutuação na percepção das cores e aumento da sensibilidade à luz; oculares – sensação de cansaço e dor ocular, olhos vermelhos e secos; e músculos esqueléticos – dor de cabeça, dores do pescoço, ombros e costas, irritabilidade e tonturas. Para melhorar a qualidade visual de quem não tem como fugir da exposição às telas, já existem no mercado oftalmológico algumas soluções que amenizam a sensação de desconforto. 18 - Cenário Minas

Porém, é primordial que antes de buscar qualquer alternativa se faça uma consulta com um oftalmologista, só ele poderá indicar o mais adequado para você.

Hábitos simples, mas que valem muito! • Piscar ajuda na manutenção da umidade dos olhos e é indispensável para uma boa visão e defesa ocular; • Evite a incidência direta do ar de ventiladores ou aparelhos de ar condicionado no rosto; • Limpe sempre a tela do computador; a acumulação de poeiras deteriora a imagem e dificulta a visão. • Mantenha a tela (computador ou TV) numa distância de 50 a 70 cm aproximadamente dos olhos; • Utilize umidificadores de ar no ambiente ou coloque sobre a mesa um copo com água. Isso aumentará um pouco a umidade local; • Não pingue colírios sem orientação médica; • Aplique compressa gelada com água filtrada ou mineral durante alguns minutos; • Faça exames oftalmológicos periodicamente; • Caso as dicas acima não resolverem de forma eficiente o seu problema, não existe outra maneira de descansar a vista a não ser descansando também o corpo. Geralmente, quando o corpo está cansado por atividade excessiva, falta de sono ou estresse físico ou mental, nenhuma dessas medidas resolvem.

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br


Cenário Palming : exercício poderoso para os olhos Palming é um exercício que consiste em cobrir os olhos com as mãos. Indicado por proporcionar descanso total da visão, é uma das melhores formas para relaxar os olhos e descansar completamente o nervo óptico – que liga o olho ao cérebro. O exercício pode ser praticado pela manhã, logo após acordar, ou então, à noite, antes de dormir.

Para fazer o Palming é simples: Encontre uma posição confortável (geralmente sentado, com os cotovelos apoiados em uma mesa, ou superfície); Friccione as mãos juntas para aquecê-las, feche os olhos, e cubraos de 03 a 05 minutos com as palmas das mãos em formato de concha (para não tocar em cima do globo ocular, mas sim ao redor dele); Impeça ao máximo a entrada de luz, relaxe e respire profundamente, sem exercer pressão sobre os olhos. Sessões de 03 a 05 minutinhos cobrindo os olhos, a cada 1 hora, são ideais se você estiver trabalhando no computador, lendo, ou exercendo alguma atividade cansativa para os olhos. Fontes: CBO e Dr. Visão.

ARRAIÁ DO PIC 2017: apresenta César Menotti & Fabiano O Arraiá do PIC vai abrir a temporada de juninas da Cidade, no dia 03 de junho, sábado, a partir das 20 horas. A festa terá oito horas de duração e a grande atração da noite será a dupla César Menotti & Fabiano, em um show especialmente montado para este evento. Também se apresentarão Thiago Carvalho, com o sertanejo universitário, e o DJ Eduardo AUM comandando as picapes. Além disso, haverá parque de diversão para a garotada e toda aquela estrutura impecável open bar / food com 24 barracas de comidas e bebidas espalhadas em todo ambiente da festa. Na decoração, muito bom gosto, charme e sofisticação – marca registrada do evento.. A campanha “É chic ter chauffer” acontecerá mais uma vez proporcionando a segurança e a tranquilidade do transporte por táxis. Neste dia, deixe o carro em casa: vá e volte de taxi e aproveite tudo que a festa tem a oferecer.

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br

19 - Cenário Minas


Cenário Educadores se reúnem contra o analfabetismo funcional

Por Clarice Tatyer - Jornalista

O

projeto Formando Leitores nasce da percepção de dois educadores, Laura Calejon e Guilhermo Arias Beaton sobre a quantidade de crianças que chegam ao final do ensino fundamental e na universidade sem o domínio da leitura e da escrita como analfabetos funcionais . “Pensamos no projeto a partir de experiências bem sucedidas de educação infantil e de alfabetização “ Declara Laura Calejon. O programa visa a aquisição da leitura e da escrita produzida pela humanidade, como recurso de comunicação e de compreensão do mundo em que vivemos, constitui-se em um recurso para o desenvolvimento cognitivo e afetivo das pessoas.

Os encontros acontecem Centro de Desenvolvimento Pessoal e Profissional (CEDEPP), localizado na Rua Padre Serrão 196, Ipiranga. O Formando Leitores em intercambio com experiências bem sucedidas de alfabetização no contexto nacional e internacional, organiza atividades em grupo para crianças com idade entre 4 e 10 anos, buscando desenvolver os recursos necessários para o domínio da escrita e compreensão da leitura. Sobre o Cedepp O Centro de Desenvolvimento Pessoal e Profissional (CEDEPP), orientado pelo lema, FORMANDO PESSOAS E PREPARANDO O FUTURO, acredita na EDUCAÇÃO como FORÇA TRANSFORMADORA. Assim, oferece oficinas e cursos para melhorar a aprendizagem e o desenvolvimento de jovens que cursam o ensino médio, orientação para organização de projeto profissional. Oferece ainda apoio psicológico a adultos, jovens e crianças, assim como orientação para dificuldades de aprendizagem e problemas escolares. Conheça nossa atividade e o Programa Jovem Aprendiz. Maiores informações: www.cedeppedu.com.br

Comemore a festa de seu filho conosco ou deixe-o brincando no parque por apenas R$ 25,00. Aberto de domingo à domingo de 12hs às 22hs

Tel.: (31) 3879-5590 Central Park Shopping - Rua Úrsula Paulino, 1321 - Betânia Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br

21 - Cenário Minas


Cenário

Animal Planet Pets inaugura operação Por Clarice Tatyer - Jornalista

A marca possui um portfolio de mais de 3 mil itens exclusivos como camas, coleiras, brinquedos, carrinhos de passeio, comedouros. O quiosque, já conta com diversos produtos exclusivos da marca. “Estamos trabalhando fortemente a expansão da marca. Já temos, inclusive, franquias vendidas para outros estados”, conta o empresário Vladimir Brandão, sócio da Expedição Pet Franquias, franqueadora oficial da marca. No estado mineiro já foram vendidas duas unidades, com inauguração prevista para o primeiro semestre de 2017. No total são 5 unidades em São Paulo, totalizando até o momento 10 em todo Brasil. Considerada a primeira boutique de acessórios Pet do Brasil, nela são vendidos produtos para animais de estimação, inclusive para animais exóticos. Os itens de luxo se diferenciam pelo design, como uma caminha para animais de pequeno porte feita com pelúcia, e pela funcionalidade, como um transportador especial c o m r o d i n h a s . To d o s o s p r o d u t o s s ã o hipoalergênicos (não causam alergias nos animais nem em humanos). “Com certeza as pessoas irão se apaixonar conforme forem conhecendo os novos produtos”. Sem dúvida, a qualidade e os produtos diferenciados fortalecem a marca, mas principalmente o fato de “podermos estimular fortemente o mercado para a conscientização da saúde e cuidados aos nossos pets”, afirma o empresário.

Divulgação

Mercado Pet brasileiro O Brasil já é o segundo maior mercado pet do mundo, ficando atrás somente dos Estados Unidos. Ocupa a mesma posição para a produção de ração, visto a forte demanda e o Brasil é o quarto maior em população pets, segundo pesquisas do IBGE. “Existem projeções de crescimento contínuo, independente da crise o que cria um otimismo muito grande neste mercado”, diz o executivo.

Divulgação

22 - Cenário Minas

Em termos de expectativas, a Animal Planet Pets acredita que o mercado pet - que já é grande - ainda tem muito espaço para crescer e que, com o carisma da marca, que trabalha em todo o mundo a questão da humanização dos pets, no sentido, de tratarmos os pets como um membro da família, o sucesso já está garantido.

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br


Cenário

em Minas Gerais em 2017 Alguns dados importantes O Brasil tem a segunda maior população de cães e gatos do mundo, atrás apenas dos EUA, e é o quarto no ranking considerando todos os animais de estimação, atrás de China, EUA e Reino Unido, respectivamente. Os dados são da Abinpet (Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação). 63% das famílias hoje tratam seus Pets como filhos!

Produtos Pet exclusivos São mais de 3 mil itens exclusivos para todos os tipos de pet. São vendidos acessórios para animais de estimação, inclusive os exóticos. A variedade de itens é bem grande. “Eles serão importados, mas, com uma rede grande de lojas, conseguimos ter um volume maior e preços competitivos”, declara.

Raio-X da Franquia Animal Planet Pets para Lojas - Investimentos a partir de: R$ 130.000 a R$ 160.000 - Taxa de Franquia: R$ 50.000 - Retorno sobre o investimento: 19 meses - Faturamento Médio: R$ 50.000 - Área Mínima: 25 a 50 m² - Taxa de Royalties: 6 % - Taxa de Propaganda: 2 % Divulgação

Divulgação

Divulgação

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br

23 - Cenário Minas


Cenário Bacalhau dessalgado é no Restaurante do Porto Por Geraldo Félix Júnior - Jornalista

Durante 48 anos, o Restaurante do Porto é reconhecido por sua qualidade no preparo de suas bacalhoadas e também com a venda do bacalhau dessalgado. Com a chegada da quaresma, a casa é muito procurada, pois a excelência apresentada no restaurante é a mesma a ser levada para casa. Leonardo Duarte, um dos diretores do Restaurante do Porto conta que as pessoas que gostam de preparar bacalhoadas, preferem procurar o restaurante ao invés de ir ao supermercado. Isso deve-se à sua tradição e qualidade do bacalhau e o valor do bacalhau dessalgado é vendido por R$ 99,00/kilo. “O mesmo bacalhau servido na mesa, é o mesmo levado para a casa. Há 20 anos, compro o pescado na mesma bacalhoeira, da mesma importadora, e o meu bacalhau não tem variação anual, durante todo o ano, é o mesmo com a mesma qualidade”, afirma. A expectativa de venda para este ano durante a quaresma é de um crescimento de 30% em relação ao ano passado. “Por mês, consumimos na baixa temporada, 2 toneladas, mas gira em torno de 3 na média do ano. Já na quaresma o consumo é de 6,5 toneladas de bacalhau”, conta Leonardo.

Divulgação

Especialista na preparação do pescado, a casa também tem como serviço a venda do bacalhau dessalgado Localização As unidades do Restaurante do Porto estão localizadas na Rua Espírito Santo, 1507, no bairro de Lourdes e na Rua Conselheiro Lafaiete, 2099, no Cidade Nova. Informações sobre pratos e delivery pelos telefones (31) 3222-7300 (Lourdes) e 3482-9870 (Cidade Nova).

O processo de dessalgue O dessalgue do bacalhau é o mesmo desde quando o restaurante foi inaugurado, em 1969. “É usada a mesma técnica para este trabalho, mas acompanhamos a tecnologia, sabemos de sua importância e como nos ajuda neste processo”, conta Leonardo.

O tempo é variavel, de acordo com espessura do bacalhau X quantidade de bacalhau imersa X ponto do sal ( a gosto)” explica Leonardo.

O tempo para tirar o sal do bacalhau sem prejudicar as qualidades das fibras pode durar três dias. “A troca da O processo de dessalgar o bacalhau é simples, mas água se faz de quatro em quatro horas, a bastante delicado. Os pequenos detalhes do preparo a retirando por completo e a dica é: ao fazer a troca, finalização geram resultado positivo. “O tempo de sempre adicionar mais água gelada”. dessalga é variável, primeiro pela quantidade, e segundo pelo paladar. Bacalhau com pedaços mais Leonardo conclui dizendo que não existe uma cartilha grossos, exigem um tempo maior na água. “o certo é ir experimentando depois de 24h, até chegar no seu gosto”.

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br

25 - Cenário Minas


Cenário Um novo Hipercentro: PBH anuncia retirada de camelôs da região em até 60 dias Por Raul Marinho

De acordo com a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, os 647 camelôs que atuam no Hipercentro serão retirados das ruas em, no máximo, 60 dias; caso haja resistência dos ambulantes ilegais, o uso da força policial não é descartado pelo órgão Secretária de Serviços Urbanos da PBH, Maria Caldas explica que haverá um esforço conjunto, com setores de inteligência, para combater também os fornecedores que alimentam esse tipo de comércio por meio do contrabando de mercadorias.

Divulgação

Calçadas esburacadas, moradores de rua, roubos em ascensão, prédios abandonados e camelôs atuando sem qualquer fiscalização. A realidade do Hipercentro da capital mineira vai demandar do poder público uma série de ações para reorganizar o espaço urbano na cidade. No entanto, as estratégias apresentadas pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) para mudar esse cenário ainda são incipientes.

“A ideia é um cadastramento e o conhecimento das motivações. Sabemos que muitos dos camelôs deixaram suas lojas em shopping populares porque conseguiram empregos melhores, em um momento em que a economia estava aquecida. Com a chegada da crise, muitos deles voltaram a ser camelôs nas ruas”, explica.

No curto prazo, apenas a repressão ao comércio irregular será uma ação efetiva. De acordo com a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, os 647 ambulantes que atuam ilegalmente no Hipercentro serão retirados das ruas em, no máximo, 60 dias. Caso haja resistência, o uso da força policial não é descartado pelo órgão.

26 - Cenário Minas

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br

Divulgação


Cenário

Vendas de computadores PCs foi negativo no ano de 2016 Por: Felipe José de Jesus Jornalista

Com a entrada dos Móbiles no Brasil, qualquer atividade ou mesmo transação vem sendo feita rapidamente nas ruas ou mesmo durante viagens, dispensando assim, a modalidade dos computadores de mesa. Sua utilização ainda tem sido forte em escritórios e mesmo agências de comunicação, mas no geral, o cidadão brasileiro já se habitou a fazer tudo pelo celular. Com essa mudança de paradigma, as vendas de computadores de mesa têm caído gradativamente.

Divulgação

Prova disso foi que o mercado brasileiro de PCs voltou a cair e fechou 2016 com 4,5 milhões de máquinas vendidas, o que representa uma queda de 31,7% em relação ao ano anterior. Os dados divulgados fazem parte do estudo IDC Brazil PCs Tracker Q4, realizado pela IDC Brasil, líder em inteligência de mercado, serviços de consultoria e conferências com as indústrias de Tecnologia da Informação e Telecomunicações.

Resultado de vendas foi o pior dos últimos treze anos Do total de máquinas comercializadas, 2,8 milhões foram notebooks (queda de 30% na comparação com 2015) e 1,7 milhão foram desktops (queda de 35% na comparação com 2015). Ainda de acordo com o estudo, 3 milhões de computadores foram vendidos para o mercado doméstico e 1,5 milhão para o segmento corporativo. Em declaração, Pedro Hagge, analista de pesquisa da IDC Brasil disse que a venda de computadores mesmo apresentando quedas, ficou dentro das expectativas. “A venda de computadores em 2016 ficou dentro das nossas expectativas. Além da crise econômica que impactou o mercado, no ano passado houve mais interesse por smartphones, tablets e até por aparelhos televisores inteligentes, que oferecem a possibilidade de assistir a filmes e consumir entretenimento, em geral. Ou seja, o computador, que até 2012 era praticamente o único dispositivo a oferecer acesso a internet, ano a ano vem perdendo espaço para outros dispositivos”. Fora a queda nas vendas de computadores, a receita com a venda de PCs também diminuiu em 2016. De acordo com a pesquisa, o mercado faturou R$ 10,9 milhões ano passado, contra R$ 15,3 milhões em 2015.

“O tíquete médio dos computadores em 2016 foi de R$ 2.413, enquanto em 2015 foi de R$ 2.326 e, em 2014 foi de R$ 1.694. A alta nos preços deve-se a fatores como a alta do dólar e a chegada ao mercado de equipamentos mais robustos. Antes os fabricantes 'brigavam' para oferecer o menor preço, e hoje lutam por rentabilidade. O resultado é um mercado mais saudável e com equipamentos de melhor qualidade”. E em 2017, como fica? De acordo com o IDC, IDC Brasil, existe uma forte tendência de que o mercado se estabilize em 2017, mantendo os 4,5 milhões de computadores vendidos no ano passado. “Mesmo que a economia melhore, não devemos ter um incremento nas vendas este ano. O mercado de computadores é maduro e a vida útil das máquinas tem passado dos seis anos, já que a qualidade é melhor e o uso tem sido dividido com outros dispositivos. Para se destacar no mercado, os fabricantes precisam inovar e oferecer produtos com preços acessíveis”, finaliza Hagge. *Com dados da Rosa Arrais Comunicação

28 - Cenário Minas

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br


Cenário São Tomé das Letras deverá receber milhares de turistas na Semana Santa, show do Rappa é a principal atração do feriado Por Geraldo Félix Júnior - Jornalista

Como todos os anos, muitos turistas costumam visitar São Tomé das Letras durante o feriado da Semana Santa, atraídos pelo clima místico e pelas belezas naturais que o município oferece, como dezenas de cachoeiras e uma visão de 360º dos vales e montanhas que cercam a cidade. Construída no topo de uma das montanhas mais altas do Brasil, São Tomé das Letras é popularmente conhecida como a cidade de pedra.

Divulgação

Neste ano a expectativa é de que milhares de turistas lotem a capacidade máxima do setor de hospedagem, devido a apresentação do show do Rappa, que está programado para sábado dia 15 de abril.

OSTL Music Festival chega a sua segunda edição com três bandas e um dj. O Rappa promete quebrar tudo em sua primeira apresentação na cidade de São Thomé das Letras. Além deles, Rael apresentará seus hits que estão tomando conta das rádios pelo país. A banda Red Label toca o melhor do rock clássico e a banda Apreza, que faz cover de Charlie Brown Junior, ainda manda outras músicas que estão na ponta da língua de muita gente. Para encerrar, o evento terá um DJ surpresa para fechar a noite.

Serra Do Caraça Bier Fest 2017 a mais charmosa Festa de Cervejas artesanais de MG Diante

o número de público que o Caraça Bier Fest vem conquistando a cada ano, revelando o sucesso total e absoluto do evento, a organização da mais charmosa festa da cerveja de Minas Gerais resolveu promover alguns ajustes visando proporcionar mais conforto e segurança aos participantes para a próxima edição que acontecerá no dia 22 de abril. Nesta nossa 6a. edição estamos preparando mais um charmoso evento com saborosas cervejas artesanais, petiscos suculentos tudo isso ao som do melhor da Folk Music, Jazz, Blues e Rock. Outra preocupação que motivou a organização a promover alterações ao evento é referente a possíveis impactos negativos ao patrimônio da cidade, principalmente na Praça da Matriz de Catas Altas que é tombada como Patrimônio Histórico de Minas Gerais e do Brasil e onde aconteceram as edições anteriores. Serviço: Dia: 22 de abril de 2017 – sábado de 11:00h as 23:00h. Seguir a BR 381 e entrar a direita na MG 436 sentido Barão de Cocais. Passar o trevo de Barão de Cocais, Por mais 12 km na MG 129 chegará em Catas Altas. Total de 120km Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br

29 - Cenário Minas


Cenário Entenda a diferença entre carnes das raças Nelore, Angus e Wagyu Da redação Por Indicação: Geraldo Félix Júnior

Divulgação

Que brasileiro é louco por carne, não é novidade. Pelo menos uma vez por dia, o produto chega às mesas do país em diversos cortes e preparações. Visto isso, este é um mercado que vem crescendo cada vez mais – o que resulta na valorização de cortes antes considerados “de segunda” e o surgimento de casas especializadas no produto – até a chegada de outras variedades ao mercado. Como os Angus e Kobe e mais recentemente, Wagyu, que começaram a ser aparecer em propagandas e a constar em cardápios de muitos restaurantes. Mas você sabe quais são os atributos destas carnes e as diferenças entre elas? Segundo a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes, as raças zebuínas representam 80% do rebanho comercial brasileiro, que conta com aproximadamente 209 milhões de bovinos. Entre estas, predomina a raça Nelore, grande responsável pela maior parte do bife nosso de cada dia. Os demais 20% desse universo se dividem entre todas as outras raças criadas no país.

Esse cenário, no entanto, começa a sofrer mudanças. Com um total estimado entre 2,5 a 3 milhões de cabeças, a raça de origem europeia Angus já é o segundo maior rebanho de corte. Por outro lado, ainda com uma pequena representatividade, mas com um apelo poderoso e uma crescente curiosidade a seu respeito, o boi Wagyu, vindo do Japão, já começa a despontar. A grande diferença entre essas raças é o grau de marmoreio da carne, que é como se chama a quantidade de gordura entremeada. Para conhecer um pouco dessas raças e entender que diferença isso faz no nosso prato, consultamos Renato Sebastiani, diretor do frigorífico CowPig, Rodrigo Testa, sócio do restaurante Cortés e a ABIEC – Associação Brasileira das das Indústrias Exportadoras de Carnes.

Divulgação

30 - Cenário Minas

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br


Cenário ANGUS Com 2,5 a 3 milhões de cabeças, as raças Angus em suas variações Aberdeen e Red, originárias da Grã-Bretanha, já representam o segundo maior rebanho de corte brasileiro. Na aparência, é um boi mais roliço, com maior capacidade de acumular gordura intramuscular, aquela que resulta em marmoreio. Sua adaptação ao clima e pasto nacionais é relativa e aumenta à medida que são cruzados com Nelore, diferença que também salta aos olhos: um boi meio-sangue Nelore-Angus apresenta um pequeno cupim; já outro que é 3/4 Angus não tem cupim nenhum.

Divulgação

Wagyu é de origem japonesa; e a Angus vem do Reino Unido

WAGYU

Divulgação

Com cerca de 30 a 40 mil animais mestiços para o abate, essa raça de origem japonesa ainda tem pequena representatividade, mas isso tende a mudar com a crescente curiosidade despertada pela carne que produz: o famoso Kobe Beef. É um boi bastante roliço, sem músculos definidos aparentemente. Acumula muito mais gordura que qualquer outra raça, tanto na capa quanto entremeada, o que confere suculência inigualável. Comparado a outras raças, tem baixa produtividade de carne, o que resulta nos altos preços: uma peça de picanha Kobe sai por aproximadamente R$ 450.

NELORE São 100 milhões de cabeças dessa raça de origem indiana perfeitamente adaptada às condições brasileiras de clima e pasto. É um boi mais alto, mais esbelto e tem giba - que é o corte que conhecemos como cupim - que é - e a barbela, que é aquela espécie de papada que vai até o peito. Resiste a pastos pobres e é flexível aos manejos em pasto e confinamento. Apresenta a capa de gordura semelhante à do Angus, mas perde em quantidade de gordura total e de gordura entremeada – o famoso marmoreio. Divulgação

Para que você tenha uma noção, em boutiques de carnes do Brasil, o valor do contrafilé do Wagyu custa aproximadamente R$ 450,00 o quilo. e ancho a R$ 558. Uma peça com 4 kg de costela premium sai a R$ 652. A comercialização mínima de qualquer animal da raça é R$ 12 mil. É um dos melhores negócios na pecuária bovina. Divulgação

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br

31 - Cenário Minas


ATENÇÃO MÁXIMA. A REVISTA CENÁRIO MINAS É UMA PODEROSA FERRAMENTA PARA A VEICULAÇÃO DE SUA MARCA SOLICITE NOSSO MIDIA KIT PELO EMAIL: CENARIONEGOCIOS@GMAIL.COM


Cenário

Volkswagen Golf feito no Brasil ganha nota máxima do Latin NCAP Da redação Por Indicação: Geraldo Félix Júnior

O

Divulgação

modelo Volkswagen Golf geração sete fabricado na unidade de São José dos Pinhais (PR) recebeu a nota de segurança máxima pelo Latin NCAP, Programa de Avaliação de Carros Novos para América Latina e o Caribe, na primeira bateria de testes realizados neste ano na região. Assim como o VW, o modelo Seat Ateca, fabricado no México, também recebeu cinco estrelas, tanto para a proteção de ocupante adulto quanto para a proteção do ocupante infantil.

Foram os dois primeiros modelos avaliados a partir dos novos padrões de testes de colisão, cujos protocolos ficaram mais rígidos em 2016: além do impacto frontal, também faz teste de impacto lateral e exige o controle de estabilidade (ESC) para conferir a nota máxima. Além disso, pela primeira vez o Latin NCAP concedeu um prêmio extra, o Advanced Awards, que reconhece os modelos cinco estrelas que incluem sistemas de prevenção de acidentes, como a frenagem autônoma de emergência (AEB), que em ambos os modelos é oferecido como opcional, e tecnologias de proteção de pedestres. Eles também oferecem até sete airbags. Ambos os carros foram testados a pedido da própria montadora no chamado patrocínio, quando a fabricante pede ao Latin NCAP que realize os testes e paga todo o processo, enquanto o Latin NCAP escolhe uma unidade do modelo que será testado de forma aleatória. Neste teste foi utilizado uma versão brasileira do VW Golf VII. Já o Seat Ateca, fabricado no México e que é vendido em outros mercados da América Latina, é equipado com sete airbags, ESC e proteção para pedestres. Ambos têm padrão de segurança europeu.

“É uma grande conquista para o G r u p o Vo l k s w a g e n , q u e f a b r i c a t a n t o o Vo l k s w a g e n q u a n t o o S e a t , em ser os pioneiros em alcançar a máxima pontuação em segurança, conforme o novo protocolo.

Agora que demonstraram que é possível, impulsionamos outros fabricantes da região a melhorarem seus carros e oferecer proteção cinco estrelas”, comemorou o s e c r e t á r i o g e r a l d o L a t i n N C A P, A l e j a n d r o Furas. “Sentimo-nos particularmente à vontade com esses resultados, já que ambos os fabricantes foram além das cinco estrelas, ganhando o Latin NCAPAdvanced Awards. Esses prêmios estimulam os fabricantes com melhor pontuação para e l e s o f e r e c e r e m s e g u r a n ç a a i n d a m a i o r, e a Vo l k s w a g e n e a S e a t s e m d ú v i d a o conseguiram”.

“Esta é a primeira vez desde o novo protocolo estabelecido em 2016 que conseguimos bons resultados em nossa região”, comenta a presidente do Latin N C A P, M a r í a F e r n a n d a R o d r í g u e z . “ Ta l v e z para os NCAPs de outras regiões, por exemplo, nas quais são exigidas normativas ONU, isso seja muito normal, mas para nós é algo extraordinário. Espero que os governos possam entender que é totalmente viável exigir aos fabricantes de todas as marcas os padrões de segurança da ONU. Só assim poderemos reduzir o escandaloso número de mortes e lesionados de nossos países”.

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br

33 - Cenário Minas


Cenário Santuário do Caraça, um paraíso a duas horas de BH Por Geraldo Félix Júnior - Jornalista

Um

oásis recheado de belezas naturais e arquitetônicas, arte, religiosidade, história e muita paz. E pertinho de Belo Horizonte. Assim é o Santuário do Caraça. Um passeio para fazer com a família, sozinho, com amigos, a dois ou em uma excursão. Pode ir e voltar no mesmo dia. Assim como passar o fim de semana ou a semana inteira. De qualquer forma, vale a pena ir ao antigo colégio católico que funcionou de 1820 a maio de 1968, quando um incêndio destruiu os laboratórios e a biblioteca, que tinha quase 30 mil volumes – dos quais se salvou a metade. Antes de chegar ao santuário, que fica a uma altitude de 1.297 metros, entre as cidades de Catas Altas e Santa Bárbara, sua imagem vista da estrada já se destaca no meio da mata, ao pé da Serra do Espinhaço. O turista pode escolher o tipo de programa a fazer: caminhadas mais longas para cachoeiras ou capelas, mais curtas até uma linda prainha de rio, cascatas, ou piscinas naturais. Seja lá qual for o caminho escolhido, a paisagem é maravilhosa. Foto: Acervo particular Geraldo Félix

Catas Altas: lugar sagrado no alto da Serra do Caraça Foto: Acervo particular Geraldo Félix

Autêntico por sua simplicidade, o lugarejo está situado a 130 km de Belo Horizonte. Agrega numa mesma paisagem grandes picos, alguns com mais de 2000 metros de altitude, casas coloniais preservadas, ruas de pedras, ruínas de um aqueduto, igrejas coloniais, inclusive com obras de Aleijadinho e Mestre Ataíde, belas cachoeiras e um aconchegante clima ameno. O conjunto arquitetônico barroco formado pela Igreja da Matriz e por casas antigas ao redor da Praça Monsenhor Mendes, entre outras construções, traz para o presente a história da pequena e bucólica cidade mineira. O seu nome vem da época das ricas minas de ouro, a palavra “catas” significa garimpo, e no povoado, as catas, estavam situadas nas partes mais altas da serra e por isso, Catas Altas.

O casario colonial preservado, com a Serra do Caraça ao fundo, parece fazer a cidade caber dentro de uma pintura. Para proteger esse rico acervo histórico, cultural e religioso, o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA) tombou todo o perímetro urbano de Catas Altas.

34 - Cenário Minas

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br


Cenário Santuários de Nossa Senhora da Piedade e do Caraça integram a rota “Entre Serras”, que distribui um fluxo de 300 mil visitantes ao ano na região

O Roteiro Entre Serras da Piedade ao Caraça oferece opções relevantes de turismo religioso e também pra quem busca belos contatos com a natureza. É um roteiro que oferece oportunidade de conhecer os principais santuários da região. A visita à Serra da Piedade e a Matriz de Nossa Senhora do Bom Sucesso, em Caeté, são excelentes passeios. De lá, vale uma esticada até o Santuário São João Batista, em Barão de Cocais. No distrito de Cocais, a opção de contato com a natureza é fazer trilha até a Cachoeira de Cocais. Em Santa Bárbara a visita ao centro histórico é importante, principalmente a Matriz de Santo Antônio, com grande acervo barroco, e ao Memorial Afonso Pena. A visita ao Santuário do Caraça, entre Santa Bárbara e Catas Altas, é boa opção tanto religioso quanto para quem quer contato com a natureza. Em Catas Altas, conhecer a Matriz de Nossa Senhora da Conceição e o Bicame de Pedras para contemplar a natureza enriquece o passeio.

a Santíssima Virgem Maria teve decretada, através das Letras Apostólicas "Haeret animia" de 20 de novembro de 1958, o título de Nossa Senhora da Piedade

Rotas e Rumos Turismo - Barão de Cocais Localizada a 93 km de Belo Horizonte, a cidade de Barão de Cocais guarda tesouros históricos. A cidade foi fundada no início do século XVIII por bandeirantes e portugueses paulistas que viajavam as Minas Gerais em busca de ouro. Em 1764 a cidade ganhou a primeira de muitas igrejas, a atual Igreja Matriz São João Batista que é, até hoje, um dos principais pontos turísticos da cidade. A construção, que demandou 21 anos de obra para ser finalizada, fica logo na entrada da cidade.

Foto: Acervo particular Geraldo Félix

Ao todo, Barão de Cocais cede abrigo a nove igrejas, destino de grande parte dos turistas. Além dos templos religiosos e da bela paisagem (com cachoeiras e serras), a cidade conta com diversas atrações. É o caso do Museu do Fernando Tôco, que conta a história do tropeirismo através de peças exclusivas. As ruínas do Gongo Soco, que guardam a história do período do ouro, são uma atração à parte. Vários outros pontos turísticos, como o Sítio Arqueológico Pedra Pintada e o Cruzeiro das Almas, estão à espera dos visitantes.

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br

35 - Cenário Minas


Cenário

Talita Younan fará vilã em Malhação

Por indicação Luiz Gwyer - Jornalista

Diguinho Soares

Talita Younan, natural de Presidente Prudente em SP, 24 anos, dará vida a Katarine. A menina será conhecida como K1, e vai chegar com tudo, prometendo causar na próxima temporada de Malhação. Viva as Diferenças” será a 24ª temporada de “Malhação” e tem estreia prevista para o dia 03 de maio. A trama pela primeira vez será ambientada em São Paulo, com destaque especial para as zonas leste e sul da cidade. Serão cinco protagonistas femininas, de diferenças culturas e classes sociais, que terão por ponto de encontro o metrô da capital paulista.

Cenário Minas conversou com Talita Cenário Minas - Começou os trabalhos quando ? Talita Younan - Comecei a estudar teatro com 9 anos lá em Prudente, com 15 já trabalhava profissionalmente. Com 17 anos me mudei pra São Paulo para continuar a estudar TV e cinema. Fiquei em cartaz um ano com a peça O Mambembe e fiz vários outros espetáculos. Estudei no Fernando Leal, Cia de Atores e Célia Helena. Cenário Minas - Como foi fazer os Dez Mandamentos na Record ?

Diguinho Soares

Talita Younan - Foi maravilhoso. Um sonho! Meu primeiro trabalho na TV e foi delicioso. Damarina era muito amada pelo público e eu apaixonada por ela também. Foram várias surpresas e presentes durante as duas temporadas. Fazer par romantico com o Marco António Gimenez também foi demais. Cenário Minas - Como foi a troca da record pela Globo? Talita Younan - Não houve uma troca. Tinha acabado Os Dez Mandamentos e fiz teste para a Malhação e graças a Deus deu certo, passei e estou aqui. Cenário Minas - Como será seu papel em Malhação ? Talita Younan - Será uma vilã destemida, forte. Uma menina que luta pelo que quer e faz o possível e o impossível para conquistar seus objetivos. A Katarine dança funk e estuda na escola pública. Forma uma dupla da pesada com a K2 e elas duas juntas vão aprontar e divertir muito o público. Cenário Minas - Qual ator fará o par romântico ? Talita Younan - Ainda não sei ... Cenário Minas - Sempre fez papel de vilã??? Talita Younan - É minha primeira vilã. Sempre quis fazer uma e agora chegou a hora. Estou me preparando muito. Assistindo muitas coisas e fazendo Coach. A K1 é ruim demais, gente. Risos. Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br

37 - Cenário Minas


Cenário Minas vai ter mar! Projeto “NaPraia” chega a BH, em maio Por Geraldo Félix Júnior - Jornalista

Quem acredita que a praia mais próxima do mineiro é o litoral carioca, vai ter que rever seus conceitos em breve. Isso porque a R2 Produções, a Prime Eventos, a Trio Produtora e a Its Show Time vão realizar o grande sonho dos mineiros: trazer uma praia para poucos quilômetros da capital. O projeto “Na Praia”, que já faz parte da agenda brasiliense, desembarca na Lagoa dos Ingleses no mês de maio, trazendo diversão, muita areia, queijo coalho, acarajé e até biscoito Globo. As atrações confirmadas Divulgação são: Saulo, Buchecha, Durval Lelys, Zeh Pretim, Make u Sweat, Matheus e Kauan e outros convidados. A proposta começou na cidade de Brasília em 2015 e é sucesso garantido a cada nova edição realizada. A ideia do evento é criar um espaço que remeta às praias de todo o litoral brasileiro em meio a cidades que não são banhadas pelo mar

Mostra de Teatro Tiradentes em Cena terá a tolerância como tema de sua quinta edição Entre os dias 17 e 29 de maio vamos confortar e confrontar o público com o diferente, o inusitado, aquilo que está fora da curva. E também com o que se encontra dentro dela. É proibido proibir. Certo, errado, coerente, incoerente, a onda é tolerar. Virtude que certamente será elevada a cardinal, ao lado de outros atributos como a justiça e coragem. Em tempos em que se posicionar se tornou necessário para garantir o seu espaço, por outro lado abriu as portas para a intolerância. Mais do que um ato mecânico de aturar, o ato de tolerar é a passagem para um estágio mais civilizado de convívio das diferenças, como bem definiu S.P.Rouanet. Uma questão de educação. Entre palcos, casarios, ruas, pedras e esquinas de Tiradentes, vamos respirar teatro. Dramas, comédias, musicais, performances, dança, pesquisa, todos os gêneros à serviço da diversidade de temas que abordam as minorias, sem excluir a maioria. Tudo pulsando com todos. A tolerância é exercício necessário para se conquistar a Sabedoria

38 - Cenário Minas

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br


Cenário

Inauguração Ben & Jerry's BH

Cenário

Não bastasse a rede de sorvetes Ben & Jerry’s chegar a BH neste ano, a marca vai abrir as portas do melhor jeito possível: distribuindo sorvetes grátis! Isso mesmo, no dia 4 de abril, a primeira loja mineira da rede norte-americana, no BH Shopping, vai oferecer casquinhas com uma bola de sorvete de qualquer sabor, o dia todo.

Por Geraldo Félix Júnior - Jornalista

Cada cliente tem direito a entrar na fila quantas vezes quiser, podendo pegar uma bola de sorvete na casquinha ou no copinho, a cada passada pelo balcão. Todos os sabores estarão liberados para consumo, caso alguém tenha alergia à algum ingrediente, a loja disponibiliza um apoio para auxiliar na escolha dos sabores.

Divulgação

Serviço Inauguração Ben & Jerry’s Data: 4 de abril, das 11h às 21h Local: Piso Nova Lima, BH Shopping (BR 356 Belvedere)

Festivais em Belo Horizonte valorizam gastronomia de botecos A depender da expectativa dos proprietários de botecos de Belo Horizonte, a capital mineira não dará o mínimo sinal de sofrer os impactos da crise econômica que afeta o Brasil. É que foi dada a largada dos Festivais Gastronômicos na cidade. Dois dos maiores Festivais, vão começar.

Divulgação

O Comida di Buteco, recebe o tradicional evento de 14 de Abril a 14 de Maio, em sua 18ª edição e conta com 49 estabelecimentos. Todos os butecos precisarão acrescentar aos seus pratos algum tipo de Cereais na utilização desse ingredientes. Já no Botecar 2017, os 50 estabelecimentos apresentarão petiscos inéditos, entre os dias 12 de abril e 13 de maio, com o tema quintais de Minas. Os sabores e o atendimento serão avaliados pelo público e um corpo de jurados. Os dois grupos têm peso idêntico. Mais informações no site da Cenário Minas, que tem a lista de todos os Botecos participantes.

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br

39 - Cenário Minas


Cenário Villa Mix Festival Belo Horizonte chega ao 5o. ano consecutivo Por Indicação: Felipe José de Jesus Jornalista

SETORES

Com megaestrutura e shows dos principais artistas do país

Considerado o maior festival de música do país, o Villa Mix Festival BH comemora o 'Ano 5' de sua realização com megaestrutura e os maiores artistas nacionais do casting do sertanejo e do forró no próximo dia 8 de Abril no Mega Space. O casting do Villa Mix BH é recheado de astros que comandam as maiores paradas de sucesso do país. O line up inclui nomes de peso, como Jorge e Mateus, Wesley Safadão, Simone e Simaria, Matheus e Kauan, Israel Novaes, Alok, além dos estreantes, como o sertanejo Jefferson Moraes, o cantor revelação do forró, Jonas Esticado, e o internacional, Zeeba, que será um dos shows mais esperados pelo público mineiro.

Além do palco exclusivo de grande porte, a megaestrutura do Villa Mix BH conta com cincos setores para milhares de pessoas curtirem a maratona de shows com comodidade e segurança. No Villa Vip, o público terá banheiros e bares exclusivos e praça de alimentação. No Villa Extra, terá praça de alimentação, setores de banheiros e open bar com água, refrigerante e cerveja Brahma. No Villa Prime o serviço de open bar oferece água, refrigerante, cerveja Brahma, vodka e suco, ainda terá praça de alimentação e setores de banheiros. Já o espaço Backstage Golden Mix, é localizado atrás do palco, com acesso a área exclusiva na frente do palco para viver a experiência de curtir o maior festival de música do país perto dos artistas. O camarote ainda terá shows exclusivos, open bar com água, refrigerante, cerveja Brahma, vodka importada, suco, wisk 12 anos e open food. Já o Sense, é uma área especial LGBT, onde é a festa dentro de um grande evento com shows no camarote nos intervalos dos shows do palco do festival. Além disso, é open bar com água, refrigerante, cerveja Brahma, vodka e suco, e praça de alimentação e setores de banheiros. Todos os espaços de open bar, a classificação indicativa é de 18 anos, apenas o Villa Vip tem a classificação de 16 anos. VENDAS Os ingressos para o Villa Mix Festival Belo Horizonte podem ser adquiridos nos seguintes pontos de venda: Loja By Ticket no Shopping Cidade e no Itáu Power Shopping. Na internet, os ingressos podem ser comprados pelo site www.ticmix.com.br. Os valores variam entre R$ 50,00

a R$ 435,00

SERVIÇO Villa Mix Festival Belo Horizonte – 'Ano 5' Data: Sábado, 08 de abril Local: Mega Space Atrações: Jorge e Mateus, Matheus e Kauan, Alok, Jefferson Moraes, Wesley Safadão, Jonas Esticado, Simone e simaria, Israel Novaes, e, Zeeba. Setores: Villa Vip / Villa Extra / Villa Prime / Backstage Brahma Golden Mix / Sense. Classificação: Villa Vip – 16 anos Villa Extra / Villa Prime / Backstage Brahma Golden Mix / Sense - 18 anos Mais informações: (31) 97577-3000

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br

41 - Cenário Minas


Cenário Festeja Sete Lagoas: Cerca de 10 mil pessoas prestigiaram o evento

Foto Acervo: Felipe José Jesus

Por: Felipe José de Jesus Jornalista

O sertanejo vem ganhando força no cenário musical brasileiro e o Festeja Sete Lagoas comprovou que o estilo veio para ficar de vez. No dia 19 de março cerca de 10 mil pessoas lotaram o estacionamento do Shopping Sete Lagoas para assistir de perto os maiores nomes do sertanejo atual com Zé Neto e Cristiano, Henrique e Juliano e a mais nova patrona do sertanejo feminino, a cantora e compositora Marília Mendonça. Com canções na ponta da língua, os artistas animaram o público até a madrugada de segunda feira dia 20. O evento foi Realizado pela WorkShow, Empresário João Wellington e Renatinho Pé da Vaca. A primeira dupla a se apresentar no Festeja Sete Lagoas foi Zé Neto e Cristiano. A dupla carrega consigo diversos sucessos conhecidos pelo público e durante o show eles cantaram os hits: Cadeira de Aço, Seu Polícia e até canções do Pop Rock, como músicas do Charlie Brown Júnior e etc. “Só temos a agradecer a cidade de Sete Lagoas pela receptividade de sempre. Aliás, Minas Gerais é a grande responsável pelo sucesso que estamos conquistando Brasil afora. Muito obrigado pelo carinho de sempre. É bom demais estar aqui com vocês todos”, comentaram.

Logo depois eles falaram do momento atual da carreira e agradeceram os padrinhos e amigos Henrique e Juliano. “Só podemos agradecer a todos porque todo esse sucesso veio por vocês. Só conseguimos vender os discos que estamos vendendo e os shows que estamos fazendo por causa de vocês. Como é bom tudo isso que estamos conseguindo com a ajuda de Deus. Só podemos agradecer também aos nossos padrinhos Henrique e Juliano pela força”, disseram.

Foto Acervo: Felipe José Jesus

Foto Acervo: Felipe José Jesus

42 - Cenário Minas

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br


Cenário Zé Neto e Cristiano, Henrique e Juliano e Marília Mendonça embalaram o evento com seus hits

Simpatia Para encerrar a noite, a cantora Marília Mendonça, que é sucesso em todo o país subiu ao palco com muita alegria. “Ei Sete Lagoas, tudo bem com vocês? Vamos animar essa festa juntos cantando bastante. O Festeja é para todos vocês que vieram aqui nessa noite, por isso, vamos dançar até o fim”, disse. Para a alegria do público ela cantou a canção Infiel, sucesso conhecido nacionalmente e ovacionado pelos fãs. Além disso, músicas que projetaram sua carreira nacionalmente. “Essa canção é para todos vocês e para mim é um prazer poder cantar ela aqui hoje.

Eu sei que tem muita gente aqui que já foi apaixonada e não foi correspondido, mas não precisa ter vergonha de falar, isso é normal. A música Infiel fala disso e quem já passou por alguma situação assim vai se identificar”, completou a cantora com sua alegria e simpatia contagiante. Além de seus hits sertanejos, Marília Mendonça também cantou alguns funks conhecidos como Deu Onda, Vai, Taca, Taca, Essa Novinha é Terrorista e etc. A noite terminou com outras canções de seu DVD Ao Vivo que está estourado nas rádios e ela ainda recebeu em seu camarim a imprensa e fãs.

Mais uma Outra edição do Festeja acontecerá em Belo Horizonte no Mega Space no dia 9 de setembro, sábado. Fique de olho na programação.

Foto Acervo: Felipe José Jesus

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br

43 - Cenário Minas


Cenário

Palhaço Carequinha completaria 100 anos em julho Por Indicação: Orlando Brito (Fotógrafo)

George Savalla Gomes, ou melhor, o palhaço “Carequinha”, tinha na alegria o grande compromisso com a vida. Dedicou seus 91 anos inteiramente ao sorriso de crianças e adultos. Nasceu em 1915, praticamente no picadeiro do Circo Ocidental, do qual o pai e a mãe eram trapezistas. Aos cinco, já apresentava suas estripolias ao público. Foi cantor de rádio, ator de cinema e novelas, o primeiro animador de programas infantis da televisão brasileira, a Tupi e outras no Rio Grande do Sul. Mais tarde, trabalhou na extinta tevê Manchete e, por fim na Rede Globo. Durante décadas dividiu audiência com seriados estrangeiros, como Os Flintstones, Jonny Quest, Os Três Patetas, Perdidos no Espaço, Jornada nas Estrelas e National Kid. Lançou bordões, compôs cantigas de roda e gravou marchinhas de carnaval. Um dos grandes sucessos foi “O Bom Menino”, com participação do flautista Altamiro Carrilho e cantada por brasileiros de Norte a Sul. Mas seu grande personagem foi mesmo o adorável palhaço de voz amigável, chapéu de aba curta, roupas coloridas e gola frouxa, bom humor permanente. Artista circense por excelência. Por quatro vezes representou o Brasil no concurso Internacional de Palhaços. Numa delas, na Itália, ganhou a medalha de Ouro. Em 1991, juntamente com comediante Dercy Gonçalves, recebeu a maior homenagem de sua vida: desfilou no alto de um carro alegórico da Escola de Samba do Viradouro, na Avenida Marquês de Sapucaí.

44 - Cenário Minas

Foi uma das raras vezes que o palhaço chorou. Foi às lágrimas, não de tristeza. Mas de pura emoção. Ao lado do paranaense Piolim e do paulista Arrelia, o fluminense Carequinha embalou gerações e gerações com suas brincadeiras. Falecido em 2006, ainda hoje, é considerado patrimônio da cultura do país.

Em 1991, recebi a bolsa de Fotografia da Fundação Vitae, instituição sediada em São Paulo e presidida pelo intelectual e empresário José Mindlin. Meu projeto era fotografar grandes nomes que se destacaram, cada um à sua maneira, e acabou inserido na história do país. Eram “setentões” e “oitentões” notáveis ligados às artes, à ciência, na cultura popular. Listei em torno de cem deles. “Senhoras e Senhores”, esse era o título que dei ao meu trabalho. E evidentemente, o senhor George, ou melhor, o Carequinha, era figura essencial desse rol. Fiz as fotos dos primeiros personagens em preto-e-branco. Resolvi que em cada uma delas deveria tomar parte esse pano de fundo, vermelho. Viajei de Brasília para vários lugares com o tecido em minha bagagem. Afinal, ele deveria compor o cenário em que estariam todas as estrelas da minha lista. À medida que fui cumprindo minha pauta, percebi que eu necessitava da cor para obter maior aproveitamento visual do matiz encarnado.

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br


Cenário George Savalla Gomes foi o primeiro artista de circo a fazer sucesso na TV. Aos cinco anos, Carequinha já fazia piruetas no circo da família.

Fui encontrar Carequinha em sua casa, em São Gonçalo, perto de Niterói, no Rio. Casa simples, com portão ferro, a última do ponto final de uma linha de ônibus. Cheguei na hora marcada, dez e meia da manhã, depois do telefonema no dia anterior. Recebeu-me à porta um senhor moreno, baixinho, sorriso contido, cabelos bem penteados para trás, ainda pretos. Por um instante, não imaginei ser aquele o palhaço que embalou minha infância. Era. Só certifiquei-me disto depois de ouvir a voz inconfundível. Sentei-me no sofá da pequena sala, enquanto o vi se afastar para sintonizar a tevê, em preto-e-branco, na qual três crianças assistiam ao programa da Xuxa, sentadinhas no chão. Estendi na frente de um armário de madeira o meu pano vermelho e, então, meu personagem abriu uma caixa de sapatos e dela retirou uns narizes e uma cabeleira postiços. Pedi-lhe que pintasse somente a metade do rosto. Eu queria mostrar que, por trás da imagem tão conhecida do famoso palhaço, havia também um homem comum de nome George Savalla Gomes. Alegria: – Eu sou a alegria. Minha vida sempre foi uma grande brincadeira. As pessoas dizem que fui o primeiro “Xuxo”. Engano. A Xuxa é que é o atual Carequinha. Fama: – O Carequinha ficou mais conhecido que o George. O negócio é criar fama e não deitar na cama. Melhor momento: – Em Florianópolis, quando fui fazer uma apresentação. Chorei de felicidade no desembarque. No aeroporto, fui recebido por mais de 3 mil crianças. E também no carnaval de 1991, quando fui tema da escola de Samba Unidos do Viradouro e desfilei num belíssimo carro alegórico na Marquês de Sapucaí. Chorei de novo quando notei que estava sendo aplaudido por netos, pais e avós. Enfim, por todos. Eu tinha a sensação de que o mundo inteiro estava me aplaudindo. Foi muito emocionante. Idade: – As crianças não me deixam envelhecer. Além disso, não digo a ninguém a idade que tenho. Assim é melhor. Não ligo muito para o tempo. Os palhaços não têm idade, têm felicidade. Orlando Brito

Matéria Publicada no site: http://osdivergentes.com.br/orlando-brito/serie-perfis-brasileiros-o-palhaco-carequinha/

Revista Cenário Minas - www.cenariominas.com.br

45 - Cenário Minas


A Cenรกrio

Revista Cenario Minas Abril 2017  

Revista Cenário Minas - Abril de 2017 - a publicação se notabiliza pela absoluta isenção editorial e é uma revista regional de variedades qu...

Revista Cenario Minas Abril 2017  

Revista Cenário Minas - Abril de 2017 - a publicação se notabiliza pela absoluta isenção editorial e é uma revista regional de variedades qu...

Advertisement