Page 1

Revista

Pará+ FEVEREIRO 2013

BELÉM-PARÁ

WWW.PARAMAIS.COM.BR

ISSN 16776968

EDIÇÃO 132

Editora Círios

R$ 8,00

CAMPANHA DA FRATERNIDADE MINHA CASA, MINHA VIDA EM CASTANHAL ALERTA CONTRA A DENGUE CAPA.indd 1

27/02/2013 11:22:30


2

Parรก+

OZ 8629_0004_41x27 - amazonia - lixo.indd 1 ONDA AZUL - LIXO.indd 2

www.paramais.com.br

27/02/2013 11:27:05


www.paramais.com.br

ONDA AZUL - LIXO.indd 3

Parรก+

3

16/01/13 17:35 27/02/2013 11:27:36


Pará+

Revista

N E S TA E D I Ç Ã O EDIÇÃO 132 - FEVEREIRO/2013

PUBLICAÇÃO

Editora Círios SS Ltda CNPJ: 03.890.275/0001-36 Inscrição (Estadual): 15.220.848-8 Rua Timbiras, 1572A - Batista Campos Fone: (91) 3083-0973 Fax: (91) 3223-0799 EDITORA CÍRIOS ISSN: 1677-6968 CEP: 66033-800 Belém-Pará-Brasil www.paramais.com.br revista@paramais.com.br

06 Campanha da Fraternidade 2013

18

A tecnologia e a revolução educacional

Projeto de revitalização do Ver-o-Peso terá a participação dos feirantes

Presidenta Dilma Rousseff entrega 2.412 imóveis em Castanhal

22

Alerta contra dengue

25

Folia na Rua no Ver-o-Rio

26

A Bumbarqueira no centro de Belém

30

Carne aval e seus paradoxos

32

9 idéias incríveis de 9 empresas fantásticas para você aplicar no seu negócio

38

Pará+

s

Círio Editora

AIS.COM.BR

WWW.PARAM

BELÉM-PARÁ

FEVEREIRO

2013

EDIÇÃO 132

R$ 8,00

NIDADE DA FRATER CAMPANHA VIDA EM CASTANHAL

MINHA NGUE MINHA CASA NTRA A DE ALERTA CO

34

Maior feira de fotografia do mundo revela tendências

O primeiro milhão

40 43 46 48

Jovens fraternos, no clima da Campanha da Fraternidade 2013. Foto de Jeremy Cohen

Editora Círios, a única Editora do Norte associada a Associação Nacional de Editores de Revistas

“Síndrome” da pressa FAVOR POR

Cerca de 400 mil famílias serão beneficiadas com a ampliação de Programa... Óleo de peixe pode ajudar a retardar envelhecimento em idosos

CIC

I LE ESTA REV

Ao meu amigo Sérgio Pandolfo

Como reconhecer um acidente vascular cerebral

Nesta Edição (132).indd 4

C A PA

RE

44

* Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores.

ST A

20

10

Revista

O novo presidente do Banco da Amazônia

968

16

ISSN 16776

15

Banco da Amazônia lança linha de financiamento para Ciência, Tecnologia e Inovação

ÍNDICE DIRETOR e PRODUTOR: Rodrigo Hühn; EDITOR: Ronaldo Gilberto Hühn; COMERCIAL: Alberto Rocha, Augusto Ribeiro, Rodrigo Silva, Rodrigo Hühn; DISTRIBUIÇÃO: Dirigida, Bancas de Revista; REDAÇÃO: Ronaldo G. Hühn; COLABORADORES*: Camillo Martins Vianna, Chil Kämper, Eduardo Shinyashiki, Gil Giardelli, Hélio Granado, Ivan postigo, José Hernano Arrim Filho, Mariana Pedrozo, Paulinne Pegado, Rodrigo Barata, Ricardo Jordão Magalhães; FOTOGRAFIAS: Arquivo CF-2013, Catarina Barbosa, Eunice Pinto/Ag. Pará, Fernando Araújo-O Liberal, Igor Pinto/NID Comus, Marcelo Martins, Stephanie Carvalho, Wilson Dias/Abr e Klaus Mauthes; DESKTOP: Mequias Pinheiro; EDITORAÇÃO GRÁFICA: Editora Círios

PA-538

Portal Amazônia

www.revistaamazonia.com.br

27/02/2013 11:29:10


NOVO INGLÊS MULTIMÍDIA MICROLINAS

Você estuda Na hora E no ritmo Que quiser.

Microlinguístico

UM CURSO RÁPIDO QUE PREPARA VOCÊ PARA O MERCADO DE TRABALHO Flexibilidade de horário Aulas individuais e presenciais Auxílio de professores para dúvidas Curso prático e dinâmico

www.paramais.com.br

MICROLINS.indd 5

Acesso à maior Rede social para estudantes De inglês do mundo

Matrículas

ABERTAS

Pará+

5

27/02/2013 16:02:06


Campanha da

Fraternidade 2013 Fotos Fernando Araújo- O Liberal

T

endo por tema “Fraternidade e Juventude”, e por lema “Eis-me aqui, envia-me!” (Is 6,8), a abertura da Campanha da Fraternidade 2013, aconteceu no ginásio poliesportivo Almir Gabriel, conhecido como “Abacatão”, na Cidade Nova 7, em Ananindeua. Além da sociedade em geral, prestigiaram a missa celebrada pelo arcebispo metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, dezenas de seminaristas, ministros, diáconos, padres e autoridades. Ao final, seguiram em caminhada até a igreja de Santa Paula Frassinete, na Cidade Nova 6. Durante a celebração, disse Dom Alberto: “O lançamento da campanha é um dia de grande alegria para todos nós. Este é o ano da juventude porque, além da Campanha da Fraternidade, teremos a Jornada Mundial da Juventude, que o Papa Bento XVI convocou para ser realizada no Rio de Janeiro. Já temos a palavra de que o próximo papa que assumir fará a primeira grande manifestação na jornada. Então, 2013 é um ano todo dedicado à juventude, para que a sociedade sinta mais o dever de inclusão desta e que o próprio jovem seja agente de fraternidade. Por isso, o lema da campanha é ‘Eis-me aqui, envia-me’, para que se os jovens se sintam chamados a serem agentes da fraternidade”. O município de Ananindeua foi escolhido para receber o lançamento da campanha por reunir alto percentual de jovens na população. São em torno de 35%. Segundo o prefeito de Ananindeua, Manoel Pioneiro, o evento aumenta a obrigação de a gestão do município ser partícipe nas ações de combate à violência contra a juventude. “A campanha é importante porque se trata da juventude. Queremos que as pessoas sejam mais parceiras, estejam na igreja e difundam mais amor e solidariedade ao próximo. Estamos honrados em receber o lançamento da campanha e na obrigação de estarmos partícipes nas ações, porque com a influência da igreja é fundamental que possamos dar as mãos para melhorar a vida da nossa comunidade. Hoje contamos com projetos voltados à juventude que envolvem o esporte e lazer e preparamos a educação em modo geral para que possamos ter pessoas que não estejam no mundo da criminalidade. Nosso papel como agentes públicos é importante e contamos ainda com apoio do

06

Pará+

Campanha da Fraternidade 2013.indd 6

www.paramais.com.br

27/02/2013 16:58:52

R M b w

F


governador Simão Jatene para que possamos melhorar a juventude do nosso estado e do país de um modo geral”, falou Pioneiro As celebrações marcaram o início do período da Quaresma – 40 dias de reflexão, jejum e preparação para a Páscoa. Esse período é muito importante para todos os católicos, pois é durante esse tempo que é lembrado a peregrinação de Jesus Cristo no deserto durante 40 dias. A data também marca tradicionalmente o lançamento da Campanha da Fraternidade, que este ano traz o tema “Fraternidade e Juventude”. A Campanha da Fraternidade acontecerá na Arquidiocese de Belém de forma descentralizada, de acordo com a preparação de cada paróquia. “A igreja católica tinha programado a Jornada Mundial da Juventude para o Rio de Janeiro. E daí o O motivo da campanha sobre a juventude, e por causa da Jornada Mundial da Juventude a ser realizada no Rio de Janeiro, justamente para se dar atenção especial á juventude e que a juventude seja chamada a realizar aquilo que está no lema da Campanha da Fraternidade: “Eis-me aqui, enviame”, afirmou o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira, em entrevista coletiva. Para o sacerdote, o objetivo é que a juO lançamento da campanha é um dia de grande alegria para todos nós

AIS COM M

0 R 2 DE ME

DE

ANCOASDO

ventude se torne protagonista daquilo que a campanha prega. “Toda Campanha da Fraternidade é uma campanha de opinião pública, durante 40 dias a ideia da fraternidade”, explica Dom Alberto. Depois de 21 anos, a Campanha da Fraternidade retorna ao tema da juventude. O tema traz à discussão os jovens e a mudança de época vivida atualmente. Em 1992, o tema “Juventude, Caminho Aberto” já havia discutido e refletido sobre a inclusão dos jovens na evangelização. Dom Alberto Taveira Corrêa disse que “a Igreja celebra a Quaresma com um olhar mais amplo e profundo. Como os cristãos assim se chamam por ter recebido no Batismo

PROJETAMOS E EXECUTAMOS

EXAUSTORES

Rod.Mário Covas,780 lot. Mururé Qd.10 Lt.05 - Coqueiro belemexaustores@yahoo.com.br www.belemexaustores.com.br

Fone: (91) 3248-8375 / 8167-9415 www.paramais.com.br

Campanha da Fraternidade 2013.indd 7

EXAUSTORES EÓLICOS E CAPTADORES DE AR

COIFAS DOMÉSTICAS E INDUSTRIAIS Pará+

07

27/02/2013 16:58:59


a vida nova nascida do próprio Cristo morto e ressuscitado, celebram cada semana, no domingo, a sua Páscoa, e a comemoram anualmente, preparados pela Quaresma, renovando, como num aniversário de Batismo, sua renúncia ao pecado e ao demônio e a fé professada”. O arcebispo acredita que hoje há um movimento contrário ao de afastamento dos jovens da igreja. “Um movimento de muita gente que se aproximam. Muitas pessoas que se afastaram, por várias circunstâncias, e agora essas pessoas se aproximam da igreja e de forma muito especial à juventude”, diz o arcebispo. Sobre as ações previstas na campanha, além das formações e encontros, o arcebispo de Belém conta que há um manual com a Campanha da Fraternidade. “São uns textos

A abertura da Campanha da Fraternidade 2013, aconteceu no ginásio poliesportivo Almir Gabriel, conhecido como “Abacatão”, na Cidade Nova 7, em Ananindeua

Seminaristas, ministros, diáconos, padres, autoridades e muitos jovens na abertura da CF 2013

de estudo que já começaram a ser trabalhados. Em 2013, a Campanha da Fraternidade completa 50 anos. Coordenada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, a CF é realizada anualmente para despertar os homens à reflexão e à adesão de valores mais justos e solidários.

Na CNBB Foi realizado o lançamento oficial da Campanha da Fraternidade (CF) 2013 , como tradicionalmente, na quarta-feira de cinzas – primeiro dia da Quaresma –, no Auditório Dom Hélder Câmara, na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil

(CNBB), em Brasília. O lançamento da Campanha contou com a presença do secretário geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, do ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência da República do Brasil, Gilberto Carvalho, e do presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Marcus Vinícius Furtado Coelho, e outras autoridades. “Iniciamos hoje nosso caminho pascal. Os quarenta dias que precedem a cruz e a Ressurreição sinalizam o caminho que a Igreja, na liturgia, nos oferece como possibilidade de sermos atingidos pela experiência salvadora de Jesus Cristo”, disse dom Leonardo Steiner em seu discurso de abertura. Na ocasião também estiveram presentes jovens lideranças como representante dos povos indígenas Tupinambá, Awa Mirim, e também o estudante Rodrigo Crivelaro, que apresentaram aos presentes, a realidade da juventude no Brasil. O ministro Gilberto Carvalho afirmou que a CF “abre um espaço para o governo trabalhar junto à Igreja”, e citou a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) como um momento privilegiado para toda juventude brasileira. “A Jornada Mundial da Juventude vem ao encontro de uma grande preocupação que o

PURIFIC Redução de 99% das bactérias Retenção de particulas Regulariza o pH da água Expõe a água a um campo magnético com infra-vermelho longo Tem o melhor custo beneficio Dispensa instalação hidráulica e eletrica leve, prático e portátil. 08

Pará+

Campanha da Fraternidade 2013.indd 8

O melhor da água www.purific.com.br

SHOP GÊNESIS BELÉM

Av. Gentil Bittencourt, 2348 Tel.: (91) 3229-1657 9114-7869 São Brás Belém PA celsoivano@ig.com.br belem@franquiapurific.com.br www.paramais.com.br

27/02/2013 16:59:14


governo tem em relação à situação do Jovem do Brasil”, mencionou. De acordo com o texto-base da CF 2013, o objetivo geral da Campanha é acolher os jovens no contexto de mudança de época, propiciando caminhos para seu protagonismo no seguimento de Jesus Cristo, na vivência eclesial e na construção de uma sociedade fraterna, fundamentada na cultura da vida, da justiça e da paz. A campanha nacional da Igreja Católica entrou em vigor, oficialmente, na Quartafeira de Cinzas, e receberá doações de fiéis de todo o País até o Domingo de Ramos, 24 de março, fechando o ciclo 2013 da CF. Dom Alberto Taveira lançou a Campanha da Fraternidade 2013

Oração da Campanha da Fraternidade 2013 Pai santo, vosso Filho Jesus, conduzido pelo Espírito e obediente à vossa vontade, aceitou a cruz como prova de amor à humanidade. Convertei-nos e, nos desafios deste mundo, tornai-nos missionários a serviço da juventude. Para anunciar o Evangelho como projeto de vida, enviai-nos, Senhor; para ser presença geradora de fraternidade, enviai-nos, Senhor; para ser profetas em tempo de mudança, enviai-nos, Senhor; para promover a sociedade da não violência, enviai-nos, Senhor; para salvar a quem perdeu a esperança, enviai-nos, Senhor; para...

Ao final, seguiram em caminhada até a igreja de Santa Paula Frassinete, na Cidade Nova 6

Durante a caminhada

Durante o lançamento CF 2013, na CNBB

JOVENS, “Não tenhais medo de ser Santos!” O SANTA ROSA acredita em vocês como Protagonistas da civilização do Amor

C

a

869

.br www.paramais.com.br

Campanha da Fraternidade 2013.indd 9

Pará+

09

27/02/2013 16:59:19


O residencial Jardim dos Ipês teve seu projeto elaborado pela Cohab

Presidenta Dilma Rousseff entrega 2.412 imóveis do programa

“Minha casa, minha vida” em Castanhal

Fotos Antônio Silva, Eliseu Dias/Ag. Pará; Roberto Stuckert Filho/PR e Wanderley Souza

A

A presidente Dilma Roussef, o governador Simão Jatene, o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro e o prefeito Paulo Titan, inauguram o residencial 10

Pará+

Presidenta Dilma Rousseff entrega 2.412 imóveis.indd 10

presidenta parabenizou o município de Castanhal pelo aniversário de 81 anos, e se disse honrada em ser a primeira presidente do Brasil a visitar a cidade. Ela também agradeceu pela parceria estabelecida com o governo do Estado e o município. “Tenho certeza, governador Simão Jatene, de que este país só será do tamanho dos sonhos que nós temos para ele quando nós todos tivermos, juntos, a capacidade de empurrá-lo para a frente, na mesma direção, a despeito dos desafios gigantescos”, frisou. Dilma ao entregar as chaves para representantes do residencial, externou: www.paramais.com.br

27/02/2013 11:49:22


O empreendimento integra o Programa Minha Casa Minha Vida.

“Essa entrega de moradias é, para mim, sempre um momento especial. O governo tem que ser medido pelos seus compromissos com o seu povo”, disse a presidente, que lembrou das dificuldades da população para adquirir casas próprias, especialmente aqueles que ganham um salário mínimo ou menos. “O governo tem a responsabilidade de assegurar que as pessoas tenham acesso a casa própria”, completou. Dilma disse ainda que estava muito feliz em ser a primeira presidente do Brasil a visitar Castanhal, município localizado a 75 km de Belém. O projeto “Minha casa, minha vida” tem como objetivo diminuir o déficit de habitações no estado. A construção das casas em Castanhal custou mais de R$ 62 milhoes, sendo R$ 60 mil do Governo Federal. Durante o evento, Dilma reforçou a necessidade de uma parceria maior entre o governo federal e os municípios, principalmente no combate às desigualdades.

Jatene e Dilma programando retorno para o Círio e lançar Programa Minha Casa Minha Vida em Icoaraci, no terreno da Eidai

“Meu governo está empenhado em ajudar os prefeitos a fazerem a melhor gestão. (…) E precisamos que nos ajudem a completar o cadastro único do Bolsa Família. Temos de cadastrar todas as famílias que vivem na pobreza e na miséria. Nós estamos chegando perto de poder levantar sobre os nossos pés, erguer a cabeça e dizer com orgulho: esse país não tem mais, não tem mais, pobreza extrema”, afirmou Dilma. Segundo a presidenta, o governo tem a responsabilidade de assegurar que as pes-

www.paramais.com.br

Presidenta Dilma Rousseff entrega 2.412 imóveis.indd 11

tos voltados para as famílias de baixa renda, isto é, com renda bruta familiar de até R$ 1,6 mil. Essas famílias, inclusive, estão livres de quaisquer cobranças, pois estas obras foram construídas com dinheiro público, ou seja, dinheiro do povo que está voltando para o povo”, destacou. Em seguida, solicitou aos prefeitos paraenses agilidade na conclusão e entrega do cadastro de famílias carentes no programa “Bolsa Família”, além da construção de mais creches, que estimulem e garantam educação de qualidade para as crianças, garantindo, além do seu futuro, que suas mães possam trabalhar despreocupadas. Simão Jatene, Dilma Roussef e Aguinaldo Ribeiro

soas tenham acesso à casa própria. Ela classificou o Minha Casa, Minha Vida como “um dos melhores e mais abrangentes programas que o governo federal tem, porque atua diretamente na desigualdade”. Para Dilma, o desenvolvimento do país depende da oferta de oportunidades iguais para todos. A chefe do Executivo ainda destacou a importância do “Minha Casa, Minha Vida”, que tornou mais acessível a concretização do sonho da casa própria para uma grande parcela dos brasileiros, e o papel da mulher nesse programa. Segundo ela, em caso de separação e de permanência da guarda dos filhos, é com a mãe que o imóvel do “Minha Casa, Minha Vida” deverá ficar. Disse ainda: ressaltando a garantia do direito de acesso à moradia própria. “O Governo Federal cobre de 90% a 95% o valor dos empreendimen-

Creches No campo da educação, Dilma Rousseff detalhou o projeto de construção de seis mil creches por todo o país, das quais 593 serão no Estado do Pará. Entre elas, 161 já estão selecionadas e em condições de construir ou em fase de construção. “Queremos que uma criança, filha da classe pobre, tenha as mesmas condições de educação que um filho de classe média ou de ricos. E a creche é o local para se dar essas oportunidades”, assinalou. Dilma também prometeu novos projetos para ampliar a oferta de domicílios para famílias de baixa renda no estado. A cerimônia aconteceu no residencial Jardim dos Ipês, no bairro da Fonte Boa.

O Governador

Durante a cerimônia, acompanhada pelo ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, do presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda, do prefeito de Castanhal, Paulo Titan, do de Belém, Zenaldo Coutinho, outras autoridades federais, estaduais e Pará+

11

27/02/2013 11:49:25


municipais e por cerca de 4 mil pessoas, incluindo representantes de 19 municípios da região, Simão Jatene ressaltou as memórias afetivas que o ligam à Castanhal, onde viveu quando criança. “Esta cidade me viu criança e, nela, aprendi os meus primeiros valores e a enfrentar meus primeiros desafios. Aqui aprendi algo que me marcou profundamente, e que me vem à mente no dia de hoje: O fato de não podermos aceitar e ver a pobreza e a desigualdade como imposições divinas. Elas são criações do homem e, como tais, devemos enfrentá-las”, afirmou. O governador parabenizou a presidente Dilma pelas iniciativas de combate a esses problemas, e a convidou para voltar ao Estado em outubro, por ocasião do Círio de Nazaré. A presidente aceitou o convite. “Estarei empenhada em voltar no Círio e, também, no lançamento do projeto que vamos fazer em Belém”, respondeu

Residencial Jardim dos Ipês

Foram beneficiadas 5,6 mil pessoas com renda familiar de até R$ 1,6 mil, a um custo total do investimento de R$ 60,22 milhões, segundo a Caixa Econômica Federal. Dividido em quatro condomínios, o Residencial Jardim dos Ipês é composto por 332 casas e

Governador Simão Jatene discursa durante a entrega do residencial

1.080 apartamentos. As casas têm área privativa de 35m² e valor médio de R$ 38,5 mil, enquanto os apartamentos possuem 44,94m² de área e valor médio de R$ 42,8 mil, respectivamente. Alguns dos imóveis são destinados a portadores de necessidades especiais, com maior área e portas e janelas adaptadas. O residencial Jardim dos Ipês teve seu projeto elaborado pela Companhia de Habi-

tação do Pará (Cohab) e está constituído de quatro residenciais: Jardim dos Ipês Amarelos, Jardim dos Ipês Roxos, Jardim dos Ipês Brancos e Jardim dos Ipês Rosa. A Cohab foi responsável pela execução de infraestrutura interna, composta por sistema viário, sistema de abastecimento de água, rede de drenagem de águas pluviais, esgotamento sanitário e rede de distribuição de energia elétrica e iluminação pública, além da consAs casas possuem área de 35 metros quadrados e os apartamentos 43 m²

Além dos 1.248 apartamentos, o empreendimento também reúne 164 casas e toda a infraestrutura de urbanização da área

O

Gr

BR12

Pará+

Presidenta Dilma Rousseff entrega 2.412 imóveis.indd 12

www.paramais.com.br

27/02/2013 11:49:36


Moradora do Jardim dos Ipês com a presidenta e a chave de sua residência

Moradora agradece a chave de sua residência

trução de 1.412 unidades habitacionais, sendo 164 casas e 1248 apartamentos. As casas possuem área de 35 metros quadrados e os apartamentos 43 m². Ambos são compostos de sala, cozinha, dois quartos e banheiro. O sistema de abastecimento de água foi dimensionado para atender também o residencial Jardim dos Tangarás,

Dia histórico para a cidade modelo >> O dia 1º de fevereiro de 2013 foi um dia histórico para a cidade modelo. A visita da presidente Dilma Rousseff ao Residencial Jardim dos Ipês, no bairro Fonte Boa, para entregar 1.412 moradias do “Programa Minha Casa, Minha Vida”, deixou a sociedade castanhalense certa de que o avanço e o desenvolvimento chegaram, principalmente para os cidadãos de baixa renda.

Comitiva na saída de um residencial

Paulo Titan, Dilma e Jatene, durante a inauguração

inaugurado no ano de 2012, localizado em área contígua, contemplando mais 496 famílias, perfazendo um total de 1.908 famílias beneficiadas. Com o advento do programa “Minha Casa, Minha Vida 1”, o terreno, com a Estação de Tratamento de Água já construída, foi alienado para a Caixa Econômica Federal, que adquiriu a área com recursos do Fundo de

Paulo Titan, o “meu querido”, prefeito municipal de Castanhal

O Maior e mais completo atacado da construção Grande em tudo, inclusive no conceito e nas marcas que vende!

BR-316, Km 2, nº 1500 - Ananindeua - Pará www.paramais.com.br

Presidenta Dilma Rousseff entrega 2.412 imóveis.indd 13

tel.: (91) 3214-4800 • 3214-4811 Pará+

13

27/02/2013 11:49:43


Belém terá quatro empreendimentos do Programa “Minha Casa, Minha Vida” >> Belém passará a contar, em breve, com os primeiros residenciais do programa “Minha Casa, Minha Vida”. O anúncio foi feito pela presidente da Companhia de Habitação do Estado do Pará (Cohab), Noêmia Jacob, durante entrevista coletiva realizada por ocasião da primeira visita da presidente Dilma Roussef ao Estado, quando foi entregue o residencial “Jardim dos Ipês”, construído em parceria com o governo federal, no município de Castanhal. Noêmia explicou que a capital paraense vai ganhar quatro conjuntos residenciais, com 2.212 unidades habitacionais ao todo. Dessas, 1.700 serão construídas na estrada do Maracacuera; 288 no Tenoné II; 96 no Tenoné I e 128 em Icoaraci. Os imóveis farão

parte da chamada “Faixa 1” do Programa “Minha Casa, Minha Vida”, destinada a famílias com renda de até R$ 1.600,00. Também já está certa a construção de 360 unidades habitacionais, nos mesmos moldes e condições, em Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém. “Antes do ‘Minha Casa, Minha Vida’ falar em redução do déficit habitacional no Brasil era ficção, especialmente para essa camada da população, cuja renda é quase toda usada para dar conta apenas das despesas do dia a dia”, opinou a titular da Cohab, acrescentando que, no Estado, esse déficit gira em torno de 284 mil moradias, segundo dados da Fundação João Pinheiro.

Arrendamento Residencial, para a construção das 1.412 unidades habitacionais. O investimento do Governo do Estado no programa, excluindo-se os valores pagos pelo terreno, foi da ordem de R$ 1.879.320,39, referente a Estação de Tratamento de Água e o asfaltamento da via de acesso e da primeira rua frontal ao empreendimento.

RESIDENCIAL JARDIM DOS IPÊS AMARELOS: - Nº DE UNIDADES HABITACIONAIS: 332 (76 CASAS E 256 APTOS) RESIDENCIAL PARQUE DOS IPÊS ROXOS: - Nº DE UNIDADES: 360 APTOS RESIDENCIAL PARQUE DOS IPÊS BRANCOS: - Nº DE UNIDADES: 376 APARTAMENTOS RESIDENCIAL PARQUE DOS IPÊS ROSA: - Nº DE UNIDADES: 344, SENDO 256 APARTAMENTOS E 88 CASAS. Presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia de entrega das unidades habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida, Residenciais Jardim dos Ipês, em Castanhal

>> O prefeito Paulo Titan aproveitou a visita da presidente da república para pedir recursos para equipar a Unidade de Pronto Atendimento 24h (UPA) e solicitou a inclusão de Castanhal no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal. A intenção do poder público municipal é conseguir da união recursos destinados a sanar vários problemas de saneamento básico, infraestrutura, saúde e de outros setores sociais. Segundo o prefeito Paulo Titan, a visita da presidente foi um presente para Castanhal. “Estamos em festa porque recentemente comemoramos os 81 anos de emancipação política e administrativa de Castanhal, mas o maior presente que ganhamos foi essas casas para a população mais pobre da nossa cidade e a presença, pela primeira, da presidente da república Dilma Rousseff”, destacou. A presidente da república, Dilma Rousseff, deixou bem claro que a intenção do governo federal com os programas como o “Minha Casa, Minha Vida” é garantir a igualdade de oportunidade entre as diferentes classes sociais, pois, para ela, “esse é um dos melhores e mais abrangentes programas que o governo tem porque ele trabalha diretamente nessa questão terrível que é a desigualdade” E acrescentou: “Nós queremos que as pessoas tenham as mesmas oportunidades, pois quanto mais igualdade de oportunidade nós dermos, mais desenvolvimento esse país vai ter”.

>> Já foram contratadas por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida, as construções de aproximadamente 2 milhões de unidades habitacionais, mas o governo ainda pretende contratar mais 1,4 milhão para atingir a meta de 3,4 milhões até 2014. A chegada da presidenta de volta a Brasília está prevista para as 15h40. Não há mais compromissos oficiais em sua agenda para o restante do dia. 14

Pará+

Presidenta Dilma Rousseff entrega 2.412 imóveis.indd 14

www.paramais.com.br

27/02/2013 11:49:45


Banco da Amazônia lança linha de financiamento

para Ciência, Tecnologia e Inovação Projetos de ciência, tecnologia e inovação - CT&I, terão novo serviço de crédito do FNO

O

Apoio financeiro às atividades e empreendimentos inovadores do segmento empresarial, economicamente viáveis, das instituições de pesquisas científicas e tecnológicas e dos produtores rurais www.paramais.com.br

Banco da Amazônia lança linha de financiamento.indd 15

Banco da Amazônia lança novo serviço de crédito do FNO que incentiva o desenvolvimento de projetos de ciência, tecnologia e inovação (CT&I), por meio do apoio financeiro às atividades e empreendimentos inovadores do segmento empresarial, economicamente viáveis, das instituições de pesquisas científicas e tecnológicas e dos produtores rurais. O objetivo da nova linha é financiar todos os bens e serviços necessários à implantação, ampliação e modernização de empreendimentos, capital de giro associado, aquisição de insumos e matéria-prima, em bases e condições operacionais diferenciadas ao empreendedor da região para o incentivo ao desenvolvimento científico e tecnológico nos seus empreendimentos. De acordo com o Gerente de Gestão de Programas Governamentais do Banco, Oduval Lobato Neto, essa nova linha de financiamento expressa o reconhecimento da Instituição da necessidade das empresas e empreendedores da Região de se desenvolverem para competir em um mercado cada vez mais exigente e competitivo. “Assim, essa iniciativa constitui uma oportunidade para aqueles que reconhecem que não há desenvolvimento sem o apoio da ciência, tecnologia e inovação, principalmente a um baixo custo financeiro”, comentou. O prazo de financiamento da linha será de até 15 anos, incluído o período de carência de até cinco anos, podendo ser elevado a até 20 anos no caso de empreendimentos considerados de alta relevância dos beneficiários de mini, micro, pequeno e pequeno-médio porte. Para investimentos com Capital de Giro Associado o prazo é de até três anos, incluído o período de carência de até um ano; e na linha de aquisição de insumos e matéria prima: para beneficiários de mini, micro, pequeno e pequeno-médio porte: até 24 meses, incluído o período de carência de até seis meses; e para beneficiários de médio e grande porte: até 18 meses, incluído o período de carência de até seis meses. Em relação às taxas de juros, as operações contratadas, independentemente do porte do beneficiário, no período de 1 de janeiro a 30 de junho de 2013, com a finalidade de investimento, inclusive com custeio ou capital de giro associado é de 3,53% ao ano e, para as operações contratadas no período de 1º de julho de 2013 a 31 de dezembro de 2013, com as mesmas finalidades, a taxa é de 4,12% ao ano, tornando-se assim um atrativo para o empreendedor. A linha oferece também concessão de bônus de adimplência de 15% sobre as taxas efetivas de juros. Pará+

15

27/02/2013 12:24:34


O novo presidente do

Banco da Amazônia Valmir Rossi, tomou posse durante solenidade no auditório Rio Amazonas

Fotos Catarina Barbosa e Stephanie Carvalho

A

cerimônia de posse ocorreu no auditório Rio Amazonas, no 15º andar da Matriz onde estavam reunidas lideranças do meio empresarial e político regional, como o presidente da Associação Comercial do Pará (ACP), Sérgio Bitar; o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (Faepa), Carlos Xavier; e o presidente da Federação das Indústrias do Pará (Fiepa), José Conrado; além da ex-governadora do

16

Pará+

O novo presidente do Banco da Amazônia.indd 16

Pará Ana Julia Carepa. A mesa do evento foi presidida pelo presidente do Conselho de Administração do Banco da Amazônia, Luiz Fernando Augusto, que deu boas vindas aos presentes e à nova diretoria. Valmir Rossi, em seu discurso, disse: “Nossa Senhora de Nazaré me trouxe de volta ao Pará, após dez anos”. Afirmou também que o Banco da Amazônia concederá R$ 8 bilhões em empréstimos este ano, nas diversas linhas de crédito da instituição. “O banco continua como agente de desenvolvimento regional, social e sustentável”, prometendo

manter o “diálogo permanente e aberto com todas as entidades”. “Vamos apoiar todos os projetos tecnicamente viáveis, para micro e pequenas empresas, e todos os que necessitarem de crédito”, disse, destacando a eficiência operacional e busca por resultados como metas internas, de modo a ampliar a participação do banco no mercado. A nova diretoria, pretende dar continuidade à antiga gestão, sob presidência de Abidias Junior, ampliando investimentos nas micro e pequenas empresas, sobretudo em setores estratégicos, como agricultura familiar e turismo. Valmir Rossi também tem o compromisso de fomentar a geração de emprego e renda na Amazônia, a partir das linhas de créditos oferecidas pelo banco. O governador do Estado, Simão Jatene, foi representado pelo secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico e de Incentivo à Produção, Shydney Rosa, que durante o seu discurso elogiou o Banco pela sua atuação na região amazônica e da sua importância na geração de empregos e oportunidades de negócios. Pediu para que o novo presidente continue ampliando a rede de agências do Banco da Amazônia. Na oportunidade assumiram dois novos membros na diretoria. Nilvo Fries, que vai ocupar a vaga deixada por Eduardo Cunha, na Diretoria de Análise e Reestruturação; e José Roberto de Lima, que será o novo diretor Comercial e de Distribuição, posto que pertenceu a Gilvandro Silva. A cerimônia de posse durou cerca de duas Durante a cerimônia de posse do novo presidente do Banco da Amazônia, Valmir Rossi

www.paramais.com.br

27/02/2013 14:16:40


Nossa Senhora de Nazaré me trouxe de volta ao Pará, após dez anos

Abdias Júnior e Valmir Rossi

horas e foi transmitida ao vivo, por meio de vídeo conferência, para 441 municípios de todos os estados da região Norte que possuem uma agência do Banco da Amazônia. O Banco da Amazônia é uma instituição financeira federal, que tem como objetivo promover o desenvolvimento da região amazônica. O banco opera o Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO) e atende também com outras fontes como o Fundo de Desenvolvimento da Amazônia (FDA), o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), o Fundo da Marinha Mercante, o Orçamento Geral da União e recursos próprios. Atualmente, o banco é responsável por 80% do crédito de fomento liberado na região.

O novo presidente

Valmir Pedro Rossi, 55 anos, nasceu Ilópolis no Rio Grande do Sul, funcionário de carreira do Banco do Brasil, é formado em Ciências Sociais tem duas pós-graduações (Administração Financeira e Marketing) e dois MBA (Altos Executivos e Gestão AvanValmir Rossi

çada de Negócios). Já trabalhou nos Estados de São Paulo, Pará, Rio Grande do Sul, Distrito Federal e na Argentina, onde deixou o cargo de Gerente Regional da América Latina, assumido em março de 2011, para presidir o Banco da Amazônia. No Banco do Brasil exerceu também, dentre outras, as atividades de Superintendente Regional em São Paulo, Superintendente Estadual no Pará e Superintendente Estadual no Rio Grande do Sul. Em Brasília foi Gerente Executivo da Diretoria de Distribuição do DF. Ele foi superintendente do Banco do Brasil aqui no Estado, de 2001 a 2003.

Gilvandro Negrão e José Roberto de Lima

Despedida

Abidias Junior agradeceu a colaboração de todos no alcance dos resultados, citando os números que marcaram o final de sua gestão, elogiou o novo Presidente Valmir Rossi e exaltou suas experiências no mercado financeiro. “Tenho plena convicção de que os novos membros da diretoria executiva continuarão com o trabalho já iniciado”, comentou.

Eduardo Cunha colocando o pin do Banco da Amazônia em Nilvo Fries

Abidias Junior durante seu discurso de despedida www.paramais.com.br

O novo presidente do Banco da Amazônia.indd 17

Pará+

17

27/02/2013 14:16:53


A tecnologia e a revolução educacional Texto Gil Giardelli*

A

educação também se prepara para uma revolução. Há um ano estive em Madri, na Espanha, onde participei de um encontro mundial de educadores conectados pelas redes sociais, que anualmente se reúnem em algum lugar do mundo para entender o ensino do século 21. A conclusão a que chegamos é que somos, e seremos, educadores e estudantes durante toda a vida. O modelo educacional secular, no qual um fala e outros escutam já se esgotou. No mundo conectado há três tipos de aluno: aquele que, em silêncio, presta atenção a tudo; outro que precisa conversar e pesquisar em rede; e um terceiro que precisa ver, sentir e tocar para aprender. O espaço físico e as aulas cronometradas não fazem mais sentido. A educação repetitiva e decorativa torna-se obsoleta com toda a informação do mundo absolutamente disponível. No entanto, frequentar uma escola ainda é importante para compartilhar os valores da sociedade, para o coletivismo e para o trabalho colaborativo e em rede, três conceitos fundamentais para qualquer um crescer na vida e na carreira. O professor não é mais o dono do conhecimento, mas sim o maestro do aprendizado em rede. Em um mundo atolado de informa-

A alta tecnologia na educação é um dos fatores para revolução educacional

ção, cada dia mais, ele terá o papel de curador da sabedoria das multidões. Sim, teremos de estudar durante toda a vida. Em uma época, você será talvez um administrador, depois um professor, um empreendedor, um artista, um vinicultor. Não é fantástico? Prepare-se para essa realidade. Como? Corra e volte a estudar. Ao planejar seu aprendizado em 2013, mude sua postura na sala de aula, seja simultaneamente um contestador, um pesquisador e um educador. Ficar sentado, esperando receber o conhecimento do professor, é um comportamento do século passado. Estude pelo prazer. Se for fazê-lo por obrigação ou apenas

para conseguir uma promoção, é melhor nem começar. Será pior para você. E faça mais: participe de grupos de estudos on-line, que se organizam na internet, mas que realizam encontros presenciais periódicos, participe de trabalhos voluntários, de saraus de poesia, de debates e trocas de ideias. Neste mundo, em que a simples troca de informação é um motor de grandes mudanças, seu diploma tem prazo de validade curto. Mantenha a calma, vá em frente e sempre pense: que futuro estou construindo para nós e para o mundo?

A simples troca de informação é um motor de grandes mudanças

O uso de tablets e smartphones mudará o ensino do século 21 18

Pará+

A tecnologia e a revolução educacional.indd 18

(*) Autor do livro “Você é o que você compartilha” (Editora Gente), e especialista no Mundo.com, com quase duas décadas de experiência no universo digital. Web-ativista, é também professor nos cursos de PósGraduação e MBA do Miami Ad School e do Centro de Inovação e Criatividade (CIC) da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), em São Paulo, e da FIA-LABFIN/ PROVAR em São Paulo.

<<

www.paramais.com.br

27/02/2013 14:21:08


Prefeitura forma alfabetizadores de jovens e adultos Texto Luís Miranda Fotos João Gomes

C

omeçam na primeira semana de março as aulas do Movimento de Alfabetização de Jovens e Adultos (Mova), destinadas às pessoas acima dos 15 anos, que ainda não sabem ler e escrever em Belém. Segundo dados do IBGE, 3,3% da população da capital paraense são analfabetos. O percentual aumenta consideravelmente entre adultos a partir dos 60 anos: chega a 10,3%, de acordo com o último senso. Para atender esse público, a coordenação do Mova realizou durante toda a semana, a formação de alfabetizadores e coordenadores de alfabetização. De acordo com a diretora geral da Secretaria Municipal de Educação, Kelly Salomão, os educadores tem pela frente uma grande responsabilidade, já que “é di�ícil manter os jovens e adultos em sala de aula. São pessoas que por algum motivo não tiveram acesso à educação ou tiveram que largar a escola para trabalhar e trazê -los de volta é um desa�io muito grande”, a�irma a diretora. A meta da Semec é criar 170 turmas distribuídas por toda a cidade para atender cerca de três mil e quatrocentos alunos. “Já está garantida a merenda e vamos distribuir kit escolar para todos os alunos”, explica o coordenador do Mova/Belém, Miguel Picanço. Segundo ele, são medidas que ajudam a

www.paramais.com.br

Prefeitura forma alfabetizadores de jovens e adultos.indd 19

O MOVA é desenvolvido pela Semec em parceria com o Programa Brasil Alfabetizado do Ministério da Educação

manter os alunos, que chegam depois deum dia de trabalho e muitas vezes não tem recursos para compra de material e lanche. Até o �im do ano todos os três mil e quatrocentos alunos do Mova devem receber o certi�icado de alfabetizados. A previsão de início das aulas é o dia 4 de março e devem acontecer em escolas, centros comunitários e espaços cedidos por igrejas e instituições parceiras localizadas em pontos próximos às casas dos matriculados. Para ser incluído no programa de alfabetização, é necessário que o interessado

tenha a partir de 15 anos e não domine os códigos da escrita e da leitura. O período de aulas é de oito meses e, além da alfabetização o programa inclui noções sobre matemática, geogra�ia, ciências e história.A programação de encerramento da formação dos alfabetizadores será no cine Olympia, com a projeção do �ilme “Escritores da Liberdade”, que narra a trajetória de uma jovem professora de uma pequena escola da periferia dos EUA. Por meio de relatos de guerra, ela ensina aos alunos valores como tolerância e disciplina e consegue uma verdadeira reforma educacional em toda a comunidade. O MOVA é desenvolvido pela Semec em parceria com o Programa Brasil Alfabetizado do Ministério da Educação e implementa ações de alfabetização para jovens e adultos em Belém desde 2004.

A meta da Semec é criar 170 turmas distribuídas por toda a cidade para atender cerca de três mil e quatrocentos alunos

Pará+

19

27/02/2013 14:25:24


Projeto de revitalização do Ver-o-Peso terá a

participação dos feirantes

Texto Paulinne Pegado* Fotos Igor Pinto/Nid Comus

O

prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, na companhia do Secretário Municipal de Economia, Marco Aurélio Nascimento e equipe técnica da Secon, visitou recentemente o Complexo Ver-o-Peso, para avaliar aspectos relacionados à segurança, higiene e funcionamento. O prefeito fez questão de abrir diálogo 20

Pará+

Projeto de revitalização do Ver-o-Peso terá a participação dos feirantes.indd 20

com os feirantes e ambulantes enquanto percorria a feira. Para o prefeito algumas mudanças emergenciais devem ser feitas até março quanto à limpeza, iluminação, sistema de esgoto e reparos na infraestrutura do principal cartão postal da cidade. “Belém foi contemplada entre as 44 cidades que receberão verbas do PAC Histórico, e o complexo do Ver-o-Peso será contemplado em sua revitalização”, adiantou Zenaldo Coutinho.

Zenaldo enfatizou que o projeto será realizado em parceria com os feirantes, e portanto, com a participação efetiva dos trabalhadores do local na elaboração do projeto detalhado que será acompanhado de perto pelo Ministério da Cultura, órgão responsável pela liberação da verba que será investida na revitalização do Complexo do Ver-o -Peso. O projeto inicial, já encaminhado ao ministério, será oficialmente entregue ainda na primeira quinzena de março, quando o Prefeito estará em Brasília para discutir e apresentar as linhas gerais do projeto que terá o Centro Histórico de Belém como foco. “Queremos um Ver-o-Peso com qualidade não só para os que aqui trabalham, como para turistas e para aqueles que frequentam e amam esta feira”, ponderou Zenaldo.

Av. Fon ww con

Zenaldo e Marco Aurélio Nascimento, o Secretario Municipal de Economia, discutindo as medidas emergenciais para o local www.paramais.com.br

27/02/2013 15:20:05


Aos participantes da reunião, disse que projeto será realizado em parceria com os feirantes, e portanto, com a participação efetiva dos trabalhadores do local

Diálogo Durante a visita, o prefeito e sua equipe reuniram com os trabalhadores no Mercado de Carne Francisco Bolonha. Cada categoria pôde colocar aspectos relevantes para melhorar a qualidade da feira. “Cuide do coração de Belém. E esse coração é o nosso Ver-o-Peso”, pediu José Amarildo Negrão, representante dos vendedores de peixe salgado do complexo. O prefeito fez questão de ressaltar que o esforço para melhorar o cartão postal é coletivo e que também depende da colaboração de cada um daqueles que frequentam a feira diariamente, seja para tirar seu sustento, seja para fazer girar a economia. “Com certeza teremos atitudes mais rigorosas quanto ao ordenamento, mas nossa intenção é fazer com que o Ver-o-Peso possa ter uma nova cara”, enfatizou. A Secretaria Municipal de Economia, em parceria com órgãos municipais e estaduais, estará discutindo de forma intensa as medidas emergenciais para o local. “Pensamos até naqueles que por algum motivo não teremos como manter no local, dando a cada um de acordo com sua aptidão, oportunidades para se manterem inseridos no mercado de trabalho“, disse o Secretário Marco Aurélio Nascimento. (*) Ascom Secon

<<

Biscoitos Integrais

Durante a visita para avaliar aspectos relacionados à segurança, higiene e funcionamento

Distribuidora

R

Fornecedor

Cristalfarma Sua Saúde é nosso compromisso

www.cristalfarma.com.br Despachamos para todo Pará e Amapá Medicamentos Produtos p/ consumo Hospitalar Filmes e Acessórios p/ raio-X Móveis e Equipamentos Hospitalar

Av. José Bonifácio , 2129 - Altos - Guamá Fone: (91) 3249-3406/8233-0544/8851-1327 www.veganovegetariano.com.br contato@veganovegetariano.com.br www.paramais.com.br

Projeto de revitalização do Ver-o-Peso terá a participação dos feirantes.indd 21

Produtos para Laboratório e Análise Clínica

Matriz - Rod. BR 316 Km 6- Av. Leopoldo Teixeira, Nº 8 Ananindeua - PA - Fone: (91) 3255-5616/3255-1279 Pará+

21

27/02/2013 15:20:15


Alerta contra Se a temperatura mínima sobe um grau, número de casos da doença cresce até 45%

S

dengue

e o clima esquenta, e as chuvas aumentam, surge logo a preocupação com a dengue. A elevação de 1°C na temperatura mínima pode aumentar até 45% os casos da doença no mês seguinte, como aponta um estudo realizado pela Fiocruz na cidade do Rio de Janeiro. A pesquisa serve de alerta serve não só para os cariocas, mas também para moradores de outras regiões que vivem sob calor intenso. Segundo o infectologista Reinaldo Dietze, o calor acelera o ciclo biológico do mosquito transmissor da dengue, fazendo com que ele se reproduza com mais rapidez. “Enquanto que em uma temperatura normal os ovos do mosquito levam de quatro a sete dias para eclodir, no calor intenso eles levam apenas dois dias. Com isso, a larva torna-se adulta mais rapidamente”, explica ele.

Cuidados

Por isso, a época ideal para prevenir a dengue é justamente agora, quando o período de chuvas torna o ambiente ainda mais propício para a reprodução do mosquito. É hora de olhar as caixas-d’água de casa, as poças esquecidas nos telhados e nos pneus

22

Pará+

Alerta contra dengue.indd 22

www.paramais.com.br

27/02/2013 14:33:25


para não prepararmos o ambiente favorável ao mosquito. O Estado também está fazendo a sua parte. Porém todos e cada um de nós tem de fazer sua parte. Temos �icar constantemente alertas para esse problema. ENTENDA:

Ciclo mais rápido Calor No calor, os ovos do mosquito da dengue levam apenas dois dias, em média, para eclodir, enquanto que na temperatura normal, demoram de 4 a 7 dias. Adulto O tempo que ele para se tornar adulto também pode ser reduzido até pela metade no calor. Mais mosquitos A pesquisa da Fiocruz apontou que um grau a mais na temperatura aumenta em 45% o número de casos de dengue no mês seguinte.

Prevenção

Revisão Antes das chuvas, é importante checar se não há água parada em casa, como em terraços, pneus, vasos de plantas e caixas-d’água abertas.

10

Chuvas Agora, no período de chuvas, �ica ainda mais di�ícil fazer esse controle. Por isso, esse é o momento ideal de prevenir a criação de focos do mosquito.

As

principais ações de combate à dengue

1. Cobrir caixas d’água, cisternas, poços e evitar entupimentos de calhas. 2. Vedar com cimento os cacos de vidro nos muros que podem acumular água. 3. Colocar em sacos plásticos, fechar e colocar no lixo copos descartáveis, embalagens, tampas, cascas de ovo e tudo que possa acumular água. 4. Não deixar pneus expostos ao tempo, nunca permitindo acúmulo de água dentro deles. 5. Usar cloro em piscinas, limpá-las com frequência e cobri-las quando não estiverem em uso. 6. Limpar as bandejas externas das geladeiras e ar-condicionado. 7. Esvaziar garrafas, latas e baldes. Guardá-los em local coberto. 8. Guardar garrafas pet e de vidro sempre com a boca para baixo. Guardá-las em local coberto. 9. Lavar semanalmente, com bucha, sabão e água corrente, os vasilhames de alimentação de animais. 10. Lavar os pratinhos dos vasos de plantas e colocar areia até a borda. Evitar plantas como as bromélias, que acumulam água.

Triplica o número de casos de dengue no Brasil

Momento de forte alerta vai até maio, disse o ministro da Saúde, Alexandre Padilha

O

Ministério da Saúde informou recentemente que o número de casos de dengue quase triplicou no país, mas ressaltou que casos os mais graves e as mortes diminuíram na comparação das sete primeiras semanas de 2012 com as de 2013. Neste ano, até 16 de fevereiro, o Brasil registrou 204.650 casos de dengue, ante 70.489 no ano passado. Para o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, o aumento se deu por causa do Denv-4, conhecido como tipo 4 da doença, que, desde 2011, circula no país e também por causa da grande incidência do mosquito. “Toda vez que a gente tem um novo sorotipo em um lugar no qual nunca circulou ele encontra todo mundo suscetível. Em 2013, ele [tipo 4] atingiu municípios grandes e isso faz com que aumentasse o número de casos” explicou Barbosa. O Denv-4 corresponde a 52,6% das amostras encontradas no Brasil. O Ministério da Saúde acentua que a gravidade e os sintomas são iguais para os quatro tipos de vírus. Mato Grosso do Sul, com o maior número de casos do Brasil, Minas Gerais, Goiás, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Mato Grosso e Espírito Santo, com 173.072 registros, concentraram 84,6% dos casos nas sete primeiras semanas de 2013. Mato Grosso do Sul também tem a maior incidência da doença, 1.677,2 casos por 100 mil habitantes. Comparando as primeiras sete semanas do ano de 2012 com 2103, o número de casos graves caiu 44% (de 577 para 324). No mesmo período, o numero de mortes caiu 20% (41 para 33). De acordo com o Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (Liras), o lixo urbano foi o local com maior número de focos do mosquito da dengue nas regiões Norte (46,1%), Centro-Oeste (43%) e Sul (44%). No Nordeste 76% dos focos foram encontrados no armazenamento de água. Enquanto isso, no Sudeste a residência foi o local com maior concentração de focos (vasos de plantas, pneus). “Os dados mostram aos gestores a realidade dos municípios e permitem que eles façam uma intervenção”, ressaltou Jarbas Barbosa. “Estamos no começo do período de transmissão epidêmica, que vai até maio. É um momento de forte alerta”, frisou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. O ministro fez um alerta para a Região Sudeste “onde os focos estão nas casas das pessoas” e para a Região Nordeste, “que concentra mais de 50% dos municípios com risco de dengue”.

www.paramais.com.br

Alerta contra dengue.indd 23

Pará+

23

27/02/2013 14:33:28


Pará combate

Providências para fazer frente à dengue

à dengue

A

24

Pará+

Pará combate à dengue.indd 24

coordenadora estadual do Programa de Controle de Dengue no Pará, Aline Carneiro, informou que com a chegada do período chuvoso, o estado aumenta a mobilização para tomar providências e fazer frente à dengue. Dentre as estratégias adotadas estão o trabalho de conscientização da população e as providências para otimizar o serviço de coleta de lixo, a partir do trabalho em conjunto com órgãos de saneamento e limpeza urbana. Conforme dados da Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa), foram con�irmados 171 casos de dengue clássica este ano, com uma morte, no município de Rurópolis, no sudoeste do estado. Também segundo a Sespa, desde o início do ano, já foram noti�icados 611 casos suspeitos da doença no estado. Outos dados divulgados pela secretaria apontam que os municípios com o maior número de noti�icações são Parauapebas (104), Rio Maria (78), Belém (74), Rurópolis (48), São Félix do Xingu (44), Santa Maria das Barreiras (32), Santarém (26), Santana do Araguaia (22), Ananindeua (20), Marabá (15) e Irituia (13). A maioria dos casos con�irmados está em Rio Maria (77), São Félix do Xingu (43), Santarém (10), Belém (5), Santana do Araguaia (2) e Marabá com um caso cada um. Segundo a Sespa, essas medidas vêm sendo tomadas ao longo dos anos, em períodos chuvosos, e têm se mostrado bem sucedidas. Em 2012 foram con�irmados 12.790 casos de dengue, 2.443 menos do que no ano anterior. Em 2011, 20 pessoas morreram vítimas da doença, e no ano passado esse número caiu para quatro. De acordo com o Ministério da Saúde, até o dia 19 deste ano foram noti�icados no país 49.992 casos de dengue, dos quais 89 considerados graves. Isso representou uma redução de 61% em relação ao mesmo período de 2012, quando foram houve 231 casos graves. www.paramais.com.br

27/02/2013 14:35:18


L a v rna

Ca

2013

Folia na Rua no Ver-o-Rio

O clima de carnaval contagiou os brincantes Debaixo da chuva, a animação …

de samba Bole Bole e Rancho Não Posso Me Amofiná. A proposta inicial dos organizadores do Folia na Rua era a valorização do espaço do Ver-o-Rio, explicou a responsável pelo evento, Maria Alves, assistente técnica do Sesc. “Belém não é um ponto, mas uma grande cidade com vários pontos importantes para serem valorizados e o Ver-o-Rio com certeza está dentro dessa lista que o Sesc sempre valorizou”. Para o Coordenador Municipal de Turismo, Fábio Haber, a avaliação do evento é bastante positiva. “É muito bom enquanto poder público municipal poder fazer essa festa de carnaval, que oportuniza lazer para a população de Belém e divulga o nosso carnaval amazônico, nosso carnaval debaixo da chuva para os turistas do Brasil e de fora do Brasil”, afirmou o coordenador. Este ano, a Prefeitura de Belém promoveu a democratização dos espaços de manifestações culturais no período de carnaval, levando festas para diferentes bairros da cidade, além dos espaços tradicionais como a Aldeia Amazônica. “O carnaval é um patrimônio de toda a população. Devemos dar oportunidade para que mais pessoas tenham acesso. Nós estamos reavivando o espaço do Ver-o-Rio, como uma nova prática de utilização para servir como entretenimento e lazer para população. Além disso, apoiamos todos os blocos de rua que fazem o carnaval no seu próprio bairro, como Jurunas, Cremação e Pedreira”, garantiu.

Força tarefa

Fotos Comus PMB

C

erca de 5 mil pessoas estiveram no complexo do Ver-o-Rio, no Umarizal, para participar da primeira edição do “Folia na Rua” e a animação dos foliões com shows de artistas locais. A programação de valorização cultural e que ofereceu mais uma oportunidade de lazer para as famílias da capital teve apoio da Prefeitura de Belém,

www.paramais.com.br

Folia na Rua no Ver-o-Rio.indd 25

por meio da Coordenadoria Municipal de Turismo (Belemtur), Guarda Municipal de Belém e Secretarias de Economia e Saneamento, entre outros órgãos, que atuaram na segurança, organização de atividades informais e limpeza do espaço. O clima de carnaval contagiou os brincantes, que não dispensaram as fantasias e acessórios carnavalescos. Quem participou do evento não conseguiu ficar parado ao som da banda Fruta Quente e das escolas

O complexo do Ver-o-Rio é um espaço administrado pela Belemtur e que mobilizou outras secretarias e órgãos municipais e também estaduais para participarem da primeira edição do “Folia na Rua”. No complexo do Ver-o-Rio

Pará+

25

27/02/2013 14:38:25


L a v rna

Ca

2013

bém A programação tam ltural cu ow sh m co u conto o tad es do as ist de art

São Os brincantes de las Caetano de Odive também marcaram presença na festa

a r i e u q r A Bumba m é l e B e d o r t n e c o n

Texto Hélio Granado* Fotos Eunice Pinto/ Ag. Pará

O

s blocos carnavalescos de Belém e de diversos municípios do Pará se encontraram nas ruas do Jurunas, para celebrar a diversidade cultural da região na Bumbarqueira, evento do Governo do Estado, organizado pela Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves, Secretaria de Cultura do Estado, Instituto de Artes do Pará e outros órgãos da área de cultura. O evento reuniu milhares de brincantes, que acompanharam a festa desde a concentração, na Praça Amazonas, com shows do carimbó Tio Milico, de Arthur Espíndola e banda e Cantídio Gouveia “A furiosa”, diretamente de Bragança. Depois, o cortejo da Bumbarqueira se dividiu em quatro alas

26

Pará+

A Bumbarqueira no centro de Belém.indd 26

A foliã também mostrou satisfação

www.paramais.com.br

27/02/2013 14:41:37


Debaixo da chuva, a animação …

Bloco “La Urso”, de Viseu, com o carna val dos animais

que cantaram, dançaram e tocaram pelas ruas Cesário Alvim, Arsenal e Bernardo Sayão. O grande desfecho do evento aconteceu no Portal da Amazônia, onde ocorreram shows de carimbó, samba, o banguê elétrico de Kim Marques e Nelsino Rodrigues, finalizando com a banda Arte Show, do município de Vigia. Um dos blocos do interior que participou do cortejo, o “Laurso – carnaval dos animais”, tinha mais que motivos para comemorar no evento. Esta foi a primeira vez que a agremiação participou da Bumbarqueira, justamente no dia em que o Laurso completa 100 anos de existência. “Quando nossos avós morreram, nós ficamos fazendo isso aqui”, conta Civico Monteiro, folião de 63 anos e um dos organizadores do bloco há mais de 40 anos.

3224-6682 | 3241-0680 RUA DOS MUNDURUCUS, 2130 - BATISTA CAMPOS @ldacademia Luiza Duarte Academia www.paramais.com.br

A Bumbarqueira no centro de Belém.indd 27

Pará+

27

27/02/2013 14:41:43


a O mascarado queri se divertir…

es do Component bu Bloco do Uru Brincantes acompanharam a que festa

Diversão era a palavra de orde m

Originário do município de Viseu, o grupo anima as ruas da cidade, com cerca de 30 a 40 brincantes fantasiados de bichos, como cachorros e lobos. Outro participante do bloco, Carlos Fernando, garante que o Laurso leva até 10 mil pessoas às ruas de Viseu durante as festas de carnaval, transmitindo ainda uma mensagem de preservação para o público. “Fazemos essa brincadeira pela preservação dos animais. Essa é uma mensagem de que eles devem viver soltos e não sofrer violência”, afirmou Carlos Fernando. O folião também mostrou satisfação pelo convite do Governo e, principalmente, pela possibilidade de encontro com outras agremiações. “A emoção de estar aqui é imensa. Esperamos que ocorram outros convites pra voltarmos. É uma satisfação muito gran-

28

Pará+

A Bumbarqueira no centro de Belém.indd 28

de, porque tanto eles [blocos da capital] veem um pouco da nossa cultura, quanto nós vemos a deles e aprendemos também. Não queremos exatamente modificar a nossa tradição, mas sim ampliar a nossa cultura”, ponderou Carlos. Opinião parecida é compartilhada pelo presidente da Fundação Tancredo Neves, Nilson Chaves. “A Bumbarqueira foi uma festa muito linda. Foi um encontro de diversas cidades representadas pelos blocos de carnaval. Esperamos que o evento possa contribuir para que o nosso Estado se sinta mais inteiro e mais unido pela alegria da cultura”, afirmou Nilson.

Segurança

Outro ponto positivo do evento foi a segurança dos blocos e dos foliões, garantida pela atuação da Guarda Municipal, Polícia

A segurança dos foliões foi garantida por um aparato montado pela Polícia Militar e outras forças

Civil e Polícia Militar. Apesar do grande número de brincantes, a festa não teve nenhum registro de violência. “Nós atuamos com 40 homens e três viaturas, distribuídas no que nós chamamos de policiamento ostensivo”, comentou o capitão Chaves, da Polícia Militar. “O evento foi muito tranquilo. O público realmente veio para brincar, se divertir. Devemos elogiar os brincantes de hoje, porque eles mostraram que são um público bastante educado”, concluiu o capitão. (*) FCPTN

<<

www.paramais.com.br

27/02/2013 14:41:49


CURIOSIDADE QUANTO MAIS, MELHOR. ASSIM DEVEM SER AS PERGUNTAS.

TE FAZ SER ESCOLHA SABER SEMPRE MAIS. ESCOLHA SER MODERNO.

MODERNO. Algumas respostas estarão nos livros, com os professores ou com os pais. Mas a maioria delas, você terá que saber onde buscar e como perguntar. Há mais de 90 anos, o Moderno acredita que o ensino de qualidade é o diferencial para quem precisa saber de todas as respostas, mesmo sabendo que assim outras perguntas virão.

Múltiplas escolhas para quem quer mais da vida. (91) 3204 3545

www.colegiomoderno.com.br www.paramais.com.br

MODERNO - CURIOSIDADE.indd 15

Pará+

15

27/02/2013 14:48:19


Carne aval e seus paradoxos Texto Rodrigo Barata

E

stamos em processo de estranha necessidade de ser hypados, midiátizados, imedianetizados! E esses adjetivos de um mundo que está celeremente perdendo essências.Todos queremos, pelo menos, um minuto de fama, de spotlight, dos tais quinze minutos decantados pelo maior artista pop dentre todos. Quando me refiro a todos, talvez esteja também me incluindo no hall dos warholianos. O problema é esse egocentrismo imenso validado pelos tempos pósmodernos. Na Idade Média, tivemos o temível Teocentrismo, cerceador dos avanços científicos e em de vários outros setores, artísticos, enfim, seculares; os tempos foram se passando e, já no Renascimento, tivemos o Antropocentrismo, com a sua visão mais universalista. Passamos, talvez, incólumes, pelo romântico Egocentrismo dos séculos XVIII e XIX e seus explosivos detonadores de mulheres abstratas e sonhos criados e desfeitos... No século XXI, temos a explosão desse mesmo Romântico Egocentrismo, mas, desta vez, como nunca(!); na realidade, é uma espécie de Idcentrismo, pois é, nossa tríade está cada vez mais idiólatra que nunca e querendo, por força, materializar os nossos mais idiossincráticos desejos! Mas o que me fez pensar nisso tudo de maneira tão generalizada e generalizante foram três acontecimentos que envolvem nostalgia e perda total de foco. Ah, e o Carnaval. Deixem-me

Vi-me vestido de índio para um baile de carnaval

contar o que houve. Tirei a poeira de umas duas caixas em que estavam fotografias de minha infância. Nelas, apareço tão feliz, mas tão realizado, que seriamente descobri ter esse sentimento ficado no fotograma. Enfim, vi-me vestido de índio para um baile de carnaval. Minha mãe comprara tecidos grosseiros e baratos no Mandarim, penas falsas de bicho (creio que várias delas eram de umas galinhas, pobrezinhas, do quintal de casa), e tinta na cara e nos braços, a qual brotara de uma caixa de maquiagem de mamãe. Éramos tão índios, que entoávamos canções de guerra e tentávamos fazer chover. Bem, se não choveu de verdade, pois estávamos no baile “pulando o carnaval”, como cronista, farei chover. Nossa dança da chuva fez Belém chover em plena terça-feira gorda de 1977. A segunda lembrança foi de uma festa de

EXPRESSO VAMOS + LONGE POR VOCÊ ! 30

Pará+

Carne aval e seus paradoxos.indd 30

Carnaval indoor, ou melhor, particular e privada, à fantasia e com muito amor no ar. É, aquele amor que nasce no carnaval! Que é instinto puro, com pitadas de “se estou fantasiado, por que não crer nisso?”, e bastava esse disfarce para a gente namorar a menina mais bonita, o carinha mais festejado, ou somente o mais ou a mais descolada da festa. Mas, no som, e esse tema faz-se necessário, cantavam Noel, Geraldo Pereira, Pixinguinha, Ary Barroso, Dona Ivone Lara e tudo, quase tudo, incluindo aí o amor de carnaval, tudo era edênico e idealizado. Eu diria que se estivesse chovendo lá fora, eu estaria dentro do meu primeiro baile da adolescência, preocupado em ser outra pessoa que não eu, simples e mortal de merda. Aquele foi meu Carnaval de 1987. Agora um apanhado do carnaval de 2013. Nada mudou efetivamente. O Carnaval continua um período encantador, cheio de mistério e de uma sensualidade “a olhos nus” pululando nos poros dos foliões, não à-toa quando a carne dá seu aval, sua permissão. E é com esse aval da carne que damos vida às nossas idealizações. Pessoas amam, vivem melhor nesse período, trabalham para por a fantasia e o sonho na rua. Estão em função dele, para ele, por ele, nele, porque Carnaval é sinônimo de coisa maior que uma pausa onírica em nossas vidas bestas ou mesmo sem fantasia, é o hiato da felicidade real(izada). Preparava-me para ele também, não mais para pulá-lo e sair bêbado pelas ruas. Sou um escritor muito maduro, muito mesmo (falo etariamente), queria somente ver o Carnaval. Deu-me essa vontade voyeurista

C

MATRIZ: ANANINDEUA-PA BR 316 - KM 5, S/N - ANEXO AO POSTO UBN EXPRESS ÁGUAS LINDAS - CEP: 67020-000 FONE: (91) 3321-5200

R

R

FILIAIS:

GUARULHOS-SP FONE: (11) 2303-1745

MACAPÁ-AP FONE: (96) 3251-8379

F

Co www.paramais.com.br

28/02/2013 09:20:50


S

9

que dá na gente quando a folia se avizinha de nossas vidas solitárias. Em véspera de Carnaval, liguei para um certo número institucional, paro e explico: presto um serviço a uma instituição, e como tal, “Just called to say I Love you” e para saber de minha grana também. O rapaz que me atendeu foi gentilíssimo, de verdade e sem ironia, explicou-me o inesperado e inoportuno atraso do pagamento. Nada a fazer! Aí veio um enunciado dele que muito me intrigou: “Que pena que é Carnaval! Senão o senhor receberia na segunda!”. Desliguei agradecido pela sensibilidade do rapaz e pela certeza de que agora, mais do que nunca, meu Carnaval havia acabado. Não me lembro se choveu nessa sexta de fevereiro de 2013. Mas, como assim(?): - Que pena que é carnaval? Meu rapaz, ele só acontece uma vez por ano... Susto! Nessa hora, com certeza começou a chover. Outro fato curioso, e esse para encerrar meu carnaval visto estar já em plena quarta-feira de cinzas. Agora careço do recurso do flashback a fim de contar que fiquei assustado quando descobri que o Governo de meu estado repassou “xis dinheiros” para o Carnaval da Imperatriz. Pausa novamente. Nada tenho contra a festa, nem contra a Imperatriz Leopoldinense, nem contra o meu Estado. Mas, justo no momento da apuração do Carnaval do Rio de Janeiro (vale lembrar que a Imperatriz trouxe para a avenida do Samba uma escola com tanto luxo, tanta gente famosa, tanta cor e brilho, com o Pará em todos os seus ícones mais caros, do Círio de Nossa Santíssima às ervas essenciais para o banho de cheiro, do Theatro da Paz ao tecnobrega, que fiquei até emocionado), enfim o Pará estava na avenida, iconizado, ressignificado, revisto e ampliado. Voltando ao momento crônico desta crônica, o Pará paga, dito por alguns sérios blogueiros de plantão e jornalistas, uma pequena fortuna para o carnaval do Rio-Pará-Imperatriz. E bem no meio da apuração lá, aqui, choveu, e choveu à beça. Desta vez não houve culpa da dança mi-

Pretinhos do Mangue, um bloco muito simpático que sai em Curuçá

nha e de meu primo. Minha coluna anda reclamando, deve ser a umidade. Então fui me esticar perto da janela, curto ver a chuva. Quando pouso meus olhos no vidro

E bem no meio da apuração lá, aqui, choveu, e choveu à beça

VENHA CONHECER A SUA NOVA CASA EM BELÉM COM A MAIS TRADICIONAL COMIDA MINEIRA COM MUSICA AO VIVO

RODÍ

R$

ZIO

24

,00

Comida a Quilo R$ 34,00 www.paramais.com.br

Carne aval e seus paradoxos.indd 31

OMTorresmão INEIRO

Tutu de Feijão Torresmo Polenta Feijão Tropeiro Frango ao Molho Mineiro A Noite Galinhada Espetinho Porções

FEIJOADA TODOS OS SÁBADOS

enxarcado de meu apartamento, limite entre o Marco e, como moro alto, tenho o privilégio de ver pedaços da Terra Firme, do Utinga, do Curió, enfim, bairros menos favorecidos de meu Estado, é justo quando se descobre que, (poxa, que peninha!) a Imperatriz perdeu o Carnaval, no entanto umas senhoras, estas não devem mesmo viver do Carnaval (devem ser professoras, cozinheiras, lavadeiras, passadeiras, mulheres comuns e batalhadoras, outras), estavam enchendo panelas, e baldes, e latões, e qualquer coisa, pois esses bairros, que se situam no entorno de minha morada, encontravam-se alagados, quase que totalmente submersos. Dinheiro que vai... Dinheiro que fica... Dinheiro que importa?... Importa a folia... pois é, a palavra “Alagados” me lembra dos Pretinhos do Mangue, um bloco muito simpático que sai em Curuçá, localidade não muito distante da capital, bloco esse que não precisa de nada, nada mesmo, nem de fama, nem de dinheiro, nem de brilho, nem de repasses governamentais ou monumentais, muito menos de spotlights, precisam tão-somente de lama para ser um luxo e pular a valer esse carnaval de contradições.

Posto Santa Rita (Castanhal-Pa)

CHURRASCARIA

Rua dos Mundurucus, 2618 (entre Generalíssimo e 14 de Março)

(91) 3230-2195 Pará+

31

28/02/2013 09:20:57


9

idéias incríveis de 9 empresas fantásticas para você aplicar no seu

negócio

Texto Ricardo Jordão Magalhães *

Quanto mais original uma idéia, mais óbvia ela parece quando é apresentada.

Vivendo e aprendendo, certo? Espero que sim! Porque tem gente que apenas vive vive vive e não aprende nada de novo. A próxima grande idéia para o seu negócio você não vai encontrar no seu mercado, mas fora dele. Do seu mercado o máximo que você vai conseguir são idéias mais-do-mesmo para dar um copiar-colar.

1

2 3

4 32

Pará+

9 idéias incríveis de 9 empresas fantásticas.indd 32

Para inovar, olha prá fora! Confere nove idéias show de bola que eu acredito que você pode implementar na sua empresa imediatamente. Eu roubei as idéias de grandes empresas com grandes orçamentos; mas, se você craniar um pouco do seu cerébro, eu tenho certeza que você vai encontrar uma maneira de COMEÇAR e ADAPTAR as idéias dos caras. Confere:

Antes da Netflix, você tinha que entrar na fila da locadora de filmes mais próxima da sua casa para conseguir pegar um filme legal; atrasou dez minutos na hora da devolução, dez reais de multa, atrasou um dia, trinta reais de multa. O modelo Netflix acabou com isso. Hoje você paga 15 reais por mês para assistir quantos filmes quiser a hora que quiser quantas vezes quiser a partir do seu iphone, ipad, notebook, console de videogame ou até televisão. Grande Idéia: Venda Recorrente de produtos digitais por assinatura. Perguntas para fazer: qual dos produtos que nós vendemos poderia ser vendido no modelo de assinatura? Quais produtos poderiam ganhar versão digital? O que existe de errado no modelo atual do serviço tradicional que vendemos que poderiamos reinventar com uma versão digital?

A Amazon inventou o comércio eletrônico. Quando todo mundo duvidava do modelo dos caras, quando todo mundo dizia que ninguém jamais compraria um livro ou uma geladeira pela internet, os caras fizeram acontecer. A Amazon apareceu com preços agressivos, amplo mix de produtos em estoque, entrega ultra rápida, resenhas de clientes, Amazon Prime, Kindle etc etc etc, mas a grande sacada da Amazon foi e ainda é, o seu CRM. Eu mesmo faço compras na Amazon faz mais de 15 anos. Nesse tempo todo eu sempre recebi emails com ofertas de produtos que tem 100% a ver comigo. Sempre que visito a home page da Amazon eu sou apresentado para a “Amazon do Ricardo” que sempre me mostra uma série de produtos tudo-a-ver-comigo baseado no meu comportamento de compras e preferências. Grande Idéia: CRM. Perguntas para fazer: Por que nós continuamos a enviar mensagens genéricas para os nossos clientes quando poderiamos enviar mensagens 100% personalizadas baseadas nas informações que coletamos diariamente? Quando vamos implementar um CRM na empresa? O que está nos impedindo de fazê-lo? O atendimento no varejo brasileiro é um LIXO; mas não na Livraria Cultura que desde sempre se preocupou em criar, desenvolver e manter uma equipe de vendedores e atendimento que conhece o que vende, e consegue recomendar novos produtos para os clientes mais exigentes. Faça um teste, vá até a sessão de biografias em uma das lojas da Livraria Cultura e pergunte sobre um determinado livro, depois vá até a sessão de livros infantis e peça por uma recomendação de um livro para crianças que gostam de STAR WARS. Você vai descobrir que os caras são muito bons. Grande Idéia: O velho e tradicional atendimento 1-a-1 aos clientes. Perguntas para fazer: Por que o nosso serviço de atendimento aos clientes não é tão bom assim? Que tipo de treinamento não oferecemos aos funcionários? Existe algum programa de reconhecimento para funcionários que atendem muito bem os clientes? A empresa abraça o ReclameAqui ou mete o pau no ReclameAqui? Os clientes conseguem reclamar com o presidente da empresa? A grande sacada da Apple foi montar a sua rede de lojas de varejo com um atendimento animal, e um suporte técnico incrível. O iPod, o iPhone e o iPad só vingaram porque a Apple criou lojas físicas incríveis que são visitadas todos os dias por milhões de pessoas que conseguem esclarecer suas dúvidas antes, durante e depois da venda. Se um produto dá pau, você volta na Apple Store e os caras resolvem na hora; se for necessário, em poucos minutos você sai da loja com um produto novinha em folha. Se não fosse pelas lojas da Apple, dificilmente as pessoas teriam um local apropriado para conhecer os produtos inovadores da empresa. Ainda que o comércio eletrônico venha a arrasar o comércio tradicional, eu acredito que as lojas físicas que conseguirem criar um ambiente bacana com conteúdo, atendimento, inovação e suporte técnico vão conseguir se manter como pontos de encontro centrais para diferentes comunidades. Grande Idéia: Suporte Técnico dentro da loja. Perguntas para fazer: Que tipo de treinamento temos que dar aos nossos funcionários para que eles possam resolver os problemas dos clientes na hora? O que temos que fazer para dedicar 30% do espaço da loja para suporte pós-venda? www.paramais.com.br

27/02/2013 14:54:27


5

6

7 8 9

Quanto mais original uma idéia, mais óbvia ela parece quando é apresentada

A Microsoft nunca fez nada sozinha. O Bill Gates é o cara mais rico do mundo mas ele também enriqueceu milhares de funcionários e centenas de milhares de parceiros. Literalmente milhões de pessoas ganham dinheiro com o ecossistema criado pela Microsoft onde o papel de cada parceiro é muito claro. Tem loja, tem revendedor, tem instalador, tem consultor, tem criador de apps, tem empresa que faz o suporte técnico, cada um faz a sua parte, e a Microsoft remunera e apoia todo mundo de acordo. Grande Idéia: Criação de uma Rede de Parceiros REAL onde cada um irá apoiar de verdade o trabalho do outro. Perguntas para fazer: Qual é o perfil do parceiro ideal? Quais serão os direitos e deveres de cada parte? Como vamos gerar demanda para cada lado? Como cada um pode apoiar os outros membros da comunidade? Quais lições tirar de uma das empresas mais inovadoras da história? Pensa um pouco, o Google vem indexando toda a informação criada pelo ser humano; os caras fotografaram as ruas de centenas de milhares de cidades criando o Google Earth; os caras criaram o mais poderoso sistema de correio eletrônico, o Gmail, por onde passam bilhões de mensagens todos os dias; e ainda fizeram tudo isso ganhando muito dinheiro mas permitindo que milhões de pessoas de todo o planeta também se beneficiem dos serviços sem pagar nada. 90% das pessoas que usam as coisas do Google nunca deram um centavo sequer para o Google. Não é animal? Grande Idéia: Criar um modelo de negócios que gera dinheiro mas é generoso com as pessoas que não podem pagar por ele. Perguntas para fazer: O que podemos dar de graça para os nossos clientes? É possível criar uma versão “light” do serviço que oferecemos e distribuir para quem não pode comprar? Estamos pensando grande o suficiente, tipo Google Earth? A Rakuten é a maior empresa de internet do oriente. Os caras tem desde serviços de pagamento online até um mega blaster shopping online onde mais de 60 mil pequenas lojas japonesas vendem de tudo por lá. No Japão a Internet é da Rakuten. Se não fosse pela Rakuten, as pequenas empresas japonesas não teriam um canal de vendas na web para vender por todo o Japão. O shopping online da Rakuten equilibrou a participação das pequenas empresas no universo do comércio eletrônico tradicionalmente dominado pelos grandes players. Ela ajudou aqueles que todos falavam que não queriam saber de internet, ou não tinham dinheiro ou recursos para se informatizar, a entrar na grande rede pela porta da frente. A Rakuten virou uma empresa global e já chegou no Brasil. Confere aqui. No mundo dos negócios a grande maioria dos vendedores e empresas de serviços tem mania de querer vender nos mesmos lugares que todo mundo vende. Pára com isso! Vá para cima das médias, e principalmente das pequenas e micro empresas. Tem negócios e vendas ai! Grande Idéia: Atuar e Trabalhar nas Pequenas Empresas. Perguntas para fazer: Você tem produtos e serviços realmente criados para atender o perfil das pequenas empresas? Que tipo de nicho de mercado você tem poucos concorrentes atuando porque dá “muito trabalho”? O que ninguém está fazendo porque é “complicado” e “cansativo”? Quando a Salesforce surgiu em 1999 dizendo que o futuro do software era a cloud computing, todo mundo deu risada. Hoje, cloud computing é o bicho, é a tendência, o presente e o futuro do uso de software, hardware, serviços de tecnologia e muito mais. Tudo isso graças ao trabalho EVANGELISTA que a turma da Salesforce fez nos últimos dez anos. Praticamente todos os dias em algum lugar do planeta você tem notícia de algum evento da Salesforce rolando. Os eventos da Salesforce são uma verdadeira experiência de lobotomia (no melhor sentido da palavra, se houver algum, hehehe), onde o público é imerso em casos de sucesso, demo de produtos, oportunidades de networking com funcionários da empresa (sedentos por novos clientes), e muito muito mais. A Salesforce deu certo porque eles são o Papa do Marketing de Evangelismo. Grande Idéia: Transformar a sua empresa em uma igreja do marketing do seu mercado, nomear os bispos, escrever o evangelho do seu negócio, e sair pelo mundo pregando DIARIAMENTE a história dos seus produtos, empresa e tudo que você pode fazer pelos outros. Perguntas para fazer: Qual é o calendário de eventos da sua empresa? Quem pode palestrar? Quais são os temas relevantes para os clientes? Que tipo de platéia temos que atrair? Como ganhar dinheiro com os eventos que temos que fazer? A HubSpot é a melhor empresa de marketing dos EUA. Eles são os grandes evangelistas mundiais do termo “Inbound Marketing”. Eles estão reinventando a maneira de fazer marketing com o seu fantástico software de automação de marketing. A partir do software dos caras, você tem todo o web site da sua empresa juntamente com o blog, formulários de captura de leads, e envio de e-mail marketing integrados com CRM e muito mais. Para evangelizar essa nova maneira de fazer marketing, eles produzem conteúdo a dar com pau, desde e-books, blogs, vídeocasts, redes sociais e muito mais. Grande Idéia: Criação de Conteúdo para Geração e Nutrição de Leads. Perguntas para fazer: Que tipo de informação ajuda o nosso vendedor a fechar negócios? Que tipo de formato de conteúdo é mais aceito pelos nossos clientes? Quem pode escrever o conteúdo para nós?

Gostou? Quem você adicionaria à lista, qual é a Grande Idéia que a empresa traz para o mercado, e quais perguntas nós temos que fazer para roubar a idéia dos caras? Eu �iz uma lista com nove empresas para você incluir a décima. Tem muita coisa legal que merece entrar na lista. Fala uma ai! Nada menos que isso interessa! (*) Caçador de Grandes Idéias

www.paramais.com.br

9 idéias incríveis de 9 empresas fantásticas.indd 33

<<

Pará+

33

27/02/2013 14:54:32


Maior feira de fotografia do C mundo revela tendências Photokina: um passeio pelo mundo da fotografia Texto Olé Kämper *

(*) Em Deutsche Welle

Na maior feira do mundo para geração de imagens em Colônia

om 1.160 expositores de 41 países, Photokina apresentou recentemente, as novidades da indústria fotográfica em Colônia. Novas câmeras têm aplicativos, GPS e conexão sem fio à internet. Fabricantes seguem na onda do quanto menor, melhor. Compartilhar as fotos com os amigos direto da praia e não somente ao voltar das férias. É o que desejam os clientes da indústria da fotografia. A Photokina – maior feira do setor, na cidade alemã de Colônia – responde a demanda e apresenta novidades ao público: os produtos, exibidos por cerca de 1.160 expositores de 41 países, evidenciando três tendências: compacto, móvel e sem fio. Para permitir o compartilhamento instantâneo através das redes sociais, as grandes fabricantes equipam suas câmeras fotográficas e filmadoras com conexões sem fio à internet. Algumas têm até mesmo um sistema de GPS acoplado, de modo que se possa refazer de casa o percurso percorrido pelo fotógrafo. Além disso, smartphones e câmeras de celulares não são mais vistos como concorrência no setor, sendo os telefones considerados aliados. Aplicativos instalados no celular são particularmente interessantes para acionar autorretratos e fotografia de natureza, mostra o estande da Sony, por exemplo. Agora, sistemas operacionais para smartphones e tablets também estão disponíveis para câmeras, nas quais pode ser instalada uma série de aplicativos. Quanto ao tamanho, a tendência parece ser quanto menor, melhor. Um dos lançamentos da Nikon é uma câmera compacta que é pouco maior do que uma caixa de fósforos. Já a Pentax apresenta a menor câmera com lentes intercambiáveis do mercado, com 10,2 centímetros de largura e que pesa apenas 180 gramas.

CONSERTAMOS E DESTRAVAMOS SEU PS

23

anos

Rua dos Pariquis, 2050(sobreloja) Esq. c/ Rui Barbosa Fone: 3241-7662 companygame@hotmail.com 34

Pará+

Maior feira de fotografia do mundo revela tendências.indd 34

www.paramais.com.br

28/02/2013 09:31:13


A impressionante Leica Galeria na Photokina 2012.

Estande da Nikon na Photokina 2012

Nikon D600 na Photokina 2012: Eu sou a Vida

bém avançaram. A longa espera para que finalmente algo pudesse ser reconhecido na foto chegou ao fim. As novas câmeras revelam fotografias em poucos segundos. A Photokina acontece a cada dois anos e, geralmente, se sobrepõe a Oktoberfest, em Munique, a apenas 5 horas de distância.

Internet como aliada A grande questão da indústria fotográfica continua sendo a transmissão sem fio. Até mesmo para as fabricantes de impressoras, tudo gira em torno dos celulares. A conexão sem fio torna o computador desnecessário para a impressão de fotos, realizada a partir de tablets e smartphones. Na impressão também desaparecem as fronteiras com o mundo digital, o que se vê nos livros fotográficos, por exemplo. Montar, encomendar e apreciar as fotos, tudo é feito através dos smartphones ou tablets. E quem prefere pendurar suas fotos na parede pode testar o resultado em seu aparelho celular. Através da tecnologia “augmented reality” (realidade ampliada, em português), é possível ver como a foto fica-

www.paramais.com.br

Maior feira de fotografia do mundo revela tendências.indd 35

A Panasonic mostrou duas lentes que planejam lançar para o sistema Micro Four Thirds em 2013-2014

ria no lugar desejado e, com um screenshot, consultar a opinião dos amigos. Mas ainda há câmeras sem aplicativos ou internet. As câmeras instantâneas ainda não atingiram um tamanho reduzido, mas tam-

Pará+

35

28/02/2013 09:31:25


O Grupo LENSPEN lançou um novo projeto melhorado do seu Lupa SensorKlear

Cabine da Profoto GPS em uma câmera? Sim.

Vídeos podem ser integrados aos álbuns de fotografia. Através de um código QR, eles podem ser vistos em smartphones e tablets. Você também pode levar o álbum no seu celular: criar, alterar e olhar, onde quer que você esteja.

O mundo da fotografia A feira Photokina em Colônia mostra como a arte de fotografar se tornou rápida e móvel. As imagens nunca viajaram de maneira tão veloz ao redor do globo.

Aplicativos para todos

Ideal para viagens

Para quem ainda gosta de ver sua foto pendurada na parede, o resultado pode ser testado com seu smartphone ou tablet. O aplicativo “augmented reality” (realidade ampliada) possibilita vermos se a foto vai ficar melhor na parede da sala ou sobre a cabeceira da cama.

De acordo com o fabricante, a menor e mais leve câmera digital full-frame SLR é a Canon EOS 60D. Ela tem uma conexão sem fio à internet e um transmissor GPS, que pode mostrar onde cada foto de sua viagem foi tirada

Pequena, com grandes possibilidades A Pentax Q10 tem apenas 10,2 centímetros de largura e pesa 180 gramas. Porém, seu tamanho pode mudar, já que nela podem ser adaptadas várias objetivas.

Qual deles você quer?

te a tecnologia DSLR (Digital single-lens reflex camera).

Diversos acessórios

Da fotografia ao cinema

A função vídeo está se tornando cada vez mais importante nas câmeras fotográficas. Em Hollywood, os diretores costumam usar câmeras digitais mono-reflex SLR (Sigle Lens Reflex). Séries como “Dr. House” e filmes como “Percepção” usam exclusivamen-

36

Pará+

Maior feira de fotografia do mundo revela tendências.indd 36

Memórias multimídia

Todos os grandes fabricantes oferecem uma enorme diversidade de acessórios para suas câmeras. Aqui você vê uma Sony Alpha 99, que pode ser usada como câmera profissional.

Fotos com revelação instantânea

As câmeras instantâneas Instax da Fujifilm não vêm com aplicativos ou internet: elas revelam as fotografias tiradas em poucos segundos. Em comparação com uma máquina compacta, elas são, no entanto, significativamente maiores.

www.paramais.com.br

28/02/2013 09:31:35


Salão cheio de artes e exposições interativas também

Futuro com vista panorâmica

Novidades com criatividade

Estas objetivas duplas “olho de peixe” da Pentax Ricoh criam imagens panorâmicas. Este recurso deverá estar disponível no mercado no primeiro semestre de 2013.

Os estandes da Feira Photokina em Colônia não mostram só tecnologia. Alguns dos 1160 expositores usaram também muita criatividade e beleza para apresentar seus produtos.

www.paramais.com.br

Maior feira de fotografia do mundo revela tendências.indd 37

Pará+

37

28/02/2013 09:31:40


O primeiro milhão O Texto Ivan Postigo *

homem sonha em ser milionário por causa do conforto, segurança, poder, atendimento a sonhos e projetos de vida. Para atingir essa condição dedica horas aos estudos, reuniões, debates, trabalhos. Há um detalhe importante nesse processo que afeta as pessoas, ainda que de modos diferentes: Não há garantias de sucesso. Sempre encontramos pessoas que se mostram desinteressadas na riqueza e em seus discursos falam da pouca importância que o dinheiro tem em suas vidas. É um discurso frágil, pouco podemos fazer sem dinheiro, mesmo com alma �ilantrópica. Gostar da riqueza é um passo importante para consegui-la. O que quer que você pense em fazer, precisará de recursos �inanceiros. Para se dedicar à descoberta de medicamentos para o combate ao câncer é necessário um pouco de dinheiro? Pouco? Não, muito! Quer dar uma boa educação aos �ilhos?

Gostar da riqueza é um passo importante para consegui-la

38

Pará+

O primeiro milhão.indd 38

O homem sonha em ser milionário

Dinheiro! Um bom programa de saúde? Dinheiro! A não ser que esteja disposto a deixar a saúde da família e educação dos �ilhos por conta do governo, mesmo assim ainda sobrará alguma conta a ser paga com remédios e material escolar. Que tal um curso, não só para ser mais competitivo no mercado, mas para não �icar defasado e correr o risco de perder o emprego? Dinheiro! Uma vela para o santo? Dinheiro! Alguns amigos, com histórias de sucesso, achavam que tinham que fazer um pouco

mais nesta vida. Viagens, teatros, passeios não eram su�icientes. Criaram um orfanato. Pequeno, abriga poucas crianças, todas têm assistência de primeira ordem até que sejam adotadas. Tiveram que rever o valor que davam ao dinheiro. Estão felizes com o projeto? Muito, mas “trabalham dobrado”. Quando lhes perguntam se é complicada a gestão do projeto, a resposta é direta: Claro, tudo custa... O ditado que nos coloca de frente com essa realidade é este: “Na vida, não há refeição grátis”. Aqueles que as recebem devem saber que alguém está pagando a conta. Portanto, não faltam razões para que nos empenhemos na busca da riqueza. Que tal, então, ser milionário? A condição só será reconhecida quando você atingir seu primeiro milhão. Este é o primeiro degrau da escada. Caso já tenha alcançado a marca parabéns, você está no caminho certo, mas se ainda não a atingiu é importante avaliar o que está fazendo para esse �im. Quanto está poupando mensalmente e quanto tempo levará para atingir a marca?

www.paramais.com.br

27/02/2013 15:07:03


Ah, você reinvestiu o que poupou e espera acelerar o processo? Excelente, agora acompanhe o retorno. Não descuide... Hum, não começou ainda, está cursando a universidade? Não há melhor hora para especular oportunidades, bater nas portas e se apresentar. Está estagnado? Não recebe promoções, aumentos salariais e sequer tem vontade de ir para o trabalho? Suas chances de milhão são pequenas. Por que não levanta a cabeça e começa a

www.paramais.com.br

O primeiro milhão.indd 39

olhar em volta? Não vivemos em um país em que as pessoas enriquecem do dia para a noite apenas com uma boa idéia. Não temos um mercado acionário que nos permite levantar fundos para investimentos arrojados com facilidade. Nossa aversão ao risco é signi�icativa. Temos muito que aprender sobre empreendedorismo. Lembre-se que todos os rios correm em direção ao mar, uma condição pela qual po-

demos trabalhar. O longo caminho para a fortuna passa sob o portal do primeiro milhão, então, se está interessado, pé na estrada. Quem conseguir manda umas dicas para os que estão caminhando a passos lentos e em estradas erradas, ok? Olá, alguém ai está vendo o portal? Por aqui ainda nada! Só estrada.... (*) Diretor de Gestão Empresarial da Postigo Consultoria Comunicação e Gestão

Pará+

<<

39

27/02/2013 15:07:27


“Síndrome” da pressa Viver contra o relógio traz prejuízos para a saúde �ísica e a psíquica. Comportamento pode causar ansiedade, depressão e perda de memória. Texto Mariana Pedrozo A “síndrome” da pressa pode ser genética, mas, na maioria dos casos, é desen¬cadeada por influência fa-miliar ou pela rotina do meio de trabalho

E

O excesso de pressa pode afetar a saúde �ísica e a psíquica do organismo. “Alterações de humor, ansiedade, irritabilidade e mudanças na frequência cardíaca são os sintomas mais comuns”, explica Mara. Di�iculdade para dormir e insônia são outros resultados negativos de quem vive na correria constante. Segundo Mara, dormir mal com frequência prejudica a memória, aumenta o estresse e gera ganho de peso. Com o tempo, o acúmulo desses sintomas e noites em claro podem desencadear depressão e ansiedade. Pessoas com quadros depressivos prévios têm mais predisposição para sofrer com esse tipo de consequência. Neste caso, é recomendável acompanhamento psiquiátrico.

rroneamente chamada de “síndrome” da pressa, a sensação de viver contra o relógio é um comportamento cada vez mais comum entre os brasileiros. O que poucos sabem é que os prejuízos de uma rotina extremamente acelerada vão além do estresse. “Do ponto de vista médico, não podemos falar que pessoas que vivem correndo contra o tempo têm uma síndrome. Na verdade isso é um comportamento que, no longo prazo, pode trazer consequências negativas”, diz Mara Maranhão, psiquiatra do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

MP

40

Pará+

“Síndrome” da pressa.indd 40

www.paramais.com.br

27/02/2013 15:17:24


Mudança de vida O primeiro passo para parar de viver contra o relógio é mudar o estilo de vida. Para isso, é recomendável reavaliar quais compromissos e atribuições podem ser descartados. Na nova rotina haverá tempo para a prática de esportes, atividades de lazer e uma boa noite de sono. “A terapia é uma boa ferramenta para quem encontra dificuldade para fazer essa mudança sozinha”, diz Mara Maranhão. Frustrações e irritabilidade

ESTRESSE CONTÍNUO

Riscos para o coração >> Ainda não existem estudos científicos que comprovem que viver em constante correria e estresse pode desencadear doenças do coração. No entanto, esse comportamento deixa o organismo exposto a substâncias - como a adrenalina e o cortizol (hormônio do estresse) que aumentam a frequência cardíaca e a pressão arterial. “Esse quadro é mais prejudicial para pessoas com doenças cardiovasculares prévias. O risco de um infarto ou derrame será maior”, diz Sílvio Reggi, cardiologista da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

www.paramais.com.br

“Síndrome” da pressa.indd 41

Pará+

41

27/02/2013 15:17:41


Sono

A ansiedade afeta o ritmo e a qualidade do sono. Como consequência, a pessoa terá dificuldade para dormir e acordar, tensão e cansaço. A insônia também afeta a liberação de dois hormônios: o do crescimento (GH) e o do estresse (cortisol). Como resultado, os níveis de estresse são maiores e haverá ganho de peso, em especial na região abdominal.

Depressão

Em longo prazo, o excesso de pressão e ansiedade podem resultar em depressão.

Memória

A insônia altera as fases do sono. É em uma dessas etapas que a memória e as informações são consolidadas.

Coração

Excesso de estresse pode aumentar a frequência cardíaca e a pressão arterial.

Tensão

Pode ocasionar dores nas costas e gastroenterite.

Origem A “síndrome” da pressa pode ser genética, mas, na maioria dos casos, é desencadeada por in�luência fa-miliar ou pela rotina do meio de trabalho. Assumir mais responsabilidades do que se consegue cumprir também traz à tona o quadro. Esse com-portamento é comum na rotina da advogada Gabriela Urbani, 25. “Como quero fazer diversas coisas em um curto espaço de tempo, estou sempre correndo, mas quando não dá certo, �ico frustrada e nervosa”, conta a advogada.

Irritabilidade

Por assumir muitos compromissos e estar sempre com pressa, dificilmente a pessoa consegue fazer tudo o que deseja, resultando em frustrações e irritabilidade.

Ansiedade

Gera impaciência e irritabilidade.

A doença da pressa é caracterizada por um conjunto de comportamentos, que leva a pessoa a ter uma urgência de tempo.

Segurança 2 horas

Diga SIM a segurança do seu patrimônio

VENDA - ALUGUEL - MANUTENÇÃO - INSTALAÇÃO • Circuito Interno de TV com visualização via internet • Câmera escondida • Alarme Monitorado 24h • Portões Automáticos • Cerca Elétrica • Fechadura Elétrica • Concertina • Interfone • Centrais telefônicas

www.sim1.com.br Rua Antônio Barreto, 1191, Umarizal 42

Pará+

“Síndrome” da pressa.indd 42

(91) 3230 5009 8828 4442 www.paramais.com.br

27/02/2013 15:17:52


Cerca de 400 mil famílias serão beneficiadas com a ampliação de Programa de Aquisição de Alimentos A meta do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) para 2013 é atender cerca de 400 mil famílias com recursos da ordem de R$ 1,3 bilhão

O

PAA é executado pelos ministérios do Desenvolvimento Agrário (MDA), do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), em parceria com estados, municípios e a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Em 2013 o Programa será ampliado investindo mais de R$ 1 bilhão na compra de alimentos da agricultura familiar e bene�iciando quase 400 mil famílias. Em 2012, o governo federal aplicou R$ 923 milhões no PAA. O Programa é um dos principais instrumentos para o fortalecimento da agricultura familiar e da segurança alimentar. Em 2009, a execução orçamentária foi de R$ 145 milhões, em 2010, aumentou para R$ 644 milhões e, no ano de 2012, o valor ultrapassou os R$ 900 milhões. Mais de 330 produtos da agricultura familiar são vendidos no PAA

“Os bons resultados para os agricultores familiares comprovam a evolução do Programa, além disso, a criação da modalidade Compra Institucional, em 2012, con�irma a possibilidade do governo de aprimorar a gestão de uma política pública e ampliar sua abrangência”, avalia o secretário da Agricultura Familiar do MDA, Valter Bianchini. A modalidade permite que órgãos públicos das esferas federal, estadual e municipal, como redes de ensino, forças armadas, unidades de saúde e sistema prisional, adquiram produtos diretamente dos agricultores familiares, com dispensa de licitação. Como resultados de 2012, cerca de 475 mil toneladas de alimentos foram adquiridos pelo Programa e mais de 180 mil agricultores familiares venderam para o mercado institucional. “A demanda por produtos poderia ter sido ainda maior caso não tivesse ocorrido estiagem na região Sul do país e no Nordeste, o que diminuiu a produção de alimentos e a possibilidade de aquisição do governo federal”, pontua o coordenador geral de Diversi�icação Econômica e Apoio à Comercialização do ministério, Pedro Bavaresco.

de Alimentação Escolar (Pnae) têm contratos para realizarem entregas ao longo do ano. Eles precisam estocar o produto no período de safra para entregar ao longo do período letivo. A formação de estoque possibilita que as cooperativas e associações paguem os produtores e �iquem com os produtos estocados. “É um casamento perfeito. Essa integração tende a se intensi�icar em 2013”, diz Pedro Bavaresco. “Observamos também que os programas PAA e Pnae têm contribuído para a consolidação de cooperativas”, a�irma Bavaresco. “Como em geral, os agricultores não acessam individualmente o PAA, isso aumenta a formação de organizações produtivas, principalmente para atender as demandas”. Ele ainda assinala que o programa contribuiu de forma direta para a diminuição do desperdício de alimentos, pois os agricultores encontram mercados alternativos para os produtos, como hortaliças e frutas. Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) será beneficiado

PAA e Pnae

www.paramais.com.br

Cerca de 400 mil famílias serão beneficiadas.indd 43

No ano passado, houve forte integração da modalidade Formação de Estoque do PAA com os empreendimentos que têm contrato de entrega para a alimentação escolar. Os fornecedores do Programa Nacional

Pará+

43

27/02/2013 15:22:59


Como reconhecer um acidente vascular cerebral O popular “derrame” é a segunda principal causa de óbito no mundo e reconhecer seus sintomas é crucial para a sobrevivência e recuperação do paciente. Recentemente a medicina passou a contar com os novos anticoagulantes orais como aliados na prevenção desse problema.

U

Antes de saber como prevenir o acidente vascular cerebral (AVC), é preciso saber quais os fatores de risco da doença. Em primeiro lugar, vem o histórico familiar – Pessoas cujos pais ou avós tiveram AVC precisam ter mais cuidado… 44

Pará+

Como reconhecer um acidente vascular cerebral.indd 44

m acidente vascular cerebral (AVC), conhecido popularmente como derrame, acontece quando as artérias que irrigam o cérebro sofrem uma obstrução. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), os acidentes vasculares cerebrais são a segunda principal causa de óbito no mundo – somente em um ano, cerca de 7 milhões de pessoas morrem em decorrência do problema. No Brasil, os índices epidemiológicos são os mais expressivos em número de mortes por acidente vascular cerebral (AVC) na América Latina, com mais de 129 mil casos todos os anos. De acordo com o Dr. Ricardo Pavanello, supervisor de Cardiologia do HCor, em São Paulo, aproximadamente 90% dos acidentes vasculares cerebrais são isquêmicos, ou seja, ocorrem quando há um entupimento nas artérias responsáveis pela irrigação cerebral. A obstrução é geralmente causada por coágulos sanguíneos formados na parede das artérias ou no interior do coração. Dependendo da região cerebral atingida, o paciente sofrerá sequelas maiores ou menores, podendo até mesmo chegar a óbito.

Já, em cerca de 10% dos casos, o AVC é hemorrágico, sendo que a lesão cerebral ocorre por um derramamento de sangue no interior do cérebro. O especialista explica que em ambos os tipos de acidente vascular cerebral ocorre a morte de células do sistema nervoso central, os neurônios.

Sinais alertam para a ocorrência do AVC

Em alguns casos, os sintomas de um acidente vascular cerebral podem ser difíceis de serem identificados. No entanto, reconhecê-los pode salvar uma vida. A pessoa que está tendo um derrame pode apresentar os seguintes sintomas: • Diminuição ou perda súbita de força no braço ou perna de um lado do corpo; • Alteração aguda da fala, incluindo dificuldade para articular frases e se expressar ou para compreender a linguagem; • Perda súbita de visão em um ou nos dois olhos; • Dor de cabeça súbita e intensa e persistente sem causa aparente;

Prevenção

O Dr. Pavanello alerta que a melhor maneira de se prevenir a ocorrência de um AVC é controlar os fatores de risco. “Esses fatores incluem a hipertensão arterial, o diabetes, o aumento do colesterol, o aumento do triglicérides e o tabagismo”, especifica o médico. A fibrilação atrial, um tipo de arritmia cardíaca que atinge cerca de 1,5 milhão de pessoas no país, representa um dos principais fatores de risco para a ocorrência de um AVC No entanto, segundo uma pesquisa realizada www.paramais.com.br

27/02/2013 15:26:09

Lay Layo Defi Defin Defi Defin

Pág Págin Cad Cada Log Logom Dad Dado Men Menu Rod Roda

Tóp Tópic Pág Págin Pág Págin Pág Págin Pág Págin

Tóp Tópic Área Área Ger Gere Área Área Pág Págin

Tóp Tópic Pág Págin Pág Págin


dicamento Xarelto® (rivaroxabana) para a prevenção de AVC em pacientes com fibrilação atrial. Dentre os possíveis benefícios dessa nova medicação, destacam-se a baixa interação medicamentosa e alimentar, além da não necessidade de monitoramento da coagulação sanguínea, considerações importantes quando o tratamento deve ser mantido por um longo período e que não são contempladas pela terapêutica anticoagulante tradicional.

COMO OCORRE O AVC

Sobre a rivaroxabana

pela Bayer HealthCare Pharmaceuticals com 8 mil pessoas, menos de 4% dos brasileiros conseguem relacionar esta condição à ocorrência de um derrame cerebral. Os AVCs comprometem de forma significativa a vida e a qualidade de vida, além de representar um importante ônus da saúde pública. Os pacientes com fibrilação atrial têm cinco vezes mais probabilidade de ter

L JA de internet

um AVC em comparação com a população em geral. No entanto, procedimentos simples e baratos, como aferir regularmente a pulsação cardíaca (identificando irregularidades) e fazer o exame de eletrocardiograma de repouso são capazes de auxiliar na detecção desse tipo de arritmia. Recentemente, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) aprovou o me-

Criamossites sitesprofissionais profissionais Criamos comsistema sistemadedeauto autogestão gestão com paraooseu seuRestaurante! Restaurante! para

www.lojadeinternet.com.br sites, lojas virtuais e marketing virtual

Layout Layout Definiçãode deLayout Layout- -Modelos Modelos Definição Definiçãode deCores Cores Definição PáginaInicial Inicial Página CadastroeeLogin Logindo doAdm Admsite site Cadastro Logomarcada daEmpresa Empresa Logomarca Dadospara paraContato Contato Dados Menupara paraos ostópicos tópicosdo doSite Site Menu Rodapédo doSite Site- -Dados DadosEmpresa Empresa Rodapé

SEO -- Otimização Otimização do SEO do Site Site Cadastro de de Palavras-Chave Palavras-Chave Cadastro SISTEMA ESPECIAL ESPECIAL SISTEMA Cardápio Online Online Cardápio Exibição dos dos Pratos Pratos por Exibição por Lista Lista Exibição dos dos Pratos Pratos por Exibição por Box Box Exibição dos dos Pratos Pratos por Exibição por Detalhes Detalhes

Cores CoreseePadrões PadrõesVisuais Visuais aplicaremos aplicaremosooseu seupadrão padrão visual visualem emqualquer qualquerum umdos dos modelos modelosque quevenha venhaaaescolher. escolher.

Link para para Redes Redes Sociais Link Sociais Facebook Facebook Twitter Twitter TópicoInstitucional Institucional Youtube Tópico Youtube PáginaEmpresa Empresa Orkut Página Orkut Página Cardápio virtual Flickr Página Cardápio virtual Flickr Página Promoções Linkedin Página Promoções Linkedin Página Programação Página Programação Módulo Administrativo do Site Módulo Administrativo do Site Cadastro do Administrador Cadastro Tópico Promocional AdministradoasAdministrador páginas internas Tópico Promocional Administra as páginas Área para Publicidade - Banners Cadastro Contato para internas o Site Área para Publicidade Banners Cadastro Contato parao oSite Site Gerenciamento de Banners Título da Página para Gerenciamento de Banners da Página para odoSite Área para Promoções em Destaques Título Dados para o Rodapé Área paraNovidades Promoções em Destaques Dados para o Rodapé do Site Página Termos de Uso para o SiteSite Página Novidades Termos deGoogle Uso para o Site Cadastro Maps Cadastro Google Maps Licenças, Manutenção e Hospedagem: Tópico Contato Licenças, e Hospedagem: Tópico R$ 45,00 / Manutenção mensais. PáginaContato com dados para Contato R$ 45,00 /trimestral. mensais. Página Contato cobrança Páginacom comdados Mapa para de Localização cobrança trimestral. Página com Mapa de Localização www.paramais.com.br

Como reconhecer um acidente vascular cerebral.indd 45

Comercializada sob a marca Xarelto®, tem um rápido início de ação com uma dose -resposta previsível e alta biodisponibilidade, não exige o monitoramento da coagulação e também possui um baixo potencial de interação com alimentos e outros medicamentos, sendo administrado em uma dose única de um comprimido ao dia. Xarelto® já é comercializado para prevenção do tromboembolismo venoso (TEV) em pacientes adultos, após cirurgias do joelho ou quadril e é o único anticoagulante oral em que se demonstrou eficácia superior em relação à enoxaparina para esta indicação. Até o momento, a rivaroxabana foi lançada com sucesso em mais de 85 países pela Bayer HealthCare Pharmaceuticals para estas indicações.

1027,00 1027,00

R$ R$

3x3x R$R$ 342, 342, nos cartões dede crédito nos cartões crédito

detalhes, modelos e compras: detalhes, modelos e compras:

www.lojadeinternet.com.br www.lojadeinternet.com.br Atendemos em todas regiões do país. Atendemos em todas regiões do país.

Pará+

45

27/02/2013 15:26:11


A ingestão diária de ácidos graxos provenientes de óleos de peixe associada à prática de exercícios físicos ajuda a retardar o envelhecimento e é ótimo para o coração

Óleo de peixe pode ajudar a retardar

envelhecimento em idosos Estudo diz que ingestão de ácidos graxos associada à prática de exercícios pode aumentar tônus muscular em pessoas com mais de 65 anos.

Venha conhecer nossas suculentas

PIZZAS ESPECIAIS

Bacalhau Portuguesa Pepperoni

A

ingestão diária de ácidos graxos provenientes de óleos de peixe associada à prática de exercícios físicos ajuda a retardar o envelhecimento, sugere um estudo realizado na Universidade de Aberdeen, na Grã-Bretanha. Os resultados da pesquisa mostraram que mulheres com mais de 65 anos que receberam doses diárias de ácidos graxos ricos em ômega-3 ganharam quase o dobro de tônus muscular após se exercitarem, quando comparadas com aquelas que ingeriam azeite de oliva.

Uma expansão do estudo está prevista para confirmar tais resultados e determinar com maior exatidão as razões da melhora da força muscular. O processo de envelhecimento, conhecido como sarcopenia, implica numa perda muscular de 0,5 a 2% por ano e pode implicar em fraqueza e perda de mobilidade em idosos. Há poucos dados sobre a incidência na Grã-Bretanha, mas informações provenientes dos Estados Unidos mostram que 25% das pessoas com idade entre 50 e 70 anos têm sarcopenia e isto aumenta para mais da metade daqueles com mais de 80 anos.

Mas nem todos os óleos de peixe apresentam benefícios

Alice’s

RESTAURANTE & PIZZARIA

Um toque de sabor no seu paladar.

Entrega à domicílio Buf fet à quilo Av. Gama Abreu, 117- Prox SECOM

3252-1444 / 3349-3637 / 8230-0052 46

Pará+

Óleo de peixe pode ajudar a retardar envelhecimento.indd 46

www.paramais.com.br

28/02/2013 09:47:20

S D d

Consu Cas


“Um dos problemas com muitos desses suplementos é que a quantidade de EPA varia. Uma cápsula contendo 1 grama de óleo de peixe pode conter somente 100 miligramas de EPA e outras podem conter 400 miligramas”. Ele aconselha que aqueles que desejam melhorar sua ingestão de ômega-3 deveriam ingerir suplementos que contenham os níveis mais altos de EPA e DHA.

Homens e mulheres

Os pesquisadores receberam financiamento para expandir o estudo, desta vez com 60 pessoas com mais de 65 anos, incluindo números similares de homens e mulheres. O organizador da pesquisa diz que há diferenças quanto à capacidade de sintetizar proteínas e na resposta a exercícios físicos. “As mulheres mais velhas têm capacidade de sintetizar proteínas similar a de mulheres mais novas, enquanto os homens mais velhos apresentam diminuição quando comparados aos mais novos. Homens mais velhos se adaptam à prática de exercícios e aumentam sua capacidade de sintetizar proteínas. As mulheres não conseguem fazer isso, em sua maioria, embora os níveis basais de síntese já sejam maiores”. Um dos principais objetivos da nova etapa do estudo é justamente determinar as diferenças entre homens e mulheres em relação à sarcopenia e sua prevenção.

Salmão é um dos melhores...

Para Stuart Gray, um dos líderes do estudo, o custo da sarcopenia é imenso, tanto pela necessidade de cuidado direto ou por internações hospitalares motivadas por quedas. “Cerca de 1,5% do orçamento total de saúde americano é gasto com assuntos relacionados à sarcopenia”, diz. As conclusões dos pesquisadores estão sendo apresentadas no Festival Britânico de Ciência, em Aberdeen.

Estilo de vida e benefícios

A taxa de perda muscular é ditada, até certo ponto, pelo estilo de vida das pessoas, sobretudo o baixo consumo de proteínas e o sedentarismo, conhecidos fatores que aumentam o risco de desenvolver o problema. Essas foram algumas das premissas levadas em conta quando Gray decidiu levar o estudo adiante, recrutando 14 mulheres de mais de 65 anos e dividindo-as em dois grupos. Todas praticaram exercícios durante 12 semanas, em duas sessões de 30 minutos de movimentos focados nos músculos das pernas, mas metade ingeriu ácidos graxos EPA e DHA, ricos em ômega-3, e a outra metade

Efeitos do envelhecimento no músculo

recebeu um placebo de azeite de oliva para controle. O tônus muscular das pernas dessas mulheres foi medido antes e depois do experimento, e na comparação, as idosas que ingeriram azeite de oliva aumentaram sua massa muscular em 11% enquanto as que receberam os óleos EPA e DHA tiveram aumento de 20%. Mas nem todos os óleos de peixe apresentam estes benefícios, disse Stuart Gray.

Um dos principais objetivos da nova etapa do estudo é justamente determinar as diferenças entre homens e mulheres em relação à sarcopenia e sua prevenção

PATÓLOGOS Prevenção e Diagnósticos Dra. Elza Brito CRM 2036

Salve 8 de Março Dia internacional da Mulher

� � � ��� ���������� �������� ����� � � � � � � � � � ������ ��� � � � � � � � � � �

Belém - Tel: (91) 3223-1437/3225-2410. Consultório: Trav. Ferreira Cantão, 454, sala 2 Centro Médico Dr°. Carlos Costa. Castanhal - Tel: (91) 3721-8240. Rua Barãodo Rio Branco, 1347 - MEDICAL Abaetetuba - Tel: (91) 3751-1892. Rua Barão do Rio Branco 1877 www.paramais.com.br

Óleo de peixe pode ajudar a retardar envelhecimento.indd 47

Pará+

47

28/02/2013 09:47:28


Ao meu amigo Sérgio Pandolfo Texto Camillo Martins Vianna

C

om enorme respeito e maior carinho tomei a decisão de escrever a maneira mais singela possível, lembrar um passado que não volta mais, porém, �icará na memória de cada um de nós os anos dedicados à Enfermaria São Francisco de Paula localizada em um dos famosos porões da Santa Casa de Misericórdia do Pará, onde uma equipe de médicos juntou esforços e procurou solidi�icar um ensino de qualidade a partir do que havia de mais moderno no campo da ciência médica, em dedicação permanente, quase sempre fora das salas de aula, a partir de eventos distintos como palestras, conferências, lançamentos de publicações e outros acontecimentos, sempre com assuntos interessantes e atualizados. Tenho certeza absoluta que essa iniciativa fez criar o hábito extremamente salutar em gerações de alunos de medicina como também em médicos já formados que, como o dileto amigo Sérgio Pandolfo, amealharam vasto acervo intelectual e cientí�ico. Atuando no Serviço Médico Social do Departamento de Estradas de Rodagens do Pará, antigo DER-PA, atual Secretaria de Estado de Transporte do Pará (SETRAN), passou a desenvolver suas atividades nos comandos médicos rodoviários realizados semanalmente na área rural do Estado, em diferentes Sérgio Martins Pandolfo

Recebendo o titulo de “Doutor em Medicina” das mãos do Reitor Clóvis Malcher, 1977

municípios da chamada zona bragantina e tinham como objetivo fornecer assistência médica aos funcionários do órgão e seu familiares, assim como, a um contingente expressivo de moradores das localidades em função da carência e desamparo existentes destacadamente ao que se referia ao serviço de saúde pública. Casos que necessitavam de cirurgia, o próprio Sérgio providenciava a transferência dos doentes para hospitais sediados na capital. Sem se afastar do grupo da Enfermaria São Francisco de Paula, Sérgio já começava a atuar na área de ginecologia e obstetrícia, o que resultou em novo caminho que no futuro em função da dedicação e competência daria conceito de grandeza, passando daí a escrever temas relacionados a congressos médicos, amazoníadas, medicina rural, reuniões de gastroenterologia, boletins médicos e atualmente, escrevia artigos em revistas apresentadas às comunidades lusófonas de circulação internacional. Foi autor também de publicações destinadas a pro�issionais de medicina aposentados de todo território nacional, além disso, uma vez por semana escrevia sobre assuntos diversos em dos mais importantes jornais do estado do Pará. Recebendo o Prêmio Brasil de Medicina em concorrida cerimônia de gala no suntuoso Gran Meliá Mofarrej Hotel em São Paulo

48

Pará+

Ao meu amigo Sérgio Pandolfo.indd 48

www.paramais.com.br

27/02/2013 15:48:58


No lançamento do Livro “Metamorformas” (poesias) na Feira Pan-Amazônicado Livro

Atividades Jornalísticas Na Universidade Federal do Pará, Sérgio Pandolfo desenvolvia ações de cunho cientí�ico direcionadas ao corpo de estagiários da instituição que recebiam orientações para aprimorar e valorizar o trabalho de pesquisa e eram estimulados a elaborar comentário técnico escrito relacionado diretamente ao quadro clínico de pacientes colocados sob suas responsabilidades, procurava, dessa maneira, formar a sensibilidade crítica e a aptidão pro�issional de cada um deles. É importante destacar sua participação, juntamente com outros médicos da Santa Casa, no processo de interiorização do conhecimento e das ações médias através da implementação de ações em cidades como Santarém, Abaetetuba, Capanema, Castanhal, Bragança, Igarapé Açu e Santa Isabel do Pará. Nesse aspecto, uma reunião que apresentou característica singular foi o Congresso Médico ocorrido nas dependências de um navio pertencente à chamada frota branca do Serviço de Navegação da Amazônia e Administração do Porto do Pará (SNAPP) na cidade tapajônica de Santarém ocasião em que foram procedidas visitas ao hospital da Companhia Ford Industrial do Brasil, situado no atual município de Belterra, no Baixo Amazonas. A inclusão da cadeira de parasitologia do professor Orlando Rodrigues da Costa, catedrático e diretor do Instituto Evandro Chagas, ao grupo de médicos da enfermaria São Francisco de Paula, coordenado por Sérgio Pandolfo, resultou na atividade única denominada Primeira Bandeira Médica, promovida pela Universidade Federal do Pará, que consistia na apresentação de trabalhos de pesquisa médica relacionados a problemas especí�icos como parasitismo intestinal, carência múltipla e associada, malária e �ilaríase, realizada nas localidades de Quatro Bocas, município de Nova Timboteua e Colônia Agrícola de Samaúma, em Santa Maria do Pará. As atividades múltiplas e permanentes do Dr. Sérgio Pandolfo, representaram importante papel à classe médica paraense tanto que está sendo solicitada à Sociedade Médico Cirúrgica do Pará que tanto a foto desse ilustre médico quanto o relato de sua rica vida pro�issional sejam a�ixadas em local nobre da sede da entidade.

www.paramais.com.br

Ao meu amigo Sérgio Pandolfo.indd 49

>> Sérgio Martins Pandolfo, exerceu atividade jornalística desde 1970 na grande imprensa de Belém (e de fora) como em órgãos outros diversos, tais como: revistas, jornais-revistas, boletins, house organs e assemelhados. Manteve filiação a entidades jornalísticas e literárias correlatas de forma permanente, tais quais a Academia de Imprensa de Belém, o Instituto Histórico e Geográfico do Pará e a Federação Brasileira de Alternativos Culturais – FEBAC, da qual foi Diretor Estadual e representante no Pará. Membro honorário da equipe redatorial da Revista Brasília da capital federal. Iniciou com artigos publicados no Jornal Folha do Norte em 1970. No jornal O Liberal entre junho de 1975 e maio de 1976, em colunas dominicais sob o título “Informe Toco-Ginecológico” No Jornal Diário do Pará, entre agosto de 1995 e setembro de 1999, com 34 artigos publicados. Em O Liberal, A Província do Pará, Amazônia Jornal e O Estado de São Paulo entre fevereiro de 1998 e junho de 2002, com artigos de teor diverso publicados. Nos jornais Voz de Nazaré, O Liberal e Diário do Pará entre outubro de 2001 e janeiro de 2010, com artigos de teor diverso publicados.. Em coletânea originais de O Parauara, Boletim Informativo e Literário, periodicidade quadrimestral, órgão oficial (house organ) da Sociedade Brasileira de Médicos Escritores – Regional do Pará – SOBRAMES, em que atuou como Editor Responsável, Revisor Geral e Autor de vários textos em prosa e verso, entre fevereiro de 2002 e junho de 2008. O Escritor em seu Na Revista Pará +, em regular e inintergabinete de trabalho rupta circulação mensal, textos, maioria apreciando a sua querida Pará+ em prosa, mas alguns em versos, como “colaborador permanente da Revista Pará + há treze anos Nos veículos da Cooperativa Independente de Comunicação Social – SICS, de Castanhal (PA), Jornal Independente e Revista Independente, entre maio de 2006 e maio de 2009, artigos de esboço literário diverso, maioria em prosa e alguns em versos. Em vários outros periódicos de circulação regional e/ou nacional, tais quais: revista Chá de Cadeira (Belém), Revista Brasília (Rio de Janeiro), Retratos da História – Revista Biobibliográfica, Porto Alegre, Revista Brasileira Médico-Literária, P.Alegre, revista Médica. Editoriais nos house organs Informativo da Sociedade Paraense de Ginecologia e Obstetrícia, Jornal do CREMEPA e Jornal APGO; artigos no Jornal Literário – JOLI, da SOBRAMES Nacional, P. Alegre, Correio de Igarapé-Miri (Belém); Jornal do Enéas (Balneário Camboriú, independente); LITERARTE-SP (São Paulo); Jornal da FEBAC (S.Paulo); Jornal da SMCP (Soc.Méd.Cir.do Pará) e Boletim da SMCP (1976/78; O Cabano, house organ do Lions Clube Belém-Cidade Velha (1976), entre outros. Articulista convidado pela Editoria de O Liberal. Informações no Registro profissional de Jornalista no Ministério do Trabalho e Emprego - MTE nº 02017PA .

Com a saudade de seus Amigos da Pará+ Pará+

49

27/02/2013 15:49:01


O cartaz oficial da Copa 2014

E

m primeira missão oficial, os embaixadores da Copa do Mundo da Fifa 2014 apresentaram o cartaz oficial do torneio. Quatro campeões mundiais – Amarildo, Carlos Alberto Torres, Bebeto e Ronaldo –, e a craque do futebol feminino Marta, foram convidados pelo secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke para encerrar o suspense e ajudar a revelar a arte vencedora. O cartaz oficial é o último símbolo visual do principal evento da Fifa que faltava ser apresentado. “O cartaz é um ótimo exemplo da grande capacidade criativa do Brasil. A proposta ganhadora sem dúvida servirá como um esplêndido cartão de visita para a Copa do Mundo da Fifa 2014, que começará em 498 dias. Com muita emotividade, o cartaz destaca a importância e o brilho do torneio, assim como o fascínio gerado pelo futebol”, explicou Valcke, que escolheu a peça vencedora como integrante de uma comissão julgadora de alto nível, formada também pela ministra da Cultura, Marta Suplicy, pelo presidente do COL, José Maria Marin, pelo artista plástico Romero Britto, e por Ronaldo e Bebeto, integrantes do conselho do COL. “É diferente, brasileiro, criativo e ousado. Tem a nossa imensidão, capta nosso ritmo e nossas cores. À vitória!” falou a ministra da Cultura, Marta Suplicy. “O cartaz oficial é um passo importante para apresentar o Brasil e a Copa do Mundo da Fifa tanto no próprio país-sede quanto no exterior. É importante passar a imagem de uma nação que é moderna, inovadora, sustentável, feliz, unida e, é claro, apaixonada pelo futebol”, explicou o ex-craque Ronaldo. “Tenho certeza de que o povo brasileiro se sentirá bem representado assim que conhecer o cartaz. Estamos orgulhosos deste símbolo tão importante da Copa do Mundo

Na apresentação do cartaz oficial da Copa 2014 50

Pará+

O cartaz oficial da Copa 2014.indd 50

2014. Mostra um O cartaz oficial da Copa por duas pernas de do ma for sil mapa do Bra putando uma bola, jogadores de futebol dis gens que remetem ima alto no er além de traz iras, como plantas, a características brasileionais, incluindo grãos reg os bol animais e sím o de capoeira, um de café, uma baiana, o jog marrão chi de a cui a pandeiro e um

da Fifa, que também mostra a paixão pelo futebol que existe em nosso País”, afirmou Bebeto. O conceito criativo por trás do cartaz – “Todo um País a serviço do futebol – Brasil e futebol, uma identidade compartilhada” – foi o que inspirou a agência Crama, responsável pela criação da peça, a pensar no desenho vencedor. Isso fica evidente no de-

senho das pernas dos jogadores disputando a bola e revelando, ao mesmo tempo, o mapa do Brasil. O desenho também é composto por plantas nativas, animais, entre eles, tatu bola, camaleão, tucano, e outras ilustrações ligadas ao País, como um dançarino de frevo, um chimarrão, praias, uma baiana, todos nas cores verde, amarelo e azul. www.paramais.com.br

27/02/2013 15:50:32


BAS TOS

www.paramais.com.br

ANUNCIO ASLAN.indd 3

Parรก+

3

27/02/2013 16:00:30


4

Pará+

ANUNCIO PARÁ NEGÓCIOS.indd 4

www.paramais.com.br

28/02/2013 15:39:48

Pará+ 132  

Campanha da fraternidade

Advertisement