Page 1

Informativo do Sindicombustíveis - Resan | Outubro de 2013 | Ano 18 | N° 215

Curta, comente, compartilhe

Rede social: você está conectado? Torneira aberta

S-10

Natal

Vazamentos subterrâneos de água são violões em postos de combustíveis. Sabesp orienta sobre como fazer testes rápidos e eficientes.

Saiba o que fazer quando um motorista com caminhão Euro V exigir abastecimento com diesel diferente do estipulado no manual.

Resan lança mais uma edição da tradicional campanha ‘Abatesça o Natal de Quem Precisa’. É muito fácil colaborar, participe!

revista OUTUBRO2013.indd 1

15/10/2013 09:40:33


revista OUTUBRO2013.indd 2

15/10/2013 09:40:34


SUMÁRIO 04 Editorial

05 06 09

Atenção ao consumo de água nos postos Redes sociais conquistam 60% dos brasileiros ANP e interdição cautelar: novas regras em vigor 10 Smartphone x compras 16 Novo acordo para lava-rápidos e reajuste em estacionamentos 17 “Abasteça o Natal de Quem Precisa” 20 Mural da Qualidade 22 Aniversários e agenda

12

Tecnologia LED para postos

A tecnologia LED é o que há de mais moderno e eficiente no quesito iluminação. Além de proporcionar economia de energia, postos iluminados oferecem segurança aos clientes

14

Não abasteça com diesel errado

Muitos frentistas estão sofrendo pressão por parte dos caminhoneiros, que exigem o abastecimento de S-500 em veículos modelo Euro V. Isso causa danos ao motor e prejuízos financeiros

EXPEDIENTE

Postos & Serviços é uma publicação mensal do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, e de Lojas de Conveniência, e de Empresas de Lava-Rápido e de Empresas de Estacionamento de Santos e Região - Resan | Rua Manoel Tourinho, 269 - Macuco - CEP 11015-031 - Santos /SP Tel: (13) 3229-3535 - www.resan.com.br - E-mail: secretaria@resan.com.br - Presidente: José Camargo Hernandes | Jornalista Responsável, textos e editoração eletrônica: Christiane Lourenço - MTb 23.998/SP | Jornalista assistente: Bruna Rossifini (MTb 62.142/SP | E-mail: imprensa@resan.com.br | Projeto Gráfico: RB5 Design | Colaboração: Maria do Socorro G. Costa, Marize Albino Ramos e Paulo Roberto Pinto | Impressão: Demar Gráfica | Tiragem: 2.000 exemplares | Fotos: Resan e divulgação | As opiniões emitidas em artigos assinados publicados nesta revista são de total responsabilidade de seus autores. Reprodução de textos autorizada desde que citada a fonte. O Resan e os produtores da revista não se responsabilizam pela veracidade das informações e qualidade dos produtos e serviços divulgados em anúncios veiculados neste informativo. Publicidade: Ana Lúcia - (11) 99904-7083.

POSTOS & SERVIÇOS | 03

revista OUTUBRO2013.indd 3

15/10/2013 09:40:35


EDITORIAL

A invasão das redes sociais José Camargo Hernandes Presidente do Resan

Sempre que nos colocamos como consumidores e vamos para o outro lado do balcão, descobrimos o quanto ainda podemos oferecer aos nossos clientes, principalmente em facilidades. E para que elas cheguem ao conhecimento da parte interessada, a única ferramenta eficaz é o investimento na informação de qualidade. Em tempos de smartphone, tablets e redes sociais, a discussão que propomos aos nossos leitores é a de avaliar as vantagens de se inserir em uma rede social como o Facebook. Ser visto, curtido e compartilhado significa ser popular, estar mais próximo do cliente e até incrementar as vendas. Mas, na outra ponta da linha estão aspectos como a vulnerabilidade a que uma empresa fica refém em uma plataforma sem regras, onde opiniões vêm mescladas com comentários maldosos e agressões desmedidas. Ainda assim, especialistas dizem que um projeto de comunicação estratégica pode driblar o lado negativo da exposição sem fronteiras. Em um País onde 102 milhões

de habitantes têm acesso à internet, dos quais 90% acessam as redes sociais e mais de 82 milhões de usuários mantêm perfil no Facebook, não há como fugir deste caminho natural. Se ainda hoje você tem restrições a essa modernidade, saiba que estamos bem próximos de trazer para o comércio uma nova modalidade de pagamento em que os smartphones serão transformados em cartões digitais. Quem diria que depois do dinheiro de plástico, os celulares seriam nossos parceiros. Pois o que até então era uma novidade reduzida a projetos pilotos entre operadoras de telefonia móvel e grandes redes de varejo, agora está oficializado pelo Governo Federal que deu ao Banco Central 180 dias para regulamentar a entrada no mercado dos meios de pagamento móvel. Uma das opções já em funcionamento em outros países, sobretudo na Europa e Estados Unidos, é o chamado NFC em que o usuário cadastra cartões de crédito e débito em aplicativo de carteira virtual. Na hora do pagamento, basta aproximar o celular do terminal de

pagamento do estabelecimento para que o valor seja debitado da conta. Enfim, esta edição de Postos & Serviços está recheada de matérias curiosas e que servirão para deixar nossos associados ‘antenados’ sobre assuntos tecnológicos. Uma delas trata da substituição das tradicionais lâmpadas de vapor metálico por outras de LED. Apesar do alto custo para a troca, o retorno financeiro é breve e vantajoso. Também pensamos em como ajudá-los a economizar água e reduzir sua conta. O principal vilão neste quesito é o vazamento que está por baixo do solo e passa despercebido até que chegue uma fatura incompatível com o consumo médio mensal. A Sabesp nos deu dicas curiosas e até então desconhecidas sobre como pesquisar, por conta própria, se há perda de água na sua rede. Não deixe de ler a matéria sobre as novas regras da ANP para interdição cautelar e também sobre a nossa campanha de Natal. Espero que gostem dessa variedade de assuntos. Até o mês que vem!

04 | POSTOS & SERVIÇOS

revista OUTUBRO2013.indd 4

15/10/2013 09:40:35


Feche a torneira Em Santos, um dono de posto de gasolina levou um susto ao receber a conta de água do mês. Acostumado a pagar, em média, R$ 2,5 mil, ele não acreditou quando se deparou com o valor de R$ 20 mil, um aumento de 800%. A desconfiança inicial de vazamento na tubulação foi confirmada após verificação da Sabesp, responsável pelo abastecimento de água. Assim, entre suas atribuições rotineiras, o empresário ou o gerente do posto deve vistoriar, ao menos uma vez na quinzena, o hidrômetro. Verifique se o equipamento está marcando corretamente o consumo e se não há indícios de violação ou até vandalismo. Ao menor sinal de problema, comunique a Sabesp. Há algumas dicas para constatar vazamentos antes mesmo

que uma fatura com valor muito alto chegue às suas mãos. Isso porque, mesmo o volume desperdiçado no vazamento será cobrado integralmente. A única alternativa a quem se sentir lesado é ligar para a Central de Atendimento (08000550195) e providenciar uma vistoria técnica. Apenas após a correção do problema é que o dono do posto poderá questionar a cobrança. “Em uma nova visita os técnicos observarão se a situação está resolvida e, em caso positivo, a fatura será objeto de análise para revisão do valor relativo à coleta e tratamento do esgoto, que poderá ser reduzido. Após análise a conta é reenviada com nova data de vencimento”, informa a assessoria de imprensa da Sabesp.

Faça você mesmo os testes Para evitar que esses problemas passem despercebidos, separamos algumas dicas essenciais. São testes rápidos que você pode fazer para detectar o vazamento. Confira:

Hidrômetro

1

Deixe os registros da parede abertos

2

Feche bem todas as torneiras e desligue os aparelhos que usam água. Não utilize os sanitários.

3

Caixa d´água

1

Feche todas as torneiras, desligue os aparelhos que usam água e não utilize os sanitários.

2 3

Feche a torneira de boia da caixa, impedindo a entrada de água.

Marque, na própria caixa, o nível da água e verifique, após uma hora, se ele baixou. Em caso afirmativo, há vazamento na canalização ou nos sanitários alimentados pela caixa d’água.

Anote o número que aparece ou marque a posição do ponteiro maior do seu hidrômetro.

Vaso sanitário

Depois de uma hora, verifique se o número mudou ou o ponteiro se movimentou. Se isso aconteceu, há algum vazamento no imóvel.

Jogue uma colher de chá de borra de café no vaso. O normal é a borra ficar depositada no fundo. Caso contrário, é sinal de vazamento na válvula ou na caixa de descarga.

4

1

ALERTA

A Sabesp identifica consumo fora do usual e comunica o cliente após a leitura do hidrômetro para emissão da cobrança pelos serviços prestados. O alerta de alta no consumo vem impresso na conta, por isso, atente-se sempre para as informações contidas em sua fatura.

Torneira

1 2

Feche o registro no cavalete de entrada da água.

Abra uma torneira alimentada diretamente pela rede da Sabesp e espere a água parar de sair.

3

Coloque imediatamente um copo cheio de água na boca da torneira. A sucção da água do copo pela torneira é um sinal de vazamento. POSTOS & SERVIÇOS | 05

revista OUTUBRO2013.indd 5

15/10/2013 09:40:36


O poder das redes sociais O brasileiro adotou a rede social como uma das prioridades de sua vida. Tanto que atualmente um terço da população usa Facebook, Twitter, Youtube ou outro canal de compartilhamento de dados e opiniões disponíveis na internet. Estar ausente da web significa não saber o que falam sobre você. E isso vale também para empresas. Por outro lado, é preciso ter muito controle emocional para aceitar críticas e comentários nem sempre favoráveis. Você já pensou nisso? O alerta sobre o poder das redes sociais veio do jornalista Eduardo Natario, especialista em Teoria da Comunicação, que esteve na reunião de jornalistas promovida pela Fecombustíveis durante a ExpoPostos & Conveniência, em agosto. Postos & Serviços decidiu compartilhar essas informações por achar que são valiosas para os revendedores de combustíveis se aproximarem de seus clientes. “Independente do tipo de negócio, empresa ou representação, as pessoas já estão falando sobre a sua marca. É preciso estar presente para interagir e mensurar a aceitação perante o público”, defende Natario. Apesar do apelo que o compartilhamento de mensagens e fotos proporciona entre amigos, ainda assim há quem relute em aderir às ferramentas de mídias sociais disponíveis. Se você é um deles, saiba que no primeiro trimestre deste ano o Brasil já tinha 102,3 milhões de pessoas com acesso à internet. Por ter cerca de 1,2 bilhão de usuários (com 700 milhões deles acessando diariamente), o Face-

book, sem dúvida, aparece como o grande destaque entre as redes sociais. “É difícil sacramentar quantas empresas em todo o mundo (e no Brasil) têm presença nestes meios, porém, de acordo com dados do estudo ‘Global Social Media Check-Up 2013’, 65% das empresas da América Latina estão presentes, pelo menos, em uma rede social. O número global chega a 87%, mas no Brasil ultrapassamos esta marca em 1% (88%, sendo em que 2010 era de 63%)”, afirma o professor de Mídias Sociais e Novas Mídias da Unimonte, Wellido Teles. SMARTPHONES Em casa, no trabalho ou no carro, o usuário não desgruda da sua conta em redes sociais. Os chamados telefones inteligentes deram ao brasileiro o título de campeões em acesso por meio dos smartphones. Os americanos estão na vice-liderança. Não é para menos! O mercado de mobiles por aqui cresceu 78% em 2012, com a comercialização de 16 milhões de aparelhos.

Quando a rede social é o Facebook, o Brasil se manteve como o 2º maior país em número de usuários (atrás apenas dos EUA), segundo dados de julho da Socialbakers, companhia especializada no assunto. As páginas de empresas brasileiras mais curtidas são: Guaraná Antarctica (13,5 milhões); Coca-Cola (12,9 milhões); Skol (12 milhões); Hotel Urbano (7,6 milhões); e Lacta (7 milhões).

06 | POSTOS & SERVIÇOS

revista OUTUBRO2013.indd 6

15/10/2013 09:40:36


POSTOS & SERVIÇOS | 07

revista OUTUBRO2013.indd 7

15/10/2013 09:40:37


“Não basta estar por estar” Para o professor de Mídias Sociais e Novas Mídias na Unimonte, Wellido Teles, “muitas empresas ingressam no Facebook para aproveitar a modinha. Pensam: ‘se todo mundo está lá, também quero estar’. Mas é preciso entender se isso faz sentido para a empresa, se ela está disposta a se envolver com a característica principal das redes sociais: o relacionamento”.

O controle emocional é citado por ele como condição preliminar para quem quer se abrir para as redes sociais. “Atualmente, por ser a principal existente, muitos gestores acham que o Facebook é a chamada ‘bala de prata’, a forma mais fácil de se divulgar algo para um grande público, sem investir nada ou muito pouco se comparado a outras mídias”. No entanto, a interatividade é o grande risco do negócio. As redes sociais, diz Wellido, são diferentes de jornais e TV, já que permitem a participação dos usuários. “Portanto, as empresas precisam ter controle emocional para ver seus consumidores reclamando, pedindo, cobrando e questionando as práticas da organização. Nem tudo são flores. Se o desejo é ingressar no Facebook ou em qualquer rede social, é preciso ter isso em mente uma forma efetiva. Caso contrário, é melhor nem entrar”. O que uma empresa pode postar que cai bem aos olhos do cliente? Não basta estar por estar. É imprescindível possuir uma estratégia, saber o que a empresa deseja com esta participação, seja no Facebook ou em qualquer outra rede social. Caso contrário, há grandes riscos de se manchar a reputação e credibilidade. É importante que a empresa procure sempre:

* Responder os comentários, críticas e sugestões transmitidos por seus seguidores; * Divulgar conteúdo relevante, que tenha relação direta com sua linha de atuação e/ou que se aplique ao contexto; * Aproveitar grandes datas de varejo (Dia dos Pais, das Mães, dos Namorados) para gerar relacionamento a partir de iniciativas que se associem à área de atuação da empresa; * Promover, de forma intervalada e bem planejada, promoções ou concursos culturais. Quais os erros mais comuns? * Ter visão interesseira, em detrimento de ser ‘interessante’; * Não definir seus objetivos nestes ambientes; * Não ter foco, ingressando em

todas e quaisquer redes sociais existentes; * Não responder comentários dos usuários, ou apagá-los; * Não gerar formas de se relacionar com o público que segue a empresa e não ter política de conteúdo; * Compartilhar conteúdo sem ligação direta com o negócio da empresa, que não faz sentido com sua campanha ou linha de atuação. É preciso criar conteúdo relevante para o usuário; * Erros de Língua Portuguesa; Há algum case interessante que você costume citar? No Brasil, em se tratando de Facebook e de grandes empresas, é notório o destaque da Guaraná Antarctica. É a principal fan page brasileira que promove uma atuação efetiva e com qualidade, atrelando suas mensagens ao posicionamento da empresa, assim como propiciando formas de interação e diversão. Repare que todo o conteúdo divulgado por eles estimula uma interrupção, faz com que a pessoa preste atenção e, pelas características da mensagem, acaba por gerar conversa e, de forma natural, o interesse pelo compartilhamento, dando força à marca e seu estilo.

08 | POSTOS & SERVIÇOS

revista OUTUBRO2013.indd 8

15/10/2013 09:40:38


Interdição cautelar total A interdição cautelar total poderá ainda ser aplicada pela ANP ou por órgãos conveniados quando verificada situação que exponha a risco a segurança de bens ou pessoas. A duração se estenderá até ser provada a cessação da causa que originou o ato de interdição, para a autoridade competente da ANP, que determinará a desinterdição, no prazo máximo de sete dias úteis.

Já estão em vigor as novas regras estabelecidas pela ANP para aplicação da medida cautelar de interdição total das instalações ou equipamentos usados por agentes econômicos, dentre os quais os revendedores de combustíveis. Assim, de acordo com a Portaria nº 187, de 30/08/2013, poderá ser interditado o posto que...

... durante a fiscalização: • comercializar combustíveis em desconformidade, para o agente econômico que já houver sido apenado por esta conduta, em decisão administrativa definitiva, nos 2 anos anteriores à nova infração; • comercializar combustíveis em desconformidade em estabelecimento no qual o agente econômico tenha rompido lacre de interdição anterior; • comercializar combustíveis através de bombas de abastecimento operadas, comprovadamente, por dispositivos remotos que possibilitem a alteração do volume adquirido pelo consumidor; • comercializar combustíveis em instalações em que for comprovada a presença de dispositivo que induza a erro o agente de fiscalização quanto à qualidade.

... após ensaio laboratorial: • comercializar gasolina ou etanol hidratado combustível com teor de metanol superior ao estabelecido na legislação vigente; •

comercializar gasolina com presença de mar-

cador, ainda que sua detecção se ocorra por equipamento portátil.

Como evitar interdições totais:

Nova portaria da ANP sobre interdições foi publicada no final de agosto e já está em vigor

1 Redobre a atenção na rotina de operações dos postos. 2 Não deixe de coletar amostra testemunha e realizar os testes dos combustíveis que receber, mesmo que através de caminhão próprio. 3 Mantenha as notas fiscais e o LMC devidamente escriturado no estabelecimento. 4 Execute com regularidade a manutenção das bombas e da medida-padrão, através de empresas autorizadas. 5 Verifique se os adesivos e placas obrigatórios estão expostos de acordo com a legislação.

POSTOS & SERVIÇOS | 09

revista OUTUBRO2013.indd 9

15/10/2013 09:40:38


Smartphone ou carteira digital?

Ao mesmo tempo em que são telefones, câmeras fotográficas, agendas, tocadores de músicas e nos permitem navegar pela internet, smartphones ou tablets podem registrar o número de nosso cartão de crédito e, em um só click, efetivar a transação. Nem mesmo um congestionamento nos distancia de efetuar uma compra em uma loja virtual no exato momento em que ficamos sabendo da promoção ou então quando nos lembramos da necessidade de adquirir determinado produto. Esses pequenos aparelhos se transformaram em uma espécie de carteira digital.

Portas abertas para pagamentos via mobiles A novidade, em pouco tempo, vai atingir até mesmo estabelecimento como os postos de combustíveis, onde o cliente, teoricamente, precisa descer do carro e passar seu cartão em um dos terminais de transação eletrônica. Esse pouco tempo ainda não pode ser estimado, mas quando se trata de inovação tecnológica, tudo pode acontecer. O Governo Federal acaba de dar um empurrãozinho em busca de mais facilidades de pagamento com a aprovação MP 615, um primeiro passo para que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Ministério das Comunicações e Banco Central (BC) regulamentem o setor de pagamentos móveis no País. Até quem não tem conta em banco poderá ser beneficiado pelo serviço. A ideia é que efetuar um pagamento por mobile seja como enviar

um SMS. O BC terá seis meses para estipular as regras para esse mercado. Na prática, o usuário depositará dinheiro nessas contas igualzinho como faz para comprar créditos para celular. Na Europa, por exemplo, 18% dos pagamentos são efetuados via mobile, número que nos Estados Unidos chegou a 16,6%, segundo a Adyen, empresa global de pagamentos. Postos & Serviços questionou todas as grandes distribuidoras sobre a existência de projetos para pagamentos via mobile. Segundo a Shell, BR e Ale ainda não foram iniciados estudos que permitam o uso de tal tecnologia em sua rede. Isso não tira do varejista a chance de sair na frente. Basta acompanhar as notícias para saber que há três anos alguns bancos mantêm acordos de pagamento por celular com operadoras de

telefonia móvel. Isso sem falar em aplicativos de pagamentos de empresas especializadas em transações online, como PagSeguro e PayPal. A única desvantagem, até então, é quanto à qualidade do sinal de internet Brasil afora. Enquanto os grandes centros urbanos ainda contam com um serviço razoável, é no interior dos estados que a situação complica. Assim como acontece nos extremos das regiões da Baixada Santista e Vale do Ribeira, o vice-presidente do Sindicombustíveis do Pará, Mário Melo, cita as dificuldades enfrentadas fora da capital Belém. “No interior, o acesso é bastante precário”. Há revendedores que operam com mais de uma máquina de cartão, de pelo menos três operadoras diferentes, para que o atendimento ao cliente não seja prejudicado.

10 | POSTOS & SERVIÇOS

revista OUTUBRO2013.indd 10

15/10/2013 09:40:38


Taxas Para José Camargo Hernandes, presidente do Resan, a entrada de mais um meio de pagamento no mercado poderá ajudar a baratear o custo da operação e fazer com que os bancos cobrem taxas menores dos cartões.

“A redução de taxas incentivaria o uso de cartões de crédito e débito diminuindo, assim, o volume de dinheiro em circulação e até desestimulando a falsificação de notas. Isso sem contar na redução dos riscos de assaltos”. Hernandes segue basicamente a mesma linha de raciocínio do mi-

nistro das Comunicações, Paulo Bernardo, quando da publicação da MP 615, em maio passado. Entre os principais objetivos está estimular a redução de taxas nas operações por parte dos bancos, consideradas “altíssimas” pelo ministro, e estimular negócios no interior do País.

Tecnologia abre concorrência para menores taxas O pagamento por mobile (celular ou tablet) pode funcionar de diferentes formas, que vai desde uma “conta” vinculada a uma linha de telefone celular, com transações financeiras realizadas via SMS, até pagamentos realizados por meio de smartphones que se conectam a leitores instalados nos estabelecimentos. Isso sem contar os projetos que virão por aí. Pela novidade, o assunto é ainda nebuloso, até pela deficiência na difusão dos serviços de internet no País, em especial a de tecnologia 4G. Como ganharão prestando mais serviços, as concessionárias de telefonia prometem melhoras. Só o tempo dirá. Juridicamente, ainda é cedo para previsões, porque a MP em tela apenas abre espaço para a inclusão dos pagamentos móveis nos arranjos de pagamento permitidos no País. As regras específicas virão com a regulamentação do Conselho Monetário Nacional e do Banco Central, em até 180 dias depois de assinada a MP (prevista para até a primeira quinzena de outubro). Portanto, para a revenda talvez a dificuldade operacional vá além de ter ou não acesso à internet, exigindo possivelmente em grandes cidades aquisição de leitores, treinamento de funcionários etc. Mas, por outro lado, o que se espera é que as novas tecnologias - que, sempre, demandam investimento - contribuam para baratear o custo dos serviços financeiros. Tudo dependerá, novamente, do Banco Central. * Por Carolina Dutra, advogada POSTOS & SERVIÇOS | 11

revista OUTUBRO2013.indd 11

15/10/2013 09:40:39


Iluminação aliada à segurança

A revolução do LED Já pensou em mudar a iluminação do seu posto?

Com maior grau de iluminância, algo em torno de 30% a mais do que as lâmpadas de vapor metálico, os modelos de LED podem representar, ainda, uma economia de mais de 70% nas contas.

A

tecnologia LED para iluminação de postos de combustíveis e lojas de conveniência é o que de mais moderno e eficiente há no mercado atualmente. Na prática, a escolha do melhor projeto vai além do efeito visual ou de um menor consumo de energia. Um posto bem iluminado transmite ao cliente uma melhor sensação de segurança. Pense nisso! Universo LED, SENDS, Ledstar e Golden são algumas das empresas que exibiram soluções variadas em iluminação durante a ExpoPostos & Conveniência 2013. A Golden, por exemplo, trouxe um estudo de caso de um posto Shell de São Paulo. Felipe Marcili, lighting designer da divisão LED da empresa, conta que após visita técnica, foi definida a potência ideal para substituição das lâmpadas de vapor metálico pelas de 135W em LED. “A iluminação é um quesito fundamental para o usuário identificar os produtos que deseja adquirir, acompanhar os medidores das bombas, avaliar as condições de seu veículo na breve parada, entre outros”, explica Marcili. De acordo com o projeto, o sistema de iluminação do posto era composto por 14 luminárias com lâmpadas tubular de vapor metálico de 400W que deram lugar a luminárias LED de 135W de potência.

Felipe Marcili é lighting designer

O consumo mensal caiu de 6.400W para 1.890W, embora o aumento do nível de iluminância no local tenha sido da ordem de 28%, numa área de pista que corresponde a 280m². A redução de consumo de energia chegou a 71%.

12 | POSTOS & SERVIÇOS

revista OUTUBRO2013.indd 12

15/10/2013 09:40:41


Retorno pode vir em 36 meses Consumo (W)

Tecnologia tradicional 6.440W

Tecnologia LED 1.890W

Custo Kw/h

R$ 0,39

R$ 0,39

Conta mensal

R$ 904,18

R$ 265,36

VANTAGENS DO LED - Geram uma luz limpa, pois não emite radiações ultravioleta e infravermelho. É uma luz livre de componentes prejudiciais ao meio ambiente e ao ser humano, como o mercúrio.

Para este posto, o custo do projeto e das luminárias, fora a mão de obra, ficou em torno de R$ 27 mil”. Segundo Marcili, o retorno do investimento em 36 meses para um produto que vai durar quase quatro vezes este período.

metálica tende a queimar após 12 mil horas de funcionamento, as luminárias LED têm uma duração média de 50 mil horas. Após atingirem esse período, a lâmpada LED pode sofrer uma depreciação do fluxo inicial de 30%.

- Longa vida útil, o que implica em baixo custo de manutenção.

“O gestor irá usufruir por oito anos da economia propiciada pela redução do consumo de energia. Não terá custos com compra de lâmpadas e também não irá investir em mão de obra especializada para fazer essa manutenção”. Enquanto a lâmpada

O modelo utilizado foi o Gas Station da linha Extreme LED da Golden, produto específico para este segmento que utiliza um sistema completo que agrega corpo (luminária), lâmpada (LED) e o equipamento (fonte de alimentação), tudo em uma única peça.

- Lâmpadas LED emitem menos calor, minimizando a necessidade de climatização dos ambientes.

Modelo de luminária Luminária de embutir (existentes) Luminária LED

Lâmpada

Consumo lâmpada (W)

Vapor metálico

400

LED (conj.)

135

Equipamento Reator eletrônico Fonte alimentação

- Redução do custo operacional. - Devido às baixas potências das lâmpadas, as bitolas dos condutores dos circuitos podem ser reduzidas (bem como a proteção), gerando um ganho na execução das instalações elétricas.

- É uma lâmpada ecologicamente correta. A emissão de CO2 durante o ciclo de manufatura e vida de uma lâmpada LED é muito menor do que de lâmpadas de descarga. - LED tem luz direcional, sendo rica em Consumo Consumo do Quant. de variedade de cores: é Equip. conjunto peças uma ilumina15% 460W 14 ção digital, com ligação 0% 135w 14 instantânea, podendo ser religado imediatamente, sem a necessidade de tempo de aquecimento ou reinicialização.

PCMSO (NR-07) - PPRA (NR-09) - PCMAT (NR-18) - TREINAMENTOS EM SEGURANÇA - CIPA (NR-05) / SIPAT LAUDOS DE INSALUBRIDADE / PERICULOSIDADE - LAUDOS AMBIENTAIS - AUDIOMETRIAS OCUPACIONAIS PCA - PROGRAMA DE CONSERVAÇÃO AUDITIVA - PERFIL PROFISSIOGRÁFICO PREVIDENCIÁRIO

AV. ANA COSTA, 136 - VILA MATHIAS - SANTOS

TEL: (013) 3226-6116

www.labormed-sso.com.br - e-mail: labormed@labormed-sso.com.br

ESTACIONAMENTO PARA CLIENTES NO LOCAL POSTOS & SERVIÇOS | 13

revista OUTUBRO2013.indd 13

15/10/2013 09:40:42


Não aceite abastecer com diesel errado A pressão por parte de alguns motoristas de caminhões para que frentistas abasteçam o veículo modelo Euro V com diesel S-500, produto com preço inferior ao S-10, tem provocado polêmica País afora. A prática não é exclusividade da Baixada Santista. Por isso, a recomendação é para que o revendedor e sua equipe neguem o abastecimento ou, então, façam o consumidor assinar um termo de responsabilidade que ateste que ele foi devidamente orientado, mas ainda assim optou pelo diesel impróprio para a tecnologia daquele veículo. Esta é a única alternativa para o posto se eximir de futuras reclamações quanto a problemas técnicos no caminhão, originados pelo combustível inadequado.

Danos ao motor e prejuízos financeiros são grandes. Proteja-se! A maior quantidade de enxofre no diesel afeta diretamente a emissão de gases poluentes, o que pode levar à carbonização do motor, ao entupimento do catalizador e do filtro, além de provocar problemas nas bombas injetoras, formação de depósitos e o aumento de consumo do combustível por quilômetro rodado. Além disso, a utilização prolongada de um óleo com maior teor de enxofre em veículos equipados com motores de última geração danifica o filtro de partículas e reduz sua vida útil devido à sobrecarga de enxofre. Há também desgaste de anéis de segmento e dos cilindros, bem como aumento de depósitos nos cilindros do motor. C

M

TERMO DE RESPONSABILIDADE

Y

Pelo presente termo estou ciente que o diesel ________________ solicitado para abastecimento do veículo abaixo mencionado não é adequado, podendo, dessa forma, acarretar danos ao motor e seus componentes. Todavia, devidamente informado sobre possíveis problemas, eximo o posto revendedor _______________ ____________________________ de qualquer responsabilidade, assumindo integral responsabilidade por eventuais prejuízos acarretados ao veículo. Nome:

Y

Y

MY

K

R.G.:

Veículo:

Placa:

Marca:

Ano:

Modelo: , de

Testemunhas:

M

de 2013

Assinatura

FROTA DE CAJATI E BARRA DO TURVO

Na edição 209 de Postos & Serviços, de agosto deste ano, na matéria sobre aumento da frota de veículos na Baixada Santista e Vale do Ribeira, mostramos um crescimento de mais de 25% no número de veículos no

período de três anos, entre 2010 e 2013. Por falha na edição, ficaram faltando os dados das cidades de Cajati e de Barra do Turvo. Assim, de acordo com o Detran. SP, estas cidades têm, respectivamente, uma frota de 10.102 e 1.205 veículos, conforme tabela abaixo.

14 | POSTOS & SERVIÇOS

revista OUTUBRO2013.indd 14

15/10/2013 09:40:42


anuncio catalogo expopostos.ai

1

19/08/13

20:06

Como você gerencia seu posto ou loja de conveniência? Chegou a hora de conhecer o Postofácil. C

M

Y

M

Y

Y

MY

K

Com o Postofácil® você fica em acordo com as exigências fiscais. Além de possuir uma rápida implantação, o sistema permite a gestão centralizada e otimizada para postos e lojas de conveniência, e você ainda evita a evasão de receitas, tudo isso com segurança da informação, aumento de produtividade e claro, maior rentabildiade. Chegou a hora de você ter um software fácil de usar e que conta com um sistema inteligente de alertas para que você saiba tudo o que é importante no momento certo.

Tel (19) 3749-8900 www.postofacil.com

revista OUTUBRO2013.indd 15

postofácil Postofácil é um software desenvolvido por: Intercamp Sistemas Ltda

intercamp

15/10/2013 09:40:42


Novo acordo para Lava-rápidos As seguintes funções estão previstas no acordo: gerente, caixa, auxiliar administrativo, auxiliar de escritório, lavador, enxugador, vigia, recepcionista, higienizador, polidor e encarregado no verso a placa, RG, telefone e endereço.

O piso salarial para empregados da categoria Lava-rápido, a partir de 1º de setembro, sofreu reajuste de 12%, passando para R$ 770,00 por 44 horas semanais de trabalho. Confira abaixo as principais cláusulas acordadas: Auxílio-refeição: R$ 11,00 por dia trabalhado. Auxílio-transporte: deverá ser pago desde que comprovada a necessidade. Auxílio-alimentação: cesta com 18 itens e 30 quilos de produtos. Terão direito os empregados em gozo de férias, os desligados na primeira quinzena do mês e os afastados por até 6 meses. Os admitidos receberão no mês subsequente à admissão. Auxílio-funeral: no caso de falecimento do empregado, a empresa pagará um abono de R$ 1403,50. O valor para os associados do Resan já está incluso no seguro. Seguro de vida: importância não inferior a R$ 11.545,00 no caso de morte natural ou invalidez total ou parcial permanente, e R$ 23.090,00 no caso de morte acidental. Vale: 40% da remuneração até o dia 20 de cada mês. Descontos de cheque: as empresas não descontarão dos salários dos empregados o valor correspondente a cheques por eles recebidos e devolvidos pelo estabelecimento bancário, desde que seja anotada

Fechamento de caixa: deverá ser feito na presença do empregado responsável ou outro por ele indicado na hipótese de ausência. Salário de gerente: nunca inferior a dois pisos salariais. Gratificação por dupla função: exercendo a função contratual e a de caixa, o funcionário receberá 15% da remuneração. Adicional noturno: das 22h às 5 horas, acréscimo de 20%. Descanso semanal: será concedido, preferencialmente, aos domingos. As empresas que adotam regime de trabalho aos domingos deverão garantir descanso remunerado no mínimo em dois domingos ao mês. Uniforme: fornecimento gratuito aos lavadores: quatro macacões, dois pares de botas de borracha, dois óculos de segurança, uma máscara e dois aventais emborrachados. Aos demais: três bermudas e três camisetas, bem como os equipamentos de proteção individual. Outras cláusulas do acordo podem ser conferidas no portal do Resan. Acesse: http://www.resan.com.br

A base territorial engloba as cidades de Barra do Turvo, Bertioga, Cananéia, Cubatão, Eldorado, Guarujá, Iguape, Itanhaém, Itariri, Jacupiranga, Juquiá, Miracatu, Mongaguá, Pariquera-Açu, Pedro de Toledo, Peruíbe, Praia Grande, Registro, Santos, São Vicente e Sete Barras

Reajuste para estacionamentos é de 8,07% Os empregados da categoria Estacionamentos, com base territorial em Guarujá, Praia Grande, Santos e São Vicente, devem receber reajuste de 8,07%, retroativo a 1º de setembro. A Participação nos Lucros e Resultados (PLR) passou a ser de R$ 389,85, dividida em duas parcelas de R$ 194,93 nos salários de fevereiro e agosto de 2014. Já o valor para o plano de alimentação (cesta básica ou vale alimentação ou vale cesta básica) ou saúde deve ser mensal e mínimo de R$ 63,64. Para jornada de 8 horas diárias e de 44 horas semanais, os valores de acordo com as funções são os seguintes: Controlador de acesso de estacionamento: R$ 730,55 Office-boys, faxineiros e copeiros: R$ 733,79 Demais Funções: R$ 943,22 Operadores, manobristas e Caixas de estacionamento: R$ 1.047,77 Para jornada de 6 horas diárias e de 36 horas semanais, os valores de acordo com as funções são os seguintes: Controlador de acesso de estacionamento: R$ 599,35 Office-boys, faxineiros e copeiros: R$ 603,00 Demais funções: R$ 773,87 Operadores, manobristas e caixas de estacionamento: R$ 857,20 (*) O valor do piso deve ser equiparado ao piso mínimo estadual, ficando certo que prevalecerá o valor do salário que for maior.

16 | POSTOS & SERVIÇOS

revista OUTUBRO2013.indd 16

15/10/2013 09:40:43


‘Abasteça o Natal de Quem Precisa’ Foi dada a largada para a campanha Abasteça o Natal de Quem Precisa. No ano passado, esse trabalho de responsabilidade social permitiu ao Sindicombustíveis Resan contribuir com 11 entidades da Baixada Santista e Vale do Ribeira. Nossa meta para 2013 é ampliar o apoio às instituições reconhecidamente idôneas e ajudá-las na difícil tarefa de custear suas atividades de acolhimento de idosos e educação de crianças e adolescentes carentes. Como em muitas das creches e asilos o mais grave problema é o financeiro, agravado pelo 13º

salário de funcionários e outros encargos, há alguns anos o Resan optou por arrecadar doações em espécie que são repassadas integralmente às entidades. A campanha de 2013 prevê a doação de três parcelas de R$ 50,00 (outubro, novembro e dezembro) que podem ser pagas a partir de boletos que seguirão junto com a cobrança da Contribuição Confederativa. Participe! Faça suas doações pagando os três boletos ou, se desejar e puder, solicite a alteração da quantia para um valor superior pelo telefone (13) 3229-3535.

Contribuição em dinheiro ajuda entidades na manutenção das casas Desde a sua fundação, em 1993, o Sindicombustíveis Resan vem marcando posição como uma entidade cidadã. Com um histórico de várias atividades já promovidas, a campanha de Natal é uma das mais aguardadas. Por 14 anos consecutivos, associados e empresas parceiras doaram cestas básicas. “Esse novo modelo de campanha, com arrecadação em espécie, se adequa às necessidades atuais das entidades”, explica José Camargo Hernandes, presidente do sindicato.

POSTOS & SERVIÇOS | 17

revista OUTUBRO2013.indd 17

15/10/2013 09:40:43


MURAL DA QUALIDADE TOTENS EM SANTOS

TOTENS EM SANTOS 2

Depois de dois acidentes ocorridos em Santos com a queda de totens, um deles provocando a morte de um idoso, a Prefeitura de Santos está fiscalizando as instalações de estabelecimentos comerciais, incluindo postos de combustíveis.

O objetivo é verificar o cumprimento da Lei Complementar nº 451/2001, que determina a realização de vistoria preventiva das respectivas edificações e seus elementos que estejam sobre logradouro público.

TOTENS EM SANTOS 3 A cada 10 anos, edificações com até 30 anos de construção devem apresentar laudo técnico realizado por engenheiro ou arquiteto cadastrado junto à Prefeitura, acompanhado das anotações de responsabilidade técnica (ART), que comprovem a regularidade ou possíveis obras necessárias. Em caso de obras a serem realizadas, deverá ser apresentado cronograma com os prazos para o reparo. Para as edificações com mais de 30 anos, a vistoria preventiva deve ser realizada a cada cinco anos. O não cumprimento pode ocasionar interdição, além da responsabilização civil e criminal em caso de acidente.

BOBINAS PARA USO NO ECF As bobinas no ECF que estiverem fora das novas especificações só poderão ser utilizadas até 31/10/2013, conforme Portaria CAT- 78, de 1/8/13, que dispõe sobre o uso, credenciamento e procedimentos relativos ao equipamento Emissor de Cupom Fiscal, máquina registradora e terminal ponto de venda - PDV. Portaria disponível no site da Secretaria da Fazenda (Sefaz).

TOTEM EM SANTOS 4 Ao receber intimação, os prazos para apresentação dos laudos de vistoria preventiva são curtos, variando conforme a condição da edificação. Constatado irregularidades pelo agente fiscal, o prazo para apresentação é de 24 horas. Atenção: multa de R$ 1.000,00 será aplicada aos que excederem o prazo.

TRANSPORTE DE COMBUSTÍVEIS A proposta que institui a Política Nacional de Transporte Rodoviário de Combustíveis foi aprovada na Câmara, no dia 14 de agosto. O projeto prevê a fixação de uma tarifa mínima para a remuneração do transporte de combustíveis, cobrindo o percurso de ida e volta; e a fixação de valor mínimo do frete. A definição e o reajuste dessas taxas serão atribuições do órgão governamental competente. O relator na comissão, deputado Missionário José Olimpio (PP-SP), comenta que “dada a capilaridade da malha rodoviária do País, é necessário que todas as regiões tenham acesso aos combustíveis”.

REGISTRO DE PONTO SEM ASSINATURA Em acórdão da 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região de SP, a desembargadora Jucirema Maria Godinho Gonçalves entendeu que é imprescindível a assinatura do empregado no registro de ponto, devido à necessidade de se preservar a sua proteção mínima. “As disposições contidas no artigo 74 da CLT se tornariam inócuas, caso prevalecesse o entendimento no sentido de que cartão de ponto que não contivesse a assinatura do trabalhador seria válido, até porque qualquer pessoa poderia apontar a jornada de trabalho dando ensejo à fraude”, disse.

NOVA TABELA IBPTAX Embora a lei que exija a emissão de notas fiscais com impostos discriminados só passará a multar os estabelecimentos comerciais ou prestadores de serviços a partir de junho de 2014, muitos postos já adotam o novo modelo. Para esses, o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) faz um alerta para que seja atualizada a tabela IBPTax da versão 1 para a versão 2. A substituição deve ser feita no site http:// deolhonoimposto.ibpt.org.br/. No último dia útil de dezembro estará disponível uma terceira versão, desta vez específica por Estado.

POSTOS & SERVIÇOS | 18

revista OUTUBRO2013.indd 18

15/10/2013 09:40:43


VARIEDADES

ANIVERSARIANTES 2ª QUINZENA DE OUTUBRO

17 19

Eliseu Braga Chagas Auto Posto Pôr do Sol - Itanhaém Auto Posto Praias do Sul - Itanhaém Sílvio Luís Petin Antônio Auto Posto Praiamar - Santos Antônio Fernandes Ribeiro P. de Serviços Albatroz - Bertioga

Florindo Lanci Auto Posto La Caniza - Guarujá Dilermando do Nascimento AP Ponto de Encontro II - Ilha Comprida AP Ponto de Encontro IV - Iguape Basílio Eiras Rodriguez AP Ponto de Encontro - Iguape Auto Posto Itanhaém Auto Posto Porto Iguape AP Postal de Iguape II - Ilha Comprida Floripes da Conceição Nunes Mendes Auto Posto Postal de Iguape Floripes da Conceição Mendes - Santos Patrícia Vanessa Vieira Posto Globo Caiçara - PG AÇÕES DE REPRESENTATIVIDADE SETEMBRO Carlos Zabeu Guedes AP Pinheiro do Caiçara - PG 5 - Reunião no Sindicato de Bares, Fernando Quintas Jorge Hotéis e Restaurantes de Santos e Posto Glicério Santista - Santos Região, em Santos/SP; Cristina Peres Lopes Gonçalves 10 - Reunião do GT TB-029 (BenAuto Posto Ferry Boat - Santos zeno nas Unidades de Abastecimento), em São Paulo/SP; Heid Aparecida Machado Auto Posto Náutica Canal 2 - Santos 10 a 12 - Treinamento CIPA, em Santos/SP; 1ª QUINZENA DE NOVEMBRO

14 15

21 22 25 29 3

Rogério Marques da Silva Marques e Marques AP de Serviços Peruíbe Hélio Esmi Auto Posto Chaves - São Vicente Reginaldo Seiji Monma Auto Posto Cajati Cícero Pascoal da Silva Posto e Garagem Carmar - Santos

4 5 6

Maria Del Mar Perpétua Rodriguez Auto Posto Itanhaém Marlon Enriquez Dominguez Mafadi Com. de Prod. Automotivos Santos Alzira Pontes Posto Laridany - Miracatu

7

13

12 - Reunião Plenária da Comissão de Estudo de Distribuição e Armazenamento de Combustíveis (CEDAC), em São Paulo/SP; 12 e 13 - Participação no 6º Seminário de Direito Econômico de Belo Horizonte/MG;

É hora de recadastrar empresas de médio porte no Ibama As empresas de médio porte têm até o dia 31 de dezembro para efetuar o recadastramento no Cadastro Técnico Federal – CTF do IBAMA. Estão neste enquadramento os postos revendedores com receita bruta anual superior a R$ 2.133.222,00 e igual ou inferior a R$ 12 milhões. O prazo para as pequenas empresas já se esgotou no final de setembro, enquanto as de grande porte terão até o dia 28 de fevereiro de 2014. Para regularizar essa situação o posto revendedor deve com urgência concluir o procedimento, salvar o comprovante de recadastramento e enviá-lo à Superintendência do IBAMA em São Paulo, solicitando a baixa da suspensão da sua inscrição no CTF-APP. O recadastramento é feito exclusivamente pela internet. Confira guia completo de como proceder no portal do Resan (www. resan.com.br).

13 - Reunião na CET Santos com o Cel. Oscar Pereira da Silva, diretor de operações, em Santos/SP; 17 e 18 - Treinamento CIPA, em Santos/SP; 24 - Reunião Ordinária do Conselho Regional do SENAC, em São Paulo/SP; 25 - Reunião com o Diretor Presidente da CET Santos, Sr. Antônio Carlos Gonçalves, em Santos/SP. 19 | POSTOS & SERVIÇOS

revista OUTUBRO2013.indd 19

15/10/2013 09:40:44


Untitled-1 1 revista OUTUBRO2013.indd 20

6/25/13 4:17 PM 15/10/2013 09:40:44

Revista Outubro  
Advertisement