Page 1

Infosailing


Imagens: Adilson Pacheco/RN

a Vela Show chega para cumprir esse papel,

Foto: Adilson Pacheco/RN


os dias 19, 20 e 21 de abril de 2019, a cidade de Itajaí, em Santa Catarina, será palco do Vela Show, o 1º Salão Náutico Brasileiro voltado inteiramente para vela e afins. O evento será realizado no Centreventos Governador Luiz Henrique da Silveira, local propício para a realização de eventos náuticos, contando com área de exposição coberta, área externa, auditório para palestras, deck para ancoragem de veleiros, amplo estacionamento e praça de alimentação. A Vela Show tem como objetivo fomentar o desenvolvimento cultural e de negócios através do encontro de diversos profissionais, praticantes e amantes que compõem o setor de vela e esportes náuticos. Organizada pela Cardoso Almeida, a feira divulgará as novas tendências e o que o setor possui de melhor

em produtos, serviços e treinamentos, além de promover amplamente a cultura da vela, encorajando assim novos adeptos e ampliando cada vez mais o setor. De acordo com dados estimativos, existem milhares de veleiros no país, um grande número de escolas de vela, milhares de praticantes de esportes náuticos e inúmeros apaixonados que não tem acesso a este setor. O evento oferecerá aos velejadores, atletas e apaixonados pelo mar, a oportunidade de acesso à cases, personagens e atrações do segmento. “O Brasil está entre os países com maior extensão litorânea do mundo, mas para desenvolver uma cultura de vela é preciso que haja estímulos e apoio ori-

undo dos próprios velejadores, fabricantes, comerciantes e prestadores de serviços. A criação de um evento exclusivo apresenta esta possibilidade de enriquecimento do aspecto cultural, onde todos os envolvidos com a atividade, direta e indiretamente, podem conquistar resultados positivos tão almejados no curso da história da vela no Brasil”, diz o diretor comercial da Vela Show, Edilberto Almeida. Entre os setores envolvidos no evento estão estaleiros, lojas de serviços, fabricantes e fornecedores de peças e acessórios, escolas de treinamento, venda e locação de veleiros e equipamentos náuticos, entre outros. O evento tem como público-alvo velejadores, praticantes de esportes náuticos, simpatizantes com o setor, estudantes e professores de vela, compradores, atletas e influenciadores no segmento. A Vela Show conta com o apoio institucional de entidades governamentais, como a Prefeitura Municipal de Itajaí, e entidades diretamente ligadas ao setor, como a Associação Náutica Itajaí (ANI). “No cenário náutico brasileiro, em que os salões e feiras náuticas são totalmente voltados para as embarcações a motor, vemos uma grande lacuna no mercado e um desejo ardente dos amantes da vela por um espaço só nosso e a Vela Show chega para cumprir esse papel, sendo o 1° Salão Náutico Brasileiro voltado inteiramente para Vela e afins”, finaliza Edilberto.


Foto: Adilson Pacheco/RN

os últimos anos, Itajaí destac ramo náutico e naval nacional do para a cidade e região gra vestimentos, crescimento e Sentimos a retomada da cadeia tiva de forma gradual, mas c grande otimismo para o merca

Também percebo o aumento da migração e cidade. Quem já andou com serviço de tra por aplicativos sabe que a maioria dos mo que trabalham por aqui são, em sua mai outros estados.

Alegra-nos saber que além de sermos um p tico, estamos nos tornando referência tam qualidade de vida e cabe aos nossos gove acompanhar o nosso crescimento trazendo Roberto Deschamps Diretor Comercial da Catarina Náutica


ca-se no l, trazenandes inrenda. a producom um ado.

as na infraestrutura, serviços e lazer para Itajaí. A Catarina Náutica trabalha com produtos marítimos há mais de 30 anos, atendendo a demanda local e nacional com produtos de qualidade tanto para o consumidor final (varejo) quanto para a indústria (estaleiros, aplicadores, marinas, etc.).

em nossa ansporte otoristas ioria, de

Isso nos fez ampliar a nossa sede, onde agora conseguimos expor nossos produtos num local mais amplo e funcional entre a Marina Itajaí e o Mercado Público da cidade. A importação de produtos próprios já é uma realidade e a todo momento precisamos renovar e trazer novas soluções para o mercado náutico.

polo náumbém em ernantes melhori-

Observamos também o crescimento de velejadores estrangeiros que nos procuram pelas marcas globais que representamos ou distribuímos. Itajaí se tornou uma parada obrigatória para estas embarcações

que fazem turismo e charters na Antártida e Ushuaia. Uma velejadora Australiana certa vez me contou que, Itajaí é muito mais seguro e eficiente tanto para produtos como mão de obra (reparo das embarcações) do que o Uruguai. Vários velejadores estrangeiros estão adotando a cidade como parada para manutenção e reparo de suas embarcações. Acreditamos também que os eventos locais e mundiais (feiras e eventos náuticos) estão contribuindo muito para a expansão e ascensão do mercado náutico brasileiro. Temos nos tornado referência no segmento náutico graças ao trabalho árduo e honesto com grandes parcerias e marcas como International Paint, Tubolit, Sika, além de marcas nacionais como Nautos, Nautispecial, Tintas Vinci, Classe BR entre outras.

A equipe se dedica muito para atender a demanda na loja física, nas visitas externas à estaleiros e clientes e também na internet. Para os próximos 3 anos, a Catarina Náutica pretende trazer mais produtos e marcas do segmento náutico mundial, além de investir ainda mais no seu e-commerce que já é responsável por 15% do faturamento anual da empresa. Também está no planejamento da empresa estudar a abertura de uma filial na região sul ou sudeste do país.


Foto: Aequivo Particula


Essa feira vai apresentar inovações, produtos para um público apaixonado que ama se aventurar nos mares. Um mercado em grande desenvolvimento, a Primeira Feira Náutica de Velas do Brasil, iniciativa brilhante de Itajaí, que vai atrair muitos profissionais, adeptos e turistas e assim movimentar com sucesso o segmento, que sempre estão de olho em novas tendências. Parabenizo os mentores desse evento e desejo sucesso !!!!

Imagens: Adilson Pacheco/RN

Considero o evento Vela Show uma grande oportunidade para fomentar o mercado náutico, indiscutivelmente, a cidade de Itajaí, já está consagrada nesse segmento de tamanha importância, com reflexos internacionais que agregam na economia e esporte.


Laura Carrau

No mês de janeiro deste ano, três atletas da escola de vela da ANI - Associação Náutica de Itajaí, representando Itajaí, participaram da Copa Brasil de Vela na classe Optimist em Ilhabela – SP. E para nossa surpresa, sagraramse campeões brasileiros em suas categorias. Luísa Metzner Nunes e Kayo Pinheiro Eiras; campeões na categoria juvenil estreantes e Sofia Faria; na categoria infantil veterano. Estes resultados são a coroação de um trabalho que se iniciou em 2012, quando da criação da escola de vela ANI, no embalo da primeira edição da Volvo Ocean Race na cidade, a associação ganhou nova sede e uma flotilha de barcos escola. Na época, o presidente da organização, Claudio Copello, conseguiu junto as autoridades municipais e empresas privadas, ajuda para modernizar a sede e montar a tão sonhada escola de vela. Desde então a ANI vem mantendo a escola de vela e equipe de rendimento, visando fomentar este es-

Prof. Leonardo Specorte Russi - UNIVALI Professor Universitário há 19 anos dos cursos de gestão de negócios da UNIVALI e FAE Business School, coordenador de esportes náuticos da ANI de 2015 a abril/2019. Responsável neste período pela gestão dos projetos Navegando pela cidadania, Escola de vela e Equipe de rendimento da ANI.


porte na cidade, reconhecidamente deixado de lado, apesar da natureza oferecer a nossa cidade todas as condições para a prática diária da vela. A evolução da escola de vela, apesar dos percalços financeiros, com dificuldades para captação de recursos para administrar a equipe e escola, está sendo visível, com um crescimento causado pela divulgação e trabalho sério junto as escolas do município, com interessados aparecendo todos os dias nas portas da ANI. Este ano a escola se superou em matrículas e já não tem mais vagas, pelo menos para o primeiro semestre, com as tardes de segunda feira repleta de crianças querendo descobrir como estes pequenos barcos navegam sem motor. Com oito barcos escola da classe Optmist e dois barcos da classe Laser, já se limita o atendimento pela demanda frequente de interessados.

Na edição da Volvo Ocean Race de 2018, uma de nossas equipes sagrou-se campeã da Volvo Academy, regata exclusiva para os pequenos velejadores organizada pela International, uma das patrocinadoras da VOR.

Luísa Metzner Nunes

Mas, estamos no caminho certo, pois há oito anos atrás sequer se falava em ensinar a velejar para crianças no saco da fazenda, local onde acontecem as aulas da escola de vela e os treinamentos da equipe de rendimento. Todas as tardes, de segunda a sexta, o saco da fazenda está colorido, com velas de optimist, laser e Dinghe oferecendo a todos que ali passam um espetáculo de harmonia com a natureza e ao mesmo tempo criando uma nova classe de atletas para nossa cidade e região. Este interesse se deve também aos resulSofia Rocha de Farias

Kayo Pinheiro Eiras

Neste contexto, o trabalho realizado já possibilitou que mais de seis mil crianças conhecessem as oportunidades que o mar oferece e um novo perfil se criou, pois, novas habilidades foram desenvolvidas, que talvez estivessem adormecidas esperando uma oportunidade para acordar e aproveitar a natureza que está a nossa disposição nesta bela cidade.

Imagens: Adilson Pacheco/RN

tados obtidos nas competições estaduais das quais a equipe participou no triênio 2016/17/18, quando na sua evolução conseguiu se firmar como uma flotilha vencedora e participativa, com resultados eficientes quanto a disputa com outras equipes.


Foto: Adilson Pacheco/RN

Semana Santa é sempre um momento propício para se pensar na vida, buscando um aperfeiçoamento, uma conversão na ação e também no modo de pensar. Bem mais importante do que dar ou receber os chocolates, devemos refletir profundamente sobre o significado da Páscoa, a passagem, a purificação que se faz necessário, pois, sabemos, somos de nossa breve passagem pela vida terrena. Escrevo com muita satisfação, no “REGATA NEWS”, dirigido pelo competente jornalista Adilson Pacheco , tentando levar adiante ideias e impressões sobre o mundo ao meu redor, sempre na intenção de contribuir para o bem comum. Esse é o papel do intelectual, ler, traduzir, debater e tentar disseminar conceitos, nunca com o espírito dogmático, ou seja, com a ilusão de ser o “dono da verdade”. Sempre me pautei pela conduta democrática, na minha trajetória de professor universitário e também como consultor empresarial, levando conceitos para debate, visando o avanço intelectual e ético dos alunos. Aproveito esse precioso espaço para destacar a competente gestão municipal conduzida pelo prefeito Volnei Morastoni que vem imprimindo uma nova dinâmica à nossa Cidade, fato esse percebido pelos diversos olhares, mesmo em setores oposicionistas. Nosso Porto


tem sido um destaque, basta olhar o vai e vem diário dos navios, gerando um clima de otimismo aos cidadãos, pois isso representa desenvolvimento. Tivemos em gestões passadas, momentos mais adversos, pouco movimento, alastrando-se um clima de pessimismo não somente aos trabalhadores portuários, mas para o conjunto da população. É bom frisar essa grande movimentação de cargas mesmo em um período de estagnação de economia brasileira, ainda confusa e se refazendo de uma grande recessão nos últimos anos. Volnei fez a diferença sabendo escolher gente competente e experiente para a gestão do Porto de Itajaí. Cada vez mais importante tem sido a atividade náutica em nossa Cidade, a par-

tir da bem sucedida Volvo Ocean Race. Aumenta o número de eventos diretamente relacionados ao setor, gerando empregos de maior valor agregado, além de estimular o Turismo. Quem estuda o desenvolvimento econômico e urbano, sabe do efeito cascata do crescimento, os setores atuam como vasos comunicantes e vai se consolidando um clima de otimismo e de expectativas racionais favoráveis, pois há um comando sério e profundamente comprometido com o bem estar da população. Itajaí está vivendo um momento impar em sua história, identificando-se cada vez mais com a sua vocação principal:

extrair elementos favoráveis à sua condição fluvial-marítima. Basta andarmos pela avenida Beira Rio, para vermos o a exuberante concentração de belos iates, veleiros que denotam um novo patamar na vida da nossa cidade, cada vez mais integrada na inevitável globalização. Esses barcos vão gerando ao seu redor um conjunto de serviços mais qualificados que agregam valor além de terem um importante papel de estimulo aos intercâmbios culturais, gerando uma identificação crescente com os grandes centros náuticos internacionais. A administração municipal, compreendendo esse novo momento, favorável de nossa economia, vem promovendo importantes progressos na infraes-


que descobrimos com a simplicidade e o mar.” Há quatro anos entrevistando pessoas que largaram a cidade e resolveram morar no mar, Adriano Plotzki e Aline Sena do #SAL resumem algumas crenças e comportamentos diferentes que trazem algum oxigênio para a vida na terra também.

Foto: Adilson Pacheco/RN

Profile for REGATA NEWS/SC

Regata News 2 VelaShow  

Adilson Pacheco - Regatanews.com.br - edição especial Vela Show - Edição: Abril/2019

Regata News 2 VelaShow  

Adilson Pacheco - Regatanews.com.br - edição especial Vela Show - Edição: Abril/2019

Advertisement