Page 1

Contribuições Prévias Tema: “Estrutura de Gestão da UEB”1 O QUE É ESSE TEMA? - Falar sobre a “Estrutura de Gestão da UEB” é fazer uma análise/reflexão sobre a estrutura nacional da UEB, sob os seguintes aspectos: . Você sabe como a instituição está estruturada em nível nacional? . Você sabe como é feito seu gerenciamento? . Em épocas de criação de um plano de gestão integrada que, entre tantos pontos, promete uma análise da estrutura da UEB – como a Rede de Jovens enxerga essa estrutura? O QUE É ESTRUTURA? - Estrutura é a “soma total” do número e dos tipos de funções necessárias para atingir os objetivos acordados, das tarefas e das responsabilidades de tais funções e suas interrelações. - As pessoas trabalham melhor quando suas tarefas estão bem definidas e quando elas se sentem envolvidas em um serviço de propósito maior. - Estrutura é uma coisa viva que muda e se transforma ao longo da vida de uma organização. - “Princípios” da organização: 1. A organização deve manter-se simples e flexível; 2. O número de níveis de autoridade deve ser o menor possível; 3. Deve haver uma clara linha de autoridade de cima para baixo; 4. A responsabilidade e a autoridade de cada posição deve ser clara e estar formalizada; 5. A autoridade para iniciar uma ação deve ser delegada para as pessoas mais próximas possíveis do contexto desta ação; 6. As pessoas da organização devem se reportar sempre a um indivíduo; 7. O número de pessoas com quem conseguimos lidar é limitado. - Você concorda com estes princípios? - Atualmente sua organização reflete esses princípios? - Você está feliz com a forma com que as coisas estão funcionando? - Faz sentido: • Se organizar a partir das atividades necessárias ao invés de se organizar a partir de pessoas, e criar funções que podem ser assumidas com sucesso por pessoas “ordinárias” ao invés de um super herói? • Desenhar cada função de forma que qualquer pessoa consiga usar plenamente seus conhecimentos e habilidades? • Desenhar as funções diminuindo as tarefas e níveis hierárquicos – sempre que possível – para que a pessoa tenha liberdade para agir? • Checar se a estrutura está apropriada para os programas e objetivos?

1

Material elaborado a partir de contribuições da Cristine Ritt, ex-coordenadora do NNJL, e da sistematização da Louise Vendramini, feita a partir do livro “Are we doing it right? Some do’s and dont’s in the management of non-profit organizations” de H. Eric Frank, publicado em 1983 pelo World Scout Bureau – Genebra. Disponível em: http://www.scout.org/en/information_events/library/management


PARA PENSAR SOBRE A HIERARQUIA: O nível nacional da UEB, em sua estrutura de organização e representação, é composto por 6 órgãos, dentre os quais estão: o CAN, a DEN, o CONSELHO CONSULTIVO e a ASSEMBLEIA NACIONAL. - Você conhece cada um desses órgãos? - Qual você acha que deveria ser o critério para ser membro dos espaços de decisão? - Você concorda que as “melhores” pessoas foram recrutadas para compor o corpo político da organização? - Você concorda que os espaços de decisão estão estruturados de forma a colocar as habilidades para trabalhar, e que a cúpula é um complemento para os demais voluntários? O QUE PODEMOS DISCUTIR E PROPOR? - Podemos discutir o organograma da UEB sob os seguintes aspectos: . Como são compostos os órgãos da UEB? . Como é feita a eleição para os órgãos da UEB? E no meu Grupo Escoteiro? . Esses órgãos atendem nossas necessidades? . Eu me sento representados por esses órgãos? . Como podemos melhorar a representação e circulação de informação nos diversos órgãos e níveis da UEB (nacional, regional e local)? SOBRE O CAN – CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO NACIONAL: - Como você entende o papel do Conselheiro Nacional? Sente-se representado por ele? - Como você avalia a forma de eleição dos membros do CAN? Considera ela democrática e representativa? - Como você avalia as decisões do conselho? Considera inclusiva, unilateral... - Como você entende o papel dos representantes de área geográfica? Sente-se representado por ele? Como ele é eleito em sua área geográfica? Concorda com ela? - Conforme o Estatuto da UEB, fazem parte do CAN 2 representantes indicados pela Rede Nacional de Jovens Lideres, com mandato por ela definido. Como você avalia esta representação? Acha ela necessária? Você se sente representado? Concorda que essa representação seja feita através do NNJL? Qual deve ser o papel desses representantes dentro no CAN? SOBRE A DEN – DIRETORIA EXECUTIVA NACIONAL: - Como cada jovem entende o papel da Diretoria Executiva Nacional? - Como cada jovem avalia a forma que ela é eleita? Sente-se confortável com ela? - Considera democrática? SOBRE O CONSELHO CONSULTIVO: - Como cada jovem entende o papel do conselho consultivo? - Acha ele necessário? - Concorda com a sua composição? SOBRE A ASSEMBLEIA NACIONAL: - Concorda com sua composição? - Sente-se representado dentro da assembleia nacional? - Como jovem, dentro do seu Grupo Escoteiro, você se sente parte da União dos Escoteiros do Brasil? - Você acha que há transparência em nossas decisões?

Estrutura de Gestão da UEB  

Material base para a discussão gerada no Encontro Nacional de Jovens 2012, sobre o tema Estutura de Gestão da UEB.