Page 1

Itabuna | Ilhéus, julho de 2017 Ano IX - Edição 91 - R$ 5,00

PRINCIPAIS FLASHES DO ESQUENTA LAJE DETALHES que fazem a diferença na ARQUITETURA

WIFIBOX Empresários lançam outdoor virtual no Centro de Itabuna


ALTA GASTRONOMIA

CELEBRE

BONS MOMENTOS

SABOR E REQUINTE COM

ITABUNA

ITACARÉ

RUA PERNAMBUCO, 146 JARDIM VITÓRIA (73) 3617-3578 CONTATO@EMPORIOVINHOS.COM.BR

RUA LODÔNIO ALMEIDA, 96 CENTRO - PASSARELA DA VILA (73) 3251-2405 CONTATOITACARE@EMPORIOVINHOS.COM.BR


EVENTOS

EXPEDIENTE www.revistabellas.com.br

NEGÓCIOS

Tel.: 73-3613-3040 Propriedade do Diário Bahia Jornal e Editora Ltda.

AÇÕES

Rua A, 56, Loteamento Ruffo Cunha, bairro de Fátima, Itabuna Avenida Dois de Julho, 1049, Centro, Ilhéus comercial@diariobahia.com.br redacao@diariobahia.com.br Diretor-editor Valdenor Ferreira (73) 98805-2661

ARQUITETURA

Diretora de Marketing Betânia Macedo (73) 99178-6068 Diretora de Expansão Iana Muniz Diretora de Publicidade Manuela Berbert Designer editorial Evellin Portugal

BELEZA

Impressão Diário Bahia Impressor Wilson Araújo


Outdoor virtual

PROMETE REVOLUCIONAR CENTRO DE ITABUNA

O

s empresários Rafael Moreira, Rodrigo Muniz e Danilo Abreu estão lançando, em Itabuna, a WifiBox, um outdoor virtual que promete revolucionar a comunicação na cidade. O projeto utiliza a rede Wi-fi como mídia e já existe há quatro anos em outras cidades do Brasil. Em Itabuna, a previsão para o serviço aparecer na avenida do Cinquentenário é já neste mês de junho. Como funciona? O público transeunte da principal via comercial da cidade terá disponível uma rede de internet inteiramente grátis. Mas ao utilizá-la, terá que visualizar o anúncio da empresa parceira, responder a pesquisa de opinião, publicar anúncios em seu Facebook etc. Um veículo de comunicação em massa jamais visto no município. Para Rodrigo Muniz, um dos sócios do projeto e profissional de comunicação, o outdoor virtual, como chama o WifiBox, chega com o objetivo de ser um veículo de mídia robusto e qualitativo. “O público será estimulado a utilizar a internet, que será gratuita.

E os anunciantes poderão exibir suas marcas, produtos, serviços e ofertas em tempo real, de forma inteligente, para impactar o público ideal, nos melhores dias e horários, obtendo assim resultados diferenciados”, adianta. Rafael Moreira, também sócio do serviço, acredita ser tempo de pensar a cidade com o que há de mais moderno no mundo, e por isso o investimento. “Itabuna é a minha cidade do coração, onde resido e convivo com as pessoas que amo. É preciso pensar grande e trazer as novidades que temos disponíveis por aí, para vivermos melhor. Não tenho dúvidas do impacto da WifiBox no comércio local, e o resultado será imediato. Todos nós sairemos ganhando!”, afirma, animado. Já Danilo, que conhece a fundo o desenvolvimento do produto, diz que o outdoor virtual cria uma base de dados com informações estratégicas sobre o público, como e-mail, data de nascimento, acessos, visualizações das campanhas e preferências. “Esses dados é o que podemos chamar de inteli-

gência de mercado, e possibilita que os anunciantes tenham informações cruzadas que darão maior margem de sucesso na atração e fidelização do seu público, bem como na compra do seu cliente do seu produto ou serviço”, detalha.

POR QUE ANUNCIAR?

O Wi-Fi Marketing é uma tendência na forma como as empresas estão se relacionando com o público. Pesquisas realizadas pelo portal Tele Síntese com 1.609 pessoas indicam que 95% dos brasileiros usam dispositivos móveis para navegar na web e 81% deles preferem navegar por uma rede Wi-Fi. “É justamente com a possibilidade de melhor tecnologia que podemos reverter o quadro de crise na região. Estamos fazendo algo para ajudar empresas a atraírem mais e fidelizar seus clientes já existentes”, aposta Danilo.

INFORMAÇÕES E-MAIL: CONTATO.WIFIBOX@GMAIL.COM

TELEFONES: (73) 9.8114-7442 | (73) 9.8111-2735 | (73) 9.9977-0554


RODRIGO MUNIZ,

SÓCIO WIFIBOX

R

odrigo Muniz é graduado em Comunicação Social, com especialização em Comunicação Organizacional (Faculdade Dois de Julho) e Gestão Empresarial (Fundação Getúlio Vargas). Inquieto e empreendedor, atua na área acadêmica como professor e coordenador do curso de Jornalismo da Unime Itabuna. Analista de comunicação corporativa com experiência e atuação na área de Comunicação Institucional, Marketing e Vendas, atua no mercado há nove anos. Sócio na Ipsoft Desenvolvimento de Sistemas e WifiBOX Outdoor Virtual, entre outros projetos.


DANILO ABREU,

SÓCIO WIFIBOX E

mpresário na área de tecnologia, Danilo é formado em Ciência da Computação pela Uesc (Universidade Estadual de Santa Cruz) e possui MBA em Gerenciamento de Projetos pelo SENAI CIMATEC, além de ter cursado também na Fundação Getúlio Vargas. Fundador da Ipsoft Tecnologia, empresa com 11 anos de atuação nacional, com foco em desenvolvimento de software e aplicativo. Tem na bagagem profissional o desenvolvimento do aplicativo oficial da cantora Anitta.


RAFAEL MOREIRA, SÓCIO WIFIBOX R

afael Moreira é um empresário nato. Formado em Direito, responde pela direção de alguns investimentos no sul e extremo-sul da Bahia. Natural de Itabuna, casado, Rafael tem 34 anos e é um visionário, apostando na WifiBox uma oportunidade de alavancar o comércio de Itabuna, contribuindo para o desenvolvimento regional. “É preciso enxergar a cidade como um polo comercial e trazer tudo o que estiver ao nosso alcance. A WifiBox é o começo de uma nova história para os empresários locais e regionais, proporcionando um incremento nas vendas e na comunicação das suas empresas”, disse. Ele ressalva que o WifiBox é só o começo. “A Bahia precisa de ideias e de pessoas com coragem, capacidade e compromisso, para realizá-las. Esse é o meu objetivo!”, finaliza.


PALAVRA DE ARQUITETO 2017 [ C O N H E C E N D O - Vinicius Portento ]

Foto: Melque Moreno

CONTATOS: Telefone – (73) 98124.4409 E-mail – vinniportento@gmail.com Instagram – @vinniportento

[ I N T E R I O R E S – Cozinha ] Entre os ambientes domésticos mais concorridos, a cozinha é, sem dúvida, o coração de uma casa e, portanto, faz jus a um projeto que contemple funcionalidade e beleza. Ao longo dos últimos anos, a cozinha deixou de ser somente uma área para o preparo dos alimentos e também se tornou um espaço de convivência e entretenimento para muitas famílias de hábitos modernos. Pensando nisso, o ambiente aqui trazido reproduz a necessidade de um projeto especial de arquitetura, que possa reunir amigos e familiares,

O jovem arquiteto e urbanista itabunense, Vinicius Portento, não esconde que o interesse pela arquitetura surgiu ainda na infância, quando pedia a seus pais para que comprassem revistas sobre construções e passou a ter aulas de desenho. Dedicado à constante capacitação, vem sendo reconhecido pela sua habilidade de transitar, com entusiasmo, pelos diversos segmentos da arquitetura, destacando, ainda, que o urbanismo possui um forte caráter social, dada a capacidade de influenciar diretamente na melhoria da qualidade de vida de uma população. Atento a detalhes e acreditando que estes fazem a diferença, o profissional revela que um dos grandes segredos na relação com seus clientes advém da sua capacidade em ouví-los. “O momento do projeto é sempre acompanhado de muita expectativa. É a ocasião para representar os desejos do cliente, envolvendo seu investimento financeiro e, também, emocional. Trata-se da realização de um sonho que se encontra prestes a ser realizado e passará a fazer parte do cotidiano de quem nos procura”, afirma. A troca de experiências profissionais e viagens para visitar mostras e eventos de arquitetura em outros estados do país, também são fontes agregadoras de inspiração para o jovem arquiteto, oportunidades através das quais renova seus conhecimentos e identifica tendências de diferentes estilos e tipos de projetos. Vinicius Portento acredita que, independente de traços modernos ou clássicos, a diferenciação dos seus projetos arquitetônicos é pautada no fato de serem exclusivos e que devem reunir a identidade do cliente, a qual pode ser revelada através de algum detalhe específico ou, ainda, uma cor ou material do qual o cliente não abra mão.

com uma composição atrativa e iluminação aconchegante. Nesta cozinha, assinada por Vinicius Portento, predomina o estilo contemporâneo, onde o arquiteto projeta uma ilha central e multiuso, a qual valoriza o ambiente e facilita a circulação. Feita em madeira e com linhas retas, a ilha garante mais espaço para preparar as refeições e armazenar utensílios, com paneleiros e gavetões em ambos os lados, além de um cooktop e uma cuba. A inserção de banquetas também permite o uso para refeições rápidas e momentos de integração social.

A escolha das cores cinza e azul, aliada aos tons amadeirados do projeto, forma uma combinação atemporal e clássica, garantindo um ambiente harmônico. O Corian, na cor Deep Nocturne, foi o material escolhido para a bancada, uma vez que não retém odores e não absorve líquidos, sendo, portanto, de fácil limpeza e mais resistente a bolores e mofos. A parede da bancada recebeu um mosaico de azulejos com detalhes em azul e inspirados em desenhos geométricos, texturas de tecidos e ladrilhos que refletem tendências da arquitetura e da arte.

REVESTIMENTO PISO Revestimento para piso, em porcelanato Eliane. Com tonalidades inspiradas na madeira, a Linha Reserva Natural MA apresenta um formato diferenciado de 19x90,2cm, de fácil manuseio e assentamento. Compre nas lojas Conlar por *R$ 81,00/m².


WWW.CONLAR.COM.BR

REVESTIMENTO PISO – Área molhada

REVESTIMENTO PAREDE

A Linha de porcelanato com acabamento granilhado, da Tecnogres, é uma excelente opção para o revestimento de pisos em áreas molhadas. Formato 58x58cm. Custa *R$ 41,90/m² nas lojas Conlar.

A Linha Cimento –Atlanta Grey, da Elizabeth, é uma opção sofisticada para revestir as paredes do ambiente. Em porcelanato HD, cada caixa possui 8 unidades de 32x64cm. Cada m² custa *R$ 43,75 nas lojas Conlar.

REVESTIMENTO PAREDE – Área molhada

TORNEIRA Torneira de mesa para cozinha, com bica móvel, cromada, Deca. Peça com arejador articulável, garantindo economia durante o uso. Possui mecanismo de vedação cerâmico. À venda nas lojas Conlar, por *R$ 289,90. Projeto: Vinicius Portento

No kit de azulejos Elizabeth, Linha Patchwork – Santa Fé (20x20cm), 41 peças com desenhos forram 1,8 m² de parede e compõem um painel cerâmico superestiloso. Vale *R$ 48,15/m² nas lojas Conlar.

ILUMINAÇÃO DECORATIVA Spot quadrado direcionável MR16, em alumínio branco, marca G-light. Acompanha lâmpada LED, alto brilho, 5W, com vida longa de até 25.000 horas. Sai por *R$ 46,50 nas lojas Conlar. *Orçamento base: Junho/2017


O conteĂşdo da revista tambĂŠm na internet

www.revistabellas.com.br


Andressa Ferreira

Foto: Ingrid Rísia Fotografia

TRANSIÇÃO CAPILAR: DO RESGATE DA IDENTIDADE AO EMPODERAMENTO Por Evellin Portugal

D

urante muito tempo, eles foram chamados de “ruins” e passavam por tratamentos químicos, como alisamentos definitivos e progressivos. Mas, de um tempo pra cá, os cabelos cacheados e crespos têm recebido uma atenção especial e se destacado cada vez mais. Hoje, eles são sinônimos de orgulho, aceitação, atitude e estilo. Em todos os lugares é possível encontrar mulheres que estão em fase de ou já concluíram a chamada transição capilar. Neste processo, que inclui a quebra de padrões impostos pela sociedade, as partes alisadas são cortadas, dando es-

paço ao cabelo natural. E, muito mais do que a recuperação dos fios, esse movimento garante o resgate da identidade e o aumento da autoestima. Assumir os cachos ou o black power (poder negro), no entanto, não é apenas uma questão estética, mas algo que melhora a saúde dos cabelos. Foi pensando nisso que a administradora Andressa Ferreira, 23 anos, decidiu mudar. Em entrevista à revista Bellas, a jovem itabunense conta que começou a alisar o cabelo ainda na infância. “Eu achava que só estaria bonita com o cabelo liso. Queria soltá-lo, como minhas amiguinhas do colégio usavam. Antes de

“APESAR DE A MUDANÇA SER VISÍVEL EXTERNAMENTE, A MAIOR MUDANÇA É INTERNA”


ma capilar (hidratação, nutrição e reconstrução) de três em três dias e faço umectação quinzenalmente”, detalha.

Liberdade e poder De acordo com a administradora, assumir o cabelo liberta a beleza natural de cada pessoa. “Apesar de a mudança ser visível externamente, a maior mudança é interna. Particularmente, houve um reforço de identidade e valorização das minhas raízes, do povo africano, a trajetória de luta e afirmação”, revela. Sentindo-se muito mais bonita e poderosa, ela é categórica ao afirmar que a transição foi a melhor escolha que fez: “Sei que tudo tem seu tempo, mas me arrependo de não ter decidido antes. Eu me sinto mais linda, confiante e empoderada”. Ela ainda dá um conselho para as mulheres que estão pensando em iniciar ou que já estão em processo de mudança: “Persistam e sejam disciplinadas. Não há luta sem vitória. Vale muito a pena. E que a decisão não seja uma imposição da mídia, senão estaremos caindo na mesma cilada da ditadura do cabelo liso, mas que seja uma decisão particular”. E finaliza: “Tenha amor próprio, ame seu cabelo”.

Foto: Ingrid Rísia Fotografia

alisar, usava sempre preso, trançado”, lembra. Ela afirma que abusou do secador e prancha dos sete aos 22 anos, o que danificou os fios, deixando-os opacos e quebradiços. Insatisfeita com a (falta de) saúde capilar, Andressa começou a pesquisar sobre o assunto em sites e nas redes sociais. “Entendi que o processo de melhoria teria maiores resultados sem a utilização de química. Então, passei a me enxergar de outra forma e decidi fazer a transição. Somente depois comuniquei ao meu esposo, família e amigas”, relata. A moça também se inspirou na irmã mais nova, Amanda Santos, que já havia iniciado a transição cerca de dois anos antes. Entretanto, diferente da irmã, que fez o big chop (grande corte) e passou a máquina 1 na cabeça, Andressa optou pela texturização. Seguindo uma rotina de tratamento, ela foi dando um aspecto cacheado às partes alisadas e cortando-as aos poucos, até deixar totalmente natural. “Meu maior incentivo era descobrir como meu cabelo realmente era e sempre olhava o relato de outras meninas e as comparações “before x after”. Hoje continuo com o cronogra-

“ME SINTO MAIS LINDA, CONFIANTE E EMPODERADA” Dicas A Bellas lhe dá algumas dicas para que você passe pela transição capilar de uma maneira mais tranquila:

Tenha paciência. Nos dias difíceis, lembre-se que a transição é apenas uma fase. Quando ela passar, o resultado vai ser maravilhoso! Este também é um período de autoconhecimento e aceitação;

Procure relatos que ajudam a motivar. Com uma simples busca na internet, é possível encontrar uma infinidade de mulheres que encararam a transformação. Leia essas experiências e salve todas as informações possíveis;

Mantenha hábitos saudáveis. Além da utilização de produtos apropriados para cada fase, a alimentação também influencia na saúde capilar. Ingerir todos os nutrientes necessários é tão importante quanto cuidar dos fios externamente;

Abuse das texturizações. Existem inúmeras técnicas para estilizar a parte que ainda está alisada, como coquinhos, twists (entrelaçar duas mechas de cabelo, da raiz às pontas), bigudins, tranças, entre outras;

Aposte nos acessórios. Faixas, turbantes, lenços, tiaras e bandanas são bem-vindos nesse período;

Antes

Depois

Mude o foco. Se ainda não está se sentindo à vontade com o cabelo, invista na maquiagem, no look e, principalmente, no sorriso! Lembre-se de que não somos só um cabelo. Somos lindas como um todo.


VIU...

PRÊMIO PARA A SANTA CASA

UM SHOW DE JORNALISMO O Jornal do Meio-Dia, líder de audiência no horário, é um dos destaques da programação da Gabriela FM, de Júnior Reis, que é o atual presidente da CDL de Ilhéus. Apresentado por Cátia Gomes e Marcos Bezerra, o programa jornalístico tem se constituído num bom espaço para a comunidade fazer denúncias em busca de solução para certos problemas. O ouvinte participa ao vivo do jornal, totalmente produzido por Cátia Gomes, profissional de comunicação com larga experiência não somente em rádio, mas também em TV e assessoria empresarial.

PATRÍCIA ABREU NA RECORD

A Santa Casa de Misericórdia de Itabuna está de parabéns. Ganhou, mais uma vez, o Benchmarking Saúde Bahia, uma espécie de Oscar da Saúde no estado. A instituição, cujo provedor é Dr. Eric Ettinger, foi contemplada com o troféu ouro, referente ao primeiro lugar, na categoria Santa Casa do Interior da Bahia. Ficou, ainda, em terceiro lugar na categoria Ação Social. Ettinger assim se expressou em relação ao prêmio: “Temos momentos difíceis, com um subfinanciamento já de conhecimento de toda a população, mas recarregamos a nossa energia diariamente, prestando uma assistência com qualidade. E por isso os resultados vêm. A Santa Casa de Itabuna é a maior do interior do Norte e Nordeste, atende a uma população gigantesca, e se mantém firme no seu propósito. Temos um século de misericórdia, e assim continuaremos”.

Ainda sobre comunicação, a Bellas não poderia deixar de registrar a ascensão profissional da jornalista Patrícia Abreu, uma itabunense que soube aproveitar bem as oportunidades em Salvador, depois de revelada aqui, na TV Cabrália. Patrícia, que, por mais de dois anos, deu um show de apresentação no Globo Esporte Bahia, arrumou as malas e foi para a Record/Itapoan, para ser âncora de um telejornal. Em suas redes sociais, ela postou imagens do último programa ao vivo na Rede Bahia, agradeceu à equipe e foi breve ao resumir que é chegada a hora de voar mais alto.

SÉRGIO VELANES ASSUME A ACI O empresário Sérgio Velanes, recém-eleito presidente da Associação Comercial de Itabuna para o biênio 2017/2019, será empossado no dia 20 de julho, às 19 horas. A solenidade será no Itabuna Palace. Velanes substituirá o também empresário Ronaldo Abude e já anunciou que pretende dar continuidade às ações dele. Uma delas é a participação dos empresários nas decisões políticas do município, além da atuação conjunta com as outras entidades do setor, como CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) e Sindicom.


VALDERICO JÚNIOR E THAÍS PAULA REIS CELEBRAM PRIMEIRO ANINHO DE GABRIELA

D

ia de celebração tripla, no cenário paradisíaco do Boca Du Mar, em Ilhéus. O empresário Valderico Reis Júnior completou 30 anos e festejou uma década de encontro com a médica Thaís Paula Reis. Mas o fruto da união deles, na verdade, foi a grande protagonista. Gabriela chegou ao primeiro aninho de vida, vestida como uma linda Branca de Neve. Com um vestido feito por “Iana, o Ateliê”, ela brilhou a festa inteira, para orgulho dos pais; da avó paterna, Fátima Barletta; dos avós mater-

nos, Norma Teixeira dos Santos e Paulo Queiroz dos Santos, e do tio Thiago Paulo Teixeira dos Santos. O Buffet e a decoração ficaram a cargo da Maria Festeira Animação, com a experiência sempre aplaudida de tia Ró. Passado o momento dedicado à criançada, os adultos curtiram os hits de Trio da Huanna e Rian Girotto e Henrique. O som que ecoou pelas redondezas levou a assinatura de Icany Mendes. Confira imagens da inesquecível comemoração, captadas pelas lentes de Taironny Maia e pela Videolife Filmes.


ETIQUETA

NA ACADEMIA

O

s brasileiros têm buscado cada vez mais por qualidade de vida e longevidade, mudando seu ritmo e estilo de vida em prol da saúde. Corridas, caminhadas e musculação passaram a fazer parte da rotina de muita gente. Mas você sabia que até para a prática de atividades físicas existem algumas regrinhas básicas de etiqueta para convívio? Segundo Maria Inês Borges da Silveira, professora do ISAE – Escola de Negócios, consultora de Comportamento Profissional e de Etiqueta Social, é importante observar o comportamento em lugares compartilhados durante as mais variadas atividades, como as cada vez mais populares academias. Para a especialista, a primeira regra básica se refere a cordialidade, mas sem exageros. “Devemos ser cordiais, cumprimentar as pessoas, mas sem exagerar no papo, afinal, a pessoa precisa de concentração para praticar o exercício e evitar lesões”, comenta. Quanto ao guarda-roupa, aposte em roupas e tênis

ESPECIALISTA EM ETIQUETA SOCIAL DÁ DICAS PARA NÃO ERRAR NA HORA DE SE EXERCITAR

confortáveis. Se você quiser esconder aqueles quilinhos a mais, a consultora sugere a aposta em roupas escuras, que ajudam a camuflar. Agora, se você é daquelas que não sai sem uma boa maquiagem e acessórios, tome cuidado. O ideal é apostar em acessórios simples e discretos. As peças chamativas e grandes, além de não combinar com o momento, podem acabar provocando acidentes na hora do exercício. A mesma dica vale para o cabelo, que deve estar sempre preso para não atrapalhar os treino. Você pode sim se maquiar para ir à academia ou para praticar outros esportes, que não envolvam água, desde com cautela. “Estar sempre confortável, com cabelos presos e maquiagem discreta é o ideal, do contrário a pessoa corre o risco da maquiagem escorrer e borrar, e até sofrer algum tipo de acidente”, detalha Maria Inês. Vale lembrar ainda que roupa de ginástica é para fazer ginástica. “Evite usá-las em outros lugares”, completa a especialista.


Talita Barbosa | Áries

Marcel Santos | Touro

Luisa Couto | Gêmeos

Vinícius Portento | Câncer

Nilmecy Gonçalves | Leão

Lílian Casas | Virgem

Vânia Souza | Libra

Lo-Hanna M. | Escorpião

Lorena Guimarães | Sagitário

Rafaele Vieira | Capricórnio

Rafael Andrade | Aquário

Charliane Sousa | Peixes

21/06 a 21/07 - CÂNCER: Neste mês, o contato emocional com os amigos será muito importante. É um bom momento para conversar com alguém sobre aqueles assuntos pessoais.

23/09 a 22/10 - LIBRA: Tudo vai caminhar rapidamente em direção às suas metas. A melhor forma de expressar sua energia será com atividades cujo principal objetivo seja ajudar alguém.

22/12 a 20/01 CAPRICÓRNIO: Aproxime-se mais das pessoas que são queridas. A partir da segunda quinzena, vai sentirse mais preparado enfrentar todos os acontecimentos.

21/04 a 20/05 - TOURO: O mês será agradável. Mas não foque apenas no bem-estar do momento. Ao tomar atitudes, pense também no futuro.

22/07 a 22/08 - LEÃO: Começa um período de calma e serenidade. Pode parar e analisar situações sem sentir a pressão. Terá tempo para tomar decisões importantes.

23/10 a 21/11 - ESCORPIÃO: As suas energias serão fortes e você tende a agir e falar por impulso. Tente afastar-se de pessoas que possam provocar confrontos. Evite discussões.

21/01 a 19/02 - AQUÁRIO: Durante este mês, tende a fazer apenas o que lhe apetece. Contudo, deve pensar também nas pessoas que gostam de você.

21/05 a 20/06 - GÊMEOS: Vai sentir-se muito bem, lembrarse e recorrer a amigos de longa data, embora não esteja de forma alguma fechado a novos conhecimentos.

23/08 a 22/09 - VIRGEM: Tende a estar emocionalmente sensível e mais facilmente irritável quando não conseguir o que quer de imediato. Tente ser mais tolerante, inclusive com você.

22/11 a 21/12 - SAGITÁRIO: Vai desejar viver experiências fortes que podem se tornar inesquecíveis, deixando de lado a rotina. Mas não se desvie dos seus objetivos.

20/02 a 20/03 - PEIXES: Não vai sentir falta de nada para se sentir feliz. Tudo estará em sintonia com os seus desejos. As emoções ajudam a gerir a sua vida.

21/03 a 20/04 - ÁRIES: Não se deixe levar por falsas promessas. Boa fase para analisar sua vida e o seu mundo e descobrir o que realmente quer para você.


CONHEÇA

11 MITOS E VERDADES SOBRE A

CACHAÇA


ESPECIALISTA DESVENDA AFIRMAÇÕES COMUNS QUE VÃO FAZER A POPULAÇÃO MUDAR DE IDEIA SOBRE A CACHAÇA

A

cachaça é cheia de curiosidades e mitos no seu entorno. Por ser uma bebida genuinamente nacional, cheia de aromas e sabores, com o tempo apareceu histórias acerca da cachaça, algo que demonstra a importância que ela tem para os brasileiros. Mas será que as “frases típicas” sobre a bebida feita de caldo de cana fermentado e destilado são realmente verdadeiras? Para ajudar, o especialista Rafael Araújo, da Cachaçaria Nacional, desvenda alguns mitos e verdades sobre a bebida com o intuito de melhorar a experiência que cada gole de cachaça proporciona. Confira abaixo os mitos e verdade: 1 - A cachaça boa é só a amarela Mito. A Cachaça branca, que não possui envelhecimento, é a cachaça pura em sua essência. É a base da amarela. Ideal que seja boa para produzir uma amarela.

2 - Quanto mais envelhecida, melhor é a cachaça Mito. O tempo de envelhecimento não determina se a cachaça é melhor ou pior. Geralmente com o maior tempo de envelhecimento a Cachaça fica mais complexa em suas notas sensoriais, mas envelhecidas em bons barris podem ter muita complexidade, mas a melhor sempre será a gosto de cada um.

3 - Cachaça artesanal é melhor do que a industrial Polêmico afirmar, porém a artesanal tem um cuidado maior em sua produção. O pequeno produtor acompanha todo o processo de destilação para separar a cabeça (primeira porção da destilagem) e a calda (última porção). Estes dois elementos possuem substâncias nocivas à saúde e atrapalham completamente o sabor da Cachaça. Já a Cachaça industrial de coluna, pelo grande volume produzido, geralmente não consegue extrair perfeitamente e fazer essa separação.

7 - Cachaça dá dor de cabeça Depende. Cachaças mal produzidas podem dar dor de cabeça. É justamente a que não separa a cabeça e calda deixando apenas o coração da destilação. A cachaça bem produzida não dá dor de cabeça. O segredo é tomar com moderação acompanhada de um copo d’água.

4 - Cachaça deve ser bebida em copos transparentes Verdade. O ideal é que se faça a degustação em copos transparentes para que se faça a análise visual da cachaça de forma que possamos ver a viscosidade, oleosidade e pureza.

9 - A cachaça muito forte queima a garganta Verdade. Quanto maior o teor alcoólico mais queima. Mas depende bastante da forma como se degusta. O ideal é que antes de engolir, coloque uma pequena quantidade na língua e rode em toda boca misturando com a saliva e depois engula. O primeiro gole pode sempre ser “mais forte’”, já os próximos vão ser mais agradáveis, apreciando todas as notas sensoriais. Para iniciantes, recomendamos as mais fracas com teor alcoólico de 38% até 40%.

5 – A cachaça de maior valor tem qualidade superior Mito. Cada produtor tem os seus custos de produção investindo em garrafas personalizadas e na apresentação como um todo. Isso altera o preço final. Mas a forma e o tempo de envelhecimento podem igualar a de marcas mais baratas. Existem excelentes Cachaças com apresentação mais simples que competem com cachaças mais caras. Temos o exemplo de campeãs em concursos mundiais no valor de R$20 a R$35,00.

6 - A cachaça deve ser tomada em pequenos goles Verdade. Costuma-se dizer em micro goles, pois ela deve ser degustada devagar, rodando em toda a boca para que se possa sentir o seu sabor.

8 - Cachaça abre o apetite Verdade. A cachaça aumenta apetite pela sua complexidade, pois “abre”as papilas gustativas e prepara para as refeições.

10 - Cachaça tem prazo de validade indeterminado Verdade. Cachaça possui prazo indeterminado de validade. Guardando em local seco, ao abrigo do sol e muito bem vedado, durará indeterminadamente.

11 – Cachaça e aguardente são iguais Mito. Pela legislação, cachaças possuem o teor alcoólico de 38% a 48%. Acima deste grau, considera-se a bebida aguardente.


O melhor conteĂşdo no impresso e na internet

www.diariobahia.com.br (73) 3613-3040


Fotos: Pedro Augusto Benevides

GLAUCOMADAY

MAIS UM TEM MARCA DE AGILIDADE E EXCELÊNCIA NO ATENDIMENTO “Acordei cedo em um sábado para cuidar da saúde dos meus olhos; realizei exames e recebi orientações sobre o Glaucoma gratuitamente. Tudo isso com muita eficiência, organização e agilidade”. Assim a dona de casa Jacyara Rocha Salles definiu a sua participação durante a 5ª edição do GlaucomaDay em Itabuna. O mutirão, que contou com a participação de pacientes da cidade e mais de 20 municípios pactuados, teve como objetivo ampliar as atividades que permitem o diagnóstico precoce e o tratamento do Glaucoma. A patologia é responsável pelo maior número de casos de cegueira irreversível no mundo. Muitas vezes assintomática, a doença causa um aumento rápido na pressão intraocular, afetando principalmente pacientes com idade

acima dos 40 anos e portadores de doenças como diabetes, hipertensão e hipertireoidismo. Também é hereditária e pode ser diagnosticada em jovens, como foi o caso de Rodrigo Ferreira, de 29 anos. “Meu avô e meu pai têm Glaucoma. Quando vi o anúncio do mutirão na televisão, eu resolvi participar, pois apesar de ser jovem, tenho diagnóstico na família. Durante a consulta minha pressão ocular estava alta, o médico avaliou e me encaminhou para marcação de consultas. Já saí do mutirão com uma consulta agendada para o próximo dia 6 de junho”, explicou Rodrigo, que saiu bastante satisfeito com o atendimento. Além dos exames Tonometria e Fundoscopia, na 5ª edição do GlaucomaDay os pacientes passaram por avaliação nutricional, realizada por

profissionais e estudantes do curso de nutrição da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC), aferição de pressão arterial e glicemia, realizados por técnicos das Drogarias Velanes, e manutenção de óculos, realizada pela Ótica Diniz. Os participantes ainda tiveram a oportunidade de conhecer o trabalho desenvolvido pela Fundação Regina Cunha de Oftalmologia e Prevenção à Cegueira (FURC). Mutirões como esse têm reforçado o compromisso do DayHORC – Hospital de Olhos Ruy Cunha em ampliar o alcance dos serviços públicos de saúde. “A ação oferece à população uma assistência médica especializada nessa área. Assim, estamos favorecendo o acesso e incentivando o cuidado com a saúde”, concluiu o Diretor Médico do DayHORC, Dr. Ruy Cunha.


Fotos: Pedro Augusto Benevides

A dona de casa Jacyara Rocha Salles após atendimento no GlaucomaDay

Organização e agilidade no atendimento garantiram mais uma edição de sucesso


CUIDADOS PARA OS HOMENS:

A IMPORTÂNCIA DE UM BOM BARBEADO

P

ara se manter saudável, a pele humana precisa de cuidados diários que combatam fatores externos, como agentes poluentes e alterações climáticas. Porém, processos do dia a dia, como se barbear, por exemplo, podem ser altamente prejudiciais à pele masculina, pois agride diretamente a epiderme. Bepantol® Derma dá algumas dicas para manter a pele hidratada e não errar na hora de se barbear.

Cuidado com a lâmina Alguns cuidados são essenciais, como manter a lâmina em boas condições de higiene a fim de evitar a contaminação e proliferação de micro-organismos que podem causar inflamações na pele. Além disso, não é recomendado utilizar o aparelho várias vezes, pois uma lâmina sem um bom corte aumenta o risco de lesões na pele e dificulta a remoção dos pelos.

Pós-barba Apesar de muitos homens pularem esta etapa, ela é parte importante do processo, pois facilita a diminuição do tamanho dos poros e ajuda na hidratação da epiderme, contribuindo para a boa saúde da pele e proporcionando um aspecto saudável. Utilize produtos indicados para o seu tipo de pele e, para maior hidratação, utilize Bepantol® Derma Solução Spray, que contém uma alta concentração de dexpantenol (pró-vitamina B5) que auxilia na restauração da função de barreira da pele e melhorando a sua hidratação.

Hora de fazer a barba Uma boa hora para se barbear é após o banho, pois a pele já está limpa e a água morna ajuda na dilatação dos poros, facilitando o trabalho da lâmina. Evitar o uso da lâmina em regiões com acne ou alguma inflamação e não pressioná-la muito forte contra o rosto, pois mesmo com uma pressão mais suave além de remover os pelos, a lâmina também retira parte da camada mais superficial da pele. Mesmo com a pele aparentemente íntegra, isso ocorre independente de haver ou não lesões visíveis e/ou pequenos sangramentos, e ainda influencia diretamente no processo de desidratação.

Para os homens que decidam manter a barba comprida é necessário lavá-la diariamente com xampu e condicionador para evitar a proliferação de bactérias e também evitar o ressecamento da pele na região dos pelos. Penteá-los e secador com o ar frio/morno do secador deixa o visual dos fios mais certinhos e alinhados.


ESQUENTA LAJE 2017: aquecimento perfeito para festas juninas

É

quase impossível não contar os dias para sentir o gostinho das festas juninas, tão típicas do nosso Nordeste, hein? E vamos combinar que em Itabuna um aquecimento perfeito para a magia de São João e São Pedro acontece todo ano no Forró Esquenta Laje. Em 2017, a festa da família Macedo ganhou novo espaço – a estância Santo Antônio. A animação sem limites tomou conta de um público amplo e expressivo, vestido com o charme caipira, ao som de Trio Donalice, Kocó, Forró do Karoá e Fabão Cigano. Além do irresistível arrasta-pé, comida típica igualmente irrecusável, no buffet caprichado de Thadeu Henrique. O sucesso foi ainda maior, graças à parceria de patrocinadores, como: Arezzo, Shopping Jequitibá, Depyl Action, Itão, Empório Biboca, Mayara Resende, Frigobom, Padaria Paulista, Bivolt e CDL. Também deram seu apoio a Rural Química, Incamilho, Ticomia e Home Beer. Quer ver – ou rever – a beleza do Esquenta Laje? Confira nas imagens captadas por Eraldo Dantas.

Família Macedo: Macedinho, Andrey, Rolemberg e Betânia


DEPRESSÃO INFANTIL EXISTE E PODE ATRAPALHAR O APRENDIZADO DA CRIANÇA Ana Regina Caminha Braga

S

egundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a depressão é um transtorno mental que acomete mais de 350 milhões de pessoas em todo o mundo. Quem sofre com esse tipo transtorno pode vir a ter problemas em todas as áreas da vida, seja no trabalho, na escola ou no meio familiar. Apesar da grande maioria da população achar raro, os casos de depressão em crianças e adolescentes aumentam a cada dia. Dados revelados recentemente pela OMS mostraram que esse transtorno é a principal causa de incapacidade de realização das tarefas do dia a dia entre jovens de 10 a 19 anos. Aqui no Brasil estima-se que 1 a 3% da população entre 0 e 17 anos tenha algum quadro depressivo. Uma criança pode ficar tão deprimida quanto um adulto, o grande problema é que, na maioria das vezes, tal comportamento pode ser interpretado de outra forma pelos pais ou responsáveis, prejudicando o aprendizado e a vida social da criança. Por esse motivo, segundo Ana Regina Caminha Braga, psicopedagoga, especialista em educação especial e em gestão escolar, pais e professores devem estar sempre atentos ao comportamento e as emoções da criança. “É muito importante manter uma relação

próxima com a criança, ouvindo suas histórias e perguntando como foi seu dia, tentando entender a situação e ajudando a resolver o problema da melhor maneira possível”, explica. Antigamente, crianças com depressão não tinham um auxílio adequado, ou profissionais capacitados para orientações. Hoje, o

É MUITO IMPORTANTE MANTER UMA RELAÇÃO PRÓXIMA COM A CRIANÇA, OUVINDO SUAS HISTÓRIAS E PERGUNTANDO COMO FOI SEU DIA quadro é outro. Já existem profissionais prontos para identificar e diagnosticar o problema, criando programas que ajudem os pequenos a enfrentar tais dificuldades, ajudando na retomada de uma vida normal. Ainda segundo a

especialista, crianças com quadro depressivo necessitam de uma ajuda especial para encontrar o prazer em estar em sala de aula. “O professor deve estar atento ao que acontece em sala, ao comportamento dos seus alunos, para poder ajudar de forma adequada cada criança, fazendo com que ela goste e se interesse em estar ali”, detalha. Para Ana Regina, a atuação da equipe pedagógica também é de suma importância em todo esse processo. “O trabalho com essa criança tem que ser em conjunto. Precisamos articular para que ela se sinta confortável em todas as áreas, assim como estar atentos aos efeitos que esse trabalho vem causando. Só assim vamos conseguir possibilitar a recuperação efetiva da criança com depressão”. Agora, se você quer evitar que seu filho tenha algum tipo de quadro depressivo, é importante ficar muito atento, pois as crianças desenvolvem muito cedo seu autoconceito em relação aos outros. “As crianças precisam de muita atenção. Elogie e incentive quando ela estiver fazendo alguma coisa. Ela precisa entender que é importante, que tem pessoas que gostam dela, que a respeitam e querem seu bem”, completa a especialista.


Bellas 91  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you