Issuu on Google+

BOOK FESTAS edição no 3 www.victoriabooks.com.br

6 PEÇAS CURINGAS

Por 6 grandes nomes da decoração

A BELA E A FERA

Andréa Guimarães reinterpreta o conto de fadas francês em festa para Rafaella Justus

COATCHING PARA CASAR

Noivas à beira de um ataque de nervos é o target desse novo serviço

Fomos a Nova York entrevistar

Exclusivamente para o BF Express


Book Festas Preview Decoração: 1-18 Project | Flores: André Pedrotti Foto: Sérgio Israel


BOOK FESTAS edição no 3 www.victoriabooks.com.br

EDITORIAL

S

eja a simbologia de selar dois destinos, sejam os detalhes que particularizam o evento, a cerimônia de casamento é considerada um luxo em praticamente todas as culturas do mundo. Se tradicionais, modernos ou clássicos, os noivos querem estar cercados do melhor e, se possível, do luxo mais caro na hora de dizerem sim um ao outro. Mas o que pode ser considerado luxo em um evento marcado pelo drama dos excessos? Para adentrar nesse universo com o pé direito e entendermos um pouco mais sobre isso, visitamos Preston Bailey em Nova York, o papa da decoração de casamentos. E, para a nossa surpresa, no bate-papo que tivemos durante duas horas – transcrito aqui em entrevista –, descobrimos o que de fato já sabíamos: o luxo é sim uma questão de ponto de vista. Para Bailey, inclusive, nada do conceito de less is more (menos é mais), do arquiteto modernista Mies van der Rohe. Antes prefere concordar com God is in the details (Deus está nos detalhes), também de Mies. E é com detalhes e com dezenas de milhares de flores que realiza as festas mais badaladas ao redor do globo. Já para Marcelo Bacchin, que nesta edição assina o artigo de estreia da Abrafesta, o luxo está naquilo que carrega a subjetividade dos anfitriões. E encantar crianças, transformando contos de fadas em realidade, é o luxo em que Andréa Guimarães especializou-se. Para nós, do Book Festas Express, luxo é tê-lo como leitor.

Por 6 grandes nomes da decoração

A BELA E A FERA Andréa Guimarães reinterpreta o conto de fadas francês em festa para Rafaella Justus

Noivas à beira de um ataque de nervos é o target desse novo serviço

Fomos a Nova York entrevistar

Exclusivamente para o BF Express

Nononono non nononon

E MAIS:

reportagem de capa:

10 Peças Curingas

14

12 Treinamento para Dizer 'Sim' 14 Entrevista de Preston Bailey 22 A Bela e a Fera 24 Luxo e Tradição nos Alpes

26 Casar com Estilo e Estampas Próprias 28 Noite de Luxo e Estrelas 31 Estação Sucesso 32 Gastronomia Criativa

Solano Diniz, Editor

12

COATCHING PARA CASAR

30 Impressão que Fica

Boa leitura.

24 22

6 PEÇAS CURINGAS

NESTA EDIÇÃO:

34 História e Requinte 36 Glamour Black

SEMPRE AQUI: 4 Joias da Festa 8 Constance Zahn 9 Abrafesta 42 Cheers! 50 Personalidade BF Express

40 Luxo por Fotógrafos

EXPEDIENTE

@bookfestas

Book Festas

VICTORIA BOOKS www.victoriabooks.com.br Direção Mário Sérgio Garcia e Élio Sá Publicidade Renata Garcia e Marlene Prado Editor Solano Diniz Jornalista Assistente Raquel Guanaes Projeto Gráfico Dalton Flemming Designer Ramon Maia Produção Adriana Carneiro Revisão Gilberto Carradas Impressão e Acabamento RR Donnelley Capa Preston Bailey Foto de John Labbe


Foto: Neto Nasi

4 BOOK FESTAS express

Sempre antenada às novidades do mercado de festas, a Biodelic oferece os últimos lançamentos em som e iluminação para projetos cenográficos. Entre as tecnologias mais cobiçadas para dar um up nas decorações, está a projeção mapeada, um sistema que utiliza diversos projetores de alta resolução para sobrepor camadas digitais à superfície em questão, seja qual for a altura do seu relevo. “O conteúdo transforma qualquer fachada em uma área viva, com grafismos e animações especiais, criando movimentos e sincronia entre as formas projetadas em colunas, paredes e janelas, sempre de acordo com o tema da festa”, explica Neto Nasi, empresário à frente da empresa, que ainda disponibiliza toda a mão de obra e equipe técnica para montagens especiais. www.biodelic.com.br

Fotos: Divulgação

JOIAS DA FESTA

mapping, luzes e ação

fragâncias personalizadas Quer um aroma para chamar de seu? A boutique-atelier Mon Absolu, da perfumista francesa Fanny Moreau, chegou ao luxuoso mercado de eventos para deixar as comemorações ainda mais exclusivas com suas requintadas fragrâncias. O atelier desenvolve projetos de ambientações olfativas com aromas personalizados, elaborados ao gosto, ou melhor, ao olfato do anfitrião. A identidade aromática da festa é criada através de uma consultoria especializada, com duração média de duas a três horas de conversa, na qual são identificadas as características do cliente, as especificidades do evento e as sensações que se quer proporcionar aos convidados, que terão uma série de lembranças sensoriais dos acontecimentos mais importantes da celebração.

www.monabsolu.com.br


Fotos: Divulgação

Fotos: Divulgação

5

fadas madrinhas

flores na receita Chegou a vez das flores terem o status ampliado de item meramente decorativo para ingrediente essencial no preparo de bolos e doces finos nas festas brasileiras. Alimento secular utilizado na culinária europeia e asiática, as flores passaram a fazer parte das saborosas receitas preparadas pelo Ateliê Tea Cakes, das irmãs, chefs e empresárias Sanae e Satiko Mattos. Dentre os quitutes da pâtisserie elaborados com a iguaria, fazem sucesso brigadeiros de açafrão, verrines e trufas de rosas, tartelettes de hibisco, bolos de rosas com champanhe, entre outras guloseimas. Com sabor suave e agradável, as flores não comprometem as dietas alimentares pelo baixo teor calórico, além de acrescentarem uma nota especial ao paladar e à mesa de exigentes anfitriões. www.teacakes.com.br

Foto: Divulgação

Apreciado pelos mais exigentes sommeliers, o Bellini é um requintado coquetel de garrafa de origem veneziana, feito para aqueles que querem oferecer prazerosas experiências gustativas em suas festas. Leve, refrescante e de baixo teor calórico, o coquetel conserva todo o sabor e cremosidade do pêssego branco, com o frescor de um excelente prosecco, sendo por isso, ideal para ser servido em festas ao ar livre, e perfeito para o caloroso e festivo clima brasileiro. Pioneira em inovação no segmento de bebidas, a Expand é a sua importadora oficial, e conta com mais de mil rótulos de bebidas de diferentes países do mundo, colocando-se à disposição de seus clientes para auxiliá-los na escolha dos melhores vinhos, adequados a cada ocasião, clima, e perfil do anfitrião.

www.adegaexpand.com.br

www.fadasmadrinhas.com.br

emoção em ultra definition Quatro vezes mais atual, a Lux Produção passou a oferecer um conceito inovador em filmagens de eventos: a tecnologia UD 4K (Ultra Definition). Com quatro vezes mais resolução que o padrão atual, FullHD, o novo recurso permite que sejam feitas gravações no mesmo formato dos filmes exibidos em salas de cinema. A empresa é pioneira no Brasil na captação e na edição de vídeos de casamentos em linguagem cinematográfica, além de estar sempre atualizadíssima às novas tendências em filmagens de eventos. “Unimos a experiência do olhar fotográfico ao estilo de captação cinematográfico, mantendo o dinamismo e a espontaneidade da edição. Nossos vídeos têm estilo único e são capazes de contar, com sensibilidade, a história de cada casal”, conta Fabricio Bolfarini, sócio-diretor da Lux. www.luxpv.com Fotos: Lux Produção

expandindo horizontes...

Um luxo de serviço, Fadas Madrinhas é uma empresa especializada em recreação infantil destinada às crianças com idade entre 2 e 10 anos, de forma que os adultos possam aproveitar a comemoração por mais tempo e, acima de tudo, com tranquilidade. Em português ou inglês, o serviço oferece, além do material necessário para as brincadeiras e lembrancinhas, uma cartela diversa de atividades como jogos de tabuleiro, brincadeiras de roda, entre outras opções, sempre com a preocupação de que nenhum brinquedo ou objeto possa sujar a roupa da criançada. Para garantir o total conforto dos pais, cada "fada" é responsável por no máximo seis crianças, divididas em grupos pela coordenadora de equipe, de acordo com a faixa etária. As Fadas Madrinhas disponibilizam também de área para os pequenos dormirem até o raiar do dia, ou até dar aquela vontade de ir embora.


Foto: Helson Gomes

6 BOOK FESTAS express

poltrona proust

Foto: Helson Gomes

Chega ao Brasil, em primeiríssima mão, a famosa Poltrona Proust. Importada pela 100% Eventos, nas cores preta e branca, a peça pode ser utilizada para acrescentar pitadas de elegância aos lounges, halls de entrada, e até mesmo às áreas externas, pois é confeccionada com material totalmente impermeável. Símbolo de design, o móvel é uma releitura da poltrona assinada pelo italiano Alessandro Mendini, que utilizou a técnica de pontilhismo em sua concepção em meados da década de 70. Para acalmar os ânimos de seus apreciadores, após ter percorrido vários museus do mundo, ganhou diferentes versões. Em estilo romântico barroco, a poltrona, originalmente pintada à mão, surge agora, paradoxalmente, transformada em objeto rotomoldado. Um capricho industrial em termos de produção que pode fazer parte de eventos e festas inesquecíveis. www.cemporcentoeventos.com.br

Uma verdadeira joia para os amantes de festas com muitas flores, a Cooperativa Holambra é atualmente o maior complexo de comercialização de flores e plantas ornamentais da América Latina. No local, o modelo de gestão cooperativista com mais de 300 fornecedores de pequeno, médio e grande portes, fornece cerca de 3.500 variedades de plantas a serem leiloadas diariamente. A novidade é que a cooperativa anuncia para 2014 a conclusão de seu novo projeto Gran Flora Veiling Holambra (Cash & Carry). O projeto contará com estrutura de mais 12.000 m² climatizados, que abrigará os segmentos de Flores em Corte, Produtos Envasados, Plantas Ornamentais e Acessórios. Essa ampla área terá como premissa atender aos mais diversos clientes

Foto: Marcelo Guarnieri

festa das flores

a vez do cobre

do segmento, oferecendo qualidade e funcionalidade e dispondo o mais completo mix de produtos e acessórios do ramo. www.veiling.com.br

Chique, elegante e versátil, o cobre chegou às mesas das festas brasileiras para ficar. Em alta nas decorações mundo afora, o metal de coloração avermelhada é uma ótima opção àqueles que querem fugir do habitual prata, e ainda assim compor mesas elegantíssimas. “Desde as composições mais rústicas, até as mais luxuosas podem ser elaboradas perfeitamente com peças em cobre”, afirma Paulo Thomé, empresário à frente da Casa das Festas. Em festa pelo seu 70 o aniversário, a empresa presenteia o mercado de eventos com site novo e mais de cem novas opções de modelos no metal, entre talheres, sousplats, e material completo para buffets. www.casadasfestas.com.br

Foto: Danilo Siqueira

para além da pista de dança Quando se trata de luxo na festa de casamento, a palavra de ordem é exclusividade. E, para conferir aquele toque original e tecnológico às pistas de dança, a Hi-Fi Produções abusa de detalhes feitos especialmente para torná-la um ambiente altamente cobiçado pelos convidados da festa. Aliando o uso de equipamentos hi end, a peças como lustres de cristal, espelhos venezianos, cortinas e house mix personalizada, garante o sucesso e a animação das comemorações que assina. E que, impreterivelmente, se tornam inesquecíveis para todos os presentes. www.hifiproducoes.com.br


Conhecido pelas famosas esculturas de açúcar, Nelson Pantano sempre arruma alguma forma de inovar na arte da confeitaria. Seja no sabor indescritível de suas receitas, ou nas apresentações impecáveis de seus bolos, o cake designer adapta as últimas tendências gastronômicas à sua arte, finalizando sempre com acabamentos perfeitos, emblemáticos da marca The King Cake. Dentre as novidades que têm dado o que falar no mercado, estão bolos decorados com mix de flores e frutas, que, diferentemente daquelas cristalizadas, são minuciosamente elaboradas em açúcar e pintadas uma a uma. A segunda grande notícia é que o seu trabalho estará em breve, ilustrando as páginas do novo projeto da editora Victoria Books, o livro Book Cakes – uma seleção dos melhores boleiros do País. "O Brasil já conhece a arte do cake design desde o início da década de 90, e agora vive o seu melhor momento com profissionais cada vez mais capacitados, criativos e ousados. O Book Cakes vem para selar esse sucesso", palavras do consagrado Rei.

www.thekingcake.com.br

Foto: Ale Ruaro

capa ilustrativa

mesa apimentada Como tudo o que sai do forno da chef Giuliana Pimenta, os Sushis de Chocolate acrescentam um toque de luxo e sofisticação às decorações das mais exclusivas mesas de doces. Um dos maiores expoentes do trabalho autoral da marca, o Sushi leva em sua composição uma diversidade de recheios cremosos, envoltos por uma finíssima casquinha de chocolate, que leva estampas pintadas artesanalmente com manteiga de cacau. O resultado já se pode imaginar: sabor e textura inigualáveis e visual incrível, reunidos em uma única receita para apenas surpreender.

www.giulianapimenta.com.br

o infînitto é aqui! A capital paulista recebe o mais novo e requintado espaço para eventos, o Espaço Infînitto. Localizado na Vila Leopoldina, bairro em ascensão na cidade, o Infînitto possui infraestrutura completa para acolher festas com comodidade, e muito conforto, para até 600 convidados. Seja em eventos sociais ou corporativos, a concepção arquitetônica assinada por Otávio de Sanctis, surpreende. São 8 m de pé-direito, luzes LED por toda a extensão da estrutura, acabamento em marcenaria, teto retrátil no piso superior, suíte VIP estrategicamente posicionada com vista para o salão principal, entre outros atributos que fazem do Infînitto um buffet versátil e atual. Fruto da parceria entre as marcas Vila dos Ipês e Abramovay Gastronomia, dois grandes nomes estabelecidos pela tradição e excelência de seus serviços, o Infînitto tem como carro-chefe, a sofisticada gastronomia, com cardápios personalizados sob a análise minuciosa do chef Fabio Abramovay. www.espacoinfinitto.com.br

festas, flores e surpresas Vinte anos de intensa atuação no mercado, adaptando, transformando e se apropriando das belezas que a natureza pode prover. Além desse período, é dessa bagagem que também dispõe o florista e decorador André Pedrotti. Altamente requisitado para compor as mais importantes festas e inaugurações da capital paulistana, o decorador se destaca por apresentar soluções inovadoras das cenografias que integram o seu rico portfólio – com cerca de 350 eventos realizados anualmente. O segredo para o seu sucesso? “Ser diferente”, responde Pedrotti, sem hesitar. E nós acreditamos. www.andrepedrottiflores.com.br

Foto: Ricardo Hara

Foto: Henrique Smith

a arte do rei

Foto: Sergio Luiz Jorge e Helson Gomes

7


8 BOOK FESTAS express

O QUE ESTÁ

SE USANDO? por CONSTANCE ZAHN* foto DANI PACCES

"Munida de um material de pesquisa capaz de consumir por completo a memória de um tablet, a noiva se tornou uma cliente ainda mais exigente."

C

resci no atelier da minha mãe, a estilista Wanda Borges e lembro-me claramente de como eram as visitas das noivas. Sentadas à frente da minha mãe, a primeira pergunta que lhe faziam era: “O que está se usando?”. Por muitos anos, o fornecedor de cada área, não só ateliers de alta-costura, foi o detentor da informação. Era ele quem dizia o que se usava ou não. Era ele quem trazia as novidades “quentinhas” (ou requentadas) de fora. Ele, como especialista em seu métier, tinha diante de si uma cliente totalmente aberta para o seu conhecimento. Em 2007, dei o pontapé para uma mudança radical. Levando o assunto “casamento” para a internet, logo percebi uma mudança de hábito. Em poucos meses, notei que as noivas começaram a aparecer com pastas e pastas de ima-

gens impressas. Referências de bolos, buquês, decorações, vestidos... Havia de tudo! Mais tarde, passaram a salvar as imagens em seus iPads e iPhones (veja só como as coisas evoluem rapidamente, impressão já está quase virando coisa do passado). Os sites e publicações destinados ao universo do casamento se multiplicaram e o acesso (e até excesso) à informação enterrou de vez a necessidade de perguntar “o que está se usando?”. Aliás, é possível que a noiva tenha a resposta na ponta da língua muito antes do fornecedor. Hoje, munida de um material de pesquisa capaz de consumir por completo a memória de um tablet, a noiva se tornou uma cliente ainda mais exigente. Talvez mais confusa também por conta da infinidade de opções, mas sem dúvida mais exigente. Porque ela pesquisa ideias, referências, alternativas, opções, recomendações. E, assim,

aprende termos técnicos, descobre onde encontrar materiais, onde estão os melhores preços e muito mais. Para o mercado de dez, quinze anos atrás, o ditado: “Em terra de cego, quem tem um olho é rei”, poderia até ser válido em alguns casos. Porque antenado ou não, o fornecedor podia se valer da sua posição de especialista diante de uma cliente leiga. Hoje, contudo, um olho só já não constrói mais reinados. Com clientes cada vez mais informadas, é preciso estar com os dois olhos bem abertos e atentos a todas as novidades! Estar up-to-date é o mínimo para poder acompanhar uma geração de clientes conectadas.

*Constance Zahn é formada em administração de empresas e precursora em blogs de casamento no Brasil. www.constancezahn.com.br


9

A brafe s t a

CASAMENTO,

O LUXO ESTÁ NOS DETALHES por MARCELO BACCHIN* foto HELSON GOMES

"O verdadeiro luxo está nos detalhes que são incorporados muito Foto: Rafael de Paula

antes da data e minuciosamente planejados."

P

romover um evento único e inesquecível é meta para muitos, porém as festas cada vez mais tendem à padronização. Empresas que não buscam as melhores práticas oferecem serviços parecidos, que não apresentam originalidade na execução dos projetos. Porém, não podemos generalizar o setor, atualmente a Abrafesta possui mais de 200 empresas associadas, divididas em 16 segmentos, e juntos trabalhamos para o fortalecimento do setor que cresce ano a ano e passa a ser reconhecido pela sociedade como importante segmento no cenário econômico do Brasil. O mercado de casamentos movimentou no ano passado R$14,8 bilhões, e a expectativa para 2013 é um crescimento de 8%, chegando a R$16 bilhões. O casamento é um dos maiores exemplos, uma experiência que marca a realização de um sonho. Em recente pesquisa realizada pela nossa entidade, foi constatado que nenhuma ou-

tra cerimônia é tão especial e de tanta importância quanto o casamento. Por isso, os casais apresentam maior disposição para investir dinheiro nas festas e cerimônias. O verdadeiro luxo está nos detalhes que são incorporados muito antes da data e minuciosamente planejados. Decoração, entretenimento e o buffet são alguns dos mais contratados para casamentos e o sucesso da festa tem forte dependência da execução desses serviços. A união de objetos e serviços exclusivos com a subjetividade que esses carregam, são essenciais para o sucesso do evento e o transcorrer impecável de tudo. Praticidade, inovação e competência são consideradas pela Abrafesta a chave para um dia inesquecível para todos os convidados. A importância do segmento é algo intrínseco à nossa cultura e todas as noivas e noivos merecem que sua data especial seja celebrada com regalias da melhor qualidade. A atenção aos mínimos detalhes deve ter início nos convites e pode se pro-

longar até a esperada lua de mel. O mercado de luxo abre espaço para a criatividade e a originalidade, evitando pasteurizar as comemorações. A decoração e as vestimentas do casal são outros pontos que podem se aliar a opções luxuosas, buscando atingir ao máximo seu potencial e trazer satisfação para os envolvidos. A vida é uma sucessão de momentos impor-

tantes que devem ser comemorados e a expertise dos associados Abrafesta garante qualidade e defende a incessante busca pelo evento perfeito.

*Marcelo Bacchin é cenógrafo e decorador de eventos, e atualmente compõe a diretoria da Abrafesta. www.abrafesta.com.br


10 BOOK FESTAS express

desejos dos anfitriões e às propriedades do projeto de decoração. Tudo podem ser, tudo podem parecer. Se redondas, iluminadas, espelhadas, retangulares ou altas, se clássicas, modernas ou futuristas, as peças apresentadas aqui foram selecionadas por seis grandes nomes da decoração de eventos, que as consideram imprescindíveis nos projetos que assinam. O poder de transformá-las, o desenho autoral ou o conforto que representam, explicam o fetiche que as cercam em badalados eventos Brasil afora.

Fotos: Ronan Morikawa

O

bjetos versáteis e até mesmo camaleônicos que em uma ambientação exalam irreverência e contemporaneidade, e em outra delicadeza e romantismo. Objetos que nas mãos dos decoradores certos podem ser tudo, inclusive eles próprios. A customização por esta ou por aquela empresa lhes agregam características que os diluem dentro de um contexto ou, ao contrário, fazem com que sejam o centro das atenções. Basta afinar-lhes aos

RONI VIEIRA SOFÁ CHESTERFIELD “O meu caso de amor com o sofá Chesterfield, da Festah, foi uma daquelas clássicas e românticas histórias de amor à primeira vista. Ele se enquadra perfeitamente em qualquer estilo, trocando apenas as almofadas, tapetes ou o abajur. Pronto, surge outro sofá para embelezar o cenário.”


Fotos: Hara Fotógrafo, pessoal; Helson Gomes, móvel

11

RENATA CHAPCHAP BUFFET RETROACESO

LUIS FRONTEROTTA POLTRONA MILAN

“A Poltrona Pat, da 100% Eventos, é a versatilidade e a elegância de um lounge. Confere requinte da feira ao baile!”

CASTRO BERNARDES BANCO LOBBY “Curtimos muito o Banco Lobby, de tecido com encosto capitonê. Assinado por nós, a peça fica linda como jardineira ou com um grande arranjo no centro, formando diversos tipos de ambientes.”

Fotos: Roberto Tamer

DENISE MAGALHÃES POLTRONA PAT

“Como um apaixonado pelo design brasileiro, sobretudo da década de 50, a minha peça curinga é a poltrona Milan, encontrada na Produttore, do designer Carlos Milan. Leve, sofisticado e atemporal, o móvel é o responsável pelo arremate final de qualquer decoração.”

LICA PALUDO MESA ESPLENDOR “A cenografia da entrada de uma festa deve impactar, surpreender, emocionar… É o espaço que traduz as surpresas que estão por vir. Elementos especiais, como a luxuosa e bela mesa Esplendor, da Vox Ambientações, são fundamentais para o impacto num cenário sofisticado.”

Fotos: Marcos Campos, pessoal; Daniel Sorretino, móvel

Fotos: Flávia Vitória, pessoal; Sérgio Luiz Jorge, móvel

Fotos: Gustavo Lovalho, pessoal; Helson Gomes, móvel

“A peça curinga nos meus projetos é o buffet retroaceso, do meu acervo. Posso trocar a “roupa” do móvel, isto é, o tecido que reveste o tampo e a frente, de acordo com as cores e texturas da decoração."


12 BOOK FESTAS express

Sim

TREINAMENTO PARA DIZER

O Coaching para Noivas desponta no mercado de eventos como um serviço inovador por atender às demandas de bem-estar da noiva contemporânea por RAQUEL GUANAES foto ISTOCKPHOTO

Q

ue atire a primeira pedra a assessora, estilista ou qualquer outro profissional de eventos que nunca teve que lidar com as loucuras, seguidas de surtos emocionais e algumas atitudes descabidas de noivas, que, prestes a subir ao altar não cabem em si de tão ansiosas. E não importa a raça, a cor, ou o status social, a ansiedade é um problema recorrente (e até compreensível!) entre as brides to be, afinal, elas passam por um delicado processo de transição no qual deixará de desempenhar o papel de filha, para atuar como mulher, esposa e, não nos esqueçamos, uma excelente profissional. Ou ainda, como lembra a jornalista e wedding planner, Eloah Dias, “a noiva tem um estado de espírito completamente diferente das pessoas ‘comuns’. Ela sonha com o casamento perfeito, com o dia em que irá constituir uma família e, mesmo quem nunca idealizou o matrimônio como objetivo de vida, se entrega àquele momento único que é só dela”.

Diante da situação delicada em que as noivas se encontram, não é nenhuma surpresa que as assessoras de eventos sejam requisitadas para exercer diversas funções durante os preparativos da festa, que inclusive, não cabem a elas. Sem saber por onde começar, as noivas recorrem a essas profissionais, que, além de planejar todo o casamento, resolvendo demandas de produção, fechando contratos com fornecedores e organizando planilhas orçamentárias, são solicitadas ainda, para entender, participar e alinhar os sonhos de suas – nem sempre determinadas – clientes, ao grande dia de cada uma. E tem a noiva que cisma que o guardanapo não está virado para o ângulo correto da mesa, ou aquela que passa noites a fio procurando inspirações na internet, resultando em cinco, dez, quinze e-mails enviados por dia, na tentativa de que tudo se resolva num simples clicar de botão. Enfim, que a tarefa é difícil, ninguém duvida, mas não é impossível. “O coaching pode ajudar tanto noivas, quanto profissionais, como cerimonialistas e

estilistas, a desempenharem os devidos papéis nesse delicado processo”, explica Claudia Puntel, psicóloga pioneira e criadora da metodologia no Brasil. No coaching são trabalhadas questões como autoestima, conflitos em família, estresse e medos em torno do grande dia, levando em consideração todas as mudanças na vida da noiva em decorrência da data. “O tratamento é uma terapia semidirigida. Existe um roteiro a ser seguido, porém, de acordo com os anseios de cada ‘paciente’ é desenvolvido um tratamento específico, focado no problema em questão”, esclarece a psicóloga. “Às vezes, a noiva está tão preocupada com os preparativos, que ela se esquece de curtir o próprio casamento. Tem coisas que estão sob o nosso controle, como a decoração e o serviço de buffet incrível, mas existem alguns fatores que não dependem exclusivamente do nosso trabalho, como mudanças climáticas e o comparecimento dos convidados”, expõe a assessora Eloah Dias. A coach pode auxiliar ainda, desde a bus-

ca do equilíbrio para vivenciar a data de forma mais prazerosa e tranquila, até a conquista de autoconfiança e clareza para lidar com situações adversas diante das várias demandas que a ocasião pode apresentar. O ideal é que as brides mais ansiosas procurem um especialista tão logo que inicie o planejamento do matrimônio. “É um momento único para ser vivido, mas com tranquilidade, com felicidade, e sem dor”, diz Claudia. A busca da noiva pelo casamento perfeito sempre irá existir, portanto, as dicas para essas admiráveis organizadoras de eventos são “acreditar no próprio trabalho, não deixar que a ansiedade da noiva prejudique o desempenho profissional, e diferenciar a realidade e a crítica construtiva, de um capricho ou de uma demanda que é impossível de ser realizada”, finaliza a coach. Embate resolvido tanto para a noivinha, quanto para a assessora. Casamento dos sonhos e satisfação de um serviço bem executado.


Foto: Helson Gomes

www.casadasfestas.com.br


14 BOOK FESTAS express

Entrevista

por SOLANO DINIZ fotos da entrevista FELIPE OZORES

I

ntrínsecos, o drama e o exagero são suas características mais marcantes. O que a uns conquista e a outros surpreende. E foi através de tais qualidades que Preston Bailey construiu uma das carreiras mais brilhantes no mercado americano de eventos,

tornando-se o preferido para as festas de personalidades como Oprah Winfrey e Donald Trump, assim como para casamentos de astros do cinema e de membros da realeza. Considerado o papa da decoração de festas, esse panamenho radicado há mais de 40 anos nos Estados Unidos provoca admiração tanto pelo espetáculo das suas criações quanto pela sua própria história. O que hoje lhe parece um talento de berço ou predestinação, é na verdade dedicação e muito esforço, trabalho de fato. Ao Book Festas Express, Preston Bailey abriu as portas do seu escritório no coração de Manhattan, em Nova York, e nos contou um pouco sobre sua trajetória, conquistas, dificuldades e sonhos. O que faz para surpreender milionários excêntricos e para realizar o sonho de noivos de todas as partes do globo terrestre.

Preston, o que você nos diria sobre o Panamá, seu país de origem? Preston Bailey: Eu nasci numa família pobre, e vim para Nova York quando tinha 18 anos. Enquanto vivi lá, obviamente não tinha nenhuma ideia sobre flores. Na verdade, adoraria poder contar como minha mãe amava flores, mas não, eu não tive isso. Vim para cá, e em 1981, precisando de um emprego, eu entrei nesse negócio. Mas essencialmente porque precisava trabalhar e não porque amava flores. Quando criança, você tinha algum interesse especial pela natureza? PB: Não. Eu esperava poder mentir a respeito... (risos). Você sabe, eu morava no Panamá, e isso foi por volta de 1966. Quer dizer, garotos não mexiam com flores. Está brincando? Eu seria espancado (risos). E basicamente nos anos 1970 eu não tinha nenhuma inclinação para isso, mas é algo que uma vez que você começa a fazer, por ser atrelado à natureza e à beleza, você se envolve.

Nenhum talento especial? PB: Não. E não sabia nada do negócio também. Um grande amigo meu, designer de interiores, chamado Vicente Wolf (eu precisava de dinheiro) disse: “Por que você não tenta decorar a casa dos meus clientes uma vez por semana? Sim, traga-lhes flores para a mesa de jantar!”. Após quase 40 anos nos EUA, você ainda sente influências de suas origens? PB: Sim! Uma das coisas que se nota muito no que faço é a presença marcante da natureza; é uma grande parte do meu trabalho. Eu morei no Panamá, na floresta tropical. Acho que isso tem uma grande influência. Porque, se você notar, há muitas árvores, e eu tento ver como posso trazer a natureza para meu ofício, que fica entre paredes, e não do lado de fora. Sem dúvida nenhuma, o Panamá e meu passado continuam latentes sim. E como você se sentiu ao sair do seu país? PB: Fiquei muito feliz (risos). Bem, nós éramos muito pobres. Eu realmente sofri


Foto: John Labbe

15


"Nós sempre trabalhamos com influências de pessoas, e isto é uma grande fonte de inspiração. Meus clientes já estiveram por todos os lugares, já viram de tudo; e eles me inspiram muito."

na escola e nunca me formei no ensino médio, estava sempre metido em problemas. Meus pais então decidiram que seria uma boa ideia eu vir para a América, para ter oportunidades. Minha irmã estava morando aqui, e me mandaram para cá, para escapar daquele ambiente. Se eu continuasse lá, quem sabe o que eu poderia ter me tornado hoje?

Sobre talento. Você acha que se nasce com este ou aquele, ou tudo se aprende? PB: Bem, acho que uma das razões, e você provavelmente sabe disso, de eu ter uma escola que ensina design e design com flores é que eu acho que todo mundo tem um pouco de artista dentro de si. Acho que é uma questão de juntar essa arte com algo que é realmente importante para as pessoas, e o talento vai aflorar. Então eu realmente acho que todos têm um talento do qual não sabem. Como eu acho que tenho, e caso nunca tivesse tido a necessidade daquele emprego, meu talento jamais teria se manifestado. E como em outros tipos de arte, deve-se investir tempo e esforços para desenvolvê-lo. O que é mais desafiador no processo de captar e realizar os sonhos de um cliente? PB: Você sabe, eu comecei trabalhando com clientes de orçamentos bem bai-

xos, e isso foi crescendo, obviamente. Hoje em dia, eles são milionários. Vale lembrar que eu presto serviços e meu trabalho é justamente prestar bons serviços. Isso se dá de diferentes maneiras: ouvindo-os, prestando atenção e uma das perguntas que eu sempre faço é “o que você ama e o que você odeia?” Acho que é uma questão de esquecer quem eu sou e viver no lugar do cliente. Para isso, uma das razões do meu sucesso é que consigo esquecer o Preston Bailey, e viver no corpo do cliente. Nós nos sentamos e conversamos por horas e horas, e não presto atenção no celular. Uma vez que eu consiga entendê-lo, aí posso começar a pensar em algo bom para ele. Muitos deles vêm aqui e querem algo diferente, o que quer que seja, contanto que seja diferente. Eu não sou sempre bem-sucedido, mas sempre tento. Acho que eles sentem isso e ficam mais confortáveis. É meu trabalho fazer com que fiquem, e que se abram para que eu saiba o que eles realmente querem.

Para os noivos, a festa é um sonho que está sendo realizado. Onde é preciso mais atenção ao transformar seus desejos em realidade? PB: Isso é realmente desafiador, muito mesmo. E esse é o motivo pelo qual eu trabalho dessa maneira: não os dou apenas um conceito, mas três (o que para mim não é um problema, já que eu amo a parte criativa), e isso os ajuda a ver as coisas que normalmente não teriam sequer pensado. Eles têm sonhos e eu os traduzo não em um, mas em três esboços diferentes. E isso lhes proporciona flexibilidade. Eu não sou muito orgulhoso ao criar esboços, o que for pedido deve ser buscado para fazê-los felizes. Acho que assim fica mais fácil, porque eles têm opções. E caso não gostem das três primeiras, então eu continuo tentando. Normalmente eles gostam das primeiras, mas se necessário, eu continuo criando mais.

Foto: John Labbe

16 BOOK FESTAS express


17

Existe um tempo ideal para a primeira reunião? PB: O quanto eles quiserem. Podem ser duas, três horas. Só conversando, mostrando imagens, e às vezes eu gosto de ir em suas casas, porque lá eu aprendo sobre eles. Às vezes eu atento ao que eles estão vestindo, que estilista eles vestem. Tenho um bom histórico na moda e, portanto, presto atenção não apenas ao que dizem, mas ao que mostram. O que está em volta deles. Após a primeira reunião eu me sento com um quadro de imagens cheio de ideias diferentes, posso ir a museus; procuro inspirações, mas sempre com o cliente em mente. E então tudo vem à vida e algo é desenvolvido. O processo é assim: primeiro, eu mostro tudo em esboços; desenhos de como a sala deve parecer. Uma vez que eles escolham, então nós os mostramos tudo o mais “vivo” possível, com maquetes, versões em 3D do design, como será ao vivo. Bem, a tecnologia tem melhorado em muito a maneira do cliente ver seu evento. Como você mantém a sua criatividade? Quais suas inspirações? PB: Bem, nós sempre trabalhamos com influências de pessoas, e isso é uma grande fonte de inspiração. Meus clientes já estiveram por todos os lugares, já viram de tudo; e eles me inspiram muito. Como eu já disse, Nova York é uma cidade cheia de galerias de arte, temos os melhores museus aqui, temos os melhores shows de moda em conjunto com Milão e Paris. Você pode conseguir inspirações com tudo

isso. Sempre que eu viajo, carrego minha câmera comigo, e as coisas que eu vir, as coisas que eu gostar e também as culturas que eu apreciar – europeia, indonésia – sempre tiro fotos. Em visita a outros países, a outras culturas, o que o atrai? PB: O povo! Eu quero ver o povo, ouvi-lo, quero ver aquilo que o inspira. É isso que quero ver. Sabe, não sou o tipo de pessoa que precisa ver as Pirâmides para entendê-las; quer dizer, elas são interessantes, mas se você observar o que move as pessoas, isso é o que é mais interessante. Preston, o que você considera o pedido mais estranho que você já recebeu? PB: Oh my God! Uma vez uma cliente (essa é fantástica) chamou todos os seus convidados para uma ilha. Eles não sabiam o porquê, pensavam es-

importantes que você já conheceu? PB: Claramente a Oprah Winfrey. Ela mudou a vida de muitas pessoas aqui na América. Também conheci o Sr. Trump, que é um homem incrível; fiz o casamento da filha dele. Normalmente só vemos a superfície de sua personalidade, e ele é um cara muito, muito brilhante. Eu gostei muito de conhecer também Joan Rivers, que é uma ótima amiga; ela é trabalhadora, tem grandes ideias e é divertida. E… Meus clientes. Você se lembra de algo interessante sobre a Oprah, por exemplo? PB: O fato de que eu já trabalhei para ela algumas vezes e também já estive em seu programa. Bem, ela faz com que as pessoas sejam criativas, ela tem essa aura ao redor dela, ela te dá total atenção, ela quer trazer para fora o que as pessoas têm de melhor. Ela é uma

grande dificuldade financeira. Eu devia algo por volta de dois milhões de dólares. Eu era muito bem-sucedido, tinha clientes, mas era um péssimo administrador. Tanto que cheguei ao ponto de fazer o que muitos homens de negócios fazem erroneamente: não cobrar o suficiente. Então percebi que esse não era meu talento e contratei pessoas para fazer isso por mim. Foi um tempo muito difícil, eu tinha clientes, mas minhas finanças eram terríveis; devia dinheiro a todo mundo. Mas uma vez que contratei alguém para lidar com isso, dentro de dois anos o problema já tinha sido resolvido. Foi um tempo muitíssimo desafiador; foi por volta de 98 ou 99. E esse é um problema das pessoas no nosso ramo. Claro, é uma profissão linda, mas no meu caso, por exemplo, eu não cobrava o suficiente, e isso é um erro. Bem, por outro lado, eu acho, eu estava fazendo vários trabalhos e tendo nenhum lucro, mas estava tirando muitas fotos, e com essas fiz meu primeiro livro, que foi um best seller. Então talvez eu estivesse investindo dinheiro de uma maneira diferente. Mas uma vez que consegui alguém para fazer isso, estruturar minha empresa, torná-la um bom negócio, então a situação mudou. Descoberto o seu talento com flores, como transformar uma boa ideia em um bom negócio? PB: Acho que para ser bem-sucedido, em qualquer negócio, deve-se ter um ponto de vista consistente, por exemplo: meu negócio sempre foi associado ao drama, ao que é de melhor, e você sabe, eu realmente ando por esse caminho. As pessoas não precisam fazer o que eu fiz, mas devem reconhecer no que são boas. Novamente, a razão pela qual eu amo

"Eu era muito bem-sucedido, tinha clientes, mas era um péssimo administrador. Tanto que cheguei ao ponto de fazer o que muitos homens de negócios fazem erroneamente: não cobrar o suficiente." tar indo apenas para passar o fim de semana; enquanto isso nós tomamos um avião particular e decoramos a ilha inteira. Era tudo para ser uma grande surpresa. Decoramos a ilha e então a revelamos. Foi muito interessante para mim. Olhando para trás agora, quem são as pessoas mais

mulher impressionante. Você sabe, normalmente a vemos na TV, mas ao vivo ela é muito mais poderosa, ela tem um espírito muito poderoso, eu diria. Espero não ser inoportuno, mas e sobre os momentos difíceis da sua vida? PB: Tive muitos (risos). No sentido profissional, 12 anos atrás eu estava em uma

usar flores é que eu acho a Mãe Natureza muito generosa, vê-se toneladas de flores lindas na natureza e eu sempre tento trazê-las para dentro de espaços. Esse é meu trabalho, e acho que aprendi como fazer isso muito bem. Estudei flores e aprendi como criar estruturas e construir sobre elas, esse foi o começo, e sempre gosto de ser bem claro quanto a isso, e os clientes entendem.


18 BOOK FESTAS express


"Eu gosto da ideia de criar algo do nada. Pode ser em qualquer lugar, para mim o que importa é criar a estrutura."

Foto: John Labbe

Se você pudesse escolher um tema para um evento muito especial, qual seria e onde seria? PB: Em Nova York, no Museu Metropolitano. Já fiz muitos eventos lá, e acho que é um lugar incrível. Outro lugar em que trabalhei e que acho que é o céu são as ilhas Maldivas. Fiz um evento lá e fizemos algo como diferentes eventos ao mesmo tempo em diferentes ilhas. Sabe, meu evento favorito é aquele em que eu crio o ambiente. Eu amo as “Bubble Tents”. Eu gosto da ideia de criar algo do nada. Pode ser em qualquer lugar, para mim o que importa é criar a estrutura. Sabe, uma vez fizemos um casamento na estrada, e criamos um pavilhão. Para mim isso é muito mais emocionante do que algum lugar em específico. Acho que em qualquer lugar, mas se fosse escolher, escolheria o Museu. Agora sobre plantas e flores. Com certeza você conhece várias, mas você ainda procura por espécies novas, exóticas? PB: Sim, sim, com certeza! Bem, uma das coisas que eu amo são orquídeas. Acho maravilhoso quando criam uma nova flor, por combinar duas rosas diferentes e conseguir uma nova cor, por exemplo. Acho que depois de tantos anos é isso que mantém tudo emocionante.


20 BOOK FESTAS express

Foto: John Labbe

"Meu negócio sempre foi associado ao drama, ao que é de melhor, e você sabe, eu realmente ando por esse caminho."


21

Você trabalha para pessoas ricas e famosas, e nem sempre isso é fácil. Você já sentiu a necessidade de recusar um evento? PB: Em todos esses anos de trabalho, apenas uma vez. Com essa cliente em particular eu achei muito desafiador, e não havia nada que eu pudesse fazer para torná-la feliz, e então eu me esquivei desse trabalho. Mas fora isso, bem, eles realmente podem ser clientes difíceis. Eles esperam o melhor de tudo e agradá-los é difícil, nem sempre é simples de fazê-lo, mas é parte do negócio. Você representa excelência e qualidade, e seu trabalho é respeitado no mundo todo. Como foi construir um negócio tão sólido com algo tão frágil quanto flores? PB: Como você sabe, começamos com flores, mas não continuamos nisso. Flores tornaram-se 30% do que fazemos. Começamos a mudar os lugares, a construir pavilhões. Começamos a projetar as toalhas de mesa; criamos uma escola, que é muito bem reconhecida na América. Portanto acho que é importante para qualquer um no ramo, para elevar os negócios a um nível global (logicamente, você pode ser muito feliz como florista por toda a vida), é preciso expandi-los. Não se deve ser só uma coisa, você deve começar a construir e a produzir até que possa transformar o negócio em qualquer coisa relacionada ao que se espera. Foi bem orgânico no meu caso. Comecei com flores e me perguntaram: “Você faz isso?” Eu disse “Sim!” e então tudo foi crescendo. Acho isso essencial.

Hoje na sua equipe você tem diferentes tipos de profissionais, certo? PB: Com certeza! Tenho um grande planejador de eventos. Como você sabe, eu tenho pessoas para cuidar dos negócios online; hoje em dia ninguém pode ter um bom negócio sem estar no mercado online. E também tenho uma ótima equipe de design; tenho alguns arquitetos, e alguns designers muito, muito bons. E as pessoas que tenho comigo já trabalham para mim há muito tempo. É bem simples: eles só devem ter algo para me ensinar. Sim, você me ensina algo e trabalharemos felizes para sempre.

alguns desses, eles são realmente poderosos pelo nível e pela grandeza que têm.

Qual o evento mais espetacular que você já fez? PB: Os casamentos reais. Estou trabalhando em um que é para setembro deste ano. E eu já fiz uns dez desses. Acho que eles são tão únicos pelo que representam. Existem alguns países onde não há cinemas, restaurantes, e as moças não costumam sair. Os casamentos são os únicos eventos. E bem, essas moças não podem se misturar com homens, e é por isso que há uma conotação social tão grande nesses casamentos. Eles devem ser muito mais espetaculares que quaisquer outros no mundo. Então para mim, que já fiz

Você já tem uma ideia de como é trabalhar para brasileiros. Você gostou? PB: Sim! Vocês festejam pela noite toda! Mal posso esperar, eu realmente espero trabalhar em São Paulo.

E onde no mundo você já trabalhou? Em quais países? PB: Colômbia, recentemente no México, na França, na Arábia Saudita, Catar, Abu Dhabi, Bahrein, Hong Kong e Gabão, na África. No Brasil ainda não? PB: Não, mas espero! (Risos) Trabalhei com brasileiros em Nova York, com Lily Safra, por exemplo, que é uma dama sensacional. Fiz alguns dos casamentos de seus netos em Nova York, mas nunca no Brasil.

E onde você gostou de trabalhar mais? PB: No sul da França. Nas ilhas Maldivas, e sempre vou mencionar isso. É como trabalhar sobre a água. Você possui algum outro escritório? PB: Temos representantes em diferentes países, mas este é o escritório principal. E eu moro aqui perto, a alguns quarteirões, diga-se de passagem. Você é famoso por fazer cerimônias de casamento, recepções e festas. E se te pedissem para fazer um funeral? Você aceitaria? PB: Não, são muito tristes. Já recusei vários. Eu quero a celebração da vida e não da morte. Se alguém com quem tenho muita amizade me pedisse, eu faria. Mas não gosto da ideia. Gosto de coisas que são celebradas enquanto você é vivo.

Preston Bailey e os editores Élio Sá e Mário Sérgio Garcia

E quanto ao futuro, você gostaria de aplicar seu conhecimento e suas habilidades em outras áreas? PB: Sim! Meu sonho é criar o evento “Pavilhão Preston Bailey”. Gostaria de criar também a história de um filme, e sou muito interessado em escrever. Você está trabalhando nesse ramo por quarenta anos, certo? PB: Desde 1980, portanto, há 33. Mas aqui eu já estou há 44. Olhando para trás, há algo que você teria mudado? PB: Não. Eu vivi uma ótima vida. Viajei muito, estive mal, já fiz de tudo. Nada diferente. O Brasil é conhecido pelo carnaval, futebol e lindas praias. Como você acha que se sentiria sobre trabalhar lá? Com flores brasileiras? Você sabe algo sobre elas? PB: Sim, naturalmente! Flores são flores, acho que a diferença está no que fazemos com elas. E sim, eu amaria. Acho que é uma questão de estar lá. Algo que sempre tentei fazer com flores foi dar-lhes uma “tradução” diferente. O Brasil tem flores tropicais fantásticas. Bem, eu já estive no Rio algumas vezes, mas nunca em São Paulo. Ah, e já estive em Salvador, na Bahia, de férias. E sempre penso em revisitá-la. Se você tivesse que se descrever em três palavras, quais seriam? PB: Integridade e crescimento, gosto de crescimento. E cabeça-dura (risos). Qual foi o evento mais importante da sua vida? PB: Meu casamento.


22 BOOK FESTAS express

Com soluções totalmente personalizadas, a decoradora Andréa Guimarães elabora a festa do quarto aniversário de Rafaella Justus, em uma reprodução fiel ao conto A Bela e a Fera por RAQUEL GUANAES fotos CATIA HERRERA E MARCELO VITA

E

ra uma vez, uma pequena vila repleta de magia, na qual uma rainha má, decidida a acabar com a vida de uma moça branca como a neve, a presenteia com uma maçã envenenada para então, ops! “Não mami, a minha festa é da Bela”, interrompe a aniversariante Rafaella Justus, referindo-se ao clássico conto francês, A Bela e a Fera. Assim, mesmo com o projeto do quarto aniversário da pequena em andamento, a requisitada decoradora, Andréa Guimarães, redesenha croquis e restabelece cores, de maneira que o vilarejo da Bela tomasse forma e ganhasse vida, de acordo com os desejos da pequena anfitriã. Cada detalhe da cenografia foi desenvolvido para reproduzir fielmente a fábula, e as soluções surpreendem desde os convites nos mesmos tons de azul e dourado da decoração, até a entrada, com o hall do espaço tomado por casas e jardins, em referência ao povoado da narrativa. A magia era reafirmada a todo momen-

to, mas em especial com o conceito de interatividade ditando a disposição e a diversidade de ambientes e brincadeiras. Em meio a brinquedos eletrônicos e barraquinhas coloridas, as recreações aconteciam no decorrer da festa, direcionadas por profissionais vestidos a caráter. Partindo para o salão, a área externa do castelo da Fera, reproduzida por imensas esculturas de balões, ganhou algumas réplicas de personagens maximizados em meio às mesas de jantar. Cantinhos especiais, como a lareira com almofadas, convidavam a criançada a uma agradável viagem ao universo da Bela ao som do vasto repertório de músicas infantis. Para os parabéns, a biblioteca onde a protagonista passa horas lendo os seus livros preferidos, serviu como background da mesa de doces. No palco montado na lateral do salão, a aparição mais esperada da tarde: a Bela e a Fera adentram cantando e dançando para lembrar que datas especiais também têm finais felizes, mesmo que elaboradas de última hora.


A magia era reafirmada a todo momento, mas em especial com o conceito de interatividade ditando a disposição e a diversidade de ambientes e brincadeiras

23


24 BOOK FESTAS express

Tradição

LUXO

e

Em localização privilegiada, o hotel suíço The Dolder Grand conquista

hóspedes, amantes de história, arte, conforto, design e alta gastronomia por SOLANO DINIZ fotos DIVULGAÇÃO

O

fato de estar situado geograficamente num dos pontos mais altos da cidade suíça de Zurique, o que permite a seus hóspedes desfrutarem de uma vista extraordinária tanto do lago quanto da cidade, é apenas um dos muitos atrativos que resguarda o hotel centenário. Elencá-las é ao mesmo tempo um exercício de refinamento da alma e de expansão da sensibilidade. Construído em 1899 como um tradicional castelo estilo suíço, foi transformado numa propriedade de luxo que combina o ultramoderno a influências europeias. Tudo isso após, ninguém menos do que o Sir Norma Foster, o renomado arquiteto inglês, em seu primeiro projeto para um hotel, praticamente reinventá-lo. Tais intervenções recuperaram todo o glamour e a sofisticação da arquitetura histórica do hotel associando-as às so-

luções de design que são características no trabalho de Foster. O resultado abrange e valoriza tanto o passado da casa quanto o funde ao design e à tecnologia do presente. Nas 173 suítes ou em suas sofisticadas dependências, luxo, conforto, inovação, história, tecnologia, tradição e design, são conceitos que definem o The Dolder Grand reaberto, ou melhor, reinventado em 2008. Clássico e ao mesmo tempo contemporâneo, o hotel possui quatro suítes de luxo cujo décor homenageia antigos hóspedes ilustres, como a Carezza Suite, inspirada no artista suíço Alberto Giacometti – com janelas do chão ao teto e móveis e acessórios inspirados no trabalho do artista. E a Maestro Suite, que remete ao maestro Herbert von Karajan e está integrada à torre do hotel. Em seus modestos 400 m2 traz dois quartos, lareira, bar, jacuzzi, sauna e terraço ao ar livre.


25

Elencar as qualidades do The Dolder Grand é ao mesmo tempo um exercício de refinamento da alma e de expansão da sensibilidade

nos ESTRELAS MICHELIN Tradicional, revisitada e reinventada a gastronomia suíça pode ser apreciada no moderno Garden Restaurant ou ainda no The Restaurant, o premiado restaurante do The Dolder Grand contemplado com duas estrelas Michelin. Além disso, o bar e o lobby colocam o hotel em um roteiro obrigatório para os amantes de delícias excepcionais. O também premiado Dolder Grand SPA possui 4.000 m2 de puro relaxamento. Influências europeia e japonesa levam o hóspede a um mundo inspirador com piscina generosa, um sunaburo (banho de areia) em estilo japonês, um spa para mulheres e homens e uma grande academia. Assim como duas suítes luxuosas com SPA próprio oferecem relaxamento em ambiente privado e massagem para casais.


26 BOOK FESTAS express

Indo além dos conceitos triviais de personalização de eventos, empresária utiliza a própria marca para criar estampas exclusivas e surpreender na decoração da sua festa de casamento fotos TORIN ZANETTE e JOÃO COELHO

S

em dar chances ao improviso, a noiva, e também empresária, Vivian Elblaus, utilizou o evento do seu casamento, realizado pela decoradora Clarissa Rezende, para lançar uma coleção exclusiva de tecidos da Blauss Maison, sua empresa de moda casa, localizada em São Paulo, SP. O local escolhido para a cerimônia e a festa foi o Club A, cuja arquitetura, rica em elementos dourados, foi utilizada para contrapor e, ao mesmo tempo, valorizar o vermelho preponderante nas estampas, flores e detalhes. A tão esperada hora de dizer "sim" ao noivo Antônio Carlos Neto foi presenciada por 500 convidados, que fizeram questão de prestigiá-los em uma festa elegante e bem animada. O luxo marcante da noite foi confeccionado em tecidos com estampas de cashmere e listras produzidos pela marca da noiva, que Clarissa Rezende utilizou como matéria-prima para a produção

de sousplats, almofadas, forminhas, porta-guardanapos e até para as flores do bolo. O glamour que marcou para sempre essa noite nas lembranças dos sortudos convidados, foi um welcome drink, também em vermelho, desenvolvido pela decoradora para homenagear sua cliente. Famosa por sempre pensar nos mínimos detalhes, Clarissa concebeu o tal drink escarlate com uma flor que desabrochava no copo – o que gerou surpresa e deslumbramento nos presentes. Em tão exclusivo cenário, anfitriões e convidados não tiveram alternativa a não ser cair na folia e aproveitar a festa até altas horas, numa noite cujo line-up abrangia de samba a Bibba Chuqui. Para não perder literalmente nada e aproveitar todos os ritmos, a noiva trocou o lindo e longo vestido de renda assinado pela Trinitá Couture, por outro mais curto, também da mesma marca.


27

AlÊm da estamparia exclusiva, o glamour que marcou para sempre a noite nas lembranças dos sortudos convidados, foi um welcome drink, tambÊm em vermelho, desenvolvido pela decoradora Clarissa Rezende para homenagear sua cliente


28 BOOK FESTAS express

Luxo eestrelas

Noite de

Com uma decoração de base neutra, Marcelo Bacchin criou o destaque necessário para exaltar flores em cores quentes e um delicado céu de estrelas por RAQUEL GUANAES fotos HELSON GOMES


29

Se tem uma palavra que pode definir a celebração, é a singularidade com que Bacchin elaborou cada detalhe, apropriandose da força de alguns elementos para ressaltar a excepcional identidade do projeto

A

o adentrar no espaço, o convite à contemplação era evidente. Havia aconchego, simetria e muita cor a serem apreciados na decoração de Marcelo Bacchin. Os noivos desejavam que o seu grande dia fosse assinalado por uma festa arrojada e contemporânea, mas que ao mesmo tempo deixasse claro que aquela era uma ocasião particularmente especial a ser comemorada. E se tem uma palavra que pode definir a celebração, é a singularidade com que Bacchin elaborou cada

detalhe, apropriando-se da força de alguns elementos para ressaltar a excepcional identidade do projeto. A cada ambiente descoberto pelos convidados, a surpresa era latente em seus semblantes. Já na cerimônia, havia harmonia nas formas e na disposição dos elementos, também repercutida na ambientação do salão de festas. Além da vivacidade decorrida da intensa paleta de cores – rosa, laranja e verde – de arranjos e painéis florais, a atmosfera romântica podia ser apreendida no espaço aéreo, que teve a sua extensão preenchida por diversas lumi-

nárias flutuantes e verdejantes pergolados suspensos, fazendo as vezes de jardim com céu verdadeiramente estrelado. A interatividade foi outro fator privilegiado no projeto, com elegantes lounges compostos por uma seleção de peças modernas e confortáveis – mesas quadradas com tampos laqueados em marrom, poltronas de couro na mesma cor e mesas de centro espelhadas. Quentes e, sobretudo, convidativos, os ambientes tiveram toda a extensão do pé-direito revestido por cortinas no mesmo tom neutro e elegante do mobiliário.


30 BOOK FESTAS express

IMPRESSÃO QUE FICA Além de convites diferenciados, empresa oferece conceitos como criatividade, inovação e estilo, em produtos de primeira linha para festas fotos DIVULGAÇÃO

A

S-Cards, empresa comandada pelas irmãs e publicitárias, Samara e Mayara Costa, aposta na criatividade, inovação e estilo, aplicados no desenvolvimento de produtos para conquistar o mercado de festas brasileiro, que cresce em torno de 10% ao ano, segundo pesquisa realizada pelo Datapopular. Em seu portfólio de criações, enquanto os convites de luxo são o prêt-à-porter do negócio, embalagens e mimos personalizados representam a alta-costura, o que lhe confere cada vez mais destaque no segmento. A empresa oferece os mais diversificados itens entre convites, lembranças e complementos para festas sociais e corporativas e, como não basta ser

somente bonito para fazer sucesso, a S-Cards investe também em acessórios que agregam conceitos como interação, diversão e personalização aos eventos. É comum que suas criações se tornem uma das atrações mais cobiçadas nas festas, como ocorreu nas comemorações de celebridades como Reynaldo Gianecchini e Leo Fuchs, as plaquinhas com frases simpáticas e bem-humoradas foram disputadíssimas pelos convidados na hora do registro fotográfico, além de terem feito sucesso nas redes sociais. A Finger Tree é outro artigo interativo da empresa que promete agradar àqueles que querem fugir do convencional. O charmoso item chega para substituir o antigo livro de presença, e consiste na ilustração de uma árvore estilizada, preenchida com as digitais dos convi-

dados durante a festa e posteriormente utilizada como enfeite na casa nova dos noivos. No blog da S-Cards, ainda há complementos como make neon que brilha na luz negra; tubo de LED personalizado com efeitos especiais; saco vintage para lembranças, menus customizados entre outras divertidas opções para acrescentar aquela pitada de exclusividade às festas. Falando em exclusividade, recentemente a S-Cards desenvolveu junto com a chef Danielle Andrade uma lata especial com balas de coco como lembrança para os padrinhos. Tais parcerias com profissionais do mercado ampliam seu leque de produtos com alternativas que vão além da papelaria das comemorações. Contudo, a seleção é feita com muito critério, como explica Samara, “o pré-requisito para o

sucesso dessa sociedade é a qualidade do produto oferecido”. Mesmo nos convites, são aplicadas soluções diferenciadas e funcionais. O artigo pode vir acompanhado de acessórios, como marcadores de página, que além de dar um toque especial, faz com que tenha utilidade mesmo após a festa ter acabado. Entre as tendências que voltam para ficar, acabamentos clássicos como o lacre de cera com o monograma dos noivos em metálico, dourado ou bronze, é requisitado para convites de eventos nos quais o luxo e a sofisticação são os principais motes. São diversos produtos desenvolvidos para fidelizar cada vez mais clientes e preencher festas com cores, beleza e diversão. O mercado agradece.


31

ESTAÇÃO

SUCESSO

Reforma comemorativa marca dez anos de vida, e muita festa, de tradicional casa de eventos em São Paulo por RAQUEL GUANAES fotos ROBERTO WAGNER

A

Roberto Eid, proprietário da Estação São Paulo

Estação São Paulo, tradicional casa para eventos localizada em Pinheiros, São Paulo, comemorou uma década de vida em setembro com novidades fresquinhas para o mercado. O estabelecimento, já instituído como uma sólida opção para a realização de festas sociais e corporativas, de pequenos e médios portes, passou por uma reforma para melhor atender o seu já consagrado público, além de ampliar as oportunidades de negócios ante o acelerado ritmo de crescimento do segmento no país. Afora a praticidade de já ter em mãos um espaço multifuncional, com itens essenciais na concepção de um evento, como internet sem fio, salas técnicas independentes, chapelaria, ampla cozinha e ar-condicionado central, o público paulistano pode agora contar com uma estrutura mais limpa e atual, que permite a concepção de projetos cenográficos dentro de um conceito mais requintado e contemporâneo. Entre as novidades está a ampla parede viva de 100 m2, que agora pode ser apreciada do salão interno, pois este também teve paredes suprimidas para dar lugar a extensos panos de vidros,

salas de reunião, suíte da noiva e lavabos maiores. “Algumas soluções, como a inclusão do aço corten na área interna, formaram, em conjunto com a leveza do vidro e a beleza do paisagismo, uma composição moderna e inusitada”, diz Roberto Eid, proprietário da empresa. Para quem já conhecia as instalações, como as meninas da Bossanova, Gabriela Affonso Ferreira e Luciana Gelfi, as mudanças deram um upgrade no espaço. “A Estação ficou ainda mais bonita e com ambientes melhores posicionados, o que facilita, inclusive, o desenvolvimento de projetos decorativos”, conta a dupla, que já inaugurou a casa “nova” com uma festa de casamento. A trajetória de dez anos no mercado é assinalada por um período de excelência na prestação de serviços, inovações e aprendizado, como explica o empresário, “foi ouvindo as necessidades dos próprios clientes que decidimos presentear o mercado com a tradição do já consagrado nome, em uma casa de cara nova”. Assim o antigo depósito de bebidas, transformado em espaço para festas, continua surpreendendo e conquistando a admiração de clientes e profissionais do segmento.


32 BOOK FESTAS express

Gastronômica CRIATIVIDADE

Ao criar sabores, Vinícius Rojo reinventa a própria vida – a sua e a de anfitriões e convidados – proporcionando sensações novas por SOLANO DINIZ fotos TAY MARTINS

A

criatividade que aguça sentidos e inspira sentimentos raptou Vinícius Rojo de uma promissora carreira no mundo corporativo para as infinitas possibilidades em torno da gastronomia. O feeling e a perspicácia do executivo bem-sucedido, habituado a examinar e a decifrar tabelas e gráficos, encontraram na mistura de ingredientes e na alquimia de sabores novos targets para

uma guinada de carreira. Nesse novo cenário, a satisfação pessoal surge como prêmio principal, o que aliás, o habilita a surpreender e a conquistar cada vez mais os amantes da boa gastronomia. Além da vocação, hoje sabida de berço, Rojo investiu em cursos de especialização, como o Cozinheiro Chef Internacional e o Gastronomia para Eventos, ambos pelo o Senac, para posicionar-se com propriedade no concorrido mercado de eventos de luxo paulistano.

A forte base conceitual da gastronomia assinada por Vinícius Rojo conta com passagens efetivas por restaurantes estrelados de países como Espanha, Inglaterra, França, Itália, Japão e Estados Unidos, nos quais teve acesso a ingredientes e a técnicas que regem a alta gastronomia mundial. No Brasil, os renomados chefs Alex Atala, do restaurante D.O.M., e Murakami, do Kinoshita, estão entre nomes que traz no seu já vasto currículo. Desse mix de referências, ingredien-

tes, técnicas e experiências nasceu o Rojo Criatividade Gourmet, buffet que, como o próprio nome sugere, traz na inovação sua força motriz. “Nossa filosofia de trabalho tem foco na inovação. É através dela que chegamos à gastronomia sofisticada, moderna e inventiva, que surpreende e cativa nossos clientes” – diz o chef. Personalizável, cada prato assinado pelo chef surpreende pelo sabor e pela apresentação.

Bombom de mignon com molho de cogumelos ao vinho tinto com musseline e chips de cará

Robalo com couscous marroquino e espuma de coco com castanhas


33

Terrine de polvo com caviar de tartufo, burrata e saladinha de brotos de rĂşcula


34 BOOK FESTAS express

HISTÓRIA

REQUINTE

Sob nova administração, patrimônio histórico abre as suas portas para receber grandiosos eventos da capital paulistana por RAQUEL GUANAES fotos HENRIQUE MANREZ


35

A Casa

Construída a pedido do Regente do Império, Padre Antônio Feijó, em 1813, a Casa da Fazenda do Morumbi é um patrimônio histórico tombado pelo Concresp em 2005, pelo teor documental, estético e cultural vinculado à sua arquitetura. Seu terreno foi presente de D. João VI ao grande produtor de chá, John Maxwel Rudge, que transformou a região do Morumbi na primeira fazenda da especiaria no Brasil. Desde então, a casa foi habitada por tradicionais famílias de São Paulo até 1978, quando a ABACH, Academia Brasileira de Arte, Cultura e História, tomou a sua frente para restaurá-la. Atualmente, sob a direção de Roberta Gouvea, a área de 8.000 m2 com jardim repleto de espécies de plantas e flores nativas da região, promete ser um dos espaços para eventos mais requintados e requisitados da cidade.

C

onsiderada uma verdadeira relíquia histórica, a Casa da Fazenda do Morumbi comemora dois séculos de existência na sua melhor forma e reabre as portas para receber com exclusividade, os mais requintados eventos da capital paulistana. Antes destinado a abrigar pequenas reuniões corporativas e acontecimentos vinculados à Abach – Academia Brasileira de Arte, Cultura e História – a Casa se reposiciona no mercado para atender à demanda por sólidas opções de espaços no circuito de festas. À frente da empreitada está a empresária e design de interiores, Roberta Gouvea, que emprega a expertise internacional e visão inovadora no desafio de promover o espaço. “Assumir a administração de

um espaço tão importante e vital para a história de São Paulo é uma grande responsabilidade, mas também um privilégio. Agora essa história poderá fazer parte de muitas outras histórias”, explica a empresária. Sob o olhar empreendedor de Roberta, o estabelecimento promete agradar àqueles que procuram por soluções diferenciadas para as suas festas. Dentre as mudanças estruturais, estão a implantação de um staff de comercialização e administração de eventos, uma equipe de manutenção fixa, além da gastronomia local ser, agora, assinada pelos chefs do Buffet Saint Morit’s. O espaço físico segue as diretrizes arquitetônicas da época, e engana-se quem pensa que a terceira idade a tornou arcaica. A estrutura rústica, essencialmente

em marcenaria, é uma das características que mais chamam a atenção na construção bicentenária, que já passou por algumas restaurações subsidiadas pela Abach. Os novos ares vieram com a decoração em estilo clássico-colonial, que leva em sua composição tapetes, mesas e a instalação de belíssimos lustres. São mais de 8.000 m2 de área, distribuídos em um amplo jardim com árvores nativas e nove aconchegantes ambientes, entre salões fechados, varandas e áreas externas. Os espaços podem ser locados separadamente, pois, segundo Roberta, eventos sem grandes formalidades, como reuniões empresariais para brainstorming, ou mesmo chás da tarde de associações de senhoras, podem ocorrer simultaneamente sem alterações de percurso. Contudo, a empresária não

descarta a possibilidade de locar o espaço para eventos exclusivos. “Caso o cliente queira exclusividade, reservamos todo o complexo para a ocasião”, afirma. O espaço ainda tem datas disponíveis para 2013, e continuará abrigando a sede da Abach, onde são realizados debates , palestras e exposições de artistas brasileiros e internacionais, com o intuito de promover cultura, história e arte. Para além das medidas que já estão sendo implantadas, Roberta planeja ainda, uma restauração em meados de 2014, aumentando as possibilidades de apreciação do espaço. Para quem não conhece o local, vale uma visita, seja para um almoço à la Sant Morit’s aos domingos, ou para comemorar uma data especial em grande estilo.


36 BOOK FESTAS express

Com elementos marcantes, a dupla Paulo Husmann e Ricardo Malucelli, da Vox Ambientações, elabora decoração impactante associando-a às características contemporâneas do Hotel Unique por RAQUEL GUANAES fotos DANIEL SORRENTINO

R

ealizada no Hotel Unique, em São Paulo, essa festa de casamento assinada por Paulo Husmann e Ricardo Malucelli, da Vox Ambientações, teve a sua decoração inspirada nas sinuosas linhas que definem a arquitetura de Ruy Ohtake. O projeto cenográfico seguiu único e impactante, na mesma linha contemporânea do edifício. E, mesmo nos elementos mais

clássicos que compunham os ambientes, como as poltronas de cristal revestidas de veludo, havia menções à contemporaneidade, seja na transparência ou nos materiais aplicados. Falando em transparência, ela surge no mobiliário com a função secundária de suavizar a ambientação, além de conferir ares igualmente requintados aos espaços. Alguns elementos contribuíram para agregar força e personalidade ao


37


38 BOOK FESTAS express

O projeto cenográfico seguiu único e impactante, na mesma linha contemporânea do edifício de Ruy Ohtake projeto, dentre os quais se destacam os biombos de cristal, com arabescos mouros lapidados à mão, que serviram também como requintadas divisórias de espaços. No meio do salão, ambiente da pista de dança e do bar, os convidados puderam desfrutar de diferentes atmosferas de acordo com o percurso da festa, criadas a partir da iluminação de diversas cores acionadas por controle remoto. Como protagonista no salão principal, a

mesa dos noivos recebeu sequências de arranjos florais baixos e candelabros altos de cristal com lapidação bico de jaca, que contrabalancearam com o peso de majestosos lustres também de cristal, formando uma combinação bastante luxuosa. E, se o vermelho – das flores – é a cor do pecado, e o preto – dos revestimentos –, símbolo maior da elegância, a cenografia da Vox pode ser definida, então, como uma composição irresistível de ser contemplada.


39


40 BOOK FESTAS express

LUXO POR

Fotógrafos

Roberto Wagner

Decoração: Pier Balestrieri; flores: Vic Meirelles

POR


41

Dani Pacces

Juliana Mozart Sérgio Israel

E

ntre flores, arranjos, móveis e acessórios que caracterizam o universo de milhares de detalhes da decoração de uma festa de casamento, ainda assim o olhar de um bom fotógrafo paira sobre uma cena em particular, uma composição incomum ou um vazio que muito revela. Na poesia desses cliques encontramos definições visuais únicas do que o luxo representa para cada um deles. Imagens de nítido profissionalismo, ampliadas pela grande angular de suas sensibilidades. Em busca do luxo, descubra onde está o enquadramento das lentes de Roberto Wagner, Dani Pacces, Sérgio Israel e Juliana Mozart.


42 BOOK FESTAS express

Cheers! jantar beneficente | palácio dos bandeirantes Coordenado por Fátima Leonhardt, jantar beneficente em prol das obras sociais da Aliança da Misericórdia, reuniu elite paulistana no Palácio dos Bandeirantes 1. Fatima Leonhardt e Lu Alckimin; 2. Banqueteiro Marcelo Sampaio; 3. Lu Alckimin e Roberta Gouveia fotos: Studio Equipe

3

2

1

vestida de noiva offline | noh bar Networking real e ao vivo. A blogueira Fernanda Floret reuniu profissionais do setor em petit comité offline, realizado no Noh Bar em parceria com a Flair Brasil 1. Graciela Starling e Fernanda Floret 2. Vestida de Noiva Offline; 3. Flair Brasil; 4. Renata Pinheiro; 5. Rachel e Anita (Magnolia Noivas), Carina e Flavia (Noiva em Forma) e Carol Melo fotos: Divulgação 1

3

2

4

5


43

chair parade | jk iguatemi 100% Eventos celebra o 10º aniversário ao lado de amigos e profissionais do mercado, com a exposição criativa, Chair Parade, realizada no JK Iguatemi 1. Flávia de Picciotto e Paola de Piccioto; 2. Marcelo Bacchin; 3. Vic Meirelles; 4. Nina Nassar; 5. Fabio Mattar e Luciano Martins; 6. Chris Ayrosa; 7. Constance Zahn e Tiago Pacheco; 8. Juliana Rosas; 9. Alessandra Ades e Milene Monolescu; 10. Nathalie e Davi Bacellar; 11. Karin Mancusi; 12. Simone Pacifico; 13. Tania Wagner; 14. Cristiane Pileggi; 15. Clarissa Rezende; 16. Paola de Piccioto, Constance Zahn, Mario Sérgio Garcia e Flávia de Picciotto; 17. George Freire fotos: André Nehmad, Rafael Nunes e Waldemir Filetti

1

2

3

6

4

7

9

8

10

11

15

12

13

5

14

16

17


44 BOOK FESTAS express

constance zahn no1 | hotel unique Constance Zahn recebeu amigos e profissionais do mercado de eventos no lançamento da revista Constance Zahn Casamentos no1, no Hotel Unique 1. Constance Zahn e Tiago Pacheco; 2. Bruno Zani; 3. Wanda Borges, Mário Sérgio, Paulo Dolce, Roberta Santos, Junior Santaella, Junior Mendes e Constance Zahn; 4. Tiago Pacheco e Luis Fronterotta; 5. Luciano Martins; 6. Fábio Puppi e Vivian El Blauss; 7. Solano Diniz, Torin Zanette, Renata Garcia, Mário Sérgio e Élio Sá; 8. Babi Leite e Helô; 9. Herbie, Marina Bandeira e Fábio Puppi; 10. Patrícia Filardi; 11. Lucas Anderi, Mário Sérgio, Nano e Luis Fronterotta; 12. Constance Zahn, Junior Mendes e Tiago Pacheco fotos: Torin Zanette

2

1

3

4

5

6

7

11

8

9

10

12


45

suite celebration | casa petra Casa Petra reúne profissionais do mercado em evento de inauguração da sua Suite Celebration, espaço exclusivo para receber os noivos antes e após a comemoração 1. Luciano Martins, Marina Banderia; 2. Kiko e Mariana Melo; 3. Tamara, Mário Sérgio, Marina Bandeira, Herbie, Luciano Martins e Anna Quast; 4. Vivi Barros; 5. Ricardo Gobbi e Mário Sérgio; 6. Lucas Anderi e Herbie 7. Babi Leite, Renatinho e Helô; 8. Juliana Trabulsi, Tamara Barbosa, Anna Quast e Vivi Barros; 9. Anna Quast e Ricky Arruda; 10. Tamara Barbosa, Ricky Arruda, Marina Bandeira e Beto Riginik 11. Nilson, Helô e Hugo; 12. Carola Crema e Edrei; 13. Renatinho; 14. Adriana Cymes e Luciano Martins fotos: Anna Quast e Fabio Laub

1

2

3

4

5

6

9

8

7

10

12

11

13

14


46 BOOK FESTAS express

book festas preview | casa petra Em noite exclusiva, Book Festas Preview reuniu 120 convidados na Casa Petra, para um jantar à francesa assinado pelo Chef Julio Perinetto 1. Solano Diniz, Mário Sérgio Garcia, Renata Garcia e Élio Sá; 2. Vivian El Blauss, Herbie e Renata ChapChap; 3. Lucas Anderi, Junior Mendes, Bibiana Paranhos, Vic Meirelles e Marina Bandeira; 4. Karin Mancusi e Carla Fiani; 5. Daniela e Paulo; 6. Marcinho Meira, Erica Meira, Marcio Meira e Leonardo Meira 7. Ludmilla Gusmão; 8. Juliano, Feijó e Amanda; 9. Laura Amaral e Eva Amaral; 10. Luciano Martins, Marcelo Bacchin, Bibiana Paranhos e Vivian; 11. Lucas Anderi e Marina Bandeira; 12. Karina Ieno e Douglas Campos; 13. Fernanda Floret e Lucas Brasil; 14. Karin Mancusi e Marina Bandeira; 1

2

3

4

8

5

6

7

13

10

9

11

12

14


47

15. Kati Barbieri, Lucas Anderi, Mário Sérgio, Constance Zahn, Wanda Borges e Vic Meirelles 16. Mauro Carvalho; 17. Flavia Piccioto, Tiago Pacheco, Wanda Borges, Constance Zahn, Junior Mendes e Carla Fiani; 18. Carol D'Angelo e Mari Dedivitis; 19. Luis Fronterotta; 20. Roberto Eide e André Pedrotti; 21. Rodrigo Haddad e Evandro Carniel; 22. Andreia Seixas e Jaqueline; 23. Ana Paula Carraza, Renata Salvadego, Marcelo Vignatti e Nelsinho; 24. Roberta Fasano; 25. Julio Perinetto e Juditte Codazzi; 26. Georgia, Vanessa Barros, Lívia Paiato e Kati Barbieri; 27. Joel Matsuoka , Marcia Pereira e Simone Pacífico; 28. Dani Pacces, Mário Sérgio, Wanda Borges e Constance Zahn; 29. Denis e Carol D'Angelo; fotos: Torin Zanette

15

16

17

18

19

20

22

21

24

23

25

27

26

28

29


48 BOOK FESTAS express

confraria de eventos 2013 | casa itaim Confraria de Eventos, de Marina Bedaque e Jacque Dallal Mikahil, reuniu parceiros e fornecedores do segmento de eventos na edição 2013, realizada na Casa Itaim 1. Marina Bedaque e Jacqueline Dallal Mikahil; 2. Dayanne e Samara Costa; 3. Julio Perinetto; 4. Lilian El Maerrawi; 5. Janine Zapata e Fabrício; 6. Paulo Thomé; 7. Karin Mancusi e Marina Bedaque; 8. Titina Leão; 9. Leticia Alencar e Renata Garcia; 10. Mari Dedivitis e Carol D'Angelo; 11. Julio Céu; 12. Haislan Gregori; 13. Jacqueline Dallal e Mário Sérgio, Marina Bedaque e Karin Mancusi fotos: Torin Zanette

4

1

2

3

5

6

9

7

12

13

8

10

11


49

bride style 2013 | jk iguatemi A edição 2013 do Bride Style, realizada no JK Iguatemi, contou com a presença de celebridades e empresários paulistanos na inauguração do evento 1. Samuel Cirnansck, Carol Montenegro e João Camargo; 2. Carol D'Angelo, Carol Montenegro, Alessandra Ades e Milene; 3. Alice, Caco e Bibi Barcellos; 4. Tata Cury; 5. Ana Cury, Carol Montenegro e Cris Ayrosa; 6. Fernanda Suplicy; 7. Namie Wihby; 8. Alessandra Tonisi; 9. Patricia Helu; 10. Rodrigo Lombardi e Carol Montenegro; 11. Samuel Cirnansck; 12. Rodrigo Rosner; 13. Ceará, Carol Montenegro e Millena Santos; 14. Esther Bauman fotos: Juan Guerra 1

2

3

7

12

4

8

9

6

5

10

13

11

14


50 BOOK FESTAS express

Personalidade BF Ex p re s s :

Jacqueline Dallal Mikahil por SOLANO DINIZ

Foto: Arquivo Pessoal

“Por considerar que se trata de uma viagem e de um momento único na vida de um casal, fui muito além do que existia. Desenvolvi produtos, busquei novidades, viajei para conhecer os melhores destinos, enfim, me aprofundei no universo de viagens exclusivas.”

Q

uando menina, a educação que Jacqueline Dallal Mikahil recebeu dos pais destinava um capítulo especial às viagens, cuja importância era mais de formação do que de mero entretenimento. Nascia ali o gosto por descobrir o mundo e a lapidação de uma sensibilidade que se transformaria em profissão, em apurada ferramenta de trabalho. A formação em psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em 1985, a capacitaria a perscrutar os mistérios da sensibilidade humana, habilitando-a a trabalhar com o que ao ser humano é mais

caro: a realização de desejos e sonhos. A paixão por esses ricos universos – pessoas e viagens – fez com que a carreira como psicóloga desembocasse numa bem-sucedida agência de viagens. Mas não qualquer bureau que se limite a reservar hotéis ou a emitir bilhetes aéreos, mas simplesmente uma agência especializada em Lua de Mel – a viagem mais importante na vida de um casal. Nascia assim, em maio de 1996, a Be Happy Viagens, empreendimento que não só transformaria a sua carreira como também se posicionaria como um divisor de águas no mercado de viagens e principalmente na vida de noivos

exigentes de todas as partes do País. O conceito que Jacque criaria e com o qual conduziria as atividades da empresa subverteria completamente toda a praxe corrente relativa à lua de mel. “Por considerar que se trata de uma viagem e de um momento único na vida de um casal, fui muito além do que existia. Desenvolvi produtos, busquei novidades, viajei para conhecer os melhores destinos, enfim, me aprofundei no universo de viagens exclusivas” – explica, revelando parte da receita de sucesso da empresa prestes a completar duas décadas de vida. Com tal filosofia, não só os noivos passaram a desfrutar de viagens exclusivas, desenhados para

seu perfil e/ou estilo, como o segmento lua de mel ganhou destaque dentro da agenda do mercado de eventos de luxo. Como exemplo do vigor contemporâneo do mercado que ajudou a construir, além de uma revista anual, a Be Happy Honeymoon, e de um aplicativo de viagens para smartphones, o Honeymooners, Jacqueline Dallal Mikahil ainda investe na literatura de próprio punho para orientar e preparar noivos e noivas para a viagem de suas vidas, como os títulos Enfim... Nós – A Lua de Mel, seus Cenários e seus Significados; e Destination Wedding – O Casamento como Destino. Mais do que viagens, de suas mãos nascem histórias de vida.


51


52 BOOK FESTAS express


Book Festas Express