Page 1

Editor: Ádamo Andrade Gonçalves

R$ 1,00 - Estados do RJ, MG e SP - Março de 2010 - ANO II - Nº 09

Mercado de leilões aquece economia das bacias leiteiras de RJ, MG e SP

Série de remates especiais com gado de alto valor genético gera empregos e proporciona oportunidades aos investidores

A

Vaca holandesa quebra recorde de produção

s bacias leiteiras da região Sul do Estado do Rio de Janeiro, do Vale do Paraíba de São Paulo e do Sul de Minas Gerais já começaram a mostrar a força da pecuária e do melhoramento genético desenvolvido nos últimos anos. Com o preço do leite aumentando devagar, mas com boas perspectivas no decorrer da temporada, os pregões começaram em Resende no final de fevereiro, com preços médios de animais Girolando, Jersolando, HPB e Jersey considerados muito bons por criadores, leiloeiras e assessorias pecuárias ouvidos pela reportagem. A partir da segunda quinzena de março até o mês de julho uma série de remates especiais vão movimentar a economia das regiões leiteiras, gerando empregos e despertando a atenção de quem vive o dia a dia do setor produtivo e também de quem pretende investir em animais de alto valor genético. Nesta edição, o Jornal Raízes Rurais traz uma série de reportagens e peças publicitárias com os principais leilões programados e a agenda de eventos regionais até o mês de julho. Entre as reportagens, destaque para a liquidação total do plantel Girolando da Fazenda Boa Esperança, de Barra do Piraí, e o 4º Leilão da Fazenda do Tanque, em Resende. Veja as oportunidades e aproveite a qualidade genética que estará à venda nas próximas semanas. Páginas 2, 3, 6, 7, 9 e 11

Uma vaca holandesa criada nos Estados Unidos quebrou no início do ano o recorde mundial de produção de leite. Ever-GreenView My 1326-ET tem quatro anos e cinco meses e produziu em sua terceira lactação um recorde de 32.804 quilos em 365 dias, com média de 89 quilos/dia, 3,68% de gordura e 3,12% de proteína. EverGreen-View My 1326 é filha do touro Stouder Morty-ET, é pontuada EX-92, e detém títulos pela suas duas primeiras lactações. Na primeira, aos 2 anos, 16.798 quilos, e na segunda, aos 3 anosm superou os 20 mil quilos. Página 8

Coordenação nacional do Balde Cheio visita RJ O pesquisador Artur Chinelato de Camargo, da Embrapa Pecuária Sudeste, visitou entre os dias 8 e 13 de março unidades demonstrativas do Projeto Balde Cheio. A companhamos a visita técnica da equipe ao Sítio Esperança, do produtor Paulo Sérgio Carvalho de Almeida, em Santa Isabel do Rio Preto, Valença (RJ). A propriedade aderiu ao programa junto com a técnica Carolina Castelo Branco Barros, em fevereiro. Página 5

Artigo

Como será a vaca ideal?

Fazenda Jardim e Centrogen vencem em Avaré

Página 3

Animais de qualidade genética superior têm proporcionado bons negócios nos primeiros leilões de 2010

Página 12


2 - MARÇO - Raízes Rurais - O jornal do Agronegócio

Notas

Mais de R$ 6 milhões para Quatis O município de Quatis está incluído no Plano de Ações para Cidades Históricas (PACH), instrumento para a gestão do patrimônio cultural. O plano foi assinado dia 18 de março entre 13 municípios do Estado do Rio, o governo estadual, o Ministério da Cultura e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Para Quatis, a verba totaliza quase 6 milhões e duzentos mil reais, que serão investidos em 15 ações, entre elas a restauração da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário e readequação do espaço para o Museu Sacro e do Sítio Histórico de Joaquim Leite, que compreende a Estação Ferroviária, a Caixa D’água Belga e a Capela de Nossa Senhora Aparecida. Estes dois projetos serão executados ainda em 2010, segundo o Iphan. Para 2011, haverá trabalho de infra-estrutura no centro urbano do distrito de Ribeirão de São Joaquim. Há também os serviços de recuperação das fachadas de aproximadamente 30 imóveis na localidade.

Cursos

Top 100

O escritório da Emater de Volta Redonda promoveu dias 17 e 18 um curso de piscicultura na Fundação Beatriz Gama, com aulas teóricas e práticas. Para o mês de abril, está sendo programado um curso de criação de camarão (carcinocultura). Os cursos fazem parte do programa de profissionalização de produtores que está sendo implantado pelo escritório local.

O site MilkPoint finalizou o levantamento Top 100 2010 - base 2009, que reúne os 100 maiores produtores de leite no ano passado. A pesquisa desse ano contou com o apoio da Elanco Saúde Animal, QGN S/A, Nutron Alimentos, Sulinox e CRV Lagoa. Das raças utilizadas pelos 100 maiores produtores, a holandesa manteve-se como a principal em 2009 (56,5%). Houve aumento da predominância de girolando e mestiços, sendo utilizados em 34,4% das propriedades. O sistema de produção de maior ocorrência entre as 100 maiores é o semi-confinamento, com 42%, mostrando um equilíbrio com o sistema de confinamento total dos animais, utilizado por 41% dos produtores. O uso de sistemas baseados em pastagens aumentou levemente, passando de 14% para 17% das propriedades. A média de produção dos rebanhos confinados foi de 30,5 kg/ dia. No semi-confinamento foi de 22,8 kg/dia e em sistemas de pastagens, 17,2 kg/dia. A relação completa pode ser acessada através do site www.milkpoint.com.br.

Agroindústria O Campus Nilo Peçanha do Instituto Federal do Rio de Janeiro, em Pinheiral, e a Embrapa Agroindústria de Alimentos promovem o Fórum de Debates “Processamento de alimentos na região do Médio Paraíba: legislação e financiamento” no dia 24 de março em Pinheiral. O público alvo do Fórum são pequenos, médios e grandes produtores rurais, representantes de órgãos públicos, de prefeituras, estudantes e empresários do setor de agroindústria. As inscrições são gratuitas e as vagas são limitadas. Contato: (24) 3356-3767 e 3356-2322 Ramal 4430.

Máquinas O governo do estado entrega dia 20 de março, em Valença, ao escritório local da Emater-Rio máquinas e equipamentos que vão compor patrulhas mecanizadas do Programa Estradas da Produção, para a recuperação das estradas vicinais. As máquinas serão utilizadas ainda em operações de suporte a mini e pequenos produtores e também no apoio aos demais programas de fomento ao setor agropecuário.

Feijão A Prefeitura de Piraí distribuiu gratuitamente de cerca de 1 tonelada de sementes de feijão para pequenas comunidades e assentamentos rurais, que deverão gerar, ao final da safra, cerca de 30 mil quilos do produto. A distribuição é parte do projeto Feijão Família e beneficia mais de 200 famílias, a maioria de comunidades rurais carentes, que plantam para o próprio uso. Para que o projeto obtenha o máximo de êxito possível, a prefeitura fornece gratuitamente máquinas agrícolas para trabalhar a terra, já que de 60 a 70% dos beneficiados têm renda líquida mensal abaixo de um salário mínimo.

PORTEIRA FECHADA Vende-se sítio com 19 alqueires próximo à Serra do Mar, em Rio Claro (RJ). Clima e localização privilegiados. Acesso por asfalto (RJ-155), muita água, reserva de mata, casa sede, seis bangalôs, restaurante, lagos com 8 mil quilos de peixe. Curral, 10 vacas leiteiras, cinco baias. Contato: (24) 9859-0864 ou e-mail para raizesrurais@hotmail.com

OPORTUNIDADE ÚNICA

Victor Cunha e Herman Jankovitz Neto

Recorde em Carmo de Minas

Leilão na capital bate recorde, com uma parceria do Sindicato Rural de Carmo de minas, Kiko leiloeiro e Ofensiva Assessoria. No último dia 6 de março foi realizado o remate de abertura de 2010, com 60 lotes individuais muito bem selecionados que atingiram uma média de R$ 4.100,00 nas vacas em lactação. Destaque para a novilha de dois dentes com 50kg de produção, Elma NR, do criatório Monjolinho, vendida por R$ 15,200,00! O próximo leilão esta confirmado para dia 3 de abril, durante o feriado de páscoa. Estaremos lá!

Elma NR: Novilha dois dentes com produção de 50 kg; vendida a R$ 15,2 mil em Carmo

Luiz Dias abre a temporada

Com um gado muito leiteiro e um excelente padrão, o criador Luiz Dias abriu a temporada na região Sul Fluminense. O remate foi um sucesso e contou com a participação de investidores de Rio das Ostras (RJ) e Pindamonhagaba (SP), entre outros que vieram de longe para prestigiar o criador e adquirir um gado de ponta.

Chegou a hora da liquidação

Dia 27 de março, sábado, às 15 horas, no Pindorama Eventos, em Resende, o Grande Leilão de Liquidação de Plantel Canto das Águas. Geraldo Sousa Santos abre mão de seu cobiçado plantel Girolando e coloca à disposição 50 vacas 1/2 sangue, 5/8 e 3/4, com média de 30kg de produção diária, e 100 novilhas de elite de TE e IA. Não perca esta oportunidade!

Vistorias para o Grande Show da Raça

No último dia 18 de março foi finalizada a vistoria dos animais que compõem o IV Girolando Show. Somente lotes escolhidos com muito rigor para atender aos clientes deste grupo de leilões. São 19 fazendas participantes, dentre elas as promotoras do evento: Santa Rosa, São Pedro e Dona Zinha. Três estados fornecem animais para o Girolando Show - SP, MG e RJ. O gado já foi apartado e a equipe Ofensiva garante que o nível é de impressionar até os mais exigentes investidores e técnicos. Breve o convite com as fotos dos animais estará disponível. O leilão será no dia 17 de abril, sábado, no Parque da Cidade, em Barra Mansa, às 16 horas.

2º Leilão Estância Ilha Bela

Dirceu Straioto, Eugênio Deliberato Filho e convidados especiais fazem no dia 10 de abril o seu grande leilão no recinto da Resgate Leilões em Canas (SP).

Abril 03/04 10/04 17/04 23/04 24/04

Maio 01/05 07/05 15/05 22/05 29/05

Calendário OFENSIVA 2010

- Leilão de Carmo de Minas - Girolando do Berço - Carmo de Minas - MG - Estância Ilha Bela - Dirceu Straiotto e Convidados - Girolando & HPB - TE e FIV - Canas - SP - Leilão Faz. Sta. Rosa - Dona Zinha e São Pedro - 120 fêmeas Girolando - Barra Mansa - RJ - Leilão Faz. do Tanque - Gilmar Moreira - 19hs - Resende - RJ - Leilão Fazenda Mônica - Ademar Esposti - 150 fêmeas Girolando 15hs - Amparo - RJ -

Leilão do Vilarejo - 200 fêmeas Girolando - 16hs - Conservatória - RJ Leilão Girolando Show - Expo B. Mansa - 50 lotes Girolando - 20hs - P. Munic - B. Mansa - RJ 9º Leilão Fazenda Jardim - 250 fêmeas Girolando - Estrada Amparo-Turvo - RJ Grande Leilão Faz. Boa Esperança - José Maria Aragão - 300 fêmeas Girolando - Dorândia – RJ 2º Leilão Faz. Lunane - Clovis Marques Correa - 150 fêmeas Girolando - Dorândia - RJ

Junho

05/06 - 2º Leilão Álvaro Marques - Ass. Rural Sul Fluminense - 80 fêmeas Girolando - Barra do Piraí - RJ 13/06 - Leilão Sindicato Rural de Taubaté - Recinto de Leilões do Sindicato Rural de Taubaté - SP

Julho

10/07 - Leilão Girolando Show - 150 fêmeas Girolando - Barra Mansa - RJ - Pq. Municipal - 18 hs 17/07 - 1º Leilão Centrogen 100% FIV - 100 bezerras e novilhas de FIV - Hotel Cegil - Resende - RJ 31/07 - Leilão Faz. Ponte Nova - S. Sebastião - S. Luiz - 100 animais Gir - Faz. S Luiz - V. Redonda - RJ

OFENSIVA: Presente nos melhores leilões do Rio e Sul de Minas


MARÇO - Raízes Rurais - O jornal do Agronegócio - 3

Portal de Notícias RAÍZES RURAIS está no ar com muitas novidades

Conteúdo exclusivo e as principais notícias do agronegócio no Brasil e no mundo já estão disponíveis no portal desde o dia 11 de março

O

nosso Jornal Raízes Rurais ganhou um irmão mais novo no dia 11 de março. Desde esta data está no ar o Portal de Notícias Raízes Rurais (www.raizesrurais.com.br), levando ao internauta um conteúdo exclusivo do Estado do Rio de Janeiro, Vale do Paraíba de São Paulo e Sul de Minas. Além disso, o leitor poderá acessar todas as edições virtuais do Jornal Raízes Rurais, desde o primeiro número, ficar atento às últimas notícias do agronegócio, acompanhar artigos técnicos e ainda acessar a duas novidades especialmente preparadas: a TV Raízes Rurais e o Shopping. Na primeira, estarão disponíveis uma seleção de vídeos da internet e ainda um conteúdo exclusivo produzido pelo Raízes Rurais nas propriedades e nos principais eventos que movimentam o setor. No Shopping, o internauta poderá ter acesso a produtos, serviços e animais

Artigo

disponibilizados por nossos parceiros comerciais. Enfim, uma nova ferramenta para que o produtor rural e pessoas interessadas em investir no setor possam se atualizar diariamente com as principais informações. - A criação do portal de notícias era uma necessidade para o mercado e a região que procuramos atender. Nosso foco é o produtor rural, mas temos certeza que muita gente que está na cidade gosta do meio rural e vai poder acompanhar o que acontece no dia-a-dia desse mercado. É só acessar o portal e se informar sobre as exposições, cotações, leilões, crédito, ler o noticiário regional, nacional e um resumo do que acontece no mundo. Quem sabe até resolve fazer um investimento nesse setor, um dos mais sólidos e que tem segurado a economia do nosso país - disse o editor Ádamo Andrade Gonçalves. Acesse www.raizesrurais.com.br

Como será a vaca ideal?

Escolha do sistema de produção

S

(Parte 3) - * Pedro Afonso Moreira Alves

istema intensivo de produção a pasto: No sistema intensivo de produção a pasto busca-se elevada produção de leite por área, em pastagens adubadas e subdivididas para pastejo rotacionado. Os animais têm acesso aos pastos entre as ordenhas e durante a noite. As pastagens devem ser próximas e ter sombreamento adequado. Na época seca recomenda-se uma suplementação de volumoso com silagem, feno ou cana com uréia. Dependendo da produção desejada por vaca pode haver uma complementação do alimento oferecido pelas pastagens com concentrados ou resíduos da agroindústria. No caso de se utilizar gramíneas e leguminosas de clima temperado, aveia e azevem, por exemplo, pode haver uma boa produção de leite por animal, 14 a 16 litros/vaca/dia, com relativamente poucas vacas por área. Já no caso de gramíneas e leguminosas tropicais a produção por vaca é menor (8 a 10 litros/ vaca/dia), porém, com mais vacas por área, o que iguala ou supera a produção de leite por área, quando comparado com gramíneas de clima temperado. As produções acima exemplificadas são relativas ao leite oriundo do pasto. Com alguma complementação com concentrados a produção por animal pode ser bem superior. Este é o sistema adotado pelo Programa Balde Cheio da FAERJ. Características desejadas na vaca: Dependendo da produção desejada por vaca, o tamanho do animal poderá ser grande, para sistemas mais intensivos com produção superior a 4.000 kg / lactação, ou mediano para sistemas com produção até 3.500 kg / lactação. Como as vacas vão ao pasto buscar o alimento, o conjunto de pernas, patas e cascos deve ser muito bom. O úbere não deve ser muito grande, para evitar injúrias e facilitar

a locomoção. Neste caso deve-se forçar a seleção em conjunto de pernas e patas e úbere. No caso de úbere escolher touros positivos para tetas pequenas a fim de corrigir este defeito no cruzamento com zebuínos. Raças e cruzamentos mais adequados: Nos sistemas mais intensivos por vaca (produção superior a 4.000 kg / lactação), desde que equacionados os problemas de estresse calórico, pode-se utilizar as mesmas raças e cruzamentos anteriores. Em sistemas menos intensivos (produção até 3.500 kg / lactação), busca-se uma vaca de tamanho mediano. Solucionando o estresse calórico, animais puros das raças Pardo Suíço (original) e Jersey podem ser utilizados. Animais puros Caracu, Gir, e Guzerá, desde que de linhagens leiteiras, também podem ser explorados com sucesso em sistemas intensivos a pasto. Estas raças têm como vantagem ser muito mais resistentes ao estresse calórico e parasitário, porém pesa contra elas o pequeno número de animais puros disponíveis. Os cruzamentos das raças européias com as raças zebuínas, formando F1, produz animais bons ou muito bons, dependendo da escolha das raças para o acasalamento. Já o cruzamento da geração F1, com raças puras, é motivo de controvérsia, havendo autores como MADALENA que recomendam o cruzamento com raças de corte para produção de carne, outros recomendam a formação de um ¾ europeu dependendo das condições da propriedade. * Pesquisador da Pesagro-Rio–EE Seropédica, coordenador técnico do Programa Rio Genética e criador de Gir em Rio das Flores (RJ). Contato: gir.leiteiro@ig.com.br (Artigo publicado em quatro partes)

Portal de Notícias RAÍZES RURAIS apresenta em tempo real os principais acontecimentos do setor

Luiz Gustavo Campbell é o mais novo investidor em genética Girolando

Luiz Gustavo, à direita, Serginho e a vaca 1/2 sangue Suzana, um dos destaques do leilão da Aciar O advogado Luiz Gustavo Campbell Moreira, de Barra Mansa (RJ) é o mais novo investidor em genética Girolando. Sábado, dia 13 de março, no leilão da Aciar, em Resende, arrematou a 1/2 sangue Suzana Y0237, então de propriedade de Sérgio Augusto de Almeida, do Sítio Leite no Asfalto, de Lavrinhas (SP). A fêmea de segunda cria é de origem de Carmo de Minas, a Capital Nacional do Girolando, pariu fêmea

Jersolando há 30 dias e vai agregar genética ao rebanho da Fazenda Boa Vista, de Ribeirão de São Joaquim, Quatis (RJ), cuja criação já conta com animais Girolando e Jersolando voltados exclusivamente para a produção de leite a pasto. Em regime de curral, Suzana está com 26 quilos/dia. O próximo acasalamento deverá ser feito com o touro HPB Picston Shottle-ET, atualmente o melhor touro Holandês do mundo.


4 - MARÇO - Raízes Rurais - O jornal do Agronegócio

Novos conceitos na pecuária leiteira para melhorar a qualidade de vida do produtor Os produtores Heitor e Adriana, do Sítio Três Coqueiros, Emater-BM e prefeitura formam unidade modelo em Barra Mansa

A

pecuária leiteira sempre esteve na veia do produtor Heitor José Amante Neto. Desde a infância no Sítio Marimbondo, em Rialto, Barra Mansa (RJ), a atividade faz parte da sua vida. Nos últimos anos trabalhou no Rio de Janeiro. Viajava segunda e retornava sexta-feira. Longe da família e da atividade que tanto gosta, sonhava em poder se dedicar a ela. De outubro de 2008 pra cá, as coisas têm mudado. O sonho tem se tornado realidade no dia-a-dia de Heitor, da esposa Adriana Stornelli e das filhas. Primeiro porque Heitor deixou o trabalho de mecânico no Rio e agora se dedica integralmente à família e à produção de leite no Sítio Três Coqueiros, na Colônia Santo Antônio, em Barra Mansa. O programa que possibilitou uma virada na vida de Heitor começou quando o escritório da Emater-BM e a Secretaria de Desenvolvimento Rural, decidiram montar um projeto de acompanhamento de fazendas de cunho familiar e pecuária leiteira. Precisavam de algúem disposto a mudar, rever conceitos e a rotina para implantação de novas técnicas de produção. Heitor e sua família toparam a empreitada e desde então as semanas têm sido curtas no sítio pra tanta mudança. Mas tudo está em dia. A implantação do pastejo rotacionado, a complementação da alimentação na seca com cana e uréia e a qualidade do leite foram as ferramentas que visaram, primordialmente, o bem estar do produtor e da sua família. “O que a Emater e a secretaria buscam é oferecer informações, técnicas e tecnologia que vão melhorar a qualidade de vida na propriedade através de uma atividade economicamente viável”, disse o supervisor local da Emater-BM, Antônio Paz Griscafé, o Toninho. Tudo que tem sido feito desde 2008 é discutido entre as partes envolvidas. “O Heitor aceitou as tecnologias e seguiu as orientações. Por isso, está com quase tudo pronto”, destacou o coordenador de Desenvolvimento Rural da cidade, Luiz Antônio Ferreira Lima. Depois de encontrar na família de Heitor o perfil ideal para a implantação do projeto, o próximo passo foi fazer o diagnóstico da propriedade. O trabalho envolveu a mudança no sistema de alimentação, os controle reprodutivo, leiteiro e zootécnico. Além do pastejo rotacionado, foi implantado um novo canavial, passou-se a utilizar a Inseminação Artificial em Tempo Fixo

Heitor observa a baixada onde ficava a antiga capineira que hoje dá lugar aos piquetes rotacionados: mudança de manejo e dedicação ao lado da família (IATF) para reduzir manejo e custos e, por fim, foi montado um projeto para que a propriedade tivesse acesso ao crédito rural e realizar os investimentos necessários para os próximos passos do programa.

Mais conforto para as vacas Heitor e Adriana lembram com orgulho da compra da ordenhadeira mecânica e brincam com o trabalhão que deu para mudar a rotina para um outro curral em área arrendada. “Antes a gente tirava leite aqui do lado de casa, agora fica mais longe, mas a comida e as vacas ficam lá pertinho”, disse Adriana. Ou seja, deixaram o conforto próprio para garantir conforto às vacas.

Tudo planejado para ampliar a produção. A redução na jornada de trabalho e no manejo proporcionaram esse tipo de mudança. “Antes tinha que rodar com o trator pra cortar capim. Gastava óleo, tempo, furava pneu. Hoje não tem mais isso”, comentou Heitor, acrescentando que também reduziu despesas com cevada e mãode-obra. Atualmente estão produzindo 200 litros/ dia com um custo bem baixo e a meta é chegar aos 1.000 litros. “Vamos devagar. Começamos ganhando uma lata de 10 litros de prêmio. O segundo foi uma de 30. Tem dificuldades sim, mas vamos melhorando porque acreditamos nisso”, complementou Adriana. A empolgação do casal com as vacas é nítida. Estão sempre disputando os

concursos leiteiros de Barra Mansa e se orgulham de aumentar a cada ano a média das vacas no torneio de curral. “Em 2008 fizemos média de 27 quilos. Ano passado foram 39,7 quilos”, lembrou. As visitas periódicas à propriedade continuam. Toninho e Luiz Antônio estão sempre por lá. Nesse período conseguiram melhorar o acesso à propriedade, um tanque de resfriamento comunitário foi implantado para atender Heitor e os vizinhos e aos poucos a parceria vai consolidando o Sítio Três Coqueiros como uma unidade de referência em pecuária leiteira na região Sul Fluminense. No dia 20 abril, Heitor e Adriana, Emater e prefeitura realizam um Dia de Campo para apresentar o trabalho. Sítio Três Coqueiros: (24) 3328-0949.


MARÇO - Raízes Rurais - O jornal do Agronegócio - 5

Artur Chinelato visita unidades do Balde Cheio na região Sul Fluminense

Sítio Esperança, do produtor Paulo Sérgio de Almeida, em Santa Isabel, é a mais nova unidade a aderir ao projeto na região

O

pesquisador Artur Chinelato de Camargo, da Embrapa Pecuária Sudeste, visitou entre os dias 8 e 13 de março unidades demonstrativas do Projeto Balde Cheio, desenvolvido em 22 estados e que visa a capacitação de técnicos sobre o gerenciamento de propriedades leiteiras. Mais de 4 mil propriedades no Brasil já aderiram ao sistema. De acordo com coordenador do projeto no Estado do Rio, Maurício Salles, o projeto começou a ser implantado em 2003 e hoje possui cerca de 50 técnicos preparados atuando em 30 municípios de todas as regiões. No Rio, o Balde Cheio é desenvolvido através de parceria entre a Embrapa, o Senar, a Faerj e o Sebrae. No sábado (13), o Jornal Raízes Rurais acompanhou a visita técnica da equipe do programa ao Sítio Esperança, do produtor Paulo Sérgio Carvalho de Almeida, em Santa Isabel do Rio Preto, Valença (RJ). A propriedade aderiu ao programa junto com a técnica Carolina Castelo Branco Barros, que fez a primeira visita ao produtor em fevereiro. O Sítio tem 29,4 hectares e atualmente conta com seis vacas em lactação, produzindo em média 45 quilos de leite/dia. A propriedade tem uma peculiaridade. Entre as 4 mil em todo o país, é a primeira a ter o mesmo nome do livro de Chinelato (Sítio Esperança), que apresenta a mudança na vida de uma família a partir da busca pelo conhecimento e da implantação de métodos na propriedade leiteira. Nesse curto espaço de tempo, o projeto já apresentou avanços para a propriedade. Uma ponte para dar acesso ao curral foi reconstruída pela prefeitura. Aliás, o projeto envolve o produtor, o técnico em treinamento, a equipe de supervisão e o apoio de

Internet atua forte como ferramenta para concretização de negócios

Técnicos visitam o Sítio Esperança na primeira etapa de implantação do Projeto Balde Cheio prefeituras e órgãos públicos ajudam a agilizar a implantação do Balde Cheio nas propriedades. Em Santa Isabel, o apoio da prefeitura tem sido dado através do subprefeito Iuberto Alencar de Olibeira, o Bebeto.

O projeto no Sítio Esperança tem um objetivo primordial: viabilizar a atividade para que o produtor Paulo Sérgio realize seu maior sonho, que é conseguir que o filho volte para Santa Isabel para trabalharem juntos de leite a pasto.

A internet vai abrindo espaços na comercialização de produtos e serviços. Pensando nisso, em 2007, o engenheiro civil Flávio Birman, até então sócio de uma tradicional leiloeira, e Antônio Henrique Almeida, fundador do Horse Dealer, e ex-gerente de outra leiloeira, fundaram o Canal de Lance. A nova mídia tem conquistado clientes e gerando resultados positivos. “O canal tem obtido resultados expressivos e foi o responsável pelo ultimo Leilão da AFCGil (Gir Leiteiro do Rio), com média de R$ 14.125,00”, destaca Flávio. A ferramenta oferece variados recursos para quem quer vender e oportunidades para quem quer comprar. Estão lá o leilão virtual transmitido ao vivo, com leiloeiro e encerramento na batida do martelo, os leilões online eletrônicos, com encerramento na zerada do relógio e a venda direta com preço fixo. Tem ainda o pré-lance, um serviço onde é possível contratar um catálogo online que servirá para captar lances para um leilão virtual ou presencial. “Este pré-lance é encerrado com antecedência ao leilão e os dados passados para leiloeira responsável”, frisou Flávio. Contatos pelos telefones (21) 88881141 ou (21) 3118-0732 ou no direto no www.canaldelance.com


6 - MARÇO - Raízes Rurais - O jornal do Agronegócio


MARÇO - Raízes Rurais - O jornal do Agronegócio - 7

Aciar volta a promover leilões de gado leiteiro em Resende

Hélio Moura, Rechuan e Rogério da Emater no leilão

S

ábado (13) foi um dia especial para a Associação Comercial Industrial Agropecuária de Resende (Aciar). Depois de 12 anos, a entidade voltou a promover leilões de gado de leite. O evento aconteceu no Pindorama e reuniu criadores de Resende e do Vale do Paraíba de São Paulo, que ofertaram animais Girolando e Jersolando de alto padrão leiteiro. De acordo com o presidente da Aciar, Hélio Moura, o leilão é mais um passo para o resgate da produção leiteira na cidade, que já foi de 150 mil litros/dia na década de 80 e atualmente está na faixa de 40 mil litros. O leilão Kiko Vieira de Carvalho, da Resgate Leilões, destacou o trabalho desenvolvido pela Aciar e pela Emater em Resende e chamou a atenção para um fato de suma importância: a carência de programas de capacitação de mão-de-obra para pecuária Leiteira. “É a atividade que mais gera emprego e renda e ajudar a fixar o homem no campo”, frisou Kiko. O evento teve ainda a participação dos prefeitos de Resende, José Rechuan, e de Lavrinhas, José Luiz, e também do criador, presidente do Sindicato Rural e vereador, Gilmar Moreira, que confirmou que Resende receberá em breve uma das patrulhas para manutenção das estradas rurais.


8 - MARÇO - Raízes Rurais - O jornal do Agronegócio

Vaca holandesa dos EUA quebra o recorde mundial de produção de leite

Recordista é filha do touro Stouder Morty-ET e surpreendeu pela lactação acima dos 30 mil quilos em 365 dias

O

produtor Thomas J. Kestell, de Waldo, Wisconsin, nos Estados Unidos, quebrou o recorde mundial de produção de leite com a vaca Holandesa Ever-Green-View My 1326-ET. Ever-Green-View tem quatro anos e cinco meses e produziu em sua terceira lactação um recorde de 365 dias de 72.170 libras de leite, ou seja, 32.804 quilos, com média de 89 quilos/dia, 3,68% de gordura e 3,12% de proteína. Ever-Green-View My 1326 é filha do touro Stouder Morty-ET, é pontuada EX92, e detém títulos pela suas duas primeiras lactações. Na primeira, aos 2 anos, 16.798 quilos, e na segunda, aos 3 anos, produziu 20.884 quilos de leite. A recordista possui uma base genética

com várias gerações de desempenho impressionante. Sua mãe é uma VG-85 GMD filha de Ricecrest Lantz-ET, com duas lactações de 305 dias que registraram mais de 30.000 quilos de leite. O pai, Stouder Morty-ET já vendeu mais de 1 milhão de doses ao redor do mundo e possui mais de 62 mil filhas testadas para produção nos Estados Unidos. Ever-Green-View Holsteins é propriedade de Tom e Kestell Gin. Junto com o filho de Chris tocam o dia-a-dia da propriedade. Eles têm 130 vacas com média de lactação acima de 12.000 quilos. A recordista mundial de produção My 1326, filha do touro Stouder Morty-ET, superou os 32 mil quilos na lactação

Bonanza Acalanto e Crisna FIV CC Diz são campeões Gir em Petrópolis Bonanza Acalanto foi o grande destaque da 2ª Exposição Interestadual Fluminense do Gir Leiteiro, realizada entre os dias 2 e 6 de março, no Parque Municipal de Petrópolis, em Itaipava, na região Serrana. Grande campeã no Concurso Leiteiro com média superior a 33 quilos/dia e na pista de julgamento, Bonanza levou ainda o título de melhor úbere da ranqueada. Filha do Sansão na Fabel BF Bonanza, a fêmea jovem pertence aos criadores Ismael e Cristina Loth, da Fazenda Espanha, e ao presidente da Associação Fluminense dos Criadores de Gir Leiteiro, José Antônio da Silva Lino, da Fazenda Acalanto. Bonanza também fez parte da progênie de pai (CA Sansão) campeã da exposição que abriu a tamporada oficial das ranqueadas da Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro (ABCGIL). Entre os machos, o grande campeão foi Crisna FIV C.C. Diz, do criatório de Fernando Fiuza Diz. Crisna já havia sido grande campeão em Resende/2009. * Fotos em www.raizesrurais.com.br


MARÇO - Raízes Rurais - O jornal do Agronegócio - 9

Quatro décadas de rigorosa seleção à disposição do mercado em maio Liquidação do plantel 1/2 sangue, 3/4, 7/8, HVB PO e HPB PO de José Maria Aragão reúne linhagens especiais da raça Girolando

A

Fazenda Boa Esperança, localizada no distrito de Dorândia, em Barra do Piraí (RJ), é composta por um rebanho Girolando diferenciado. São bezerras, novilhas e vacas de alto padrão racial e produtividade. Esse gado é resultado de uma seleção rigorosa iniciada na década de 60 por José Maria Câmara Aragão com animais da raça Holandesa Vermelho e Branco Frísio importados da Inglaterra. A reportagem do Jornal Raízes Rurais fez uma série de visitas à fazenda para conhecer a história da seleção de 42 anos. Tivemos acesso a documentos e fotografias dos primeiros animais importados que formaram a base do plantel e, mais que isso, pudemos conhecer um pouco da história da pecuária nacional a partir das conversas com José Maria. A partir das primeiras matrizes importadas, da qual fazem parte os pilares da linhagem Canto Alegre as vacas Inglesita (Foxhearth Fitt III), Cascade e Newnhan Lana, foram produzidas bezerras puras e tourinhos melhoradores para a vacada existente na fazenda no início da década de 70. Mas foi a partir da busca por um touro Gir de qualidade que a história do Girolando Canto Alegre realmente se fortaleceu. Depois de uma série de viagens a Uberaba (MG) e ao interior do São Paulo, José Maria Aragão teve a informação de que um tourinho especial havia sido vendido em um lote fechado para Itaperuna (RJ). O tourinho havia sido encontrado, mas comprá-lo se tornou outro desafio. Outra série de viagens foi iniciada e as conversas para compra do tourinho eram a cada dia mais difícil. Mas houve uma oportunidade e ela foi imediatamente aproveitada. O jovem touro Atacante, filho do Eco da Sundernagar e neto do Subud importado da Índia, estava na Fazenda Boa Esperança. A progênie de Atacante com Inglesita (que teve 14 crias) e outras descendentes fez história e hoje é pilar de todo trabalho de seleção, gerando matrizes recordistas em torneios leiteiros nos últimos 30 anos. Vacas com picos acima de 70 kg em regime de torneio e que produzem a pasto e suplementação uma média de 30 kg/dia. Por essa eficiência, Inglesita e Atacante são, merecidamente, os patriarcas da linhagem Canto Alegre.

Base genética e modernidade O melhoramento genético na Fazenda Boa Esperança utiliza os principais touros das raças Gir Leiteiro e Holandês PO. Entre eles destacam-se Sansão, Jaguar, Modelo, Nobre, Relógio e o próprio Atacante, cujas doses de sêmem ainda fazem parte da reserva da fazenda. Entre os touros holandeses utilizados estão Reno, Jerom, Rusty, Mario Red, Beautiful, o pai da recordista mundial de produção Stouder Morty, Blitz,

José Maria Aragão aparta um lote de novilhas 1/2 sangue filhas de vacas com base genética fechada na origem das matrizes importadas da Inglaterra

Acima, um dos lotes com lactação acima de 25 kg/dia, com vacas 1/2 sangue, 3/4 e 7/8; abaixo algumas doadoras de embriões da Boa Esperança Paramount, Haras, Olimpic, Superior, Sherman, Canvas, Tribute e Windstar. Entre as fêmeas que estarão no leilão há também filhas Jersolando do Perimeter, touro de destaque da raça Jersey. - Vamos vender animais com origem e garantia genética que vão agregar valor ao rebanho dos compradores. Além do leite, uma nova família de muita produção será formada a partir de cada animal à venda disse José Maria. Um exemplo do que será ofertado na liquidação total do plantel 1/2 sangue, 3/4, 7/8, HVB PO e HPB PO da Fazenda Boa Esperança, que acontece no dia 22 de maio, estão as fêmeas Canto Alegre Wendi e Chumbada, ambas 3/4, Rômula, Lécia e Sônia, três 1/2 sangue, e a novilha Riqueza, uma 7/8 fechada na origem importada.

Entre as bezerras, uma mostra da qualidade está em Daniela Casper Kubera, 1/2 sangue que reúne em seu pedigree Heureca, Grinalda, Luzíada, Ovação e ainda a seleção do gado importado da Inglaterra.

Alimentação de qualidade Os piquetes da Fazenda Boa Esperança são formados basicamente por capim tobiatã, brachiaria e tifton. Além disso, os lotes em lactação recebem no cocho silagem de capim, concentrado, cevada e, na seca, uma cana que tem chamado a atenção pela qualidade. De acordo com o médico veterinário Flávio de Moraes, que presta assessoria na propriedade, a cana tardia RB 867515 produziu em 2009 uma média de

260 toneladas por hectare com sacarose 26. “Tudo pesado e medido”, frisou Flávio. Outra variedade cultivada é a SP 813250 (média/precoce). “São canas muito boas, mas a preparação do solo e a época de plantio ajudam a produção”, comentou José Maria, que havia plantado na área sorgo, milho e feijão antes de formar o canavial.

Informações sobre o leilão A liquidação plantel 1/2 sangue, 3/4, 7/ 8, HVB PO e HPB PO de José Maria Aragão acontece no dia 22 de maio, a partir das 14 horas, na Fazenda Boa Esperança, e terá o comando da Businness Leilões com apoio da Ofensiva Assessoria Pecuária. Contato: (24) 2433-1222.


10 - MARÇO - Raízes Rurais - O jornal do Agronegócio

Gringo: dedicação, parceria e fé para conquistar um grande campeonato Q Um dos principais assessores do setor, o argentino Nestor Adrían Navarro conta sua trajetória

uando se fala em assessoria para preparação de animais para as pistas de julgamento e para leilões, um nome em especial se destaca: Nestor Adrían Navarro Echeverry, ou simplesmente o Gringo, que mora em Conservatória, distrito de Valença (RJ), mas está sempre nas principais pistas e os maiores leilões de gado de leite e cavalos de sela do Brasil. Nascido em Buenos Aires,Argentina, há 45 anos, os últimos 22 anos de Gringo foram dedicados a uma carreira ligada aos animais. Iniciou o trabalho meio que por acaso. Um chimarrão com um amigo da Faculdade de Zootecnia de Lomas de Zamora, onde funciona o primeiro Instituto de Estudos Agronômicos da América Latina, o colocou frente a frente com animais da raça Jersey da tradicional família Perez Compán, que precisavam ser preparados para julgamento de admissão e registro. O trabalho deu resultado e chamou a atenção do então presidente da associação que lhe pagou 30 dólares pelo primeiro dia de trabalho. Daí pra frente, o jovem que até então lidava com a raça Angus que a família criava deixou de lado o gado de corte para se dedicar ao leite, principalmente com as raças Jersey e Holandês. Com a experiência adquirira, teve então a oportunidade de vir para o Brasil com a perspectiva de trabalhar na administração de propriedade leiteira, importando animais para melhorar a genética do rebanho. Saiu de Buenos aires de manhã e na parte da tarde já estava na Fazenda Parnazo, próximo a Amparo, Barra Mansa (RJ). Hoje, Gringo tem um trabalho consolidado no Brasil. Ajuda a pinçar animais de destaque para o time de pista de grandes criatórios Girolando, Holandês, Jersey e ainda de cavalos Mangalarga Marchador e

Gringo em ação na pista da Feileite, em São Paulo, e com a grande campeã nacional Vanilza NR Campolina. Entre seus clientes estão Fazenda Jardim, Agropecuária Alambari, Granja Pilotos, Fazenda Vilarejo, Estância Silvânia, Monjolinho, Peniche, Marlboro, Revanho Ginga, El Far, São Judas Tadeu e Ripol. Em 2009, Gringo acumulou títulos de destaque junto com os clientes. Foi melhor expositor 1/2 sangue do Circuito Interestadual (RJ, SP e MG) com a Monjolinho, fez o grande campeonato nacional 1/2 sangue com Vanilza NR e foi segundo melhor expositor da nacional com Vanilza e Capitu, estes três pela

Fazenda Jardim. Na Feileite fez a grande campeã e a terceira melhor 1/2 sangue e ainda a progênie de pai do Teatro da Silvânia. Títulos conquistados com dedicação e parceria com os clientes e sobretudo com muita fé. “Quando o menino Jesus quer, a gente tira uma grande campeã”, destacou Gringo, que cuida desde o casqueamento de aprumos, tosquia, preparação alimentar e visual até a apresentação dos animais nas pistas. Contato: (24) 8182-6936 ou pelo e-mail nan-assessoria@hotmail.com


MARÇO - Raízes Rurais - O jornal do Agronegócio - 11

Fazenda do Tanque une rusticidade e produção superior de leite há 23 anos

Terceiro maior produtor de leite de Resende, Gilmar Moreira oferta destaques do seu rebanho no 4º Leilão da Fazenda do Tanque

Q

ualidade é ao mesmo resumo e sinônimo do trabalho de 23 anos desenvolvido pelo médico veterinário Gilmar Moreira de Almeida na Fazenda do Tanque, em Resende (RJ). Com um rebanho Girolando formado por animais 1/2 sangue, 3/4 e 7/8 e ainda algumas vacas Jersolando, Gilmar Moreira é atualmente o terceiro maior produtor de leite de Resende, com média de 1,7 mil litros/dia, com 90 vacas em lactação e um rebanho total de 380 animais criados em 56 alqueires somados em duas propriedades. Criar animais com carga genética diferenciada, unindo rusticidade e a produção de leite economicamente viável, sempre foi o critério adotado por Gilmar na Fazenda do Tanque. Nascido em Bocaina de Minas e hoje um dos veterinários mais respeitados de toda a região, Gilmar Moreira iniciou na criação assim que se formou. Antes, 1986, arrendou somente a sede histórica da Fazenda do Tanque (de 1832), que pertencia naquela época a Paulo Vilela Ferreira, grande amigo seu e de seu pai, Olavo Moreira de Carvalho. Essa amizade, anos depois, possibilitou a compra da sede e de 24 alqueires da Fazenda do Tanque, que originalmente se chamava Fazenda Saudade, tinha 360 alqueires e ganhou esse nome em função do tanque de lavagem de café que acabou virando um balneário com o fim da produção. A criação começou em 1987, quando, além de atender clientes como profissional autônomo, decidiu arrendar a Fazenda Pindorama, onde hoje funciona um dos principais centros de leilões do Sul Fluminense. Lá, chegou a produzir 1,3 mil litros de leite/dia. “Lembro do primeiro dia: primeiro de maio de 1987. Tirei 36 litros de leite”, disse Gilmar, que arrendou em seguida 50 novilhas do pai e passou a se dedicar a melhorar o gado utilizando inseminação artificial. Foram oito anos de trabalho no Pindorama que serviram de base para a formação do atual plantel da Fazenda do Tanque. Ao longo desse período, Gilmar formou também família com a esposa Eliane, com quem teve Melini, que é dentista, e Diego, que seguiu os passos do pai na medicina veterinária. Além de criador e veterinário, é presidente do Sindicato Rural de Resende e foi eleito para seu primeiro mandato como vereador.

Gilm ar Moreira e o inseparável red riller Barão

Matrizes que em plena lactação que estarão à venda no 4º Leilão da Fazenda do Tanque, em abril

Dr. Gilmar Moreira apresenta dois grandes destaques do plantel da Fazenda do Tanque, Drogaria GM 3/4 e Elisa GMA 1/2, ambas à venda no leilão

4º Leilão da Fazenda do Tanque acontece no dia 23 de abril Com a formação do banco genético na Fazenda do Tanque a partir da utilização dos principais touros do cenário nacional (Gir Leiteiro) e internacional (Holandês e Jersey), Gilmar Moreira tem realizado leilões ao longo dos anos para oferecer ao mercado o que há de melhor em seu rebanho.

“Vou levar o que tenho de melhor. Só estarão à venda animais com a qualidade que sempre busquei”, frisou. Mais de 90% dos 100 produtos que vão a leilão são de inseminação artificial, a maioria fêmeas jovens de primeira e segunda cria. “São filhas do December, Prelude, Windstar, Planalto, Avião e um grupo especial de vacas castanhas filhas

do Requinte”, exemplificou Gilmar. Entre os muitos destaques, ele destaca Drogaria Prelude GMA 3/4, Mascarada December 3/4 e Elisa Everest GMA 1/2. Portanto, haverá vacas 1/2 sangue, 3/4, 7/8 e também lotes Jersolando, gado que tem sido muito procurado no mercado por produtores que adotaram o sistema de pastejo

rotacionado e buscam animais que produzem alto teor de gordura e proteína. O 4º Leilão da Fazenda do Tanque acontece dia 23 de abril, sexta-feira, no Pindorama, em Resende, terá o comando do Kiko da Resgate Leilões e assessoria da Ofensiva.


12 - MARÇO - Raízes Rurais - O jornal do Agronegócio

Fazenda Jardim e Centrogen conquistam campeonatos da raça Girolando em Avaré

Melhores fêmeas jovens na Emapa foram do plantel da Jardim; novo time de pista da Centrogen vence campeonatos de bezerras

A

tual Teatro Aliada 1/2 e Melodia Jintx 5/8 continuam imbatíveis nas pistas pelo Brasil. Dia 11 de março conquistaram o título de melhores fêmeas jovens Girolando 1/2 sangue e 5/8 na Exposição Municipal Agropecuária de Avaré (Emapa), no interior de São Paulo. Com isso, a Fazenda Jardim, do criador Agenor Afonso do Amaral, em Amparo, Barra Mansa (RJ), segue conquistando títulos e pontuando para o ranking nacional da raça 2009/2010. No dia 12, a Fazenda Jardim vendeu um embrião da grande campeã nacional 1/2 sangue Vanilza NR no leilão Girolando da Emapa por R$ 7 mil. Outro destaque do Estado do Rio na Emapa foiaFazendaCentrogen,deResende(RJ).Também no dia 11, Herbert Siqueira da Silva levou seu time de pista para a Exposição Agropecuária de Avaré, no interior de São Paulo, conquistou três campeonatos e fez um terceiro prêmio. Os resultados foram os seguintes: Pacata da Centrogen FIV 3/4- campeã bezerra mirim e 3ª melhor fêmea jovem; Paquera da Centrogen FIV 1/2campeã bezerra mirim e 3ª melhor fêmea jovem; Pintura da Centrogen FIV 3/4 - campeã bezerra júnior; Opereta da Centrogen FIV 5/8 - 3º prêmio bezerra intermediária.

Fri-Ribe cresce e se une a empresa holandesa

Opereta da Centrogen FIV 5/8, um dos destaques do time de pista premiado na Emapa, em Avaré

A brasileira Fri-Ribe e a holandesa Nutreco fizeram uma joint venture para atuar no mercado de alimentação e nutrição animal no Brasil e criaram a Nutreco Fri-Ribe. A empresa brasileira ficou com 49% do capital social da nova companhia e a Nutreco, com 51%. O grupo holandês é um dos maiores do mundo no mercado de nutrição animal, com faturamento global anual da ordem de 5 bilhões de Euros. Apesar da maior participação da empresa holandesa, a gestão da nova companhia será feita pelo grupo brasileiro e as decisões estratégicas serão tomadas conjuntamente. Cada uma das empresas terá dois assentos no conselho administrativo da Nutreco Fri-Ribe.

Jornal Raízes Rurais - Edição de Março de 2010  
Jornal Raízes Rurais - Edição de Março de 2010  

O Jornal do Agronegóco

Advertisement