Page 1

NESTA EDIÇÃO: TODOS OS RECORDES OFICIAIS DE PRODUÇÃO EM TORNEIO GIROLANDO

Página 1 4

Gir Leiteiro reescreve uma nova história de produção em torneios

BEIJA HPJ

Recordes mundias simultâneos nas três categorias da raça alcançam marcas históricas

GIROLANDO

Jonadan Ma inicia gestão na associação

T

Todos os detalhes da nova recordista 1/2 sangue do Girolando

odos os recordes de produção em C o n c u r s o Leiteiro nas categorias fêmea jovem, vaca jovem e vaca adulta da raça Gir Leiteiro foram quebrados em novembro, nna Interláctea, em Avaré (SP), mostrando que a raça se supera a cada ano e tem se adaptado a regimes de desafio em torneios leiteiros cada vez mais competitivos. Entre as recordistas, Cassiana FIV Alambari, que registrou média de 49,777 kg de leite/ dia é a nova recordista mundial fêmea jovem. Ela pertence à Agropecuária Alambari, de Resende (RJ). Páginas 2 e 20

Página 4 LIDERANÇA

Mila de Carvalho segue liderando ranking da Girolando Página 14 OÁSIS DA DIVISA

3º Leilão Virtual acontece dia 16 de fevereiro Página 6 HOLANDES

AGROMONTANA

Leilão Celebridades será um dos destaques do ano

Investimento em genética Girolando no Espírito Santo

Página 6

Cassiana FIV Alambari, filha de Sansão x Profana, é a recordista fêmea jovem do Gir Leiteiro com produção de 49,777 kg/dia

Páginas 10, 11 e 12

INÉDITO

PARANÁ

Vilarejo promove shopping de animais em Conservatória

Germina Locust encerra lactação acima de 27 mil Kg

Páginas 8

Páginas 12

VALORIZAÇÃO

BRFOODS

Cátia Teatro FIV é recordista de preço no Leilão EmbryoRio

Empresa suspende compra de leite e paralisa obras em BP

Página 8

Página 19


2

JANEIRO/FEVEREIRO 2014

Gir Leiteiro fez história na Interláctea As três categorias de idade tiveram seus recordes mundiais quebrados, mostrando a força de novos criatórios

A

Interláctea realizada em novembro passado em Avaré (SP) registrou momentos até então inéditos. Durante a feira ocorreu a 6ª Exposição Internacional do Gir Leiteiro, além do julgamento em pista e torneio leiteiro da raça, onde todos os recordes de produção em Concurso Leiteiro nas categorias fêmea jovem, vaca jovem e vaca adulta foram quebrados, mostrando que a raça se supera a cada ano e tem se adaptado a regimes de desafio em torneios leiteiros cada vez mais competitivos. Na categoria Fêmea Jovem (até 36 meses), o primeiro lugar ficou com Cassiana FIV Alambari, que produziu em média 49,777 kg de leite por dia, o animal é da expositora Cristina F. Diniz Gonçalvez, Agropecuária Alambari, Resende (RJ). Na categoria Vaca Jovem (de 36 a 48 meses), Bandeira, do condomínio Maria Tereza Lemos Costa Calil, Mila de Carvalho Laurindo e Campos e Eduardo Costa, conquistou o primeiro lugar ao produzir em médio 63,200 kg de leite. E na

categoria Vaca Adulta (acima de 48 meses), a vaca Bruna FIV Cabo Verde, do expositor José Coelho Victor, ficou com o primeiro lugar, ao produzir em média 68,960 kg de leite. Entre os melhores expositores da raça ficaram Amilcar Farid Yamin (1º Lugar); Leo Machado Ferreira (2º Lugar) e Herica Cristina F. Diniz Gonçalves (3º Lugar). Os melhores criadores foram Leo Machado Ferreira (1º Lugar), Herica Cristina F. Diniz Gonçalves (2º Lugar) e Amilcar Farid Yamin (3º Lugar). Na pista, a Grande Campeã foi a vaca Corona Sopa I FIV, do expositor e criador Amilcar Farid Yamin. Já a Reservada grande campeã foi Elegancia FIV da Genipapo, do expositor e criador Paulo Roberto Andrade Cunha. O Grande Campeão foi Herms FIV Córrego Branco, do expositor e criador Paulo Ricardo Maximiano. A exposição foi realizada pela Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro (ABCGIL) com o apoio da Associação Paulista dos Criadores de Gir Leiteiro (APCGIL).

AS RECORDISTAS POR CATEGORIA: BRUNA (ACIMA), BANDEIRA (ABAIXO ESQ) E CASSIANA ( DIREITA)

Passos, Goiânia e Avaré: a trajetória de superação da nova recordista mundial vaca jovem Gir Leiteiro Uma das mais incríveis produtoras da raça Gir Leiteiro, Bandeira CTAC20, superou sua própria marca durante a Interláctea, em Avaré (SP), e registrou mais um recorde mundial na categoria vaca jovem: média diária de 63,200 kg de leite. O recorde anterior também era da Bandeira, com 56,567 kg, obtido durante a 1ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Goiânia (GO), no mês de outubro. Bandeira também surpreendeu em Goiânia com a produção de 25,580 kg de leite, maior pesagem de todos os

tempos do Gir Leiteiro e uma única aferição. Bandeira nasceu em 2009, em Mococa, interior de São Paulo, na propriedade do criador Clovis Tadeu de Andrade. Filha de Jaguar TE do Gavião em Azaléia D5862, Bandeira pertence ao condomínio formado por Maria Tereza Lemos Costa Calil e Mila de Car valho Laurindo e Campos desde 2012. Ela foi adquirida após sagrar-se campeã Vaca Jovem e Melhor Úbere Torneio Leiteiro Passos (MG). Naquele mesmo ano, a dupla de criadoras ofertou 1/3 das cotas de Bandeira durante o 4º Leilão Caminho da Índia,

realizado no mês de maio, durante a Expozebu, em Uberaba (MG). A elas juntou-se então o criador Eduardo Costa, conhecido nacionalmente por ser o proprietário do pai de Bandeira, Jaguar TE do Gavião. Depois do título em 2012 em Passos, Bandeira seguiu em manejo de desafio na propriedade de Maria Tereza, a Fazenda Paraíso, em Franca (SP), onde alcançou mais de 13 mil quilos de leite em 365 dias. A premiação no Torneio de Passos e a lactação que a consagraram como doadora já no primeiro parto foram o prenúncio de que números

ainda mais expressivos viriam pela frente. E foi exatamente o que aconteceu. Primeiro em Goiânia, com 56,567 kg de média, ela superou o recorde mundial da categoria. Menos de um mês depois, confirmou sua força produtiva e aumentou o recorde durante a principal exposição das raças leiteiras do segundo semestre. Com a nova média de 63,200 kg de leite/dia, Bandeira marca seu nome na raça Gir Leiteiro e abre novas expectativas para os seus próximos partos. Estrela de um novo momento da raça, que determina as melhores

NOTÍCIAS ATUALIZADAS DIARIAMENTE ATRAVÉS DAS MÍDIAS SOCIAIS

matrizes através de produção e eficiência, Bandeira terá pela frente muitos desafios importantes. E assim como ela, suas filhas serão exigidas para resultados expressivos e superiores. E a garantia, mais do que sua genética provada, Bandeira carrega em seu DNA. Lá estão a simplicidade e a humildade dos grandes animais que influenciaram na evolução do Gir Leiteiro e do Girolando e que ajudaram a fortalecer toda a cadeia de produção de leite no Brasil. O futuro é o seu desafio, Bandeira.


4

JANEIRO/FEVEREIRO 2014

Beija HPJ: fenômeno do Girolando quebra dois recordes Matriz 1/2 sangue supera própria marca no Torneio Leiteiro da Interláctea e entra definitivamente para o rol das grandes vacas da raça

U

m verdadeiro fenômeno de produção de leite. Assim podemos resumir o que a matriz Girolando 1/2 sangue Beija Ocidente HPJ mostrou ao Brasil e ao Mundo nos meses de outubro e novembro. Nova recordista mundial vaca 1/2 sangue, Beija quebrou a marca inicialmente no Torneio Leiteiro de Miracema (RJ), quando fechou com média de 90,615 kg e pico de 97,770, e menos de um mês depois consagrou-se definitivamente ao superar sua própria marca durante a Interláctea, em Avaré (SP), em novembro, com a nova média de 94,513 kg/dia. Beija é filha de Ocidente Bem Feitor CAL, touro que há anos tem colocado filhas entre os principais destaques do 1/2 sangue em todo o país, e de HPJ Ametista Integrity, matriz PO de propriedade de Ivan e Lucio Pereira Junqueira, Girolando HPJ - “Sr. Hamilton tem orgulho de vocês” -, de Carmo de Minas (MG). Nascida em 2008, ela hoje está em controle leiteiro oficial, com pesagens que já indicam que pode brigar também para se tornar a vaca Girolando de maior lactação da história.

Destaque também de valorização O resultados obtidos por Beija Ocidente HPJ refletiram imediatamente em reconhecimento por parte dos criadores e investidores da pecuária leiteira. Ela foi o grande destaque do Leilão Girolando Inteláctea, promovido pela Embral, durante a exposição em Avaré, quando teve 50% de suas cotas

comercializadas por quase R$ 80 mil. O comprador foi a Fazenda Lindona Lopes, de propriedade de Sergio Lopes e Luciane Salgado, de Vassouras (RJ), que há um ano vêm realizando importantes investimentos em genética e na produção de leite de qualidade no Estado do Rio de Janeiro. A aquisição de Beija, aliás, acabou selando uma importante parceria entre a Lindona Lopes e o Girolando HPJ, com o objetivo de multiplicar a genética campeã de Beija e de outras importantes filhas de Ocidente. “Foi um momento chave para o projeto empresarial que estamos implatando na fazenda”, destacou Sergio, que em um ano já viu a produção de leite saltar de 200 litros para a casa dos 1.000 litros/dia, sobretudo aumentando a qualidade do leite com orientação técnica da equipe da empresa Puro Leite, especilizada em análise e técnicas de ordenha visando maior qualidade.

Lindona Lopes Baseada em eficiência empresarial e paixão pela raça Girolando, a Fazenda Lindona Lopes está se tornando em um curto espaço de tempo uma referência na raça. Adquirindo e fornecendo ao mercado animais com genealogia provada, Sergio e Luciane estão se preparando para produzir animais de alta genética para inicialmente aumentar a capacidade de produção da fazenda e em um segundo momento atender à demanda de um laticínio

BEIJA HPJ: Equipe da Girolando HPJ acima e amigos, e o casal da fazenda Lindona Lopes, condomínio forte no Girolando

próprio para produção de queijos de qualidade em Vassouras. “O Girolando está evoluindo rápido, com matrizes importantes como a Beija produzindo cada dia mais leite. Nossa proposta é multiplicar a genética de um grupo de importantes doadoras e participar junto com os amigos criadores de todo o Brasil da evolução permanente em prol

da pecuária leiteira nacional”, destacou Lopes. O mais recente passo do projeto foi a aquisição de 50% da novilha 1/4 Beija I Teatro FIV HPJ, ficando em sociedade com a Fazenda Recreio, de Mila de Carvalho Laurindo e Campos. “Estamos aos poucos ampliando nossas parcerias visando sobretudo ajudar no fortalecimento da raça”, disse

NOTÍCIAS ATUALIZADAS DIARIAMENTE ATRAVÉS DAS MÍDIAS SOCIAIS

Sergio Lopes, que tem se dedicado periodicamente à fazenda, assim como Luciane, que acompanha o dia a dia da produção de leite, define acasalamentos e dirige a rotina dessa fazenda que em um pequeno espaço de tempo vem conquistando seus objetivos planejados e mais que isso, tem feito grandes amigos por todo o Brasil.


6

JANEIRO/FEVEREIRO 2014

Gado jovem e vacas em produção no Leilão Oásis da Divisa neste dia 16 de fevereiro Jorge Luís Pereira de Souza oferta filhas das recordistas Demasia, a vaca nº 1 do sumário Girolando/Embrapa, e Botique JM Monte Alverne

E

m dezembro, o criador Jorge Luís Pereira de Souza, da Fazenda Oásis da Divisa, fechou com chave de ouro a programação de leilões presenciais no Estado do Rio de Janeiro ao lotar o Parque de Exposições de Miracema no seu 2º Leilão Oásis da Divisa e Convidados. Sucesso de público e de vendas, o evento mostrou a força dos criadores do circuito Zona da Mata Mineira, Norte do Rio e Espírito Santo. O resultado superou as expectativas e agora no 16 de fevereiro, a Oásis da Divisa, com a assessoria de Sérgio Peixoto, da SV Assessoria, promovem o 3º Leilão Oásis da Divisa, edição virtual, com a oferta de 120 animais, entre vacas em produção, bezerras 3/4 e 1/4, fêmeas Gir Leiteiro e prenhezes das principais doadoras do rebanho, as recordistas de produção Demasia, a vaca nº 1 do sumário Girolando/ Embrapa, e Botique e Dormideira. O leilão acontece no domingo, dia 16 de fevereiro, a partir das 10h30min, durante o Mercado do Leite, com transmissão pelo Agrocanal. A leiloeira é a Nova Sat Leilões. Mais informações: SV Assessoria (32) 9991-9946.

Jorge Luís recebeu os convidados no leilão de dezembro e promove no dia 16 de fevereiro o 3º Leilão Oásis da Divisa com muita qualidade em gado jovem e prenhezes

Leilão Celebridades será evento internacional em Ponta Grossa Thiago Cipriano Pinto, MV Genética, Adriano Renato Kiers, Fazenda Mariana, Altair Valloto, superintendente da APCBRH e Daniel Furtado Gomes, Cabanha DMG, estiveram reunidos na Associação Paranaense em janero para solicitar apoio e colaboração da associação para um dos principais leilões que irá ocorrer no mundo em 2014: o Leilão Celebridados. Será realizado no dia 18 de outubro de 2014, na propriedade de Adriano Renato Kiers, em Ponta Grossa (PR), onde serão c o m e r c i a l i z a d o s

aproximadamente 70 lotes selecionados dos melhores rebanhos e de famílias de vacas do Canadá e Estados Unidos. Os organizadores adquiriram mais de 600 embriões e planejaram a realização do leilão com as bezerras nascidas. Estarão à disposição dos criadores brasileiros, por exemplo, filha da vaca Ever-Green My 1326 EX92 (Morty) que em 365 dias produziu 32.804 kg, com 3,86% de gordura (1.265 kg de gordura) e 3,12% de proteína (972 kg de proteína), recordista mundial em

produção de leite, e outras bezerras, filhas diretas de vacas como Thrulane James Rose, Quality BC Frantisco, Hillcroft Leader Melaine, Tri-day Ashlyn, e também filha da vaca que foi grande campeã em 2012 de Madison (EUA) e Royal (CA), RF Goldwin Hailey. A novidade será a realização de duas palestras com dois renomados profissionais da Raça Holandesa, que irão falar sobre a avaliação da conformação de vacas (classificação para tipo) e a evolução da genética da Raça Holandesa no mundo.

Organizadores do Leilão Celebridades em reunião na APCBRH

NOTÍCIAS ATUALIZADAS DIARIAMENTE ATRAVÉS DAS MÍDIAS SOCIAIS


8

JANEIRO/FEVEREIRO 2014

Vilarejo inova e promove shopping de Girolando com preço fixo e sem comissão dia 29 de março Evento acontece das 9 às 17 horas no Hotel Vilarejo, em Conservatória; em oferta 150 fêmeas jovens Girolando livro fechado

O

pioneirismo sempre foi uma marca da Fazenda Vilarejo. Começando pela criação de gado holandês, em seguida o Girolando e ao longo dos anos os tradicionais leilões marcam o calendário de eventos do Estado do Rio de Janeiro. Este ano, os criadores João Batista e Frederico Mello decidiram mais uma vez inovar e promover o 1º Shopping Girolando Vilarejo no dia 29 de março, das 9 às 17 horas, no Hotel Vilarejo, em Conservatória - ao lado do restaurante do Pesque-Pague. Serão ofertadas 150 fêmeas jovens, entre 6 e 14 meses, 1/2 sangue e 3/4, todas com preço fixo e sem pagamento de comissão de compra. “Vamos apresentar neste shopping uma nova geração de bezerras 100% livro fechado, de famílias conhecidas tanto na raça holandesa e no Gir Leiteiro e filhas dos principais touros da atualidade”, destacou

Frederico. Os compradores do shopping concorrem a um tourinho Gir Leiteiro, que será sorteado no final do evento. “E teremos ainda outra forma de negociar, diretamente com a fazenda, com o cliente podendo pagar a aquisição em até 15 parcelas”, ressaltou. Cerca de 80% das bezerras que estão sendo apartadas para o evento são 1/2 sangue, parte filhas de touro Gir Leiteiro (Fardo, Gabinete, Vaidoso, Nobre, Espelho, Sansão, Teatro) em matrizes HPB PO do Sul de Minas e do Paraná e também filhas de doadoras Gir Leiteiro adquiridas pela Vilarejo ao longo dos anos de criação, acasaladas com touros holandeses como Sanchez, Aftershock, Wildman, Detroit, Braxton, Blitz, Goldroy e ainda filhas de Charmoso, Garimpo e Millenium. O evento tem a promoção da Ofensiva Assessoria e da Programa Leilões. Mais informações: (22) 99821-9003.

Bezerras Girolando 1/2 sangue e 3/4 100% livro fechado, genética de ponta em oferta inédita no Estado do Rio

Cátia conquista Interláctea e é recordista de valorização Todos os anos a base do Girolando se surpreende com bezerras cada vez mais caracterizadas, corretas e com muita força leiteira. Este ano o Brasil conheceu mais uma grande fêmea jovem: 0212 Cátia Teatro FIV Caio, melhor fêmea jovem Interláctea (AvaréSP) e Resende (RJ), e ainda campeã nacional Bezerra Sênior e reservada melhor fêmea jovem nacional. Filha de Teatro da Silvânia em Santos Reis Dundee Lucy, Cátia reúne dois touros consagrados pelas pistas: o gir leiteiro Teatro no Brasil e o holandês Dundee pelo mundo afora. Em Avaré, venceu primeiro a categoria bezerra intermediária (16 a 20 meses) para em seguida levar o título de melhor fêmea jovem da exposição. O jurado da Girolando em Avaré foi Juscelino Alves Ferreira. De propriedade de Jandira

Alves de Souza, tradicional criadora de Barra Mansa (RJ) que a adquiriu do Girolando do Caio, e do médico veterinário Leonardo Elias, de Barra do Piraí (RJ), Cátia foi uma das estrelas do leilão promovido em novembro pelo laboratório EmbryoRio, na Fazenda Boa Vista, também em Barra do Piraí. Teve parte de suas cotas colocadas à venda e foi disputada por grandes criadores de todo o país, mas quem acabou ficando sócia do condomínio foi Mila de Carvalho Laurindo e Campos, a líder do ranking nacional Girolando.

Momento da formação do Condomínio Cátia no Leilão EmbryoRio, ao lado os organizadores comemoram o sucesso do evento

no Estado do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo, o primeiro leilão promovido por Reunindo os parceiros Leonardo Elias e Rodolfo comerciais do Laboratório Camerano, diretores do EmbryoRio, que trabalha com laboratório, foi um dos a tecnologia da In Vitro Brasil destaques do final da temporada

Leilão EmbryoRio

2013. Com oferta vacas premiadas e fêmeas jovens de alta qualidade de famílias provadas, o evento teve casa cheia e valorização dos animais de destaque. O evento contou com o apoio do empresário Ronald

NOTÍCIAS ATUALIZADAS DIARIAMENTE ATRAVÉS DAS MÍDIAS SOCIAIS

de Carvalho, proprietário da Fazenda Boa Vista, que comemorou o sucesso do leilão e anunciou a manutenção da parceria com o laboratório na promoção do segundo leilão em agosto deste ano.


12

JANEIRO/FEVEREIRO 2014

Agromontana investe em qualidade genética para melhorar produção do rebanho do ES Criador Regismar Ribeiro Alves adapta estrutura de 7 hectares para produzir 650 litros de leite/dia e criar animais de genética superior

P

ara melhorar a qualidade do rebanho de leite na região Norte do Estado do Espírito Santo, o criador Regismar Ribeiro Alves, proprietário da Agromontana, decidiu focar em animais com genética selecionada para aumentar a produção de leite e ao mesmo tempo ter a oportunidade de criar bezerras ainda melhores que as mães, seja através de inseminação artificial ou FIV. Situada no município de Pedro Canário, a Agromontana hoje produz 650 litros de leite/dia, com cerca de 30 matrizes em lactação. Tamanha a qualidade do rebanho, que a média superior a 20 kg de leite é alcançada de forma bem rústica. São duas ordenhas, onde são fornecidos trato com mineral e ração concentrada. A base da dieta é o capim dos piquetes, divididos em 4 módulos em uma estrutura de 7,5 hectares. Cada módulo possui 28 piquetes de 650 metros quadrados com capim mombaça, adubado e irrigado. O resultado desse sistema foi

uma produção eficiente e com custo baixo. - Já chegamos a tirar 980 litros nessa estrutura com 60 vacas, mas resolvemos diminuir os animais. Optamos por vacas de genética e produção melhor, gerando mais leite e produzindo bezerras de melhor qualidade - comentou o criador. Pelo menos quatro importantes matrizes hoje formam a base do plantel da Agromontana, entre as quais duas vacas de grande destaque no cenário nacional. Diva JM Monte Alverne talvez seja uma das vacas 1/2 sangue mais premiadas da história da Girolando. Uma das poucas vacas tricampeãs nacionais e com premiações nas mais pesadas pistas dos Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e no próprio Espírito Santo, onde foi a grande campeã de 2013. Com lactação oficial de quase 12 mil quilos de leite, Diva é a grande estrela da Agromontana, que já reserva produtos dela 3/4 e 1/ 4 em uma série de acasalamentos importantes.

Regismar e a esposa Adriana na Megaleite: investimentos que vão ajudar a melhorar a produção no Espírito Santo

Outra matriz fundamental no plantel, uma verdadeira barriga de ouro, pela qualidade de suas filhas já provadas em pistas e na produção, é a 1/2 sangue Martha Markowicz. Mãe de um conjunto progênie amplamente premiado, formado por Honra Diomede Volta Fria e Iguaria Dundee Volta Fria, Martha possui lactação oficial de 11,1 mil quilos de leite e segue

produzindo filhas e filhos 1/4 e 3/4 de extrema qualidade. Outras duas doadoras estão em trabalho de coleta na Agromontana: Oxana e Queluz FR Recreio são matrizes oriundas da Fazenda Recreio e que vão agregar muita qualidade ao rebanho montado por Regismar. Com tamanha qualidade reunida, o norte do Espírito

Recordista holandesa produziu 27.442,1 kg de leite em 365 dias

AGENDA DE EXPOSIÇÕES GIROLANDO 14 Março 24 Março 25 Março 02 Abril 04 Abril 07 Abril 24 Abril 13 Maio 14 Maio 20 Maio

Esta é Germina Zoraide Locust 479, vaca holandesa que sagrou-se recordista nacional de todos os tempos com a marca de 27.442,1 kg em 365 dias, encerrada em maio de 2013, quebrando o recorde anterior também de uma vaca da Germina, a Hortência Rock Germina, que em abril de 1999 alcançou a marca de 26.713 kg em 365 dias. Ambas são de propriedade de Bernardo Garcia de Araújo Jorge, Marilândia do Sul (PR).

NOTÍCIAS ATUALIZADAS DIARIAMENTE ATRAVÉS DAS MÍDIAS SOCIAIS

Santo, que abre as portas para o grande Nordeste, já tem uma referência importante em termos de Girolando. A Agromontana hoje já está pronta para oferecer produtos de qualidade que vão ajudar a melhorar o valor genético do rebanho leiteiro de a região e ainda atender produtores de leite de todo o Sul da Bahia. Certeza de bons negócios!

06 Junho 04 Julho 13 Julho 28 Julho 30 Julho

51ª EXPASS - PASSOS/MG 40ª EXPOARAXÁ - ARAXÁ/MG 1ª Expoleite das Montanhas MURIAÉ/MG 1ª Exposição Especializada Noroeste de Minas - UNAÍ/MG 3ª Exposição Ranqueada Rio Pomba/MG 3ª Exposição Girolando Ranqueada SANTA RITA DO SAPUCAÍ/MG EXPOGRANDE 2014 - Campo Grande/MS XIV Exposição Especializada em gado Girolando - UBERLÂNDIA/MG 9ª Exposição Especializada Girolando OLIVEIRA/MG 45ª Exposição Agropecuária de Franca EXPOAGROFRANCA/SP FENAMILHO - PATOS DE MINAS/MG 41ª EAPIC - São João da Boa Vista/SP 11ª MEGALEITE - UBERABA/MG 1ª Exposição Ranqueada do Girolando ITABIRA/MG SUPERLEITE 2014 - POMPÉU/MG


14

JANEIRO/FEVEREIRO 2014

Jean Vic é melhor expositor 1/2 sangue na Interláctea Proprietário da Fazenda Serra do Luar, de Itaperuna (RJ), também fez a melhor fêmea jovem Girolando 5/8 em Avaré (SP)

U

ma nova geração de expositores e criadores de Girolando se destacaram nas últimas exposições do ano passado. Entre eles está Jean Vic Aguiar, das Fazendas Serra do Luar, de Itaperuna (RJ), que sagrou-se o melhor expositor de 1/2 sangue e ainda fez a melhor fêmea jovem 5/8, Briosa Buckeye Serra do Luar, na Interláctea, em Avaré (SP). E não foi só no Girolando que Jean se destacou: no julgamento de Gir Leiteiro, conquistou o prêmio de reservada melhor novilha com Flor FIV. No Girolando, o time 1/2 sangue da Serra do Luar se destacou basicamente com fêmeas jovens: Dandara são Cristóvão TC foi campeã bezerra júnior, Grampeada FIV do Basa fo reservada campeã bezerra júnior, Dilmara FIV Quero Vê foi quinto prêmio bezerra sênior, Aurora FIV Nova Morada foi reser vada campeã bezerra intermediária e reservada melhor fêmea jovem e Grandinha FIV do Basa foi campeã novilha mirim e terceira melhor fêmea

Jean e equipe da Fazenda Serra do Luar com a melhor fêmea jovem 5/8 em Avaré, Briosa Buckeye Serra do Luar

jovem. O melhor criador expositor geral da Interláctea 2013 foi Eugênio Deliberato Filho, com 213,70 pontos.

Mais um recorde no torneio leiteiro Entre as vacas 1/4 sangue, venceu Obra Prima da Centrogen FIV, do expositor

Cleiton Gonzaga Castilho. Ela obteve média de 45,263 kg/ leite. A vaca Germina Benta, do expositor Bernardo Garcia de Araújo Jorge, venceu entre as 3/ 4 com média de 90,783kg/ leite. Natali Harmonia da Prata JAC, do expositor Cleiton Gonzaga Castilho, venceu entre as vacas 5/8 com média de 59,723 kg/leite. A categoria Novilha também conta com

uma nova recordista. Entre as 1/4 sangue, Celebridade da Alcachofra Tannus, do expositor Delcio Vieira Tannus, passa a ser a atual recordista, superando a marca registrada na Megaleite 2013. Ela produziu média de 54,450 kg/leite. Entre as 1/2 sangue, venceu Lafe 316 Aquarela Wildman FIV, do expositor João Domingos Gomes dos Santos, com a

Nova diretoria da Girolando inicia gestão A nova diretoria da Associação Brasileira dos Criadores de Girolando, que tem como presidente o criador Jônadan Ma, iniciou sua gestão com contratação de uma auditoria das demonstrações contábeis do exercício finalizado em 31 de dezembro de 2013. Também serão revistos os procedimentos fiscais e trabalhistas e analisada a estrutura de Tecnologia da Informação da entidade. A contratação de uma auditoria independente foi acordada em dezembro de 2013 pelos membros da equipe de transição, que era composta por diretores da gestão anterior e da atual. De acordo com o presidente, trata-se um procedimento de praxe nas organizações empresariais e que precisa ocorrer no final de cada gestão. O resultado da auditoria será apresentado durante a Assembleia Geral

Extraordinária, agendada para o dia 14 de março, na sede da associação, em Uberaba (MG). No mesmo dia, será eleita a Diretoria Executiva e o Conselho Fiscal - triênio 2014/2016 do Instituto Brasileiro Científico-Cultural Girolando – IBCG. Outra medida implantada é a reformulação da ouvidoria da Girolando, que passa a se chamar “Fale Conosco”. O objetivo é tornar a comunicação com o associado, os profissionais do setor eos criadores em geral mais fácil e objetiva. Serão três canais de atendimento: telefone, internet (Sistema WEB) e email. As demandas seguirão para o setor responsável: Diretoria, Superintendência Técnica, Superintendência de Tecnologia da I n f o r m a ç ã o , Superintendência Financeira

ou Comunicação e Marketing. A Girolando também está mapeando as necessidades dos associados em todo o Brasil e a finalização do zoneamento técnico para garantir um atendimento ao associado mais rápido e eficiente. “Estamos trabalhando para realizar uma gestão Forte, Presente e Participativa. Forte porque a raça só será forte com um associado forte. Presente porque estaremos ao lado do produtor. Participativa porque o associado deverá participar da vida da Associação e dos seus rumos e a tenha como a sua própria casa”, destaca o presidente Jônadan Ma.

Plano de ações em Caçapava Um grupo de criadores e profissionais ligados à raça

Girolando realizou um encontro em fevereiro, no Centro de Treinamento Agrovap, em Caçapava (SP), com o objetivo de traçar estratégias para a divulgação da raça e o fortalecimento da cadeia produtiva do leite no eixo SP-RJ-MG. O evento teve a participação de cerca de 50 pessoas. No entanto, a programação de eventos, como exposições, leilões e encontros técnicos ainda não foi definida. Inicialmente a intenção do grupo é fortalecer o circuito interestadual já existente, com ranqueadas em Guaratinguetá (SP), Carmo de Minas (MG) e Resende (RJ), reativando o ranking regional de criadores e expositores. Há ainda a possível inclusão de novos eventos no calendário a serem definidos nos próximos encontros regionais que o grupo está programando.

NOTÍCIAS ATUALIZADAS DIARIAMENTE ATRAVÉS DAS MÍDIAS SOCIAIS

produção média de 55,833 kg/ leite. Borja Wildman FIV da Xapetuba, do expositor José Antônio da Silveira, venceu entre as novilhas 5/8 sangue, com a produção média de 56,833. As três melhores novilhas fora, respectivamente, Borja Wildman FIV da Xapetuba, Lafe 316 Aquarela Wildman FIV, Celebridade da Alcachofra.

Mila de Carvalho lidera ranking parcial 13/14 O ranking parcial da temporada 2013/2014 divulgado pela Associação Brasileira dos Criadores de Girolando aponta Mila de Carvalho Laurindo e Campos, da Fazenda Recreio, de São José de Ubá (RJ), novamente na liderança, com 1.051,66 pontos. Mila vem mantendo a qualidade do gado 5/8 em pista e segue na tentativa de alcançar o bicampeonato nacional do ranking, que termina na Megaleite, em julho. Filipe Alves Gomes lidera o ranking de expositor e criador 1/2 sangue, Luiz Paulo Levate está à frente no ranking de expositor 3/4, José Antonio da Silveira lidera como criador 3/4, João Domingos Gomes dos Santos lidera como expositor 5/8 e Mila lidera como criadora 5/ 8. O ranking nacional é feito a partir da soma da pontuação obtida em cinco exposições durante a temporada.


18

JANEIRO/FEVEREIRO 2014

Preço ao produtor recua em janeiro

O

preço do leite pago ao produtor recuou pelo terceiro mês consecutivo, pressionado pelo aumento na captação e pela demanda moderada desde o final de 2013 em praticamente todas as regiões acompanhadas pelo Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP. Elevação do volume captado e desvalorização do leite são comuns nessa época do ano, período de safra e de menor consumo devido, principalmente, às férias escolares. Em janeiro, o preço bruto “nacional” (média ponderada pelo volume captado em

dezembro nos estados de GO, MG, PR, RS, SC, SP e BA; valor com frete e impostos) foi de R$ 0,9951/litro, redução de 4,46% ou de 4,6 centavos por litro em relação ao mês anterior. Apesar da queda, a média atual é 7,3% superior à de janeiro/13 em termos reais (valores deflacionados pelo IPCA de dezembro/13). Por sua vez, o preço líquido médio (sem frete e impostos) pago ao produtor foi de R$ 0,9180/ litro, baixa de 4,39% ou de 4,2 centavos por litro frente a dezembro/13, mas 13,2% superior a janeiro/13, em termos nominais e 7,8% acima em termos reais.* A expectativa para o próximo mês é de queda e/ou

estabilidade nos valores pagos aos produtores, segundo os laticínios/cooperativas consultados pelo Cepea. Entre os compradores entrevistados, pouco mais da metade (55,4%), que representa expressivos 74,9% do leite amostrado, acredita que haverá queda nos preços em fevereiro. Outros 41,3% dos agentes, que representam 21,7% do volume amostrado de leite neste mês, indicam estabilidade nos preços. Apenas 3,3% dos agentes têm expectativa de alta.

Apesar da falta de chuvas, Conab e IBGE projetam safra recorde Apesar da falta de chuvas em algumas regiões, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgaram suas novas projeções para a atual safra agrícola. Ambas as instituições apontam números recordes. De acordo com o IBGE, a produção em 2014 será de 193,9 milhões de toneladas, 3,0% acima do ciclo anterior. A Conab projeta 193,6 milhões de toneladas

NOTÍCIAS ATUALIZADAS DIARIAMENTE ATRAVÉS DAS MÍDIAS SOCIAIS

para a produção de grãos 2013/2014, volume 3,6% superior ao registro anterior da companhia. Ambas as estimativas são de recorde. Para o IBGE, cuja estimativa é a primeira para a atual safra, a participação do Centro-Oeste na produção nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas será de 40,8% em 2014. O Sul será responsável por 37,7%; o Sudeste, por 10,2%; o Nordeste, por 8,6%; e o Norte, por 2,7% da produção.


19

JANEIRO/FEVEREIRO 2014

BRFoods paralisa obras da usina em Barra do Piraí Empresa suspendeu em dezembro a compra de leite de grande parte dos produtores da região Sul do Estado do Rio

M

ais uma vez a corda estourou para o lado dos pequenos e médios produtores de leite, que em dezembro receberam a notificação da BRFoods da suspensão da compra de leite na região Sul do Estado do Rio de Janeiro. A empresa operava coletando leite na região e processando UHT através da usina da Cooperativa de Barra Mansa. Porém, além de suspender a coleta, entre outros produtores, de cooperativas como a de Amparo, também em Barra Mansa, a empresa simultaneamente paralisou as obras da nova usina que está sendo construída em Dorândia, em Barra do Piraí, na região do médio Vale do Paraíba. A redação entrou em

contato com a assessoria de comunicação da empresa em dezembro e obteve a seguinte resposta: - Na realidade, a suspensão temporária das obras deve-se à reavaliação do projeto. Esse reestudo faz-se necessário em razão da viabilidade da mudança de mix de produção em relação ao previsto anteriormente. Quando à suspensão do contrato de produção na Unidade de Barra Mansa, trata-se de uma relação comercial que não interfere no andamento do projeto - informou a nota assinada comunicação corporativa da BRFoods. Grande parte do leite que era comprado pela BRFoods passou a ser absorvido pela Cooperativa de Barra Mansa. De acordo com o presidente

da cooperativa, Cláudio Meirelles, as cooperativas no Estado do Rio continuam sem receber o devido valor por parte do Governo do Estado. “Mais uma vez os problemas acontecem e a cooperativa está pronta a atender os produtores. O Estado tem que dar mais valor às cooperativas que ainda estão estabelecidas, pois caso contrário, os pequenos e médios produtores vão continuar enfrentando esse tipo de problema com os grandes laticínios. Torcemos para que isso não ocorra novamente, mas vamos trabalhar para que tanhamos mais respaldo do governo e apoio para que possamos continuar tocando em frente nossa cooperativa”, disse o presidente.

Tanque cheio: Produtores passaram sufoco em dezembro para vender o leite

NOTÍCIAS ATUALIZADAS DIARIAMENTE ATRAVÉS DAS MÍDIAS SOCIAIS


JORNAL RAÍZES RURAIS - EDIÇÃO 39 - JAN/FEV 2014  

O JORNAL DO AGRONEGÓCIO LEITE

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you