__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1


Para anunciar (11) 4534.0519 Curta a Q qrevistaoficial

Acompanhe nosso site www.qrevista.com.br Siga a Q Q_Revista

e-mail: contato@qrevista.com.br

Faça parte da Q qrevista

revista

Siga a Q @qrevista

Editorial

N

essa edição nossa equipe preparou um conteúdo com muito carinho para todos vocês. Nosso Especial de Saúde, Beleza e Bem-Estar está muito bacana e cheio de matérias de profissionais que trazem novidades, cada um em sua área. O surfista profissional Everaldo Teixeira, também conhecido como Pato, é a nossa Capa dessa edição. Apaixonado por ondas gigantes, o atleta que traz consigo muitas experiências e uma habilidade indescritível para deslizar nelas. Com enorme simpátia nos atendeu direto do Hawaii, onde mora atualmente, e nos contou como chegou onde está hoje. Acompanhe a matéria. Nossa festa, Q Boteco 4ª Edição - tema Copa do Mundo, parece estar longe, mas as vendas já estão a todo vapor!!! Não fique de fora dessa festa que promete ser um sucesso. Procure nossos representantes e adquire o seu convite. Estamos no segundo mês do ano, mas já parece que tanta coisa foi feita, sinal de que esse ano será muito produtivo.

FOTO CAPA Fabiana Nigol Teixeira DIRETOR RESPONSÁVEL David Benedetti - Mtb 64.709-SP david@qrevista.com.br DIRETORA EXECUTIVA Danielle Dalcin Benedetti - Mtb 64.708-SP danielle@qrevista.com.br REDAÇÃO redacao@qrevista.com.br DESIGNER David Benedetti Bianca Glicério Fernandes • arte@qrevista.com.br COMERCIAL Cauê Rossi • contato@qrevista.com.br AUDITORIA Athros | ASPR auditores independentes TIRAGEM: 10 mil exemplares

Ótima leitura e fique com Deus.

DISTRIBUIÇÃO: Foco Distribuição

Até a próxima. David Benedetti e Danielle Dalcin Benedetti

AGÊNCIA RESPONSÁVEL Q CRIATIVE Rua Benjamin Constant, 433 - Loja 3 Centro - CEP 13250-340 - Itatiba - SP CONTATO Tels.: (11) 4534.0519 (11) 99804-9105 (Dani) / 98149-0634 (Cauê) contato@qrevista.com.br • www.qrevista.com.br ASSESSORIA JURÍDICA Advocacia Bortolossi Mariah Carminatti Campos Leme Bortolossi Tel.: 4524-0804 Natália Penteado Sanfins Gaboardi LMN ADVOGADOS ASSOCIADOS (11) 4524-3691 / 4524-8556 / 99787-6646 A Q Revista não se responsabiliza por eventuais mudanças na programações fornecidas, bem como pelas opiniões emitidas nesta edição. O conteúdo dos anúncios publicados na Q Revista é de total responsabilidade dos anunciantes.


SUMÁRIO

veículos

12

Região Ganha uma nova loja de pneus premium • rocha pneus continental

amor ao próximo de itatiba inicia 14 apae comemorações de seus 50 anos

especial saúde, beleza e bem-estar pode tomar 16 “Idoso” “Vacina da Febre Amarela” 18 óxido nitroso na odontologia para o 22 preocedimento rejuvenescimento facial 24 porque roncamos fitness 26 perfil ana boonen scavone 28

atraso no desenvolvimento da fala, quando procurar um fonoaudiólogo

capa • página 42

30 seus olhos na era digital e curiosidades 32 “causos” da santa casa em forma de 34 solidariedade dança • edmur pereira histórias e uma só 36 duas vontade: vencer! 40

e os anos 90 voltaram com tudo!!!! Da jardineira jeans ao batom Glossy!!!!

moda e personalidade 44 estilo lado a lado o guarda-roupa para 46 organize realizar suas metas de 2018

cultura de livroas para seu 2018 48 dicas ser ainda mais incrível 52 show leva hipnose e muitas gragalhadas para o público de itatiba

turismo - o que fazer nos 56 agroturismo finais de semana em itatiba 24 Página 2016, Capítulo 7


FEVEREIRO/MARÇO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!

11


VEÍCULOS

12

FEVEREIRO/MARÇO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!


AMOR AO PRÓXIMO

APAE DE ITATIBA INICIA COMEMORAÇÕES DE SEUS 50 ANOS A ENTIDADE A APAE de Itatiba tem por missão promover e articular ações de defesa de direitos e prevenção, orientações, prestação de serviços, apoio à família, direcionadas à melhoria da qualidade de vida da pessoa com deficiência e à construção de uma sociedade justa e solidária. Fundada em 06/03/1968 inaugurou sua sede própria há quase 40 anos com 2.700m2 de área construída. Hoje conta com 4.300m2 de área construída em 12 pavilhões que compreendem salas de aula, atendimento clínico, Centro de Convivência, piscina coberta e aquecida, quadra poliesportiva, administração e dois estacionamentos. Possui 76 funcionários que trabalham em meio período ou período integral e 8 estagiários. ATENDIMENTO A APAE atende hoje 295 pessoas com deficiência intelectual, autismo ou deficiência múltipla, destes 34 são de 0 a 3 anos e participam da estimulação essencial, 40 são de 04 a 14 anos, 67 são de 15 a 30 anos e 49 são maiores de 30 anos e 79 alunos do projeto AME - Atendimento Multidisciplinar Externo.  Atualmente há uma grande preocupação pois os alunos que freqüentam a APAE possuem necessidades no tratamento terapêutico e na escolarização muito específicos pois muitas vezes possuem deficiências bem mais acentuadas do que acontecia há 10 anos atrás. Visando atender a estas necessidades o espaço físico, equipamentos para uso dos alunos e os materiais pedagógicos estão sempre em atualização e adaptação e a aquisição de materiais novos tem sido uma constante dentro da instituição.

14

Com o aumento do número de alunos com deficiências múltiplas matriculados, além da necessidade da constante aquisição de novas cadeiras de rodas personalizadas e adaptadas, a APAE adquiriu quatro pórticos, que são equipamentos utilizados para elevar, manusear e transportar pessoas sem usar a força física. A aquisição deste novo equipamento facilitou o manuseio destes alunos no momento das trocas, do banho e também nas sessões de fisioterapia. Os programas vêm sendo modificados, com a introdução do Currículo Funcional Natural, atendendo às determinações legais atuais e às necessidades específicas de cada indivíduo. O espaço físico, equipamentos para uso dos alunos e os materiais pedagógicos estão sempre em atualização e adaptação e a aquisição de materiais novos tem sido uma constante dentro da instituição. ATENDIMENTO PARA MAIORES DE 30 ANOS As pessoas com mais de 30 anos, recebem tratamento diferenciado na APAE, tendo em vista as necessidades que apresentam, decorrentes da idade e de suas deficiências. Para estes são oferecidos atendimentos diferenciado no Centro de Convivência proporcionando significativa melhora na qualidade de vida, onde são desenvolvidas atividades físicas, culturais, desportivos, ocupacionais, artísticas e terapêuticas. Para isso são necessárias instalações adequadas, equipamentos e principalmente equipe de técnicos para o devido acompanhamento. Atendimento para alunos da rede comum Cerca de 80 alunos que estudam na

FEVEREIRO/MARÇO2018

rede comum e que possuem deficiência intelectual são atendidos na APAE no contra turno. Recebem atendimento realizado por pedagogas, fonoaudiólogas e terapeuta ocupacional por meio do projeto AME – Atendimento Muldidisciplinar Externo. DANÇA, TEATRO E FANFARRA Diversas atividades na área de teatro são desenvolvidas por meio do grupo de teatro Mente & Corpos e também por meio de aulas de dança, educação musical e fanfarra. VERBAS E DOAÇÕES A entidade recebe verbas municipais e estaduais mas depende de doações realizadas pela comunidade itatibense por meio de seu sistema de captação de recursos e da realização de eventos beneficentes, que possibilitam realizar as melhorias no atendimento, equipamentos e obras de infraestrutura. A Diretoria e Conselhos da APAE são compostas por voluntários. 50 ANOS A APAE de Itatiba comemora no dia 06 de março, 50 anos de fundação e está programando uma série de eventos durante este ano dentre os quais exposições, visitas, palestras, semanas de estudos, dentre outros. O mais importante será um Jantar Comemorativo que será realizado no Itatiba Esporte Clube no dia 17 de março às 21horas. Os convites estão sendo vendidos na Entidade ou com os voluntários e custam R$ 100,00 com buffet, bebidas, música com Grupo Piracema e DJ Carlinhos. WWW.QREVISTA.COM.BR

revista A informação que fica!


ESPECIAL SAÚDE, BELEZA E BEM-ESTAR

“IDOSO” PODE TOMAR

Nos idosos acima dos setenta anos o Risco é ainda mais elevado.

“Minha Mãe já é idosa, ela deve tomar a vacina de Febre Amarela”?

Por isso o ideal é que após a vacinação o idoso deveria ser observado com bastante cautela por período de trinta dias após a imunização.

Indivíduos acima de sessenta anos e crianças abaixo de seis meses estão entre estes grupos que merecem nossa maior atenção e preocupação, pois nestes casos a vacinação pode estar Contraindicada. Os idosos de maneira geral, costumam a apresentar uma baixa imunidade pelo próprio processo natural do envelhecimento, e por isso deve-se levar em conta o Risco de Contrair a Doença “VERSUS” o Benefício e Risco da Vacinação. Logicamente isso Não é Regra Geral, pois algumas variáveis devem servir de base para a decisão de tomar ou não a vacina. “ Se o idoso não sair muito de casa e morar em área Sem Ocorrências de Febre Amarela em humanos e ou ma-

FOTO: BANCO DE IMAGENS / FOTO MERAMENTE ILUSTARTIVA

Por tratar-se de uma vacina feita com Vírus vivos Atenuados (vírus que já não são mais fortes o suficiente para causar a doença), alguns grupos etários precisam tomar precauções específicas e de forma bem mais atenta.

FOTOS: ARQUIVO PESSOAL

“Doutor, meu pai tem Alzheimer, ele pode tomar vacina da Febre Amarela”! ?

Desde que surgiram surtos de Febre Amarela em várias regiões do nosso país, apareceram muitas dúvidas nas redes sociais e demais mídias quanto ao vacinar ou não indivíduos idosos ou da chamada terceira idadade.

16

FOTOS: BANCO DE IMAGENS

“VACINA DA FEBRE AMARELA”

Dr. santiago

ESPECIALISTA EM em geriatria e psicossomática CRM 83759 cacos, é Melhor Não Vacinar!!!! Neste caso o idoso pode se beneficiar com cuidados como uso de roupas compridas, uso de Repelentes, colocar telas de proteção nas janelas, e evitar áreas de mata”. Mas se o idoso mora em área de Mata, com circulação comprovada do vírus naquela região, se o mesmo trata-se de um trabalhador Rural, indo muito a beira de Rios, é necessário sim imunizar esse indivíduo pois o Risco de Contrair a doença é muito maior que os efeitos colaterais prováveis da vacinação. Deve-se suspeitar da doença quando houver Febre, Pressão arterial muito baixa, icterícia (pele e olhos muito amarelos), hemorragias (sangramentos).

FEVEREIRO/MARÇO2018

Como sugestão, e para tirar maiores dúvidas, procure sempre a orientação de um médico especializado, onde esse poderá fazer uma triagem dos problemas individuais de cada idoso quanto a suas doenças que afetam o Sistema Imunológico (Diabetes, Câncer, Anemias, Desnutrição, Demências, Doenças Pulmonares Crônicas, ou uso de medicamentos imunosupressoeres (que baixam a iminudade) e outros). Nunca esquecendo que independente da idade, o maior ganho no combate a Febre Amarele é a eliminação do Mosquito transmissor e para tanto a eliminação dos focos prováveis onde exista agua parada para procriação do mesmo. Portanto, “XÔ MOSQUITO”!!!!! “XÔ FEBRE AMARELA”!!!!!!!! Para saber mais:

Dr. Carlos Alberto Santiago Rua Carmo Palladino, 38 - Centro - Itatiba/SP Contato: (11) 4487-1627 / 9 9501-0990 WWW.QREVISTA.COM.BR

revista A informação que fica!


ESPECIAL SAÚDE, BELEZA E BEM-ESTAR FOTO: ARQUIVO PESSOAL

ÓXIDO NITROSO NA ODONTOLOGIA

Especialista fala sobre os benefícios e explica porque o método é um dos mais seguros para pacientes

I

r regulamente ao dentista é algo necessário, mas que nem sempre é uma tarefa fácil para alguns pacientes. O medo é um fator determinante para que muita gente deixe de fazer a verificação e os tratamentos necessários para a saúde bucal.

Por isso, alguns especialistas optam por oferecer a sedação consciente com o Óxido Nitroso, conhecido popularmente como o “gás do riso”. A dentista Renata Leoni Borella, de Itatiba, explica: “A sedação com óxido nitroso é o que chamamos de sedação consciente, ou seja; o gás age relaxando o paciente enquanto o anestesia, mas sem que ele perca a consciência e possa reagir aos estímulos”. Mas, afinal, por que o método é utilizado durante procedimentos odontológicos? Ainda segundo a dentista, o receio ou até mesmo o trauma que algumas pessoas podem ter de ir ao consultório, podem ser amenizados com a utilização do Óxido Nitroso. “ Para muitas pessoas, o medo de ir ao dentista pode ser um obstáculo severo, principalmente para crianças e adultos que têm algum tipo de trauma ligado ao consultório odontológico, ou em adultos que tenham este tipo de fobia do

18

dentista, medo de agulhas e anestesia, ou qualquer tipo de ansiedade antes de algum procedimento odontológico”. A vantagens da utilização do gás para os pacientes são várias. Com ele é possível gerar efeito imediato, mas, ainda assim, o dentista tem total controle da sedação, podendo reverter a mesma a qualquer mo-

Renata Leoni Borella CRO:67933

quando necessário, para procedimentos cirúrgicos previamente medicado. A orientação se dá em torno de todo o procedimento, deixando claro ao paciente quais as indicações  e tudo que esta envolvido com o mesmo”, ressalta Renata.     Para quem ainda tem dúvidas sobre o assunto, a dentista destaca que qualquer paciente

com

estado

de saúde geral estável pode ser submetido ao processo

de

sedação

consciente, não havendo assim contraindicações relativas.

“Deve

haver

precaução, apenas, no caso de pacientes resfriados ou com sinusite, com dificuldade de comunicação, mento com a utilização de oxigênio. Além disso, outra vantagem importante é que esse procedimento é tido como um dos mais seguros quando o assunto é a sedação. “Na prática clínica, existem muitas crianças imaturas e ansiosas ou pacientes com comportamento físico e/ ou metal que não cooperam durante o tratamento odontológico. Como alternativa para o manejo desses pacientes utiliza-se a sedação consciente. Antes do processo, o paciente é orientado e,

FEVEREIRO/MARÇO2018

obstrução

do trato respiratório, doentes obstrutivos crônicos e paciente mentalmente instáveis. A sedação é contra indicada para pacientes que dependem de respiradores bucais, já que não há como inalarem o gás”, finaliza. Para saber mais: ESSENZIALLE BORELLA ODONTOLOGIA E SAÚDE RENATA LEONI BORELLA CRO-67933 R. Antônio Busca, 177 - JD. Santo Antonio CEP 13251-340 - Itatiba/SP TEL.: (11) 4524-7653 WWW.QREVISTA.COM.BR

revista A informação que fica!


20

FEVEREIRO/MARÇO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!


FEVEREIRO/MARÇO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!

21


PROCEDIMENTOS PARA O REJUVENESCIMENTO FACIAL

FOTO DANI DALCIN BENEDETTI / Q REVISTA

ESPECIAL SAÚDE, BELEZA E BEM-ESTAR

Dra. Ivana Leme de Calaes

Especialista em Cirurgia Plástica pela SBCP CRM 134.939

FOTO DIVULGAÇÃO/ARQUIVO PESSOAL

A blefaroplastia, por sua vez, tem por objetivo remover os excessos de pele, bolsas de gordura e parte das rugas da região periorbitária, que fazem o olhar apresentar um aspecto triste e cansado. Está indicado após os 35-40 anos de idade e pode ser realizada nas pálpebras superiores e/ ou inferiores, dependendo da necessidade de cada caso.

C

om o aumento da expectativa de vida, cresceu também a procura por tratamentos visando a prevenção do envelhecimento e a correção dos sinais já instalados, principalmente na face. Uma das soluções mais rápidas e mais seguras para amenizar as indesejadas rugas é a aplicação da toxina botulínica (Botox®), uma das substâncias mais importantes para o rejuvenescimento facial. A toxina botulínica do tipo A é uma substância derivada de uma bactéria, que bloqueia os sinais nervosos musculares, fazendo com que tais músculos não se contraiam, diminuindo as rugas faciais indesejadas. A durabilidade dos efeitos pode variar de acordo com a dose aplicada e com o metabolismo de cada paciente, com perda da eficácia do tratamento após 3 a 6 meses da aplicação. Porém para as rugas mais profundas pode ser necessário a combinação de outros procedimentos cosméticos, tais como: peelings químicos, microagulhamento, preenchimentos com ácido hialurônico, uso de laser de CO2 e, em determinados casos, ser associada à ritidoplastia (lifting facial) nos pacientes mais envelhecidos ou apenas à blefaroplastia (cirurgia estética das pálpebras). O preenchimento é indicado para suavizar as rugas mais profundas e até mesmo fazer a reestruturação da face, com reposição de volumes perdidos com o processo de envelhecimento. Para isso usamos o ácido hialurônico em diferentes densidades, específicas para cada objetivo. A durabilidade dos produtos pode variar de 9 até 24 meses.

22

FEVEREIRO/MARÇO2018

A aplicação do Botox® e o preenchimento podem ser feitas em consultório, sendo procedimentos rápidos e praticamente indolores. Já a blefaroplastia é realizada em hospital, em caráter ambulatorial (alta no mesmo dia), sob anestesia local e sedação. É importante lembrar de informar ao seu médico eventuais problemas de saúde, uso de medicações, possível gestação e tabagismo. Este, aliás, é importante fator acelerador do envelhecimento da pele, bem como exposição solar intensa sem a devida proteção. Consulte sempre um especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, esclarecendo todas as suas dúvidas antes de qualquer procedimento. Onde Encontrar: Dra. Ivana Leme de Calaes

Especialista em Cirurgia Plástica pela SBCP CRM 134.939

Raquel Rossi Odontologia Digital

Rua Crescêncio da Silveira Pupo, 75 Sala 66 6ºandar – Vila Cassaro Ed. Inside Corporate Tel: 11- 4538-0007 ivanacalaes@yahoo.com.br WWW.QREVISTA.COM.BR

revista A informação que fica!


FEVEREIRO/MARÇO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!

23


PORQUE RONCAMOS?

Roncar é considerado uma alteração da respiração.

FOTO CAUÊ ROSSI / Q REVISTA

ESPECIAL SAÚDE, BELEZA E BEM-ESTAR

janice lobato

Especialista em Fonoaudiologia Hospitar CRFa 13630

C

ausado pela vibração das estruturas moles da orofaringe, isto é, estruturas que temos na parte posterior da cavidade oral. Principalmente, o véu palatino (parte mole no final do céu da boca) e a úvula (que muitos conhecem como campainha). Quando dormimos, especialmente quando deitamos em decúbito dorsal, isto é, de barriga para cima, a língua tende a cair um pouco para trás, estreitando o canal das vias aéreas, e associado a isso, ocorre o relaxamento da musculatura da garganta, causando um ruído, predominantemente inspiratório, típico do ronco. Existe dois tipos de ronco: O ronco que chamamos de primário, que é suave, contínuo e acontece esporadicamente. Como nos dias em que tomamos uma bebida alcoólica ou algum tipo de sedativo, por exemplo, fazendo com que ocorra um relaxamento excessivo da musculatura de todo corpo, inclusive dos músculos da garganta. E existe o ronco secundário, que

24

é o ronco de alta intensidade e que ocorre diariamente. Esse ronco, pode chegar a 85 DB, incomodando os outros moradores da casa. Neste segundo caso, o ronco merece uma atenção especial, pois pode estar escondendo uma doença grave chamada Apneia Obstrutiva do sono. Consideramos apnéia obstrutiva do sono (AOS) quando ocorre o fechamento total das vias aéreas por pelo menos 10 segundos. Vale lembrar que, nosso organismo foi preparado para oxigenar o sangue

FEVEREIRO/MARÇO2018

entre 90 e 100 de saturação, e em apnéia, oxigenamos menos o sangue, e isso tem consequências sérias a longo prazo. Portanto, não desconsidere esse sintoma, que pode ser tratado. Para saber mais: Janice Lobato CRFa 13630 Especialista em Fonoaudiologia Hospitar Clinica Cetma Tel.: (11) 4594-5196 Cel.: (11) 99931-5196 janice.lobato@terra.com.br WWW.QREVISTA.COM.BR

revista A informação que fica!


FEVEREIRO/MARÇO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!

25


ESPECIAL SAÚDE, BELEZA E BEM-ESTAR

PERFIL FITNESS

BLOGUEIRA ITATIBENSE FALA SOBRE A ROTINA DE ACADEMIA E CONTA COMO CONQUISTOU MAIS DE 30 MIL SEGUIDORES

Ana Boonen Scavone

Q

uem já desejou ter um corpo torneado, bonito e saudável, sabe que um dos canais mais acessados para acompanhar treinos e dietas é, atualmente, o Instagram. Blogueiros do Brasil e do mundo têm usado seu poder de influência para incentivar as pessoas a criar novos hábitos esportivos, ingerir alimentos saudáveis e, também, a consumir suplementos alimentares que podem ajudar no desenvolvimento do aluno ou atleta durante os treinos. Em Itatiba, aos 49 anos, Ana Boonen Scavone tem chamado tanto a atenção para a sua vida saudável, que em menos de 1 ano ela já conquistou mais de 30 mil seguidores no Instagram, canal onde compartilha sua rotina diária de atividades. Ana conta que sempre gostou de esportes, mas, foi aos 21 anos, após ter o seu primeiro filho, que os treinos de corrida e academia começa-

26

ram com força total e permanecem até hoje. “Antes eu gostava mais de correr do que de fazer atividades de musculação. Mas, em certo momento, senti vontade de ganhar músculos. Foi aí que o personal que me acompanha há 20 anos me aconselhou a procurar um nutricionista e mudou todo o meu treino. Nesse momento vi meu corpo começar a mudar e, desde então, eu não parei mais”. Ana tem uma vida bastante regrada. Durante a manhã ela se dedica a alimentação e, logo após o almoço, o destino é a academia, onde ela permanece de 40 a 50 minutos. Além disso, a blogueira também treina Cross Fit e faz aulas de dança três vezes por semana. Foi estando ativa na internet que, aos poucos, Ana começou a ganhar diversos seguidores, que hoje somam cerca de 33 mil. Ela diz se considerar sim uma blogueira fitness e que isso a deixa muito feliz. “Eu recebo muitas mensagens das pessoas. Acho que pela minha idade,

FEVEREIRO/MARÇO2018

elas ficam impressionadas com o meu ritmo de treinos. Alguns me questionam sobre a real necessidade de tanto esforço, mas eu sempre digo que não é algo ruim. Eu treino de acordo com a necessidade do meu corpo, tenho todo acompanhamento médico e, principalmente, faço isso porque me faz bem e me deixa feliz, ainda mais quando eu sei que estou incentivando outras pessoas a também cuidarem da própria saúde”, diz. Para 2018 Ana não tem planos fixos. Assim como no ano anterior, ela pretende continuar com sua rotina de treinos e interagir com os internautas que também vivem e acompanham esse universo fitness. Apensar disso, a blogueira é hoje uma das representantes de importantes marcas de roupas e suplementos nas redes sociais. Para acompanhá-la basta seguir o perfil @anaboonen no Instagram e Facebook. WWW.QREVISTA.COM.BR

revista A informação que fica!


FOTO: BANCO DE IMAGENS

ESPECIAL SAÚDE, BELEZA E BEM-ESTAR

A

pós o nascimento, o bebê e a família procuram se comunicar de diversas formas: olhar, toque, gestos, choro, riso, dentre outros. Porém é chegado momento em que a criança precisa expressar melhor suas necessidades e emoções, e então precisa ser inserida na comunicação verbal, ou seja, a fala que é predominantemente usada em seu meio. Entre o primeiro e o segundo ano de vida espera-se que a criança comece a se comunicar por palavras isoladas, e que após os dois anos tente juntar palavras na intenção de formar frases. Após os dois anos e seis meses a criança já começa a desenvolver os fonemas relacionados à nossa língua, e com cinco anos de idade, espera-se que a criança já tenha adquirido todos os sons da fala. Porém, algumas crianças não desenvolvem a linguagem oral dessa forma. As causas relacionadas ao atraso de fala podem ser diversas, mas comumente são: • Distúrbios neurológicos. • Distúrbios auditivos. • Alterações orais (ex: encurtamento de frênulo lingual) • Alterações relacionadas ao meio

28

ambiental/social que a criança está inserida. A maioria dos casos estão relacionados a maneira que a criança está sendo estimulada a falar. Muitas vezes ao tentar ajudar, podemos impedir de que a criança se desenvolva espontaneamente, por exemplo, a facilidade de entender os gestos da criança ao pedir algo, faz com que muitas vezes aceitemos prontamente essa comunicação exclusiva da criança e a mesma não entenda a importância em falar as palavras, aprende-las, já que está sendo compreendida pelos gestos. Porém sabemos que chegará um momento em que estes gestos não serão mais suficientes para expressar seus sentimentos, e então a criança fica incompreendida e começa a apresentar dificuldade, principalmente de comportamento. Os sinais de alerta entre 1 e 2 anos são: • Crianças que não reagem aos sons ou que não balbuciam ou produzem sons com a voz. • Dificuldade de compreender frases ou solicitações verbais. • Não tentar imitar sons ou palavras. • Preferir gestos do que a voz para se

FEVEREIRO/MARÇO2018

FOTO: ARQUIVO PESSOAL / Q REVISTA

ATRASO NO DESENVOLVIMENTO DA FALA, QUANDO PROCURAR UM FONOAUDIÓLOGO?

Rafaela Rossi Barbieri fonoaudióloga CRFª 02-17837

comunicar. Os sinais de alerta a partir de 2 anos são: • Não produzir palavras ou frases espontaneamente. • Repetir palavras sem sentido para a comunicação. • Tom de voz anormal ou anasalado. • Dificuldade de compreender o que a criança diz na maior parte das vezes em que fala. Ao se evidenciar estes sinais, o ideal é procurar um fonoaudiólogo para que seja feita uma avaliação, e se necessário, encaminhamento multidisciplinar. Este profissional saberá dar às orientações necessárias a família adequando a conduta com a criança. Onde encontrar: RAFAELA ROSSI BARBIERI Fonoaudióloga - CRFª 02-17837 Raquel Rossi Odontologia Digital Ed. Inside Corporate R. Crescêncio da Silveira Pupo, 75 Sala 73 - 7º andar - Vila Cassaro Cep: 13.256-330 - Itatiba-SP e-mail: rafaelarfono@gmail.com Tels.: (11) 99913-2276 / 4538-0007 www.raquelrossi.com.br Facebook/rafaelarossifono WWW.QREVISTA.COM.BR

revista A informação que fica!


FEVEREIRO/MARÇO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!

29


SEUS OLHOS NA ERA DIGITAL

N

as últimas décadas, especialmente depois das mudanças no estilo de vida e na maneira de trabalhar, a fadiga ou cansaço visual tornou-se um problema comum. Assim, o aparecimento de desconforto ocular é um sintoma comum em consultas médicas. O termo médico para definir a fadiga ocular é astenopia. Astenopia é a resposta do olho contra um esforço muscular excessivo durante um longo período de tempo. • O cansaço ocular é caracterizado pelas seguintes manifestações : • Olhos ardentes e coceira, vermelhidão, olhos lacrimejantes e maior sensibilidade. • Problemas visuais, ou seja, dificuldade de focar, ver manchas no campo visual, visão borrada, fotofobia (sensibilidade à luz), etc. • Outros sintomas que podem ocorrer relacionados a este problema são dor de cabeça, tontura, contratura, entre outros. Na maioria dos casos, esses sintomas estão relacionados a hábitos inadequados e excesso de “trabalho ocular”. Fatores relacionados ao aparecimento da fadiga incluem concentração visual em um objeto por um longo tempo (tela do computador, por exemplo), a má iluminação e a troca de luz natural à luz artificial, flashes, oscilações e circu-

30

FOTO: BANCO DE IMAGENS

ESPECIAL SAÚDE, BELEZA E BEM-ESTAR

Saiba mais sobre os impactos da tecnologia na visão lação de imagens em uma tela. O desconforto descrito geralmente aparece no final do dia de trabalho, especialmente se houve atividades como ler, estudar muito tempo, assistir televisão, dirigir, trabalhar no computador. Existem também outros problemas oftalmológicos que podem ser confundidos com a fadiga ocular, por isso sempre devemos consultar com um oftalmologista para descartar outras possíveis doenças. Uma vez descartadas outras doenças oculares que necessitam de tratamento especifico ou a necessidade de correção da visão com óculos ou lentes de contato, o cuidado com os olhos e a prevenção são as principais medidas para evitar que esse problema ocorra ou para reduzir sua intensidade. Alguns estudos analisam a possibilidade de que tamanho esforço para enxergar de perto e o fato de passarmos mais tempo em ambientes fechados esteja fazendo com que mais pessoas se tornem míopes, embora essa seja, a princípio, uma condição genética. A previsão da Academia Americana de Oftalmologia (AAO) é que, em 2020, 27,7% da população brasileira será míope. Em 2050, esse número pode chegar a 50,7% dos brasileiros. A superexposição à luz azul-violeta emitida pelas telas pode ser perigosa pois, esse tipo de luz é captada

FEVEREIRO/MARÇO2018

diretamente pela parte posterior dos olhos, atingindo uma região sensível chamada mácula, cujas células, após danificadas, não se recuperam. A degeneração macular relacionada à idade (DMRI) é hoje a principal causa de cegueira no mundo e pode ser causada por exposição excessiva e prolongada à luz azul-violeta. No entanto, já existem ferramentas que permitem utilizar a tecnologia sem corres riscos ou sentir sintomas desagradáveis. Um exemplo são as LENTES ZEISS DIGITAIS COM TRATAMENTO BLUE PROTECT que proporcionam conforto visual para usuários de dispositivos eletrônicos, pois são otimizadas para a distância de leitura de smartphones e computadores e contam com filtros para a luz azul. Além disso, é muito importante se proteger também ao ar livre, utilizando óculos escuros com lentes polarizadas, que impedem que a radiação ultravioleta cause danos à visão. E, claro, o acompanhamento periódico com o oftalmologista é indispensável para identificar precocemente uma série de doenças e prescrever o tratamento correto, o que garantirá uma visão saudável por muito mais tempo. Para saber mais: Óptica Belém Rua Francisco Glicério,176 Centro - Itatiba-SP facebook/otica.belem WWW.QREVISTA.COM.BR

revista A informação que fica!


FEVEREIRO/MARÇO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!

31


ESPECIAL SAÚDE, BELEZA E BEM-ESTAR

‘CAUSOS’ E CURIOSIDADES DA SANTA CASA O por Mariângela de Almeida

hospital abrigou personagens folclóricos. No final dos anos 80, viviam ali o senhor José Floriano e o senhor José Adão. Ambos, por não terem famílias que os acolhessem, moravam na Santa Casa. Em contrapartida, faziam serviços gerais. José Floriano auxiliava na limpeza externa, varrendo e colocando os resíduos em um balde que carregava nas costas. Ele era um grande músico da tradicional banda da cidade, a Santa Cecília. Sabia, como ninguém, tocar vários instrumentos. José Floriano mantinha seu quarto bem arrumado e lá fazia seus ensaios, atraindo funcionários para ouvi-lo nos momentos de folga. José Adão era conhecido como Zé Copinho. Na juventude, ele gostava de beber aguardente em copinhos bem pequenos – mas vários copinhos em seguida. Pediu asilo à Santa Casa quando já não tinha como se cuidar. As pessoas gostavam dele porque era bom de papo, simpático e cheio de interessantes histórias. Os registros mostram que muitas pessoas da cidade – empresários ou não – sempre ajudaram a Santa Casa, durante toda a sua história. Cada um participou de sua sustentabilidade de alguma forma e dentro daquilo que lhe era possível. Dentre essas pessoas, um trio de advogados fez diferença de uma maneira criativa, como relata A Tribuna, jornal da cidade na época. A cidade de Itatiba, em 1972, participou de um programa de TV apresentado por Silvio Santos. Era uma espécie de gincana, com várias tarefas a serem cumpridas. Uma delas, em determinado momento, era a de trazer ao palco

32

três advogados itatibenses, exercendo a profissão: o avô, o filho e o neto. Apresentaram-se à gincana o doutor Enéas César Ferreira, seu filho José Bonifácio Ferreira e seu neto Enéas César Ferreira Neto. Com isso, além de levarem a cidade a vencer aquela etapa, ainda ganharam 664 cruzeiros, que doaram à Santa Casa. MASC: O PAPEL DOS VOLUNTÁRIOS A crise financeira atingiu todas as Santas Casas, em meados dos anos 1980. Muitas fecharam as portas e com a de Itatiba não seria diferente se um conjunto de ações não fosse colocado rapidamente em prática. Uma das iniciativas levou ao nascimento do MASC (Movimento de Apoio à Santa Casa). A ideia de envolver voluntários partiu do doutor José Renato Sapia, diretor clínico na época, e dona Zenaide, que compartilhou a ideia com Rosane Donini Arantes. O trio convidou outros cidadãos a participarem. Pessoas que normalmente faziam trabalhos sociais, inclusive as esposas dos médicos. Assim, em 1987, o MASC começou, oficialmente, a atuar em favor do hospital, na tentativa quase desesperada de tirá-lo de uma situação precaríssima. Movidos por muita determinação, cerca de dezoito voluntários usaram ‘a cara e a coragem’ para pedir ajuda. O forte do grupo, formado majoritariamente por mulheres, era a realização de eventos. De jantares e chás muito bem preparados a bingos e participação em bazar no  Mercado Municipal e nas festas da praça da Bandeira. “Nossos vinho quente e quentão faziam muito sucesso”, conta Teresa Monte, uma das voluntárias do grupo. “Verdade”, confirma Rosane

FEVEREIRO/MARÇO2018

Arantes. E complementa: “os vapores etílicos da nossa barraca renderam muitos pedidos de casamento às solteiras na época... (risos)”. Os ovos de Páscoa que o grupo revendia também eram famosos, já que Itatiba carecia de supermercados e lojas que oferecessem marcas variadas. Mas não se contentavam com pouco. Com o ofício da Mesa Administrativa da Santa Casa em mãos, se armavam com o melhor sorriso e batiam literalmente na porta de fazendas, indústrias, comércio e das pessoas que, segundo Daia Paladino, “estão acostumadas a doar. O povo itatibense sempre foi muito solidário”. E na ocasião a causa era urgente. Ou cada um fazia a sua parte ou a cidade ficaria sem seu único hospital. “Para se ter uma ideia”, lembra Daia, “durante quatro anos a Santa Casa não precisou comprar nada para a cozinha. A gente conseguia tudo”. Frango, carne, arroz, leite, ovos, legumes, verduras... o MASC angariava e descarregava aos montes no hospital. Também foi o MASC , que tinha como foco de seu trabalho ajudar o bloco B (INPS), voltado ao atendimento público, que garantiu aos pacientes toalhas de banho, sabonetes e lençóis limpos e bem costurados, adquiridos a preços diferenciados no comércio local. Eram dias e noites dedicados a costurar as bainhas. O trabalho do grupo sempre foi muito respeitado, tanto na zona urbana quanto na zona rural da cidade. As pessoas sabiam de sua seriedade. Dentre as principais contribuições do MASC, além das já citadas, fruto das doações de pessoas físicas e jurídicas, também estão a troca do piso do bloco B, que era de taco, suportes para soro, pacotes de laparotomia e jalecos dos médicos, armários da Maternidade, frigobar dos apartamentos, batedeira, lava-louça e liquidificador industrial, freezer, balcão térmico,  talheres e bandejas de inox, mesa ortopédica e tudo aquilo que era necessário para melhorar o bem-estar dos pacientes. O grupo era a ponte entre a sociedade e a instituição e viabilizava a qualquer pessoa ou empresa dar a sua contribuição, sentir-se parte da reconstrução do hospital. WWW.QREVISTA.COM.BR

revista A informação que fica!


FEVEREIRO/MARÇO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!

33


ESPECIAL SAÚDE, BELEZA E BEM-ESTAR

SOLIDARIEDADE EM FORMA DE DANÇA FOTOS: ARQUIVO PESSOAL

Saiba como a Zumba mudou a vida do advogado Edmur Pereira e, também, a de vários idosos

Em sua jornada dançante, Edmur teve contato com a Zumba Gold, que assim como a Zumba tradicional se utiliza dos movimentos corporais e das

D

musicas agitadas como exercício. A diferença é que enquanto GOLD, os moepois de tantas histórias incríveis e de superação, uma que não poderia faltar é a do advogado Edmur Pereira,

que aos 60 anos dedica-se, quase que exclusivamente, aos idosos de Itatiba,

vimentos são mais leves, sem impac-

endocrinologista, ela me orientou a

tos e giros. Ideal para os idosos que,

buscar as aulas de Zumba, já que eu

muitas vezes, dependem de muletas ou

estava ganhando muito peso, vindo da

cadeiras de roda para se locomover.

diabetes psicológica que desenvolvi na época. Eu relutei num primeiro momen-

“Eu decidi ir lá onde há infelicidade, onde a maioria já nem anda mais

para quem oferece aulas de Zumba

to, mas certo dia, na academia, vi um

Gold.

professor dando uma aula de Zumba

e está vendo o fim do túnel. Depois de

e naquela hora eu me apaixonei pela

conhecer e entrar para a Zumba Gold

modalidade, pelos movimentos. Desde

eu posso levar esperança, alegria, aju-

então não parei mais”.

da-los a cantar, sorrir e se apaixonar

Em 32 anos como advogado atuante, Edmur sempre manteve a vida saudável em primeiro lugar, praticando

34

“Em uma consulta com a minha

através da dança. Afinal, eles só que-

esportes, se alimentando bem e fazen-

Naquele início, Edmur ainda trei-

do exames de rotina. E, foi durante um

nava com bastante debilidade, já que

desses exames que ele descobriu o

ainda estava em tratamento. Mesmo

câncer de próstata, já bastante avan-

assim, o advogado dedicava 2 ho-

Edmur possui uma alma alegre.

çado. “Lembro que meu médico me

ras diárias de seus dias para praticar

Não há tempo ruim enquanto se está

contou que havia pedido um exame

os treinos de academia e a Zumba.

em um diálogo com ele. Não à toa,

extra e que, dependendo do resultado,

“Eu sempre fui apaixonado por dan-

tanta vitalidade fez com que ele bus-

nós ‘namoraríamos’ ou ‘casaríamos’.

ça. Em festas, em casa e em locais

casse novos horizontes e, hoje, o en-

Pois bem, eis que o resultado chegou

onde havia musica, eu estava sempre

tão advogado voltou para a faculdade

e eu fui diagnosticado com câncer de

me mexendo. Paralelo a isso, eu tam-

e deve se formar em Educação Física,

próstata grau 8 (a máxima é 10)”, diz.

bém sempre tive o desejo de contri-

para poder dar aulas de Step Zumba e

buir de alguma forma com os idosos.

Aqua Zumba!

rem e precisam de uma única coisa nessa fase da vida: carinho!”, finaliza.

Depois de muito questionar-se so-

Dinheiro já não serve mais para eles.

bre a doença, Pereira decidiu lutar pela

Foi aí que eu vi na Zumba a possibili-

Gostou e quer saber mais? Então,

vida e, na medida do que lhe fosse per-

dade de levar mais alegria para as pes-

não deixe de acompanhar o Edmur e

mitido, levar ainda mais vida para as

soas que diariamente se sentem mais

a sua belíssima iniciativa através do

pessoas ao seu redor.

próximas do fim da vida”, conta.

Instagram @edmurpereira1.

FEVEREIRO/MARÇO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!


FEVEREIRO/MARÇO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!

35


ESPECIAL SAÚDE, BELEZA E BEM-ESTAR

DUAS HISTÓRIAS E UMA SÓ VONTADE: FOTOS: ARQUIVO PESSOAL

VENCER!

Atletas itatibenses contam suas trajetórias mostram o que é ter foco, força e superação

E

m uma edição especial sobre saúde, não poderiam faltar histórias ligadas ao treino, ao condicionamento físico e hábitos esportivos. Por isso, convidamos os corredores Najara Louzada e Marco Antônio Wolf (Quito) para um bate-papo de tirar o fôlego. Acompanhe: Aos 31 anos, Najara Louzada é o verdadeiro exemplo do que conhecemos como o “dom para a coisa”. Isso porque, desde criança, e sem incentivos diretos, Najara já se identificava com as modalidades esportivas. “Quando pequena, na escola, lembro que na época de Natal o Papai Noel sempre nos visitava e distribuía presentes. Teve um ano que as crianças ganharam boneca, carrinho e, quando chegou na minha vez, veio uma bola de presente, sendo que o Papai Noel nem me conhecia.” lembra a atleta, que hoje faz faculdade de Educação Física.

36

uma vez se superar no tempo de finalização da prova. Hoje, Najara coleciona mais de 80 troféus e medalhas, que foram conquistadas, e neste ano, vai participar do seu primeiro Triathlon. “Esse ano eu quero recordes maiores, buscar mais apoio financeiro para que eu possa continuar com o meu sonho de correr e levar o esporte e o nome do meu país sempre adiante”, diz Najara, que agradece os atuais parceiros Gerson Collete (treinador), André Lanza (nutricionista), a equipe do “ Até minha avó faz”, a Prefeitura de Itatiba e a Q Revista. Ufa, quanta coisa, não é mesmo? Mas, continue guardando fôlego, pois, além da Najara, outro atleta de respeito e que merece o pódio, é o Marco Antônio Wolf da Fonseca, conhecido como Quito.

Najara entrou para a corrida quase que sem querer, durante um bate-papo com alguns colegas da academia. Não demorou muito para que ela fosse para a primeira competição e, acredite, depois de um único treino de 14 km, Najara participou da São Silvestre, corrida tradicional aqui no Brasil, de 15 km e que acontece sempre no dia 31 de Dezembro.

Também de forma despretensiosa, Quito teve seu primeiro contato com o esporte aos 17 anos, quando inscreveu-se em uma academia de Itatiba para melhorar o condicionamento físico e perder peso. Um dos exercícios praticados por ele era a corrida na esteira que, com o tempo, ganhando mais importância, já que ele passou a conquistar a margem dos 13 km no aparelho.

Depois de uma belíssima colocação, a atleta decidiu não parar mais e, em seguida, enfrentou a sua primeira meia maratona, de 21 km, conseguindo mais

“O treinador da academia que eu frequentava disse que eu levava jeito para a modalidade e perguntou se eu topava algo mais específico. Eu aceitei

FEVEREIRO/MARÇO2018

o desafio, fui treinando com ele e corri minha primeira meia maratona (21km), onde pude alcançar um excelente tempo. Coloquei a corrida como foco e treinei até os meus 19 anos”, conta Quito. Hoje, Quito leva na bagagem mais de 20 maratonas concluídas e a realização de dois sonhos: correr e viajar. “Praticar a corrida como esporte e poder viajar é excelente. Viajar é algo que o esporte me proporciona. E esse é o maior desafio que eu coloco para mim mesmo”, comenta o atleta. Quito conhece boa parte do Brasil e, também, diversos países como a Espanha, Portugal, Holanda e Itália. Em 2018, o atleta já tem 4 objetivos bem traçados e que, claro, envolvem mais superação e viagens. “Em Abril eu devo correr 21km no Rio de Janeiro, em Junho farei a meia maratona de Porto Alegre, depois sigo para correr e maratona de Curitiba e, por último, vou buscar o título da minha categoria na maratona de Valência, na Espanha”. Gostou de conhecer um pedacinho da história desses dois exemplos de foco força e superação da nossa cidade? Que tal acompanha-los nas redes sociais. Para saber mais: Najara Louzada Facebook: najara.louzada Instagram: @najara_louzada Marco Antônio Wolf Facebook: quito.wolf Instagram: @quitowolf WWW.QREVISTA.COM.BR

revista A informação que fica!


FEVEREIRO/MARÇO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!

37


FEVEREIRO/MARÇO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!

39


ESPECIAL SAÚDE, BELEZA E BEM-ESTAR FOTOS: ARQUIVO PESSOAL

FIQUE ANTENADO NO QUE É MODA DE NOVO!!! E os anos 90 voltaram com tudo!!!! Da jardineira Jeans ao batom Glossy!!!! Nem é preciso ser fashion blogger pra perceber que a moda dos anos 90 está de volta, né? Batom glossy e metalizado, bandanas, jardineira, maquiagem marrom... é TANTO detalhe que a gente nem se dá conta que tudo que era febre há 20 anos está atualizadíssimo hoje em dia! Se você assistir, hoje, alguns seriados da década, como Friends, Barrados no Baile e Confissões de Adolescente, vai se dar conta que o estilo das personagens tem tudo a ver com a moda de hoje! Confira alguma delas!

ANA CANDIDA GAVA EMPRESÁRIA

SOMBRAS E BATONS METALIZADOS Nos anos 90 e 2000, as sombras metalizadas apareciam nas pálpebras inteiras, até a sobrancelhas, e os batons metalizados eram o “must have” do look da balada. Hoje, esses dois itens glamourosos voltaram a estampar a maquiagem das it-girls e de modelos de passarela,  mas estão bem mais moderninhos: as sombras metálicas em tons de dourado, cinza e bronze são sucesso absoluto nas makes de festa e os batons metalizados em tons de nude e vermelho abriram a chance de o item se tornar tendência atual.

MAQUIAGEM MARROM Os anos 90 também trouxeram trends para as mulheres mais clássicas, como a make marrom! Os batons em tons terrosos, como tijolo, café, chocolate e bege  eram os queridinhos das mulheres naquela época, e hoje voltaram a ganhar os holofotes: eles deixam qualquer visual mais elegante, não importa a ocasião ou a hora do dia, e também entregam um visual vintage pra quem é fã do estilo boho chic! As camisas e os cabelos do Kurt Cobain Kurt é um dos maiores ícones fashion da década da moda. O Nirvana apresentou o grunge pro mundo, não só pelas músicas, mas pelo estilo do vocalista, por isso, nada mais justo do que reproduzir a peça mais icônica dele nas tendências desse revival dos 90s.

BANDANAS

CABELOS COLORIDOS Eu me lembro que na época todo mundo fazia de tudo para ter mechas coloridas, mas a forma mais comum de conseguir era pintar com papel crepom. Existiam também uns sprays coloridos e um produto que era tipo um rímel para cabelo que pintava mechinhas de várias cores, tudo no estilo lavou tá novo, é claro. Hoje Eles estão de volta e não é novidade, acho que desde 2012 circulam fotos de famosas e hipsters gringos com as madeixas das mais diferentes cores. A diferença é que agora é mais comum vermos os coloridos nas pontinhas dos cabelos, o chamado dip dye hair, do que em mechas ou no cabelo inteiro, como há 20 anos atrás. Eu acho bem legal, principalmente se você for adolescente (ou uma celebridade).

40

“the bandanas are back”, para serem usadas no cabelo ou como estampa. A estampa lindíssima, remete aos anos 90 de uma forma menos forçada. Na cabeça é um pouco mais difícil de usar, mas também fica muito legal. A moda é interessante e reinventada a todo momento. O importante é reviver e reestilizar essa temporada e principalmente rever aqueles itens que foi de uma geração que tinha muita energia e vitalidade. Onde encontrar: Wandda’s Fashion Hair Av. Pref. José Maurício de Camargo, 320 - Itatiba Mall Loja D12 - JD. N.S. das Graças www.wanddas.com.br - wanddas@vmaxnet.com.br Tel: 11.98531-4549 / 11.4894-8014 SalaoWanddas salao.wanddas

FEVEREIRO/MARÇO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!


FEVEREIRO/MARÇO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!

41


ESPECIAL SAÚDE, BELEZA E BEM-ESTAR

EVERALDO TEIXEIRA UM DOS MAIORES BIG RIDERS E WATERMANS BRASILEIROS DE TODOS OS TEMPOS É O NOSSO CONVIDADO ESPECIAL E FALA SOBRE ESPORTE, FAMÍLIA E BEM-ESTAR

O

FOTO: VITOR MENDONÇA

surfista profissional Everaldo Teixeira, também conhecido como Pato, é apaixonado por ondas gigantes. Nascido em Blumenau, Santa Catarina, o atleta que traz consigo tantas experiência e uma habilidade indescritível para deslizar as ondas, ele é um daqueles que colocam a bandeira verde e amarela nos line ups mais concorridos e temidos do planeta. Ao lado da esposa Fabiana Nigol e da filha Isabelle, Pato conquistou a casa de muitos brasileiros com o programa Nalu Pelo Mundo, transmitido pelo Multishow, ao mostrar a rotina em família durante as viagens, seus treinos e, claro, o amor pelo mar. Pato também é protagonista do programa Psicopato, transmitido pelo Canal off.

FOTO: VITOR MENDONÇA

muito pequena ali do litoral norte de Santa Catarina, sou filho de pescador e minha família morava em frente a praia, ou seja, eu estava sempre vendo as ondas e os surfistas deslizando no mar. Mas, naquele momento nós não tínhamos dinheiro para comprar uma prancha.

Com muito carinho e atenção, Everaldo conversou conosco diretamente do Hawaii, onde mora com a família e enche os olhos do público nas redes sociais com imagens de tirar o fôlego.

Quando eu tinha cerca de 10 anos, eu consegui emprestada uma prancha sonrisal (aquela que desliza na areia) e com ela eu me diverti por alguns anos, era meu passatempo favorito. Era tudo pra mim.

Para esta jornalista que vos escreve, particularmente, esta foi uma entrevista muito especial. E será um prazer dividir tamanha experiência com você!

Ali eu adquiri uma experiência contra as ondas, o equilíbrio de ficar em pé na prancha e me apaixonei pelo surf, sem dúvidas.

ACOMPANHE: Quando e como você descobriu que o surf era o que você faria da vida? Essa é bem fácil. E não é uma resposta pronta (risos). Eu cresci na Penha, uma cidade

42

Era a comprovação não só do meu amor pelo surf, mas também do meu amor pelas ondas grandes.

Aos 15 anos eu consegui ter a minha primeira prancha, mas que era horrível. Pesada, encapada com manta de caiaque e pesando mais de 10 quilos era aquilo que eu tinha e, mesmo assim, em uma semana eu já estava surfando descentemente, eu diria. E três meses depois eu participei da minha primeira final em um campeonato.

FEVEREIRO/MARÇO2018

De tantas ondas grandes, campeonatos e países, seria possível selecionar uma única experiência inesquecível? São muitos os momentos que me marcaram, mas com certeza a onda que eu surfei em Teahupoo, no Tahiti foi a que mais marcou a minha vida e a minha carreira. Você entrar em um tubo tão gigante, tão pesado, tão forte e conseguir sair dele é uma sensação que é até difícil de descrever ou passar em sentimento, porque realmente é algo único e que não acontece para todo mundo. Muita gente acredita que você tem a vida dos sonhos, já que pode viajar com a família, estar sempre perto da natureza e do mar, conhecer lugares incríveis. É isso mesmo? Nos últimos anos é, sem dúvida. E eu tenho a consciência de que é preciso agradecer pelo dia que se tem e, como eu acredito no bem, em boas energias e pensamentos, eu, minha esposa e a minha filha acordamos todos os dias com esse sentimento de vida dos sonhos. É alucinante viver aqui no Hawaii, onde as ondas são perfeitas e é um dos lugares que eu mais gosto na vida. Ainda posso ter os meus amigos ao WWW.QREVISTA.COM.BR

revista A informação que fica!


ESPECIAL SAÚDE, BELEZA E BEM-ESTAR um pouco mais sobre a sua rotina, alimentação e sobre como você se mantem ativo.

É claro que nem tudo é uma mar de flores, nem tudo é fácil. E é justamente por isso que eu vejo os momentos bons com tanta alegria e gratidão. Afinal, se não fossem as turbulências, a gente não aprenderia um monte de coisa que, no fim, é essencial para que a gente possa evoluir, crescer e dar valor para aquilo que podemos chamar de sonho. Por isso, eu prego incansavelmente na minha vida, nos nossos programas e no nosso círculo de convivência o quanto é importante a gente batalhar por aquilo que a gente acredita. Porque, se você batalhar e for em busca, o sonho vai se realizar, é inevitável. Em 2009 foi lançada a 1˚ temporada do programa Nalu Pelo Mundo, no canal Multishow. Gostaria que você falasse um pouco sobre essa experiência e as portas que esse trabalho abriu na sua carreira? O programa foi, sem dúvidas, uma das maiores reviravoltas na vida da Fabiana e na minha. Mas, ao mesmo tempo, foi algo muito natural, porque eu e Fabiana já estávamos produzindo material para a televisão antes mesmo da nossa filha nascer. Quando em 2009 a gente lançou o filme Nalu, o diretor do programa na época, que tinha recém assumido a grade e o formato da produção, viu o nosso material e, por ser apaixonado por surf também, ligou para o diretor do nosso filme e ofereceu a possibilidade de tornar a mesma experiência do filme em um programa de televisão. Confesso que ficamos meio ansiosos no início e, como já tínhamos

Eu passei a vida toda me alimentando bem, fazendo muitos exercícios, me preparando fisicamente e mentalmente para enfrentar as situações que eu enfrento.

uma viagem marcada para a Indonésia, nós seguimos o nosso roteiro e fomos trabalhando e nos acostumando com essa nova oportunidade.

Eu pratico Yoga, natação, faço a minha preparação embaixo d’água (apneia), busco exercícios funcionais e por aí vai.

Eu me orgulho muito desse trabalho e acho que a nossa verdade dentro dele é tão clara, que as pessoas acabaram se sentindo cada vez mais atraídas pelos episódios. E é isso, também, que nos faz amar ainda mais o que a gente faz e continua nos abrindo portas para seguir.

Fui vegetariano por muitos anos, mas acabei voltando a comer carne. No início desse ano, eu decidi tirar todas as carnes e os derivados de animais da minha alimentação e é o que eu tenho feito.

E a experiência de passar vários dias em alto mar para o Nalu a Bordo, como foi? Eu sou filho de pescador e, sendo assim, fui criado em embarcações. Apesar de serem barcos pequenos, eu já tinha essa ligação próxima com o mar. Mas, viver em um barco foi uma exatamente como eu imaginei: um desafio enorme. Justamente porque, controlar e administrar um barco do tamanho do que aquele que usamos, é um exercício diário. Exige disposição, ralação. A vida a bordo fica bem longe de ser uma Disneylândia. Mas, ao mesmo tempo, a gente aprendeu muito, principalmente a olhar as coisas ao nosso redor com mais zelo, mais cuidado e priorizar as coisas simples da vida, porque no barco não tem luxo. Nós não temos comida, água e roupas limpas, por exemplo, o tempo todo. Então, dar o devido valor das coisas foi o que essa experiência nos trouxe.

Estou me sentindo, como atleta, muito bem e com muito mais energia para realizar as minhas atividades diárias de treino e pretendo me manter assim. Quais são os planos do Pato e da família para 2018? Eu tenho um programa no Canal Off, que é o Psicopato. Devo gravar nos meses de Fevereiro e Março entre o Hawaii e a Europa. Depois que a Belinha entrar de férias da escola, a gente sai em viagem para gravar os novos episódios no Nalu pelo Mundo. Continue acompanhando a jornada de Pato e sua família através das redes sociais. Instagram: @nalupelomund @patoteixeira Facebook: @everaldopatoteixeira @nalupelomundo

FOTO: ROBERTO PEREZ

Mas, esse sonho que hoje é nosso foi conquistado com extremo trabalho, muita dedicação e sofrimento, como o de qualquer outra pessoa que subiu degrau a degrau na sua carreira, na vida e na evolução de seus sentimentos. Então, respondendo a essa pergunta, eu digo que sim, a nossa vida é um sonho, mas um sonho que foi conquistado, fruto do amor por aquilo que fazemos.

FOTO: MICHAEL VOORHEES

redor, morar num lugar simples, me alimentar bem e, de quebra, ainda servir de exemplo para muitas pessoas.

Já que esta é uma edição dedicada ao tema saúde e bem-estar, eu gostaria que você falasse FEVEREIRO/MARÇO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!

43


MODA

LADO A LADO

FOTOS: ARQUIVO PESSOAL

ESTILO E PERSONALIDADE ariane kono Consultoria de imagem e estilo

Consultoria de imagem e estilo visa elevar o que homens e mulheres têm de mais bonito: a autoestima!

A

pele, biotipo e cores mais compatíveis com o cliente. “Com duração de um a dois meses, há vários encontros cheios de processos internos e externos. Primeiramente tentamos avaliar como a pessoa olha para si mesma e, depois, como os outros à notam. Essa é uma oportunidade de experimentar as novas possibilidades”, conta a profissional.

riane Kono, formada em odontologia, hoje é consultora de imagem e estilo e realiza transformações em suas clientes há cerca de um ano e meio. Sua paixão por autoestima e moda sempre foram presentes e as mudanças pessoais em sua vida foram inspiração para adentrar em uma nova área profissional e fazer a diferença em outras vidas também. “A consultoria de imagem e estilo toma forma ao trabalhar o âmbito pessoal e intrínseco da mulher, é um processo de transformação de dentro para fora, considerando sua vida, história e desejos, trazendo sua essência à tona. O autoconhecimento é valorizado e são proporcionados meios para que seja expressa toda sua personalidade através da imagem. A voz feminina pode ser ouvida, sua forma pode ser vista sem estereótipos e padrões ideais, ela é dona de si e poderá expressar o seu valor à sua maneira”, ressalta Ariane.

Engana-se quem imagina que a procura pela consultoria parte apenas por parte do público feminino. Os homens também consomem este serviço, principalmente no meio corporativo. Ao almejar ou serem promovidos para um cargo mais elevado, é necessário estar compatível com o dress code da empresa, e tal orientação é oferecida por Ariane. O processo de consultoria inicia-se com o preenchimento de um questionário de ordem pessoal, a fim de destacar o histórico familiar e motivações para tal mudança. Em seguida, consultora e cliente têm uma conversa de duas a três horas, onde há maior sensibilidade por parte da profissional ao executar os passos técnicos, como tonalidade de

44

FEVEREIRO/MARÇO2018

O “detox” do guarda-roupa é único! Consultora e cliente farão uma análise de todas as peças, separando-as em categorias e escolhendo novas combinações para tais, uma verdadeira multiplicação de looks. Apenas algumas peças serão de fato banidas e uma lista com novas sugestões de vestimentas-chave será elaborada com o intuito de orientar a cliente em suas novas compras a partir da personalização de caimento, paleta de cores e características de cada peça. Assim, a cliente obtém informações e ferramentas práticas para o futuro. Em seus workshops, reuniões e redes sociais, Ariane disponibiliza dicas e truques. Confira mais em sua página no Facebook: Qual seu estilo by Ari e no Instagram: @arianekono. Ariane Kono Tel: 11 99993-6521 WWW.QREVISTA.COM.BR

revista A informação que fica!


FEVEREIRO/MARÇO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!

45


MODA

Organize o guarda-roupa para realizar suas metas de 2018

C

A informação que fica!

Pois! Para que possa realizar mais, crescer, evoluir, melhorar alguma condição, comportamento ou já construir algo novo, você precisa de espaço. E espaço é conseguido quando são liberadas aquelas tralhas que ficam guardadas para um dia usar, aquelas emoções que um dia a coragem ajudará a mexer e curar, aquelas roupas, sapatos e objetos que permanecem conosco por puro apego, mesmo que não tenham mais utilidade ou não nos caibam mais. Para termos mais qualidade de vida é preciso tomar as rédeas e resolver tudo isso. Então, se você não fez uma limpeza no seu guarda-roupa, na sua cômoda, no criado-mudo, nas gavetas e prateleiras da sala e do escritório: a hora é agora! Nosso futuro começa quando percebemos que viver o AGORA é plantar a sementinha para daqui dez minutos e não dez anos! Como tudo que acumulamos é uma extensão de nós e como nosso guarda-roupa expressa nossa essência e reflete nossa personalidade como comunicação visual do nosso íntimo, taí um bom ponto de partida para a corrida rumo ao sucesso que tanto aguardamos ou buscamos. Dê a largada! Arrumar o guarda roupa faz nossa energia se movimentar, pois ao organizar e liberar espaço dos ambientes que nos representam do lado de fora, automaticamente o mesmo acontece em nosso interior. Aproveite esse mês para separar o que vai desapegar, seja porque não usa/não serve/cansou e também as peças para ajustes. Eu costumo embalar as roupas de alto inverno e trocar da área mais «à mão” do guarda roupa para o maleiro. Assim ficam à

46 46

FOTO: BANCO DE IMAGENS

revista

hegamos ao começo de 2018 e imagino que, como a maioria das pessoas (incluindo a mim mesma), você também tem algumas metas para este ano, correto? E se não tem, crie! O ser humano tem um potencial incrível e não desafiá-lo é um imenso desperdício!

disposição as peças que realmente vou usar e consigo enxergar o que tenho, ajudando a montar looks de forma mais rápida e assertiva. Ao liberar espaço físico no guarda-roupa, nosso cérebro consegue trabalhar melhor o raciocínio a partir do visual mais limpo tendo por consequencia a criatividade fluindo mais livre. Por isso, fica mais fácil montar looks diferentes mesclando peças que já tem e sair da mesmice daqueles “conjuntinhos” que sem querer criamos: “essa blusa sempre com essa saia”, “essa bermudinha com essa regata florida”... e assim por diante. E se a mente é capaz de ser mais criativa nessa área, por que seria diferente em todas as outras? Às vezes, ao liberar uma gaveta a mente também se esvazia de pensamentos supérfluos e percebe a resposta para uma nova oportunidade de negócio, de promoção na carreira e, porque não, de uma boa ideia empreendedora! Acredite: separar o que não usa mais na temporada e guardar em um espaço inutilizado (como maleiro ou um baú), levar as roupas que precisam de

FEVEREIRO/MARÇO2018

ajustes numa costureira, lavar peças para guardá-las limpinhas, doar as que ainda podem ser utilizadas por pessoas que se sentirão gratas pela sua ajuda, são alimento para o seu sucesso. O sucesso vem quando abrimos espaço para o compartilhar do que nos sobra, como conhecimento, carinho e blusinhas! O sucesso vem quando abrimos espaço para novos sentimentos, novos conteúdos, novas peças de roupa! O sucesso vem quando pensamos de forma ampla e pequena, mas vislumbrando nosso crescimento e também o do outro, pois o egoísmo afunda o mundo, enquanto o trabalho coletivo leva adiante grandes propósitos. Compartilhe o que não usa mais, troque ideias, abra as portas da sua vida para novidades. Renovacao do guarda roupa é tambem renovação da vida! Para saber mais: Thais França MasterCoach e palestrante Coaching de Imagem, Estilo e Comunicação Life e Business Coach Contato: (11) 99867.8058 www.estilothais.com.br WWW.QREVISTA.COM.BR

revista A informação que fica!


FEVEREIRO/MARÇO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!

47


DICAS DE LIVROS PARA SEU 2018 SER AINDA MAIS INCRÍVEL

U

m romance de cabeceira, uma biografia para ler no tempo livre e uma poesia para iniciar o dia são ótimas opções para se manter mergulhado no mundo dos livros. Leio todos. Tudo vale a partir do seu gosto. Mas, há uns anos alguns livros vieram parar em minhas mãos e fiquei com receio de conhecê-los. Logo eu, o que vasculha a livraria inteira. Os conhecidos livros motivacionais começaram a chamar minha atenção para o efeito que causavam em mim: a reflexão, a inspiração e a determinação. Eles foram capazes de me ensinar e fazer questionar atitudes, ideias, pensamentos e, acima de tudo, reforçar a confiança em meus planos. Partindo de todo esse benefício, decidi iniciar a primeira edição de 2018 com dicas desses livros que podem lhe ajudar também a se inspirar, a tirar aquela ideia do papel, a enfrentar seus obstáculos e desafios, ou ser ainda mais feliz em 2018. NUNCA DESISTA DOS SEUS SONHOS AUGUSTO CURY (SEXTANTE, 2004) O título já é bastante sugestivo. Augusto Cury, um dos maiores psiquiatras e cientistas no Brasil, traz nessa obra a análise da personalidade de grandes líderes mundiais como Abraham Lincoln, Martin Luther King e até mesmo Jesus Cristo, e conta suas trajetórias e como lutaram para se tornarem uma voz e se perpetuarem. É um livro bastante interessante caso você goste de história – e confesso que irá se surpreender de como o autor refletiu sobre seus estudos e mostrou que desistir é a última palavra que deve existir no seu vocabulário.

48

FOTO: ARQUIVO PESSOAL

CULTURA

Que tal conhecer novas literaturas para você se inspirar um pouco mais nesse ano que começou? ATITUDE – SAMUEL FERREIRA (ACADEMIA, 2017) Esse livro apareceu de forma surreal para mim enquanto me perdia em uma pilha de livros dentro da livraria. O autor reflete sobre o que é ter atitude nos dias de hoje, que vai muito além do que se impor em discussões ou decidir situações de imediato. Ele desafia o leitor em cada capítulo a questionar suas próprias atitudes e ainda dá uma boa aula sobre o que é ter disciplina, foco, determinação e excelência naquilo em que nos dispomos a fazer. O PODER DO TEMPO LIVRE – LUCIANO BRAGA (BELAS LETRAS, 2017) Sabe aquele projeto que você tem engavetado e diz que não tem tempo para concluí-lo? Luciano Braga vai provar que sua falta de tempo é mentira nessa obra que eu me apaixonei a cada página. Formado em Comunicação Social, o autor traz a importância de termos projetos paralelos em nossa rotina e a necessidade de sermos criativos, evitando o estresse e o cansaço. Além de dicas e exemplos, você vai perceber que já passou da hora de você investir em sua ideia. O PODER DO AGORA – ECKHART TOLLE (SEXTANTE, 2002) Ganhei esse livro no início do ano de um grande amigo e confesso que me surpreendi logo de cara com o título. Esse best-seller nos mostra o quanto o agora

FEVEREIRO/MARÇO2018

GIOVANE ALMEIDA é jornalista especialista em Estratégia em Mídias Sociais pela Universidade de Toronto e estuda sua segunda especialização em Língua Portuguesa e Literaturas. É escritor e autor do livro “Tô Pra Lá do Canadá: Um Diário de Intercâmbio”. é importante, ensinando-nos a nos preocupar menos com o que passou em nossa vida e se dedicar mais a nossa vida presente. Tolle é um ótimo escritor e garanto que você vai entrar em uma grande reflexão e aprender que o que vale mesmo a pena é o que está acontecendo, nesse instante, ao seu redor. A SUTIL ARTE DE LIGAR O F*DA-SE MARK MANSON (INTRÍNSECA, 2016) Não poderia deixar esse livro de fora da lista. Se o título da última dica me chamou a atenção, esse me fez rir e, ao mesmo tempo, identificar-me, porque acredito que, como todos, existe hora que a vida merece um botão de f*da-se. Totalmente contrário as últimas dicas e engraçado com suas teorias, a obra é para você que cansou de viver de um jeito certinho e decidiu botar ordem nessa p*%$@. Desculpa, Q. Se você está precisando revirar sua vida, leia logo esse livro. Não, para ler livros desse gênero você não precisa, de fato, estar precisando de ajuda. Só precisa querer ser mais feliz do que já é. Há um grande preconceito com obras que trazem reflexão para nossas vidas, mas, acredito que, quando algo nos inspira, não vale a pena, mas a galinha inteira. Então, não deixe de caçá-los na livraria. Na próxima edição trarei livros que foram parar nas telonas nos últimos meses e que conquistaram o coração de todo mundo. A gente se vê na próxima edição. WWW.QREVISTA.COM.BR

revista A informação que fica!


FEVEREIRO/MARÇO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!

51


CULTURA

Show leva hipnose e

muitas gargalhadas para o público de Itatiba Diferente de tudo o que os itatibenses já viram, “Hipnotizado” é um espetáculo bastante interativo, onde a atração principal é você!

A

hipnose é um estado agradável e de profundo relaxamento, onde o indivíduo fica mais suscetível às sugestões do hipnólogo, que são enviadas diretamente ou por meio de metáforas à mente subconsciente. Dessa forma, para fins medicinais, é possível realizar rapidamente mudanças e transformações internas positivas sem usar medicamentos, promovendo o equilíbrio emocional e o bem estar com eficiência e segurança. Mas, eis que a prática se expandiu e, agora, chega aos palcos de Itatiba como forma de entretenimento. Sim, e o nome do show é “Hipnotizado”, comandado pelo itatibense Thiago Barros. Thiago é bastante conhecido pelo trabalho que realiza como mágico, mas, desde que teve seu primeiro contato com shows de hipnose, o artista decidiu estudar e criar algo inovador para a cidade. “Eu assisti alguns espetáculos de hipnose em São Paulo e fiquei impressionado com o que eu vi. Inicialmente eu até pensei que era tudo

52

combinado, até eu levar a minha família e amigos e ver eles fazendo coisas que eu nunca tinha imaginado. Foi aí que eu decidi fazer alguns cursos de hipnose e trazer o show para a cidade de Itatiba”, conta. Thiago acabou fazendo um aperfeiçoamento com os mesmo profissionais do espetáculo que ele assistiu na capital paulista e, após as aulas, nasceu a ideia de criar um espetáculo para o interior, onde a primeira contemplada seria Itatiba. “Aos poucos, junto com os também hipnólogos Célio Shioti e Pedro Chavernuê, o roteiro começou a ser criado, pensando no que iríamos fazer e, então, o ‘Hipnotizado’ nasceu. Nele, a atração principal é a própria plateia, que interage durante todo o show”. Mas, antes que a dúvida surja, Thiago explica que todo o processo de hipnose para o show é bastante seguro para os espectadores: “Sabe quando você está em um sono profundo, alguém fala com você, você até ouve a voz da pessoa mas está tão relaxado que não consegue responder? É exata-

FEVEREIRO/MARÇO2018

mente assim que a hipnose funciona. A pessoa entra em um estado de tranquilidade tão intensa, que o inconsciente dela se abre e ela pode fazer coisas que nunca imaginou. Mas, é importante ressaltar que uma pessoa só pode ser hipnotizada se ela souber, aceitar e permitir que a gente faça isso. A hipnose é 100% aceitação. E da mesma forma como a pessoa repousa, ela desperta. Não há como permanecer em estado de hipnose para sempre (risos)”. Como se a novidade toda não bastasse, Thiago ainda conta que haverá um momento bastante especial durante o show. “Eu não posso revelar, mas os itatibenses que forem nos assistir verão cenas surpreendentes e que envolvem dragões”. Os espetáculos terão início em Março de 2018, no Teatro Ralino Zambotto e todas as informações estão disponíveis na página oficial do espetáculo no Facebook e no Instagram. Facebook: Show Hipnotizado Instagram: @show_hipnotizado

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!


FEVEREIRO/MARÇO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!

53


CLASSIFICADOS

54

DEZEMBRO/JANEIRO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR


TURISMO

Agroturismo – o que fazer nos finais de semana em Itatiba.

FOTO:ARQUIVO PESSOAL

Adega Capeletto oferece o colhe e pague para que os visitantes. Mais recente, o Empório Favaretto iniciou as atividades com a produção de vinhos artesanais, e atualmente também comercializa licores, geleias, pães caseiros, bolos, pimentas e doces caseiros. Com agendamento, é possível saborear um café colonial típico do campo.

V

isitar áreas produtivas, participar de vivências agropecuárias, colher frutos do pé e adquirir produtos in natura ou processados artesanalmente, são características marcantes do agroturismo. A procura pelo meio rural para o desenvolvimento de atividades turísticas tem sido crescente nos últimos anos. Regionalmente, a prova disso, é a formação do Pólo Turístico do Circuito das Frutas, compreendida por dez municípios com destaque diferencial na fruticultura. Em recente pesquisa realizada, Itatiba foi considerada uma das cidades mais importantes no segmento de turismo rural no país. As fazendas do período cafeeiro até hoje preservadas, junto às inúmeras propriedades produtivas de pequeno e médio porte destacam o município no setor.

Há mais de uma década, em um projeto inovador, propriedades do município abriram as porteiras para os visitantes, oferecendo diversos serviços e atratividades. É o caso do sítio São José, pioneiro do receptivo turístico. Lá, o visitante tem a possibilidade de conhecer sobre as principais culturas produzidas – caqui, uva, morango e amora – junto ao deguste de frutas frescas prontamente colhidas, acompanhado de inúmeras estórias do proprietário, Seu Roberto Ferrari. A visita se encerra na lojinha da propriedade com dezenas de produtos feitos no próprio local. Outra propriedade que segue a mesma linha, é a Adega Capelletto. A propriedade trabalha há anos com a cultura de diversas frutas e em 2009 surgiu a ideia de comercializar o vinho artesanal de tradição familiar italiana produzido com as próprias uvas ali cultivadas. Nas épocas de colheitas a

56 56

FEVEREIRO/MARÇO2018

Seguindo uma outra linha, a Fazendinha Cheiro do Mato oferece aos turistas o contato com animais criados no sítio como porcos, ovelhas, cabras perus, avestruz, lhama e coelhos. Além das árvores frutíferas, existe a possibilidade da realização de um passeio de trator. AGENDAMENTO: SÍTIO SÃO JOSÉ: Rodovia Romildo Prado, km 12,5 Tapera Grande - Itatiba/SP Contato: (11) 4538-6694 / 4538-0172 ADEGA CAPELETTO: Estrada Leopoldino Bortolossi, s/nº Mombuca - Itatiba/SP Contato: (11) 4538-0306 / 97663-9288 EMPÓRIO FAVARETO: Rod. Dom Pedro I, KM 94 Mato Dentro - Itatiba/SP Contato: (11) 99620-7703 / 97238-0159 FAZENDINHA CHEIRO DE MATO: Rodovia Romildo Prado, 200 - km 13 Tapera Grande - Itatiba/SP Contato: (11) 4538-6494 COMTUR ITATIBA WWW.QREVISTA.COM.BR

revista A informação que fica!


FEVEREIRO/MARÇO2018

WWW.QREVISTA.COM.BR revista A informação que fica!

57


sinha moรงa

Profile for Q Revista

Everaldo Teixeira  

Q Revista - Edição 60ª

Everaldo Teixeira  

Q Revista - Edição 60ª

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded