Issuu on Google+

Projeto Experimental do Curso de Comunicação Social - Habilitação Relações Públicas Centro de Ciências da Comunicação e Artes - CCA - Universidade Católica de Santos - UniSantos Novembro/2011

Seja bem-vindo à UniSantos! Gabriela Mendes Nathalia Abigail

E

ste é o FaceBixo, um projeto laboratorial realizado pelos alunos do 6o Semestre de Relações Públicas. Seu objetivo é vivenciar as etapas de produção de veículos institucionais para um cliente real; seu diferencial é a interdisciplinaridade nas disciplinas Projeto Laboratorial II (Veículos Turma de Relações Públicas, autora do Projeto 2011 Institucionais), Produção A proposta surgiu em 1992 Gráfica II e Eventos, Cerimonial e com o jornal Embaré em Ação, deProtocolo II, sob a coordenação dos senvolvido pelos alunos do então 4º professores Neusa Lopes Vicente, Liano. Desde as primeiras publicações, lian Matheus Marques, Wanderley os veículos foram premiados em Augusto Camargo, Maria Bernardeconcursos como: Set Universitário e te Sarmento, Hermenegildo Rafael Expocom. Em 2010, os alunos do 6º Menin e Roberto Baptista. O Projeto Semestre de Relações Públicas editaapresenta dois boletins: um impresso ram o “RP 4.0”, que contava a trajee um eletrônico, apresentados pelos tória dos 40 anos do curso na Univeralunos em evento realizado nas desidade. Este veículo institucional foi pendências da nossa Universidade.

O Facebook é a rede social virtual mais acessada atualmente e tem como base uma linguagem simples, com o objetivo de trocar informações e integrar os usuários. Para acompanhar essa tendência, as editorias do FaceBixo seguem o mesmo estilo.

premiado na categoria: Relações Públicas – Veículos de Comunicação Interna na etapa regional Sudeste Expocom 2011, e na categoria Boletim Impresso no Set Universitário na categoria: Boletim impresso realizado pela PUC/RS. Os alunos do 5º Semestre de Relações Públicas de 2011 conquistaram o prêmio no Set Universitário na categoria Boletim Digital com o RePublicando, laboratório desenvolvido em oficinas de texto que proporcionam o exercício para chegar ao FaceBixo. O FaceBixo desenvolve matérias com uma linguagem simples e objetiva e busca integrar os calouros e a Universidade com informações úteis para a vida acadêmica. Uma nova etapa se inicia, aproveite. Agora você é ÚNICO!


2

A importância de ser universidade

perfil

O ensino na perspectiva de gerar novos conhecimentos Aline Borges

ACERVO UNISANTOS

H

á 60 anos a UniSantos faz história no cenário educacional da Baixada Santista, sendo reconhecida em 1986 como a primeira universidade da região. Desde então, a UniSantos atua intensamente nas estruturas do tripé: ensino, extensão e pesquisa. Isso significa que você está em uma universidade com professores, mestres e doutores, com 45 cursos de graduação, além de contar com programas de pós-graduação stricto sensus e especialização MBA – um dos elementos essenciais que distingui uma universidade de uma faculdade ou centro universitário. Segundo o reitor, Professor Mestre Marcos Medina Leite, ser universidade é atuar na perspectiva de

Professor Mestre Marcos Medina Leite, reitor da UniSantos

gerar novos conhecimentos por meio da pesquisa, motivação fundamental do processo acadêmico: “A faculda-

de reproduz o conhecimento que o mundo já possui. A universidade cria novos conhecimentos.” Além disso, a universidade possui autonomia para criar novos cursos sem ter pedir permissão ao MEC e tem por obrigação desenvolver cursos de pós-graduação, investir em institutos de pesquisa e programas de extensão comunitária. Dessa forma, o calouro encontra na UniSantos um ambiente diversificado por conta da pluralidade de cursos, que contribuirá no seu processo de integração e interatividade com o mundo, entendendo o seu papel social a partir da formação profissional, a fim de construir uma sociedade mais justa, ética e igualitária.

Conheça as áreas de atuação da sua universidade UniSantos oferece opções com foco no mercado de trabalho

A Universidade Católica de Santos – UniSantos é uma instituição tradicional na Baixada Santista com mais de 60 anos de atuação na área da educação nos segmentos de graduação, pós-graduação, pesquisa cientifica e extensão universitária e recentemente obteve aprovação para ministrar o primeiro doutorado em direito da região. A Universidade oferece 45 cursos de graduação e estes cursos pertencem a cinco centros de ciências: Centro de Ciências da Comunicação e Artes – CCA, Centro de Ciências da Educação - CCE, Centro de Ciências da Saúde - CCS, Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas - CCET,

EXPEDIENTE

CARINA BRITO

Carina Brito

Centro de Ciências Sociais Aplicadas CCSA e a Faculdade de Direito. A coordenadora do Processo Seletivo, professora Zoraide Padredi, destaca a atuação da Universidade na criação de novos cursos com foco no mercado de trabalho da

região. Os novos cursos são os de Biotecnologia, Desing de Interiores, Engenharia Portuária, Gestão Hospitalar, Geografia, Gestão em Turismo, Hotelaria e Produção Áudio Visual. Além da diversidade de opções, vários cursos da UniSantos já foram premiados por concursos universitários nacionais e premiações de qualidade. Recentemente foi considerada à melhor Universidade avaliada da região pelo Guia do Estudante Melhores Universidades 2011, da Editora Abril, com 12 cursos agraciados com estrelas de qualidade. O destaque fica para os cursos Ciências Contábeis, Jornalismo, Pedagogia, Relações Públicas e Serviço Social pela conquista de quatro estrelas, consideradas o “conceito muito bom”.

FaceBixo é um veículo de comunicação experimental produzido pelos alunos do 6o Semestre do Curso de Comunicação Social – Habilitação em Relações Públicas do Centro de Ciências da Comunicação e Artes – CCA – da Universidade Católica de Santos, sob a responsabilidade dos professores Neusa Lopes Vicente (MTb 13.523/SP – Conrerp 2a Região 1.759), Lilian Matheus Marques (MTb 55.681/SP – Conrerp 2a Região 3.384), Wanderley Augusto Rodrigues Camargo (MTb 28.586/SP), Maria Bernardete Caetano de Paiva Sarmento e Hermenegildo Rafael Menin, para as disciplinas de Projetos Laboratoriais II (Veículos Institucionais) e Produção Gráfica II. Editores do Impresso: Nathalia Abigail Vernes e Gabriela Mendes Magalhães de Oliveira. Revista Eletrônica - Editora: Aline da Silva Borges Rezende. Produtores: Adriana Romero Alfaro dos Santos, Bruno Dantas Gonçalves, Carina de Brito Souza, Fernanda Apene do Amaral, Grazielli Firmino de Jesus. Repórteres: Ana Carolina Freire Abreu, Camila Oliveira Borges dos Santos, Camila Rocha Muheison, Cristiane da Costa Franco, Gabriela Mendes Magalhães de Oliveira. Redatores: Beatriz dos Santos Godoy, Fernanda Portes Alves, Mauricio Muniz. Editoras de Texto: Camila Oliveira Borges dos Santos, Nathalia Abigail Vernes. Câmera e edição e imagens: Karina Pires Frey. Assistentes de Câmera: Oswaldo Luiz Pereira Tavares e Verônica Matias Frenkiel. Apresentadoras: Aline da Silva Borges Rezende, Ana Carolina Freire Abreu. Impressão: Everest Gráfica. Tiragem: 1.000 exemplares. Distribuição gratuita. Redação: Avenida Conselheiro Nébias, 300. CEP 11015-002, Santos/SP. Telefone: (13) 3205-5555, ramal 1440 – Asserpe (asserpe@unisantos.br) . www.unisantos.br. As matérias veiculadas não representam a opinião dos professores e dos dirigentes da Universidade Católica de Santos.


notificações

3

Aprenda com a prática

Mauricio Muniz

P

ara que o aluno coloque em prática o que aprende nas aulas e desenvolva projetos e trabalhos de diferentes disciplinas, a UniSantos conta com o complexo laboratorial mais completo da Baixada Santista. São 96 modernos laboratórios em diversas áreas do conhecimento, que aliam a teoria e a prática para um ensino pleno. Para o desenvolvimento de pesquisas, trabalhos acadêmicos e impressões, existem as salas de Internet. São quatro salas ao todo nos Campi Boqueirão (duas), Dom Idílio

José Soares (uma) e Dom David Picão (uma), que atendem os alunos que querem fazer trabalhos na Universidade e também aos que não possuem computador. Os 17 laboratórios de informática possuem 617 computadores com softwares licenciados voltados às varias áreas do conhecimento. Alguns deles são mais específicos, como o laboratório de Petróleo e Gás, que possui equipamentos e softwares utilizados pela Petrobrás e o de Simulação e Logística, presentes no Campus Dom David Picão. Seja para pesquisa, aulas práticas ou trabalhos interdisciplinares, o

MAURICIO MUNIZ

Laboratórios da UniSantos aproximam teoria da prática

Um dos laboratórios de Informática (Campus Dom Idílio José Soares)

complexo laboratorial da UniSantos possui a tecnologia necessária para aproximar a teoria da prática e torna possível a realização de projetos interdisciplinares.

Piva UniSantos oferece suporte acadêmico Programa gratuito orienta calouros

Karina Pires Frey Preparar o calouro para os desafios do primeiro ano de Universidade. Esse é o objetivo do Programa de Iniciação à Vida Acadêmica (Piva), uma iniciativa da UniSantos que por meio de aulas, encontros e atividades especiais, focadas nas peculiaridades de cada curso, oferece orientações e acompanhamento simultâneo ao aprendizado em sala de aula. Para participar do Piva não há custos adicionais, basta que o calouro se inscreva após estar efetivamente matriculado. Há 12 anos, os encontros e as atividades que são realizadas no Piva

relembram conhecimentos básicos e informações necessárias para que os novos alunos possam iniciar com êxito os estudos. O programa – inicialmente desenvolvido apenas no mês de janeiro e restrito aos cursos de Engenharia –, atualmente atinge toda a grade da Universidade e, este ano, estendeu-se por todo o ano letivo. De acordo com a professora mestre Thaís dos Santos Lucas Gomes Rocha, membro da equipe do Programa, a iniciativa oferece importante suporte em um momento em que o aluno está iniciando a construção de sua trajetória profissional:

“A ideia é trabalhar um processo de construção em que o acompanhamento auxilia os novos alunos nas dificuldades e limitações que possam surgir durante o primeiro ano letivo”.

Os calouros interessados em participar ou obter mais informações sobre o Piva devem entrar em contato pelo telefone 0800-770-5551 ou acessar a página do Programa no Portal da UniSantos: www.unisantos.br/piva.

Oswaldo Tavares A UniSantos, que este ano completa 60 anos, possui três bibliotecas distribuídas nos seus campi para consulta de alunos, professores e funcionários. Duas bibliotecas atendem aos alunos da Graduação e dos Cursos Superiores em Tecnologia - são as dos Campi Boqueirão e do Dom Idílio José Soares; a biblioteca no Campus Dom David Picão atende alunos e professores dos cursos de Pós-graduação. O acervo total é de cerca de 249 mil exemplares, 89 títulos, 12 bases de dados e periódicos eletrônicos que

atendem a todas as áreas do conhecimento. É a Universidade com o maior acervo da região. A coordenadora das bibliotecas, Maria Rita de Cássia Rebello Nastasi, explica que promove eventos para aproximar os alunos com a Universidade informando da facilidade em consultar e reservar o material na biblioteca. Para que o aluno tenha acesso basta entrar no Portal UniSantos (www.unisantos.br) no ícone “biblioteca” onde obterá todas as informações necessárias para pesquisa, sem sair de casa.

OSWALDO TAVARES

Maior acervo bibliográfico da região

O aluno tem livre acesso ao acervo

As bibliotecas funcionam de segunda a sexta-feira, das 7 às 22 horas e, aos sábados, das 8 às 16 horas.


4

Intercâmbio, um diferencial de currículo

mural

Universidade oferece apoio à alunos que pretendem participar do programa de intercâmbio Camila Borges ARQUIVO PESSOAL

A

gregar conhecimento acadêmico e profissional, além de poder conhecer outro país e vivenciar uma nova cultura. Esta é a proposta do intercâmbio oferecida aos alunos pela UniSantos. A Universidade possui um setor de Relações Internacionais, coordenado pelo Professor Doutor Gilberto Marcos Antonio Rodrigues, que apóia o aluno no contato e na escolha da universidade pretendida. A Católica UniSantos possui convênios com instituições em Portugal, Espanha, Suécia (apenas para o curso de Psicologia), França e México. Também recebe estudantes estrangeiros, o que é uma ótima oportunidade para a interação entre diferentes culturas dentro dos Campi. O Professor Doutor Gilberto Rodrigues explica que “não há um processo seletivo e sim convênios entre a UniSantos e as universidades estrangeiras e o aluno pode escolher entre as conveniadas e pleitear uma vaga”. Para participar do intercâmbio, é necessário estar no terceiro semestre de graduação em diante, não ter nenhuma dependência e ter conhecimento da língua do país onde pretende estudar. Para o coordenador “participar de um intercâmbio é um grande enriquecimento curricular para o aluno, além de ser uma experiência

O estudante Luiz Gabriel participou de intercâmbio na Europa

internacional, é uma ótima vantagem no mercado de trabalho”. E quem já vivenciou essa experiência foi o aluno do curso de Administração, Luiz Gabriel Buson de Araújo, que escolheu a Universidade de Salamanca, na Espanha, onde estudou de janeiro a junho deste ano: “O Brasil e a Espanha possuem diferenças culturais, mas por sermos latinos, nos parecemos muito no modo de falar, se comunicar e eles são calorosos como nós.” A estudante portuguesa, Mariana Pinto Costa, do curso de Farmácia da Universidade Fernando Pessoa,

participou do intercâmbio de agosto a dezembro deste ano na UniSantos: “Escolhi o Brasil fundamentalmente porque as indústrias farmacêuticas têm apostado bastante no País e devido à cultura de manipulados que o Brasil possui”. Mariana ainda destaca que obteve ajuda do Setor de Relações Internacionais na viagem, na procura por residência local e no plano de estudos. Para mais informações, o Setor de Relações Internacionais fica no Centro Administrativo no Campus Dom Idílio José Soares, telefone 3228 1241, e-mail sri@unisantos.br.

A escolha certa da profissão

A Orientação Vocacional ajuda o estudante na escolha da carreira Grazielli Firmino A UniSantos oferece a Orientação Vocacional para aqueles que não sabem exatamente qual curso escolher em busca de uma profissão e para quem está em dúvida e procura uma reorientação de carreira. Este é um dos vários serviços gratuitos que a UniSantos oferece para a comunidade. No primeiro semestre, a orientação é realizada em seis ou oito encontros seguidos realizados aos sábados por alunos do quarto ano de Psicologia e supervisionado por professores do curso, com duração de

três horas e mais duas horas semanais com a supervisão do orientador. Nesses encontros são priorizados: a construção da identidade, a influência familiar, as expectativas da família em relação ao candidato, o ideal frente às dificuldades sociais e a reflexão sobre o universo amplo de profissões com exigências imediatas. Os testes aplicados nos encontros não determinam o que o candidato vai escolher como profissão, mas ajuda a escolher a área onde ele se sinta melhor e tenha mais afinidade. Para a professora Dra. Luana Carramillo Going do Centro de Ciências da Saúde (CCS), “a Psicologia

pode promover no estudante uma reflexão sobre si, sobre o meio que o cerca, sobre a sociedade e seus vínculos, levando em conta oportunidades e decisões. O objetivo é que depois de dois meses de orientado, o aluno possa ter um início de autonomia e ter uma escolha voltada no seu interesse.” Para quem não pode ser orientado no primeiro semestre, em outubro acontece a Semana de Orientação Vocacional (SEMOV), que é feita em seis ou sete encontros intensivos.


mural

5

Conheça plataforma Moodle e as jornadas/semanas acadêmicas Algumas das técnicas de comunicação dirigida utilizadas pela UniSantos

O ambiente virtual da Universidade Católica de Santos disponibiliza uma ferramenta que amplia ainda mais o relacionamento acadêmico entre aluno-aluno e aluno-professor, a plataforma Moodle. Segundo o coordenador de Tecnologia da Informação da Universidade, Antônio Galleão: “É um sistema que possui uma comunidade on line colaborativa de desenvolvedores e professores, que está em constante desenvolvimento. Adotamos a Moodle com a finalidade de proporcionar uma maior interação entre professores e alunos.” A Moodle é uma ferramenta de comunicação dirigida que tem o objetivo de ser apoio ao ensino presencial. O aluno recebe no ato da matrícula seu login e senha para acessá-lo, tanto de casa quanto de qualquer estação de trabalho e laboratórios de informática da Universidade.

ACERVO UNISANTOS

Fernada Apene

Jornada de Comunicação do CCA - Centro de Ciências da Comunicação e Artes

Das diversas formas de comunicação dirigida, a Universidade desenvolve as jornadas/semanas acadêmicas que são realizadas todos os anos por diversos cursos da UniSantos. Trazendo profissionais de destaque no Brasil para ministrarem palestras e oficinas de interesse dos alunos dos respectivos cursos. Durante o ano, cada jornada/ semana acadêmica tem suas datas específicas para acontecer, o que faz

com que alunos de outros cursos que se interessam por outros assuntos possam estar presentes em palestras para conhecer mais sobre determinado assunto. Em busca de atualizar e despertar novos interesses para os alunos, a UniSantos proporciona eventos de grande importância, como estes, onde é possível adquirir ainda mais conhecimento.

Fique por dentro de Iniciação Científica Uma oportunidade para agregar conhecimento à formação acadêmica

A iniciação científica proporciona um mergulho na pesquisa de um tema, que contribui para que o estudante tenha domínio mais sólido sobre um assunto. Além do ganho em conhecimento, os alunos têm a possibilidade de receber uma bolsa-auxílio de pesquisa no valor de R$ 250,00 para 30 bolsas disponíveis no Programa Institucional de Iniciação Científica da UNISANTOS, o PROIN, e R$ 360,00 para 16 bolsas no Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento, o CNPq. O Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas da UniSantos, o IPECI, promove a organização de pesquisas, as registra em âmbito institucional, realiza o intercâmbio entre instituições de pesquisa e incentiva a proximidade e a colaboração entre

ACERVO UNISANTOS

Fernada Portes

Modernos equipamentos contribuem para a pesquisa

pesquisadores. A importância do IPECI para os estudantes é caracterizada pelas palavras do seu diretor, Prof. Dr. Sérgio Olavo Pinto da Costa: “o IPECI é uma casa do saber, do fomento a pesquisa aberta aos estudantes”. O maior objetivo do Instituto desde 1993 é ampliar o conceito de pesquisa entre o corpo discente e docente.

A diretora-adjunta do IPECI, Profa. Dra. Adriana Florentino de Souza orienta aos alunos que desejam realizar trabalhos de iniciação científica: “o importante é detectar a área de interesse e procurar os professores envolvidos no assunto para o conhecimento dos projetos que estão sendo desenvolvidos”. A UniSantos tem o maior programa de Iniciação Científica da região e faz parte do seleto grupo de instituições selecionadas pelo CNPq para integrar o “Programa Sem Fronteiras” que possibilita os estudantes de graduação que desenvolvem iniciação científica a aperfeiçoarem seus conhecimentos no exterior. Para maiores mais informações é preciso acessar a página do Comitê Institucional de Iniciação Científica, o COIC, que fica no portal da UniSantos (www.unisantos.com.br).


informações

6

Serviços à população na formação acadêmica Atendimento é oportunidade de prática profissional para alunos ACERVO UNISANTOS

Ana Carolina Abreu

C

Para evangelizar a Universidade

Clínica de Fisioterapia no Campus Dom Idílio José Soares

mes físicos para o diagnóstico de doenças de forma itinerante em eventos pontuais; o de Nutrição orienta sobre dietas, receitas e os melhores alimentos para consumo; a Clínica de Fisioterapia atende nas especia-

UniSantos oferece bolsas de estudo Programa da Universidade é único na Baixada Santista

Beatriz Godoy

Verônica Matias

A Pastoral da Universidade é mais um serviço para a comunidade acadêmica. Com atividades apostólicas de orientação, acolhe toda a comunidade da UniSantos, conhecedora ou não do Evangelho. Está vinculada à Pro-Reitoria de Pastoral, sob coodernação do professor mestre, padre Claudio Scherer, e é a própria expressão da Identidade Católica e missão da UniSantos. Seu objetivo é promover e apoiar iniciativas de evangelização e incremento espiritual dos membros da comunidade universitária e oferece atividades como reuniões semanais, encontros de formação, retiros espirituais, campanhas solidárias, participação em eventos nacionais, entre outros eventos. Conta com apoio dos pastoralistas” - alunos, funcionários e professores que oferecem seus serviços voluntariamente à evangelização. Além das atividades, há celebrações litúrgicas e missas semanais. No Campus Dom Idílio José Soares, as missas são às quartas-feiras, às 18h15, na Capela São José; no Campus Boqueirão, às segundas-feiras, também às 18h15, na Capela Santo Ivo.

Calouros e veteranos da UniSantos podem contar com o benefício da bolsa de estudo para cursar a graduação. A Universidade mantém convênio com o FIES (Caixa Econômica Federal), com o Prouni (do Governo Federal) e com o Educafro, além de parcerias com empresas públicas e privadas que garantem bolsas de estudo para seus funcionários ou dependentes. Para o pró-reitor comunitário, professor Cláudio José dos Santos, a Universidade possui um programa próprio de bolsas que poucas instituições da Baixada Santista oferecem. O Programa de Bolsas de Estudo da UniSantos está sob a coordenação da Pró-Reitoria Comunitária e tem no Serviço de Atendimento Psicológico e Social (Sapes) o setor responsável pela análise das solicitações. Para contar com esse benefício, o interessado deve requerer junto à secretaria acadêmica do campus que encaminhará ao Sapes para a sequência do processo. Alguns dos tipos de bolsa são: Convênio (parcerias mencionadas para descontos a funcionários); Fidelização (descontos

VERÔNICA MATIAS

om o propósito de oferecer serviços gratuitos à comunidade, a UniSantos desenvolve projetos de extensão universitária que proporcionam a prática profissional nas áreas de Saúde e Direito. Os atendimentos são quase todos gratuitos e têm o acompanhamento e orientação de professores. Cada especialidade possui o seu próprio espaço para atendimento como, o Escritório Modelo de Assistência Judiciária que conta com duas unidades na Baixada Santista; o Centro de Informação de Medicamentos – CIM, realizado pelo curso de Farmácia que esclarece dúvidas de remédios, bulas e/ou receitas de medicamentos. O Ambulatório Santa Madre Paulina de Enfermagem realiza exa-

lidades de Ortopedia, Neuro (adulto e infantil), Saúde da Mulher, Esportiva e Dermato Funcional; a Clínica de Psicologia oferece psicoterapia individual, familiar e grupal, e os usuários pagam apenas uma taxa simbólica pelo serviço; e o Juizado Especial Cível que tem como objetivo facilitar o acesso à Justiça em casos relacionados a consumidores, acidentes de trânsito, conflitos de vizinhança e cobrança de valores. Além da população, estes serviços são oferecidos também à comunidade interna. Alunos, professores e funcionários são priorizados no atendimento com consultas agendadas diretamente em cada setor. Para maiores informações, basta acessar o Portal UniSantos (www. unisantos.br) e clicar no link Extensão Universitária.

para ex-alunos); Familiar (descontos para membros da mesma família); Mérito (ao aluno com a média mais alta de cada curso); Cultura (alunos com talento artístico comprovado) entre outros. Os interessados podem obter mais informações no Sapes, pelo telefone 3305-5555, ramal 1477 ou pelo endereço eletrônico sapes@unisantos.br


notas

7

Relações Estudantis na UniSantos Representação estudantil exige comprometimento DIVULGAÇÃO ARQUIVO UNISANTOS

Adriana Romero

A

s Relações Estudantis existem de diversas maneiras dentro de uma universidade. No caso da UniSantos, a representação discente é formada pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE), os Diretórios Acadêmicos (DAs) ou Centros Acadêmicos (CAs) e, por fim, os representantes discentes nos órgãos colegiados. Os três órgãos estão interligados e o DCE é órgão máximo da representação discente na Universidade que congrega todos os alunos da Instituição. Já os diretórios acadêmicos, ou centros acadêmicos, são órgãos setoriais que representam os alunos dos vários cursos. Por fim, estes indicam seus representantes junto aos órgãos colegiados acadêmicos, obedecendo às exigências da legislação em vigor. Os representantes discentes e seus respectivos suplentes são indicados pelo DCE para integrar o Conselho Universitário (Consu) e o Conselho de Ensino e Pesquisa (Cepes da UniSantos) De acordo com o pró-reitor comunitário, professor Cláudio José dos

Torneios esportivos oferecem oportunidades de integração entre os cursos

Santos, “a representação estudantil nos órgãos colegiados é muito forte, a norma estatutária a estipula em 1/5 dos demais membros. Anualmente, são eleitos, em cada classe, um representante e um suplente, que participam das reuniões com professores da turma, além de concorrerem à participação nos órgãos colegiados”. No primeiro semestre de cada ano, ocorrem dois grandes encontros: inicialmente, dos representantes (titulares e suplentes) dos primeiros semestres de todos os cursos; em

seguida, um encontro com todos os representantes de classe de toda a Universidade. Já no segundo semestre, os encontros de representantes ocorrem no âmbito de cada Centro, coordenados pelos seus diretores em associação com o Serviço de Apoio Pedagógico e Social (Sapes). Não se pode esquecer as Atléticas, que são organizadas por iniciativa dos próprios alunos voltadas à prática do esporte. Esse movimento estudantil é responsável por organizar eventos diversos para as turmas e campeonatos. Ganham força por sua ligação com os esportes e torneios frequentes, principalmente na praia e possuem mascotes para identificação. As relações acadêmicas também são fortemente estimuladas nas redes sociais, praticamente todos os cursos e salas possuem páginas no Facebook, comunidade no Orkut e até mesmo Twitter próprio. Agora só resta você escolher de qual representação estudantil quer participar, ter comprometimento e se lembrar de que também há responsabilidade para atuar na vida acadêmica.

Trabalho universitário? Cuidado com o plágio! Estudante deve ficar atento para autoria de trabalhos acadêmicos

Na definição acadêmica e jurídica, plágio é toda a violação dos direitos autorais, ou seja, tudo que é retirado de livros, da internet ou de qualquer meio de comunicação, sem dar o devido crédito ao seu autor. O plágio acontece de várias formas, as mais comuns são o plágio integral, quando os parágrafos são copiados na íntegra sem citação; o plágio parcial, quando o estudante copia o texto mudando apenas algumas palavras; e o plágio conceitual, quando o texto é redigido de forma diversa ao texto original. Estes esclarecimentos são apresentados pelo coordenador da Editora Universitária Leopoldianum, da UniSantos, professor mestre Marcelo Luciano Martins Di Renzo, que utiliza como referência o trabalho/pesquisa do professor Lécio Ramos, em palestras sobre plágio e direitos autorais.

A incidência de plágio nos trabalhos acadêmicos de alunos de graduação e pós-graduação tem preocupado as instituições de ensino e outras entidades como CNPq e Capes. O simples ato de transcrever uma frase omitindo o nome do autor já é considerado plágio, filmar uma aula sem permissão do professor ou palestrante também é plágio. Os alunos precisam estar dispostos a estudar, ler, saber expressar suas ideias, sempre mostrar suas fontes, de onde foram tiradas as informações, ser original, criativo, dar exemplos, para que se torne capaz de articular as ideias dos autores em seus trabalhos. Os estudantes que vão ingressar na Universidade necessitam saber o que realmente significa plágio e suas consequências na vida acadêmica. O universitário que pratica o plágio além de cometer um criKARINA FREY

Camila Rocha Muheison

me, pode receber diversas penalizações dentro da Universidade como advertência verbal e expulsão, que podem ser aplicadas em casos mais extremos. Para o professor Di Renzo, do Curso de Comunicação Social da UniSantos, especialista em direitos autorais e plágio, “os alunos têm que se auto-educarem, saber usar a ética e expressar suas ideias.” Essa informação é importante tanto para os veteranos e, em especial, para os calouros.


compartilhar

8

Relações Públicas UniSantos tem 40 anos Profissão tem grande campo de atuação DIVULGAÇÃO

Cristiane da Costa Franco

O

Curso de Comunicação Social – Habilitação em Relações Públicas, forma profissionais que atuarão como comunicadores que se utilizam de diversas ferramentas para fazer com que as informações circulem e sejam entendidas entre os diferentes públicos. Estes profissionais também planejam, organizam eventos, previnem e gerenciam crises, realizam pesquisas de opinião e cerimonial. Possuem um grande campo de atuação como empresas, agências de comunicação, área governamental e organizações não-governamentais. No Brasil, a mascote escolhido para representar a profissão foi o golfinho rotador, pois como este as Re-

Golfinho Rotador, a mascote da profissão

lações Públicas estão sempre vigilantes, buscam informações, monitoram movimentos e principalmente interpretam as concorrências. A caracterização das RP também é feita com a utilização da faixa em cor azul pre-

sente na beca dos bacharéis e com a pedra preciosa, safira azul. A UniSantos conta, há mais de 40 anos, com o primeiro e mais conceituado curso na área que constitui, junto com Jornalismo e Publicidade e Propaganda, o Centro de Ciências da Comunicação e Artes. Desde sua criação, o curso já conquistou prêmios em todos os principais concursos e festivais de trabalhos universitários de todo o País. A Universidade oferece estúdios de TV e rádio, laboratórios, bibliotecas, Agência Experimental de Relações Públicas, além de manter convênios com diversas empresas da região e oferecer a oportunidade de estágios na área para, assim, proporcionar uma formação de excelência.

A única no incentivo à Cultura e às Artes Projeto Cultural vai além da vida acadêmica

A Universidade Católica de Santos mantém o Projeto Cultural por meio da Pró-Reitoria Comunitária. Conta com vários projetos coordenados pelo professor Mestre Manoel Roberto Batista Lopes e é composto pela Orquestra Sinfônica Jovem, constituída por 35 jovens, com média de idade em torno dos 20 anos. Fazem parte de suas atividades culturais as apresentações de bandas e intervenções teatrais pelo Grupo Experiemtal de Teatro - Gextus, que são produzidos por alunos dos mais variados cursos. Eles recebem ajuda de custo como integrantes do Projeto ou contemplados com a Bolsa Cultura, sendo a UniSantos a única nesta categoria. Nasceu em 1º de abril de

Rua São Bento, 15-17 Valongo - Santos/SP Tel. 3219-2216

professores, funcionários e a comunidade em geral. Para o professor Mestre Manoel Roberto Batista Lopes, a Universidade tem como incentivo a cultura e as artes. O professor comenta que o Projeto Cultura vai além da vida acadêmica, vendo a necessidade da integração entre a Universidade e a comunidade: “Diante desses projetos, vejo a importância na formação pessoal e depois profissional na qualificação desses alunos através de apresentações fora da Universidade”. Os resultados vêm do aumento no desempenho do universitário na vida acadêmica e da conscientização na função social da Universidade e da cidadania, através da cultura e da arte. As apresentações ocorrem dentro da Universidade em seus principais eventos e também para o público externo, não apenas em Santos, mas em toda a Região Metropolitana da Baixada Santista. ACERVO UNISANTOS

Bruno Dantas Gonçalves

Orquestra Sinfônica Jovem da Unisantos

2008 com objetivo de incentivar a prática musical em grupo e formar público para a música erudita. Abrangem também projetos como: o Coral Maturessência, que é formado pelos alunos da terceira idade da Universidade; o Coral Liricus formado por 40 cantores e o Grupo Camerata de Cordas, que conta com 15 alunos. Todos esses projetos são formados por conjuntos vocais, instrumentais e de dramaturgia e envolvem mais de 100 artistas, entre eles cantores, músicos, regentes, atores e diretores, que são alunos,


faceBixo