HOSPITAL - Universidade Federal do Acre

Page 1

HOSPITAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE


UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE Prof. Dr. Minoru Martins Kinpara

Reitor: Vice-Reitora:

Profª. Drª. Margarida de Aquino Cunha

Pró-Reitor de Planejamento:

Prof. Msc. Alexandre Ricardo Hid

Pró-Reitor de Administração:

Auton Peres de Farias Filho

Pró-Reitor de Assuntos Estudantis:

José Sérgio Siqueira

Pró-reitora de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas:

Filomena Maria Oliveira da Cruz

Pró-Reitor de Extensão e Cultura:

Prof. Dr. Carlos Paula de Moraes

Pró-Reitora de Graduação: Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação:

Prof. Drª. Aline Andréia Nicolli Prof. Dr. Josimar Batista




AUTORES: Arquitetura – Projeto H: Thomé de M. Raposo e Michelle Gavanski Instalações ordinárias, especiais e ar condicionado – MBM Engenharia: Claudio, Monica e Rafael Muylaert Estruturas – SECOPE Engenharia: Anastácio Cantisani Coordenação geral de projetos: Vera Rocha (MBM Engenharia)

projetos@mbm.eng.br SP (11) 3362-1888

projetoh@projetoh.com AM (92) 3343-3401

anastacio@secopeengenharia.com.br AM (92) 3656-5948


HOSPITAL UNIVERSITÁRIO O Hospital Universitário (HU) terá como nalidade apoiar ações de ensino, pesquisa e extensão e promover assistência no âmbito das ciências da saúde. O HU integrará o Sistema Único de Saúde – SUS, conforme estabelece a Lei Orgânica de Saúde n°8080/90, na qualidade de hospital de referência. O HU tem por objetivos: Ÿ Servir de campo de ensino e capacitação, prioritariamente para alunos da UFAC, e de outras Instituições Públicas de Ensino Superior e de Pesquisa, nas diversas áreas do conhecimento; Ÿ Servir de campo de aperfeiçoamento para prossionais relacionados com a assistência a saúde, visando aprimorar a qualidade dos próprios serviços e a manutenção de bons padrões de rotina; Ÿ Prestar assistência integral a população portadora de doenças, atendida por seus serviços hospitalares ou ambulatoriais; Ÿ Prestar assistência integral ao paciente e apoio à família, desenvolvendo ações de promoção, prevenção, recuperação e reabilitação, no processo saúde-doença. Ÿ Assessorar o poder público em ações de saúde; Ÿ Realizar programas de saúde funcional;



O Projeto H consorciado a MBM Engenharia e SECOPE Engenharia, venceu em junho de 2016 concorrência pública, disputada na modalidade técnica e preço, para elaboração dos projetos de arquitetura e engenharia para o Hospital da Universidade Federal do Acre, que será construído no Campus da UFAC em Rio Branco, Acre. O hospital terá 41.000 m² e foi projetado para ser construído em duas ou mais etapas. Será o maior hospital da Amazônia ocidental. O atendimento assistencial será público através do Sistema Único de Saúde – SUS. Terá capacidade para abrigar 320 pacientes em regime de internação, com 40 destes em regime de terapia intensiva (adultos, pediatria e neonatologia). Terá a sua disposição um parque diagnóstico de imagem de alta resolutividade, com equipamentos de última geração a serem fornecidos pelos Ministérios da Educação e da Saúde. Contará ainda com serviços terapêuticos como diálise, quimioterapia, radioterapia e reabilitação. Implantado a margem da BR 364 e ao lado da entrada principal do Campus Universitário da UFAC, o hospital foi contemplado pela universidade com uma bela área de aproximadamente 58.000 m² situada entre um pequeno lago e edicações existentes. A implantação estabeleceu como condição a ordenação e separação dos uxos de veículos criando zonas independentes para abastecimentos-serviços e usuários (pacientes, acompanhantes, visitantes, alunos, etc). Acessos próprios, com controle de admissão originaram o zoneamento (2 zonas) que tem por objetivo garantir segurança patrimonial e física de usuários.

LOCALIZAÇÃO Rodovia BR 364, S/N, Km 04, Distrito Industrial, Rio Branco, Acre CEP:69.920-900

HUAC

UFAC

Rio Branco


BR 364

IMPLANTAÇÃO BLOCO A/L - Prédio Hospitalar BLOCO B/M - Ambulatório BLOCO C/D - Nutrição, farmácia, almoxarifado, administração, vestiários / anatomia patológica e depósito e tratamento de resíduos sólidos BLOCO E - Processamento de roupas, manutenção e necrotério BLOCO F/G - Central de utilidades / chillers BLOCO I - Banco de leite BLOCO J - Auditório


ZONEAMENTO

Zona de uso público com estacionamento do Hospital, Ambulatório, Centro de Diagnóstico e Auditório Zona de uso restrito com área de abastecimento e estacionamento de funcionários, Estação de Tratamento de Esgotos e Central de Utilidades (central de energia, reservatórios de água, gases medicinais e chillers)

acesso principal

acesso de serviço

O complexo hospitalar será composto por diversos blocos de até 4 pavimentos. A concepção do partido volumétrico (em blocos), buscou oferecer possibilidade do aumento de áreas com luz e ventilação naturais e redução dos riscos de propagação de incêndios. A orientação longitudinal leste/oeste dos prédios, favorecerá a redução da extensão das fachadas voltadas para o nascente e para o poente, reduzindo a carga térmica sobre essas fachadas e consequentemente o consumo energético das edicações. Ordenado a partir de uma “praça de estacionamento” a zona assistencial terá como ponto focal o portal do átrio de recepção do prédio hospitalar que teve como inspiração a geometria das “chagas” da seringueira, árvore produtora do latéx (borracha) que no século XIX foi responsável pela origem e desenvolvimento econômico das cidades da região e da Amazônia de forma geral. Ainda no entorno do estacionamento de usuários estarão implantados os prédios de atendimento ambulatorial, o banco de leite humano e o auditório, todos com independência funcional.


No prédio hospitalar, o átrio será o espaço responsável pela recepção, acolhimento e integração de usuários. Em sua área, além da grande recepção para usuários, serão implantados loja de conveniências, brinquedoteca, caixas bancários e acesso a lanchonete e refeitório. Voltados ainda para o átrio, no nível térreo, estarão disponíveis os acessos aos dois blocos que serão construídos na primeira etapa de obra onde serão instalados o centro de diagnóstico, os serviços terapêuticos, internação com 200 leitos (40 de uti) e o centro cirúrgico. Aos dois blocos hospitalares, será interligado a oeste em segunda etapa de obra, o terceiro bloco que ampliará o centro de diagnóstico com equipamentos de alta complexidade (radioterapia, medicina nuclear, hemodinâmica e ressonância nuclear magnética) e mais 120 leitos de internação.

Átrio - Prédio Hospitalar


ETAPAS DE CONSTRUÇÃO

1ª Etapa Outras Etapas

O prédio do Ambulatório também foi concebido para ser construído em duas etapas e ter funcionamento autônomo. Terá 60 consultórios, áreas de medicação e apartamentos para internação de curta permanência. O auditório, entre outros diversos espaços de ensino existentes próximos a todas as unidades funcionais do complexo, terá lotação para 400 pessoas e será composto por 4 módulos que possibilitarão conguração de espaços menores de 100, 200 e 300 pessoas garantido maior versatilidade ao prédio. Os serviços de apoio, em sua maioria, serão implantados na zona de abastecimento em prédios localizados na retaguarda dos prédios assistenciais. Paralelo e ao longo do bloco hospitalar, de forma a atender as demandas dos serviços de saúde, estarão abrigadas as unidades funcionais de farmácia, nutrição, armazenagem e distribuição de materiais, processamento de roupas, manutenção, tratamento e depósito de resíduos sólidos. Ainda nestes prédios encontraremos o serviço de anatomia patológica e necrotério. Os abastecimentos de água (potável, reuso e gelada), energia, gases medicinais, vácuo clínico, GLP, geração de água gelada para o sistema de ar condicionado (chillers) e o tratamento de euentes líquidos serão implantados em área própria na zona segregada para abastecimentos. O complexo hospitalar será contemplado por geradores de energia para atendimento de 100% da demanda em eventuais falhas da rede pública. Será climatizado por ar condicionado de sistema de expansão direta (água gelada) em quase sua totalidade (41.000m²). Os euentes líquidos serão tratados em estação modular compacta com capacidade de tratamento de aproximadamente 320 m³ / dia. Todos os eventos do complexo serão supervisionados em tempo real a partir de sala de controle que monitorará os sistemas de informações que incluem controle de acessos, circuito fechado de TV, sonorização, detecção e alarme de incêndios, climatização e consumos.


ENTRADA DO HOSPITAL

AUDITÓRIO

BR 364 BNC LEITE

PROC. ROUPAS ANAT.PAT. + DRSS FARMÁCIA + ALMOXARIFADO CUT

BLOCO HOSPITALAR AMBULATÓRIO

ADMINISTRAÇÃO

BLOCO HOSPITALAR

NUTRIÇÃO

CHILLERS


PRINCIPAIS ATIVIDADES E SERVIÇOS DE SAÚDE DO EAS 1 - ATENDIMENTO AMBULATORIAL 1.1 - Bloco com 60 consultórios, Salas de Coleta (sanguínea e ginecológica), Sala de Dispensação de Medicamentos e Sala de Imunização; 1.2 – HOSPITAL DIA – Sala de Medicação, Salas de Procedimentos de Enfermagem, 5 apartamentos de curta permanência. 2 – INTERNAÇÃO – 320 PACIENTES 2.1 – Internação (adultos + pediatria + neonatologia): 271 leitos 2.2 – Internação em Isolamentos: 9 leitos 2.3 – Internação em área coletiva de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI): 18 leitos pediátricos + 18 leitos adultos 2.4 – Internação em isolamento em Unidade de Tratamento Intensivo (UTI):2 leitos pediátricos + 2 leitos adultos 3 - APOIO AO DIAGNÓSTICO E TERAPIA 3.1 - SERVIÇO DE PATOLOGIA CLÍNICA – Laboratórios de Hematologia, Parasitologia, Urinálise, Imunologia, Bacteriologia, Micologia, Virologia e Bioquímica; 3.2 - SERVIÇOS DE IMAGENOLOGIA - Raio X –Geral, Raio X Telecomandado, Mamograa, Densitometria Óssea, Tomograa, Angiograa, Ressonância Nuclear Magnética, Serviço de Endoscopia, Ultrassonograa, Doppler, Ecocardiograa; 3.3 - MÉTODOS GRÁFICOS – Eletroencefalograa, Eletrocardiograa, Ergometria, Holter / MAPA; 3.4 – SERVIÇO DE ANATOMIA PATOLÓGICA. 3.5 – SERVIÇO DE MEDICINA NUCLEAR 3.6 – CENTRO CIRÚRGICO (Salas de cirurgia de grande porte + Salas de cirurgia de médio porte + 2 Salas de Cirurgia Ambulatoriais + Leitos RPA); 3.7 – AGÊNCIA TRANSFUSIONAL;


3.8 – SERVIÇO DE REABILITAÇÃO; 3.9 – SERVIÇO DE ANATOMIA PATOLÓGICA; 3.10 – SERVIÇO DE RADIOTERAPIA; 3.11 – SERVIÇO DE QUIMIOTERAPIA; 3.12 - SERVIÇO DE DIÁLISE; 3.13 – BANCO DE LEITE HUMANO 4 – APOIO TÉCNICO 4.1 – FARMÁCIA – Serviços de Unitarização, Produção de Soluções Parenterais, Produção de Quimioterápicos, Manipulação de Sólidos e Líquidos, Produção de Germicidas, Laboratório de Controle de Qualidade e Central de Abastecimento Farmacêutico – CAF; 4.2 – CENTRAL DE MATERIAIS E ESTERILIZAÇÃO – CME 4.3 – SERVIÇO DE NUTRIÇÃO E DIETÉTICA – Refeitório com 456 lugares, Área Industrial de Processamento de Alimentos, Área de Produção de Nutrição Enteral, 4 Câmaras Frigorícadas; 5 – APOIO AO ENSINO – Salas de Aula, Salas de Estudo, Salas de Professores e Auditório (4x100 lugares). 6 – APOIO ADMINISTRATIVO 7- APOIO LOGÍSTICO – Almoxarifado; Serviço de Manutenção (predial e equipamentos); Serviço de Processamento de Roupas (Lavanderia); Necrotério; Serviço de Tratamento e Deposito de Resíduos de Serviços de Saúde; Vestiários Centrais; Serviço de Higiene e Limpeza; Abrigo para Gases Medicinais; Central de Energia (subestação e grupos geradores); reservatórios de água potável e de reuso; pátio de geração de água gelada (chillers); 863 vagas para estacionamento de veículos; e Estação de Tratamento de Esgoto.


EDIFICAÇÕES Bloco A / L – Prédio Hospitalar (320 Leitos)

26.313,44m²

Pavimento Térreo

8.331,19m²

Pavimento 01 (100 Leitos)

7.037,37m²

Pavimento 02 (120 Leitos)

6.584,36m²

Pavimento 03 (100 Leitos)

4.360,52m²

Bloco B / M – Ambulatório

4.117,04m²

Pavimento Térreo

2.109,73m²

Pavimento 01

2.007,31m²

Bloco C – Nutrição, Farmácia, Almoxarifado, Administração, Vestiários

6.072,46m²

Pavimento Térreo

4.125,90m²

Pavimento 01

1.946,56m²

Bloco D – Anatomia Patológica e Depósito e Tratamento de Resíduos Sólidos

639,84m²

Bloco E – Processamento de Roupas, Manutenção e Necrotério

955,22m²

Bloco F – Central de Utilidades Bloco G – Chillers Bloco H – Guaritas Bloco I – Banco de Leite Bloco J – Auditório

927,88m² 620,10m² 24,94m² 244,74m² 1.094,67m²


ÁREAS Área de implantação Área de ocupação das edicações Área total à construir Urbanização (arruamentos, calçadas, estacionamento, jardins) Taxa de ocupação

57.812,63m² 19.104,21m² 41.040,33m² 38.708,42m² 31,88%

ESTACIONAMENTO Vagas totais do complexo (795+68) Automóveis

863 795

Funcionários

235

Pacientes, Visitantes e outros (2 vagas para veículos elétricos)

489

Portador de Necessidades Especiais (Lei 672/02 Art.81-II: Acima de100 Vagas = min.1%)

24

Idosos (Lei 879/05 min.5%)

41

Ambulâncias

06

Motocicletas Veículos sem motor (Bicicletas)

68 72


CONHEÇA MAIS EM:

www.mbmengenharia.com.br/

www.projetoh.arq.br

www.secopeengenharia.com.br/