Issuu on Google+

JUNHO 2013 • NÚMERO 17 • MENSAL

www.revistaprogredir.com

REVISTA DIGITAL GRATUITA

Um mundo sem fronteiras

Trabalhar num mundo sem fronteiras Sem Fronteiras, o esforço de paz duradoura

Aprenda a relacionar-se com a diferença Descontraia e Reflita através do vídeo do mês

Entrevista com Andrew Cohen


RELACIONE-SE QUALIFIQUE-SE

MULTIPLIQUE-SE

PROGRIDA

EXISTA!

APOSTE NA SUA FELICIDADE, HARMONIA, EQUILIBRIO E SUCESSO...


editorial RUA LINO ASSUNÇÃO N.º 24 | 2770-109 PAÇO DE ARCOS 21 443 83 05 | 96 277 73 21 NIF 509 992 978 DIRETOR GERAL PEDRO SCIACCALUGA FERNANDES

w w w. r e v i s t a p r o g r e d i r. c o m N.º 17 | Junho 2013 | Revista Mensal

Diretor | Pedro Sciaccaluga Fernandes progredir@revistaprogredir.com Direção Comercial | David Rodrigues comercial @revistaprogredir.com Editora | Maria Melo editor@revistaprogredir.com Imagem, Montagem e Design | Cátia Mota design@revistaprogredir.com Redação | Catarina Girão, Ricardo Fonseca redacao@revistaprogredir.com Partilhas do Leitor | Ricardo Fonseca partilhasdoleitor@revistaprogredir.com Sugestões e Feedback geral@revistaprogredir.com Subscrições subscrever@revistaprogredir.com

Colaboradores desta Edição Carlos Lourenço Fernandes, Ruth Fairfield, Nathalie Durel, Joaquim Caeiro, Nelson S. Lima, Sofia Monteiro, Miguel Pestana, David Rodrigues, Ricardo Fonseca e Sofia Frazoa.

Periodicidade Mensal Propriedade Ideias e Harmonia - Publicações, Marketing e Eventos, Lda ERC N.º Registo: 126163

Um mundo sem fronteiras Caros amigos, Para a presente edição da Revista Progredir escolhemos o tema “Um mundo sem fronteiras” como fio condutor da mesma. Existem no mundo mais de 190 países e estima-se que existam mais de 7 biliões de seres humanos no Planeta. Cada cultura com a sua identidade e par ticularidade, cada ser humano diferente do outro, em aspeto, personalidade, valores… mas existirão alguns denominadores comuns? Existem necessidades e valores que não têm, nem reconhecem, fronteiras? Quereremos todos alimentos, abrigo, segurança, significado nas nossas vidas e amor? Ainda hoje assistimos a guerras, confrontos Físicos e Mor te, abusos de Poder, confrontos familiares e amorosos, intrigas no trabalho e entre amigos. Existem hoje no mundo mais obesos que pessoas a passar fome! Faz sentido? Faz sentido criarmos barreiras? Fecharmonos em crenças de que não somos capazes e repetir todos os dias as mesmas coisas? Teremos que estar em constante posição de defesa? Com medo de viver? A criar barreiras e fronteiras entre nós? Com esforço, progredindo a cada dia no autoconhecimento, no conhecimento da nossa essência, conheceremos e respeitaremos o outro, com as suas diferenças e par ticularidades, sabendo que vivemos no mesmo Mundo… “O mundo não deve ter fronteiras, mas horizontes.” André de Botton

Um excelente mês para si! Beijos & Abraços

Pedro Sciaccaluga Fernandes

É expressamente proibida a reprodução da revista, em qualquer língua no seu todo ou em parte, sem a prévia autorização escrita do proprietário. Todas as opiniões, notas e comentários são exclusivos dos autores ou das entidades que produziram os dados. O conteúdo dos artigos publicados é da exclusiva responsabilidade do seu autor. O conteúdo dos artigos não expressa necessariamente a opinião da Revista Progredir e sua Direção.

JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 3


sumário

6

w w w. r e v i s t a p r o g r e d i r. c o m subscrever@revistaprogredir.com

número 17

Notícias Breves Desfrute das notícias breves. Esteja sempre atualizado.

12 Pergunta do Leitor

Um espaço dedicado a si. Envie a sua pergunta.

14 Filosofia de Vida

Um mundo diferente no outro lado do Atlântico Por Joaquim Caeiro

18 Saúde

Saúde sem fronteiras Por Ricardo Fonseca

22 Relacionamentos

54 Philosofias

A Utopia do Mundo Sem Fronteiras Por Sofia Frazoa

Relacionamentos felizes num mundo sem fronteiras Por Katian Caria

28 Entrevista

60 Mudança Tranquila

Sem fronteiras, o esforço de paz duradoura Por Carlos Lourenço Fernandes

“Um novo caminho para a Humanidade” Entrevista com Andrew Cohen Texto Por Revista Progredir

66 Agenda

Atualize a sua Agenda! Encontre atividades para poder participar.

35 Finanças

Independência Emocional do Dinheiro Por David Rodrigues

70 Vouchers Aproveite e desfrute das promoções.

39 Vida Profissional Vencer na Sociedade do Conhecimento Trabalhar num mundo sem fronteiras Por Nelson S. Lima

46 Lifestyle

Como pode, a música, inspirar a mudança e transformação em pessoas e organizações? Por Sofia Monteiro

50 Espiritualidade

Um mundo sem fronteiras Por Ruth Fairfield

4 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013

71

Reflexões Frases que nos deixam a pensar!

72 Fontes de Saber

Um momento para descontrair, refletir e meditar.

75 Biografia

Descubra quem foi o Kofi Annan.

77 Glossário

Ferramentas para Progredir: Método KIRON®.


MUNDO SEM FRONTEIRAS


notícias breves

Junho 2013

Dia Mundial do Yoga 2013 - Lisboa Madeira Life Festival - Madeira

O

Madeira Life Festival irá decorrer entre os dias 30 de Junho e 1 de

Julho. Serão dois dias dedicados ao corpo,

O

dia mundial do Yoga celebrase no dia 21 de Junho, tendo

sido proclamado pelo B.K.S. Iyengar, presidente da única instituição de Yoga da Índia.

mente e espírito através da realização de workshops, palestras, aulas e exercícios

Para

celebrar

esta

efeméride,

nos

promotores de bem-estar.

dias 22 e 23 de Junho decorrerão em Lisboa, no Fórum Lisboa e no parque de

O programa inclui variadas atividades

Atletismo Municipal Prof. Moniz Pereira

dedicadas as crianças, como por exemplo

respetivamente,

Yoga Kids, Expressão artística, Karate

alusivas a esta prática, promovidas pela

4Kids entre outras.

Confederação Portuguesa de Yoga.

Durante atividades

este

festival

relacionadas

decorrerão com

Reiki,

atividades

gratuitas

São de salientar conferências sobre yoga tradicional,

astrofísica

e

astronomia,

biodanza, meditação, taças tibetanas,

mega aula de yoga, demonstrações de

ecologia, reciclagem, Coaching, nutrição,

yoga avançado, contando com diversos

yoga, entre outras.

convidados nacionais e internacionais.

Mais informação veja aqui

6 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013

Mais informação veja aqui


notícias breves

Junho 2013

1ª Edição do Lisboa Challenge Lisboa Workshop “Trata a Vida por tu” (TVTU) de Daniel Sá Nogueira - Lisboa

I

rá iniciar no mês de Junho (dia 18) a primeira edição do Lisboa Challenge,

O

Workshop Vida

por

TVTU tu)

(Trata

facilitado

a por

Daniel Sá Nogueira, especialista em

que decorrerá até Outubro deste ano.

desenvolvimento

Promovido pela organização Beta – i,

no dia 1 de Junho em Lisboa e consiste

o Lisboa Challenge é um programa

num

internacional de aceleração de startups,

como objetivos despertar a energia

que visa a sua capacitação para o

que existe dentro

crescimento,

de

internacionalização

e

workshop

nós,

pessoal, inovador

decorrerá que

tem

motivar

captação de financiamento a curto prazo.

para

revolucionar

Destina-se a startups de qualquer área e

a

de todas as partes do mundo.

vemos o mundo e

forma

como

contribuir para um A primeira fase que decorre entre os dias 18

mundo melhor.

e 30 de Junho, consiste numa componente mais lúdica para confraternização dos

Neste dia de descoberta serão oferecidas

candidatos

com

surf,

culinária,

vela,

conhecimento

e

atividades

como

o

ferramentas e ideias que contribuirão

promovendo

o

para ter mais sucesso, desenvolver a

de

autoconfiança, promover a harmonia

estabelecimento

relações entre todos. Mais informação veja aqui

pessoal. Mais informação veja aqui

JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 7


notícias breves Junho 2013

O processo de Body Wisdom Paço de Arcos

N

utilizar os quatro passos simples, mas poderosos do Processo de Sabedoria

o dia 15 de Junho, na Akademia do

do Corpo, que são; localizar a fonte do

Ser, em Paço de Arcos, decorrerá o

problema, explorá-la, descobrir qual o seu

workshop “O processo de Body Wisdom”,

propósito ou mensagem, e, finalmente,

facilitado por Paul Aurand.

transformar e libertá-lo.

Paul

Araund

Mais informação veja aqui

é

hipnoterapeuta Workshop de Medicina Ayurvédica com Puja Kinzer Monte da Mariposa

e Formador de Hipnoterapia P r e m i a d o que viaja e dá formação

internacionalmente,

dando

consultas em Nova Iorque. É o Presidente Fundador e Diretor de Educação no Michael

Newton

Institute

e

Diretor

Executivo do Holistic Healing Center. O

E

ntre os dias 8 e 9 de Junho decorrerá no Monte da Mariposa, Tavira, o

workshop de medicina ayurvédica com

Processo de Sabedoria do Corpo é uma

Puja Kinzer, uma fisioterapeuta que

viagem de cura interior, que combina

trabalha com terapias corporais há 18

imagens de cura, o toque terapêutico, a

anos e formadora de psicoterapia.

respiração dirigida e a expressão verbal para a cura verdadeira nos mais profundos

Neste workshop irão ser abordados os

níveis.

princípios da medicina ayurvédica e a sua aplicação em diversas áreas terapêuticas,

Neste Workshop de um dia irá experienciar

promovendo o bem-estar corporal e

a cura pessoal profunda e aprender a

mental. Mais informação veja aqui

8 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013


notícias breves Junho 2013

Jornada Europeia 2013 “Você Consegue” por Lauro Trevisan - Porto

N

É um local que agora está vocacionado o dia 2 de Junho decorrerá no

para acolher empresas e profissionais

Porto uma nova edição da jornada

das áreas de publicidade, marketing,

europeia de Lauro Trevisan com o tema

indústrias criativas, start up’s, ateliers,

“Você consegue”.

arquitetos, e show rooms de moda e design,

Lauro Trevisan é padre e formado em Filosofia,

Teologia,

Psicologia

pretendendo

dinamizar

uma

comunidade inovadora e criativa no local.

entre

Mais informação veja aqui

outras áreas e escritor de diversos livros que abordam o poder da mente, da fé e motivação. Esta será uma jornada de

II Congresso Internacional de Envelhecimento 2013 - Oeiras

crescimento, de investimento pessoal e de realização pessoal. Mais informação veja aqui

Abertura da Central Station (central de empreendedorismo) - Lisboa

O

I

rá ter lugar nos dias 6,7 e 8 de Junho, no Taguspark em Oeiras, o II Congresso

Internacional de Envelhecimento 2013. O Congresso tem

edifício “Central Station”, em Lisboa,

como

objetivo

quer afirmar-se como o novo centro

promover o debate

de empreendedorismo e criatividade da

e a reflexão sobre o envelhecimento e a

capital.

sustentabilidade social, a polimedicação JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 9


notícias breves Junho 2013

e o envelhecimento. No programa, à semelhança constam

do

primeiro

congresso,

vários

debates

temáticos,

Dia Mundial do Naturismo Todo o país

conferências e um simpósio médico. Mais informação veja aqui

4º Festival Osho Portugal de Música e Meditação - Pomar da Serra

O

Dia Mundial do Naturismo é um dia móvel indicado pela Federação

Internacional de Naturismo durante o mês de Junho celebrando-se neste ano no dia 2 de Junho. O objetivo da sua criação baseia-se

E

para além do são convivo entre os seus ntre os dias 20 e 23 de Junho decorrerá

membros é a comemoração do naturismo

em Pomar da Serra, o 4º Festival Osho

em geral e do naturismo associativo em

Portugal de Música e Meditação.

particular.

Este festival é constituído por programa

Assim pretende-se que no dia 2 de Junho,

de meditações ativas com música ao

em qualquer espaço oficial e de uso e

vivo, de todo o mundo. É um encontro de

costume se mostre a sua utilização, a

partilha, de meditação e celebração com

forma de estar na vida em comunhão com

todas as pessoas em sintonia, sendo uma

a natureza, com a família e com os amigos

experiência especial e transformadora

e conhecidos.

baseada nos conhecimentos adquiridos na comunidade Osho na Índia. Mais informação veja aqui

10 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013

Mais informação veja aqui


pergunta do leitor

Envie a sua pergunta para geral@revistaprogredir.com

O que fazer quando a possibilidade da emigração começa a ser a única hipótese? Álvaro Martins, 32 anos, Alenquer

É

importante termos a perceção de que

for sentida como uma imposição, por falta de

efetivamente o número de portugueses

oportunidades. Culturalmente fomos e somos

que emigraram subiu mais 43% do que em

um país de emigrantes mas será por sentirmos

2011. Mas a questão da emigração trás algo

que não tínhamos opção ou por irmos em

mais profundo do que as questões financeiras

busca de melhores oportunidades… No

ou a estagnação de um país, trás o medo do

mundo globalizado em que vivemos, emigrar

desconhecido, o medo de arriscar no vazio sem

é um direito de qualquer cidadão que deseje

a certeza de que o resultado vai ser positivo e só

melhorar o seu nível de vida que não tem no

através das certezas nos sentimos confortáveis

país onde nasceu, mas será que se encararmos

e seguros. É sempre fácil falarmos em emigrar,

a realidade do país como uma oportunidade

até dar esse conselho quando são os outros a

de mudança, teremos mesmo que emigrar?

terem que dar o salto no escuro e a correrem os

O importante é avaliarmos a situação, ver

riscos financeiros e sociais. Claro que a situação

os pontos positivos e os menos positivos e

económica e social é um dos fatores principais

tomar uma decisão consciente assumindo a

pela escolha de emigrar, deixar o seu país, as

responsabilidade da escolha, seja esta ficar e

suas raízes. Mas será que a emigrar é mesmo a

lutar no pais de origem, seja partir e lutar num

única hipótese, ou chegamos a um ponto onde

outro país.

a mudança de atitude e de comportamento é tão necessária que a possibilidade de emigrar se torna um mal menor. Certamente a escolha de emigrar por motivos de querer essa experiência é bem diferente se a escolha 12 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013

MARIA MELO

LIFE COACHING

www.akademiadoser.com mariamelo@akademiadoser.com


Ganhe no facebook da Revista Progredir!

Este mês habilite-se a ganhar o Livro: Iluminação Evolucionária de Andrew Cohen

É fácil e grátis Esteja atento à página do Facebook da Revista Progredir. Será publicada uma imagem sobre o concurso. Partilhe essa imagem e escreva como comentário uma frase que inclua a palavra Progredir. O Autor da frase mais original ganhará o livro. Leia informações detalhadas sobre o concurso clique aqui Vencedor de Maio: Por lapso não foi lançado o passatempo do mês anterior na página do Facebook da Revista Progredir, cujo vencedor ganharia o livro “Um milagre na minha vida, por Margherita Enrico”, assim teremos, durante o presente mês, dois passatempos paralelos a decorrer. Participe! Boa sorte!


Filosofia de Vida

Um mundo diferente no outro lado do Atlântico Um dia descobrimos que a essência que sempre acreditámos está lá. Um dia percebemos que a tentativa de encontrar essa essência, nada mais foi do que a manifestação do medo em vermos a própria luz... Por Joaquim Caeiro

14 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013


Filosofia de Vida

U

m dia descobrimos que não existem fronteiras para as ligações de alma e

que a total liberdade em ser existe mesmo,

Viver o que somos, lembra-nos a ligação eterna à fonte

por vezes mascarada por mecanismos que nos fazem acreditar que isso seria impossível, quando esses próprios mecanismos são os criadores da própria liberdade. Esse dia foi em 2007, depois de 33 anos de vida. Através da realidade desse povo houve o resgate da essência e liberdade de ser, a rendição por completo ao amor e à paz. Assombrada por um sistema politico associado ao comunismo, Cuba viveu anos e anos sujeita ao domínio de uma única

ponto de vista de subsistência e criação de

ideia e comportamento. Se por um lado

estratégias naturais e disponíveis para que

a teoria defendia a partilha e igualdade,

o mais importante tivesse continuidade

por outro lado, o mecanismo de controlo

– VIVER. Tudo isso e o que envolve a

criado por aqueles que descobriram a forma

vivência diária, associado ao desapego e à

como manipular e exercer poder sobre os

necessidade básica de viver, fez com que este

outros, criava riquezas escondidas e estilos

povo se torna-se autêntico, fiel a ele mesmo

de vida duvidosos. Ao longo dos tempos o

e natural à sua própria essência, afinal de

povo cubano, convencido do seu destino,

contas nada mais havia a perder! E assim

entregou-se e adaptou-se, ao mesmo tempo

encontramos em Cuba – a naturalidade

que, sem saber faria ressurgir a lembrança

do ser associada à longevidade e estilo de

mais básica da vida – ser, viver e existir!

vida saudável. Parecendo um paradoxo, a

Enquanto países que transpiravam evolução

verdade é que esta realidade nos ajuda a

económica e estilos de vida diversificados,

catapultar o que somos – NÓS MESMOS!

Cuba remeteu-se a si mesma, entregando-

A maior fronteira que nos separa da

se a uma caminhada única e exemplar, do JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 15


Filosofia de Vida

possibilidade ‘SER’ é a crença de que temos de fazer algo para isso acontecer! Porque na verdade, façamos o que fizermos já somos e sempre seremos nós mesmos! Quem poderia imaginar que do outro lado do oceano atlântico existiam seres que faziam ressoar o que durante a maior parte da vida escondemos ou rejeitamos demonstrar? Quem poderia imaginar que a naturalidade com

que

amam

incondicionalmente,

fizesse parte da sua forma de estar e ser? Naturalmente uma experiência é uma experiência e todos somos humanos, construídos e em manifesto do que aprendemos e vivenciámos. Palavras são sempre muito pouco para descrever o que o coração manifesta. Um Retorno a Casa Era noite. O cheiro único, a temperatura diferente, muito calor e uma sensação de alerta. Tudo parecia familiar e a sensação foi como se regressasse a casa. Acompanhado de um amigo, irmão e companheiro de vida, cujas raízes verdadeiras são cubanas, observávamos num misto de emoções, em que, se por um lado sentíamos o calor do reconhecimento, por outro o susto por tudo ser tão verdadeiramente real. Esperávamos 16 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013


Filosofia de Vida

A maior fronteira que nos separa da possibilidade ‘SER’ é a crença de que temos de fazer algo para isso acontecer! Porque na verdade, façamos o que fizermos já somos e sempre seremos nós mesmos!

ao acordar, um pequeno -almoço já servido que era uma caneca de leite com chocolate e uma fatia de pão duro… ‘esta vai ser a experiência da tua vida!’ … e assim foi! Viver o que somos, lembra-nos a ligação eterna à fonte Muita coisa existe para contar sobre cuba.

a família que vinha de casa, do campo, que

Mas o mais importante e a mensagem

ficava a 200km de Havana. Após termos

principal, é a simplicidade daquele povo e

passado o controle da guarda cubana e

a sua naturalidade. Tudo isso conservado

termos sido obrigados a abrir as malas e a

graças à ausência do capitalismo. E sem o

deixar algumas coisas por lá, as emoções

saberem, o que talvez nem seja importante

estavam à flor da pele. O olhar procura

para eles, pois é natural, permaneceram na

intuitivamente

com

lembrança da ligação à essência mais básica

algo ou alguém e eis que observamos uma

da vida, que é apenas ser com tudo o que faz

senhora com alguma idade, no seu vestido

parte, independentemente de tudo. Neste

de domingo, rosa choque e estilo de quem

povo é possível o reencontro, lembrar como

sai uma vez por ano de casa a dirigir-se a nós,

é sentir o amor verdadeiro, dar importância

abrindo os braços e chamando ‘Pipoooo’…

à lembrança que a base de tudo é estar

(diminutivo de filho) … era a mãe de quem

vivo e ser o que somos. Para muitos poderá

me acompanhava. De seguida estende

não ser uma filosofia de vida, mas funciona

os braços partilha o amor … o verdadeiro

como uma terapia para a vida!

uma

identificação

amor desapegado de qualquer interesse ou intenção. As lágrimas correram pelo rosto e seguimos em direção ao campo. Ao chegar a família inteira esperava-nos e num misto de gritaria celebrativa e abraços e beijos, fomos

JOAQUIM CAEIRO www.jcaeiro.blogspot.com

recebidos de forma igual. No dia seguinte, JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 17


Saúde Saúde sem fronteiras A saúde é uma das áreas que tem alargado as suas fronteiras com o decorrer dos anos devido a alterações políticas e legislativas, empreendedorismo e desenvolvimento tecnológico. O alargamento destas fronteiras tem possibilitado melhores e mais abrangentes cuidados de saúde a um nível global. Por Ricardo Fonseca

N

esta

edição

da

Revista

Progredir o tema central é o

ideal de um mundo sem fronteiras onde

gradualmente

se

vão

alargando horizontes através de partilha de ideais que possibilitam novas conquistas e progressos. No que diz respeito à saúde, a questão das fronteiras pode ser analisada através de diferentes ângulos, como por exemplo a quebra das mesmas que vai equilibrar a igualdade de 18 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013


Saúde

O alargamento das fronteiras além das suas características geográficas conduziu à partilha de conhecimento

acesso aos cuidados de saúde entre todos os seres humanos e a partilha e transferência de inovações a nível global. Uma das grandes alterações políticas que ajudou a derrubar as fronteiras nos cuidados de saúde foi a diretiva

Também

da União Europeia de 2012, que veio

implementação de novas medidas

definir a igualdade de acesso a todos

legislativas

os cidadãos europeus em todas as

fronteiras

instituições dos estados membros

discriminação por deficiência, género,

independentemente da sua origem.

raça e que promover a transformação

Esta

de edifícios, de instituições de saúde

nova

legislação

também

temos que

assistido vieram

eliminar

relacionadas

diferentes regiões do mesmo país

igualdade de acesso aos cuidados de

com diferentes ofertas e necessidades

saúde.

de cuidados de saúde diferenciados,

As

derrubando

desenvolvimento

as

fronteiras

regionais e locais.

sociais

para

a

e

redes

social,

com

promoveu o acesso de cuidados entre

assim

solidariedade

à

com e

o

uma

seu

abrangência

têm cumprido um papel de relevo no alargamento das fronteiras da saúde através da facilitação da troca

A discriminação, o preconceito, as correntes políticas e económicas são as grandes barreiras que ainda impossibilitam uma travessia igual e equilibrada do conhecimento, dos cuidados, da inovação, da igualdade.

de experiências, conhecimentos e pelo grande poder de associativismo entre cidadãos de todo o mundo com objetivos comuns. Durante muitos anos a saúde esteve condicionada

pelas

fronteiras

territoriais em que todas as medidas, progressos

e

inovações

estavam

JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 19


Saúde

à uniformidade de algumas tipologias de cuidados, à criação de associações mundiais e obteve o seu maior pico de

expansão

com

organizações

a

criação

das

não-governamentais

que promovem a saúde e previnem a doença em todo o mundo.

Eliminar fronteiras relacionadas com a discriminação por deficiência, género, raça

Estas

cuidados

voluntariado ou não, baseiam os seus princípios na formação adequada, fornecimento

de

terapêutica

para

e equipamento médico, na oferta

havendo

de profissionais de saúde e criam

qualquer partilha de informação e

o ideal de igualdade num mundo

de conhecimento. O conhecimento

sem

era apenas partilhado pelos grandes

exemplos conhecidos em todo o

mestres na área da saúde através da

mundo é a associação Médicos Sem

publicação de livros, ensaios clínicos.

Fronteiras que ao longo dos anos têm

o

país

de

direcionadas

de

de saúde, quer seja em regime de

no unicamente

organizações

origem

não

fronteiras.

Um

dos

grandes

A nível académico cada país tinha os seus próprios programas de estudos não havendo igualdade formativa para profissionais da mesma área de atuação e entre unidades de saúde que desempenhavam os cuidados de forma diferente e autónoma. O alargamento

das

fronteiras

além

das suas características geográficas conduziu à partilha de conhecimento,

20 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013

A diretiva da União Europeia de 2012, que veio definir a igualdade de acesso a todos os cidadãos europeus em todas as instituições dos estados membros independentemente da sua origem


Saúde

sido os grandes responsáveis pela melhoria dos cuidados de saúde, a diminuição das tachas de prevalência e incidência de algumas doenças até então consideradas pandémicas e endémicas. Esta associação através do envio de profissionais de saúde especializados em diferentes áreas tem realizado ações de formação,

correntes

alterado

alguns

são as grandes barreiras que ainda

cuidados são prestados, contribuindo

impossibilitam uma travessia igual

para a educação em saúde e redução

e equilibrada do conhecimento, dos

de doença e dos estigmas associados.

cuidados, da inovação, da igualdade.

Existem

a

forma

outras

como

Uma

Fronteiras,

os

muitos seres humanos, ainda é uma

Coração

utopia e um horizonte longínquo, mas

sem Fronteiras, o Mundo a Sorrir,

cada cidadão pode responsabilizar-se

Associação

Sorrisos

sem

Fronteiras,

fronteiras,

para

acupunctura

sem

por concretizar medidas de mudança

outras,

tem

e transformação. As fronteiras têm

desenvolvido campanhas e projetos

o poder e o formato que cada um

de inovação em saúde em todo

de nós lhe atribui e compete -nos

o

quaisquer

sermos agentes de mudança para

fronteiras existentes em qualquer

alargar, derrubar e atribuir um novo

âmbito.

significado ao conceito de fronteira.

fronteiras

mundo

de

sem

económicas

os

sem

saúde

e

como

Veterinários

ONG’s

políticas

entre

derrubando

que

Para uma saúde sem fronteiras é Independentemente de todos estes

necessário agir e transformar!

avanços existem nos dias de hoje, com grande grau de relevância, algumas fronteiras que devem ser derrubadas, que são as fronteiras mentais. A discriminação,

o

preconceito,

RICARDO FONSECA

ENFERMEIRO, ESCRITOR http://ricardosousafonseca.pt.to/ percursosdevida@gmail.com

as JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 21


Relacionamentos

Relacionamentos felizes num mundo sem fronteiras Quando nos relacionamos com os outros com base em necessidades que deve ser satisfeitas por estes, tornamo-nos inconscientemente dependentes. Aprenda a ser livre num mundo sem fronteiras. Saiba colocar-se “em causa�! Por Katian Caria

22 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013


Relacionamentos

N

ficam presas numa só perspetiva. um mundo onde a energia dos

São pessoas para quem o respeito

relacionamentos

e

para consigo mesmo e para com o

aproxima, por vezes somos levados a

outro é mais importante do que ter

pensar que estamos longe e separados,

razão. Respeitam por isso a diferença

cada um “no seu mundinho”, mas na

e têm a capacidade de compreender

realidade estamos sempre juntos pois

e eventualmente integrar as várias

somos todos um! Tudo o que pensamos,

perspetivas,

sentimos e fazemos vai e volta! Ao dar,

apenas a uma. Compreendem que

recebo e ao ajudar o próximo, ajudo-

o conflito, ou seja, a existência das

me. Em última instância estou sempre

diferentes visões, embora inevitável,

a fazer bem ou mal a mim próprio.

pode representar uma oportunidade

nos

une

não

ficando

presas

de crescimento e união. A forma como nos relacionamos com o mundo à nossa volta, connosco

Por outro lado, há pessoas que adotam

próprios

tem

posturas mais limitadas e confinam os

perceção

seus relacionamentos a regras rígidas

um

e

impacto

com

os

direto

outros, na

que temos sobre o nosso grau de satisfação, felicidade e bem-estar. As

pessoas

sentem-se

geralmente

mais felizes quando estão seguras da sua identidade e livres nos seus relacionamentos. O seu bem-estar é mais elevado porque conseguem viver o seu dia-a-dia de forma íntegra, convivendo com os outros sem ter a necessidade de se defender, justificar

“Conhecer os outros é inteligência, conhecer-se a si próprio é verdadeira sabedoria. Controlar os outros é força, controlarse a si próprio é verdadeiro poder.” Lao-Tsé

ou atacar. Aceitam o facto de que num mundo sem fronteiras “cada cabeça sua sentença” e por isso não JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 23


Relacionamentos

e por vezes castradoras. Fixam-se sobretudo

nas

suas

necessidades

todos os relacionamentos para nos

e dependem dos outros para as

conhecermos melhor e aceitar que

satisfazer. Com isto, estão a colocar

“tudo o que nos irrita nos outros pode

todo o seu poder fora de si! O que

levar-nos a um entendimento de nós

significa que, mais cedo ou mais tarde,

mesmos.” Carl Jung.

a relação terminará numa rutura que pode ser bastante destrutiva.

A questão começa por conseguirmos identificar

como

é

que

nos

A boa notícia é que tudo na vida

sentimos relativamente aos nossos

é cíclico e por isso “tudo passa”!

relacionamentos.

Saber aceitar esta realidade revela

do

grande sabedoria e bom senso pois a

limitados? Em ação ou acomodados?

única certeza que temos é a certeza

Em

da

Confiantes ou desconfiados?

mudança.

24 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013

que

aproveitar

tempo

A

maior

sentimo-nos

conflito

ou

em

parte

livres

ou

harmonia?


Relacionamentos

seria se aprendêssemos a viver mais o

Os relacionamentos são uma representação inequívoca da nossa capacidade de amar, criar laços e pontes, partilhar sonhos e realizar objetivos

momento presente? Às vezes, quanto

É claro que ao longo das nossas

Aquilo em que pensamos, consciente

vidas todos somos desafiados, todos

ou inconscientemente, forma o nosso

sentimos um misto de emoções, por

sistema de crenças e valores que, por

vezes

e

sua vez, determina as nossas escolhas

dolorosas, outras vezes agradáveis

diárias em cada um dos nossos

e prazerosas, mas quanto tempo

relacionamentos.

passamos

A tendência da maior parte das

bastante

desconfortáveis

a “alimentar ” cada

maior for a resistência à mudança, numa tentativa de manter o controlo sobre os acontecimentos da vida, maior será o embate e a tensão imensa causada pelo desgaste de remar “contra a maré”.

um

desses estados emocionais?

pessoas que estão insatisfeitas nos

Porque será que algumas pessoas, estejam onde estiverem, permanecem presas em sentimentos como a culpa e a preocupação, e outras conseguem avançar? O mundo está cheio de seres humanos que estão em sofrimento por causa de algo que não deveriam ter feito em relação a alguém, mas que já fizeram, ou ansiosos e preocupados por causa de coisas num determinado relacionamento que podem ou não vir a concretizar-se no futuro. Como JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 25


Relacionamentos

provavelmente

Há que aproveitar todos os relacionamentos para nos conhecermos melhor e aceitar que “tudo o que nos irrita nos outros pode levar-nos a um entendimento de nós mesmos.” Carl Jung

vamos

sentir-nos

frustrados, irritados, desiludidos e/ ou enganados. Nessas circunstâncias, sem perceber bem como, entramos num estado muito frágil do qual é por vezes extremamente difícil de sair. Como podemos então dar a volta a este enredo? Se justificarmos as nossas reações culpando o exterior, reduzimos a nossa capacidade de resposta. A inteligência emocional

seus relacionamentos, é atribuírem

ensina-nos que não conseguimos o

a responsabilidade pelo seu estado

que quer que seja repartindo culpas,

a alguém ou a algo fora de si. Por

visto que isso nos transforma em

exemplo, dizemos coisas como: “Não

vítimas impotentes.

me divirto há anos por causa dele/ dela!” É a chamada localização exterior

O contrário, ou seja, a localização

do controlo. Ou seja, ao precisarmos

interna do controlo, dá-nos muito

dos outros para nos sentirmos felizes

mais poder, já que nos permite assumir

e livres, quando isso não acontece,

responsabilidade pelo que sentimos,

26 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013


Relacionamentos

bem

como

a

responsabilidade

Aquilo em que pensamos, consciente ou inconscientemente, forma o nosso sistema de crenças e valores que, por sua vez, determina as nossas escolhas diárias em cada um dos nossos relacionamentos

pelo que vamos fazer com isso. Tudo

são

escolhas!

Daí

ser

tão

importante perante “problemas” nos relacionamentos, olhar para dentro em vez de apontarmos o dedo da culpa para fora. “Conhecer os outros é inteligência, conhecer-se a si próprio é verdadeira sabedoria. Controlar os outros é força, controlar-se a si próprio é verdadeiro poder.” Lao-Tsé.

Abra as suas fronteiras à escuta e à compaixão, criando mais harmonia

Pessoas

bem-sucedidas

nos

nos seus relacionamentos. Se fizer a

relacionamentos optam sempre por

sua parte do trabalho e aprender a

se responsabilizar, ou seja por se

olhar-se no espelho interior do seu

pôr “em causa”, questionando-se e

próprio ser, tudo é possível!

colocando-se no centro da questão, para depois decidir como atuar sobre

Os

relacionamentos

são

uma

ela no sentido de aumentar o seu

representação inequívoca da nossa

grau de satisfação e bem-estar, sem

capacidade de amar, criar laços e

prejudicar o outro.

pontes, partilhar sonhos e realizar objetivos.

E você, já aprendeu a resgatar o seu poder interior! Consegue colocarse em causa? Se ainda não, saiba que está sempre a tempo! Comece por corrigir sua a perceção ao nível dos pensamentos e permita que o amor e compreensão se manifestem.

KATIAN CARIA GESTÃO DE CONFLITOS FORMAÇÃO MEDIAÇÃO COACHING PARA UMA VIDA MAIS HARMONIOSA www.caria.com.pt JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 27


Entrevista Completa no Site Progredir

“Um novo caminho para a Humanidade”

Passados 24 anos desde o lançamento do seu primeiro livro “ O meu mestre Sou Eu mesmo”, Andrew Cohen volta a Portugal para o Lançamento da sua mais recente Publicação “Iluminação evolucionária: um novo destino Espiritual para a Humanidade”. Respeitado professor espiritual dos tempos atuais, a Revista Progredir teve o prazer de o entrevistar. Texto Por Revista 28 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013

Progredir


Entrevista

Somos o criador e sentimos o sentido de urgência, de paixão, de querer mudar o mundo e ganhamos a consciência espiritual de que podemos concretizar mais do que alguma vez pensamos

Andrew Cohen: Sim acredito na ideia de um mundo sem fronteiras, mas aprecio muito as diferenças entre os povos. Diferenças entre Portugueses e Americanos, Americanos e Chineses, Israelitas e Japoneses, Japoneses e Africanos. As diferenças são muito importantes.

A

multiplicidade

das

diferenças leva à diferenciação que PROGREDIR: Como tem sido esta

expressa a criatividade da vida, por

viagem

isso não me faz sentido reduzir à

após

24

anos

sobre

o

lançamento do seu primeiro livro?

singularidade,

não

existindo

desta

forma distinção, pois é através da Andrew

Cohen:

Tem

sido

uma

diferenciação que a criatividade, a

grande viagem e nos últimos 24

natureza e a evolução se expressam e

anos a descoberta do significado de

revelam. A perceção consciente surge

iluminação, tem permitido a mudança

dessa mesma diferença. Desta forma,

e o desenvolvimento de uma forma

acredito na união do todo sem esconder

abismal. Todos os meus ensinamentos

a verdade da diferença, porque a

são hoje uma expressão do quanto o

própria diferença é a manifestação da

significado da iluminação evolui. Tem

criatividade da vida. Esta diferença é

sido com toda a certeza um caminho de

mais fácil de ver para algumas pessoas do

crescimento.

que para outras. Para algumas pessoas as diferenças podem ser interpretadas

PROGREDIR: Este mês o tema da

como fascismo enquanto para outras

edição da Revista progredir é “Um

isso não é necessariamente verdade.

Mundo

Conseguir ver as diferenças significa

sem

nesta ideia?

Fronteiras”,

acredita

conseguir apreciar a complexidade da vida.

JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 29


Entrevista

Fazer escolhas é o que faz os seres humanos serem poderosos, escolhas conscientes. Quando queremos utilizar este dom, podemos afetar a mudança para melhor e esse é o nosso poder

grande evolução e progresso. Devemonos sentir bem com essa evolução que conseguimos alcançar. PROGREDIR: Fale-nos do seu conceito de iluminação (Enlightment) Andrew Cohen: No meu conceito iluminação é o reconhecimento da

PROGREDIR: O que pensa sobre a

totalidade de tudo o que existe e não

Humanidade de hoje e o seu Futuro?

existe, visto como um só. Experimentar a iluminação ou a perceção de iluminação

Andrew Cohen: Penso muitas coisas,

é a receção direta da não dualidade,

mas o mais importante é que estamos

tudo está incluído no que existe e no

a evoluir, a melhorar. O mundo é hoje

que não existe, ambos são vistos como

um lugar melhor do que era há 1000

um só. A principal consciência é a de

anos atrás, há 500 anos atrás, há 100

unidade e só depois vem a diferença.

anos atrás ou à 50 anos atrás. Existe

A pessoa não iluminada vê primeiro a

uma maior percentagem de pessoas

diferença e não a unidade. A pessoa

a

viverem

melhor,

com

melhores

condições de vida, melhor educação, liberdade politica. Existem hoje mais direitos,

melhor

justiça

e

menos

diferenciação entre homens e mulheres, em todo o mundo independentemente da cor e da raça. O mundo é hoje um lugar mais justo e com mais compaixão do que alguma vez foi. Ainda temos muito que caminhar, mas fizemos uma

30 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013


Entrevista

Enfrentar a possibilidade de algo tão fantástico que nunca se permitiu imaginar e enfrentar também toda a escuridão da vida iluminada vê primeiro a unidade e só depois vê a diferença. Neste meu conceito a unidade é dividida em duas dimensões, a primeira é o Ser, vazio, sem tempo, sem forma, sem manifestação, o vazio de onde surgiu o universo. A outra dimensão é o tornar-se, a manifestação, o

processo

criativo,

o

processo

evolutivo, o universo, incluindo a vida,

amor, sexo, fama, fortuna. Tem que se tornar a sua principal prioridade.

a mente, tudo faz parte do tornar-se. A meu ver para perceber este conceito é

O segundo princípio, é que é necessário

importante ter a experiência de Ser e a

assumir a total responsabilidade sobre

experiência do processo de evolução, o

si próprio, deixar de ser vítima e assumir

tornar-se. Sem os dois não temos uma

a responsabilidade pela sua situação,

imagem completa da realidade.

independentemente do que estiver a acontecer, independentemente do

PROGREDIR: Fala em 5 princípios

quanto foi magoado ou traumatizado, a

fundamentais para uma vida de

responsabilidade é sua se quer ser livre.

iluminação, quais são? O terceiro princípio diz que é preciso Andrew Cohen: O primeiro princípio

prestar mais atenção ao que se passa.

refere que se quer ser livre, se quer

Olhar de uma forma mais profunda,

tornar-se iluminado, tem que o querer

enfrentar tudo, não evitar nada. Enfrentar

mais do que qualquer outra coisa no

a possibilidade de algo tão fantástico

mundo e na vida, seja riqueza material,

que nunca se permitiu imaginar e JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 31


Entrevista

enfrentar também toda a escuridão da

terra, do universo e fazem parte de

vida, o egoísmo, a ganância. Enfrentar a

um só processo. O processo é um só e

luz e a escuridão e enfrentar os outros,

está a acontecer, não é desdobrável.

o mundo, o universo. A evolução é um

O processo existe e acontece através

processo, tudo o que somos, o nosso

da experiência de cada um de nós, de

corpo, a nossa personalidade, os nossos

sermos quem somos. Este é o quarto

sentimentos,

princípio, a perspetiva do processo,

pensamentos,

desejos

e medos fazem parte da natureza, da

a

perspetiva

cósmica,

biológica

e

cultural sendo este último o processo de consciência. Quando fazemos esta

Que é necessário assumir a total responsabilidade sobre si próprio, deixar de ser vitima e assumir a responsabilidade pela sua situação

32 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013

aprendizagem, passamos a ver tudo como impessoal, objetivo e racional. O quinto princípio diz que quando iniciamos o caminho espiritual, fazemolo por nós, mas posteriormente passamos a fazê-lo pelos outros. Queremos que todo o universo seja iluminado e tem se


Entrevista

a vontade de trabalhar mais para que isso aconteça. PROGREDIR: A mudança é inevitável, qual a melhor forma de alcançá-la? Andrew Cohen: Buda diz que tudo

Acredito na união do todo sem esconder a verdade da diferença, porque a própria diferença é a manifestação da criatividade da vida

muda e que tudo está em constante mudança, nada é estático. Se assim for, se tudo estiver em constante mudança, esta mudança pode ser para melhor ou

PROGREDIR: Qual o objetivo da sua

para pior. Se queremos uma mudança

última publicação?

para melhor então temos que criar uma direção e fazer escolhas, pois o maior

Andrew

Cohen:

poder que temos é podermos escolher.

último livro, é introduzir a um maior

Fazer escolhas é o que faz os seres

número

humanos serem poderosos, escolhas

de iluminação. Que a iluminação é o

conscientes. Quando queremos utilizar

acordar para a criação de um motivo

este dom, podemos afetar a mudança

no universo, é a realização, a inspiração

para melhor e esse é o nosso poder.

criativa que deu origem ao universo e

Para onde me levam as minhas escolhas,

que está disponível para nós na nossa

para criar um mundo melhor? Ou para

experiência como humanos e acordar

o contrário? Tornamo-nos iluminados

para essa inspiração de criatividade

quando fazemos escolhas para tornar o

mostra-nos que temos acesso a essa

mundo melhor.

fonte tão poderosa de criação, que

de

O

pessoas

objetivo este

deste

conceito

pode mudar o mundo para melhor.

Devemo-nos sentir bem com essa evolução que conseguimos alcançar JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 33


Entrevista

PROGREDIR: Uma mensagem para os nossos leitores? Andrew

Cohen:

Todos

devemos

Conceito iluminação é o reconhecimento da totalidade de tudo o que existe e não existe, visto como um só

aprender a levarmo-nos muito a sério. A maioria das pessoas não se leva a sério

universo com uma forma humana,

ou então levam-se a sério pelos motivos

então tudo é nossa responsabilidade.

errados. Quando acordamos através do

É uma grande responsabilidade e se

processo de iluminação, começamos a

soubermos isso vamos mudar as nossas

levar-nos a sério pelos motivos certos,

vidas, pois percebemos que não somos

pois percebemos que não existe um

só mais uma pessoa, somos o criador

Deus no céu. Deus a inteligência que

e sentimos o sentido de urgência, de

criou o universo e essa energia criativa

paixão, de querer mudar o mundo e

precisa de todos nós para criar o futuro.

ganhamos a consciência espiritual de

Temos nas nossas mãos, nos nossos

que podemos concretizar mais do que

olhos, na nossa mente, em cada um de

alguma vez pensamos.

nós o poder de criar e temos também essa responsabilidade. Seremos então todos a energia de Deus com uma forma humana e o futuro depende das escolhas que fazemos. Por isso temos um sentido enorme de responsabilidade mas se não soubermos quem somos poderemos assumir que não é um problema ou responsabilidade nossa. Iremos assumir que somos apenas uma pessoa com uma vida, que não pediu para nascer, por isso o problema não é nosso, mas se percebermos que somos os criadores, que somos a energia que criou o 34 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013

A entrevista com ANDREW COHEN encontra-se na integra no site da PROGREDIR. Clique aqui e

veja a entrevista

completa! The Awakened Life Project www.awakenedlifeproject.org

ENTREVISTA POR REVISTA PROGREDIR


Finanças

Independência Emocional do Dinheiro Liberte-se do dinheiro! Quando a sua vida emocional e a sua vida financeira estão interrelacionadas mas são independentes, signfica que alcançou a maturidade emocional na relação com o dinheiro e que a sua felicidade não está dependente do seu saldo bancário. Por David Rodrigues

JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 35


Finanças

N

um mundo sem fronteiras, o dinheiro

não

pode

ser

uma

limitação nem um problema, e a principal questão não é o saldo da

Se quer que o dinheiro faça parte da sua felicidade liberte-se dele!

conta bancária, mas sim o saldo do seu apego emocional ao dinheiro. Tenha 10€ ou um milhão como se sente

ultrapassar são aquelas que não se

quando tem muito ou pouco dinheiro?

conhecem, que estão escondidas e

Mais segura ou insegura? Mais livre ou

essas são principalmente as que estão

com o peso da responsabilidade? Mais

guardadas no nosso inconsciente mas

importante ou menos importante? Com

que moldam de forma muito real o

mais poder ou menos? Mais valioso ou

presente.

menos valioso? Mais preocupado ou menos preocupado?

Se acredita que precisa de dinheiro para ser feliz, está a criar um apego

O dinheiro é fantástico mas só quando

muito grande e quanto mais se apega

não dependemos dele, é fantástico

a algo (pessoas inclusive) mais as

poder utilizar o recurso dinheiro para

afasta de si (ainda que fisicamente

realizarmos

estejam

aquilo

que

queremos,

próximas).

precisou

mas apenas quando não se torna uma

desesperadamente de algo e parece

barreira à nossa felicidade.

que a vida conspirou contra si para não ter ou alcançar? Tem que ver

Ultrapassar o desconhecido

exatamente com o apego! Assim se quer que o dinheiro flua

As

fronteiras

mais

difíceis

de

naturalmente bem na sua vida tem de se desapegar e é nesse momento que

Medite regularmente e leve a questão do dinheiro para as mesmas

será mais abundante que nunca, tendo o dinheiro que (realmente) precisa em cada momento, porque ainda que tenha uma fortuna, se o seu apego for

36 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013


Finanças

grande, ou a sua felicidade é diminuta ou é uma questão de tempo até ele começar a fluir para longe de si, porque o

dinheiro

não

tem

preferências,

apenas segue os fluxos das vibrações energéticas, e se os seus sentimentos são

de

insegurança,

dependência,

fortaleza ou poder, ele seguirá para onde encontre um lugar e expressão de liberdade, realização e independência. Se quer que o dinheiro faça parte da sua felicidade liberte-se dele! Como me posso libertar do apego emocional? 1. Medite regularmente e leve a questão do dinheiro para as mesmas. Permitir-lhe-á aceder a informação do seu inconsciente; 2.

Avalie as suas crenças acerca do

dinheiro: o dinheiro é uma fonte de problemas; ter dinheiro dá-me segurança; quando tenho dinheiro sinto-me mais livre; só enriquece quem é desonesto ou corrupto, … 3.

Confronte as suas crenças acerca

do dinheiro com os seus valores de vida (honestidade, liberdade, …); 4. Foque-se no seu propósito de vida e não no dinheiro que acha que precisa JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 37


Finanças

É muito importante, no entanto, que não confunda desapego com rejeição. Desapego

significa

não

depender

do dinheiro, e que as suas emoções, o seu equilíbrio e a sua felicidade não dependam do valor que tem em dinheiro, bens ou outros ativos. A rejeição tem que ver com evitar ou recusar que os fluxos do dinheiro e abundância se instalem na sua vida

O dinheiro é fantástico mas só quando não dependemos dele

por não querer ficar dependente dele ou por achar que ele não é benéfico de alguma forma. Apenas sabemos se somos desapegados quando nos permitimos

para viver o seu propósito de vida. O dinheiro é apenas mais um recurso a somar a tantos outros para realizar o seu propósito; 5.

Não negligencie o dinheiro. Se não

o tratar bem, se não o utilizar de forma sábia, porque é que deveria ter mais? Tratar bem o dinheiro não é apegar-se, é respeitá-lo; 6.

ter

algo

o ter. Se rejeitar o dinheiro nunca viverá desapegada dele, apenas criará um apego invertido. Pensar que para ser feliz tenho de viver sem (ou com pouco) dinheiro é um apego tão forte como o de precisar de dinheiro para ser feliz.

com o dinheiro (fica super alegre por quando lhe oferecem dinheiro, não gosta de ter muito consigo, …)

38 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013

e

aceitamos confortavelmente viver sem

Avalie as suas emoções quando lida

mexer nele, sente-se desconfortável

(dinheiro)

DAVID RODRIGUES CONSULTOR MONEY LIFE www.moneylife.com.pt info@moneylife.com.pt


Vida Profissional VENCER NA SOCIEDADE DO CONHECIMENTO

Trabalhar num mundo sem fronteiras Sem quase nos apercebermos, fazemos hoje parte da primeira geração global à escala planetária graças ao desenvolvimento da internet e de outros meios de comunicação que nos permitem contactar em tempo real com pessoas de qualquer parte do mundo que tenham um computador ou um telemóvel ativos. Por Nelson S. Lima

JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 39


Vida Profissional

são forçados a viajar mais do que antigamente pois o modo de viver e

D

a mesma maneira, somos também a primeira geração a conhecer

uma nova categoria de trabalhadores sem fronteiras: os tele-emigrantes, pessoas como eu que, onde quer que estejam, podem estar a produzir diferentes trabalhos para empresas geograficamente distantes. Trabalham no Equador, no Brasil, na Colômbia e outros países sem necessariamente terem de lá estar. São cada vez mais as pessoas que integram esta nova categoria de emigração com todas as vantagens daí decorrentes. Por outro lado, assiste-se também a uma maior mobilidade física de pessoas por todo o mundo, quer em trabalho, quer em turismo, quer em visitas de estudo. Deixámos de ser sedentários, somos cada vez mais móveis. Mesmo aqueles que, estão no tele-trabalho

Vivemos agora na “noosfera” - a sociedade da mente - onde um número crescente de atividades e profissões são puro exercício intelectual.

de trabalhar alterou-se radicalmente. A mobilidade - física e virtual - é uma característica do mundo de hoje. E sêlo-á cada vez mais. Para o filósofo Pierre Lévy estamos desta forma a “constituir a sociedade civil mundial”, já não uma aldeia global mas uma megacidade mundial. Da mesma forma que as pessoas se ligam cada vez mais umas às outras através

da

internet

também

as

empresas, as universidades, os centros de investigação, as regiões e as cidades estão

a

conectar-se

em

projetos

comuns que visam o progresso social, científico,

económico

e

industrial

através da partilha e da cooperação. O pesquisador Alvin Tofler, nos anos 80 do século passado, prevendo esta revolução tecnológica, chamou-lhe a Terceira Vaga (título do seu livro que se tornou num clássico). Ora aqui estamos nós a “surfar” na terceira onda (a primeira foi a revolução da agricultura e a segunda a revolução industrial). Vivemos pois em tempos de rutura com o nosso passado assente nas regras

40 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013


Vida Profissional

e costumes da revolução industrial

nada tem a ver com o que o futuro

(muitas organizações ainda seguem os

próximo nos reserva.

processos da Era Fabril e por isso estão em vias de desaparecer) e estamos já

Chamamos a atenção para dois estudos

a mergulhar na Era do Conhecimento,

que são muito importantes sobre estas

rumo ao que o estudioso James Canton

matérias: o trabalho de Don Tapscott

chamou de “Futuro Radical” que nos

e Anthony D. Williams denominado

espera nos próximos 25 a 50 anos.

“Wikinomia”,

publicado

em

2006,

que nos alerta para as mudanças O

mundo

do

trabalho

está

pois

profundas na natureza da tecnologia,

profundamente a mudar ainda que

da demografia e da economia global

muitas pessoas (incluindo responsáveis

onde se destacam os negócios assentes

por empresas, sindicatos, etc.) não

em estratégias cooperativas em vez de

tenham ainda aberto os olhos para as

competitivas e a aplicação da partilha

novas realidades e teimem em querer

em vez da política de porta fechada; o

manter uma visão do mundo que já

outro, publicado mais recentemente JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 41


Vida Profissional

(2011), da autoria da especialista

quilómetros

da Terra

Lynda Gratton e que tem o título “A

daqui

mudança: o futuro do trabalho já

Cosmos, numa demonstração clara do

chegou” e onde descreve o impacto

potencial científico e tecnológico que

extraordinário que as mudanças sociais

os humanos conseguiram alcançar em

e tecnológicas estão a ter na economia

poucas dezenas de anos. Há milhares

e nas profissões.

de cientistas a estudarem o corpo

enviados

a

satélites

pesquisarem

o

humano em busca de respostas para Por falta de formação e de informação,

doenças que ainda matam quando se

a maior parte das pessoas - em especial

perde o seu controlo.

os trabalhadores - desconhece o que se está a passar nos alicerces do mundo

Há outros tantos a investirem em

sobre o qual edificaram as suas vidas e

aparelhos e em fármacos que nos

as suas carreiras. Muitas dessas pessoas

ajudam a viver mais e melhor. Há

estão já a viver entre os escombros da

milhões de trabalhadores de todo o

sociedade fabril, agarrados a profissões

mundo a cruzarem os céus todos os

e a trabalhos sem futuro algum. É vê-

anos em busca de emprego em locais

las nas manifestações e nos comícios

longe das suas terras de origem. A

clamando por uma sociedade e por uma

cada hora que passa cerca de 5 mil

estabilidade que só aparentemente

aviões estão a voar sobre a Europa.

existem pois, na verdade, já findaram.

Não são precisos mais exemplos. Com efeito, o mundo está em movimento e

A sociedade atual mudou devido ao

numa mudança irreversível. Vivemos

avanço tecnológico. Não nos podemos

agora na “noosfera” - a sociedade da

esquecer que a muitos milhões de

mente - onde um número crescente de atividades e profissões são puro

O trabalho braçal pertence cada vez mais à robótica e a outros mecanismos automáticos dirigidos pela inteligência artificial

exercício

intelectual.

O

tempo

do trabalho braçal está a findar. Os

chamados

“trabalhadores

do

conhecimento” - que vão desde os arquitetos aos profissionais de arte e

42 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013


Vida Profissional

Para o filósofo Pierre Lévy estamos desta forma a “constituir a sociedade civil mundial”, já não uma aldeia global mas uma megacidade mundial.

Segundo

o

investigador

Richard

Florida, em 2008, entre 25% e 30% dos trabalhadores estavam já a operar num sector geralmente tido como pouco promissor (sob o ponto de vista da empregabilidade): o do intelecto, que

design estão a aumentar em número.

inclui as artes. Para outros autores,

O trabalho braçal pertence cada vez

como Thomas H. Davenport, esse

mais à robótica e a outros mecanismos

número será de cerca de 80%!

automáticos dirigidos pela inteligência artificial (cada vez mais próxima da

Ao contrário do que muitos pensam,

inteligência humana).

existem cada vez mais oportunidades para o setor criativo. De acordo com

Os novos trabalhadores já não podem

o futurista e investigador alemão

ser generalistas (saberem um pouco

Mathias Horx a lista de atividades com

de tudo) mas sim profundamente

alta taxa de empregabilidade nesta

especialistas para poderem ter um

área inclui mais de 100 itens tais como

emprego em alguma parte do mundo

escritores científicos, filósofos clínicos,

moderno.

consultores

de

moda,

realizadores

JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 43


Vida Profissional

na reforma - se bem que, muitas delas, estejam a abraçar novas atividades e a criar novos negócios. Um pouco por todo o mundo estão também a emergir grandes centros económicos onde as possibilidades de trabalho, sobretudo de elevada especialização, são cada vez mais. Lembro aqui algumas regiões dos Estados Unidos, como a Califórnia e Boston; da Europa (Copenhaga, de

documentários,

conferencistas,

coaches (treinadores), etc.

na Dinamarca; Munique, Alemanha; Helsínquia, Finlândia; Viena, Áustria; Estocolmo, Suécia; Zurique, Suiça);

Centros

de

excelência

e

de

oportunidade

e ainda certas cidades do Canadá (Montreal e Vancouver); da Austrália (Melbourne

Cidades

em

rede,

centros

rede

e

Sydney)

e

da

Ásia

rede,

empresas

em

(Singapura, Fukuoka, Quito, Xangai,

de

pesquisa

em

etc.).

trabalhadores

(conectados

e

pelas

em

rede

diferentes

Entretanto, uma rede mundial de

tecnologias de informação) apostam

cidades criativas, fortemente apostadas

em

Por

na renovação e na introdução de

precisa,

políticas ecológicas, comunitárias e

até 2017, de mais de um milhão de

científicas de ponta, está a cobrir o

trabalhadores especializados e quase

planeta. Curitiba, no Brasil, foi uma das

outros tantos diretores executivos.

pioneiras e é apontada como exemplo

Entretanto, até à mesma data, mais de

ímpar.

11 milhões de pessoas nascidas após a

novo que temos de procurar “aquela”

segunda guerra mundial estão a entrar

oportunidade que esperámos durante

especialidades

exemplo,

o

Reino

44 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013

específicas. Unido

É

neste

admirável

mundo


Vida Profissional

anos e que não vemos acontecer em

formação.

não

basta

ter

uma

países como Portugal.

especialidade, talento e motivação para exercer um ofício com elevada

Neste

mundo

em

competência. É necessário que cada

exigem-se

trabalhador se mantenha atualizado

não apenas elevada especialidade

todos os dias sobre as mudanças

e

também

na sua profissão e no seu setor de

características que ajudem a garantir-

atividade. Deve estar atento àquilo

nos aquela “marca pessoal” que nos

que vai mudando lentamente para

diferencie dos demais. Sim, porque

que atempadamente se aperceba das

neste novo mundo, apesar do trabalho

tendências e desvios forçados pelos

baseado na partilha e na colaboração,

próprios ventos da mudança.

transformação

do

trabalho

radical

competência

mas

a “imagem pessoal” (em que o nosso próprio

nome

e

estilo

de

vestir

As profissões mudam, elas próprias,

contam) tem um peso tão grande como

por dentro. Os negócios e as empresas

as marcas comerciais. Num planeta

também.

de milhões de cidadãos anónimos

manter-se focalizado em tudo isso

quem não se destacar nem deixar a

(estando a par de notícias, obtendo

sua “marca” terá menos visibilidade e

formação adicional, etc.) para que

menos oportunidades de trabalho.

não seja apanhado por surpresas

Quem

impensáveis. Finalmente,

uma

palavra

para

a

Hoje

tudo

tem

é

de

volátil,

incerto e indeterminado. Esse é o grande

Os tele-emigrantes, pessoas como eu que, onde quer que estejam, podem estar a produzir diferentes trabalhos para empresas geograficamente distantes

trabalha

desafio

da

sociedade

do

conhecimento, da complexa sociedade planetária em que agora vivemos.

NELSON S. LIMA INVESTIGADOR, CONFERENCISTA E PROFESSOR UNIVERSITÁRIO. PRESIDENTE DO INSTITUTO DA INTELIGÊNCIA (EUROPEAN INTELLIGENCE INSTITUTE www.brightminds.net.br JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 45


Lifestyle

Como pode, a música, inspirar a mudança e transformação em pessoas e organizações? São várias as formas de expressão musical e várias as sensações que a música nos transmite, em comum têm o indiscutível impacto benéfico no nosso organismo. Por Sofia Monteiro

46 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013


Lifestyle

H

á

milhares

de

anos

que

É vital apostar em metodologias ativas e vivenciais, onde o conhecimento é emocional e criativo

a

música, faz parte da história da

humanidade. Desde tempos remotos, a música era um veículo privilegiado de comunicação, de conexão com o

música e dos seus elementos – o

divino, de ferramenta inter veniente na

som, ritmo, melodia e harmonia são

resolução de conflitos, indespensável

utilizados para a reabilitação física,

na escolha de estratégias e de tomadas

mental e social de indivíduos e grupos.

de decisão fundamentais para o bem-

A música altera o nosso estado de

estar das comunidades.

espírito e o corpo responde à vibração

A

música

era

então

como

do som, despertando emoções que

instrumento expressivo de alegria,

influenciam a nossa forma de pensar,

tristeza,

e

de agir, de nos relacionarmos e a

todos

forma como nos sentimos connosco e

celebração,

cooperação.

Utilizada

vista

comunhão para

e por todos. Transversal a todas as

com aqueles que nos rodeiam.

idades, crenças e culturas. Actualmente, vivemos um periodo Ainda

hoje,

permeia

a

essa nossa

transversalidade existência

de transição e mudança. Um novo

e

paradigma está a emergir, o antigo

felizmente a música mantêm-se como

sistema de crenças assente na “velha”

uma linguagem universal. O uso de

forma de pensar e agir, baseado no pensamento

Neste mundo do trabalho em transformação radical exigem-se não apenas elevada especialidade e competência mas também características que ajudem a garantir-nos aquela “marca pessoal” que nos diferencie dos demais

cartesiano,

linear

e

previsivel, está a cair. Num cenário socio-económico perceber

que

caótico não

é

fácil

conseguimos

encontrar novas respostas, actuando da mesma forma que até aqui fizemos. Todos ansiamos por novas perspetivas e

é

imperativo

encontrar

novas

JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 47


Lifestyle

A música mantêm-se como uma linguagem universal

soluções

mais

criativas,

intuitivas

dentro,

para

os

nossos

e colaborativas, capazes de apoiar

pessoais.

o indivíduo na sua busca para a

basicamente seres de ritmo, o coração

resiliência

auto-determinação,

que bate, a cadência dos nossos

qualidades tão necessárias para fazer

movimentos e o som compassado das

frente aos desafios atuais. Também

palavras.

a música está neste processo de

Será que a música, contêm em si o

transição, encetando um regresso

poder de nos ajudar a desenvolver

às suas origens para se reinventar e

novas competências que potenciam a

encontrar de novo o seu espaço como

nossa capacidade de re -estruturação

guia. Neste processo é preciso resgatar

e co-criação?

a

e

importância

da

música

Afinal,

recursos

todos

somos

como

ferramenta terapeutica e catalizadora

A música, o movimento, o canto, a

de

arte em geral aproxima-nos da nossa

novos

comportamentos

e

mentalidades, devolvendo às pessoas

essência

o

a uma sociedade mais integra, mais

conhecimento

e

sabedoria

no

reconhecimento de que as respostas estam

dentro

de

todos

nós,

humana,

conduzindo-nos

autêntica e mais feliz.

no

nosso próprio corpo, como um sinal

O

panorama

de esperança que na procura de

e

complexidade,

significado nos obriga a olhar para

stress e ansiedade jamais vistos e é

48 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013

atual

de

gera

incerteza niveis

de


Lifestyle

assustador verificar que as pessoas se sentem cada vez mais esvaziadas,

pensamento

sem entusiasmo e sem motivação.

traçar novas estratégias que exploram

Num novo paradigma os indicadores

o campo da inteligência emocional,

de

organização

envolvendo corpo, mente e espirito

estão cada vez mais, assentes nos

de uma forma dinâmica, energizante e

indices de bem-estar e felicidade dos

altamente motivadora. Flexibilidade,

seus colaboradores, sendo notória a

criatividade e Inovação são os novos

importância de competências mais

alicerces que todas oa organizações

emocionais como empatia, paixão e

deveriam

intuição.

geração que grita pelo sentimento de

sucesso

de

uma

racional

apostar.

e

análise

uma

e

nova

pertença e que quer fazer parte de É então, fundamental, desenvolver a

uma equipa que os valorize, elogie,

valorização do indivíduo e promover

estime e que os apoie. Uma nova

a

tribo que quer crescer e trabalhar

aprendizagem

que

é

feita

de

dentro pra fora, onde o saber é

para

mais emocional e menos orientado

desafios emergentes.É vital apostar

para o lucro imediato, procurando

em metodologias ativas e vivenciais,

soluções mais equilibradas a pensar

onde o conhecimento é emocional

nas

crescimento

e criativo, através de abordagens,

sustentável da nossa sociedade. Para

participativas onde as pessoas são o

tal é necessário a partilha do saber e

centro da equação e onde a música

abraçar novas valências que convidam

e outras formas de arte expressiva,

a sair fora do território familiar do

possam dar o seu contributo para

pessoas

e

no

encontrar

soluções

para

os

aquilo que é mais sublime: O Bem-

Também a música está neste processo de transição, encetando um regresso às suas origens para se reinventar e encontrar de novo o seu espaço como guia

estar do ser humano.

SOFIA MONTEIRO COACH RIT´MUNDO www.ritmundo.com ritmundo@gmail.com

JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 49


Espiritualidade

Um mundo sem fronteiras No Ser humano está contido o gérmen da Criação, esse é o seu Poder em ação continua... Nós Criamos aquilo que acreditamos... Este é o princípio inteligente da Quântica... Por

Ruth Fair field

A

realidade

Cósmica

do

Ser

Humano contém o gérmen do

movimento de contínua Criação, esse movimento tem a essência vibracional do infinito, o potencial sem limites de dar vida e forma à realidade que se está a manifestar na Fonte individual de cada Ser... Essa inteligência nos remete a uma necessidade de controlar a Criação, o que acaba por ser uma dicotomia, pois ela é um potencial infinito... 50 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013


Espiritualidade

Observemos,

a

energia

move -se

dentro da estrutura interna limitativa da

realidade

tempo/espaço

do

homem, através da emoção, esta é o fio condutor de uma contínua manifestação; a emoção dá-lhe a realidade origem do infinito e a da realidade que o individuo deu aquele momento; de seguida a mente retira a

Para que possamos entrar no espaço quântico, numa realidade sem fronteiras para criarmos a vida que irá ser a fonte de bem-estar individual deveremos conhecer primeiro onde nos posicionamos a cada instante no medo de usufruir desta realidade... Que já É... mas que resistimos a assumir como Poder Pessoal...

Criação da subjetividade e dá-lhe uma forma... Denomina a realidade que se manifestou no corpo emocional...

num plano astral, no mundo do desejo

Liga-a

e onde se delineiam as fronteiras do

a

sistemas

de

crenças

e

princípios de valorização pessoal.

que vai ser manifesto... Este é o princípio inteligente da

A mente na sua essência é uma fonte

Quântica...

de energia criativa, mas ao ser viço da intenção Criadora sem consciência

Nós Criamos aquilo que acreditamos...

de si e do verdadeiro potencial, ela

Neste

reduz a fonte real., a infinita criação...

consciência,

Ela usa a fonte de origem e manipula

acompanhar o fluxo da mudança,

a informação pela fonte individual

quer ele queira quer não... a nova

do individuo, aquela que ele acredita

etapa evolucionária vai proporcionar

no momento, faz-lhe crer no medo,

todos os espaços quânticos, para que

na subjetividade da emoção que

o homem possa ir conhecendo o seu

deu comando pelo controle... Desta

potencial e como afinal pode arbitrar

forma o princípio da inteligência

a sua vida...

tempo

de o

transição

homem

de

está

a

que dá Vida à infinita possibilidade de manifestação, fica condicionada

Este é um princípio energético que

a uma estrutura energética movida

não

pode

ser

manipulado,

nem

JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 51


Espiritualidade

Neste tempo de transição de consciência, o homem está a acompanhar o fluxo da mudança, quer ele queira quer não... a nova etapa evolucionária vai proporcionar todos os espaços quânticos, para que o homem possa ir conhecendo o seu potencial e como afinal pode arbitrar a sua vida...

destorcido

pela

mente

que

quer

manipulação que o medo manifesta

acompanhar o desejo e controle. Tudo

no plano emocional está a emergir à

pode ser manifesto a partir da fonte

super fície da consciência, agora fará

de origem, desde que a realidade

toda a diferença a perspetiva com

que queremos ver manifesta não

que essa vivência seja vivida dentro

inter fira com o livre arbítrio de mais

do ser humano.

nenhuma fonte, ou seja, desde que a nossas escolhas não inter firam com

Se não estiver a integrar na consciência

as escolhas de outros. Esta é a fonte

a real intenção evolutiva do seu mal-

da criação e sua origem não está

estar interior, da oportunidade de

condicionada a desejos, intenções de

iniciar um ciclo de nova consciência do

controlo, dependências de realidades

seu poder pessoal dentro da Criação,

exteriores. Ela está isenta de qualquer

irá usar a fonte de uma forma muito

emoção prisioneira do mundo astral.

reduzida, pois tudo o que acreditar será manifesto... E na verdade existe

É a fonte origem livre e infinita. O

homem

nesta

a

um labirinto emocional prisioneiro de

processar a transição de energia

crenças que ligam as experiências do

pela manifestação da carga astral,

quotidiano a essas crenças... o homem

todo o plano de controlo, segurança,

está sempre a Criar a realidade , essa

52 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013

etapa

está

dentro das camadas inconscientes


Espiritualidade

O princípio da inteligência que dá Vida à infinita possibilidade de manifestação, fica condicionada a uma estrutura energética movida num plano astral, no mundo do desejo e onde se delineiam as fronteiras do que vai ser manifesto...

A grande dicotomia é que na verdade o homem está sempre a usufruir do seu potencial, mas cria formas de vida tão reduzidas e tão pouco satisfatórias para a sua vida terrena... Vive num plano astral de controlo e dependência de realidades externas a si... Pura ilusão...

é a sua Fonte infinita, mas que deve agora iniciar a libertação de todo

A fonte origem não depende de

o plano astral onde se aprisionou e

nada para criar... Ela é livre... Assim

deixou engolir por uma sociedade

como não inter fere com a criação de

que ainda alimenta os jogos de Poder

nenhuma outra fonte...

, onde uns são os dominadores e outros os dominados... jogos esses

Para que possamos entrar no espaço

que se manifestam a cada instante na

quântico,

forma como nos relacionamos com os

fronteiras para criarmos a vida que irá

outros que coabitam no nosso dia a

ser a fonte de bem-estar individual

dia.

deveremos conhecer primeiro onde

numa

realidade

sem

nos posicionamos a cada instante no Jogos de medo e controle... O mundo

medo de usufruir desta realidade...

astral que reduz a qualidade da fonte

Que já É... mas que resistimos a

origem da Criação, a fonte não tem

assumir como Poder Pessoal...

como

princípio

de

movimento

o

mundo do poder pelo controle... A fonte é livre e não inter fere com a fonte individual de cada indivíduo. Desta forma o movimento da energia só flui livremente numa realidade sem

RUTH FAIRFIELD ASTRÓLOGA TRANSPESSOAL sunshineruth@gmail.com Facebook: ruth.fairfield

plano astral. JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 53


zcool.com.cnZ


PHILOSOFIAS


philosofias

A Utopia do Mundo Sem Fronteiras Quanto mais conhecemos outras culturas e realidades, mais percebemos que é difícil chegar a um mundo sem fronteiras. Por outro lado, mais facilmente identificamos as fronteiras que se podem romper e que nos podem aproximar enquanto Humanidade. Algumas só dependem da forma como olhamos e aceitamos os outros. Por

56 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013

Sofia Frazoa


philosofias Podemos aproximar culturas e maneiras de pensar, mas nunca poderemos unificálas, dando primazia a um só país ou cultura, ignorando as raízes de cada ser humano

A

e de tolerância que defendemos, afastando-nos, ao mesmo tempo, da concretização prática da ideia de um mundo sem fronteiras. Quem define o cer to e o errado? Quem decide que compor tamento é o mais aceitável? Quem determina qual a filosofia de

compreensão e a tolerância são

vida que devemos seguir? Cada um

defendidas como características

de nós cer tamente diria que a “nossa”

essenciais para vivermos num mundo

filosofia de vida, os “nossos” valores,

pluralista e cada vez mais unido.

a “nossa” maneira de pensar são os

De facto, se nos analisarmos bem,

mais adequados. E a dos outros só o

assim como os que nos rodeiam,

será na medida em que corresponda

encontramos muitos pontos comuns

ao que defendemos. Se for o oposto

entre qualquer ser humano: queremos

do que defendemos como cer to,

todos ser felizes, ter saúde, realizarmo-

julgamos, criticamos e condenamos

nos profissional e afetivamente e

os outros.

garantir determinadas condições de vida. As diferenças estão no peso que

Para

nos

aproximarmos

cada pessoa dá às diversas áreas de

concretização

vida e no próprio conceito que cada

mundo sem fronteiras, é necessário

um de nós tem sobre o que é ser feliz,

abandonarmos cer tas limitações de

saudável e realizado profissional e

crenças e pensamentos. É preciso

pessoalmente.

colocarmo-nos no lugar do outro e,

prática

de

da um

ao menos, tentarmos perceber as suas Parece -me

ser

precisamente

aqui

razões e motivações. Cumprimentar

que começam os conflitos e que nos afastamos dos ideais pluralistas JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 57


philosofias Com uma pessoa, por exemplo, não é igual em Por tugal e na China, nem tão pouco na Itália (uma cultura mais aproximada da por tuguesa). A forma como encaramos o mundo depende, em primeira instância, do país em que nascemos, da cultura em que fomos criados, da família e ambiente em que crescemos, da nossa personalidade e

motivações

maturidade

e

individuais

e

aprendizagens

da que

fomos tendo ao longo da vida, ao construirmo-nos enquanto pessoas.

noções

há de

tantos

conceitos

felicidade,

atitudes

consciência,

como

podemos insistir em manter a nossa e SÓ a “nossa” verdade? Devíamos, ao mesmo tempo, aceitar que será difícil termos um mundo completamente sem

fronteiras,

pelo

menos

em

alguns aspetos. Podemos aproximar culturas e maneiras de pensar, mas nunca poderemos unificá-las, dando primazia a um só país ou cultura, ignorando as raízes de cada ser humano. Ser por tuguês é diferente de ser espanhol e vivemos lado a lado. No

Assim sendo, facilmente percebemos que

esta

e e

compor tamentos, consoante variam os fatores referidos anteriormente.

entanto, ser por tuguês é igual a ser espanhol na medida em que todos precisamos das condições básicas de sobrevivência e de vida e todos queremos atingir a felicidade (seja o que isso for para cada um de nós). Chegar a um mundo sem fronteiras

Para nos aproximarmos da concretização prática de um mundo sem fronteiras, é necessário abandonarmos certas limitações de crenças e pensamentos.

é uma utopia, mas no que podemos mudar

exige -nos

capacidade

de

uma

grande

reconhecermos

e aceitarmos as nossas raízes; a consciência de que há muitas outras culturas

e

maneiras

de

pensar

diferentes da nossa, mesmo dentro

58 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013


philosofias As diferenças estão no peso que cada pessoa dá às diversas áreas de vida e no próprio conceito que cada um de nós tem sobre o que é ser feliz, saudável e realizado profissional e pessoalmente

do nosso próprio país; a cer teza de que, num cer to ponto de vista, todos procuramos o mesmo; a humildade para reconhecer que às vezes sabemos e conhecemos menos do mundo do que pensamos. Façamos

uma

nos podemos aproximar enquanto pessoas? Tentemos, depois, fazer o mesmo com as pessoas do nosso país, começando

pelos

desconhecidos,

a nossa família e os nossos amigos. Em resumo, de que forma podemos

reflexão

para

os

próximos meses, sobretudo porque Por tugal é um destino turístico muito

derrubar

as

fronteiras

do

nosso

pequeno mundo, já que no sentido universal é utopia?

procurado. Comecemos por olhar para quem nos visita, tentando perceber o

que

nos

distancia

em

termos

culturais. Perguntemo-nos em que é que somos diferentes. Respeitando essas

diferenças,

de

que

forma

SOFIA FRAZOA

CAMINHOS DA ALMA www.caminhosdaalma.com info@caminhosdaalma.com Facebook: Caminhos da Alma JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 59


mudança tranquila

SEM FRONTEIRAS, O ESFORÇO DE PAZ DURADOURA O apelo a um mundo sem fronteiras está eminentemente associado ao profundo desejo de paz duradoura entre os povos, as nações, os Estados. A realidade é no entanto, de natureza diferente. Por Carlos Lourenço Fernandes

62 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013


mudança tranquila

M

Um mundo onde se reconheça o caminhar das crianças, a atividade dos adultos e o repouso ativo de idosos, em ambiente de paz duradoura e comércio de progresso

esmo após a queda do muro de Berlim que estabelece a

ultrapassagem do mundo bi-polar (de um lado a economia de mercado, a liberdade, do outro lado, a economia planificada, o despotismo), persiste o fogo lento e árduo das ameaças que, embora de escala menor, continua alimentando

guerras

e

explosões

ameaçadoras sobre o bem-estar dos

seis

Estados

europeus,

garantiram

povos, das famílias. A realidade é

o controlo da produção e destino

diferente.

do carvão e aço de modo a impedir que estes materiais estratégicos de

As fronteiras administrativas e políticas

construção de instrumentos de guerra

existem e, na Terra, coexistem modelos

se dirigissem, em melhor destino,

e formas de viver em liberdade e

à

modelos e formas de viver opressivas

de conforto do lar e progresso da

e violentas.

condição económica e social de povos

construção

de

equipamentos

europeus. Teve 8e tem) sucesso. A A Paz duradoura é motivo central

Europa ocidental conhece a paz há

da proposta de construção europeia

setenta anos. Notável. E, esbatem-se as

correspondendo

fronteiras (mas persistem fronteiras).

a

Comunidade

Europeia do Carvão e Aço (anos 50 do seculo passado) à primeira entidade

A

supranacional

garantam

que,

articulando

construção a

de paz

processos

que

duradoura,

que

garantam um mundo sem fronteiras é agenda humana desde que há seres JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 63


mudança tranquila

humanos. O abade Saint-Pierre, em 1713, por exemplo, afirma um Epitoma, dedicando-o a Luís XIV: “Penso que, se as dezoito soberanias da Europa, para evitar guerras entre elas e procurar-se todas as vantagens de um comércio perpétuo de Nação a Nação, quiserem

As fronteiras administrativas e políticas existem e, na Terra, coexistem modelos e formas de viver em liberdade e modelos e formas de viver opressivas e violentas

ratificar um Tratado de União e um congresso perpétuo mais ou menos sob o modelo das sete soberanias da

onde, justamente, em mundo sem

Holanda, ou das três soberanias dos

fronteiras prossegue a paz, o comércio

suíços ou das soberanias da Alemanha,

e os conflitos convocam arbitragens

penso, digo eu, que as mais débeis

sucessivas.

teriam a segurança suficiente de que o grande poderio das mais fortes não

A paz pela supremacia do direito é

poderia causar-lhes mal, de cada um

esforço e atitude permanentes. Em 1814,

guardaria longamente as promessas

Saint-Simon publica o ensaio chamado

recíprocas, de que o comércio nunca

Da

seria interrompido e de que as questões

Europeia ou da necessidade e dos

futuras se resolveriam sem guerra

meios de congregar os povos da Europa

mediante o caminho da arbitragem”.

num só corpo político, conservando

reorganização

da

Sociedade

cada um a sua independência nacional. Um exemplo, este do abade Saint-

O mais influente dos projetos, que

Pierre. Mas existiram outros tratadistas

ainda hoje é referência aos pensadores

da paz. E, a saber, séculos depois é

e construtores neste domínio, foi o

firmado o Tratado da União Europeia

Projeto Filosófico da Paz Perpétua publicado por Kant, aparecido em 1796.

64 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013


mudança tranquila

A construção de processos que garantam a paz duradoura, que garantam um mundo sem fronteiras é agenda humana desde que há seres humanos

Kant não via para os Estados outra

na comunicação social e na jovem

solu��ão que não fosse: “renunciar,

democracia portuguesa.

como

os

indivíduos,

à

liberdade

anárquica dos selvagens”, instituindo

Pelo estímulo ao conhecimento e

um congresso, pelo qual entendia

esforço de saber estas notas sobre

“uma espécie de união voluntária, e a

o desejo humano (e muito antigo)

todo o tempo revogável”.

de um mundo sem fronteiras, isto é, de um mundo onde se reconheça o

Mundo sem fronteiras, uma aventura

caminhar das crianças, a atividade dos

europeia,

incontornável

adultos e o repouso ativo de idosos,

para povos e Estados do mundo

em ambiente de paz duradoura e

e que, em boa verdade, obriga os

comércio de progresso.

referência

europeus ao conhecimento da sua história de sucesso na manutenção da Paz. O esforço pelo conhecimento é incompatível com a espuma dos dias e os debates de “circo” que persistem

CARLOS LOURENÇO FERNANDES PROFESSOR, ESCRITOR, CONFERENCISTA clfurban@gmail.com

JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 65


agenda

Junho 2013

Workshop “Sinta Bem-Estar Diário: Conselhos e Dicas” Por

Carla Paulo

1 Junho das 10h às 13h Akademia do Ser | Oeiras www.akademiadoser.com geral@akademiadoser.com 214 438 305 | 964 992 423 | 910 325 249

Dia Mundial do Naturismo – Encontro de Praia Em

Clube Naturista do Centro 2 de Junho Praia da Bela Vista www.cncentro.org cncentro@gmail.com

Reiki Tradicional - Nível II Por

Rodrigo Belard

1 Junho das 10h às 19h Figueira da Foz www.rodrigobelard.com rodrigo.belard@gmail.com 926 425 817

Introdução à Conscienciologia e Projeciologia Entrada Livre | Opção: Transmissão Online 1 Junho das 14h às 16h IAC | Lisboa www.iacworld.org lisboa@iacworld.org 961 571 574

Curso de Tarot Por

Sofia Velez

1 e 2 de Junho das 10h às 18h Espaço NewLife | Lisboa www.espaco-newlife.com espaco.new.life@gmail.com 213 879 471

Curso de Tarot Terapêutico Por Veet

Pramad

29 Maio a 2 Junho – Módulo I 6 a 9 Junho – Módulo Prático 20 a 23 Junho – Módulo Vivencial 27 a 30 Junho – Módulo II Osho Centro de Meditação Darshan Zen

Workshop Novas Constelações Familiares e Profissionais 1 de Junho das 10h às 17h Mil Caminhos | Loures www.1000caminhos.com 935 334 087

66 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013

www.darshanzen.com 213 149 726 | 964 660 933


agenda

Junho 2013

Meditação AMOR por Mim e pelos Outros Curso “A Intuição Explicada” Por

Maria Melo

2 de Junho das 10h às 17h Akademia do Ser | Oeiras www.akademiadoser.com

Todas as quartas-feiras das 19h:30h às 20:45h Espiral - Centro Natural | Lisboa leitura-da-aura.com sofiasolria@gmail.com 966 755 879

geral@akademiadoser.com 214 438 305 | 964 992 423 | 910 325 249

Encontro Naturista de Verão Em

Workshop Treino para o Domínio das Energias Pessoais 2 de Junho das 14:30h às 17:30h IAC | Lisboa

Clube Naturista do Centro

13 a 16 de Junho Monte Naturista “O Barão” | Ermidas do Sado www.cncentro.org cncentro@gmail.com

www.iacworld.org lisboa@iacworld.org 961 571 574

Workshop O Processo de Body Wisdom “Acordando o Curador Interno” Por

Curso Intensivo de Tarot: A Jornada do Herói 1ª Fase - 2 e 9 de Junho, das 10h às 18h 2ª Fase - 7, 14 e 21 de Julho, das 10h às 18h Espaço dos Girassóis | Amadora espacodosgirassois.blogspot.pt

Paul Aurand

15 de Junho das 9:30h às 18h Akademia do Ser | Oeiras www.akademiadoser.com geral@akademiadoser.com 214 438 305 | 964 992 423 | 910 325 249

rafael.terapias@gmail.com

Sabedoria Interior para a Vida e o Trabalho Por

Riktam

15 Junho Osho Centro de Meditação Darshan Zen www.darshanzen.com 213 149 726 | 964 660 933

JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 67


agenda

Junho2013

Concerto Meditativo Intuitivo de Respiração Consciente + Palestra Por

ReamaHara

15 de Junho pelas 19:30h Akademia do Ser | Oeiras www.akademiadoser.com

Iniciação do 1º Nível de Magnified Healing® 15 e 16 de Junho das 10h às 19h Sopro D’Alma | Lisboa www.soprodalma.pt 217 937 660

geral@akademiadoser.com 214 438 305 | 964 992 423 | 910 325 249

Curso de Desenvolvimento da Consciência + Plus (Curso Compacto) Início a 15 de Junho, Sábados das 14h às 20h

Amo-te, mas será que me Amo? Workshop vivencial 15 Junho das 9h às 17:30h Mil Caminhos | Loures www.1000caminhos.com

Início a 16 de Junho, Domingos das 9:30h às 15:30h IAC | Porto www.iacworld.org porto@iacworld.org 961 571 604

935 334 087

Via Rápida para Ti Mesmo Carneirinhos - Teatro para Bebés Por Maria Vasconcelos

16 de Junho às 10:30h Akademia do Ser | Oeiras www.akademiadoser.com geral@akademiadoser.com 214 438 305 | 964 992 423 | 910 325 249

68 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013

Por

Sunito

16 de Junho Osho Centro de Meditação Darshan Zen www.darshanzen.com 213 149 726 | 964 660 933


agenda

Junho 2013

Workshop Criar e Sentir - Arte-Terapia e Vivências Corporal Por

Daniela Martins

22 de Junho das 14h às 18h Akademia do Ser | Oeiras

Retiro de Iluminação Evolucionária Por

Peter Bampton

28 a 30 Junho 4 Ventos | Mafra

www.akademiadoser.com

www.awakenedlifeproject.org

geral@akademiadoser.com

info@awakenedlifeproject.org

214 438 305 | 964 992 423 | 910 325 249

Palestra O Ingresso de Júpiter em Caranguejo Entrada Livre 28 de Junho pelas 20:30h Starlight | Albufeira www.starlight-albufeira.pt starlight.albufeira@gmail.com 910 779 171 | 969 564 200

Retiro Xamânico Por

Michelle Karen 28 a 30 Junho

Instituto Divine Diamond | Oeiras www.MichelleKaren.com michelekaren@earthlink.net

Curso Inédito em PORTUGAL! AMPARADORES Por

Dr.ª Patrícia Sousa (IAC Reino Unido)

30 de Junho das 10h às 17:30h IAC | Lisboa www.iacworld.org lisboa@iacworld.org 961 571 574

Iniciação Reiki Usui nível 3 30 de Junho das 10h às 18h Amor e Alquimia | Coimbra www.amorealquimia.com amorealquimia@gmail.com 917503715

JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 69


vouchers

Para a utilização do seu voucher contacte a Revista Progredir clicando aqui

Junho 2013

Aconselhe-se e sinta a sua Vida Financeir a melhorar!

Experimente e sinta a diferen ça!

Uma Consulta de Acupunctura & M assagem Terapêutica GRÁ TIS (90min)

ere Relaxe e recup ital! a sua Energia V a sua Aproveite 15% n 1ª Sessão Reiki gues com David Rodri

Com Rodrigo Bela

rd

Em Lisboa e Paço

Aproveite 20% n a sua 1ª Sessão Mone y Life com David Rodri gues Em Paço de Arcos

de Arcos

Faça deste espaço o seu!

te!

Relaxe e desfru

edras Massagem com P tes (75min) Vulcânicas Quen rd com Rodrigo Bela

Aproveite as Ofertas deste Mês! 70 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013

Formação em Reiki Tradicional - Nível I Aproveite 1 vaga a 50% para a formação a decorrer 8 e 9 de Junho Em Lisboa

Oferta da 1ª hora de aluguer de sala p ara profissionais da á rea do desenvolvimento pessoal Em Paço de Arcos


reflexões

POLAROIDS & SLIDES

PODERÁ VER MAIS NA PÁGINA DO FACEBOOK, CLICANDO AQUI. PARTICIPE! FAÇA PARTE! JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 71


fontes de saber LIVRO RECOMENDADO

PENSAMENTO DO MOMENTO

Ao erguemos a vista, não vemos fronteiras. Provérbio japones

PARTILHAS DO LEITOR “Escreva um artigo envie para

Um Novo Mundo -Despertar para a

partilhasdoleitor@revistaprogredir.com

Essência da Vida de Eckhart Tolle

e veja o seu texto publicado em www.revistaprogredir.com/partilhas-do-leitor

Na sequência do best-seller internacional O Poder

e promovido neste espaço e na página do

do Agora, Eckhart Tolle apresenta aos leitores

facebook da Revista Progredir”

uma abordagem franca do estado presente da evolução espiritual da humanidade. Trata-se, segundo o autor, de um estado comparável a uma loucura coletiva, derivada da identificação com a mente egóica. Contudo, é precisamente neste momento da sua história que a humanidade tem a oportunidade única de criar um mundo novo, mais são e dedicado ao amor. Mas isso implica uma profunda transformação interior, uma passagem do ego a uma forma totalmente nova de consciência. Ao longo destas páginas, Tolle revela, com o seu estilo profundo mas acessível, os passos necessários para cada um de nós preparar tal transformação. Preço: Cerca de 16,20€ por 264 páginas de sabedoria. 72 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013

Es cr ev a um ar ti go e en vi e pa ra Pa rt ilh as do Le it or. Ve ja o se u te xt o pu bl ic ad o e pr om ov id o na Pá gi na Of ic ia l e na Pá gi na do Fa ce bo ok da Re vi st a Pr og re di r. Cl iq ue aq ui e ve ja os te xt os qu e os no ss o le it or es en vi ar am . Pa rt ic ip e! Fa ça pa rt e de st e es pa ço de di ca do a si . Ju nt e- se a nó s!


fontes de saber CARTOON

Sorrisos não têm fronteiras Bernardo Galvão Sousa UMA ESTÓRIA QUE FAZ PENSAR

Sons Inaudíveis

- Mestre, pude ouvir o canto dos pássaros, o barulho das folhas, o alvoroço dos beija-flores,

Um rei mandou o seu filho estudar no templo de

a brisa batendo na erva, o zumbido das abelhas,

um grande Mestre, com o objetivo de prepará-lo

o barulho do vento cortando os céus...

para ser uma grande pessoa. Quando o príncipe chegou ao templo, o Mestre mandou-o sozinho

E ao terminar o seu relato, o Mestre pediu que

para uma floresta. Ele deveria voltar um ano

o príncipe retornasse à floresta, para ouvir tudo

depois, com a tarefa de descrever todos os sons

o mais que fosse possível. Apesar de intrigado,

da floresta. Quando o príncipe retornou ao

o príncipe obedeceu à ordem do Mestre,

templo, após um ano, o Mestre pediu-lhe para

pensando:

descrever todos os sons que conseguira ouvir.

- Não entendo, eu já distingui todos os sons da

Então o príncipe disse:

floresta... JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 73


fontes de saber

- Mestre, quando prestei atenção pude ouvir o inaudível som das flores abrindo, o som do sol nascendo e aquecendo a terra e da erva bebendo o orvalho da noite... O Mestre sorrindo, acenou com a cabeça em sinal de aprovação, e disse: - Ouvir o inaudível é ter a calma necessária para se tornar uma grande pessoa. Apenas quando se aprende a ouvir o coração das pessoas, os Por dias e noites ficou sozinho ouvindo, ouvindo,

seus sentimentos mudos, os seus medos não

ouvindo... mas não conseguiu distinguir nada

confessados e as suas queixas silenciosas, uma

de novo além daquilo que havia dito ao Mestre.

pessoa pode inspirar confiança ao seu redor;

Porém, certa manhã, começou a distinguir

entender o que está errado e atender às reais

sons vagos, diferentes de tudo o que ouvira

necessidades de cada um.”

antes. E quanto mais prestava atenção, mais claros os sons se tornavam. Uma sensação de encantamento tomou conta do rapaz. Pensou: - Estes devem ser os sons que o Mestre queria que eu ouvisse... E sem pressa, ficou ali ouvindo e ouvindo, pacientemente. Queria ter certeza de que estava no caminho certo. Quando retornou ao templo, o Mestre perguntou-lhe o que mais conseguira ouvir. Paciente e respeitosamente o príncipe disse: 74 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013

VÍDEO DO MÊS


biografia

Kofi Annan Nasceu em Gana, em 1938, e é uma das figuras de maior relevo quando se fala em Pacifismo Mundial. Durante uma década (1997-2007) foi Secretário-Geral das Nações Unidas, o sétimo a ascender ao egrégio posto. Em 2001, Kofi Annan foi distinguido com o Nobel da Paz “por seu trabalho por um mundo melhor organizado

Annan nasce no seio de uma família aristocrática.

e mais pacífico.” Ao conceder-lhe o Prémio, o

Estudou num internato para a classe alta, e na

Comité afirmou que Kofi Annan “se distinguiu por

Universidade de Ciência e Tecnologia de Kumasi.

dar uma nova vida à Organização”.

Em 1958 deu início aos seus estudos em Economia, no Macalester College, Minnesota (EUA),

Não sendo de todo uma figura que gera

terminando o Bacharelato em 1961. Terminou

consensualidade de opiniões, enquanto esteve

o curso na Suíça, de 1961 a 1962, e começou

na ONU ocorreram alguns episódios envolvendo o

a trabalhar exercendo a função de Diretor de

seu nome e reputação, que despoletaram alguma

Orçamento, na Organização Mundial de Saúde,

pressão política sobre Kofi Anan, por exemplo nos

em Genebra. Exerceu funções na ONU, no final dos

casos que envolveram Ruud Lubbers e Kojo Anan,

anos 80, e permaneceu na Organização durante

e nas admoestações que o alto oficial tornou

quase duas décadas, ora como Subsecretário-

públicas, nos seus discursos, entre as difíceis

Geral para Planeamento de Programas, Orçamento

relações entre os Estados Unidos e as Nações

e Finanças e de Controlador (1990 – 1992), ora a

Unidas.

chefiar Operações de Manutenção da Paz (1993 –1996). Foi nomeado, a 13 de Dezembro de 1996, JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 75


biografia

Secretário-Geral da ONU, e durante os dois mandatos os seus objetivos estiveram centrados na paz mundial, sempre pelo caminho das negociações e nunca por intermédio de intervenções radicais das forças armadas. A primeira grande iniciativa de Kofi Annan foi o seu programa de reforma: “Renovar as Nações Unidas”, que foi apresentado aos Estados

que diz que “a responsabilidade dos grandes

Membros, em Julho de 1997. Este programa

Estados é servir e não dominar os povos do

continua a ser aplicado ainda hoje.

mundo”. Ele também disse que os Estados Unidos devem manter seu compromisso com os direitos

Outra atividade que Annan motorizou, durante

humanos, “inclusive na luta contra o terrorismo.”

o seu mandato, em Abril de 2001, foi a criação

Após a sua carreira na ONU, Kofi Annan regressou

de um Fundo Global de Luta contra a AIDS,

a Gana, e tem participado em inúmeros projetos

Tuberculose e Malária, para ajudar os países em

de carácter educacional e social. Annan é casado

desenvolvimento a confrontarem a crise. Kofi

atualmente com Nane Maria Annan e é pai de três

Annan também trabalhou com inúmeros países

filhos.

árabes e muçulmanos sobre os direitos humanos. O diplomata nascido em Gana, testemunhou a

“Sem progresso, não há paz. Sem paz, não há

promulgação para estabelecer o Dia Mundial do

progresso.”

Combate ao Diabetes. Foi em 2006 que Annan fez o discurso de despedida aos líderes mundiais reunidos na sede da ONU em Nova York. No discurso ele pediu aos Estados Unidos para voltarem a seguir a doutrina Truman 76 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013

MIGUEL PESTANA DESENHADOR

www.silenciosquefalam.blogspot.pt jopestana2@gmail.com


Aceda a outras ferramentas para progredir clicando aqui

glossário

Ferramentas para Progredir

Método KIRON®

Q

Aqui, na maioria das vezes o trabalho terapêutico é

uem vive no seu quotidiano com animais não

efetuado no chão. Este tipo de abordagem pode ser

precisa de nenhum estudo científico para saber

aproveitado dentro de uma psicoterapia (saúde mental,

quanto os animais têm uma capacidade inata para

terapia familiar ou de casal, comportamentos de risco,

serem “terapeutas” dos humanos mas, como dizia

toxicodependência…) ou em sessões de coaching

Renée de Lubersac, fundadora da Terapia com cavalos

(desenvolvimento pessoal, liderança, dinamização de

em França: «O simples contacto entre uma pessoa em

equipas, objectivos existenciais...).

dificuldade com um cavalo não compõe uma terapia. Precisamos de um terceiro elemento: o terapeuta.» O

O Método Kiron® entra nesta terceira categoria. Kiron é

uso do cavalo como forma de terapia data de 400 a.C.

o centauro terapeuta mais famoso da mitologia grega;

quando Hipócrates o utilizou para “regenerar a saúde”

simboliza a junção terapêutica perfeita entre humanos e

dos seus pacientes. Em 300 A.C., Xenofon, filósofo

cavalos, já que neste método consideramos o cavalo em

grego, discípulo de Sócrates, falava das virtudes do

pé de igualdade com os humanos, isto é, como autênticos

cavalo nestes termos:

coterapeutas. Kiron simboliza também a necessidade

«O cavalo é um bom mestre, não só para o corpo, mas

de que todos os terapeutas tenham a humildade e o

também para o espírito.» O termo que engloba todas as

dever de fazer um constante trabalho sobre si próprio

terapias equinas chama-se: EQUOTERAPIA

para poderem ajudar os outros (condição sine qua non

Vem do radical latino EQUUS = CAVALOS e da palavra

para os terapeutas que se formam no Método Kiron®).

grega THERAPEIA = TERAPIA.

A definição desta abordagem inovadora, criada pela

A equoterapia pode ser dividida em três modelos

Dra. Nathalie Durel, é:

terapêuticos:

«Um método terapêutico de aprendizagem vivencial

a) A hipoterapia

que utiliza os equinos (cavalos e/ou póneis) como

b) A equitação adaptada

mediadores entre um paciente ou um coachee e um

c) A terapia com o cavalo ou terapia assistida por

psicoterapeuta ou coach formados nesta didáctica.

equinos

Permite tratar pessoas com problemáticas ligadas à JUNHO 2013 | REVISTA PROGREDIR | 77


glossário

Ferramentas para Progredir

Aceda a outras ferramentas para progredir clicando aqui

saúde mental (psicoterapia) ou que queiram alcançar objetivos existenciais bem definidos (coaching)» O Método Kiron® surgiu para estudar, explicar, ensinar e desenvolver esta área que permite devolver aos equinos o seu verdadeiro brilho: curar os humanos. Perante os cavalos estamos mais presentes, mais conscientes das nossas atitudes e dos nossos gestos, o que permite clarificar a nossa comunicação não-verbal. Com a ajuda

consequentemente, obriga-nos a melhorar os nossos

dos terapeutas humanos, estes benefícios transpõem-

comportamentos incongruentes. Para exercer este

se facilmente para a nossa vida, proporcionando

método é preciso criar um espaço terapêutico adequado,

melhores relações interpessoais e facilitando a execução

uma vez que trabalhamos maioritariamente com

dos nossos projetos pessoais e profissionais. Devido

cavalos e póneis em liberdade para que, precisamente,

à sua grande sensibilidade, os cavalos são poderosos

eles possam ser “verdadeiros equinos”.

espelhos dos nossos comportamentos, são grandes reveladores das nossas competências porque lêem com

Um especialista de equinos dizia que «os equinos

uma precisão surpreendente os comportamentos não-

nos ensinam quem somos» mas, para que isto possa

verbais dos humanos.

acontecer, precisamos querer saber quem somos realmente, isto requer muita humildade, disciplina,

Os cavalos vivem numa construção social muito

dedicação e confiança neles. Da mesma maneira que

parecida com a nossa, o que oferece ricas informações

os Terapeutas de Alexandria confiavam em Deus e nas

sobre a nossa vida em família, no trabalho e as nossas

escrituras para curar os seus pacientes, com o Método

relações interpessoais quando interagimos com eles.

Kiron® devemos aprender a conhecer e acreditar nos

Como eles não mentem, são uma fonte fiável de

nossos parceiros terapeutas: os cavalos!

informações concretas que integradas num processo terapêutico ou de coaching permitem transformações poderosas. A comunicação implícita estabelecida na nossa relação com eles possibilita que se faça a ligação com a nossa verdadeira intenção e a nossa postura e, 78 | REVISTA PROGREDIR | JUNHO 2013

NATHALIE DUREL PSICOTERAPEUTA, LIFE COAH, ARTETERAPEUTA, EQUINOTERAPEUTA, IDEALIZADORA DO MÉTODO KIRON® www.quintadocavalo.com

metodokiron@gmail.com



Revista Progredir nº 017