Page 1

Impresso Especial 9912282533/2011 - DR/MG

Associação Beneficente Nhá Chica CORREIOS

Órgão Oficial da Associação Beneficente Nhá Chica - Baependi - MG / Ano V - Nº 53 - maio de 2012

“Eu rezo e Deus, pelos merecimentos de sua Divina Mãe, Maria Santíssima, me atende” (Nhá Chica)


Informativo Nhá Chica - Notícias do Santuário e da ABNC - maio de 2012

Expediente Nhá Chica Informativo

Notícias do Santuário e da ABNC

maio de 2012 - Ano V - Nº 53 Congregação das Irmãs Franciscanas do Senhor Província Brasil / Bolívia Provincial Madre Cristina Alves Ribeiro Diretora da ABNC Irmã Claudine Ribeiro Vice-Diretora da ABNC Irmã Gertrudes das Candeias Conselho de Comunicação da ABNC Irmã Sandra Aparecida Gontijo Francisco Joaquim de Siqueira Flávia Maria Maciel Neves Yolanda Aparecida Fernandes Eduardo Luiz Magalhães Brochado Programação Visual Nádia Ferreira Vilas Boas Editor / Jornalista Responsável Sérgio Monteiro Mtb 7697/02 CTP e Impressão Gráfica e Editora Novo Mundo São Lourenço - MG Tiragem 5 mil exemplares Associação Beneficente Nhá Chica - ABNC Rua da Conceição, 165 - Centro Baependi - MG / CEP: 37.443-000 Tel. (35) 3343-1077 Fax. (35) 3343-1661 E-mail: contato@nhachica.org.br Website: www.nhachica.org.br

Irmãs Franciscanas do Senhor 126 anos promovendo a Paz e o Bem

2

Opinião Quando relembramos Maria como exemplo de fé, sabemos que ela sempre teve um lugar especial na vida e nas devoções dos fiéis, desde os mais simples e humildes, como a Venerável Francisca de Paula de Jesus, que sempre dizia que Nossa Senhora era Sua Sinhá, até os mais letrados, como Bernardo de Claraval (1090-1153), grande santo e Doutor da Igreja, que exclamava cheio de alegria: “Ó clemente, ó piedosa, ó doce Virgem Maria!”, trecho que depois veio a ser incorporado à oração “Salve Rainha”. Olhar para Maria como intercessora maior nos faz sentir de fato como seus filhos, em busca do apoio e da proteção da mãe num momento de dor, mas também nas alegrias da vida. Devemos sempre dar graças a Deus pela presença de Maria em nossas vidas. Foi um momento sublime para a humanidade quando Deus, em meio a muitíssimas mulheres, escolhe Maria para ser a Mãe de Jesus. Não escolheu nenhuma princesa ou rainha da época, mas sim uma virgem humilde de Nazaré, com a certeza de que os dons do Espírito Santo tocavam em seu coração e a fariam se transformar na maior defensora da humanidade junto a Cristo Jesus, que veio ao mundo para nos resgatar. Mesmo recebendo a bênção de ser Mãe do Filho de Deus, Maria sabia que iria sofrer muito, pois Jesus veio ao mundo para sofrer pela humanidade e dar a ela a Salvação. Maria, sem dúvida nenhuma, é modelo de vida e santidade para a humanidade e é também nossa Intercessora junto ao seu Filho Jesus. Ela está todos os dias nos pro-

tegendo e nos cobrindo com o seu santo manto. Também nos preparamos para fazer memória, em breve, de uma santa leiga, analfabeta, mas como seguidora fiel de Maria, devotíssima de Nossa Senhora da Conceição, rezava a Mãe em busca de ajuda. Em junho, as Irmãs Franciscanas do Senhor organizam as celebrações do 117º aniversário de morte de Francisca de Paula de Jesus, Nhá Chica. Momento de relembrar a Páscoa de quem, nos passos da Virgem Maria, se fez santa. E, assim como fazia Nhá Chica todos os dias de sua vida, entregando seus caminhos à proteção da Mãe de Deus, vamos juntos, em oração mariana, nos aproximar ainda mais de Nossa Mãe, clamando por Sua ajuda neste nosso caminho em busca da redenção: “Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus! Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém!” Em suas mais profundas invocações a Maria, São Bernardo disse: “Nos perigos, nas angústias, nas dúvidas, pensa em Maria, invoca Maria. Que seu nome nunca se afaste de teus lábios, jamais abandone teu coração; e para alcançar o socorro da intercessão dela, não negligencies os exemplos de sua vida. Seguindo-a, não te transviarás; rezando a Ela, não desesperarás; pensando nela, evitarás todo erro. Se Ela te sustenta, não cairás; se Ela te protege, nada terás a temer; se Ela te conduz, não te cansarás; se Ela te é favorável, alcançarás o fim” (Hom. II super “Missus est”, 17: PL 183, 70-71).

Espaço dos Leitores Prezados Senhores, Deixamos aqui registrado nosso encantamento com o Santuário de NHÁ CHICA, que acabamos de conhecer no dia nove de março deste ano. Digo nosso, pois eu e meu esposo tivemos o privilégio de conhecer o Santuário, de ser recebidos tão gentilmente, com humanidade e respeito; nos sentimos verdadeiramente acolhidos. Foi um encontro verdadeiro de fé, amor e caridade. Quanta emoção por estarmos junto de Nhá Chica. Sentimos a sua presença ouvindo as nossas preces de gratidão por podermos estar aí junto dela, aos pés de Jesus e de Nossa Senhora da Conceição. Agradecemos a todos os senhores e senhoras que se empenham em divulgar através da internet a vida e obra de Nhá Chica. Desde que tomamos conhecimento, acendemos a vela virtual e fazemos as orações. Parabéns, Baependi! Que Deus os abençoe sempre. Elizabeth Fernandes Rio de Janeiro - RJ

Fale Conosco

Associação Beneficente

Nhá Chica

Rua da Conceição, 165 - Centro - Caixa Postal 15 - CEP:37443-000 Baependi - MG - Brasil - Fone: (35) 3343-1077 - Fax: 3343-1661 www.nhachica.org.br / e-mail: contato@nhachica.org.br


Informativo Nhá Chica - Notícias do Santuário e da ABNC - maio de 2012

Terço pela Beatificação completa Quatro Anos Todas as sextas-feiras, exatamente às três horas da tarde, tem início no Santuário de Nossa Senhora da Conceição, em Baependi (MG), a reza do Terço. A tradição começou com a Venerável Francisca de Paula de Jesus, Nhá Chica, que se retirava neste dia para lavar suas vestes e dedicar um dia inteiro à oração. Depois de muitos anos, o costume se perdeu e a reza do terço às sextas-feiras na Igreja de Nossa Senhora da Conceição foi interrompida. Há quatro anos, um devoto foi tocado pelo Espírito Santo e com total apoio das Irmãs Franciscanas do Senhor a tradição foi retomada. Desta feita, a reza do terço é pela beatificação de Nhá Chica. Foi no ano de 2008 que o contabilista Nilson Neves, benfeitor na Associação Beneficente Nhá Chica, propôs rezar o terço no mesmo dia e horário em que Francisca de Paula de Jesus rezava. A inspiração lhe surgiu depois que soube que na cidade de São Vicente de Minas fiéis se reuniam às sextas-feiras para rezar pela beatificação de Nhá Chica. Imediatamente, imbuído de um espírito cristão sem igual, o devoto pensou em sugerir que esta prática fosse retomada especialmente no local onde Nhá Chica viveu! Profunda devota de Nossa Senhora da Conceição, Nhá Chica rezava todos os dias. Sabia da importância do crescimento espiritual que a oração lhe trazia. A reza do terço é muito antiga. Remonta aos anacoretas orientais, que usavam pedrinhas para contar suas orações vocais. Em 1328, Nossa Senhora apareceu a São Domingos, recomendando-lhe a reza do Rosário para a salvação do mundo. Nasceu assim a devoção do Rosário, que significa coroa de rosas oferecida a Nossa Senhora. Os promotores e também divulgadores desta devoção foram os dominicanos, que também criaram as Confrarias do Rosário. O Papa dominicano Pio V animou vivamente a prática da recitação do Rosário, que, em breve, se tornou a oração popular predileta da cristandade. Esta devoção tem o privilégio de ter sido recomendada por Nossa Senhora em Lourdes, na França, e em Fátima, Portugal, o que depõe em favor de sua validade em todos os tempos. O terço pode ser rezado individual ou coletivamente. O terço é uma das mais queridas devoções a Nossa Senhora. Aparecendo em Fátima, ela pediu aos pastorinhos: “Meus filhos, rezem o terço todos os dias”. E esta tradição também seguida por Nhá Chica foi retomada com força na Igreja que ela mesma construiu em honra de Nossa Senhora da Conceição. Na sexta-feira, dia 13 de abril último os devotos reunidos comemoraram os quatro anos desta fundamental tradição para o crescimento da fé e da devoção. “É muito gratificante, porque foi uma ideia que surgiu certamente de uma inspiração do Espírito Santo. E, no princípio, pensávamos que teríamos só a presença das crianças e das irmãs, mas a comunidade de toda a região aderiu a este Momento Mariano. E, durante estes quatro anos alcançamos juntos uma graça muito grande, que foi o reconhecimento das virtudes heroicas de Nhá Chica e, em conseqüência, a concessão do título de Venerável. E isto aconteceu numa sexta-feira, na hora em que rezávamos o terceiro mistério, o que certamente é motivo de grande alegria para mim e para todos os devotos de Nhá Chica” – disse Nilson Neves. Todas as sextas-feiras, devotos das mais diversas cidades da região comparecem para rezar juntos. Nunca menos de 50 pessoas. Também participam as crianças da ABNC, Irmãs Franciscanas do Senhor e funcionários da instituição. Para os que não podem comparecer ao Santuário de Nossa Senhora da Conceição, o terço pela beatificação é transmitido todas as sextas-feiras, às 15 horas, pela Rádio Nhá Chica na Internet: www.radionhachica.org.br. Nilson Neves junto às crianças e Irmãs Franciscanas do Senhor na comemoração dos 4 anos do Terço pela Beatificação de Nhá Chica

A doce e salutar devoção a Nossa Senhora da Conceição A Venerável Francisca de Paula de Jesus reconhecia a presença forte e significativa de Maria em sua vida. Sempre afirmou sem medo: “Isto acontece porque rezo com fé”. E rezava todos os dias, especialmente às sextas-feiras, pedindo ajuda e agradecendo sempre pela intercessão de Nossa Senhora da Conceição, de quem era devotíssima. Por volta do ano de 1818, quando Francisca tinha cerca de 10 anos de idade, sua mãe faleceu, deixando-a e seu irmão Teotônio, então com 12 anos, aos cuidados de Deus e da Virgem Maria. Órfãs de mãe, sozinhas no mundo, aquelas crianças cresceram sob os cuidados e a proteção de Nossa Senhora, que, pouco a pouco, foi conquistando o coração de Nhá Chica. Esta a chamava carinhosamente de “Minha Sinhá”, que quer dizer: “Minha Senhora”, e nada fazia sem primeiro consultá-la. Às três horas da tarde, intensificava suas orações e mantinha uma particular veneração à Virgem da Conceição, com a qual tratava familiarmente como a uma amiga. Nhá Chica era analfabeta. Desejava somente ler as Escrituras Sagradas, mas alguém as lia para ela, e a fazia feliz. Compôs uma Novena a Nossa Senhora da Conceição e em Sua honra passou os últimos 30 anos de vida construindo uma capelinha e ajudando os mais pobres. Foi ao encontro do Pai sem ver a igreja totalmente terminada, mas pôde ali, por várias vezes, venerar a pequena imagem de Nossa Senhora da Conceição que fora de sua mãe e, diante da qual, rezava piedosamente por todos aqueles que a ela se recomendavam. A igreja foi transformada pelas Irmãs Franciscanas do Senhor no Santuário de Nossa Senhora da Conceição. A imagem que Nhá Chica venerou encontra-se exposta ao público na sala da casinha onde ela viveu, sobre o altar da antiga Capela. Inspirada pelo exemplo de fé e vida de Maria, a Mãe de Deus, Nhá Chica dedicouse à prática da caridade. Leiga extraordinária, sempre ajudando os mais necessitados, foi chamada ainda em vida de “a mãe dos pobres”. A Venerável foi ao encontro do Pai em 14 de junho de 1895, sendo sepultada no dia 18 de junho de 1895. Atendendo ao pedido por ela expresso em testamento, seu corpo foi sepultado no interior do pequeno templo que construiu - hoje o Santuário de Nossa Senhora da Conceição, em Baependi (MG).

3


Informativo Nhá Chica - Notícias do Santuário e da ABNC - maio de 2012

Nos passos da Virgem Maria pela busca da Santidade

aria, Mãe de Deus, intercessora maior da humanidade é ao mesmo tempo a personagem principal, sempre de forma humilde e discreta, dos primeiros passos da comunidade cristã. Maria é o coração espiritual, porque sua própria presença entre os discípulos é memória viva do Senhor Jesus e presente do dom de Seu Espírito. Para a Santa Igreja, Maria é modelo de vida e santidade, ensinando todos a serem santos através de sua humildade, coragem, fé e fortaleza. Uma intercessora poderosa, sempre atuando em favor de seus filhos amados. A passagem bíblica das Bodas de Caná retrata bem a presença de Maria como intercessora junto a seu filho Jesus Cristo, papel este que ela o faz eternamente. Quando notou a falta de vinho na festa, falou com seu amado filho: “‘Eles já não têm vinho’. Respondeu-lhe então Jesus: ‘Mulher isso compete a nós? Minha hora ainda não chegou’” (Jo 2,3-4). Mesmo assim, Maria não desiste. Sabendo da bondade de Jesus, ela fala aos servos: “Fazei o que Ele vos disser” (Jo 2,5). Jesus então faz o milagre. Neste contexto, sempre é muito importante mencionar que Maria não realiza milagres, ela é a Intercessora; quem faz milagres é Jesus. Através do milagre nas Bodas de Caná, Jesus começa a sua missão e Maria fica um tanto quanto ausente nas citações bíblicas daquele período, só aparecendo em algumas passagens e durante a Paixão e Ressurreição de Jesus. E foi na cruz que Jesus deu a Maria uma

M

4

nova missão, através das seguintes palavras: “Eis aí o teu filho”. Depois, disse a João: “Eis aí a tua mãe” (Jo 19,26-27). João representava naquele momento todos os fiéis e Jesus então entrega nas mãos de Maria o coração de todos os Filhos de Deus, para que seja não só a Mãe Dele, mas também a Mãe de todos que buscam a redenção em Cristo Jesus. Depois da Paixão e Ressurreição de Jesus, Maria teve um papel muito importante. Junto com os Apóstolos, Ela persevera na oração e forma a Igreja de Jesus, por isso pode-se considerá-la como Mãe da Igreja (At 1,14). O exemplo de Maria em sua humildade, perseverança, fidelidade continua sendo seguido por todos os cristãos, especialmente por aqueles que, por suas virtudes, foram beatificados e canonizados. Os santos glorificam Maria como exemplo maior. São Francisco de Assis escreveu em sua Saudação à Virgem Maria: “Ave, Senhora, Rainha Santa, Santa Mãe de Deus Maria, que és virgem feita Igreja. E escolhida pelo santíssimo Pai do céu, que Ele consagrou com Seu santíssimo dileto Filho e com o Espírito Santo Paráclito, na qual esteve e está toda a plenitude da graça e todo bem. Ave, palácio dele; ave, tabernáculo dele; ave, casa dele. Ave, veste dele; ave, serva dele; ave, mãe dele. E vós todas santas virtudes, que pela graça e iluminação do Espírito Santo sois infundidas nos corações dos fiéis, para que os façais de infiéis a fiéis a Deus”. Também lhe dedicou palavras especiais São Tomás de Aquino: “A Bem-Aventurada Virgem é o modelo e o exemplo de todas as virtudes. Nela achareis o modelo da humildade”. Já o Bem-Aventurado Papa João Paulo II disse: “No momento da Anunciação, respondendo com o seu «fiat», Maria concebeu um homem que era Filho de Deus, consubstancial ao Pai. Portanto, é verdadeiramente a Mãe de Deus, uma vez que a maternidade diz respeito à pessoa inteira, e não apenas ao corpo, nem tampouco apenas à ‘natureza’ humana. Deste modo o

nome ‘Theotókos’ — Mãe de Deus — tornou-se o nome próprio da união com Deus, concedido à Virgem Maria”. Santa Maria, como é chamada por todos, é uma deferência especial. Ser santo é ser maior que o mundo, ultrapassar a história, transcender o tempo e o espaço, ser infinito, eterno, imortal. Deus é Santo. E Maria atinge esta santidade porque Deus partilha a Sua santidade. O Espírito de Deus santifica todos. Ele configura a humanidade a Jesus. Faz de cada um imagem e semelhança do próprio Deus (Gn 1,26). Assim o fez especialmente com Maria, que foi feita “cheia de graça”, porque o Espírito a santificou com sua presença: “O Espírito virá sobre ti e te cobrirá com sua sombra; e por isso aquele que vai nascer será santo e será chamado Filho de Deus” (Lc 1,35). E, tendo Maria como este modelo exemplar em cada dia, o cristão pode dar um passo e responder a esta graça, ficando mais parecido com Jesus. Os santos são aqueles que fundaram a história com sangue, suor e lágrimas. Escreveram a santidade com gestos concretos em favor dos irmãos; com preces e muita penitência. Vianney: “O coração de Maria tem tanta ternura por nós, que os corações de todas as mães juntas são como um pedaço de gelo em comparação ao Seu”. E Jesus Cristo afirmou: “Aquele que me ama guardará minha Palavra e meu Pai o amará, e viremos a ele e nele faremos nossa morada” (Jo 14,23).


Informativo Nhá Chica - Notícias do Santuário e da ABNC - maio de 2012

O Exemplo Santo de Maria A Venerável Francisca de Paula de Jesus seguiu o exemplo santo de Maria em busca de se aproximar ainda mais de Deus. Em sua simplicidade, Nhá Chica deixou a devoção mariana como modelo para todos os que buscam alcançar a santidade e que em Maria procuram apoio, refúgio e graças concedidas pelo Pai. Cresci rezando toda tarde, às 15 horas, junto com minha mãe e minhas irmãs a consagração a Nossa Senhora Aparecida, na Rádio Aparecida. E minha mãe dizia que é para Ela que temos que entregar as nossas tristezas e preocupações e também as alegrias. É Ela quem nos guia e quem intercede por todos os seus filhos. Por isso sou devota de Nossa Senhora assim como fazia Nhá Chica. Sei que nos momentos difíceis de minha vida posso contar com Ela. Como no Evangelho das Bodas de Caná, sei que ela intercede pelo vinho que falta naquele momento que mais preciso. E Ela, como essa Mãe maravilhosa, sabe como entender e atender seus filhos. Por isso rezo sempre: “Ó Maria, Mãe Imaculada, levai-nos cada vez mais ao Coração Eucarístico de Jesus”. Ana Lúcia Arantes Carneiro Caxambu - MG

Se a insegurança vem, se o medo vem, se a dúvida vem, se a solidão e o vazio vêm, logo penso aonde vou: na ternura, na pureza e na doçura de Nossa Senhora e procuro pensar que estou em seus braços como uma criança. Tudo vai passando. Lá no fundo do meu ser sinto uma paz tão grande, uma certeza inexplicável e passo a sentir que nada sou e que ela é tudo na minha vida. Não pensar nela? Viver sem ela? Não é viver, por isso, com certeza, que é por ela que eu vivo.

Ione A. Mângia Furtado – Cruzília - MG

Ser devota de Nossa Senhora significa paz, um alívio para nos ajudar em nossas vidas. Igual a Nhá Chica, que tinha nela toda sua força, a gente tem também. Porque Nossa Senhora nos coloca junto a Deus. E em Deus a gente tem essa fé de que Ele sempre nos ajuda. E o exemplo de Nhá Chica serve para nós hoje em dia; sou devota desde criança. E Maria pra mim é tudo. Tenho Maria até no nome. Nilsia Maria de Abreu – Baependi - MG

Minha devoção a Nossa Senhora significa tudo. Não tem como, em nossa vida, a gente deixar de lado esta devoção. Quando pensamos em Jesus, logo depois vem Maria, Nossa Senhora. Na minha família a devoção a Maria sempre foi fundamental. Em tudo o que a gente faz, Nossa Senhora como intercessora junto ao Pai, está na frente. Acordamos pela manhã e a primeira coisa que falamos é: ‘Maria, passe na frente!’ Porque a mãe sempre está na frente de seus filhos e Nossa Senhora sempre está a nossa frente nos acolhendo e nos ajudando junto Cristo Jesus e a Deus. E esse é um tempo que a gente sempre coloca em nossa vida.E revendo a história de Nhá Chica, a devoção que ela também nutria por Nossa Senhora é uma inspiração. Vamos seguindo com Nossa Senhora a nossa frente intercedendo por nós a Deus, lembrando de Nhá Chica que, na verdade, passou para todos nós esta devoção. Luciano Orlando da Silva - Baependi – MG Nossa Senhora na minha vida significa tudo. Aliás, tudo de maravilhoso. Aprendi com Nhá Chica que tudo o que a gente pedir com fé a Mãe de Deus intercede por nós. Meu esposo teve um grave problema de saúde. Eu rezei, pedi e ele está recuperado há 16 anos, através da fé, graças ao intermédio de Nhá Chica e de Nossa Senhora. O exemplo de Nhá Chica de devoção serviu muito pra mim e toda minha família. Sou mãe também. A gente entende, dentro da nossa realidade, o que Maria sofreu como mãe de Cristo e, por isso, a gente sabe o quanto ela pode nos ajudar por saber como é nosso sofrimento. Através de Nhá Chica e de Maria, Mãe de Deus, tenho conseguido tudo. Eliana Rocha Santos - Baependi – MG

Sempre estamos aqui na região e sempre que temos oportunidade vimos ao Santuário. Rezamos em família neste exemplo de Nhá Chica de devoção e de fé. E que tudo isto sempre esteja no coração dos devotos. Certamente o exemplo de Nhá Chica numa devoção a Maria, Mãe de Cristo, é um modo de estarmos nos espelhando nela para esta devoção a Nossa Senhora. Como disse Jesus: “Sejam santos como eu sou Santo”. Então, quando a gente conhece uma devoção como a de Nhá Chica, que foi uma fé autêntica, sempre nos serve de exemplo para nossa própria devoção. Rubens de Oliveira Brito Juiz de Fora - MG

Tenho muita devoção a Nossa Senhora e a Nhá Chica. Desde que nasci, aprendi em casa mesmo a ter essa devoção por Maria, Nossa Senhora. É a nossa Mãe. Ela significa muito para todos nós. ‘Pede para a Mãe que o Filho atende!’ Eu sou mãe e sei bem o que é ser mãe. E não tenho medo de entregar todos eles, todos os dias, nas mãos de Nossa Senhora. Rezo muito todos os dias e tenho o terço de Nossa Senhora da Providência, que é o último que rezo todas as noites, pedindo a proteção Dela pra todos nós. Maria das Dores Alves Pereira Ponte Nova - MG

Minha devoção a Nossa Senhora começou na infância, quando minha mãe contava que alcançou uma graça rezando para a Imaculada. Eu tive uma rouquidão que não passava e, com medo de eu perder a voz, minha mãe ajoelhou num oratório e pediu minha cura. Depois desta oração, ela teve um sonho em que estava no meio da Igreja Matriz de Baependi, quando viu um braço com vestes Franciscanas indicando pra ela o lado direito, dizendo: “Reze para aquela ali”. Naquela direção estava a imagem de Nossa Senhora da Conceição. No dia seguinte, ela rezou e eu fui curada. Quando eu, mais tarde, conheci a história de Nhá Chica, me identifiquei prontamente pela mesma devoção a Nossa Senhora. E daí por diante, sabendo que Nhá Chica conversava com Nossa Senhora da Conceição, comecei a pedir sua intercessão junto a sua Sinhá em todas as minhas necessidades e aflições e sempre sou atendida.

Maria Bernadete Bortone de Souza Caxambu - MG

5


Informativo Nhá Chica - Notícias do Santuário e da ABNC - maio de 2012

Relatos de Graças Alcançadas Todos os dias rezo pela beatificação e canonização de Nhá Chica Depois de ter visitado, por acaso, o Santuário da Imaculada Conceição há cerca de 4 anos, tornamo-nos, eu e minha família, grandes devotos de Nhá Chica. Começou quando, um dia, perdi um importante e caro instrumento de trabalho. Poderia estar tanto no escritório onde trabalho ou em casa, para onde às vezes eu levava a peça para trabalhar à noite. Quando me dei conta da perda eu estava no escritório. Então não me preocupei muito, porque achei que estaria em casa. Naquela noite, cheguei em casa e, após procurála nos lugares prováveis, não a encontrei. Então pensei que deveria estar no escritório e que não tinha procurado direito. No dia seguinte iniciei uma busca que durou mais de 1 hora, na qual envolvi quase todos os colegas do escritório. Não a encontramos. No caminho de volta para a casa, lembrei-me de recorrer à intercessão de Nhá

Chica, pois já tinha algum conhecimento de sua história. Ao chegar em casa, fui direto para o local onde costumo trabalhar. Abri a porta, entrei e, como por um milagre, me dirigi para um armário, e a peça, muito pequena, estava escancarada à minha vista. Levei até um susto, pois tinha certeza de que já havia procurado por todo canto daquele quarto no dia anterior e, naquele momento, quando eu já estava quase desistindo da procura, ali estava ela, como que me esperando de tão visível que estava. A partir daí, ocorreram vários casos comigo, com minha esposa, que fica difícil não acreditar em milagre promovido pela intercessão da Nhá Chica. Todos os dias rezo pela sua beatificação e canonização, para que ela possa ocupar os altares de nossa Igreja em todo o mundo. Claudinez A. Mariano Osasco - SP

Vou falar sobre Nhá Chica por onde eu for Fiquei conhecendo Nhá Chica por intermédio do Padre Jorge, da Paróquia Coração de Jesus, em Santo André (SP), e fiquei muito apaixonada por ela. Pelo fato do Padre Jorge falar sobre Nhá Chica, resolvi então rezar para ela me ajudar na graça de que estava precisando, que era a mudança de emprego de minha filha, pois ela estava ficando doente onde trabalhava, já estava ficando até com depressão. Foi aí que resolvi fazer a novena de Nhá Chica. Enquanto fazia a novena, houve dias de sentir perfume de flores no quarto de minha filha. Comecei uma novena e não parei até conseguir a graça. Hoje, dia 30 de janeiro de 2012, minha filha, Tayla, recebeu a notícia de que foi aceita em outro emprego. Estou muito feliz e dou o meu testemunho, e prometo divulgar Nhá Chica. Falarei e darei o meu testemunho sobre ela onde eu puder. Obrigada de todo o meu coração a todos que zelam por este lugar maravilhoso.

Estou curada! Em 2007 foi diagnosticado que eu estava com câncer no reto. Fui operada e pedia todos os dias a Nhá Chica que intercedesse a Deus por minha cura. Em junho de 2011, recebi do médico um laudo atestando que estou curada! Neuza da Silva Pereira Caldas São João del-Rei – MG

Silvete Plenamente Santo André – SP

Minha filha está empregada graças ao intermédio de Nhá Chica Minha filha, Camila, estava desempregada desde julho de 2011. Coloquei a foto da “Santa” Nhá Chica na carteira de trabalho dela e, graças a Deus, hoje ela está empregada com carteira assinada. Agradeço pela intercessão de “Santa” Nhá Chica. Isabel de Fátima da Silva Araújo Alterosa – MG

6


Informativo Nhá Chica - Notícias do Santuário e da ABNC - maio de 2012

Relatos de Graças Alcançadas Recebi uma graça em dobro Estive em Caxambu (MG) em janeiro e fiz questão de ir a Baependi, para conhecer o Santuário de Nhá Chica, do qual já tinha ouvido falar muito, até porque meu filho de 8 anos estuda no Instituto Francisca Paula de Jesus aqui no Rio de Janeiro, onde minha filha mais velha (18 anos) também já estudou. Naquele momento, também fiz a Nhá Chica uma promessa e rezei muito para que minha filha Ana Cláudia passasse no vestibular de Odontologia para a UERJ, pois estava apenas por 2 pontos da última classificada. E vieram as reclassificações... Para minha surpresa, ela passou para duas universida-

des públicas, tanto para a UERJ como para a UNIRIO. Estou mais do que feliz e muito grata pela graça que me foi dada em dobro. Nunca me esquecerei desse Santuário e, em breve, retornarei para agradecer pessoalmente a Nhá Chica por esta graça alcançada por seu intermédio.

Obrigado pelas graças alcançadas

Pelo meu matrimônio, obrigada!

Com as graças de Deus, Nosso Pai, e de Nhá Chica, sua serva fiel, gostaria de agradecer por tudo de bom que eu, Lucas, tenho conquistado. Nhá Chica, em seus pequenos atos, sempre se manteve em oração e fez grandes obras em prol da evangelização.

Pedi com muita fé e, pela intercessão de Nhá Chica, recebi a graça de ter meu marido de volta ao nosso Lar. Somos uma família unida pelo matrimônio há 30 anos. Que Deus seja louvado!!!

Lucas Lima Santos Baependi - MG

Maria Cristina Brazão de Souza São Paulo - SP

Cláudia Maria Rangel de Carvalho dos Santos

Rio de Janeiro - RJ

a d a ç ê c n vo ca l , a e t a a ç Rel sua gra ra da o h , n e m sa S s o ndo u N també m e d o rio te a

ade on tuá d i n C t a . n é S a o os mf ar . h Visite o, reze co tá trazend n i m a içã seu c us es e o D Conce o fé em nsformand história a u s sua e tra como e u a q d i v a aças. r r g a a p u e s para rocure no livro d p s o N rada t s i g e seja r

ORAÇÃO PELA BEATIFICAÇÃO DE

NHÁ CHICA Ó Pai, que mostrais a Bondade e a Sabedoria do Vosso Filho Jesus, naquelas pessoas que O procuram seguir, e que “ocultais as novidades do Reino aos sábios e inteligentes, e as revelais aos pequeninos”, nós Vos pedimos que a Igreja possa reconhecer oficialmente as virtudes de amor ao próximo, de fé profunda e de grande sabedoria de vida que concedestes à Vossa filha e servidora Francisca de Paula de Jesus, Nhá Chica. Por ter sido de uma vida exemplar, fiel seguidora de Jesus Cristo, devota de Maria Santíssima, e de grande amor à Igreja, nós Vos pedimos que, pela sua valiosa intercessão, Vós nos concedais a graça de que mais temos necessidade. Concedei-nos também, ó Pai, que a seu exemplo, o nosso coração esteja cheio de ardente amor a Vós e ao nosso semelhante. Tudo isso Vos pedimos por intermédio de Jesus Cristo, Vosso Filho, em união com o Espírito Santo. Amém.

+ Dom fr. Diamantino Prata de Carvalho, ofm. Bispo Diocesano de Campanha MG, 04/10/1998 Lembre-se das palavras de Nhá Chica: ”Isto acontece porque rezo com fé”.

Rosário de Nossa Senhora da Conceição Reza-se nas contas do Pai Nosso Aflita vos vistes Senhora, Aflita aos pés da Cruz, Aflita estou eu agora, Valei-me ó mãe de Jesus! Reza-se nas contas da Ave Maria Ó Virgem da Conceição, Valei-me nesta ocasião! Oração a Nossa Senhora da Conceição Ó Maria Imaculada, Senhora da Conceição, Filha predileta do Eterno e Divino Pai, Mãe Santíssima do Eterno Divino Filho, Esposa Imaculada do Espírito Santo, Nossa Senhora pela devoção e amor terníssimo que para convosco teve a serva de Deus, Francisca de Paula de Jesus, erguendo em vossa honra uma capela, intercedei junto à Santíssima Trindade e alcançai-nos as graças que com viva fé vos pedimos.Ó nossa boa mãe do Céu, não nos abandoneis. Protegei-nos, defendei-nos, salvai-nos. Assim seja.

7


Informativo Nhá Chica - Notícias do Santuário e da ABNC - maio de 2012

O modo de vida simples, humilde e revestido de grande fé e devoção vivido por Francisca de Paula de Jesus será relembrado ao longo da Novena Preparatória que antecede as celebrações dos 117 anos da Páscoa da Venerável Nhá Chica. Desta vez, as Irmãs Franciscanas do Senhor escolheram como tema principal a importante citação de Nhá Chica, que define sua vida de dedicação e devoção: “Isto acontece porque rezo com fé”. A Santa Igreja promove também o Ano da Fé, que se iniciará em 11 de outubro de 2012, no 50º aniversário da abertura do Concílio Vaticano II, e terminará em 24 de novembro de 2013, Solenidade de Cristo Rei do Universo. A novena de Nhá Chica vai apresentar o tema Fé como forma de estimular os cristãos a manterem ou resgatarem sua fé e se prepararem para este importante ano que se iniciará. A

novena preparatória começa no dia 8 e segue até o dia 16 de junho. O dia da morte de Nhá Chica é 14 de junho, quando será memorialmente celebrada dentro da novena. A Missa Solene acontece no dia 17, um domingo, com milhares de devotos se reunindo em oração, pedindo pela beatificação de Nhá Chica. Ao longo dos nove dias, o tema Fé será a chave principal de toda a espiritualidade. Passagens bíblicas que marcam a devoção do povo de Deus serão relembradas, como o tema do primeiro dia: Se tiveres fé, transportarás montanhas (Mt 17,14- 20). Também serão apresentados temas como: “Vai, a tua fé te salvou”; “Para Nhá Chica a fé era um medicamento contínuo” e ainda: “Nhá Chica, fortalecida na fé, firmava seus irmãos na esperança”. Afinal, fé é dom, é virtude que precisa ser cultivada, necessita ser requerida a Deus, para que se possa alcançar uma fé mais profunda e completada por outras virtudes, assim como foi

Novena

5º dia - Terça- feira - 12/06/12

1º dia - Sexta-feira - 08/06/12

Se tiveres fé, as coisas acontecerão, pois tudo é possível para quem tem fé (Mt 17, 20; Mc 9,23)

Se tiveres fé, transportarás montanhas (Mt 17, 20) 05:00h - Procissão Penitencial (saindo da Igreja Matriz) 06:00h - Celebração Eucarística - Santuário 15:00h – Adoração Eucarística 18:30h – Bênção do Santíssimo 19:00h – Celebração Eucarística e Novena de Nhá Chica

15:00h – Adoração Eucarística 18:30h – Bênção do Santíssimo 19:00h – Celebração Eucarística e Novena de Nhá Chica

6º dia - Quarta-feira - 13/06/12 “Eu rezo com fé, por isso as coisas acontecem” (Nhá Chica)

2º dia - Sábado -09/06/12 O filho do Homem quando vier, encontrará ainda fé sobre a Terra? (Lc 18, 8) 15:00h – Adoração Eucarística 18:30h – Bênção do Santíssimo 19:00h – Celebração Eucarística e Novena de Nhá Chica

3º dia - Domingo -1 0/06/12 Vai, a tua fé te salvou (Mc 5, 34;

Lc 8, 48; Lc 1, 19)

09:00h - Celebração Eucarística 10:15h - Bênção de objetos 10:30h - Terço de Nhá Chica 11:00h - Celebração Eucarística 15:00 – Adoração Eucarística 18:30h – Bênção do Santíssimo 19:00h - Celebração Eucarística e Novena de Nhá Chica

15:00h – Adoração Eucarística 18:30h – Bênção do Santíssimo 19:00h – Celebração Eucarística e Novena de Nhá Chica

7º dia - Quinta-feira - 14/06/12 Para Nhá Chica, a fé era o seu medicamento contínuo 09:00h -Celebração Eucarística 10:00h – Exposição do Santíssimo Sacramento e adoração 18:30h– Bênção do Santíssimo 19:00h – Celebração Eucarística e Novena de Nhá Chica

8º dia - Sexta-feira - 15/06/12 Olhos fixos em Deus, Nhá Chica demonstrava a sua fé através das obras 15:00h – Missa e Unção dos Enfermos 19:00h – Celebração Eucarística e Novena de Nhá Chica

4º dia - Segunda-feira - 11/06/12

9º dia - Sábado - 16/06/12

Senhor, eu creio, ajudai-me na minha pouca fé

Fortalecida na Fé, Nhá Chica, firmava seus irmãos na Esperança 15:00h – Adoração Eucarística 18:30h – Bênção do Santíssimo 19:00h – Celebração Eucarística e Novena de Nhá Chica

(Mc 9,24; Lc 17, 5-6; Lc 22, 31-32)

15:00h – Adoração Eucarística 18:30h – Bênção do Santíssimo 19:00h – Celebração Eucarística e Novena de Nhá Chica

8

com Nhá Chica. A fé é uma absoluta abstinência de dúvida. Todos os devotos da Venerável seguem seu exemplo, rezam, pedem e agradecem, sabedores de que as coisas acontecem como resultado dessa confiança inabalável. Ao decretar o Ano da Fé, o Santo Papa disse: “A Porta da Fé, que introduz na vida de comunhão com Deus e permite a entrada na sua Igreja, está sempre aberta para nós. É possível cruzar este limiar, quando a Palavra de Deus é anunciada e o coração se deixa plasmar pela graça que transforma”. As Irmãs Franciscanas do Senhor, em total comunhão com a Igreja, vão colocar a Fé como tema central já na Novena de Nhá Chica, reafirmando o legado espiritual da Venerável como fonte de enriquecimento para a fé de todo um povo em busca da esperança da salvação. “Pela fé reconhecemos que o mundo foi formado pela palavra de Deus e que as coisas visíveis se originaram do invisível” (Hebreus 11,3).

Festa da 117º Páscoa de Nhá Chica domingo - 17/06/12 “Isso acontece porque eu rezo com Fé” (Nhá Chica)

07:00h - Celebração Eucarística 09:00h - Solene Celebração Eucarística (campal) Bênção dos objetos de devoção 10:30h - Terço de Nhá Chica no Túmulo. 11:00h - Celebração Eucarística no Santuário Bênção dos objetos de devoção 12:00h – Ângelus e repique de sinos 15:00h – Momento Mariano (terço de Nossa Senhora - cantado) 18:00h - Procissão com a Imagem de Nossa Senhora da Conceição e com o Estandarte de Nhá Chica 19:30h - Celebração Eucarística

Dia 18/06/12 - Segunda-feira 117º Aniversário do sepultamento de Nhá Chica 09:00h - Celebração Eucarística 15:00h - Momento Mariano (Consagração à Nossa Senhora) 18:30h - Terço de Nhá Chica - Momento Vocacional 19:00h - Celebração Eucarística (com os Padres das diversas Foranias)

Novena e Celebrações Eucarísticas serão transmitidos ao vivo pela Rádio Nhá Chica:

www.radionhachica.org.br

Informativo Nhá Chica n º 53  

Maio de 2012

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you