Issuu on Google+

Impresso Especial 1000012020/2006 DR/MG Associação Beneficente Nhá Chica

CORREIOS

Órgão Oficial da Associação Beneficente Nhá Chica - Baependi - MG / Ano IV - Nº 45 - setembro de 2011

“ A

Palavra de Cristo habite em vós com abundância, para vos instruirdes e aconselhardes uns aos outros, com toda a sabedoria. E, com salmos, hinos e cânticos inspirados, cantai de todo o coração a Deus a vossa gratidão. E tudo o que fizerdes por palavras ou por obras, seja tudo em nome do Senhor Jesus, dando graças, por Ele, a Deus Pai

(Col 3, 16-17)


Informativo Nhá Chica Notícias do Santuário e da ABNC setembro de 2011

Expediente Nhá Chica Informativo

Notícias do Santuário e da ABNC

setembro de 2011 - Ano IV - Nº 45 Congregação das Irmãs Franciscanas do Senhor Província Brasil / Bolívia Provincial Madre Cristina Alves Ribeiro Diretora da ABNC Irmã Claudine Ribeiro Vice-Diretora da ABNC Irmã Gertrudes das Candeias Conselho de Comunicação da ABNC Irmã Sandra Aparecida Gontijo Francisco Joaquim de Siqueira Flávia Maria Maciel Neves Yolanda Aparecida Fernandes Eduardo Luiz Magalhães Brochado Programação Visual Nádia Ferreira da Silva Editor / Jornalista Responsável Sérgio Monteiro Mtb 7697/02 CTP e Impressão Gráfica e Editora Novo Mundo São Lourenço - MG Tiragem 5 mil exemplares Associação Beneficente Nhá Chica - ABNC Rua da Conceição, 165 - Centro Baependi - MG / CEP: 37.443-000 Tel. (35) 3343-1077 Fax. (35) 3343-1661 E-mail: contato@nhachica.org.br Website: www.nhachica.org.br

Opinião A Venerável Francisca de Paula de Jesus, Nhá Chica, não sabia ler, nem escrever, mas tinha grande apreço pela Palavra de Deus. Sempre pedia que lessem para ela as Sagradas Escrituras. Foi ouvindo os conselhos que Deus deixou para toda a humanidade que pôde construir uma vida de santidade. Podemos dizer que Nhá Chica é para nós modelo de alguém encantado pelo Evangelho. Neste mês dedicado à Bíblia, temos uma boa oportunidade para redescobrirmos a Palavra de Deus através das Escrituras e seguirmos o exemplo de Nhá Chica, buscando na Bíblia um modo de vida mais justo, com mais amor ao próximo, no caminho da santidade. A Igreja deseja, neste mês, recordar a importância da Bíblia, Palavra de Deus revelada, que é um dos textos mais importantes do mundo, humanamente falando, e para todos os cristãos deve ser a luz que conduz nossos passos. A Bíblia é a revelação de Deus numa

linguagem humana e compreensível para todos, através de séculos. Muito embora tenha sido escrita durante longos períodos não contínuos, ela apresenta-se como uma unidade perfeita. E há também entre seus diversos autores, mesmo que não tenham se conhecido, uma harmonia e coerência iluminadas pelo Espírito Santo, o autor principal da Bíblia. É essencial que saibamos, pois, reconhecer a vontade de Deus sobre nossa existência. A proposta do texto sagrado, interpretado pelo Magistério da Igreja, é justamente esta: explicitar a vontade de Deus sobre o homem. Cristo é o Verbo, a Palavra de Deus que se fez carne e veio habitar entre nós. A Sagrada Escritura e a Tradição nos fazem uma promessa de vida humanizada na pessoa de Jesus. Precisamos dessa Palavra de Salvação, pois não podemos viver plenamente sem conhecer verdadeiramente Deus. “Não só de pão vive o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus” (Mt 4,4).

Espaço dos Leitores Prezadas Irmãs, Fiquei emocionado com as músicas do CD que recebi. A gente sente que as forças divinas, acionadas com as músicas, enternecem, emocionam, alegram, comovem e nos fortalecem... Todas as músicas são ótimas, mas gostei especialmente da música 08, que começa com sons de sinos, e da última, a de São Francisco. Gostaria de deixar registradas minha satisfação e alegria por sentir que vocês nos tratam com tanto carinho e amor. O trabalho feito por vocês é grandioso, lindo e muito importante para o futuro do país e da sociedade como um todo, que só será mudada através da educação das crianças de hoje, para que não tenhamos que punir o delinquente amanhã. Parabéns e obrigado! Que Nhá Chica, nossa querida benfeitora, esteja conosco sempre, como até hoje nunca nos tem faltado a nossa querida santa guardiã. Abraços fraternais e beijos carinhosos. Leandro Magno Nogueira, Rúbia Mara de Faria Muniz Nogueira (esposa), Bianca Muniz Nogueira (filha) e Gabriel Muniz Nogueira (filho)

Fale Conosco Irmãs Franciscanas do Senhor 125 anos promovendo a Paz e o Bem

2

Associação Beneficente

Nhá Chica

Rua da Conceição, 165 - Centro - Caixa Postal 15 - CEP:37443-000 - Baependi - MG - Brasil Fone: (35) 3343-1077 - Fax: 3343-1661 www.nhachica.org.br / e-mail: contato@nhachica.org.br


Informativo Nhá Chica Notícias do Santuário e da ABNC setembro de 2011

Família, Pessoa e Sociedade Santuário de Nossa Senhora da Conceição, em Baependi (MG), é sempre lugar de encontro das famílias com Deus. Foi justamente na igreja construída por Nhá Chica para homenagear a Mãe de Jesus que aconteceu uma Celebração Eucarística com jovens de toda a região, dentro da programação promovida pela Paróquia Santa Maria na celebração da Semana da Família. Presidida pelo Padre Roberto, Vigário de Três Pontas (MG), e concelebrada pelo Padre Noel, Vigário de Baependi, a missa aconteceu num clima de muita alegria e comunhão. De acordo com Padre Noel, estar na casa de Nhá Chica é um privilégio: “A Venerável é para nós um modelo de vida; pessoa escolhida e capacitada por Deus para ser, no seu tempo e hoje, sinal de seguimento a Jesus. Por isso, nos reunimos no Santuário para pedir sua intercessão pelas nossas famílias, especialmente pelos jovens” – lembrou o sacerdote. A Semana da Família é promovida em todo o país pela Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família - da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) - e pela

O

Comissão Nacional da Família. Realizada sempre no mês de agosto, teve como tema neste ano de 2011, “Família, Pessoa e Sociedade”. De acordo com a CNBB, quando uma família cristã faz festa celebra o dom da vida e o dom da fé que cada um recebeu; festeja o dom do amor entre marido e mulher, o dom da maternidade e da paternidade, o dom do sacramento do matrimônio e, portanto, o dom que é a presença de Jesus Cristo na convivência familiar. Assim aconteceu em todas as paróquias do Brasil e também onde viveu Nhá Chica. Em sua homilia, Padre Roberto lembrou que os jovens, a quem a Celebração Eucarística foi dedicada, não devem perder os sonhos, especialmente o de formar uma família cristã e feliz. Já Padre Noel comentou sobre a importância da Semana da Família e dos jovens neste contexto: “São os jovens a esperança para o presente e para o futuro. Hoje, são eles os que nos ajudam a buscar a autenticidade e a renovação, sem nos perdermos no passado. Amanhã, serão os pais e as mães, os líderes civis e religiosos, e é necessário que, de uma forma alegre e atual, tenham contato com a mensagem sempre nova do Evangelho de Jesus Cristo”.

Diversas famílias participaram da celebração no Santuário da Conceição

3


Informativo Nhá Chica Notícias do Santuário e da ABNC setembro de 2011

A Bíblia e a Santa Igreja Católica O estudo e a leitura da Bíblia oferecem respostas para inúmeras perguntas que o ser humano se faz. A Bíblia, sem dúvida, traz a história da salvação de toda a humanidade. Em suas páginas e livros são encontrados os caminhos para as respostas a todas as indagações naturais na vida humana. Em suas páginas encontra-se a fidelidade do Senhor, que proporciona alívio para o inconstante da vida humana. E nessa busca pela ajuda de Deus, a Santa Igreja Católica Apostólica Romana torna-se intérprete de tudo o que Deus quer do ser humano e do que Ele oferece a todos. O Concílio Ecumênico Vaticano II indica alguns critérios sempre válidos para uma interpretação da Sagrada Escritura, conforme o Espírito que a inspirou. Antes de tudo é preciso prestar grande atenção ao conteúdo e à unidade de toda a Escritura, pois, por muito diferentes que sejam os livros que a compõem, a Sagrada Escritura é una em virtude da unidade do desígnio de Deus, do qual Cristo Jesus é o centro e o coração (cf. Lc 24, 25-27; Lc 24, 44-46). É também necessário ler a Escritura no contexto da Tradição viva de toda a Igreja. A Sagrada Escritura é escrita no coração da Igreja antes que em instrumentos materiais. De fato, a Igreja leva na sua Tradição a memória viva da

4

Palavra de Deus e é o Espírito Santo que lhe dá a interpretação da mesma, segundo o sentido espiritual (cf. Orígenes, Homiliae in Leviticum, 5, 5). O Papa Bento XVI afirmou recentemente que apenas a Igreja Católica pode interpretar autenticamente a Bíblia como Palavra de Deus escrita e transmitida, exercitando a sua autoridade em nome de Jesus Cristo. Ainda de acordo com o Pontífice, essa atuação da Igreja não estará nunca acima da Palavra de Deus, mas a Seu serviço, ensinando o que foi transmitido, com assistência do Espírito Santo. Bento XVI defendeu ainda a necessidade de recuperar plenamente o sentido da Bíblia como grande código para as culturas. “Quero reafirmar a todos os agentes culturais que nada têm a temer da sua abertura à Palavra de Deus, que nunca destrói a verdadeira cultura, mas constitui um estímulo constante para a busca de expressões humanas cada vez mais apropriadas e significativas”, disse o Papa. A palavra “bíblia” origina-se do grego biblíon (livro) e bíblia (livros). A Bíblia é constituída por 73 livros que falam sobre a aliança e o plano de salvação de Deus para a humanidade. Embora esses livros tenham sido escritos pelo ser humano, sua inspiração veio diretamente de Deus. A Bíblia começou a ser escrita no século XV a.C., aproximadamente, e foi concluída no final do século I d.C. A Bíblia é também chamada de “Sagradas Escrituras” ou somente “Escrituras”. Foram utilizadas três línguas diferentes para se escrever a Bíblia: hebraico, usado na redação do Antigo Testamento;

aramaico (língua falada por Jesus), usado em alguns trechos do Antigo Testamento e no original do Evangelho de Mateus; grego, usado em alguns livros do Antigo Testamento e em todo o Novo Testamento. Os livros do Novo Testamento foram completados, mais ou menos, no ano 90 da Era Cristã. Visto que Jesus Cristo nada escreveu, os primeiros cristãos viveram a fé sem os 27 livros do Novo Testamento durante 60 anos, embora já possuíssem o Antigo Testamento, que começou a ser escrito no tempo de Moisés, em torno do ano 1250 a.C. A primeira tradução da Bíblia do grego para o latim foi feita por São Jerônimo, a pedido do Papa Dâmaso, no século IV, e recebeu o nome de “Vulgata Latina”. São Jerônimo morreu no dia 30 de setembro de 420 e, para homenageá-lo, a Igreja escolheu a sua festa para comemorar o Dia da Bíblia, mas a celebração passou a ser feita no último domingo de setembro. A Bíblia é o livro mais conhecido, mais lido e estudado em toda a história da literatura. Para facilitar sua leitura e para consultála, em 1228, cada livro foi dividido em capítulos e, em 1528, cada capítulo do Antigo Testamento foi dividido em versículos. Em 1550, foi a vez de os capítulos do Novo Testamento serem divididos em versículos. Atualmente, a Bíblia é traduzida em quase todas as línguas do mundo. As cópias mais antigas da Bíblia encontram-se na Biblioteca do Vaticano e no Museu Britânico. Por isso tudo, o ser humano pode ter a certeza de encontrar na Bíblia, através da Santa Igreja Católica, o caminho para sua salvação. Para todos os católicos apostólicos romanos, Cristo é o Verbo, a Palavra de Deus que se fez carne e veio habitar entre nós. A Sagrada Escritura e a Tradição fazem uma promessa de vida humanizada na pessoa de Jesus. O verdadeiro cristão precisa dessa Palavra de Salvação, pois não poderá viver plenamente sem conhecer verdadeiramente Deus. Disse o Apóstolo João: “Feliz é aquele que lê e aqueles que escutam as palavras da profecia e põem em prática o que nelas está escrito” (Ap 1,3).


Informativo Nhá Chica Notícias do Santuário e da ABNC setembro de 2011

Bíblia, Deus com a Gente na Rádio Web Nhá Chica O programa Bíblia, Deus com a gente, uma produção Paulinas Rádio, é retransmitido pela rádio web Nhá Chica. Com apresentação da Irmã Noeli Dariva e do radialista Altieres Barbiero, aborda sempre temas que nos levam à reflexão. A série de programas Bíblia, Deus com a gente é mais um serviço de evangelização através do rádio e da Internet, e contribui para que as pessoas possam conhecer melhor a Palavra de Deus, privilegiando o reflexo do Evangelho na liturgia diária. No mês dedicado à Bíblia, esta é uma ótima oportunidade para um contato mais direto com a Palavra. Com duração de 3 minutos, pela rádio web Nhá Chica, o programa Bíblia, Deus com a gente vai ao ar de segunda a sexta-feira, em horários diversos: 8, 9, 11, 13 e 16 h. Você acessa a rádio web Nhá Chica pelo site: www.nhachica.org.br.

DIVULGANDO AS AÇÕES EDUCACIONAIS

Uma novidade no site www.nhachica.org.br é o blog “Educando para a Cidadania”. O objetivo deste novo espaço de comunicação é apresentar ao público em geral detalhes do projeto educacional da entidade, que atende hoje mais de 150 crianças, do ponto de vista dos alunos e da equipe de educadores. Toda semana uma novidade é apresentada. O blog é produzido e atualizado com total participação e auxílio das crianças, que usam ainda as instalações da rádio web para gravações diversas, que compõem as produções de pequenos vídeos e projetos nas aulas de informática e em outras atividades do projeto educacional. “Estamos sempre em busca de inovações que possam agregar novas perspectivas às crianças e ao projeto como um todo. E aproveitamos também para prestar contas aos nossos benfeitores, que são o apoio para a concretização de todas estas realizações” – afirma Irmã Claudine Ribeiro, diretora da ABNC.

5


Informativo Nhá Chica Notícias do Santuário e da ABNC setembro de 2011

Relatos de Graças Alcançadas Fui aprovada para o Mestrado Quero agradecer à Nhá Chica, ao Divino Pai Eterno, Maria e Jesus, que me iluminaram e me iluminam nos meus estudos. Eu pedi muito para que Nhá Chica intercedesse ao Pai e passasse na frente, iluminando minha inteligência na hora da prova de Mestrado, para que eu conseguisse passar nas provas e na entrevista. E, graças ao Divino Pai Eterno e à intercessão de Nhá Chica, eu consegui fazer as provas, a entrevista, passar numa ótima colocação e obter uma bolsa. Obrigada, Nhá Chica, Pai Eterno, Jesus e Maria, por esta tão sonhada graça, que é a de fazer Mestrado neste país onde tantos não têm a oportunidade de estudar. Eu te amo, Divino Pai Eterno, e te peço: dai-me as graças da humildade, sabedoria e inteligência para concluir o Mestrado com êxito. Ajudai-me nas disciplinas e nas pesquisas. Amém! Simone Fonseca Alves Belo Horizonte – MG

Lembro-me sempre do ensinamento de Nhá Chica: “Isto acontece porque rezo com fé” Desejo, pelo presente depoimento, relatar fato ocorrido comigo e que julgo ter acontecido graças à intercessão da Venerável Nhá Chica. Há algum tempo, aproximadamente um ano, fui submetido a um procedimento cirúrgico para retirar uma verruga na perna esquerda. Feito isso, por recomendação médica fiz uso de vários medicamentos, visando à cicatrização da ferida. Voltei várias vezes ao consultório médico e, apesar de estar fazendo uso da medicação indicada, não obtinha resultado, pois o ferimento não cicatrizava, deixandome, de certa forma, preocupado. Durante o período do referido tratamento, em consequência de um tombo que levei, sofri um segundo ferimento, desta vez na perna direita. Procurei o médico com quem já vinha tratando da primeira lesão e nova medicação foi então prescrita. O segundo ferimento, a exemplo do primeiro, apesar dos medicamentos utilizados durante algum tempo, também não cicatrizava, permanecendo assim, não obstante os curativos diários que fazia. Voltando ao médico mais uma vez, fui avisado que, se a situação permanecesse a mesma após mais trinta dias, eu seria encaminhado a outro

médico, então um cirurgião, para um novo procedimento, mais profundo, visando à cicatrização da ferida. Foi então que, já um tanto desanimado com tal situação, em vista do longo tempo já decorrido sem solução do problema, invoquei a Venerável Nhá Chica, em quem deposito muita fé, pedindo sua intercessão para pôr fim àquela situação. Pedi à Santa de Baependi para ter sua proteção, para que, decorrido o prazo de trinta dias marcado pelo médico, quando a ele eu retornasse, tudo já estivesse resolvido e que não houvesse necessidade de recorrer a um cirurgião médico como me havia sido dito. Durante os referidos trinta dias, pedi com fé para obter a intercessão da Venerável Nhá Chica. Durante esse período do tratamento, no mês de maio próximo passado, estive em São Lourenço (MG) e fui pessoalmente a Baependi, como faço anualmente, e ali, no altar de sua Igreja, reforcei o meu pedido e agradeci à Nhá Chica, pois tinha a certeza de que seria atendido. Regressando de São Lourenço, voltei ao dermatologista, como já estava agendado, e após exame local então efetuado ficou constatado que os dois ferimentos - das duas pernas - estavam completamente cicatrizados e, portanto, nada mais deveria ser feito. Não tenho dúvida de que foi graças à intercessão da Venerável Nhá Chica que obtive o resultado pelo qual esperava há muito tempo. Lembro-me sempre do ensinamento de Nhá Chica: “Isto acontece porque rezo com fé”. Fica aqui registrado o meu testemunho de fé naquela que já é considerada por muitos como a Santa de Baependi. Ronaldo Godinho Niterói – RJ

6


Informativo Nhá Chica Notícias do Santuário e da ABNC setembro de 2011

Relatos de Graças Alcançadas Nhá Chica pôs suas mãos sobre mim Eu, Roberto, tenho a certeza de que Nhá Chica me socorreu em duas situações. Primeiro, intercedeu a Deus por mim em um grave acidente de carro na Rodovia Fernão Dias onde estávamos eu, minha esposa e dois netos. Saímos ilesos, sem nenhum arranhão. O segundo foi de ordem médica: fiz uma radiografia dos rins e foi constatado um tumor. O médico, então, pediu uma tomografia e, ao fazê-la, não apresentou mais nada. Vi que nestes dois casos tinha as mãos de Nhá Chica. Trouxe para deixar na Sala dos Milagres os exames que comprovam a minha cura.

NHÁ CHICA

Roberto Lisi Elorza São Paulo – SP

Cura de Hepatite C Há 27 anos contraí Hepatite C, devido a uma transfusão de sangue. A doença ficou encubada até 2009, sem manifestações. Em outubro de 2009, fazendo exames de rotina, foi detectada a Hepatite C reativa. Fiquei apavorada e comecei a rezar incansavelmente à Nhá Chica, pois não queria fazer o tratamento, tomar as injeções,

ORAÇÃO PELA BEATIFICAÇÃO DE

pois sei o quanto é horrível! Em março de 2010, me foi pedido o teste qualitativo denominado Hepatite C - Estudo Molecular. O resultado: não foi detectado RNC do vírus C na amostra analisada e nem na ultrassonografia, pois o fígado está perfeito. Aconteceu uma cicatrização hepática sem a utilização de nenhum medicamento. Hoje venho agradecer por este grande benefício que Deus me concedeu através das orações à Nhá Chica. Maristela Teixeira Maciel Baependi - MG

Relate você também sua graça alcançada. Visite o Santuário de Nossa Senhora da Conceição, reze com fé. Conte ao mundo como sua fé em Deus está trazendo santidade para sua vida e transformando o seu caminhar. Nos procure para que sua história seja registrada no livro de graças.

Ó Pai, que mostrais a Bondade e a Sabedoria do Vosso Filho Jesus, naquelas pessoas que O procuram seguir, e que “ocultais as novidades do Reino aos sábios e inteligentes, e as revelais aos pequeninos”, nós Vos pedimos que a Igreja possa reconhecer oficialmente as virtudes de amor ao próximo, de fé profunda e de grande sabedoria de vida que concedestes à Vossa filha e servidora Francisca de Paula de Jesus, Nhá Chica. Por ter sido de uma vida exemplar, fiel seguidora de Jesus Cristo, devota de Maria Santíssima, e de grande amor à Igreja, nós Vos pedimos que, pela sua valiosa intercessão, Vós nos concedais a graça de que mais temos necessidade. Concedei-nos também, ó Pai, que a seu exemplo, o nosso coração esteja cheio de ardente amor a Vós e ao nosso semelhante. Tudo isso Vos pedimos por intermédio de Jesus Cristo, Vosso Filho, em união com o Espírito Santo. Amém.

+ Dom fr. Diamantino Prata de Carvalho, ofm. Bispo Diocesano de Campanha MG, 04/10/1998 Lembre-se das palavras de Nhá Chica: ”Isto acontece porque rezo com fé”.

Rosário de Nossa Senhora da Conceição Reza-se nas contas do Pai Nosso Aflita vos vistes Senhora, Aflita aos pés da Cruz, Aflita estou eu agora, Valei-me ó mãe de Jesus! Reza-se nas contas da Ave Maria Ó Virgem da Conceição, Valei-me nesta ocasião! Oração a Nossa Senhora da Conceição Ó Maria Imaculada, Senhora da Conceição, Filha predileta do Eterno e Divino Pai, Mãe Santíssima do Eterno Divino Filho, Esposa Imaculada do Espírito Santo, Nossa Senhora pela devoção e amor terníssimo que para convosco teve a serva de Deus, Francisca de Paula de Jesus, erguendo em vossa honra uma capela, intercedei junto à Santíssima Trindade e alcançai-nos as graças que com viva fé vos pedimos.Ó nossa boa mãe do Céu, não nos abandoneis. Protegei-nos, defendei-nos, salvai-nos. Assim seja.

7


Informativo Nhá Chica Notícias do Santuário e da ABNC setembro de 2011

“Conhecer as Escrituras é conhecer Jesus Cristo” Mestre em Teologia Bíblica, Padre Júnior Vasconcelos resume numa frase simples a importância de lermos e conhecermos a Bíblia: “Conhecer as Escrituras é conhecer Jesus Cristo”. Natural de Curitiba (PR), atualmente Pe. Júnior Vasconcelos é Presbítero na Diocese de Uberlândia (MG), onde também reside toda a sua família. Estudou Filosofia no Centro Universitário Claretiano, em Batatais (SP), e Teologia na FAJE – Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia, em Belo Horizonte (MG), onde completou o Mestrado em Teologia Bíblica sob a direção de estudos do Professor Dr. Pe. Johan Konings. Atualmente prepara-se para ingressar nos estudos de Doutoramento em Teologia Sistemática. Atua ainda como auxiliar na Paróquia São Judas Tadeu, em Ibirité (MG), e como professor de Teologia Bíblica na Faculdade Católica de Uberlândia (MG). Por que deveríamos ler mais a Bíblia? Penso que a Bíblia constitui o grande Livro no qual encontramos vidas exemplares, que podem nos servir de modelos para a virtude, para a ética, para a vivência dos valores que Deus deseja. A Bíblia, acima de tudo, é o livro da Revelação, e as verdades lá contidas têm como intenção a verdade salvífica do ser humano. A Dei Verbum (11), Constituição Dogmática sobre a Revelação de Deus, do Concílio Vaticano II (19621965), nos afirma que devemos “acreditar que os livros da Escritura ensinam com certeza, fielmente e sem erro a verdade que Deus, para nossa salvação, quis que fosse consignada nas sagradas Letras”. A verdade bíblica, nos diz o Apóstolo Paulo, serve para ensinar, corrigir e instruir na justiça (cf. II Tim 3, 7-17). As diferentes traduções, interpretações tiram da Bíblia sua essência? De modo contrário. As várias traduções e interpretação viabilizam aos estudantes e ao povo santo, que é ouvinte da Palavra, perceber a riqueza e a sabedoria de Deus no seu ato amoroso de se revelar ao homem. Pode ser que uma tradução não ajude para uma finalidade, como por exemplo, aos estudos bíblicos, mas outra já ajudará, pois é mais criteriosa, mais literal. A essência da Palavra de Deus está na Revelação, que é o próprio modo com que Deus fala ao homem. Se não existisse a Palavra, certamente Deus se utilizaria de outro modo, quem sabe os gestos concretos de amor e de justiça, que comunicariam seu desejo. Qual relação podemos estabelecer entre a Bíblia e a Igreja? A Dei Verbum afirma claramente: “A Igreja venerou sempre as divinas Escrituras como venera o próprio Corpo do Senhor, não deixando jamais, sobretudo na sagrada Liturgia, de tomar e distribuir aos fiéis o pão da vida, quer da mesa da Palavra de Deus, quer da do Corpo de Cristo. Sempre as considerou e continua a considerar, juntamente com a sagrada Tradição, como regra suprema da sua fé”. Deste modo, podemos afirmar que a Igreja vive da Palavra de Deus, ela dispensa aos fiéis os dons da Palavra do Senhor. Os sacramentos da Igreja necessitam da Palavra para existirem. Os ministros da Igreja são servidores da Palavra. A Palavra é essencial para o modo de viver do cristão que está engajado na

8

Igreja. Portanto, a Igreja não vive sem a Palavra e a Palavra de Deus fundamenta a essência e o existir da Igreja no mundo. Em agosto tivemos uma semana toda dedicada à família. Neste contexto, como pode a família de hoje, moderna, com tantas informações à mão, ainda incluir a leitura da Bíblia como parte de sua rotina? A família moderna precisa ter a consciência de que para ser de fato “moderna” não pode dispensar as realidades “antigas”. A Palavra de Deus não é “antiga”, mas sempre moderna e atual. Jesus, por exemplo, não fala apenas aos discípulos da primeira geração, mas fala para nós hoje, em 2011. A família deve incluir na sua agenda do dia um espaço para a leitura e meditação da Palavra. Como há tempo para os estudos, para o trabalho, para o lazer, deve existir também um tempo para Deus. Se os pais perceberem a importância que tem a Palavra de Deus, vão criar momentos, à noite, antes de irem dormir, a fim de ouvirem um salmo, uma parábola, um texto sagrado, que os anime e os faça pensar em suas atitudes dentro e fora de casa. Quais trechos da Bíblia são fundamentais para o homem e mulher nos dias de hoje? Penso que o relato da criação, Gn 1,1-2,4a. Ele é sempre oportuno para nos re-orientarmos. A criação do homem à imagem e semelhança de Deus (Gn 1,27) nos confirma que estamos essencialmente voltados para Deus. Ele é a nossa origem. Deus, vendo que tudo era bom (Gn 1,10), e quando conclui a obra da criação vê que tudo é muito bom (Gn 1,31), indica que somos criados na bondade. Portanto, seguramente, o mal não é a essência do ser humano. O texto bíblico nos lembra que fomos criados vizinhos do 7º dia da criação. Esse dia da plenitude nos indica que somos vizinhos do Shabat, dia em que Deus cessou de criar, descansando. Esse dia é o dia da plena ação divina. Deus é nosso fim. Portanto, somos vizinhos da Plenitude. Certamente, esse texto bíblico da criação me chama a atenção, pois me leva a perceber que não sou fruto do acaso, do destino, da precipitação evolucionista, mas da vontade de um Deus que me criou para me relacionar com ele e com o próximo. Assim, penso que esse texto nos ajuda a pensar que

somos bons, somos de Deus e para ele um dia haveremos de voltar. O que o levou a estudar a fundo a Bíblia Sagrada? E, a partir desse encontro, o senhor percebeu mudanças em sua vida? Sempre gostei da afirmação do Papa Leão XIII: “O estudo das Sagradas Páginas seja como que a alma da sagrada Teologia” (cf. Encíclica Providentissimus Deus). Com isso, minha decisão de estudar a Bíblia estava sempre ligada à busca pela essência, pois a Palavra Divina é fonte inspirada de revelação. Quanto às mudanças, elas vêm sempre. A conversão é contínua. Mas, para isso, é preciso deixar-se guiar pela Palavra. Ela deve nos interpelar, nos criticar, abalar nossas verdades mesquinhas, nossas vaidades. A Palavra de Deus é a revelação da vontade de Deus. Esta deve ser nossa missão: “faça-se a tua vontade” (Mt 6,10). Assim, lembro-me de um sermão de Santo Agostinho no qual se diz sobre o clérigo que não vive a Palavra: “Vão é o pregador da Palavra de Deus externamente, que a ela não presta ouvido interiormente” (Sermones 179 I). Se o senhor pudesse resumir tudo o que está contido desde o Antigo Testamento até o Apocalipse, qual seria a definição? Definir um livro já é difícil, mais difícil ainda é definir uma biblioteca, como é o caso da Bíblia. Mas, considero que a imagem do caminho seria de fato a mais bela de todas. Deus nos cria e nos dá a liberdade de caminharmos segundo seu amor. Ele nos respeita em nossa liberdade. Podemos ou não optar por seu Filho Jesus Cristo. Se optamos por Cristo, nos tornamos também filhos e filhas no Filho. Portanto, a imagem do caminho, da travessia, possibilita vermos que de fato Jesus “é o caminho”, “a verdade” de nossas vidas e a própria “vida” na mais plena expressão (cf. Jo 14,6). Qual seria sua mensagem de incentivo para a leitura e a prática da Palavra de Deus na vida das pessoas? Conhecer as Escrituras é conhecer Jesus Cristo. São Jerônimo, tradutor da Sagrada Escritura, bem nos afirmou: “Ignorar as Escrituras é ignorar Cristo” (S. Jerônimo, Comm. in Esaiam). Assim, não ignoremos Cristo, mas comunguemos dele na Palavra, assim como o comungamos na Eucaristia.


Informativo Nhá Chica #45 | Setembro de 2011