Issuu on Google+

Moda Brasil Março 2013 | Edição 2 | Ano 1

Magazine

Brisa Após um tórrido verão, o inverno chega como uma lufada de vento


Expediente Editora Betty Feliz MTb 179 Textos Ariani Caetano Camila Lenk Ester Jacopetti Mariana Tristão Redação Rua Prof. Sarmento, 41/Lj 01, Ed. Eller, Praia do Suá, Cep 29.052-370, Vitória, ES Telefax: 27 3225.6119 redacao@hypeonline.com.br Marketing / Comercial Tiago Feliz Martins 27 3225.0184 / 8144.0141 tiago@hypeonline.com.br 27 9294.8922

Projeto gráfico e diagramação Link Editoração 27 3337.7249 Impressão Gráfica e Editora GSA

Rua Fioravante Rossi, 3.601, Honório Fraga, Colatina/ES www.shoppingmodabrasil.com.br (27) 2101-4100

Editorial A segunda edição de Moda Brasil Magazine anuncia mais do que tendências para o guardaroupa de homens e mulheres. A revista revela, mais uma vez, o potencial do setor de moda de Colatina para a economia do Espírito Santo. O município é um dos maiores polos comerciais do País e do Estado e concentra 520 empresas do segmento que, juntas, geram mais de 11 mil empregos diretos e indiretos. O Grupo Moda Brasil chegou para movimentar ainda mais essa engrenagem econômica. Por meio desses empreendimentos, mostramos aos lojistas e revendedores de moda de todo o Brasil a capacidade que temos de atender as suas necessidades com a velocidade que o fastfashion demanda. A chegada do Shopping Cidade Sol, prevista pelo grupo para 2014, é outra conquista que consolida a cidade como o principal centro de compras por atacado do Estado e a capital da pronta entrega no Brasil. O novo centro de compras será mais um canal de distribuição para os confeccionistas comercializarem suas mercadorias em sistema de atacado. Confira nas páginas a seguir a moda que nossas fábricas são capazes de produzir e distribuir! Boa leitura! Julio Bezerra

Diretor-administrativo do Shopping Moda Brasil


SumĂĄrio

8 10 14 16 18 22 34 38 44

Beleza

Entrevista

Especial

Compras

Perfil

Compradores

Look Book

Ensaio

TendĂŞncias


Beleza

Naturalidade é

fundamental Os makes das passarelas vão invadir as ruas neste inverno. Mas nada de exagerado, nem uma super produção. Afinal, a tendência da estação é a naturalidade Camila Lenk

Como mostraram os principais desfiles de moda, as maquiagens para usar na estação mais fria do ano têm aspecto natural e, acima de tudo, a pele deve estar hidratada e iluminada. Os produtos que não podem faltar na sua nécessaire são águas termais, hidratantes, primer e base de efeito leve.

8


Segundo o make up artist Anderson Bueno, os tons opacos são uma boa pedida para os olhos. Já os neons e coloridos parecem mesmo ficar para trás, já que são mais a cara do verão. Enquanto isso, marrons acobreados e roxos ganham destaque. “São cores mais fechadas que combinam com a estação e são sinônimos de elegância”, diz. E para dar um complemento no visual, os delineadores continuam em alta. Já os cílios postiços vão depender da ocasião. “Para alguns eventos, eles são sempre recomendáveis, nem que seja apenas um tufinho no meio do olho, apenas para dar volume. Os cílios postiços fazem toda a diferença numa produção para a noite”, afirma Anderson. O make up artist conta que as sobrancelhas serão mais marcadas, até porque os olhos estarão mais em evidência no inverno. Ao contrário do verão, em que tudo é mais leve e fluido, no inverno, os traços são mais definidos e marcantes. “O olho esfumado preto fica em alta e a sobrancelha acompanha uma tendência mais definida”, diz. Para o rosto, Anderson explica que o ideal é optar pelo blush com tons rosados em todas as suas variações, até mesmo os mais escuros, como o rosa queimado e o malva. “É um tom feminino e naturalmente sensual. Já os tons alaranjados vão estar em baixa, portanto, é hora de aposentá-los e esperar o clima esquentar novamente.” Nos lábios, de dia, a recomendação é um batom sempre opaco. À noite, o batom com brilho pode dar um up ao visual. Opte por

Making of de maquiagem: Anderson Bueno transforma a cantora Tânia Mara em Sophie para o musical A Princesinha

O olho esfumado preto fica em alta e a sobrancelha acompanha uma tendência mais definida ANDERSON BUENO Make up artist

tons de vinho e uva, que são chiques e têm tudo a ver com a estação. “E, em qualquer circunstância, durante todo o inverno, use sempre um batom hidrante para evitar o ressecamento”, adverte o especialista. Segundo ele, o segredo de qualquer maquiagem é buscar esconder imperfeições e ressaltar o que se tem de melhor e, para isso, naturalidade é fundamental. “Menos é sempre mais em qualquer estação, principalmente no inverno.” Já o cabelo segue a linha natural da estação. Anderson explica que, passada a temporada de sol e praia, a tendência é dar uma pausa nas tinturas. “Deixe de lado as balayages e descolorações e busque algo mais natural, até para recompor a saúde dos fios. Tons mais acobreados, castanhos e achocolatados sempre são boas pedidas.”

9


REYNALDO GIANECCHINI

Exempl

10


Entrevista

plo de Superação Aos 40 anos e depois de se curar de um câncer do tipo Linfoma Não-Hodkings, Reynaldo Gianecchini acredita, enfim, ter encontrado o equilíbrio em sua vida. No ar como Nando, na novela Guerra dos Sexos, ele acaba de lançar o livro Giane: Vida, Arte e Luta, escrito pelo jornalista Guilherme Fiuza. Nesta entrevista, Gianecchini fala da superação da doença, de sua relação com a imprensa e de sua nova forma de encarar a vida: “O meu olhar está mais devagar sobre as coisas. E isso não é nada fácil porque a vida é feita de estresse”.

Como surgiu a parceria entre você e o Guilherme Fiuza para escrever o livro? Quando acabou o tratamento, recebi alguns convites, mas não tinha a menor vontade de contar essa história. Sou muito fã do Guilherme como jornalista e foi aí que percebi que seria legal. Tinha certeza de que ele faria um trabalho magnífico e fiquei curioso para saber como ele ia contar a minha história. E, de fato, não me decepcionei. Acho o livro brilhante do ponto de vista da narrativa. Ele conta a minha história como se fosse um filme, com dramaturgia, e você acompanha cada passo, curtindo de uma forma muito saborosa, com imagens bonitas e fortes. Aceitei por causa dele, porque sabia que ia ser uma coisa muito interessante e que valeria a pena.

Acho o livro brilhante do ponto de vista da narrativa

Giane e Mariana Ximenes, parceira de trabalho e amiga

11


Qual foi a parte do livro que mais te emocionou? Foram vários os momentos, porque fui lembrando muita coisa. Eram lembranças que tinham sumido e que reapareciam na minha memória e, de repente, pipocavam cheiros... Havia personagens que eu fiz há um tempo e que se ligavam nos momentos da minha vida. Foi muito bom relembrar a minha infância. Foram vários momentos gostosos de lembrar. Quando eu li, me emocionei muito com o capítulo que trata da minha separação da Marília [Gabriela]. O Fiuza retratou isso lindamente e com uma poesia tão grande... É a história de duas pessoas que se amavam e resolveram que o casamento não dava mais certo. Foi uma beleza! Quando eu li isso, me emocionei muito, porque ele colocou exatamente como foi. No livro, você fala sobre os comentários que saíram na mídia sobre sua orientação sexual. Por que decidiu trazer à tona esse assunto? A imprensa falava milhões de coisas. Não tem como contar a minha história sem falar disso. A gente não entra em nenhum pormenor nessa história, afinal, ela causa várias ramificações que não interessam, e também não nos interessa alimentar a indústria da fofoquinhas. A própria verdade fala por si só. Brinco que se eu fizesse 10% de tudo o que falam, minha vida seria bem divertida e engraçada. Mas esses boatos te magoaram na época? No começo sim, me incomodaram, mas aprendi a lidar porque, caso contrário, não tem como você sobreviver. A verdade vai falando por si só, e o boato morre na praia. Minha postura foi a de nunca ficar desmentido as coisas ou ir até a imprensa para falar. A minha vida é muito reservada. Se eu estiver em um romance, não vou estar na praia nesse clima. Não vai ser público. Se sair na imprensa é porque é mentira. O resto eu posso estar fazendo. Eu espero sempre poder encerrar esse assunto.

12


Como é sua relação com a imprensa hoje? Eu nunca tive uma relação ruim com a imprensa. Mas confesso que, às vezes, eu achava que passava do ponto. Uma vez até fui eleito o cara mais sacaneado pela própria imprensa. De certa forma, sempre tive uma relação muito boa com ela. Quando saíam algumas coisas sobre mim que não eram verdades, eu ignorava e aquilo sumia por si só. No meu tratamento, tive muito amor da imprensa e já agradeci muitas vezes por isso. Acho que foram muito atenciosos, deram cobertura e, ao mesmo tempo, me respeitaram. Deram-me espaço para falar quando eu precisava, e só tenho a agradecer. Qual é a sua visão da vida? Parecia que ela queria me mostrar alguma coisa. Hoje faço um exercício bom de olhar para as

coisas com mais calma. E me recupero mais rápido de um estresse. O meu olhar está mais devagar sobre as coisas. E isso não é nada fácil porque a vida é feita de estresse. Você acredita ter encontrado o equilíbrio depois da doença? A vida é uma troca! Muitas pessoas vieram tentar me ajudar de alguma forma. Falaram de religião, de medicinas alternativas... Procurei ouvir e absorver a força interna. Mas chegou um momento em que tive que parar com tudo e buscar essa força dentro de mim. Precisei buscar uma conexão dentro de mim. Não dispensei nada das outras coisas que me ofereceram, só precisei ficar quietinho e buscar o meu contato. Você gostaria que seu livro se tornasse um filme? Não faço ideia. Só pode virar filme depois que eu morrer, antes não.

Hoje faço um exercício bom de olhar para as coisas com mais calma. E me recupero mais rápido de um estresse Com Raquel Bertani, em Guerra dos Sexos

13


Especial

Polo de atacado e pronta-entrega

em Colatina Shoppings Moda Brasil e Cidade Sol, que serĂĄ inaugurado em 2014, formarĂŁo complexo de compras no noroeste do Estado

14


Para consolidar a cidade de Colatina como o principal polo de compras e turismo de negócios do Espírito Santo, o Grupo Moda Brasil anuncia a chegada do Shopping Cidade Sol. Com inauguração prevista para o segundo semestre de 2014, este novo centro de compras por atacado será mais um canal de distribuição para os confeccionistas comercializarem suas mercadorias. O empreendimento terá mais 50 mil metros quadrados de área total, dos quais 18 mil metros representarão a estrutura do Shopping Cidade Sol, que terá 160 lojas 100% prontaentrega. Com o Shopping Moda Brasil, o Cidade Sol formará um complexo de referência nacional e o maior do Espírito Santo. Juntos, os dois shoppings terão 220 lojas e atrairão um público de cerca de dez mil pessoas por mês. Além disso, com a inauguração do novo espaço, estima-se a geração de mais de cinco mil empregos, entre atividades relacionadas diretamente ao shopping e também às indústrias locais de confecção. Segundo o diretor administrativo do Grupo Moda Brasil, Julio Bezerra, o Shopping Cidade Sol vai ampliar ainda mais a nova rota de compras dos lojistas, principalmente por sua localização geográfica estratégica, em meio às regiões Sudeste e Nordeste do Brasil. “Em 2012, recebemos no Shopping Moda Brasil 25 mil compradores, vindos especialmente do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e outras cidades Empreendimento terá 50 mil metros quadrados e 160 lojas

Shopping Cidade Sol será referência nacional em pronta-entrega

do Estado. Com este novo empreendimento, nossa ideia é duplicar o mercado de nossa região, já que os compradores vão visitar os dois complexos”, salienta Julio. O diretor ressalta ainda a logística integrada do complexo, o que permitirá receber rotas de excursões diárias, semanais, quinzenais e mensais. Parceria profissional com guias e representantes de diversas regiões do País é outro diferencial apresentado pelo centro de compras por atacado. Além disso, o Cidade Sol terá a mesma dinâmica do Moda Brasil com relação ao lançamento de coleções, promoções, desfiles e eventos. Segundo Julio, o novo shopping vai receber as grandes redes de varejo e terá ainda 20 salas específicas para fornecedores da indústria de confecções montarem seus showrooms permanentes. Outro diferencial do empreendimento é o mix de produtos diversificados e com qualidade. Todos os segmentos da moda serão contemplados: feminina, masculina, infantil, linhas festa, lingerie, fitness, plus size, social feminina e masculina, gestantes, além de lojas de acessórios e calçados.

Estrutura O Shopping Cidade Sol contará com uma estrutura completa para receber excursões diárias, semanais, quinzenais e mensais. No espaço haverá:  160 lojas  Restaurante  Lanchonete  Hotel com 88 leitos exclusivos para compradores  Heliponto  Transfer a cada 20 minutos para o Shopping Moda Brasil

15


7

Compras

ideias para

vender Quem é lojista sabe que comprar é muito mais difícil para ele do que para o consumidor final. Além de pensar com a cabeça do cliente, é preciso estar atento à estação, tendências e modismos, escolhendo peças que tenham boa aceitação e não encalhem nas araras. Para ajudar lojistas e revendedores nessa árdua tarefa, Moda Brasil Magazine preparou um guia, com sete preciosas dicas

16

1

Não é porque você não gosta de determinada cor que ela está banida de sua loja. Pelo contrário. Foco é fundamental para, na hora da compra, pensar com a cabeça de seus clientes. Conhecê-los é fundamental para comprar bem e não perder a oportunidade de satisfazêlos. Saber do que eles gostam, com que frequência compram e se estão abertos às novidades fornece pistas sobre que tipo de roupa você precisa colocar nas araras.


2

Compre sempre um bom mix de produtos e não variações sobre um mesmo tema. Tenha em mente que seu cliente pode querer combinar uma peça super fashion com uma básica ou então comprar na sua loja roupas para ocasiões diferentes. Tente também oferecer peças que se complementem. Assim, suas chances de venda são ainda maiores.

3

Quando sair às compras, esteja focado. Comprar com pressa só nos faz agir com emoção, e, você sabe, racionalidade na hora de decidir quais peças levar é importante. Analise detalhes, qualidade do produto, tente imaginar a aceitação que ele terá e deixe o gosto pessoal de lado.

5

Existem algumas cores que, por mais que as pessoas insistam em dizer que “estão na moda”, não vendem bem. A não ser que seus clientes sejam de “vanguarda”, economize nos tons de roxo e seja parcimonioso com verdes escuros e cinzas. Esses tons são ótimos como contraponto, mas um guarda-roupa inteligente aposta mesmo é nos clássicos: preto, branco, nude, off white, sem se esquecer dos toques de cor (vermelho, laranja, amarelo...).

6

Estampas são sempre bem-vindas. Mas cuidado com as exageradas, que engordam. As consumidoras de moda sempre querem parecer mais magras do que são. Então, aposte nas listras (as verticais são ótimas!), nos xadrezes delicados, nas estampas miúdas ou naquelas que celebram a natureza sem transformar o visual no jardim de Alá.

melhor 4

Não se deixe levar pela “última tendência”. Nem sempre ela é sinônimo de que aquele estilo de roupa vai emplacar ou seduzir o comprador/consumidor. Avalie bem antes de tomar uma atitude que pode acabar em prejuízo, com peças encalhando da loja.

7

Decotes, fendas, transparências... Mulheres adoram tudo isso, mas cuidado para equilibrar essas peças com outras na hora da compra, especialmente se seu público consumidor for formado por quem está na casa ou acima dos 40. Em roupas de festa, no entanto, ao lado do brilho, esses recursos são muito bem-vindos.

17


Perfil

Para sempre

Na Moda O homem que consagrou a altacostura na década de 1980 e está entre um dos estilistas mais queridos até os dias de hoje teve uma história de vitórias e derrotas sem nunca mudar o olhar irreverente e inovador sobre o mundo da moda

Lacroix renovou a moda, tirando-a do período de mesmice e estagnação

18

Mariana Tristão

No dia 16 de maio de 1951, em Arles, na França, nascia aquele que seria um dos estilistas mais renomados e influentes da década de 1980: Christian Marie Marc Lacroix. Sua história começa bem antes do que alcança sua própria memória. Ainda garoto, carregava seus lápis de cor para desenhar no papel todas as suas histórias e aventuras. Talvez já fosse um pequeno artista. Com o sonho de ser um curador de museus, durante a adolescência seguiu estudando História da Arte na Universidade de Montpelliere e, após se formar, no ano de 1973, mudou-se para Paris com a intenção de aprimorar seus conhecimentos. Foi quando conheceu sua mulher, Françoise, umas das principais incentivadoras de sua arte como designer de roupas. Nessa época, começaria sua trajetória rumo ao sucesso. Lacroix começou a expor seu trabalho a estilistas renomados, como Karl Lagerfeld, que lhe ajudou a conseguir um lugar na marca de luxo francesa Hermès. A partir daí sua carreira subiria alguns degraus no mundo da moda. Passou a trabalhar como estilista na casa de costura de Jean Patou, com Jean-Jacques Picard. A dupla resolveu arriscar e dedicar-se à alta-costura, área em crise na época.


O resultado inesperado, mas satisfatório, veio em seguida. Eles haviam conseguido estabelecer uma tendência importante para a década de 1980, ao unirem o extravagante e o barroco à alta-costura, quando a simplicidade e o minimalismo tomavam conta da moda na época. Em 1986, o estilista ganhou seu primeiro Dedal de Ouro, pelo reconhecimento de seu trabalho, prêmio que voltaria a receber em 1988. Entre as duas premiações, Lacroix abriu seu próprio ateliê de alta-costura, a primeira casa de moda aberta em Paris em 25 anos, desde Yves Saint Laurent. Lacroix criou e apresentou sua primeira coleção em carreira solo, chocando amantes e colaboradores do mundo da moda, ao desfilar crinolinas espumosas, cabelos com talco ao estilo Luis XIV e roupões coloridos. Sua forma diferenciada de enxergar a moda lhe rendeu muitos aplausos, mas também inúmeras críticas, como a de ser retrógrado e machista. A realidade é que Lacroix merecia ser visto como um dos salvadores da moda, pois havia renovado o momento de estagnação e mesmice num período de novas ideias e conceitos. Apesar disso, suas primeiras criações não foram muito vendidas.

Christian Lacroix é reconhecido por suas extravagâncias Em 1988, o estilista começou a lançar linhas de prêt-à-porter, um conceito que revolucionou a produção industrial e pelo qual roupas de boa qualidade eram criadas em grande escala e assinadas por estilistas renomados. Lacroix aderiu também à criação de acessórios em seu nome. Em 1990, lançou seu primeiro perfume, chamado “C’est la Vie!”, e quatro anos depois criou uma nova linha, Bazaar, destinada aos amantes da marca que não podiam adquirir suas grandes criações. Nos anos 90, suas peças continuaram

tendo a mesma repercussão e admiração, apesar de as criações mais simples e não tão exuberantes ainda serem a maioria nas passarelas. Apesar da chegada de um novo século, novas ideias e novos conceitos, Lacroix continuou fazendo o que sabia fazer de melhor. No início dos anos 2000, lançou novas coleções, uma linha infantil e um novo perfume. Com um nome conhecido e conceituado, tudo o que se associava ao estilista seria, sem dúvidas, um sucesso.

19


Por isso, talvez, ele então se aventurou por áreas que iriam além do mundo da moda, como projetos de decoração de interiores de hotéis como Le Petit Moulin, Bellechasse e Le Notre Dame, todos em Paris, além de uma parceria com Avon, que criaria seis novas fragrâncias com o nome do estilista. Mesmo com os inúmeros projetos, em 2008 seu ateliê começou a sofrer fortemente com uma crise financeira, o que resultou em uma dívida de 10 milhões de euros. Foi anunciado então o último desfile assinado e totalmente financiado por Christian Lacroix, na temporada de alta-costura do outono/ inverno de 2009. O estilista, porém, não deixou de continuar com seu trabalho na carreira que o consagrou e, em 2011, passou a colaborar com a marca Desigual, de Barcelona. A grife que leva seu nome não é mais exclusiva aos poucos que podiam pagar por suas peças, que hoje podem ser encontradas em mais de mil lojas ao redor do mundo. O preço a ser pago pelas extravagâncias de Lacroix pode ter sido alto, mas ter seu nome na história da moda mundial é, sem dúvidas, impagável.

Com um pé na literatura Christian Lacroix e o conto da Bela Adormecida foi lançado recentemente no Brasil pela editora Master Books. Escrito por Camilla Morton, foi inspirado na história do estilista capaz de transformar muitas mulheres em princesas de contos de fadas ao vesti-las com suas criações. Nele, o mundo da moda se mescla ao dos contos de fadas e, entre vestidos de bailes, fraques de príncipes e bruxas malvadas, estão as criações de Lacroix feitas especialmente para ilustrar o livro.

20


Ensaio

Sob

22

a fresca

brisa do


inverno Após um tórrido verão, o inverno chega como uma lufada de vento que refrigera nosso corpo e nossa alma, trazendo no rastro um guarda-roupa acolhedor, como convém ao novo clima. Vestidos, casaquetos, jaquetas, blusas, camisas, calças e saias, assim como os indispensáveis acessórios, se renovam, ganham cores e shapes antenados com as modernas tendências. Afinal, é tempo de celebrar a natureza e o aconchego da estação.

23


Ensaio

24


25


Ensaio

26


27


Ensaio

28


29


Ensaio

30


31


Ensaio

32


Ficha Técnica Coordenação Aurélio Eduardo Sathler e Leandro Garozi de Almeida Fotografia Rafael Fanti Make-up/Hair Vickie Jr Styling Aurélio Eduardo Modelos Hanna Lind e Camila Tavares (Ragazzo MGMT) Agradecimentos

e Pisar Calçados

33


Compradores

eles

Quem são

Vindos especialmente do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e outras cidades do Espírito Santo, os compradores do Shopping Moda Brasil visitam o espaço atraídos pela qualidade das peças, preços justos e facilidades oferecidas pelo programa de fidelidade. Conheça alguns dos 25 mil revendedores e lojistas que passaram pelo Moda Brasil em 2012 e que prometem voltar muitas outras vezes em 2013

34

Georgia Santos Rodrigues Silva, 36 anos Lojista de Nova Venécia (ES)

Ligia Zambom Santana, 21 anos Revendedora de moda de Jardim Camburi, Vitória (ES)

“Sou cliente do Shopping Moda Brasil desde sua abertura. Gosto muito da variedade dos produtos, da praticidade de estar próxima a Colatina e o preço me atende muito bem. Venho a cada dois meses realizar minhas compras no shopping, e acho o programa de fidelidade algo diferente e inovador.”

“Venho ao Moda Brasil desde novembro de 2012. O atendimento é personalizado e estou satisfeita com os preços das mercadorias. Visito o shopping mensalmente através do serviço de guias, que são disponibilizados para a tranquilidade das compras. Comprar aqui é a garantia de uma renda mensal muito lucrativa para aqueles que possuem ideia de começar neste ramo.”


Sônia Domingas, 52 anos Revendedora de moda de Ibiraçu (ES)

Nilzete Barreto Martins, 30 anos Revendedora de moda de São Mateus (ES)

Ana Cristina Terra dos Santos, 32 anos Revendedora de moda de Campos (RJ)

“Venho ao Moda Brasil desde 2011. Fazer compras no shopping é cômodo e prático. As estradas que dão acesso ao shopping são seguras e o grande diferencial do Moda Brasil é a facilidade de troca dos produtos que eu não consigo vender.”

“Sou cliente do Moda Brasil desde que o shopping abriu. Gosto dos produtos e dos acabamentos. Há variedade, preço e tamanhos variados, o que atrai minha atenção para as compras no shopping. Além disso, é bem segmentado e espero que possa se expandir ainda mais.”

“Já estive no shopping quatro vezes e pretendo voltar ainda mais em 2013. As peças têm qualidade, gosto das estampas e, principalmente, do atendimento diferenciado, o que não temos em outros centros. O preço é confortável, e isso vai me permitir expandir meus negócios.”

Rodrigo Ferraz, 33, e Melissa Teixeira, 32 anos Casados e lojistas de Teixeira de Freitas (BA)

Anaete Assis Nascimento Brito, 41 anos Revendedora de moda de Coroa Vermelha, Cabrália (BA)

Lucinéia de Aguiar, 31 anos Lojista de Rio Bonito (RJ)

“Já visitamos o shopping três vezes através de excursões realizadas semanalmente pelos guias do Moda Brasil. Sempre há novidades constantes, gostamos do atendimento e nos sentimos tranquilos no percurso entre Bahia e Espírito Santo. Também gostamos muito da forma de pagamento e parcelamento para compras e do programa de fidelidade do shopping.”

“Compro no Moda Brasil desde que o shopping foi inaugurado. Os preços e o atendimento são muito bons, assim como os parcelamentos e prazos fornecidos pelo shopping. O programa de fidelidade é algo que me atrai e até impulsiona lojistas e revendedores a gastarem um pouco mais.”

“O Shopping Moda Brasil é ótimo para o segmento jeans. A viagem do Rio ao Espírito Santo é tranquila. Isso sem falar no atendimento de qualidade e na excelente moda do polo de Colatina.”

35


o u to n o inverno

2013

Coleção


Shopping Atacadista Moda Brasil Ltda. Av: Fioravante Rossi, 3.601, Loja 10/11, Hon贸rio Fraga, Colatina, ES, CEP 29.704-427

27 2101-4110 atacado@cbnmodas.com.br www.nimbusjeans.com.br


Tendências

A moda

da

vez A cada estação, novas tendências surgem, outras ressurgem e a moda se renova. Para este inverno, separamos algumas dicas de looks que vão estar em alta e tomarão conta das araras nesta temporada, que, vamos combinar, é a mais chique do ano.

38


Brilho O brilho vem em looks com tecidos que refletem e iluminam, como lurex e metalizados, prometendo deixar o inverno mais chique e glamouroso.

FH

Jeans Preto e branco Esta inseparável dupla reaparece neste inverno. Podendo vir combinados ou em versão solo, o preto e o branco marcarão o inverno de 2013.

Os looks jeans dos anos 90 estão de volta. Combinados com outros tecidos ou peças em jeans, eles vêm com tudo nesta estação e aparecem em diferentes lavagens e tonalidades: destroyed, délavé e também na sua forma mais comum.

UMA

TNG

39


Tendências

Tropicalismo Mesmo no inverno, continuamos sendo um país tropical. Por isso, elementos característicos do verão permanecem no inverno. É o caso de estampas de folhagens e minicomprimentos, que ainda estarão em alta.

FORUM

40


Couro O couro vem com força neste inverno, e de todas as formas. Verdadeiro ou não, ele aparece em vestidos, jaquetas e saias, na forma mais clássica ou casual.

OH boy!

João pimenta

Ladylike Em looks bastante femininos e românticos, esta tendência traz um pouco dos anos 50 de volta às ruas. Estampas florais, tons pastel, saias rodadas e cintura marcada são as apostas para este estilo.

41


Tendências

sacada

Looks monocromáticos Dos pés a cabeça, os looks montados com uma só cor serão uma das sensações do inverno de 2013. Calças, blazers, tops e também acessórios combinados no mesmo tom são o hit da estação.

Oversize O visual do inverno também vem em formas estruturadas e linhas retas. No vestido, suéter ou paletó, as peças mais amplas vão marcar a estação.

42

osklen


oh boy!

r. rosner

Listras Uma das estampas que prometem aparecer e se tornar hit da estação são as listras, principalmente em preto e branco.

Bordados Repaginados, os bordados vão estar por toda a parte. Pérolas, paetês, escamas, pedrarias, franjas e rendas encherão de charme até os looks mais simples.

43


Arm Jeans

Amistad

Look Book

44


45

Cluff

By Hare


DM Marques

CodeNix

Look Book

46


47

Dona Biju

Faces


Flaregy

Fator Charme

Look Book

50


51

Genius

Gata Loka


Hortel達 Pimenta

H20

Look Book

52


53

Kaban

Jomave


Love Life

Kery

Look Book

54


Mica Micali

Maria LĂş

Look Book

56


57

Nimbus

Movag´s


Public Boy

Protocolo

Look Book

58


Rua Fioravante Rossi, 3601, Hon贸rio Fraga, loja 56 qeishoppingatacado@gmail.com

2101.4156


Raffik

Q&I

Look Book

60


61

Sanred

Rosa Rose


S贸lido

Santa Pimenta

Look Book

62


Tutti Fruti

Styllus

Look Book

64


65

Vestigio

UP Jeans


Zaya

World Star

Look Book

66



Revista do Shopping Moda Brasil