Page 1

‘Quem tem coragem?’

Este caderno faz parte integrante da edição n.º 1177de 10 de Fevereiro de 2017, do jornal Postal do Algarve e não pode ser vendido separadamente.

A Semear Saúde traz ao Algarve José Canita, autor da obra que promete ajudar as pessoas a mudarem de vida com base na força motivacional p. 2

Semear Saúde Edição nº 9 | Fevereiro 2017

Consciência alimentar: O nutrichef Duarte Alves regressa ao Algarve para falar de detox & superimunidade p. 5

Termografia: Saiba tudo sobre a formação em termografia aplicada à saúde que José Valdez traz ao Algarve em parceria com a Semear Saúde

D.R

.

ps. 6 e 7

Nutrição:

Alimentação:

Conheça as propostas para sopas saudáveis e cheias de sabor p. 4

Os comportamentos na prática da consciência alimentar p. 3


2 10.02.2017

Semear Saúde motivação & bem-estar

editorial

Palestra ‘Quem Tem Coragem?’ ajuda-o a mudar de vida na Semear Saúde

Termografia médica: uma tecnologia muito eficaz e sem efeitos secundários Neste caderno, tal como nos dois anteriores, apresentamos um novo instrumento de análise não invasiva e não radioactiva, que analisa as funções fisiológicas relacionadas com o controle da temperatura.

Cláudia Brito

Presidente da Associação Semear Saúde associacaosemearsaude@gmail.com

No passado sábado, dia 4 de Fevereiro, a Associação Semear Saúde recebeu o professor José Valdez, especialista em termografia médica há mais de 25 anos, que explicou a terapeutas e outros profissionais de saúde, como funciona a termografia médica – a termografia detecta a luz infravermelha emitida pelo corpo e visualiza mudanças de temperatura corporal relacionadas à alteração

o novo software da termografia médica. Após esta palestra e demonstração prática deste método, e querendo proporcionar uma tecnologia de vanguarda no Algarve, a Associação Semear Saúde vai, em parceria com o professor José Valdez (international thermography), realizar cursos on-line de termografia médica, dirigidos a terapeutas e profissionais da área da saúde D.R.

no fluxo sanguíneo. Explicou também que este método, que mostra mudanças fisiológicas, tem um amplo espectro de aplicações na área da medicina: oncologia, reumatologia, neurologia, urologia, ginecologia, ortopedia, etc. Na verdade, como percebemos após esta palestra, a termografia é uma ferramenta diagnóstica bastante eficaz para todas as áreas médicas. Além disso, é uma ferramenta objectiva, segura e inofensiva. Por outro lado, foram realizadas duas demonstrações práticas e foi utilizado

(osteopatas, veterinários, médicos, enfermeiros, dentistas, dermatologistas e outros). Mais informações sobre o curso, que está com um preço promocional (formação+certificado+oferta da câmara de termografia), podem ser pedidas para: associacaosemearsaude@gmail.com ou pelo tel. 926 485 533 Que possamos brevemente usufruir em massa desta eficaz tecnologia que não apresenta qualquer efeito negativo para as pessoas e animais. Abraço.

D.R.

Insatisfeito com o inconformismo vivido à sua volta e impulsionado por um acidente de viação, José Canita mudou radicalmente a sua vida, aos 50 anos, tendo deixado para trás uma carreira de 25 anos como empresário para ajudar a mudar a vida de quem mais precisa com o projecto “Quem Tem Coragem?”. Depois de 22 anos de dedicação à última empresa em que trabalhou, 15 dos quais como director-geral, o agora autor, palestrante e formador decidiu, de forma “muito corajosa”, abandonar a carreira por se sentir “cada vez mais inconformado” com as (pouco ou nada benéficas) práticas rotineiras de amigos, familiares e conhecidos. Para trás ficou tudo o que tinha construído a nível profissional até àquele momento, substituído por uma “tomada de consciência”. Se o engenheiro de Produção Agrícola já tinha “despertado” para a necessidade de mudar, viu reforçada essa vontade quando, cerca de duas semanas depois de se ter demitido, sobreviveu, juntamente com a esposa, a um acidente de viação que lhe podia ter custado a vida. Uma vida que José Canita passou a valorizar mais do que nunca. “Passei a ver as coisas de uma forma mais clara. Olhei para este momento no sentido de a vida me dar uma segunda oportunidade para conseguir ainda fazer algo mas num outro projecto da minha vida, nomeadamente ajudando as pessoas”, disse José Canita.

“’Quem Tem Coragem?’ para tomar decisões e caminhar no sentido de uma vida muito mais saudável e equilibrada?” “Pensei que poderia colocar em livro os exemplos e

José Canita durante a apresentação do seu livro vivências de tudo o que já tinha passado e observado com o conhecimento adquirido ao longo da minha vida”, relata o autor, “para conseguir chegar a mais pessoas e inspirá-las com a minha experiência”. Assim nasceu o guia prático de orientação pessoal e profissional “Quem Tem Coragem?”, cujo objectivo é “exactamente despertar consciências e orientar as pessoas, tanto a nível pessoal como profissional”. Estruturado em 50 “orientações coragem”, em que cada uma tem um texto escrito pelo autor, em colaboração com o filho, consolidado com um exemplo seu, “real, profissional e pessoal”, para além do contributo de 50 personalidades convidadas, de Portugal, Espanha e Brasil, a maior parte “de referência” na vida de José Canita, o livro é “muito simples, acessível e directo”, garante. “A tónica do livro é que a pessoa esteja equilibrada no seu todo, tanto na parte física, mental ou espiritual, e acima de tudo dar exemplos de pessoas que superaram muitas das dificuldades e que podem depois ir buscar energias positivas e mais força para conseguir ultrapassar

os obstáculos que vão surgindo ao longo da vida”, explica o escritor. A obra, afirma José Canita, não exclui idades nem estatutos. Jovens no ensino secundário que têm de tomar decisões que terão grande importância no seu futuro para ingressar no mercado de trabalho, pessoas que estão empregadas que devem saber conduzir a sua carreira profissional e a sua forma de estar no local de trabalho para estarem motivadas e equilibradas, pessoas desempregadas que precisam de orientação ou até empreendedores que necessitem de apoio na formação base são apenas alguns exemplos a quem o guia pode ajudar. Contudo, o livro, que esgotou a primeira edição em três semanas e que vai já na quarta edição, é apenas a base de um projecto que já percorre Portugal de lés-a-lés desde 2015.

Semear Saúde recebe a última passagem da tour “Quem Tem Coragem?” pelo Algarve José Canita está a percorrer, até ao final deste ano, 75 lo-

calidades de Portugal com a Tour “Quem Tem Coragem?”, que passa por escolas secundárias, universidades e outras estruturas que demonstrem interesse, como é o caso da Semear Saúde. Depois de já ter chegado a milhares de pessoas de Norte a Sul do país, é a vez de a associação receber uma palestra no próximo dia 18 de Março, às 16 horas, para “reforçar a aposta na prevenção e alertar as pessoas para uma vida mais saudável”, refere José Canita. “Juntando aquilo que já tenho no livro, com a experiência que tenho recolhido pelo país, mais a experiência de tudo o que a Associação Semear Saúde – que está a desenvolver um trabalho muito meritório, com muita paixão e dedicação às causas da saúde – tem feito até agora, tenho a certeza de que vai ser uma grande palestra e uma grande acção de sensibilização e de informação”, diz o palestrante, em jeito de convite. Agora já sabe, marque na sua agenda e não perca a oportunidade de mudar a sua vida.


10.02.2016 3

Semear Saúde

nutrição

A prática da consciência alimentar FOTOS: D.R.

O acto de comer é uma oportunidade para sentir prazer enquanto satisfazemos a fome de forma natural e saudável. No entanto, nos dias que correm, alimentamo-nos de forma irracional, compulsiva e inconsciente pois a fome está directamente ligada às nossas emoções, preocupações e pensamentos. O resultado é muitas vezes o sentimento de mal-estar e culpa, bem como, um corpo pouco saudável ou até doente. A consciência alimentar destina-se a reconectar-nos mais profundamente com a experiência de comer, desfrutando verdadeiramente dos alimentos. Significa estarmos atentos ao nosso corpo e às nossas emoções - compreender a distinção entre sinais de fome física, de fome emocional - no sentido de canalizar correctamente as nossas decisões. Esta consciencialização torna-nos atentos ao que estamos a comer e a razão pela qual o fazemos, enquanto respeitamos e cuidamos do nosso corpo. Desenvolva a sua consciência alimentar respeitando os seguintes conselhos: Compre comida a sério. Esqueça alimentos altamente processados e embalados ricos em aditivos nocentes, como conservantes e adoçantes artificiais, que visam aumentar o prazo de validade e dar “vida” e sabor ao alimento. Não se deixe iludir apenas pela aspecto apelativo. Na verdade, a maioria destes alimentos são pobres nutricionalmente. Evite, ainda, alimentos de

Patrícia Viegas Nutricionista

pviegas1485@onutricionistas.pt

masiado rápido, quedamos com uma sensação desagradável de enfartamento. No entanto, por vezes, por mais nutritivo e saudável que seja o alimento, a sua ingestão poderá não nos proporcionar bem-estar. Identifique como reage o seu organismo aos alimentos. Através da auto-observação, conseguirá encontrar o equilíbrio do seu organismo.

A auto-observação faz parte da prática da consciência alimentar origem distante, pois todo o processo de transporte, desde a refrigeração prolongada, aos químicos utilizados para assegurar a viagem, desgasta ainda mais o

a televisão ou o computador, silencie o telemóvel e sente-se confortavelmente à mesa. Se traz a sua refeição de fora, sirva para um prato em vez de

vés dos seus sentidos. Reacenda uma relação com a sua comida! Concentre-se no cheiro. Dê a primeira garfada e pouse os talheres enquanto

ta. Isto acontece porque o cérebro leva cerca de 20 minutos para obter o sinal de que o corpo já recebeu o que precisava para se sentir saciado.

“ Mindful eating is a way to become reacquainted with the guidance of our internal nutritionist” (“Consciência alimentar é uma forma de reencontrar a orientação da nossa nutricionista interna”.) Jan Chozen Bays alimento. Sempre que possível, compre no mercado local e opte por alimentos o mais próximo do seu estado natural. Lembre-se que a essência da nossa dieta deve ser constituída por legumes variados e de cores vivas, sinal que são ricos em fitonutrientes.

 Prepare um ambiente tranquilo para apreciar a sua refeição. O nosso dia-a-dia já é repleto de distracções, desligue

comer diretamente da marmita. Aproveite este tempo - de qualidade - para disfrutar de um momento calmo e recupere energia. Dedique, ainda, um momento do dia exclusivamente para si, em completo silêncio, enquanto disfruta de uma peça de fruta ou de um chá, por exemplo.

 Ganhe consciência dos alimentos à sua frente atra-

Não se deixe iludir apenas pela aspecto apelativo

desvenda a textura e o sabor durante a mastigação. Permita que cada dentada seja uma experiência e sensação nova.

Coma com consciência, foque a mente e conseguirá comer apenas aquilo que o seu corpo precisa.

Aprenda a compreender o seu corpo, comer rápido vs comer devagar. Quando mastigamos de forma rápida, não só dificultamos o trabalho ao estômago e intestinos como ingerimos mais do que o corpo necessi-

Alargue a sua visão através da auto-observação. A auto-observação faz parte da prática da consciência alimentar. Sabemos que quando comemos alimentos menos saudáveis, corremos o risco de nos sentir menos energéticos ou quando comemos de-

 Distinga fome física de fome emocional. Da mesma forma que observa a sua relação com os alimentos, observa também quais as emoções e pensamentos que avocam a vontade de comer. Questione-se sobre estas situações ou os momentos no dia que aumentam o stress e que alteram o seu estado de ansiedade. Este processo requer novamente um desenvolvimento da sua auto-observação, mas ainda mais profundo, de forma a compreender as suas necessidades verdadeiras. Torne-se consciente dos seus pensamentos, sentimentos e sensações físicas, relacionadas com o acto de comer, ao mesmo tempo que se liberta de padrões habituais e reactivos. Quanto mais fortalecidos estiverem os pilares da consciência alimentar, mais perto estaremos de pôr um fim à desnecessária relação de amor-ódio com a comida.

Distinga fome física de fome emocional


4 10.02.2017

Semear Saúde nutrição

Propostas para uma alimentação saudável Canja macrobiótica Para aquecer a alma e o estômago proponho uma canja sem galinha nem ingredientes de origem animal, utilizando uma combinação de cereais que juntamente com a hortelã lembram a tradicional canja de galinha. O seu sabor é reconfortante em dias frios de Inverno e altamente nutritiva por levar millet e aveia. O millet é um cereal que

FOTOS: D.R.

não tem glúten e ao ser de fácil digestão está indicado para pessoas com problemas de estômago, baço e pâncreas. î Ingredientes: 1 cebola 2 cenouras ¼ alho francês 3 raminhos de hortelã sumo de 1 limão azeite e sal 1 (chávena de café) de millet 1 ¼ (chávena de café) de flocos de aveia

Troque o arroz por millet e aveia

î Preparação: Cortar a cebola e a cenoura em cubos e o alho francês às rodelas. Saltear estes legumes em azeite, temperar com sal e juntar o millet, os flocos de aveia e metade da hortelã. Adicionar água de modo que esta fique o dobro do volume dos legumes. Deixar levantar fervura, reduzir o lume para médio e deixar cozinhar à volta de 25 minutos.

Angela Oeiras

Conselheira alimentar, blogger www.angelaoeiras.com

Servir quente com as restantes folhas de hortelã e um pouco de sumo de limão.

Sopa de miso com sumo de gengibre O miso (pasta de soja fermentada) é um dos alimentos mais completos e desintoxicantes que existem. É rico em cálcio, aminoácidos essenciais, vitaminas do complexo B12 (ideal para vegans) e enzimas. A sopa de miso é indicada para combater constipações, dores menstruais, dores de cabeça e dá uma sensação de conforto incrível, ideal para os dias frios

de Inverno. Muito rico em enzimas (tão necessárias ao nosso organismo para prevenir e combater doenças), o miso deve ser adicionado à sopa com cuidado porque as enzimas precisam de calor para “despertarem”, mas se este for excessivo elas irão morrer, assim, a pasta deve ser adicionada à sopa depois de confeccionada e, no momento em que se verificar que começa a borbulhar, retirada imediatamente do lume.

î Ingredientes: cebola ¼ alho francês 6 cogumelos frescos miso azeite e sal coentros ou cebolinho 1 rodela de 2 cms de gengibre î Preparação: Cortar a cebola em meias luas e o alho francês às rodelas e salteá-los num pouco de azeite. Juntar os cogumelos partidos

aos cubos e deixar refogar um pouco. Adicionar o sal, mas com cuidado porque o miso é salgado, juntar um litro de água e deixar levantar fervura. Reduzir o lume para médio e deixar cozer os legumes. Entretanto, descascar o gengibre e ralar com a ajuda de um ralador. Reservar esta pasta. Retirar um pouco deste caldo para uma tigela e juntar uma colher de sopa cheia de pasta de miso, dissolver com a ajuda da colher e adicionar ao caldo.

Ponha-se a salvo das constipações Quando começar a borbulhar, retirar do lume sem deixar ferver para não matar as enzimas do miso. Servir em taças, espremer a

pasta de gengibre com as mãos directamente na sopa até sair o sumo e servir com os coentros ou o cebolinho picados para lhe dar mais frescura.

Creme de beterraba com tomilho Altamente rica em ferro e em vitaminas do complexo B, a beterraba é óptima para quem tem problemas de anemia, além disso diminui a tensão alta, fortalece o sistema imunitário, protege o sistema nervoso e o coração e previne o envelhecimento precoce, o cancro e pro-

blemas no fígado e nos pulmões! Pode ser consumida crua ou cozinhada e hoje vamos prová-la num creme muito rápido e simples de preparar. Ao não conter batata este creme também se torna ideal para pessoas que estejam com dietas de emagrecimento.

î Ingredientes: 1 nabo 1 naco de abóbora 2 beterrabas médias azeite sal marinho tomilho fresco î Preparação: Cortar o nabo, a abóbora e as beterrabas em cubos.

Saltear estes legumes em azeite, temperar com sal e juntar água até cobrir os legumes. Juntar uma rama de tomilho fresco e deixar levantar fervura. Reduzir o lume para médio e deixar cozinhar os legumes por cerca de 20 minutos. Retirar a rama de tomilho e com a ajuda da varinha mágica ou da Bimby reduzir a puré. Servir com um fio de azeite e folhas de tomilho fresco.

A cor viva do creme de beterraba

PUB


10.02.2016  5

Semear Saúde

nutrição

Semear Saúde alia Curso de Consciência Alimentar a rastreios nutricionais gratuitos FOTOS: D.R.

Já é a terceira vez que o nutrichef Duarte Alves promove na Associação Semear Saúde um Curso de Consciência Alimentar, desta feita a formação, que se foca em receitas de sumos desintoxicantes e de leites vegetais, acontece no dia 12 de Fevereiro e conta com a participação de uma nutricionista. Patrícia Viegas, a nova colaboradora da associação, é o trunfo que Duarte Alves traz na manga para esta formação. A especialista, além de auxiliar na transmissão de conhecimentos durante o evento, promoverá, no mesmo dia, rastreios gratuitos de controlo de pressão arterial, índice de massa corporal e perímetro abdominal. “O grande objectivo em relação a este evento, uma vez que eu já tenho realizado alguns showcookings na associação, é unir esforços e apresentar a Patrícia Viegas, que foi uma das pessoas que esteve presente em cursos anteriores e que é a nova colaboradora da associação na área da nutrição”, começou por dizer ao nosso suplemento o nutrichef Duarte Alves. “O que vai acontecer no domingo, é, uma vez mais, uma colaboração entre o meu trabalho e o conhecimento dos profissionais da área da saúde, que no fundo sabem da teoria e eu sei da prática”, exemplifica. A iniciativa, a realizar este domingo, entre as 10 e as 18 horas, segue o ciclo de promoção de alimentação e vida saudável com recurso, para além da formação, a rastreios gratuitos de despiste que cumprem uma das premissas da associação: a prevenção.

Rastreios gratuitos antes do workshop com a nutricionista Patrícia Viegas O dia começa pelas 10 horas com os rastreios, que

a especialista Patrícia Viegas garante serem “muito importantes e rápidos de realizar”. “Infelizmente, no dia a dia nós esquecemo-nos um pouco destes factores [pressão arterial, índice de massa corporal e perímetro abdominal], mas eles são bons indicadores para saber o estado da nossa saúde. São rápidos de ser avaliados e podem chamar a nossa atenção para algo que tenha de ser corrigido”, explicou ao nosso suplemento Patrícia Viegas. A nutricionista, que vai começar a dar consultas por marcação na associação, garante estar muito entusiasmada com a nova parceria. “Estou muito entusiasmada, adoro desafios, adoro conhecer pessoas novas e portanto, dentro da minha área, é muito bom conseguir ajudar o próximo e partilhar o nosso conhecimento de forma a promover mais saúde”, salienta. “O meu objectivo é ensinar as pessoas a nutrirem-se, porque alimentarmo-nos é fácil, o termo correcto é nutrir o nosso corpo e eu pretendo corresponder às necessidades de cada pessoa”, promete Patrícia Viegas.

O nutrichef Duarte Alves de superalimentos que servem para desintoxicar o nosso orga-

nismo de metais pesados que ingerimos em grande quanti-

dade na alimentação sem nos apercebermos”, esclarece o especialista. A questão do leite, que continua a ser muito controversa, estará em cima da mesa durante a formação e a opinião é partilhada pelos dois especialistas. “As pessoas têm de perceber que a estrutura proteica do leite da vaca não serve para nós, seres humanos”, reflecte Duarte Alves, em opinião partilhada com Patrícia Viegas, que garante que “os leites de origem animal que se bebem hoje em dia passam por um processo que não é saudável, desde a forma como os animais são tratados, à alimentação dos mesmos. Tudo o que é dado aos animais nós posteriormente ingerimos também e por isso as bebidas vegetais são uma alternativa muito mais saudável”, corrobora a nutricionista. Temas pertinentes e soluções viáveis e saudáveis são, portanto, a proposta para este domingo na Associação Semear Saúde. Os rastreios podem ser realizados entre as 10 e as 13 horas, hora que marca o início do workshop ministrado pelo nutrichef e pela nutri-

Patrícia Viegas cionista Patrícia Viegas.

Saiba como se pode inscrever no workshop Para consultas com a nova nutricionista da Semear Saúde, bem como para se inscrever no workshop de DETOX & SUPERIMUNIDADE com Consciência Alimentar, os interessados deverão contactar o e-mail associacaosemearsaude@gmail.com ou os contactos telefónicos 281 320 902 e 926 485 533. PUB

Formação aborda temas pertinentes e actuais como sumos detox e leites de origem animal Quanto à formação o objectivo é “dar a conhecer às pessoas alternativas aos lacticínios e desmistificar a ‘moda’ dos sumos detox”, frisa Duarte Alves. “Durante o workshop de Consciência Alimentar ‘SuperImunidade & Detox’ vamos trabalhar a amêndoa do Algarve. Vou demonstrar que podemos fazer leites com amêndoa e para adoçar utilizar o figo, em substituição aos habituais leites de vaca com açucares refinados”, afirma o chef. “Depois, a nível dos sumos verdes, o objectivo é desmistificar a ‘moda’ dos sumos detox, porque não se trata de uma ‘moda’, trata-se realmente

12 de Fevereiro Domingo 10 às 16 horas Tavira


6 10.02.2017

Semear Saúde termografia

Termografia de José Valdez ‘identifica o cancro com uma década de antecedência’ O método é 100% não invasivo e consegue diagnosticar cancros de mama e próstata com dez anos de antecedência. A termografia, exame que detecta lesões ou doenças através da temperatura corporal, tem uma vantagem “brutal” em relação aos métodos de diagnóstico por imagem digital convencionais. Quem dá a garantia é José Valdez, pioneiro nesta tecnologia em Portugal, há 15 anos, e parceiro

da Associação Semear Saúde. “Com este método é possível, em cinco minutos, e sem qualquer radiação, ter uma perspectiva geral do que se passa no organismo de cada pessoa”, afirma o naturopata, fazendo referência à termografia, que descodifica, a partir de uma imagem corporal, os desequilíbrios térmicos do corpo humano e os associa a determinadas lesões ou doenças, que podem estar a afectar no presente a saúde do paciente, ou prever potenciais patologias graves que ainda se podem vir a manifestar, caso este não adopte medidas preventivas. “Os padrões já estão todos estudados”, assegura. De forma simplificada, “trata-se de uma câmara de filmar, que filma à distância sem emitir

radiação. Neste caso acontece o contrário do normal, uma vez que é o corpo que emite a radiação, que a câmara se encarrega de captar”, explica José Valdez. O diagnóstico é feito através da leitura das imagens térmicas captadas pela câmara. “As imagens têm umas zonas quentes e umas frias, e pela forma, pelas zonas onde estão e pelas diferenças de temperatura, chegamos à conclusão do que se passa”, simplifica.

O naturopata é pioneiro em Portugal do método de diagnóstico por imagem digital Desde crianças a grávidas, “qualquer pessoa pode submeter-se a este método”, que não tem quaisquer contra-indicações. “Podia estar a filmar uma pessoa durante 24 horas num dia, que não causava qualquer problema”, diz o médico. Apesar de ser eficaz em qualquer situação clínica, esta técnica é particularmente eficiente nas doenças oncológicas e em todas as patologias músculo-esqueléticas. Ainda assim, a termografia exige condições “especiais” para que o diagnóstico realizado não acabe com eventuais enviesamentos e induza o médico em erro. O espaço onde é realizado o exame deve estar à temperatura aproximada de 24 graus centígrados e o doente deve estar despido para que o seu corpo esteja adaptado à temperatura ambiente. “O corpo humano tem variações térmicas de cinco a seis graus. Quando ligado, o aparelho determina imediatamente a temperatura máxima e mínima de um corpo, isto é, o ponto mais quente e o ponto mais

frio”. Assim, conclui José Valdez, “apenas um profissional devidamente habilitado consegue distinguir as patologias de situações ditas banais”. Um exame de corpo inteiro “anda na casa dos 100 euros, o que é super-barato comparando com os outros exames normais, que são limitados”, diz José Valdez. O exame, que dura cerca de uma hora, torna-se “bastante barato”, uma vez que “dá para a pessoa fazer prevenção e identificar determinadas patologias a uma certa distância”, continua.

Da Rússia para Portugal Existem várias técnicas de termografia. A difundida por José Valdez - que formou todos os profissionais em Portugal a utilizarem o método – tem como base a escola médico-militar russa. Nada a ver com o método americano, que é “muito insuficiente” comparativamente ao seu, naturalmente muito mais desenvolvido do que há 15 anos. “Fiz um curso com médicos do exército russo e depois com a minha experiência e com o trabalho que tenho feito ao longo do tempo fui acrescentando muita coisa e hoje em dia é muito mais avançado”, conta o pioneiro.

“O curso mais completo do mundo” Profissional há cerca de 28 anos, o naturopata dedica-se actualmente apenas ao ensino online. José Valdez lecciona “o curso mais completo do mundo”, que inclui um manual com cerca de 550 páginas e uma vertente prática com cerca de 30 vídeos, que ensinam desde a captura de imagens, ao modo de usar o equipamento, à interpretação com casos práticos ao vivo. Exclusivo para profissionais da área da saúde, o curso tem o custo de 1.750 euros e inclui ainda o ‘sotware’ especial para trabalhar com a câmara e um apoio online, via Skype, para quando os alunos tiverem dúvidas.


10.02.2016  7

Semear Saúde

termografia

Semear Saúde traz para o Algarve curso de referência na área da termografia FOTOS: RICARDO CLARO

Momento da palestra de José Valdez

Quando se fala em termografia aplicada à saúde em Portugal há um nome absolutamente incontornável, José Valdez. O perito em termografia, um dos nomes nacionais e internacionais mais reconhecidos na área soma já mais de 25 anos de experiência e tem vindo ao longo dos últimos anos a divulgar o método de diagnóstico fisiológico através do ensino desta técnica um pouco por todo o mundo, somando alunos por si formados e hoje utilizadores da termografia nas mais variadas geografias. É este perfil que fez com que a Associação Semear Saúde não hesitasse em associar-se ao especialista José Valdez para avançar com formações na área da termografia aplicada à saúde no Algarve. Exactamente por isso, no passado sábado, o especialista esteve em Tavira, nas instalações da associação, enquanto orador numa palestra que explicou as vantagens da termografia na antecipação e prevenção de patologias, esclarecendo uma audiência interessada, que incluiu médicos, osteopatas e outros terapeutas, sobre as vantagens da formação através do método por si criado para aplicação prática da termografia à área da saúde e do diagnóstico fisiológico. Aos presentes em mais uma

das muitas palestras desenvolvidas pela Semear Saúde, José Valdez apresentou a mais recente versão do seu software e equipamento de termografia e explicou as vantagens da técnica no auxílio às mais variadas área da saúde humana e mesmo da saúde animal.

O especialista com a câmera de termografia da saúde é claro: “trata-se da formação mais completa e direccionada para a área da saúde associada ao equipamento mais eficiente para a aplicação da termografia, numa relação qualidade / preço imbatível”. “Demorei muito tempo a conseguir encontrar o me-

de fazerem da termografia um auxiliar precioso nas suas áreas, sejam elas a medicina tradicional, as terapias ditas alternativas e mesmo a veterinária, desde que devidamente adaptada”, sublinha José Valdez. “Este trabalho permitiu

Momento de uma consulta de termografia Como se pode inscrever para a formação em termografia É assim que os algarvios, em particular aqueles que se encontram ligados à área da saúde podem a partir de agora ter acesso ao curso on-line de termogra-

telefónicos 281 320 902 e 926 485 533. Desde o primeiro momento terá acesso a toda a informação ,em vários suportes, necessária para a aplicação da termografia e a uma formação em todas as áreas necessárias ao domínio desta técnica que um pouco por todo o mundo e em Portugal também já é aplicada, quer na área das terapias ditas alternativas, quer na área da medicina tradicional.

Uma oportunidade única

José Valdez durante a apresentação da última geração do software disponível na formação A melhor relação qualidade preço do país na área da formação em termografia Sobre o curso, o especialista em termografia aplicada à área

lhor equipamento a um preço competitivo e a desenvolver um software capaz de dar aos formandos a capacidade de on-line e com o meu apoio permanente poderem terminar a formação em condições

que actualmente se possa disponibilizar o melhor da técnica e da formação neste curso que, em parceria com a Semear Saúde, trazemos agora para o Algarve”, remata o especialista.

fia de José Valdez e ao mesmo tempo à totalidade do equipamento necessário à aplicação desta técnica de diagnóstico, bastando para tanto contactar o e-mail associacaosemearsaude@gmail.com ou os contactos

Trata-se, pois, de uma oportunidade única de se formar numa área de diagnóstico de excelência (ver página ao lado), contando com a experiência e saber de um especialista de referência na termografia aplicada à saúde. Conheça o método e formação, bem como as características do equipamento e do avançado sofware que estão incluídos neste programa de formação em termografia de José Valdez, contactando a Semear Saúde e compreenda as vantagens que deixaram arrebatada a assistência da palestra dada pelo especialista na Associação Semear Saúde no passado fim-de-semana. A capacidade de marcar a diferença aliando a sua especialidade na área da saúde às enormes potencialidades da termografia como auxiliar de diagnóstico vão fazer toda a diferença e garantir-lhe um desempenho de excelência junto dos pacientes.


PUB

PUB

SEMEAR SAÚDE 9 - 10 FEV 2017  

• CONHEÇA O SEMAR SAÚDE DESTE MÊS • Sexta-feira (dia 10/02) nas bancas com o PÚBLICO e o POSTAL • ON-LINE a informação à distância de um cli...