Page 1

Nutrição:

Outono, estação da desintoxicação

Semear Saúde Edição nº 17 | Outuro 2017

Todo o saber e experiência da chef de serviço à causa da alimentação saudável no Caderno Semear Saúde. Conheça as propostas de Angela Oeiras para este Outono. p. 3

Exercício Físico:

MindScape:

O sucesso dos nossos alunos é o nosso sucesso

Você é prisioneiro dos seus pensamentos? por Celso Juc

por Rui André p. 4

p. 6


2 31.10.2017

Semear Saúde editorial

exercício físico

Vamos prevenir Yoga, uma forma de viver a demência!? Queridos leitores(as), Hoje, escrevo-vos sobre um tema novo: o poder da mente. Aquilo que somos, “um cofre de informação" , como gosto de dizer, são um acumular de informações: as herdadas geneticamente e todas as outras que advêm das experiências junto da nossa familia e sociedade em que vivemos. Muitos dos pensamentos que temos, que nos fazem sentir infelizes, com sentimentos de culpa, com medo, inseguranças, incomodados, na maior parte das vezes, não são mais do que crenças. E como crenças podem e

devem ser alteradas, em prol do nosso bem-estar e saúde. Quando já instalados e bem enraizados na nossa mente estes pensamentos negativos e ideias que nos provocam mal-estar, a solução pode ser a hipnose, que pode num curto espaço de tempo cambia-los por pensamentos e ideias positivas. Desta forma, a pessoa passa, com uma certa facilidade, de um

fotos: d.r.

Escrever sobre yoga ocuparia largas páginas e, sem qualquer dúvida, muito ficaria por dizer.

Cláudia Brito

Presidente da Associação Semear Saúde associacaosemearsaude@gmail.com

estado negativo a um estado positivo. Mas, como o melhor é sempre a prevenção, este mês encontra no nosso caderno um interessante artigo do formador Celso Juc e da Mari Cordeiro que nos mostra como o positivismo só pode beneficiar a nossa vida em todos os aspetos, incluindo na saúde. Um outro colaborador, Carlos Baltzar, leva-nos, com o seu artigo, ao mundo da PNL e do Coaching. Conhece? Explore mais sobre estas áreas. Elas são capazes de mudar a sua vida. Além destes assuntos relacionados com a mente, outros assuntos interessantes são publicados este mês. Mais uma vez, contamos com a preciosa orientação da nossa colaboradora Angela Oeiras, que nos traz algumas receitas e especiais conselhos para este outono, nomedamente no que se refere à limpeza das toxinas do nosso organismo. O nosso mais recente colaborador Rui André, Personal Trainer, escreve-nos sobre a importancia do amor, da empatia e dedicação que dedica ao aluno e como isso impacta nos resultados. Espero que a leitura destes artigos vos desperte e possa melhorar as vossas vidas de alguma forma.

Yoga é um estilo de vida, uma maneira de nos sentirmos bem e conectados, é a arte de abrir o coração, aos outros e a nós mesmos. Ao permitirmos que o yoga entre nas nossas vidas, preparamo-nos para uma viagem sem retorno…a vida e a forma de estar nela transformam-se. Nessa viagem, são descobertas camadas de verdade acerca de nós mesmos, são-nos oferecidas ferramentas preciosas para ajudar a ultrapassar os desafios que surgem nos nossos dias. É um acalmar da mente, o fortalecimento do corpo, é o estar no momento presente, lúcidos, comprometidos e entregues. O yoga ensina claramente que o importante é o percurso que fazemos, de forma consciente e serena. Acima de tudo, o yoga une, com harmonia e graciosidade, o corpo, a mente e a alma, para que o nosso ritmo seja o ritmo da natureza. É a beleza da sua ligação com a natureza e busca pela liberdade individual que fazem com que o yoga permaneça desde a antiguidade até

Débora Gonçalves Instrutora de Yoga

é a nossa vida e tornamo-la mais íntima, profunda e plena. Com o yoga aprendemos a relembrar que tudo o que precisamos na busca para a felicidade e paz interior já existe em nós.

Com o yoga aprende-se a respirar profunda e plenamente

A partir de agora pode praticar Yoga na Associação Semear Saúde aos dias de hoje.

O que podemos aprende com o yoga?

Aprendemos a ter uma nova visão, um novo sentir, uma nova consciência, aprendemos, sobretudo, a respirar. Aprendemos que a respiração

O yoga assenta sob vários ramos e, é ao longo de uma prática disciplinada e consistente que estes se tornam mais presentes e evidentes: yama (códigos de conduta universais), niyama (atitudes que devemos promover em relação a nós mesmos), asana (trabalho físico, que deve ser estável e confortável), pranayama (controlo da energia vital por meio da respiração), pratyahara (controlo dos sentidos e estabilizar as flutuações da mente), dharana (concentração e atenção num único ponto), dhyana (meditação), samadhi (elevação individual). Com entrega e dedicação, prática após prática, tudo surge. A prática de yoga é interna, de autodescoberta, de rendição, de transformação que deve ser sentida sempre com o coração. Venha experimentar as aulas de yoga na Associação Semear Saúde. Todas as terças-feiras das 18 às 19 horas. Para fazer a sua inscrição ligue 281 320 902, ou contacte através do email associacaosemearsaude@ gmail.com . pub


31.10.2017  3

Semear Saúde

nutrição

Outono - Estação da desintoxicação O Outono é a estação do “desapego”, o seu elemento é a energia metal, o sabor predominante é o picante e o seu órgão os pulmões e o intestino grosso. Estes dois órgãos, os pulmões (ligados à fé e à confiança) e o intestino grosso são dois órgãos responsáveis

pela limpeza das toxinas no nosso organismo, dando-nos a capacidade de nos libertarmos também do que não precisamos pois trabalham com o apego e o desapego e as depressões. Assim o Outono é tido como a estação da desintoxicação, sendo necessário trabalhar a eliminação com a ajuda dos intestinos e dos

Arroz integral

pulmões. Devemos agora evitar alimentos feitos a partir de farinhas refinadas, lacticínios em excesso, açúcar, refrigerantes e todo o tipo de proteína animal transformada (fiambre, chouriço, etc.) e devemos de igual maneira evitar levar uma vida sedentária, com ausência de exercício físico e de convívio social.

Alimentos recomendados para esta estação e que nos vão ajudar à desintoxicação são as raízes (por exemplo a cenoura) que contribuem para fortalecer os intestinos e as suas ramas são fantásticas para o tratamento dos pulmões, os cereais integrais (principalmente o arroz), as algas (nori e agar-agar) e os germinados.

Pudim de cenoura fotos: angela oeiras

Alimento base da alimentação macrobiótica, o arroz integral é um cereal rico em aminoácidos, minerais e altamente rico em vitamina B trazendo imensos benefícios para o nosso organismo. O arroz integral deve ser sempre demolhado antes de ser cozinhado pois ajuda a desdobrar o ácido fítico e pode ser cozinhado juntamente com outros cereais (milet, cevada, centeio, trigo, etc…) ou leguminosas (grão-de-bico, feijão azuki, feijão de soja preto…) também estes previamente demolhados. Ao ser um grão integral a sua cozedura é mais lenta que a do arroz branco, pelo que para facilitar o seu tempo de cozedura usamos a panela de pressão. Depois de cozinhado podemos polvilhar com gomásio (sal de sésamo) antes de servir. ÔÔ Ingredientes: 2 tigelas de arroz integral Água Sal marinho ÔÔ Preparação: Para fazer um arroz integral perfeito devemos demolhar o arroz durante 3 a 5 horas (ou durante toda a noite caso precisemos cozinhar o arroz logo de manhã cedo). Colocar o arroz dentro da panela de pressão, adicionar uma pitada de sal (ou uma tira de alga kombu) e cobrir com água, até que, ao tocarmos com o dedo na superfície do arroz, este fique coberto até sensivelmente metade da primeira falange do dedo. Caso queiramos um arroz mais ou menos cozido apenas teremos que colocar mais ou menos água. Levar a panela ao fogo em lume máximo até que comece a ferver. Tapar a panela (de imediato) e deixar levantar pressão ao máximo. Baixar o lume para o mínimo e deixar cozer durante 30 minutos. Deixar sair o vapor da panela de pressão (deverá conter muito pouco vapor uma vez que cozeu no mínimo) e obtemos assim um arroz bem cozido e seco.

Nesta receita uso uma alga chamada de agar-agar que tem um poder gelificante e substitui a tradicional gelatina animal em preparações tanto de legumes como em sobremesas, possui muitos benefícios para o nosso organismo e ajuda a facilitar o trânsito intestinal. A cenoura sendo uma raiz e por nascer dentro da terra, tem a capacidade de juntar os minerais ajudando o nosso intestino a ficar mais forte.

Assim, com base nestes alimentos, vamos preparar um menu completo que nos ajudará na desintoxicação do nosso organismo: arroz integral, tempura de legumes e pudim de cenoura com agar-agar. Tenha uma boa desintoxicação e um feliz Outono, quie ele está aí à porta para aproveitar, também à mesa.

fotos: d.r.

Angela Oeiras

Formadora na Escola Hoteleira de V.R.S.A., blogger www.angelaoeiras.com

Tempura de curgete, cenoura e abóbora

Conta a história que este método culinário (fritar legumes em óleo abundante depois de os envolver num polme feito a partir de farinha, água e sal) foi levado pelos Portugueses para o Japão. Pode fazer tempura de quase todos os legumes, mas alguns precisam de ser escaldados primeiro, como o feijão verde, a couve-flor e outros mais fibrosos. Um dos segredos de uma boa tempura é a temperatura fria a que se encontra o polme onde são “banhados” os ingredientes, assim pode fazer o polme com água fria ou pode preparar o polme com água à temperatura normal e depois colocar durante um bocado no frigorífico para que arrefeça. Se tiver problemas na digestão de fritos, consuma juntamente uma a duas colheres de sopa de nabo, rábano ou rabanete ralados.

ÔÔ Ingredientes: 10 cenouras; 2 colheres de sopa de agar-agar; 1 colher de sopa de amido de milho; 5 colheres de sopa de geleia de arroz; 1 casca de laranja; 1 pau de canela; 1 pitada de sal; 1 tigela de sopa de sumo de maçã;

ÔÔ Ingredientes: 200 gr de farinha de espelta integral; 1 (c.sopa) de sementes de sésamo; 1 curgete 2 cenouras; 2 fatias de abóbora; Oléo para fritar;

ÔÔ Preparação: Cortar as cenouras às rodelas e colocá-las numa panela juntamente com todos os outros ingredientes. Levar ao lume até ferver, tapar e reduzir o lume para médio/ baixo. Deixar cozinhar durante 20 minutos aproximadamente. É conveniente ir mexendo durante a cozedura pois o amido de milho tem tendência a pegar. Retirar a casca de laranja e o pau de canela e triturar até ficar em puré. Colocar este preparado numa forma e levar ao frigorífico até prender.

ÔÔ Preparação: Cortar a curgete e a cenoura às rodelas no sentido longitudinal e a abóbora em fatias finas (o corte da cenoura e da abóbora deve ser fino para permitir que a fritura cozinhe os legumes). Preparar o polme juntando a farinha, com a água, o sal. Mexer até obter um creme fino e sem grumos, não deverá ser muito liquido, nem muito espesso, mas com a consistência necessária para banhar os legumes de modo a que o creme fique aderido a estes. Juntar as sementes de sésamo e mexer para que se incorporem no creme. Passar os legumes pelo polme e fritar de imediato em óleo quente. Retirar e deixar escorrer em papel absorvente. Servir.


4 31.10.2017

Semear Saúde Psicologia - MindScape

Você é prisioneiro de seus pensamentos? fotos: d.r.

Todos os dias somos invadidos por pensamentos quando apenas acatamos essas vozes internas ou vivemos horas num debate intelectual. Mas o que de fato ocorre em nossa mente? Nosso pensamento está certo? Temos o domínio sobre nossas acções?

“Se você acredita que é capaz ou que é incapaz, não importa, você está certo” Desde muito pequenos aprendemos que algumas coisas são certas e outras erradas. Nossos pais e depois professores, família, cultura e amigos são tremendamente responsáveis pelo que pensamos hoje. Quando pensamos se somos inteligentes ou não, se somos boas pessoas ou não, estamos nos relacionando com as crenças que aprendemos com estes “mestres” ao longo dos anos. O cérebro não distingue o certo do errado, o verdadeiro do falso, ele apenas acata os comandos da mente. Já dizia Henry Ford “se você acredita que é capaz ou que é incapaz, não importa, você está certo”. É o que acreditamos que gere as nossas acções. Certa vez me deparei com dois directores contando como viam uma determinada situação. Ambos

Liberte-se de escolhas e pensamentos improdutivos a haviam vivenciado, porém seus relatos eram bastante diferentes e um responsabilizava ao outro

cionamento frágil em decorrência de dificuldades anteriores e visões atrofiadas dos cenários. Cada um ia selecionando as informações de acordo com o que achava que seria o provável pelo julgamento que já fazia da pessoa. Como consequência cada um decidia o que havia ocorrido e como deveria agir. Resultado disso? Uma tomada de decisão empobrecida e com desdobramentos comprometidos. Mas ao colocar este olhar mais cuidadoso, foi unanime a constatação de que havia muito mais a ser considerado e que certamente os desdobramentos seriam bem melhores. As crenças mais comuns adoptadas giram em torno da injustiça, da não aceitação e necessidade em ser aceite, do pensamento que as coisas na vida precisam ser fáceis, ou que devem acontecer de uma forma específica, de preferência “do meu jeito”. É comum também querer que tudo seja perfeito e aconteça agora mesmo. Naturalmente esse seria talvez o país das maravilhas de Alice. Na vida real as coisas são como são, mas os tons são escolhidos por nós.

A mente no comando

pelo ocorrido. Exploramos com maior profundidade a situação. A questão é que já havia um relapub

Uma das premissas da psicologia é a de que pensamento gera emoção que gera comportamento. A crença é uma repetição de pensamentos. Quanto mais limitante ela for, mais restringe comportamentos produtivos e realizáveis. Isso nos revela o quanto a mente está no comando. Podemos nos deparar com uma situação difícil e escolher ver e interagir com o pior cenário ou preferir o caminho mais

Celso Juc

Engenheiro Formador de MindScape

tranquilo. Vai depender da nossa escolha. Pensamentos perturbadores vão sempre existir. São muitas as histórias vividas e significados atribuídos a elas. Mas usando a mente como sua aliada é possível questionar se esse pensamento está explorando todos os cenários possíveis e se você considerou os benefícios, aprendizagens ou lado bom da situação. Não ignore a possibilidade do pensamento falhar. Às vezes não é pensando que encontramos a melhor saída, mas sentindo. Lembra aquela vez que você sem saber porquê achou melhor ligar para seu irmão e ele estava aflito precisando desabafar? Ou simplesmente mudou o seu trajecto e evitou um acidente ou uma enchente? Não foi seu pensamento que conseguiu isso, mas sim sua intuição. Ela acessa aspectos nossos que sobrepõem a lógica. Somos muito mais do que uma inteligência lógico-matemática. Considere a possibilidade de explorar cenários maiores. De descobrir mais facetas do ser humano. De reconhecer que você pode se separar de suas crenças. De renunciar a escolhas e pensamentos improdutivos. E assumir que pode escrever sua história e pintar sua tela com os tons que escolher.

MindScape pode ajuda-lo a libertar-se


31.10.2017  5

Semear Saúde

programação neuro linguística

PNL e Coaching fotos: d.r.

Em workshops, cursos ou consultas, fazem-me uma pergunta frequente: qual é a relação do coaching com a PNL – Programação Neuro Linguística? Podia definir o coaching como um conjunto de processos e modelos, baseados numa atitude interrogativa e de grande respeito pelo potencial do outro, que ajudam a pessoa a sair de onde está para chegar onde ela quer. Numa das primeiras obras publicadas sobre coaching, “The Inner Game of Tennis”, Tim Gallwey observou que o jogo interior (o que passa na cabeça do jogador) é tão ou mais importante do que o exterior (o que ele faz com o seu corpo). O estudo e transformação da experiência subjectiva é a grande área de trabalho da Programação Neuro Linguística. Experiência subjectiva é p “inner game”, o jogo interior composto de imagens e diálogo interno, sensações e pensamentos. A PNL começou, nos anos 70, com uma atitude de enorme curiosidade perante estratégias de sucesso de grandes comunicadores.

As mais valias da PNL Essencialmente, a PNL: P Traz ao consciente processos inconscientes. P Identifica e actua nas estruturas que estão na sua origem. P Trabalha em aliança com o insconsciente. P Dá uma grande importância à acuidade sensorial – observação e reconhecimento da informação recolhida pelos sentidos e pelas sensações do corpo. P Baseia-se numa atitude de flexibilidade (se aquilo que faz não funciona, faça diferente) e de enorme respeito e curiosidade pelas pessoas.

Os pressupostos da PNL A PNL utiliza alguns pressupostos que funcionam como crenças potenciadoras de resultados de qualidade como são os seguintes: P Não existem pessoas sem recursos, apenas esta-

Carlos Baltazar

Master e Trainer de PNL carlosbaltazarpnl@gmail.com

Descubra a PNL e o Coaching e melhore a sua vida dos sem recursos. (Ninguém é errado ou é limitado). P O mapa não é o território. (As pessoas reagem ao seu próprio mapa e as palavras que empregamos não são a realidade que descrevem). P Todos os comportamentos têm uma intenção positiva. (Descubra o que está por detrás dos comportamentos, o que os motiva e sustenta). P Respeite o modelo do mundo de cada pessoa. (Só assim pode aspirar a comunicar com o outro e modificar o seu mapa e comportamento). P Não existe fracasso, apenas informação (feedback/ aprendizagem). (Utilize tudo que acontecer para aprender, crescer e avançar). Não é este o local para discutir estas afirmações. Só é preciso notar que não as tomamos como verdadeiras mas sim como úteis, o que é uma distinção muito importante, na PNL. A arte do coaching, tal como o praticamos dentro da PNL, implica estabelecer uma relação de qualidade com o cliente, definir objectivos bem formulados e contribuir para abrir o seu modelo do mundo, ampliando o campo das possibilidades. Algumas perguntas úteis,

colocadas nos momentos certos, são: • Como faz isso que faz? • De onde vem isso que sente? • O que há atrás disso? • O que isso faz por si? • Isso é como o quê? • O que é ainda mais importante do que isso? • Qual o resultado (previsto ou imprevisto, desejado ou indesejado) para além do resultado que quer? -O que o impede de saber/ ter/fazer/ir/conseguir? • O que aconteceria se nada o impedisse? • Qual é a intenção positiva disso de que não gosta? • Em que pessoa se pode transformar quando conseguir?

“Curso” em breve O método de coaching está incluído na seguinte sequência de perguntas, dirigidas para tirar a pessoa do espaço problema-limites e levá-las para o espaço solução-possibilidades.

Atenta à progressão das perguntas O que está(s) errado? Como referi acima, na PNL dizemos que não há falhanço, há feedback. Ou seja, o erro só interessa como indicador de um compor-

tamento que não funciona. Porque falhas? De que forma tens falhado? De que forma não tem funcionado? De quem é a culpa deste problema? O que causou esta dificuldade ou desafio? A culpa é um conceito tóxico que podemos sempre substituir pelo de reparação. Saber causas pode ser útil embora raramente seja a fonte da solução. Como tens falhado na resolução disto? Como podes ultrapassar esta situação? O que

gostarias de mudar? Quando irás impedir que isto seja uma limitação? De que forma saberás que terás resolvido isso? É importante saber como será evidenciada a solução. O que realmente ela tornará diferente e como será observada. O que vais fazer diferente? Acção, acção e mais acção, iniciada, determinada e consequente. Porque isso é importante para ti? Não há acção eficaz e continuada que não esteja sustenta-

da por valores e pela motivação que a sua satisfação assegura. Porque é importante atingires os teus objectivos e desfrutares dos seus resultados? O que te motiva? Esta é uma das raras circunstâncias em que utilizamos o “porquê”? Desfruta dos resultados! Na PNL temos sempre o foco nos resultados. O que vamos obter e desfrutar ao atingir os nossos objectivos. Desfrutar e celebrar é uma das mais preciosas atitudes na vida! Adicionalmente, e muito importante, a PNL traz ao coaching clássico uma atitude pragmática que não hesita em utilizar técnicas muito eficazes para resolver rapidamente impedimentos ao processo de crescimento e mudança das pessoas. Estas técnicas, que têm sido desenvolvidas pelos fundadores e continuadores da PNL, devem ser aplicadas por praticantes devidamente credenciados. Para- fazer o Curso de Practitioner de Programação Neuro Linguística, pode dirigir-se à Associação Semear Saúde para mais informações, ou contactar através do número 281 320 902 ou por email, colocando todas as suas questão para associacaosemarsaude@gmail.com . pub


6 31.10.2017

Semear Saúde exercício físico

O sucesso dos nossos alunos é o nosso sucesso A nossa missão enquanto profissionais da área do exercício físico é ajudar o maior número de pessoas a atingir o seu objectivo, independentemente de qual seja esse objectivo. O Personal Trainer da actualidade é aquele que se qualificou e que investiu e investe tudo, para garantir a quem o solicita: eficácia, eficiência, segurança, mas acima de tudo, a possibilidade de usufruir de treinos personalizados. Quando nos solicitam, digo solicitam, porque a imposição não funciona bem nesta área, então este é o momento certo para ajudar. Descobrimos os interesses e necessidades dos nossos alunos, muitas vezes até fragilidades e é neste ponto que atuamos. Desenvolvemos objectivos a curto médio prazo, de uma forma flexível, porque cada aluno é o aluno, cada dia é um dia e porque não atuamos de forma sistemática, como se de uma linha de montagem se tratasse.

fotos: d.r.

Treino, empatia e emoções

Todos os teus sonhos podem ser reais Ninguém é melhor do que tu, a não ser que tu queiras Tentamos através dos nossos conhecimentos técnicos tratar muitas vezes patologias e proporcionar com isso, benefícios na saúde e pub

bem-estar. Acreditamos na seguinte premissa: “Ninguém é melhor do que tu, a não ser que tu queiras”. E é com ela na nossa mente que trabalhamos todos os dias. Um Personal Trainer é um profissional apaixonado pelo que faz, que ama os seus alunos e que lhes proporciona uma dedicação inesgotável, com treinos variados e actuais, organizados e dinâmicos. O acompanhamento pré, durante e pós treino é obrigatório e as novas tecnologias de informação e comunicação ajudam no processo. É possível “estar” com os nossos alunos fora do âmbito do treino e perceber a cada segundo, o que se passa com eles. Em presença, temos a capacidade de analisar os teus gestos, de te olhar, de te ouvir, de te perceber e assim, elevar o teu estado de espírito, para que te esgotes naquele treino com uma energia inigualável.

Não existem missões impossíveis Todos os teus sonhos podem ser reais se te for incutida a coragem para os materializar e fazer com que passem do domínio imaginário, para o domínio do que é visível e palpável. Não existem missões impossíveis. O primeiro passo será encontrares um profissional à tua

medida, que esteja em sintonia contigo, que te queira conhecer e que saiba extrapolar os teus limites. Nós temos a capacidade de ouvir e respeitar a individualidade, porque nós somos diferentes. Como profissional, educador, motivador e alguém que inspira pessoas a atingir um nível físico e emocional superior, escrevo este artigo no sentido de consciencializar as pessoas deste mundo do fitness. Temos que olhar para cada aluno, sócio, cliente, colega, amigo de uma forma mais profunda, percorrendo uma vertente que vai muito para além da componente física. Estamos num mundo diferente e precisamos cada vez mais, da componente emocional para paralelamente encontrarmos o equilíbrio e aumentarmos a nossa capacidade física para continuarmos a evoluir na espécie. Criar um compromisso na maioria das vezes provém da empatia criada numa primeira abordagem, num aperto de mão, num primeiro olhar. É importante que nos sintamos especiais enquanto profissionais, para que esse “feeling” se transponha para os nossos alunos. Temos que os contagiar com energia, ou simplesmente diverti-los porque muitas vezes somos o melhor do seu dia e temos capacidade de tornar um treino banal num momento excepcional.

Em boa verdade, todos gostamos de ser bem servidos e de sentir que se preocupam connosco, de ter vontade de retribuir o bem-estar que nos foi proporcionado. É essa relação que marca o treino personalizado, a relação professor-aluno, relação bidirecional, em que um aprende com a mesma vontade que o outro ensina, em que ambos se sentem especiais. Quantas vezes escolhemos uma loja específica ou um restaurante referenciado para jantar? Escolhemos pelos profissionais que lá trabalham? Pelo trato e educação que se apresentam? Quantas vezes nos atraímos por um nome, que até pode ser comum, mas que é o nome que identifica aquela pessoa especial, seja o professor ou o aluno? Quantas vezes sentimos empatia com uma pessoa para a qual não existe explicação? Quantas vezes gostamos de alguém com quem nos identificamos, sem perceber porquê. No treino personalizado devido à proximidade que temos com os alunos, temos que cultivar a arte de bem receber e de provocar emoções fortes, que podem ser de insegurança, de energia, de auto-estima em alta, de medo de não conseguir, de desafio, de felicidade, de exaustão, de prazer, mas provocar emoções. O segredo é provocar, porque ninguém gosta de viver a vida de forma morna, sem graça e sem sabor, provocar emoções é a palavra de ordem, para que consigamos levar estas pessoas ao infinito do sucesso.

Treino personalizado, se o estado de espírito do aluno necessitar Por muito que um aluno venha com uma ideia pré-concebida em relação ao treino inicial, é difícil ir de encontro ao que ele precisa e o que ele mais gosta. Até preparamos um treino para aquele dia, mas no primeiro impacto com o nosso aluno, percebemos de imediato pelo seu semblante, que não vai resultar, apenas pelo seu olhar,

Rui André

Personal trainer www.ruiandrecoaching.com

pela sua forma de falar nesse dia. É preciso adaptar de imediato e transformar um plano previamente feito para outro improvisado e que se enquadre no estado de espírito do nosso aluno, naquele momento. Ora nada disto é possível, se não o conhecermos como nos conhecemos a nós próprios. É assim o treino personalizado. Algumas das melhores coisas da vida são: a felicidade, o sucesso e o amor. Os relacionamentos positivos e duradouros dependem dos 3 primeiros factores e chamos a isto, inteligência emocional. É a habilidade para reconhecer e comunicar com outras pessoas. Quando atingimos a capacidade de fazer estes dois processos podemo-nos considerar pessoas extremamente fortes e capazes de enfrentar os maiores desafios. Temos de saber ouvir para além do audível, saber ler nas entrelinhas, observar o que não se vê e agir no momento certo…contagiar os outros com alegria e diversão. A relação com o Personal Trainer é como uma relação pessoal de amizade, ou mesmo de intimidade, onde tem que existir uma grancde dinâmica e capacidade de improviso para que os dias sejam diferentes, para que a relação não entre na rotina e na monotonia e acabe por morrer por falta de vigor. A estas pessoas acrescentamos valor, porque nos desafiam, porque nos motivam, porque nos divertem e nos fazem sentir bem. Aprendemos e progredimos ao longo do tempo a ser melhores. Treinos desafiantes, treinos diferentes, treinos intensos, resultados apaixonantes. Se podemos treinar sozinhos ou em grupo, sem qualquer tipo de orientação? Podemos, mas não seria a mesma coisa.


31.10.2017  7

Semear Saúde

psicologia e comportamento alimentar

Ortorexia e Vigorexia: perturbações do comportamento alimentar fotos: d.r.

No último artigo foram abordados os factores que podem levar uma pessoa a desenvolver um distúrbio alimentar. Como foi referido as perturbações do comportamento alimentar caracterizam-se por alterações no padrão do comportamento alimentar que têm prejuízos severos directos na saúde das pessoas. No DSM-V (Manual de Diagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais) apenas constam a Anorexia Nervosa, a Bulimia Nervosa e o Transtorno de Compulsão Alimentar que serão descritos nas próximas edições individualmente. No entanto, existem outros transtornos que não constam no DSM-V, mas que têm características muito próprias e necessitam de intervenção. Es-

Na Associação Semear saúde pode encontrar resposta para as situações de ortorexia e vigorexia com acompanhamento especializado tão encaixadas dentro de outro tipo de perturbações como as perturbações da ansiedade,

obsessivo-compulsivas ou somatoformes, por exemplo. Dado o impacto no comportamento alimentar que estas perturbações causam, podemos encará-las também na intervenção. Nesta edição, serão abordados dois.

Ortoréxica Nervosa: preocupação extrema com a qualidade dos alimentos Ortorexia Nervosa. Existe uma preocupação extrema com a qualidade da alimentação gastando imenso tempo a pensar e planificar as escolhas alimentares. São pessoas que escolhem

Comportamentos obcessivos podem surgir a qualquer momento e em qualquer pessoa

comer alimentos com muita qualidade, a forma de confeccionar de forma extrema. É um transtorno que inicialmente mascara uma condição salutar devido às escolhas de carácter saudável. O problema, muitas vezes, é a intensidade, como explica Steven Bratman, autor do termo e do livro Healthy Food Junkies, “No final, o ortoréxico acaba passando grande parte da sua vida planejando, comprando, preparando e comendo seus pratos”. O ortoréxico torna-se

obcecado com a qualidade dos alimentos, desde os nutrientes, se são frescos, tempo e forma de cozedura, embalamento, etc. Ficam restritos aos alimentos e formas de cozinhar a que se permitem e em circunstância alguma se afastam das suas escolhas. Como consequência, estas pessoas perdem imenso tempo do seu dia a pensar na comida, restando pouco espaço para outras atividades, perdendo a concentração, motivação no trabalho ou estudos acabando por se isolar e perder conexões sociais. Este é um distúrbio que embora tenha escolhas alimentares saudáveis poderá levar a pessoa à desnutrição devido ao caracter limitativo das mesmas.

Vigorexia ou Transtorno Dismórfico Muscular: obsessão em ter músculos fortes e definidos Caracteriza-se pela permanente insatisfação corporal, pela obsessão em ter músculos fortes e definidos. Normalmente, estas pessoas nunca estão satisfeitas com as conquistas corporais e embora tenham músculos muito desenvolvidos, levam-nos à prática exaustiva de exercícios físicos muito exigentes. Esta perturbação, leva

Filipa Nobre Psicóloga

naturamentepsi@gmail.com

à adoção de dietas muitas restritivas com o intuito de reduzir a massa gorda e aumentar a massa muscular, com recurso a grandes quantidades de proteínas e por vezes anabolizantes que podem prejudicar gravemente o organismo com consequências graves a nível renal, hepático, cardiovascular para além de estarem associados outros sintomas como a ansiedade, depressão, irritabilidade, sentimento de fracasso pelos objetivos na sua óptica nunca alcançados. A Psicologia do Comportamento Alimentar com o Programa RAFCAL- Reabilitação Afeto Cognitiva do Comportamento Alimentar, atua especificamente nestas situações. Para mais informações, contacte a Associação Semear Saúde, através do número 281 320 902 ou email associacaosemearsaude@gmail.com . pub


pub

 8

pub

SEMAR SAÚDE 17 - 31 OUT 2017  
SEMAR SAÚDE 17 - 31 OUT 2017  

• CONHEÇA O SEMAR SAÚDE DESTE MÊS • • ON-LINE a informação à distância de um clique em www.postal.pt • • No Facebook em https://www.facebook...

Advertisement