Issuu on Google+

VISĂƒO TIAGO MONTEIRO DEPOIS DA VITĂ“RIA NO ALGARVE > 3 PUB

profissional gråfica ̪ Imagem ̪$PNVOJDBà ½P ̪$POUFÔEPT ̪0VUEPPST.VQJFT ̪#SPDIVSBT ̪*EFOUJEBEFDPSQPSBUJWB ̪'MZFST t. 281 320 902 >> f. 281 320 909 HFSBMQSPǸTTJPOBMHSBǸDB!HNBJMDPN

Director Henrique Dias Freire • Ano XXIII • Edição nº 995 • Semanårio à quinta-feira • 8 de Julho de 2010 • Preço 1 ₏

VISĂƒO 3 FARO 6 PORTIMĂƒO 7 VILA REAL DE SANTO ANTĂ“NIO, CASTRO MARIM, ALCOUTIM 8 TAVIRA 9 OLHĂƒO 10 LOULÉ, SĂƒO BRĂ S DE ALPORTEL 11 ALBUFEIRA 12 LAGOA, SILVES, MONCHIQUE 14 LAGOS, VILA DO BISPO, ALJEZUR 15 REGIĂƒO 16 NEGĂ“CIOS 17 LAZER 18 CLASSIFICADOS 19 OPINIĂƒO 22

Universidade do Algarve aposta nos cursos tecnolĂłgicos

Ă€S SEXTAS EM CONJUNTO COM O PĂšBLICO POR â‚Ź1,50

> É jå o oitavo curso de especialização tecnológica ministrado pela Universidade do Algarve. Uma aproximação ao mercado de trabalho, que recupera a estratÊgia da formação profissionalizante e traz novos públicos ao ambiente universitårio p. 4 e 5

D.R.

ILHA DE FARO

Desporto SĂŁo BrĂĄs anuncia prova do Europeu de Downhill

Praia ganha parque de estacionamento > Quinhentos

lugares ĂŠ a capacidade do novo parque junto ao aeroporto que abre no prĂłximo fim-de-semana. O comboio atĂŠ Ă  ilha custa 1,50 euros p. 6 VILA REAL

LuĂ­s Gomes nĂŁo poupa entidades regionais p. 8 D.R.

OLHĂƒO

Época balnear chega à Fuseta > Depois da tempesatade vem

a bonança e a Ilha da Fuseta reabre aos banhistas recuperada das intempÊries do Inverno. p. 10

APOSTA FORTE NO DOWNHILL De 9 a 11 de Julho São Brås acolhe a coroação do campeão nacional da modalidade numa pista desenhada por pilotos para pilotos, adrenalina Ê o que não vai faltar no evento. Para 2011, António EusÊbio reforça a aposta e anuncia prova do Europeu > 11

CASTELO DE SILVES ORQUESTRA DO ALGARVE APRESENTA Ă“PERA DE MOZART

FINANCIAMENTOS ANTĂ“NIO SERRANO DISTRIBUI FUNDOS EM ALJEZUR

CRISE VILA REAL FUNDE EMPRESAS MUNICIPAIS PARA POUPAR

Pela batuta de Osvaldo Ferreira chegam ao Castelo de Silves os sons de “CosĂŹ Fan Tutteâ€? criados por Mozart. A Ăłpera regressa a Silves > 14

O Ministro da Agricultura esteve em Aljezur para entregar 29 contratos de investimento no interior, trĂŞs milhĂľes de euros para a regiĂŁo > 15

Depois de Macårio Correia, agora Ê a vez de Luís Gomes fundir as empresas municipais. A Câmara quer poupar meio milhão de euros > 8 D.R.

PUB

MAIS SEGURANÇA Veja anúncio na påg. 2

MORTES NA ESTRADA MINISTRO DA ADMINISTRAĂ‡ĂƒO INTERNA APOSTA NA PREVENĂ‡ĂƒO DOS RISCOS

HOTELARIA HOTEL DE CINCO ESTRELAS Jà É UMA REALIDADE EM OLHĂƒO

Um protocolo na årea da prevenção rodoviåria premeia os automobilistas sem ålcool com entradas para o autódromo do Algarve, Rui Pereira assistiu à assinatura > 7

Francisco Leal apostou no turismo e ganhou. O Real Marina jĂĄ abriu portas e pretende apostar no turismo de natureza e nas conferĂŞncias > 10


AF_Imprensa_SILVIA_210X285mm.pdf

2/22/10

PUB

PUB

PUB

PUB

11:52:03 AM


8 de Julho de 2010 |

«Visão» é a secção que aposta em trazer aos leitores a perspectiva de futuro de personalidades, decisores e líderes de opinião do Algarve nas mais diversas áreas. As perspectivas dos entrevistados, sempre com uma caricatura da autoria de Igor Silva.

Tiago Monteiro tem 33 anos e nasceu no Porto. O ex-piloto de Fórmula 1 estreou-se nesta categoria em 2005. Dois anos depois, ingressou no campeonato WTCC, onde ainda corre pela Seat Sport.

3

VISÃO

TIAGO MONTEIRO

“Estou muito mais vivo a competir no WTCC” Entrevista por: Cáia Henriques catiah.postal@gmail.com

O ex-piloto da Fórmula 1, Tiago Monteiro, correu no passado fim-de-semana no Autódromo Internacional do Algarve para mais uma etapa do Campeonato do Mundo de Carros de Turismo (WTCC). O POSTAL esteve lá e falou com o piloto português. Postal - Prefere o WTCC ou a Fórmula 1? Tiago Monteiro - Não são coisas comparáveis. A única semelhança é que são competições automóveis. Tudo o resto, desde a adrenalina, o stress, as corridas, o campeonato, é tudo muito diferente. Claro que a Fórmula 1 é o expoente máximo do desporto automóvel e tem coisas boas, mas também tem más. Já o WTCC é o expoente máximo das categorias de viaturas de turismo e também tem as suas vantagens e desvantagens, mas estou muito mais vivo como piloto a competir no WTCC, podendo lutar pelas vitórias. Além disso, estou no campeonato do mundo, com um bom investimento por parte dos construtores, o que me faz sentir muito melhor como piloto. A Fórmula 1 acaba por ser ingrata para muitos bons pilotos… A Fórmula 1 é aquele sonho que qualquer piloto tem. Fiquei feliz em lá estar, mas as condições são sempre muito complicadas. Quando se está nas equipas pequenas que não têm hipótese de lutar pela vitória, para um piloto isso é difícil de viver. É muito positivo o impacto mundial que a prova tem, os carros incríveis e a tecnologia a que têm acesso são imensos, mas tem a desvantagem de haver demasiadas diferenças entre as equipas. São coisas diferentes, mas pessoalmente estou mais feliz onde estou. Voltar à Fórmula 1 está mesmo fora de hipótese? É algo que não estou a procurar, não faz parte dos meus objectivos. Nos dois, três anos depois de ter saído, procurei oportunidades, mantive con-

tactos interessantes, mas só regressaria se tivesse uma equipa competitiva disponível e isso não acontece todos os anos. Como não houve oportunidades, voltar para uma equipa cá de trás, nunca na vida! Não digo que se aparecesse uma oportunidade numa boa equipa recusaria, mas as probabilidades são pequenas. Este fim-de-semana correu no Algarve. Depois de ter vencido a primeira corrida, ficar em oitavo na segunda não foi um balde de água fria? Não, porque no campeonato é sempre assim, nunca ninguém consegue ganhar as corridas todas. É quase impossível. Quando se arranca em oitavo, o melhor que se pode esperar é um pódio, mas às vezes chegar em quinto ou sexto lugar já é o ideal. Andei ali à luta com vários pilotos, cheguei a estar em quinto lugar, mas já se sabe que quando há muitos pilotos juntos, o mínimo toque de um concorrente pode fazer-nos ganhar ou perder várias posições. Neste caso, a seis voltas do fim, o concorrente que vinha à minha frente cometeu um erro, fez-me abrandar um pouco e foram logo três para a minha frente. Já sabia que dificilmente iria chegar mais à frente e tudo o que viesse melhor do que o oitavo lugar era lucro, já que marcar pontos era o objectivo. Por isso, não se pode falar de um balde de água fria, longe disso. Foi um fim-de-semana fantástico e dificilmente se repetem fins-de-semana como este. A sensação de correr em casa é muito diferente? Sobretudo, fora da pista, porque na pista arriscamos e atacamos como em qualquer outro fim-de-semana. O meu trabalho é ser sempre o mais rápido possível e vencer todos os fins-de-semana, esteja a correr em Macau, na França ou na Alemanha, vou dar sempre o máximo para estar à frente. A grande diferença entre correr nesses países e em Portugal é o

mas o do Algarve faz parte dos três, quatro melhores da minha lista. Acha que o Autódromo do Algarve poderá incentivar mais pessoas a seguir a carreira de piloto automóvel? Um autódromo como este incentiva, sem dúvida, e o kartódromo que foi inaugurado esta semana também, mas os grandes problemas que temos em Portugal para não termos mais pilotos são outros. Um dos factores que contribui para que o desporto automóvel não tenha muito impacto, tem a ver com a muita dedicação dos media ao futebol. A percentagem de jornais, revistas e televisões que se dedicam ao futebol é impressionante em comparação com o desporto automóvel e essa falta não ajuda a angariar patrocínios. Outro problema é a falta de apoio da Federação. Na França ou na Alemanha, por exemplo, as federações incentivam muito os jovens desde os kartings. Em Portugal, isso não existe, antes pelo contrário. Hoje em dia, a Federação complica as coisas, mais do que ajuda.

apoio do público, dos fãs, dos amigos e da família. Isso é uma força extra muito importante para o piloto, pelo menos comigo resulta bem. Gosta do Autódromo Internacional do Algarve? Temos em Portugal um dos melhores autódromos da Europa e do Mundo. Tem um traçado muito interessante, muito técnico, difícil e divertido ao mesmo tempo. Qualquer piloto com quem eu fale fica impressionado e muito satis-

feito com o traçado. O alcatrão já merecia uma revisão, talvez pelo calor e pela alteração de temperaturas já está um pouco danificado. Mas de resto, é tudo impressionante, tanto as infra-estruturas fora da pista, como dentro da pista. E comparado com os autódromos por onde passou, em que lugar fica o do Algarve? A nível pessoal, acho que está entre os cinco melhores do mundo. Os meus preferidos estão na Bélgica e Macau,

O problema é falar-se demais em futebol… Obviamente que o público prefere mais futebol e não o podemos obrigar a gostar de carros, mas se houvesse mais jornais a falar de outras modalidades e menos de futebol, posso garantir que iria haver maior repartição nos apoios das diferentes modalidades. Temos o exemplo de Espanha, que, antes do Alonso, o desporto automóvel naquele país ainda era menos do que em Portugal, mas a partir do momento em que o Alonso começou a ter resultados na Fórmula 1, só nesse ano foram lançadas sete novas revistas de desporto automóvel. Não sente que depois de aparecer o Tiago Monteiro, a forma como os portugueses vêem o desporto automóvel mudou? Sim, acho que ajudou a abrir

as perspectivas das pessoas. Começámos a tocar mais o público e a dar mais motivação. Por exemplo, a revista AutoSport começou a vender muito mais quando entrei para a Fórmula 1. Também tenho muitas crianças a vir ter comigo a dizer que querem ser pilotos. Recebo imensos e-mails de pais a perguntar o que têm de fazer e onde podem inscrever os filhos para serem pilotos. Há pouca informação e é pena que a Federação não faça nada para aproveitar esses potenciais pilotos. O Autódromo do Alg ar ve quer ter cá a Fórmula 1. Acha que isso algum dia vai ser possível? Este autódromo foi criado com esse intuito, só por isso faz sentido ter estas dimensões, mas nunca foi garantido que a Fórmula 1 viria com o autódromo, no entanto, sem o autódromo nunca vem. Agora não podemos esquecer que Portugal está em competição com 20 ou 30 países do Mundo inteiro que estão a bater à porta da Fórmula 1 para poderem entrar. É preciso incentivar a Fórmula 1 a vir a Portugal, mas se é daqui a um ano ou daqui a dez anos, já ninguém sabe.

Confidências Estava numa prova do WTCC no Japão e uma rapariga que estava a fazer filmagens à saída do meu camião entregoume uma prenda. Era um porta-retrato com a foto de uma rapariga que seria uma fã minha. Agradeci e ela disse que a maior surpresa vinha a seguir e foi aí que ela me deu um chapéu de samurai e pediu para eu o experimentar em pleno paddoc. Fiz-lhe a vontade e encarnei a personagem do samurai em pleno paddoc, com câmaras a filmar e toda a gente a rir. Foi muito divertido!

por: Tiago Monteiro


4

| 8 de Julho de 2010

DESTAQUE

Universidade do Algarve vai ter Curso Tecnológico de M > São já oito Cursos de Especialização Tecnológica para “diversificar os públicos que vêm à Universidade” É MAIS UMA aproximação ao

mercado de trabalho. A Universidade do Algarve continua a apostar nos Cursos de Especialização Tecnológica (CET) e já no próximo ano lectivo vai abrir um novo curso, desta vez ligado à mecânica de automóveis. No total, são já oito com uma componente prática muito for-

CURSOS » Gestão de Animação Turística Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo

» Técnico Especialista de Contabilidade Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo

» Instalações Solares Instituto Superior de Engenharia

» Manutenção de Instalações Técnicas e da Qualidade do Ar Interior em Edifícios Instituto Superior de Engenharia

» Qualidade Alimentar Instituto Superior de Engenharia

» Topografia e Cadastro Instituto Superior de Engenharia

» Instalação e Manutenção de Espaços Verdes Faculdade de Ciências e Tecnologia

te, apostando assim na profissionalização dos formandos. Recorde-se que estes cursos passaram para a alçada das universidades há pouco tempo, com o objectivo de suprir as necessidades verificadas no tecido empresarial, ao nível de quadros intermédios, através de formação especializada para quem tenha o 12º ano incompleto e não queira tirar um curso superior. “Há muita gente que acaba o 12º ano ou fica com alguma disciplina por acabar e não quer fazer uma licenciatura. Estes cursos permitem adquirir uma profissão com uma taxa de empregabilidade elevada e como valorizamos os créditos associados a estes cursos, quando um jovem mudar de ideias e achar que afinal quer fazer uma licenciatura, pode regressar à Universidade e nós damos equivalência aos créditos que ele adquiriu no curso”, explica João Guerreiro, reitor da Universidade do Algarve (UAlg).

PARCERIAS Com a duração de cerca de um ano e meio, estes cursos são elaborados em parceria pela Universidade do Algarve com o meio empresarial. Na prática, sempre que a Universidade cria um novo curso, firma protocolos com empresas da região ligadas a essa área. Dessas parcerias nascem equipas mistas de docentes, ficando a vertente teórica a cargo dos professores da UAlg e as matérias práticas passam a ser responsabilidade de técnicos especializados das empresas. Segundo João Guerreiro, a aposta nos CET marca “uma nova linha de oferta de ensino, diversificando os públicos que vêm à Universidade”. “Cada vez mais, estamos menos orientados para os públicos que têm o 12º ano completo e cada vez

 Algumas das aulas práticas do curso vão ser ministradas nas instalações da MSCAR mais alargamos os públicos que vêm à Universidade”, afirma. E se dúvidas houvesse em relação ao sucesso deste nova forma de ensino na UAlg, João Guerreio é claro: “estes cursos têm tido uma procura muito superior àquilo que são os nossos números clausus”.

MECÂNICA É A APOSTA Mecânica é o próximo curso a abrir e o POSTAL quis saber junto do reitor o porquê de apostar no sector automóvel. “Este novo

Curso de Mecânica surge porque um dos sectores em desenvolvimento no Algarve tem a ver com o sector automóvel”, explica. Numa área onde uma grande parte dos profissionais é autodidacta, apenas quem trabalha em grandes empresas ligadas às marcas adquire formação já em contexto de trabalho. Ora para suprir essa lacuna de formação muito vincada num grande número de mecânicos, o público-alvo deste curso é mais abrangente. “Para além dos

estudantes com o 12º completo ou incompleto, neste caso, os activos que estão nas empresas de automóveis com falta de formação, podem inscrever-se”, sublinha. Segundo João Guerreiro, já existe parceria com uma empresa para a estruturação do curso. “Vamos trabalhar com a MSCAR, porque a empresa tem mostrado uma grande abertura de colaboração com a Universidade e como trabalham com muitas marcas de carros há muitos anos…”, explica.

SAÚDE É OBJECTIVO O curso

de Mecânica ainda está a ser elaborado, mas o reitor tem já outro curso em mente. “Gostaríamos de fazer um curso de especialização tecnológica para técnicos de emergência médica. Há um nicho de intervenção no sector da saúde que neste momento é ocupado por enfermeiros ou por outro tipo de técnicos, mas que provavelmente não exige um nível de qualificação tão elevado como os licenciados”, conclui.


8 de Julho de 2010 |

5

DESTAQUE | CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA Estes cursos têm tido uma procura muito superior àquilo que são os nossos números clausus”.

Textos: Cátia Henriques | catiah.postal@gmail.com

João Guerreiro, reitor da Universidade do Algarve

MSCAR: 2009

Mecânica

» 253

colaboradores

» 75.558 ¤ D.R.

dispendidos em formação

» 60 milhões ¤ volume de facturação

» 2.245 número de matrículas

» 1.077

viaturas usadas vendidas

» 2.600

viaturas que visitaram mensalmente em média as oficinas MSCAR

» 17

marcas:

O QUE É UM CET? Os Cursos de Especialização Tecnológica (CET) são cursos pós-secundários não superiores, que conferem uma qualificação profissional de nível 4, que visam suprir as necessidades verificadas no tecido empresarial, ao nível de quadros intermédios, capazes de responder aos desafios colocados por um mercado de trabalho em permanente mudança e insurgem-se como uma alternativa válida para a profissionalização de técnicos especializados e competentes

 Destinatários • Titulares de um curso secundário ou de habilitação legalmente equivalente • Quem tenha obtido aprova-

ção em todas as disciplinas dos 10 º e 11º anos e tendo estado inscritos no 12º ano de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente não o tenha concluído • Titulares de uma qualificação profissional do nível 3 • Titulares de um diploma de especialização tecnológica ou de um grau ou diploma de ensino superior que pretendam a sua requalificação profissional • Indivíduos com idade igual ou superior a 23 anos, que, com base na experiência, lhes sejam reconhecidas capacidades e competências qualificantes para o ingresso no CET em causa

Fiat Fiat (Comerciais) Lancia Alfa Romeo Abarth Iveco Isuzu Chrysler Jeep Dodge Honda Opel Chevrolet Saab Seat Suzuki Kia

» Localizações: Faro, Portimão Vila Real de Sto António

MSCAR apadrinha Curso de Mecânica É JÁ NO PRÓXIMO ano lectivo que o Curso de Mecânica será leccionado pela Universidade do Algarve em parceria com a MSCAR. Líder no ramo automóvel na região do Algarve, a administração da empresa não pensou duas vezes na hora de aceitar o protocolo proposto pela Universidade. “Esta ligação da MSCAR à Universidade é para nós um privilégio. Sempre apostámos na formação dos nossos técnicos e estarmos ligados à Universidade, que é o expoente máximo da formação na região, é ouro sobre azul”, afirma Fátima Eusébio, administradora da empresa. Representante de 17 marcas de automóveis na região algarvia e a operar no mercado há 30 anos, a MSCAR participará activamente nesta parceria. Uma parte do corpo docente do curso será composta por técnicos especializados que trabalham na empresa e algumas aulas práticas serão leccionadas nas suas instalações. “Será um orgulho podermos contribuir com o know-how dos nossos técnicos especialistas na formação de jovens, permitindo assim o crescimento de um mercado de trabalho mais rico em áreas de conhecimentos específicos como é o da tecnologia automóvel”, reforça Fátima Eusébio. Segundo a responsável, o curso “é bem-vindo” numa área onde ainda se sentem “muitas lacunas” de formação. “Quando vamos recrutar técnicos nestas áreas, sentimos lacunas e temos de ser nós a dar a formação a esses mesmos técnicos. Portanto, haver um curso que à partida já enriquece e já cria bases muito elevadas

de conhecimentos tecnológicos na área é excepcional”, sublinha. O Curso de Mecânica, para além de ter como destinatários alunos com o 12º incompleto, visa ainda formar activos com falta de formação. E se a MSCAR vai disponibilizar técnicos para passar conhecimento aos formandos, vai ainda possibilitar que outros profissionais da empresa possam participar no curso enquanto alunos. “Também nos vai ser permitido disponibilizar aos nossos técnicos algumas valências das aulas teóricas, o que nos vai permitir complementar algumas áreas de conhecimento dos nossos recursos humanos”, explica Fátima Eusébio.

HÁ MERCADO PARA NOVOS PROFISSIONAIS? Não é no-

fortemente afectado pela crise económica, logo, há uma pergunta que se impõe. Terá o mercado algarvio capacidade para absorver todos estes novos profissionais? Fátima Eusébio responde: “o sector automóvel não está em crescimento e prevê-se que muitas oficinas independentes vão fechar nos próximos tempos, mas para bons profissionais e pessoas com qualificações mais elevadas vai haver sempre espaço”. “A MSCAR é uma empresa sempre em crescimento, com necessidade constante de recrutar técnicos e sendo nós colaboradores na formação desses técnicos, que depois iremos recrutar, é meio caminho andado para que o sucesso seja garantido”, acrescenta.

vidade que o sector automóvel está a ser

 Fátima Eusébio, administradora da MSCAR

D.R.


6

| 8 de Julho de 2010

ESCOLA DE SALTO COM VARA DO ALGARVE

TEMPOS LIVRES

Férias desportivas para jovens radicais ESTÃO ABERTAS inscrições para as férias desportivas organizadas pela Escola de Salto com Vara da Associação de Atletismo do Algarve, a decorrer entre 12 e 16 de Julho. A Semana Desportiva Fé-

D.R.

A BIBLIOTECA Municipal de Faro promove, ao longo do mês de Julho, oficinas de férias para os mais pequenos. O Pátio das Laranjeiras será o lugar de encontro para uma noite de música com os Medi-

rias do Verão surge como um programa de ocupação dos tempos livres para jovens do concelho de Faro e concelhos vizinhos, decorrendo de segunda a sexta-feira, entre as 9 e as 17.30 horas.

FARO

terrânic Ensemble, já na sextafeira, dia 9. A Biblioteca desafia ainda os interessados para a participação no Concurso de Contos da XXXIV Feira do Livro, cujo tema este ano é “Faro e a República”.

Luís Gomes acusa entidades regionais de obstarem ao investimento pág. 8

Estacionamento da praia abre este fim-de-semana

PRÉMIO

Gulbenkian premeia ACTA

Biblioteca anima férias

D.R.

Comboio até à ilha custa um euro e meio D.R.

A ASSOCIAÇÃO dos Utentes da

A ACTA - A Companhia de Teatro do Algarve - foi contemplada com o Prémio Gulbenkian – Educação 2010, por proposta da AMAL – Área Metropolitana do Algarve e da Direcção Regional de Educação do Algarve. A cerimónia de entrega do prémio vai ter lugar no Anfiteatro ao Ar Livre da Fundação, às 18 horas do próximo dia 20 de Julho. Para Luís Vicente, director da ACTA, “a atribuição de tal prémio à nossa Companhia (ex-aequo com a Academia de Música de Viana do Castelo) deixa-nos, evidentemente, muito orgulhosos por razão do significado de que se reveste no que se refere ao reconhecimento pelo trabalho que temos vindo a desenvolver ”. Para o responsável pela Companhia, “está de parabéns toda a equipa da ACTA, mas também os municípios da região que nos têm apoiado, os nossos mecenas, bem como todas as pessoas e instituições que nos têm dado o seu apoio”. Quem também se congratulou com a distinção foi Miguel Freitas, presidente do PS/Algave, que afirmou que a mesma foi “uma boa notícia para o Algarve, que muito honra a região e a instituição, mas acima de tudo que confirma o trabalho extraordinário que a ACTA tem vindo a desenvolver na área da Educação”.

Ilha de Faro criticou, na passada segunda-feira, a falta de alternativas no transporte para a praia, mas a autarquia diz que o estacionamento provisório e comboio previstos vão começar a funcionar em breve. A associação queixa-se de o parque situado junto ao Aeroporto continuar em obras e de desconhecer quando entrará o comboio turístico em funcionamento, mas a Câmara de Faro garante que tudo arranca no próximo fim-de-semana. O estacionamento terá quinhentos lugares e as pessoas que optarem por ali deixar o carro podem aceder à praia através de um comboio em regime de “vai-vem”, cujos bilhetes custam um euro por uma viagem e 1,5 euros pelas viagens de ida e volta. “Quisemos antecipar-nos ao

 Mais quinhentos estacionamentos abrem junto ao Aeroporto parque gratuito de 920 lugares que deverá estar concluído no próximo ano e que está a cargo do Polis Ria Formosa”, disse à Lusa o chefe do gabinete da presidência da autarquia, Cristóvão Norte.

PARQUE DEFINITIVO SÓ EM 2011 A ideia é criar alternativas en-

quanto não está terminado o parque asfaltado previsto para 2011 no mesmo local, uma vez que é “imprescindível” disciplinar o tráfego e estacionamento naquela zona, acrescentou. As pessoas poderão depois apanhar o comboio que funcionará diariamente entre as 8 e as 20 horas e que ligará o par-

que à entrada da praia, numa experiência piloto cuja eficácia será testada, sublinhou Cristóvão Norte. Para garantir que o transporte de comboio se faz no menor espaço de tempo possível, a autarquia está também a instalar uma rotunda provisória e um semáforo que regulará o trá-

fego na recta que antecede a ponte de acesso à praia. Outra das queixas da Associação dos Utentes da Ilha de Faro (AUIF) refere-se ao atraso da entrada em funcionamento das carreiras fluviais entre a cidade e a praia que, dizem, já deveria ter começado em Maio. Contudo, a autarquia atribui a resolução do problema ao Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos (IPTM), uma vez que, apesar do concurso já ter vencedor, a questão ultrapassar a sua esfera. Segundo Cristóvão Norte, em causa estarão questões ligadas à vistoria das embarcações e qualificação dos seus mestres, estando a autarquia a promover diligências no sentido de desbloquear a situação, concluiu. MAD

29ª CONCENTRAÇÃO DE MOTOS DE FARO

“Cidade motard” arranca à sombra da crise A “CIDADE” dos motards está

em construção junto à Praia de Faro para receber, a partir do próximo dia 15, a 29ª Concentração Internacional de Motos, mas a crise económica pode afectar a vinda de adeptos, admite o responsável pelo evento. Em entrevista à Lusa, José Amaro, presidente do Motoclube de Faro, organismo responsável pela organização da concentração, que este ano decorre entre 15

e 18 de Julho, recorda que em 2009 houve 22 mil inscrições. Com a crise económica mundial, José Amaro espera que não ocorra uma quebra significativa de inscrições, contudo, tem noção que vai ser complicado ultrapassar os resultados do ano passado, apesar do preço de 40 euros pelos quatro dias se manter.

ANIMAÇÃO GARANTIDA “Um

bom cartaz musical”, uma

“exposição das duas motas que levaram medicamentos à Guiné Bissau no âmbito do projeto Coração da Guiné – expedição 2010” e a entrega de duas ambulâncias à Cruz Vermelha de Faro são alguns dos pontos altos da concentração, destacou José Amaro, confiante que 2010 será um ano para continuar a “consolidar o projecto”. O ex-músico dos Supertramp Roger Hodgson, os es-

panhóis Ojos de Brujo e os La Selva Sur, a jugoslava Ana Popovic ou os portugueses Blasted Mechanism são alguns dos artistas e bandas que vão animar as noites. No primeiro dia, 15 de Julho, a abertura do palco do Vale das Almas cabe aos La Selva Sur, e na segunda noite, 16 de Julho, a festa começa com os portugueses The Lucky Duckies, que apresentam “covers”, que marcaram a história da música

até ao final da década de 60, mas os cabeça-de-cartaz são Ana Popovic e os suíços Gotthard. Na última noite da concentração de motos, a banda de Barcelona “Ojos de Brujo” é a primeira a subir ao palco, para depois dar lugar ao antigo vocalista dos Supertramp, Roger Hodgson. A noite termina com a original banda portuguesa os Blasted Mechanism. CCM


8 de Julho de 2010  |   

Ferragudo

Férias Desportivas

“Chá do Biscoito”

Teatro de revista promete gargalhadas Programa acolhe jovens deficientes

Dança luta contra o isolamento

A sede da Associação Cultural e Desportiva de Ferragudo, no concelho de Lagoa, assiste a partir das 21 horas de sextafeira, dia 9, à revista à portuguesa do grupo de teatro Boa Esperança, do Atlético Clube

A Junta de Freguesia de Porti-

Portimonense, “Fujem moços que vem a gripe”, que promete gargalhada garantida. As reservas podem ser efectuadas pelo telefone 282 460 340 e há preços especiais para grupos e instituições.

O projecto de ocupação dos

tempos livres Férias Desportivas recebe jovens portadores de deficiência física ou mental até ao próximo dia 13 de Agosto. A Câmara de Portimão responde desta forma à carência

Vila Real quer poupar meio milhão com fusão de empresas municipais pág. 8

de oferta de actividades nos períodos de férias para crianças e jovens com limitações, ao mesmo tempo que proporciona actividades enriquecedoras para o seu desenvolvimento e integração.

mão vai promover ao longo do ano, à semelhança de 2009, tardes dançantes, intituladas “Chá do Biscoito”, com o objectivo de proporcionar momentos de lazer e convívio entre os se-

niores e combater o seu isolamento face à sociedade. A Associação Cultural e Desportiva da Ladeira do Vau recebe o evento dedicado à terceira idade já no próximo dia 18 de Julho.

portimão

Rui Pereira desafia a evitar riscos na estrada

Tiago Monteiro vence em Portimão

Kartódromo do Algarve recebe primeira prova d.r.

Ministro da Administração Interna assina protocolo em Portimão d.r.

 O momento da vitória na prova inaugural do Kartódromo Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

 A cerimónia juntou ao ministro Rui Pereira várias individualidades regionais e nacionais

O ministro da Administra-

ção Interna apelou aos condutores para que adoptem comportamentos “seguros e evitem os de risco” durante o período de Verão, no sentido de aumentar a segurança nas estradas e reduzir a “zero” a sinistralidade. “Apelo a todos para que, nesta época, adoptem comportamentos seguros e evitem os riscos, para que as nossas estradas sejam cada vez mais seguras”, disse Rui Pereira no final da cerimónia de assinatura de um protocolo no âmbito da prevenção da segurança rodoviária, celebrado no passado sábado entre o Governo Civil de Faro e o Autódromo Internacional do Algarve (AIA). O protocolo prevê a realização de campanhas de sensibi-

lização destinadas à prevenção da sinistralidade e promoção da segurança rodoviária, que serão concretizadas entre o AIA e o Governo Civil de Faro. Uma das acções previstas, destina-se a premiar, com entradas para os eventos desportivos no autódromo, os condutores que nas operações policiais apresentem taxas zero de álcool no sangue, além de outros comportamentos considerados exemplares.

Ministro quer estradas sem mortos e feridos  Segundo

Rui Pereira, o objectivo é transformar as estradas em “locais amigáveis, sem mortos e sem feridos”, e recordou que “há cerca de 20 anos existia o que se chamava uma guerra civil nas estradas com um nú-

mero elevado de mortos”. “Fizemos um longo percurso onde decresceu esse número, mas queremos mais, ou seja, estradas sem mortos e sem feridos”, sublinhou. Para o ministro da Administração Interna, a redução da sinistralidade começa “na educação das crianças”, e destacou a importância da educação desportiva do autódromo algarvio, porque, disse, revela “uma enorme preocupação pela educação desportiva e uma forte vertente de responsabilidade social”. Durante a cerimónia a que também assistiram os secretários de Estado da Administração Interna, da Protecção Civil, vários governadores civis e autarcas, foram entregues os prémios do concurso

“Na Faixa de Rodagem”, a que concorreram alunos de várias escolas do país. O ministro da Administração Interna considera que as campanhas de prevenção de segurança rodoviária têm sido fundamentais para a redução da sinistralidade, “porque as mensagens têm passado aos condutores. “Os progressos que se têm verificado em relação à segurança rodoviária têm muitas causas, como estradas mais seguras, crescimento da rede de auto-estradas, maior segurança dos veículos e as campanhas de sensibilização têm contribuído para que os condutores sejam mais conscientes”, conclui Rui Pereira. João Pedro Correia

O Autódromo Internacional do Algarve (AIA) teve um fim-de-semana cheio com o Kartódromo Internacional do Algarve (KIA) a acolher a sua primeira prova, a primeira etapa do WSK World Series, no passado fim-de-semana, ao mesmo tempo que no AIA, no domingo, decorreu a ronda portuguesa do Campeonato do Mundo de Carros de Turismo (WTCC). No KIA correram quatro categorias que contaram com um total de 120 dos melhores pilotos de kart do mundo, com Nick de Vries, na categoria Super KF, como grande vencedor. Em KZ2 venceu o belga Jonathan Thonon, em KF2, o inglês Chris Lock, e em KF3, o romeno Robert Visoiu. Paulo Pinheiro, administrador do Kartódromo Internacional do Algarve, afirma que a organização está “muito satisfeita por receber um dos melhores eventos do mundo de Karting. Para além disso,

é com enorme satisfação que vemos reconhecida a nossa infra-estrutura como uma das melhores do mundo”.

Monteiro vence corrida do WTCC  No AIA disputaram-se

duas corridas do WTCC com Tiago Monteiro, que esta semana o POSTAL entrevista na rubrica “Visão”, a ganhar a primeira e o italiano Gabriele Tarquini a segunda, cabendo a este último a vitória final. Tiago Monteiro liderou do princípio ao fim a primeira corrida, acabando a prova à frente do francês Yvan Muller e de Tarquini, que ficou com o terceiro posto. Na segunda prova, Tarquini bateu Muller, que ficou novamente no segundo lugar, com Rob Huff a fechar o pódio. No cômputo geral, a prova portuguesa teve no pódio Tarquini em primeiro, o que o fez aproximar de Muller, que lidera a classificação de pilotos do WTCC. Monteiro tem a quinta posição da classificação do campeonato WTCC.


    |  8 de Julho de 2010

Baesuris faz renascer antigo parque aquático

Castro Marim com animação non-stop O Algarve vai ter, a partir do

próximo dia 16, um novo espaço lúdico que promete ser uma garantia de harmonia entre calor, praia e muita animação. O empreendimento a inaugurar, denominado de Baesuris – O

d.r.

Clube de Verão de Castro Marim, promovido pela Câmara de Castro Marim, através da empresa municipal NovBaesuris, fica situado no antigo parque aquático Aqua Line e vai estar aberto todos os dias da

semana, com festas temáticas de quinta-feira a domingo, até ao final do mês de Agosto. Pelo Baesuris, que na sua proximidade tem algumas das praias mais emblemáticas da região, como a Praia Verde ou

a Praia do Cabeço, vão passar os melhores dj’s da actualidade e um rol infinito de concertos, não esquecendo que a estrutura VIP será uma das atracções do novo e moderno espaço de animação algarvio.

vila real castro marim alcoutim

Luís Gomes acusa entidades regionais de obstarem ao investimento Em causa estão novecentos milhões de euros d.r.

Económico ao abrigo do Plano Regional de Ordenamento do Território.

Requalificação de áreas degradadas  Luís Gomes ex-

 Luís Gomes não poupa organismos regionais

O presidente da Câmara de Vila Real de Santo António acusou as entidades desconcentradas do Estado de terem “uma visão fundamentalista e enviesada” da legislação, impedindo assim projectos de investimento no concelho de novecentos milhões de euros. “É lamentável existir outro Estado, sem qualquer legitimidade política” que “tem leituras absolutamente fundamentalistas e enviesadas daquilo que é a lei”, afirmou à Lusa Luís Gomes. O autarca diz que a “Câmara tem um pacote de grandes projectos, que totalizam 936

milhões de euros de investimento e a criação de cerca de quatro mil postos de trabalho”, mas que se tem deparado com “obstáculos sucessivos” criados “sobretudo pela Administração da Região Hidrográfica (ARH) do Algarve e pelo Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade”. Luís Gomes também criticou a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve por não permitir o projecto de um resort na serra de Cacela, que representa “um investimento de cerca de 300 milhões de euros”, como um Núcleo de Desenvolvimento

plicou que “os projectos da Câmara passam pela requalificação de áreas degradadas, como a antiga zona da Ponta da Areia, constituída por zonas fabris antigas”, e onde se iria promover a construção de unidades hoteleiras, mas a ARH impõe um recuo de 50 metros relativamente ao leito do Guadiana para dar luz verde aos projectos. Luís Gomes lamentou também que a ARH aplique essa razão para travar o projecto de um “parque empresarial que pretende criar o cluster da indústria naval para reabilitar uma antiga actividade económica do concelho e que faz falta ao Algarve e ao país”. Para Luís Gomes, “há uma dualidade de critérios” da ARH relativamente a outras zonas do país, dando o exemplo de Lisboa, onde está a ser construído um hotel junto ao rio Tejo na zona do Parque das Nações. O autarca sublinhou que a ARH do Algarve não reconhece a excepção prevista na lei para as unidades hoteleiras, que permite a sua existência a menos dos 50 metros do leito do rio. MHC

Época balnear arranca na Ilha da Fuseta pág. 10

Luís Gomes passa águas e saneamento para empresa municipal

Vila Real quer poupar meio milhão com fusão de empresas municipais Uma verba de meio milhão

de euros anual é quanto a Câmara de Vila Real de Santo António vai poupar com a fusão da Sociedade de Reabilitação Urbana (SRU) noutra empresa municipal, revelou o presidente da autarquia. Luís Gomes explicou que a fusão da SRU na outra empresa municipal existente no concelho, a Sociedade de Gestão Urbana (SGU), “vai permitir à Câmara conter os custos de funcionamento” em tempos de crise, precisando que “a poupança que pode representar anualmente é da ordem dos quinhentos mil euros”. “A legislação foi alterada e as empresas municipais de fins gerais podem incluir agora a componente de reabilitação urbana”, explicou Luís Gomes, precisando que o anterior regime jurídico obrigava a ter uma empresa específica para a Reabilitação Urbana. O autarca frisou que, “naturalmente que numa altura

de dificuldades económicas e financeiras do país, não mandámos ninguém (funcionário) para a rua, mas há custos que têm a ver com a administração que antes tínhamos e agora já não temos”, respondeu o autarca quando questionado sobre se tinha havido cortes no pessoal.

Águas e saneamento passam para a SGU As dificul-

dades de financiamento e de contracção de dívida por parte da autarquia foram razões invocadas pelo autarca para justificar a passagem da gestão e exploração dos Sistemas de Abastecimento de Água e Saneamento de Águas Residuais do concelho para a SGU. Luís Gomes disse à Lusa que esta passagem “tem repercussões em termos de maior capacidade de resposta para se executar intervenções e obras que a câmara, por si, com a limitação dos níveis

de endividamento que existe hoje, não tem possibilidade de fazer”. O autarca frisou também que “é importante ter uma componente empresarial da gestão das próprias águas, de forma a que se consiga ter uma gestão mais controlada em termos de custos e receitas específicos no sector”. “Esta é uma maneira de, por ora, o sistema funcionar de igual forma, com as mesmas pessoas, apenas mudando a entidade de gestão, que passa a ser a empresa municipal, totalmente detida pela Câmara”, afirmou. Sobre os funcionários, Luís Gomes disse ainda não estar nada decidido, mas há várias hipóteses em cima da mesa, como a sua “passagem para a empresa municipal, sem perderem vínculo à Administração pública” ou a “a Câmara prestar um serviço à empresa com esse funcionários”. MHC

Rastreio do cancro da pele detecta oito em Alcoutim  Oito casos de cancro da pele foram diagnosticados no concelho de Alcoutim na segunda edição do rastreio da doença, que teve lugar na última semana de Junho. Com a colaboração voluntária da médica dermatologista Manuela Aguiar, foram observados cerca de 300 pessoas, nas cinco freguesias do concelho. Os oito casos diagnosticados foram encaminhados de urgência para o serviço de dermatologia do Hospital de Faro.

d.r.

As 75 queratoses actínicas encontradas, foram tratadas em Alcoutim com azoto líquido através de equipamento adquirido pela autar-

quia local. Dado o êxito desta segunda edição, a autarquia prevê realizar novo rastreio no próximo ano.


8 de Julho de 2010 |

9

TAVIRA CICLISMO

Museu promove oficinas de Verão

João Pereira conquista troféu de Valongo D.R.

 O Museu Municipal de Tavira preparou um programa de Oficinas de Verão, de participação gratuita, dirigido a famílias, crianças dos sete anos 12 anos, e grupos com acompanhamento de monitores, a decorrer de Julho a Setembro. Observar o património da cidade e registá-lo a carvão, desenhar objectos vários e descobrir as suas texturas, preparação de pigmentos, uma visita ao mundo rural, o desenho de postais algarvios e arte contemporânea são alguns dos desafios lançados pelas actividades a desenvolver.

 O vencedor João Pereira

JOÃO PEREIRA , atleta sub 23

do Clube de Ciclismo de Tavira, venceu o 4º Troféu Município de Valongo no passado sábado. O percurso de 120 quilómetros adivinhava-se complicado nas pedaladas finais já que a meta coincidia com uma aguçada subida à serra de Santa Justa. Embora o favoritismo estivesse do lado de Bruno Silva (Aluvia/Valongo), que se aproximava a passos largos da chegada, a vitória acabou por ser de João Pereira, que ultrapassou Silva nos últimos metros, conseguindo uma vantagem de dois segundos.

Leões de Tavira vão a votos  O Leões Futebol Clube de Tavira vai a votos, entre as 15 e 22 horas do próximo sábado, dia 9, para dar “luz verde” à única lista que se apresentou a escrutínio. A lista apresenta António José Matos Morais para presidente da Assembleia Geral e João Manuel Pacheco como presidente da direcção. Carlos Gonçalves dos Santos encabeça o Conselho Fiscal.

Festival de folclore acolhe ranchos de todo o país Certame já vai na vigésima primeira edição D.R.

Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

CINCO RANCHOS de vários pontos do país, tendo como anfitrião o Rancho Folclórico de Tavira, vão animar a cidade do Gilão na próxima sexta-feira e no sábado. Trata-se da 21ª edição do Festival de Folclore Cidade de Tavira, que volta a contar com a organização do Rancho Folclórico de Tavira. Para além do rancho anfitrião, marcam presença nesta grande festa do folclore, o Rancho Folclórico Flor do Sabugueiro, de Trás-os-Montes e Alto Douro, o Grupo Etnográfico da Região da Lousã, da Beira Litoral, o Rancho Folclórico Moleiros da Ribeira, de Olival, concelho de Ourém, Alta Estremadura, e o Rancho Folclórico da Casa de Povo de Alpiarça, no Ribatejo. EVENTO ESPERA TRÊS MIL VISITANTES Para Luís Firmino,

responsável pela organização do evento, o festival representa, “o culminar de um ano de actividade do rancho”. “Trata-se do ponto alto da nossa programação anual, onde PUB

 O Festival conta com a actuação de cinco ranchos mostramos o trabalho desenvolvido”, afirma. Por outro lado, o responsável pelo rancho de Tavira destaca a importância do evento como factor de atracção de visitantes. “Tal como em anos anteriores, esperamos a presença de mais de três mil pessoas nas duas noites”, acrescentando que “a cidade beneficia com uma mos-

tra cultural de algum do melhor folclore do país e com a divulgação do nome de Tavira, quer junto dos elementos dos ranchos convidados, quer junto do público que o evento traz”. O evento decorre no Polidesportivo da Bela Fria, junto ao terminal rodoviário da cidade do Gilão, mas o destaque da programação deste festival

vai para o o tradicional desfile etnográfico. Numa demonstração de etnografia local e nacional, sábado, a partir das 21.30 horas, com partida junto ao Jardim do Coreto, o desfile percorre as ruas do centro da cidade até à Bela Fria, onde, a partir das 22 horas, tem início o Festival de Folclore. PUB


10

| 8 de Julho de 2010

OLHÃO

Campanha alerta contra perigos das arribas pág. 12

D.R.

“Domingos ao pôr-do-sol” propõem cultura  O Cantaloupe Café, nos Mercados de Olhão, volta a ser palco de “Domingos ao Pôr-do-Sol”. A iniciativa, que decorre pelo terceiro ano consecutivo, arrancou no passado domingo, com o guitarrista Tuniko Goulart. Tendo como cenário a tranquilidade da Ria Formosa e a beleza das tardes de Verão algarvias, o Cantaloupe volta a reforçar a aposta na música de qualidade. Com o ambiente requintado e intimista a que já habituou o seu público, apresenta um ciclo de concertos ao vivo com sonoridades distintas, que englobam jazz, blues, bossa nova e muitas outras.

Música de pais para filhos  A violoncelista Ana Paula Girão traz à Biblioteca Municipal de Olhão sons para os mais pequenos no âmbito da iniciativa “Música de Pais para Filhos”, idealizada por Paulo Cunha. O projecto desenvolve um trabalho didáctico de, através dos filhos, cativar e motivar os pais para a importância e necessidade de estimular os mais pequenos de forma continuada e persistente.

MÚSICA, DESPORTO E AVENTURA

Programa de Verão anima Pechão D.R.

 A Junta de Freguesia acolhe a exposição “O Planeta é Belo”

O PROGRAMA de Animação

de Verão da Junta de Freguesia de Pechão arrancou para o segundo mês de actividades, na passada sexta-feira, pelas 21.30 horas, no edifício da Junta de Freguesia, com a inauguração da exposição “O Planeta é Belo”, da pechanense Maria Filomena Cavaco. Esta é a terceira exposição da artista que reúne um conjunto de quadros que retratam, segundo a autora, “tudo o que é belo e que o planeta nos dá”. No passado sábado, decorreu, no Largo da Igreja, a VI edição de Danças ao Luar, com danças modernas, jazz, contemporânea e hip-hop. Para os mais pequenos são várias as actividades para as crianças dos seis aos 16 anos. Ao longo da corrente semana, decorre a iniciativa “Pechão na Rota da Aventura”, com mui-

tos desportos radicais; de 17 a 20, “Novas Descobertas, Novas Aventuras”, um acampamento na ilha da Armona; de 26 a 30, “Oficinas de Expressão”, com dança, música, teatro, pintura e reciclagem. Os mais velhos também não foram esquecidos e já na sextafeira, dia 9, no âmbito de um Programa de Turismo Social da autarquia, vão ao Alentejo visitar a Aldeia da Luz e a Barragem do Alqueva. Esta é uma actividade para pessoas com idade igual ou superior a 60 anos. De 19 a 23, Pechão recebe as últimas novidades da sétima arte com uma Semana de Cinema ao Ar Livre: cinco noites, cinco filmes. Esta é uma iniciativa da Junta de Freguesia de Pechão em parceria com o município de Olhão e várias entidades locais. PUB

 Carreiras regulares de barcos para a Ilha já foram retomadas

Época balnear arranca na Ilha da Fuseta Após interdição devido a intempéries do Inverno Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

A ÉPOCA BALNEAR arrancou na Praia da Fuseta, no passado sábado, com o fim da interdição na sequência dos efeitos das intempéries verificadas no Inverno passado, comunicou a Sociedade Polis Litoral Ria Formosa em nota de imprensa dirigida às redacções. Esta abertura ao público vai permitir aos utentes usufruir da praia durante a época balnear, seguindo-se à primeira fase da intervenção de emergência, efectuada nos últimos dois meses pela Sociedade Polis. Para a autarquia de Olhão, a abertura da praia ao uso da população reveste-se de uma importância vital”, adiantou ao POSTAL o vereador António Camacho dos Santos. Para Camacho dos Santos, “acabámos com as intervenções realizadas, mau grado as intempéries do Inverno passado, por devolver aos cidadãos da Fuseta e aos utentes da Ilha a Praia já com a duna renatu-

ralizada e com apoios de praia condignos”, acrescentando que “os benefícios para a economia local e para o bem-estar são determinantes para a manutenção da qualidade balnear da localidade”. Abertas foram entretanto as carreiras de barco regulares para a Ilha, retomando a normal actividade durante esta época do ano. Recorde-se que a Ilha da Fuseta foi especialmente afectada pelos temporais este Inverno ,tendo as casas existentes sido devastadas pelas fortes marés que se registaram, o que levou à demolição de todas as construções existentes no local. No quadro desta primeira intervenção, procedeu-se inicialmente à demolição das casas, remoção dos escombros e limpeza do areal e leito da ria e, de seguida, ao fecho da barra aberta pelos temporais e ao reforço do cordão dunar na zona mais fragilizada da praia.

NOVO CAIS DE EMBARQUE À disposição dos utilizadores

da praia há agora um novo cais de embarque, que substitui o que foi destruído pelas tempestades, bem como, acessos renovados à zona balnear e dois apoios de praia com características provisórias. A esta primeira fase da intervenção seguir-se-á a abertura de uma nova barra, já em execução, no sítio da “Toca do Coelho”, a nascente do canal da Fuseta. Esta intervenção tornou-se necessária para permitir o uso balnear em condições de segurança e a continuação das actividades económicas e náuticas na ilha. Após a época balnear, proceder-se-á ao desmantelamento dos dois apoios de praia, que serão substituídos por novas estruturas definitivas, também de construção ligeira e compatível com a preservação do cordão dunar. Aqueles apoios balneares definitivos enquadrar-se-ão no Plano de Praia da Fuseta, actualmente em fase de projecto no âmbito da Polis Litoral Ria Formosa.


8 de Julho de 2010  |   11

loulé são brás

Judiciária dá machadada no tráfico de droga pág. 12

São Brás anuncia etapa do Europeu de Downhill para 2011 Nacional da modalidade marca presença no próximo fim-de-semana Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

O próximo Campeonato Eu-

ropeu de Downhill vai passar por são Brás de Alportel. Este é o destaque da conferência de imprensa promovida pela Câmara de São Brás na passada quinta-feira, 1 de Julho, para apresentar a prova de downhill que coroará já no próximo domingo, no Cerro do Botelho, o campeão nacional da modalidade em 2010. António Eusébio, presidente da autarquia, confirmou ao POSTAL que “uma das etapas do Campeonato Europeu de Downhill terá lugar em 2011 em São Brás”. A Câmara responde assim ao desafio lançado por Rui Cruz, líder da equipa que leva as cores do concelho e principal impulsionador da modalidade em São Brás. “Um desafio que vai plenamente de encontro à

visão da autarquia para o desenvolvimento do downhill como um dos atractivos turísticos do concelho, ao mesmo tempo que se enquadra na política de promoção do desporto e do apoio à juventude encetada pelo executivo desde o primeiro mandato”, esclareceu António Eusébio. O investimento para trazer a prova a São Brás rondará os 20 mil euros, um valor de projecção que a Câmara considera “aceitável, dada a importância e o alcance do evento”. Rui Cruz adiantou ao POSTAL que esta prova pode atrair “muitas dezenas de milhares de visitantes, ao mesmo tempo que tem garantida a presença de milhares de pessoas entre pilotos, equipas técnicas e demais entidades envolvidas no processo”. Uma aposta de São Brás na visibilidade e na potencialização das suas capacidades de atracção turística que, para

Este fim-de-semana  Para este

ano, a partir de sexta-feira, dia 9, e até domingo, São Brás acolhe o Campeonato Nacional de Downhill, numa prova realizada numa pista de excelência desenhada na encosta do Cerro Botelho e que conta com um salto sobre uma estrada, uma sequência de três drops com um gap de seis metros a percorrer a grande velocidade num exercício de perícia e espectacularidade máximas e um salto final de 14 metros. A somar à possibilidade de ver de perto pilotos e máquinas no paddock e de relaxar no enquadramento paisagístico, estas são razões mais do que suficientes para visitar São Brás no próximo fim-desemana e viver um misto de adrenalina e natureza.

Feira da Caça recebe ministro da Agricultura

António Serrano trouxe novidades para os caçadores Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

Vinte e cinco mil visitantes

aproximadamente é o saldo de encerramento da Feira da Caça, Pesca e do Mundo, que decorreu no Estádio Algarve até ao passado domingo, um resultado que, de acordo com a organização, é motivo de “satisfação”. O habitual almoço de confraternização que anualmente decorre durante a feira juntou mais de 300 caçadores e contou com a presença de António Serrano, ministro da Agricultura, que, juntamente com Isilda Gomes, governa-

dora civil, se sentou com o presidente da Federação de Caçadores do Algarve, Vítor Palmilha, na mesa que presidiu ao almoço. Como vem sendo hábito, os caçadores não deixaram os créditos por mãos alheias e confrontaram o ministro com algumas das reivindicações mais importantes da classe. António Serrano não trazia respostas para tudo, mas deixou o anúncio de que duas reivindicações dos amantes da caça estavam já em processo de resolução. Por um lado, o calendário venatório passa a ser trianual, o que confere à actividade uma estabilidade quanto

d.r.

a Câmara, nas palavras do vereador Vítor Guerreiro, “corresponde ao corolário de um esforço trilhado ao longo dos anos”.

às épocas de caça permitidas para as várias espécies. Por outro, o ministro acredita que até final de 2010, a harmonização de procedimentos entre os Ministérios da Agricultura e da Administração Interna não vão falhar o alvo e que a carta de caçador e a licença de porte de arma passarão a ser obtidas através de um único exame. Durante o almoço foram ainda formalizados contratos entre o Ministério da Agricultura e as associações de caçadores e zonas de caça, bem como com outras entidades, relativos a medidas de apoio às zonas de caça e à minimização de riscos de incêndio e protecção florestal.

 A apresentação da prova foi feita ao ar livre no Cerro Botelho pub


12

| 8 de Julho de 2010

ALBUFEIRA PORTAGENS DE PADERNE

Al-buhera mostra artesanato

Judiciária dá machadada no tráfico de droga A POLÍCIA Judiciária (PJ) da

Guarda apreendeu mais de dois mil quilogramas de haxixe em fardos e deteve dois homens estrangeiros, durante uma operação desenvolvida nas portagens da auto-estrada A2 em Paderne. A apreensão foi feita durante uma operação de combate ao tráfico de droga desenvolvida pela PJ da Guarda em conjunto com a Unidade de Combate ao Tráfico de Estupefacientes. A PJ refere em comunicado que na sequência de diligências de investigação realizadas no âmbito de um inquérito iniciado há vários meses, na quinta-feira da passada semana foi localizada e seguida uma viatura pesada “relativamente à qual se suspeitava que estivesse a ser utilizada no transporte de droga e que, ao que tudo

indicava, estaria a dirigir-se para Espanha”. A viatura, um camião TIR frigorífico, onde seguiam dois indivíduos, foi interceptada por elementos da PJ nas portagens de Paderne da auto-estrada A2, tendo os inspectores detectado o transporte de mais de dois mil quilogramas de haxixe em fardos, situação que motivou a detenção dos ocupantes, dois homens de 31 e 41 anos. “Os fardos estavam num compartimento fechado sem qualquer espécie de simulação especial”, disse à Lusa fonte ligada à investigação. Para além da droga, a PJ apreendeu a viatura, telemóveis e diversa documentação, entre outros objectos utilizados no alegado tráfico de estupefacientes.

 Durante o mês de Julho, a Galeria de Arte Pintor Samora Barros acolhe a primeira exposição a decorrer no âmbito do Festival Al-buhera, a ter lugar entre os próximos dias 21 e 25. O certame integra demonstrações ao vivo, assim como venda ao público de um número apreciável de peças. Como complemento, estão expostas imagens das últimas edições do Festival Al-buhera, que tem proporcionado momentos de verdadeira descoberta cultural. Os visitantes podem apreciar trabalhos de vários artesãos, em vidro, xisto, barro, madeira, empreita e pedra do mar dos Olhos de Água. A mostra está patente até ao próximo dia 27, de segunda-feira a sábado, das 17 às 23 horas.. A entrada é livre.

ASR PUB

Ópera invade Castelo de Silves pág. 14

Campanha alerta contra perigos das arribas Sensibilização percorre praias do concelho D.R.

Ricardo Claro/Lusa ricardoc.postal@gmail.com

DE FORMA a prevenir acidentes, como o que no Verão passado vitimou cinco pessoas na Praia Maria Luísa, a Protecção Civil de Albufeira está a desenvolver, até 28 de Agosto, uma acção de sensibilização destinada a todos os veraneantes e frequentadores das praias do concelho, nomeadamente através da distribuição de folhetos informativos sobre os riscos e perigos das arribas. Para o efeito, serão parceiros desta iniciativa os Agrupamentos de Escuteiros de Albufeira e Paderne. A campanha “Proteja-se das Arribas” vai percorrer todas as praias de Albufeira, informando acerca dos principais riscos existentes e alertando para as melhores formas de os prevenir e combater. A autarquia recorda, em comunicado, que o processo natural de erosão das arribas foi potenciado pelo Inverno especialmente rigoroso que se fez sentir, que colocou as arribas em situação de risco, o que se traduz no perigo de derrocadas ou queda de blocos. ENTIDADES UNEM ESFORÇOS A

acção levada a cabo pelo município liderado por Desidério Silva é complementar às medidas adoptadas pelo Governo e pelas entidades regionais, nomeadamente a Administração da Região Hidrográfica do Algarve, relativamente ao problema das derrocadas nas arribas costeiras. Além de inúmeras derrocadas controladas realizadas ao longo da costa algarvia, tendo

 Prevenir acidentes junto das arribas é o objectivo da campanha sido Albufeira um dos concelhos onde foram efectuadas um maior número destas intervenções, várias entidades governamentais lançaram, no início da época balnear, uma campanha nacional de sensibilização para alertar os banhistas para os perigos que costumam colocar-se nas zonas de arribas. A campanha visa a distribuição de um folheto informativo, e a disponibilização dos seus conteúdos na internet, onde é aconselhado aos banhistas que evitem as zonas junto às arribas.

“Não permaneça no topo e na base das arribas, respeite a sinalização”, “Não se aproxime das arribas em erosão. Evite aproximar-se do topo e da base das arribas” e “Afaste-se se houver pedras soltas e fissuras nas arribas” são os conselhos dados. No folheto é ainda pedido aos banhistas que “estejam atentos à informação sobre as faixas de risco identificadas no plano de praia colocado em cada praia e à sinalização existente, que tem vindo a ser reforçada em toda a orla costeira”. PUB


PUB


14    |  8 de Julho de 2010

“A terceira das 1001 noites”

Até final de Setembro em Monchique

Danças orientais no auditório de Lagoa A Ideias do Levante apresenta,

no Auditório Municipal de Lagoa, um espectáculo de Dança Oriental, às 21.30 horas do próximo sábado. “A terceira das 1001 noites” reúne as classes de Gabriela

Câmara tem horário contínuo d.r.

Sharifa e de Gisela Oliveira, ambas professoras e coreógrafas de Dança Oriental na Ideias do Levante. Segundo a organização, as dançarinas em palco, são, na sua maioria, amadoras e estreantes neste arte.

A Câmara de Monchique está a funcionará em regime de horário contínuo até 30 de Setembro, inclusive. Neste período, os serviços técnicos e administrativos abrem ao público às 9 horas e encerram às 15.

lagoa silves monchique

Os Armazéns e Oficinas Municipais, Urbanismo e Ambiente, Rede Viária e Trânsito, Abastecimento e Saneamento e Serviço de Limpeza Urbana, passam a cumprir horário das 8 às 14.30 horas.

Olhão já tem cinco estrelas pág. 16

Ópera invade Castelo de Silves

d.r.

Orquestra do Algarve apresenta áreas de Mozart Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

A Orquestra do Algarve apresenta-se no Castelo de Silves, no próximo fim-de-semana, para dois momentos da ópera, “Così Fan Tutte”, com direcção musical de Osvaldo Ferreira e concepção geral e encenação de Paulo Matos. “Così Fan Tutte”, a terceira e última ópera de Mozart com libreto de Lorenzo da Ponte, surgiu como uma ácida crítica à dissolução dos costumes do seu tempo. Num enredo que a presidente da Orquestra do Algarve, Maria Cabral, resumiu ao POSTAL como a história de dois irmãos que apostam em seduzir a namorada um do outro, trocando as respectivas identidades.

Interpretada pela primeira vez em 1790, no Burgtheater de Viena, a ópera é um teste à perseverança dos amantes, ao mesmo tempo que retrata um lado sinistro das relações entre homens e mulheres. Esta ópera integra actualmente a programação regular dos teatros de ópera de todo o mundo. Os espectáculos contam com a interpretação de solistas de renome, como Alexandra Moura no papel de Dorabella, Bruno Pereira como Dom Alfonso, Carla Simões é Fiordiligi, João Cipriano como Ferrando, João Merino é Guglielmo e Sónia Alcobaça interpreta Despina. Os cantores são ainda acompanhados por um coro, composto por 12 elementos seleccionados por Ana Paula Russo.

Repetir o sucesso  Esta não é

a primeira vez que a Orquestra do Algarve leva ópera ao Castelo de Silves, ainda no ano passado subiu ao palco naquele mesmo local com a interpretação de áreas de ópera, num concerto memorável, quer pelo enquadramento, que Maria Cabral descreve como “de rara beleza”, quer pela afluência de público que, garante a presidente da Orquestra do Algarve, “mostra bem a apetência que existe na região por espectáculos de qualidade e pela actividade da orquestra”. De acordo com Maria Cabral, a orquestra pretende atingir este ano o mesmo sucesso verificado em 2009 em Silves. A ópera conta com cenografia e figurinos de Bruno Guerra, roupa executada e emprestada pelo atelier de

 Já em 2009 a Orquestra do Algarve levou ópera ao Castelo de Silves Maria Gonzaga, coreografia de Carlos Matos, desenho de luz de Paulo Graça, e co-repetição e cravo de Armando Vidal.

Os bilhetes estão à venda no local dos concertos, Fnac, Agência Abreu, Worten, C. C. Dolce Vita, Megarede e El Corte Inglés

(Lisboa e Gaia). Os espectáculos estão inseridos na programação do “Allgarve 2010” e são organizados pela Câmara de Silves.

fotovoltaicos, sistema de rega tradicional, formado por uma nora, tanque de rega e levada. Agora, o seu já “cansado” circuito de manutenção, a primeira estrutura deste tipo criada no concelho em 1995, foi requalificado e entrou ao serviço no passado dia 26 de Julho. O novo circuito resulta do trabalho conjunto entre os técnicos do Sítio das Fontes e apresenta, agora, uma imagem renovada e

moderna, tendo sido criadas novas estações e feita a montagem de aparelhos de exercícios, numa extensão de 1.256 metros. No novo percurso, a segurança dos praticantes é uma prioridade, estando o seu traçado integralmente concebido dentro do perímetro vedado, com os locais de desnível mais acentuado transpostos por passadiços de madeira elevados, embora com reduzida inclinação.

Parque Municipal do Sítio das Fontes

Utentes em forma com novo circuito de manutenção O Parque Municipal do Sí-

tio das Fontes, na freguesia de Estômbar, concelho de Lagoa, oferece um novo circuito de manutenção, dando aos utentes daquele espaço de lazer novas oportunidades de ficar em forma. O parque inclui já outras áreas de entretenimento como a casa do moleiro com estábulo original, forno tradicional a lenha, trilho interpretativo, casa do guarda, moinho de maré, nascentes de água doce,

instalações sanitárias, parque infantil, anfiteatro, circuito de manutenção física e diversos equipamentos destinados ao estudo e preservação da natureza (Centro de Interpretação da Natureza), estação de tratamento de águas residuais através de plantas, três aquários representativos do sapal, caldeira do moinho e poços de maré do litoral rochoso. Todo o espaço é alimentado por energias renováveis, usando painéis

d.r.

 Parque apresenta imagem renovada


8 de Julho de 2010 |

15

LAGOS ALJEZUR VILA DO BISPO

ZZZ

Tourada original brilha em Tavira pág. 16

Ministro da Agricultura entrega financiamentos em Aljezur Verbas destinam-se a combater a desertificação

QUALIDADE AMBIENTAL

Praias de Lagos hasteiam bandeira azul D.R.

O MINISTRO da Agricultura, António Serrano, presidiu no passado sábado à entrega de 29 contratos do Programa de Desenvolvimento Rural (PRODER) relativos ao interior algarvio, que vão permitir criar igual número de postos de trabalho e correspondem a um investimento total de cerca de três milhões de euros, metade dos quais “são despesa pública”, frisou o governante. Os contratos entregues visam a diversificação de actividades na exploração agrícola, a criação e desenvolvimento de microempresas, o desenvolvimento de projectos turísticos e de lazer, a conservação e valorização do património e a implementação de serviços básicos para a população rural. “O problema da desertificação e da saída dos campos ocorre em todos os países da União Europeia, mas sentimo-lo de forma acentuada em Portugal”, realçou o ministro, para sustentar a importância de apoiar “estes pequenos projectos, de baixa densidade, mas que criam postos de trabalho na malha rural de todo o país

D.R.

 António Serrano entregou 29 contratos no âmbito do PRODER - Programa de Desenvolvimento Rural e têm grande impacto”. Ao “complementarem a actividade agrícola produtiva”, estas iniciativas, geridas pelos Grupos

de Acção Local (GAL) de todo o país que assinaram acordos com a gestão do PRODER, vão ao encontro da “visão integrada PUB

de gestão do território”, que “só é possível se existirem pessoas no interior, no espaço rural”, defendeu António Serrano.

VERBAS DUPLICAM Até 2013

estes incentivos dispõem de mais do dobro das verbas inscritas no anterior quadro comunitário. “Já nos anteriores Quadros Comunitários de Apoio (QCA) havia esta pretensão de apoiar projectos de pequena dimensão, mas que criam postos de trabalho. Esta dinâmica foi reforçada” no actual Quadro e Referência Estratégico Nacional (QREN), assegurou António Serrano. Este tipo de iniciativas era apoiado no QCA III com “cerca de 200 milhões de euros” de verbas comunitárias, lembrou. Segundo António Serrano, essa linha de actuação, no âmbito do QREN, que vigora até 2013, tem agora “450 milhões de euros”, ou seja, “10%” do montante global. “No anterior QCA, esta abordagem permitiu criar 1.500 postos de trabalho em todo o país e, até 2013, pensamos que esse valor vai ser superior”, garantiu António Serrano. RRL

 A Praia D. Ana

ESTE ANO, Lagos tem hasteada a Bandeira Azul em todas as praias do concelho, designadamente, Luz, Porto de Mós, Meia Praia e Praia da Batata, Camilo e D. Ana, sendo que nos primeiros quatro casos os areais ostentam também a Bandeira Praia Acessível – Praia para Todos, que garante um acesso mais facilitado a cidadãos com mobilidade condicionada. A cerimónia do Hastear da Bandeira Azul e Praia Acessível decorreu na quarta-feira da passada semana, onde Júlio Barroso, presidente da Câmara, destacou “a importância que a autarquia dá à Bandeira Azul, uma vez que a possibilidade das praias de Lagos poderem ostentar orgulhosa e merecidamente este galardão representa a qualidade das mesmas”. PUB


16

| 8 de Julho de 2010

REGIÃO CONSULTÓRIO DO CONSUMIDOR Seguros: previna diferentes tipos de danos “Tenho pesquisado sobre a existência de alguns tipos de seguros. No entanto, subsistem algumas dúvidas sobre que tipo de seguros devo contratar. Quais os aconselhados?”

A DECO responde... A pessoa que contrata a apólice de seguros, o tomador, paga à seguradora uma quantia designada por prémio, em troca da cobertura de danos que possam afectar o segurado ou os seus bens ou, ainda, que possam ser da sua responsabilidade. O automóvel é um dos seguros mais procurados. Estes seguros apresentam dois grandes ramos: a responsabilidade civil, que, grosso modo, paga os danos causados a terceiros, e os danos próprios, indemnizando pelos danos sofridos no automóvel indicado no contrato. Outro dos seguros mais procurados é o de saúde. Através destes seguros, pode recorrer aos serviços de medicina privada, sem suportar os elevados encargos associados. Doença ou acidente são, neste caso, os danos cobertos pela seguradora, no entanto esteja atento às condições da apólice e às cláusulas abusivas. Já os seguros de vida garantem uma indemnização aos beneficiários, em caso de morte da pessoa segura. Aconselhamos a contratação, com a seguradora, da cobertura de invalidez total e permanente, por ser mais abrangente do que a de invalidez absoluta e definitiva. Entre os seguros que pode contratar para a casa, destaque para o multiriscos-habitação, uma vez que garante indemnizações por diversos danos sofridos. Além das coberturas de base, existem riscos que podem ser contratados à parte com a seguradora, com o pagamento de um prémio adicional. Outro dos seguros importantes é o seguro de responsabilidade civil familiar. Estes seguros cobrem inúmeros danos involuntários: por exemplo, se o seu fi lho jogar à bola na rua e acertar em alguém que passa ou o animal de estimação atacar o vizinho. Estes seguros cobrem todo o agregado familiar, ainda que este conceito possa variar consoante a seguradora. Verifique se estes seguros incluem as pessoas que pretende abranger.

Olhão já tem cinco estrelas Hotéis Real apostam em território virgem Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

A APRESENTAÇÃO do Real Marina Hotel & Spa em Olhão, o primeiro hotel de cinco estrelas a abrir na cidade cubista, teve lugar na quarta-feira da passada semana, numa conferência de imprensa onde não faltaram, Lourenço Ribeiro, administrador dos Hotéis Real no Algarve, Francisco Leal, presidente da autarquia, e Nuno Aires, presidente da Entidade Regional de Turismo do Algarve. Vinte e oito milhões de euros é o número avançado pelos Hotéis Real para o investimento realizado naquela unidade, valor que sobe para 46 milhões se se contabilizar o investimento feito no complexo de apartamentos turísticos que envolve o hotel, o Real Marina Residence. A unidade hoteleira, a mais recente do grupo, conta com 132 quartos e 12 são suites, disponibilizando dois bares, restaurante, business center,

piscina exterior e piscina para crianças, garagem e estacionamento exterior.

APOSTA NA GASTRONOMIA E NO SPA As duas valências mais

importantes do Real Marina são o restaurante, que estará aberto ao público em geral, propondo refeições de excelência a preços concorrenciais, e o Spa, que disponibiliza uma panóplia de serviços invejável, estando também aberto ao público em geral. O Real Spa Thalasso, está equipado com dez salas de tratamento, sendo a talassoterapia uma das vertentes privilegiadas a par das massagens, duches e banhos variados. Para completar a oferta, o hotel dispõe ainda de piscina interior de água salgada aquecida, sauna, jacuzzi e banho turco e ginásio. Para Lourenço Ribeiro, a aposta passa pelo “turismo de natureza e conferências”, numa área do Algarve ainda não massificada em termos turísticos, o que leva o res-

TAUROMAQUIA

D.R.

 O Spa é uma das apostas do Real Marina em Olhão

ENTIDADE QUER ESTUDO TÉCNICO SOBRE TURISMO ACESSÍVEL

“Tourada” original brilha em Tavira D.R.

A PRAÇA de touros em Vale

Formoso recebe, no próximo sábado, pelas 22 horas, um espectáculo original de tauromaquia em que o Homem enfrenta o touro de forma directa, fazendo uso apenas de habilidade e perícia. “Os Recortadores” é um espectáculo de craveira internacional onde pontua o alto risco, a expectativa e a emoção, e em que os homens voam literalmente por cima dos touros. O espectáculo, de duas horas, conta ainda com a componente cómica, como é o caso do homem estátua e da célebre prova de suspense em que uma dúzia de valentes cidadãos se sentam numa esplanada no centro da praça de touros sem saberem que tipo de animal vai sair

ponsável dos Hotéis Real a afirmar que sendo pouco conhecido, Olhão é um destino capaz de dar uma oferta “mais genuína”. O autarca de Olhão, Francisco Leal, destaca, por sua vez, que o hotel “marca o princípio do êxito da cidade na área do turismo”, o que não surpreende, dada a forte aposta que a Câmara tem feito na atracção de investimentos nesta área para a cidade. A autarquia tem vindo, de forma consistente, a modificar a face à cidade, dotando-a de espaços urbanos, equipamentos e de uma programação cultural capazes de atrair os turistas e satisfazer os visitantes de forma plena quando aproveitados em conjunto com as características únicas de Olhão enquanto cidade e das suas gentes, a que se soma a rara oferta paisagística de Olhão, nomeadamente no que respeita à área da Ria Formosa compreendida nos limites do concelho.

 Emoção invade a arena para a arena. As crianças até seis anos não pagam entrada, dos seis aos 12 anos pagam cinco euros e os adultos podem desfrutar de uma noite inesquecível por apenas 12 euros.

Turismo do Algarve lança desafio às autarquias O TURISMO DO ALGARVE desafiou as autarquias da região a abrirem a oferta turística a pessoas com mobilidade reduzida, através do co-financiamento de um estudo que fará o diagnóstico do destino em matéria de Turismo Acessível. O objectivo é que até ao final do ano a marca da “acessibilidade” comece a ser implementada no Algarve. “Queremos um Algarve inclusivo, onde a acessibilidade seja uma preocupação. Por isso, lançámos o repto ao sector público, para que sirva de exemplo aos privados, no sentido de fazer o levantamento da oferta regional na área do Turismo Acessível e de criar pólos de atractividade transversais a to-

dos os produtos turísticos”, afirma Almeida Pires, vice-presidente do Turismo do Algarve. “Um Algarve para todos” é o mote que serve de base ao estudo que culminará na preparação das intervenções no terreno em função das pessoas com necessidades especiais. Para tornar uma praia acessível, por exemplo, os requisitos passam pela criação de acessos pedonais e à zona de banhos através dos tiralôs (cadeiras de rodas de praia que possibilitam a deslocação na areia e a entrada no mar), pelo estacionamento ordenado e pelos sanitários adaptados. Mas estas medidas só poderão ser iniciadas depois de se detectarem os problemas existentes e de se encontrarem as soluções

para adequar os produtos e serviços turísticos às condições próprias do acesso universal. “Daí a urgência em avançar com este estudo técnico, inserido no âmbito do Plano Estratégico de Promoção da Acessibilidade do Turismo do Algarve”, explica Almeida Pires. As Câmaras estão para já a avaliar a proposta do Turismo do Algarve e em breve deverão pronunciar-se sobre a sua eventual adesão ao plano. Estima-se que 37% da população mundial sofra de algum tipo de incapacidade ou de necessidade especial. Os maiores índices de deficiência na Europa encontram-se na Finlândia e no Reino Unido, na Holanda e na França.


8 de Julho de 2010  |   17

negócios d.r.

Venda de alarmes continua a aumentar

d.r.

 A venda de alarmes para casas particulares continua a aumentar no Algarve prevendo-se um acréscimo de 2009 para este ano entre os 25 e 30%, adiantou uma das empresas que fornece este tipo de serviço. Paulo Costa, director territorial para o Sul de Portugal da empresa em causa, afirma que de 2009 para 2010 já elevou a venda de alarmes e estima que se passe dos dois mil equipamentos vendidos em 2009, para cerca de três mil. Segundo aquele responsável, 30% dos clientes são estrangeiros que se querem prevenir contra o “amigo do alheio”, mas há também um nicho de clientes que decidem adquirir o sistema de segurança por terem tido conhecimento que vizinhos seus foram assaltados e vítimas de violência. Recorde-se que nos últimos meses vários casos de assaltos a residências se tem verificado na região em especial em zonas menos povoadas ou em casas de cidadãos estrangeiros.

Oriflame recruta na noite farense Com o objectivo de divulgar

a marca e recrutar assessores, representantes da Oriflame na região do Algarve organizaram uma festa na noite do passado sábado, no bar Suigeneris, na Praia de Faro. Apesar de contar com mais

de dois mil assessores activos no Algarve, a marca continua a apostar no recrutamento. Segunda Angela Galvão, gold director da Oriflame na região, “há cada vez mais pessoas interessadas numa carreira a tempo inteiro”.

Presente em 65 Países, com mais de três milhões de assessores, a Oriflame é número um de venda directa no ramo de cosmética em Portugal. Fundada em 1967, a marca está em terras lusas há 24 anos.

Cecília Malheiro

equipamentos eléctricos e electrónicos

Campanha de reciclagem sensibiliza banhistas A ERP Portugal, entidade ges-

tora de resíduos que integra a European Recycling Platform (Plataforma Europeia para a Reciclagem), vai aproveitar a época balnear para levar a cabo uma ampla acção, visando promover a consciência ambiental relacionada com a problemática da gestão dos Resíduos de Equipamentos Eléctricos e Electrónicos (REEE) e Resíduos de Pilhas e Acumuladores (RP&A), a decorrer desde a passada se-

gunda-feira e até ao próximo dia 21. A quarta edição da Campanha Praias ERP Portugal, que decorre desde 2007, elegeu este ano as praias da costa alentejana e costa algarvia para as suas sessões de educação e sensibilização ambiental, especialmente vocacionadas para as crianças das escolas e das colónias de férias, seus professores/monitores e familiares. Entre 12 e 21 de Julho, a equipa da ERP PORTUGAL vai

animar as praias dos municípios de Portimão, Faro, Tavira, Loulé e Lagos. As acções vão decorrer na Praia da Rocha, junto à Área Desportiva (12 e 13 de Julho), Ilha e Centro de Faro (14 e 15 de Julho), Centro e Ilha de Tavira (16 e 17 de Julho), Praça do Mar (Praia de Quarteira – 19 de Julho) e Praia de Porto de Mós (20 e 21 de Julho). Todas as iniciativas decorrem entre as 9 e as 13 horas.

d.r.

 A praia de Faro acolhe a acção no próximo dia 14

Paralelamente às sessões de educação ambiental, os participantes poderão utilizar o Depositrão para encaminhar correctamente os seus REEE de pequenas dimensões. As sessões de educação e sensibilização ambiental são realizadas através de mecânicas lúdicas e pedagógicas, para explicar às crianças, seus professores/monitores e familiares, a importância do tratamento, valorização e reciclagem dos resíduos.


18    |  8 de Julho de 2010

posição

1 

posição

2

posição

3

posição

4

posição

5

posição

6

Posições Isométricas

descubra a Saúde que há em Si

www.corporeus.pt

Realizar as posições isométricas (estáticas), num tempo de 30 segundos • Completar três voltas ao circuito • Por César Martins

lazer livros

agenda cultural Albufeira Pintura/desenho/escultura Exposição de Aníbal Ruivo “Uma Vida de Arte”, de terça a sexta-feira, das 9.30 às 19.15 horas; sábado e segunda-feira, das 13.45 às 19.15 horas, na Biblioteca Municipal. Entre 8 e 28 de Julho.

Faro Música Fausto Corneo & Rui Martins, sábado às 22 horas, no Pátio de Letras.

Teatro “Que Vergonha Rapazes”, sexta-feira, dia 9, às 21.30 horas, no Teatro das Figuras.

Lagoa Dança Cinderela Musical em Patins, sexta-feira, dia 9 (21.30 horas), e sábado (14 e 21.30 horas), no Centro de Congressos do Arade.

Lagos

Loulé

Música

Pintura/escultura

agenda cinema FARO Forum Algar ve SBC 289 887 212 Atraídos pelo Crime (m/16) | Sala 1 | 18h50, 21h40, 00h30 (diariamente) » Marmaduke (m/4) Sala 1 | 14h15, 16h30 (diariamente), 11h00 (Sáb e Dom) >> Ela é Demais para Mim (m/12)Sala 2 | 13h55, 19h25, 22h00, 00h20 (diariamente) >> Saga Twilight Eclipse (m/12) Sala 2 | 16h45 >> Shrek - O Capítulo Final* (m/4) Sala 3 | 14h40, 16h50, 19h05, 21h20, 23h35 (diariamente), 10h20, 12h30 (Sáb e Dom) >> Plano B...ebé (m/12) Sala 4 | 14h20, 16h40, 19h10, 21h30, 23h40 (diariamente), 12h00 (Sáb e Dom) » Saga Twilight Eclipse (m/12) Sala 5 | 15h20, 18h20, 21h00, 23h55 (diariamente), 10h00, 12h40 (Sáb e Dom) » Em Roma (m/12) Sala 6 | 17h30, 19h40, 21h50, 00h00 » Astro

Concerto de música clássica - Quarteto Concordis, sábado às 22.30 horas, na Igreja Matriz da Mexilhoeira Grande.

Exposição de José de Guimarães “Negreiros e Guaranis”, na Galeria de Arte Convento Espírito Santo (de segunda a sexta-feira, das 9 às 17.30 horas, sábados e feriados das 10 às 14 horas), e no Palácio da Fonte da Pipa (das 16 às 23 horas). Até 2 de Outubro.

albufeira AlgarveShopping 289 560 351 Atraídos pelo Crime (m/16) | Sala 1 | 13h00, 15h35, 18h20, 21h10, 23h50 >> Shrek - O Capítulo Final* (m/4) | Sala 2 | 13h10, 15h15, 17h20, 19h25, 21h45 >>

Ela é Demais para Mim (m/12) | Sala 3 | 13h30, 15h50, 18h25, 21h20, 23h45 >> Plano B...ebé (m/12) | Sala 4 | 13h40, 16h10, 18h30, 21h40, 00h20 >> Robin Hood 2 (m/12) | Sala 5 | 21h05, 23h55 » Marmaduke (m/4) | Sala 5 | 13h15, 15h40, 18h00 » Shrek - O Capítulo Final* (m/4) | Sala 6 | 12h50, 14h55, 17h00, 19h05, 21h15, 23h30 » Saga Twilight Eclipse (m/12) | Sala 7 | 13h20, 16h00, 18h40, 21h30, 00h10 » Saga Twilight Eclipse (m/12) Sala 8 | 13h20, 16h00, 18h40, 21h30, 00h10 » Príncipe da Pérsia (m/12) | Sala 9 | 12h45, 15h30, 18h10, 21h00, 23h40 Olhão C. C. Ria Shopping 289 703 332 Shrek - O Capítulo Final* (m/4) | Sala 1 | 13h00, 15h00, 17h00, 19h00, 21h00,

Música “Uma Noite no Palácio de Jasmim”, por Eduardo Ramos, quinta-feira, dia 8, às 22 horas, na Casa Manuel Teixeira Gomes.

Portimão

Tavira

Teatro

Teatro

“Insustentável Leveza”, pela ACTA, sexta-feira, dia 9, às 21.30 horas, TEMPO – Teatro Municipal de Portimão |

La Industrial Teatrera (Espanha) – “Vermelho”, sexta-feira, dia 9 às 22 horas, na Praça da Repúlica

de 8 a 14 de Julho de 2010 Boy (m/4) Sala 6 | 15h15 (diariamente), 10h45, 13h00 (Sáb e Dom) » Golpe de Artistas* (m/12) Sala 7 | 16h55, 19h00, 21h10, 23h25 » A Ilha do Impy (m/6) Sala 7 | 14h30 (diariamente), 11h20 (Sáb e Dom) » Flor do Deserto (m/12) Sala 8 | 21h35, 00h10 >> Príncipe da Pérsia (m/12) | Sala 8 | 14h05, 16h35, 19h05 (diariamente), 10h50 (Sáb e Dom) » Nanny McPhee e o Toque de Magia (m/6) Sala 9 | 13h50, 16h15, 18h40 (diariamente), 10h30 (Sáb e Dom) » Sexo e a Cidade 2 (m/12) | Sala 9 | 21h05, 00h05

Grande Auditório Nuno Mergulhão.

* Estreias 23h00 (diariamente), 10h30 (Sáb e Dom) >> Saga Twilight Eclipse (m/12) | Sala 2 | 13h00, 15h30, 18h30, 21h30 (diariamente), 23h50 (Sex e Sáb) >> Em Roma (m/12) | Sala 3 | 13h05 » Ela é Demais para Mim (m/12) | Sala 3 | 15h25, 18h25, 21h25 (diariamente), 23h45 (Sex e Sáb) Portimão C. C. Continente 282 418 180 Saga Twilight Eclipse (m/12) | Sala 1 | 13h10, 15h50, 18h30, 21h30, 00h00 » Atraídos pelo Crime (m/16) | Sala 2 | 13h00, 15h40, 18h20, 21h10, 23h50 » Príncipe da Pérsia (m/12) | Sala 3 | 13h20, 16h00, 18h40, 21h40, 00h10 » Sexo e a Cidade 2 (m/12) | Sala 4 | 21h00, 23h55 » Marmaduke (m/4) | Sala 4 | 12h50, 14h50, 17h00, 19h05 >>

Ela é Demais para Mim (m/12)| Sala 5 | 13h30, 16h10, 18h50, 21h50, 00h20 » Shrek - O Capítulo Final* (m/4) | Sala 6 | 12h40, 15h05, 17h10, 19h10, 21h20, 23h30 Cinemas de Portimão 282 411 888 Saga Twilight Eclipse (m/12) | Sala 1 | 15h30, 18h00, 21h30 (diariamente), 00h00 (Sex e Sáb) >> Shrek - O Capítulo Final* (m/4) | Sala 2 | 14h00, 15h45, 18h15, 20h00, 21h45 (diariamente), 00h00 (Sex e Sáb) Tavira Cine-Teatro António Pinheiro 281 322 671 Como Desenhar um Círulo Perfeito (m/16), 21h30 (Qui) >> Deu para o Torto (m/16), 21h30 (Dom)

O Limiar da Sombra Escrita em 1915, a presente obra é baseada em acontecimentos e experiências que Conrad vivera 27 anos antes e aos quais regressava obsessivamente na sua escrita. Um primeiro comando de um jovem comandante traz consigo uma série de crises: um mar sereno, a tripulação doente e um primeiro-imediato tresloucado... Autor: Joseph Conrad

Viagem Extraordinária no Continente das Epopeias – Vol. I Thédric Tibert, o intrépido explorador dos mundos imaginários, recebeu um pedido de socorro de Lizlide, a elfa da Floresta de Esmeralda. Dando somente ouvidos à voz do seu coração, Thédric regressa ao reino das Sete Torres, com o objectivo de a salvar. Autor: Arthur Ténor

horóscopo Carneiro (de 21/03 a 20/04) As forças do subconsciente parecem afectar as suas atitudes e emoções de uma maneira mais intensa. Poderá experimentar uma sensação de isolamento.

Balança (de 23/09 a 22/10) Durante os próximos dias, as considerações de ordem emocional estarão decididamente em segundo plano face às suas necessidades do dia-a-dia.

Touro (de 21/04 a 20/05) Nestes dias o ciúme poderá interferir na relação entre si e uma pessoa amiga por achar que esta presta mais atenção a outra pessoa do que a si.

Escorpião (de 23/10 a 21/11) Desejará exprimir as suas emoções e assumir-se tal qual como é. Se for mulher, estará sensível a tudo o que tenha a ver com gravidez e maternidade.

Gémeos (de 21/05 a 20/06) O Trígono da Lua a Mercúrio poderá beneficiar um contacto, um negócio ou um projecto. Este pode ser o momento para conversas cheias de significado.

Sagitário (de 22/11 a 21/12) Aproveite para passar mais tempo com aqueles que ama. Se a Lua estiver em tensão, poderá sentir-se hipersensível no que toca a assuntos familiares.

Caranguejo (de 21/06 a 22/07) Uma relação harmónica entre a Lua e Mercúrio vai trazer-lhe uma maior flexibilidade a nível das ideias e uma grande capacidade de comunicação.

Capricórnio (de 22/12 a 19/01) Não lhe agrada ter que lidar com o lado mais superficial das outras pessoas, já que sente necessidade de comunicar de um modo profundo e intimista.

Leão (de 23/07 a 22/08) Este trânsito traz por vezes alguma inquietação em termos de vivência interior. Olhe-se no espelho e atire fora tudo o que lhe causa tormento.

Aquário (de 20/01 a 18/02) O Trígono da Lua a Mercúrio irá beneficiar contactos, negócios, conversas, projectos, já que a sua capacidade de comunicação está incrementada.

Virgem (de 23/08 a 22/09 ) Um Trígono da Lua a Mercúrio vai trazer-lhe um acréscimo de energia mental, da capacidade de análise e uma maior flexibilidade ao nível das ideias.

Peixes (de 19/02 a 20/03) É provável que a sua atenção esteja mais centrada em si. Contudo, evite atitudes egocêntricas e procure ouvir os pontos de vista das outras pessoas.


CLASSIFICADOS I ANÚNCIOS ACUPUNCTURA FISIOTERAPIA OSTEOPATIA

DESINFESTAÇÕES, LDA. Olhão

Desconto 30% valor consulta em sede de IRS; Protocolos com diversas entidades. Junto às Ruínas de Milreu 8005-443 ESTOI-FARO

Web: http://osteofala.weebly.com · Tlm: 969 260 836

VENDE-SE LOTE DE TERRENO Área de 1.650 m2, com moradia aprovada e licença a pagamento 50.000€ Contacto: 918 617 269

ALUGA-SE TODO O ANO Moradia T2 s/mobília Miramar – Tavira Vista para o mar Contacto: 919 219 279

Reze 9 Ave-Marias com uma vela acessa durante 9 dias, pedindo 3 desejos, 1 de negócios e 2 impossíveis ao 9º dia publique este aviso, cumprirse-á mesmo que não acredite. F.R.

Reze 9 Ave-Marias com uma vela acessa durante 9 dias, pedindo 3 desejos, 1 de negócios e 2 impossíveis ao 9º dia publique este aviso, cumprir-se á mesmo que não acredite. I.T.

LISETE, PERDOA-ME, VOLTA PARA CASA Ainda vamos a tempo de ressuscitar o nosso amor. Ela enfeitiçou-me mas já acordei e só te desejo a ti. RESPOSTA A ESTE JORNAL ATRAVÉS DA REFª 20

Um Jornal feito para si Tlf: 281 320 90o Fax 281 320 909 Tlm: 918 201 748 geral@postaldoalgarve.com

às sextas com o Público

8 de Julho de 2010 |

Tractor - Rega, Lda

19


20

| 8 de Julho de 2010

ANÚNCIOS Farmácias de Serviço QUINTA

SEXTA

SÁBADO

DOMINGO

SEGUNDA

TERÇA

QUARTA

ALBUFEIRA

Santos Pinto

Santos Pinto

Piedade

Piedade

Piedade

Piedade

Piedade

ARMAÇÃO DE PÊRA

Sousa Coelho

Sousa Coelho

Edite

Edite

Edite

Edite

Edite

FARO

Baptista

Helena

Alexandre

Crespo Santos

Palma Baptista

Almeida

Montepio

LAGOA

José Maceta

José Maceta

Sousa Pires

Sousa Pires

Sousa Pires

Sousa Pires

Sousa Pires

LAGOS

Neves

Ribeiro Lopes

Lacobrigense

Silva

Telo

Neves

Ribeiro Lopes

LOULÉ

Chagas

Pinheiro

Pinto

Avenida

Martins

Chagas

Pinheiro

MONCHIQUE

Moderna

Moderna

Moderna

Moderna

Hygia

Hygia

Hygia

OLHÃO

Nobre Sousa

Brito

Rocha

Pacheco

Progresso

Olhanense

Nobre Sousa

PORTIMÃO

Carvalho

Rosa Nunes

Amparo

Arade

Guilherme Dias

Central

Pedra Mourinha

QUARTEIRA

Algarve

Algarve

Maria Paula

Maria Paula

Maria Paula

Maria Paula

Maria Paula

SÃO BART. DE MESSINES

Seq. Correia

Seq. Correia

Seq. Correia

Seq. Correia

Algarve

Algarve

Algarve

SÃO BRÁS DE ALPORTEL

Dias Neves

S. Brás

Dias Neves

Dias Neves

Dias Neves

S. Brás

Dias Neves

SILVES

João de Deus

João de Deus

João de Deus

Cruz Portugal

Cruz Portugal

Cruz Portugal

Cruz Portugal

TAVIRA

Montepio

Maria Aboim

Central

Central

Felix Franco

Sousa

Montepio

VILA REAL de STº ANTÓNIO

Carrilho

Carilho

Carmo

Carmo

Carmo

Carmo

Carmo

Acordos com:

Medis, Multicare, C.G.D.

Os bons negócios começam aqui

Tlf: 281 320 90o | Tlm: 918 201 748 Fax: 281 320 909 geral@postaldoalgarve.com


ANĂšNCIOS I NECROLOGIA

8 de Julho de 2010 |

21

profissional gråfica comunicação & imagem

CĂ‚MARA MUNICIPAL DE TAVIRA

EDITAL NÂş 56/2010 (BOIFJEFOUJEBEF

UGHFSBMQSPǸTTJPOBMHSBǸDB!HNBJMDPN

A Profissional Gråfica cria soluçþes e projectos integrados de comunicação. Para questþes complexas, soluçþes pråticas chave-na-mão Uma imagem à sua medida Peça o seu orçamento gråtis e tenha identidade!

ĚŞ*EFOUJEBEFDPSQPSBUJWB ĚŞ*NBHFN

TORNA PĂšBLICO, que em reuniĂŁo de Câmara Municipal, realizada no dia 07 de Julho de 2010, foram tomadas as seguintes deliberaçþes: 1. Aprovada por maioria a proposta da Câmara Municipal nĂşmero 97/2010/CM, referente Ă  8ÂŞ. Alteração Ă s Grandes Opçþes do Plano e 12ÂŞ. Alteração ao Orçamento; 2. Aprovado por maioria o ponto nĂşmero um e por unanimidade o ponto nĂşmero dois da proposta da Câmara Municipal nĂşmero 98/2010/CM, referente Ă  atribuição de subsĂ­dios a vĂĄrias entidades; 3. Aprovada por unanimidade a proposta da Câmara Municipal nĂşmero 99/2010/CM, referente ao Centro Social Paroquial de Santa Maria - Pedido de Autorização para a Constituição de Hipoteca; 4. Aprovada por unanimidade a proposta da Câmara Municipal nĂşmero 100/2010/CM, referente ĂĄ Atribuição de Bolsas de Estudo; 5. Aprovada por unanimidade a proposta da Câmara Municipal nĂşmero 101/2010/CM, referente Ă  E26/06/CP - Empreitada de Concepção/Execução do Bairro Jara - Bloco “Bâ€? - Recepção ProvisĂłria Parcial; 6. Aprovada por unanimidade a proposta da Câmara Municipal nĂşmero 102/2010/CM, referente Ă  Empreitada de Concepção/Execução da Ampliação do CemitĂŠrio da Conceição de Tavira; Para constar e produzir efeitos legais se publica o presente Edital e outros de igual teor que vĂŁo ser afixados nos lugares de costume.

̪$PNVOJDBà ½P ̪$POUFÔEPT ̪0VUEPPST.VQJFT

Paços do Concelho, 07 de Julho do ano 2010 O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL, Jorge Manuel Nascimento Botelho

ĚŞ#SPDIVSBT ĚŞ'MZFST ĚŞ4PMVĂ Ă?FTJOPWBEPSBT

(POSTAL do ALGARVE, nÂş 995, de 8 de Julho de 2010)

SANTA MARIA-TAVIRA SANTA MARIA (TAFE) - TAVIRA

ODESA-SARATA - UCRĂ‚NIA SANTIAGO - TAVIRA

SANTIAGO – TAVIRA SANTA MARIA (MATO SANTO ESP�RITO)

MANUEL JOĂƒO

TRIFAN BOISTEAN

FRANCISCO XAVIER GONÇALVES

21-10-1931 / 30-06-2010

01-05-1966 / 26-06-2010

03-12-1926 / 01-07-2010

AGRADECIMENTO

AGRADECIMENTO

AGRADECIMENTO

Os seus familiares vĂŞm por este meio agradecer a todos quantos se dignaram acompanhar o seu ente querido Ă  sua Ăşltima morada ou que, de qualquer forma, lhes manifestaram o seu pesar.

Os seus familiares vĂŞm por este meio agradecer a todos quantos se dignaram acompanhar o seu ente querido Ă  sua Ăşltima morada ou que, de qualquer forma, lhes manifestaram o seu pesar.

Os seus familiares vĂŞm por este meio agradecer a todos quantos se dignaram acompanhar o seu ente querido Ă  sua Ăşltima morada ou que, de qualquer forma, lhes manifestaram o seu pesar.

Um Jornal feito para si Ă s sextas Tlf: 281 320 90o | Fax 281 320 909 | Tlm: 918 201 748 geral@postaldoalgarve.com com o PĂşblico


| 8 de Julho de 2010

>> SOLUÇÃO

>> ASSINALE A FRASE CORRECTA Estava um lindo dia de sol e de repente começou a chover. Estava um lindo dia de sol e derrepente começou a chover. Estava um lindo dia de sol e da repente começou a chover. Estava um lindo dia de sol e dum repente começou a chover.

OPINIÃO A opinião conta

José Vicente Financial Consultant & Trader

Sede: Rua Dr. Silvestre Falcão, n.º 13 C - 8800-412 Tavira - Algarve Tel: 281 320 900 | Fax: 281 320 909 E-mail: geral@postaldoalgarve.com

Tiragem desta edição:

9.753 exemplares

o João deslargarão o cabo do barco. o João deslargaram o cabo do barco. o João largarão o cabo do barco. o João largaram o cabo do barco.

A forma correcta é largaram. Largaram é a terceira pessoa do plural do pretérito perfeito do verbo largar. Largarão corresponde à terceira pessoa do plural do futuro imperfeito do verbo largar. Uma vez que a frase se refere a ontem, esta conjugação não é aplicável. Deslargarão e deslargaram não existem na Língua Portuguesa, mas correspondem a formas muito comuns e erradas de conjugar o verbo largar.

Esta é uma iniciativa das Bibliotecas Paula Nogueira, do Agrupamento de Escolas (AE) Professor Paula Nogueira (Olhão), que conta com a parceria de: AE da Sé (Faro); AE D. Afonso III (Faro); AE Dr. Alberto Iria (Olhão); AE de Estoi (Faro); AE Professora Diamantina Negrão (Albufeira); AE de Castro Marim; Escola EB 2, 3 Poeta Bernardo Passos (São Brás); Escola Secundária João de Deus (Faro); jornal regional Postal do Algarve que, semanalmente, divulga os problemas e as soluções deste jogo. Convidamos todas as bibliotecas, interessadas em aderir ao Jogo da Língua Portuguesa e receber os materiais para o mesmo, a contactar: biblioteca.epnogueira@ gmail.com ou geral@postaldoalgarve.com

Teatro educativo

Droga congelada

A ACTA – Companhia de Teatro do Algarve viu reconhecido a nível nacional o seu trabalho na área da educação através do teatro (Ler pág. 6).

Dois traficantes foram caçados com duas toneladas de haxixe numa arca frigorífica. Não seria melhor terem-se ficado pela venda de peixe? (Ler pág. 12).

Acabaram as quedas ou apenas uma pausa?

FICHA TÉCNICA

Director: Henrique Dias (C.P. 3259). Director Comercial: Basílio Pires Editor: Ricardo Claro (C.P. TP912). Redacção: Ana Calhau (C.P. 6456), Cristina Mendonça (C.P. 3258), Helga Simão, Paula Ferro (C.P. 8424) e Cátia Henriques (C.P. TP1211). Design: Mário Coelho (C.P. TP593) Colaboradores fotográficos: José A. N. Encarnação “MIRA” Colaboradores: Beja Santos (defesa do consumidor), Nelson Pires (CR26). Departamento Comercial, Publicidade e Assinaturas: Anabela Gonçalves, José Francisco. Propriedade do título: Henrique Manuel Dias Freire, inscrito sob o nº 211 612 no Registo das Empresas Jornalísticas. Edição: Postal do Algarve - Publicações e Editores, Lda. Contribuinte nº 502 597 917. Depósito Legal: nº 20779/88. Registo do Título (dgcs): nº 111 613. Impressão: Coraze - Oliveira de Azeméis Distribuição: Banca - Logista, à sexta-feira com o Público/VASP - Sociedade de Transportes e Distribuição, Lda e CTT. Membro: APCT - Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem e Circulação; API - Associação Portuguesa de Imprensa; AIRA - Associação da Imprensa Regionalista Algarvia.

e e e e

da semana passada

O nosso mercado tem sido dos mais castigados, tendo as quedas atingido os 60% após o máximo de 2007. Em 2009 tivemos uma recuperação técnica mas que, logo após a entrada em 2010, tem sido em grande parte anulada. O futuro, técnica e economicamente, não se apresenta risonho, existindo a possibilidade de irmos testar novos mínimos e possivelmente mínimos de 2003 nos cinco mil pontos. Mas neste momento não é

altura de pensar já neste cenário e ir analisando a evolução futura. O que mais me preocupa é o facto de terem estado a aguentar o índice alemão em máximos do ano, o que me leva a recear se a qualquer momento esse mesmo índice começar a ceder, pois poderá arrastar todos os mercados para quedas mais profundas. Tecnicamente só uma subida acima dos oito mil pontos poderá dar algum conforto,

mas a aproximação do período de férias deixa sempre alguma incerteza, ficando o mercado com menos liquidez e consequentemente propício

a pouco movimento. Tem sido um mercado difícil, mas as oportunidades estão a surgir, teremos apenas de procurar o momento certo.

boa e no Porto! Isentam-se de pagar os de Vila Real de Santo António, e não os de Portimão, por terem menos rendimentos? Mas aqueles não são uns privilegiados em relação a estes, podendo comprar em Espanha produtos mais baratos do que em Portugal, nomeadamente combustíveis? Depois, não foi com o “engodo” de não portagens que empresas e particulares se instalaram em determinadas zonas do país e não noutras? Seria curioso, aliás, observar o que aconteceria se todas as pessoas, por impossibilidade

de pagá-las ou por mera opção e em sinal de protesto, passassem, apenas, a circular nas estradas que as não têm. Bem, receia-se que para suportar a manutenção daquelas que as têm, o Estado passasse a cobrar-lhes uma taxa pela sua não utilização ou o próprio ministro das Finanças não tivesse já afirmado, em nome do combate à “crise”, que valerá tudo, até mandar a Constituição às “urtigas”, se necessário! Vá lá, por decência, não brinquem connosco! Digam só que querem que paguemos e mais nada!

Fogo-de-artifício Carta do leitor Luís Ganhão Advogado

O “princípio” subjacente à exigência do pagamento de portagens nas, até aqui, designadas SCUTS, é só um e mais nenhum: o Estado precisa de dinheiro e decidiu ir buscá-lo às ditas, assim como, evocando qualquer outra coisa, poderá, depois, ir querer buscá-lo a um outro lado qualquer! Ponto final, o resto é “fogo-de-artifício”! Está em causa o princípio do “utilizador – pagador”? Se sim, então, quem quiser, por exemplo, passar a frequentar a praia do Garrão e adjacentes, perto de Vale do Lobo, que pague uma taxa, não tendo de

ser os habitantes de Bragança, que nem o Algarve conhecerão, a ter de suportar com os seus impostos os custos da injecção de areia que está a ter lugar naquelas! Se os de Lisboa já pagam portagens e se os do Porto passarem a pagá-las, os do Algarve, também, deverão ser chamados a fazê-lo, em nome da justiça e equidade? Então, os que residem no Algarve, também, devem exigir um metropolitano, seja subterrâneo ou de superfície, financiado pelo erário público, tal como já existem em Lis-

design: POSTAL

As opiniões e cartas de leitor devem ter um máximo de 320 palavras e serem remetidas ao POSTAL por e-mail com nome, morada e telefone do autor. O POSTAL reserva-se o direito de seleccionar trechos que considere importantes e de determinar a sua publicação de acordo com a disponibilidade na secção e com a linha editorial do jornal.

Ontem, o Manuel Ontem, o Manuel Ontem, o Manuel Ontem, o Manuel

SOBE & DESCE

22


PUB

cobre tudo o que é necessário aos auto mais pequenos com condições à medida destes veículos

PUB

PUB


última D.R.

resumo da semana Tiragem desta edição:

D.R.

9.753 exemplares

COZINHA ao vivo com o Chef Chakall é uma das novidades

 Elidérico Viegas, presidente da AHETA, lamenta que os feriados e as pontes não tenham animado a região

Junho não salva hotelaria Turismo interno quebra 15% face a 2009 OS HOTÉIS do Algarve receberam

Tavira acolhe folclore de todo o país pág. 9

Judiciária apanha duas toneladas de haxixe pág. 12

ACTA recebe prémio Gulbenkian pág. 6

Kartódromo Internacional do Algarve recebe prova de estreia pág. 7

Tourada única promete originalidade em Tavira pág. 9

em Junho menos portugueses a fazer mini-férias, em comparação com o mesmo mês de 2009, e as unidades de alojamento mais penalizadas foram as de duas e três estrelas, revelam dados da Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA). Embora Junho seja tradicionalmente um bom mês para o Algarve em termos de turistas nacionais devido aos feriados, o mercado interno não correspondeu às expectativas, disse Elidérico Viegas, presidente da Associação. O líder da AHETA lamentou que os feriados e as pontes não tenham animado a região, que sofreu uma quebra de 2,8% na ocupação hoteleira relativamente a Junho de 2009.

MENOS 15% DE PORTUGUESES No que respeita ao mercado português, que costuma esbater os maus resultados de outros mercados emissores, registou-se uma quebra de 15%, seguida de uma quebra de 10,7% nas dormidas dos turistas britânicos. “Estamos a falar de descidas sobre resultados já de si muito negativos, pois 2009 foi o ano com o pior re-

sultado dos últimos 15”, observou o empresário, desabafando que as perspectivas “não são animadoras”. “Temos desde Novembro de 2009 [mês em que se inicia a contagem do ano turístico] uma descida acumulada de 10% nas taxas de ocupação, o que significa que dificilmente atingiremos os níveis de 2009”, diz. O facto de este ano haver mais reservas antecipadas para a hotelaria algarvia - o que indiciava que a situação “pudesse melhorar em relação a 2009”-, não se tem reflectido nas taxas de ocupação, notou Elidérico Viegas.

MAIORES DESCIDAS A taxa de ocu-

pação média por quarto foi de 66,7% em Junho deste ano, tendo as maiores descidas sido registadas nas zonas de Tavira, com menos 17,7%, Lagos e Sagres, que acusam menos 5,8%, e Albufeira, que desceu 5,4%. Em Junho, os hotéis e aparthotéis de três e duas estrelas foram os mais penalizados, apresentando menos 7,1% e menos 5,9% do que em Junho do ano passado, respetivamente, assim como os aldeamentos e apartamentos turísticos

das mesmas categorias. A descida foi justificada por Elidérico Viegas com o facto de as unidades de alojamento de categoria superior praticarem preços mais baixos do que o habitual, concorrendo directamente com as inferiores. “A quebra na procura implica sempre uma baixa de preços e isso é mais evidente na hotelaria porque é um serviço e não um produto que possa ser armazenado”, diz aquele responsável. Por essa razão, os hotéis e aldeamentos acabam por preferir alugar os quartos ou apartamentos no momento a preços mais baixos do que simplesmente não alugar, refere Elidérico Viegas. As principais subidas nas taxas de ocupação registaram-se em Carvoeiro e Armação de Pêra, com mais 6,6%, em Monte Gordo e Vila Real de Santo António sobem dois pontos percentuais e em Vilamoura, Quarteira e Quinta do Lago sobe um por cento. A zona de Monte Gordo e Vila Real de Santo António registou a taxa de ocupação mais elevada, uns impressionantes 84,8%, enquanto a de Tavira registou a mais baixa, com 50%. MAD

FUZILEIROS GUARDAM PRAIAS

Região reforça vigilância nos areais CERCA DE UMA CENTENA de milita-

res iniciaram a vigilância das praias sem assistência no Algarve, numa altura em que os turistas começam a chegar em maior número à região, onde foi também reforçada a presença policial. As praias vigiadas do Algarve estão já a ser alvo do olhar atento de 500 nadadores-salvadores espalhados pelas 250 concessões, mas a Autoridade Marítima garante que as praias não vigiadas também contam com

a vigilância de militares voluntários, sobretudo a partir deste mês. O projecto “Reforço Praias” está no terreno e este ano a Autoridade Marítima vai contar com cerca de uma centena de militares voluntários nas praias não vigiadas da região, disse à Lusa o responsável pelo Comando da Autoridade Marítima do Sul, Marques Ferreira. Segundo o comandante Marques Ferreira, os militares voluntários para o “Reforço Praias”, que são na

maioria fuzileiros, tiveram este ano uma preparação específica para poder fazer salvamentos no mar, uma formação dada pelo Instituto de Socorros a Náufragos (ISN). Os voluntários no projecto “Reforço Praias” vão ser apoiados por três carrinhas “Seamasters”, meios de transporte para facilitar a vigilância ao longo da costa algarvia que não é vigiada por nadadores salvadores. Ao nível policial, o Algarve está também reforçado. CCM/MHC

 O Largo do Tribunal, em Loulé, acolhe, a partir de sexta-feira e até ao próximo dia 18, a 19ª edição da Feira de Artesanato de Loulé. Esta feira é um dos pontos altos do programa de animação de Verão no concelho e que atrai milhares de visitantes nestas noites quentes. Com o objectivo de promover o artesanato local, o certame conta com mais de meia centena de expositores que virão sobretudo da serra algarvia para apresentar os seus produtos marcados pelo tradicionalismo. Paralelamente, o evento oferece ao visitante a oportunidade de apreciar os sabores da cozinha tradicional algarvia nas diversas tasquinhas existentes no local. Este ano, o destaque vai também para a presença do Chef Chakall que protagonizará um momento de cozinha ao vivo, na sexta-feira, dia 16, elaborada em exclusivo com produtos locais mas com o toque original de Chakall.

ALGARVE Classic Cars invade o Algarve  A maior concentração anual de automóveis antigos da Península Ibérica, o Algarve Classic Cars, atinge a maioridade, estando de regresso ao Algarve a partir de sexta-feira, dia 9, e até domingo. O evento reúne 150 automóveis antigos num programa que contempla Percurso Desportivo e Percurso Turístico. O glamour dos veículos antigos volta assim às estradas algarvias, colorindo o percurso por onde os participantes passam. A décima oitava edição vai percorrer várias centenas de quilómetros nos concelhos de Loulé, Albufeira, Portimão, Lagoa, Silves, e São Brás de Alportel e conta com a presença de participantes oriundos de vários países da Europa. A 18ª edição do Algarve Classic Cars inicia-se com o Circuito de Vilamoura pelas 19 horas de sexta-feira e termina no domingo com a atribuição dos trofeus aos vencedores.

XVI Festival de Jazz da Casa da Cultura de Loulé  O ritmo do jazz vai marcar o mês de Julho, no âmbito do XVI Festival Internacional de Jazz, promovido pela Casa da Cultura de Loulé. O ciclo começa às 22 horas do sábado do próximo dia 17, na Cerca do Convento Espírito Santo, com o agrupamento Talking Cows, um quarteto holandês formado por Frans Vermeerssen (saxofone tenor), Robert Jan Vermeulen (piano), Dion Nijland (contrabaixo) e Christian Thome (bateria). À mesma hora do sábado seguinte chega a banda Bojan Z Tetraband, formada Bojan Zulfikarpasic (piano; Fender Rhodes), Josh Roseman (trombone), Ruth Goller (guitarra baixo) e Sebastian Rochford (bateria).


Postal 995