Page 1

Especial

Real Marin

Um cinc a Hotel & Spa o estrelas de

excelênc Algifa, ia pågs. 4 e 5 muit Phytomer o mais do que decoração , líder mun Costa & pågs. dial da Cruz, a cosmetolo 2 e 3 marca gia azul do têxti pågs. l påg. 8

Real Marina Hotel & Spa

6e7

faz parte

integrante

da edição

n.Âş 999 do

Postal do

Algarve,

de 19 de

Agosto de

2010, e nĂŁo

pode ser

vendido

Golden Partners

Nesta edição mais oito påginas

Este suplemento

separadament

e

PUB

profissional gråfica ̪ Imagem ̪$PNVOJDBà ½P ̪$POUFÔEPT ̪0VUEPPST.VQJFT ̪#SPDIVSBT ̪*EFOUJEBEFDPSQPSBUJWB ̪'MZFST t. 281 320 902 >> f. 281 320 909 HFSBMQSPǸTTJPOBMHSBǸDB!HNBJMDPN

Director Henrique Dias Freire • Ano XXIII • Edição 999 • Semanårio à quinta-feira • 19 de Agosto de 2010 • Preço 1 ₏

FARO 6 PORTIMĂƒO 7 VILA REAL, CASTRO MARIM, ALCOUTIM 8 TAVIRA 9 OLHĂƒO 10 SĂƒO BRĂ S, LOULÉ 12 ALBUFEIRA 14 LAGOA, SILVES, MONCHIQUE 15 LAGOS, VILA DO BISPO, ALJEZUR 16 REGIĂƒO 17 LAZER 19 CLASSIFICADOS 20 OPINIĂƒO 22

David Blanco traz vitĂłria para Tavira

D.R.

Ă€S SEXTAS EM CONJUNTO COM O PĂšBLICO POR â‚Ź1,50

Passos Coelho aponta baterias à governação de Sócrates > Passos Coelho diz a Sócrates para devolver a palavra aos portugueses atÊ 9 de Setembro > Liderança social-democrata regressa à Festa do Pontal depois de muitas ausências > PSD não aceita aumentos de impostos, mesmo que encapotados p. 17 FATACIL

FARO

Maior feira do Algarve arranca em Lagoa

Ilhas de Faro e Culatra contra demoliçþes

> A FATACIL ĂŠ uma das maiores feiras a nĂ­vel nacional e promete voltar a levar milhares a Lagoa. Este ano o certame comemora o Dia do EmpresĂĄrio p. 15

> As populaçþes das ilhas barreira da Ria Formosa não têm pazes com a Sociedade Polis. Muita ågua promete correr ainda durante o processo que conduz às demoliçþes p. 6

FAGAR

POSTAL volta dia 9 de Setembro > O POSTAL vai de fĂŠrias e

Volta a Portugal: Com a vitória de regresso a Tavira, o POSTAL falou com os principais intervenientes no sucesso do Clube de Ciclismo de Tavira. Milhares de pessoas garantiram aos atletas e equipa uma recepção de luxo. E vão três... vitórias > 3 a 5

volta dia 9 de Setembro com a edição 1.000 do seu jornal regional de referência. Regressamos para mais desafios, sempre à procura da melhor infomação e dos temas mais importantes da actualidade

Obras em Faro para poupar na conta da ĂĄgua > MacĂĄrio tem de poupar para governar. Desta feita, o alvo sĂŁo as ĂĄguas pluviais, separĂĄ-las dos esgotos ĂŠ o objectivo p. 6 PUB

SUPER DEPĂ“SITO CRESCENTE E SDC+ Veja anĂşncio na pĂĄg. 13


PUB

Mobiliário e Decoração

QUARTO RÚSTICO

429

Cama de Casal mod. Rústico e duas mesas de cabeceira 100% madeira maciça

Loja 1 E.N. 125 (junto à Conceição de Tavira) · 8800-054 Tavira · tel ⁄ fax 281 370 084 · aberta todos os dias • Loja 2 E.N. 125 Vale Caranguejo (Próximo da Eurotel) · 8800-000 Tavira · tel 281 381 803/4 · fax 281 381 805 PUB


19 de Agosto de 2010 |

DESTAQUE Textos e fotos: Ricardo Claro/Lusa | ricardoc.postal@gmail.com

As paisagens do barrocal e da serra, pejadas de mil flores, cores e cheiros, são o enquadramento ideal para um passeio depois da praia. É esta mesmo a proposta que a Feira da Serra de São Brás de Alportel faz para o fim-de-semana de 30 de Julho a 1 de Agosto e só tem de se fazer ao caminho para viver momentos únicos, com a promessa de que a Feira da Serra tem tudo para lhe oferecer, da gastronomia ao divertimento, dos espectáculos à tradição. O mel é o convidado especial da edição deste ano daquela que é a Feira da Serra mais conceituada do Algarve, trabalho laborioso das abelhas por todo o barrocal e serra, o néctar dos deuses é parte relevante da economia do interior algarvio e concede às gentes da região a honra de produzirem um dos melhores méis do país. O desafio está lançado, venha conhecer os segredos da serra algarvia, viver um pulsar único, perca-se por entre ervas aromáticas e artesanato, deleite-se em mil sabores e descubra um Algarve São de Alportel. Tavira não se conteve. Aplaudiu, deu vivas e David Blanco venceu paraúnico. o ClubeDescubra de Ciclismo de Brás à cidade do Gilão que se encheu de um mar de

feira da serra

São Brás de Alportel 2010

fez-se maior perante mais uma vitória dos seus. Tavira, pela terceira vez o galego trouxe alegria gente

3


    |  19 de Agosto de 2010

volta a portugal

Tavira cheia para receber David Blanco

   vox pop

Qual a sensação depois da vitória?

Milhares de pessoas esperaram a chegada dos ases do pedal

d.r.

Josué Diogo

Milhares de pessoas não

 É grandioso, depois de tantos anos sem ganhar a Volta, vencermos três vezes é excepcional. A pessoa que mais deu ao Clube de Ciclismo de Tavira, que foi Brito da Mana, nunca conseguiu ver o clube vencer, o que é triste, mas para todos os tavirenses é uma alegria enorme.

arredaram pé da Praça da República em Tavira no passado domingo e esperaram até cerca das 23 horas que chegassem os homens mais esperados da cidade, a equipa do Palmeiras Resort -Tavira. Os homens do Clube de Ciclismo de Tavira (CCT) chegaram à frente dos Paços do Concelho e foram recebidos em apoteose, num palco preparado para o efeito pela Câmara, com o vencedor da Volta a Portugal a encabeçar a equipa.

Campeões no palco Depois de

uma chamada geral ao palco foi a vez de se ouvirem as vozes dos homens da noite, com o presidente da Câmara, Jorge Botelho, a dar o mote com um “obrigado” à população por “receber assim os campeões”. Quatro vitórias na prova rainha do ciclismo nacional são as que soma David Blanco, depois de ganhar a Volta deste ano, três das quais ao serviço da equipa de Tavira. O que fez de Jorge Corvo, presidente do CCT, um homem feliz: “conseguimos o nosso objectivo, vencer a Volta”, disse no palco frente à multidão. David Blanco igualou este ano o número de triunfos obtidos na Volta por Marco Chagas, nome maior do ciclismo nacional e junta-se assim ao clube daqueles que venceram por quatro vezes a prova. O director desportivo da equipa, obreiro das vitórias dos últimos anos, Vidal Fitas, foi o alvo maior do champanhe que jorrou no final da festa já com o troféu no palco, mas antes teve tempo para agradecer a todos “o apoio que demonstram para com a equi-

 A enchente em Tavira

Nuno Sousa

 David Blanco e a taça da vitória pa”, acrescentando que “é para isso que trabalhamos”. O vencedor da Volta 2010 teve o microfone por pouco tempo. “Sou melhor com os pedais do que como speaker”, disse David Blanco antes de lembrar que “sem estes que estão aqui – a equipa – a Volta não vinha para Tavira”. Entre os colegas estava Cândido Barbosa, que venceu a última etapa, entre Sintra e Lisboa, depois da desclassificação de Julien Simon, tendo terminado a Volta em 34º lugar depois de ter assumido o

apoio a Blanco desde a prova na Senhora da Graça. Uma etapa para a qual David Blanco arrancou com pouco mais de meio minuto de vantagem sobre o segundo da geral e que o ciclista descreveu ao POSTAL como tendo um único problema, a possibilidade de acontecer um furo ou cair. “Tentei defender-me do piso que estava em péssimo estado, Lisboa precisava de umas obras neste aspecto para poder receber uma prova como a Volta, houve quedas, houve furos e tive muito medo”, afirmou.

 A Taça da Volta

 É uma vitória de grande importância para a cidade e toda a equipa do Clube de Ciclismo de Tavira merece que os estejamos a apoiar. Trata-se de um momento de grande animação para a cidade, o que é importante e gosto de ver. Gostava de para o ano poder voltar a viver esta sensação, mais uma vitória.

Keti Dimitrova  Estou muito feliz com a vitória do David Blanco. Apesar de ser búlgara, vivo em Tavira há já 20 anos e sinto muito de perto o ciclismo. Esta terceira vitória tem uma grande importância, como todas, aliás. Não tenho palavras para descrever o que sinto, é uma verdadeira emoção.  O champanhe correu no fim da noite


19 de Agosto de 2010  |   

volta a portugal Vidal Fitas criou uma equipa “muito forte e capaz”

Cândido Barbosa é a grande incógnita

Historial de vencedores da Volta

Vidal Fitas não foi descansa-

do para a última etapa da Volta. “Podia haver um azar e isso seria grave”, disse o director da equipa do CCT ao POSTAL na festa que juntou os apoiantes em Tavira depois da recepção no centro da cidade. A vitória, essa Fitas vê como o coroar de muito trabalho que criou, “um bloco que vem amadurecendo ao longo destes últimos anos, que chega à prova rainha como favorito, que se assume e que ganha”. Nesta vitória provamos que somos uma equipa bastante evoluída a todos os níveis. Esta é a principal diferença face às restantes vitórias, a primeira foi uma surpresa, a segunda não foi pelo factor surpresa porque já se sabia que havia a capacidade e nesta sim, a comprovação de que há a capacidade e que há uma estrutura muito forte e capaz de analisar friamente as circunstâncias e de lidar com a

2010 - David Blanco, Esp (Palmeiras Resort-Prio) 2009 - David Blanco, Esp (*) (Palmeiras Resort-Prio) 2008 - David Blanco, Esp (Palmeiras Resort-Tavira) 2007 - Xavier Tondo, Esp (LA-MSS) 2006 - David Blanco, Esp (Comunitat Valenciana, )

 Os atletas do ciclismo de Tavira do ciclista em cima da bicicleta ser a grande incógnita do momento, em particular depois do convite da Liberty para dirigir uma equipa de ciclismo. “O Cândido é um ciclista que em Portugal é o máximo a que se pode aspirar, eu não

 Cândido Barbosa tem um palmarés invejável pressão”, afirmou.

Cândido com muito para dar David Blanco disse ao POSTAL que “Cândido Barbosa tem ainda muito para dar ao ciclismo”, apesar de a permanência

tenho nem de perto nem de longe o palmarés dele. O problema está quando se começa a pedir-lhe mais do que ele pode dar. Parece que as pessoas estão à espera que falhe para lhe darem na cabeça, mas

o Cândido é muito mais… já ganhou tudo o que havia para ganhar”, afirmou David. Quem também acredita nas capacidades de Barbosa para pedalar ainda mais é Vidal Fitas, mas para o director da equipa, “cabe-lhe a ele decidir, faz muita falta à modalidade pelo que traz e pelo que acrescenta e que ainda é competitivo”. Quem também ainda não sabe o que lhe guarda o destino é o próprio Cândido Barbosa. Ao POSTAL fez um balanço positivo da prova: “a equipa provou que a união do grupo faz a força. Isso notouse na estrada, notou-se que a equipa com a sua união conseguiu ultrapassar algumas dificuldades, o que não se nota noutros plantéis”. “Não tenho uma resposta quanto a saber se vou continuar a correr porque ainda não decidi”, confessou o homem a quem pouco mais falta do que conseguir ganhar a Volta mas que afirma “não ter ainda ganho não me preocupa nem me deixa frustrado. Fiz sempre o meu melhor e dei à modalidade tudo o que podia. Cheguei a uma altura em que não tenho nada para provar a ninguém porque o meu palmarés fala por mim”.

2005 - Vladimir Efimkin, Rus (Barloworld) 2004 - David Bernabéu, Esp (Milaneza-Maia) 2003 - Nuno Ribeiro, Por (LA-Pecol) 2002 - Claus Moller, Din (Milaneza-MSS) 2001 - Fabian Jeker, Sui (Milaneza-MSS) 2000 - Vítor Gamito, Por (Porta da Ravessa) (*) – Os resultados em 2009 estão por homologar.

Ranking de vitórias:

1. Marco Chagas, 4 (1982, 83, 85, 86) 2. David Blanco, 4 (2005, 08, 09, 10) 3. Alves Barbosa, 3 (1951, 56, 58)

4. Joaquim Agostinho, 3 (1970, 71, 72) 5. Alfredo Trindade, 2 (1932, 33)

 Jorge Botelho cumprimenta David Blanco

 Vidal Fitas

 Os rostos da alegria


    |  19 de Agosto de 2010

Hassan e Hugo Gomes reclamam dívidas

Farense impedido de inscrever jogadores O Sporting Clube farense está impedido de inscrever novos jogadores na sequência de uma acção cível movida pelos antigos jogadores Hassan Nader e Hugo Go-

mes, que reclamaram, respectivamente, 100 mil e 26 mil euros, por quantias devidas pela Farense SAD. Para já, a decisão comunicada ao clube pela

Federação Portuguesa de Futebol impede a inscrição do jogador Gallardo, que iria reforçar a defesa do clube. Em comunicado de ter-

ça-feira da passada semana, a Direcção do Farense lamentou“ a oportunidade e os motivos desta atitude, movida por “perfeitos conhecedores” da realidade

financeira do clube”, referindo que o Departamento Jurídico do Clube iria avançar com a impugnação da acção. Os dirigentes asseguram,

faro

contudo, que “o Farense continuará o seu rumo, e estará presente na primeira jornada, no nosso estádio, dia 12 de Setembro, para defrontar o Louletano”.

Jerónimo de Sousa ataca Passos Coelho pág. 8

d.r.

Ilhas contra a Sociedade Polis Praia de Faro e Culatra d.r.

A Associação dos Utentes da Ilha de Faro (AUIF) acu-

 Macário Correia não olha a esforços para poupar Reformulação da rede de esgotos e pluviais

Fagar lança obras para poupar A empresa municipal de

gestão de águas e resíduos de Faro, Fagar, está a efectuar obras na rede de saneamento básico da baixa de Faro, de forma a garantir a separação dos esgotos das águas pluviais. A empresa explica que esta foi a solução encontrada para evitar pagar à Aguas do Algarve o tratamento de águas pluviais ao mesmo preço do tratamento de esgotos. Segundo aquela empresa, em 2007, por protocolo, a Fagar E.M. transferiu para a Águas do Algarve, S.A., entre outras infra-estruturas, as ETARs, para aderir ao Sistema Multimunicipal de Saneamento do Algarve. A transferência implicou que, a partir de Janeiro de 2010, o efluente “entregue” nas ETARs da cidade fosse contabilizado e pago por metro cúbico.

Obras urgentes Contudo, o Conselho de Administração da empresa municipal refere que “em virtude de a rede de saneamento da baixa da cida-

de ser unitária (águas residuais e águas pluviais)” era “urgente começar a realizar obras que conduzissem à separação das águas residuais domésticas, das águas pluviais. Esta urgência prende-se com o facto de a água da chuva e de drenagem periférica de caves estar a ser contabilizada como água residual doméstica e assim paga à Águas do Algarve”. Aquela empresa justifica a realização de obras durante o Verão, uma vez que, “como é sabido, na baixa da cidade o nível freático é elevado”, pelo que “era de todo conveniente que as obras se realizassem na época do ano em que a probabilidade de ocorrência de chuvas fosse menor, para garantir que as tubagens estivessem secas. Desta forma, estão a ser separados troços na Avenida da República e Rua Comandante Francisco Manuel, “de modo a que milhares de metros cúbicos de água drenada de caves e da chuva não sejam contabilizados e pagos, sendo encaminhada como esgoto pluvial”.

sou, na segunda-feira da passada semana, a Sociedade Polis Ria Formosa de agir de forma “amadora” e com base em “técnicas policiais” no processo de levantamento das construções nas ilhas-barreira. Em comunicado, a AUIF diz que o “modus operandi” dos técnicos ao serviço do programa Polis parece ser baseado num “almanaque de técnicas policiais” e que o processo tem sido executado por “amadores”. A associação afirma ainda que o processo de levantamento das habitações decorreu “em total contradição” com a postura que a Polis defendeu nas reuniões com moradores e que os critérios usados são “difíceis de entender”. No sábado anterior, também a Associação de Moradores da Ilha da Culatra acusava a sociedade Polis de querer excluir cerca de um terço das casas existentes na ilha da classificação de primeira habitação, colocando em risco dezenas de moradores. A Sociedade Polis iniciou em Janeiro o levantamento das construções existentes nas ilhas, requerendo na altura aos moradores a entrega de documentação que atestasse que aquela era a sua primeira ou única residência, processo fechado no início do Verão.

Polis diz que só 84 casas são primeira habitação Nos

núcleos Poente e Nascente da Praia de Faro foram identifica-

 Polis acusada de acção “policial” e “amadora” das 249 construções (das quais 214 são habitações e 35 casas de arrumos), disse à Lusa fonte da Polis, adiantando que, destas, apenas 84 cumprem os requisitos de única habitação. “Já foram notificadas na Praia de Faro 165 famílias cujas casas não cumprem os critérios de única habitação”, revelou a mesma fonte, sublinhando que para terem direito a realojamento, os proprietários têm que provar que aquela é a sua única habitação. Naquela praia, todas as 214 casas existentes nos núcleos Poente e Nascente (área de Domínio Público Marítimo) serão demolidas, contudo, as

famílias têm que provar que aquela é a sua única habitação, de forma a poderem ser realojadas. O Parque de Campismo da Praia de Faro e bairros sociais situados em Quarteira e na cidade de Faro são alguns dos locais onde estas famílias poderão vir a ser realojadas, embora ainda se desconheça a decisão oficial. O Ministério do Ambiente não exclui eventuais demolições na zona desafectada da praia de Faro, sobretudo se as casas estiverem na frente de mar e apresentarem um elevado grau de risco, situações que poderão vir a ser indem-

nizadas se as casas estiverem legais. No caso da Ilha da Culatra, núcleo que será mantido, ao contrário do que se passa na praia de Faro, as famílias podem possuir mais do que uma habitação, embora tenham que provar que aquela é a sua primeira residência para não serem excluídas. Na Culatra, das 377 casas identificadas pela Sociedade Polis apenas cerca de metade (184) foram consideradas como sendo de primeira habitação, tendo um total de 161 famílias sido notificadas de que a sua casa não cumpria os requisitos. MAD


19 de Agosto de 2010  |   

Terra Estreita promete praia diferente pág. 9

portimão pub

Portimonense não joga em casa até Outubro Fissuras e caimentos obrigam à demolição da bancada nascente d.r.

 Portimonense vai jogar no Estádio Algarve Ricardo Claro/Lusa ricardoc.postal@gmail.com

O Portimonense vai mesmo

ter de jogar no Estádio Algarve até final de Outubro, uma situação que para o presidente do clube é “má em termos desportivos”, mas Fernado Rocha está convencido de que “os sócios não vão deixar de acompanhar em força a equipa no Estádio Algarve”. A situação é imposta pelas fissuras e caimentos detectados que obrigam à demolição da bancada nascente do Estádio Municipal de Portimão.

O problema Embora a segurança da bancada tenha merecido parecer positivo da Liga de Clubes em vistorias anteriores, a eliminação de duas filas para alargar o terreno de jogo puseram a nu as fragilidades da estrutura. A proposta de demolição é feita pela empresa municipal Portimão Urbis, responsável pela gestão do equipamento, e surge após uma vistoria técnica da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, a 29 de Julho, ter detectado “pontos críticos” que podiam “levar a um deslizamento ou a um abatimento” da bancada, lê-se no relatório dos peritos a que a Lusa teve acesso.

Um técnico da obra relatou à Lusa que “mal foram retiradas as duas primeiras filas da bancada, apareceram fissuras e caimentos”. A empreitada original, resultante das condições impostas pela Liga de Clubes, previa a ampliação do relvado, a montagem de uma nova pala metálica na bancada central, a renovação dos sistemas de controlo de acessos e de videovigilância e a remodelação do mobiliário.

Mais 800 mil euros De acordo

com o planeamento da Portimão Urbis, a solução permitia que o Portimonense jogasse em casa no início de Setembro, mediante um investimento de 1,2 milhões de euros. Com a demolição da bancada e a construção de uma nova, em betão pré-fabricado e reaproveitável, os custos disparam para os dois milhões de euros, razão pela qual a empresa pede ao executivo um reforço de verba no valor de 800 mil euros. Pedro Poucochinho, da autarquia portimonense, confirmou ao POSTAL o avanço da demolição, sendo que o procedimento para o efeito deverá estar pronto em dez dias. A autarquia adiantou ainda que esta situação não porá em causa o normal andamento das obras já em curso.


    |  19 de Agosto de 2010

vila real castro marim alcoutim

Loulé disponibiliza plantas de localização grátis pág. 12

Jerónimo de Sousa ataca Passos Coelho PCP responde ao Pontal em Monte Gordo Ricardo Claro/Lusa ricardoc.postal@gmail.com

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, esteve no Algarve no habitual almoço de Verão realizado pelo PCP no Parque de Merendas de Monte Gordo, reunindo em seu torno as hostes comunistas do Algarve e muitos militantes de férias na região. Centenas de pessoas estiveram presentes para ouvir o discurso do líder do PCP no passado domingo, mas as atenções estiveram viradas para a reacção de Jerónimo Martins às declarações feitas por Pedro

Passos Coelho durante a Festa do Pontal, realizada na noite do sábado anterior. A data avançada por Passos Coelho para que o Governo devolvesse a palavra aos portugueses, 9 de Setembro, é para o líder comunista “um tiro de pólvora seca”, posição próxima da avançada por Marcelo Rebelo de Sousa (PSD) na TVI, também no domingo.

PSD não quer eleições Para Jerónimo o PSD não quer eleições antecipadas. “Se o PSD estivesse de facto verdadeiramente interessado numa crise institucional e em eleições não tinha

votado ou viabilizado o orçamento do Estado e poderia terse abstido em relação ao Plano de Estabilidade e Crescimento (PEC) e às suas medidas adicionais”, afirmou. Segundo o líder comunista, o PSD procura, “com sentido de voz grossa fazer um convite ao Partido Socialista para aprofundar a política de direita em termos orçamentais”. Realçando que “o PSD está interessado em que o PS vá limpando o terreno e faça no Governo aquilo que é mais doloroso para os trabalhadores e o povo, abrindo caminho à alternância e não a uma verdadeira alternativa”.

luís forra

Jerónimo de Sousa criticou ainda o líder do PSD por, no discurso do Pontal, ter acusado o Governo socialista de ser “responsável pelo maior descalabro de que há memória na Justiça em Portugal”, por considerar que os social-democratas têm tanta responsabilidade como o PS. “Quem foi que fez um Pacto de Justiça? Foram o PSD e o PS, que, juntos, conseguiram aprovar oito das dez medidas que esse pacto continha. São co-responsáveis na situação em que a Justiça se encontra e agora aparecem como fénix rejuvenescida a dizer que o PS está a fazer uma má política”, disse o dirigente comunista.

 Jerónimo reuniu PCP em Monte Gordo

Cacela Velha d.r.

 A recuperação devolve a Cacela um dos seus ex-libris

Igreja Matriz reabre com espectáculo multimédia A reabilitada Igreja Matriz de Cacela Velha, na freguesia de Vila Nova de Cacela, concelho de Vila Real de Santo António, reabriu portas na passada sexta-feira, dia 13, com um espectáculo de

Alcoutim na escrita

Cenouras invadem Praia Verde

Arte vezes cinco em Vila Real

 “Lendas, Contos e Poesia” é o novo livro de António Mestre, que imortaliza muitas das memórias de Alcoutim. O autor é natural do monte de Corte da Seda e regressado à terra natal decidiu resguardar na escrita a identidade alcoutejana ameaçada com o desaparecimento das pessoas mais antigas. O lançamento decorreu na festa tradicional de Corte Tabelião e o escritor agradeceu o apoio para a edição do livro, em especial à Câmara local.

 A Praia Verde, no Algarve, recebe quinta-feira, dia 19, a acção inédita de uma empresa do Algarve do ramo hortícola. Distribuir cenouras por aqueles que se dirijam à praia entre as 12 e as 18 horas é a proposta e os banhistas recebem uma embalagem de cenouras baby, assim como um vale de desconto da marca. A acção realiza-se junto à passadeira da praia, onde estará montado um túnel que promete refrescar com vapor de água quem por ele passar.

É debaixo do título “Cinco Diferente de Cinco” que funciona um grupo de pintores que expõem as suas obras no Arquivo Municipal de Vila Real de Santo António até à próxima sexta-feira. Ana Fialho, Catherine Henke, Emanuel Almeida, Manuel Casa Branca e Telmo Alcobia mostram cinco propostas diversas, quer pela expressão, quer pelas propostas temáticas, demonstrando a capacidade de juntar no mesmo espaço cinco universos criativos.

pinturas de luz que iluminou a noite, a partir das 21.30 horas. Para a reabertura da igreja consagrada a Nossa Senhora da Assunção marcaram presença os artistas plásticos Carole Pur-

nelle e Nuno Maya. A fachada da Igreja vestiu-se com imagens, padrões e grafismos iconográficos do património histórico e artístico de Cacela e do Algarve, juntando

multimédia e novas tecnologias, num momento que pretendeu celebrar, através da requalificação patrimonial da igreja, o melhor da herança cultural do concelho.

d.r.

Bispo do Algarve reabre capela de São Domingos  A Capela de São Domingos, na aldeia de Giões, concelho de Alcoutim, reabriu portas numa cerimónia conduzida pelo bispo diocesano do Algarve, Manuel Neto Quintas, que se congratulou pela dedicação da população à recuperação da ermida do concelho de Alcoutim. O presidente da autarquia, Francisco Amaral, agradeceu ao bispo diocesano a sua presença num momento tão importante para a população local e sublinhou o esforço de todos na recuperação.

 População elogiada pelo esforço na obra


19 de Agosto de 2010 |

TAVIRA

Festival do Marisco mantém sucesso pág. 10

DELEGAÇÃO SUL-COREANA

Movimento “Cidades Lentas” visita Tavira NO ÂMBITO do Cittaslow (mo-

vimento de cidades lentas), Tavira recebeu, na passada quinta-feira, uma comitiva representativa das sete cidades da Coreia do Sul que integram este movimento. A vinda desta delegação prende-se com a necessidade de reforçar a parceria existente, os conhecimentos e a troca de experiências, assim como dar a conhecer o modo de vida dos tavirenses. Tavira aderiu, em 2008, juntamente com os municí-

pios algarvios de São Brás de Alportel, Silves e Lagos a este movimento internacional, sendo um dos fundadores da Associação Cittaslow Portugal. As Cittaslow são cidades de pequena/média dimensão, com menos de 50 mil habitantes, que partilham a preservação da tradição, tranquilidade e qualidade gastronómica. A Associação foi criada em 15 de Outubro de 1999, tendo como seu fundador Paolo Saturnini, presidente de Greve,

em Chianti (Itália), em colaboração com Carlo Petrini, pai do movimento “slow food”. Actualmente, encontramse na rede Itália, Alemanha, Austrália, Áustria, Bélgica, Brasil, Canadá, Coreia do Sul, Dinamarca, Estados Unidos da América, Espanha, França, Holanda, Noruega, Nova Zelândia, Polónia, Portugal, Reino Unido, Suécia, Suíça e Turquia, num total de 135 cidades, que partilham vivências no âmbito do conceito “slow”. PUB

NOTARIADO PORTUGUÊS JOAQUIM AUGUSTO LUCAS DA SILVA NOTÁRIO EM TAVIRA Nos termos do Artº. 100, nº. 1, do Código do Notariado, na redacção que lhe foi dada pelo Dec-Lei nº. 207/95, de 14 de Agosto, faço saber que no dia três de Agosto de dois mil e dez, de folhas vinte e oito a folhas trinta verso, do livro de notas para escrituras diversas número cento e quarenta e cinco – A, deste Cartório, foi lavrada uma escritura de justificação, na qual: MANUEL JOSÉ DA PALMA, NIF 106.228.188 e mulher FAUSTINA FERNANDES FONSECA, NIF 130.064.025, ambos naturais da freguesia de Santa Maria, concelho de Tavira, casados sob o regime da comunhão geral de bens, residentes no sítio da Eira da Palma, Santa Maria, Tavira, declararam: Que, com exclusão de outrem, são donos e legítimos possuidores dos seguintes prédios, todos sitos na dita freguesia de Santa Maria e não descritos na Conservatória do Registo Predial de Tavira, a saber: Verba um Prédio urbano, sito em Eira da Palma, composto por várias divisões, destinado a arrecadação e arrumos, com a superfície coberta de cinquenta e oito vírgula quarenta e cinco metros quadrados e a descoberta de duzentos e noventa e três metros quadrados, que confronta do norte com estrada, sul com herdeiros de Maria Custódia, nascente com os justificantes e poente com Tony e Edwina, inscrito na matriz em nome do justificante marido, sob o artigo 7.830, com o valor patrimonial tributário e igual ao atribuído de SEIS MIL NOVECENTOS E SETENTA EUROS. Verba dois Prédio rústico, sito em Corgo da Casinha, composto por terra de pastagem, com a área de dois mil e cem metros quadrados, que confronta do norte com Manuel Machado, do sul com José Francisco Caetano, do nascente com Manuel Martins e do poente com Francisco Baltazar, inscrito na matriz em nome do justificante marido, sob o artigo 34.026, com o valor patrimonial tributário e igual ao atribuído de DOZE EUROS E NOVENTA E OITO CÊNTIMOS. Verba três Prédio rústico, sito em Cortes do Monte, composto de terra de pastagem e amendoeiras, com a área de seiscentos metros quadrados, que confronta do norte com Manuel Gonçalves, Francisco Guerreiro e José Guerreiro, do sul com Maria Teresa, do nascente com Manuel Martins Guerreiro e Manuel Francisco Guerreiro e do poente com Manuel José Fernandes, inscrito na matriz em nome de José Domingos, sob o artigo 34.561, com o valor patrimonial tributário e igual ao atribuído de QUINZE EUROS E OITENTA E UM CÊNTIMOS. Verba quatro Prédio rústico, sito em Vale Pato, composto por terra de pastagem, com a área de quatro mil setecentos e trinta metros quadrados, que confronta do norte com José da Palma, sul Manuel Pereira, nascente José Neves Caetano e do poente com Manuel Martins, inscrito na matriz em nome de José Domingos sob o artigo 34.763, com o valor patrimonial tributário e igual ao atribuído de VINTE E SETE EUROS E VINTE E SEIS CÊNTIMOS. Verba cinco Prédio rústico, sito em Umbria do Malhão, composto de terra de cultura e pastagem, oliveiras, alfarrobeira e amendoeiras, com a área de dois mil cento e cinquenta metros quadrados, que confronta do norte com José Guerreiro e outro, do sul com Manuel Mariano Machado e outro, do nascente com Manuel Francisco Valente e do poente com Francisco Guerreiro, inscrito na matriz, em nome de José Domingos sob

o artigo 34.781, com o valor patrimonial tributário e igual ao atribuído de CINQUENTA E SEIS EUROS E CINCO CÊNTIMOS. Verba seis Prédio rústico, sito em Corgo Dodano, composto por terra de cultura e pastagem, com a área de mil trezentos e vinte metros quadrados, que confronta do norte com Custódia de Jesus e outro, do sul com Francisco José Gonçalves, do nascente Manuel José Gonçalves e outros e do poente com Jacinto Guerreiro, inscrito na matriz, em nome de José Domingos sob o artigo 35.326, com o valor patrimonial tributário e igual ao atribuído de OITO EUROS E SESSENTA E UM CÊNTIMOS. Verba sete Prédio rústico, sito em Corgo da Aventura, que consta de terra de pastagem, com a área de mil novecentos e oitenta metros quadrados, que confronta do norte e sul com Manuel da Conceição Martins, do nascente com Silvério Caetano e do poente com Manuel Custódio de Jesus e Francisco António Valente, inscrito na matriz, em nome de José Domingues, sob o artigo 35.387, com o valor patrimonial tributário e igual ao atribuído de ONZE EUROS E QUARENTA E CINCO CÊNTIMOS. Verba oito Prédio rústico, sito em Umbria Mal Queimada, que consta de terra de pastagem e figueiras, com a área de mil e duzentos metros quadrados, que confronta do norte com José de Jesus, sul e nascente com Manuel José da Palma e poente António Augusto da Palma, inscrito na matriz, em nome de José Domingos, sob o artigo 35.401, com o valor patrimonial tributário e igual ao atribuído de QUARENTA E SETE EUROS E SETE CÊNTIMOS. Verba nove Prédio rústico, sito em Corgo do Pereiro – Colos, composto por terra de pastagem, com a área de dois mil seiscentos e oitenta metros quadrados, que confronta do norte com Manuel Guerreiro, do sul com José Custódio, do nascente com José Martins e do poente com Manuel Martins, inscrito na matriz, em nome de José Domingos sob o artigo 36.500, com o valor patrimonial tributário e igual ao atribuído de ONZE EUROS E CINQUENTA E SEIS CÊNTIMOS. Que adquiriram estes prédios por compra meramente verbal e nunca reduzida a escritura pública, feita no ano de mil novecentos e setenta e quatro, em data que não é possível precisar, a José Domingues, que também usava e era conhecido por José Domingos e mulher Ermelinda da Conceição Palma, residentes que foram no sítio do Bernardinheiro, Santiago, Tavira. Que desde esse ano possuem os referidos prédios em nome próprio, usufruindo dos mesmos, pagando contribuições e impostos devidos, cuidando e cultivando a terra, fazendo as respectivas sementeiras, colhendo os frutos, utilizando o urbano e nele fazendo obras de conservação e reparação necessárias, sem a menor oposição de quem quer que seja desde o seu início, posse que sempre exerceram sem interrupção e ostensivamente, com o conhecimento de toda a gente, sendo por isso uma posse pacífica, contínua e pública, pelo que adquiriram os prédios por usucapião. Vai conforme o original. Tavira, aos 03 de Agosto de 2010 A Colaboradora devidamente autorizada; Ana Margarida S. Francisco Conta registada sob o nº. PAO 1491 / 2010 Factura nº. 01509 (POSTAL do ALGARVE, nº 999, de 19 de Agosto de 2010)

9

Terra Estreita propõe praia diferente Degustar ostras ao pôr-do-sol é uma das sugestões D.R.

DEGUSTAR OSTRAS ao pôr-do-

sol e ao som de música jazz, dar um passeio de canoa ou receber uma massagem são propostas para quem for à Praia da Terra Estreita, em Tavira, transformada este Verão em “experience beach”. Situada em plena Ria Formosa, a praia, para a qual o acesso é feito apenas de barco, atrai muitos portugueses, espanhóis e um número crescente de franceses, que ali vão também para desfrutar das experiências proporcionadas pela empresa que tem a concessão do espaço. No espaço “lounge”, os veraneantes podem relaxar ao som de música “chill out”, pôr a leitura em dia na banca de jornais - que inclui periódicos portugueses, espanhóis e ingleses - ou, para quem quiser mais acção, alinhar em actividades várias.

PROPOSTAS VARIADAS Aulas

de surf e ioga, passeios de catamarã ou canoa, massagens e degustação de ostras ao final da tarde, oferecidas aos clien-

 Pufs, espreguiçadeiras e muito mais na Praia da Terra Estreita tes consoante as marés, fazem parte da experiência. José Martins, de Carcavelos, que costuma ali passar os três meses de Verão, diz que a Praia da Terra Estreita é “uma pequena maravilha” no Algarve e jura que, “nunca mais quis outra coisa”. Quanto aos preços, os passeios de canoa para uma pessoa podem custar sete ou dez

euros (meia hora e uma hora), preço idêntico às aulas de surf, as massagens, que duram meia hora, custam 35 euros, o mesmo valor de uma hora de passeio num catamarã. As aulas de ioga acontecem nos finais de tarde de sábados e domingos e são gratuitas. O programa de actividades vai estender-se até Setembro. MARTA DUARTE PUB


10

| 19 de Agosto de 2010

OLHÃO

Corrupção na GNR de Albufeira pág. 14

Festival do Marisco mantém sucesso

GASTRONOMIA E MÚSICA

Fuseta anima com Festa da Ria A ASSOCIAÇÃO Foz do Êta

Cerca de 60 mil visitantes estiveram no recinto D.R.

Ricardo Claro/Lusa ricardoc.postal@gmail.com

O FESTIVAL DO MARISCO cumpriu a sua 25ª edição e fechou no passado domingo as portas com uma contabilidade bastante favorável em tempos de crise. Cerca de 60 mil visitantes passaram pelo recinto, aproximadamente os mesmos que em 2009. Um número que em bilheteira significa várias centenas de milhares de euros – as entradas custavam entre oito e três euros – um valor importante face aos custos do evento, orçado em 620 mil euros, muito embora o Festival não se pague a si mesmo, revelou ao POSTAL a autarquia. MINISTROS VISITAM FESTIVAL O certame contou, no dia da abertura, com a presença do ministro da Economia, Vieira da Silva, que enalteceu a organização e destacou, “a importância do Festival”, porque, disse, “a gastronomia tem um papel de relevo na defesa da nossa oferta turística e na captação de turistas”. No segundo dia, novo ministro de visita. Desta feita, o

 O ministro da Agricultura e Pescas visitou o certame responsável pela pasta da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas, António Serrano, que destacou a importância do Festival do Marisco para Olhão e para o Algarve, tendo a oportunidade de comprovar in loco a qualidade dos produtos servidos no Festival.

António Serrano, acompanhado pelo autarca Francisco Leal e restante comitiva, também visitou o Allgarve Gourmet e apreciou as iguarias preparadas pelo chef Fernando Fonseca, dos Hotéis Real.

MARISCO ALLGARVE O prograPUB

ma Allgarve do Turismo de Portugal marcou, uma vez mais, presença no Festival com 19 chefs de renome que deram ao marisco uma confecção mais sofisticada, sob a batuta do programador do Allgarve Gourmet, Bertílio Gomes. Como fez questão de destacar o responsável do Allgarve, “a matéria prima vale por si, é sempre boa, de qualquer das maneiras como seja cozinhada”. De facto, o marisco é uma das jóias da coroa das actividades ligadas ao mar em Olhão e a sua qualidade é amplamente reconhecida, um excelente ponto de partida para os chefs mostrarem algumas das “1001 maneiras de ver o produto”, afirmou Bertílio Gomes, concluindo que “é isso que tentamos fazer aqui, através de novas aplicações e técnicas de confecção”. Com marisco cozinhado de forma tradicional ou gourmet, os visitantes do Festival do Marisco contaram com uma animação recheada de nomes sonantes do panorama musical nacional e internacional e com um convívio como só Olhão e os olhanenses sabem oferecer.

está a promover, desde quarta-feira, dia 18, e até à próxima segunda-feira, a sétima edição da Festa da Ria. Nesta edição da Feira destacam-se a decoração do recinto e a actuação de vários agrupamentos musicais. A Feira vai ainda apresentar uma exposição dedicada à Fuseta e aos seus habitantes, assim como diversos stands de venda de doces, gastronomia, artesanato e bebidas. Nesta edição, a festa decorre num espaço novo, na zona ribeirinha da Fuseta, junto à ria Formosa. Quarta-feira, o baile foi animado por Jorge Miguel e pelos Coração Cubano,

enquanto quinta-feira Jorge Miguel volta a apresentar-se, desta feita seguido por Vânio e bailarinas. Na sexta, o destaque vai para os Punk c Mantega, seguindo-se na noite de sábado fados com Tatiana Pinto e rock português com a banda Pagamini. No domingo há novamente baile com Jorge Miguel e actuação da banda Re-CoverBand, e na segunda-feira, último dia de festa, a música será oferecida pelo grupo de música tradicional “Os Campeiros”, com baile com Jorge Miguel. A VII Festa da Ria abre diariamente as portas às 19 horas e tem entrada livre.

BTT apoia Bom Sucesso

Festas da freguesia animam Pechão

 Estão abertas as inscrições para o Passeio BTT – Olhão Solidário, a ter lugar no dia 26 de Setembro. Os objectivos são promover a prática da modalidade e angariar fundos a favor do Projecto Bom Sucesso, um programa de inclusão social junto dos bairros sociais de Olhão.

 O Polidesportivo de Pechão acolhe, a partir de sexta-feira, dia 20, a domingo, as tradicionais Frestas em Honra de São Bartolomeu, padroeiro da freguesia. O evento, que promete forte animação, é organizado pelo Clube Oriental de Pechão, em colaboração com a paróquia local.

PUB


pub

zon.pt

POR APENAS €15,02 PODE TER TV E TELEFONE DA ZON

NOVO PACOTE ZON TV Satélite + Telefone Fixo

Oferta 3 mensalidades

Agora já pode ter Televisão por Satélite e Telefone Fixo em sua casa, num único pacote. São 25 canais com a melhor qualidade de som e imagem e chamadas ilimitadas à noite, ao preço mais barato do mercado: €15,02/mês. Adira já. Chamadas ilimitadas à noite de 2ª a 6ªf das 21h as 9h. Oferta promocional válida até 31 de Agosto para novas adesões e na compra do telefone.

QUEM É ZON ESTÁ ON


12

| 19 de Agosto de 2010

LOULÉ SÃO BRÁS

FATACIL arranca sexta-feira pág. 15

Loulé disponibiliza plantas de localização grátis Autarquia quer crescer nos serviços on-line A CÂMARA de Loulé está a

disponibilizar, desta a passada segunda-feira, a possibilidade de obtenção de plantas de localização através da internet, incluindo-se nesta funcionalidade as cartas militares, os ortofotomapas, as plantas topográficas e as plantas do PDM (Ordenamento e Condicionantes).

Todos os tipos de plantas necessários a requerimentos, a realizar junto da autarquia e de outras entidades, ficam agora em www.cm-loule.pt ou no Portal do Munícipe em http://portalmunicipe. cm-loule.pt. Este é um dos serviços mais solicitados na Câmara de Loulé e para o presidente da Câmara,

D.R.

 Seruca Emídio reforça a importância da internet PUB

Seruca Emídio, ao colocar esta nova funcionalidade ao dispor dos munícipes, “estamos a contribuir para o seu bem estar, pois deixam de ter de se deslocar à Câmara para obter as plantas e podem fazê-lo em qualquer local”. O autarca destaca que este serviço via internet é gratuito e que, “para além destes, es-

tão em preparação novos serviços, que serão apresentados brevemente. São passos muito importantes que resultam da modernização dos serviços do município e que vamos, gradualmente, colocar à disposição dos cidadãos, os quais esperamos que venham a ser os principais beneficiados com estas medidas”. PUB


19 de Agosto de 2010 |

AF Imprensa_210x285 CS2.pdf

1

10/07/23

17:23

13

LOULÉ I SÃO BRÁS PUB

Desporto ao ritmo da Jamaica Surfóreggae volta a Quarteira QUARTEIRA recebe sexta-feira, dia 19, o Festival Surfóreggae, evento promovido pela Câmara de Loulé e pela Associação Dinamika, que alia a actividade desportiva, nomeadamente aulas de surf, aos concertos de reggae. Durante todo o dia, o Festival vai contar com um vasto programa de animação com prancha mecânica, matraquilhos, performances, animação de rua, box machine e bares. Os visitantes vão ter a oportunidade de iniciar-se na prática do surf, em aulas coordenadas por especialis-

tas na modalidade. Em termos musicais, os sons da Jamaica, terra natal do reggae, são os principais ingredientes do evento. Os Terrakota, que estão de regresso ao concelho de Loulé, são os cabeças-de-cartaz da noite. O grupo tem como ponto de partida a música orgânica da África Negra, misturada com as sonoridades frescas das Caraíbas, das Índias e do Ocidente. Freddy Locks é Bandoo Roots são outros grandes nomes que vão subir ao palco do Calçadão Nascente. C

M

Y

CM

PUB MY

CY

CMY

K

PUB


pub

14    |  19 de Agosto de 2010

albufeira Corrupção afecta efectivo da GNR Associação apela à intervenção do Comando-geral O presidente da Associação

Sócio-Profissional Independente da Guarda (ASPIG) apelou ao Comando-geral da GNR para intervir rapidamente na GNR de Albufeira, onde há nove anos aparecem casos de corrupção. Em declarações à Lusa, o presidente da ASPIG e membro do Conselho de Ética e Deontologia da GNR, José Alho, denunciou que “há nove anos” que na GNR de Albufeira se registam

casos de “corrupção entre os militares”. O último caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária e relaciona-se com um militar da GNR do Núcleo de Investigação Criminal de Acidentes de Viação de Albufeira e que, alegadamente, falsificava documentos de vítimas que morriam em acidentes para contrair empréstimos bancários. “Este comportamento a ser comprovado é terrível. Acho

que Albufeira tem que levar uma volta, mesmo a nível psicológico, e tem de ser o Comando-geral da GNR a tomar uma atitude”, reitera José Alho. O Comando-geral da GNR confirmou à Lusa que tem conhecimento do caso do militar de Albufeira desde “Novembro de 2008 e que nessa altura efectuou uma queixa junto ods orgãos competentes, isto é, junto do Ministério Público. CCM

pub

AGO.2010

AGENDA CULTURAL


19 de Agosto de 2010 |

15

LAGOA SILVES MONCHIQUE

Passos Coelho arrasa Governo no Pontal pág. 17

FATACIL arranca sexta-feira Lagoa apresenta o que de melhor se faz na região D.R.

A FATACIL - Feira de Artesanato,

Turismo, Agricultura, Comércio e Indústria de Lagoa, decorre entre 20 e 29 de Agosto, no recinto do Parque de Exposições e Feiras em Lagoa. Trata-se de uma das maiores feiras do país, organizada pela FATSUL (Feiras e Exposições do Sul), pelo número de expositores e visitantes que atrai. Todos os anos o certame é visitado por cerca de duzentas mil pessoas, o que possibilita a uma empresa promover os seus produtos na região e conquistar potenciais clientes. A FATACIL vai ter mais de 210 artesãos nacionais, 345 empresas comerciais e industriais, 70 expositores de artesanato comercial, com representações de todos os continentes e 140 criadores do sector agro-pecuário. Paralelamente, os visitantes são convidados a assistir a várias provas desportivas, concursos de gado, corridas de touros e a espectáculos de música. Um dos pontos altos do programa, são os grandes nomes do panorama musical que, ano após ano, são presença obrigatória nas noites do certame. Assim, subirão consecutivamente ao palco, pelas 22.30 horas: Pedro Frias Band (dia 20), Anjos (21), Mafalda Veiga (22), GNR (23), David Fonseca (24), Paulo Gonzo (25), Tribu-

 O certame é um dos mais relevantes e maiores do país te Pink Floyd (26), Rui Veloso, (27), Xutos e Pontapés (28) e Ídolos 2009/10 (29). O bilhete diário para um adulto custa cinco euros e o

bilhete família para quatro pessoas custa 15.

CELEBRAÇÃO DO DIA DO EMPRESÁRIO Este ano, a FATAPUB

CIL celebra na sexta-feira, dia inaugural do certame, o Dia do Empresário. A iniciativa tem como mote “Encontre um lugar para a sua

Empresa” e pretende informar os pequenos e médios empresários sobre o que há de novo na oferta de Armazéns Industriais e de Áreas de Acolhimen-

to Empresarial nos 16 municípios da região. Ao longo de todo o dia existirá no stand das Áreas de Acolhimento Empresarial na Nave principal do recinto, atendimento personalizado e um balcão com material promocional sobre a oferta de Imobiliária Industrial. A Comissão de Coordenação convidou os municípios algarvios que dispõem de espaço programado em Áreas de Acolhimento Empresarial (AAE), Zonas Industriais, Parques, empresários com interesses na imobiliária industrial, parceiros públicos e privados da região, a associarem-se à iniciativa, que procura evidenciar que o Algarve é muito mais do que turismo. No stand vão estar em destaque oito das 72 Áreas existentes na região, que são: Área Empresarial de Tavira; Parque Industrial da Feiteirinha, em Aljezur; Parque Tecnológico Avant Garde Innovation Center, no Autódromo em Portimão; Parque Empresarial de Ribeiro Meirinho, em Silves; Loteamento Municipal, Área Empresarial de Almancil e a Zona Industrial de Boliqueime, em Loulé; e Zona Industrial das Quatro Estradas, em Alcoutim. PUB


16    |  19 de Agosto de 2010

auditório municipal

Observação de pássaros

Lagos acolhe fado de Mariza A conhecida fadista Mariza vai estar em Lagos a partir das 22 horas do próximo sábado, num espectáculo a decorrer no Auditório Municipal. Há mais de um ano em digressão mundial, o espectáculo

d.r.

A Câmara de Vila do Bispo

de Mariza “Terra” faz o seu último Verão em Portugal, numa altura em que Mariza celebra um milhão de discos vendidos. Os bilhetes custam 20 euros e podem ser adquiridos no Centro Cultural de Lagos.

promove, de 1 a 3 de Outubro, o Festival Internacional de Birdwatching (observação de aves) em Sagres, considerado o melhor sítio do país para observação de aves por ser um local de

lagos vila do bispo aljezur Variante a Aljezur

Câmara dá “luz verde” ao projecto d.r.

Sagres promove Birdwatching passagem de aves migratórias para o Norte de África. A iniciativa, integrada no Fim-de-Semana Europeu de Observação de Aves, visa divulgar o valor avifaunístico da zona.

Hotéis com mais turistas pág. 18

Retrospectiva revisita Jorge Mealha em Lagos Cinquenta anos dedicados à arte d.r.

O ceramista Jorge Mealha

A Câmara de Aljezur emitiu parecer favorável, na generalidade, ao Projecto Base da Variante de Aljezur/Projecto de nova Obra de Arte e Acessos imediatos, apresentada pela empresa Estradas de Portugal. O projecto contempla a construção de duas rotundas ligadas por um viaduto a construir em paralelo à Ribeira das Alfambras, entre a zona de influência do Posto de Turismo e o acesso ao Campo Municipal de Futebol. Junto à Rotunda Norte será construída uma passagem hidráulica de modo a resolver os problemas que as cheias originam na zona. A Avenida General Humberto Delgado será dotada de mais um circuito pedonal que terá a sua articulação com o passeio já existente. Por força das novas circunstâncias, a paragem de autocarros vai sofrer uma deslocalização para nascente, ainda a definir. Atendendo à forma como o processo se está a desenvolver e a evoluir, a Câmara acredita que estão reunidas todas as condições para que a execução da obra tenha ainda início no final de 2011, vontade expressa pelo presidente da autarquia, José Amarelinho, ao secretário de Estado Adjunto, das Obras Públicas e das Comunicações, Paulo Campos, em Abril deste ano.

apresenta pela primeira vez, em Lagos, até Outubro, uma exposição retrospectiva dos seus 50 anos de trabalho, onde cerca de 60 peças foram escolhidas para exemplificar uma carreira com mais de mil obras. Apesar de se apresentar como uma retrospectiva do trabalho de Jorge Mealha, a exposição dedicada ao autor não tem como fio condutor as mais de cinco décadas de produção artística, mas sim os temas que sempre estiveram presentes na sua arte. “São temas que me acompanharam sempre, nos diferentes anos do meu trabalho”, confessou à Lusa o ceramista. Assim, uma barca “viajada” e “com história” surge lado a lado com peças do século XXI. Esculpida por Jorge Mealha na década de 1970, esta peça já viajou pelo mundo a divulgar a cerâmica portuguesa: “esteve em vários pontos da Europa e

 Uma das esculturas de Jorge Mealha que se encontra em exposição no Centro Cultural de Lagos da Ásia, sempre em exposições de autores portugueses e está ali ao lado de obras mais recentes”, contou o autor.

Maioria das peças são feitas em grés Nos mais de 50 anos

de carreira, o ceramista manteve-se fiel a um material, já que

a maioria das peças expostas foram feitas em grés. “O material que uso é praticamente sempre o grés. Gosto

da cor, da textura, é da mesma resistência da porcelana e tem de ser trabalhado a alta temperatura”, explicou o autor. A única excepção ao grés na exposição do Centro Cultural de Lagos é a reprodução de uma gravura com cerca de cinco metros datada da década de 1960. Depois de ter vivido mais de 40 anos em Moçambique e de se fixar no Algarve depois do 25 de Abril de 1974, o ceramista é muitas vezes associado à arte africana, um “rótulo” que “não sente”, mas que compreende. “Não me sinto um artista africano, mas como nasci e cresci lá houve muita coisa que absorvi e que posso passar mesmo que inconscientemente”, afirmou. A exposição “Jorge Mealha, 1960 – 2010” vai manter as portas abertas todas as tardes de terça a domingo, até 16 de Outubro, com entrada gratuita. SYP

Acção de sensibilização no Festival de Sagres

Zero de álcool valeu prémios 110 dos condutores sujei-

tos a testes de alcoolemia na operação da GNR com o 100% Cool, realizada na madrugada do passado sábado nos arredores do Festival de Sagres, apresentaram taxas de alcoolemia inferiores a 0,5%, dos quais 37 tinham 0% de álcool. Na operação de sensibilização dos condutores para o con-

sumo moderado de álcool, que decorreu entre as 4 e as 7 horas na presença da governadora civil de Faro, Isilda Gomes, foram fiscalizados 129 condutores. Esta foi mais uma iniciativa conjunta da GNR e da Associação Nacional de Empresas de Bebidas Espirituosas (ANEBE), promotora do 100% Cool na sequência do protocolo assi-

nado entre as duas entidades para a realização de iniciativas conjuntas de sensibilização dos condutores para o consumo moderado de álcool. Estas operações estão inseridas em acções de patrulhamento normais em que elementos da GNR e da ANEBE realizaram testes de alcoolemia e atribuíram prémios simbólicos aos

condutores que registaram taxas de alcoolemia de 0%. Os prémios 100% Cool, entre eles, vales de gasolina da BP no valor de 25 euros, t-shirts e outros brindes simbólicos, são atribuídos a condutores, com idades compreendidas entre os 18 e os 30 anos, que registaram 0% de álcool no teste de alcoolemia e transportavam,

pelo menos, mais dois amigos, seguindo a filosofia subjacente ao conceito do “Condutor Designado 100% Cool”. A inédita parceria com a GNR é a novidade da 7ª edição do 100% Cool promovida pela ANEBE e que conta também com o renovado alto patrocínio da Presidência da República.


19 de Agosto de 2010 |

17

REGIÃO Passos Coelho “arrasa” Governo no Pontal

CONSULTÓRIO DO CONSUMIDOR Direitos dos turistas

Orçamento de Estado para 2011 só com menos despesa D.R.

A FESTA DO PONTAL, no Cal-

çadão de Quarteira, voltou a receber o líder do PSD. No discurso do passado sábado, perante cerca de quatro mil pessoas, Passos Coelho fez do Governo o “bombo da festa”, criticou tudo e mais alguma coisa e afirmou que o seu partido só aprovará o Orçamento do Estado para 2011 se o Governo apostar na redução da despesa e não voltar a aumentar impostos. O presidente do PSD frisou que não aceitará aumentos “encapotados” de impostos, “através da redução de deduções fiscais na Educação e na Saúde” e disse que “o Governo não tem desculpa” para não realizar as reformas que o país necessita. “O PSD não deixará de proteger os interesses dos portugueses. O PS tem sempre soluções: ou aperta na despesa pública, como já devia ter feito mas não fez, ou dialoga com os outros partidos, nomeadamente da esquerda parlamentar para viabilizar um mau orçamento sem o

A DECO responde...

 Líder do PSD não poupou o Governo Sócrates apoio do PSD, ou assume a incapacidade de apresentar soluções para o país”, afirmou Passos Coelho. O líder social-democrata

“quer que o Governo apresente um orçamento que não aumente os impostos e ataque a despesa” e “tenha a audácia de fazer as reformas que são

Governo “convidado” a sair  À margem do discurso, o presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, desafiou no Algarve o Governo do Partido Socialista a “devolver a palavra aos portugueses” até ao dia 9 de Setembro, enquanto o Presidente da República tem “os seus poderes intactos”. “Se o PS quer continuar a fazer de conta que não é Governo ou que é um Governo de gestão (…) então é melhor que, enquanto o Presidente da República tem os seus poderes intactos, devolva a palavra aos portugueses”, afirmou o líder social-democrata. “Tem até ao dia 9 de Setembro para o poder fazer,

“Nesta altura de férias e sendo turista habitual em países estrangeiros, que direitos me assistem? E que conselhos me podem ser úteis?”

se o não fizer que se comporte à altura daquilo que são as suas responsabilidades de Governo e que não ande à procura de desculpas”, acrescentou Passos Coelho. Segundo o líder do PSD, as “desculpas” nas quais o Governo se escuda são, nomeadamente, o facto de não ter a maioria absoluta, que “perdeu com mérito próprio”, culpando a oposição pela sua própria “falta de ambição e de audácia”. “Ou o PS começa a governar ou então deixe outros governar”, desafiou Passos Coelho, à margem da sua estreia na Festa do Pontal, sublinhando que o país não pode ter “mais um ou dois

anos de inacção”. Depois de nas duas últimas edições a então presidente do partido, Manuela Ferreira Leite, não ter comparecido na Festa do Pontal, o actual presidente participou no sábado à noite na iniciativa, que, para a organização, representa “a festa da unidade do partido”. Além dos líderes do partido e da distrital, o Pontal contou ainda com as presenças do secretário-geral, Miguel Relvas, de antigos presidentes do PSD como Luís Filipe Menezes e de vários presidentes de câmaras do Algarve, entre outras personalidades. MAD/MHC

importantes, com a economia social e a Justiça na linha da frente”, “construindo um Estado Social mais justo e moderno, com políticas dirigidas para quem mais precisa delas”. A Justiça é outra das áreas apontadas por Pedro Passos Coelho a necessitar de “intervenção urgente” por parte do executivo socialista, que o presidente do PSD disse ser “responsável pelo maior descalabro” verificado nesta área “de que há memória em Portugal”. Passos Coelho criticou ainda o actual Procurador-geral da República, Pinto Monteiro, dizendo que a sua actuação tem deixado uma má imagem na Justiça e no Ministério Público. Passos Coelho acusou o PS de “mentir” sobre as propostas social-democratas e disse que “os portugueses precisam de um Governo que efectivamente governe” e não de um executivo que “anda a queixar-se” e “é responsável pela destruição do Estado Social”.

“Nem precisa de utilizar mentiras ou dizer falsidades aos portugueses, como que o PSD quer acabar com o Sistema Nacional de Saúde ou liberalizar os despedimentos. Os portugueses precisam de políticos que falem verdade”, afirmou, frisando que “quando foi necessário, o PSD deu a mão aos portugueses e apoiou medidas difíceis exigidas por Bruxelas”. Passos Coelho disse que “o PSD não vai deixar que o Governo continue a gastar de forma descontrolada, apesar dos tempos de severa austeridade” e frisou que o executivo liderado por José Sócrates “tem agora tempo para produzir uma proposta de Orçamento sabendo com o que conta da parte do PSD”. Pedro Passos Coelho deixou ainda “uma palavra de louvor aos soldados da paz que ofereceram a sua vida aos portugueses no combate aos fogos”, sublinhando que “não é o momento de questionar, não é o momento de criticar”. MAD/MHC

Problemas com as férias em Portugal já são maus. Mas quando se passam no estrangeiro são piores. Além da barreira da língua, tem de saber a quem recorrer para fazer valer os seus direitos. Se organizou a sua viagem através de uma agência, é sempre a esta que pode exigir uma reparação dos danos. Caso se recuse a fazê-lo, tem mais facilidade em agir contra ela em Portugal, através da Direcção-Geral do Turismo e dos centros de arbitragem de confl itos de consumo. O Provedor das Agências de Viagens e Turismo é também uma alternativa possível. Se a viagem tiver sido organizada pelo consumidor e não por uma agência, as hipóteses de sucesso são mais reduzidas, pois dificilmente encontrará um organismo que centralize as queixas. Em princípio, os problemas com companhias de transporte, alojamentos, agências de aluguer de carro ou excursões têm de ser resolvidos no local pelo próprio. Se não chegar a acordo com a empresa, dirija-se a um posto de turismo para saber qual a melhor forma de reclamar, ou contacte a polícia local. Para quem vai viajar de carro para o estrangeiro, regras como o uso do cinto de segurança nos bancos da frente e de trás são válidas em todos os países da União Europeia. Também em todos é proibida a utilização de um telemóvel durante a condução. Ainda a reter que, segundo um parecer da Comissão Europeia, nenhum Estado-membro pode exigir que um carro de matrícula estrangeira tenha equipamento não obrigatório no seu país. Se se vir envolvido num acidente com um país abrangido pela sua carta verde, tome nota dos dados do outro condutor e chame as autoridades locais, mesmo que tudo pareça resolver-se a bem. No entanto, a participação pode ser igualmente feita em Portugal, junto do representante para sinistros da seguradora do responsável, com uma declaração amigável devidamente preenchida.


18

| 19 de Agosto de 2010

REGIÃO

Hotéis com mais turistas

CRIME

PJ detém três homens

Face a Julho do ano passado OS HOTÉIS ALGARVIOS alo-

jaram em Julho mais turistas do que no mesmo mês do ano passado, sobretudo portugueses, e as unidades mais beneficiadas foram as de categoria superior. Segundo a Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), a taxa de ocupação média de quarto em Julho foi de 79,2%, mais 5,8% do que no mesmo mês do ano passado. “Esta subida é obviamente um factor positivo embora não englobe os resultados das empresas”, avisa o presidente da associação, Elidérico Viegas, lembrando que o turismo algarvio continua em “fase negativa”. As unidades de cinco e quatro estrelas foram as mais procuradas em Julho, o que,

segundo o responsável, tem a ver com os pacotes com preços mais baixos e por isso mais apelativos mesmo para o turista médio.

NACIONAIS “SALVAM” REGIÃO Os turistas nacionais foram os que mais contribuíram para “salvar” o mês de Julho, com uma subida de 20%, enquanto o mercado britânico subiu 1,3% e o holandês 17,4%. Em Junho, mês tradicionalmente escolhido pelos portugueses para passar férias no Algarve, nem os feriados ou as pontes animaram a região, que sofreu uma quebra de 2,8% na ocupação hoteleira relativamente a Junho do ano anterior. Elidérico Viegas aproveita para lembrar que no ano de 2009 o Algarve teve os piores

resultados turísticos dos últimos 15, pelo que é importante não alimentar “ilusões” e aguardar que as subidas se mantenham durante o próximo mês de Agosto. Por zonas geográficas, a única descida registada em Julho de 2010 no Algarve verificou-se na zona de Lagos e Sagres (menos 4%). Nas restantes zonas verificaram-se subidas, sobretudo em Portimão e Praia da Rocha (mais 17,9%) e Carvoeiro e Armação de Pêra (mais 10,9%). As zonas de Monte Gordo e Vila Real de Santo António foram as que registaram a taxa de ocupação mais elevada, com 89,9%. As áreas hoteleiras de Faro e Olhão registaram a mais baixa, 52,8%. MARTA DUARTE

D.R.

 Elidérico Viegas aponta preços baixos como causa dos resultados

A POLÍCIA JUDICIÁRIA deteve na passada semana no Algarve três homens, um que era alvo de mandado de detenção desde 2004 e dois por tráfico de droga, informou a PJ. A Judiciária diz que o primeiro estava a ser investigado no âmbito de um inquérito por falsificação de documentos, tendo pendente desde 2004 um mandado de detenção para cumprir a pena de prisão. Os outros dois foram detidos em flagrante na posse de droga que se destinava alegadamente a abastecer o público de um festival de música na região. Os detidos têm 19, 21 e 24 anos, de acordo com a PJ, que acrescenta que os dois detidos por droga foram presentes a primeiro interrogatório judicial. MAD

PUB

PUB

CÂMARA MUNICIPAL DE TAVIRA

Serviço de Finanças de TAVIRA-1139

EDITAL Nº 70/2010

TORNA PÚBLICO, que em reunião de Câmara Municipal, realizada no dia 18 de Agosto de 2010, foram tomadas as seguintes deliberações:

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DOS IMPOSTOS - DGCI JUSTIÇA TRIBUTÁRIA

1. Aprovada por maioria a proposta número 118/2010/CM, referente à 3ª. Revisão às Grandes Opções do Plano e ao Orçamento de 2010; 2. Aprovada por maioria a proposta número 119/2010/CM, referente à atribuição de apoios a várias entidades, com inclusão dos apoios anuais ás entidades de âmbito cultural e revogação de apoios atribuídos à AJOT - Associação de Jovens Tavirenses e à Conferência de S. Vicente Paulo; 3. Aprovada por unanimidade a proposta número 120/2010/CM, referente à número 120/2010/CM, referente ao Futuro da Mealha - Cooperativa Agrícola de Rega da Mealha CrL - atribuição de subsídio em espécie; 4. Aprovada por unanimidade a proposta número 121/2010/CM, referente à Alsud - Cooperativa de Ensino e Formação Profissional do Alengarve C. I.P. R. L. - Aumento de Capital; 5. Aprovada por unanimidade a proposta número 122/2010/CM, referente à alteração à Tabela de Preços da autarquia; 6. Aprovada por unanimidade a proposta número 123/2010/CM, referente à alteração ao regulamento municipal de taxas – artigo 22.º, nºs 3 e 4;

1ª PUBLICAÇÃO

ANÚNCIO IDENTIFICAÇÃO DO(S) BEM(NS) O direito que a executada (devedora originária) Maria Adélia da Conceição Pires tem, respeitante ao seu quinhão hereditário na herança aberta por óbito de João Gago Sequeira ocorrido em 26 de Julho de 1990, relativamente aos bens imóveis, a que corresponde a 1/4 (um quarto) dos descritos na relação de bens do Processo para a liquidação do Imposto sobre as Sucessões e Doações nº 16.490 do S F Tavira (por inteiro ou nas respectivas fracções), sendo dezassete urbanos e sessenta e dois rústicos no Concelho de Tavira e vinte e seis rústicos no Concelho de S. Brás de Alportel.

10.Aprovada por unanimidade a proposta número 127/2010/CM, referente ao ajuste directo para aquisição de combustíveis rodoviários a granel - poderes de representação;

TEOR DO ANÚNCIO Maria Suzel Gonçalves Nobre Andrez , Chefe de Finanças do Serviço de Finanças TAVIRA-1139, faz saber que no dia 2010-10-26, pelas 11:00 horas, neste Serviço de Finanças, sito em RUA AMALIA RODRIGUES 4, TAVIRA, se há-de proceder à abertura das propostas em carta fechada, para venda judicial, nos termos dos artigos 248.º e seguintes do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), do bem acima designado, penhorado ao Executado infra indicado, para pagamento da dívida no valor de 35.135,16m, sendo 25.467,88m de quantia exequenda e 9.667,28m de acréscimos legais.

11. Aprovada por unanimidade a proposta número 128/2010/CM, referente ao concurso público para aquisição de combustíveis rodoviários - Procedimento N.º 0.06/CE-AMAL/2010 - Decisão de adjudicação;

O valor base da venda é de 37.092,34m, calculado nos termos do artigo 250.º do CPPT.

7. Aprovada por unanimidade a proposta número 124/2010/CM, referente à determinação das taxas de Imposto Municipal sobre Imóveis e IRS; 8. Aprovada por maioria a proposta número 125/2010/CM, referente à determinação da taxa da derrama; 9. Aprovada por unanimidade a proposta número 126/2010/CM, referente à anulação de dívida em execução fiscal;

12. Aprovada por unanimidade a proposta número 129/2010/CM, referente ao concurso público para a implementação de rede privada de dados e comunicações - Repartição de encargos; 13. Aprovada por unanimidade a proposta número 130/2010/CM, referente ao concurso público para a contratação dos serviços de Limpeza das Zonas Balneares do Município de Tavira; 14. Aprovada por unanimidade a proposta número 131/2010/CM, referente aos concursos públicos para concretização de três Núcleos de Desenvolvimento Turístico através de Programas de Acção Territorial - Nomeação de júri; 15. Aprovada por maioria a proposta número 132/2010/CM, referente à obtenção de parecer favorável do Órgão Executivo para celebração de contratos de prestação de serviços por Ajuste Directo na modalidade de tarefa - Departamento de Desporto, Ambiente, Mobilidade e Equipamentos; 16. Aprovada por maioria a proposta número 133/2010/CM, referente à obtenção de parecer favorável do Órgão Executivo para celebração de contratos de prestação de serviços por Ajuste Directo Simplificado na modalidade de tarefa - Departamento de Desporto, Ambiente, Mobilidade e Equipamentos; 17. Aprovada por maioria a proposta número 134/2010/CM, referente à obtenção de parecer favorável do Órgão Executivo para celebração de contratos de prestação de serviços por Ajuste Directo - Departamento de Urbanismo, Projectos e Obras Municipais; 18. Aprovada por maioria a proposta número 135/2010/CM, referente à obtenção de parecer favorável do Órgão Executivo para celebração de contratos de prestação de serviços por Ajuste Directo - Departamento de Cultura Património e Turismo; 19. Aprovada por unanimidade a proposta número 136/2010/CM, referente à constituição Agrupamento Entidades Adjudicantes - Algarve Central - Uma Parceria Territorial - Consultadoria de Apoio ao Plano de Comunicação; 20. Aprovada por unanimidade a proposta número 137/2010/CM, referente à aprovação do Projecto de Execução do Parque Verde do Séqua – 2ª Fase – Zona A;

Para constar e produzir efeitos legais se publica o presente Edital

e outros de igual teor que vão ser afixados nos lugares de costume.

É fiel depositário(a) o(a) Sr(a) MARIA LUCILIA PIRES GAGO GUIOMAR, residente em R 1 MAIO 53 STA CATARINA, o(a) qual deverá mostrar o bem acima identificado a qualquer potencial interessado, entre as 10:00 horas do dia 2010-09-01 e as 17:00 horas do dia 2010-10-22 (249º/6 CPPT). Todas as propostas deverão ser entregues no Serviço de Finanças, até às 11:00 horas do dia 201010-26, em carta fechada dirigida ao Chefe do Serviço de Finanças, devendo identificar o proponente (nome, morada e número fiscal), bem como o nome do Executado e o n.º de venda 1139.2010.96. As propostas serão abertas no dia e hora designados para a venda (dia 2010-10-26 às 11:00h), na presença do Chefe do Serviço de Finanças (253.º CPPT). Não serão consideradas as propostas de valor inferior ao valor base de venda atribuído a cada verba (250º Nº4 CPPT). No acto da venda deverá ser depositada a importância mínima de 1/3 do valor da venda, na Secção de Cobrança deste Serviço de Finanças. Os restantes 2/3 deverão ser depositados na mesma entidade, no prazo de 15 dias (256.º CPPT). Se o preço oferecido mais elevado for proposto por dois ou mais proponentes, abrir-se-á logo licitação entre eles, salvo se declararem adquirir o bem em compropriedade. Estando presente só um dos proponentes do maior preço, pode esse cobrir a proposta dos outros, caso contrário procederse-á a sorteio para apurar a proposta que deve prevalecer (253.º CPPT). IDENTIFICAÇÃO DO EXECUTADO Nome: MARIA ADELIA DA CONCEIÇÃO PIRES. Morada: PREGO - ST ESTEVAO.

Paços do Concelho, 18 de Agosto do ano 2010 O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL, Jorge Manuel Nascimento Botelho (POSTAL do ALGARVE, nº 999, de 19 de Agosto de 2010)

Data: 09-08-2010 O Chefe de Finanças Maria Suzel Gonçalves Nobre Andrez (POSTAL do ALGARVE, nº 999, de 19 de Agosto de 2010)


19 de Agosto de 2010  |   19

exercício

Exercícios para o Trem superior

1 

exercício

2

exercício

3

exercício

4

exercício

5

descubra a Saúde que há em Si

www.corporeus.pt

Repetir o circuito três vezes, realizando 15 repetições em cada um • Por Francisco Encarnação

lazer livros

agenda cultural Albufeira

Faro

rio Municipal.

Música

Dança

Teatro

Concerto com Jamie Cullum, domingo, pelas 22.30 horas, na Herdade dos Salgados.

FOLKFARO 2010 – Os Ritmos do Mundo, sábado às 11 horas, no Mercado Municipal.

Fotografia

Música

Espectáculo “Gnosis”, pelo grupo La Fura Dels Baus, dia 29 de Agosto, às 22 horas, na Praça do Infante.

Exposição de Rui Gregório, “Arquivos Habitados: Acervo Metaphorical”, de terça a sexta-feira, das 9.30 às 19.15 horas; sábado e segunda-feira, das 13.45 às 19.15 horas, na Biblioteca Municipal Lídia Jorge. Até 28 de Agosto.

Noite de Fados com Ecos de Coimbra, sexta-feira, às 22 horas, na Biblioteca Municipal.

agenda cinema FARO Forum Algar ve SBC 289 887 212 Cartas para Julieta* (m/12) | Sala 1 | 14h15, 16h35, 18h55, 21h20 » Saga Twilight Eclipse (m/12) | Sala 1 | 23h45 >> Marmaduke (m/4) Sala 1 | 110h40 (Sáb e Dom) >> Soldados da Fortuna (m/12) | Sala 2 | 14h45, 17h15, 19h45 (diariamente), 12h20 (Sáb e Dom) >> Saw VI - Jogos Mortais (m/18) | Sala 2 | 22h10, 00h25 » Os Mercenários (m/16) Sala 3 | 14h35, 16h55, 19h20, 21h40, 00h00 >> Shrek - O Capítulo Final (m/4) | Sala 4 | 14h50 (diariamente), 12h30 (Sáb e Dom) >> Miúdos e Graúdos (m/12)| Sala 4 | 17h00, 19h15, 21h30, 23h50 » Salt* (m/12) Sala 5 | 15h00, 17h20, 19h35, 21h50, 00h10 (diariamente), 12h45 (Sáb e Dom) » Shrek - O Capítulo Final (m/4) | Sala

Lagos Música Espectáculo com Mariza, sábado às 22 horas, no Auditó-

Loulé Música Concerto com Ana Moura, sábado às 22 horas, no Campo de Futebol de Vale do Lobo.

Pintura Exposição de Jean-Marie

Boomputte “Os sete pecados mortais”, na Galeria do Centro Cultural de São Lourenço (Almancil). Até 29 de Setembro.

Portimão Fotografia Exposição de Oliveira “Portimão sob o Olhar de um fotógrafo”, de segunda a sexta-feira, das 11 às 22 horas, sábado e domingos das 19 às 23 horas, na Casa Manuel Teixeira Gomes. Até 31 de Agosto.

de 19 a 25 de Agosto de 2010 6 | 17h40 » Astro Boy (m/4) | Sala 6 | 10h50 (Sáb e Dom) » Beijos & Balas (m/12) | Sala 6 | 13h20, 15h30, 19h50, 22h00, 00h20 >> O Último Airbender (m/12) | Sala 7 | 14h10, 16h30, 18h50, 21h10, 23h30 » Nanny McPhee e o Toque de Magia (m/6) | Sala 8 | 10h10 (Sáb e Dom) » A Origem (m/12) | Sala 8 | 14h50, 17h55, 21h00, 00h05 » Toy Story 3 (m/6) | Sala 9 | 16h55, 21h45 » Toy Story 3 (m/6) | Sala 9 | 14h30, 19h20 (diariamente), 10h20 (Sáb e Dom) » Soldados da Fortuna (m/12) | Sala 9 | 00h30 albufeira AlgarveShopping 289 560 351 Cartas para Julieta* (m/12) | Sala 1 | 13h40, 16h20, 18h45, 21h35, 23h55 >> Toy Story 3 (m/6) | Sala 2 | 13h20, 15h45, 18h15, 21h20, 23h45 >> Dia e

Noite (m/12) | Sala 3 | 21h00, 23h30 >> Shrek - O Capítulo Final (m/4) | Sala 3 | 12h50, 14h55, 17h00, 19h00 >> Miúdos e Graúdos (m/12) | Sala 4 | 13h00, 15h40, 18h10, 21h10, 23h40 » Saw VI - Jogos Mortais (m/18) | Sala 5 | 00h15 » Beijos & Balas (m/12) | Sala 5 | 13h05, 16h50, 18h00, 21h45 » O Último Airbender (m/12) | Sala 6 | 13h10, 16h10, 18h40, 21h30, 00h10 » Os Mercenários (m/16) | Sala 7 | 13h15, 15h55, 18h20, 21h25, 23h50 » Salt* (m/12) Sala 8 | 13h30, 16h00, 18h30, 21h40, 00h00 » A Origem (m/12) | Sala 9 | 12h45, 15h35, 18h25, 21h15, 00h05 Olhão C. C. Ria Shopping 289 703 332 Os Mercenários (m/16) | Sala 1 |

Viver o Sonho

Teatro “A Gaiola das Loucas”, diariamente, às 22 horas, no Centro de Congressos do Arade. Até 31 de Agosto

Tavira Música Concerto por Ricardo Coelho (piano), sábado às 19 horas, na Igreja da Misericórdia.

Portimão C. C. Continente 282 418 180 Salt* (m/12) | Sala 1 | 13h20, 16h00, 19h00, 21h30, 00h00 » O Último Airbender (m/12) | Sala 2 | 12h50, 16h20, 19h10, 22h00, 00h20 » Miúdos e Graúdos (m/12) | Sala 3 | 13h30, 16h10 18h50, 21h50, 00h10 » A Origem (m/12) | Sala 4 | 12h40, 15h30, 18h25, 21h10, 00h05 » Os Mercenários

Autora: Josephine Cox

Lições de Sedução

* Estreias 13h00, 15h30, 18h30, 21h30 (diariamente), 23h40 (Sex e Sáb) >> Cartas para Julieta* (m/12) | Sala 2 | 13h05, 15h25, 18h25, 21h25 (diariamente), 23h45 (Sex e Sáb) >> Toy Story (m/6) | Sala 3 | 13h00, 15h20 (diariamente), 10h30 ( Sáb e Dom) » Miúdos e Graúdos (m/12) | Sala 3 | 17h45, 20h00, 22h10

Bonito, rico e carismático, Luke Hammond teria o mundo a seus pés. Porém, uma dupla tragédia arruinou a sua vida e perturbou a tranquila cidade de Blackburn. O único consolo na vida de Hammond, dono da fábrica Hammonds, é o precioso tempo em que se refugia em Ribble Valley e se dedica à pintura.

(m/16) | Sala 5 | 13h10,15h40, 18h30, 21h20, 00h15 » Toy Story 3 (m/6) | Sala 6 | 13h10, 15h50, 18h40 >> Beijos & Balas (m/12) | Sala 6 | 21h40, 23h50 Cinemas de Portimão 282 411 888 Toy Story 3 (m/6) | Sala 1 | 14h00, 20h00 (diariamente) >> O Último Airbender (m/12) | Sala 1 | 15h45, 18h00, 21h30 (diariamente), 00h00 (Sex e Sáb)» Salt* (m/12) | Sala 2 | 14h00, 16h00, 18h00, 20h00, 21h45 Tavira Cine-Teatro António Pinheiro 281 322 671 As Ervas Daninhas (m/12), 21h30 (Qui) » Rasgo de Génio (m/12), 21h30

A recente esposa do duque de Rolthven, Brianna Northfield, é distinta, recatada e educada, tudo o que uma jovem noiva deve ser. E que diria a sociedade se a visse com um exemplar de “Os Conselhos de Lady Rothburg”, um livro de lições de uma cortesã sobre comportamentos de boudoir? O muito respeitável duque, seu marido, não aprovaria, mas encontrase demasiado ocupado com as suas obrigações ducais para prestar muita atenção à sua jovem esposa. Embora, se Brianna conseguir o que quer, isso esteja prestes a mudar… Autora: Emma Wildes

horóscopo Carneiro (de 21/03 a 20/04) DRespeite sentimentos e necessidades dos outros. Tende a ser solícito e prestativo em excesso; não terá o reconhecimento devido.

Balança (de 23/09 a 22/10) São possíveis e notórios os progressos sentimentais. Em circunstância alguma deve acomodar-se, deixar que o tempo decida por si.

Touro (de 21/04 a 20/05) Terá gestos invulgares capazes de surpreender pela negativa; controle os seus impulsos. Terá de se empenhar para te progressos profissionais.

Escorpião (de 23/10 a 21/11) Tente ser mais positivo, não se revelando a cada passo insatisfeito. Actue de forma convencional nas questões profissionais.

Gémeos (de 21/05 a 20/06) Poderá sentir emoções fortes, retribua na mesma medida. Surgirão pequenos obstáculos aos seus projectos mas nada que não consiga ultrapassar.

Sagitário (de 22/11 a 21/12) Pode passar por momentos de grande satisfação afectiva. Se persistirem alguns problemas económicos tente arranjar outras saídas.

Caranguejo (de 21/06 a 22/07) Tende a sentir-se perturbado com pequenos desentendimentos. Pode sentir-se atraído por novos projectos mas a altura não é favorável.

Capricórnio (de 22/12 a 19/01) TA conjuntura ajuda-o reagir a acontecimentos negativos. Novos impulsos surgirão para a sua carreira ou vida económica.

Leão (de 23/07 a 22/08) Crie condições para ultrapassar instabilidade sentimental e cimentar relações. Não se mostre indiferente a estímulos pecuniários.

Aquário (de 20/01 a 18/02) Tendência a sentir-se confuso, não recorra a terceiras pessoas para tomar decisões. Peça mais tempo para concluir os trabalhos, nada de pressas.

Virgem (de 23/08 a 22/09 ) Terá boa correspondência sentimentos, uma nova paixão pode despertar. Correr riscos no sector laboral não é problemático.

Peixes (de 19/02 a 20/03) Bons momentos são previsíveis no amor; uma mudança de comportamento será muito favorável. Organize bem o seu dia.


20

ANÚNCIOS I CLASSIFICADOS

| 19 de Agosto de 2010

Farmácias de Serviço QUINTA

SEXTA

SÁBADO

DOMINGO

SEGUNDA

TERÇA

QUARTA

ALBUFEIRA

Santos Pinto

Santos Pinto

Piedade

Piedade

Piedade

Piedade

Piedade

ARMAÇÃO DE PÊRA

Sousa Coelho

Sousa Coelho

Edite

Edite

Edite

Edite

Edite

FARO

Pereira Gago

Da Penha

Baptista

Helena

Alexandre

Crespo Santos

Palma Batista

LAGOA

José Maceta

José Maceta

Sousa Pires

Sousa Pires

Sousa Pires

Sousa Pires

Sousa Pires

LAGOS

Lacobrigense

Silva

Telo

Neves

Ribeiro Lopes

Lacobrigense

Silva

LOULÉ

Pinto

Avenida

Martins

Chagas

Pinheiro

Pinto

MArtins

MONCHIQUE

Moderna

Moderna

Moderna

Moderna

Hygia

Hygia

Hygia

OLHÃO

Nobre Sousa

Brito

Rocha

Pacheco

Progresso

Olhanense

Nobre Sousa

PORTIMÃO

Amparo

Arade

G.F. Dias

Central

Pedra Mourinha

Moderna

Carvalho

QUARTEIRA

Algarve

Algarve

Maria Paula

Maria Paula

Maria Paula

Maria Paula

Maria Paula

SÃO BART. DE MESSINES

Seq. Correia

Seq. Correia

Seq. Correia

Seq. Correia

Algarve

Algarve

Algarve

SÃO BRÁS DE ALPORTEL

Dias Neves

S. Brás

Dias Neves

Dias Neve

Dias Neves

S. Brás

Dias Neves

SILVES

João Deus

João Deus

João Deus

Cruz de Portugal

Cruz de Portugal

Cruz de Portugal

Cruz de Portugal

TAVIRA

Maria Aboim

Central

Felix Franco

Felix Franco

Sousa

Montepio

Maria Aboim

VILA REAL de STº ANTÓNIO

Carrilho

Carrilho

Carmo

Carmo

Carmo

Carmo

Carmo

Acordos com:

Medis, Multicare, C.G.D.

DESINFESTAÇÕES, LDA. Olhão

CASAL OFERECE-SE

para tratar de qualquer género de propriedade. Contactar: 918 617 269

ALUGA-SE T2 - CACELA NOVA 4º andar mobilado Contrato Anual Contacto: 915 844 010

VENDE-SE CITROËN BERLINGO ANO 2006 EM BOM ESTADO CONTACTAR: 918 201 747

A SOLIDÃO É UMA TRISTEZA Cavalheiro procura esposa. Assunto sério. Não interessa riqueza.

Contactar: 927 079 771


ANÚNCIOS I NECROLOGIA

19 de Agosto de 2010 |

21

ACUPUNCTURA FISIOTERAPIA OSTEOPATIA

Tractor - Rega, Lda

Desconto 30% valor consulta em sede de IRS; Protocolos com diversas entidades. Junto às Ruínas de Milreu 8005-443 ESTOI-FARO

Web: http://osteofala.weebly.com · Tlm: 969 260 836

CARTÓRIO NOTARIAL EM TAVIRA BRUNO TORRES MARCOS NOTÁRIO CERTIDÃO DE JUSTIFICAÇÃO CERTIFICO, para efeitos de publicação, nos termos do artigo 100.º do Código do Notariado que, por escritura pública de Justifi cação outorgada em dois de Agosto de dois mil e dez, exarada a folhas quarenta e oito do Livro de Notas para Escrituras Diversas número Treze-A, do Cartório Notarial em Tavira do Notário privado Bruno Filipe Torres Marcos, sito na Rua da Silva, n.º 17-A, freguesia de Tavira (Santa Maria), concelho de Tavira: - MANUEL ANTÓNIO, contribuinte fiscal número 120 359 812, e mulher MARIA DA CONCEIÇÃO, contribuinte fiscal número 169 778 908, ele natural da freguesia de Cachopo, concelho de Tavira, e ela natural da freguesia de Martim Longo, concelho de Alcoutim, casados sob o regime da comunhão geral de bens, residentes em Alcarias Baixas, caixa postal 257-Z, em Cachopo, Tavira, declaram: - Que são donos e legítimos possuidores, com exclusão de outrem, dos seguintes imóveis, sitos na freguesia de Cachopo, concelho de Tavira, não descritos na respectiva Conservatória do Registo Predial e inscritos na respectiva matriz predial em nome do justifi cante marido: Verba Um - Prédio urbano no sítio de Alcarias Baixas, com vários compartimentos, destinado a habitação, a confrontar de Norte com José Afonso, Nascente com Custódia Maria, Sul com Rua e Poente com Manuel José e outra, com a área coberta de sessenta e dois metros quadrados e descoberta de vinte metros quadrados, inscrito na respectiva matriz sob o artigo 2088, com o valor patrimonial tributável de três mil setecentos e oitenta euros, igual ao atribuído; Verba Dois - Um prédio misto no sítio da Cerca de Trás, composto na parte urbana por casa de morada com vários compartimentos, destinada a habitação, e na parte rústica por terra de cultura, pastagem e arvoredo, a confrontar do Norte com Manuel João Pereira, Nascente e Sul com Manuel João e outros e Poente com Caminho, com a área coberta de sessenta e quatro metros quadrados e descoberta de trezentos e dez metros quadrados, inscrito na respectiva matriz predial urbana sob o artigo 2089 e na matriz predial rústica sob o artigo 5483, com os valores patrimoniais tributáveis de quatro mil e quinhentos euros e sete euros e vinte cêntimos, respectivamente, a que atribuem igual valor; - Que os referidos prédios, com a indicada composição e área, chegaram à posse deles justifi cantes, em data imprecisa do ano de mil novecentos e sessenta e sete, por partilha meramente verbal e nunca reduzida a escritura pública, feita com os demais interessados, por óbito dos pais do justificante marido, António Martins e Maria Lourença, residentes que foram no referido sítio de Alcarias Baixas. - Que, assim sendo, não tem título sufi ciente da aquisição dos referidos prédios, estando, por isso, impossibilitados de comprovar a referida aquisição pelos meios extrajudiciais normais e de efectuar o registo dos prédios a seu favor. - Que, porém, desde essa data, portanto, há mais de vinte anos, de forma pública, pacífica, contínua e de boa fé, ou seja, com o conhecimento de toda a gente, sem violência nem oposição de ninguém, reiterada e ininterruptamente, na convicção de não lesarem quaisquer direitos de outrem e ainda convencidos de serem titulares do respectivo direito de propriedade e assim o julgando as demais pessoas, tem possuído aqueles prédios – utilizando os urbanos, alternadamente, como casas de habitação, neles fazendo obras de reparação e restauro, e cultivando o rústico, nele pastando os seus animais, amanhando a terra, tratando das árvores, colhendo os seus frutos e pagando os devidos impostos ao Estado e todos os outros encargos inerentes – pelo que, tendo em consideração as referidas características de tal posse, adquiriram os referidos prédios por USUCAPIÃO, o que invocam. Tavira, 3 de Agosto de 2010. O Notário, Bruno Filipe Torres Marcos Conta registada sob o n.º 2/765. (POSTAL do ALGARVE, nº 999, de 19 de Agosto de 2010 )

SANTIAGO – TAVIRA SANTA MARIA - TAVIRA

MARIA DA CONCEIÇÃO AFFONSO 19-01-1918 / 02-08-2010

AGRADECIMENTO Os familiares vêm por este meio agradecer a todos quantos se dignaram acompanhar o seu ente querido à sua ultima morada, bem como ao pessoal do Lar de Sta Maria – Tavira, por todo o empenho e carinho demonstrado. NOTA: vimos por este meio, pedir as mais sinceras desculpas pela troca de nome ocorrida na edição anterior (MACHADO EM VEZ DE AFFONSO)

LUZ DE TAVIRA SANTIAGO – TAVIRA

SANTA MARIA – TAVIRA CUSTÓDIO ALBERTO DAS MERCÊS 21-11-1914 / 08-08-2010 EX-PRESIDENTE DA ASSSOCIAÇÃO DO MONTE-PIO ARTISTICO TAVIRENSE ASM.

AGRADECIMENTO Os seus familiares agradecem a todas as pessoas que

MARIA LUISA GUERREIRO

acompanharam o seu ente querido até à sua última

23-10-1933 / 15-08-2010

morada. Assim como a todos aqueles que manifesta-

AGRADECIMENTO

ram o seu pesar.  281 322 652 / 281 962 330  281 962 432  918 530 058 / 966 088 324  alagoa.lda@gmail.com

MONCARAPACHO – OLHÃO SANTO ESTÊVÃO - TAVIRA

SUSANA CLARA LOURENÇO BRÁS 20-09-1968 / 05-08-2010

AGRADECIMENTO Os seus familiares vêm por este meio agradecer a todos quantos se dignaram acompanhar o seu ente querido à sua última morada ou que, de qualquer forma, lhes manifestaram o seu pesar.

Os seus familiares vêm, por este meio, agradecer a todos quantos a acompanharam em vida e nas suas cerimónias exéquias ou que de algum modo lhes manifestaram o seu sentimento e amizade.

CONCEIÇÃO - TAVIRA SANTA MARIA – TAVIRA

DOMINGOS ANTÓNIO 11-10-1924 / 06-08-2010

AGRADECIMENTO Os seus familiares vêm, por este meio, agradecer a todos quantos o acompanharam em vida e nas suas cerimónias exéquias ou que de algum modo lhes manifestaram o seu sentimento e amizade.


| 19 de Agosto de 2010

>> SOLUÇÃO

>> ASSINALE A FRASE CORRECTA  Tratam-se de assuntos de extrema importância.  Trata-se de assuntos de extrema importância.  Tratam se de assuntos de extrema importância.  Tratasse de assuntos de extrema importância.

OPINIÃO A opinião conta

FICHA TÉCNICA

Sede: Rua Dr. Silvestre Falcão, n.º 13 C - 8800-412 Tavira - Algarve Tel: 281 320 900 | Fax: 281 320 909 E-mail: geral@postaldoalgarve.com Director: Henrique Dias (C.P. 3259). Director Comercial: Basílio Pires Editor: Ricardo Claro (C.P. TP912). Redacção: Cristina Mendonça (C.P. 3258), Helga Simão, Paula Ferro (C.P. 8424). Colaboradores fotográficos: José A. N. Encarnação “MIRA” Colaboradores: Beja Santos (defesa do consumidor), Nelson Pires (CR26). Departamento Comercial, Publicidade e Assinaturas: Anabela Gonçalves, José Francisco. Propriedade do título: Henrique Manuel Dias Freire, inscrito sob o nº 211 612 no Registo das Empresas Jornalísticas. Edição: Postal do Algarve - Publicações e Editores, Lda. Contribuinte nº 502 597 917. Depósito Legal: nº 20779/88. Registo do Título (dgcs): nº 111 613. Impressão: Coraze - Oliveira de Azeméis Distribuição: Banca - Logista, à sexta-feira com o Público/VASP - Sociedade de Transportes e Distribuição, Lda e CTT. Membro: APCT - Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem e Circulação; API - Associação Portuguesa de Imprensa; AIRA - Associação da Imprensa Regionalista Algarvia.

Tiragem desta edição:

12.230 exemplares

da semana passada

Li um livro há cerca de plantas. Li um livro àcerca de plantas. Li um livro acerca de plantas. Li um livro a cerca de plantas.

A forma correcta é acerca de. Acerca é um advérbio e usa-se na locução prepositiva que significa “a respeito de; sobre; em preferência a”. Há cerca de indica um tempo decorrido. Cerca utiliza-se como substantivo para designar um muro ou vedação; ou como conjugação do verbo transitivo cercar; como advérbio para designar “nas proximidades de, a pouca distância”.

Esta é uma iniciativa das Bibliotecas Paula Nogueira, do Agrupamento de Escolas (AE) Professor Paula Nogueira (Olhão), que conta com a parceria de: AE da Sé (Faro); AE D. Afonso III (Faro); AE Dr. Alberto Iria (Olhão); AE de Estoi (Faro); AE Professora Diamantina Negrão (Albufeira); AE de Castro Marim; Escola EB 2, 3 Poeta Bernardo Passos (São Brás); Escola Secundária João de Deus (Faro); jornal regional Postal do Algarve que, semanalmente, divulga os problemas e as soluções deste jogo. Convidamos todas as bibliotecas, interessadas em aderir ao Jogo da Língua Portuguesa e receber os materiais para o mesmo, a contactar: biblioteca.epnogueira@ gmail.com ou geral@postaldoalgarve.com

Festival do Marisco

Mais turistas não salvam o Verão

De acordo com a organização, o Festival manteve o sucesso em tempo de crise. Cerca de 60 mil pessoas visitaram o certame (Ler pág. 10).

Mais turistas nos hotéis não garantem salvar o Verão no sector do turismo. É que os preços das dormidas estão mais baratos, logo lucrase menos (Ler pág. 18).

O TURISMO NO DESENVOLVIMENTO DO SOTAVENTO ALGARVIO –VI*

E agora, de que estamos à espera? José Viana Ex-Secretário de Estado da Marinha Mercante e das Pescas

Entretanto, escreveu-me um leitor interessado em saber por que razão, parecendo serem os vários investimentos aqui sugeridos muito interessantes, particularmente na presente conjuntura de tanta carência de postos de trabalho, eles não se concretizam. Esta dúvida é muito pertinente e duplamente oportuna. Primeiro, porque por um lado existe a necessidade absoluta da criação de postos de trabalho, única forma prática de diminuir a tremenda taxa de desemprego e, por outro, a igualmente importante tarefa de melhorar o nível do nosso produto turístico de forma a aumentar as receitas desta actividade altamente exportadora e diminuir a taxa de sazonalidade, quando eficazmente praticada. Depois, porque está em curso uma acção concreta de grande profundidade e ambição que poderá permitir a expansão da nossa ZEE (Zona Económica Exclusiva) que é agora de 1.683.000 km2 para mais 2.150.000 km2, o que nos dará enormes potenciais em riquezas naturais mas também enormes responsabilidades de as conseguirmos explorar, para que se

não repitam os erros cometidos nos finais do século XIX no tristemente célebre caso do mapa cor-de-rosa. Ora, para que tudo isto seja realizável, o Governo actual tem desenvolvido várias acções internas e externas de forma a concretizar este programa de desenvolvimento essencial para o futuro do país. Como é sabido, nas últimas três décadas a componente civil da nossa Marinha tem vindo a apresentar sintomas de grande decadência em virtude do desinteresse por estas actividades por parte dos poderes político e empresarial, particularmente no período 85-95 em que tanto a Marinha Mercante como as pescas foram altamente prejudicadas e a de recreio esquecida. Actualmente, há determinações ao mais alto nível para se inverter esta situação, pois parece haver a consciência de que se assim não for feito os resultados serão uma vez mais um novo desastre cor-de-rosa. Acontece, porém, que a nossa estrutura governativa é algo complexa, pois de assuntos relativos ao mar há 14 tutelas e embora haja uma Secretaria de Estado cujo título indica Assun-

tos do Mar, ela não tem poderes efectivos que lhe permitam resolver todas as dificuldades que atrasam as decisões que são precisas para se progredir em tempo útil, isto é, agora! Uma vez mais o exemplo do nosso passado marítimo vem ao de cima: no século XV, em que os portugueses ligaram todo o mundo com os seus navios, pouco ou nada se escrevia, mas muito se fazia. Agora, muito se escreve, mas muito pouco se faz. Existe, é certo, um organismo criado para dinamizar estes projectos mas estes têm que ser iniciados localmente e simultaneamente existem trabalhos em curso, aliás, centralizados talvez demais se tivermos em conta a realidade e os esforços frequentemente explicitados pelo poder político no sentido de aumentar a descentralização. No entanto, uma coisa parece ser certa: os poderes locais, isto é, as autarquias interessadas em projectos náuticos importantes, como são os casos de Tavira, Castro Marim e Vila Real de Santo António, como exemplos paradigmáticos desta actualidade em conjunto com os responsáveis locais, principalmente do IPTM, da Ria Formosa e da Direcção de

Ordenamento, deveriam iniciar as acções tendentes a cumprir as determinações do Governo e os interesses da região. Não inclui Olhão porque este município já iniciou este desenvolvimento, embora ainda tenha também muito para fazer. Parece haver investidores privados interessados mas nenhum poderá concretizar este interesse se tiver como perspectiva esperar dez ou mais anos por uma decisão. Portanto, a questão põe-se assim: existem sugestões concretas para vários projectos que modificariam, para melhor, a vida destes municípios e dos seus habitantes, mas é forçoso que as forças vivas civis e os responsáveis da Administração Pública atrás indicados se sintonizem e cumpram o seu dever de promover o progresso desta região. Só depois se poderá responsabilizar o Governo Central pelos atrasos em curso. * Os leitores podem enviar opiniões e sugestões para o POSTAL: (geral@postaldoalgarve.com) à atenção do programa: - O FUTURO DO SOTAVENTO - Rua Dr. Silvestre Falcão, nº 13 C - 8800412 Tavira.

design: POSTAL

As opiniões e cartas de leitor devem ter um máximo de 320 palavras e serem remetidas ao POSTAL por e-mail com nome, morada e telefone do autor. O POSTAL reserva-se o direito de seleccionar trechos que considere importantes e de determinar a sua publicação de acordo com a disponibilidade na secção e com a linha editorial do jornal.

   

Sobe & desce

22


Y

AF-Postal do Algarve-26x37.pdf

7/28/10

2:40:28 PM pub


PUB

5:2D 6>

>65:6G2:D

42DEC@ >2C:> 56D7:=672=4@2C:22?:>2r«@56CF2 E@C?6:@D;@8@D32?BF6E6D>6C425@

Château-Essor-Blinois âteau-Essor-Blinois

@lkpriqblmoldo^j^bj7 ttt+`j*`^pqolj^ofj+mq

POSTAL 999  

POSTAL 999

Advertisement