Page 1

DIA DA CIDADE: OLHÃO PROMETE FESTA EM GRANDE E MUITA CULTURA > 10

RICARDO CLARO

PUB

Director Henrique Dias Freire • Ano XXIII • Edição 1038 • Semanário à quinta-feira • 16 de Junho de 2011 • Preço € 1

FARO 6 PORTIMÃO 7 VILA REAL, CASTRO MARIM, ALCOUTIM 8 TAVIRA 9 OLHÃO 10 SÃO BRÁS, LOULÉ 11 ALBUFEIRA 14 LAGOA, SILVES, MONCHIQUE 15 LAGOS, VILA DO BISPO, ALJEZUR 16 REGIÃO 17 LAZER 19 CLASSIFICADOS 20 OPINIÃO 22

Luís Medeiros Vieira revê trabalho nas Pescas

ÀS SEXTAS EM CONJUNTO COM O PÚBLICO POR €1,60

O secretário de Estado das Pescas analisa o sector e acção do Governo cessante numa entrevista exclusiva ao POSTAL no momento em que o Governo Sócrates vê cair o pano. O sector analisado no Algarve e o país por quem comandou o destino da política de Pescas no último Governo. Uma analise com os números e os projectos mais relevantes da área. p. 3 e 4

>

Cimento ruma a Cabo Verde com partida de Faro

D.R.

> Negócio pode atingir 150 mil toneladas por ano de cimento produzido e exportado pela Cimpor > Cinquenta e dois navios por ano fazem multiplicar por 12 o volume de carga do Porto de Faro p. 6 SILVES

FUTEBOL DE SETE D.R.

Fábrica do Inglês sem investidores para reanimar equipamento Isabel Soares não perde a esperança de ver reabrir o melhor espaço de diversão de Silves, mas investidores capazes de assumir o investimento até ao momento não há p. 15

>

Loulé prepara arranque do MED Festival: Único, místico e imperdível é o festival mais eclético do Algarve. Fusão de sonoridades raras, encontros e muito mundo estão previstos para Loulé > 3

Copa Foot 21 regressa a Vila Real

D.R.

> São 1.800 jovens futebolistas para a prova rainha do futebol de sete no país. Vila Real e o Algarve preparam-se para o grande evento p. 8

ESPECTÁCULO

Summer Parade encheu PSP e GNR reforçam efectivo Albufeira p. 14 SEGURANÇA

na região

> São cerca de 100 homens que

vêm para o Algarve, mas que os políticos regionais e as associações empresariais consideram insuficiente p. 17

PUB

CA CENTENÁRIO Veja anúncio pág. 2


PUB

97

9[dj[d|h_e

PARECE QUE FOI ONTEM MAS JÁ PASSARAM &%%ANOS. Foi em &.&& que tudo começou. Ao longo dos últimos &%% Anos caminhámos ao lado de muitos projectos e ambições. Apoiámos famílias, empresas e instituições de solidariedade social. Contribuímos para o desenvolvimento económico-social das comunidades locais. De aldeias a vilas, de vilas a cidades e de geração em geração. Hoje somos um Grupo Financeiro com uma oferta global de produtos e serviços em que os portugueses confiam. ,%% Balcões, mais de )%% mil Associados e mais de 1 milhão de Clientes. Juntos somos cada vez mais, e juntos celebramos '&& Anos de Crédito Agrícola.

Linha Directa .&.(&,&(&

')]dgVhedgY^V!XdbViZcY^bZcideZghdcVa^oVYd YZ'¯V+¯!YVh-](%|h'(](%0 ZH{WVYdh!9db^c\dhZ;Zg^VYdhYVh&%]|h'(]#

www.creditoagricola.pt

PUB

PUB


16 de Junho de 2011  |   

em foco MED promete viagem de quatro dias pelas sonoridades do mundo Quatro dias de viagem por terras do mundo sem ir mais longe do que Loulé, o destino por excelência, entre os dias 22 e 25 deste mês d.r.

O programa 22 de Junho 21.30 | Lula Pena (1) 21.45 | António Zambujo (2) 22.45 | JAADU – Faiz Ali Faiz & Titi Robin (3) 23.30 | Marrokan (1) 00.00 | Muchachito Bombo Infierno (2)

23 de Junho 21.30 | The Gilbert’s Feed Band (1) 21.45 | Sean Riley & The Slowriders (2) 22.45 | SEUN KUTI & EGYPT 80 (3) 23.30 | Os Golpes (1) 00.00 | MAGNIFICO (2)

24 de Junho

 Os Afrocubism são uma das sonoridades que marca presença no MED 2011 Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

Dia 22 marca a data de aber-

tura da oitava edição do Festival MED em Loulé e, uma vez mais, prevê-se que durante os quatro dias do evento todos os caminhos vão dar a Loulé, que se prepara para voltar a acolher milhares de pessoas. O MED é hoje, oito anos volvidos sobre a sua primeira edição, um festival de culto para muitos e uma data incontornável na agenda de muitas mais pessoas que ano após ano foram engrossando a lista de fiéis de um dos festivais de world music com maior projecção em Portugal. Como destaca Joaquim Guerreiro, vereador da Cultura da Câmara de Loulé, “desde os primeiros anos que conseguimos juntar no MED um conjunto tão eclético de propostas musicais e um car-

taz com tantos nomes de reconhecido mérito nacional e internacional que ainda que existam tentativas de reproduzir o MED noutras regiões do país não conseguem atingir o referencial de qualidade que alcançamos em Loulé”.

Um festival único Ao POSTAL o vereador destaca que, “o MED é um evento único” e explica a sua convicção, “a oferta aos visitantes do MED de uma fusão de estilos musicais rara a que se unem a inovação, ano após ano, o factor surpresa, um ambiente irreproduzível e um enquadramento como tem este festival, tornam o MED uma experiência única”. Com menos cerca de 25% de orçamento neste ano, o MED consegue, de acordo com o vereador Joaquim Guerreiro, “manter os padrões de qualidade a que habituou os seus seguidores”. Engenho e arte na

contenção de despesas parece ter sido a receita para um festival com menos custos e um cartaz invejável como aquele que o MED apresenta este ano (ver caixa). Sonoridades raras e carregadas de exotismo, animação e um espírito muito peculiar que invade quem se atreve em terras do MED são as promessas desta oitava edição de um dos festivais mais marcantes a nível regional e mesmo nacional.

Muito mais do que música Mas o MED é muito mais do que música e apresenta-se nesta oitava edição com um repetido cruzar de experiências culturais. Artesanato e gastronomia, pela mão do chefe Chakall, e arte, numa exposição de David Almeida, são outras das propostas que o festival apresenta ao público. Tudo pensado para que,

por entre as ruas estreitas do centro de Loulé, se volte pela oitava vez a viver o espírito único do MED, convidando a deixar correr o tempo ao ritmo dos sons do mundo e a viajar por povos, culturas, registos e terras que de desconhecidas passam a integrar o nosso imaginário pela mão das notas musicais. A proposta é a de não perder pitada deste MED que mantém desde há três anos os preços, com as entradas a custarem 12 euros por dia ou 40 num passe para os quatro dias, que mais não é do que um verdadeiro passaporte para quatro jornadas muito especiais. Lugar ainda para o teatro com apresentação diária de “O Fado de Cássima e o canto das mouras”, uma peça que o grupo Ao Luar Teatro apresenta às 21.30 horas nos claustros do Convento do Espírito Santo e que pode bem

21.30 | Al Mouraria (1) 21.45 | Luísa Sobral (2) 22.45 | GEORGE CLINTON & Parliament/Funkadelic (3) 23.30 | The Soaked Lamb (1) 00.00 | DakhaBrakha (2) 01.15 | Batida (3)

25 de Junho 21.30 | Frankie Chavez (1) 21.45 | Márcia (2) 22.45 | BALKAN BRASS BATTLE (3) 23.30 | Pinto Ferreira (1) 00.00 | Mulatu Astatke (2) 01.15 | AFROCUBISM (3) Legenda: (1) Palco Castelo; (2) Palco Cerca; (3) Palco Matriz servir de mote para uma noite bem passada por entre a arte e a cultura.

MED kids Para os mais pequenos e para os pais que queiram levar ao MED os filhos, o festival disponibiliza o Espaço MED Kids, pensado exclusivamente para uma noite especial para os pequenotes. Enquanto os pais vagueiam pelo festival ,a proposta dos animadores do es-

paço é a de levar as crianças a uma viagem pelo mediterrâneo pensada à sua medida, porque para aqueles que têm entre 6 e 12 anos o festival criou uma aventura única. Não há pois razão para não marcar na agenda uma ida ao MED e deixar-se levar para outras paragens aqui mesmo sem necessitar de fazer uma viagem que não seja a mental. De resto, viva o MED. Porque há momentos assim, imperdíveis.


4

| 16 de Junho de 2011

DESTAQUE ENTREVISTA A LUÍS MEDEIROS VIEIRA

“A Pesca não pode ser vista de forma meramente económica” Ao cair do pano da governação socialista, o POSTAL entrevista o secretário de Estado das Pescas, Luís Medeiros Vieira. Ainda em funções, o governante faz uma análise nacional e regional do sector que pode vir a representar uma das áreas de diversificação da economia algarvia e que pode colocar a região entre as mais relevantes do país no sector, nomeadamente na área da aquicultura. As palavras de quem conhece por dentro o sector na semana que fecha o ciclo governativo do Partido Socialista.

POSTAL - Portugal tinha em 2009 menos de metade da frota pesqueira do que em 1986. A política de reestruturação da frota, levada a cabo com fundos comunitários, não foi longe demais reduzindo a frota portuguesa de forma excessiva quando comparada com outros países da União Europeia (UE)? Luís Medeiros Vieira Aquando da adesão à UE, em 1986, Portugal registava um elevado número de embarcações, mas boa parte das mesmas estavam envelhecidas e obsoletas. Paralelamente, Portugal viu diminuídas as suas possibilidades de pesca na NAFO (Organização de Pescas do Atlântico Norte), pelo que de 1986 a 1995, se observou uma redução de cerca de 30% do número de embarcações registadas, passando a frota de pesca a ser constituída por 11.600 embarcações contra as iniciais 17 mil. A partir de 1995/1996 a reestruturação da frota desenvolveuse com base numa política de renovação das embarcações, de modo a permitir melhores condições de segurança, habitabilidade e conservação do pescado, e uma adequada adaptação da capacidade da frota aos recursos disponíveis. Ainda que, a partir dessa data, se tenha assistido à redução do número de embarcações derivado da política de construção por substituição de outras existentes, o que é facto é que a partir de 1999 há uma ten-

dência de estabilidade da nossa produção média na ordem das 200 mil toneladas. Isto significa que a frota portuguesa passou a ser mais eficiente, e que um menor número de barcos conseguem capturar idênticas quantidades de pescado. Aliás, quando comparamos os dados relativos à ultima década, conclui-se que uma estrutura produtiva com menos 2.188 embarcações, para um total de 8.562 (sendo mais de 90% de comprimento fora-afora inferior a 12 metros), foi capaz de uma produção 6% superior, mais 11.233 toneladas. Regista-se, portanto, uma maior produtividade no sector das Pescas. Por outro lado, os dados disponíveis não indicam que Portugal tenha tido maiores reduções do que outros Estados-membros do sul, entre os quais a Espanha. As cerca de 200 mil toneladas de pescado produzidas em Portugal em 2010 são insuficientes para dar resposta às necessidades do país. Como vê a relação entre estes dados e as quotas de pesca atribuídas a Portugal? As quotas são atribuídas com base numa chave de repartição histórica, e Portugal tem conseguido algumas vantagens comparativas. O que se passa é que nesse consumo per capita cerca de metade refere-se a bacalhau, espécie que não é capturada

nas nossas águas. Portugal tem acesso a quotas de bacalhau em águas da NAFO, na Noruega e no SVALBARD. Na NAFO, foi reaberta, em 2010 (depois de ter estado encerrada desde 1998), a pesca de bacalhau na zona 3M da NAFO. Tendo em conta que a avaliação científica comprovou a excelente recuperação deste stock, o respectivo TAC (Total Admissível de Captura) aumentou de 5.500 toneladas para 10 mil, de que resultarão, em 2011, mais 875 toneladas de quota de bacalhau para Portugal, passando de 1.070 para 1945 toneladas (+81,8%). Também no SVALBARD, tendo em conta o aumento do TAC de 525 mil para 689 mil toneladas, a quota portuguesa passou de 2.144, em 2010, para 2.378 toneladas, em 2011 (+10,9%). Já na Noruega, a quota portuguesa decorre do Acordo do Espaço Económico Europeu, tendo constituído uma compensação a alguns Estadosmembros da UE em troca do acesso dos produtos noruegueses ao mercado europeu. No entanto, dado que também é negociada, anualmente, no quadro do Acordo de pesca UE/ Noruega, dada a falta de contrapartidas necessárias, a UE só obteve 12.127 toneladas de bacalhau de que decorreu uma quota de 1.904 para Portugal, em 2011, representando uma diminuição relativamente a 2010 (29,5%). Défice da balança comercial Quais as principais soluções que preconiza para inverter o saldo negativo da balança comercial dos produtos de pesca? É possível fazer baixar o saldo negativo de mais de 650 milhões de euros? Nos últimos cinco anos as exportações dos produtos da

D.R.

 Luís Medeiros Vieira numa entrevista que marca a fase final das suas responsabilidades enquanto secretário d

pesca cresceram 17%, tendo o deficit da balança comercial sido reduzido em 7%. No capítulo das exportações e do conjunto dos produtos da pesca, destacam-se as conservas de pescado, cujas exportações, no mesmo período, aumentaram 24% em volume e 51% em valor. Aliás, as conservas e os óleos são componentes em superavit na balança comercial

dos produtos da pesca. Importa considerar que, globalmente, a UE é deficitária em produtos da pesca, dependendo das importações de peixe para satisfazer cerca de metade das suas necessidades de consumo. No caso de Portugal, o grande peso das importações tem a ver com as nossas necessidades de abastecimento de bacalhau.

O Governo, com o objectivo de reduzir o saldo negativo da balança comercial, implementou uma estratégia que visa não só promover as exportações como também atingir novos mercados, através da modernização dos canais de distribuição e da criação de marcas “estratégicas”. Incentivamos ainda a divulgação dos produtos da pesca e aquicultura “inovado-


16 de Junho de 2011 |

DESTAQUE ENTREVISTA AO SECRETÁRIO DE ESTADO DAS PESCAS

O Estado continua a apoiar as aquiculturas inshore.

Luís Medeiros Vieira Secretário de Estado das Pescas

res” que respondam ao perfil dos consumidores e que acompanhem as novas tendências do mercado. A produção da indústria transformadora dos produtos da pesca é uma produção de qualidade já reconhecida em vários mercados internacionais, nomeadamente no Brasil (bacalhau) e na Itália e França (conservas), cujos resultados são já visíveis pela redução dos valores do défice registado nos últimos dois anos. O sector das conservas representa na capacidade de reverter a situação do défice comercial um nicho com elevada margem de crescimento. Como é que vê esta questão? A indústria transformadora, onde se insere a indústria de conservas, foi o D.R.

de Estado das Pescas

subsector que registou alterações mais significativas, desde a adesão, modernizou-se e diversificou a sua produção, estimando-se que a mesma se situe actualmente nas 190 mil toneladas e que o volume de negócios ascenda a 1,1 mil milhões de euros. A indústria conserveira, para além do contributo positivo que assume na redução do dé-

fice da balança comercial dos produtos da pesca, constitui, ao nível da captura, um pilar fundamental para a sustentabilidade da produção do pescado, pois as unidades de transformação são abastecidas, maioritariamente, pela frota nacional. Além disso, asseguram um elevado número de postos de trabalho nas zonas costeiras. O subsector das conservas, tem vindo, de facto, a modernizar-se a um ritmo equilibrado, e a apostar numa política de qualidade e de inovação de processos e produtos, sem prejuízo de manter fabricos artesanais e tradicionais de reconhecida qualidade, o que se traduz na forte implantação das conservas portuguesas em mercados da UE e de países de expressão portuguesa. Fraco peso das pescas no produto nacional De acordo com dados estatísticos, a importância do sector da Pesca em Portugal no Produto Interno Bruto e no Valor Acrescentado Bruto nacionais é inferior a 1%. Que comentário lhe merecem estes números e que medidas concretas se adoptaram no Plano Estratégico Nacional para inverter estes números? O sector da Pesca não pode ser analisado de uma forma meramente económica, pois assume uma importante relevância social, regional e local. A actividade da pesca funciona como um factor de fixação das populações ao longo da costa e constitui o motor de desenvolvimento de outras actividades correlacionadas, ou mesmo independentes, como é exemplo o turismo, a restauração e o artesanato, contribuindo para o equilíbrio sócio-económico nas principais comunidades piscatórias. Notese que o emprego directo no sector ascende a 30.057 postos de trabalho, representando cerca de 6% da população activa. A relevância do Algarve No sector das Pescas, que relevância considera que tem, numa análise macro, o Algarve? A região do Algarve é uma região muito importante para o sector da Pesca, não só porque tem condições naturais favoráveis à actividade aquícola inshore e offshore, como dis-

5

Textos: Ricardo Claro

AQUICULTURA

Armona entre os projectos mais relevantes Que importância dá o Governo à área da aquicultura offshore e que potencial poderá vir a ter para o país? O Governo considera a aquicultura offshore uma das prioridades estratégicas para o sector. Neste sentido, criou uma “Área Piloto de Produção Aquícola da Ilha de Armona” (APA), com vista ao crescimento sustentado da actividade. Em que medida é que o Algarve pode participar nesta área dos esforços do Governo para o sector das Pescas? O país tem condições naturais susceptíveis de potenciar um melhor aproveitamento produtivo de algumas espécies, como o mexilhão e a ostra, e de diversificar a produção para outras espécies (linguado, pregado, sargo, pargo, corvina, etc.). Sabendo-se a particular aptidão da região do Algarve, nomeadamente para a produção de moluscos bivalves cultivados em viveiros,

põe da maior zona recifal da Europa (±60 quilómetros), que proporciona boas condições para a nidação de espécies. O Algarve é responsável por mais de 80% da produção nacional de moluscos bivalves produzidos em viveiro. Além disso, o Algarve regista 21% do número de embarcações nacionais, situando-se em segundo lugar, depois da Região Centro (23%), e descarrega espécies de alto valor comercial, especialmente nos portos do sotavento (Olhão, Tavira e Vila Real). A frota de pesca e o número de trabalhadores ligado ao sector no Algarve representam realidades adequadas às capacidades/potencialidades da região? Actualmente, a frota portuguesa está ajustada aos recursos, na generalidade. Situações pontuais serão resolvidas com medidas excepcionais, ainda que as mesmas devam

D.R.

em que contribui com cerca de 80% da produção nacional, decerto que a participação desta região é decisiva para que o Governo atinja os objectivos estabelecidos. A aposta na aquicultura offshore relegou para segundo plano os projectos inshore nesta área? De modo algum. A aquicultura em Portugal constitui uma importante alternativa às formas tradicionais de abastecimento de pescado, pelo que todo este sector foi definido como estratégico pelo XVII Governo Constitucional, que estabeleceu a meta de quintuplicar a produção e reforçar a diversificação das espécies. O Estado continuará a apoiar, com verbas do PROMAR, as aquiculturas inshore. O que se pretende é fomentar a entrada no mercado de novas unidades, diversificar a produção para espécies mais competitivas, obter acréscimos de produtividade e aumentar o emprego neste subsector.

ser enquadradas em planos de ajustamento do esforço, caso se reportem a cessações definitivas ou temporárias da actividade. Em termos de execução do PROMAR, qual é a actual situação no país e no Algarve e que análise faz da mesma em termos comparativos com as execuções anteriores? Há um investimento significativo e reestruturante no sector das pescas, apoiado pelo PROMAR, de que são exemplo as estruturas offshore. Mas não é só na vertente aquícola, também ao nível da frota há uma preocupação de melhorar as condições de operacionalidade e de seguranças das embarcações, facto que se realça com a candidatura de projectos colectivos destinados a adquirir equipamentos de segurança (coletes de salvação). Ao nível da indústria o Algarve dispõe de empresas com ele-

 Aquicultura esteve no topo das prioridades nas Pescas Considera que a aquicultura pode ser um nicho de mercado em forma de knowhow para exportação? O Governo considerou que existem excelentes condições para desenvolver um “cluster da aquicultura” dentro de uma estratégia mais vasta do “cluster do mar”, havendo uma dinâmica empresarial de investimentos “âncora” de

vado grau tecnológico capazes de competir com as suas congéneres. Também ao nível do Eixo 4 do PROMAR se iniciam os desenvolvimentos capazes de promover o desenvolvimento esperado nas zonas costeiras da região. Quais os projectos de maior relevância a nível nacional e no Algarve aprovados e em execução no sector das pescas? O Governo apoiou o desenvolvimento de projectos relevantes e estruturantes, refiro-me, por exemplo, ao projecto PIN-AQUINOVA, implementado na Região Centro e aos projectos de aquicultura offshore em curso na Área Piloto de Produção Aquícola da Armona (APPAA). A AQUINOVA é a mais moderna e maior estrutura de produção de pregado a nível mundial, integrando as mais recentes tecnologias, produzindo um efeito estruturante para o sector e para a região

nível mundial. Mas o desenvolvimento do sector não pode ser obtido apenas com o aumento da produção. É preciso diversificar a produção, produzindo espécies com maior valor acrescentado, que permitam melhorar a rentabilidade das explorações aquícolas e produzir produtos destinados a mercados externos.

face à criação dos cerca de 200 postos de trabalho previstos. O projecto envolveu um investimento total de 135 milhões de euros e foi apoiado com verbas comunitárias e nacionais. A empresa prevê produzir em “ano cruzeiro” sete mil toneladas de pregado, sendo cerca de 99% destinados à exportação. Relativamente à APPAA, o objectivo é tirar partido das nossas potencialidades para a expansão da aquicultura em mar aberto. Assim, foi já apoiado no âmbito do PROMAR o assinalamento marítimo da primeira área de produção aquícola em mar aberto, com 60 lotes, de 24 hectares de área total em cada lote, representando oito hectares de área útil/produtiva, este projecto importou em cerca de 790 mil euros. Também ao nível da indústria merecem uma referência especial os projectos vocacionados para novos produtos e novas apresentações.


    |  16 de Junho de 2011

faro

Vila Real volta a receber Copa Foot 21 pág. 8

Porto de Faro exporta cimento para Cabo Verde

dejectos caninos

Faro tem mais dispensadores d.r.

Negócio pode crescer até às 150 mil toneladas por ano de cimento da Cimpor d.r.

Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

Partiu na passada terça-fei-

ra do Porto de Faro o primeiro navio carregado com cimento da Cimpor dirigido a Cabo Verde, dum total de 52 embarcações que se prevê carreguem em Faro semanalmente durante um ano este tipo de carga com destino ao arquipélago do Atlântico. O contrato entre a Cimpor e Cabo Verde, espera-se, pode significar um volume de exportações a partir do Porto de Faro de cerca de 150 mil toneladas de cimento, o que faz, só com este movimento semanal, subir o volume de carga anual expedido pelo porto num ano 12 vezes, tendo por base o volume de carga expedida em 2010, de 12.549 toneladas.

Novo fluxo potencia porto

Mais de 80 mil toneladas vão ser carregadas em 2011 De acordo com o Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos (IPTM), em declarações ao POSTAL, este ano é esperado um navio por semana num total de 28 embarcações que transportarão em média 2.500 toneladas cada, num total de 70 mil toneladas. Se somarmos a este valor as

10.251 toneladas movimentadas pelos quatro navios de carga que aportaram em Faro até Maio deste ano para carregar, o Porto de Faro tem já garantido um movimento de carga total em 2011 de 80.251 toneladas, seis vezes mais do que em 2010.

 Brandão Pires, director do IPTM no Algarve

A importância maior deste novo fluxo de mercadorias prendese com a partida de navios em cheio (carregados com mercadorias) que chegam em vazio, o que permitirá aproveitará estas embarcações para fazerem chegar a Portugal e à Europa mercadorias oriundas de outros portos, potenciando o fluxo comercial do Porto de Faro globalmente. Uma resposta a uma das principais preocupações de Brandão Pires, responsável do IPTM no Algarve, que se prende com a fraca potencialidade exportadora do Porto de Faro e que o titular da administração portuária na região diz só se poder mudar com um novo desenho da cadeia logística da região. Para Macário Correia, presidente da autarquia, “este desenvolvimento do porto reveste-se da maior importância para a afirmação de Faro como o cen-

tro da economia regional”. Para o Porto de Faro, que aguarda há muito a requalificação, este novo impulso é fundamental na manutenção da dupla vertente que o IPTM quer que seja a matriz de desenvolvimento daquela infraestrutura, mercadorias e apoio a mega-iates. O projecto do piloto português Carlos Sousa, de mais de trinta milhões de euros de investimento, prevê instalar ali uma dupla valência de estaleiro para mega-iates e de escola de tripulações em parceria com uma escola da área náutica inglesa. Dentro do projecto está a requalificação total do cais comercial que manterá as valências comerciais de mercadorias e passageiros. A aposta passa ainda pelo Porto de Faro receber cruzeiros de menores dimensões do que Portimão, dadas as dificuldades do canal de acesso, mas num nicho de mercado que pode ter maior valor acrescentado. Ao largo de Faro, em mar alto, aguardava já outro navio cargueiro para carregar cimento em direcção a Cabo Verde, de acordo com aquilo que o POSTAL apurou junto de fonte do IPTM.

A Fagar colocou no concelho de Faro mais 100 dispensadores de sacos para recolha por parte dos donos dos dejectos do cão. A ideia é incrementar a boa prática da recolha dos ditos, a que muito boa gente foge fazendo com que outra boa gente tenha a pouco agradável experiência de pisar os ditos. Isto sem que ao menos se revele verdadeiro o adágio de que pisar dejectos dá dinheiro. Actualmente, estão disponíveis 221 dispensadores: 196 na cidade de Faro, 19 na freguesia do Montenegro, três na freguesia de Estoi e três na freguesia da Conceição. Os dejectos caninos representam uma das maiores problemáticas da limpeza urbana, não apenas pela sua contaminação ambiental, como também pela poluição visual, odorífica e saúde pública. Para além dos dispensadores, serão ainda colocados, nos espaços ajardinados, placas informativas que apelam ao civismo e boas práticas ambientais. Estas medidas vão ser reforçadas através de distribuição de folhetos de sensibilização.

Insegurança

Moradores das ruas com bares sentem-se inseguros Os moradores das ruas onde se concentram a maioria dos bares em Faro afirmaram à Lusa sentir-se inseguros devido a desacatos e actos de vandalismo naquela zona mas a polícia assegura que a criminalidade violenta diminuiu no último ano. O centro nocturno da cidade compreende um conjunto de ruas fechadas ao trânsito sendo uma delas conhecida há anos como a “Rua do Crime” -, onde convivem bares, discote-

cas e residentes, na sua maioria idosos. Vidros de janelas partidos, pinturas nas paredes, garrafas e dejectos espalhados à porta de casa compõem o cenário habitual de quem ali vive e luta contra um problema que se arrasta desde que ali se fixaram os noctívagos, há mais de 20 anos. Um grupo de moradores e comerciantes com quem a Lusa falou e que preferiu não se identificar relata que tem

visto de tudo: sexo, consumo de droga e episódios de violência que chegam a manchar calçadas e paredes de sangue. “Quando os bares fecham isto mete medo”, desabafa um morador, que diz que a partir das três, quatro da manhã, as ruas se enchem de gente que só arreda pé dali já de manhã.

Criminalidade tem diminuído Em declarações à Lusa, o

comandante da PSP de Faro,

Victor Rodrigues, admite que é impossível “ter um polícia à porta de cada bar”, mas garante que a criminalidade naquela zona tem diminuído desde que o patrulhamento foi reforçado. Segundo aquele responsável, nas noites mais problemáticas – quintas, sextas e sábados -, existe em permanência na zona uma equipa do Corpo de Intervenção da PSP com 10 a 12 homens ou da Brigada de Intervenção

Rápida, com oito elementos. “O barulho e o vandalismo nem sempre conseguimos controlar mas a criminalidade violenta e grave diminuiu e não nos têm chegado denúncias crime”, refere Victor Rodrigues, sublinhando que a maioria dos noctívagos são estudantes universitários. De acordo com dados da PSP, desde o início do ano até ao final de Maio, comparativamente com o mesmo

período de 2010, a criminalidade violenta diminui 25% na cidade de Faro. Contactado pela Lusa, o presidente da Câmara de Faro admite que tem havido muitas situações de incumprimento, “queremos melhorar a iluminação, os pavimentos, a fiscalização e provavelmente reduzir os horários de funcionamento dos bares, pois as pessoas têm todo o direito a descanLusa sar”, refere.


16 de Junho de 2011 |

7

PORTIMÃO

Tavira homenageia homens do mar pág. 9

Quinta Pedagógica usa animais para tratar pessoas

PORTUGAL MATCH CUP

Marina recebe mundial de vela D.R.

Terapias assistidas beneficiam 50 utentes D.R.

DESDE 2001 que a Quinta Pe-

dagógica de Portimão está a disponibilizar serviços de hipoterapia e terapia assistida por animais à comunidade, tendo recebido até ao momento mais de cem utentes e diversas instituições de vários concelhos da região algarvia. Desde Março último, esta oferta estende-se a cerca de 50 crianças, adolescentes e adultos que padecem de incapacidade física ou mental, baixa auto-estima ou desmotivação escolar, entre outros diagnósticos. Esta oferta psicoterapêutica é totalmente gratuita, utilizando animais devidamente treinados e seleccionados, como burros, gatos, coelhos anões e, sobretudo, cães e cavalos, funcionando como alternativa ou complementaridade à intervenção em clínica. Nas práticas terapêuticas utilizadas, tem conhecido um franco sucesso o recurso a cavalos, ou hipoterapia, porque requer dos praticantes a participação e utilização da totalidade dos seus corpos, permitindo o desenvolvimento da força, tónus muscular, flexi-

 Etapas em três continentes

 Recurso a cavalos nas práticas terapêuticas tem tido grande sucesso bilidade, relaxamento e aperfeiçoamento da coordenação motora e do equilíbrio. Beneficiam deste serviço jovens utentes de instituições algarvias de solidariedade social, como são os casos da CRACEP – Cooperativa Reeducação de Apoio à Criança Excepcional de Portimão, Lar de Crianças Bom Samaritano, GRATO – Grupo de Apoio aos Toxicodependentes, assim como alunos da Escola EB 2, 3

da Bemposta, Escola Básica 2, 3 – Coca-Maravilhas, Agrupamento Vertical de Escolas Prof. José Buísel, Infantário “Quinta dos Amiguinhos”, entre outras entidades, a que se juntam alguns particulares. Pela Quinta também passaram utentes de instituições como o NECI - Núcleo de Educação da Criança Inadaptada, CREMP - Centro de Reeducação Médico-Pedagógica, Casa de Santo Amaro - Associação PUB

Lucinda Anino dos Santos, Associação Portuguesa de Doentes de Parkinson do Algarve, ou APPDA - Associação Portuguesa para as Perturbações do Desenvolvimento e do Autismo do Algarve. São ainda realizadas actividades adaptadas a cada grupo e problemática/diagnóstico existente, desde sementeira a visitas guiadas ou ao fabrico de pão, entre outros. A Quinta Pedagógica de Por-

timão pode ser visitada de terça a sexta-feira entre as 9.30 e as 17.30 horas, e aos fins-de-semana das 10h às 17.30 horas. Para pedido de esclarecimentos adicionais, os interessados devem contactar a técnica responsável, Ana Marisa Brito, através do endereço electrónico quinta.pedagogica2@cm-portimao.pt, ou do telefone 282 480 732. Informações complementares em www.cm-portimao.pt.

A MARINA DE PORTIMÃO vai ser mais uma vez o palco para o Portimão Portugal Match Cup, uma das etapas do circuito anual do “World Match Racing Tour” a realizar entre os próximos dias 22 e 26. O evento realiza-se em Portugal pelo oitavio ano consecutivo. A World Match Racing Tour (WMRT) é uma competição de vela profissional, composta por nove etapas que decorrem em diversos pontos do globo. É reconhecida pela Federação Internacional de Vela (ISAF) como “Special Event” e actualmente passa por três continentes, Europa, América e Ásia. As provas têm como base a mesma matriz de “match race” usada na America’s Cup, havendo uma valorização inequívoca do trabalho em equipa e da habilidade vencedora das equipas em cada prova. PUB


8

| 16 de Junho de 2011

VILA REAL CASTRO MARIM ALCOUTIM

Olhão celebra Dia da Cidade com cultura pág. 10

Vila Real volta a receber Copa Foot 21 Mil e oitocentos jovens no maior torneio de futebol de sete O COMPLEXO DESPORTIVO de

Vila Real de Santo António volta a ser, pelo quarto ano consecutivo, palco da Copa Foot 21, o maior torneio nacional de futebol de sete, a decorrer a partir do próximo domingo e até ao sábado de dia 25. Cento e vinte equipas, entre as quais os três grandes do futebol nacional, Porto, Benfica e Sporting, entram em campo num torneio que volta a ser apadrinhado por Rui Costa. A Copa Foot 21 reúne nesta edição, cuja direcção técnica desportiva fica a cargo de Jorge Andrade, ex-jogador internacional da Juventus e Deportivo da Corunha, equipas oriundas de todo o país, afirmando-se como o maior torneio desportivo destinado a jovens jogadores com idades entre os 6 e os 12 anos, e que este ano irá mobilizar, mais uma vez, mais de 1.800 jovens atletas e cerca de 400 elementos de equipas técnicas. Durante os seis dias do torneio serão realizados cerca de 350 jogos, em oito campos em simultâneo, no total de mais de 60 jogos diários.

APRENDER A RESPEITAR O ADVESÁRIO O torneio integra

também a parte pedagógica,

CÂMARA MUNICIPAL DE TAVIRA D.R.

EDITAL Nº 38 / 2011 Jorge Manuel do Nascimento Botelho, Presidente da Câmara Municipal de Tavira TORNA PÚBLICO, que em reunião de Câmara Municipal, realizada no dia 08 de Junho de 2011, foram tomadas as seguintes deliberações: 1. Aprovada por maioria a proposta número 140/2011/CM, referente à 9ª. Alteração ás Grandes Opções do Plano e 10ª. Alteração ao Orçamento; 2. Aprovada por maioria a proposta número 141/2011/CM, referente à Atribuição de apoio à Sociedade Orfeónica de Amadores de Música e Teatro de Tavira e Associação Cultural da Casa da Artes de Tavira; 3. Aprovada por unanimidade a proposta número 142/2011/CM, referente à Associação Oficina Ciência Viva de Tavira - Adenda ao Protocolo de 2010 e atribuição de apoio; 4. Aprovada por unanimidade a proposta número 143/2011/CM, referente ao protocolo para assegurar a constituição do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais – DECIF – Ano 2011; 5. Aprovada por unanimidade a proposta número 144/2011/CM, referente à anulação de apoios atribuídos ao abrigo do RMAAD 2010 - no âmbito da Proposta n.º 156/2010/CM;

 Jovens vão ter oportunidade de conhecer os seus ídolos pois vão aprender a competir, a respeitar os adversários e a conviver com eles nesta semana de férias”, refere o director técnico do torneio, Jorge Andrade. Para Luís Gomes, presidente da câmara local, esta festa do futebol infantil assume uma relevância extrema para o concelho: “Há momentos altos do ano em que Vila Real de Santo António se torna uma digna capital do desporto jovem. Entre eles, o início do Verão habituou-nos a esta festa do futebol juvenil que a Copa Foot 21 traz à cidade pombalina. Por isso, vai sendo já um hábito ver no nosso Complexo Desportivo os promissores cra-

ques do futuro.” Já para Rui Costa, patrono do evento, “mais do que ganhar é fundamental que os jovens convivam, partilhem experiências, que aprendam o valor da solidariedade e do fair-play. A festa inaugural, a ter lugar no domingo, pelas 16 horas, no Estádio Municipal, vai contar com muitas surpresas, entre elas, um jogo de exibição. Está prevista a presença de muitos ídolos dos jovens atletas que irão participar na maior concentração semanal, até à data, de jovens talentos nacionais que nas suas escolas ou clubes de formação, praticam assiduamente o seu desporto favorito: o futebol.

6. Aprovada por unanimidade a proposta número 145/2011/CM, referente ao empréstimo quadro contratado com o Banco Europeu de Investimento (BEI), para investimentos no âmbito do QREN - PO Algarve 21 - 2011; 7. Aprovada por unanimidade a proposta número 146/2011/CM, referente à alteração ao Mapa de Pessoal do Município - Actividades de Enriquecimento Curricular - AEC’S ; 8. Aprovada por unanimidade a proposta número 147/2011/CM, referente à ratificação da avaliação do desempenho - SAIDAP 1 - Ano 2010; 9. Aprovada por unanimidade a proposta número 148/2011/CM, referente ao Fornecimento de Refeições Escolares ao abrigo do Acordo Quadro nº AQ15 – RC da ANCP - Agência Nacional de Compras Públicas (Refeições Confeccionadas/Lote 5) - Relatório Final – Decisão de adjudicação; 10. Aprovada por maioria a proposta número 149/2011/CM, referente ao procedimento de alienação de 6 fogos de habitação social por atribuição directa resultante de concurso de classificação; 11. Aprovada por unanimidade a proposta número 150/2011/CM, referente ao Imposto Municipal sobre Imóveis - Interlocutores municipais - Comissão Nacional de Avaliação de Prédios Urbanos; 12. Aprovada por maioria a proposta número 151/2011/CM, referente ao projecto de alteração ao Regulamento dos períodos de abertura e encerramento dos estabelecimentos de venda ao público e de prestação de serviços do concelho de Tavira - Adaptação ao Decreto-Lei n.º 111/2010, de 15 de Outubro; 13. Aprovada por unanimidade a proposta número 152/2011/CM, referente ao parecer favorável da Câmara Municipal na renovação de contratos de aquisição de serviços; 14. Aprovada por maioria a proposta número 153/2011/CM, referente ao parecer prévio para a abertura de procedimento com vista à celebração de contratos de prestação de serviços - Departamento de Cultura Património e Turismo - exposição “Pintura Interrogada” de Luís Gordillo; 15. Aprovada por unanimidade a proposta número 154/2011/CM, referente ao obtenção de parecer prévio para a celebração de contratos de prestação de serviços – Departamento de Desporto, Ambiente, Mobilidade e Equipamento - Divisão do Ambiente e Energia; 16. Aprovada por unanimidade a proposta número 155/2011/CM, referente à inserção no domínio público da parcela de terreno sita em S. Pedro, freguesia de Santiago; 17. Aprovada por unanimidade a proposta número 156/2011/CM, referente as obras de Conservação do Mercado Municipal de Tavira – Edifício e Envolvente - Repartição de encargos; 18. Aprovada por unanimidade a proposta número 157/2011/CM, referente à E10/11/CP - Empreitada de Construção do Centro Municipal de Protecção Civil em Cachopo - Repartição de encargos; 19. Aprovada por unanimidade a proposta número 158/2011/CM, referente à E35/09/CP - Empreitada de Execução do Caminho de Ligação entre Alcaria Fria e Alcaria do Cume - Recepção provisória e Mapa final;

VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO

Universidade Aberta chega para o ano A CÂMARA de Vila Real de

Santo António assinou um protocolo de Cooperação com a Universidade Aberta, com vista à instalação de um Centro Local de Aprendizagem (CLA) na cidade. Segundo a autarquia, a assinatura do protocolo tem um elevado significado, pois assinala o regresso do ensino superior ao concelho de Vila Real. O CLA vai integrar um Centro de Documentação e Biblioteca, uma sala de

exames, uma sala de TIC e ainda uma sala de eventos, com capacidade mínima de 150 lugares. A Universidade Aberta irá apresentar um plano de formação já para o próximo ano lectivo, com base no levantamento das necessidades de formação da população do concelho. O protocolo foi assinado pelo presidente da Câmara, Luís Gomes, e pelo vice-reitor da Universidade Aberta, Domingos Caeiro.

Cacela Velha ensina a caiar  A Associação de Defesa Reabilitação e Investigação do Património Natural e Cultural de Cacela promove, entre as 9.30 e as 19 horas do próximo domingo, o Dia da Cal, na aldeia de Cacela Velha, numa iniciativa que põe à disposição os materiais necessários para a caiação e oferece o almoço aos participantes inscritos. Recuperar o património da aldeia com base no voluntariado é o desafio lançado a todos os que se inscreverem pelo telefone 281 952 434.

20. Aprovada por maioria a proposta número 160/2011/CM, referente à atribuição de Medalhas Municipais de Mérito e Bons Serviços e Dedicação - Ano 2011; 21. Aprovada por unanimidade a proposta número 162/2011/CM, referente à Candidatura Portuguesa da Dieta Mediterrânica a Património Imaterial da Humanidade da UNESCO e de Tavira como Comunidade Representativa; 22. Aprovada por unanimidade a proposta número 163/2011/CM, referente à transferência Financeira para reequilíbrio da Municípia, SA; Para constar e produzir efeitos legais se publica o presente Edital e outros de igual teor que vão ser afi xados nos lugares de costume. Paços do Concelho, 08 de Junho do ano 2011 O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL, Jorge Manuel Nascimento Botelho (POSTAL do ALGARVE, nº 1038, de 16 de Junho de 2011)

Boas notícias para si às sextas com o Público


16 de Junho de 2011  |   

tavira

Circuito de manutenção de São Brás com centenas de praticantes pág. 11

Tavira homenageia homens do mar Dia do Pescador recorda tradição e importância das Pescas no concelho geraldo de jesus

Geraldo de Jesus geraldoj.postal@gmail.com

Cerca de trezentas pessoas participaram no jantar de confraternização entre os homens do mar e as famílias que assinalou em Tavira o Dia do Pescador. Leonardo Diogo, presidente da Associação de Armadores e Pescadores do Concelho de Tavira (APTAV), deu conta de alguns problemas da classe, entre eles, os apoios de pesca (casinhas) cuja candidatura foi aprovada, prevendose o início da construção entre Julho/Agosto do ano em curso. O responsável agradeceu o apoio das entidades e quanto à construção do porto de pesca deixou no ar a questão “apesar de saber-

 Joaquim Manuel de Jesus ladeado por Jorge Botelho e José Mateus mos que o processo está em marcha, prevendo-se a conclusão durante 2013, apesar de optimistas, aguardamos com enorme expectativa a construção efectiva, mas

será que a obra avança?”. José Apolinário, directorgeral das Pescas e Aquicultura, recordou a segurança e formação profissional. “Dos homenageados de hoje, al-

guns passaram pela Escola de Pesca, outros pelo programa Formar”, referiu o responsável do sector, destacando que “é muito importante ter uma boa formação

profissional, para salvaguarda da vida humana”. Quanto ao porto de pesca, Apolinário reconhece que “não é ainda uma realidade é verdade, mas afirma-se testemunha do empenho do presidente da Câmara junto das entidades”, concluindo, “porque o processo não pode parar, para melhorar as condições de trabalho dos pescadores”. O presidente da Câmara de Tavira, Jorge Botelho, enalteceu as qualidades do presidente da Associação, Leonardo Diogo, “um homem de ideias fortes que muitas vezes vai à Câmara reivindicar os vossos direitos, os vossos interesses. Quero cumprimentar todos os homenageados por aquilo que aqui se faz. É uma distinção a uma vida de tra-

balho que bem merecem”. Botelho é claro no que ao porto de pesca respeita, “conseguimos que o concurso fosse para a frente, que as propostas fossem abertas e há dinheiro”. “As propostas estão a ser avaliadas e eu espero ter o processo adjudicado para o porto de pesca no fim do ano avançar”, afiançou.

Nomes em destaque Os

pescadores homenageados foram: Joaquim Manuel de Jesus, freguesia de Santiago, José Liberto Pereira Campos, da freguesia de Luz de Tavira, António José SalvéRainha, freguesia de Santa Luzia, Rui da Conceição Machado, da freguesia de Cabanas, e Belarmino António dos Santos Viegas, da freguesia de Santa Maria.

pub

Livro infantil ilustrado por Nuno Ezequiel Serviço de Finanças de TAVIRA-1139 MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DOS IMPOSTOS - DGCI JUSTIÇA TRIBUTÁRIA

1ª Publicação

Anúncio Venda e Convocação de Credores

N.º da Venda: 1139.2011.25 - Fracção autónoma, destinada a habitação, designada pela letra S, correspondente ao, R/C Dtº, Tipo T2, sito na Rua Aurélia de Sousa, Sítio da Bela Fria - Urbanização Colina da Asseca, Bloco 3, com entrada pelo n.º 10, Freguesia de Santiago, Concelho de Tavira, inscrito na respectiva matriz sob o artigo n.º 5090-S e descrito na Conservatória do Registo Predial de Tavira sob o n.º 844/19981006-S. Teor do Edital: Maria Suzel Gonçalves Nobre Andrez, Chefe de Finanças do Serviço de Finanças TAVIRA-1139, sito em RUA AMALIA RODRIGUES 4, TAVIRA, faz saber que irá proceder à venda por meio de propostas em carta fechada, nos termos dos artigos 248.º e seguintes do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), do bem acima melhor identificado, penhorado ao executado infra indicado, para pagamento de divida constante em processo(s) de execução fiscal. É fiel depositário(a) o(a) Sr(a) ROBERT SABARI DEL AMO, residente em LAGOA, que deverá mostrar aquele bem a qualquer potencial interessado (249.º/6 CPPT), entre as 10:00 horas do dia 2011-06-20 e as 17:00 horas do dia 2011-09-26 O valor base da venda (250.º CPPT) é de m 80.206,00. As propostas deverão ser enviadas via Internet, mediante acesso ao “Portal das Finanças”, em www.portaldasfinancas.gov.pt na opção “Venda de bens penhorados” ou entregues neste Serviço de Finanças, em carta fechada dirigida ao Chefe do Serviço de Finanças, mencionando o número da venda no envelope e na respectiva proposta, indicando nesta ultima, nome, morada e número de identificação fiscal do proponente. O prazo para recepção de propostas termina às 11:00 horas do dia 2011-09-27 procedendo-se à sua abertura pelas 11:00 horas do dia 201109-27, na presença do Chefe do Serviço de Finanças (253.º/a CPPT). Não serão consideradas as propostas de valor inferior ao valor base da venda (250.º/c CPPT). Se o preço mais elevado, com o limite mínimo do valor base para venda, for oferecido por mais de um proponente, abre-se licitação entre eles, salvo se declararem que pretendem adquirir o(s) bem(ns) em compropriedade (253.º/b CPPT). Estando presente só um dos proponentes do maior preço, pode esse cobrir a proposta dos outros, caso contrário proceder-se-á a sorteio (253.º/c CPPT). A totalidade do preço deverá ser depositada, à ordem do órgão de execução fiscal, no prazo de 15 dias, contados do termo do prazo de entrega das propostas, mediante guia a solicitar junto do órgão de execução fiscal, sob pena das sanções previstas na lei do processo civil (256.º/e CPPT e 898.º Código de Processo Civil - CPC). No caso do montante superior a 500 unidades de conta, e mediante requerimento fundamentado, entregue no prazo de 5 dias, contados do termo do prazo de entrega de propostas, poderá ser autorizado o depósito, no prazo mencionado no parágrafo anterior, de apenas a uma parte do preço, não inferior a um terço, e o restante em até 8 meses (256.º/f CPPT). A venda pode ainda estar sujeita ao pagamento dos impostos que se mostrem devidos, nomeadamente o Imposto Municipal Sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis, o Imposto do Selo, o Imposto Sobre o Valor Acrescentado ou outros. Mais, correm anúncios e éditos de 20 dias (239º/2 e 242º/1 CPPT), contados da 2.ª publicação (242º/2), citando os credores desconhecidos e os sucessores dos credores preferentes para reclamarem, no prazo de 15 dias, contados da data da citação, o pagamento dos seus créditos que gozem de garantia real, sobre o bem penhorado acima indicado (240º/CPPT). Identificação do Executado: N.º de Processo de Execução Fiscal: 1139201001021974 (e apensos) NIF/NIPC: 507370228 Nome: PRISABA PROMOÇÃO IMOBILIARIA LDA Morada: AV DR. MATHEUS TEIXEIRA DE AZEVEDO N 80 A - R/C - TAVIRA – TAVIRA O Chefe de Finanças: Maria Suzel Gonçalves Nobre Andrez 2011-06-14 (POSTAL do ALGARVE, nº 1038, de 16 de Junho de 2011)

Rui Soares apresenta Gonçalo e os Provérbios No anfiteatro do Clube de

Tavira foi apresentado o livro de provérbios infantis, “O Gonçalo e os Provérbios”, da autoria de Wu Trabulo e Márcia Trabulo, com ilustrações de Nuno Ezequiel. A edição teve o apoio da Associação Internacional de Paremiologia/Internacional Association of Paremiology (AIP/IAP), cujo presidente, Rui Soares, disse ao POSTAL que a ideia da publicação havia nascido de uma conversa naquele clube. “A Wu apresentou os escritos e alguns desenhos que pouco significavam. Depois, apresentou os desenhos já coloridos, o que era uma mais-valia, e a Associação tem muito gosto em divulgar estes e outros, dando oportunidades a quem as não tem”. Wu Trabulo relembrou ao POSTAL que a irmã, sócia da AIP, “é a responsável pela ideia inicial que nasceu em conjunto com o respectivo filho”.

geraldo de jesus

 Nuno Ezequiel e Wu Trabulo na apresentação da obra Para a autora, que tem três filhas e um livro já publicado e outro na calha, “as crianças são uma razão perfeita para criar um livro de provérbios pensado exactamente para elas”. “Não tínhamos nada assim, agora já temos”, conclui. Nuno Ezequiel, que tem patente ao público, no Salão da Junta de Freguesia de

Santiago, uma exposição de pintura, referiu ao POSTAL que lhe surgiram estas duas oportunidades, e que “esta, através da Wu, de ilustrar provérbios não foi difícil, porque os provérbios têm mensagens tão fortes, que é uma questão de lhes dar uma forma mais simpática”. Geraldo de Jesus


10    |  16 de Junho de 2011

olhão

Junta de Freguesia de São Brás ganha casa nova pág. 12

Olhão celebra Dia da Cidade com cultura Viviane assume esta quinta-feira as comemorações da terra que escolheu para viver Olhão celebra esta quinta-

feira, dia 16, o Dia da Cidade. O município promove uma série de actividades que decorrem durante todo o dia. Na noite de quarta-feira, foi a música dos Íris a animar a noite e esta quinta-feira é a vez de Viviane. O Dia da Cidade, instituído a 16 de Junho para homenagenar os olhanenses que fizerem frente aos invasores franceses, serve para celebrar esta data de indiscutível interesse histórico para o concelho, assim como para a região e para o país. Na cidade e nas freguesias, pretende-se o convívio

com a população nas muitas iniciativas propostas. Esta noite, Viviane sobe ao palco do Jardim Pescador Olhanense. No sábado, vai haver teatro, no mesmo palco, com o grupo “A Gorda” a apresentar “Mê Menine, e o tê pai?”, com interpretações de João Evaristo e Joaquim Parra. Esta quinta-feira começou com a alvorada, às 9 horas, seguindo-se, meia hora depois, o hastear das bandeiras e a homenagem aos heróis da Restauração de 1808. Às 10.30, são “baptizadas” algumas ruas no concelho. Um dos pontos altos das cerimónias é a Sessão Sole-

d.r.

ne comemorativa do 16 de Junho, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, às 12 horas, altura em que vão ser distinguidos funcionários camarários e olhanenses ilustres. À tarde, no Auditório Municipal, tem lugar, às 15 horas, a entrega de coletes de salvação aos profissionais do sector das pescas e às 18 horas será inaugurada uma exposição do Centro de Pintores Olhanense, seguindose às 19 horas, a inauguração da sede do Clube de Caça e Pesca Cavaquense.

pub

 Concerto de Viviane é ponto alto das celebrações

Serviço de Finanças de TAVIRA-1139

À conquista do mercado português MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DOS IMPOSTOS - DGCI JUSTIÇA TRIBUTÁRIA

1ª Publicação

Anúncio Venda e Convocação de Credores

N.º da Venda: 1139.2011.14 - Fracção autónoma, destinada a habitação, designada pela letra E, correspondente ao, 1º DTº, Tipo T2, sito na Rua Aurélia de Sousa, Sítio da Bela Fria - Urbanização Colina da Asseca, Bloco 1, com entrada pelo n.º 2, Freguesia de Santiago, Concelho de Tavira, inscrito na respectiva matriz sob o artigo n.º 5090-E e descrito na Conservatória do Registo Predial de Tavira sob o n.º 844/19981006-E. Teor do Edital: Maria Suzel Gonçalves Nobre Andrez, Chefe de Finanças do Serviço de Finanças TAVIRA-1139, sito em RUA AMALIA RODRIGUES 4, TAVIRA, faz saber que irá proceder à venda por meio de propostas em carta fechada, nos termos dos artigos 248.º e seguintes do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), do bem acima melhor identificado, penhorado ao executado infra indicado, para pagamento de divida constante em processo(s) de execução fiscal. É fiel depositário(a) o(a) Sr(a) ROBERT SABARI DEL AMO, residente em LAGOA, que deverá mostrar aquele bem a qualquer potencial interessado (249.º/6 CPPT), entre as 10:00 horas do dia 2011-06-20 e as 17:00 horas do dia 2011-09-23 O valor base da venda (250.º CPPT) é de m 84.910,00. As propostas deverão ser enviadas via Internet, mediante acesso ao “Portal das Finanças”, em www.portaldasfinancas.gov.pt na opção “Venda de bens penhorados” ou entregues neste Serviço de Finanças, em carta fechada dirigida ao Chefe do Serviço de Finanças, mencionando o número da venda no envelope e na respectiva proposta, indicando nesta ultima, nome, morada e número de identificação fiscal do proponente. O prazo para recepção de propostas termina às 11:00 horas do dia 2011-09-26 procedendo-se à sua abertura pelas 11:00 horas do dia 201109-26, na presença do Chefe do Serviço de Finanças (253.º/a CPPT). Não serão consideradas as propostas de valor inferior ao valor base da venda (250.º/c CPPT). Se o preço mais elevado, com o limite mínimo do valor base para venda, for oferecido por mais de um proponente, abre-se licitação entre eles, salvo se declararem que pretendem adquirir o(s) bem(ns) em compropriedade (253.º/b CPPT). Estando presente só um dos proponentes do maior preço, pode esse cobrir a proposta dos outros, caso contrário proceder-se-á a sorteio (253.º/c CPPT). A totalidade do preço deverá ser depositada, à ordem do órgão de execução fiscal, no prazo de 15 dias, contados do termo do prazo de entrega das propostas, mediante guia a solicitar junto do órgão de execução fiscal, sob pena das sanções previstas na lei do processo civil (256.º/e CPPT e 898.º Código de Processo Civil - CPC). No caso do montante superior a 500 unidades de conta, e mediante requerimento fundamentado, entregue no prazo de 5 dias, contados do termo do prazo de entrega de propostas, poderá ser autorizado o depósito, no prazo mencionado no parágrafo anterior, de apenas a uma parte do preço, não inferior a um terço, e o restante em até 8 meses (256.º/f CPPT). A venda pode ainda estar sujeita ao pagamento dos impostos que se mostrem devidos, nomeadamente o Imposto Municipal Sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis, o Imposto do Selo, o Imposto Sobre o Valor Acrescentado ou outros. Mais, correm anúncios e éditos de 20 dias (239º/2 e 242º/1 CPPT), contados da 2.ª publicação (242º/2), citando os credores desconhecidos e os sucessores dos credores preferentes para reclamarem, no prazo de 15 dias, contados da data da citação, o pagamento dos seus créditos que gozem de garantia real, sobre o bem penhorado acima indicado (240º/CPPT). Identificação do Executado: N.º de Processo de Execução Fiscal: 1139201001021974 (e apensos) NIF/NIPC: 507370228 Nome: PRISABA PROMOÇÃO IMOBILIARIA LDA Morada: AV DR. MATHEUS TEIXEIRA DE AZEVEDO N 80 A - R/C - TAVIRA – TAVIRA O Chefe de Finanças: Maria Suzel Gonçalves Nobre Andrez 2011-06-14 (POSTAL do ALGARVE, nº 1038, de 16 de Junho de 2011)

Flor de sal “Marisol” inaugura salina tradicional A conquista do mercado português, onde o consumo de sal marinho tradicional ainda é visto como um luxo, é um dos objectivos da nova unidade de transformação de sal artesanal que foi inaugurada em Olhão. A inauguração teve lugar na quarta-feira da passada semana, data em que se assinalou o Dia Mundial dos Oceanos. O sal tradicional e flor de sal “Marisol”, produzidos pela Boer & Sibert, são na sua maioria exportados para a Europa, mas também para países como o Canadá, os Estados Unidos ou a Austrália, explicou a sócia-gerente Andrea Siebert. A empresa, que existe há dez anos mas vai abrir uma nova unidade produtiva, foi visitada pela comissão directiva do Programa Operacional Regional do Algarve (PO Algarve 21), que co-financiou o projecto. Um milhão de euros é o volume de facturação anual, do qual apenas quatro por cento

corresponde ao mercado nacional, acrescentou a empresária alemã, que lamenta que os portugueses ainda não tenham o hábito de consumir sal tradicional. “Acho que uma das razões é o preço, mas quem pode investir nuns ténis “Nike”, numas calças de ganga ou numa ida ao cabeleireiro também pode investir na sua própria comida”, ironizou. Segundo Andrea Siebert, tendo em conta que o consumo diário de sal não deve ultrapassar os seis gramas, o preço de um pequeno pacote de sal tradicional, que custa 1,30 euros, acaba por ser “relativo”, uma vez que pode durar entre quatro a seis meses. Já com a flor de sal a situação é diferente. Nos últimos dois anos tem-se assistido a um crescimento da procura nacional, referiu, explicando que os portugueses já valorizam mais um produto “gour-

met” que é “mundialmente apreciado”. Mesmo assim, a maioria de ambos os produtos é escoada para o estrangeiro e, no caso do sal marinho, apesar de ser vendido em algumas lojas portuguesas da especialidade e ervanárias, ainda não está nas grandes superfícies. “Estamos a negociar com as grandes empresas, mas não é fácil porque apostam sempre mais no sal de cristal, de mesa ou purificado”, lamentou a sócia-gerente, referindo que na Alemanha, um dos maiores importadores, o produto vai sobretudo para as grandes superfícies. Além da Alemanha, a empresa exporta também para a Dinamarca, Suécia, Suíça, França, Bélgica ou Espanha, pontualmente para alguns países do leste europeu e também para o Canadá, Estados Unidos e Austrália. MAD


16 de Junho de 2011  |   11

Tempos livres

Oficinas de Verão ocupam jovens em Loulé A Câmara de Loulé promo-

ve, uma vez mais, as Oficinas de Verão, de 4 de Julho a 2 de Setembro. O Centro Histórico de Loulé, o Ginásio dos Espanhóis, o Museu Municipal de Arqueologia e o Pólo Museoló-

gico de Alte são os locais onde decorrem as actividades. Direccionado para jovens e crianças do concelho que se encontram de férias de Verão, o objectivo destas oficinas é proporcionar a

ocupação de tempos livres através de actividades lúdico-pedagógicas. Este ano, as actividades decorrem não só em Loulé mas também em Alte, e estão previstas algumas

d.r.

novidades, como a Oficina de “Serigrafia”, Oficina de “Culinária ou a Oficina “Engenhocas da Ciência”. As inscrições decorrem na sala anexa ao Museu Municipal de Loulé.

são brás loulé

Summer Parade enche Avenida pág. 14

Praia de Quarteira

Exposição mostra um século de turismo No ano em que se assinala o centenário do turismo oficial, o município de Loulé leva a cabo uma exposição documental que pretende evocar a efeméride e demonstrar a evolução turística da Praia de Quarteira, patente ao público a partir do próximo sábado e até ao próximo dia 17 de Julho, na Galeria de Arte da Praça do Mar. Tendo como ponto de partida a inauguração do caminho-de-ferro, sobretudo a Estação Loulé/Quarteira, esta iniciativa pretende demonstrar como uma aldeia piscatória se transformou numa zona turística, com todas as

suas vicissitudes, em grande medida devido à acção dos organismos locais de turismo, Comissão de Iniciativa e Turismo da Praia de Quarteira, e depois Junta de Turismo de Quarteira, e das autarquias, Câmara Municipal de Loulé e Junta de Freguesia de Quarteira. A exposição documental retrata um século de evolução, onde são focados temas como os organismos locais do turismo, a animação, os transportes e alojamentos. A exposição pode ser visitada, diariamente, das 9.30 às 18 horas até 1 de Julho, e das 16 às 23 horas a partir desta data.

Câmara procura voluntários para prevenção de fogos  O Serviço Municipal de Protecção Civil da Câmara de Loulé realiza, pelo quarto ano consecutivo, de 4 de Julho a 3 de Setembro, o Programa de Voluntariado Jovem – “Vigilância Florestal 2011”, no concelho de Loulé. O programa destina-se a jovens dos 12 aos 17 anos, em regime de voluntariado, organizados em grupos de sete elementos, acompanhados por um monitor devidamente credenciado. A actividade tenta aliar a vigilância florestal à componente pedagógica, a fim de implementar uma cultura de protecção para com o património comum, a floresta, tal como dar a conhecer as freguesias do interior do concelho (Alte, Ameixial, Benafim, Querença, Salir e Tôr).

O custo da participação em cada oficina é de 15 euros, por semana, sendo o pagamento feito no acto da inscrição. Cada criança pode inscrever-se em três oficinas.

d.r.

Nesse sentido, a acção consiste na realização de passeios pedestres, onde será dada especial atenção à prevenção, vigilância, sensibilização e informação às populações, em matéria de fogos florestais. As inscrições podem ser feitas através do Serviço Municipal de Protecção Civil de Loulé, pelos telefones 289 400 827 e 967 953 159 e 927 246 330 ou pelo endereço electrónico smpc@cm-loule.pt.

Circuito de manutenção de São Brás com centenas de praticantes Três mil metros de pista junto à circular norte fazem as delícias dos adeptos da bicicleta e da marcha d.r.

Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

A Câmara de São Brás de

Alportel volta a apostar no desporto como actividade promotora da saúde com a criação de um percurso de manutenção que se estende ao longo de toda a extensão da Circular Norte da vila. São três mil metros de ciclovia/pista de marcha que contam com duas estações de exercícios físicos. Um investimento da autarquia que teve dois momentos, a construção da ciclovia/pista de marcha, integrada nas obras de construção da circular, e a instalação das estações de exercícios que foram apetrechadas com equipamentos que custaram aos cofres da Câmara três mil euros, como declarou ao POSTAL Vítor Guerreiro, vereador da autarquia são-brasense, que destaca o facto de “alguns dos equipamentos terem sido fabricados pelas oficinas da própria autarquia”.

Centro Municipal de Marcha e Corrida O novo percurso de

manutenção integra a rede do Programa Nacional de Marcha e Corrida, coordenado pelo Instituto do Desporto de Portugal, e por isso conta com um Centro Municipal de Marcha e Corrida (CMMC), cujo objectivo é fazer o acompanhamento

 Novo circuito é o primeiro de uma rede a criar no concelho dos utilizadores do circuito. O CMMC disponibiliza aconselhamento inicial e acompanhamento dos utilizadores do circuito, indicando-lhes as tipologias de exercício e respectiva intensidade, de acordo com as características de cada indivíduo. Para tanto o centro conta com dois profissionais formados para o efeito que estão à disposição de todos, às segundas e quintas-feiras, entre as 18 e as 20 horas, no Pavilhão Municipal Dr. José de Sousa Pires, situado junto ao novo circuito e que presta ainda as valências de balneários, todos os dias, aos utilizadores da infra-estrutura desportiva. Os utilizadores do circuito

podem ainda beneficiar de um seguro de prática desportiva para aquele espaço por uma módica quantia, uma preocupação da autarquia com a prevenção dos riscos associados à prática desportiva.

A pé de bicicleta ou a empurrar carrinhos de bebé O POS-

TAL constatou recentemente que o circuito tem uma afluência da ordem das centenas de praticantes semanais. A pé ou de bicicleta várias dezenas de pessoas diariamente usam a nova pista de manutenção e uma das curiosidades passa pelo elevado número de pessoas que usam o circuito empurrando os carrinhos de bebé dos respectivos filhos.

Bem iluminado, seguro e devidamente sinalizado o percurso atrai também pessoas dos concelhos vizinhos que puseram já o circuito de São Brás de Alportel entre as suas preferências para a prática desportiva regular fora de portas. De acordo com Vítor Guerreiro, o novo circuito é o primeiro de uma rede a criar no concelho e que contará com pelo menos mais dois circuitos, “o da circular sul, com equipamentos mais radicais, e o da futura continuação da circular norte, que fechará o anel rodoviário exterior da vila e que será construído em simultâneo com a infra-estrutura viária”.


12    |  16 de Junho de 2011

Santos Populares

Marchas enchem ruas de Quarteira Quarteira iniciou na noite de domingo as celebrações dos Santos Poipulares. O tradicional desfile de marchas repete-se nas noites de 23 e 28, em representação das ruas e bairros mais característicos da cidade. Este ano, a Avenida Marginal

de Quarteira enche-se com o colorido e alegria de oito marchas. Vestidos a rigor, com trajes típicos especialmente confeccionados para a ocasião, centenas de marchantes prestam homenagem a Santo António, São João e São Pedro naquele que é um dos mais importantes car-

zzz brás são Secundária de São Brás

Campeonato regional de Escalada de Boulder d.r.

ı

d.r.

tazes turísticos da freguesia. Em destaque vão estar também as tradições desta antiga vila piscatória que vive uma ligação muito especial com a faina do mar. Os desfiles começam às 21 horas. Todas as marchas participantes fazem três actuações: em frente à Praceta Joa-

loulé

quim Agostinho, em frente ao jardim e Bombeiros e no final do Calçadão Nascente. Paralelamente às marchas, a animação é uma constante por toda a cidade e o cheiro a sardinha e a manjerico irão invadir as ruas da cidade por estes dias.

Isabel Soares sem investidores para a Fábrica do Inglês pág. 15

Junta de Freguesia de São Brás ganha casa nova Novas instalações vão possibilitar mais serviços de apoio aos cidadãos d.r.

O pavilhão da Escola Secun-

dária José Belchior Viegas, em São Brás de Alportel, recebe entre as 10 e as 17 horas de domingo, o Campeonato Regional do Algarve de Escalada de Boulder, numa iniciativa da Associação de Montanhismo e Escalada do Algarve. Este é o primeiro do género organizado pela AMEA e talvez das poucas provas organizadas no Algarve, dentro desta modalidade da escalada, sendo o objectivo principal desta competição a divulgação da modalidade junto da região e de todos os praticantes existentes. A competição vai decorrer sob a égide da Federação Portuguesa de Montanhismo e Escalada, nos escalões de infantis a seniores. Podem inscrever-se na prova todos os praticantes da modalidade residentes na região do Algarve.

São Brás comemora santos com cavala  Até 30 de Junho o convite do mercado de São Brás de Alportel é o de comemorar os santos populares com cavala. O mercado municipal tem nas bancas a promoção de um quilo de cavala por um euro e propõe várias receitas para que possa experimentar várias formas de confeccionar as cavalas frescas. A proposta está lançada e é barata basta ir ao mercado de São Brás para descobrir um novo prato para acompanhar os dias dos santos populares.

Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

O passado dia 10 de Junho

foi a data escolhida para a inauguração do novo edifício da Junta de Freguesia de São Brás de Alportel, um edifício que custou aos cofres públicos 600 mil euros, 400 mil de euros de recursos próprios da Junta de Freguesia e, por parte da autarquia um investimento de 200 mil euros, a que se soma o terreno que foi cedido pela Câmara e o apoio no acompanhamento técnico da obra. Para David Gonçalves, presidente da Junta de Freguesia, “a obra trata-se do cumprimento de uma das mais antigas aspirações da freguesia e de uma das mais importantes promessas eleitorais do executivo que lidera a Junta há dois mandatos”. Mas mais do que realizar obra, o autarca destaca, “a importância das novas instalações para o cumprimento das funções da Junta de Freguesia e para o alargamento

das actividades que levamos a cabo”. “Podemos agora com as condições que temos prestar aos cidadãos serviços que antes nos era impossível prestar e que em breve anunciaremos em moldes mais concretos, mas que abrangem áreas como a saúde e como o apoio ao associativismo”, adiantou o responsável pela Junta ao POSTAL. Quem também viu cumprida uma promessa de há muito foi o presidente da autarquia, António Eusébio, que na inauguração salientou as razões de apoio à obra. “Apoiámos esta obra por uma questão de dignidade dos cidadãos que merecem o melhor, por respeito para com os anseios de gerações que agora se cumprem e por uma questão de identidade, porque esta é uma freguesia com séculos de história, que já fez nascer um concelho e que continua hoje viva, activa, com presente e com futuro”, disse o autarca. Para António Eusébio a

 São-brasenses viram cumprida a promessa eleitoral de terem novo edifício da Junta de Freguesia obra constitui uma ferramenta essencial para o desenvolvimento do trabalho da Junta de Freguesia, que, fez questão de realçar, “é um trabalho de

parceria com a Câmara que por vezes não é visível, mas é extraordinariamente importante” e que o presidente da Câmara deseja que seja agora,

“mais, com maior proximidade e qualidade, e que efective uma das máximas da política autárquica para o conselho, a da solidariedade”.

Salir

Montes Novos recorda tradições do pão A localidade dos Montes Novos, em plena freguesia de Salir, na Serra do Caldeirão, recebe, no próximo domingo, a Festa do Trigo e do Pão. A Festa do Trigo e do Pão pretende mostrar uma actividade que em tempos foi o suporte económico das gentes da Serra do Caldeirão, nomeadamente da zona dos Montes Novos, mas também das localidades vizinhas do Baixo Alentejo, a ceifa

e debulha do trigo. Numa altura do ano em que o cenário do interior algarvio convida a ser visitado, a organização preparou um passeio pedestre pedagógico, onde os participantes além da prática desportiva, vão poder ceifar junto da população local em campos agrícolas preparados para o evento, assistir a uma debulhadora em funcionamento, mas também à cozedura do

pão no forno de lenha. A organização proporciona ainda aos visitantes a observação de paisagens espectaculares, visitar o casario tradicional de xisto, mas também beber águas das diversas fontes, entre outros elementos do património rural algarvio. Além da parte pedagógica, a iniciativa vai ter uma forte componente cultural, com a realização de uma mostra de

artesanato, com a participação de alguns produtores da Serra do Caldeirão, nomeadamente de aguardente de medronho, mel e enchidos. Paralelamente, irá decorrer no largo da Cooperativa dos Montes Novos uma mostra gastronómica, onde os visitantes podem apreciar as inúmeras iguarias do interior do concelho. O ambiente festivo vai ainda ser abrilhantado com a actuação

do Grupo de Cantares de Cachopo, do Grupo Etnográfico da Serra do Caldeirão, da Cortelha e do acordeonista Gonçalo Tardão. A Festa do Trigo e do Pão é organizada pela Cooperativa Agrícola e Cultural dos Montes Novos, em colaboração com o Clube de Caçadores dos Montes Novos, com o apoio da Câmara de Loulé, da Junta de Freguesia de Salir, do Crédito Agrícola e da Emprodalbe.


www.allgarve.pt 289 800 496

progrAMA de JuLho MÚSICA CLÁSSICA

MÚSICA pop / worLd

CeLebrAndo Andrew LLoyd webber CoM SofIA eSCobAr, John AddISon e orqueStrA do ALgArve 23 Julho | 22h00 Vale do Lobo LouLé

vIvIAne 15 Julho | 22h00 Jardim da Verbena São brÁS de ALporteL

MÚSICA JAZZ oMAr hAkIM Festival de Jazz de lagoa 1 Julho | 22h00 Sítio das Fontes, Estômbar LAgoA London goSpeL ChoIr 9 Julho | 22h00 Castelo SILveS MArIA João e orqueStrA de JAZZ de MAtoSInhoS Festival internacional de Jazz de loulé 28 Julho | 21h30 Convento Espírito Santo LouLé rIChArd gALLIAno group Festival internacional de Jazz de loulé 29 Julho | 21h30 Convento Espírito Santo LouLé AAron pArkS quArtet Festival internacional de Jazz de loulé 30 Julho | 21h30 Convento Espírito Santo LouLé

SofIA eSCobAr aPoios

IvAn LInS 16 Julho | 22h00 Grande Real Santa Eulália ALbufeIrA MorCheebA 22 Julho | 22h00 Centro Congressos do Arade, Parchal LAgoA

MAnueL bAptIStA Fora de escala: desenhos e esculturas 1960-70 9 Julho até 9 Outubro Centro Cultural LAgoS dA dISCuSSão nASCe A LuZ escultura na colecção edP 11 Julho até 9 Outubro Convento de Santo António LouLé

overLAppIngS six Portuguese architecture studios 25 Julho até 9 Outubro “Só nóS 3” - pAuLo de CArvALho, fernAndo tordo Convento de Santo António LouLé e CArLoS MendeS 30 Julho | 22h00 Teatro das Figuras fAro

AnIMAÇão

Arte deZ MonuMentAIS eSCuLturAS brItânICAS the Berardo collection Até 10 Setembro Cerro da Vila, Vilamoura LouLé

tuttI fruttI, 2011 Joana vasconcelos Até 30 Setembro Gare do Aeroporto Internacional fAro o prInCÍpIo dA LuZ FotograFia na colecção edP 9 Julho até 9 Outubro Museu Municipal de Faro e Galeria Trem fAro

MorCheebA Parceiros

pIpototAL 1 Julho | 22h00 Praça da República tAvIrA LeS CoLporteurS 1 Julho | 22h00 Avenida da República oLhão 2 Julho| 22h00 Teatro das Figuras fAro 3 Julho | 22h00 Praça do Mar, Quarteira LouLé 4 Julho | 22h00 Jardim da Verbena São brÁS ALporteL 5 Julho | 22h00 Praça da República tAvIrA

tuttI fruttI, 2011

SArrugA Media Partners

ALgArve CLASSIC CArS 8 a 10 Julho Marina, Vilamoura LouLé bASh Street CoMpAny 13 e 14 Julho | 22h00 Praça da República tAvIrA ConCentrAÇão InternACIonAL de MotoS de fAro 14 a 17 Julho Vale das Almas fAro SArrugA 29 Julho | 22h00 Avenida da República oLhão toCAndAr 30 Julho | 21h30 Ruas de Odeceixe e Largo 1º Maio Odeceixe ALJeZur 31 Julho | 21h30 Ruas da vila MonChIque

gAStronoMIA ConCurso da Cataplana Julho Restaurantes aderentes allGarVE GourmEt 26 a 30 Julho Museu portIMão

ALLgArve gourMet


14    |  16 de Junho de 2011

albufeira

Lagos combate furto a azulejos históricos pág. 16

Summer Parade enche Avenida Som, cor e luz atraíram milhares de espectadores a Albufeira Novo circo, performances,

muita luz, som e cor foram os ingredientes para a noite de deslumbre que atraiu à Avenida Sá Carneiro, em Albufeira, milhares de pessoas. A Summer Parade juntou as mais diversas formas de arte de rua e o impacto visual do evento deixou perplexos até os mais renitentes quanto à potencialidade artística dos eventos de rua. Oito grupos desfilaram perante o público entusiasta, com destaque para a compa-

nhia madrilena Ale Hop, que trouxe a Albufeira o espetáculo “Voluminaires”, onde cerca de 16 artistas realizaram as mais variadas acrobacias, acompanhadas de projecções multimédia e da actuação ao vivo de uma banda musical. “Snowman”, uma personagem que lança o alerta para a problemática do aquecimento global, espalhou flocos de neve por todo o cenário, simulando um grande nevão, e “Humaled”, onde os artistas executaram números de dança

moderna e movimentos artísticos de grande impacto visual, sincronizados com imagens em vídeo, foram outros dos momentos altos da noite.

Parada de estrelas Pelo pal-

co instalado junto à Avenida dos Descobrimentos, passaram também os Trial Portugal, jovens desportistas que executam ousados números em bicicleta. Já os Momentum Crew, quatro dançarinos de b-boying ou breakdance artístico, deram vida a uma performance pub

inovadora, que fez jus aos inúmeros prémios conquistados em campeonatos nacionais e internacionais. No mesmo estilo, e também do Norte do país, chegaram os CP9, seis bboys e uma b-girl espalharam a boa-disposição pela Avenida Sá Carneiro com uma enérgica coreografia. A Summer Parade foi um dos momentos de animação integrados no programa Allgarve’11 e contou ainda com a presença do beat box Wilson, um dos vocalistas principais da banda Makongo, que mostrou o seu talento na arte de reproduzir sons de instrumentos, imitação vocal de djs, e muitos outros efeitos sonoros e com um espetáculo de luzes, onde seres fantasmagóricos participaram num baile acrobático, criado por Pablo Méndez, mentor da companhia galega Com Sal Y Azucar. O próximo evento com a marca Allgarve’11 a ter lugar no concelho será o concerto de Ivan Linz. O cantor brasileiro vai actuar ao vivo no dia 16 de Julho, pelas 22 horas, no hotel Grande Real Santa Eulália.

d.r.

 Oito grupos apresentaram as mais diversas formas de arte de rua

Estudo aponta para 85% de satisfação global

Albufeirenses contentes com salubridade urbana “Albufeira é uma cidade

limpa”, afirma Desidério Silva, presidente do município, após a divulgação dos resultados de um inquérito sobre a satisfação dos munícipes relativamente ao serviço de higiene e limpeza urbana no ano de 2010. Os inquéritos foram realizados pela empresa ACE -, Irmãos Cavaco/ Ecoambiente, que detém o contrato de prestação de serviços de limpeza urbana do concelho, entre 2005 e 2013. De acordo com os dados, 85% dos inquiridos encontram-se satisfeitos com o serviço prestado, verificando-se um aumento de 29% face aos resultados obtidos

em 2009. “De ano para ano, temos vindo a tentar corrigir eventuais lacunas e melhorar o desempenho deste tipo de serviço, estendendo-o a todo o concelho”, destaca Desidério Silva. Com os valores a ultrapassarem os 80% de satisfação global, o objectivo estratégico delineado pelo município para 2010 foi superado: “Em 2009, o resultado auferido foi de 51% de satisfação, pelo que para 2010 tínhamos subido a fasquia para os 80%. Conseguimos ultrapassar essa média, o que nos deixa bastante orgulhosos e motivados a continuar o bom trabalho”, sublinha José Sequeira, vereador do

pelouro de Higiene e Limpeza, para quem “este resultado reflete o esforço e profissionalismo demonstrado por toda a equipa afecta aos serviços municipais e do ACE/Ecoambiente, não só dos técnicos envolvidos mas também de toda a equipa operacional”. As questões foram colocadas a residentes e turistas, em todas as Juntas de Freguesia, Câmara, praias e superfícies comerciais do concelho. Procurou-se apurar a satisfação das pessoas em relação à limpeza de contentores, varredura das ruas, corte de ervas, entre outras variáveis ligadas à higiene urbana, como a frequência da recolha de resíduos.


16 de Junho de 2011s |

LAGOA SILVES MONCHIQUE

Reforço policial de Verão é insuficiente pág. 17

ENCONTRO REGIONAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Monchique debate educação ambiental D.R.

15

Isabel Soares sem investidores para a Fábrica do Inglês Autarca ainda tem esperança na reabertura do principal espaço de divertimento do concelho D.R.

A PRESIDENTE da Câmara de

 Encontro sensibiliza para a preservação do ambiente

O AUDITÓRIO da Caixa de Crédito Agrícola de Monchique foi o local escolhido para o oitavo Encontro Regional de Educação Ambiental do Algarve (EREAA), a decorrer entre os dias 30 de Junho e 1 de Julho. A oitava edição deste encontro é uma aposta da associação ambientalista Almargem na continuidade de um projecto que envolve anualmente dezenas de professores, estudantes, técnicos de educação ambiental, autarquias e de outras entidades regionais. O reconhecimento da importância desta iniciativa, organizada em parceria com a Câmara de Monchique, é este ano reforçado com o apoio da Direcção Regional de Educação do Algarve, Comissão Nacional da UNESCO e da Direcção Regional de Florestas do Algarve. O primeiro dia deste evento terá um conjunto de oito comu-

nicações distribuídas em dois painéis: “Um Mundo de Conhecimento entre o Sopé e o Cume” e “As Serras Como Lugares de Aprendizagem”, nos quais serão abordadas temáticas como a Conservação da Natureza, Recursos Hídricos, Micologia e Valorização do Património Ambiental e Cultural. O segundo dia de trabalhos pretende servir como uma plataforma de divulgação das mais-valias da região, através de uma tríade de itinerários ambientais que abordarão a geologia, as tradições e os recursos hídricos. O encerramento do 8º EREAA vai estar a cargo do professor Jorge Paiva, do Centro de Ecologia Funcional da Universidade de Coimbra. A inscrição no 8º EREAA deve ser efectuada através do formulário on-line disponível na página electrónica da associação Almargem em: www.almargem.org.

Silves, Isabel Soares (PSD), mostra-se com esperança de que a Fábrica do Inglês, encerrada há um ano por falência, possa reabrir em breve, mas admite a dificuldade em encontrar investidores. Construído sobre uma antiga fábrica de cortiça, o complexo de animação turística, fundado em 1999, albergava o Museu da Cortiça e espaços de restauração e espectáculos, mas encerrou em Maio de 2010 por dificuldades financeiras. Aquele que era considerado o principal museu de cortiça existente em Portugal chegou mesmo a ganhar o prémio de melhor museu industrial da Europa em 2001, ano em que recebeu mais de 100 mil visitantes. “Tenho esperança de que ainda se possa encontrar alguma alternativa”, desabafa Isabel Soares, sublinhando que houve um investidor interessado em abrir o complexo ainda este Verão, o que não terá, afinal, passado de uma intenção.

EQUIPAMENTO PÔS FIM AO PUB

“Era entristecedor vir a Silves no Verão e a Fábrica acabou por dar um alento muito grande à cidade”, recorda Isabel Soares, que refere que foi a partir da abertura do espaço que se começou a conseguir cativar mais os turistas.

CASTELO DE SILVES NÃO CHEGA

 Isabel Soares admite dificuldade em encontrar investidores

DESERTO A autarca confessa sentir “um aperto no coração por ter visto aquele empreendimento ser gerado e ter acompanhado os seus primeiros dez anos de êxito, durante os quais Silves “deixou de ser um deserto” no Verão.

Antes da Fábrica abrir como complexo de lazer era raro ver movimento na cidade pela altura do Verão, com os residentes a partir para o litoral e praticamente sem pessoas a visitar a antiga capital do Algarve, refere.

Hoje, apesar de o Castelo de Silves ser um dos monumentos mais visitados da região, sobretudo por estrangeiros, a cidade perde visitantes por não possuir um espaço com capacidade para a realização de concertos, assim como outros espectáculos. Já o museu, além de um conjunto de máquinas e de outros equipamentos que permanecem no mesmo local, reúne um importante espólio documental que remonta ao século XIX, altura em que a indústria corticeira ainda era próspera em Silves. A Fábrica do Inglês representou um investimento de 12 milhões de euros, tendo o museu recebido nos últimos três anos de actividade uma média de 90 mil visitantes anuais. LUSA PUB


16    |  16 de Junho de 2011

lagos vila do bispo aljezur

Massas de água da região já estão classificadas pág. 18

Exposição no Espaço + de Aljezur

Círculo Artur Bual apresenta colectiva de arte d.r.

O Espaço +, em Aljezur, apresenta até ao próximo dia 31, uma exposição colectiva de pintura, escultura e fotografia de artistas do Círculo Artístico e Cultural Artur Bual. Esta iniciativa, que conta com a presença de 39 artistas e 78 trabalhos, é uma organização do município de Aljezur e do Círculo Artístico Artur Bual e uma consequência directa do protocolo de cooperação cultural estabelecido entre as autarquias de Aljezur e Amadora. Dos artistas presentes surgem nomes como Alves Dias, Eduardo Nascimento, Fernanda Páscoa, Denise, Jorge Bandeira, Ludgero Rolo, Manuel Leite, Miguel Petchrousry, Vítor Alves, Victor Lages, mas merece destaque um conjunto de quatro pinturas abstractas de Artur Bual.

 O pintor Victor Lages do Círculo Artur Bual

O Círculo Artístico e Cultural Artur Bual é uma associação sem fins lucrativos, aberta

a “todas” as pessoas, de “todas” as idades que queiram participar de alguma forma, num projecto cultural na áreas das artes plásticas, da literatura, da música e em visitas guiadas, contribuindo de alguma forma, no ensino ou aprendizagem para a melhoria da condição humana. Foi a partir de um grupo de amigos de Artur Bual que se fundou esta associação, no respeito pela pessoa deste artista sempre pronto na generosidade unir as artes, os amigos e torná-los mais livres com a sua criatividade. Com esta exposição, que tem como comissário o presidente do Círculo Artur Bual, o arquitecto Jorge Bandeira, faz-se uma singela e justa homenagem àquele que foi um dos maiores artistas plástico do século XX. pub

Serviço de Finanças de TAVIRA-1139

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DOS IMPOSTOS - DGCI JUSTIÇA TRIBUTÁRIA

2ª Publicação

Anúncio Venda e Convocação de Credores

Identificação do(s) Bem(ns): N.º da Venda: 1139.2011.20 - Lote de terreno destinado a construção urbana, denominado por lote 11-B, sito em Quinta da Gomeira - Urbanização Quinta Velha - Cabanas de Tavira, da freguesia de Cabanas do Concelho de Tavira, com a área de 112,50 m2. Confronta de Norte de com lote 11-A, Sul com o lote 12-A e Nascente e Poente com arruamento. Inscrito na matriz predial com o artigo urbano 859 e descrito na Conservatória do Registo Predial sob o nº 59/19980617. Teor do Edital: Maria Suzel Gonçalves Nobre Andrez, Chefe de Finanças do Serviço de Finanças TAVIRA-1139, sito em RUA AMÁLIA RODRIGUES 4, TAVIRA, faz saber que irá proceder à venda por meio de propostas em carta fechada, nos termos dos artigos 248.º e seguintes do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), do bem acima melhor identificado, penhorado ao executado infra indicado, para pagamento de divida constante em processo(s) de execução fiscal. É fiel depositário(a) o(a) Sr(a) MARIA JOÃO PINTO COELHO, residente em PAÇO DE ARCOS, que deverá mostrar aquele bem a qualquer potencial interessado (249.º/6 CPPT), entre as 09:00 horas do dia 2011-06-15 e as 16:00 horas do dia 2011-09-14 O valor base da venda (250.º CPPT) é de m 17.332,00. As propostas deverão ser enviadas via Internet, mediante acesso ao “Portal das Finanças”, em www.portaldasfinancas.gov.pt na opção “Venda de bens penhorados” ou entregues neste Serviço de Finanças, em carta fechada dirigida ao Chefe do Serviço de Finanças, mencionando o número da venda no envelope e na respectiva proposta, indicando nesta última, nome, morada e número de identificação fiscal do proponente. O prazo para recepção de propostas termina às 11:00 horas do dia 2011-09-15 procedendo-se à sua abertura pelas 11:00 horas do dia 201109-15, na presença do Chefe do Serviço de Finanças (253.º/a CPPT). Não serão consideradas as propostas de valor inferior ao valor base da venda (250.º/c CPPT). Se o preço mais elevado, com o limite mínimo do valor base para venda, for oferecido por mais de um proponente, abre-se licitação entre eles, salvo se declararem que pretendem adquirir o(s) bem(ns) em compropriedade (253.º/b CPPT). Estando presente só um dos proponentes do maior preço, pode esse cobrir a proposta dos outros, caso contrário proceder-se-á a sorteio (253.º/c CPPT). A totalidade do preço deverá ser depositada, à ordem do órgão de execução fiscal, no prazo de 15 dias, contados do termo do prazo de entrega das propostas, mediante guia a solicitar junto do órgão de execução fiscal, sob pena das sanções previstas na lei do processo civil (256.º/e CPPT e 898.º Código de Processo Civil - CPC). No caso do montante superior a 500 unidades de conta, e mediante requerimento fundamentado, entregue no prazo de 5 dias, contados do termo do prazo de entrega de propostas, poderá ser autorizado o depósito, no prazo mencionado no parágrafo anterior, de apenas a uma parte do preço, não inferior a um terço, e o restante em até 8 meses (256.º/f CPPT). A venda pode ainda estar sujeita ao pagamento dos impostos que se mostrem devidos, nomeadamente o Imposto Municipal Sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis, o Imposto do Selo, o Imposto Sobre o Valor Acrescentado ou outros. Mais, correm anúncios e éditos de 20 dias (239º/2 e 242º/1 CPPT), contados da 2.ª publicação (242º/2), citando os credores desconhecidos e os sucessores dos credores preferentes para reclamarem, no prazo de 15 dias, contados da data da citação, o pagamento dos seus créditos que gozem de garantia real, sobre o bem penhorado acima indicado (240º/CPPT). Identificação do Executado : N.º de Processo de Execução Fiscal: 1139201001023250 NIF/NIPC: 505431378 Nome: ALDEIA DA FORTALEZA URBANISMO E IMOBILIÁRIA LDA Morada: RUA 25 DE ABRIL, Nº. 1 - TAVIRA – TAVIRA O Chefe de Finanças: Maria Suzel Gonçalves Nobre Andrez 2011-06-03 (POSTAL do ALGARVE, nº 1038, de 16 de Junho de 2011)

Lagos combate furto a azulejos históricos Preservação do património é o objectivo da adesão ao projecto SOS Azulejo d.r.

A Câmara de Lagos aderiu

ao Projecto SOS Azulejo, uma iniciativa do Museu da Polícia Judiciária, que nasceu da necessidade de divulgar a importância da preservação deste património, bem como de combater o seu furto e delapidação. No âmbito deste projecto, está a ser desenvolvida a Acção Escola SOS Azulejo, que pretende divulgar e sensibilizar os alunos do ensino básico, para os problemas de conservação dos azulejos e da sua importância e riqueza estética, de forma descomprometida e informal. O município de Lagos aderiu a esta acção com uma actividade directamente dirigida às 12 escolas de primeiro ciclo do concelho, com o intuito de “realçar a necessidade de valorização, tomada de conhecimento e divulgação do importantíssimo património azulejar português”. Cada escola do concelho irá receber um puzzle, com imagens de azulejaria existente em Lagos, ou furtada, e que está inscrita no site do projecto SOS Azulejo, para usufruto de todos os alunos.

 Projecto visa a protecção do azulejo Está igualmente prevista a realização de um atelier de pintura. De acordo com a organização desta iniciativa, “este projecto, a par de pretender implementar na comunidade uma estratégia assertiva, pragmática e eficaz de prevenção criminal, opta por um alargamento multidisciplinar de abordagem a esta problemática”. São parceiros do Projecto SOS Azulejo, a Associação Nacional de Municípios Portu-

gueses, o Instituto de Gestão do Património Arquitectónico (IGESPAR), a PSP, a GNR, o Instituto Politécnico de Tomar e a Rede Temática de Estudos de Azulejaria e Cerâmica João Miguel Santos Simões. O sítio www.sosazulejo. com. disponibiliza uma vasta informação sobre o Projecto SOS Azulejo, que permite acompanhar de perto estas e outras actividades da iniciativa.

Comemorações da réplica de aldeia tradicional

Aldeia de Nossa Senhora do Forte celebra 18 anos A Aldeia de Nossa Senhora do Forte, réplica de uma tra-

dicional aldeia ribeirinha algarvia, comemora 18 anos de existência no próximo sábado. Este ano há mais um motivo para festejar, uma vez que a aldeia mais pequena de Portugal venceu o III Prémio Mediterrâneo da Paisagem do programa Pays.Med.Urban. A “Festa da Aldeia da Senhora do Forte – a paisagem do meu imaginário”, alcan-

çou notoriedade além-fronteiras e despertou a curiosidade geral. Estes altos e baixos do seu quotidiano, bem como propostas para novas iniciativas, vão ser debatidos numa primeira Assembleia do Povo da Senhora do Forte, incluída no programa da Festa, que começa com as habituais recepção dos convidados e visita à Aldeia, prosseguindo com um pequeno concerto com o

grupo coral “Brumas do Mar”, o lançamento de mais um livro, proclamação e entrega de diplomas a jovens Amigos da Aldeia. Com entrada livre e início pelas 17 horas, no Museu de Lagos, a festa conta ainda com a animação de Rosa Roxo e Paulo Evangelista e termina com a sempre aguardada partilha do Bolo da Festa, confeccionado e oferecido pelo pasteleiro Alberto Costa.


16 de Junho de 2011 |

17

REGIÃO CONSULTÓRIO DO CONSUMIDOR Dar sangue, um gesto simples e seguro que pode salvar uma vida “Gostava de dar sangue, mas será que posso ser contaminada por alguma doença?”.

A DECO responde... Através de um estudo realizado pela DECO PROTESTE, foi possível perceber que 60% dos inquiridos manifestam uma vontade favorável à dádiva de sangue. O procedimento de dar sangue é bastante simples e realiza-se em apenas quatro passos: Inquérito a hábitos e saúde do futuro dador: são feitas várias perguntas que têm como objectivo identificar riscos que desaconselham a doação. Inscrição: registo do dador na base de dados, sendo para tal necessário apresentar o bilhete de identidade e se já tiver, o cartão de dador. Consulta médica: nesta fase, os dados do inquérito são verificados. São ainda medidos os níveis de hemoglobina e tensão arterial. Caso os valores não se encontrem normais, a doação não é realizada para segurança do dador. Colheita: um técnico especializado limpa a zona da dobra do cotovelo do dador com um antiséptico, onde será inserida uma agulha nova e esterilizada, na veia. A colheita dura dez minutos e a quantidade de sangue retirada para um saco especial é de 450 mililitros. O dador pode em seguida fazer uma refeição ligeira, e durante as horas seguintes é aconselhável beber muita água, ou sumos, evitando bebidas alcoólicas e esforços no braço “picado”. Todo o material utilizado no processo de colheita de sangue é novo, esterilizado e descartável, pelo que o risco de ser infectado por alguma doença não existe. Por isso se pretender dar sangue, pode fazê-lo sem correr qualquer risco de saúde. Após a colheita o sangue é analisado, para despiste de doenças, e caso seja detectado algum problema o sangue é inutilizado e o dador informado. A última fase deste processo é a transfusão. O sangue dado é um bem muito perecível pelo que deve ser constantemente renovado junto dos bancos de sangue.

Reforço policial de Verão é insuficiente Políticos e associações empresariais dizem que cem homens não chegam D.R.

Ricardo Claro/Lusa ricardoc.postal@gmail.com

DEPOIS DOS SUCESSIVOS episódios de criminalidade, alguma desta especialmente violenta, que nos últimos meses têm sido noticiados, em particular nos concelhos de Albufeira e Loulé, o Ministério da Administração Interna determinou o reforço do efectivo policial no Algarve em cerca de cem homens entre GNR e PSP. De acordo com Fábio Castro, da Direcção Nacional da PSP, em declarações à Lusa, duas equipas do Corpo de Intervenção da PSP, agentes da Escola Segura e investigação criminal e cerca de 50 militares da Manutenção da Ordem Pública e da Unidade Segurança e Honras de Estado, vão reforçar o policiamento, a que se junta uma reorganização do efectivo normalmente estacionado na região e que tem em vista libertar agentes para o policiamento efectivo. Já a GNR recebe, a partir de 1 de Julho - além dos 24 militares do Pelotão de Manutenção da Ordem Pública que chegaram recentemente ao Algarve -, mais cerca de 40 homens. Actualmente, prestam servi-

 Responsáveis do Algarve consideram que dispositivo de segurança previsto para o Verão é insuficiente ço 2.090 elementos (1.224 da GNR e 866 da PSP) no distrito de Faro e o acréscimo previsto para o Verão não deixou satisfeitos nenhuns dos responsáveis políticos da região, nem as associações de comerciantes e hoteleiros.

OUVIR OS AUTARCAS Ao POSTAL Luís Gomes, presidente da distrital do PSD, diz que não comenta os números avançados para o reforço, mas é claro “qualquer decisão tomada nes-

ta matéria que não resulte da concertação com os autarcas algarvios das zonas mais afectadas pela criminalidade será sempre uma má solução”. Para o líder regional do partido que se prepara para formar Governo, “a situação com que nos confrontamos actualmente tem sido alvo de diversos alertas por parte dos autarcas, que melhor do que ninguém conhecem a realidade local”. “Estas chamadas de atenção foram ignoradas por

demasiado tempo”, destaca Luís Gomes, que “conclui pela necessidade de tomar medidas que respondam efectivamente à protecção dos interesses regionais e nacionais no que respeita à ordem pública e ao turismo”.

DECISÃO DEVE SER REVISTA O

presidente da Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve, Elidérico Viegas, afirma que “o número que se conhece foi avançado

por um governo demissionário” e disse acreditar “que não se irá concretizar porque “uma centena de homens de reforço será inaceitável”. Já João Rosado, presidente da Associação de Comércio e Serviços da Região do Algarve, frisou que “se se dividir os 100 elementos pelos 16 concelhos da região, não parece que seja por aí que se resolve o problema”. Por seu turno, o presidente do Turismo do Algarve, António Pina, considera que o reforço previsto “ajuda, mas se fossem duzentos era melhor”, e alertou para a necessidade de implementar videovigilância nas zonas mais frequentadas por turistas e de comércio local. O presidente da Comunidade Intermunicipal do Algarve, Macário Correia, pede ao próximo Governo para aumentar este Verão o reforço policial em “várias centenas de agentes no Algarve”. “Estou confiante que pese embora as dificuldades relacionadas com a crise e com a admissão de pessoas na função pública, admito que possa haver um reforço maior”, declarou Macário Correia.

PESQUISAS NA ÁREA DA PSICOLOGIA DA SAÚDE VALEM DISTINÇÃO A DOCENTE DA UALG

Saul de Jesus recebe grau de professor emérito A UNIVERSIDADE METODISTA de São Paulo (UMSP), uma das universidades brasileiras de maior prestígio na área da Psicologia da Saúde no Brasil, homenageou o professor. Saul Neves de Jesus, da Universidade do Algarve, concedendo-lhe o título de professor emérito, “pela significativa contribuição para a comunidade científica com pesquisas e intervenções em Psicologia da Saúde”.

O título foi entregue por Rogério Gentil Bellot, director da Faculdade de Saúde, em representação do Reitor da UMSP. Na mesa da cerimónia estiveram presentes Maria Geralda Heleno, presidente da Associação Brasileira de Psicologia da Saúde (ABPSA), e Manuel Morgado Rezende, professor da UMSP e ex- presidente da ABPSA, que fez a apresentação do curriculo do homenageado.

Esta distinção ocorreu no âmbito da realização do II Congresso Luso-Brasileiro de Psicologia da Saúde e do I Congresso Ibero-Americano de Psicologia da Saúde, que decorreu naquela universidade, contando com mais de 500 participantes. Nos últimos meses, o docente Saul Neves de Jesus foi objecto de várias distinções ou homenagens, incluindo, o convite da Fundação para a Ciência e Tecnologia para

integrar o painel de peritos do concurso para atribuição de bolsas de doutoramento e de pós-doutoramento na área científica da Psicologia (2011). Foi ainda nomeado para ser incluído no livro “Algarve Maior – 100 personalidades que mais se distinguiram no Algarve nos últimos 20 anos”, numa iniciativa do POSTAL, e foi publicada uma nota biográfica sua na edição de 2011 do prestigiado livro “Who’s Who in the World.

D.R.

 Saul de Jesus


18    |  16 de Junho de 2011

região

Portimão Arena

Testemunhas de Jeová em congresso O Portimão Arena recebe,

entre 1 e 3 de Julho, o congresso distrital das Testemunhas de Jeová, este ano com o tema “Venha o Reino de Deus”. O Governo do Reino de Deus, que as pessoas pedem na oração-modelo ensinada por Jesus e conhecida no mundo cristão como o “Pai Nosso” vai ser o principal assunto dos três dias de reunião. As Testemunhas de Jeová acreditam que “há um signifi-

cado profundo no pedido pelo Reino de Deus, em Mateus 6:10, que faz parte da oraçãomodelo” e que “a resposta a essa oração trará importantes mudanças para a Terra e para a humanidade”. O congresso pretende apresentar “pormenores intrigantes da explicação bíblica dessas mudanças”. Segundo os promotores do evento, “o tema para cada dia baseia-se em textos bíblicos, incluindo Mateus 4:17, Mateus

Vítor Silva edita novo disco

6:33 e 2 Pedro 1:11. O programa destacará o fortalecimento da fé de que esse Reino é real”. A entrada é livre. A organização estima que este congresso conte com cerca de quatro mil participantes, a exemplo de anos anteriores. Em Portugal haverá 15 congressos em 13 cidades. Em todo o mundo, há mais de sete milhões e 500 mil Testemunhas de Jeová em mais de 107 mil congregações.

Massas de água da região já estão classificadas Qualidade da água das ribeiras determinada d.r.

ATA promove região pela boca  A ATA - Associação Turismo do Algarve está a realizar mais uma acção de charme nas cidades de Vigo, Madrid e Sevilla, convidando, para o efeito, a imprensa local a provar a gastronomia típica algarvia. Na passada terça-feira, a cidade galega de Vigo foi o primeiro palco desta jornada gastronómica que se prolongou até à cidade de Madrid, na quarta-feira, com um jantar no Simply Fabulous. A jornada termina na cidade

 Vítor Silva, o cantor algarvio que já completou 50 anos de canções e que ficou no ouvido com o tema “Quem nasceu para lagartixa nunca chega a jacaré”, acaba de lançar o seu 28º CD, intitulado, “Com Portugal no Coração”. O CD inclui 16 temas, a maior parte dos quais da autoria do próprio Vítor Silva, tendo Portugal como tema central.

 A Ribeira da Foupana, na imagem, é uma das maiores da região

As massas de água das ba-

de Sevilha, esta quinta-feira, no Hotel Fonte Cruz. pub

Serviço de Finanças de TAVIRA-1139 MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DOS IMPOSTOS - DGCI JUSTIÇA TRIBUTÁRIA

1ª Publicação

Anúncio Venda e Convocação de Credores

N.º da Venda: 1139.2011.51 - Fracção autónoma, destinada a habitação, designada pela letra BD, correspondente ao, S/CV, Tipo T3, sito na Rua Aurélia de Sousa, Sítio da Bela Fria - Urbanização Colina da Asseca, Bloco 7 - Centro Direito Um, contado do Nascente Poente, com entrada pelo n.º 4B, Freguesia de Santiago, Concelho de Tavira, inscrito na respectiva matriz sob o artigo n.º 5090-BD e descrito na Conservatória do Registo Predial de Tavira sob o n.º 844/19981006-BD. Teor do Edital: Maria Suzel Gonçalves Nobre Andrez, Chefe de Finanças do Serviço de Finanças TAVIRA-1139, sito em RUA AMALIA RODRIGUES 4, TAVIRA, faz saber que irá proceder à venda por meio de propostas em carta fechada, nos termos dos artigos 248.º e seguintes do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), do bem acima melhor identificado, penhorado ao executado infra indicado, para pagamento de divida constante em processo(s) de execução fiscal. É fiel depositário(a) o(a) Sr(a) ROBERT SABARI DEL AMO, residente em LAGOA, que deverá mostrar aquele bem a qualquer potencial interessado (249.º/6 CPPT), entre as 10:00 horas do dia 2011-06-20 e as 17:00 horas do dia 2011-09-27 O valor base da venda (250.º CPPT) é de m 149.583,00. As propostas deverão ser enviadas via Internet, mediante acesso ao “Portal das Finanças”, em www.portaldasfinancas.gov.pt na opção “Venda de bens penhorados” ou entregues neste Serviço de Finanças, em carta fechada dirigida ao Chefe do Serviço de Finanças, mencionando o número da venda no envelope e na respectiva proposta, indicando nesta ultima, nome, morada e número de identificação fiscal do proponente. O prazo para recepção de propostas termina às 11:00 horas do dia 2011-09-28 procedendo-se à sua abertura pelas 11:00 horas do dia 201109-28, na presença do Chefe do Serviço de Finanças (253.º/a CPPT). Não serão consideradas as propostas de valor inferior ao valor base da venda (250.º/c CPPT). Se o preço mais elevado, com o limite mínimo do valor base para venda, for oferecido por mais de um proponente, abre-se licitação entre eles, salvo se declararem que pretendem adquirir o(s) bem(ns) em compropriedade (253.º/b CPPT). Estando presente só um dos proponentes do maior preço, pode esse cobrir a proposta dos outros, caso contrário proceder-se-á a sorteio (253.º/c CPPT). A totalidade do preço deverá ser depositada, à ordem do órgão de execução fiscal, no prazo de 15 dias, contados do termo do prazo de entrega das propostas, mediante guia a solicitar junto do órgão de execução fiscal, sob pena das sanções previstas na lei do processo civil (256.º/e CPPT e 898.º Código de Processo Civil - CPC). No caso do montante superior a 500 unidades de conta, e mediante requerimento fundamentado, entregue no prazo de 5 dias, contados do termo do prazo de entrega de propostas, poderá ser autorizado o depósito, no prazo mencionado no parágrafo anterior, de apenas a uma parte do preço, não inferior a um terço, e o restante em até 8 meses (256.º/f CPPT). A venda pode ainda estar sujeita ao pagamento dos impostos que se mostrem devidos, nomeadamente o Imposto Municipal Sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis, o Imposto do Selo, o Imposto Sobre o Valor Acrescentado ou outros. Mais, correm anúncios e éditos de 20 dias (239º/2 e 242º/1 CPPT), contados da 2.ª publicação (242º/2), citando os credores desconhecidos e os sucessores dos credores preferentes para reclamarem, no prazo de 15 dias, contados da data da citação, o pagamento dos seus créditos que gozem de garantia real, sobre o bem penhorado acima indicado (240º/CPPT). Identificação do Executado: N.º de Processo de Execução Fiscal: 1139201001021974 (e apensos) NIF/NIPC: 507370228 Nome: PRISABA PROMOÇÃO IMOBILIARIA LDA Morada: AV DR. MATHEUS TEIXEIRA DE AZEVEDO N 80 A - R/C - TAVIRA – TAVIRA O Chefe de Finanças: Maria Suzel Gonçalves Nobre Andrez 2011-06-14 (POSTAL do ALGARVE, nº 1038, de 16 de Junho de 2011)

cias hidrográficas das ribeiras do Algarve já estão classificadas, dando-se assim cumprimento a um objectivo essencial da elaboração do Plano de Gestão da Região Hidrográfica (PGRH) das Ribeiras do Algarve. A classificação foi apresentada pelo consórcio responsável pela elaboração do PGRH, constituído pelas empresas Nemus, Hidromod e Agroges. Esta inclui uma avaliação do estado actual das massas de água que servirá de base para a definição

de uma estratégia a integrar no PGRH, na forma de um programa de medidas que permitirão alcançar os objectivos ambientais traçados pela Lei da Água até ao ano de 2015, referentes ao bom estado e bom potencial ecológico das massas de água. No que respeita às 72 massas de água interiores de superfície identificadas, verificou-se que 40% estão em estado bom, 40% em estado razoável, 10% em estado medíocre e 8% mau. Das 23 massas de água subterrâneas, 83% tiveram uma

classificação de bom e 17% medíocre. Quanto às 13 massas de água costeiras, de transição e fortemente modificadas, todas elas se apresentam em estado bom ou excelente. Estes estudos fazem parte da segunda fase da elaboração do PGRH das Ribeiras do Algarve, “fase de caracterização e diagnóstico”, que além do estado qualitativo das massas de água visa também caracterizar os aspectos quantitativos e as pressões sobre os recursos hídricos.

Presidência da direcção mantém-se

Associação de futebol dá posse a novos órgãos sociais d.r.

Os corpos sociais da Asso-

ciação de Futebol do Algarve para o quadriénio 2011/2015 vão ser empossados esta sextafeira, em cerimónia a decorrer na sede daquele organismo, a partir das 19 horas. Vão marcar presença no acto representantes da Federação Portuguesa de Futebol e de várias outras entidades, incluindo responsáveis dos clubes filiados. As eleições realizadas a 25 de Março último contaram com uma participação significativa dos clubes (entraram nas urnas 449 votos, correspondentes a 68,7% do universo eleitoral), tendo a Lista A

 Alves Caetano

recolhido 445 votos. Por força das alterações estatutárias operadas em 2010, os mandatos passam a ter a duração de quatro anos (mais um do que sucedia até aqui) e foi extinto o Conselho Técnico, com os corpos sociais da AF Algarve a incluírem doravante apenas seis órgãos. Reinaldo Teixeira (Assembleia Geral), Alves Caetano (Direcção), Jorge Veríssimo (Conselho de Disciplina), João Tavares (Conselho de Justiça), José Carlos Rolo (Conselho de Contas) e António Matos (Conselho de Arbitragem) vão ser reconduzidos na liderança dos órgãos a que já presidiam.


16 de Junho de 2011  |   19

Exercícios

Realizar 3 vezes o circuito pela ordem indicada, realizando o exercicio 4 de ambos os lados.

descubra a Saúde que há em Si

www.corporeus.pt

Por César Martins

lazer livros

agenda cultural Albufeira

de Letras.

Loulé

Música

Lagoa

Música

Concerto de Encerramento do Ano Lectivo do Conservatório de Albufeira, terça-feira, dia 21, às 21 horas, no Auditório Municipal de Albufeira.

Faro Música Jean Paul Rena, sexta-feira, dia 17, às, 22 horas, no Pátio

Concerto por Mafalda Arnauth, sábado, às 22 horas, no Auditório Municipal.

Lagos

FARO Forum Algarve SBC 289 887 212 A Águia da Nona Legião* (m/12) | Sala 1 | 14h15, 16h45, 19h15, 21h50 (diariamente), 00h30 (Sex e Sáb) >> Arthur e a Guerra dos 2 Mundos (m/6) | Sala 1 | 11h00 (Sáb e Dom) >> Winx 2 (m/6) | Sala 2 | 10h15, 12h20 (Sáb e Dom) >> Um Sonho de Rapariga* (m/12) | Sala 2 | 15h05, 17h15, 19h25, 22h00 (diariamente), 00h25 (Sex e Sáb) » Piratas das Caraíbas 4 (m/12) | Sala 3 | 15h20, 18h15, 21h10 (diariamente), 00h05 (Sex e Sáb) » Hop (m/6) | Sala 3 | 10h25 (Sáb e Dom) » A Ressaca 2 (m/16) | Sala 4 | 14h35, 16h55, 19h20, 21h40 » Gnomeu e Julieta (m/6) | Sala 4 | 10h00, 12h00 (Sáb e Dom) » X-Men: O Início (m/12) | Sala 5 | 13h00, 15h45, 18h45, 21h30 (diariamente), 00h20 (Sex e Sáb), 10h10 (Sáb e Dom) » A Ressaca 2

Olhão Música

Música Concerto “Jazz com Todos”, sexta-feira, dia 17, às 21.30 horas, no Centro Cultural.

agenda cinema

Jantar-concerto com Aurea, sábado às 20 horas, no Casino de Vilamoura.

Concerto com Viviane, quintafeira, dia 16, às 22.15 horas, no Jardim Pescador Olhanense.

Teatro Peça “Mê menine, e o tê pai?”, pel’A Gorda, sábado às 22 horas, no Jardim Pescador Olhanense.

Portimão Fotografia Exposição de Tiago Rosado, de segunda a sexta-feira, das 10 às 23 horas, fim-de-semana, das 16 às 23 horas, na Casa Manuel Teixeira Gomes. Entre 24 de Junho a 16 de Julho.

de 16 a 22 de Junho de 2011

(m/16) | Sala 6 | 13h35, 21h00 (diariamente), 23h30 (Sex e Sáb) » Thor (m/12) | Sala 6 | 18h30 » Água aos Elefantes (m/12) | Sala 6 | 15h55 » Rango (m/16) | Sala 6 | 10h20 (Sáb e Dom) » Destino Infernal (m/16) | Sala 7 | 23h30 » O Panda do Kung Fu 2 (m/6) | Sala 7 | 21h35, 23h40 » Trust - Perigo Online (m/12) | Sala 8 | 13h50, 18h55 » Velocidade Furiosa 5 (m/12) | Sala 8 | 16h10, 21h15 (diariamente), 00h00 (Sex e Sáb) » Rio (m/6) | Sala 8 | 10h30 (Sáb e Dom) » Winnie the Pooh (m/6) | Sala 9 | 10h40 (Sáb e Dom) » Arthur (m/6) | Sala 9 | 13h15, 18h40 (diariamente), 00h15 (Sex e Sáb) » A Árvore da Vida (m/16) | Sala 9 | 15h40, 21h05 albufeira AlgarveShopping 289 560 351 Piratas das Caraíbas 4 (m/12) | Sala 1 | 12h40, 15h30, 18h20,

21h10, 00h00* » O Panda do Kung Fu 2 (m/6) | Sala 2 | 13h00, 15h00, 17h10, 19h10 » O Panda do Kung Fu 2 (m/6) | Sala 2 | 21h45, 00h15* » Velocidade Furiosa 5 (m/12) | Sala 3 | 13h10, 15h45, 18h25, 21h05, 23h35* » A Árvore da Vida (m/16) | Sala 4 | 12h45, 15h35, 18h35, 21h20, 00h05* » Rio (m/6) | Sala 5 | 13h20, 15h55 » A Minha Versão do Amor (m/12) | Sala 5 | 18h10, 21h00, 23h40* » O Castor* (m/12) | Sala 6 | 13h05, 15h10, 17h15, 19h20, 21h40, 23h50* » X-Men: O Início* (m/12) | Sala 7 | 12h55, 15h40, 18h30, 21h15, 23h55* » A Ressaca 2 (m/16) | Sala 8 | 12h50, 14h55, 17h05, 19h15, 21h25, 23h45* » A Águia da Nona Legião* (m/12) | Sala 9 | 13h30, 16h00, 18h40, 21h30, 00h10* * Sessão à Sex, Sáb e Qua Olhão C. C. Ria Shopping

Tavira Pintura Exposição de Nuno Ezequiel, “Retalhos de minha Alma”, de segunda a sexta-feira, das 9 às 17.30 horas, na Junta de Freguesia de Santiago. Até dia 30.

Conferência “A Dinastia Filipina em Portugal”, por Peter Booker, sextafeira, dia 17, às 11 horas, na Biblioteca Municipal.

* Estreias

289 703 332 O Panda do Kung Fu 2 (m/6) | Sala 1 | 15h35, 17h35, 19h35, 21h35 (Sex, Seg, Ter e Qua), 23h35 (Sex e Sáb), 10h35, 13h35, 15h35, 17h35, 19h35, 21h35 (Qui, Sáb e Dom) » A Ressaca II (m/16) Sala 2 | 15h30, 18h30, 21h30 (Sex, Seg, Ter e Qua), 13h00, 15h30, 18h30, 21h30 (Sex e Sáb) » Sem Identidade (m/12) Sala 3 | 15h25, 18h25, 21h25 (diariamente), 23h50 (Qui, Sex e Sáb) Portimão C. C. Continente 282 418 180 O Panda do Kung Fu 2 (m/6) | Sala 1 | 12h50, 15h00, 17h10, 19h20, 21h40, 00h00* » X-Men: O Início (m/12) | Sala 2 | 13h00, 15h50, 18h40, 21h30, 00h20* » Sem Identidade (m/12) | Sala 3 | 12h55, 15h40, 18h20 » Velocidade Furiosa 5 (m/12) | Sala 3 | 21h10, 23h50* » Cliente de Risco (m/12) | Sala 4 | 13h20, 16h00, 18h45,

21h50, 00h20* » A Ressaca II (m/16) | Sala 5 | 13h10, 15h20, 17h30, 19h40, 22h00, 00h10* » Piratas das Caraíbas 4 (m/12) | Sala 6 | 12h45, 15h35, 18h25, 21h20, 00h15* * Sessão à Sex, Sáb e Qua Cinemas de Portimão 282 411 888 O Panda do Kung Fu 2 (m/6) | Sala 1 | 14h00, 15h30, 18h00, 20h00 » A Ressaca II (m/16) | Sala 1 | 21h30 (diariamente), 00h00 (Sex e Sáb) » X-Men: O Início (m/12) | Sala 2 | 15h45, 18h15, 21h45 (diariamente), 00h00 (Sex e Sáb) tavira Cine-Teatro António Pinheiro 281 320 594 Os Dois da Nova Vaga (m/12), 21h30 (Qui) » Tropa de Elite II (m/16), 21h30 (Dom)

horóscopo Carneiro (de 21/03 a 20/04) Deixe a vida sentimental fluir naturalmente. Envolva-se mais em trabalhos pessoais, a sua estrela brilha e tudo tende a correr pelo melhor.

Balança (de 23/09 a 22/10) Poderá vencer alguma timidez; estará capaz de gerir as relações a seu gosto. A conjuntura exige atenção e concentração; meça bem os gestos.

As Crónicas dos Elfos III – O Sangue dos Elfos Uma guerra sem precedentes está prestes a desequilibrar o mundo. Os exércitos d’Aquele-Cujo-Nome-NãoDeve-Ser-Pronunciado preparam-se para tomar de assalto a fortaleza de Agor-Dôl e avançar sobre as planícies. Apesar de serem historicamente inimigos, os elfos da floresta de Eliande, os anões da Montanha Negra e os homens do reino de Logres não têm outra alternativa senão unir esforços para contrariar os planos do Inominável. Autor: Jean-Louis Fetjaine

O Vizinho Era um caso que iria sem dúvida gerar um frenesim mediático uma jovem mãe, loura e bonita, desaparece da sua casa no sul de Boston, sem deixar rasto, deixando para trás a sua filha de quatro anos como única testemunha e um marido, tão atraente quanto reservado, como principal suspeito. Nas últimas seis horas… Autor: Lisa Gardner

Touro (de 21/04 a 20/05) Momentos agradáveis que não deve estragar com conflitos só seus. Algumas perdas ou atrasos no desenvolvimento profissional.

Escorpião (de 23/10 a 21/11) Estabeleça acordos com a pessoa de quem gosta. Não deve confiar cegamente, acordos escritos e formais são o mais aconselhado.

Gémeos (de 21/05 a 20/06) Não se exponha a cenas de ciúmes nem deixe que terceiros interfiram na sua vida. Pode surgir um encargo económico inesperado.

Sagitário (de 22/11 a 21/12) Algumas atitudes, imerecidas e inesperadas podem deitá-lo abaixo. Acontecimentos negativos podem atingi-lo profundamente.

Caranguejo (de 21/06 a 22/07) Não será totalmente correspondido no campo afectivo. Pode sentir-se um pouco ignorado; faça por chamar a atenção sobre si.

Capricórnio (de 22/12 a 19/01) Um romance pouco sólido ou não assumido pode entrar em crise. Está capaz de fazer passar todas as suas mensagens e propósitos.

Leão (de 23/07 a 22/08) Não deite lágrimas pelo passado, procure um novo sentido para a vida. Liberte-se de pensamentos negativos e pessimistas; entrará num novo período.

Aquário (de 20/01 a 18/02) Não permita comportamentos doentios ou excessivos. O seu trabalho pode estar sujeito avaliações, prepare-se bem para as situações.

Virgem (de 23/08 a 22/09 ) Conseguirá exercer grande fascínio e poderá desejar a lua. As suas actuações excederão as expectativas perante os seus superiores.

Peixes (de 19/02 a 20/03) Algumas alterações poderão surgir na sua vida de forma natural. Aceite discutir novas propostas profissionais ou negociais.


20 | 16 de Junho de 2011

ANĂšNCIOS I CLASSIFICADOS

Farmåcias de Serviço QUINTA

SEXTA

SĂ BADO

DOMINGO

SEGUNDA

TERÇA

QUARTA

ALBUFEIRA

Piedade

Piedade

Alves Sousa

Alves Sousa

Alves Sousa

Alves Sousa

Alves Sousa

ARMAĂ‡ĂƒO DE PĂŠRA

Edite

Edite

Sousa Coelho

Sousa Coelho

Sousa Coelho

Sousa Coelho

Sousa Coelho

FARO

Alexandre

Crespo

Palma

Almeida

Montepio

Higiene

CaninĂŠ

LAGOA

Sousa Pires

Sousa Pires

Lagoa

Lagoa

Lagoa

Lagoa

Lagoa

LAGOS

Silva

Telo

Neves

Ribeiro

Lacobrigense

Silva

Telo

LOULÉ

Avenida

Martins

Chagas

Pinheiro

Pinto

Avenida

Martins

MONCHIQUE

Hygia

Hygia

Hygia

Hygia

Moderna

Moderna

Moderna

OLHĂƒO

Pacheco

Progresso

Olhanense

Nobre

Brito

Rocha

Pacheco

PORTIMĂƒO

Moderna

Carvalho

Rosa

Amparo

Arade

Guilherme

Central

QUARTEIRA

MÂŞ Paula

MÂŞ Paula

Miguel

Miguel

Miguel

Miguel

Miguel

SĂƒO BART. DE MESSINES

Algarve

Algarve

Algarve

Algarve

Sequeira

Sequeira

Sequeira

SĂƒO BRĂ S DE ALPORTEL

S. BrĂĄs

Dias Neves

S. BrĂĄs

S. BrĂĄs

S. BrĂĄs

Dias Neves

S. BrĂĄs

SILVES

Cruz Portugal

Cruz Portugal

Cruz Portugal

Guerreiro

Guerreiro

Guerreiro

Guerreiro

TAVIRA

Montepio

Maria Aboim

Central

Central

Felix

Sousa

Montepio

VILA REAL de STÂş ANTĂ“NIO

Carmo

Carmo

Pombalina

Pombalina

Pombalina

Pombalina

Pombalina

FarmĂĄcia em Tavira PRECISA de farmacĂŞutico-adjunto Contacto: 281 325 846

ALUGA-SE

Apartamento T0 - Luz de Tavira Contactar: 918 617 269

TAVIRA

Arrendo T2 mobilado

Contactar: 918 296 436

ARRENDO

T2 junto do Pego do Inferno – Tavira De preferĂŞncia o ano todo. Mobilado ou nĂŁo Contacto: 969 004 260 AO DIVINO ESPĂ?RITO SANTO AO MENINO JESUS DE PRAGA AO SAGRADO CORAĂ‡ĂƒO DE JESUS NOVENA INFALĂ?VEL

Ă“ Jesus, que disseste: “Pede e receberĂĄs, procura e acharĂĄs. Bate e a porta se abrirĂĄâ€?. Por intermĂŠdio de Maria Vossa MĂŁe SantĂ­ssima, eu bato, procuro e Vos rogo que minha prece seja atendida. (Menciona-se o pedido). Ă“ Jesus, que disseste: “Tudo que pedires ao Pai em meu nome, Ele atenderĂĄâ€?. Com Maria, Vossa Santa MĂŁe, humildemente rogo ao Pai em vosso nome que minha prece seja ouvida. (Menciona-se o pedido). Ă“ Jesus que disseste: “- O CĂŠu e a terra passarĂŁo, mas a minha palavra nĂŁo passarĂĄâ€?. Com Maria, Vossa MĂŁe Bendita, eu confio que a minha oração seja ouvida. (Menciona-se o pedido). Rezar 3 ave-marias e uma salve-rainha. Em casos urgentes, esta novena deverĂĄ ser feita em 9 horas. Mando publicar por ter alcançado uma grande graça. Agradece.T.O.

Acordos com:

Medis, Multicare, C.G.D.

Tractor - Rega, Lda

profissional gråfica ̪ Imagem ̪$PNVOJDBà ½P ̪$POUFÔEPT ̪0VUEPPST.VQJFT ̪#SPDIVSBT ̪*EFOUJEBEFDPSQPSBUJWB ̪'MZFST t. 281 320 902 >> f. 281 320 909 HFSBMQSPǸTTJPOBMHSBǸDB!HNBJMDPN


ANÚNCIOS I NECROLOGIA

16 de Junho de 2011 |

Funerárias: Sítio da Palmeira

SERVIÇO PERMANENTE 24h

LUZ DE TAVIRA Tel. /Fax: 281 961 170 Av. Maria Lizarda

FUNERAIS | CREMAÇÕES | TRASLADAÇÕES ARTIGOS RELIGIOSOS MANUTENÇÃO DE CAMPAS E JAZIGOS FLORES Tlms: 966 019 297 (Carlos Palma) 963 907 469 (Gonçalo Correia)

Olhão

MONCARAPACHO Tel: 289 798 380 Rua Soledade 19 OLHÃO Tel. 289 713 534

geral@funerariacorreia.pt - www.funeraria correia.pt

ACUPUNCTURA FISIOTERAPIA OSTEOPATIA

DESINFESTAÇÕES, LDA.

funerariapedro@sapo.pt funeraria_pedro@sapo.pt

funeraria-

Empresa recomendada

Desconto 30% valor consulta em sede de IRS; Protocolos com diversas entidades.

TAVIRA Rua Dr. Miguel Bombarda n.º 25 Tel. - 281 323 983 - 281 381 881

Junto às Ruínas de Milreu 8005-443 ESTOI-FARO

Web: http://osteofala.weebly.com · Tlm: 969 260 836

LUZ DE TAVIRA EN 125, n.º 32 – Tel. - 281 961 455 VILA REAL STO. ANTÓNIO Rua 25 de Abril n.º 32 – Tel. - 281 541 414

TAVIRA

TAVIRA

21

FUNERÁRIA PATROCÍNIO Tlm. - 968 685 719 Rua João de Deus, n.º 86 – Tel. -281 512 736 IDALÉCIO PEDRO Tlm. - 964 006 390

SERVIÇOS FÚNEBRES Com as seguintes ofertas

 Coroa de flores artificiais com moldura  Cartões memoriais  Livro de condolências  Serviço de água no velório

Solicite orçamento antes de decidir ROSALINA MARIA VIEIRA XAVIER FIALHO LOPES

MISSA DO 6º MÊS DO FALECIMENTO A família informa que será celebrada Missa do 6º Mês pelo seu eterno descanso, Sexta -feira, dia 17 de Junho, pelas 18 horas, na Igreja de S. Paulo em Tavira. Agradecem desde já a quem comparece ao acto. “Paz à sua Alma” “Serviços Fúnebres efectuados pela Agência Funerária Pedro & Viegas, Ldª” Tavira • Luz • V.R.Stº António Telm. 964 006 390 - 965 040 428

MARCELO SOUSA GONÇALVES FRANCISCO 42 ANOS

AGÊNCIA

FUNERÁRIA

AGRADECIMENTO E MISSA DE 7º DIA Sua querida família cumpre o doloroso dever de agradecer reconhecidamente a todas as pessoas que assistiram ao funeral do seu ente querido, realizado no dia 13 de Junho, para o Cemitério de Tavira, bem como todos os amigos que manifestaram o seu pesar e solidariedade. Comunicam, que será rezada Missa do 7º Dia, pelo seu eterno descanso, dia 17 de Junho, sexta feira, pelas 18h , na Igreja de São Paulo em Tavira, agradecendo solenemente a todos familiares e amigos que assistam a tão piedoso acto.

Tavira

Tlm. – 969 003 042

Vila Real Sto. António

Tlm. – 962 406 031

ALAGOA

AGÊNCIA FUNERÁRIA

“Paz à sua Alma” “Serviços Fúnebres efectuados pela Agência Funerária Pedro & Viegas, Ldª” Tavira • Luz • V.R.Stº António Telm. 964 006 390 - 965 040 428

Emergência 24 horas

Pedro - 965 040 428

Então, esqueceu a sua velha amiga? Aquela que trata bem. Antiga Agência Puga trata o seu ente querido como ninguém, temos um serviço personalizado.

SANTA MARIA - TAVIRA

SANTA MARIA - TAVIRA CONCEIÇÂO - TAVIRA

Agência Alagoa - Fica junto ao Hospital Velho em Tavira

Serviços Prestados

SE P E R MRAV IÇ O N E NTE

 Funerais 24H  Trasladações  Cremações  Preparação estética do falecido  Manutenção de jazigos e campas

Sempre a seu lado nos momentos difíceis da vida...

ADELINA DE JESUS

SEBASTIÃO ROSA CUSTÓDIO

28-12-1918 / 11-06-2011

10-08-1924/ 09-06-2011

Temos ao seu dispor uma linha de crédito até 24 meses sem juros financiada por uma instituição bancária credível

AGRADECIMENTO

AGRADECIMENTO Os seus familiares vêm por este meio, agradecer a todos quantos o acompanharam em vida e nas suas cerimónias exéquias ou que de algum modo lhes manifestaram o seu sentimento e amizade.

Os seus familiares vêm por este meio agradecer a todos quantos se dignaram acompanhar o seu ente querido à sua última morada ou que, de qualquer forma, lhes manifestaram o seu pesar.

SERVIÇOS NACIONAIS E INTERNACIONAIS Trav. Zacarias Guerreiro nº 2 (Largo de S. Francisco) (Centro de Tavira) 8800 – 740 Tavira

AGÊNCIA FUNERÁRIA

IWdjei8|hXWhW"BZW

FUNERAIS - TRASLADAÇÕES - CREMAÇÕES PARA TODO O PAÍS E ESTRANGEIRO

Tel. / Fax: 281 323 205 / 281 325 197 - 965 484 819 / 962 604 552 ATENDIMENTO PERMANENTE - OFERTA DE ANÚNCIO DE NECROLOGIA E CARTÕES MEMÓRIA Artigos Funerários e Religiosos / Catálogo de Lápides e Campas

   

281 322 652 968 700 767 918 530 058 / 966 088 324 alagoa.lda@gmail.com


22

| 16 de Junho de 2011

>> SOLUÇÃO

>> ASSINALE A FRASE CORRETA

da semana passada

Segundo o novo acordo ortográfico deve escrever-se:

Segundo o novo acordo ortográfico deve escrever-se:

   

 No sábado vou usar mini-saia.  No sábado vou usar minisaia.  No sábado vou usar minissaia.

Os alunos ham-de ir ao Oceanário. Os alunos hão-de ir ao Oceanário. Os alunos ão-de ir ao Oceanário. Os alunos hão de ir ao Oceanário.

A frase correta é: Os alunos hão de ir ao Oceanário. Com o Novo Acordo Ortográfico muitos dos hífenes desaparecem como é o caso do uso do hífen que anteriormente ligava a proposição “de” com as formas monossilábicas do presente do indicativo do verbo haver.

 No sábado vou usar miniçaia.

ZZZ OPINIÃO António Miguel Pina Economista apina32@netcabo.pt

FICHA TÉCNICA

Director: Henrique Dias (CP 3259). Director Comercial: Basílio Pires Editor: Ricardo Claro (CP 9238). Redacção: Cristina Mendonça (CP 3258), Geraldo de Jesus (CO 630), Helga Simão. Design: Profissional Gráfica. Colaboradores fotográficos: José A. N. Encarnação “MIRA” Colaboradores: Beja Santos (defesa do consumidor), Nelson Pires (CO76). Departamento Comercial, Publicidade e Assinaturas: Anabela Gonçalves, José Francisco. Propriedade do título: Henrique Manuel Dias Freire, inscrito sob o nº 211 612 no Registo das Empresas Jornalísticas. Edição: Postal do Algarve - Publicações e Editores, Lda. Contribuinte nº 502 597 917. Depósito Legal: nº 20779/88. Registo do Título (dgcs): nº 111 613. Impressão: Coraze - Oliveira de Azeméis Distribuição: Banca - Logista, à sexta-feira com o Público/VASP - Sociedade de Transportes e Distribuição, Lda e CTT. Membro: APCT - Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem e Circulação; API - Associação Portuguesa de Imprensa.

Terapias animais

(In)segurança

A Quinta Pedagógica de Portimão está a proporcionar terapias com animais a crianças de instituições de solidariedade (Ler pág. 7).

As pessoas sentem-se inseguras, os incidentes sucedem-se mas diz-se que a criminalidade diminuiu. Não terão diminuido as queixas às autoridades? (Ler pág. 6).

E depois de…

O postal alterou o e-mail da redacção: jornalpostal@gmail.com

Sede: Rua Dr. Silvestre Falcão, n.º 13 C - 8800-412 Tavira - Algarve Tel: 281 320 900 | Fax: 281 320 909 E-mail: jornalpostal@gmail.com

Sobe & desce

Esta é uma iniciativa das Bibliotecas Paula Nogueira do Agrupamento de Escolas Professor Paula Nogueira (Olhão) em parceria com a Casa da Juventude de Olhão e o POSTAL, que semanalmente divulga os problemas e as soluções deste jogo. Várias escolas do Algarve já aderiram à iniciativa: AE Professor Paula Nogueira (Olhão) / AE da Sé (Faro) / AE D. Afonso III (Faro) / AE Dr. Alberto Iria (Olhão) / Colégio Bernardete (Olhão) / AE Dr. João Lúcio (Fuseta) / AE de Estoi (Faro) / AE Joaquim Magalhães (Faro) / AE do Montenegro (Faro) / AE de Castro Marim ( Vila Real de St. António) / AE Professora Diamantina Negrão / (Albufeira) / Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas (Mega Agrupamento de São Brás de Alportel) / Escola Secundária João de Deus (Faro) / Casa da Juventude (Olhão). Convidamos todas as escolas e bibliotecas, interessadas em aderir ao Jogo da Língua Portuguesa e receber os materiais para o mesmo, a contactar: biblioteca.epnogueira@gmail.com ou jornalpostal@gmail.com.

No rescaldo das eleições legislativas do passado dia 5 de Junho, e depois de muito já ter sido dito e escrito, porque não fazer um exercício de análise político-social sobre o depois de... Quanto aos resultados eleitorais, estaremos quase todos de acordo quanto à forte penalização (derrota com todas as letras) que o partido socialista sofreu devido ao desgaste de governação que sofreu, em particular, nos últimos dois anos. Também será quase unânime que, muito dificilmente, outro primeiro-ministro teria conseguido fazer melhor. Atravessamos uma das maiores crises financeiras de que há memória – e que parece não se ficar por

aqui – o que, não o iliba de ter cometido alguns erros básicos de governação, postura e sobretudo, de falta de comunicação. Depois de ter ganho o PPD/ PSD com uma percentagem de votos muito consistente e abrangente e de conseguir uma maioria estável na Assembleia da República com o “faminto” CDS-PP, o que vai acontecer em Portugal? Simples! Privatizações, mais impostos, menos regalias para os mais necessitados e mais reformas neo-liberais. Coelho, segundo o próprio, até vai mais longe que a própria Troika! Temo assim, que o povo rapidamente verifique que a aposta nos partidos de direita não foi a melhor e que muitas convulsões sociais serão abertura de telejornais e manchetes de periódicos. Lamento! Não era, nem é essa a minha perspectiva governativa nas áreas político-económica e, principalmente, nas áreas sociais.

Assine o

O PS, um dos derrotados da noite eleitoral, vai ter de encontrar uma nova liderança. Sócrates assumiu pessoalmente os maus resultados eleitorais e, muito bem, demitiu-se! Sabendo-se da sua liderança forte e coesa, é justo perguntar: e depois de…? Entrará o partido socialista numa espiral de procura de um líder credível e forte, como entrou o PPD/PSD em 2005 quando conseguiu poucas centésimas mais do que 28%? Não creio! Uma das grandes diferenças entre o PS e o PPD/PSD é que este último é um partido de barões, condes, viscondes e, todos eles, com sede de protagonismo, com sede de poder, com sede de manobrar. Veja-se quantos líderes foram trucidados pela sua própria máquina partidária. No PS há dois candidatos: Seguro e Assis. Assis segue a linha de Sócrates, ficando-se a mudança de líder, na continuidade da linha

rondam os 12%! Temos uma maioria parlamentar, um futuro governo de centro-direita e completamente neo-liberal, um Presidente da mesma cor política, uma Troika, 78 mil milhões para fazer face aos nossos compromissos e, ainda assim, os juros continuam a subir e a confiança dos mercados continua a cair! Quer parecer-me que afinal o problema não estava no PS, no Sócrates ou na vinda do FMI. Outros valores mais altos se levantam e estou crente que um dia se fará história e se saberá quem está na realidade a manobrar os mercados e/ou a beneficiar com tamanha instabilidade na UE.

NOTA DE REDACÇÃO: Por lapso, na edição nº 1037, pág. 7, publicámos os resultados totais do concelho de Tavira incorrectos. No concelho venceu o PPD-PSD com 37,69% (4.678 votos), seguido do PS com 25,01% (3.104), CDS-PP com 12,92% (1.604 votos), BE 7,10% (881) e o PCP-PEV com 6,78% (841 votos). Nas freguesias de Cachopo e Luz de Tavira as siglas partidárias do PPD-PSD e PS encontravam-se trocadas, tendo em ambas vencido o PPD-PSD.

Envie este cupão para:

POSTAL DO ALGARVE - Rua Dr. Silvestre Falcão, nº 13 C, 8800-412 Tavira

(50 Edições) Portugal 30 ¤ I Europa 50 ¤ I Resto Do Mundo 80 ¤

NOME __________________________________________________________________________________________________________________________ DATA DE NASCIMENTO _______ ⁄ ________ ⁄ ____________ MORADA __________________________________________________________________________________________ CÓD. POSTAL _________ - _____ — ________________________________________________ NIF

  

TEL   

 

EMAIL _______________________________________________________ PROFISSÃO ________________________________

AUTORIZAÇÃO DE PAGAMENTO - por débito na conta abaixo indicada, queiram proceder, até nova comunicação, aos pagamentos das subscrições que vos forem apresentadas pelo editor do jornal POSTAL do ALGARVE. Esta assinatura renova-se automaticamente. Qualquer alteração deverá ser-nos comunicada com uma antecedência mínima de 30 dias.

30 ¤

NIB

Assine através de TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA

BANCO _______________________________________________________________________________________________

   

NOME DO TITULAR __________________________________________________________________________

35 ¤

Tiragem desta edição:

9.197 exemplares

política. Seguro será sem dúvida o rosto de uma nova fase, de um novo ciclo político. É necessário que o PS faça uma reflexão madura e se prepare para ser uma oposição representativa dos valores que defende, preparando-se desta forma para uma governação futura que vá ao encontro do país real e dos seus cidadãos. À hora que escrevo este artigo, verifico que as taxas de juro da dívida soberana voltaram a atingir níveis históricos. Não há muitos meses, este era o “pãonosso de cada dia” e vociferavam analistas, políticos e afins, ser o fim da nação com taxas de juro a rondar os 10%. Hoje

BALCÃO ______________________________________________

_______________________________________________________________________________ ASSINATURA IDÊNTICA À CONSTANTE NA FICHA DO BANCO DO TITULAR DA CONTA.

Assine através de DINHEIRO, CHEQUE ou VALE POSTAL, à ordem de Postal do Algarve.

NOTA: Os dados recolhidos são processados automaticamente e destinam-se à gestão da sua assinatura e apresentação de novas propostas. O seu fornecimento é facultativo. Nos termos da lei é garantido ao cliente o direito de acesso aos seus dados e respectiva actualização. Caso não pretenda receber outras propostas comerciais, assinale aqui.


PUB

Boas notĂ­cias

para si

15 de Junho

16 de Junho

22h00 Concerto - Ă?RIS

09h30 CerimĂłnia do Hastear das Bandeiras

Jardim Pescador Olhanense

09h45 Homenagem aos Heróis da Restauração de 1808 10h30 Atribuição de Topónimos no Concelho 12h00 Sessão Solene Comemorativa do Dia 16 de Junho Salão Nobre dos Paços do Concelho 15h00 Entrega de Coletes de Salvação aos profissionais do sector das pescas

Ă s sextas com o PĂşblico

18h00 Exposição do Centro de Pintores Olhanense Auditório Municipal de Olhão 19h00 Inauguração da Sede do Clube Caça e Pesca Cavaquense

22h00 Concerto - VIVIANE Jardim Pescador Olhanense

PUB

profissional gråfica comunicação & imagem

̪*EFOUJEBEFDPSQPSBUJWB̪ *NBHFN ̪$PNVOJDBà ½P̪$POUFÔEPT ̪0VUEPPST.VQJFT̪#SPDIVSBT ̪'MZFST̪4PMVà �FTJOPWBEPSBT

UGHFSBMQSPǸTTJPOBMHSBǸDB!HNBJMDPN

Ganhe identidade A Profissional Gråfica cria soluçþes e projectos integrados de comunicação. Para questþes complexas, soluçþes pråticas chave-na-mão Uma imagem à sua medida Peça o seu orçamento gråtis e tenha identidade!


última DR

Tiragem desta edição:

9.197 exemplares

“Uma Ópera Grelhada” assinala solstício de Verão Túmulo Megalítico de Santa Rita acolhe o evento DR

AS IMEDIAÇÕES do Túmulo Mega-

Moradores da baixa de Faro sentem-se inseguros pág. 6

Portimão trata pessoas com recurso a animais pág. 7 Tavira homenageia homens do mar pág. 9 Lagos combate furto a azulejos históricos pág. 16

lítico de Santa Rita, na freguesia de Vila Nova de Cacela, são cenário do espectáculo “Uma Ópera Grelhada”, que, a partir das 21.30 horas da próxima terça-feira, assinala o solsíticio de Verão. O ponto de encontro é meia hora antes, na Ermida de Santa Rita. Haverá uma prova de vinhos na “venda” local, seguida de um passeio a pé até ao local. No espectáculo, idealizado pelo pintor Fernando Pinheiro, em colaboração com o músico e compositor Zé Eduardo, um pintor convida um músico a pôr uma exposição a falar. É também a história de cinco personagens: tendo como som de fundo o canto dos passarinhos, um pintor, uma japonesa, um músico, uma voz e um técnico de som, procuram dialogar, com a ajuda de duas lanternas, sentados nos destroços de um helicóptero à entrada de um Túmulo. Uma sequência de quatro repete-se 20 vezes, criando um ambiente algo paranóico e em circuito fechado: o pintor procurando controlar uma “bolinha ver-

DESPORTO Patinagem brilha em Castro Marim

 Zé Eduardo é um dos nomes incontornáveis do jazz no país e além-fronteiras melha” e olhando para o músico que inicia assim a sua improvisação em colaboração com a voz e o técnico de som; o músico que por sua vez olhando para o pintor convida-o a iniciar o texto, por último a japonesa é convidada a iniciar o seu canto, e assim sucessivamente. E o pintor e o músico descobrem então que tinham ficado anos e anos a pintar e a tocar em cima do que tinha restado da famosa máquina voadora, e tudo isto numa

grande confusão cenográfica onde se procura relacionar uma série de objectos dispares. No último plano uma pintura de grandes dimensões a preto e branco e com algumas zonas coloridas. Com concepção de Fernando Pinheiro, o espectáculo tem direcção, teclados e contrabaixo de Zé Eduardo, vozes de Masako Hosono e Inês Barroca e som e efeitos de Zé Jesus. Há viatura municipal para pessoas com mobilidade reduzida.

AUTÓDROMO INTERNACIONAL DO ALGARVE

Pista de todo-o-terreno enriquece oferta desportiva DR

A PISTA DE TODO-O-TERRENO do

Autódromo Internacional do Algarve (AIA), em Portimão, estrutura que completa a vertente de desportos motorizados daquele complexo algarvio, foi inaugurada na passada sexta-feira, num evento apadrinhado pelo piloto português Filipe Campos, campeão nacional em título. Intitulada “Off Road Park”, a pista que respeita o relevo do terreno, tem uma extensão de cerca de seis quilómetros, ocupa uma área de 317 mil metros quadrados, com zonas de riachos artificiais e de obstáculos, e permite adaptar diversos tipos de traçado, entre os quais um circuito para motos de provas de enduro e motos 4x4. O novo circuito, cujo investimento ascendeu a cerca de 600 mil euros, foi inaugurado pelo

 O Grupo Desportivo, Recreativo e Cultural Leões do Sul Futebol Clube realiza, no próximo sábado, às 18.30 horas, o Festival de Verão de Patinagem Artística -“Castro Marim sobre Rodas”, no Pavilhão Municipal de Castro Marim. Neste festival de patinagem artística, em que participam os clubes Card – Portimão, Grupo Desportivo Diana – Évora, Grupo Desportivo Fabril – Barreiro, Clube Futebol Sassoeiros Torres Novas, Sociedade Filarmónica Recreativa União Alhos Verdense – Alhos Vedros, Patinagem Clube de Tavira e Roller de Lagos Clube de Patinagem, está prevista a participação de mais de uma centena de atletas entre os seis e os 12 anos. Para os Leões do Sul, a Escola de Patinagem é um elemento essencial na estratégia de intervenção do clube no concelho, a qual visa a formação e o desenvolvimento dos jovens na patinagem artística, modalidade que tem vindo a conhecer um crescimento exponencial, em todo o país. Esta agremiação, a única no concelho que dispõe de uma Escola de Patinagem Artística, desenvolve desde 2011 o projecto “Vamos Patinar”, que resulta do querer e da determinação dos seus dirigentes em colocar Castro Marim, no mapa da patinagem. O Festival de Verão de Patinagem “Castro Marim sobre Rodas” é uma organização dos Leões do Sul Futebol Clube, com os apoios da Câmara e Junta de Freguesia de Castro Marim.

POLÍCIAS ibéricas “caçam” holandês com 600 quilos de coca

 Estrutura completa a vertente de desportos motorizados piloto português Filipe Campos, que em 2010, ao volante do BMW X3 da equipa Yser Racing

Team, se sagrou campeão nacional absoluto, vencendo também a Categoria T1.

 As autoridades espanholas e portuguesas apreenderam na passada terça-feira, a 180 quilómetros do Cabo de São Vicente, um veleiro com 600 quilos de cocaína em que viajava um tripulante, de nacionalidade holandesa, já detido, anunciou a Polícia Nacional espanhola. A operação envolveu equipas da força áerea portuguesa, da marinha espanhola e do Grupo Especial de Operações (GEO), coordenados pelo Centro de Inteligência contra o Crime Organizado (CICO) da Polícia Nacional espanhola. Trata-se de uma operação desenvolvida com base numa investigação da Brigada Central de Estupefacientes espanhola e da Serious Organised Crime Agency (SOCA), do Reino Unido. PUB

Postal16JUN1038  

Cimento ruma a Cabo Verde com partida de Faro » Loulé prepara arranque do MED » OLHÃO PROMETE FESTA EM GRANDE E MUITA CULTURA » Luís Vieira...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you