Issuu on Google+

PÁRA-QUEDISMO INVADE CÉUS DE PORTIMÃO AO FIM-DE-SEMANA > 6 PUB

DR

www.xlconta.com

Director Henrique Dias Freire • Ano XXIII • Edição nº 1019 • Semanário à quinta-feira • 3 de Fevereiro de 2011 • Preço 1 €

FARO 4 PORTIMÃO 6 VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO, CASTRO MARIM, ALCOUTIM 7 TAVIRA 9 OLHÃO 12 LOULÉ, SÃO BRÁS DE ALPORTEL 13 ALBUFEIRA 14 LAGOA, SILVES, MONCHIQUE 15 LAGOS, VILA DO BISPO, ALJEZUR 16 REGIÃO 17 LAZER 19 CLASSIFICADOS 20 OPINIÃO 22 D.R.

ÀS SEXTAS EM CONJUNTO COM O PÚBLICO POR €1,60

Câmaras contra Dulce Pássaro

Reciclagem de embalagens cresce 23%

> As Câmaras do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina dizem que ministra não está de boa-fé > Conselho de Ministros aprovou Plano de Ordenamento do Parque sem mostrar às autarquias a versão final do documento > 18 TURISMO & ENERGIAS

Partex acusa Turismo do Algarve de lobby contra o gás natural

p. 17

SINDICATOS

DR

Goulart promete luta na rua contra o desemprego A promessa foi feita pela CGTP-IN em Faro e Fevereiro promete aquecer. Conheça os números de Dezembro e as previsões para Janeiro no desemprego p. 4

>

QUALIDADE

ORDENAMENTO

Polis quer Francisco Amaral certificar marisco ataca poderes da Ria Formosa das CCDRs

p. 7

A aposta consiste em certificar a qualidade dos bivalves e mariscos da Ria Formosa e o Programa Polis já arrancou com o processo em parceria com várias entidades p. 12 >

ALGAR Os resultados da recolha de resíduos para reciclagem continuam a crescer em 2010, mas a recolha de pilhas caiu mais de 24%. A energia a partir de biogás e a valorização dos resíduos orgânicos são as apostas para 2011 da maior empresa do sector dos resíduos no Algarve > 3

CENTENÁRIO

CA

Veja anúncio pág. 24

CICLISMO VOLTA AO ALGARVE ARRANCA PARA A ESTRADA COM ORÇAMENTO MAIS APERTADO

TAVIRA CACHOPO VAI TER CAMPO DE PRODUÇÃO DE ENERGIA EÓLICA

Desidério Silva promoveu mais uma gala para homenagear os melhores atletas do concelho > 14

A crise não perdoa e a Algarvia tem menos dinheiro, mas a mesma força, garante a organização. Apoio para o futuro é indispensável > 18

Projecto de 70 milhões de euros prevê instalar 19 aerogeradores na serra de Tavira com data de arranque no terreno marcada para Abril > 10

DR

ALBUFEIRA GALA DO DESPORTO DISTINGUE OS MELHORES


pub

N.06 FEV.2011

AGENDA CULTURAL pub

Mobiliário e Deco ração

m 9 4 6

-23%

499m Desconto no valor do IVA

Loja 1 E.N. 125 (junto à Conceição de Tavira) · 8800-054 Tavira · tel ⁄ fax 281 370 084 · aberta todos os dias • Loja 2 E.N. 125 Vale Caranguejo (Próximo da Eurotel) · 8800-000 Tavira · tel 281 381 803/4 · fax 281 381 805


3 de Fevereiro de 2011  |  

em foco Reciclagem mantém crescimento no Algarve Só a recolha de pilhas foge aos números positivos e cai 24% fotos ricardo claro

De acordo com Luís Miguel Nunes, engenheiro da Algar, o crescimento exponencial na recolha de embalagens - o crescimento de 2008 para 2009 cifrara-se apenas em 6,28% deve-se a, “uma maior adesão das pessoas à reciclagem”, algo que a empresa responsável pelo sector na região decerto já esperava quando em 2009 e 2010 aumentou exponencialmente a sua capacidade de triagem deste tipo de resíduos através da renovação e automatização integral das suas linhas de triagem de embalagens. Os valores de crescimento de 2010 face a 2009, no vidro, foram menores do que na comparação de 2009 com 2008, respectivamente 1,9% e 3,3%. Já no papel após a subida de 2,4% de 2008 para 2009, em 2010 o crescimento face a 2009 cifrou-se em 4,7%.

Queda na recolha de pilhas

 A Algar preparou as linhas de triagem para o crescimento na reciclagem de embalagens Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

A reciclagem continua a ser uma das áreas onde a região do Algarve se mantém no quadro de honra a nível nacional e o ano de 2010 não foi excepção, conhecidos que são os dados estatísticos da Algar, entidade gestora de resíduos no distrito. De acordo com os dados divulgados pela Algar, em 2010 a região recolheu para tratamento e valorização 11. 878 toneladas de vidro, 8.276 de

papel, 4.702 de embalagens e 3.5 de pilhas, somando os materiais recolhidos nos ecopontos verdes, azuis, amarelos e vermelhos, um total de 24.860 toneladas. Valores que impressionam quando comparados com os dados de 1999, ano com os primeiros dados estatísticos compilados, onde em vidro se recolheram 2.926 toneladas e em papel 1.120, ficando-se as embalagens pelas 338 toneladas. No caso das pilhas, os primeiros dados estatísticos reportam a 2006 e nesse ano

recolheram-se 3.4 toneladas, pelo que o valor de 2010 pouco evoluiu. Valores que representam um crescimento da recolha de materiais destinados à reciclagem face ao ano de 2009, excepção feita às pilhas.

Os dados de 2010 No caso do vidro, a região recolheu mais 1,9% do que em 2009, tendo o crescimento no mesmo período de análise atingido 4,7% no que respeita ao papel e uns impressionantes 23,1% nas embalagens.

A grande queda nos números regionais da reciclagem em 2010 tem lugar na recolha de pilhas. De facto, foram entregues para reciclagem menos 24,4% do que em 2009, facto que, de acordo com Luís Nunes, tem directamente a ver com o roubo e vandalização dos pilhómetros situados nos ecopontos. “Os pilhómetros são alvos preferenciais da vandalização e dos roubos”, diz o responsável da Algar, que salienta tratar-se de um fenómeno igual em todo o país. A política da empresa passa por, nesta área, apostar mais na recolha em estabelecimentos comerciais e noutros locais menos expostos ao vandalismo do que nos ecopontos. Uma decisão que poderá a curto prazo gerar menos recolha mas que a empresa acredita que “se tornará um hábito para quem quer reciclar usar o pilhómetro em determinados locais predeterminados

 Luís Nunes, da Algar, aposta na finalização de projectos em 2011 que não os ecopontos”. Uma aposta face à impossibilidade de fazer face aos actos de vandalismo e roubo dos receptáculos de rua destinados a este tipo de resíduos.

Produção energética Outro

dado menos positivo da performance da Algar em 2010 foi a produção de energia a partir do biogás recolhido nos aterros sanitários. Os números apresentam uma queda na produção energética no aterro do barlavento, o único que se encontra em produção efectiva de electricidade, da ordem dos 3%, com 3.865 quilowatts produzidos. A razão foi explicada ao POSTAL por Luís Nunes. “Devido a um atraso na conclusão da célula três do aterro do barlavento foi impossível selar e abrir os poços na célula dois no tempo previsto, razão pela qual a gestão do biogás produzido na célula um fez descer os resultados de produção de energia”, explica o engenheiro, que reconhece que os resultados são menos positivos. Por outro lado, a produção energética no aterro do sotavento está agora no bom caminho, depois de um processo

conturbado de instalação. “O projecto está agora nas mãos da EDP, que deverá instalar as condições para injectar a energia na rede”, diz Luís Nunes, que avança que “do lado da Algar estamos em fase terminal de afinação para a produção no sotavento”.

Antevisão de 2011 Num olhar

para o futuro, o responsável da Algar avançou ao POSTAL que em 2011, as apostas estão em finalizar os projectos de produção de energia a partir do biogás, dando cumprimento a prazos entretanto já ultrapassados para a execução destas infra-estruturas e na entrada em testes da Central de Valorização de Resíduos Orgânicos de São Brás de Alportel. A central está em fase de equipamento das instalações e Luís Nunes avança com a data para o ararnque dos testes em Maio ou Junho deste ano, ensaios que deverão durar cerca de três meses e que depois de concluídos determinarão a entrada em funcionamento da unidade que visa produzir biodisel para alimentar a frota de veículos de recolha da empresa. Mais um passo num futuro com melhor ambiente.


    |  3 de Fevereiro de 2011

Companhias aéreas

Solidariedade

Ryanair quer ligação Faro-Manchester A companhia aérea low-cost Ryanair anunciou na quartafeira da passada semana a criação da ligação Faro-Manchester (Reino Unido) a partir de 13 de Abril. Estima-se que esta nova rota movimente cem mil

d.r.

passageiros por ano. A autarquia expressou “votos para que esta iniciativa seja coroada de êxito”, uma aposta que “tem o condão de promover a criação de emprego e reforçar o Aeroporto de Faro”.

Gala Maria Campina apoia esclerose múltipla realiza-se no Conservatório Regional do Algarve um espectáculo solidário, a 5ª Gala Maria Campina, a partir das 21.30 horas de sexta-feira, 4 de Fevereiro.

faro

O objectivo do espectáculo é apoiar a Delegação Distrital de Faro da Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla no apoio prestado aos doentes e na construção de uma nova sede.

Pára-quedismo enche céus de Portimão pág. 6

Sétima Arte

Cineclube ganha nova sede d.r.

Sindicatos endurecem críticas ao Governo União dos Sindicatos do Algarve promoveu concentração d.r.

Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

A União de Sindicatos do Algarve (USA) promete ac-

 Anabela Moutinho e Macário Correia na inauguração da sede

O Cineclube de Faro, o segun-

do mais antigo do país e que em Abril celebra 55 anos de actividade ininterrupta, inaugurou no passado domingo a nova sede. Anabela Moutinho, directora da instituição, diz que após décadas à espera de uma casa digna, o Cineclube ganhou no domingo uma nova sede, composta de uma filmoteca, cujo espólio ronda um milhar de filmes, e uma biblioteca de cinema com mais de mil títulos. “É uma nova etapa do Cineclube de Faro, com novas dinâmicas, mais actividades e dedicada, principalmente, à juventude”, observou a cinéfila, referindo que a sede vai chamar-se Centro Jovem – Cineclube de Faro. O novo espaço do Cineclube vai permitir organizar pequenas sessões de cinema com lotação para 30 pessoas, consultar a biblioteca ou estudar com o computador portátil com internet sem fios. Receber

cursos e workshops relacionados com a sétima arte também vai ser possível. “O Cineclube de Faro não é só para sócios, está aberto para todas as pessoas e em todas as actividades”, sublinha Anabela Moutinho, observando que o novo espaço tem melhores condições de conforto e foi cedido pela câmara. Mesmo com a crise económica instalada, Anabela Moutinho acredita que, com a participação dos sócios e público em geral nas sessões e com o mecenato, vai ser possível arranjar receitas para manter viva a instituição. Na inauguração estiveram presentes o presidente da Câmara de Faro, Macário Correia, e o reitor da Universidade do Algarve, João Guerreiro. A nova sede do Cineclube fica na Praceta Francisco Brito do Vale, Lote J, r/c, Loja A, perto das urgências do Hospital de Faro. CCM

ções de luta já em Fevereiro contra as políticas do Governo a nível regional e nacional e aos efeitos destas, em particular no combate ao desemprego. O aviso foi feito por António Goulart, coordenador regional da USA, na concentração promovida na baixa de Faro pela estrutura sindical regional afecta à Confederação Geral de Trabalhadores de Portugal – Intersindical Nacional (CGTP-IN). Mais de cem pessoas ouviram, na quarta-feira da passada semana, os sindicalistas da CGTP-IN acusarem o Governo de acentuar a crise económica e social no Algarve por falta de medidas urgentes. Recorde-se que há mais de um ano que a USA pede medidas específicas para a região, uma das mais assoladas pelo desemprego a nível nacional, tendo entregue ao Governo, por mais de uma vez, memorandos sobre aquilo que considera, desde então, ser o desenhar de uma crise profunda na região.

Algarve com quase 30 mil desempregados Se já em 2010

o Algarve bateu recordes de desempregados inscritos nos centros de emprego, 2011 não se afigura melhor para a USA. Ao POSTAL António Goulart avançou que “já em Janeiro e Fevereiro, o número de de-

 Mais de cem pessoas ouviram os sindicalistas acusarem o Governo de acentuar a crise sempregados inscritos nos Centros de Emprego (CE) da região deverá atingir a ordem dos 33 mil”. De acordo com os dados publicados pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional, referentes a Dezembro de 2010, o Algarve tem inscritos nos CE 29.386 desempregados, mais 1.750 do que no mesmo mês de 2009. Dados que anunciam a probabilidade do número de desempregados de Janeiro deste ano ultrapassar o verificado em Janeiro de 2010, momento em que na região os CE acumulavam 30.315 desempregados nos seus registos. Mas o responsável pela USA vai mais longe e afirma que Fevereiro poderá mesmo ser pior do que Janeiro, e diz-se especialmente preocupado

com algumas situações de maior dimensão: “casos como a Groundforce, que pode ter desfecho em Fevereiro, ou a Unicofa, que poderá manifestar-se em Março, e todo um conjunto de situações que estamos a acompanhar podem tornar o cenário ainda mais gravoso”.

Apoio social em risco Por outro lado António Goulart manifesta a sua preocupação com a capacidade de resposta das estruturas de apoio social. “Num cenário de cortes orçamentais um pouco por toda a Administração Pública, as instituições sociais podem tornarse incapazes de dar resposta adequada às necessidades, ao mesmo que se perde a hipótese de criar emprego na área da economia social”, afirmou

o sindicalista ao POSTAL. Segundo a CGTP-IN, o Governo em vez de travar o desemprego, “introduz factores que fazem crescer o desemprego na região e no país”, declarou António Goulart em Faro, durante a concentração na capital algarvia. “A ausência de medidas urgentes e adequadas, pela qual são responsáveis o anterior e o actual Governo, acentuaram ainda mais o cenário de crise regional”, lê-se também no documento distribuído à população e que foi entregue à governadora civil de Faro no mesmo dia. Para o responsável da USA, outra questão preocupante é a intenção do Governo de colocar as portagens na Via Infante, o que provocará, diz, “o encerramento de micro-empresas e mais desemprego”.


3 de Fevereiro de 2011  |   

faro

Francisco Amaral contesta poder das CCDRs pág. 7

ASAE encerra clínica de estética

Desporto

Faro vai ter mega ginásio d.r.

Quatro alegadas vítimas avançam para os tribunais luís forra

De acordo com o Ministério

da Economia, Inovação e do Desenvolvimento (MEID), a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) encerrou terça-feira da passada semana uma clínica de tratamentos anti-celulite que funcionava nas traseiras de um cabeleireiro em Faro. O estabelecimento comercial em causa é o “Day Spa Fátima Ministro e Rui Coelho”, situado junto ao estádio do Farense e, de acordo com o MEID, a ASAE instaurou um processo-crime por corrupção de substâncias médicas e prática de medicina por pessoa não habilitada. “A operação ainda está a decorrer. O Ministério Público esteve na passada sexta-feira na clínica. Há medicamentos fora do prazo a serem avaliados”, acrescentou a mesma fonte do MEID. “Foram aprendidas centenas de embalagens de medicamentos, na sua grande maioria fora de prazo, que eram ministrados às pacientes para combater a celulite”, acrescenta o comunicado enviado à comunicação social.

Medicamentos fora de prazo Durante a operação da ASAE foram também apreendidas “seringas e agulhas cirúrgicas” e o “lixo produzido”, que serve para provar a prática de actos médicos. Os produtos homeopáticos estavam quase todos sem identificação nem rotulagem e também foram apreendidos, acrescenta a mesma

 Projecto seria impossível de concretizar sem apoios comunitários

A União Europeia vai apoiar

 Pacientes sofreram lesões permanentes e já apresentaram queixa-crime contra o responsável nota de imprensa. O Ministério da Economia informa que três pacientes da clínica encerrada sofreram lesões permanentes e já deduziram queixa-crime contra o responsável, “manifestando a intenção de proceder civilmente contra a clínica”. O alegado tratamento anticelulítico passava pela introdução de produtos alegadamente nos membros inferiores das pacientes com recurso a seringas. Os produtos introduzidos nas pernas “encontravam-se na sua grande maioria fora do prazo de validade”, refere o MEID.

Alegada vítima conta o seu caso Já depois da informação

prestada pelo MEID, a Lusa apurou que uma quarta pessoa pretendia apresentar na passada segunda-feira queixacrime contra Rui Coelho. Segundo Carmida Santos, de 56 anos, a alegada vítima, “recorri à clínica com dores nas costas” e “em dois dos tratamentos de acupunctura o senhor Rui Coelho colocou-me injectáveis nas costas, que só mais tarde, quando me surgiram quatro quistos, me disse serem “traumeel”. O POSTAL apurou que “traumeel” se trata de um tratamento homeopático regulador da

inflamação. Terá sido esta a substância, de acordo com a doente, a causar o aparecimento em Carminda Santos de “granulomas cutâneos” que levaram a que fosse lancetada por duas vezes e tivesse de tomar cinco qualidades de antibióticos, entre outros actos clínicos destinados a evitar uma possível septicemia (infecção generalizada no organismo). À Lusa Fátima Ministro disse que o Day Spa não é seu. A cabeleireira afirma que está divorciada de Rui Coelho há mais de um ano e que “já não tem nada a ver com as práticas realizadas naquele espaço”. Cecília Malheiro

em quase um milhão de euros a criação de um centro de desporto e bem-estar situado junto à Ria Formosa, no Montenegro, que deverá ser inaugurado em Fevereiro. O projecto, que ronda os três milhões de euros de investimento, obteve a declaração de interesse turístico e vai ser co-financiado por fundos comunitários num montante superior a 800 mil euros. Segundo Ricardo Duarte, mentor do projecto, o incentivo é justificado pelo facto de o espaço - que junta ginásio, SPA e desporto de competição -, ser “pioneiro” no Algarve e poder funcionar como complemento à oferta hoteleira da região. Além das tradicionais salas de treino, o clube tem ainda uma parede de escalada, uma piscina coberta para aulas de natação e hidroginástica, dois

campos de ténis, onde vai funcionar uma escola da modalidade, e uma de “paddle” (espécie de ténis). O centro insere-se numa área de quatro mil metros quadrados e tem capacidade para mais de mil sócios, refere à Lusa Ricardo Duarte, que quer também promover o clube enquanto local de convívio social, como já acontece noutros países. “No Algarve não existe nenhum espaço privado deste género, apenas nas unidades hoteleiras”, frisa o director do mega ginásio, que refere que o projecto seria “impossível” de concretizar sem os apoios financeiros que recebeu. Além da população residente, Ricardo Duarte quer ainda cativar os turistas, estando já a ser desenvolvidos pacotes turísticos nesse sentido. MAD

Dia dos Namorados

Teatro Municipal com dia dedicado ao amor O palco do Teatro Municipal de Faro (TMF) transfor-

ma-se dia 14 de Fevereiro num fino restaurante “gourmet” com as refeições a cargo da Escola de Hotelaria da cidade e música da banda algarvia La Plante Mutante para celebrar o Dia dos Namorados. Os pares de namorados que desejem celebrar o dia do amor de forma original e com um toque cultural podem

comprar por 50 euros bilhetes e brilhar no palco do TMF, onde vão poder degustar uma refeição “gourmet” elaborada por cozinheiros da Escola de Hotelaria e Turismo de Faro, anunciou João Carrolo, programador daquela estrutura cultural. Em conferência de imprensa, o responsável pela Programação e Serviço Educativo do TMF explicou que a ideia base

para este ano é reflectir sobre a “comunidade”. A peça “1974”, do Teatro Meridional, companhia que venceu recentemente o consagrado “Novas Experiências Teatrais”, atribuído pela União dos Teatros da Europa, é outro dos pontos altos da programação no primeiro quadrimestre do Teatro das Figuras e vai subir ao palco precisamente no Dia Mundial do Teatro, salien-

tou João Corrolo. O espectáculo “White Caps”, uma fusão de cinema e breakdance, da companhia de teatro inglesa Champloo, ou o projecto “VaiVem” para levar propostas artísticas a salas de aula da região que estejam mais recônditas são outras propostas do TMF, que este ano conta com duzentos mil euros para investir em prograCCM mação.

 Emídio (Romanov), um dos elementos dos La Plante Mutante

d.r.


    |  3 de Fevereiro de 2011

Campeonato do Mundo de Supersport d.r.

Parkalgar Honda foi a equipa mais rápida nos testes A equipa “da casa” a Parkal-

gar Honda, foi a mais rápida nos três dias de testes para o Campeonato do Mundo de Supersport, que tiveram lugar de quarta a sexta-feira da passada

semana no Autódromo Internacional do Algarve Nos testes para o Campeonato do Mundo de Superbike, que decorreu nos mesmos dias, o mais rápido foi Jakub Smrz

(Ducati 1098R), Sam Lowes, da Parkalgar Honda, em Honda CBR 600 RR, foi o primeiro nas Supersport. Os testes foram marcados por alguma instabilidade me-

teorológica que nem sempre permitiu aos pilotos estar em pista o tempo desejado. Porém, e tendo em conta que a última ronda de 2011 acontece no circuito algarvio, todas as equipas

portimão

procuraram recolher o maior número de informação possível ao mesmo tempo que preparavam o arranque da temporada que acontece a 27 de Fevereiro em Phillip Island na Austrália.

Vila Real avança para silo automóvel pág. 8

d.r.

Mercado de Portimão

Laranja regional é tema de festa d.r.

 Provas a contar para a Taça de Portugal prometem muita adrenalina

 Receitas com laranja vão deliciar os visitantes

O Mercado Municipal de Por-

timão promove, de segunda a sexta-feira da próxima semana, mais uma Festa da Laranja, uma iniciativa da Comissão do Sector das Hortifrutícolas em parceria com o Mercado Municipal de Portimão, com o apoio da Escola de Hotelaria e Turismo de Portimão. Durante quase uma semana, os clientes podem adquirir este citrino a um preço especial e experimentar as

propostas apresentadas pelos alunos dos cursos de Cozinha e de Restauração e Bebidas da Escola de Hotelaria e Turismo de Portimão, que realizarão diversas demonstrações culinárias e degustações. Em anteriores edições, a iniciativa teve uma grande receptividade, com a venda de algumas dezenas de toneladas de citrinos, sendo objectivo desta terceira edição ultrapassar-se as dez toneladas de laranjas vendidas.

Música

Orquestra do Algarve recorda José Saramago O escritor português e Nobel

da Literatura, José Saramago, vai ser homenageado no próximo sábado no Teatro Municipal de Portimão (TEMPO) pela Orquestra do Algarve, que vai apresentar um concerto único, informou fonte da orquestra. Trata-se de um concerto úni-

co dedicado ao Nobel da Literatura José Saramago, que faleceu em 2010, onde os músicos vão interpretar temas da banda sonora do documentário José & Pilar, compostos pelos jovens músicos Noiserv (David Santos) e Pedro Gonçalves, do CCM grupo Dead Combo.

Pára-quedismo enche céus de Portimão Taça de Portugal da modalidade decorre durante este mês Os três primeiros fins-de-

semana de Fevereiro vão encher-se de adrenalina nos céus de Portimão, com a realização de diferentes provas a contar para a Taça de Portugal em Pára-quedismo, competições que vão trazer alguns dos melhores praticantes nacionais ao Aeródromo Municipal, cuja relevância turística acaba de ser distinguida. No próximo sábado e domingo, realiza-se a primeira prova da 10ª Taça de Portugal de Skysurf, com as equipas a efectuar perigosas coreografias a quatro mil e 200 metros de altitude, sendo a pontuação atribuída pelo visionamento das imagens captadas pelos cameraflyers durante a queda livre.

Quanto à primeira prova da 10ª Taça de Portugal de Voo de Formação a Quatro, decorre no fim-de-semana de 12 e 13 de Fevereiro, com os páraquedistas a saltarem de uma altura de 15 mil pés, aproximadamente quatro mil e 500 metros, para cerca de um minuto em queda livre, a uma velocidade próxima dos 200 quilómetros por hora. A enriquecer este programa, a partir das 15 horas de domingo, dia 13, vão ter lugar saltos de exibição no areal da Praia da Rocha, junto à Fortaleza de Santa Catarina. Por fim, o Aeródromo recebe a 19 e 20 de Fevereiro a primeira prova da 8ª Taça de Portugal Freefly, que reúne

a elite nacional da especialidade em mais uma arrojada competição. O início de todas as provas está marcado para as 10 horas, caso as condições climatéricas o permitam, sendo uma organização conjunta entre a Federação Portuguesa de Pára-quedismo e a Câmara de Portimão.

Mais de 15 mil voos em 2010 O

Aeródromo Municipal de Portimão acaba de receber o Troféu Internacional de Turismo, atribuído pelo Trade Leader’s Club como reconhecimento pela sua crescente importância enquanto terminal aeroportuário, e também devido à valência que representa para a

oferta turística da região. Com cerca de 15 mil voos registados em 2010, o Aeródromo posicionou-se como o terceiro mais movimentado do país, sendo de referir a título de curiosidade que há dez anos atrás esse movimento não ultrapassava as mil utilizações anuais. No período entre Dezembro passado e Março próximo está previsto que o Aeródromo Internacional de Portimão receba mais de mil pára-quedistas dos quatro cantos do mundo, que aqui efectuarão os seus saltos de Inverno. Esses praticantes, que se farão acompanhar pelas suas famílias, contribuirão para a dinamização da economia local.


3 de Fevereiro de 2011  |   

Solidariedade

Apoio social em Castro Marim

Vila Real recebe apoio na saúde A Câmara de Vila Real de San-

to António recebeu da Fundação AGAPE, uma Organização Não Governamental (ONG) escandinava, representada pela glória benfiquista Carlos Quaresma, material ortopédico e

d.r.

Câmara ajuda nos medicamentos A Câmara de Castro Marim

mobiliário médico no valor de cerca de 600 mil euros. O material destina-se a constituir um banco municipal de ajudas técnicas para a área da saúde no concelho liderado por Luís Gomes.

está a ajudar os habitantes carenciados a comprar medicamentos prescritos pelos médicos, ao abrigo de um protocolo assinado entre a autarquia e as farmácias do concelho.

O protocolo, assinado com a Farmácia Moderna, em Castro Marim, e a Farmácia da Avenida, na freguesia de Altura, estipula que a autarquia suporte “50% do valor não comparticipado pelo Serviço

Nacional de Saúde (SNS) na medicação adquirida, mediante receita médica, pelos beneficiários do Cartão do Idoso ou do Cartão do Idoso Especial. MHC

vila real castro marim alcoutim

Ciclismo de Tavira na estrada com menos dinheiro pág. 9

Francisco Amaral contesta poder das CCDRs Presidente da Câmara de Alcoutim defende descentralização de competências O presidente da Câmara de

Alcoutim entende que um técnico de uma Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) tem “mais poder do que um presidente da câmara” em matéria de ordenamento de território, defendendo uma descentralização de competências. Francisco Amaral fez estas declarações numa entrevista à Lusa onde criticou o Plano Regional de Ordenamento do Território do Algarve (PROTAL) e onde considerou “premente e urgente o Governo descentralizar competências nas autarquias” na área do ordenamento do território. “Este PROTAL não vai ao encontro dos interesses dos algarvios, porque secundariza por completo o desenvolvimento económico. Preocupase muito com o ordenamento do território e não tem a mínima preocupação em criar

postos de trabalho, riqueza, trazer dinheiro para o Algarve e atrair investidores”, lamentou o autarca. À frente de um dos concelhos mais desertificados do país, o autarca apontou, por exemplo, a excessiva burocracia a que os investidores estão obrigados e os faz recuar nos concursos às 24 mil camas turísticas previstas para o Algarve nos próximos dez anos, três mil das quais destinadas a Alcoutim. “É uma estupidez porque no resto do país não houve limitação nenhuma. E o concurso dessas camas está eivado de exigências tais que ninguém consegue concorrer”, acrescentou, considerando que o país e o Algarve “estão sequiosos de investimento” e “é absurdo e uma asneira enorme mandar potenciais investidores embora”.

Amaral diz que câmaras

d.r.

 Amaral diz que as câmaras não mandam nada nos seus territórios

não mandam nada Francis-

co Amaral adiantou ainda: “há muito tempo que defen-

do uma descentralização de competências na área do ordenamento do território. Por-

que as câmaras, no fundo, não mandam nada ou muito pouco nos seus territórios”. O autarca defendeu que “tem mais poder um técnico que elabora um parecer, às vezes fundamentalista, do que o presidente da câmara, que não manda nada” apesar da legitimidade democrática. “Se tivesse essa autonomia criava espaços urbanizáveis nas vilas e aldeias, que estão todas asfixiadas por reserva ecológica e não se conseguem expandir. É possível e desejável compatibilizar ordenamento do território, desenvolvimento económico e valores ambientais. E se eu tivesse esse poder esta beira-rio já tinha vida, gerava riqueza, postos de trabalho e o rio era muito solicitado”, contrapôs, referindo-se ao seu município. Para o autarca, o rio Guadiana é “uma marina natu-

ral” e as infra-estruturas de apoio à náutica “incipientes” por causa dos mecanismos de ordenamento do território. “Tudo é leito de cheias, domínio público hídrico, reserva ecológica, etc. Temos uma jóia por lapidar e ninguém pega nisto à conta destes chamados instrumentos de ordenamento do território, que, no fundo, não ordenam nada”, acrescentou. O autarca disse, no entanto, que a última revisão do PROTAL teve “aspectos positivos” para o concelho, onde “a habitação dispersa estava proibidíssima” e agora “é permitido a quem tem cinco hectares de terreno construir uma casa”. “Isso já está a acontecer, já temos pedidos de licenciamento e, inclusivamente, de casais jovens que se querem cá fixar”, elogiou. MHC

Exposição do Instituto Geográfico Português

Castro Marim recorda invasões francesas O Regimento de Infantaria nº

1, com sede em Tavira, em estreita colaboração com a Câmara de Castro Marim, promove um Ciclo de Exposições do Instituto Geográfico Português do Exército, na vila de Castro Marim, a decorrer nos meses de Fevereiro, Março e Abril. O Ciclo temático inaugurou, na passada terça-feira, com a exposição “Operações Militares no Norte de Portugal durante

as invasões Francesas”, que vai estar patente ao público, na Igreja do Castelo, durante o mês de Fevereiro, de segunda a domingo, das 9 às 17 horas. A primeira das três exposições integrou as comemorações do bicentenário da Guerra Peninsular realizadas pelo Exército Português e retrata as efemérides ocorridas no período da segunda Invasão Francesa, entre Fevereiro

e Maio de 1809. “Finis Portugalliae”é a segunda mostra do Instituto Geográfico do Exército que aborda acontecimentos determinantes na delimitação da fronteira terrestre e os conflitos inerentes, divulgando o excelente trabalho a nível da cartografia e da arquitectura militar em Portugal. Estará visitável, no Centro de Interpretação do Território do Revelim de Santo António,

no mês de Março, diariamente, entre as 10 e as 17 horas. A encerrar o ciclo de exposições do Instituto Geográfico Português do Exército Português em Castro Marim, estará patente ao público no Revelim de Santo António, “Cursos e Percursos para o Mar Oceano”, durante o mês de Abril, todos os dias, das 10 às 19 horas. Através desta exposição, o visitante vai ficar a perceber a importân-

cia dos rios portugueses e o seu contributo na delimitação natural e consolidação da extensa região fronteiriça. Esta iniciativa do Regimento de Infantaria nº 1 do Exército Português é um testemunho da maior importância para um melhor conhecimento do país do ponto de vista cartográfico e militar, mas também a sua acção na estratégia militar, durante as Invasões Francesas.

d.r.

 A Igreja do Castelo


8

| 3 de Fevereiro de 2011

VILA REAL

Câmara de Alcoutim apoia idosos D.R.

ı

CASTRO MARIM

ı

ALCOUTIM

Vila Real avança Crianças criam guia para silo automóvel da biblioteca CASTRO MARIM

D.R.

Autarquia quer disciplinar estacionamento e PCP opõe-se à cobrança do parqueamento

D.R.

Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

A ASSEMBLEIA MUNICIPAL  A Câmara de Alcoutim atribuiu à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Alcoutim um subsídio no valor de oito mil e 600 euros. Valor equivalente a 40% do custo de uma viatura adequada à prestação de apoio domiciliário a idosos necessária para fazer face à lotação esgotada do lar e centro de dia locais.

Vila Real aposta na segurança da pesca  O município de Vila Real de Santo António apresentou duas candidaturas ao PROMAR, cujo objectivo é melhorar as condições de segurança das tripulações das embarcações de pesca local. Cada candidatura representa um investimento total de três mil e 952 euros, e tem como objectivo a aquisição de 76 coletes salva-vidas para os pescadores pertencentes a duas associações locais do sector.

A BIBLIOTECA MUNICIPAL de Castro Marim promove até Fevereiro a elaboração do Guia do Utilizador da Biblioteca em banda desenhada, organizado pelos alunos do ensino pré-escolar e primeiro ciclo das escolas do concelho. Trata-se da criação de um guia em formato de banda desenhada, intitulado “Um Dia na Biblioteca”, onde os alunos se propõem dar a conhecer as zonas funcionais da biblioteca, desde a arrumação dos documentos, à descoberta das regras a respeitar quando se coloca um livro na estante. “Um Dia na Biblioteca”, além de aperfeiçoar as noções que as crianças já possuem sobre este espaço de cultura, envolve-as numa actividade lúdica através de uma forma de arte, a banda desenhada, que é considerada como a “nona arte”. Este guia, que pela sua especificidade apresenta um carácter inovador e único, será monitorizado por um designer gráfico que é especialista em banda desenhada para crianças.

(AM) de Vila Real de Santo António aprovou a abertura de um procedimento concorrencial que visa a construção de um parque de estacionamento coberto (silo) no centro da cidade. Este tipo de procedimento leva a que as empresas concorrentes tenham de construir o silo automóvel à sua custa e, de acordo com a autarquia, venham ainda a permitir à câmara “um significativo encaixe financeiro”, recebendo em troca a exploração do estacionamento em silo e ainda dos estacionamentos à superfície em zonas delimitadas para o efeito. Para a autarquia, este equipamento, “vai responder à manifesta necessidade de aumentar o número de estacionamentos de viaturas que diariamente acorrem à cidade, permitindo, para além disso, que sejam disciplinados os estacionamentos nos espaços públicos que servem a cidade”. A edilidade assegura que “foi encontrada, aliás, a melhor via para dotar a cidade desta infraestrutura tão necessária. Isto, porque, nos termos do procedimento, o investimento na realização deste projecto será PUB

 Luís Gomes assegura que investimento não terá quaisquer custos para a edilidade levado a cabo sem quaisquer custos para a edilidade” Quem não concorda é o PCP local que diz que “aos visitantes restará estacionarem apenas nas zonas periféricas da cidade”, se não quiserem pagar, e que “aos residentes serão deixados somente 33 quarteirões para estacionamento”, razões que invocam para o voto contra em sede de AM.

AUTARQUIA DEFENDE DECISÃO A autarquia afirma ainda que “vindo responder a uma carência ao nível das infraestruturas e equipamentos,

esta aprovação insere-se no trabalho que tem vindo a ser feito no concelho no que diz respeito à disponibilização de cada vez melhores condições de comodidade, não só para os munícipes, como para os visitantes que se deslocam à cidade para efectuar as suas compras”. Para o actual presidente da Câmara, Luís Gomes, “será dado um passo decisivo para prover a cidade pombalina de uma importante infra-estrutura e para um ordenamento mais disciplinado do estacionamento nas ruas. Futura-

mente, vamos poder receber ainda com melhores condições todos aqueles que se deslocam diariamente à nossa cidade, e que procuram uma zona comercial e de lazer de excelência”. Ainda segundo a autarquia, em 2002, quando o Partido Socialista presidia a Câmara, esteve para avançar um projecto semelhante. “No entanto, não foram encontrados os meios técnicos e financeiros adequados para o desenvolver, visto que todos os custos teriam de ser suportados pela autarquia”, recorda.

COM ARRANJOS EXTERIORES E ILUMINAÇÃO

Campo de Futebol de Alcoutim totalmente equipado D.R.

OS ARRANJOS EXTERIORES e iluminação encerraram as obras no campo de futebol de Alcoutim. A construção desta infraestrutura foi executada em duas fases. Numa primeira fase, com um investimento autárquico de 216 mil euros, foi construído o novo campo e colocado um relvado sintético. A segunda fase foi agora terminada, com os arranjos exteriores (vedação e colocação de bancadas) e colocação de iluminação, e custou à autar-

 Concelho fica dotado de melhores infra-estruturas desportivas quia 150 mil euros. Dotar o concelho de melhores infra-estruturas desportivas e impulsionar os eventos desportivos organizados pelas associações e clubes do conce-

lho foram os grandes objectivos da construção do campo de futebol, que deverá ser utilizado também para a organização de outros eventos, como as actividades ambientais.


3 de Fevereiro de 2011  |   

tavira

Polis avança para certificação de produtos da Ria Formosa pág. 12

Ciclismo de Tavira na estrada com menos dinheiro Baixas de vulto na equipa e patrocínios reduzidos não baixam objectivos Geraldo de Jesus geraldoj.postal@gmail.com

O Clube de Ciclismo de Tavi-

ra conseguiu ir para a estrada, apesar de não ter conseguido substituir o seu principal patrocinador, o Palmeiras Resort Tavira. Ainda assim, com os apoios da autarquia e a empresa Prio, o seu segundo patrocinador, a equipa vai estar na estrada esta época. “A equipa está na estrada graças à grande vontade e colaboração dos próprios ciclistas. Claro que o corpo técnico também mostrou a mesma atitude”, afirma Jorge Corvo. “Não conseguimos até agora um patrocínio que substitua o nosso patrocinador principal nos últimos três anos. É necessário um grande investimento, o que requer um patrocinador de âmbito nacional”, diz o presidente da Direcção do Clube de Ciclismo de Tavira (CCT), que reconhece que “o panorama económico não é o melhor, mas nós temos evoluído de uma forma muito positiva o que, de resto, não se tem passado

com o resto do panorama do ciclismo actual”. Segundo o responsável pela equipa que venceu a última Volta a Portugal, “batemos a muitas portas, a muito boas vontades e conseguimos reunir um orçamento mínimo para conseguir estar de novo na estrada”, mas Jorge Corvo não nega que a equipa sai à rua: “não nas condições que queríamos, nem com as condições que os atletas merecem e que deviam usufruir, mas contando com a boa vontade de todos”. Jorge Corvo refere que a Câmara de Tavira é agora o principal parceiro do clube, sendo que a ida da equipa para a estrada não teria sido possível sem este apoio. O presidente da Direcção espera que os apoios ao ciclismo continuem, uma vez que a modalidade “é embaixadora da região, onde o uso da bicicleta é fácil, pelas condições naturais do Algarve, das unidades hoteleiras que praticam bons preços para os turistas e pelas boas estradas do interior, que apresentam pouco trânsito”.

d.r.

 Jorge Corvo diz que a equipa está na estrada graças à grande vontade e colaboração dos ciclistas

David Blanco é a baixa de maior vulto David Blanco é

a maior baixa da equipa este ano e, de acordo com Jorge Corvo, saiu porque “teve uma proposta irrecusável”, mas os tavirenses tiveram outras bai-

xas de peso como Alejandro Marque e Cândido Barbosa. Entram Diogo Nunes e João Pereira, dois atletas que estão há muito no clube e que têm integrado os trabalhos da Selecção Nacional de Ciclismo e a

equipa mantém a liderança do técnico Vidal Fitas apoiado por Benjamim Carvalho, mantendo-se o restante staff”. Entre as provas em que a equipa vai participar estão já agendadas “todas as do calen-

dário nacional e algumas em Espanha e França”. A equipa vai ainda “repetir a presença em Inglaterra”, diz o presidente do clube. Na Volta a Portugal a aposta é a de tentar repetir a vitória, agora com um ciclista algarvio. Outro grande objectivo é o de voltar aos patrocínios de primeira linha. “Não queremos que nos apoiem só porque somos o clube mais antigo do pelotão nacional e mundial. Queremos que o façam como uma forma de rentabilização pelo trabalho que temos feito”, destaca. No balanço deste início de época, Jorge Corvo desmente a existência de contactos para “fundir” o Clube de Ciclismo de Tavira com o Centro de Ciclismo de Loulé. “Houve contactos com o Louletano que quer continuar com o ciclismo e com quem fizemos uma parceria no escalão sub-23”, esclarece Jorge Corvo, que afiança, “ficámos com o direito de opção, quando passarem a profissionais continuam a trabalhar connosco, o que foi bom para os atletas e menos oneroso para nós”.

Barcos retirados da Ria em Santa Luzia

IPTM remove embarcações parcialmente afundadas e estrutura de embarque degradada Geraldo de Jesus geraldoj.postal@gmail.com

Desde há muito que os habi-

tantes de Santa Luzia e os visitantes da capital do polvo se habituaram, desgostosamente, a ver parcialmente afundados na frente ribeirinha da localidade barcos da ligação fluvial às ilhas-barreira situadas em frente. Um panorama que ao POSTAL os santaluzienses classificaram de “vergonhoso”, ainda mais quando “a frente ribeirinha foi toda requalificada re-

centemente” e a que se junta a degradação de um cais de embarque que constitui um perigo latente, “em particular para crianças”. O POSTAL contactou a Câmara de Tavira que “tem a situação sob acompanhamento em conjunto com a junta de freguesia local” e afirma estar a desenvolver junto do Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos (IPTM) diligências no sentido da resolução do problema, uma vez que, adianta a mesma fonte da autarquia, “a competência nessa

matéria cabe ao IPTM”.

Solução avança este mês Já

o IPTM, pela voz de Jaime Costa, avançou ao POSTAL boas notícias para o problema que afecta Santa Luzia. De acordo com o Instituto, que detém competência nesta matéria, “a remoção das embarcações avança já este mês” e, mais do que isso, “os trabalhos a realizar englobam também a remoção integral da estrutura do cais”. A realização da operação que retirará embarcações e

estrutura de embarque será realizada, de acordo com o IPTM, com os respectivos “encargos a serem suportados pelo Instituto”, devendo ser posteriormente suportados pelos proprietários das embarcações. A solução está, portanto, a um passo de se concretizar, retirando da zona ribeirinha de Santa Luzia e das águas da Ria Formosa, uma das sete Maravilhas Naturais de Portugal, as degradadas embarcações e estrutura de acesso aos barcos.

geraldo de jesus

 A remoção das embarcações e do cais avança já este mês


10    |  3 de Fevereiro de 2011

tavira

João Cravinho apela para cultura de transparência pág. 13

Cachopo vai ter parque eólico

Porto de Pesca avança no último trimestre

Investimento de 70 milhões para a montagem de 19 aerogeradores d.r.

A Câmara de Tavira rece-

beu o pedido de licenciamento para a construção de um parque eólico na freguesia de Cachopo, na serra algarvia, que deverá arrancar em Abril, revelou o presidente, Jorge Botelho. Em entrevista à Lusa, o autarca precisou tratar-se de “um investimento de 70 milhões de euros” para a montagem de 19 aerogeradores. “Em termos de energias renováveis, temos um processo de licenciamento de um parque eólico, do Malhanito, que vai contemplar 19 torres com aerogeradores”, afirmou Jorge Botelho, adiantando que o investimento é de 70 milhões de euros e que deverá começar a ser feito a partir de Abril. O autarca socialista frisou que essa “é a data em que o promotor do parque do Malhanito quer iniciar o investimento”, já “aprovado pela Direcção Geral de Energia”.

 Parque eólico deve arrancar no próximo mês de Abril “Estamos a trabalhar no processo de licenciamento para que possa ver a luz do dia em Setembro na zona de Cachopo”, na serra algarvia, acrescentou.

Parque cria emprego Jorge

Botelho disse ainda que o parque vai criar “20 a 30 postos de trabalho, sendo que na construção serão mais, cerca de 100”.

O presidente da câmara algarvia revelou também que “há um conjunto de promotores” que têm manifestado interesse na área da energia solar.

“Ganharam as licenças e agora estão no terreno para encontrar os espaços adequados para que as licenças possam ser efectivas, porque precisam de ter terrenos alugados ou comprados para instalar os fotovoltáicos, e é isso que estamos a tratar neste momento”, adiantou. O autarca recordou que ainda na freguesia de Cachopo “há uma plataforma da Rede Eléctrica Nacional (REN) de muito alta tensão a ser feita”, num investimento de 60 milhões de euros. “Tem sido feita uma distribuição da rede de muita alta tensão, andaram a passar cabos eléctricos com torres na serra, o que agregou muita gente, pois trabalharam algumas dezenas largas de pessoas, e a economia de Cachopo revitalizou por causa disso e agora vai continuar com o parque eólico”, disse ainda o autarca. MHC

Milhares de alunos assistem a exercícios da PSP

Autoridades ensinam como agir em situações de risco Milhares de alunos das escolas de Tavira vão poder observar no mês de Fevereiro e Março diversas demonstrações cinotécnicas e táctico policiais do Comando Distrital da PSP de Faro, informou aquela polícia. No âmbito do projecto “Escola Segura”, a PSP vai realizar inúmeras demonstrações

táctico policiais no interior dos recintos escolares com o objectivo de “dar a conhecer a miúdos e graúdos algumas das valências da PSP e o modo como agem em situações de risco”, lê-se no comunicado enviado à comunicação social. A primeira demonstração cinotécnica decorreu na pas-

sada terça-feira, às 10.15, na Escola da Estação, onde estiveram também os alunos da Escola D. Manuel e do Infantário o “O Eco”.

Demonstrações em fevereiro e Março No dia 23 de Fe-

vereiro é a data marcada para a segunda demonstração que vai decorrer na Escola Primápub

ria n.º 2 da Porta Nova, pelas 10.15. O calendário para as demonstrações táctico policiais arranca dia 9 de Fevereiro, também pelas 10.15, na Escola Básica 2/3 Integrada D. Manuel I, e no dia 16 de Fevereiro a PSP repete os exercícios na Escola Secundária Dr. Jorge Correia, institui-

ção onde vão estar presentes 1.700 alunos e professores. As demonstrações terminam a 2 de Março na Escola Básica do 2º e 3º ciclos D. Paio Peres. Participam nos exercícios elementos do Corpo de Intervenção, elementos da Inactivação de Engenhos Explosivos e elementos da cinotécnica.CCM

 De acordo com o Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos, a obra do Porto de Pesca de Tavira deverá avançar para o terreno no último trimestre deste ano, decorridos os prazos do concurso internacional lançado na passada semana, como o POSTAL avançou em exclusivo. A obra cujo concurso foi lançado com o preço base de dez milhões de euros, tem inscritos no Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Administração Central de 2011 apenas um milhão de euros, que “darão para o arranque da obra este ano”, disse ao POSTAL Brandão Pires, responsável regional do IPTM, e que poderão mesmo “não chegar a ser gastos totalmente até ao final do ano”.

Tavira marca presença no Preço Certo  Mário Rui Martins é o nome do tavirense que vai representar brevemente a cidade do Gilão no programa Preço Certo, um dos mais duradouros fenómenos da televisão portuguesa, apresentado na RTP1 pelo não menos famoso Fernando Mendes. A presença do concorrente de Tavira está marcada para o dia 22 de Fevereiro.

Foto denúncia geraldo de jesus

 Na Rua Salgueiro Maia, em Tavira, para quem circula a partir da Avenida Dr. Eduardo Mansinho, não se pode virar na primeira rua à direita - Tenente-coronel Melo Antunes - mas a sinalização é insuficiente. Nesta última artéria encontra-se efectivamente o sinal de sentido proibido, mas este não é visível aos condutores que circulem na Salgueiro Maia. Falta nesta artéria o sinal de proibição de viragem à direita, pondo termo a possíveis confusões. GJ


PUB


12    |  3 de Fevereiro de 2011

Pechão d.r.

Amor inspira exposição de pintura A Junta de Freguesia de Pechão inaugura no próximo sábado, às 21.30 horas, no edifício sede, uma exposição de pintura intitulada “Tulipa Negra e Pequena Flor de Jas-

mim”, de Ana Martins. Num mês em que se celebra o amor, a autora apresenta um conjunto de quadros que ilustram o mais nobre dos sentimentos, inspirados na obra “Romance

de Tulipa Negra e Pequena Flor de Jasmim no Lado Errado do Jardim”, do escritor José Alegre. A autora nasceu em Olhão em 1970. Autodidacta, pinta desde os seus tempos de estudante, em-

bora só desde 2005 o faça com carácter regular. Foi orientada pela pintora Jane Page, com a qual aprendeu várias técnicas e aprofundou os seus conhecimentos. Desde 2006 tem realizado várias

exposições no Algarve. A exposição vai estar patente ao público até ao próximo dia 25 e pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9 às 12.30 e das 14 às 17 horas.

olhão Real Marina recebe Fado d.r.

 “Silêncio que se vai cantar o fado!” vai ser a frase de ordem, aos domingos à noite, no Restaurante do Real em Olhão. Todas as semanas, o Real Marina Hotel & Spa promove a Grande Noite do Fado, a partir das 20 horas. Da autoria do chef Fernando Fonseca, o menu especial inclui tapas na mesa, prato principal, sobremesa, bebidas da selecção do chef e café. Numa altura em que Portugal aguarda pela aprovação da candidatura do fado a Património Imaterial da Humanidade, à Unesco, o Restaurante do Real homenageia os grandes nomes do fado lusitano com uma noite especial. A refeição é gratuita para crianças até aos cinco anos e há descontos de 50% para crianças dos seis aos 12 anos.

Marina Mota no Auditório Municipal  O palco do Auditório Municipal de Olhão recebe, no fim-de-semana dos próximos dias 12 e 13, os artistas Marina Mota e Carlos Cunha, que vão mostrar como vivem “Três em Lua de Mel”. A comédia, dia 12 às 21.30 horas e dia 13 às 16 horas, leva ao palco olhanense a mestria de dois artistas de excepção.

Gala do Desporto homenageia atletas pág .14

Polis avança para certificação de produtos da Ria Formosa

Tradição

Olhão prepara-se para as marchas d.r.

Olhão está uma vez mais no centro do sector das pescas e aquacultura d.r.

A evolução do cluster do

mar e em particular da área das pescas e da produção de bivalves passa cada vez mais por Olhão, que no seguimento de uma política de longo prazo feita prioridade pelo executivo de Francisco Leal, se tem vindo a afirmar como o centro nevrálgico destes sectores na região. Prova disso mesmo foi a escolha do concelho para acolher a primeira reunião da Comissão de Acompanhamento do projecto FORWARD, que teve lugar recentemente na sede do Parque Natural da Ria Formosa, na Quinta de Marim. O projecto FORWARD (Framework for Ria Formosa Water Quality, Aquaculture and Resource Development), actualmente em desenvolvimento no âmbito do Programa Polis, tem em vista a certificação das principais variedades de marisco da Ria Formosa, que a conseguir-se permitirá a qualificação diferenciada da produção da Ria, constituindo simultaneamente uma garantia de qualidade e de exclusividade para o consumidor.

Profissionais do sector a favor Para o presidente da Coo-

perativa Formosa Mar, Manuel Augusto da Paz, a certificação é “uma valorização do que se produz na Ria”, trazendo “mais proveitos económicos e melhores condições” aos que dela tiram o sustento. E adianta que os dois produtos com

Estão abertas as inscrições

 Certificação dos produtos da Ria será uma garantia de qualidade e exclusividade para o consumidor melhores condições para a certificação são a amêijoa boa e a ostra. “A amêijoa boa da Ria Formosa é uma das melhores do mundo e, apesar de ser a mesma espécie que é capturada na Foz do Arelho ou na Lagoa de Óbidos, é mais resistente porque aguenta mais tempo fora de água, devido ao tipo de marés da nossa ria”, explica o presidente da Formosa Mar, sustentando que essa especificidade “tem que ser reconhecida através de um processo de certificação”. Para o presidente da VIVMAR - Associação de Viveiristas da Ria Formosa, Américo Custódio, a certificação de produtos da Ria Formosa “é

um anseio de muitos anos”, que pode trazer benefícios para os proprietários e trabalhadores dos viveiros. “A certificação deve abranger todos os produtos da Ria, não deve haver descriminações de produtos”, opina o dirigente associativo, que considera “muito positivos” os passos dados pelo projecto FORWARD. Os dois representantes dos viveiristas da Ria Formosa fazem parte da Comissão de Acompanhamento do projecto.

Projecto procura modernizar produção Integrado no

conjunto de objectivos gerais do Plano de Valorização e Gestão Sustentável das Actividades

ligadas aos Recursos da Ria, o FORWARD conjuga estudos de campo, experiências de laboratório e modelos matemáticos. Tem também como objectivos identificar as potencialidades de reconversão e modernização de algumas actividades económicas da Ria. Os estudos do FORWARD continuarão até Janeiro de 2012, sendo realizados por uma equipa multidisplinar conjunta do IPIMAR e FCT/UNL - IMAR – Instituto do Mar, sob a égide do Programa Polis Litoral Ria Formosa. O projecto está a ser desenvolvido em estreita colaboração com a ARH-Algarve, ICNB e Direcção Geral das Pescas e Aquacultura-DGPA.

para os Festejos Populares de Olhão 2011. Os elementos dos grupos que quiserem fazer parte das marchas populares, que percorrem as freguesias do concelho na segunda quinzena de Junho, podem inscrever-se na Divisão de Desporto do Município ou através do respectivo formulário. Envergando belos fatos, onde o brilho e a cor predominam, os marchantes vão, mais uma vez, desfilar pelas principais artérias das localidades olhanenses para celebrar os Santos Populares, interpretando coreografias criadas propositadamente para o efeito e que encantam o público que assiste a uma das mais enraizadas tradições nacionais. Para que tal aconteça com o indispensável brilhantismo, à semelhança dos últimos anos, é necessário um intenso trabalho de preparação, que começa já no mês de Fevereiro. Os interessados devem inscrever a sua marcha, referindo o respectivo tema, até dia 18 de Fevereiro. O grupo proposto deve ter entre 12 e 14 pares e a letra e a música a interpretar devem ser originais. O tempo de actuação de cada marcha não pode ultrapassar os dez minutos.


3 de Fevereiro de 2011  |   13

“Vamos Apanhar o Teatro”

Bolsas de Estudo

Loulé mantém apoio ao teatro itinerante A Câmara de Loulé aprovou,

em reunião de quarta-feira da passada semana, a atribuição de um subsídio no valor de seis mil 109 euros à ACTA – A Companhia de Teatro do Al-

mira

A Câmara de Loulé aprovou

garve, tendo em vista o apoio ao Projecto VATe – “Vamos Apanhar o Teatro”. A autarquia prossegue, assim, com uma cooperação que teve início em 2005.

a atribuição de um subsídio no montante de cem mil euros à Fundação António Aleixo, para aplicação nas Bolsas de Estudo respeitantes ao ano

Requalificação viária

Câmara apresenta estudo prévio para rua de Quarteira Quarteira assiste, às 15 horas de quinta-feira, dia 3, à apresentação pública do estudo prévio da empreitada de reabilitação urbana na Rua 25 de Abril, uma das principais entradas da cidade. Segundo a autarquia louletana, a intervenção tem em vista dignificar a imagem desta artéria e melhorar as condições de circulação viária e pedonal. A área de intervenção cor-

responde a 37 mil metros quadrados e integra-se em parte na área delimitada como Centro Histórico de Quarteira, onde se localiza a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, imóvel a classificar como de interesse municipal. A autarquia salienta que o crescimento dos edifícios e o aparecimento de novos espaços comerciais e habitacionais não foi acompanhado pelo tratamento do espaço público, sendo o resultado uma rua pub

desordenada, onde a confusão entre o espaço viário, de estacionamento e pedonal, é total. A esta falta de clarificação dos usos do espaço acresce o mau estado das infra-estruturas. Pretende-se por isso que este projecto crie um percurso que apresente um conjunto de coerências estéticas e morfológicas e, simultaneamente, um conjunto de espaços interligados, com diferentes vocações e destinados a atrair diferentes públicosalvo, com equipamentos adequados. Como tal, segundo o estudo prévio, devem ser criados novos elementos de diferenciação e facilitadas dinâmicas sociais de apropriação do espaço. A criação de acessos pedonais aos estabelecimentos comerciais, de infra-estruturas e respectivos equipamentos, mobiliário urbano como elemento distintivo, iluminação que permita boa visibilidade nocturna e a segurança das pessoas são alguns dos pontos previstos nesta intervenção.

Quarteira inaugura espaço multimédia  O Espaço Multimédia do Pólo de Quarteira da Biblioteca Municipal de Loulé tem inauguração marcada para as 17.30 horas de quintafeira, dia 3 de Fevereiro. Localizado na antiga delegação da Câmara de Loulé, o espaço vai ter acesso a dez computadores (com ligação à internet), além de outros equipamentos multimédia.

lectivo de 2010/11. Para o presente ano lectivo, a Fundação analisou cerca de uma centena de candidaturas, tendo decidido a atribuição de 64 bolsas

são brás loulé

Parlamento discute empréstimo dos trabalhadores da Alicoop pág. 15

O Centro Autárquico de

Fundação António Aleixo apoia 64 alunos

João Cravinho apela para cultura de transparência Socialista é autor de plano anti-corrupção d.r.

 João Cravinho reconhece a impossibilidade de eliminar a corrupção de forma total

João Cravinho, autor de um

plano anti-corrupção, disse na passada quinta-feira que a captura do Estado por interesses económicos é a mais grave das corrupções e apelou aos titulares de órgãos de soberania para defenderem uma cultura de transparência. À margem da conferência “Vencer a corrupção, pela despartidarização da administração pública e pela transparência, responsabilização e participação cívica”, que decorreu em Loulé, João Cravinho afirmou que uma cultura de transparência não é apenas responsabilidade dos funcionários públicos, mas dos “próprios titulares dos órgãos de soberania, nomeadamente do Presidente da República e

dos tribunais”. “Temos de trabalhar em Portugal numa cultura cívica de transparência na vida pública”, reiterou o antigo ministro do Equipamento Social do Governo de António Guterres e autor de um plano de anticorrupção que foi chumbado no Parlamento em 2006.

Perda de confiança nos políticos corrói a democracia Para João Cravinho, a

mais grave das corrupções é a “captura do Estado, ou de partes do Estado, pelos interesses económicos, pois a perda de confiança nos políticos corrói a democracia e o todo nacional”. O socialista reconhece a impossibilidade de eliminar

a corrupção de forma total porque, diz, “faz parte da natureza humana”, todavia, refere que é possível reduzir a corrupção através do princípio da transparência. “É necessária a consagração do princípio da transparência, pois é essencial para tipificar as situações de corrupção”, defende. Para João Cravinho, a melhor definição de corrupção é o “abuso do interesse público e a destruição da confiança dos cidadãos”, nomeadamente através do tráfico de influências e da captura do Estado pelos interesses económicos. A conferência proferida por João Cravinho foi organizada pela Câmara de Loulé. CCM


14    |  3 de Fevereiro de 2011

Obras Públicas

Estradas de Portugal requalifica ponte da Ribeira de Quarteira A Estradas de Portugal vai requalificar uma das pontes sobre a Ribeira de Quarteira, na zona do Purgatório, em Albufeira, estrutura suportada por pilares degradados, segun-

do o presidente da autarquia, Desidério Silva. A empresa já lançou um concurso público para a empreitada, com o valor base de 450 mil euros e um prazo de execução

previsto de 150 dias, informa a Estradas de Portugal no sítio Portal de Tráfego na Internet. Apesar de a Estradas de Portugal referir uma “nova” ponte, com um comprimento total

de 57 metros, o presidente da Câmara de Albufeira diz tratar-se apenas de uma obra de requalificação para melhorar a “segurança” da estrutura. “É claramente o arranjo de

uma obra já existente no contexto do suporte que tem alguns pilares muito antigos”, sublinha o autarca, que diz que o suporte do tabuleiro está “bastante degradado”

albufeira

uma vez que se trata de uma ponte já antiga. A ponte em causa liga a zona do Purgatório a Paderne e possui também um corredor para passagem de peões. MAD

Lagos aposta no turismo de escapadinha pág. 16

Gala do Desporto homenageia atletas Miguel Praia foi o desportista em destaque O Auditório Municipal de

Albufeira voltou a acolher, na passada sexta-feira, a tradicional Gala do Desporto, levada a cabo pela autarquia. Cerca de 230 atletas do concelho foram homenageados pelos resultados obtidos na época desportiva de 2010/11, nas modalidades de basquetebol, andebol, futebol, futsal, pesca desportiva, atletismo, xadrez, dança, motociclismo, artes marciais,judo, karaté, badminton e equitação. Clubes e associações de Albufeira subiram ao palco para receber pela mão do executivo e do convidado especial deste ano, o piloto Miguel Praia, um troféu, símbolo do reconhecimento público pelo esforço e dedicação de cada desportista. O evento contou ainda com diversos apontamentos de animação, entre eles a actuação das classes de Ginás-

d.r.

tica e Danças de Salão da Associação local Luel - Arte em Movimento. A Gala do Desporto é uma iniciativa anual do município de Albufeira que visa promover o empenho dos atletas, clubes e associações que atingem resultados de grande projecção em cada época desportiva.

Desporto é uma das apostas da autarquia Para Desidério

Silva, presidente da Câmara, esta iniciativa demonstra a importância que o desporto representa para o executivo, que ao longo dos últimos nove anos tem apostado fortemente na criação de infra-estruturas, formação de jovens, apoio a clubes e associações, e realização de eventos desportivos de relevo. “Procuramos criar as condições para que os nossos jovens se evidenciem nas mais variadas modalidades. Apesar da difícil conjuntura económica, continuaremos a apoiar as associações e clubes, dentro

 Cerca de 230 atletas do concelho foram reconhecidos pelos resultados obtidos das nossas possibilidades, quer seja a nível financeiro, logístico, transportes ou na organização de eventos”, referiu. Existem em Albufeira cer-

ca de 5.500 praticantes, o que corresponde a um índice de prática desportiva na ordem de 22%. Nos últimos anos, o investimento na rede de equipa-

mentos desportivos, bem como o aumento do número de clubes e de modalidades, têm vindo a cativar mais pessoas para a prática do desporto formal e

informal. A Gala do Desporto realiza-se todos os anos e pretende motivar todos os clubes do concelho a perseguirem um estatuto de excelência.

uma imagem muito diferente”, para melhor e sempre com o objectivo de manter e desenvolver o prestígio da “marca Albufeira”, que o autarca destaca, “tem hoje em muitos locais um peso igual ou maior do que a “marca Algarve””. A promoção turística no estrangeiro e a programação e animação não foram esquecidas pelo autarca que as coloca no plano das “apostas fundamentais da autarquia”, como garante do desenvolvimento económico e da promoção do emprego.

As obras públicas tiveram também lugar de destaque na apresentação, onde pontificaram os projectos emblemáticos do futuro, o Museu do Barrocal, em Paderne, e o grande auditório, num resumo da obra feita e dos projectos âncora do trabalho futuro do executivo que, diz Desidério Silva, “não constitui um balanço para avançar para outros desafios, afastando de momento um posicionamento estratégico para outras funções como as de deputado à Assembleia da República.

Nove anos na presidência

Desidério Silva faz balanço da liderança camarária Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

Desidério Silva realizou na

Biblioteca Municipal Lídia Jorge, na passada segunda-feira, uma retrospectiva analítica do trabalho desenvolvido no concelho pelos executivos camarários por si liderados. O presidente da autarquia de Albufeira, eleito pela primeira vez para o cargo em Janeiro de 2002, fez um périplo pela obra feita e pela evolução do concelho dando destaque a obras que vão das freguesias

do litoral às do interior e muito em particular aquelas que constituem a espinha dorsal do apoio da autarquia às camadas mais jovens da população, as escolas e os equipamentos desportivos. Saneamento básico e abastecimento de água foram outros dos desenvolvimentos apontados pelo presidente da Câmara, que realça a cobertura do concelho, que atinge respectivamente, 91 e 98%.

Marca Albufeira Para Desidé-

rio Silva, “Albufeira tem hoje

ricardo claro

 Autarca fez um périplo pela obra feita e pela evolução do concelho


3 de Fevereiro de 2011  |   15

Orquestra do Algarve

Política

Desemprego preocupa Bloco de Esquerda A Biblioteca Municipal de Silves recebeu, no passado sá-

bado, a reunião da Assembleia Distrital do Bloco de Esquerda. Com a presença dos deputados Luís Fazenda e Cecília Ho-

d.r.

nório, a assembleia teve como principal conclusão “a necessidade de organizar a resistência às medidas de austeridade e lutar contra o desemprego que continua a crescer na região”.

Concertos Promenade passam por Lagoa Os Concertos Promenade 2011 da Orquestra do Algarve estendem-se a Lagoa este ano. O primeiro, “O Violino Cigano”, é apresentado dia 13 de

Fevereiro no Auditório Municipal. O segundo, “Fogueira de Inverno”, de Sergei Prokofiev, está marcado para 13 de CCM Março.

lagoa silves monhique

Partex diz que lobby do Turismo do Algarve quer travar gás natural pág. 17

Parlamento discute empréstimo dos trabalhadores da Alicoop Bloquistas querem saber se Banco de Portugal está atento ao caso com o BPN O grupo parlamentar do

Bloco de Esquerda (BE) pediu na passada quinta-feira ao Governo explicações sobre a supervisão do Banco de Portugal no processo que opõe o BPN aos trabalhadores da Alicoop de Silves, subscritores de um empréstimo da “responsabilidade” da empresa. Num requerimento apresentado no Parlamento e dirigido aos Ministérios das Finanças e da Economia, o BE, liderado por Francisco Louçã, questiona ainda “se o Banco de Portugal assumiu a plenitude de competências que lhe são reconhecidas em matéria de supervisão comportamental”. Em 2008, devido ao bloqueio de financiamento do Grupo Alicoop, 245 trabalhadores contraíram empréstimos bancários no valor de

d.r.

1,7 milhões de euros, numa tentativa de salvar a empresa, tendo a administração do grupo assumido o pagamento das prestações bancárias. Contudo, a Alicoop entrou em processo de insolvência em Agosto de 2010, encontrandose a decorrer o processo de viabilização da empresa, apresentado pelos trabalhadores e pequenos credores, aprovado pelo Tribunal de Silves.

Trabalhadores impedidos de contrair novos empréstimos Segundo o BE, os traba-

lhadores estão a ser “pressionados” pelo banco BPN para pagar o que não é da sua responsabilidade e impedidos de contrair novos empréstimos, considerando “a situação inaceitável face ao esforço que assumiram”.

 Francisco Louçã, líder do Bloco de Esquerda

No documento entregue no Parlamento, o BE observa que “o presidente do conselho de administração da Alicoop e o BPN concertaram um mecanismo de financiamento da empresa, em que o crédito pessoal contraído pelos trabalhadores era transferido para a Alicoop, assumindo esta perante os trabalhadores o compromisso de pagar as prestações dos empréstimos contraídos. Segundo os bloquistas, os contratos com o BPN, assinados por cada um dos 245 trabalhadores, têm a assinatura do administrador José António Silva, como avalista a título individual sem que conste a identificação da empresa. Outros dois documentos dão conta da carta de “compromisso irrevogável de pagamento das prestações de capital e

juros decorrentes do financiamento, que estipula que a Alicoop se obriga perante o mutuário a depositar mensalmente o montante referente ao pagamento das prestações de capital e juros decorrentes do financiamento. O grupo parlamentar do Bloco de Esquerda pretende “ajudar a resolver a situação”, destacando que os trabalhadores estão a ser “injustamente” perseguidos pelo BPN, por incumprimento, quando toda a documentação existente atesta que a responsabilidade é da administração da Alicoop. O BE questiona ainda o Governo sobre que medidas “pensa tomar no sentido de reforçar o quadro de supervisão, para evitar a repetição de situações idênticas no futuro”.

Equipamentos sociais

Ferragudo vai ter lar de idosos A Câmara de Lagoa, presidi-

da por José Inácio, vai contribuir com mais de 600 mil euros para a construção de um lar de idosos na freguesia de Ferragudo. A autarquia já tinha cedido, em direito de superfície, ao Centro de Apoio a Idosos de Ferragudo, um terreno com quatro mil e 600 metros quadrados, onde foi implementada uma creche, em funcionamento desde Setembro de 2008 e onde se previa, igualmente, a construção de um lar

para idosos. Nesse sentido, foi elaborado o Termo de Aceitação da Decisão de Aprovação do Projecto de Construção do Lar São José, no âmbito da candidatura ao POPH (Programa Operacional de Potencial Humano), outorgado a 24 de Junho, cujo montante aprovado é de um milhão e 608 mil euros. O licenciamento para a realização de operação urbanística foi oportunamente aprovado pela Câmara. A autarquia acaba de cele-

brar um protocolo de concessão financeira com o Centro de Apoio a Idosos de Ferragudo, no valor global de 618 mil euros. Será feito um pagamento inicial no valor de 150 mil euros, no acto da assinatura do protocolo, o que permite àquela instituição garantir os pressupostos exigidos em sede de candidatura ao POPH de forma a receber a verba atribuída, no valor de 965 mil euros. Mais tarde, em quatro tranches, a Câmara pagará a restante verba protocolada, no valor

de 468 mil euros, mediante a entrega de relatórios de execução física e financeira com a periodicidade semestral, sempre de acordo com a disponibilidade de tesouraria e mediante a documentação comprovativa a disponibilizar pela instituição. A Câmara de Lagoa garante o financiamento do projecto, na ordem dos 38,46%. O restante financiamento é assegurado pelo FSE (700 mil euros), Segurança Social (264 mil euros) e pela própria IPSS (25 mil euros).

d.r.

 Câmara de Lagoa, presidida por José Inácio, financia 618 mil euros


16

| 3 de Fevereiro de 2011

CULTURA ÁRABE

Festival Al-Mutamid volta a Lagos LAGOS volta a receber, sába-

do, dia 12, um dos espectáculos que integram o Festival de Música Al-Mutamid. A 11ª edição desta iniciativa traz ao palco do Centro Cultural, pelas 21.30 horas, o espec-

D.R.

táculo de músicas do Magrebe e do Médio Oriente e danças orientais interpretadas pelo grupo Ibn Misjan Ensemble, que agrupa elementos da Síria, França, Etiópia e Argélia. O preço dos bilhetes é de dez euros.

O músico mais importante da época dos Omeyas foi Ibn Misjan. Nascido no seio de uma família persa, viajou até à Síria e Pérsia, onde aprendeu a prática bizantina e persa. O nome Ibn Misjan foi a

fonte de inspiração de um projecto musical integrado por quatro músicos nascidos em culturas hoje distantes, que durante séculos beberam de uma mesma fonte artística e espiritual.

LAGOS VILA DO BISPO ALJEZUR

Espaço + apresenta obra de Orlando Pompeu NO SEGUIMENTO da progra-

mação prevista para o Espaço + no decorrer deste ano, o município de Aljezur apresenta, a partir de 17 de Fevereiro até 31 de Março, na Sala 1 daquele espaço, uma exposição de pintura e desenho do mestre Orlando Pompeu. Em simultâneo, vai ser apresentada na Sala de Leitura uma exposição de pintura de João Bernardo. Segundo o artista, “a presente exposição, intitulada “O Re(tornar)”, dá sequência a um

Câmaras em guerra com Ministério do Ambiente pág. 18

Biblioteca de Lagos promove coleccionismo

ALJEZUR

percurso de exposições individuais realizadas no final da década de 70 que se traduziram em algumas obras que hoje pertencem a colecções particulares e de instituições. As obras apresentadas representam o regresso, o voltar ao ponto de partida (trazer regressando), rompendo com um intervalo de tempo longo, por dedicação exclusiva ao ensino público. A inauguração destas duas exposições está marcada para as 18 horas de dia 17.

Ibn Misjan Ensemble interpreta diversos estilos de música oriental: sufi, música do Médio-Oriente e árabe-andalusí. O grupo conta com a participação de uma bailarina de dança oriental.

 A Biblioteca Municipal de Lagos promove, todos os meses, uma Feirinha de Coleccionáveis. A iniciativa tem como grandes objectivos divulgar parte do fundo documental da Biblioteca dedicado ao coleccionismo e, por outro lado, animar este equipamento municipal, convidando cada vez mais público a frequentá-lo. A Feirinha decorre no primeiro sábado de cada mês, das 10 às 13 e das 14 às 18 horas.

Lagos aposta no turismo de escapadinha Programas para todas as “pontes” convidam à diversão D.R.

PUB

Lagos reforça efectivo de oleões D.R.

 Lagos conta, desde o início do mês, com um total de dez oleões, equipamentos que se destinam à deposição dos óleos usados domésticos, distribuídos pelo concelho. Numa primeira fase do projecto, em finais de 2009, foram colocados à disposição dos munícipes cinco oleões em locais de grande densidade habitacional. Desde o início deste Projecto de Recolha de Óleos Alimentares Usados, a 16 de Novembro de 2009, e até finais de Dezembro de 2010, foram recolhidos nestes cinco oleões cerca de 5,1 toneladas de óleos, sendo que o mês de Setembro de 2010 foi o que registou uma maior quantidade (720 quilos), seguindo-se o mês de Outubro com 520 quilos.

 Câmara lacobrigense oferece actividadades para todos os gostos nos fins-de-semana prolongados

A CÂMARA DE LAGOS está a

organizar um programa de actividades para os principais fins-de-semana alargados de 2011, com o intuito de oferecer, tanto a munícipes como a turistas, um pacote de animação variado. O programa “Escapadinhas Culturais – Em 2011 todas as Pontes vão dar a Lagos”, coincidente com as principais pontes de 2011, inclui a boa gastronomia (a degustar no roteiro gastronómico), a história e a cultura (patentes nos passeios pedestres “À Descoberta do Património”), visitas à Caravela Boa Esperança e visitas guiadas pela Rede Museológica de Lagos (Museu Municipal, Fortaleza Ponta da Bandeira, o novo Mercado dos Escravos e o

Centro de Ciência Viva). A animação de rua e os espectáculos no Centro Cultural vão ser outra constante ao longo destes dias.

APOSTA NA ECONOMIA LOCAL Esta é uma das formas do município se promover fora do concelho e da própria região do Algarve, numa estratégia que tenta, simultaneamente, atrair mais visitantes e promover a economia local. Numa primeira fase, a Câmara de Lagos está a lançar um desafio a todos os restaurantes do concelho para a participação nos quatro roteiros gastronómicos que a autarquia pretende organizar ao longo do ano (Março, Abril, Junho e Outubro). Os estabelecimentos inte-

ressados devem inscrever-se nesta iniciativa até à próxima terça-feira. A ficha de inscrição e as normas de participação estão disponíveis em www.cm-lagos.pt. Paralelamente, pretende-se envolver, igualmente, a participação das unidades hoteleiras do concelho, para que estas se associem ao programa com ofertas especiais de alojamento turístico. Em 2011 todas as “pontes“ vão dar a Lagos com as iniciativas, “Em Lagos na Rota do Carnaval”, de 4 a 8 de Março, “Em Lagos na Rota da Páscoa”, dias 21 a 25 de Abril, “Em Lagos na Rota da Lusofonia”, dias 9 a 13 de Junho, e “Em Lagos na Rota do Infante D. Henrique”, dias 30 de Setembro a 9 de Outubro.


3 de Fevereiro de 2011 |

17

REGIÃO Partex diz que lobby do Turismo do Algarve quer travar gás natural

CONSULTÓRIO DO CONSUMIDOR Segurança alimentar “Como Oiço falar várias vezes em microorganismos nos alimentos. Afinal são bons ou maus para a nossa saúde?”

Nuno Aires nega mas recorda importância do sector turístico D.R.

ANTÓNIO COSTA SILVA, presi-

dente da Partex, acredita que o “off-shore” do Algarve é rico em gás natural e que os dois blocos que foram descobertos na zona podem assegurar as necessidades do país “entre 12 a 15 anos”. “O off-shore do Algarve tem áreas que poderão ter algum potencial e, se existir gás aí, o potencial pode chegar a 20 vezes o do sul de Espanha, no campo de Poseidon”, afirmou o responsável da Partex, em entrevista à Lusa. António Costa Silva recorda que a petrolífera espanhola Repsol “ganhou o concurso para os dois blocos no sul do Algarve”, a sudoeste do Cabo de São Vicente, mas não compreende que o contrato de exploração ainda não tenha sido assinado, “por manifesta inércia das autoridades ou por alguma preocupação da indústria do Turismo do Algarve”. O presidente da Partex avança com a pressão do “lobby” do turismo para explicar o atraso

turísticas da Espanha, e não houve problema nenhum”, explica. Para mais, lembra, as torres de extracção estariam colocadas a “50 quilómetros da costa portuguesa”, fora do alcance da dos turistas”.

TURISMO DO ALGARVE NÃO TEM OBJECÇÃO DE PRINCÍPIO Em de-

 Gás do Algarve pode assegurar necessidades do país entre 12 e 15 anos no projecto, garantindo não existirem razões para preocupações de âmbito ambiental. “Essas preocupações são

aceitáveis, mas elas não colhem. Não há marés negras com o desenvolvimento de projectos de gás porque ele

evapora quando chega à superfície. Além disso, na Espanha houve esse desenvolvimento, numa das costas mais

clarações à Lusa, o presidente do Turismo do Algarve, Nuno Aires, afirma que não conhece, nem considera que haja algum “lobby” do Turismo que vá no sentido de travar a exploração de gás natural. “A única coisa que temos chamado a atenção, e continuaremos a chamar, é para o facto de que o Algarve é o principal destino turístico do país e tem uma elevada contribuição para o Produto Interno Bruto”, observou Nuno Aires. Nuno Aires não conhece nenhum estudo sobre se há alguma incompatibilidade entre a exploração de gás natural na costa algarvia e o turismo na LUSA região.

CASO DE JOVENS ALEMÃES PROBLEMÁTICOS ENVIADOS PARA PORTUGAL

Villas-Boas diz que o país está a importar delinquentes O RESPONSÁVEL pelo Refúgio

Aboim Ascensão, Luís VillasBoas, acusou na passada segunda-feira o Estado alemão de “deportar” crianças problemáticas e Portugal de as importar e apelou aos tribunais para porem termo à situação. Segundo o canal de televisão ZDF, a Alemanha enviou nos últimos anos crianças e jovens problemáticos para serem reeducadas em Portugal por associações privadas, tendo surgido casos de criminalidade e de suicídio entre eles. Em entrevista telefónica à Lusa, Luís Villas-Boas acusou o Estado alemão de estar a “deportar crianças delinquentes para Portugal” no âmbito des-

te caso. O diretor do Refúgio Aboim Ascensão está preocupado com a “máfia” que paira à volta do caso das crianças alemãs e apela ao Estado português para agir e erradicar a situação. “Isto para mim é um caso de polícia. Portugal não devia aceitar estas crianças, pois nem sequer temos uma aptidão especial para as receber”, observou Villas-Boas, classificando de “mafiosa” a forma como os indivívuos operam à revelia do Estado português sem respeitar os direitos das crianças. Segundo Villas-Boas, Portugal tem de agir rapidamente e os tribunais têm de pressionar a Segurança Social e “reenca-

minhar os meninos para o país de origem”, pois esta situação é “fazer de Portugal um circo onde os domadores são os alemães que estão a abusar da tolerância dos portugueses”. “Entendo que há uma situação que devia ser de todo erradicada e se houvesse alguma vez uma instituição com uma finalidade parecida devia ser mediada, observada e fiscalizada pelo Estado, porque no fundo isto trata-se de uma importação de delinquência”. Villas-Boas recorda que há mais de uma década que ouve falar de casas que recebem crianças no Algarve, nomeadamente junto a Moncarapacho (Olhão) e Messines (Silves), mas defende

D.R.

 Villas-Boas considera que Portugal não devia aceitar crianças alemãs que essas casas, a existirem, têm de ser fiscalizadas de uma forma “transparente e oficializada”. O caso das crianças alemãs enviadas para Portugal para

serem reeducadas está a ser acompanhado pelo Tribunal de Menores de Faro, segundo informações da Procuradoria CCM Geral da República.

A DECO responde... Desde a década de 50 que a preocupação com a contaminação dos nossos alimentos por toxinas e bactérias adquiriu suma importância para os responsáveis pela saúde pública e segurança alimentar. As toxinas que por vezes surgem nos nossos alimentos podem ser o resultado de poluição excessiva ou do desenvolvimento de bactérias que provêem de insectos, animais, solos, poeiras, instrumentos de cozinha mal lavados e até das nossas mãos se não existirem os cuidados de higiene necessários. Os microorganismos são seres vivos que e dependendo do seu tipo, podem ou não ser prejudiciais para a nossa saúde. Por exemplo, os microorganismos que encontramos nos produtos fermentados como o queijo e iogurtes são-nos úteis e não nos provocam qualquer problema de saúde. Contudo, os microorganismos que estão a contaminar os alimentos podem deixar-nos debilitados. Nestas situações podem ocorrer dois tipos de problemas: Infecção alimentar – consiste na contaminação dos alimentos por microorganismos patogénicos (bactérias, vírus e parasitas) que após a sua ingestão se desenvolvem no intestino e provocam problemas como náuseas, vómitos, dores abdominais, entre outros. Intoxicação alimentar – neste caso são as toxinas produzidas pelas bactérias, bolores e alguns tipos de algas unicelulares as causadoras do problema. Normalmente os sintomas apresentados são diarreia, febre, dor de cabeça, fraqueza geral, dor abdominal, cólicas e vómitos. Neste caso os sintomas revelam-se mais rapidamente quando comparados com uma infecção alimentar. Para evitar que situações de contaminação aconteçam a DECO aconselha, entre outros cuidados, a: - Manter sempre a cozinha e todos os utensílios limpos; - Lavar sempre as mãos sempre depois de ir à casa de banho e sempre que tocar em alimentos.


18    |  3 de Fevereiro de 2011

região

Câmaras em guerra com Ministério do Ambiente

Prova arranca dia 16

Volta ao Algarve na estrada sem Alberto Contador d.r.

Plano de Ordenamento do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina é causa do desacordo d.r.

O Conselho de Ministros

(CM) anunciou na passada quinta-feira a aprovação do novo Plano de Ordenamento do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, depois de um processo de revisão polémico e contestado pelos municípios. Se algum mérito o documento já teve foi o de unir autarcas de Sines, Odemira, Aljezur e Vila do Bispo que estão juntos na contestação e na exigência de que o polémico plano seja revogado. Segundo um comunicado do CM, o plano, que abrange os quatro concelhos, visa “assegurar o desenvolvimento de uma correcta estratégia de conservação e gestão” e “corresponder aos imperativos de conservação dos habitats, fauna e flora selvagens”. Uma das maiores preocupações é conservar e controlar espécies de aves protegidas e as aves migratórias que passam na área com regularidade. O Governo aponta também como objectivos a introdução de “medidas de ordenamento e gestão relativas à área marinha” sob jurisdição do parque natural e a regulação da ocupação do solo de forma a proteger os valores naturais e, ao mesmo tempo, desenvolver actividades humanas de melhoria da qualidade de vida. O novo plano de ordenamento, cuja suspensão chegou a ser exigida no ano passado, prevê intervenções em arribas, dunas e lagoas temporárias e em património edificado, entre outros. Em Agosto passado, quando

 Ciclista Alberto Contador deve falhar a Algarvia

A organização da Volta ao

 Autarcas defendem que o plano aprovado não é compatível com a realidade local em todos os domínios a proposta já contava com seis versões, a Assembleia da República recomendou ao Governo que implementasse medidas de proteção à actividade piscatória, como a manutenção dos actuais limites impostos à pesca.

Juntos pela revogação do plano No mesmo dia, os pre-

sidentes dos concelhos abrangidos pelo plano exigiram a sua revogação, acusando a tutela de ter um comportamento “indigno, arrogante e prepotente”. Em conferência de imprensa, os autarcas pediram a demissão do secretário de Estado do Ambiente, Humberto Rosa, a quem acusam de ser o “verdadeiro obreiro” e protagonista de “toda esta trapalhada”, apontando igualmente o dedo à ministra, Dulce Pássa-

ro, por não estar “de boa fé” no processo. Os autarcas criticaram fortemente a postura do Ministério do Ambiente, que fez aprovar o plano sem que tivesse dado “conhecimento atempado” da versão final do documento aos municípios. Para os presidentes de Câmara, o Ministério do Ambiente “rompeu” unilateralmente o acordo estabelecido com as autarquias, no qual se comprometia a apresentar a versão final do documento antes da sua aprovação. “Sempre dissemos que não pactuaríamos com quem quer que fosse, quando estivessem em causa os interesses das populações e o desenvolvimento equilibrado do território”, sublinharam os autarcas, que se sentem “ignorados, desconsiderados e subalternizados”

pelos vários Governos. Os presidentes das Câmaras de Aljezur (PS), Vila do Bispo (PS), Odemira (PS) e de Sines (independente), defendem que o plano aprovado “não está sustentado pelo rigor científico, nem é compatível com a realidade local em todos os domínios”. Classificam o plano aprovado na quinta-feira, como “atentatório ao turismo sustentável em espaço rural e prejudicial às actividades agrícolas tradicionais”, e que contribuirá para “o abandono do território, com uma agressão sem precedentes aos valores ambientais e da biodiversidade”. “Enganados e desacreditados que fomos, desinformados que permanecemos, não auguramos nada de bom em relação ao ao plano”, concluíram. MAD/JPC

Algarve aposta em ser “a principal prova de ciclismo do Mundo” disputada em Fevereiro, apesar da ausência do vencedor das duas últimas edições e da Volta à França, o espanhol Alberto Contador. “Contador fazia parte da lista provisória da equipa Saxo Bank”, mas o caso de doping na Volta à França ditou a quase certa ausência, afirmou o presidente da Associação de Ciclismo do Algarve, Rogério Teixeira, na apresentação da prova, realizada na passada segunda-feira, em Faro. Rogério Teixeira reconhece que é uma perda, mas frisa que se o ciclista espanhol não estiver na prova algarvia “também não vai estar em mais nenhuma este ano”.

Cabeças de cartaz O responsável da Associação de Ciclismo destaca que estarão em Portugal outros corredores importantes do ciclismo internacional, como o checo Roman Kreuziger (Astana), o espanhol Leon Sanchez (Rabobank), o alemão Tony Martin, o norte-americano Tyler Farrar (Garmin) ou o alemão Andreas Kloeden (RadioShack). “Esta é a principal prova do

ciclismo do Mundo no mês de Fevereiro devido às equipas e aos jornalistas que vêm. E queremos continuar a ser uma montra de Portugal no Mundo e uma forma de promoção do Algarve no exterior”, afirmou o responsável. Teixeira admitiu que a edição deste ano, que vai para a estrada a 16 de Fevereiro e termina a 20, conta com cinco etapas, mas teve alguns constrangimentos financeiros devido à crise.“Três Câmaras, Castro Marim, Vila Real de Santo António e Vila do Bispo, desistiram e isso notou-se no orçamento. Esta prova tem que começar a ser apoiada pelas instituições públicas”, defendeu Rogério Teixeira, frisando que, se isso não acontecer, “a corrida pode ter de descer de nível e ficar só como prova nacional”. Relativamente ao percurso, Teixeira disse que “apesar desses concelhos terem saído, se vai manter o mesmo do ano passado, com a subida ao Malhão (3.ª etapa) e um contra-relógio individual de 17,5 quilómetros (na última tirada) a marcarem as diferenças”. As restantes etapas são “em linha, propícias aos sprinters”, disse ainda o presidente da AsMHC sociação algarvia.

Prevenção de fogos florestais

Governadora civil apela a mobilização geral A governadora civil de Faro,

Isilda Gomes, que presidiu na passada quinta-feira a uma reunião da Comissão Distrital de Defesa da Floresta, apelou ao empenhamento de todas as entidades com responsabilidade na gestão e defesa da floresta, para uma planificação atempada das acções de prevenção dos incêndios florestais, de forma a garan-

tir que o Algarve atinja este ano resultados “tão bons, ou ainda melhores” do que os registados em 2010, em matéria de área ardida. “Em 2010 tivemos resultados muito bons, devido à excelente colaboração de todos os agentes de Protecção Civil Distrital e Municipal, bem como dos organismos e associações ligadas a esta área, e é com esse em-

d.r.

penho e essa cooperação exemplares que conto mais uma vez para assegurar este ano”, frisou Isilda Gomes, destacando o papel indispensável das autarquias nesta problemática.

Região bem equipada Isilda

 Isilda Gomes destaca papel das autarquias na prevenção de fogos

Gomes considerou ainda que a região possui actualmente instrumentos fundamentais para garantir o êxito das ac-

ções de prevenção e combate, nomeadamente os Planos de Defesa da Floresta Contra Incêndios de nível distrital e municipal. “O Algarve tem planos muito bem elaborados, mas agora é necessário passar da planificação à acção”, observou a governadora, para quem a redução da área ardida depende muito da boa organização da floresta.


3 de Fevereiro de 2011  |   19

treino COre & pillar

exercício

exercício

1

exercício

3

exercício

1

3

exercício

exercício

2

4

exercício

exercício

2

4

exercício

exercício

2

5

descubra a Saúde que há em Si

www.corporeus.pt Realizar 3 vezes o circuito pela ordem indicada Exercício 1 - 15 repetições Exercício 2 - 10 repetições Exercício 3 - 15 repetições Exercício 4 - 15 repetições Exercício 5 - Manter a posição 5/10 seg. (repetir durante 1 min) Por Paulino Moreira

lazer livros

agenda cultural Albufeira Pintura

feira, dia 4, às 21.30 horas, no Teatro das Figuras.

Exposição de Reinaldo Jerónimo “Um Dia em Albufeira”, de segunda a sexta-feira, das 10.30 às 16.30 horas, na Galeria Municipal. Entre 4 e 25.

Música

Faro

Lagoa

Dança

Música

Espectáculo por Jesus Herrera Y su Cuadro Flamenco, sexta-

Festival Sons do Fado (primeira eliminatória), com Jorge

agenda cinema FARO Forum Algarve SBC 289 887 212 OutraVida(m/12) | Sala 1 | 15h30, 18h15, 21h00 (diariamente), 23h45 (Sex e Sáb) >> AsCrónicasdeNárnia (m/6)| Sala 1 | 10h40, 13h10 (Sáb e Dom) >> O Turista (m/12) | Sala 2 | 14h10, 16h30, 18h50, 21h20 (diariamente), 23h50 (Sex e Sáb) » Megamind (m/6) | Sala 2 | 10h30 (Sáb e Dom) >> O Amor é o Melhor Remédio (m/12) Sala 3 | 14h15, 16h50, 19h20, 21h50 (diariamente), 00h20 (Sex e Sáb) » 72 Horas (m/12) | Sala 4 | 15h30, 18h20, 21h10 (diariamente), 00h00 (Sex e Sáb), 12h40 (Sáb e Dom) » Cisne Negro* (m/16) | Sala 5 | 14h40, 17h05, 19h30, 22h00 (diariamente), 00h25 (Sex e Sáb), 12h15 (Sáb e Dom) » GreenHornet*(m/12) | Sala 6 | 13h40, 16h20, 18h55, 21h30 (diariamente), 00h10 (Sex e Sáb), 11h00 (Sáb e Dom)

5ª Gala Maria Campina a favor da Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla, sextafeira, dia 4, às 21.30 horas, no Auditório Pedro Ruivo.

Duarte (fadista convidado), sábado às 16 horas, na Associação Académica da Bela Vista – Parchal.

Lagos Pintura Exposição de Luiz Taquelim, “No ansejo da tarde ao cair da noite”, de segunda-feira a sábado, das 12 às 20 horas, no Centro Cultural. Até 26 de Março.

Loulé

lhão do Teatro Municipal.

Pintura

Cinema

Exposição de Susana Garrochinho, na Galeria de Arte Praça do Mar (Quarteira). Até dia 13

Apresentação do filme de Michael Giacometti, “O Alar da Rede”, sábado às 18 horas, no Museu de Portimão.

Portimão

Tavira

Música

Música

Concerto de Homenagem a José Saramago pela Orquestra do Algarve, sábado às 21.30 horas, no Grande Auditório Nuno Mergu-

Concerto “Os Golpes”, sábado às 22.30 horas, na Sala Polivalente da Casa do Povo de Santo Estêvão.

de 3 a 9 de Fevereiro de 2011 » As Viagens de Gulliver (m/6) | Sala 7 | 19h35 (diariamente), 11h50 (Sáb e Dom) » Um Ano Mais (m/12) | Sala 7 | 13h50, 16h40, 21h40 » Não há Família Pior (m/12) | Sala 7 | 00h35 (Sex e Sáb) » Gru - O Maldisposto (m/6) | Sala 8 | 10h15, 12h15 (Sáb e Dom) » Vais ConheceroHomemdosteusSonhos (m/12) | Sala 8 | 14h35, 16h55, 19h10, 21h25 (diariamente), 23h40 (Sex e Sáb) » Não há Família Pior (m/12) | Sala 9 | 15h45 (diariamente), 11h15, 13h30 (Sáb e Dom)» Biutiful (m/12) | Sala 9 | 18h00, 21h05 (diariamente), 00h15 (Sex e Sáb)

| Sala 3 | 13h10, 15h20, 18h35, 21h25, 23h35 » Outra Vida (m/12) | Sala 4 | 12h55, 15h30, 18h10, 21h00, 23h40 » Vais Conhecer o Homem dos teus Sonhos (m/12) | Sala 5 | 12h45, 15h00, 17h05, 19h10 » Biutiful (m/12) | Sala 5 | 21h10, 00h05 » AsViagensdeGulliver (m/6) | Sala 6 | 13h25, 17h10, 19h00, 21h40 » O Amor é o Melhor Remédio (m/12) Sala 7 | 13h05, 15h25, 18h15, 21h20, 23h55 »OCisneNegro*(m/16) | Sala 8 | 13h20, 15h45, 18h30, 21h35, 00h10 » 72Horas(m/12)| Sala 9 | 13h00, 15h40, 18h20, 21h05, 23h45

albufeira AlgarveShopping 289 560 351

Olhão C. C. Ria Shopping 289 703 332

Entrelaçados (m/6) | Sala 1 | 12h50, 14h55, 17h00, 19h05 »Tron:OLegado (m/12) | Sala 1 | 21h15, 23h50 » Green Hornet* (m/12) | Sala 2 | 13h15, 15h50, 18h25, 21h30, 00h00 » OTurista(m/12)

As Aventuras de Sammy (m/6) | Sala 1 | 14h00 (diariamente), 10h45 (Sáb e Dom) » Green Hornet* (m/12) | Sala 1 | 15h30, 18h30, 21h30 (diariamente), 23h45 (Sex e Sáb) » Secretariat*

* Estreias (m/12) Sala 2 | 13h00, 15h20, 18h20, 21h20 (diariamente), 23h40 (Sex e Sáb) » Entrelaçados (m/6) | Sala 3 | 14h00, 16h00 (diariamente), 10h40 (Sáb e Dom) » O Turista (m/12) | Sala 3 | 18h15, 21h15 (diariamente), 23h15 (Sex e Sáb) Portimão C. C. Continente 282 418 180 Green Hornet* (m/12) | Sala 1 | 13h10, 16h00, 18h40, 21h30, 00h10* » Outra Vida (m/12) | Sala 2 | 13h05, 15h50, 18h30, 21h10, 23h50* » O Turista (m/12) | Sala 3 | 13h20, 16h10, 18h50, 22h00, 00h25* » O Amor é o Melhor Remédio (m/12) | Sala 4 | 13h30, 16h20, 19h00, 21h50, 00h20* » Vais Conhecer o Homem dos teus Sonhos (m/12) | Sala 5 | 13h40, 16h30, 19h10, 21h40, 23h55* » » As Viagens de Gulliver (m/6) | Sala 6 | 13h00, 15h40 » 72

Horas (m/12) Sala 6 | 13h00, 15h40, 18h20, 21h20, 00h00* * Sessão à Sexta e Sábado Cinemas de Portimão 282 411 888 Green Hornet* (m/12) | Sala 1 | 15h30, 18h00, 21h30 (diariamente), 00h00 (Sex e Sáb) » As Viagens de Gulliver (m/12) Sala 2 | 14h00, 15h45, 18h15, 20h00, 21h45 (diariamente), 00h00 (Sex e Sáb) » Complexo: Universo Paralelo (m/12) Sala 2 | 18h15 » Outra Vida(m/12)|Sala2|21h45(diariamente), 00h00 (Sex e Sáb) tavira Cine-Teatro António Pinheiro 281 322 671 Histórias da Idade de Ouro (m/12), 21h30 (Qui) » A Verdade da Crise (m/12), (Dom)

História Concisa de Como se Faz a Guerra O autor traça u m a s ú mu l a da história da guerra ao longo dos tempos, da época pré-clássica à actualidade, condensando informações pertinentes que convertem esta obra num manual ímpar de polemologia (estudo da guerra). Loureiro dos Santos debruça-se em primeiro lugar sobre as influências da técnica na ciência e na arte da guerra e sobre os elementos essenciais de combate. Autor: General Loureiro dos Santos

A Farmácia Verde - O Herbário Prático Na presente obra, James A. Duke revela os factos sobre praticamente todas as plantas que curam e que se encontram hoje disponíveis no mercado: a sua descrição, história, usos terapêuticos, propriedades medicinais, medicamentos de prescrição médica equivalentes, opções de dosagem, avaliação da eficácia e segurança e precauções. Autor: James A. Duke

horóscopo Carneiro (de 21/03 a 20/04) Os relacionamentos com cariz mais leve prometem momentos tranquilos. Pode conseguir desbloquear fundos monetários.

Balança (de 23/09 a 22/10) Terá de fazer algumas cedências do ponto de vista pessoal. Podem surgir algumas dificuldades provocadas por atrasos.

Touro (de 21/04 a 20/05) Vida sentimental muito intensa. Mostre-se disponível para novas oportunidades profissionais; siga sem receio a sua intuição.

Escorpião (de 23/10 a 21/11) Tente alterar o seu modo de agir; que apenas piora o ambiente sentimental. Dia muito criativo; não ponha limites à sua imaginação.

Gémeos (de 21/05 a 20/06) Pode estar perto de uma importante transformação na sua vida sentimental. Hoje é-lhe permitido agir com empenho e vivacidade.

Sagitário (de 22/11 a 21/12) Todos os momentos menos bons do passado serão superados. Adopte uma postura forte e determinada em vencer; poderá receber dinheiro.

Caranguejo (de 21/06 a 22/07) Não tenha receio de assumir um compromisso. Por vezes há mudanças que são necessárias para poder passar para um nível superior.

Capricórnio (de 22/12 a 19/01) Está muito carente o que pode levá-lo a procurar outros afectos. Algumas questões podem revelar-se incontornáveis.

Leão (de 23/07 a 22/08) Não fale por meias palavras ou de forma indirecta. Arrepie caminho; nalguns casos está muito a tempo de salvar algumas situações.

Aquário (de 20/01 a 18/02) Está numa fase de crescimento na vida sentimental; à sua volta tudo evolui a passos largos. Crie melhores condições profissionais.

Virgem (de 23/08 a 22/09 ) Estará seguro do que sente e quer, e nada o fará mudar de ideias. Embora as suas ideias sejam, as melhores, dê ouvidos a ideias de colegas.

Peixes (de 19/02 a 20/03) Paute a sua vida por gestos nobres e dedicados. Semana de grande protagonismo embora nem todas as ideias sejam bem acolhidas.


ANÚNCIOS I CLASSIFICADOS

20 | 3 de Fevereiro de 2011

Farmácias de Serviço QUINTA

SEXTA

SÁBADO

DOMINGO

SEGUNDA

ALBUFEIRA

Santos Pinto

Santos Pinto

Piedade

Piedade

Piedade

Piedade

Piedade

ARMAÇÃO DE PÊRA

Sousa Coelho

Sousa Coelho

Edite

Edite

Edite

Edite

Edite

FARO

Helena

Alexandre

Crespo

Palma

Almeida

Montepio

Higiene

LAGOA

José Maceta

José Maceta

Sousa Pires

Sousa Pires

Sousa Pires

Sousa Pires

Sousa Pires

LAGOS

Neves

Ribeiro Lopes

Lacobrigense

Silva

Telo

Neves

Ribeiro Lopes

LOULÉ

Chagas

Pinheiro

Pinto

Avenida

Martins

Chagas

Pinheiro

MONCHIQUE

Moderna

Moderna

Moderna

Moderna

Hygia

Hygia

Hygia

OLHÃO

Rocha

Pacheco

Progresso

Olhanense

Nobre

Brito

Rocha

PORTIMÃO

Amparo

Arade

Guilherme

Central

Mourinha

Moderna

Carvalho

QUARTEIRA

Algarve

Algarve

Maria Paula

Maria Paula

Maria Paula

Maria Paula

Maria Paula

SÃO BART. DE MESSINES

Sequeira

Sequeira

Sequeira

Sequeira

Algarve

Algarve

Algarve

SÃO BRÁS DE ALPORTEL

Dias Neves

S. Brás

Dias Neves

Dias Neves

Dias Neves

S. Brás

Dias Neves

SILVES

João de Deus

João de Deus

João de Deus

Cruz de Portugal

Cruz de Portugal

Cruz de Portugal

Cruz de Portugal

TAVIRA

Maria Aboim

Central

Felix

Felix

Sousa

Montepio

Maria Aboim

Carrilho

Carmo

Carmo

Carmo

Carmo

Carmo

VILA REAL de STº ANTÓNIO Carrilho

Acordos com:

Medis, Multicare, C.G.D.

ALUGA-SE Apartamento T0 Luz-Tavira Contactar: 918 617 269

VENDE-SE LOJA COM 92,5 M2 Rua da liberdade, 80 (ex-loja singer) Tavira Contactar: 918 477 219 ALUGA-SE TODO O ANO Moradia T2 s/ mobília Miramar – Tavira Vista para o mar

Contacto: 919 219 279

Reze 9 Ave-Marias com uma vela acessa durante 9 dias, pedindo 3 desejos, 1 de negócios e 2 impossíveis ao 9º dia publique este aviso, cumprirse-á mesmo que não acredite. R.P.

VENDO Suzuki Samurai 1.9D - Ano 2003 Todo-o-terreno / Pick-Up Só 1 dono, económico, cor preto Fica totalmente descapotável Inspeccionado até Outubro de 2011 Contactar: 917 525 851

TERÇA

QUARTA


CLASSIFICADOS ANÚNCIOS I NECROLOGIA I ANÚNCIOS Farmácia em Tavira

ACEITAMOS

apartamentos e moradias para exploração turística (aluguer férias) entre Manta Rota e Monte Gordo.

PRECISA

Damos boas condições. Óptima carteira de clientes.

de farmacêutico-adjunto

Contacto: 966 315 707

Contacto: 964 165 373

3 de Fevereiro de 2011 |

21

ACUPUNCTURA FISIOTERAPIA OSTEOPATIA

Tractor - Rega, Lda

Desconto 30% valor consulta em sede de IRS; Protocolos com diversas entidades. Junto às Ruínas de Milreu 8005-443 ESTOI-FARO

Web: http://osteofala.weebly.com · Tlm: 969 260 836

NOTARIADO PORTUGUÊS JOAQUIM AUGUSTO LUCAS DA SILVA NOTÁRIO EM TAVIRA Nos termos do Artº. 100, nº. 1, do Código do Notariado, na redacção que lhe foi dada pelo Dec-Lei nº. 207/95, de 14 de Agosto, faço saber que no dia trinta e um de Janeiro de dois mil e onze, de folhas oitenta e sete a folhas oitenta e oito, do livro de notas para escrituras diversas número cento e quarenta e nove - A, deste Cartório, foi lavrada uma escritura de justifi cação, na qual: JOSÉ RENATO DE JESUS PEREIRA, NIF 152.963.308 e mulher MARIA AMÉLIA FERNANDES MARTINS, NIF 176.187.138, ambos naturais da freguesia de Santa Maria, concelho de Tavira, casados sob o regime da comunhão de adquiridos, residentes na Rua Capitão Salgueiro Maia, número 4, 1.º Esq.º, Tavira, declararam: Que, com exclusão de outrem, são donos e legítimos possuidores dos seguintes prédios, ambos sitos na dita freguesia de Santa Maria e não descritos na Conservatória do Registo Predial de Tavira, a saber: Verba um

DESINFESTAÇÕES, LDA. Olhão

Prédio rústico, sito em Cerro da Azinheira, composto por terra de cultura e pastagem, com a área de novecentos metros quadrados, que confronta do norte com José Sebastião, do sul com José António Carriço, do nascente com Manuel do Nascimento e outro e do poente com Custódia da Conceição, inscrito na matriz sob o artigo 350, com o valor patrimonial tributário e igual ao atribuído de UM EURO E QUARENTA E QUATRO CÊNTIMOS. Verba dois Prédio rústico, sito em Cerro da Azinheira, composto por terra de cultura, com a área de quinhentos metros quadrados, que confronta do norte com José Sebastião, do sul e nascente com António Domingos e do poente com caminho, inscrito na matriz sob o artigo 364, com o valor patrimonial tributário e igual ao atribuído de NOVENTA E SETE CÊNTIMOS.

ANJOS - LISBOA SANTA MARIA – TAVIRA

Que adquiriram estes prédios por compra meramente verbal e nunca reduzida a escritura pública, feita no ano de mil novecentos e noventa, em data que não é possível precisar, a José António, viúvo, já falecido, residente que foi no dito sítio da Picota. Que desde esse ano possuem os prédios em nome próprio, usufruindo dos mesmos, pagando contribuições e impostos devidos, cuidando e cultivando a terra, fazendo as respectivas sementeiras, colhendo os frutos, sem a menor oposição de quem quer que seja desde o seu início, posse que sempre exerceram sem interrupção e ostensivamente, com o conhecimento de toda a gente, sendo por isso uma posse pacífi ca, contínua e pública, pelo que adquiriram os prédios por usucapião. Vai conforme o original. Tavira, em 31 de Janeiro de 2011 A funcionária por delegação de poderes; Ana Margarida Silvestre Francisco Conta registada sob o nº. PAO150 / 2011 Factura nº. 00149 (POSTAL do ALGARVE, nº 1019, de 3 de Fevereiro de 2011)

SANTA MARIA - TAVIRA

JORGE DE OLIVEIRA PASSOS PONTE 15-03-1928 / 28-01-2011

TAVIRA

AGRADECIMENTO Os seus familiares vêm, por este meio, agradecer a todos quantos o acompanharam em vida e nas suas cerimónias exéquias ou que de algum modo lhes manifestaram o seu sentimento e amizade.

SANTIAGO - TAVIRA SANTA LUZIA - TAVIRA

MANUEL ANTÓNIO RAMOS 86 ANOS

AGRADECIMENTO

LIZETE DOS MÁRTIRES CAREPA 15-08-1923 / 25-01-2011

AGRADECIMENTO Os seus familiares vêm por este meio agradecer a todos quantos se dignaram acompanhar o seu ente querido à sua última morada ou que, de qualquer forma, lhes manifestaram o seu pesar.

MARIA ANGELINA AGOSTINHO NUNES 05-12-1948 / 28-01-2011

A sua querida família cumpre o doloroso dever de agradecer reconhecidamente a todas as pessoas que assistiram ao funeral do seu ente querido, realizado no dia 27 de Janeiro, para o cemitério de Tavira, bem como a todos os amigos que manifestaram o seu pesar e solidariedade. Agradecem também a todos que rezaram Missa do 7º Dia, pelo seu eterno descanso, dia 01 de Fevereiro, terça- feira, pelas 09 horas, na Igreja de Santiago em Tavira.

AGRADECIMENTO

”Paz à sua Alma”

Os seus familiares vêm por este meio agradecer a todos quantos se dignaram acompanhar o seu ente querido à sua última morada ou que, de qualquer forma, lhes manifestaram o seu pesar.

“Serviços Fúnebres efectuados pela Agência Funerária Pedro & Viegas, Ldª” Tavira • Luz • V.R.Stº António Telm. 964 006 390 - 965 040 428


22

| 3 de Fevereiro de 2011

>> SOLUÇÃO

>> ASSINALE A FRASE CORRECTA    

 O texto do João está elegível.  O texto do João está ilegível.

da semana passada

O meu colega está obececado com o estudo. O meu colega está obcecado com o estudo. O meu colega está obssecado com o estudo. O meu colega está obcecade com o estudo.

A forma correta é obcecado. Obcecado é um adjetivo formado do particípio passado do verbo tran-sitivo obcecar que significa “cego de espírito; obscurecido; ofuscado; perti-naz; contumaz no erro; tornar ininteligível”. As restantes formas estão incorrectas, apesar de serem utilizadas indevidamente em situação de oralidade e escrita.

 O texto do João está eligível.  O texto do João está elejível.

Sobe & desce

Esta é uma iniciativa das Bibliotecas Paula Nogueira do Agrupamento de Escolas Professor Paula Nogueira (Olhão) em parceria com a Casa da Juventude de Olhão e o POSTAL, que semanalmente divulga os problemas e as soluções deste jogo. Várias escolas do Algarve já aderiram à iniciativa: AE Professor Paula Nogueira (Olhão) / AE da Sé (Faro) / AE D. Afonso III (Faro) / AE Dr. Alberto Iria (Olhão) / Colégio Bernardete (Olhão) / AE Dr. João Lúcio (Fuseta) / AE de Estoi (Faro) / AE Joaquim Magalhães (Faro) / AE do Montenegro (Faro) / AE de Castro Marim ( Vila Real de St. António) / AE Professora Diamantina Negrão / (Albufeira) / Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas (Mega Agrupamento de São Brás de Alportel) / Escola Secundária João de Deus (Faro) / Casa da Juventude (Olhão). Convidamos todas as escolas e bibliotecas, interessadas em aderir ao Jogo da Língua Portuguesa e receber os materiais para o mesmo, a contactar: biblioteca.epnogueira@gmail.com ou jornalpostal@gmail.com.

Bom marisco

Sem ética

O marisco da Ria Formosa vai ter a qualidade certificada. Se isso ajudar às vendas, quem lá trabalha agradece (Ler pág. 12).

Numa clínica estética sem ética, para se livrar de dores e celulite alguns pacientes acabaram com a saúde virada do avesso (Ler pág. 5).

ZZZ

Allgarve Nations e o desenvolvimento do sotavento algarvio

O postal alterou o e-mail da redacção: jornalpostal@gmail.com José Viana

Ex-Secretário de Estado da Marinha Mercante e das Pescas

FICHA TÉCNICA

Sede: Rua Dr. Silvestre Falcão, n.º 13 C - 8800-412 Tavira - Algarve Tel: 281 320 900 | Fax: 281 320 909 E-mail: jornalpostal@gmail.com Director: Henrique Dias (CP 3259). Director Comercial: Basílio Pires Editor: Ricardo Claro (CP TP912). Redacção: Cristina Mendonça (C.P. 3258), Geraldo de Jesus (CO 630), Helga Simão. Design: Profissional Gráfica. Colaboradores fotográficos: José A. N. Encarnação “MIRA” Colaboradores: Beja Santos (defesa do consumidor), Nelson Pires (CR26). Departamento Comercial, Publicidade e Assinaturas: Anabela Gonçalves, José Francisco. Propriedade do título: Henrique Manuel Dias Freire, inscrito sob o nº 211 612 no Registo das Empresas Jornalísticas. Edição: Postal do Algarve - Publicações e Editores, Lda. Contribuinte nº 502 597 917. Depósito Legal: nº 20779/88. Registo do Título (dgcs): nº 111 613. Impressão: Coraze - Oliveira de Azeméis Distribuição: Banca - Logista, à sexta-feira com o Público/VASP - Sociedade de Transportes e Distribuição, Lda e CTT. Membro: APCT - Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem e Circulação; API - Associação Portuguesa de Imprensa; AIRA - Associação da Imprensa Regionalista Algarvia.

Para iniciar convém recordar, em primeiro lugar, que o turismo para ser económica e socialmente útil deve ter objectivos ligados à maximização da riqueza das populações envolvidas, além das empresas de maior porte que frequentemente não têm as suas sedes no território abrangido e, portanto, não contribuem totalmente para aquele objectivo, mas que são essenciais para a estrutura global da actividade. E, em segundo lugar, que o Governo definiu claramente a prioridade para o desenvolvimento urgente de actividades marítimas. Posto isto, analisemos os três factores mais importantes para se atingir esta maximização: 1º factor: aumentar a incor-

poração de fornecimentos de bens e serviços por empresas locais desde matérias-primas alimentares (em vez de importações), que deverão primar pela qualidade, até aos serviços que importa oferecer aos clientes cujo perfil seja correspondente àquela maximização. E quais são esses serviços? Para responder a esta questão importa analisar o 2º factor, que é: como se caracteriza o cliente alvo? - Ter nível de vida igual ou superior a médio/alto. - O que ele quer comprar e/ou viver quando viaja em turismo? Experiências inéditas como paisagens excepcionais (temos algumas mas insuficientes), costumes interessantes danças, música, artes diversas (idem), gastronomia (boa mas limitada), caça (ainda algo atrasada), pesca desportiva

Assine o

e outras actividades náuticas (quase nada existente por au-

sência de postos de atracação, existem no sotavento cerca de

450 e deveriam ser dez mil), turismo rural e cultural (de que há exemplos excelentes e que merecia ser incentivado). 3º factor: é indispensável planear as actividades a desenvolver no sotavento de forma a melhorar o seu produto turístico (porque só o golfe não chega) e diminuir a taxa de sazonalidade que custaria muito menos do que 2,5 milhões, tanto mais que a maioria dos investimentos deverão ser realizados por empresas privadas, que é o montante para o programa de Allgarve Nations, que poderá ser divertido mas pouco ou nada contribuirá para convencer o cliente alvo prioritário a vir aqui e assim melhorar o nível de vida da população e criar os postos de trabalho que tanta falta fazem e que devia constituir a prioridade máxima de toda e qualquer iniciativa governamental e privada como esta.

Envie este cupão para:

POSTAL DO ALGARVE - Rua Dr. Silvestre Falcão, nº 13 C, 8800-412 Tavira

(50 Edições) Portugal 30 ¤ I Europa 50 ¤ I Resto Do Mundo 80 ¤

NOME __________________________________________________________________________________________________________________________ DATA DE NASCIMENTO _______ ⁄ ________ ⁄ ____________ MORADA __________________________________________________________________________________________ CÓD. POSTAL _________ - _____ — ________________________________________________ NIF

  

TEL   

 

EMAIL _______________________________________________________ PROFISSÃO ________________________________

AUTORIZAÇÃO DE PAGAMENTO - por débito na conta abaixo indicada, queiram proceder, até nova comunicação, aos pagamentos das subscrições que vos forem apresentadas pelo editor do jornal POSTAL do ALGARVE. Esta assinatura renova-se automaticamente. Qualquer alteração deverá ser-nos comunicada com uma antecedência mínima de 30 dias.

30 ¤

NIB

Assine através de TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA

BANCO _______________________________________________________________________________________________

   

NOME DO TITULAR __________________________________________________________________________

35 ¤

Tiragem desta edição:

8.698 exemplares

OPINIÃO

BALCÃO ______________________________________________

_______________________________________________________________________________ ASSINATURA IDÊNTICA À CONSTANTE NA FICHA DO BANCO DO TITULAR DA CONTA.

Assine através de DINHEIRO, CHEQUE ou VALE POSTAL, à ordem de Postal do Algarve.

NOTA: Os dados recolhidos são processados automaticamente e destinam-se à gestão da sua assinatura e apresentação de novas propostas. O seu fornecimento é facultativo. Nos termos da lei é garantido ao cliente o direito de acesso aos seus dados e respectiva actualização. Caso não pretenda receber outras propostas comerciais, assinale aqui.


3 de Fevereiro de 2011 |

ALGARVE MAIOR

O livro «Algarve Maior» vai assinalar o ano da edição número 1.000 do POSTAL com as Personalidades e Entidades mais relevantes dos últimos 23 anos

ZZZ

Algarve Maior com mais quinze nomeações ESTA SEMANA, a iniciativa denominada «Algarve Maior» soma mais 15 nomeações, das quais cinco Personalidades e dez Entidades indicadas pelos leitores e população em geral. Durante cerca de cinco meses, já foram recebidas e vali-

dadas pelo POSTAL um total de 146 Personalidades e 98 Entidades consideradas relevantes para o Algarve nestes últimos 23 anos, como forma de assinalar a edição número mil do jornal POSTAL, publicada recentemente. A participação está aberta a

todos e já vai numa segunda página do Facebook com o perfil «Algarve Maior Página Dois», criada após a primeira página ter atingido o limite do número de amigos permitido pelo Facebook (cinco mil). Para se tornar Fã como forma de incentivar esta inédita

iniciativa, basta procurar o perfil no Facebook: «Algarve Maior - 100 Personalidades e Entidades algarvias». Os resultados semanais também podem ser consultados na nossa edição on-line que já conta com mais de 12 mil visitas regulares por edição

em: http://issuu.com/postaldoalgarve/docs Se quer contribuir para reforçar a nossa entidade regional, veja como participar nas nomeações na caixa lateral desta página.

Algarve

Maior

HENRIQUE DIAS FREIRE

Como participar nas nomeações para o livro «Algarve Maior»?

Mais cinco Personalidades nomeadas:

Basta enviar:

 Américo Solipa – Considerado como uma das personalidades mais relevante para o desporto no Algarve e como o dirigente do Instituto Nacional do Desporto que melhores resultados conseguiu no país, procurando sempre unir todos no trabalho em conjunto.

 António da Cruz Várzea – Prestigiado empresário da construção civil que numa carreira de mais de 30 anos sempre seguiu uma linha estratégica claramente orientada no sentido da qualidade, sempre com o objectivo de construir para pessoas exigentes.

 Humberto Fernandes – Um dos maiores comunicadores que a memória do Algarve tem presente. Foi professor e dirigente sindical, político e jornalista, mas era sobretudo uma pessoa multifacetada que contribuiu como poucos para o mundo associativo.

 Manuel da Luz – Professor de profissão, ao longo de mais de dez anos como presidente da Câmara de Portimão mudou por completo o rosto de Portimão, hoje reconhecido como uma imagem de marca, quer no país, quer internacionalmente.

 Paulo Neves – Actual Administrador da HPP Algarve, que detém o Hospital Privado de Santa Maria de Faro e o Hospital S. Gonçalo de Lagos, foi um dos mais jovens activos deputados e presidentes da RTA e da Associação Nacional das Regiões de Turismo.

Mais dez Entidades nomeadas:  AIDA - Associação Interprofissional para o Desenvolvimento da Produção e Valorização da Alfarroba – Pelo seu empenho no melhoramento das condições de produção, comercialização e industrialização da alfarroba e dos seus derivados.

 Associação de Petanca do Algarve – Pela dinâmica da petanca no Algarve que está mais evoluída do que no resto do país, com um crescente número de senhoras praticantes e jovens com valor e bons resultados a nível internacional.

 ANJE Algarve (Associação Nacional de Jovens Empresários) – Pela sua empenhada contribuição na emergência de uma cultura empreendedora e na promoção da livre iniciativa, criando condições de acesso à juventude à actividade empresarial.

 Associação do Ciclismo do Algarve (ACA) – A ela se deve a organização da Volta ao Algarve em Bicicleta, evento que constitui uma referência do ciclismo internacional, procurado todos os anos pelas melhores equipas do mundo.

 ASA – Associação do Sotavento Algarvio – Com o intuito de promover o desenvolvimento turístico sustentado do sotavento, posicionando-o como um novo destino turístico, viu o seu esforço reconhecido ao ser aprovada a sub-marca regional Sotavento Algarvio

 Associação Recreativa e Cultural de Músicos – Pelo reconhecido papel no apoio aos jovens do concelho de Faro e adjacentes, nas suas mais diversas formas e expressões artístico-culturais, com o principal intuito de ocupar os seus tempos livres.

 Associação de Atletismo do Algarve – Denominada de Faro até 1999, trata-se da estrutura aglutinadora dos clubes que se dedicam à prática da modalidade desportiva que mais tem elevado e imposto à comunidade internacional o nome de Portugal.

 NOME – Banda rock que em 2005 vence o concurso nacional “+ Música”. Passam a abrir vários prestigiados concertos, lançam o disco “Código Pele” e o vídeo clip “Retocou Baton”, e são pré-nomeados nos EMA’s MTV 2010, na categoria Best Portuguese Act.

 Associação de Parapente do Algarve – É o fruto do trabalho desenvolvido ao longo de vários anos por vários adeptos e pilotos de parapente e em especial pelo grande dinamizador da modalidade no Algarve e seu presidente José Rosado.

 Restaurante Teodósio – Um dos mais frequentados e emblemáticos restaurantes algarvios. Conhecido como o Rei dos Frangos, situado na Guia, Albufeira, foi o grande responsável pela internacionalizou da expressão do tão afamado “Frango da Guia”.

Nomeação para a edição do livro Algarve Maior Envio por correio postal

Personalidade: Razões:

rve Alga



Nome:

Entidade / Empresa: Razões:

Contacto:

E-mail:

Este destacável destina-se a envio por correio postal para a redacção do POSTAL - Rua Dr. Silvestre Falcão, n.º 13 C, 8800-412 Tavira • Mais informações 281 320 900• Os dados recolhidos estão sujeitos a confidencialidade e destinam-se exclusivamente à nomeação para a edição do livro Algarve Maior e não podem ser utilizados para qualquer outro fim, nomeadamente comercial

1. » os nomes das Personalidades e/ou Entidades que considere mais relevantes nos últimos 23 anos; 2. » e uma simples menção relativa à razão de cada escolha efectuada.

Para:  o email: algarvemaior@gmail.com  o fax: 281 320 909  no Facebook «Algarve Maior» ou «Algarve Maior Página Dois», quer para as mensagens, quer para a rubrica das notícias «Em que estás a pensar?»  ou ainda por cupão [ou fotocópias] publicado nesta página do POSTAL através dos correios.

Quem são as Personalidades? » A eleição é livre sem lista pré-concebida. Qualquer pessoa/leitor pode indicar uma ou mais pessoas.

E as Entidades? » São as públicas ou privadas, isto é, além de instituições públicas, também empresas e associações.

E o resultado final? » Contribuir para eleger as 100 Personalidades e 100 Entidades consideradas mais relevantes no Algarve nos últimos 23 anos; » Publicação do LIVRO intitulado «Algarve Maior», cuja impressão de alta qualidade vai deixar para a posteridade os protagonistas de uma geração para as próximas gerações.

Qual é o motivo? » O «Algarve Maior» é uma iniciativa inédita lançada no ano da edição número 1.000 do jornal POSTAL, 23 anos após o seu primeiro número ter surgido nas bancas.

23


última Tiragem desta edição:

8.698 exemplares

Simulacro testa planos de emergência do aeroporto

D.R.

Simulação vai testar reacção a acidente UM ACIDENTE aéreo grave

na aterragem de uma aeronave com elevados danos materiais e humanos será o cenário fictício para um exercício que decorrerá na próxima terça-feira no Aeroporto de Faro. O exercício AeroFaro’11 visa testar os procedimentos e operacionalidade dos Planos Prévio de Intervenção e

de Emergência do aeroporto regional. No terreno estarão operacionais do Comando Distrital de Operações de Socorro de Faro, do aeroporto e dos serviços municipais de Protecção Civil de Faro e Loulé, entre outros, que agirão como se de uma situação real se tratasse. O simulacro, de âmbi-

97

to distrital, “é planeado e conduzido com a finalidade de testar e exercitar a resposta do Dispositivo Integrado de Resposta (DIR) para minimizar os efeitos de um acidente grave no aeroporto”. O exercício está agendado para as 15 horas da próxima terça-feira. MAD PUB

 Exercício põe à prova capacidade de resposta PUB

9[dj[d|h_e

PARECE QUE FOI ONTEM MAS JÁ PASSARAM &%%ANOS. Foi em &.&& que tudo começou. Ao longo dos últimos &%% Anos caminhámos ao lado de muitos projectos e ambições. Apoiámos famílias, empresas e instituições de solidariedade social. Contribuímos para o desenvolvimento económico-social das comunidades locais. De aldeias a vilas, de vilas a cidades e de geração em geração. Hoje somos um Grupo Financeiro com uma oferta global de produtos e serviços em que os portugueses confiam. ,%% Balcões, mais de )%% mil Associados e mais de 1 milhão de Clientes. Juntos somos cada vez mais, e juntos celebramos '&& Anos de Crédito Agrícola.

Linha Directa .&.(&,&(&

')]dgVhedgY^V!XdbViZcY^bZcideZghdcVa^oVYd YZ'¯V+¯!YVh-](%|h'(](%0 ZH{WVYdh!9db^c\dhZ;Zg^VYdhYVh&%]|h'(]#

www.creditoagricola.pt

PUB


Postal 1019