Page 1

EDIÇÃO ESPECIAL ANIVERSÁRIO • EDIÇÃO ESPECIAL ANIVERSÁRIO • EDIÇÃO ESPECIAL ANIVERSÁRIO PUB

Director Henrique Dias Freire • Ano XXV • Edição 1082 • Semanário à sexta-feira • 22 de Junho de 2012 • Preço € 1

EM FOCO 2 FARO 3 PORTIMÃO 5 VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO, CASTRO MARIM, ALCOUTIM 6 TAVIRA 8 OLHÃO 11 SÃO BRÁS, LOULÉ 12 ALBUFEIRA 14 LAGOA, SILVES, MONCHIQUE 15 LAGOS, VILA DO BISPO, ALJEZUR 16 REGIÃO 17 LAZER 20 CLASSIFICADOS 21 OPINIÃO 23

ÀS SEXTAS EM CONJUNTO COM O PÚBLICO POR €1,60

Festival MED fecha Junho com chave de ouro > O guitarrista virtuoso Ernest Ranglin é um entre os muitos nomes de ouro da música do mundo que passarão no Festival MED deste

ano por Loulé. O evento encerra Junho com chave de ouro e nos dias 29 e 30 promete casa cheia. A estreia mundial do projecto Curva da Cintura é o momento mais aguardado e será Loulé a trazê-lo ao mundo num MED que promete p. 12

Isenções na Via do Infante acabam dia 30

D.R.

> Governo mantém silêncio sobre o prolongamento das isenções para os residentes > Deputados algarvios preocupados com os efeitos da indecisão na economia local p. 19 DIA DO MUNICÍPIO

POSTAL está de volta no dia 6 O POSTAL regressa no dia 6 de Julho à companhia dos leitores . Na próxima edição o POSTAL incluirá a primeira edição comemorativa do aniversário do caderno cultural Cultura.SUL, que celebra quatro anos de informação em prol da Cultura regional

D.R.

>

NEGÓCIOS & ECONOMIA D.R.

D.R.

Amor Electro no palco em Castro Marim

Tavira mostra nova imagem da EMPET

> Castro Marim celebra o município com um cartaz recheado para todo o fim-de-semana. Os Amor Electro prometem irradiar frescura e garra no palco como cabeças-de-cartaz da festa castromarinense p. 6

> Ser a agência de desenvolvimento do concelho de Tavira é o que se propõe a empresa municipal EMPET. Para já a entidade adopta uma nova imagem e uma marca exclusiva “ATIVAR TAVIRA” p. 8


2

| 22 de Junho de 2012

EM FOCO

ZZZ pág. ## ZZZ pág. ##

25 a n os

25 anos de jornal na primeira pessoa de Joaquim Emídio PARA CELEBRAR O ANIVERSÁRIO DO POSTAL, convidámos Joaquim Emídio, fundador do maior jornal regional português. Amado por uns e odiado por outros, O MIRANTE é hoje uma das grandes referências para o sector da comunicação social, com edições a chegarem às 96 páginas a cores e tiragens de 35

mil exemplares. Por coincidência, ambos os semanários foram fundados há 25 anos. Este convite, que pretendeu ser um desafio ao melhor dos melhores, é uma reflexão para todos nós à boa maneira provocatória do saudoso Eça de Queirós.

A experiência de 25 anos, tanto do POSTAL como de O MIRANTE, fez-se com a vontade dos seus leitores muitas vezes com o desagrado do poder político e económico. A esses “Velhos do Restelo” só podemos desejar que a história saiba fazer justiça. HDF

“Para a sociedade actual: os jornalistas são mais perigosos que os assassinos e os gatunos”

Joaquim António Emídio Director-geral de “O Mirante”

O mundo dos jornais é muito mais complicado que o mundo das polícias secretas portuguesas. Há interesses instalados que são de bradar aos céus. Basta ver para que mercados trabalham todos os jornais portugueses ditos de referência; e para quem trabalham as editorias da SIC, da RTP e da TVI, mais as outras editorias dos canais por cabo que eles criaram para se canibalizarem a si próprios. O que escrevo a seguir são pequenos apontamentos de um jornalista que deixou de acreditar em bruxas mas sabe que está rodeado delas. Não há justiça em Portugal; nos tribunais e na forma como os governos do país descriminam as empresas e as instituições que não são de Lisboa nem pertencem a grandes grupos empresariais próximos do Poder vigente. O segredo da comunicação nos dias de hoje é a imagem: a imagem da televisão para sermos mais exactos. É o negócio que dá dinheiro e o único futuro para a imprensa. Os jornais tentam a todo o custo ganhar leitores inflacionando o tamanho das

fotografias e publicando sempre que podem imagens que fiquem na retina; mas a verdade é que todos os dias os jornais perdem futuro. Um estudo recente demonstra que mais de metade dos jornais portugueses de referência perde dinheiro todos os dias e de há muitos anos a esta parte. São alimentados por empresários que, por artes mágicas, conseguem financiar empresas que dão sempre prejuízo. É deprimente ver os jornais de Lisboa a repetirem as mesmas notícias sobre os mesmos assuntos de sempre e à volta dos mesmos personagens. Os articulistas repetem os defeitos da governação até quase ao efeito do mau hálito do ministro nas relações com os deputados e a sociedade civil. É caricato e doentio porque demonstra que não aprendemos nada com as lições do Eça que todos lemos e a maioria estudou. A guerra pela privatização da RTP é um falso problema. O Estado emprega cerca de 30 por cento dos jornalistas que trabalham no mercado. Se isto não é uma brincadeira de mau gosto então Portugal é uma monarquia.

O desemprego ou as caixas dos supermercados

Recentemente o Governo renovou por mais dez anos as licenças dos alvarás das rádios locais. Na grande maioria as rádios locais estão entregues a cooperativas sem dirigentes

associativos, a empresários falidos e a organizações religiosas que não cumprem minimamente o estatuto de órgão de comunicação social. Não praticam jornalismo e, em alguns casos, fazem terrorismo político e cultural. Há situações de verdadeiro analfabetismo em programas de rádios locais. O Governo demitiu-se das suas funções e os órgãos que deveriam denunciar a situação são velhos e caducos, a começar no Sindicato dos Jornalistas que parece uma instituição do tempo da União Soviética. As associações do sector não têm voz na matéria e a sociedade civil é doce e mansa que até enerva. Entretanto os jovens jornalistas, que saem das universidades, vão trabalhar para as caixas dos supermercados, e os que estão no desemprego já não voltarão tão depressa ao mercado de trabalho. Os “donos” das rádios locais vão esperando que o mundo mude para pior e, na desgraça, ainda lhes saia a sorte grande com a venda do alvará. A dependência das empresas de comunicação social do poder económico nunca foi tão grande e tão evidente. Não ganha esta guerra quem tiver as melhores estratégias de negócio, ou quem tiver a equipa com melhores jornalistas, mas as empresas que melhor souberem fazer parcerias e arrastar as outras para a falência. Em termos regionais temos pouco a perder. No contexto do país é como se não existís-

semos. E, no entanto, a solução para a crise está na aposta numa imprensa virada para novos públicos com matéria noticiosa que não seja sempre farinha do mesmo saco. Entretanto os jornais definham, a classe dos jornalistas está a desaparecer, e os que ainda resistem escrevem em meia dúzia de diários e semanários que se vêem gregos para sobreviver. Se não fosse o dinheiro dos grupos económicos que negoceiam na distribuição e nas obras públicas, só para dar alguns exemplos, pouco mais tínhamos para ler que “O Avante” e o “Povo Livre”.

Os jornalistas são mais perigosos para a sociedade de hoje que os assassinos e os gatunos. Há uma lei que apressa em tribunal tudo o que for queixa contra os jornalistas e os jornais. Um criminoso confesso ou apanhado com a boca na botija pode demorar dez anos a ser julgado e condenado. Um jornalista salta para os bancos do tribunal em poucas semanas, ou meses, ainda que a queixa seja por um artigo ou uma notícia em defesa do interesse público. Basta que os supostos ofendidos tenham importância e

dinheiro para pagar a advogados e tribunais. Por isso é que o jornalista mais famoso do mercado dos jornais e das televisões portuguesas de hoje se chama Ricardo Araújo Pereira. Tem graça e é inteligente mas não passa de um gato fedorento. Que o digam os milhares de jovens jornalistas que não conseguem um emprego nem como estagiários; e todos os jornalistas de meia-idade que são obrigados a mudar de profissão por falta de trabalho; e por haver cada vez menos espaço e liberdade para o jornalismo de proximidade.


25

22 de Junho de 2012 |

FARO

a n os

VOLEIBOL DE PRAIA

Centro Náutico promove torneio D.R.

3

Câmara de Faro unânime contra diminuição de freguesias Parecer do executivo camarário sublinha posição unilateral do Governo D.R.

Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

O CENTRO NÁUTICO DA PRAIA DE FARO promove, no domin-

go do próximo dia 15 de Julho, o torneio de voleibol de praia Volley2U 2012, na sequência do sucesso da edição do ano passado. A competição vai decorrer no areal do Centro Náutico, com reunião técnica às 9 horas, tendo lugar no âmbito de uma parceria com a Câmara de Faro. O evento está integrado no Circuito de Voleibol de Praia. Evento aberto a todos os interessados com duas competições em paralelo: feminina e masculina. Aceitam-se equipas mistas, integradas na competição masculina, sem contarem para o ranking do circuito. A competição só arranca com um mínimo de dez duplas masculinas e seis femininas e cumpre as regras das Federações Portuguesa e Internacional de Voleibol de Praia. A taxa de inscrição é de 7,5 euros, incluindo seguro desportivo, abastecimento com fruta e trofeus para os três primeiros classificados em cada competição e para o melhor jogador e árbitro. Nas primeiras fases da competição são designados de entre as equipas elementos para apitar os jogos, que têm início às 9.30 horas. Para inscrição, os interessados devem incluir os nomes, números de bilhete de identidade ou Cartão do Cidadão, data de nascimento e endereços electrónicoss. Só se consideram inscritas as duplas que fizerem o respectivo pagamento da inscrição. Transferência bancária através do NIB 0035 0303 00093154700 24. Mais informações em https://www.facebook.com/?ref=logo#!/ events/307254052702255/.

TODOS OS VEREADORES da Câmara de Faro, da esquerda à direita, votaram contra a forma como o Governo pretende levar a cabo a reorganização administrativa territorial autárquica, rejeitando o enquadramento legal que o executivo de Pedro Passos Coelho pretende fazer vingar na reorganização das Juntas de Freguesia. A unanimidade foi atingida na votação do parecer que a Câmara estava obrigada a emitir nos termos da lei sobre a matéria e a uma só voz os autarcas respondem não às intenções do Governo, que no caso da capital de distrito implicaria a supressão de duas freguesias. De acordo com os critérios definidos pelo regime jurídico, o concelho perderia as freguesias de São Pedro, na sua maioria urbana, e Conceição de Faro, de carácter rural. No caso de São Pedro, a freguesia seria absorvida maioritaria-

ajustamento progressivo que se tem feito ao longo dos tempos a nível das freguesias para que estas possam dar resposta às necessidades dos seus munícipes” ficará lesado. De acordo com o comunicado da autarquia, “as Juntas de Freguesia, no actual modelo, prestam uma variedade de serviços, actividades e iniciativas que serão colocadas em causa com o maior afastamento dos eleitos face ao aumento da sua dimensão territorial”.

VEREAÇÃO PS JUNTA-SE NO NÃO AO GOVERNO Uma posição par-

 Todos os vereadores votaram contra a reorganização das juntas mente pela freguesia da Sé e no caso da Conceição de Faro seria Estoi a freguesia que ganharia a fatia de leão do território. Para a Câmara, a lei levanta ainda demasiadas questões e está por provar a “tangibilidade e genuinidade dos objectivos preconizados pelo Governo e que terão legitimado a Lei”. Segundo o documento votado

pela autarquia na quarta-feira da passada semana, a adopção das medidas defendidas pelo Governo “terá nulo impacto e equidade no contexto da aplicação e espírito da Lei em causa”. Em causa, defende o executivo autárquico, está o respeito pela “singularidade de cada uma das freguesias e as suas dinâmicas”, considerando que “o

tilhada pelo vereador socialista João Marques, que, em declarações ao POSTAL, sublinha que “a extinção das freguesias além de poder pôr em causa os inúmeros serviços que as Juntas prestam às respectivas populações, cria um maior afastamento entre os eleitores e os eleitos naquela que é unidade administrativa em que a proximidade entre os dois é maior”. O vereador do PS chama a atenção ainda para o facto de

que “as freguesias em causa têm um peso histórico, político e social de enorme relevo para as suas populações”, uma importância que, diz, “não pode ser descurada na análise desta situação e que o Governo deixou por aferir e compreender na sua plenitude ao adoptar uma posição unilateral nesta matéria”. Ainda de acordo com o parecer aprovado pela Câmara, as “pretensas soluções economicistas trazidas pela única e exclusiva redução de número de eleitos” podem não ter os efeitos que se afiguram pretenderem, na medida em que “poderão irremediavelmente vir a tornar-se em custos acrescidos em resultado de ineficácias de funcionamento ou de diminuição do tipo e níveis de serviços prestados”. Em face destas razões apontadas pela Câmara, o executivo decidiu “não apresentar à Assembleia Municipal qualquer proposta relativa à reorganização administrativa” do concelho.

FESTIVAL

Documentário sobre a Ilha de Faro ganha prémio O DOCUMENTÁRIO “ILHA”, pro-

duzido pela Livremeio Produções, ganhou o primeiro prémio na Categoria “Mar e Praia” do Finisterra – Arrábida Film Art & Tourism Festival, entre 96 filmes de produtores independentes e regiões de turismo, oriundos de 17 países de vários continentes, exibidos no certame que decorreu entre 23 de Maio e 3 de Junho. Com realização de Carlos Fraga e Mauro Amaral, narração de José Mário Branco, música de André Capela executada pela Banda “Almoços” e textos de João Bentes e Pe-

dro Afonso, o documentário “Ilha” foi filmado durante ano e meio, seguindo o ciclo natural das estações, no interior da Praia de Faro e da sua aldeia piscatória, cujos habitantes teimam em resistir ao imediatismo dos dias de hoje, mantendo hábitos ancestrais de contacto profundo com a grande natureza. Trata-se de uma viagem tranquila pelos canais de uma ria que faz justiça ao seu nome, a Ria Formosa, onde se contemplam pores-do-sol e da lua no Atlântico Norte, que parecem encenados de tanta beleza.

D.R.

 Carlos Fraga, um dos realizadores do filme Vive-se uma praia, um espaço/ ente que se dá a cada segundo das nossas existências sem pe-

dir nada em troca. O “Ilha” teve apoio financeiro da RTP2 e o apoio da Câma-

ra de Faro, do Teatro Municipal de Faro, da Antena1 e da RTP Faro para a sua antestreia no Teatro das Figuras, no dia 18 de Abril de 2010, tendo esgotado a sala com cerca de oitocentos espectadores. Foi emitido pela primeira vez na RTP2 no dia 25 de Abril de 2010 e posteriormente também na RTP África e RTP. A Livremeio Produções congratula-se pelo facto de o segundo prémio da mesma categoria do Finisterra ter ido também para o Algarve, com um filme promocional da Região de Turismo.


4

| 22 de Junho de 2012

FARO

Amor Electro sobem ao palco em Castro Marim pág. 6

Associação de Músicos volta a recorrer para Évora Causa perdida em Faro regressa ao Tribunal da Relação A ASSOCIAÇÃO RECREATIVA e

Cultural de Músicos (ARCM) de Faro anunciou que vai recorrer da decisão do tribunal de Faro, que decidiu, pela segunda vez, avançar com a acção de despejo desencadeada em 2010. “Vamos outra vez para o Tribunal da Relação e se não nos derem razão vamos para o Tribunal Constitucional”, disse à Lusa o presidente da associação, Armindo Silva. Trata-se da segunda decisão do Tribunal de Faro favorável ao senhorio, depois de, em Março de 2011, o Tribunal da Relação de Évora ter decidido fazer baixar o processo de novo à primeira instância, alegando problemas processuais. Em causa está a recusa da ARCM em aceitar a dissolução do contrato de arrendamento do edifício, aquando da sua passagem para os novos proprietários, o que motivou uma

acção de despejo, interposta em Fevereiro de 2010. “Apesar da presente sentença ser desfavorável, pondo de novo a possibilidade de despejo em cima da mesa, a ARCM utilizará todos os meios na defesa do seu percurso associativo de 22 anos a desenvolver cultura”, sublinha a associação em comunicado. No seu primeiro recurso para a Relação, a associação argumentava que não tinha sido ouvida pelo Tribunal de Faro antes de a decisão ter sido tomada. O recurso acabaria por merecer o acordo dos juízes desembargadores e o acórdão devolveu o processo à primeira instância, que repetiu o julgamento a 17 de Fevereiro. Invocando o interesse público da sua actividade, a associação argumenta com a necessidade de ter uma alternativa, pois quer continuar a dar apoio a cente-

D.R.

nas de pessoas de vários grupos culturais da cidade de Faro.

CÂMARA JÁ DISPONIBILIZOU TERRENO PARA A FUTURA SEDE O presidente da ARCM disse à Lusa que a Câmara de Faro já disponibilizou um terreno para a futura sede e a associação apenas aguarda a criação de condições para a construção, que terá que ser faseada, já que o custo total do projecto se deve aproximar de um milhão de euros. “Lamentamos que os actuais proprietários [do edifício-sede] não tenham aceitado a nossa proposta de sairmos do espaço a troco da devolução das rendas desde 2007 e tenham preferido ir para a frente com o processo”, disse. Observou que a solução proposta ter-lhes-ia permitido um fundo de cerca de 120 mil euros, o que lhes facultaria

 Tribunal de Faro decide pela segunda vez avançar com acção de despejo uma solução provisória para o edifício que agora ocupam na moagem de Faro e, entretanto, o início da construção faseada da nova sede. Segundo a ARCM, na origem do conflito está o facto de, em 2007, a associação ter sido

avisada da não revalidação do contrato de arrendamento quatro meses antes do seu termo e não com um ano de antecedência, como alegadamente deveriam ter feito. A par deste argumento, que não foi considerado pelo tri-

bunal como razão para a não cessação, a ARCM invocou também a promessa “nunca cumprida” dos proprietários de encontrar uma solução alternativa que permitisse à associação continuar as suas actividades culturais. Lusa

REABILITAÇÃO E ARRENDAMENTO URBANO

Associação Faro 1540 promove debate com Cristóvão Norte A ASSOCIAÇÃO FARO 1540 vai

promover, às 20 horas deste sábado, mais um jantar-conferência cujo orador vai ser o deputado à Assembleia da República Cristóvão Norte, que apresentará uma comunicação subordinada ao tema “Reabilitação e Arrendamen-

to Urbano”. As inscrições, que são aceites por ordem de chegada e limitadas à capacidade da sala, devem ser feitas para o endereço electrónico geral@ faro1540.org. As cidades sempre foram centros de fluxos de pessoas, de

capital e de informação. Hoje, mais do que nunca, a pressão intensifica-se ao termos mais de 50% da população mundial a residir nas malhas urbanas, prevendo-se, de acordo com as Nações Unidas, que atinja 75% em 2050. Esta realidade representa um desafio para PUB

a gestão das actuais cidades, bem como o planeamento dos novos aglomerados que estão a surgir nas suas periferias, tornando-se imperativo desenvolver políticas rigorosas em matéria de ordenamento, regeneração e optimização da malha urbana. Contudo, nas cidades estamos longe de viver em harmonia com os ecossistemas naturais. Para contrariar esta realidade, é fundamental desenvolver ferramentas de forma a caminharmos para uma sociedade que valorize efectivamente a regeneração urbana, a história e a identidade de uma terra e onde se estimulem simbioses com o ambiente. Neste sentido, a Requalificação e a Reabilitação Urbana têm surgido nos últimos anos como uma ferramenta fundamental para promover uma efectiva sustentabilidade urbana e devolver a determinadas áreas das cidades a vida e a dinâmica de outros tempos.

D.R.

 Deputado vai falar sobre reabilitação urbana De facto, o efeito Donut, ou se preferirmos o esvaziamento e a consequente degradação dos centros urbanos, está neste momento a tornar-se uma realidade em diversas cidades. Como consequência, vê-se o comércio tradicional das cida-

des a definhar, as ruas com falta de vida e alegria, as habitações a degradarem-se, o sentimento de insegurança a aumentar, implicando ainda o desaparecimento gradual da identidade das cidades, cenários estes que urge serem alterados.


22 de Junho de 2012  |   

Estatuto Editorial (Elaborado nos termos do Artº 17º da Lei n.º 2/99 de 13 de Janeiro)

1. O “POSTAL do ALGARVE” foi fundado a 4 de Junho de 1986. 2. O “POSTAL do ALGARVE” é um semanário regional de informação geral que tem como público – alvo a população algarvia, sem prejuízo da informação veiculada a todos os leitores de outras regiões que beneficiam da amplitude da sua expansão. 3. Para cumprir o objectivo máximo de bem informar, o “POSTAL do ALGARVE” veicula a informação produzida na região, bem como a exarada com o âmbito nacional ou mundial e que seja importante para o universo dos seus leitores. 4. Rege a sua conduta pelo rigor informativo e com base nos princípios da liberdade de imprensa, no livre acesso às fontes de informação e no respeito pela dignidade humana. 5. As opiniões do “POSTAL do ALGARVE” são unicamente as emitidas através do Editorial. As restantes publicadas no jornal são da inteira responsabilidade dos autores. 6. O “POSTAL do ALGARVE” respeitará e assegurará a publicação de todas as opiniões desde que não originem, nem alimentem qualquer espécie de conflitos sociais, pressupondo sempre a boa fé dos leitores. 7. O “POSTAL do ALGARVE” prima pela independência, não mantendo qualquer vínculo ou subjugação com qualquer força ou corrente política, económica, religiosa ou ideológica. 8. O “POSTAL do ALGARVE” não se sujeitará a pressões ou censuras de qualquer origem e é respeitador da liberdade das forças e correntes referidas no número anterior, tratando-as com igualdade e isenção. 9. Assume-se como um jornal aberto e plural perante a sociedade e as matérias que lhe são facultadas com a finalidade de uma futura publicação jornalística, pese embora não prescinda dos direitos de:   a)  Aceitar ou recusar a sua publicação;   b)  Escolher a data que considere a mais propícia para a sua divulgação;   c)  Iniciar e prosseguir investigações jornalísticas;   d)  O “POSTAL do ALGARVE” compromete-se a divulgar os assuntos que entenda revestirem-se    de interesse público, mesmo que haja oposição da parte de quem veiculou a informação.   e)  Denunciar todas as violações do direito de informar, incluindo aquelas que impeçam ou prejudiquem o normal  exercício do jornalismo. 10. O “POSTAL do ALGARVE” obriga-se a salvaguardar a identidade das suas fontes, salvo nos casos de o jornalista estar a ser manipulado ou usado para canalizar informações falsas. 11. Em tudo o supra-referido e nas demais situações que possam ou não estar abrangidas pelos números anteriores, o “POSTAL do ALGARVE” orienta-se pelos princípios éticos e deontológicos que regem o jornalismo, respeitando a legislação vigente.

POSTAL DO ALGARVE PUBLICAÇÕES E EDITORES, LDA Contribuinte n.º 502 597 917

RELATÓRIO DE GESTÃO ( Exercício de 2011) Em cumprimento do Art.º 66 do Código das Sociedades Comerciais, a firma Postal do Algarve, Lda com o número de pessoa colectiva 502 597 917, com sede social em Rua Dr. Silvestre Falcão, n.º 13 r/c, em Tavira, vem por este meio apresentar o Relatório e Contas do exercício findo em 31 de Dezembro de 2011. 1.Evolução da Economia Nacional A situação da economia nacional e internacional ao longo do ano de 2011, caracterizou--se pelo agravamento da crise financeira tendo-se verificado um abrandamento significativo em toda a zona Euro, com implicações óbvias no mercado. 2. Actividade da Empresa em 2011 A empresa tem como objectivo a edição de publicações periódicas e não periódicas, serviços de publicidade, comunicações, fotografia e serviços recreativos. 3. Análise Económica e Financeira O volume de negócios da empresa, expresso em termos de valor conjunto das Vendas e Prestação de Serviços, não evolui no exercício. Ele passou de 281.483,34 Euros para 164.464,05 Euros. O Resultado Liquido após impostos do exercício de 2011 foi de 9.481,80 Euros. O Passivo da empresa situou-se, no respectivo exercício, em 84,45% do total do Activo. 4. Perspectivas de Futuro para a Empresa A empresa a nível económico e financeiro encontra-se estável pelo facto de nos anos anteriores ter efectuado os respectivos ajustamentos, com perspectivas de melhorias nos próximos anos. 5. Proposta de Aplicação de Resultados É proposto pela Gerência da Empresa que o Resultado Líquido do exercício de 2011, que se situou em 9.481,80 Euros, tenha a seguinte proposta de distribuição: lResultados Transitados: 9.481,80 Euros 6. Dividas à Administração Fiscal: A Empresa não tem em mora qualquer dívida à Administração Fiscal, Segurança Social e outras Entidades Públicas. Tavira, 30 de Março de 2012 O Gerente Henrique Manuel Dias Freire

Postal do Algarve, Lda DEMONSTRAÇÃO (INDIVIDUAL/CONSOLIDADA) DOS RESULTADOS POR NATUREZAS

Período findo em 31 de Dezembro de 2011 Rendimentos e Gastos

Euros

Vendas e serviços prestados ............................................................................ -164.464,04 i Subsídios à exploração .................................................................................................0,00 i Ganhos/perdas imputados de subsidiárias, associadas em empreendimentos conjuntos . ................................................................0,00 i Variação nos inventários da produção ...........................................................................0,00 i Trabalhos para a própria entidade .................................................................................0,00 i Custo das mercadorias vendidas e das matérias consumidas ........................................0,00 i Fornecimentos e serviços externos ..................................................................... 88.350,53 i Gastos com o pessoal ..........................................................................................55.791,03 i Imparidade de inventários (perdas / reversões) .............................................................0,00 i Imparidade de dívidas a receber (perdas / reversões) . ..................................................0,00 i Provisões (aumentos / reduções) ..................................................................................0,00 i Imparidade de investimentos não depreciáveis/ amortizáveis (perdas / reversões) . ................................................................................0,00 i Aumentos / reduções de justo valor . .............................................................................0,00 i Outros rendimentos e ganhos . ........................................................................... -22.650,40 i Outros gastos e perdas ......................................................................................... 2.220,82 i Resultado antes de depreciação, gastos de financiamento e impostos .......................... -40.572,06 i Gastos / reversões de depreciação e de amortização ........................................... 26.187,30 i Imparidade de investimentos depreciáveis/ amortizáveis (perdas / reversões) . ................................................................................0,00 i Resultado Operacional (antes de gastos de financiamento e impostos) ......................................-14.564,76 i Juros e rendimentos similares obtidos . .........................................................................0,00 i Juros e gastos similares suportados ..................................................................... 4.925,99 i Resultado antes de imposto . ..........................................-9.638,77 i Imposto sobre o rendimento do período . ...................................................................156,97 i Resultado líquido do período ..........................................-9.481,80 i Resultado actividades descontinuadas (líquido de impostos) incluido no res. líq. período Resultado líquido do período atribuível a: Detentores do capital da empresa-mãe Interesses minoritários Resultado por acção básico O técnico oficial de contas Antero Arcanjo Mendes Romeira

0,00 i

A gerência Henrique Manuel Dias Freire

portimão Portimão aposta na reciclagem de óleo alimentar Quarenta de um total de sessenta óleões já estão operacionais d.r.

Já se encontram instalados quarenta de um total de

sessenta oleões que o município de Portimão pretende colocar nas três freguesias do concelho, ao abrigo do protocolo estabelecido com a Reciclimpa – Reciclagem de Resíduos Domésticos e Industriais. Este operador de gestão de resíduos, habilitado a desenvolver as operações de recolha, transporte e valorização de óleos alimentares usados, está a colocar unidades com a capacidade de 360 litros em diversos locais seleccionados, junto a ilhas ecológicas situadas em Portimão, Alvor e Mexilhoeira Grande. A medida vai permitir ao município de Portimão cumprir até 2015 o estipulado na legislação vigente, estando previsto que a verba a apurar seja destinada a campanhas de sensibilização ou para fins de ajuda social no concelho. Em complemento, vão ser dinamizadas e promovidas campanhas de educação e sensibilização ambiental que

 Verba a apurar destina-se a campanhas de sensibilização ou para fins de ajuda social visem orientar os diversos segmentos da população do concelho, com particular incidência no segmento estudantil, para uma correcta e eficaz recolha de óleos alimentares usados.

Nesse sentido, a Reciclimpa vai colocar à disposição as suas instalações para visitas escolares, assim como disponibiliza um técnico para deslocações às escolas, no âmbito das acções de sensibilização promovidas

pela Câmara de Portimão. Para esclarecimento de dúvidas por parte dos utilizadores dos oleões, a empresa disponibiliza os números de telefone 282 352 085 e 913 389 008.

Museu Municipal

Via Algarviana reforça informação d.r.

A equipa de gestão da Via Algarviana está a realizar

sessões de sensibilização e esclarecimento por todo o Algarve, estando prevista para a próxima terça-feira uma acção na cafetaria do Museu de Portimão, marcada para as 18.30 horas, na qual vão ser apresentados os resultados obtidos pelo projecto até ao momento. Neste encontro, aberto a todos os interessados, vão ser identificadas as iniciativas previstas até ao final do ano para Portimão, um dos 11 municípios aderentes, e explicada de que forma as empresas e as populações podem beneficiar

 Resultados obtidos pelo projecto vão ser dados a conhecer com a Via Algarviana, aproveitando os seus recursos. A Via tem um percurso pe-

destre com 300 quilómetros que se inicia em Alcoutim, junto ao Guadiana, e termi-

na no cabo de S. Vicente, no concelho de Vila do Bispo, passando pelas serras do Caldeirão e de Monchique, por entre zonas florestais e aldeias do interior algarvio onde persistem ainda muitas das tradições rurais que o projecto pretende dar a conhecer. Para mais informações sobre este projecto, promovido pela Almargem – Associação de Defesa do Património Cultural e Ambiental do Algarve e co-financiado por fundos comunitários, os interessados podem contactar o endereço electrónico asantos@ almargem.org ou o telefone 289 412 959.


| 22 de Junho de 2012 PUB

6

PORTAS GRADES

VILA REAL CASTRO MARIM ALCOUTIM

AUTOMATISMOS

MUNDITÁLIA Importação e Exportação Lda

PARAFUSARIA E FIXAÇÃO MOLAS TÉCNICAS WPC

A solução da fábrica para os profissionais com ou sem serviço de montagem

Morada: Estação de Loulé, Passagem de Nível 6 A, 8100-306 Loulé  +351 289 356 580 •  +351 289 356 581 •  munditalia@sapo.pt

Amor Electro sobem ao palco em Castro Marim

D.R.

Dia do Município traz ao Algarve a banda do momento O CONCERTO QUE TODOS que-

rem ouvir é o ponto alto das comemorações do Dia do Município de Castro Marim, com os Amor Electro, uma das bandas de maior sucesso actualmente a nível nacional a marcar presença no palco pelas 22 horas. A voz de Marisa Liz vai fazer-se ouvir e dar a conhecer ao vivo as razões pelas quais a banda que já é disco de platina é o maior sucesso do momento.

Temas como a Máquina e Rosa Sangue estarão entre o alinhamento que conta com Tiago Pais Dias, Ricardo Vasconcelos, Rui Rechena e Lito Pedreira nos vários instrumentos. Mas Castro Marim comemora o seu feriado municipal, com diversas iniciativas a decorrer durante todo o fim-desemana. As comemorações do Dia do Município têm início no sábado à noite, com o Grande

Arraial de São João, na Praça 1º de Maio, e as participações musicais do Grupo Etnográfico de Castro Marim e do Grupo Coral de Altura. Durante o Arraial, terá lugar a cerimónia da entrega de prémios às associações vencedoras do XIII Concurso de Mastros do concelho. No dia 24 de Junho, feriado municipal, os festejos começam com a Alvorada pela Banda Musical Castromarinense, seguinPUB

do-se o hastear da Bandeira no edifício dos Paços do Concelho. Às 10 horas, será celebrada uma missa solene na Igreja de Nossa Senhora dos Mártires.

AS CERIMÓNIAS OFICIAIS Uma hora depois, arrancam as cerimónias oficiais no auditório da Biblioteca Municipal com a realização da Sessão Solene que inclui a apresentação de uma comunicação pelo professor doutor Luís Marques, da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, denominada “O Património Cultural e Material e o Desenvolvimento Local”, seguindose a cerimónia das distinções municipais a personalidades e instituições do concelho. Às 12.30 horas, vai ser inaugurado um conjunto de obras,

 Marisa Liz, vocalista dos Amor Electro nomeadamente a Avenida Dr. José Afonso Gomes, Avenida General Lino Dias Miguel e a Casa de Odeleite. No Forte de São Sebastião, a música chega às 18 horas. No âmbito do Programa da Direcção Regional da Cultura do Al-

garve, realiza-se um Concerto de Música de Câmara pela Orquestra do Algarve. Ao início da noite, a Colina do Revelim de Santo António recebe um espectáculo do Quarteto de guitarras 4 De Nylon.

ATÉ AO FINAL DO MÊS

A tradição vai à mesa em Cacela Velha A CÂMARA DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO e a Associa-

ção de Defesa, Reabilitação, Investigação e Promoção do Património de Cacela (Adrip) organizam mais uma Mostra Gastronómica de Cacela até ao sábado do próximo dia 30. O evento, a caminho da quarta edição, pretende valorizar os saberes e os sabores do território de Cacela, localizado entre a serra e o mar, e pretende promover os produtos locais e as tradições alimentares em receitas antigas ou novas criações. Podem-se provar pratos tão diversos como espinheta de atum com feijão fradinho; carapaus alimados; soufflé de peixe e marisco; escalopes de atum marinado e recheado com presunto e queijo de cabra algarvia com rolo de grãode-bico e ervas do campo; wok de gambas da costa com

batata-doce e tomate confitado; ferreira grelhada da nossa costa com batata-doce cozida e salada à montanheira; açorda de amêijoa da Ria Formosa e camarão; biqueirão frito com gaspacho à algarvia; arroz de lingueirão com camarão e conquilha; bacalhau com camarão e bivalves da ria; javali à serrana; entre muitas outras iguarias. Para as sobremesas, as ementas reservam especialidades como pudim de laranja ou de amêndoa e gila, cheesecake de figo e alfarroba, mousse de limão e hortelã, arroz doce com alfarroba, torta de laranja com alfarroba ou torta de alfarroba. Muitos dos restaurantes participantes encontram-se em áreas de elevado valor paisagístico e cultural, fazendo parte da lista os estabeleci-

mentos Sem Espinhas, Finalmente, Rios e Ramos, na Manta Rota; A Camponesa e o Cisne, em Vila Nova de Cacela; O Pangaio, nas Cevadeiras junto à Estrada Nacional 125, e a Casa de Pasto Fernanda e Campinas, na Corte António Martins. A alimentação das gentes de Cacela é resultado de antigas heranças ligadas à exploração dos recursos do mar e da ria, o pescado diverso, o marisco e especialmente os bivalves, e do labor nas hortas e pomares do barrocal com variedade de hortícolas, citrinos e frutos secos (figo, amêndoa e alfarroba). Integra igualmente as tradições serranas ligadas à pastorícia, ao mel, aos antigos ciclos do pão e do porco, à caça e à utilização de ervas na aromatização das açordas e outros pratos.


22 de Junho de 2012 |

7

VILA REAL I CASTRO MARIM I ALCOUTIM

ZZZ pág. ## AF_170*270.pdf

1

6/18/12

12:47 PM

PUB

Futebol juvenil enche Vila Real Mais de dois mil jogadores esperados na Copa Foot21

M US IC AI S

SE // SS AR ÃO RA S IA OL L EN DE E S. // JO IN ÃO AU G

UR

AÇ Õ

ES

// ES PE

CO M

TÁ C UL O S

EM O

RA ÇÕ

ES

DI M A 23 U D E N O 24 IC J U ÍP NH I O O

D.R.

PARA MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE O SITE WWW.CM-CASTROMARIM.PT

publicite a sua empresa Contacte-nos: 281 320 900

 Ao longo do torneio serão disputados mais de 360 jogos

O COMPLEXO DESPORTIVO de Vila Real de Santo António recebe, a partir deste domingo e até ao sábado do próximo dia 30, mais uma edição da Copa Foot21, evento já considerado a maior concentração de jovens talentos do futebol. Este ano, vão estar presentes 120 equipas, cerca de dois mil jogadores dos seis aos 13 anos e perto de 500 elementos de equipas técnicas. A estes números juntamse os milhares de familiares, amigos e visitantes que fazem desta semana um momento inesquecível na vida de todos os participantes e que prometem encher as bancadas do Complexo Desportivo. Como acontece ao longo de todas as Copas, marcam presença equipas oriundas de todos os distritos nacionais, a que se juntam os grandes clubes nacionais, transformando Vila Real de Santo António numa referência incontornável em termos desportivos. A juntar aos escalões já existentes, as inscrições estenderam-se à categoria de sub-13, igualmente em futebol de 7, para os atletas nascidos em 99. Assim, os escalões da 5ª edição da Copa Foot21 serão: sub-13 (1999); sub-12 (2000); sub-11 (2001); sub-10 (2002) e sub-9 (2003/04).

Numa primeira fase, o Complexo Desportivo de Vila Real de Santo António vai receber oito jogos em simultâneo, durante três dias, ao longo de nove horas diárias, num total de 72 partidas. Ao longo do torneio, serão disputados mais de 360 jogos, o que equivale a 18 mil minutos ou 300 horas de futebol.

“ANJOS” E CHALANA NA CERIMÓNIA DE ABERTURA A ceri-

mónia de abertura da Copa Foot21 está marcada para as 16 horas de domingo. Como vem sendo hábito, o torneio arranca com um jogo amigável entre membros da autarquia vila-realense e antigos jogadores profissionais, como é o caso de Fernando Chalana. Ao lote de estrelas devem ainda juntar-se o jornalista Pedro Pinto ou os irmãos Nelson e Sérgio Rosado, mentores do grupo “Anjos”. Perto das 17 horas, tem início o desfile de todas as equipas participantes, momento que será encerrado pelo grupo “Anjos”, que cantará o hino nacional. As cerimónias estão abertas às equipas e às suas claques, às famílias, amigos e a todos os que queiram participar nestes momentos de convívio, surpresas, prémios e música.


8

| 22 de Junho de 2012

TAVIRA

ZZZ pág. ##

A-2

ZZZ pág. ##

25 a n os

EMPET assume-se como agência de desenvolvimento de Tavira Nova imagem institucional quer dar a conhecer o posicionamento estratégico da empresa Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

A EMPET, EMPRESA MUNICIPAL DE TAVIRA, está a assumir

um novo posicionamento estratégico num processo de redefinição das suas funções e, simultaneamente, criou uma nova marca e imagem que pretende dar a adequada resposta comunicacional aos novos desafios da empresa. A apresentação da nova

imagem está agendada para a próxima terça-feira no Mercado da Ribeira, no centro da cidade, pelas 11 horas, e dará a conhecer a identidade corporativa criada de raiz para a EMPET e a nova marca Ativar Tavira. Para este dia a autarquia pensou ainda um vasto programa que tem por objetivo atrair a população até às margens do Gilão para que todos possam ficar a conhecer a ‘nova’ EMPET.

A empresa reposicionou-se e depois de ter construído os parques empresarial e de feiras e exposições do concelho assume agora a tarefa de ser a agência de desenvolvimento do município a quem caberá promover as acções necessárias ao desenvolvimento económico de todo o território de Tavira com os parques de negócios como infra-estruturas âncora para o processo.

PUBLICIDADE 06/2012

PUB

POR MUITAS VOLTAS QUE A VIDA DÊ, ESTAMOS SEMPRE AO SEU LADO. Tal como o sol se põe para no dia seguinte se erguer, também as más notícias são sucedidas pelas boas, numa sequência que não termina. É por isso que nos juntamos. Por muitas voltas que a vida dê juntos estamos sempre ao seu lado, porque somos um Banco Cooperativo. Visite-nos e descubra as vantagens em ser nosso Cliente. Soluções: Poupança | Crédito | Investimento | Protecção | Reforma Particulares | Comércio e Pequenos Negócios | Empresas

D.R.

O DESAFIO DO CRESCIMENTO ECONÓMICO O desafio é claro

para Jorge Botelho. A promessa de dinamizar Tavira feita nas eleições autárquicas tem de ser cumprida a tempo do novo acto eleitoral que se avizinha já para 2013 e a resposta foi criada e assume agora uma verdadeira expressão institucional. Com uma imagem nova, moderna e apelativa, adaptada ao contexto da área de negócios em que a empresa se vai movimentar, o que se pretende é que mais do que a imagem a EMPET produza resultados e para tanto os contactos estão a ser estabelecidos com o mundo empresarial a nível nacional e internacional. Uma Tavira posicionada como verdadeiro centro nevrálgico da economia do sotavento do Algarve é um desafio que importa mostrar estar-se a ganhar e o executivo sabe-o. Mais do que o trabalho preparatório importam os resultados difíceis de alcançar em tempos de crise e o reposicionamento da EMPET parece ser a resposta encontrada pela Câmara. Jorge Botelho sabe exactamente o que necessita para poder ter como trunfo uma política de desenvolvimen-

 Jorge Botelho aposta numa política de crescimento económico to económico frutífera e visível por altura das eleições, “a criação de uma imagem que identifique e defina os Parques Empresarias de Tavira constitui um dos eixos estratégicos da EMPET. É impossível comunicar e alcançar o público sem uma marca característica da nossa acção. “ATIVAR TAVIRA” reflecte o nosso objecto”, diz o autarca, concluindo que “a imagem, até agora existente, não se enquadra no propósito definido para dinamizar a economia local. É importante dar-

nos a conhecer, mostrar quem somos, a nossa missão e o que se pretende alcançar”. De olhos postos no crescimento económico em tempo de magras possibilidades, a EMPET e a Câmara posicionam-se estrategicamente para a retoma que se espera possa existir a tempo desta política dar frutos com Jorge Botelho ainda à frente do executivo, entretanto, avança-se nas ferramentas que possam garantir um sucesso que as previsões remetem, a existir, para depois das eleições.

“FALTA ESCREVER NA LUA”

Márcio Gonçalves apresentou primeiro CD O FADISTA SANTALUZIENSE

Para mais informações consulte:

Linha Directa 808 20 60 60

Atendimento 24h por dia. Personalizado de 2ª a 6ª feira das 8h30 às 23h30 e Sábados, Domingos e Feriados das 10h às 23h.

www.creditoagricola.pt

O Crédito Agrícola do Sotavento Algarvio deseja ao Jornal Postal do Algarve um Feliz Aniversário e votos de muito sucesso!

Márcio Gonçalves apresentou, na passada sexta-feira o seu primeiro CD, intitulado “Falta Escrever na Lua”. A sala encheu-se para ouvir as fadistas Teresa Viola e Mayte Salgueiro, natural de Sevilha, e Márcio Gonçalves acompanhados pelos músicos que participaram no CD, Ricardo Martins, Aníbal Vinhas, João Pereira. Márcio Gonçalves disse

ao POSTAL estar muito feliz com este seu novo projecto e por ver tanta cara conhecida. “Não é fácil ser-se músico hoje em dia. Não é fácil vingar, porque as coisas estão complicadas. Espero bem que este seja o princípio de uma estrada longa para percorrer”. O fadista está também apurado para uma final do fado na RTP. “Participei no grande prémio do fado, uma ini-

ciativa produzida pela RTP e Rádio Amália. Estive no Portugal no Coração, passei à final semanal, depois à mensal e trimestral e vou estar no dia 6 de Outubro na finalíssima, no Casino do Estoril. Vai ser uma grande noite e vou dar a conhecer a todo o país o Márcio, fadista”. No próximo dia 29, o fadista vai apresentar o seu primeiro trabalho na sua terra, Santa Luzia


22 de Junho de 2010 |

9

TAVIRA

Câmara de Olhão renova imagem na internet pág. 11

Andebol do Clube de Vela de Tavira à beira da ruptura Equipa sénior pode “arrumar as botas” no ano em que ganha a Taça do Algarve Geraldo de Jesus geraldoj.postal@gmail.com

O CLUBE DE VELA DE TAVIRA pode ter o futuro em causa já na próxima época no que respeita à equipa de andebol sénior masculina, apesar de no passado fim-de-semana ter trazido para a cidade do Gilão a Taça do Algarve. Uma vitória e uma glória para a cidade tavirense que surge ensombrada pela difícil situação financeira do clube. O treinador da equipa, Hélder Leal, salientou ao POSTAL que “ganhámos a Taça do Algarve por números expressivos, mas chegamos ao fim da época e senti-

mo-nos defraudados”. “Penso que estes jogadores, esta equipa, os treinadores e dirigentes das equipas do Clube de Vela de Tavira não mereciam a situação por que estão a passar”, diz o responsável da equipa, que lamenta a insegurança, afirmando que “não sabemos nada em relação à equipa para o ano que vem. Ninguém nos diz qualquer coisa. Agradecimentos temos, mas irmos aos assuntos e às questões fundamentais que é aquilo que nós temos em atraso, nada”.

ORDENADOS EM FALTA Contas feitas, “os treinadores não receberam qualquer vencimento. Trabalharam de borla durante

toda a época. Os jogadores só receberam um mês e meio e estamos aqui de alma e coração a defender as cores do clube, as cores da cidade, do nosso concelho e do nosso Algarve e ninguém se importa connosco”, diz o treinador. “Se 250 atletas deixarem de praticar desporto regularmente, quase todos os dias, penso que é uma grande perda, não só para a cidade, como para o concelho e para a região”, conclui. “Não nos deixem morrer, vamos morrer de pé e estamos a cair de pé. Ganhámos a Taça do Algarve e caímos de pé. Sinto-me, neste momento, altamente aldrabado, pelas pes-

GERALDO DE JESUS

 Hélder Leal prevê um futuro muito negro para o Clube de Vela

soas que não honraram os seus compromissos”, remata. Afirmando não ter “cara” para pedir aos atletas que continuem a trabalhar sem receber, Hélder Leal vê o futuro em cores negras. “Vejo o panorama mais negro de sempre. Eu sinto na pele, no ordenado com que sustento a minha família, mas há pessoas que continuam a passear, de carro, por Portugal, à conta do Estado e daquilo que todos pagamos”. O POSTAL soube de fonte próxima do clube que José Ferreira, dirigente da equipa de seniores, com longa experiência, vai abandonar o Vela de Tavira. Quando lhe pedimos a confirmação, sorriu.

ROTARY CLUBE DE TAVIRA

Rotários apoiam Conferência de São Vicente de Paula GERALDO DE JESUS

Geraldo de Jesus geraldoj.postal@gmail.com

O ROTARY CLUBE DE TAVIRA organizou, no passado dia 1, a VII Grande Gala de Beneficência, cuja receita reverteu a favor da Conferência de São Vicente de Paulo - Vicentinas - de Tavira. A iniciativa contou com a participação de duzentas pessoas. Abílio Lopes, presidente da Direcção, lembrou a acção deste movimento internacional em diversas áreas. “Somos cerca de 1,2 milhões de sócios, em mais de duzentos países, divididos por cerca de 33 mil clubes. No entanto, e face à conjuntura actual, quer no nosso país, quer a nível mundial, é importante repensar a forma de agir. É isso que temos feito em Tavira, colaborando e dinamizando em todas as iniciativas que visem ajudar a franja da população mais necessitada e tenho a certeza que com o empenho de todos nós e a ajuda dos nossos parceiros e amigos, continuaremos a prestigiar o nome do Rotary Clube de Tavira e a mantê-lo com a grandeza a que tantos já se

ge Botelho, elogiou a actividade das Vicentinas. “No actual cenário de crise, que se revela cada vez mais desfavorável para aqueles que vivem com dificuldades, é importante reconhecer e valorizar todo e qualquer gesto que contribua para proteger os mais carenciados”. Outro dos parceiros desta iniciativa foi a Junta de Freguesia da Santa Maria. O seu presidente, Joaquim

Messias, afirmou a sua satisfação em associar-se, “sendo de louvar, não só o Rotary Clube, por mais um grande exemplo de prestação de serviços humanitários, como também as Vicentinas de Tavira, pelo reconhecido trabalho desenvolvido no nosso concelho direccionado para os mais desfavorecidos”. Os mais jovens do Clube, os Rotaract, também fizeram algumas acções para angariar

receitas e fizeram a entrega do valor conseguido. Na animação, a convidada foi a jovem fadista Sara Gonçalves, que apresentou o espectáculo de estreia “Canta Frederico Valério”, acompanhada na guitarra portuguesa por Miguel Drago, na viola baixo por Carlos Santos, na viola de fado por Virgílio Lança e em acordeão por Baltasar Guerreiro. PUB

 Receita da Gala destina-se a ajudar quem mais precisa habituaram e reconhecem. Esta VII Gala de Beneficência é parte integrante deste nosso objectivo”.

OS ELOGIOS DE JOSÉ COELHO AOS ROTÁRIOS TAVIRENSES O

governador do Distrito Rotário nº 1960, José Coelho, marcou presença, dando os parabéns pela iniciativa. “O Rotary Clube de Tavira é um clube exemplar, personificando o ideal de ser-

vir de uma forma bem vincada na sua comunidade, ajudando quem precisa”. Conceição José, presidente das Vicentinas, agradeceu “por mais uma vez, o clube tavirense ter confiado no nosso trabalho, neste momento tão difícil em que em cada dia mais pessoas batem à porta das Vicentinas”. A finalizar, o presidente do Município de Tavira, Jor-

JUNTA DE FREGUESIA DE SANTA CATARINA DA FONTE DO BISPO Saúda o director e toda a equipa de profissionais do POSTAL do ALGARVE pelo seu 25º. Aniversário Bodas de Prata, pelos bons serviços que vem prestando ao Algarve e às comunidades nele inseridas


10

| 22 de Junho de 2012

TAVIRA

Todos os caminhos vão dar ao MED pág. 12

Cancelamento das Mostras de Cinema gera polémica Câmara e Cineclube de candeias às avessas com a escassez de recursos para apoiar cultura DEPOIS DO CANCELAMENTO das Mostras de Cinema de Tavira anunciado pelo Cineclube da cidade, a Câmara de Tavira afirmou, em comunicado, a sua surpresa com o anunciado cancelamento, no que diz ser uma “decisão unilateral” do presidente da instituição, André Vianne. A autarquia refere que “como em anos anteriores, as Mostras de Cinema faziam parte da programação oficial do Verão em Tavira 2012, a promover pela Associação da Baixa de Tavira, com o apoio do município de Tavira, tendo já sido garantido aos dirigentes a cedência do espaço no Convento do Carmo e de todos

os equipamentos necessários, bem como apoio financeiro”. A Câmara refere ainda que “o município de Tavira já tinha desenvolvido contactos prévios com a Direcção Regional de Cultura do Algarve para garantir apoio a este evento de dimensão nacional e projecção internacional”. A autarquia salienta que todas as entidades culturais do concelho foram informadas dos constrangimentos financeiros postos à autarquia pela nova Lei dos Compromissos, sendo que “apesar deste contexto, desde o início de 2011, o município efectuou pagamentos ao Cineclube no valor de 16 mil e 936 euros, decorrentes de

D,R,

apoios concedidos e serviços prestados no valor global de 24 mil e 275 euros”. A Câmara afirma ainda que “nas várias reuniões e contactos com os dirigentes do Cineclube, quer pelos membros do executivo municipal, quer pelos diversos serviços envolvidos, sempre esteve presente a intenção de apoiar a realização das Mostras de Cinema, pelo que esta decisão unilateral surpreende totalmente o município”.

ANDRÉ VIANE DESMENTE A CÂMARA Em resposta, o presiden-

te do Cineclube de Tavira, André Viane, afirma, igualmente em comunicado, estranhar a PUB

A Turmuge felicita o POSTAL do ALGARVE pela comemoração das Bodas de Prata e deseja-lhe a continuação de um bom trabalho na sua missão de informar

 André Viane diz estranhar surpresa da Câmara pelo cancelamento das Mostras de Cinema surpresa manifestada pela Câmara uma vez que, segundo afirma, “o Município foi informado oficialmente, claramente e frontalmente, do cancelamento das Mostras durante uma conversa por telefone com o director do Departamento Sociocultural no final da manhã de 1 de Junho e “ao vivo” na primeira reunião, a 11 de Junho, na presença do vice-presidente e vereador da Cultura, do director do Departamento Sociocultural e da Chefe de Divisão de Cultura”. André Viane assegura ainda

que, até ao dia 1 de Junho, o Cineclube não tinha recebido, “por via nenhuma, garantia da cedência do espaço nem dos equipamentos necessários para a concretização das Mostras de Cinema. O projecto das Mostras, bem como o pedido de utilização do espaço e de apoio logístico, juntamente com o pedido de ajuda na angariação de patrocinadores foi entregue, por via formal, na Câmara de Tavira em 13 de Março 2012”. André Viane salienta ainda que “ambos os montantes

mencionados no comunicado da Câmara são incorrectos e foram usados fora do contexto. Desde 1 de Janeiro de 2011 até ao dia de hoje, o Cineclube recebeu da autarquia tavirense o total de 15 mil e 847,50 euros. Este montante refere-se ao protocolo celebrado com a autarquia em 2001 e cujos pagamentos são unicamente destinados a suportar os custos relacionados com a manutenção do emprego dos actuais quatro funcionários do Cine-Teatro António Pinheiro”. PUB

JUNTA DE FREGUESIA DA CONCEIÇÃO DE TAVIRA Em meu nome pessoal e da freguesia que represento, quero felicitar o jornal Postal do Algarve pelas Bodas de Prata, desejando os maiores sucessos, informando e divulgando o que de mais nobre acontece na Região. O Presidente da Junta, José Vitorino Pereira


25

22 de Junho de 2010 |

11

OLHÃO

a n os

Câmara renova imagem na internet

D.R.

Novo sítio da autarquia mostra-se no Dia do Município O NOVO SITE DO MUNICÍPIO de Olhão está on-line desde o passado sábado. Desde essa data, os cibernautas podem aceder a uma página web renovada, com mais e melhor informação, mais intuitiva e, como tal, mais próxima dos cidadãos. Com um design muito mais apelativo e agradável, agora é mais fácil aos utilizadores da internet, quase toda a população, actualmente, conhecer a composição da autarquia,

as áreas de actuação do município e, para além dos serviços on-line que continuam a crescer e a oferecer cada vez mais respostas, também é possível conhecer o concelho nas suas diversas vertentes. Este novo espaço na internet foi concebido internamente, quer no design, quer na concepção técnica. No que respeita aos conteúdos, todos os responsáveis pelos departamentos participaram

directa ou indirectamente, incluindo, na introdução dos elementos no backoffice correspondentes às suas áreas. A coordenação dos textos esteve a cargo do gabinete de relações públicas e da área técnica da divisão de informática. “Dado os constrangimentos orçamentais, só assim foi possível construir este site. Foi feito a custo zero”, declarou o presidente da Câmara,

Francisco Leal, no discurso do Dia da Cidade. Neste dia de festa para Olhão, foram também lembradas a nova newsletter e a agenda municipal totalmente renovadas, destacando-se nestas comemorações do Dia da Cidade a importância que o município dá à comunicação com o exterior, desejando que esta seja do agrado dos olhanenses e dos restantes leitores.

 Francisco Leal revela que site foi feito internamente a custo zero PUB

A Junta de Freguesia de Santiago associa-se desta forma ao 25º. aniversário do Jornal Postal do Algarve, cuja importância na divulgação da actualidade, quer da nossa freguesia, cidade ou região, consideramos de enorme relevo. Nos tempos difíceis que vivemos, louvamos o empenho e dedicação de todos, desde o Director aos colaboradores desejando também as maiores felicidades, Parabéns! José Mateus Domingos Costa Presidente da Junta de Freguesia de Santiago


12

| 22 de Junho de 2012

SÃO BRÁS LOULÉ

ZZZ pág. ## ZZZ pág. ##

25 a n os

Todos os caminhos vão dar ao MED Loulé prepara-se para acolher mais um festival com estreia mundial e cartaz recheado Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

JUNHO VAI TERMINAR com

dois dias em que todos os caminhos vão dar ao Festival MED em Loulé. A edição deste ano agendada para 29 e 30 de Junho promete uma estreia mundial e um cartaz repleto de nomes incontornáveis da música do mundo, naquele que é um dos festivais nacionais de maior reconhecimento no género. Ao POSTAL, Joaquim Guerreiro, vereador da Cultura da Câmara de Loulé e principal

força motriz do festival, fixa as expectativas para esta edição com uma frase, “estou certo que este MED não vai desiludir quem nos visita. A aposta foi na manutenção da qualidade da resposta dada às elevadas expectativas que as pessoas sempre têm em relação ao MED”. A alma do evento de referência foi preservada a todo o custo pela Câmara, responsável pela organização deste que é um dos raros festivais de música desta dimensão exclusivamente patrocinado por um município, e apesar

D.R.

das contingências financeiras que cortaram dois dias e cerca de 50% do orçamento do evento, o MED apresenta-se inteiro, pleno de qualidade e promete dois dias únicos de viagem pelos acordes daqui e de além-mar. Vinte e duas bandas passarão pelo centro de Loulé nesta edição que, como habitualmente, abre a programação com um concerto da Orquestra do Algarve na Igreja Matriz.

CURVA DA CINTURA ESTREIASE PARA O MUNDO NO MED No

topo dos momentos de ouro PUB

 Projecto Curva da Cintura faz estreia mundial no Festival MED

José Marcelino Dias, Presidente da Junta de Freguesia de Moncarapacho, e restante executivo felicitam toda a equipa do Postal do Algarve, desejandolhe profícua administração, plena realização e sucesso. Que esse jornal continue como sempre foi, um jornal de credibilidade e competência, tratando a notícia com responsabilidade social.

que o festival faz antever estão a estreia mundial do projecto Curva da Cintura, que conta com nomes consagrados como Arnaldo Antunes, dos Tribalistas, Toumani Diabeté e Edgard Scandurra, e o projecto Jamaican Legends, comemorativo dos 50 anos da independência da Jamaica e que apenas subirá aos palcos este ano e onde figuram nomes como Ernest Ranglin, Monty Alexander e Sly & Robbie. A somar aos grandes momentos estarão nos palcos da Cerca, Matriz e Castelo, A Caruma, A Jigsaw, Boubacar Traoré, Cheikh Lô, Clube Conguito (Dj Set), Irick Deejay

e Norberto Lobo.

MUITO MAIS DO QUE MÚSICA Mas o MED é sempre muito mais do que a sua própria identidade. O festival oferece sempre mais do que música e Loulé presenteia quem escolha a cidade como rumo com exposições onde pontificam a mostra de rua “Abrindo Portas para o Futuro”, a instalação “Memórias Tangerinas”, de Tomás Colaço e Sofia Aguiar, e as exposições fotográficas “Habitar a escuridão” e “Egipto”. O artesanato estará semeado ao longo das ruas numa invasão que semeia a tradição e a mestria de saber fa-

zer pelas artérias louletanas e o MED mostra ainda a gastronomia de Espanha, Grécia, Marrocos, Egipto e Itália a par da portuguesa em vários espaços dedicados ao paladar dos sabores mediterrânicos. Razões mais do que suficientes para que a agenda de todos tenha marcado o fim-de-semana do fim de Junho com Loulé como destino. A presença no festival custa 12 euros e os bilhetes já estão à venda na FNAC do AlgarveShopping e no Cine-Teatro Louletano, durante os dias do evento no próprio local.

TRÁFIO DE DROGA

Militares da GNR feridos em perseguição QUATRO MILITARES DA GNR de

Loulé necessitaram de receber tratamento médico na sequência da detenção de um alegado traficante de droga, que atingiu um dos agentes com uma faca e uma soqueira, disse fonte do comando de Faro. O incidente ocorreu no passado sábado ao início da noite, quando uma equipa da GNR patrulhava a zona de Monte

Seco, em Salir, e detectou movimentações suspeitas de um grupo num local ermo. Perante a abordagem da GNR, o alegado traficante fugiu, obrigando os militares a persegui-lo a pé. O militar que estabeleceu o primeiro contacto com o suspeito foi atingido nos braços com golpes de uma faca de abertura automática e com

uma soqueira, o que lhe provocou escoriações na face e no tronco. A GNR identificou ainda cinco consumidores e apreendeulhes heroína suficiente para 25 doses individuais. Ao detido, de 25 anos, foram apreendidas 216 doses de heroína, 24 de haxixe e três de cocaína. Lusa


22 de Junho de 2012 |

SÃO BRÁS

Câmara de Silves acusada de condicionar pesca local pág. 15

PUB

ı

13

LOULÉ

Mostra-te SBA agita São Brás Cerca de três mil visitantes ficam a conhecer empreendedorismo local D.R.

CONDIÇÕES E FACILIDADES DO SÓCIO REAL SPA THALASSO Grande Real Santa Eulália Resort & Hotel Spa – 5 estrelas - Albufeira Facilidades de Adesão: Promoção durante o Mês de Maio e Junho de 2012 na adesão de novos sócios • Mensalidade: €149/ €99 • Jóia de adesão – €100 (oferta) • Oferta de 3 tratamentos de spa por mês com valor até €77 cada (inclui tratamentos de thalassoterapia, tratamentos de rosto, corpo e massagens, sujeitos a reserva prévia) • Utilização do Ginásio de terça a domingo • Acesso ao Circuito Termal Thalasso e Hammam uma vez por semana • 35% desconto nos tratamentos de rosto, corpo, massagens e thalasso. Desconto não acumulável com promoções em vigor • €10 para cada circuito Termal Thalasso Extra. • Utilização da modalidade das 9 às 17 horas de terça a domingo Promoção válida até final de Junho de 2012

Horário de funcionamento: Terça a sábado das 9 às 20 horas Domingos das 9 às 19 horas Segunda: Encerra até 21 de Maio, a partir desta data encontra-se aberto às segundas até Setembro de 2012 Obs: Nenhuma subscrição tem período de congelamento, os tratamentos não transitam para o mês seguinte Não é permitida a entrada a menores de 16 anos no Real Spa Thalasso

Contactos: Grande Real Santa Eulália Resort & Hotel Spa - Real Spa Thalasso Email: spa.grse@grandereal.com Tel.: 351 289 598 030 www.realspaandthalasso.com

 Jovens mostraram capacidade de iniciativa e inovação Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

OS JOVENS de São Brás de Alportel mostraram durante três dias a sua capacidade de iniciativa e inovação a cerca de três mil visitantes que percorreram o Mostra-te SBA durante o passado fim-de-semana. O Jardim da Verbena acolheu cerca de uma dezena de áreas de exposição que da arquitectura à imobiliária, passando pela dança e btt, até à arte para espaços públicos e moda, deram nota da capacidade de iniciativa dos jovens do concelho. Tudo para ver durante os três dias desta primeira edição do evento que abriu com uma tertúlia dedicada ao empreendedorismo jovem, onde dezena e meia de convidados deram a conhecer experiências, contributos associados ao empreendedorismo. A tertúlia aberta pelo autarca local António Eusébio, que destacou “a importância da iniciativa jovem em momen-

tos de crise e a necessidade de eventos que a tornem conhecida do público em geral”, contou com a presença do CRIA da Universidade do Algarve, do BET da Universidade Católica e do POSTAL, alargando a discussão às ferramentas à disposição dos jovens para se lançarem numa iniciativa empresarial e ao contributo que a imprensa e a comunicação social podem ter na divulgação do empreendedorismo. Durante os três dias da mostra subiram ao palco música, humor, artes marciais e dança, que deram o tom jovem e animado que se pretende num evento em que a vontade e iniciativa dos jovens é o tema central. Para a organização, a primeira edição do Mostra-te SBA foi coroada de sucesso e a adesão dos visitantes à iniciativa foi a justa compensação pelo mérito das iniciativas de empreendedorismo dos jovens do concelho e pelos meses de trabalho investidos na criação do primeiro evento do género em São Brás de Alportel.

OBRA DE ARMÉNIO ALELUIA MARTINS

Notáveis de Boliqueime em livro

publicite a sua empresa Contacte-nos: 281 320 900

“GENTE DE BOLIQUEIME” é o título do livro da autoria do jornalista Arménio Aleluia Martins, que em 240 páginas revela a vida de mais de uma centena de cidadãos de Boliqueime ou ligados àquela terra do concelho de Loulé. A apresentação vai ter lugar às 17 horas de domingo, no Hotel Parque das Laran-

jeiras, em Benfarras, com a presença da grande maioria dos biografados. A escritora Lídia Jorge marca presença na apresentação da obra que inclui a biografia do Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, e do presidente do Tribunal de Contas, Guilherme de Oliveira Martins.


14

25

| 22 de Junho de 2012

ALBUFEIRA

ZZZ pág. ## ZZZ pág. ##

a n os

Ignite Algarve incendeia mentes Mercado Municipal recebe novas ideias Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

ALBUFEIRA RECEBE no próximo

mês a quarta edição do Ignite Algarve, uma iniciativa cujo objectivo é, segundo Domingos Pereira, responsável da organização, “pôr-nos a pensar e a discutir ideias, conceitos, sonhos e realidades”. O evento chega no dia 27 de Julho ao Mercado Municipal da cidade, depois de ter passado por Loulé e São Brás de Alportel e tem as inscrições para oradores abertas até ao próximo dia 30 de Junho. Incendiar as mentes, no sentido de pôr as pessoas a pensar, é o grande objectivo de mais este encontro, onde 16 oradores terão cinco minutos cada para, frente à plateia, exporem uma ideia, um conceito, uma experiência ou um pensamento. O ambiente, esse quer-se, afirmou Domingos Pereira ao POSTAL, “descomprometido”,

num momento dedicado a ouvir, a falar e a pensar com base nas 16 propostas feitas pelos oradores. Qualquer pessoa pode ser orador bastando para tal inscrever-se on-line em www.ignitealgarve.blogspot.pt e expor o conteúdo sobre o qual quer falar, já a plateia pode inscrever-se no mesmo sítio da rede na área reservada para o efeito. Aprender através do confronto com as 16 ideias apresentadas, viver descontraidamente a partilha de experiências e vivências com os outros é a proposta que tem arrastado muitas pessoas para as sessões do Ignite que decorreram até agora e o melhor testemunho do sucesso da inicitiva são sem dúvida os vídeos disponíveis na internet em igniteshow.com, aos quais se pode também aceder através da consulta da página do facebook da iniciativa.

D.R.

 Encontro tem como grande objectivo pôr as pessoas a pensar

CONCEITO JÁ CORREU MUNDO A ideia não é nova e tem provas dadas em Portugal e um pouco por todo o mundo recorda Domingos Pereira, que sublinha que o Ignite Algarve embora com uma abordagem muito própria não deixa de ter por base o conceito difundido mundialmente pelo Ignite em cidades como Paris, Liverpool, Las Vegas, Beijing, Sydney, Budapest, Seattle ou Berlim. A entrada na sessão é gratui-

ta e apenas terá de levar a sua disponibilidade ou a sua ideia para ouvir ou partilhar. O formato é um elemento chave do sucesso destas tardes “pensantes”, com cinco minutos para falar, cada orador pode contar com 20 slides de apoio a rodar a cada 15 segundos. A organização volta a associar o evento a uma causa de solidariedade social. Desta vez a ajuda será dada à Associação Humanitária Solidariedade Al-

PUB

PUB

bufeira, instituição constituída em 1999 e que desenvolve um trabalho de grande importância, nomeadamente no apoio a crianças, jovens e à família; na integração social e comunitária; e na protecção dos cidadãos na velhice e invalidez. Neste sentido, pede-se a todos os participantes que contribuam com donativos, essencialmente bens alimentares, vestuário, brinquedos e produtos de higiene. O contágio da plateia pelos

oradores, esse está garantido, diz a experiência, e no lugar de orador pode estar qualquer pessoa que se proponha on-line a tal até ao fim deste mês. O desafio está lançado e o que importa é deixar-se levar pela vontade de falar com os outros e de poder discutir uma ideia com a comunidade de forma aberta e descontraída, depois basta deixar-se ir naquela que é uma das actividades mais características do homem, pensar. PUB

MARIA ADELAIDE FONSECA SOARES Agente de Execução

ANÚNCIO 2ª Publicação N.º do Processo: 479/06.7TBTVR Tavira – Tribunal Judicial – Secção Única Exequente: Caixa Geral de Depósitos, S.A. Executado: Luís Manuel Mestre Viegas Valor: 48.389,24 m Referência interna: PE/530/2006 Maria Adelaide Fonseca Soares, Solicitadora de Execução, titular da Cédula Profissional nº. 2712, nomeada nos autos de execução comum acima identificados, anuncia, nos termos dos artigos 886.º A e 890.º do Código de Processo Civil, de que se encontra designado o próximo dia 27 de Junho de 2012, pelas 13.45 horas, para a venda com abertura de propostas em carta fechada, no processo acima referido, a ter lugar na comarca de TAVIRA – Secção Única, no âmbito do processo de Execução 479/06.7TBTVR – PE 530, que corre termos pela Secção Única, daquele Tribunal, para a venda do seguinte bem: Descrição do Bem a Vender:

Santa Casa da Misericórdia de Tavira Instituição fundada em 1498

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA CONVOCATÓRIA De conformidade com o preceituado no n.º 2 do artigo 30º do Compromisso e a solicitação da Mesa Administrativa, convoco a Assembleia Geral da Santa Casa da Misericórdia de Tavira, para a sessão extraordinária a realizar no próximo dia 30 de Junho, pelas 16:00H, no edifício do Lar/Centro de Dia, situado na Rua da Atalaia nº. 5 com a seguinte Ordem de Trabalhos: 1 – Atribuição de certificado de mérito a funcionárias que completaram 30 anos de serviço e placa comemorativa da efeméride; 2 – Apreciação, discussão e votação do projeto de contrato de arrendamento rural para fins agrícolas do prédio rústico denominado Patarinho. Não se encontrando presente à hora indicada a maioria do número legal dos Irmãos, a Assembleia funcionará de acordo com o preceituado no n.º 2 do art. 28º do Compromisso, uma hora depois, sem segunda convocatória no mesmo local e com qualquer número de Irmãos. Para constar e produzir os efeitos legais se passou o presente aviso e outros de igual teor que vão ser afixados nos lugares públicos do costume, publicados em jornais locais e informados por escrito os Irmãos da Misericórdia. Tavira, 12 de Junho de 2012 O Presidente da Assembleia Geral, Victor Manuel Nascimento Minhalma (POSTAL do ALGARVE, nº 1082, de 22 de Junho de 2012)

Clube de Vela de Tavira (FUNDADO EM 17/09/1975) Modalidades: Andebol – BTT/ Cicloturismo – Tiro com Arco

ASSEMBLEIA GERAL CONVOCATÓRIA Ao abrigo dos estatutos e artigo 39º do Regulamento Geral Interno convoco a Assembleia Geral do Clube de Vela de Tavira, a reunir em sessão ordinária no dia 29 de Junho, sexta-feira pelas 21.00 horas na sede do Clube sita em Atalaia Pequena – Tavira. A Ordem de Trabalhos é a seguinte: 1 - Apresentação, discussão e votação do Relatório e Contas da Direcção e Parecer do Conselho Fiscal; 2 – Eleição dos Corpos Sociais para o biénio 2012/2014. De acordo com o n.º 1 do artigo 69º do Regulamento Geral Interno devem as candidaturas para os Corpos Sociais, serem apresentadas ao Presidente da Assembleia Geral até 05 dias antes da data da sua realização. Não comparecendo o número legal de sócios à hora inicialmente marcada, reunirá a Assembleia em 2.ª Convocatória meia hora mais tarde (21.30 horas) no mesmo local e com a mesma Ordem de Trabalhos. Tavira, 14 de Junho de 2012 O Presidente da Assembleia Geral Dr. António Manuel da Silva Pires Faleiro (POSTAL do ALGARVE, nº 1082, de 22 de Junho de 2012)

Direito de superficie no prédio urbano constituído em propriedade horizontal, pela fracção autónoma letra X, sita na Rua Irene Rolo, nº. 3 – 3º. Esq. Porta 4 – 8800-671 em Tavira, freguesia de Santa Maria, inscrita na Repartição de Finanças sob o Artigo 3973, com a seguinte descrição: composto por cozinha, sala, dois quartos, marquise e varanda – tipologia T2, descrita na Conservatória do Registo Predial de Tavira, sob a descrição nº 00907/140788-X e com o valor patrimonial de m 24.168,62. As propostas devem ser entregues na secretária do Tribunal respectivo, acompanhadas nos termos do dispoto no n.º 1 do art.º 897.º do C.P.C., como caução, de cheque visado, à ordem do Solicitador de Execução, no valor de 20% do valor base que adiante se indica, ou garantia bancária do mesmo valor: Valor patrimonial de m 24.168,62. Valor base: Art.º 889.º n.º 2 do C.P.C.: 52.500,00 m a que corresponde o valor de 70% do valor indicado pelo exequente de 75.000,00m. Nos termos do disposto no art.º 891.º do mesmo código durante o prazo dos editais e anúncios é o depositário obrigado a mostrar os bens a quem pretenda examiná-los; mas pode fi xar as horas em que, durante o dia, facultará a inspecção, tornando-as conhecidas do público por qualquer meio. Interveniente associado ao Bem Executado Luís Manuel Mestre Viegas Horta do Carmo – Edifício Tavicoop 3X 8800 Tavira Depositário Judicial: O executado Não está pendente oposição à execução. Não está pendente oposição à penhora DATA E ASSINATURA 01-06-2012 O Agente de Execução MARIA ADELAIDE FONSECA SOARES Cédula Profissional: 2712 (POSTAL do ALGARVE, nº 1082, de 22 de Junho de 2012)


22 de Junho de 2012 |

15

CONTRATOS-PROGRAMA COM ASSOCIAÇÕES DESPORTIVAS

Lagoa apoia clubes com 111 mil euros A CÂMARA DE LAGOA aprovou nove protocolos de ContratosPrograma, no valor global de 111 mil e 710 euros, os quais dizem respeito à concessão de apoio financeiro a cinco instituições desportivas sediadas no município.

ZZZ pág. ## ZZZ pág. ##

Os protocolos e valores agora aprovados destinamse a apoiar a dinamização e sustentabilidade de nove actividades desportivas federadas praticadas naquelas colectividades. Foram contemplados nes-

25

D.R.

tes programas o Lagoa Académico Clube, nas modalidades de andebol, natação e pólo, o Sporting Clube Lagoense, em atletismo, a ACD Che Lagoense, em badmington e futsal, a Associação Amigos Mexilhoeira da Car-

regação, em ténis de mesa, e o Kayak Clube - Os Castores do Arade, em canoagem. A autarquia vai ainda contemplar a concessão do apoio a outras instituições desportivas, nomeadamente ao Grupo Desportivo de Lagoa, ACD

de Ferragudo e Clube de Futebol “Os Estombarenses”, cujas propostas de protocolo estão pendentes por razões procedimentais, mas que a autarquia espera poder deliberar favoravelmente dentro em breve.

LAGOA SILVES MONCHIQUE

ZZZ

a n os

Câmara de Silves acusada de condicionar pesca local

BIBLIOTECA MUNICIPAL DE SILVES

Zita Seabra no Sarau Instável D.R.

Em causa reparação de tractor para rebocar os barcos D.R.

A PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO DE PESCADORES DE ARMAÇÃO DE PÊRA acusou na passada

sexta-feira a Câmara de Silves de “condicionar a pesca” local, ao não pagar a reparação de um tractor para rebocar os barcos, de e para o mar. “Estamos condicionados na nossa actividade e corremos o risco de paralisar a frota, caso a Câmara não pague a reparação do tractor ou não compre um outro, de apoio à entrada e saída dos barcos”, disse à Lusa a presidente da associação, Tânia Oliveira. Por seu turno, a presidente da Câmara de Silves, Isabel Soares, refuta as acusações e alega que a responsabilidade pela manutenção da viatura “é da associação, conforme consta no protocolo assinado pelas duas instituições”, e recusa “comprar um novo”. A comunidade piscatória daquela localidade algarvia, com cerca de 15 barcos e 20 pescadores, alega que “não tem dinheiro” para reparar o tractor, que, há sete anos, foi fornecido pela autarquia e que está avariado há cerca de dois meses. Para Isabel Soares, a proposta feita pela associação, da Câmara reparar ou de comprar uma nova viatura, “é incomportável e seria incoerente, sobretudo se se pensar que no concelho existem outras associações que atravessam dificuldades, não podendo o

 Zita Seabra vai falar sobre a sua relação com os livros e a literatura

SOB O TEMA “DA VIDA DOS MEUS LIVROS…”, a Biblioteca

 Isabel Soares refuta acusações e diz que responsabilidade pela manutenção da viatura é da associação município assumir os seus encargos financeiros”. Para a presidente da Associação dos Pescadores, Tânia Oliveira, a compra de um novo tractor é essencial para a continuidade da actividade pesqueira, “até porque, o tractor com que têm trabalhado nunca foi adequado para o serviço”. “É uma viatura que devido aos seus componentes electrónicos não pode entrar na água, e tem tido um custo incomportável para a comunidade piscatória, tendo sido gastos em reparações, cerca de

34 mil euros ao longo de sete anos”, observou.

DIFERENDO JÁ CHEGOU À ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA O diferen-

do que opõe os pescadores de Armação de Pêra à Câmara de Silves já chegou à Assembleia da República através do grupo parlamentar do PCP, que pretende saber se o Ministério da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território “tenciona apoiar a resolução deste problema e de que forma se revestirá esse apoio”. Segundo o requerimento parlamentar do deputado comu-

nista Paulo Sá, a actividade dos pescadores de Armação de Pêra “encontra-se paralisada, pelo facto de não disporem de meios para colocar ou retirar da água as suas embarcações”, o que é contrariado pela presidente da Associação dos Pescadores. “Estamos condicionados, mas não parados, já que dispomos de mais dois tractores, um dos quais emprestado e que pretendemos adquirir com fundos que serão angariados através de uma campanha junto da população”, concluiu Tânia Oliveira. Lusa

Municipal de Silves vai receber, a partir das 21.30 horas desta sexta-feira, a editora Zita Seabra, em mais uma iniciativa integrada na rúbrica Sarau Instável. Nesta sessão a autora vai revisitar o seu percurso de duas décadas e meia no mundo editorial e a sua relação com os livros e a literatura, com revelações sobre as obras que mais a marcaram, as que gostaria de publicar, entre outras. Zita Seabra nasceu em Coimbra e cedo aderiu à vida política. Foi deputada da Assembleia da República e afastou-se do aparelho comunista em 1988, ano em que se estreou no mundo editorial com o lançamento do seu primeiro livro “O Nome das Coisas: reflexão em tempo de mudança”. Fundou mais tarde a Alêtheia Editora, de que é actualmente presidente e di-

rectora. Este grupo editorial privilegia as publicações nas áreas do ensaio, política, história, religião e viagens, para além dos clássicos. Em 2007 lançou o livro “Foi Assim”, publicado pela Alêtheia Editora. Em 2009 abriu uma livraria ligada à referida editora numa antiga padaria no Bairro Alto, em Lisboa: “uma livraria para quem gosta de ler literatura, que procura certos títulos e não o ‘best-seller’”, segundo a mesma. Zita Seabra encetou uma outra frente no mercado editorial com a criação, em 2010, do projecto “Várzea da Rainha Impressores”, sediado em Óbidos. Baseia-se num novo processo de impressão, denominado “Print-on-demand”, que permite produzir pequenas quantidades de livros a preços acessíveis, acabando assim por facilitar a descoberta e difusão de novos talentos literários, optimizando custos e espaço.


16

25

| 22 de Junho de 2012

LAGOS VILA DO BISPO ALJEZUR

a n os

Câmara de Lagos condena suspensão de obras em escola Trabalhos na Secundária Júlio Dantas estão parados D.R.

A CÂMARA DE LAGOS voltou

a manifestar a sua preocupação pela suspensão das obras de requalificação da Escola Secundária Júlio Dantas, que voltaram a parar por falta de pagamentos ao empreiteiro. A autarquia aprovou por unanimidade uma moção, na qual a Câmara e o seu representante máximo, o presidente Júlio Barroso, consideram que “é urgente a retoma dos trabalhos”, considerando que a Parque Escolar é uma empresa de capitais exclusivamente públicos do Estado, pelo que se afigura imprescindível a conclusão deste projecto, que se encontra em curso há dois anos lectivos. A autarquia apela “ao Governo da Nação, através dos Ministérios da Educação e das Finanças e da Presidência do Conselho de Ministros, para que seja encontrada uma solução urgente para esta situação (que ninguém pode em rigor e honestidade alegar que é inesperada ou desconhecida pois as obras já estavam em curso aquando da elaboração do Orçamento de Estado)”. No documento, a Câmara Municipal “manifesta publi-

mentos, ameaçam prolongarse muito para além do que estava previsto e seria desejável, condicionando e pondo em risco a desejada tranquilidade em mais um ano lectivo”. De acordo com a moção aprovada, “pode estar em causa a abertura do novo ano lectivo, assim como a anunciada e tranquila integração da Escola no Agrupamento Vertical de Escolas de Lagos, e a necessidade de manutenção dos conten-

tores para as aulas na Escola Tecnopólis e para a cozinha e refeitório na Escola Secundária Júlio Dantas, bem como, a ausência de condições para as aulas de Educação Física, com os transtornos e custos que acarreta a deslocação e transporte dos alunos e professores para o Complexo Desportivo Municipal e demais espaços desportivos da cidade onde tais aulas têm vindo a acontecer durante este ano lectivo”.

MUSEU DE LAGOS

Aldeia da Senhora do Forte em festa É JÁ ESTE SÁBADO que Lagos assiste à tradicional Festa da Aldeia da Senhora do Forte. Com início às 17 horas, a festa vai decorrer no Museu Municipal e a entrada é livre. Assinalando o 19º aniversário da pequena aldeia, o programa deste ano inclui diversas actividades recreativas e culturais e terá o seu ponto alto na homenagem que será prestada ao seu autor, Pedro Reis. A Festa da Aldeia da Senhora do Forte, a paisagem do meu imaginário, obteve, em 2011, o primeiro prémio da Paisagem Mediterrânica e, este ano, foi selecionada para o Prémio Turismo de Portugal. PUB

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE TAVIRA

EDITAL

JOSÉ OTÍLIO PIRES BAIA, Presidente da Assembleia Municipal de Tavira.

 Júlio Barroso considera urgente a retoma dos trabalhos camente a sua solidariedade para com todos os membros da comunidade educativa da referida escola que têm convivido estes anos lectivos com as dificuldades, carências de espaço e demais contingências

decorrentes de terem as suas actividades numa escola com obras em curso, por cujo final (agendado para Abril) todos ansiavam, e que, dada esta incompreensível suspensão dos trabalhos por falta de pagaPUB

JUNTA DE FREGUESIA DE SANTO ESTÊVÃO

Felicita o director e toda a equipa de profissionais do POSTAL do ALGARVE pelo seu 25º. Aniversário, pelo bom trabalho informativo que tem vindo a desenvolver sobre a Região, fazendo votos de muito sucesso para o futuro

TORNA PÚBLICO, que em sessão ordinária da Assembleia Municipal de Tavira, realizada no dia 18 de junho de 2012, foram tomadas as seguintes deliberações: 1. Aprovada por unanimidade a proposta da Câmara Municipal número 97/2012/CM, referente à Avaliação do Imóvel do Município de Tavira – Palácio da Justiça ; 2. Aprovada por unanimidade a proposta da Câmara Municipal número 100/2012/CM, referente à Abertura de Procedimento Concursal – AEC’s 2012/13; 3. Aprovada por unanimidade a proposta da Câmara Municipal número 104/2012/CM, referente ao Ajuste Direto – Plataforma de Compras Públicas – Repartição de encargos; 4. Aprovada por unanimidade a proposta da Câmara Municipal número 105/2012/CM, referente ao Ajuste Direto para a Aquisição de Inertes – Repartição de encargos; 5. Aprovada por unanimidade a proposta da Câmara Municipal número 106/2012/CM, referente ao Ajuste Direto para a Prestação de Serviços de Manutenção de Sistemas de Climatização Centrais instalados em diversos Edifícios Municipais – Repartição de encargos; 6. Aprovada por unanimidade a proposta da Câmara Municipal número 111/2012/CM, referente ao Pedido de Parecer Prévio Vinculativo para Celebração de Contrato de Prestação de Serviços de Limpeza das Instalações Municipais e Repartição de Encargos; 7. Aprovada por unanimidade a proposta da Câmara Municipal número 112/2012/CM, referente ao Plano de Transportes Escolares 2012/2013 e Repartição de Encargos; 8. Aprovada por maioria a proposta da Câmara Municipal número 113/2012/CM, referente Ajuste Direto – Regime Geral – Aquisição de Publicações Periódicas para Biblioteca Municipal em Regime de Fornecimento Contínuo – Repartição de Encargos; 9. Aprovada por maioria e a proposta da Câmara Municipal número 114/2012/CM, referente à Atribuição de Medalhas Municipais de Mérito e Bons Serviços e Dedicação Ano 2012; 10. Aprovada por unanimidade a proposta da Câmara Municipal número 115/2012/CM, referente à Aquisição de Emulsão Betiuminosa Catiónica – Repartição de Encargos. Para constar e produzir efeitos legais se publica o presente Edital e outros de igual teor que vão ser afixados nos lugares de costume Paços do Concelho, aos 18 dias do mês de junho do ano 2012 O Presidente da Assembleia Municipal, José Otílio Pires Baia (POSTAL do ALGARVE, nº 1082, de 22 de Junho de 2012)


25

ZZZ pág. ## ZZZ pág. ##

22 de Junho de 2012 |

REGIÃO

a n os

CONSULTÓRIO DO CONSUMIDOR

Feira da Caça abre Julho com cartaz recheado

Cuidados a ter com a chegada do Verão “Agora que se aproxima o Verão, que cuidados devo ter para evitar problemas relacionados com o excesso de calor?”

17ª edição do certame decorre em Tavira de 6 a 8 de Julho Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

O PARQUE DE EXPOSIÇÕES DE TAVIRA volta este ano a acolher

aquele que é o maior certame dedicado à caça, pesca e mundo rural do país. Três dias de feira que apresentam, à semelhança dos anos anteriores, um programa recheado de eventos das mais variadas áreas relacionadas com a temática e que Vítor Palmilha, presidente da Fede-

ração de Caçadores do Algarve, prevê seja um “verdadeiro sucesso”. O momento será aproveitado para receber no Algarve, no domingo, dia 8, o secretario de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Daniel Campelo, naquela que é já uma presença obrigatória no certame cuja dimensão o coloca entre os maiores do género no país. Vítor Palmilha espera que a segunda edição do certame em PUB

Cartório Notarial em Tavira Bruno Filipe Torres Marcos

Notário

Extrato de Escritura de Justificação CERTIFICO, para efeitos de publicação, nos termos do artigo 100.º do Código do Notariado que, por escritura pública de Justificação outorgada em dezanove de Junho de dois mil e doze, exarada a folhas cinquenta e duas e seguintes do Livro de notas para escrituras diversas número Vinte e oito – A, do Cartório Notarial em Tavira, do Notário privado Bruno Filipe Torres Marcos, sito na Rua da Silva, n.º 17-A, freguesia de Tavira (Santa Maria): JOSÉ RAPOSO MOURÃO e mulher ALDINA DOS REIS DIAS MOURÃO, ele natural da freguesia de Santana de Cambas, concelho de Mértola, e ela da freguesia de Pechão, concelho de Olhão, casados sob o regime da comunhão de adquiridos, residentes no Caminho das Trindades, n.º 1, em Santa Luzia, Tavira, declararam: - Que são donos e legítimos possuidores, com exclusão de outrem, do prédio urbano composto por casa térrea, destinado a habitação, com quintal, com a área coberta de sessenta vírgula setenta e seis metros quadrados e descoberta de oito vírgula cinquenta e um metros quadrados, o que perfaz a área total de sessenta e nove vírgula vinte e sete metros quadrados, sito na Rua Coronel Jaime Cansado, número 24, na vila e freguesia de Santa Luzia, concelho de Tavira, que confronta do Norte com Rua Jaime Cansado, do Sul com beco da Avenida Eng. Duarte Pacheco, do Nascente com Francisco Guerreiro Martins e do Poente com Manuel João Salvé-Rainha, inscrito na respectiva matriz sob o artigo 53, com origem no artigo 703 da freguesia de Tavira (Santiago), com o valor patrimonial tributário de 2.704,24 m, igual ao atribuído, não descrito na Conservatória do Registo Predial de Tavira. - Que adquiriram este imóvel, já no estado de casados, da seguinte forma: a) o direito a dois sétimos por compra a José Luís Mateus, viúvo, através de escritura celebrada aos trinta e um dias do mês de Janeiro de mil novecentos e setenta e nove, no Cartório Notarial de Tavira, exarada de folhas noventa e dois a folhas noventa e dois verso do Livro de notas para escrituras diversas número A - Quarenta e seis. b) e o restante direito a cinco sétimos por compra meramente verbal e nunca reduzida a escritura pública, em data que não podem precisar, mas seguramente antes do ano de mil novecentos e oitenta e três, feita a João Nunes Júnior, viúvo, já falecido – tendo a posse do referido prédio, na sua totalidade, desde pelo menos o referido ano de mil novecentos e oitenta e três. - Que, assim sendo, não têm título suficiente da aquisição do referido direito a cinco sétimos daquele prédio urbano, estando, por isso, impossibilitados de comprovar a referida aquisição pelos meios extrajudiciais normais e de efectuar o correspondente registo a seu favor. - Que, porém, desde aquele ano, portanto, há mais de vinte anos, de forma pública, pacífi ca, contínua e de boa fé, ou seja, com o conhecimento de toda a gente, sem violência nem oposição de ninguém, reiterada e ininterruptamente, na convicção de não lesarem quaisquer direitos de outrem e ainda convencidos de serem os únicos titulares do direito de propriedade total sobre o identificado prédio, e assim o julgando as demais pessoas, têm-no possuído – utilizando-o como sua casa de habitação, nele fazendo as necessárias obras de manutenção ou restauro e até de melhoria, como pintando-o e substituindo o telhado –, pelo que, tendo em consideração as referidas características de tal posse adquiriram por USUCAPIÃO o referido direito a cinco sétimos sobre o prédio, o que invocam. Tavira, 19 de Junho de 2012. O Notário, Conta registada sob o n.º 2/872/2012 (POSTAL do ALGARVE, nº 1082, de 22 de Junho de 2012)

17

Tavira seja este ano a consolidação do evento do ponto de vista da afluência de público à nova localização. Para tanto o certame apresenta a maior exposição de armas e a maior área de sempre. Para o dirigente associativo, o objectivo da internacionalização plena da feira fica adiado para o próximo ano, dadas as contingências financeiras que o país e Espanha, mercado preferencial de expositores, atravessam. Para tanto, afirma, “ a feira terá de ser programada com um ano de antecedência e não assentar em pressupostos de enquadramento financeiro e logístico que ficam por decidir até ao último momento pelas entidades com responsabilidades na matéria”.

NOITE DE SÁBADO COM TOY O

ponto alto da animação será no sábado pelas 22.30 horas com o espectáculo do cantor Toy, mas a feira tem um mundo para mostrar aos visitantes. Atrelagem, exposições de canicultura e aves, mostras de gas-

D.R.

 Vítor Palmilha quer internacionalizar a feira no próximo ano tronomia e produtos da terra são alguns dos momentos que se poderão ver em Tavira. Ao parque de exposições chegarão também demonstrações de pesca a corrico e de cinotécnica, esta última efectuada pela PSP. A par de um sem-fim de propostas constantes do progra-

ma, que pode ser consultado em www.fcalgarve.pt, a animação e a música convidam a ficar pelo espaço do certame e a desfrutar do convívio e do ambiente único que os amantes da caça conhecem bem e que o público em geral pode perceber porque anfitriões como os caçadores há poucos.

TRATAMENTO DE RESÍDUOS GASOSOS

QREN financia projecto inovador da Univeridade do Algarve O QUADRO DE REFERÊNCIA ESTRATÉGICO NACIONAL (QREN) e algumas empresas regionais atribuíram um financiamento à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade do Algarve para o desenvolvimento de um sistema de tratamento de efluentes gasosos, baseado num princípio de lavagem, seguido de secagem do mesmo efluente, através de um processo tecnológico inovador. Nesta investigação tem sido realizado um estudo de escoamentos dinâmicos no sistema de tratamento de efluentes gasosos, tendo por base a US Pa-

tent Design nº 373,625. Trata-se de uma tecnologia patenteada nos Estados Unidos da América e que, actualmente, está a ser preparada para ser exportada para todo o mundo. O projecto, financiado pelo QREN e pelas empresas regionais Electrolagos e Clearwinds, pretende analisar e optimizar o desempenho desta nova tecnologia inovadora de tratamento de efluentes gasosos, provenientes da combustão, quer de fábricas, quer de outras fontes. Entre outras actividades, têm sido analisados o campo de velocidades do

ar, o campo de pressões do ar e a desumidificação do ar no interior do sistema de canais de tratamento dos efluentes, quer experimentalmente, quer numericamente. Esta actividade científica, coordenada por Eusébio Conceição, professor na Faculdade de Ciências e Tecnologia, tem originado a publicação de um número significativo de artigos em revistas e intervenções em conferências nacionais e internacionais, estando a ser orientada para o desenvolvimento de novos equipamentos científicos.

A DECO responde... O sol tem efeitos benéficos sobre o humor e é indispensável nalgumas funções corporais, como a síntese da vitamina D, mas também contribui para o envelhecimento da pele e o aparecimento de lesões cancerosas. A radiação excessiva favorece ainda o aparecimento de cataratas e podem causar queimaduras reversíveis na córnea, que causam perda temporária de visão. Para reduzir o risco, use sempre protector solar. Tenha pele escura ou clara, use um factor de protecção elevado e com filtros contra os UVB e UVA. Aplique o produto meia hora antes de sair de casa, para ter tempo de ser absorvido. Na praia e na piscina, renove a aplicação de duas em duas horas e após cada banho. Evite o sol entre as 11 e as 17 horas. Use óculos de sol com protecção contra a radiação ultravioleta (UV). Esta informação deve constar na rotulagem. Um chapéu de abas ou um boné, além de proteger a cabeça, reduz para quase metade a incidência directa de luz nos olhos. O vestuário de algodão simples ou com mistura de poliéster é o melhor para proteger do sol e do calor. As cores escuras são mais quentes, mas mais eficazes contra a radiação. Se as temperaturas forem muito elevadas, procure os locais menos expostos ao sol. Se sentir a temperatura corporal aumentar, molhe os pulsos, as têmporas e a nuca com água fria. As refeições ligeiras, com pouca gordura, são mais fáceis de digerir. Saladas, por exemplo, de frango ou atum, e fruta são boas opções para os dias quentes. Beba, pelo menos, dois litros de água. Os sumos naturais são boas alternativas. O tempo quente e seco é propício ao desenvolvimento de alguns microrganismos responsáveis por toxi-infecções alimentares. Se levar comida para a praia ou organizar um piquenique, transporte os alimentos mais perecíveis, como iog u r tes, f ia mbre e leite, numa geleira e mantenha-a a sombra.


18

| 22 de Junho de 2012

REGIÃO

ZZZ pág. ## D.R.

António Eusébio é o novo rosto do PS/Algarve Vitória nas eleições para a Federação socialista coloca autarca de São Brás de Alportel aos comandos das hostes socialistas Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

A LISTA CANDIDATA ÀS ELEIÇÕES para a Federação Regio-

nal do PS encabeçada por António Eusébio foi votada por perto de 97% dos eleitores que se dirigiram às urnas no passado sábado, com o acto eleitoral a registar mais quase 20% de afluência às mesas de voto do que na última eleição. António Eusébio é o novo homem forte do PS algarvio e põe assim termo ao consulado de Miguel Freitas aos comandos do partido, numa eleição consensual em que os militan-

tes se uniram em torno de uma única lista encabeçada pelo autarca são-brasense.

voltar a ganhar a presidência da Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL).

OS DESAFIOS Ao POSTAL, o

AUTÁRQUICAS VÃO TESTAR ANTÓNIO EUSÉBIO CONTRA LUÍS GOMES Na tarefa que oporá

novo líder do PS/Algarve acerta desde logo os azimutes e faz pontaria ao desemprego como “principal preocupação do partido na região”. Em termos políticos, o novo presidente da Federação é claro. “Ganhar as autárquicas de 2013 é o grande desafio que se coloca actualmente ao PS no Algarve” e esclarece o que quer das próximas eleições locais, “desde logo ganhar a maioria das câmaras”, o que equivale a dizer

pela primeira vez nesta posição António Eusébio a Luís Gomes, presidente da Distrital do PSD, o líder socialista goza da vantagem de ter coordenado até ao momento o processo eleitoral autárquico do PS no Algarve. “O facto de ter liderado o processo até ao momento deu-me um conhecimento profundo das secções e das concelhias e um contacto

muito directo com aquelas que são as aspirações das pessoas no terreno, o que me facilitará o trabalho de acompanhar o processo de escolha dos melhores projectos e pessoas para cada concelho”, diz, reconhecendo a probabilidade de vir a nomear uma pessoa para o substituir na coordenação do processo eleitoral para as autarquias, mas garantindo que será sempre uma questão que acompanhará “de perto”. No quadro das nomeações ainda nada de novo. António Eusébio não tem ainda a composição do seu staff mais próximo na presidência da Fe-

 Eusébio quer a maioria das câmaras nas próximas eleições deração e sabe esperar. “Os nomes surgirão no decurso normal do processo eleitoral em curso”, diz o presidente. O Congresso Regional marcado para o fim do mês elegerá a Comissão Política e na primeira reunião desta será escolhido o secretariado da Federação, este sim o núcleo

duro do partido no Algarve. Para o Congresso Regional a estratégia está definida, explicar aos socialistas a moção “Juntos pelo Algarve”, faze-la vingar e unir o partido em torno dos principais propósitos da acção política pensada para o Algarve por António Eusébio será o desafio. PUB


22 de Junho de 2012  |   19

região

ZZZ pág. ##

Miguel Freitas e Cristóvão Norte preocupados com silêncio do Governo

OPINIão Ana Amorim Dias - Escritora www.anaamorimdias.blogspot.com anamorimdias@gmail.com

Só há dois tipos de medo!

Isenções na Via do Infante terminam dia 30 d.r.

Infante, por parte da esmagadora maioria dos automobilistas”, a EN 125 ficou sem capacidade de resposta, uma situação que deverá agravarse sobremaneira no Verão. O deputado do PS criticou ainda o executivo pelo atraso na implementação da nova modalidade de pagamento junto das fronteiras para evitar a repetição da “triste imagem registada na Páscoa”. “Estamos na segunda quinzena de Junho, os novos dispositivos ainda não estão ins-

talados e ninguém explicou exactamente em que medida vai facilitar a vida dos automobilistas, particularmente dos imigrantes e estrangeiros que visitam Portugal”, frisou Miguel Freitas. “É urgente que o Governo decida e implemente todas as modalidades de pagamento nas ex-Scuts e reforce toda a informação, particularmente junto dos automobilistas que chegam a Portugal, via Espanha”, concluiu Miguel Freitas. pub

 Governo prometeu uma posição sobre a cobrança de Scuts durante o mês de Junho Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

O Governo de Pedro Passos Coelho, nomeadamente

o Ministério das Obras Públicas tutelado por Álvaro Santos Pereira, prometeu durante o mês de Junho uma posição sobre a cobrança de portagens nas ex-Scuts e em particular relativamente às isenções que terminam já no próximo dia 30, não obstante, até ao momento não há qualquer tomada de posição do executivo. É Cristóvão Norte (PSD) quem recorda ao POSTAL o compromisso do Governo, uma posição final que o deputado “teme não vir a ser cumprida dentro do prazo pelo executivo”. “Estamos no fim do mês e não tenho qualquer informação sobre a matéria oriunda do Governo e temo que as pressões que eu e outros deputados temos realizado se venham a revelar infrutíferas”, diz o parlamentar. Para Miguel Freitas, deputa-

do do PS, “é inadmissível que o Governo ainda não tenha tomado nenhuma decisão sobre o prolongamento das isenções e descontos nas ex-Scuts”, sublinhando que “o executivo não respondeu a nenhuma das perguntas apresentadas nos últimos seis meses pelo PS na Assembleia da República, relativamente a esta matéria”. “O Governo mantém um silêncio absoluto sobre esta questão, com total conivência da maioria PSD/CDS, que bloqueia as iniciativas para ouvir o Governo, mas não podemos permitir que este jogo de cumplicidades prossiga com prejuízo para os utentes, pois faltam apenas dez dias para o fim desta modalidade de pagamento e nada sabemos sobre as intenções do executivo”, denuncia Miguel Freitas, para reiterar a posição do PS relativamente à necessidade de prolongamento das isenções e descontos em todas as ex-Scuts. O deputado sublinha que para o PS, é fundamental uma

decisão do Governo no sentido de prolongar a discriminação positiva em todas as ex-Scuts, pois até hoje mantêm-se inalteradas todas as condições que levaram à implementação desta medida destinada a residentes e empresas e as portagens têm-se revelado um forte constrangimento às economias locais.

As SCUTs são em alguns casos as auto-estradas mais caras “Muitas destas Scuts

são as auto-estradas mais caras do país, o que naturalmente reforça a necessidade de se rever também o tarifário e de aplicar modalidades mais justas nas regiões desfavorecidas, ou sem sistema de transporte alternativo”, frisou Miguel Freitas. Uma posição que é secundada por Cristóvão Norte, que nesta matéria diz concordar com muitas das posições tomadas pelo parlamentar socialista. Segundo Miguel Freitas, desde o “abandono da Via do

Hipermercado

Admite associados (m/f) – Algarve Empresa e Função Empresa de sucesso em Portugal, a trabalhar com novo conceito de hipermercado, está a recrutar pessoas, dinâmicas e ativas, para colaborar na área de marketing da empresa. Não se trata de vendas. Perfil Seleciona interessados para atividade de divulgação do conceito em Part-Time no Algarve. Tipo de Trabalho: Part-time, Flexibilidade de horários Tipo de Contrato Oferecido: Permanente Experiência Profissional: Sem experiência Habilitações: Ensino Básico Ofertas e Benefícios: Plano de comissões, Rendimentos em dinheiro de 15 em 15 dias, Participação nos lucros, Formação profissional, Plano de carreira, Contacto: Caso pretenda marcar entrevista e saber o que é o projeto registe-se no seguinte formulário: www.homefreelife.com/pt-867ZL

Acredito que existem apenas dois tipos de medo. Os justificáveis, que nos protegem dos perigos e que devemos acatar. E todos os outros, que só servem para nos travar e impedir de seguir o nosso caminho e explorar todas as nossas potencialidades. Ora pensa lá: quantas coisas já deixaste de fazer por medo? Quantas viagens perdeste, escudando-te atrás de outras desculpas, quando o que te travou foi o medo? Quantas pessoas não conheceste e oportunidades deixaste escapar, por motivos inventados, quando o único culpado foi o medo? Quantas vezes viraste as costas a mergulhos no teu interior mais profundo… por medo? “Não tenho dinheiro”; “Não tenho tempo”; “Não posso”; “Não me deixam”; “Não é isto que esperam de mim”. São estas as desculpas que te dás. Porque não admites, de uma vez, pelo menos perante ti, que o único impedimento é o medo? Tens medo de estar sozinho, de falhar e de não te entenderem. Tens medo de perder o que tens, medo que te deixem, e medo de voar e cair. Tens medo que, ao sair do trilho, te votem ao ostracismo. Tens medo de sonhar pelo temor de não concretizares os sonhos. Tens medo do julgamento; de te dar e receber. Tens medo de sentir e de mostrar o que sentes. Tens medo de te emocionar, de chorar e de rir. Tens medo de ir ao fundo de ti e do que lá podes encontrar. Tens medo dos outros e de ti. Mas podes usar o medo a teu favor, sabias? Basta perceberes que só há dois tipos de medo: o que te salva do perigo e o que te impede de viver! E é no combate ao medo que te impede de viver que a coragem se gera. Enfrenta-o sem te esconderes atrás de desculpas. Conhece-te. Conhece os outros. Conhece o Mundo. Voa. Cai. Sonha. Sente. Ri e chora. Vive o medo; toca-lhe; cheirao; abraça-o; e sente-o desfazer-se perante a tua coragem! Porque só há dois tipos de medo: o que nos salva do perigo e o que nos impede de viver. Pensa nisso!


20    |  22 de Junho de 2012

Apoios:

Espaço Animal

Contactos: GUADI - Facebook: guadi.centro.de.animais Blog: http://associacaoguadi.blogspot.com/ 3AT - Sítio: www.3at.eu | Facebook: 3AT no facebook Telemóvel: 960 247 511 E-mail adopções: amigosanimaistavira@gmail.com

 Caramelo - Gatinho listado cinza, calmo, com 2-3 meses

 Laranjinha - Gatinho com 2-3

 Xikita - Gatinha meiga com 2/3

meses, super brincalhão

meses

lazer agenda cultural Albufeira

Faro

Loulé

Dança

Música

Fotografia

Espectáculo “Fuete”, sexta-feira, dia 29, às 21.30 horas, no Auditório Municipal.

Solsístico Musical, pelo Grupo Coral Ossónoba, sábado às 21.30 horas, na Cidade Velha.

Pintura

Lagos

Exposição “Embarcações, a Gente e o Mar”, diariamente, das 9.30 às 12.30 e das 14 às 18 horas, na Galeria Praça do Mar (Quarteira). Até dia 15 de Julho.

Exposição de Lino Gonçalves, de segunda-feira a sábado, das 9.30 às 12.30 e das 13.30 às 17.30 horas; na Galeria Pintor Samora Barros. Até dia 30.

Música Concerto pela Orquestra do Algarve, sábado às 21.30 horas, no Centro Cultural.

agenda cinema FARO Forum Algarve SBC 289 887 212

MIB - Homens de Negro 3 (m/12) | Sala 1 | 13h55, 16h15, 18h40, 21h00 (diariamente), 23h30 (Sex e Sáb),

Olhão

Musical infantil “O Mundo Mágico de Jack”, sábado e domingo às 16 horas, no Auditório Municipal.

mão. Até 22 de Julho.

da Verbena.

Palestra

Tavira

Portimão

“Tráfico de Mulheres”, sextafeira, às 14.30 horas; na Casa Manuel Teixeira Gomes.

Fotografia

São Brás

Exposição de Cinda Miranda “Juízo Final”, terça-feira, das 14.30 às 18.30 horas; de quarta-feira a domingo das 10 às 18 horas; no Museu de Porti-

Espectáculo de Final de Ano da Escola de Dança Municipal, sábado às 21.30 horas, no Jardim

21h10, 23h45 » À Fria Luz do Dia* (m/12) | Sala 8 | 13h25, 15h40, 18h15, 21h25, 00h05 » StreetDance*(m/12) | Sala 9 | 13h00, 15h00, 17h00, 19h00, 21h40, 00h10*

(diariamente), 00h35 (Sex e Sáb) » Carros 2 (m/16) | Sala 6 | 110h30 (Sáb e Dom) » Sombras da Escuridão (m/12) | Sala 8 | 19h40 (diariamente), 00h25 (Sex e Sáb) » UmMonstroem Paris (m/12) | Sala 8 | 13h20, 15h25 (diariamente), 11h15 (Sáb e Dom) » Apanha-meesseGringo(m/16)|Sala 8 | 17h30, 22h10 » O Ditador (m/12) | Sala 9 | 22h20 (diariamente), 00h30 (Sex e Sáb) » SombrasdaEscuridão (m/12) | Sala 9 | 16h55 (diariamente), 11h30 (Sáb e Dom) » OsVingadores (m/12) | Sala 9 | 14h00, 19h25 albufeira AlgarveShopping 289 560 351

Prometheus (m/16) | Sala 1 | 12h50, 15h25, 18h05, 21h00, 23h35 » Diário Secreto de Um Caçador de Vampiros* (m/12) | Sala 2 | 13h15, 16h00, 18h25, 21h30, 00h00 » Um Homem com Sorte (m/12) | Sala 3 | 12h45, 15h45, 18h20, 21h35, 23h55

Olhão C. C. Ria Shopping 289 703 332

» LOL* (m/12) | Sala 4 | 13h20, 15h50, 18h30, 21h20, 23h50 » O Ditador (m/16) | Sala 5 | 17h05, 18h55, 21h05, 23h30 » Um Monstro em Paris (m/6) | Sala 5 | 13h05, 15h05 » O que se Espera Enquanto se está à Espera (m/12) | Sala 6 | 13h10, 15h05 » A Branca de Neve e o Caçador (m/12) | Sala 7 | 12h55, 15h30, 18h10,

Concerto por Luís Conceição (piano), sábado às 18 horas, na Ermida de São Sebastião.

Dança

de 22 a 27 de Junho de 2012

11h35 (Sáb e Dom) >> Lorax (m/6) | Sala 2 | 10h10, 12h15 (Sáb e Dom) » LOL* (m/12) | Sala 2 | 14h20, 16h45, 19h00, 21h20 (diariamente), 23h40 (Sex e Sáb) » Um Homem com Sorte (m/12) | Sala 3 | 14h25, 16h40, 18h55, 21h10 (diariamente), 23h55 (Sex e Sáb), 12h10 (Sáb e Dom) » Prometheus (m/16) | Sala 4 | 16h35, 21h40 (diariamente), 00h20 (Sex e Sáb) » O que se Espera enquanto se está à Espera (m/12) | Sala 4 | 14h10, 19h15 » Prometheus (m/16) | Sala 4 | 16h35, 21h40 (diariamente), 00h20 (Sex e Sáb) » OsPiratas(m/6) | Sala 5 | 10h20, 12h25 (Sáb e Dom) » Diário Secreto de um Caçador de Vampiros* (m/12) | Sala 5 | 14h30, 16h50, 19h10, 21h30 (diariamente), 23h50(SexeSáb)»AFriaLuzdoDia* (m/12) | Sala 6 | 13h15, 15h30, 17h40, 19h50, 22h00 (diariamente), 00h10 (Sex e Sáb), 11h05 (Sáb e Dom) » A Branca de Neve e o Caçador (m/12) | Sala 7 | 14h35, 16h20, 19h05, 21h50

Música

Street Dance* (m/12) | Sala 1 | 15h15, 17h15, 19h15, 21h30 (diariamente), 23h15(SexeSáb)»Safe-OIntocável (m/12) | Sala 2 | 15h30, 18h30, 21h30 (diariamente), 23h30 (Sex e Sáb) » A Branca de Neve e o Caçador (m/12) | Sala 3 | 15h20, 18h20, 21h20 (diariamente), 00h00 (Sex e Sáb) PORTIMÃO C. C. Continente - 282 418 180

Diário Secreto de Um Caçador de Vampiros* (m/12) | Sala 1 | 13h10, 16h10, 18h50, 21h30, 00h00 » A Branca de Neve e o Caçador (m/12) | Sala 2 | 12h50, 15h30, 18h30, 21h40,

*

Estreias

00h20 » O Ditador (m/12) | Sala 3 | 13h30, 15h35, 17h40, 22h00, 23h50 » Cosmopolis (m/16) | Sala 3 | 19h30 » Apanha-me esse Gringo (m/16) | Sala 4 | 13h40, 16h00, 19h00, 21h10, 23h40 » Prometheus (m/16) | Sala 5 | 13h00, 15h40, 21h20, 00h15 » O que se Espera Enquanto se está à Espera (m/12) | Sala 6 | 13h20, 15h50, 18h20, 21h50, 00h10 Cinemas de Portimão 282 411 888

Um Homem com Sorte (m/12) | Sala 1 | 15h30, 18h00, 21h30 (diariamente), 00h00 (Sex e Sáb) » Street Dance* (m/12) | Sala 2 | 14h00, 15h45, 18h15, 20h00 » O que se Espera Enquanto seestáàEspera(m/12)|Sala2|21h45 (diariamente), 00h15 (Sex e Sáb) tavira

Cine-Teatro António Pinheiro - 281 320 594 A Presa (m/16), 21h30 (Sab)

horóscopo Carneiro (de 21/03 a 20/04) Tudo o que tenha a ver com compras para a casa poderá suscitar-lhe maior interesse do que é usual.

Balança (de 23/09 a 22/10) É possível que experimente estados de humor e sentimentos muito diferentes dos habituais.

Touro (de 21/04 a 20/05) É provável que a sua atenção esteja mais centrada em si. Contudo, evite atitudes egocêntricas.

Escorpião (de 23/10 a 21/11) Esta altura pode constituir um belíssimo ponto de partida para novas atitudes com os amigos.

Gémeos (de 21/05 a 20/06) O Sextil da Lua a Mercúrio pode trazer-lhe um encontro durante um trajecto.

Sagitário (de 22/11 a 21/12) Independentemente do seu sexo, as relações com elementos do sexo feminino estão privilegiadas.

Caranguejo (de 21/06 a 22/07) Aproveite este trânsito para trabalhar em conjunto, já que gosta de se relacionar com grupos.

Capricórnio (de 22/12 a 19/01) Este trânsito usualmente indica um maior envolvimento em actividades lúdicas ou sociais.

Leão (de 23/07 a 22/08) Se trabalhar numa área relacionada com relações públicas ou vendas, este é um período favorável.

Aquário (de 20/01 a 18/02) Do ponto de vista familiar e doméstico, é aconselhável proceder a algumas redistribuições do espaço.

Virgem (de 23/08 a 22/09 ) A Lua em Sextil a Mercúrio trazlhe um clima de festividade, bem como o desejo de dialogar.

Peixes (de 19/02 a 20/03) O seu raciocínio estará dominado pela emotividade. Como tal, nem sempre será objectivo.


22 de Junho de 2012 |

ANÚNCIOS

ı

CLASSIFICADOS

Farmácias de Serviço SEXTA

SÁBADO

DOMINGO

SEGUNDA

TERÇA

QUARTA

QUINTA

ALBUFEIRA

Santos Pinto

Piedade

Piedade

Piedade

Piedade

Piedade

Piedade

ARMAÇÃO DE PÊRA

Sousa Coelho

Edite

Edite

Edite

Edite

Edite

Edite

FARO

Baptista

Helena

Alexandre

Crespo

Palma

Almeida

Montepio

LAGOA

José Maceta

Sousa Pires

Sousa Pires

Sousa Pires

Sousa Pires

Sousa Pires

Sousa Pires

LAGOS

Neves

Ribeiro Lopes

Lacobrigense

Silva

Telo

Neves

Ribeiro Lopes

LOULÉ

Chagas

Pinheiro

Pinto

Avenida

Martins

Chagas

Pinheiro

MONCHIQUE

Moderna

Moderna

Moderna

Hygia

Hygia

Hygia

Hygia

OLHÃO

Progresso

Olhanense

Nobre

Brito

Rocha

Pacheco

Progresso

PORTIMÃO

Arade

Guilherme

Central

Pedra

Moderna

Carvalho

Rosa

QUARTEIRA

Algarve

Mª Paula

Mª Paula

Mª Paula

Mª Paula

Mª Paula

Mª Paula

SÃO BART. DE MESSINES

Sequeira

Sequeira

Sequeira

Algarve

Algarve

Algarve

Algarve

SÃO BRÁS DE ALPORTEL

S. Brás

Dias Neves

Dias Neves

Dias Neves

S. Brás

Dias Neves

S. Brás

SILVES

João de Deus

João de Deus

Cruz Portugal

Cruz Portugal

Cruz Portugal

Cruz Portugal

Cruz Portugal

TAVIRA

Montepio

Mª Aboim

Mª Aboim

Central

Felix Franco

Sousa

Montepio

VILA REAL de STº ANTÓNIO

Carrilho

Carmo

Carmo

Carmo

Carmo

Carmo

Carmo

DESINFESTAÇÕES, LDA. Olhão

Acordos com:

Multicare, C.G.D., Allianz Acordos com:

Medis, Multicare, C.G.D., Allianz

FARMÁCIA

URGÊNCIAS 24h:

969 561 548

FÉLIX FRANCO

Proprietário e Director Técnico

Dr. António Manuel S. P. Faleiro

Consultas - Horário: Dias úteis: 9:30 - 12:30 | 15:00 - 20:00 Sábado: 9:30 - 13:00

Cirurgia Exames diagnóstico Domicílios Banhos e tosquias www.vet-tavira.com

tel. / fax.: 281 323 492 Rua Chefe António Afonso, 17 (junto à Ponte de Santiago)

Rua Alexandre Herculano, nº24 8800-394 TAVIRA · tel.: / fax: 281 322 162

Tractor - Rega, Lda

21


22

| 22 de Junho de 2012

ANÚNCIOS

ı

NECROLOGIA Funerárias: Sítio da Palmeira LUZ DE TAVIRA Tel. /Fax: 281 961 170

SERVIÇO PERMANENTE 24h

Av. Maria Lizarda MONCARAPACHO Tel: 289 798 380

FUNERAIS | CREMAÇÕES | TRASLADAÇÕES ARTIGOS RELIGIOSOS MANUTENÇÃO DE CAMPAS E JAZIGOS FLORES Tlms: 966 019 297 (Carlos Palma)

963 907 469 (Gonçalo Correia)

Rua Soledade 19 OLHÃO Tel. 289 713 534

geral@funerariacorreia.pt - www.funeraria correia.pt

TAVIRA

funerariapedro@sapo.pt funeraria_pedro@sapo.pt

funerariapviegas@sapo.pt

Empresa recomendada

TAVIRA Rua Dr. Miguel Bombarda n.º 25 Tel. - 281 323 983 - 281 381 881 LUZ DE TAVIRA EN 125, n.º 32 – Tel. - 281 961 455

MARIA JOSÉ MARTINS GONÇALVES PEREIRA

VILA REAL STO. ANTÓNIO Rua 25 de Abril n.º 32 – Tel. - 281 541 414

73 ANOS AGRADECIMENTO E MISSA DE 7º DIA

FUNERÁRIA PATROCÍNIO Tlm. - 968 685 719 Rua João de Deus, n.º 86 – Tel. -281 512 736 IDALÉCIO PEDRO Tlm. - 964 006 390

SERVIÇOS FÚNEBRES Com as seguintes ofertas

Sua querida família cumpre o doloroso dever de agradecer reconhecidamente a todas as pessoas que assistiram ao funeral do seu ente querido, realizado no dia 18 de Junho, para o Cemitério de Tavira, bem como todos os amigos que manifestaram o seu pesar e solidariedade. Comunicam que será rezada Missa do 7º Dia, pelo seu eterno descanso, dia 22 de Junho, sexta-feira, pelas 19 horas, na Igreja de São Paulo em Tavira.

 Coroa de flores artificiais com moldura  Cartões memoriais  Livro de condolências  Serviço de água no velório Solicite orçamento antes de decidir AGÊNCIA

“Paz à sua Alma” “Serviços Fúnebres efectuados pela Agência Funerária Pedro & Viegas, Ldª” Tavira • Luz • V.R.Stº António Telm. 964 006 390 - 965 040 428

Tavira

Tlm. – 969 003 042

LUZ – TAVIRA

FUNERÁRIA

Emergência 24 horas

Pedro - 965 040 428

Vila Real Sto. António

Tlm. – 962 406 031

ALAGOA

AGÊNCIA FUNERÁRIA

Então, esqueceu a sua velha amiga? Aquela que trata bem. Antiga Agência Puga trata o seu ente querido como ninguém, temos um serviço personalizado.

JOSÉ JOÃO RODRIGUES

69 ANOS AGRADECIMENTO E MISSA DE 7º DIA Tlm. - 966 574 669 E-mail - globalcontrol@iol.pt

VENDE-SE R/C de moradia bi-familiar, com 2 quartos simples c/ varanda, uma suite, 1 casa de banho, cozinha equipada, sala comum, ar condicionado (quente e frio), gás canalizado, arrecadação, pátio com churrasqueira, área coberta 109.52m2, área descoberta 101.07m2.Com recheio ou sem recheio, preço negociável 114.000.00m. Digno de ser visto. Para mais detalhes telef. 967 221 472.

Sua querida família cumpre o doloroso dever de agradecer reconhecidamente a todas as pessoas que assistiram ao funeral do seu ente querido, realizado no dia 18 de Junho, para o Cemitério da Luz, bem como todos os amigos que manifestaram o seu pesar e solidariedade. Comunicam que será rezada Missa do 7º Dia, pelo seu eterno descanso, dia 22 de Junho, sexta-feira, pelas 9.30h, na Igreja Nossa Senhora da Luz.

“Paz à sua Alma” “Serviços Fúnebres efectuados pela Agência Funerária Pedro & Viegas, Ldª” Tavira • Luz • V.R.Stº António Telm. 964 006 390 - 965 040 428

Agência Alagoa com a gerência de Laura Fernandes

Fica junto ao Hospital Velho em Tavira

Serviços Prestados    

Sempre a seu lado nos momentos difíceis da vida... Temos ao seu dispor uma linha de crédito até 24 meses sem juros financiada por uma instituição bancária credível

SERVIÇOS NACIONAIS E INTERNACIONAIS Trav. Zacarias Guerreiro nº 2 (Largo de S. Francisco) (Centro de Tavira) 8800 – 740 Tavira

AGÊNCIA FUNERÁRIA

IWdjei8|hXWhW"BZW

FUNERAIS - TRASLADAÇÕES - CREMAÇÕES PARA TODO O PAÍS E ESTRANGEIRO

Tel. : 281 323 205 - Fax: 281 323 514 • 965 484 819 / 962 604 552 ATENDIMENTO PERMANENTE - OFERTA DE ANÚNCIO DE NECROLOGIA E CARTÕES MEMÓRIA Artigos Funerários e Religiosos / Catálogo de Lápides e Campas

SE

P E R MRAV IÇ O Funerais N E NT 24H E Trasladações  Cremações Preparação estética do falecido Manutenção de jazigos e campas

   

281 322 652 968 700 767 918 530 058 / 966 088 324 alagoa.lda@gmail.com


22 de Junho de 2012 |

>> SOLUÇÃO

23

da semana passada

Segundo o novo acordo ortográfico deve escrever-se:

O Jogo da Língua Portuguesa vai de férias com as escolas e regressa no próximo ano lectivo!

O comboio inter-regional parte às 14h.

O comboio inter regional parte às 14h.

Sobe & desce

Esta é uma iniciativa das Bibliotecas Paula Nogueira do Agrupamento de Escolas Professor Paula Nogueira (Olhão) em parceria com a Casa da Juventude de Olhão e o POSTAL, que semanalmente divulga os problemas e as soluções deste jogo. Várias escolas do Algarve já aderiram à iniciativa: AE Professor Paula Nogueira (Olhão) / AE da Sé (Faro) / AE D. Afonso III (Faro) / AE Dr. Alberto Iria (Olhão) / Colégio Bernardette Romeira (Olhão) / AE Dr. João Lúcio (Fuseta) / AE de Estoi (Faro) / AE Joaquim Magalhães (Faro) / AE do Montenegro (Faro) / AE de Castro Marim (Vila Real de St. António) / AE Professora Diamantina Negrão / (Albufeira) / Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas (Mega Agrupamento de São Brás de Alportel) / Escola Secundária João de Deus (Faro) / Agrupamento de Escolas D. Paio Peres Correia (Tavira) / Casa da Juventude (Olhão) / Postal do Algarve. Convidamos todas as escolas e bibliotecas, interessadas em aderir ao Jogo da Língua Portuguesa e receber os materiais para o mesmo, a contactar: biblioteca.epnogueira@gmail.com ou jornalpostal@gmail.com.

União

Má pesca

políticas estão unidas pelo “não” à extinção pág. ## de freguesias no concelho (Ler pág. 3).

Não há dinheiro para arranjar um tractor? Já agora, o que é que pode ser mais importante do que apoiar a pesca? (Ler pág. 15).

ZZZ Na pág. ## Câmara de Faro, todas as forças ZZZ

O postal alterou o e-mail da redacção: jornalpostal@gmail.com Fernando Pessanha

FICHA TÉCNICA

Sede: Rua Dr. Silvestre Falcão, n.º 13 C - 8800-412 Tavira - Algarve Tel: 281 320 900 | Fax: 281 320 909 E-mail: jornalpostal@gmail.com Director: Henrique Dias (CP 3259). Director Comercial: Basílio Pires Editor: Ricardo Claro (CP 9238). Redacção: Cristina Mendonça (CP 3258), Geraldo de Jesus (CO 630), Helga Simão, Humberto Ricardo (CP 388). Design: Profissional Gráfica. Colaboradores fotográficos: José A. N. Encarnação “MIRA” Colaboradores: Beja Santos (defesa do consumidor), Nelson Pires (CO76). Departamento Comercial, Publicidade e Assinaturas: Anabela Gonçalves, José Francisco. Propriedade do título: Henrique Manuel Dias Freire, inscrito sob o nº 211 612 no Registo das Empresas Jornalísticas. Edição: Postal do Algarve - Publicações e Editores, Lda. Contribuinte nº 502 597 917. Depósito Legal: nº 20779/88. Registo do Título (dgcs): nº 111 613. Impressão: Naveprinter Distribuição: Banca - Logista, à sexta-feira com o Público/ VASP - Sociedade de Transportes e Distribuição, Lda e CTT. Membro: APCT - Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem e Circulação; API - Associação Portuguesa de Imprensa.

Tiragem desta edição:

8.764 exemplares

Mestrando em História do Algarve - CEPHA / UALG

Assinala-se no dia 26 de Junho de 2012, os 27 anos da geminação Faro – Tânger. Contudo, saberão os munícipes farenses a que se deve esta geminação? Aliás, saberão as entidades políticas responsáveis por esta geminação quais os laços históricos que unem as duas cidades envolvidas? É possível que não, mas a verdade é que também ninguém espera que os políticos sejam pessoas assaz esclarecidas… Desenganese quem romanticamente reivindica o passado islâmico da cidade de Faro enquanto causa única desta geminação. É certo que os mais de cinco séculos de domínio muçulmano em Faro deixaram marcas inegáveis na identidade patrimonial da cidade e da região… mas será essa a única razão? Desengane-se quem inocentemente acredita que uma das causas da geminação possa residir na estória de Faro ter sido conquistado sem derramamento de sangue (basta ler a Crónica da Conquista do Algarve para percebermos que houve confrontos antes de Sancta Maria de Faroon ser entregue a D. Afonso III). Desengane-se quem encontra no Foral dos Mouros Forros de Silves, Tavira, Loulé e Santa Maria de Faro um documento que visa proteger a comunidade islâmica dos judeus e dos cristãos… A

OPINIÃO

Faro e Tânger: Cidades geminadas há 27 anos e exemplo da diplomacia luso-marroquina verdade é que mais razões históricas unem estas duas cidades à beira mar plantadas. Por várias vezes tentaram os portugueses conquistar Tânger sem sucesso. Tentou-o o infante D. Henrique e D. Afonso V, até que finalmente a cidade foi ocupada pelos portugueses, após a conquista de Arzila, em 1471. Tânger viria a ficar sob domínio português até 1661, ano em que é cedida à Inglaterra como dote de casamento entre a filha de D. João IV, Catarina de Bragança, e o rei Carlos II de Inglaterra. Após o abandono de Tânger, uma parte considerável das antigas famílias portuguesas daquela praça desembarcou em Faro, optando por se fixar na “cidade principal do Reyno do Algarve”. Romero de Magalhães, em O Algarve Económico 1600 – 1773, estima mesmo que Faro recebeu em 1662, 78 casais, com 270 pessoas, vindas de Tânger. Ainda assim, serão estas todas as causas para a geminação destas duas cidades? Não. De facto, os laços entre os dois países e as duas cidades só viriam a estreitar-se após a assinatura do Tratado de Paz entre Portugal e Marrocos de 1774, pelo que a nomeação de um cônsul português em Tânger acabou por resultar numa peça fundamental no êxito das relações diplomáticas luso-marroquinas. Sucederam-se embaixadas entre ambos os Estados e de tal

forma a confiança cresceu que, em 1780, uma parte do tesouro de Marrocos foi colocada em Lisboa, sob a custódia da rainha D. Maria I. OthmanMansouri, da Universidade de Casablanca, refere mesmo que por essa altura“uma intensa actividade comercial desenvolveu-se entre as cidades de Tânger e Faro”, nomeadamente no que se refere a produtos como frutos secos, azeite ou manteiga. Com a morte do califa Muley al-Yazid, em14 de Fevereiro de 1792, Portugal apoiou abertamente Muley al-Suleiman na sua pretensão ao trono. Desta feita, a Coroa portuguesa deu instruções ao cônsul português em Tânger, proibindo os navios portugueses de frequentarem os portos controlados pelos paxás rebeldes. O apoio do governo português foi de tal modo importante para Muley al-Suleiman que este deu ordem para serem exportados para Portugal a maior quantidade possí-

vel de trigo e gado, quando em 1796 os portugueses sentiram a escassez destes produtos. A verdade é que Marrocos precisava de auxílio militar português para vencer os rebeldes e pacificar o país. Com efeito, Marrocos recebeu de Portugal um considerável auxílio militar em Junho de 1797. Esta ajuda militar portuguesa permitiu que o sultão pudesse entrar em Marraquexe pela primeira vez em Julho de 1797. De facto, a paga pelo apoio militar português não tardou, nomeadamente durante a guerra contra os franceses e no que se refere à exportação de cereais e gado: os navios de guerra portugueses encontravam refúgio em Tânger e ali iam livremente reabastecer-se. De um modo geral, bem podemos concluir que o apoio de Marrocos nos anos da Guerra Peninsular foi de extrema importância para Portugal e para o Algarve, uma vez que a viabilização de víveres contri-

Assine o

buiu significativamente para o êxito do esforço de guerra contra a ocupação francesa. Reunidas todas estas razões de carácter histórico bem nos podemos voltar a perguntar o porquê da geminação entre Tânger e Faro em 26 de Junho de 1985… Por geminação não devemos compreender um protocolo oficial de modo a fomentar intercâmbios culturais? Não deverão duas cidades geminadas potenciar o desenvolvimento intercultural com vista à aproximação entre os povos irmanados? Se assim é fica a desconfortável impressão que pouco tem sido feito neste sentido. Para os mais desatentos fica ainda o convite para uma visita à Place de Faro, em Tânger, assim como à Praça de Tânger, em Faro, onde é possível encontrar duas inscrições (uma em português e outra em árabe), relativas à geminação destas duas cidades. Envie este cupão para:

POSTAL DO ALGARVE - Rua Dr. Silvestre Falcão, nº 13 C, 8800-412 Tavira

(50 Edições) Portugal 30 ¤ I Europa 50 ¤ I Resto Do Mundo 80 ¤

NOME __________________________________________________________________________________________________________________________ DATA DE NASCIMENTO _______ ⁄ ________ ⁄ ____________ MORADA __________________________________________________________________________________________ CÓD. POSTAL _________ - _____ — ________________________________________________ NIF

  

TEL   

 

EMAIL _______________________________________________________ PROFISSÃO ________________________________

AUTORIZAÇÃO DE PAGAMENTO - por débito na conta abaixo indicada, queiram proceder, até nova comunicação, aos pagamentos das subscrições que vos forem apresentadas pelo editor do jornal POSTAL do ALGARVE. Esta assinatura renova-se automaticamente. Qualquer alteração deverá ser-nos comunicada com uma antecedência mínima de 30 dias.

30 ¤

NIB

Assine através de TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA

BANCO _______________________________________________________________________________________________

   

NOME DO TITULAR __________________________________________________________________________

35 ¤ 

BALCÃO ______________________________________________

_______________________________________________________________________________ ASSINATURA IDÊNTICA À CONSTANTE NA FICHA DO BANCO DO TITULAR DA CONTA.

Assine através de DINHEIRO, CHEQUE ou VALE POSTAL, à ordem de Postal do Algarve.

NOTA: Os dados recolhidos são processados automaticamente e destinam-se à gestão da sua assinatura e apresentação de novas propostas. O seu fornecimento é facultativo. Nos termos da lei é garantido ao cliente o direito de acesso aos seus dados e respectiva actualização. Caso não pretenda receber outras propostas comerciais, assinale aqui.


última Tiragem desta edição:

8.764 exemplares

Jogos Olímpicos 2012 ALGAR apoia selecção de nadadores paralímpicos A ALGAR, empresa responsável

pela gestão do Sistema Multimunicipal de Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos do Algarve, está a apoiar a Selecção Portuguesa de Natação Adaptada na preparação para os Jogos Paralímpicos de 2012, em Londres, no âmbito de uma iniciativa de solidariedade social transversal a todas as empresas do grupo AdP – Águas de Portugal, do qual a ALGAR faz parte. Os atletas da Selecção Nacional de Natação Adaptada estiveram recentemente na Sede do grupo Águas de Portugal, numa cerimónia que encerrou o protocolo de apoio do grupo à Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência (FPDD). Através da mobilização de cerca de cinco mil colaboradores em três anos, foram angariados fundos para

apoiar os atletas na sua preparação com vista ao apuramento para os Jogos Paralímpicos Londres 2012, numa iniciativa que visava igualmente a sensibilização para a importância do desporto enquanto factor de inclusão social. O projecto “As nossas Estrelas” nasceu em 2009, com a criação de um cartão electrónico que tinha por objectivos reduzir o consumo de papel e de tinta, bem como diminuir os custos associados às actividades de envio de cartões de Natal. O apoio materializou-se na doação, por parte das empresas do Grupo, de 50 cêntimos por cada postal electrónico de Natal enviado pelos seus colaboradores nos anos de 2009, 2010 e 2011, tendo permitido recolher mais de 92 mil euros para esta causa comum.

D.R.

 Iniciativa visa sensibilizar para a importância do desporto como factor de inclusão social Através da participação em diversos campeonatos e acções preparatórias, os atletas trabalham para a melhoria dos tem-

pos pessoais, quebra de vários recordes nacionais e títulos de campeões nacionais; alcance de mínimos de apuramento e

qualificação para os Jogos Paralímpicos de Londres que se realizam de 29 de Agosto a 9 de Setembro de 2012. PUB

JOALHARIA E RELÓGIOS UNIPESSOAL LDA COMPRAMOS

BRINQUEDOS E BONECAS ANTIGAS

• • • • •

OURO E PRATA

QUADROS PINTADOS A ÓLEO E AGUARELAS MOBILIÁRIO E ESPELHOS

• • • •

ANTIGUIDADES

• • • • • • • •

RELÓGIOS E PULSO E DE PAREDE MOEDAS E MEDALHAS DIAMANTES, PEROLAS E CORAIS SAFIRAS, RUBIS, ESMERALDAS E ANEIS DE DIAMANTES

VIDRO E PORCELANAS MARMORE E BRONZE SERVIÇOS DE PRATA

LUSTRES MALAS DE MARCA ESTATUETAS DE MARFIM CAIXAS DE OURO E PRATA CASACOS DE PELE BIJUTERIA ANTIGUIDADES NO GERAL

VENHA VISITAR-NOS NO HOTEL FARO de 23 de Junho a 1 de Julho Horário: 10 – 19 horas Praça D. Francisco Gomes N2 8000-168 Faro www.hotelfaro.pt

Compramos Jóias, ouro, Prata, Relógios, todo o tipo de antiguidades e MUITO MAIS! Os Melhores preços pagos na hora!

PARA MARCAÇÃO EM LISBOA, PORFAVOR CONTACTAR Telefone (PT): 910236544 / Telefone (EN): 910240175 E-mail: essex.jc@gmail.com Pode também enviar os seus artigos para o Apartado 27116,1144-003 Lisboa

Postal22Junho1082  

EDIÇÃO ESPECIAL ANIVERSÁRIO 25 anos de jornal na primeira pessoa: “Para a sociedade actual, os jornalistas são mais perigosos que os assassi...