Issuu on Google+

PUB

Director Henrique Dias Freire • Ano XXIV • Edição 1077 • Semanário à sexta-feira • 11 de Maio de 2012 • Preço € 1

EM FOCO 2 FARO 3 PORTIMÃO 5 VILA REAL, CASTRO MARIM, ALCOUTIM 6 TAVIRA 7 OLHÃO 9 SÃO BRÁS, LOULÉ 10 ALBUFEIRA 12 LAGOA, SILVES, MONCHIQUE 14 LAGOS, VILA DO BISPO, ALJEZUR 15 REGIÃO 16 LAZER 19 CLASSIFICADOS 20 OPINIÃO 23

Praias da região recebem menos bandeiras azuis

ÀS SEXTAS EM CONJUNTO COM O PÚBLICO POR €1,60

> A região soma este ano menos cinco areais com bandeira azul. De 74 em 2011 regressamos ao número atingido em 2010, 69 galardões. Lagoa não candidatou nenhuma das seis praias que tinha com a reconhecida bandeira hasteada e por uma unha negra o Algarve não perdeu a posição de primeira região do país nesta matéria. Albufeira é a campeã com 20 praias azuis p.13

D.R.

D.R.

Maravilhas Praias de Portugal TURISMO

Albufeira inaugura novo posto de turismo à entrada da cidade O novo espaço receberá com melhores condições os turistas que acedem a Albufeira vindos da A 22 ou do IC1. A nova sala de visitas do concelho liderado por Desidério Silva promete ser uma mais-valia para o principal destino do turismo regional p. 12

>

D.R.

Três finalistas: O Algarve tem três finalistas entre as 21 praias concorrentes às 7 Maravilhas Praias de Portugal. Odeceixe, na foto, e Arrifana no concelho de Aljezur, e Praia da Ilha de Tavira, no concelho liderado por Jorge Botelho. Saiba como pode ajudar a região a vencer o concurso > 2 ANIVERSÁRIO

Quarteira comemora 13 anos de cidade >A

festa promete ser rija e durar todo o fim-de-semana para comemorar um momento único da freguesia p. 11

Deputados medem pulsar da região >8

SAÚDE

Algarve vai gerir processos clínicos on-line > A região inova ao ser a primeira a avançar com um sistema que permite a ligação entre centros de saúde e hospitais na gestão dos processos clínicos dos utentes do Serviço Nacional de Saúde. Avanços positivos num sector fundamental p. 16 D.R.

ECONOMIA

Restaurantes apostam nos ‘saldos’ p. 18 PUB

CA SEGURO HABITAÇÃO Veja anúncio na pág. 14


    |  11 de Maio de 2012

em foco d.r.

d.r.

d.r.

Aljezur e Tavira são finalistas das 7 Maravilhas Praias de Portugal Odeceixe, Arrifana e Praia da Ilha de Tavira entraram para o clube dos que vão a votos do público ricardo claro

Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

Três praias algarvias es-

tão entre as 21 finalistas das 7 Maravilhas Praias de Portugal e vão agora a votos junto do público para se escolherem as rainhas dos areais. O Algarve já não é um estreante nestas andanças e a região tem já uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal, a Ria Formosa. Nas 7 Maravilhas da Gastronomia o Algarve marcou presença entre os 21 finalistas com o xarém com conquilhas e só nas 7 Maravilhas de Portugal a região não integrou os 21 finalistas. Desta feita, na eleição das melhores praias do país o Algarve integra o pelotão dos finalistas com três praias. Arrifana e Odeceixe, no concelho de Aljezur, e Praia da Ilha de Tavira, em Tavira. Aljezur fez entrar os dois areais, o máximo admitido por concelho numa mesma categoria, na luta pelo lugar de maravilha entre as praias de arriba, e Tavira logrou estar entre as candidatas a maravilha na categoria de praia de dunas, sendo a única praia da costa sul do país a constar da lista de finalistas.

Odeceixe deve-se marcar o 760 217 711 e para votar na Ilha de Tavira o número a marcar é o 760 207 714. Os votos no sítio oficial e no facebook estão limitados a um por e-mail e obrigam à escolha de uma praia em cada uma das categorias.

O sistema de eleição A elei-

ção das 7 Maravilhas - Praias de Portugal começou com 327 candidaturas, das quais 294 foram depois de passarem pelo crivo de um conselho científico. Setenta especialistas seleccionaram as 70 praias pré-finalistas e as 21 finalistas foram seleccionadas por um painel de 21 notáveis de vários quadrantes da sociedade.

Os autarcas das eleitas no Algarve José Amarelinho li-

 Jorge Botelho está confiante de que a Ilha de Tavira será eleita

A votação As 21 Finalistas fo-

ram apresentadas ao público no passado domingo e a votação decorre desde então até 7 de Setembro, podendo votar-se através do sítio oficial do concurso na internet em www.7maravilhas.sapo.pt/, através do facebook, em www.

facebook.com/7maravilhas, ou pelo telefone. Na votação telefónica cada chamada conta como um voto e tem um custo associado de 60 cêntimos mais IVA. Para votar na Arrifana o número é o 760 207 710, para o voto recair sobre

dera o concelho de Aljezur, que conseguiu dois lugares entre as finalistas. Para o autarca, é “uma honra e um orgulho a escolha para todos os aljezurenses, em especial tendo em conta que se trata de um concurso que atende à beleza natural das praias candidatas”. O presidente da Câmara destaca “a importância da nomeação por si só como forma de divulgação do concelho e das suas potencialidades na atracção do

turismo, mas não esconde a vontade de ter uma das sete maravilhas nesta eleição no concelho a que preside”. A beleza natural e a genuinidade de um património natural praticamente intocado são na óptica de José Amarelinho trunfos do concelho de Aljezur. “Este é um outro Algarve em que as águas quentes dão lugar a águas mais batidas, com o Atlântico a conferir à paisagem um recorte único”, realça. Já Jorge Botelho, presidente da Câmara de Tavira, vê a Praia da Ilha de Tavira brilhar como a única eleita da costa sul do país. O autarca soma a escolha à candidatura a Património Imaterial da Humanidade e à eleição da Ria Formosa que banha a cidade como uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal. “Estamos a criar as condições para que o futuro de Tavira reúna todas as potencialidades de atractividade para o Turismo e para a alavancagem económica do concelho. Queremos estar bem preparados para o momento de saída desta época de dificuldades, garantindo que estamos entre os primeiros a decolar da crise”, refere.

As finalistas  PRAIAS DE RIOS Penedo Furado Vila Nova de Milfontes Praia Fluvial de Loriga  PRAIAS DE ALBUFEIRAS E LAGOAS Albufeira do Ermal Praia da Ribeira Vale do Rossim  PRAIAS URBANAS Costa Nova Zambujeira do Mar Tróia-Mar  PRAIAS DE ARRIBAS Praia da Arrifana Praia de Odeceixe Praia do Meco  PRAIAS DE DUNAS Carvalhal Praia da Ilha de Tavira Praia do Porto Santo  PRAIAS SELVAGENS Canto Marinho Fisgas de Ermelo Lagoa do Fogo  PRAIAS DE USO DESPORTIVO Praia de Ribeira d’Ilhas Praia do Guincho Supertubos


11 de Maio de 2012 |

3

FARO

Museu de Portimão soma quatro anos de sucessos pág. 5

Câmara apresenta resultados da rotatividade do estacionamento pago A CÂMARA DE FARO já apurou os números da rotatividade de veículos nos lugares de estacionamento que foram sujeitos a parquímetros desde 2 de Abril e a pedido do POSTAL a autarquia disponibilizou os resultados, mas os números constantes do relatório elaborado pela Câmara não permitem qualquer análise comparativa com o período em que aqueles lugares de estacionamento não estavam sujeitos a pagamento. Apura-se apenas que na zona do Largo de São Pedro os 96 lugares tarifados tiveram uma ocupação média diária, tendo em conta os períodos tarifados das quatro semanas do mês de Abril de 150 veículos para os 96 lugares disponíveis. A zona da Rua Teresa Ramalho Hortigão soma uma ocupação média diária de 131 veículos nos 135 lugares tarifados.

R DO

CLAR

O

Já na zona do Mercado Municipal as ocupações médias diárias cifram-se nos 321 veículos para 56 lugares de estacionamento pago, enquanto que na zona da Rua de São Luís a média diária atinge os 109 carros para 64 lugares.

RIC A

Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

D.R.

Números não permitem qualquer análise com o tempo em que o estacionamento não era tarifado

CÂMARA LANÇA BROCHURA A

Câmara liderada por Macário Correia sentiu a contestação dos farenses face aos novos parquímetros e lançou uma brochura sobre a temática que contém informação útil relativa aos circuitos de transportes públicos urbanos da cidade e à sua conexão com aquelas que a autarquia considera as alternativas ao estacionamento tarifado. Como proposta para quem não quer pagar estacionamento, a Câmara apresenta seis zonas de parqueamento. Junto ao terminal da EVA, um estacionamento sempre repleto de carros, no Largo das Mouras Velhas, zona que está também

Somam-se ainda dois locais, o Largo de São Francisco, onde efectivamente se está perto do centro da cidade e que tem lugares disponíveis ao longo do dia, e a zona do Teatro das Figuras à entrada da cidade. Na brochura a autarquia afirma que os dados apurados permitem “comprovar uma intensa rotatividade”, não explicando o que entende por “intensa” e refere que “tal situação era impossível de conseguir antes” dos parquímetros, apesar de não existir um estudo comparativo entre antes e depois.

JOÃO MARQUES PÕE O DEDO NA FERIDA Para o vereador  A brochura lançada pela autarquia através do correio sempre ocupada e em muito más condições de manutenção, na zona da Horta do Peres, onde a oferta camarária é um terreiro, na envolvente do Hospital de Faro, que apresenta ní-

veis elevados de ocupação na maior parte do dia e na envolvente das piscinas municipais, onde um terreiro é novamente o que se oferece aos munícipes e visitantes da cidade.

João Marques a questão dos parquímetros está a ser discutida de forma “pouco objectiva”. Para o autarca, “em vez de se estar a discutir quem é que lançou e em que termos e momento as bases para a instalação de novas zonas de estacionamento tarifado, impor-

ta analisar a questão que mais controvérsia tem criado”. O vereador refere-se à cobrança de estacionamento na zona do Largo do Carmo, cujas receitas revertem integralmente para a Ordem do Carmo. “São centenas de lugares que são cobrados numa zona onde efectivamente as pessoas não têm alternativa a pouca distância”, diz João Marques, que não compreende como pode a autarquia depois de sucessivos presidentes da Câmara não o terem feito dar a exploração do estacionamento à Ordem do Carmo que nada gastou em infra-estruturas na zona. “Iluminação pública, arruamentos, passeios, águas pluviais e sanemaneto, são investimentos naquela zona agora entregue para exploração, que foram integralmente suportados pelos impostos dos munícipes”, refere João Marques, que centra assim o cerne da questão.

AMORES E DESAMORES DA POETISA FLORBELA ESPANCA NO GRANDE AUDITÓRIO DA UNIVERSIDADE

“Florbela” estreia em Faro O GRANDE AUDITÓRIO DA UNIVERSIDADE DO ALGARVE, no

Campus de Gambelas, serve de palco para a estreia, no Algarve, do filme "Florbela". A sessão, organizada pelo Cineclube de Faro em colaboração com a UAlg, terá lugar às 21.30 horas da próxima segunda-feira, com a presença do realizador, Vicente Alves do Ó. Esta é a primeira adaptação para cinema da vida de Florbela Espanca, um dos vultos mais importantes da poesia portuguesa do séc. XX, e conta com a participação de Dalila Carmo, Ivo Canelas e Albano Jerónimo no elenco principal. Presente nas salas

portuguesas de norte a sul do país desde 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, este épico já acumulou mais de 20 mil espectadores. Às 18 horas do mesmo dia, decorre uma conversa à volta de Florbela Espanca, no Clube Farense, que conta com a presença do realizador e de João Minhoto Marques, professor da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da UAlg (FCHS), com moderação de Vítor Reia Baptista, também docente da UAlg e investigador do Centro de Investigação em Artes e Comunicação. Esta iniciativa é organizada pela

Universidade do Algarve, com o apoio do Cineclube, e tem entrada livre.

FILME RETRATA PAIXÃO E INQUIETAÇÃO “Afastado da tradicional

biografia, Vicente Alves do Ó traz ao cinema uma vertente menos explorada de Florbela Espanca. Através de um olhar sensual, o realizador e argumentista filmou a paixão e a inquietação da poetisa. Uma conversa entre amigos, sobre figuras históricas portuguesas, foi o ponto de partida para “Florbela”. Vicente Alves do Ó decidiu filmar um dos nomes da poesia que ainda não tinha sido adaptado à séti-

D.R.

ma arte, e cuja imagem era tida como uma verdade absoluta. Entrar na vida de Florbela Espanca, ao ler as cartas da poetisa, foi um processo de descoberta para o cineasta. O realizador encontrou uma mulher “que adorava sair, adorava moda, chapéus, frequentar a vida social, muito atenta à situação política do momento e atenta aos outros”. Para o realizador, Florbela Espanca “era uma mulher do mundo, que tinha sede do mundo”. Protagonizado por Dalila Carmo, o argumento do filme foi escrito por Vicente Alves do Ó com a actriz como a escolha inicial para o papel

 Dalila Carmo e Ivo Canelas estão entre os actores de Florbela Espanca. Rodar algumas das cenas, na terra natal da poetisa, Vila Viçosa,

era outro dos imperativos do cineasta, também alentejano, mas de Sines.


    |  11 de Maio de 2012

faro

Canal do Baixo Guadiana soma 300 mil visitas pág. 6

Engenharia da UAlg compete entre as melhores da Europa Três estudantes da Universidade do Algarve vão representar Portugal numa das mais prestigiadas competições europeias para os alunos das áreas tecnológicas d.r.

Ricardo Claro/Lusa ricardoc.postal@gmail.com

Os alunos de engenharia

da Universidade do Algarve (UAlg) voltam a estar entre os melhores da Europa ao integrarem pelo segundo ano consecutivo a representação portuguesa na EBEC do BEST (Conselho Europeu de Estudantes de Tecnologia). Artem Yultyyev, Micael Martins e João Sardo, alunos de engenharia eléctrica e electrónica, seguem as pisadas dos colegas da mesma escola da UAlg que no ano passado representaram Portugal na EBEC, uma das maiores e mais reputadas competições europeias que põe em competição alunos das áreas tecnológicas de 91 universidades do velho continente. Os estudantes do Algarve vão representar o país na área do design de equipa, em que

 Os três alunos vão representar o país na área do design de equipa é pedido aos estudantes que num determinado espaço de tempo resolvam os problemas e criem um protótipo com base num caso prático que só lhes é apresentado no momento da prova. Ao lado dos representantes algarvios estará uma equipa de estudantes da

Oficinas técnicas de representação teatral

Técnicas de Representação Teatral, a decorrer nos sábados dos próximos dias 12, 19 e 26 de Maio. Sendo as artes performativas áreas de interesse geral e em constante renovação, a Fundação INATEL aposta na formação de actores, nomeadamente através da instrução de técnicas de representação teatral, no sentido de proporcionar novas oportunidades a pessoas com ou sem formação nessa área. As oficinas decorrem no Centro de Cultura e Desporto – ARPI, de Faro, sita na Praceta de São Tomé e Príncipe, contam com uma carga horária de 18 horas distribuídas por quatro dias e têm como formador Afonso Dias. Mais informações na Agência da Fundação INA-

Coimbra venceram a fase nacional da EBEC e estarão em Agosto em Zagreb, capital da Croácia, a representar as cores nacionais depois de terem superado as equipas das restantes universidades portuguesas que participaram na prova Universidade do

ultrapassar os obstáculos.

Vitória confirma qualidade de ensino na ualg De acordo

com Mário Benevides, “esta vitória confirma a qualidade dos alunos da Universidade do Algarve nestas áreas e corrobora a vitória alcançada no ano passado”. Para o responsável pelo BEST na UAlg, “este é um reconhecimento que além de prestigiar a universidade dá aos alunos alento em face do reconhecimento nacional e internacional da qualidade de ensino da universidade que frequenta”, por outro lado, acrescenta, “o nome da UAlg surge assim associado aos nomes das mais prestigiadas universidades nacionais e internacionais, ajudando a pôr do ponto de vista da imagem pública os alunos da universidade em pé de igualdade com os formados nas mais reconhecidas universidades”

Apoio a carenciados

INATEL lança desafio a quem sonha ser actor

Centro de Apoio ao Sem-Abrigo abre Loja Solidária d.r.

A Agência de Faro Fundação INATEL vai promover Oficinas

Universidade de Coimbra que representará Portugal na área de ‘case studie’, “uma prova de componente mais teórica”, avançou ao POSTAL Mário Benevides, presidente do grupo local do BEST sediado na Universidade do Algarve. Os alunos da UAlg e de

Porto, Universidade Técnica de Lisboa, Universidade de Aveiro e Universidade Nova de Lisboa. Na final nacional os estudantes tiveram de construir um veículo sem energia aplicada no movimento directo das rodas, capaz de ultrapassar diversos obstáculos, entre eles uma descida de 30º com dois metros, duas curvas de 90º, piso de terra, piso molhado e transportando uma bola de ping-pong à maior altura possível. “O movimento do protótipo baseava-se apenas nas leis da física, nas inclinações e declives, sem que houvesse qualquer fonte de energia suplementar”, precisou Mário Benevides. Durante 24 horas, os veículos de cada uma das seis equipas concorrentes teriam de ir sendo adaptados a alterações feitas no terreno, de forma a

 Afonso Dias TEL de Faro, na Rua do Bocage, 54, em Faro, pelo telefone 289 898 940, pelo endereço electrónico ag.faro@inatel.pt e em www.inatel.pt.

d.r.

O CASA - Centro de Apoio ao Sem-Abrigo – Delegação de

Faro, inaugurou na passada segunda-feira a sua Loja Solidária, na Rua Cunha Matos, nº 17, junto à Metalofarense, “naquelas que eram as antigas instalações da Uniguia”, disse ao POSTAL Isabel Cebola, uma das responsáveis pela associação. Esta loja consiste num primeiro passo no âmbito de um projecto mais vasto que prevê a criação do “Espaço CASA Solidária”, que terá uma oferta mais abrangente no apoio aos mais carenciados, “nomeadamente com oficinas profissionais para ocupação e ajuda na reinserção social dos utentes”, afirma Isabel Cebola. A loja agora inaugurada disponibiliza os mais diversos artigos e produtos, como roupas, brinquedos, utensílios domésticos, mobiliário, livros, entre outros, novos e usados em perfeitas condições, podendo

 Loja disponibiliza os mais diversos artigos a um preço simbólico ser adquiridos por qualquer pessoa através de um donativo a favor da instituição, de valor simbólico, a esmagadora maioria entre 50 cêntimos e dois euros, de forma a que esta possa continuar a desenvolver o seu trabalho de ajuda directa aos sem-abrigo, aos mais desfavorecidos e aos muitos exclu-

ídos socialmente. Complementarmente à loja existe um banco de produtos de primeira necessidade para serem doados gratuitamente aos mais carenciados. A curto espaço novas valências de apoio vão ser abertas neste novo espaço. O Centro de Apoio ao Sem-

Abrigo é uma Associação Nacional sem fins lucrativos, reconhecida como pessoa colectiva de utilidade pública. A delegação do Algarve distribui actualmente apoio diário a mais de mil e 500 pessoas, entre individuais e famílias, sem abrigo, carenciados e excluídos socialmente, sendo que no concelho de Faro apoia actualmente cerca de mil e cem pessoas, quer através dos mais variados géneros alimentares, quer através de outros produtos de primeira necessidade que são distribuídos diariamente. A associação é constituída exclusivamente por voluntários e não recebe qualquer tipo de apoio financeiro. O apoio alimentar da CASA manter-se-á a funcionar nas actuais instalações e “só com o tempo e quando houver verbas para tal passará para as instalações da Loja Solidária”, refere Isabel Cebola. RC


11 de Maio de 2012  |   

Venda ambulante

Vendedores transferidos para stands junto ao Mercado A Câmara de Portimão trans-

feriu, na passada sexta-feira, os vendedores que operavam na zona da Horta do Burro para os novos stands localizados próximo do Mercado da Avenida S. João de Deus. A mudança concretiza-se

após uma intervenção que englobou a instalação das bancas de venda e a captação das águas pluviais, colmatando as lacunas que se verificavam no local em termos de saneamento básico, garantindo melhores condições +ara o desenvol-

vimento da actividade.. A nova estrutura localiza-se no terreno adjacente à Urbanização TAU, perto do Mercado da Avenida S. João de Deus, e disponibiliza 40 pontos de venda cobertos, com a possibilidade de aumentar a

d.r.

lotação para mais 35 pontos a descoberto, proporcionando, segundo a autarquia, melhores condições, quer para os clientes ,quer para os vendedores, que vão pagar uma mensalidade de cerca de 40 euros.

pub

PORTAS GRADES AUTOMATISMOS PARAFUSARIA E FIXAÇÃO MOLAS TÉCNICAS WPC

MUNDITÁLIA

portimão

Importação e Exportação Lda

A solução da fábrica para os profissionais com ou sem serviço de montagem

Morada: Estação de Loulé, Passagem de Nível 6 A, 8100-306 Loulé  +351 289 356 580 •  +351 289 356 581 •  munditalia@sapo.pt

Museu de Portimão soma quatro anos de sucessos

Uma semana com a gastronomia local

Posto de Turismo promove produtos da Mexilhoeira Grande d.r.

Exposição sobre guitarra portuguesa assinala aniversário d.r.

Este sábado assinala-se o

 Artesãos mostram a sua arte ao vivo

A partir desta sexta-feira e até ao sábado do próximo dia 19, o Posto de Turismo de Portimão recebe uma mostra de produtos regionais da Mexilhoeira Grande, onde merecem honras de destaque a vinicultura, a doçaria regional, a apicultura e o artesanato. Sob o mote, “Venha conhecer os sabores e provar os saberes tradicionais”, vão estar representados no certame oito produtores, numa ambiência de sala típica que pode ser visitada das 9.30 às 19 horas, sendo possível aos visitantes adquirirem os produtos expostos e assistirem a demonstrações ao vivo. A iniciativa visa dar a conhecer a freguesia da Mexilhoeira Grande, terra milenar e de uma riqueza territorial e humana signi-

ficativa, contribuindo para a divulgação e revitalização de algumas das suas actividades económicas. Em dois momentos, a iniciativa vai alargar-se ao Porto de Portimão, através de um mini-stand com demonstrações ao vivo de artesãos, que vão dar as boas-vindas esta sexta-feira aos cerca de 450 passageiros que escalam a cidade a bordo do navio “Seabourn Sojourn”, e na próxima terça-feira aos 710 passageiros transportados pelo navio “Adonia”. O Posto de Turismo de Portimão localiza-se no nº 10 da Rua 5 de Outubro, funcionando no horário de Primavera, entre segunda e sábado, das 9.30 às 19 horas, com encerramento ao domingo.

quarto aniversário do Museu de Portimão, que já ultrapassou os 250 mil visitantes, sendo a data marcada pela inauguração da exposição “A Guitarra Portuguesa”, às 17.30 horas, altura em que também será inaugurada a mostra de fotografia “Juízo Final”. A exposição sobre a guitarra portuguesa vai proporcionar a oportunidade de se conhecer as origens do instrumento, os seus construtores, as suas formas, modelos e tendências, cujo som característico tirado das suas 12 cordas foi um dos principais motivos para que o fado, considerado a canção nacional portuguesa, tenha sido consagrado como Património Imaterial da Humanidade. Remontam ao século XVI as primeiras referências à cítara europeia, cordofone que acabará por dar origem à guitarra portuguesa como a conhecemos e que no início do século XIX era um instrumento associado às classes mais pobres, passando a afirmar-se junto da burguesia no final desse período. Na primeira metade do século XX, os mestres construtores e os guitarristas realizaram em conjunto um trabalho que transformou a guitarra como é hoje reconhecida e que se divide em três modelos, de acordo com os locais da sua maior utilização: Lisboa, Coimbra e Porto.

Portimão e fotografia em destaque O próximo sábado

é também a data da realização da 12ª Corrida Fotográfica de Portimão, o mais importante certame do género a sul do Tejo, no qual os concorrentes têm o ensejo de descobrir o espaço geográfico do município, através de um renovado e actualizado olhar pelos aspectos do seu património cultural e natural, suas gentes, actividades e vivências. No mesmo dia será inaugurada a exposição da fotógrafa Cinda Miranda, “Juízo Final”, que, segundo a crítica especializada, conjuga dureza com romantismo nas imagens que capta.

Sábado em Família mais doce

 Guitarras de Coimbra integram a exposição Tudo isto e muito mais pode ser apreciado nesta mostra, patente até 30 de Setembro, em que os protagonistas são a guitarra portuguesa e os seus construtores, dos quais se des-

tacam os nomes de Álvaro da Silveira e das famílias Grácio e Cardoso, sendo devidos agradecimentos especiais ao colecionador José Paulo Costa e ao Museu do Fado.

Por fim, entre as 15 e as 17.30 horas do dia de aniversário, e num ambiente festivo, o doce fino será a matéria-prima escolhida para desafiar a criatividade de pequenos e graúdos na construção de formas e figuras ligadas à história do Museu, no âmbito de mais um Sábado em Família. Ainda integrado no seu 4º aniversário, o Museu de Portimão assinala na próxima sexta-feira, dia 18, o Dia internacional dos Museus, abrindo gratuitamente as portas ao público. O Museu de Portimão funciona às terças-feiras, das 14.30 às 18 horas, e de quarta a domingo, entre as 10 e as 18 horas, encerrando às segundas-feiras.


    |  11 de Maio de 2012

vila real castro marim alcoutim

Deputados nacionais tomam pulso à região pág. 8

Canal do Baixo Guadiana soma 300 mil visitas

Concelho a caminhar

Licenciamentos mais fáceis d.r.

Vila Real discute Regulamento de Ocupação do Espaço Público d.r.

Associação Odiana faz balanço “extremamente positivo” dos resultados obtidos em menos de três meses d.r.

Numa iniciativa da associação ODIANA, liderada por

José Estevens, o Baixo Guadiana está on-line no Lifecooler e com quase 300 mil visualizações no primeiro trimestre de existência. O território está em divulgação permanente no directório nacional turístico Lifecooler. Passados 71 dias, de 21 de Dezembro a 29 de Fevereiro deste ano, o balanço feito pela associação é “extremamente positivo”. De 44 mil e 252 visualizações em Dezembro, os números cresceram exponencialmente em Janeiro para 105 mil e 228, aumentando novamente para 144 mil e 810 no mês de Fevereiro. No total são 294 mil e 290 visualizações do canal interactivo que é uma janela virtual do território. Este é um tráfego que resulta da curiosidade dos internautas e turistas, mas sobretudo de uma prévia lacuna, que está a ser colmatada ao nível da promoção territorial. Nas secções mais pesquisadas do canal encontram-se o directório/base de dados, nomeadamente os alojamentos, restauração e património e a

 José Estevens, presidente da Odiana secção “Roteiros” - sugestões de passeios. O canal do Baixo Guadiana dispõe ainda de vários dossiês temáticos, bem como reportagens escritas e fotográficas. Estes resultados vêm fortalecer e consolidar a grande meta da Odiana: dinamizar as potencialidades e imagem turística territorial e concretizar uma estratégia conjunta e estruturada na região transfronteiriça do Baixo Guadiana. A aposta continua e cada vez mais cidadãos, nacionais e es-

trangeiros, podem, à distância de um simples clique, desvendar a serra, o barrocal e o litoral dos concelhos de Alcoutim, Castro Marim e Vila Real de Santo António, bem como a natureza, património, actividades turísticas e empresas do território. Recorde-se que o site Lifecooler é actualmente o portal nacional mais completo de lazer e viagens. O Baixo Guadiana pode ser descoberto em http://www.lifecooler.com/baixoguadiana.

Alcoutim

Casa dos Condes apresenta trabalhos dos cursos sócio-educativos d.r.

A exposição de trabalhos dos cursos sÓcio-educativos 2011/12 vai estar patente

até ao próximo dia 18 na Casa dos Condes de Alcoutim. A mostra é o resultado dos oito cursos que decorreram em várias povoações do concelho. Os cursos envolveram cerca de 100 formandos e são uma iniciativa assegurada pelo Contrato Local de Desenvolvimento Social “+ Inclusão”, estabelecido entre o Município, o Instituto de Segurança Social e a Associação Odiana.

 Exposição mostra artes tradicionais Na exposição, visitável de segunda a sexta-feira, entre as 9 e as 18 horas, é possível encontrar diferentes recursos naturais

da região transformados com talento e a recuperação de artes tradicionais, como a tecelagem, os Arraiolos e os bordados.

 A Câmara de Castro Marim promove, até ao próximo dia 17 de Junho, o Programa de Dinamização de Percursos Pedestres “Concelho a Caminhar”. O mapa das marchaspasseio, que tem como cenário privilegiado alguns espaços singulares e ambientalmente ricos do concelho, integra um total de cinco percursos pedestres. O ciclo inclui ainda “Uma Janela do Guadiana”, no Azinhal, a 20 de Maio, “A Reserva Natural de Castro Marim”, a 27 de Maio, e Altura, a 17 de Junho. A iniciativa, além de garantir aos adeptos das marchas-passeio um calendário de actividades no município, evitando longas deslocações para poder usufruir das mesmas, promove e divulga os percursos pedestres existentes em Castro Marim.

Vila Real recebe Nacional de Padel  O Complexo Desportivo de Vila Real de Santo António recebe, entre os dias 18 e 20 de Maio, a IV Etapa do Circuito Nacional de Padel, nas categorias de masculinos femininos e mistos. As inscrições estão abertas até ao próximo dia 17, pelos telefones 967 376 163 e 965 848 386, ou pelo endereço electrónico padelclubevrsa@gmail.com. Modalidade com algumas afinidades com o ténis, o padel caracteriza-se por ser jogado com uma raquete muito mais pequena, em campo semi-fechado em que as paredes podem fazer “tabela”, sempre na modalidade de pares.

 Autarquia convida munícipes a apresentar sugestões

Na sequência do processo de consulta pública do

Projecto de Regulamento Municipal de Ocupação do Espaço Público, Mobiliário Urbano e Publicidade de Vila Real de Santo António, a autarquia vila-realense convida todos os interessados a apresentar as suas sugestões e observações. O novo regulamento foi publicado em Diário da República no passado dia 30 de Março e está em discussão pública até à próxima quarta-feira. Segundo a autarquia, “o diploma pretende dotar o concelho de um instrumento que controle toda a ocupação do espaço público na área do município de Vila Real de Santo António, estipulando, de uma forma clara, as responsabilidades da autarquia e dos munícipes”. A edilidade assegura que o novo regulamento “contém mecanismos para garantir o cumprimento das regras de ocupação do espaço público, seja com mobiliário urbano, publicidade ou exposição de produtos, salvaguardando a imagem do concelho, a segurança dos cidadãos e a convivência entre os seus utilizadores”. Além disso, as normas contidas no documento estão adaptadas aos princípios da medida “Licenciamento Zero”, inserida no programa Simplex, que visa a dispensa de licenciamento de alguns actos conexos à abertura de estabelecimentos, substituindo-os por mera comunicação prévia ou por comunicação

prévia com prazo a efectuar via internet no Portal da Empresa. Este novo regulamento municipal torna igualmente claros os critérios adicionais a aplicar em áreas tuteladas por entidades externas, como o Núcleo Pombalino de Vila Real de Santo António e, segundo a autarquia, “deve ser entendido como parte integrante de um conjunto mais vasto de medidas regulamentares que o executivo está a implementar”. Por essa razão, foi já aprovada a proposta do Plano de Ordenamento do Espaço Público, ocupação com esplanadas na zona pedonal de Vila Real de Santo António, onde se especificam as medidas para disciplinar as áreas de esplanadas e se formalizam as regras de ocupação do espaço público para os estabelecimentos de restauração e bebidas. O Projecto de Regulamento, agora em discussão pública, está acessível na Câmara, durante as horas normais de expediente, e as observações sobre o mesmo podem ser formuladas por escrito. O documento, bem como as formas de participação, estão também disponíveis para consulta em www.cm-vrsa.pt. A autarquia vai realizar uma reunião para o público em geral e comerciantes, às 17.30 horas da próxima quinta-feira, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, explicando os princípios de aplicação das novas regras.


11 de Maio de 2012 |

7

TAVIRA

ZZZ pág. ## de Olhão mostra Aldeia da Terra pág. 9 Auditório ZZZ pág. ##

João Ramos retrata a “Distância que nos une” Zona ribeirinha de Tavira em fotos na Junta de Freguesia de Santiago O SALÃO DA JUNTA DE FREGUESIA DE SANTIAGO apresenta,

desde o passado dia 25 de Abril, a exposição de fotografias intitulada “Distância que nos une”, de João Ramos. Presente na inauguração, Luís Nunes, vice-presidente da Câmara de Tavira, referiu ter visto nesta exposição “as coisas que temos no concelho, nomeadamente o património relacionado com o rio e o mar, pelo que tenho de lhe dar os parabéns. Vamos todos ter oportunidade, com mais calma, de apreciar a exposição. Quero dirigir também

palavras de agradecimento ao Rui Soares, da Associação Internacional de Paremiologia e ao João pela sua obra”. João Ramos referiu ao POSTAL que teve o privilégio de ter tido um convite, por parte da Associação de Paremiologia, através de Rui Soares, “para estar em Tavira”. Sobre a forma como a sua exposição está a ser recebida, o fotógrafo salientou que “cada pessoa vê a fotografia à sua maneira e mesmo geograficamente as pessoas relacionam os temos de maneira diferente. Esta-

mos numa área com uma forte presença ribeirinha e marítima e esta exposição diz muito à vertente marítima. Cada pessoa sente à sua maneira. Confesso que me sinto muito sensibilizado pela recepção que estou a ter. Espero que com esta exposição eu consiga transmitir outros olhares, outras formas de expressão e que no final da visita cada um consiga transmitir de certa forma alguma felicidade”. O presidente da Junta de Freguesia, José Mateus, salientou que o interesse é

colocar aquele espaço ao serviço das pessoas, à comunidade. “A parceria com Rui Soares, da Associação Internacional de Paremiologia, já nos proporcionou três exposições. Estamos abertos a qualquer tipo de actividade. O salão também está aberto para outro tipo de eventos. Estão a decorrer aulas de inglês. Vamos ter palestras sobre saúde”. João Carlos da Silva Ramos, nascido em Alhos Vedros em 1981, reside na Baixa da Banheira, é designer gráfico de profissão e fotógrafo amador

GERALDO DE JESUS

 José Manuel, José Mateus, Luís Nunes, João Ramos e Rui Soares nos tempos livres. Autodidacta em fotografia, esta representa para si um complemento a nível expressivo e artístico.

A exposição pode ser visitada, no horário normal de expediente até ao dia 31 de Maio. Geraldo de Jesus PUB


    |  11 de Maio de 2012

tavira

Mega-agrupamentos escolares rejeitados em Loulé pág. 10

Deputados nacionais tomam pulso à região Comissão parlamentar de Economia e Obras Públicas esteve dois dias no Algarve Geraldo de Jesus / Ricardo Claro geraldoj.postal@gmail.com

O Algarve foi a região esco-

lhida para, durante dois dias, ser visitada pela Comissão Parlamentar de Economia e Obras Públicas. A comitiva oriunda da Assembleia da República visitou a região segunda e terça-feira passadas e reuniu com várias entidades públicas e actores privados de relevo na região, nomeadamente com associações empresariais. No rescaldo da reunião mantida pelos parlamentares que integram a comissão, que se fizeram acompanhar por alguns dos deputados eleitos para o Parlamento pelo círculo do Algarve e pela Entidade Regional de Turismo (ERTA), António Pina, presidente da ERTA, afirmou ao POSTAL que “a visita foi positiva, em particular porque permitiu dar nota aos deputados de um conjunto de assuntos que estão na ordem do dia no que respeita à principal actividade económica da região, o turismo”. O titular do Turismo do Algarve diz ter tido a oportunidade, na exposição que fez aos deputados, de dar conta da

preocupação que a ERTA tem com as questões ligadas ao aumento da carga fiscal sobre a restauração e sobre o golfe. Outro dos temas abordados foi a reforma da orgânica da estrutura do Estado no sector do turismo. António Pina considera que a alteração à orgânica das ERTAs falhou na forma como o Governo geriu o tempo de anúncio e de acção. “Creio que ou o Governo anunciou a reforma antes do tempo ou está a demorar excessivamente a apresentar as propostas finais da reforma”, diz Pina, que, no entanto, avançou ao POSTAL que, de acordo com as informações que tem, “as próximas semanas serão o momento da proposta de reforma ver a luz do dia”. Os cortes orçamentais impostos às ERTAs também foram abordados por António Pina, que se refere à actual situação das instituições como “asfixia financeira”. Factos que todos somados levam António Pina a dizer que os poderes públicos têm de “deixar de dar tiros no porta-aviões, referindo-se ao Algarve como principal região turística do país”. Para o responsável algarvio, seria melhor

geraldo de jesus

 Jorge Botelho recebe Campos Ferreira à chegada a Tavira que o Governo apresentasse aos portugueses menos Páscoa, onde os sacrifícios levam à salvação, e mais Natal, onde há uma estrela que brilha como sinal de esperança”.

Parlamentares em Tavira Na terça-feira destaque para a visita dos deputados a Tavira, onde foram recebidos pelo autarca local Jorge Botelho. O momento foi aproveitado

para dar a conhecer aos deputados o novo Núcleo Islâmico do Museu Municipal e para sensibilizar os representantes da nação para a importância da candidatura da Dieta Mediterrânica a Património Imaterial da Humanidade, encabeçada por Tavira no caso português, numa acção concertada junto da UNESCO que inclui outros Estados e comunidades como Chipre (Agros),

Croácia (Hvar e Brac), Grécia (Koroni), Espanha (Soria), Itália (Cilento) e Marrocos (Chefchaouen). O presidente da autarquia reforçou “a importância da candidatura enquanto motivo de orgulho para todos os portugueses e para os tavirenses em particular” e realçou aos parlamentares, “as potenciais mais-valias da classificação em termos de emprego e de

desenvolvimento económico, quer para o concelho, quer para a região, bem como para o país”. Jorge Botelho sensibilizou ainda os deputados para alguns dos projectos para o concelho que considera fundamentais. O programa Polis, o Porto de Pesca de Tavira e a requalificação da zona das Quatro-Águas estiveram entre os temas abordados, bem como, as dificuldades financeiras das autarquias, considerando que as Câmaras estão a passar por “um verdadeiro sufoco”. Campos Ferreira, presidente da comissão parlamentar, afirmou ao POSTAL que a visita à região se enquadra no entendimento de que “a Assembleia da República não se pode fechar sobre si própria”, sublinhando que o parlamento “tem de vir ao terreno, aos locais, e visitar o país para perceber as populações, as famílias, as empresas e as autarquias, que mostram grandes momentos de ansiedade em tempos que não são nada fáceis”. O deputado reconhece ainda que o Algarve tem “uma economia muito fragilizada”.

“Uma vida ao serviço da humanidade”

Cruz Vermelha de Tavira conta história em livro Geraldo de Jesus geraldoj.postal@gmail.com

O Salão Nobre dos Paços do Concelho de Tavira assis-

tiu no passado dia 25 de Abril, com a presença do presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, Luís Barbosa, à apresentação do livro “Uma Vida ao serviço da Humanidade”, que leva à estampa a história da delegação de Tavira, uma das maiores do país. O mesmo responsável abordou a história da organização, recordando que a Cruz Vermelha (CV) está no mundo há 150 anos, para resolver problemas resultantes de crises, “sejam elas de conflito armado, catástrofes naturais ou sociais. Por

isso, a crise faz parte da nossa maneira de estar, de ajudar os nossos semelhantes, os nossos cidadãos. O conjunto de delegações que temos no Algarve é harmonioso, dentro dos princípios que somos uma instituição humanitária”. Recordou as muitas vezes que a Cruz Vermelha é chamada para mediar questões de conflito e a sua capacidade de resolução. “Muitas vezes somos criticados nos órgãos de comunicação social por não sermos reivindicativos. Mas actuamos com imparcialidade, com voluntariado, em muitas situações, como recentemente na Guiné, ou na Colômbia, quando foi necessário entregar alguns antigos prisioneiros das

FARC, para os fazer regressar à vida normal”. Falou ainda do papel das delegações nacionais no apoio às populações. “Estamos convictos de que Tavira, o Algarve e as delegações do Algarve representam um potencial no domínio do apoio às populações nesta época de crise que nós temos vindo a aproveitar e queremos continuar a desenvolver”. Almeida Martins, presidente da delegação de Tavira, lembrou que esta instituição cumpriu no dia 13 de Fevereiro de 2011, 30 anos de actividade, com altos e baixos, “com muitos objectivos cumpridos e muitos gorados. Hoje, é um dia muito importante, porque

um dos objectivos foi a publicação deste livro, cujo autor é a própria delegação e os seus trabalhadores, no qual se pretende dar a conhecer um pouco da história da Cruz Vermelha internacional, nacional e local”. Lembrou ainda que a Câmara de Tavira tem sido um parceiro importante, na obtenção dos objectivos, chegando o mais próximo das populações mais necessitadas. “Como resultado deste esforço, conseguimos criar duas unidades de cuidados continuados, a unidade médica de reabilitação, em Tavira, e a Unidade de longa duração em Santa Catarina da Fonte do Bispo. Também conseguimos criar

geraldo de jesus

 Cruz Vermelha Portuguesa é nome de rua tavirense o Centro de Apoio Integrado a crianças carenciadas, para além da creche”. O presidente do município, Jorge Botelho, depois de se referir a algumas palavras do presidente nacional da Cruz Vermelha, prosseguiu dizendo que as delegações do Al-

garve “são um exemplo de trabalho abnegado, discreto, concreto, de ajuda e entreajuda de pessoas”. No mesmo dia foi ainda descerrada a placa que “baptiza” uma rua da cidade na zona do Vale Formoso com o nome da Cruz Vermelha.


11 de Maio de 2012 |

9

OLHÃO

Quarteira é cidade há 13 anos pág. 11

Auditório de Olhão mostra Aldeia da Terra Esculturas em terracota fazem retrato burlesco de aldeia portuguesa O FOYER DO AUDITÓRIO MUNICIPAL DE OLHÃO recebe, a par-

tir deste sábado e até dia 30 de Junho, a exposição Aldeia da Terra, exposição permanente que está aberta ao público em Arraiolos e que agora se mostra em Olhão. Conheça uma banda desenhada a três dimensões da aldeia mais caricata de Portugal! A Aldeia da Terra é um projecto classificado de Interesse Cultural pelo Ministério da Cultura, da autoria dos artesãos Tiago Cabeça e Magda Ventura e do seu atelier de artesanato contemporâneo, a Oficina da

Terra, que há mais de 13 anos conquista prémios e distinções. Com loja própria em Évora há mais de uma década e oficinas em Arraiolos, foi também nesta localidade que abriram ao público esta original exposição permanente. A Aldeia da Terra é, nada mais, nada menos do que a aldeia mais caricata de Portugal. Trata-se de uma banda desenhada a três dimensões, em barro, absolutamente improvável, sensível e irreverente, que não deixa indiferente o espírito mais sisudo. Este enorme “Presépio”

pagão, situado no sopé da lindíssima vila de Arraiolos e com vista para o castelo, composto por milhares de pequenas esculturas em terracota e a ocupar uma área de três mil metros quadrados a céu aberto (meio campo de futebol) está em crescimento diariamente.

TRABALHO CRESCE TODOS OS DIAS Tiago e Magda, auxilia-

dos pelos seus colaboradores que também são seus familiares, acrescentam novas peças todos os dias, cheias de cor, movimento e imaginação. Elaboradas no local pelos

D.R.

próprios e à vista de todos, entre outras encomendas, as personagens da Aldeia da Terra ganham vida em frente aos nossos olhos e até as crianças de visita podem experimentar no barro criar a sua, com a ajuda dos pais e conselhos dos artesãos no local e levá-la para casa, ou deixar para ser cozida nos fornos cerâmicos desta dupla bem disposta. Agora, parte do espólio da Aldeia da Terra vai estar acessível ao público do Algarve, graças ao convite do Auditório Municipal de Olhão para mostrar esta obra de grande riqueza.

 A Aldeia da Terra é feita de barro e cheia de humor

IMAGINÁRIO E FANTASIA

Pedro Figueiredo mostra escultura em Olhão O ESCULTOR PEDRO FIGUEIREDO mostra a sua obra em

Olhão a partir deste sábado e até dia 30 de Junho. Os seus trabalhos, muito vocacionados para o imaginário e depuração da figura, vão estar no foyer do Auditório Municipal de Olhão.

Na escultura de Pedro Figueiredo encontramos uma tendência para a fantasia, para o universo imaginário e para a depuração da figura em que a reprodução do real não é a direcção plástica da sua obra. O rigor anatómico cede lu-

gar à desproporção justa e ao reequilíbrio de formas desproporcionadas, fazendo inevitavelmente lembrar a desmaterialização de Giacometti. Como referiu o professor doutor António Pedro Pita, no texto de apresentação da

D.R.

exposição “Limites da des-figuração”, “estamos perante personagens de uma história enigmática, subterrânea, fantástica, onde não há olhares nem proporções porque é a um outro plano que a figuração desfigurativa de Pedro Figueiredo nos faz aceder”.

 Pedro Figueiredo esculpe personagens fantásticas

PUB

PUB

Restaurante América Já reabriu com nova Gerência

 Almoço: Prato do dia  Jantar : Ementa variada Ambiente acolhedor Rua José Pires Padinha n.º 2 - 8800-354 Tavira  281 326 244


10    |  11 de Maio de 2012

são brás loulé

Novo posto de turismo abre portas em Albufeira pág. 12

Mega-agrupamentos escolares rejeitados em Loulé Agrupamento de Escolas de Salir contesta agregação com agupamento de escolas com sede na cidade de Loulé d.r.

A Direcção Regional de Educação do Algarve (DREAlg) está a avançar com o processo de agregações dos agrupamentos escolares em vários concelhos da região, preparando o reforço da concentração da estrutura orgânica dos agrupamentos em mega-agrupamentos, seguindo de perto aquela que tem sido a política dos sucessivos Governos. Se em alguns concelhos o processo está a ser relativamente pacífico, apurou o POSTAL, noutros a realidade é bem diversa e entre eles Loulé é um dos casos. No Conselho Municipal de Educação de Loulé no início de Abril não houve, segundo apurou o POSTAL, a manifestação de qualquer intenção da DREAlg proceder a agregações de agrupamentos no concelho, mas poucos dias depois a autarquia e as escolas foram confrontadas com uma proposta de fusão de agrupamentos. Entre as intenções da DREAlg está a agregação do Agrupamento de Escolas de Salir com o Agrupamento de Escolas Padre João Cabinita, sediado na cidade de Loulé. Neste caso, o novo mega-agrupamento ficaria com sede na escola da cidade louletana e a escola de Salir perderia a liderança do actual agrupamento a que preside. Unidas ficariam “sete escolas do Agrupamento de Escolas Padre João Cabanita e seis do Agrupamento de Escolas de Salir, num total de 13 escolas com um universo de cerca de 2.250 alunos”, referiu ao POSTAL Júlio Sousa, director do agrupamento de Salir.

75% do território no mesmo agrupamento O mega-agru-

pamento que a DREAlg quer criar abrangerá 75% do território do concelho de Loulé,

 Salir tem alunos oriundos sobretudo do meio rural do interior do concelho o maior do Algarve e um dos maiores do país, cobrindo uma área de 270 quilómetros quadrados. As escolas do préescolar, primeiro, segundo e terceiro ciclos de ensino das freguesias de Alte, Benafim, Salir, Ameixial e Tôr ficariam assim debaixo da alçada da escola sede situada em Loulé. Um dos problemas é o da distância, advoga Júlio Sousa, muitos dos actos que hoje se praticam em Salir passariam a poder ser praticados somente na escola sede em Loulé, que dista de Alte 30 quilómetros e do Ameixial 43, ficando Benafim a 25, Salir a 17 e Tôr a nove quilómetros. A distância implicaria dificuldades para a resolução de quaisquer situações por parte dos encarregados de educação, mas a logística de gestão pedagógica e corrente das escolas seria a mais afectada. Os professores passam a ter de efectuar muito mais deslocações para terem as reuniões nor-

mais de trabalho e qualquer assunto passará a ter uma logística de procedimento muito mais pesada e demorada, antecipa Júlio Sousa.

Território heterogéneo Ou-

tras das questões levantadas pela tomada de posição do Conselho Pedagógico (CP) do Agrupamento de Salir, a que o POSTAL teve acesso e que é secundada pelo Conselho Geral do agrupamento, prendem-se com a heterogeneidade das realidades socioeconómicas e culturais dos estudantes. O agrupamento de Salir tem alunos oriundos essencialmente do meio rural do interior do concelho enquanto o agrupamento que ficaria com a sede depois da agregação é eminentemente do litoral. Em causa está pois, todo um trabalho desenvolvido pelo agrupamento de Salir à medida das necessidades do seus estudantes que a estrutura educativa teme perder ou ver

diluído numa realidade muito mais vasta e diversificada.

Gestão de um colosso O novo mega-agrupamento, a ser criado, será um colosso com uma gestão “muito difícil”, diz Júlio Sousa. “À semelhança do que acontece com outros mega-agrupamentos do país, a gestão torna-se mais complexa e pesada”, refere o responsável escolar, destacando que “a distância será um factor de agravamento dessas dificuldades”. Por outro lado, a comunidade em que as escolas estão inseridas e que nos meios rurais tem uma forte ligação com o universo escolar será fortemente afectada, refere a tomada de posição do CP. Professores vão sofrer efeitos da economia de escala Entre os mais afectados

estarão os professores. Instado pelo POSTAL, Júlio Sousa admite que os docentes terão

de fazer muito mais viagens e adoptar novos métodos de trabalho, com evidente prejuízo para o desempenho das suas funções. Na calha estará em princípio a redução do número de professores do mega-agrupamento, que tentará suprir as suas necessidades recorrendo aos quadros e prescindindo dos professores sem vínculo. Por outro lado, a redução das chefias e chefias intermédias ditará o regresso de muitos docentes à carga horária normal de ensino, o que reduzirá as necessidades de recurso a docentes contratados. Realidades que Júlio Sousa reconhece e que acaba por aceitar como indicadoras de maior desemprego para a classe docente. A autarquia contactada pelo POSTAL afirma estar a acompanhar a situação. A vereadora da Educação, Teresa Menalha, que acompanha a par e passo a evolução do processo de agregação de escolas no concelho reiterou ao POSTAL a posição do município assumida perante a DREAlg. “A discussão das agregações deve ser feita em conjunto com a resolução das questões que se prendem com a requalificação do parque escolar que a autarquia e a anterior DREAlg identificaram como sendo da competência do Estado e com a análise da mala financeira associada à transferência de competências do Ministério para a autarquia neste domínio”, diz. Até lá, a Câmara de Loulé “não se pronuncia sobre a questão das agregações” por entender que se trata de “discutir uma questão posterior àquela que deve ser a primeira preocupação no domínio das relações entre a DREAlg e a autarquia nesta matéria”.

São Brás

Tabuleiros floridos brilham em Parises d.r.

Em plena Serra do Caldeirão, a pitoresca aldeia de Pari-

ses volta a homenagear a Nossa Senhora de Fátima na Festa dos Tabuleiros Floridos, no próximo fim-de-semana, num encontro anual que renova a fé e a proximidade entre a comunidade. Esta iniciativa da Associação “Amigos da Serra de São Brás de Alportel”, com o apoio da Câmara e da Paróquia de São Brás de Alportel, tem início no sábado, na tradicional peregrinação à Capela de Nossa Senhora de Fátima, com ponto de encontro pelas 15.30 horas, junto à Igreja Matriz de São Brás de Alportel. Ao longo de um percurso de cerca de 20 quilómetros, por um território que apresenta um elevado grau de dificuldade, os peregrinos contam com um carro de apoio da autarquia e fornecimento de águas, bem como transporte para o local de partida após o término da festa. Para tal, todos os peregrinos devem inscreverse até esta sexta-feira, no Gabinete do Munícipe da Câmara, através do telefone 289 840 019, ou endereço electrónico munícipe@cm-sbras.pt À noite, pelas 21.30 horas, as ruas da aldeia de Parises iluminam-se com a passagem da Procissão das Velas, um momento de devoção e fé, que une todos os anos centenas de pessoas em torno do milagre de Nossa Senhora de Fátima. No final da tarde, pelas 19 horas, o Rancho Típico Sambrasense leva a música à festa.


11 de Maio de 2012 |

SÃO BRÁS

Praias do Algarve estão menos azuis pág. 13

ı

11

LOULÉ

Quarteira é cidade há 13 anos Um fim-de-semana em festa marca a data comemorativa QUARTEIRA CELEBRA este do-

mingo o 13º aniversário de elevação ao estatuto de cidade. Mais uma vez a Câmara de Loulé, em parceria com a junta de freguesia local, promove um programa de animação durante três dias, com muita cultura, desporto, actividades ambientais e inaugurações. A VI Expo Ambiente e Energias Renováveis volta a ser um dos eventos integrados no

No sábado, entre as 9 e as 13 horas, a Praia de Quarteira recebe a acção “Maré Humana – um dia de sensibilização pela protecção do litoral”. As atenções centram-se também no Estádio Municipal de Quarteira, onde, entre as 10 e as 18.30 horas, decorre o Campeonato Nacional para Pessoas com Deficiência e o Campeonato Regional de Juniores em atletismo. A gastronomia também não

partida para a tradicional prova de BTT pelas ruas da cidade. A entrega de prémios de Reconhecimento do Mérito Escolar, Empresarial e Profissional de Cidadãos e Entidades da Freguesia de Quarteira acontece às 10.30 horas, no Centro Autárquico. “Embarcações, a Gente e o

Mar” é o nome da exposição que inaugura na Galeria de Arte da Praça do Mar, pelas 12 horas. E à hora do almoço, 13 horas, vai ser servida uma Cataplana Gigante na Praça do Mar. A tarde inicia-se com a abertura do Mercado de

Querença em Vilamoura, que decorre entre as 15 e as 19 horas. O tradicional mercado inserido no Projecto Querença e que todos os meses tem lugar nesta típica aldeia do interior, vai estar neste dia na Marina de Vilamoura. O mercado vai cons-

tar da venda e divulgação de produtos locais, incluindo legumes, fruta da época, doçaria e artesanato. Tudo isto e muito mais a não perder em Quarteira, num fimde-semana que promete não dar descanso nas comemorações do aniversário da cidade. PUB

D.R.

CONDIÇÕES E FACILIDADES DO SÓCIO REAL SPA THALASSO Grande Real Santa Eulália Resort & Hotel Spa – 5 estrelas - Albufeira Facilidades de Adesão: Promoção durante o Mês de Maio e Junho de 2012 na adesão de novos sócios

 Os Al-Mouraria actuam no sábado à noite aniversário da cidade. A partir desta sexta-feira e até domingo, entre as 12 e as 23 horas, na Praça do Mar, mostram-se equipamentos de aproveitamento de energias renováveis e veículos amigos do ambiente, entre outras propostas. Esta sexta-feira, o “Summer Arena”, no Passeio das Dunas, recebe até às 18 horas um torneio de voleibol de praia. O grupo de música tradicional “Rastemenga” anima a noite na Praça do Mar, a partir das 20 horas. Já o Centro Autárquico de Quarteira recebe, pelas 21.30 horas, o recital de poesia “Maio Maduro Maio”, por Afonso Dias.

foi esquecida neste programa comemorativo do aniversário de Quarteira e, pelas 19.30 horas, vai ser confeccionada e servida uma Paella gigante, na Praça do Mar. É neste espaço que o grupo Al-Mouraria dá um concerto, pelas 21.30 horas.

INAUGURADO CENTRO MUNICIPAL DE MARCHA E CORRIDA No

domingo, data em que se assinala o aniversário da cidade, às 9 horas, é inaugurado o Centro Municipal de Marcha e Corrida, nas Piscinas Municipais de Quarteira, com uma marcha pedestre de sete quilómetros. Pelas 10.15 horas, é dada a

Batalhão de Caçadores 167 voltou a formar  A Companhia de Caçadores 167, que esteve na Angola de 1961 a 1963, realizou no sábado do passado dia 28 de Abril o seu 17º convívio, que desta vez teve como cenário Boliqueime. A Companhia,

comemorou os 51 anos da partida para a Angola. O encontro incluiu uma exposição fotográfica da CC 167, seguida o almoço. O capelão Macedo de Sousa proferiu algumas palavras.

• Mensalidade: €149/ €99 • Jóia de adesão – €100 (oferta) • Oferta de 3 tratamentos de spa por mês com valor até €77 cada (inclui tratamentos de thalassoterapia, tratamentos de rosto, corpo e massagens, sujeitos a reserva prévia) • Utilização do Ginásio de terça a domingo • Acesso ao Circuito Termal Thalasso e Hammam uma vez por semana • 35% desconto nos tratamentos de rosto, corpo, massagens e thalasso. Desconto não acumulável com promoções em vigor • €10 para cada circuito Termal Thalasso Extra. • Utilização da modalidade das 9 às 17 horas de terça a domingo Promoção válida até final de Junho de 2012

Horário de funcionamento: Terça a sábado das 9 às 20 horas Domingos das 9 às 19 horas Segunda: Encerra até 21 de Maio, a partir desta data encontra-se aberto às segundas até Setembro de 2012 Obs: Nenhuma subscrição tem período de congelamento, os tratamentos não transitam para o mês seguinte Não é permitida a entrada a menores de 16 anos no Real Spa Thalasso

Contactos: Grande Real Santa Eulália Resort & Hotel Spa - Real Spa Thalasso Email: spa.grse@grandereal.com Tel.: 351 289 598 030 www.realspaandthalasso.com


12    |  11 de Maio de 2012

Acção de sensibilização alerta contra ameaças ao litoral

Praia dos Pescadores recebe maré humana Albufeira vai participar na

acção “Maré Humana” que, na manhã do próximo domingo, vai levar à Praia dos Pescadores um conjunto de actividades que alertam para as ameaças ao litoral, como acidentes marítimos, poluição marinha,

alterações climáticas, aumento do nível do mar, catástrofes naturais e sobreexploração dos recursos do oceano. Entre as 9 e as 13 horas, o município, as crianças e os jovens de eco-escolas, os escuteiros e a população em geral serão con-

vidados a participar em acções de sensibilização acerca dos resíduos, biodiversidade, radiação solar, segurança, entre outras. Organizada pela ABAE - Associação Bandeira Azul da Europa, a “Maré Humana” pretende ser uma chamada de

albufeira

atenção para a importância de alteração de comportamentos nestas zonas costeiras, cujo usufruto se deve realizar de forma mais sustentável. A iniciativa termina com um momento simbólico, em que todos os participantes, tanto em

d.r.

terra como no mar, dão as mãos por uma causa: a protecção do litoral. Numa região tão dependente da sua frente oceânica e num mundo marcado pelos riscos ambientais eis uma acção que vale a pena integrar

Sítio das Fontes recebe Festa da Natureza pág. 14

Novo posto de turismo abre portas

Câmara ensina a evitar fogos d.r.

Acesso à Via do Infante pronto do lado da autarquia, mas Estradas de Portugal tem obra parada há mais de um mês d.r.

Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

Albufeira ganhou recente-

mente o terceiro posto de turismo dentro da área do continuado urbano da cidade mais turística do Algarve. A nova infra-estrutura situada na entrada da cidade no acesso à Via do Infante, junta-se assim aos postos do Turismo do Algarve, no centro da cidade, e municipal, na zona de Santa Eulália. Segundo Desidério Silva, a criação deste espaço - com cerca de 150 metros quadrados e que inclui uma loja de produtos locais e merchandising - vem conferir “uma nova dinâmica ao turismo na cidade, beneficiando de uma localização privilegiada, numa das principais entradas de Albufeira”. O autarca deseja que este seja um espaço que, para além de prestar informações de carácter turístico, possa igualmente divulgar o que de melhor se produz no concelho. É uma forma de ajudar os artesãos e artistas a promover o seu trabalho e de cativar quem nos visita com uma série de produtos”.

Posto de turismo integrou requalificação da entrada da cidade O posto de turismo

que Desidério Silva inaugurou agora integrou um projecto de grande dimensão que requalificou todo a entrada da cidade desde a zona do parque de campismo até à rotunda dos descobrimentos. Trata-se de uma obra que requalificou os

 Posto de turismo inaugurado é o terceiro do concelho acessos viários e todo o vale onde está encaixada a ribeira, transformando-o num parque verde urbano. Um investimento total de seis milhões e 880 mil euros e que teve um custo inferior ao orçamentado inicialmente, tendo a execução poupado 370 mil euros. Em números, o projecto contou com mais de sete mil metros de condutas de esgotos e água, arruamentos com uma área total de 21 mil metros quadrados de alcatrão e perto de dez mil e quinhentos de calçadas, a que se juntam 1.634 metros de ciclovia e um caminho pedonal de 588 metros quadrados. Foi ainda plantado, entre árvores e arbustos, um efectivo vegetal de mais de duas mil unidades, naquela que é uma das mais importantes transformações operadas na cidade nos últimos anos.

Obras no acesso à Via do Infante paradas há mais de um mês As obras feitas pela Câmara de Albufeira concluíram integralmente a requa-

lificação do acesso à Via do Infante da responsabilidade da autarquia, mas a fase da responsabilidade do Governo e da Estradas de Portugal

está parada há mais de um mês depois de a concessionária Estradas do Algarve Litoral ter parado todas as obras de requalificação da EN 125 e na rede concessionada. “A Câmara tem tudo pronto no que era da sua responsabilidade”, referiu ao POSTAL Paulo Dias, chefe de gabinete de Desidério Silva. Prevista para terminar em Março de 2013, já com atraso, a obra de requalificação do acesso à A22 deve, em face das contigências económicas e da renegociação de todas as parcerias público-privadas, ser concluída ainda mais tarde. As obras entretanto começadas “não colidem com o trânsito”, afirma Paulo Dias, pelo que não constituirão um problema durante a época alta de turismo este ano.

Postos de turismo esperam montras interactivas  Na sequência da inauguração do Posto de Turismo de Albufeira, onde esteve presente António Pina, o POSTAL questionou o responsável pelo Turismo do Algarve sobre o projecto de instalação de montras interactivas em alguns postos de turismo da região. Já candidato a fundos do Quadro Nacional de Referência Estratégico (QREN), numa candidatura que inclui o Turismo do Algarve e várias autarquias e que é liderado pela Câmara de Loulé, o pro-

jecto tarda em ver a luz do dia. “São sempre demoradas, infelizmente, as aprovações das candidaturas aos fundos do QREN”, diz António Pina, que afirma que “este é um projecto que desejava ver implementado o mais depressa possível, uma vez que permite nos locais onde serão instaladas as montras um acesso 24 sobre 24 horas dos turistas à informação através de um sistema de interface táctil nas montras do posto de turismo”. António Pina receia, no

entanto, que o tardar do projecto e o contínuo agravamento das condições financeiras das autarquias possam pôr em causa a sua execução. “A Entidade Regional de Turismo do Algarve tem o dinheiro orçamentado para pagar a sua quota parte de comparticipação nacional no projecto, mas não sei se as autarquias aquando da aprovação do mesmo terão dinheiro disponível para pagarem o que lhes cabe da comparticipação nacional”, refere o responsável.

 Com a aproximação dos meses mais quentes, o município volta a lançar a campanha de sensibilização “Albufeira sem Fogos”, que está a percorrer as escolas do ensino básico, até à próxima terça-feira. “Incêndios Florestais... Aprende a prevenir... Sabe como agir...” é o mote desta campanha informativa que vai visitar as 14 escolas básicas do concelho com palestras, simulacros e outras atividades fomentadoras de comportamentos preventivos contra os incêndios. A campanha “Albufeira sem Fogos” chega aos mais de 1.200 alunos dos dois primeiros anos do ensino básico com idades a rondar os seis e os sete anos. “Face ao aumento do número de incêndios e de área ardida registados na última década em Portugal, em parte devido a atitudes negligentes no uso do fogo, a sensibilização surge como uma importante ferramenta no contexto da prevenção dos incêndios”, salienta Carlos Quintino, vereador da Proteção Civil da Câmara de Albufeira.


11 de Maio de 2012  |   13

albufeira

Vila do Bispo acolhe meta final da Trans Portugal pág. 15

Praias do Algarve estão menos azuis Albufeira lidera a nível nacional com 20 praias galardoadas. Lagoa não candidatou os seus areais Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

Albufeira é a campeã nacional de bandeiras azuis em 2012 com 20 praias galardoadas. O Algarve, por seu lado, só por uma unha negra mantém a primeira posição das regiões com mais bandeiras azuis, com 69 areais, seguido de muito perto pelos 67 do norte, com a região algarvia a perder cinco praias face a 2011 e o norte a somar mais quatro. No continente a única região que perde bandeiras azuis é o Algarve. Saíram todas as praias do concelho de Lagoa (seis), que não candidatou nenhum dos seus areais, de acordo com os dados avançados ao POSTAL por Catarina Gonçalves, responsável pelo Programa Bandeira Azul em Portugal, a praia dos Três Castelos em Portimão e Fuseta-Ria em Olhão, estas duas por não cumprirem os requisi-

d.r.

tos do galardão quanto à qualidade da água. Entradas para as praias do Forte Novo e Almargem, em Loulé, e uma reentrada para a praia fluvial do Pego Fundo em Alcoutim.

Algarve regressa aos números de 2010 Tudo somado

o Algarve tem menos cinco bandeiras azuis e regista, tal como no país, afirma Catarina Gonçalves, uma quebra de praias de mar galardoadas, enquanto que as praias fluviais mantêm a trajectória ascendente. No que respeita a marinas, Lagos, Portimão, Albufeira e Vilamoura mantêm os galardões. O Algarve regressou assim aos números de 2010 com apenas 69 praias com bandeira azul, quando em 2011 tinha atingido 74 distinções, mas evitou perder o título de região mais distinguida que ostenta desde

A conquista da bandeira

 Praia do Pego Fundo em Alcoutim regressa este ano à bandeira azul, a única fluvial na região o início do galardão em Portugal em 1987. “Quando atribuímos os galardões em 1987 o país tinha apenas 67 bandeiras azuis e já nessa

altura o Algarve exibia a bandeira à entrada de 34 areais”, recorda Catarina Gonçalves. Não obstante a evolução notória, muito resultado do traba-

lho das autarquias e do Governo na melhoria do tratamento de esgotos e do cuidado com as águas balneares e os próprios areais, continua muito por fazer.

Saiba onde ir a banhos em praias com bandeira azul  Zonas Balneares ALCOUTIM Pego Fundo ALBUFEIRA Arrifes Aveiros Belharucas Castelo Coelha Evaristo Falésia Açoteias Falésia Alfamar Galé - Leste Galé - Oeste Manuel Lourenço Maria Luísa

Olhos d’Água Oura Oura - Leste Rocha Baixinha - Este Rocha Baixinha - Oeste S. Rafael Salgados Santa Eulália ALJEZUR Arrifana Monte Clérigo Odeceixe-Mar FARO Barreta Culatra-Mar Faro - Mar

O país conta este ano com 275 praias galardoadas, mais quatro do que em 2011, quando só a linha de costa nacional conta com largas centenas de praias ao longo dos cerca de 950 quilómetros de extensão.

Ilha do Farol - Mar LAGOA Sem bandeiras LAGOS Batata Camilo D. Ana Luz Meia Praia Porto de Mós LOULÉ Almargem Ancão Forte Novo Garrão Nascente

Garrão Poente Loulé Velho Quarteira Quinta do Lago Vale de Lobo Vilamoura OLHÃO Armona - Mar Fuseta - Mar Fuseta - Ria PORTIMÃO Três Irmãos Alvor Poente Rocha Três Castelos Vau

SILVES Armação de Pêra Praia Grande Poente

Martinhal Salema Zavial

TAVIRA Barril Cabanas - Mar Ilha de Tavira - Mar Terra Estreita

VILA REAL STO. ANTÓNIO Lota Manta Rota Monte Gordo Santo António

VILA DO BISPO Almádena (Cabanas Velhas) Burgau Castelejo Cordoama Ingrina Mareta

 Marinas Marina de Albufeira Marina de Lagos Marina de Portimão Marina de Vilamoura fonte: associação bandeira azul

- portugal

A bandeira azul é atribuída, anualmente, às praias e aos portos de recreio que cumpram um conjunto de critérios de natureza ambiental, de segurança e conforto dos utentes e de informação e sensibilização ambiental. Este galardão, símbolo de referência de qualidade ambiental que os portugueses reconhecem e valorizam, é o resultado de candidaturas que, para as praias, implicam o cumprimento voluntário de 23 critérios. No que respeita aos portos de recreio e marinas, a candidatura implica o cumprimento de um conjunto de 22 critérios. A atribuição da bandeira azul a uma praia traduz o respeito por critérios de Qualidade da Água, de Informação e Educação Ambiental, de Gestão Ambiental e de Equipamentos e Segurança. Em relação aos portos de recreio, este galardão significa a observância de critérios referentes à Qualidade do Porto, à Gestão do Porto e Informação e à Educação Ambiental e Segurança. A verificação destes critérios é efectuada por um júri nacional constituído por 25 entidades do sector público e privado. O resultado desta análise é ainda objecto de escrutínio por parte de um júri internacional constituído por representantes de organismos internacionais do ambiente.

Almargem promove sensibilização para protecção do meio ambiente

Lagoa dos Salgados oferece actividades para todos os gostos “As Aves e a Lagoa dos Salgados” é a actividade que a

Almargem vai realizar no concelho, no âmbito da terceira edição da Festa da Natureza. A iniciativa vai ter lugar no próximo domingo, tendo como cenário a Lagoa dos Salgados, e pretende contribuir para a sensibilização do público para a protecção e conservação do meio ambiente.

Albufeira é um dos oito concelhos algarvios a acolher a Festa da Natureza 2012, juntamente com Vila do Bispo, Lagoa, Silves, Loulé, Faro, Tavira e Alcoutim, em diversas iniciativas a decorrer ao longo do fim-de-semana. Saídas de campo para observação de fauna e flora, percursos de interpretação da natureza e de kayak, exposições e passeios pedestres vão estar à

disposição de todos de forma gratuita. Em Albufeira, os participantes vão ser convidados a observar e identificar as aves que vivem na Lagoa dos Salgados, tomando conhecimento da importância dessa zona húmida para a sobrevivência de muitas espécies. A actividade vai decorrer entre as 9.30 e as 12.30 horas, com ponto de encontro

no parque de estacionamento da Praia dos Salgados. Os participantes devem levar binóculos, guias de campo, roupa confortável e água. Para mais informações ou inscrições, os interessados devem contactar o telefone 938 771 316, o endereço electrónico pramalho@almargem.org ou visitar o blogue www.festadanatureza.wordpress.com.

d.r.

 Participantes convidados a observar e identificar as aves


14

| 11 de Maio de 2012

LAGOA SILVES MONCHIQUE

Algarve pioneiro no acesso on-line aos processo clínicos dos doentes pág. 16

Sítio das Fontes recebe Festa da Natureza

D.R.

Descobrir o Arade em kayak de mar é o objectivo RESPONDENDO AO DESAFIO DA ALMARGEM para a Festa da

Natureza deste ano, o Parque Municipal do Sítio das Fontes, na freguesia de Estômbar, concelho de Lagoa, é cenário no próximo sábado de uma actividade de interpretação da paisagem do Rio Arade, utilizando o kayak de mar como ferramenta para a descoberta da natureza. Trata-se de um percurso entre o Sítio

das Fontes e a Praia da Angrinha, em Ferragudo, dando-se especial destaque à importância do estuário para a avifauna migratória e para o enquadramento dos velhos moinhos de maré, no contexto da bacia do Rio Arade. O percurso inclui uma visita ao moinho de maré do Sítio das Fontes, guiada por um dos técnicos do Parque. Os participantes vão ser con-

vidados a familiarizar-se com os nomes das peças e mecanismos do moinho de maré, para compreenderem o método de produção da farinha de milho, usada tradicionalmente na confecção das papas de milho ou xerém, hoje incontornáveis em qualquer ementa da nossa gastronomia regional. Durante o percurso pelo estuário do Arade, os participantes vão contactar com os valoPUB

res naturais do rio, com a sua importância para o equilíbrio dos ecossistemas na economia e na génese de um interessante património histórico-cultural que engloba valores tão diversos com a arquitectura e a gastronomia. A iniciativa do próximo sábado inclui dois percursos, um pensado para caiaquistas pouco experientes, que não possuam embarcação, disponibilizando a organização o caiaque, a pagaia e o colete destinados a caiaquistas com embarcação e equipamento próprios e habituados à prática da actividade. O kayak é, porventura, a

 Participantes vão contactar com os valores naturais do rio mais antiga embarcação, digna desse nome, concebida pelo homem. Foi criado pelos povos que habitavam as regiões geladas do Ártico, como os Inuitas e Aleutas, que também conhecemos por esquimós, e que, originalmente, estavam vocacionados para a caça e a

pesca. É uma embarcação elegante, rápida e silenciosa, ideal para quem gosta de desfrutar a natureza com um mínimo de pegada ecológica, para actividades como a observação de aves, a pesca à linha, ou mesmo o campismo em autonomia total.

ESCULTURAS DE AREIA REGRESSAM ESTE MÊS

FIESA mostra ídolos de todos os tempos

D.R.

O FESTIVAL INTERNACIONAL DE ESCULTURA EM AREIA já come-

çou a ser construído, em Pêra, no concelho de Silves, abrindo ao público a 25 de Maio, com trinta e cinco mil toneladas de areia, esculpidas em celebridades do mundo inteiro. Ídolos é o tema desta décima edição do FIESA, numa homenagem a várias personagens exaltadas pela nossa sociedade e numa reflexão sobre a admiração colectiva e intemporal de deuses, pessoas notáveis e objectos simbólicos. Este ano, o FIESA apresenta uma nova estrutura do espaço ocupado pela areia, proporcionando aos visitantes habituais uma visão diferente da exposição, bem como caminhos no interior das próprias esculturas. Na primeira fase da construção, um conjunto de técnicos prepara a areia para ser trabalhada pelos artistas, molhando, amontoando e compactan-

 Monumentalidade feita de areia é o que propõe o FIESA do-a, de acordo com as cenas previstas. Uma semana depois chegam os escultores, de várias nacionalidades, para transformar a areia em esculturas de ícones do desporto, do cinema, da música, da moda, da política e da religião. O FIESA é considerado o maior festival de escultura em areia do mundo, pela dimensão das suas esculturas, que chegam a atingir os 12 metros de altura, e pela área por elas

ocupada de quinze mil metros quadrados. Pode ser visitado de dia ou de noite, quando as esculturas são iluminadas por jogos de luzes. O festival estará aberto ao público até Outubro, funcionando entre as dez da manhã e a meia-noite, durante todo o Verão, e encerrando às 21 horas, nos períodos de 25 de Maio a 29 de Junho, e às 20 horas, nos períodos de 16 de Setembro a 25 de Outubro.


11 de Maio de 2011  |   15

lagos vila do bispo aljezur

Pescadores do sotavento querem rever acordo de pescas com Espanha pág. 17

Vila do Bispo acolhe meta final da Trans Portugal Prova de elite de BTT percorreu 1.150 quilómetros em nove dias e chega ao Algarve este fim-de-semana Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

Verdadeiros resistentes das duas rodas é o que se pode chamar aos 65 ciclistas que se lançaram na odisseia de atravessar Portugal de lés-a-lés em nove dias. A décima Trans Portugal Garmim arrancou de Bragança no passado dia 5 e entra em terras algarvias no sábado, terminando em Sagres no domingo. Os participantes percorrem as nove etapas, uma por dia, em BTT e vão pedalar 1.150 quilómetros fora da estrada, atravessando vales e montes, ribeiras e rios, florestas com passagem garantida pela

planície alentejana antes de entrarem na serra algarvia. No sábado, a prova liga Albernoa a Monchique, num percurso de 139 quilómetros, e no domingo é a vez dos participantes se fazerem ao caminho entre Monchique e Sagres, num percurso que implica levar as bicicletas serra abaixo por 99 quilómetros de estradas algarvias.

Sem indicações O que de es-

pecial tem esta prova é que os amantes do BTT que integram o pelotão apenas se guiam através de GPS. Como referiu ao POSTAL Alfredo Saboga da organização da prova, não há quaisquer indicações físi-

cas no terreno para guiar os ciclistas nem quaisquer metas técnicas onde possam contactar com a organização. Um atleta e um GPS são para esta prova o par perfeito para chegar ao destino a cada etapa conhecendo o país, as suas paisagens e gastronomia, algo que o Algarve vai poder mostrar aos atletas de 17 países durante o próximo fim-de-semana. A dureza da prova é de realçar, pois o regulamento impõe uma total ausência de ajudas aos atletas que se vêem sós na procura pelo melhor caminho para chegar ao fim de cada etapa, mas a quietude e a so-

Finanças da autarquia determinam cortes

lidão estão decerto entre as paixões de quem escolhe a Trans Portugal Garmim.

A prova decorre em linha e por etapas, sendo a mais curta de 95 quilómetros e a

mas longa de 125, com um desnível acumulado de subidas de 24.500 metros.

Rita RedShoes brilha em Lagos d.r.

A conhecida cantora Rita

d.r.

A autarquia de Lagos, presi-

 Júlio Barroso renova acordo entre autarquia e Cruz Vermelha camarários, nomeadamente as marchas-passeios, o projecto “Saúde em Movimento”, entre outras actividades pontuais desenvolvidas pelas escolas, clubes e associações desportivas e culturais. Nos termos do acordo agora renovado, a Delegação de Lagos da Cruz Vermelha Portuguesa compromete-se a prestar

 Amantes do pedal ficam a conhecer as paisagens e gastronomia do país

Centro Cultural

Município de Lagos diminui apoio à Cruz Vermelha dida por Júlio Barroso, aprovou o acordo de colaboração a estabelecer entre aquele município e a delegação local da Cruz Vermelha Portuguesa e que vai permitir garantir a continuidade da colaboração desta nas actividades promovidas ou apoiadas pelo município. Contudo, o subsídio atribuído àquela entidade vai descer de 35 mil para 10 mil euros, um decréscimo que o município justifica pela sua actual situação financeira. O principal objectivo deste acordo é definir o apoio a conceder pelo município de Lagos à delegação local da Cruz Vermelha Portuguesa, tendo em vista apoiar a sua actividade estatuária, consubstanciada na prestação de serviços em benefício das populações de Lagos. Esta instituição tem apoiado, com carácter regular, projectos

d.r.

assistência e socorro nas iniciativas promovidas ou apoiadas pela Câmara de Lagos, desde que para tal seja solicitada, participando activamente nas acções e comissões para as quais for convidada pela autarquia, com especial relevo para as acções relacionadas com protecção civil, acção social e desporto para todos.

RedShoes apresenta esta sexta-feira o seu último projecto musical, “The Other Women – O mundo nas canções d’Elas”, no Centro Cultural de Lagos. Neste concerto a cantora evoca alguns dos grandes nomes da música mundial. Desde a revelação há cerca de cinco anos, com a canção “Dream On Girl”, que Rita Redshoes tem coabitado o imaginário de quem a ouve, levando à descoberta de canções ímpares através dos discos “Golden Era” e “Lights & Darks”, exemplos da sua singularidade. Resultado da sua inquietação, a cantora sempre se questionou sobre a importância que o “ser mulher” tem na caracterização da sua criatividade. Dessa descoberta, quase evidente, resultou a concepção de um concerto de características algo diferentes das que lhe são habituais: uma homenagem às autoras, composi-

 Cantora evoca alguns dos grandes nomes da música mundial toras e intérpretes que pela sua criatividade a inspiraram desde que despertou para a música. Em “The Other Women – O mundo nas canções d’Elas”, Rita Redshoes evoca alguns dos grandes nomes da música mundial, uns mais recentes, outros menos, percorrendo

canções que também fazem parte da nossa vida. Os bilhetes para o espectáculo, cuja organização está a cargo da empresa Vachier Associados, têm o preço único de 12,5 euros. As reservas podem ser efectuadas no Centro Cultural de Lagos através do telefone 282 770 450.


16

| 11 de Maio de 2012

REGIÃO Poupar nas compras “Como posso reduzir as minhas despesas com as compras de supermercado? E será possível acondicionar os alimentos para que não se estraguem tão facilmente?

A DECO responde... As despesas com a alimentação são um ponto central no orçamento familiar, pelo que é necessário adequar a lista de supermercado às necessidades do agregado. É importante avaliar as despesas para reduzir a compra de produtos desnecessários. Esteja atento às promoções e verifique o prazo de validade e certifique-se de que consome o alimento antes do prazo de validade expirar. Evite compras supérfluas, não faça compras com apetite ou acompanhado de crianças, pois assim será mais fácil seguir as listas das compras e evitar gastos desnecessários. Escolha produtos mais baratos, os testes comparativos da Deco Proteste indicam que é possível comprar produtos como lacticínios, conservas, bebidas alcoólicas, alimentos frescos e congelados com boa qualidade e mais baratos. Também produtos como a pescada congelada, pastéis de bacalhau, rissóis de camarão, leite UHT meio gordo, chá verde e preto e vinho, entre outros produtos, apresentam uma óptima relação qualidade e preço. Em casa uma boa conservação dos produtos também significa poupar. Ao guardar os produtos faça-o de forma correcta, por exemplo algumas frutas como as bananas e maçãs, aceleram o amadurecimento das restantes, pelo que deve guarda-las numa fruteira separada das restantes. No caso de sobras de refeições anteriores, deve colocá-las na zona mais fria do frigorífico, pois se bem cozinhadas ainda aguentam alguns dias. Caso preveja que não vai consumir esses alimentos no espaço de um a três dias, congele o excedente. Uma boa gestão do frigorífico e da despensa é uma ajuda fundamental, pois colocando os alimentos com os prazos de validade mais curtos à frente, estes serão consumidos em primeiro lugar. Aproveite as sobras e recicle ingredientes de refeições anteriores para as seguintes. Por exemplo, se sobrar carne, pode reaproveitá-la para fazer um empadão e do pão pode fazer torradas ou tostas.

ZZZ pág. ##

Algarve pioneiro no acesso on-line aos processos clínicos dos doentes Centros de saúde e hospitais passam a ter acesso em tempo real ao processo clínico de cada utente através de uma base de dados comum D.R.

A ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SAÚDE do Algarve iniciou

na quarta-feira da passada semana a integração dos processos clínicos electrónicos entre os três Agrupamentos de Centros de Saúde (ACES) e os hospitais públicos da região (Hospital de Faro EPE e Centro Hospitalar do Barlavento algarvio EPE). Pode parecer estranho que só agora se avance para a unificação e acesso on-line m tempo real a um processo clínico único, uma realidade que em muitos sectores é hoje um processo comum de operacionalização dos métodos de trabalho, mas a região vai ser pioneira a nível nacional na implementação do sistema ao nível do Serviço Nacional de Saúde. A nova realidade vai permi-

 Sistema visa melhorar cuidados de saúde dos utentes tir aos médicos visualizarem o historial clínico do utente em

qualquer ponto da rede das unidades de saúde no Algarve,

LUTA EM DUAS RODAS

padronizar a informação e maximizar a eficiência, colocando a região na linha da frente a nível nacional no que diz respeito à consulta do processo clínico entre as unidades de cuidados de saúde primários e hospitalares. Pretende-se com este novo processo, realizado através do Sistema de Apoio ao Médico (SAM), dotar os médicos de família e especialistas hospitalares com uma ferramenta útil e eficaz que promova o registo de dados de saúde de forma objectiva, sistemática, codificada e uniformizada, e partilhar os ficheiros clínicos dos doentes. Garante-se assim uma articulação entre os cuidados de saúde primários e hospitalares, agilizando os processos e optimizando as sinergias provenientes da articulação clínica. Este proces-

so visa melhorar a capacidade de resposta aos doentes tanto a nível de atendimento como de tratamento. A interligação entre os serviços de saúde visa aproximar os profissionais nos vários níveis do Serviço Nacional de Saúde e melhorar os cuidados de saúde dos utentes, evitando a duplicação de Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica (MCDT), de custos administrativos e de transporte. De referir que a implementação deste sistema do processo clínico electrónico entre os cuidados de saúde primários e os hospitalares no Algarve, encontra-se integrado no âmbito do projecto nacional de criação da Plataforma de Dados de Saúde, em desenvolvimento pelo Ministério da Saúde.

ESPÉCIE ESTÁ EM EXTINÇÃO E CAPTURA É ILEGAL

Protesto pedala contra as portagens

Ambientalistas exigem levantamento de coral raro

A COMISSÃO DE UTENTES DA VIA DO INFANTE convida todos

A LIGA PARA A PROTECÇÃO DA NATUREZA (LPN) vai exigir à

os que estiverem em forma e contra as portagens na única estrada decente que por cá temos a participar, no domingo do próximo dia 20, num protesto em bicicleta. Há vários locais de concentração, incluindo o Coreto do Jardim Manuel Bivar, em Faro, às 9 horas, a Pastelaria Bolo-rei, em Almancil, a Pastelaria Beira-Mar, em Quarteira, o Mercado de Loulé e o Café Rotunda, em Boliqueime, estes últimos pontos com partida às 10.15 horas. O ponto de concentração dos diversos itinerários ao longo da Estrada Nacional 125 é as Quatro Estradas, no Parking Café Pregus. A partir desse local, tem lugar a marcha conjunta a caminho do Aquashow, onde há

um beberete/convívio. As inscrições devem ser feitas na rentabike@megasport. pt ou em ferradamichael@ gmail.com, ou pelo telefone 289 393 044, até à próxima terça-feira. Esta marcha será organizada pela Comissão de Utentes da Via do Infante, com o apoio do Aquashow e do MegaSport. Aquela comissão afirma que “a luta pela exigência da suspensão imediata das portagens no Algarve vai continuar”, argumentando que “a crise social e económica na região não pára de se agravar, contribuindo fortemente para esse agravamento as injustas e penalizadoras portagens. As falências e insolvências de empresas são uma constante diária, o desemprego e a exclusão social atingem níveis dramáticos e insustentá-

D.R.

CONSULTÓRIO DO CONSUMIDOR

Restaurantes e bares baixam preços para evitar encerramento pág. 18

ZZZ pág. ##

veis. Por outro lado, o horror regressou à Estrada Nacional 125, onde os acidentes acontecem todos os dias, como muitos feridos graves e, também, mortos”. A Comissão de Utentes da Via do Infante responsabiliza o actual Governo e todos os responsáveis políticos regionais, que introduziram e defendem as portagens, “pela tragédia que se está a abater sobre o Algarve”.

Secretaria de Estado do Mar um levantamento da distribuição do coral vermelho na costa portuguesa, espécie em extinção e cuja captura é ilegal, informou aquela organização ambientalista. Há cerca de duas semanas, a Polícia Marítima de Portimão e Lagos apreendeu mais de 30 quilos de um tipo raro de coral vermelho - cujo valor é comparável ao do marfim -, e deteve seis pessoas por captura ilegal. Os suspeitos, três portugueses e três espanhóis, que foram constituídos arguidos, estavam a operar numa embarcação espanhola com equipamento sofisticado que permitia mergulho a grande profundidade. Em comunicado, a LPN elo-

giou a “acção exemplar” da Polícia Marítima, referindo que a distribuição e o estatuto de conservação deste coral são praticamente desconhecidos em Portugal. A associação ambientalista refere ainda que vai pedir ao Governo um levantamento da espécie na costa portuguesa e mais apoio às acções de fiscalização. A LPN, que estima que os corais apreendidos tivessem mais de 40 anos, lembra que aqueles são organismos “muito vulneráveis” e com “baixa capacidade de recuperação”. O seu elevado valor comercial - um quilo em bruto pode atingir mil euros e, depois de trabalhado, 30 mil euros -, leva a que esta espécie seja muito procurada. Lusa


11 de Maio de 2012 |

17

REGIÃO

Pescadores do sotavento querem rever acordo com Espanha Profissionais do sector dizem que acordo só beneficiou espanhóis OS ARMADORES DE PESCA DO SOTAVENTO ALGARVIO susten-

tam que o acordo de pescas luso-espanhol, assinado em 2003, “só beneficiou” os espanhóis e reclamam a sua revisão para permitir a incursão da frota portuguesa até Barbate (Espanha). “Foi um compromisso desastroso, ao limitar-nos a uma área sem qualquer interesse para o nosso tipo de pesca, e permitiu aos espanhóis aumentarem a frota do cerco e do arrasto em águas portuguesas”, disse à Lusa o presidente dos Armadores de Pesca do Sotavento Algarvio, Gaspar Luís. Em vigor até 2013, o acordo de pescas luso-espanhol foi assinado em

2003, pelos ministros das pescas de Portugal e de Espanha, com o objectivo de limitar o acesso das frotas pesqueiras às águas dos dois países. Espanha ficou autorizada a pescar com 133 barcos em águas portuguesas e Portugal com 33 nas águas espanholas. Segundo o presidente dos Armadores de Pesca do Sotavento do Algarve (ADAPSA), Gaspar Luís, o limite territorial imposto em águas espanholas “é prejudicial, pois impossibilita os barcos portugueses de acederem a zonas mais convenientes às artes de pesca utilizadas”. “Queremos que o acordo seja revisto para que nos deixem ir até Barbate, lo-

cal de fundo sujo, de forma a podermos utilizar as redes de transmalho e de emalhar”, observou Gaspar Luís, acrescentando que actualmente, o acordo “apenas permite ir até Huelva, local sem qualquer interesse piscatório”.

PESCADORES PORTUGUESES TÊM RESPEITADO ACORDO O

representante da maior associação de armadores do sotavento algarvio assegurou que os pescadores portugueses, apesar de não concordarem com o compromisso, “têm-no respeitado para evitar conflitos com as autoridades espanholas”. “Temos cumprido, ao contrário dos espanhóis

que entram nas nossas águas com barcos de arrasto e artes para além do que está autorizado”, disse Gaspar Luís, apontando “as várias apreensões e multas aplicadas” pelas autoridades marítimas portuguesas aos armadores espanhóis. O presidente dos Armadores de Pesca do Sotavento Algarvio defende a necessidade urgente de rever o acordo de pescas na XXV Cimeira Luso-Espanhola, que se realizou na passada quarta-feira (após o fecho de edição do POSTAL), no Porto, para “encontrar alternativas que permitam aceder a zonas pesqueiras mais convenientes à actividade da frota portuguesa”.

D.R.

 Portugueses reclamam incursão da frota até Barbate “Está na altura de rever o acordo para que não sejam apenas os espanhóis

os beneficiados”, concluiu Gaspar Luís. Lusa

MENOS PORTUGUESES A FAZER MINI-FÉRIAS

Ocupação hoteleira desce na Páscoa A TAXA DE OCUPAÇÃO HOTELEIRA no Algarve em Abril desceu

10% em relação a 2011, apesar de as mini férias da Páscoa terem ocorrido no início desse mês, divulgou a principal associação do sector.

Segundo os dados da Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), a taxa de ocupação média por quarto foi de 46,2%, 10,8% abaixo

do verificado em Abril do ano passado. Já o volume de negócios total registou uma descida de 17,4% face ao período homólogo, o que “evidencia a redução dos preços praticados”, refere o gabinete de estudos da AHETA em comunicado. Em termos de ocupação, por nacionalidades, as principais descidas nos hotéis

registaram-se nos mercados nacional, com menos 34,9%, alemão (menos 26,2) e espanhol (menos 11,2), e as maiores subidas nos mercados irlandês (mais 34,9) e holandês (mais 29). PORTIMÃO E PRAIA DA ROCHA MENOS PROCURADOS Por zo-

nas geográficas, as descidas mais significativas registaram-se nas zonas de

Assine o

D.R.

Portimão e Praia da Rocha (menos 24%) e no triângulo Vilamoura, Quarteira e Quinta do Lago (menos 22,5). As principais subidas ocorreram nas zonas de Faro e Olhão (mais 9,5%) e Vila Real de Santo António (VRSA) e Monte Gordo (mais 2,7). As zonas de VRSA e Monte Gordo registaram a taxa

de ocupação média mais elevada (57,4%), enquanto Lagos e Sagres registaram a mais baixa (32,6%). Por categorias, as maiores descidas registaram-se nos aldeamentos e apartamentos turísticos de cinco e quatro estrelas. As maiores subidas ocorreram nos hotéis e aparthotéis de duas estrelas, conclui a AHETA. Lusa

Envie este cupão para:

POSTAL DO ALGARVE - Rua Dr. Silvestre Falcão, nº 13 C, 8800-412 Tavira

(50 Edições) Portugal 30 ¤ I Europa 50 ¤ I Resto Do Mundo 80 ¤

NOME __________________________________________________________________________________________________________________________ MORADA __________________________________________________________________________________________ NIF

  

TEL   

 

DATA DE NASCIMENTO _______ ⁄ ________ ⁄ ____________

CÓD. POSTAL _________ - _____ — ________________________________________________

EMAIL _______________________________________________________ PROFISSÃO ________________________________

AUTORIZAÇÃO DE PAGAMENTO - por débito na conta abaixo indicada, queiram proceder, até nova comunicação, aos pagamentos das subscrições que vos forem apresentadas pelo editor do jornal POSTAL do ALGARVE. Esta assinatura renova-se automaticamente. Qualquer alteração deverá ser-nos comunicada com uma antecedência mínima de 30 dias.

30 ¤

NIB

Assine através de TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA

BANCO _______________________________________________________________________________________________

   

NOME DO TITULAR __________________________________________________________________________

35 ¤ 

BALCÃO ______________________________________________

_______________________________________________________________________________ ASSINATURA IDÊNTICA À CONSTANTE NA FICHA DO BANCO DO TITULAR DA CONTA.

Assine através de DINHEIRO, CHEQUE ou VALE POSTAL, à ordem de Postal do Algarve.

NOTA: Os dados recolhidos são processados automaticamente e destinam-se à gestão da sua assinatura e apresentação de novas propostas. O seu fornecimento é facultativo. Nos termos da lei é garantido ao cliente o direito de acesso aos seus dados e respectiva actualização. Caso não pretenda receber outras propostas comerciais, assinale aqui.


18

| 11 de Maio de 2012

REGIÃO

ZZZ pág. ##

Restaurantes e bares baixam preços para evitar encerramento Empresários do sector temem Verão negro devido à crise D.R.

OS RESTAURANTES E ESTABELECIMENTOS DE DIVERSÃO NOCTURNA no Algarve estão

a baixar os preços para cativar clientes e evitar o encerramento, disseram à Lusa vários responsáveis do sector, que temem um Verão negro devido à crise económica. A subida do IVA na restauração e a moderação nos hábitos de consumo são os maiores inimigos de muitos empresários na região, que tentam reverter a falta de clientela com preços baixos e promoções. Em Almancil, uma das freguesias com mais restaurantes do país, no concelho de Loulé, alguns estabelecimentos de preços mais baixos já tiveram que encerrar e outros para lá caminham, disse à Lusa o presidente da Associação Empresarial de Almancil, Gilberto Sousa. “Vários estabelecimentos terão que encerrar, sobretudo os de baixo custo, porque mesmo baixando os preços não conseguem resolver o problema de facturação”, avisou, sublinhan-

 IVA crise são os grandes inimigos da restauração do que os restaurantes de categoria superior “não têm esse problema”.

PRESIDENTE DA AISHA CRITICA POLÍTICA DOS BAIXOS PREÇO Por seu turno, o presidente da Associação da Indústria Hoteleira e Similares do Algarve (AIHSA), Daniel do Adro, critica a política dos preços baixos

para angariar clientes, o que, no seu entender, só “adiará o problema”. “Quando começarem a vender ao preço de custo, se não fecharem hoje, fecham daqui a três ou quatro meses. Baixar os preços só resulta para quem tinha uma taxa de lucro muito alta e tem margem para isso”, considerou.

Embora esteja confiante de que os turistas virão na mesma ao Algarve este ano, o presidente do Turismo do Algarve alerta igualmente para o esforço de poupança, sobretudo dos portugueses, que ficarão menos dias e gastarão menos. “Irão menos ao restaurante, ou pedirão duas sopas e um prato para dois, levarão refeições ligeiras para o quarto de hotel, mas vêm, porque as pessoas precisam de descansar de um ano de trabalho”, afirmou António Pina. Também as discotecas algarvias estão a sofrer com a crise, apontou o vice-presidente da Associação de Discotecas do Sul, referindo que alguns estabelecimentos reajustaram os preços das bebidas. Custódio Guerreiro criticou as discotecas temporárias que vão para o Algarve “explorar o ‘filet mignon’ do Verão”, com consequências graves para os estabelecimentos locais, que já tiveram que despedir vários empregados. Lusa

ORGANIZAÇÃO PROCURA VOLUNTÁRIOS

Estádio Algarve recebe “nata” do rugby mundial O ESTÁDIO ALGARVE recebe nos próximos dias 20 e 21 de Julho os jogos de apuramento para o Campeonato Mundial de Rugby de Sete, o Algarve Sevens. O estágio das equipas

decorre de 16 a 22 de Julho e a Federação Portuguesa de Rugby procura voluntários para colaborar com a organização. Após o evento, a Federação Portuguesa de Rugby vai emitir

um certificado de estágio a todos os que participem na organização deste evento desportivo internacional. Uma oportunidade de contactar com alguns dos melhores jogadores da modaliPUB

dade a nível mundial, inclusive a selecção nacional, os “Lobos”. Todos os interessados devem contatar a Federação Portuguesa de Rugby através do endereço electrónico algarvesevens@fpr.pt enviando o seu curriculum e fotografia actualizada e indicação se dispõem de carta de condução.

CANDIDATURA À CONCELHIA DO PS OLHÃO

Custódio Moreno (Zeca) reúne mais de 150 apoiantes D.R.

 Custódio Moreno quer aproximar o partido dos olhanenses

A CANDIDATURA DE CUSTÓDIO MORENO sob o desígnio “Por

Olhão, Vamos Revitalizar o PS” fez história ao promover um jantar-convívio para militantes e aberto a personalidades olhanenses ligadas ao desporto, à cultura e ao associativismo, que decorreu no passado sábado, 5 de Maio, em Olhão. Os artistas Domingos Caetano, Viviane e Tó Viegas, o escritor Manuel Madeira, o ex-atleta José Resende e dirigentes associativos foram algumas das personalidades que marcaram presença e declararam o apoio à candidatura de Custódio Moreno. Abrir as portas à comunidade, chamar a sociedade civil a participar, colocar as pessoas no centro das decisões e dar um novo rumo ao PS Olhão foi o lema principal

do jantar e que reuniu mais de 150 pessoas. O objectivo do candidato, refere o comunicado remetido à imprensa, “é aproximar o partido das pessoas, fazendo novos militantes que tragam mais-valias ao PS Olhão”. A prová-lo, Custódio Moreno convidou publicamente Domingos Caetano a assinar uma ficha de militante, o qual aceitou de imediato o repto e declarou o seu total apoio a esta nova forma de gerir o partido socialista de Olhão. Custódio Moreno agradeceu o gesto e manifestou o orgulho em ver uma sala repleta de pessoas de vários sectores de atividade da sociedade olhanense, que deixaram os seus contributos e manifestaram disponibilidade em fazer parte desta família socialista.

EPICENTRO EM SÃO BRÁS

Sismo com intensidade moderada sentido em Olhão UM SISMO DE GRAU IV (moderado) na escala de Mercalli modificada foi registado na quinta-feira da passada semana, às 15.16 horas, com epicentro a cerca de 12 quilómetros a norte-noroeste de S. Brás de Alportel. De acordo com o Instituto de Meteorologia, o abalo foi sentido sobretudo em Olhão e não provocou estragos. O sismo atingiu magnitude de 3,7 na escala de Richter, as

pessoas sentiram a vibração mas esta não deverá ter causado estragos. Em abalos com esta intensidade, os objectos suspensos baloiçam, os carros estacionados balançam e as janelas, portas e loiças tremem, numa sensação semelhante à provocada pela passagem de veículos pesados. “O sismo foi mais sentido em Olhão e com menos inten-

sidade em todo o sotavento algarvio”, disse Isabel Abreu, do departamento de sismologia do Instituto de Meteorologia. Fonte dos Bombeiros de São Brás de Alportel disse à Lusa que não foram recebidas quaisquer chamadas. No Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Algarve também não foi recebida qualquer chamada sobre o assunto. Lusa


11 de Maio de 2011  |   19

Apoios:

Espaço Animal

O sucesso do Espaço Animal tem sido sucessivo, com a adopção de vários animais por pessoas sensibilizadas para a necessidade de dar novas famílias aos nossos amigos através do POSTAL. A parceria com as associações GUADI e 3AT tem sido muito frutífera para felicidade destes animais e esta semana a 3AT volta a propor, a título de exemplo, três alternativas para adopção. Contactos: GUADI - Facebook: guadi.centro.de.animais | Blog: http://associacaoguadi.blogspot.com/  3AT - Sítio: www.3at.eu | Facebook: 3AT no facebook | Telmóvel: 960247511 | E-mail adopções: amigosanimaistavira@gmail.com

 Max, macho jovem e meigo

 Romeu, macho podengo

 Podenguita, fêmea esterilizada

lazer agenda cultural Albufeira

horas, na Casa dos Condes.

Lagos

Loulé

Portimão

Teatro São Brás.

Pintura

Lagoa

Música

Poesia

Música

Espectáculo com Rita Redshoes, “The Other Women – O Mundo nas Conções d’Elas”, sexta-feira, às 21.30 horas, no Centro Cultural.

Recital “Maio Maduro Maio”, por Afonso Dias, sexta-feira às 21.30 horas, na Biblioteca Municipal.

Mafalda Arnauth “Fadas”, sextafeira às 21.30 horas, no Grande Auditório do TEMPO – Teatro Municipal de Portimão.

Tavira

“Modos de Ver”, de Natália Gromicho, , de segunda-feira a sábado, das 9.30 às 12.30 e das 12.30 às 17.30 horas; Galeria de Arte Pintor Samora Barros. até dia 28.

Alcoutim

Pintura e escultura Exposição do Grupo de Artistas Polacos, “Paisagens do Pensamento”, de terça-feira a sábado, das 9 às 12.30 e das 14 às 17.30 horas, no Convento de São José. Até dia 29.

Tertúlia “Poesia no Fado”, sexta-feira às 21

agenda cinema FARO Forum Algarve SBC 289 887 212

Uma Traição Fatal* (m/12) | Sala 1 | 13h00, 15h10, 17h20, 19h30, 21h40 (diariamente), 23h45 (Sex e Sáb) >> Lorax (m/6) | Sala 1 | 10h45 (Sáb e

Pintura Exposição de Carmelita Falé, de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas; nos Antigos Paços do Concelho. Até dia 25.

Olhão Teatro “Grão de Bico”, pelo grupo O Bando, sábado às 11, 14.30 e 16 horas, no Auditório Municipal.

São Brás Música

Música Concerto pelos Coros da Academia de Música de Tavira e do Conservatório de Albufeira, sábado às 18 horas, na Ermida de São Sebastião.

Novas Vozes do Fado Algarvio, sábado às 21.30 horas, no Cine-

de 11 a 16 de Maio de 2012

Dom) » Comprámos um Zoo! (m/12) | Sala 2 | 14h30 » Arthur e a Guerra dos 2 Mundos (m/12) | Sala 2 | 10h30 (Sáb e Dom) » O Corvo (m/16) | Sala 2 | 17h10, 19h35, 22h00 (diariamente), 00h25 (Sex e Sáb) » Os Vingadores (m/12) | Sala 3 | 13h05, 16h00, 18h55, 21h50 (diariamente), 10h00 (Sáb e Dom) » Os Piratas! (m/6) | Sala 4 | 14h10, 18h55 (diariamente), 10h00, 12h05 (Sáb e Dom) » O Exótico Hotel Marigold (m/12) | Sala 4 | 16.15, 21.00 (diariamente), 23h40 (Sex e Sáb) » Os Piratas! (m/6) | Sala 5 | 10h50 (Sáb e Dom) » Os Vingadores (m/12) | Sala 5 | 15h20, 18h15, 21h10 (diariamente), 00h05 (Sex e Sáb), 12h25 » Sombras da Escuridão* (m/12) | Sala 6 | 14h00, 16h30, 19h00, 21h30 (diariamente), 00h00 (Sex e Sáb) » Espelho Meu, Espelho Meu (m/6) | Sala 6 | 11h40 (Sáb e Dom) » Espera aí que já Casamos* (m/12) | Sala 7 | 13h30, 16h10, 18h45, 21h20

21h30, 00h05 » Uma Traição Fatal* (m/12) | Sala 9 | 13h25, 15h35, 18h15, 21h40, 23h50

(diariamente), 23h55 (Sex e Sáb) » Descaradamente Infiéis (m/16) | Sala 8 | 14h30, 16h45, 19h00, 21h15 » Projecto X (m/16) | Sala 8 | 23h30 (Sex e Sáb) » Alvin e os Esquilos 3 (m/6) | Sala 8 | 10h35 (Sáb e Dom) » Amigos Improváveis (m/12) | Sala 9 | 18h50 (diariamente), 00h20 (Sex e Sáb) » Batalha Naval (m/6) | Sala 9 | 13h20, 16h05, 21h35

Olhão C. C. Ria Shopping 289 703 332

OsPiratas(m/6) | Sala 1 | 15h25, 17h15 (diariamente), 10h45 (Sáb e Dom) » Amigos Improváveis (m/12) | Sala 1 | 19h15,21h30(diariamente),23h40(Sex e Sáb) » Os Vingadores (m/12) | Sala 2 | 15h30, 18h30, 21h30 » American Pie - O Reencontro (m/12) | Sala 3 | 15h20, 18h20, 21h20 (diariamente), 23h30 (Sex, Sáb e Qua)

albufeira AlgarveShopping 289 560 351

O Exótico Hotel Marigold (m/6) | Sala 1 | 13h00, 15h45, 18h25, 21h05, 23h40 » Os Vingadores (m/12) | Sala 2 | 12h50, 15h40, 18h30, 21h20, 00h10 » Descaradamente Infiéis (m/16) | Sala 3 | 13h20, 15h55, 18h20, 21h10, 23h35 » American Pie - O Reencontro (m/12) | Sala 4 | 12h45, 15h30, 21h35, 23h55 » Batalha Naval (m/12) | Sala 4 | 18h10 » Os Vingadores (m/12) | Sala 5 | 18h00,

23h30 » O Corvo (m/6) | Sala 5 | 12h55, 15h25, 21h00 » Amigos Improváveis (m/12) | Sala 6 | 13h05, 16h05, 18h45, 21h15, 23h45 » Os Piratas! (m/12) | Sala 6 | 13h05, 16h05 » Espera aí que já Casamos* (m/12) | Sala 7 | 13h10, 15h50, 18h35, 21h25, 00h00 » Sombras da Escuridão* (m/12) | Sala 8 | 13h15, 16h00, 18h40,

PORTIMÃO C. C. Continente - 282 418 180

Os Vingadores (m/12) | Sala 1 | 12h45, 15h50, 18h40, 21h30, 00h15 » Sombras da Escuridão* (m/12) | Sala 2 | 13h10, 15h45, 18h30, 21h20, 00h00 » Batalha Naval (m/12) | Sala 3 | 21h10, 23h50 » Projecto X

* Estreias (m/16)| Sala 3 | 12h50, 15h20, 17h20 » AmericanPie-OReencontro(m/12) | Sala 4 | 13h20, 16h10, 18h50, 21h50, 00h10 » AmigosImprováveis(m/12) | Sala 5 | 13h30, 16h00, 19h00, 22h00, 00h30 » Os Piratas! (m/12) | Sala 6 | 13h00 » O Exótico Hotel Marigold (m/6) | Sala 6 | 13h00, 15h50, 18h45, 21h40, 00h20 Cinemas de Portimão 282 411 888

SombrasdaEscuridão*(m/12) | Sala 1 | 15h30, 18h00, 21h30 (diariamente), 00h00 (Sex e Sáb) » Os Piratas (m/6) | Sala 2 | 14h00, 15h45, 20hoo » Os Vingadores (m/12) | Sala 2 | 18h00, 21h45 (diariamente), 00h15 (Sex e Sáb) tavira

Cine-Teatro António Pinheiro - 281 320 594 A Última Noite (m/12), 21h30 (Dom)

horóscopo Carneiro (de 21/03 a 20/04) São grandes as tendências para a descontracção e lazer. Sentir-se-á em forma e assim aproveitará melhor as oportunidades de diversão.

Balança (de 23/09 a 22/10) Poderá sentir frequentes flutuações de humor. A relação com os outros poderá ter momentos de alguma instabilidade.

Touro (de 21/04 a 20/05) Este trânsito da Lua a Vénus proporciona um bom grau de comunicação entre os colegas de trabalho, em particular com os do sexo oposto.

Escorpião (de 23/10 a 21/11) Esta relação de tensão entre Lua e Úrano poderá trazer-lhe alguma ansiedade e inquietação. Procure não fazer grandes mudanças

Gémeos (de 21/05 a 20/06) É possível que entre em confronto com outras pessoas por ter dito algo desapropriado. Não desanime.

Sagitário (de 22/11 a 21/12) Com o estímulo de Júpiter poderá beneficiar de um contacto com o exterior, um projecto que envolva alargamento ou crescimento.

Caranguejo (de 21/06 a 22/07) A boa relação da Lua com Júpiter irá incrementar todas as relações com a casa e a família.

Capricórnio (de 22/12 a 19/01) A sua capacidade empreendedora transparece aos olhos dos demais. Verá que eles continuam a sentir com agrado a sua presença.

Leão (de 23/07 a 22/08) Este trânsito traz-lhe maior capacidade para compreender melhor a sua própria pessoa, o que dará uma habilidade para se defender.

Aquário (de 20/01 a 18/02) Tentará proteger todos os amigos que imagina carentes. Procure controlar esse afã, pois corre o risco de se intrometer demasiado.

Virgem (de 23/08 a 22/09 ) Aproveite o conflito entre a Lua e Marte para verbalizar e resolver ressentimentos e tensões.

Peixes (de 19/02 a 20/03) Momento propício para sair, para se divertir com os seus amigos ou com alguém com quem já tenha estabelecido fortes laços.


20

ANÚNCIOS

| 11 de Maio de 2012

ı

CLASSIFICADOS

URGÊNCIAS 24h:

969 561 548

Acordos com:

Multicare, C.G.D., Allianz

Consultas - Horário: Dias úteis: 9:30 - 12:30 | 15:00 - 20:00 Sábado: 9:30 - 13:00

Acordos com:

Medis, Multicare, C.G.D., Allianz

Cirurgia Exames diagnóstico Domicílios Banhos e tosquias www.vet-tavira.com

tel. / fax.: 281 323 492 Rua Chefe António Afonso, 17 (junto à Ponte de Santiago)

ALAGOA

AGÊNCIA FUNERÁRIA

DESINFESTAÇÕES, LDA. Olhão

Então, esqueceu a sua velha amiga? Aquela que trata bem. Antiga Agência Puga trata o seu ente querido como ninguém, temos um serviço personalizado. Agência Alagoa com a gerência de Laura Fernandes

Fica junto ao Hospital Velho em Tavira

Serviços Prestados

SE

P E R MRAV IÇ O  Funerais N E NT 24H E  Trasladações  Cremações  Preparação estética do falecido  Manutenção de jazigos e campas

Sempre a seu lado nos momentos difíceis da vida... Temos ao seu dispor uma linha de crédito até 24 meses sem juros financiada por uma instituição bancária credível

SERVIÇOS NACIONAIS E INTERNACIONAIS Trav. Zacarias Guerreiro nº 2 (Largo de S. Francisco) (Centro de Tavira) 8800 – 740 Tavira

   

CARTÓRIO NOTARIAL DE SÃO BRÁS DE ALPORTEL DE AMÉLIA DE BRITO MOURA DA SILVA CERTIFICA, para efeitos de publicação, nos termos do disposto do artigo cem, número um do Código do Notariado, que no dia três de Maio de dois mil e doze, a folhas cinquenta e seguintes do livro de notas para escrituras diversas número vinte e um deste Cartório, foi lavrada uma escritura de Rectificação de Justificação, em que RICARDINO MARTINS CATARINA e mulher MARIA VIRGÍNIA, casados sob o regime da comunhão geral, naturais ela da freguesia de Moncarapacho, concelho de Olhão e ele da freguesia de Santa Catarina da Fonte do Bispo, concelho de Tavira, onde residem no sítio dos Barrocais, contribuintes fiscais números 111.513.170 e 111.513.189, declararam: Que por escritura de justificação lavrada no dia vinte e três de Fevereiro de dois mil e nove a folhas vinte e oito e seguintes do livro de notas para escrituras diversas número três, deste Cartório Notarial, os aqui primeiros outorgantes justificaram a posse por usucapião de um prédio rústico, sito em Barrocais, freguesia de Santa Catarina da Fonte do Bispo, concelho de Tavira, composto por terra de cultura com árvores, com a área de três mil novecentos e noventa e nove metros quadrados, que confronta de norte com Ricardino Martins Catarina e outro, de sul com José Teresa, de nascente com Aldomiro Martins e de poente com Manuel Salvador Madeira Júnior, inscrito na respectiva matriz sob o artigo 1402, com o valor patrimonial de trinta euros e trinta e um cêntimos, que é o atribuído, ao tempo não descrito na Conservatória do Registo Predial de Tavira. Que, porém, ficou por lapso a constar que o prédio era rústico, quando na realidade queriam justificar um prédio misto, faltando descrever a parte urbana, inscrita na respectiva matriz sob o artigo 2559, composto por edifício destinado a armazém, que confronta de norte, sul, nascente e poente com o próprio, com a superfície coberta de setenta e dois metros quadrados, com o valor patrimonial actual de sete mil novecentos e oitenta e dois euros e sessenta e dois cêntimos, que é o atribuído, não descrito na Conservatória do Registo Predial de Tavira. Actualmente o mencionado prédio rústico encontra-se já registado na Conservatória do Registo Predial de Tavira sob o número cinco mil duzentos e seis, daquela freguesia, constando já como misto devido à anexação posterior de um artigo urbano inscrito na respectiva matriz sob o artigo 1693, tudo como consta já da citada descrição na Conservatória. Que, assim, pela presente escritura, rectificam aquele título de Justificação, tão somente no sentido de passar a constar que o referido prédio é misto, composto por terra de cultura com árvores e edifício destinado a armazém, inscrito na respectiva matriz a parte rústica sob o artigo 1402, com o valor patrimonial actual de trinta euros e trinta e um cêntimos, que é o atribuído, e a parte urbana sob o artigo 2559, com o valor patrimonial actual de sete mil novecentos e oitenta e dois euros e sessenta e dois cêntimos, que é o atribuído, com a área total de três mil novecentos e noventa e nove metros quadrados, sendo a superfície coberta de setenta e dois metros quadrados, mantendo-se o mesmo em tudo o mais. Que nestes termos rectificam a dita escritura ratificando-a em tudo o mais. Está conforme o original na parte transcrita. São Brás de Alportel, três de Maio de dois mil e doze.

281 322 652 968 700 767 918 530 058 / 966 088 324 alagoa.lda@gmail.com

A Notária, Amélia de Brito Moura da Silva Conta registada sob o n.º PA 00384 / 2012 (POSTAL do ALGARVE, nº 1077, de 11 de Maio de 2012 )

Tractor - Rega, Lda

publicite a sua empresa Contacte-nos: 281 320 900

Tlm. - 966 574 669 E-mail - globalcontrol@iol.pt

Reze 9 Ave-Marias com uma vela acessa durante 9 dias, pedindo 3 desejos, 1 de negócios e 2 impossíveis ao 9º dia publique este aviso, cumprir-se-á mesmo que não acredite. C.L.


ı

ANÚNCIOS

NECROLOGIA

11 de Maio de 2012 |

Funerárias: Sítio da Palmeira LUZ DE TAVIRA Tel. /Fax: 281 961 170

SERVIÇO PERMANENTE 24h

Av. Maria Lizarda MONCARAPACHO Tel: 289 798 380

FUNERAIS | CREMAÇÕES | TRASLADAÇÕES ARTIGOS RELIGIOSOS MANUTENÇÃO DE CAMPAS E JAZIGOS FLORES

Tlms: 966 019 297 (Carlos Palma)

PERMUTO Vivenda nova próximo da Plaza por apartamento em Tavira Contactar: 968 947 304

963 907 469 (Gonçalo Correia)

VENDO

PROMOÇÃO HOMEOPATIA CLÁSSICA Primeira Consulta Grátis

Contacto: 968 947 304

Em Montepio Artístico Tavirense Contactos: 281 327 125 – 938 365 497

CABANAS DE TAVIRA

Rua Soledade 19 OLHÃO Tel. 289 713 534

geral@funerariacorreia.pt - www.funeraria correia.pt

Garagem próximo do Pingo Doce em Tavira com cerca de 60m2.

Reze 9 Ave-Marias durante 9 dias, pedindo 3 desejos, ao 9º dia publique este aviso, cumprir-se-á mesmo que não acredite. I.P.

21

Reze 9 Ave-Marias durante 9 dias, pedindo 3 desejos, ao 9º dia publique este aviso, cumprir-se-á mesmo que não acredite. J.H.

LUZ DE TAVIRA

Reze 9 Ave-Marias com uma vela acessa durante 9 dias, pedindo 3 desejos, 1 de negócios e 2 impossíveis ao 9º dia publique este aviso, cumprir-se-á mesmo que não acredite. R.P. Reze 9 Ave-Marias durante 9 dias, pedindo 3 desejos, ao 9º dia publique este aviso, cumprir-se-á mesmo que não acredite. W.A. funerariapedro@sapo.pt funeraria_pedro@sapo.pt

funerariapviegas@sapo.pt

Empresa recomendada

TAVIRA Rua Dr. Miguel Bombarda n.º 25 Tel. - 281 323 983 - 281 381 881 LUZ DE TAVIRA EN 125, n.º 32 – Tel. - 281 961 455

MARIA DE JESUS FERNANDES

95 ANOS

VILA REAL STO. ANTÓNIO Rua 25 de Abril n.º 32 – Tel. - 281 541 414

ANTÓNIO ELÍSIO NOBRE LOPES

AGRADECIMENTO Sua querida família cumpre o doloroso dever de agradecer reconhecidamente a todas as pessoas que assistiram ao funeral da sua ente querida, realizado no dia 04 de Maio, para o Cemitério de Conceição de Tavira, bem como a todos os amigos que manifestaram o seu pesar e solidariedade. Agradecem também a todos que rezaram Missa do 7º Dia, pelo seu eterno descanso, celebrada dia 09 de Maio, quarta-feira, pelas 18.00 horas, na Igreja Nossa Senhora da Conceição.

“Paz à sua Alma” “Serviços Fúnebres efectuados pela Agência Funerária Pedro & Viegas, Ldª” Tavira • Luz • V.R.Stº António Telm. 964 006 390 - 965 040 428

FUNERÁRIA PATROCÍNIO Tlm. - 968 685 719 Rua João de Deus, n.º 86 – Tel. -281 512 736

MISSA DO 1º ANIVERSÁRIO DO FALECIMENTO

IDALÉCIO PEDRO Tlm. - 964 006 390

SERVIÇOS FÚNEBRES Com as seguintes ofertas

“Recordem-se como eu era, não como eu sou”

 Coroa de flores artificiais com moldura  Cartões memoriais  Livro de condolências  Serviço de água no velório Solicite orçamento antes de decidir

Maria Celeste Picoito Lindo, filhos e netos, comunicam que será celebrada missa em sua memória no dia 19 de Maio, pelas 15 horas, na Igreja da Luz de Tavira. Agradecendo desde já a todos os que piedosamente se quiserem associar a este momento de sentida recordação e oração.

AGÊNCIA

Tavira

Tlm. – 969 003 042

FUNERÁRIA

Emergência 24 horas

Pedro - 965 040 428

Vila Real Sto. António

Tlm. – 962 406 031

SANTIAGO - TAVIRA

CABO VERDE SANTA MARIA - TAVIRA

SANTA MARIA - TAVIRA

MARIA OLGA CORREIA SOARES

FRANCISCO ANTÓNIO RAMOS

MARIANA QUINTINA DO CARMO

03-09-1922 / 02-05-2012

05-01-1956 / 02-05-2012

31-10-1942 / 07-05-2012

AGRADECIMENTO

AGRADECIMENTO

AGRADECIMENTO

Os seus familiares vêm por este meio, agradecer a todos quantos a acompanharam em vida e nas suas cerimónias exéquias ou que de algum modo lhes manifestaram o seu sentimento e amizade.

Os seus familiares vêm por este meio agradecer a todos quantos se dignaram acompanhar o seu ente querido à sua última morada ou que, de qualquer forma, lhes manifestaram o seu pesar.

Os seus familiares vêm por este meio, agradecer a todos quantos a acompanharam em vida e nas suas cerimónias exéquias ou que de algum modo lhes manifestaram o seu sentimento de amizade.

AGÊNCIA FUNERÁRIA

IWdjei8|hXWhW"BZW

FUNERAIS - TRASLADAÇÕES - CREMAÇÕES PARA TODO O PAÍS E ESTRANGEIRO

Tel. : 281 323 205 - Fax: 281 323 514 • 965 484 819 / 962 604 552 ATENDIMENTO PERMANENTE - OFERTA DE ANÚNCIO DE NECROLOGIA E CARTÕES MEMÓRIA Artigos Funerários e Religiosos / Catálogo de Lápides e Campas


22

SAÚDE & BEM ESTAR

| 11 de Maio de 2012

Um modo natural de ajudar as articulações dolorosas Osteoartrose, a deterioração da cartilagem das articulações que surge numa idade mais avançada, faz parte do processo de envelhecimento. O que é interessante saber é que a investigação científica encontrou uma solução natural que parece ser muito eficaz: glucosamina combinada com condroitina.

ESTAMOS FAMILIARIZADOS com a típica situação em que o avô se levanta da sua cadeira. Pára a meio e fica “congelado”, como se algo o prendesse àquela posição. Lamenta-se, mostrando claramente que tem dores, e lá consegue pôrse de pé. Esta imagem clássica é osteoartrose, o resultado doloroso do desgaste da cartilagem. As extremidades ósseas expostas friccionam entre elas, originando dor, estalidos e perda de mobilidade, mas investigadores empenhados encontraram

o que parece ser uma solução muito útil. Não se trata de cirurgia, nem de medicamentos de síntese… é uma combinação de dois componentes naturais. Uma chama-se glucosamina, a outra condroitina.

TIJOLOS DE CARTILAGEM A glu-

cosamina é um amino-açúcar, produzido a partir dum aminoácido e de glucose. É um tijolo biológico e um componente estrutural da cartilagem das articulações. O que torna a glucosamina tão especial é a sua capacidade de estimular a síntese corporal de cartilagem e foi exactamente isso que a investigação mostrou ser benéfico na osteoartrose. A condroitina, o outro componente, é extraído normalmente da cartilagem de porco ou de vaca, mas também é usada a cartilagem de tubarão. A condroitina é um componente estrutural vital da cartilagem.

NENHUMA OUTRA SUBSTÂNCIA TEM ESTE EFEITO Ao contrário

dos medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios, que eram a opção não cirúrgica mais comum para as pessoas com osteoartrose, a glucosamina e a condroitina têm outros efeitos para além de melhorar a dor. Impedem a degradação da cartilagem. Até ao momento, este é o único tratamento capaz de prevenir a futura perda de cartilagem articular. Alguns peritos reclamaram ainda que a glucosamina pode recuperar alguma da cartilagem já degradada.

DOCUMENTADO CIENTIFICAMENTE Actua mesmo? De acordo

com estudos científicos, definitivamente parece que sim. Não só melhora o funcionamento das articulações, como os estudos também demonstram que reduz as dores articulares tão eficazmente como os AINEs (medicamentos anti-inflama-

tórios não esteróides) que são amplamente utilizados para tratar articulações inflamadas e dolorosas. De facto, investigadores espanhóis do Hospital Universitário Dr. Peset em Valência publicaram recentemente um estudo na revista científica Radiologia Europeia (European Radiology: Eur Radiol. 2009), no qual comprovaram a capacidade da glucosamina diminuir a dor e melhorar o funcionamento das articulações em pessoas com a cartilagem do joelho degradada.

UTILIZAÇÃO MUITO SEGURA Num artigo de revisão publicado no início deste ano na revista Artroscopia (Arthroscopy 2009 Jan; 25(1):86-94), investi-

Farmácias de Serviço

das articulações ou por uma combinação de excesso de peso e pouco exercício físico. Glucosamina combinada com condroitina parece ser uma solução benéfica para a osteoartrose ligeira a moderada, não apenas pelos seus efeitos comprovados, mas também pela sua segurança.

gadores americanos referem o sulfato de glucosamina como “uma modalidade inicial de tratamento para muitos doentes com osteoartrose”. A osteoartrose, como mencionado anteriormente, é uma parte natural do processo de envelhecimento. Para além da relação com a idade, e da degradação enzimática da cartilagem articular, a osteoartrose pode ser provocada pela utilização inadequada D.R.

PORQUÊ “SULFATO”? Estudos demonstram que o melhor efeito é obtido com sulfato de glucosamina e sulfato de condroitina. O prefixo “sulfato” refere-se ao facto dos componentes serem combinados com enxofre. Biologicamente, a glucosamina e a condroitina necessitam da presença de enxofre para actuar adequadamente. Outra forma de glucosamina predominantemente utilizada em preparações de glucosamina nos Estados Unidos é o “cloridrato de glucosamina”. Esta forma da substância não actua tão bem quanto o sulfato de glucosamina, explicando a razão por que alguns estudos não apresentam os efeitos esperados. A maioria dos estudos publicados com efeitos comprovados na osteoartrose utilizaram sulfato de glucosamina.

FARMÁCIA

SEXTA

SÁBADO

DOMINGO

SEGUNDA

TERÇA

QUARTA

QUINTA

ALBUFEIRA

Santos Pinto

Piedade

Piedade

Piedade

Piedade

Piedade

Piedade

ARMAÇÃO DE PÊRA

Sousa Coelho

Edite

Edite

Edite

Edite

Edite

Edite

FARO

Alexandre

Crespo

Palma

Almeida

Montepio

Higiene

Caniné

LAGOA

José Maceta

Sousa Pires

Sousa Pires

Sousa Pires

Sousa Pires

Sousa Pires

Sousa Pires

LAGOS

Silva

Telo

Neves

Ribeiro Lopes

Lacobrigense

Silva

Telo

LOULÉ

Avenida

Martins

Chagas

Pinheiro

Pinto

Avenida

Martins

MONCHIQUE

Moderna

Moderna

Moderna

Hygia

Hygia

Hygia

Hygia

OLHÃO

Progresso

Olhanense

Nobre

Brito

Rocha

Pacheco

Progresso

PORTIMÃO

Rosa Nunes

Amparo

Arade

Guilherme

Central

Mourinha

Moderna

QUARTEIRA

Algarve

Mª Paula

Mª Paula

Mª Paula

Mª Paula

Mª Paula

Mª Paula

SÃO BART. DE MESSINES

Sequeira

Sequeira

Sequeira

Algarve

Algarve

Algarve

Algarve

SÃO BRÁS DE ALPORTEL

S. Brás

Dias Neves

Dias Neves

Dias Neves

S. Brás

Dias Neves

S. Brás

SILVES

João de Deus

João de Deus

Cruz de Portugal

Cruz de Portugal

Cruz de Portugal

Cruz de Portugal

Cruz de Portugal

TAVIRA

Sousa

Montepio

Montepio

Mª Aboim

Central

Felix

Sousa

VILA REAL de STº ANTÓNIO

Carrilho

Carmo

Carmo

Carmo

Carmo

Carmo

Carmo

FÉLIX FRANCO

Proprietário e Director Técnico

Dr. António Manuel S. P. Faleiro

Rua Alexandre Herculano, nº24 8800-394 TAVIRA · tel.: / fax: 281 322 162


11 de Maio de 2012 |

>> SOLUÇÃO

>> ASSINALE A FRASE CORRETA

23

da semana passada

Segundo o novo acordo ortográfico deve escrever-se: Segundo o novo acordo ortográfico deve escrever-se:

 Comi muitos doces no Natal.

 Aquele avião é a jacto.  Aquele avião é a jato. A frase correta é: Aquele avião é a jato.

 Comi muitos doces no natal.

Uma das principais alterações do novo acordo ortográfico consiste na supressão das consoantes mudas. Assim, a consoante “c” quando não é pronunciada deixa de ser grafada.

Sobe & desce

Esta é uma iniciativa das Bibliotecas Paula Nogueira do Agrupamento de Escolas Professor Paula Nogueira (Olhão) em parceria com a Casa da Juventude de Olhão e o POSTAL, que semanalmente divulga os problemas e as soluções deste jogo. Várias escolas do Algarve já aderiram à iniciativa: AE Professor Paula Nogueira (Olhão) / AE da Sé (Faro) / AE D. Afonso III (Faro) / AE Dr. Alberto Iria (Olhão) / Colégio Bernardette Romeira (Olhão) / AE Dr. João Lúcio (Fuseta) / AE de Estoi (Faro) / AE Joaquim Magalhães (Faro) / AE do Montenegro (Faro) / AE de Castro Marim (Vila Real de St. António) / AE Professora Diamantina Negrão / (Albufeira) / Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas (Mega Agrupamento de São Brás de Alportel) / Escola Secundária João de Deus (Faro) / Agrupamento de Escolas D. Paio Peres Correia (Tavira) / Casa da Juventude (Olhão) / Postal do Algarve. Convidamos todas as escolas e bibliotecas, interessadas em aderir ao Jogo da Língua Portuguesa e receber os materiais para o mesmo, a contactar: biblioteca.epnogueira@gmail.com ou jornalpostal@gmail.com.

Engenharia

Menos azul

Estudantes da UAlg vão representar Portugal numa das mais importantes competições entre estudantes europeus de engenharia (Ler pág. 4).

O Algarve viu descer este ano o número de praias com qualidade ambiental reconhecida pela atribuição da bandeira azul (Ler pág. 13).

1562 – O Triunfo Português no Grande Cerco a Mazagão

O postal alterou o e-mail da redacção: jornalpostal@gmail.com Fernando Pessanha

FICHA TÉCNICA

Sede: Rua Dr. Silvestre Falcão, n.º 13 C - 8800-412 Tavira - Algarve Tel: 281 320 900 | Fax: 281 320 909 E-mail: jornalpostal@gmail.com Director: Henrique Dias (CP 3259). Director Comercial: Basílio Pires Editor: Ricardo Claro (CP 9238). Redacção: Cristina Mendonça (CP 3258), Geraldo de Jesus (CO 630), Helga Simão. Design: Profissional Gráfica. Colaboradores fotográficos: José A. N. Encarnação “MIRA” Colaboradores: Beja Santos (defesa do consumidor), Nelson Pires (CO76). Departamento Comercial, Publicidade e Assinaturas: Anabela Gonçalves, José Francisco. Propriedade do título: Henrique Manuel Dias Freire, inscrito sob o nº 211 612 no Registo das Empresas Jornalísticas. Edição: Postal do Algarve - Publicações e Editores, Lda. Contribuinte nº 502 597 917. Depósito Legal: nº 20779/88. Registo do Título (dgcs): nº 111 613. Impressão: Imprejornal, SA Distribuição: Banca - Logista, à sexta-feira com o Público/ VASP - Sociedade de Transportes e Distribuição, Lda e CTT. Membro: APCT - Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem e Circulação; API - Associação Portuguesa de Imprensa.

Tiragem desta edição:

8.390 exemplares

OPINIÃO

Mestrando em História do Algarve - CEPHA / UALG

O presente ano de 2012 assinala os 450 anos de uma das maiores vitórias militares da História de Portugal: o triunfo luso no grande cerco a Mazagão de 1562. Com efeito, já desde 1559 que o xerife de Marrocos, Mulay Abdallah, vinha a desenvolver o projecto de apoderar-se desta praça portuguesa que apontava para Marraquexe. A fortaleza de Mazagão não só estava isolada em território marroquino depois do abandono de Azamor, Safim e Aguz, como também sofria a pressão dos xerifes sádidas, membros da nova dinastia marroquina. E, desde modo, os grandes preparativos foram sendo feitos durante os anos de 1560 e 1561, com o objectivo de acabar com este enclave português cuja presença era um insulto ao crescente islâmico. Em 1561, o sultão Mulay Abdallah decidiu comprar armamento e formar um numeroso exército, confiando o comando das tropas ao seu filho, o futuro Xerife Mulay Mohamed Almotauaquil. Apelando a toda a Mauritânia, reuniu em Marraquexe um poderoso exército de 120.000 homens, entre os quais se contavam 37.000 cavaleiros e 13.500 sapadores, apoiados por 24 peças de artilharia. O capitão de Mazagão, Ruy Sousa de Carvalho, desconfiado com os boatos que se ouviam, mandou a Fez um espião que veio a confirmar as suas suspeitas: o sultão Mulay Abdallah preparava-se efectivamente para

cercar a fortaleza. Tal como podemos acompanhar pela Crónica dos Acontecimentos Militares, em 28 de Fevereiro de 1562, foi o alcaide de Azamor com muitos homens a pé e a cavalo assentar tendas a menos de meia légua da fortaleza. Mandou então um alfaqueque ao capitão Ruy de Sousa de Carvalho, anunciando-lhe que o filho do sultão vinha cercar a praça, pelo que o capitão retorquiu-lhe: “que viese muito em boa hora que aqui o estava esperando nesta fortaleza com muitos marmelos e peros e romãs e outras frutas desta qualidade da qual não havia falta nesta fortaleza”. Pediu o capitão à regente D. Catarina reforços e abastecimentos necessários para aguentar o cerco, pois os 2.600 habitantes de Mazagão não poderiam opôr-se sozinhos ao numeroso exército de Mulay Abdallah. Já há algum tempo que se sabia que a regente planeava o abandono de Mazagão, mesmo contra o sentimento nacional. Talvez por isso as notícias recebidas provocaram no país uma mobilização geral para defender a praça e impedir o seu abandono. Logo que a embarcação portadora da notícia chegou ao Algarve, levantou-se uma onda de patriotismo que correu todo o reino. Em Lisboa, nobres e populares fizeram avultados esforços para ir em socorro de Mazagão. No Algarve, muitos tomaram a iniciativa de responder aos apelos do capitão daquela praça do Algarve Dalém-Mar, mesmo antes da intervenção de D. Catarina. Algumas câmaras algarvias chegaram mesmo a custear a viagem a voluntários. De Tavira, por exemplo, foram enviados voluntários

D.R.

 Cisterna portuguesa em El Jadida, antiga Mazagão em Marrocos em barcos fornecidos pelos próprios habitantes. A verdade é que o cerco do sultão Mulay Abdallah foi providencial para Mazagão, pois apesar do abandono estar concebido para aquele mesmo ano, a sociedade portuguesa considerava intolerável a ideia de a praça ser conquistada pelo mouro infiel. Juntaram-se, portanto, para além dos motivos religiosos, as razões de honra e de brio militar. Ao todo, foram enviados 20.000 homens armados. Em 24 de Março chegou à praça o capitão Álvaro de Carvalho com uma armada na qual iam muitos cavaleiros, entre os quais 600 fidalgos que haviam obtido autorização da regente para partir de Lisboa em auxílio dos seus irmãos de armas. Mas ainda assim o combate parecia desproporcionado. Como

poderia a fortaleza resistir a semelhante assédio? Foi desta forma que começou o grande cerco e se inaugurou a lenda de Mazagão. Os socorros chegaram antes de os mouros lançarem os ataques decisivos e, os portugueses, reorganizados, opuseram uma resistência determinada. Começou então a dissipar-se o vigor dos soldados mouros, assustados com o grande número de mortos nas suas fileiras. Finalmente, a 7 de Maio, quando o filho do sultão decidiu levantar o cerco, já teriam morrido ”mais de vinte e cinco mil mouros e cento e dezassete portugueses”, para além dos 270 feridos do lado português. Grosso modo, a engenharia militar da moderna cidadela suportou quase três meses de cerco, provando estar prepa-

rada para resistir aos assédios dos mouros. Mazagão foi nessa época o orgulho de Portugal numa altura em que a Coroa, após ter abandonado outras praças, precisava de todas as oportunidades para afirmar a presença militar portuguesa no Algarve Dalém Mar. Por esses anos, já o império português agonizava numa profunda crise económica sem precedentes, apesar do pedante luxo em que vivia a Corte (qualquer semelhança com a actualidade será pura coincidência?). Resta-nos, portanto, o exemplo destes nossos valorosos antepassados face aos desafios que então se punham, para servir de motivação aos sacrifícios que hoje nos são impostos.


última Vila Real celebra 238 anos sobre a fundação

Tiragem desta edição:

8.390 exemplares PUB

Um suplemento natural fez toda a diferença

Câmara propõe fim-de-semana com actividades para todos os gostos D.R.

“Já não tenho dores nos joelhos!” “Teria ficado muito triste se não pudesse continuar a praticar exercício, pelo que estou maravilhada por o meu fisioterapeuta ter recomendado o suplemento de glucosamina e condroitina. Estou 100% sem dores e sinto-me óptima”, afirma Ana Garrido que vive em Vila Nova de Gaia.

“O BioActivo Glucosamina Duplo resolveu os meus problemas. O desconforto foi desaparecendo lentamente e agora já não sinto dores. Este produto parece ter sido a solução,” afirma Ana Garrido de 55 anos, aliviada por poder aproveitar e ter uma vida activa novamente.

Durante muito tempo, Ana lutava contra as dores no joelho. As articulações do joelho estalavam e provocavam-lhe muitas dores.  Programa inclui feira histórica, actividades culturais e desportivas

VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO comemora no próximo domingo, dia 13 de Maio, o 238º aniversário da sua fundação, com um programa que inclui animação, uma feira histórica e actividades culturais e desportivas. As celebrações começam esta sexta-feira, com a abertura da Feira Histórica, às 10 horas, na Praça Marquês de Pombal. À noite, pelas 21.30 horas, a animação segue com o Grupo Etnográfico Santo António de Arenilha. No sábado regressa a Feira Histórica, às 10 horas, seguindo-se a atuação do Rancho Folclórico da Praia da Manta Rota, pelas 16 horas. Também na Praça Marquês de Pombal, às 19 horas, começa o Festival de Bandas Filarmónicas. Ainda no sábado, o campo de jogos Francisco Gomes Socorro, em Vila Real de Santo António, recebe um torneio de futebol de Veteranos. No dia da cidade, a 13 de Maio, as comemorações começam com uma alvorada, às 8 horas, a que se seguirá o hastear das bandeiras na Praça Marquês de Pombal, às 9 horas. Às 9.30 horas, tem lugar a habitual sessão solene, no Centro Cultural António Aleixo, onde serão homenageados os funcionários autárquicos com mais de 30 anos de serviço, os melhores alunos das escolas

do concelho, bem como alguns clubes desportivos que obtiveram bons resultados a nível regional e nacional. Às 10.30 horas, arranca o peddy paper “À Descoberta da Cidade”. A prova tem início na Praça Marquês de Pombal e destina-se a redescobrir a história da cidade e a promover o convívio entre equipas. Às 11.30 horas, é inaugurada, na Biblioteca Municipal, a exposição “espólio artístico da Câmara Municipal de VRSA”, seguindo-se a apresentação da edição comemorativa do livro “Fronteiriços”, de António Vicente Campinas. Meia hora mais tarde começa a corrida de embarcações tradicionais no Rio Guadiana. À tarde, às 16 horas, o programa contempla alguns Quadros Históricos sob o mote “Da fundação aos nossos dias”, na Praça Marquês de Pombal. No mesmo local, às 18 horas, actua o coro infantil “Solus Vox”, da Associação Cultural de Vila Real de Santo António. Segue-se a mostra dos alunos do curso de Instrumentistas de Cordas e Teclas - Naipe e Orquestra e dos alunos do curso de animador sociocultural da Escola Secundária de Vila Real de Santo António. Também na tarde de domingo, às 17 horas, é inaugurada a remodelação da sede da Sociedade Columbófila Hortense.

Mesmo quando estava sentada, durante algum tempo no trabalho ou a ver um filme em casa, por exemplo, sentia um grande desconforto na articulação do joelho.

“Durante anos sofri de dores, mas o suplemento de glucosamina resolveu o meu problema. Estou 100% sem dores”, conta Ana Garrido que vive em Vila Nova de Gaia.

Publicidade

Vida nova para as velhas articulações O BioActivo Glucosamina Duplo contém sulfato de glucosamina e condroitina, dois compostos activos biológicos considerados essenciais para o bom funcionamento da cartilagem. O corpo necessita destas duas substâncias para construir e reparar a cartilagem danificada das articulações. Muitas

pessoas descobriram que o uso regular da combinação da glucosamina com a condroitina, ajuda a manter um estilo de vida activo, sem o desconforto que muitas vezes ocorre à medida que envelhecemos.

+ À venda em farmácias

Tel: 21 413 11 30 • Fax: 21 413 11 31 www. pharmanord.pt

O BioActivo Glucosamina Duplo é um suplemento alimentar e não substitui um regime alimentar variado. Para mais informações consulte o seu médico ou farmacêutico.

Ganhe um ano de produto grátis!

Envie-nos uma carta, juntamente com este cupão, a relatar o seu caso de sucesso com os suplementos BioActivo. Se a sua história for uma das escolhidas, para ser utilizada no nosso material informativo, será contactado(a) pela Pharma Nord e terá um ano de produto grátis. Se desejar receber mais informações, envie-nos o seu pedido juntamente com o cupão. Enviar para: Pharma Nord, R. Dr. António Loureiro Borges, nº9, 10º, 1495-131 Algés.

Nome: Morada: C.P:

E-mail:

Telefone/Telemóvel: PT_Gluco_Case_Postal_do_Algarve_0811_172x275

publicite a sua empresa

Contacte-nos: 281 320 900


Postal11Maio1077