Issuu on Google+

SÃO BRÁS ARRANCA PARA O CARNAVAL TRADICIONAL > 12

PUB

Director Henrique Dias Freire • Ano XXIV • Edição 1065 • Semanário à sexta-feira • 17 de Fevereiro de 2012 • Preço € 1

EM FOCO 2 DESTAQUE 3 FARO 6 PORTIMÃO 7 VILA REAL, CASTRO MARIM, ALCOUTIM 8 TAVIRA 9 OLHÃO 11 SÃO BRÁS, LOULÉ 12 ALBUFEIRA 14 LAGOA, SILVES, MONCHIQUE 15 LAGOS, VILA DO BISPO, ALJEZUR 16 REGIÃO 17 LAZER 20 CLASSIFICADOS 21 OPINIÃO 23 HENRIQUE DIAS FREIRE

“O dia mais importante é sempre o dia seguinte”

ÀS SEXTAS EM CONJUNTO COM O PÚBLICO POR €1,60

Rui André contra fecho de tribunal em Monchique D.R.

É o professor da Universidade do Algarve mais adorado junto dos alunos e marcou o ponto alto da palestra comemorativa da Semana Internacional do Networking promovida pelo BNI - Sul. O comunicador e filósofo Carlos Vieira deixou mais de 150 empresários algarvios fascinados com a profundidade das suas palavras. Em boa verdade, deu a todos uma grande lição de vida ao partilhar, com um peculiar entusiasmo que lhe é próprio, pensamentos positivos, como por exemplo o de: “se a esperança é a última a morrer, que morra a esperança mas tu tens de continuar vivo”. > 3 a 5

> Presidente da Câmara promete dar luta à proposta de fecho do Ministério da Justiça > Autarquia pediu reunião à ministra Paula Teixeira da Cunha. Conheça argumentos a favor e contra a posição dos monchiquenses p. 17 AMBIENTE

DESPORTO

Águas do Algarve planta 28 mil árvores p. 18

GERALDO DE JESUS

RICARDO CLARO

IMPRENSA REGIONAL

POSTAL reforça liderança com 20 mil visitas on-line

CULTURA

p. 2

Governo mantém verbas da orquestra p. 19

Tavira apresenta equipa de ciclismo p. 9 PUB

CA NOVA GERAÇÃO Veja anúncio na pág. 7


2

| 17 de Fevereiro de 2012

EM FOCO POSTAL On-line com mais de 20 mil visualizações E mais de dez mil exemplares por semana distribuídos em conjunto com o PÚBLICO Henrique Dias Freire diasfreire@gmail.com

DURANTE O ANO DE 2011, a Edição On-line do POSTAL atingiu a média semanal de 20.741 visualizações enquanto que o Jornal do Algarve teve uma média de 4.292, no site do Issuu de acesso gratuito. A edição on-line da sua versão em papel que o POSTAL disponibiliza em PDFs inteligentes registou um crescimento de mais de oito mil visualizações no espaço de um ano. De referir que o site Issuu, onde o POSTAL está alojado, permite o cadastro gratuito de qualquer pessoa que queira ler ou publicar material on-line em formato jornal ou revista. O Issuu foi considerado pela revista TIME como um dos 50 melhores sites do mundo em 2009. Destacam-se como seus clientes mais notáveis o Banco Mundial e a Cambridge University Press. Dos semanários algarvios, nem o Barlavento nem O Algarve se encontram no Issuu, não sendo por isso possível apresentar dados dos mesmos. Também algumas das edições em papel do Jornal do Algarve e do caderno mensal JA Magazine não foram colocadas online no Issuu. CULTURA.SUL CRESCEU EXPONENCIALMENTE Quanto ao

Caderno Mensal de Artes &

Ideias Cultura.SUL, que acompanha o POSTAL editado pela GORDA - Associação Sociocultural, o seu crescimento foi exponencial com uma média de 11.685 visualizações por edição contra as 5.357 do JA Magazine, o caderno mensal do Jornal do Algarve. Desde Abril de 2010 que as edições completas em papel do POSTAL são disponibilizadas em PDFs inteligentes que permitem manusear online como se de um jornal em papel se tratasse. O Jornal do Algarve também tem as suas edições em papel on-line desde 2010, optando por colocar semanalmente on-line primeiramente a capa e a sua última página e só depois a edição completa. Para consultar tanto o POSTAL como o CULTURA.SUL On-line, basta clicar no seu browser de internet em: www. issuu.com/postaldoalgarve De salientar que o maior impulso no número de visualizações foi dado com o lançamento, em Setembro de 2010, da iniciativa inédita do POSTAL designada “Algarve Maior”, que teve uma grande aderência via redes sociais, nomeadamente através do Facebook. A iniciativa resultou na nomeação de várias Personalidade e de Entidades consideradas relevantes para o Algarve desde a fundação do jornal POSTAL, isto é, desde 1987.

D.R.

Visitas Online dos Semanários que estão no ISSUU* Ano 2011 Dez-11 Nov-11 Out-11 Set-11 Ago-11 Jul-11 Jun-11 Mai-11 Abr-11 Mar-11 Fev-11 Jan-11 Total de Edições

20.741 24.502 21.814 21.969 23.495 22.156 21.486 23.014 19.524 25.128 18.160 14.716 12.933 49

11.685 19.079 14.406 13.879 15.077 17.803 11.955 12.448 11.689 10.446 6.043 4.408 2.989 12

4.292 2.992 3.382 3.277 3.865 3.986 2.769 3.294 4.725 6.006 6.438 6.391 4.381 46

5.357 0 13.541 11.776 7.253 145 114 84 7.507 11.807 0 0 12.057 9

* sem "Barlavento" e "O Algarve" que não estão no ISSUU NOTA: algumas edições do Jornal do Algarve e do JA Magazine não se encontram no ISSUU

Postal do Algarve

Jornal do Algarve

No actual ano, data em que o POSTAL comemora 25 anos de existência, a iniciativa “Algarve Maior”, que tinha sido adiada devido à difícil conjuntura económica, vai ser reactivada, pois falta ainda proceder à eleição final das 100 Personalidades e das 100 Entidades das que foram nomeadas, além

Cultura.Sul

da concretização da publicação em livro das mesmas.

LÍDERES NA CLASSE ALTA Todas

as sextas-feiras quem compra o PÚBLICO nas bancas algarvias tem acesso ao jornal POSTAL do Algarve. E a sexta-feira é o dia do PÚBLICO com maior tiragem e vendas nas bancas. A

JA Magazine

grande vantagem é do PÚBLICO ser o jornal português líder nas Classes Alta e Média Alta. Também hoje, a maioria dos leitores do POSTAL são os que mais poder de compra têm. E essa garantia é dada segundo o último Bareme da Imprensa Regional da MARKTEST que garante que 55% dos nossos

Existimos porque os leitores querem!

leitores são das Classes Altas e Médias Altas contra a média geral, dos principais jornais regionais, que é de 36%. Ainda segundo o estudo de audiências da Marktest, a maioria dos nossos leitores tem entre 35 e 54 anos. Ou seja, 8% entre 15 e 24 anos, 13% entre 25 e 34, 30% entre 35 e 44, 20% entre 45 e 54, 17% entre os 55 e os 64 e 12% dos leitores com mais de 64 anos de idade. E não menos relevante - já que as mulheres são hoje consideradas cada vez mais como as grandes decisoras nas compras da família - mais 12% de mulheres leiem o POSTAL do que os homens, isto é, 56% dos nossos leitores são mulheres. Em termos geográficos, o sotavento atinge dois terços de audiência, com Faro, Olhão, Tavira e São Brás a liderarem. Seguem-se os concelhos de Loulé, Albufeira, Portimão e Vila Real de Santo António. Ainda com números significativos estão os concelhos de Lagoa, Lagos, Silves e Castro Marim. Segundo a Marktest, o POSTAL é lido por uma em cada 20 pessoas algarvias. De salientar que apenas cerca de 10% dos jornais regionais em Portugal têm resultados no estudo da Marktest por terem um número significativo da amostragem que permite a estratificação social dos seus leitores.


17 de Fevereiro de 2012  |   

DEStaque ZZZ pág. ## Semana Internacional ZZZ pág. ## do networking

destaque

Textos e fotos: Henrique Dias Freire

Somos a região que mais cresce e a mais recente do país d.r.

 Os palestrantes Orlando Caixeirinho, Carlos Vieira, Rodrigo Beja e Macário Correia associaram-se à Semana Internacional do Networking®

Aprofundar o conceito de bom networking e ouvir testemunhos de especialistas em networking foi o objectivo da iniciativa que juntou empresários, organizações públicas e a comunidade em geral para desenvolverem redes de contacto entre si. O Algarve está a revelar-se um caso de sucesso. Todos os anos, a primeira

segunda-feira de Fevereiro dá início à Semana Internacional de Networking promovida pelo BNI (Business Networking Internacional). A iniciativa envolve inúmeros eventos de networking - trabalhar contactos em rede - com o objectivo de salientar o papel-chave que as redes de contactos desempenham no desenvolvimento e sucesso de muitos negócios

em todo o mundo. No Algarve, decorreu pela primeira vez numa acção conjunta do BNI - Sul que contou com a participação nas palestras-debate de Macário Correia, presidente da AMAL - Comunidade Intermunicipal do Algarve e da Câmara Municipal de Faro, do economista Rodrigo Beja, consultor em gestão de projectos e criação de empresas, responsável pelo departamento financeiro da ANJE Algarve - Associação Nacional de Jovens Empresários, do empresário Orlando Caixeirinho, director executivo do BNI - Sul, e do professor e comunicador Carlos Vieira. A iniciativa teve também o apoio do Real Marina Hotel & Spa de Olhão, por onde passaram mais de 180 pessoas, entre as 16.30 e as 19 horas, na tarde de quarta-feira da passada se-

mana. Tratou-se de uma acção aberta à comunidade em geral, cuja maioria eram empresários membros do BNI. Segundo o director executivo do BNI - Sul, Orlando Caixeirinho, “o propósito da Semana Internacional do Networking® é o de aumentar a qualidade das redes de contactos de toda a comunidade, reconhecendoas como uma ferramenta essencial para o sucesso no actual clima económico”. Em Portugal o BNI está implementado de Norte a Sul do país, sendo a Zona Sul a mais recente e de maior crescimento efectivo. Segundo Orlando Caixeirinho, “de Setembro de 2011 a Janeiro de 2012, com a metodologia implementada pelo BNI, já foram gerados 1,8 milhões de euros com os três primeiros grupos activos em Faro, Loulé e Olhão”. E as previsões apontam

para a construção de um total de 15 grupos de trabalho em 2012 que ajudarão a dinamizar a economia algarvia em cerca de oito milhões de euros. Em cinco meses, os actuais três grupos activos tiveram 66 reuniões com uma média de 63 referências, ou seja, oportunidades de negócios para os membros do BNI que resultaram em mais de 27 mil euros de negócios fechados por reunião. No total, passaram mais de quatro mil referências de negócio cuja média foi superior a 400 euros de negócio fechado por referência. A formação no BNI é gratuita e somou mais de 500 unidades de formação. Sob o lema “ninguém se interessa por quem não se interessa pelos outros”, em pouco mais de 150 dias foram realizadas 1.725 reuniões, de um a um,

entre os membros para melhor se conhecerem e sempre com a questão presente de “como é que os objetivos dos outros podem ajudar os meus”.

Atraímos o que parecemos Na sua intervenção como palestrante, Orlando Caixeirinho explicou o que é o networking empresarial e como fazê-lo funcionar a favor do empresário membro do BNI. “O networking não é vender mas sim desenvolver relações significantes que possam gerar oportunidades válidas de negócio no futuro”, esclareceu o mesmo, salientando que “as pessoas atraem aquilo que parecem”. A atitude é algo que se desenvolve naturalmente ao pertencer a um grupo BNI. “Um bom networking é alguém que partilha a sua rede de contactos sem estar com interesse imediato na

concretização de algum negócio”, salientou. Não se espera que os resultados sejam imediatos, pois exige formação e preparação. Para reforçar esta ideia, o director do BNI - Sul afirma que “falhar a preparação é prepararmo-nos para falhar” e dá como exemplo uma reflexão: “às vezes pôr o despertador cinco minutos mais cedo é tão simples como pensar o que é que eu vou ganhar por estar mais cinco minutos na cama e o que é que eu posso perder por estar menos cinco minutos na cama”. Elogiando a intervenção de Macário Correia, que abriu as palestras-debate, Orlando Caixeirinho referiu que a mesma foi um excelente exemplo de quem sabe fazer uso das potencialidades do networking e fez questão de salientar que no dia em que Macário Correia resolver ser empresário, depois de deixar as suas funções públicas, será com certeza um excelente parceiro para qualquer tipo de projecto a desenvolver entre os dois.

O que é o BNI? O BNI é a maior organização de troca de referências empresariais em todo o mundo, contando com 148 mil membros em 48 países e 6.152 grupos. A sua filosofia é Givers Gain, “Ganho aos que dão”, pois as oportunidades de negócio trocadas entre os seus membros são graciosas e sem comissionamento. No Algarve, encontram-se já em constituição diversos novos grupos, tendo sido ontem, quinta-feira, apresentado o de Portimão, que passa a ser o quarto a entrar em pleno funcionamento. Como em cada um destes grupos de trabalho é apenas permitida a presença de um membro por sector de actividade, existem já casos de empresários a terem que deslocar-se por meio Algarve. É o caso de Carlos Lopes, técnico oficial de contas da Di Veris, Lda, que semanalmente se desloca de Almancil para se reunir às habituais 6.45 horas da manhã no grupo em constituição de Vila Real de Santo António. É que todos os membros do BNI orgulhamse de acabarem a sua reunião com o pequeno-almoço tomado já com negócios fechados quando a sua concorrência começa a acordar para mais um dia de trabalho. 


4

| 17 de Fevereiro de 2012

DESTAQUE Macário defende soluções intermunicipais  Para o presidente da AMAL e da Câmara Municipal de Faro, os municípios deverão fomentar cada vez mais uma cultura de trabalho intermunicipal com soluções em conjunto. Deu alguns exemplos existentes no Algarve bem sucedidos, como a utilização da central de compras, dos fundos europeus, da rede informática, da cartografia, da formação, da agência de energia, entre outros. Macário Correia defendeu ainda informação acessível, fiável e rápida por parte da administração pública através da implementação de regras simples. É para ele vital a agilização de procedimentos de licenciamentos e de autorizações por parte das autarquias. “Devem cortar mais em despesas de funcionamento, alienar património, criar isenções e lançar obras pagáveis”, alertou o mesmo. Segundo os dados, entre os anos de 2008 e 2011, as quebras de receitas municipais através do IMT são de 50% na região algarvia quando a média no país é de 20%. O actual endividamento dos municípios é superior a 2,5 mil milhões de euros e a dívida está crescente. Só em facturas vencidas o montante ultrapassa os 600 milhões de euros às empresas que entretanto já tiveram que pagar IVAs ao Estado português sem ainda terem recebido, o que está a levar algumas empresas à falência com o consequente desemprego criado. Mais do que nunca, “os municípios devem apoiar os desempregados, criar oportunidades de negócio através de parques empresariais e promover acções conjuntas com os privados, por exemplo no turismo”, alerta Macário. Por fim, sensibilizou os empresários presentes a passarem a exigir à administração pública o comprovativo da cabimentação aquando de uma adjudicação, com excepção dos pedidos feitos pelas plataformas, para assim garantirem que o pagamento será feito dentro dos prazos.

ANJE COMO PARCEIRO IDEAL Por sua vez, o responsável pelo departamento financeiro da ANJE Algarve focou a sua intervenção sobre o empreendedorismo e o papel da ANJE como parceiro ideal. O consultor em gestão de projectos e criação de empresas, Rodrigo Beja, definiu o empreendedor como aquele que obtém e utiliza informação de forma a encontrar novas oportunidades.

SEMANA INTERNACIONAL DO NETWORKING

SEMANA INTERNACIONAL DO NETWORKING

BNI junta mais de 150 empresários “rendidos” às palavras de Carlos Vieira

 Dom de palavra e profundidade das mensagens de Carlos Vieira contagiaram a assistência

É um dos professores mais conhecidos e prestigiados da Universidade do Algarve. Quem assiste às palestras de Carlos Vieira sai fascinado. O seu dom da palavra e a profundidade das suas mensagens contagiam quem o ouve. Foi o que aconteceu na Semana Internacional do Networking promovida pelo BNI. O PRINCIPAL ORADOR que fechou a Semana Internacional do Networking fez uma abordagem da mentalidade positiva empreendedora que temos que ter face à crise, que ele considera uma alavanca para superar a forma habitual de pensar. O professor Carlos Vieira teve uma audiência de mais de 150 empresários rendida ao conhecimento e à sua brilhante eloquência e invulgar capacidade de comunicação. Por repetidas vezes foi interrompido pelas manifestações de emoção do público presente, que no final da palestra, no momento do debate, elogiaram o seu pensamento e a sua atitude perante a vida, tendo sido solicitado por alguns empresários para dar conferências nas suas empresas.

Durante a sua palestra, o professor fez uma análise dos critérios científicos que explicam a passagem de um paradigma de racionalidade limitada ao paradigma da imaginação. Explicou que a evolução da civilização passou por uma etapa onde os hábitos definiam os homens como animais de costumes e que foi parte de um processo que hoje se encontra superado. Mas já para Einstein, a tradição significava a personalidade dos imbecis. “É preciso recuperar a verdadeira noção que os homens são seres evolutivos e adaptativos”, defende Carlos Vieira, acrescentando que “o conhecimento é a racionalidade limitada que tem na eficiência relativa uma tendência à habituação e que os feedbacks negativos reforçam, ou seja, aprende-se para manter o que está bem feito e não para o superar. Esta foi uma característica da nossa forma de entender o desenvolvimento. Hoje o mundo está confrontado com a passagem do paradigma do equilíbrio estático ao paradigma do equilíbrio dinâmico”. Para Carlos Vieira, “o conhecimento não deve fechar-se em si, mas sim

ser uma espiral que não tem limites, pois o seu dinamismo é produzido pela imaginação. Nesse sentido, Einstein assinalou que a imaginação é sempre mais importante que o conhecimento ao afirmar que mais importante que a certeza é a dúvida”.

QUARENTA MINUTOS DE EMOÇÕES Da

intervenção do professor Carlos Vieira, o POSTAL deixa aqui um resumo dos 40 minutos aclamados pelos presentes: “Neste momento de incerteza, o que significa a incerteza? (...) Temos

O comunicador Carlos Vieira É um dos professores mais conhecidos e prestigiados da Universidade do Algarve, com intenso trabalho produzido em Portugal e no estrangeiro. É docente de Gestão Estratégica e Teoria das Organizações na Escola Superior de Gestão e Hotelaria e Turismo na UAlg e nos mestrados da Faculdade de Economia da UAlg. Lecciona igualmente nos Estados Unidos da América desde 2003 no programa internacional da Global Village da Universidade Norte Americana de Lehigh. É frequentemente solicitado por empresários para dar conferências sobre motivação comportamental para melhorar o desempenho

dos colaboradores das empresas. As suas conferências transmitem sempre uma atitude motivadora e têm-se estendido a inúmeros


17 de Fevereiro de 2012 |

5

DESTAQUE

Textos e fotos: Henrique Dias Freire

Veja os testemunhos em: www.facebook.com/carloslopezcanovieira

OS TESTEMUNHOS

Orlando Caixeirinho, Gerente da Capitalbi Director Executivo do BNI - Sul

Alberto Morais Praia Verde e Caxemir

Miguel Rocha Fernandes Gerente da Dengun

Raul Carrajola Araújo Desenvolvimento de Novos Negócios nos Hotéis Real

Cláudia Fernandes Gestora da 7 SEVEN SPA

A intervenção do Professor Carlos Vieira foi deveras impressionante. Na fase crítica que o País atravessa, necessitamos mais de alguém que nos motive para enfrentar os desafios que se avizinham, do que de pessoas que se limitam a constatar as dificuldades que nos batem à porta todos os dias, e encará-las com negativismo e derrotismo. Quem esteve presente (...), saiu da sala com vontade de lutar pela defesa dos seus interesses (...), em vez de se resignar ao que os outros possam fazer por eles. O Professor é dono de uma capacidade ímpar de motivar uma assistência, seja ela de qualquer tamanho ou género. (...) Vou estar atento às proximas intervenções do Professor, e não só ajustarei a minha agenda para estar presente, como farei questão de levar mais alguém comigo, particularmente, pessoas que precisem de se mentalizar e consciencializar que não nos basta queixar e lamentar, é necessário que façamos algo para alterar o decurso dos acontecimentos.

A conferência do Professor Carlos Vieira foi um excelente momento de partilha, de experiências e emoções positivas que levantam a moral de qualquer pessoa. Saí desta conferência com a vontade de vencer e o sentimento positivo do tipo: querer é poder!

Meu Amigo Carlos Vieira, (...) ao participar no recente evento da Semana Internacional do Networking do BNI, voltei a constatar que a qualidade das suas apresentações não param de me surpreender. Obrigado por continuar a ser uma fonte de inspiração.

Convidar o Professor Carlos Vieira para uma palestra sobre motivação e partilhá-lo com membros do BNI - Sul é como convidar um grande amigo que nos vem visitar e que nos faz renascer para uma postura de vida mais feliz e empreendedora. Obrigado Carlos.

A prestação do Professor Carlos, no Real Marina Hotel, foi espetacular. A sua atitude de motivador, empreendedor e sobretudo o saber cativar o público é FASCINANTE. É impossível passar indiferente às suas magníficas palavras!!! Obrigada mais uma vez.

Sónia Rodrigues Gerente da Trakinolas

Mário Neto Gerente da MN Consultores TI Director Consultor de Área BNI - Sul

Vítor Hugo Guerreiro Gerente da Guerreiros Seguros Director do Grupo BNI Interacção Faro

Sandra Sousa Pronto-a-comer Casa Sousa

Adorei conhecê-lo e adorei mais ainda ouvi-lo. Senti que todos nós saímos de lá com uma vontade de conquistar o mundo, porque, com crise ou sem crise, o mais importante é o - estarmos vivos -, e nunca me vou esquecer que o meu melhor dia é o dia seguinte.

Amigo Carlos (se me permite a intimidade do trato, mas é já assim que me sinto), quem fala com o coração e o transborda de emoções, a língua em que o faz é indiferente, pois toca a todas as pessoas de forma absolutamente encantadora.

Obrigado e Parabéns pela MENSAGEM! A sua palestra foi espetacular e subscrevo as suas palavras bem como a forma como sente e transmite as ideias. Se na primeira vez fiquei com vontade de o ver “em Palco”, hoje ganhou um fã. Obrigado mesmo!

Por onde passa, o Professor (...) cultiva sempre o respeito, tocando o coração e a mente de quem o escuta, seja nas suas aulas em Portugal ou nas inúmeras conferências que dá pelo mundo inteiro. (...) Foi um privilégio assistir às suas aulas.

de nos habituar a que os hábitos não são a nossa morada! Somos um desafio permanente da imaginação. O ser humano tem um grande capital de imaginação. (...) Educaram-nos para ter certezas, para estarmos certos do que queremos. (...) Só que hoje não é

importante saber o que se quer. Começa a ser importante descobrir o que se pode. (...) Viver é um desafio de oportunidades. Mas temos de ter uma visão do mundo. E a visão do mundo que por vezes temos é uma visão fechada, uma

visão do habitual. A morada exacta do Ser, assim que saiu da caverna, é invadir o mundo com imaginação. O que fizeram Steve Jobs e Bill Gates? Despoletaram uma tecnologia ao serviço da imaginação. (...)

çam a surgir as ideias e as motivações. Não vou aqui dizer que uma dor partilhada dói menos. Neste caso, não há que partilhar dor, há que partilhar... optimismo. (...) Diz-se que a esperança é a última a morrer. Que morra a esperança, mas tu tens de continuar vivo! (...) A noite mais escura, de maior duração, tem um dia de luz a seguir. (...) Em tempos difíceis deve haver muito mais emoção e energia positiva. A linguagem da emoção fala muito mais alto que a gramática. (...) Temos de ter liberdade e paixão todos os dias da nossa vida. Temos de assumir a vida como um desafio. Só nasces uma vez. Enquanto existes, tens de fazer da tua vida algo extraordinário. Fazer da nossa vida uma obra de arte.

levas contigo um ambiente negativo. E isso é importante num grupo. Os negócios são consequência, mas tem de haver um antecedente maravilhoso e dinamizador, o da energia positiva. (...) Hoje é muito importante que prevaleça o ser sobre o ter. E isso é possível num grupo quando há confiança e as pessoas podem contar com pessoas que são sérias, sem oportunismos. Um grupo tem futuro quando as pessoas prevalecem como seres humanos e a parte económica é só uma consequência. Um ex-reitor da Universidade de Paris dizia que o grande problema do mundo é definir se é o homem que está ao serviço da economia ou a economia ao serviço do homem. O homem como meio ou como fim. Neste momento de crise, é maravilhoso poder ir atrás do homem como fim. Quando partilhamos para fazer negócios ou contactos estamos a dar valor ao outro, para fazermos em conjunto coisas. (...) Isso dá ao grupo o seu verdadeiro poder. Onde há verdade há sempre futuro. Onde há desonestidade e inveja não há futuro.

países pelos vários continentes do mundo como reconhecimento da sua sabedoria. É doutorado Honoris Causa pela Universidade Inca Garcilaso de La Vega do Peru. Recebeu em 2009 a distinção presidencial em Business Excellence, um dos mais prestigiados galardões no âmbito empresarial, pela Câmara do Comércio Hispânica de New Jersey, a que conta com o maior número de empresas registadas nos Estados Unidos. Recentemente, foi convidado pelo embaixador dos Estados Unidos e pela vice-presidente de Assuntos Tecnológicos do Instituto Tecnológico de New Jersey a

deslocar-se nos próximos dias 15 a 20 de Abril aos Estados Unidos da América, para participar num Business Road, que contempla visitar as cidades de New Jersey, sendo cerca de um terço de origem portuguesa, New York (Wall Street) e Miami Florida, liderado pelo embaixador Allan Katz e pelo consultor Comercial dos Estados Unidos. Para Carlos Vieira, o seu grande objectivo é manter várias reuniões com empresários e responsáveis de universidades para procurar alternativas de desenvolvimento de negócios, parcerias e alianças e que nomeadamente estimulem o empreendedorismo na Região do Algarve.

NETWORKING É UMA RELAÇÃO DE CONFIANÇA Em 1972, o Prémio Nobel da

Economia, Kenneth Arrow [pioneiro na teoria do equilíbrio económico geral à teoria do bem estar], introduziu um conceito fabuloso. Todo o sistema social, seja uma empresa ou uma comunidade de interesses, para crescer e evoluir tem de ter o desenvolvimento da confiança mútua. (...) O networking é uma relação de confiança. Nasce do reconhecimento. E reconhecimento leva-nos ao compromisso que nos leva a desenvolver a capacidade de partilhar. Se não nos sentimos reconhecidos não somos compelidos a partilhar. Cada pessoa é uma pessoa. Dar valor a cada indivíduo é fundamental. E é uma coisa que temos de aprender. (...) É preciso deixar esta noção: que nestes tempos de incerteza, é maravilhoso trabalharmos juntos. Porque quando trabalhamos juntos, come-

ONDE HÁ VERDADE HÁ SEMPRE FUTURO (...) A vida não tem de ser complicada. Podem-nos faltar coisas, recursos. Mas o que não nos pode faltar é a intenção de existir, procurando energia positiva no próprio facto de estarmos vivos, de existirmos. Se procurares esse lado, as pessoas começam a achar que és importante, porque pelo menos não


    |  17 de Fevereiro de 2012

faro UGT debate mercado de trabalho d.r.

ZZZ pág. ## Vila Real assiste a pescaria solidária pela segunda vez este Inverno pág. 8 ZZZ pág. ##

Fagar investe 15,5 milhões de euros em novas infra-estruturas Objectivo é levar água a 99% da população e esgotos a 91%

 O auditório da Escola de Hotelaria e Turismo do Algarve, recebe, a partir das 15.30 horas desta sexta-feira, uma mesa-redonda de debate sobre “O Mercado de Trabalho no Algarve”, numa iniciativa da central sindical UGT. Entre os oradores convidados contam-se o presidente da Associação de Municipios do Algarve, Macário Correia, e o director regional do Instituto do Emprego e Formação Profissional, Carlos Baía. Participam também na mesa redonda o presidente da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve, Elidérico Viegas, e o actual presidente da UGTAlgarve, Daniel Santana. A mesa vai ser moderada pelo economista João Nuno Arroja Neves e conta com a participação do reitor da Universidade do Algarve, João Guerreiro.

IPJ mostra obra de Cristina Carneiro  A galeria de exposições do Instituto Português da Juventude (IPJ), em Faro, apresenta, até ao próximo dia 27, a sexta exposição de pintura de Cristina Carneiro. A mostra apresenta um conjunto harmónico de trabalhos, tanto ao nível dos temas como das técnicas utilizadas, fruto de muitas pesquisas e experiências realizadas pela artista, natural de Faro e residente em Pechão. Cristina Carneiro está a terminar o Curso de Artes Visuais, na Universidade do Algarve, e a arte ocupa um lugar cada vez maior, tanto na sua vida académica como pessoal.

d.r.

Ricardo Claro/Lusa ricardoc.postal@gmail.com

Faro quer atingir em 2013 uma cobertura de abastecimento de água de 99% e de 91% em esgostos, já em 2013. Esta é a posição assumida por David Santos, presidente da Fagar, em declarações à Lusa, o que equivale dizer, de acordo com os dados avançados pelo mesmo, que a taxa de cobertura da rede de abastecimento de água crescerá 11% e a da rede de esgotos 9% face à situação actual. Para o feito, a empresa, que é responsável pelas redes de abastecimento de água e de saneamento em baixa no concelho de Faro, tem em curso obras no valor de 12,5 milhões de euros e a concurso mais três milhões. Na sua maioria, as verbas referem-se à construção de canalizações que levem água às populações rurais do concelho. Em média, a instalação de água canalizada numa habitação rural custa quatro mil euros. Do total do investimento, 1,85 milhões de euros estão a

 David Santos, presidente da Fagar ser utilizados em infra-estruturas de saneamento, afirmou David Santos, frisando que a

menor taxa de cobertura da rede pública de esgotos se deve ao alto custo desse tipo

de obra. Entre os projectos em curso ou previstos estão também o alargamento do sistema de telegestão e telemetria (leituras electrónicas dos consumos) e a substituição de tubagens de água canalizada, de forma a reduzir os níveis de perdas na rede, o que representou um investimento de 30 milhões de euros nos últimos anos.

de valas redutoras de pressão, a implementação da leitura electrónica e a detecção e reparação de perdas por parte dos técnicos. Fundada em 2005 com 51% de capital da Câmara de Faro, a Fagar deu lucro pela primeira vez no exercício de 2011 (650 mil euros), antecipando a obtenção de resultados positivos, apenas prevista para 2018.

Perdas de água na rede reduzidas para metade Segundo

Dívidas e passivo O passivo acumulado da empresa é de 4,33 milhões de euros, valor que legalmente deverá ser dissolvido até 2040, esclareceu David Santos, prevendo que, se a empresa continuar com resultados líquidos positivos, essa meta será antecipada “em alguns anos”. Relativamente a dívidas à empresa fornecedora de água, Águas do Algarve, o POSTAL apurou de fonte próxima da empresa que a Fagar não constitui um dos casos preocupantes nesta matéria, quando comparada com outras empresas fornecedoras de água em baixa ou com alguns serviços municipalizados de autarquias da região.

David Santos, em quatro anos a empresa conseguiu reduzir para metade as perdas na rede, que eram de 33,28% em 2007 e foram de 16,86% em 2011, o que corresponde a 916 mil litros. “Somos uma das cinco melhores câmaras do país a nível de perdas na rede e queremos chegar a ser uma das melhores três câmaras dentro de poucos anos”, disse. Segundo o administrador, a diminuição das perdas na rede deve-se a vários investimentos que foram feitos nos últimos anos. Além da substituição de canalizações antigas, entre essas iniciativas está a construção

Galardões distinguem a música tradicional

Rua FM entrega prémios Sopa da Pedra Os algarvios Marenostrum estiveram entre os elei-

tos para os prémios Sopa da Pedra 2011 atribuídos pela rádio RUA FM, ao ganharem a categoria Melhor Música Original com o tema Azul, ex-aequo com os OrBlua com um tema homónimo. Ambas as músicas foram editados na colectânea Sul Azul, lançada no ano passado. O Sopa da Pedra é um programa da RUA FM, dedicado à música tradicional portuguesa e europeia. Os Prémios Sopa da Pedra são atribuídos

todos os anos para distinguir os melhores lançamentos nacionais na área das músicas folk/tradicionais. Os prémios tiveram início em 2005 e, desde essa data, todos os anos, um júri formado por jornalistas e especialistas de todo o país, juntamse em torno do programa da RUA FM, Sopa da Pedra, para a votação. Na categoria Melhor Álbum, os escolhidos foram os Realejo, de Coimbra, pelo trabalho realizado em Ruja Ruja Quem Quiser Que Fuja! e no Melhor

Álbum Revelação Assembly Point dos Assembly Point, um conjunto composto por três músicos, com uma paixão por música Folk Acústica, misturando as raízes tradicionais das suas origens, Galiza, Irlanda e Portugal, arrebatou a melhor posição. O galardão para Melhor Versão de Tema Tradicional foi entregue à Moda da Ceifa do quarteto Dazkarieh, formado em Lisboa em 1999, com crescimento invejável e reconhecimento nacional e internacional.

d.r.

 Os Marenostrum venceram na categoria de Melhor Música


17 de Fevereiro de 2012 |

7

PORTIMĂƒO

Ciclismo de Tavira mostra equipa pĂĄg. 9

Turismo de mergulho cria espaço único em Portimão Dois dos quatro navios a afundar jå chegaram ao Arade D.R.

ra, Manuel da Luz, “jĂĄ ĂŠ tempo de tirarmos o devido proveito do imenso potencial do nosso mar e, por isso, espero que em breve PortimĂŁo seja visto como um apetecĂ­vel destino de mergulho, o que tambĂŠm poderĂĄ contribuir para combater a sazonalidade, num projeto que cria expectativas a partir da novidade e em que existem privados dispostos a investirâ€?.

MAIS DE 600 MIL MERGULHADORES ESPERADOS EM DEZ ANOS De acordo com a informação veiculada pela autarquia, “nunca em todo o mundo foi afundada uma frota com este objectivoâ€?, o de criar um museu subaquĂĄtico, para o qual o responsĂĄvel pelo projecto, SĂĄ Couto, prevĂŞ uma afluĂŞncia de “620 mil mergulhadores na primeira dĂŠcadaâ€?.

O desenvolvimento do nicho do turismo subaquĂĄtico tem crescido significativamente nos Ăşltimos anos, pelo que SĂĄ Couto acredita na sua viabilidade, realçando outra vantagem da iniciativa, o reforço do ecossistema, “pois os navios funcionarĂŁo como recifes artificiais num fundo de areia, o que possibilitarĂĄ o aumento da biodiversidade na zonaâ€?. PUB

ďƒŽ A corveta Oliveira e Carmo Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

JĂ ESTĂƒO EM PORTIMĂƒO os primeiros dois dos quatro navios que vĂŁo compor o Ocean Revival, o projecto museolĂłgico vocacionado para o turismo de mergulho que em parceria com privados foi lançado pela autarquia portimonense. A corveta Oliveira e Carmo e o navio-patrulha Zambeze sĂŁo as embarcaçþes que chegaram nos Ăşltimos dias aos estaleiros do porto de pesca de PortimĂŁo e que nos prĂłximos trĂŞs meses serĂŁo, de acordo com a autarquia liderada por Manuel da Luz, alvo de operaçþes de limpeza destinadas a tornar iner-

tes em termos ambientais ambos os vasos de guerra. O Zambeze, navio da classe Cacine, entrou ao serviço da Marinha de Guerra Portuguesa em 1972 e viria a ser desactivado em Setembro de 2003. Trata-se de uma embarcação com 44 metros de comprimento e 4,7 metros de largura. Jå a Oliveira e Castro mede uns respeitåveis 84,6 metros de comprimento e apresenta uma largura de 10,3 metros e pertence à classe Baptista de Andrade, tendo estado ao serviço da Marinha entre 1975 e 1999.

que se somarão mais dois em momento posterior, serão afundados ao largo da Praínha, a uma distância de 5,5 quilómetros da costa, devendo ocupar o seu lugar definitivo a uma profundidade de 30 metros numa årea que jå foi, adianta a autarquia, validada para o efeito por todas as entidades competentes. Algo que só acontecerå, no entanto, depois de realizada a descontaminação das embarcaçþes, cujo custo pesa nada mais nada menos do que 2,4 dos três milhþes reservados para o projecto.

NAVIOS SERĂƒO AFUNDADOS AO LARGO DA COSTA Os navios, a

PORTIMĂƒO NA ROTA DO TURISMO DE MERGULHO Segundo

D.R.

ďƒŽ O navio-patrulha Zambeze

as palavras de LuĂ­s SĂĄ Couto, administrador da empresa Subnauta, parceira da Câmara de PortimĂŁo na MUSUBMAR - Associação para a Promoção e Desenvolvimento do Turismo SubaquĂĄtico, “este ĂŠ um sonho de cinco longos anos, que finalmente se começa a concretizarâ€?. No sĂĄbado passado, aquele responsĂĄvel assegurou que o municĂ­pio “nĂŁo gastarĂĄ nem um cĂŞntimo em todo este processo, pois competirĂĄ Ă  MUSUBMAR a angariação de fundos e patrocĂ­nioâ€?. Para o presidente da Câma$),PSUHQVDSL[&9LQGG




8

| 17 de Fevereiro de 2012

VILA REAL CASTRO MARIM ALCOUTIM

Escolas preparam cenário de sismo pág. 10

Vila Real assiste a pescaria solidária pela segunda vez este Inverno Associação de pescadores oferece 102 quilos de peixe a instituições do concelho D.R.

OS PESCADORES da “Associa-

ção de Pescadores Santo António de Arenilha”, de Vila Real de Santo António, organizaram pela segunda vez este Inverno uma pescaria colectiva que reverteu a favor das instituições de solidariedade social do concelho. A pescaria, que decorreu no passado sábado, juntou nove embarcações e rendeu um total de 102 quilos de peixe, que foram entregues pelos pescadores a duas instituições, a Santa Casa da Misericórdia lo-

 Ajudar quem mais precisa é o lema dos pescadores vila-realenses

cal e a associação “Mão Amiga”, uma vez que estas são as instituições que fornecem refeições aos mais carenciados do concelho. Os elementos desta associação de pescadores pretenderam com esta iniciativa ajudar quem mais necessita, em especial num momento de grandes dificuldades, tanto mais que este é um dos concelhos do país mais flagelado pelo desemprego. “Sabemos que para muitas pessoas e crianças esta é uma boa ajuda, pelo que

queremos repetir mais vezes”, referem os membros desta associação, que cumpriram no passado sábado a segunda pescaria solidária deste Inverno. A acompanhar esta doação esteve presente o presidente da Câmara de Vila Real de Santo António, Luís Gomes, acompanhado de alguns vereadores, assim como os representantes das instituições. A Associação de Beneficência “Mão Amiga” é a única instituição do concelho de Vila Real de Santo António que possui

a valência de Refeitório Social, prestando apoio directo para a satisfação das necessidades básicas de subsistência, abrangendo aproximadamente 130 utentes. A Santa Casa da Misericórdia de Vila Real de Santo António tem diversas valências, incluindo Lar, Centro de Dia e apoio domiciliário para idosos, bem como as valências de creche e infantário, para além de desenvolver várias iniciativas de apoio aos mais carenciados do concelho.

PUB

Assine o

PUB

Envie este cupão para:

POSTAL DO ALGARVE - Rua Dr. Silvestre Falcão, nº 13 C, 8800-412 Tavira

(50 Edições) Portugal 30 ¤ I Europa 50 ¤ I Resto Do Mundo 80 ¤

NOME __________________________________________________________________________________________________________________________ MORADA __________________________________________________________________________________________ NIF

  

TEL   

 

DATA DE NASCIMENTO _______ ⁄ ________ ⁄ ____________

CÓD. POSTAL _________ - _____ — ________________________________________________

EMAIL _______________________________________________________ PROFISSÃO ________________________________

AUTORIZAÇÃO DE PAGAMENTO - por débito na conta abaixo indicada, queiram proceder, até nova comunicação, aos pagamentos das subscrições que vos forem apresentadas pelo editor do jornal POSTAL do ALGARVE. Esta assinatura renova-se automaticamente. Qualquer alteração deverá ser-nos comunicada com uma antecedência mínima de 30 dias.

30 ¤

NIB

Assine através de TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA

BANCO _______________________________________________________________________________________________

   

NOME DO TITULAR __________________________________________________________________________

35 ¤ 

BALCÃO ______________________________________________

_______________________________________________________________________________ ASSINATURA IDÊNTICA À CONSTANTE NA FICHA DO BANCO DO TITULAR DA CONTA.

Assine através de DINHEIRO, CHEQUE ou VALE POSTAL, à ordem de Postal do Algarve.

NOTA: Os dados recolhidos são processados automaticamente e destinam-se à gestão da sua assinatura e apresentação de novas propostas. O seu fornecimento é facultativo. Nos termos da lei é garantido ao cliente o direito de acesso aos seus dados e respectiva actualização. Caso não pretenda receber outras propostas comerciais, assinale aqui.


17 de Fevereiro de 2012  |   

Biblioteca Municipal

Vida e obra de Agostinho da Silva em exposição A Biblioteca Municipal Álvaro de Campos, em Tavira, apresenta até ao próximo dia 29 a exposição “Vida e Obra de Agostinho da Silva”. Segundo Renato Epifânio, da Associação Agostinho da Silva (AAS), “se Agostinho da

Silva passou por um “fase integralista”, entre 1925 e 1927, e depois, a partir de 1928, por uma “fase europeísta”, de franca adesão ao ideário sergiano e da Seara Nova em geral, no Brasil começa um nova fase, já não assente na preocupa-

ção de difundir uma “cultura geral”, de que são expressão os seus Cadernos dos anos 30 e 40. A partir daqui e até ao final da sua vida, será a “cultura portuguesa”, no seu alcance universal, o horizonte primacial do seu questionamento.

d.r.

A nosso ver, a obra Reflexão à Margem da Literatura Portuguesa (1957) é a primeira grande expressão desse questionamento: sobre a cultura portuguesa, sobre o seu sentido histórico. Nesta exposição, procuraremos reconstituir esse

seu percurso”. A presente mostra é uma iniciativa da Associação Internacional de Paremiologia (AIP-IAP), a qual conta com o apoio da Câmara de Tavira e da Associação Agostinho da Silva.

tavira

Miguel Gameiro traz “Dá-me um Abraço” ao Auditório Municipal de Olhão pág. 11

Ciclismo de Tavira mostra equipa Orçamento de 350 mil euros para levar a equipa a altos voos geraldo de jesus

Ajuda famílias carenciadas

Tavira lança “Pronto a Comer, Pronto a Ajudar”

Geraldo de jesus geraldoj.postal@gmail.com

d.r.

O Clube de Ciclismo de Tavira apresentou no passado sá-

bado, no Mercado da Ribeira, a sua equipa profissional, a Carmim/Prio/Tavira, uma equipa do escalão Continental, com o orçamento de 350 mil euros. Luís Constantino, presidente da Direcção, referiu que o Clube de Ciclismo de Tavira vai continuar nas estradas portuguesas e ainda a correr em três continentes. “Já estivemos na Argentina no início do ano. Apesar das dificuldades nunca baixamos os braços. Neste início da época de 2012 ainda não ganhámos nada. Vamos manter a mesma postura que temos tido até aqui. Sabemos que vamos ter dificuldades, mas temos capacidade para recuperar”. O responsável recordou que “no ano passado em Agosto tivemos a festa da vitória na Volta a Portugal. Quero que a festa se repita este ano e que seja ainda maior. Temos uma história longa. Esta é a equipa mais antiga do pelotão internacional”. O presidente do município de Tavira, Jorge Botelho, começou por dizer que “esta equipa conseguiu quatro vitórias nos últimos quatro anos. Mantém a mesma estrutura. A Direcção trabalha todos os dias para arranjar os patrocínios. Conseguiu-se montar mais uma equipa para ir à conquista neste ano velocipédico, para ganhar onde se entra e eu acredito que vamos ganhar a quinta Volta a Portugal”.

Os patrocinios José Canita,

 Almeida Martins realça colaboração dos restaurantes  Mercado da Ribeira foi palco da apresentação da equipa Carmim/Prio/Tavira para a nova época director-geral da Carmim, disse ser um prazer estar de novo em Tavira, sendo que a empresa tem vindo a patrocinar outros porjectos no Algarve. “A nível do ciclismo é a primeira vez. Para nós é uma estreia e apostámos logo no ciclismo profissional. O facto de a Carmim patrocinar o ciclismo em Tavira insere-se num projecto

A equipa: Samuel Caldeira, 26 anos, sprinter David Livramento, 28 anos, trepador Ricardo Mestre, 28 anos, trepador Luís Silva, 27 anos, rolador Nelson Vitorino, 37 anos, completo Daniel Mestre, 26 anos, sprinter

ambicioso de nível nacional e internacional, o Monsaraz Millenium, vamos jogar seguro”. Em representação da Prio, Tomás Guimarães afirmou que “viemos há quatro anos. Quatro vitórias na Volta a Portugal. Vamos continuar”. Francisco Morais, director de Marketing da marca automóvel KIA, referiu que em to-

Henrique Casimiro, 26 anos, trepador Tomás Metcalfe, 28 anos, equiper Diogo Nunes, 23 anos, rolador João Pereira, 23 anos, trepador Alejandro Marque, 31 anos, rolador Amaro Antunes, 21 anos, trepador Valter Pereira, 22 anos, trepador

dos os projectos em que esta marca se envolve trabalha perto das entidades, privilegiando sempre acordos mais duradouros. “Espero que tal como a Prio, seja chegar, ver e gostar, para continuar”. O director desportivo Vidal Fitas afirmou que “é com grande agrado que mais um ano é possível manter a espinha dorsal de um projecto que tem quatro vitórias na Volta a Portugal. Este projecto não contempla só manter a espinha dorsal, que já tem algum tempo, mas também a inclusão de novos talentos, aqueles que o Clube de Ciclismo de Tavira, através da sua formação, vai captando ao longo dos anos e também de novos valores da região, como é o caso do Amaro Antunes, que no ano de 2012 abraça este projecto. Não prometemos vitórias mas prometemos lutar por elas”.

A Cruz Vermelha de Tavira lançou na terça-feira da passada semana o projecto “Pronto a Comer - Pronto a Ajudar”, que vai permitir oferecer refeições a 15 famílias carenciadas do concelho, com a colaboração de cinco restaurantes da cidade, disse à Lusa o presidente. Manuel Almeida Martins, que preside à delegação da Cruz Vermelha que assiste o concelho de Tavira e o município de Castro Marim, explicou que o protocolo que assinou naquele dia na câmara vai “permitir à instituição dar assistência aos cada vez mais pedidos de ajuda por parte de famílias em situação de pobreza”. Com a crise económica e a alta taxa de desemprego que se verifica no Algarve, a Cruz Vermelha de Tavira tem assistido a “um aumento de mais de 100% nos pedidos de ajuda por parte da população e assiste já cerca de 500 famílias

carenciadas com distribuição de alimentos e entre 30 a 40 pessoas, diariamente, no refeitório social”, precisou o responsável. “Temos ainda a loja social, que distribui roupa, mas é difícil precisar os números de pessoas que contam com o seu apoio. Mas há uma grande subida no número de pedidos de ajuda”, acrescentou Almeida Martins, que diz estar a assistir-se a “um aumento da pobreza nos concelhos de Tavira e Castro Marim”. O presidente da Cruz Vermelha de Tavira realçou a colaboração dos proprietários dos restaurantes neste período de maior dificuldade para as famílias e disse esperar que, depois da assinatura do protocolo, “o número de restaurantes que aderem ao projecto possa aumentar para ajudar mais famílias” em termos alimentares. Lusa


10    |  17 de Fevereiro de 2012

tavira

São Brás prepara Carnaval domingueiro pág. 12

Escolas preparam cenário de sismo Exercício testou capacidade de resposta de alunos, pessoal escolar e meios de socorro Geraldo de Jesus geraldoj.postal@gmail.com

A sede do Agrupamento Vertical de Escolas D. Paio Peres Correia foi palco, na se-

gunda-feira da passada semana, de um exercício de evacuação em segurança em caso de sismo. No cenário, ao soar o alarme, alunos e professores saíram das salas de aulas, de forma ordeira, sem pânico, apesar de ter havido alguns feridos ligeiros, dirigindo-se para um espaço amplo afastado do edifício. O presidente do município, Jorge Botelho, disse ao POSTAL que o edifício da Escola está preparado para um sismo mas lembrou que “temos de estar actuantes, fazendo exercícios no concreto, não só no papel, para que as famílias

estejam mais seguras quando, se houver, o que não desejamos, um sismo”. O comandante dos Bombeiros Municipais, Miguel Silva, referiu que o exercício envolveu três ambulâncias, um veículo de combate e mais uma escada. E afirmou que, caso um sismo grave venha a ocorrer, “o treino é fundamental. Se as pessoas conhecerem o que têm de fazer numa situação de emergência, é meio caminho andado, porque em situação real, está provado que mais de 90% dos fogos é feito em auto-salvamento”. O professor Luís Domingos, director do Agrupamento, referiu que este exercício, denonimado “Laivex”, previu um cenário de “sismo, seguido de incêndio, nos laboratórios

geraldo de jesus

de Físico-Química e Ciências, onde ficou um professor com os membros inferiores queimados. Três feridos ligeiros. O exercício serviu, acima de tudo, para que os miúdos adquiram hábitos de evacuação e saibam manter a postura em situação real”.

Tudo como previsto O pro-

fessor Miguel Fernandes, que coordenou o exercício, afirmou que tudo correu como previsto. “As forças de segurança também conseguiram fazer o trabalho delas, de acordo com as nossas expectativas. De uma forma geral correu tudo bem, por isso estamos muito satisfeitos”. O docente lembrou que “os exercícios propriamente ditos, sem as forças de segurança, pub

 Simulacro testa capacidade de meios e prepara comunidade escolar são feitos todos os anos. Este, em concreto, foi uma questão de acumular a experiência e os materiais que construímos ao longo de todo esse tempo”. Para o futuro, é preciso “fazer uma avaliação para ver

quais os pontos negativos. Será feito um relatório, para que os erros detectados e que têm a ver com a nossa estrutura interna de segurança ou com os professores sejam levados à Direcção para tentar

corrigir. Se forem mais estruturais, se tiverem a ver com algo a nível de canalizações, como foi detectado, serão encaminhados para a Divisão de Educação, solicitando a sua correcção”.

Carnaval em Tavira

Folia das crianças e bailes tradicionais do Entrudo animam a festa A Câmara , em colaboração

com os estabelecimentos escolares do concelho, organiza, a partir das 10 horas desta sexta-feira, na Praça da República e Jardim do Coreto, o desfile de Carnaval Infantil. Cerca de 600 crianças, oriundas do CAIC “Gaivota”, Centro Infantil “A Semente”, Centro Social Nossa Senhora das Dores, Infantário “O Pimpão”, Jardim do Alto, Jardimescola João de Deus, EB1 de Santa Catarina, EB1 Tavira Nº 1 e EB1 Tavira Nº 2, animam a baixa da cidade. Num desafio à alegria e imaginação, alunos, professores e pessoal não docente apresentam à população as suas fantasias, elaboradas no próprio estabelecimento de ensino, e que este ano tem como tema a História de Portugal. O desfile é acompanhado de um concurso dirigido aos alunos do pré-escolar (primeiro escalão) e do 1º ciclo segundo escalão), sendo o júri composto por um membro do executivo municipal, por um

d.r.

professor de História, por um professor de Educação Visual e dois técnicos das áreas da educação e artes plásticas. Os vencedores do ensino pré-escolar e do 1º ciclo habilitam-se a uma visita ao Oceanário de Lisboa; uma visita ao Parque da Mina, em Monchique, para o segundo classificado; e uma visita à Quinta do Peral, em São Brás de Alportel, para o terceiro classificado. Para além do desfile de dia 17, estão agendados diversos bailes pelo concelho:

Cidade de Tavira: Dias 18, 20 e 25 de Fevereiro - 22 horas - Parque de Feiras e Exposições de Tavira, organização da Sociedade da Banda Musical de Tavira. Dias 18 e 21 de Fevereiro 21 horas - Sede do Clube Recreativo Tavirense, organização da mesma colectividade. Freguesias: Dia 18 de Fevereiro - 21 horas - Sede da Casa do Povo da Conceição de Tavira, organização da mesma colectividade. Dia 20 de Fevereiro - 22 horas - Salão multiusos da Junta de Freguesia de Santa Luzia, organização do Clube Recreativo e Desportivo Santaluziense. Dia 21 de Fevereiro - 20 horas - Baile e concurso de máscaras com Ângelo e Jaime, na sede da Associação Renascer do Campo, em Faz-Fato, com organização daquela colectividade. Dia 22 de Fevereiro – 15 horas - Baile com Sérgio e César, 18 horas – Enterro do Entrudo - Sede da Associação Renascer do Campo, em Faz-Fato, com organização daquela colectividade.


17 de Fevereiro de 2012  |   11

Futebol

Sérgio Conceição expulso pelo árbitro no final do jogo d.r.

O treinador do Olhanense,

Sérgio Conceição, revelou que foi expulso pelo árbitro Hélder Malheiro no final do jogo de domingo passado entre Olhanense e Rio Ave, da 18ª ronda da Liga de Futebol, que os vilacondenses venceram (2-0).

“O jogo aqueceu durante um certo período porque o árbitro não o soube controlar. Houve muitos erros e foi isso que lhe fui dizer no final da partida. Depois, disse-me que eu estava expulso”, declarou o técnico, na confe-

rência de imprensa após a partida. “Já ando no futebol há muitos anos e já apanhei muitos artistas”, tinha dito Sérgio Conceição imediatamente antes, quando questionado sobre a prestação do juiz.

O técnico referiu que “não disse nada de mais” ao árbitro, “só que não estava de acordo com algumas decisões”. Conceição também disse aos seus jogadores “para não cumprimentarem” o árbitro”, porque “não tinha feito um

jogo de acordo com as leis de jogo”. “Quem está no futebol percebe: houve pequenas coisas, pequenas faltas, em que não esteve ao nível em que devia estar”, finalizou. Lusa

olhão

Estudo revela 62% com risco de morte cardiovascular elevado pág. 13

Miguel Gameiro traz “Dá-me um Abraço” ao Auditório

Brincar ao Carnaval

Olhão mostra novos criadores em antologia d.r.

Folia e cor em festa para todas as idades d.r.

Concerto mostra temas do álbum “A Porta ao Lado” d.r.

“Não me percas nunca mais” é o mais recente single

de divulgação do álbum “A Porta ao Lado”, depois dos já bem conhecidos “Dá-me um Abraço” e “O Teu Nome”. Estes e outros temas vão ser apresentados por Miguel Gameiro, ao vivo, no Auditório Municipal de Olhão, no próximo sábado, onde vai dar a conhecer o seu primeiro trabalho a solo. Depois do sucesso de “Dá-me um Abraço” e “O Teu Nome”, “Não me percas nunca mais” é o novo destaque do primeiro disco a solo de Miguel Gameiro, “A Porta ao Lado”, que o artista apresenta, este sábado, em Olhão. Poderemos ainda ouvir temas como “Alquimia”, “O Homem e a Bala”, “Só Porque Sim”, “Leva-me Contigo” ou “Quero-te Assim”.

Miguel Gameiro a solo depois dos Pólo Norte Conhe-

cemos Miguel Gameiro desde 1992 quando, com 18 anos, surgiu como um dos fundadores dos Pólo Norte. Desde cedo se interessou pela escrita e pela música, interesse esse que se viria a revelar crucial na composição de algumas das mais emblemáticas canções do grupo. Em 1994 surge “Expedição”, produzido por Fernando Cunha (Delfins) e que viria a ser disco de ouro. “Lisboa”, “Amor é” e “Grito” (com a participação especial de Miguel Ângelo) foram algumas das canções

 Miguel Gameiro vai dar a conhecer o seu primeiro trabalho a solo mais marcantes. “Aprender a ser feliz” (1996), foi outro dos sucessos do grupo, também disco de ouro. Seguiu-se “Longe” (1999), produzido por Jony Galvão. Em 2000, o grupo sentia-se preparado para a gravação de um disco ao vivo, que viria a acontecer na mítica Aula Magna, e que celebrava os inúmeros concertos realizados pela banda até então. “Deixa o Mundo Girar” (2005), produzido por Steve Lyon, (Depeche Mode, The Cure), foi aclamado como um dos

melhores trabalhos do grupo até então. Desse álbum, “Deixa o Mundo Girar”, “A Dança” e “Pele”, foram as canções com maior destaque. Em 2008, “Pólo Norte 15 Anos” marcou uma década e meia de canções do grupo, que reuniu os mais marcantes êxitos e dois originais: “Asa Livre” e “Jeito de Ser”. Em 2010, Miguel Gameiro lançou o seu disco de estreia a solo, “A Porta ao Lado”, produzido por Paulo Borges (Rita Red Shoes, Sérgio Godinho, Sara Tavares).

 Vinte e três surpreendentes obras originais de poesia, prosa e BD, de 12 desconhecidos criadores olhanenses, publicadas agora na Antologia de Novos Autores de Olhão, comprovam a criatividade e talento das gentes olhanenses. A obra, uma edição da Casa da Juventude de Olhão, é apresentada às 16 horas deste sábado, na Biblioteca de Olhão. Esta Antologia é o resultado do desafio lançado pela Casa da Juventude aos olhanenses com o objectivo de revelar os novos talentos do concelho e promover a cultura e o património literário locais. Compõem esta antologia 23 obras de poesia, prosa e BD, seleccionadas a partir das dezenas de trabalhos que chegaram à Casa da Juventude em resultado do desafio lançado a pessoas maiores de 14 anos, nascidos ou a viver em Olhão, sem trabalhos publicados nas modalidades que integram esta antologia.

 Desfile infantil faz as delícias da pequenada

Esta sexta-feira, o municí-

pio de Olhão celebra o Carnaval entre crianças e seniores. À noite “É Carnaval Mó!”, na Sociedade Recreativa Olhanense, enquanto que no domingo e na terça-feira é tempo de diversão no corso de Moncarapacho. Todos brincam ao Entrudo em Olhão no fim-de-semana de Carnaval. Com actividades para todas as idades, tanto para crianças como para adultos e seniores, na manhã desta sexta-feira, a partir das 10 horas, a Avenida da República, em Olhão, é palco para mais um desfile de Carnaval infantil. O brilho, a animação e a criatividade das crianças do primeiro ciclo e jardins-de-infância do concelho prometem fazer a festa. Às 15 horas, são os seniores que participam no projecto “Vida com Ritmo”, no Pavilhão Municipal de Olhão, es-

paço que se vai encher de cor e diversão para mais um baile de Carnaval. Haverá surpresas, animação e muita criatividade, com os nossos seniores trajados a rigor. Também esta sexta-feira, às 22 horas, a MOJU (Associação Movimento Juvenil em Olhão) e a Associação de Estudantes da Escola Secundária Dr. Francisco Fernandes Lopes organizam os festejos de Carnaval na Sociedade Recreativa Olhanense, sob o tema “É Carnaval Mó!”. Está prometida muita folia e animação, numa noite que conta com baile de máscaras, dança brasileira com Ginga Show e música para dançar com os Ivete Mangalho & Rolinhas. O habitual desfile de Carnaval em Moncarapacho, um dos mais conhecidos da região, sai às ruas da vila no domingo e na terça-feira, numa organização da associação cultural Moncarnaval.


12

| 17 de Fevereiro de 2012

SÃO BRÁS LOULÉ

Segurança Social visita instituições de solidariedade pág. 14

São Brás prepara Carnaval domingueiro Desfile de foliões nasceu de uma brincadeira

D.R.

D.R.

 Desfile popular de foliões e carros alegóricos regressa à principal avenida são-brasense

Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

SÃO BRÁS DE ALPORTEL pro-

mete regressar este ano ao Carnaval com algumas alterações ao calendário oficial da época dos foliões, mas com a mesma força da tradição que torna o desfile carnavalesco da vila pitoresca um dos mais

procurados no Algarve. Em São Brás a tradição ainda é o que era e tudo é feito pelas mãos dos próprios foliões com a ajuda insubstituível do apoio camarário. E quando se fala em apoio da autarquia liderada por António Eusébio, fala-se em muito mais do que a escassa ajuda financeira que a autarquia dá às colectivida-

des para preparar o corso. Antes e mais importante fala-se de uma autarquia em que de vereadores a funcionários, um pouco por todas as áreas da Câmara, todos dão o seu tempo e dedicação à manutenção da tradição carnavalesca.

O PRINCÍPIO DE TUDO Uma tradição que nasceu há cerca de duas décadas de geração espontânea, como explicou ao

POSTAL a vereadora Marlene Guerreiro. Da vontade de foliar que tiveram o proprietário e os colaboradores de uma churrasqueira local, o Luís dos Frangos, nasceu tudo. Um simples desfile com máscaras e um famoso carrinho de bebé em que a criança tapada com uma mantinha guardava segredos bem ao jeito das brincadeiras de Carnaval foi o mote para uma realidade que, duas

décadas volvidas, leva à principal avenida são-brasense várias dezenas de pessoas, grupos e carros alegóricos. A brincadeira vai desfilar na Avenida da Liberdade este ano no domingo, pelas 15 horas, e não à terça-feira de Carnaval como era até aqui habitual. Mas a vontade das gentes de São Brás é a mesma, a disposição está lá e o bem receber também. As ruas, acredita a autarquia,

encher-se-ão como habitualmente e nem o frio que promete durar até ao dia D da folia fará desmobilizar os milhares de pessoas que, ano após ano, marcam presença para ver os mascarados.

TODOS BEM-VINDOS Paródia, sarcasmo, picardia e muito mais num desfile que não está reservado a pessoas do concelho e que acolhe de braços abertos participantes de todas as paragens – as inscrições para desfilar podem mesmo fazer-se no local - e nem o facto de Faro estar a dar os primeiros passos nas sendas carnavalescas faz qualquer diferença. A capital de distrito desfila no sábado de manhã e São Brás, que sempre foi a casa do Carnaval para muitas colectividades, grupos e pessoas do concelho vizinho liderado por Macário Correia, desfila domingo à tarde e voltará a contar com os farenses para ajudar os são-brasenses a dar cor e animação à festa. A não perder numa época de muitas preocupações, um Carnaval muito especial. Afinal a folia quer-se rija e em terras de São Brás rijeza não falta quando toca a dar espaço à brincadeira.

EM TEMPO DE CARNAVAL

Energia do desporto anima Loulé O CARNAVAL É TAMBÉM tem-

po de desporto, em Loulé. Este sábado, o Moto Clube de Loulé volta a promover o Encontro Motard de Carnaval, que assinala este ano a 22ª edição. A festa dos motociclistas faz-se junto ao Monumento Engº Duarte Pacheco. Já no domingo, pelas 9 horas, decorre a terceira Prova de Atletismo e Marcha Passeio de Carnaval. A par da competição, que decorre na Avenida José da Costa Mealha, os interessados podem participar numa

marcha com um percurso de quatro quilómetros, fácil, em redor da cidade de Loulé. As inscrições para a prova de atletismo podem ser feitas através da Associação de Atletismo do Algarve, telefone 289 824 946. Já em relação à Marcha Passeio, quem quiser participar deverá inscrever-se através do telefone 289 400 845 ou do endereço electrónico div.juv.desp@cmloule.pt. Finalmente, na terça-feira de Carnaval, dia 21, pelas 13 horas, acontece mais uma edição

das tradicionais Corridas Carnavalescas das Barreiras Brancas. Um grupo de foliões desce à Avenida José da Costa Mealha, provocando um desfile trapalhão muito animado. O 38º Torneio Internacional de Vela de Carnaval e Torneio Ibérico de Kiteboard (Kitesurf) regressa em força de sábado a segunda-feira. Gustavo Lima, Sara Carmo, Francisco Lobato e Rui Silveira são algumas das estrelas presentes nesta prova que acontece em Vilamoura. O torneio, organizado pelo

CIMAV – Clube Internacional da Marina de Vilamoura, com o apoio da autarquia louletana, vai contar com um total de 350 embarcações, divididas por 11 classes. Pela primeira vez, o Torneio de Vela do Carnaval integra também três Campeonatos Ibéricos, nas classes snipe, 420 e kiteboard. Especialmente importante, a prova de 420 irá apurar atletas para os campeonatos da Europa e do Mundo da classe, a decorrer este ano.

D.R.

 Torneio de Vela vai animar fim-de-semana de Carnaval


17 de Fevereiro de 2012 |

Defesa dos animais exige fim de maus-tratos a animais em Lagoa pág. 15

ı

SÃO BRÁS

13

LOULÉ

Estudo revela 62% com risco de morte cardiovascular elevado Investigação envolveu 469 médicos e 9.198 participantes UM TOTAL DE 61,9% da popu-

lação portuguesa apresenta risco de morte cardiovascular alto ou muito alto, de acordo com um estudo efectuado em todo o país apresentado durante o 6.º Congresso Português de Hipertensão, que terminou no passado domingo em Vilamoura. A ausência de dados e investigação, em Portugal, sobre a prevalência, na população portuguesa da microalbuminúria impôs à Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH), à Sociedade Portuguesa de Diabetologia (SPD) e à Novartis o desenvolvimento de um estudo epidemiológico para determinação desse importante indicador e factor de risco de doença cardiovascular e renal. O estudo, que envolveu 469 médicos e 9.198 participantes, teve como principal objectivo determinar qual a incidência da microalbuminúria em doentes hipertensos e/ou diabéticos tipo 2 diagnosticados em pessoas com pressão arterial normal não diabéticas, assis-

tidas nos cuidados de saúde primários. O teste de microalbuminúria na urina indica as perdas para a urina da proteína albumina, existente em grande quantidade no sangue, o que torna possível determinar o risco de acidente vascular cerebral, doença cardiovascular, doenças arteriais periféricas, insuficiência cardíaca e insuficiência renal grave. A investigação “comprova que, através de uma simples análise de urina, é possível obter informações fundamentais sobre o risco de doenças cardiovasculares e renal crónica”, adiantam os promotores do trabalho, em nota enviada à Lusa.

HIPERTENSOS E DIABÉTICOS SÃO GRUPOS DE MAIOR RISCO De

acordo com o estudo RACE, os doentes hipertensos e diabéticos tipo 2 foram aqueles que apresentaram níveis mais elevados de microalbuminúria (58,4%), seguidos pela subpopulação de diabéticos tipo 2 (50,3%) e de doentes

hipertensos (49%). Dos doentes hipertensos avaliados, 88,7% estavam a ser medicados mas, destes, apenas 35,5% estavam controlados, sendo que 38% estavam a tomar um único medicamento e 54,6% estavam a tomar apenas um medicamento mas deveriam estar a tomar dois. Quanto aos doentes diabéticos, aqueles a quem foi detectada mais albumina na urina, apenas 36,3% estavam controlados no que respeita à tensão arterial. De acordo com o trabalho, os indivíduos que não estavam controlados eram os mais obesos, com elevados níveis de colesterol e gordura no sangue e pior função do rim. O estudo contou com uma amostra final de 9.198 participantes, 38,2% dos quais eram hipertensos, 29,8% eram hipertensos e diabéticos tipo 2, 7,3% eram diabéticos tipo 2 e os restantes 24,7% pertenciam ao grupo de não hipertensos nem diabéticos.

D.R.

 Clínicos que participaram no estudo são médicos de clínica geral Na elaboração do estudo RACE participaram 469 médicos, dos quais 145 da região Norte, 150 da região Centro, 101 da região de Lisboa, 36 do Alentejo, 17 do Algarve, 7 da Região Autónoma da Madeira e 13 da Região Autónoma dos Açores.

Os clínicos que participaram na investigação são médicos de clínica geral, que, de acordo com os promotores do trabalho, são “mais sensíveis para a problemática da hipertensão e diabetes, tratam doentes diabéticos hipertensos e têm uma maior predisposi-

ção e interesse pela investigação e participação neste tipo de estudos”. O recrutamento para o estudo, que decorreu ao longo de 2011, teve lugar entre Outubro de 2010 e Janeiro de 2011.

prelo) foi a obra distinguida por esta importante associa-

ção que promove a literatura portuguesa.

Lusa

COLÉGIO INTERNACIONAL DE VILAMOURA

Cidália Ferreira Bicho é a nova directora pedagógica D.R.

 Cidália Bicho aceitou desafio de liderar instituição internacional

O COLÉGIO INTERNACIONAL DE VILAMOURA (CIV) conta desde

o início deste ano com uma nova direcção pedagógica. Cidália Ferreira Bicho, docente no CIV desde 2004, aceitou o desafio de liderar aquela escola de educação internacional. A actual directora pedagógi-

ca do CIV estudou na Universidade do Algarve onde completou a sua licenciatura em Estudos Portugueses – Ramo de Formação Educacional em 2000. Na mesma universidade, enquanto docente, leccionou Literatura Oral e esteve ligada à formação de professores, ten-

do sido orientadora de estágios pedagógicos em várias escolas do ensino básico e secundário, durante dois anos. Ensinou Português como língua estrangeira na Universidade de Huelva, Campus El Cármen, no âmbito do Programa Sócrates/Erasmus. Frequentou o Mestrado em Literatura Portuguesa e especializou-se em literatura oral tradicional. Desenvolveu o seu projecto de investigação sobre os Contos de animais na tradição portuguesa. No âmbito da dissertação de mestrado, colaborou com o Arquivo Nacional do Conto e fez recolhas de textos da tradição oral no concelho de Tavira. Em 2011 recebeu o prémio Revelação de 2009 pela Associação Portuguesa de Escritores na modalidade Literatura para a infância e a juventude. As três

fortunas do Lobo Lobão e outros contos tradicionais (no

PUB


14    |  17 de Fevereiro de 2012

Programa Eco-Escolas promove boas práticas ambientais

Seis escolas candidatas a eco-galardão Os jardins-de-infância de Ferreiras e de Vale Serves, as Escolas Básicas do segundo e terceiro ciclos de Ferreiras, Dr. Francisco Cabrita e Professor Diamantino Negrão, e a Escola Básica e Secundária de Albufei-

ra são os estabelecimentos de ensino do concelho candidatos à Bandeira Verde Eco-Escolas 2011/12. O Programa Eco-Escolas, desenvolvido pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE),

pretende aplicar conceitos de educação e gestão ambiental à vida quotidiana das escolas. Através de um conjunto de acções desenvolvidas por alunos e professores, procura-se implementar uma consciência ecoló-

gica, ao mesmo tempo que se criam parcerias locais envolvendo toda a comunidade. Nos estabelecimentos de ensino candidatos, denota-se uma preocupação ambiental acrescida. Para além da limpeza do

albufeira Segurança Social visita instituições de solidariedade

d.r.

recinto escolar, alguns possuem compostores, horta pedagógica e ecopontos. Reciclagem, Resíduos, Água, Energia, Alterações Climáticas e Ruído têm sido os temas aprofundados ao longo do ano lectivo, com a ajuda dos técnicos da Divisão de Ambiente da Autarquia.

Lagos aquece ao ritmo da patinagem de velocidade pág. 16

Cortejo mantém tradição

Motoristas em baile de Carnaval

Albufeira vive folia no Carnaval em Paderne

d.r.

d.r.

A convite da Câmara dirigentes ficam a conhecer realidade da resposta aos mais carenciados d.r.

 Paderne promete surpreender

O Carnaval regressa a

 O momento da visita liderada por Desidério Silva à APEXA, uma das instituições modelo do concelho

A convite do presidente da

Câmara, Desidério Silva, a directora do Centro da Segurança Social de Faro, Ofélia Ramos, e o representante do Conselho Directivo do Instituto Nacional da Segurança Social, Joaquim Croca Caeiro, deslocaram-se a Albufeira para conhecer de perto a realidade de algumas Instituições Públicas de Solidariedade Social do concelho. O presidente da autarquia albufeirense foi o anfitrião da visita, levando os convidados a conhecer as instalações da Santa Casa da Misericórdia, Fundação António Silva Leal,

Centro Social da Quinta da Palmeira, AHSA - Associação Humanitária Solidariedade de Albufeira, APEXA - Associação de Apoio à Pessoa Excecional do Algarve, Centro Comunitário de Ferreiras e de Paderne e Nuclegarve.

Condições de excelência Os representantes ficaram surpreendidos com as condições de excelência apresentadas pelas instituições. “Todas as creches deveriam ser como esta”, referiu Ofélia Ramos de visita à valência de Creche do Centro Social da Quinta da Palmeira.

Desidério Silva evidenciou o empenho e esforço que o município tem dedicado às questões sociais: “O investimento no apoio a famílias e idosos, bem como à população mais carenciada, tem sido uma das nossas traves mestras. Criámos uma rede de equipamentos sociais e de instrumentos de apoio aos mais desfavorecidos, estabelecemos parcerias com as IPSS, a quem concedemos apoio financeiro, logístico e de transportes, afectando positivamente centenas de municípes”.

Albufeira, com os festejos a terem o seu ponto alto no domingo e na terça-feira. Paderne promete surpreender com o tradicional cortejo e os bailes de máscaras enchem-se de foliões. Das 14 às 18 horas de domingo e terça-feira, um dos Carnavais mais tradicionais do Algarve regressa às ruas da aldeia histórica de Paderne, com a promessa de contagiar todos os foliões. Nem o frio que se faz sentir por todo o país e pela região, acredita a organização, fará demover os foliões de sair às ruas de Paderne e o mesmo, espera-se, acontecerá com aqueles que todos os anos reservam algum tempo para passar pela freguesia do concelho de Albufeira para ver passar o corso carregado de tradição. Ao longo de 24 anos, o Carnaval de Paderne tem mantido acesa a tradição e, este ano, volta a sair para a rua num animado cortejo, que tem como

mote “Carnaval de Paderne: Um Negócio da China”. Carros alegóricos, grupos de rua vestidos a rigor e bandas de música são os ingredientes para animar esta época festiva, que se celebra a rigor na freguesia de Paderne. A edição de 2012 é organizada pela Casa do Povo de Paderne e pelo Grupo dos Amigos de Paderne, e conta com o apoio da Câmara de Albufeira, Junta de Freguesia de Paderne, Crédito Agrícola e associações do concelho. Entretanto, os tradicionais bailes de Carnaval espalham-se um pouco por todo o concelho. O Futebol Clube de Ferreiras vai realizar um concurso de máscaras na sua sede, pelas 20 horas de sábado, com a actuação dos grupos de danças de salão e orientais da associação. Já os Bombeiros Voluntários de Albufeira escolheram o sábado e a segunda-feira para festejar o Carnaval no seu salão de festas, a partir das 21 horas.

 A Nuclegarve - Núcleo dos Motoristas Terras do Algarve promove, a partir das 20 horas do próximo sábado, um baile de Carnaval, a ter lugar no seu pavilhão, nas Fontaínhas, concelho de Albufeira. A noite vai ser celebrada com a actuação da acordeonista Anabela Silva. O valor da entrada é de três euros por pessoa, os lucros revertem a favor da construção da Aldeia da Solidariedade. Para mais informações e marcações, os interessados devem contactar os números 289 582 397, 927 803 591 e 965 410 771 ou o endereço electrónico nuclegarve@gmail.com.

Dê sangue ao sábado  A Associação de Dadores de Sangue e Medula Óssea de Albufeira promove, ao longo deste ano, sempre no segundo sábado de cada mês, colheitas de sangue no Centro de Saúde de Albufeira, com a colaboração de profissionais do Laboratório Regional de Saúde Pública Drª Laura Ayres.


17 de Fevereiro de 2012 |

15

LAGOA SILVES MONCHIQUE

Ministério da Justiça quer fechar Tribunal de Monchique pág. 17

Defesa dos animais exige fim de maus-tratos a animais em Lagoa Presidente de associação indignada com passividade das autoridades D.R.

A PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO DE DEFESA DOS ANIMAIS - ANIMAL - exigiu na passada segun-

da-feira a intervenção imediata da Direcção-Geral de Veterinária (DGV) para “pôr fim aos maus-tratos” a várias espécies de animais numa quinta no concelho de Lagoa. Segundo denúncias feitas por populares daquele concelho algarvio, vários animais apresentam sinais de negligência e maustratos e outros foram enterrados

 Maus-tratos motivaram já uma petição pública no Facebook

sem controlo sanitário, numa quinta que não está licenciada como exploração pecuária. Em declarações à Lusa, a presidente da associação Animal, Rita Silva, manifestou-se indignada com a “passividade das autoridades veterinárias locais” e exige que a Direcção-Geral de Veterinária “actue rapidamente para pôr fim à tortura dos animais”. “Assim que fomos alertados, enviámos uma exposição às autoridades competentes a exigir a in-

tervenção para solucionar o caso”, disse a responsável da Animal.

HÁ SUSPEITAS QUE SEJAM COMERCIALIZADOS SEM CONTROLO SANITÁRIO Rita Silva aguarda

que a DGV “intervenha rapidamente, e que não faça como noutras situações idênticas, que ocorrem por todo o país”, até porque, acrescentou, “há suspeitas que alguns animais estejam a ser comercializados sem o devido controlo sanitário”.

“Temos outros casos semelhantes, que esperam por uma resolução da DGV”, sublinhou. Os alegados maus-tratos aos animais motivaram já uma petição pública de um grupo de cidadãos no Facebook, “contra a chacina em Lagoa! Um autêntico campo de concentração”, para que as autoridades intervenham rapidamente na solução do problema, que, alegam, “já se arrasta há vários anos”. Lusa PUB


16    |  17 de Fevereiro de 2012

divulgação na via pública

Lagos aprova instalação de 50 postes de publicidade direccional A Câmara de Lagos decidiu submeter à aprovação da Assembleia Municipal o pedido de autorização para concessionar o serviço público de instalação de 50 postes de publicidade direccional no concelho de Lagos à sociedade Extradi-

reccional, Lda. A proposta vai ser debatida na sessão da Assembleia Municipal marcada para o próximo dia 27, uma segunda-feira. A abertura do procedimento de contratação pública teve por base a atribuição

do direito de uso privativo de espaços públicos, em regime de concessão de serviço público, para a instalação de 50 postes de publicidade direccional no concelho de Lagos, o qual veio a ser adjudicado à sociedade Extradireccional,

d.r.

Lda. A concessão deste contrato tem a duração de sete anos, sendo que o concessionário obriga-se a pagar ao concedente o preço total de 120 mil euros. A concessão implica, igual-

lagos vila do bispo aljezur

Águas do Algarve planta 28 mil novas árvores pág. 18

Lagos aquece ao ritmo da patinagem de velocidade

quarenta e seis mil euros para distribuir

Aljezur apoia associações

Roller de Lagos tem candidatos ao triunfo d.r.

Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

A patinagem de velocidade vai voltar a marcar o ano em Lagos com 280 atletas oriundos de 11 países a participarem na déciam edição do Torneio Internacional de Patinagem de Velocidade/Lagos dos Descobrimentos, que terá lugar entre o próximo sábado e segunda-feira na cidade do Infante. Portugal, Espanha, França, Itália, Grã-Bertanha, Aústria, Dinamarca, Bégica, Venezuela, Qatar e Índia, são, de acordo com Carlos Baptista, da organização, em declarações ao POSTAL, os países representados e as provas contarão com a presença de antigos campeões do Mundo e da Europa da modalidade. Os atletas vão realizar provas de 200, 300 e 500 metros e ainda provas de 25 quilómetros, sendo que a classificação geral obtém-se pelo melhor desempenho em todas as modalidades. Nesta medida e de acordo com a organização, a cargo do Roller de Lagos, o clube algarvio com mais notória tradição nestas modalidades, os atletas representantes do clube da casa têm fortes possibilidades de ganharem diversas

mente, passar para a empresa toda a responsabilidade pela publicidade existente no concelho, incluindo a recepção dos pedidos para a sua colocação, que passarão a ser feitos directamente àquela empresa.

A Câmara de Aljezur decidiu atribuir apoios no valor total de 46 mil e 750 euros a diversas actividades do concelho, para garantir a realização de várias iniciativas. A autarquia refere que “apesar do momento que vivemos, de extrema contenção e permanente austeridade, entendeu o município manter um apoio considerável na dinâmica associativa do concelho, criando as condições satisfatórias para a manutenção das suas iniciativas/actividades”. A edilidade salienta ainda que a estes apoios “acrescem ainda alguns programas e iniciativas de âmbito per-

manentes não contemplados na deliberação de terça-feira da passada semana, mas salvaguardadas em programas específicos”. Destacam-se, desta forma, várias actividades de âmbito desportivo, tais como, futebol (camadas jovens), petanca, patinagem de velocidade, BTT, entre outras. Vão ainda receber apoios logísticos, como transportes e alojamentos. Na vertente sociocultural ficam garantidos, entre outros, o encontro de motociclistas, o festival de folclore, a feira do livro e Natal e festas de Verão de várias colectividades.

Sismo não foi sentido pela população

Abalo de terra em Aljezur d.r.

 Provas contam com a presença de antigos campeões do Mundo e da Europa da modalidade provas e mesmo o torneio. No caso dos seniores, realçou o responsável ao POSTAL, Diogo Marreiros e Martin Dias serão as apostas fortes.

cinquenta mil euros para organizar o evento O apoio de

empresas privadas e da autarquia de Lagos é fundamental para a realização da prova, disse ao POSTAL Carlos Baptista, avançando que o custo da organização rondará este ano os 50 mil euros, para aquele que é um evento único no país, o maior torneio da Península Ibérica, um dos maiores da Europa e mundialmente reco-

nhecido pelas excelentes participações e resultados, quer de atletas lacobrigenses, quer de atletas campeões da Europa e do Mundo. O programa começa às 9 horas de sábado com o desfile dos participantes na Avenida dos Descobrimentos. No domingo, a partida para as várias provas está prevista para as 12 horas. A consagração dos vencedores, nos vários escalões, está prevista para a manhã de segunda-feira. Esta décima edição, vai ser, mais uma vez, a primeira competição da época no continente europeu, onde os

patinadores aproveitam para avaliar a sua capacidade de performance para as grandes provas deste ano, aproveitando as condições climatéricas da região do Algarve. As provas serão transmitidas em directo na internet para todo o mundo a partir do site www.rollerlagos.com. Terá também um resumo de 30 minutos na RTP2, durante o programa Desporto 2, no fim-de-semana seguinte ao evento. No entanto, a organização espera ruas cheias a puxar pelos patinadores e a sentir a adrenalina dos velocistas de patins.

 Registado sismo de magnitude 3,0 na escala de Richter

O sismo de magnitude 3,0 na escala de Richter registado na quinta-feira da passada semana, com epicentro a 25 quilómetros a oeste-noroeste de Aljezur, não foi sentido pela população, disseram à Lusa as autoridades algarvias de protecção civil. De acordo com o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Algarve, “não houve até ao momento quais-

quer comunicações de que o abalo tenha sido sentido, tanto em Aljezur, como nas povoações próximas”. A Guarda Nacional Republicana (GNR) e a Protecção Civil Municipal de Aljezur também disseram à Lusa que não receberam quaisquer “relatos do abalo”. Segundo o Instituto de Meteorologia, o sismo foi registado pelas 8.01 horas. Lusa


17 de Fevereiro de 2012 |

REGIÃO

Governo mantém verbas para a Orquestra do Algarve pág. 19

Ministério da Justiça quer fechar Tribunal de Monchique

CONSULTÓRIO DO CONSUMIDOR DECOJovem “Sou professor e em conversa com um colega este disseme que a sua Escola se tinha tornado uma Escola DECOJovem, que vantagens existem em aderir a este projecto?”

Presidente da Câmara promete dar luta contra o encerramento D.R.

Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

O MINISTÉRIO LIDERADO por

Paula Teixeira da Cunha quer, no âmbito da Reforma do Mapa Judiciário, extinguir 47 tribunais no país cujo movimento judicial novo em cada ano é inferior a 250 processos. Entre as comarcas a desaparecer está a de Monchique, a mais interior do Algarve, e a única visada pela proposta do Ministério da Justiça para encerrar no Algarve. A ideia da proposta contida no documento governamental é a de fazer transitar os processos de Monchique para a Comarca de Silves, ficando esta como a única comarca interior em toda a região. No Algarve as comarcas judiciais estão actualmente sediadas em Lagos, Portimão, Monchique, Silves, Albufeira, Loulé, Faro, Olhão, Tavira e Vila Real de Santo António. Em Portimão e Faro funcionam tribunais judiciais de competência especializada por exemplo na área do Direito do Trabalho.

Rui André realça que as ligações de transportes a Silves não existem de forma directa, o que impossibilita a presença das populações no tribunal daquela cidade, ainda mais porque se trata “de uma população envelhecida e muitas vezes com recursos económicos escassos”. Outra das questões levantadas pelo autarca prende-se com o facto deste encerramento, a verificar-se, poder configurar um precedente que justifique outras decisões do mesmo tipo noutras áreas dos serviços públicos no concelho.

AUTARQUIA QUER REUNIR COM O MINISTÉRIO O autarca já so-

 Rui André adopta posição forte contra o fecho do Tribunal

licitou uma reunião à ministra para analisar o assunto. A própria proposta do Governo parece dar abertura à análise das questões relacionadas com esta matéria por parte de Paula Teixeira da Cunha com os municípios. De acordo com o Jornal Público, no texto do documento pode ler-se que “a concretização de tais opções de extinção conduzirá a alguma contestação local, de populações e autarcas, a quem se imporá esclarecer da forma mais completa possível as opções tomadas”.

pes, sublinhando que “matérias como a Saúde, Educação e Justiça não se compadecem

MONCHIQUENSES JÁ SE DESLOCAM PARA TER ACESSO À JUSTIÇA Não obstante o interesse

RUI ANDRÉ NÃO ACEITA FECHAR Quem promete opor-se à intenção do Governo é o autarca de Monchique, Rui André, que ao POSTAL avança a disponibilidade para adoptar “uma posição forte”, na defesa dos interesses dos seus muníci-

com visões economicistas, constituindo direitos fundamentais dos cidadãos”.

de que Monchique mantenha a sua comarca de competência genérica, a verdade é que os monchiquenses já hoje se deslocam para ter acesso a determinadas áreas da Justiça. Se alguém em Monchique quiser intentar uma acção judicial por exemplo na área do Direito do Trabalho, a competência exclusiva é do Tribunal de Trabalho de Portimão e só ali poderá ser intentada a respectiva acção judicial. É um facto que para Portimão os transportes são directos a partir de Monchique e também o é que esta cidade fica a menor distância da sede do concelho de Monchique, apenas 25 quilómetros, contra os quase 30 a que fica Silves.

OUTROS CASOS Por outro lado,

sedes de concelho como Aljezur ou Vila doo Bispo, que não têm tribunais, distam da respectiva comarca com competência territorial 32 e 25 quilómetros, respectivamente. Alcoutim fica a 42 quilómetros de Vila Real de Santo António onde tem sede o tribunal mais próximo. Estes são apenas alguns dos casos em que a distância da justiça cresce com a interioridade e em que as respectivas populações se debatem com uma Justiça que se sabe muitas vezes lenta e ineficiente, além de longínqua.

VIA DO INFANTE

NERA apoia descontos nas portagens O PRESIDENTE da Associação Empresarial do Algarve (NERA) aplaudiu na passada sexta-feira a introdução de descontos para empresas transportadoras nas portagens das ex-SCUT, mas defendeu o alargamento desse benefício a outras empresas que transportam as

suas próprias mercadorias. “Importa verificar se as outras empresas que transportam as suas próprias mercadorias, e que têm descontos limitados apenas a um pequeno número de passagens por mês, não ficam numa posição desfavorecida”, disse Vítor Neto à Lusa.

17

Observando que os preços de gasóleo e manutenção para ambos os tipos de empresa não são diferentes, o dirigente associativo sustentou que se “deveria aproximar as vantagens entre as duas situações, para serem equivalentes”. Vítor Neto sublinhou que

as empresas que transportam as suas próprias mercadorias mas não têm direito a descontos, por não serem do ramo dos transportes, “são portuguesas, ao contrário de outras que passam a partir de agora a ter descontos”. Frisou, contudo, que os

descontos de 10 a 15% para transportadoras nacionais e estrangeiras em todas as SCUT do país, agora objecto de portaria no Diário da República, vêm beneficiar muitas dezenas de empresas transportadoras também do Algarve. LUSA

A DECO responde... As Escolas DECOJovem constituem uma rede inter-escolar que se dedica especialmente à Educação dos jovens consumidores, proporcionando uma estrutura de apoio e orientação para o tema da Educação do Consumidor. Os professores das Escolas DECOJovem podem contar com o enquadramento técnico e institucional da DECO e com as vantagens do trabalho interdisciplinar e em rede: para se conhecerem uns aos outros, para trocarem ideias, exemplos de práticas e projectos, para se juntarem em Grupos, para aprenderem juntos em Acções Informativas e para se envolverem em projectos. Uma Escola DECOJovem contempla um espaço privilegiado para a educação e formação das crianças e jovens em matéria do consumo. Tem à disposição da comunidade escolar, informação e recursos que permitem desenvolver projectos no domínio dos direitos e deveres dos consumidores com o objectivo de promover a formação de alunos e jovens esclarecidos, críticos e responsáveis nos seus actos de consumo. As Escolas DECOJovem podem também receber projectos relacionados com outras temáticas como a Gestão do Orçamento D omé s t ico ou com o Ambiente. Pretende-se que as Escolas DECOJovem conjuguem sinergias para participarem, promoverem e partilharem projectos inovadores e transdisciplinares no âmbito da temática da Educação e Defesa do Consumidor. Todas as escolas ou agrupamento de escolas, públicas ou privadas, dos diferentes níveis de ensino, interessadas na formação de futuros cidadãos e consumidores livres, conscientes e responsáveis podem, a qualquer altura, aderir à REDE de Escolas DECOJovem. Caso esteja interessado em que a sua Escola seja também uma DECOJovem pode contactarnos através do telefone 289 863 103 ou do e-mail: formacao. algarve@deco.pt.


18

| 17 de Fevereiro de 2012

REGIÃO

ZZZ pág. ##

Águas do Algarve planta 28 mil novas árvores Acção de reflorestação serve como compensação ambiental da barragem de Odelouca RICARDO CLARO

Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

O ALGARVE GANHOU 26 mil no-

vos sobreiros e duas mil azinheiras naquela que foi mais uma das acções da empresa Águas do Algarve (AdA), no âmbito das medidas de compensação ambiental pela construção da maior barragem do Algarve, a Barragem de Odelouca. A AdA levou a cabo desde o início da construção da barragem, situada nos concelhos de Silves e Monchique, medidas de minimização e compensação dos impactes ambientais da obra, a que acresceram medidas de sobrecompensação determinadas pelas especificidades da localização ambientalmente sensível do projecto. Tudo num total que ronda os 11 milhões de euros de medidas ambientais num projecto com um custo to-

mesmo tempo que as integra numa iniciativa ambiental de relevo”. “Esta é uma iniciativa que se enquadra na vertente educacional das políticas da empresa, nomeadamente nas áreas da responsabilidade social e de consolidação da ligação entre a AdA e a comunidade”, realçou ao POSTAL Artur Ribeiro, administrador da empresa.

REFLORESTAÇÃO ABRANGE 65 HECTARES As acções de reflo-

 O presidente da Câmara de Monchique a plantar um sobreiro sob o olhar atento de Artur Ribeiro tal de 64,2 milhões. Na acção levada a cabo na passada sexta-feira, participaram 200 crianças oriundas das escolas do primeiro ciclo dos concelhos abrangidos pela barragem, que foram plantar so-

O SOBREIRO EM NÚMEROS:

breiros e azinheiras, colocando três bolotas em cada um dos locais previamente preparados para receber a sementeira das futuras árvores. A animação reinou durante a manhã dedicada a plantar

uma árvore e esta é, refere Teresa Fernandes, responsável pela comunicação da AdA, “uma das formas que a empresa projectou para sensibilizar as crianças para a importância da água e das barragens, ao

restação levadas a cabo pela AdA cobrem uma área de 65 hectares, o equivalente a cerca de 90 campos de futebol, distribuídos entre as herdades das Santinhas (26 hectares) e das Taipinhas (32 hectares) e a Mata Nacional da Herdade da Parra (7 hectares). Só na passada sexta-feira os mais pequenos plantaram

 O sobreiro pode viver aproximadamente

 A Assembleia da República declarou o sobreiro como árvore nacional a

300 anos

21 de Dezembro de 2011

 As primeiras bolotas ou landes, os frutos do sobreiro, nascem quando atingem entre

400 bolotas e deram uma ajuda importante ao renascer do montado de sobro naquelas áreas do Algarve. Ainda no âmbito das medidas ambientais estão o estudo, monitorização e conservação das galerias ripícolas (habitats das margens dos cursos de água) das ribeiras que alimentam a barragem e a criação de condições para o desenvolvimento do efectivo de Águias de Bonelli, através da salvaguarda das árvores de grande porte, instalação de ninhos artificiais e criação de coelhos selvagens, alimentação base da ave de rapina. No mesmo âmbito, a AdA investiu 5,6 milhões de euros, totalmente comparticipados por fundos europeus, na construção do Centro de Reprodução em Cativeiro do Lince Ibérico.

 A Águas do Algarve plantou em Odelouca

26 mil sobreiros 2 mil azinheiras

15 e 20 anos  A primeira cortiça dos sobreiros é retirada entre os 20 e os 30 anos. A operação pode repetir-se a cada intervalo mínimo de

9 anos INFOGRAFIA POSTAL

 O sobreiro ocupa uma área de cerca de 737 mil hectares dos mais de 3,45 milhões de hectares de floresta em Portugal, segundo o Inventário Florestal Nacional de 2006.

 O sobreiro (Quercus suber) é uma árvore da família do carvalho, a partir da qual se extrai a cortiça. Juntamente com o pinheiro-bravo, é a espécie de árvore mais predominante em Portugal, sendo mais comum no Alentejo litoral e serrasalgarvias.


17 de Fevereiro de 2012  |   19

Convento de São Francisco em Portimão

Petição pede obras urgentes para evitar ruína de património Uma petição popular pedindo

a realização de obras urgentes no Convento de São Francisco, em Portimão, pretende contribuir para chamar a atenção das autoridades competentes no sentido de evitar a completa ruína daquele espaço. Sendo propriedade privada,

o imóvel é considerado de Interesse Público desde 1993. A falta de acordo para a aquisição do edifício, por parte de entidades públicas, a que se juntam as limitações de uma requalificação do espaço exigidas aos proprietários privados que não conseguem

implementar um projecto de investimento que seja rentável, é um impasse que dura há décadas, promovendo a degradação contínua do convento. Nuno Inácio, o primeiro signatário desta petição, considera que “o Convento de São Francisco tem um grande va-

d.r.

lor arquitectónico, sendo a sua reabilitação, com fim público, uma mais-valia em termos de valorização do património histórico edificado”. A petição pode ser acedida através do link http://www.peticaopublica.com/PeticaoVer. aspx?pi=P2012N19804.

região Viveiristas pedem dragagens na Ria Formosa d.r.

Governo mantém verbas para a Orquestra do Algarve

d.r.

Maria Cabral diz que falta de subvenção seria um rude golpe

 A dragagem de canais na Ria Formosa num curto ou médio prazo é essencial para garantir a renovação das águas na Ria e não comprometer a actividade dos muitos viveiristas que de lá retiram o seu sustento. Essa preocupação foi expressa pelos dirigentes da VIVMAR - Associação dos Viveiristas e Mariscadores da Ria Formosa, pela voz dos seus dirigentes Vítor Lourenço e Américo Custódio, numa visita à Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve que serviu também para apresentar cumprimentos à nova Direcção recentemente empossada, constituída por Fernando Severino e Ezequiel Pinho. A troca de impressões incluiu ainda aspectos como licenciamento de actividades, navegação nos esteiros, utilização de artes ilegais de pesca, entre outros, mais ou menos directamente relacionados com o Plano de Ordenamento do Parque Natural da Ria Formosa, que em breve completará três anos, entrando em fase de possível revisão.

A Associação Musical do Algarve, gestora da Orquestra do Algarve, manifestou-se satisfeita com o despacho governamental que mantém as subvenções às três orquestras regionais do país, frisando que a falta dessas verbas colocaria em risco a sua sobrevivência. Em declarações à Lusa, a presidente da direcção da Associação, Maria Cabral, afirmou que a Orquestra do Algarve “é a única estrutura profissional que divulga a música erudita” e o despacho “reconhece o papel desempenhado ao longo dos anos” neste âmbito. “A falta desta subvenção seria um rude golpe, por isso vemos com bons olhos a sua manutenção e o reconhecimento da importância

das orquestras regionais na divulgação da música erudita”, afirmou a presidente da direcção da Associação Musical do Algarve. De acordo com um despacho publicado na quinta-feira da passada semana em Diário da República, que aprova as normas que regulam a concessão do financiamento das orquestras regionais, a Associação Norte Cultural, que gere a Orquestra do Norte, receberá um apoio financeiro anual de 760 mil euros. À Associação Musical das Beiras, responsável pela Orquestra Filarmónica das Beiras, é atribuído o apoio de cerca de 552 mil euros, e a Associação Musical do Algarve, que gere a Orquestra do Algarve, receberá cerca de 664 mil euros.

Secretário de Estado reconhece necessidade de financiamento No despacho,

o secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas, reconhece que é “necessário estabelecer um financiamento que permita uma maior estabilidade e consolidação das orquestras já existentes”, alterando-se, ainda assim, “pontualmente, os critérios do respectivo financiamento”. Maria Cabral sublinhou que a subvenção estatal representa apenas 60% do valor que a Associação Musical do Algarve recebe dos sócios, ficando os restantes 40% a cargo das autarquias da região que também financiam a Orquestra do Algarve. A presidente da Associação acrescentou, no entanto, que

 Maria Cabral, presidente da Associação Musical do Algarve este valor fica aquém do total to privado, mas manifestoudo orçamento anual, que foi se confiante de que conseguinos últimos dois anos 1,6 mi- rá este ano “levar o barco a lhões de euros, e que o restan- bom porto” e garantir o seu te tem sido obtido através da funcionamento. “A Associação tem uma gesvenda de serviços e através de parcerias com entidades pri- tão profissional muito rigorovadas que também financiam sa, que faz planos com antecedência e que são ajustados a orquestra. A conjuntura económica constantemente à realidade. E tem causado, segundo a res- tem feito um esforço enorme ponsável da Orquestra do Al- para conseguir vender concergarve, algumas dificuldades tos e obter outras fontes de rena obtenção de financiamen- ceita”, afirmou. Lusa

Fim do Programa de Animação dita intervenção do deputado

Mendes Bota quer substituto para o Allgarve d.r.

Em audição parlamentar

à secretária de Estado do Turismo, Cecília Meireles, realizada na Comissão de Economia e Obras Públicas, o deputado Mendes Bota manifestou à governante a necessidade de se encontrar rapidamente um sucedâneo para o famigerado programa de animação “Allgarve”. Para Mendes Bota, não se deve passar de um “Allgarve” para um “Nadagarve”, mas sim ter presente que uma região turística com a importância do Algarve carece de um programa de eventos de

 Mendes Bota diz que não se pode passar para um “Nadagarve”

dimensão internacional, capazes de reforçar a notoriedade da marca para lá das fronteiras nacionais, e de atrair directamente turistas estrangeiros para a região. Embora considere que Portugal precisa urgentemente mais de promoção externa do que de animação para quem já cá está, Mendes Bota foi muito crítico para com aquilo que foi o “Allgarve”, um esbanjar de dinheiro repartido em 300 eventos sem impacto internacional, concentrados na época alta e mais próprios para o entretenimento das

populações locais, no qual o Turismo de Portugal investiu 14 milhões de euros, só à sua conta, havendo que acrescentar o que as autarquias, a ERTA e outras entidades contribuíram, totalizando seguramente mais de duas dezenas de milhões de euros, sem proveito significativo para o sector. A secretária de Estado garantiu que apoiaria um programa de animação para o Algarve dentro destes princípios, garantindo desde logo que o Portugal Masters e o Rally de Portugal fariam parte desse programa.


20   |  17 de Fevereiro de 2012

Apoios:

Espaço Animal

Lady, Micas e Pinguim são os amigos que a Guadi nos apresenta esta semana, juntamente com um agradecimento a todos os que visitaram o Presépio Gigante do Centro Cultural António Aleixo, no passado Natal, contribuindo para que fosse atribuída à associação a quantia de 1.600 euros, um valioso contributo para a ajuda na defesa e protecção dos animais abandonados e maltratados. Contactos: GUADI - Facebook: guadi.centro.de.animais | Blog: http://associacaoguadi.blogspot.com/  3AT - Sítio: www.3at.eu | Facebook: 3AT no facebook | Telmóvel: 960247511 | E-mail adopções: amigosanimaistavira@gmail.com

 Lady - Cadela jovem, doce e submissa

 Micas - Gata adulta mas ainda

 Pinguim - Jovem macho, muito

jovem

meigo e esterilizado

lazer livros

agenda cultural Albufeira Pintura Exposição de Antero Anastácio, das 9.30 às 12.30 e das 13.30 às 17.30 (encerra ao domingo), na Galeria de Arte Pintor Samora Barros. Até dia 27.

Lagos

de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas, nos Antigos Paços do Concelho. Até 2 de Março.

Loulé Teatro Sant Up Comedy Carnaval, domingo às 22.30 horas, no Casino de Vilamoura.

Pintura Exposição de Luiz Taquelim,

agenda cinema FARO Forum Algarve SBC 289 887 212 Um Homem no Limite (m/12) | Sala 1 | 23h50 (Sex e Sáb) >> A Dama de Ferro (m/12) | Sala 1 | 14h10, 16h40, 19h00, 21h20 (diariamente), 11h50 (Sáb e Dom) » Prometo Amar-te (m/12) | Sala 2 | 14h05, 16h25, 18h45, 21h10 (diariamente), 23h40 (Sex e Sáb) » Kids Club: Gnomeu e Julieta (m/6) | Sala 3 | 10h30 (Sáb e Dom) >> JackeJill*(m/12) | Sala 3 | 13h40, 15h45, 17h50, 19h55, 22h00 (diariamente), 00h10 (Sex e Sáb) » Star Wars - Episódio 1 (m/12) | Sala 4 | 16h35, 21h40 » O Artista (m/12) | Sala 4 | 14h20, 19h25 » Underworld:ODespertar(m/12)| Sala 4 | 00h30 (Sex e Sáb) » O Rei Leão (m/6) | Sala 4 | 10h50 (Sáb e Dom) » O Gato das Botas (m/6) | Sala 5 | 11h00 (Sáb e Dom) » A

Olhão

Pintura

Música

Concerto por Miguel Gameiro, sábado às 21.30 horas, no Auditório Municipal.

Exposição de Mário Prencipe, de segunda a sexta-feira, das 10 às 18.30; ao sábado das 15 às 19 horas, na Casa Manuel Teixeira Gomes. Até 22 de Fevereiro.

Concerto pelo Clube de Jazz, domingo às 17 horas, no Museu do Trajo.

Portimão

São Brás

Música

Música

Escultura e pintura

La Plante Mutante - Música dos Anos 80, domingo às 22 horas, na Zona Ribeirinha.

Exposição de Marcílio Campina “A Salto”, no Centro Museológico do Alportel. Até 31 de Março.

Música

Tavira Concerto por Luís Conceição (piano), sábado às 18 horas, na Ermida de São Sebastião.

de 17 a 23 de Fevereiro de 2012

Invenção de Hugo* (m/12) | Sala 5 | 13h30, 16h00, 18h50, 21h30 (diariamente), 00h15 (Sex e Sáb) » Detenção de Risco (m/12)| Sala 6 | 14h20, 16h50, 19h20, 21h50 (diariamente), 00h20 (Sex e Sáb) » OsMarretas(m/6) | Sala 7 | 13h45, 16h10, 18h35 (diariamente), 11h20 (Sáb e Dom) » Os Descendentes (m/12) | Sala 7 | 21h00, 23h30 » J. Edgar (m/12) | Sala 8 | 19h15 » Os Descendentes (m/12) | Sala 8 | 16h45 » Alvin e os Esquilos 3 (m/6) | Sala 8 | 10h40 (Sáb e Dom) » Jovem Adulta (m/12) | Sala 8 | 14h35, 22h10 (diariamente), 00h25 (Sex e Sáb) » Crónica (m/12) | Sala 9 | 14h10, 21h45 (diariamente), 00h00 (Sex e Sáb), 11h30 (Sáb e Dom) » Milénio 1: Os Homens que Odeiam as Mulheres (m/12) | Sala 9 | 18h30 » Um Homem no Limite (m/12) | Sala 9 | 16h10

albufeira AlgarveShopping 289 560 351 AInvençãodeHugo*(m/12) | Sala 1 | 13h00, 15h45, 18h35, 21h20, 00h00 » A Dama de Ferro (m/12) | Sala 2 | 13h20, 16h05, 18h45, 21h30, 23h50 » Crónica (m/12) | Sala 3 | 12h50, 15h50, 18h40, 21h15, 23h30 » Prometo Amarte (m/12) | Sala 4 | 13h25, 16h00, 18h25, 21h35, 23h55 » Milénio 1: Os Homens que Odeiam as Mulheres (m/12) | Sala 5 | 15h00 » O Artista (m/12) | Sala 5 | 12h45, 18h20, 21h05, 23h35 » StarWars -Episódio1(m/12) | Sala 6 | 21h00, 23h45 » Os Marretas (m/6) | Sala 6 | 13h05, 15h35, 18h10 » Detenção de Risco (m/16) | Sala 7 | 13h15, 15h55, 18h30, 21h25, 00h05 » Jack e Jill* (m/12) | Sala 8 | 13h10, 15h40, 18h15, 21h40, 00h10 » OsDescendentes(m/12)

| Sala 9 | 12h55, 15h30, 18h00, 21h10, 23h40 Olhão C. C. Ria Shopping 289 703 332 Underworld:ODespertar(m/12) | Sala 1 | 15h15, 17h15, 19h15, 21h15 (diariamente),23h15(SexeSáb)»A InvençãodeHugo*(m/12) |Sala2 |15h30,18h30,21h30(diariamente), 00h00 (Sex e Sáb) » Os Marretas (m/6) | Sala 3 | 15h30, 18h30, 21h30 » O Rebelde Salvador (m/16) | Sala 3 | 21h15 (diariamente), 23h40 (Sex e Sáb) PORTIMÃO C. C. Continente - 282 418 180 AInvençãodeHugo*(m/12) | Sala 1 | 12h50, 15h40, 18h30, 21h30, 00h10 » DetençãodeRisco(m/16) | Sala 2 | 13h00, 15h30, 18h20, 22h00, 00h25 » Crónica (m/12) |

* Estreias

Sala 3 | 13h10, 15h20, 18h40, 21h50, 00h00 » Milénio 1: Os Homens queOdeiamasMulheres(m/12) | Sala4|15h00,18h10,21h10,00h20» UmHomemnoLimite(m/12)|Sala 5 | 21h20, 23h50 » Os Marretas (m/6) | Sala 5 | 13h30, 16h00, 18h50 » JackeJill*(m/12) | Sala 6 | 13h20, 15h50, 19h00, 21h40, 23h55 Cinemas de Portimão 282 411 888 AInvençãodeHugo* (m/12)|Sala1 |15h30,18h00,21h30(diariamente), 00h00 (Sex e Sáb) » Os Marretas (m/6)|Sala2|15h45,18h00»Detenção de Risco (m/12) | Sala 2 | 21h45 (diariamente), 00h15 (Sex e Sáb) tavira Cine-Teatro António Pinheiro - 281 320 594 O Quebra Corações (m/12), 21h30 (Dom)

Um Piano para Cavalos Altos A presente obra pretende ser uma metáfora de um mundo regido pela ordem, pela disciplina. Uma premente reflexão sobre o poder: o poder do controlo, o poder da comunicação, o poder do corpo. Autor: Sandro William Junqueira

Submundo Quando se é ladrão, é difícil conhecer a rapariga certa. E, quando isso a c o nt e c e , há sempre alguma coisa a atrapalhar. Como ficar preso no Metro, apanhado no meio de um tiroteio, perseguido pela polícia e só com um assassino com poderes sobrenaturais para nos proteger. E, se se conseguir sobreviver a tudo isso, ainda é preciso convencê-la a dar o seu número de telefone. Submundo é um policial curto, terno e tenso. Autor: Robert Finn

horóscopo Carneiro (de 21/03 a 20/04) As suas capacidades de comunicação poderão tornar-se mais subjectivas, mais fantasistas, mais imaginativas.

Balança (de 23/09 a 22/10) Este trânsito traz uma maior harmonia aos relacionamentos familiares. Há empenho na satisfação das necessidades mútuas.

Touro (de 21/04 a 20/05) Sem se aperceber, é possível que uma conversa casual possa ter, no futuro, uma grande importância.

Escorpião (de 23/10 a 21/11) A Lua e Neptuno contribuirão para pôr o sonho e o coração onde tem havido racionalismo excessivo.

Gémeos (de 21/05 a 20/06) Nesta altura preferirá isolar-se um pouco e fazer o balanço dos últimos tempos.

Sagitário (de 22/11 a 21/12) Um Sextil da Lua com Neptuno faz com que sinta maior empatia na sua relação com o mundo, maior sensibilidade e imaginação.

Caranguejo (de 21/06 a 22/07) O seu lado sensível e abnegado estará em evidência. Assim, terá tendência para atentar mais aos problemas dos outros.

Capricórnio (de 22/12 a 19/01) É boa ocasião para entrar em intimidade com a pessoa que ama. A sua compaixão faz com que preste auxílio àqueles que necessitem.

Leão (de 23/07 a 22/08) Aceitará melhor as situações desagradáveis para si, e procurará dar ao próximo apoio e compreensão.

Aquário (de 20/01 a 18/02) A Lua em Sextil a Neptuno faz com que atente às necessidades dos outros. É possível que se torne muito útil sem se dar conta.

Virgem (de 23/08 a 22/09 ) Momento ideal para uma perfeita harmonia nas suas relações familiares. Haverá compreensão e espírito de entreajuda.

Peixes (de 19/02 a 20/03) A simpatia que demonstra nutrir quer pelos amigos, quer pelos familiares é imensa, o que faz com que recorram a si em busca de auxílio.


ANÚNCIOS

ı

CLASSIFICADOS

17 de Fevereiro de 2012 |

Farmácias de Serviço ALBUFEIRA

SEXTA

SÁBADO

DOMINGO

SEGUNDA

TERÇA

QUARTA

QUINTA

Santos Pinto

Piedade

Piedade

Piedade

Piedade

Piedade

Piedade

ARMAÇÃO DE PÊRA

Sousa Coelho

Edite

Edite

Edite

Edite

Edite

Edite

FARO

Montepio

Higiene

Caniné

Pereira

Penha

Baptista

Helena

LAGOA

José Maceta

Sousa Pires

Sousa Pires

Sousa Pires

Sousa Pires

Sousa Pires

Sousa Pires

LAGOS

Telo

Neves

Ribeiro

Lacobrigense

Silva

Telo

Neves

LOULÉ

Martins

Chagas

Pinheiro

Pinto

Avenida

Martins

Chagas

MONCHIQUE

Moderna

Moderna

Moderna

Hygia

Hygia

Hygia

Hygia

OLHÃO

Olhanense

Nobre

Brito

Rocha

Pacheco

Progresso

Olhanense

PORTIMÃO

Central

Mourinha

Moderna

Carvalho

Rosa

Amparo

Arade

QUARTEIRA

Algarve

Mª Paula

Mª Paula

Mª Paula

Mª Paula

Mª Paula

Mª Paula

SÃO BART. DE MESSINES

Sequeira

Sequeira

Sequeira

Algarve

Algarve

Algarve

Algarve

SÃO BRÁS DE ALPORTEL

S. Brás

Dias Neves

Dias Neves

Dias Neves

S. Brás

Dias Neves

S. Brás

SILVES

João de Deus

João de Deus

Cruz Portugal

Cruz Portugal

Cruz Portugal

Cruz Portugal

Cruz Portugal

TAVIRA

Felix

Sousa

Sousa

Montepio

Mª Aboim

Central

Felix

VILA REAL de STº ANTÓNIO

Carrilho

Carmo

Carmo

Carmo

Carmo

Carmo

Carmo

URGÊNCIAS 24h:

969 561 548

DESINFESTAÇÕES, LDA.

Acordos com:

Consultas - Horário: Dias úteis: 9:30 - 12:30 | 15:00 - 20:00 Sábado: 9:30 - 13:00

Acordos com:

Cirurgia Exames diagnóstico Domicílios Banhos e tosquias www.vet-tavira.com

tel. / fax.: 281 323 492 Rua Chefe António Afonso, 17 (junto à Ponte de Santiago) Reze 9 Ave-Marias com uma vela acessa durante 9 dias, pedindo 3 desejos, 1 de negócios e 2 impossíveis ao 9º dia publique este aviso, cumprir-se-á mesmo que não acredite. S.M.

PROMOÇÃO HOMEOPATIA CLÁSSICA

Primeira Consulta Grátis Em Montepio Artístico Tavirense Contactos: 281 327 125 – 938 365 497

ARRENDA-SE

T2 mobilado no campo perto do Infantário de Bernardinheiro - Tavira. Tel. 281 961 286 (das 11 às 14 e das 15 às 17.30 horas)

Olhão

Multicare, C.G.D., Allianz

TAVIRA Arrendo T2 mobilado Contactar: 918 296 436

Medis, Multicare, C.G.D., Allianz

Tractor - Rega, Lda

21


22

ANÚNCIOS I NECROLOGIA

| 17 de Fevereiro de 2012

Funerárias: Sítio da Palmeira LUZ DE TAVIRA Tel. /Fax: 281 961 170

SERVIÇO PERMANENTE 24h

Av. Maria Lizarda MONCARAPACHO Tel: 289 798 380

FUNERAIS | CREMAÇÕES | TRASLADAÇÕES ARTIGOS RELIGIOSOS MANUTENÇÃO DE CAMPAS E JAZIGOS FLORES

Tlms: 966 019 297 (Carlos Palma)

963 907 469 (Gonçalo Correia)

Reze 9 Ave-Marias com uma vela acessa

geral@funerariacorreia.pt - www.funeraria correia.pt

Reze 9 Ave-Marias com uma vela acessa

durante 9 dias, pedindo 3 desejos,

durante 9 dias, pedindo 3 desejos,

1 de negócios e 2 impossíveis ao 9º dia

1 de negócios e 2 impossíveis ao 9º dia

publique este aviso, cumprir-se-á mesmo

publique este aviso, cumprir-se-á mesmo

que não acredite. J.R.

que não acredite. F.C. funerariapedro@sapo.pt

ALAGOA

funerariapviegas@sapo.pt

funeraria_pedro@sapo.pt

Empresa recomendada

AGÊNCIA FUNERÁRIA

Então, esqueceu a sua velha amiga?

TAVIRA Rua Dr. Miguel Bombarda n.º 25 Tel. - 281 323 983 - 281 381 881

Aquela que trata bem. Antiga Agência Puga

LUZ DE TAVIRA EN 125, n.º 32 – Tel. - 281 961 455

trata o seu ente querido como ninguém, temos um serviço personalizado.

VILA REAL STO. ANTÓNIO Rua 25 de Abril n.º 32 – Tel. - 281 541 414

Agência Alagoa com a gerência de Laura Fernandes

FUNERÁRIA PATROCÍNIO Tlm. - 968 685 719 Rua João de Deus, n.º 86 – Tel. -281 512 736

Fica junto ao Hospital Velho em Tavira

Serviços Prestados

Rua Soledade 19 OLHÃO Tel. 289 713 534

IDALÉCIO PEDRO Tlm. - 964 006 390

SE P E R MRAV IÇ O N E NTE

 Funerais 24H  Trasladações  Cremações  Preparação estética do falecido  Manutenção de jazigos e campas

Sempre a seu lado nos momentos difíceis da vida...

SERVIÇOS FÚNEBRES Com as seguintes ofertas

 Coroa de flores artificiais com moldura  Cartões memoriais  Livro de condolências  Serviço de água no velório

Solicite orçamento antes de decidir

Temos ao seu dispor uma linha de crédito até 24 meses sem juros financiada por uma instituição bancária credível

AGÊNCIA

FUNERÁRIA

SERVIÇOS NACIONAIS E INTERNACIONAIS Trav. Zacarias Guerreiro nº 2 (Largo de S. Francisco) (Centro de Tavira) 8800 – 740 Tavira

   

281 322 652 968 700 767 918 530 058 / 966 088 324 alagoa.lda@gmail.com

Tavira

Tlm. – 969 003 042

Emergência 24 horas

Pedro - 965 040 428

Vila Real Sto. António

Tlm. – 962 406 031

SANTIAGO - TAVIRA

SANTIAGO - TAVIRA

SANTA CATARINA DA FTE DO BISPO SANTIAGO - TAVIRA

MARIA ANTONIETA DA CRUZ 30-01-1925 / 12-02-2012

SEBASTIÃO HILÁRIO MATOS 13-01-1928 / 12-02-2012

MARIA MARQUES DE JESUS 16-05-1930 / 09-02-2012

AGRADECIMENTO

AGRADECIMENTO

Os seus familiares vêm, por este meio, agradecer a todos quantos a acompanharam em vida e nas suas cerimónias exéquias ou que de algum modo lhes manifestaram o seu sentimento e amizade.

Os seus familiares vêm, por este meio, agradecer a todos quantos o acompanharam em vida e nas suas cerimónias exéquias ou que de algum modo lhes manifestaram o seu sentimento e amizade.

AGRADECIMENTO Os seus familiares vêm por este meio, agradecer a todos quantos a acompanharam em vida e nas suas cerimónias exéquias ou que de algum modo lhes manifestaram o seu sentimento e amizade.

AGÊNCIA FUNERÁRIA

IWdjei8|hXWhW"BZW

FUNERAIS - TRASLADAÇÕES - CREMAÇÕES PARA TODO O PAÍS E ESTRANGEIRO

Tel. : 281 323 205 - Fax: 281 323 514 • 965 484 819 / 962 604 552 ATENDIMENTO PERMANENTE - OFERTA DE ANÚNCIO DE NECROLOGIA E CARTÕES MEMÓRIA Artigos Funerários e Religiosos / Catálogo de Lápides e Campas


17 de Fevereiro de 2012 |

>> SOLUÇÃO

>> ASSINALE A FRASE CORRETA

23

da semana passada

Segundo o novo acordo ortográfico deve escrever-se: Segundo o novo acordo ortográfico deve escrever-se:

 A Maria adora cozinhar no micro-ondas.  A Maria adora cozinhar no microondas

 Este espaço destina-se a não-fumadores.  Este espaço destina-se a não fumadores. A frase correta é: Este espaço destina-se a não fumadores. O novo acordo ortográfico estabelece que no caso do advérbio “não” com a palavra que se segue, o hífen é suprimido.

Sobe & desce

Esta é uma iniciativa das Bibliotecas Paula Nogueira do Agrupamento de Escolas Professor Paula Nogueira (Olhão) em parceria com a Casa da Juventude de Olhão e o POSTAL, que semanalmente divulga os problemas e as soluções deste jogo. Várias escolas do Algarve já aderiram à iniciativa: AE Professor Paula Nogueira (Olhão) / AE da Sé (Faro) / AE D. Afonso III (Faro) / AE Dr. Alberto Iria (Olhão) / Colégio Bernardette Romeira (Olhão) / AE Dr. João Lúcio (Fuseta) / AE de Estoi (Faro) / AE Joaquim Magalhães (Faro) / AE do Montenegro (Faro) / AE de Castro Marim (Vila Real de St. António) / AE Professora Diamantina Negrão / (Albufeira) / Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas (Mega Agrupamento de São Brás de Alportel) / Escola Secundária João de Deus (Faro) / Agrupamento de Escolas D. Paio Peres Correia (Tavira) / Casa da Juventude (Olhão) / Postal do Algarve. Convidamos todas as escolas e bibliotecas, interessadas em aderir ao Jogo da Língua Portuguesa e receber os materiais para o mesmo, a contactar: biblioteca.epnogueira@gmail.com ou jornalpostal@gmail.com.

Novas árvores

Animais

A empresa Águas do Algarve plantou 28 mil novas árvores, bem-vindas numa região onde elas são cada vez menos (Ler pág. 18).

Aprendemos na escola que os animais se dividem em racionais e irracionais. Mas os exemplos de racionais mais irracionais que os outros sucedem-se (Ler pág. 15).

O postal alterou o e-mail da redacção: jornalpostal@gmail.com FICHA TÉCNICA

Sede: Rua Dr. Silvestre Falcão, n.º 13 C - 8800-412 Tavira - Algarve Tel: 281 320 900 | Fax: 281 320 909 E-mail: jornalpostal@gmail.com Director: Henrique Dias (CP 3259). Director Comercial: Basílio Pires Editor: Ricardo Claro (CP 9238). Redacção: Cristina Mendonça (CP 3258), Geraldo de Jesus (CO 630), Helga Simão. Design: Profissional Gráfica. Colaboradores fotográficos: José A. N. Encarnação “MIRA” Colaboradores: Beja Santos (defesa do consumidor), Nelson Pires (CO76). Departamento Comercial, Publicidade e Assinaturas: Anabela Gonçalves, José Francisco. Propriedade do título: Henrique Manuel Dias Freire, inscrito sob o nº 211 612 no Registo das Empresas Jornalísticas. Edição: Postal do Algarve - Publicações e Editores, Lda. Contribuinte nº 502 597 917. Depósito Legal: nº 20779/88. Registo do Título (dgcs): nº 111 613. Impressão: Imprejornal, SA Distribuição: Banca - Logista, à sexta-feira com o Público/ VASP - Sociedade de Transportes e Distribuição, Lda e CTT. Membro: APCT - Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem e Circulação; API - Associação Portuguesa de Imprensa.

Tiragem desta edição:

8.417 exemplares

OPINIÃO

CARTA DO LEITOR

“Luís Gomes encontra apoio nas palavras de Paulo Macedo para aposta em Cuba” Exmº Senhor Director do Postal do Algarve Na edição de 27 de Janeiro deste ano do v/ jornal, houve uma notícia que me chamou a atenção e cujo título era: “Luís Gomes encontra apoio nas palavras de Paulo Macedo para aposta em Cuba”. O tema tratado era referente a serviços prestados em Portugal por médicos cubanos no qual se punha em evidência “… a credibilidade dos profissionais daquele país” e a importância do protocolo assinado entre a autarquia de Vila Real de Stº António e os serviços de saúde cubanos, considerando ter sido uma aposta “consistente” e “com resultados efectivos… que permitiu tratar mais de três centenas de pessoas em especialidades tão distintas como oftalmologia, ortopedia, dermatologia e neurologia e garantiu ganhos em termos económicos e na qualidade de vida dos munícipes”. Parece-nos importante pôr em evidência os aspectos mais relevantes destas acções e os efectivos “ganhos” que delas se retiraram. E reforçou essa opinião com aquilo que ele considerou ter sido “… sobretudo uma ruptura de mentalidades no Serviço Nacional de Saúde, que se viu obrigado a resolver os problemas relacionados com as então longas listas de espera para as cirurgias oftalmológicas, que, no caso do Hospital de Faro, ascendiam aos oito anos”. Estas afirmações de Luís Go-

mes não constituíram novidade para mim - e suponho que para muitas outras pessoas pelo simples facto de há poucos meses atrás ter tido a oportunidade de assistir em directo à sua participação numa “Mesa Redonda” na estação de televisão cubana “Cubavision”, na qual ele foi bastante eloquente ao dispensar rasgados elogios às entidades cubanas na sua colaboração com as entidades portuguesas nos domínios da saúde. E não se coibiu de desconsiderar as posições de certo sector da sociedade portuguesa quando se referem a Cuba como um país terceiro-mundista: “sem liberdade, esfomeado, carente de tudo quanto possa contribuir para a felicidade de uma pessoa, etc.”. E disse mais - ressalvando lapsos de memória, pois não tenho outro registo: “Que o pobre País do Terceiro Mundo dá lições ao País do Primeiro Mundo ajudando-o naquilo em que este não é capaz, ou seja: a resolução dos problemas básicos do seu Povo”. E explanou-se em muito mais considerações pouco abonatórias para os governantes deste País “primeiro-mundista” que é o nosso Portugal. Ora bem! Estas considerações convidam-nos a fazer uma breve reflexão sobre a problemática da saúde em Portugal, hoje tema incontornável nas nossas vidas. Isto, porque aquilo que foi uma das mais belas conquistas do 25 de Abril - o Serviço Nacional de Saúde - foi eleito como um dos alvos pre-

ferenciais dos sectores mais reaccionários e nocivos deste país - com especial realce para o actual governo - para o desencadear de uma monstruosa campanha visando a destruição total desse inestimável serviço. As consequências dessa campanha começaram já a fazer sentir-se e tendem a agravar-se: ouçam-se as pessoas, sobretudo as mais carenciadas, e tirem-se conclusões. Perante este quadro e tomando à letra as palavras de Luís Gomes, ocorre então perguntar: que dizem agora os ferozes detractores de Cuba e dos seus dirigentes – estes sempre diabolizados – ao confrontarem os dois quadros que são a saúde em Portugal e em Cuba? E já agora, confrontem-se os dirigentes de um e de outro lado; porque não? Para Luís Gomes parece não haver dúvidas quanto aos elevados benefícios que resultam para Portugal decorrentes da colaboração com Cuba. Assim, com base na confiança depositada nos médicos cubanos, na futura clínica do Complexo Desportivo de Vila Real de Stº António, serão desenvolvidas práticas médicas de reabilitação utilizadas com elevado sucesso na República de Cuba. E realça mais: “De acordo com o ministro da Saúde, Paulo Macedo, apesar de o país ter obrigação de ser auto-suficiente em termos clínicos, os médicos cubanos têm sido muito bem aceites pela população e pelas autarquias”.

Ora aqui está uma afirmação – a de Paulo Macedo, segundo Luís Gomes – merecedora da nossa atenção e que é a da obrigação da nossa auto-suficiência em termos clínicos. Sem entrar em longas considerações sobre as causas que determinaram essa nossa insuficiência, apetece formular uma simples pergunta: que política foi seguida quanto à formação de médicos em Portugal? Porquê a saída de estudantes portugueses para as universidades espanholas e da República Checa, em busca da sua formação em medicina? Porquê os entraves à integração desses médicos portugueses – sublinho, portugueses – para exercerem a sua actividade profissional em Portugal após terminada a sua formação no exterior? Estas são simples perguntas que o comum dos cidadãos faz e para as quais não encontra qualquer tipo de justificação. E quando constata que esta política conduziu à penúria de médicos que de qualquer modo nos afecta e quando se confronta com a reconhecida abundância de médicos cubanos espalhados por várias partes do mundo em acções de solidariedade para com os mais carenciados, não deixa de se interrogar: afinal, como é??? Sim, como é que um pequeno país de 11 milhões de habitantes, há 50 anos submetido a um gigantesco boicote económico levado a cabo pelo seu poderoso e feroz vizinho norteamericano, acompanhado de

puras acções criminosas como a invasão armada – prontamente rechaçada - e outras, conduzidas pela CIA, algumas delas por si própria confirmadas, como as mais de quinhentas – sim, quinhentas – tentativas para assassinar Fidel Castro e outros dirigentes; a monstruosa e inqualificável guerra química para destruição de culturas e numa orgia de desumanidade, a disseminação da peste suína e o dengue ?! E seria um interminável relato a soma das perversas acções desencadeadas contra Cuba. Apesar de tudo isto, esse pequeno país “terceiromundista” tem resistido bravamente, mau grado as enormes dificuldades que tem enfrentado para as superar e que são responsáveis por muitos dos problemas com que o povo cubano se debate e que despudoradamente são referidas como resultantes das incapacidades desse povo e seus governantes. E muito mais haveria para referir. Só que… onde há espaço para isso? Esperamos que estas breves considerações possam de qualquer modo despertar algumas consciências, eventualmente entorpecidas, ou conscientemente distraídas, e que o Senhor Presidente da Câmara de Vila Real de Stº António nos traga “novas” da sua experiência cubana, que pelos vistos muito o têm sensibilizado. Pedro Mestre (Arquitecto)


última Tiragem desta edição:

8.417 exemplares

Algarvia corre-se até domingo sem Contador Edição planetária disputa-se sem o nome maior do ciclismo COM UMA COBERTURA tele-

visiva planetária assegurada, a 38ª Volta ao Algarve tinha tudo para ser uma edição de sonho, mas o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) roubou-lhe a sua estrela maior, o espanhol Alberto Contador. A história desta “Algarvia”, que se disputa desde a passada quarta-feira e até domingo, divide-se em duas partes: a primeira, a da ilusão, escreveu-se pré-decisão do TAS, quando a presença de Contador era certa e, com ela, a atenção mundial dos adeptos e não adeptos da modalidade, exponenciada pela primeira cobertura planetária da história do evento. Conhecida a suspensão por dois anos do ciclista da Saxo Bank devido ao positivo por clembuterol na Volta a Fran-

ça 2010, a Volta ao Algarve viu abalada a sua ambição de ser a principal prova por etapas de uma semana em que também se corre o Tour de Oman, que tem no pelotão nomes sonantes como Andy Schleck (RadioShack), Vincenzo Nibali (Liquigas) ou Mark Cavendish (Sky). “[A decisão do TAS] representa a não presença do melhor corredor a nível mundial. No ano passado, tivemos a surpresa dele estar presente na Volta ao Algarve, este ano temos a surpresa dele não vir. Este ano é por motivos que não agradam a ninguém, mas a vida continua e temos um pelotão importantíssimo”, disse à Lusa Rogério Teixeira. E o adjectivo não é despropositado: da lista de pré-inscritos

D.R.

 Alberto Contador está impedido de pedalar durante dois anos da “Algarvia” fazem parte nomes de destaque do panorama mundial, casos de Tony Martin

(Omega Pharma-QuickStep), o vencedor em título, Jurgen van Broeck (Lotto-Belisol), Andreas

Kloden (RadioShack), Bradley Wiggins, Christopher Froome, Edvald Boasson Hagen e Thomas Lovkvist (Sky), Nicolas Roche (Ag2R La Mondiale) e Gustav Larsson e Stijn Devolder (Vacansoleil), além dos portugueses Rui Costa (Movistar), Tiago Machado (RadioShackNissan), Bruno Pires e Sérgio Paulinho (Saxo Bank) e André Cardoso e Hernâni Broco (Caja Rural). Estes são apenas alguns dos 160 ciclistas, representantes de 20 equipas, que vão cumprir os 745,2 quilómetros, distribuídos por cinco etapas. O alto do Malhão, marcado para o terceiro dia, e o contrarelógio, que no domingo encerra a 38ª edição da prova, devem decidir a geral final. LUSA PUB


Postal17Fev1065