Issuu on Google+

RALLY DE PORTUGAL SÉBASTIEN OGIER REPETE TRIUNFO NO ALGARVE

>

18 PUB

www.xlconta.com

Director Henrique Dias Freire • Ano XXIII • Edição nº 1027 • Semanário à quinta-feira • 31 de Março de 2011 • Preço € 1

FARO 4 PORTIMÃO 7 VILA REAL SANTO ANTÓNIO, CASTRO MARIM, ALCOUTIM 8 TAVIRA 9 OLHÃO 11 LOULÉ, SÃO BRÁS DE ALPORTEL 12 ALBUFEIRA 14 LAGOA, SILVES, MONCHIQUE 15 LAGOS, VILA DO BISPO, ALJEZUR 16 REGIÃO 17 LAZER 19 CLASSIFICADOS 20 OPINIÃO 22

Algar sem administrador até às eleições

ÀS SEXTAS EM CONJUNTO COM O PÚBLICO POR € 1,60

> A hipótese torna-se cada vez mais real depois do PSD/Algarve pôr em causa a escolha de António Eusébio para o lugar numa situação de Governo demissionário. O autarca espera sereno e ocupado com a Câmara de São Brás enquanto PS e PSD/Algarve se degladiam. É tempo de dança de lugares e estes cada vez são menos p. 4 D.R.

FARO

Macário anuncia parque de lazer > O projecto é ocupar o terre-

no destinado às bombas do Farense, à entrada da cidade, com um parque destinado ao lazer. Macário não espera decisão do tribunal e dá uso ao que é público. p. 5 SAÚDE

Governo reafirma necessidade do Hospital Central

.R.D

Gabinete do Ministro envolvido no caso ERTA

p. 17

POLIS RIA FORMOSA

Opções na Barra da Fuseta debaixo de fogo D.R.

> As opções tomadas pela Sociedade Polis e por Valentina Calixto para a Barra da Fuseta voltam a ser fortemente criticadas. Aos pescadores junta-se agora um especialista da Universidade do Algarve e o PSD, que classifica a obra de fiasco p. 3

SÃO BRÁS

Sete mil visitam Quinta do Peral

p. 12

NOVELA DA ERTA LONGE DO FIM Nota do Gabinete do ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, esclarece secretário de Estado do Turismo quanto a Pina ocupar o cargo de presidente da ERTA enquanto aposentado. Bernardo Trindade mandou informar o Turismo do Algarve. O Tribunal não suspendeu ainda a reintegração de Pina, nem o impede de praticar actos, mas o presidente reintegrado assume cautelas até à decisão final > 18 D.R.

PUB

CA SOLUÇÃO POUPANÇA ACTIVA Veja anúncio na pág. 2

LAGOS PSD CONCORDA COM SANEAMENTO FINANCEIRO DA CÂMARA MAS QUER CONHECER PLANO

ALBUFEIRA PROMOÇÃO TURÍSTICA ESCOLHE PAÍSES DO NORTE DA EUROPA

O PSD/Lagos aceita viabilizar o saneamento financeiro, mas diz que a dívida é muito maior e que o empréstimo deveria ser superior ao pretendido pela Câmara da cidade > 16

O Turismo de Albufeira escolheu a Suécia para promover o concelho. Procurar mercados diversos dos tradicionais é a palavra de ordem > 14


PUB

VISUALIZA‚ÌO AF IMPRENSA SOLU‚ÌO ACTIVA 210X285.pdf

1

11/02/15

16:00

PUB

CA Solução Poupança Activa

UMA HISTÓRIA FELIZ PARA AS MINHAS POUPANÇAS. A história da minha vida só pode ser feliz. Com a Solução Poupança Activa do Crédito Agrícola, tenho o meu futuro assegurado e sem riscos. Um bom argumento para poupar sem preocupações e sempre com a garantia de somar vantagens. Faça como eu, subscreva já esta Solução de Poupança.

Linha Directa 808 20 60 60

24 horas por dia, com atendimento personalizado de 2ª a 6ª feira das 8h30 às 23h30; Sábados, Domingos e Feriados das 10h às 23h.

www.creditoagricola.pt

PUB


31 de Março de 2011  |  

em foco Nova Barra da Fuseta foi má opção Especialista da Universidade do Algarve critica a solução adoptada pela Polis e diz que assoreamento era previsível, tal como sempre disseram os pescadores locais. Mas Alveirinho Dias diz que a solução passa por dragagens assíduas e não pelos paredões de pedra defendidos pelos homens do mar lusa

em maior pormenor o processo a seguir na óptica do ministério.

Obra é um fiasco De acordo

com Nuno Marques, o que mais ressalta na situação toda é a realização de uma obra pública de milhões de euros que apenas cinco dias depois está inutilizada, quando populações e parcialmente os técnicos apontavam para essa possibilidade”. “Trata-se de um dos maiores fiascos dos últimos anos na área

das intervenções públicas”, destaca o responsável do PSD, que classifica de “chocante” a forma como a intervenção e os seus resultados se processaram. Nuno Marques lembra ainda que, de acordo com a comunicação social, a intervenção na Barra da Fuseta está a ser analisada pelas instituições europeias no sentido de instaurar um procedimento contra o Estado Português fundado na falta de um estudo de impacte ambiental sobre a obra.

Sociedade Polis: o retrato

 Os recentes protestos dos pescadores, nas presidenciais, tinham razão de ser. A Fuseta está sem barra que a ligue directamente ao mar Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

O especialista Alveirinho

Dias criticou, classificando de “má decisão política”, as opções tomadas quanto à Barra da Fuseta, frente a 80 pescadores da localidade e aos deputados Mendes Bota e Antonieta Guerreiro, que marcaram presença no passado sábado num debate sobre a questão, organizado pelo PSD/Algarve. A iniciativa teve como objectivo apurar a situação relativa àquela infra-estrutura que se encontra inoperante desde finais de Novembro de 2010. A nova Barra da Fuseta foi aberta à navegação a 25 de Novembro, debaixo dos protestos dos pescadores locais que sempre criticaram a localização e a alternativa técnica escolhida - um canal dragado sem pontões de pedra -, tendo ficado assoreada cinco dias depois. Entretanto, foi também encerrada a antiga barra pelo que os pescadores da Fuseta

não têm agora acesso directo ao mar. Os homens do mar que viram a natureza dar-lhes razão chegaram mesmo a pedir o boicote às eleições presidenciais a toda a população da Fuseta. Para Alveirinho Dias, do Centro de Investigação Marítima da Universidade do Algarve, crítico das opções escolhidas para a situação da Fuseta, “os decisores políticos devem ter especial atenção para os riscos que decorrem de intervenções pontuais na costa portuguesa”, acrescentando que “as intervenções devem ter por bases estudos profundos que encontrem soluções eficazes”.

Assoreamento era previsível Como exemplo, o investigador aponta a abertura da nova Barra da Fuseta, que afirma, “foi aberta num local que não era aconselhável contrariando as leis da natureza”, destacando que o local escolhido é “uma zona de risco máximo”.

Alveirinho Dias não tem dúvidas em afirmar que o resultado actual era “previsivel”, algo que de acordo com o que adiantou ao POSTAL o deputado Mendes Bota, o Ministério da Defesa, que tem competência sobre o mar, e o do Ambiente também sabiam. “De acordo com as respostas escritas dadas pelos ministérios a quem formulámos [referindo-se a si próprio e a Antonieta Guerreiro] questões sobre a matéria, estes sabiam que as possibilidades de sucesso da obra eram poucas”, diz Mendes Bota.

Dragagens permanentes Para Alveirinho Dias, uma das soluções para a situação da Fuseta em particular, mas do sistema lagunar como um todo também, é a utilização “em permanência de dragas que possam retirar as areias depostas pelo mar”, mantendo o sistema de circulação de água funcional e reforçando por essa via o cordão dunar.

Uma posição que ao POSTAL Mendes Bota diz estar próxima da opção actualmente defendida pelo Ministério do Ambiente.

Mendes Bota quer saber quando avança uma solução Para Mendes Bota, que se

afirma preocupado “acima de tudo com a situação dos pescadores que vêem a sua faina prejudicada e a lota fechada”, tendo de operar a partir de outros portos da região e que passam por via disso dificuldades económicas e sociais acrescidas, a grande questão é saber: “quando, como e quanto custará a adopção desta nova estratégia”. O deputado afirmou ao POSTAL que perante a falta de definição destas questões essenciais para a resolução do problema da população da Fuseta, ainda antes do fim desta legislatura – que está por dias –, formulará ao Ministério do Ambiente questões sobre a matéria para que se conheça

 A Sociedade Polis Litoral Ria Formosa é a entidade responsável pela intervenção realizada na zona da Fuseta, nomeadamente nas demolições operadas na ilha em resposta às intempéries que destruíram parcialmente as casas existentes em cima do cordão dunar, na abertura da nova barra, no fecho da antiga barra da Fuseta e no reforço do cordão dunar que o mau tempo rompeu. Criada em 3 de Junho de 2008, trata-se de uma sociedade de direito privado de capitais inteiramente públicos, em que o Estado é accionista maioritário e as Câmaras de Loulé, Faro, Olhão e Tavira têm capital minoritário. De acordo com informação disponibilizada pela própria sociedade, esta tem por objectivo a gestão, coordenação e execução do investimento a realizar na Ria Formosa, com vista à realização das operações previstas no Plano Estratégico, que compreende intervenções ao longo da orla costeira e zona lagunar que abrange os concelhos de Loulé, Faro, Olhão e Tavira.

87,5 milhões de euros de investimento De acordo

com os dados disponibilizados pela Polis, o investimento a suportar pela entidade para cumprir os seus objectivos cifra-se em 87,5 milhões de euros. A presidir à Sociedade Polis está Valentina Calixto, que é simultaneamente a presidente da Administração Regional Hidrográfica do Algarve, que está agora debaixo de fogo pelas decisões tomadas quanto à intervenção da Fuseta, da mesma forma que tem sido alvo de críticas face a outras fases do processo, nomeadamente, nos casos das ilhas barreira da Culatra e Faro. Isto, não obstante ninguém pôr em causa que a decisão tomada tenha sido, como foi, fundamentada em estudos técnicos e científicos emanados de autoridades na área, como o Laboratório Nacional de Engenharia Civil e a Universidade do Algarve. Como admite Alveirinho Dias, “os termos [dos estudos] são dúbios e depois as pessoas interpretam como quiserem”.


    |  31 de Março de 2011

faro

Seminário Empresa e Futuro reúne mais de 200 pessoas pág. 6

PSD/Algarve inviabiliza para já entrada de António Eusébio na Algar Troca de acusações entre PSD e PS algarvios adia escolha que recaía sobre autarca de São Brás de Alportel Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

Com as eleições legislativas marcadas para finais de

Maio ou início de Junho e a eleição do novo administrador-delegado da Algar adiada para meados de Maio, a empresa responsável pela valorização e tratamento de resíduos no Algarve poderá ficar sem administrador-delgado até à entrada em funções do novo executivo. É que Hélio Barros, o actual administrador-delegado, vai para a reforma a 14 de Maio e a escolha de um novo nome, ficou de um momento para o outro envolvida numa polémica entre as estruturas regionais do PS e PSD. Na reunião da AssembleiaGeral (AG) da Algar da passada semana tudo parecia encaminhado para que António Eusébio, presidente da Câmara de São Brás de Alportel (PS), fosse uma escolha pacífica para suceder a Hélio Barros. O nome do socialista António Eusébio foi, de acordo com o PSD/Algarve, proposto pela Empresa Geral de Fomento, empresa do grupo Águas de Portugal que é maioritária no capital social da Algar e que é liderada pelo também socialista Emídio Xavier.

d.r.

Ao que o POSTAL apurou, haveria a ideia de que uma larga maioria dos presidentes de Câmara, quer PS, quer PSD, estariam de acordo com o nome do autarca para a votação agendada para segundafeira passada

Podem haver muitos candidatos ao lugar Mas nada se

pode dar por seguro quando se antecipa uma dança de cadeiras nos lugares da administração pública e do sector empresarial do Estado. Todos os cargos dependentes do Governo, de ministros a directores regionais, estão em risco, no caso de alteração do partido no Governo, e mesmo os autarcas - sejam eles do PS ou do PSD -, que em muitos casos estão no seu último mandato, são concorrentes potenciais a qualquer cargo disponível. A polémica estalou quando o PSD/Algarve, liderado por Luís Gomes, fez sair no dia para que estava agendada a votação, um comunicado intitulado “Algar está a saque”, em que acusa o PS de “não ter emenda nem sentido de responsabilidade” e de “nem com eleições à vista cessar o assalto ao Estado”. Segundo o PSD, o Estatuto dos Gestores Públicos impede

ter dito na comunicação social que a posição do PSD não põe em causa o nome de António Eusébio para o lugar, mas sim a forma como o processo foi conduzido. O PS já reagiu, dizendo que “a posição do PSD/Algarve prejudica o interesse regional e traz instabilidade à Algar”, afirmando que “os autarcas estiveram de acordo quanto ao avanço da proposta da Empresa Geral de Fomento que indicava para o lugar António Eusébio”.

António Eusébio diz-se ocupado com a Câmara Antó-

 António Eusébio afirma estar ocupado com a Câmara até que a situação se clarifique que se elejam administradores depois da queda de um Governo, excepção feita a casos excepcionais que, afirmam os social-democratas, “não se encontram preenchidos”. O comunicado, que avançava a possibilidade de solicitar a intervenção da ministra do Ambiente para evitar a nomeação de António Eusébio nas presentes condições, fez com que a reunião de segunda-fei-

ra, dia 28, fosse novamente suspensa por 45 dias.

Algar pode esperar até depois das eleições A AG não

poderá ser novamente adiada, pelo que se até meados de Maio não se escolher o administrador-delegado, a Algar poderá ficar sem ninguém no cargo até que haja novo Governo. Esta é, de acordo com o que o POSTAL apurou junto de

fonte próxima do PSD/Algarve, a intenção do comunicado, fazer passar a nomeação para depois das eleições. “A empresa não morrerá certamente por ficar alguns dias nessa situação”, avançou ao POSTAL a fonte, que preferiu o anonimato e que adianta que “o PSD terá nos seus quadros pessoas competentes o bastante para ocupar o cargo”. Isto, apesar de Luís Gomes

nio Eusébio, contactado pelo POSTAL, esclarece que “é presidente da Câmara de São Brás e que assim se manterá até que a situação assuma contornos claros”. “É prematura a tomada de qualquer posição pela minha parte numa situação em que a AG está suspensa por mais 45 dias”, adianta o autarca, que se diz “empenhado em trabalhar na presidência da autarquia são-brasense, cargo a que neste momento presta a sua total atenção e dedicação”. Até meados de Maio, portanto, nada de novo para a administração da Algar, salvo se PS e PSD acordarem entretanto numa solução.

Deolinda, Tara Perdida, Quim Barreiros e Áurea confirmados

Semana Académica muda para o Vale das Almas A Semana Académica da Uni-

versidade do Algarve vai sair este ano, pela primeira vez, de Faro e transformar-se num festival de oito dias com campismo em Vale das Almas, onde se realiza a concentração motard. Entre 5 e 14 de Maio está já confirmada a presença de Emir Kusturica, Deolinda, Tara Perdida, Quim Barreiros e Áurea, da banda brasileira de “reggae” Natiruts e da dupla

de djs italianos Crookers. O presidente da associação académica afirmou ter sido “obrigado a sair do interior de Faro”, ressalvando que a mudança motivou a organização a “aperfeiçoar o conceito”. “A mudança de recinto permite-nos ter outras valências, como o campismo”, observou Guilherme Portada, que diz que haverá um transporte diário entre o recinto e a Praia de Faro.

Orçamento superior O orça-

mento para a 26ª edição será “ligeiramente superior” ao de anos anteriores e ultrapassa o meio milhão de euros. Para acampar junto ao recinto é necessário obter o passe semanal cujo preço vai aumentar até ao evento. Os passes já estão à venda e, por enquanto, custam 45 euros para bolseiros e portadores do cartão académico, 50 para estu-

dantes e ex-estudantes e 55 euros para o público em geral. A semana académica arranca a 5 de Maio, com a habitual serenata, estando prevista no dia seguinte uma Noite Azul na cidade velha, que incluirá espectáculos de rua e actividades culturais. As oito noites seguintes serão preenchidas com concertos nos dois palcos do recinto.

MAD

d.r.

 Os Deolinda vão animar a Semana Académica


31 de Março de 2011  |   

faro

Festival enche céus de pára-quedistas pág. 7

Macário anuncia parque de lazer

XIII Fartuna

Faro recebe festival de tunas As tunas académicas vão animar as noites de sexta-feira e sábado em mais uma edição

Terreno destinava-se a exploração de combustíveis do Farense

 Macário Correia decidiu dar utilidade a espaço abandonado

Faro anunciou no passado sábado a construção do Parque de Lazer das Figuras, estrutura que ocupará parte do terreno que a autarquia pretendia ceder ao Farense para a implementação e exploração de uma bomba de gasolina. “Até que seja resolvido o diferendo entre a Assembleia Municipal de Faro, Farense e a GALP sobre a cedência do terreno que decorre nos tribunais, decidimos avançar com a construção do parque de lazer”, disse Macário Correia. Em 2005, o tribunal não reconheceu o “interesse público” na cedência do terreno pela autarquia ao Farense. “O processo está em fase de recurso no Tribunal da Relação de Évora, e como a acção não está, seguramente, para se resolver nos próximos tempos, entendemos que agora deve ter esta utilização”, disse Macário. “Trata-se de dar utilidade a

um espaço que não estava a ser aproveitado e que se encontrava numa situação de abandono.

Investimento de 150 mil euros O futuro parque de lazer

representa um investimento de 150 mil euros, resultante de uma parceria entre a autarquia e privados, e ficará implementado na Horta das Figuras, numa faixa de terreno de cerca de 400 metros quadrados, à entrada da cidade. “Serão instalados equipamentos de lazer para proporcionar à população mais exercício físico e actividade recreativa”, observou o autarca. A Câmara de Faro promoveu no passado sábado uma visita a obras e a equipamentos no concelho, na qual participaram membros da Assembleia Municipal, directores de departamento e chefes de divisão da autarquia. João Pedro Correia

No auditório da CCDR-Algarve

JSD/Algarve discute transportes públicos na região A JSD/Algarve vai realizar, às

15 horas do próximo sábado, no auditório da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, a conferência “Rede de Transportes do Algarve – Razões & Soluções”. Segundo os promotores, “o motivo do encontro prende-se com o facto da JSD/Algarve ter procurado publicamente obter respostas e pressionar no sentido de se agir nesta matéria que é fulcral para o futuro da nossa região. Assim, e na prespectiva de intervenção

fitrã, a Versus Tuna – Tuna Académica da Universidade do Algarve, não deixou cair a tradição e vai juntar-se a mais

quatro tunas, entre sexta-feira, dia 1 de Abril e sábado, para encher de sons académicos a capital da região. pub

d.r.

O presidente da Câmara de

do Festival de Tunas Académicas da Cidade de Faro. Apesar da crise, a tuna an-

pública construtiva, é intenção desta estrutura produzir um relatório das conclusões deste encontro, que será posteriormente enviado ao secretário de Estado dos Transportes e ao grupo de trabalho criado em Janeiro pela Secretaria de Estado em questão, como forma de contributo para a reflexão sobre o tema”. A conferência vai contar com as participações de Macário Correia, João Guerreiro e Luís Gomes. Foi ainda convidada a CP – Comboios de Portugal.


    |  31 de Março de 2011

Bolsas de estudo d.r.

Universitários protestam frente ao Governo Civil Cerca de 40 alunos da Uni-

versidade do Algarve (UAlg) expuseram quarta-feira da passada semana, frente ao Governo Civil de Faro, cinco painéis com reivindicações e entregaram naquele organismo um cheque fictício de 569

mil euros, simbolizando o corte nas bolsas de estudo. O protesto, que coincide com o Dia Nacional do Estudante, teve como mote “Eu não me calo, e tu?” e visou alertar para os principais problemas dos alunos naquele estabele-

cimento de ensino. No “Mural das Lamentações”, como lhe chamaram, as principais queixas estavam relacionadas com a atribuição de bolsas, a implementação do processo de Bolonha e as condições de funciona-

faro

mento das faculdades. Segundo o presidente da Associação Académica, Guilherme Portada, pelo menos 36 alunos da UAlg foram obrigados a cancelar as suas matrículas devido às bolsas terem sido rejeitadas. Marta Duarte

Castro Marim restaura Igreja de Santo António pág. 8

Seminário Empresa e Futuro reúne mais de 200 pessoas Mesmo em tempo de crise a aposta na inovação, criatividade e empreendedorismo galvanizaram atenções ricardo claro

Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

Mais de duas centenas de pessoas marcaram presença, e mantiveram uma plateia recheada durante toda a quarta-feira da passada semana, no Seminário Empresa e Futuro, realizado na escola Superior de Hotelaria e Gestão da Universidade do Algarve. Na nona edição do evento organizado pelo professor Carlos Vieira, desta vez sob o tema “O Futuro é a Conquista de Hoje”, a principal conclusão das variadas intervenções dos oradores é a de que é necessário criar um novo padrão mental que não espartilhe o comportamento das empresas e das pessoas com os conceitos de segurança e de estabilidade. Mudar mentalidades “A evo-

lução da vida actual, cada vez mais acelerada, não se compadece com os tradicionais raciocínios de segurança e estabilidade da vida, seja das pessoas,

Tecniology (Pretória), e Eileen Doyle, presidente da Deeper Dives. Apostar numa mentalidade que compreenda e actue de forma concordante com as ideias de que a actual situação mundial - e por consequência a portuguesa - veio para ficar e de que as expectativas devem ser geridas, tendo noção de que tudo é relativo e que a estabilidade e segurança se procuram constantemente e de forma proactiva foi o grande chavão das intervenções.

POSTAL os oradores afirmaram que Portugal e o Algarve apresentam pontos fortes em termos de potencialidades para o desenvolvimento e para sair da crise, nomeadamente, na região, a atitude que dizem ter testemunhado em alguns sectores de actividade de grande vontade de procurar novas soluções e ideias inovadoras para a criação de riqueza e de um futuro mais risonho.

“Esta atitude que os oradores, em particular os internacionais, dizem ter testemunhado é a base de arranque para o sucesso, uma vontade férrea de progredir”, destaca Carlos Vieira. A visita dos oradores nacionais e estrangeiros ao Algarve compreendeu ainda, e pelo segundo ano, duas palestras para empresários, realizadas no Hotel Pestana Alvor e Real Marina, que trouxeram à região 75 executivos e empresários para discutirem as mais variadas temáticas com os especialistas internacionais. Uma adesão ao mundo empresarial e à economia e sociedade reais que Carlos Vieira disse ao POSTAL “ser fundamental para que os trabalhos do seminário possam gerar efectivamente sementes e sucessos futuros, ao mesmo tempo que permitem um local de encontro e troca de ideias especialmente produtivo, fazendo sair a iniciativa universitária dos limites da academia”.

acrescentou Defensor Moura, é que o “centralismo maléfico é cada vez maior”. “Quando o governo faz transferência de competências relativamente às escolas para os municípios não está a transferir poder mas sim trabalho”, exemplificou, lamentando que as potencialidades das regiões “estejam a ser desperdiçadas”. Defensor Moura foi em 1998 um dos mandatários do movimento cívico “Portugal Plural”, que se bateu na cam-

panha do referendo pela criação das regiões administrativas em Portugal. Nas eleições para a Presidência da República, o socialista, que se candidatou como independente, elegeu a regionalização como um dos objectivos prioritários do seu compromisso eleitoral. O ciclo de jantares-palestra promovido pelo movimento “Regiões, Sim!” que na passada sexta-feira se iniciou será interrompido até à realização de eleições legislativas. Marta Duarte

Algarve aos olhos dos oradores estrangeiros Ao

 Oradores defendem que o Algarve tem potencialidades para o desenvolvimento e para sair da crise seja das empresas”, disse Carlos Vieira ao POSTAL. O POSTAL, media partner do evento, acompanhou os trabalhos do seminário onde foram oradores executivos empresários e especialistas em inova-

ção, criatividade e organização, nacionais e estrangeiros, com os discursos a ficarem a cargo de nomes como Richard Brant, antigo vice-presidente do gigante AT&T, Jay Hollowell, vice-presidente da Ma-

xknowledge, Margarida Iria, directora da Vodafone Portugal, Sandra Correia, directora da Pelcor, e Reinaldo Teixeira, presidente da Garvetur, Kanes Rajah, director da Business School Tshwane University or

regionalização

Defensor Moura culpa centralismo pela crise O ex-candidato presidencial e defensor da regionaliza-

ção Defensor Moura atribuiu na passada sexta-feira ao “excessivo centralismo” da Administração Pública o “fracasso” e a “depressão económica” cíclica que Portugal vive desde o 25 de Abril, marcado por “picos de pseudodesenvolvimento”. “Este atraso [no país] é principalmente provocado pelo excessivo centralismo da nossa Administração Pública”, defendeu o deputado socialista, sublinhando que Portugal

é um país “centralizadíssimo” e quase “pessoalizado”. Defensor Moura falou no jantar palestra “Pela Democracia Regional”, organizado pelo Movimento Cívico “Regiões, Sim!”, em Faro, cujo principal rosto é o deputado do PSD Mendes Bota e onde estiveram presentes cerca de 60 pessoas. Segundo o médico, que já foi presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, os regionalistas têm sido “muito pacíficos” na luta pela causa, pelo que defende que haja

d.r.

uma “maior reivindicação”. “O centralismo está a agravar-se e se continuamos calados qualquer dia somos um número”, afirmou, recordando que os países europeus desenvolvidos estão divididos em regiões administrativas, processo que a Grécia também iniciou recentemente.

Poder central é fonte de todos os males Para o deputa-

 Defensor Moura

do socialista, o poder central é a “fonte de todos os males do regime democrático” e o pior,


31 de Março de 2011  |   

pub

VENDA FARO - ALGOZ – TAVIRA

Insolvência de UNICOFA - Cooperativa Abastecedora de Produtos Alimentares, CRL FLORENTINO MATOS LUIS, Administrador de Insolvência, com escritório na Avenida Almirante Gago Coutinho, 48-A - 1700-031 LISBOA, nomeado nos Autos de Insolvência nº. 3080/10.7TBFAR, a correr termos pelo 2°. Juízo Cível do Tribunal Judicial de Faro, em que foi declarada insolvente UNICOFA – Cooperativa Abastecedora de Produtos Alimentares, CR.L, faz saber que, por deliberação da Comissão de Credores, vai proceder à venda no estado físico e jurídico em que se encontram, por negociação particular e por meio de propostas que serão remetidas em carta fechada, dos seguintes bens:

CASH em FARO Areal Gordo Prédio Urbano, composto por edifício de dois pisos e logradouro, constituído por dois armazéns, um com duas naves e duas casas de banho e outro com três naves e duas casas de banho e no lº. andar com escritórios e casas de banho, com a área total de 5.000 m2, sendo 2.678 m2 de área coberta e 2.322 m2 de área descoberta, descrito na C.R.P. Faro sob a ficha nº. 1857/19930106 da freguesia da Sé e inscrito na matriz sob o art°. 6859 da mesma freguesia, pelo valor base de 2.250.000,00 m Fazem parte deste imóvel todos os bens móveis afectos ao mesmo, entre os quais, mobiliário de escritório, equipamento informático, bem como dois empilhadores a gás, sendo um da marca Toyota mod. S18S e outro da marca Daewoo, mod. G15S, dois empilhadores a bateria da marca Toyota, sendo um mod. 15 e outro lateral retráctil, um porta-paletes a bateria da marca Crown c/ torre e seis porta-paletes manuais. Consigna-se que o indicado valor corresponde ao somatório do atribuído ao imóvel acrescido de 2,5% para os bens móveis.

CASH em ALGOZ

Prédio Urbano, denominado por Lote nº. 1, composto por dois armazéns e logradouro, com a área total de 27.552 m2, sendo 9.702 m2 de área coberta e 17.850 m2 de área descoberta, sito em Amoreira, descrito na C.R.P. Silves sob a ficha nº. 3873/20091216 da freguesia de Algoz e inscrito na matriz sob o artº. 3712-P da mesma freguesia, pelo valor base de 3.753.345,00 m Fazem parte deste imóvel todos os bens móveis afectos ao mesmo, entre os quais, mobiliário de escritório, equipamento informático, bem como dois empilhadores a gás, sendo um da marca Toyota, mod. S15 e outro da marca Daewoo, mod. G15S; dois empilhadores a bateria da marca Toyota, lateral retráctil, um deles avariado; três porta-paletes a bateria da marca Crown, sendo um c/ torre, um porta-paletes a bateria da marca Linde e onze porta-paletes manuais. Consigna-se que o indicado valor corresponde ao somatório do atribuído ao imóvel acrescido de 2,5% para os bens móveis.

CASH em TAVIRA

Prédio urbano, composto por armazém com 3 pisos e logradouro, sendo a cave destinada a câmaras de frio, o rés-do-chão a comércio e o lº. andar a escritórios c/ refeitório, com a área total de 25.000 m2, sendo 5.226,05 m2 de área coberta e 19.773,95 m2 de área descoberta, sito em Mato de Santo Espírito – Vale Formoso, descrito na C.R.P. de Tavira sob a ficha nº. 2406/19940615, da freguesia de Santa Maria, inscrito na matriz sob o art°. 7992-P da mesma freguesia. Prédio urbano, composto por lote de terreno para construção, com a área total de 10.000 m2, sito em Mato de Santo Espírito - Vale Formoso, descrito na C.R.P. de Tavira sob a ficha nº. 6522/201008065, da freguesia de Santa Maria, inscrito na matriz sob o art°. 7991-P da mesma freguesia. Pelo valor base de 2.511.250,00 m Fazem parte deste imóvel todos os bens móveis afectos ao mesmo, entre os quais, mobiliário de escritório, equipamento informático, bem como três empilhadores a gás, sendo dois da marca Toyota, mod. S15 e S18 e um da marca Daewoo, mod. G18S; um empilhador a bateria da marca Komatsu, dois empilhadores a bateria das marcas Toyota e Daewoo, lateral retráctil; um porta-paletes a bateria s/ marca e sete porta-paletes manuais. Consigna-se que o indicado valor corresponde ao somatório do atribuído aos imóveis acrescidos de 2,5% para os bens móveis.

IMÓVEIS - ALGOZ

Prédio Urbano, denominado por Lote nº. 2, composto por lote de terreno destinado a posto de abastecimento de combustível, com a área total de 4.917 m2, sito em Amoreira, descrito na C.R.P. Silves sob a ficha nº, 3874/20091216 da freguesia de Algoz e inscrito na matriz sob o art°. 3705-P da mesma freguesia, pelo valor base de 265.800,00 m Prédio Urbano, denominado por Lote nº. 4, composto por lote de terreno destinado a comércio, com a área total de 3.012 m2, sito em Amoreira, descrito na C.R.P. Silves sob a ficha nº. 3876/20091216 da freguesia de Algoz e inscrito na matriz sob o art°. 3707-P da mesma freguesia, pelo valor base de 240.600,00 m Prédio Urbano, denominado por Lote nº. 5, composto por lote de terreno destinado a comércio/indústria, com a área total de 3.813 m2, sito em Algoz, descrito na C.R.P. Silves sob a ficha nº. 3877/20091216 da freguesia de Algoz e inscrito na matriz sob o art°. 3708-P da mesma freguesia, pelo valor base de 366.000,00 m Prédio Urbano, denominado por Lote nº. 6, composto por lote de terreno destinado a comércio, com a área total de 3.978 m2, sito em Amoreira, descrito na C.R.P. Silves sob a ficha nº. 3878/20091216 da freguesia de Algoz e inscrito na matriz sob o artº. 3709-P da mesma freguesia, pelo valor base de 391.500,00 m Prédio rústico, composto de terra de cultura arvense, com a área total de 6.607 m2, sito em Amendoeira, descrito na C.R.P. Silves sob a ficha nº. 3872/20091216 da freguesia de Algoz e inscrito na matriz sob o art°. 70, da Secção AJ (parte) da mesma freguesia, pelo valor base de 50.000,00 m

VIATURAS

Verba nº. 1 Uma viatura ligeira, da marca RENAULT, mod. Kangoo, c/ 1870 cm3 de cilindrada, de matrícula 96-57-RO, do ano de 2001, c/ caixa isotérmica e 257.264 Km, em razoável estado de conservação, pelo valor de 500,00 m Verba nº. 2 Uma viatura ligeira, da marca TOYOTA, mod. Dina, c/ 2494 cm3 de cilindrada, de matrícula 02-52-VG, do ano de 2003, c/ 248.266 Km, em bom estado de conservação, pelo valor de 1.500,00 m Verba nº. 3 Uma viatura ligeira, da marca RENAULT, mod. Kangoo, c/ 1461 cm3 de cilindrada, de matrícula 12-35-XN, do ano de 2004, c/ 231.596 Km, em razoável estado de conservação, pelo valor de 500,00 m Verba nº. 4 Uma viatura ligeira, da marca FORD, mod. Transit, c/ 2496 cm3 de cilindrada, de matrícula 19-40-GM, do ano de 1996, c/ 313.836 Km, em razoável estado de conservação, pelo valor de 350,00 m Verba nº. 5 Uma viatura pesada, da marca VOLVO, mod. FM-7, c/ 7284 cm3 de cilindrada, de matrícula 56-BX-28, do ano de 1998, c/ 129.138 Km, em bom estado de conservação, pelo valor de 6.000,00 m Verba nº. 6 Uma viatura pesada, da marca MITSUBISHI, mod. Canter, c/ 4984 cm3 de cilindrada, de matrícula 34-20-HG do ano de 1996, c/ 362.464 Km, em bom estado de conservação, pelo valor de 1.500,00 m Verba nº. 7 Uma viatura ligeira, da marca TOYOTA, mod. Dina, c/ 2494 cm3 de cilindrada, de matrícula 20-01-UZ, do ano de 2003, c/ 170.240 Km, em bom estado de conservação, c/ motor de frio, pelo valor de 3.000,00 m Verba nº. 8 Uma viatura ligeira, da marca RENAULT, mod. Kangoo, c/ 1870 cm3 de cilindrada, de matrícula 14-15-NR, do ano de 1999, c/ 303.960 Km, em bom estado de conservação, pelo valor de 500,00 m Verba nº. 9 Uma viatura ligeira, da marca RENAULT, mod. Kangoo, c/ 1870 cm3 de cilindrada, de matrícula 89-97-RS, do ano de 2001, c/ 266.946 Km, em bom estado de conservação, pelo valor de 500,00 m Verba nº. 10 Uma viatura ligeira, da marca VOLKSWAGEN, mod. LT-35, c/ 2799 cm3 de cilindrada, de matrícula 31-56-XA, do ano de 2004, c/ 137.531 Km, em bom estado de conservação, pelo valor de 1.000,00 m

Verba nº. 11 Uma viatura ligeira, da marca AUDI, mod. A3, c/ 1968 cm3 de cilindrada, de matrícula 57-AE-80, do ano de 2005, c/ 199.664 Km, em bom estado de conservação, pelo valor de 10.000,00 m Verba nº. 12 Uma viatura pesada, da marca VOLVO, mod. FL-HI5, c/ 5480 cm3 de cilindrada, de matrícula 14-56-SL, do ano de 2001, c/ 111.203 Km, em bom estado de conservação, pelo valor de 13.000,00 m Verba nº. 13 Uma viatura pesada, da marca VOLVO, mod. FL-l0, c/ 9603 cm3 de cilindrada, de matrícula 42-52-ME, do ano de 1998, c/ 393.803 Km, em bom estado de conservação, pelo valor de 6.000,00 m Verba nº. 14 Uma viatura ligeira, da marca RENAULT, mod. Clio, c/ 1461 cm3 de cilindrada, de matrícula 59-39-SH, do ano de 2001, c/ 306.105 Km, em razoável estado de conservação, pelo valor de 200,00 m Verba nº. 15 Uma viatura ligeira, da marca AUDI, mod. A-3, c/ 1896 cm3 de cilindrada, de matrícula 74-01-PV, do ano de 2000, c/ 411.866 Km, em bom estado de conservação, pelo valor de 2.000,00 m Verba nº. 16 Uma viatura ligeira, da marca FORD, mod. Transit, c/ 2496 cm3 de cilindrada, de matrícula 55-95-GN, do ano de 1996, c/ 221.158 Km, em bom estado de conservação, pelo valor de 500,00 m Verba nº. 17 Uma viatura ligeira, da marca TOYOTA, mod. Dina, c/ 2494 cm3 de cilindrada, de matrícula 20-17-UZ, do ano de 2003, c/ 114.861 Km, em bom estado de conservação, c/ motor de frio, pelo valor de 2.000,00 m Verba nº. 18 Uma viatura ligeira, da marca RENAULT, mod. Kangoo, c/ 1461 cm3 de cilindrada, de matrícula 20-55-ZU, do ano de 2005, c/ 188.901 Km, em bom estado de conservação, pelo valor de 500,00 m Verba nº. 19 Uma viatura ligeira, da marca AUDI, mod. A-3 (8L), c/ 1896 cm3 de cilindrada, de matrícula 56-67-RF, do ano de 2001, c/ 276.451 Km, em bom estado de conservação, pelo valor de 4.000,00 m Verba nº. 20 Uma viatura ligeira, da marca CITROËN, mod. Sxara, c/ 1868 cm3 de cilindrada, de matrícula 66-48-TZ, do ano de 2002, c/ 229.961 Km, em bom estado de conservação, pelo valor de 800,00 m Verba nº. 21 Uma viatura ligeira, da marca FORD, mod. Transit, c/ 2496 cm3 de cilindrada, de matrícula 47-41-LO, do ano de 1998, c/ 343.068 Km, em bom estado de conservação, pelo valor de 500,00 m Verba nº. 22 Uma viatura ligeira, da marca CITROËN, mod. Jumper, c/ 2800 cm3 de cilindrada, de matrícula 26-74-TG, do ano de 2002, c/ 226.888 Km, em bom estado de conservação, pelo valor de 1.500,00 m Verba nº. 23 Uma viatura pesada, da marca MITSUBISHI, mod. Canter, c/ 4984 cm3 de cilindrada, de matrícula 82-78-FN, do ano de 1995, c/240.183 Km, em razoável estado de conservação, pelo valor de 1.500,00 m Verba nº. 24 Uma viatura ligeira, da marca MITSUBISHI, mod. Canter, c/ 2977 cm3 de cilindrada, de matrícula 98-10-XP do ano de 2004, c/161.086 Km, em bom estado de conservação, pelo valor de 5.000,00 m Verba nº. 25 Uma viatura pesada, da marca VOLVO, mod. FM-7, c/ 7284 cm3 de cilindrada, de matrícula 75-BX-44, do ano de 1999, c/ 715.551 Km, em razoável estado de conservação, pelo valor de 5.000,00 m Verba nº. 26 Uma viatura ligeira, da marca RENAULT, mod. Kangoo, c/ 1870 cm3 de cilindrada, de matrícula 60-53-QH, do ano de 2000, c/ 242.338 Km, em razoável estado de conservação, pelo valor de 500,00 m Verba nº. 27 Uma viatura pesada, da marca VOLVO, mod. FL, c/ 5480 cm3 de cilindrada, de matrícula 96-08-ZJ, do ano de 2005, c/ 160.439 Km, em bom estado de conservação, pelo valor de 12.000,00 m Verba nº. 28 Uma viatura ligeira, da marca FORD, mod. Transit, c/ 2496 cm3 de cilindrada, de matrícula 19-39-GM, do ano de 1996, c/ 328.916 Km, em bom estado de conservação, pelo valor de 500,00 m Verba nº. 29 Um lote de três viaturas ligeiras, da marca RENAULT, duas Mod. Kangoo e uma mod. Trafic, respectivamente de matrículas 85-26-PR e 96-68-SE, dos anos de 2000 e 2001 e matrícula 5727-HF, do ano de 1996, uma acidentada e duas de motor partido, pelo valor de 350,00 m Para efeito da apresentação das propostas, os bens podem ser vistos mediante marcação pelos telefones 218 406 953 ou 917 247 040. REGULAMENTO: • As propostas serão remetidas, até ao dia 11/04 /2011 que inclui a data do registo de expedição dos CTT, remetidas em envelope fechado e lacrado, por sua vez introduzido em carta registada, dirigida ao Administrador da Insolvência de UNICOFA - Cooperativa Abastecedora de Produtos Alimentares; CRL, Florentino Matos Luis, com escritório na Avenida Almirante Gago Coutinho, nº. 48-A, 1700-031 LISBOA. • As propostas deverão ser de valor igual ou superior ao base indicado e conter: nome ou denominação completa da entidade proponente; morada ou sede social; número de contribuinte ou de pessoa colectiva; representante, em caso de pessoa colectiva, indicação de telefone e/ou fax de contacto e valor oferecido por extenso. • A abertura das propostas realizar-se-á no dia 15/04/2011, no Cash de Tavira, sito em Mato de Santo Espírito – Vale Formoso, pelas 14H00, perante o Administrador da Insolvência e os Senhores Credores que pretendam assistir, onde deverão comparecer os proponentes, condição para que as s/ propostas sejam aceites. Serão excluídas as propostas que não contenham todos os elementos solicitados. • Desde que exista mais que um proponente com propostas válidas para os mesmos bens serão estes convidados a licitarem entre si, cujo valor base de licitação será o da melhor proposta recebida, o que se fará (no mesmo local) pelas 14H30 do referido dia 15/04/2011. • A Comissão de Credores reserva-se no direito de adjudicar ou não o imóvel (prédio rústico) sito em Amendoeira, descrito na C.R.P. Silves sob a ficha nº. 3872/20091216 da freguesia de Algoz. • Se os bens forem adjudicados, o(s) promitente(s) comprador(es) entregará(ão), em relação às viaturas, dois cheques, um no valor do preço e outro do valor do IVA e, em relação aos cash/imóveis, um cheque referente a 20% do valor do preço, a título de sinal; • O prazo para retirar as viaturas é de 30 dias, caso o não seja por razões imputáveis ao(s) promitente(s) comprador(es), este(s) perderá(ão) o valor da adjudicação. • As competentes escrituras de compra e venda dos cash/imóveis, serão realizadas no prazo máximo de 60 dias, em data, hora e local a notificar ao comprador, devendo este, até 10 dias antes da celebração da mesma depositar à ordem da massa insolvente o valor remanescente. • Se não for possível realizar a escritura por razões imputáveis ao promitente comprador, este perderá o sinal já entregue e atrás referido. • Serão de conta do comprador todos os encargos legais decorrentes da compra, designadamente o IMT, escritura e registos. São igualmente por conta do comprador os encargos de emolumentos com o cancelamento dos ónus existentes. • Caberá ao Meritíssimo Juiz do processo de insolvência, a resolução de todas e quaisquer questões surgidas, que não estejam contempladas no presente regulamento. O Administrador da Insolvência Florentino Matos Luis (POSTAL do ALGARVE, nº 1027, de 31 de Março de 2011)

portimão

PORTIMÃO Festival enche céus de pára-quedistas Oitocentos exercícios por dia

d.r.

 Aeródromo de Portimão recebe pára-quedistas de todo o mundo

Até 8 de Abril , o Aeródro-

mo Municipal de Portimão recebe diariamente cerca de 150 pára-quedistas de todo o mundo, entre aprendizes e campeões, que desde o passado dia 19 participam em mais uma edição do “Festival da Primavera”. Durante este período, estão a ser utilizadas três aeronaves, com uma média superior a oitocentos saltos diários por parte de pára-quedistas oriundos da Europa, dos EUA e da Austrália, que procuram as condições climatéricas existentes na região durante esta época do ano e que se fazem acompanhar pelas suas famílias, alojando-se nas unidades hoteleiras da zona

de Alvor e Portimão. Estes encontros anuais iniciaram-se em 1999, por iniciativa do clube alemão DO 28 Flugcharter GMbh, que posteriormente fundou a empresa Paralvor – Centro de Páraquedismo, tendo-se verificado uma crescente adesão, quer pelos amadores que apenas desejam aprender a saltar por simples prazer, quer pelos desportistas que se preparam para as principais competições internacionais da modalidade. A autarquia portimonense considera que “toda esta actividade tem reflexos muito positivos na dinamização da economia local, numa altura em que a procura turística na região é reduzida”.

Música

Igrejas recebem sons clássicos

Detido suspeito de abuso sexual d.r.

O Ciclo de Sons está de vol-

ta a Portimão, propondo entre Março e Dezembro uma série de concertos de grande qualidade nas igrejas das três freguesias do município, onde serão executados alguns dos mais belos acordes da música clássica e em que terão especial protagonismo os instrumentos de corda. A primeira actuação decorreu às 18.30 horas do passado dia 20, um domingo, num concerto que teve lugar na Igreja do Colégio com o “Trio Sudoeste”. A próxima interpretação vai estar a cargo do “Fine Music Trio” e decorre a 17 de Abril, a partir das 18.30 horas, também na Igreja do Colégio. O Ciclo de Sons é um projecto artístico-cultural em que todos os espectáculos têm entrada livre.

 A Polícia Judiciária (PJ) de Portimão anunciou em comunicado ter detido na zona do barlavento algarvio um homem suspeito de dois crimes de abuso sexual continuado de menores. De acordo com a PJ, o homem, de 50 anos, ficou em prisão preventiva depois de ter sido presente às autoriMAD dades judiciárias.


    |  31 de Março de 2011

vila real castro marim alcoutim

Prémio Pritzker tem projecto em Tavira pág. 10

Castro Marim restaura Igreja de Santo António Reabilitação a cargo de especialistas da Fundação Ricardo Espírito Santo Na sequência do projecto de

reabilitação da Colina do Revelim de Santo António, a Câmara adjudicou a obra de restauro e requalificação dos altares da Igreja de Santo António. Os trabalhos de restauro dos altares estão a ser realizados pela Fundação Ricardo Espírito Santo, observando todas as técnicas e rigor científico inerentes a uma intervenção com estas características, e visam devolver a beleza e a excelência a este valioso património religioso da vila de Castro Marim. A Fundação Ricardo Espírito Santo é uma das mais conceituadas entidades nacionais na área do restauro do património, tendo trabalhos desenvolvidos nesta área por todo o território nacional e entre eles muitos dos mais importantes edifícios do património nacional. Trata-se de um investimento de 100 mil euros, cujo prazo de execução é de seis meses, estan-

Alcoutim candidata-se à Bandeira Azul  Depois da informação enviada pelo município de Alcoutim à comunicação social, em que anunciava a não candidatura da praia fluvial do Pego Fundo à Bandeira Azul, a Associação Bandeira Azul da Europa relevou que a praia do Pego Fundo se encontrava apta a receber o galardão, apesar da mesma ter qualidade “Boa” para aquela associação e “Excelente” segundo os critérios do Instituto da Água, a autoridade competente nesta matéria. Apesar do município continuar a discordar dos critérios estabelecidos para as águas balneares interiores, que considera incoerentes e discriminatórios, resolveu avançar com a sua candidatura.

do a conclusão da intervenção prevista para o mês de Junho.

Aposta no património As obras no revelim e na igreja estão integradas num ambicioso plano de recuperação do património edificado levado a cabo pela autarquia de Castro Marim, liderada por José Estevens, e que tem vindo a ser posto em prática pelo executivo autárquico que desde a sua chegada aos comandos da Câmara tem tirado o melhor proveito de todos os fundos próprios e dos apoios estatais disponibilizados para esta área. As medidas adoptadas e os projectos já desenvolvidos pela autarquia têm permitido uma melhor e mais eficaz preservação do património do município, que pelas suas raras características constitui um exemplo único a nível regional. A par dos projectos de preservação do património, a Câmara

aposta também na modernidade e no progresso, tendo dado conta recentemente da intenção de requalificar uma importante área do miolo urbano de Castro Marim, através da construção de uma praça de grandes dimensões e do arranque de eixos viários fundamentais ao trânsito entre freguesias do litoral e do interior do concelho. Edificada no interior do Revelim de Santo António, a Igreja de Santo António foi mandada construir pelo Rei D. João IV, por volta de 1640. Originalmente de construção barroca, com um altar ao mártir São Sebastião, era de planta quadrangular mas sofreu grandes alterações ao longo do tempo. O interior é composto por nave longitudinal com cobertura em abóbada de berço com dois retábulos laterais de meados do século XVIII dedicados a Nossa Senhora da Conceição RC e a Santa Isabel.

Câmara assina protocolo

Vila Real apoia pessoas com deficiência d.r.

A Câmara de Vila Real de

Santo António assinou na passada quinta-feira um protocolo com o Instituto Nacional para a Reabilitação, com vista à criação do Serviço de Informação e Mediação para Pessoas com Deficiência ou Incapacidade (SIM-PD), que a partir de agora passa a estar disponível na autarquia. Os SIM-PD são serviços instalados nas autarquias, especializados no atendimento da pessoa com deficiência, suas famílias, técnicos e profissionais, bem como, da população em geral, que permitem concentrar num único lugar a informação personalizada sobre todos os direitos e recursos existentes para os casos de incapacidade ou deficiência. Luís Gomes afirmou que

d.r.

 A Igreja de Santo António foi mandada construir pelo Rei D. João IV em 1640 pub

Serviço de Finanças de TAVIRA-1139

1ª Publicação

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DOS IMPOSTOS - DGCI JUSTIÇA TRIBUTÁRIA

ANÚNCIO VENDA E CONVOCAÇÃO DE CREDORES

N.º da Venda: 1139.2011.54 - Fracção autónoma designada pela letra R - Bloco 3 - Semicave e R/C, destinada a comércio/serviços, com entrada pelo n.º 10, com a área bruta privativa de 261,0700 m2 e área bruta dependente de 346,1800 m2, do prédio urbano constituído em propriedade horizontal, sito na Rua Aurélia de Sousa, Lugar da Bela Fria - Urbanização Colina da Asseca - 8800-251 Tavira, Freguesia de Santiago, Concelho de Tavira, inscrito na respectiva matriz sob o artigo n.º 5.090 e descrito na Conservatória do Registo Predial de Tavira sob o n.º 844/19881006-R. Teor do Edital: Maria Suzel Gonçalves Nobre Andrez, Chefe de Finanças do Serviço de Finanças TAVIRA-1139, sito em RUA AMÁLIA RODRIGUES 4, TAVIRA, faz saber que irá proceder à venda por meio de propostas em carta fechada, nos termos dos artigos 248.º e seguintes do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), do bem acima melhor identificado, penhorado ao executado infra indicado, para pagamento de divida constante em processo(s) de execução fiscal. É fiel depositário(a) o(a) Sr(a) ROBERT SABARI DEL AMO, residente em LAGOA, que deverá mostrar aquele bem a qualquer potencial interessado (249.º/6 CPPT), entre as 16:00 horas do dia 2011-04-04 e as 18:00 horas do dia 2011-07-25 O valor base da venda (250.º CPPT) é de m 243.005,00. As propostas deverão ser enviadas via Internet, mediante acesso ao “Portal das Finanças”, em www.portaldasfinancas.gov.pt na opção “Venda de bens penhorados” ou entregues neste Serviço de Finanças, em carta fechada dirigida ao Chefe do Serviço de Finanças, mencionando o número da venda no envelope e na respectiva proposta, indicando nesta última, nome, morada e número de identificação fiscal do proponente. O prazo para recepção de propostas termina às 11:00 horas do dia 2011-07-26 procedendo-se à sua abertura pelas 11:00 horas do dia 2011-07-26, na presença do Chefe do Serviço de Finanças (253.º/a CPPT). Não serão consideradas as propostas de valor inferior ao valor base da venda (250.º/c CPPT). Se o preço mais elevado, com o limite mínimo do valor base para venda, for oferecido por mais de um proponente, abre-se licitação entre eles, salvo se declararem que pretendem adquirir o(s) bem(ns) em compropriedade (253.º/b CPPT). Estando presente só um dos proponentes do maior preço, pode esse cobrir a proposta dos outros, caso contrário proceder-se-á a sorteio (253.º/c CPPT). A totalidade do preço deverá ser depositada, à ordem do órgão de execução fiscal, no prazo de 15 dias, contados do termo do prazo de entrega das propostas, mediante guia a solicitar junto do órgão de execução fiscal, sob pena das sanções previstas na lei do processo civil (256.º/e CPPT e 898.º Código de Processo Civil - CPC). No caso do montante superior a 500 unidades de conta, e mediante requerimento fundamentado, entregue no prazo de 5 dias, contados do termo do prazo de entrega de propostas, poderá ser autorizado o depósito, no prazo mencionado no parágrafo anterior, de apenas a uma parte do preço, não inferior a um terço, e o restante em até 8 meses (256.º/f CPPT).

A venda pode ainda estar sujeita ao pagamento dos impostos que se mostrem devidos, nomeadamente o Imposto Municipal Sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis, o Imposto do Selo, o Imposto Sobre o Valor Acrescentado ou outros.

 O presidente Luís Gomes

Mais, correm anúncios e éditos de 20 dias (239º/2 e 242º/1 CPPT), contados da 2.ª publicação (242º/2), citando os credores desconhecidos e os sucessores dos credores preferentes para reclamarem, no prazo de 15 dias, contados da data da citação, o pagamento dos seus créditos que gozem de garantia real, sobre o bem penhorado acima indicado (240º/CPPT). Identificação do Executado:

uma das grandes preocupações tem sido “promover a inclusão de pessoas com deficiência na sociedade, estando para isso a autarquia a trabalhar continuadamente na preparação do espaço público de todo o concelho em prol da mobilidade”.

N.º de Processo de Execução Fiscal: 1139200901029940 NIF/NIPC: 507370228 Nome: PRISABA PROMOÇÃO IMOBILIARIA LDA Morada: AV DR. MATHEUS TEIXEIRA DE AZEVEDO N 80 A - R/C - TAVIRA – TAVIRA O Chefe de Finanças: Maria Suzel Gonçalves Nobre Andrez 2011-03-23 (POSTAL do ALGARVE, nº 1027, de 31 de Março de 2011)


31 de Março de 2011  |   

(H)à pincelada

Palácio da Galeria promove curso de pintura O Museu Municipal de Tavira – Palácio da Galeria realiza, de 7 de Abril a Junho, às quintas-feiras, entre as 14.30 e as 17 horas, o curso de iniciação à pintura acrílica “(H)à pincelada”, sob a orientação

da artista plástica Patrícia Gonçalves. Por intermédio desta acção, os formandos vão ter a oportunidade de aprender a pintar em acrílico sobre tela, assim como as técnicas e a utiliza-

d.r.

ção dos materiais. O curso é gratuito e destina-se a um número máximo de dez pessoas, sendo que os materiais são da responsabilidade dos participantes. Para mais informações de-

vem os interessados contactar o Serviço Educativo do Museu Municipal de Tavira, através do telefone 281 320 500 (ext. 324), do fax 281 322 888 ou do endereço electrónico edu. museus@cm-tavira.pt.

tavira

Ria Formosa recebe águias recuperadas pág. 11

Transportes urbanos com duas linhas e novas paragens

Jovem mãe precisa de transplante urgente

Tavira duplica oferta de autocarros urbanos e aposta na mobilidade geraldo de jesus

 Dora Sofia Ventura, de 34 anos, natural da freguesia da Luz de Tavira, mãe de um menino de dois meses e de uma menina de cinco anos, necessita de um transplante de medula óssea, encontrando-se, neste momento, internada no Hospital de Santa Maria em Lisboa. No próximo sábado, entre as 11 e as 16 horas, na sede da Junta de Freguesia da Luz, vai estar presente uma equipa de Lisboa para efectuar uma colheita de sangue com o propósito de se avaliar a existência de um possível dador. Esta operação destina-se a pessoas entre os 5 e os 45 anos, sem problemas de saúde. Ser dador não dói e pode salvar esta vida.

 Jorge Botelho, presidente da Câmara de Tavira, deu a conhecer o “Sobe e Desce” Geraldo de Jesus geraldoj.postal@gmail.com

Sobe e Desce é o novo nome

dos Transportes Urbanos de Tavira (TUT), que passam a ter também duas linhas distintas, a azul e a vermelha. O porquê e o que é pretendido foi o que o presidente do município, Jorge Botelho, explicou, antes de mostrar o itinerário da linha azul. “O sistema dos transportes urbanos que tínhamos até agora estava obsoleto e os autocarros vazios”, reconhece o presidente, acrescentando que “porque nos comprometemos com as pessoas em mudar o sistema de mobilidade na cidade, decidimos alterar a forma como estavam organizados os TUT”. “As voltas vão ser mais curtas”, antecipa o autarca, “cerca de 25/30 minutos, enquanto que anteriormente demora-

vam cerca de uma hora”, o que, afirma Jorge Botelho, “não se justificava”. A introdução de um segundo autocarro permite agora dois circuitos diferentes, ambos com começo na Quinta das Salinas - Mato Santo Espírito -, “uma promessa eleitoral que nós tínhamos feito”, e a passarem pelo Centro de Saúde.

Bilhetes diários Desaparecem também os bilhetes comprados no autocarro, serão todos pré-comprados e com a duração de um dia, pelo que quanto mais viajar durante o dia mais barato o bilhete fica. “Parece-nos haver um certo equilíbrio, preço baixo e conforto para toda a gente. É esse o objectivo”, reforça o presidente da autarquia. O objectivo da Câmara é triplicar o número de utilizadores que actualmente ronda

a centena diariamente, apesar de ainda assim o serviço poder manter-se deficitário, mas Jorge Botelho é claro, “não nos interessa se vamos ganhar ou perder dinheiro, o município também tem de ter uma função social da mobilidade”. “Queremos é que as pessoas utilizem o transporte e estamos certos que vai ser um bom complemento para o seu dia-a-dia e para a mobilidade, especialmente para as pessoas que estão dependentes”, conclui. Atalaia e cemitério são outras das paragens possíveis com os novos percursos, bem como o Gran-Plaza, com acesso à Loja do Cidadão. “O sistema vai funcionar bem”, diz Jorge Botelho, que afirma que o que quer é que “os tavirenses o utilizem”. Segundo o autarca, “estamos a trabalhar para as pessoas e achamos que esta é uma boa ferramenta”.

Amigos dos animais procuram terreno  A 3AT - Associação Amigos dos Animais de Tavira apela à boa vontade de proprietários de terrenos no sentido de cederem parte da sua propriedade para um espaço de acolhimento de animais. Os interessados podem entrar em contacto com a direcção da associação através do endereço electrónico amigosanimaistavira@ gmail.com ou do telefone 916 929 625 (Odete). A associação conta com dois meses de existência e a falta de um local próprio para acolher animais abandonados tem centrado a sua acção na ajuda a animais de rua a nível alimentar, cuidados veterinários, acolhimento temporário e encaminhamento para adopção.

Andebol

Vela de Tavira a caminho da subida geraldo de jesus

 Equipa vai dar tudo por tudo para subir de divisão Geraldo de Jesus geraldoj.postal@gmail.com

O Clube de Vela de Tavira, primeiro classificado na Zona Sul, iniciou a fase de subida com uma deslocação a Ílhavo, onde empatou por 31-31 com o Ílhavo AC. A pouco mais de dois minutos do final do tempo, a equipa tavirense vencia por 31-28, concluindo o jogo com um empate. O professor Hélder Leal, treinador do Vela, disse ao POSTAL que muitos diziam que tinha ganho um ponto. Isto, porque todas as equipas que jogaram fora, perderam, mas para ele, com uma equipa ganhadora, apesar de reconhecer o valor da equipa

adversária, tinha perdido um ponto. “No próximo sábado, pelas 17 horas, vamos receber, no Pavilhão Municipal, a equipa do ACD Benavente. Para atingirmos os nossos objectivos – a subida de divisão – temos de ganhar”, recorda o treinador. “Não nos podemos esquecer que estão a participar as duas primeiras equipas de cada zona. Não há equipas fracas”, alerta o responsável, que afirma que “a equipa está motivada e tem trabalhado bem”. A presença do público é muito importante, por isso, apelo aos sócios e amantes do andebol que compareçam em força, para a apoiar a nossa equipa na conquista dos três pontos”.

Serviço gratuito para comerciantes

Comércio local em mapa on-line A Câmara de Tavira tem disponível, desde Fevereiro, o site http://mapas.cm-tavira. pt. Neste momento, é intenção da autarquia alargar os dados existentes, nomeadamente, no que diz respeito ao comércio local. Os interessados que desejem

aderir a este serviço, gratuito, devem remeter para: camara@ cm-tavira.pt o máximo de seis fotografias com a identificação e localização do respectivo estabelecimento. A estes dados devem ser acrescentados elementos que caracterizem o serviço prestado.


10

| 31 de Março de 2011

TAVIRA

Quinta do Peral bate recorde de visitantes pág. 12

Prémio Pritzker tem projecto em Tavira

Cabanas recolhe lixo RICARDO ALVES

Arquitecto Souto Moura congratulado pela autarquia após anúncio do galardão D.R.

A CÂMARA DE TAVIRA, em reu-

nião de executivo realizada na passada quarta-feira, aprovou um voto unânime de congratulações ao arquitecto Souto Moura pela atribuição do prémio Pritzker 2011, o mais prestigiado galardão na área da arquitectura. A autarquia deliberou ainda enviar ao agraciado as felicitações do município. Souto Moura é o segundo arquitecto do país a ganhar o Pritzker, o primeiro foi Siza Vieira, e é o arquitecto responsável pela reconversão do Convento das Bernardas em Tavira, uma obra que fará nascer naquela edificação um complexo habitacional de luxo. A obra está a cargo da EGI - Entreposto Gestão Imobiliária e é comercializada pela empresa algarvia Garvetur, a

que preside Reinaldo Teixeira, e transformará de forma decisiva todo o enquadramento urbano da zona onde está localizada, junto à PSP e ao mercado municipal da cidade. Transformar um monumento histórico em complexo habitacional, torna a recuperação do património na faceta mais visível do empreendimento, que em termos estéticos mantém o portal gótico manuelino e a traça original das fachadas. Nascido em 1952, no Porto, Eduardo Souto Moura é responsável por obras marcantes da arquitectura portuguesa, tais como, o Estádio do Braga, construído no espaço ocupado por uma pedreira, naquela cidade do norte do país. Fundado em 1509, o Con-

DR

 Souto Moura é o arquitecto responsável pela reconversão do Convento das Bernardas vento das Bernardas era o maior convento do Algarve e o único da Ordem de Císter. Ficou famoso internacionalmente pela extrema qualidade da sua doçaria conventual e dos trabalhos manuais exe-

cutados pelas monjas. Após o encerramento, acolheu uma fábrica de moagem e uma padaria industrial. Criado em 1979 pela Fundação Hyatt, o prémio Pritzker tem como objectivo distinguir

um arquitecto vivo e será entregue a Eduardo Souto Moura numa cerimónia marcada para o próximo mês de Junho, em Washington, nos Estados Unidos. RC

SANTA CATARINA DA FONTE DO BISPO

Passeio em BTT “Pelas Abas da Geada” A JUNTA DE FREGUESIA de San-

ta Catarina da Fonte do Bispo, com o apoio da Câmara de Tavira, e a colaboração de empresas, instituições e particulares, promove, no próximo domingo, a sétima edição do passeio de BTT “Pelas Abas da Geada” Pelos caminhos de terra batida, trilhos e carreleiras da

freguesia de Santa Catarina da Fonte do Bispo, os amantes do btt podem desfrutar das belas paisagens rurais de entre o barrocal e a serra, por entre amendoeiras e alfarrobeiras ou laranjais, atravessando ribeiras e vales, ou subindo e descendo as encostas da serra, sempre com o oceano atlântico

 Uma acção levada a cabo . . pela Junta de Freguesia de Cabanas de Tavira e pela Associação Viver Cabanas permitiu a recolha de cerca de 1.700 quilogramas de lixo ao logo da faixa litoral da freguesia junto à Ria Formosa. A iniciativa, que juntou mais de meia centena de populares voluntários, abrangeu toda a margem da Ria na localidade, entre o Almargem e Lacém, num trabalho que se enquadra nos objectivos das entidades organizadoras e que se realiza pelo segundo ano consecutivo.

como pano de fundo e o odor da esteva e do rosmaninho a convidar à aventura. Pelas 7 horas da manhã, ainda com o orvalho e a “geada” a escorrer das pétalas das flores de esteva, procede-se à abertura do secretariado e ao primeiro abastecimento do dia, porque pelas 9.30 horas vai ser dada a PUB

partida para o passeio, que, por escolha antecipada na inscrição, pode ser de 35 ou 65 quilómetros aproximadamente, começando aqui o verdadeiro prazer de pedalar na natureza. Depois de um par de horas de algum esforço, o regresso ao descanso e ao convívio para os que escolherem participar

no almoço-convívio que irá ser servido por volta das 13 horas, na esplanada da Casa do Povo, como vem sendo hábito. As inscrições são limitadas e podem ser feitas em www.jf-santacatarinafbispo.pt, na sede da Junta de Freguesia de Santa Catarina da Fonte do Bispo e nas lojas Algarvcycles de Loulé e Olhão.

Câmara arranja acesso a Cabanas  A estrada de acesso a Cabanas de Tavira, que cruza a freguesia da Conceição entre a rotunda de acesso ao Benamor Golfe e a Rotunda que antecede a passagem de nível, está a ser alvo de requalificação com a colocação de novo tapete betuminoso. A intervenção será realizada durante 90 dias, avança a autarquia, que requalificará o restante segmento da via no âmbito do reperfilamento da passagem de nível a realizar posteriormente.

PUB


31 de Março de 2011  |   11

Fuseta

Workshop

Cruz Vermelha promove “Abril Cultural” A Delegação da Fuseta da

Cruz Vermelha, como já tem sido habitual nos últimos anos, está a promover a VI Edição do Evento Abril Cultural. A programação começa a 1 de Abril, sexta-feira, com uma

d.r.

A Ecoteca de Olhão assiste,

Noite de Danças. A 9 de Abril chega a Noite de Teatro e a 16 tem lugar a Noite do Fado, com Luísa Mira, Sara Gonçalves, Luís Manhita e Inês Graça. Para dia 30 está reservada animação infantil.

entre as 14.30 e as 17.30 horas do próximo dia 29 de Abril, a um workshop subordinado ao tema marketing sustentável, tendo como formadora Carolina Afonso. O evento destina-

Ria Formosa recebe águias recuperadas Centro de Recuperação de Animais da reserva em Olhão recupera aves de rapina d.r.

Reciclagem

Concurso para concessão de bar  Termina esta quintafeira, às 18 horas, o prazo para entrega de propostas ao concurso para concessão da exploração do bar do Grupo Naval de Olhão. O concurso abrange o período de 1 de Maio de 2011 a 30 de Abril de 2012. O programa e condições do concurso podem ser levantados pelos interessados na secretaria do Grupo Naval de Olhão.

Páscoa promove comércio local d.r.

 Após longo processo de recuperação, duas águias-calçadas vão ser devolvidas à liberdade

Uma das duas águias-calçadas recuperadas na Ria Formosa vai ser libertada pelo RIAS - Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa, na Quinta do Marim, na próxima sexta-feira, pelas 11 horas. O segundo espécime de ave de rapina tem devolução à liberdade marcada para as 16 horas, na freguesia de Paderne, com Ponto de Encontro na Escola Básica do 2º Ciclo local, informou em comunicado a organização de conservação da natureza. Águias foram vítimas de tiros As aves ingressaram no RIAS devido a disparos de armas de fogo. A águia proveniente de Olhão, Moncarapa-

cho, apresentava uma fractura na asa esquerda e foi entregue no centro por um particular que a encontrou deitada no campo. A proveniente de Paderne foi entregue no centro pela equipa SEPNA/GNR de Albufeira e apresentava uma fractura na asa direita. O longo processo de recuperação destes dois animais envolveu imobilização da asa, alimentação adequada e treinos de voo e caça. Para o RIAS, estes momentos de libertação de animais recuperados são o agradável culminar de um processo de recuperação muitas vezes moroso, sendo então momentos privilegiados para contacto com as populações locais, de modo a dar a conhecer o trabalho desenvolvido pelos centros de recuperação de fauna selvagem e também as espé-

se a gestores de sustentabilidade, profissionais de marketing, responsáveis por comunicação empresarial, profissionais ligados à publicidade e jornalistas de ambiente. O preço das inscrições é de dez euros.

olhão

IN FORMA propõe empregos em tempos de crise pág. 13

Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

Ecoteca discute marketing sustentável

cies que constituem a fauna do país.

O perfil A águia-pequena,

águia-calçada ou águia-debotas (Hieraaetus pennatus) é uma ave de rapina com cerca de 47 cm de comprimento e uma envergadura de 120 centímetros, sendo a mais pequena das verdadeiras águias europeias. Com tamanho e formas semelhantes aos da águia-deasa-redonda (Buteo buteo), habita o sul da Europa, Norte da África, e grande parte da Ásia. É uma ave migratória e passa o Inverno na África subsariana e no sul da Ásia. Caça pequenos mamíferos, répteis e outras aves, com os machos adultos a atingirem 700 grama de peso e as fêmeas a poderem chegar a um quilograma.

 O Secretariado de Olhão da Associação do Comércio e Serviços da Região do Algarve, em parceria com a Associação da Baixa de Olhão, volta a juntar-se para levar a cabo mais um evento. A Páscoa em Olhão, vai ter um “sabor” diferente, com uma feira a decorrer entre os dias 22 e 25 de Abril, em plena Avenida da República, e que vai contar com a presença de vários artesãos do país e em particular da região algarvia. Este certame terá perto de 30 expositores ligados a vários sectores, sendo que o grande destaque vai para os produtos tradicionais regionais e de outros pontos do país. A feira vai ter uma emblemática associada ao tema “Páscoa feliz” e contar com várias actividades paralelas.

Rolhas de cortiça “criam” novos bosques d.r.

 Iniciativa permite financiar reflorestação

O município de Olhão e a Es-

cola Básica do 1º Ciclo com Jardim-de-infância José Carlos da Maia colaboram em parceria na recolha de rolhas de cortiça no âmbito do Projecto Green Cork, um programa de reciclagem destas rolhas desenvolvido pela associação ambientalista Quercus. Este programa de reciclagem, ao qual o município de Olhão se associou, conta ainda com a parceria da Corticeira Amorim, Continente e Biological e tem como objectivo a transformação das rolhas usadas noutros produtos

e permitir o financiamento de parte do Programa “Criar bosques, Conservar a Biodiversidade”, que vai utilizar exclusivamente árvores da floresta autóctone. O município de Olhão, através do Departamento de Qualidade de Vida, iniciou em Março de 2009 um projecto para a recolha de alguns materiais recicláveis, que funciona nas Piscinas Municipais, onde se podem deixar pilhas, tinteiros, tampinhas e agora rolhas de cortiça. Estas podem também ser depositadas na Escola José Carlos da Maia.

Fundador do jornal Correio da Manhã

Espólio de Vitoriano Rosa doado a Olhão A família de Vitoriano Rosa,

olhanense que dedicou grande parte da sua vida ao jornalismo e ao cinema, entregou na Biblioteca Municipal de Olhão o seu fundo bibliográfico de jornalista e cinéfilo. Na altura, foi assinado um contrato de doação entre os familiares de Vitoriano Rosa e o município de Olhão. Vitoriano Rosa nasceu em Olhão a 23 de Dezembro de 1931 e faleceu em Lisboa a 15 de Fevereiro de 2008. Dedicou a sua vida ao jornalismo e ao cinema, tendo colaborado e mantido secções de cinema

em vários jornais algarvios. Publicou, em edição própria, e com 21 anos, o seu primeiro livro: “O Moderno Cinema Italiano”, (Olhão, 1953). Trabalhou na Agência Portuguesa de Revistas e foi subdirector da revista Plateia. Colaborou com a publicação Algarve Ilustrado, em 1969, e, já depois do 25 de Abril, dirigiu a Revista do Povo. Em 1979 foi um dos fundadores e accionistas do diário Correio da Manhã, jornal em que passou trabalhar e onde depois se manteve como crítico de cinema.


12    |  31 de Março de 2011

Quadra pascal

Cortelha

Feirinha da Páscoa no Museu

Passeio pedestre no Vale da Rosa

Os jardins do Museu do

A Associação dos Amigos da

Trajo de São Brás de Alportel acolhem, entre as 11 e as 16 horas de domingo, a Feirinha da Páscoa, com artigos para todos os gostos, sem esquecer o típico folar.

Os visitantes vão poder participar na caça aos ovos, no concurso de chapéus decorados alusivos à Páscoa, rifas e angariação de fundos para animais abandonados. A entrada é livre.

Cortelha organiza no próximo domingo mais um passeio pedestre, desta vez no Vale da Rosa, povoação a cinco quilómetros da Cortelha. Ao longo do percurso, com

são brás loulé

d.r.

cerca de nove quilómetros, vão surgir algumas surpresas levadas a cabo pela organização. A concentração para o passeio vai ser pelas 8.30 horas, no jardim local, junto à estrada nacional nº 2.

Albufeira promove-se na Suécia pág. 14

Triatlo Professor Carlos Gravata

Quarteira acolhe elite do triatlo mira

Quinta do Peral bate recorde de visitantes Sete mil visitantes conheceram em 2010 o centro de interpretação d.r.

Ricardo Claro ricardoc.postal@gmail.com

A Quinta do Peral , centro

 Em competição vão estar grandes nomes da modalidade

Quarteira recebe nos próxi-

mos dias 9 e 10 de Abril o X Triatlo Cidade de Quarteira/ Professor Carlos Gravata, um dos mais importantes eventos desportivos do sul do país. No ano em que se assinala o décimo aniversário, a prova mantém o estatuto internacional, recebendo a segunda etapa da Taça da Europa de Triatlo. Pelo terceiro ano consecutivo, o Triatlo de Quarteira recebe uma etapa da Taça da Europa. Em competição e a lutar por um resultado de topo na competição, mas também por importantes pontos no

ranking mundial, estarão muitos dos principais nomes do triatlo mundial. De entre os atletas internacionais destacam-se, no sector masculino, as presenças de Frederic Belaubre, Igor Sysoev e ainda de uma das principais esperanças do país vizinho Uxio Abuin Ares. No sector feminino, o nível desportivo vai ser igualmente muito elevando, estando previstas as participações de quatro triatletas olímpicas em Pequim: Hollie Avil, Daniela Chmet, Marie Rabie e Ricarda Lisk.

Feiras e mercados

Mercadinho de Loulé celebra Primavera Com a entrada da Primavera

está de volta mais um ciclo do Mercadinho de Loulé, , aos sábados, entre as 10 e as 17 horas, na Rua D. Payo Peres Correia e no Largo D. Pedro I. São seis os temas deste Mercadinhos: “Artesanato Tradicional” (2 de Abril e 7 de Maio), “Artesanato Tradicional” (9 de Abril e 14 de Maio), “Prazeres e Experiências” (16 de Abril e 21 de Maio), “An-

tiguidades, Velharias e Coleccionismo” e “Artes e Livros” (23 de Abril e 28 de Maio) e “Reutilização, Reciclagem e Produtos Biológicos” (30 de Abril e 4 de Junho). O encerramento deste ciclo de Primavera vai ter lugar a 11 de Junho, com uma edição especial que reúne todas as temáticas, na Avenida José da Costa Mealha. A entrada é livre.

de interpretação e educação ambiental da Câmara de São Brás de Alportel, registou em 2010 mais do dobro das visitas registadas nos anos anteriores, o que faz do terceiro ano de actividade deste serviço municipal um ano de sucesso e de maturidade. Com sete mil vistantes, o ano passado mostrou a muitos são-brasenses e aos muitos visitantes do concelho e turistas, os moradores de quatro patas - como o célebre burro Zacarias, coqueluche da Quinta -, a horta pedagógica e o cantinho da compostagem, associados à diversidade de oferta de actividades de sensibilização ambiental e à promoção de antigos saberes tradicionais.

Propostas atraem todas as idades Um recorde de vi-

sitantes que o presidente da Câmara, António Eusébio, disse ao POSTAL ver com “especial satisfação”. “Trata-se de um equipamento que criámos a pensar nas crianças do concelho e nas que com os pais visitam São Brás e que se tornou num ponto de interesse turístico que ultrapassa hoje qualquer barreira de idades”, diz o autarca. De facto, a Quinta do Peral regista uma afluência que vai muito além das crianças e respectivos familiares, fenómeno para o qual participa de forma relevante a integração no Programa Turismo Sénior

 O burro Zacarias, uma das grandes atracções da Quinta do Peral 2009/2010, do INATEL. Mais de seis centenas de idosos, provenientes de todo o país, puderam assim viver várias experiências neste espaço, de modo a proporcionar o contacto com os animais, descobrir as principais plantas autóctones do Algarve e a participação em ateliês de reciclagem. O centro acolhe também com frequência visitantes com necessidades educativas especiais, entre os cinco e os

45 anos de idade, que participaram em diversas actividades de estimulação sensitiva, que demonstram ser este um espaço com grandes potencialidades para este tipo de público.

Programa de fim-de-semana A Quinta do Peral, integrada nos programas de fim-de-semana propostos pela autarquia para os visitantes de São Brás de Alportel, pretende em 2011 ser cada vez mais um dos centros do género mais procu-

rados e com melhores ofertas neste segmento na região, enquadrada por uma paisagem única, que convida a repousar e a deixar-se levar pelos prazeres do barrocal e da serra algarvia. Novidades para este ano são as actividades: “Dar uma nova vida a materiais usados” e “Figos cheios à moda da D.ª Vitória”, bem como, os Encontros na Quinta, com artesãos de diversas áreas e muitos saberes do mundo rural.


31 de Março de 2011 |

SÃO BRÁS I LOULÉ

QREN abre candidaturas a novos fundos pág. 15

IN FORMA propõe empregos em tempos de crise

Loulé acolhe Festival de Música Clássica

Zona Industrial de Loulé acolhe a feira

SILVES, TAVIRA , Lagoa, São

EVENTO TEM A MARCA DA CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS

D.R.

O PAVILHÃO DO NERA, na Zona

Industrial de Loulé, recebe, de 7 a 9 de Abril, a quarta edição da “IN FORMA’11 – Formação, Emprego e Empreendedorismo”, evento dedicado à promoção da oferta/procura de formação e emprego e à divulgação de iniciativas empreendedoras.

CINQUENTA EXPOSITORES O certame, com cerca de 50 expositores, reúne escolas de todos os níveis de ensino, empresas de formação, de recrutamento e outras entidades. No decorrer dos três dias decorrem ainda conferências, workshops, sessões de esclarecimento e acções de divulgação dirigidos a empresas, em-

 Iniciativa dá a conhecer ofertas de emprego e formação presários, estudantes, activos em busca de emprego e qualificação. Os visitantes podem obter informações junto das entidades presentes e assistir a

actividades de animação. A entrada e a participação nas iniciativas previstas é gratuita, embora sujeita a inscrição prévia.

13

O certame vai funcionar no seguinte horário: quinta-feira e sexta-feira, dias 7 e 8, das 9.30 às 20 horas; e sábado, dia 9, das 14 às 20 horas.

Brás de Alportel e Faro foram as localidades por onde já passou aquele que é um dos mais importantes festivais de música clássica da região, cabendo este ano a honra a Loulé. A Orquestra do Algarve (OA) e a Caixa Geral de Depósitos (CGD) realizam no renovado Cine-Teatro Louletano mais uma edição do Festival Caixa Geral de Depósitos. A edição de 2011 do Festival CGD abre com um concerto pedagógico, para a comunidade escolar, quinta-feira, dia 31, pelas 10.30 horas, e prolonga-se até domingo. Para encerrar o festival, terá lugar um concerto pela Orquestra Metropolitana de Lisboa, no domingo, com temas

D.R.

 O maestro Ivan Monighetti de Richard Wagner e Mozart. A direçcão musical estará a cargo de Nir Kabaretti. Destaque para o sábado, pelas 21.30 horas, com a OA a interpretar Rossini, Haydn e Schubert, dirigida pelo maestro/solista (violoncelo), RC Ivan Monighetti. PUB

Mobiliário e Decoração

Limitado ao stock existente

Liquidação de Stock de Colchões

Vários modelos e medidas desde

130m até 377m

Loja 1 E.N. 125 (junto à Conceição de Tavira) · 8800-054 Tavira · tel ⁄ fax 281 370 084 · aberta todos os dias • Loja 2 E.N. 125 Vale Caranguejo (Próximo da Eurotel) · 8800-000 Tavira · tel 281 381 803/4 · fax 281 381 805


14    |  31 de Março de 2011

albufeira

PSD/Lagos concorda com saneamento financeiro da Câmara pág. 16

Albufeira promove-se na Suécia Destino turístico marca presença na Feira de Turismo em Gotemburgo pela primeira vez Voltar a contar com merca-

dos de grande potencial emissor que já representaram para o Algarve e para Albufeira em particular maior fluxo de entradas de turistas foi a razão fundamental da presença da promoção turística do concelho liderado por Desidério Silva, pela primeira vez, na Feira de Turismo da Suécia. A APAL – Turismo de Albufeira esteve no certame, realizado na cidade escandinava de Gotemburgo, com um stand de 54 metros quadrados, cuja imagem de marca foi a cor. Com esta presença, Albufeira deu a conhecer o destino mais importante do turismo algarvio e contou com a presença de empresas privadas do sector do turismo no concelho, que aproveitaram a oportunidade para marcarem, também elas, presença naquela montra do turismo no norte da Europa. A participação visou ainda

d.r.

comercializar, junto dos operadores turísticos, agencias de viagem e público em geral, o produto Albufeira e aumentar os índices de notoriedade fora dos actuais principais mercados de origem dos turistas que apresentam debilidades neste momento.

Estratégia de promoção diversificada A Câmara de Al-

APAL critica falta de voos De

acordo com a APAL, “as fracas acessibilidades aéreas durante a época baixa são um grande entrave ao crescimento destes mercados no Algarve”. “Apesar de durante a época média e alta várias companhias aéreas, charter e de lowcost, voarem directamente para Faro, falta desenvolver entre a TAP, a ANA e o Turismo de Portugal, uma estratégia integrada que consiga viabilizar durante a época baixa, pelo menos um voo semanal directo a Faro, ou então que apenas faça escala técnica em

cípio de Albufeira e da Associação do Turismo do Algarve, dentro do quadro dos diversos protocolos de colaboração celebrados entre estas instituições com a APAL.

 Albufeira deu a conhecer oferta turística do concelho Lisboa”, defende o Turismo de Albufeira. Desidério Silva, presidente da Direcção da APAL e do município de Albufeira, esteve tam-

bém presente no stand de Albufeira, nos dias de profissionais para reforçar o empenho da APAL junto dos diversos operadores turísticos que visitaram o

stand e que aí tiveram diversas reuniões. A participação da APAL – Turismo de Albufeira, na Tur 2011, contou com o apoio do muni-

bufeira e a APAL têm apostado nos últimos anos num trabalho contínuo, na promoção do concelho enquanto destino turístico em vários mercados de origem dos turistas. Espanha tem sido um dos destinos de eleição das iniciativas lideradas por Desidério Silva, em particular as províncias da Andaluzia, Estremadura e Galiza. Desta vez, a APAL foi mais longe e mostrou-se junto de mercados mais longínquos, numa clara opção de diversificação e de aposta em mercados alternativos que permitam ultrapassar as descidas de entradas oriundas do Reino Unido e da Irlanda.

Equipas de Portugal e Holanda

Futebol adaptado junta quinhentos atletas O Torneio Internacional de

Futebol Adaptado de Albufeira regressou ao concelho para celebrar a sua quarta edição. No sábado do passado dia 19, o Estádio Municipal de Albufeira recebeu cerca de 500 atletas para participarem nesta iniciativa, organizada pela APEXA – Associação de Apoio à Pessoa Excepcional do Algarve em colaboração com a autarquia. Em prova estiveram dez equipas portuguesas, nomeadamente a Associação de Apoio à Pessoa Excepcional do

Algarve, Associação de Saúde Mental do Algarve, CASLAS – Lagos, EXISTIR – Loulé, APD – Amadora, APCL – Lisboa, Associação Algarvia de Pais e Amigos de Crianças Diminuídas Mentais (equipas de Faro e Setúbal), Seleção de Talentos – Gaia e equipa dos Bombeiros Voluntários de Albufeira) e seis holandesas: CJVV – Amersfoort, VV – Barneveld, KHC – Kampen, NSC – Nijkerk, VV – Nunspeet, VV – Ijsselmeervogels Bunschoten). Na sexta-feira do dia 18 de

Março, a comitiva holandesa foi recebida nos Paços do Concelho e na segunda-feira seguinte visitou as Piscinas Municipais e o novo Pavilhão Desportivo de Albufeira. A visita às Piscinas Municipais e ao Pavilhão Desportivo de Albufeira insere-se num Plano de Desenvolvimento Desportivo destinado a trazer mais munícipes para a prática desportiva e captar a atenção de equipas estrangeiras que aqui possam efectuar os seus estágios. Como em anos anteriores,

d.r.

Classificação das equipas: 1ª - APCL – Lisboa; 2ª - Selecção Talentos – Gaia 3ª - APPACDM – Faro 4ª - APEXA – Guia (PT) “esta iniciativa insere-se na estratégia de aproximação entre as cidades de Albufeira e de Amersfoort, que tem na

 Torneio teve com grande objectivo fomentar o convívio promoção da prática desportiva a sua principal motivação”, destacou o presidente do município, Desidério Silva.

O autarca acrescentou que “Albufeira é um concelho que promove a inclusão social e a igualdade”.. pub


31 de Março de 2011 |

15

EM ALCANTARILHA, ARMAÇÃO DE PÊRA E SÃO BARTOLOMEU DE MESSINES

Silves reforça pontos de acesso gratuito à internet O MUNICÍPIO DE SILVES ins-

talou diversos novos acessos wi-fi (sem fios) à internet, nas freguesias de Alcantarilha, Armação de Pêra e Messines. Em Alcantarilha, o novo ponto de acesso wi-fi dá cobertura

à zona do Jardim na Rua dos Bombeiros Voluntários. Em Messines o ponto de acesso wi-fi cobre o Largo da Igreja Matriz; em Armação de Pêra reforçou-se o sinal da área já existente na Avenida Marginal,

sendo agora possível navegar na internet em toda a zona entre o edifício do antigo Casino e o Hotel Garbe. À semelhança de todos os pontos de acesso instalados pela autarquia, a ligação à in-

D.R.

ternet é assegurada 24 horas por dia e é gratuita. O objectivo do município, ao criar mais estas zonas wi-fi, é continuar a alargar a rede de internet sem fios existente no concelho.

 Ponto wi-fi de Armação de Pêra com sinal reforçado

LAGOA SILVES MONCHIQUE

Ministério da Saúde reafirma necessidade do Hospital Central pág. 17

“FADO E NÃO SÓ” SOBE AO PALCO DO AUDITÓRIO

Lagoa reinventa o fado A CÂMARA DE LAGOA apre-

senta, no próximo sábado, no Auditório Municipal, o espectáculo musical “Fado e Não Só”, projecto criado no concelho de Lagoa por Raimundo Seixas e Zoran Stojanovic, que apresentam, segundo os próprios, uma nova concepção artística procurando mais expressão, sem limites, nas paisagens que o concelho oferece aos visitantes. Os dois músicos acreditam que não foi por acaso que se encontraram ao fim de tantos anos, já que viviam distancia-

dos quatro mil quilómetros um do outro, vindos de caminhos opostos, mas seguindo o mesmo sentido, servindo a música e a sua criação. Raimundo Seixas, é um grande senhor do fado, Zoran Stojanovic, sérvio naturalizado português e com cerca de 16 anos de vida em Lagoa, interiorizou o fado como só ele o sente. No projecto há mais três vozes femininas, cuja presença e actuação é fundamental, Vanessa Ferreira, Helena Silva e Ana Marques. PUB

QREN abre candidaturas a novos fundos CCDR Algarve promove esclarecimento em Lagoa para empresários e consultores D.R.

O AUDITÓRIO MUNICIPAL DE LAGOA acolhe, no próximo

dia 7 de Abril, uma sessão de esclarecimento dirigida a empresários e consultores sobre o acesso e novos concursos ao sistema de incentivos do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN). A iniciativa, que se segue à sessão decorrida na quintafeira da passada semana em Tavira, é da responsabilidade da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve e tem por objectivo esclarecer as condições da nova fase de candidatura ao Sistema de Incentivos à Inovação e aos Sistema de Incentivos à Qualificação de Empresas do QREN, aberta no início de Março. A verba disponível para incentivos soma 27,7 milhões de euros destinados a projectos nas áreas da indústria, energia, comércio, turismo, transportes, serviços e construção civil. Na região são já 110 as em-

 João Faria, gestor do PO Algarve 21 presas com projectos aprovados e em execução, de acordo com a CCDR João Faria, gestor do PO Algarve 21 refere, em comunicado, que a primeira fase de concursos QREN para 2011

“constitui mais uma janela de oportunidade” para a internacionalização das Pequenas e Médias Empresas (PME) da região. A iniciativa é organizada pelo PO Algarve 21 e conta

com as colaborações da rede Enterprise Europe Network e da Câmara de Lagoa. Os programas podem ser consultados no site: www.poalgarve21.qren.pt. RC/LUSA

PARCHAL - FERRAGUDO

Nova estrada melhora acesso entre freguesias A NOVA ESTRADA, entre a Bela

Vista, na Freguesia do Parchal, e a Quinta dos Poços, em Ferragudo, no concelho de Lagoa, com a extensão de um quilómetro, obra designada por “Empreitada de Construção da Estrada da Quinta dos Poços/Bela Vista - 2.ª Fase”, foi aberta à circulação rodoviária na passada sexta-feira.

Esta fase da obra é caracterizada pela implantação de um nó rodoviário, apoiado numa geometria de duas intersecções circulares que se articulam entre si e um parque de estacionamento para apoio ao Estádio Municipal de Bela Vista (Parchal), com capacidade para 125 veículos, que inclui

espaços para utentes com mobilidade reduzida. O referido nó permite todos os movimentos de viragem e vai passar a constituir o principal acesso sul à Quinta dos Poços, na freguesia de Ferragudo, tornando-se numa via de primordial importância na estratégia do desenvolvimento

da área, facultando a circulação inter-freguesias. A empreitada foi adjudicada pela Câmara de Lagoa, pela importância de um milhão e 439 mil euros, ao Consórcio Algarestradas - Construção de Estradas e Obras Públicas, S.A. / Vibeiras - Sociedade Comercial de Plantas, S.A..


16    |  31 de Março de 2011

Central de Cervejas colabora na promoção da freguesia homónima da marca

Cerveja Sagres promove Sagres A Câmara de Vila do Bispo anunciou a intenção de aprovar um protocolo de colaboração com a Central de Cervejas (Sagres) e a PromoSagres, que visa promover o projecto “Sa-

gres in Sagres”. Segundo a autarquia, este é um projecto estratégico de desenvolvimento do concelho, que tem como objectivo consolidar a marca Sagres dentro do territó-

rio nacional e no estrangeiro. História e património; ecologia e desporto; gastronomia e hotelaria; sustentabilidade e tecnologia; música e cultura; e desenvolvimento pessoal e es-

lagos aljezur vila do bispo Subsídios

Câmara dá 53 mil euros a associações d.r.

d.r.

piritual são as áreas consideradas fulcrais para a concretização desta iniciativa, ficando, assim, assente que as partes envolvidas no projecto vão trabalhar em conjunto para levar a bom

porto a execução do mesmo Ficou ainda assente que a autarquia vai convidar a Entidade Regional de Turismo do Algarve (ERTA) para integrar a lista dos promotores da iniciativa.

Novela no Turismo do Algarve promete durar pág. 18

PSD/Lagos concorda com saneamento financeiro da Câmara Liderança social-democrata diz que empréstimo deveria ser superior aos seis milhões de euros avançados por Júlio Barroso

 Escavações arqueológicas entre as iniciativas apoiadas

A Câmara de Aljezur assi-

nou protocolos com diversas associações do concelho, que garantem apoios de 53 mil euros para comparticipação de projectos aprovados em sede da comissão de avaliação. Foram destacadas as iniciativas de âmbito desportivo que fazem prevalecer a formação e o colectivo, caso das equipas de futebol de escalões de formação do Juventude Clube Aljezurense e da sua secção de patinagem. Nas actividades recreativas e culturais, foram apoiadas as iniciativas de cariz popular com

Aljezur recicla óleos alimentares  O município de Aljezur estabeleceu com uma empresa privada, um protocolo para a instalação de contentores de recolha de óleos alimentares usados. O protocolo, que vai ter a vigência de cinco anos, vai permitir ao concelho dispor para já de oito contentores de acordo com a legislação em vigor, sendo que até Dezembro de 2013, serão garantidos oleões em todos os ecopontos e ilhas ecológicas do município.

maior abrangência e que constituam fonte de rendimento para as associações, caso das festas de Verão do Clube dos Amigos da Carrapateira, do Festival de Folclore do Rogil, da Feira do Livro de Aljezur em parceria com a Tertúlia, assim como da Festa dos Povos. Destaque também para mais uma campanha de escavações arqueológicas a desenvolver em parceria com a Associação Silos. Para além da comparticipação financeira, as associações vão receber apoio logístico.

Do Algarve à Noruega em bicicleta  O Cabo de São Vicente, em Sagres, acolhe, às 10.30 horas de 7 de Abril, a partida para a Transeurop Bike 2011. A iniciativa, organizada pela Associação Vocasports, tem como destino o Cabo Norte, na Noruega, e conta com dois ciclistas, Christian Lajoumard e Alain Gautier, que ao longo de 90 dias vão percorrer mais de oito mil quilómetros e 17 países. A chegada ao destino está prevista para o dia 3 de Julho.

d.r.

Ricardo Claro/Lusa ricardoc.postal@gmail.com

O presidente da concelhia do PSD/Lagos concorda com

a necessidade de um Plano de Saneamento Financeiro (PSF) para a Câmara, mas defende que o valor a sanear é muito maior do que o apontado pelo presidente da autarquia Júlio Barroso. De acordo com Rui Machado de Araújo, presidente da estrutura local dos socialdemocratas, em declarações ao POSTAL, “sem dúvida que é preciso um Plano de Saneamento Financeiro na situação em que a Câmara se encontra actualmente”, mas para o responsável do PSD/Lagos, “o valor do PSF deveria ultrapassar em muito os seis milhões de euros defendidos pelo presidente da Câmara”. Júlio Barroso aponta para uma dívida de curto prazo da ordem dos 22 milhões de euros, apesar de dizer que “a situação está a ser estudada pelos serviços autárquicos”. O autarca diz ainda que destes 22 milhões, 16 estão já em regime de acordo com os credores para pagamento no prazo de três anos, pelo que o PSF teria um valor a rondar os seis milhões.

PSD aprova dependendo do conteúdo Segundo Rui

Machado de Araújo, o valor abrangido pelos acordos e outras dívidas ainda não completamente apuradas deveriam ser incluídas no PSF, uma vez que, no caso dos acordos, “estes existem efectivamente, mas não deixam de pesar sobre as contas do município”. Para o líder dos social-democratas lacobrigenses é extemporâneo pôr em cima da mesa a necessidade de um Plano de Reequilíbrio Financeiro - situação mais gravosa do que a de saneamento financeiro apesar de considerar que seria “um prazo de empréstimo superior a 12 anos (limite máximo dos empréstimos contraídos ao abrigo de um PSF) seria conveniente”. Para aprovar o PSF, a Câmara de Lagos necessita de fazer passar o plano pela aprovação da Assembleia Municipal, algo que não trará problemas aos socialistas, que contam com a maioria absoluta naquele órgão com 19 deputados (seis dos quais presidentes das Juntas de Freguesia), quando a oposição conta apenas com oito entre PSD (5), CDU (1), Bloco de Esquerda (1) e CDS-PP (1). Rui Machado de Araújo adiantou ao POSTAL que, no plano dos conceitos, o PSD/ Lagos viabilizará um PSF na AM, mas que o sentido da votação dependerá do conteú-

 Júlio Barroso diz que dificuldades devem-se à quebra de IMT do do plano a apresentar pela Câmara.

Três Câmaras da região recorrem a programas de saneamento Na origem das dificuldades financeiras da autarquia de Lagos está, de acordo com Júlio Barroso, “a actual conjuntura económica”, em particular as quebras nas receitas do Imposto sobre a Transmissão Onerosa de Imóveis (IMT). De acordo com o autarca, “ a Câmara deixou de receber cerca de 30 milhões de euros, nos últimos três anos”, uma situa-

ção que se repete por toda a região, em particular nos municípios do litoral muito habituados a viver com as receitas resultantes dos investimentos imobiliários, cujo mercado está estagnado. Com Lagos são já três os municípios algarvios que recorrem aos regimes de excepção da Lei das Finanças Locais para sanearem as suas contas. Portimão iniciou em Julho do ano passado a preparação de um PSF e Faro, numa situação mais grave, abriu caminho em Novembro passado a um Plano de reequilíbrio Financeiro.


31 de Março de 2011 |

17

REGIÃO Ministério da Saúde reafirma necessidade do Hospital Central

CONSULTÓRIO DO CONSUMIDOR Vendas em feiras

Unidade é necessária para colmatar “resposta insuficiente do Serviço Nacional de Saúde no Algarve” O SECRETÁRIO de Estado Ad-

junto e da Saúde reafirmou na passada segunda-feira a importância da construção do Hospital Central do Algarve, já que “não há resposta suficiente” do Serviço Nacional de Saúde (SNS) na região. “Não há resposta suficiente do SNS no Algarve”, afirmou Manuel Pizarro numa conferência de imprensa, em Lisboa, justificando assim a diminuição em 8,2 % do número de cirurgias realizadas na região entre 2009 e 2010. De acordo com o relatório do Sistema Informático de Gestão da Lista de Inscritos para Cirurgia (SIGLIC), no mesmo dia apresentado, no país o número de cirurgias tem vindo a crescer: em 2006 realizaram-se

345 mil e 321 operações, número que subiu para 475 mil e 293 em 2009 e para 482 mil e 928 em 2010, um aumento de 39,8% em cinco anos. No entanto, em 2010, foram feitas 16 mil e 926 operações no Algarve, menos 8,2% do que no ano anterior. O secretário de Estado salientou a importância da construção do Hospital Central do Algarve para contrariar estes dados. A ministra da Saúde, Ana Jorge, disse em Dezembro passado esperar ter “luz verde” para a construção do Hospital Central do Algarve no início deste ano, porque representa uma “mais-valia para a saúde” e permitirá conter custos. JRS/HN

LUIS FORRA

A DECO responde...

 Manuel Pizarro salienta a importância da construção do Hospital Central do Algarve

PEDRO SOROMENHO “ENSINA” SEGURANÇA RODOVIÁRIA

CENTRO DE REPRODUÇÃO ACOLHE 19 ANIMAIS

“Porque é que animais não conduzem?” Quatro crias de lince morreram em Silves chega às escolas algarvias O ESCRITOR e ilustrador Pedro

Seromenho está a percorrer, desde a passada terça-feira e até ao próximo dia 8 de Abril, escolas e bibliotecas municipais dos concelhos de Faro, Albufeira, Olhão, Tavira, Monchique e Aljezur, para apresentar o novo livro infantil “Porque é que os animais não conduzem?”. O autor vai partilhar com mais de mil e 500 pequenos leitores a promoção do livro. Nas livrarias desde segunda-feira, a obra alerta os mais novos para a segurança rodoviária. Utilizando exemplos de comportamentos habituais dos animais, Pedro Seromenho mostra como as regras e os sinais de trânsito são importantes para a segurança de todos. Regras que os animais não conseguem cumprir, como no caso do touro que não pode conduzir porque enlouquece com o sinal vermelho.

D.R.

LIVRO CONQUISTA PEQUENOS E GRAÚDOS O livro de Pedro

Seromenho tem recebido críticas muito positivas no que diz respeito à forte componente pedagógica que detém e já conquistou miúdos e graúdos. A obra esta a ser avaliada pela comissão do Plano Nacional de Leitura. “Ensinar divertindo” é o objectivo do autor. “A segurança rodoviária é o exemplo de um tema que para as crianças é, à partida, monótono e formal, uma vez que se trata sobretudo de regras. Mas bem trabalhado, com esta vertente lúdica, torna-se divertido e faz com que aprendam sem sequer se aperceberem disso”, explicou. “Porque é que os animais não conduzem?” é a primeira obra editada pela Paleta de Letras, vocacionada exclusivamente para a literatura infanto-juvenil.

“Costumo frequentar diversas feiras, no entanto não tenho noção se existem algumas obrigações que os feirantes têm de respeitar na venda ao público.”

Programa: 1 de Abril – Escola Básica 2, 3 Paio Peres Correia, em Tavira; 2 de Abril - Livraria Leia - Portimão (11 horas) e Empresa MSCar - Faro (15 horas); 4 de Abril – Escola Básica 2, 3 Colos, em Odemira; 5 e 6 de Abril – Bombeiros Municipais de Monchique; 7 e 8 de Abril – Bombeiros Municipais de Olhão.

Quatro crias de lince ibérico morreram este mês no Centro Nacional de Reprodução do Lince Ibérico de Silves (CNRLIN), duas das quais por hipotermia, 12 horas após o nascimento, abandonadas pela progenitora. Segundo o sítio da internet do CNRLI, a morte das duas crias do sexo feminino, nascidas a 28 de Fevereiro, “está directamente associada ao abandono pela mãe e às consequentes hipotermia e hipóxia”, enquanto as outras duas ocorreram a 11 de Março, resultantes de um “aborto antes do prazo previsto para o parto”. O CNRLI, sob a responsabilidade do Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade (ICNB), integra a rede de centros de reprodução da espécie. De acordo com o sítio do CNRLI, a fêmea “Biznaga” registou os primeiros sinais de

parto ao 64.º dia de gestação, tendo abandonado a primeira cria cerca de duas horas após o parto, “sempre sob a vigilância” da equipa do centro. “O protocolo de actuação para o abandono de ninhadas aconselha a que se esperem até duas horas antes de tomar a decisão de intervir para salvar crias que não estão a ser bem atendidas pela mãe”, lê-se na página da internet daquele centro. A intervenção da equipa do CNRLI verificou quando a progenitora abandonou a segunda cria, recolhendo os dois recém-nascidos, transportando-os para a sala artificial, onde foram “reanimadas e colocadas em incubadoras” oferecidas pela Maternidade Alfredo da Costa. Contudo, 12 horas após a sua recuperação, “ficou patente que os danos eram já demasiado extensos” e ambas as crias acaJPC baram por morrer.

O Decreto-Lei n.º 42/2008, de 10 de Março, defi ne feira como o evento autorizado pela autarquia que se organiza periodicamente no mesmo espaço e junta vários agentes de comércio a retalho que exercem a actividade de feirante. Por outro lado, feirante é a pessoa singular ou colectiva, portadora do cartão de feirante, que exerce de forma habitual a actividade de comércio a retalho em espaços, datas e frequência determinados pelas respectivas autarquias. O exercício desta actividade só é permitido aos portadores de um cartão de feirante actualizado e nos recintos previamente autorizados. Para além do cartão, os feirantes deverão ter facturas ou documentos equivalentes, comprovativos da aquisição de produtos para venda ao público, para além de recibos para poderem entregar aos consumidores, caso se venha a verificar algum defeito no bem adquirido pelo consumidor. Os preços devem estar devidamente afixados, para que sejam facilmente visíveis e perfeitamente legíveis. Estes preços, independentemente da unidade de medida, devem referir-se sempre ao valor total, devendo incluir todos os impostos e taxas. É proibida aos feirantes a venda de bebidas alcoólicas junto de estabelecimentos escolares do ensino básico e secundário. São, ainda, sempre proibidas a venda em feiras de medicamentos e especialidades farmacêuticas, aditivos para alimentos para animais e outros aditivos, armas e munições, pólvora e materiais explosivos, combustíveis e moedas ou notas de banco, excepto quando o ramo de actividade do lugar de venda corresponda à venda desse produto destinado unicamente para o coleccionismo. As entidades fiscalizadoras são a ASAE quanto ao exercício da actividade económica e as Câmaras Municipais quanto ao cumprimento dos regulamentos de funcionamento de feiras.


18    |  31 de Março de 2011

região

Novela no Turismo do Algarve promete durar Pina responde a providência cautelar enquanto nota do ministro das Finanças chega à ERTA Ricardo Claro/Lusa ricardoc.postal@gmail.com

Muita água vai correr para

decidir quem se vai efectivamente sentar na cadeira do poder no Turismo do Algarve e as informações e interpretações cruzadas em nada ajudam ao entendimento da questão na sua complexidade. O POSTAL falou esta quarta-feira, dia 30, com António Pina, que confirmou ter sido notificado pelo Tribunal Administrativo de Loulé no âmbito da providência cautelar interposta por Nuno Aires, que visa a nulidade e suspensão de feitos do acto de reintegração de Pina na presidência praticado a solo por Elidérico Viegas. Quer Pina, quer Elidérico Viegas responderam ao tribunal na passada terça-feira, dia 29, opondo-se ao decretamento provisório da providência e reservando-se o direito de deduzir oposição à mesma mais tarde. O POSTAL teve acesso à notificação enviada pelo Tribunal de Loulé, que nunca decreta a suspensão do acto de reintegração de Pina, bem como, não determina que quaisquer actos por este praticados sejam ineficazes ou que esteja

inibido de os praticar. O que põe em causa o teor do documento a que a Lusa teve acesso e que circula na Entidade Regional de Turismo do Algarve (ERTA), que, de acordo com a agência noticiosa diz que os visados [Elidérico e Pina] “estão impedidos de praticar quaisquer actos” que decorram da reintegração de António Pina.

A nota do ministro Teixeira dos Santos Quanto à notícia

veiculada na comunicação social de que existiria uma posição do ministro de Estado e das Finanças sobre a questão de Pina ocupar a presidência da ERTA enquanto aposentado, esta não é um facto que em definitivo seja vinculativo, pelo menos por enquanto. O POSTAL teve acesso aos documentos em questão. Existe efectivamente uma nota do Gabinete do ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, documento que resulta de um pedido feito pelo Gabinete do secretário de Estado do Turismo, Bernardo Trindade, para que nos termos solicitados pelo Turismo de Portugal, o Ministério das Finanças se pronunciasse sobre a possibilidade de Pina como aposentado vir

a ocupar o cargo de presidente da ERTA. A nota do gabinete de Teixeira dos Santos não tem aposta a assinatura do ministro e chegou à ERTA com um despacho de Bernardo Trindade que se limita a dizer, “Visto, remeta-se para conhecimento da Entidade Regional de Turismo do Algarve”, sem definir se é para se fazer cumprir ou se produz quaisquer efeitos em concreto. Na nota do gabinete do ministro das Finanças pode ler-se que “não é legalmente admissível (…), o exercício de qualquer função pública, por aposentados como seja a de presidente de Entidade Regional de Turismo, sem que o ministro de Estado e das Finanças o autorize previamente”. Acrescenta ainda o documento que “a exigência de autorização prévia significa que o dever de pedido para o exercício de tais funções deve ser anterior ao acto de nomeação, designação, contratação ou eleição” e que o carácter da autorização do ministro não é automático porque cumulativamente deve o exercício das funções pelo aposentado ser considerado de “interesse público excepcional”. A nota do Ministério de Tei-

d.r.

 António Pina vai manter-se “reservado” até à decisão do tribunal xeira dos Santos diz ainda que “a renúncia à remuneração de determinada função pública, como seja a de presidente de Entidade Regional e Turismo, não dispensa a autorização prévia” do ministro. António Pina afirmou ao POSTAL que respeita a nota do ministro, mas que “é apenas uma nota de esclarecimento e não uma decisão”, adiantando ter dado mais esta situação a conhecer ao seu advogado

que cuidará do assunto pelos meios próprios.

Nuno Aires ‘retoma’ a presidência depois das férias Enquanto António Pina optou por não comparecer na passada segunda-feira na Entidade Regional de Turismo do Algarve (ERTA), Nuno Aires interrompeu as suas férias e regressou como presidente, disse o próprio à Lusa. “A partir do momento em

que António Pina foi citado pelo tribunal, todos os actos tomados desde o dia 14 são nulos”, argumenta Aires, defendendo que a clarificação do caso “só se consegue com a marcação de eleições”. Pina reclama também a presidência da entidade, mas revelou à Lusa que vai manterse “reservado” até à decisão do tribunal para evitar situações “desagradáveis”, classificando o ambiente vivido na ERTA como “pantanoso”. Elidérico Viegas garantiu, por seu turno, que vai acatar a decisão do tribunal, mas continua a afirmar-se “profundamente convencido” que tomou a atitude mais correcta no âmbito das suas competências e dos estatutos da entidade. Viegas recebeu entretanto uma carta assinada por dois dos membros da AssembleiaGeral a que preside - o reitor da Universidade do Algarve e o presidente da CCDR/Algarve –, a sugerir a abertura de um novo processo eleitoral. A polémica em torno da presidência da entidade deverá ser um dos pontos em debate na próxima Assembleia-Geral ordinária da entidade, marcada para quinta-feira, apesar de a ordem de trabalhos não o prever.

CitroËn domina em equipas

Francês Sébastien Ogier repete vitória no Rali de Portugal d.r.

O francês Sébastien Ogier,

em Citroën DS, repetiu no passado domingo o triunfo no Rali de Portugal, que arrancou na passada quinta-feira, com uma Super Especial em Lisboa, e teve no Algarve as suas etapas mais competitivas. Por marcas, a Citroën foi a grande vencedora. A marca gaulesa desfez assim todas as dúvidas, depois da vitória da Ford no rali inaugural, na Suécia, e de algum equilíbrio no Rali do México, em que Ogier abandonou já na recta final, tendo somado mais uma “dobradinha” no rali português e colocado o francês Sébastien Loeb no topo do campeonato, com os mesmos

 Francês consegue segundo triunfo consecutivo em terras lusas pontos do finlandês Mikko Hirvonen (Ford Fiesta). O Rali de Portugal foi em grande parte também positi-

vo para o português Armindo Araújo, que, até metade da segunda etapa, rodou bastante bem no estreante Mini John

Cooper S2000, onde chegou a andar no sétimo posto da geral, mas o motor traiu o piloto luso, que foi obrigado a abandonar. Na frente, a Ford ainda tentou contrariar o poderio da Citroen e chegou ao final da primeira etapa com os dois carros no comando, mas era mesmo assim uma liderança mais consentida do que conseguida, já que os Citroen optaram por levantar o pé para não terem de abrir a estrada na segunda etapa. A táctica da marca gaulesa foi mesmo a mais eficaz, já que, logo no arranque da segunda etapa, no sábado, co-

meçaram a registar os melhores tempos, tendo depois sido beneficiados pelos azares, ou problemas de fiabilidade, dos Ford. Primeiro foi Hirvonen a perder tempo com um furo - Loeb ainda reclamou com o facto de Hirvonen ter trocado o pneu em plena especial, fazendo-o perder tempo - que logo depois viria a partir a suspensão, situações que o deixaram completamente fora da luta pela vitória. Mais tarde, o outro finlandês da ford, Jari-Matti Latvala, ficou também definitivamente afastado da luta devido a problemas com uma transmissão do seu carro.

Última etapa para “cumprir calendário” Indiferentes aos

azares da concorrência, os dois Citroën partiram no domingo para cumprirem calendário, Loeb chegou a afirmar que não arriscaria na “power stage”, mas o facto é que o heptcampeão mundial foi o mais rápido no último troço cronometrado, ganhando os três pontos extra, que lhe permitem igualar Hirvonen na frente do mundial. Com o afastamento de Araújo, Bruno Magalhães (Peugeot 207) ficou comodamente instalado na posição de melhor português e carro S2000, que soube manter e defender na VR derradeira etapa.


31 de Março de 2011  |   19

1

exercício

1.2

3.2

exercício

4.1

exercício

exercício

exercício

exercício

2.1

exercício

4.2

exercício

2.2

exercício

5.1

3.1

exercício

5.2

descubra a Saúde que há em Si

www.corporeus.pt “Realize o circuito 3 vezes, num total de 15 repetições em cada exercício”. Por César Martins

lazer livros

agenda cultural Albufeira Teatro Peça “O Primeiro”, pela ACTA – A Companhia de Teatro do Algarve, quinta-feira às 15.30 horas, sexta-feira e sábado às 21.30 horas, no Auditório Municipal.

Aljezur Pintura e Desenho Exposição de Orlando Pompeu, segunda-feira, das 10 às 15.30 horas; de terça a sexta-

agenda cinema FARO Forum Algarve SBC 289 887 212 Os Agentes do Destino (m/12) | Sala 1 | 14h10,18h50,21h10(diariamente),23h30 (Sex e Sáb) >> Zé Colmeia (m/6)| Sala 1 | 16.40 (diariamente), 10h15, 12h10 (Sáb e Dom)>> O Profissional (m/16) | Sala 2 | 19h35, 22h10 (diariamente), 00h15 (Sex e Sáb) » Winx 2* (m/6) | Sala 2 | 15h05, 17h15 (diariamente), 10h40, 12h45 (Sáb e Dom) >> Rédea Solta* (m/12) | Sala 3 | 14h50, 17h10, 19h30, 21h50 (diariamente), 00h10 (Sex e Sáb), 12h30 (Sáb e Dom) » Gru - O Maldisposto (m/6) | Sala 3 | 10h10 (Sáb e Dom) » Mundo Surreal* (m/12) | Sala 4 | 13h50, 16h25, 18h55, 21h20 (diariamente), 23h55 (Sex e Sáb), 11h10 (Sáb e Dom) »AgenteDisfarçado *(m/12) | Sala 5 | 14h20, 16h45, 19h10, 21h35 (diariamente), 00h00 (Sex e Sáb), 11h50 (Sáb e Dom) » Sou o Número 4 (m/12| Sala 6 | 14h25 16h50,

feira, das 10 às 18 horas; sábado, das 11 Às 18 horas, no Espaço +. Até 17 de Abril.

Faro Conferência “Projectos no Jardim de Infância”, quinta-feira, dia 31, às 18 horas, na Biblioteca Municipal.

Lagos Música Concerto de Beneficência com Quintessence, sábado às 21.30

horas, no Centro Cultural de Lagos.

Loulé Pintura Exposição de Thomas Whitelaw, “Portugal in Watercolors”, na Galeria de Arte Praça do Mar. Até 1 de Maio.

Olhão Pintura Exposição de Ana Martins,

“Peixes e Aves da Ria Formosa”, diariamente, das 9.30 às 16.30 horas, na Ecoteca (Chalé João Lúcio, Pinheiros de Marim). Até 30 de Abril.

Portimão

19h15, 21h40 (diariamente), 00h05 (Sex e Sáb) » Gnomeu e Julieta (m/6) | Sala 7 | 14h00, 16h00, 18h00 (diariamente), 10h00, 12h00 (Sáb e Dom) » Época das Bruxas (m/16) | Sala 7 | 20h00, 22h15 (diariamente), 00h25 (Sex e Sáb) » Rango (m/6) | Sala 8 | 15h15, 17h40 (diariamente), 10h20, 12h50 (Sáb e Dom) » Homens de Negócios (m/12) | Sala 8 | 20h05, 22h20 (diariamente), 00h40 (Sex e Sáb) » Rango (m/6) | Sala 9 | 10h30 (Sáb e Dom) » O Discurso do Rei (m/12) | Sala 9 | 13h45, 16h15, 18h45 » O Ritual (m/16) | Sala 9 | 21h15 (diariamente), 23h50 (Sex e Sáb) albufeira AlgarveShopping 289 560 351 GnomeueJulieta (m/6) | Sala 1 | 12h55, 15h00, 17h00, 19h00 » O Ritual (m/16)| Sala 1 | 21h00, 23h40* » Winx 2* (m/6) | Sala 2 | 13h05, 15h10, 17h10, 19h10 »

Os Agentes do Destino (m/12) | Sala 2 | 21h10, 23h35* » Época das Bruxas (m/16) | Sala 3 | 21h05, 23h30* » Sou o Número 4 (m/12) | Sala 3 | 12h50, 15h45, 18h10 » Manhãs Gloriosas (m/12) | Sala 4 | 13h15, 16h10, 18h40, 21h35, 00h00* » Rango (m/6) | Sala 5 | 13h25, 16h05 » O Profissional (m/16) | Sala 5 | 18h25, 21h40, 00h10* » Justin Bieber: Never Say Never (m/12) | Sala 6 | 13h10, 15h55, 18h35, 21h15, 23h50* » Agente Disfarçado* (m/12) | Sala 7 | 13h20, 16h15, 18h45, 21h30, 00h05* » Mundo Surreal* (m/12) | Sala 8 | 13h30, 16h00, 18h30, 21h25, 23h55* » Rédea Solta (m/12) | Sala 9 | 13h00, 15h50, 18h20, 21h20, 23h45* * Sessão à Sex e Sáb Olhão C. C. Ria Shopping 289 703 332 JustinBieber:NeverSayNever (m/12)

Pintura Exposição de José Pires, “O Jardim no Estendal, Musas e Estrelas”, no Zem Arte – Armazém de Arte. Até 27 de Abril.

Tavira

Música “Foge Foge Bandido”, Manuel Cruz, sábado às 21.30 horas, no Grande Auditório Nuno Mergulhão do TEMPO – Teatro Municipal de Portimão.

de 31 de Março a 6 de Abril de 2011

São Brás

Fotografia Exposição de Luís Ramos, “Lapso de Tempo”, de terçafeira a sábado, das 10 às 12.30 e das 14 às 17.30 horas; no Palácio da Galeria. Até sábado.

* Estreias

| Sala 1 | 15h30, 18h30, 21h30 (diariamente), 23h45 (Sex e Sáb) » Época de Bruxas (m/12) | Sala 2 | 15h25, 18h25, 21h25 (Seg a Sex), 13h00, 15h25, 18h25, 21h25 (Sáb e Dom), 23h45 (Sex e Sáb) » Rango (m/6) Sala 3 | 15h15, 18h15 (Seg a Sex), 10h45, 13h00, 15h15, 18h15 (Sáb e Dom) » Indomável (m/12) | Sala 3 | 21h15 (diariamente), 23h30 (Sex e Sáb)

Mundo Surreal*(m/12) | Sala 5 | 13h30, 16h00, 18h40, 21h30, 23h55* » Gnomeu e Julieta (m/6) Sala 6 | 13h10, 15h20, 17h30, 19h40 » Época das Bruxas (m/16) | Sala 6 | 22h00, 00h15* * Sessão à Sex e Sáb

Portimão C. C. Continente 282 418 180

O Profissional (m/12) | Sala 1 | 15h30, 18h00, 21h30 (diariamente), 00h00 (Sex e Sáb) » Gnomeu e Julieta (m/6) Sala 2 | 14h00, 15h45, 18h15 » Rédea Solta (m/12) | Sala 2 | 21h45 (diariamente), 00h00 (Sex e Sáb)

Winx 2* (m/6) | Sala 1 | 13h00, 15h10, 17h20, 19h30 » Os Agentes do Destino (m/12) | Sala 1 | 21h50 » O Ritual (m/16) | Sala 2 | 13h20, 15h50, 18h30, 21h20, 23h50* » Sou o Número 4 (m/12) | Sala 3 | 21h20, 23h40* » Rango (m/6) | Sala 3 | 13h50, 16h20, 19h00 » Rédea Solta (m/12) | Sala 4 | 13h40, 16h10, 18h50, 21h40, 00h00* »

Cinemas de Portimão 282 411 888

tavira Cine-Teatro António Pinheiro 281 320 594 O Último Verão da Boyita (m/12), 21h30 (Qui)

(de 21/03 a 20/04) Vai sentir-se tentado a passar muito tempo com amigos. Não dê importância a pormenores. Evite conflitos com colegas.

Balança (de 23/09 a 22/10) Poderá passar por algumas dificuldades sobretudo de índole afectiva. Sector laboral facilitado dado que não ocorrem influências negativas.

Londres, 18 9 0 . O que começa como auma noite de diversão acaba em tragédia. Numa glamorosa recepção oferecida pelo duque e pela duquesa de Albemarle, toda a alta sociedade londrina se encontra presente, incluindo o Príncipe de Gales, que considera os Albemarle seus amigos próximos. Autor: Gyles Brandreth

Cultive Alimentos no Seu Apartamento Cer tamente ficaria surpreendido se soubesse quanto um pequeno pedaço de terra consegue produzir. Um tomate de aspecto tão delicioso que só apetece apanhá-lo e comêlo de imediato, a fragrância das ervas aromáticas que perfumam o ar, um figo a rebentar de maduro. As maravilhas com que o solo nos brinda estão à mão de semear de qualquer pessoa, até do citadino mais ocupado. Autora: Maria Finn

horóscopo Carneiro

Oscar Wilde e os Crimes do Vampiro

Touro (de 21/04 a 20/05) Viva esta semana tranquilamente; não há alterações desagradáveis na vida sentimental. Conseguirá pôr cobro a alguma desordem.

Escorpião (de 23/10 a 21/11) Pense bem antes de fazer promessas ou assumir compromissos. Defina metas com muito rigor e tente concluir acordos.

Gémeos (de 21/05 a 20/06) Deve desenvolver atitudes meigas e dedicadas. Faça restrições sobretudo em gastos com terceiros que não sejam de grande necessidade.

Sagitário (de 22/11 a 21/12) Terá de exercer uma escolha; não se aconselham dualidades sentimentais. Terá respostas favoráveis a melhores condições de trabalho.

Caranguejo (de 21/06 a 22/07) Discipline-se pois está sujeito períodos de grande tensão. Certifiquese pessoalmente de tudo o que diga respeito à sua vida profissional.

Capricórnio (de 22/12 a 19/01) Recordações e pensamentos mal conduzidos podem incomodá-lo. Precisa de estar melhor preparado ou informado para evitar erros.

Leão (de 23/07 a 22/08) Não tente ser perfeito; mostrar-se como é será a melhor forma de ser amado. Reveja as suas formas de actuação; há necessidade de evolução.

Aquário (de 20/01 a 18/02) Poderá passar bons momentos com alguém especial. Tenha a maior atenção aos seus bens e pertences pois está sujeito a danos ou perdas.

Virgem (de 23/08 a 22/09 ) Para trás, nos amores, vai ficar uma conjuntura menos positiva. A sua vida profissional assume contornos de grande tensão e dificuldades.

Peixes (de 19/02 a 20/03) Mostre que dentro de si bate um coração apaixonado. Não deixe que nada escape ao seu controlo; se quer bons resultados faça você mesmo.


20 | 31 de Março de 2011

ANÚNCIOS I CLASSIFICADOS

Farmácias de Serviço QUINTA

SEXTA

SÁBADO

DOMINGO

SEGUNDA

TERÇA

QUARTA

ALBUFEIRA

Alves Sousa

Alves Sousa

Santos Pinto

Santos Pinto

Santos Pinto

Santos Pinto

Santos Pinto

ARMAÇÃO DE PÊRA

Sousa Coelho

Edite

Edite

Edite

Edite

Edite

Edite

FARO

Alexandre

Crespo

Palma

Almeida

Montepio

Higiene

Caniné

LAGOA

Lagoa

Lagoa

José Maceta

José Maceta

José Maceta

José Maceta

Oliveira

LAGOS

Ribeiro

Lacobrigense

Silva

Telo

Neves

Ribeiro

Lacobrigense

LOULÉ

Pinheiro

Pinto

Avenida

Martins

Chagas

Pinheiro

Pinto

MONCHIQUE

Moderna

Moderna

Moderna

Moderna

Hygia

Hygia

Hygia

OLHÃO

Progresso

Olhanense

Nobre

Brito

Rocha

Pacheco

Progresso

PORTIMÃO

Amparo

Arade

Guilherme

Central

Mourinha

Moderna

Carvalho

QUARTEIRA

Miguel

Miguel

Algarve

Algarve

Algarve

Algarve

Algarve

SÃO BART. DE MESSINES

Sequeira

Sequeira

Sequeira

Sequeira

Algarve

Algarve

Algarve

SÃO BRÁS DE ALPORTEL

Dias Neves

S. Brás

Dias Neves

Dias Neves

Dias Neves

S. Brás

Dias Neves

SILVES

Guerreiro

Guerreiro

Guerreiro

João de Deus

João de Deus

João de Deus

João de Deus

TAVIRA

Sousa

Montepio

Maria Aboim

Maria Aboim

Central

Felix

Sousa

VILA REAL de STº ANTÓNIO

Pombalina

Pombalina

Carrilho

Carrilho

Carrilho

Carrilho

Carrilho

Acordos com:

Medis, Multicare, C.G.D.

ACUPUNCTURA FISIOTERAPIA OSTEOPATIA Desconto 30% valor consulta em sede de IRS; Protocolos com diversas entidades. Junto às Ruínas de Milreu 8005-443 ESTOI-FARO

Web: http://osteofala.weebly.com · Tlm: 969 260 836

Tractor - Rega, Lda


ANÚNCIOS I NECROLOGIA ALUGA-SE Apartamento T0 Luz-Tavira Contactar: 918 617 269

PRECISA

21

funerariapviegas@sapo.pt

Fisioterapia e Massagens

Empresa recomendada

Tratamentos a: Tromboses Lesões desportivas Má circulação Entorses Roturas mialgias e distensões musculares Artroses Ciáticas Cinesioterapia vertebral Problemas da coluna vertebral Cervicalgias dorsalgias e lombalgias Hérnias discais

de farmacêutico-adjunto Contacto: 281 325 846

DESINFESTAÇÕES, LDA. Olhão

funerariapedro@sapo.pt funeraria_pedro@sapo.pt

Rui Gonçalves

Farmácia em Tavira

31 de Março de 2011 |

TAVIRA Rua Dr. Miguel Bombarda n.º 25 Tel. - 281 323 983 - 281 381 881 LUZ DE TAVIRA EN 125, n.º 32 – Tel. - 281 961 455 VILA REAL STO. ANTÓNIO Rua 25 de Abril n.º 32 – Tel. - 281 541 414 FUNERÁRIA PATROCÍNIO Tlm. - 968 685 719 Rua João de Deus, n.º 86 – Tel. -281 512 736

Tratamento com Indiba, novidade em Portugal

RESPONSÁVEL TÉCNICO IDALÉCIO PEDRO Tlm. - 964 006 390

Na Casa da Matilde - Montepio-Artístico Tavirense

Serviços Fúnebres Urna pinho estofada – 500 € Urna pinho e caixão zinco estofado – 900 € OFERTA de coroa de flores artificiais, cartões memoriais e livro de condolências

Rua Tenente Couto nº. 4, 6 – 8800-379 Tavira Tel. 281 325 846 – Fax: 281 322 314

Solicite orçamento antes de decidir

ASSOCIAÇÃO LAR-JARDIM DE INFÂNCIA CARLOS ALBERTO COELHO LIMA

NOTARIADO PORTUGUÊS JOAQUIM AUGUSTO LUCAS DA SILVA

NOTÁRIO em TAVIRA Nos termos do Artº. 100, nº. 1, do Código do Notariado, na redacção que lhe foi dada pelo Dec-Lei nº. 207/95, de 14 de Agosto, faço saber que no dia vinte e cinco de Março de dois mil e onze, de folhas cento e uma a folhas cento e duas verso, do livro de notas para escrituras diversas número cento e cinquenta – A, deste Cartório, foi lavrada uma escritura de justifi cação, na qual: JOÃO GREGÓRIO DE SOUSA HORTA, NIF 101.602.731 e mulher MARIA JULIANA PALMEIRA, NIF 123.344.514, ambos naturais da freguesia de Santo Estêvão, concelho de Tavira, casados sob o regime da comunhão geral de bens, residentes na Rua Bernardino Augusto Xavier, número 18, 1.º, Baixa da Banheira, Moita, declararam: Que, com exclusão de outrem, são donos e legítimos possuidores do prédio urbano, composto por edifício térreo com vários compartimentos, destinado a habitação, sito em Malhão, Cruz do Areal, freguesia de Santo Estêvão, concelho de Tavira, com a área de sessenta metros quadrados, a confrontar do norte, sul, nascente e poente com o próprio, inscrito na matriz sob o artigo 239, com o valor patrimonial tributário de 243,77 m e atribuído de nove mil euros, não descrito na Conservatória do Registo Predial de Tavira. Que adquiriram este prédio, já no estado de casados, no ano de mil novecentos e cinquenta e sete, em data que não podem precisar, por compra verbal e nunca reduzida a escritura pública, efectuada a Maria da Conceição Beatriz e marido Américo Cavaco, residentes que foram na Argentina, os quais o haviam adquirido por herança aberta por óbito de Teresa Beatriz. Que desde esse ano possuem o prédio em nome próprio, usufruindo do mesmo, fazendo obras de benefi ciação e reparação necessárias, pagando contribuições e impostos devidos, sem a menor oposição de quem quer que seja desde o seu início, posse que sempre exerceram sem interrupção e ostensivamente, com o conhecimento de toda a gente, sendo por isso uma posse pacífi ca, contínua e pública, pelo que adquiriram o prédio por usucapião. Vai conforme o original. Tavira, aos 25 de Março de 2011 A funcionária por delegação de poderes; Ana Margarida Silvestre Francisco – Inscrita na O.N. sob o nº. 87/1

AGÊNCIA

FUNERÁRIA

EDITAL Tavira Tlm. – 969 003 042

JEAN PIERRE RANCHER, Presidente da AssembleiaGeral da Associação Lar-Jardim de Infância Carlos Alberto Coelho Lima

Emergência 24 horas Pedro - 965 040 428

Vila Real Sto. António Tlm. – 962 406 031

ALAGOA

TORNA PÚBLICO, que no dia 11 de Abril de 2011, pelas 18:00 horas, se realiza uma sessão ordinária da Assembleia-Geral da Associação Lar-Jardim de Infância Carlos Alberto Coelho Lima, na sede da Associação, sita no Largo Tabira de Pernambuco, s/n, em Tavira, com a seguinte ordem de trabalhos:

AGÊNCIA FUNERÁRIA

1. Aprovação do relatório de contas referente ao ano de 2009; 2. Extinção da Associação e Nomeação de uma Comissão Liquidatária;

Então, esqueceu a sua velha amiga? Aquela que trata bem. Antiga Agência Puga

3. Outros assuntos.

trata o seu ente querido como ninguém, temos um serviço personalizado.

Para constar e produzir efeitos legais se publica o presente Edital num órgão de comunicação social. Tavira, aos 21 dias do mês de Março do ano de 2011 O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA-GERAL JEAN PIERRE RANCHER

Conta registada sob o nº. PAO 456 / 2011 Factura nº. 0460 (POSTAL do ALGARVE, nº 1027, de 31 de Março de 2011)

(POSTAL do ALGARVE, nº 1027, de 31 de Março de 2011)

SANTA MARIA – TAVIRA

Agência Alagoa - Fica junto ao Hospital Velho em Tavira

Serviços Prestados SE  Funerais PER RVIÇO MAN E 24 H NTE  Trasladações  Cremações  Preparação estética do falecido  Manutenção de jazigos e campas

Sempre a seu lado nos momentos difíceis da vida...

profissional gráfica comunicação & imagem

SERVIÇOS NACIONAIS E INTERNACIONAIS

VITALINA MARIA FERNANDES 02-02-1939 / 22-03-2011

AGRADECIMENTO Os seus familiares vêm, por este meio, agradecer a todos quantos a acompanharam em vida e nas suas cerimónias exéquias ou que de algum modo lhes manifestaram o seu sentimento e amizade, bem como ao pessoal do Lar de Santa Maria em Tavira, por todo o empenho e carinho demonstrado.

t. 281 320 902 >> f. 281 320 909 >> geral.profissionalgrafica@gmail.com

identidade Ganhe identidad A Profissional Gráfica cria projectos integrados soluções e pro comunicação. de comunicação Para questões complexas, práticas chave-na-mão soluções prát

Trav. Zacarias Guerreiro nº 2 (Largo de S. Francisco) (Centro de Tavira) 8800 – 740 Tavira

sua medida Uma imagem à su orçamento grátis Peça o seu or identidade! e tenha ident

; Identidade corporativa ; Imagem ; Comunicação ; Conteúdos ; Outdoors & Mupies ; Brochuras ; Flyers ; Soluções inovadoras

AGÊNCIA FUNERÁRIA

IWdjei8|hXWhW"BZW

FUNERAIS - TRASLADAÇÕES - CREMAÇÕES PARA TODO O PAÍS E ESTRANGEIRO

Tel. / Fax: 281 323 205 / 281 325 197 - 965 484 819 / 962 604 552 ATENDIMENTO PERMANENTE - OFERTA DE ANÚNCIO DE NECROLOGIA E CARTÕES MEMÓRIA Artigos Funerários e Religiosos / Catálogo de Lápides e Campas

   

281 322 652 968 700 767 918 530 058 / 966 088 324 alagoa.lda@gmail.com


22

| 31 de Março de 2011

>> SOLUÇÃO

>> ASSINALE A FRASE CORRECTA 

Fui passear em Quarteira.

Fui passear na Quarteira.

Fui passear no Quarteira.

Fui passear a Quarteira.

   

da semana passada

O teu tio é muito furreta. O teu tio é muito forrêta. O teu tio é muito forreita. O teu tio é muito forreta.

A forma correta é forreta. Forreta deriva do verbo forrar, que nesta caso significa “fazer poupança; poupar; pessoa avarenta; sovina”. As restantes formas estão incorrectas, apesar de serem utilizadas indevidamente em situação de oralidade e escrita.

ZZZ OPINIÃO O postal alterou o e-mail da redacção: jornalpostal@gmail.com

Director: Henrique Dias (CP 3259). Director Comercial: Basílio Pires Editor: Ricardo Claro (CP 9238). Redacção: Cristina Mendonça (CP 3258), Geraldo de Jesus (CO 630), Helga Simão. Design: Profissional Gráfica. Colaboradores fotográficos: José A. N. Encarnação “MIRA” Colaboradores: Beja Santos (defesa do consumidor), Nelson Pires (CO76). Departamento Comercial, Publicidade e Assinaturas: Anabela Gonçalves, José Francisco. Propriedade do título: Henrique Manuel Dias Freire, inscrito sob o nº 211 612 no Registo das Empresas Jornalísticas. Edição: Postal do Algarve - Publicações e Editores, Lda. Contribuinte nº 502 597 917. Depósito Legal: nº 20779/88. Registo do Título (dgcs): nº 111 613. Impressão: Coraze - Oliveira de Azeméis Distribuição: Banca - Logista, à sexta-feira com o Público/VASP - Sociedade de Transportes e Distribuição, Lda e CTT. Membro: APCT - Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem e Circulação; API - Associação Portuguesa de Imprensa; AIRA - Associação da Imprensa Regionalista Algarvia.

Inclusão

Perversão

Um torneio de futebol adaptado juntou 500 atletas que provaram que nem só de grandes campeões se faz o desporto (Ler pág. 14).

Um homem de 50 anos foi detido por abuso sexual continuado de menores. Não se pode deitar fora a chave? (Ler pág. 7).

DLI – Dia da Libertação dos Impostos

FICHA TÉCNICA

Sede: Rua Dr. Silvestre Falcão, n.º 13 C - 8800-412 Tavira - Algarve Tel: 281 320 900 | Fax: 281 320 909 E-mail: jornalpostal@gmail.com

Sobe & desce

Esta é uma iniciativa das Bibliotecas Paula Nogueira do Agrupamento de Escolas Professor Paula Nogueira (Olhão) em parceria com a Casa da Juventude de Olhão e o POSTAL, que semanalmente divulga os problemas e as soluções deste jogo. Várias escolas do Algarve já aderiram à iniciativa: AE Professor Paula Nogueira (Olhão) / AE da Sé (Faro) / AE D. Afonso III (Faro) / AE Dr. Alberto Iria (Olhão) / Colégio Bernardete (Olhão) / AE Dr. João Lúcio (Fuseta) / AE de Estoi (Faro) / AE Joaquim Magalhães (Faro) / AE do Montenegro (Faro) / AE de Castro Marim ( Vila Real de St. António) / AE Professora Diamantina Negrão / (Albufeira) / Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas (Mega Agrupamento de São Brás de Alportel) / Escola Secundária João de Deus (Faro) / Casa da Juventude (Olhão). Convidamos todas as escolas e bibliotecas, interessadas em aderir ao Jogo da Língua Portuguesa e receber os materiais para o mesmo, a contactar: biblioteca.epnogueira@gmail.com ou jornalpostal@gmail.com.

Graça Pereira

Economista gracamppereira@gmail.pt http://www.vialgarve.org viaalgarve@gmail.com

São cada vez mais os portugueses obrigados a fazer opções quanto às suas prioridades, na hora de pagar as suas contas. Portugal atravessa uma situação muito difícil, e as Instituições Sociais vêem aumentar de forma significativa os pedidos de ajuda.

Uma das formas visíveis do agravamento da condição económica dos portugueses é o aumento dos pedidos de ajuda de pessoas que não conseguem cumprir os seus compromissos financeiros. Não só falo das pessoas que tinham o seu posto de trabalho e que caíram no desemprego, mas também daquelas que tinham algumas poupanças e que a muito curto prazo as irão esgotar, uma vez que terão que utilizar esses valores amealhados durante uma vida de trabalho. Diminuem os rendimentos, aumentam as despesas. Esses aumentos são de tal forma brutais que não passam despercebidos a ninguém. É a água, a electricidade, o supermercado e agora os cortes nas pen-

Assine o

sões e nos medicamentos. É trágico e assustador, quando o reformado, na hora de fazer as compras, tem de seleccionar os medicamentos receitados, por não poder comprá-los todos. Recentemente foi noticiado que cada farmácia tem em média por mês, cerca de dez mil euros em medicamentos “fiados” aos doentes. A crise, as pensões baixas e o desemprego têm levado cada vez mais pessoas a pedir crédito às farmácias, para pagamento no final do mês. Segundo dados do Banco de Portugal, no ano de 2010, dos 4,6 milhões de devedores mais de 630 mil portugueses falharam o pagamento do crédito devido a Bancos. Neste universo de deve-

financeira mais oportuna, e se possível, sem recorrer a um maior esforço titânico dos contribuintes, que já são tão punidos com o pagamento dos impostos. Segundo um estudo realizado pela Associação Industrial Portuguesa – Confederação Empresarial (AIP – CE), num ano, só ao fim de 133 dias de trabalho é que cada português terá cumprido as suas obrigações fiscais correspondentes ao ano. Estima-se que o Dia de Libertação dos Impostos (DLI) corresponda ao dia 13 de Maio, curiosamente o dia da Aparição da Nossa Senhora de Fátima. Será justo que cada português trabalhe cerca de 36,5% do tempo útil do ano, para financiar o Estado?

Envie este cupão para:

POSTAL DO ALGARVE - Rua Dr. Silvestre Falcão, nº 13 C, 8800-412 Tavira

(50 Edições) Portugal 30 ¤ I Europa 50 ¤ I Resto Do Mundo 80 ¤

NOME __________________________________________________________________________________________________________________________ DATA DE NASCIMENTO _______ ⁄ ________ ⁄ ____________ MORADA __________________________________________________________________________________________ CÓD. POSTAL _________ - _____ — ________________________________________________ NIF

  

TEL   

 

EMAIL _______________________________________________________ PROFISSÃO ________________________________

AUTORIZAÇÃO DE PAGAMENTO - por débito na conta abaixo indicada, queiram proceder, até nova comunicação, aos pagamentos das subscrições que vos forem apresentadas pelo editor do jornal POSTAL do ALGARVE. Esta assinatura renova-se automaticamente. Qualquer alteração deverá ser-nos comunicada com uma antecedência mínima de 30 dias.

30 ¤

NIB

Assine através de TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA

BANCO _______________________________________________________________________________________________

   

NOME DO TITULAR __________________________________________________________________________

35 ¤

Tiragem desta edição:

9.096 exemplares

dores contabilizam-se todas as famílias com um ou mais créditos contraídos, abrangendo, por exemplo, o cartão de crédito ou os empréstimos à habitação e ao consumo. Desde o início do ano que o peso do crédito malparado não pára de aumentar, face ao total dos empréstimos bancários concedidos às famílias portuguesas. No universo das empresas, o fenómeno é idêntico. É curioso, e ao mesmo tempo vergonhoso, constatar que as autoridades do nosso país, estejam mais preocupadas com TGV, pontes sobre o Tejo, Aeroportos, etc. Não questiono a sua importância para o desenvolvimento do país, mas se executados numa situação económico-

BALCÃO ______________________________________________

_______________________________________________________________________________ ASSINATURA IDÊNTICA À CONSTANTE NA FICHA DO BANCO DO TITULAR DA CONTA.

Assine através de DINHEIRO, CHEQUE ou VALE POSTAL, à ordem de Postal do Algarve.

NOTA: Os dados recolhidos são processados automaticamente e destinam-se à gestão da sua assinatura e apresentação de novas propostas. O seu fornecimento é facultativo. Nos termos da lei é garantido ao cliente o direito de acesso aos seus dados e respectiva actualização. Caso não pretenda receber outras propostas comerciais, assinale aqui.


PUB


última Tiragem desta edição:

9.096 exemplares

Toxina interdita apanha de bivalves na Ria Formosa

TAXISTA de Olhão vítima de carjacking

Mariscadores e populações alertados sobre os perigos para a saúde D.R.

A INTERDIÇÃO DA APANHA e comer-

cialização de bivalves que tinha sido decretada para a zona entre Tavira e Vila Real de Santo António foi na passada terça-feira alargada a toda a Ria Formosa, numa extensão de cerca de 60 quilómetros, disse à Lusa fonte da Autoridade Marítima. As autoridades estão a avisar os pescadores e os apanhadores de bivalves para não capturarem bivalves devido a uma toxina que pode ser prejudicial para os consumidores. “Temos estado nesta primeira fase a avisar os pescadores e os apanhadores apeados para as consequências da captura de bivalves mas depois poderemos vir a autuar quem não acatar a ordem”, referiu Sameiro Matias. A Polícia Marítima está a tentar chegar ao maior número de pescadores possível, através de avisos de rádio e contactos com as associações. A interdição temporária, que inibe a apanha e comercialização de todo o tipo de bivalves, foi inicialmente

 Um taxista chamado na madrugada da passada segunda-feira para um serviço na área das bombas de gasolina da Cepsa, em Olhão, foi vítima de “carjaking”. Fonte da GNR explicou que o taxista recebeu dois clientes e, mais tarde, os mesmos apoderaram-se da viatura e sob ameaça de uma arma deixaram “o taxista apeado” perto de Faro. O taxista não ficou ferido com gravidade e a viatura foi encontrada na zona da Penha, em Faro. O caso está entregue à Polícia Judiciária. CCM

ALEGADA discriminação em escola de Albufeira

 Autoridades podem vir a autuar quem capture bivalves implementada no sábado pelas autoridades que tutelam os recursos biológicos. Ao quarto dia, a interdição foi

alargada até Vilamoura, abrangendo as áreas de jurisdição da Autoridade Marítima de Faro, Olhão, Tavira e MAD Vila Real de Santo António.

 A Escola Básica do 1º Ciclo das Sesmarias, do agrupamento vertical Martim Fernandes, em Albufeira, foi na passada terça-feira acusada de “segregação” e “tratamento discriminatório de crianças de etnia cigana” pelo Partido Socialista (PS) de Albufeira. Os socialistas de Albufeira referem-se a um alegado caso de surto de sarna na Escola das Sesmarias, onde as medidas aplicadas foram as de proibir as crianças de etnia cigana de irem à escola. “As crianças de etnia cigana foram ao Centro de Saúde de Albufeira e aí verificou-se que não tinham qualquer problema de saúde”, lê-se na CCM nota de imprensa do PS. PUB


POSTAL1027 31Mar