Issuu on Google+

Recorte nº 043 Índice – 3 de Março de 2010 • Portos nacionais perdem quatro milhões de toneladas • Porto de Leixões dá-se a conhecer ao Magrebe • Porto de Leixões também é verde • Volkswagen quer superar a Toyota em 2018

1


Transportes & Negócios – 2 de Março de 2010

Portos nacionais perderam quatro  milhões de toneladas Por causa da crise, os portos do Continente perderam, em 2009, os ganhos  acumulados nos últimos cinco anos na movimentação de mercadorias. [+]

2


Transportes & Negócios – 2 de Março de 2010

Porto de Leixões dá­se a conhecer ao Magrebe Representações de Marrocos, da Tunísia e da Mauritânia participam na 1.ª  Conferência do Magrebe, que decorre quinta e Sexta­feira em Leixões, numa  iniciativa da APDL.

3


Cargo News – 2 de Março de 2010

Porto de Leixões também é verde Em termos de implementação da política ambiental, o setor portuário europeu mostra um crescimento contínuo, conclui o relatório "Port Environmental Review 2009" da ESPO/Ecoports apresentado na semana passada durante a sessão de encerramento da conferência Greenport 2010, que teve lugar em Estocolmo. Ao contrário do setor rodoviário, frequentemente acusado por os seus agentes não disporem sequer das ferramentas de contabilidade das emissões de CO2 de cada transporte efetuado, cada vez mais portos assumem o "verde" como cor dominante. O setor portuário consegue colocar as questões ambientais cada vez mais na ordem do dia, disseminar o conhecimento sobre este assunto e implementar de forma correta e assertiva os sistemas de gestão ambiental, os denominados Environmental Management Systems (EMS). O relatório foi baseado num estudo realizado entre os portos que participam no EcoPort, organização que tem em Portugal, como associado, o porto de Leixões. Os resultados confirmam a evolução positiva das opções de resposta de gestão do porto em lidar com as suas obrigações e responsabilidades, em termos de proporcionar a melhoria contínua da qualidade ambiental e o desenvolvimento sustentável. Estes têm sido alcançados por iniciativas organizacionais como a vigilância, a redução de custos, a análise de riscos e a elaboração de relatórios ambientais, revela o relatório.

4


Diário Económico – 3 de Março de 2010 – Pág. 32

5


Recortes 043 03-03-2010