Page 1

Relatório de atividades Viração Educomunicação

2 01 7


Equipe Mandato até agosto de 2017

qq PRESIDENTA

Elisabeth Cristina Alvarenga

qq VICE-PRESIDENTE

Rafael Silva

qq PRIMEIRA SECRETÁRIA

Áurea Lopes

qq CONSELHO FISCAL

Everaldo Oliveira Renata Rosa Rodrigo Bandeira

qq ADMINISTRATIVO / FINANCEIRO

Mandato a partir de agosto de 2017

Daniele Rabelo e Sérgio Rodrigues

qq SERVIÇOS GERAIS

Cleide Agostinho

qq PRESIDENTA

Cristina Paloschi Uchôa de Oliveira

qq VICE-PRESIDENTE

Rafael Silva

qq PRIMEIRA SECRETÁRIA

Áurea Lopes

qq CONSELHO FISCAL

Marilda dos Santos Rodrigo Bandeira Vanessa Vieira Camargo

qq DIRETORIA EXECUTIVA

Paulo Lima

qq COORDENAÇÃO EXECUTIVA INSTITUCIONAL

Adriano Oliveira

qq COORDENAÇÃO EXECUTIVA DE PROJETOS

Vania Correia

qq MOBILIZAÇÃO DE RECURSOS

Ana Hindrikson Saran

qq COMUNICAÇÃO

Paula Bonfatti, Bruno Sabino, Ethel Rudnitzki e Jefferson Rozeno

qq EDUCAÇÃO

Daniel Fagundes, Elisangela Nunes, Marcela Varconte, Thaís Santos e Tulio Bucchioni

2

qq SERVIÇOS DE TI

Gutierrez de Jesus Silva

qq VOLUNTÁRIOS

Laura Ciurletti

qq JOVENS MOBILIZADORES

Revista Viração e Agência Jovem

Ceará (Rones Maciel), Distrito Federal (Webert da Cruz), Espírito Santo (Giselle Soares, Hadassa Nunes, Leandra Barros), Maranhão (Maurício de Paula), Pará (Diego Teofilo), Paraná (Paula Nishizina e Diego Henrique Silva), Rio de Janeiro (Gizele Martins, Clara Wardi e Edda Ribeiro), Rio Grande do Norte (Rodri Nazca), Rio Grande do Sul (Evelin Haslinger, Caroline Musskopf e Araciele Ketzer) e São Paulo (Novaes, Vitória Soares, Ethel Rudnitzki, Wesley Matos, Verônica Mendonça, Moisés Maciel, Karen Santos, Kauanne Santos, Paulo Tankian, Jefferson Rozeno, Gabriel Wagner, Pietra Carvalho, Wender Starless, Ane Melo, Maria Carolina Soares, Mariangela Castro, Júlia Mayumi e Letícia Vidinha) Viva Melhor Sabendo Jovem Jonathan Santos, Moisés Maciel, Verônica Mendonça

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017


Carta da presidenta Cada ano que passa tem sua história, suas alegrias e suas derrotas. Na Viração, as emoções são sempre mais intensas, porque temos o prazer de trabalhar, sempre, com adolescentes e jovens. 2017, então, foi ultra impactante: se por um lado vimos alguns dos piores retrocessos no contexto político, com reformas que mexem com a perspectiva de futuro, com mudanças nas regras para o trabalho e para a previdência, por outro vivenciamos, com os grupos envolvidos em nossas atividades, o florescimento da esperança. É ousado que, na fase em que o olhar sobre o mundo está se consolidando, em que cada aprendizado é muita coisa, em que as novidades são descobertas sensacionais e as decepções são estarrecedoras, uma pessoa possa não só ter um espaço de reflexão e debate para compreender os acontecimentos que a cercam, mas também tenha a seu alcance instrumentos e incentivos para se fazer ouvir e colocar no mundo sua opinião, suas reivindicações, seus protestos e suas celebrações, podendo se colocar com sua atitude e com a criatividade que cada geração traz consigo. Por isso, em um momento do contexto sociopolítico nacional e mundial em que as autoridades mostram seu gosto pelo autoritarismo e pelo regresso a tudo que vem junto com um mundo dividido entre incluídos e excluídos (o que pressupõe o silenciamento de quem luta por igualdade, por direitos e pela participação ativa de todas e todos), acreditar e praticar a educomunicação é um ato político. Em 2018, ano em que a Vira comemorará seus 15 anos, celebraremos a alegria de ter inaugurado um projeto com uma nova visão de relação e comunicação intra e inter gerações, gêneros e raças, entre outros recortes. E temos certeza de que nos fortaleceremos para resistir e reafirmar, sem medo e com cada vez mais vozes, a importância de construirmos um mundo em que se possa pensar, falar e viver de forma autônoma, emancipada, não violenta e livre das amarras de uma cultura de dominação e submissão, fadada a ficar no passado.

Cristina Paloschi Uchôa Presidenta


Sumário

1.

Sobre a Viração Educomunicação, 5

2.

Vira em números, 7

4.

Projetos, 15

6.

Eventos, 25

8.

Comunicação Institucional, 31

3.

Agência Jovem de Notícias, 9

5.

Vira internacional, 23

7.

Novidades do ano, 29

9.

Mobilização de Recursos, 35

10. Parcerias do Ano, 37

11. Balanço Financeiro, 39

4

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017


1. Sobre a Viração Educomunicação A Viração é uma Organização Social sem fins lucrativos que, desde 2003, atua com projetos de educomunicação e mobilização social. As atividades propostas estimulam adolescentes e jovens a participarem de espaços de discussão sobre direitos humanos, por meio de processos, intervenções e produtos de comunicação. As atividades da Viração estão estruturadas em três linhas de atuação distintas e complementares:

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

5


O eixo de formação de adolescentes, jovens e educadores, visa tanto a apreensão de técnicas de produção em comunicação, quanto a sensibilização e ampliação do repertório sociocultural e sobre direitos humanos, política e participação cidadã. A comunicação é uma dimensão importante da metodologia da Viração, já que a produção de peças e conteúdos de comunicação por e para adolescentes e jovens possibilita colocar em prática os aprendizados das formações e exercer, deliberadamente, o direito humano à comunicação e liberdade de expressão. Através do eixo de mobilização, busca-se valorizar a ação entre pares na realização de atividades para a mobilização de outros adolescentes e jovens. Esses jovens são sensibilizados para questões sociais e instigados a participarem de debates sobre políticas públicas, além de realizarem coberturas educomunicativas de datas e ações estratégicas. Através de uma metodologia única, a Viração já impactou a vida de mais de 5 milhões de adolescentes e jovens. Priorizando pautas de interesse da juventude, a organização trabalha temáticas como meio ambiente, saúde, política, diversidade, igualdade de gênero e sexualidade.

Missão Inspirar e conectar adolescentes e jovens para a construção de uma sociedade justa, participativa e plural.

Visão Adolescentes e jovens com direitos garantidos e participando da transformação do mundo.

6

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017


+ +

+

+

+ + +

+

+ +

2. Vira em números

14.344 adolescentes e jovens participantes diretos de projetos

7.723 curtidores na fanpage do Facebook - crescimento de 33,89%

750.932 pessoas alcançadas no Facebook - crescimento de 88% 1.116.355 pessoas envolvidas com as postagens no Facebook 40 mil usuários do site institucional

Virajovens em 9 estados brasileiros e DF: CE, DF, ES, MA, PA, PR, RJ, RN, RS e SP

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

7


8

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017


3. Agência Jovem de Notícias A Agência Jovem de Notícias (AJN) é uma agência de produção de conteúdo idealizada, gerenciada e executada por adolescentes e jovens. Tem como objetivo promover a cidadania ativa de adolescentes e jovens por meio de processos, ações e produtos de comunicação e mobilização social. O programa teve início em 2005 com a cobertura educomunicativa do 1º Fórum Social Mundial e se consolidou como atividade permanente da organização. Com a orientação da equipe de comunicação e educação, os jovens produzem notícias para o portal online da Agência, cobrindo pautas da atualidade a partir de seus olhares e experiências. Além do espaço virtual, a Agência conta também com um ciclo de formação presencial. Os encontros articulam atividades de formação sobre comunicação e direitos humanos, e reúnem adolescentes e jovens de diferentes partes da cidade.

140 textos publicados no portal online

107 mil usuários no site

154.493 visualizações no site

17.951 curtidores na Página do Facebook

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

9


10

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017


Sejam bem viados”, conheça a Casa 1, iniciativa de abrigo a pessoas LGBT https://goo.gl/kAJBXt Resenha: [musical] LesMiserábles / Os miseráveis https://goo.gl/iR9zp5 Entenda a reforma da previdência e os impactos sobre a juventude https://goo.gl/Jy43vp

Coberturas Educomunicativas da AJN A cobertura educomunicativa é uma das principais estratégias da Agência Jovem de Notícias, ela se utiliza das técnicas do jornalismo, mas as reinventa por meio de processos colaborativos que favorecem uma experiência educativa aos participantes. Ela possibilita o exercício do direito à expressão, a publicização e valorização da perspectiva do adolescente em relação a diferentes temas e a ampliação do repertório sócio-cultural, por meio do acesso a diferentes locais, temas e atores. Na cobertura educomunicativa, adolescentes e jovens atuam como repórteres, redatores, fotógrafos e entrevistadores. As produções resultantes das coberturas educomunicativas são publicadas no site da Agência Jovem de Notícias e parceiros, e divulgadas na página do Facebook. Em 2017, foram realizadas diversas coberturas, entre as quais se destacam:

INAUGURAÇÃO DO SESC 24 DE MAIO Resumo do evento: A iniciativa foi realizada em parceria com o Sesc São Paulo e mobilizou um grupo de dez jovens que, junto aos educomunicadores da Viração, realizaram a cobertura das atividades de inauguração da unidade 24 de Maio do Sesc São Paulo, produzindo 12 matérias em texto, três vídeos e um fanzine. https://issuu.com/portfolio_viracao/docs/clipping_cobertura_educomunicativa_

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

11


SEMINÁRIO JUVENTUDES E TRABALHO NO SESC BOM RETIRO Resumo do evento: Também realizada em parceria com o Sesc São Paulo, essa cobertura mobilizou um grupo de oito jovens que, junto aos educomunicadores da Viração, realizaram a cobertura seminário Jovens e Trabalho: Dilemas, Invenções e Caminhos, no Sesc Bom Retiro. No total, foram produzidas quatro matérias em texto, dois vídeos e um fanzine. https://issuu.com/portfolio_viracao/docs/cobertura_educomunicativa_-_jovens_

COBERTURA DA COP23 Resumo do evento: Em 2017, a Viração Educomunicação enviou um representante para realizar a cobertura educomunicativa da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP23), em Bonn, Alemanha. Junto aos jovens e à equipe da Viração & Jangada, braço internacional da Viração na Itália, foram produzidas e publicadas 35 matérias, em inglês, português, italiano e espanhol, além de peças para as redes sociais.

COBERTURA DA MOSTRA ECOFALANTE DE CINEMA E MEIO AMBIENTE Resumo do evento: Principal evento audiovisual sul-americano dedicado ao tema, a 6ª edição da Mostra reuniu mais de trinta títulos do mundo inteiro que tratam dos assuntos relacionados ao meio ambiente e sustentabilidade, além de promover importantes debates com cineasta e ativistas ambientais. A cobertura contou com a participação de 4 adolescentes que publicaram 4 textos para o site.

12

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017


Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

13


Revista Viração A Revista Viração nasceu em 2003 a partir de uma percepção incômoda: a inexistência de uma publicação voltada para o público adolescente e jovem que o envolvesse em seu processo de produção. Desde seu surgimento, a Revista Viração teve várias periodicidades, chegando a ser publicada mensalmente. Em 2015, passou a ser semestral, temática e de distribuição gratuita, a fim de potencializar a produção de conteúdo online por meio da Agência Jovem de Notícias. Hoje, através da produção de conteúdo de jovem para jovem, o projeto promove a defesa e garantia dos direitos de adolescentes e jovens brasileiros, além de possibilitar uma rede de mobilização social. As publicações abordam temas como direitos humanos, comunicação, juventude, cultura, comportamento e meio ambiente. Em 2017, a Revista Viração deu continuidade à sua metodologia colaborativa para a produção de conteúdos locais. Ao todo, foram 40 adolescentes e jovens envolvidos na produção, de sete estados do Brasil (CE, DF, PA, RJ, RN, RS, SP).

EDIÇÃO 112: TRABALHAR SEM TEMER Financiador: Viração Educomunicação A Revista Viração Trabalhar sem Temer, publicada em agosto de 2017, coloca em pauta questões relacionadas ao mundo do trabalho e das juventudes, assim como às diversas percepções de adolescentes e jovens acerca de suas experiências. A edição proporciona também maior entendimento sobre a conjuntura atual, as políticas públicas e as demais iniciativas que afetam o sistema educacional e trabalhista do Brasil, que influenciam diretamente a vida de jovens. A escolha do tema pela Rede Virajovem aponta para a incerteza e precariedade do trabalho no Brasil, sendo este um dos temas que mais preocupam e mobilizam as juventudes. A versão digital da revista está disponível online! Grande parte das edições estão disponibilizadas gratuitamente para leitura e download na Plataforma Issuu. Acesse: www.issuu.com/viracao

14


4. Projetos

Núcleos da Agência Jovem de Notícias Financiador: Ambev e Fundação Telefônica via FUMCAD Como apresentado anteriormente, a Agência Jovem de Notícias conta com um portal online alimentado com a colaboração e correspondentes jovens em todo o Brasil, assim como núcleos de formação presencial com foco em comunicação e direitos humanos. Em 2017, as atividades de formação presencial aconteceram em São Paulo em três diferentes Núcleos, sendo um central, que reúne participantes de toda a cidade na sede da própria Viração, um na zona norte, com sede no CJ Helena Portugal, e um na zona sul, com sede na organização social Bloco do Beco. Os núcleos descentralizados são mantidos em parceria com organizações, coletivos e movimentos parceiros. Os adolescentes e jovens participaram de um processo de formação que articula atividades de formação sobre direitos humanos e técnicas de produção das diferentes mídias, com processos práticos de participação cidadã, coberturas educomunicativas, exploração cartográfica da cidade, criação de peças e campanhas de comunicação.

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

116 horas de formação realizadas

70 adolescentes participantes

2 núcleos criados

15


Viva Melhor Sabendo Jovem Financiador: Prefeitura de São Paulo - Programa Municipal de DST/Aids Através de ações de comunicação e da realização de intervenções urbanas com uma unidade móvel de saúde, o projeto Viva Melhor Sabendo Jovem (VMSJ) promoveu testagem de HIV via fluído oral gratuitamente, extramuros e entre pares. Os testes foram realizados por agentes jovens de prevenção, capacitados pelo Programa Municipal de DST/Aids de São Paulo. Além das atividades relacionadas às testagens e intervenções de rua, o projeto contou com momentos de formação, onde os jovens participantes tiveram a oportunidade de discutir sobre as temáticas de HIV/Aids, gênero, raça, sexualidade, memória e história LGBT na região do Largo do Arouche. O projeto contou também com a produção de produtos de comunicação, como ações para mídias sociais com conteúdos sobre prevenção, testagem e tratamento do HIV e outras IST. A unidade móvel de saúde também promoveu a distribuição de preservativos e o oferecimento de acolhimento, encaminhamento e retenção ao tratamento para o público reagente.

1722 pessoas testadas

4,59% de reagentes 30 ações realizadas

16

9619 curtidas na fanpage do projeto

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017


Vira Prevenção Financiador: Merck Sharp & Dohme Farmacêutica - MSD O Vira Prevenção teve como objetivo promover a prevenção do vírus do HPV entre adolescentes em duas escolas públicas da cidade de São Paulo. O projeto contou em sua primeira etapa com oito encontros de formação na EMEF Sud Mennucci, na zona leste de São Paulo e outro ciclo de dez encontros na EMEF Irineu Marinho, também na zona leste. Em ambos os ciclos, os encontros presenciais abordaram temáticas de juventude e direitos humanos, gênero e sexualidade, direitos reprodutivos e direitos sexuais, doenças sexualmente transmissíveis e HPV. Ao final do projeto, foram produzidos cartazes informativos para a escola, pôsteres publicitários, um programa de rádio, uma entrevista coletiva e um vídeo de animação totalmente elaborado pelos jovens. Para encerrar o projeto, realizamos um seminário temático sobre gênero, sexualidade e saúde.

40

adolescentes participantes

18 encontros de formação no total.

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

17


Geração Jovem Financiador: Enel Greenpower O projeto Geração Jovem foi realizado em parceria com a ENEL Green Power com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento local de comunidades quilombolas no sertão da Bahia e do Piauí a partir da construção e manutenção de uma identidade política da juventude quilombola. Os encontros aconteceram nos territórios de Araçá/Cariacá (Bom Jesus da Lapa/BA), Lage dos Negros (Campo Formoso /BA), e Riacho dos Negros (São João do Piauí/PI). Durante um ciclo de formação que durou de 2016 a 2017, o Geração Jovem mobilizou crianças, adolescentes e jovens quilombolas para a produção colaborativa de informações sobre seus territórios, incentivando a ocupação de espaços de debates sobre políticas públicas e fomentando a participação ativa no desenvolvimento local, assim como a apropriação do território por parte dos participantes.

129 crianças, adolescentes e jovens participantes

12 encontros realizados

9 vídeos produzidos

4 ensaios fotográficos

3 mapeamentos afetivos produzidos

18

3 ações/ eventos comunitários realizados

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017


Oficinas Educomunicativas nos Territórios Quilombolas Financiador: Arcadis Este projeto consistiu na realização de oficinas educomunicativas no contexto do Plano Básico Ambiental Quilombola – PBAQ, coordenado pela Arcadis Brasil, em Bom Jesus da Lapa (BA), no território quilombola Araçá/Cariacá. As ações educomunicativas foram voltadas a estudantes das escolas quilombolas e tiveram como foco a valorização da identidade cultural quilombola, tratando transversalmente da aplicação da Lei 10.639/2003. O objetivo das oficinas foi contribuir para os esforços realizados na implementação do PBAQ, especialmente no que se refere à realização da sua segunda linha de ação: Educomunicação e identidade cultural. Por meio das ações educomunicativas, além de fomentar o debate, reflexão e produção sobre a cultura quilombola e o ensino da cultura africana e afro-brasileira nas escolas, as oficinas buscaram dar visibilidade aos aspectos desta cultura, fortalecer a autoestima dos adolescentes e jovens das comunidades e envolver outros atores do município.

5 vídeos de histórias de vida

40 adolescentes participantes

10 oficinas

1 vídeo-clipe

1 música 4 ensaios fotográficos

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

1 jornal mural

19


UReport Financiador: UNICEF O U-Report é uma ferramenta de diálogo e consulta online com o adolescente e jovem, para promover participação política, acesso e conhecimento aos direitos e transformação social em seu sentido mais amplo. Através de consultas a uma base de quase 10 mil jovens, a Viração levantou temas relevantes para a promoção de políticas públicas de juventude e promoveu conteúdos de interesse dos adolescentes. Os resultados das enquetes são utilizados como ferramenta na condução de formações, debates, entre outras atividades com jovens. O U-Report tem como objetivo atingir escala, promover engajamento e provocar mudanças nas vidas dos jovens a partir das ações dos jovens, com vistas a ser uma plataforma legitimada e representativa da juventude brasileira.

9.293 adolescentes e jovens cadastrados

12.905 curtidas na fanpage do projeto

20 enquetes/ infocenters publicados

2.459.168 pessoas alcançadas pelas publicações no Facebook

Rainha Educom Financiador: Colégio Rainha da Paz O projeto Rainha Educom consistiu na implementação de um programa de Educomunicação – “Clube de Educom” junto a um grupo de alunos do 4º ao 9º ano do Ensino Fundamental, na Escola Rainha da Paz. A proposta compreendeu o planejamento, execução e sistematização de um ciclo de oficinas em educomunicação e produção midiática, e assessoria para a implantação da rotina de produção do Clube Educom, com duração de sete meses. O projeto pretende contribuir para os esforços realizados pela escola para a melhoria e efetividade da comunicação e para transformá-la em ação formativa junto a seus alunos.

25 adolescentes participantes

20

11 oficinas

2 coberturas

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017


Diálogos Sobre Gestão Escolar Financiador: Instituto Unibanco Os fóruns Diálogos Sobre Gestão Escolar 2017 são parte do projeto Jovem de Futuro, uma iniciativa do Instituto Unibanco em parceria com as Secretarias de Educação dos estados do Ceará, Pará, Piauí, Rio Grande do Norte, Espírito Santo e Goiás. O objetivo dos Diálogos é de contribuir com o entendimento de que os estudantes também têm direito de se mobilizar e participar da gestão de sua escola. A Viração foi responsável por mobilizar mais de 100 educadores populares de São Paulo e dos seis estados contemplados, para facilitar oficinas com grupos de estudantes e gestores de todas as escolas contempladas pelo projeto. Nas oficinas, os grupos mapearam espaços e situações da escola que contribuem e que dificultam a aprendizagem dos alunos e alunas, elaboraram uma proposta de intervenção para garantir a participação dos estudantes e, por fim, apresentaram essa proposta por meio de uma produção artística, escolhida previamente pelo grupo (cartaz, fanzine, música, esquete teatral e vídeo de bolso). Os adolescentes tiveram a oportunidade de denunciar e discutir questões como racismo, LGBTfobia, bullying, drogas, metodologias de ensino e outros fatores que trouxeram para debate.

aproximadamente 3000 estudantes

e 300 gestores escolares participantes

mais de 100 educadores populares envolvidos

Oficina de mapeamento de interesses Financiador: SESC Catanduva O projeto teve como objetivo mapear os interesses dos jovens da cidade de Catanduva, tendo em vista servir de insumos para a elaboração de atividades pelo Sesc. A oficina consistiu na utilização de metodologias de educomunicação para instigar os jovens locais a pensarem sobre suas vontades de futuro e seus anseios para o espaço do Sesc. Foram produzidos vídeos e fanzines que discutiam essa relação entre os sonhos e a realidade concreta de cada participante e da estrutura desta unidade.

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

20 jovens participantes

21


22

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017


5. Vira internacional Itália Desde 2016 a Viração atua com uma configuração jurídica própria na Itália, a Viração&Jangada, resultante da fusão entre a Viração Educomunicação e a Associação Jangada. A organização atua como o braço internacional da sede brasileira. Com sede na cidade de Trento, a Viracão&Jangada foi uma das promotoras de um percurso para a criação de uma rede e um consórcio de associações trentinas que trabalham com o Brasil e de uma rede de associações de cooperação internacional.

PROJETO VAMOS CUIDAR DO PLANETA Em 2017, Viração&Jangada promoveu o projeto Giochiamoci il Pianeta, com a participação de jovens e pesquisadores de escolas do ensino médio e da Universidade de Trento. Trata-se de um projeto de educação à cidadania planetária no qual foram realizadas atividades de formação sobre cooperação internacional e justiça climática, cobertura educomunicativa da Conferência ONU sobre o Clima de Bonn (Alemanha) e jogos de simulação e oficinas nas escolas e na universidade de Trento e de Bolzano.

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

23


Parceiros: Conselho Nacional de Pesquisas de Bologna e Monde Pluriel Área de atuação: Nacional (regiões do Trentino, Lombardia, Emilia Romagna, Lazio, Puglia, Campania e Sicilia) Escolas participantes: Istituto Comprensivo Isera-Rovereto, Liceo Bertrand Russell, Liceo Martino Martini, Istituto Comprensivo di Taio-Coredo, I.S.S. Giuseppe Greggiati, Istituto Comprensivo Giovanni Pascoli, Liceo Statale Girolamo Comi, Istituto Superiore G. Salvemini, Istituto Comprensivo Foscolo Gabelli”\, Istituto Comprensivo Guicciardini, Istituto di Istruzione Superiore Sandro Pertini, ITI Fermi Gadda, Istituto Comprensivo Statale Giovanni Verga, Istituto Comprensivo Dante Alighieri, Istituto Comprensivo Fontanarossa, I.I.S. E.Fermi-F.Eredia.

20 jovens e pesquisadores participantes

PROJETO GIOCHIAMOCI IL PIANETA Financiador: Provincia Autonoma de Trento e Viração&Jangada 1500 estudantes e professores

17 escolas

Desde 2010 a Viração&Jangada coordena na Itália a Conferência Europeia de Jovens “Vamos Cuidar do Planeta”, realizada em parceria com o Centro Nacional de Pesquisas de Bologna (CNR). O projeto Vamos Cuidar do Planeta é um processo de participação global que convida jovens de todo o mundo a debater sobre desenvolvimento sustentável, assumir responsabilidades individuais e coletivas, e aplicar ações locais de mitigação e adaptação às mudanças climáticas. Parceiros: Observatório Trentino sobre o Clima, Centro europeu de pesquisas Jean Monnet, Associação Mazingira, Associação In Medias Res e IPSIA do Trentino Área de atuação: Trentino Participantes: Liceo Leonardo Da Vinci, Liceo Bertrand Russell, Liceo Martino Martini, Liceo Galileo Galilei e Universidade de Trento

15 cidades

7 regiões da Itália (Trentino, Lombardia, Emilia Romagna, Lazio, Puglia, Campania e Sicilia)

França Em parceria com CCFD-Terre Solidaires, ONG que atua com cooperação internacional há mais de 50 anos, Viração&Jangada promoveu um concurso internacional para a cobertura educomunicativa do Fórum Internacional Wellbeing, que acontecerá de 6 a 9 de junho de 2018 em Grenoble, na França. Participam da cobertura 20 jovens de diversos países do mundo.

24

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017


6. Eventos

Realizados pela Vira: RODA DE CONVERSA SOBRE DROGAS A roda de conversa contou com a participação de 25 jovens da AJN e foi transmitida virtualmente pelo facebook. A especialista Heloisa Dantas apresentou a história das drogas ao longo da história da humanidade, discutiu sobre seus diferentes sentidos até chegar aos dias atuais. Falou também sobre a ação na cracolândia. Quando: 20/06/2017 Onde: Viração (São Paulo - SP)

ENCONTRO EDUCAÇÃO, GÊNERO E SEXUALIDADE: DESAFIOS E BOAS PRÁTICAS Idealizado pela Viração, o encontro teve como objetivo propor uma discussão sobre os desafios e oportunidades para se promover a saúde e os direitos sexuais e reprodutivos entre adolescentes e jovens em diferentes contextos de aprendizagem. O encontro contou com a participação de 71 pessoas, a maioria jovens e profissionais da área de saúde e educação. Quando: 1/08/2017 Onde: DIEESE (São Paulo - SP)

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

25


Com a participação da Vira: RODA DE CONVERSA JUVENTUDE E REDES SOCIAIS CJ FILHOS DA TERRA Evento organizado pelo CJ Filhos da Terra para discutir internet, na perspectiva dos direitos humanos e segurança online. A Viração foi convidada a fazer uma fala a partir da sua experiência com o tema. Quem virou: Elis Lua Quando: 18/04/2017 Onde: CJ Filhos da Terra (São Paulo - SP)

I SEMINÁRIO INTERNACIONAL JUVENTUDES E VULNERABILIDADES O seminário tem como proposta realizar uma reflexão crítica sobre as violências vivenciadas pelos jovens na América Latina, condições decorrentes de políticas de criminalização e estigmatização dos jovens pobres, negros/indígenas e moradores de bairros/territórios periféricos dos grandes centros urbanos Quem virou: Elis Lua, Vania Correia e adolescentes da AJN Quando: 7, 8 e 9/06/2017 Onde: Faculdade de Direito da USP

JORNADA EDUCAÇÃO POPULAR A Viração foi convidada a falar sobre sua experiência na jornada de educação popular, organizada pelo Cursinho Mafalda. Quem virou: Elis Lua Quando: 30/09/2017 Onde: Cursinho Mafalda

26


SEMINÁRIO EDUCAÇÃO PARA PREVENÇÃO DO HIV/AIDS: DIALOGANDO COM A JUVENTUDE O seminário Educação para Prevenção do HIV/AIDS: Dialogando com a Juventude foi organizado pela CASVI - Centro de Apoio e Solidariedade à Vida, organização da sociedade civil que atua pela promoção da saúde sexual e direito à diversidade de gênero e sexualidade na cidade de Piracicaba. A Viração foi convidada a ministrar uma oficina sobre gênero, sexualidade e educomunicação, pela manhã, e uma fala institucional sobre o trabalho da Viração e sua estratégia de comunicação. Quem virou: Tulio Bucchioni, Paula Bonfatti e Jonathan Moreira. Quando: 24/10/2017 Onde: Sesc Piracicaba (Piracicaba - SP)

BRITO SEM HOMOFOBIA Desde 2013 a Escola Estadual Prof. Joaquim Luiz de Brito realiza o evento anual “Brito Sem Homofobia”, que tem como objetivo incluir na programação escolar a discussão a respeito da diversidade de gênero e sexualidade, assim como suas transversalidades. Em 2017, a Viração foi convidada para fazer uma fala com os alunos e alunas a respeito dos direitos humanos e desigualdades de gênero e sexualidade na escola. Quem virou: Tulio Bucchioni e Elis Lua Quando: 24/11/2017 Onde: Escola Estadual Professor Joaquim Luiz de Brito (São Paulo - SP).

FÓRUM AIDS O Fórum Aids, organizado pela Portal Imprensa, reúne anualmente profissionais e influenciadores digitais para debates temas transversais ao HIV/Aids na sociedade. A Viração foi convidada para fazer parte do bloco “saúde na balada”, dedicado à temática de gênero, sexualidade e prevenção de HIV e outras IST. O debate foi veiculado ao vivo pelo Portal. Quem virou: Tulio Bucchioni Quando: 15/12/2017 Onde: Auditório da ESPM (São Paulo - SP).

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

27


28

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017


7. Novidades do ano PRÊMIO BETINHO DE DEMOCRACIA E CIDADANIA Em 2017 o projeto da Revista Viração foi vencedor do Prêmio Betinho de Democracia e Cidadania, concedido pela Câmara Municipal de São Paulo. Esta premiação é uma homenagem ao sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, reconhecido por ter sido grande defensor da democracia e da igualdade de direitos, em especial por ter articulado a maior campanha contra a fome no Brasil, assim como pelo seu exemplo de luta contra a AIDS. Dessa maneira, a Revista Viração passou a ser formalmente reconhecida como símbolo e instrumento do exercício a uma comunicação democrática e pela promoção dos direitos humanos, em especial ao direito da participação!

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

29


CARDUME – COMUNICAÇÃO EM DEFESA DE DIREITOS Em 2017, a Viração participou do Encontro Nacional de Comunicadores e Comunicadoras da Sociedade Civil pela Defesa de Direitos, que aconteceu de 25 a 29 de setembro em São Paulo e reuniu 20 comunicadores/as de organizações de todas as regiões do país O evento teve como objetivo a criação e fomento de uma rede de comunicadores/as do terceiro setor, a Cardume, cujo objetivo essencial é pautar, organizar e disseminar para o público as produções sobre diversas temáticas, além de promover a troca de experiências e ferramentas práticas para o maior engajamento virtual.

30

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017


8. Comunicação Institucional Em 2017, a comunicação institucional da Viração teve como foco a consolidação do plano de marketing digital, voltado para a captação de recursos e relacionamento com o público, além da definição de personas e da criação de uma linguagem institucional única. Apostamos na criação de conteúdos de qualidade e na produção de eventos, a partir do conhecimento e experiência da Viração nos últimos 14 anos.

Posicionamento institucional Em 2017, a Viração reformulou sua identidade visual a partir de um processo que envolveu, diretamente, as equipes de comunicação, desenvolvimento institucional e coordenação. A ação compôs a estratégia de posicionamento institucional, que inclui a consolidação da linguagem e identidade visual nos canais de comunicação e relacionamento com o público externo. Assim, uma das principais ações da reformulação da identidade incluiu a idealização e implementação de um novo site institucional, com melhor usabilidade e uma página integrada à plataforma de marketing digital. A nova página possibilitou também uma interface com o PayPal, empresa de pagamentos online utilizada para captar recursos de pessoas físicas. O site conta com um blog, que será usado para a disseminação de conteúdo de relevância para o público institucional, a fim de gerar mais tráfego e conversão.

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

31


Em 2017, apostamos também na realização de eventos, virtuais e físicos, como a realização de webinars online para discutir temas diversos, e a realização do evento “Educação, Gênero e Sexualidade: Desafios e boas práticas”, como forma de afirmar a experiência da Viração na temática. Ao longo do ano, a Viração também se posicionou em relação ao desmonte das políticas públicas e sociais no Brasil, que marcou a conjuntura política em 2017, aderindo à mobilização internacional de mulheres, no dia 08 de março, à greve geral, no dia 24 de abril, e à luta contra a Reforma da Previdência. A Viração considera de extrema importância afirmar seu posicionamento institucional diante da agenda pública e pretende manter a prática em 2018.

Marketing Digital Em maio de 2017, a Viração passou a utilizar uma ferramenta de automação de marketing digital. Por meio da plataforma, é possível captar contatos e criar um relacionamento personalizado com cada um, a partir de campanhas de e-mail e automatização das ações de nutrição e relacionamento. Dentre as principais ações de marketing digital em 2017, destacam-se a produção do Guia de Participação Cidadã para Educadores/as e do Guia de Gênero e Sexualidade para Educadores/as. Juntos, os dois materiais ricos captaram 3.196 leads. No total, desde o primeiro mês de implementação, a Viração teve 50.471 visitas nos canais de conversão que resultaram em 3.740 leads, tendo uma média de conversão de 7,4% - 3,3% acima da média de outras organizações do terceiro setor. Em 2018, as estratégias de marketing digital serão voltadas para a fidelização e conversão dos leads em doadores, consolidando uma cultura de doação entre o público institucional da Viração. As principais campanhas de automação de marketing em 2017 também revelaram que a linguagem e os conteúdos estão alinhados ao público institucional, que é composto, principalmente, de educadores/as populares, professores/as, educomunicadores/as e pesquisadores/as na área de juventude e direitos humanos. Grande parte das campanhas de automação têm taxa de abertura superior a 35% - acima da média de mercado, que considera 20% uma taxa de abertura boa - e taxa de clique superior a 20% - acima da média de mercado, que considera 6% excelente. Assim, em 2018 a Viração continuará apostando na produção de materiais ricos de qualidade e interesse do público primário, além de desenvolver uma ação focada na conversão de leads em doadores.

32

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017


Redes Sociais Ao longo do ano, a Viração trabalhou para consolidar uma linguagem unificada e uma constância na comunicação com o público externo, principalmente por meio da página institucional no Facebook. Em 2017, a equipe escolheu priorizar apenas esta rede social para que, depois de consolidada, pudesse expandir caso necessário. No total, foram investidos R$789,00 em anúncios no Facebook, que foram otimizados de acordo com o acúmulo de conhecimento e experiência da equipe na gestão de mídias sociais nos 12 meses. Os números apontam para um crescimento relativo positivo, tanto em número de curtidas quanto em interação com a página. Em 2018, o Facebook institucional será o principal canal utilizado para gerar tráfego no site, junto aos anúncios no Google e publicações no blog, a fim de otimizar o SEO.

Número de curtidas: crescimento de 33,89% Alcance: crescimento de 88%

Crescimento de envolvimento com as postagens: crescimento de 83,50%

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

33


34

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017


9. Mobilização de Recursos

Assim como nos anos anteriores, a área de mobilização de recursos se dedicou à elaboração propostas de projetos para instituições que procuraram a Viração de forma espontânea e para concorrer em editais públicos e privados. A novidade de 2017 foi o planejamento e implementação de estratégias para captar recursos com pessoas físicas. Junto com a área de comunicação institucional, a Viração fortaleceu seu posicionamento online, fortaleceu o relacionamento com seu público e implementou um plano de marketing digital, cujos resultados se mostraram acima da média de mercado e servirão de subsídios para a implementação do programa de doação no ano seguinte.

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

35


Relação de propostas de 2017 PROPOSTAS

 

... 

QUANTIDADE

VALOR

Aprovada com recursos diretos

12

R$ 2.428.244,65

Aprovada em editais para captar com pessoas físicas e jurídicas

4

R$ 3.447.951,55

Aguardando resultado da seleção

4

R$ 816.905,31

Não aprovada

11

R$ 1.558.545,50

TOTAL PROSPECTADO

31

R$ 8.251.647,01

Origem dos recursos captados em 2017** FUNDAÇÃO/INSTITUTO INTERNACIONAL

2,6%

FUNDAÇÃO/INSTITUTO NACIONAL

EMPRESA NACIONAL

10,7%

GOVERNO NACIONAL

43,7%

11,6%

GOVERNO INTERNACIONAL

ÓRGÃO INTERNACIONAL

24,4%

7%

** Recursos que foram aprovados e captados em 2017, com execução no próprio ano e/ou em anos seguintes.

36

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017


10. Parcerias do Ano

Apoio com recursos financeiros Ambev - via FUMCAD - Fundo Municipal da Criança e do Adolescente Arcadis Chiesa Valdese Colégio Rainha da Paz Enel Greenpower Fundação Telefônica - via FUMCAD - Fundo Municipal da Criança e do Adolescente Instituto Unibanco MSD Prefeitura de São Paulo - Programa Municipal de DST/Aids Província Autônoma de Trento Sesc Catanduva Sesc São Paulo UNICEF

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

37


Apoio institucional Associação Bloco do Beco CJ Helena Portugal Escola DIEESE de Ciências do Trabalho EMEF SudMennucci EMEF Irineu Marinho

38

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017


11. Balanço Financeiro

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

39


40

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017


Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

41


42

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017


Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

43


44

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017


Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

45


46

Relatório de Atividades – Viração Educomunicação 2017

Relatorio de atividades 2017  
Relatorio de atividades 2017  
Advertisement