Page 1

ESTGF

POLITÉCNICO DO PORTO

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS

CET

· · · · · · ·

APLICAÇÕES INFORMÁTICAS DE GESTÃO AUDITORIA A SISTEMAS DE GESTÃO BANCA E SEGUROS DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS MULTIMÉDIA GESTÃO DA QUALIDADE E DO AMBIENTE GESTÃO DE REDES E SISTEMAS INFORMÁTICOS TÉCNICAS DE SECRETARIADO JURÍDICO

L

· · · · ·

CIÊNCIAS EMPRESARIAIS ENGENHARIA INFORMÁTICA SEGURANÇA E QUALIDADE NO TRABALHO SEGURANÇA INFORMÁTICA EM REDES DE COMPUTADORES SOLICITADORIA

M

· ENGENHARIA INFORMÁTICA · GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE, AMBIENTE E SEGURANÇA · REDES E SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO

PG

· INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO opção: Serviço Social opção: Educação e Formação


WWW.ESTGF.IPP.PT PARA MAIS INFORMAÇÕES SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO E RELAÇÕES EXTERNAS SCRE@ESTGF.IPP.PT ESTE FOLHETO NÃO DISPENSA A CONSULTA DOS DOCUMENTOS OFICIAIS EMITIDOS PELO MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR – MCTES

– IPP.GCI JANEIRO 2011


ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS . ESTGF A Escola Superior de Tecnologia e Gestão, criada pelo Decreto-Lei n.º 264, de 14 de Julho de 1999, é uma Escola Superior Pública, integrada no Instituto Politécnico do Porto, que responde às necessidades de formação superior. A ESTGF é uma Instituição de Ensino Superior que tem por fins: · A formação humana, cultural, científica, técnica, pedagógica e profissional de nível superior nas áreas de ensino administradas nesta Escola; · O desenvolvimento de projectos de cariz científico; · A prestação de serviços à comunidade numa perspectiva de valorização recíproca; · A participação em projectos de cooperação nacional e internacional, privilegiando, relativamente a estes últimos, os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa.

p ECTS - Está implementado o sistema europeu de transferências de créditos p CERTIFICAÇÃO - A ESTGF encontra-se certificada pela norma ISO9001:2008. p FORMAÇÃO CONTINUA PARA PROFESSORES (CCPFC) - A ESTGF está acreditada como entidade formadora pelo Conselho CientíficoPedagógico da Formação Contínua para Professores (CCPFC) com o registo CCPFC/ENT-ES-0449/08. p ACESSO PARA ESTUDANTES EM MOBILIDADE - Há a possibilidade de estudar na ESTGF, através de programas de mobilidade nacional e internacional, de que são exemplo, respectivamente, o programa Vasco da Gama, entre Politécnicos nacionais, e o programa Erasmus.

p CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA – CET - Aplicações Informáticas de Gestão - Auditoria a Sistemas de Gestão - Banca e Seguros - Desenvolvimento de Produtos Multimédia - Gestão da Qualidade e do Ambiente - Gestão de Redes e Sistemas Informáticos - Técnicas de Secretariado Jurídico p LICENCIATURAS | 1º ciclo - Ciências Empresariais - Ciências Empresariais (Regime PósLaboral) - Engenharia Informática - Engenharia Informática (Regime PósLaboral) - Segurança e Qualidade no Trabalho - Segurança e Qualidade no Trabalho (Regime Pós-Laboral) - Segurança Informática em Redes de Computadores (Regime Pós-Laboral) - Solicitadoria - Solicitadoria (Regime Pós-Laboral) p MESTRADOS | 2º ciclo - Engenharia Informática - Gestão Integrada da Qualidade, Ambiente e Segurança - Redes e Serviços de Comunicação - Ciências Empresariais * - Solicitadoria – Contratos, Registo e Notariado * * Aguarda Aprovação do MCTES

· ESTGF p IPP ·


LICENCIATURA

CIÊNCIAS EMPRESARIAIS É objectivo desta licenciatura a formação nas seguintes competências específicas: - Conhecer as diversas estruturas empresariais e actuar aos níveis do marketing e das novas tecnologias de informação; - Actuar ao nível da gestão corrente e operacional, sendo capaz de elaborar, entre outros, planos de investimento; - Intervir no âmbito da consultadoria fiscal e financeira no mercado de capitais (nacional e internacional) e aos níveis organizacional, logístico e humano das empresas; - Aplicar os conhecimentos técnicos adquiridos, de âmbito empresarial, aos níveis contabilístico e financeiro; - Demonstrar uma atitude pró-activa e de liderança na gestão organizacional e espírito empreendedor; - Organizar e articular diferentes tipos de recursos e hierarquizar prioridades; - Identificar e analisar a influência dinâmica dos diversos factores/actores ambientais que condicionam a actividade organizacional; - Reconhecer e considerar os diferentes factores que influenciam a forma como os indivíduos, as equipas e os grupos pensam, aprendem e trabalham.

p PROVAS DE INGRESSO - Economia ou - Matemática Aplicada às Ciências Sociais ou - Português p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Intervenção aos níveis contabilístico e financeiro. - Técnico Oficial de Contas. - Actuação ao nível do desenvolvimento Local e Regional. - Elaboração de Planos de Marketing. - Gestão Corrente e Operacional. - Actuação ao nível das novas tecnologias de gestão. - Elaboração e avaliação de planos de investimento; - Actuação ao nível da gestão estratégica e de longo prazo, evidenciando uma forte capacidade decisora. - Intervenção no âmbito da consultoria fiscal e financeira. - Intervenção no mercado financeiro, na banca e seguros.

· 2011 p 2012 ·


LICENCIATURA

ENGENHARIA INFORMÁTICA É objectivo desta licenciatura a formação nas seguintes competências específicas: - Desenvolver capacidades sociais que lhe permita interagir, trocar ideias, cooperar, negociar e gerir adequadamente situações de potencial conflito com outros profissionais; - Desenvolver capacidades de trabalho em equipa, integrando, motivando e até liderando equipas; - Pesquisar sobre assuntos pertinentes relativamente aos métodos e tecnologias utilizados; - Analisar problemas e situações de um modo aprofundado; - Especificar requisitos necessários à resolução de problemas; - Seleccionar as metodologias mais adequadas para a resolução de problemas; - Analisar, experimentar e criticar soluções; - Estabelecer planos de desenvolvimento de projectos e implementar ou acompanhar a implementação dos mesmos; - Estabelecer planos de manutenção de sistemas informáticos baseados em hardware e/ou software; - Utilizar com segurança os recursos disponíveis (orçamento, tempo, materiais, esforço humano, etc.); - Compreender e produzir informação técnica e científica na sua área de formação, expressa em língua inglesa, sob a forma oral e escrita; - Conhecer de forma aprofundada o meio envolvente, quer a nível regional quer a nível global; - Ter sempre presente aspectos éticos, jurídicos, sociais e ambientais que possam implicar com o exercício da sua actividade.

p PROVAS DE INGRESSO - Biologia e Geologia ou - Física e Química ou - Matemática p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Programação e análise. - Desenvolvimento e análise. - Desenvolvimento de aplicações. - Implementação e gestão de redes locais. - Manutenção de software e hardware, nomeadamente no diagnóstico e substituição de macrocomponentes de uma rede local. - Helpdesk na utilização de ferramentas informáticas e ligações com os fornecedores ou equipamentos e sistemas. - Análise de sistemas de organização. - Concepção de redes de computadores. - Administração de sistemas informáticos complexos, integrando redes locais e alargadas de computadores e internet. - Concepção de aplicações baseadas na internet – comércio electrónico. - Informática industrial.

· ESTGF p IPP ·


LICENCIATURA

SEGURANÇA E QUALIDADE NO TRABALHO É objectivo desta licenciatura a formação nas seguintes competências específicas: - Promover a informação e formação em higiene e segurança no trabalho dos trabalhadores e demais intervenientes nos locais de trabalho e dinamizar e apoiar os processos de consulta e de participação; - Participar e gerir a componente organizacional relativa à higiene e segurança no trabalho; - Planear, implementar e coordenar o sistema de gestão de higiene e segurança no trabalho nas instituições e promover e desenvolver uma política de prevenção; - Desenvolver e coordenar as relações da(s) organização(ões) com os organismos públicos e institucionais que colaboram e regulamentam as políticas nacionais e internacionais no universo da higiene e segurança no trabalho.

p PROVAS DE INGRESSO - Economia ou - Matemática Aplicada às Ciências Sociais ou - Português p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos p CERTIFICAÇÕES CONFERIDAS - Certificação Profissional de Técnico Nível V emitido pela ACT – Autoridade para as Condições do Trabalho; - Certificação de Aptidão Pedagógica de Formador emitido pelo IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Colaborar na definição da política geral da empresa relativa à prevenção de riscos e planear e implementar o correspondente sistema de gestão; - Desenvolver processos de avaliação de riscos profissionais; - Conceber, programar e desenvolver medidas de prevenção e de protecção; - Coordenar tecnicamente as actividades de Segurança e Higiene do Trabalho, assegurando o enquadramento e a orientação técnica dos profissionais da área; - Participar na organização do trabalho; - Gerir o processo de utilização de recursos externos nas actividades de prevenção e de protecção; - Assegurar a organização da documentação necessária à gestão da prevenção na empresa; - Promover a informação e a formação dos trabalhadores e demais intervenientes nos locais de trabalho; - Promover a integração da prevenção nos sistemas de comunicação da empresa, preparando e disponibilizando a necessária informação específica; - Dinamizar processos de consulta e de participação dos trabalhadores; - Desenvolver as relações da empresa com os organismos da rede de prevenção.

· 2011 p 2012 ·


LICENCIATURA

SEGURANÇA INFORMÁTICA EM REDES DE COMPUTADORES É objectivo desta licenciatura a formação nas seguintes competências específicas: - Distinguir e adequar os níveis de segurança em função da importância do bem a proteger; - Pesquisar e analisar métodos e tecnologias emergentes na área da Segurança Informática; - Dominar as ferramentas à disposição para o exercício das suas funções; - Auditar e analisar problemas de um modo proactivo e aprofundado; - Especificar requisitos e abordagens inerentes à resolução de problemas; - Coordenar e aplicar metodologias adequadas à resolução de problemas; - Analisar, experimentar e criticar soluções; - Estabelecer planos de auditoria e manutenção de sistemas informáticos baseados em hardware e/ou software; - Projectar, de forma autónoma, sistemas de informação seguros; - Implementar mecanismos de segurança informática em redes de computadores; - Compreender e produzir informação técnica e científica na sua área de formação.

p PROVAS DE INGRESSO - Biologia e Geologia ou - Física e Química ou - Matemática p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Projecção de redes seguras, complexas ou não, de nível local ou de área alargada; - Implementação e gestão de redes de computadores com requisitos de segurança; - Auditoria e Consultadoria de segurança em redes de computadores e aplicações de rede; - Administração de sistemas informáticos em redes complexas, de médio ou grande porte.

· ESTGF p IPP ·


LICENCIATURA

SOLICITADORIA No final do curso o licenciado estará apto a: - Dominar as áreas fundamentais da ordem jurídica portuguesa; - Interpretar e compreender textos jurídicos, com recurso a critérios hermenêuticos; - Identificar o papel das instituições comunitárias e dos órgãos de soberania nacionais; - Analisar e resolver questões jurídicas sobre interpretação e aplicação de normas; - Resolver questões práticas relativas a contratos, responsabilidade civil, direito do trabalho, direitos reais, arrendamento e condomínios; - Analisar e resolver questões de natureza fiscal, com especial incidência sobre a tributação do património; - Distinguir os tipos de comerciantes, respectivos estatutos, direitos e obrigações, e as mais importantes operações sobre o estabelecimento comercial; - Dominar as regras fundamentais da organização e do funcionamento das sociedades comerciais por quotas e anónimas, inclusive ao nível da elaboração e prestação de contas e análise de empresas; - Caracterizar o conceito de insolvência, dominar a tramitação do processo, conhecer os intervenientes no processo de insolvência e as respectivas competências; - Distinguir o ilícito penal das contraordenações; - Resolver questões relativas ao casamento, nomeadamente as de carácter patrimonial, e as relativas à morte e processo de inventário; - Representar cidadãos perante entidades públicas e privadas, nomeadamente apresentar requerimentos, requerer registos, preparar e outorgar escrituras; - Identificar e resolver questões relativas aos diversos modos de actuação da Administração Pública; - Elaborar requerimentos e peças processuais e intervir em tribunal, designadamente ao nível do processo executivo; - Utilizar os meios e programas informáticos necessários na administração de processos judiciais e no relacionamento com os tribunais; - Conhecer os direitos e deveres do profissional de Solicitadoria.

p PROVAS DE INGRESSO - História ou - Literatura Portuguesa ou - Português p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Solicitador e Assessor Jurídico. - Agente de Execução (Solicitador de Execução). - Mediador nos Julgados de Paz. - Administração Pública. - Assessor de Notariado Privado. - Administração de Patrimónios e Heranças. - Direcção de Departamento Jurídico e de Recursos Humanos de Empresas. - Direcção de Empresas e Serviços com forte carácter jurídico. - Secretariado de Sociedades Comerciais.

· 2011 p 2012 ·


MESTRADO

ENGENHARIA INFORMÁTICA É objectivo do mestrado a formação nas seguintes competências específicas: - Compreender o funcionamento das empresas industriais e de serviços, identificando quer as ameaças a que tais empresas estão sujeitas quer as oportunidades que podem ter, sobretudo as que são inerentes ao uso das Tecnologias da Informação e do Conhecimento; - Agir de modo a dinamizar as empresas existentes no contexto regional onde irá trabalhar, mas tendo sempre presente a realidade imposta por uma Economia Global; - Ter um papel relevante em actividades de investigação e de desenvolvimento, especialmente vocacionadas para produtos, serviços, aplicações e sistemas originais e inovadores, relevantes a nível empresarial; - Estabelecer objectivos e programas de actuação, bem como integrar, acompanhar e liderar equipas para os executar; - Constituir-se como motor de empreendedorismo e de inovação, propor e/ou participar na proposta de soluções inovadoras; - Identificar novas áreas de actuação e de negócio e prosseguir políticas para desenvolver ou promover o desenvolvimento da actuação nessas áreas; - Desenvolver actividade profissional em áreas pioneiras em que haja pouco trabalho anterior e que requeiram forte competência.

p REGIME - Pós- Laboral p GRAU CONFERIDO - Mestrado – 2 anos

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Consultoria e participação em processos de transferência de tecnologias de informação e de comunicações para empresas do sector industrial e de serviços de modo a adequa-las às necessidades da sociedade da informação e do conhecimento. - Concepção de soluções informáticas inovadoras. - Investigação de novas soluções tecnológicas em domínios emergentes (Web Semântica, computação ubíqua, ambientes inteligentes, etc.). - Inovação e empreendedorismo no sector informático.

· ESTGF p IPP ·


MESTRADO

GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE, AMBIENTE E SEGURANÇA - Identificar, compreender e aplicar os referenciais normativos no âmbito dos Sistemas de Gestão, nomeadamente, da Gestão da Qualidade, Gestão Ambiental, Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho, Gestão de Recursos Humanos, Gestão da Segurança Alimentar e Gestão da Responsabilidade Social; - Promover a melhoria dos processos organizacionais no que concerne à Qualidade, Ambiente e Segurança, entre outros; - Desenvolver e gerir Sistemas de Gestão, estejam ou não integrados num único Sistema de Gestão; - Auditar Sistemas de Gestão já implementados em organizações de qualquer sector de actividade; - Avaliar, numa perspectiva custo/benefício, a implementação de um Sistema Integrado de Gestão.

p REGIME - Pós- Laboral p GRAU CONFERIDO - Mestrado – 2 anos

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Gestor da Qualidade, do Ambiente, da Segurança e Saúde no Trabalho, de Recursos Humanos, da Segurança Alimentar e da Responsabilidade Social, em entidades públicas e privadas; - Gestor de Sistemas Integrados de Gestão; - Auditor de Sistemas de Gestão, quer se encontrem ou não integrados.

· 2011 p 2012 ·


MESTRADO

REDES E SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO É objectivo do mestrado a formação nas seguintes competências específicas: - Conceber e participar no desenvolvimento de software, de forma modular, de comunicações para redes fixas ou móveis; - Conhecer, conceber e implementar soluções de rede, mais ou menos complexas, que interligam locais e sistemas de informação, utilizando redes fixas ou móveis; - Conceber e gerir infra-estruturas de comunicações de forma segura, garantindo o seu adequado funcionamento; - Conceber e definir novos um produto e/ou serviço, dentro das áreas do curso proposto; - Participar em projectos de investigação, estudando novas tecnologias ou a aplicação das tecnologias existentes a novas realidades; - Conhecer, conceber e implementar mecanismos de segurança em redes, fixas ou móveis, e serviços de comunicação associados; - Capacidade para se adaptar a mudanças tecnológicas, de forma autónoma; - Capacidade para formar a sua própria empresa desenvolvendo produtos e/ou serviços inovadores na área das redes de comunicações; - Identificar a necessidade da integração de serviços em redes de comunicação.

p RAMOS - Segurança Informática - Comunicações Móveis p REGIME - Laboral p GRAU CONFERIDO - Mestrado – 2 anos

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Projectista de redes e de serviços. - Instalação, configuração e administração de redes e serviços. - Identificação e desenvolvimento de novos produtos nas áreas do curso. - Consultadoria nas áreas da Segurança Informática, Redes de Computadores e Tecnologias de Informação.

· ESTGF p IPP ·


CET — CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA

APLICAÇÕES INFORMÁTICAS DE GESTÃO É objectivo do curso de especialização a formação nas seguintes competências específicas: - Utilizar ferramentas informáticas de apoio às diversas vertentes da gestão, nomeadamente de gestão de recursos humanos, de gestão financeira, de gestão comercial, gestão de compras e de gestão de armazéns; - Proceder ao planeamento, instalação e configuração de sistemas e equipamentos informáticos e de redes estruturadas; - Participar no projecto de um ambiente de trabalho seguro para redes empresariais, nomeadamente ao nível da definição e aplicação de políticas de segurança e de estratégias coerentes de cópia de segurança de dados; - Realizar a gestão e a manipulação avançada de aplicações informáticas de processamento de texto e de folha de cálculo; - Estruturar e aceder a bases de dados; - Proceder à disponibilização de conteúdos na Internet, designadamente através da utilização de uma linguagem de script.

p NÍVEL DE FORMAÇÃO - 4 (Pós-Secundária Não Superior) p DURAÇÃO - 3 Semestres p ÁREA DE FORMAÇÃO - Ciências Informáticas

p PERFIL PROFISSIONAL - O/A Técnico/a Especialista em Aplicações Informáticas de Gestão implementa as tecnologias informáticas nas empresas e nas organizações em geral, designadamente ao serviço das várias vertentes da gestão.

· 2011 p 2012 ·


CET — CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA

AUDITORIA A SISTEMAS DE GESTÃO É objectivo do curso de especialização a formação nas seguintes competências específicas: - Planear, coordenar e conduzir a realização de auditorias aos sistemas de gestão da qualidade, gestão ambiental, gestão da segurança e saúde no trabalho, gestão da segurança alimentar e de acreditação de laboratórios. - Proceder à avaliação do processo de implementação das auditorias e da sua eficácia. - Promover a melhoria contínua do processo de auditoria em termos da sua monitorização e revisão e da identificação da necessidade de acções correctivas/preventivas e da existência de oportunidades de melhoria. - Apoiar a Gestão de Recursos Humanos, nomeadamente ao nível da identificação das necessidades de formação relacionadas com a qualidade, o ambiente, a segurança e saúde no trabalho, a segurança alimentar e a acreditação de laboratórios e avaliação da eficácia das mesmas.

p NÍVEL DE FORMAÇÃO - 4 (Pós-Secundária Não Superior) p DURAÇÃO - 3 Semestres p ÁREAS DE FORMAÇÃO - Enquadramento na organização / empresa

p PERFIL PROFISSIONAL - O/A Técnico/a Especialista de Auditoria a Sistemas de Gestão participa na avaliação de sistemas de gestão, nomeadamente ao nível do planeamento, execução e controlo do processo de auditoria verificando se as actividades e os resultados relativos aos Sistemas de Gestão, documentos de referência, legislação e regulamentação estão conformes com os critérios da auditoria.

· ESTGF p IPP ·


CET — CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA

BANCA E SEGUROS - Pesquisar, recolher, tratar e analisar informação relevante para o desempenho da sua actividade, nomeadamente sobre os produtos disponibilizados pela sua empresa e pelas empresas concorrentes e sobre a evolução dos mercados a nível nacional e internacional; - Colaborar activamente na gestão económica e financeira da empresa; - Intervir na área comercial, nomeadamente na gestão comercial e/ou na acção directa das vendas, através da promoção de produtos, utilizando os melhores canais de comunicação e distribuição; - Participar na gestão da carteira de clientes; - Apoiar as decisões de definição de estratégias e produtos a adoptar pela instituição bancária ou pela empresa de seguros, dando informações sobre a aderência dos clientes aos vários produtos/serviços, sugerindo alterações aos produtos/serviços existentes ou propondo novos produtos/serviços.

p NÍVEL DE FORMAÇÃO - 4 (Pós-Secundária Não Superior) p DURAÇÃO - 3 Semestres p ÁREA DE FORMAÇÃO - Finanças, Banca e Seguros

p PERFIL PROFISSIONAL - O/A Técnico/a Especialista em Banca e Seguros é o/a profissional que acompanha e desenvolve a carteira de clientes da instituição, intervindo na área comercial através da promoção dos produtos de forma a captar novos clientes e fidelizar e acompanhar de forma personalizada os clientes actuais.

· 2011 p 2012 ·


CET — CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA

DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS MULTIMÉDIA É objectivo do curso de especialização a formação nas seguintes competências específicas: - Proceder à concepção técnica e ao planeamento de projectos de sistemas e produtos multimédia com vista ao desenvolvimento de soluções de informação e comunicação; - Coordenar processos de produção multimédia (recursos humanos e técnicos), garantindo padrões de qualidade dos produtos finais; - Programar aplicações multimédia utilizando ferramentas de autor; - Desenvolver componentes multimédia utilizando as ferramentas e tecnologias standard; - Conceber guiões e storyboards para produtos audiovisuais e multimédia; - Conceber e produzir efeitos visuais em áudio e vídeo; - Criar imagens gráficas para projectos de design gráfico; - Planificar, desenhar e desenvolver sítios Web; - Aplicar estratégias de marketing na construção de sítios Web; - Modelar e animar objectos 3D; - Conceber, produzir e desenvolver projectos de animação multimédia 2D e 3D; - Conceber e produzir interfaces para sistemas de e-learning, comércio electrónico, portais empresariais, intranets e extranets; - Aplicar estratégias de optimização do design de interfaces na construção de suportes multimédia; - Gerir o desenvolvimento de produtos multimédia (recursos humanos e técnicos) garantindo os padrões de qualidade do produto final.

p NÍVEL DE FORMAÇÃO - 4 (Pós-Secundária Não Superior) p DURAÇÃO - 3 Semestres p ÁREAS DE FORMAÇÃO - Áudio-visual e produção dos media

p PERFIL PROFISSIONAL - O Técnico/a Especialista em Desenvolvimento de Produtos Multimédia é o/a profissional que, de forma autónoma ou integrado(a) numa equipa, concebe, planeia e desenvolve soluções de informação e comunicação, recorrendo aos princípios e práticas do design e das tecnologias multimédia.

· ESTGF p IPP ·


CET — CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA

GESTÃO DA QUALIDADE E DO AMBIENTE - Apoiar a gestão de topo no controlo dos aspectos que respeitam à qualidade e ambiente na organização. - Participar, em conjunto com a gestão de topo, na definição da política e objectivos da qualidade e ambiente e na identificação dos processos e dos recursos necessários à implementação do Sistema de Gestão. - Apoiar a gestão de topo de modo a assegurar um efectivo planeamento da qualidade e coordenar a operacionalização do planeamento efectuado. - Gerir Programas de Auditorias e actuar como Auditor Interno. - Apoiar a Gestão de Recursos Humanos, nomeadamente ao nível. - Participar na selecção, aprovação e avaliação de fornecedores. - Controlar os dispositivos de monitorização e medição. - Coordenar a documentação, registos e a análise dos dados do Sistema de Gestão da Qualidade e do Ambiente. - Dinamizar a comunicação interna e externa nos aspectos relevantes do Sistema de Gestão. - Gerir os fluxos de informação relativos à Qualidade e Ambiente. - Participar na revisão e avaliação dos custos da qualidade. - Participar no tratamento de não conformidades e desenvolver programas de acções correctivas e preventivas. - Conduzir e desenvolver o processo de Melhoria Contínua. - Identificar e avaliar aspectos técnicos e ambientais das operações nas instalações, nomeadamente os relacionados com tecnologias, recursos, resíduos e materiais perigosos.

p NÍVEL DE FORMAÇÃO - 4 (Pós-Secundária Não Superior) p DURAÇÃO - 3 Semestres p ÁREAS DE FORMAÇÃO - Enquadramento na Organização / Empresa

p PERFIL PROFISSIONAL - O/A Técnico/a Especialista em Gestão da Qualidade e do Ambiente é o/a profissional que gere, dinamiza e promove a melhoria contínua dos sistemas da Qualidade e Ambiente, de uma organização, com o objectivo de adequar os mesmos aos requisitos dos clientes e outras partes interessadas e, de manter a sua adequabilidade e actualização face aos referenciais aplicáveis.

· 2011 p 2012 ·


CET — CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA

GESTÃO DE REDES E SISTEMAS INFORMÁTICOS É objectivo do curso de especialização a formação nas seguintes competências específicas: - Planear e projectar redes de comunicação, de acordo com as necessidades da organização e reflectindo preocupações com a ergonomia e com a segurança. - Instalar e configurar redes de comunicação, ao nível da infra-estrutura de cablagem, do sistema operativo, do equipamento e dos serviços, utilizando os procedimentos adequados, com vista a assegurar o correcto funcionamento das mesmas. - Gerir e manter redes de comunicação, sistemas, serviços e servidores, de forma segura, eficiente e fiável, com o objectivo de optimizar o funcionamento dos mesmos. - Participar no projecto de um ambiente de trabalho seguro para redes empresariais. - Planear, instalar, configurar, administrar e dar suporte a um sistema de bases de dados estruturadas. - Instalar, configurar e administrar plataformas de correio electrónico (e-mail) e serviços Web.

p NÍVEL DE FORMAÇÃO - 4 (Pós-Secundária Não Superior) p DURAÇÃO - 3 Semestres p ÁREAS DE FORMAÇÃO - Ciências Informáticas

p PERFIL PROFISSIONAL - O/A Técnico/a Especialista em Gestão de Redes e Sistemas Informáticos é o/a profissional que efectua, de forma autónoma ou sob orientação, a instalação e manutenção de redes e sistemas informáticos de apoio às diferentes áreas de gestão da organização, podendo assegurar a gestão e o funcionamento dos equipamentos informáticos e respectivas redes de comunicações.

· ESTGF p IPP ·


CET — CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA

TÉCNICAS DE SECRETARIADO JURÍDICO No final do curso de especialização o Técnico em Secretariado Jurídico estará apto a: - Proceder ao atendimento público e apoio administrativo; - Gerir a carteira de clientes e a agenda do profissional com quem colabora; - Organizar e movimentar os processos e respectivos prazos; - Recolher e entregar as peças processuais junto dos tribunais e de outras repartições públicas; - Actualizar a legislação e gerir e organizar a informação, nomeadamente por meios informáticos; - Fazer tratamento da informação contabilística forense da organização; - Efectuar o pagamento das custas processuais e fazer a respectiva imputação aos processos; - Colaborar com os magistrados, mediadores, conservadores e notários nas diligências e respectivos actos; - Colaborar com os gabinetes jurídicos das empresas e outras instituições. - Actualizar a legislação e gerir e organizar a informação, nomeadamente por meios informáticos; - Recolher informação académica, editorial, jurisprudencial e doutrinal da área jurídica; - Utilizar aplicações informáticas específicas.

p NÍVEL DE FORMAÇÃO - 4 (Pós-Secundária Não Superior) p DURAÇÃO - 3 Semestres p ÁREAS DE FORMAÇÃO - Direito

p PERFIL PROFISSIONAL - O técnico especialista em Secretariado Jurídico é o profissional que, de forma autónoma ou integrado numa equipa, concebe, planeia e desenvolve todo o trabalho de atendimento e relações públicas, gestão de clientes, organização e gestão de processos; organização e gestão da agenda; recolha de informação junto dos tribunais e de outras repartições públicas; prática forense; recolha, actualização e tratamento da legislação; informática e custas judiciais.

· 2011 p 2012 ·


POLITÉCNICO DO PORTO 26 Anos | 7 Escolas | 16.000 Estudantes | 1.500 Docentes O Politécnico do Porto iniciou a sua actividade em 1985, em resultado do relançamento do Ensino Superior Politécnico em Portugal. O IPP é a maior instituição de ensino superior politécnico do país, em número de estudantes, de docentes, de cursos e de escolas, resultado de uma elevada diversidade de perfis de formação, de contextos de aplicação, de públicos, de actividades de extensão e de implantação geográfica – em 6 concelhos do Distrito do Porto. Mais de 16 mil estudantes frequentam 7 escolas que oferecem um total de 57 Licenciaturas e 41 Mestrados, nas mais variadas áreas, desde a Engenharia, à Gestão, à saúde, música ou educação. ISEP ISCAP ESE ESMAE ESEIG ESTGF ESTSP

INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DO PORTO INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO DO PORTO ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO ESCOLA SUPERIOR DE MÚSICA, ARTES E ESPECTÁCULO ESCOLA SUPERIOR DE ESTUDOS INDUSTRIAIS E DE GESTÃO ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DA SAÚDE DO PORTO

A3

A7

ESTGF ESEIG

Felgueiras

Póvoa de Varzim / Vila do Conde

A28

A11

ISCAP Matosinhos

A42

A4

ISEP | ESE | ESMAE Porto

ESTSP

RIO DOURO Vila Nova de Gaia

SEGUE-NOS NO:

Flickr

Youtube

Issuu

Linkedin

Facebook


UNIVERSO IPP

IPP

PRESIDÊNCIA Rua Dr. Roberto Frias, 712 › 4200-465 Porto T. 225 571 000 › F. 225 020 772 ipp@ipp.pt › www.ipp.pt Serviços Académicos › s.academicos@sc.ipp.pt

ISEP

INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DO PORTO Rua Dr. António Bernardino de Almeida, 431 › 4200-072 Porto T. 228 340 500 › F. 228 321 159 mail@isep.ipp.pt › www.isep.ipp.pt

ISCAP

INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO DO PORTO Rua Jaime Lopes Amorim s/n › 4465-004 São Mamede de Infesta T. 229 050 000 › F. 229 025 899 instituto@iscap.ipp.pt › www.iscap.ipp.pt

ESE

ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO Rua Dr. Roberto Frias, 602 › 4200-465 Porto T. 225 073 460 › F. 225 073 464 ese@ese.ipp.pt › www.ese.ipp.pt

ESMAE

ESCOLA SUPERIOR DE MÚSICA, ARTES E ESPECTÁCULO Rua da Alegria, 530 › 4000-045 Porto T. 225 193 760 › F. 225 180 774 esmae@esmae-ipp.pt › www.esmae-ipp.pt

ESEIG

ESCOLA SUPERIOR DE ESTUDOS INDUSTRIAIS E DE GESTÃO Rua D. Sancho I, 981 › 4480-876 Vila do Conde T. 252 291 700 › F. 252 291 714 eseig@eseig.ipp.pt › www.eseig.ipp.pt

ESTGF

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS Rua do Curral, Casa do Curral, Margaride › 4610-156 Felgueiras T. 255 314 002 › F. 255 314 120 correio@estgf.ipp.pt › www.estgf.ipp.pt ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DA SAÚDE DO PORTO Rua Valente Perfeito, 322 › 4400-330 Vila Nova de Gaia T. 222 061 000 › F. 222 061 001 geral@estsp.ipp.pt › www.estsp.ipp.pt

IPP.GCI MARÇO. 2011

ESTSP

ESTGF - Oferta formativa 2011/12  

Oferta formativa da ESTGF - Escola Superior de Tecnologia e Gestao de Felgueiras

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you