Page 1

ESMAE

POLITÉCNICO DO PORTO

ESCOLA SUPERIOR DE MÚSICA, ARTES E ESPECTÁCULO

L L · MÚSICA · - JAZZ - MUSICA ANTIGA - CANTO - COMPOSIÇÃO - INSTRUMENTO - PRODUÇÃO E TECNOLOGIAS DA MÚSICA · TEATRO · - INTERPRETAÇÃO - PRODUÇÃO E DESIGN · TECNOLOGIA DA COMUNICAÇÃO AUDIOVISUAL · · TECNOLOGIA DA COMUNICAÇÃO MULTIMÉDIA · M M · COMUNICAÇÃO AUDIOVISUAL · - FOTOGRAFIA E CINEMA DOCUMENTAL - PRODUÇÃO E REALIZAÇÃO AUDIOVISUAL · COMPOSIÇÃO E TEORIA MUSICAL · · MÚSICA · INTERPRETAÇÃO ARTÍSTICA · · TEATRO · - ACTOR/ACTRIZ - ENCENADOR/A - DIRECTOR/A DE CENA E PRODUÇÃO - CENÓGRAFO/A - FIGURINISTA - DESIGNER DE LUZ - DESIGNER DE SOM


WWW.ESMAE.IPP.PT PARA MAIS INFORMAÇÕES ESMAE@ESMAE-IPP.PT ESTE FOLHETO NÃO DISPENSA A CONSULTA DOS DOCUMENTOS OFICIAIS EMITIDOS PELO MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR – MCTES

– IPP.GCI MARÇO 2011


ESCOLA SUPERIOR DE MÚSICA, ARTES E ESPECTÁCULO . ESMAE Foi constituída a partir da Escola Superior de Música, criada em 1985, dando seguimento à tradição secular do ensino de música na cidade do Porto. A ESMAE nasceu com o objectivo de alargar a sua formação ao teatro e à dança, de modo a responder às necessidades de desenvolvimento local. A ESMAE é formada pelos departamentos de Música, de Teatro e Artes da Imagem e tem actualmente cerca de 750 estudantes e cerca de 120 docentes. Está em estudo um novo espaço para o funcionamento dos cursos superiores de dança. A ESMAE dá particular atenção às actividades de relação com o exterior, imprescindíveis para que se cumpram os objectivos dos seus cursos, promovendo um contacto estreito e permanente entre os jovens actores e músicos e o seu futuro público, permitindo uma experiência enriquecedora a todos os futuros profissionais das artes do espectáculo. Neste contexto, situam-se na ESMAE o Teatro Helena Sá e Costa e o Café-Concerto, onde são frequentes as apresentações da Orquestra Sinfónica da ESMAE, da Orquestra Portuguesa de Saxofones, da Orquestra de Jazz, da Orquestra de Música Antiga, de grupos de Música de Câmara, Espectáculos Teatrais e representações várias, resultado da iniciativa da Comunidade Escolar.

p ECTS - Está implementado o Sistema Europeu de Transferência de Crédito.

p OUTRA FORMAÇÃO - Cursos Livres de Teatro e de Instrumento.

· ESMAE p IPP ·


RUA DE SANTA CATARINA

RUA DA ESCOLA NORMAL

ESMAE Rua da Alegria, 530 4000-045 Porto RUA DA ALEGRIA

RUA DE D.JOÃO IV RUA DE GONÇALO CRISTOVÃO

RUA DO BOLHÃO

RUA DA FIRMEZA

RUA DE SANTA CATARINA

RUA DE FERNANDES TOMÁS

RUA FORMOSA

· 2011 p 2012 ·


LICENCIATURA

MÚSICA – CANTO O curso de Música – variante Canto, forma cantores profissionais de nível superior, elevando a qualidade da formação de um modo eficaz e internacionalmente reconhecido. O curso inclui componentes de formação pedagógica e de música de câmara.

p CONDIÇÕES DE ACESSO - Concurso local (consultar a ESMAE) p PRÉ-REQUISITOS - É necessária uma prova de aptidão p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos p HABILITAÇÕES PARA A DOCÊNCIA - Habilitação própria para a docência nos grupos 06 (educação musical) e 40 (música)

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Solistas e/ou pedagogos, preferencialmente no ensino vocacional de canto.

  LICENCIATURA

MÚSICA – COMPOSIÇÃO O curso de Música – variante Composição, forma compositores profissionais de nível superior, dotados de elevada formação técnica e pedagógica, que os capacita para a criação artística e para o ensino. Pretende-se dotar os compositores de um elevado nível científico, de sentido crítico e criador, tornando-os capazes de interpretar o meio artístico, social e cultural.

p CONDIÇÕES DE ACESSO - Concurso local (consultar a ESMAE) p PRÉ-REQUISITOS - É necessária uma prova de aptidão p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos p HABILITAÇÕES PARA A DOCÊNCIA - Habilitação própria para a docência nos grupos 06 (educação musical) e 40 (música)

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Compositores com elevadas capacidades em vários ramos da criação musical como composição no sentido mais tradicional, composição musical para teatro e cinema, sonoplastia, multimédia, formando ainda pedagogos, preferencialmente para o ensino vocacional da música, nas áreas da composição, estética e análise. Depois dos três anos de licenciatura os estudantes possuem uma base artística e científica sólida que lhes permite prosseguir para um nível de investigação artística e científica superior (mestrado ou doutoramento). · ESMAE p IPP ·


MESTRADO

MÚSICA – COMPOSIÇÃO E TEORIA MUSICAL O Mestrado em Composição e Teoria Musical forma compositores profissionais de nível superior, dotados de elevada formação técnica. Pretende-se neste 2º ciclo formar compositores com um desenvolvimento intelectual que integre elementos de carácter técnico e estético, manifestado através de uma atitude estética coerente e de um espírito independente. Estes devem demonstrar capacidade de expressão escrita e oral de forma articulada e rigorosa, utilizando o vocabulário musical específico em todo o tipo de trabalhos realizados, assim como na definição de novos conceitos musicais, intrínsecos à actividade composicional. Deverão também possuir um domínio dos fundamentos de ética, estética, história de arte e arte contemporânea, assim como conhecimentos teóricos avançados nas áreas da Composição, Teoria e Análise Musical, Música produzida por meios electrónicos e desenvolver uma capacidade de interrelação da Música com outras formas de arte. Tal é alcançado pela implementação e acompanhamento de projectos de diversa natureza composicional em áreas como música de concerto tradicional, música electrónica, música para teatro, cinema, multimédia, entre outros, pela capacidade de interagir com grupos de instrumentistas, elaborando trabalhos de arranjo musical especializado, assim como pela capacidade de exercer trabalhos de assistência/direcção musical junto de grupos de intérpretes e/ou instituições. Estas competências práticas são postas em evidência pela investigação e desenvolvimento de projectos, assim como pelo trabalho autónomo e em equipa.

p CONDIÇÕES DE ACESSO - Concurso local (consultar a ESMAE) p PRÉ-REQUISITOS - Apresentação de portefólio, que será para apreciação em entrevista a realizar p GRAU CONFERIDO - Mestrado – 2 anos

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Compositores com elevadas capacidades em vários ramos da criação musical, como composição musical de concerto, composição musical para teatro e cinema, e multimédia. O mestrado forma músicos com uma elevada capacidade de reflexão, capazes de desenvolver projectos multi e interdisciplinares inovadores, integrando de forma reflectida elementos estéticos, técnicos, éticos, numa atitude estética coerente e um espírito independente, seja em trabalho autónomo ou em trabalho de equipa.

· 2011 p 2012 ·


LICENCIATURA

MÚSICA – SOPROS O curso de Música – variante Sopros, forma instrumentistas de nível superior através de um ensino personalizado e de uma orientação essencialmente prática, privilegiando a apresentação pública e a experiência de palco. O curso inclui componentes de formação pedagógica, de prática orquestral e de música de câmara.

p ESPECIALIDADES - Clarinete | Fagote | Flauta | Trompa | Trompete | Tuba | Oboé | Saxofone | Trombone p CONDIÇÕES DE ACESSO - Concurso local (consultar a ESMAE) p PRÉ-REQUISITOS - É necessária uma prova de aptidão p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos p HABILITAÇÕES PARA A DOCÊNCIA - Habilitação própria para a docência nos grupos 06 (educação musical) e 40 (música)

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Solistas e/ou pedagogos, preferencialmente, no ensino vocacional do instrumento, instrumentistas de orquestra e agrupamentos de música de câmara.

  LICENCIATURA

MÚSICA – PIANO O curso de Música – variante Piano, forma instrumentistas de nível superior através de um ensino personalizado e de uma orientação essencialmente prática, privilegiando a apresentação pública e a experiência de palco. O curso inclui componentes de formação pedagógica, de prática orquestral e de música de câmara.

p CONDIÇÕES DE ACESSO - Concurso local (consultar a esmae) p PRÉ-REQUISITOS - É necessária uma prova de aptidão p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos p HABILITAÇÕES PARA A DOCÊNCIA - Habilitação própria para a docência nos grupos 06 (educação musical) e 40 (música)

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Solistas e/ou pedagogos, preferencialmente, no ensino vocacional do instrumento, instrumentistas de orquestra e agrupamentos de música de câmara.

· ESMAE p IPP ·


LICENCIATURA

MÚSICA – PERCUSSÃO O curso de Música – variante Percussão, forma instrumentistas de nível superior, através de um ensino personalizado e de uma orientação essencialmente prática, privilegiando a apresentação pública e a experiência de palco. O curso inclui componentes de formação pedagógica, de prática orquestral e de música de câmara.

p CONDIÇÕES DE ACESSO - Concurso local (consultar a ESMAE) p PRÉ-REQUISITOS - É necessária uma prova de aptidão p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos p HABILITAÇÕES PARA A DOCÊNCIA - Habilitação própria para a docência nos grupos 06 (educação musical) e 40 (música)

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Solistas e/ou pedagogos, preferencialmente, no ensino vocacional do instrumento, instrumentistas de orquestra e agrupamentos de música de câmara.

  LICENCIATURA

MÚSICA – JAZZ O curso de Música – variante Jazz, forma músicos de Jazz com uma sólida preparação técnica, artística, tecnológica e teórica, capazes de integrar um mercado abrangente.

p OPÇÕES - Canto | Bateria | Contrabaixo | Trombone | Trompete | Guitarra | Piano | Saxofone | Vibrafone p CONDIÇÕES DE ACESSO - Concurso Local (Consultara ESMAE p PRÉ-REQUISITOS - É necessária uma prova de aptidão p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos p HABILITAÇÕES PARA A DOCÊNCIA - Habilitação própria para a docência nos grupos 06 (educação musical) e 40 (música)

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Profissionais do espectáculo, orquestras de jazz, músicos de estúdio, desde o vasto mundo da animação musical ao da composição e arranjos.

· 2011 p 2012 ·


LICENCIATURA

MÚSICA – MÚSICA ANTIGA O curso de Música – variante Música Antiga, forma instrumentistas de nível superior, através de um ensino personalizado e de uma orientação essencialmente prática, privilegiando a apresentação pública e a experiência de palco. O curso inclui componentes de formação pedagógica, de prática orquestral e de música de câmara.

p OPÇÕES - Canto Violino Barroco | Viola Barroca | Violoncelo Barroco | Viola Da Gamba | Alaúde | Cravo | Fagote Barroco | Flauta de Bisel | Traverso | Oboé Barroco p CONDIÇÕES DE ACESSO - Concurso local (consultar a ESMAE) p PRÉ-REQUISITOS - É necessária uma prova de aptidão p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos p HABILITAÇÕES PARA A DOCÊNCIA - Habilitação própria para a docência nos grupos 06 (educação musical) e 40 (música)

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Solistas e/ou pedagogos, preferencialmente, no ensino vocacional do instrumento, instrumentistas de orquestra e agrupamentos de música de câmara.

  LICENCIATURA

MÚSICA – CORDAS O curso de Música – variante Cordas, forma instrumentistas de nível superior, através de um ensino personalizado e de uma orientação essencialmente prática, privilegiando a apresentação pública e a experiência de palco. O curso inclui componentes de formação pedagógica, de prática orquestral e de música de câmara.

p ESPECIALIDADES - Guitarra | Viola | Violoncelo | Violino | Contrabaixo p CONDIÇÕES DE ACESSO - Concurso local (consultar a ESMAE) p PRÉ-REQUISITOS - É necessária uma prova de aptidão p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos

p HABILITAÇÕES PARA A DOCÊNCIA - Habilitação própria para a docência nos grupos 06 (educação musical) e 40 (música) p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Solistas e/ou pedagogos, preferencialmente, no ensino vocacional do instrumento, instrumentistas de orquestra e agrupamentos de música de câmara. · ESMAE p IPP ·


LICENCIATURA

MÚSICA – PRODUÇÃO E TECNOLOGIAS DA MÚSICA O curso de Música – variante Produção e Tecnologias da Música, tem como objectivo formar profissionais de nível superior orientados para: o conhecimento do som; as técnicas e os meios de produção sonora, com particular ênfase nos instrumentos musicais; o conhecimento do áudio; o conhecimento da linguagem musical – o discurso da música numa perspectiva cultural e universal; as técnicas e os meios de divulgação, com especial ênfase no espectáculo/ evento, no audiovisual e no multimédia. Pretende-se que o estudante adquira: uma audição qualificada; um conhecimento da gramática musical; uma motricidade qualificada; uma percepção sensorial qualificada; a capacidade de trabalhar em equipa.

p CONDIÇÕES DE ACESSO - Concurso local (consultar a ESMAE) p PRÉ-REQUISITOS - É necessária uma prova de aptidão p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos p HABILITAÇÕES PARA A DOCÊNCIA - Habilitação própria para a docência no grupo 06 (educação musical)

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Técnicos superiores de som; actividades na área da produção; tecnologias da música.

  MESTRADO

MÚSICA – INTERPRETAÇÃO ARTÍSTICA O Curso de Mestrado em Música – Interpretação Artística oferece um programa de estudos de quatro semestres, tendo como principal objectivo a formação de músicos ao mais alto nível. O curso apresenta um vasto painel de disciplinas principais, instrumentais ou teóricas, às quais se associam disciplinas complementares opcionais ou obrigatórias, garantindo uma sólida formação técnica, científica e artística. O plano curricular pretende estabelecer uma interacção entre prática instrumental especializada e trabalho de investigação aprofundado, tendo em vista a concepção e a realização de projectos científicos e artísticos específicos. O curso oferece formação nas seguintes áreas: cordas, sopros, piano, canto, música antiga, jazz e percussão.

CONDIÇÕES DE ACESSO Consultar o Edital de Acesso da ESMAE PRÉ-REQUISITOS Prova de aptidão instrumental e entrevista GRAU CONFERIDO Mestrado – 2 anos

SAÍDAS PROFISSIONAIS Solistas, músicos de orquestra e de câmara.

· 2011 p 2012 ·


LICENCIATURA

TEATRO – INTERPRETAÇÃO O curso de Teatro, variante Interpretação, forma actores com habilitação superior, reconhecida a nível nacional e internacional. Pretende-se preparar profissionais capazes de satisfazerem as necessidades do mercado, mas também de se constituírem como produtores, individual e colectivamente.

p CONDIÇÕES DE ACESSO - Concurso local (consultar a ESMAE) p PRÉ-REQUISITOS - É necessária uma prova de aptidão p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Actores em companhias nacionais e estrangeiras, ou em projectos pontuais, exercendo a sua actividade integrados em companhias já existentes ou em projectos emergentes. - Actores na produção, nacional e estrangeira, de televisão e cinema.

  LICENCIATURA

TEATRO – PRODUÇÃO E DESIGN Variantes – Cenografia, Figurinos, Luz e Som e Direcção de Cena O curso de Teatro, variante de Produção e Design, forma profissionais de nível superior em Cenografia, Figurino, Luz e Som e Direcção de Cena, respondendo às necessidades tanto das grandes produções em cada uma dessas áreas, como às dos pequenos grupos teatrais, sendo capazes de se constituírem como integrantes de colectivos que possam vir a enriquecer o panorama teatral português.

p CONDIÇÕES DE ACESSO - Concurso local (consultar a ESMAE) p PRÉ-REQUISITOS - É necessária uma prova de aptidão p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Profissionais das artes do espectáculo.

· ESMAE p IPP ·


MESTRADO

MESTRADO EM TEATRO O Mestrado nas suas áreas de especialização, Encenação / Interpretação, Direcção de Cena e Produção, Design de Cenografia, Design de Figurino, Design de Luz e Design de Som, tem características próprias, que promovem a flexibilização das formações combinadas e assegura o desígnio do fazer do teatro, congregando áreas de Estudos Teatrais e Estudos Socioculturais com a Prática artística Teatral, a Encenação, o Design e a Produção, estimulando a iniciativa própria em projectos teatrais que desenvolvem capacidade de intervir em múltiplos contextos de criação teatral como: actores, designers (cenografia; figurinos; luz e som), técnicos, produtores, etc., afirmando-se como profissionais criativos, revelando maturidade técnica e consciência artística adequadas à expressão e concretização dos seus próprios conceitos expressivos. Os estudantes participam de forma efectiva para a realização colectiva de uma produção: espectáculo, filme, performance, no desenvolvimento de uma linguagem e vocabulário comuns e consciente da especificidade que permite a interdisciplinaridade. Entendem o Teatro, lato senso, como uma realidade transcendente onde a técnica, a expressão e a criatividade do indivíduo se manifestam no todo. No final deste ciclo, os estudantes são capazes de fundamentar e reflectir sobre os seus próprios projectos artísticos de forma articulada e desenvolvida, e de apresentar soluções criativas, na sua área específica, enquanto contributo indispensável para o todo de uma produção reconhecendo a pesquisa e a investigação como forma de conhecimento acumulado e reflexão, utilizando os referentes como factores propulsores de novas ideias e estéticas.

p ÁREAS DE ESPECIALIZAÇÃO - Encenação / Interpretação, Direcção de Cena e Produção, Design de Cenografia, Design de Figurino, Design de Luz e Design de Som p CONDIÇÕES DE ACESSO - Consultar o Edital de Acesso da ESMAE p PRÉ-REQUISITOS - Licenciatura ou curriculum relevante na área da candidatura (desde que reconhecido pelo Conselho TécnicoCientífico) p GRAU CONFERIDO - Mestrado – 2 anos

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Profissionais das artes do espectáculo. - Actores, Encenadores, Cenógrafos, Figurinistas, Produtores e Directores de Cena, Designer de Luz e de Som em companhias nacionais e estrangeiras, em projectos pontuais, exercendo a sua actividade integrados em colectivos já existentes ou em projectos emergentes.

· 2011 p 2012 ·


LICENCIATURA

  MESTRADO

TECNOLOGIA DA COMUNICAÇÃO AUDIOVISUAL O curso tem como objectivo promover a formação artística e técnica de profissionais altamente qualificados para a utilização criativa das tecnologias da comunicação audiovisual. Os seus conteúdos perspectivam a transversalidade a dois níveis: domínio técnico - operacional de equipamentos audiovisuais e multimédia, sendo estes encarados como potentes ferramentas de criação, informação e comunicação; domínio de metodologias de concepção, produção, realização, pós-produção e avaliação de obras e documentos audiovisuais. No 2º ciclo (Mestrado em Comunicação Audiovisual), os mestrandos podem optar ou pela especialização em Fotografia e Cinema Documental ou pela de Produção e Realização Audiovisual.

p PROVAS DE INGRESSO - No 1º ciclo – Português ou - História da Cultura e das Artes p PRÉ-REQUISITOS - Grupo M – Capacidade vocacional p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos p PROVAS DE INGRESSO - No 2º ciclo – Consultar o Edital de Acesso da ESMAE p GRAU CONFERIDO - Mestrado – 2 anos

p SAÍDAS PROFISSIONAIS p 1º ciclo - Televisão e cinema (operadores de câmara, operadores de som, edição e montagem, luminotecnia) - Rádio (operadores de som e de montagem) - Imprensa e publicidade (repórteres de vídeo e fotografia) - Escolas (professores de audiovisuais, centros de recursos, técnicos polivalentes de audiovisuais com competências em fotografia, som e vídeo) - Operadores independentes de audiovisuais p 2º ciclo - Fotografia, cinema e televisão (produtores, realizadores, fotógrafos, gabinetes de imagem, consultores e editores de imagem) - Professores de audiovisual (fotografia, vídeo, cinema, som) - Investigadores p AREAS DE INVESTIGAÇÃO: - Fotografia documental - Filme documentário - Cinema - Televisão - Som

· ESMAE p IPP ·


LICENCIATURA

TECNOLOGIA DA COMUNICAÇÃO MULTIMÉDIA O curso tem como objectivo promover a formação artística e técnica de profissionais altamente qualificados para a utilização criativa das tecnologias da comunicação multimédia. Os estudantes formados em Tecnologias de Comunicação Multimédia estão aptos a conceber, realizar e produzir projectos multimédia, utilizando predominantemente as tecnologias digitais e audiovisuais. A multidisciplinaridade do curso desenvolve competências que fomentam na área da comunicação multimédia o cruzamento de tecnologia, comunicação, arte e cultura, ligadas à produção e transmissão de conteúdos. Com este curso pretende-se formar um novo tipo de profissionais com uma visão global da comunicação multimédia, apoiados numa sólida formação tecnológica e artística em áreas do som, da fotografia, do vídeo, do design, entre outras.

p PROVA DE INGRESSO - Geometria Descritiva ou - História e Cultura das Artes p GRAU CONFERIDO - Licenciatura – 3 anos p INVESTIGAÇÃO - Design multimédia, arte multimédia, tecnologia multimédia, tipografia dinâmica, programação, animação, som digital, webdesign, produção e realização multimédia

p SAÍDAS PROFISSIONAIS - Iniciativas autónomas (criação de empresas, conta própria, trabalho independente, tele-trabalho). - Escolas (professores de TIC). - Gabinetes ou ateliers de design multimédia. - Empresas gráficas, de comunicação audiovisual, de publicidade, ou de produção e manutenção de páginas para a web. - Produtoras de vídeo/televisão ou órgãos de comunicação social. - Produtoras de cinema de animação. - Empresas de produção de espectáculos (concertos, performances artísticas, dança). - Empresas de produção multimédia. - Instituições culturais (museus, teatros).

· 2011 p 2012 ·


POLITÉCNICO DO PORTO 26 Anos | 7 Escolas | 16.000 Estudantes | 1.500 Docentes O Politécnico do Porto iniciou a sua actividade em 1985, em resultado do relançamento do Ensino Superior Politécnico em Portugal. O IPP é a maior instituição de ensino superior politécnico do país, em número de estudantes, de docentes, de cursos e de escolas, resultado de uma elevada diversidade de perfis de formação, de contextos de aplicação, de públicos, de actividades de extensão e de implantação geográfica – em 6 concelhos do Distrito do Porto. Mais de 16 mil estudantes frequentam 7 escolas que oferecem um total de 57 Licenciaturas e 41 Mestrados, nas mais variadas áreas, desde a Engenharia, à Gestão, à saúde, música ou educação. ISEP ISCAP ESE ESMAE ESEIG ESTGF ESTSP

INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DO PORTO INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO DO PORTO ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO ESCOLA SUPERIOR DE MÚSICA, ARTES E ESPECTÁCULO ESCOLA SUPERIOR DE ESTUDOS INDUSTRIAIS E DE GESTÃO ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DA SAÚDE DO PORTO

A3

A7

ESTGF ESEIG

Felgueiras

Póvoa de Varzim / Vila do Conde

A28

A11

ISCAP Matosinhos

A42

A4

ISEP | ESE | ESMAE Porto

ESTSP

RIO DOURO Vila Nova de Gaia

SEGUE-NOS NO:

Flickr

Youtube

Issuu

Linkedin

Facebook


UNIVERSO IPP

IPP

PRESIDÊNCIA Rua Dr. Roberto Frias, 712 › 4200-465 Porto T. 225 571 000 › F. 225 020 772 ipp@ipp.pt › www.ipp.pt Serviços Académicos › s.academicos@sc.ipp.pt

ISEP

INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DO PORTO Rua Dr. António Bernardino de Almeida, 431 › 4200-072 Porto T. 228 340 500 › F. 228 321 159 mail@isep.ipp.pt › www.isep.ipp.pt

ISCAP

INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO DO PORTO Rua Jaime Lopes Amorim s/n › 4465-004 São Mamede de Infesta T. 229 050 000 › F. 229 025 899 instituto@iscap.ipp.pt › www.iscap.ipp.pt

ESE

ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO Rua Dr. Roberto Frias, 602 › 4200-465 Porto T. 225 073 460 › F. 225 073 464 ese@ese.ipp.pt › www.ese.ipp.pt

ESMAE

ESCOLA SUPERIOR DE MÚSICA, ARTES E ESPECTÁCULO Rua da Alegria, 530 › 4000-045 Porto T. 225 193 760 › F. 225 180 774 esmae@esmae-ipp.pt › www.esmae-ipp.pt

ESEIG

ESCOLA SUPERIOR DE ESTUDOS INDUSTRIAIS E DE GESTÃO Rua D. Sancho I, 981 › 4480-876 Vila do Conde T. 252 291 700 › F. 252 291 714 eseig@eseig.ipp.pt › www.eseig.ipp.pt

ESTGF

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS Rua do Curral, Casa do Curral, Margaride › 4610-156 Felgueiras T. 255 314 002 › F. 255 314 120 correio@estgf.ipp.pt › www.estgf.ipp.pt ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DA SAÚDE DO PORTO Rua Valente Perfeito, 322 › 4400-330 Vila Nova de Gaia T. 222 061 000 › F. 222 061 001 geral@estsp.ipp.pt › www.estsp.ipp.pt

IPP.GCI MARÇO. 2011

ESTSP

ESMAE - Oferta formativa 2011/12  

Oferta formativa da ESMAE - Escola Superior de Musica, Artes e Espectaculo

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you